Jonas Wilson Pegoraro

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2561305181598507
  • Última atualização do currículo em 05/12/2018


Possui graduação em História pela Universidade Federal do Paraná (2005), bem como Mestrado (2007) e Doutorado em História (2015) pela mesma Universidade, além da especialização em Literatura Brasileira e História Nacional pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (2009). Atualmente é professor adjunto da Universidade de Brasília (UnB), ministrando disciplinas de História do Brasil I, História Regional e Tópicos Especiais em História do Brasil. Membro do corpo docente do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Brasília (PPGHIS-UnB), bem como do grupo de pesquisa Justiças e Impérios Ibéricos de Antigo Regime - JIIAR da Universidade Federal Fluminense e do CEDOPE - Centro de Documentação e Pesquisa em História da Universidade Federal do Paraná. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil Colônia, atuando principalmente nos seguintes temas: história, justiça e administração colonial, sociabilidade e estudos paranaenses. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Jonas Wilson Pegoraro
Nome em citações bibliográficas
PEGORARO, J. W.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de Brasília, Departamento de História.
Universidade de Brasília (UnB)
Asa Norte
70910900 - Brasília, DF - Brasil
Telefone: (61) 31073300
URL da Homepage: http://www.his.unb.br/


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2015
Doutorado em História.
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Título: Zelo pelo serviço real: ações de ouvidores régios nas comarcas de São Paulo e de Paranaguá (Primeira Metade do Século XVIII), Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Antonio Cesar de Almeida Santos.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Administração Colonial; Elites Locais; Ouvidores régios.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História Administrativa.
2005 - 2007
Mestrado em História.
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Título: Ouvidores régios e centralização jurídico-administrativa na América portuguesa: a comarca de Paranaguá (1723-1812),Ano de Obtenção: 2007.
Orientador: Antonio Cesar de Almeida Santos.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Administração Colonial; Império Ultramarino Português; Ouvidoria Geral de Paranaguá.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História Administrativa.
2008 - 2009
Especialização em Literatura Brasileira e História Nacional. (Carga Horária: 360h).
Universidade Tecnológica Federal do Paraná, UTFPR, Brasil.
Título: O Traçado urbano na obra de Luiz Alfredo Garcia-Roza: um diálogo entre histórias policiais e espaços urbanos.
Orientador: Ana Maria Burmester.
2000 - 2005
Graduação em História.
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Título: Posturas Municipais nas Ilhas Atlânticas do Impéro Portugues.
Orientador: Magnus Roberto de Mello Perreira.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2018 - 2018
Capacitação para Tutoria em EAD. (Carga horária: 50h).
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
2018 - 2018
Produção de textos oficiais na UnB. (Carga horária: 40h).
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
2017 - 2017
Extensão universitária em Formação de Tutores: utilizando as ferramentas do AVA e a comunicação. (Carga horária: 50h).
Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Brasil.
2017 - 2017
Extensão universitária em Formação de Colaboradores do NUTEAD/UEPG. (Carga horária: 60h).
Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Brasil.
2015 - 2015
Extensão universitária em Avaliação da Aprendizagem em Educação a Distância. (Carga horária: 40h).
Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Brasil.
2000 - 2005
Proficiência em Inglês. (Carga horária: 480h).
Centro Cultural Brasil Estados Unidos de Curitiba, INTERAMERICANO, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Aprovado no Concurso Público de Provas e Títulos para o cargo de Professor de Magistério Superior da Fundação Universidade de Brasília/FUB - Edital 129/2017

Atividades

10/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de História, .

Cargo ou função
Comissão Julgadora do Prêmio Departamento de História - UnB de Trabalhos de Conclusão de Curso.
9/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de História, .

Cargo ou função
Membro de Comissão - Revalidação de Diploma do Eugênio Teixeira Rabelo.
9/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Ciências Humanas - UnB, .

Cargo ou função
Membro de Comissão -.
3/2018 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Brasília, .

3/2018 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil I
História Regional
Tópicos Especiais de História do Brasil
9/2018 - 9/2018
Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Brasília, .

Cargo ou função
Comissão - Credenciamento do Professor Luiz César de Sá Junior no Programa de Pós-graduação em História da universidade de Brasília.

Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2017
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Colaborador, Carga horária: 20

Atividades

12/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Reitoria, Departamento de História (DEHIS).

12/2016 - Atual
Ensino, História, cultura e identidades, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Professor Colaborador vinculado a Linha de Pesquisa Discursos, representações: produção de sentidos
7/2015 - 2/2017
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil II
7/2015 - 2/2017
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil II
História do Brasil IV
Tópicos de História e Educação
Tópicos Temáticos em História I
09/2015 - 10/2015
Ensino, PósGraduação Lato Sensu em História,Arte e Cultura, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
História e Cidade: Cotidiano, Cultura e Sociabilidade

Centro Universitário Curitiba, UNICURITIBA, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto Mestre I, Carga horária: 20

Atividades

2/2013 - 12/2014
Ensino, Direito, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Direito e Sociedade
Direito e História
Cultura Jurídica I
2/2013 - 12/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Câmpus Milton Vianna Filho, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado do Curso.

Instituto Federal do Paraná, IFPR, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2017
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 40

Atividades

10/2015 - 1/2017
Ensino,

Disciplinas ministradas
História

Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - Atual
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Participante, Carga horária: 10
Outras informações
Atuando como participante de projetos de pesquisa do período colonial vinculados ao CEDOPE (Centro de Documentação e Pesquisa de História dos Domínios Portugueses, séculos XIV-XIX), Departamento de História - UFPR.

Vínculo institucional

2011 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 30
Outras informações
Bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsista Doutorado

Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsista do Conselho nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa de Mestrado

Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Bolsista Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Bolsista Iniciação Científica, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 12

Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 12

Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 12

Atividades

5/2001 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Setor de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de História.


Faculdade Educacional da Lapa, FAEL, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Contrato Prestação Serviço, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 8

Atividades

11/2017 - 1/2018
Serviços técnicos especializados , FACULDADE EDUCACIONAL DA LAPA, .

Serviço realizado
Parecerista de Material - História do Brasil.
8/2016 - 9/2016
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
EaD - Workshop do Curso de História - História da África

Faculdades Integradas Santa Cruz de Curitiba, FARESC, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Ensino Superior, Carga horária: 4

Atividades

2/2013 - 7/2013
Ensino, Pedagogia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Metodologia do Ensino de História e Geografia

Historialis Pesquisas e Projetos, HISTORIALIS, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2012
Vínculo: Sócio fundador, Enquadramento Funcional: Sócio - Pesquisador, Carga horária: 15
Outras informações
A Historialis Pesquisas e Projetos é uma empresa dedicada ao trato do passado. Foi idealizada para responder com exatidão e eficiência teórico-técnica às demandas sobre o passado de diferentes áreas do conhecimento. Sua atuação compreende desde localizar fontes textuais e iconográficas; produzir memórias que subsidiem estudos que requeiram dados e informações de natureza histórica; elaborar genealogias até reconstituir biografias, histórias de família, de empresas e de instituições. As atividades de pesquisa e consultoria de projetos, fundamentadas em metodologias atuais, permitem que a História dialogue com os diversos campos do conhecimento. Essa interdisciplinaridade facilita o trabalho em conjunto com órgãos públicos, instituições privadas, organizações não-governamentais, associações em geral, com interesse na ampliação, produção e divulgação da cultura. Os projetos têm por finalidade tornar disponíveis para um amplo público, a reprodução em formato digital da mais variada documentação, garantindo tanto o armazenamento quanto a facilidade de acesso ao pesquisador. Além disso, nessa linha de atuação, aliam-se os serviços de catalogação, transcrição e levantamento de dados. A proposta da empresa é esquadrinhar o passado com o propósito de preservar a história. E a garantia de viabilizar essa proposta está dada pelo perfil da equipe que por ela responde: profissionais especializados, cuja experiência acumulada torna-os aptos a equacionar as variadas demandas que tenha a História como foco.

Atividades

03/2006 - 05/2012
Direção e administração, Historialis, .

Cargo ou função
Gerente Administrativo.
07/2009 - 12/2009
Serviços técnicos especializados , Historialis, .

Serviço realizado
Transcrição e inserção de informações em Banco de Dados do Projeto Digitação dos Maços de população da Capitania de São Paulo - 1808.
09/2007 - 09/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Historialis, .

Cargo ou função
Consultor de pesquisa do Projeto de Digitalização documental do Acervo do Colégio Estadual do Paraná.
06/2006 - 12/2006
Serviços técnicos especializados , Historialis, .

Serviço realizado
Digitalização dos Assentos Paroquiais Setecentistas de Batizado, Casamento e Óbito do Acervo da Catedral Basíliza de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais de Curitiba - Século XVIII.
03/2006 - 12/2006
Serviços técnicos especializados , Historialis, .

Serviço realizado
Transcrição de Manuscritos Antigos.
08/2006 - 08/2006
Serviços técnicos especializados , Historialis, .

Serviço realizado
Digitalização dos livros do acervo da Comunidade Evangélica Luterana de Curitiba (CELC).
03/2006 - 04/2006
Serviços técnicos especializados , Historialis, .

Serviço realizado
Levantamento de Fontes Primárias - Lapa/PR.
03/2006 - 03/2006
Serviços técnicos especializados , Historialis, .

Serviço realizado
Pesquisa, levantamento documental do projeto e inserção de informações em Bando de Dados: "Bastardia e ilegitimidade em Curitiba, séculos XVIII e XIX".

Revista Vernáculo, VERNACULO, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2008
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Membro Conselho Editorial, Carga horária: 4
Outras informações
Revista acadêmica criada em 2000 por graduandos do Departamento de História - Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes/ Universidade Federal do Paraná. ISSN: 1677-0196.

Atividades

5/2002 - 12/2008
Direção e administração, Conselho Editorial, .

Cargo ou função
Diretor administrativo.
4/2002 - 12/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Editorial, .

Cargo ou função
Editor.

Centro de Educação Profissional Irmão Mário Cristóvão, TECPUC, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 10


Escolas Positivo, EP - PR, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 25

Atividades

08/2010 - 12/2011
Ensino,

Disciplinas ministradas
História
02/2009 - 12/2010
Ensino,

Disciplinas ministradas
História

Colégio Bom Jesus, BJ, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 20

Atividades

2/2012 - 5/2012
Ensino,

Disciplinas ministradas
História

Colégio Estadual do Paraná, CEP, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 20

Atividades

06/2007 - 12/2007
Ensino,

Disciplinas ministradas
História

Colégio Estadual João Turin, CEJT, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20

Atividades

07/2008 - 12/2008
Ensino,

Disciplinas ministradas
História

Colégio Estadual Rio Branco, CERB, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 5

Atividades

05/2009 - 12/2009
Ensino,

Disciplinas ministradas
História

Escola Estadual Dom Pedro II, EEDPII, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 15

Atividades

02/2008 - 12/2009
Ensino,

Disciplinas ministradas
História

Escola Estadual Maria Montessori, EEMM, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20

Atividades

02/2008 - 05/2008
Ensino,

Disciplinas ministradas
História

Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Membro Grupo de Pesquisa, Carga horária: 4
Outras informações
Grupo de Pesquisa Justiças e Impérios Ibéricos de Antigo Regime - JIIAR Endereço para acessar: dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/7641225778516403 A proposta de se compor um grupo de pesquisa para o estudo das justiças nos impérios ibéricos de Antigo Regime (séculos XVI-XIX) tomou forma durante a organização do Colóquio Internacional Justiças, Governo e Bem Comum na administração dos Impérios Ibéricos de Antigo Regime (séculos XV-XVIII) que ocorreu na UFMG em março de 2014 e contou com financiamento capes. O GP também realiza reuniões mensais para discussão bibliográfica com alunos de graduação filiados. As reuniões acontecem no Laboratório do GP, sediado na UFF de campos dos Goytacazes.

Atividades

2/2017 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, .



Linhas de pesquisa


1.
Espaço e Sociabilidades

Objetivo: A Linha de Pesquisa Espaço e Sociabilidades, vinculada ao Programa de Pós-graduação em História da UFPR, tem o objetivos de conduzir investigações nas áreas adiante indicadas, congregando professores e alunos de pós-graduação na atividade de pesquisa: 1) cotidiano, sociabilidades e administração no contexto do Antigo Regime; 2) espaços de sociabilidades de escravos e negros livres (séculos XVIII-XIX); 3) estudos referentes às relações de gênero e história das mulheres; 4) população e sociabilidades, privilegiando abordagens sobre comportamentos populacionais e regimes demográficos; 5) estudos de teoria e historiografia, abordando a construção do campo social da história..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História Administrativa.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil Colônia.
Setores de atividade: Educação Superior.
Palavras-chave: História; Historiografia; História do Brasil; História Administrativa.
2.
Centro de Documentação e Pesquisa de História dos Domínios Portugueses Séc. XIV-XIX

Objetivo: O Centro de Documentação e Pesquisa de História dos Domínios Portugueses (séculos XV-XIX) está vinculado ao Departamento de História da UFPR, encontrando-se em atividade desde 1998. Propõe-se a atuar na recuperação e guarda de documentação, especialmente em registro digital, e na realização de pesquisas relativas à vida cotidiana da população paranaense do período compreendido entre meados so século XVII e meados do século XIX, bem como investigar aspectos relativos às diversas configurações regionais de Portugal e suas colônias, no contexto do Antigo Regime, privilegiando o estudo da formação territorial, da composição e dinâmica populacionais, das estruturas urbanas e dos aparatos administrativos. O CEDOPE também se preocupa com o papel ocupado pelas ciências naturais nas tentativas de reconfiguração do Império Ultramarino Português no século XVIII, buscando compreender os fluxos e dinâmicas interregionais no interior desse mesmo Império..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil Colônia.
Setores de atividade: Educação Superior.
Palavras-chave: História; História Administrativa; Império Ultramarino Português; Redes de sociabilidade.
3.
Discursos, representações: produção de sentidos

Objetivo: Esta linha de pesquisa agrega estudos sobre discursos e representações concebidos como práticas culturais indissociáveis dos modos de produção de sentidos. A cultura ? no plural ? é entendida como um processo ativo e dinâmico de significação do mundo social, natural e supranatural, o qual configura historicamente as identidades e diferenças individuais e coletivas nos planos da vida material e espiritual, das produções do ideário, do imaginário e do simbólico. A partir de variadas concepções teórico-metodológicas, as pesquisas enfatizam os processos vivenciados por diferentes sujeitos em suas trajetórias singulares e experiências heterogêneas; processos esses em que operam as diversas mediações constitutivas do ?real?, quer dizer, as formas de sua percepção, enunciação e semiotização, apreendidas na contingência das relações de saber-poder. Assim, a pesquisa das lógicas de produção, circulação e recepção de discursos e representações sobre a natureza, o sagrado, a cultura escrita ? entre outros temas observados a partir de variadas escalas espaço-temporais ? permite a problematização de objetos situados no cruzamento de diferentes campos da história, em torno de um eixo comum e central: o das relações entre culturas e processos identitários..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil Colônia.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Historiografia.
Setores de atividade: Educação.
Palavras-chave: Administração Colonial; Império Ultramarino Português.
4.
Práticas Políticas, Administração da Justiça e Governabilidade

Objetivo: No universo político de Antigo Regime a justiça cumpria uma tarefa fundamental. Os oficiais da justiça possuíam, por legitimidade, influência sobre o sentido que adquiriam as ações do monarca, exercendo uma força de ordenamento sobre a razão política do reino..
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
Palavras-chave: Administração Colonial; Governação; Políticas do Império português.
5.
História Social e suas múltiplas Formas

Objetivo: As investigações reunidas no âmbito desta linha de pesquisa privilegiam as variadas possibilidades de desenvolver estudos inspirados na história social. Nesse sentido, a linha explora abordagens, metodologias e temas diversos voltados para o interesse comum de estudar práticas e experiências sociais coletivas e individuais. Dedica especial atenção aos modos e estratégias por meio das quais sujeitos históricos politizavam seu cotidiano, informados por racionalidades, práticas culturais e econômicas próprias, bem como enfrenta debates clássicos sobre agência histórica em relação, ou oposição, a estudos fundamentados em determinações contextuais e estruturais. Ao privilegiar trabalhos centrados na ação humana, em escalas de análise macro ou micro, enfatiza abordagens de conflitos sociais definidos por viés de classe, gênero, etnia ou raça, bem como as relações pautadas por questões ambientais. Segue a tradição empirista da história social com investigações centradas em fontes primárias, abrangendo uma gama de suportes múltipla: de textos literários a documentos epistolares, da imprensa a anais parlamentares, passando por leis, processos jurídicos, inventários, cartografia, memórias, documentos cartoriais, entre tantos outros. Vale, finalmente, salientar que a ênfase na pesquisa documental é amparada por e ampara reflexões teóricas e metodológicas próprias da história social..
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
Palavras-chave: História social; Práticas culturais.


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Homens para a função: agentes régios no Império Ultramarino Português (primeira metade do século XVIII)
Descrição: A investigação visa promover um levantamento quantitativo e análise qualitativa dos agentes régios enviados para os domínios portugueses, mais especificamente o Estado do Brasil, durante a primeira metade do século XVIII, com o objetivo de traçar o ?perfil social? dos agentes régios e suas trajetórias no interior da estrutura jurídico-administrativa da Coroa portuguesa. As principais fontes para esta pesquisa estão depositadas no Arquivo Nacional da Torre do Tombo, localizado na cidade de Lisboa, Portugal, mas disponíveis de forma digital no sítio da instituição, sendo três os principais registros: as leituras de bacharéis , os registros de mercê do reinado de Dom João V e os processos de habilitação para familiar do Santo Ofício (Disponível em: http://antt.dglab.gov.pt). Complementa estas documentações o ?Memorial de Ministros?, conservado na Biblioteca Nacional, também em Lisboa, que se buscará acesso por meio do catálogo confeccionado por Nuno Camarinhas e disponível por meio de e-book. Tendo por objetivo: Identificação e catalogação dos agentes régios da monarquia lusitana enviados para o ultramar na primeira metade do século XVIII ? Estado do Brasil; Constituir o ?perfil social? destes dos agentes régios; Compor as trajetórias das carreiras dos agentes régios..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Jonas Wilson Pegoraro - Coordenador.
2016 - Atual
Agentes régios na América portuguesa: trajetórias, perspectivas e dinâmicas, séculos XVI-XIX
Descrição: Esse projeto de pesquisa visa observar transformações políticas, econômicas, sociais e/ou culturais que ocorreram na América portuguesa, tendo com objeto de pesquisa diversos agentes régios que atuaram durante os séculos XVI e XIX. Ao adotar como método de pesquisa as trajetórias de vida, por entender que tal método será um útil instrumento para a compreensão das transformações sociais no período, a pesquisa tem por seu objetivo final produzir um livro colaborativo com a participação de diversos pesquisadores do Brasil, estreitando, com isso, os laços com demais instituições públicas e privadas. As trajetórias de vida, além de apresentar um percurso individual, o caminho traçado por uma pessoa, pode revelar muito mais: redes de relações sociais, possibilidades de ação social, construção, reestruturação e desenvolvimento de estratégias individuais e coletivas são algumas das situações que o estudo de trajetórias pode trazer à tona, produzindo um sentido nas ações dos sujeitos. Logo, a proposta é perceber os processos de interação entre os sujeitos e o contexto em diversos espaços da América portuguesa, uma busca da compreensão de como as estruturas foram formadas (ou remodeladas) na América portuguesa identificando as ações dos sujeitos nos espaços. Palavras-chave: Império Ultramarino Português; agentes régios; Coroa portuguesa; transformações sociais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (8) .
Integrantes: Jonas Wilson Pegoraro - Coordenador / Nauk Maria de Jesus - Integrante / Maria Eliza Campos Souza - Integrante / Isabele de Matos Pereira de Mello - Integrante / Antonio Filipe Pereira Caetano - Integrante / Reinaldo Forte Carvalho - Integrante / Luís Fernando Lopes Pereira - Integrante / Claudia Cristina Azeredo Atallah - Integrante.
2010 - 2015
Ações administrativas na América portuguesa: ouvidores régios e a política lusitana na primeira metade do século XVIII
Descrição: Esse projeto visa observar como as políticas do Império Ultramarino Português comungaram com as estratégias individuais dos agentes régios enviados para a América. Tem por objetivo analisar como os ouvidores régios que atuaram na Capitania de São Paulo, na primeira metade do século XVIII, utilizaram a estrutura administrativa portuguesa para o seu ?bem viver? social. Assim, a hipótese levantada é de que havia uma intrínseca relação entre os agentes régios e o rei, uma vez que os agentes devotavam sua confiança na estrutura administrativa, reconhecendo a autoridade do rei como soberano, e utilizavam seu ?poder simbólico? com o intuito de ascender socialmente. O rei, por outro lado, buscava por meio desses agentes assegurar suas prerrogativas no ultramar. Desta forma, estabelecia-se a hierarquia no ultramar português, formando grandes redes governativas. Valendo-se das mercês régias, da documentação produzida pelos ouvidores e das ordens régias no período delimitado, procurar-se-á identificar tal estreita ligação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Jonas Wilson Pegoraro - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2008 - 2008
Elaboração do Projeto de Resgate Digital dos registros paroquiais da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Luz de Curitiba, Século XIX
Descrição: O projeto consiste na digitalização dos livros de registros paroquiais, correspondentes ao século XIX, do acervo do arquivo da Secretaria da Basílica de Nossa Senhora da Luz de Curitiba, localizada nesta capital. O produto final será um site na World Wide Web (internet) que disponibilizará a totalidade dos livros de ?atas de catolicidade? da Igreja Matriz de Curitiba, preenchidos entre 1801 e 1900. Tal iniciativa visa disponibilizar aos interessados uma facilidade maior na pesquisa do passado da antiga vila (depois cidade) de Curitiba. Desta forma, este projeto pretende possibilitar uma melhor preservação da documentação original, pois a digitalização a resguardaria do constante manuseio de pessoas nem sempre habilitadas..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2008
Elaboração do Projeto Heranças do Futebol Amador Curitibano. A Sociedade Operária Beneficente Iguaçu e sua história
Descrição: Reconhecido como uma manifestação cultural que apresenta ao mundo o nosso estilo, hábitos ou alegria, o futebol é protagonista de um processo de identificação construído por diferentes agentes sociais em interação. Como tudo que existe na sociedade brasileira, o futebol também é uma das várias formas para a dramatização de problemas importantes. Assim o futebol praticado, vivido e teorizado no Brasil seria um modo específico pelo qual a sociedade brasileira fala, revela-se, deixando-se descobrir. Com efeito, ao transpor essas questões para a realidade paranaense, mais precisamente a curitibana, nos deparamos com o fenômeno do futebol amador. Reconhecidamente, tanto localmente quanto externamente como um dos mais significativos do Brasil, em especial, pela sua organização, seus torneios, campeonatos e pelas estruturas materiais que as equipes dispõem. Todavia, as equipes amadoras de Curitiba que compõem a chamada ?Suburbana?, são mais do que meras instituições esportivas. Elas são entradas importantes para compreender diversos aspectos da sociedade curitibana como, por exemplo, a formação e manutenção de certos vínculos (sejam étnicos, profissionais, espaciais) e a maneira como as pessoas percebem a sua região. Desse modo, as equipes amadoras transcendem o espaço material da sua sede, seja a esportiva seja a social, quando esta segunda existe. Então, pode-se afirmar que a importância do sentido das equipes amadoras reside, fundamentalmente, sobre algo muito mais complexo do que uma sede ou um uniforme ? sem descartar, evidentemente, estes fatores ?, redes de sociabilidades e de afinidades eletivas. Nosso objetivo foi apresentar o futebol amador de Curitiba. Contudo, projeto de tamanho vulto deve se iniciar com um piloto. Nesse caso, nada mais justo que se escolher o clube mais antigo ainda em atividade nas principais divisões do futebol amador curitibano: a Sociedade Operária Beneficente Iguaçu, fundada em 6 de Junho de 1919..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2007
Elaborador do Projeto - Futebol Amador em Curitiba - Boletim Informativo e Exposição
Descrição: Projeto que visava a elaboração de uma exposição e um livro sobre a história do futebol amador na cidade de Curitiba..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2006
Elaboração do Projeto de Preservação das Fontes Documentais Jurídicas do Fórum da Lapa/PR
Descrição: Elaboração de Projeto com vistas a preservar a memória dos atos jurídicos transcorridos na Comarca da Lapa/PR, cujo objetivo era repassar os processos originais à guarda de uma instituição que detivesse condições de melhor preservá-los. O Fórum e a cidade da Lapa manteriam acesso permanente a esse conjunto documental, dado seu valor histórico, em suporte digital. Uma mídia que garantiria acesso integral aos documentos, com a vantagem de dispensar os cuidados que um conjunto de processos manuscritos que remontam aos séculos XVIII e XIX..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2007
No Real Nome de Sua Alteza: Ações da Ouvidoria Geral ao sul da Capitania de São Paulo. A Comarca de Paranaguá (1726-1812)
Descrição: Projeto de mestrado desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná, que tem por objetivo analisar, durante o período de vigência da Ouvidoria da Comarca de Paranaguá (1730-1812), as transformações e as relações que se formaram ao redor de tal instância administrativa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Jonas Wilson Pegoraro - Coordenador.
2004 - Atual
O Império Colonial Português: Ciência, Administração, Território (século XV-XIX)
Descrição: Investigar aspectos relativos às diversas configurações regionais de Portugal e suas colônias (sécs. XV a XVIII), privilegiando o estudo da formação do território, da estrutura urbana e do aparato administrativo, em diferentes níveis e esferas. Estudar o papel ocupado pelas ciências naturais nas tentativas de reconfiguração do Império no século XVIII. Entender os fluxos e dinâmicas interregionais no interior do Império..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2004 - Atual
Cotidiano, sociabilidades e administração no Antigo Regime
Descrição: Investigar aspectos relativos à vida cotidiana das populações inscritas no Império Colonial Português (sécs. XV a XVIII), privilegiando o estudo de aspectos relativos à composição e dinâmica populacionais, das estruturas do aparato administrativo, em diferentes níveis e esferas, e de espaços de sociabilidades..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2003 - 2015
Formação da Sociedade Paranaense; População, Administração e Espaços de Sociabilidade
Descrição: Este projeto filia-se a recente corrente historiográfica voltada ao estudo das configurações do período colonial brasileiro, recompondo as relações, interações e dinâmicas promovidas pelo, e no interior, do Império Colonial Português. Concentrando a atenção dos pesquisadores na região meridional, o projeto estrutura-se em três vertentes básicas: população, com a intenção de delimitar a sua composição e dinâmica; administração, voltada a desvelar a estrutura e as especificidades do aparato administrativo, eclesiástico, militar e fazendário; espaços de sociabilidade, voltada a recompor as sociabilidades inscritas nesta região. Projeto vinculado ao Centro de Documentação e Pesquisa de História dsos Domínios Portugueses (CEDOPE).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Jonas Wilson Pegoraro - Integrante / Antonio Cesar de Almeida Santos - Integrante / Maria Luiza Andreazza - Integrante / Sergio Odilon Nadalin - Coordenador / Magnus Roberto de Mello Pereira - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.


Projetos de extensão


2001 - 2001
Programa de Extensão Universitária
Descrição: Programa de Estensão Universitária que voltava-se para o entendimento de novas sociabilidades formadas para a Curitiba Colonail, atividade desenvolvida no Centro de Documentação e Pesquisa de História dos Domínios Portugueses (CEDOPE)..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Jonas Wilson Pegoraro - Integrante / Isis Messias da Silva - Integrante / Antonio Cesar de Almeida Santos - Coordenador.Financiador(es): Universidade Federal do Paraná - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1


Projetos de desenvolvimento


2008 - 2008
Elaboração do Projeto do Boletim Informativo do Parque Lago Azul
Descrição: Projeto que visava elaborar um Boletem informativo do Parque Lago Azul para a Secretaria do Meio Ambiente de Curitiba.
Situação: Desativado; Natureza: Desenvolvimento.
2006 - 2006
Elaboração do Projeto Sala da Memória da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Paraná
Descrição: Projeto solicitado pela Fundação Cultural de Curitiba com a finalidade de preservar a memória da Ordem do Advogados do Brasil ? Seção do Paraná (OAB/PR), dado manifesto interesse em resguardar a história desta instituição..
Situação: Desativado; Natureza: Desenvolvimento.


Outros Projetos


2016 - Atual
O Paraná pelo caminho: trajetórias e a construção de relações humanas na História
Descrição: O projeto tem o objetivo é agrupar artigos que envolvam temáticas que se utilizem da trajetória de vida como metodologia de análise histórica, observando a construção das mais diferentes estruturas políticas, econômicas, sociais e culturais tendo como "pano de fundo" o espaço paranaense. O projeto visa publicar três (03) volumes a respeito das novas perspectivas e análises sobre a História do Paraná, organizados de modo cronológico. A intenção é lançar o primeiro volume no 2º semestre de 2016..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (23) .
Integrantes: Jonas Wilson Pegoraro - Coordenador / Sergio Odilon Nadalin - Integrante / Milton Stanczyk Filho - Integrante / Hilton Costa - Integrante / Luiz Adriano Gonçalves Borges - Integrante / Allan de Paula Oliveira - Integrante / Ana Paula Vosne Martins - Integrante / André Luiz Moscaleski Cavazzani - Integrante / Sandro Aramis Richter Gomes - Integrante / Artur Freitas - Integrante / Marcos Nestor Stein - Integrante / Beatriz Anselmo Olinto - Integrante / Méri Frotscher Kramer - Integrante / Bruna Marina Portela - Integrante / Camila Jansen de Mello de Santana - Integrante / Carla Luciana Silva - Integrante / Francisco Ferreira Junior - Integrante / Joacir Navarro Borges - Integrante / Lucimara Koss - Integrante / Marcio Antônio Both da Silva - Integrante / Niltonci Batista Chaves - Integrante / Noemi Santos da Silva - Integrante / Rosane Kaminski - Integrante / Tatiana Dantas Marchette - Integrante / Fábio Luciano Iachtechen - Integrante / Erivan Cassiano Karvat - Integrante.
2004 - 2008
Os pobres de Santo Antônio da Lapa: um estudo das sociabilidades coloniais
Descrição: Em 1792, no povoado de Santo Antonio da Lapa (PR), Domingas Fernandes de Siqueira Cortes dispôs que a terça parte de seu espólio fosse destinada aos 'pobres' da localidade. Esta disposição favoreceu 152 indivíduos, dotados com aproximadamente 500$000, distribuídos entre 285 varas de algodão e 440$000, numerário que por sua vez foi parcelado em quantias de 1$200 a 12$042 réis. Analisar este material é o objetivo deste projeto. Inicialmente, me proponho a acompanhar os percursos de vida para identificar as contingências produtoras de suas penúrias. A seguir, e sempre no interior de uma perspectiva processual, meu objetivo é mapear as interações sociais dos 'pobres' com os demais grupos que conviviam na sociedade lapeana setecentista. Para isso, elegi as variáveis casamento, compadrio batismal e moradia/vizinhança como os pontos a serem observados, dada a dimensão relacional destas práticas. Até porque, entendo ser exatamente no jogo das inter-relações que ocorre a constante reorganização dos princípios que definem os mecanismos de inclusão e de exclusão social. A operacionalização dos objetivos vai se desdobrar em duas fases: a primeira delas se ocupará em recuperar as trajetórias sociais dos 152 'pobres de Domingas' e a segunda etapa, em relacionar suas modalidades parentais e as contingências produtoras de suas 'pobrezas'. Finalizando, indico entender que as duas fases da pesquisa são complementares para esclarecer a respeito dos relacionamentos e da produção social dos pobres nas condições específicas da colônia. Com isto pretendo colaborar com a discussão acerca do lugar dos 'pobres' e da visão de pobreza na sociedade colonial..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Jonas Wilson Pegoraro - Integrante / Fernando Marcel Kowalski - Integrante / Maria Luiza Andreazza - Coordenador / André Cavazzani - Integrante / Milton Stanczyk Filho - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 2


Membro de corpo editorial


2016 - Atual
Periódico: Máquina de Escrever
2013 - Atual
Periódico: Revista Vernáculo (1677-0196)
2002 - 2008
Periódico: Revista Vernáculo (1677-0196)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Colônia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História Administrativa.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História Regional do Brasil.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História de Portugal.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende RazoavelmenteLê Bem.
Francês
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2012
1º Lugar na Votação Popular na Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (orientador de projeto) - FEBRACE, Universidade de São Paulo.
2001
1º Lugar na 41º Banca de Avaliação do Evento de Iniciação Cientifica - EVINCI, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação/UFPR.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
PEGORARO, J. W.2014PEGORARO, J. W.. Correições e Provimentos: a ação dos ouvidores régios junto às câmaras municipais (Ouvidoria de Paranaguá - século XVIII). Revista História (Rio de Janeiro), v. 1, p. 70-97, 2014.

2.
PEGORARO, J. W.2014PEGORARO, J. W.. Políticas administrativas imperiais: o caso da ouvidoria de Paranaguá (1723-1812). Revista Vernáculo, v. 29, p. 81-119, 2014.

3.
PEGORARO, J. W.2014 PEGORARO, J. W.. Oficiais a serviço do império português: a estrutura jurídico-administrativa lusitana no século XVIII. Revista Jurídica (FIC), v. 2, p. 381-403, 2014.

4.
PEGORARO, J. W.2006PEGORARO, J. W.. A justiça régia e estratégias de controle da população na América Portuguesa (séc. XVIII). Cadernos do Noroeste, v. 1, p. 319-333, 2006.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
PEGORARO, J. W.; STANCZYK FILHO, Milton (Org.) ; COSTA, H. (Org.) . O Paraná pelo caminho: Histórias, trajetórias e perspectivas.. 1. ed. Curitiba: Máquina de Escrever, 2017. v. 3.

2.
PEGORARO, J. W.; COSTA, H. (Org.) ; STANCZYK FILHO, Milton (Org.) . O Paraná pelo caminho: Histórias, trajetórias e perspectivas - Volume II - Justiças. 1. ed. Curitiba: Máquina de Escrever, 2017. v. 3.

3.
PEGORARO, J. W.; COSTA, H. (Org.) ; STANCZYK FILHO, Milton (Org.) . O Paraná pelo caminho: Histórias, trajetórias e perspectivas - Volume III - Movimentos.. 1. ed. Curitiba: Máquina de Escrever, 2017. v. 3.

4.
PEGORARO, J. W.; COSTA, H. (Org.) ; STANCZYK FILHO, Milton (Org.) . O Paraná pelo caminho: Histórias, trajetórias e perspectivas - Volume I - Imagens. 1. ed. Curitiba: Máquina de Escrever, 2017. v. 3.

5.
PEGORARO, J. W.. Ouvidores régios e a centralização jurídico-administrativa na América: a comarca de Paranaguá (1723-1812). 1. ed. Saarbrücken: Novas Edições Acadêmicas, 2017. v. 1. 289p .

Capítulos de livros publicados
1.
PEGORARO, J. W.. O ponto de chegada, a mudança de perspectiva: trajetórias de dois ouvidores régios da Comarca de Paranaguá (1730-1750). In: Jonas Wilson Pegoraro, Hilton Costa, Milton Stanczyk Filho. (Org.). O Paraná pelo caminho: Histórias, trajetórias e perspectivas - Volume II - Justiças. 1ed.Curitiba: Máquina de Escrever, 2017, v. 2, p. 15-40.

2.
PEGORARO, J. W.. ?Perfis? e trajetórias: uma reflexão sobre as dinâmicas das carreiras dos ouvidores gerais das comarcas de São Paulo e de Paranaguá (primeira metade do século XVIII). In: Maria Fernanda Bicalho; Virgínia Maria Almoêdo de Assis; Isabele de Matos Pereira de Mello. (Org.). Justiça no Brasil colonial: Agentes e práticas. 1ed.São Paulo: Alameda, 2017, v. 1, p. 107-136.

3.
PEGORARO, J. W.. Ouvidores régios em Paranaguá: uma discussão sobre a centralização jurídico-administrativa na América Portuguesa (1723-1812). In: Antonio Cesar de Almeida Santos; Andréa Doré. (Org.). Temas Setecentistas: governos e populações no Império Português. 1ed.Curitiba: Fundação Araucária, 2008, v. , p. 181-197.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PEGORARO, J. W.. ?A vastidão dos impérios influencia toda a sua estrutura?: ouvidores gerais e oportunidades na colônia americana (Ouvidorias de São Paulo e de Paranaguá ? século XVIII). In: VI Encontro Internacional de História Colonial, 2016, Salvador - BA. VI Encontro Internacional de História Colonial - Mundos coloniais comparados, 2016.

2.
PEGORARO, J. W.. Interromper a carreira: Antonio Álvares Lanha Peixoto e a desistência em seguir como ouvidor geral da comarca de Paranaguá (1723-1730). In: XXVIII Simpósio Nacional de História - Lugares dos historiadores: velhos e novos desafios, 2015, Florianópolis - SC. XVIII Simpósio Nacional de História - Lugares dos historiadores: velhos e novos desafios. Florianópolis: ANPUH, 2015. v. 1.

3.
PEGORARO, J. W.. Ouvidores régios e a centralização jurídico-administrativa na América portuguesa: a comarca de Paranaguá (1723-1812). In: XXIV Simpósio Nacional de História - ANPUH. História e Multidisciplinaridade: territórios e deslocamentos, 2007, São Leopoldo. Anais do XXIV Simpósio Nacional de História - ANPUH. História e Multidisciplinaridade: territórios e deslocamentos. São Leopoldo, 2007.

4.
PEGORARO, J. W.. A Justiça Régia na Curitiba Setecentista.. In: XXIII Simpósio Nacional de História - ANPUH. História: Guerra e Paz, 2005, Londrina-PR. XXIII Simpósio Nacional de História - ANPUH. História: Guerra e Paz. Londrina-PR: Editorial Mídia., 2005. v. 1.

5.
PEGORARO, J. W.. A justiça régia e as estratégias de controle da população da América Portuguesa (séc. XVIII). In: I Congresso Internacional de História: Territórios, Culturas e Poderes, 2005, Braga - Portugal. Anais do I Congresso Internacional de História: Territórios, Culturas e Poderes, 2005.

6.
PEGORARO, J. W.. Administração e estratégias de controle na construção da sociedade colonial (américa portuguesa, século XVIII). In: XXV Reunião Anual. Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica., 2005, Rio de Janeiro. Anais da XXV Reunião Anual. Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica.. Rio de Janeiro: SBPH, 2005. p. 159-164.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
PEGORARO, J. W.. Homens para uma função: dinâmicas de carreiras dos ouvidores régios na Capitania de São Paulo (Primeira metade do século XVIII). In: VII Congresso Internacional de História, 2015, Maringá/PR. Caderno de Resumos do VII Congresso Internacional de História. Maringá /PR: UEM/PPH/DHI, 2015. v. 1. p. 183-183.

2.
PEGORARO, J. W.. Políticas Administrativas Imperiais: o caso da ouvidoria de Paranaguá (1723-1812). In: 3º Encontro Internacional de História Colonial, 2010, Recife - PE. 3º Encontro Internacional de História Colonial Cultura, Poderes e Sociabilidade no Mundo Atlântico (Séc XV-XVIII). Recife: Editora Universitária UFPE, 2010. p. 133-133.

3.
PEGORARO, J. W.. A Justiça Régia na Curitiba Setecentista. In: XXIII Simpósio Nacional de História - ANPUH. História: Guerra e Paz, 2005, Londrina-PR. Programas & resumos. XXIII Simpósio Nacional de História: história: guerra e paz.. Londrina-PR.: Editorial Mídia., 2005. p. 262-262.

4.
PEGORARO, J. W.. A justiça régia e as estratégias de controle da população da América Portuguesa (séc. XVIII). In: I Congresso Internacional de História: Territórios, Culturas e Poderes, 2005, Braga - Portugal. Livro de Resumos do I Congresso Internacional de História: Territórios, Culturas e Poderes. Braga, 2005. v. 1. p. 16-16.

5.
PEGORARO, J. W.. 'Por lhes faltarem justiças': a ação de ouvidores na capitania de São Paulo (1717-1723). In: VI Jornada Setecentista, 2005, Curitiba. Programação e Resumos. VI Jornada Setecentista.. Curitiba.: Casa Editoração Tetravento Ltda. (CNPJ 02.615.734/0001-00)., 2005. v. 1. p. 15-16.

6.
PEGORARO, J. W.. Os Homens Maus e a Justiça Divina: Intermediações da Vigaria Eclesiástica de Curitiba, 1750-1830.. In: 12º Evento de Iniciação Científica da UFPR (EVINCI), 2004, Curitiba. Anais do 12º Evento de Iniciação Cientifica. Curitiba: Editora da UFPR, 2004. v. 12. p. 121-121.

7.
PEGORARO, J. W.. Os Homens Maus e a Justiça Divina: Intermediações da Vigaria Eclesiástica de Curitiba, 1750-1830.. In: 11º EVENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFPR, 2003, Curitiba/PR. Anais do 11º EVENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFPR - EVINCI.2003. Curitiba: Editora da UFPR, 2003. v. 11. p. 116-116.

8.
PEGORARO, J. W.; SILVA, I. M. . Meio-Ambiente e salubridade Urbana (Séculos XVIII E XIX). In: 10º Evento de Iniciação Cientifica (EVINCI/UFPR), 2002, Curitiba. Anais do 10º Evento de Iniciação Cientifica da UFPR - EVINCI.2002. Curitiba: Editoda da UFPR, 2002. v. 10.

Apresentações de Trabalho
1.
PEGORARO, J. W.. Ouvidores régios da Comarca de Paranaguá: trajetórias, oportunidades coloniais, ações jurídico-administrativas (1726-1799). 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
PEGORARO, J. W.. 'Ouvidor e juiz': assuntos correlatos à Ouvidoria de Paranaguá nos documentos do Arquivo do Estado de São Paulo (1726-1799). 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
PEGORARO, J. W.. Sobre governar no Império português: notas de pesquisa. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
PEGORARO, J. W.. 'A vastidão dos Impérios influencia toda a sua estrutura?: ouvidores gerais e oportunidades na Colônia Americana (Ouvidorias de São Paulo e Paranaguá ? Século XVIII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
PEGORARO, J. W.. Elite de papel: a inserçào de ouvidores régios nas elites locais (Paranaguá, século XVIII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
PEGORARO, J. W.. Interromper a carreira: Antonio Álvares Lanha Peixoto e a desistência em seguir como ouvidor geral da comarca de Paranaguá (1723-1730). 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

7.
PEGORARO, J. W.. 'Perfis' e Trajetórias: uma reflexão sobre as dinâmicas das carreiras dos Ouvidores Gerais das Comarcas de São Paulo e de Paranaguá (Primeira metade do século XVIII). 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
PEGORARO, J. W.. Homens para uma função: dinâmicas de carreiras dos ouvidores régios na Capitania de São Paulo (Primeira metade do século XVIII). 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
PEGORARO, J. W.. Solicitar: pedidos de inclusão à estrutura político-administrativa lusitana - as leituras de bacharéis (Século XVIII). 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
PEGORARO, J. W.. Para o 'bom governo', o adequado oficial: o perfil dos ouvidores régios na América portuguesa (Paranaguá, século XVIII). 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

11.
PEGORARO, J. W.. Políticas Administrativas Imperiais: o caso da ouvidoria de Paranaguá (1723-1812). 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

12.
PEGORARO, J. W.. Ouvidores régios e a centralização jurídico-administrativa na América portuguesa: a comarca de Paranaguá (1723-1812). 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

13.
PEGORARO, J. W.. Elo de ligação da justiça: a ação e a circulação de ouvidores na Capitania de São Paulo (século XVIII).. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
PEGORARO, J. W.. Administração e estratégia de controle na construção da sociedade colonial (América Portuguesa, século XVIII). 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
PEGORARO, J. W.. A Justiça Régia na Curitiba Setecentista. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

16.
PEGORARO, J. W.. I Congresso Internacional de História: Territórios, Culturas e Poderes. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
PEGORARO, J. W.. Os Homens Maus e a Justiça Divina: Intermediações da Vigaria Eclesiástica de Curitiba. 1750-1830. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
PEGORARO, J. W.; SILVA, I. M. . Meio-Ambiente e Salubridade Urbana (Séc. XVIII e XIX). 2002. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
PEGORARO, J. W.. Parecerista ad-hoc da Revista de História Regional - UEPG (ISSN 1414-0055). 2018.

2.
PEGORARO, J. W.. Parecerista ad-hoc da Revista História, histórias (ISSN: 2318-1729). 2018.

3.
PEGORARO, J. W.. Parecer ad hoc para artigo científico à revista Outras Fronteiras (ISSN 2318-5503). 2018.

4.
PEGORARO, J. W.. Parecerista ad-hoc da Revista de História Regional - UEPG (ISSN 1414-0055). 2017.

5.
PEGORARO, J. W.. Parecerista ad hoc da Revista Tempos Históricos.. 2016.

6.
PEGORARO, J. W.. Parecerista ad-hoc para a Temporalidades - Revista Discente do Programa de Pós-Graduação em História da UFMG ? Universidade Federal de Minas Gerais.. 2016.

7.
PEGORARO, J. W.. Parecerista ad hoc para a Revista Vernáculo, revista discente vinculada a Universidade Federal do Paraná (ISSN 2317-4021). 2016.

8.
PEGORARO, J. W.. Parecerista ad hoc para a Revista Vernáculo, revista discente vinculada a Universidade Federal do Paraná (ISSN 2317-4021). 2015.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
PEGORARO, J. W.; CARNEIRO, M. E. ; SILVA, E. O. ; VAZQUEZ, G. . Raça, Gênero e Classe no espaço da sala de aula - mediador. 2018. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

2.
ARAUJO, Danielle Regina Wobeto de ; BORGES, J. N. ; CAVAZZANI, A. L. M. ; PEGORARO, J. W. . Trajetórias no Paraná - VII Seminário do curso de História da Unespar - Campus Paranaguá. 2017. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

3.
PEGORARO, J. W.; ZOREK, Bruno de Macedo ; BORGES, L. A. G. . Pesquisas Atuais em História do Brasil. 2011. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

4.
PEGORARO, J. W.. Aprendizado em 140 caracteres. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
PEGORARO, J. W.. Metodologias e práticas para o Ensino de História do Brasil. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
PEGORARO, J. W.; COSTA, H. . Trajetórias no Paraná: reflexões, dinâmicas e perspectivas na História. 2016. (Coordenador de Simpósio Temático).

3.
NICOLAZZI JUNIOR, N. F. ; PEGORARO, J. W. . História: 1ª série, volume 4. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material Didático para Ensino Médio).

4.
PEGORARO, J. W.. Levantamento e transcrição de diversos documentos relativos a adminsitração colonial do Império Ultramarino Português no Arquivo Nacional da Torre do Tombo/ANTT. 2006. (Pesquisa em Acervo).

5.
PEGORARO, J. W.; STANCZYK FILHO, Milton . Projeto de Digitalização e organização de Fontes Primárias do Arquivo Público do Estado do Paraná. 2004. (Organização de Fontes Primárias).

6.
PEGORARO, J. W.; JORGE, Valesca Xavier Moura ; KOWALSKI, Fernando Marcel ; STANCZYK FILHO, Milton . Projeto de Digitalização e organização de Fontes Primárias do Arquivo da Igreja Matriz de Santo Antonio da Lapa/PR. 2004. (Organização de Fontes Primárias).

7.
PEGORARO, J. W.; JORGE, Valesca Xavier Moura ; STANCZYK FILHO, Milton ; KOWALSKI, Fernando Marcel ; CAVAZZANI, André . Organização das Listas Nominativas do acervo do CEDOPE. 2004. (Organização de Fontes).

8.
PEGORARO, J. W.; JORGE, Valesca Xavier Moura ; KOWALSKI, Fernando Marcel . Projeto de Digitalização e Organização de Fontes Primárias do Arquivo do Fórum da Lapa/PR. 2004. (Organização de Fontes Primárias).

9.
PEGORARO, J. W.; KOWALSKI, Fernando Marcel ; ANDREAZZA, Maria Luiza ; STANCZYK FILHO, Milton ; JORGE, Valesca Xavier Moura . Pesquisa do projeto Os pobres de Santo Antônio da Lapa: um estudo das sociabilidades coloniais. 2004. (Organização de Fontes Primárias).

10.
PEGORARO, J. W.; KOWALSKI, Fernando Marcel ; BENTHIEN, R. F. . Revista Vernáculo. 2003. (Editoração/Periódico).

11.
PEGORARO, J. W.; CAVAZZANI, André ; KOWALSKI, Fernando Marcel ; DUARTE, R. R. ; GOMES, S. V. ; JORGE, Valesca Xavier Moura . Projeto de Digitalização e Organização de Fontes Primárias do Acervo do Arquivo Público do Estado de São Paulo. 2003. (Organização de Fontes Primárias).

12.
PEGORARO, J. W.; CAVAZZANI, André ; KOWALSKI, Fernando Marcel ; DUARTE, R. R. ; GOMES, S. V. ; JORGE, Valesca Xavier Moura . Projeto de Digitalização e Organização de Fontes Primárias do Acervo do Arquivo Dom Leopoldo Duarte/Curia Metropolitana de São Paulo. 2003. (Organização de Fontes Primárias).

13.
PEGORARO, J. W.; CAVAZZANI, André ; ZOREK, Bruno de Macedo ; KOWALSKI, Fernando Marcel ; STANCZYK FILHO, Milton ; JORGE, Valesca Xavier Moura . Arquivamento e Organização de Fontes Primarias. 2003. (Arquivamento e Organização de Fontes Primarias).

14.
PEGORARO, J. W.; CAVAZZANI, André ; ZOREK, Bruno de Macedo ; KOWALSKI, Fernando Marcel ; STANCZYK FILHO, Milton ; GOMES, S. V. ; JORGE, Valesca Xavier Moura . Projeto de Digitalização e Organização das Fontes Primárias do Acervo do Arquivo da Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais - Curitiba/PR. 2002. (Organização de Fontes Primárias).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
CHAVES, N. B.; OLIVEIRA, A. P.; KARVAT, E. C.; PEGORARO, J. W.. Participação em banca de Thiago Rafael de Souza. "Mil tipos diferentes de Música": a trajetória profissional de Waltel Branco (1963-1985). 2018. Dissertação (Mestrado em História, cultura e identidades) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

2.
SILVA, H. W.; PEGORARO, J. W.; DENIPOTI, C. L.; LEITAO, A. R. B.. Participação em banca de Hevilton Wisnieski da Silva. Ao redor da Mesa: censura e a circulação da palavra impressa no século XVIII luso-brasileiro. 2017. Dissertação (Mestrado em História, cultura e identidades) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Teses de doutorado
1.
ROMEIRO, A.; PEGORARO, J. W.; SOUSA, A. P.; CAMARINHAS, N.; SILVEIRA, M. A.. Participação em banca de Débora Cazelato de Souza. Homens de Letras: Juízes de Fora em Salvador e Mariana (1696-1777). 2018. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Qualificações de Doutorado
1.
PEGORARO, J. W.; BALABAN, M.; PINTO, A. F. M.. Participação em banca de Tenner Inauhiny de Abreu. "A alforria do voto": a trajetória política do padre Daniel Pedro Marques de Oliveira (Provincia do Amazonas - 1850-1880). 2018. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade de Brasília.

Qualificações de Mestrado
1.
CHAVES, N. B.; KARVAT, E. C.; OLIVEIRA, A. P.; PEGORARO, J. W.. Participação em banca de Thiago Rafael de Souza. Mil tipos diferentes de músicas: a trajetória profissional de Waltel Branco (1963-1985). 2018.

2.
PEGORARO, J. W.; BARROSO, E. P.; BROCHADO, C. C.. Participação em banca de Samara Letycia Moura Borges. Ser mulher antes e depois nos processo de reassentamento da construção de hidrelétricas: uma análise das representações de gênero das mulheres e dos homens do reassentamento São Francisco de Assis (1990-2016). 2018. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

3.
GIL, T.; PEGORARO, J. W.; TAVARES, C. C. S.. Participação em banca de Jessika de Souza Cabral Corrêa Pedrosa. Naturais e Vecinos: análise comparativa do espaço econômico nas cidades de Cartagena e Salvador 1610-1660. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

4.
SANTOS, A. C. A.; CARVALHO JUNIOR, E. T.; PEGORARO, J. W.. Participação em banca de Patricia Govaski. Ilustração e Filosofia Natural em Portugal: a recreação filosófica do Padre Teodoro de Almeida (1751-1800). 2016. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal do Paraná.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
FABRI, V. B.; PEGORARO, J. W.; RAMOS, C. E. A. E. S.. Participação em banca de Vinícius de Bruno Fabri. ?História social de Bach: Uma correlação entre sua obra e a sociedade luterana no início do século XVIII?,. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em PósGraduação Lato Sensu em História,Arte e Cultura) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

2.
RODRIGUES, C. P.; PEGORARO, J. W.. Participação em banca de Clevenice Poleto Rodrigues. Patrimônio Cultural em Maringá: o caso da Estação Rodoviária Américo Dias Ferraz. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em PósGraduação Lato Sensu em História,Arte e Cultura) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

3.
Silva, H. P. B. da; PEGORARO, J. W.. Participação em banca de Helton Péricles Borges da Silva. A importância da alfabetização de jovens e adultos no convício social. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em PósGraduação Lato Sensu em História,Arte e Cultura) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

4.
Silva, W. P. B.; PEGORARO, J. W.. Participação em banca de Wirginia Portela Barbosa Silva. A ação metodológica desenvolvida na educação de jovens e adultos. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em PósGraduação Lato Sensu em História,Arte e Cultura) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
HONOR, A. C.; COELHO, M. F. P. C.; PEGORARO, J. W.. Participação em banca de Guilherme Braz de Oliveira.Baltasar da Lomba: Estudo de caso sobre sodomia durante a primeira visitação do Santo Ofício ao Brasil. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

2.
HONOR, A. C.; COELHO, M. F. P. C.; PEGORARO, J. W.. Participação em banca de Rafael Lima Medeiros de Queiroz.O sabor do profano: representações demoníacas na Ordem Terceira Carmelita do Recife. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

3.
PEGORARO, J. W.; HONOR, A. C.; RODRIGUES, N. B.. Participação em banca de Matheus Farias Galvani.Perspectiva decorosa do padroado português e os pedidos ornamentais da Igreja Matriz de Vila Boa de Goiás. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

4.
KARVAT, E. C.; CHAVES, N. B.; PEGORARO, J. W.. Participação em banca de Filipe Pedroso Ribas.O pensamento de Raimundo Nina Rodrigues: uma análise discursiva da obra "Os Africanos no Brasil". 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

5.
KOKEL, Yeliz; PEGORARO, J. W.; TRAUMANN, A. P.. Participação em banca de Yeliz Kokel.O Declínio do Império Turco Otomano e a criação da República da Turquia pelo líder Ata Turk. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Centro Universitário Curitiba.

6.
TOWS, M. L.; PEGORARO, J. W.; FURMANN, I.. Participação em banca de Michele Luize Tows.Direito das mulheres no Brasil pós-independência: um estudo de caso na vila de Curitiba. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Centro Universitário Curitiba.

7.
PIRES, A. C.; ZOREK, Bruno de Macedo; PEGORARO, J. W.. Participação em banca de Ângela do Carmo Pires.Memória e História: Teatro Municipal Geraldo Moreira. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

8.
STENCEL, A. M. L.; MARTINS, E. A. O.; PEGORARO, J. W.. Participação em banca de Ana Márcia L. Stencel e Eliete Aparecida de Oliveira Martins.Colonização, mecanização do campo e êxodo rural no Município de Kaloré/PR (décadas 1970 e 1980). 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
PEREIRA, M. A. P.; SILVERIO, L. F.; RIBEIRO, M. A.; ARAUJO, A. G. M.; HONOR, A. C.; PEGORARO, J. W.. Professor de Magistério Superior - História Moderna. 2018. Universidade de Brasília.

Outras participações
1.
CAMARA, H. F.; PEGORARO, J. W.; BORTOLOZZI JUNIOR, F.; RUTHERS, I. F.. Comissão de Seleção e avaliação de Artigos para o Prêmio Teresa Urban. 2014. Ordem dos Advogados do Brasil - Seção do Paraná.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
?Dos portos aos sertões: tráfico interno na América Portuguesa. c. 1778 ? 1797?.. 2018. (Oficina).

2.
1ª Semana Nacional de História da UnB "Leituras e Releituras de 1968". 2018. (Simpósio).

3.
1ª Semana Nacional de História da UnB "Leituras e Releituras de 1968".Sobre governar no Império português: notas de pesquisa. 2018. (Simpósio).

4.
Seminário Materialidade e interpretação de manuscritos e impressos na Época Moderna. 2018. (Seminário).

5.
VII Encontro Internacional de História Colonial."Ouvidor e juiz": assuntos correlatos à Ouvidoria de Paranaguá nos documentos do Arquivo do Estado de São Paulo (1726-1799). 2018. (Encontro).

6.
VIII Encontro Regional da Anpuh/DF. 2018. (Encontro).

7.
VIII Encontro Regional da Anpuh/DF.Sobre governar no Império português: notas de pesquisa. 2018. (Encontro).

8.
XVI Encontro Regional de História (ANPUH/PR) ? Tempos de Transição.Ouvidores régios da Comarca de Paranaguá: trajetórias, oportunidades coloniais, ações jurídico-administrativas (1726-1799). 2018. (Encontro).

9.
VI Encontro Internacional de História Colonial.?A vastidão dos impérios influencia toda a sua estrutura?: ouvidores gerais e oportunidades na colônia americana (Ouvidorias de São Paulo e de Paranaguá ? século XVIII). 2016. (Encontro).

10.
XV Encontro Regional de História - ANPUH/PR.Elite de papel: a inserção de ouvidores régios nas elites locais (Paranaguá, século XVIII). 2016. (Encontro).

11.
A Justiça no Brasil Colonial: agentes, práticas e representações."Perfis" e Trajetórias: uma reflexão sobre as dinâmicas das carreiras dos Ouvidores Gerais das Comarcas de São Paulo e de Paranaguá (Primeira metade do século XVIII). 2015. (Seminário).

12.
VII Congresso Internacional de História. Homens para uma função: dinâmicas de carreiras dos ouvidores régios na Capitania de São Paulo (Primeira metade do século XVIII). 2015. (Congresso).

13.
XXVIII Simpósio Nacional de História.Interromper a carreira: Antonio Álvares Lanha Peixoto e a desistência em seguir como ouvidor geral da comarca de Paranaguá (1723-1730). 2015. (Simpósio).

14.
XXI Semana de História da Unicentro de Guarapuava.Doutor Manuel dos Santos Lobato bacharel formado em leis e a utilização da estrutura jurídico-administrativa portuguesa para o seu. 2013. (Simpósio).

15.
I Ciclo de Conferências Setecentistas. 2012. (Encontro).

16.
I Jornada Setecentista "Nova Geração".Jornada Setecentista "Nova Geração". 2012. (Simpósio).

17.
IX Jornada Setecentista. Solicitar: pedidos de inclusão à estrutura político-administrativa lusitana - as leituras de bacharéis (Século XVIII). 2012. (Congresso).

18.
Seminário Nacional de História - Brasis: Perspectivas Histórica.Para o "bom governo", o adequado oficial: o perfil dos ouvidores régios na América portuguesa (Paranaguá, século XVIII). 2012. (Seminário).

19.
IV mostra de soluções para uma vida melhor. 2011. (Outra).

20.
Semana Acadêmica de História - Uniandrade.As leis e os homens de leis: ouvidores régios, administração lusitana e espaços de interação social. (Paranaguá, séc. XVIII). 2011. (Simpósio).

21.
3º Encontro Internacional de História Colonial. Políticas Asministrativas Imperiais: o caso da ouvidoria de Paranaguá (1723-1812). 2010. (Congresso).

22.
Facetas do império na História: Conceitos e Métodos. 2007. (Simpósio).

23.
Futebol e Globalização: entre o local e o universal. 2007. (Seminário).

24.
Evento comemorativo ao Sesquicentenário do Arquivo Público do Paraná. 2005. (Outra).

25.
I Congresso Internacional de História: Territórios, Culturas e Poderes. A justiça régia e as estratégias de controle da população da América portuguesa (séc. XVIII). 2005. (Congresso).

26.
I Simpósio de Estudos do Império Colonial Português.. 2005. (Simpósio).

27.
VI Jornada Setecentista. "Por lhes faltarem justiças": a ação de ouvidores na capitania de São Paulo (1717-1730). 2005. (Congresso).

28.
XXIII Simpósio Nacional de História. História: Guerra e Paz..A justiça régia na Curitiba setecentista. 2005. (Simpósio).

29.
XXV Reunião Anual. Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica.. Administração e estratégias de controle na construção da sociedade colonial (América portuguesa, século XVIII). 2005. (Congresso).

30.
Capelas do Litoral Paranaense, séculos XVIII e XIX.. 2004. (Outra).

31.
Jornada de Estudos de História: resistência e Repressões no Império Colonial Português (séc XVI-XVIII). 2004. (Simpósio).

32.
Leitura de Manuscritos Antigos. 2004. (Oficina).

33.
11º Evento de Iniciação Científica - 11º EVINCI, da Universidade Federal do Paraná (UFPR). 2003. (Outra).

34.
A Família e suas Estratégias na História de São Paulo, Séculos XVIII e XIX. 2003. (Oficina).

35.
I Jornada Internacional de História da Família: uma abordagem interdisciplinar. 2003. (Encontro).

36.
Nós e os outros: bens culturais e contextos. 2003. (Outra).

37.
O Trabalho Artesanal e o Poder das Cãmaras Municipais no Mundo Lusoamericano - Minas Gerais no século XVIII. 2003. (Oficina).

38.
V Jornada Setecentista. 2003. (Encontro).

39.
10º Evento de Iniciação Científica da Universidade Federal do Paraná (EVINCI/UFPR). 2002. (Outra).

40.
1º Encontro de Extensão e Cultura. 2002. (Encontro).

41.
A função social do historiador e o movimento estudantil em história. 2002. (Encontro).

42.
Reflexões sobre a vida e obra de Brasil Pinhiro Machado. 2002. (Outra).

43.
Violencias, o Estado e a qualidade de Vida da População Brasileira. 2002. (Encontro).

44.
Dimensões do Futuro: a ficção científica no cinema do século XX. 2001. (Outra).

45.
Identidades Regionais e Movimentos Sociais na América Latina. 2001. (Encontro).

46.
IV Encontro Internacional de Estudos Medievais. 2001. (Encontro).

47.
IV Jornada Setecentista. 2001. (Encontro).

48.
Seminario Internacional Brasil: Formação do Estado e da Nação (c.1770-c.1850). 2001. (Seminário).

49.
XXI Encontro Nacional dos Estudantes de História. 2001. (Encontro).

50.
I Congresso de Humanidades. 2000. (Congresso).

51.
I Congresso de Humanidades - Mini-Curso História da Arte - Beleza e Corpo. 2000. (Congresso).

52.
I Congresso de Humanidades - Mini-Curso História do Pensamento Linguistico. 2000. (Congresso).

53.
III Jornada Setecentista. 2000. (Outra).

54.
Semana de Estudos de História do Paraná. 1999. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PEGORARO, J. W.; CARVALHO, R. F. . Coordenador do Simpósio Temático Governanças, administração e poderes no império português entre os séculos XVI e XIX. 2018. (Congresso).

2.
PEGORARO, J. W.; SA JUNIOR, L. C. . Coordenador de Simpósio Temático "História Moderna e Colonial: teoria e método". 2018. (Outro).

3.
PEGORARO, J. W.; BARROSO, E. P. ; TORRES, M. G. ; HONOR, A. C. ; CARVALHO, B. L. P. ; SANTANA, H. M. ; OLIVEIRA, I. F. ; SA JUNIOR, L. C. . 1ª Semana Nacional de História da UnB. 2018. (Congresso).

4.
NICOLAZZI, F. F. ; PEGORARO, J. W. ; SA JUNIOR, L. C. . Oficina de Pesquisa "Culturas de passado e experiências de tempo". 2018. (Outro).

5.
PEGORARO, J. W.; BARROSO, E. P. ; HONOR, A. C. ; CARVALHO, B. L. P. ; SA JUNIOR, L. C. ; TORRES, M. G. . VIII Encontro Regional da ANPUH/DF. 2018. (Congresso).

6.
PEGORARO, J. W.; COSTA, H. . Coordenador de Simpósio Temático Trajetórias no Paraná: reflexões, dinâmicas e perspectivas na História no XV Encontro Regional de História - ANPUH/PR. 2016. (Outro).

7.
PEGORARO, J. W.; ANDREAZZA, Maria Luiza ; NADALIN, S. O. ; SANTOS, A. C. A. ; KOWALSKI, Fernando Marcel ; CAVAZZANI, André ; STANCZYK FILHO, Milton ; JORGE, Valesca Xavier Moura ; PEREIRA, M. R. M. . Capelas do Litoral Paranaense, sécs. XVIII e XIX. 2004. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Thiago Rafael de Souza. "Mil tipos diferentes de músicas": a trajetória profissional de Waltel Branco (1963-1985). 2018. Dissertação (Mestrado em História, cultura e identidades) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, . Coorientador: Jonas Wilson Pegoraro.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
PEGORARO, J. W.2014PEGORARO, J. W.. Correições e Provimentos: a ação dos ouvidores régios junto às câmaras municipais (Ouvidoria de Paranaguá - século XVIII). Revista História (Rio de Janeiro), v. 1, p. 70-97, 2014.

2.
PEGORARO, J. W.2014PEGORARO, J. W.. Políticas administrativas imperiais: o caso da ouvidoria de Paranaguá (1723-1812). Revista Vernáculo, v. 29, p. 81-119, 2014.

3.
PEGORARO, J. W.2014 PEGORARO, J. W.. Oficiais a serviço do império português: a estrutura jurídico-administrativa lusitana no século XVIII. Revista Jurídica (FIC), v. 2, p. 381-403, 2014.

4.
PEGORARO, J. W.2006PEGORARO, J. W.. A justiça régia e estratégias de controle da população na América Portuguesa (séc. XVIII). Cadernos do Noroeste, v. 1, p. 319-333, 2006.


Livros e capítulos
1.
PEGORARO, J. W.; STANCZYK FILHO, Milton (Org.) ; COSTA, H. (Org.) . O Paraná pelo caminho: Histórias, trajetórias e perspectivas.. 1. ed. Curitiba: Máquina de Escrever, 2017. v. 3.

2.
PEGORARO, J. W.; COSTA, H. (Org.) ; STANCZYK FILHO, Milton (Org.) . O Paraná pelo caminho: Histórias, trajetórias e perspectivas - Volume II - Justiças. 1. ed. Curitiba: Máquina de Escrever, 2017. v. 3.

3.
PEGORARO, J. W.; COSTA, H. (Org.) ; STANCZYK FILHO, Milton (Org.) . O Paraná pelo caminho: Histórias, trajetórias e perspectivas - Volume III - Movimentos.. 1. ed. Curitiba: Máquina de Escrever, 2017. v. 3.

4.
PEGORARO, J. W.; COSTA, H. (Org.) ; STANCZYK FILHO, Milton (Org.) . O Paraná pelo caminho: Histórias, trajetórias e perspectivas - Volume I - Imagens. 1. ed. Curitiba: Máquina de Escrever, 2017. v. 3.

1.
PEGORARO, J. W.. ?Perfis? e trajetórias: uma reflexão sobre as dinâmicas das carreiras dos ouvidores gerais das comarcas de São Paulo e de Paranaguá (primeira metade do século XVIII). In: Maria Fernanda Bicalho; Virgínia Maria Almoêdo de Assis; Isabele de Matos Pereira de Mello. (Org.). Justiça no Brasil colonial: Agentes e práticas. 1ed.São Paulo: Alameda, 2017, v. 1, p. 107-136.

2.
PEGORARO, J. W.. Ouvidores régios em Paranaguá: uma discussão sobre a centralização jurídico-administrativa na América Portuguesa (1723-1812). In: Antonio Cesar de Almeida Santos; Andréa Doré. (Org.). Temas Setecentistas: governos e populações no Império Português. 1ed.Curitiba: Fundação Araucária, 2008, v. , p. 181-197.


Apresentações de Trabalho
1.
PEGORARO, J. W.. Interromper a carreira: Antonio Álvares Lanha Peixoto e a desistência em seguir como ouvidor geral da comarca de Paranaguá (1723-1730). 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
PEGORARO, J. W.. 'Perfis' e Trajetórias: uma reflexão sobre as dinâmicas das carreiras dos Ouvidores Gerais das Comarcas de São Paulo e de Paranaguá (Primeira metade do século XVIII). 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
PEGORARO, J. W.. Homens para uma função: dinâmicas de carreiras dos ouvidores régios na Capitania de São Paulo (Primeira metade do século XVIII). 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
PEGORARO, J. W.. 'A vastidão dos Impérios influencia toda a sua estrutura?: ouvidores gerais e oportunidades na Colônia Americana (Ouvidorias de São Paulo e Paranaguá ? Século XVIII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
PEGORARO, J. W.. Ouvidores régios da Comarca de Paranaguá: trajetórias, oportunidades coloniais, ações jurídico-administrativas (1726-1799). 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
PEGORARO, J. W.. 'Ouvidor e juiz': assuntos correlatos à Ouvidoria de Paranaguá nos documentos do Arquivo do Estado de São Paulo (1726-1799). 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Cursos de curta duração ministrados
1.
PEGORARO, J. W.. Metodologias e práticas para o Ensino de História do Brasil. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).


Desenvolvimento de material didático ou instrucional
1.
NICOLAZZI JUNIOR, N. F. ; PEGORARO, J. W. . História: 1ª série, volume 4. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material Didático para Ensino Médio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PEGORARO, J. W.; COSTA, H. . Coordenador de Simpósio Temático Trajetórias no Paraná: reflexões, dinâmicas e perspectivas na História no XV Encontro Regional de História - ANPUH/PR. 2016. (Outro).



Outras informações relevantes


Aprovado no Concurso Público para Provimento no Cargo de Professor de Ensino Superior (EDITAL Nº. 184/2015 - PRORH) da Universidade Estadual de Londrina (UEL).
Aprovado no Concurso Público para Provimento no Cargo de Professor de Ensino Superior (EDITAL 051/2015-CPPS) da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR) - campus Paranaguá.
Aprovado no Processo Seletivo Simplificado relativo ao Edital nº 059/2015, publicado no DOU de 05/03/2015, Seção 03, páginas 52 a 55 para o cargo de Professor de História do Instituto Federal do Paraná (IFPR) - Campus Curitiba.
Aprovado no Teste Seletivo para Professor Colaborador do Departamento de História (EDITAL PRORH Nº 075/2015) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).
Aprovado no Processo Seletivo Simplificado para Professor Colaborador do Departamento de História (EDITAL Nº 009/2017) da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR) - Campus Campo Mourão.
Aprovado no Concurso Público para o cargo de Professor de Magistério Superior da Fundação Universidade de Brasília (FUB) - EDITAL Nº 129/2017.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/01/2019 às 13:42:24