Valério Valdetar Marques Portela Junior

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0564876468635367
  • Última atualização do currículo em 25/07/2018


Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade da Região da Campanha (2001), mestrado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Santa Maria (2004) e doutorado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Santa Maria (2007) e Pós Doutorado pela Université de Montreal. Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Santa Catarina com atuação como professor e orientador no Programa de pós-graduação em Biologia Celular e do Desenvolvimento. Tem experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Fisiologia da Reprodução Animal, atuando principalmente nos seguintes temas: endocrinologia da reprodução, desenvolvimento folicular e ovulação em mamíferos. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Valério Valdetar Marques Portela Junior
Nome em citações bibliográficas
PORTELA , V. M.;Portela, V. M.;Portela, V.M;PORTELA, V;Portela, V.;Portela, VM;Portela, Valério;Portela, V.M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário de Curitibanos.
Rod. Ulysses Gaboard, Km 3
Rural
89520000 - Curitibanos, SC - Brasil - Caixa-postal: 101
Telefone: (48) 37214731
Ramal: 4731


Formação acadêmica/titulação


2004 - 2007
Doutorado em Medicina Veterinária.
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
com período sanduíche em Université de Montreal (Orientador: Christopher Price).
Título: Regulação da expressão do receptor AT2 e efeito da angiotensina II sobre a expressão de genes envolvidos no desenvolvimento folicular e ovulação em células da granulosa de bovinos, Ano de obtenção: 2007.
Orientador: Paulo Bayard Dias Gonçalves.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2002 - 2004
Mestrado em Medicina Veterinária.
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
Título: Controle do crescimento folicular, expressão de cicloxigenase-2 (cox-2) e receptores de progesterona em bovinos durante o ciclo estral,Ano de Obtenção: 2004.
Orientador: João Francisco Coelho Oliveira.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Agrárias
1996 - 2001
Graduação em Medicina Veterinária.
Universidade da Região da Campanha, URCAMP, Brasil.
Título: AVALIAÇÕES REPRODUTIVAS E BIOTECNOLOGIAS EM BOVINOS E OVINOS.
Orientador: José Carlos Ferrugem Moraes.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul, FAPERGS, Brasil.


Pós-doutorado


2015 - 2016
Pós-Doutorado.
Université de Montréal, UDEM, Canadá.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2007 - 2009
Pós-Doutorado.
Université de Montreal, UdeM, Canadá.
Bolsista do(a): Natural Sciences and Engineering Research Council, NSERC, Canadá.
Grande área: Ciências Agrárias


Formação Complementar


2011 - 2011
Estágio probatório no serviço público federal. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2011 - 2011
Curso sobre processos administrativos-PROFOR. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2010 - 2010
Integração entre novos decêntes-PROFOR. (Carga horária: 54h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2009 - 2009
Workshop Laser Microdissection. (Carga horária: 8h).
Université de Montreal, UdeM, Canadá.
2006 - 2006
Biology of Reproduction. (Carga horária: 60h).
Université de Montreal, UdeM, Canadá.
2005 - 2006
Ateliers de Recherche. (Carga horária: 120h).
Université de Montreal, UdeM, Canadá.
2005 - 2005
Formacion de Base en Radioprotecion et manipulacio. (Carga horária: 12h).
Université de Montreal, UdeM, Canadá.
2004 - 2004
Curso iternacional de redação científica. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
2002 - 2002
Curso Intenacional de Bioq Aplic Ao Diag das Doenç. (Carga horária: 18h).
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
2002 - 2002
Biotécnicas da Reprodução Bovina Equina Ovina e Su. (Carga horária: 8h).
Conselho Federal de Medicina Veterinária, CFMV, Brasil.
2001 - 2001
Atualização em sincronização de cios. (Carga horária: 16h).
Centro de Pesquisa Pecuária Sul, EMBRAPA*, Brasil.
2001 - 2001
Manejo Reprodutivo e Sanitário em Bovinos. (Carga horária: 16h).
Colégio Brasileiro de Reprodução Animal, CBRA, Brasil.
2001 - 2001
Biologia Molecular Aplicada a Patologia Clínica. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
1998 - 1998
I Curso sobre prod. inten. com qualid. em bovinos. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto 4, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

09/2011 - Atual
Ensino, Biologia Celular e do Desenvolvimento, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Fisiologia e biotecnologias aplicadas a células foliculares
Tópicos Especiais em Biologia Celular e do Desenvolvimento: Fatores de crescimento fibroblasticos (FGFs) e a reprodução de mamíferos.
06/2010 - Atual
Ensino, Medicina Veterinária, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Andrologia Veterinária
Fisiologia Animal II
Morfofisiologia Animal
Biotecnologia Aplicada à Reprodução Animal
08/2010 - 10/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Universitário de Curitibanos, .

Cargo ou função
Membro do Núcleo Docente Estruturante.
08/2011 - 03/2014
Direção e administração, Campus Universitário de Curitibanos, Curso de Medicina Veterinária.

Cargo ou função
Coordenador de Curso.
08/2010 - 06/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Universitário de Curitibanos, .

Cargo ou função
Coordenador da comissão de implatação do curso de Medicina Veterinária.
09/2010 - 04/2011
Direção e administração, Campus Universitário de Curitibanos, .

Cargo ou função
Coordenador de Pesquisa.

Université de Montreal, UdeM, Canadá.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 0

Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor convidado, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor do Departamento de Biomedicina, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Pós-Doutorado, Enquadramento Funcional: Pós-Doutorado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Assistente de Pesquisa, Carga horária: 35
Outras informações
Responsável pelas atividades de análise de amostras e dados, compras de produtos e reagentes de laboratório cultivo, análise de células primária, acompanhamento e orientação no experimento de alunos de pós graduação.

Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Aluno de doutorado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Assistente de Pesquisa, Carga horária: 35
Outras informações
Responsável pelas atividades de análise de amostras e dados, compras de produtos e reagentes de laboratório cultivo, análise de células primária, acompanhamento e orientação no experimento de alunos de pós graduação.


Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: professor colaborador, Carga horária: 40
Outras informações
Professor das diciplinas de Fisiologia animal I e II


Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor ad hoc, Carga horária: 0


Conselho Regional de Medicina Veterinária, CRMV-SC, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2015
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Comissão de Ensino em Medicina Veterinária, Carga horária: 0


Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2007
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Aluno de doutorado

Vínculo institucional

2002 - 2005
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor colaborador, Carga horária: 4
Outras informações
Professor colaborados das diciplinas de Ginecologia veterinaria, Biotecnologia veterinaria e obstetricia.

Vínculo institucional

2002 - 2004
Vínculo: Aluno de mestrado, Enquadramento Funcional: Aluno de mestrado, Regime: Dedicação exclusiva.


Centro de Pesquisa Pecuária Sul, EMBRAPA*, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2002
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20

Atividades

5/2000 - 3/2002
Estágios , Ministério da Agricultura, Cppsul.

Estágio realizado
Fisiopatologia da Reprodução.

Cabanha Jaguary, JAGUARY, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 1999
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 40

Atividades

7/1999 - 8/1999
Estágios , Particular, Tupanciretã.

Estágio realizado
Manejo de bovinos de corte.

Universidade da Região da Campanha, URCAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2000
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20

Atividades

3/2000 - 6/2000
Estágios , Fundação Atila Taborda, Bagé.

Estágio realizado
Manejo de Suínos.


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Efeito dos alcaloides pirrolizidínicos provenientes do Senecio brasiliensis sobre células foliculares e desenvolvimento embrionário inicial em bovinos.
Descrição: O Senecio brasiliensis é uma planta altamente resistente que se adaptou as diferentes condições climática dos locais onde se encontra. Por isso, esta planta está difundida em praticamente toda a América do Sul e em especial, na região sul do Brasil. Nesta região a maioria dos bovinos são criados em sistemas extensivos o que facilita o aparecimento dos quadros de intoxicação por Senecio ssp e acarreta em perdas econômicas muito expressivas. O Senecio brasiliensis, assim como as demais espécies, possuem concentrações de alcaloides pirrolizidínicos capazes de causar intoxicação hepática quando biotransformados em pirróis no fígado. No entanto, estudos tem demonstrado que animais intoxicados com Senecio apresentam alterações com megalocitose nos ovários. Isso pode explicar diversos casos de subfertilidade sem causa aparente relatados por criadores de bovinos no sul do Brasil. No sentido de obter respostas a problemas locais, esta proposta tem como objetivo avaliar os efeitos dos alcaloides pirrolizidínicos, extraídos do Senecio brasiliensis, sobre a função das células de granulosa, maturação nuclear de oócitos, expansão das células do cumulus oophorus e sobre o desenvolvimento embrionário inicial..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Valério Valdetar Marques Portela Junior - Coordenador / Christopher A Price - Integrante / André Lucio Goeten - Integrante / Marcos Henrique Barreta - Integrante.
2014 - Atual
ANÁLISE DA SINALIZAÇÃO DE FGFS SOBRE A EXPANSÃO, MULTIPOTENCIALIDADE E DIFERENCIAÇÃO DE CÉLULAS TRONCO DA CRISTA NEURAL
Descrição: A crista neural (CN) corresponde a um grupo de células originadas a partir da borda dorsal do tubo neural dos vertebrados (LE DOUARIN; KALCHEIM, 1999). A CN origina diversos tipos celulares, tais como melanócitos, neurônios e células gliais do sistema nervoso periférico. Além disso, a CN é capaz de originar células mesenquimais (células de músculo liso, células de tecido conjuntivo, tendões, cartilagem, osso e adipócitos), às quais, são responsáveis por elementos mandibulares, maxilares e craniais dos vertebrados(COULY; COLTEY; LE DOUARIN, 1993). Atualmente está claro que as células da CN constituem um grupo de células altamente multipotentes, podendo originar a partir de uma única célula até seis tipos celulares diferentes (CALLONI; LE DOUARIN; DUPIN, 2009). Além disto, foi demonstrado que alguns destes progenitores são capazes de auto-renovação, característica esta fundamental para considerá-las verdadeiras células tronco (BITTENCOURT et al., 2013; TRENTIN et al., 2004). Nos últimos anos também tem sido verificada a presença de células multipotentes da CN em tecidos adultos de diversas espécies animais incluindo humanos. Desta forma, células da CN já foram identificadas na córnea, palato, coração, medula óssea, gânglios da raiz dorsal e especialmente na pele e nos folículos pilosos (DUPIN et al., 2007) As informações acima expostas suscitam diversas questões essenciais para a evolução do conhecimento científico básico visando futuras aplicações em biotecnologia. Neste projeto estamos interessados em uma grande questão: qual a natureza das moléculas que regulam a proliferação, sobrevivência, auto renovação e o destino final de diferenciação das células multipotentes da CN? Os membros de uma grande família de glicoproteínas, os FGFs (Fatores de Crescimento de Fibroblastos) constituem os candidatos ideais para o estudo dos aspectos supracitados. Os FGFs estão presentes em mamíferos desde o período embrionário e permanecem presentes nos diversos tecidos adultos onde regulam a proliferação, diferenciação e sobrevida celular. Nosso grupo de pesquisa tem demonstrado que membros específicos das famílias dos FGFs são essenciais em regular diversos aspectos da diferenciação e multipotencialidade das células da CN. Neste sentido, foi demonstrado que o FGF2 é capaz de estimular as células embrionárias da CN para o fenótipo glial (GARCEZ et al., 2009). Mais recentemente, Bittencourt e colaboradores, 2013, demonstraram pela primeira vez o papel do FGF2 na auto renovação de progenitores gliais do sistema nervoso periférico (BITTENCOURT et al., 2013)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Valério Valdetar Marques Portela Junior - Integrante / Christopher A Price - Integrante / Marcos Henrique Barreta - Integrante / Andréa Gonçalves Trentin - Coordenador / Giordano Calloni - Integrante / Ricardo Castilho Garcez - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Outra.
2014 - Atual
FUNÇÃO DO FATOR DE CRESCIMENTO FIBROBLÁSTICO 18 (FGF18) NA REGULAÇÃO DA CASCATA DE EVENTOS PRÉ-OVULATÓRIOS EM BOVINOS.
Descrição: O pico ovulatório do hormônio luteinizante (LH) inicia uma cascata de eventos nos folículos pré-ovulatórios que culminam com a ruptura da parede folicular e a liberação de um complexo cúmulus-oócito apto à ser fertilizado. Ao longo dos últimos anos, mais detalhes sobre a cascata de eventos intrafoliculares induzida pelo pico de LH e que leva a expressão de prostaglandina sintase 2 (PTGS2) tem sido elucidada demonstrando o envolvimento de fatores semelhantes ao fator de crescimento epidermal (EGF-like factors) ampiregulina (AREG) e epiregulina (EREG). Esses fatores foram identificados como genes rapidamente induzidos pelo LH nas células da granulosa e pelo EGF nas células do cúmulus. A liberação dos EGF-like factors da parede celular depende da síntese de metaloproteases e desintegrinas, tais como: ativador do plasminogênio uroquinase (PLAU), ativador do plasminogênio tecidual (PLAT) e das desintegrinas e metaloproteases (ADAMs). O aumento da expressão das metaloproteases e desintegrinas depende de uma diminuição da expressão dos inibidores de protease do tipo serina (SERPINS 1 e 2) durante o processo ovulatório em diferentes espécies. Recentemente, foi demonstrado que o LH aumenta a expressão do fator de crescimento fibroblástico 18 (FGF18) nas células da teca e que o FGF18 diminui a expressão do inibidor da protease serina E2 (SERPINE2) em cultivos de células da granulosa oriundas de folículos pequenos (2-5 mm de diâmetro). Esse mecanismo sugere um envolvimento do FGF18 no controle dos eventos intrafoliculares durante o processo ovulatório entretanto, esta hipótese nunca foi testada. Por isso, este projeto propõe a investigação da participação do FGF18 no controle da cascata de eventos intrafoliculares que coordenam o processo ovulatório em bovinos. Quatro experimentos estão sendo propostos com o objetivo de determinar a participação e o mecanismo de ação do FGF18 na cascata ovulatória. Será utilizado um modelo experimental com cultivo de células da granulosa oriundas de folículos grandes (>10 mm de diâmetro) as quais, expressam os genes chave para o controle da ovulação em resposta ao LH e um modelo de injeção intrafolicular guiada por ultrassom que terá como objetivo demonstrar a participação do FGF18 na indução da ovulação in vivo. Com estes modelos, espera-se determinar se o FGF18 está envolvido nos mecanismos moleculares que levam à ovulação em bovinos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Valério Valdetar Marques Portela Junior - Coordenador / Christopher A Price - Integrante / Marcos Henrique Barreta - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.
2013 - Atual
Função da angiotensina ii na regulação da cascata de eventos pré-ovulatórios em células do cumulus oophorus de bovinos
Descrição: A angiotensina II (ANGII) está relacionada com a liberação de prostaglandinas em várias espécies, tendo sido demonstrado que esse peptídeo induz a ovulação em coelhos e que seus antagonistas inibem a ovulação em bovinos. Portanto, com o objetivo de determinar o mecanismo de ação da ANGII na cascata ovulatória, será utilizado um modelo experimental com cultivo de células do cumulus oophorus associado ao oócito (COC) e um modelo de injeção intra-folicular guiada por ultrassom de um bloqueador de ANGII (Saralasina). Com estes modelos, espera-se determinar se a ANGII está envolvida nos mecanismos moleculares e morfológicos que levam à expansão das células do cumulus oophorus em bovinos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Valério Valdetar Marques Portela Junior - Coordenador / Christopher A Price - Integrante / Marcos Henrique Barreta - Integrante / Yago Pinto - Integrante / Cecilia Constantino Rocha - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2012 - Atual
Participação do fator de crescimento fibroblástico 18 (fgf18) na maturação nuclear e expansão das células do cumulus de oócitos bovinos
Descrição: O reinício da meiose de oócitos bovinos é um complexo evento que ainda não está completamente elucidado. Sabe-se que as células foliculares são responsáveis por manter o oócito bloqueado no estágio de vesícula germinativa até que ocorra o pico ovulatório do hormônio luteinizante (LH). Esta gonadotrofina atua nas células foliculares promovendo uma série de transformações no ambiente folicular que culminam com a expansão das células do cumulus, maturação nuclear do oócito e ovulação. As células da teca são as principais responsáveis por manter o oócito bloqueado no estágio de vesícula germinativa, impedindo dessa forma, sua progressão ao estágio de metáfase II. A inibição do reinício da meiose pelas células da não teca não é completamente compreendida e os fatores que compõe esse mecanismo são pouco conhecidos. Recentemente, foi demonstrado que o fator de crescimento fibroblástico 18 (FGF18) é altamente expresso nas células da teca e atua sobre as células da granulosa reduzindo a expressão do receptor de FSH, de enzimas chave para a esteroidogênese e a produção de progesterona. As gonadotrofinas e a progesterona são componentes imprescindíveis da complexa via envolvida no reinício da meiose e expansão das células do cumulus. Dessa forma, os resultados supracitados indicam que o FGF18 pode estar envolvido no controle dos eventos que regulam a maturação nuclear e a expansão das células do cumulus de oócitos de mamíferos. Por isso, este projeto propõe a investigação da participação do FGF18 no controle da maturação nuclear e da expansão das células do cumulus de oócitos bovinos. Cinco experimentos são propostos a fim de testar as seguintes hipóteses: (1) o FGF18 é capaz de inibir a maturação nuclear e a expansão das células do cumulus de oócitos bovinos; (2) a capacidade de desenvolvimento embrionário é afetada negativamente quando oócitos bovinos são maturados na presença de FGF18; (3) o FGF18 atua nas células do cumulus diminuindo a expressão de genes chave para a expansão deste grupo celular e para o reinício da meiose; (4) a MAPK1/3 é mantida em sua forma inativa em complexos cumulus oócitos cultivados com FGF18; (5) o reinício da meiose e a expansão das células do cumulus, induzidos pelo pico ovulatório de gonadotrofinas in vivo, são inibidos pela administração intrafolicular de FGF18..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Valério Valdetar Marques Portela Junior - Integrante / Christopher A Price - Integrante / Marcos Henrique Barreta - Coordenador / Yago Pinto - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.
2010 - 2014
Função do fator de crescimento fibroblástico 18 (FGF18) com indutor da apoptose da células da granulosa de folículos ovarianos.
Descrição: Os mecanismos controladores do desenvolvimento folicular ainda não foram completamente esclarecidos. Sabe-se que as gonadotrofinas desempenham papel chave na regulação do desenvolvimento folicular antral, bem como na indução da ovulação. Contudo, fortes evidências indicam a participação de peptídeos intraovarianos de ação parácrina em todas as fases do desenvolvimento folicular, dentre eles os fatores de crescimento fibroblásticos (FGFs). Recentemente, relatamos a expressão do FGF-10, membro da subfamília do FGF-7, em oócitos e células da teca de folículos antrais bovinos. A expressão do FGF-10 mostrou-se diminuída em folículos estrogênicos, o que, combinado a dados funcionais demonstrando efeito supressor do FGF-10 sobre a esteroidogênese nas células da granulosa, indica que o FGF-10 é um fator regulador importante da diferenciação das células da granulosa e que ele deve ser suprimido para a continuidade do crescimento folicular após o recrutamento. Outro FGF envolvido no controle da esteroidogênese é o FGF18 que, de acordo com resultados preliminares de nosso grupo, reduz a secreção de E2 e P4 pelo controle da expressão gênica do receptor de FSH (FSHR) e das enzimas esteroidogênicas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Valério Valdetar Marques Portela Junior - Coordenador / Christopher A Price - Integrante / Rogério Tubino Vianna - Integrante / Alceu Mezzalira - Integrante / Samara Joana Zuelow - Integrante / Linconl Araujo - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2009 - 2010
Role of DNA methylation during granulosa cell luteinization in the bovine
Descrição: The epigenetic event of DNA methylation is vital for mammalian development and is involved in transcriptional repression, genomic imprinting, chromosomal stabilization as well as X-inactivation (reviewed by 1). DNA cytosine methylation is catalyzed by a family of DNA (cytosine-5)-methyltransferases (DNMTs) and loss of methylation patterns through genetic ablation of the DNMTs is lethal at early embryonic or postnatal stages (2, 3). DNA methylation is erased in the primordial germ cells of the embryo and sex-specific methylation patterns are acquired during germ cell development (reviewed by 4). Following fertilization, the majority of the parental genomes are demethylated, with de novo methylation taking place around the time of implantation (reviewed by 4). Undoubtedly, DNA methylation plays key roles in several biological processes such as germ cell, embryonic and placental development, as well as in pathologies such as cancer. Albeit the importance of DNA methylation in several biological systems, very little is known about its role in ovarian biology..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (2) .
Integrantes: Valério Valdetar Marques Portela Junior - Coordenador / Christopher A Price - Integrante / Flavia Lopes - Integrante / Jacquetta M. Trasler - Integrante.Financiador(es): Réseau Québécois en Reproduction - Auxílio financeiro.
2007 - 2010
Angiotensina II no crescimento e divergência folicular e suas interações com fatores locais de controle da foliculogênese
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2010
Reporter gene bioassay of FSH activity in pregnant mare serum
Descrição: This project will focus on superovulation in cattle as the target industry, thus this literature review is focused on this sector. This notwithstanding, the use of eCG is extremely important in pigs (1), especially for induction of first estrus, as recent years of selection for leanness has resulted in delayed puberty. The overall objective of this exciting collaborative project is to produce simple and rapid LH and FSH bioassays for the selection of mares and stallions contributing to the production of highly bioactive eCG. This will reduce the number of animals required for eCG production, and result in a more consistent eCG preparation for sale domestically and abroad..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2010
Função da angiotensina II no mecanismo regulatório da esteroidogênese e no desenvolvimento folicular bovino
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2002 - 2011
Atividade da angiotensina II no remodelamento da matriz extracelular e esteroidogênese em células da granulosa de bovinos
Descrição: Estudos sobre os fatores que atuam na diferenciação e no desenvolvimento folicular vêm sendo realizados há muitos anos, tendo sido evidenciado que substâncias como IGF-1 e suas proteínas de ligação, níveis de estrógeno e de progesterona , FSH e LH bem com seus receptores atuam de forma crucial para o recrutamento, desenvolvimento e dominância folicular. No entanto estes hormônios não são os únicos envolvidos no desenvolvimento folicular. Outros candidatos já conhecidos, como o ativador do plasminogênio (AP) e a angiotensina II (ANG-II), podem estar envolvidos diretamente no crescimento folicular ou através do remodelamento da matriz extracelular. este projeto tem o objetivo de verificar o papel da ANG-II no Remodelamento da matriz extracelular e seus efeitos na atividade do AP, na proteína nexin-1 em células da granulosa (CG) de bovinos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Valério Valdetar Marques Portela Junior - Coordenador / Paulo Bayard Dias Gonçalves - Integrante / José Buratini Jr - Integrante / Christopher A Price - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Université de Montreal - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 1
2002 - 2009
Sais de estradiol induzindo a expressão da fosfolipase A2 e luteólise em diferentes fases
Descrição: Este projeto teve objetivo o estudo dae sais de estradiol na luteólise de bovinos!.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Valério Valdetar Marques Portela Junior - Coordenador / José C. F. Moraes - Integrante / Carlos M. Jaume - Integrante / Alexandre Morales Farias - Integrante / Paulo Bayard Dias Gonçalves - Integrante / João Francisco Coelho Oliveira - Integrante.
2002 - 2007
Desenvolvimento folicular e fertilidade utilizando acetato de medroxi-progesterona associado a pgf2 alfa ou diferentes derivados de estradiol
Descrição: O presente projeto tem por objetivo avaliar o efeito de pessários vaginais impregnados com acetato de medroxi-progesterona (MAP) associados à benzoato de estradiol (BE), valerato de estradiol (VE) ou PGF2? sobre o desenvolvimento folicular, manifestação de cio e fertilidade. No primeiro estudo, os animais receberam um pessário vaginal contendo 250 mg de MAP por um período de nove dias, associado a 2,5 mg de benzoato (BE) ou valerato (VE) de estradiol no dia da colocação dos pessários.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Valério Valdetar Marques Portela Junior - Coordenador.


Projetos de extensão


2014 - Atual
AVALIAÇÕES REPRODUTIVAS E BIOTECNOLOGIAS EM BOVINOS E OVINOS (FASE 2).
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2011 - 2013
AVALIAÇÕES REPRODUTIVAS E BIOTECNOLOGIAS EM BOVINOS E OVINOS
Descrição: Os dados gerados serão armazenados em um banco de dados para utilização em pesquisas acadêmicas para o melhoramento do desmpenho reprodutivo das espécies abordadas neste projeto. Estes resultados serão importantes para o aumento de produção regional..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2011 - 2012
O Campo em Debate sem Fronteiras
Descrição: Organizar e realizar palestras para os integrantes do Campus Curitibanos e comunidade em geral..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.


Revisor de periódico


2003 - Atual
Periódico: Ciência Rural (0103-8478)
2008 - Atual
Periódico: Animal Reproduction
2008 - Atual
Periódico: Acta Scientiae Veterinariae
2011 - Atual
Periódico: Acta Amazonica (Impresso)
2014 - Atual
Periódico: Reproduction (Cambridge)
2014 - Atual
Periódico: Reproductive Biology and Endocrinology
2013 - Atual
Periódico: Cell and Tissue Research (Print)
2013 - Atual
Periódico: Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science (Impresso)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Reprodução Animal/Especialidade: Fisiopatologia da Reprodução Animal.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular.
3.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Reprodução Animal/Especialidade: Ginecologia e Andrologia Animal.
4.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Fisiologia Animal.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2013
Regional Best Abstract Award (representing Latin America)., Forty-sixth Annual Meeting of the Society for the Study of Reproduction.
2009
Trabalho selecionado para apresentação oral, Université de Montréal.
2009
Réseau Québécois en reproduction travel award, Réseau Québécois en reproduction.
2009
Prêmio Capes de Teses 2008 - Menção Honrosa, Capes.
2008
Best poster in 26th Annual Ottawa Reproductive Biology Workshop, University of Ottawa.
2008
Melhor tese de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria, Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária.
2006
Bolsa de Doutorado Sanduíche, Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento - CNPq.
2004
Bolsa de Doutorado, Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento - CNPq.
2002
Bolsa de Mestrado, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES.
2000
Bolsa de Iniciação Científica, Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio Grande do Sul - FAPERGS.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:16
Total de citações:90
Fator H:6
Portela, VM  Data: 11/12/2012

Artigos completos publicados em periódicos

1.
Portela, VM2016Portela, VM; CASTILHO, AC ; BERTOLIN, K ; Buratini, J ; Price, CA . Localization of angiotensin receptor type 2 in fetal bovine ovaries. Animal Reproduction Science (Print), v. 1, p. 1, 2016.

2.
Goeten, A. L2015Goeten, A. L ; Mezzalira, A ; ZAGO, F. C. ; PORTELA , V. M. . Characterization of the Follicular Dynamic Patterns in a Red Flemish Herd in Southern Brazil. Acta Scientiae Veterinariae (Online), v. 43, p. 1337, 2015.

3.
Portela, V. M.2014 Portela, V. M.; DIRANDEH, E. ; GUERRERO-NETRO, H. M. ; Zamberlam, G. ; BARRETA, M. H. ; GOETTEN, A. F. ; Price, C. A. . The Role of Fibroblast Growth Factor-18 in Follicular Atresia in Cattle. Biology of Reproduction, v. 89, p. 1-8, 2014.

4.
Zamberlam, Gustavo2011Zamberlam, Gustavo ; Portela, Valério ; de Oliveira, João Francisco C. ; Gonçalves, Paulo B.D. ; Price, Christopher A. . Regulation of inducible nitric oxide synthase expression in bovine ovarian granulosa cells. Molecular and Cellular Endocrinology (Print), v. 335, p. 189-194, 2011.

5.
Portela, V. M.2011 Portela, V. M.; Zamberlam, G. ; Goncalves, P. B. D. ; de Oliveira, J. F. C. ; Price, C. A. . Role of Angiotensin II in the Periovulatory Epidermal Growth Factor-Like Cascade in Bovine Granulosa Cells In Vitro. Biology of Reproduction, v. 85, p. 1167-1174, 2011.

6.
Jiang, Z.L.2011Jiang, Z.L. ; RIPAMONTE, P. ; Buratini, J. ; Portela, V.M. ; Price, C.A. . Fibroblast growth factor-2 regulation of sprouty and NR4A genes in bovine ovarian granulosa cells. Journal of Cellular Physiology (Print), v. 226, p. 1820-1827, 2011.

7.
PORTELA , V. M.2010PORTELA , V. M.; FARIAS, Alexandre Morales ; MORAES, José C. F. ; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; Angela Medeiros Veiga ; OLIVEIRA, João Francisco Coelho . Effect of medroxy-progesterone acetate on follicular growth and endometrial cycloxygenase-2 (COX-2) expression during the bovine estrous cycle. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso), v. 30, p. 581-585, 2010.

8.
Portela, V. M.2010 Portela, V. M.; Machado, M. ; Buratini, J. ; Zamberlam, G. ; Amorim, R. L. ; Goncalves, P. ; Price, C. A. . Expression and Function of Fibroblast Growth Factor 18 in the Ovarian Follicle in Cattle. Biology of Reproduction, v. 83, p. 339-346, 2010.

9.
GONÇALVES, Paulo Bayard Dias2010GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; PORTELA , V. M. ; FERREIRA, Rogério ; Gasparin, B.G . ROLE OF ANGIOTENSIN II ON FOLLICLE DEVELOPMENT AND OVULATION. Animal Reproduction, v. 07, p. 140-145, 2010.

10.
SAHMI, F.2010SAHMI, F. ; SAYASITH, K. ; Portela, V. ; Price, C. A. . 417 REPORTER GENE BIOASSAY OF FOLLICLE-STIMULATING HORMONE ACTIVITY IN MARE SERUM. Reproduction, Fertility and Development, v. 22, p. 365, 2010.

11.
PORTELA , V. M.2009PORTELA , V. M.; Gustavo Zamberlan ; PRICE, Christopher A . Cell plating density alters the ratio of estrogenic to progestagenic enzyme gene expression in cultured granulosa cells. Fertility and Sterility, v. 93, p. 2050-2055, 2009.

12.
BINELLI, M.2009BINELLI, M. ; PORTELA , V. M. ; MURPHY, B. . Dinâmica ovariana e eficiência reprodutiva: estado da arte. Revista Brasileira de Reprodução Animal (Impresso), v. xx, p. (CD-ROM). ISSN1, 2009.

13.
MACHADO, Mariana2009MACHADO, Mariana ; PORTELA , V. M. ; PRICE, Christopher A ; BASSO, I. C. ; RIPAMONTE, P. ; Amorim, R. L ; BURATINI JR, José . Regulation and action of fibroblast growth factor 17 in bovine follicles. Journal of Endocrinology, v. 202, p. 347-353, 2009.

14.
PORTELA , V. M.2009PORTELA , V. M.; Angela Medeiros Veiga ; PRICE, Christopher A . Regulation of MMP2 and MMP9 by FSH and growth factors in bovine granulosa cells. Genetics and Molecular Biology, v. 32, p. 516-520, 2009.

15.
Veiga, A. M.2009Veiga, A. M. ; Oliveira, S. T ; Esteves, V ; PORTELA , V. M. ; González, F. H. D . Utilização de técnica rápida de aglutinação em látex para determinação semi-quantitativa dos níveis séricos de proteína C reativa em cães. Acta Scientiae Veterinariae, v. 37, p. 151-155, 2009.

16.
PORTELA , V. M.;Portela, V. M.;Portela, V.M;PORTELA, V;Portela, V.;Portela, VM;Portela, Valério;Portela, V.M.2008 PORTELA , V. M.; Goncalves, P. B. D. ; Veiga, A. M. ; Nicola, E. ; Buratini, J. ; Price, C. A. . Regulation of Angiotensin Type 2 Receptor in Bovine Granulosa Cells. Endocrinology (Philadelphia), v. 149, p. 5004-5011, 2008.

17.
Iara Denise Vasconcellos Gonçalves2008Iara Denise Vasconcellos Gonçalves ; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; PORTELA , V. M. ; OLIVEIRA, João Francisco Coelho ; Paulo Alberto Lovatto . Interaction between estrogen receptor and retinol-binding protein-4. Genetics and Molecular Biology, v. 31, p. 481, 2008.

18.
CAO, M2006CAO, M ; NICOLA, E ; PORTELA, V ; PRICE, C . Regulation of serine protease inhibitor-E2 and plasminogen activator expression and secretion by follicle stimulating hormone and growth factors in non-luteinizing bovine granulosa cells in vitro. Matrix Biology (Print), v. 25, p. 342-354, 2006.

19.
GONÇALVES, Paulo Bayard Dias2006GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; FERREIRA, Rogério ; PORTELA , V. M. ; Gasparin, B.G . Novo papel da angiotensina II no mecanismo de maturação de oócitos, desenvolvimento follicular e ovulação em bovinos. Acta Scientiae Veterinariae, v. 34, p. 85-91, 2006.

20.
FARIAS, Alexandre Morales2004FARIAS, Alexandre Morales ; BASTOS, Guilherme de Medeiros ; PORTELA , V. M. ; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; OLIVEIRA, João Francisco Coelho . Desenvolvimento folicular e fertilidade utilizando acetato de medroxi-progesterona associada a PGF2alfa ou diferentes derivados de estradiol. Revista Brasileira de Reprodução Animal, v. 28, n.05, p. 268-274, 2004.

21.
GONÇALVES, Paulo Bayard Dias2004GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; OLIVEIRA, João Francisco Coelho ; BASTOS, Guilherme de Medeiros ; PORTELA , V. M. . Recrutamento Folicular e Maturação Oocitária. Acta Scientiae Veterinariae, v. xx, p. xx-1, 2004.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SILVEIRA, Rosane da Silva ; PIMENTEL, Claudio Alves ; LOGUERCIO, Luciano ; PORTELA , V. M. ; OLIVEIRA, João Francisco Coelho ; LOK, Herique ; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias . SISTEMA DE INDUÇÃO DE ESTRO EINSEMINAÇÃO ARTIFICIAL PRÉ-FIXADA (SISTEMA BIOREP) COM DIFERENTES DOSES DE ECG PARA VACAS DE CORTE NO PÓS-PARTO. In: XVI Congresso Estadual de Medicina Veterinária, 2004, POasso Fundo. Anais do Congresso estadual de medicina veterinária, 2004.

2.
PORTELA , V. M.; MORAES, José C. F. ; JAUME, Carlos M. ; HOFFMANN, W. C. . INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL COM TEMPO PRÉ-FIXADO EMPREGANDO PESSÁRIOS DE MEDROXI-PROGESTERONA. In: XIV Congresso brasileiro de reprodução animal, 2001, Belo Horizonte. Anais do XIV Congresso de Reprodução Animal. Belo Horizonte: Editora Geraes, 2001. v. 25. p. 291-292.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SAHMI, Fatiha ; SAYASITH, K ; PORTELA , V. M. ; PRICE, Christopher A . BIORAPPORTEUR DE LÁCTIVITÉ FSH DA LE SÉRUM DE LA JUMENT. In: JOURNÉE RECHERCHE 2009, 2009, Saint Hyacinthe. Anais da JOURNÉE RECHERCHE 2009, 2009.

2.
PORTELA , V. M.; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; PRICE, Christopher A . L?EXPRESSION DES GÈNES ESSENTIELS POUR L?OVULATION EST SOUS LE CONTRÔLE D?ANGIOTENSINE DANS LE FOLLICULE OVARIEN. In: Journée de la Recherche, 2009, Saint Hyacinthe. Jounée de la Recherche, 2009.

3.
PORTELA , V. M.; FARIAS, Alexandre Morales ; SILVEIRA, Rosane da Silva ; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; OLIVEIRA, João Francisco Coelho . TRANSCRIPTION OF CYCLOOXIGENASIS (COX-2) AND PROGESTERONE RECEPTORS GENES IN UTERUS AFTER INJECTING ESTRADIOL BENZOATE. In: 15º International Congress on Animal Reproduction, 2004, Porto Seguro. ICAR, 2004.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
PORTELA , V. M.; Angela Medeiros Veiga ; ESTIENNE, A. ; Zamberlam, Gustavo ; BOERBOOM, D. ; Price, C. A. . A ROLE FOR HYDROGEN SULFIDE IN THE LUTEINIZING HORMONEDEPENDENT REGULATION OF AMPHIREGULIN EXPRESSION IN OVARIAN GRANULOSA CELLS.. In: The Society for the Study of Reproduction (SSR), 2016, San Diego. Anais do congresso da The Society for the Study of Reproduction (SSR), 2016.

2.
BARRETA, M. H. ; GUERRERO-NETRO, H. M. ; Portela, VM ; Price, Christopher A. . The mycotoxin metabolite, de-epoxy-deoxynivalenol, decreases follicle growth and oocyte competence in cattle.. In: The Society for the Study of Reproduction (SSR), 2016, San Diego. Anais do congresso da The Society for the Study of Reproduction (SSR), 2016.

3.
PORTELA , V. M.; PINTO, Y. ; BARRETA, M. H. ; KOCK, J. ; Rocha, C. C ; PRICE, C . EFFECT OF FIBROBLAST GROWTH FACTOR-18 (FGF18) ON EMBRYO DEVELOPMENT IN-VITRO. In: The Society for the Study of Reproduction (SSR), 2015, San Juan. Anais dos congresso da The Society for the Study of Reproduction (SSR), 2015.

4.
CONTERATO, G. M. M. ; BARRETA, M. H. ; PORTELA , V. M. . SUBCHRONIC EXPOSURE TO LOW LEAD LEVELS CHANGES THIOREDOXIN REDUCTASE AND GLUTATHIONE REDUCTASE ACTIVITY IN RAT BRAIN: RELATHIONSHIP WITH LEAD NEUROTOXICITY. In: 23rd International Congress of the IUBMB and 44th Annual Meeting of the Brazilian Society for Biochemistry and Molecular Biology (SBBq), 2015, Foz do Iguaçu. Anais do congresso 23rd International Congress of the IUBMB and 44th Annual Meeting of the Brazilian Society for Biochemistry and Molecular Biology (SBBq), 2015.

5.
Portela, V. M.; DIRANDEH, E. ; Zamberlam, Gustavo ; BARRETA, M. H. ; PRICE, Christopher A . Fibroblast Growth Factor 18 (FGF18) Increases Apoptosis in Bovine Granulosa Cells Through a Mouse Double Minute-2 Homolog (MDM2) Pathway.. In: Society for the Study of Reproduction (SSR), 2013, Montreal. Anais do Society for the Study of Reproduction (SSR), 2013.

6.
Rocha, C. C ; Portela, VM . Função do fator de crescimento fibroblástico 18 (FGF18) como indutor de apoptose das células da granulosa de folículos ovarianos bovinos. In: Seminário de Iniciação Científica - UFSC, 2013, Florianópolis. Anais do Seminário de Iniciação Científica - UFSC, 2013.

7.
Portela, VM; Gustavo Zamberlan ; ZUELOW, S. ; PRICE, Christopher A . Regulation of fibroblast growth factor 18 (FGF18) and its effect on bovine granulosa cell viability. In: IV International Symposium on Animal Biology of Reproduction (ISABR 2012), 2012, Campinas. Anais do IV International Symposium on Animal Biology of Reproduction (ISABR 2012), 2012.

8.
ZUELOW, S. ; Portela, VM . Função do fator de crescimento fibroblástico 18 (FGF18) como indutor de apoptose das células da granulosa de folículos ovarianos bovinos. In: Seminário de Iniciação Científica, 2011, Florianópolis. Anais do Seminário de Iniciação Científica - UFSC, 2011.

9.
Zamberlam, G. ; PORTELA , V. M. ; OLIVEIRA, João Francisco Coelho ; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; PRICE, Christopher A . Regulation of Inducible Nitric Oxide Synthase Expression in Bovine Granulosa Cells and its Involvement in Follicular Dominance.. In: 43rd SSR Annual Meeting, 2010, Milwaukee. Abstracts of 43rd SSR Annual Meeting, 2010.

10.
PORTELA , V. M.; MACHADO, Mariana ; Goncalves, P. B. D. ; Zamberlam, G. ; PRICE, Christopher A . Follicle Atresia Is Regulated by Fibroblast Growth Factor-18 in Cattle. In: 42nd Annual Meeting of the Society for the Study of Reproduction, 2009, Pittsburgh. Biology of reproduction, 2009.

11.
PORTELA , V. M.; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; OLIVEIRA, João Francisco Coelho ; PRICE, Christother A . THE EXPRESSION OF GENES INVOLVED IN OVULATION IS REGULATED BY ANGIOTENSIN II IN GRANULOSA CELLS IN VITRO. In: 41th Annual Meeting of the Society for the Study of Reproduction, 2008, Kona. Biology of Reproduction. Marriott, 2008. v. v1.

12.
Gustavo Zamberlan ; Portela, V.M ; OLIVEIRA, João Francisco Coelho ; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias . REGULATION OF INDUCIBLE NITRIC OXIDE SYNTHASE EXPRESSION IN BOVINE GRANULOSA CELLS AND ITS POTENTIAL INVOLVEMENT WITH DOMINANCE. In: 26th Annual Ottawa Reproductive Biology Workshop em Ottawa, 2008, Ottwa. 26th Annual Ottawa Reproductive Biology Workshop em Ottawa, 2008.

13.
PORTELA , V. M.; MACHADO, Mariana ; Gustavo Zamberlan ; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; BURATINI JR, José ; PRICE, Christopher A . FIBROBLAST GROWTH FACTOR-18 IS INVOLVED IN THE REGULATION OF STEROIDOGENESIS AND FOLLICULAR ATRESIA IN THE BOVINE OVARY. In: Symposium 2008 du RQR, 2008, Montreal. Anais do RQR 2008, 2008.

14.
Gustavo Zamberlan ; Portela, V. M. ; PRICE, Christopher A . CELL PLATING DENSITY ALTERS THE RATIO OF ESTRADIOL:PROGESTERONE S EC RE TIO N F ROM BOVINE GRANULOSA CELLS IN VITRO. In: Symposium du RQR, 2008, Montreal. Anais do RQR 2008, 2008.

15.
SAHMI, Fatiha ; SAYASITH, K ; PORTELA , V. M. ; PRICE, Christopher A . REPORTER GENE BIOASSAY OF FSH ACTIVITY IN PREGNANT MARE SERUM. In: Symposium 2008 du RQR, 2008, Montreal. Anais do RQR 2008, 2008.

16.
PORTELA , V. M.; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; Angela Medeiros Veiga ; Gustavo Zamberlan ; PRICE, Christopher A . REGULATION OF ANGIOTENSIN TYPE 2 RECEPTOR IN BOVINE GRANULOSA CELLS IN VITRO. In: 40th Annual Meeting of the Society for the Study of Reproduction, 2007, San Antonio. Biology of Reproduction. Madison, 2007. v. v1.

17.
PORTELA , V. M.; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; BURATINI JR, José ; PRICE, Christopher A . A NOVEL ROLE FOR ANGIOTENSIN II IN THE REGULATION OF PROTEASE-NEXIN-1 EXPRESSION AND SECRETION IN BOVINE FOLLICLES. In: The 39th Annual Meeting of the Society for the Study of Reproduction, 2006, Omaha. SSR Anais, 2006.

18.
FARIAS, Alexandre Morales ; BASTOS, Guilherme de Medeiros ; PORTELA , V. M. ; CANTO, João Inácio ; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; OLIVEIRA, João Francisco Coelho . SINCRONIZAÇÃO DE CIOS UTILIZANDO ACETATO DE MEDROXI-PROGESTERONA ASSOCIADO A DIFERENTES SAIS DE ESTRADIOL OU PGF2a. In: XVII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Tecnologia de Embriões, 2003, Beberibe. Revista Acta Scientiae Veterinariae, 2003. v. 31. p. 332-333.

19.
PORTELA , V. M.; MORAES, José C. F. ; JAUME, Carlos M. ; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; OLIVEIRA, João Francisco Coelho . INFLUÊNCIA DE DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE ACETATO DE MEDROXI-PROGESTERONA ASSOCIADOS OU NÃO AO BENZOATO DE ESTRADIOL NO CRESCIMENTO FOLICULAR DE VACAS HEREFORD. In: XVII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Tecnologia de Embriões, 2003, Beberibe. Acta Scientiae Veterinariae (UFRGS. Impresso), 2003. v. 31. p. 532-533.

20.
PORTELA , V. M.; HOFFMANN, W. C. ; MORAES, José C. F. ; JAUME, Carlos M. . INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL COM TEMPO PRÉ-FIXADO EMPREGANDO PESSÁRIOS DE MEDROXI-PROGESTERONA. In: XIII Salão de iniciação científica, 2002, Porto Alegre. Salão de iniciação científica, 2002.

21.
PORTELA , V. M.; JAUME, Carlos M. ; MORAES, José C. F. . EFEITO DE UMA ÁREA MELHORADA NUM SISTEMA EXTENSIVO DE BOVINOS DE CORTE SOBRE O PESO AO DESMAME DOS TERNEIROS. In: XXIX Cogresso Brasileiro de Medicina Veterinária, 2002, Gramado. Anais do XXIX CONBRAVET, 2002.

22.
PORTELA , V. M.; MORAES, José C. F. ; JAUME, Carlos M. . SINCRONIZAÇÃO DE CIOS E INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL COM TEMPO PRÉ-FIXADO EMPREGANDO ACETATO DE MEDROXI-PROGESTERONA. In: XXIX Cogresso Brasileiro de Medicina Veterinária, 2002, Gramado. Anais do XXIX CONBRAVET, 2002.

Apresentações de Trabalho
1.
PORTELA , V. M.; FARIAS, Alexandre Morales ; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; OLIVEIRA, João Francisco Coelho . TRANSCRIPTION OF CYCLOOXIGENASIS (COX-2) AND PROGESTERONE RECEPTORS GENES IN UTERUS AFTER INJECTING ESTRADIOL BENZOATE. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
PORTELA , V. M.. Inseminação artificial com tempo pré-fixado empregando pessários de medroxi-progesterona. 2001. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções bibliográficas
1.
PORTELA , V. M.; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias . REGULAÇÃO DA EXPRESSÃO DO RECEPTOR AT2 E EFEITO DA ANGIOTENSINA II SOBRE A EXPRESSÃO DE GENES ENVOLVIDOS NO DESENVOLVIMENTO FOLICULAR E OVULAÇÃO EM CÉLULAS DA GRANULOSA DE BOVINOS. Santa Maria: UFSM, 2007 (Tese de Doutorado).

2.
PORTELA , V. M.; OLIVEIRA, João Francisco Coelho . Controle do crescimento folicular, expressão de cicloxigenase-2 (cox-2) e receptores de progesterona em bovinos durante o ciclo estral. Santa Maria: UFSM, 2004 (Dissertação de mestrado).


Produção técnica
Processos ou técnicas
1.
GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; OLIVEIRA, João Francisco Coelho ; PORTELA , V. M. ; BASTOS, Guilherme de Medeiros ; SILVEIRA, Rosane da Silva . Sistema BioRep de indução de estro e ovulação em vacas pós-parto. 2003.

Trabalhos técnicos
1.
PORTELA , V. M.. Uso de transdutores de temperatura para a caracterização do estro em bovinos. 2004.


Demais tipos de produção técnica
1.
PORTELA , V. M.. Curso de ultra-sonografia em ovinos e bovinos. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
PORTELA , V. M.. Conservação ex situ de ovelha crioula lanada. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Mezzalira, A; PORTELA , V. M.; Oliveira, D. E; Rubin, M. I. B. Participação em banca de LUCIANA SIMÕES RAFAGNIN MARINHO. ÁCIDO LINOLEICO CONJUGADO NA CRIOTOLERÂNCIA DE EMBRIÕES BOVINOS PRODUZIDOS IN VITRO. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciencia Animal) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

Teses de doutorado
1.
Paulo Bayard Dias Gonçalves; Portela, V. M.; BORDIGNON, V.; FERREIRA, Rogério. Participação em banca de Gustavo Freitas Ilha. Regulação da divergência folicular: Sinalização Intracelular e Hormônio Anti-mülleriano. 2014. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Santa Maria.

2.
GONÇALVES, Paulo Bayard Dias; PORTELA , V. M.; Henkes, L. E; BARRETO, K.; Mezzalira, A. Participação em banca de Marcos Henrique Barreta. CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DOS COMPONENTES DO SISTEMA ANGIOTENSINA-(1-7) DURANTE A DIVERGÊNCIA FOLICULAR E EXPRESSÃO DE GENES DE REPARO DA FITA DUPLA DE DNA EM EMBRIÕES BOVINOS. 2012. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Santa Maria.

3.
Buratini, J.; BICUDO, S. D.; SARTORI FILHO, R; NOGUEIRA, M. F. G; PORTELA , V. M.. Participação em banca de Isabela Bazzo da Costa. Fatores homólogos aos fatores de crescimento fibroblástico (FHF) são expressos em folículos antrais e corpos lúteos bovinos. 2008. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Qualificações de Doutorado
1.
OLIVEIRA, João Francisco Coelho; Portela, V. M.; BORDIGNON, V.. Participação em banca de Gustavo Freitas Ilha. SUPERFAMÍLIA TGFβ NA DIVERGÊNCIA FOLICULAR EM ESPÉCIE MONOVULATÓRIA. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Santa Maria.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
PORTELA , V. M.; TESSMANN, Janaína Vanuci. Participação em banca de Greedvin Alpizar Hidalgo.Relatório de estágio curricular supervisionado em medicina veterinária. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Santa Maria.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
Portela, V. M.; BARRETA, M. H.; MOZZAQUATRO, F.. Banca de seleção de professor adjunto para a área de Clínica de Grandes Animais. 2015. Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
Portela, V. M.; BECK, A.; PIGATTO, J. A. T.. Banca de seleção de professor adjunto para a área de Clínica e Cirurgia Animal. 2013. Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
Portela, V. M.; ALMEIDA, E. A.; ANTONIAZZI, A.. Banca de seleção de professor adjunto para a área de Produção Animal. 2013. Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
PORTELA , V. M.; Campos, D. B; Gava, A; Traverso, S. D; Biz, M. T. Banca para seleção de Professor Adjunto de Histologia e Embriologia. 2012. Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
PORTELA , V. M.; OLIVEIRA, João Francisco Coelho; Henkes, L. E; Thaler Neto, A; Siminski, A. Banca de seleção de professor adjunto para a área de Genética e melhoramento animal. 2012. Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
FAGUNDES, G. M.; BURGER, P. J. B.; Parcias, S. R; HEIZEN, R. P. S; PORTELA , V. M.. Banca para seleção de Professor Adjunto da área de Anantomia Animal. 2012. Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
PORTELA , V. M.; Canedo, A. D; Vaz, I. Banca para seleção de professor Adjunto da área Biotecnologia Animal. 2010. Universidade Federal do Pampa.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Journée de la Recherche. L?EXPRESSION DES GÈNES ESSENTIELS POUR L?OVULATION EST SOUS LE CONTRÔLE D?ANGIOTENSINE DANS LE FOLLICULE OVARIEN. 2009. (Congresso).

2.
26th Annual Ottawa Reproductive Biology Workshop. EXPRESSION OF GENES INVOLVED IN OVULATION IS REGULATED BY ANGIOTENSIN II IN GRANULOSA CELLS IN VITRO. 2008. (Congresso).

3.
41th Annual SSR Meeting. THE EXPRESSION OF GENES INVOLVED IN OVULATION IS REGULATED BY ANGIOTENSIN II IN GRANULOSA CELLS IN VITRO. 2008. (Congresso).

4.
Activins, Inhibins and FSH: A New Spin on an Old Story. 2008. (Seminário).

5.
Caractérisation Du Lócus Genetique Dapple qui Est Implique dans La Maladie de Hirschprung et qui Est Influencé par Le Sex. 2008. (Seminário).

6.
Genomique Fonctionelle de l?Embryon Précose ? Functional Genomics in Early Embryos. 2008. (Seminário).

7.
Le Développement dês Cellules Germinales Mâles, Cible de Diverses Substance Toxiques. 2008. (Seminário).

8.
Luteolysis and Antiluteolysis in Cattle. 2008. (Seminário).

9.
MicroRNAs and Ovarian Granulosa Cell Function. 2008. (Seminário).

10.
Role Freinateur de TGF-B1 dans La Synth`Ese d?Oestradiol et de Progestérone: Mecanismes d?Action et Implication dans Le Développement Follicullaire Ovarien Chez lês Vaches. 2008. (Seminário).

11.
Scrotal / Testicular Thermoregulation in the Bull and Effects of Nutrition on Puberty and Fertility of the Bull. 2008. (Seminário).

12.
Testicular Dysgenesis: fetal Origino f Adult Reproductive Deficiency. 2008. (Seminário).

13.
Tópico de atualização em ciêncis.Regulação do receptor AT2 e efeito da Angiotensina II sobre a expressão de genes envolvidos no desenvolvimento folicular e ovulação em células da granulosa. 2008. (Seminário).

14.
40th Annual SSR Meeting. REGULATION OF ANGIOTENSIN TYPE 2 RECEPTOR IN BOVINE GRANULOSA CELLS IN VITRO. 2007. (Congresso).

15.
Contaminants and Altered Development of the Reproductive System: From Populations to Genes. 2007. (Seminário).

16.
Différentiation dês Cellules de Granulosa Bovine in Vitro. 2007. (Seminário).

17.
Genimique Fonctionnelle Du Développement Folliculaire et de l?Ovulation. 2007. (Seminário).

18.
Prolifération et Différenciation dans Le Follicle Ovarien. 2007. (Seminário).

19.
39th Annual SSR Meeting. A NOVEL ROLE FOR ANGIOTENSIN II IN THE REGULATION OF PROTEASE-NEXIN-1 EXPRESSION AND SECRETION IN BOVINE FOLLICLES. 2006. (Congresso).

20.
Human Folliculogenesis: A New Wave of Thought. 2006. (Seminário).

21.
Le Role de La variante d?Histone H2A.Z dans l?expression Genique. 2006. (Seminário).

22.
Lês Cellules de Lydig Du Testicule: Source et Tendon d?Achille de La Masculinité. 2006. (Seminário).

23.
Local Aromatase Expression in Breast Cancer. 2006. (Seminário).

24.
New Signalling Pathways in the Ovary: A Winter?s Tale. 2006. (Seminário).

25.
Ovulation: A Kaleidoscope of Functional Activities. 2006. (Seminário).

26.
Palestra Regulação do Crescimento Folicular em Bovinos. 2006. (Seminário).

27.
The Role of Sngiotensin II in Early Mechanism of Bovine Ovulation via AT2 Receptor Subtype. 2006. (Seminário).

28.
Wnts and the Ovary: From Follicle Formation to Cancer. 2006. (Seminário).

29.
38th Annual SSR Meeting. 2005. (Congresso).

30.
Characterization Of Mithocondrial Replication And Transcription Control During Rat Early Devlopement In Vivo And In Vitro. 2005. (Seminário).

31.
Different promoters regulate expression of the Bovine Aromatase gene in ovary ad lacenta. 2005. (Seminário).

32.
Signalling During Blastocyst Implantation. 2005. (Seminário).

33.
ICAR. Congresso internacional de reprodução animal. 2004. (Congresso).

34.
Combravet. Combravet. 2002. (Congresso).

35.
XIII Salão de iniciação científica. INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL COM TEMPO PRÉ-FIXADO EMPREGANDO PESSÁRIOS DE MEDROXI-PROGESTERONA. 2002. (Congresso).

36.
XXIX Cogresso Brasileiro de Medicina Veterinária. 2002. (Congresso).

37.
XXIX Congresso brasileiro de medicina veterinária. Congresso brasileiro destinado as áreas de atuação da medicina veterinária. 2002. (Congresso).

38.
I Simpósio de bovinos de corte. 2001. (Simpósio).

39.
Palestra sobre Dirofilariose Canina. 2001. (Seminário).

40.
Seminário Técnico.INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL COM TEMPO PRÉ-FIXADO EMPREGANDO PESSÁRIOS DE MEDROXI-PROGESTERONA. 2001. (Seminário).

41.
VI Simpósio em bovinocultura de corte da região sul. 2001. (Simpósio).

42.
XIV Congresso brasileiro de reprodução animal. Congresso promovido pelo colégio brasileiro de reprodução animal destinado aos profissionais que atuam na área.. 2001. (Congresso).

43.
I Seminário acadêmico de medicina veterinária. 2000. (Seminário).

44.
X Semana acadêmica da medicina veterinária. 1998. (Outra).

45.
IX Semana acad~emica de medicina veterinária. 1996. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PORTELA , V. M.. 41st Annual Meeting ot the Society for the Study of Reproduction. 2008. (Congresso).

2.
Portela, V.M; PRICE, C ; Paulo Bayard Dias Gonçalves ; OLIVEIRA, João Francisco Coelho ; Gustavo Zamberlan . Regulação do crescimento folicular em bovinos. 2006. (Outro).

3.
PRICE, Christopher A ; PORTELA , V. M. ; GONÇALVES, Paulo Bayard Dias ; OLIVEIRA, João Francisco Coelho . Curso de Endocrinologia e Biologia Molecular Aplicada à Reprodução Animal. 2004. (Outro).

4.
PORTELA , V. M.. Curso de ultra-sonografia em reprodução bovina. 2002. (Outro).

5.
PORTELA , V. M.. XIII Salão de Iniciação Científica. 2002. (Congresso).

6.
Silva, L.M. ; PORTELA , V. M. ; Neves, J.P. . Curso de Reprodução e Inseminação Artificial em Cães. 2002. (Outro).

7.
PORTELA , V. M.. I simpósio de bovinos de corte. 2001. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Fernanda Souza Peruzzato. Efeito do FGF18 em células de humanos após tratamento hormonal. Início: 2015. Dissertação (Mestrado em Biologia Celular e do Desenvolvimento) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
YAGO PINTO DA SILVA. PARTICIPAÇÃO DO FATOR DE CRESCIMENTO FIBROBLÁSTICO 18 (FGF18) NA MATURAÇÃO NUCLEAR E EXPANSÃO DAS CÉLULAS DO CUMULUS DE OÓCITOS BOVINOS. 2013. Dissertação (Mestrado em Biologia Celular e do Desenvolvimento) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Valério Valdetar Marques Portela Junior.

2.
André Lucio Fontana Goetten. ESTUDO DO PERFIL DE CRESCIMENTO FOLICULAR E OVULAÇÃO EM FÊMEAS BOVINAS DA RAÇA FLAMENGA. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciencia Animal) - Universidade do Estado de Santa Catarina, . Coorientador: Valério Valdetar Marques Portela Junior.

3.
Gustavo Zamberlam. Regulation of inducible nitric oxide synthase expression in bovine granulosa cells and its potential involvement with follicular dominance. 2009. Dissertação (Mestrado em Fisiopatologia da Reprodução) - Université de Montreal, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Valério Valdetar Marques Portela Junior.

4.
Fatiha Sahmi. Reporter gene bioassay of FSH activity in pregnant mare serum. 2008. Dissertação (Mestrado em Biology of Reproduction) - Université de Montréal, Université de Montréal. Coorientador: Valério Valdetar Marques Portela Junior.

Tese de doutorado
1.
Paulo Bayard Dias Gonçalves. Ação da angiotensina II na regulação da dominância folicular em bovinos. 2010. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Santa Maria, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Valério Valdetar Marques Portela Junior.

Iniciação científica
1.
Cecilia Constantino ROcha. Função da angiotensina II na regulação da cascata de eventos pré-ovulatórios em células do cumulus oophorus de bovinos. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Valério Valdetar Marques Portela Junior.

2.
Cecilia Constantino Rocha. Função da angiotensina II na regulação da cascata de eventos pré-ovulatórios em células do cumulus oophorus de bovinos. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valério Valdetar Marques Portela Junior.

3.
CECILIA CONSTANTINO ROCHA. Função da angiotensina II na regulação da cascata de eventos pré-ovulatórios em células do cumulus oophorus de bovinos. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valério Valdetar Marques Portela Junior.

4.
Samara Joana Zuelow. Função do fator de crescimento fibroblástico 18 (FGF18) como indutor de apoptose das células da granulosa de folículos ovarianos bovinos.. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Rurais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis. Orientador: Valério Valdetar Marques Portela Junior.

5.
Lincon Araujo. Função do fator de crescimento fibroblástico 18 (FGF18) como indutor de apoptose das células da granulosa de folículos ovarianos bovinos.. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Rurais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis. Orientador: Valério Valdetar Marques Portela Junior.

6.
Marcos Rodolfo Goettem. Função do fator de crescimento fibroblástico 18 (FGF18) como indutor de apoptose das células da granulosa de folículos ovarianos bovinos.. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Rurais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis. Orientador: Valério Valdetar Marques Portela Junior.

7.
Gilherme Seiki Iwasaki. Função do fator de crescimento fibroblástico 18 (FGF18) como indutor de apoptose das células da granulosa de folículos ovarianos bovinos.. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Rurais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis. Orientador: Valério Valdetar Marques Portela Junior.

8.
Genevieve Rochon. Técnicas laboratoriais aplicadas a reprodução animal. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Université de Montreal, Université de Montréal. Orientador: Valério Valdetar Marques Portela Junior.

9.
Marie-Michechele Desrosiers. Técnicas laboratoriais aplicadas a reprodução animal. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Université de Montreal. Orientador: Valério Valdetar Marques Portela Junior.

Orientações de outra natureza
1.
Leandro Fuck Camargo. Monitoria da Disciplina de Morfisiologia Animal. 2011. Orientação de outra natureza. (Ciências Rurais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Pró-Reitoria de Ensino de Graduação-UFSC. Orientador: Valério Valdetar Marques Portela Junior.



Outras informações relevantes


Membro da "Endocrine Society" desde 09 de Dezembro de 2008.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/10/2018 às 21:39:44