Modesto Hurtado Ferrer

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4946249530010771
  • Última atualização do currículo em 23/07/2018


Possui graduação em Engenharia Mecânica pelo Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverría, em Havana-Cuba (1993), Mestrado em Engenharia Mecânica pelo Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverría (1998) e doutorado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (2003). Experiência no magistério superior nas áreas de Engenharia Mecânica, Metalurgia e Materiais, junto ao Instituto Superior Politécnico José A. Echeverría (1993-1999), na Escola de Engenharia de Piracicaba (2004-2007) e no Instituto Superior Tupy, em Joinville-SC (2007-2013). Desde 2013 atua como Professor Adjunto junto ao Centro Tecnológico do Campus de Joinville (CTJ), da Universidade Federal de Santa Catarina, junto ao Curso de Engenharia Automotiva, nas áreas de Conformação Mecânica e Mecânica dos Sólidos, onde está vinculado ao grupo de pesquisa em Tecnologia de Manufatura e Desenvolvimento de Materiais Avançados. Desde 2014 atua como professor orientador do Projeto Fórmula SAE do CTJ. Tem experiência na área de Engenharia Metalúrgica, com ênfase em Metalurgia Física, atuando principalmente em temas relacionados à concepção, desenvolvimento e caracterização de materiais avançados (aços e ferro fundidos) para diversos fins da indústria. Ocupou diversas funções administrativas e docentes, em nível de coordenação de cursos de graduação e de pós-graduação bem como em nível de direção do ensino superior. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Modesto Hurtado Ferrer
Nome em citações bibliográficas
FERRER, M. H.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Engenharias da Mobilidade - CEM.
Rua Presidente Prudente de Moraes, 406
Santo Antônio
89218000 - Joinville, SC - Brasil
Telefone: (047) 34615900
URL da Homepage: http://www.joinville.ufsc.br


Formação acadêmica/titulação


1999 - 2003
Doutorado em Engenharia Metalurgica e de Materiais.
Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, PMT-EPUSP, Brasil.
Título: Estudo das transformações de fase de aços TRIP ao Si-Mn microligados com Nb, Ano de obtenção: 2003.
Orientador: Prof. Dr. André Paulo Tschiptschin.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Aços ARBL; Aços TRIP; Tratamento termomecânico; Transformações de fase; Reação bainítica; Austenita retida.
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física / Especialidade: Transformação de Fases.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física / Especialidade: Estrutura dos Metais e Ligas.
Setores de atividade: Indústria Metal-Mecânica; Desenvolvimento de Novos Materiais; Fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias.
1995 - 1998
Mestrado em Engenharia Mecânica/Processos de fabricação.
Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverría, ISPJAE, Cuba.
Título: Evaluación del comportamiento mecánico y microestructural del acero Cuba 1-Cr-Ni de fabricación nacional,Ano de Obtenção: 1998.
Orientador: Dra. Nilda Cabalero Stevens.
Palavras-chave: Aceros de media aleación y alta resistencia; Fenómenos microestructurales; Tratamientos térmicos; Processos de manufactura mecânica.
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Mecânica / Subárea: Processos de Fabricação.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Mecânica.
Setores de atividade: Metalurgia.
2009 - 2011
Especialização em MBA em Gestão Empresarial. (Carga Horária: 432h).
Fundação Getulio Vargas - FGV, FGV, Brasil.
Título: Plano de negócio - Empresa: Vacuum Heat Tech - Tratamento Térmico e Engenharia de Superfície.
Orientador: Luis Eduardo Machado.
Bolsista do(a): Sociedade Educacional de Santa Catarina, SOCIESC, Brasil.
1988 - 1993
Graduação em Engenharia Mecânica.
Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverría, ISPJAE, Cuba.
Título: Estudo de eletrodos de alto teor de vanádio para soldagem de ferro fundido nodular.
Orientador: Ariel García Ojeda.




Formação Complementar


2007 - 2007
Elaboração de projetos sociocult: capt. recursos. (Carga horária: 7h).
RFalcon Consultoria & Planejamento Ltda, RFLACON, Brasil.
2005 - 2005
O coordenador de curso e a gestão do projeto pedag. (Carga horária: 8h).
CADEC - Consultoria de Ensino Superior, CADEC, Brasil.
2005 - 2005
2a. Oficina regional de apoio à autoavaliação. (Carga horária: 16h).
CONAES-Comissão Nacional de Avaliação do Ensino Superior, CONAES, Brasil.
2004 - 2004
SINAES: as avaliações do MEC e seus impactos nas I. (Carga horária: 8h).
CADEC - Consultoria de Ensino Superior, CADEC, Brasil.
2001 - 2001
Processamento e análise de imagens KS-300/400. (Carga horária: 16h).
Pontificia Universidade Católica do Rio, PUC-RIO, Brasil.
2001 - 2001
Metallurgical aspects during hot rolling. (Carga horária: 12h).
Instituto Argentino de Siderurgia, IAS, Argentina.
1998 - 1998
Microscopia eletrônica de varredura e microanáli. (Carga horária: 20h).
Instituto Superior Politécnico "José Antonio Echeverria", ISPJAE, Cuba.
1996 - 1996
Análise de Falhas. (Carga horária: 40h).
Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverria CUBA, ISPJAE, Cuba.
1995 - 1995
Ensaios mecânicos dos materiais. (Carga horária: 45h).
Universidade Politécnica de Madri (Espanha), UPM, Espanha.
1995 - 1995
Recipientes a pressão: cálculo, construção e uso. (Carga horária: 20h).
Universidade Politécnica de Madri, UPM, Espanha.
1995 - 1995
Soldabilidade dos aços ARBL para fins automotivo. (Carga horária: 30h).
Universidade Politécnica de Madri (Espanha), UPM, Espanha.
1995 - 1995
Ensaios não destrutivos. (Carga horária: 45h).
Universidade Politécnica de Madri (Espanha), UPM, Espanha.
1993 - 1994
Soldadura. (Carga horária: 40h).
Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverría, ISPJAE, Cuba.
1993 - 1994
Pedagogia. (Carga horária: 35h).
Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverria CUBA, ISPJAE, Cuba.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Prof. Adj. A, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

02/2018 - Atual
Direção e administração, UFSC - Campus Joinville, .

Cargo ou função
Coordenador do Curso de Graduação em Engenharia Automotiva.
08/2017 - Atual
Extensão universitária , UFSC - Campus Joinville, .

Atividade de extensão realizada
Projeto Baja SAE da Equipe Baja CEM.
02/2016 - Atual
Ensino, Engenharia Automotiva, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ciência Tecnologia e Sociedade
Introdução á Engenharia Automotiva
Mecânica dos Sólidos I
Processos de Fabricação
Processos Especiais de Fabricação
09/2015 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, UFSC - Campus Joinville, .

Cargo ou função
Membro de Colegiados e de Núcleo Docente estruturantes dos Cursos de Engenharia Automotiva.
11/2014 - Atual
Extensão universitária , UFSC - Campus Joinville, .

Atividade de extensão realizada
Projeto Fórmula CEM.
08/2014 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Forum Municipal de Educação de Joinville, .

Cargo ou função
Membro titular, representando UFSC - Joinville.
08/2015 - 10/2017
Direção e administração, UFSC - Campus Joinville, .

Cargo ou função
Membro Titular dos Docentes do Centro de Joinville no Conselho Universitário (CUn).
02/2015 - 12/2015
Ensino, Engenharia Aeroespacial, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Engenharia
Mecânica dos Sólidos
Processos de Fabricação
Processos Especiais de Fabricação
10/2013 - 12/2015
Extensão universitária , UFSC - Campus Joinville, .

Atividade de extensão realizada
Projeto de Extensão intitulado:"Baja SAE do CEM II".
09/2013 - 09/2015
Conselhos, Comissões e Consultoria, UFSC - Campus Joinville, .

Cargo ou função
Membro de colegiados e de Núcleo Docente estruturantes dos Cursos de: Engenharia Automotiva, Engenharia Ferroviária e Metroviária e Engenharia Naval.
10/2013 - 03/2015
Extensão universitária , Centro de Engenharias da Mobilidade - CEM, .

Atividade de extensão realizada
Projeto de Extensão intitulado: "O conhecimento das ciências exatas como o caminho para a inovação tecnológica".
02/2014 - 12/2014
Ensino, Engenharia Automotiva, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Engenharia
Processos de Fabricação
Processos Especiais de Fabricação
08/2013 - 01/2014
Ensino, Abi - Engenharia da Mobilidade, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Engenharia da Mobilidade
Manutenção Ferroviária e Metroviária I
Processos de Fabricação
Processos Especiais de Fabricação
Química Tecnológica

Sociedade Educacional de Santa Catarina, SOCIESC, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador de Mestrado em Eng. Mecânica, Carga horária: 50
Outras informações
Atividades realizadas: Coordenação acadêmica do Programa de Mestrado Profissional em Engenharia Mecânica; presidente de Colegiado do Mestrado Profissional; gestão do processo docente educativo; envolvimento direto em processos de captação e seleção de candidatos ao Mestrado; presidente do conselho empresarial; membro da comissão de iniciação científica da instituição; docência em nível de mestrado nas disciplinas; orientação de dissertações de mestrado; entre outras.

Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Gerente de Projetos Estratégicos, Carga horária: 50
Outras informações
Principais atividades: gestão de projetos institucionais no setor de concursos públicos e licitações da Sociedade Educacional de Santa Catarina; captação de recursos através de processos licitatórios promovidos por órgãos públicos, principalmente focados para promover programas de qualificação profissional nos arcos de conhecimento definidos pelo Ministério do Trabalho e Emprego (ex. os Projovens Trabalhador - juventude cidadã); gestão de concursos públicos junto aos órgãos públicos de Joinville e Região; gestão de orçamento; gestão de pessoas; entre outras.

Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Gerente de Ensino do Instituto Superior Tupy, Carga horária: 50, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Principais atividades acadêmicas e administrativas: Gestão do Ensino Superior em Instituição que oferta oito cursos de Bacharelados em Engenharias, um curso de Arquitetura e Urbanismo e quatro cursos superiores de tecnologia, com cerca de 2500 estudantes e corpo docente administrativo constituído por mais de 230 colaboradores; Condução do processo docente educativo da instituição; Liderança de equipe de coordenadores de cursos de graduação; Membro do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE; Presidente/membro de Colegiado de Cursos de Graduação e de Núcleos Docentes Estruturantes - NDE de cursos de graduação; gestão de orçamento e de planos de investimento, envolvimento em aços de marketing durante os processos de captação de alunos; gestão e acompanhamento de processos de matrícula; gestão de pessoas; gestão de conflitos; entre outras.

Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador do Curso de Engenharia Mecânica, Carga horária: 50, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Pesquisador, Carga horária: 50, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

03/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto Superior Tupy - Campus Boa Vista, .

02/2013 - 07/2013
Ensino, Bacharelado em Engenharia Mecânica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Processos de Fabricação III (Soldagem)
02/2013 - 07/2013
Ensino, Bacharelado em Engenharia Mecânica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Processos de Fabricação II (Conformação Mecânica)
03/2012 - 07/2013
Direção e administração, Instituto Superior Tupy - Campus Boa Vista, .

Cargo ou função
Coordenador do Programa de Mestrado Profissional em Engenharia Mecânica.
03/2012 - 07/2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto Superior Tupy, .

Cargo ou função
Presidente do Colegiado do Programa de Mestrado Profissional em Engenharia Mecânica.
03/2013 - 06/2013
Ensino, Mestrado em Engenharia Mecânica, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Tecnologia e Ciência dos Materiais
07/2012 - 12/2012
Ensino, Bacharelado em Engenharia Mecânica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Processos de fabricação III (Soldagem)
06/2012 - 10/2012
Ensino, Mestrado em Engenharia Mecânica, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Metalurgia Física
02/2012 - 07/2012
Ensino, Engenharia Metalúrgica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Metalurgia da Soldagem
02/2012 - 06/2012
Ensino, Mestrado em Engenharia Mecânica, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos especiais em processos de fabricação (metalúrgicos)
02/2011 - 12/2011
Ensino, Bacharelado em Engenharia Mecânica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ciência dos materiais
11/2010 - 07/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto Superior Tupy, .

Cargo ou função
Membro do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão do IST.
02/2010 - 07/2011
Direção e administração, Instituto Superior Tupy, .

Cargo ou função
Gerente de Ensino do Instituto Superior Tupy.
01/2010 - 07/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto Superior Tupy, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado e do Núcleo Docente estruturante do Curso de Engenharia Metalúrgica.
10/2009 - 07/2011
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto Superior Tupy, .

03/2008 - 07/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto Superior Tupy, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado e do Núcleo Docente Estruturante do Curso de Engenharia Mecânica.
02/2008 - 07/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto Superior Tupy, .

Cargo ou função
Preseidente do Colegiado e do Núcleo Docente Estruturante do Curso de Engenharia Mecânica.
02/2009 - 05/2011
Direção e administração, Instituto Superior Tupy, .

Cargo ou função
Coordenador do Curso de Pós-graduação Lato Sensu em Engenharia Automobilística.
03/2008 - 05/2011
Outras atividades técnico-científicas , Instituto Superior Tupy, Instituto Superior Tupy.

Atividade realizada
Coordenador do Projeto Baja SAE Brasil do IST..
11/2007 - 05/2011
Ensino, Pós-graduação em Engenharia de Fundição, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Metalurgia Física
08/2010 - 12/2010
Ensino, Bacharelado em Engenharia de Fundição, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Metalurgia Física
02/2010 - 12/2010
Ensino, Bacharelado em Engenharia Mecânica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Engenharia Mecânica
Ciência dos Materiais
03/2009 - 08/2010
Outras atividades técnico-científicas , Instituto Superior Tupy, Instituto Superior Tupy.

Atividade realizada
Coordenador do projeto AeroDesign SAE Brasil do IST..
02/2008 - 08/2010
Direção e administração, Instituto Superior Tupy, .

Cargo ou função
Coordenador de Curso de Engenharia Mecânica.
02/2008 - 02/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto Superior Tupy, .

Cargo ou função
Presidente do Colegiado e do Núcleo Docente Estruturante do Curso de Engenharia Mecânica..
08/2009 - 12/2009
Ensino, Bacharelado em Engenharia de Fundição, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Transformações de Fase
08/2009 - 12/2009
Ensino, Bacharelado em Engenharia Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ciência dos Materiais
02/2009 - 12/2009
Ensino, Bacharelado em Engenharia Mecânica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Engenharia Mecânica
02/2007 - 12/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto Superior Tupy, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado do Programa de Mestrado em Engenharia Mecânica do IST.
01/2007 - 12/2009
Ensino, Mestrado em Engenharia Mecânica, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Metalurgia Física
Transformações de Fase
08/2008 - 12/2008
Ensino, Bacharelado em Engenharia de Fundição, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Tratamentos térmicos
02/2008 - 12/2008
Ensino, Bacharelado em Engenharia Mecânica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projeto Integrado de Engenharia II e III
Ciência dos Materiais
Introdução à Engenharia Mecânica
02/2007 - 12/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto Superior Tupy, .

Cargo ou função
Membro do Conselho Empresarial do Programa de Mestrado de Engenharia Mecânica do IST.
02/2008 - 07/2008
Ensino, Bacharelado em Engenharia de Fundição, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Transformações de Fase
02/2007 - 12/2007
Ensino, Bacharelado em Engenharia de Fundição, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Conformação Mecânica
02/2007 - 12/2007
Ensino, Bacharelado em Engenharia de Fundição, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Transformações de Fase
Tratamento Térmico

Escola de Engenharia de Piracicaba, FUMEP-EEP, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2007
Vínculo: Professor Universitário, Enquadramento Funcional: Professor Titular - II, Carga horária: 50, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor contratado por tempo determinado

Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Professor Universitário, Enquadramento Funcional: Professor Titular - I, Carga horária: 8
Outras informações
Professor contratado por tempo determinado

Atividades

08/2006 - 01/2007
Ensino, Engenharia Mecânica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Administração da Qualidade
Desenho Mecânico
Trabalho de Conclusão de Curso
09/2004 - 01/2007
Direção e administração, Diretoria Acadêmica da Escola de Engenharia de Piracicaba, .

Cargo ou função
Coordenador de Atividades de Monitorias.
09/2004 - 01/2007
Direção e administração, Coordenadoria de Cursos da EEP, .

Cargo ou função
Coordenador do Curso de Engenharia Mecânica da EEP.
09/2004 - 01/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, EEP / FUMEP, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Própria de Avaliação do SINAES na EEP/FUMEP.
09/2004 - 01/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, EEP / FUMEP, .

Cargo ou função
Presidente do Conselho do Curso de Engenharia Mecânica - EEP/FUMEP.
08/2004 - 12/2006
Outras atividades técnico-científicas , EEP / FUMEP, EEP / FUMEP.

Atividade realizada
Coordenador do projeto BajaSAE Brasil da EEP..
02/2005 - 11/2006
Conselhos, Comissões e Consultoria, FUMEP, .

Cargo ou função
Membro da Congregação dos Professores e Alunos da EEP/FUMEP.
02/2006 - 08/2006
Ensino, Engenharia Mecânica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Engenharia Mecânica
Representação Gráfica
09/2004 - 06/2006
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia (CMCT) - Piracicaba, .

Cargo ou função
Membro do CMCT.
08/2005 - 01/2006
Ensino, Engenharia Mecânica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Lubrificação e Lubrificantes
Planejamento do Processo
02/2005 - 08/2005
Ensino, Engenharia Mecânica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estágio Supervisionado - II
Engenharia da Qualidade
Processos Produtivos - III
Medidas Mecânicas
01/2005 - 02/2005
Ensino, Engenharia Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Mecânica de Engenharia (Curso de Férias - junto ao Curso de Engenharia Ambiental)
08/2004 - 02/2005
Ensino, Engenharia Mecânica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estágio Supervisionado - I
Projeto de Produto
02/2004 - 08/2004
Ensino, Engenharia Mecânica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Engenharia da qualidade
Equipamentos térmicos-I

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, EPUSP, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2003
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Doutorando, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Pesquisa de doutoramento através de projeto financiado pela FAPESP (Processo n°98/16266-8)e da parceria com a empresa (Companhia Siderúrgica Nacional - CSN)

Atividades

08/2001 - 08/2001
Estágios , Pontificia Universidade Católica do Rio, .

Estágio realizado
Pocessamento e análise de imagens.
07/2001 - 07/2001
Estágios , Instituto Argentino de Siderúrgia - Buenos Aires / Argentina, .

Estágio realizado
Curso de especialização.

Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverria, ISPJAE, Cuba.
Vínculo institucional

1997 - 1999
Vínculo: Professor Universitário, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1993 - 1997
Vínculo: Professor universitário, Enquadramento Funcional: Professor Instrutor, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

09/1997 - 03/1999
Direção e administração, Faculdade de Engenharia Mecânica - ISPJAE, .

Cargo ou função
Coordenador Acadêmico do Terceito Ano do Curso de Engenharia Mecânica.
09/1997 - 03/1999
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Engenharia Mecânica - ISPJAE, .

Cargo ou função
Membro Titular do Conselho de Direção da Faculdade de Engenharia Mecânica.
09/1995 - 03/1999
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Engenharia Mecânica - ISPJAE, .

Cargo ou função
Membro Titular do Conselho Científico da Faculdade de Engenharia Mecânica.
09/1993 - 03/1999
Ensino, Engenharia Mecânica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ciência dos Materiais
Fundição
Metalurgia da Solda
Metalurgia física
Processos de fabricação por conformação mecânica
Processos fabricação por solda
Projeto integrado I, II e II
Trabalho de graduação
09/1993 - 03/1999
Extensão universitária , Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverria, .

Atividade de extensão realizada
Atividades social-produtiva na comunidade.
09/1993 - 03/1999
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Tecnologia de Construção de Maquinaria - ISPJAE/Cuba, .

Cargo ou função
Membro Titular do Conselho do Departamento.
09/1993 - 03/1999
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Engenharia Mecânica - ISPJAE, .

Cargo ou função
Membro Titular do Conselho do Terceiro Ano do Curso de Engenharia Mecânica.
09/1998 - 02/1999
Ensino, Mestrado em Engenharia de Manutenção, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Mecanismos de desgaste
Gestão da Manutenção Produtiva Total (TPM)
08/1996 - 08/1998
Estágios , Departamento de Controle da Qualidade da Companhia Siderúrgica J. Martí, .

Estágio realizado
Processo de fabricação de aços especiais aplicáveis na indústria açucareira / Controle da qualidade de produtos fundidos e laminados.
09/1995 - 08/1998
Serviços técnicos especializados , Usina Manuel M. Prieto, .

Serviço realizado
Manutenção preventiva, preditiva e corretiva junto à usina de cana Manuel Martínez Prieto em Havana.
10/1996 - 07/1998
Serviços técnicos especializados , Oficina Nacional de Recondicionamento de Peças da Empresa de Estaleiros, .

Serviço realizado
Tecnologia de recondicionamento de hélices marinhas e desenvolvimento de procedimentos visando a certificação do processo através das famílias de normas ISO-9000.
09/1996 - 02/1998
Direção e administração, Faculdade de Engenharia Mecânica - ISPJAE, .

Cargo ou função
Chefe do corpo docente das disciplinas de Ciência dos Materiais e de Processos de Fabricação.
09/1996 - 07/1997
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Engenharia Mecânica - ISPJAE, .

Cargo ou função
Membro do Comitê Organizador do III Congresso Iberoamericano de Engenharia Mecânica.
09/1995 - 07/1997
Direção e administração, Faculdade de Engenharia Mecânica - ISPJAE, .

Cargo ou função
Coordenador de atividades de pesquisa e pós-graduação na Faculdade de Engenharia Mecânica.
10/1994 - 08/1995
Estágios , Universidade Politécnica de Madri, .

Estágio realizado
Técnicas preditivas para análise de falhas / Processos de fabricação metalúrgicos.


Linhas de pesquisa


1.
Concepção, desenvolvimento e caracterização de aços bainíticos de alto carbono isentos de carbonetos.

Objetivo: Estudar as transformações de fase em aços bainíticos de alto carbono, isentos de carbonetos, através da modelagem dos aspectos cinéticos, da caracterização morfológica dos produtos da reação bem como da caracterização das propriedades mecânicas das ligas; Estudar mecanismos atômicos da transformação de fase em temperaturas intermediárias, em aços de alta resistência contendo teores variáveis de Mn, Si, e Ni, quando submetidos a tratamentos isotérmicos por tempos variáveis;Avaliar a influência dos elementos de liga nos mecanismos atômicos e na cinética da transformação bainítica nestes aços, principalmente na formação da ferrita bainítica e na estáse da reação; Caracterizar o desenvolvimento da microestrutura, com o auxilio de técnicas de caracterização microestrutural, de modo a determinar a fração transformada de austenita em bainita em função das condições experimentais do tratamento térmico de austêmpera; Caracterizar a fração volumétrica de austenita retida através de difração de raios X, para estudar a cinética da transformação bainítica incompleta e para determinar o teor de carbono na austenita retida, em função das condições experimentais do tratamento térmico de austêmpera; Determinar a janela de processo para caracterizar a melhor relação entre o tempo e temperatura com a fração volumétrica dos produtos da reação bainítica incompleta (ferrita bainítica e austenita retida); Caracterizar o comportamento mecânico das ligas tratadas em função em condições experimentais otimizadas, onde ocorre a estáse da reação bainítica, de modo a avaliar a influência da fração volumétrica de austenita retida nos limites de resistência do material e, principalmente, na tenacidade à fratura; Estabelecer relação entre a energia adsorvida durante o impacto, através de ensaios Charpy, com a temperatura, de modo a traçar as curvas de transição da ruptura dúctil para frágil nas amostras onde se registraram as maiores frações de austenita retida, em cada um doa aços;.
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física / Especialidade: Propriedades Mecânicas dos Metais e Ligas.
Setores de atividade: Metalurgia; Fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias; Fabricação de máquinas e equipamentos.
Palavras-chave: Aços bainíticos; Transformação bainítica incompleta; Estáse da reação bainítica; Austenita retida; Transformações de fase; Bainita.
2.
Microestrutura, propriedades mecânicas e integridade superficial de ferros fundidos nodulares austemperados.

Objetivo: Estudar o efeito da microestrutura de ligas de ferro fundido nodular austemperado, contendo teores variáveis de Si, Cu e Mo, na integridade superficial bem como no desempenho do material em serviço após a usinagem; Estudar a influência dos parâmetros do tratamento de austêmpera na fração volumétrica dos constituintes microestruturais em ligas de ADI; Avaliar o efeito do silício na morfologia dos produtos e na cinética da transformação de fase em ferro fundido nodular austemperado; Avaliar a integridade superficial de ligas de ferro fundido nodular com diferentes morfologias de microestruturas obtidas com arranjos de austêmpera diferentes; Análises da topografia da superfície em ligas de ferro submetidas a diferentes arranjos de austêmpera seguido de usinagem em condições controladas; Caracterizar o desempenho em serviço de superfícies de ligas de ferro submetidas a diferentes arranjos de austêmpera seguido de usinagem em condições controladas; determinado tensão residual, resistência a desgaste e fadiga da superfície..
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física / Especialidade: Transformação de Fases.
Setores de atividade: Metalurgia; Fabricação de produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos.
Palavras-chave: Ferro fundido nodular austemperado; Integridade superficial; Transformação bainítica incompleta; Austêmpera; Austenita retida; Usinabilidade de ferro fundido nodular.
3.
Soldabilidade metalúrgica de ligas para transporte de fluidos, aplicáveis em oleodutos e gasodutos

Objetivo: Estudar as transformações de fase na junta soldada (metal fundido e zona termicamente afetada) em aços API 5L X70 e X80, através de arranjo experimental utilizando processos de soldagem com eletrodo revestido e com eletrodo sólido e tubular com proteção de gases; Estabelecer correlação entre o processamento, a microestrutura e propriedades mecânicas das juntas soldadas; Analisar a influência do ciclo térmico induzido pelos processos de soldagem na morfologia das transformações de fase; Obter níveis de tensão interna utilizando o método de medição do ruído magnético de Barkhausen; Estabelecer relação dos ciclos térmicos induzidos pelos processos de soldagem nas medidas de tensões internas no metal fundido e na zona termicamente afetada das juntas obtidas..
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física / Especialidade: Transformação de Fases.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física / Especialidade: Propriedades Mecânicas dos Metais e Ligas.
Setores de atividade: Extração de Petróleo e Gás Natural; Metalurgia.
Palavras-chave: Metalurgia da soldagem; AÇOS API; Tensões internas; Transformações de fase; Soldagem com proteção gasosa; Soldagem de oleoduto e gasoduto.
4.
Tenacidade à fratura do AISI/SAE 4140 tratado termicamente com têmpera e revenimento e têmpera e partição para fabricação de elementos de fixação aplicáveis no segmento do petróleo e gás.

Objetivo: Estudar o comportamento do aço AISI/SAE 4140 em relação à tenacidade à fratura quando processado de forma convencional, através do tratamento térmico de têmpera e revenimento, e quando processado utilizando-se uma nova rota, através do tratamento de têmpera seguido de partição; Estudar os efeitos dos parâmetros dos processos de tratamento térmico na microestrutura e propriedade do aço 4140, de modo a atender as especificações estabelecidas na fabricação de elementos de fixadores aplicáveis no segmento do petróleo e gás; Estudar os mecanismos das transformações de fase durante o tratamento de têmpera e partição; Comparar as propriedades mecânicas do aço AISI/SAE 4140 tratado termicamente por têmpera e revenimento com as propriedades obtidas neste mesmo aço quando tratado utilizando têmpera e partição..
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física / Especialidade: Transformação de Fases.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física.
Setores de atividade: Fabricação de produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos; Metalurgia; Extração de Petróleo e Gás Natural.
Palavras-chave: Têmpera e partição; Aço 4140; Transformação martensítica; Transformação bainítica; Tenacidade à fratura; elementos de fixação.
5.
Efeito das tensões internas induzidas por esforços termomecânicos na corrosão sob fluxo em aços para transporte de fluídos.

Objetivo: Estudar o efeito das tensões internas induzidas por esforços de origem térmico e mecânico na corrosão sob fluxo de aços API 5L X70 e X80 aplicados na fabricação de tubos para transporte de óleo e gás; Analisar a influência do ciclo térmico induzido pelos processos de soldagem na morfologia das transformações de fase nas zonas fundida e afetada pelo calor; Obter níveis de tensão interna utilizando o método de medição do ruído magnético de Barkhausen na zona fundida, na zona termicamente afetada e no metal base (antes e depois da conformação dos tubos) ; Estabelecer relação dos ciclos mecânicos e térmicos induzidos pelos processos de conformação e soldagem nas medidas de tensões internas em juntas soldadas..
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física / Especialidade: Propriedades Mecânicas dos Metais e Ligas.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física / Especialidade: Corrosão.
Setores de atividade: Extração de Petróleo e Gás Natural; Fabricação de produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos; Metalurgia.
Palavras-chave: AÇOS API; Corrosão sob fluxo; Tensões internas; Tratamento termomecânico; Soldagem de oleoduto e gasoduto.
6.
Processamento termomecânico de aços de grão ultrafinos para fins estruturais aplicáveis na indústria automobilística.

Objetivo: Desenvolver estratégias experimentais para o processamento termomecânico de aços de grão ultrafino, contendo teores variáveis de elementos de liga, tais como: manganês e silício; Estudar os principais mecanismos microestruturais que favorecem a obtenção de estruturas de grão ultrafino; Estabelecer correlação entre o processamento termomecânico com a microestrutura e propriedades mecânica destes aços; Avaliar a influência dos elementos de liga na cinética e morfologia dos produtos da decomposição de austenita durante a etapa de resfriamento; Avaliar o efeito do refino de grão na cinética e na morfologia das transformações de fase, durante o resfriamento controlado no campo intercrítico (na precipitação de ferrita pró-eutetóide) e no campo bainítico (na formação de ferrita bainítica e de austenita retida), quando o aço em estudo corresponda-se com aqueles onde pode-se obter efeito TRIP; Estudar os mecanismos atômicos decorrentes das transformações de fase intercrítica e isotérmica, em particular na redistribuição de carbono e de manganês na frente da interface gama/alfa com base em estudos microestruturais e de microanálise química..
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física / Especialidade: Propriedades Mecânicas dos Metais e Ligas.
Setores de atividade: Metalurgia; Fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias.
Palavras-chave: Aços TRIP; Austenita retida; Transformações de fase; Aços ARBL; Aceros microaleados; Tratamento termomecânico.


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Sistemas de Aquisição de dados
Descrição: A crescente demanda por educação superior de alto nível, o forte parque industrial instalado e a participação da UFSC no REUNI (Programa de Apoio ao Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Brasileiras) propiciou a criação do novo Campus da Universidade Federal de Santa Catarina em Joinville. A criação deste Campus gera inúmeras oportunidades em ensino, pesquisa e extensão, de forma a atrair jovens talentos e aumentar as possibilidades de desenvolvimento para região. Em especial, granjear jovens ávidos por conhecimento, boa preparação e forte formação técnica para enfrentar o mercado de trabalho. Com a finalidade de proporcionar aos futuros engenheiros um aprendizado forte, eficiente e eficaz, novos laboratórios estão sendo montados para serem utilizados em ensino, pesquisa e extensão. A possibilidade de um jovem em formação aplicar os conhecimentos adquiridos através da pratica em laboratório, enriquece e consolidada o conhecimento, preparando-o para enfrentar o mercado de trabalho. Montar experimentos básicos que proporcionem ao futuro engenheiro entender fisicamente os fenômenos em estudo, possibilita aos professores desenvolver os conhecimentos na plenitude, aguçar a curiosidade nos alunos e permitir que conheçam os equipamentos que encontrarão no mercado de trabalho. Desenvolver habilidades práticas nos futuros engenheiros, fortalece o conhecimento e aumenta neles a capacidade e competência para concorrer a boas colocações no mercado de trabalho. Além disso, instiga, nos que tem habilidade empresarial, a começar a pensar em soluções inovadoras para problemas reais e motiva o empreendedorismo. Para que os experimentos sejam elaborados, os laboratórios devem estar equipados com equipamentos e sensores de primeira linha e com pessoal habilitado a manuseá-los, de forma a permitir uma prática segura e objetiva pelos alunos e profissionais envolvidos. Além do ensino, laboratórios bem montados, com pessoal especializado e alunos motivados, são atratores de projetos de pesquisa e extensão. O equipamento de aquisição de dados e sensores poderão ser usados pelos diversos grupos de pesquisa nos trabalhos que envolvam experimentos. Aqueles que se dedicam à pesquisa no ramo automotivo, naval e ferroviário poderão utilizar o equipamento para medição, com o sensor apropriado, de deformação, pressão, deslocamento, aceleração, etc. A construção da pista de testes permitirá que sejam desenvolvidos estudos e pesquisas sobre veículos leves e pesados, movimentação veicular e infraestrutura de deslocamento. Um equipamento de aquisição de dados portátil permitirá que os veículos sejam instrumentados e os dados acompanhados e analisados durante os ensaios na pista ou posteriormente em laboratório. Aumentará também a possibilidade de parcerias em projetos de pesquisa com a indústria..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Thiago Antonio Fiorentin - Integrante / Antônio Otaviano Dourado - Integrante / Marcos Alves Rabelo - Integrante / Thiago Pontin Tancredi - Integrante.
2014 - 2016
Estudo do efeito da microestrutura de ligas de ferro fundido nodular austemperado na integridade superficial e propriedades mecânicas após a usinagem.

Projeto certificado pela empresa Schulz em 17/03/2014.
Descrição: A combinação de tensões e temperaturas elevadas geradas durante o processo de usinagem pode introduzir alterações na microestrutura, na microdureza, gerar trincas superficiais, crateras, dobramento, inclusões, deformação plástica e tensões residuais na peça acabada. A intensidade dos defeitos mencionados depende da interação da energia mecânica e térmica gerada durante o processo de remoção de material e das propriedades do material da peça em questão. Desta forma, defeitos produzidos por diferentes procedimentos de fabricação podem afetar significativamente o desempenho do componente acabado. Os principais fatores que afetam o acabamento superficial nos processos de usinagem são as condições de corte, a classe e geometria da ferramenta bem como a rigidez do sistema máquina-peça-sistemas de fixação. A integridade da superfície descreve e controla as possíveis alterações produzidas numa camada superficial e sub-superficial durante a usinagem, incluindo os efeitos nas propriedades do material e no desempenho da superfície em serviço. Neste projeto será avaliada a integridade superficial de corpos de prova elaborados de ligas de ferro fundido nodular contendo terores variáveis de Si, Cu, Mo, austemperados sob condições diferentes de tratamento térmico, quando submetidos ao processo de furação. Essa avaliação será feita com base na caracterização da topografia da superfície (contemplando a análise de rugosidade, ondulações e aspecto superficial); da macroestrutura (existência ou não de macrotrincas e defeitos superficiais); da microestrutura (existência ou não de microtrincas, deformação plástica nas camadas superficiais e sub-superficiais, transformações de fase, ataque seletivo, entre outros) e com base na medição de dureza para avaliar as alterações metalúrgicas e nas propriedades mecânicas na sub - superfície usinada..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Ronaldo Bandeira Rodrigues - Integrante.
2014 - 2016
Estudo da Tenacidade à Fratura do Aço AISI/SAE 4140 Tratado Termicamente através de Têmpera e Revenimento e Têmpera e Partição
Descrição: Estudos recentes indicam que o tratamento de têmpera e partição possibilita processar aços convencionais de forma comercial e obter excelentes melhorias em suas propriedades mecânicas, como por exemplo, aumento da resistência ou aumento da ductilidade. Nesse sentido, neste projeto se propõe o estudo do comportamento do aço AISI/SAE 4140 em rotas de têmpera e revenimento convencionais e de têmpera e partição (não convencionais), se utilizando de caracterização microestrutural e , também, de caracterização mecânica, principalmente de estudos da tenacidade à fratura, através de ensaios de resistência ao impacto. De modo a explorar o ramo mercadológico junto ao setor do petróleo e gás, busca-se também atender às normas ASTM A193-A193M, A194-A194M e A320-320M, que tratam do desenvolvimento de fixadores para aplicações em altas e baixas temperaturas e em condições severas de pressão, indicando apenas tratamentos térmicos de têmpera e revenimento. Portanto, espera-se contribuir para o entendimento da relação entre os mecanismos microestruturais associados às transformações de fase, durante os diferentes arranjos experimentais, com o comportamento mecânico do aço AISI/SAE 4140. Se procura, também, avaliar a eficacia do tratamento não convencional (têmpera e partição) sobre o conjunto de propriedades exigidos em norma para as aplicações pretendidas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Kassim Shamil Fadhil Al Rubaie - Integrante / Rosenilda Rodrigues de Souza - Integrante / Felipe Manoel Guimarães - Integrante.Número de orientações: 1
2014 - Atual
Estudo das transformações de fase em aços bainíticos isentos de carbonetos: aspectos cinéticos, morfológicos e propriedades mecânicas.
Descrição: Os aços bainíticos livres de carbonetos contendo alto teor de carbono constituem uma nova categoria de ligas base Fe-C voltadas para aplicações em condições extremas, tais como: em reservatórios e tubos para o transporte de gás natural liquefeito, bem como para componentes de máquinas expostos a solicitação mecânica onde se requer de tenacidade à fratura, resistência a fadiga de alto ciclo, entre outros aspectos. Para tanto, o controle da microestrutura, através da adequação do processamento, requer do conhecimento das características da cinética e da morfologia dos produtos das transformações de fase. Particularmente, a ausência dos carbonetos nos aços bainíticos implica em microestruturas mais resistentes à falha por clivagem e à formação de vazios, uma vez que a mesma é formada por constituintes bainíticos, tais como: ferrita bainítica e austenita retida. Nesse sentido, ainda a caracterização dos mecanismos atômicos e microestruturais das transformações de fase em aços que possuem produtos de transformação bainítica, não estão plenamente estabelecidos. Por tanto, o objetivo geral deste projeto consiste no estudo das transformações de fase em aços bainíticos de alto carbono, isentos de carbonetos, através da modelagem dos aspectos cinéticos, da caracterização morfológica dos produtos da reação bem como da caracterização das propriedades mecânicas das ligas projetadas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Daniele da Silva - Integrante / Kassim Shamil Fadhil Al Rubaie - Integrante / Vitor Ogliari - Integrante / Gilliard Eismann - Integrante / Carlos Augusto Silva de Oliveira - Integrante.Número de orientações: 1
2012 - 2014
Soldabilidade metalúrgica de ligas para transporte de fluidos, aplicáveis em oleodutos e gasodutos: propriedades mecânicas e superficiais
Descrição: A instalação de dutos que operam em altas pressões sem que ocorra o colapso plástico, requer um alto controle no processo de instalação, inspeção rigorosa e confiabilidade. Durante a instalação são utilizados processos de soldagem para a junção de cada segmento da tubulação, os quais são realizados em ambiente com atmosfera livre, fazendo com que seu controle se torne mais vulnerável. Os aços utilizados na fabricação de oleodutos são classificados pelo Instituto de Petróleo Americano, com a denominação API 5L ? X - -, os quais são especificados para trabalhar em ambientes marinhos agressivos e em contato com o petróleo e seus derivados. Em função do crescente aumento do transporte de petróleo e gás sob condições severas de trabalho, as especificações destes materiais estão ficando cada vez mais exigentes, com tendência para utilização de tubos costurados por soldagem, com grandes diâmetros e de menor espessura e que operam em alta pressão. A soldagem de juntas de aços para tubulações merece especial atenção pelas dificuldades que o material oferece durante este processo, exigindo de rigoroso controle no ciclo térmico, de modo a evitar a formação de martensita na zona termicamente afetada, que gera tensões internas localizadas que comprometem sua integridade estrutural e sua resistência à corrosão. A caracterização da resistência à corrosão de tubos costurados de aços API 5L-X65 encontra-se num estágio promissor de pesquisa e desenvolvimento, tornando necessário melhorar o entendimento da correlação do estado de tensão associado às transformação de fase na zona termicamente afetada, que são promovidas pelos ciclos térmicos durante a soldagem, com o desempenho em serviço destes materiais. Deste modo a pesquisa delimita-se ao estudo da influência dos ciclos térmicos induzidos por arranjos diferentes do processo de soldagem na corrosão sob fluxo de aços aplicáveis em tubulações para oleodutos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (2) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Eduardo Albertone - Integrante / Lilian Raquel Moretto Ferreira - Integrante / Paulo Rogério Minatto - Integrante / Freddy Armando Franco Grijalba - Integrante.Financiador(es): Tuper - Divisão Tubos - Cooperação / Sociedade Educacional de Santa Catarina - Auxílio financeiro.
2012 - 2013
Estudo das transformações de fase em aços bainíticos isentos de carbonetos: aspectos cinéticos, morfológicos e propriedades mecânicas.
Descrição: Os aços bainíticos livres de carbonetos contendo alto teor de carbono constituem uma nova categoria de ligas base Fe-C voltadas para aplicações em condições extremas, tais como: em reservatórios e tubos para o transporte de gás natural liquefeito, bem como para componentes de máquinas expostos a solicitação mecânica onde se requer de tenacidade à fratura, resistência a fadiga de alto ciclo, entre outros aspectos. Para tanto, o controle da microestrutura, através da adequação do processamento, requer do conhecimento das características da cinética e da morfologia dos produtos das transformações de fase. Particularmente, a ausência dos carbonetos nos aços bainíticos implica em microestruturas mais resistentes à falha por clivagem e à formação de vazios, uma vez que a mesma é formada por constituintes bainíticos, tais como: ferrita bainítica e austenita retida. Nesse sentido, ainda a caracterização dos mecanismos atômicos e microestruturais das transformações de fase em aços que possuem produtos de transformação bainítica, não estão plenamente estabelecidos. Por tanto, o objetivo geral deste projeto consiste no estudo das transformações de fase em aços bainíticos de alto carbono, isentos de carbonetos, através da modelagem dos aspectos cinéticos, da caracterização morfológica dos produtos da reação bem como da caracterização das propriedades mecânicas das ligas projetadas. Para o atendimento a esses objetivos serão desenvolvidos quatro aços bainíticos contendo C ( 0,8) %, Si (1,0 a 2,0) %, Mn (1,0 a 3,0)%, Ni (1,5 a 1,6)%, Cr (1,1)% e Mo(0,3)% na composição química, contendo teores variáveis de Mn, Si e Ni. Através de um criterioso arranjo de experimentos de austêmpera, com variações de temperatura e tempo, e com o acompanhamento da evolução da microestrutura, serão obtidas as curvas de transformação isotérmica da austenita, em temperaturas intermediárias, esboçando-se a janela do processo onde ocorre a formação de ferrita bainítica..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Daniele da Silva - Integrante / Kassim Shamil Fadhil Al Rubaie - Integrante / Felipe Manoel Guimarães - Integrante / Vitor Ogliari - Integrante / Luana da Silva Martins - Integrante / Gilliard Eismann - Integrante / Davi Kandler Signori - Integrante / Leonardo Gerhardt - Integrante.Financiador(es): Governo do Estado de Santa Catarina - Bolsa / Sociedade Educacional de Santa Catarina - Serviços de Engenharia - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2012 - 2013
Estudo da Tenacidade à Fratura do Aço AISI/SAE 4140 Tratado Termicamente através de Têmpera e Revenimento e Têmpera e Partição
Descrição: Estudos recentes indicam que o tratamento de têmpera e partição possibilita processar aços convencionais de forma comercial e obter excelentes melhorias em suas propriedades mecânicas, como por exemplo, aumento da resistência ou aumento da ductilidade. Nesse sentido, neste projeto se propõe o estudo do comportamento do aço AISI/SAE 4140 em rotas de têmpera e revenimento convencionais e de têmpera e partição (não convencionais), se utilizando de caracterização microestrutural e , também, de caracterização mecânica, principalmente de estudos da tenacidade à fratura, através de ensaios de resistência ao impacto. De modo a explorar o ramo mercadológico junto ao setor do petróleo e gás, busca-se também atender às normas ASTM A193-A193M, A194-A194M e A320-320M, que tratam do desenvolvimento de fixadores para aplicações em altas e baixas temperaturas e em condições severas de pressão, indicando apenas tratamentos térmicos de têmpera e revenimento. Portanto, espera-se contribuir para o entendimento da relação entre os mecanismos microestruturais associados às transformações de fase, durante os diferentes arranjos experimentais, com o comportamento mecânico do aço AISI/SAE 4140. Se procura, também, avaliar a eficacia do tratamento não convencional (têmpera e partição) sobre o conjunto de propriedades exigidos em norma para as aplicações pretendidas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Rosenilda Rodrigues de Souza - Integrante / Felipe Manoel Guimarães - Integrante / Rafael Gomes König - Integrante.Financiador(es): Cia Industrial H. Carlos Schneider - Ciser - Cooperação / Sociedade Educacional de Santa Catarina - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 1
2012 - 2013
Estudo do efeito da microestrutura de ligas de ferro fundido nodular austemperado na integridade superficial e propriedades mecânicas após a usinagem.

Projeto certificado pela empresa Schulz em 05/09/2012.
Descrição: A combinação de tensões e temperaturas elevadas geradas durante o processo de usinagem pode introduzir alterações na microestrutura, na microdureza, gerar trincas superficiais, crateras, dobramento, inclusões, deformação plástica e tensões residuais na peça acabada. A intensidade dos defeitos mencionados depende da interação da energia mecânica e térmica gerada durante o processo de remoção de material e das propriedades do material da peça em questão. Desta forma, defeitos produzidos por diferentes procedimentos de fabricação podem afetar significativamente o desempenho do componente acabado. Os principais fatores que afetam o acabamento superficial nos processos de usinagem são as condições de corte, a classe e geometria da ferramenta bem como a rigidez do sistema máquina-peça-sistemas de fixação. A integridade da superfície descreve e controla as possíveis alterações produzidas numa camada superficial e sub-superficial durante a usinagem, incluindo os efeitos nas propriedades do material e no desempenho da superfície em serviço. Neste projeto será avaliada a integridade superficial de corpos de prova elaborados de ligas de ferro fundido nodular contendo terores variáveis de Si, Cu, Mo, austemperados sob condições diferentes de tratamento térmico, quando submetidos ao processo de furação. Essa avaliação será feita com base na caracterização da topografia da superfície (contemplando a análise de rugosidade, ondulações e aspecto superficial); da macroestrutura (existência ou não de macrotrincas e defeitos superficiais); da microestrutura (existência ou não de microtrincas, deformação plástica nas camadas superficiais e sub-superficiais, transformações de fase, ataque seletivo, entre outros) e com base na medição de dureza para avaliar as alterações metalúrgicas e nas propriedades mecânicas na sub - superfície usinada..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Ronaldo Bandeira Rodrigues - Integrante / Wagner Lemos de Moraes - Integrante / Diogo Iop - Integrante.Financiador(es): SCHULZ S.A. - Cooperação / Sociedade Educacional de Santa Catarina - Serviços de Engenharia - Auxílio financeiro / Governo do Estado de Santa Catarina - Bolsa.Número de orientações: 2
2009 - 2011
Processamento termomecânico, microestrutura e propriedades mecânicas de aços de grão ultrafinos aplicáveis na indústria automobilística.
Descrição: Os objetivos deste projeto são: Desenvolver estratégias experimentais para o processamento termomecânico a morno de ligas de aços TRIP contendo graos de ferrita ultrafinos, laminados a morno em laminador experiental, com contrõlel na etapa de resfriamneto, de modo a obter microestruturas com caracteristicas morfológicas, semelhantes a aquelas obtidas em pequena escala. A partir dos materiais laminados foram elaborados corpos de prova de resistência a tração que foram submetidos a ensaios de forma a avaliar o efeito TRIP nestes materiais em função da microestrutura de partida..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Paulo Francisco de Oliveira Jr - Integrante.Financiador(es): Governo do Estado de Santa Catarina - Bolsa.Número de orientações: 1
2009 - 2011
Estudo de transformações de fase em aços de grão ultrafinos aplicáveis na indústria automobilística
Descrição: Os objetivos deste projeto são: Desenvolver estratégias experimentais para o processamento termomecânico a morno de ligas de aço de grão ultrafino, de modo a estudar os mecanismos microestruturais que favorecem a obtenção de estruturas de grão ultrafino e a estabelecer correlação entre os parâmetros do processamento com a microestrutura e propriedades destes materiais. Neste estudo foram estudados aços estruturais, contendo terores variáveis de Si e Mn que são favoráveis ao efeito TRIP. Buscou-se estabelecer a relação entre o tamanho de grão com a fração de austenita retida que pode ser requerida para promover o efeito TRIP durante a deformação plástica. Procurou-se avaliar o efeito do refinameno de grão na cinética das transformações de fase, principalmente durante a formação de ferrita pró-eutetóide e de bainíta..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Felipe Uhrigshardt Farrão - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Bolsa.Número de orientações: 1
2009 - 2011
Microestrutura e propriedades mecânicas de aços com grão ultrafinos aplicáveis na fabricação de elementos de fixação
Descrição: O objetivo deste projeto é: contribuir para um melhor conhecimento dos mecanismos microestruturais que promovem o refino ultra fino de grão mediante processamento a morno de aços ao carbono convencional, utilizados na fabricação de elementos de fixação. Mediante diferentes estratégias de deformação plástica a morno procurou-se simular físicamente o processo de forjamento das porcas tipo castelo utilizadas em diferentes setores da indústria. Procurou-se o controle do processo de conformação de modo a obter a resistência requerida pelo elemento de fixação, através do controle da miscroestrutura, sem a necessidade de tratameto térmico posterior..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Eduardo Albertone - Integrante.Financiador(es): Governo do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2007 - 2010
Transformações de Fase e Propriedades Mecânicas de Aços TRIP contendo teores variáveis de Si e Mn.
Descrição: Estudou-se a cinética das transformações de fase em dois aços de ultra-alta resistência e de baixa liga, assistidos pelo efeito TRIP-transformação induzida por plasticidade, contendo teores variáveis de Si e Mn, através de ensaios dilatométricos e de caracterização morfológica dos produtos das transformações. Foram simulados dois ciclos de tratamento térmico, o primeiro deles consistindo em um recozimento no campo intercrítico, em temperaturas e tempos variáveis, de modo a caracterizar os modelos atômicos da cinética de precipitação da ferrita pró-eutetoide, com o auxilio das técnicas de caracterização microestrutural e de microanálises química utilizando EDS e WDS. O segundo ciclo consistiu em um tratamento no campo bainítico, em temperaturas e tempos variáveis, visando o estudo da cinética e caracterização da morfologia da transformação bainítica, nos aços contendo teores variáveis de Si, através de microscopia óptica, microscopia eletrônica de varredura e de difração de raios X. Os perfis de redistribuição de soluto intersticial permitiram confirmar a partição de carbono na interface austenita-ferrita, durante a precipitação da ferrita alotriomórfica, assumindo-se que a difusão do carbono na austenita contribui significativamente para a taxa de crescimento da ferrita, na medida em que aumenta a temperatura foi possível verificar ganhos de carbono no sentido do interior dos grãos austeníticos. Alem disso, de acordo com os resultados experimentais utilizando WDS, o modelo de crescimento que melhor se ajusta é o equilíbrio com partição de carbono, independente da temperatura em que ocorra a transformação. Para tempos maiores, a elevadas temperaturas, os resultados com EDS indicaram que o crescimento de ferrita alotriomórfica passa a ser controlado pelos mecanismos atômico que garantem a difusão do Mn e do C..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / EDERSON DE SOUZA - Integrante / LUDIERE LUCAS TOLDO BONETTI - Integrante / CÍCERO BRUGNARA DE OLIVEIRA - Integrante.Financiador(es): Termotêmpera - Remuneração.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 2
2007 - 2009
Estudo da formação do filme de óxido obtido durante o tratamento térmico de oxidação pós-nitretação do aço AISI H13.
Descrição: A fundição sob pressão de alumínio constitui um importante processo para o desenvolvimento do segmento metal-mecânico, devido ao alto volume de produção, complexidade dos produtos obtidos e à qualidade de acabamento superficial exigida, normalmente atingida. Entretanto, o acentuado desgaste dos ferramentais utilizados nesse processo aponta para a constante procura de soluções de engenharia de superfície, no sentido de aumentar a vida útil dos mesmos. O processo de oxidação pós-nitretação gasosa é usado para conferir ao material da ferramenta a resistência ao desgaste e resistência à fadiga térmica solicitadas pelo processo fabril. Através desse tratamento térmico um filme de óxido é depositado com o intuído de evitar a aderência do alumínio fundido na cavidade da ferramenta. Neste trabalho foram desenvolvidos ciclos de tratamento térmico, variando a temperatura e o tempo de oxidação pós-nitretacão do aço AISI H13 Convencional, com o intuito de avaliar a influência destes parâmetros na morfologia do filme de óxido decorrente. Para tanto, foram utilizadas as técnicas de caracterização microestructural, tais como: microscopia óptica, microscopia eletrônica de varredura, microanálises química com EDS, difração de raios x e microdureza. Os resultados das medidas experimentais mostraram uma tendência linear para o crescimento do filme de oxido em função do tempo e da temperatura de oxidação, obedecendo às condições necessárias para crescimento do filme pelo modelo parabólico. Os padrões de difração obtidos através de EDS e de difração de raios x confirmaram a formação de magnetita (Fe3O4) e hematita (Fe2O3), independente das condições impostas durante o tratamento de oxidação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / EWANDRO JOSÉ DE SOUZA - Integrante / MAYCOM MARCON GUAREZI - Integrante / EDILMAR EGER - Integrante.Financiador(es): Sociedade Educacional de Santa Catarina - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2
1999 - 2003
Transformações de fase e propriedades mecânicas de aços multifásicos utilizados na indústria automobilística
Descrição: Os aços ARBL multifásico apresentam, quando resfriados de forma controladora, microestruturas aciculares formadas por ferrita de Widmantatten, ferrita bainítica, martensita auto-revenida e austenita retida enriquecida em carbono, além de produtos de transformação intermediários. Na literatura são relatadas dificuldades de identificação das fases e microconstituintes presentes a há uma certa confusão de nomenclatura presentes a há uma certa confusão de nomenclatura nos trabalhos apresentados. Quando se combina um bom projeto de liga com um processamento termomecânico adequado consegue-se alta resistência mecânica associada a dutilidade, tenacidade, resistência a fadiga e conformabilidade em decorrência da combinação de microestruturas aciculares e de austenida retida obtidas. Isto faz com que materiais de mais alta resistência possam ser obtidos com teores de carbono mais baixos, favorecendo desta forma a tenacidade. Pretende-se estudar as características de transformação e as propriedades mecânicas de aços ARBL, contendo, Mn, Si, Ni, Mo e B. Serão utilizadas técnicas de dilatometria de têmpera, para determinação das curvas de resfriamento contínuo dos aços estudados. Os materiais submetidos a diferentes ciclos de tratamentos serão caracterizados estruturalmente através de técnicas de microscopia óptica, microscopia eletrônica de varredura, microscopia eletrônica de transmissão e difração de elétrons. Os materiais assim tratados serão submetidos e ensaios mecânicos de tração, com o intuito de estabelecer correlação entre as microestruturas e as propriedades mecânicas resultantes. Serão particularmente investigadas as relações existentes entre frações residuais de austenita e a taxa de encruamento no ensaio de tração e energia absorvida no ensaio de impacto..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
1996 - 1998
Processo de fabricação de aços especiais aplicáveis na indústria açucareira
Descrição: O projeto foi desenvolvido em parceria com a Empresa Siderúrgica Antillana de Acero na cidade de Havana, CUBA. O principal objetivo proposto foi o estudo dos principais parâmetros do processo de laminação a quente, visando a otimizar o comportamento microstructural e mecânico de uma liga de aço especial aplicável, fundamentalmente, na fabricação de ferramentas para o corte mecanizado de cana-de-açúcar. O projeto desenvolve, através de desenhos fatoriais, experimentos de tratamentos térmicos, visando simular as condições de resfriamento na saída do laminador. Através dos resultados foi possível otimizar o processo de fabricação da liga e simplificar as etapas do posterior processo de estampagem das ferramentas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador.Financiador(es): Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverría - Auxílio financeiro.
1992 - 1994
Desenvolvimento de eletrodos revestidos para aplicações especiais
Descrição: O projeto teve a finalidade de desenvolver a formulação do revestimento de eletrodos especiais para soldada de ferro fundido cinzentos, utilizados na fabricação de grades peças para o setor sucro-alcooleiro. Através da realização do projeto foi possível a caracterização microestructural e mecânica do metal depositado com o eletrodo desenvolvido no laboratório. Os resultados obtidos através dos exames dos corpos de provas, que foram gerados durante a pesquisa, compararam-se com o corpos de provas gerados utilizando eletrodos de marcas diferentes, como material de referência. O projeto promoveu a fabricação em grande escala de novos eletrodos para solda de fabricação e de recondicionamento de peças..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador.Financiador(es): Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverria - Auxílio financeiro.


Projetos de extensão


2016 - 2016
I Simpósio de Tecnologias de Construção Automotiva
Descrição: O I Simpósio de Tecnologias de Construção Automotiva é um evento organizado pela equipe Fórmula FCEM, do Centro Joinville, da UFSC. Este evento faz parte de uma serie de atividades que vem sendo realizadas pela equipe de alunos envolvidos no Projeto Fórmula para compartilhar o conhecimento nas diversas áreas de atuação do engenheiro automotivo e correlatos, como forma de contribuir na formação complementar dos futuros profissionais. Nesta ocasião, o esforço da equipe é concentrado na temática de Tecnologias de Construção Automotiva, para abordar aspectos relacionados com o estado-da-arte em novos materiais e nos processos de manufatura por laminação a frio, estampagem a frio e a morno de elementos estruturais, técnicas de união a frio (com resinas) e mediante soldagem (a laser) bem como com as técnicas de taylor blank e hidro conformação. O simpósio está concebido em oito horas, mediante palestras, com duração de 40 minutos, seguido de 10 minutos para perguntas, cada uma, envolvendo profissionais da academia e da indústria, especialistas em cada um destes temas, na qualidade de palestrantes. Entre as empresa participantes destacam-se aquelas com as quais já existe uma relação de trabalho com a equipe projeto Fórmula CEM, entre elas: ArcelorMittal, Tuper e Tupy, entre outras. O púbico alvo para o qual se destina o evento será constituído por estudantes de engenharia da UFSC e de outras universidades da cidade e região, bem como estudantes de pós-graduação e demais profissionais da área..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Marco Antônio Zolett Rosso - Integrante / Rafael Kiemo - Integrante / Lucas Bezerra de Menezes - Integrante / Leonardo Linshalm Köhler - Integrante / Júlia da Rosa Baumgartner - Integrante / Leonel Rincon Cancino - Integrante / Alan Patre - Integrante / Cleverson Maxwell - Integrante.
2016 - Atual
Projeto Fórmula CEM: do Fórmula SAE para a Comunidade
Descrição: A baixa qualidade da educação básica e a pouca oferta de ensino profissionalizante comprometem o desenvolvimento da inovação, da produtividade e da competitividade das empresas nacionais. A "escassez de engenheiros", cuja atividade possui um impacto amplo sobre muitos setores e atividades, sobretudo para a indústria, é decorrente das falhas na formação de base, principalmente pela falta de motivação para o estudo das ciências exatas. Para conseguir a formação de profissionais adequados à necessidade do Brasil, é preciso desenvolver nos alunos a autonomia, a qual deve ser despertada desde a Educação Infantil. Uma forma eficaz, para tanto, é por meio do desenvolvimento de estratégias didático-pedagógicas fundamentadas na problematização através de projetos. A problematização baseada em projetos é uma metodologia de trabalho educacional que tem por objetivo organizar a construção dos conhecimentos em torno de metas previamente definidas, de forma coletiva, entre os alunos e professores. Nesse sentido, a presente proposta sugere a realização de um ciclo de palestras e de oficinas de projeto, envolvendo estudantes de ensino fundamental e médio, para mostrar a importância de estudo consciente das ciências exatas (principalmente matemática) utilizando como objeto de problematização o protótipo de um veículo de competição, modelo Fórmula SAE, desenvolvido por estudantes do Curso de Engenharia Automotiva do Centro Joinville da Universidade Federal de Santa Catarina. Além de apresentar, de maneira lúdica, as aplicações da matemática, mediante as palestras e oficinas de projeto, procura-se apresentar a importância do trabalho em equipe, da necessidade para a contínua busca do conhecimento, da importância da conscientização ambiental e do respeito às diferenças..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Marco Antônio Zolett Rosso - Integrante / Leonardo Linshalm Köhler - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal de Santa Catarina - Bolsa.
2015 - 2016
VII Congresso Ibero Americano de Engenharia de Projetos
Descrição: O Congresso Ibero-americano de Engenharia de Projetos é um evento idealizado pela Red Ibero-americana de Ingeniería de Proyetos (RIIPRO), realizado a cada ano desde sua primeira edição em Antofagasta-Chile, em 2010, tendo com principal objetivo: proporcionar um amplo fórum para apresentações e discussões técnicas dos mais recentes resultados de projetos de engenharia, em diversas áreas de conhecimento, em âmbito científico e tecnológico. Este evento é uma realização da Universidade Federal de Santa Catarina ? UFSC, através do Centro de Engenharias da Mobilidade, com sede na cidade de Joinville ? Santa Catarina, e da Red Ibero-americana de Ingeniería de Proyectos (RIIPRO), em colaboração com a Universidade Estadual de Santa Catarina (UDESC), a Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE), a Pontifícia Universidade Católica de Santa Catarina (PUC-SC), o Instituto Federal de Ensino de Santa Catarina (IFSC), o Centro Universitário da UNISOCIESC e a rede SENAI de Santa Catarina. O VII Congreso Ibero-americano de Ingeniería de Proyetos (VII-CIIP) realizar-se-á durante os dias 19 a 22 de outubro de 2016, na cidade de Joinville-SC. Este evento procura reunir profissionais dos setores industrial e acadêmico, líderes empresariais e autoridades públicas, buscando criar e/ou fortalecer os vínculos de trabalho em temas de interesses conjunto, incentivar a integração de soluções inovadoras para o desenvolvimento da engenharia e desenvolver uma visão comum para o futuro da engenharia, competitiva e sustentável, levando em consideração os aspectos socioeconômicos de cada país participante. Junto ao VII CIIP, realizar-se-á a 5ª Jornada RIIPRO Jovem que se destina a estudantes de graduação e de pós-graduação, os quais poderão apresentar os resultados alcançados em projetos de pesquisa em nível de iniciação científica, de trabalhos de conclusão de curso de graduação, bem como de dissertações e teses, segundo corresponda..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (50) / Especialização: (20) / Mestrado acadêmico: (50) / Mestrado profissional: (30) / Doutorado: (30) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Luiz Veriano Oliveira Dalla valentina - Integrante / Jakerson Ricardo Gevinski - Integrante / Cristiano Vasconcellos Ferreira - Integrante / Janaina Renata Garcia - Integrante / Cátia Regina Silva de Carvalho Pinto - Integrante / Christiane Wenck Nogueira Fernandes - Integrante / Jamile Fantin - Integrante / Fernando Antônio Forcellini - Integrante / Marcelo Leandro de Borba - Integrante / Jefferson de Oliveira Gomes - Integrante / Anderson Borille - Integrante / Valdeon Sozo - Integrante / Antonio Carlos Pires Dias - Integrante / Eliani Figueiró Ramos - Integrante / Eduardo Concepción Batiz - Integrante / Pedro Paulo de Andrade - Integrante / Simone Becker Lopes - Integrante / Andrea Holz Pfutzenreuter - Integrante / Renata Cavion - Integrante / Elisete Santos da Silva Zagheni - Integrante / Viviane Vasconcellos Ferreira Grubisic - Integrante / Andre H Futami - Integrante / Ana Lúcia Berretta Hurtado - Integrante / Régis Scalice - Integrante / Carlos Maurício Sacchelli - Integrante / Alejandra Cuadros Mejía - Integrante / Jesús Fernando García Arvizu - Integrante / Anibal N. Cassanelli - Integrante / Germán Rossetti - Integrante / Luis Alvarado - Integrante / Pedro Y. Piñero Pérez - Integrante.
2015 - 2015
II Congresso Nacional de Engenharias da Mobilidade
Descrição: O Congresso Nacional das Engenharias da Mobilidade (CONEMB) é um evento de ciência, tecnologia e inovação, que aborda o conceito da Mobilidade e a influência da Engenharia no seu desenvolvimento. O tema é tratado sobre duas perspectivas: a Mobilidade (tanto urbana, interurbana e internacional) no contexto socioambiental; e o desenvolvimento científico e tecnológico proporcionado pelas diferentes áreas das Engenharias da Mobilidade.O CONEMB 2015 tem como público alvo estudantes de graduação nacionais e internacionais bem como estudantes de pós-graduação, pesquisadores, profissionais, empresários e representantes do governo, ligados às áreas das engenharias da mobilidade e afins. O evento proporciona o intercâmbio de conhecimento e experiências focados nas áreas temáticas do Congresso. O evento será realizado na cidade de Joinville, no Centro de Convenções da Expoville, no período de 26 a 30 de outubro de 2015. O Congresso é uma realização da Universidade Federal de Santa Catarina, organizado por um comitê formado por estudantes, servidores e professores. O custo total do projeto é de aproximadamente R$ 550. 000,00. O custei do evento, é dado através da captação de recursos na forma de patrocínios, apoios, instituições financiadoras, venda de espaço na feira de exposição e inscrições dos congressistas..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (20) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (10) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Rodrigo Michels - Integrante / Amarilis Laurenti - Integrante / Evelyne Carvalho Neia - Integrante / Cristiano Vasconcellos Ferreira - Integrante / Fabiano Luiz Fossatti Ventura - Integrante / Flavia Souza Flores - Integrante / Janaina Renata Garcia - Integrante / Marcus Vinícius Alves Beloli - Integrante / Régis Kovacs Scalice - Integrante / Cátia Regina Silva de Carvalho Pinto - Integrante / Maurício de Campos Porath - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.
2014 - Atual
Projeto Fórmula SAE do Centro Tecnológico de Joinville da UFSC
Descrição: A Competição Formula SAE foi concebida pela Associação Internacional dos Engenheiros da Mobilidade (SAE) e ocorre nos Estados Unidos desde 1986. A partir de 2004 esta competição passou a constar do calendário de eventos estudantis da SAE BRASIL. O projeto Fórmula SAE é um desafio proposto a estudantes de Engenharia e tem como principal objetivo: propiciar a difusão e o intercâmbio de técnicas e conhecimentos de Engenharia Fórmulanáutica entre estudantes e futuros profissionais de engenharia da mobilidade, através de aplicações práticas e de competições entre as equipes. Ao participar do projeto Fórmula o estudante se envolve com um caso real de desenvolvimento de projeto Formulanáutico, desde sua a concepção, projeto detalhado, construção e testes. Durante a competição, os projetos passam por provas estáticas e dinâmicas, avaliando o desempenho de cada protótipo na pista, assim como a apresentação técnica das equipes, que inclui aspectos relacionados ao projeto, manufatura, custo e comercialização do veículo. Todas as provas são pontuadas de maneiras diferentes, de maneira a garantir que o melhor conjunto de projeto e carro vença a competição. Ao longo de sua existência, a Competição Formula SAE tornou-se um evento visivelmente crescente, em quantidade e qualidade dos projetos participantes, como resposta direta às exigências técnicas por parte dos seus organizadores. Frente a seus precursores, os veículos atuais vem mostrando significativos avanços, não somente sob o ponto de vista construtivo, mas também pelos métodos de projeto utilizados, desenvolvidos com o auxilio de ferramentas sofisticadas, criadas pelas próprias equipes.A equipe de projeto "Formula CEM" é constituída por estudantes de Engenharia Automotiva do Centro de Engenharias da Mobilidade (CEM) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), campus Joinville, e iniciou suas atividades em 2010. As atividades realizadas, ao longo destes anos, vem contribuindo para a maturidade técnica e profissional dos estudantes envolvidos, com a visão de ser a melhor equipe do Estado de Santa Catarina na categoria Fórmula Combustão e classificar-se entre as primeiras dez melhores equipes em nível nacional nos próximos três anos, aliado ao espírito criativo e inovador, sem perder de vista os aspectos econômicos e ambientais que estão associados ao projeto..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (25) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Thiago Antonio Fiorentin - Integrante / Jakerson Ricardo Gevinski - Integrante / Marco Antônio Zolett Rosso - Integrante / Bruno Paes Sprícigo - Integrante / Rafael Kiemo - Integrante / Lucas Bezerra de Menezes - Integrante / Pedro Pastorelli - Integrante / Leonardo Linshalm Köhler - Integrante / Lucas do Vale - Integrante / Saulo Leonardo da Rocha - Integrante / Júlia da Rosa Baumgartner - Integrante.
2013 - 2015
O conhecimento das ciências exatas como o caminho para a inovação tecnológica
Descrição: Especialistas em educação afirmam que a recuperação do estudante do antigo "colegial" depende de mudanças radicais no programa de aulas, pois a sua estrutura curricular é muito fragmentada, com a inclusão de mais disciplinas. Essa mudança estrutural requer de investimento na formação docente. De acordo com os especialistas, os professores não estão preparados para lidar com o atual estudante de ensino médio, com procedência nas mais distintas classes sociais, com toda a defasagem e desestímulo em relação à escola. O cenário apresentado, constitui a fonte de inspiração para dar continuidade ao desenvolvimento de ações de extensão que busquem o incentivo dos alunos de ensino médio pelas ciências exatas, de fundamental importância para o estudo das engenharias. Baseado nos resultados anteriores, a presente proposta, procurará estender os esforços para a problematização do ensino da Física e da Matemática, desde o nível fundamental até o nível médio, em escolas da Rede Pública de Joinville, com o auxilio dos conceitos aplicados em protótipos de veículos desenvolvidos por estudantes do CEM, entre eles: o Baja SAE e o Fórmula SAE. Ainda, justifica-se esta proposta, como forma de acompanhar o processo de aprendizado nas três escolas de ensino médio onde já vem sendo adotados, a partir dos projetos anteriores, os métodos de ensino baseado na problematização, com o auxílio dos materiais didáticos já desenvolvidos, de modo a identificar aspectos a serem melhorados bem como mapear as experiências dos docentes envolvidos..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Fabio Gasparotto Boaventura - Integrante / Thiago Antonio Fiorentin - Integrante / James Schipmann Eger - Integrante / Adriano Verdério - Integrante / Aline Fernandes de Souza - Integrante / Mariana Koerich Lourenco - Integrante / Elisa Rego Mendes - Integrante / Gabriel Benedet Dutra - Integrante / Sérgio Junichi Idehara - Integrante / Alfredo Hugo Valença Morillo - Integrante.
2010 - 2011
1 Encontro de Professores de Física e Matemática de Joinville e Região
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Daniele da Silva - Integrante / Lilian Raquel Moretto Ferreira - Integrante / Marcos Rebello - Integrante.Financiador(es): Sociedade Educacional de Santa Catarina - Cooperação.
2009 - 2011
O baja desvendando a física do ensino medio
Descrição: O Projeto de Extensão ?O Baja desvendando a Física no Ensino Médio? envolveu acadêmicos da Engenharia Mecânica do IST sob orientação docente, cujo objetivo foi realizar oficinas de aplicação da física no ensino médio através do protótipo do Projeto Baja de modo a despertar o interesse pela ciência e facilitar o aprendizado dos jovens estudantes do ensino médio. O uso de um protótipo de veiculo, concebido e desenvolvido pelos estudantes de engenharia do IST, permitiu a visualização do conteúdo da física do ensino médio bem como facilitou a superação das barreiras que inibem o acesso às áreas da ciência exatas e tecnológicas em níveis superiores. Este projeto promoveu o incentivo para o estudo da física de maneira mais dinâmica e motivadora. Entre os principais resultados do referido projeto de extensão destacam-se a realização de oficinas demonstrativas envolvendo professores de física e alunos do ensino médio de escolas da rede pública do município de Joinville..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2009 - 2010
Projeto AeroDesign Sae/Brasil
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Wagner Lemos de Moraes - Integrante / Rodrigo Schotten - Integrante / Hugo Eduardo Langer - Integrante.Financiador(es): Cia Industrial H. Carlos Schneider - Ciser - Cooperação.
2008 - 2011
Projeto Baja Sae/Brasil
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Modesto Hurtado Ferrer - Coordenador / Luana da Silva Martins - Integrante / Michel Diego da Silva - Integrante / Bruno Henrique Seyfferth - Integrante / André Lucas Merini - Integrante / Anderson Pio Marcelino - Integrante / Carlos Machota - Integrante.Financiador(es): Cia Industrial H. Carlos Schneider - Ciser - Cooperação / Krona: tubos e conexões - Cooperação.


Membro de corpo editorial


2013 - Atual
Periódico: Produção em Foco
2008 - 2013
Periódico: Revista do IST


Revisor de periódico


2007 - Atual
Periódico: Revista do IST
2012 - Atual
Periódico: Produção em Foco


Revisor de projeto de fomento


2012 - Atual
Agência de fomento: (CAPES) Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
2012 - Atual
Agência de fomento: (FAPESC) Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catari


Áreas de atuação


1.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Ciência e Engenharia dos Materiais.
2.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física.
3.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Tratamentos Térmicos, Mecânicos e Químicos.
4.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia de Transformação/Especialidade: Conformação Mecânica.
5.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia de Transformação/Especialidade: Soldagem.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


1997
Certificado de Jovem Professor mais Destacado, Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverría.
1997
Certificado de Professor Integral, Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverría.
1996
Certificado de Jovem Professor mais Destacado, Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverría.
1996
Certificado de Educador Exemplar, Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverría.
1996
Certificado de Professor Destacado no Trabalho Docente Educativo, Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverría.
1996
Premio para um Mestre, Federação de Estudantes de CUBA.
1993
Certificado de Melhor Formando em Atividades Científicas Estudantis, Reitor do Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverría.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SILVA, D.2017SILVA, D. ; OGLIARI, V. ; OLIVEIRA, C. A. S. ; FERRER, M. H. ; HUPALO, M. F. . EFEITO DO TEOR DE MANGANÊS NA EVOLUÇÃO MICROESTRUTURAL E NA CINÉTICA DA TRANSFORMAÇÃO BAINÍTICA INCOMPLETA, EM UM AÇO DE ALTO CARBONO. TECNOLOGIA EM METALURGIA, MATERIAIS E MINERAÇÃO, v. 14, p. 69-77, 2017.

2.
SOUZA, E. J.2010SOUZA, E. J. ; GUAREZI, M. M. ; EGER, E. ; FERRER, M. H. . Estudo da formação do filme de óxido obtido durante o tratamento térmico de oxidação pós-nitretação do aço AISI H13.. Revista do IST, v. 11, p. 33-43, 2010.

3.
FERRER, M. H.2009FERRER, M. H.. A interação Universidade-Empresa como garantia para o sucesso. Revista do IST, v. 10, p. 04-05, 2009.

4.
FERRER, M. H.2007FERRER, M. H.; HUPALO, M. F. ; RODRIGUES, J. B. ; DALLABONA, A. R. . Transformações de Fase durante refriamento contínuo de aços TRIP de alta resistência e baixa liga. Revista do IST, v. 7, p. 61-69, 2007.

5.
FERRER, M. H.1998FERRER, M. H.; TORRE, F. L. . Cultura de mantenimiento. Reto para la empresa cubana. Revista Cubana de Ingeniería de Mantenimiento, Ciudad de la Habana, v. 2, p. 25-30, 1998.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
FERRER, M. H.. A Engenharia no Contexto Atual. A Noticia, Joinville, 13 dez. 2010.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
KIEMO, R. ; SILVEIRA, M. V. H. ; FERRER, M. H. . PRODUCT DEVELOPMENT PROCESS FOR SUSPENSION COMPONENT AIDED BY NUMERICAL SIMULATIONS. In: Congresso 2017 SAE Brasil, 2017, São Paulo. Congresso 2017 SAE Brasil. São Paulo: SAE Brasil, 2017.

2.
ROSSO, M. A. Z. ; KIEMO, R. ; GARCIA, J. R. ; FERRER, M. H. . IMPACTO DO GERENCIAMENTO DE PROJETO E ESTRUTURA ORGANIZACIONAL SOBRE OS RESULTADOS DE EQUIPE DE COMPETIÇÃO ESTUDANTIL. In: VII Congresso Ibero Americano de Engenharia de Projetos (CIIP2016), 2016, Joinville/SC. Anais do VII Congresso Ibero Americano de Engenharia de Projetos (CIIP2016), 2016.

3.
POSSAMAI, J. D. ; ARAUJO, R. ; FERRER, M. H. . OTIMIZAÇÃO DOS PARÂMETROS DA BRASAGEM INTERMEDIÁRIA DURANTE A MONTAGEM DO CONJUNTO TAMPA/CORPO DE COMPRESSORES HERMÉTICOS. In: VII Congresso Ibero Americano de Engenharia de Projetos (CIIP2016), 2016, Joinville/SC. Anais do VII Congresso Ibero Americano de Engenharia de Projetos (CIIP2016), 2016.

4.
SANTOS, R. F. F. ; OGLIARI, V. ; SILVA, D. ; FERRER, M. H. ; OLIVEIRA, C. A. S. ; SANTOS, E. C. . Efeito do manganês na morfologia e cinética da transformação bainítica em aços de alto carbono. In: 8º Congresso Brasileiro de Engenharia de Fabricação - COBEF, 2015, 2015, Salvador, Bahia. Anais do 8º Congresso Brasileiro de Engenharia de Fabricação - COBEF, 2015, Salvador.. Salvador: Editora do Congresso, 2015. p. 40-50.

5.
SILVA, D. ; OLIVEIRA, C. A. S. ; FERRER, M. H. ; OGLIARI, V. ; Eismann, G. . Efeito da Composição Química na Cinética e Morfologia da Transformação Bainítica em Aços de Alto Carbono Contendo Teores Variáveis de Si, Mn e Ni. In: 21 CBECIMat - Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais, 2014, Cuiabá. Anais do Evento. São Paulo: Editora do Congresso, 2014. v. 1. p. 4744-4751.

6.
DALLABONA, A. R. ; PRIES, R. H. ; FERRER, M. H. . Influência do tempo e temperatura de envelhecimento na microestrutura e propriedades mecânicas da liga AlSi10Mg. In: X Congresso Iberoamericano de Engenharia Mecânica, 2011, Oporto. Anais do X Congresso Iberoamericano de Engenharia Mecânica. Oporto, 2011.

7.
SOUZA, E. ; BONETTI, L. L. T. ; FERRER, M. H. . Cinética da transformação bainítica em aços TRIP contendo teores variáveis de Si.. In: VI CONGRESSO NACIONAL DE ENGENHARIA MECÂNICA, 2010, Campina Grande ? Paraíba. CONEM 2010, 2010.

8.
SOUZA, E. ; BONETTI, L. L. T. ; FERRER, M. H. . Cinética da formação de ferrita pró-eutetóide em aços TRIP contendo teores variáveis de Mn.. In: VI CONGRESSO NACIONAL DE ENGENHARIA MECÂNICA, 2010, Campina Grande ? Paraíba. CONEM 2010, 2010.

9.
VIEIRA JUNIOR, L. E. ; HUPALO, M. F. ; RODRIGUES, J. B. ; FERRER, M. H. ; CINTO, O. M. . Caracterização de resíduos provenientes de processos de galvanoplastia.. In: 63º Congresso Anual da ABM, 2008, Santos-SP. Anais do 63º Congresso Anual da ABM. São Paulo-SP: ABM, 2008. p. 3210-3217.

10.
PRETI, O. ; HUPALO, M. F. ; FERRER, M. H. . Efeito do Nióbio em ferros fundidos brancos de alto cromo. In: 62° Congresso Internacional Anual da Associaçäo Brasileira de Metalurgia e Materiais, 2007, Vitória-ES. Anais do 62° Congresso Internacional Anual da Associaçäo Brasileira de Metalurgia e Materiais. Sáo Paulo: ABM, 2007.

11.
FERRER, M. H.; HUPALO, M. F. . Aspectos metalúrgicos associados ao processamento termomecânico dos aços TRIP de alta resistência e baixa liga. In: 62° Congresso Internacioal Anual da Associaçäo Brasileira de Metalurgia e Materiais, 2007, Vitória - ES. Anais do 62° Congresso Internacioal Anual da Associaçäo Brasileira de Metalurgia e Materiais. Säo Paulo: ABM, 2007.

12.
FERRER, M. H.; HUPALO, M. F. ; TSCHIPTSCHIN, A. P. . Cinética das transformações de fase de fase por resfriamento contínuo de aços trip ao Si-Mn. In: 8º Congresso Iberoamericano de Engenharia Mecánica, 2007, Cusco. Anais do 8º Congresso Iberoamericano de Engenharia Mecánica. Cusco: PUCP, 2007.

13.
FERRER, M. H.; HUPALO, M. F. ; RODRIGUES, J. B. ; BALANCIN, O. ; TSCHIPTSCHIN, A. P. . Influência do tratamento termomecânico na fração volumétrica de austenita retida de aços TRIP ao Si-Mn microligados com Nb. In: 8º Congresso Iberoamericano de Engenharia Mecánica, 2007, Cusco. Anais do 8º Congresso Iberoamericano de Engenharia Mecánica. Cusco: PUCP, 2007.

14.
SILVA, D. ; HUPALO, M. F. ; FERRER, M. H. ; LIMA, N. B. . Efeito das condições de austêmpera sobre a microestrutura de um ferro nodular de classe ferrítica-perlítica. In: 8º Congresso Iberoamericano de Engenharia Mecânica, 2007, Cusco. Anais do 8º Congresso Iberoamericano de Engenharia Mecânica. Cusco: PUCP, 2007.

15.
FERRER, M. H.; ANNIBAL JR, E. ; ROTELLI, R. ; OLIVEIRA JR., J. E. . Desenvolvimentos recentes em aços TRIP aplicáveis na indústria automobilística. In: XII Congresso Nacional de Estudantes de Engenharia Mecânica, 2005, Ilha Solteira - SP. XII Congresso Nacional de Estudantes de Engenharia Mecânica. Ilha Solteira - SP: UNESP, 2005.

16.
FERRER, M. H.; TSCHIPTSCHIN, A. P. . Estudo das transformações de fase de aços TRIP ao Si - Mn microligados com Nb. In: I Simpósio sobre novas ligas estruturais para a indústria automobilística, 2004, Rio de Janeiro. I Simpósio sobre novas ligas estruturais para a indústria automobilística. Rio de Janeiro: Pontifícia Universidade Católica do Rio, 2004. v. 1. p. 78-95.

17.
FERRER, M. H.; TSCHIPTSCHIN, A. P. ; GERMANO, R. L. S. . Microestrutura e propriedades mecânica de aços TRIP ao Si-Mn-Nb laminados a quente. In: 58 Congresso da Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais, 2003, Rio de Janeiro. 58 Congresso da Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais. São Paulo: Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais, 2003.

18.
FERRER, M. H.; TSCHIPTSCHIN, A. P. ; GERMANO, R. L. S. ; MELLO, R. ; BALANCIN, O. . Influência do tratamento termomecânico na fração volumétrica de austenita retida de um aço TRIP ao Si ? Mn microligado com Nb. In: XV Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais, 2002, Natal-RN. Anais do XV Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais (XV- CBECIMAT). Natal-RN: XV- CBECIMAT, 2002.

19.
FERRER, M. H.; TSCHIPTSCHIN, A. P. ; GERMANO, R. L. S. . Influência do tempo de reação bainítica na fração volumétrica de austenita retida em aços TRIP ao Si-Mn. In: XV Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais, 2002, Natal-RN. Anais do XV Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais. Natal-RN: XV- CBECIMAT, 2002.

20.
FERRER, M. H.; GERMANO, R. L. S. ; TSCHIPTSCHIN, A. P. . Cinética global e morfologia das transformações de fase por resfriamento contínuo de aços TRIP ao Si ? Mn. In: 57° Congresso Internacional da Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais, 2002, São Paulo. Anais do 57° Congresso Internacional da Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais. São Paulo: ABM, 2002.

21.
FERRER, M. H.; STEVENS, N. C. . Comportamiento mecánico y microestructural del acero 30CrNiMn2Si aplicable en cuchillas de combinadas cañeras. In: XII Fórum de Ciencia y Técnica, 1998, Ciudad de la Habana, CUBA. Anais do XII Fórum de Ciencia y Técnica. Ciudad de la Habana: Empresa Siderúrgica José Martí - Antillana de Acero, 1998.

22.
FERRER, M. H.; OJEDA, A. G. ; STEVENS, N. C. . Caracterización del acero Cuba 1-CrNi. In: IV Congreso Metalúrgico "Metalurgia'98", 1998, Ciudad de la Habana. Anais do IV Congreso Metalúrgico "Metalurgia'98". Ciudad de la Habana: Empresa Siderúrgica José Martí - Antillana de Acero, 1998.

23.
FERRER, M. H.; PEREZ, L. G. ; STEVENS, N. C. . Estudio del endurecimiento al aire del acero 30CrMnSiNi2 adquirido durante su elaboración y de los tratamientos para solucionarlo. In: II Encuentro Iberoamericano de Ingenieria de Materiales, 1998, Ciudad de la Habana. Anais do II Encuentro Iberoamericano de Ingenieria de Materiales. Ciudad de la Habana: ISPJAE-CUBA, 1998.

24.
FERRER, M. H.; OJEDA, A. G. ; ESPINOSA, G. D. . Diseño de electrodos revestido de alto vanadio para larecuperación por soldadura de piezas fundidas de la industria azucarera. In: XII Forum de Ciencia e Técnica ISPJAE, 1997, Ciudad de la Habana. Anais do XII Forum de Ciencia e Técnica ISPJAE. Ciudad de la Habana: ISPJAE-CUBA, 1997.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
ANTONIOLLI, E. R. ; JARDIM, S. ; FERRER, M. H. . Influência do resfriamento pós-soldagem nas características da zona termicamente afetada em aço AISI/SAE 4140.. In: 6 Foro Científico Estudantil do Instituto Superior Tupy, 2012, Joinville-SC. ANAIS FOCIEST, 2012.

2.
Eismann, G. ; SIGNORI, D. K. ; SILVA, D. ; FERRER, M. H. . Obtenção de aço bainítico de alto carbono para aplicações em condições extremas.. In: 6 Foro Científico Estudantil do Instituto Superior Tupy, 2012, Joinville-SC. ANAIS FOCIEST, 2012.

3.
DALLABONA, A. R. ; PRIES, R. H. ; FERRER, M. H. . Influência do tempo e temperatura de envelhecimento na microestrutura e propriedades mecânicas da liga AlSi10Mg.. In: 1 Foro Científico Estudantil do Instituto Superior Tupy, 2007, Joinville-SC. ANAIS FOCIEST. Joinville-SC: IST, 2007.

4.
CRUZ, E. G. ; JUSTI, R. ; FERRER, M. H. . Estudo da influência do teor de ferro na fluidez da liga de alumínio A380.0 através de ensaio em espiral.. In: 1 Foro Científico Estudantil do Instituto Superior Tupy, 2007, Joinville-SC. ANAIS FOCIEST. Joinville-SC: IST, 2007.

5.
FERRER, M. H.; NARDINI, J. J. ; MACEDO, S. M. . Análise de modos de falhas e efeitos. In: XII Congresso Nacional de Estudantes de Engenharia Mecânica, 2005, Ilha Solteira - SP. XII Congresso Nacional de Estudantes de Engenharia Mecânica. Ilha Solteira: UNESP, 2005. v. 1.

Apresentações de Trabalho
1.
FERRER, M. H.. Criatividade & Inovação: o futuro do futuro. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
FERRER, M. H.. Inovação: os segredos para a competitividade. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
FERRER, M. H.. Integração Universidade Empresa: o case do carro elétrico da UFSC. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
FERRER, M. H.. Aspectos metalúrgicos do processamento de aços de alta resistência para aplicações na indústria automobilística.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
FERRER, M. H.. Desenvolvimentos recentes em aços bainíticos de alto carbono aplicáveis na indústria automobilística.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
FERRER, M. H.. Aços Avançados de Alta Resistência: Concepção, Processamento e Aplicações na Indústria Automobilística.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
FERRER, M. H.; SILVA, D. . Desenvolvimentos recentes em aços bainíticos de alto carbono aplicáveis na indústria automobilística.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
FERRER, M. H.. A problematização do ensino das ciências exatas e seus efeitos na formação do profissional do futuro. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
FERRER, M. H.; HUPALO, M. F. . Aspectos metalúrgicos associados ao processamento termomecânico dos aços TRIP de alta resistência e baixa liga. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
FERRER, M. H.; HUPALO, M. F. ; TSCHIPTSCHIN, A. P. . Cinética das transformações de fase de fase por resfriamento contínuo de aços trip ao Si-Mn In: Cinética das transformações de fase de fase por resfriamento contínuo de aços trip ao si-mn. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
FERRER, M. H.; HUPALO, M. F. ; RODRIGUEZ, J. A. ; BALANCIN, O. ; TSCHIPTSCHIN, A. P. . Influência do tratamento termomecânico na fração volumétrica de austenita retida de aços TRIP ao Si-Mn microligados com Nb. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
FERRER, M. H.; GERMANO, R. L. S. ; TSCHIPTSCHIN, A. P. . Cinética global e morfologia das transformações de fase por resfriamento contínuo de aços TRIP ao Si ? Mn. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
FERRER, M. H.; TSCHIPTSCHIN, A. P. . Estudo das transformações de fase de aços TRIP ao Si - Mn microligados com Nb. 2004. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
FERRER, M. H.. Patrocinadores do Projeto Baja IST/Sociesc 2010 serão homenageados nesta terça-feira. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
FERRER, M. H.. Forjamento: fundamentos e aplicações. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
FERRER, M. H.. Forjamento: princípios básicos. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

3.
FERRER, M. H.. Metalurgia Física. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

4.
FERRER, M. H.. Tópicos especiais em processos de fabricação metalúrgica. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

5.
FERRER, M. H.. A problematização do ensino das ciências exatas e seus efeitos na formação do profissional do futuro. 2011. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - aula magna).

6.
FERRER, M. H.. Tópicos Especias em Tratamento Térmico dos Metais e suas Ligas. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

7.
FERRER, M. H.. Tópicos Especias em Tratamento Térmico dos Metais. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

8.
FERRER, M. H.. Tópicos Especiais em Tratamento Térmico dos Metais. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

9.
FERRER, M. H.. Fundamentos de Metalurgia Física. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

10.
FERRER, M. H.. Engenharia da Qualidade. 2004. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
FERRER, M. H.; MIKOWSKI, A.; Preti, O.; RUBAIE, K. S. F. A.. Participação em banca de Rosenilda Rodrigues de Souza. COMPORTAMENTO MiCROESTRUTURAL E MECÂNICO DO AÇO 4140 APÓS TRATAMENTO DE TÊMPERA E PARTIÇÃO (T&P). 2017. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

2.
FERRER, M. H.; MIKOWSKI, A.; PRETI, O.; RUBAIE, K. S. F. A.. Participação em banca de Ronaldo Bandeira Rodrigues. MICROESTRUTURA E PROPRIEDADES MECÂNICAS DE UM FERRO FUNDIDO NODULAR AO Cu e Ni+Cu SOB CONDIÇÕES VARIÁVEIS DE AUSTÊMPERA. 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

3.
FERRER, M. H.; GEVINSKI, J. R.; RUBAIE, K. S. F. A.; PRETI, O.. Participação em banca de Jaime Moraes de Vargas. COMPORTAMENTO MCROESTRUTURAL E MECÂNICO DO AÇO TRIP 690 APÓS TRATAMENTO DE TÊMPERA E PARTIÇÃO (T&P). 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

4.
PRETI, O.; ARAUJO, R.; GEVINSKI, J. R.; FERRER, M. H.. Participação em banca de JOICE DÖRNER POSSAMAI. EFEITO DOS PARÂMETROS DA BRASAGEM INTERMEDIÁRIA NA SOLDABILIDADE METALÚRGICA DO CONJUNTO TAMPA/CORPO DO COMPRESSOR HERMÉTICO. 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

5.
FERRER, M. H.; RUBAIE, K. S. F. A.; OLIVEIRA, C. A. S.; MIKOWSKI, A.; SILVA, D.. Participação em banca de Vitor Oliari. Transformação bainítica e comportamento mecânico de aços de alto carbono contendo teores variáveis de níquel. 2015. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

6.
OLIVEIRA, C. A. S.; FERRER, M. H.; SUSKI, C. A.; OLIVEIRA, A. P. N.. Participação em banca de Georges Lemes. Efeito da temperatura de revenido na microestrutura e nas propriedades mecânicas em alta temperatura do aço X22CrMoV12-1. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
HUPALO, M. F.; FERRER, M. H.; CARVALHO, A. L. M.. Participação em banca de Ludieri Lucas Toldo Boneti. Influência dos parâmetros de tratamento térmico de austêmpera na microestrutura e propriedades de tração de um ferro fundido nodular.. 2014. Dissertação (Mestrado em Engenharia e Ciência de Materiais) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

8.
RUBAIE, K. S. F. A.; Verran, G. O.; Lussoli, R. J.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Rosangela Hartmmann. Estudo do sistema de enchimento de aços ao carbono fundido em moldes de areia.. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Sociedade Educacional de Santa Catarina.

9.
RUBAIE, K. S. F. A.; MILAN, J. C. G.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Ricardo Blau. Efeito do tratamento térmico criogenico nas propriedades mecânicas e tribológicas dos aços rápidos AISI M2 e AISI M42. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

10.
MACEDO, M.; LANZER, E. A.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Heloisa M.souza do O'benzi. A gestão do conhecimento e a ação gestora dos coordenadores de curso de uma instituição aprendente.. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia de Produção Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

11.
FERRER, M. H.; HUPALO, M. F.; VALENTINA, L. V. O. D.. Participação em banca de Ricardo José Pozzi. Estudo comparativo de dois inoculantes em ferro nodular ferrítico. 2009. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

12.
FERRER, M. H.; HUPALO, M. F.; GOUVEA, C. A. K.. Participação em banca de Flávio Luis Fachini. Estudo da desoxidação de aços inoxidáveis CF8M (AISI 316) em forno de indução convencional. 2009. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

13.
FERRER, M. H.; HUPALO, M. F.; RUBAIE, K. S. F. A.. Participação em banca de Ederson de Souza. Cinética e morfologia das transformações de fase em aços TRIP contendo teores variáveis de Si e Mn. 2009. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

14.
FERRER, M. H.; HUPALO, M. F.; PROENCA, M. B.. Participação em banca de Ewandro José de Souza. Estudo da formação do filme de óxido obtido durante tratamento térmico de oxidação pós-nitretação do aço AISI H13. 2009. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

Qualificações de Doutorado
1.
OLIVEIRA, C. A. S.; BOHORQUEZ, C. E. N.; BERNARDINI, P. A. N.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Pedro Henrique Lamarão Souza. ENDURECIMENTO POR PRECIPITAÇÃO EM LIGAS DE Al-Zr E Al-Zr-Mg ENVELHECIDAS ARTIFICIALMENTE. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
OLIVEIRA, C. A. S.; HUPALO, M. F.; BERNARDINI, P. A. N.; BOHORQUEZ, C. E. N.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Daniele da Silva Ramos. Influência da composição química na cinética e morfologia da transformação bainítica em aços de alto carbono.. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
Verran, G. O.; Miranda, F.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Andre Olah Neto. Estudo do processo de estampagem a quente de aços microligados tipo ARBL. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

4.
FERRER, M. H.; Bressan, J. D.; Gemelli, E.. Participação em banca de Daniel Kohls. Estudo da influência do aporte térmico na solda de tubos API 5L X52 PSL2 na tenacidade à fratura e na corrosão sob tensão. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Qualificações de Mestrado
1.
RUBAIE, K. S. F. A.; PRETI, O.; HORMAZA, W. A.; FERRER, M. H.. Participação em banca de RONALDO BANDEIRA RODRIGUES. MICROESTRUTURA E PROPRIEDADES MECÂNICAS DE UM FERRO FUNDIDO NODULAR AO Cu e Ni+Cu SOB CONDIÇÕES VARIÁVEIS DE AUSTÊMPERA. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

2.
RUBAIE, K. S. F. A.; PRETI, O.; GEVINSKI, J. R.; FERRER, M. H.. Participação em banca de JAIME MORAES DE VARGAS. COMPORTAMENTO MICROESTRUTURAL E MECÂNICO DO AÇO TRIP 690 APÓS TRATAMENTO DE TÊMPERA E PARTIÇÃO (T&P). 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

3.
FERRER, M. H.; RUBAIE, K. S. F. A.; PRETI, O.. Participação em banca de Vitor Ogliari. Transformação Bainítica e comportamento mecânico de aços de alto carbono contendo teores variáveis de níquel. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

4.
RUBAIE, K. S. F. A.; PRETI, O.; FERRER, M. H.. Participação em banca de ROSENILDA RODRIGUES DE SOUZA. ESTUDO DAS PROPRIEDADES MECÂNICAS DO AÇO 4140 TRATADO TERMICAMENTE POR TÊMPERA E PARTIÇÃO PARA USO EM FIXADORES. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

5.
PRETI, O.; ARAUJO, R.; FERRER, M. H.. Participação em banca de JOICE DÖRNER POSSAMAI. EFEITO DOS PARÂMETROS DA BRASAGEM INTERMEDIÁRIA NA SOLDABILIDADE METALÚRGICA DO CONJUNTO TAMPA/CORPO DO COMPRESSOR HERMÉTICO. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

6.
RUBAIE, K. S. F. A.; Lussoli, R. J.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Rosangela Hartmmann. Estudo do sistema de enchimento de aços ao carbono fundido em moldes de areia.. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

7.
RUBAIE, K. S. F. A.; FERRER, M. H.; MILAN, J. C. G.. Participação em banca de Ricardo Blau. Efeito do tratamento térmico criogenico nas propriedades mecânicas e tribológicas dos aços rápidos AISI M2 e AISI M42. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

8.
HUPALO, M. F.; Silva, W. S.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Daniele Silva Ramos. Estudo de aspectos cinéticos da transformação bainítica incompleta em ferros fundidos nodulares austemperados. 2008. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
FERRER, M. H.; SACCHELLI, C. M.; OLIVEIRA, E. R. X.. Participação em banca de Marcelo Prates Ferreira. O USO DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL POR MEIO DE PROJETOS DE APRENDIZAGEM. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ciência e Tecnologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
FERRER, M. H.; HERMAN, M.; BALZER, P.. Participação em banca de ARIANE ELGA RAMIREZ HACKER, HELIO DAUFEMBACK. Estudo das causas da porosidade em peças de bronze-estanho 81-3-7-9 fundidos em molde de areia verde. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Esp. em Engenharia de Fundição) - Instituto Superior Tupy.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
FERRER, M. H.; MIKOWSKI, A.; PRASS, G. S.; DIAS, A. C. P.. Participação em banca de Gabriel Muller Campigotto.COMPORTAMENTO MICROESTRUTURAL E MECÂNICO DE FERRO FUNDIDO NODULAR AO Ni+Cu QUANDO SUBMETIDO A DIFERENTES CONDIÇÕES DE AUSTÊMPERA E TÊMPERA E PARTIÇÃO. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
RABELO, M. A.; CARBONI, A. P.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Vanessa Batista.ESTUDO DE UMA ESTRUTURA EM C DE UMA PONTEADEIRA ESTACIONÁRIA DE CLINCHING. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Aeroespacial) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
FIORENTIN, T. A.; MIKOWSKI, A.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Mauri João Galeli Junior.COMPARAÇÃO DOS SISTEMAS BANCÁRIOS DE FINANCIAMENTO NA AQUISIÇÃO DE AUTOMÓVEIS E IMÓVEIS. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
RABELO, M. A.; FERRER, M. H.; FIORENTIN, T. A.. Participação em banca de Leonardo Linshalm Kohler.ESTUDO DE CARGAS EM UMA CARROCERIA CARREGA TUDO UTILIZANDO O MÉTODO DOS ELEMENTOS FINITOS E ANÁLISE EXPERIMENTAL. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
FERRER, M. H.; MIKOWSKI, A.; MACIEL, R.. Participação em banca de Evelyn Araujo.DESENVOLVIMENTO DE MANGAS DE EIXO DE VEÍCULO FÓRMULA SAE EM LIGA AlSiMg0,3 POR FUNDIÇÃO. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
FERRER, M. H.; MIKOWSKI, A.; DUTRA, G. B.. Participação em banca de Guilherme Krug Holz.ESTUDO DA SOLDABILIDADE DO AÇO DUALPHASE APLICÁVEL NA FABRICAÇÃO DE CHASSI DE VEÍCULO DE COMPETIÇÃO FÓRMULA SAE. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
FERRER, M. H.; DUTRA, G. B.; RABELO, A.. Participação em banca de André Luiz Schegoscheski.CARACTERIZAÇÃO MICROESTRUTURAL DE FERRO FUNDIDO NODULAR SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE AUSTÊMPERA. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
RABELO, M. A.; IDEHARA, S. J.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Tiago Augusto Meurer Muller.ANÁLISE DE VIDA EM FADIGA DE PONTA DE EIXO TRASEIRO UTILIZANDO O MÉTODO DOS ELEMENTOS FINITOS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
BECKERT, S. F.; GARCIA, J. R.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Thuany Fátima Melo.ADEQUAÇÃO DAS "CORE TOOLS" NOS REQUISITOS DA IATF16949 E NOS REQUISITOS DAS OEMS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
GARCIA, J. R.; SACCHELLI, C. M.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Samuel Bassani Neto.MODELO PARA A GESTÃO DE PROJETOS - O CASE DA EQUIPE EFICEM. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina.

11.
GARCIA, J. R.; SACCHELLI, C. M.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Luan Dela Vedova Mathiola.PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DA INDÚSTRIA 4.0 NO SETOR AUTOMOTIVO. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina.

12.
FERRER, M. H.; ZAGHENI, E. S. S.; GARCIA, J. R.. Participação em banca de Catalina Ryberg.ANÁLISE DO CONSUMO DE ENERGIA EM UMA PLANTA DE PINTURA AUTOMOTIVA. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina.

13.
GARCIA, J. R.; ZAGHENI, E. S. S.; MEIRA, M. S.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Elisa Mobini Kesheh.REDUÇÃO DE GARGALOS EM UMA LINHA DE PRODUÇÃO MISTA DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina.

14.
FIORENTIN, T. A.; MIKOWSKI, A.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Rafael Kiemo Pfau Santos.DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO PARA SISTEMA DE SUSPENSÃO DE VEÍCULO DE COMPETIÇÃO. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina.

15.
SILVA, D.; OGLIARI, V.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Jaison José de Picoli.Estudo do efeito do níquel na microestrutura de aços bainíticos isentos de carboneto. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Sociedade Educacional de Santa Catarina.

16.
SILVA, D.; FERRER, M. H.; OGLIARI, V.. Participação em banca de Fabiano Bertoli.Estudo do efeito do silício na microestrutura de aços bainíticos isentos de carboneto. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Sociedade Educacional de Santa Catarina.

17.
SILVA, D.; FERRER, M. H.; OGLIARI, V.. Participação em banca de Gilliard Eismann.Estudo do efeito do manganês na evolução microestrutural de aços bainíticos de alto carbono isentos de carboneto. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Sociedade Educacional de Santa Catarina.

18.
FIORENTIN, T. A.; IDEHARA, S.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Lucas de Moliner.Estudo do comportamento vibratório de uma embarcação em escala reduzida. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Naval) - Universidade Federal de Santa Catarina.

19.
KOHLS, D.; SOUZA, E. J.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Everaldo P. de Borba Junior.Projeto de uma máquina didática para ensaios de fadiga por flexão rotativa.. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

20.
SILVA, D.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Leonardo L. Gerhardt.Estudo do comportamento mecânico de aços bainíticos alto carbono com auxilio de caracterização microestrutural. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

21.
SILVA, D.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Davi K. Signori.Estudo do comportamento mecânico de aços bainíticos alto carbono com auxilio de caracterização microestrutural. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

22.
KOHLS, D.; SOUZA, E. J.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Dalton Xavier.Projeto mecânico de máquina de pré-trincamento em corpos de prova.. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

23.
FERRER, M. H.; SILVA, D.; SOUZA, E. J.. Participação em banca de Michel Diego da Silva.Soldabilidade do aço AISI/SAE 4140 sob condições diferentes de aporte térmico e de pré-aquecimento durante a soldagem TIG. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

24.
FERRER, M. H.; SILVA, D.; SOUZA, E. J.; SOUZA, R. R.. Participação em banca de Eder Ricardo Antoniolli.Influência do aporte térmico nas características metalúrgicas da zona termicamente afetada do aço AISI/SAE4140 durante a soldagem com o processo TIG. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

25.
FERRER, M. H.; SILVA, D.; OGLIARI, V.. Participação em banca de Luana da Silva Martins.Microestrutura e Propriedades Mecânicas de Aços Bainíticos de Alto Carbono Contendo Teores Variáveis de Mn, Si e. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

26.
FERRER, M. H.; GRIJALBA, F. A. F.; ALBERTONE, E.; KOHLS, D.. Participação em banca de Glaucio Augusto Polini.Influência das Tensões Internas na Morfologia e no Comportamento da Oxidação de Chapas de Aços Dual Phase Laminadas a Quente Durante o Processo de Decapagem. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

27.
FERRER, M. H.; KOHLS, D.; SOUZA, R. R.. Participação em banca de Jean Günther.Caracterização da Tenacidade à Fratura do Aço 4140 Tratado Termicamente por Têmpera e Revenimentoe Têmpera e Partição utilizado na Fabricação de Fixadores para o Setor de Óleo e Gás. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

28.
SILVA, D.; FERRER, M. H.; OGLIARI, V.. Participação em banca de Gabriel José de Aragão Scoz.Análise de uma liga de ferro fundido nodular austemperado (ADI) caracterizado microestruturalmente e por ensaios mecânicos. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

29.
SILVA, D.; FERRER, M. H.; OGLIARI, V.. Participação em banca de Gabriel José de Aragão Scoz.Análise de uma liga de ferro fundido nodular austemperado (ADI) caracterizado microestruturalmente e por ensaios mecânicos. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

30.
SILVA, D.; FERRER, M. H.; KOHLS, D.. Participação em banca de Rafael de Souza Schmitt.Estudo Comparativo entre duas ligas de aços bainíticos de alto carbono no estado de austêmpera.. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

31.
SOUZA, E. J.; FERRER, M. H.; KOHLS, D.. Participação em banca de Samuel V. Cipriano.Estudo comparativo entre os processos de corte com jato d?água, oxicorte e corte a laser.. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

32.
SOUZA, E. J.; KOHLS, D.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Jorge Luiz da Silva Batista Junior.Comparação entre dos processos de corte por jato d?água, eletroerosão a fio e corte a plasma.. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

33.
FERRER, M. H.; GRACIANI, A. P.. Participação em banca de Ronaldo Nunes.Análise da cadeia de agregação de valor em logística numa empresa de eletrodoméstico.. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Produção) - Instituto Superior Tupy.

34.
FERRER, M. H.; GRACIANI, A. P.; BALZER, P.. Participação em banca de Cláudio Luiz Piva Junior.Avaliação estratégica dos cursos de graduação do Instituto Superior Tupy utilizando a matriz BCG. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Produção) - Instituto Superior Tupy.

35.
FERRER, M. H.; SILVA, D.; SOUZA, E. J.. Participação em banca de HUGO EDUARDO LANGER.Utilização de materiais compósitos na fabricação de componentes do projeto de aerodesign. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

36.
FERRER, M. H.; SANTINI, O.; SOUZA, E. J.. Participação em banca de Sergio A. Rosa.Análise do comportamento de solicitações estáticas e dinâmicas de novo conceito de mouse para computadores. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

37.
FERRER, M. H.; BEZERRA, M. B.; KOHLS, D.. Participação em banca de Adriano Butzke.Projeto e construção de um dispositivo didático para ensino de elementos de máquinas.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy.

38.
FERRER, M. H.; SOUZA, E. J.. Participação em banca de MAYCOM MARCON GUAREZI, EDILMAR EGER.Caracterização microestrutural do filme de óxido obtido durante o tratamento de oxidação pós-nitretação do aço AISI H13. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy.

39.
FERRER, M. H.; SILVA, D.; SOUZA, E.. Participação em banca de LUDIERE LUCAS TOLDO BONETTI, CÍCERO BRUGNARA DE OLIVEIRA.Influência da temperatura e do tempo de reação bainitica na fração volumétrica de austenita retida em aços TRIP ao Si-Mn. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy.

40.
FERRER, M. H.; HUPALO, M. F.; WARMLING, G.. Participação em banca de Rosangela Hartmann.Influencia dos parâmetros de tratamento térmico na microestrutura e propriedades mecânicas do aço inoxidável martensítico 17-4PH fundido. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy.

41.
FERRER, M. H.; Silva, W. S.; HUPALO, M. F.. Participação em banca de Raniel Custodio Maciel.Influência dos Parâmetros de Austêmpera na Microestrutura do Ferro Fundido Nodular com diferentes teores de Silício. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy.

42.
FERRER, M. H.; HUPALO, M. F.; BOGE, D.. Participação em banca de DAVI DA LUZ VIEIRA, MARCELO MATHIAS DE OLIVEIRA.Aço Inoxidável CF8M: Redução de Custo Alterando a Composição Química. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Processos Metalúrgicos) - Instituto Superior Tupy.

43.
HUPALO, M. F.; RODRIGUES, J. B.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Erivelto Mendes; Luis Eloi Vieira Jr..Caracterização de resíduo galvânico processado por meio de moagem de alta energia. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy.

44.
RODRIGUES, J. B.; HUPALO, M. F.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Jean Fernández; Rodrigo Alfredo Viana.Ataque de zinco líquido em aço base no processo de zincagem por imersão a quente.. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy.

45.
PRETI, O.; HUPALO, M. F.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Dovilio Zottis Neto.Influência do cério na morfologia do carboneto eutético dos ferros fundidos brancos de alto cromo.. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy.

46.
Silva, W. S.; HUPALO, M. F.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Ulisses Douglas de Medeiros.Influência do nióbio sobre o comportamento mecânico e tribologico do Ferro Fundido Branco.. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy.

47.
NARDINI, J. J.; RUY, M. C.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Murilo Viti Stenico.Sistemas de Fundição: Produto mais Limpo e a Alternativas para Amenizar o Impacto Ambiental. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

48.
NARDINI, J. J.; RUY, M. C.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Clovis Penariol Dourado.Sistema Kanban: Funcionamento e Implantação em uma Empresa de Auto Peças. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

49.
NARDINI, J. J.; RUY, M. C.; FERRER, M. H.. Participação em banca de Eduardo Toledo Barbosa.Melhorias em Processos de Usinagem. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

50.
FERRER, M. H.; NARDINI, J. J.; RUY, M. C.. Participação em banca de Luiz Gonzaga S. Ferreira Jr..Estudos de Melhoria do Processo de Fabricação e Aplicação de Fibra de Vidro. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

51.
FERRER, M. H.; NARDINI, J. J.; RUY, M. C.. Participação em banca de Richard Soares de Godoy.Estudos das Causas de Quebra dos Fixadores do Teto de uma Colheitadeira. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

52.
FERRER, M. H.; BADIALE, R.; RUY, M. C.. Participação em banca de Rafael Nogueira de Luca.Viabilidade dos Processos de Fabricação e Recondicionamento de Flanges de Moenda: Um Estudo Comparativo. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

53.
FERRER, M. H.; SILVA, M. E.; RUY, M. C.. Participação em banca de André Luiz Viti.Estudos de viabilidade do processo de recuperação das roscas de extrusão de termoplásticos. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

54.
FERRER, M. H.; NARDINI, J. J.; SILVA, M. E.. Participação em banca de Murilo Guarda.Soldagem de Aços inoxidáveis Austeníticos: Aspectos Metalúrgicos e Tecnológicos. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

55.
FERRER, M. H.; NARDINI, J. J.; SILVA, M. E.. Participação em banca de Edvaldo Rogério melisnscke.Estudos das ligas Al-Mg aplicáveis na industria automobilísticas: Fundamentos metalúrgicos e mecânicos. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

56.
FERRER, M. H.; NARDINI, J. J.; SILVA, M. E.. Participação em banca de Bianco Gallazzi da Silva Leite.Soldabilidade metalúrgica de aços inoxidáveis duplex: um estudo de caso. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

57.
FERRER, M. H.; RUY, M. C.; SILVA, M. E.. Participação em banca de Mateus Artur Spognol.Formas metálicas utilizadas na fabricação de colunas de concreto armado: estudo de caso. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

58.
FERRER, M. H.; NARDINI, J. J.; SILVA, M. E.. Participação em banca de Marcel Gobato Machado.Metodologia para dimensionamento de sistemas de alimentação de peças fundidas. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

59.
FERRER, M. H.; GONCALVES, M. E.; NARDINI, J. J.. Participação em banca de Cristian Sander Carlevaro.Metodologia de implementação de ERP numa indústria cerâmica de pisos e revestimentos. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

60.
FERRER, M. H.; NARDINI, J. J.; GONCALVES, M. E.. Participação em banca de Adriano da Silva Clemente.Utilização de refugo gerado de uma fábrica de extrusão de tubos, forros e perfis de PVC, nas próprias cores dos produtos. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

61.
FERRER, M. H.; NARDINI, J. J.; GONCALVES, M. E.. Participação em banca de Eduardo Casarin.Processo de soldagem MIG/MAG. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

62.
FERRER, M. H.; RUY, M. C.; GONCALVES, M. M.. Participação em banca de Lucas Augusto B. Moura.Otimização dos polímeros metalográficos em ferros fundidos. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

63.
FERRER, M. H.; SILVA, M. E.; GAMBARO, L. S.. Participação em banca de Matheus César Franhani.Troca Rápida de Ferramentas. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

64.
FERRER, M. H.; GAMBARO, L. S.; SILVA, M. E.. Participação em banca de Adriano Coletti Furlan.Estudo do desgaste em ferramentas na usinagem do aço SAE 4140 beneficiado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

65.
FERRER, M. H.; NARDINI, J. J.; GONCALVES, M. E.. Participação em banca de Douglas Soldera Grecchi.Areia de fundição. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

66.
FERRER, M. H.; NARDINI, J. J.; GONCALVES, M. E.. Participação em banca de Erikson Rezende Marinho.Testes de durabilidade automobilística. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

67.
FERRER, M. H.; GAMBARO, L. S.; NARDINI, J. J.. Participação em banca de Francisco A. Garcia Andriotta.Tecnologia virtual no sistema produtivo. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

68.
FERRER, M. H.; GAMBARO, L. S.; NARDINI, J. J.. Participação em banca de Marcelo Santin Mulla.Implantação de melhorias para empresa de pequeno porte. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

69.
FERRER, M. H.; GAMBARO, L. S.; NARDINI, J. J.. Participação em banca de Evandro L. A. Lemes.Transporte rodoviário de cargas: um estudo de caso. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

70.
FERRER, M. H.; GAMBARO, L. S.; NARDINI, J. J.. Participação em banca de Carlos Alberto Zaguetti.Logística: administração de materiais. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

71.
FERRER, M. H.; GONCALVES, M. M.; NARDINI, J. J.. Participação em banca de Junior Cristiano.Estudo da aplicação de válvulas sensível à carga. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

72.
FERRER, M. H.; GAMBARO, L. S.; FIGUEIREDO, F. A. B.. Participação em banca de Wagner Mendes de Souza.Influências do processo produtivo na simetria do footprint. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

73.
FERRER, M. H.; GONCALVES, M. M.; A. S. Stuchi. Participação em banca de Décio Soares Camargo Junior.Diferenças dos motores de combustão interna movidos a álcool e a gasolina. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

74.
FERRER, M. H.; A. S. Stuchi; GONCALVES, M. M.. Participação em banca de Luiz Fernando Liotti Dias.Melhoria no sistema de dosagem de líquidos na fabricação de ração. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

75.
FERRER, M. H.; GAMBARO, L. S.; SILVA, M. E.. Participação em banca de Marina Gabriela Mendes.Fadiga em elementos soldados-Revisão bibliográfica. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

76.
FERRER, M. H.; GAMBARO, L. S.; SILVA, M. E.. Participação em banca de Noedir José Garcia Andriotta.Soldagem em aço inoxidável. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

77.
FERRER, M. H.; A. S. Stuchi; GAMBARO, L. S.. Participação em banca de Kleber Roberto Portero.Tratamento térmico em ferro fundido. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

78.
FERRER, M. H.; A. S. Stuchi; GAMBARO, L. S.. Participação em banca de Julio César Carlhado Denadai.Processos de produção de rodas. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

79.
FERRER, M. H.; A. S. Stuchi; GAMBARO, L. S.. Participação em banca de Rodrigo Tiritilli dos Santos.Solda a laser. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

80.
FERRER, M. H.; NARDINI, J. J.; GAMBARO, L. S.. Participação em banca de Silvano N. de Moraes Filho.Análise por líquidos penetrantes e reveladores. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

81.
FERRER, M. H.; GAMBARO, L. S.; NARDINI, J. J.. Participação em banca de Junior Bonifácio da Silva.Nacionalização de peças usando metodologia seis sigma. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

82.
FERRER, M. H.; GONCALVES, M. E.; GAMBARO, L. S.. Participação em banca de Fernando Cleber Custódio.Implementação do Sistema de Gestão da Qualidade. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

83.
FERRER, M. H.; NARDINI, J. J.; GONCALVES, M. E.. Participação em banca de Daniel Ricardo de Campos.Cálculo estrutural de um galpão. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

84.
FERRER, M. H.; GAMBARO, L. S.; GONCALVES, M. E.. Participação em banca de Mauro Rosa Junior.A implementação do novo sistema de carga e descarga através de ferramentas de melhoria da qualidade. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

85.
FERRER, M. H.; NARDINI, J. J.; GONCALVES, M. E.. Participação em banca de Daniel Munhos Polezi.Efeito do tratamento térmico em buchas. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

86.
FERRER, M. H.; NARDINI, J. J.; GONCALVES, M. E.. Participação em banca de Ricardo Rodrigo Martinati.Implantação da metodologia TPM através da manutenção autônoma. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

87.
FERRER, M. H.; GAMBARO, L. S.; GONCALVES, M. M.. Participação em banca de Cledomir dos Santos Pacheco.Manutenção preditiva: alinhamento a laser. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

88.
FERRER, M. H.; GAMBARO, L. S.; GONCALVES, M. M.. Participação em banca de Marino Angelo Gagno.Estudo de um sistema de refrigeração por absorção intermitente. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

89.
FERRER, M. H.; GAMBARO, L. S.; GONCALVES, M. M.. Participação em banca de Marcelo Beltran.A aplicação de ensaios não destrutivos na manutenção preditiva. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba.

90.
FERRER, M. H.; TSCHIPTSCHIN, A. P.; H. Goldentein. Participação em banca de Alexander Ricardo Cotrim Barboza.Uso de diagramas de resfriamento controlado (CCT) para a retirada do tratamento térmico de uma engrenagem forjada a quente. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Eng. Metalúrgica) - Dept. de Eng. Metalurgica e Materiais da EPUSP.

91.
FERRER, M. H.; TSCHIPTSCHIN, A. P.; H. Goldentein. Participação em banca de Ari Matheus Castanho Machado.Estudo da laminação controlada de aços TRIP ? ARBL microligados com nióbio através de ensaios de torção em múltiplos passes. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Eng. Metalúrgica) - Dept. de Eng. Metalurgica e Materiais da EPUSP.

92.
FERRER, M. H.; TSCHIPTSCHIN, A. P.; H. Goldentein. Participação em banca de Marcelo Chiste.Cinética de transformações de fases por resfriamento contínuo de aços TRIP ao C-Si-Mn-Nb. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Eng. Metalúrgica) - Dept. de Eng. Metalurgica e Materiais da EPUSP.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
Dias, A.; Silva, E. C.; Santos, E. O. L.; Souza, A. F.; FERRER, M. H.. Professor adjunto. 2012. Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
FERRER, M. H.; A. S. Stuchi; A. F. Godoy; BADIALE, R.. Processo de atribuição interna de aulas em curso de ensino superior (Edital 01/2005). 2005. Escola de Engenharia de Piracicaba.

Avaliação de cursos
1.
FERRER, M. H.; CARDOSO, S.. Tecnologia em Gestão da Produção de Materiais Plásticos. 2006. Faculdade de Tecnologia de Mauá.

2.
FERRER, M. H.; GUIMARAES, V.. Engenharia Mecatrônica. 2006. Escola de Engenharia da USP de São Carlos.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VII Congresso Ibero Americano de Engenharia de Projetos (CIIP2016). GESTÃO FINANCEIRA DE PROJETOS. 2016. (Congresso).

2.
VII Congresso Ibero Americano de Engenharia de Projetos (CIIP2016). DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS EM EQUIPES DE ALTO IMPACTO. 2016. (Congresso).

3.
VII Congresso Ibero Americano de Engenharia de Projetos (CIIP2016). COMO ESTAMOS PREPARANDO OS PROFISSINAIS DO FUTURO: A VISÃO DA EMPRESA E DA UNIVERSIDADE. 2016. (Congresso).

4.
II Congresso Nacional de Engenharias da Mobilidade. As novas gerações de aços AHSS ? Advanced High Strength Steel: dos fundamentos às aplicações em construções veiculares. 2015. (Congresso).

5.
21 CBECIMat - Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais. Efeito da Composição Química na Cinética e Morfologia da Transformação Bainítica em Aços de Alto Carbono Contendo Teores Variáveis de Si, Mn e Ni. 2014. (Congresso).

6.
24 Seminário de Iniciação Científica da UFSC.24 Seminário de Iniciação Científica da UFSC. 2014. (Seminário).

7.
2a Feira de Ciência, Inovação e Tecnologia de Joinville. O projeto Fórmula CEM. 2014. (Feira).

8.
2a Feira de Ciência, Inovação e Tecnologia de Joinville. 2a Feira de Ciência, Inovação e Tecnologia de Joinville. 2014. (Feira).

9.
8o Foro Científico Estudantil da UNISOCIESC.8o Foro Científico Estudantil da UNISOCIESC. 2014. (Seminário).

10.
Semana de Engenharia de Plásticos da UNISOCIESC.Fundamentos de soldagem a arco voltaico; metalurgia e processo. 2014. (Outra).

11.
1a Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação. 1a Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação. 2013. (Feira).

12.
22 Seminário de Iniciação Científica da UDESC.Avaliador de Trabalhos Científicos do 22 Seminário de Iniciação Científica da UDESC. 2012. (Seminário).

13.
Congresso de Inovação Tecnológica CINTEC - Mecânica. Energia: tendências para o futuro. 2011. (Congresso).

14.
Congresso Iberoamericano de Engenharia Mecânica. Influência do tempo e temperatura de envelhecimento na microestrutura e propriedades mecânicas da liga AlSi10Mg. 2011. (Congresso).

15.
I Encontro de Professores de Física e Matemática de Joinville e Região.A problematização do ensino das ciências exatas e seus efeitos na formação do profissional do futuro. 2011. (Encontro).

16.
Congresso de Inovação Tecnológica CINTEC-Fundição. Uso de Ferramentas Computacionais em Aplicações da Engenharia Metalúrgica. 2010. (Congresso).

17.
VI CONGRESSO NACIONAL DE ENGENHARIA MECÂNICA. Cinética da formação de ferrita pró-eutetóide em aços TRIP contendo teores variáveis de Mn.. 2010. (Congresso).

18.
VI CONGRESSO NACIONAL DE ENGENHARIA MECÂNICA. Cinética da transformação bainítica em aços TRIP contendo teores variáveis de Si.. 2010. (Congresso).

19.
Congresso de Inovação Tecnológica - CINTEC - Mecânica. Tendências em Processos de Fabricação Metalúrgica.. 2009. (Congresso).

20.
Congresso de Inovação Tecnológica - CINTEC - Fundição. Metalurgia de Ligas Especiais para a Indústria Automobilística. 2008. (Congresso).

21.
62º Congresso Anual da ABM. Aspectos metalúrgicos associados ao processamento termomecânico dos aços TRIP de alta resistência e baixa liga. 2007. (Congresso).

22.
62º Congresso Anual da ABM. Efeito do Nióbio em ferros fundidos brancos de alto cromo. 2007. (Congresso).

23.
8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA. FRAGILIZAÇÃO DA MARTENSITA REVENIDA EM PARAFUSOS: ANÁLISE DE DOIS CASOS. 2007. (Congresso).

24.
8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA. PROPRIEDADES MECÂNICAS E ESTRUTURAIS E PROCESSOS DE FRATURAS DA CAULINITA E CIANITA. 2007. (Congresso).

25.
8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA. Cinética das transformações de fase por resfriamento contínuo de aços TRIP ao Si-Mn microligados com Nb. 2007. (Congresso).

26.
8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA. Efeito das condições de austêmpera sobre a microestrutura de um ferro nodular de classe ferrítica-perlítica. 2007. (Congresso).

27.
8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA. Influência do tratamento termomecânico na fração volumétrica de austenita retida de aços TRIP ao Si-Mn microligados com Nb. 2007. (Congresso).

28.
XII Congresso Nacional de Estudantes de Engenharia Mecânica. Desenvolvimentos recentes em aços TRIP aplicáveis na indústria. 2005. (Congresso).

29.
I Simpósio sobre novos aços estruturais para a indústria automobilística.Estudo das transformações de fase de aços TRIP ao Si-Mnmicroligados com Nb. 2004. (Simpósio).

30.
58 Congresso Nacional da Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais (ABM). 58 Congresso Nacional da Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais (ABM). 2003. (Congresso).

31.
57° Congresso Internacional da Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais. 57° Congresso Internacional da Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais. 2002. (Congresso).

32.
XV Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais (XV- CBECIMAT). XV Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais (XV- CBECIMAT). 2002. (Congresso).

33.
I Workshop sobre Texturas e Relações de Orientação: Deformação Plástica, Recristalização, Crescimento de Grão, Transformações de Fase. 2001. (Outra).

34.
II Workshop da sub-Rede Melhorias das Propriedades Superficiais de Metais da RECOPE: ?Qualificação de chapas para a indústria automobilística?. 1999. (Outra).

35.
Segundo Encuentro Iberoamericano de Ciencia e Ingeniería de Materiales. Segundo Encuentro Iberoamericano de Ciencia e Ingeniería de Materiales. 1998. (Congresso).

36.
Tercera Convención Internacional de las Industrias Metal-Mecánicas y Electrónica ? METANICA ?98. Tercera Convención Internacional de las Industrias Metal-Mecánicas y Electrónica ? METANICA ?98. 1998. (Congresso).

37.
XII Forum de Ciencia y Técnica en la Antillana de Acero.XII Forum de Ciencia y Técnica en la Antillana de Acero. 1998. (Outra).

38.
III Congreso Iberoamericano de Ingeniería Mecánica. III Congreso Iberoamericano de Ingeniería Mecánica. 1997. (Congresso).

39.
Primer Taller Iberoamericano de enseñanza de Ciencia e Ingeniería de los Materiales.Primer Taller Iberoamericano de enseñanza de Ciencia e Ingeniería de los Materiales. 1997. (Oficina).

40.
Foro Internacional de Soldadura?96. Foro Internacional de Soldadura?96. 1996. (Congresso).

41.
Primer Foro Internacional de Materiales.Primer Foro Internacional de Materiales. 1996. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FERREIRA, C. V. ; FERNANDES, C. W. N. ; PINTO, C. R. S. C. ; GRUBISIC, V. V. F. ; MEJIA, A. C. ; ARVIZU, J. F. G. ; FERRER, M. H. . VII Congresso Ibero Americano de Engenharia de Projetos. 2016. (Congresso).

2.
FERRER, M. H.; MICHELS, R. . II Congresso Nacional de Engenharias da Mobilidade. 2015. (Congresso).

3.
FERRER, M. H.; RUBAIE, K. S. F. A. ; PRETI, O. ; GRIJALBA, F. A. F. ; Souza, A. F. ; SOUZA, E. J. . 9o Congresso de Inovação Tecnológica - CINTEC. 2013. (Congresso).

4.
FERRER, M. H.; RUBAIE, K. S. F. A. ; GOUVEA, C. A. K. ; Bond, D. ; Balzer, S. P ; Lussoli, R. J. ; Preti, O. ; Duarte, I. R. . Cintec- Congresso de Inovação Tecnológica / Fundição 2012. 2012. (Congresso).

5.
FERRER, M. H.; SILVA, D. . 1 Encontro de Professores de Física e Matemática de Joinville e Região. 2011. (Outro).

6.
FERRER, M. H.. Congresso de Inovação Tecnológica - CINTEC - Mecânica e Automação. 2011. (Congresso).

7.
FERRER, M. H.. 4 Foro de Estudantes de Iniciação Científica do Instituto Superior Tupy. 2010. (Concurso).

8.
FERRER, M. H.; BATIZ, E. C . 1 Congresso de Engenharia de Produção da Região Sul - 1 conepro sul. 2010. (Congresso).

9.
FERRER, M. H.. Congresso de Inovação Tecnológica - CINTEC (Fundição). 2010. (Congresso).

10.
FERRER, M. H.. Semana Tecnológica da SOCIESC. 2010. (Outro).

11.
FERRER, M. H.. Semanas acadêmicas dos Cursos de Graduação em Engenharia e Tecnologias. 2009. (Outro).

12.
FERRER, M. H.. 3 Foro de Estudantes de iniciação Científica do Instituto Superior Tupy. 2009. (Outro).

13.
FERRER, M. H.. Congresso de Inovação Tecnológica - CINTEC (Mecânica). 2009. (Congresso).

14.
FERRER, M. H.. Semana Tecnológica da SOCIESC. 2009. (Outro).

15.
FERRER, M. H.. Semanas acadêmicas de cursos de graduação em Engenharia Mecânica. 2008. (Outro).

16.
FERRER, M. H.. Congresso de Inovação Tecnológica - CINTEC (Fundição). 2008. (Congresso).

17.
FERRER, M. H.. 2 Foro de Estudantes de Iniciação Científica do Instituto Superior Tupy. 2008. (Outro).

18.
FERRER, M. H.. 1 Foro de Estudantes de Iniciação Científica do Instituto Superior Tupy. 2007. (Outro).

19.
FERRER, M. H.. Semanas acadêmicas de Cursos de Graduação em Engenharia Mecânica. 2006. (Outro).

20.
FERRER, M. H.. Semanas acadêmicas de Cursos de Graduação em Engenharia Mecânica. 2005. (Outro).

21.
FERRER, M. H.; FERNANDEZ, M. E. ; COLLAZO, R. ; CAÑETE, E. ; VARELA, R. . Segundo Encuentro Iberoamericano de Ciencia e Ingeniería de Materiales. 1998. (Concurso).

22.
FERRER, M. H.. III Congreso Iberoamericano de Ingenieria Mecánica (3o CIBIM). 1997. (Congresso).

23.
FERRER, M. H.; FERNANDEZ, M. E. ; COLLAZO, R. ; CAÑETE, E. ; PANEQUE, A. A. ; PEREZ, L. G. ; STEVENS, N. C. . Primer Taller Iberoamericano de enseñanza de Ciencia e Ingeniería de los Materiales. 1997. (Concurso).

24.
FERRER, M. H.; FERNANDEZ, M. E. ; COLLAZO, R. ; CAÑETE, E. ; OJEDA, A. G. ; PANEQUE, A. A. ; PEREZ, L. G. ; VARELA, R. . Primer Foro Internacional de Materiales - Materiales '96. 1996. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Rosenilda Rodrigues de Souza. ESTUDO DAS PROPRIEDADES MECÂNICAS DO AÇO 4140 TRATADO TERMICAMENTE POR TÊMPERA E PARTIÇÃO. 2017. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Sociedade Educacional de Santa Catarina, Sociedade Educacional de Santa Catarina - Direção do Instituto Superior Tup. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

2.
Ronaldo Bandeira Rodríguez. MICROESTRUTURA E PROPRIEDADES MECÂNICAS DE UM FERRO FUNDIDO NODULAR AO Cu E Ni+Cu SOB CONDIÇÕES VARIAVEIS DE AUSTÊMPERA. 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Sociedade Educacional de Santa Catarina, . Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

3.
Jaime Moraes de Vargas. COMPORTAMENTO MICROESTRUTURAL E MECÂNICO DO AÇO TRIP AO Mn-Si-Al APÓS TRATAMENTO DE TÊMPERA E PARTIÇÃO (T&P). 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy, . Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

4.
Joice Dörner Possamai. EFEITO DOS PARÂMETROS DA BRASAGEM INTERMEDIÁRIA NA SOLDABILIDADE METALÚRGICA DO CONJUNTO TAMPA/CORPO DO COMPRESSOR HERMÉTICO. 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy, . Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

5.
Vitor Ogliari. Transformação bainítica e comportamento mecânico de aços de alto carbono contendo teores variáveis de níquel. 2015. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy, Fundo de Apoio à Manutenção e ao Desenvolvimento da Educação Superior. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

6.
Ederson de Souza. Cinética e morfologia das transformações de fase em aços TRIP contendo teores variáveis de Si e Mn. 2009. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy, Termotêmpera. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

7.
Ewandro José de Souza. Estudo da formação do filme de óxido obtido durante o tratamento térmico de oxidação pós-nitretação do aço AISI H13. 2009. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy, Sociedade Educacional de Santa Catarina. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

Tese de doutorado
1.
Daniele da Silva Ramos. EFEITO DA COMPOSIÇÃO QUÍMICA E DAS CONDIÇÕES DE AUSTÊMPERA NA TRANSFORMAÇÃO BAINÍTICA EM AÇOS DE ALTO CARBONO. 2017. Tese (Doutorado em Ciência e Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Sociedade Educacional de Santa Catarina - Direção do Instituto Superior Tup. Coorientador: Modesto Hurtado Ferrer.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Marcelo Prates Ferreira. O USO DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL POR MEIO DE PROJETOS DE APRENDIZAGEM. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Ciência e Tecnologia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

2.
Ariane Elga Ramirez Hacker, Helio Daufemback. Estudo das causas da porosidade em peças de bronze-estanho 81-3-7-9 fundidos em molde de areia verde. 2009. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Esp. em Engenharia de Fundição) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Gabriel Muller Campigotto. COMPORTAMENTO MICROESTRUTURAL E MECÂNICO DE FERRO FUNDIDO NODULAR AO Ni+Cu QUANDO SUBMETIDO A DIFERENTES CONDIÇÕES DE AUSTÊMPERA E TÊMPERA E PARTIÇÃO. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

2.
Evelyn Araujo. DESENVOLVIMENTO DE MANGAS DE EIXO DE VEÍCULO FÓRMULA SAE EM LIGA AlSiMg0,3 POR FUNDIÇÃO. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

3.
Guilherme Krug Holz. ESTUDO DA SOLDABILIDADE DO AÇO DUALPHASE APLICÁVEL NA FABRICAÇÃO DE CHASSI DE VEÍCULO DE COMPETIÇÃO FÓRMULA SAE. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

4.
André Luiz Schegoscheski. CARACTERIZAÇÃO MICROESTRUTURAL DE FERRO FUNDIDO NODULAR SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE AUSTÊMPERA. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

5.
Catalina Ryberg. ANÁLISE DO CONSUMO DE ENERGIA EM UMA PLANTA DE PINTURA AUTOMOTIVA. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

6.
Uillian Margreiter Martins. ESTUDO DO COMPORTAMENTO MECÂNICO DE AÇOS TRIP APÓS TRATAMENTO DE TÊMPERA E PARTIÇÃO APLICÁVEIS EM VEÍCULOS FÓRMULA SAE. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

7.
Alfredo Hugo Valença Morillo. ANALISE DE DADOS EXPERIMENTAIS DA LITERATURA SOBRE ´ DESGASTE ADESIVO EM AC¸ OS. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Ferroviária e Metroviária) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

8.
Éder Ricardo Antoniolli. Influência do aporte térmico nas características metalúrgicas da zona termicamente afetada do aço AISI/SAE4140 durante a soldagem com o processo TIG. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

9.
Luana Martins. Microestrutura e Propriedades Mecânicas de Aços Bainíticos de Alto Carbono Contendo Teores Variáveis de Mn, Si e. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

10.
Glaucio Augusto Polini. Influência das Tensões Internas na Morfologia e no Comportamento da Oxidação de Chapas de Aços Dual Phase Laminadas a Quente Durante o Processo de Decapagem. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

11.
Jean Günther. Caracterização da Tenacidade à Fratura do Aço 4140 Tratado Termicamente por Têmpera e Revenimentoe Têmpera e Partição utilizado na Fabricação de Fixadores para o Setor de Óleo e Gás. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

12.
Carlos Eduardo de Souza. Forjamento de Ligas de Cobre para Aplicação na Indústria de Metais Sanitários. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

13.
Tiago Inácio De Sousa. Estudo do Efeito da Microestrutura na Integridade Superficial e Propriedades Mecânicas após a Usinagem de Ligas de Ferro Fundido Nodular Austemperado. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

14.
Daniel Poleti. Estudo da Soldabilidade em Uniões Híbridas de Aço e Alumínio para Aplicações na Indústria Automobilística. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

15.
Cláudio Luiz Piva Junior. Avaliação estratégica dos cursos de graduação do Instituto Superior Tupy utilizando a matriz BCG. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia de Produção) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

16.
Michel Diego da Silva. Soldabilidade do aço AISI/SAE 4140 sob condições diferentes de aporte térmico e de pré-aquecimento durante a soldagem TIG. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

17.
Ronaldo Nunes. Análise da cadeia de agregação de valor em logística numa empresa de eletrodoméstico.. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia de Produção) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

18.
Hugo Eduardo Langer. Utilização de materiais compósitos na fabricação de componentes do projeto de aerodesign. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

19.
Sergio A. Rosa. Análise do comportamento de solicitações estáticas e dinâmicas de novo conceito de mouse para computadores. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

20.
Adriano Butzke. Projeto e construção de um dispositivo didático para ensino de elementos de máquinas.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

21.
Bruno Exterkoetter, Thiago Fernandes Thiesen. Estudo da soldabilidade metalúrgica do aço api 5l x70 aplicável na fabricação de tubulações para oleodutos. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

22.
Maycom Marcon Guarezi, Edilmar Eger. Caracterização microestrutural do filme de óxido obtido durante o tratamento de oxidação pós-nitretação do aço AISI H13. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

23.
Ludiere Lucas Toldo Bonetti, Cícero Brugnara de Oliveira. Influência da temperatura e do tempo de reação bainitica na fração volumétrica de austenita retida em aços TRIP ao Si-Mn. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

24.
Elder Gregori. Influência dos parâmetros do processo na soldabilidade metalúrgica do aço de alta resistência e baixa liga H360LA. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

25.
Davi Da Luz Vieira, Marcelo Mathias de Oliveira. Aço Inoxidável CF8M: Redução de Custo Alterando a Composição Química. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Tecnologia em Processos Metalúrgicos) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

26.
Raniel Custódio Maciel. Influência dos Parâmetros de Austêmpera na Microestrutura do Ferro Fundido Nodular com diferentes teores de Silício. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

27.
Rosangela Hartmann. Influência dos parâmetros de tratamento térmico na microestrutura e dureza do aço inoxidável martensítico CB7Cu1. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

28.
Anderson Dallabona. Influência do tempo de envelhecimento no encruamento da liga AlSi10Mg. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

29.
Eliandro Gonçalves da Cruz. Estudo da influência do teor de ferro na fluidez da liga A380 através do ensaio em espiral. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

30.
Thiago da Silva. Influência do tempo de envelhecimento no endurecimento por precipitação da liga AlSi10Mg. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Tecnologia em Processos Metalúrgicos) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

31.
André Luiz Viti. Estudos de viabilidade do processo de recuperação das roscas de extrusão de termoplásticos. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

32.
Murillo Guarda. Soldagem de Aços inoxidáveis Austeníticos: Aspectos Metalúrgicos e Tecnológicos. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

33.
Edvaldo Rogério Melisnscke. Estudos das ligas Al-Mg aplicáveis na industria automobilísticas: Fundamentos metalúrgicos e mecânicos. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

34.
Bianco Gallazzi da Silva Leite. Soldabilidade metalúrgica de aços inoxidáveis duplex: um estudo de caso. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

35.
Mateus Artur Spognol. Formas metálicas utilizadas na fabricação de colunas de concreto armado: estudo de caso. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

36.
Rafael Nogueira de Luca. Viabilidade dos Processos de Fabricação e Recondicionamento de Flanges de Moenda: Um Estudo Comparativo. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

37.
Marcel Gobato Machado. Metodologia para dimensionamento de sistemas de alimentação de peças fundidas. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

38.
Ary Ferreira. Métodos de refrigeração na usinabilidade dos ferro fundido lamelar. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

39.
Rogério Fantacussi. Estudo da viabilidade de aplicação de revestimento PVD em ferramentas de metal duro. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

40.
Jorge Luiz Fernando de Moraes Ferreira. Tecnologia Assistiva: um estudo de caso. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

41.
Anderson Massilon da Silva. Stud welding: Um processo alternativo para solda de parafusos. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

42.
Mauro Arashiro. Qualidade em fornecedores. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

43.
Daniel Franco Martini. Estudo das causas de parada na linha de montagem em uma empresa montadora de máquinas agrícolas. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

44.
Gleison Fernando Cantoviks. Layout da oficina mecânica para o projeto mini-baja: um enfoque de melhorias contínua. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

45.
Sandro Carlos Hainoski. Gestão da Manutenção planejada: um estudo de caso. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

46.
Luiz Ricardo Vianna. A lubrificação correta como método de prevenir desgaste de rodetes de moenda de usina de açúcar e álcool. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

47.
Claudinei Ferreira dos Santos. Estudo dos mecanismos de desgaste em carcaça de bomba centrífuga de ferro dundido cinzento. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

48.
Daniel Munhos Polezi. Estudo do tratamento térmico na resistência ao desgaste de buxas de aços de baixo carbono. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

49.
Ademir Dalfre. Influência da conformação mecânica no comportamento microestrutural e mecânico de aços de baixa liga e alta resistência. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

50.
Edison José Andía. Melhoria no processo de soldagem MAG: um estudo das variáveis que influenciam na formação de respingos de solda. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

51.
Gustavo Sartori de Oliveira. Metodologia seis sigmas: teoria e aplicação. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de Piracicaba. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

52.
Ari Matheus. Cinética de transformações de fases por resfriamento contínuo de aços TRIP ao C-Si-Mn-Nb. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Eng. Metalúrgica) - Dept. de Eng. Metalurgica e Materiais da EPUSP. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

53.
Marcelo Chiste. Cinética da precipitação induzida por deformação em aços TRIP ao C-Si-Mn-Nb. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Eng. Metalúrgica) - Dept. de Eng. Metalurgica e Materiais da EPUSP. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

54.
Yasser Rodríguez. Estudio del comportamiento mecánico y microestructural del acero Cr-Ni-Mn-Si. 1998. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ingeniería Mecánica) - ISPJAE. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

55.
Marcia Fernández. Aplicaciones de electrodos de alto vanadio en la recuperación de defectos en piezas fundidas. 1997. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - ISPJAE. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

56.
Yoel Pantaleon. Estudio comparativo de electrodos de alto vanadio para la soldadura de hierros fundidos. 1994. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ingeniería Mecánica) - ISPJAE. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

Iniciação científica
1.
Augusto Romano. EFEITO DAS VARIÁVEIS DO PROCESSO TÊMPERA E PARTIÇÃO NA MICROESTRUTURA E PROPRIEDADES DE AÇOS AVANÇADOS DE NOVA GERAÇÃO APÓS CONFORMAÇÃO A FRIO. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

2.
Felipe Manoel Guimarães. Estudo do comportamento dúctil/frágil do aço AISI/SAE- 4140 quando submetido a diferentes condições de martêmpera e partição.. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Produção) - Instituto Superior Tupy, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

3.
Rafael Felipe Fronza dos Santos. Microestrutura e propriedades mecânicas de aços bainíticos de alto carbono contendo teores variáveis de Ni aplicáveis em componentes ferroviários.. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

4.
Alberthus Koops Lordello. Soldagem de aços estruturais para fins de construção naval. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Naval) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

5.
Bianca Cristine Hubner. Comportamento mecânico de aços TRIP/TWIP para fins automotivos.. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Engenharia da Mobilidade) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

6.
Luana da Silva Martins. Cinética e morfologia das transformações de fase durante o tratamento isotérmico de um aço bainítico de alto carbono aplicável na indústria automobilística.. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Bacharelado em Engenharia Mecânica) - Sociedade Educacional de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

7.
Diogo Iop. Estudo do efeito dos parâmetros do processo de usinagem na integridade superficial de ligas de ferro fundido nodular austemperado, contendo teores variáveis de Si, Mo e Cu.. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Bacharelado em Engenharia Mecânica) - Sociedade Educacional de Santa Catarina, Governo do Estado de Santa Catarina. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

8.
Felipe Manoel Guimarães. Tenacidade à fratura do aço AISI/SAE- 4140 tratado através de têmpera e partição utilizado na fabricação de fixadores para o setor de óleo e gás.. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Produção) - Sociedade Educacional de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

9.
Felipe Uhrigshardt Farrão. Estudo de transformações de fase durante o processamento termomecânico de ligas nanoestruturais aplicáveis na indústria automobilística. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy, Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

10.
Eduardo Antunes Albertão. Microestrutura e propriedades mecânicas de aços com grão ultrafinos aplicáveis na fabricação de elementos de fixação. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy, Governo do Estado de Santa Catarina. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

11.
Eduardo Alberton. Microestrutura e propriedades mecânicas de aços com grão ultrafinos aplicáveis na fabricação de elementos de fixação. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy, Governo do Estado de Santa Catarina. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

12.
Felipe Uhrigshardt Farrão. Estudo de transformações de fase durante o processamento termomecânico de ligas nanoestruturais aplicáveis na indústria automobilística. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy, Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

13.
Paulo Francisco de Oliveira Jr.. Processamento termomecânico, microestrutura e propriedades mecânicas de aços nanoestruturados aplicáveis na indústria automobilística. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

14.
Paulo Francisco de Oliveira Jr.. Processamento termomecânico, microestrutura e propriedades mecânicas de aços nanoestruturados aplicáveis na indústria automobilística. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Mecânica) - Instituto Superior Tupy. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.

15.
Ludiere Lucas Toldo Bonetti. Tratamentos termomecânicos de aços ARBL aplicáveis no setor automobilístico. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Enegenharia de Fundiçao) - Instituto Superior Tupy, Governo do Estado de Santa Catarina. Orientador: Modesto Hurtado Ferrer.



Inovação



Projetos de pesquisa

Projeto de extensão


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
FERRER, M. H.2009FERRER, M. H.. A interação Universidade-Empresa como garantia para o sucesso. Revista do IST, v. 10, p. 04-05, 2009.

2.
SILVA, D.2017SILVA, D. ; OGLIARI, V. ; OLIVEIRA, C. A. S. ; FERRER, M. H. ; HUPALO, M. F. . EFEITO DO TEOR DE MANGANÊS NA EVOLUÇÃO MICROESTRUTURAL E NA CINÉTICA DA TRANSFORMAÇÃO BAINÍTICA INCOMPLETA, EM UM AÇO DE ALTO CARBONO. TECNOLOGIA EM METALURGIA, MATERIAIS E MINERAÇÃO, v. 14, p. 69-77, 2017.


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
FERRER, M. H.. A Engenharia no Contexto Atual. A Noticia, Joinville, 13 dez. 2010.


Apresentações de Trabalho
1.
FERRER, M. H.. A problematização do ensino das ciências exatas e seus efeitos na formação do profissional do futuro. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
FERRER, M. H.. Criatividade & Inovação: o futuro do futuro. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
FERRER, M. H.. Inovação: os segredos para a competitividade. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
FERRER, M. H.. Integração Universidade Empresa: o case do carro elétrico da UFSC. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
FERRER, M. H.. Tópicos Especias em Tratamento Térmico dos Metais e suas Ligas. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
FERRER, M. H.. Forjamento: fundamentos e aplicações. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
FERRER, M. H.. Tópicos Especias em Tratamento Térmico dos Metais. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).


Desenvolvimento de material didático ou instrucional
1.
FERRER, M. H.. A problematização do ensino das ciências exatas e seus efeitos na formação do profissional do futuro. 2011. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - aula magna).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FERRER, M. H.; RUBAIE, K. S. F. A. ; GOUVEA, C. A. K. ; Bond, D. ; Balzer, S. P ; Lussoli, R. J. ; Preti, O. ; Duarte, I. R. . Cintec- Congresso de Inovação Tecnológica / Fundição 2012. 2012. (Congresso).

2.
FERRER, M. H.; RUBAIE, K. S. F. A. ; PRETI, O. ; GRIJALBA, F. A. F. ; Souza, A. F. ; SOUZA, E. J. . 9o Congresso de Inovação Tecnológica - CINTEC. 2013. (Congresso).



Outras informações relevantes


Revalidação de diploma de Engenharia Mecânica junto ao Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade Estadual de Santa Catarina - UDESC, em 2013.
Aprovado em Concurso Público de Provas e Títulos, instruído pelo Edital No 008/DDP/2013, de 28 de fevereiro de 2013, para provimento do Cargo de Professor Auxiliar 1, na área de Conformação Mecânica (Processo: 23080.060599/2012-35), junto ao Centro de Engenharias da Mobilidade, da Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Joinville, resultado publicado em Diário Oficial da União em 09.07.2013.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 12/11/2018 às 21:23:47