Natasha Verdasca Meliciano

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5796204235025868
  • Última atualização do currículo em 18/09/2018


Possui graduação em Ciências Biológicas (Licenciatura/ Bacharelado) pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) em 2005, Londrina/PR/Brasil. Possui Mestrado em Genética, Conservação e Biologia Evolutiva pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) em 2008, Manaus/AM/Brasil. Tem experiência na área de Genética, Evolução e Ensino, atuando principalmente nos seguintes temas: Escherichia coli, Eulaema nigrita/ Euglossini, Pterophyllum/Cichlidae, Expressão Gênica, Biologia Molecular, Genética da Conservação, Genética de Populações, Biologia Evolutiva, Formação de Conceitos em Biologia e Ensino de Ciências Biológicas. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Natasha Verdasca Meliciano
Nome em citações bibliográficas
MELICIANO, N. V.;Meliciano, Natasha Verdasca;MELICIANO, NATASHA V.;VERDASCA, N. M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Amazonas, ISB - Instituto de Biotecnologia e Saúde.
Estrada de Coari, 305
Mamiá
69460000 - Coari, AM - Brasil
Telefone: (97) 35613025
Ramal: 3025
Fax: (97) 35613025
URL da Homepage: isbcoari@ufam.edu.br


Formação acadêmica/titulação


2006 - 2008
Mestrado em Genética, Conservação e Biologia Evolutiva.
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Brasil.
Título: Estudo Morfométrico, Evolutivo e Filogeográfico das espécies do gênero Pterophyllum, Heckel, 1840 (Cichlidae / Heroini) da Bacia Amazônica.,Ano de Obtenção: 2008.
Orientador: Tomas Hrbek.
Coorientador: Izeni Pires Farias.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Biologia Evolutiva; Filogeoografia; Morfometria Geométrica; Genética Molecular; Pterophyllum/Cichlidae.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Genética.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Biologia Evolutiva.
2001 - 2005
Graduação em Ciências Biológicas Licenciatura Bacharelado.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Título: Análise Genética Comparativa de Populações de Eulaema nigrita Lepeletier, 1841 (Hymenoptera, Apidae) em Fragmentos Florestais mantidos como reservas legais..
Orientador: Silvia Helena Sofia.




Formação Complementar


2012 - 2012
Fotografia Básico e Avançado. (Carga horária: 48h).
Foto Nascimento, FN, Brasil.
2011 - 2011
Ciência é Legal. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.
2007 - 2007
IV Taller de Genética para la Conservación. (Carga horária: 67h).
Instituto de Nutrición y Tecnología de los Alimentos, INTA, Chile.
2006 - 2006
Atualização em Biologia Comp-Análise Filogenética. (Carga horária: 80h).
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Brasil.
2005 - 2005
Extensão universitária em Ciências Biológicas. (Carga horária: 68h).
Empresa junior de consultoria ambiental/UEL, BIOMA/UEL, Brasil.
2004 - 2004
Extensão universitária em Ciências Biológicas. (Carga horária: 34h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
2004 - 2004
Biotecnologia e Biossegurança. (Carga horária: 36h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
2003 - 2004
Extensão universitária em Ciências Biológicas. (Carga horária: 560h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
2003 - 2003
Programa de Treinamento do Projeto Boto-cinza. (Carga horária: 96h).
Instituto de Pesquisas Cananéia, IPEC, Brasil.
2002 - 2003
Extensão universitária em Ciências Biológicas. (Carga horária: 960h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
2002 - 2003
Extensão universitária em Ciências Biológicas. (Carga horária: 264h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
2001 - 2002
Extensão universitária em Ciências Biológicas. (Carga horária: 700h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
2001 - 2001
Extensão universitária em Ciências Biológicas. (Carga horária: 128h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente II, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Genética Básica, Tecnologia do DNA Recombinante, Diagnóstico Molecular, Genética de Microrganismos, Citogenética, Genética e Evolução, Sistemática e Filogenética, Biologia molecular, Estágio Supervisionado em Biotecnologia e Trabalho de Conclusão de Curso.

Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluno colaborador - Bolsista DTI, Carga horária: 40
Outras informações
Bolsista CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, modalidade DTI no projeto: Rede de pesquisa para ampliação do conhecimento sobre a biodiversidade de vertebrados da Amazônia brasileira com aplicações sobre seu uso e conservação.

Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20
Outras informações
Professor Substituto nível Graduação nas cadeiras: Genética de Populações (C. Biológicas); Genética Básica (Odontologia; Medicina; Fisioterapia e Enfermagem); Evolução e Filogenia (C. Biológicas); Estágio em Docência (C. Biológicas); Conservação e Uso de Recurso Genético (Biotecnologia); Desenvolvimento de Marcadores Moleculares (Biotecnologia); Genética para Biotecnólogo (Biotecnologia); Fundamentos de Genética e Evolução (C. Biológicas)

Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Colaborador, Carga horária: 20
Outras informações
Colaborador do Laboratório de Evolução e Genética Animal - LEGAL/UFAM

Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluno colaborador - Bolsista DTI, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsista CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, modalidade DTI.


Secretaria Municipal da Educação, SEMED, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor de Ciências-Ensino fundamental, Carga horária: 20
Outras informações
Professor de Ciências no Ensino Fundamental - Escola Municipal São Benedito/Manaus/AM


Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador de projeto, Carga horária: 16
Outras informações
Participação como colaborador em projetos de pesquisa

Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Aluno (Mestrado), Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Desenvolvimento do Mestrado - Bolsista CAPES - Coordenação Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.


Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Aluno, Enquadramento Funcional: Aluno Graduação, desenvolvimento da TCC, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Aluno de Ciências Biológicas (Licenciatura e Bacharelado) - conclusão da TCC e do Bacharelado.

Vínculo institucional

2001 - 2005
Vínculo: Aluno, Enquadramento Funcional: Aluno Graduação, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Aluno de Graduação em Ciências Biológicas (Lincenciatura e Bacharelado) - conclusão da Licenciatura.


Bioma-Consultoria Ambiental, BIOMA, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultora e Gerente de Projeto, Carga horária: 20
Outras informações
Consultora e Gerente de Projetos em planos de gerenciamento e consultoria ambiental industrial e empresarial - Extensão



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
USO DE BIOINDICADORES NA AVALIAÇÃO DAS AGUAS DAS PROXIMIDADES DO TERMINAL PETROLÍFERO DE URUCU (UPGN ? Urucu) ?Coari/AM/BR.
Descrição: O termo ?bioindicadores? é definido como a escolha de espécies dada sua sensibilidade ou tolerância a alterações ambientais, demonstrando modificações fisiológicas e bioquímicas, até o nível genético, de forma simples, ajudando em análises macroscópicas e microscópicas. Isso pode ser de grande uso para análises de ecossistemas aquáticos em risco, onde a utilização de organismos aquáticos, como os peixes e sistemas vegetais, é eficiente por apresentarem resposta diante de alterações ambientais e serem de fácil amostragem, tornando-se uma interessante ferramenta para estudos ecológicos em ambientes como a Amazônia, que representa a maior e mais densa rede hídrica do mundo e necessita ser monitorada e conservada. Assim, o objetivo deste estudo é analisar os efeitos das águas, próximas às atividades petrolíferas do terminal de Coari, AM ? UPGN ? Urucu, perante o uso de bioindicadores para avaliar prováveis impactos bióticos decorrentes da rotina petroleira na região, correlacionando alterações celulares das espécies de peixe e vegetal; Mesonauta festivus e Allium cepa, a qualidade hídrica amostrada. Serão realizados coletas e ensaios com a água coletada dos arredores do terminal e os ensaios serão analisados estatisticamente em relação a frequência micronúcleos e de anormalidade nucleares, assim como serão obtidos critérios físicos e químicos das amostras de água, visando verificar a existência de alterações significativas nos bioindicadores selecionados, além de checar qualidade físico - química observada, com base na legislação vigente..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Coordenador / Waleska Gravena - Integrante / Olavo Pinhatti Colatreli - Integrante / Luziane de Lima Pereira - Integrante / Klenicy Kazumy de Lima Yamaguchi - Integrante / Michel Nasser C. L. Chamy - Integrante / Luana Melo de Souza - Integrante / Gyssenia Brenda Moura Vasquez - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Auxílio financeiro.
2018 - Atual
AVALIAÇÃO DAS DIFERENTES ESPÉCIES DE AÇAÍ COMERCIALIZADAS NA REGIÃO DO MÉDIO SOLIMÕES
Descrição: A região amazônica apresenta inúmeras espécies frutíferas e dentre as frutas com maior ascensão no mercado internacional, tem-se os açais Amazônicos como os mais promissores. Essas espécies pertencem ao gênero Euterpe e estão localizadas nas Américas Central e do Sul, estando distribuídas por toda bacia Amazônica. As três espécies que ocorrem com maior frequência são E. oleraceae, E. edulis e E. precatoria. No entanto, só duas são exploradas comercialmente, E. precatoria e E. oleracea. Umas das principais diferenças entre os dois açaís, está no hábito de crescimento das plantas. E. precatoria é uma espécie nativa do estado do Amazonas, conhecida popularmente como ?açaí do Amazonas? e encontrada na bacia do Solimões, em terreno de terra firme e área de baixio. E. oleracea, conhecida popularmente como ?açaí do Pará?, é encontrada, sobretudo, em terrenos de várzea e igapó. É multicaule, diferentemente da E. precatoria que é unicaule. Espécie nativa da Amazônia, tem suas maiores populações concentradas nas florestas da Amazônia Oriental, principalmente, nos Estados do Pará, Amapá e Maranhão. Estas espécies têm alto potencial econômico, principalmente pelo uso de seus frutos na preparação do ?vinho de açaí?, uma bebida não alcóolica que é comumente exportada para todo o mundo como energético. A polpa deste fruto tem sido objeto de estudos em função do valor nutritivo, sendo considerado um alimento nutracêutico face ao elevado teor de substâncias bioativas. O açaí demonstra benefícios à saúde associados à composição química. Devido a isso, uma quantidade considerável de atividades biológicas é descrita para as espécies desse gênero, principalmente para E. oleracea. A atividade antioxidante, antimicrobiana, vasodilatadora e antiinflamatória da polpa é a mais avaliada por meio de diferentes testes, desde a varredura de radicais in vitro até modelos celulares e plasma humano, sugerindo uma possibilidade do uso como medicinal. Na colheita, pode-se diferenciar as espécies por meio das características botânicas, porém ao ser preparado para consumo, nem sempre é possível ter a certeza sobre o tipo de açaí que está sendo consumido. Sabe-se que as espécies de E. oleracea são comumente encontradas na região paraense, enquanto que na amazonense prevalece as espécies de E. precatoria, porém, nos últimos anos a domesticação das espécies vêm sendo crescente e as polpas acabam sendo vendidas apenas como ?açaí?. Segundo os moradores locais, o sabor, o tempo de validade e o rendimento das polpas das duas espécies é bem diferente. Apesar das sementes de E. oleracea serem maiores, o rendimento no processo de despolpamento é inferior ao de E. precatoria, assim como o tempo de prateleira . Há poucos estudos diferenciando as espécies. Ambas apresentam valores de fenólicos e antocianinas totais que são correlacionados com a elevada atividade antioxidante. De forma geral, caracterizam-se quimicamente por apresentarem substâncias fenólicas como ácidos fenólicos, flavonoides e antocianinas, no entanto são tímidos os trabalhos que avaliam a quantidade e a variação destas substâncias. Segundo estudos é possível diferenciar as duas espécies pela quantidade de antocianinas, sendo o valor de antocianinas totais 50% maior em E. precatoria que em E. oleracea. A literatura sobre o controle de qualidade do açaí no Amazonas é insuficiente comparada a alta demanda que este fruto possui e os dados apresentam limitações em função da compilação, quantidade de amostras utilizadas, metodologias, constituição genética, condições edafoclimáticas, tratos culturais e tratamento pós-colheita, o que evita uma base de dados atualizados refletindo a real composição dos alimentos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Integrante / Waldireny Caldas Rocha - Integrante / Uatyla de Oliveira Lima - Integrante / Vera Lúcia imbiriba Bentes - Integrante / Maria Raquel de Carvalho Cota - Integrante / Klenicy Kazumy de Lima Yamaguchi - Coordenador / Fábio Alessandro Pieri - Integrante / aldir Florêncio da Veiga Junior - Integrante / Emerson Silva Lima - Integrante / Cláudia Cândida Silva - Integrante / Olavo Pinhatti Colatrel - Integrante / Michel Nasser C. L. Chamy - Integrante / Eldrinei Gomes Peres - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.
2015 - 2016
Tecnologia Educativa para a Prevenção da Obesidade e Boa prática de Alimentação e Atividade Física em Adolescentes do Ensino Médio no município de Coari/AM
Descrição: Os adolescentes constituem um grupo nutricionalmente vulnerável, considerando-se suas necessidades nutricionais energeticamente aumentadas, seu padrão alimentar, estilo de vida e sua suscetibilidade as influências ambientais. Essa fase representa um período de transformações fisiológicas e alterações psicossociais e, por isso, estão mais expostos aos riscos de uma dieta não balanceada, em decorrência de seus comportamentos inadequados e dos apelos da mídia, comprometendo sua saúde na vida adulta, resultado da construção de maus hábitos e da aquisição de problemas metabólicos como a obesidade e o diabetes mellitus. Atualmente os adolescentes trocam a prática de atividade física, que exigiam maior gasto energético, por atividades dentro de casa e de baixa intensidade, como assistir televisão, uso de telefones sem fio ? celular, controle remoto, computador e jogos de videogame, tornando-os sedentários. A prática de atividade física entre jovens representa uma relação inversa com o risco de doenças crônicas não-transmissíveis, dentre elas; a obesidade. Além disso, o padrão de exercícios praticados na adolescência determina rotina de atividade física na idade adulta, o que é importante, uma vez que, a atividade física regular representa um componente fundamental para um estilo de vida saudável, otimizando a saúde através da melhoria da aptidão física que, somada a boa alimentação, desempenha um papel importante para a qualidade de vida. Nesse sentido, a educação em saúde surge como um instrumento capaz de valorizar o indivíduo, tornando-o principal sujeito para transformação de sua condição e dos que estão inseridos no seu meio social, pois é considerada um método que qualifica conhecimentos, atitudes e práticas dos mesmos. Ao se considerar o público mais jovem, percebemos que, a orientação em saúde, principalmente na escola, torna-se um processo fundamental para a capacitação de conhecimentos e funciona como um importante espaço de aprendizagem e sociabilização, baseado em fundamentos concretos que estimulam mudanças e promove um bom estado de saúde a esses adolescentes, ao se dispor de um local oportuno para prática e tecnologias educativas, como álbum seriado, folders, cartilhas e manuais para executar suas ações de educação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Coordenador / Sayara Meyre Zaguri Pereira - Integrante / Luziane de Lima Pereira - Integrante / Quéfren Guimarães Suzuki - Integrante.
2015 - Atual
Caracterização genética de pisciculturas na região do médio Solimões/Concentração - município de Coari/AM
Descrição: Apesar do potencial da piscicultura na região de Coari/AM e desejo de desenvolvimento e profissionalização desta atividade no município, ainda não há estudos sobre a caracterização genética de tais estoques pesqueiros. A falta de estudos genéticos de culturas pesqueiras é um fenômeno não somente restrito ao município, mas no Amazonas, onde é praticado este tipo de produção, tornando a pscicultura uma atividade mais artesanal e com sua produtividade subestimada, mesmo este estado produzindo 21% de todo o pescado nacional comercializado, onde a maior parte de peixes explorados ainda é proveniente da pesca em ambientes naturais, o que pode levar ao colapso e ameaça das populações naturais, como é o caso do Pirarucu. Peixes cultivados em ambientes controlados podem estar expostos ao comprometimento da sua variabilidade genética pelo cruzamento de indivíduos geneticamente aparentados e por práticas de manejo inadequadas, ocasionando homogeneização do componente genético dos descendentes, endogamia e perda de variabilidade genética e potencial adaptativo. A identificação da origem e manutenção genética de uma população controlada é importante, pois as torna apta a respostas positivas perante mudanças ambientais, doenças e diminuem as chances de expressão de genes deletérios e genótipos de baixo valor adaptativo, o que pode diminuir qualitativa e quantitativamente a produção de pescado, alevinos e, consequentemente, do estoque como um todo. Diante do exposto, esta proposta tem como objetivo caracterizar geneticamente, por meio do marcador molecular de RAPD (ferramenta frequentemente utilizada com esta finalidade), os estoques pesqueiros de três espécies de peixes trabalhados em pisciculturas nos arredores da cidade de Coari/AM (médio Solimões), pela Associação de Aquicultores (AAC), que recentemente tem demonstrado interesse e potencialidade na comercialização deste produto, contribuindo para o melhoramento e expansão das atividades piscicultoras, sendo, esta, uma abordagem de estudo pioneira na região. Ademais, a unidade acadêmica da Universidade Federal do Amazonas ? ISB em Coari, que é parceira deste projeto, está aquém do potencial científico e acadêmico que poderia possuir, principalmente pelo fato de possuir um Laboratório de Genética, subutilizado, e cursos de Biotecnologia; Ciências Biológicas e Nutrição, os quais poderiam se beneficiar deste projeto..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Coordenador / Sayara Meyre Zaguri Pereira - Integrante / Fabrície Karoline Barbosa Guimaraes - Integrante / Adrina Carla da Silva alencar - Integrante / Thaís Suziane Carneiro de Souza - Integrante / Yasmin Moura dos Santos - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.
2014 - 2016
Levantamento genético de peixes de igarapé da reserva experimental Adolpho Ducke (Manaus/AM) por meio do DNA Barcoding
Descrição: Estima-se que por volta de 2000 espécies de peixes sul-americanos ainda são desconhecidas, sendo que destas espécies, grande parte, se encontram em habitats distantes de grandes rios e lagos, como os igarapés. Assim, tanto a diversidade fenotípica quanto a genotípica dos peixes de igarapés são relativamente subestimadas. Com o levantamento da diversidade taxonômica e genética utilizando o marcador e a metodologia do DNA Barcode e a disponibilização destes dados em um banco genético público, será possível fornecer informações importantes que contribuirão para aumentar o conhecimento das espécies que compõem estes ambientes, agregando valor à biodiversidade de ambientes tão pouco estudados sobre este aspecto. Através de coletas ativas e passivas (Reserva Florestal Adolpho Ducke/Manaus/AM) com posterior sequenciamento do DNA dos indivíduos coletados, será construída uma base de dados genéticos de acesso livre, o que possibilitará aumentar a quantidade de informações para a identificação de espécies por um viés molecular, contribuindo exponencialmente para a definição dos limites genéticos das espécies, o que fornecerá novas perspectivas para revisões da taxonomia corrente e o descobrimento de espécies crípticas e fenotipicamente polimórficas, além de fornecer, também, dados importantes para estudos de genética populacional e de comunidades, que podem desvendar processos evolutivos e biogeográficos da região..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Coordenador / Thomas Hrbek - Integrante / Izeni Pires Farias - Integrante / Jansen Alfredo Sampaio Zuanon - Integrante / Olavo P Colatreli - Integrante / Sarah Ventura - Integrante / Kácia Araújo do Carmo - Integrante / Alessandra Silva e Silva - Integrante / Maria Cristhiane Zurra - Integrante / Sayara Meyre Zaguri Pereira - Integrante / Fabrície Karoline Barbosa Guimaraes - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.Número de orientações: 4
2014 - 2016
Novas Abordagens no Estudo de Comunidades Utilizando dados genéticos (DNA BARCODE) Aplicados aos Peixes de Igarapés do Sistema de Drenagem do rio Amazonas da reserva Florestal Adolpha Ducke.
Descrição: Esta proposta tem como objetivo geral caracterizar geneticamente a diversidade das espécies de peixes dos igarapés coletados, de maneira padronizada, pertencentes ao sistema de drenagem do rio Amazonas, localizados dentro da unidade PPBio - Reserva Adolpho Ducke (Manaus/AM), seguindo a metodologia do DNA barcoding e disponibilizar os dados obtidos, posteriormente, num portal público de referência para que estas possam ser usadas confiavelmente para identificação molecular de espécies de peixes provenientes da região em questão e de outras áreas correlatas, como a unidade PPBio de Coari (em fase de implementação final), aumentando o conteúdo científico dos levantamentos ictiológicos desenvolvidos, fornecendo, ainda, informações importantes que possibilitem estudos científicos sob aspectos variados de biodiversidade e biotecnológicos, além de fornecer subsídios para o levantamento de diversidade críptica e para identificação molecular de espécies compartilhadas de outras regiões..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Coordenador / Thomas Hrbek - Integrante / Kácia Araújo do Carmo - Integrante / Alessandra Silva e Silva - Integrante / Maria Cristhiane Zurra - Integrante / Sayara Meyre Zaguri Pereira - Integrante / Fabrície Karoline Barbosa Guimaraes - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2013 - Atual
Caracterização Genética das Espécies do Gênero Pyrrhulina (Characiformes: Lebiasinidae) em igarapés e poças na reserva florestal Adolpho Ducke; Perspectivas da Distribuição Genética e Dinâmica de Igarapés
Descrição: No intuito de avaliar a distribuição da variabilidade genética existente nas populações das espécies de Pyrrhulina spp. (Characiformes: Lebiasinidae), grupo de organismos de pequeno porte, abundante e ampla distribuição entre ambientes relacionados aos igarapés, optou-se por utilizar marcadores tipo RAPD, pois são marcadores arbitrários, polimórficos, inespecíficos, abrangem todo o genoma e não tem a necessidade de equipamentos e tecnologias moleculares muito sofisticadas e conhecimento prévio de genoma alvo, podendo-se encontrar altos níveis de polimorfismos, possibilitando análises populacionais abrangentes de maneira rápida, simples, confiável e relativamente barata, quando comparados com outros métodos marcadores de DNA. A caracterização de espécies encontradas em igarapés, como as do gênero Pyrrhulina, se faz importante porque auxiliam nas pesquisas que pretendem acessar a variabilidade genética, estrutura populacional e comportamento evolutivo e filogeográfico de organismos habitantes de ambientes tão pouco estudados sobre este aspecto, como os igarapés, servindo na elucidação da dinâmica e padrões biológicos de espécies relacionadas e associados às condições inerentes deste tipo de ambiente, tão numeroso e pouco estudado. As espécies P. brevis e P. laeta (Characiformes: Lebiasinidae) possuem ampla distribuição, abundância, pequeno porte, que é o biótipo da maioria das espécies de peixes de igarapés, ambiente importante para o ciclo reprodutivo e de vida de muitas espécies, servindo como fonte energética primária ou de base, berçário e refúgio durante as épocas de cheia e vazante, funcionando, também, como o principal sistema de manutenção biológica, drenagem e irrigação dos grandes rios, auxiliando na qualidade dos estoques pesqueiros, cuja comunidade ribeirinha e comerciantes regionais são dependentes para a sobrevida e trabalho. Contudo, por serem pequenos e numerosos estes ambientes ainda são negligenciados e continuam tendo sua dinâmica desconhecida, tendo dados de origem genética quase que inexistente. Diversos estudos têm sido feito quanto à ocupação dos nichos pelas as espécies e as mudanças nas diversidades, riqueza e abundância das espécies ao longo das estações climáticas da Amazônia, no entanto, nenhum estudo ao nível genético tem sido feito avaliando a relação entre os indivíduos de uma espécie presente tanto em poças quanto no curso dos contínuo dos rios e sua capacidade e estratégias de locomoção e transposição de supostas barreiras biológicas de espécies de peixes de pequeno porte, que é o biótipo da maioria das espécies de igarapés. Dessa forma, elucidações sobre o relacionamento genético entre indivíduos de uma espécie em relação a sua distribuição geográfica pode servir como modelo e significar informações sobre hábitos, capacidades biológicas e padrões evolutivos de muitas espécies de peixes relacionadas e de igarapés distintos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Coordenador / Olavo P Colatreli - Integrante / Adriana Dantas Gonzaga - Integrante / Kácia Araújo do Carmo - Integrante / Alessandra Silva e Silva - Integrante / Maria Cristhiane Zurra - Integrante / Sayara Meyre Zaguri Pereira - Integrante / Fabrície Karoline Barbosa Guimaraes - Integrante / Yasmin Moura dos Santos - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2
2011 - Atual
Rede de DNA barcoding da ictiofauna do Brasil
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - Atual
Rede de pesquisa para ampliação do conhecimento sobre a biodiversidade de vertebrados da Amazônia brasileira com aplicações sobre seu uso e conservação
Descrição: Ampliação do conhecimento sobre a biodiversidade brasileira, incluindo diversidade genética intra e interpopulacional, diversidade filogenética, diversidade funcional, diversidade morfológica; padrões e processos relacionados à biodiversidade, envolvendo o mapeamento de diversidade para táxons pouco ou razoavelmente conhecidos e sua relação com variáveis explicativas potenciais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2013
Ferramentas biotecnológicas aplicadas à conservação e manejo sustentável dos peixes ornamentais da Amazônia
Descrição: Descrição: Os peixes ornamentais estão entre os principais recursos aquáticos considerados renováveis na Amazônia, com um grande potencial para servirem como modelo de manejo sustentável, especialmente nos tributários do Rio Negro, Tapajós e Xingu. A exploração destes recursos é o principal meio de subsistência das comunidades ribeirinhas e uma atividade de grande importância sócio-cultural na região. Esta atividade exporta uma grande quantidade de biodiversidade de peixes ornamentais. Qual é esta biodiversidade que está sendo exportada? Como esta atividade comercial de exploração está afetando esta biodiversidade? Ou ainda, esta biodiversidade está sendo perdida sem mesmo ser conhecida? Estas são as pergunta que nosso grupo usou como base para o desenvolvimento da presente proposta. O banco de dados do projeto vai consistir de dados moleculares do gene COI (usado como marcador da análise de barcoding que será realizada para todas as espécies para facilitar estudos comparativos entre as espécies), e dados morfológicos. Esta proposta tem como contribuições principais: a) a formação de um banco de dados genético padronizado (código de barras) e interligado as coleções de tecidos e coleção de peixes; b) evidenciar através dos resultados dos estudos quais e quantas especies são realmente exportadas, e qual é a correspondência entre as espécies exportadas e a lista oficial de peixes ornamentai permitidas; c) sugerir Ações e Recomendações aos órgãos tomadores de decisões relacionados com a elaboração da lista de espécies que podem ser exportadas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Integrante / Thomas Hrbek - Integrante / Izeni Pires Farias - Coordenador / Jorge Ivan Rebelo Porto - Integrante / Maria da Conceição Freitas dos Santos - Integrante / Jacqueline da Silva Batista - Integrante / Kyara Formiga Aquino - Integrante / Kelmer Batalha Passos - Integrante / Jansen Sampaio Zuanon - Integrante / Jansen Alfredo Sampaio Zuanon - Integrante / Valéria Machado - Integrante / Mauro de Freitas Ortiz - Integrante / José Alves-Gomes - Integrante / Luica Rapp Py-Daniel - Integrante / Camila C. Ribas - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2010 - Atual
Desvendando a biodiversidade da fauna de peixes dos rios de corredeiras
Descrição: O Brasil possui a maior biodiversidade do mundo com uma estimativa de deter entre 15 a 20% da biodiversidade global, e pelo menos metade está na floresta amazônica. De fato, para o Brasil se tornar líder na área da biotecnologia e bioprospeção, e utilizar de maneira sustentável a biodiversidade da bacia Amazônica, é imprescindível que conheça sua biodiversidade. Uma das metodologias recentemente propostas, mas já validada em escalas nacionais em países como Canadá, Austrália e Noruega, e recentemente adotada como metodologia padrão pelo México, é o uso de marcadores moleculares padronizados para acessar de forma rápida e eficiente a biodiversidade presente no ecossitema a qual é denominada como código de barras - DNA barcode. Desta forma, esta proposta tem como objetivo principal amostrar e caracterizar de maneira padronizada a biodiversidade aquática de corredeiras/cachoeiras da região amazônica com fins de construir um banco de dados de referência de DNA barcodes, e através da bioinformática integrar este banco de dados com banco de dados de tecidos depositados nas instituições fiéis depositárias, e incluindo tamnbém dados biológicos associados. O banco de dados vai consistir de dados moleculares de seqüências do gene COI (o marcador genético padrão para estudos da biodiversidade), e dados morfológicos, ecológicos e ambientais. Os bioprodutos resultantes se tornarão um banco de dados de referência para futura caracterização, fiscalização e bioprospecção da biodiversidade amazônica, atendendo assim os requisitos do United Nations Convention on Biological Diversity, ratificado pelo governo do Brasil em 1994-02-28.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2010
An evaluation of Pleistocene climate change on the demographic history of Amazonian fishes
Descrição: Descrição: Starting with early naturalists such as Humboldt, Bates and Wallace, biodiversity of the Amazon basin has fascinated scientists and the lay public alike. Two major hypotheses have been proposed for how this biodiversity is generated. The hydrogeographical hypothesis supposes that since the establishment of present day South American River basins, the aquatic fauna has essentially been stable. The refugium/museum hypothesis supposes that marine incursions in the Pleistocene resulted in extinctions followed by colonization(s) of the eastern and central Amazon basin. Pleistocene climate changes therefore had a major role in shaping current patterns of biodiversity in the Neotropics. The fauna of these areas represent an aglomeration of faunas existing in refugial areas. Even more importantly, the underlying implication of this process is that as an ecosystem, the central and eastern Amazon rainforest is ecologically young, is highly dynamic, and subject to radical environmental changes throughout its recent history. Differentiating among these two alternatives is the critical first step of deciphering the major processes that have led to the diversification of the Amazonian aquatic vertebrates. If we as a society we hope to be good stewards of our planet, we not only need to preserve the standing biodiversity, we also need to understand the fundamental processes underlying the generation and maintenance of this biodiversity. Such understanding is critical to fully link biodiversity patterns with evolutionary processes and to more effectively manage and meliorate the biodiversity crisis. The proposed study will also provide quantitative data for modeling the effects of future climate change, and will lay a framework for responsible stewardship of our biodiversity resources. Intellectual merit: The Neotropics comprise only approximately 3% of all freshwater habitats, yet they are estimated to contain nearly 50% of all aquatic biodiversity. Given the current bi.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (2) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Integrante / Thomas Hrbek - Coordenador / Izeni Pires Farias - Integrante / Maria da Conceição Freitas dos Santos - Integrante / Kelmer Batalha Passos - Integrante / Valéria Machado - Integrante.Financiador(es): The National Science Foundation - Auxílio financeiro.
2006 - 2010
Biotecnologia aplicada ao estudo das populações de peixes de importância econômica para a Amazônia
Descrição: Com uma rede de bacias hidrográficas inigualáveis e a ictiofauna mais rica do planeta, a Amazônia tem na pesca, uma das atividades econômicas mais importantes para a região, como fonte de renda e de proteína de fácil acesso para as populações locais. Cerca de 30 espécies de peixes são capturadas para fins alimentícios e comerciais na Amazônia movimentando milhões de reais através de vários personagens da pesca como pescadores, armadores, frigoríficos, bodegas, carreteiros, etc. Grande parte destas espécies de peixes, como por exemplo, o tambaqui, o pirarucu, a curimatã e o aruanã constituem recursos pesqueiros compartilhados por vários países da América do Sul. A necessidade de usar conhecimento científico para manejar e garantir a sustentabilidade destes recursos é fundamental para que o mesmo continue a gerar renda, emprego e fonte de alimento para as populações. Garantir a melhoria do benefício sócio-econômico gerado pela atividade da pesca na Amazônia, bem como a sua continuidade, dependem diretamente de políticas que garantam o uso sustentável destes recursos, mas preservando a diversidade genética das espécies. Hoje, com o desenvolvimento e aprimoramento de métodos biotecnológicos os quais incluem marcadores genéticos moleculares, é possível obter e elucidar informações fundamentais sobre a estrutura genética e populacional, principalmente das espécies da ictiofauna de alto valor comercial para a região Amazônica. De posse dessas informações, setores da administração pública, não só como tomadores de decisões mais também de fiscalização, poderão implementar e melhorar as estratégias, em várias escalas temporais e espaciais, de monitoramento, conservação e manejo. O acesso ás informações genéticas, otimizará o aproveitamento de mais de uma década de obtenção de conhecimento, geração de recursos humanos especializados resultando no desenvolvimento de sistemas colaborativos entre instituições, pesquisadores e tomadores decisões..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (7) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (5) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Integrante / Thomas Hrbek - Integrante / Izeni Pires Farias - Coordenador / Eliana Feldberg - Integrante / Jorge Ivan Rebelo Porto - Integrante / Maria da Conceição Freitas dos Santos - Integrante / William Rangel Vasconcelos - Integrante / Manuella Villar Amado - Integrante / Mario da Silva Nunes - Integrante / Adam Souza de Alencar Leão - Integrante / Yani Santos Almeida - Integrante / Edvaldo Mota - Integrante / Eduardo Rodrigues de Souza - Integrante / Carlos Henrique Schneider - Integrante / Maria Claudia Gross - Integrante / Waleska Gravena - Integrante / Themis de Jesus da Silva - Integrante / Kelmer Batalha Passos - Integrante / Pedro Senna Taylor Bittencourt - Integrante / Audrey Alencar Arruda D'Assunção - Integrante / Daniel Toffoli Ribeiro - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2006 - 2008
Genética, conservação e manejo da fauna aquâtica da várzea Amazônica
Descrição: O presente projeto tem por objetivo caracterizar e delimitar populações de espécies aquáticas chaves através de análises genéticas para subsidiar o desenvolvimento de estratégias regionais e políticas para a conservação e manejo da fauna aquática da várzea Amazônica. É evidente que um dos grandes problemas para o manejo e conservação dos recursos da fauna da várzea na Amazônia é a falta de informações sobre a exploração e sua biologia em ambiente natural, assim como sua integração com as condições de vida do ribeirinho. A aquisição de conhecimento sobre a genética populacional para cada espécie de interesse é de grande importância para o manejo das espécies estudadas e, conseqüentemente para sua utilização e conservação com maior eficiência por parte das comunidades ribeirinhas, que são os principais atores a contribuir para a conservação e desenvolvimento sustentável na Amazônia. Nossa proposta envolverá um estudo de avaliação genético-populacional da fauna da várzea que inclui as espécies de peixes economicamente importantes, quelônios e crocodilianos, bem como uma abordagem genético-conservacionista das espécies de mamíferos aquáticos. Por pertencerem a um grupo de grande valor econômico, tais espécies de peixes e répteis da várzea estão tradicionalmente sujeitos às mais variadas formas de exploração, legal e/ou ilegal. Os peixes-bois, com comércio clandestino, e os botos, sendo utilizados como iscas para algumas espécies de peixes, fazem desses mamíferos aquáticos símbolos para conservação de nossa fauna aquática da várzea Amazônica e deverão ser mais bem conhecidos sob os aspectos biológicos, bem como serem melhor compreendidos e conservados pelos ribeirinhos. Nossos resultados serão combinados aos resultados da sub-rede, para um melhor entendimento dos aspectos biológico-populacionais das espécies e contribuirão para a elaboração de estratégias de conservação e manejo regionais da fauna da várzea..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Integrante / Thomas Hrbek - Integrante / Izeni Pires Farias - Coordenador / Maria da Conceição Freitas dos Santos - Integrante / William Rangel Vasconcelos - Integrante / Manuella Villar Amado - Integrante / Mario da Silva Nunes - Integrante / Yani Santos Almeida - Integrante / Edvaldo Mota - Integrante / Eduardo Rodrigues de Souza - Integrante / Luis Alberto dos Santos Monjeló - Integrante / Andréa Martins Cantanhede - Integrante / Vera Maria Ferreira da Silva - Integrante / Maria das Neves Viana - Integrante / Jacqueline da Silva Batista - Integrante / Waleska Gravena - Integrante / Kyara Formiga Aquino - Integrante / Themis de Jesus da Silva - Integrante / Kelmer Batalha Passos - Integrante / Pedro Senna Taylor Bittencourt - Integrante / Daniel Toffoli Ribeiro - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2
2005 - 2006
Populações de abelhas Euglossina (Hymenoptera, Apidae) em fragmentos florestais mantidos como reservas legais em propriedades particulares
Descrição: Este projeto, apoiado pela PROPPG/UEL e Fundação Araucária (a partir de 2005), tem como objetivos estudar a fauna de machos de abelhas Euglossina em fragmentos florestais mantidos como reservas legais em propriedades particulares..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Coordenador / Silvia Helena Sofia - Integrante / Karen M Suzuki - Integrante / Douglas Giangardalli - Integrante / Guilherma Andrade Lanze - Integrante / Leda Maria Koenblinger Sodré - Integrante / Amália Nelci Teresita Pascual - Integrante / Fernanda Simões Almeida - Integrante.Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 4
2004 - 2007
Filogeografia e genética das populações do peixe ornamental
Descrição: Ornamental fishes of the Rio Negro region account for 90% of the ornamental fishes exported from the State of Amazonas, Brazil. It is estimated that at least 35 million individuals, over 85% of which are the cardinal tetra (Paracheirodon axelrodi), are exported annually from Manaus. Significant portion of the remaining 15% are the highly-valuable discus fish (Symphysodon discus and S. aequifasciatus). The export value of these fish is estimated to be over $4.5 million, and at least 10,000 Amazonians take part in the business. The ornamental fish industry depends on extractive activities which are promoted as a viable and sustainable alternative to deforestation of the region. However, history of extractive activities in the Amazon basin has repeatedly shown that in majority cases extractive activities are not sustainable. By analyzing the distribution of genetic diversity within and between collecting localities, and comparing these results among species, we will address to what extent, if any, have populations of these heavily exploited aquarium fishes been impacted by commercial harvesting. These results will be used to access whether current levels of harvesting are sustainable. If harvested species show negative impact of overexploitation, we will work with management agencies to devise a sustainable harvest policy..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Integrante / Thomas Hrbek - Integrante / Izeni Pires Farias - Coordenador / Manuella Villar Amado - Integrante / Mario da Silva Nunes - Integrante / Edvaldo Mota - Integrante / Eduardo Rodrigues de Souza - Integrante / Themis de Jesus da Silva - Integrante / Maria Lúcia Góes de Araújo - Integrante / Audrey Alencar Arruda D'Assunção - Integrante / Daniel Toffoli Ribeiro - Integrante.Financiador(es): International Foundation for Science - Auxílio financeiro / Universidad de Puerto Rico - Auxílio financeiro / Deutsche Cichliden Gesellschaft - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2
2001 - 2004
Identificação e Caracterização de Possíveis Determinantes de Virulência em amostras de E.coli Envolvidas no Processo de Colibacilose Aviária.
Descrição: Identificação e Caracterização de Possíveis Determinantes de Virulência em amostras de E.coli Envolvidas no Processo de Colibacilose Aviária. Pesquisa dos Principais fatores de virulência de ExPEC isoladas de humanos, por métodos genotípicos e fenotípicos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Integrante / Marisa Emiko Kawaichi - Integrante / Marilda Carlos Vidotto - Coordenador / Renata Kobayashi - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 3


Projetos de extensão


2018 - Atual
III Semana de Ciências Biologia e Química do ISB/Coari
Descrição: A III Semana de Ciências Biologia e Química do ISB - Campus Coari, tem como objetivo principal estimular o interesse em conteúdos das áreas de Biologia e Química pelos discentes, docentes e comunidade em geral, através de várias atividades programadas para os dias do evento, dentre as atividades propostas para o evento pode-se destacar: palestras, minicursos, trabalhos científicos, visita aos laboratórios de Biologia e Química do Instituto, competições estudantis, filmes abordando conteúdos científicos, show da Química, Atividade cultural e etc. .As atividades serão direcionadas para a comunidade acadêmica, escolas estaduais e municipais, assim como para a comunidade em geral que tenha interesse em prestigiar o evento e, dessa forma divulgar a importância do curso de ciências: Biologia e Química do ISB com suas ferramentas atuais que contribuem de maneira significativa para o ensino aprendizagem dessas ciências tão presentes no cotidiano de todos..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Integrante / Olavo P Colatreli - Integrante / Renato Soares de Oliveira Lins - Integrante / Maria Aparecida Silva Furtado - Integrante / Vera Lúcia imbiriba Bentes - Coordenador / Ana Claudia Kaminski - Integrante / Renato dos Santos Reis - Integrante / André Luiz Mechi - Integrante / Marcos Antonio Pires Leocadio - Integrante / Thalita Thaila Oliveira da Silva - Integrante / Maria Raquel de Carvalho Cota - Integrante / Klenicy Kazumy de Lima Yamaguch - Integrante.
2018 - Atual
Amazonas biotecnológico: Comunicação e Integração
Descrição: O projeto pretende fazer um levantamento dos principais temas de interesse de cunho biotecnológicas de alunos do ensino médio, e a partir dos resultados obtidos na pesquisa inicial, disponibilizar conteúdos online com explicações de fácil compreensão. Pretende-se incentivar a discussão de assuntos relacionados aos temas de interesse dos alunos do ensino médio em fóruns públicos online, de maneira que os alunos de graduação do curso de biotecnologia serão os alimentadores, colaboradores e moderadores das discussões. Com esse projeto, espera-se que os alunos aumentem seus conhecimentos teóricos sobre o que é biotecnologia, onde ela está presente e como ela pode ser utilizada, aumentando ainda o entendimento acerca do tema e das capacidades de argumentação e reflexão dos alunos..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2013 - 2014
Qual Sangue Corre nas suas Veias
Descrição: Ter o conhecimento do tipo sanguíneo pode salvar vidas. No entanto, grande parte da população ainda não sabe o tipo de sangue que possui de forma que, em uma situação de emergência, pode precisar desta informação e não consegui-la em tempo hábil, o que pode levar ao risco de morte próprio ou de alguém próximo . A incompatibilidade de transfusões e doações de sangue surge, em muitos casos, porque as pessoas desconhecem seu tipo sanguíneo e, por falta de conscientização, não sabem a importância de fazer um teste de tipagem, sanguínea que,em muitos casos, é simples, rápido e fundamental para procedimentos de saúde vitais. Nesse sentido, o presente projeto propõe a realização de um programa de conscientização e divulgação publica para a mobilização da comunidade da cidade de Coari em relação à necessidade do exame e do conhecimento do respectivo tipo sanguíneo, visando ampliar o número de indivíduos sanguineamente identificados. Adicionalmente, devido à sua simplicidade analítica, este projeto propõe desenvolver uma campanha para execução de testes para a determinação populacional dos sistemas ABO e Rh, juntamente com a elaboração de um sistema de identificação e cadastramento individual dos resultados obtidos que poderão ser disponibilizados ao sistema de saúde da cidade. Estas iniciativas auxiliarão a estrutura do sistema básico de saúde, pois facilitará prevenção de riscos e procedimentos médicos futuros. Além disso, este projeto visa beneficiar os alunos de graduação nas áreas de saúde e biotecnologia, uma vez que os aproximam da comunidade e reforçam conteúdos de genética, médicos e comunitários, além de por em prática procedimentos trabalhados durante a formação em sala de aula..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (7) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Coordenador / Olavo Pinhatti Colatreli - Integrante / Adriana Dantas Gonzaga - Integrante / Kácia Araújo do Carmo - Integrante / Nathasha Torres da Silva - Integrante / Deivison Diego Valentim - Integrante / Gustavo de Castro Silva - Integrante / Andrei Alexandre - Integrante / Paulo Victor Rodrigues de Oliveira - Integrante / Adrianilson Corrêa da Silva - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Auxílio financeiro.
2013 - 2013
Horticultura na Escola
Descrição: Se as espécies hortícolas tiveram grande expansão no passado, são hoje em dia importantíssimas, e a horticultura um dos ramos da agricultura mais progressivos. Em particular, há relativamente pouco tempo que numerosas variedades têm sido criadas na ânsia de se obterem plantas mais produtivas que se adaptem aos climas e aos solos mais diversos, que resistam às doenças mais prejudiciais, que satisfaçam às exigências específicas de certos mercados, às indústrias alimentares, etc. Ao passo em que a agricultura avança nos ramos tecnológicos de produção, nossas crianças e adolescentes em sua grande maioria desconhecem a importância de comer frutas e verduras, além das práticas agrícolas de produção, é com este intuito que esta ACE pretende despertar o interesse dos discentes e de toda comunidade estudantil, visando sempre à agricultura orgânica no município de Coari..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (20) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Integrante / Adriana Dantas Gonzaga - Coordenador.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Auxílio financeiro.
2010 - Atual
Difundindo e Popularizando a Ciência a partir da interação-reflexão-ação entre a Universidade e a Educação Básica - Sub-projeto O que isso tem a ver com Genética?
Descrição: Promover a difusão e popularização da ciência a partir da interação-reflexão-ação centrada na perspectiva interdisciplinar por meio da realização de cursos de férias nas dependências da UFAM, visando contemplar a educação básica da rede pública de ensino, proporcionar na formação continuada de professores de ciências as práticas interdisciplinares e inserir os pós-graduandos da área de Ciências Biológicas da UFAM e do INPA na realidade do ensino básico brasileiro..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (15) / Doutorado: (8) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Integrante / Jorge Ivan Rebelo Porto - Integrante / Maria Claudia Gross - Coordenador / Rozana Medeiros Galvão - Integrante / Selma Suely Baçal de Oliveira - Integrante / Jaydione Luiz Marcon - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.
2005 - 2005
Gestão Ambiental da Incubadora Internacional de Empresas de Base Tecnológica da UEL-INTUEL
Descrição: Este trabalho consistiu no estudo e levantamento de probleméticas no ambiente físico e social da INTUEL. Por meio deste estudo, foi elaborado um projeto e aplicado um roteiro com política de medidas de tratamento e mitigadoras..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2002 - 2005
Desenvolvendo Ciências Naturais na Prática Educativa
Descrição: Descrição: O projeto de extenção "Desenvolvendo Ciências Naturais na Prática Educativa", do qual eu participei desde o segundo ano de graduação, sendo bolsista no período de 11/2002 à 12/2003, foi de fundamental importância para minha formação. Constam nas atividades desenvolvidas: preparo para aulas práticas de ciências e biologia, revisão de literatura, apresentação de seminários, visitas à escolas, atendimento de alunos de escolas públicas (ensino fundamental e médio) no laboratório de videomicroscopia, participação em eventos, elaboração e apresentação de oficinas, cursos de formação continuada, organização de olimpíada, entre outras. Dessa maneira, o projeto, além de estar voltado para a atendimento da comunidade, também deu origem a pesquisas e fomentou meu interesse na área de ensino de ciências e biologia, formação continuada de professores e educação ambiental...
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Natasha Verdasca Meliciano - Integrante / Tânia Aparecida da Silva Klein - Coordenador / Rodrigo Launikas Cupelli - Integrante.Financiador(es): Universidade Estadual de Londrina - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 3


Revisor de periódico


2015 - Atual
Periódico: Scientia Amazonia


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Biologia Evolutiva.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Populacional e da Conservação.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Filogeografia.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Molecular e de Microorganismos.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Ensino-Aprendizagem/Especialidade: Ensino-Aprendizagem-Ciências Biológicas.
6.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Morfometria Geométrica.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2017
Melhor Projeto - Programa de Iniciação Científica - PIBIC - 1° lugar, Universidade Federal do Amazonas - UFAM.
2017
Melhor Projeto - Programa de Iniciação Científica - PIBIC - 3° lugar, Universidade Federal do Amazonas - UFAM.
2017
Melhor Projeto - Programa Institucional de Bolsas de Desenvovlivmento Tecnológico e Inovação - PIBIT/CNPq - 2° lugar, Universidade Federal do Amazonas - UFAM.
2016
Menção Horrosa I - Programa de Iniciação Científica - PIBIC - orientador, Universidade Federal do Amazonas - UFAM.
2016
Menção Horrosa II - Programa de Iniciação Científica - PIBIC - orientador, Universidade Federal do Amazonas - UFAM.
2016
Melhor Trabalho - I Feira Inovação, Ciência e Tecnologia - I FIENTEC, Universidade Federal do Amazonas - UFAM/ISB.
2016
Melhor Projeto - Programa Institucional de Bolsas de Desenvovlivmento Tecnológico e Inovação - PIBIT/CNPq - 2° lugar, Universidade Federal do Amazonas - UFAM.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
ALMEIDA, T. G.2018ALMEIDA, T. G. ; MELICIANO, N. V. ; COLATRELI, O. P. . Uso do filme GATTACA para ensinar e discutir genética. Genética na Escola (on line), v. 13, p. 124-132, 2018.

2.
HRBEK, TOMAS2018 HRBEK, TOMAS ; MELICIANO, NATASHA V. ; ZUANON, JANSEN ; FARIAS, IZENI P. . Remarkable Geographic Structuring of Rheophilic Fishes of the Lower Araguaia River. Frontiers in Genetics, v. 9, p. 1-12, 2018.

3.
SILVA, A. C.2014SILVA, A. C. ; MELICIANO, N. V. . SIMPLIFYING THE TEACHING-LEARNING OF GENETICS TO STUDENTS FROM THE 1st YEAR OF HIGH SCHOOL IN AN AMAZON PUBLIC SCHOOL. INICIAÇÃO & FORMAÇÃO DOCENTE, v. 1, p. 1-18, 2014.

4.
COLATRELI, OLAVO PINHATTI2012 COLATRELI, OLAVO PINHATTI ; Meliciano, Natasha Verdasca ; TOFFOLI, DANIEL ; FARIAS, Izeni Pires ; HRBEK, TOMAS . Deep Phylogenetic Divergence and Lack of Taxonomic Concordance in Species of Astronotus (Cichlidae). International Journal Evolutionary of Biology, v. 2012, p. 1-8, 2012.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
FREIRIA, Gabriele Antico ; PASCUAL, Amália Nelci Teresita ; MELICIANO, N. V. ; GIANGARELLI, D.C. ; SUZUKI, Karen M ; SOFIA, Silvia Helena . Diversidade Genética de Populações de Eulaema nigrita (Hymenoptera, Apidae) de duas Reservas Legais e uma Reserva Governamental no Paraná. In: XV EAIC/VI EPUEPG- Encontro Anual de Iniciação Científica e VI EPUEPG, 2006, Ponta Grossa. Anais e CD-ROM do: XV EAIC/VI EPUEPG- Encontro Anual de Iniciação Científica e VI EPUEPG, 2006.

2.
GIANGARELLI, D.C. ; PASCUAL, Amália Nelci Teresita ; MELICIANO, N. V. ; SUZUKI, Karen M ; SODRE, L. M. K. ; SOFIA, Silvia Helena . Análise Genética de Populações de Eulaema nigrita (Hymenoptera, Apidae) de três Reservas Particulares e uma Governamental no Paraná. In: XV EAIC/VI EPUEPG- Encontro Anual de Iniciação Científica e VI EPUEPG, 2006, Ponta Grossa. Anais e CD-ROM do: XV EAIC/VI EPUEPG- Encontro Anual de Iniciação Científica e VI EPUEPG, 2006.

3.
OLIVEIRA, Vera Lúcia Bahl de ; KLEIN, Tânia Aparecida da Silva ; CASEMIRO, Armando César R ; BANNWART, Camila Ferreira ; SILVA, Daniel Santos Pinto ; ANDRADE, Elisângela ; SAGANUMA, Márcio Seiji ; MELICIANO, N. V. ; MATUO, Renata ; CUPELLI, Rodrigo Launikas ; SILVA, Vanessa Barreto da . Recursos Para Aprender: Jogando Em Ciências Naturais. In: I Seminário Internacional de Educação, 2001, Cianorte/PR. Anais do: I Seminário Internacional de Educação, 2001. v. 1. p. 2601-2602.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MELICIANO, N. V.; COLATRELI, O. P. ; GUIMARAES, F. K. B. ; PEREIRA, S. M. Z. . DNA BARCODE AND SMALL STREAM FISHES: DIVERSITY ACCESS AND ICHTHYOFAUNA VALIDATION IN SMALL STREAMS OF ADOLPHO DUCKE RESERVE, MANAUS/AM-BRAZIL. In: XVI Congreso Latinoamericano de Genética, IV Congreso de la Sociedad Uruguaya de Genética, XLIX Reunión Anual de la Sociedad de Genética de Chile y XLV Congreso Argentino de Genética, 2016, Montevideo. Journal of Basics & Applied Genetics. Buenos Aires: Sociedade Argentina de Genetica, 2016. v. XXVII. p. 13-304.

2.
COLATRELI, O. P. ; MELICIANO, N. V. ; ZUANON, J.A.S. ; HRBEK, T. . NEW APPROACHES FOR SMALL STREAM FISH COMMUNITIES USING GENETIC DATA OF TWO FOREST RESERVES OF MANAUS (AMAZONAS/BRAZIL). In: IV CONGRESO COLOMBIANO DE ZOOLOGÍA, 2015, Cartagena. La biodiversidad sensible: patrimonio natural irreemplazable. IV Congreso Colombiano de Zoología. Libro de resúmenes. Asociación Colombiana de Zoología.. Bogota: Asociación Colombiana de Zoología ACZ, 2015. v. 4. p. 10-867.

3.
ALBUQUERQUE, F. H. S. ; MELICIANO, N. V. ; SILVA, G.C. ; SILVA, N. T. ; VALENTIM, D. D. ; ALEXANDRE, A. S. ; NEVES, V. C. ; RODRIGUES, K. A. . FREQUENCIA RELATIVA DOS GRUPOS SANGUÍNEOS ABO E RH DA POPULAÇÃO DO MUNICÍPIO DE COARI-AM. In: 11º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2015, Goiânia. Anais do 11º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Saúde Coletiva, 2015. v. 06.

4.
ZURRA, M.C. ; MELICIANO, N. V. ; COLATRELI, O. P. . Genetic survey of the icthyofauna from small streams of experimental reserve Adolpho Ducke (Manaus/AM), using DNA Barcoding. In: 60 Congresso Brasileiro de Genética, 2014, Guarujá. 60º CONGRESSO BRASILEIRO DE GENÉTICA, 2014.

5.
CARMO, K.A. ; MELICIANO, N. V. . Importance of knowledge and Mapping phenotypes of blood (ABO and Rh) of the residents of the municipality of Coari-AM/BR. In: 60 Congresso Brasileiro de Genética, 2014, Guarujá. 60º CONGRESSO BRASILEIRO DE GENÉTICA. Ribeirão Preto: SBG, 2014.

6.
COLATRELI, O. P. ; MELICIANO, N. V. ; HRBEK, T. ; ZUANON, J.A.S. . NEW APPROACHES FOR SMALL STREAM FISH COMMUNITIES USING GENETIC DATA OF TWO FOREST RESERVES OF MANAUS (AMAZONAS/BRAZIL). In: IV Congresso Colombiano de Zoologia, 2014, Cartagena. LA BIODIVERSIDAD SENSIBLE: UN PATRIMONIO NATURAL IRREEMPLAZABLE LIBRO DE RESUMENES. Bogotá: Asociacion Colombiana de Zoologia, 2014. v. 1. p. 481-482.

7.
SILVA, A. C. ; MELICIANO, N. V. . UMA PROPOSTA METODOLOGICA DE ENSINO - APRENDIZAGEM DE GENÉTICA PARA OS ALUNOS DE 1° ANO DO ENSINO MÉDIO DE UMA ESCOLA PUBLICA DO AMAZONAS. In: ENALIC 2013, 2013, Uberaba. Caderno de Resumos ENALIC 2013, 2013.

8.
CARAVALHO, S. V. ; MELICIANO, N. V. ; COLATRELI, O. P. ; HRBEK, T. . Utility of DNA Barcoding as a tool for the study of anostomid fishes (Anostomidae: Characiformes) of the rapids of the Araguaia and Xingu River. In: 58º Congressos Brasileiro de Genética, 2012, Foz do Iguaçu. Genética e Sustentabilidade, 2012.

9.
MELICIANO, N. V.; Willis ; FARIAS, Izeni Pires ; Hrbek . Filogeografia y Genética Poblacional de Boari, Bererê (Mesonauta spp.).. In: El IX Congreso Colombiano de Ictiologia y II Encuentro Suramericano de Ictiólogos, 2011, Ibagué/Tolima. Memorias del IX Congreso Colombiano de Ictiologia y II Encuentro Suramericano de Ictiólogos, 2011.

10.
MELICIANO, N. V.; HRBEK, T. ; FARIAS, Izeni Pires . Filogeografia da espécie Pterophyllum scalare Schultze, 1823 (Cichlidae) na bacia amazônica, utilizando o gene do citocromo b. In: 53º Congresso Brasileiro de Genética, 2007, Águas de Lindóia. CR-ROM do: Resumos do 53º Congresso Brasileiro de Genética, 2007. p. 337-337.

11.
MELICIANO, N. V.; PASCUAL, Amália Nelci Teresita ; SUZUKI, Karen M ; GIANGARELLI, D.C. ; SODRE, L. M. K. ; SOFIA, Silvia Helena . Análise Comparativa entre populações de Eulaema nigrita (Hymenoptera, Apidae) de três Reservas Legais e uma Reserva Governamental do Norte do Paraná. In: VII Encontro Sobre Abelhas, 2006, Ribeirão Preto. Anais do: VII Encontro Sobre Abelhas, 2006.

12.
FREIRIA, Gabriele Antico ; PASCUAL, Amália Nelci Teresita ; MELICIANO, N. V. ; GIANGARELLI, D.C. ; SUZUKI, Karen M . Diversidade Genética de Machos de Eulaema nigrita em quatro Reservas Legais do Norte do Estado do Paraná, Brasil. In: VII Encontro Sobre Abelhas, 2006, Ribeirão Preto. Anais do:VII Encontro Sobre Abelhas, 2006.

13.
SOFIA, Silvia Helena ; SUZUKI, Karen M ; GIANGARELLI, D.C. ; LANZE, Guilherma Andrade ; MELICIANO, N. V. ; PASCUAL, Amália Nelci Teresita . Species of male euglossine bees (Hymenoptera, Apidae) from northen Paraná State, Brazil.. In: Frontiers in Tropical Biology and Conservation, 2005, Uberlândia, MG. Anais do: Frontiers in Tropical Biology and Conservation, 2005. p. 134-134.

14.
MELICIANO, N. V.; PASCUAL, Amália Nelci Teresita ; SUZUKI, Karen M ; SOFIA, Silvia Helena ; GIANGARELLI, D.C. ; LANZE, Guilherma Andrade . Análise Comparativa de Populações de Eulaema nigrita (Hymenoptera, Apide) de uma reserva legal e uma reserva governamental.. In: 51° Congresso Brasileiro de Genética, 2005, Águas de Lindóia. CD-ROM do: Resumos do 51° Congresso Brasileiro de Genética, 2005. p. 214-214.

15.
ESCANFERLA, Maria Eugênia ; MELICIANO, N. V. ; SANTOS, Rachel Bianchi dos ; AZEVEDO, Thiago T I N ; DIAS, Ana Lúcia Giuliano Caetano . Aspectos Citogenéticos da Espécie de Peixe Leporinus macrocephalus (GARAVELO & BRITSKI, 1988). In: VII Encontro Paranaense de Genética, 2004, Londrina/PR. CD-ROM do: VII Encontro Paranaense de Genética, 2004.

16.
MELICIANO, N. V.; KAWAICHI, Marisa Emiko ; VIDOTTO, Marilda Carlos ; KOBAYASHI, R T . Análise da Expressão de Hemaglutinina em Amostras de Escherichia coli Aviárias. In: XII Encontro Anual de Iniciação Científica - XII EAIC, 2003, Foz do Iguaçú/PR. Anais e CD-ROM do: XII Encontro Anual de Iniciação Científica - XII EAIC, 2003.

17.
KAWAICHI, Marisa Emiko ; MELICIANO, N. V. ; VIDOTTO, Marilda Carlos ; KOBAYASHI, R T . Análise da Expressão de Hemaglutinina em Amostras de Escherichia coli Aviárias. In: XXII Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2003, Florianópolis/SC. CD-ROM do: XXII Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2003.

18.
PEGORARO,O.M.E. ; KLEIN, Tânia Aparecida da Silva ; OLIVEIRA, Vera Lúcia Bahl de ; CUPELLI, Rodrigo Launikas ; MIRANDA, Patrícia Nakaiama ; RUIZ, Juliana Lopes ; MELICIANO, N. V. ; OGO, Marcela Yaemi ; SANTOS, Rachel Bianchi dos ; ANDRADE, Elisângela . A Formação de Conceitos em Biologia Celular. In: VI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2003, Bauru/SP. Anais do: VI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2003. v. 6. p. 7-8.

Artigos aceitos para publicação
1.
SILVA, G. K. A. ; MELICIANO, N. V. . INTERAGINDO E ENSINANDO GENÉTICA E EVOLUÇÃO: UMA EXPERIÊNCIA METOLÓGICA. REVISTA BRASILEIRA DE ENSINO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
CARMO, K.A. ; MELICIANO, N. V. . Importance of knowledge and Mapping phenotypes of blood (ABO and Rh) of the residents of the municipality of Coari-AM/BR. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
ZURRA, M.C. ; MELICIANO, N. V. ; COLATRELI, O. P. . Genetic survey of the icthyofauna from small streams of experimental reserve Adolpho Ducke (Manaus/AM), using DNA Barcoding. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
ZURRA, M.C. ; MENDONCA, F. P. ; SOARES, F.P. ; MELICIANO, N. V. . ANÁLISES MICROBIOLÓGICAS DO PESCADO COMERCIALIZADO NO MERCADO MUNICIPAL DA CIDADE DE COARI-AM. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
SILVA, A. C. ; MELICIANO, N. V. . PREVENÇÃO DA OBESIDADE E DIABETES MELLITUS TIPO 2 EM ESCOLARES DE UMA ESCOLA PÚBLICA DA REDE ESTADUAL DE ENSINO NO MUNICÍPIO DE COARI-AM. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
MELICIANO, N. V.. DNA Barcode: Algumas aplicações e perspectivas. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
MELICIANO, N. V.; Willis ; FARIAS, Izeni Pires ; Hrbek . Filogeografia y Genética Poblacional de Boari, Bererê (Mesonauta spp.). 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
MELICIANO, N. V.. Genética de Populações de Vertebrados - Algumas Perspectivas e Abordagens Desenvolvidas no LEGAL. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
MELICIANO, N. V.; HRBEK, T. ; FARIAS, Izeni Pires . Filogeografia da espécie Pterophyllum scalare Schultze, 1823 (Cichlidae) na bacia amazônica, utilizando o gene do citocromo b. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
MELICIANO, N. V.; PASCUAL, Amália Nelci Teresita ; SUZUKI, Karen M ; LANZE, Guilherma Andrade ; GIANGARDALLI, Douglas ; SOFIA, Silvia Helena . Análise Comparativa de Populações de Eulaema nigrita (Hymenoptera, Apide) de uma reserva legal e uma reserva governamental.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
SOFIA, Silvia Helena ; SUZUKI, Karen M ; GIANGARELLI, D.C. ; LANZE, Guilherma Andrade ; MELICIANO, N. V. ; PASCUAL, Amália Nelci Teresita . Species of male euglossine bees (Hymenoptera, Apidae) from northen Paraná State, Brazil.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

11.
PEGORARO,O.M.E. ; KLEIN, Tânia Aparecida da Silva ; OLIVEIRA, Vera Lúcia Bahl de ; CUPELLI, Rodrigo Launikas ; MIRANDA, Patrícia Nakaiama ; MELICIANO, N. V. ; OGO, Marcela Yaemi ; RUIZ, Juliana Lopes ; SANTOS, Rachel Bianchi dos ; ANDRADE, Elisângela . A Formação de Conceitos em Biologia Celular. 2003. (Apresentação de Trabalho/Outra).

12.
MELICIANO, N. V.; KAWAICHI, Marisa Emiko ; VIDOTTO, Marilda Carlos ; KOBAYASHI, R T . Análise da Expressão de Hemaglutinina em Amostras de Escherichia coli Aviárias. 2003. (Apresentação de Trabalho/Outra).

13.
MELICIANO, N. V.; KAWAICHI, Marisa Emiko ; KOBAYASHI, R T ; VIDOTTO, Marilda Carlos . Análise da expressão de hemaglutinina em amostras de Escherichia coli aviária. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
MELICIANO, N. V.; ANDRADE, Elisângela ; RUIZ, Juliana Lopes ; OGO, Marcela Yaemi ; CUPELLI, Rodrigo Launikas ; MIRANDA, Patrícia Nakaiama ; KLEIN, Tânia Aparecida da Silva ; PERGORATO, Odila Mary Elizabeth . Reciclagem de Lixo: Uma proposta para o Ensino Fundamental. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
ZUANON, J.A.S. ; FARIAS, Izeni Pires ; BATISTA, J. S. ; AQUINO, K. F. ; Meliciano, Natasha Verdasca ; HRBEK, T. ; MOTA, E. ; PASSOS, K. B. ; MACHADO,V. . EIA-AHE Santa Isabel, áreas de pedrais da região da AHE. 2009.

Programas de computador sem registro
1.
SILVA, E. C. ; COLATRELI, O. P. ; MELICIANO, N. V. . GeneMobi. 2017.

Trabalhos técnicos
Redes sociais, websites e blogs
1.
MELICIANO, N. V.; COLATRELI, O. P. ; MIRANDA, C. E. C. . BiotecAmazonas. 2017. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
MELICIANO, N. V.; FARIAS, Izeni Pires . Filogeografia e Genética populacional de Boari, Berere (Mesonauta spp.). 2011. (Relatório de pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
OLIVEIRA, S. H. F.; MASSARU, L.; MELICIANO, N. V.. Participação em banca de Vanessa Verdasca Meliciano Fazzi. Uso Potêncial do Enxerto Ósseo de Hidroxiapatita Extraída da Casca do ovo Aviária. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Implantodontia) - Universidade Paulista.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
YAMAGUCHI, K. K. L.; REIS, J. S.; MELICIANO, N. V.. Participação em banca de Antonio Geilson Matias Monteiro.O Enfoque da CTS utilizando utilizando o açaí para o ensino de química na região amazônica. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas.

2.
MELICIANO, N. V.; FURTADO, M. A. S.; COTA, M. R. C.. Participação em banca de Ana Karolyne Teixeira da Gama.Aplicação de Metodologias Alternativas para Professores de Ciências em uma Escola Píblica do Município de Coari - AM. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas.

3.
MELICIANO, N. V.; YAMAGUCH, K. K. L.; REIS, J. S.. Participação em banca de Elzilene Aquino de Araújo.Interdisciplinaridade: a transversalidade das disicplinas de química e matemática visando a preservação do meio ambiente na elaboração de sabão artesanal. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas.

4.
MELICIANO, N. V.; COLATRELI, O. P.; YAMAGUCH, K. K. L.. Participação em banca de Tiago Pereira da Costa.Desenvolvimento de Jogo Ludico do Sistema Esquelético Humano para o Ensino Médio - Apredendo sem decorar. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas.

5.
GRAVENA, W.; MELICIANO, N. V.; FARIA, C. A.. Participação em banca de Rosivan Batista dos Santos.Identificação Genética de Espécies de Peixes Comercializadas na Cidade de Coari/AM-BR. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

6.
GRAVENA, W.; FARIA, C. A.; MELICIANO, N. V.. Participação em banca de Oany do Nascimento Verde.Banco de DNA Barcode de Bagres do Médio Solimões: uma ferramenta para identificação de filés vendidos por frigoríficos. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

7.
ROCHA, W. C.; YAMAGUCH, K. K. L.; MELICIANO, N. V.. Participação em banca de Waldenice Silva da Costa.Farinha de Ariá (Calathea allouia): Preparação, Análise Micorbiológica e Elaboração de Massa de Macarrão Encrementada com Farinha de Arroz. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

8.
YAMAGUCH, K. K. L.; ROCHA, W. C.; MELICIANO, N. V.. Participação em banca de Francisca Thaina Ribeiro Barbosa.Controle de qualidade do Açaí do médio Solimões. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

9.
YAMAGUCH, K. K. L.; MELICIANO, N. V.; FREITAS, K. S.. Participação em banca de Caroline Falcão Rodrigues.Caracterização química e aprovetamento alternativo da casca de abricó Amazônico (Mammea amaricana). 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

10.
GRAVENA, W.; MELICIANO, N. V.; ZURRA, M. C. A.. Participação em banca de Wanda Peres da Silva.Produção de Ração para Tambaqui (Colossoma macropomum) utilizando frutas amazônicas. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

11.
MELICIANO, N. V.; COLATREL, O. P.; CHAMY, M. N. C. L.. Participação em banca de Adan Roan do Nascimento Lima.Enzimas Extracelulares Produzidas por Fungos Filamentosos Isolados da Rizosfera e Rizoplano de Manihot exculenta. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

12.
CHAMY, M. N. C. L.; COLATREL, O. P.; MELICIANO, N. V.. Participação em banca de Gleucinei dos Santos Castro.Fungos Filamentosos Isolados de Manihot esculeta (Crant) produtores de Enzimas Extracelulares de Interesse Industrial. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

13.
COLATRELI, O. P.; MELICIANO, N. V.; OLIVEIRA, E. S.. Participação em banca de Edy Carlos Cavalcante da Silva.GENEMOBI - Aplicativo Móvel para o Ensino de Genética Molecular. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

14.
REIS, J. S.; YAMAGUCH, K. K. L.; MELICIANO, N. V.. Participação em banca de Gilvânia Paz Colares.Experimentando a Química: Feira de Ciências como Ferramenta Metodológica Para o ensino de Química do 9° Ano Ensino básico. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas.

15.
KAMINSKI, A. C.; CUSTODIO, T. V. O.; MELICIANO, N. V.; COLATREL, O. P.. Participação em banca de Andreza Moraes Dias.Levantamento de Aminais Silvestres Mantidos em ambientes Domésticos no Município de Coari-AM. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas.

16.
ROCHA, W. C.; KAMINSKI, A. C.; MELICIANO, N. V.; GONZAGA,. A. D.. Participação em banca de Alline da Silva Rufinho.Uso do Extrato de Pimenta longa (Piper hispinervum) sobre o cupim (Cryptotermes brevis) em condições experimentais. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

17.
GONZAGA,. A. D.; ROCHA, W. C.; KAMINSKI, A. C.; MELICIANO, N. V.. Participação em banca de Rafael Cavalcante Figueiredo.Efeito inseticida do óleo essencial e extratos etanólicos das folhas de mastruz (Chenopoduim ambrosides) sobre o gorgulho do milho (Stiophilus seamis). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

18.
KAMINSKI, A. C.; COLATREL, O. P.; MELICIANO, N. V.; GUIMARAES, J.. Participação em banca de Arthur da Silva Ribeiro.Imunodiagnóstico da Infecção pela Helicobacter pylori comparado a detecção copromolecular. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

19.
GONZAGA,. A. D.; ROCHA, W. C.; MELICIANO, N. V.. Participação em banca de Josicléia Fernandes Aparício.Os microrganismos associados aos cupins Nasutitermes sp. e sua produção enzimática. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

20.
GONZAGA,. A. D.; COSTA, J. G.; MELICIANO, N. V.. Participação em banca de Diana da Rocha Nepomuceno.Levantamento de Microorganismos associados as formigas cortadeiras Atta sexdens sexdens e o seu potencial biotecnológico. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

21.
SOARES, F.P.; MELICIANO, N. V.; LIMA, F.G.. Participação em banca de Irene da Silva Pacífico.Isolamento de bactérias provenientes de solo com vistas a biodegradação de óleo diesal. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
SOUZA, A. O.; MELICIANO, N. V.; REIS, D. A.. Processo Seletivo - UFAM - Parasitologia. 2014. Universidade Federal do Amazonas.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
XXX II Congresso Brasileirode Zoologia. Interagindo com a Genética: um relato de experiência. 2018. (Congresso).

2.
XXX III Congresso Brasileiro de Zoologia. Caracterização genética de pisciculturas na região do Médio-Solimões/Concentração - município de Coari/AM. 2018. (Congresso).

3.
5° Congresso sobre Diversidade Microbiana da Amazonia. ANÁLISES MICROBIOLÓGICAS DO PESCADO COMERCIALIZADO NO MERCADO MUNICIPAL DA CIDADE DE COARI-AM. 2014. (Congresso).

4.
El IX Congreso Colombiano de Ictiologia y II Encuentro Suramericano de Ictiólogos. Filogeografia y Genética Poblacional de Boari, Bererê (Mesonauta spp.). 2011. (Congresso).

5.
II Curso de Verão em Genética, Conservação e Biologia Evolutiva.Genética de Populações de Vertebrados - Algumas Perspectivas e Abordagens Desenvolvidas no LEGAL. 2011. (Oficina).

6.
XV EAIC/ VI EPUEPG- XV Encontro Anual de Iniciação Científica.Análise Genética de Populações de Eulaema nigrita (Hymenoptera, Apidae) de três Reservas Particulares e uma Reserva Governamental no Paraná. 2006. (Encontro).

7.
XV EAIC/VI EPUEPG-XV Encontro Anual de Inicianção Científica.Diversidade Genética de Eulaema nigrita (Hymenoptera, Apidae) de duas Reservas Legais e uma Reserva Governamental no Paraná. 2006. (Encontro).

8.
XXVI Congresso Nacional de Zoologia. 2006. (Congresso).

9.
51° Congresso Brasileiro de Genética. 2005. (Congresso).

10.
51° Congresso Brasileiro de Genética. Análise Comparativa de Populações de Eulaema nigrita (Hymenoptera, Apidae) de uma Reserva Legal e uma Reserva Governamental. 2005. (Congresso).

11.
50 ° Congresso Brasileiro de Genética. 2004. (Congresso).

12.
II Curso de Origem e Evolução do Universo, da Terra e da Vida. 2004. (Oficina).

13.
I Mostra de Painéis de Pesquisa e Extensão do CCB. 2004. (Outra).

14.
Práticas em Biologia Molecular. 2004. (Oficina).

15.
VII Encontro Paranaense de Genética. 2004. (Encontro).

16.
VII Encontro Paranaense de Genética.Aspectos Citogenéticos da Espécie de Peixe Leporinus macrocephalus (GARAVELLO & BRITSKI, 1988). 2004. (Encontro).

17.
49° Congresso Brasileiro de Genética. 2003. (Congresso).

18.
Curso: Biologia e Ecologia do Boto-cinza (Sotalia guianensis). 2003. (Oficina).

19.
I Curso Básico em Fundamentos e Técnicas de Biologia Molecular. 2003. (Oficina).

20.
IV Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências.A Formação de Conceitos em Biologia Celular. 2003. (Encontro).

21.
IV Mostra de Painéis de Imunologia do Curso de Ciências Biológicas. 2003. (Outra).

22.
Lançamento da BIOMA - Consultoria Ambiental - Empreza Júnior de Biologia. 2003. (Outra).

23.
XII Encontro Anual de Iniciação Científica- XII EAIC.Análise da Expressão de Hemaglutinina em Amostras de Escherichia coli Aviárias. 2003. (Encontro).

24.
XXII Congresso Brasileiro de Microbiologia. 2003. (Congresso).

25.
XXII Congresso Brasileiro de Microbiologia. Análise da Expressão de Hemaglutinina em Amostras de Escherichia coli Aviária. 2003. (Congresso).

26.
Balieas, Botos e Golfinhos: Biologia Geral e Métodos de Pesquisa. 2002. (Oficina).

27.
I Congresso Paranaense de Biologia Aplicada à Saúde/V Congresso Londrinense de Biologia Aplicada à Saúde/II Encontro Paranaense de Biomedicina. Reciclagem de Lixo: Uma proposta para o Ensino Fundamental. 2002. (Congresso).

28.
I Congresso Paranaense de Biologia Aplicada à Saúde/V Congresso Londrinense de Biologia Aplicada à Saúde/II Encontro Paranaense de Biomedicina. 2002. (Congresso).

29.
III Simpósio Nacional de Biologia Molecular Aplicada à Medicina. 2002. (Simpósio).

30.
Introdução ao Estudo de Campo com Mamíferos Carnívoros Neotropicais.. 2002. (Oficina).

31.
VI Encontro Paranaense de Genética. 2002. (Encontro).

32.
VI jornada de bioética, VI Jornada de Bioética e I encontro de comitês de Bioética e Pesquisa. 2002. (Encontro).

33.
IV Congresso Londrinense de Biologia Aplicada à Saúde/I Encontro Paranaense de Biomedicina. 2001. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BRITO, R. ; MELICIANO, N. V. ; COLATRELI, O. P. ; FURTADO, M. A. S. ; BENTES, V. L. I. ; ZURRA, M. C. A. ; GAMA, A. S. M. ; YAMAGUCHI, K. K. L. ; KAMINSKI, A. C. ; ROCHA, D. A. P. ; MAROSTEGONE, T. G. ; CORDEIRO, P. M. . II FIENTEC -Feira de Inovação, Ciência, Tecnologia, Extemsão e Cultura do Médio Solimões. 2017. .

2.
ROCHA, W. C. ; ALBUQUERQUE, F. H. S. ; MELICIANO, N. V. ; MOTA, A. R. S. ; NUNES, I. S. ; SILVA, J. S. E. ; SANTOS, J. D. ; PEREIRA, L. L. ; LINS, R. S. O. ; MACIEAL, T. S. ; LIMA, U. O. ; MACEDO, V. P. R. . I FIENTEC -Feira de Inovação, Ciência, Tecnologia, Extemsão e Cultura do Médio Solimões. 2016. .

3.
SANTOS, I. L. ; MATA, M. M. ; MELICIANO, N. V. ; GOMES, C. A. ; COSTA, D. X. ; GRIJO, E. L. ; SOUSA, T. J. . I Congresso de Nutrição e Tecnologia de Alimento do Amazonas. 2015. (Congresso).

4.
CHAVES, M. P. S. R. ; COELHO, M. P. S. L. V. ; MELICIANO, N. V. . 12 ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no amazonas. 2015. (Outro).

5.
GROSS, M. C. ; MELICIANO, N. V. . I Oficina Ciência é Legal. 2011. (Outro).

6.
MELICIANO, N. V.. XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia. 2006. (Congresso).

7.
MELICIANO, N. V.. Conheça a UEL. 2004. (Outro).

8.
MELICIANO, N. V.. IV Mostra de Painéis de Imunologia do Curso de Ciências Biológicas. 2003. (Exposição).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Luana Melo. USO DO SISTEMA Allium cepa COMO BIOINDICADOR DA ÁGUA PARA O CONSUMO NO MUNICÍPIO DE COARI, AM. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Yasmin Muora dos Santos. Caracterização genética de pisciculturas na região do médio-Solimões/concentração - município de Coari/AM. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Luciana de Araújo Corrêa. UTILIZANDO A EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA A SENSIBILIZAÇÃO SOBRE BIODIVERSIDADE AMAZÔNICA NO ENSINO MÉDIO. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

2.
Sayara Meyre Zaguri Pereira. Identificação Genética da Carne Comercializada de Pirarucu (Araipama sp.) no Amazonas-BR. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

3.
Ricardo Braga Barbosa. ?Identificação da Entomofauna Associada a diferente materiais em decomposição para a determinação de espécies de importância forense no ISB ? UFAM ? Coari/AM?. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

4.
Gustavo de Castro Silva. USO DO SISTEMA Allium cepa COMO BIOINDICADOR DA ÁGUA PARA O CONSUMO NO MUNICÍPIO DE COARI, AM. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

5.
Thaís Suziane Carneiro de Souza. Caracterização genética de pisciculturas na região do Médio-Solimões/Concentração - município de Coari/AM. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

6.
Kelbes Meireles Guedes. Distribuição genética e fenotípica do sistema ABO e fator Rh na região rural do município de Coari/AM. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

7.
Fabrície Karoline Barbosa Guimarães. ?Uso do Código de Barras Genético (DNA BARCODE) como ferramenta de estudo de diversidade e identificação molecular de peixes igarapés?. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

8.
GESSICA KELLY ALMEIDA DA SILVA. INTERAGINDO COM A GÉNETICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

9.
Dayana de Souza Mattos. Educação em Saúde: Hepatite, o que tenho com isso?. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

10.
Tâmara Gomes de Almeida. Genética em Cena: utilizando filmes para o ensino de genética.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

11.
Isabella Urbax Pereira. Utilização das espécies de peixes M. festivus e A. tetramerus como Bioindicadores na Avaliação do Impacto das Águas nos Arredores do treminal petrolífero de Urucu (UN-BSOL)-AM/BR.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

12.
Remigio Cenepo Rodrigues. BIORUBY: UMA FERRAMENTA PARA A BIOINFORMÁTICA. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

13.
Adrianilson Corrêa da Silva. PREVENÇÃO DA OBESIDADE E DIABETES MELLITUS EM ESCOLARES DA REDE PÚBLICA ESTADUAL DE ENSINO DO MUNICÍPIO DE COARI-AM.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

14.
Alessandra Silva e Silva. USO DO CÓDIGO DE BARRA GENÉTICO (DNA BARCODE) COMO FERRAMENTA NO ESTUDO DE DIVERSIDADE E IDENTIFICAÇÃO MOLECULAR DE PEIXES DE IGARAPÉS DO SISTEMA DE DRENAGEM DO RIO AMAZONAS DA RESERVA FLORESTAL ADOLPHO DUCKE/AM. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

Iniciação científica
1.
Ildenei Almeida dos Santos. Coleção Ictiológica de Tecidos no Instituto de Saúde e Biotecnologia da UFAM, Coari/AM; acesso a diversidade do médio Solimões.. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

2.
Gyssenia Brenda Moura Vasquez. Validade Genética da Carne Comercializada de Pirarucu (Arapaima gigas) no Amazonas-BR. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

3.
Luana Melo de Souza. USO DO SISTEMA Allium cepa COMO BIOINDICADOR DA ÁGUA PARA O CONSUMO NO MUNICÍPIO DE COARI, AM. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

4.
Thaís Suziane Carneiro de Souza. Caracterização genética de pisciculturas na região do médio-Solimões/concentração - município de Coari/AM. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

5.
Kelbes Meireles Guedes. QUAL SANGUE CORRE NO INTERIOR DE COARI?. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas, Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

6.
Maria Cristhiane de Araujo Zurra. Novas abordagens no estudo de comunidades utilizando dados genéticos (DNA BARCODE) aplicados aos peixes de igarapés, do sistema de drenagem do rio Amazonas, da reserva florestal Adolpho Ducke. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

7.
Fabrície Karoline Barbosa Guimarães. USO DO CÓDIGO DE BARRAS GENÉTICO (DNA BARCODE) COMO FERRAMENTA NO ESTUDO DE DIVERSIDADE E IDENTIFICAÇÃO MOLECULAR DE PEIXES DE IGARAPÉS DO SISTEMA DE DRENAGEM DO RIO AMAZONAS DA RESERVA FLORESTAL ADOLPHO DUCKE/AM. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

8.
Sayara Meyre Zaguri Pereira. CARACTERIZAÇÃO GENÉTICA DA ESPÉCIE P. BREVIS (PYRRHULINA - CHARACIFORMES: LEBIASINIDAE) EM IGARAPÉS E POÇAS NA RESERVA FLORESTAL ADOLPHO DUCKE ? PERPERCTIVAS DA DISTRIBUIÇÃO GENÉTICA E DINÂNICA POPULACIONAL DE IGARAPÉS. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Nutrição) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

9.
Adriana Carla da Silva Alencar. Caracterização de pisciculturas na região do médio-Solimões/concentração - município de Coari/AM – uma proposta para o manejo e conservação. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

10.
Fabrície Karoline Barbosa Guimaraes. USO DO CÓDIGO DE BARRAS GENÉTICO (DNA BARCODE) COMO FERRAMENTA NO ESTUDO DE DIVERSIDADE E IDENTIFICAÇÃO MOLECULAR DE PEIXES DE IGARAPÉS DO SISTEMA DE DRENAGEM DO RIO AMAZONAS DA RESERVA FLORESTAL ADOLPHO DUCKE/AM.. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

11.
Sayara Meyre Zaguri Pereira. CARACTERIZAÇÃO GENÉTICA, DA ESPÉCIE PYRRHULINA BREVIS (CHARACIFORMES: LEBIASINIDAE) EM IGARAPÉS NA RESERVA FLORESTAL ADOLPHO DUCKE ? PERPERCTIVAS DA DISTRIBUIÇÃO GENÉTICA E DINÂNICA POPULACIONAL DE IGARAPÉS.. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Nutrição) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

12.
Kacia Araújo do Carmo. Caracterização Genética das Espécies do Gênero Pyrrhulina (Characiformes: Lebiasinidae) em igarapés e poças na reserva florestal Adolpho Ducke; Perspectivas da Distribuição Genética e Dinâmica de Igaapés. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

13.
Alessandra Silva e Silva. Novas Abordagens no Estudo de Comunidades Utilizando dados genéticos (DNA BARCODE) Aplicados aos Peixes de Igarapés do Sistema de Drenagem do rio Amazonas da reserva Florestal Adolpha Ducke.. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

14.
Maria Cristhiane Zurra. Levantamento genético de peixes de igarapé da reserva experimental Adolpho Ducke (Manaus/AM), por meio do DNA Barcoding. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

Orientações de outra natureza
1.
Edy Carlos Cavalcante da Silva. Genética Básica - Monitoria. 2017. Orientação de outra natureza. (Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

2.
Luciana de Araújo Corrêa. Genética e Evolução. 2017. Orientação de outra natureza. (Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

3.
Adrianilson Corrêa da Silva. Monitoria - Genética e Evolução. 2014. Orientação de outra natureza. (Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.

4.
Sarah Ventura Carvalho. CÓDIGO DE BARRAS COMO FERRAMENTA PARA O ESTUDO DA BIODIVERSIDADE AMAZÔNICA. 2012. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Amazonas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Natasha Verdasca Meliciano.



Inovação



Programa de computador sem registro
1.
SILVA, E. C. ; COLATRELI, O. P. ; MELICIANO, N. V. . GeneMobi. 2017.


Projetos de pesquisa

Projeto de extensão


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
ALMEIDA, T. G.2018ALMEIDA, T. G. ; MELICIANO, N. V. ; COLATRELI, O. P. . Uso do filme GATTACA para ensinar e discutir genética. Genética na Escola (on line), v. 13, p. 124-132, 2018.

2.
SILVA, A. C.2014SILVA, A. C. ; MELICIANO, N. V. . SIMPLIFYING THE TEACHING-LEARNING OF GENETICS TO STUDENTS FROM THE 1st YEAR OF HIGH SCHOOL IN AN AMAZON PUBLIC SCHOOL. INICIAÇÃO & FORMAÇÃO DOCENTE, v. 1, p. 1-18, 2014.

Artigos aceitos para publicação
1.
SILVA, G. K. A. ; MELICIANO, N. V. . INTERAGINDO E ENSINANDO GENÉTICA E EVOLUÇÃO: UMA EXPERIÊNCIA METOLÓGICA. REVISTA BRASILEIRA DE ENSINO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, 2018.


Apresentações de Trabalho
1.
MELICIANO, N. V.. Genética de Populações de Vertebrados - Algumas Perspectivas e Abordagens Desenvolvidas no LEGAL. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MELICIANO, N. V.. DNA Barcode: Algumas aplicações e perspectivas. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Programa de Computador sem registro de patente
1.
SILVA, E. C. ; COLATRELI, O. P. ; MELICIANO, N. V. . GeneMobi. 2017.


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MELICIANO, N. V.. XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia. 2006. (Congresso).

2.
MELICIANO, N. V.. Conheça a UEL. 2004. (Outro).

3.
MELICIANO, N. V.. IV Mostra de Painéis de Imunologia do Curso de Ciências Biológicas. 2003. (Exposição).

4.
GROSS, M. C. ; MELICIANO, N. V. . I Oficina Ciência é Legal. 2011. (Outro).

5.
ROCHA, W. C. ; ALBUQUERQUE, F. H. S. ; MELICIANO, N. V. ; MOTA, A. R. S. ; NUNES, I. S. ; SILVA, J. S. E. ; SANTOS, J. D. ; PEREIRA, L. L. ; LINS, R. S. O. ; MACIEAL, T. S. ; LIMA, U. O. ; MACEDO, V. P. R. . I FIENTEC -Feira de Inovação, Ciência, Tecnologia, Extemsão e Cultura do Médio Solimões. 2016. .

6.
BRITO, R. ; MELICIANO, N. V. ; COLATRELI, O. P. ; FURTADO, M. A. S. ; BENTES, V. L. I. ; ZURRA, M. C. A. ; GAMA, A. S. M. ; YAMAGUCHI, K. K. L. ; KAMINSKI, A. C. ; ROCHA, D. A. P. ; MAROSTEGONE, T. G. ; CORDEIRO, P. M. . II FIENTEC -Feira de Inovação, Ciência, Tecnologia, Extemsão e Cultura do Médio Solimões. 2017. .

7.
CHAVES, M. P. S. R. ; COELHO, M. P. S. L. V. ; MELICIANO, N. V. . 12 ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no amazonas. 2015. (Outro).


Redes sociais, websites e blogs
1.
MELICIANO, N. V.; COLATRELI, O. P. ; MIRANDA, C. E. C. . BiotecAmazonas. 2017. (Site).



Outras informações relevantes


Primeiro lugar no Concurso Público - UFAM 019/2012 - Professor de Genética e Evolução
Segundo lugar no Concurso Público - UEA 01/2012 - Professor de Biologia Celular e Molecular, Genética Evolução e Ensino de Biologia
Terceiro lugar no Concurso Público - UFAM 030/2010 - Professor de Genética e Evolução
Sétimo lugar no Processo Seletivo - IFAM 05/2010 - Professor de Ciências Biológicas
Segundo lugar no Processo Seletivo - UFAM 013/2010 - Professor de Genética
Concurso Público - SEMED 01/2008 - Professor de Ciências

Ago/2006 - Apoio Financeiro concedido para pesquisa pelo programa BECA/IEB, registro n° B/2006/01/BMP/09 - Instituto Internacional de Educação do Brasil.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/12/2018 às 11:16:00