Marcos Doederlein Polito

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6671499255800734
  • Última atualização do currículo em 28/12/2018


Doutor em Educação Física pela Universidade Gama Filho (2006) e Pós-Doutor em Fisiopatologia Clínica e Experimental pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2015). Desde 2007 é Professor Associado do Departamento de Educação Física da Universidade Estadual de Londrina e Coordenador do Grupo de Estudo e Pesquisa em Respostas Cardiovasculares e Exercício (GECardio/UEL). Desde 2011 é Bolsista Produtividade em Pesquisa do CNPq. Os temas de pesquisa envolvem a Fisiologia do Exercício (principalmente Respostas Cardiovasculares, Treinamento Resistido e Recursos Ergogênicos) e a Revisão Sistemática com Meta-Análise. Possui a publicação de 115 artigos científicos, 2 livros e 5 capítulos de livros. É orientador permanente de mestrado e doutorado do Programa de Pós-Graduação Associado em Educação Física UEM/UEL (Centro de Educação Física e Esporte - Universidade Estadual de Londrina) e do Programa Multicêntrico de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas (Departamento de Fisiologia - Universidade Estadual de Londrina). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marcos Doederlein Polito
Nome em citações bibliográficas
POLITO, M.D.;Polito, Marcos D.;Polito, Marcos D;POLITO, M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual de Londrina, Centro de Educação Física e Desportos.
Rodovia Celso Garcia Cid km 380
Campus Universitário
86051090 - Londrina, PR - Brasil
Telefone: (43) 33714000


Formação acadêmica/titulação


2004 - 2006
Doutorado em Educação Física.
Universidade Gama Filho, UGF, Brasil.
Título: Estudo da influência do exercício de força sobre as respostas sub-agudas de pressão arterial e fluxo sangüíneo, Ano de obtenção: 2006.
Orientador: Paulo de Tarso Veras Farinatti.
Palavras-chave: Exercício de força; Fisiologia do exercício; Respostas cardiovasculares.
Grande área: Ciências da Saúde
Setores de atividade: Cuidado À Saúde das Pessoas.
2002 - 2003
Mestrado em Educação Física.
Universidade Gama Filho, UGF, Brasil.
Título: Respostas cardiovasculares agudas do exercício contra-resistência: implicações na prescrição do exercício,Ano de Obtenção: 2003.
Orientador: Paulo de Tarso Veras Farinatti.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Força; Pressão arterial; Atividade física; Saúde; Treinamento com pesos.
Grande área: Ciências da Saúde
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Educação Física / Subárea: Fisiologia do Exercício.
Setores de atividade: Cuidado À Saúde das Pessoas.
1998 - 1999
Especialização em Treinamento Desportivo. (Carga Horária: 360h).
Universidade Castelo Branco, UCB/RJ, Brasil.
1992 - 1996
Graduação em Licenciatura plena em educação física.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.


Pós-doutorado


2014
Pós-Doutorado.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Bolsista do(a): Capes/Fundação Araucária, CAPES/FA, Brasil.
Grande área: Ciências da Saúde


Formação Complementar


1999 - 1999
Fisiologia do Alto Rendimento. (Carga horária: 3h).
Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul, CELAFISCS, Brasil.
1999 - 1999
Idoso e Atividade Física. (Carga horária: 3h).
Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul, CELAFISCS, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor associado B, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

04/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Educação Física e Desportos, .

Cargo ou função
Coordenador da Comissão de Pós-Graduação Lato Sensu do Centro de Educação Física e Esporte.
03/2016 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Educação Física e Esporte, Departamento de Educação Física.

Cargo ou função
Coordenador da Comissão de Pesquisa do Departamento de Educação Física.
03/2016 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Educação Física e Desportos, .

Cargo ou função
Coordenador da Comissão de Pesquisa do Centro de Educação Física e Esporte.
03/2009 - Atual
Ensino, Educação Física - UEM/UEL, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Fisiologia cardiovascular relacionada ao exercício
02/2008 - Atual
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Prescrição e orientação de exercícios físicos para grupos com necessidades especiais
05/2015 - 04/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Educação Física e Desportos, .

Cargo ou função
Coordenador de Pesquisa do Centro de Educação Física e Esporte.
03/2011 - 05/2013
Direção e administração, Centro de Educação Física e Esporte, .

Cargo ou função
Coordenador do Programa de Pós-Graduação Stricto Senso em Educação Física.
06/2009 - 05/2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Educação Física e Desportos, Departamento de Educação Física.

Cargo ou função
Membro da comissão coordenadora do Programa de Mestrado Associado UEM/UEL.
03/2010 - 03/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Educação Física e Esporte, .

Cargo ou função
Coordenador de Pesquisa do Centro de Educação Física e Esporte.
03/2010 - 03/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Educação Física e Esporte, Departamento de Educação Física.

Cargo ou função
Coordenador de Pesquisa do Departamento de Educação Física.
02/2009 - 03/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Educação Física e Esporte, .

Cargo ou função
Representante da Pós-Graduação Lato Sensu do Centro de Educação Física e Esporte na Câmara de Pós-Graduação.
05/2007 - 03/2011
Direção e administração, Centro de Educação Física e Desportos, Departamento de Educação Física.

Cargo ou função
Coordenador do Curso de Especialização em Avaliação, Prescrição e Orientação de Programas de Exercícios Físicos.
06/2009 - 06/2010
Direção e administração, Centro de Educação Física e Desportos, Departamento de Educação Física.

Cargo ou função
Vice-coordenador da UEL do programa de mestrado em Educação Física UEM/UEL.
03/2008 - 03/2010
Direção e administração, Centro de Educação Física e Desportos, Departamento de Educação Física.

Cargo ou função
Coordenador do Trabalho de Conclusão de Curso do Bacharelado em Educação Física.
02/2008 - 03/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Educação Física e Esporte, Departamento de Educação Física.

Cargo ou função
Membro do Colegiado do Curso de Bacharelado em Educação Física.
03/2009 - 12/2009
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bases biodinâmicas da atividade motora
10/2008 - 02/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Educação Física e Esporte, Departamento de Educação Física.

Cargo ou função
Membro da comissão examinadora de seleção do curso de Especialização em Avaliação, Prescrição e Orientação de Programas de Exercícios Físicos.
09/2008 - 10/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Educação Física e Esporte, Departamento de Educação Física.

Cargo ou função
Membro da banca de avaliação internível do Professor Ernani Xavier França.
03/2008 - 07/2008
Ensino, Educação Física - Uel - Uem, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Prescrição e Orientação de Programas de Treinamento com Pesos
11/2007 - 02/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Educação Física e Esporte, Departamento de Educação Física.

Cargo ou função
Membro da comissão examinadora do curso de Especialização em Avaliação, Prescrição e Orientação de Programas de Exercícios Físicos.
08/2007 - 09/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Educação Física e Esporte, Departamento de Educação Física.

Cargo ou função
Membro da banca de avaliação internível do Professor Fábio Yuzo Nakamura.

Centro Universitário da Cidade, UNIVERCIDADE, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2007
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor adjunto, Carga horária: 10

Atividades

2/2006 - 7/2007
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fisiologia do exercício
8/2005 - 7/2007
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Treinamento esportivo 1
8/2004 - 7/2007
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Treinamento esportivo 2
2/2004 - 7/2007
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Biometria
2/2005 - 7/2006
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fisiologia 1
8/2004 - 12/2005
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Prática de ensino 3
2/2004 - 7/2004
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fisiologia 1
Fisiologia 2

Universidade Católica de Petrópolis, UCP, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2005
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 12

Atividades

2/2004 - 01/2005
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Avaliação funcional e prescrição de exercício
Fundamentos e métodos de musculação
8/2003 - 01/2005
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Patologias e exercício físico II

Associação Brasileira de Ensino Universitário, UNIABEU, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2007
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 12

Atividades

02/2005 - 07/2005
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Treinamento contra-resistência
02/2004 - 07/2005
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Saúde e qualidade de vida
8/2004 - 12/2004
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Educação física hospitalar

Universidade Gama Filho, UGF, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2007
Vínculo: Professor colaborador, Enquadramento Funcional: Professor colaborador

Atividades

1/2004 - 03/2007
Ensino, Exercício físico aplicado à reabilitação cardíaca, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Metodologia da pesquisa
06/2002 - 03/2007
Ensino, Musculação e treinamento de força, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Metodologia da pesquisa
Treinamento de força aplicado a grupos especiais

Fundação Universitária de Ciências da Saúde de Alagoas, UNCISAL, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor visitante

Atividades

05/2002 - 05/2002
Ensino, Fisiologia do Esforço Aplicada ao Treinamento, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Fisiologia do esforço e da força muscular

Laboratório de Atividade Física e Promoção da Saúde, LABSAU/UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário de pesquisa, Carga horária: 20

Atividades

01/2002 - 08/2006
Estágios , Universidade do Estado do Rio de Janeiro, .

Estágio realizado
Estágio de pesquisa - mestrado e doutorado.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte.
Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Editor Associado, Carga horária: 5



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
ESTUDOS DE REVISÃO SISTEMÁTICA E META-ANÁLISE
Descrição: ESTUDOS DE META-ANÁLISE UTILIZAM UM MODELO MATEMÁTICO QUE INTEGRA OS RESULTADOS DE DIFERENTES ESTUDOS ORIGINAIS, OBTIDOS POR MEIO DE UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DE LITERATURA A QUAL UTILIZA CRITÉRIOS ROBUSTOS E DEFINIDOS PARA A IDENTIFICAÇÃO DOS ARTIGOS RELEVANTES. O ESTUDO DE META-ANÁLISE OBJETIVA IDENTIFICAR POTENCIAIS VARIÁVEIS ASSOCIADAS A UM DETERMINADO DESFECHO, PARTICULARMENTE QUANDO A LITERATURA CIENTÍFICA AINDA NÃO SE APRESENTA CONSENSUAL. NESSE CONTEXTO, O OBJETIVO DO PRESENTE PROJETO É DESENVOLVER DIFERENTES ESTUDOS DE REVISÃO SISTEMÁTICA E, POSTERIORMENTE, APLICAR O MODELO META-ANALÍTICO A FIM DE CONTRIBUIR PARA O CONHECIMENTO EM DIFERENTES QUESTÕES RELACIONADAS AO EXERCÍCIO FÍSICO. SEGUINDO OS ITENS DO PROTOCOLO PARA REVISÃO SISTEMÁTICA E META-ANÁLISE (PRISMA), SERÃO REALIZADAS BUSCAS NAS BASES DE DADOS PUBMED, WEB OF SCIENCE, SCOPUS, SPORTDISCUS E COCHRANE LIBRARY. OS CRITÉRIOS DE INCLUSÃO E EXCLUSÃO SERÃO DEFINIDOS INDIVIDUALMENTE PARA CADA ESTUDO. PORÉM, COMO CRITÉRIOS GERAIS, SERÃO INCLUÍDOS ESTUDOS ORIGINAIS, PUBLICADOS EM IDIOMA INGLÊS E QUE TENHAM OS DADOS CLARAMENTE EXPLÍCITOS PARA A REALIZAÇÃO DA ANÁLISE ESTATÍSTICA. POSTERIORMENTE, OS DADOS SERÃO ANALISADOS SEGUINDO O MODELO DE RANDÔMICO E O TAMANHO DO EFEITO SERÁ CALCULADO POR MEIO DA DIFERENÇA MÉDIA (QUANDO A VARIÁVEL DESFECHO TIVER A MESMA UNIDADE DE MEDIDA) OU DA DIFERENÇA PADRONIZADA DA MÉDIA (QUANDO A VARIÁVEL DESFECHO APRESENTAR DIFERENTES UNIDADES DE MEDIDA) ENTRE OS GRUPOS EXPERIMENTAIS E CONTROLE (OU EXPERIMENTAL E PLACEBO). ESPERA-SE QUE O PRESENTE PROJETO CONTRIBUA PARA A FORMAÇÃO DE ALUNOS DE MESTRADO E DOUTORADO, ALÉM DE PERMITIR MAIOR CONHECIMENTO COM TEMAS RELACIONADOS AO EXERCÍCIO E AO TREINAMENTO FÍSICO..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Coordenador / alan c lemes - Integrante / everton domingos - Integrante / guilherme henrique dantas palma - Integrante / jayme rodrigues dias junior - Integrante / juliana astolpho lopes - Integrante / karina alves da silva - Integrante / rafael raul papst - Integrante.
2018 - Atual
INFLUÊNCIA DO TREINAMENTO RESISTIDO SOBRE A FORÇA MUSCULAR E A PRESSÃO ARTERIAL DE REPOUSO EM HIPERTENSOS: EFEITO DOSE-RESPOSTA
Descrição: INTRODUÇÃO: O TREINAMENTO RESISTIDO PODE SER UTILIZADO COMO FORMA DE REDUZIR A PRESSÃO ARTERIAL (PA) DE REPOUSO EM SUJEITOS HIPERTENSOS. CONTUDO, AINDA SÃO ESCASSAS AS INFORMAÇÕES SOBRE A RELAÇÃO DOSE-RESPOSTA DESSE MODELO DE TREINAMENTO EM RELAÇÃO AO VOLUME E INTENSIDADE PARA OCASIONAR TANTO UM AUMENTO NA FORÇA QUANTO UMA REDUÇÃO NA PA DE REPOUSO. OBJETIVO: ANALISAR O EFEITO DA PROGRESSÃO DO TREINAMENTO RESISTIDO SOBRE A PA DE REPOUSO APÓS 12 SEMANAS DE INTERVENÇÃO EM SUJEITOS HIPERTENSOS. MÉTODOS: SEGUINDO UM DELINEAMENTO ALEATORIZADO E CONTROLADO, APROXIMADAMENTE 60 SUJEITOS HIPERTENSOS SERÃO ALOCADOS EM TRÊS GRUPOS EXPERIMENTAIS (G1, G2 E G3) E UM GRUPO CONTROLE. O ESTUDO TERÁ A DURAÇÃO DE 12 SEMANAS (3 VEZES POR SEMANA), DIVIDIDAS EM TRÊS ETAPAS DE 4 SEMANAS. OS INTEGRANTES DE G1 REALIZARÃO UM TREINAMENTO COM OITO EXERCÍCIOS RESISTIDOS, 1 SÉRIE, 20 REPETIÇÕES, 50% DE 1RM E INTERVALO DE RECUPERAÇÃO DE ATÉ 60 SEGUNDOS DURANTE AS 3 ETAPAS. OS INTEGRANTES DE G2 REALIZARÃO A 1ª ETAPA IGUAL A G1 E AS DEMAIS ETAPAS COM 2 SÉRIES, 15 REPETIÇÕES E 67% DE 1RM. OS INTEGRANTES DE G3 REALIZARÃO A 3ª ETAPA COM 12 REPETIÇÕES, 3 SÉRIES E 83% DE 1RM. FORÇA MUSCULAR, ANTROPOMETRIA E PA DE REPOUSO SERÃO MEDIDAS NO INÍCIO DA PESQUISA, ENTRE CADA ETAPA E APÓS AS 12 SEMANAS. CONTRIBUIÇÕES: ESPERA-SE QUE O PRESENTE PROJETO POSSA CONTRIBUIR PARA ESCLARECER A RELAÇÃO ENTRE QUANTIDADE E INTENSIDADE DO TREINAMENTO RESISTIDO PARA O AUMENTO DA FORÇA E REDUÇÃO DA PA DE REPOUSO..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (4) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Coordenador / guilherme henrique dantas palma - Integrante / jayme rodrigues dias junior - Integrante / rafael raul papst - Integrante / Kamila Grandolfi - Integrante.
2017 - Atual
INFLUÊNCIA AGUDA DA INGESTÃO DE BEBIDA À BASE DE BETERRABA SOBRE O DESEMPENHO FÍSICO
Descrição: O OBJETIVO DO PRESENTE ESTUDO SERÁ VERIFICAR O EFEITO DA INGESTÃO DE SUCO NATURAL DE BETERRABA E DE UM SUPLEMENTO INDUSTRIALIZADO À BASE DE BETERRABA SOBRE O DESEMPENHO EM TESTES DE ESFORÇO. A PESQUISA SERÁ SUBDIVIDA EM DUAS COLETAS DE DADOS, CADA UMA COMPOSTA POR 25 SUJEITOS SEGUINDO UM DELINEAMENTO ALEATORIZADO, CROSS-OVER E DUPLO-CEGO. A COLETA 1 SERÁ REALIZADA PARA TESTAR O EFEITO DO SUCO DA BETERRABA NO DESEMPENHO DOS TESTES DE 2400M E REPEATED SPRINT ABILITY (RSA). A COLETA 2 SERÁ REALIZADA PARA TESTAR O EFEITO DE UM SUPLEMENTO NUTRICIONAL INDUSTRIALIZADO À BASE DE BETERRABA NO DESEMPENHO DOS MESMOS TESTES. EM AMBAS AS COLETAS: 1) OS TESTES SERÃO REALIZADOS EM DIAS DIFERENTES E COM INTERVALOS DE 48 H; 2) OS SUJEITOS, INICIALMENTE, REALIZARÃO OS RESPECTIVOS TESTES SEM QUALQUER TIPO DE INGESTÃO, A FIM DE CONTROLE; 3) A INGESTÃO (SUCO DE BETERRABA OU SUPLEMENTO) OCORRERÁ 60 MIN ANTES DOS TESTES. O SUCO DE BETERRABA (500 ML) SERÁ OFERECIDO EM FORMA NATURAL, SEM ADIÇÃO DE ÁGUA OU AÇÚCAR; O SUPLEMENTO (350 ML) SERÁ OFERECIDO DE ACORDO COM AS RECOMENDAÇÕES DO FABRICANTE. O PLACEBO SERÁ CONSTITUÍDO POR REFRESCO EM PÓ SABOR FRUTAS VERMELHAS ADICIONADO DE MALTODEXTRINA PARA EQUALIZAR A QUANTIDADE DE CALORIAS DO SUCO E DO SUPLEMENTO. O SUCO, O SUPLEMENTO E O PLACEBO SERÃO OFERECIDOS EM GARRAFAS SQUEEZE OPACA. ADICIONALMENTE, SERÃO COLETADAS INFORMAÇÕES SOBRE A PERCEPÇÃO SUBJETIVA DE ESFORÇO (APÓS OS TESTES) E LACTATO SANGUÍNEO (ANTES E APÓS OS TESTES). SERÁ UTILIZADA A ANCOVA TENDO COMO FATORES O USO DE SUBSTÂNCIA E O TIPO DE TESTE E COMO CO-VARIÁVEL A SESSÃO CONTROLE (SEM SUBSTÂNCIA) PARA ANALISAR DESEMPENHO, PERCEPÇÃO DE ESFORÇO E LACTATO. O NÍVEL DE SIGNIFICÂNCIA ADOTADO SERÁ DE 5%. CASO A DISTRIBUIÇÃO NORMAL NÃO SEJA CONFIRMADA, OS DADOS SERÃO ANALISADOS PELO TESTE DE FRIEDMAN. ESPERA-SE CONTRIBUIR COM INFORMAÇÕES A RESPEITO DO EFEITO DA INGESTÃO DE BETERRABA NO DESEMPENHO EM DIFERENTES EXERCÍCIOS..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (4) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Coordenador / alan c lemes - Integrante / everton domingos - Integrante / guilherme henrique dantas palma - Integrante / julio nobile ribeiro - Integrante / marcelo noris bernardes de souza - Integrante.
2015 - 2018
PROPOSTA DE UTILIZAÇÃO DO TESTE DO DEGRAU PARA PREDIÇÃO DO CONSUMO MÁXIMO DE OXIGÊNIO EM PACIENTES COM DOENÇA ARTERIAL CORONARIANA
Descrição: O TESTE DO DEGRAU (TD) PODE SER UMA ALTERNATIVA PARA AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE DE EXERCÍCIO EM PACIENTES COM DOENÇA ARTERIAL CORONARIANA (DAC), NO ENTANTO, EXISTEM ESTUDOS INSUFICIENTES NA LITERATURA QUE UTILIZARAM O TD NESSES PACIENTES. DESSA FORMA, O OBJETIVO GERAL DO ESTUDO É COMPARAR O TD COM O TESTE DE EXERCÍCIO CARDIOPULMONAR (PADRÃO OURO), EM UM GRUPO DE PACIENTES COM DAC ESTÁVEL. SERÃO AVALIADOS 90 PACIENTES COM DAC ESTÁVEL QUE FARÃO O TESTE DE EXERCÍCIO CARDIOPULMONAR EM ESTEIRA ROLANTE COM PROTOCOLO EM RAMPA E DOIS TD DUAS VEZES CADA TESTE, SENDO CONSIDERADO PARA FINS DE ANÁLISE O MAIOR VALOR OBTIDO PARA CADA TESTE. HAVERÁ UM INTERVALO DE 72 HORAS ENTRE OS TESTES PARA PREVENIR FADIGA MUSCULAR. SERÁ AVALIADO O VO2 PICO, A FREQUÊNCIA CARDÍACA OBTIDA MINUTO A MINUTO, A PRESSÃO ARTERIAL, A PERCEPÇÃO SUBJETIVA DE ESFORÇO E O TRAÇO/ESTADO DE ANSIEDADE. A ANÁLISE DE REGRESSÃO SERÁ UTILIZADA PARA VERIFICAR A INFLUÊNCIA DE VARIÁVEIS COMO MEDIDAS ANTROPOMÉTRICAS, SEXO, IDADE, FREQUÊNCIA CARDÍACA, NÚMERO DE PASSOS NO TD COM O VO2 OBTIDO NO TD. EM CASO DE EXISTIR ASSOCIAÇÕES SIGNIFICATIVAS, SERÁ ELABORADA UMA EQUAÇÃO DE REGRESSÃO PARA PREDIZER O VO2 PICO COM O TD. ESPERA-SE COM O PRESENTE ESTUDO CONTRIBUIR COM INFORMAÇÕES SOBRE O USO DO TD PARA PREDIZER O VO2 EM PACIENTES COM DAC..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (3) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Coordenador / Karla Fabiana Goessler - Integrante / CRISTIANE DE FATIMA TRAVENSOLO - Integrante / roberta ramos pinto - Integrante.
2015 - Atual
INFLUÊNCIA AGUDA DA CAFEÍNA SOBRE A FORÇA MÁXIMA E A FORÇA DE RESISTÊNCIA
Descrição: O OBJETIVO DO PRESENTE ESTUDO SERÁ VERIFICAR O EFEITO DA INGESTÃO DE CAFEÍNA SOBRE O DESEMPENHO EM EXERCÍCIOS RESISTIDOS. QUARENTA E CINCO HOMENS JOVENS, SAUDÁVEIS E FISICAMENTE ATIVOS SERÃO DIVIDIDOS EM TRÊS GRUPOS IGUAIS. O GRUPO 1 REALIZARÁ QUATRO SESSÕES DO EXERCÍCIO EXTENSÃO DE JOELHOS DE FORMA ALEATÓRIA, CADA UMA EM UM DIA DIFERENTE. DUAS SESSÕES SERÃO REALIZADAS EM TRÊS SÉRIES, MÁXIMO DE REPETIÇÕES POSSÍVEIS, INTERVALO DE RECUPERAÇÃO ENTRE AS SÉRIES DE 2 MINUTOS E INTENSIDADE DE 70% 1RM, SENDO UMA COM O USO DE CAFEÍNA E OUTRA COM PLACEBO. AS DUAS OUTRAS SESSÕES SERÃO REALIZADAS EM TRÊS SÉRIES, MÁXIMO DE REPETIÇÕES POSSÍVEIS, INTERVALO DE RECUPERAÇÃO ENTRE AS SÉRIES DE 2 MINUTOS, INTENSIDADE DE 20% 1RM E COM RESTRIÇÃO DE FLUXO SANGUÍNEO, SENDO UMA COM O USO DE CAFEÍNA E OUTRA COM PLACEBO. O GRUPO 2 REALIZARÁ O MESMO DELINEAMENTO ANTERIOR, MAS SENDO EXECUTADO O EXERCÍCIO SUPINO VERTICAL. O GRUPO 3 REALIZARÁ DUAS SESSÕES EXPERIMENTAIS NO EXERCÍCIO PREENSÃO MANUAL. CADA SESSÃO SERÁ CONDUZIDA COM TRÊS CONTRAÇÕES COM A MÃO DOMINANTE, MÁXIMA PRODUÇÃO DE FORÇA DURANTE 3 SEGUNDOS E INTERVALO DE RECUPERAÇÃO ENTRE AS SÉRIES DE 1 MINUTO, SENDO UMA COM O USO DE CAFEÍNA E OUTRA COM PLACEBO. A CAFEÍNA SERÁ ADMINISTRADA VIA ORAL POR MEIO DE CÁPSULA (6 MG/KG DE PESO CORPORAL) A SER INGERIDA COM 200 ML DE ÁGUA. A RESTRIÇÃO DE FLUXO SANGUÍNEO DOS GRUPOS 1 E 2 SERÁ FEITA MEIO DE MANGUITOS NA COXA E NO BRAÇO, A 80% DA RESTRIÇÃO TOTAL DE SANGUE. ADICIONALMENTE, SERÁ COLETADO O LACTATO SANGUÍNEO E A PERCEPÇÃO SUBJETIVA DE ESFORÇO. ESPERA-SE QUE OS RESULTADOS DO PRESENTE ESTUDO CONTRIBUAM PARA OTIMIZAR A ESTRATÉGIA DE TREINAMENTO ENVOLVENDO O EXERCÍCIO RESISTIDO..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Coordenador / Juliano Casonatto - Integrante / roberto poton - Integrante / DIEGO BRITO DE SOUZA - Integrante / camilla astley - Integrante.
2013 - 2016
RESPOSTAS CARDIOVASCULARES DURANTE O EXERCÍCIO RESISTIDO REALIZADO COM RESTRIÇÃO DE FLUXO SANGUÍNEO
Descrição: ESTUDOS RECENTES MOSTRAM QUE O TREINAMENTO RESISTIDO REALIZADO COM RESTRIÇÃO DE FLUXO SANGUÍNEO E INTENSIDADE MENOR QUE 50% DE UMA REPETIÇÃO MÁXIMA (1RM) PODE PROMOVER MODIFICAÇÕES MORFOLÓGICAS/FISIOLÓGICAS SEMELHANTES AOS EXERCÍCIOS COM INTENSIDADES MAIS ELEVADAS SEM A RESTRIÇÃO DE FLUXO SANGUÍNEO. CONTUDO, FALTAM INFORMAÇÕES SOBRE O EXERCÍCIO RESISTIDO COM RESTRIÇÃO DE FLUXO SANGUÍNEO E AS RESPOSTAS CARDIOVASCULARES DURANTE O ESFORÇO. ASSIM, O OBJETIVO DESTE PROJETO SERÁ ANALISAR O COMPORTAMENTO CARDIOVASCULAR AGUDO ASSOCIADO AO EXERCÍCIO RESISTIDO COM RESTRIÇÃO DE FLUXO SANGUÍNEO. SERÃO SELECIONADOS APROXIMADAMENTE 40 INDIVÍDUOS, SENDO 20 NORMOTENSOS E 20 HIPERTENSOS, TODOS SEDENTÁRIOS. COM DELINEAMENTO CROSS-OVER, A AMOSTRA SERÁ SUBMETIDA A TRÊS PROTOCOLOS DE EXERCÍCIOS RESISTIDOS NA CADEIRA EXTENSORA E NO SUPINO VERTICAL: 3 SÉRIES DE 15 REPETIÇÕES (20% 1RM) EM CADA EXERCÍCIO COM RESTRIÇÃO DE FLUXO SANGUÍNEO (LI-RFS); 3 SÉRIES DE 15 REPETIÇÕES (20% 1RM) EM CADA EXERCÍCIO SEM RESTRIÇÃO DE FLUXO SANGUÍNEO (LI); 3 SÉRIES DE 8 REPETIÇÕES (80% 1RM) EM CADA EXERCÍCIO SEM RESTRIÇÃO DE FLUXO SANGUÍNEO (HI). AS VARÁVEIS ANALISADAS SERÃO: PRESSÃO ARTERIAL, FREQUÊNCIA CARDÍACA, VOLUME SISTÓLICO, DÉBITO CARDÍACO, RESISTÊNCIA VASCULAR TOTAL, LACTATO SANGUÍNEO, ATIVIDADE ELÉTRICA DOS MÚSCULOS VASTO MEDIAL, PEITORAL MAIOR E TRÍCEPS BRAQUIAL, VARIABILIDADE DA FREQUÊNCIA CARDÍACA E SENSAÇÃO SUBJETIVA DE ESFORÇO. ESPERA-SE QUE OS DADOS DA PRESENTE INVESTIGAÇÃO POSSIBILITEM MAIORES CONHECIMENTOS SOBRE OS AJUSTES FISIOLÓGICOS E CARDIOVASCULARES DECORRENTES DO EXERCÍCIO RESISTIDO COM RESTRIÇÃO DE FLUXO SANGUÍNEO..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (4) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Coordenador / Casonatto, Juliano - Integrante / Goessler, Karla Fabiana - Integrante / roberto poton - Integrante / THAISA COSTA DIAS - Integrante / DIEGO BRITO DE SOUZA - Integrante / CRISTIANE DE FATIMA TRAVENSOLO - Integrante / roberta ramos pinto - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2013 - 2016
INFLUÊNCIA DO SISTEMA RENINA ANGIOTENSINA NAS RESPOSTAS CARDIOVASCULARES AGUDAS E CRÔNICAS PÓS-EXERCÍCIO EM HIPERTENSOS
Descrição: O SISTEMA RENINA ANGIOTENSINA (SRA) TEM UM IMPORTANTE PAPEL NA HOMEOSTASE CARDIOVASCULAR E PESQUISAS RELACIONADAS AOS GENES DESSE SISTEMA CANDIDATOS À HIPERTENSÃO TÊM SIDO CONDUZIDAS. ASSIM, OS ESTUDOS ESTÃO VOLTADOS MAIS PARA A VIA CLÁSSICA DO SRA, A QUAL ENVOLVE A CONVERSÃO DE ANGIOTENSINA I PARA ANGIOTENSINA II POR AÇÃO DA ENZIMA CONVERSORA DE ANGIOTENSINA, QUE RESULTARÁ POR DIVERSOS FATORES NO AUMENTO DA PRESSÃO ARTERIAL. POR OUTRO LADO, UMA OUTRA VIA DESTE SISTEMA, A QUAL CORRESPONDE À ATIVAÇÃO DO EIXO DA ANGIOTENSINA (1-7) POR MEIO DA ENZIMA CONVERSORA DE ANGIOTENSINA 2 (ECA2) EXERCE EFEITOS CONTRÁRIOS AOS OBSERVADOS PELA VIA CLÁSSICA, RESULTANDO EM REDUÇÃO DA PRESSÃO ARTERIAL. CONSIDERANDO OS EFEITOS DE UMA SESSÃO DE EXERCÍCIO E DO TREINAMENTO AERÓBIO SOBRE A PRESSÃO ARTERIAL, ESTE ESTUDO TEM COMO HIPÓTESE PRINCIPAL QUE OS EFEITOS DA HIPOTENSÃO PÓS-EXERCÍCIO, ASSIM COMO DE REDUÇÃO DA PRESSÃO ARTERIAL PROMOVIDA PELO TREINAMENTO FÍSICO EM HIPERTENSOS, ESTEJAM RELACIONADOS AOS GENÓTIPOS E EXPRESSÃO GÊNICA DO SRA, ASSIM COMO À ATIVIDADE DOS COMPONENTES DESSE SISTEMA. DESSA FORMA, O OBJETIVO DO PRESENTE ESTUDO SERÁ VERIFICAR A INFLUÊNCIA DO SRA NAS RESPOSTAS CARDIOVASCULARES APÓS UMA SESSÃO DE EXERCÍCIO AERÓBIO E APÓS UM PERÍODO DE TREINAMENTO FÍSICO AERÓBIO EM HIPERTENSOS. ALÉM DISSO, SERÁ INVESTIGADO SE O NÍVEL DE CONDICIONAMENTO FÍSICO DESSES INDIVÍDUOS INTERFERE NAS ADAPTAÇÕES CARDIOVASCULARES PROMOVIDAS POR UMA SESSÃO DE EXERCÍCIO AERÓBIO OU PELO TREINAMENTO. APROXIMADAMENTE 40 INDIVÍDUOS SEDENTÁRIOS COM HIPERTENSÃO ARTERIAL SERÃO DIVIDIDOS ALEATORIAMENTE PARA O GRUPO CONTROLE OU TREINADO. O GRUPO TREINADO REALIZARÁ UMA SESSÃO DE EXERCÍCIO AERÓBIO (CAMINHADA PLANA), COM INTENSIDADE ENTRE 60-75% DA FCMÁX E DURAÇÃO DE 45 MIN. APÓS O TÉRMINO DA SESSÃO DE EXERCÍCIO, SERÁ MONITORADA A PRESSÃO ARTERIAL, DÉBITO CARDÍACO, VOLUME SISTÓLICO E FREQUÊNCIA CARDÍACA POR 60 MIN E SERÁ COLETADA UMA AMOSTRA DE SANGUE PARA GENOTIPAGEM DO SRA EM AMBOS OS GRUPOS. APÓS ESSA FASE, O GRUPO TREINADO REALIZARÁ UM PROTOCOLO DE TREINAMENTO DURANTE NOVE SEMANAS, 3 VEZES POR SEMANA, COMPOSTO POR CAMINHADA PLANA COM INTENSIDADE ENTRE 60-75% DA FCMÁX E DURAÇÃO TOTAL DE APROXIMADAMENTE 60 MIN. APÓS QUATRO SEMANAS DE TREINAMENTO, AMBOS OS GRUPOS SERÃO SUBMETIDOS ÀS MEDIDAS INICIAIS. AO TÉRMINO DO PROTOCOLO DE TREINAMENTO, AMBOS OS GRUPOS SERÃO SUBMETIDOS AS MESMAS MEDIDAS REALIZADAS NO INÍCIO DO EXPERIMENTO. APÓS ESSA FASE, A MESMA SESSÃO DE EXERCÍCIO INICIAL SERÁ NOVAMENTE APLICADA AO GRUPO TREINADO E AS MEDIDAS NOVAMENTE REALIZADAS. TODAS AS ANÁLISES ESTATÍSTICAS SERÃO PROCESSADAS NO PROGRAMA ESTATÍSTICO SPSS 17.0 E SERÁ ADOTADO O NÍVEL DE SIGNIFICÂNCIA DE P<0,05. ESPERA-SE QUE O PRESENTE ESTUDO AUXILIE NA COMPREENSÃO DO COMPORTAMENTO CARDIOVASCULAR DE PESSOAS COM HIPERTENSÃO SUBMETIDAS AO EXERCÍCIO FÍSICO E DO TREINAMENTO E DA RELAÇÃO DESTE COMPORTAMENTO COM O SRA..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (4) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Coordenador / Karla Fabiana Goessler - Integrante / roberto poton - Integrante / CRISTIANE DE FATIMA TRAVENSOLO - Integrante / roberta ramos pinto - Integrante.
2012 - 2015
EFEITO DO TREINAMENTO FÍSICO COM VIBRAÇÃO SOBRE AS RESPOSTAS CARDIOVASCULARES
Descrição: OS EXERCÍCIOS REALIZADOS COM PLATAFORMAS VIBRATÓRIAS TÊM SIDO DIFUNDIDOS EM DIVERSOS PAÍSES, MAS AINDA FALTAM INVESTIGAÇÕES CIENTIFICAS SOBRE ALGUMAS VARIÁVEIS, COMO AS CARDIOVASCULARES. ASSIM, O PRESENTE ESTUDO PRETENDE INVESTIGAR OS EFEITOS DO EXERCÍCIO EM PLATAFORMA VIBRATÓRIA SOBRE AS RESPOSTAS CARDIOVASCULARES DE HOMENS E MULHERES DE DIFERENTES FAIXAS ETÁRIAS E CONDIÇÕES FÍSICAS. SERÃO RECRUTADOS 60 HOMENS E MULHERES SEDENTÁRIOS, NORMOTENSOS E HIPERTENSOS, COM IDADE ENTRE 50 E 70 ANOS. EM DIAS ALEATORIZADOS, A AMOSTRA SERÁ SUBMETIDA A QUATRO SÉRIES DO EXERCÍCIO AGACHAMENTO DE FORMA DINÂMICA COM CARGA DE 60% DE 1RM REALIZADAS NA PLATAFORMA VIBRATÓRIA OU NO SOLO. O TREINAMENTO SOBRE A PLATAFORMA VIBRATÓRIA SERÁ REALIZADO EM UM EQUIPAMENTO ESPECÍFICO QUE PRODUZ VIBRAÇÃO SINUSOIDAL COM DESLOCAMENTOS SIMULTÂNEOS NO PLANO VERTICAL. A INTENSIDADE DA VIBRAÇÃO SERÁ DE 30 HZ, QUE EQUIVALE A UMA INTENSIDADE BAIXA. DURANTE E ATÉ 24 HORAS APÓS OS EXERCÍCIOS, AS VARIÁVEIS CARDIOVASCULARES SERÃO MENSURADAS. ESPERA-SE QUE O PRESENTE ESTUDO CONTRIBUA PARA ESCLARECIMENTOS SOBRE O COMPORTAMENTO CARDIOVASCULAR RELACIONADO AO EXERCÍCIO COM VIBRAÇÃO..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Coordenador / Juliano Casonatto - Integrante / Karla Fabiana Goessler - Integrante / roberto poton - Integrante / THAISA COSTA DIAS - Integrante / DIEGO BRITO DE SOUZA - Integrante / CRISTIANE DE FATIMA TRAVENSOLO - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2011 - 2015
COMPARAÇÃO DO TRATAMENTO COM BETABLOQUEADOR OU INIBIDOR DIRETO DA RENINA ASSOCIADOS AO EXERCÍCIO FÍSICO NAS RESPOSTAS CARDIOVASCULARES E MORFOLOGIA CARDÍACA EM RATOS COM HIPERTENSÃO INDUZIDA POR L- NAME
Descrição: Existem evidencias na literatura de que a prática regular de exercício físico, seja ele aeróbio ou com pesos, contribui para a redução da pressão arterial, em indivíduos e em animais hipertensos. Dessa forma, é comum que indivíduos que fazem uso de medicamentos pratiquem atividade física. O tratamento com betabloqueadores associado ao exercício pode promover alterações fisiológicas e estruturais no sistema cardiovascular, que não estão bem esclarecidas na literatura. Da mesma forma, por ser uma proposta de tratamento recente, ainda não foi investigado o efeito do inibidor direto da renina associado ao exercício, nas alterações fisiológicas e estruturais do sistema cardiovascular. O projeto pretende avaliar o efeito do tratamento com betabloqueador ou com o inibidor direto da renina associado a natação, no sistema cardiovascular de animais com hipertensão induzida por L-NAME, e além disso comparar os resultados de ambos antihipertensivos e associá-los aos marcadores inflamatórios. Espera-se que os animais submetidos ao tratamento com os antihipertensivos associado ao exercício apresentem alterações morfofuncionais no sistema cardiovascular, que podem ser benéficas ou não ao sistema. Além disso, espera-se que o inibidor direto da renina, apresente melhores respostas comparado ao betabloqueador, por ser uma nova proposta de tratamento. Os resultados serão submetidos a publicação em periódicos científicos especializados e também serão utilizados na elaboração de trabalhos de pós-graduação e iniciação científica..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Coordenador / Karla Fabiana Goessler - Integrante / solange de paula ramos - Integrante / marli cardoso martins pinge - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2010 - 2013
Efeito do treinamento físico e da ingestão crônica de cafeína sobre o sistema cardiovascular de ratos
Descrição: Existem poucas informações sobre a relação da cafeína com o comportamento cardiovascular associado do treinamento físico. Objetivo: analisar a histologia cardíaca, pressão arterial (PA), freqüência cardíaca (FC) e variabilidade da freqüência cardíaca (VFC) de ratos submetidos a treinamento físico e suplementação de cafeína. Métodos: 32 ratos serão dividos em grupos controle (CO), controle suplementado com cafeína (CAF), treinados controle (TRE) e treinados suplementados com cafeína (TCAF). Os grupos de treinamento realizarão natação por quatro semanas, e os grupos de cafeína serão suplementados por ingestão voluntária de cafeína diluída em água. Espera-se que os resultados possam auxiliar na compreesnão dos efeitos crônicos da cafeína sobre o sistema cardiovascular, associados ou não ao treinamento físico..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Coordenador / Roberto José Ruiz - Integrante / CLAUDIA PATRICIA CARDOSO - Integrante / marli cardoso martins pinge - Integrante.
2010 - 2013
RELAÇÃO ENTRE NÍVEL DE CONDICIONAMENTO FÍSICO E COMPORTAMENTO DA PRESSÃO ARTERIAL PÓS-EXERCÍCIO EM HIPERTENSOS
Descrição: A hipotensão pós-exercício é uma das formas não farmacológicas de redução da pressão arterial, sendo particularmente interessante em pessoas hipertensas. Porém, são relativamente poucas as informações sobre a monitorização da pressão durante 24 h após o exercício (aeróbio e resistido). Além disso, não foram identificados estudos que investigaram o efeito do condicionamento físico sobre o comportamento da pressão arterial após uma sessão de exercício. Nesse sentido, o objetivo do presente projeto será comparar a pressão arterial durante 24 h após uma sessão de exercício aeróbio e outra sessão de exercícios resistidos realizadas por sujeitos hipertensos, considerando a estratificação dos valores relativos de consumo de oxigênio e de força muscular. Serão selecionados aproximadamente 30 indivíduos hipertensos com idade superior a 50 anos. A amostra será submetida a medidas de massa corporal, estatura, consumo direto de oxigênio, força muscular e pressão arterial de repouso. Posteriormente, em dias aleatórios, a amostra será submetida a uma sessão de exercício aeróbio (40 min em esteira a 50% do VO2pico), uma sessão de exercícios resistidos (seis exercícios, três séries, 15 repetições, 50% de 1RM, dois minutos de intervalo entre os exercícios) e a uma sessão controle (45 min sentado confortavelmente em ambiente calmo). Após cada sessão, a pressão arterial da amostra será registrada por monitorização ambulatorial durante 24 h em ciclos de 2 h. Para a análise dos dados, os valores de pressão arterial serão plotados em média do período de vigília, média do período de sono e média das 24 h. A amostra serás hierarquizada para a força muscular e VO2pico e identificados os tercis superior, medial e inferior para cada qualidade física. A análise de variância fatorial será aplicada para comparar os valores de pressão arterial entre as sessões e entre os respectivos tercis. A análise de regressão será utilizada para verificar associação entre o comportamento da pressão arterial e.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (2) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Coordenador / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Juliano Casonatto - Integrante / Karla Fabiana Goessler - Integrante / alexandre antunes imazu - Integrante / roberto poton - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2009 - 2012
Efeito do exercício físico de intensidade moderada sobre lesões teciduais provocadas por estresse oxidativo induzido por drogas
Descrição: O PRESENTE PROJETO DE PESQUISA TEM POR OBJETIVO AVALIAR O EFEITO DE UMA MODALIDADE DE TREINAMENTO FÍSICO SOBRE LESÕES TECIDUAIS PROVOCADAS POR ESTRESSE OXIDATIVO INDUZIDO POR DROGAS. O TREINAMENTO FÍSICO SERÁ DO TIPO MODERADO E CRÔNICO, EM UM PROTOCOLO JÁ DESCRITO EM LITERATURA E QUE PROMOVE ADAPTAÇÃO DOS TECIDOS AUMENTANDO AS DEFESAS ANTIOXIDANTES (SISTEMA GLUTATIONA, SUPERÓXIDO DESMUTASE E CATALASE) CELULARES. A SEGUIR, OS ANIMAIS TREINADOS E SEDENTÁRIOS SERÃO EXPOSTOS ÀS DROGAS CICLOFOSFAMIDA (AGENTE ANTINEOPLÁSICO) E ACETAMINOFEN (ANTIINFLAMATÓRIO), EM DOSES QUE PROVOCAM LESÕES OU ALTERAÇÕES CELULARES EM CORAÇÃO, FÍGADO, TECIDO NERVOSO, MÚSCULO ESTRIADO ESQUELÉTICO, TESTÍCULOS E RINS. OS ÓRGÃOS SERÃO COLETADOS E SERÁ AVALIADO A RELAÇÃO PESO ANIMAL/ÓRGÃO, ALTERAÇÕES HISTOPATOLÓGICAS E LESÃO CELULAR POR ESTRESSE OXIDATIVO (IMUNOHISTOQUÍMICA PARA 8-HIDROXI-2-DEOXIGUANIDINA). A HIPÓTESE DE ESTUDO DO PROJETO É QUE AS ADAPTAÇÕES TECIDUAIS PROVOCADAS PELO TREINAMENTO MODERADO CRÔNICO PODEM PROTEGER OS TECIDOS DA LESÃO TECIDUAL PROVOCADA POR AGENTES FARMACOLÓGICOS QUE PROVOCAM ESTRESSE OXIDATIVO. OS RESULTADOS DO PROJETO SERÃO DIVULGADOS EM CONGRESSOS E EVENTOS CIENTÍFICOS DA ÁREA DE SAÚDE, PARTICULARMENTE FISIOTERAPIA E EDUCAÇÃO FÍSICA. O PROJETO TAMBÉM SERÁ REALIZADO COM INTUITO DE ORIENTAR TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DE ALUNOS DE GRADUAÇÃO..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Integrante / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Karla Fabiana Goessler - Integrante / Roberto José Ruiz - Integrante / solange de paula ramos - Coordenador / andréa name colado simão - Integrante / ANDRE MACHADO XAVIER - Integrante / ANDREIA CARLA EUGENIO PUPIM - Integrante / CLAUDIA PATRICIA CARDOSO - Integrante / DANIELA CRISTINA LOPES REJAN - Integrante / DAYLA THYEME HIGASHI - Integrante / EMERSON JOSE VENANCIO - Integrante / EVANDRO DOINE VETTORATO - Integrante / FABIO GOULART DE ANDRADE - Integrante / FERNANDA PACHECO LASSANCE - Integrante / JULIANA RUBIRA GEREZ - Integrante / KARLA GUIVERNAU GAUDENS - Integrante / LUIZ CARLOS JULIANI - Integrante / MARCELO CARANDINA - Integrante / MARIA JOSE SPARÇA SALLES - Integrante / NIARA VANAT - Integrante / OSNY FERRARI - Integrante / POLYANE MAZUCATTO QUEIROZ - Integrante / RENATA BALDO RODRIGUES - Integrante.Financiador(es): Universidade Estadual de Londrina - Cooperação.
2009 - 2011
Prevalência de síndrome metabólica e fatores de risco cardiovascular em escolares de 10 a 14 anos de Londrina /PR
Descrição: AS MODIFICAÇÕES NO ESTILO DE VIDA DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES, PRINCIPALMENTE AO LONGO DAS DUAS ÚLTIMAS DÉCADAS, TEM FAVORECIDO O DESENVOLVIMENTO DE SOBREPESO/OBESIDADE E DE INÚMERAS DISFUNÇÕES CRÔNICO-DEGENERATIVAS EM IDADES CADA VEZ MAIS PRECOCES. ASSIM, O PROPÓSITO DA PRESENTE INVESTIGAÇÃO SERÁ INICIALMENTE ANALISAR A PREVALÊNCIA DE SÍNDROME METABÓLICA E DE FATORES DE RISCO CARDIOVASCULAR E, POSTERIOMENTE, IDENTIFICAR POSSÍVEIS ASSOCIAÇÕES ENTRE ESSAS VARIÁVEIS EM ESCOLARES DE 10 A 14 ANOS, DE AMBOS OS SEXOS, DO MUNICÍPIO DE LONDRINA/PR. PARA TANTO SERÃO SELECIONADOS APROXIMADAMENTE 900 ESCOLARES MATRICULADOS EM ESCOLAS DA ZONA URBANA DO MUNICÍPIO. MEDIDAS ANTROPOMÉTRICAS, DE COMPOSIÇÃO CORPORAL, APTIDÃO CARDIORRESPIRATÓRIA, PRESSÃO ARTERIAL DE REPOUSO, NÍVEL HABITUAL DE ATIVIDADE FÍSICA E INFORMAÇÕES SOBRE USO DE TABACO E HÁBITOS ALIMENTARES SERÃO OBTIDAS DE TODOS OS SUJEITOS. O DIAGNÓSTICO DE SÍNDROME METABÓLICA SERÁ ESTABELECIDO COM BASE NOS PONTOS DE CORTE SUGERIDOS PELA LITERATURA COM BASE NOS VALORES GLICÊMICOS, NO PERFIL LIPÍDICO E DAS LIPOPROTEÍNAS PLASMÁTICAS E NOS VALORES DE PRESSÃO ARTERIAL. A PREVALÊNCIA DOS FATORES DE RISCO CARDIOVASCULAR, BEM COMO A PREVALÊNCIA DE SÍNDROME METABÓLICA SERÃO DETERMINADAS MEDIANTE O EMPREGO DA ESTATÍSTICA DESCRITIVA, POR MEIO DA ANÁLISE DE DISTRIBUIÇÃO EM FREQUÊNCIAS. A REGRESSÃO DE POISSON SERÁ EMPREGADA PARA ANALISAR AS VARIÁVEIS ASSOCIADAS À SÍNDROME METABÓLICA CONTROLANDO PARA POTENCIAIS FATORES DE CONFUSÃO. RAZÕES DE PREVALÊNCIAS (RP) BRUTAS E AJUSTADAS, BEM COMO SEUS RESPECTIVOS INTERVALOS DE CONFIANÇA DE 95% (IC95%) SERÃO CALCULADOS. AS VARIÁVEIS INDEPENDENTES SERÃO INSERIDAS DE ACORDO COM O MODELO HIERÁRQUICO DE DETERMINAÇÃO. PARA TANTO, NO NÍVEL DISTAL SERÃO INSERIDAS AS VARIÁVEIS DEMOGRÁFICAS (SEXO E IDADE) E O NÍVEL ECONÔMICO, NO NÍVEL MEDIAL AS VARIÁVEIS COMPORTAMENTAIS (NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA, HÁBITOS ALIMENTARES E TABAGISMO) E NO NÍVEL PROXIMAL A APTIDÃO CARDIORRESPIRATÓRIA. ESPERA-SE QUE AS INFORMA.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (8) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Helio Serassuelo Júnior - Integrante / Jefferson Rosa Cardoso - Integrante / Enio Ricardo Vaz Ronque - Coordenador.
2009 - 2011
Impacto do treinamento com pesos e da suplementação de creatina sobre o comportamento de indicadores bioquímicos
Descrição: O ENVELHECIMENTO É UM PROCESSO NATURAL QUE RESULTA EM IMPORTANTES MODIFICAÇÕES, DE DIFERENTES NATUREZAS, QUE PODEM AFETAR DIRETAMENTE A QUALIDADE DE VIDA E A LONGEVIDADE. ASSIM, MUDANÇAS COMPORTAMENTAIS, TAIS COMO, O ENVOLVIMENTO COM A PRÁTICA REGULAR DE EXERCÍCIOS FÍSICOS E A ADEQUAÇÃO DOS ASPECTOS NUTRICIONAIS, VÊM SENDO RECOMENDADAS COMO ESTRATÉGIAS VALIOSAS PARA ATENUAR E, EM ALGUNS CASOS, REVERTER O QUADRO FREQUENTEMENTE OBSERVADO NA MAIORIA DA POPULAÇÃO IDOSA. PORTANTO, O PROPÓSITO DESTE ESTUDO SERÁ ANALISAR O IMPACTO DA PRÁTICA REGULAR DE TREINAMENTO COM PESOS (TP) E DA SUPLEMENTAÇÃO DE CREATINA MONOIDRATADA SOBRE O COMPORTAMENTO DE INDICADORES BIOQUÍMICOS, MORFOLÓGICOS, HEMODINÂMICOS E NEUROMUSCULARES, EM MULHERES IDOSAS. PARA TANTO, A AMOSTRA SERÁ COMPOSTA POR APROXIMADAMENTE 60 MULHERES IDOSAS (? 60 ANOS) QUE SERÃO SELECIONADAS A PARTIR DOS SEGUINTES CRITÉRIOS DE INCLUSÃO: NÃO APRESENTAR HISTÓRICO DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES, NÃO PARTICIPAR REGULARMENTE DE PROGRAMAS DE EXERCÍCIOS FÍSICOS HÁ PELO MENOS SEIS MESES, NÃO SER VEGETARIANA, NÃO TER UTILIZADO PREVIAMENTE SUPLEMENTAÇÃO DE CREATINA, NÃO SER TABAGISTA, NÃO POSSUIR QUALQUER DISFUNÇÃO ÓSTEO-MIO-ARTICULAR QUE IMPEÇA A PARTICIPAÇÃO OU QUE COMPROMETA A PRÁTICA REGULAR DE EXERCÍCIOS COM PESOS. A PARTIR DAÍ, A AMOSTRA SERÁ DIVIDIDA, ALEATORIAMENTE, EM DOIS GRUPOS: GRUPO TREINAMENTO (GT) E GRUPO CONTROLE (GC). O GT SERÁ SUBMETIDO, INICIALMENTE, A 12 SEMANAS DE TP (OITO EXERCÍCIOS, DUAS SÉRIES DE 10-15 REPETIÇÕES, TRÊS VEZES/SEMANA), AO PASSO QUE O GC SERÁ SUBMETIDO A SESSÕES DE EXERCÍCIOS DE ALONGAMENTO (30 MIN, DUAS VEZES/SEMANA), NO MESMO PERÍODO. NO FINAL DESSE PERÍODO, OS GRUPOS SERÃO SUBDIVIDIDOS, ALEATORIAMENTE, EM QUATRO GRUPOS: TREINAMENTO + CREATINA (GTC), TREINAMENTO + PLACEBO (GTP), CONTROLE + CREATINA (GCC), CONTROLE + PLACEBO (GCP). A SUPLEMENTAÇÃO DE CREATINA OU PLACEBO (MALTODEXTRINA) SERÁ CONSUMIDA EM UMA DOSE DIÁRIA DE 5 G, DURANTE 12 SEMANAS, A PARTIR DE UM DELINEAMENTO DUPLO CEGO, ASSOCI.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (5) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Leandro Ricardo Altimari - Integrante / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Jairo Augusto Berti - Integrante / Jefferson Rosa Cardoso - Integrante / Arli Ramos de Oliveira - Integrante.
2009 - 2010
Pressão arterial e variabilidade da frequência cardíaca em homens não hipertensos após o exercício aeróbio e com pesos realizados na mesma sessão
Descrição: EXERCÍCIOS AERÓBIO E COM PESOS SÃO RECOMENDADOS PARA AUXILIAR NO CONTROLE DA PRESSÃO ARTERIAL (PA). NO ENTANTO, O COMPORTAMENTO DA PA APÓS A PRÁTICA COMBINADA DESSAS ATIVIDADES AINDA NÃO SE ENCONTRA TOTALMENTE ESTABELECIDO. DESSA FORMA, O OBJETIVO DO PRESENTE ESTUDO SERÁ VERIFICAR A PA E A VARIABILIDADE DA FREQÜÊNCIA CARDÍACA APÓS SESSÕES DE EXERCÍCIOS AERÓBIO E COM PESOS COMBINADAS EM DIFERENTES ORDENS. APROXIMADAMENTE 10 HOMENS NÃO HIPERTENSOS REALIZARÃO DOIS PROTOCOLOS DE EXERCÍCIOS: 1) EXERCÍCIO AERÓBIO (40 MIN EM ESTEIRA A 60% DO VO2MAX) SEGUIDO DO EXERCÍCIO COM PESOS (OITO EXERCÍCIO, TRÊS SÉRIES, 10-15 REPETIÇÕES, 70% DE 1RM); 2) EXERCÍCIO COM PESOS SEGUIDO DO AERÓBIO. A PRESSÃO ARTERIAL E A VARIABILIDADE DA FREQÜÊNCIA CARDÍACA SERÃO MEDIDAS ANTES E 60 MIN APÓS OS EXERCÍCIOS. ESPERA-SE QUE OS RESULTADOS AUXILIEM NA TOMADA DE DECISÃO PARA A ESCOLHA DA MELHOR ESTRATÉGIA DE PRESCRIÇÃO DE EXERCÍCIOS..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Coordenador / NATALIA SERRA LOVATO - Integrante.Financiador(es): Universidade Estadual de Londrina - Cooperação.
2008 - 2011
Reativação parassimpática após tiros máximos de corrida - influência do volume e da duração das pausas
Descrição: Este projeto tem como objetivo verificar os efeitos da manipulação do número de tiros (spirnts) e da duração das pausas sobre os parâmetros de reativação parassimpática, a saber: frequência cardíaca de recuperação e variabilidade da frequência cardíaca..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Integrante / Lúcio Flávio Soares Caldeira - Integrante / Fábio Yuzo Nakamura - Coordenador / Thiago Alfredo de Siqueira Pereira - Integrante / Herbert Gustavo Simões - Integrante / Joana Paula Riquena - Integrante / Martin Buchheit - Integrante / Patrícia Chimin - Integrante.
2008 - 2011
Comportamento da pressão arterial em indivíduos saudáveis e hipertensos após sessões de exercícios aeróbios e com pesos
Descrição: Este projeto objetiva investigar o efeito do exercício com pesos, do exercício aeróbio e da combinação de ambos sobre o comportamento da pressão arterial e freqüência cardíaca após o exercício. Dessa forma, pretende-se analisar o impacto isolado e combinado das referidas atividades sobre o comportamento cardiovascular pós-esforço, proporcionando condições de melhor prescição do treinamento.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Coordenador / Edilson Serpeloni Cyrino - Integrante / Lúcio Flávio Soares Caldeira - Integrante / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Juliano Casonatto - Integrante / Cássio Gustavo Santana Gonçalves - Integrante / João Bruno Yoshinaga Costa - Integrante / Milene Granja Saccomani - Integrante / Karla Fabiana Goessler - Integrante / Roberto José Ruiz - Integrante / Paulo Gomes Anunciação - Integrante.Financiador(es): Universidade Estadual de Londrina - Cooperação.Número de orientações: 2
2007 - 2010
Efeito da suplementação de ácido linoléico conjugado associado a um programa de treinamento aeróbio sobre a composição corporal, o perfil lipídico, a insulina e a glicose plasmática
Descrição: Pesquisas com o ácido linoléico conjugado (CLA) têm indicado efeitos anticarcinogênico, antiaterogênico, antiflamatório, assim como reduções significativas na massa gorda e alterações benéficas no metabolismo lipídico em animais. No entanto, esses efeitos ainda não estão muito bem esclarecidos, sobretudo, em humanos. Dessa forma, o objetivo do presente estudo será investigar o efeito da suplementação de CLA associado a um programa de treinamento aeróbio sobre a composição corporal, o perfil lipídico, a insulina e a glicose plasmática. Cerca de 30 mulheres sedentárias ou moderadamente ativas, com IMC acima de 27 kg/m2, serão submetidas, antes e após oito semanas de suplementação com CLA (3,2g/dia) ou placebo (azeite de oliva), as seguintes medidas: antropometria, composição corporal, registros alimentares e de atividade física habitual, teste incremental em esteira ergométrica e bioquímica sanguínea. A composição corporal será determinada por absortometria radiológica de dupla energia (DEXA) e bioimpedância. Serão analisadas as concentrações plasmáticas de colesterol total e suas frações (HDL-C e LDL-C), triglicerídeos, ácidos graxos livres, glicose e insulina. O treinamento aeróbio será realizado durante 30 min, três vezes por semana, em dias alternados, em esteira ergométrica, a 90% do limiar anaeróbio a ser obtido em teste incremental em esteira ergométrica. Espera-se que a presente investigação auxilie na tomada de decisão para a utilização ou não da suplementação de CLA em situações de sobrepeso/obesidade.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (7) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Integrante / Edilson Serpeloni Cyrino - Coordenador / Soraya Rodrigues Dodero - Integrante / Décio Sabbatini Barbosa - Integrante / Leandro Ricardo Altimari - Integrante / Michele Caroline de Costa Trindade - Integrante / Luís Alberto Gobbo - Integrante / Ferdinando Oliveira Carvalho - Integrante / Lúcio Flávio Soares Caldeira - Integrante / Fábio Yuzo Nakamura - Integrante / Márcio Henrique de Souza Yuge - Integrante / Nilo Massaru Okuno - Integrante / Renata Selvatici Borges Januário - Integrante / Gabriel Grizzo Cucato - Integrante / Juliano Casonatto - Integrante / Mathias Roberto Loch - Integrante / Alexandre Madeira Pedroso - Integrante / Luiz Augusto Buoro Perandini - Integrante / Felipe Fossati Reichert - Integrante / Jairo Augusto Berti - Integrante / Talita Alves - Integrante.Financiador(es): Universidade Estadual de Londrina - Outra.


Projetos de extensão


2009 - 2012
Exercício físico e prevenção cardiovascular
Descrição: O PROJETO DE EXTENSÃO EXERCÍCIO FÍSICO E PREVENÇÃO CARDIOVASCULAR VISA OFERECER UM PROGRAMA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS PARA INDIVÍDUOS ADULTOS QUE APRESENTEM FATORES DE RISCO CARDIOVASCULAR OU DOENÇA CORONARIANA DE BAIXO RISCO. AS ATIVIDADES SERÃO DESENVOLVIDAS EM GRUPOS, COM O INTUITO DE PROMOVER A SAÚDE DOS INDIVÍDUOS E SERVIR COMO FERRAMENTA PARA O TRATAMENTO NÃO FARMACOLÓGICO. TAMBÉM SERÁ UMA OPORTUNIDADE PARA OS ALUNOS DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE DE ADQUIRIREM CONHECIMENTOS SOBRE A PRESCRIÇÃO DE EXERCÍCIOS PARA INDIVÍDUOS CARDIOPATAS, HIPERTENSOS, OBESOS OU DIABÉTICOS, AFIM DE QUE NO FUTURO ESTEJAM MAIS APTOS A TRABALHAR COM ESTA POPULAÇÃO. A AVALIAÇÃO DO PROJETO SERÁ FEITA ATRAVÉS DE REUNIÕES PERIÓDICAS REALIZADAS COM A EQUIPE DE TRABALHO E POR MEIO DE TESTES DE APTIDÃO FÍSICA PERIÓDICOS. AO FINAL DO PROJETO, OS ALUNOS CARDIOPATAS DEVERÃO ESTAR INSTRUMENTALIZADOS PARA MANTER UM NÍVEL ADEQUADO DE ATIVIDADE FÍSICA HABITUAL AUTO-MONITORADO..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (31) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Marcos Doederlein Polito - Integrante / Jairo Augusto Berti - Integrante / Marcia Greguol - Coordenador / Ronaldo José Nascimento - Integrante / Antonio Carlos Dourado - Integrante.


Revisor de periódico


2003 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Medicina do Esporte
2007 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano
2008 - Atual
Periódico: Revista da Educação Física
2002 - 2004
Periódico: Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício
2008 - Atual
Periódico: Arquivos em Movimento (UFRJ)
2008 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Ciência e Movimento
2009 - Atual
Periódico: Blood Pressure Monitoring
2010 - Atual
Periódico: Motriz : Revista de Educação Física (Online)
2009 - Atual
Periódico: Pensar a Prática (UFG)
2010 - Atual
Periódico: International Journal of Sports Medicine
2010 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde
2011 - Atual
Periódico: Journal of Diabetes and its Complications


Revisor de projeto de fomento


2011 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Educação Física.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Educação Física.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Educação Física / Subárea: Treinamento de força.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2006
Primeiro colocado no concurso público para docente efetivo da Universidade Estadual de Londrina - Prescrição e Orientação de Exercícios Físicos para Diferentes Populações, Universidade Estadual de Londrina.
2005
Melhor revisor ad hoc da Revista Brasileira de Medicina do Esporte, Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:56
Total de citações:582
Fator H:14
Polito MD; Polito M  Data: 31/10/2018

SCOPUS
Total de trabalhos:47
Total de citações:200
Polito, Marcos D.; Polito, Marcos Doederlein; Doederlein Polito, Marcos  Data: 05/07/2013

Artigos completos publicados em periódicos

1.
GOESSLER, K.F.2018GOESSLER, K.F. ; POLITO, M.D. ; MOTA, G.F. ; OLIVEIRA, E. M. ; CORNELISSEN, V. . Angiotensin converting enzyme 2 polymorphisms and postexercise hypotension in hypertensive medicated individuals. CLINICAL PHYSIOLOGY AND FUNCTIONAL IMAGING, v. 38, p. 206-212, 2018.

2.
TRAVENSOLO, C. F.2018TRAVENSOLO, C. F. ; GOESSLER, K.F. ; PONTON, R. ; PINTO, R. R. ; POLITO, M.D. . Medida do desempenho físico por testes de campo em programas de reabilitação cardiovascular: revisão sistemática e meta análise. Revista Portuguesa de Cardiologia, v. 37, p. 525-537, 2018.

3.
ASTLEY, C.2018ASTLEY, C. ; SOUZA, D. B. ; POLITO, M.D. . Acute specific effects of caffeine-containing energy drink on different physical performances in resistance-trained men. INTERNATIONAL JOURNAL OF EXERCISE SCIENCE, v. 11, p. 260-268, 2018.

4.
PINTO, ROBERTA R.2018PINTO, ROBERTA R. ; KARABULUT, MURAT ; POTON, ROBERTO ; Polito, Marcos D. . Acute resistance exercise with blood flow restriction in elderly hypertensive women: haemodynamic, rating of perceived exertion and blood lactate. CLINICAL PHYSIOLOGY AND FUNCTIONAL IMAGING, v. 38, p. 17-24, 2018.

5.
TRAVENSOLO, C. F.2018TRAVENSOLO, C. F. ; MONTEIRO, W.D. ; LIMA, T. ; PINTO, R. R. ; Farinatti, Paulo T.V. ; POLITO, M.D. . Is the six-minute step test can predict the VO2 peak in healthy young men?. JOURNAL OF CLINICAL AND DIAGNOSTIC RESEARCH, v. 12, p. YC01'-YC04, 2018.

6.
DOMINGOS, EVERTON2018 DOMINGOS, EVERTON ; Polito, Marcos D. . Blood pressure response between resistance exercise with and without blood flow restriction: A systematic review and meta-analysis. LIFE SCIENCES, v. 15, p. 122-131, 2018.

7.
SOUZA, D. B.2017 SOUZA, D. B. ; Del COSO, J. ; CASONATTO, J. ; POLITO, M. D. . Acute effects of caffeine-containing energy drinks on physical performance: a systematic review and meta-analysis. European Journal of Nutrition (Print), v. 56, p. 13-27, 2017.

8.
POTON, R.2017 POTON, R. ; POLITO, M.D. ; FARINATTI, P.T.V. . Effects of resistance training in HIV-infected patients: A meta-analysis of randomised controlled trials. JOURNAL OF SPORTS SCIENCES, v. 35, p. 2380-2389, 2017.

9.
ASTLEY, C.2017ASTLEY, C. ; SOUZA, D. B. ; POLITO, M.D. . Acute Caffeine Ingestion on Performance in Young Judo Athletes. PEDIATRIC EXERCISE SCIENCE, p. 1-16, 2017.

10.
IMAZU, A. A.2017IMAZU, A. A. ; GOESSLER, K.F. ; CASONATTO, J. ; POLITO, M.D. . The influence of physical training status on postexercise hypotension in patients with hypertension. BLOOD PRESSURE MONITORING, v. 22, p. 196-201, 2017.

11.
SOUZA, D. B.2017SOUZA, D. B. ; FRANCA, D. ; POLITO, M.D. . A INGESTÃO AGUDA DE BEBIDA ENERGÉTICA AUMENTA O DESEMPENHO EM EXERCÍCIOS RESISTIDOS. REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIA E MOVIMENTO, v. 25, p. 61-66, 2017.

12.
POTON, R.2016POTON, R. ; POLITO, M.D. . Hemodynamic response to resistance exercise with and without blood flow restriction in healthy subjects. Clinical Physiology and Functional Imaging (Print), v. 36, p. 231-236, 2016.

13.
PINTO, R. R.2016PINTO, R. R. ; POLITO, M.D. . Haemodynamic responses during resistance exercise with blood flow restriction in hypertensive subjects. Clinical Physiology and Functional Imaging (Print), v. 36, p. 407-413, 2016.

14.
GOESSLER, K.F.2016GOESSLER, K.F. ; POLITO, M.D. ; CORNELISSEN, V. . Effect of exercise training on the renin-angiotensin-aldosterone system in healthy individuals: a systematic review and meta-analysis. Hypertension Research, v. 39, p. 119-126, 2016.

15.
POLITO, M.D.2016POLITO, M.D.; SOUZA, D. B. ; CASONATTO, J. ; Farinatti, Paulo . Acute effect of caffeine consumption on isotonic muscular strength and endurance: A systematic review and meta-analysis. Science & Sports, v. 31, p. 119-128, 2016.

16.
SALLES, B.F.2016SALLES, B.F. ; POLITO, M. D. ; GOESSLER, K.F. ; ALMEIDA, L. ; MANNARINO, P. ; MATTA, T. ; SIMÃO, R. . Effects of fixed vs. self-suggested rest between sets in upper and lower body exercises performance. European Journal of Sport Science (Print), v. 16, p. 927-931, 2016.

17.
ANUNCIAÇÃO, P.G.2016ANUNCIAÇÃO, P.G. ; FARINATTI, P.T.V. ; GOESSLER, K.F. ; CASONATTO, J. ; POLITO, M.D. . Blood pressure and autonomic responses following isolated and combined aerobic and resistance exercise in hypertensive older women. Clinical and Experimental Hypertension (1993, Print), p. 1-5, 2016.

18.
Casonatto, Juliano2016 Casonatto, Juliano ; CORNELISSEN, V. ; GOESSLER, K.F. ; CARDOSO, J.R. ; POLITO, M.D. . The blood pressure lowering effect of a single bout of resistance exercise: A systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials. European Journal of Preventive Cardiology, v. 23, p. 1700-1714, 2016.

19.
CARDOZO, D. C.2016CARDOZO, D. C. ; ALVES, H. ; SIMÃO, R. ; POLITO, M.D. . Avaliação da força muscular extensora do tronco: influência do gênero e do estado de treinamento. ConScientiae Saúde (Online), v. 15, p. 401-406, 2016.

20.
GOESSLER, K.F.2015GOESSLER, K.F. ; MARTINS-PINGE, M. ; CUNHA, N. V. ; KAREN-AMARANTE, M. ; POLITO, M.D. . Efeitos do treinamento físico sobre a pressão arterial, frequência cardíaca e morfologia cardíaca de ratos hipertensos. Medicina (Ribeirao Preto. Online), v. 48, p. 87-98, 2015.

21.
POTON, R.2015POTON, R. ; POLITO, M.D. . Hemodynamics responses during lower-limb resistance exercise with blood flow restriction in healthy subjects. Journal of Sports Medicine and Physical Fitness (Testo stampato), v. 55, p. 1571-1577, 2015.

22.
GOESSLER, K.F.2015GOESSLER, K.F. ; MARTINS-PINGE, M. ; CUNHA, N. ; KAREN-AMARANTE, M. ; ANDRADE, F. G. ; POLITO, M. D. . Direct renin inhibitor therapy and swimming training: hemodynamic and cardiac effects in hypertensive and normotensive rats. Clinical and Experimental Hypertension (1993, Print), v. 37, p. 345-352, 2015.

23.
DIAS, T. C.2015DIAS, T. C. ; POLITO, M.D. . Acute Cardiovascular Response during Resistance Exercise with Whole-body Vibration in Sedentary Subjects: A Randomized Cross-over Trial. Research in Sports Medicine: An International Journal, v. 23, p. 253-264, 2015.

24.
GOESSLER, K.F.2015GOESSLER, K.F. ; CORNELISSEN, V. ; OLIVEIRA, E. M. ; MOTA, G.F. ; POLITO, M.D. . ACE polymorphisms and the acute response of blood pressure to a walk in medicated hypertensive patients. Journal of the Renin-Angiotensin-Aldosterone System, v. 16, p. 720-729, 2015.

25.
GONCALVES, C.G.S.2014GONCALVES, C.G.S. ; NAKAMURA, F.Y. ; GERAGE, A.M. ; JANUARIO, R.S.B. ; NASCIMENTO, M.A. ; FARINATTI, P.T.V. ; POLITO, M. D. . Functional and physiological effects of a 12-week programme of resistance training in elderly hypertensive women. International Sportmed Journal for Fims, v. 15, p. 50-61, 2014.

26.
SACCOMANI, M.G.2014SACCOMANI, M.G. ; FIGUEIREDO, T. ; KATTENBRAKER, M. S. ; SIMÃO, R. ; FORJAZ, C. L. M. ; POLITO, M. D. . Blood pressure and heart rate variability responses after isolated and combined sessions of aerobic and strength exercises. International Sportmed Journal for Fims, v. 15, p. 178-187, 2014.

27.
RUIZ, R.J.2014RUIZ, R.J. ; RAMOS, S. P. ; PINGE, M. C. M. ; MORAES, S. ; POLITO, M.D. . Caffeine and physical training: effects on cardiac morphology and cardiovascular response. Revista da Associação Médica Brasileira (1992. Impresso), v. 60, p. 23-28, 2014.

28.
SERON, B. B.2014SERON, B. B. ; GOESSLER, K.F. ; DURIGAN, J. Z. ; DOURADO, A. C. ; POLITO, M.D. ; GREGUOL, M. . Hipotensão pós-exercício aeróbio e resistido em indivíduos com lesão medular. Revista da Educação física (UEM. Online), v. 25, p. 135-141, 2014.

29.
GOESSLER, K.F.2014GOESSLER, K.F. ; MARTINS-PINGE, M. ; CUNHA, N. V. ; KAREN-AMARANTE, M. ; ANDRADE, F. G. ; BRUM, P. C. ; POLITO, M.D. . Treatment with nebivolol combined with physical training promotes improvements in the cardiovascular responses of hypertensive rats. Canadian Journal of Physiology and Pharmacology (Online), v. 92, p. 234-242, 2014.

30.
SOUZA, D. B.2014SOUZA, D. B. ; POTON, R. ; CASONATTO, J. ; WILLARDSON, J. ; POLITO, M.D. . Acute Effect of Caffeine Intake on Hemodynamics after Resistance Exercise in Young Non-hypertensive Subjects. Research in Sports Medicine: An International Journal, v. 22, p. 253-264, 2014.

31.
POTON, R.2014POTON, R. ; POLITO, M.D. . Respostas cardiovasculares durante exercício resistido com restrição de fluxo sanguíneo. Revista Brasileira de Cardiologia, v. 27, p. 600-606, 2014.

32.
TRAVENSOLO, C. F.2014TRAVENSOLO, C. F. ; Polito, Marcos D . Testes de Degrau para Avaliação da Capacidade de Exercício em Pacientes com Doenças Cardíacas: Revisão de Literatura. Revista Brasileira de Cardiologia, v. 27, p. 445-453, 2014.

33.
RUIZ, R.J.2013RUIZ, R.J. ; POLITO, M. D. . Implicações do consumo de cafeína sobre a pressão arterial de repouso. RBM. Revista Brasileira de Medicina (Rio de Janeiro), v. 5, p. 164-173, 2013.

34.
RAMOS, S. P.2013RAMOS, S. P. ; GOESSLER, K.F. ; RUIZ, R.J. ; FERRARI, O. ; POLITO, M. D. ; SALLES, M. . Exercise protects rat testis from cyclophosphamide-induced damage. Acta Scientiarum. Biological Sciences (Impresso), v. 35, p. 105-113, 2013.

35.
GOESSLER, K.F.2013GOESSLER, K.F. ; POLITO, M. D. . Efeito do intervalo de recuperação fixo e autossugerido entre séries do exercício resistido sobre o comportamento cardiovascular pós-esforço. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano (Online), v. 15, p. 467-475, 2013.

36.
FIGUEIREDO, T.2013FIGUEIREDO, T. ; MENEZES, P. ; KATTENBRAKER, M. ; POLITO, M. ; REIS, V. ; SIMÃO, R. . INFLUENCE OF EXERCISE ORDER ON BLOOD PRESSURE AND HEART RATE VARIABILITY AFTER A STRENGTH TRAINING SESSION. Journal of Sports Medicine and Physical Fitness (Testo stampato), v. 53, p. 12-17, 2013.

37.
TRAVENSOLO, C. F.2013TRAVENSOLO, C. F. ; GOESSLER, K.F. ; POLITO, M.D. . Correlação entre o teste de caminhada de seis minutos e o teste do degrau em idosos. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia (UnATI. Impresso), v. 16, p. 375-383, 2013.

38.
GOESSLER, K.F.2013GOESSLER, K.F. ; POLITO, M.D. . Relação entre o sistema renina angiotensina e as respostas cardiovasculares promovidas pelo exercício físico. Medicina (Ribeirao Preto. Online), v. 46, p. 243-255, 2013.

39.
GERAGE, A.2013GERAGE, A. ; FORJAZ, C.L. ; NASCIMENTO, M. ; JANUÁRIO, R.S. ; POLITO, M. ; CYRINO, E. . Cardiovascular Adaptations to Resistance Training in Elderly Postmenopausal Women. International Journal of Sports Medicine, v. 34, p. 806-813, 2013.

40.
GOESSLER, K.F.2012GOESSLER, K.F. ; POLITO, M. D. . Hipertensão arterial, betabloqueadores e exercício físico aeróbio. RBM. Revista Brasileira de Medicina (Rio de Janeiro), v. 69, p. 87-94, 2012.

41.
COSTA, J.B.Y.2012COSTA, J.B.Y. ; ANUNCIAÇÃO, P.G. ; RUIZ, R.J. ; CASONATTO, J. ; POLITO, M. D. . Effect of caffeine intake on blood pressure and heart rate variability after a single bout of aerobic exercise. International Sportmed Journal for Fims, v. 13, p. 109-121, 2012.

42.
ANUNCIAÇÃO, P.G.2012ANUNCIAÇÃO, P.G. ; POTON, R. ; SZYTKO, A. ; POLITO, M. D. . Comportamento cardiovascular após o exercício resistido realizado de diferentes formas e volumes de trabalho. Revista Brasileira de Medicina do Esporte (Impresso), v. 18, p. 117-121, 2012.

43.
LOVATO, N. S.2012LOVATO, N. S. ; ANUNCIAÇÃO, P.G. ; POLITO, M. D. . Pressão arterial e variabilidade de frequência cardíaca após o exercício aeróbio e com pesos realizados na mesma sessão. Revista Brasileira de Medicina do Esporte (Impresso), v. 18, p. 22-25, 2012.

44.
OLIVEIRA, R.S.2012OLIVEIRA, R.S. ; COSTA, M.V. ; PEDRO, R.E. ; POLITO, M. D. ; AVELAR, A. ; CYRINO, E.S. ; NAKAMURA, F.Y. . Acute cardiac autonomic responses after a bout of resistance exercise. Science & Sports, v. 27, p. 357-364, 2012.

45.
RAMOS, S. P.2012RAMOS, S. P. ; SANTOS, V. B. C. ; RUIZ, R.J. ; PRETI, M. C. P. ; VENTURA, M. C. ; NOGUEIRA, M. S. ; CAMPANA, F. B. ; MULLER, S. S. ; POLITO, M. D. ; SIQUEIRA, C. P. C. M. . Efeito do treinamento físico e da ingestão crônica de cafeína sobre o tecido ósseo de ratos jovens. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte (Impresso), v. 26, p. 209-217, 2012.

46.
MATOS, D. G.2012MATOS, D. G. ; AIDAR, F. J. ; POLITO, M. D. ; VENTURINI, G. P. ; SALGUEIRO, R. S. ; VALENTE, F. N. ; MAZINI FILHO, M. L. . Efeito de diferentes frequências semanais de treinamento físico geral sobre a flexibilidade de mulheres de meia idade. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano (Online), v. 14, p. 582-591, 2012.

47.
GOESSLER, K.F.2012GOESSLER, K.F. ; POLITO, M. D. . Inibidor direto da renina e hipertensão arterial: uma revisão. Revista Brasileira de Cardiologia, v. 25, p. 241-255, 2012.

48.
Ruiz, Roberto José2011Ruiz, Roberto José ; Simão, Roberto ; Saccomani, Milene Granja ; Casonatto, Juliano ; Alexander, Jeffrey L ; Rhea, Matthew ; Polito, Marcos Doederlein . Isolated and Combined Effects of Aerobic and Strength Exercise on Post-exercise Blood Pressure and Cardiac Vagal Reactivation in Normotensive Men. Journal of Strength and Conditioning Research, p. 1, 2011.

49.
ANUNCIAÇÃO, P.G.2011ANUNCIAÇÃO, P.G. ; POLITO, M. D. . Hipotensão pós-exercício em indivíduos hipertensos: uma revisão. Arquivos Brasileiros de Cardiologia (Impresso), v. 96, p. 425-426, 2011.

50.
Casonatto, Juliano2011Casonatto, Juliano ; Tinucci, Taís ; Dourado, Antônio Carlos ; POLITO, M.D. . Cardiovascular and autonomic responses after exercise sessions with different intensities and durations. Clinics (USP. Impresso), v. 66, p. 453-458, 2011.

51.
Christofaro, Diego G. D2011Christofaro, Diego G. D ; Ritti-Dias, Raphael M ; Fernandes, Rômulo A ; Polito, Marcos D ; Andrade, Selma M. de ; Cardoso, Jefferson R ; Oliveira, Arli Ramos de . Detecção de hipertensão arterial em adolescentes através de marcadores gerais e adiposidade abdominal. Arquivos Brasileiros de Cardiologia (Impresso), v. 96, p. 465-470, 2011.

52.
IMAZU, A. A.2011IMAZU, A. A. ; POLITO, M. D. . Recomendação de exercícios físicos para hipertensos por cardiologistas de Londrina/PR. Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício, v. 10, p. 4-7, 2011.

53.
ANUNCIAÇÃO, P.G.2011ANUNCIAÇÃO, P.G. ; CASONATTO, J. ; POLITO, M. D. . Blood pressure responses and heart rate variability after resistance exercise with different intensities and same workload. International Sportmed Journal, v. 12, p. 53-67, 2011.

54.
RUIZ, R.J.2011RUIZ, R.J. ; GOESSLER, K.F. ; RISSARDI, L. ; ARAUJO, A. ; POLITO, M. D. . Ingestão de cafeína e respostas cardiovasculares após sessão de exercícios resistidos. Revista Brasileira de Cardiologia, v. 24, p. 112-115, 2011.

55.
POLITO, M.D.2011POLITO, M.D.; NÓBREGA, A.C.L. ; FARINATTI, P.T.V. . Blood pressure and forearm blood flow after multiple sets of a resistive exercise for the lower limbs. Blood Pressure Monitoring, v. 16, p. 180-185, 2011.

56.
Goessler, Karla Fabiana2011Goessler, Karla Fabiana ; Ruiz, Roberto José ; Simão, Andréa Name Colado ; Siqueira, Cláudia Patrícia Cardoso Martins ; Ramos, Solange De Paula ; Polito, Marcos Doederlein . Efeito citotóxico provocado por ciclofosfamida na massa corporal e no tecido muscular estriado esquelético de ratos treinados.. Revista da Educação física/UEM (Online), v. 22, p. 273-281, 2011.

57.
CASONATTO, J.2011CASONATTO, J. ; POLITO, M. D. . Pressão arterial e variabilidade da freqüência cardíaca no repouso prolongado na posição sentada. Suplemento da Revista da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, v. 21, p. 3-8, 2011.

58.
da Costa Santos, V. B.2011da Costa Santos, V. B. ; Ruiz, R. J. ; VETTORATO, E. D. ; Nakamura, F. Y. ; JULIANI, L. C. ; POLITO, M. D. ; SIQUEIRA, C. P. C. M. ; de Paula Ramos, S. . Effects of chronic caffeine intake and low-intensity exercise on skeletal muscle of Wistar rats. Experimental Physiology (Print), v. 96, p. 1228-1238, 2011.

59.
WERNECK, F. Z.2011WERNECK, F. Z. ; LIMA, J. R. P. ; POLITO, M. D. ; COELHO, E. F. ; RIBEIRO, L. S. . Exercícios aeróbio e contra-resistência: influência da intensidade na hipotensão pós-esforço. Revista Brasileira de Cardiologia (Online), v. 24, p. 362-368, 2011.

60.
MAZINI FILHO, M. L.2011MAZINI FILHO, M. L. ; RODRIGUES, B. M. ; AIDAR, F. J. ; REIS, V. M. ; POLITO, M. D. ; VENTURINI, G. P. ; MATOS, D. G. . Influência dos exercícios aeróbio e resistido sobre perfil hemodinâmico e lipídico em idosas hipertensas. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, v. 19, p. 15-22, 2011.

61.
SALLES, B.F.2010SALLES, B.F. ; MAIOR, A.S. ; POLITO, M. D. ; ALEXANDER, J. ; RHEA, M. ; SIMÃO, R. . Influence of Rest Interval Lengths on Hypotensive Response After Strength Training Sessions Performed by Older Men. Journal of Strength and Conditioning Research, v. 24, p. 3049-3054, 2010.

62.
POLITO, M. D.2010POLITO, M. D.; CYRINO, E.S. ; GERAGE, A.M. ; NASCIMENTO, M.A. ; JANUARIO, R.S.B. . Efeito de 12 semanas de treinamento com pesos sobre a força muscular, composição corporal e triglicérides em homens sedentários. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 16, p. 29-32, 2010.

63.
VELOSO, J.2010VELOSO, J. ; POLITO, M. D. ; RIERA, T. ; CELES, R. ; VIDAL, J. C. ; BOTTARO, M. F. . Efeitos do intervalo de recuperação entre as séries sobre a pressão arterial após exercícios resistidos. Arquivos Brasileiros de Cardiologia (Impresso), v. 94, p. 512-518, 2010.

64.
Antunes, Marcelo Moreira2010Antunes, Marcelo Moreira ; POLITO, M.D. ; Resende, Helder Guerra de . Aspectos interferentes na qualidade do curso de educação física na ótica do corpo discente. Avaliação (UNICAMP), v. 15, p. 159-179, 2010.

65.
COSTA, J.B.Y.2010COSTA, J.B.Y. ; GERAGE, A.M. ; GONCALVES, C.G.S. ; PINA, F.L.C. ; POLITO, M.D. . Influência do estado de treinamento sobre o comportamento da pressão arterial após uma sessão de exercícios com pesos em idosas hipertensas. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 16, p. 103-106, 2010.

66.
POLITO, M.D.;Polito, Marcos D.;Polito, Marcos D;POLITO, M.2009POLITO, M.D.; FARINATTI, P.T.V. . The Effects of Muscle Mass and Number of Sets During Resistance Exercise on Postexercise Hypotension. Journal of Strength and Conditioning Research, v. 23, p. 2351-2357, 2009.

67.
LEMOS, A.2009LEMOS, A. ; SIMÃO, R. ; POLITO, M.D. ; SALLES, B.F. ; RHEA, M. ; ALEXANDER, J. . The acute influence of two intensities of aerobic exercise on strength training performance in elderly women. Journal of Strength and Conditioning Research, v. 23, p. 1252-1257, 2009.

68.
FARINATTI, P.T.V.2009POLITO, M.D.; FARINATTI, P.T.V. ; NAKAMURA, F.Y. . Influence of Recovery Posture on Blood Pressure and Heart Rate After Resistance Exercises in Normotensive Subjects. Journal of Strength and Conditioning Research, v. 23, p. 2487-2492, 2009.

69.
CASONATTO, J.2009CASONATTO, J. ; POLITO, M.D. . Hipotensão pós-exercício aeróbio: uma revisão sistemática. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 15, p. 151-157, 2009.

70.
POLITO, M.D.2009POLITO, M.D.. Força muscular versus pressão arterial de repouso: uma revisão baseada no treinamento com pesos. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 15, p. 299-305, 2009.

71.
CHRISTOFARO, D.G.D.2009CHRISTOFARO, D.G.D. ; CASONATTO, J. ; POLITO, M.D. ; CARDOSO, J.R. ; GUARIGLIA, D.A. ; GERAGE, A.M. ; OLIVEIRA, A.R. . Evaluation of the Omron MX3 Plus monitor for blood pressure measurement in adolescents. European Journal of Pediatrics, v. 168, p. 1349-1354, 2009.

72.
CHRISTOFARO, D.G.D.2009CHRISTOFARO, D.G.D. ; FERNANDES, R.A. ; GERAGE, A.M. ; ALVES, M.J. ; POLITO, M.D. ; OLIVEIRA, A.R. . Validação do monitor de medida de pressão arterial Omron HEM 742 em adolescentes. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, v. 92, p. 10-15, 2009.

73.
SPOLADOR, J.G.O.2009SPOLADOR, J.G.O. ; POLITO, M.D. . Influência da atividade física, pressão arterial e variáveis antropométricas da gestante sobre o peso do feto ao nascer. Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício, v. 8, p. 29-32, 2009.

74.
CHRISTOFARO, D.G.D.2009CHRISTOFARO, D.G.D. ; FERNANDES, R.A. ; POLITO, M. D. ; ROMANZINI, M. ; RONQUE, E.R.V. ; GOBBO, L.A. ; OLIVEIRA, A.R. . A comparison between overweight cutoff points for detection of high blood pressure in adolescents. Jornal de Pediatria, v. 85, p. 353-358, 2009.

75.
COELHO, B.T.2009COELHO, B.T. ; POLITO, M.D. . Efeito agudo de uma sessão de hidroginástica sobre a resposta da pressão arterial em gestantes não hipertensas. Revista da SOCERJ, v. 22, p. 75-79, 2009.

76.
NAKAMURA, F.Y.2009NAKAMURA, F.Y. ; CALDEIRA, L.F.S. ; LAURSEN, P. ; POLITO, M. D. ; LEME, L. ; BUCHHEIT, M. . Cardiac autonomic responses to repeated shuttle sprints. International Journal of Sports Medicine, v. 30, p. 808-813, 2009.

77.
POLITO, M. D.2009POLITO, M. D.; SIMÃO, R. ; SACCOMANI, M.G. ; CASONATTO, J. . Influência de uma sessão de exercício aeróbio e resistido sobre a hipotensão pós-esforço em hipertensos. Revista da SOCERJ, v. 22, p. 330-334, 2009.

78.
SILVA, E. C.2009SILVA, E. C. ; MELLO, T. M. ; BITENCOURT, V. ; POLITO, M.D. . Comparação do duplo-produto entre exercícios de força e aeróbio. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, v. 3, p. 354-358, 2009.

79.
MONTEIRO, W.D.2008MONTEIRO, W.D. ; SIMÃO, R. ; POLITO, M.D. ; SANTANA, C. ; CHAVES, R. ; BEZERRA, E. ; FLECK, S. . Influence of strength training on adult women's flexibility. Journal of Strength and Conditioning Research, v. 22, p. 672-677, 2008.

80.
POLITO, M.D.;Polito, Marcos D.;Polito, Marcos D;POLITO, M.2008POLITO, M.D.; SIMÃO, R. ; LIRA, V.A. ; NÓBREGA, A.C.L. ; FARINATTI, P.T.V. . Série fracionada da extensão de joelho proporciona maiores respostas cardiovasculares que séries contínuas. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, v. 90, p. 382-387, 2008.

81.
RODRIGUEZ, D.2008RODRIGUEZ, D. ; POLITO, M.D. ; BACURAU, R.F.P. ; PRESTES, J. ; PONTES, F.L. . Effect of different resistance exercise methods on post-exercise blood pressure. International Journal of Exercise Science, v. 1, p. 153-162, 2008.

82.
SACCOMANI, M.G.2008SACCOMANI, M.G. ; CASONATTO, J. ; CHRISTOFARO, D.G.D. ; GONCALVES, C.G.S. ; SIMÃO, R. ; SALLES, B.F. ; POLITO, M.D. . Impacto do treinamento em circuito na pressão arterial de jovens. Revista da SOCERJ, v. 21, p. 305-310, 2008.

83.
CHRISTOFARO, D.G.D.2008CHRISTOFARO, D.G.D. ; CASONATTO, J. ; CUCATO, G.G. ; GONCALVES, C.G.S. ; OLIVEIRA, A.R. ; POLITO, M.D. . Efeito da duração do exercício aeróbio sobre as respostas hipotensivas agudas pós-exercício. Revista da SOCERJ, v. 21, p. 404-408, 2008.

84.
SIMÃO, R.2008SIMÃO, R. ; SALLES, B.F. ; POLITO, M.D. . Efeito de um programa de treinamento físico de quatro meses sobre a pressão arterial de hipertensos. Revista da SOCERJ, v. 21, p. 393-398, 2008.

85.
TOMASI, T.2008TOMASI, T. ; SIMÃO, R. ; POLITO, M.D. . Comparação do comportamento da pressão arterial após sessões de exercício aeróbio e de força em indivíduos normotensos. Revista da Educação Física, v. 19, p. 361-367, 2008.

86.
SIMÃO, R.2008SIMÃO, R. ; POLITO, M.D. ; MONTEIRO, W.D. . Efeito de diferentes intervalos de recuperação em um programa de treinamento de força para indivíduos treinados. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 14, p. 353-356, 2008.

87.
LEMOS, A.2008LEMOS, A. ; SIMÃO, R. ; MONTEIRO, W.D. ; POLITO, M.D. ; NOVAES, J. . Desempenho da força em idosas após duas intensidades do exercício aeróbio. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 14, p. 28-32, 2008.

88.
SIMÃO, R.2007SIMÃO, R. ; FARINATTI, P.T.V. ; POLITO, M.D. ; CASTRO, L.E.V. ; FLECK, S. . Influence of exercise order on the number of repetitions performed and perceived exertion during resistance exercise in women. Journal of Strength and Conditioning Research, v. 21, p. 23-28, 2007.

89.
POLITO, M.D.;Polito, Marcos D.;Polito, Marcos D;POLITO, M.2007POLITO, M.D.; FARINATTI, P.T.V. ; LIRA, V.A. ; NÓBREGA, A.C.L. . Blood pressure assessment during resistance exercise: comparison between auscultation and Finapres. Blood Pressure Monitoring, v. 12, p. 81-86, 2007.

90.
CARVALHO, W.G.2007CARVALHO, W.G. ; TOMASI, T. ; DABLE, R.S. ; POLITO, M.D. ; BACURAU, R.F.P. ; NAVARRO, F. ; PONTES, F.L. . Relação entre obesidade e hábitos de vida em escolares da rede pública e privada da cidade de Santa Rosa - RS, Brasil. Revista Brasileira de Ciências da Saúde (IMES), v. 2, p. 34-40, 2007.

91.
SIMÃO, R.2007SIMÃO, R. ; FONSECA, T. ; MIRANDA, F. ; LEMOS, A. ; POLITO, M.D. . Comparação entre séries múltiplas nos ganhos de força em um mesmo volume e intensidade de treinamento. Fitness & Performance Journal (Online), v. 6, p. 362-366, 2007.

92.
LEMOS, A.2007LEMOS, A. ; SIMÃO, R. ; MONTEIRO, W.D. ; POLITO, M.D. ; NOVAES, J. . Verificação da influência aguda em duas intensidades do exercício aeróbico sobre o desempenho da força em idosos. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, v. 15, p. 25-31, 2007.

93.
D'ASSUNCAO, W.2007D'ASSUNCAO, W. ; DALTRO, M. ; SIMÃO, R. ; POLITO, M.D. ; MONTEIRO, W.D. . Respostas cardiovasculares agudas no treinamento de força conduzido em exercícios para grandes e pequenos grupamentos musculares. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 13, p. 118-122, 2007.

94.
SIMÃO, R.2006SIMÃO, R. ; POLITO, M.D. ; MIRANDA, H. ; CAMARGO, A. ; HOELLER, H. ; ELIAS, M. ; MAIOR, A.S. . Análise de diferentes intervalos entre as séries em um programa de treinamento de força. Fitness & Performance Journal (Online), v. 5, p. 290-294, 2006.

95.
POLITO, M.D.;Polito, Marcos D.;Polito, Marcos D;POLITO, M.2006POLITO, M.D.; FARINATTI, P.T.V. . Comportamento da pressão arterial após exercícios contra-resistência: uma revisão sistemática sobre variáveis determinantes e possíveis mecanismos. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 12, p. 386-392, 2006.

96.
SIMÃO, R.2005SIMÃO, R. ; FARINATTI, P.T.V. ; POLITO, M.D. ; MAIOR, A.S. ; FLECK, S. . Influence of exercise order on the number of repetitions performed and perceived exertion during resistance exercises. Journal of Strength and Conditioning Research, Estados Unidos, v. 19, n.1, p. 152-156, 2005.

97.
SIMÃO, R.2005SIMÃO, R. ; FLECK, S. ; POLITO, M. D. ; MONTEIRO, W.D. ; FARINATTI, P.T.V. . Effects of Resistance Training Intensity, Volume, and Session Format on the Postexercise Hypotensive Response. Journal of Strength and Conditioning Research, Estados Unidos, v. 19, n.4, p. 853, 2005.

98.
MARANHÃO NETO, G.A.2005MARANHÃO NETO, G.A. ; POLITO, M.D. ; LIRA, V.A. . Fidedignidade entre peso e estatura reportados e medidos e a influência do histórico de atividade física em indivíduos que procuram a prática supervisionada de exercícios. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 11, p. 141-145, 2005.

99.
MEDIANO, M.F.F.2005MEDIANO, M.F.F. ; PARAVIDINO, V. ; SIMÃO, R. ; PONTES, F.L. ; POLITO, M.D. . Comportamento subagudo da pressão arterial após o treinamento de força em hipertensos controlados. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 11, p. 337-340, 2005.

100.
CASTRO, L.E.V.2004CASTRO, L.E.V. ; POLITO, M.D. ; ZEGHBI, N. ; BIACHINI, R. ; SPINA, R. ; SIMÃO, R. . A influência aguda do exercício resistido na flexibilidade. Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício, Rio de Janeiro, v. 3, n.1, p. 46-51, 2004.

101.
POLITO, M.D.;Polito, Marcos D.;Polito, Marcos D;POLITO, M.2004POLITO, M.D.; SIMÃO, R. ; NÓBREGA, A.C.L. ; FARINATTI, P.T.V. . Pressão arterial, frequência cardíaca e duplo-produto em séries sucessivas do exercício de força com diferentes intervalos de recuperação. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto, Portugal, v. 4, n.3, p. 7-15, 2004.

102.
SIMÃO, R.2004SIMÃO, R. ; SENNA, G.W. ; NASSIF, L. ; LEITAO, N. ; ARRUDA, R. ; PRIORE, M. ; MAIOR, A.S. ; POLITO, M. D. . Influência dos diferentes protocolos de aquecimento na capacidade de desenvolver carga máxima no teste de 1RM. Fitness & Performance Journal (Online), Rio de Janeiro, v. 3, n.5, p. 261-265, 2004.

103.
MARTINS, A.C.S.2004MARTINS, A.C.S. ; NOGUEIRA, B.R.M.L. ; COUTO, F.V.P. ; NICOLAU, M.S.B. ; PONTES, F.L. ; SIMÃO, R. ; POLITO, M.D. . Comportamento da pressão arterial 12 horas após uma sessão de exercícios em hipertensos treinados. Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício, Rio de Janeiro, v. 3, n.2, p. 199-207, 2004.

104.
FERMINO, R.C.2004FERMINO, R.C. ; KOTABA, C. ; SANTOS, A. ; ZEN, V. ; SIMÃO, R. ; POLITO, M.D. ; MONTEIRO, W.D. . Influência de diferentes aquecimentos no desempenho da força muscular. Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício, Rio de Janeiro, v. 3, n.3, p. 249-256, 2004.

105.
ESTIMA, A.2004ESTIMA, A. ; BASSINI, D. ; POVOLERI, D. ; PONTES, F.L. ; POLITO, M.D. . Efeitos do treinamento físico de 28 semanas em portador da síndrome de Guillain-Barré: estudo de um caso. Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício, Rio de Janeiro, v. 3, n.3, p. 265-273, 2004.

106.
POLITO, M.D.;Polito, Marcos D.;Polito, Marcos D;POLITO, M.2004POLITO, M.D.; ROSA, C.C. ; SCHARDONG, P. . Respostas cardiovasculares agudas na extensão do joelho realizada em diferentes formas de execução. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 10, p. 173-176, 2004.

107.
CASTRO, L.E.V.2004CASTRO, L.E.V. ; POLITO, M.D. ; SIMÃO, R. ; FARINATTI, P.T.V. . Respostas agudas imediatas e tardias da flexibilidade na extensão do ombro em relação ao número de séries e duração do alongamento. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 10, p. 459-463, 2004.

108.
SIMÃO, R.2003SIMÃO, R. ; LEMOS, A. ; CASTRO, L.E.V. ; CHAVES, C.P.G. ; POLITO, M.D. . Força muscular máxima na extensão de perna uni e bilateral. Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício, Rio de Janeiro, v. 02, n.01, p. 47-57, 2003.

109.
POLITO, M.D.;Polito, Marcos D.;Polito, Marcos D;POLITO, M.2003POLITO, M.D.; MARANHÃO NETO, G.A. ; LIRA, V.A. . Componentes da aptidão física e sua influência sobre a prevalência de lombalgia. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Brasília, v. 11, n.2, p. 35-40, 2003.

110.
POLITO, M.D.;Polito, Marcos D.;Polito, Marcos D;POLITO, M.2003POLITO, M.D.; FARINATTI, P.T.V. . Respostas de freqüência cardíaca, pressão arterial e duplo-produto ao exercício contra-resistência: uma revisão de literatura. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto, Porto, v. 3, n.1, p. 79-91, 2003.

111.
SIMÃO, R.2003SIMÃO, R. ; POLITO, M.D. ; LEMOS, A. . Comportamento do duplo-produto em diferentes posições corporais nos exercícios contra-resistência. Fitness and Performance Journal, Rio de Janeiro, v. 2, n.5, p. 279-284, 2003.

112.
POLITO, M.D.;Polito, Marcos D.;Polito, Marcos D;POLITO, M.2003POLITO, M.D.; SIMÃO, R. ; CASTRO, L.E.V. . Tempo de tensão, percentual de carga e esforço percebido em testes de força envolvendo diferentes repetições máximas. Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício, Rio de Janeiro, v. 2, n.3, p. 290-296, 2003.

113.
POLITO, M.D.;Polito, Marcos D.;Polito, Marcos D;POLITO, M.2003POLITO, M.D.; FARINATTI, P.T.V. . Considerações sobre a medida da pressão arterial em exercícios contra-resistência. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 9, p. 25-33, 2003.

114.
POLITO, M.D.;Polito, Marcos D.;Polito, Marcos D;POLITO, M.2003POLITO, M.D.; SIMÃO, R. ; SENNA, G.W. ; FARINATTI, P.T.V. . Hypotensive effects of resistance exercises performed at different intensities and same work volumes. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 9, p. 74-77, 2003.

115.
SIMÃO, R.2002SIMÃO, R. ; POLITO, M.D. ; CASTRO, L.E.V. ; FARINATTI, P.T.V. . Influência da manipulação na ordem dos exercícios de força em mulheres treinadas sobre o número de repetições e percepção de esforço. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde, Paraná, v. 7, n.2, p. 53-61, 2002.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
RASO, V. (Org.) ; GREVE, J. M. D. (Org.) ; POLITO, M. D. (Org.) . Pollock: Fisiologia Clínica do Exercício. 1. ed. Barueri: Manole, 2013. 648p .

2.
POLITO, M. D.. Prescrição de exercícios para saúde e qualidade de vida. 1. ed. São Paulo: Phorte Editora, 2010. v. 2000. 160p .

Capítulos de livros publicados
1.
Casonatto, Juliano ; POLITO, M.D. . Exercício físico aeróbio e respostas agudas sobre a pressão arterial. In: Denilson de Castro Teixeira; Marcia Regina Aversani Lourenço. (Org.). Exercício Físico na Promoção da Saúde: temas e suas relações. 1ed.Belo Horizonte: Casa da Educação Física, 2016, v. 1, p. 127-140.

2.
Farinatti, Paulo ; POLITO, M. D. . Respostas cardiovasculares agudas e crônicas ao exercício. In: Paulo de Tarso Veras Farinatti. (Org.). Envelhecimento, promoção da saúde e exercício - vol. 2. 1ed.Barueri: Manole, 2014, v. 2, p. 17-37.

3.
POLITO, M. D.; CASONATTO, J. . Fundamentos em prescrição de exercícios físicos. Pollock: Fisiologia Clínica do Exercício. 1ed.Barueri: Manole, 2013, v. 1, p. 1-10.

4.
POLITO, M.D.. Respostas cardiovasculares agudas e exercício de força: breves considerações. In: Centro Universitário da Cidade. (Org.). Lições de educação física 2. Rio de Janeiro: UniverCidade Editora, 2007, v. , p. 41-56.

5.
POLITO, M.D.. Exercício de força para idosos: breves considerações. In: Renato Veras; Roberto Lourenço. (Org.). Formação humana em geriatria e gerontologia: uma perspectiva interdisciplinar. Rio de Janeiro: Unati/UERJ, 2006, v. , p. 249-252.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
LEMES, A. C. ; Polito, Marcos . Influência aguda da cafeína sobre o número de repetições realizadas em uma sessão de exercício resistido. In: XXVII Encontro Anual de Iniciação Cientifica da UEL, 2018, Londrina. XXVII Encontro Anual de Iniciação científica, 2018.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
POLITO, M.D.; SOUZA, D. B. ; Del COSO, J. ; Casonatto, Juliano . Efeito agudo da ingestão de bebida energética com cafeína no desempenho físico: revisão sistemática com metanálise. In: VI Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2016, LONDRINA. Anais do VI Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2016. p. 284.

2.
Goessler, Karla Fabiana ; POLITO, M.D. ; CORNELISSEN, V. . Effect of exercise training on the reninangiotensinaldosterone system in healthy individuals: a systematic review and metaanalysis. In: EUROPREVENT, 2015, LISBOA. European Journal of Preventive Cardiology, 2015. v. 22.

3.
Goessler, Karla Fabiana ; CORNELISSEN, V. ; OLIVEIRA, E. M. ; MOTA, G.F. ; POLITO, M.D. . ACE polymorphisms are associated with postexercise hypotension in hypertensive patients: a pilot study. In: EUROPREVENT, 2015, LISBOA. European Journal of Preventive Cardiology, 2015. v. 22.

4.
CASONATTO, J. ; POLITO, M. D. . Relação entre aptidão cardiorrespiratória e respostas hipotensivas agudas pós-exercício em indivíduos normotensos. In: IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2012, Londrina. Anais do IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2012. v. 1. p. 118-118.

5.
POLITO, M.D.; ANUNCIAÇÃO, P.G. . Efeito isolado e combinado dos exercícios aeróbio e resistido na hipotensão pós-esforço de hipertensos. In: XXIII Congresso Brasileiro de Medicina do Exercício e Esporte, 2011, Petrópolis. Revista Brasileira de Medicina do Esporte (Impresso), 2011. v. 17. p. 14-14.

6.
SACCOMANI, M.G. ; RUIZ, R.J. ; GERAGE, A.M. ; BATISTA, M.B. ; CASONATTO, J. ; POLITO, M. D. . Variabilidade da frequência cardíaca no exercicío aeróbio, pesos e combinado em estudantes universitários normotensos. In: Simpósio internacional de ciência do esporte, 2009, São Paulo. 35 Anos Construindo Saúde pela Atividade Física e o Esporte, 2010, São Paulo. Simpósio internacional de ciência do esporte, 2009, São Paulo. 35 Anos Construindo Saúde pela Atividade Física e o Esporte, 2010.

7.
GERAGE, A.M. ; POLITO, M. D. ; NASCIMENTO, M.A. ; CYRINO, E.S. . Efeito do treinamento resistido sobre a pressão arterial de repouso em mulheres idosas não hipertensas. In: XVII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão e XVIII Scientific Sessions of the Inter-American Society of Hypertension, 2009, Belo Horizonte. Anais do XVII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão e XVIII Scientific Sessions of the Inter-American Society of Hypertension, 2009.

8.
GERAGE, A.M. ; JANUARIO, R.S.B. ; CALDEIRA, L.F.S. ; POLITO, M.D. ; CYRINO, E.S. . Efeito hipotensivo em uma sessão de treinamento com pesos em mulheres idosas. In: II Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2008, Londrina. Anais do II Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2008. p. 162.

9.
CHRISTOFARO, D.G.D. ; POLITO, M.D. ; OLIVEIRA, A.R. ; SACCOMANI, M.G. ; CASONATTO, J. ; BATISTA, M.B. . Acurácia do monitor de medida da pressão arterial Omron HEM-742 em adolescentes. In: II Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2008, Londrina. Anais do II Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2008. p. 57.

10.
POLITO, M.D.; NÓBREGA, A.C.L. ; FARINATTI, P.T.V. . Fluxo sangüíneo do antebraço em repouso e durante a hiperemia reativa após uma sessão de exercício com pesos. In: II Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2008, Londrina. Anais do II Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2008. p. 112.

11.
COSTA, J.B.Y. ; GERAGE, A.M. ; GOESSLER, K.F. ; RUIZ, R.J. ; ANUNCIAÇÃO, P.G. ; RAQUEL, H.A. ; POLITO, M.D. . Efeito agudo da ingestão de cafeína sobre a medida de pressão arterial de repouso em mulheres idosas. In: II Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2008, Londrina. Anais do II Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2008. p. 190.

12.
OLIVEIRA, R.S. ; COSTA, M.V. ; PEREIRA, T.A.S. ; GONCALVES, C.G.S. ; ANUNCIAÇÃO, P.G. ; RUIZ, R.J. ; NAKAMURA, F.Y. ; POLITO, M.D. . Influência dos grupamentos musculares na recuperação da variabilidade da freqüência cardíaca em exercício contra-resistência. In: II Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2008, Londrina. Anais do II Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2008. p. 157.

13.
POLITO, M.D.; FARINATTI, P.T.V. . Efeito da massa muscular e do número de séries do exercício com pesos sobre a hipotensão pós-exercício. In: XXXI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2008, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2008. v. 16. p. 43.

14.
GONCALVES, C.G.S. ; ANUNCIAÇÃO, P.G. ; RUIZ, R.J. ; COSTA, J.B.Y. ; POLITO, M.D. . Pressão arterial durante o exercício aeróbio em diferentes ergômetros realizados com a mesma freqüência cardíaca. In: XXXI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2008, São Paulo. Revist Brasileira de Ciência e Movimento, 2008. v. 16. p. 63.

15.
CHRISTOFARO, D.G.D. ; POLITO, M.D. ; OLIVEIRA, A.R. ; SERRASUELO JÚNIOR, H. ; ANUNCIAÇÃO, P.G. . Associação entre pressão arterial elevada e excesso de peso em adolescentes. In: XXXI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2008, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2008. v. 16. p. 76.

16.
RAQUEL, H.A. ; GOESSLER, K.F. ; GERAGE, A.M. ; SACCOMANI, M.G. ; RUIZ, R.J. ; COSTA, J.B.Y. ; POLITO, M.D. . Pressão arterial e freqüência cardíaca de idosas após uma aula de hidroginástica. In: XXXI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2008, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2008. v. 16. p. 194.

17.
POLITO, M.D.. Impacto de uma sessão de hidroginástica sobre a resposta da pressão arterial pós-exercício em gestantes. In: XXXI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2008, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2008. v. 16. p. 225.

18.
CASONATTO, J. ; CHRISTOFARO, D.G.D. ; SACCOMANI, M.G. ; POLITO, M.D. . Associação entre a prática habitual de atividades físicas e a pressão arterial em crianças e adolescentes. In: XXXI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2008, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2008. v. 16. p. 147.

19.
SACCOMANI, M.G. ; CHRISTOFARO, D.G.D. ; CASONATTO, J. ; BATISTA, M.B. ; RUIZ, R.J. ; POLITO, M.D. . Circunferência de cintura como preditor de pressão arterial elevada em adolescentes. In: XXXI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2008, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2008. v. 16. p. 147.

20.
RUIZ, R.J. ; SACCOMANI, M.G. ; POLITO, M.D. . Comportamento das respostas cardiovasculares após teste de esforço máximo em indivíduos normotensos. In: XXXI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2008, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2008. v. 16. p. 228.

21.
GONCALVES, C.G.S. ; CHRISTOFARO, D.G.D. ; COSTA, J.B.Y. ; SACCOMANI, M.G. ; POLITO, M.D. . Respostas cardiovasculares após uma sessão de exercícios com pesos em adolescentes normotensos. In: II Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2008, Londrina. Anais do II Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2008. p. 50.

22.
OLIVEIRA, J.A.G. ; CARDOSO, J. ; PONTES, F.L. ; POLITO, M.D. . Resposta aguda imediata da pressão arterial em gestantes normotensas pós-sessão de hidroginástica. In: II Congresso da Sociedade de Medicina do Esporte do Rio de Janeiro, 2006, Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, 2006. v. 12. p. s22-s22.

23.
TOMASI, T. ; POLITO, M.D. ; PONTES, F.L. . Comportamento da pressão arterial após exercício aeróbio e exercício de força. In: 18 Congresso Brasileiro de Medicina do Esporte, 2006, Bento Gonçalves. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, 2006. v. 12. p. 410.

24.
CARVALHO, W.G. ; TOMASI, T. ; DABLE, R.S. ; POLITO, M.D. . Ocorrência de obesidade em escolares da rede pública e privada da cidade de Santa Rosa e possíveis correlações com os hábitos de vida. In: 18 Congresso Brasileiro de Medicina do Esporte, 2006, Bento Gonçalves. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, 2006. v. 12. p. 412.

25.
NOGUEIRA, B.R.M.L. ; MARTINS, A.C.S. ; COUTO, F.V.P. ; NICOLAU, M.S.B. ; PONTES, F.L. ; POLITO, M.D. ; SIMÃO, R. . Comportamento da pressão arterial 12 horas após uma sessão de exercícios em hipertensos treinados. In: XIII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão, 2005, Ribeirão Preto. Revista da Sociedade Brasileira de Hipertensão, 2005. v. 8. p. 4-4.

26.
POLITO, M.D.; POLITO, R.S.S. . Força muscular em universitários através de diferentes testes. In: XXVIII Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2005, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2005. v. 13. p. 69-69.

27.
POLITO, R.S.S. ; POLITO, M.D. . Comparação da força muscular em meninas praticantes e não praticantes de ginástica olímpica. In: XXVIII Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2005, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2005. v. 13. p. 70-70.

28.
FERREIRA, L. ; FARINATTI, P.T.V. ; POLITO, M.D. ; VELOSO, U. . Influência da carga de trabalho e tempo de tensão sobre as respostas agudas de freqüência cardíaca, pressão arterial e duplo-produto durante exercícios contra-resistência em mulheres idosas. In: XXVIII Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2005, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2005. v. 13. p. 185-185.

29.
DALSOTTO, A.R. ; MUNIZ, R.J. ; POLITO, M.D. . Influência do treinamento de 12 semanas sobre a força muscular, composição corporal e triglicerídios em sedentários. In: XXVIII Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2005, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2005. v. 13. p. 260-260.

30.
POLITO, M.D.; NÓBREGA, A.C.L. ; FARINATTI, P.T.V. . Medida da pressão arterial em exercício de força: relação entre os métodos auscultatório e fotopletismográfico. In: II Encontro Brasileiro de Fisiologia do Exercício, 2004, Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício, 2004. v. 3.

31.
BERNARDES, A.C. ; GAMMA, D. ; POLITO, M.D. . Aptidão física em policiais militares do Rio de Janeiro após 5 anos de corporação. In: II Encontro Brasileiro de Fisiologia do Exercício, 2004, Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício, 2004. v. 3.

32.
SIMÃO, R. ; FLECK, S. ; POLITO, M.D. ; MONTEIRO, W.D. ; FARINATTI, P.T.V. . Efeitos dos exercícios resistidos conduzidos em diferentes intensidades, volumes e métodos na pressão arterial. In: II Encontro Brasileiro de Fisiologia do Exercício, 2004, Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício, 2004. v. 3.

33.
POLITO, M.D.; POLITO, R.S.S. . Nível de conhecimento e prevalência do uso de anabolizantes em alunos do primeiro ano de educação física. In: XXVII Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2004, São Paulo. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, 2004. p. 146.

34.
PARAVIDINO, V. ; MEDIANO, M.F.F. ; POLITO, M.D. ; OLIVEIRA JÚNIOR, A.V. ; BARBOSA, J.S.O. . Treinamento de força e hipotensão pós-exercício em hipertensos. In: XXVII Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2004, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2004. p. 131.

35.
CARVALHO, N. ; LEMOS, A. ; POLITO, M.D. ; SIMÃO, R. ; NOVAES, J. . Influência das diferentes ordenações sobre número de repetições e percepção subjetiva de esforço nos exercícios resistidos. In: XXVII Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2004, São Paulo. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, 2004. p. 169.

36.
FERMINO, R.C. ; KOTABA, C. ; POLITO, M.D. ; SIMÃO, R. . Influência de diferentes tipos de aquecimento no desempenho da força muscular. In: XXVII Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2004, São Paulo. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, 2004. p. 193.

37.
SILVEIRA, A.L.B. ; SANTOS, F.B. ; POLITO, M.D. . Resposta aguda da amplitude articular do ombro induzidas pelos treinamentos de força e flexibilidade. In: Congresso da Sociedade de Medicina do Esporte do Rio de Janeiro, 2004, Petrópolis. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, 2004. v. 10. p. 440-440.

38.
MEDIANO, M.F.F. ; PARAVIDINO, V. ; POLITO, M.D. ; OLIVEIRA JÚNIOR, A.V. ; BARBOSA, J.S.O. . Efeito de diferentes volumes de treinamento de força na hipotensão pós-exercício em indivíduos hipertensos. In: Congresso da Sociedade de Medicina do Esporte do Rio de Janeiro, 2004, Petrópolis. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, 2004. v. 10. p. 437-437.

39.
FARINATTI, P.T.V. ; SIMÃO, R. ; SENNA, G.W. ; POLITO, M.D. . Hypotensive effect duration after resistive exercise depends on intensity. In: American College of Sports Medicine 50th Annual Meeting, 2003, San Francisco,. Medicine & Science in Sports & Exercise, 2003. v. 35. p. S293.

40.
SIMÃO, R. ; POLITO, M.D. ; FARINATTI, P.T.V. ; CASTRO, L.E.V. . Order manipulation in resistive exercise over the number of repetitions and contraction time. In: American College of Sports Medicine 50th Annual Meeting, 2003, San Francisco,. Medicine & Science in Sports & Exercise, 2003. v. 35. p. S293.

41.
SILVEIRA, A.L.B. ; POLITO, M.D. . Alongamento antes do exercício de força não altera o número de repetições máximas em indivíduos sedentários. In: XXVI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2003, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2003. p. 55-55.

42.
PEREIRA, M. ; ROCHA, F.P.G. ; MARDONES, M.B.M. ; POLITO, M.D. ; LIRA, V.A. ; MARANHÃO NETO, G.A. . Praticantes de musculação e indivíduos sedentários apresentam a força máxima dos músculos extensores do tronco diferente?. In: XXVI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2003, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2003. p. 158-158.

43.
POLITO, R.S.S. ; POLITO, M.D. . Percentuais de carga máxima e número de repetições máximas em exercícios de força para grupos musculares diferentes. In: XXVI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2003, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2003. p. 157-157.

44.
MARINHO, T.M.L.V. ; COCUROCCI, E. ; POLITO, M.D. . Influência aguda da flexibilidade sobre número de repetições máximas na extensão bilateral dos joelhos em mulheres treinadas. In: XXVI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2003, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2003. p. 162-162.

45.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R. ; NÓBREGA, A.C.L. ; FARINATTI, P.T.V. . Fracionamento das séries em exercício de força pode associar-se a maior estresse cardiovascular que séries contínuas. In: XXVI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2003, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2003. p. 164-164.

46.
CASTRO, L.E.V. ; POLITO, M.D. ; SIMÃO, R. ; FARINATTI, P.T.V. . Respostas agudas imediatas e tardias da flexibilidade da extensão do ombro em relação ao número de séries e duração do alongamento. In: XXVI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2003, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2003. p. 165-165.

47.
FARINATTI, P.T.V. ; SIMÃO, R. ; NÓBREGA, A.C.L. ; POLITO, M.D. . A sobrecarga cardíaca durante a extensão unilateral do joelho independe do intervalo de recuperação entre as séries. In: XXVI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2003, São Paulo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2003. p. 91-91.

48.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R. ; FARINATTI, P.T.V. ; CASTRO, L.E.V. . Tempo de tensão, percentual de carga e esforço percebido em testes de força envolvendo diferentes repetições máximas. In: XXV Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2002, São Paulo,. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2002. v. 10. p. 79.

49.
SIMÃO, R. ; POLITO, M.D. ; CASTRO, L.E.V. ; FARINATTI, P.T.V. . Manipulação da ordem de exercícios contra-resistência sobre número de repetições, freqüência cardíaca e tempo de contração. In: XXV Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2002, São Paulo,. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2002. v. 10. p. 150.

50.
MARCHESE, L. ; MARANHÃO NETO, G.A. ; POLITO, M.D. ; LIRA, V.A. . Resistência muscular e a aptidão cardiorrespiratória após treinamento em ginástica localizada. In: XXV Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2002, São Paulo,. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2002. v. 10. p. 151.

51.
MARANHÃO NETO, G.A. ; POLITO, M.D. ; LIRA, V.A. . A aptidão física e a prática de atividade física de lazer afetam a precisão nos relados de peso e altura. In: Simpósio Luso-Brasileiro de Medicina do Esporte, 2001, Rio de Janeiro,. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, 2001. v. 7. p. 98.

52.
POLITO, M.D.; MARANHÃO NETO, G.A. ; LIRA, V.A. . A flexibilidade de tronco e quadril influencia a prevalência de lombalgia. In: XXIV Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2001, São Paulo,. Anais do XXIV Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2001. v. 24. p. 111.

Artigos aceitos para publicação
1.
GRANDOLFI, K. ; CAVALARI, J. V. ; GOES, R. C. ; POLITO, M.D. ; Casonatto, Juliano . Acute citrulline oral supplementation induces a greater post-exercise hypotension response in hypertensive than normotensive individuals. REVISTA DE NUTRIÇÃO, 2019.

2.
SOUZA, D. B. ; DUNCAN, M. ; POLITO, M. D. . Acute Caffeine Intake Improves Lower Body Resistance Exercise Performance With Blood Flow Restriction. International Journal of Sports Physiology and Performance, 2018.

3.
POLITO, M.D.. Improving muscular strength and hypertrophy: are we following the right scientific way?. JOURNAL OF SPORTS MEDICINE AND PHYSICAL FITNESS, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
POLITO, M.D.. Educação Física: Por Que Pesquisar?. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
POLITO, M.D.. Exercício resistido na hipertensão. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
Polito, Marcos. Consultor Ad hoc do CNPq. 2018.

Trabalhos técnicos
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
Polito, Marcos; CHIMIN, P. ; PERANDINI, L.A.B. . V Semana da Educação Física da UEL. 2018. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
POLITO, M.D.. Revisão científica do livro Fisiologia e Prescrição de Exercícios para Grupos Especiais. Autor Roberto Simão. 2004. (Revisão científica).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
CASONATTO, J.; BUZZACHERA, C. F.; POLITO, M.D.. Participação em banca de KAMILA GRANDOLFI. PLANILHA ELETRÔNICA PARA QUANTIFICAÇÃO DE CARGA DIÁRIA DE TREINAMENTO AERÓBICO GUIADA PELA VARIABILIDADE DA FREQUÊNCIA CARDÍACA. 2017. Dissertação (Mestrado em MESTRADO PROFISSIONAL EM EXERCÍCIO FÍSICO NA PROMOÇÃO DA SAÚDE) - Universidade Norte do Paraná.

2.
CARDOSO JUNIOR, C. G.; ZANESCO, A.; POLITO, M.D.. Participação em banca de FERNANDA DOS SANTOS NERI. EFEITO AGUDO DO EXERCÍCIO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE NAS RESPOSTAS DE PRESSÃO ARTERIAL PÓS-EXERCÍCIO DE MULHERES PÓS-MENOPAUSADAS. 2017. Dissertação (Mestrado em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina.

3.
Farinatti, Paulo; MONTEIRO, W.D.; POLITO, M.D.. Participação em banca de Denilson da Silveira Vasconcelos. Atividade autonômica como mecanismo potencial da hipotensão pós-exercício: revisão sistemática. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciências da Atividade Física) - Universidade Salgado de Oliveira.

4.
POLITO, M. D.; NOVAES, J.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Belmiro Freitas de Salles. Efeito do treinamento de força com diferentes durações de intervalo entre as séries na resposta hipotensiva de idosos. 2011. Dissertação (Mestrado em Educacao Fisica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

5.
POLITO, M. D.; NOVAES, J.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Pedro Rodrigues de Menezes. Diferentes ordens do treinamento de força e seus efeitos tardios sobre a pressão arterial e controle autonômico cardíaco. 2011. Dissertação (Mestrado em Educacao Fisica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

6.
FORJAZ, C. L. M.; UGRINOWITSCH, C.; POLITO, M. D.. Participação em banca de Hélcio Kanegusuku. Efeito do treinamento resistido progressivo de alta intensidade sobre a pressão arterial e seus mecanismos hemodinâmicos e neurais em indivíduos idosos. 2011. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade de São Paulo.

7.
POLITO, M. D.; OLIVEIRA, A.R.; GOBBI, S.. Participação em banca de Fábio Luiz Chehce Pina. Efeito de diferentes frequências de treinamento com pesos e equivalente volume de treino sobre a força muscular e composição corporal em idosas. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina.

8.
POLITO, M.D.. Participação em banca de Lúcio Flávio Soares Caldeira. Potência crítica em exercício contínuo e intermitente: respostas fisiológicas e tempo até a exaustão. 2009. Dissertação (Mestrado em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina.

9.
CYRINO, E.S.; POLITO, M. D.; BOTTARO, M. F.. Participação em banca de Ademar Avelar de Almeida Junior. Impacto da ordem de execução dos exercícios durante o treinamento com pesos sobre a composição corporal.. 2009. Dissertação (Mestrado em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina.

10.
CYRINO, E.S.; FORJAZ, C. L. M.; POLITO, M. D.. Participação em banca de Aline Mendes Gerage. Impacto do treinamento com pesos sobre a pressão arterial e a variabilidade da frequência cardíaca de repouso e pós-exercício em mulheres idosas. 2009. Dissertação (Mestrado em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina.

11.
RESENDE, H.G.; POLITO, M.D.; SANTOS, R.F.; SILVA, N.S.L.. Participação em banca de Marcelo Moreira Antunes. Aspectos interferentes na qualidade do curso de educação física do Centro Universitário da Cidade sob a ótica do corpo discente. 2008. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Gama Filho.

12.
POLITO, M.D.. Participação em banca de João Henrique Carneiro Leão Veloso. Efeitos de diferentes intervalos de recuperação entre séries de exercícios resistidos na hipotensão pós-exercício. 2008. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade de Brasília.

13.
NAKAMURA, F.Y.; POLITO, M.D.; OLIVEIRA, F.R.. Participação em banca de Luiz Buoro Perandini. Controle autonômico e quantificação das cargas de atletas de elite de taekwondo. 2008. Dissertação (Mestrado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina.

14.
OLIVEIRA, A.R.; POLITO, M.D.; CONDE, W. L.. Participação em banca de Diego Giulliano Destro Christofaro. Prevalência de pressão arterial elevada e fatores de risco associado em adolescentes da cidade de Londrina, Paraná. 2008. Dissertação (Mestrado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina.

15.
POLITO, M.D.. Participação em banca de Jean Max Figueiredo. Efeitos hemodinâmicos do bloqueio sistêmico de prostaglandinas após exercício físico máximo em homens saudáveis. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências Cardiovasculares) - Universidade Federal Fluminense.

Teses de doutorado
1.
PINGE, M. C. M.; CESTANI, C. C.; UCHOA, E. T.; POLITO, M.D.; DEMINICE, R.. Participação em banca de HIVINY DE ATAIDES RAQUEL. PAPEL DO ÓXIDO NÍTRICO NA MODULAÇÃO DO BAROREFLEXO PELO NÚCLEO PARAVENTRICULAR DO HIPOTÁLAMO: EFEITOS DO TREINAMENTO FÍSICO OU SUPLEMENTAÇÃO COM L-ARGININA EM RATOS NORMOTENSOS. 2017. Tese (Doutorado em CIÊNCIAS FISIOLÓGICAS) - Universidade Estadual de Londrina.

2.
POLITO, M.D.; BUZZACHERA, C. F.; CASONATTO, J.; DEMINICE, R.; RAMOS, S. P.. Participação em banca de ROBERTA RAMOS PINTO. EFEITO DA RESTRIÇÃO DO FLUXO SANGUÍNEO SOBRE A HEMODINÂMICA, PERCEPÇÃO SUBJETIVA DO ESFORÇO E LACTACIDEMIA DURANTE A EXTENSÃO DE JOELHOS EM MULHERES HIPERTENSAS. 2017. Tese (Doutorado em Educação Física UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina.

3.
POLITO, M.D.; PITTA, F. O.; DEMINICE, R.; CORSO, S. D.; PROBST, V. S.. Participação em banca de CRISTIANE DE FÁTIMA TRAVENSOLO. Proposta de utilização do teste de degrau de seis minutos em pacientes com doença arterial coronariana. 2016. Tese (Doutorado em Educação Física UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina.

4.
POLITO, M. D.; FORJAZ, C. L. M.; RONDON, M. U. P. B.; IRIGOYEN, M. C. C.; ZANESCO, A.. Participação em banca de Andreia Cristiane Carrenho Queiroz. Hipotensão pós-exercício resistido em homens hipertensos: influência do uso do captopril. 2013. Tese (Doutorado em Educação Física) - Universidade de São Paulo.

5.
TRICOLI, V. A.; FORJAZ, C.L.; POLITO, M.D.; Bottaro, Martim; BOCALINI, D. S.. Participação em banca de Anderson Caetano de Paulo. Efeito da execução de diferentes protocolos de treinamento de força equalizados em densidade sobre a resposta aguda da pressão arterial em indivíduos hipertensos. 2013. Tese (Doutorado em Educação Física) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Doutorado
1.
TRICOLI, V. A.; FORJAZ, C. L. M.; POLITO, M. D.. Participação em banca de Anderson Caetano de Paulo. Efeito de diferentes protocolos de treinamento de força equalizados em densidade sobre a pressão arterial em indivíduos hipertensos. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Educação Física) - Universidade de São Paulo.

2.
REICHENHEIM, M. E.; FARINATTI, P.T.V.; POLITO, M. D.. Participação em banca de Geraldo Albuquerque Maranhão Neto. Desenvolvimento de modelo sem exercícios para predição da aptidão cardiorrespiratória em idosos. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde Coletiva) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Qualificações de Mestrado
1.
POLITO, M.D.; BUZZACHERA, C. F.; DEMINICE, R.. Participação em banca de Guilherme Henrique Dantas Palma. EFEITO DO NITRATO DIETÉTICO NO DESEMPENHO FÍSICO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA E MATANÁLISE. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina.

2.
CASONATTO, J.; BUZZACHERA, C. F.; POLITO, M.D.. Participação em banca de KAMILA GRANDOLFI. PLANILHA ELETRÔNICA PARA QUANTIFICAÇÃO DE CARGA DIÁRIA DE TREINAMENTO GUIADA PELA VARIABILIDADE DA FREQUÊNCIA CARDÍACA. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em MESTRADO PROFISSIONAL EM EXERCÍCIO FÍSICO NA PROMOÇÃO DA SAÚDE) - Universidade Norte do Paraná.

3.
CARDOSO JUNIOR, C. G.; ZANESCO, A.; POLITO, M.D.. Participação em banca de FERNANDA DOS SANTOS NERI. EFEITO AGUDO DO EXERCÍCIO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE NAS RESPOSTAS DE PRESSÃO ARTERIAL DE MULHERES PÓS-MENOPAUSADAS. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina.

4.
RESENDE, H.G.; POLITO, M. D.; SANTOS, R.F.; SILVA, N.S.L.; ABDALAD, L.S.. Participação em banca de Marcelo Moreira Antunes. ASPECTOS INTERFERENTES NA QUALIDADE DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA CIDADE SOB A ÓTICA DO CORPO DISCENTE. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Educação Física) - Universidade Gama Filho.

5.
Farinatti, Paulo; MONTEIRO, W.D.; SOARES, P.P.; POLITO, M. D.. Participação em banca de Mauricio Nunes Rodrigues. Respostas cardiorrespiratórias ao exercício em idosos: Uma análise com ênfase no débito cardíaco. 2004. Exame de qualificação (Mestrando em Educação Física) - Universidade Gama Filho.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
POLITO, M. D.; LOCH, M.R.; OKAZAKI, V. H. A.. Participação em banca de Cristiane de Fátima Travensolo. Correlação entre dois testes submáximos para avaliação da capacidade de exercício em um grupo de idosos. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Atividade física relacionada à saúde) - Universidade Estadual de Londrina.

2.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Camila de Oliveira Neves. Alterações da composição corporal em obesas hipertensas submetidas a um programa de atividade física. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

3.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Marcelo Daltro. Respostas cardiovasculares agudas em exercícios de força envolvendo diferentes grupos musculares. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

4.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Karina Protti Mattos. Utilização de suplemento alimentar e anabolizantes por praticantes de musculação nas academias de Salvador.. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

5.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Rafael Cardoso Seara. Comparação da força muscular entre equipes de futebol da mesma categoria. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

6.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Alexandre Gomes. Prevalência de lesões em praticantes de musculação em Salvador. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

7.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Adriano Carvalho. A influência da suplementação de carboidrato no desempenho da força após o exercício aeróbio. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

8.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Bethania Costa. Efeito hipotensor do exercício de força em indivíduos saudáveis. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

9.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Adriano Neves Nader. Influência dos aquecimentos geral e específico na força de membros superiores. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

10.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Ana Paula Lopes Nunes. Variações na força muscular de membros superior e inferior nas diferentes fases do ciclo sexual em muheres eumenorréicas treinadas. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

11.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Ana Carla Andrade de Salles Dutra. Flexibilidade, níveis antropométricos e respostas cardiorrespiratória após programa de exercícios em mulheres idosas. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

12.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Ana Lucia Toledo. Comparação do efeito hipotensivo entre exercícios resistidos de membros inferiores e membros superiores. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

13.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Ana Claudia Guimarães Carneiro. Efeito agudo do alongamento estático sobre 8RM na cama flexora. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

14.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Daniele Leone. Déficit bilateral no movimento de flexão do cotovelo em praticantes de tênis de campo e musculação. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

15.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Luiz Fernando Lins. Respostas agudas imediatas da pressão arterial no treino de força com e sem treino aeróbico realizado previamente. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

16.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Ângelo Tagore. . A influência da ordem dos exercícios no grupo muscular peitoral para o rendimento. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

17.
POLITO, M.D.; SIMÃO, R.. Participação em banca de Ana Carolina Maia Magalhães da Silva. Uma comparação de três diferentes intervalos de recuperação no leg press em mulheres adultas. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
POLITO, M.D.; CARDOSO JUNIOR, C. G.; PERANDINI, P. C.. Participação em banca de EDUARDO SILVA DA ROSA.?RELAÇÃO ENTRE A FORÇA DE PREENSÃO MANUAL E PRESSÃO ARTERIAL DE REPOUSO EM ADULTOS JOVENS. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

2.
CYRINO, E.S.; DEMINICE, R.; POLITO, M.D.. Participação em banca de JOÃO PEDRO ALVEZ NUNES.EFEITO DA SUPLEMENTAÇÃO DE CREATINA ASSOCIADA AO TREINAMENTO RESISTIDO SOBRE A HIPERTROFIA MUSCULAR EM DIFERENTES SEGMENTOS CORPORAIS EM HOMENS TREINADOS. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

3.
OKAZAKI, V. H. A.; PERANDINI, P. C.; POLITO, M.D.. Participação em banca de NICOLAS DOS SANTOS CARDOSO.COMPARAÇÃO ENTRE O MÉTODO DE PRÉ-EXAUSTÃO REVERSA E O TRADICIONAL NA ATIVAÇÃO MUSCULAR DO PEITORAL MAIOR EM HOMENS TREINADOS DA REGIÃO DE LONDRINA. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

4.
DEMINICE, R.; PERANDINI, P. C.; POLITO, M.D.. Participação em banca de PHILIPPE BOVO GUIRRO.EFEITO DO TREINAMENTO RESISTIDO SOBRE A CAQUEXIA INDUZIDA POR TUMOR WALKER-256 EM RATOS. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

5.
OLIVEIRA, A.R.; CYRINO, E.S.; POLITO, M. D.. Participação em banca de Péricles Magalhães Oliveira.Associação entre hábitos alimentares, atividade física e índice de massa corporal em adolescentes. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

6.
OKUNO, N.M.; POLITO, M. D.. Participação em banca de Diego Costa Narciso.Resposta da variabilidade da frequência cardíaca após sessão de treinamento com pesos com e sem oclusão vascular. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

7.
POLITO, M. D.; AVELAR, A.; NASCIMENTO, M.A.. Participação em banca de Clayton Fantin Cavarsan.Alterações da composição corporal após 12 semanas de treinamento com pesos, analisadas por dois diferentes métodos. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

8.
POLITO, M. D.; NAKAMURA, F.Y.; CYRINO, E.S.. Participação em banca de Ricardo Santos Oliveira.Respostas autonômicas após exercício contra resistência. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

9.
POLITO, M. D.; NAKAMURA, F.Y.; ALTIMARI, L.R.. Participação em banca de Breno Eduardo Pinheiro e Silva.Efeitos das alterações agudas nas cargas de treinamento sobre parâmetros da variabilidade da freqúência cardíaca de atletas de taekwondo. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

10.
POLITO, M. D.; NAKAMURA, F.Y.; GORGATTI, M.G.. Participação em banca de Lucas Bezerra Moreno.Comparação das respostas autonômicas pós-exercício aeróbio máximo entre atletas e sedentários. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

11.
POLITO, M. D.; SIMAO, A. N. C.; RAMOS, S. P.. Participação em banca de Karla Fabiana Goessler.Efeito do exercício físico de intensidade moderada sobre lesões provocadas por estresse oxidativo induzido por ciclofosfamida em ratos wistar. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

12.
POLITO, M.D.; DIB, M.M.; BERTI, J.A.. Participação em banca de Janyny Galdino Onofre Spolador.Impacto do nível de atividade física, pressão arterial e variáveis antropométricas da gestante sobre o peso do feto. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

13.
POLITO, M.D.; BERTI, J.A.; NAKAMURA, F.Y.. Participação em banca de Roberto José Ruiz.Efeito do exercício aeróbio, resistido e ambos sobre a hipotensão pós-esforço em indivíduos normotensos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

14.
POLITO, M.D.; BERTI, J.A.; ROMANZINI, M.. Participação em banca de Bethânia Tamara Coelho.Impacto agudo de uma sessão de hidroginástica sobre a resposta de pressão arterial de gestantes normotensas. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

15.
POLITO, M.D.; TEIXEIRA, M.; LOCH, M.R.. Participação em banca de Giorgio Cunha Meletti.Impacto de oito semanas de prática de exercícios físicos na qualidade de vida de iniciantes. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

16.
POLITO, M.D.; SERRASUELO JÚNIOR, H.; SILVA, E.R.. Participação em banca de Wilson Palma.Relação entre estatura e peso com capacidades físicas de força, resistência e velocidade de atletas da categoria sub-15 de futebol do PSTC de Londrina-PR. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina.

17.
POLITO, M.D.. Participação em banca de Dominique Christine Soares Miranda.O judô como conteúdo de ensino em instituições particulares do Rio de Janeiro. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura plena em educação física) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

18.
FARINATTI, P.T.V.; POLITO, M.D.. Participação em banca de Vivian Liane Mattos Pinto.Estudo comparativo de programa extra muros e comunitário de exercícios para hipertensos: aptidão física, pressão arterial e variáveis bioquímicas. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura plena em educação física) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

19.
FARINATTI, P.T.V.; BARBOSA, J.S.O.; POLITO, M.D.. Participação em banca de Ricardo Sartorato.Prevalência e fatores determinantes de lombalgia em estudantes de educação física da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura plena em educação física) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

20.
FARINATTI, P.T.V.; FERREIRA, M.S.; POLITO, M.D.. Participação em banca de Jan Barbosa Bartholomeu.Comparação de variáveis fisiológicas durante a transição caminhada-corrida em grupos de diferentes faixas etárias. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura plena em educação física) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
POLITO, M.D.. Banca examinadora do concurso público para provimento no cargo de professor de ensino superior. 2011. Universidade Estadual de Londrina.

2.
POLITO, M.D.; ROMANZINI, M.; RONQUE, E.R.V.. Membro da banca de Teste Seletivo do Curso de Educação Física - Biodinâmica do Movimento Humano. 2008. Universidade Estadual de Londrina.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
XVII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão e XVIII Scientific Sessions of the Inter-American Society of Hypertension. Efeitos do treinamento físico aeróbio e resistido nos hipertensos. 2009. (Congresso).

2.
XVII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão e XVIII Scientific Sessions of the Inter-American Society of Hypertension. Regulação autonômica com o treinamento. 2009. (Congresso).

3.
XVII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão e XVIII Scientific Sessions of the Inter-American Society of Hypertension. Efeito de um programa de treinamento com pesos sobre a pressão arterial e a força muscular de idosas hipertensas. 2009. (Congresso).

4.
II Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício. Avaliação da autonomia do idoso: da teoria à práica. 2008. (Congresso).

5.
IX Simpósio Nordestino de Atividade Física e Saúde.Prescrição de exercícios resistidos. 2008. (Simpósio).

6.
XXXI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte.Efeitos cardiovasculares e bioquímicos dos exercícios resistidos - implicações na prescrição. 2008. (Simpósio).

7.
XXXI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte.Aplicações práticas da prescrição do treinamento de força muscular no alto rendimento. 2008. (Simpósio).

8.
XXXI Simpósio Internacional de Ciências do Esporte.Coordenador da sessão de temas livres - Fisiologia do Exercício. 2008. (Simpósio).

9.
X Simpósio de Atividades Físicas e Traumatologia Desportiva do Espírito Santo.Programas de treinamento de força e potência. 2007. (Simpósio).

10.
X Simpósio de Atividades Físicas e Traumatologia Desportiva do Espírito Santo.Musculação para atletas. 2007. (Simpósio).

11.
II Congresso da Sociedade de Medicina do Esporte do Rio de Janeiro. Forum Multidisciplinar Exercício e Saúde. 2006. (Congresso).

12.
II Congresso da Sociedade de Medicina do Esporte do Rio de Janeiro. Análise crítica de artigos científicos. 2006. (Congresso).

13.
VII Semana de Educação Física, Esporte e Lazer.Atividade física para diabético. 2005. (Outra).

14.
XV Semana da ducação Física.Tópicos especiais em fisiologia do exercício e treinamento. 2005. (Outra).

15.
XV Semana da Educação Física.Exercício físico aplicado à saúde e qualidade de vida: uma abordagem científica em evidências. 2005. (Outra).

16.
XV Semana da Educação Física.Exercício de força para grupos especiais: hipertensos, cardiopatas, diabéticos e obesos. 2005. (Outra).

17.
XVII Encontro de Docentes e Discentes do Curso de Educação Física - UNIFOA.XVII Encontro de Docentes e Discentes do Curso de Educação Física - UNIFOA. 2002. (Encontro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Julio Cesar Nobile Ribeiro. Influência da suplementação de suco de beterraba sobre o desempenho físico e marcadores fisiológicos. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Multicêntrico em Ciências Fisiológicas) - Sociedade Brasileira de Fisiologia. (Orientador).

2.
Natalia Saturno. Reprodutibilidade da hipotensão pós-exercício em normotensos e hipertensos. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Guilherme Henrique Dantas Palma. Influência da dieta à base de nitrato sobre a força muscular de adultos jovens. Início: 2018. Tese (Doutorado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina. (Orientador).

2.
Juliana Astolpho Lopes. Exercício resistido com restrição de fluxo sanguíneo e função vascular. Início: 2018. Tese (Doutorado em Educação Física UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina. (Orientador).

3.
Karina Alves da Silva. Relação entre treinamento resistido e polimorfismo da alfa actinina sobre o desempenho de corredores. Início: 2018. Tese (Doutorado em Educação Física UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina. (Orientador).

4.
Rafael Raul Papst. Treinamento resistido: estudos de meta-análise sobre o efeito integrado de variáveis moderadoras na massa magra e força muscular. Início: 2017. Tese (Doutorado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina. (Orientador).

5.
Kamila Grandolfi. Treinamento resistido, força muscular e pressão arterial de repouso: estudo sobre o efeito dose-resposta. Início: 2017. Tese (Doutorado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina. (Orientador).

6.
Jayme Rodrigues Dias Junior. Exercício e respostas cardiovasculares: estudos de meta-análise. Início: 2017. Tese (Doutorado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina. (Orientador).

Supervisão de pós-doutorado
1.
Karla Fabiana Goessler. Início: 2018. Universidade Estadual de Londrina.


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Guilherme Henrique Dantas Palma. Suplementação de nitrato dietético e desempenho físico: uma revisão sistemática e meta-análise. 2018. Dissertação (Mestrado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina, Capes/Fundação Araucária. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

2.
Everton Domingos. Respostas agudas e crônicas da pressão arterial entre exercício resistido tradicional e exercício resistido de baixa carga com restrição de fluxo sanguíneo: uma revisão sistemática e meta-análise. 2018. Dissertação (Mestrado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina, . Orientador: Marcos Doederlein Polito.

3.
Diego Brito de Souza. Influência da suplementação aguda de cafeína sobre o desempenho muscular durante a extensão de joelhos unilateral com restrição do fluxo sanguíneo. 2016. Dissertação (Mestrado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

4.
Roberto Poton. Respostas cardiovasculares e hemodinâmicas ao exercício resistido com restrição de fluxo sanguíneo. 2014. Dissertação (Mestrado em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

5.
Thaisa Costa Dias. Efeito do treinamento físico com vibração sobre as respostas cardiovasculares. 2014. Dissertação (Mestrado em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

6.
Alexandre Antunes Imazu. Relação da aptidão aeróbia na resposta hipotensiva pós-exercício de indivíduos com hipertensão arterial sistêmica. 2013. Dissertação (Mestrado em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina, . Orientador: Marcos Doederlein Polito.

7.
Karla Fabiana Goessler. Efeito do treinamento físico aeróbio nas respostas cardiovasculares de ratos hipertensos tratados com betabloqueador ou inibidor direto da renina. 2012. Dissertação (Mestrado em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

8.
Juliano Casonatto. Impacto do exercício aeróbio sobre a hipotensão pós-exercíci. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

9.
Paulo Gomes Anunciação. Efeito isolado e combinado dos exercícios com pesos e aeróbio sobre a hipotensão pós-exercício em indivíduos hipertensos. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

10.
Roberto José Ruiz. Efeito da ingestão crônica de cafeína e do treinamento físico sobre as respostas cardiovasculares. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

11.
Milene Granja Saccomani. Efeito isolado e combinado dos exercícios com pesos e aeróbio sobre a hipotensão pós-exercício de homens não hipertensos. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

12.
Cássio Gustavo Santana Gonçalves. Efeito do treinamento com pesos sobre a pressão arterial, força muscular e, capacidade funcional e variáveis sanguíneas em idosas hipertensas. 2009. Dissertação (Mestrado em Educação Física - UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina, . Orientador: Marcos Doederlein Polito.

13.
Marcelo Moreira Antunes. Aspectos interferentes na qualidade do curso de educação física do Centro Universitário da Cidade sob a ótica do corpo discente. 2008. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Educação Física) - Universidade Gama Filho, . Coorientador: Marcos Doederlein Polito.

Tese de doutorado
1.
Roberto Poton Martins. Efeitos dos treinamentos resistido e aeróbio em pacientes infectados pelo HIV: um estudo de revisões sistemáticas e meta-análises. 2018. Tese (Doutorado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina, . Orientador: Marcos Doederlein Polito.

2.
Roberta Ramos Pinto. EFEITO DA RESTRIÇÃO DO FLUXO SANGUÍNEO SOBRE A HEMODINÂMICA, PERCEPÇÃO SUBJETIVA DO ESFORÇO E LACTACIDEMIA DURANTE EXERCÍCIOS DE MEMBROS INFERIORES EM MULHERES HIPERTENSAS. 2017. Tese (Doutorado em Educação Física - Uel - Uem) - Universidade Estadual de Londrina, . Orientador: Marcos Doederlein Polito.

3.
Cristiane de Fátima Travensolo. Proposta de utilização do teste de degrau de seis minutos em pacientes com doença arterial coronariana. 2016. Tese (Doutorado em Educação Física UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina, . Orientador: Marcos Doederlein Polito.

4.
Karla Fabiana Goessler. RELAÇÃO DO SISTEMA RENINA ANGIOTENSINA ALDOSTERONA COM AS RESPOSTAS CARDIOVASCULARES AO EXERCÍCIO. 2015. Tese (Doutorado em Educação Física UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

5.
Juliano Casonatto. Influência da prática regular de exercício aeróbio e resistido na hipotensão pós-exercício: revisão sistemática com metanálises. 2013. Tese (Doutorado em Educação Física UEM/UEL) - Universidade Estadual de Londrina, . Orientador: Marcos Doederlein Polito.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Cristiane de Fátima Travensolo. Comparação entre dois testes submáximos para avaliação da capacidade de exercício em idosos. 2010. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Atividade física relacionada à saúde) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

2.
Solange Aparecida Siepierski. Alterações estruturais dos pés como fatores predisponentes da dor lombar. 2004. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Fisioterapia traumato-ortopédica) - Universidade Gama Filho. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

3.
Bruno José Ferreira. Prevalência de distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT) em cirurgiões dentistas do Centro Odontológico do Hospital da Polícia Militar de Pernambuco. 2004. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Fisioterapia traumato-ortopédica) - Universidade Gama Filho. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

4.
Anahy de Farias Pereira. Os benefícios dos exercícios na prevenção e tratamento da osteoporose: uma revisão bibliográfica. 2004. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Fisioterapia traumato-ortopédica) - Universidade Gama Filho. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

5.
Cynara Guerra Souza. Tratamento cirúrgico e fisioterapêutico do quadril em ressalto: estudo de caso. 2004. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Fisioterapia traumato-ortopédica) - Universidade Gama Filho. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

6.
Jaqueline Fagundes Guimarães. Prevalência de tendinite patelar e/ou anserina em pacientes submetidos a reconstrução do ligamento cruzado anterior pela técnica dos tendões flexores medias do joelho ou patelar. 2004. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Fisioterapia traumato-ortopédica) - Universidade Gama Filho. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

7.
Adriana Maria Silva do Rego. Considerações clínicas sobre o tratamento fisioterapêutico nas instabilidades glenoumerais. 2004. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Fisioterapia traumato-ortopédica) - Universidade Gama Filho. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

8.
Gabriel Gustavo Bergmann. INFLUÊNCIA DA IDADE E DE VARIÁVEIS ANTROPOMÉTRICAS NO DESENVOLVIMENTO DA FORÇA DE RESISTÊNCIA EM ESCOLARES: UM ESTUDO LONGITUDINAL E TRANSVERSAL. 2004. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

9.
Marcelo Santos. Efeito dos exercícios contra-resistência para grandes e pequenos grupos musculares em relação à pressão arterial pós-exercício. 2004. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

10.
Ademir Adão. Efeito do treinamento de força atletas de futebol não-profissional da Carbonífera Criciúma S/A. 2004. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

11.
CARINA KUNZE RIGON. ALTERAÇÕES GLICÊMICAS EM INDIVÍDUOS PORTADORES DE DIABETES TIPO 1 SUBMETIDOS AO TREINAMENTO DE FORÇA. 2003. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

12.
Eduardo Mundstock. PREVALÊNCIA DE DOR LOMBAR EM SEDENTÁRIOS E PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO. 2003. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

13.
Sandra Jaroszeski. A contribuição de um programa de exercícios no tratamento da escoliose. 2003. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

14.
Rafael Nascimento Vilella. Ações fisiológicas e farmacológicas da utilização de esteróides anabolizantes androgênicos. 2003. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Musculação e treinamento de força) - Universidade Gama Filho. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
EDUARDO SILVA DA ROSA. ?RELAÇÃO ENTRE A FORÇA DE PREENSÃO MANUAL E PRESSÃO ARTERIAL DE REPOUSO EM ADULTOS JOVENS. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

2.
Camila Porto. COMPORTAMENTO AGUDO DA PRESSÃO ARTERIAL DURANTE O EXERCÍCIO RESISTIDO COM RESTRIÇÃO DE FLUXO SANGUÍNEO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

3.
Gaudêncio Samuyenga. Exercício resistido com restrição de fluxo sanguíneo e potencial de ativação. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

4.
Camilla Astley. Efeito da cafeína sobre o desempenho físico. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

5.
Luma Munhoz. Efeito dos diferentes intervalos de recuperação entre as séries de exercícios resistidos sob o número repetições em homens treinados. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

6.
Diego Brito de Souza. Influência da cafeína na hipotensão pós-exercício resistido. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

7.
Nathalia Castilho de Faria. Comparação do número de repetições após exercícios resistidos realizados com diferentes intervalos de recuperação entre as séries. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

8.
Mauro Mantoani Junior. Efeito do treinamento resistido sobre a variabilidade da frequência cardíaca e pressão arterial após sessões com diferentes intervalos de recuperação entre as séries. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

9.
Natalia Serra Lovato. Efeito combinado do exercício resistido e aeróbio sobre a hipotensão pós-exercício e sobre os componentes autonômicos em normotensos e hipertensos. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

10.
Roberto Poton Martins. Comportamento subagudo da pressão arterial após o exercício resistido realizado com diferentes volumes de trabalho. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

11.
Alessandro Szytko. Pressão arterial após exercício resistido realizado em circuito e com diferentes volumes de trabalho. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

12.
Allan Araújo. Efeitos da ingestão aguda de cafeína na resposta hipotensora pós-exercício em indivíduos normotensos. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

13.
Luiz Fernando Rissardi. Efeito da ingestão de cafeína na resposta autonômica pós-exercício resistido. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

14.
Alexandre Antunes Imazu. Recomendações de exercícios físicos para pacientes com hipertensão arterial sistêmica realizadas por cardiologistas de Londrina - PR. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

15.
Regiane Aparecida Medeiros Malfe Zanata. Recomendações de exercício físico e posicionamentos e consensos sobre hipertensão arterial. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

16.
João Bruno Yoshinaga Costa. Efeito da ingestão de cafeína sobre a resposta hipotensora pós-exercício aeróbio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

17.
Roberto Ruiz. Efeito do exercício aeróbio, resistido e ambos sobre a hipotensão pós-esforço em indivíduos normotensos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

18.
Janyny Spolador. Impacto do nível de atividade física, pressão arterial e variáveis antropométricas da gestante sobre o peso do feto. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

19.
Bethania Tamara Coelho. Impacto agudo de uma sessão de hidroginástica sobre a resposta da pressão arterial em gestantes normotensas. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

20.
Wilson Palma. Relação entre estatura e peso com capacidades físicas de força, resistência e velocidade de atletas da categoria sub-15 de futebol do PSTC de Londrina-PR. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

21.
Giorgio Cunha Meletti. Impacto de oito semanas de prática de exercícios físicos na qualidade de vida de iniciantes. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

Iniciação científica
1.
Alan Cieczinski Lemes. Influência aguda da cafeína sobre o número de repetições realizadas em uma sessão de exercício resistido. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

2.
Camilla Astley. Efeito da cafeína no desempenho de judocas submetidos ao special judo fitness test. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

3.
Gaudêncio Bento Samuyenga. Análise do comportamento cardivascular em protocolo de caminhada com restrição de fluxo sanguíneo. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

4.
Camilla Astley. Efeito da cafeína no comportamento cardiovascular e no desempenho no special judo fitness test. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

5.
Diego Brito de Souza. Influência da cafeína associada ao exercício resistido sobre a pressão arterial após o esforço. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

6.
Natalia Serra Lovato. Combinação dos exercícios aeróbio e resistido sobre a hipotensão pós-esforçco de hipertensos. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

7.
Natalia Serra Lovato. Efeito combinado dos exercícios aeróbio e com pesos na hipotensão pós-esforço. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

8.
João Bruno Yoshinaga Costa. Comportamento da pressão arterial após uma sessão de exercícios com pesos em idosas hipertensas treinadas e não treinadas. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos Doederlein Polito.

Orientações de outra natureza
1.
Lucymara Maria Zambon. Influência da atividade física sobre o índice de massa corporal de escolares. 2010. Orientação de outra natureza. (Educação Física) - Universidade Estadual de Londrina, Secretaria de Estado de Educação do Paraná. Orientador: Marcos Doederlein Polito.



Outras informações relevantes


- Contemplado no edital 01/2009 na modalidade Pesquisa do Fundo de Apoio ao Ensino, à Pesquisa e à Extensão da Universidade Estadual de Londria - R$ 4.000,00 
- Contemplado no edital 13/2009 - Infraestrutura para Jovens Pesquisadores - da Fundação Araucária de Fomento à Pesquisa Paranaense - R$ 6.500,00
- Contemplado no edital MCT/CNPq 14/2010 - Universal - R$ 18.800,00
- Contemplado no edital 05/2011 - Programa Universal ? Pesquisa Básica e Aplicada - Fundação Araucária - R$ 24.000,00
- Contemplado no edital MCT/CNPq 14/2012 - Universal - R$ 42.000,00



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/01/2019 às 7:23:31