Marcos André de Matos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1492491906180226
  • Última atualização do currículo em 13/12/2018


Professor da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Goiás (FEN/UFG). Possui Mestrado em Cuidado em Enfermagem pela Faculdade de Enfermagem da UFG e doutorado em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina (FM/UFG). Líder do Núcleo de Estudos em Epidemiologia e Cuidados aos Agravos Infecciosos, com ênfase em Hepatites Virais e coordenador do Programa de Extensão "Sempre Viva": Cuidando da saúde e prevenindo agravos infecciosos na Região Centro-Oeste do Brasil. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marcos André de Matos
Nome em citações bibliográficas
MATOS, M. A.;MATOS, MARCOS ANDRE DE;MATOS, MARCOS ANDRÉ DE;MATOS, MARCOS ANDRÉ;DE MATOS, MARCOS ANDRÉ

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Goiás, Faculdade de Enfermagem e Nutrição.
Rua 227, Qd 68, S/Nº
Setor Leste Universitário
74605-080 - Goiania, GO - Brasil
Telefone: (062) 32512991


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2014
Doutorado em Ciências da Saúde.
Faculdade de Medicina - Universidade Federal de Goiás, FM/UFG, Brasil.
Título: Aspectos soroepidemiológicos e moleculares da infecção pelo vírus da hepatite B em mulheres profissionais do sexo em Goiânia-Goiás, Ano de obtenção: 2014.
Orientador: Sheila Araujo Teles.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás, FAPEG/GO, Brasil.
Palavras-chave: Hepatite B; Saúde da Mulher; Profissionais do Sexo; Epidemiologia; Genótipos.
Grande área: Ciências da Saúde
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: CIÊNCIAS DA SAÚDE.
2006 - 2007
Mestrado em Enfermagem.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Título: Estudo da infecção pelo vírus da hepatite B (HBV) em caminhoneiros de rota longa do Brasil: soroepidemiologia e genótipos,Ano de Obtenção: 2007.
Orientador: Sheila Araújo Teles.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Caminhoneiros; Hepatite B; Epidemiologia; Genótipos.
Grande área: Ciências da Saúde
2001 - 2005
Graduação em Enfermagem.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2016 - 2017
Extensão universitária em Sexualidade Humana. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2012 - 2013
Capacitação para realização de testes rápido para. (Carga horária: 60h).
Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
2009 - 2010
Docência no Ensino Superior.. (Carga horária: 56h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2008 - 2009
A morte: Aspectos culturais e operacionais. (Carga horária: 4h).
Faculdade de Enfermagem-UFG, UFG, Brasil.
2008 - 2008
Extensão universitária em Ver-SUS Docente. (Carga horária: 20h).
Pró-Reitoria de Graduação UFG, UFG, Brasil.
2008 - 2008
VER-SUS Docente. (Carga horária: 20h).
Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, FEN/UFG, Brasil.
2008 - 2008
A morte: Aspectos Culturais e Operacionais. (Carga horária: 4h).
Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, FEN/UFG, Brasil.
2005 - 2008
Inglês Instrumental Básico. (Carga horária: 400h).
Hoffmann House Language Course, HOFFMANN, Brasil.
2006 - 2006
Avaliação e tratamento de feridas. (Carga horária: 4h).
CCIH - Hospital das Clínicas, HC, Brasil.
2005 - 2005
Extensão universitária em Práticas seguras para aplicação de injeções. (Carga horária: 20h).
Faculdade de Enfermagem-UFG, FEN-YFG, Brasil.
2004 - 2004
Introdução a Oncologia. (Carga horária: 32h).
Hospital Santa Helena - Centro de Oncologia, HSH, Brasil.
2004 - 2004
Emergências Médicas Clínicas Traumáticas. (Carga horária: 20h).
Grupo de resgate pré-hospitalar, GRPH, Brasil.
2003 - 2003
Eletrocirurgia. (Carga horária: 4h).
WEM Equipamentos eletrônicos LTDA, WEM, Brasil.
2003 - 2003
Identificação e controle da tuberculose. (Carga horária: 40h).
Faculdade de Medicina - Universidade Federal de Goiás, FM, Brasil.
2003 - 2003
Introdução a Metodologia Científica. (Carga horária: 18h).
Faculdade de Medicina - Universidade Federal de Goiás, FM, Brasil.
2003 - 2003
formação de monitores para pevenção DST/AIDS. (Carga horária: 40h).
Faculdade de Enfermagem-UFG, FEN-YFG, Brasil.


Atuação Profissional



Faculdade de Enfermagem-UFG, FEN-YFG, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Coordenação, Enquadramento Funcional: Programa de Extensão PROEC-UFG, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
PROGRAMA DE EXTENSÃO "SEMPRE VIVA"; CUIDANDO DA SAÚDE E PREVENINDO AGRAVOS INFECCIOSOS NA REGIÃO CENTRO-OESTE DO BRASIL possui como princípio o desenvolvimento de atividades de articulação entre ensino/pesquisa/ extensão. Apresenta como símbolo a "Sempre Viva", flor típica do cerrado brasileiro que indica longevidade e possui como características a resistência, união, durabilidade e espinha dorsal dos projetos de ecoturismo do cerrado. O Programa de Extensão está vinculado ao Núcleo de Estudos em Epidemiologia e Cuidados aos Agravos Infecciosos, com ênfase nas hepatites virais (NECAIH) da Faculdade de Enfermagem/UFG e desenvolve estudos sobre epidemiologia, prevenção, controle e cuidados em agravos infecciosos, particularmente em infecções causadas por vírus hepatotrópicos em grupos específicos e populações. Ainda, possui parceria com os grupos de pesquisa e extensão "Estudos das Hepatites Virais na Região Centro-Oeste", "Estudos Clínicos e Epidemiológicos sobre Doenças Infecciosas e Parasitárias em Mato Grosso do Sul" e GEPES - Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação e Saúde - UEMS. Congrega pesquisadores de diversas especialidades e áreas do conhecimento: Epidemiologia, Virologia, Educação em Saúde, Infectologia, Metodologias de Ensino-aprendizagem, Sistematização da Assistência de Enfermagem e Educação Continuada. Nossas ações objetivam contribuir na redução das DST/HIV/Aids e hepatites virais na Região Centro-Oeste, por meio de atividades educativas, ações problematizadoras e pesquisas, em parceria com a sociedade em geral, serviços públicos de saúde, Programa Nacional de DST/HIV/Aids do Ministério da Saúde, Coordenação de prevenção das Hepatites virais e demais órgãos públicos. Assim,os resultados das ações educativas e estudos são substratos para gestores de saúde para o planejamento de políticas públicas de saúde. Além disso, o programa contribui a nível de graduação e pós-graduação latu/Strictu Sensu para a formação de profissionais da área da saúde.

Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Pesquisador NECAIH, Enquadramento Funcional: Coordenador, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
O NÚCLEO DE ESTUDOS EM EPIDEMIOLOGIA E CUIDADOS EM AGRAVOS INFECCIOSOS, COM ÊNFASE NAS HEPATITES VIRAIS (NECAIH) desenvolve estudos sobre epidemiologia, prevenção, controle e cuidados em agravos infecciosos, particularmente em infecções causadas por vírus hepatotrópicos em grupos e populações. Os resultados desses estudos são substrados para gestores de saúde para o planejamento de políticas públicas de saúde. Além disso, o NECAIH contribui a nível de graduação e pós-graduação para a formação de profissionais da área da saúde.

Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Linha de pesquisa, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

08/2010 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, .

Cargo ou função
Grupo de Examinadores na Elaboração, Aplicação e Correção das Provas Para Candidatos dos Processos de Revalidação de Diplomas - Portaria 040 FEN/UFG.
06/2010 - Atual
Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Administração em Enfermagem III
2010 - Atual
Extensão universitária , Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, .

Atividade de extensão realizada
PROEXT - Projeto de Educação em Saúde com Profissionais do Sexo de Goiás: Uma Intervenção Necessária.
03/2009 - Atual
Estágios , Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, .

Estágio realizado
Estágio Pré-Docência.
03/2009 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, .

Cargo ou função
Coordenador do 5º Período de Enfermagem FEN/UFG.
03/2009 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, .

Cargo ou função
Representante da FEN/UFG na comissão de apoio espiritual do HC/UFG.
03/2009 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Ensino da FEN/UFG.
2009 - Atual
Extensão universitária , Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, .

Atividade de extensão realizada
Educação em Saúde com Profissionais do Sexo: Uma Intervenção Necessária PROEC - FEN/115.
07/2008 - Atual
Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bases para o cuidar do indivíduo e família II
07/2008 - Atual
Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estágio Supervisionado II
07/2008 - Atual
Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Enfermagem Clínica
07/2008 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, .

Cargo ou função
Presidente da Comissão de Interação com a Sociedade.
02/2008 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, .

2006 - Atual
Extensão universitária , Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, .

Atividade de extensão realizada
Projeto Acompanhante: Cuidando do Amigo Cuidador PROEC FEN-50.
02/2010 - 05/2010
Ensino, Curso de especialização multiprofissional em Saúde, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Enfermidades não transmissíveis
2010 - 2010
Extensão universitária , Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, .

Atividade de extensão realizada
"Espaço das Profissões II" Conscientização para Prevenção das DST/HIV/AIds e Hepatites Virais em Escolares de Goiás PROEC/UFG FEN:151.
2010 - 2010
Extensão universitária , Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, .

Atividade de extensão realizada
Dia Mundial das Hepatites Virais e I Mostra Científica e Cultural do NECAIH - PROEC/UFG: FEN-148.
2008 - 2010
Extensão universitária , Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, .

Atividade de extensão realizada
Programa de Educação Continuada para os Trabalhadores de Enfermagem do Hospital das Clínicas HC/UFG.

Sociedade de ensino superior Estácio de Sá, SESES, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor visitante

Atividades

07/2007 - Atual
Ensino, FISIOTERAPIA, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
PRIMEIROS SOCORROS
07/2007 - Atual
Ensino, ENFERMAGEM, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
PRIMEIROS SOCORROS - SISTEMATIZAÇÃO DO CUIDAR I

Hospital das Clínicas-UFG, UFG, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Enfermeiro, Carga horária: 30

Atividades

07/2006 - Atual
Serviços técnicos especializados , CLÍNICA MÉDICA HC/UFG, .

Serviço realizado
CLÍNICA MÉDICA.
2006 - Atual
Ensino, PRECEPTORIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO-CLÍNICA MÉDICA, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estágio Supervisionado - Clínica Médica
2007 - 2008
Direção e administração, Clínica Médica-HC, .

Cargo ou função
COORDENADOR DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PERMANENTE DA CLÍNICA MÉDICA DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DO HC/UFG.
2007 - 2008
Extensão universitária , Clínica Médica-HC, .

Atividade de extensão realizada
PROJETO DE EXTENSÃO "ATUALIZAÇÃO DE ENFERMAGEM EM CLÍNICA MÉDICA".
2007 - 2008
Extensão universitária , Clínica Médica-HC, .

Atividade de extensão realizada
PROJETO DE EXTENSÃO "ACOMPANHANTE: CUIDANDO DO AMIGO CUIDADOR - PROEC HC 31".

Secretaria Estadual de Saúde de Goiás -SIATE, SIATE, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Enfermeiro, Carga horária: 24

Atividades

07/2006 - Atual
Serviços técnicos especializados , Secretaria Estadual de Saúde de Goiás -SIATE, .

Serviço realizado
Pré-hospitalar.

Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20

Atividades

12/2006 - 12/2007
Ensino, ENFERMAGEM, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bases para o Cuidar do Indivíduo e da Família II
12/2006 - 12/2007
Ensino, MEDICINA, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução a Saúde Coletiva
05/2006 - 11/2007
Extensão universitária , Faculdade de Enfermagem e Nutrição, .

Atividade de extensão realizada
PREVENINDO E TRATANDO DST EM POPULAÇÃO FEMININA ENCARCERADA: PROJETO INTEGRADO DE PREVENÇÃO E ASSISTÊNCIA. PROEC FEN-65.
06/2006 - 06/2007
Extensão universitária , Faculdade de Enfermagem e Nutrição, .

Atividade de extensão realizada
ESPALHANDO SAÚDE NAS ESTRADAS. PROEC FEN-64.
05/2006 - 10/2006
Extensão universitária , Faculdade de Enfermagem e Nutrição, .

Atividade de extensão realizada
I SIMPÓSIO SOBRE TÓPICOS ESPECIAIS EM DOENÇAS INFECCIOSAS. PROEC FEN-69.

Casa de Prisão Provisória (CPP) do Complexo Prisional de Goiás, CPP, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Enfermeiro, Carga horária: 24
Outras informações
Realizava atividades de Educação em Saúde e coordenava (gerenciava) os programas preconizados pelo Ministério da Saúde

Atividades

10/2005 - 02/2006
Direção e administração, Casa de Prisão Provisória (CPP) do Complexo Prisional de Goias, .

Cargo ou função
ENFERMEIRO.

Secretaria Estadual de Saúde de Tocantins, SES, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Enfemeiro, Carga horária: 30

Atividades

09/2005 - 10/2005
Serviços técnicos especializados , Secretaria Estadual de Saúde de Tocantins, .

Serviço realizado
Pronto Socorro-Hospital Geral de Palmas.


Linhas de pesquisa


1.
Epidemiologia, prevenção e controle das doenças transmissíveis, com ênfase nas Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e hepatites virais
2.
Prevenção e controle de doenças e atenção integral à Saúde do homem


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
INQUÉRITO EPIDEMIOLÓGICO DAS CONDIÇÕES DE SAÚDE DOS INDIVÍDUOS PRIVADOS DE LIBERDADE E TRABALHADORES DO SISTEMA PRISIONAL DO ESTADO DE GOIÁS: UM ESTUDO MULTICÊNTRICO
Descrição: Objetiva realizar inquérito de saúde dos indivíduos privados de liberdade e trabalhadores do sistema prisional do Estado de Goiás, com vistas ao atendimento das necessidades de saúde desses indivíduos em atendimento a PNAISP e saúde do trabalhador penitenciário. Assim, serão realizados vários desenhos metodológicos, a saber: ensaio clínico randomizado para verificar vacina hepatite B, Estudo Transversal e posterior Coorte para IST, E representação de vulnerabilidade..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Marcos André de Matos - Coordenador / Michele D.S. Oliveira - Integrante / Marcia Maria de Souza - Integrante / Divânia Dias da Silva França - Integrante / Márcia Alves Dias de Matos - Integrante / BARBOSA, MARIA ALVES - Integrante / PESSONI, GRÉCIA CAROLINA - Integrante / MARTINS, REGINA MARIA BRINGEL - Integrante / CARVALHO, PAULIE MARCELLY RIBEIRO DOS SANTOS - Integrante / GUIMARÃES, RAFAEL ALVES - Integrante / KOZLOWSKI, ALINE GARCIA - Integrante / Andressa Cunha de Paula - Integrante / Carla de Almeida Silva - Integrante / FREITAS, NARA RUBIA DE - Integrante / CAETANO, KARLA ANTONIETA AMORIM - Integrante / Leandro Nascimento da Silva - Integrante / Luciene Carneiro Moraes - Integrante / Camila Canhete Ferreira - Integrante / Luciola Landim Silva - Integrante / SARA OLIVEIRA SOUZA - Integrante / LUCAS ARAGÃO SOUZA - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2018 - Atual
Infecção pelos vírus das hepatites B e C, HIV, sífilis e tuberculose em Adolescentes e jovens adultos cumprindo medida privativa de liberdade: perfil clínico-epidemiológico, fatores de risco e intervenção
Descrição: o presente projeto, considerado inédito em nossa região, tem como objetivo traçar o perfil sociodemográfico, comportamental e epidemiológico do HIV/AIDS, Infecções Sexualmente Transmissíveis e hepatites Virais, bem como promover ações de promoção e prevenção, com vistas à superação das iniquidades do sistema penal socioeducativo juvenil, corroborando com os princípios do Plano Nacional de Saúde no Sistema Penitenciário. Terá abordagem qualitativa, estudo de corte transversal, coorte e ensaio clínico randomizado.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Marcos André de Matos - Coordenador / Aline Garcia Kozlowski - Integrante / Divânia Dias da Silva França - Integrante / Márcia Alves Dias de Matos - Integrante / PESSONI, GRÉCIA CAROLINA - Integrante / TELES, SHEILA ARAÚJO - Integrante / CARVALHO, PAULIE MARCELLY RIBEIRO DOS SANTOS - Integrante / GUIMARÃES, RAFAEL ALVES - Integrante / KOZLOWSKI, ALINE GARCIA - Integrante / Andressa Cunha de Paula - Integrante / Carla de Almeida Silva - Integrante / AMORIM, KARLLA ANTONIETA CAETANO - Integrante / Luciola Landim Silva - Integrante / SARA OLIVEIRA SOUZA - Integrante / LUCAS ARAGÃO SOUZA - Integrante.
2017 - Atual
Saneamento e Saúde Ambiental em Comunidades Rurais e Tradicionais de Goiás
Descrição: A qualidade de vida da população está intimamente ligada às condições sanitárias e socioambientais, representando um problema de ordem social e de saúde pública, principalmente em áreas de comunidades rurais e tradicionais, tais como ribeirinhos, quilombolas e assentamentos. Esses grupos apresentam fragilidades individuais, sociais e programáticas relacionadas ao enfrentamento de situações prejudiciais à saúde e ao saneamento. Dessa forma torna-se importante o desenvolvimento de pesquisa acerca das condições de saúde e segurança do saneamento em comunidades rurais e tradicionais do estado de Goiás, de forma articulada entre gestores municipais profissionais das secretarias municipais, líderes locais e membros das comunidades rurais e tradicionais em consonância com a Política do Subsistema Nacional de Vigilância em Saúde Ambiental e o Sistema Único de Saúde. O objetivo da pesquisa é promover conhecimento acerca das condições de saneamento e saúde ambiental em comunidades rurais e tradicionais, apontando para ações de gestão e tecnologias inovadoras com vista a sustentabilidade e a promoção de serviços em ações ambientais, ao mesmo tempo, fomentar o empoderamento dessas comunidades quanto a promoção e proteção à saúde e o saneamento ambiental..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Especialização: (4) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Marcos André de Matos - Integrante / Michele D.S. Oliveira - Integrante / Paulo Sérgio Scalize - Coordenador / Karla Emmanuela Ribeiro Hora - Integrante / Nolan Ribeiro Bezerra - Integrante / Luis Rodrigo Fernandes Baumann - Integrante / Claci Fátima Weirich Rosso - Integrante / Humberto Carlos Ruggeri Júnior - Integrante.Financiador(es): Fundação Nacional de Saúde - Presidência - Auxílio financeiro.
2017 - Atual
EPIDEMIOLOGIA DE INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS, COMPORTAMENTOS DE RISCO E VULNERABILIDADES EM MULHERES TRANGÊNERO EM GOIÁS
Descrição: Em geral, mulheres transgêneros são discriminadas socialmente e, muitas são rejeitadas pela própria família. Dessa forma, muitas apresentam vulnerabilidades sociais, incluindo baixa escolaridade, baixa renda, trabalho sexual, preconceitos e violência; vulnerabilidades programáticas devido às dificuldades de acesso a serviços de saúde de qualidade para tratamento e prevenção de doenças; e vulnerabilidade individual devido a comportamentos como múltiplos parceiros, sexo desprotegido, e baixa percepção de risco. Essas vulnerabilidades contribuem para o aumento do risco de consumo de álcool e outras drogas, e aquisição de infecções sexualmente transmissíveis (IST). A proposta deste estudo é investigar por meio de abordagens metodológicas qualitativas e quantitativas aspectos da saúde sexual e mental, vacinação contra hepatite b e HBV, comportamentos de risco e vulnerabilidades para uso de álcool e outras drogas e infecções sexualmente transmissíveis em mulheres transgênero que residem em Goiás, Centro-Oeste do Brasil.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Epidemiologia das hepatites virais B e C, HIV/aids e sífilis em cortadores de cana de açúcar: base para ações de promoção da saúde
Descrição: Existe uma lacuna de conhecimentos sobre as hepatites virais, HIV/aids e outras DST na população de cortadores de cana de açúcar, uma população rural, de baixo poder aquisitivo, formada por populações flutuantes, e muitas vezes migrantes, com comportamentos que os colocam em risco para essas infecçoes, como consumo de álcool e crack. A proposta deste estudo é investigar a epidemiologia das hepatites virais, HIV/aids e sífilis em cortadores de cana nos Estados de Goiás e Paraíba. Ainda, verificar a situação vacinal contra hepatite B nestes indivíduos. Todos os participantes serão entrevistados e amostras sanguíneas serão coletadas para detecção dos marcadores da hepatite B (HBsAg, anti-HBc e anti-HBs), hepatite C (anti-HCV), HIV (anti-HIV 1 e 2) e sífilis (anti-treponema pallidum e VDRL). Acreditamos que os resultados do presente estudo serão substratos para gestores e profissionais de saúde, em particular enfermeiros, planejarem ações de intervenções em saúde, considerando as especificidades da população de cortadores de cana de regiões.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2017
AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE EM MUNICÍPIOS SELECIONADOS DA REGIÃO INTEGRADA DE DESENVOLVIMENTO DO DISTRITO FEDERAL E ENTORNO - RIDE-DF
Descrição: O presente trabalho tem como objetivo realizar um diagnóstico do desempenho dos serviços de saúde, com ênfase na atenção básica, da população urbana e rural nos 19 municípios de Goiás que compõem a Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (RIDE-DF). As informações obtidas permitirão: 1) Descrever as características sociodemográficas da população de estudo; 2) Descrever a auto-avaliação das condições de saúde dos participantes; 3) Estimar a prevalência de relato de evento e agravos a saúde (hipertensão, artrite, asma, diabete, tuberculose, hanseníase, hepatite, violência e discriminação); 4) Estimar indicadores de atenção básica, tais como: de atenção materno-infantil; de coberturas dos programas de prevenção de câncer de colo uterino e das mamas, entre as mulheres; de exame de vista e de vacinação contra gripe entre idosos, e de assistência bucal; 5) Estimar indicadores de acesso e uso de medicamentos; 6) Analisar as relações entre os fatores que compõem o clima organizacional nas unidades de saúde que fazem parte da RIDE- DF; 7) Analisar o nível de satisfação dos usuários quanto ao atendimento recebido pelos trabalhadores dos serviços de saúde pesquisados. As limitações impostas pela cobertura e, em menor grau, pela qualidade dos dados gerados pelos sistemas de informações disponíveis assim como, a inexistência de informações desagregadas em nível municipal obtidas nos inquéritos de saúde nacionais constituem um obstáculo para a construção de indicadores necessários para a avaliação do desempenho dos serviços de saúde na RIDE-DF. A realização de um inquérito domiciliar de base populacional aos moldes da Pesquisa Mundial deSaúde-Atenção Básica (PMS-AB) fornecerá dados relevantes não apenas sobre a morbidade referida e os comportamentos saudáveis, mas também para a avaliação do funcionamento da assistência de saúde, além dos dados obtidos no inquérito de base populacional e visando à melhoria da assistência a saúde dos usuários.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Marcos André de Matos - Coordenador / Claci Fátima Weirich Rosso - Integrante / Thays Angélica de Pinho Santos - Integrante / suiany dias rocha - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás - Auxílio financeiro.
2014 - Atual
DIAGNÓSTICO SITUACIONAL SOBRE O USO DE DROGAS LÍCITAS E ILÍCITAS ENTRE ADOLESCENTES ESCOLARES DA REDE BÁSICA DE ENSINO- UM ESTUDO DE COORTE PROSPECTIVA
Descrição: Os adolescentes representam um importante segmento da sociedade vulnerável ao uso de drogas lícitas e ilícitas, necessitando de estratégias de enfrentamento. Objetiva-se realizar um diagnóstico situacional de saúde e de vulnerabilidade ao uso abusivo de substâncias ilícitas e lícitas em adolescentes estudantes em instituições municipais de ensino da grade Goiânia-Goiás..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
INVESTIGAÇÃO SOBRE O USO DE DROGAS ILÍCITAS E ÁLCOOL, SEXUALIDADE HUMANA E RELAÇÕES DE GÊNERO: PROPOSTA DE FORTALECIMENTO DO PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA DO ESTADO DE GOIÁS.
Descrição: O presente estudo objetiva identificar as situações de vulnerabilidades individuais, sociais e programáticas dos adolescentes escolares, visando o fortalecimento do Programa Saúde na Escola do Estado de Goiás.O levantamento permitirá aos gestores envolvidos na saúde do escolar, conhecerem a realidade sobre o uso de drogas lícitas e ilícitas, sexualidade humana e relações de gênero dos escolares do Estado de Goiás, contribuindo de forma efetiva e eficaz para o fortalecimento das políticas públicas de saúde destinadas aos adolescentes escolares. Ainda, representa um importante avanço para um maior entendimento deste grupo social que se encontra em um período de transformações e crescimento, no qual o indivíduo precisa realizar diversas tarefas para efetuar a passagem da infância à vida adulta, as quais provocam conflitos e mudanças de comportamento que os tornam vulneráveis..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Marcos André de Matos - Coordenador / Marcia Maria de Souza - Integrante / laura branquinho do nascimento - Integrante / Ana Luiza Neto Junqueira - Integrante / Grécia Carolina Pessoni - Integrante / Caetano, K K A - Integrante / Márcia Alves Dias de Matos - Integrante / PINHEIRO, RAQUEL SILVA - Integrante / CARVALHO, PAULIE MARCELLY RIBEIRO DOS SANTOS - Integrante / Mateus Rodrigues Silva. - Integrante / Aline Teixeira de Carvalho Sousa - Integrante / Andressa Cunha de Paula - Integrante / Brenda Kelly Gonçalves Nunes - Integrante / Carla de Almeida Silva - Integrante / Alessandra Dias Lemes Guerra - Integrante / JÉSSYCA PEREIRA E SOUZA - Integrante.
Número de produções C, T & A: 8 / Número de orientações: 1
2012 - 2015
Perfil dos Usuários de Crack infectados pelo HBV, HCV e HIV em Goiânia, Brasil Central
Descrição: O crack surgiu no final da década de 80 no Brasil, e desde então o seu consumo tem se expandido para todas as regiões do país. Essa droga é obtida a partir da mistura da pasta-base de coca ou cocaína refinada com bicarbonato de sódio e água, sendo cinco vezes mais potente que a cocaína, e relativamente mais barata e acessível que outras drogas. O crack tem sido cada vez mais utilizado, sendo seu consumo predominantemente em extratos sociais menos favorecidos. Diversos estudos têm mostrado danos e agravos associados ao seu consumo, incluindo a psicose cocaínica , que tem sido associada a agressividade e violência dos usuários, e doenças infecciosas como a hepatite B, hepatite C e HIV/AIDS. Esses vírus são classificados em genótipos/subtipos, sendo que a diversidade genética destes agentes parece interferir na eficácia ao tratamento, além da distribuição geográfica dos tipos/subtipos virais variar significantemente. Ainda, a variabilidade desses vírus tem sido utilizada para traçar rotas de transmissão. Ainda são poucos os estudos sobre essas infecções em usuários de drogas em Goiânia. Assim, a proposta do presente estudo é investigar o perfil de usuários de crack infectados pelo HBV, HCV e HIV em Goiânia, Goiás e os genótipos/subtipos do HBV, HCV e HIV circulantes nesses indivíduos. Ainda, avaliar em detalhes práticas, atitudes e comportamentos desses indivíduos em relação ao consumo desta droga ilícita. Acreditamos que estas informações serão fundamentais para elaboração de políticas publicas de saúde nesta população-alvo de nossa regiã.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
Avaliação da situação de saúde da população em situação de rua de Goiânia, Brasil Central: elementos para o cuidado a grupos sociais vulneráveis
Descrição: Objetiva-se conhecer as condições de saúde, fatores associados e seu impacto na qualidade de vida da população em situação de rua do município de Goiânia, Brasil Central. Trata-se de um a investigação de cunho qualitativo e quantitativo, com vistas a analisar os fenômenos da saúde e vulnerabilidades dessa população flutuante, de difícil acesso, marginalizada e carente de atenção.O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (Parecer consubstanciado.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Marcos André de Matos - Coordenador / Renata Carneiro Ferreira - Integrante / Marcia Maria de Souza - Integrante / Ana Luiza Neto Junqueira - Integrante / Márcia Alves Dias de Matos - Integrante / CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM - Integrante / TELES, SHEILA ARAÚJO - Integrante / MARTINS, REGINA MARIA BRINGEL - Integrante / CARVALHO, PAULIE MARCELLY RIBEIRO DOS SANTOS - Integrante / Camila Cardoso Caixeta - Integrante / João Batista de Souza - Integrante / Maria Alves Barbosa - Integrante / Mateus Rodrigues Silva. - Integrante / Gabriela de Lima Souza - Integrante / Wilian Santana de Souza - Integrante / Alessandra Dias Lemes Guerra - Integrante / Paulo Arcênio Cristino Rodrigues - Integrante / JÉSSYCA PEREIRA E SOUZA - Integrante / SARA OLIVEIRA SOUZA - Integrante / LUCAS ARAGÃO SOUZA - Integrante.Financiador(es): Coordenação Nacional de DST/Aids e hepatites virais do Ministério da Saúde - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 3
2012 - Atual
Estudo da infecção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), hepatites B e C e sífilis em população em situação de rua de Goiânia-Goiás: prevalência e fatores de risco.
Descrição: Os estudos evidenciam que a população em situação de rua apresenta comportamentos de risco para as infecções pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), hepatites B e C e sífilis, tais como: uso de drogas ilícitas, em especial o crack e a cocaína, uso do álcool, história de prisão, não adesão ao método de barreira (preservativo), relação sexual com profissionais do sexo e pessoas do mesmo sexo, comercialização da prática sexual, tatuagem e compartilhamento de seringas.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Marcos André de Matos - Coordenador / Sheila Araujo Teles - Integrante / laura branquinho do nascimento - Integrante / Grécia Carolina Pessoni - Integrante / Divânia Dias da Silva França - Integrante / Caetano, K K A - Integrante / Márcia Alves Dias de Matos - Integrante / GUIMARÃES, RAFAEL ALVES - Integrante / Mateus Rodrigues Silva. - Integrante / Andressa Cunha de Paula - Integrante / Brenda Kelly Gonçalves Nunes - Integrante / Carla de Almeida Silva - Integrante / Gabriela de Lima Souza - Integrante / Wilian Santana de Souza - Integrante / Haysa Nadinne de Faria Marques - Integrante / Alessandra Dias Lemes Guerra - Integrante / JÉSSYCA PEREIRA E SOUZA - Integrante.Financiador(es): Ministério da Educação PROEXT - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 10
2011 - 2016
ESTUDO DAS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS EM ADOLESCENTES ESCOLARES DE UMA ÁREA DE ASSENTAMENTO DA REGIÃO NOROESTE DE GOIÂNIA, BRASIL CENTRAL
Descrição: Esta investigação objetiva identificar a prevalência de DST/HIV, conforme abordagem sindrômica do MS, em adolescentes escolares de uma área de assentamento da Região Noroeste de Goiânia-Goiás. Constitui o primeiro estudo sobre as doenças de transmissão sexual em adolescentes escolares de assentamento da Região Centro-Oeste do Brasil e vai ao encontro da constituição dos assentamentos, uma vez que o mesmo define que os assentados devem ser atendidos em suas demandas de saúde, educação, construção de identidade social e construção de relações intra e intergrupais. Ainda, representa um importante avanço para um maior entendimento deste grupo emergente marcado pela grande mobilidade, lutas sociais e históricos de moradia em áreas de acampamentos com potencial risco de exposição a comportamentos que os tornam vulneráveis aos agravos infecciosos. Por meio dos dados obtidos esperamos contribuir para a construção de políticas públicas de saúde destinadas aos adolescentes escolares de assentamento contribuindo de forma eficaz para a prevenção e controle das doenças de transmissão sexual. Ainda acreditamos que poderemos contribuir para um planejamento de políticas e ações institucionais em prol do desenvolvimento dos adolescentes escolares de assentamento de reforma agrária de nossa região..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (2) .
Integrantes: Marcos André de Matos - Coordenador / Sheila Araujo Teles - Integrante / Marcia Maria de Souza - Integrante / Karlla Antonieta Amorim Caetano - Integrante / Mateus Rodrigues Silva. - Integrante / Aline Teixeira de Carvalho Sousa - Integrante / Andressa Cunha de Paula - Integrante / Brenda Kelly Gonçalves Nunes - Integrante / Carla de Almeida Silva - Integrante / Gabriela de Lima Souza - Integrante / Wilian Santana de Souza - Integrante / Haysa Nadinne de Faria Marques - Integrante / Alessandra Dias Lemes Guerra - Integrante / Paulo Arcênio Cristino Rodrigues - Integrante / JÉSSYCA PEREIRA E SOUZA - Integrante.Financiador(es): Ministério da Educação PROEXT - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 5
2009 - 2014
Epidemiologia da infecção pelo HIV/Aids em profissionais do sexo em Goiânia, Goiás
Descrição: Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação ( 2) / Mestrado acadêmico ( 1) / Doutorado ( 0) . Integrantes: ANA LUIZA NETO JUNQUEIRA - Integrante / MEGMAR A S CARNEIRO - Integrante / Regina M B Martins - Integrante / Sandra Brunini Souza - Integrante / Márcia Maria Souza - Integrante / Marcos André de Matos - Integrante / Carmem Luci Rodrigues Lopes - Integrante / Ágabo M C Silva - Integrante / Grécia Carolina Pessoni - Integrante / Divânia Dias da Silva França - Integrante / Nadia R S Reis - Integrante / Márcia Alves Matos - Integrante / Kamilla Vencio Frauzino Alexandre - Integrante / Luciene Carneiro Moraes - Integrante / Déborah Ferreira Noronha de Castro - Integrante / Sheila Araujo Teles - Coordenador. Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás - Auxílio financeiro...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (4) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Marcos André de Matos - Coordenador / PESSONI, GRÉCIA CAROLINA - Integrante / TELES, SHEILA ARAÚJO - Integrante / MARTINS, REGINA MARIA BRINGEL - Integrante / Karlla Antonieta Amorim Caetano - Integrante / MATOS, MARCIA ALVES DIAS DE - Integrante / SOUZA, MÁRCIA MARIA - Integrante / Andressa Cunha de Paula - Integrante / MOTTA-CASTRO, ANA RITA COIMBRA - Integrante / Megmar Aparecida dos Santos Carneiro - Integrante.
Número de produções C, T & A: 7 / Número de orientações: 3
2009 - 2013
Infecções pelos Vírus das Hepatites B e C: Aspectos Epidemiológicos, Moleculares e da Vacina contra Hepatite B em Mulheres que se Prostituem em Capitais do Brasil Central
Descrição: Descrição: A proposta deste estudo é avaliar a prevalência, os fatores preditores e os genótipos dos vírus das hepatites B (HBV) e C (HCV) em mulheres que se prostituem em Goiânia e Campo Grande, Brasil Central. Ainda, verificar a cobertura vacinal contra hepatite B, oferecer a vacina e comparar a adesão, bem como a resposta vacinal contra hepatite B nesse grupo, utilizando-se o calendário vacinal padrão e um calendário acelerado Para tanto serão recrutadas 500 mulheres que se prostituem em Goiânia e Campo Grande. Todas serão entrevistadas sobre fatores de risco, e amostras sanguíneas serão coletadas para detecção de marcadores sorológicos do HBV (HBsAg, anti-HBs e Anti-HBc total) e HCV (anti-HCV) pelo ensaio imunoenzimático. Amostras reagentes ao HBsAg e anti-HCV serão genotipadas. Às mulheres suscetíveis à hepatite B será oferecida a vacina contra hepatite B em dois calendários: padrão (0, 1 e 6 meses) e acelerado (0, 1 e 2 meses), sendo então avaliadas quanto à adesão aos esquemas e resposta vacinal. Acreditamos que essas informações fornecerão subsídios para o melhor entendimento da participação dessas mulheres na disseminação destas viroses em nossa região e País, bem como para se estabelecer a situação de base para posteriores análises da efetividade de medidas de intervenção que provoquem mudanças de comportamento entre as profissionais do sexo e criem oportunidades para vacinação contra a hepatite B nesse grupo que apresenta vulnerabilidade individual, programática e social.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação ( 2) / Mestrado acadêmico ( 3) / Doutorado ( 1) . Integrantes: Regina M B Martins - Integrante / MEGMAR A S CARNEIRO - Integrante / Ana Luíza N Junqueira - Integrante / Marcos André Matos - Integrante / Ana Rita Motta Castro - Integrante / Divânia Dias da Silva França - Integrante / Karlla Antonieta Amorim Caetano - Integrante / Kamilla Vencio Frauzino Alexandre - Integrante / Matos, Márcia A.D. - Integrante.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2014
O Acompanhante como Instrumento de Humanização da Assistência aoCliente Adulto Hospitalizado - Protocolo CEPMHA/UFG 031/08
Descrição: O acompanhante constitui-se um representante da rede social do cliente que o acompanha durante a hospitalização, podendo ser considerado um aliado da equipe de saúde, atuando como recurso na promoção de conforto e humanização da assistência ao cliente, ajudando-o a recuperar confiança, e assim, intervir na sua recuperação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2013
Epidemiologia das infecções pelos vírus da imunodeficiência humana, hepatite B e C em profissionais do sexo em Goiânia, Goiás
Descrição: Descrição: A proposta deste estudo é avaliar a prevalência, os fatores preditores e os genótipos dos vírus das hepatites B (HBV) e C (HCV) em mulheres que se prostituem em Goiânia e Campo Grande, Brasil Central. Ainda, verificar a cobertura vacinal contra hepatite B, oferecer a vacina e comparar a adesão, bem como a resposta vacinal contra hepatite B nesse grupo, utilizando-se o calendário vacinal padrão e um calendário acelerado Para tanto serão recrutadas 500 mulheres que se prostituem em Goiânia e Campo Grande. Todas serão entrevistadas sobre fatores de risco, e amostras sanguíneas serão coletadas para detecção de marcadores sorológicos do HBV (HBsAg, anti-HBs e Anti-HBc total) e HCV (anti-HCV) pelo ensaio imunoenzimático. Amostras reagentes ao HBsAg e anti-HCV serão genotipadas. Às mulheres suscetíveis à hepatite B será oferecida a vacina contra hepatite B em dois calendários: padrão (0, 1 e 6 meses) e acelerado (0, 1 e 2 meses), sendo então avaliadas quanto à adesão aos esquemas e resposta vacinal. Acreditamos que essas informações fornecerão subsídios para o melhor entendimento da participação dessas mulheres na disseminação destas viroses em nossa região e País, bem como para se estabelecer a situação de base para posteriores análises da efetividade de medidas de intervenção que provoquem mudanças de comportamento entre as profissionais do sexo e criem oportunidades para vacinação contra a hepatite B nesse grupo que apresenta vulnerabilidade individual, programática e social.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação ( 2) / Mestrado acadêmico ( 3) / Doutorado ( 1) . Integrantes: Regina M B Martins - Integrante / MEGMAR A S CARNEIRO - Integrante / Ana Luíza N Junqueira - Integrante / Marcos André Matos - Integrante / Ana Rita Motta Castro - Integrante / Divânia Dias da Silva França - Integrante / Karlla Antonieta Amorim Caetano - Integrante / Kamilla Vencio Frauzino Alexandre - Integrante / Matos, Márcia A.D. - Integrante.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2010
Epidemiologia da infecção pelo vírus da imunodeficiência humana em idosos do Brasil
Descrição: Descrição: Embora exista um mito que pessoas idosas não têm interesse ou vida sexual, estudos têm mostrado que o desejo e a atividade sexual são mantidos em homens e mulheres idosos, sendo parte importante da vida destes indivíduos. Portanto, eles como outros sexualmente ativos estão em risco de doenças sexualmente transmissíveis, incluindo a infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV). No Brasil, embora já seja evidente o aumento do número de casos de HIV/Aids na população idosa, ainda são poucas as informações sobre esta infecção neste grupo. Assim, a proposta deste estudo é avaliar a epidemiologia da infecção pelo HIV/Aids em idosos atendidos em duas unidades públicas de referência para o atendimento de pacientes com HIV/Aids nas Regiões Centro-Oeste e Sudeste do Brasil. Acreditamos que os resultados deste estudo contribuirão para elaboração de estratégias públicas dirigidas a população de idosos, que certamente reduzirão os custos diretos e indiretos relacionados a esta infecção e suas complicações, melhorando, assim, a qualidade de vida deste grupo alvo. Embora exista um mito que pessoas idosas não têm interesse ou vida sexual, estudos têm mostrado que o desejo e a atividade sexual são mantidos em homens e mulheres idosos, sendo parte importante da vida destes indivíduos. Portanto, eles como outros sexualmente ativos estão em risco de doenças sexualmente transmissíveis, incluindo a infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV). No Brasil, embora já seja evidente o aumento do número de casos de HIV/Aids na população idosa, ainda são poucas as informações sobre esta infecção neste grupo. Assim, a proposta deste estudo é avaliar a epidemiologia da infecção pelo HIV/Aids em idosos atendidos em duas unidades públicas de referência para o atendimento de pacientes com HIV/Aids nas Regiões Centro-Oeste e Sudeste do Brasil. Acreditamos que os resultados deste estudo contribuirão para elaboração de estratégias públicas dirigidas a população de idosos, que.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2011
ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO PARA AVALIAR A IMUNOGENICIDADE E REATOGENICIDADE DA VACINA BRASILEIRA CONTRA HEPATITE B (BUTANG ) EM LACTENTES, UTILIZANDO-SE A REGIÃO VENTROGLÚTEA COMO LOCAL ALTERNATIVO PARA INJEÇÃO INTRAMUSCULAR
Descrição: Descrição: A administração de medicamentos é uma atribuição da enfermagem que deve buscar continuamente inovações tecnológicas para esta prática. A técnica de administração de soluções, por via intra-muscular, na região ventro-glútea, embora considerada mais segura e bem menos dolorosa (rede nervosa mais fina e vasos menos calibrosos), para aplicação de soluções injetáveis, incluindo imunógenos, tem sido muito pouco utilizada entre os enfermeiros brasileiros. A falta de estudos que validem a aplicabilidade deste local para administração de injeções e, conseqüentemente a pouca divulgação desta técnica em nosso meio deve contribuir para este quadro. A vacina brasileira contra hepatite B (vacina Butang ), foi introduzida no Programa Nacional de Imunização em 2001. Contudo, ainda são poucos os estudos sobre a imunogenicidade desta vacina nas várias populações brasileira. Assim, conjugando dois grandes interesses em saúde pública e enfermagem, nos propomos a realizar um ensaio clínico randomizado controlado para avaliar a resposta vacinal e reatogenicidade a Butang em crianças com até 12 meses de idade, considerando a região ventro glútea e a região vasto lateral da coxa, sendo a última tradicionalmente utilizada no Programa Nacional de Imunização. Acreditamos que os resultados deste estudo contribuirão para o maior conhecimento sobre a imunogenicidade da vacina brasileira, como também proporcionará informações valiosíssimas sobre a aplicabilidade da técnica de administração ventro-glútea, aumentando, assim, as possibilidades de local para aplicação de imunógenos em crianças pelo Programa Nacional de Imunização, o que certamente contribuirá para a redução de agravos e melhoria do atendimento à população, mas também para aumentar o corpo de conhecimento da ciência enfermagem. . Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação ( 2) / Especialização ( 0) / Mestrado acadêmico ( 1) / Mestrado profissionalizante ( 0) / Doutorado ( 1) . Integrantes.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2010
Estudo soroepdemiológico e molecular da infecção pelo HBV, HCV e HIV e caminhoneiros que trafegam na BR-153 em Goiania, Goiás
Descrição: Descrição: Existem cerca de 400 milhões e 170 milhões de portadores crônicos dos vírus das hepatites B e C, respectivamente. A associação entre estes agentes e hepatite crônica, cirrose e carcinoma hepatocelular tem sido demonstrada por vários autores, o que confere a estas infecções importantes causas de morbi-mortalidade e graves problemas de saúde pública. Em relação ao HIV, estima-se em cerca de 40 milhões o número de pessoas infectadas em todo o mundo. A variabilidade genômica destes agentes têm implicações no tratamento das infecções, além da distribuição geográfica dos mesmos variar significantemente entre regiões. O HBV e HIV são eficientemente transmitidos através da via sexual, parenteral e vertical. Já o HCV se dissemina principalmente pela via parenteral e, menos eficientemente, pelas demais vias. Assim, os caminhoneiros têm sido considerados um grupo de risco elevado para exposição a estes agentes. O longo período que estes indivíduos permanecem fora de casa favorece a busca por relações sexuais ocasionais, incluindo profissionais do sexo. Além disso, o uso abusivo de álcool torna-os vulneráveis a práticas sexuais inseguras. Ainda, devido a alta mobilidade desta população, os mesmos podem ser disseminadores eficientes destes agentes. O presente projeto tem como objetivos determinar a prevalência das infecções pelo HBV, HCV e HIV em caminhoneiros que trafegam em uma grande rodovia que se estende do Pará ao Rio Grande do Sul (Rodovia Federal BR 153); analisar os fatores de risco associados a estas viroses e identificar os tipos/subtipos virais circulantes neste grupo. A população deste estudo será constituída por caminhoneiros (N=493) que trafegam em Goiás, na Rodovia Federal BR 153. Todos os participantes preencherão um questionário auto-aplicável contendo perguntas sobre dados sócio-demográficos e fatores/características de risco associados à infecção pelos HBV, HCV e HIV. A seguir, serão coletados 10 mL de sangue, os soros serão testados, através do en.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2006
Estudo epidemiológico e molecular da infecção pelo vírus da hepatite B em adolescentes em situação de risco social
Descrição: Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação ( 1) / Mestrado acadêmico ( 1) . Integrantes: REGINA MARIA BRINGEL MARTINS - Integrante / Clara Fumiko Tachibana yoshida - Integrante / Megmar Aparecida dos Santos Carneiro - Integrante / Sandra Brunini de Souza - Integrante / Márcia Maria Souza - Integrante / Marcos André de Matos - Integrante / Michele Dias da Silva Oliveira - Integrante / Sheila Araujo Teles - Coordenador. Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro. Número de produções C, T & A: 9 / Número de orientações: 7..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2016 - Atual
RUA NEGRA: ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DA POP. NEGRA EM SITUAÇÃO DE RUA DO EST. DE GOIÁS - PROEXT/2016
Descrição: A População em Situação de rua, em particular a população negra, é constantemente vítima da exclusão social, enfrenta dificuldades de acessibilidade nos serviços de saúde, garantia dos direitos básicos de habitação, alimentação, trabalho, higiene e saúde. Ainda, como são considerados uma população flutuante, marginalizada e estigmatizada acabam não sendo incluídos nos inquéritos epidemiológicos de base populacional e por consequente das estratégias de intervenção, dificultando o planejamento de políticas públicas de saúde que realmente assistam as necessidades do grupo..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2015 - Atual
Segue-me: PROGRAMA integrado de promoção, prevenção e atenção integral a saúde de indivíduos privados de liberdade do Complexo Prisional de Goiás- PROEXT/2015-2016
Descrição: Os indivíduos privados de liberdade representam uma importante parcela da sociedade e encontra-se em vulnerabilidade social e em saúde devido às características inerentes a situação de confinamento. Assim, incluí-los no sistema de saúde brasileiro é um direito garantido pela constituição. Trata-se de um programa multidisciplinar e intersetorial em desenvolvimento no Complexo Prisional do Brasil Central, utilizando a metodologia problematizadora (Círculo de cultura)..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2015 - Atual
Ambulatório de Saúde JODST: Jovens livres das DST/HIV/Aids, hepatites virais e drogadição
Descrição: Observa-se maior incidência de IST/HIV/Aids, hepatites virais e drogadição entre a população adulta jovem. Objetiva-se oferecer a toda comunidade da UFG e jovens moradores da região atendimento coletivo e individualizado de prevenção e controle das IST, em ambulatório do Centro de Saúde Campus Samambaia. Para tanto, realizaremos testes rápidos para diagnóstico de HIV, hepatites e sífilis, bem como vacinação e educação em saúde utilizando a problematização. Espera-se que o projeto seja referência para a prevenção desses agravos nessa clientela.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2015 - Atual
Guerreiras na vida e companheiras na luta: ações em saúde com mulheres trabalhadoras rurais do Estado de Goiás
Descrição: A transformação de outros setores da sociedade, por meio da educação e formação de alunos integram parte da missão que a universidade desempenha no meio social. Diante disso, considerando o contexto vulnerável de grupos populacionais do Brasil, mulheres cortadoras de cana de açúcar constituem parte da população rural, de baixo poder aquisitivo, vida flutuante e muitas vezes migrantes, com comportamentos que colocam em risco sua saúde integral. Portanto, conhecer a condição de vida e promover ações emancipadoras são essenciais para o empoderamento desta população específica que trabalham em zonas de campo de Goiás, bem como subsidiar órgãos que atuam diretamente com estas mulheres. Deste modo, a proposta deste programa de extensão é promover ações de promoção e prevenção à saúde para mulheres cortadoras de cana de açúcar do Estado de Goiás e qualificar membros da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Goiás (FETAEG), quanto as políticas de saúde às mulheres e adolescentes rurais em situação de violência doméstica e sexual e quanto a prevenção, tratamento e controle das doenças sexualmente transmissíveis, HIV/Aids e hepatites virais. Por outro lado, acreditamos que a participação dos alunos nestas ações, colaborarão para o desenvolvimento destes, auxiliando e ampliando a formação, enquanto cidadãos e futuros profissionais, comprometidos com as mudanças sociais que se fazem necessárias, além de atender a indissociabilidade com o ensino e pesquisa da Universidade Federal de Goiás.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2014 - 2015
DST/HIV/AIDS: Promoção da saúde e direitos dos Homens que fazem sexo com homens, travestis e transexuais do estado de Goiás
Descrição: Questões relativas à identidade de gênero e livre orientação sexual representam um relevante problema de saúde pública, especialmente quando trata-se de Doenças de Transmissão Sexual (DST), em um País de dimensões continentais, como o Brasil. Estas infecções, estão relacionadas a comportamentos de risco como: comercialização da prática sexual, não adesão ao uso de preservativos, uso de drogas ilícitas e do álcool, entre outros. Assim, alguns grupos sociais como os Homens que fazem Sexo com Homens (HSH), Travestis e Transexuais apresentam maior vulnerabilidade às DST, em particular pelo peso que as características inerentes a orientação sexual e a identidade de gênero possuem em nossa sociedade moderna. O presente programa visa discutir as relações de gênero, diversidade sexual e vulnerabilidade às DST em HSH, travestis e transexuais de Goiás, visando a formação de profissionais e agentes culturais em questões relativas à identidade de gênero e livre orientação sexual, concedendo visibilidade às diferenças e reconhecer que o Sistema Único de Saúde (SUS) é para todos ou somos todos iguais, para o SUS..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Marcos André de Matos - Coordenador / TELES, SHEILA ARAUJO - Integrante / CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM - Integrante / SOUZA, MÁRCIA MARIA - Integrante.Financiador(es): PROEXT MEC - Auxílio financeiro.
2013 - 2015
PROGRAMA DE ENFRENTAMENTO DAS DST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRAIS EM GRUPOS VULNERÁVEIS DE GOIÂNIA-GOIÁS, BRASIL CENTRAL.
Descrição: Dentre os agravos infecciosos, as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e as hepatites virais constituem um dos mais sérios problemas de saúde pública na atualidade, uma vez que potencializam o risco de aquisição do Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) e por apresentarem variável distribuição epidemiológica em diferentes grupos populacionais, em especial no Brasil que apresenta dimensões continentais. Tais infecções estão associadas a comportamentos de risco como uso de drogas lícitas/ilícitas, álcool, não adesão ao uso de preservativos, sexarca precoce, número de relações sexuais, homossexualismo, entre outros. Assim, torna-se extremamente relevante realizar intervenções de prevenção e controle desses agravos em grupos sociais que apresentam vulnerabilidade individual, social e programática. O presente programa de extensão inclui três projetos de intervenção cujo foco são ações intersetoriais e multidisciplinares na prevenção e controle das DST/HIV/AIDS e Hepatites virais em grupos vulneráveis de Goiânia-Goiás e municípios circunvizinhos. Justifica-se a escolha de moradores de rua, adolescentes escolares assentados e radioacidentados vítimas do césio-137 pelo seu alto grau de vulnerabilidade às DST/HIV/AIDS e hepatites virais e pela demanda dos parceiros do grupo de trabalho. Trata-se de um programa multidisciplinar e intersetorial que será desenvolvido em Goiânia e entorno, utilizando a metodologia problematizadora (Círculo de cultura). Propõe-se realizar atividades de diagnóstico participativo, educação em saúde, educação permanente e participação social, com envolvimento de trabalhadores da saúde, educação, ONGs e comunidade. A realização destas ações tem como base a articulação ensino-serviço-comunidade, a valorização da participação comunitária e o protagonismo dos grupos sociais emergentes envolvidos, visando subsidiar políticas públicas de saúde..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) .
Integrantes: Marcos André de Matos - Coordenador / Sheila Araujo Teles - Integrante / Megmar A.S. Carneiro - Integrante / Marcia Maria de Souza - Integrante / Ana Luiza Neto Junqueira - Integrante / Grécia Carolina Pessoni - Integrante / Divânia Dias da Silva França - Integrante / NÉLI BARBOSA BOCCANERA - Integrante / Caetano, K K A - Integrante / Márcia Alves Dias de Matos - Integrante / Penélope Bueno Fagundes - Integrante / Laurena Moreira Pires - Integrante / Brenda Kelly Gonçalves Nunes - Integrante / Alessandra Dias Lemes Guerra - Integrante / Paulo Arcênio Cristino Rodrigues - Integrante / JÉSSYCA PEREIRA E SOUZA - Integrante.Financiador(es): Ministério da Educação PROEXT - Auxílio financeiro.Número de orientações: 3
2012 - 2013
Vulnerabilidade social e em saúde de populações emergentes: proposta de intervenção com mulheres de assentamentos do Estado de Goiás
Descrição: As mulheres de assentamentos, em sua maioria, apresentam vulnerabilidade individual (Baixa auto-estima e desinformação), vulnerabilidade social (Baixa escolaridade, machismo, sem renda própria, história de moradia em acampamentos, mobilidade geográfica e dificuldades de acesso aos serviços de saúde) bem como vulnerabilidade programática (Políticas de saúde que não consideram suas particularidades/especificidades); fatores que as tornam susceptíveis às infecções de transmissão sexual, como a hepatite B. Assim, programas preventivos e de rastreamento de portadores representam importantes estratégias de prevenção e controle desses agravos, principalmente se estruturados de forma participativa entre gestores da saúde/educação, ONGs, comunidade acadêmica e geral. Pretende-se investigar a vulnerabilidade às DST/HIV/AIDS e hepatite B em mulheres assentadas de Goiás - Brasil Central, bem como desenvolver atividades de prevenção/aconselhamento em saúde e cidadania. Por meio de nossas intervenções, com foco na metodologia problematizadora Freiriana, esperamos contribuir para a construção de políticas públicas de saúde destinadas ao ambiente rural contribuindo de forma eficaz para a construção da identidade social da mulher e prevenção e controle das DST/HIV/AIDS e hepatite B. Ainda acreditamos que poderemos contribuir para um planejamento de políticas e ações institucionais em prol do desenvolvimento das mulheres de áreas de assentamentos de reforma agrária de nossa região e do país..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2011 - 2015
Educação em saúde com profissionais do sexo: uma intervenção necessária
Descrição: As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) constituem um dos mais sérios problemas de saúde pública na atualidade e estão associadas a comportamentos de risco como o uso de drogas ilícitas, álcool, desconsideração quanto ao uso de preservativos, número de relações sexuais, homossexualismo, entre outros; em especial entre populações que apresentam grande mobilidade, dificuldades no acesso aos serviços de saúde e barreiras quanto ao gênero e estigmas sociais, como as profissionais do sexo. Assim faz-se necessário programas que abordem a prevenção das DST/HIV/AIDS entre este segmento populacional repleto de particularidades e especificidades. O presente projeto de extensão tem como objetivo geral, desenvolver ações educativas e aconselhamento em saúde sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis para profissionais do sexo de Goiânia-Goiás e entorno; empregando os conhecimentos sobre metodologias que enfatizam a ação de problematizar..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Marcos André de Matos - Coordenador / Nara Rubia de Freitas - Integrante / Sheila Araujo Teles - Integrante / laura branquinho do nascimento - Integrante / Ana Luiza Neto Junqueira - Integrante / Caetano, K K A - Integrante / Allan c. Rodrigues - Integrante / Penélope Bueno Fagundes - Integrante / Everaldo Mariano Miranda Sobrinho - Integrante / Danilo Nunes Melo - Integrante / Luana Pequeno Vasconcelos Machado - Integrante / MORAES, LUCIENE CARNEIRO DE - Integrante / Andressa Cunha de Paula - Integrante.Financiador(es): Ministério da Educação PROEXT - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 1


Membro de corpo editorial


2015 - Atual
Periódico: Revista UFG (Online)
2012 - Atual
Periódico: INFORMABEN - Jornal informativo da Associação Brasileira de Enfermagem - GO
2009 - Atual
Periódico: Revista Eletrônica de Enfermagem


Membro de comitê de assessoramento


2012 - Atual
Agência de fomento: Pro-reitoria de extensão e cultura


Revisor de periódico


2015 - Atual
Periódico: Revista Latino-Americana de Enfermagem (USP. Ribeirão Preto. Impresso)
2015 - Atual
Periódico: Revista UFG (Impresso)
2014 - Atual
Periódico: Revista Hacia la Promoción de la Salud
2013 - Atual
Periódico: Revista Eletrônica de Enfermagem
2015 - Atual
Periódico: Revista UFG (Impresso)
2015 - Atual
Periódico: RECIIS. Revista Eletrônica de Comunicação, Informação & Inovação em Saúde (
2017 - Atual
Periódico: REVISTA DA ASSOCIAÇÃO MÉDICA BRASILEIRA
2017 - Atual
Periódico: REVISTA DE EPIDEMIOLOGIA E CONTROLE DE INFECÇÃO
2017 - Atual
Periódico: Revista Facultad de Ciencias de la Salud UDES - Revistas UDES


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Saúde do Homem.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: Enfermagem em Doenças Emergentes, Reemergentes e Negligenciadas.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia das doenças transmissíveis.
4.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Enfermagem em saúde coletiva.
5.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Enfermagem Médico-Cirúrgica.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2018
Ação e prevenção no presídio regional de Itumbiara: um relato de experiência - 3º lugar como artigo apresentado de maior relevância, UniCerrado: Centro Universitário de Goiatuba.
2018
Ação preventiva frente à sífilis: um relato de experiência - 1º lugar como artigo apresentado de maior relevância, UniCerrado: Centro Universitário de Goiatuba.
2017
Paraninfo da 44 Turma de Enfermagem da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Goiás, Universidade Federal de Goiás.
2017
Servidor Docente - Professor homenageado na aula da saúde - Formandos Enfermagem - Turma 44 Universidade Federal de Goiás, Universidade Federal de Goiás.
2017
Sexualidade, religiosidade e IST/HIV/AIDS em homens em situação de rua: desafios na promoção da saúde- Segundo Lugar apresentação oral, Associação Brasileira de Enfermagem - Seção Goiás.
2017
Menção Honrosa - Relato de imunização contra o vírus da hepatite B em portadores de diabetes mellitus tipo 2 em Goiânia-Goiás, XLV Jornada Médica de Ceres 2017.
2017
Prêmio Prof. Dr. Willian Barbosa - 1° Lugar da área Virologia Avaliação da resposta à vacina contra Hepatite B em pacientes com Diabetes Mellitus tipo II em Goiânia -Goiás, XV SEMINÁRIO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA E VIII SEMANA DE BIOTECNOLOGIA.
2017
Menção Honrosa Prêmio "Walter Fernandes" - Eixo saúde de pessoas em situação de vulnerabilidade. Discriminação, preconceito racial e qualidade de vida de indivíduos em situação de rua, Escola de Enfermagem Alfredo Pinto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (EEAP/UNIRIO).
2017
Primeiro lugar no Eixo Saúde do Mulher. Mulher da vida, minha irmão: educação popular em saúde com profissionais do sexo do Brasil Central., Escola de Enfermagem Alfredo Pinto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (EEAP/UNIRIO).
2017
Segundo lugar prêmio, modalidade pôster. Baixa cobertura vacinal contra hepatite B em adolescentes do Programa Nacional de Reforma Agrária: onde esta a enfermagem hebiátrica?, Congresso interdisciplinar de cuidado baseado em evidências.
2017
Primeiro lugar Eixo: Boas práticas de enfermagem nos ciclos da vida. Sexualidade, religiosidade e IST/HIV/AIDS em homens em situação de rua: desafios na promoção da saúde, 78 Semana Brasileira de Enfermagem - ABEn - Seção Goiás.
2017
Segundo lugar. Enfermagem e estágio supervisionado na prática de administração: a experiência da Divisão de Imunização Congresso interdisciplinar de cuidado baseado em evidências, Congresso interdisciplinar de cuidado baseado em evidências.
2017
Menção Honrosa. Valor preditivo positivo do relato de vacinação contra a hepatite B em indivíduos em situação de rua de Goiânia, Goiás, Melhor trabalho na área de Enfermagem submetido à sessão de pôsteres da 69 Reunião Anual da SBPC..
2016
Ana Grijó - Percepção de mulheres em situação de rua sobre io ciclo gravídico puerperal: subsídios para a enfermagem obstétrica, Congresso Internacional de Enfermagem Obstétrica e Neonatal - CIEON.
2016
Menção honrosa 1 lugar TCC - VULNERABILIDADE AS INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS ENTRE ADOLESCENTES: SUBSÍDIOS PARA A PREVENÇÃO EM POPULAÇÕES EMERGENTES, X MOSTRA CIENTÍFICA, CULTURAL E DE EXTENSÃO E III COLÓQUIO ENSINO-SERVIÇO-COMUNIDADE.
2016
Menção honrosa 1 lugar. Ansiedade e sobrecarga em cuidadores principais de portadores de doenças crônicas: prevalência e fatores associados. Apresentação pôster, X MOSTRA CIENTÍFICA, CULTURAL E DE EXTENSÃO E III COLÓQUIO ENSINO-SERVIÇO-COMUNIDADE.
2014
Menção Honrosa ao trabalho - Comunicação coordenada - Idosos cuidadores principais: uma nova realidade e um novo desafio para a enfermagem, Associação Brasileira de Enfermagem - 75 Semana Brasileira de Enfermagem - Seção Goiás.
2014
Melhor trabalho - Modalidade pôster - Capacitação de Agentes Comunitários de Saúde sobre hepatite B e diabetes mellitus: uma experiência exiitosa para a Saúde Pública, Associação Brasileira de Enfermagem - 75 Semana Brasileira de Enfermagem - Seção Goiás.
2014
Prêmio Extensão e Cultura/UFG - Melhor trabalho da Regional Goiânia "Projeto Acompanhante; cuidando e capacitando o amigo cuidador", 11 CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da Universidade Feral de Goiás.
2014
Menção Honrosa ao trabalho "Baixíssima adesão à consulta Ginecológica e Andrológica em Hebiatria: contribuições para a saúde coletiva, Associação Brasileira de Enfermagem.
2014
Reconhecimento Conselho Universitário (professor destaque EXTENSÃO) - CONSUNI UFG, Universidade Federal de Goiás - UFG.
2014
V Prêmio Prof. Dr. Willian Barbosa - "Cobertura vacinal em adolescentes e adultos jovens de um assentamento urbano na Região Noroeste de Goiânia, Goiás", Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - Universidade Federal de Goiás - IPTSP/UFG.
2013
Paraninfo da Turma de Bianca Fernandes e Silva Carvalho, Faculdade de Enfermagem - Universidade Federal de Goiás.
2013
Professor homenageado da aula da saudade - 38 Turma de Enfermagem FEN/UFG, Faculdade de Enfermagem - Universidade Federal de Goiás.
2013
Prêmio faixa preta de honra - Dójo Magno kan, Organização da Sociedade Civil (OSC) Dójo Magno kan - Assentamento Vila Cerrado.
2012
Reconhecimento Conselho Universitário (professor destaque PESQUISA) - CONSUNI UFG, Universidade Federal de Goiás - UFG.
2012
Menção Honrosa pelo trabalho "Masculinidade, vulnerabilidade e prevenção às IST/HIV/AIDS entre adolescentes do sexo masculino de um assentamento da reforma agrária, Brasil Central!, Prêmio Incentivo em Ciência e Tecnologia para o SUS - SCTIE/MS.
2012
Professor homenageado - Enfermagem FEN/UFG 2012, Faculdade de Enfermagem - Turma prof Jacqueline Andréia B. L. Cordeiro.
2011
IX Prêmio UFG de Iniciação Científica "Conhecimento sobre DST/HIV/AIDS entre mulheres profissionais do sexo em Goiânia-Goiás", Programa Institucional de Iniciação Científica.
2010
3º Lugar no IV CANTA FEN/UFG com a paródia da música "Triller de Michal Jackson" versão "O terror dos germes" para a prevenção e controle de infecções associadas aos cuidados em saúde, NEPIH - FEN/UFG.
2008
Menção honrosa ao trabalho "Co-infecção pelo vírus HBV e HCV em caminhoneiros que trafegam na BR-153, Goiânia,Goiás", Sociedade Brasileira de DST.
2006
Melhor tema livre de prevenção ao trabalho Baixa cobertura vacinal contra hepatite B em caminhoneiros brasileiros, VI Congresso da SBDST - Sociedade Brasileira de Doenças Sexualmente Transmissíveis.
2006
Menção honrosa pela apresentação oral do trabalho Seroepidemiology and molecular profile of hepatitis B infection in afro-descendants in Goiás state, Brazil, V Seminário em Patologia Tropical e Saúde Pública Instituto de Patologia Tropical e Saúde PúblicaUFG.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
GUIMARÃES, RAFAEL ALVES2018GUIMARÃES, RAFAEL ALVES ; SOUZA, MÁRCIA MARIA DE ; CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM ; TELES, SHEILA ARAUJO ; MATOS, MARCOS ANDRÉ DE . Use of illicit drugs by adolescents and young adults of an urban settlement in Brazil. REVISTA DA ASSOCIAÇÃO MÉDICA BRASILEIRA, v. 64, p. 114-118, 2018.

2.
AMORIM, T. F.2018AMORIM, T. F. ; CARNEIRO, M. A. S. ; MATOS, MARCOS ANDRE DE ; MORAES, L. C. ; TELES, SHEILA ARAÚJO ; ROSA, L. R. C. ; NOGUEIRA, D. J. ; SILVA, G. R. C. E. ; CAETANO, K. A. A. . Symptomatic Sexually Transmitted Infections in Brazil's Emerging Rural Populations. JANAC-JOURNAL OF THE ASSOCIATION OF NURSES IN AIDS CARE, v. 1, p. 1, 2018.

3.
CASTRO, D. F. N.2018CASTRO, D. F. N. ; Martins ; ROSA, L. R. C. ; MATOS, MARCOS ANDRÉ ; SOUZA, MÁRCIA MARIA DE ; CARNEIRO, M. A. S. ; COOK, R. L. ; TELES, SHEILA ARAÚJO . Epidemiology of HIV, syphilis, and hepatitis B and C among manual cane cutters in low-income regions of Brazil. BMC Infectious Diseases (Online), v. 18, p. 1-10, 2018.

4.
MATOS, MARCOS ANDRÉ2017MATOS, MARCOS ANDRÉ; CARNEIRO, M. A. ; MATOS, MÁRCIA ALVES DIAS DE ; Martins ; CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM ; FRANCA, DIVANIA DIAS DA SILVA ; TELES, SHEILA ARAUJO . Hepatitis B, HIV, and Syphilis in Female Crack Cocaine Users in Central Brazil. JANAC-JOURNAL OF THE ASSOCIATION OF NURSES IN AIDS CARE, v. 28, p. 438-442, 2017.

5.
NUNES, B. K. G.2017NUNES, B. K. G. ; GUERRA, A. D. L. ; GUIMARAES, R. A. ; TELES, SHEILA ARAÚJO ; MATOS, MARCOS ANDRÉ ; SILVA, S. M. ; SOUZA, M. M. . Condom use: the reality of adolescents and young adults from an urban settlement. REVISTA ELETRÔNICA DE ENFERMAGEM, v. 19, p. 19a13, 2017.

6.
CARVALHO, PAULIE MARCELLY RIBEIRO DOS SANTOS2017CARVALHO, PAULIE MARCELLY RIBEIRO DOS SANTOS ; MATOS, MARCOS ANDRÉ DE ; MARTINS, REGINA MARIA BRINGEL ; PINHEIRO, RAQUEL SILVA ; CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM ; SOUZA, MÁRCIA MARIA DE ; CARNEIRO, MEGMAR APARECIDA DOS SANTOS ; TELES, SHEILA ARAUJO . Prevalence, risk factors and hepatitis B immunization: helping fill the gap on hepatitis B epidemiology among homeless people, Goiânia, Central Brazil. Cadernos de Saude Publica, v. 33, p. e00109216, 2017.

7.
FREITAS, NARA RUBIA DE2017FREITAS, NARA RUBIA DE ; TELES, SHEILA ARAÚJO ; CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM ; MATOS, MARCOS ANDRE DE ; CARNEIRO, MEGMAR APARECIDA DOS SANTOS ; GARDINALI, NOEMI ROVARIS ; PINTO, MARCELO ALVES ; MARTINS, REGINA MARIA BRINGEL . Hepatitis E seroprevalence and associated factors in rural settlers in Central Brazil. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA, v. 50, p. 675-679, 2017.

8.
GUIMARÃES, RAFAEL ALVES2017GUIMARÃES, RAFAEL ALVES ; DE OLIVEIRA LANDGRAF DE CASTRO, VIVIANNE ; DO VALLE LEONE DE OLIVEIRA, SANDRA MARIA ; STABILE, ANDRÉA CRISTINA ; MOTTA-CASTRO, ANA RITA COIMBRA ; DOS SANTOS CARNEIRO, MEGMAR APARECIDA ; ARAUJO, LYRIANE APOLINÁRIO ; CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM ; DE MATOS, MARCOS ANDRÉ ; TELES, SHEILA ARAUJO . Gender differences in patterns of drug use and sexual risky behaviour among crack cocaine users in Central Brazil. BMC Psychiatry, v. 17, p. 412, 2017.

9.
TELES, SHEILA ARAÚJO2017TELES, SHEILA ARAÚJO ; GIR, ELUCIR ; MARTINS, REGINA MARIA BRINGEL ; DOS SANTOS CARNEIRO, MEGMAR APARECIDA ; DE MATOS, MARCOS ANDRÉ ; CAETANO, KARLA ANTONIETA AMORIM . Emergent predictors of hepatitis C infection among non-injection drug users. Journal of Infection and Public Health, v. 17, p. S1876-0341(17)3, 2017.

10.
PAULA, ANDRESSA CUNHA DE2017PAULA, ANDRESSA CUNHA DE ; CARVALHO, PAULIE MARCELLY RIBEIRO DOS SANTOS ; ROSSO, CLACI FÁTIMA WEIRICH ; SOUZA, MÁRCIA MARIA DE ; BOCCANERA, NÉLIO BARBOSA ; MATOS, MARCOS ANDRÉ DE . Enfermagem sob a ótica de cuidadores principais de indivíduos com doença crônica no ambiente hospitalar [Nursing as seen by primary caregivers of individuals with chronic disease in the hospital environment]. REVISTA ENFERMAGEM UERJ, v. 25, p. 2017.15493, 2017.

11.
OLIVEIRA, PATRÍCIA CARVALHO2017OLIVEIRA, PATRÍCIA CARVALHO ; PIRES, LAURENA MOREIRA ; JUNQUEIRA, ANA LUIZA NETO ; VIEIRA, MARIA APARECIDA DA SILVA ; MATOS, MARCOS ANDRÉ ; AMORIM, KARLLA ANTONIETA CAETANO ; MINAMISAVA, RUTH ; TELES, SHEILA ARAÚJO ; SOUZA, MARCIA MARIA . Conhecimento em saúde sexual e reprodutiva: estudo transversal com adolescentes. REVISTA ELETRÔNICA DE ENFERMAGEM, v. 19, p. 19:a17, 2017.

12.
MATOS, MARCOS ANDRÉ DE2017MATOS, MARCOS ANDRÉ DE; FRANÇA, DIVÂNIA DIAS DA SILVA ; CARNEIRO, MEGMAR APARECIDA DOS SANTOS ; MARTINS, REGINA MARIA BRINGEL ; KERR, LÍGIA REGINA FRANCO SANSIGOLO ; CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM ; PINHEIRO, RAQUEL SILVA ; ARAÚJO, LYRIANE APOLINÁRIO DE ; MOTA, ROSA MARIA SALANI ; MATOS, MARCIA ALVES DIAS DE ; MOTTA-CASTRO, ANA RITA COIMBRA ; TELES, SHEILA ARAÚJO . Viral hepatitis in female sex workers using the Respondent-Driven Sampling. REVISTA DE SAUDE PUBLICA, v. 51, p. 65, 2017.

13.
OLIVEIRA, M. P.2016 OLIVEIRA, M. P. ; MATOS, MÁRCIA ALVES DIAS DE ; SILVA, AGABO MACEDO DA COSTA E ; LOPES, CARMEN LUCI RODRIGUES ; TELES, SHEILA ARAÚJO ; MATOS, MARCOS ANDRE DE ; MOTA, A. R. ; ARAUJO, M. N. ; KERR, S. F. L. R. ; MARTINS, REGINA MARIA BRINGEL . Prevalence, Risk Behaviors, and Virological Characteristics of Hepatitis B Virus Infection in a Group of Men Who Have Sex with Men in Brazil: Results from a Respondent-Driven Sampling Survey. Plos One, v. 11, p. 1-14, 2016.

14.
QUEIRÓS, POLLYANNA DE SIQUEIRA2016QUEIRÓS, POLLYANNA DE SIQUEIRA ; PIRES, LAURENA MOREIRA ; MATOS, MARCOS ANDRÉ ; JUNQUEIRA, ANA LUIZA NETO ; MEDEIROS, MARCELO ; SOUZA, MÁRCIA MARIA DE . Conceptions of parents of adolescent students about the sexuality of their children. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste, v. 17, p. 293-300, 2016.

15.
CARVALHO, PAULIE MARCELLY RIBEIRO DOS SANTOS2015CARVALHO, PAULIE MARCELLY RIBEIRO DOS SANTOS ; GUIMARÃES, RAFAEL ALVES ; MORAES, PAULA ÁVILA ; TELES, SHEILA ARAUJO ; MATOS, MARCOS ANDRÉ DE . Prevalência de sinais e sintomas e conhecimento sobre doenças sexualmente transmissíveis. ACTA PAUL DE ENFERM, v. 28, p. 95-100, 2015.

16.
GUIMARÃES, RAFAEL ALVES2015GUIMARÃES, RAFAEL ALVES ; MATOS, MARCOS ANDRÉ . Factors associated with vaccination against hepatitis B in adolescents and young adults from an urban settlement. The Brazilian Journal of Infectious Diseases (Impresso), v. 19, p. 332-333, 2015.

17.
PINHEIRO, RAQUEL SILVA2015PINHEIRO, RAQUEL SILVA ; CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM ; CARNEIRO, MEGMAR APARECIDA DOS SANTOS ; MATOS, MARCOS ANDRÉ ; TELES, SHEILA ARAUJO . Intermediate endemicity of hepatitis A virus infection in rural settlement projects of Southwest Goiás, Brazil. Arquivos de Gastroenterologia (Online), v. 53, p. 12-16, 2015.

18.
CHAVEIRO, LAINE GOMES2015CHAVEIRO, LAINE GOMES ; PIRES, LAURENA MOREIRA ; MATOS, MARCOS ANDRÉ ; TELES, SHEILA ARAÚJO ; SOUZA, SANDRA MARIA BRUNINI ; SOUZA, MÁRCIA MARIA . Thematic analysis of sexuality in the school context with teachers of basic education. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste - Rev Rene, v. 16, p. 690-698, 2015.

19.
MORAES, L. C.2014MORAES, L. C. ; CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM ; FRANCA, D. D. S. ; CARNEIRO, MEGMAR APARECIDA DOS SANTOS ; MATOS, M. A. ; Martins ; TELES, SHEILA ARAÚJO . Outreach Hepatitis B Vaccination of Female Sex Workers in Central-West Brazil. Journal of Public Health Management and Practice, v. 1, p. 1-5, 2014.

20.
MARINHO, TAMIRIS AUGUSTO2014MARINHO, TAMIRIS AUGUSTO ; LOPES, CARMEN LUCI RODRIGUES ; TELES, SHEILA ARAUJO ; MATOS, MARCOS ANDRE DE ; MATOS, MARCIA ALVES DIAS DE ; KOZLOWSKI, ALINE GARCIA ; OLIVEIRA, MARINA PEDROSO DE ; SILVA, AGABO MACEDO DA COSTA E ; MARTINS, REGINA MARIA BRINGEL . Epidemiology of hepatitis B virus infection among recyclable waste collectors in central Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso), v. 47, p. 18-23, 2014.

21.
Caetano, K K A2013Caetano, K K A ; FRANCA, D. D. S. ; CARNEIRO, M. A. ; Martins ; Kerr, L. R. F. S. ; MATOS, M. A. . Prevalence and Virologic Profile of HIV Infections Among Female Sex Workers in Goiânia City, Central Brazil. AIDS patient care and STDs, v. 27, p. 1-4, 2013.

22.
ARRAES, CAMILA DE OLIVEIRA2013ARRAES, CAMILA DE OLIVEIRA ; PALOS, MARINESIA APARECIDA PRADO ; BARBOSA, MARIA ALVES ; TELES, SHEILA ARAUJO ; SOUZA, MARCIA MARIA DE ; MATOS, MARCOS ANDRE DE . Masculinity, vulnerability and prevention of STD/HIV/AIDS among male adolescents: social representations in a land reform settlement. Revista Latino-Americana de Enfermagem (USP. Ribeirão Preto. Impresso), v. 00, p. 00-00, 2013.

23.
MATOS, MARCOS ANDRE DE2013MATOS, MARCOS ANDRE DE; CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM ; FRANCA, DIVANIA DIAS DA SILVA ; PINHEIRO, RAQUEL SILVA ; MORAES, LUCIENE CARNEIRO DE ; TELES, SHEILA ARAUJO . Vulnerability to Sexually Transmitted Infections in women who sell sex on the route of prostitution and sex tourism in Central Brazil. Revista Latino-Americana de Enfermagem (USP. Ribeirão Preto. Impresso), v. 21, p. 906-912, 2013.

24.
BARROS, LÁIZA ALENCAR SANTOS2013BARROS, LÁIZA ALENCAR SANTOS ; PESSONI, GRÉCIA CAROLINA ; TELES, SHEILA ARAÚJO ; SOUZA, SANDRA MARIA BRUNINI DE ; MATOS, MARCOS ANDRÉ DE ; MARTINS, REGINA MARIA BRINGEL ; DEL-RIOS, NATIVA HELENA ALVES ; MATOS, MÁRCIA ALVES DIAS DE ; CARNEIRO, MEGMAR APARECIDA DOS SANTOS . Epidemiology of the viral hepatitis B and C in female prisoners of Metropolitan Regional Prison Complex in the State of Goiás, Central Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso), v. 46, p. 24-29, 2013.

25.
FREITAS, N. R.2010FREITAS, N. R. ; MATOS, M. A. ; Martins ; Teles . Hepatitis C virus infection in Brazilian long-distance truck drivers. Virology journal, v. 7, p. 1-6, 2010.

26.
MATOS, M. A.;MATOS, MARCOS ANDRE DE;MATOS, MARCOS ANDRÉ DE;MATOS, MARCOS ANDRÉ;DE MATOS, MARCOS ANDRÉ2008MATOS, M. A.; SOUZA, S. B. ; Martins ; Teles . Comportamentos de risco para doenças sexualmente transmissíveis em caminhoneiros brasileiros. Revista Panamericana de Salud Pública / Pan American Journal of Public Health, v. 1, p. 1-16, 2008.

27.
MATOS, M. A.;MATOS, MARCOS ANDRE DE;MATOS, MARCOS ANDRÉ DE;MATOS, MARCOS ANDRÉ;DE MATOS, MARCOS ANDRÉ2008 MATOS, M. A.; Martins ; JUNQUEIRA, A. L. N. ; FRANCA, D. D. S. ; MATOS, M. A. D. ; Teles . Epidemiology of hepatitis b virus infection in Truck Drivers in Brazil, South America. Sexually Transmitted Diseases, v. 1, p. 1-5, 2008.

28.
OLIVEIRA, M. D.2006OLIVEIRA, M. D. ; Martins ; MATOS, M. A. ; Ferreira ; CARNEIRO, M. A. . Seroepidemiology of hepatitis B virus infection and high rate of response to hepatitis B virus Butang vaccine in adolescents from low income families in Central Brazil. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso), v. 101, p. 251, 2006.

29.
OLIVEIRA, M. D.2006OLIVEIRA, M. D. ; MATOS, M. A. ; Martins ; Teles . Tattoing and body piercing as lifestyle indicator of risk behaviors in Brazilian adolescents. Sexually Transmitted Diseases, v. 10, p. 1, 2006.

30.
SILVA, P. D. B.2006SILVA, P. D. B. ; TAVARES, V. R. ; MATOS, M. A. ; Teles . Comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis em adolescentes escolares. Revista Eletrônica de Enfermagem, v. 2, p. 1, 2006.

31.
OLIVEIRA, M. D.2006OLIVEIRA, M. D. ; PAGOTTO, V. ; MATOS, M. A. ; Kozlowski ; JUNQUEIRA, A. L. N. ; SOUZA, S. B. ; Martins ; Teles . Análise de fatores associados à não aceitação da vacina contra hepatite B em adolescentes de baixa renda. Ciência & Saúde Coletiva, v. 12, p. 1247-1252, 2006.

Capítulos de livros publicados
1.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Atenção à Saúde de Caminhoneiros: Subsídios para a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem. In: Anderson Reis; Álvaro Pereira. (Org.). Atenção à Saúde de Caminhoneiros: Subsídios para a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem. 1ed.Águia Dourada: , 2017, v. 1, p. 300-320.

2.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. PROTOCOLO DE ENFERMAGEM NA ATENÇÃO À SAÚDE DO HOMEM. In: Conselho Regional de Enfermagem - Seção Goiás. (Org.). PROTOCOLO DE ENFERMAGEM NA ATENÇÃO À SAÚDE DO HOMEM. 3ed.GOIANIA: Conselho Regional de Enfermagem - Seção Goiás, 2017, v. 3, p. 147-160.

3.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. PROTOCOLO DE ENFERMAGEM NA ATENÇÃO À SAÚDE DE GRUPOS SOCIAIS VULNERÁVEIS. PROTOCOLO DE ENFERMAGEM NA ATENÇÃO À SAÚDE DE GRUPOS SOCIAIS VULNERÁVEIS. 3ed.GOIANIA: Conselho Regional de Enfermagem Coren - GO, 2017, v. 3, p. 335-348.

4.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Atenção à Saúde da População Masculina em Situação de Rua: Desafios Atuais e Proposta de Intervenção. In: Anderson Reis; Álvaro Pereira. (Org.). Atenção à Saúde da População Masculina em Situação de Rua: Desafios Atuais e Proposta de Intervenção. 1ed.: Águia Dourada, 2017, v. 1, p. 350-367.

5.
SOUZA, M. M. ; NOGUEIRA, D. J. ; MATOS, MARCOS ANDRÉ . Programa Saúde na Escola como Subsídio para a Assistência ao Adolescente. In: Raimunda Magalhães da Silva; Maria Salete Bessa Jorge; Aluísio Gomes da Silva Junior. (Org.).. (Org.). Planejamento, gestão e avaliação nas práticas de saúde. 1ed.Fortaleza: Editora da Universidade Estadual do Ceará - EdUECE, 2015, v. 16, p. 419-433.

6.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Protocolo de Enfermagem na Atenção à Saúde do Homem. In: Conselho Regional de Enfermagem - Coren-Goiás. (Org.). Protocolo de Enfermagem na Atenção Primária à Saúde no Estado de Goiás. 2ed.Goiânia: Conselho Regional de Enfermagem - Coren-Goiás, 2014, v. 1, p. 159-178.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
MATOS, MARCOS ANDRÉ DE. Precisamos falar sobre a morte. Jornal UFG, 23 nov. 2016.

2.
MATOS, M. A.. Prevenção: a luta contra as DST em idosos. REVISTA vida, Brasil, p. 12 - 16, 01 nov. 2011.

3.
Beltrão, G ; Teles ; MATOS, M. A. . Goiânia participa do Dia Mundial da Luta Contra as Hepatites Virais - Descrição das atividades do NECAIH. O Renal, Goiânia, Goiás, p. 6 - 6, 05 jun. 2010.

4.
Queiroz, A. ; JOSEPH, R. ; MATOS, M. A. . Conhecendo na prática a futura profissão - Sala interativa de Enfermagem (Prevenindo DST/HIV/AIDS) - Descrição das atividades do NECAIH. Jornal UFG - Publicação da Assessoria de Comunicação da UFG, Universidade Federal de Goiás, p. 4 - 5, 01 maio 2010.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
CAETANO, K. A. A. ; DE MATOS, MARCOS ANDRÉ ; SOUZA, M. M. ; CARNEIRO, M. A. S. ; TELES, S. A. . Valor preditivo positivo do relato de vacinação contra a hepatite B em indivíduos em situação de rua de Goiânia, Goiás. In: 69 Reunião Anual da SBPC. Universidade Federald e Minas Gerais - UFMG, 2017, Belo Horizonte. 69 Reunião Anual da SBPC.. Belo Horizonte: SBPC, 2017.

2.
DE MATOS, MARCOS ANDRÉ. Mulher da vida, minha irmã: educação popular em saúde com profissionais do sexo do Brasil Central. In: XL Encontro Nacional de Estudantes de Enfermagem, 2017, rio de Janeiro. XL Encontro Nacional de Estudantes de Enfermagem. Rio de Janeiro: XL Encontro Nacional de Estudantes de Enfermagem, 2017.

3.
Caetano, K K A ; SILVA, C. A. ; SOUZA, M. M. ; MATOS, MARCOS ANDRÉ DE . OLHANDO A CARA DA RUA: TECNOLOGIAS EDUCATIVAS EM PROL DOS DIREITOS HUMANOS, PROMOÇÃO DA SAÚDE E PREVENÇÃO DE IST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRAIS EM INDIVÍDUOS EM SITUAÇÃO DE RUA DO ESTADO DE GOIÁS. In: 14º CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão., 2017, GOIANIA. 14º CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão.. GOIANIA: Universidade Federal de Goiás, 2017.

4.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. RELATO DE EXPERIÊNCIA: AÇÃO COM POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA. In: Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão 2038, 2017, GOIANIA. a: ISSN 2447-8695 Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão 2038. GOIANIA: PROEC UFG, 2017.

5.
GUERRA, A. D. L. ; MATOS, MARCOS ANDRE DE . POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA E INFECÇÃO PELO VÍRUS DA IMUNODEFICIÊNCIA HUMANA: PERFIL EPIDEMIOLÓGICO E PERSPECTIVAS DE INTERVENÇÃO. In: Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2016), 2016, GOIANIA. Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. GOIANIA: PROEC UFG, 2016.

6.
GUERRA, A. D. L. ; PAULA, A. C. ; CAETANO, KARLA ANTONIETA AMORIM ; MATOS, MARCOS ANDRE DE . EPIDEMIOLOGIA DA SÍFILIS NA POPULAÇÃO MASCULINA EM SITUAÇÃO DE RUA: SUBSÍDIOS PARA A POLÍTICA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO HOMEM. In: Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2016) 766- 768, 2016, GOIANIA. Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. GOIANIA: PROEC UFG, 2016.

7.
SILVA, C. A. ; DE MATOS, MARCOS ANDRÉ ; MATOS, MÁRCIA ALVES DIAS DE ; TELES, S. A. . PREVALÊNCIA E FATORES DE RISCO PARA HEPATITE C EM INDIVÍDUOS EM SITUAÇÃO DE RUA NO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA-GOIÁS. In: Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2016) 794 - 796, 2016, GOIANIA. Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2016) 794 - 796. GOIANIA: PROEC UFG, 2016.

8.
CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM ; CARNEIRO, MEGMAR APARECIDA DOS SANTOS ; JUNQUEIRA, ANA LUIZA NETO ; SOUZA, M. M. ; MATOS, MARCOS ANDRE DE ; TELES, S. A. . COMPORTAMENTO DE RISCO ÀS IST/HIV/AIDS, HEPATITES VIRAIS E PERFIL DO USO DE CRACK EM INDIVÍDUOS DE UMA CASA DE APOIO, GOIÂNIA-GO. In: Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão 2262, 2016, GOIANIA. Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2016) 1127 - 1129. GOIANIA: PROEC UFG, 2016.

9.
PAULA, A. C. ; CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM ; CAMPOS, G. ; CAETANO, K. A. A. ; DE MATOS, MARCOS ANDRÉ . FATORES ASSOCIADOS À COBERTURA VACINAL CONTRA HEPATITE B EM INDIVÍDUOS DE UMA CASA DE APOIO DE GOIÂNIA, GO. In: Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2016) 1246 - 1248, 2016, GOIANIA. Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2016) 1246 - 1248. GOIANIA: PROEC UFG, 2016.

10.
MATOS, M. A.. DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DO CONSUMO DE DROGAS E AVALIAÇÃO DAS REDES SOCIAIS NA ESCOLA: ESTRATÉGIA PARA DEFINIÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS. In: Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2016) 3322 - 3326, 2016, GOIANIA. Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2016) 3322 - 3326. GOIANIA: PROEC UFG, 2016.

11.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. FATORES ASSOCIADOS À COBERTURA VACINAL CONTRA HEPATITE B EM PORTADORES DE DIABETES MELLITUS TIPO II EM GOIÂNIA-GOIÁS. In: Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2015) 689 - 690, 2015, GOIANIA. Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. GOIANIA: PROEC UFG, 2015.

12.
DE MATOS, MARCOS ANDRÉ. COMPORTAMENTO DE RISCO PARA AS IST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRAIS: UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE ADOLESCENTES DA REDE PÚBLICA E PARTICULAR. In: Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2015) 2198 - 2202, 2015, GOIANIA. Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. GOIANIA: PROEC UFG, 2015.

13.
SILVA, C. A. ; SOUZA, M. M. ; MATOS, MARCOS ANDRÉ DE . GÊNERO, SEXUALIDADE E DIÁLOGO COM OS PAIS: UM ESTUDO COM ADOLESCENTES DE GOIÂNIA-GOIÁS. In: Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2015) 2335 - 2339, 2015, GOIANIA. Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. GOIANIA: PROEC UFG, 2015.

14.
RODRIGUES, E. G. ; MATOS, M. A. D. ; BOCCANERA, N. B. ; MATOS, M. A. . Projeto acompanhante: Cuidando do amigo cuidador (ANO II). In: VII MOstra de Extensão e Cultura da UFG, 2009, Goiânia. Anais VII MOstra de Extensão e Cultura da UFG, 2009.

15.
RODRIGUES, E. G. ; MATOS, M. A. D. ; BOCCANERA, N. B. ; MATOS, M. A. . Projeto Acompanhante: Cuidando do amigo Cuidador. In: VII MOstra de Extensão e Cultura da UFG, 2008. VII MOstra de Extensão e Cultura da UFG.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
AMORIM, KARLLA ANTONIETA CAETANO ; CARVALHO, PAULIE MARCELLY RIBEIRO DOS SANTOS ; SOUZA, M. M. ; MATOS, MARCOS ANDRÉ DE ; CARNEIRO, M. A. S. ; TELES, S. A. . IMUNIZAÇÃO CONTRA HEPATITE B ENTRE CORTADORES DE CANA-DE-AÇÚCAR DO ESTADO DE GOIÁS. In: 14 CONPEEX Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão, 2017, GOIANIA. 14º CONPEEX Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. A matemática esta em tudo. GOIANIA: Universidade Federal de Goiás, 2017.

2.
CAETANO, KARLA ANTONIETA AMORIM ; SOUZA, M. M. ; MATOS, MARCOS ANDRE DE ; CARVALHO, P. M. R. S. . EPIDEMIOLOGIA DO USO DE DROGAS ILÍCITAS ENTRE HOMENS ADULTOS EM SITUAÇÃO DE RUA DE GOIÂNIA-GOIÁS. In: Congresso Interdisciplinar de Cuidado Baseado em evidências, XI Mostra Científica, Cultural e de Extensão e IV Colóquio Ensino-Serviço-Comunidade: Matemática no Cuidado à Saúde, 2017, GOIANIA. Congresso Interdisciplinar de Cuidado Baseado em evidências. GOIANIA: UFG, 2017.

3.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. IMUNIZAÇÃO CONTRA FEBRE AMARELA: EXPERIÊNCIA E DESAFIOS NA EDUCAÇÃO POPULAR EM SAÚDE. In: Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão 2262, 2017, GOIANIA. Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão 2262. GOIANIA: Universidade Federal de Goiás, 2017.

4.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. Perfil epidemológico da hepatite B em grupo rural vulnerável de Goiás: bases para promoção da saúde. In: X Congresso Brasileiro de Epidemiologia, 2017, Florianópolis. ABRASCO. X Congresso Brasileiro de Epidemiologia. Florianópolis: ABRASCO, 2017.

5.
RODRIGUES, E. G. ; MATOS, M. A. . Projeto Acompanhante: CUidando do Amigo Cuidador (Ano III). In: III Seminário de Extensão Universitária da Região Centro-Oeste "Extensão, Conhecimento e Direitos Humanos", 2010, Cuiabá. III Seminário de Extensão Universitária da Região Centro-Oeste "Extensão, Conhecimento e Direitos Humanos" PROVEC, 2010.

6.
MACHADO, L. P. V. ; MATOS, M. A. ; Teles ; BOCCANERA, N. B. . Projeto Acompanhante: Cuidando do Amigo Cuidador (ANO IV). In: VII CONPEEX - VII MOstra de Extensão e Cultura PROVEC, 2010, Goiânia. VII COngresso de Pesquisa, Ensino e Extensão - Conhecimento e Desenvolvimento Sustentável, 2010.

7.
MELO, D. N. ; Martins ; Teles ; FRANCA, D. D. S. ; Caetano, K K A ; MATOS, M. A. . Educação em Saúde Com Profissionais do Sexo: Uma Intervenção Necessária (ANO II). In: VII CONPEEX VIII MOstra de Extensão e Cultura PROBEC, 2010, Goiânia. VII Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão - Conhecimento e Desenvolvimento Sustentável, 2010.

8.
ARAUJO, L. A. ; CARNEIRO, M. A. ; MATOS, M. A. ; MATOS, M. A. D. ; Teles . Caracterização Molecular do Vírus da Hepatite C em Reeducandas do Complexo Prisional em Goiânia,Goiás. In: 62º Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2010, Florianópolis. 62º Congresso Brasileiro de Enfermagem - Organização e Visibilidade Profissional, 2010.

9.
CRUZ, L. V. S. ; VARANDA, L. R. ; MATOS, M. A. . Contribuição da tecnologia digital no tratamento de ferida complexa: Relato de experiência. In: 61º Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2009, Fortaleza. Anias 61º Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2009.

10.
CRUZ, L. V. S. ; VARANDA, L. R. ; MATOS, M. A. . Participação e contribuição de acadêmicos de enfermagem no tratamento de ferida com auxílio digital: Um relato de experiência. In: III MOPESCO, 2009, Goiânia. Anias III MOPESCO, 2009.

11.
FRANCA, D. D. S. ; BRUNINI, S. M. ; PESSONI, G. C. ; Teles ; MATOS, M. A. . Comportamento de risco associado ao consumo de álcool em caminhoneiros de rota longa no Brasil. In: VII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e AIDS, 2008, Florianópolis. Anais VII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e AIDS, 2008.

12.
COSTA, L. A. ; BRUNINI, S. M. ; FRANCA, D. D. S. ; MATOS, M. A. ; PESSONI, G. C. ; Teles . Espalhando saúde nas estradas: um projeto de prevenção das DST/IADS em caminhoneiros que trafegam na BR 153. In: VII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e AIDS, 2008, Florianópolis. Anais VII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e AIDS, 2008.

13.
FRANCA, D. D. S. ; MATOS, M. A. ; Martins ; PESSONI, G. C. ; Teles . Co-infecção pelo HBV e HCV em caminhoneiros que trafegam na BR 153, Goiânia,Góias.. In: VII Congresso da SBDST, 2008, Goiânia. Anais VII Congresso da SBDST, 2008.

14.
MATOS, M. A. D. ; BOCCANERA, N. B. ; RODRIGUES, E. G. ; MATOS, M. A. . Experiência de educação em saúde como ferramenta de assistência a família de indivíduos hospitalizados. In: II MOPESCO, 2008, Goiânia. II Mostra da Parceria Ensino-Serviço-Comunidade/UFG, 2008. v. 1.

15.
MATOS, M. A.. HCINE: Promovendo cultura, lazer e entretenimento para acompanhantes de clientes hospitalizados. In: II MOPESCO, 2008, GOiânia. Anais II MOPESCO, 2008.

16.
MATOS, M. A.; Teles . Estudo soroepidemiológico e molecular da infecção pelo vírus da hepatite B (HBV) em caminhoneiros de rota longa do Brasil. IV Congresso de pesquisa, ensino e extensão. Conpeex 2007.. In: IV Congresso de pesquisa, ensino e extensão, 2007, GOIãnia. IV Congresso de pesquisa, ensino e extensão, 2007.

17.
FRANCA, D. D. S. ; PESSONI, G. C. ; SILVA, L. R. ; MATOS, M. A. ; Teles . Soroepidemiologia da infecção pelo vírus da hepatite B em caminhoneiros que trafegam em Goiàs. 59 Reunião Anual da SBPC 2007.. In: 59 Reunião Anual da SBPC 2007, 2007. 59 Reunião Anual da SBPC 2007.

18.
Hélina Augusta Barbosa ; DIAS, M. A. ; BOCCANERA, N. B. ; MATOS, M. A. . Projeto acompanhante: cuidando do amigo cuidador - dados preliminares. IV Congresso de pesquisa, ensino e extensão. Conpeex 2007.. In: IV Congresso de pesquisa, ensino e extensão, 2007, Goiânia. IV Congresso de pesquisa, ensino e extensão, 2007.

19.
MATOS, M. A.; Teles . AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO VACINAL CONTRA HEPATITE B E IMUNIZAÇÃO DOS ADOLESCENTES SUSCETÍVEIS DA PERIFERIA DA GRANDE GOIÂNIA-GOIÁS./ Congresso de pesquisa, ensino e extensão da UFG, 2., 2005, Goiânia. In: Congresso de pesquisa, ensini e extensão da UFG, 2005, Goiânia. GOIÁS./ Congresso de pesquisa, ensini e extensão da UFG, 2005.

20.
MATOS, M. A.; Teles . Soroepidemiologia da Infecção pelo vírus da Hepatite B em adolescentes em situação de risco social na periferia de Goiânia. XII Seminário de Iniciação Científica da UFG, 2004.. In: Xii Seminário de Iniciação Científica da UFG, 2004, Goiânia. I Conpeex - UFG , Socialização do Conhecimento.. Goiânia: UFG, 2004.

21.
MATOS, M. A.; OLIVEIRA, A. K. C. ; LOPES, P. A. . A educação em saúde no âmbito familiar - um estudo da sexualidade em adolescentes portadores de deficiências mentais em Goiânia - GO. 7º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem. Fortaleza, 2004.. In: 7º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem, 2004, Fortaleza. 7º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem, 2004.

22.
MATOS, M. A.; FREITAS, N. R. ; SILVA, P. D. B. ; MIRANDA, S. C. . HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA: UMA ABORDAGEM COMTEMPORÂNEA DO PARTO TRADICIONAL. 56 Congresso Brasileiro de Enfermagem, Goiânia, 2004. In: 56 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2004, Gramado. 56 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2004.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
CARNEIRO, MEGMAR APARECIDA DOS SANTOS ; MATOS, MARCOS ANDRÉ ; MATOS, MARCIA ALVES DIAS DE ; CARNEIRO, M. A. S. . : BAIXA RESPOSTA À VACINA BRASILEIRA CONTRA HEPATITE B EM PACIENTES COM DIABETES MELLITUS TIPO 2 EM GOIÂNIA - GOIÁS. In: 11° Congresso de HIV/AIDs e 4° Congresso de Hepatites Virais Realizado em Curitiba-Paraná, 2018, Curitiba. ISBN 978-85-334-2520-0 / Ministério da Saúde. Curitiba: 11° Congresso de HIV/AIDs, 2018.

2.
CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM ; MATOS, M. A. D. ; MATOS, MARCOS ANDRÉ DE ; CARNEIRO, M. A. ; TELES, S. A. ; Martins . Avaliação da resposta à vacina contra Hepatite B em pacientes com Diabetes Mellitus tipo II em Goiânia -Goiás. In: XV SEMINÁRIO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA E VIII SEMANA DE BIOTECNOLOGIA, 2017, GOIANIA. Revista de Patologia Tropical e Saúde Pública, Vol. 46 (supl.1): 1-59. 2017. Universidade Federal de Goiás: Revista de Patologia Tropical e Saúde Pública, 2017. v. 46. p. 51-59.

3.
DE MATOS, MARCOS ANDRÉ; SOUZA, M. M. . A IMPORTÂNCIA DA LICENCIATURA EM ENFERMAGEM: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. In: Semana Brasileira de enfermagem, promovida pela Associação Brasileira de Enfermagem - Seção Goiás, 2017, GOIANIA. Associação Brasileira de Enfermagem - Seção Goiás - 25943731. GOIANIA: Associação Brasileira de Enfermagem - Seção Goiás, 2017.

4.
FERREIRA, C. C. ; MATOS, M. A. D. ; SOUZA, M. M. ; DE MATOS, MARCOS ANDRÉ . Baixa cobertura vacinal contra hepatite B em adolescentes do programa nacional de reforma agrária: onde esta a enfermagem hebiátrica?. In: Congresso interdisciplinar de cuidado baseado em evidências, XI Mostra Científica, Cultural e de extensão e o IV Colóquio Ensino-Serviço Comunidade., 2017, GOIANIA. Congresso interdisciplinar de cuidado baseado em evidências, XI Mostra Científica, Cultural e de extensão. GOIANIA: FEN, 2017.

5.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. DESAFIOS PARA A PRÁTICA DE ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO COMBINADA CONTRA FEBRE AMARELA EM ÁREA DE RISCO: VACINAÇÃO, EDUCAÇÃO POPULAR E CONSULTA DE ENFERMAGEM. In: Associação Brasileira de Enfermagem - Seção Goiás, 2017, GOIANIA. ISSN: 25943731 - Associação Brasileira de Enfermagem - Seção Goiás. GOIANIA: ABEn-Goiás, 2017.

6.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. DIMENSÕES DA QUALIDADE DE VIDA DE HOMENS EM SITUAÇÃO DE RUA: ESTRATÉGIA PARA CUIDADO A GRUPOS SOCIAIS ESPECIAIS. In: 78ª Semana Brasileira de Enfermagem - Seção Goiás - 2594-3731, 2017, GOIANIA. ABEn - Seção Goiás - 2594-3731. GOIANIA: Semana Brasileira de Enfermagem, 2017.

7.
DIAS, M. A. ; DE MATOS, MARCOS ANDRÉ . Discriminação, preconceito racial e qualidade de vida de indivíduos em situação de rua. In: XL Encontro Nacional de Estudantes de Enfermagem, 2017, rio de Janeiro. XL Encontro Nacional de Estudantes de Enfermagem. Rio de Janeiro: XL Encontro Nacional de Estudantes de Enfermagem, 2017.

8.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Educação em saúde como aporte estratégico nas escolhas específicas de prevenção e controle do HIV/Aids em remanescentes de escravos do Brasil Central. In: VII JORNADA CIENTÍFICA HDT/HAA, 2017, GOIANIA. ISSN: 2594567 - ANAIS VII JORNADA CIENTÍFICA HDT/HAA. GOIANIA: HDT, 2017.

9.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Enfermagem e estágio supervisionado na prática de administração: a experiência da Divisão de imunização. In: Congresso interdisciplinar de cuidado baseado em evidências, XI Mostra Científica, Cultural e de extensão e o IV Colóquio Ensino-Serviço Comunidade, 2017, GOIANIA. Congresso interdisciplinar de cuidado baseado em evidências. GOIANIA: FEN, 2017.

10.
AMORIM, KARLLA ANTONIETA CAETANO ; FRANCA, DIVANIA DIAS DA SILVA ; MATOS, MARCOS ANDRÉ ; CARNEIRO, M. A. S. ; TELES, S. A. . : Epidemiology of HIV among crack users in Goiás, Brazilian midwestern region. In: Sexually Transmitted Infections, 2017, London, UK. Sexually Transmitted Infections, volume 93, supplement 2, pg A168-A169, 2017. London, UK: Sexually Transmitted Infections, 2017.

11.
CARVALHO, PAULIE MARCELLY RIBEIRO DOS SANTOS ; CAETANO, K. A. A. ; SOUZA, M. M. ; MATOS, MARCOS ANDRÉ ; CARNEIRO, M. A. S. ; TELES, S. A. . Evaluating the prevalence and knowledge of Sexually Transmitted Infections among homeless persons in Central Brazil. In: Sexually Transmitted Infections, 2017, London, UK. Sexually Transmitted Infections, volume 93, supplement 2, pg A147, 2017. London, UK: Sexually Transmitted Infections, 2017.

12.
DE MATOS, MARCOS ANDRÉ. FORTIFICANDO A SAÚDE DO HOMEM TRABALHADOR DA CENTRAL DE ABASTECIMENTO DO ESTADO DE GOIÁS: PRÁTICAS PARA UMA SOCIEDADE DEMOCRÁTICA. In: 72 Semana Brasileira de Enfermagem - Associação Brasileira de Enfermagem - Seção Goiás, 2017, GOIANIA. ISSN; 2594-3731. Associação Brasileira de Enfermagem - Seção Goiás. GOIANIA: Associação Brasileira de Enfermagem - Seção Goiás, 2017.

13.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. INFECÇÃO PELOS VÍRUS HEPATITES B E C EM INDIVÍDUOS EM SITUAÇÃO DE RUA: ESPIRITUALIDADE COMO ESTRATÉGIA DE PREVENÇÃO COMBINADA. In: VII Jornada Científica do Hospital de Doenças Tropicais - HDT/HAA. Volume 1, 2017. ISSN: 2594 - 567X, 2017, GOIANIA. VII Jornada Científica do Hospital de Doenças Tropicais - HDT/HAA. Volume 1, 2017. ISSN: 2594 - 567X. GOIANIA: HDT, 2017.

14.
CARVALHO, PAULIE MARCELLY RIBEIRO DOS SANTOS ; SOUZA, M. M. ; DE MATOS, MARCOS ANDRÉ ; TELES, S. A. . Prevalence and correlates of sexually transmitted infection among homeless persons in Central Brazil. In: Sexually Transmitted Infections,, 2017, London, UK. aids. gov. br/ es/ sti- hiv- world- congress- xi- congresso- da- sbdst- vii- congresso- brasileiro- de- aids. London, UK: Sexually Transmitted Infections,, 2017.

15.
CAETANO, K. A. A. ; DE MATOS, MARCOS ANDRÉ ; CARNEIRO, M. A. S. ; Martins ; TELES, S. A. . Prevalence and risk behaviours for symptomatic sexually transmitted infection among the rural population in Central Brazil. In: Sexually Transmitted Infections, volume 93, supplement 2, pg A104, 2017, 2017, London, UK. Sexually Transmitted Infections, volume 93, supplement 2, pg A104, 2017. London, UK: Sexually Transmitted Infections, 2017.

16.
MELO, D. N. ; Teles ; Martins ; MATOS, M. A. ; FRANCA, D. D. S. ; Caetano, K K A . "Educação em saúde com profissionais do sexo: uma intervenção necessária" Prevenindo DST/HIV/AIDS em PS de Goiânia-Goiás. In: VIII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e Aids e I Congresso Brasileiro de Prevenção das Hepatites Virais, 2010, Brasília. VIII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e Aids e I Congresso Brasileiro de Prevenção das Hepatites Virais, 2010.

17.
Caetano, K K A ; FRANCA, D. D. S. ; MATOS, M. A. ; Martins ; Teles . Comportamento de risco associado ao consumo de drogas em caminhoneiros de rota longa. In: VIII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e Aids e I Congresso Brasileiro de Prevenção das Hepatites Virais, 2010, Brasília. VIII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e Aids e I Congresso Brasileiro de Prevenção das Hepatites Virais, 2010.

18.
Caetano, K K A ; MATOS, M. A. ; MATOS, M. A. D. ; RODRIGUES, E. G. . Atividade de prevenção das DST/HIV/AIDS com acompanhantes de pacientes institucionalizados: Estratégia de aprendizado. In: VIII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e Aids e I Congresso Brasileiro de Prevenção das Hepatites Virais, 2010, Brasília. VIII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e Aids e I Congresso Brasileiro de Prevenção das Hepatites Virais, 2010.

19.
Pires, L. M. ; MATOS, M. A. ; SOUZA, M. M. . Capacitação em educação sexual no contexto escolar: Parceria Ensino-Serviço-Comunidade na prevenção de DST/HIV/AIDS. In: VIII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e Aids e I Congresso Brasileiro de Prevenção das Hepatites Virais, 2010, Brasília. VIII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e Aids e I Congresso Brasileiro de Prevenção das Hepatites Virais, 2010.

20.
Pires, L. M. ; MATOS, M. A. ; SOUZA, M. M. . Prevenção de DST/HIV/AIDS em escolares da Região Leste de Goiânia-Goiás, um tema transversal?. In: VIII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e Aids e I Congresso Brasileiro de Prevenção das Hepatites Virais, 2010, Brasília. VIII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e Aids e I Congresso Brasileiro de Prevenção das Hepatites Virais, 2010.

21.
FRANCA, D. D. S. ; Caetano, K K A ; MATOS, M. A. ; Martins ; PESSONI, G. C. ; Teles . Comportamentos de Risco Associado ao COnsumo de Drogas em Caminhoneiros de Rota Longa. In: VIII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e AIDS & I Congresso Brasileiro de Prevenção das Hepatites Virais, 2010, Brasília. VIII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e AIDS & I Congresso Brasileiro de Prevenção das Hepatites Virais, 2010.

22.
Caetano, K K A ; CARNEIRO, M. A. ; FRANCA, D. D. S. ; MATOS, M. A. ; Martins ; Teles . Prevalence of HIV Among Female Sex Workers (FSW) in Goiânia, Central Brazil. In: XXI National Meeting of Virology & V Mercosur Meeting of Virology, 2010, Gramado. Journal of The Brazilian Society for Virology, 2010.

23.
MATOS, M. A.; BOCCANERA, N. B. ; NEVES, J. A. . O significado de ser acompanhante para "amigos cuidadores" de pacientes hospitalizados. In: 11º CBCENF, 2008, Belém. Anais 11º CBCENF, 2008.

24.
DIAS, M. A. ; CAMPOS, G. ; MATOS, M. A. . Tecnologia de grupo: Potencializando o relacionamento interpessoal do acompanhante do indivíduo hospitalizado. In: 11º CBCENF, 2008, Belém. Anais 11º CBCENF, 2008.

25.
CAMPOS, G. ; MATOS, M. A. ; DIAS, M. A. . Experiência de educação permanente em saúde como proposta de formação/desenvolvimento da equipe de enfermagem. In: 10º CBCENF, 2008, Goiânia. Anais 10º CBCENF, 2008.

26.
BOCCANERA, N. B. ; CAMPOS, G. ; MATOS, M. A. . Programa de educação em saúde para cuidadores de indivíduos adultos hospitalizados em um hospital escola de Goiânia. In: 11º CBCENF, 2008, Belém. Anais 11º CBCENF, 2008.

27.
FREITAS, N. R. ; Teles ; Ferreira ; RUBIA, N. ; NASCIMENTO, L. B. ; FRANCA, D. D. S. ; PESSONI, G. C. ; MATOS, M. A. ; Martins . Hepatitis C virus infection survey in Brazilian truck drivers. Virus Reviews & Research. Journal of the Brazilian Society for Virology.. In: XVIII National Meeting of Virology 2007, 2007. Journal of the Brazilian Society for Virology, 2007. v. 12.

28.
MATOS, M. A.; FRANCA, D. D. S. ; PESSONI, G. C. ; Caetano, K K A ; Martins ; NEVES, J. A. ; Teles . Variáveis preditoras para infecção pelo vírus da hepatite B (HBV) em caminhoneiros que trafegam na BR-153. The Brazilian Journal of Infectious Diseases... In: XV Congresso Brasileiro de Infectologia 2007, 2007, Curitiba. The Brazilian Journal of Infectious Diseases, 2007. v. 11.

29.
CARNEIRO, M. A. ; Teles ; MATOS, M. A. ; Martins ; BRUNINI, S. M. . Epidemiologia da infecção pelo vírus da hepatite C em mulheres encarceradas em Goiânia-Go. The Brazilian Journal of Infectious Diseases.. In: XV Congresso Brasileiro de Infectologia 2007, 2007, Curitiba. The Braqzilian Journal of Infectious Diseases, 2007. v. 11.

30.
MATOS, M. A.; JUNQUEIRA, A. L. N. ; Martins ; CARNEIRO, M. A. ; FREITAS, N. R. ; Teles . Prevalência para os marcadores da infecção pelo vírus da hepatite B (HBV) em caminhoneiros brasileiros. The Journal of Infectious Diseases.. In: XV Congresso Brasileiro de Infectologia 2007, 2007, Curitiba. The Brazilian Journal Infectious Diseases., 2007. v. 11.

31.
RODRIGUES, A. C. ; PESSONI, G. C. ; TAVARES, V. R. ; MATOS, M. A. . Strategy of the control and prevention of STD to sex professionals from Firminopolis, Goias, Brazil. Virus Reviews & Research. Journal of the Brazilian Society for Virology.. In: XVII National Meeting of Virology, 2007, Búzios. Virus Reviews & Research., 2007. v. 12.

32.
NEVES, J. A. ; DIAS, M. A. ; BOCCANERA, N. B. ; MATOS, M. A. . Tecnologia de grupo: potencializando o relacionamento interpessoal do acompanhante com o indivíduo adulto hospitalizado. IV Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão 2007.. In: IV Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão 2007., 2007, Goiânia. IV Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão 2007., 2007.

33.
FREITAS, N. R. ; Teles ; MATOS, M. A. ; Ferreira ; NASCIMENTO, L. B. ; FRANCA, D. D. S. ; PESSONI, G. C. ; Martins . Hepatitis C virus infection survey in brazilian truck drivers. Revista de Patologia Tropical.. In: Revista de Patologia Tropical., 2007, Goiânia. Revista de Patologia Tropical., 2007.

34.
MATOS, M. A.; DIAS, M. A. ; COSTA, F. C. . ATIVIDADE EDUCATIVA SOBRE DST/AIDS PARA REEDUCANDAS EM REGIME DE CÁRCERE EM GOIÂNIA-GO. VI Congresso Brasileiro de prevençao das DST e AIDS. Belo Horizonte, 2006.. In: VI Congresso Brasileiro de prevençao das DST e AIDS, 2006, Belo Horizonte. VI Congresso Brasileiro de prevençao das DST e AIDS - Desafios da prevenção e da assistência no SUS, 2006.

35.
PESSONI, G. C. ; FRANCA, D. D. S. ; MATOS, M. A. ; OLIVEIRA, M. D. ; Teles . GÊNERO E COMPORTAMENTO DE RISCO PARA DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS EM ADOLESCENTES ESCOLARES DE UMA REGIÃO DE BAIXA RENDA DA GRANDE GOIÂNA, GOIÁS. VI Congresso Brasileiro de prevençao das DST e AIDS. Belo Horizonte, 2006.. In: VI Congresso Brasileiro de prevençao das DST e AIDS, 2006, Belo Horizonte. VI Congresso Brasileiro de prevençao das DST e AIDS - Desafios de prevenção e da Assistência no SUS, 2006.

36.
SILVA, L. R. ; DIAS, M. A. ; COSTA, F. C. ; MATOS, M. A. . ATIVIDADE DE CAPACITAÇÃO DESENVOLVIDA JUNTO A APS (AGENTES PENITENCIÁRIOS DE SAÚDE) PARA PREVENÇÃO DE DST/AIDS NO PRESÍDIO DE GOIÂNIA - GOIÁS. VI Congresso Brasileiro de prevençao das DST e AIDS. Belo Horizonte, 2006.. In: VI Congresso Brasileiro de prevençao das DST e AIDS, 2006, Belo Horizonte. VI Congresso Brasileiro de prevençao das DST e AIDS - Desafios da prevenção e da assistência no SUS, 2006.

37.
FRANCA, D. D. S. ; PESSONI, G. C. ; MATOS, M. A. ; OLIVEIRA, M. D. ; Teles . PREVALÊNCIA DOS MARCADORES DA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA HEPATITE B EM ADOLESCENTES DE BAIXA RENDA. VI Congresso Brasileiro de prevençao das DST e AIDS. Belo Horizonte, 2006.. In: VI Congresso Brasileiro de prevençao das DST e AIDS, 2006, Belo Horizonte. VI Congresso Brasileiro de prevençao das DST e AIDS - Desafios da prevenção e da assistência no SUS, 2006.

38.
MATOS, M. A.; BRUNINI, S. M. ; CARNEIRO, M. A. ; FRANCA, D. D. S. ; COSTA, F. C. ; PESSONI, G. C. ; Teles . Fatores de risco associados a rlelato de doença sexualmente transmissíveis em caminhoneiros de rota longa que circulam em Goiàs. Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis. In: VI Congresso da SBDST- II Congresso Brasileiro de AIDS. 2006, 2006, Santos. Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis, 2006. v. 18.

39.
MATOS, M. A.; Martins ; Kozlowski ; RODRIGUES, A. C. ; Ferreira ; COSTA, F. C. ; BRUNINI, S. M. ; Teles . Epidemiologia da infecção pelo vírus da hepatite B em caminhoneiros do Brasil: dados preliminares. Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis.. In: Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis, 2006, Santos. Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis, 2006. v. 18.

40.
DIAS, M. A. ; TAVARES, V. R. ; MATOS, M. A. ; OLIVEIRA, M. D. ; Ferreira ; Teles ; Martins . Seroepidemiology and molecular profile of hepatitis B infection in afrodescendants in Goiás, Brazil. Revista de Patologia Tropical.. In: Revista de Patologia Tropical., 2006, Goiânia. Revista de Patologia Tropical., 2006. v. 35.

41.
CARNEIRO, M. A. ; FRANCA, D. D. S. ; MATOS, M. A. ; RODRIGUES, A. C. ; PESSONI, G. C. ; Martins ; COSTA, F. C. ; Teles . Baixa cobertura vacinal contra hepatite B em caminhoneiros brasileiros. Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis.. In: Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis, 2006, Santos. Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis, 2006. v. 18.

42.
MATOS, M. A.; SILVA, P. D. B. ; Teles ; OLIVEIRA, M. D. ; PAGOTTO, V. ; CARNEIRO, M. A. ; BORGES, I. K. ; SOUZA, S. B. ; MEDEIROS, M. ; SOUZA, M. M. . Avaliação da Situação vacinal contra o VHB em adolescentes de uma região de baixa renda da grande Goiânia, Goiás. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.. In: Medicina Tropical e I Encontro de Medicina Tropical do Cone Sul. ., 2005, Florianópolis SC. Medicina Tropical e I Encontro de Medicina Tropical do Cone Sul. ., 2005. v. 38. p. 280-280.

43.
MATOS, M. A.; BORGES, I. K. ; MEDEIROS, M. ; SOUZA, M. M. ; CARNEIRO, M. A. ; OLIVEIRA, M. D. ; SOUZA, S. B. ; Teles ; PAGOTTO, V. . Comportamentos de risco para as Doenças Sexualmente Transmisssíveis em escolares da Periferia da grande Goiânia. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.. In: XLI Congresso da Sociedade Brasilira de Medicina Tropical e I Encontro de Medicina Tropical do Cone Sul, 2005, Florianópolis. cina Tropical e I Encontro de Medicina Tropical do Cone Sul, 2005. v. 38. p. 268.

44.
MATOS, M. A.; Teles ; Martins ; MEDEIROS, M. . Soroepidemiologia da Infecção pelo vírus da hepatite B em adolescentes em situação de risco social da periferia de Goiânia. 57ª Reunião Anual da SBPC. In: 57ª Reunião Anual da SBPC, 2005, Fortaleza CE. 57ª Reunião Anual da SBPC.

45.
Martins ; MATOS, M. A. ; Teles ; OLIVEIRA, M. D. . SEROEPIDEMIOLOGY ANALYSIS OF HEPATITIS B VIRUS INFECTION IN AN ISOLATED COMMUNITY OF AFRICAN SLAVE DESCENDANTS IN GOIÁS STATE. Virus Reviews & Research. Journal of the Brazilian Society for Virology.. In: XVI Encontro Nacional de Virologia, 2005, Salvador. XVI Encontro Nacional de Virologia, 2005.

46.
MATOS, M. A.; Teles ; Martins ; FREITAS, N. R. ; Kozlowski ; NASCIMENTO, L. B. ; TAVARES, V. R. . PREVALÊNCIA PARA INFECÇÃO PELO VHA EM COMUNIDADES KALUNGA, GOIÁS. 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2005. In: 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2005, Goiânia. 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2005.

47.
MATOS, M. A.; OLIVEIRA, A. K. C. ; Teles ; DIAS, M. A. . ATIVIDADE DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE COM UMA COMUNIDADE CARENTE DE GOIÂNIA, 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2005.. In: 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2005, Goiânia. 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2005.

48.
MATOS, M. A.; Teles . AVALIAÇÃO DO ESTADO EMOCIONAL DE IDOSOS ATENDIDOS PELO PSF DE GOIÂNIA, 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, Goiânia, 2005.. In: 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2005, Goiânia. 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2005.

49.
MATOS, M. A.; PAGOTTO, V. ; Teles ; SILVA, P. D. B. ; FREITAS, N. R. ; OLIVEIRA, M. D. . SITUAÇÃO VACINAL CONTRA HEPATITE B EM ADOLESCENTES DE APARECIDA DE GOIÂNIA-GOIÁS. 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, Goiânia, 2005.. In: 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2005, Goiânia. 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2005.

50.
MATOS, M. A.; Kozlowski ; DIAS, M. A. ; FREITAS, N. R. ; Teles . TATUAGEM E-OU PIERCING COMO MARCADORES DE COMPORTAMENTOS DE RISCO EM ADOLESCENTES. 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, Goiânia, 2005.. In: 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2005, Goiânia. 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2005.

51.
MATOS, M. A.; OLIVEIRA, A. K. C. ; DIAS, M. A. ; LOPES, P. A. ; Teles . CONHECIMENTO SOBRE FORMAS DE TRANSMISSÃO DE HIV-AIDS E HEPATITE B. 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, Goiânia, 2005.. In: 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2005, Goiânia. 57 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2005.

52.
MATOS, M. A.; DIAS, M. A. ; Teles ; Martins . SEROCONVERSION TO BUTANG VACCINE IN LOW INCOME SCHOLAR ADOLECENTS. Virus Reviews & Research. Journal of the Brazilian Society for Virology.. In: XVI Encontro Nacional de Virologia, 2005, Salvador. XVI Encontro Nacional de Virologia, 2005.

53.
MATOS, M. A.; FREITAS, N. R. ; DIAS, M. A. ; Kozlowski ; Martins ; Ferreira ; Teles . soroepidemiology of hepatitis B virus (VHB) infection among economically disadvantaged adolescents of Goiânia city, central Brazil.- XV Encontro Nacional de Virologia. São Paulo- SP. 2004. In: XV Encontro Nacional de VIrologia, 2004, São Paulo- SP. XV Encontro Nacional de Virologia, 2004.

54.
MATOS, M. A.; ROSA, C. G. ; DIAS, M. A. . Perfil Epidemiológico das Infecções do Trato Genito-Urinário em mulheres clientes do PSF, em Aparecida de Goiânia-Goiás. ABRASCO. VII Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. In: VII Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 2003, Brasília. Saúde, Justiça, Cidadania- Ciência & Saúde Coletiva. Brasília: ABRASCO, 2003. v. vl 8. p. 786-786.

55.
MATOS, M. A.. A Comunicação como Instrumento Fundamental na relação Enfermeiro-Paciente no Processo de Enfermagem 11º Congreso Panamericano de Profesionales de Enfermería & 55º Congresso Brasileiro de Enfermagem.. In: 11º congreso Panamericano de Profesionales de Enfermería & 55º Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2003, Rio de Janeiro- RJ. Vida con Justicia Social, 2003.

56.
MATOS, M. A.. Creche: Uma Visão Além do Aspecto Afetivo e Social 11º Congreso Panamericano de Profesionales de Enfermería $ 55º Congresso Brasileiro de Enfermagem.. In: 11º Congreso Panamericano de Profesionales de Enfermería & 55º Congresso Bresileiro de Enfermagem, 2003, Rio de Janeiro- RJ. Vida con Justicia Social, 2003.

57.
MATOS, M. A.; MIRANDA, S. C. ; MEDEIROS, M. . Estratégias de Educação em Saúde sobre DST/AIDS para meninos e meninas em situação de rua na cidade de Goiânia XI Seminário de Iniciação Científica da UFG. In: XI Seminário de Iniciação Científica da UFG, 2003, Goiânia-GO. XI Seminário de Iniciação Científica da UFG, 2003.

58.
MATOS, M. A.; MEDEIROS, M. ; MIRANDA, S. C. . Nível de conhecimento sobre DST/AIDS para educadores de Centros Educacionais que abrigam meninos e meninas em situação de rua na grande Goiânia-GO XI Seminário de Iniciação Científica da UFG. In: II Exposição das Produções Científicas da Enfermagem 23002/2003 & I Mostra Cultural da Faculdade de Enfermagem/UFG, 2003, Goiânia-Go. XI Seminário de Iniciação Científica da UFG, 2003.

59.
MATOS, M. A.; MEDEIROS, M. ; MIRANDA, S. C. . O Conhecimento Sobre DST/AIDS para Educadores de Instituições que Abrigam meninos e meninas em Situação de rua no Município de Goiânia-Go II Exposição das produções Científicas de Enfermagem 2002/2003. In: II Exposição das Produções Científicas da Enfermagem 2002/2003, 2003, Goiânia-Go. II Exposição das Produções Científicas da Enfermagem 2002/2003 & I Mostra Cultural da Faculdade de Enfermagem/UFG, 2003.

60.
MATOS, M. A.; MIRANDA, S. C. ; MEDEIROS, M. . Instituições Governamentais e não Governamentais, Estratégias de Educação em Saúde Adotadas para DST/AIDS entre meninos e meninas/ II Exposição das Produções Científicas da Enfermagem 2002/2003. In: II Exposição das Produções Científicas da Enfermagem 2002/2003, 2003, Goiânia-Go. II Exposição das Produções da Enfermagem 2002/2003, 2003.

Artigos aceitos para publicação
1.
LAWDER, J. ; SOUZA, J. B. ; FREIRE, M. C. M. ; MATOS, MARCOS ANDRE DE . Impacto da condição dentária na qualidade de vida de indivíduos em situação de rua. REVISTA DE SAUDE PUBLICA, 2018.

2.
ROSA, L. R. C. ; CAETANO, KARLA ANTONIETA AMORIM ; CARNEIRO, MEGMAR APARECIDA DOS SANTOS ; DE MATOS, MARCOS ANDRÉ ; TELES, SHEILA ARAÚJO ; Martins ; CASTRO, D. . Epidemiology of HIV, syphilis, and hepatitis B and C among manual cane cutters in low-income regions of Brazil.. BMC INFECTIOUS DISEASES, 2018.

3.
CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM ; PESSONI, G. C. ; MATOS, MARCOS ANDRÉ . Teorias de enfermagem: subsídios para intervenções educativas sobre IST/HIV/Aids com mulheres profissionais do sexo de Goiânia, Brasil Central. Interagir (UERJ), 2017.

4.
Caetano, K K A ; JUNQUEIRA, ANA LUIZA NETO ; SOUZA, M. M. ; MATOS, M. A. ; Teles ; SOUZA, MÁRCIA MARIA DE ; PIRES, LAURENA MOREIRA ; OLIVEIRA, P. C. . Gênero, sexualidade e adolescência: um estudo transversal com escolares do Brasil Central. Revista Eletrônica de Enfermagem, 2017.

5.
Pires, L. M. ; LOPES, P. A. ; TELES, SHEILA ARAUJO ; MATOS, MARCOS ANDRÉ ; SOUZA, M. M. . Conhecimento em saúde sexual e reprodutiva: estudo transversal com adolescentes. Revista Eletrônica de Enfermagem, 2017.

Apresentações de Trabalho
1.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. Saúde da Mulher e Infecções Sexualemente Transmissíveis com foco no HIV, Sífilis e Hepatites Virais. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
MATOS, MARCOS ANDRE DE; SOUZA, S. O. . Práticas de saúde equânimes no cuidado a população em situação de rua: enfrentando as iniquidades em saúde. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
PAULA, A. C. ; SILVA, C. A. ; MATOS, MARCOS ANDRÉ DE ; SOUZA, MARCIA MARIA . Prevalência da qualidade de vida relacionado ao estresse ocupacional dos agentes penitenciários e a atuação do enfermeiro do trabalho. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. FORTIFICANDO A SAÚDE DO HOMEM TRABALHADOR DA CENTRAL DE ABASTECIMENTO DO ESTADO DE GOIÁS: PRÁTICAS PARA UMA SOCIEDADE DEMOCRÁTICA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

5.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. A IMPORTÂNCIA DA LICENCIATURA EM ENFERMAGEM: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. DIMENSÕES DA QUALIDADE DE VIDA DE HOMENS EM SITUAÇÃO DE RUA: ESTRATÉGIA PARA CUIDADO A GRUPOS SOCIAIS ESPECIAIS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. SEXUALIDADE, RELIGIOSIDADE E IST/HIV/AIDS EM HOMENS EM SITUAÇÃO DE RUA: DESAFIOS NA PROMOÇÃO DA SAÚDE. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. VACINAÇÃO CONTRA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA HEPATITE B: BOAS PRÁTICAS DE ENFERMAGEM EM ÁREAS DE ASSENTAMENTO URBANO. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
MATOS, M. A.. Prevenção, Diagnóstico e tratamento das IST no Estado de Goiás. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
MATOS, M. A.. Planejamento da alta do paciente: contra-referência e sistematização da Assistência de Enfermagem. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. Abordagem clínica ao paciente hepatopata. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. Curso teórico-prático: exames laboratoriais na prática clínica de enfermagem. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. DESAFIOS PARA A PRÁTICA DE ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO COMBINADA CONTRA FEBRE AMARELA EM ÁREA DE RISCO: VACINAÇÃO, EDUCAÇÃO POPULAR E CONSULTA DE ENFERMAGEM. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

14.
OLIVEIRA, L. R. ; VARANDA, L. R. ; MATOS, M. A. . Metodologias ativas: Estratégia de educação em saúde sobre prevenção e controle de infecções associadas aos cuidados em saúde (IACS) para cuidadores de clientes institucionalizados. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

15.
Pires, L. M. ; SOUZA, M. M. ; MATOS, M. A. . Prevenção de DST/HIV/AIDS em escolares da Região Leste de Goiânia-Goiás, um tema Transversal?. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
Pires, L. M. ; MATOS, M. A. ; SOUZA, M. M. . Capacitação em educação sexual no contexto escolar: Parceria Ensino-Serviço-Comunidade na prevenção de DST/HIV/AIDS. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
Caetano, K K A ; RODRIGUES, E. G. ; MATOS, M. A. D. ; Teles ; MATOS, M. A. . Atividade de prevenção das DST/HIV/AIDS com acompanhantes de pacientes institucionalizados: Estratégia de aprendizado. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
FRANCA, D. D. S. ; Caetano, K K A ; PESSONI, G. C. ; MATOS, M. A. ; Teles . Comportamento de risco associado ao consumo de drogas em caminhoneiros de rota longa. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
RODRIGUES, E. G. ; MATOS, M. A. ; BOCCANERA, N. B. . Projeto Acompanhante: Cuidando do Amigo Cuidador (Ano III). 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
MELO, D. N. ; Teles ; JUNQUEIRA, A. L. N. ; FRANCA, D. D. S. ; FAGUNDES, P. B. ; Caetano, K K A ; MATOS, M. A. . Educação em Saúde com Profissionais do Sexo: Uma Intervenção Necessária (ANO II). 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
MACHADO, L. P. V. ; BOCCANERA, N. B. ; OLIVEIRA, L. R. ; Teles ; MATOS, M. A. . Projeto Acompanhante: Cuidando do Amigo Cuidador (Ano IV). 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
ARAUJO, L. A. ; CARNEIRO, M. A. ; MATOS, M. A. ; MATOS, M. A. D. . Caracterização Molecular do Vírus da Hepatite C em Reeducandas do Complexo Prisional em Goiânia,Goiás.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
Caetano, K K A ; CARNEIRO, M. A. ; FRANCA, D. D. S. ; MATOS, M. A. ; Martins ; Teles . Prevalence of HIV Among Female Sex Workers (FSW) in Goiânia, Central Brazil.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

24.
MELO, D. N. ; Teles ; Martins ; FRANCA, D. D. S. ; CARNEIRO, M. A. ; Caetano, K K A ; MATOS, M. A. . "Educação em Saúde com Profissionais do Sexo (PS): Uma Intervenção Necessária" Prevenindo DST/HIV/AIDS em PS de Goiânia-Goiás.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
RODRIGUES, E. G. ; BOCCANERA, N. B. ; MATOS, M. A. D. ; MATOS, M. A. . Projeto acompanhante: cuidando do amigo cuidador (ANO II). 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

26.
CRUZ, L. V. S. ; VARANDA, L. R. ; MATOS, M. A. . Participação e contribuição de acadêmicos de enfermagem no tratamento de ferida complexa com auxílio digital: Um relato de experiência. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

27.
CRUZ, L. V. S. ; VARANDA, L. R. ; MATOS, M. A. . Contribuição da tesnologia digital no tratamento de ferida complexa: Relato de Experiência. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

28.
CAMPOS, G. ; BOCCANERA, N. B. ; MATOS, M. A. . O significado de ser acomapnhante para "amigos cuidadores" de pacientes hospitalizados. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

29.
CAMPOS, G. ; MATOS, M. A. ; NEVES, J. A. . Tecnologia de grupo: Potencializando o relacionamento interpessoal do acompanhante de indivíduos hospitalizados. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

30.
BRUNINI, S. M. ; FRANCA, D. D. S. ; MATOS, M. A. ; PESSONI, G. C. ; Teles . Comportamento de risco associado ao consumo de álcool em caminhoneiros de rota longa no Brasil. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

31.
COSTA, L. A. ; FRANCA, D. D. S. ; MATOS, M. A. ; PESSONI, G. C. ; Teles . Espalhando saúde nas estradas: um projeto de prevenção das DST/AIDS em caminhoneiros que trafegam na BR 153. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

32.
FRANCA, D. D. S. ; MATOS, M. A. ; PESSONI, G. C. ; Teles . Co-infecção pelo HBV e HCV em caminhoneoros que trafegam na BR 153, Goiânia, Goiás. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

33.
BOCCANERA, N. B. ; CAMPOS, G. ; DIAS, M. A. ; MATOS, M. A. . Experiência de educação permanente em saúde como proposta de formação/desenvolvimento da equipe de enfermagem. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

34.
BOCCANERA, N. B. ; CAMPOS, G. ; DIAS, M. A. ; MATOS, M. A. . Programa de educação em saúde para cuidadores de indivíduos adultos hospitalizados em um hospital escola de Goiânia. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

35.
RODRIGUES, E. G. ; BOCCANERA, N. B. ; MATOS, M. A. D. ; MATOS, M. A. . Projeto acompanhante: cuidando do amigo cuidador (ANO I). 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

36.
MATOS, M. A.; MATOS, M. A. D. ; RODRIGUES, E. G. . Experiência de educação em saúde como feramenta de assistência a família de indivíduos hospitalizados. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

37.
MATOS, M. A.; MATOS, M. A. D. ; OLIVEIRA, A. K. C. . CNEHC: Promovendo cultura, lazer e entretenimento para acompanhantes de clientes hospitalizados. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

38.
MATOS, M. A.. Programa de educação em saúde para cuidadores de indivíduos adultos hospitalizados em um hospital escola de Goiânia-GO. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

39.
FRANCA, D. D. S. ; COSTA, F. C. ; DIAS, M. A. ; MATOS, M. A. . O SIGNIFICADO DE SER ACOMPANHANTE PARA AMIGOS CUIDADORES DE PACIENTES HOSPITALIZADOS. 10 Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem. Curitiba, 2007.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

40.
MATOS, M. A.; FRANCA, D. D. S. ; PESSONI, G. C. ; Teles . SOROEPIDEMIOLOGIA DA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA HEPATITE B EM CAMINHONEIROS QUE TRAFEGAM EM GOIÁS. 59 Reuniâo Anual da SBPC. Belém, 2007. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

41.
MATOS, M. A.; Teles . ESTUDO SOROEPIDEMIOLÓGICO E MOLECULAR DA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA HEPATITE B (HBV0 EM CAMINHONEIROS DE ROTA LONGA DO BRASIL. IV Congresso de pesquisa, ensino e extensão. Goiânia, 2007.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

42.
NEVES, J. A. ; DIAS, M. A. ; BOCCANERA, N. B. ; MATOS, M. A. . TECNOLOGIA DE GRUPO: POTENCIALIZANDO O RELACIONAMENTO INTERPESSOAL DO ACOMPANHANTE COM O INDIVÍDUO ADULTO HOSPITALIZADO. IV Congresso de pesquisa, ensino e extensão. Goiânia, 2007.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

43.
FREITAS, N. R. ; MATOS, M. A. ; Teles ; Martins . HEPATITIS C VIRUS INFECTION SURVEY IN BRAZILIAN TRUCK DRIVERS. VI Seminário em Patologia Tropical e Saúde Pública do IPTSP/UFG. Goiânia, 2007.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

44.
FREITAS, N. R. ; Ferreira ; NASCIMENTO, L. B. ; PESSONI, G. C. ; FRANCA, D. D. S. ; MATOS, M. A. ; Teles ; Martins . HEPATITIS C VIRUS INFECTION SURVEY IN BRAZILIAN TRUCK DRIVERS. XVIII Encontro Nacional de Virologia. Búzios, 2007.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

45.
CARNEIRO, M. A. ; Teles ; MATOS, M. A. ; Martins ; SOUZA, S. B. . EPIDEMIOLOGIA DA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA HEPATITE C EM MULHERES ENCARCERADAS EM GOIÂNIA-GO. XV Congresso Brasileiro de Infectologia. Curitiba, 2007. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

46.
Hélina Augusta Barbosa ; NEVES, J. A. ; BOCCANERA, N. B. ; DIAS, M. A. ; MATOS, M. A. . PROJETO ACOMPANHANTE: CUIDANDO DO AMIGO CUIDADOR. IV Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. Conpeex 2007.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

47.
RODRIGUES, A. C. ; PESSONI, G. C. ; TAVARES, V. R. ; MATOS, M. A. . STRATEGY OF THE CONTROL AND PREVENTION OF STD TO SEX PROFESSIONALS FROM FIRMINÓPOLIS, GOIÁS, BRAZIL. XVIII Encontro Nacional de Virologia 2007.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

48.
MATOS, M. A.; PESSONI, G. C. ; COSTA, F. C. . UMA EXPERIÊNCIA DE ASSISTÊNCIA INTEGRADA ENTRE ENFERMAGEM E AGENTES PENITENCIÁRIOS DE SAÚDE. 9 Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem. Porto Seguro, 20006.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

49.
DIAS, M. A. ; Ferreira ; MATOS, M. A. ; Teles ; Martins . SEROEPIDEMIOLOGY AND MOLECULAR PROFILE OF HEPATITIS B INFECTION IN AFRO-DESCENDANTS IN GOIÁS STATE, BRAZIL. V Seminário em Patologia Tropical e Saúde Pública do IPTSP/UFG. Goiânia, 2006.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

50.
MATOS, M. A.; FRANCA, D. D. S. ; PESSONI, G. C. ; Martins ; Teles . BAIXA COBERTURA VACINAL CONTRA HEPATITE B EM CAMINHONEIROS BRASILEIROS. VI Congresso da SBDST. Santos, 2006.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

51.
MATOS, M. A.; FRANCA, D. D. S. ; PESSONI, G. C. ; SOUZA, S. B. ; Martins ; Teles . FATORES DE RISCO ASSOCIADOS A RELATO DE DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS EM CAMINHONEIROS DE ROTA LONGA QUE CIRCULAM EM GOIÁS. VI Congresso da SBDST. Santos, 2006.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

52.
SILVA, L. R. ; COSTA, F. C. ; DIAS, M. A. ; MATOS, M. A. . ATIVIDADE DE CAPACITAÇÃO DESENVOLVIDA JUNTO A APS (AGENTES PENITENCIÁRIOS DE SAÚDE) PARA PREVENÇÃO DE DST/AIDS NO PRESÍDIO DE GOIÂNIA-GOIÁS. VI Congresso Brasileiro de prevenção das DST e AIDS. Belo Horizonte, 2006.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

53.
PESSONI, G. C. ; FRANCA, D. D. S. ; MATOS, M. A. ; Teles . GÊNERO E COMPORTAMENTO DE RISCO PARA DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS EM ADOLESCENTES ESCOLARES DE UMA REGIÃO DE BAIXA RENDA DA GRANDE GOIÂNIA, GOIÁS. VI Congresso Brasileiro de prevenção das DST e AIDS. Belo Horizonte, 2006.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

54.
FRANCA, D. D. S. ; MATOS, M. A. ; PESSONI, G. C. ; Teles . PREVALÊNCIA DOS MARCADORES DA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA HEPATITE B EM ADOLESCENTES DE BAIXA RENDA. VI Congresso Brasileiro de prevenção das DST e AIDS. Belo Horizonte, 2006.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

55.
COSTA, F. C. ; FRANCA, D. D. S. ; DIAS, M. A. ; MATOS, M. A. . Atividade educativa sobre DST/AIDS para reeducandas em regime de cárcere em Goiânia-Goiás. VI Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e AIDS.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

56.
MATOS, M. A.; Teles ; MEDEIROS, M. ; Martins . Soroepidemiologia da Infecção pelo vírus da hepatite B em adolescentes em situação de risco social da periferia da Grande Goiânia, Goiás. 57ª Reunião Anual da SBPC.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

57.
MATOS, M. A.; OLIVEIRA, A. K. C. ; DIAS, M. A. ; LOPES, P. A. ; Teles . ATIVIDADE DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE COM UMA POPULAÇÃO CARENTE DE GOIÂNIA. 57ºCongresso Brasileiro de Enfermagem. Goiânia, 2005.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

58.
MATOS, M. A.; OLIVEIRA, A. K. C. ; DIAS, M. A. ; Teles ; LOPES, P. A. . CONHECIMENTO SOBRE FORMAS DE TRANSMISSÃO DE HIV/AIDS E HEPATITE B. 57ºCongresso Brasileiro de Enfermagem. Goiânia, 2005.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

59.
MATOS, M. A.; Kozlowski ; NASCIMENTO, L. B. ; FREITAS, N. R. ; Martins ; Teles ; TAVARES, V. R. . PREVALÊNCIA PARA INFECÇÃO PELO VHA EM COMUNIDADES KALUNGA, GOIÁS. 57ºCongresso Brasileiro de Enfermagem. Goiânia, 2005.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

60.
MATOS, M. A.; DIAS, M. A. ; CARNEIRO, M. A. ; Teles ; TAVARES, V. R. . SEROEPIDEMIOLOGY ANALYSIS OF HEPATITIS B VIRUS INFECTION IN AN ISOLATED COMMUNITY OF AFRICAN SLAVE DESCENDANTS IN GOIÁS STATE. XVI Encontro Nacional de Virologia. Salvador, 2005.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

61.
MATOS, M. A.; FREITAS, N. R. ; SILVA, P. D. B. ; Teles ; PAGOTTO, V. . SITUAÇÃO VACINAL CONTRA HEPATITE B EM ADOLESCENTES DE APARECIDA DE GOIÂNIA - GOIÁS. 57 º Congresso Brasileiro de Enfermagem. Goiânia, 2005.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

62.
MATOS, M. A.; NASCIMENTO, L. B. ; DIAS, M. A. ; OLIVEIRA, M. D. ; Kozlowski ; Teles . TATUAGEM E/OU PIERCING COMO MARCADORES DE COMPORTAMENTOS DE RISCO EM ADOLESCENTES. 57 º Congresso Brasileiro de Enfermagem. Goiânia, 2005.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

63.
MATOS, M. A.; Martins ; Teles ; CARNEIRO, M. A. ; DIAS, M. A. ; OLIVEIRA, M. D. . SEROCONVERSION TO BUTANG VACCINE IN LOW INCOME SCHOLAR ADOLESCENTS. VXI Encontro Nacional de Virologia. Salvador, 2005.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

64.
MATOS, M. A.; Teles . AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO VACINAL CONTRA HEPATITE B E IMUNIZAÇÃO DOS ADOLESCENTES SUSCETÍVEIS DA PERIFERIA DA GRANDE GOIÂNIA - GOIÁS. XIII Seminário de Iniciação Científica da UFG, Goiânia, 2005. 2005. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

65.
MATOS, M. A.. Soroepidemiologia da infecção pelo vírus da hepatite B em adolescentes em situação de risco social da periferia de Goiânia. XII Seminário de Iniciação Científica da UFG. Goiânia, 2004.. 2004. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

66.
MATOS, M. A.; OLIVEIRA, A. K. C. ; LOPES, P. A. . A educação em saúde no âmbito familiar - um estudo da sexualidade em adolescentes portadores de deficiências mentais em Goiânia - GO. 7º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem, Fortaleza - 2004.. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

67.
MATOS, M. A.; OLIVEIRA, M. D. ; Ferreira ; Martins ; Teles . SEROEPIDEMIOLOGY OF HEPATITIS B VIRUS (HBV) INFECTION AMONG ECONOMICALLY DISADVANTAGED ADOLESCENTS OF GOIÂNIA CITY, CENTRAL BRAZIL. XV Encontro Nacional de Virologia. São Pedro SP, 2004.. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

68.
FREITAS, N. R. ; MIRANDA, S. C. ; SILVA, P. D. B. ; MATOS, M. A. . HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA: UMA ABORDAGEM CONTEMPORÂNEA DO PARTO TRADICIONAL. 56 Congresso Brasileiro de Enfermahem 2004.. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

69.
MATOS, M. A.; MENEZES, A. D. . Auto-Exame de Mamas: Da Teoria à Prática (Exposição das Produções Científicas de Enfermagem 2000 - 2002). 2003. (Apresentação de Trabalho/Outra).

70.
MATOS, M. A.; FREITAS, N. R. ; SILVA, P. D. B. ; RAMOS, L. C. . Creche: Uma Visão Além do Aspecto Afetivo e Social (Mostra Científica das Produções Científicas de Enfermagem 2000-2002). 2003. (Apresentação de Trabalho/Outra).

71.
SILVA, P. D. B. ; MATOS, M. A. ; FREITAS, N. R. ; MIRANDA, S. C. . Humanização no Atendimento à Parturiente- uma Abordagem Contemporânea/ Exposição das Produções Científicas de Enfermagem 2000-2002. 2003. (Apresentação de Trabalho/Outra).

72.
MATOS, M. A.. A Comunicação como Instrumento Fundamental na relação Enfermeiro-Paciente no Processo de Enfermagem(11º Congreso Panamericano de Profesionales de Enfermería & 55º Congresso Brasileiro de Enfermagem). 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

73.
MATOS, M. A.. Creche: Uma Visão além do Aspecto Afetivo e Social( 11º Congreso Panamericano de Profesionales de Enfermería & 55º Congresso Brasileiro de Enfermagem). 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

74.
MATOS, M. A.; MEDEIROS, M. ; MIRANDA, S. C. . Estratégias de Educação em Saúde sobre DST/AIDS para meninos e meninas em situação de rua na cidade de Goiânia( XI Seminário de INiciação Científica da UFG). 2003. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

75.
MATOS, M. A.; MIRANDA, S. C. ; MEDEIROS, M. . O Conhecimento sobre DST/AIDS para Educadores de Instituições que Abrigam meninos e meninas em Situação de rua no Município de Goiânia-Go (II Exposição das Produções Científicas da Enfermagem 2002/2003). 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

76.
MATOS, M. A.; FREITAS, N. R. ; OLIVEIRA, J. A. ; ROSA, C. G. . Terapia Alternativa x Medicina Tradicional: Um estudo sob o prisma do cuidado aos idosos ( 5º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem). 2002. (Apresentação de Trabalho/Outra).

77.
DIAS, M. A. ; MATOS, M. A. ; MARTINS, K. A. ; SILVA, J. A. F. . Hemodiálise: Repercussões na vida do renal crônico ( 5º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem). 2002. (Apresentação de Trabalho/Outra).

78.
MATOS, M. A.; MEDEIROS, M. ; SILVA, P. D. B. ; FREITAS, N. R. . Experiência de Parto Humanizado em uma Maternidade Pública em Goiânia-GO ( 5º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem). 2002. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. Associação Brasileira de Enfermagem. 2017.

2.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. Associação Brasileira de Enfermagem. 2015.

3.
MATOS, M. A.. Projetos para as ONGs na Coordenação de DST AIDS e hepatites virais do estado de Goiás. 2012.

Trabalhos técnicos
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MATOS, M. A.. Áreas de atuação da enfermagem moderna. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
MATOS, MARCOS ANDRÉ DE; TELES, SHEILA ARAÚJO . PROJETO BRA/K57/MS/SVS/DDAHV/UNODC/BMN 01/2013 - RELATÓRIO TÉCNICO. 2017. (Relatório de pesquisa).

2.
MATOS, M. A.. Ministrou a palestra Administração de Medicamentos Intramusculares - Projeto de Telesaúde Brasil. 2010. .

3.
MATOS, M. A.. Ministrou Oficina Prevenção de DST/HIV/AIDS na I Mostra Estadual do Projeto Saúde e Preveção nas Escolas-SPE. 2010. .

4.
MATOS, M. A.. MInistrou a Palestra Assistência de Enfermagem ao Cliente Portador de Hepatites Virais - PROEC/UFG FEN:148. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

5.
MATOS, M. A.. Ministrou Palestra Administração de medicamentos injetáveis via ventro glútea. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

6.
MATOS, M. A.; Teles ; MELO, D. N. . Sem camisinha não tem negócio! Profissionais do sexo de Goiânia na luta contra as DST/HIV/AIDS. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Folders educativo: Profissionais do sexo de Goiânia na luta contra as DST/HIV/AIDS).

7.
MATOS, M. A.. Ministrou a palestra: Injetáveis com segurança. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

8.
MATOS, M. A.. Ministrou a palestra: Curso teórico Prático de Avaliação e Tratamento de Feridas. 2008. .

9.
MATOS, M. A.. Ministrou a palestra: Educação permanente como ferramenta gerencial - Instrumentos de gerenciamento. III Oficina geral de sistematização da assistência de enfermagem no HC/UFG: apresentação de resultados. Goiânia, 2007.. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

10.
MATOS, M. A.. Ministrou a palestra: Integração dos alunos da primeira série de enfermagem à profissão. Faculdade de Enfermagem. Goiânia, 2007.. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

11.
MATOS, M. A.. Ministrou a palestra: Tendências e perspectivas para a enfermagem no Brasil. Disciplina bases para o cuidar do indivíduo e da família I. Goiânia, 2007.. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

12.
MATOS, M. A.. Ministrou a palestra: Prevenção e controle das hepatites virais. I Semana de Integração - Faculdade Estácio de Sá - Goiás. Goiânia, 2007.. 2007. .

13.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra: Novas diretrizes da Parada Cardiorespiratória. I Semana de Integração - Faculdade Estácio de Sá - Goiàs. Goiânia, 2007.. 2007. .

14.
MATOS, M. A.. Minstrou a palestra: Hepatite B e marcadores sorológicos. I Simpósio sobre tópicos especiais em doenças infecciosas. Goiânia, 2006.. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

15.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra - Prevenção e Controle das hepatites A, B e C para Detentos da Agência Goiânia do Sistema Prisional. 10 horas. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

16.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra - Saúde da mulher, um direito a ser conquistado. PROFAE Firminópolis. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

17.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra - Anatomia e Fisiologia do Sistema Reprodutor feminino. PROFAE Firminópolis. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

18.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra - Primeiros Socorros a vítimas de picadas de animais peçonhentos. PROFAE Firminópolis.. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

19.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra - Vias de Administração de Medicamentos para funcionários da Unidade de Saúde Irmã Francisca.Firminópolis. 2005. .

20.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra - Primeiros Socorros a vítimas de queimaduras. Unidade de Saúde Irmã Francisca. Firminópolis.. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

21.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra - Vias de Administração de Medicamentos para a equipe do PSF de Firminópolis.. 2005. .

22.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra - Atividade Física Regular para idosos do PSF de Firminópolis.. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

23.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra - Importância da imunização para a criança . Para gestantes do PSF de São Luis de Montes Belos.. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

24.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra - Prevenção e controle das DST/AIDS e métodos Contraceptivos para escolares de Firminópolis.. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

25.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra - Prevenção e Controle das DST/AIDS e Métodos Contraceptivos para Profissionais do Sexo de uma casa de prostituição de Firminópolis.. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

26.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra - Atividade Física na Terceira Idade para Idosos do Lar Bom Samaritano de Firminópolis.. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

27.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra - Crescimento e Desenvolvimento do RN e Alimentação após os seis meses de vida para gestantes de São luis de Montes Belos.. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

28.
MATOS, M. A.. MINISTROU PALESTRA - DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS para acadêmicos do curso de graduação em Enfermagem da Faculdade de Enfermagem - UFG. 8 horas.. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

29.
MATOS, M. A.. MINISTROU PALESTRA - HEPATITE B NA GESTAÇÃO para acadêmicos de graduação da Faculdade de Enfermagem - UFG. 8 horas.. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

30.
MATOS, M. A.. Participou da mesa redonda - TEMA: INICIAÇÃO CIENTÍFICA para calouros do curso de graduação da Faculdade de Enfermagem. 4 horas.. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

31.
MATOS, M. A.. TREINAMENTO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA sobre HEPATITE B E MARCADORES VIRAIS para funcionários e acadêmicos do Hospital de Doenças Tropicais. 08 e 09/08 e 27/09 de 2005.. 2005. .

32.
MATOS, M. A.. MINISTROU PALESTRA - INTERPRETAÇÃO DOS MARCADORES DA HEPATITE B para técnicos em enfermagem e enfermeiros do Hospital de Doenças Tropicais.. 2005. .

33.
MATOS, M. A.. MINISTROU PALESTRA - HEPATITE B E BIOSSEGURANÇA para maqueiros e motoristas do Hospital de Doenças Tropicais. 2005. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

34.
MATOS, M. A.. Expositor na Reunião Ordinária do Conselho de Saúde de Firminópolis. 2005. (Expositor).

35.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra - Interpretação dos testes sorológicos para diagnóstico da hepatite B para comunidade em geral.. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

36.
MATOS, M. A.. Ministrou a palestra -A Educação que Queremos e a Universidade que temos- durante o Seminário Universidade XXI - O Futuro em debate/ carga horária de 4 horas. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

37.
MATOS, M. A.. Ministrou Palestra - Prevenção e controle das DSTs/AIDS para adolescentes. Aparecida de Goiânia - Go, 2004/ Carga Horária: 4 hs. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

38.
MATOS, M. A.. Ministrou a Palestra - Interpretação dos testes sorológicos para diagnóstico de hepatite B para alunos de Graduação.. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

39.
MATOS, M. A.. Monitor na Oficina Massoterapia. II Ciclo de terapias alternativas. Goiânia, 2003.. 2003. (Monitoria em Eventos).

40.
MATOS, M. A.. Monitor no II Ciclo de terapias alternativas. Goiânia, 2003.. 2003. (Monitoria em Eventos).

41.
MATOS, M. A.. Aula Ministrada sobre Cuidados de Higiene Corporal à Crianças/ Período Dezembro de 2002. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

42.
MATOS, M. A.. Monitor na 54ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência/ Período: 7 a 12 de julho. 2002. (Monitoria em Eventos).

43.
MATOS, M. A.. Monitor no 2º Encontro de Confraternização de Associações de Diabetes do Estado de Goiás/ Carga Horária: 16 horas. 2002. (Monitoria em Eventos).

44.
MATOS, M. A.. Monitor no Colégio Disciplina : Assistência de Primeiros Socorros / Carga Horária: 05 horas. 2002. (Monitoria em Eventos).

45.
MATOS, M. A.. Monitor no I Comando Médico (Polícia Rodoviária Federal de Goiás)/ Carga Horária: 08 horas. 2002. (Monitoria em Eventos).

46.
MATOS, M. A.. Monitor na 8 Ação Global. Stand do Programa Especial de Treinamento. Goiânia, 2002. 2002. (Monitoria em Eventos).

47.
MATOS, M. A.. Monitor no Curso de monitorização de HGT e orientações à população. Treinamento Accu-Chek. Goiânia, 2002.. 2002. (Monitoria em Eventos).

48.
MATOS, M. A.. Monitor no 47º Congresso da União Nacional dos Estudantes/ Carga Horária: 60 horas. 2001. (Monitoria em Eventos).


Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
FAGUNDES, P. B. ; MORAES, P. A. ; MIRANDA SOBRINHO, E. M. ; MATOS, M. A. . "O terror dos germes". 2010 (Paródia da música "Triller" de MICHAEL JACKSON, apresentada no IV CANTA FEN/UFG).

Demais trabalhos
1.
MATOS, M. A.. COORDENADOR do Centro Acadêmico de Enfermagem Andrea Ribeiro dos Santos da Faculdade Federal de Goiás - UFG/ junho de 2003 a agosto 2004. 2004 (Coordenador do Centro Acadêmico de Enfermagem Andrea Ribeiro dos Santos/junho de 2003 a agosto 2004) .

2.
MATOS, M. A.. BOLSISTA VOLUNTÁRIO da Liga de Hipertensão do HC- Faculdade de Medicina-UFG. Ingresso: 2004. Término: 2005.. 2004 (Bolsista Voluntário) .

3.
MATOS, M. A.. MEMBRO DO GRUPO DE PESQUISA - HEPATITES VIRAIS NA REGIÃO CENTRO - OESTE. Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública-IPTSP/UFG.. 2003 (MEMBRO DO GRUPO DE PESQUISA) .

4.
MATOS, M. A.. MEMBRO DO NÚCLEO DE AÇÕES INTERDISCIPLINARES EM DST/AIDS. Faculdade de Enfermagem-UFG. 2003 (MEMBRO DO NÚCLEO DE AÇÕES INTERDISCIPLINARES EM DST/AIDS DA FACULDADE DE ENFERMAGEM - UFG.) .

5.
MATOS, M. A.. DELEGADO no 81º Conselho Nacional de Entidades Estudantis de Enfermagem. O protagonismo das entidades de base na construção do movimento estudantil de enfermagem. Reflexão, saúde e enfermagem.. 2003 (DELEGADO no 81º Conselho Nacional de Entidades Estudantis de Enfermagem.) .

6.
MATOS, M. A.. BOLSISTA DE IINICIAÇÃO CIENTÍFICA - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação CientíficaCNPq. Ingresso: 2002. Término (2005). Faculdade de Enfermagem-UFG. 2002 (BOLSISTA DE IINICIAÇÃO CIENTÍFICA - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação CientíficaCNPq.) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
KOZLOWSKI, ALINE GARCIA; MATOS, M. A. D.; MATOS, MARCOS ANDRÉ DE; Martins. Participação em banca de Edna Braz Rocha de Santana. Prevalência e fatores de risco associados à infecção pelo vírus da hepatite A em homens que fazem sexo com homens em Goiânia, Goiás. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Medicina Tropical) - Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública IPTSP.

2.
SOUZA, J. B.; MATOS, MARCOS ANDRE DE. Participação em banca de Lidia Moraes Ribeiro Jordão. Comportamentos de risco à saúde geral e bucal em adolescentes no Brasil: distribuição temporal, desigualdades socioeconômicas, padrões de agrupamentos e fatores associados. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Odontologia) - Faculdade de Odontologia.

3.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; JUNQUEIRA, A. L. N.; SOUZA, M. M.. Participação em banca de Camila Pinheiro Araújo. Hipodermóclise: uma proposta de protocolo de segurança do paciente em uso de terapia medicamentosa. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação Mestrado Profissional em) - Universidade Federal de Goiás.

4.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; TELES, SHEILA ARAUJO. Participação em banca de Paulie Marcelly Ribeiro dos Santos Carvalho. Epidemiologia da hepatite B em indivíduos em situação de rua abrigados em casa de passagem de Goiânia. 2016. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás.

5.
JUNQUEIRA, A. L. N.; MATOS, MARCOS ANDRÉ. Participação em banca de Alba Valéria Sales Fortes. Administração segura de medicamentos: uma proposta de intervenção no município de Goiânia. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Medicina Tropical) - Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública IPTSP.

6.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; BARROS, P. S.. Participação em banca de Daniella Carpaneda Machado. Avaliação do Sistema de Vigilância da Hantavirose no Estado de Goiás. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação Mestrado Profissional em) - Universidade Federal de Goiás.

7.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; JUNQUEIRA, A. L. N.. Participação em banca de Gilma Moreira de Sousa. Investigação do conhecimento e prática em administração de injeções por via intramuscular dos profissionais de enfermagem de unidades de urgência de Goiânia-GO. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação Mestrado Profissional em) - Universidade Federal de Goiás.

8.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; SOUZA, M. M.. Participação em banca de Eldi Francisco Dias. O processo de desenvolvimento no contexto do uso de drogas na fase da adolescência. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação Mestrado Profissional em) - Universidade Federal de Goiás.

Teses de doutorado
1.
CAETANO, KARLA ANTONIETA AMORIM; CARNEIRO, MEGMAR APARECIDA DOS SANTOS; GIR, ELUCIR; MATOS, MARCOS ANDRÉ; TELES, SHEILA ARAÚJO. Participação em banca de Raquel Silva Pinheiro. Pessoas em situação de rua abrigadas: uma população-chave na epidemiologia da sífilis e HIV em Goiânia, Goiás. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Enfermagem FEN/UFG) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG.

2.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; BARBOSA, MARIA ALVES; MATOS, M. A. D.. Participação em banca de Rafael Souto. Análise molecular e de qualidade de vida dos pacientes e familiares com suspeita clínica de xeroderma pigmentosum variante residentes em Araras, Faina, Brasil. 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Medicina Tropical) - Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública.

3.
MATOS, M. A. D.; MATOS, MARCOS ANDRÉ; TELES, SHEILA ARAUJO; Martins. Participação em banca de Marina Pedrosa de Oliveira. Rastreamento sorológico e molecular do vírus da hepatite B em homens que fazem sexo com homens em Goiânia-Goiás, utilizando o método respont-driven Sampling (RDS). 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Medicina Tropical) - Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública IPTSP.

Qualificações de Doutorado
1.
CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM; CARNEIRO, MEGMAR APARECIDA DOS SANTOS; MATOS, M. A. D.; MATOS, MARCOS ANDRÉ. Participação em banca de Raquel Silva Pinheiro. Pessoas em situação de rua abrigadas: uma população-chave na epidemiologia da sífilis e HIV em Goiânia, Goiás. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-graduação em Enfermagem FEN/UFG) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG.

2.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; CAETANO, KARLLA ANTONIETA AMORIM; MATOS, M. A. D.; CARNEIRO, M. A.; TELES, SHEILA ARAÚJO. Participação em banca de Paulie Marcelly Ribeiro dos Santos Carvalho. Epidemiologia do HIV/AIDS e sífilis em travetis/transexuais em Goiânia-Goiás. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-graduação em Enfermagem FEN/UFG) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG.

3.
MATOS, M. A. D.; MATOS, MARCOS ANDRÉ; Teles; Martins. Participação em banca de Marina Pedrosa de Olibeira. Rastreamento sorológico e molecular do vírus da hepatite B em homens que fazem sexo com homens em Goiânia-Goiás, utilizando o método respont-driven Sampling (RDS). 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-graduação em Medicina Tropical) - Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública IPTSP.

4.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Participação em banca de Juliana Lawder. Análise da saúde bucal de indivíduos em situação de rua do Brasil Central: estudo transversal e clínico. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Odontologia) - Universidade Federal de Goiás.

Qualificações de Mestrado
1.
DE MATOS, MARCOS ANDRÉ; GUIMARAES, J. V.; CASTRAL, T. C.; ALMEIDA, N. A. M.; SOUZA, M. M.. Participação em banca de Julyana Cândido Bahia. Fatores Associados à Sífilis em Puérperas Expostas a Infecção na Gestação: um Estudo Caso-Controle. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Enfermagem PPGENF) - Faculdade de Enfermagem - Universidade Federal de Goiás.

2.
PEREIRAR, L. V.; MATOS, MARCOS ANDRE DE; PAGOTTO, V.; SOUZA, L. A. F.. Participação em banca de Joyce Rutielly Serra. Enfrentamento da Dor Crônica por Pessoas Idosas no Brasil Central. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Enfermagem PPGENF) - Faculdade de Enfermagem-UFG.

3.
SOUZA, M. M.; SILVA, N. S.; CAETANO, K. A. A.; MATOS, MARCOS ANDRÉ; NOGUEIRA, D. J.. Participação em banca de Carla de Almeida Silva. USO DE ÁLCOOL EM CORTADORES MANUAIS DE CANA-DE-AÇÚCAR - REGIÃO BRASIL CENTRAL. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Enfermagem FEN/UFG) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG.

4.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; PEREIRAR, L. V.. Participação em banca de Bruna da Silva Ferreira. Sintomas depressivos e intensidade de dor crônica em idosos. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás.

5.
PEREIRAR, L. V.; MATOS, MARCOS ANDRE DE. Participação em banca de Milainy Barbosa Ribeiro. Fadiga perioperatória, características psicoemocionais e perfil bioquímico de mulheres com câncer de mama submetidas a mastectomia. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Enfermagem FEN/UFG) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG.

6.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; JUNQUEIRA, A. L. N.. Participação em banca de Camila Pinheiro Araújo. Terapia subcutânea: uma proposta de protocolo de intervenção em hospital escola de Goiânia -Goiás. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação Mestrado Profissional em) - Universidade Federal de Goiás.

7.
Kozlowski; MATOS, M. A. D.; MATOS, MARCOS ANDRÉ; Martins. Participação em banca de Edna Braz Rocha de Santana. Prevalência e fatores associados à infecção pelo vírus da hepatite A em homens que fazem sexo com homens em Goiânia, Goiás. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Medicina Tropical) - Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública IPTSP.

8.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; JUNQUEIRA, A. L. N.. Participação em banca de Gilma Moreira de Sousa. Investigação do conhecimento e prática em administração de injeções por via intramuscular dos profissionais de enfermagem de unidades de urgência de Goiânia-GO. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação Mestrado Profissional em) - Universidade Federal de Goiás.

9.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Participação em banca de Alcides Pereira Soares Neto. Indivíduos em situação de rua: qualidade de vida e fatores associados. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás.

10.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; TELES, SHEILA ARAUJO; CARNEIRO, M. A.; MARTINS, REGINA MARIA BRINGEL. Participação em banca de Paulie Marcelly Ribeiro dos Santos Carvalho. Epidemiologia da hepatite B em indivíduos em situação de rua abrigados em casa de passagem de Goiânia. 2015.

11.
JUNQUEIRA, A. L. N.; MATOS, MARCOS ANDRÉ. Participação em banca de Alba Valéria Sales Fortes. Administração segura de medicamentos: uma proposta de intervenção no município de Goiânia. 2015.

12.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; BARROS, P. S.. Participação em banca de Daniella Carpaneda Machado. Avaliação do Sistema de Vigilância da Hantavirose no Estado de Goiás. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação Mestrado Profissional em) - Universidade Federal de Goiás.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
MATOS, MARCOS ANDRÉ DE. Participação em banca de Marlla Lourenna Rodrigues Melo; Valéria Antônia Abreu. Percepção de mulheres em situação de rua sobre io ciclo gravídico puerperal: subsídios para a enfermagem obstétrica. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Obstetrícia - Rede Cegonha) - Universidade Federal de Minas Gerais.

2.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; PEREIRA, R. M.. Participação em banca de Ana Cláulia Nascimento de Sousa. Diagnósticos de Enfermagem em clientes oncológicos em cuidados paliativos. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Enfermagem Oncológica-Residência) - Hospital Araújo Jorge.

3.
MATOS, M. A.. Participação em banca de Kelly Araújo Martins. Relação entre o estresse e a enfermagem em terapia intensiva: Uma revisão bibliográfica. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Enfermagem em Terapia Intensiva) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MATOS, M. A.. Participação em banca de Gonzaga, O; Sardinha, R; Lima, W; Alcântara, W; Mercadante,.Sindrome de Burnout no profissional enfermeiro no Brasil. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Paulista - Goiás.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; ARAUJO, L. A.. Banca Examinadora do Processo Seletivo para contratação de Professor Substituto/Temporário para o Campus Goiânia Oeste, conforme Edital n' 001/201 5. 2015. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás.

2.
MATOS, M. A.; FREITAS, N. R.; VARANDA, L. R.. Comissão Examinadora do Processo Seletivo Simplificado para contratação de Professor Substituto na Área Enfermagem Clínica (Portaria 033 16- 2010). 2010. Faculdade de Enfermagem FEN/UFG.

3.
MATOS, M. A.; GALDINO JUNIOR, H.. Concurso Professor substituto da Faculdade de Enfermagem FEN/UFG. 2009. Faculdade de Enfermagem FEN/UFG.

4.
MATOS, M. A.; Karina suzuki; GALDINO JUNIOR, H.; PEREIRAR, L. V.; MATOS, M. A. D.. Concurso Professor Substituto da Faculdade de Enfermagem FEN/UFG. 2008. Faculdade de Enfermagem-UFG.

Avaliação de cursos
1.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; CAIXETA, C. C.. A rua - Projeto Intersetorial de Qualificação para Profissionais que Atuam com a População em Situação de Rua do Estado de Goiás - II Edição. 2015. Universidade Federal de Goiás.

2.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; CARVALHO, PAULIE MARCELLY RIBEIRO DOS SANTOS; CAIXETA, C. C.. A rua - Projeto Intersetorial de Qualificação para Profissionais que Atuam com a População em Situação de Rua do Estado de Goiás - I Edição. 2014.

3.
MATOS, MARCOS ANDRÉ; CAIXETA, C. C.. Comissão de equivalência dos diplomas e certificados de curso realizados no exterior. 2011. Universidade Federal de Goiás.

4.
MATOS, M. A.; GALDINO JUNIOR, H.; JUNQUEIRA, A. L. N.. Avaliação de Processo de Revalidação de Diplomas da FEN/UFG (Portaria 037 - 2010). 2010. Faculdade de Enfermagem FEN/UFG.

5.
MATOS, M. A.. Comissão Avaliadora dos Trabalhos de Conclução de Curso de Especialização Multiprofissional em Saúde da Família. 2010. Faculdade de Enfermagem FEN/UFG.

Outras participações
1.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Comissão de Avaliação do Programa de Bolsas de Extensão e Cultura - PROEC/UFG. 2015. Universidade Federal de Goiás.

2.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Comissão de Avaliação das Propostas Submetidas ao Edital PROEXT 2016. 2015. Universidade Federal de Goiás.

3.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Avaliação de Trabalhos na V MOPESCO - Mostra Parceria Ensino, Serrviço e Comunidade. 2015. Universidade Federal de Goiás.

4.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Avaliação das sessões de comunicação oral da XI Mostra de Extensão e Cultura - CONPEEX 2014. 2014. Universidade Federal de Goiás.

5.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Comissão avaliadora dos trabalhos inscritos na XI Mostra de Extensão e Cultura - CONPEEX. 2014. Universidade Federal de Goiás.

6.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Comissão avaliadora de bolsas de extensão - edital PROEC/PROVEC 2014/2015. 2014. Universidade Federal de Goiás.

7.
MATOS, M. A.. Comissão avaliadora trabalhos orais. X mostra de Extensão e Cultura - CONPEEX. 2012. Universidade Federal de Goiás.

8.
MATOS, M. A.. Comissão avaliadora dos trabalhos do V SEREX. 2012. Universidade Federal de Goiás.

9.
MATOS, M. A.. Avaliação dp Programa de bolsas de Extensão e Cultura PROBEC/PROVEC 2012. 2012. Universidade Federal de Goiás.

10.
MATOS, M. A.. Comissão avaliadora trabalhos em forma de pôster. X mostra de Extensão e Cultura - CONPEEX. 2012. Universidade Federal de Goiás.

11.
MATOS, M. A.. Comitê Seletivo Externo de Avaliação de projetos comunitários de Organizações Não Governamentais que atuam na área de DST/HIV/AIDS. 2010. Superintendência de Políticas de Atenção Integral à Saúde - SES Goiânia/Go.

12.
MATOS, M. A.. Comissão Avaliadora Trabalhos da VIII Mostra de Extensão e Cultura da UFG - VII CONPEEX. 2010. Universidade Federal de Goiás.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
11º Congresso de HIV/Aids e o 4º Congresso de Hepatites Virais. Hepatites Virais. 2017. (Congresso).

2.
78ª Semana Brasileira de Enfermagem - GOIÂNIA-GO. 2017. (Simpósio).

3.
Como elaborar protocolo. Mais novo Protocolo de Enfermagem está disponível através de download rápido e gratuito. 2017. (Encontro).

4.
Congresso interdisciplinar de cuidado baseado em evidências, XI Mostra Científica, Cultural e de extensão e o IV Colóquio Ensino-Serviço-Comunidade. 2017. (Congresso).

5.
III Imersão Pedagógica da Faculdade de Enfermagem/UFG.III Imersão Pedagógica. 2017. (Oficina).

6.
Seminário de Avaliação e planejamento da Residência Multiprofissional em Saúde do HC/UFG.Avaliação e planejamento da Residência Multiprofissional em Saúde do HC/UFG. 2017. (Seminário).

7.
XV Seminário de Patologia e Saúde Pública e VIII Semana de Bioteconologia. 2017. (Seminário).

8.
Programa de Formação em Pesquisa - Integridade em pesquisa e produção científica: desafios atuais. 2015. (Seminário).

9.
XI Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. 2014. (Congresso).

10.
Capacitação para Elaboração de Projetos na Área de DST/AIDS.Palestrante da Capacitação para Elaboração de Projetos na Área de DST/AIDS. 2011. (Outra).

11.
Gerenciamento de resíduos sólidos no aendimento à saúde. 2011. (Encontro).

12.
VIII Congresso Brasileiro de Epidemiologia "Epidemiologia e as Políticas Públicas de Saúde". Perfil Soroepidemiológico da infecção pelo vírus da hepatite C em mulheres profissionais do sexo em Goiânia, Goiás. 2011. (Congresso).

13.
VIII Congresso da Sociedade Brasileira de DST, IV Congresso Brasileiro de AIDS e I Congresso ALAC/IUSTI Latino America. Cobertura Vacinal contra Hepatite B em mulheres profissionais do sexo em Goiânia,GO. 2011. (Congresso).

14.
VIII Congresso da Sociedade Brasileira de DST, IV Congresso Brasileiro de AIDS e I Congresso ALAC/IUSTI Latino America. Conhecimentos e Fontes de Informação sobre sexualidade de escolares adolescentes de uma região de Goiânia-GO. 2011. (Congresso).

15.
VIII Congresso da Sociedade Brasileira de DST, IV Congresso Brasileiro de AIDS e I Congresso ALAC/IUSTI Latino America. Mulheres profissionais do sexo e DST/HIV/AIDS: Subsídios para prevenção e controle em Goiânia, Goiás. 2011. (Congresso).

16.
VIII Congresso da Sociedade Brasileira de DST, IV Congresso Brasileiro de AIDS e I Congresso ALAC/IUSTI Latino America. Efetividade da Vacina Brasileira contra hepatite B em adolescentes escolares: coorte de seis anos. 2011. (Congresso).

17.
VIII Congresso da Sociedade Brasileira de DST, IV Congresso Brasileiro de AIDS e I Congresso ALAC/IUSTI Latino America. Vulnerabilidades da adolescente escolar para aquisição de doenças de transmissão sexual. 2011. (Congresso).

18.
VIII Congresso da Sociedade Brasileira de DST, IV Congresso Brasileiro de AIDS e I Congresso ALAC/IUST Latino America. Prevalência e Fatores associados à infecção pelo vírus da hepatite B (HBV) em reeducandas do complexo prisional da região metropolitana de Goiás. 2011. (Congresso).

19.
VIII CONGRESSO DE PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO PROEC-38. Caracterização Sorológica e Molecular da Infecção pelo HTLV-1 em Profissionais do Sexo em Goiânia-GO. 2011. (Congresso).

20.
VIII MOSTRA CIENTÍFICA E CULTURAL e III COLÓQUIO DA PARCERIA ENSINO-SERVIÇO.Membro efetivo da Comissão Científica. 2011. (Outra).

21.
XLVII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. Prevalência das Infecções Parasitárias no Brasil na última década: Revisão Sistemática da Literatura. 2011. (Congresso).

22.
Extensão universitária em Microrganismo Multirresistente e equipe de Enf.. 2010. (Simpósio).

23.
II Jornada de Prevençao e Controle de Infecções. 2010. (Encontro).

24.
II Jornada de Prevenção e Controle de Infecções Associadas aos Cuidados em Saúde. 2010. (Outra).

25.
II Simpósio de Atualidades em Enfrmagem. 2010. (Simpósio).

26.
Extensão universitária em I Jornada de Controle de Infecção.. 2009. (Simpósio).

27.
V CONPEEX. 2008. (Congresso).

28.
VI Mostra Científica e Cultural da Faculdade de Enfermagem da UFG. 2008. (Outra).

29.
III OFICINA GERAL DE SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NO HC/UFG: APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS. Hospital das Clínicas HC/UFG. Goiânia, 2007.. 2007. (Oficina).

30.
III SIMPÓSIO GOIANO DE DST. Goiânia, 2007.. 2007. (Outra).

31.
IV CONGRESSO DE PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO - IV COMPEEX UFG. Goiânia, 2007.. IV CONGRESSO DE PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO - IV COMPEEX UFG. Goiânia, 2007.. 2007. (Congresso).

32.
IV MOSTRA CIENTÍFICA E CULTURAL DA FACULDADE DE ENFERMAGEM. Goiânia, 2007.Apresentação oral. 2007. (Outra).

33.
II JORNADA CIENTÍFICA DO HOSPITAL DE DOENÇAS TROPICAIS (HDT). Goiânia, 2006.. 2006. (Outra).

34.
II OFICINA GERAL DE SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NO HC/UFG: AS PRIMEIRAS CONQUISTAS NA CONSTRUÇÃO DO SONHO. Hospital das Clínicas HC/UFG. Goiânia, 2006.. 2006. (Oficina).

35.
MINI-CURSO: ABORDAGEM SINDRÔMICA EM DST- IV Mostra Científica e Cultural da Faculdade de Enfermagem da UFG. Goiânia, 2006.. 2006. (Outra).

36.
VI CONGRESSO DA SBDST - II CONGRESSO BRASILEIRO DE AIDS. Santos, 2006.. VI CONGRESSO DA SBDST - II CONGRESSO BRASILEIRO DE AIDS. Santos, 2006.. 2006. (Congresso).

37.
57ª Reunião Anual da SBPC - Fortaleza.57ª Reunião Anual da SBPC - Fortaleza. 2005. (Outra).

38.
57º CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM. 57º CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM. Goiânia, 2005.. 2005. (Congresso).

39.
II CONGRESSO DE PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO - II COMPEEX Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2005.. II COMPEEX. 2005. (Congresso).

40.
II Simpósio sobre Atendimento ao Paciente Crítico.II Simpósio sobre Atendimento ao Paciente Crítico. 2005. (Simpósio).

41.
XLI Congresso sa Sociedade Brasileira de Medicina Tropical e I Encontro de Medicina Tropical dop Cone Sul. Florianópolis. XLI Congresso sa Sociedade Brasileira de Medicina Tropical e I Encontro de Medicina Tropical dop Cone Sul. Florianópolis. 2005. (Congresso).

42.
56º Congresso Brasileiro de Enfermagem. 56º Congresso Brasileiro de Enfermagem. Gramado/RS, 2004/ Período: 24 a 29 de outubro.. 2004. (Congresso).

43.
65ª Semana Brasileira de Enfermagem.65ª Semana Brasileira de Enfermagem. Goiânia, 2004/ Carga Horária: 16 hs. 2004. (Outra).

44.
Audiência Pública.Audiência Pública- Centro de Parto - nascimento: um direito da mulher. Goiânia, 2004/ Carga horária: 3 hs. 2004. (Outra).

45.
DIA NACIONAL DE COMBATE À HIPERTENSÃO ARTERIAL. Liga Acadêmica de Hipertensão Arterial. Faculdade de Medicina-UFG..DIA NACIONAL DE COMBATE À HIPERTENSÃO ARTERIAL. Shopping Flamboyant, Goiânia, 2004.. 2004. (Encontro).

46.
Doação de Orgãos e Tecidos..Palestra - Doação de Orgãos e Tecidos. Goiânia, 2004 / Carga horária: 3 hs.. 2004. (Outra).

47.
III Ciclo de Terapias Alternativas.III Ciclo de Terapias Alternativas: do Saber Popular à Comprovaçãp Científica. Goiânia, 2004/ Carga Horária: 4 hs. 2004. (Outra).

48.
I Simpósio sobre Atendimento ao Paciente Crítico.I Simpósio sobre Atendimento ao Paciente Crítico. Goiânia, 2004/ Carga Horária: 5 hs. 2004. (Simpósio).

49.
Mesa Redonda - Arteterapia e Musicoterapia na Saúde Mental.Mesa Redonda - Arteterapia e Musicoterapia na Saúde Mental. Goiânia, 2004 / Carga Horária: 2 hs.. 2004. (Outra).

50.
Minicurso - Equilíbrio Ácido-Base e Gasometria Arterial.Minicurso - Equilíbrio Ácido-Base e Gasometria Arterial. Goiânia, 2004/ Carga Horária: 4 hs. 2004. (Outra).

51.
Minicurso Interpretação dos testes sorológicos para diagnóstico de hepatite.minicurso sobre Abordagens sobre os riscos entre os profissionais de saúde, realizado durante o I CONPEEX - UFG. Goiânia, 2004 / Garga Horária: 3 hs. 2004. (Outra).

52.
Minicurso Suporte ventilatório.Minicurso - Suporte Ventilatório, realizado no I Simpósio sobre Atendimento ao Paciente Crítico. Goiânia, 2004/ Carga Horária: 4 hs.. 2004. (Outra).

53.
Oficina de trabalho Pesquisa em Hanseníase- Atividade do curso de Pós-Graduação do IPTSP/UFG.Oficina de Trabalho Pesquisa em Hanseníase do durso de Pós - graduação do IPTSP/UFG. Profº David Scollard - Louisiana State University/ USA / Carga Horária: 4 hs.. 2004. (Oficina).

54.
Oficina Shantala.Oficina Shantala promovida pelo III Ciclo de Terapias Alternativas: do Saber Popular à Comprovação Científica. Goiânia, 2004/ Carga Horária: 3 hs.. 2004. (Oficina).

55.
Palestra Redorma Psiquiátrica.Palestra sobre Reforma Psiquiátrica e discussão do filme "Bicho de Sete Cabeças" Goiânia, 2004 / Carga Horária: 4 hs. 2004. (Outra).

56.
SEMANA DO CORAÇÃO.SEMANA DO CORAÇÃO. Goiânia, 2004.. 2004. (Outra).

57.
Seminário Universidade XXI- O futuro em Debate.Seminário Universidade XXI- O futuro em Debate, na Semana de Graduação da Fen. Goiânia, 2004 / carga horária 4 horas. 2004. (Seminário).

58.
1º Fórum sobre Serviços de Apoio ao Controle de INfecção Hospitalar.1º Forum sobre Serviços de Apoio ao Controle de Infecção Hospitalar. Goiânia, 2003 / carga horária 6 horas. 2003. (Outra).

59.
55º Reunião Anual da SBPC.55º Reunião Anual da SBPC. Recife - PE, 2003 / Período 13 a 18 julho de 2003. 2003. (Outra).

60.
Exposição das Produções Científicas de Enfermagem 2000-2002.Exposição das Produções Científicas de Enfermagem 2000-2002. Goiânia, 2003 / Carga Horária 08 horas. 2003. (Outra).

61.
II Ciclo de Terapias Alternativas.II Ciclo de Terapias Alternativas/ período 05 a 09 de maio de 2003. Goiânia, 2003.. 2003. (Outra).

62.
I Seminário de Hunanização.I Seminário de Humanização da Assistência do Hospital das Clínicas. Goiânia, 2003 / Carga Horária 04 horas. 2003. (Seminário).

63.
I Simpósio sobre as Áreas de Atuação em Enfermagem.I Simpósio sobre as áreas de Atuação em Enfermagem. Goiânia, 2003 / carga horária 8 horas. 2003. (Simpósio).

64.
I Workshop de Serviços Multiprofissionais de Saúde HC/UFG.I Workshop de Serviços Multiprofissionais de Saúde HC/UFG. Goiânia, 2003 /Carga Horária 9:30 horas. 2003. (Outra).

65.
Oficina de Unibiótica.Oficina de Unibiótica /Período 05 a 09 de maio de 2003. 2003. (Oficina).

66.
Seminário de Apresentação do Planejamento Estratégico do HC.Seminário de Apresentação do Planejamento Estratégico do HC . Goiânia, 2003 / carga horária 5 horas. 2003. (Seminário).

67.
Seminário Internacional.Seminário Internacional " Universidade XXI - Novos Caminhos para a Educação Superior: O Futuro em Debate" Brasília, 25 a 27 de novembro de 2003.. 2003. (Seminário).

68.
VII Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. VII Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. Brasília, 2003 / período de 29 de julho a 02 de agosto de 2003. 2003. (Congresso).

69.
10 º Reunião Anual da SBPC Jovem.10º Reunião Anual da SBPC Jovem. Goiânia, 2002 / Período 07 a 12 de Julho. 2002. (Outra).

70.
3ºCiclo de Debates da ADUFG.3º Ciclo de Debates da ADUFG. Goiânia, 2002.. 2002. (Outra).

71.
54 º Reunião Anual da SBPC.54º Reunião Anual da SBPC. Goiânia, 2002 / Período 7 a 12 de Julho. 2002. (Outra).

72.
5º CBCENF. 5º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem. Recife, 2002 / Período 07 a 11de Outubro. 2002. (Congresso).

73.
7º ENAPET.7º ENAPET- Encontro Nacional dos Grupos Pets e do 5º Encontro de Jovens Cientistas. Goiânia, 2002 / Carga Horária 40 horas. 2002. (Encontro).

74.
ABEM 75 Anos.Encontro ABEM 75 Anos "Com quem cuida da vida" Goiânia, 2001/ Carga horária: 16 hs. 2002. (Outra).

75.
Expociência.Expociência- 54º Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o progresso da ciência. Goiânia, 2002 / Carga Horária 20 horas. 2002. (Outra).

76.
I Ciclo de Oficinas em Terapias Alternativas.I Ciclo de Oficinas em Terapias Alternativas. Goiânia, 2002 / Carga Horária 02 horas. 2002. (Outra).

77.
I Curso de Iniciação para a liga de Doenças Infecciosas.I Curso de Iniciação para a liga de Doenças Infecciosas. Goiânia, 2002 / Carga Horária 07 horas. 2002. (Outra).

78.
III Curso Básico de Diabetes.III Curso Básico de Diabetes. Goiânia, 2002 / Carga Horária 06 horas. 2002. (Outra).

79.
Minicurso.Minicurso: Indivíduo e Sociedade no Pensamento Sociológico, realizado durante o X Seminário de Iniciação Científica. Goiânia, 2002 / Carga Horária 04 horas. 2002. (Outra).

80.
Principais lesões....Palestra Principais Lesões que Afetam Músicos, Enfermeiros, Fisioterapeutas, Digitadores, Terapeutas Ocupacionais e outros Profissionais. Goiânia, 2002 / Carga Horária 02 horas. 2002. (Outra).

81.
Seminário Goiano de Enfermagem.Seminário Goiano de Enfermagem - "Ações do Enfermeiro nos Programas de Saúde" Goiânia, 2002/ Carga horária: 4 hs.. 2002. (Seminário).

82.
X Seminário de Iniciação Científica.X Seminário de Iniciação Científica. Goiânia, 2002. Carga Horária: 08 horas. 2002. (Seminário).

83.
X Seminário de Iniciação Científica.Minicurso Elaboração de Projeto de Pesquisa, realizado durante o X Seminário de Iniciação Científica. Goiânia, 2002 / Carga Horária04 horas. 2002. (Outra).

84.
1º Simpósio de Hematologia e Hemoterapia.1º Simpósio de Hematologia e Hemoterapia. Goiânia, 2001 / Carga Horária 10 horas. 2001. (Simpósio).

85.
4 º Congresso em Educação em Diabetes Mellitus. 4º Congresso de Educação em Diabetes mellitus. Goiânia, 2001 / Período 31 de Agosto a 1º de Setembro. 2001. (Congresso).

86.
62 ºSemana Brasileira de Enfermagem.62 º Semana Brasileira de Enfermagem. Goiânia, 2001 /Período15 a 17 de maio.. 2001. (Outra).

87.
Enfermagem não Hospitalar: da Teoria Acadêmica à Prática Profissional.Workshop Enfermagem não Hospitalar: da Teoria Acadêmica à Prática Profissional. Goiânia, 2001 /Carga Horária 04 horas.. 2001. (Outra).

88.
I Seminário de Ética em Pesquisa na UFG.I Seminário de Ética em Pesquisa na UFG. Goiânia, 2001 /Carga Horária 06 horas. 2001. (Seminário).

89.
Politraumatizado- Primeiro Atendimento de Enfermagem.Curso "Politraumatizado - Primeiro Atendimento de Enfermagem" Goiânia, 2001/ Carga Horária: 3 hs.. 2001. (Outra).

90.
VII Encontro de Enfermagem da Região Centro-Oeste & V Encontro de Enfermagem em Saúde Coletiva.VII Encontro de Enfermagem da Região Centro-Oeste & V Encontro de Enfermagem em Saúde Coletiva. Goiânia, 2001 / Carga Horária 20 horas. 2001. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MATOS, M. A.. 78ª Semana Brasileira de Enfermagem (SBEn). 2017. (Congresso).

2.
MATOS, MARCOS ANDRÉ DE. I Simpósio Interinstitucional sobre doenças transmissíveis com ênfase em IST. 2017. (Outro).

3.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. 14º Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFG. 2017. (Congresso).

4.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. Congresso interdisciplinar de cuidado baseado em evidências, XI Mostra Científica, Cultural e de extensão e o IV Colóquio Ensino-Serviço-Comunidade. 2017. (Congresso).

5.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. Dia C da Ciência - A ciência faz toda a diferença. 2017. (Exposição).

6.
MATOS, MARCOS ANDRE DE. Espaço Saúde UFGmais. 2017. (Congresso).

7.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Comissão Científica do XII CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. 2015. (Congresso).

8.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. II Congresso interinstitucional de hepatites virais do Estado de Goiàs. 2015. (Congresso).

9.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. II edição. Curso a RUA - Projeto intersetorial de qualificação para profissionais que atuam com a população em situação de rua do Estado de Goiás. 2015. (Outro).

10.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. I Congresso interinstitucional de hepatites virais do Estado de Goiàs. 2014. (Congresso).

11.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Promoção da saúde na comunidade - dia mundial de combate ao diabetes mellitus. 2014. (Festival).

12.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. I edição. Curso a RUA - Projeto intersetorial de qualificação para profissionais que atuam com a população em situação de rua do Estado de Goiás. 2014. (Outro).

13.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Comissão Científica do XI CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. 2014. (Congresso).

14.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Feira da Saúde em Firminópolis. 2013. .

15.
MATOS, MARCOS ANDRÉ. Simpósio goiano sobre metodologias ativas no ensino-aprendizagem na enfermagem. 2013. (Outro).

16.
MATOS, M. A.. II MOPESCO. 2008. (Outro).

17.
MATOS, M. A.. I Seminário sobre assistência de enfermagem da Clínica Médica HC/UFG. 2007. (Outro).

18.
MATOS, M. A.. Curso básico de delineamento de pesquisas de avaliação de qualidade e humanização da assistência. 2007. (Outro).

19.
MATOS, M. A.. Atividade- Dançando com a terceira idade. Lar Bom Samaritano.. 2005. (Festival).

20.
MATOS, M. A.. Atividade Recreativa com Idosos da Comunidade de Firminópolis- Dançando com a Terceira Idade.. 2005. (Festival).

21.
MATOS, M. A.. Mesa redonda - Arteterapia e musicoterapia na Saúde Mental. Goiânia, 2004 / Carga Horária: 4 hs. 2004. (Outro).

22.
MATOS, M. A.. Exposição de Arte - Arteterapia na Saúde Mental. Goiânia, 2004/ Carga Horária: 20 hs.. 2004. (Exposição).

23.
MATOS, M. A.. 48º Congresso da UNE. Goiânia, 2003 / carga horária 50 hs. 2003. (Congresso).

24.
MATOS, M. A.. 1º Forum de Serviços de Apoio ao Controle de Infecção Hospitalar/carga horária 8 hs. 2003. (Exposição).

25.
MATOS, M. A.. I Simpósio sobre as áreas de Atuação em Enfermagem. Goiânia, 2003 / carga horária 8 horas. 2003. (Congresso).

26.
MATOS, M. A.. 7º ENAPET e 5º Encontro de Jovens Cientistas. Goiânia, 2002 / Carga Horária: 40 horas. 2002. (Outro).

27.
MATOS, M. A.. Seminário de Viligância em Saúde/ Carga Horária: 02 horas. 2002. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Andressa Cunha de Paula. Perfil epidemiológico, qualidade de vida e aspectos clínicos de homens em cárcere vivendo com HIV/Aids do Brasil Central. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
SARA OLIVEIRA SOUZA. Práticas, conhecimento, atitude e soroprevalência da infecção pelo HBV em mulheres privadas de liberdade. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

3.
LUCAS ARAGÃO SOUZA. EPIDEMIOLOGIA DA SÍFILIS EM HOMENS PRIVADOS DE LIBERDADE E SUAS RESPECTIVAS PARCERIAS SEXUAIS. Início: 2018. Dissertação (Mestrado profissional em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

4.
Lucíola SIlva Sandin. INFECÇÃO PELO VÍRUS DA HEPATITE B EM INDIVÍDUOS PRIVADOS DE LIBERDADE NO MUNICIPIO DE ITUMBIARA-GO: ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS E PROPOSTA DE INTERVENÇÃO. Início: 2016. Dissertação (Mestrado profissional em Programa de Pós-graduação em Enfermagem FEN/UFG) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG. (Orientador).

5.
Joyce Vânia Rodrigues Lopes. ANÁLISE DA SAÚDE MENTAL DE INDIVÍDUOS EM SITUAÇÃO DE RUA DE GOIÂNIA, GOIÁS. Início: 2016. Dissertação (Mestrado profissional em Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde da Faculdade de Medicina) - Faculdade de Medicina UFG. (Coorientador).

6.
Elisângela Franciscon Naves. SOROPREVALÊNCIA DA INFECÇÃO POR SÍFILIS EM INDIVÍDUOS PRIVADOS DE LIBERDADE DEUM MUNICÍPIO CENTRAL DO BRASIL. Início: 2016. Dissertação (Mestrado profissional em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás. (Coorientador).

7.
Camila Canhete. INQUÉRITO SOROEPIDEMIOLÓGICO E ESTADO VACINAL PARA HEPATITE B EM AGENTES DE SEGURANÇA PRISIONAL DE GOIÁS: ELEMENTOS PARA A SAÚDE DO TRABALHADOR. Início: 2016. Dissertação (Mestrado profissional em Programa de Pós-graduação em Enfermagem FEN/UFG) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

8.
Cristiane Soares da Costa Araujo. Qualidade de Vida de Agentes de Segurança Prisional do Brasil Central. Início: 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás. (Coorientador).

9.
Paulie Marcelly Ribeiro dos Santos Carvalho. Análise da situação vacinal contra hepatite B em moradores de rua. Início: 2015. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Coorientador).

Tese de doutorado
1.
Carlos Magno Neves. QUALIDADE DE VIDA E CARGA DE STRESS EM PROFISSIONAIS DE SAÚDE E AGENTES DE SEGURANÇA RESPONSÁVEIS PELO ATENDIMENTO DE SAÚDE DE PESSOAS PRIVADAS DE LIBERDADE DO SISTEMA PRISIONAL DO ESTADO DE GOIÁS. Início: 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde da Faculdade de Medicina) - Faculdade de Medicina UFG, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Coorientador).

2.
THAYS ANGÉLICA DE PINHO SANTOS. CONDIÇÕES DE SAÚDE, UTILIZAÇÃO E DESEMPENHO DOS SERVIÇOS DE ATENÇÃO PRIMÁRIA PELA POPULAÇÃO MASCULINA: UM ESTUDO DE BASE POPULACIONAL. Início: 2016. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás. (Coorientador).

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
SAMUEL ANTONELI MANSO DE ARAUJO. VACINAÇÃO CONTRA INFLUENZA E FEBRE AMARELA EM MORADORES DE RUA: ONDE ESTAMOS?. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, PROEXT MEC. (Orientador).

2.
WILTON RODRIGUES DA CONCEICAO. POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA E INFECÇÃO PELO VÍRUS DA IMUNODEFICIÊNCIA HUMANA: PERFIL EPIDEMIOLÓGICO E PERSPECTIVAS DE INTERVENÇÃO. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Jéssyca Pereira e Souza. INVESTIGAÇÃO DA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA HEPATITE C EM INDIVÍDUOS EM SITUAÇÃO DE RUA ALBERGADOS EM GOIÂNIA, GOIÁS: PREVALÊNCIA E FATORES ASSOCIADOS. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Enfermagem FEN/UFG) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos André de Matos.

2.
Alcides Pereira Soares Neto. Qualidade de vida de indivíduos em situação de rua do Brasil Central. 2016. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Marcos André de Matos.

Tese de doutorado
1.
Juliana Aparecida de Campos Lawder. Análise da saúde bucal de indivíduos em situação de rua do Brasil Central: estudo transversal e clínico. 2016. Tese (Doutorado em Odontologia) - Universidade Federal de Goiás, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Marcos André de Matos.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Camila Canhete. ESTRESSE OCUPACIONAL DOS AGENTES PENITENCIÁRIOS E ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO DO TRABALHO. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Enfermagem do Trabalho) - Centro de Estudos em Enfermagem e Nutrição PUC-GO. Orientador: Marcos André de Matos.

2.
Carla Almeida. AGENTES PENITENCIÁRIOS E ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO DO TRABALHO. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Enfermagem do Trabalho) - Centro de Estudos em Enfermagem e Nutrição PUC-GO. Orientador: Marcos André de Matos.

3.
Marlla Lourenna Rodrigues Melo; Valéria Antônia Abreu. Percepção de mulheres em situação de rua sobre io ciclo gravídico puerperal: subsídios para a enfermagem obstétrica. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Marcos André de Matos.

4.
Natállia Guimarães Mansano. Exame citopatológico do colo do útero: Conhecimento de mulheres atendidas nas Unidades Estratégia Saúde da Família de Goiânia-Goiás, Brasil Central. 2013. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Saúde da Família) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Marcos André de Matos.

5.
Camila e Oliveira Arraes. Masculinidade, vulnerabilidade e prevenção às IST/HIV/AIDS entre adolescentes do sexo masculino de um assentamento da reforma agrária, Brasil Central.. 2012. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Wilian Santana de Souza. : EPIDEMIOLOGIA DO USO DE DROGAS ILÍCITAS ENTRE HOMENS ADULTOS EM SITUAÇÃO DE RUA DE GOIÂNIA-GOIÁS. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

2.
JOYCE GABRIELLA MENEZES SILVA. ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICO, SOCIODEMOGRÁFICO E CONDIÇÃO DE SAÚDE EM INDIVÍDUOS EM SITUAÇÃO DE RUA: UMA PERSPECTIVA DE GÊNERO. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, Pro-reitoria de extensão e cultura. Orientador: Marcos André de Matos.

3.
DAYANE CRISTINA DOS SANTOS ALVES. ESTILO DE VIDA E CONDIÇÕES DE SAÚDE DE HOMENS CORTADOR DE CANA-DE-AÇÚCAR NO ESTADO DE GOIÁS-BRASIL. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, Pro-reitoria de extensão e cultura. Orientador: Marcos André de Matos.

4.
Sara Oliveira Souza. MONITORAMENTO DE INDIVÍDUOS EM SITUAÇÃO DE RUA PORTADORES DE HEPATITE C EM GOIÂNIA, GOIÁS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

5.
MATEUS RODRIGUES SILVA. DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DO TRÁFICO DE DROGAS EM ASSENTAMENTO URBANO EM GOIÂNIA, GOIÁS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - Geografia) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

6.
Haysa Nadinne de Faria Marques. VACINA CONTRA HEPATITE B EM POPULAÇÃO MASCULINA EM SITUAÇÃO DE RUA DO BRASIL CENTRAL: SUBSÍDIOS PARA A ANDROLOGIA. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

7.
Christiene Barbosa Arantes. PREVALÊNCIA E FATORES DE RISCO ASSOCIADOS À INFECÇÃO PELO VÍRUS DA HEPATITE B EM MULHERES PROFISSIONAIS DO SEXO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

8.
Paulie Marcelly Ribeiro dos Santos. Infecção pelo vírus da hepatite B em assentados da região Sudoeste do Estado de Goiás: marcadores sorológicos, fatores de risco e prevenção. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

9.
Penélope Bueno Fagundes. Vulnerabilidade às ISTs de Adolescentes e jovens masculinos de escola pública de um assentamento periférico da Região Central do Brasil.. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

10.
Luana Pequeno Vasconcelos Machado. Cuidadores principais de pacientes com doenças crônicas: desafio para as instituições de saúde. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Pro-reitoria de extensão e cultura. Orientador: Marcos André de Matos.

11.
Danilo Nunes Melo. Significado da Assistência de Enfermagem para Cuidadores de Indivíduos Institucionalizados em um Hospital Escola da Região Centro-Oeste do Brasil. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG. Orientador: Marcos André de Matos.

12.
Glédisse Dan Manjute. Perfil do acompanhante de indivíduos adultos hospitalizados como ferramenta da gestão hospitalar. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Gestão Hospitalar) - Instituto Superior de Ciências da Saúde, MAPUTO. MOçambique. Orientador: Marcos André de Matos.

Iniciação científica
1.
Haysa Nadinne de Faria Marques. Situação vacinal contra hepatite B em população masculina em situação de rua do Brasil Central: subsídios para a andrologia. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos André de Matos.

2.
Wilian Santana de Souza. Aspectos epidemiológicos do uso de drogas ilícitas entre homens adultos em situação de rua de Goiânia-Goiás: elementos para a saúde do homem.. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Marcos André de Matos.

3.
Mateus Rodrigues Silva. Militarização escolar e drogas ilícitas: estudo comparativo entre adolescentes e adultos jovens de escola pública tradicional e militarizada de Goiânia-Goiás.. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROGRAD. Orientador: Marcos André de Matos.

4.
MATEUS RODRIGUES SILVA. USO DE GRÁFICOS E MAPAS COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO-APRENDIZADO NA PREVENÇÃO DO USO DE DROGAS EM ADOLESCENTES ESCOLARES. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Geografia) - Universidade Federal de Goiás, PROGRAD. Orientador: Marcos André de Matos.

5.
: SAMUEL ANTONELI MANSO DE ARAUJO. FATORES PREDITORES DA NÃO ADESÃO A VACINAÇÃO DE INFLUENZA E FEBRE AMARELA EM MORADORES DE RUA.. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

6.
JOYCE GABRIELLA MENEZES SILVA. PERFIL EPIDEMIOLÓGICO, SOCIODEMOGRÁFICO E CONDIÇÃO DE SAÚDE EM INDIVÍDUOS EM SITUAÇÃO DE RUA. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

7.
DAYANE CRISTINA DOS SANTOS ALVES. SAÚDE DO HOMEM CORTADOR DE CANA-DE-AÇÚCAR NO ESTADO DE GOIÁS-BRASIL.. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos André de Matos.

8.
Alessandra Dias Lemes Guerra. População em situação de rua e infecção pelo vírus da imunodeficiência humana: perfil epidemiológico e perspectivas de intervenção. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos André de Matos.

9.
Andressa Cunha de Paula. Epidemiologia da sífilis em homens em situação de rua: subsídios para a Política de Atenção Integral à Saúde do Homem. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos André de Matos.

10.
Brenda Kelly Gonçalves Nunes. Prevalência e fatores de risco para hepatite C em indivíduos em situação de rua no município de Goiânia-Goiás. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Marcos André de Matos.

11.
Paulie Marcelly Ribeiro dos Santos. : Vulnerabilidade as DST/HIV/AIDS entre adolescentes de um assentamento urbano da cidade de Goiânia, Goiás. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos André de Matos.

12.
Stéfany Martins Silva. Adesão ao uso do preservativo entre adolescentes assentados: relação de gênero e vulnerabilidade. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Marcos André de Matos.

13.
Natália Alves Martins. Prevalência e fatores associados à cobertura vacinal contra hepatite B em portadores de diabetes mellitus tipo II em Goiânia-Goiás. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Marcos André de Matos.

14.
Paulie Marcelly Ribeiro dos Santos. Prevalência de Doenças Sexualmente Transmissíveis em adolescentes de um assentamento urbano da periferia de Goiânia, Goiás. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos André de Matos.

15.
Alessandra Dias Lemes Guerra. avaliação do nível de estresse e ansiedade em cuidadores principais de pacientes adultos hospitalizados com doença crônica. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Marcos André de Matos.

16.
Stefany Martins Silva. Conhecimento de professores sobre DST/HIV/AIDS: subsídios para prevenção em adolesce. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROGRAD. Orientador: Marcos André de Matos.

17.
Paulie Marcelly Ribeiro dos Santos. Marcadores sorológicos e fatores de risco para a infecção pelo vírus da hepatite B em assentados da Região Sudoeste do estado de Goiás. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG. Orientador: Marcos André de Matos.

18.
Paulie Marcelly Ribeiro dos Santos. Conheciemento sobre DST/HIV/AIDS entre mulheres profissionais do sexo em Goiânia-Goiás. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em ENFERMAGEM) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Marcos André de Matos.

19.
Glédisse Dan Manjute. Orientador no Intercâmbio África - Brasil.. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG. Orientador: Marcos André de Matos.

Orientações de outra natureza
1.
SAMUEL ANTONELI MANSO DE ARAUJO. OLHANDO A CARA DA RUA: TECNOLOGIAS EDUCATIVAS EM PROL DOS DIREITOS HUMANOS, PROMOÇÃO DA SAÚDE E PREVENÇÃO DE DST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRIAIS EM INDIVÍDUOS EM SITUAÇÃO DE RUA DO ESTADO DE GOIÁS. 2017. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Pro-reitoria de extensão e cultura. Orientador: Marcos André de Matos.

2.
Sara Oliveira Souza. TECNOLOGIAS EDUCATIVAS EM PROL DOS DIREITOS HUMANOS, PROMOÇÃO DA SAÚDE E PREVENÇÃO DE DST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRIAIS EM INDIVÍDUOS EM SITUAÇÃO DE RUA DO ESTADO DE GOIÁS. 2017. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Pro-reitoria de extensão e cultura. Orientador: Marcos André de Matos.

3.
BRUNA YANA DE CARVALHO LIN. PROEXT - A RUA. 2017. Orientação de outra natureza. (Medicina) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

4.
GUSTAVO PAULO DE ALMEIDA. PROEXT - A RUA. 2017. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

5.
ELDA PEREIRA DE JESUS GOUVÊA. PROEXT - A RUA. 2017. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

6.
RHAYNAN ELIPHAS ROCHA NEGRAO DE MENEZES. MONITORIA EM ENFERMAGEM CLÍNICA. 2017. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROGRAD. Orientador: Marcos André de Matos.

7.
LAIS LARA SILVA XAVIER. MONITORIA EM ENFERMAGEM CLÍNICA. 2017. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROGRAD. Orientador: Marcos André de Matos.

8.
Sara Oliveira Souza. ESTÁGIO SUPERVISIONADO II EM ENFERMAGEM CLÍNCA. 2017. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Marcos André de Matos.

9.
Pedro Murilo Ferreira Alves. Monitoria Acadêmica em Anatomia II. 2015. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROGRAD. Orientador: Marcos André de Matos.

10.
Carlos Alberto Pereira dos Santos. Monitoria Acadêmica em Anatomia II. 2014. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Marcos André de Matos.

11.
Tanielly Paula Souza. Monitoria Acadêmica em Licenciatura II. 2014. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROGRAD. Orientador: Marcos André de Matos.

12.
Neyuska Menezes Amaral. Monitoria Acadêmica em Enfermagem Clínica. 2014. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROGRAD. Orientador: Marcos André de Matos.

13.
Phamera Ferreira Cunha. Monitoria Acadêmica em Licenciatura I. 2014. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROGRAD. Orientador: Marcos André de Matos.

14.
Brenda Kelly Gonçalves Nunes. PROGRAMA DE ENFRENTAMENTO DAS DST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRAIS EM GRUPOS VULNERÁVEIS DE GOIÂNIA-GOIÁS, BRASIL CENTRAL.. 2013. Orientação de outra natureza. (Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

15.
Christiene Barbosa Arantes. PROGRAMA DE ENFRENTAMENTO DAS DST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRAIS EM GRUPOS VULNERÁVEIS DE GOIÂNIA-GOIÁS, BRASIL CENTRAL.. 2013. Orientação de outra natureza. (Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

16.
Paula Avila Moraes. PROGRAMA DE ENFRENTAMENTO DAS DST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRAIS EM GRUPOS VULNERÁVEIS DE GOIÂNIA-GOIÁS, BRASIL CENTRAL.. 2013. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

17.
Everaldo Mariano Miranda Sobrinho. PROGRAMA DE ENFRENTAMENTO DAS DST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRAIS EM GRUPOS VULNERÁVEIS DE GOIÂNIA-GOIÁS, BRASIL CENTRAL.. 2013. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

18.
Paulie Marcelly R. dos Santos Carvalho. PROGRAMA DE ENFRENTAMENTO DAS DST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRAIS EM GRUPOS VULNERÁVEIS DE GOIÂNIA-GOIÁS, BRASIL CENTRAL.. 2013. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

19.
Andressa Cunha de Paula. PROGRAMA DE ENFRENTAMENTO DAS DST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRAIS EM GRUPOS VULNERÁVEIS DE GOIÂNIA-GOIÁS, BRASIL CENTRAL.. 2013. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

20.
Alessandra Dias Lemes Guerra. PROGRAMA DE ENFRENTAMENTO DAS DST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRAIS EM GRUPOS VULNERÁVEIS DE GOIÂNIA-GOIÁS, BRASIL CENTRAL.. 2013. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

21.
Anna Paula Duarte Moreira. PROGRAMA DE ENFRENTAMENTO DAS DST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRAIS EM GRUPOS VULNERÁVEIS DE GOIÂNIA-GOIÁS, BRASIL CENTRAL.. 2013. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

22.
Natália Alves Martins. PROGRAMA DE ENFRENTAMENTO DAS DST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRAIS EM GRUPOS VULNERÁVEIS DE GOIÂNIA-GOIÁS, BRASIL CENTRAL.. 2013. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

23.
Haysa Nadinne de Faria Marques. PROGRAMA DE ENFRENTAMENTO DAS DST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRAIS EM GRUPOS VULNERÁVEIS DE GOIÂNIA-GOIÁS, BRASIL CENTRAL.. 2013. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

24.
Vanessa Vêncio Frauzino Ramos. Monitoria Acadêmica em Anatomia II. 2013. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROGRAD. Orientador: Marcos André de Matos.

25.
Paula Ávila. Vulnerabilidade social e em saúde de populações emergentes: proposta de intervenção com mulheres de assentamentos do Estado de Goiás. 2012. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

26.
Everaldo Mariano Miranda Sobrinho. Vulnerabilidade social e em saúde de populações emergentes: proposta de intervenção com mulheres de assentamentos do Estado de Goiás. 2012. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

27.
Paulie Marcelly Ribeiro dos Santos. Vulnerabilidade social e em saúde de populações emergentes: proposta de intervenção com mulheres de assentamentos do Estado de Goiás. 2012. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

28.
Gabriela Lima. Acompanhante: Cuidando e capacitando o amigo cuidador. 2012. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Pro-reitoria de extensão e cultura. Orientador: Marcos André de Matos.

29.
Paulie Marcelly Ribeiro dos Santos. Educação em saúde com profissionais do sexo: uma intervenção necessária. 2011. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

30.
Gabriela Lima. Educação em saúde com profissionais do sexo: uma intervenção necessária. 2011. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Pro-reitoria de extensão e cultura. Orientador: Marcos André de Matos.

31.
Penélope Fagundes Bueno. Educação em saúde com profissionais do sexo: uma intervenção necessária. 2011. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

32.
Everaldo Mariano Miranda Sobrinho. Educação em saúde com profissionais do sexo: uma intervenção necessária. 2011. Orientação de outra natureza. (Abi - Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, PROEXT MEC. Orientador: Marcos André de Matos.

33.
Danilo Numes Melo. Educação em Saúde com Profissionais do Sexo: Uma intervenção Necessária (PROBEC - 113). 2009. Orientação de outra natureza. (Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem-UFG. Orientador: Marcos André de Matos.

34.
Érika Goulart Rodrigues. Projeto acompanhante: cuidando do amigo cuidador (ANOIII) PROEC 50. 2009. Orientação de outra natureza. (Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG. Orientador: Marcos André de Matos.

35.
Jéssica Pereira de Oliveira. Programa de Educação Continuada Para os Trabalhadores de Enfermagem do Hospital das Clínicas HC/UFG PROEC. 2009. Orientação de outra natureza. (Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG. Orientador: Marcos André de Matos.

36.
Leonel Stélio Baptista Sengo. Conhecendo O SUS no Brasil - Programa de Incentivo à Formação Científica de Estudantes Moçambicanos e Angolanos. 2009. Orientação de outra natureza. (Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Marcos André de Matos.

37.
Glédisse Dan Manjate. Programa de Incentivo à Formação Científica de Estudantes Moçambicanos e Angolanos. 2009. Orientação de outra natureza. (Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Marcos André de Matos.

38.
Zamba Francisco de Castro. Conhecendo o SUS no Brasil - Programa de Incentivo à Formação Científica de Estudantes Moçambicanos e Angolanos. 2009. Orientação de outra natureza. (Medicina) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Marcos André de Matos.

39.
Érika Goulart Rodrigues. Projeto acompanhante: cuidando do amigo cuidador (ANO II). 2008. Orientação de outra natureza. (Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG. Orientador: Marcos André de Matos.

40.
Jennifer Almeida Neves. Projeto acompanhante: cuidando do amgo cuidador (ANOI) PROEC 31. 2007. Orientação de outra natureza. (Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem FEN/UFG. Orientador: Marcos André de Matos.



Inovação



Projetos de pesquisa

Projeto de extensão


Educação e Popularização de C & T



Textos em jornais de notícias/revistas
1.
MATOS, M. A.. Prevenção: a luta contra as DST em idosos. REVISTA vida, Brasil, p. 12 - 16, 01 nov. 2011.



Outras informações relevantes


1- Cursou a Disciplina "Metodologias de ensino Aprendizado" No Programa de Pós-graduação da Faculdade de Enfermagem/UFG. Carga horária de 60h - 2008.

2- Preceptor de Estágio Supervisionado II na Clínica Médica HC/UFG junto aos alunos da 5º Série do curso de graduação em enfermagem da FEN/UFG de 2007 a 2008.

3- Preceptor de Estágio Supervisionado II na Clínica Médica HC/UFG junto aos alunos da 5ª Série do Curso de graduação em Enfermagem da UNIP - Campus Goiânia de 2008.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/12/2018 às 4:50:01