Rafael Dudeque Zenni

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9587201169577748
  • Última atualização do currículo em 01/10/2018


Professor de Ecologia da Universidade Federal de Lavras. Sou engenheiro florestal pela Universidade Federal do Paraná (2005), bacharel em botânica pela Universidade de Stellenbosch (África do Sul) e doutor em ecologia e biologia evolutiva pela Universidade do Tennessee (EUA). Minha linha de trabalho é em Ecologia com foco em Ecologia de Mudanças Globais. Minha pesquisa busca melhorar o nosso entendimento sobre mecanismos envolvidos no processo de naturalização e invasão de espécies exóticas e a resposta de populações e comunidades nativas a chegada de novas espécies. Desta forma, busco compreender por que algumas populações de espécies exóticas se disseminam rapidamente enquanto outras não invadem, quais os impactos das espécies exóticas invasoras e como podemos excluir, controlar ou erradicar estas espécies. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Rafael Dudeque Zenni
Nome em citações bibliográficas
ZENNI, R.D.;Zenni, R.D.;ZENNI, RAFAEL D.;ZENNI, RAFAEL DUDEQUE;ZENNI, R. D.;DUDEQUE ZENNI, RAFAEL

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Lavras, Departamento de Biologia, Setor de Ecologia.
Universidade Federal de Lavras
Setor de Ecologia
37200000 - Lavras, MG - Brasil - Caixa-postal: 3037
Telefone: (35) 38291920
URL da Homepage: http://rzenni.info


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2014
Doutorado em Ecology & Evolutionary Biology.
University of Tennessee at Knoxville, UTK, Estados Unidos.
Título: Biogeographical patterns, ecological drivers, and evolutionary mechanisms of plant invasions, Ano de obtenção: 2014.
Orientador: Daniel Simberloff.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: invasion biology; Propagule pressure; genotype-by-environment interactions; rapid evolution; Invasive alien plants.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica / Especialidade: Evolução, Sistemática e Ecologia Química.
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
2008 - 2008
Especialização em Bachelours of Science with Honours. (Carga Horária: 320h).
Stellenbosch University, SUN, África do Sul.
Título: Evaluating invasiveness and eradication feasibility: a case study of the invasive alien plant Acacia paradoxa in South Africa.
Orientador: David M. Richardson and John R.U. Wilson.
Bolsista do(a): University of Stellenbosch, SUN, África do Sul.
2000 - 2005
Graduação em Engenharia Florestal.
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.


Pós-doutorado


2014 - 2017
Pós-Doutorado.
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Evolução.


Formação Complementar


2014 - 2014
UCLA/La Kretz Workshop in Conservation Genomics. (Carga horária: 50h).
University of California, Los Angeles, UCLA, Estados Unidos.
1995 - 2001
English Course. (Carga horária: 680h).
Wizard Jardim das Américas, WIZARD, Brasil.
2000 - 2000
Fotografia Básica. (Carga horária: 35h).
F32 Foto Clube, F32, Brasil.
1999 - 1999
Open Water Diver. (Carga horária: 60h).
Pata da Cobra Diving School, PATADACOBRA, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

1/2017 - Atual
Ensino, Ecologia Aplicada, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Biologia de Invasões
Tópicos Atuais em Biologia da Conservação
Fundamentos do Pensamento Estatístico e Delineamento Experimental
8/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Biologia, Setor de Ecologia.

8/2016 - Atual
Ensino, Engenharia Ambiental e Sanitária, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
GBI142 - Ecologia Geral e Aplicada

Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador Colaborador, Carga horária: 10
Outras informações
bolsista do CNPq na modalidade BJT - nível A

Atividades

08/2015 - 11/2015
Ensino, Ecologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Invasões Biológicas

The University of Tennessee, UTK, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2010 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Graduate Teaching Assistant, Carga horária: 20
Outras informações
Labs taught: Fall 2010 - Biodiversity Spring 2011 - Biodiversity Fall 2011 - Biodiversity Spring 2012 - Ecology Fall 2012 - Biodiversity Spring 2013 - Biodiversity Fall 2013 - Ecology Spring 2014 - Ecology Summer 2014 - Ecology

Vínculo institucional

2010 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: PhD Candidate, Carga horária: 20

Atividades

08/2010 - 08/2014
Ensino, Ecology & Evolutionary Biology, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Biodiversity 130
Ecology 250

Centre of Excellence on Invasion Biology, CIB, África do Sul.
Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Estudante, Enquadramento Funcional: Estudante, Carga horária: 40


The Nature Conservancy do Brasil, TNC, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Funcionário, Enquadramento Funcional: Assistente Científico, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Assistente científico do Programa de Espécies Exóticas Invasoras para a América do Sul do Instituto de Conservação Ambiental The Nature Conservancy do Brasil.

Atividades

07/2003 - 12/2007
Serviços técnicos especializados , Programa de Espécies Exóticas Invasoras para a América do Sul, .

Serviço realizado
Gestão de Banco de Dados; Treinamentos; Elaboração de análise de risco para espécies exóticas invasoras; Elaboração e gestão de códigos de conduta voluntários para espécies exóticas invasoras; Manejo e controle de invasões biológicas.

Instituto Hórus, HÓRUS, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Colaborador voluntário, Enquadramento Funcional: Apoio técnico científico


Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, FBPN, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Análista de Projetos Pleno, Carga horária: 42, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

5/2009 - 3/2010
Serviços técnicos especializados , Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, .

Serviço realizado
Gestão técnica do projeto Oásis de pagamento por servidões ecossistêmicos; Elaboração e implantação de projeto de restauração de áreas degradadas na RNSM.

Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: Estagiario, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 12
Outras informações
Laboratório de Sensoriamento Remoto e SIG do curso de Engenharia Florestal da UFPR. Atividades principais: Atualização da base cadastral e definição das unidades de manejo de uma empresa florestal; desenvolvimento de atividades de geoprocessamento no projeto ?sistema de Informações para planejamento florestal ? Escolha de Espécies para reflorestamento em pequenas propriedades no estado do Paraná? executado pela FUPEF. 450 horas

Atividades

2/2002 - Atual
Estágios , Setor de Ciências Agrárias, Departamento de Silvicultura e Manejo.

Estágio realizado
Atualização da Base Cadastral e Definição das Unidades de Manejo.


Linhas de pesquisa


1.
Ecologia
2.
Ecologia de Invasões / Invasões biológicas
3.
Biologia da Conservação


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
O papel de espécies exóticas na estruturação de novas comunidades naturais em face às mudanças climáticas
Descrição: Invasões biológicas são um dos principais agentes de mudanças globais da atualidade, junto com mudanças climáticas e conversão de habitats. Espécies exóticas invasoras podem afetar comunidades naturais e alterar processos ecossistêmicos. Pesquisas recentes também sugerem que espécies exóticas invasoras podem se beneficiar das mudanças climáticas em curso, uma vez que espécies nativas podem se tornar maladaptadas ao novo ambiente e oferecer menos resistência ao estabelecimento de novas populações de espécies exóticas. Ainda, grande parte do conhecimento existente sobre dinâmicas de invasões biológicas é baseado em pesquisas envolvendo uma única espécie exótica invasora enquanto a situação mais comum é de múltiplas espécies invasoras ocorrendo simultaneamente. Entender as consequências ecológicas de espécies exóticas invasoras em coocorrência é importante porque os impactos dessas espécies sobre comunidades nativas podem ser diferentes se na presença ou ausência de outras espécies invasoras. Isso posto, neste projeto pretendemos (i) avaliar comparativamente impactos de plantas exóticas invasoras coocorrentes em comunidades naturais e artificialmente construídas e (ii) avaliar como o aumento na temperatura média do ar interfere nas interações ecológicas entre comunidades nativas e espécies exóticas. Para atingir esses objetivos, o projeto contará com um componente observacional onde comunidades naturais com e sem a presença de espécies exóticas estabelecidas serão avaliadas quanto a parâmetros ecológicos de diversidade e funcionalidade, e um componente experimental onde comunidades artificiais baseadas nas comunidades naturais observadas serão criadas e mantidas sob temperatura ambiente e temperatura elevada pela duração do experimento para avaliação dos mesmos parâmetros. Com isso, pretendemos identificar padrões ecológicos, inferir sobre mecanismos de formação e manutenção destes padrões e prever possíveis efeitos de mudanças climáticas sobre comunidades naturais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Rafael Dudeque Zenni - Coordenador / Eduardo van den Berg - Integrante / Nicholas Ostle - Integrante / Karla Palmieri Tavares - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
2018 - Atual
Unidades de Conservação são fontes ou drenos de espécies exóticas invasoras? Uma análise de rotas e vetores de invasões biológicas com foco em manejo e restauração
Descrição: O Parque Nacional do Itatiaia possuía em 2013 registros de ocorrência para 34 espécies exóticas invasoras. Essa quantidade de registros coloca o Parque de Itatiaia em segundo lugar no ranking de unidades de conservação brasileiras com o maior número de espécies exóticas invasoras, atrás apenas do Parque Nacional de Brasília que possui 36 espécies exóticas invasoras registradas. Com esse elevado número de espécies exóticas invasoras, o Parque de Itatiaia é, ao mesmo tempo, uma prioridade para gestão e manejo de invasões biológicas (incluindo restauração de áreas invadidas) e uma excelente oportunidade para a realização de pesquisas sobre ecologia e manejo de hábitats invadidos e em recuperação ecológica pós-invasão. O projeto ora proposto irá contribuir com a construção do conhecimento ecológico sobre comunidades e ecossistemas afetados por ações antrópicas, bem como apoiar ações de manejo e controle de invasões biológicas em unidades de conservação de proteção integral. Unidades de conservação no Brasil ainda carecem de um sistema para detecção, monitoramento, prevenção e priorização para espécies exóticas potencialmente invasoras e invasoras. Virtualmente todas as unidades de conservação se baseiam apenas em listas qualitativas de espécies para tomar decisões de manejo. Essas listas tendem a ser incompletas, inconsistentes e de pouca valia para tomada de decisão uma vez que não indicam situação populacional, áreas, hábitats e ecossistemas sob maior risco potencial e situações prioritárias. O sistema de levantamento quantitativo de espécies exóticas, de rotas e vetores de dispersão e determinação de áreas prioritárias com maior potencial de invasão que estamos propondo nesse projeto é pioneiro e, se bem-sucedido, poderá ser replicado em qualquer unidade de conservação e até mesmo em áreas particulares. Desta forma, entendemos que o desenvolvimento de um sistema de monitoramento, detecção, prevenção de invasões é um produto tecnológico inovador resultante da realização desse projeto. Do ponto de vista científico, a presente proposta visa aprofundar o conhecimento sobre a efetividade das unidades de conservação de proteção integral para a preservação da biodiversidade em face à presença de espécies exóticas invasoras. O paradigma atual da conservação afirma que áreas protegidas sofrem pressão de invasões biológicas da matriz antropizada uma vez que áreas antropizadas ao redor das unidades são fontes de espécies exóticas que podem se disseminar para dentro da unidade preservada e invadir, prejudicando populações de espécies nativas e ecossistemas. Porém, o levantamento recente feito pelo nosso grupo de pesquisa, em conjunto com a literatura científica recente, indica que a ampla maioria das unidades de conservação hospeda espécies exóticas invasoras em seu interior e que muitas dessas invasões são resultado do abandono de áreas cultivadas pré-criação das UC. Espécies exóticas que eram manejadas antes da criação das UC deixaram de ser manejadas com a desapropriação da área e tiveram a oportunidade de se naturalizar e, em alguns casos, invadir. Tal situação normalmente não ocorre no entorno da Unidade, onde, na maioria dos casos, espécies exóticas utilizadas em sistemas produtivos são permanentemente manejadas. A hipótese de unidades de conservação como potenciais hospedeiras e fontes de espécies exóticas invasoras nunca foi testada e, se corroborada, poderia mudar um dos paradigmas centrais da Biologia da Conservação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Rafael Dudeque Zenni - Coordenador / Michele de Sá Dechoum - Integrante / Clarissa Alves da Rosa - Integrante / Raphaela Aparecida Duarte Silveira - Integrante / Hugo Henrique Marques da Rosa - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2017 - Atual
Modelagem de potencial de invasão de animais exóticos na América do Sul
Descrição: Invasões biológicas estão entre os principais agentes de mudanças globais da atualidade, seguido apenas por mudanças climáticas e fragmentação e conversão de ambientes para uso antrópico. Desta forma, é necessário compreendermos a dinâmica das invasões para que possamos prevenir a proliferação de espécies exóticas em ambientes naturais e para que possamos manejar as áreas já invadidas de modo a minimizar os efeitos das invasões. Nesse projeto, pretendemos modelar o nicho ecológico dos animais exóticos naturalizados e invasores no Brasil e, com base nesse conhecimento, determinar a adequabilidade climática e ambiental das diferentes regiões da América do Sul para essas espécies..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Rafael Dudeque Zenni - Coordenador / Lais Souza Bastos - Integrante / Vinícius Possato Rosse - Integrante / DELANE PATEZ PORTO - Integrante.Número de orientações: 2
2017 - Atual
Biologia e ecologia de animais exóticos invasores no Brasil: implicações para o manejo
Descrição: Espécies exóticas invasores são um dos principais agentes de mudanças globais na atualidade, sendo responsáveis por danos irreversíveis à biodiversidade além de afetar a saúde humana e a economia. O Aedes aegypti, por exemplo, uma espécie exótica invasoras no Brasil, foi responsável por cerca de 2.000.000 de casos de dengue, febre zika e chikungunya no Brasil apenas em 2016 mesmo o país tendo gasto R$ 1,25 bilhão no controle do mosquito em 2015. Outras espécies invasoras tais como javali, búfalo, cães, abelha-africana, caramujo-gigante-africano, tilápia, tucunaré etc. também têm causado inúmeros problemas ambientais no país. Desta forma, é fundamental conhecermos a biologia e a ecologia dos animais exóticos invasores no Brasil para que possamos embasar estratégias de manejo e gestão de invasões biológicas. O objetivo deste projeto é sistematizar dados de campo, laboratório e da literatura sobre animais exóticos invasores para gerar conhecimento que auxilie a definição de estratégias de manejo e políticas públicas para essas espécies..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Biologia e Ecologia de Plantas Exóticas Naturalizadas e Invasoras no Brasil
Descrição: Introduções de espécies mediadas por humanos são um dos fatores determinantes do Antropoceno. Espécies exóticas podem formar populações invasoras que afetam a biodiversidade, serviços ecossistêmicos e agropecuária. Atualmente, no Brasil, são conhecidas 525 plantas exóticas naturalizadas e 117 plantas exóticas invasoras distribuídas em todos os biomas. Contudo, afora a presença dessas espécies, pouco ou nada se sabe sobre a biologia e ecologia dessas espécies exóticas no Brasil. O objetivo deste trabalho é estruturar um banco de dados com os dados conhecidos sobre a biologia e ecologia das espécies exóticas naturalizadas e invasoras no Brasil que nos permita analisar as características que permitem que espécies exóticas se tornem invasoras em determinados ecossistemas. Para tanto, revisamos a literatura científica em busca de informações sobre as espécies e as estruturamos em um banco de dados para posterior análise..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Rafael Dudeque Zenni - Coordenador / Lais Souza Bastos - Integrante / Vinícius Possato Rosse - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1
2015 - 2017
Invasão biológica por Pinus (P. oocarpa e P. caribeae) no Cerrado e suas consequências para a diversidade vegetal
Descrição: O objetivo do presente trabalho é entender como a invasão por Pinus pode afetar os padrões de biodiversidade vegetal no Bioma Cerrado. A hipótese é de que a invasão por Pinus causa uma queda de diversidade (riqueza e abundância) vegetal no Cerrado. Entender os impactos da invasão biológica pode prover um maior conhecimento para a ecologia aplicada. Os futuros resultados deste presente projeto poderão ser utilizados para melhor compreensão sobre os efeitos de invasão biológica no Cerrado, além de servirem de base bibliográfica para planos de manejo e conservação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Rafael Dudeque Zenni - Coordenador / Ana Luísa Cubas Cazetta - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2014 - 2017
Evolução rápida, adaptações fenotípicas e coocorrência de populações exóticas invasoras: conhecimentos necessários para a prevenção e mitigação de invasões biológicas
Descrição: Entender a evolução rápida de espécies durante o processo de invasão é tido como uma das linhas de pesquisa mais importantes da biologia de invasões na atualidade. Da mesma forma, o estudo de espécies exóticas invasoras em simpatria é considerado necessário por ser o cenário mais comum e também mais negligenciado por pesquisadores. Deste sentido, este projeto pretende continuar e aprofundar pesquisas já iniciadas para avançar as fronteiras do conhecimento sobre o papel de fatores bióticos e abióticos na resposta ecológica e evolutiva dos organismos às mudanças globais (interações genótipo-ambiente), bem como entender o processo de invasão na presença de múltiplas espécies exóticas invasoras. Entender e prever as respostas dos organismos a novos ambientes é uma questão central para a biologia de mudanças globais e para lidarmos com os impactos que estes organismos podem ter em populações, comunidades e ecossistemas nativos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Rafael Dudeque Zenni - Integrante / John D. Hay - Coordenador / Isabel Belloni Schmidt - Integrante / Carlos Romero Martins - Integrante / Alexandre Bonesso Sampaio - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 1
2010 - 2014
Disentangling the relative effects of genotype, environment, and their interaction in loblolly pine invasions in Brazil
Descrição: The goal of this research is to evaluate the reproductive success of loblolly pine (Pinus taeda) provenances in different environments where the species has been introduced and is naturalized. I aim to understand how population- and individual-level traits interact with the recipient environment to shape invasion trajectories of populations and the role of pre-adaptation (adaptation undergone in the native range, prior to introduction) on invasion success. This project has the following objectives: 1. Determine the invasion success of different source populations of Pinus taeda across a gradient of temperature and precipitation. 2. Evaluate changes in genetic attributes during the invasion continuum: from the source pool to the leading edge. 3. Determine if invasions are caused by genotypes adapted to the environmental conditions of each site (G×E interactions), by the same genotype(s) independently of the recipient sites (population-level invasiveness), by all genotypes independently of the recipient sites (species-level invasiveness), or by new genotypes resulted from the admixture promoted by the introduction history. To accomplish these objectives, this research benefits from six provenance trials set up in southern Brazil between 1973 and 1975. These are common garden experiments that allow the test of novel and key insights into the role of genotypes, environments, their interactions, and admixture in shaping biological invasions. Moreover, this work will provide new genetic data for the Brazilian Agricultural Research Corporation (this is equivalent to the USDA in the USA), and will inform managers of the national forests and research stations where the trials are planted to support management decisions. Additionally, this work has the potential to be of interest for foresters and forestry industries concerned about the spread of invasive pines into natural habitats..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Rafael Dudeque Zenni - Coordenador / SIMBERLOFF, DANIEL - Integrante.
Número de produções C, T & A: 5
2007 - 2009
Eradication is an option (sometimes)
Descrição: The cost of managing invasive species rises with the size of the infestation. However, many populations are either not detected or viewed as of concerned until they are of a substantial size, such that we no longer have an option but to either accept the integration of a new component in the ecosystem or manage and mitigate the effects. We are interested in studying introduced populations before they become widespread. There are several such ?emerging invaders? in South Africa. Why have these populations not spread? While citing the existence of a lag phase or Allee effect is tempting, the lack of spread may often simply be a functional of the number of individuals that were introduced and various factors restricting spread. We are also keen to take a precautionary approach. By testing detectability and extensive sampling the research can hopefully be combined with eradication. Funded by the Working for Water Program, and in collaboration with Philip Ivey, Ernita van Wyk, and Dr Barbara Mashope of SANBI, SANParks..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2005
Informe Nacional de Espécies Exóticas Invasoras que Afetam Ambientes Terrestres
Descrição: Consultor técnico do subprojeto ?Informe Nacional de Espécies Exóticas Invasoras que Afetam Ambientes Terrestres?. In: Projeto de Conservação e Utilização Sustentável da Diversidade Biológica Brasileira ? PROBIO. Principais atividades: Planejamento das atividades, Recebimento e sistematização de dados coletados via entrevistas ou pesquisas de fontes secundárias e repasse para preenchimento da base de dados, Interação com os demais envolvidos no projeto de forma a otimizar a geração de informações e a qualidade das mesmas, Filtragem e correção de dados recebidos, Gerenciamento e manutenção da base de dados, Gerenciamento da qualidade dos dados aportados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Rafael Dudeque Zenni - Integrante / Sílvia Renate Ziller - Coordenador / Joachim Graf Neto - Integrante.Financiador(es): Ministério do Meio Ambiente e da Amazonia Legal - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 6


Outros Projetos


2007 - 2008
Projeto Camapuã ? Controle de Pinus spp. e Análise de Dispersão de Sementes em Campos de Altitude
Descrição: O trabalho de controle de plantas exóticas invasoras do gênero Pinus L. nos morros Tucum, Camapuã e Camacuã, localizados no Parque Estadual do Pico Paraná, ao mesmo tempo em que caracteriza cientificamente o processo de invasão biológica através da analise do estabelecimento e desenvolvimento de plantas de pínus ao longo dos anos. As três montanhas foco do projeto possuem amplas áreas cobertas por campos de altitude, ou refúgios vegetacionais de alto-montanos (Floresta Ombrófila Densa), atualmente invadidas por pínus em densidades crescentes..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Rafael Dudeque Zenni - Integrante / Sílvia Renate Ziller - Coordenador / Renan Macari Falleiros - Integrante.Financiador(es): Fundação O Boticário de Proteção à Natureza - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1


Membro de corpo editorial


2017 - Atual
Periódico: Plant Ecology & Diversity (Print)
2016 - Atual
Periódico: AOB Plants
2016 - Atual
Periódico: Journal of Applied Ecology
2014 - Atual
Periódico: Biological Invasions (Dordrecht. Online)


Membro de comitê de assessoramento


2018 - Atual
Agência de fomento: Ministério do Meio Ambiente


Revisor de periódico


2009 - Atual
Periódico: Biological Invasions
2013 - Atual
Periódico: Plant Ecology (Dordrecht)
2013 - Atual
Periódico: Diversity and Distributions (Print)
2014 - Atual
Periódico: Ecology and Evolution
2012 - 2012
Periódico: African Journal of Ecology
2013 - Atual
Periódico: Forest Ecology and Management
2014 - Atual
Periódico: Molecular Ecology
2014 - Atual
Periódico: Conservation Genetics
2015 - Atual
Periódico: Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of Ame
2015 - Atual
Periódico: Global Ecology and Biogeography
2014 - Atual
Periódico: Ecography
2015 - Atual
Periódico: Restoration Ecology
2016 - Atual
Periódico: Acta Botanica Brasilica
2016 - Atual
Periódico: Rodriguésia (Online)
2016 - Atual
Periódico: Ecological Monographs
2016 - Atual
Periódico: Ecosphere
2016 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Botânica (Impresso)
2016 - Atual
Periódico: Ecology (Brooklyn, New York, N.Y.)
2016 - Atual
Periódico: AOB Plants
2015 - Atual
Periódico: Forest Ecosystems
2015 - Atual
Periódico: Anais da Academia Brasileira de Ciências (Online)
2014 - Atual
Periódico: OECOLOGIA AUSTRALIS
2016 - Atual
Periódico: Biological Conservation
2018 - Atual
Periódico: TRENDS IN ECOLOGY & EVOLUTION
2018 - Atual
Periódico: JOURNAL OF ECOLOGY


Revisor de projeto de fomento


2018 - 2018
Agência de fomento: Comisión Nacional de Investigación Científica y Tecnológica
2017 - 2017
Agência de fomento: Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe
2017 - 2017
Agência de fomento: National Research Foundation
2017 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Biologia de Invasões.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Aplicada.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2016
Top reviewers for Sentinels of Science: Agricultural and Biological Sciences, Publons.
2014
Outstanding publication by a graduate student, The University of Tennessee.
2013
Science Alliance award, The University of Tennessee (Division of Biology).
2013
Outstanding Graduate Teaching Assistant, Department of Ecology and Evolutionary Biology, The University of Tennessee.
2011
Summer Graduate Research Assistantship, UT Knoxville Office of Research's SARIF program.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:17
Total de citações:517
Fator H:11
Zenni, Rafael D  Data: 10/09/2018

SCOPUS
Total de trabalhos:24
Total de citações:453
Zenni, R. D. OR Zenni, Rafael D.  Data: 12/04/2018

Outras
Total de trabalhos:45
Total de citações:1035
Rafael D. Zenni  Data: 15/08/2018

Artigos completos publicados em periódicos

1.
ZILLER, SÍLVIA R.2018ZILLER, SÍLVIA R. ; DE SÁ DECHOUM, MICHELE ; DUDEQUE ZENNI, RAFAEL . Predicting invasion risk of 16 species of eucalypts using a risk assessment protocol developed for Brazil. AUSTRAL ECOLOGY, v. na, p. na, 2018.

2.
ZENNI, R. D.2017ZENNI, R. D.; ZILLER, S. R. ; PAUCHARD, A. ; RODRIGUEZ-CABAL, M. A. ; NUNEZ, M. A. . Invasion Science in the Developing World: A Response to Ricciardi et al .. TRENDS IN ECOLOGY & EVOLUTION, v. 32, p. 807-808, 2017.

3.
ZENNI, R. D.2017ZENNI, R. D.; DICKIE, IAN A. ; WINGFIELD, MICHAEL J. ; HIRSCH, HEIDI ; CROUS, CASPARUS J. ; MEYERSON, LAURA A. ; BURGESS, TREENA I. ; ZIMMERMANN, THALITA G. ; KLOCK, METHA M. ; SIEMANN, EVAN ; ERFMEIER, ALEXANDRA ; ARAGON, ROXANA ; MONTTI, LIA ; LE ROUX, JOHANNES J. . Evolutionary dynamics of tree invasions: complementing the unified framework for biological invasions. AoB Plants, v. 9, p. plw085, 2017.

4.
ROSA, C. A.2017ROSA, C. A. ; ZENNI, R. D. ; ZILLER, S. R. ; CURI, N. H. A. ; PASSAMANI, M. . Assessing the risk of invasion of species in the pet trade in Brazil. Perspectives in Ecology and Conservation, v. 16, p. 38-42, 2017.

5.
GAERTNER, MIRIJAM2017GAERTNER, MIRIJAM ; Wilson, John R. U. ; CADOTTE, MARC W. ; MACIVOR, J. SCOTT ; ZENNI, RAFAEL D. ; RICHARDSON, DAVID M. . Non-native species in urban environments: patterns, processes, impacts and challenges. BIOLOGICAL INVASIONS (DORDRECHT. ONLINE), v. 19, p. 3461-3469, 2017.

6.
VALDUGA, M. O.2016VALDUGA, M. O. ; ZENNI, R. D. ; VITULE, J. R. S. . Ecological impacts of non-native tree species plantations are broad and heterogeneous: a review of Brazilian research. Anais da Academia Brasileira de Ciências (Online), p. 1-14, 2016.

7.
ZENNI, RAFAEL D.2016ZENNI, RAFAEL D.; DECHOUM, M. S. ; ZILLER, SILVIA R. . Dez anos do informe brasileiro sobre espécies exóticas invasoras: avanços, lacunas e direções futuras. Biotemas, v. 29, p. 133-153, 2016.

8.
DUDEQUE ZENNI, RAFAEL2016DUDEQUE ZENNI, RAFAEL; LACERDA DA CUNHA, WANDERSON ; SENA, GUILHERME . Rapid increase in growth and productivity can aid invasions by a non-native tree. AoB Plants, v. 8, p. plw048, 2016.

9.
DECHOUM, M. S.2015DECHOUM, M. S. ; ZENNI, R. D. ; CASTELLANI, T. T. ; ZALBA, S. M. ; REJMÁNEK, M. . Invasions across secondary forest successional stages: effects of local plant community, soil, litter, and herbivory on Hovenia dulcis seed germination and seedling establishment. Plant Ecology (Dordrecht), v. 216, p. 823-833, 2015.

10.
ZENNI, RAFAEL D.2015 ZENNI, RAFAEL D.; HOBAN, SEAN M. . Loci under selection during multiple range expansions of an invasive plant are mostly population-specific, but patterns are associated with climate. Molecular Ecology (Print), v. 24, p. 3360-3371, 2015.

11.
ZENNI, RAFAEL D.2015 ZENNI, RAFAEL D.. The naturalized flora of Brazil: a step towards identifying future invasive non-native species. Rodriguésia (Online), v. 66, p. 1137-1144, 2015.

12.
ZENNI, RAFAEL DUDEQUE2014ZENNI, RAFAEL DUDEQUE; LAMY, JEAN-BAPTISTE ; LAMARQUE, LAURENT JEAN ; PORTÉ, ANNABEL JOSÉE . Adaptive evolution and phenotypic plasticity during naturalization and spread of invasive species: implications for tree invasion biology. Biological Invasions (Dordrecht. Online), v. 16, p. 635-644, 2014.

13.
Wilson, John R. U.2014Wilson, John R. U. ; CAPLAT, PAUL ; DICKIE, IAN A. ; HUI, CANG ; MAXWELL, BRUCE D. ; NUÑEZ, MARTIN A. ; Pauchard, Aníbal ; REJMÁNEK, MARCEL ; RICHARDSON, DAVID M. ; ROBERTSON, MARK P. ; SPEAR, DIAN ; WEBBER, BRUCE L. ; WILGEN, BRIAN W. ; ZENNI, RAFAEL D. . A standardized set of metrics to assess and monitor tree invasions. Biological Invasions (Dordrecht. Online), v. 16, p. 535-551, 2014.

14.
ZENNI, RAFAEL DUDEQUE2014ZENNI, RAFAEL DUDEQUE. Analysis of introduction history of invasive plants in Brazil reveals patterns of association between biogeographical origin and reason for introduction. Austral Ecology (Print), v. 39, p. 401-407, 2014.

15.
ZENNI, RAFAEL D.2014 ZENNI, RAFAEL D.; BAILEY, JOSEPH K. ; SIMBERLOFF, DANIEL . Rapid evolution and range expansion of an invasive plant are driven by provenance -environment interactions. Ecology Letters (Print), v. 17, p. n/a-n/a, 2014.

16.
BRAGA, E. P.2014BRAGA, E. P. ; ZENNI, RAFAEL D. ; HAY, J. D. . A new invasive species in South America: Pinus oocarpa Schiede ex Schltdl.. BioInvasions Records, v. 3, p. 207-211, 2014.

17.
ZENNI, RAFAEL DUDEQUE2013ZENNI, RAFAEL DUDEQUE; SIMBERLOFF, DANIEL . Number of source populations as a potential driver of pine invasions in Brazil. Biological Invasions (Dordrecht. Online), v. 15, p. 1623-1629, 2013.

18.
ZENNI, RAFAEL D.2013 ZENNI, RAFAEL D.; NUÑEZ, MARTIN A. . The elephant in the room: the role of failed invasions in understanding invasion biology. Oikos (Kobenhavn), v. 122, p. 801-815, 2013.

19.
FALLEIROS, R.M.2011FALLEIROS, R.M. ; ZENNI, RAFAEL D. ; ZILLER, SILVIA R. . Invasão e manejo de Pinus taeda em campos de altitude na Serra do Mar no Paraná. Floresta (UFPR. Impresso), v. 41, p. 123-134, 2011.

20.
Kull, Christian A.2011Kull, Christian A. ; Shackleton, Charlie M. ; Cunningham, Peter J. ; Ducatillon, Catherine ; Dufour-Dror, Jean-Marc ; Esler, Karen J. ; Friday, James B. ; Gouveia, António C. ; GRIFFIN, A. R. ; Marchante, Elizabete ; Midgley, Stephen J. ; Pauchard, Aníbal ; Rangan, Haripriya ; RICHARDSON, DAVID M. ; Rinaudo, Tony ; Tassin, Jacques ; Urgenson, Lauren S. ; von Maltitz, Graham P. ; ZENNI, RAFAEL D. ; Zylstra, Matthew J. . Adoption, use and perception of Australian acacias around the world. Diversity and Distributions (Print), v. 17, p. 822-836, 2011.

21.
Wilson, John R. U.2011Wilson, John R. U. ; Gairifo, Carla ; Gibson, Michelle R. ; Arianoutsou, Margarita ; Bakar, Baki B. ; Baret, Stéphane ; Celesti-Grapow, Laura ; DiTomaso, Joseph M. ; Dufour-Dror, Jean-Marc ; Kueffer, Christoph ; Kull, Christian A. ; Hoffmann, John H. ; Impson, Fiona A. C. ; Loope, Lloyd L. ; Marchante, Elizabete ; Marchante, Hélia ; Moore, Joslin L. ; Murphy, Daniel J. ; Tassin, Jacques ; Witt, Arne ; ZENNI, RAFAEL D. ; RICHARDSON, DAVID M. . Risk assessment, eradication, and biological control: global efforts to limit Australian acacia invasions. Diversity and Distributions (Print), v. 17, p. 1030-1046, 2011.

22.
ZENNI, R.D.2011ZENNI, R.D.; ZILLER, S. R. . An overview of invasive plants in Brazil. Revista Brasileira de Botânica (Impresso), v. 34, p. 431-446, 2011.

23.
SIMBERLOFF, DANIEL2010SIMBERLOFF, DANIEL ; NUÑEZ, MARTIN A. ; LEDGARD, NICHOLAS J. ; PAUCHARD, ANIBAL ; RICHARDSON, DAVID M. ; SARASOLA, MAURO ; VAN WILGEN, BRIAN W. ; ZALBA, SERGIO M. ; ZENNI, RAFAEL D. ; BUSTAMANTE, RAMIRO ; PEÑA, EDUARDO ; ZILLER, SILVIA R. . Spread and impact of introduced conifers in South America: Lessons from other southern hemisphere regions. Austral Ecology (Print), v. 35, p. 489-504, 2010.

24.
ZENNI, R.D.2010ZENNI, R.D.. Manejo de plantas exóticas invasoras em planos de restauração de ambientes naturais. Cadernos da Mata Ciliar, v. 3, p. 17-22, 2010.

25.
ZENNI, R.D.;Zenni, R.D.;ZENNI, RAFAEL D.;ZENNI, RAFAEL DUDEQUE;ZENNI, R. D.;DUDEQUE ZENNI, RAFAEL2009ZENNI, R.D.; Wilson, J.R.U. ; Le Roux, J.J. ; Richardson, D.M. . Evaluating the invasiveness of Acacia paradoxa in South Africa. South African Journal of Botany, v. 75, p. 485-496, 2009.

26.
de Merxem, D.G.2009de Merxem, D.G. ; Borremans, B. ; de Jäger, M.L. ; Johnson, T. ; Jooste, M. ; Ros, P. ; Zenni, R.D. ; Ellis, A.G. ; Anderson, B. . The importance of flower visitors not predicted by floral syndromes. South African Journal of Botany, v. 75, p. 660-667, 2009.

27.
FISCHER, M. L.2006FISCHER, M. L. ; SIMIAO, M. ; COLLEY, E. ; ZENNI, R.D. ; SILVA, D. A. T. ; LATOSKI, N. . Caramujo exótico invasor na vegetação nativa em Morretes, PR: diagnóstico da população de Achatina fulica Bowdich, 1822 em um fragmento de Floresta Ombrófila Densa Aluvial. Biota Neotropica (Edição em Português. Online), v. 6, p. bn03306022006, 2006.

Capítulos de livros publicados
1.
PAUCHARD, A. ; GARCIA, R. ; ZALBA, S. ; SARASOLA, M. ; ZENNI, R.D. ; ZILLER, S. R. ; NUNEZ, M. A. . Pine Invasions in South America: Reducing Their Ecological Impacts Through Active Management. In: João Canning-Clode. (Org.). Biological Invasions in Changing Ecosystems. 1ed.Berlin: De Gruyter Open Ltd, 2015, v. 1, p. 318-342.

2.
ZENNI, RAFAEL D.; DECHOUM, M. S. . Conservação da biodiversidade em paisagens antropizadas do Brasil. In: Peres, C.; Barlow, J.; Gardner, T.; Vieira, I.C.G.. (Org.). Conservação da biodiversidade em paisagens antropizadas do Brasil. 1ed.Curitiba: Editora UFPR, 2013, v. 1, p. 1535-1577.

3.
ZENNI, RAFAEL D.; ZILLER, SILVIA R. . Invasões biológicas: problemas econômicos e ambientais com ênfase em Achatina fulica. In: Marta Luciane Fischer; Leny Cristina Milléo Costa. (Org.). O Caramujo Gigante Africano Achatina fulica no Brasil. 1ed.Curitiba: Editora Universitária Champagnat, 2010, v. 1, p. 175-188.

4.
ZENNI, R.D.. Espécies exóticas invasoras no Brasil: impactos e práticas de controle. In: Jorge Ernesto de Araujo Mariath; Rinaldo Pires dos Santos. (Org.). Os avanços da botânica no início do século XXI: morfologia, fisiologia, taxonomia, ecologia e genética: conferências, plenárias e simpósios do 57º Congresso Nacional de Botânica. 1ed.Porto Alegre: Sociedade Botânica do Brasil, 2006, v. 1, p. 514-518.

5.
ZILLER, S. R. ; ZENNI, R.D. ; Graf Neto, J. . Invasões Biológicas: Introdução, Impactos e Espécies Exóticas Invasoras no Brasil. In: MACEDO, J. H. P.; BREDOW, E. A.. (Org.). Princípios e Rudimentos do Controle Biológico de Plantas - Coletânea. 1ed.Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 2004, v. 1, p. -.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
KUEBBING, S. ; SIMBERLOFF, D. ; LOCKWOOD, J. ; BARRIOS-GARCIA, M. N. ; FELKER-QUINN, E. ; NUNEZ, M. A. ; RODRIGUEZ-CABAL, M. A. ; SOUZA, L. ; ZENNI, R.D. . Opinion: Species Origins DO Matter!. The Scientist, 28 set. 2011.

2.
Wilson, John R. U. ; Zenni, R.D. . Cut me Kangaroo Thorn down, sport!. Veld & Flora, p. 193 - 193, 01 dez. 2009.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
Wilson, John R. U. ; KAPLAN, H. ; de Kock, C. ; MAZIBUKO, D. ; de Smidt, J. ; ZENNI, RAFAEL D. ; van Wyk, E. . Assessment and attempted eradication of Australian acacias in South Africa as part of an EDRR programme. In: International workshop on invasive plants in the Mediterranean type regions of the world, 2012, Trabzon. Proceedings. Trabzon, Turkey: European and Mediterranean Plant Protection Organization (EPPO), 2010. p. 206-212.

2.
ZENNI, R.D.. Prevenção de Invasões Biológicas em Unidades de Conservação. In: VI Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação, 2009, Curitiba. Anais do VI Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação. Curitiba: Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, 2009. v. 1.

3.
ZENNI, R.D.. Espécies exóticas invasoras em ambientes terrestres. In: Congresso Mineiro de Biodiversidade, 2006, Belo Horizonte. Anais do I Congresso Mineiro de Biodiversidade, 2006.

4.
ZENNI, R.D.. Identificação de plantas medicianais através de fotografia e herbário para uso em sistemas agroflorestais. In: IV Congresso Brasileiro de sistemas Agroflorestais, 2002, Ilhéus, 2002.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
Wilson, John R. U. ; CAPLAT, PAUL ; DICKIE, IAN A. ; HUI, CANG ; MAXWELL, BRUCE D. ; NUÑEZ, MARTIN A. ; Pauchard, Aníbal ; REJMÁNEK, MARCEL ; Richardson, D.M. ; ROBERTSON, MARK P. ; SPEAR, DIAN ; WEBBER, BRUCE L. ; Van WILGEN, B. ; ZENNI, RAFAEL DUDEQUE . A standardized set of metrics to assess and monitor tree invasions. In: Reunion on Ecology and Management of Alien Plant Invasions (EMAPi), 2013, Pirenópolis. Annals of the 12th Reunion on Ecology and Management of Alien Plant Invasions (EMAPi), 2013. v. 1. p. 76-76.

2.
ZENNI, RAFAEL DUDEQUE; NUÑEZ, MARTIN A. . The elephant in the room: the role of failed invasions in understanding invasion biology. In: Reunion on Ecology and Management of Alien Plant Invasions (EMAPi), 2013, Pirenópolis. Annals of the 12th Reunion on Ecology and Management of Alien Plant Invasions (EMAPi), 2013. v. 1. p. 68-68.

3.
ZENNI, RAFAEL DUDEQUE. Introduction history of invasive plants in Brazil: patterns of association between biogeographical origin and reason for introduction. In: Reunion on Ecology and Management of Alien Plant Invasions (EMAPi), 2013, Pirenópolis. Annals of the 12th Reunion on Ecology and Management of Alien Plant Invasions (EMAPi), 2013. v. 1. p. 93-93.

4.
FISCHER, M. L. ; SIMIAO, M. ; COLLEY, E. ; ZENNI, R.D. ; SILVA, D. A. T. ; LATOSKI, N. . Caramujo invasor na vegetação nativa no estado do Paraná: diagnóstico da população de Achatina fulica Bowdich, 1822 em um fragmento de floresta ombrófila densa em Morretes. In: Congresso de Ecologia do Brasil, 2005, Caxambu. Anais do VII Congresso de Ecologia do Brasil. Caxambu: Sociedade de Ecologia do Brasil, 2005. v. 1.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MACHADO, M. T. S. ; BARRETO, C. ; ZENNI, R. D. ; DRUMMOND, J. A. L. . Leucaena leucocephala (Lam.) de Wit no Brasil: passado e presente de uma espécie com potencial invasor. In: IX Simposio de la Sociedad Latinoamericana y Caribeña de Historia Ambiental (SOLCHA), 2018, Liberia. Anais do IX Simposio de la Sociedad Latinoamericana y Caribeña de Historia Ambiental (SOLCHA), 2018.

2.
ASTH, M. S. ; FERREIRA, P. M. ; RODRIGUES, R. G. ; ZENNI, R. D. . Integration project of the são francisco river as a pathway for exotic and invasive species. In: XIII Congresso de Ecologia, 2017, Viçosa. Anais do XIII Congresso de Ecologia, 2017.

3.
ZENNI, RAFAEL D.; CUNHA, W. L. ; SENA, G. . RAPID EVOLUTION OF AN INVASIVE PINE RESULTS IN INCREASED INVASIVENESS ACROSS SIX REPLICATED AND INDEPENDENT INVASIONS. In: VIII Southern Connection Congress, 2016, Punta Arenas. Abstracts of the VIII Southern Connection Congress, 2016. p. 266.

4.
ZENNI, RAFAEL D.; CUNHA, W. L. . Rapid evolution of an invasive pine consistently results in increased invasiveness across six replicated and independent invasions. In: 13th International Conference Ecology and Management of Alien Plant Invasions, 2015, Waikoloa. Abstracts of the 13th EMAPi, 2015.

5.
ZENNI, RAFAEL D.. Rapid evolution can drive increases in non-native tree invasiveness, but evolutionary trajectories are context-dependent. In: Evolutionary dynamics of tree invasions: drivers, dimensions, and implications for management, 2015, Stellenbosch. Abstracts of the workshop "Evolutionary dynamics of tree invasions: drivers, dimensions, and implications for management", 2015.

6.
ZENNI, RAFAEL DUDEQUE; BAILEY, JOSEPH K. ; SIMBERLOFF, DANIEL . The invasive provenance hypothesis: positive genotype-environment interactions are a major driver of invasions. In: 99th ESA Annual Meeting, 2014, Sacramento, CA. Annals of the 99th ESA Annual Meeting, 2014.

7.
OLIVEIRA, F. C. ; ZENNI, R.D. ; HANAZAKI, N. . Fishing for the art of the cerco-fixo (ethnographic video). In: 14th Congress of the International Society of Ethnobiology, 2014, Bumthang, Bhutan. Annals of the 14th Congress of the International Society of Ethnobiology, 2014.

8.
Wilson, J.R.U. ; Zenni, R.D. ; MAZIBUKO, D. ; ZYL, H. V. ; Le Roux, J.J. ; Richardson, D.M. . Assessing the feasibility of eradicating australian Acacia species from South Africa. In: International Conference on the Ecology and Management of Alien Plant Invasions, 2009, Stellenbosch. EMAPI 10. Stellenbosch: Centre of Excellence for Invasion Biology, 2009. v. 1. p. 80.

9.
Zenni, R.D.. Patterns and prognosis of pine invasions in sub-tropical brazilian ecosystems. In: International Conference on the Ecology and Management of Alien Plant Invasions, 2009, Stellenbosch. EMAPI 10. Stellenbosch: Centre of Excellence for Invasion Biology, 2009. v. 1. p. 84-84.

10.
ZENNI, R.D.; Wilson, J.R.U. ; Le Roux, J.J. ; Richardson, D.M. . Evaluating the invasiveness of Acacia paradoxa in South Africa. In: 10th International Conference on Ecology and Management of Alien Plant Invasions, 2009, Stellebosch. Proceedings of the 10th International Conference on Ecology and Management of Alien Plant Invasions, 2009.

11.
ZENNI, R.D.. Invasive Species in Brazil. In: Fifty years of invasion ecology ? the legacy of Charles Elton, 2008, Stellenbosch. Fifty years of invasion ecology ? the legacy of Charles Elton. Stellenbosch: DST-NRF Centre of Excellence for Invasion Biology, 2008. v. 1. p. 38-39.

12.
ZENNI, R.D.. Invasão biológica de árvores do gênero Pinus nos campos de altitude da Serra do Mar Paranaense. In: Simpósio Brasileiro sobre Espécies Exóticas Invasoras, 2005, Brasília. Anais do I Simpósio Brasileiro sobre Espécies Exóticas Invasoras. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2005.

13.
SILVA, D. A. T. ; ZENNI, R.D. ; HASE, L. M. ; BITTENCOURT, J. V. M. . Levantamento fitossociológico na Reserva Indígena de Mangueirinha-PR. In: Congresso Nacional de Botânica, 2005, Curitiba. Anais do 56º Congresso Nacional de Botânica. Curitiba: Sociedade Botânica do Brasil, 2005.

14.
ZENNI, R.D.; SILVA, D. A. T. . Avaliação do potencial para conservação da natureza de uma área de floresta no município de Reserva-PR. In: Congresso Nacional de Botânica, 2005, Curitiba. Anais do 56º Congresso Nacional de Botânica. Curitiba: Sociedade Botânica do Brasil, 2005.

Artigos aceitos para publicação
1.
ZENNI, R.D.; SAMPAIO, A. B. ; LIMA, Y. P. ; PESSOA-FILHO, M. ; LINS, T. C. L. ; PIVELLO, V. R. ; DAEHLER, C. . Invasive Melinis minutiflora outperforms native species, but the magnitude of the effect is context-dependent. BIOLOGICAL INVASIONS, 2018.

2.
DECHOUM, M. S. ; SAMPAIO, A. B. ; ZILLER, S. R. ; ZENNI, R.D. . Invasive species and the Global Strategy for Plant Conservation: how close has Brazil come to achieving Target 10?. Rodriguesia, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
ZENNI, R. D.. O impacto das plantas invasoras na biodiversidade. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
ZENNI, R. D.. Impactos de invasões biológicas e planos de prevenção e manejo de espécies invasoras em áreas importantes para conservação da diversidade. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
BASTOS, L. S. ; ROSSE, V. P. ; ZENNI, R. D. . Revisão e atualização de dados sobre espécies exóticas invasoras. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
ZENNI, RAFAEL D.. Evolução rápida, adaptações fenotípicas e coocorrência de populações exóticas invasoras: conhecimentos necessários para a prevenção e mitigação de invasões biológicas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
ZENNI, RAFAEL D.; BAILEY, JOSEPH K. ; SIMBERLOFF, D. . The invasive provenance hypothesis: positive genotype-environment interactions are a major driver of invasions. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
ZENNI, RAFAEL D.; BAILEY, JOSEPH K. ; NUNEZ, M. A. ; SIMBERLOFF, DANIEL . How the introduction of adapted genotypes is a key driver of naturalization. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

7.
ZENNI, R.D.. Avaliação do potencial de invasão de plantas exóticas. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
ZENNI, R.D.. Prevenção de Invasões Biológicas em Unidades de Conservação. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
ZENNI, R.D.. Projeto Oásis. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

10.
ZENNI, R.D.. 5 motivos para você não abandonar seu animal de estimação na natureza. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
ZENNI, R.D.. Fauna Exótica em Curitiba e Região. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
ZENNI, R.D.. Ações globais e conseqüências locais: abordando a problemática das invasões biológicas. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
ZENNI, R.D.. Paisagens antropizadas e invasão por plantas exóticas. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

14.
ZENNI, R.D.. Espécies Exóticas Invasoras em Ambientes Naturais. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
ZENNI, R.D.. Ações globais e conseqüências locais: abordando a problemáticas das invasões biológicas. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
ZENNI, R.D.. Ocorrência de espécies exóticas invasoras nos ecossistemas continentais brasileiros. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

17.
ZENNI, R.D.. Espécies exóticas invasoras: impactos e práticas de controle. 2006. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

18.
ZENNI, R.D.. Contexto Mundial e Brasileiro da Invasão por Espécies Exóticas. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

19.
ZENNI, R.D.. Espécies exóticas invasoras em ambientes terrestres. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
ZILLER, S. R. ; ZENNI, R. D. ; ROSSE, V. P. ; BASTOS, L. S. ; WONG, L. J. ; PAGAD, S. . Global Register of Introduced and Invasive Species- Brazil. Global Biodiversity Information Facility (GBIF), 2018 (Banco de dados).

2.
ZILLER, S. R. ; ZALBA, S. ; ZENNI, R.D. . Modelo para o desenvolvimento de uma estratégia nacional para espécies exóticas invasoras. Brasil: TNC/GISP, 2007 (Modelo para política pública).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
ZENNI, R. D.. Revisor de artigo submetido para Trends in Ecology & Evolution. 2018.

2.
ZENNI, R. D.. Revisor de artigo submetido para Journal of Ecology. 2018.

3.
ZENNI, R. D.. Parecer ad-hoc para 'Biological Invasions'. 2017.

4.
ZENNI, R. D.. Parecer ad-hoc para 'Ecology and Evolution'. 2017.

5.
ZENNI, R. D.. Assessoria editorial para o periódico Journal of Applied Ecology. 2017.

6.
ZENNI, R. D.. Assessoria editorial para o periódico Biological Invasions. 2017.

7.
ZENNI, R. D.. Assessoria editorial para o periódico AoB Plants. 2017.

8.
ZENNI, R. D.. Assessoria editorial para o periódico Plant Ecology & Diversity. 2017.

9.
ZENNI, RAFAEL D.. Acta Botanica Brasilica. 2016.

10.
ZENNI, RAFAEL D.. Ecosphere. 2016.

11.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2016.

12.
ZENNI, RAFAEL D.. Ecological Monographs. 2016.

13.
ZENNI, RAFAEL D.. AoB Plants. 2016.

14.
ZENNI, RAFAEL D.. Anais da Academia Brasileira de Ciências. 2016.

15.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2015.

16.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2015.

17.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2015.

18.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2015.

19.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2015.

20.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2015.

21.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2015.

22.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2015.

23.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2015.

24.
ZENNI, RAFAEL D.. Proceedings of the National Academy of Sciences of the USA (PNAS). 2015.

25.
ZENNI, RAFAEL D.. Revista Floresta. 2015.

26.
ZENNI, RAFAEL D.. Oecologia Australis. 2015.

27.
ZENNI, RAFAEL D.. Global Ecology and Biogeography. 2015.

28.
ZENNI, RAFAEL D.. Diversity and Distributions. 2015.

29.
ZENNI, RAFAEL D.. Molecular Ecology. 2015.

30.
ZENNI, RAFAEL D.. Rodriguésia. 2015.

31.
ZENNI, RAFAEL D.. Plant Ecology. 2015.

32.
Zenni, R.D.. Restoration Ecology. 2015.

33.
ZENNI, RAFAEL D.. Global Ecology and Biogeography. 2015.

34.
ZENNI, R. D.. Biological Invasions. 2015.

35.
ZENNI, R. D.. Biological Invasions. 2015.

36.
ZENNI, R. D.. Biological Invasions. 2015.

37.
ZENNI, R. D.. Biological Invasions. 2015.

38.
ZENNI, R. D.. Biological Invasions. 2015.

39.
ZENNI, R. D.. AoB Plants. 2015.

40.
ZENNI, RAFAEL D.. Diversity and Distributions. 2014.

41.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2014.

42.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2014.

43.
ZENNI, RAFAEL D.. Ecology and Evolution. 2014.

44.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2014.

45.
ZENNI, RAFAEL D.. Ecography. 2014.

46.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2014.

47.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2014.

48.
ZENNI, RAFAEL D.. Molecular Ecology. 2014.

49.
ZENNI, RAFAEL D.. Diversity and Distributions. 2014.

50.
ZENNI, RAFAEL D.. Conservation Genetics. 2014.

51.
ZENNI, RAFAEL D.. Plant Ecology. 2013.

52.
ZENNI, RAFAEL D.. Diversity and Distributions. 2013.

53.
ZENNI, RAFAEL D.. Diversity and Distributions. 2013.

54.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2012.

55.
ZENNI, RAFAEL D.. Forest Ecology and Management. 2012.

56.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2012.

57.
ZENNI, RAFAEL D.. African Journal of Ecology. 2011.

58.
ZENNI, RAFAEL D.; ZILLER, S. R. . Análise de risco para plantas exóticas. 2010.

59.
ZENNI, RAFAEL D.. Biological Invasions. 2009.

Trabalhos técnicos
1.
Zenni, R.D.; DECHOUM, M. S. ; ZILLER, S. R. . Contextualização sobre espécies exóticas invasoras para o Sudeste do Brasil e Bahia. 2008.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
ZENNI, RAFAEL D.. Plantas que se tornam invasoras. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Redes sociais, websites e blogs
1.
ZENNI, RAFAEL D.. Website pessoal. 2014; Tema: Website pessoal. (Site).

2.
ZENNI, RAFAEL D.. Blog sobre ecologia, evolução e ciência. 2014; Tema: Blog sobre ecologia, evolução e ciência. (Blog).


Demais tipos de produção técnica
1.
ZENNI, RAFAEL D.. Ecologia de Populações. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
ZENNI, RAFAEL D.. Ecologia de Populações. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
ZENNI, RAFAEL D.. Seleção Natural e Adaptação. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
ZENNI, R.D.. A problemática das invasões biológicas no Brasil: métodos práticos de erradicação e controle. 2005. .

5.
ZENNI, R.D.. Espécies Exóticas Invasoras. 2004. .


Produção artística/cultural
Artes Visuais
1.
ZENNI, R.D.. Fotografia na Natureza. 2000. Fotografia.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
GIEHL, E. L. H.; DUDEQUE ZENNI, RAFAEL; DECHOUM, M. S.; CASTELLANI, T. T.. Participação em banca de Alexandre Deschamps Schmidt. Efeito da espécie exótica invasora Hovenia dulcíssima Thunb. (Rhamnaceae) na regeneração de floresta subtropical secundária. 2018. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
LIMA, M. R.; ZENNI, R.D.; TEIXEIRA, G. M.. Participação em banca de José Ricardo Pires Adelino. Uso de modelos de distribuição de espécies (MDEs) como ferramenta para detecção de áreas propícias ao estabelecimento de aves não nativas introduzidas no Brasil. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

3.
GREGORIN, R.; ZENNI, R. D.; CURI, N. H. A.. Participação em banca de Matheus Camargo Silva Mancini. Diferentes partes da comunidade de morcego exibem diferentes respostas funcionais à elevação. 2017. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras.

4.
GRILO, C. B.; ZENNI, R. D.; TEIXEIRA, F. Z.. Participação em banca de Priscilla Barbosa Alcantara da Silva. CRITICAL AREAS FOR ROAD MITIGATION: COMBINING SOURCE-SINK DYNAMICS WITH ROAD-KILL MODELING. 2017. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras.

5.
SCHMIDT, I. B.; RIBEIRO, K. T.; TIDON, R.; ZENNI, R.D.. Participação em banca de Tainah Corrêa Seabra Guimarães. Espécies exóticas invasoras da fauna em unidades de conservação federais no Brasil: sistematização do conhecimento e implicações para o manejo. 2015. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de Brasília.

6.
VIEIRA, L. C. G.; REZENDE, R.; ZENNI, RAFAEL D.; GONCALVES JUNIOR, J. F.. Participação em banca de Laís de Souza Lima. Variação sazonal na composição química de detritos foliares em zonas riparias do Cerrado. 2015. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de Brasília.

Teses de doutorado
1.
FARIA, L. B.; LOUZADA, J. N. C.; ZENNI, R.D.; NEVES, F. S.; GODOY, W. A. C.. Participação em banca de Angelo Barbora Monteiro. Dynamical stability and complex topologies: patterns and mechanisms in food webs. 2018. Tese (Doutorado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras.

2.
POMPEU, P. S.; FARIA, L. B.; ZENNI, R. D.; MAGALHAES, A. L. B.; SANTOS, G. B.. Participação em banca de Daniel de Melo Rosa. Relações tróficas entre peixes e presas invasoras em reservatórios do Rio Grande, bacia do alto Rio Paraná. 2018. Tese (Doutorado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras.

3.
LOUZADA, J. N. C.; SOUZA, T. S.; ZENNI, R. D.; VIEIRA, L.; HASUI, E.. Participação em banca de André Luiz Batista Tavares. Local and landscape prospects for dung beetle conservation in tropical fragmented landscapes: an Atlantic Forest essay. 2018. Tese (Doutorado em Doutorado em Entomologia) - Universidade Federal de Lavras.

4.
SCARIOT, A.; CARVALHO, F. A.; PINTO, J. R. R.; SEVILHA, A. C.; ZENNI, R.D.. Participação em banca de Ricardo Flores Haidar. Núcleo de florestas tropicais sazonalmente secas do Cerrado: diversidade, fitogeografia, endemismo, fenologia foliar e os controles ambientais e espaciais. 2017. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de Brasília.

5.
VITULE, J. R. S.; ZENNI, R. D.; DECHOUM, M. S.; ABILHOA, V.; CAMPIAO, K. M.. Participação em banca de Raul Rennó Braga. Fusão invasora: hierarquização da hipótese, avaliação experimental e ?framework? para teste e síntese. 2016. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação) - Universidade Federal do Paraná.

6.
LOUZADA, J. N. C.; SOLAR, R. R. C.; VIEIRA, L.; ZENNI, RAFAEL D.; KORASAKI, V.. Participação em banca de Cristiane Maria Queiroz da Costa. Restinga forest conservation: a large-scale study using dung beetles as a focal taxa. 2016. Tese (Doutorado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras.

7.
TAKAHASHI, F. S. C.; MIRANDA, H. S.; ZENNI, RAFAEL D.; SCHMIDT, I. B.; HAY, J. D.. Participação em banca de Emilia Pinto Braga. Pinheiros no Cerrado: estrutura das populações invasoras e efeitos da sua ocupação sobre nutrientes e microbiota do solo. 2015. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de Brasília.

Qualificações de Doutorado
1.
PREVEDELLO, J. A.; ZENNI, R.D.; PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Rodrigo Zucaratto. A palmeira exótica Roystonea oleracea (Jacq.) O.F. Cook em uma ilha costeira na Floresta Atlântica: situação atual e subsídios para o manejo da espécie. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia e Evolução) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

2.
LOUZADA, J. N. C.; ZENNI, R. D.; FARIA, L. B.; AUDINO, L. D.. Participação em banca de Yojana Irina Menéndez Rivero. Interações Ecológicas. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras.

3.
POMPEU, P. S.; ZENNI, R. D.; PENAFLOR, M. F. G. V.; CURI, N. H. A.. Participação em banca de Débora Reis de Carvalho. Conservação em Ecossistemas Fragmentados. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras.

4.
MUNHOZ, C. B. R.; AQUINO, F. G.; ZENNI, RAFAEL DUDEQUE. Participação em banca de Alba Orli de Oliveira Cordeiro. Germinação e crescimento de espécies herbáceas, arbustivas e arbóreas nativas do cerrado no manejo de gramínea invasoras em áreas em processo de restauração. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Botânica) - Universidade de Brasília.

5.
DRUMMOND, J. A. L.; BARRETO, C. G.; ZENNI, R.D.. Participação em banca de Marilia Teresinha de Sousa Machado. A espécie Leucaena leucocephala (Lam.) de Wit. no Parque Nacional de Brasília: implicações ambientais, sociais e econômicas de uma espécie invasora no Bioma Cerrado. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Desenvolvimento Sustentável) - Universidade de Brasília.

Qualificações de Mestrado
1.
CARVALHO, D.; ZENNI, R. D.; VAN DEN BERG, E.. Participação em banca de Lucas Fernandes Rocha. Dinâmica genética como ferramenta para o manejo florestal de Emeranthus erythropappus (DC) MacLeish. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Lavras.

2.
FARIA, L. B.; LOUZADA, J. N. C.; ZENNI, RAFAEL D.. Participação em banca de Tamires Camila Talamonte de Oliveira. Morfometria e competição de insetos herbívoros em rede multitrófica. 2016.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
ZENNI, R. D.; CARVALHO, D.; BUENO, M. L.. Participação em banca de Hugo Henrique Marques da Rosa.Modelling of potential distribution of 15 invasive tree species in South America. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Lavras.

2.
BAGER, A.; FONTES, M. A. L.; BUENO, A. A. P.; ZENNI, R. D.. Participação em banca de Érika Paula Castro.Variação temporal de atropelamentos de animais silvestres no sul de Minas Gerais. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária) - Universidade Federal de Lavras.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
PAGLIA, A.; ZENNI, R. D.; HAY, J. D.; BARBOSA, E. L.; SCHLINDWEIN, C. P.. Ecologia de Comunidades Vegetais - Edital 697/2017. 2018. Universidade Federal de Minas Gerais.

2.
SANTOS FILHO, P. R.; SILVA, A. B.; ZENNI, R. D.; QUEIROZ, S. E. E.; MATTOS, K. L. B. L.. Edital No. 075/2016 (Vaga C). 2016. Universidade Federal de Alfenas.

Outras participações
1.
ZENNI, R. D.; GREGORIN, R.; PENAFLOR, M. F. G. V.. Seleção PNPD Ecologia Aplicada. 2018. Universidade Federal de Lavras.

2.
ZENNI, R. D.; PASSAMANI, M.; PENAFLOR, M. F. G. V.. Seleção PNPD PPG Ecologia Aplicada. 2017. Universidade Federal de Lavras.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
1° Ciclo de Palestras em Ecologia e Conservação da Flora.O impacto das plantas invasoras na biodiversidade. 2017. (Outra).

2.
30° Congresso de Iniciação Científica. Revisão e atualização de dados sobre espécies exóticas invasoras. 2017. (Congresso).

3.
68 Congresso Nacional de Botânica. Metas da GSPC no Brasil. 2017. (Congresso).

4.
VIII Southern Connection Congress. RAPID EVOLUTION OF AN INVASIVE PINE RESULTS IN INCREASED INVASIVENESS ACROSS SIX REPLICATED AND INDEPENDENT INVASIONS. 2016. (Congresso).

5.
Evolutionary dynamics of tree invasions: drivers, dimensions, and implications for management.Rapid evolution can drive increases in non-native tree invasiveness, but evolutionary trajectories are context-dependent. 2015. (Oficina).

6.
Reunion on Ecology and Management of Alien Plant Invasions (EMAPi). Rapid evolution of an invasive pine consistently results in increased invasiveness across six replicated and independent invasions. 2015. (Congresso).

7.
2014 ESA Annual Meeting. The invasive provenance hypothesis: positive genotype-environment interactions are a major driver of invasions. 2014. (Congresso).

8.
Invasion Genetics: The Baker and Stebbins Legacy Symposium.How the introduction of adapted genotypes is a key driver of naturalization. 2014. (Simpósio).

9.
International Conference on Ecology and Management of Alien Plant Invasions.Analysis of introduction history of invasive plants in Brazil reveals patterns of association between biogeographical origin and reason for introduction. 2013. (Simpósio).

10.
Ecological Society of America annual meeting.Number of source populations as a potential driver of pine invasions in Brazil. 2012. (Encontro).

11.
International Conference on the Ecology and Management of Alien Plant Invasions. Patterns and prognosis of pine invasions in sub-tropical brazilian ecosystems. 2009. (Congresso).

12.
VI Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação. Manejo de invasão biológica em unidades de conservação: da teoria à prática. 2009. (Congresso).

13.
Fifty years of invasion ecology ? the legacy of Charles Elton.Invasive Species in Brazil. 2008. (Simpósio).

14.
Conservação, Manejo e Uso Sustentável dos Recursos Genéticos Florestais com Referência ao Brasil e Argentina. 2002. (Encontro).

15.
III Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação. 2002. (Congresso).

16.
IV Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais. 2002. (Congresso).

17.
Uso Público de Esportes de Aventura em Unidades de Conservação. 2002. (Simpósio).

18.
Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável da Costa Oeste do Paraná. 2001. (Simpósio).

19.
Conservação da Natureza e Áreas privadas. 2000. (Seminário).

20.
II Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação. 2000. (Congresso).

21.
Semana de Estudos Florestais. 2000. (Oficina).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ZENNI, RAFAEL D.; MIRANDA, H. S. . Primeiro Colóquio em Ecologia. 2015. (Outro).

2.
LOPER, A. A. ; PAULA, C. L. ; Graf Neto, J. ; BAZZO, K. C. ; ZENNI, RAFAEL D. ; BONILHA, R. ; BARRIOS, H. ; LOPEZ, L. ; BERGER, G. ; BENITEZ, S. . 34th International Forestry Students? Symposium. 2006. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Hugo Henrique Marques da Rosa. Unidades de Conservação são fontes ou drenos de espécies exóticas invasoras? Uma análise de rotas e vetores de invasões biológicas com foco em manejo e restauração. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Raphaela Aparecida Duarte Silveira. Unidades de Conservação são fontes ou drenos de espécies exóticas invasoras? Uma análise de rotas e vetores de invasões biológicas com foco em manejo e restauração. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

3.
Matheus da Silva Asth. O Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF) como facilitador da introdução de espécies exóticas e invasoras. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Karla Palmieri Tavares. O papel de espécies exóticas na estruturação de novas comunidades naturais em face às mudanças climáticas. Início: 2018. Tese (Doutorado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras. (Orientador).

2.
Marina Lopes Bueno. Espécies exóticas de peixes: novas abordagens para Minas Gerais. Início: 2017. Tese (Doutorado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

3.
Marcos Vinícius Mendes. Efeito da urbanização na comunidade de macroinvertebrados bentônicos em uma microbacia de floresta tropical. Início: 2016. Tese (Doutorado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Mariana Miranda Belarmino. Unidades de Conservação são fontes ou drenos de espécies exóticas invasoras? Uma análise de rotas e vetores de invasões biológicas com foco em manejo e restauração. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Engenharia Ambiental e Sanitária) - Universidade Federal de Lavras, Universidade Federal de Lavras. (Orientador).

2.
Pedro Henrique Lemos Cerqueira. O papel de espécies exóticas na estruturação de novas comunidades naturais em face às mudanças climáticas. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Lavras, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. (Orientador).

3.
Lais Souza Bastos. Determinação de rotas e vetores de dispersão de espécies exóticas na região do Parque Nacional do Itatiaia. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Lavras, Universidade Federal de Lavras. (Orientador).

4.
Vinícius Guimarães dos Santos. O papel de espécies exóticas na estruturação de novas comunidades naturais em face às mudanças climáticas. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Engenharia Ambiental e Sanitária) - Universidade Federal de Lavras, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. (Orientador).

5.
Beatriz Cunha Mello Oliveira. Unidades de Conservação são fontes ou drenos de espécies exóticas invasoras? Uma análise de rotas e vetores de invasões biológicas com foco em manejo e restauração. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Engenharia Ambiental e Sanitária) - Universidade Federal de Lavras, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

6.
Jonathan Wilson de Almeida. Coleta de dados para modelagem de potencial de invasão de animais exóticos na América do Sul. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Lavras. (Orientador).

7.
Vinicius Possato Rosse. Modelagem de potencial de invasão de animais exóticos na América do Sul. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Engenharia Ambiental e Sanitária) - Universidade Federal de Lavras, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

8.
Delane Patez Porto. Modelagem de potencial de invasão de animais exóticos na América do Sul. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Lavras, Universidade Federal de Lavras. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Ana Luísa Cubas Cazetta. Invasão biológica por Pinus (P. oocarpa e P. caribae) no Cerrado e suas consequências para a diversidade vegetal. 2015. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rafael Dudeque Zenni.

Tese de doutorado
1.
Marilia Teresinha de Sousa Machado. A espécie Leucaena leucocephala (Lam.) de Wit. no Parque Nacional de Brasília: implicações ambientais, sociais e econômicas de uma espécie invasora no Bioma Cerrado. 2015. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável) - Universidade de Brasília, . Coorientador: Rafael Dudeque Zenni.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Hugo Henrique Marques da Rosa. Modelagem e Distribuição de Espécies Potencialmente Invasoras. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Lavras. Orientador: Rafael Dudeque Zenni.

Iniciação científica
1.
Lais Souza Bastos. Biologia e Ecologia de Plantas Exóticas Naturalizadas e Invasoras no Brasil. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Lavras, Universidade Federal de Lavras. Orientador: Rafael Dudeque Zenni.

2.
Wanderson Lacerda da Cunha. Evolução rápida, adaptações fenotípicas e coocorrência de populações exóticas invasoras: conhecimentos necessários para a prevenção e mitigação de invasões biológicas. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rafael Dudeque Zenni.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
ZENNI, RAFAEL D.. Evolução rápida, adaptações fenotípicas e coocorrência de populações exóticas invasoras: conhecimentos necessários para a prevenção e mitigação de invasões biológicas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
BASTOS, L. S. ; ROSSE, V. P. ; ZENNI, R. D. . Revisão e atualização de dados sobre espécies exóticas invasoras. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Cursos de curta duração ministrados
1.
ZENNI, R.D.. Espécies Exóticas Invasoras. 2004. .

2.
ZENNI, R.D.. A problemática das invasões biológicas no Brasil: métodos práticos de erradicação e controle. 2005. .


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
ZENNI, RAFAEL D.. Plantas que se tornam invasoras. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ZENNI, RAFAEL D.; MIRANDA, H. S. . Primeiro Colóquio em Ecologia. 2015. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/10/2018 às 22:39:12