Marilze Tavares

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8224276635364396
  • Última atualização do currículo em 07/08/2018


Graduação em Letras pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (1994), mestrado em Letras pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2004) e doutorado em Estudos da Linguagem pela Universidade Estadual de Londrina (2015). Professora efetiva da Universidade Federal da Grande Dourados. Tem experiência na área de Linguística e Língua Portuguesa, com ênfase em Sociolinguística, atuando principalmente nos seguintes temas: léxico (especialmente toponímia), variação linguística, língua indígena. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marilze Tavares
Nome em citações bibliográficas
TAVARES, M.;TAVARES, MARILZE

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal da Grande Dourados, Faculdade de Comunicação, Artes e Letras - UFGD.
Cidade Universitária de Dourados - Rodovia Dourados/Itahum, Km 12
Jardim Guaicurus
79804970 - Dourados, MS - Brasil
Telefone: (67) 34102010
URL da Homepage: www.ufgd.edu.br


Formação acadêmica/titulação


2011 - 2015
Doutorado em Estudos da Linguagem.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Título: Um estudo das etnias Guarani Kaiowá e Guarani Ñandeva a partir de suas impressões sobre as línguas e de um recorte do léxico, Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Ludoviko Carnacialli dos Santos.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Guarani Kaiowá; Guarani Ñandeva; variação lexical.
2002 - 2004
Mestrado em Mestrado em Letras.
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, Brasil.
Título: Toponímia sul-mato-grossense: um caminhar pelas microrregiões de Dourados, Iguatemi e Nova Andradina,Ano de Obtenção: 2004.
Orientador: Aparecida Negri Isquerdo.
Palavras-chave: Toponímia; Sul-mato-grossense; Léxico; Cultura.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Sociolingüística e Dialetologia.
Setores de atividade: Educação Superior.
1997 - 1998
Especialização em Língua Portuguesa. (Carga Horária: 420h).
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, Brasil.
Título: O Ensino de Gramática nas Escola Municipais de Dourados.
Orientador: Maria José de Toledo.
1991 - 1994
Graduação em Letras.
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, Brasil.




Formação Complementar


2009 - 2009
II Curso de Correção de Redação para vestibulares. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.
2007 - 2007
Curso de Língua Guarani-Ñandeva. (Carga horária: 60h).
Secretaria do Estado de Educação MS, SED, Brasil.
2007 - 2007
Curso de Língua Guarani-Ñandeva - Módulo I. (Carga horária: 60h).
Secretaria de Estado de Educação, SED, Brasil.
2006 - 2006
Curso de Língua Guarani-Ñandéva - Básico. (Carga horária: 60h).
Secretaria de Estado de Educação, SED, Brasil.
2005 - 2006
Capactitação de diretores e diretores adjuntos. (Carga horária: 40h).
Secretaria de Estado de Educação, SED, Brasil.
2004 - 2004
Curso de Inglês Básco I. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.
2003 - 2003
Avaliação. (Carga horária: 8h).
Unimasters, UNI, Brasil.
2002 - 2002
Capacitação de professores do Ensino M[édio na Áre. (Carga horária: 120h).
Secretaria do Estado de Educação MS, SED, Brasil.
2001 - 2001
Curso de avaliação formativa. (Carga horária: 30h).
Cooperativa dos profissionais em educação do estado de Mato Grosso do Sul, COOPEMS, Brasil.
2000 - 2000
Tenas transversais e Interducuplinariedade. (Carga horária: 20h).
Cooperativa dos profissionais em educação do estado de Mato Grosso do Sul, COOPEMS, Brasil.
1996 - 1996
Metodoliga nas áreas de conhecimento.
Centro de Estudos Superiores Positivo, CESPO, Brasil.
1995 - 1995
!ª Etapa do Curso de Formação de Professores.
Colégio Perpétuo Socorro, CPS, Brasil.


Atuação Profissional



Faculdade de Ciências Administrativas de Ponta Porã, FAP, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2006
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: professora, Carga horária: 8

Atividades

02/2001 - 07/2006
Ensino, Letras, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Lingüística Textual
Sociolingüística

Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Efetivo, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

10/2006 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Comunicação, Artes e Letras - UFGD, .

08/2006 - Atual
Ensino, Letras, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fundamentos de Língüística III
Língua Portuguesa
08/2006 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Comunicação, Artes e Letras - UFGD, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Extensão da Faculdade de Comunicação, Artes e Letras.
04/2009 - 04/2009
Ensino, Curso de Especialização em Linguistica, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Língua, variação, mudança e ensino

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: efetivo, Carga horária: 40

Atividades

06/2006 - 08/2006
Ensino, Especialização em Letras, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teorias Lingüística e Ensino
02/2006 - 07/2006
Ensino, Letras Português/Inglês, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Linguística
Língua Portuguesa
02/2006 - 07/2006
Ensino, Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa
02/2006 - 07/2006
Ensino, Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora substituta, Carga horária: 40


Escola Estadual Floriano Viegas Machado, EFVM, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2006
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 20


Colégio Perpétuo Socorro, CPS, Brasil.
Vínculo institucional

1995 - 2000
Vínculo: Celestista, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 20



Linhas de pesquisa


1.
Correlação entre língua, cultura e sociedade - estudos onomásticos

Objetivo: Realizar estudos sobre a interferência de fatores externos nos diversos níveis lingüísticos..
Palavras-chave: Cultura; Léxico; Variação; Toponímia; sociedade.


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
DTMS - Dicionário de Topônimos do Estado de Mato Grosso do Sul

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Aparecida Negri Isquerdo em 13/03/2017.
Descrição: O Projeto do Dicionário de Topônimos do Estado de Mato Grosso do Sul dá continuidade a uma pesquisa em desenvolvimento há dez anos na UFMS que aglutina uma equipe de pesquisadores formados nos programas de pós-graduação em Letras da Instituição (Três Lagoas e Campo Grande), orientados pela coordenadora do projeto. Parte dos 26.000 topônimos já catalogados já recebeu tratamento cartográfico no primeiro volume do ATEMS concluído em 2011 com recursos da FUNDECT. Entre 2012/2016 o Projeto foi financiado com recursos do CNPq, o que permitiu a ampliação do corpus de cerca de 7.000 para o montante atual. Está no prelo a publicação LÉXICO E TOPONÍMIA: O ATEMS EM FOCO, pela Editora da UFMS que traz uma síntese da produção do projeto nos seus dez anos de execução. A equipe de pesquisa do projeto conta com a participação de um pesquisador da área das Ciências da Computação, o que visa a garantir a produção do dicionário também em formato online. Acresce-se ainda o caráter inédito do produto esperado, pois no Brasil, por ora, não há um dicionário de topônimos produzido por especialistas. Os existentes foram construídos por curiosos na área e/ou por estudiosos de línguas indígenas sem o rigor esperado de uma obra lexicográfica, fundamentalmente ser produto de um corpus e ser construído segundo os cânones da Lexicografia..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2017 - Atual
CONTRIBUIÇÕES PARA O DICIONÁRIO DE TOPÔNIMOS DE MATO GROSSO DO SUL: DADOS DA MICRORREGIÃO DE DOURADOS
Descrição: A Toponímia como área do conhecimento que se ocupa do estudo linguístico dos nomes próprios de lugares tem caráter interdisciplinar à medida que busca também em outros campos do saber informações para subsidiar o estudo do topônimo, dentre outros, na Geografia, na História, na Antropologia. Em razão disso, o estudo dos topônimos permite o conhecimento de aspectos da organização de uma região, pois as condições ambientais e sociais refletem-se na língua, principalmente no léxico, e, consequentemente, na toponímia. Este projeto tem como objetivo principal contribuir para a produção de um Dicionário de Topônimos do Estado de Mato Grosso do Sul e, para tanto, utiliza como fonte, principalmente, o corpus de topônimos já inventariado e armazenado do Sistema ATEMS ? Atlas Linguístico de Mato Grosso do Sul, o Banco de Dados que reúne cerca de 26 mil topônimos oficiais (nomes de lugares) relativos aos 79 municípios do Estado de Mato Grosso do Sul, extraídos dos mapas oficiais do IBGE. Como o Banco de Dados já armazena as informações básicas que serão utilizadas na elaboração do dicionário, a contribuição deste Projeto será na revisão, na complementação e na ampliação das informações referentes aos nomes cadastrados. Ressalta-se que o projeto do Dicionário está sediado na UFMS e desenvolve-se em parceria com a UEMS, UFGD e UFT..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Estudo de nomes de localidades rurais e urbanas de municípios da microrregião de Dourados/MS: ênfase nas designações de origem indígena
Descrição: A ciência que estuda os nomes próprios é denominada Onomástica. Considerada um ramo da Lexicologia, pode ser dividida em dois ramos: a Antroponímia, que se ocupa do estudo da origem dos nomes de pessoas; e a Toponímia, que investiga a origem, a transformação e a significação dos nomes de lugares, ou seja, os topônimos. Este projeto, que se enquadra no ramo da Toponímia, tem como objetivo principal realizar um estudo de nomes de localidades rurais (fazendas, sítios, aldeias indígenas, entre outros), dos municípios que compõem a microrregião de Dourados/MS, e de nomes de localidades urbanas da cidade de Dourados. O estudo prioriza a investigação acerca dos topônimos de origem indígena, entretanto procura verificar, de modo geral, quais fatores externos (históricos e culturais) influenciam mais recorrentemente no léxico em função toponímica. Para isso, utilizam-se, principalmente, as bases teórico-metodológicas de Dick (1980, 1990, 1992, 1999) para a coleta e análise dos dados..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Marilze Tavares - Coordenador.
2012 - Atual
ATEMS - Atlas Toponímico do Estado de Mato Grosso do Sul
Descrição: Esta proposta de caráter interinstitucional tem como objetivo ampliar os estudos toponímicos no estado de Mato grosso do Sul por meio do estudo de dados toponímicos oriundos de diferentes fontes, além dos mapas oficiais, de maneira a oferecer um panorama mais amplo e completo sobre o acervo onomástico-toponímico. Assim, a proposta de continuação deste projeto visa, em termos gerais, a estudar a toponímia sul-mato-grossense a partir de fontes diversificadas de dados: cartografia histórica, literatura de viajantes, entrevistas orais e mapas oficiais contemporâneos; divulgar a matriz toponímica de Mato Grosso do Sul por meio de um atlas toponímico e de um glossário da toponímia sul-mato-grossense; oferecer aos estudiosos da língua portuguesa (linguistas, lexicólogos, etimólogos, filólogos e das demais áreas dos estudos linguísticos), aos pesquisadores de áreas afins (história, antropologia, sociologia) e aos pedagogos subsídios sobre a realidade linguística e cultural de Mato Grosso do Sul impressa na toponímia local; disponibilizar aos pesquisadores interessados um Banco de Dados dos topônimos sul-mato-grossenses recolhidos tanto de fontes oficiais representativas de diferentes momentos da história de Mato Grosso do Sul, como de fontes orais sobre a toponímia paralela. Para dar conta dessas possibilidades, o projeto propõe: i) ampliar o Banco de Dados do projeto ATEMS com dados toponímicos de outras fontes documentais, para além dos mapas oficiais; ii) inaugurar diferentes abordagens de estudos toponímicos no âmbito do Projeto ATEMS (dados da toponímia urbana; nomes de acidentes humanos rurais e urbanos; cartografia histórica, toponímia registrada em obras da literatura de viagens, entrevistas orais); iii) dar continuidade à cartografação dos topônimos sul-mato-grossenses com base nos modelos adotados, evidenciando aspectos como: estratos linguísticos predominantes; classificação dos topônimos segundo a motivação; estrutura morfológica dos designativos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2013
Guarani Kaiowa e Guarani Ñandeva: variedades da mesma língua ou línguas diferentes?
Descrição: A pesquisa proposta nesse projeto tem como objetivo principal verificar as diferenças e semelhanças entre os dialetos ou variedades ñandeva e kaiowá faladas por indígenas da região sul de Mato Grosso do Sul..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2011
Atlas Toponímico de Mato Grosso do Sul - ATEMS II

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Aparecida Negri Isquerdo em 28/11/2016.
Descrição: O projeto ATEMS configura-se como uma variante regional do Projeto ATB (Atlas Toponímico do Brasil), em desenvolvimento na USP, sob a coordenação da Profa. Dra. Maria Vicentina de Paula do Amaral Dick, e tem como objetivo geral a elaboração do Atlas Toponímico que, além de contribuir para o conhecimento da toponímia sul-mato-grossense, também demonstrará peculiaridades linguísticas, históricas, geográficas, culturais, sociais e ambientais do estado de Mato Grosso do Sul. A pesquisa orienta-se fundamentalmente pelo modelo teórico-metodológico de Dick (1990, 1992, 2004) e tem como fonte primária dos dados os mapas oficiais do IBGE, relativos aos 78 municípios de Estado (escalas 1:250.000 e 1:100.000). O projeto terá como produto final a organização de uma base de dados informatizada sobre a toponímia sul-mato-grossense, contendo dados detalhados sobre cada topônimo estudado (etimologia, estrutura morfológica, classificação taxionômica, histórico do topônimo, informações enciclopédicas sobre o nome...), e a confecção do Atlas Toponímico de Mato Grosso do Sul que, além de divulgar a toponímia regional, favorecerá estudos contrastivos com dados de outros atlas, o que propiciará a definição da matriz toponímica característica do Mato Grosso do Sul. O Projeto ATEMS tem também um caráter interinstitucional porque envolve pesquisadores de 03 universidades públicas do Estado: UFMS, UEMS e UFGD. As cartas toponímicas se configurarão como documentos disponíveis a pesquisas linguísticas e a outras áreas de conhecimento, uma vez que conterão análise dos dados e serão textos passíveis de compreensão por diferentes especialistas da área de Ciências Humanas.. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2002 - 2005
Atlas Toponímico de Mato Grosso do Sul - ATEMS
Descrição: O projeto ATEMS (etapa I),variante regional do projeto do Atlas Toponímico do Brasil (ATB), em desenvolvimento na Universidade de São Paulo, teve como objetivo catalogar, classificar, descrever e analisar s nomes dos acidentes físicos e humanos do estado de Mato Grosso do Sul. Como parte de um projeto maior, os topônimos pesquisados foram classificados, segundo os princípios teórico-metodológicos fornecidos por Dick (1990; 1992; 1996; 1999), que orientam os projetos do ATB e do ATESP (Atlas Toponímico do estado de São Paulo). Os dados da pesquisa foram obtidos por meio de consulta a folhas cartográficas, elaboradas pelo Ministério do Exército e pelo IBGE. A análise dos registros toponímicos procurou relacionar o topônimo com fatores socioculturais, históricos e ideológicos, pois a Toponímia - nomes de lugares - acidentes físicos (rios, serras, corixos, córregos...) e humanos (cidades, vilas, ruas...) - pode ser considerada um tesouro lingüístico-cultural que revela especificidades de aspectos físico-culturais da região, recupera nomes de personalidades que construíram a história da localidade, incorpora estados de ânimo das pessoas que habitaram/habitam determinado espaço geográfico e registra valores e a visão de mundo de um grupo, materializados pelos topônimos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2017 - 2017
XI Encontro Proler Comitê Dourados/MS
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2017 - 2017
Leituras Plurais do Proler Comitê Dourados /MS,
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2016 - 2016
Faculdade Abertas
Descrição: Recepção de alunos do Ensino Médio que visitam a UFGD.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2016 - 2016
X Encontro Proler Comitê Dourados/MS
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2016 - Atual
Bem-vindos, haitianos. O ensino da portuguesa e a construção de um espaço de acolhimento para haitianos em Dourados
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.
2.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Sociolinguística.
3.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Lexicologia.
4.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Língua indígena.


Idiomas


Inglês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2009
Menção Honrosa - I prêmio ENIC, Universidade Federal da Grande Dourados.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
TAVARES, MARILZE2017TAVARES, MARILZE. Tendências da toponímia urbana do município de Dourados-MS: os nomes das ruas. GUAVIRA LETRAS, v. 25, p. 79-95, 2017.

2.
TAVARES, M.2017TAVARES, M.. Toponímia e história: a Guerra do Paraguai em nomes de ruas e praça de Dourados ? MS. DLCV (UFPB), v. 13, p. 130-141, 2017.

3.
TAVARES, M.2017TAVARES, M.. Estudando Língua Portuguesa, História e Geografia por meio da toponímia: uma proposta. ArRedia, v. 6, p. 16-36, 2017.

4.
TAVARES, MARILZE2016TAVARES, MARILZE. Línguas indígenas & língua portuguesa em comunidades indígenas do sul de Mato Grosso do Sul. SIGNUM [LONDRINA]: ESTUDOS DE LINGUAGEM, v. 19, p. 368-390, 2016.

5.
TAVARES, M.;TAVARES, MARILZE2016TAVARES, M.; VELASCO, D. . A presença e a motivação de topônimos indígenas nas ruas de Dourados/MS. ArReDia, v. 05, p. 15-34, 2016.

6.
TAVARES, M.;TAVARES, MARILZE2015TAVARES, M.. A toponímia das localidades rurais do município de Dourados/MS. Revista do GEL, v. 12, p. 164-191, 2015.

7.
TAVARES, M.;TAVARES, MARILZE2015TAVARES, M.; BRAZ, P. . Procedimentos de nomeação de novos referentes introduzidos nas culturas Guarani e Kaiowá. ArReDia, v. 4, p. 1-23, 2015.

8.
TAVARES, M.;TAVARES, MARILZE2015TAVARES, M.. Contribuições para a discussão das concepções de língua e dialeto: o caso do Guarani e do Kaiowá em Mato Grosso do Sul. Web-Revista SOCIODIALETO, v. 06, p. 122-136, 2015.

9.
TAVARES, M.;TAVARES, MARILZE2012TAVARES, M.. Crenças e atitudes linguísticas de indígenas de Dourados/MS. Cadernos do IL, v. I, p. 117-134, 2012.

10.
TAVARES, M.;TAVARES, MARILZE2012TAVARES, M.; TAVARES, M. C. . Remanescência de marcas orais em textos escolares escritos. Web-Revista Diálogos e Confrontos Revista em Humanidades, v. 01, p. 34-47, 2012.

11.
TAVARES, M.;TAVARES, MARILZE2012TAVARES, M.. Mecanismos de coesão no texto Aula de Inglês, de Rubens Braga. Revista Arredia, v. 01, p. 83-101, 2012.

12.
TAVARES, M.;TAVARES, MARILZE2009TAVARES, M.. Língua e cultura: considerações sobre a motivação de nomes geográficos indígenas. Raído (UFGD), v. 03, p. 94-109, 2009.

13.
NIERI, J. S.2008NIERI, J. S. ; TAVARES, M. . Reflexões sobre variação lingüística e ensino. Interletras (Dourados), v. 02, p. 08, 2008.

14.
TAVARES, M.;TAVARES, MARILZE2008TAVARES, M.. A motivação de topônimos indígenas de Mato Grosso do Sul. Signum. Estudos de Linguagem, v. 11, p. 257-275, 2008.

15.
TAVARES, M.;TAVARES, MARILZE2005TAVARES, M.; ISQUERDO, A. N. . A interferência indígena na fitoponímia da Região Sul de Mato Grosso do Sul. Signum. Estudos de Linguagem, Londrina - PR, p. 127-148, 2005.

Capítulos de livros publicados
1.
TAVARES, M.. A motivação dos nomes de bairros da cidade de Dourados- MS. In: : Elza Sabino da Silva Bueno; Emílio Davi Sampaio. (Org.). Estudos da Linguagem e de Literatura - um olhar para o lato sensu. Dourados: Editora da UEMS, 2009, v. 01, p. 58-84.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
TAVARES, M.. Todo mundo acha que pode. O Progresso, Dourados, 09 mar. 2005.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
TAVARES, M.. Referências à religiosidade nos nomes de Ruas de Dourados - MS. In: Coliteras Congresso de Línguas e Literatura, 2016, Dourados. Anais do Coliteras Congresso de Línguas e Literaturas. Dourados: UEMS, 2016. p. 684-702.

2.
TAVARES, M.. Toponímia Indígena no ATEMS e no ATITO: um paralelo. In: XX Seminário do CELLIP, 2011, Londrina. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná, 2011.

3.
TAVARES, M.. Entre araras, mutuns e sucuris: aspectos da zootoponimia indígena de Mato Grosso do Sul. In: II Seminário Regional de Bilinguismo, Discurso e Política Linguística e I Jornada Internacional de Estudos de Linguagem, 2011, Dourados/MS. II Seminário Regional de Bilinguismo, Discurso e Política Linguística e I Jornada Internacional de Estudos de Linguagem. Dourados: UFGD Editora, 2011.

4.
TAVARES, M.. Devoção religiosa na nomenclatura geográfica de Mato Grosso do Sul. In: III Simpósio Internacional sobre religiosidades, diálogos culturais e hibridações, 2009, Campo Grande. III Simpósio Internacional sobre religiosidades, diálogos culturais e hibridações, 2009.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
BORGES, C. C. ; TAVARES, M. . O ensino da língua portuguesa e a construção de um espaço de acolhimento para haitianos em Dourados (MS). In: VII Congresso Internacional de Psicologia da UEM, 2018, Maringá - PR. Psicologia, políticas públicas e desafios em tempos sombrios. Maringá - PR: UEM, 2018.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
TAVARES, M.. Referencias à religiosidade nos nomes de ruas de Dourados - MS. In: Coliteras Congresso de Línguas e Literaturas, 2016, Dourados. Anais do Colíteras. Dourados: UEMS, 2016. p. 41-41.

2.
TAVARES, M.. Devoção religiosa na nomenclatura geográfica de Mato Grosso do Sul. In: III Simpósio Internacional Sobre Religiosidades, Diálogos Culturais e hibridações, 2009, Campo Grande. III Simpósio Internacional Sobre Religiosidades, Diálogos Culturais e hibridações ANAIS, 2009.

3.
TAVARES, M.. A herança indigenas na nomenclatura geográfica de Mato Grosso do Sul: novos dados. In: VI Congresso Internacional da ABRALIN, 2009, João Pessoa. VI Congresso Internacional da ABRALIN, 2009.

4.
TAVARES, M.. A influência da língua indígena na fitotoponímia da Região Sul de Mato Grosso do Sul. In: 53º Seminário do GEL, 2005, São Carlos. Revista do 53º Seminário do GEL, 2005.

5.
TAVARES, M.. Os sociotopônimos como mecanismo de nomeação de acidentes geográficos na toponímia sul-mato-grossense. In: I Encontro de Pesquisa de Letras, 2004, Três Lagoas. Revista do I Encontro de Pesquisa de Letras. CAMPO GRANDE: UFMS, 2004. v. I.

6.
TAVARES, M.. A Toponímia da Região Sul de Mato Grosso do Sul: um estudo de alguns nomes de municípios. In: II Encontro Nacional do Grupo de Estudo de Linguagem do Centro-Oeste, 2003, Goiania. Revista do II Encontro Nacional de Grupo de Estudo de LInguagem de Centro-Oeste, 2003.

Apresentações de Trabalho
1.
TAVARES, M.. Crenças e atitudes linguísticas de indígenas de Dourados. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
TAVARES, M.. Contribuições da Sociolinguística ao ensino de língua portuguesa. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
TAVARES, M.. A herança indígena na nomenclatura geográfica de Mato Grosso do Sul: novos dados. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
TAVARES, M.. Devocão religiosa na nomenclatura geográfica de Mato Grosso do Sul. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
TAVARES, M.; TAVARES, M. C. ; PEIXOTO, I. . Aspectos físicos e antropoculturais nas designações geográficas de Mato Grosso do Sul. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
TAVARES, M.. Toponímia Indigena de Mato Grosso do Sul: a questão da motivação. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

7.
TAVARES, M.. Influência indigena em nome de bairros e de ruas de Dourados - MS. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
TAVARES, M.. Para um glossário de topônimos indigenas de Mato Grosso do Sul. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
TAVARES, M.. Palavras que testemunham épocas e comportamentos: Governo Collor e Governo Lula. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
TAVARES, M.. A interferência indígena na fitoponímia da Região Sul de Mato Grosso do Sul. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
TAVARES, M.. Aspectos da toponímia sul-mato-grossense. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
TAVARES, M.. Os sociotopônimos como mecanismo de nomeação de acidentes geográficos na toponímia sul-mato-grossense. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
TAVARES, M.. Português de Fronteira: um recorte da variação lexical. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
TAVARES, M.. A Toponímia da Região Sul de Mato Grosso do Sul: um estudo dos nomes dos municípios. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
TAVARES, MARILZE. Consultoria Ad hoc da revista Arredia Facale/ UFGD (submissão #6640). 2018.

2.
TAVARES, MARILZE. Parecerista da Revista Estudos da Linguagem (UFMG) Artigo ID 12882. 2018.

3.
TAVARES, M.. Processo Seletivo do PIBIC/PIBITI/PIBIC-AF, biênio 2018/2019,. 2018.

4.
TAVARES, M.. Parecerista da Revista Estudos da Linguagem (UFMG) Artigo ID 12872. 2018.

5.
TAVARES, M.. Parecerista da Revista Estudos da Linguagem (UFMG) Artigo ID 12925. 2018.

6.
TAVARES, M.. Parecerista da Revista Estudos da Linguagem (UFMG) Artigo ID 13043. 2018.

7.
TAVARES, M.. Processo de avaliação de artigos para publicação no v. 6 da Série Estudos do Projeto História do Português Paulista. 2018.

8.
TAVARES, MARILZE. Parecerista da Revista Estudos da Linguagem (UFMG) Artigo ID 12888. 2017.

9.
TAVARES, M.. Parecerista da Revista Estudos da Linguagem (UFMG) Artigo ID 12678. 2017.

10.
TAVARES, M.. Parecerista do(s) curso(s) de Letras da Avaliação de Cursos Superiores do Guia do Estudante (GE). 2017.

11.
TAVARES, M.. Consultoria Ad hoc da revista Arredia Facale/ UFGD (submissão #6100). 2017.

12.
TAVARES, M.. Consultoria Ad hoc da Revista Arredia/FACALE/UFGD. 2016.

13.
TAVARES, M.. Consultoria ad hoc III ENEPEX - Encontro de Ensino, pesquisa e Extensão. 2016.

14.
TAVARES, M.. Parecerista da revista Raído (Vol.10, n. 21 de 2016). 2016.

15.
TAVARES, M.. Parecerista Ad Hoc na edição 14 da revista Cenários 2016/2.. 2016.

16.
TAVARES, M.. Seleção de Propostas de Iniciação Científica. 2015.

17.
TAVARES, M.. Consultoria Ad hoc da Revista Arredia/FACALE/UFGD. 2014.

18.
TAVARES, M.. Consultora ad hoc externo do Programa PIBIC da UEMS. 2008.

Trabalhos técnicos
1.
TAVARES, M.. Analista de questões de prova de concurso público para técnico-adminsitrativo da UFGD. 2008.

2.
TAVARES, M.. Mesária da Comissão de Consulta para a Escolha de Reitor e Vice-Reitor da UFGD. 2007.

3.
TAVARES, M.. Presidente da Mesa Receptora na Consulta para Escolha de Diretor da FACALE. 2007.

4.
TAVARES, M.. Mini-Censo Sócio-Economico Educacional. 2005.


Demais tipos de produção técnica
1.
TAVARES, M.. Variação linguística e ensino de língua portuguesa na educação básica. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
TAVARES, M.. Estudos de nomes de lugares: aspectos teóricos e metodológicos. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
TAVARES, M.; SOUZA, C. R. . Introdução aos estudos toponímicos: principios teóricos e metodológicos. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
TAVARES, M.. Lições de gramática normativa e produção de texto. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
TAVARES, M.. Pesquisa em multiliguismo. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

6.
TAVARES, M.. Aspectos da toponímia sul-mato-grossense. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

7.
TAVARES, M.. Produção de texto. 1998. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Qualificações de Doutorado
1.
TAVARES, M.. Participação em banca de Suely Aparecida Cazarotto. Interfaces entre a toponímia brasileira e a paraguaia em área de fronteira: perspectiva etnodialetológica. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Letras) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Qualificações de Mestrado
1.
TAVARES, M.. Participação em banca de Letícia barbosa da Silva Cavalcante. O léxico toponímico urbano de Campo Grande/MS. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
TAVARES, M.; Gonçalves, C.H.P.. Participação em banca de Márcia Batista Alves. Diálogo entre o divino e o profano em letras musicais de Renato Russo. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados.

2.
TAVARES, M.; Gonçalves, C.H.P.. Participação em banca de Sirlei Paulino Sales. Teoria da Sociolinguística: concepções de linguagem no espaço social e cultural de um povo. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados.

3.
TAVARES, M.; FIORETO, T.. Participação em banca de Camila Simionatto. Algumas figuras de retórica utilizadas em função da persuasão no Sermão da Sexagésima de Pe. Antonio Vieira. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados.

4.
TAVARES, M.; MARCHI, M. D. C. V.. Participação em banca de Jailaine Lúcia Lima. Reflexões acerca do ensino da literatura em duas escolas de Dourados/MS. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados.

5.
TAVARES, M.. Participação em banca de Rosângela Rodrigues Teixeira. Reflexos da fonética, fonologia e variação linguística na produção textual. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados.

6.
TAVARES, M.. Participação em banca de Edimery Pereira dos Santos Lima. Formação do leitor, literatura e livro didático. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados.

7.
TAVARES, M.. Participação em banca de Luziene Ramos do Nascimento. Prova Brasil: uma análise de gêneros textuais. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados.

8.
TAVARES, M.. Participação em banca de Sheila marques Oliveira. As gírias dos motoristas de carreta. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados.

9.
TAVARES, M.. Participação em banca de Simone Ferreira Barrios Cecconello. Estudo discrônico dos fenômenos de palatização e des-palatização. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados.

10.
TAVARES, M.. Participação em banca de Cícero Barbosa Silva. A importância da retórica como instrumento pedagógico no processo ensino-aprendizagem. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados.

11.
TAVARES, M.. Participação em banca de Francisca Cleide da Rocha Teixeira. Uma sala de EJA: uma experiência. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados.

12.
TAVARES, M.. Participação em banca de Maria Tocie Ishizaki Higa. Interferência do idioma japonês a fala do dekassegui brasileiro. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Letras) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
TAVARES, MARILZE; SOUZA, C. R.. Participação em banca de Carolina Montiel de Sá.Intersecções entre os topônimos da área rural de Angélica, Deodapólis, Glória de Dourados e Jateí e o histórico de povoamento desta região. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Inglês) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

2.
TAVARES, M.. Participação em banca de Humberto Igor Kudo.O delivery de palavras do inglês e o feedback do português: adaptações semânticas dos estrangeirismos. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

3.
TAVARES, M.. Participação em banca de Denise Augusta Pereira.Composições com dois substantivos: o significado dos seus elementos. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

4.
Fernandes, C.R. D.; TAVARES, M.. Participação em banca de Josenice Pincela Costa.Uma professora maluquinha: contradiscursos da Pedagogia oficial. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

5.
Miho, S.R.G.; TAVARES, M.. Participação em banca de Patrick J. C. Quadros.Inglês: língua global x língua escolar ? reflexões sobre o tema. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

6.
Gonçalves, C.H.P.; TAVARES, M.. Participação em banca de Joyce da Silva Lopes.Verdades e preconceitos sobre a fala do presidente Lula. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

7.
TAVARES, M.. Participação em banca de Marta Feitosa Bento.O belo é um sentimento: as paixões da beleza. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

8.
TAVARES, M.. Participação em banca de Lívia Ribeiro Viegas.Análise semiótica do discurso publicitário: anúncio turístico do município de Bonito/MS. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

9.
TAVARES, M.. Participação em banca de Juliana Henschel Ramos de Moura.O ENEM no PIBID: análise de algumas questões à luz de uma teoria dos gêneros. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

10.
TAVARES, M.. Participação em banca de Diva Franscisca dos Santos Zomerfeld.Os personagens de Kyvy Mirim, de Brígido Ibanhes. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

11.
TAVARES, M.. Participação em banca de Francielly Ferraz Viana.A Anáfora nas produções textuais dos alunos do Ensino Médio. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

12.
TAVARES, M.. Participação em banca de Idelzuite Peixoto de Oliveira.As circunstância de produção do documento Orfeu Brasílico: uma investigação filológica. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

13.
TAVARES, M.. Participação em banca de Andréia de Góes.A variação lingüística no emprego da concordância nominal no português falado em Doruados - MS. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras Português/Inglês) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

14.
TAVARES, M.. Participação em banca de Andréia Lourenço Alves dos Anjos.Fotografia sociolingüística no falar universitário em Dourados - MS. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

15.
TAVARES, M.. Participação em banca de Maria de Lourdes dos Santos.O ensino de língua portuguesa na EJA. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

16.
TAVARES, M.. Participação em banca de Joana D'arc Castilho Cabreira.A compreensão da gíria dentro da unidade de internação educacional masculina de Dourados/MS. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

17.
TAVARES, M.. Participação em banca de Mauricio Nakano.Persuasão publicitária: sensualidade nos anúncios de moda. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

18.
TAVARES, M.. Participação em banca de Grazielli Alves de Lima.Discurso político: a produção da imagem dos governantes. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

19.
TAVARES, M.. Participação em banca de Adilson Sanches da Silva.Aspectos Ideológicos das Canções: as letras como instrumento de protesto. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

20.
TAVARES, M.. Participação em banca de Bruna Gracieli de Souza.Arquétipos e estereótipos raciais: as representações em "O pequeno príncipe". 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

21.
TAVARES, M.. Participação em banca de Bruna Gracieli de Souza.Arquétipos e estereótipos raciais: as representações em "O pequeno príncipe". 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados.

22.
TAVARES, M.. Participação em banca de Célia Ramona Rodas Lovera.Aspectos lingüísticos na obra Meu tio Roseno, A cavalo ? de Wilson Bueno.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Faculdade de Ciências Administrativas de Ponta Porã.

23.
TAVARES, M.. Participação em banca de Eudmar Camilo Dauzacker.A indisciplina nas aulas de Língua Portuguesa. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Faculdade de Ponta Ponta Porã - Instituto Superior de Educação.

24.
TAVARES, M.. Participação em banca de Tatiana Gracia Amorim.Toponímia Urbana: nomes de bairros de Ponta Porã. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Faculdade de Ponta Ponta Porã - Instituto Superior de Educação.

25.
TAVARES, M.. Participação em banca de Lindomara Maria de Jesus.A leitura na sala de aula no Ensino Médio. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Faculdade de Ponta Ponta Porã - Instituto Superior de Educação.

26.
TAVARES, M.. Participação em banca de Olga Santa Cruz Tosta.Diglossia. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Faculdade de Ponta Ponta Porã - Instituto Superior de Educação.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
TAVARES, M.. Banca Examinadora de Concurso Público Ensino de Língua Guarani. 2015. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

2.
TAVARES, M.. Banca Examinadora de Concurso Público para provimento de cargos efetivos de professor Adjunto e professor Assistente. 2012. Universidade Federal da Grande Dourados.

3.
TAVARES, M.. Banca Examinadora do Concurso Público para provimento de cargos efetivos de Professor Adjunto, Professor Assistente e de Professor Auxiliar. 2010. Universidade Federal da Grande Dourados.

4.
TAVARES, M.. Banca Examinadora do Concurso Público para Provimento de Cargos do Quadro Pessoal Técnico Adminsitrativo da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). 2008. Universidade Federal da Grande Dourados.

Outras participações
1.
TAVARES, M.; KLEIN, F. M. P.. Processo seletivo para seleção de bolsista formador habilidades para atuar no programa Centro de Formação. 2018.

2.
TAVARES, M.. Banca de Correção do Concurso de Redação - Taurus em Ação com o Planeta Água 2014. 2014.

3.
TAVARES, M.. Banca de Correção do Concurso de Redação - Taurus em Ação com o tema Amiga Árvore 2014. 2014.

4.
TAVARES, M.. Comissão responsável pelas entrevista da Seleção do Programa Pró-estágio. 2013. Universidade Federal da Grande Dourados.

5.
TAVARES, M.. PNDL 2012 Dicionários. 2012. Ministério da Educação.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
III Semana de Letras da FACALE/UFGD. 2018. (Outra).

2.
III Semana de Letras da FACALE/UFGD.Nomes femininos nas ruas de Dourados - MS. 2018. (Outra).

3.
III Semana de Letras da FACALE/UFGD.Os nomes das ruas da cidade de Dourados - MS. 2018. (Outra).

4.
II Semana de Letras da FACALE.O lugar da mulher na toponímia urbana de Dourados/MS. 2017. (Outra).

5.
II Semana de Letras da FACALE.Um estudo dos nomes de fazendas do município de Amambai/MS. 2017. (Outra).

6.
IV ENEPEX - Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, 8º EPEX/UEMS e 11º ENEPE/UFGD.Bem-vindos, haitianos! O ensino da língua portuguesa e a construção de um espaço de acolhimento para haitianos em Dourados. 2017. (Encontro).

7.
IV ENEPEX - Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, 8º EPEX/UEMS e 11º ENEPE/UFGD.Os nomes de fazendas e de outras localidades rurais do município de Amambai ? MS. 2017. (Encontro).

8.
VI Simpósio Mundial de Estudos da Língua Portuguesa - VI SIMELP.Tendências da toponímia urbana do município de Dourados/MS: os nomes das ruas. 2017. (Simpósio).

9.
Semana de Letras da FACALE.A influência indígena na toponímia urbana de Dourados/MS: estudo de língua e cultura. 2016. (Outra).

10.
Seminário das Licenciaturas e de Estágio Supervisionado. 2016. (Seminário).

11.
63º Seminário do Gel.A toponímia das localidades rurais do município de Dourados/MS. 2015. (Seminário).

12.
Congresso de Línguas e Literaturas - COLITERAS. Referências à religiosidade nos nomes de ruas de Dourados/MS. 2015. (Congresso).

13.
II Encontro de Grupos de Pesquisa em Letras e Linguística do Centtro-Oeste.Guarani Kaiowá e Guarani Ñandeva: um estudo comparativo do léxico em uso. 2014. (Encontro).

14.
III Congresso Internacional de Dialetologia e Sociolinguística. O que dizem índios Guarani e índios Kaiowá sobre suas línguas. 2014. (Congresso).

15.
I Marco - Colóquio Marginalidades Contemporâneas: 100 anos de Carolina Maria de Jesus.Nossa língua está mais preservada, a deles não: crenças e atitudes linguísticas de índios Guarani e índios Kaiowá. 2014. (Outra).

16.
IV Edel: transculturalidade.Reflexões sobre diferenças e semelhanças entre índios Guarani e Kaiowá de Mato Grosso do Sul. 2014. (Encontro).

17.
61º Seminário do GEL.Os topônimos indígenas do banco de dados do Projeto Atlas Toponímico do estado de Mato Grosso do Sul: algumas considerações. 2013. (Seminário).

18.
Seminário Nacional sobre formação de professores do Ensino Médio. 2013. (Seminário).

19.
XII Seminário de Dissertações e Teses em Andamento - SEDATA.Estudo comparativo de um recorto do léxico em uso por índios e Kaiowá de Mato Grosso do Sul. 2013. (Seminário).

20.
XIV Simpósio Nacional e Letras e Linguística e IV Simpósio Internacional de Letras e Linguística l.Estudo comparativo de um recorto do léxico em uso por índios e Kaiowá de Mato Grosso do Sul. 2013. (Simpósio).

21.
60º. Seminário do GEL.CRENÇAS E ATITUDES LINGUÍSTICAS DE INDÍGENAS DE DOURADOS ? MS. 2012. (Encontro).

22.
III Seminário de Bilinguismo, Discurso e Política Linguística e II Jorrnada Internacional de estudos da linguagem.Considerações preliminares sobre o léxico das línguas guarani e kaiowá: a questão dos empréstimos. 2012. (Seminário).

23.
VI Encontro Nacional do Grupo de Estudos de Linguagem do Centro-Oeste (GELCO) e IV Colóquio Regional no Brasil da Associação Latinoamericana de Estudos do Discurso (ALED),.Empréstimos lexicais nas variedades da língua guarani falada por indígenas de Dourados/MS. 2012. (Encontro).

24.
XI Seminário de Dissertações e Teses em andamento - SEDATA.Considerações sobre as variedades do Guarani falado em Mato Grosso do Sul: aspectos lexicais. 2012. (Seminário).

25.
II Seminário de Bilinguismo, Discurso e Política Linguística e I Jornada internacional de estudos de linguagens.Entres araras, mutuns e sucuris: aspectos da zootoponímia indígena de Mato Grosso do Sul. 2011. (Seminário).

26.
XX Seminário do CELLIP.Toponímia indígena no ATEMS e no ATITO: um paralelo. 2011. (Seminário).

27.
5º Encontro Nacional do Grupo de Estudos da Linguagem do Centro-Oeste. 2010. (Encontro).

28.
5º Encontro Nacional do Grupo de Estudos da Linguagem do Centro-Oeste.As categorias antropoculturais na toponímia de Mato Grosso do Sul. 2010. (Encontro).

29.
57º Seminário do GEL.OS ZOOTOPÔNIMOS NA TOPONÍMIA DE MATO GROSSO DO SUL: NOVOS DADOS. 2009. (Seminário).

30.
I Encontro Local do Grupo de Estudos e Linguagem do Centro-Oeste - GELCO/UFGD.Estudos do Léxico. 2009. (Encontro).

31.
III Simpósio Internacional sobre religiosidades, diálogos culturais e hibridações.Devoção religiosa na nomenclatura geográfica de Mato Grosso do Sul. 2009. (Simpósio).

32.
II Seminário Regional sobre Território, Fronteia e Cultura.Sessão Coordenada. 2009. (Seminário).

33.
VI Congresso Internacional da ABRALIN. A herança indígena na nomenclatura geográfica de Mato Grosso do Sul. 2009. (Congresso).

34.
56º Seminário do GEL.Toponímia Indigena de Mato Grosso do Sul: a questão da motivação. 2008. (Seminário).

35.
ABRALIN em Cena Mato Grosso do Sul. Influência indígena em nomes de bairros e e de ruas de Dourados - MS. 2008. (Congresso).

36.
Seminário de implantação do programa de reestruturação e expansão das universidades federais( REUNI) da UFGD. 2008. (Seminário).

37.
55º Seminário do GEL.Para um glossário de topônimos indígenas de Mato Grosso do Sul. 2007. (Seminário).

38.
I Jornada da Consciência Negra NEAB/UFGD. 2007. (Outra).

39.
54º Seminário do GEL.Palavras que testemunham épocas e comportamentos: Governo Collor e Governo Lula. 2006. (Seminário).

40.
XI Simpósio Nacional e I Simpósio Internacional de Letras e Lingüística.A toponímia indígena de Mato Grosso do Sul: estudo em andamento. 2006. (Simpósio).

41.
53º Seminário do Gel.53º Seminário do Gel. 2005. (Seminário).

42.
VII Semana Acadêmica do Curso de Letras - FAP.Aspectos da Toponímia Sul-Matogrossense. 2005. (Outra).

43.
XVI FALE - Fórum Acadêmico de Letras.Pesquisa em Multilingüismo. 2005. (Seminário).

44.
I Encontro de Pesquisa de Letras.I Encontro de Pesquisa de Letras. 2004. (Encontro).

45.
I Encontro de Pesquisa de Letras.Os sociotopônimos como mecanismo de nomeação de acidentes geográficos na toponímia sul-mato-grossense. 2004. (Encontro).

46.
III ESMEL - Encontro Sul-matogrossense de estudantes de Letras.Línguas em Contato e Identidade Cultural: resultados de pesquisas (mesa-redonda). 2004. (Encontro).

47.
III ESMEL - Encontro Sul-matogrossense de estudantes de Letras. 2004. (Encontro).

48.
II Encontro Nacional de Grupos de Estudos de Linguagem do Centro-Oeste.II Encontro Nacional de Grupos de Estudos de Linguagem do Centro-Oeste. 2003. (Encontro).

49.
III Congresso Internacional da ABRALIN. III Congresso Internacional da ABRALIN. 2003. (Congresso).

50.
II Seminário de Estudos da Linguagem - Identidades. 2003. (Seminário).

51.
I Workshop - Estudos Onomásticos: a questão da toponímia. 2002. (Outra).

52.
Temas Transversais e Interdisciplinariedade. 2000. (Outra).

53.
VI Semana de Estudos Lingüísticos. 2000. (Outra).

54.
VI Seminário Regional de Leitura de Dourados. 1999. (Seminário).

55.
V Seminário Regional de Leitura de Dourados. 1999. (Seminário).

56.
V Ciclo de Palestras em Literatura. 1998. (Outra).

57.
IV Seminário Regional de Leitura de Dourados. 1997. (Seminário).

58.
V Semana de Estudos Lingüísticos. 1997. (Outra).

59.
I Encontro de Formação de Professores. 1996. (Encontro).

60.
II Encontro de Professores de Língua Inglesa de Dourados e Região. 1996. (Encontro).

61.
Metodologia nas Áreas do Conhecimento. 1996. (Outra).

62.
1ª Etapa do Curso de Formação de Professores. 1995. (Outra).

63.
III Ciclo de Palestras em Literatura. 1995. (Encontro).

64.
III Seminário Regional de Leitura de Dourados. 1994. (Seminário).

65.
III Semana de Estudos Lingüísticos. 1993. (Outra).

66.
III Semana de Estudos Lingüísticos. 1993. (Outra).

67.
II Semana de Estudos Lingüísticos. 1992. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
TAVARES, MARILZE. III Semana de Letras da FACALE/UFGD. 2018. (Outro).

2.
Saparas, Marcelo ; TAVARES, M. . II Semana de Letras da FACALE. 2017. (Outro).

3.
TAVARES, M.; Gonçalves, C.H.P. ; FIORETO, T. . Semana de Letras da FACALE. 2016. (Outro).

4.
Fernandes, C.R. D. ; TAVARES, M. . X ENCONTRO DO PROLER: TERRITÓRIO LEITOR,. 2016. (Outro).

5.
TAVARES, M.. 5º Encontro do GELCO. 2010. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Iniciação científica
1.
Graziela Fritezen Antune. Os nomes de fazendas e de outras localidades rurais do município de Amambai ? MS.. Início: 2016. Iniciação científica (Graduando em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Simone Soares Walevein Couto. Marcas da oralidade em textos escritos: um estudo de textos de alunos de uma escola pública e uma escola particular de Dourados. 2012. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

2.
Márcia Maciel. A oralidade em textos escritos escolares: um diagnóstico no 6º e no 9º ano do Ensino Fundamental e no 3º ano do Ensino Médio. 2012. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

3.
Maurício Nakano. Variação e mudança linguística: reflexões e sugestões de atividades escolares. 2010. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

4.
Vânia Márcia Correia da Mota. Considerações sobre o ensino de língua materna e a prática declarada de professores do ensino fundamental. 2010. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

5.
Solange Bezerra Juvenal Ramos. Reflexos de variaçõ linguística e de oralidade em textos de alunos do ensino fundamental. 2010. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

6.
PauloCésar Gonçalves. Uma proposta de ensino de gramática para o Ensino Médio. 2010. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

7.
Adriana Carvalho Lopes. A percepção de professores do ensino fundamental a respeito de temas como variação, mudança, erro e preconceito linguístico. 2010. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação Lato sensu em Linguística) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

8.
Ana Gonçalves dos Santos Borges. A criatividade lexical no campo nocional do futebol. 2007. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Letras) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Orientador: Marilze Tavares.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Élida Galvão Gueiros. A variação linguística em livros didáticos. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

2.
Maria Cibele de Oliveira. A variação linguística na fala de criança de diferentes grupos sociais. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

3.
Joyce Graciele Besen. Estrangeirismos em denominações comerciais do centro e da periferia da cidade de Dourados - MS. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

4.
Fabiane Paim de Matos. Gírias: um estudo em diferentes grupos sociais na cidade de Dourados - MS. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

5.
Rita Batista dos Santos. As gírias em uma perspectiva diacrônica: uma pesquisa com moradores de Dourados - MS. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

6.
Luciê Jeniffer Rodrigues. Variação lexical na cidade de Naviraí - MS. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

7.
Regina Balbino dos Santos. Caracteristicas da fala e o trabalho com a oralidade em sala de aula. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

8.
Juliana Sanches Niéri. Aspectos referentes à fala de alunos da escola estadual Baraão do Rio Branco do município de Douradina - MS. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

9.
Kelly Cristina Carvalho paulio. Casos de hibridismo na toponimia sul-mato-grossense. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

10.
Ângela Maria Neves Portella de Souza. Variação e indícios de mudança lingüística no léxico de moradores da cidade de Dourados - MS. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

11.
Luziene Ramos do nascimento. Reflexos da variação lingüística em textos de vestibulando: o caso da concordância verbal e da concordãncia nominal. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

12.
Célia Ramona Rodas Lovera. Aspectos lingüísticos na obra Meu tio Roseno, a cavalo, de Wilson Bueno. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Faculdade de Ponta Ponta Porã - Instituto Superior de Educação. Orientador: Marilze Tavares.

13.
Celina Pereira. A redação no vestibular: um estudo da textualidade em redações produzidas por vestibulandos para o curso de letras da FAP -2004. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Faculdade de Ponta Ponta Porã - Instituto Superior de Educação. Orientador: Marilze Tavares.

14.
Lindomara de Jesus. A leitura no Ensino Médio. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Faculdade de Ponta Ponta Porã - Instituto Superior de Educação. Orientador: Marilze Tavares.

15.
Tatiana Amorin Gracia. Toponímia Urbana de Ponta Porã: os nomes dos bairros. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Faculdade de Ponta Ponta Porã - Instituto Superior de Educação. Orientador: Marilze Tavares.

16.
Olga Santa Cruz Tosta. Diglossia. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Faculdade de Ponta Porã - Instituto Superior de Educação. Orientador: Marilze Tavares.

Iniciação científica
1.
Graziela Fritezen Antune. Os nomes de fazendas e de outras localidades rurais do município de Amambai ? MS. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

2.
Denise de Oliveira Barbosa Velasco. A influência indígena na toponímia urbana de Dourados/MS: um estudo de língua e cultura. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

3.
Paula Braz. Procedimentos de nomeação de novos referentes introduzidos nas culturas guarani e kaiwoá. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

4.
Elisângela Benites Manfré Moreira. Impressões de Indígenas de Dourados a respeito de sua(s) própria(s) língua(s). 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

5.
Idelzuite Peixoto de Oliveira. Influência de Línguas Indígenas na nomenclatura geográfica de Mato Grosso do Sul: os animais como fonte de motivação. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados, Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

6.
Idelzuite Peixoto de Oliveira. Toponímia indigena de Mato Grosso do Sul: uma análise dos designativos motivados pela água e pela vegetação. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

7.
Kelly Cristina CarvalhoReflexos de línguas em contato na t. Reflexos de línguas em contato na toponímia de Mato Grosso do Sul. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.

Orientações de outra natureza
1.
Denise de Oliveira Barbosa Velasco. Estudando Língua Portuguesa, História e Geografia por meio da toponímia: uma proposta. 2016. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marilze Tavares.

2.
Juliana Vieira Leite. Monitoria da disciplina Fundamentos de Linguística III. 2016. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade Federal da Grande Dourados. Orientador: Marilze Tavares.



Outras informações relevantes


Disciplina cursada como aluna especial na Programa de Pós-Graduação da Universidade de Londrina: 
Morfossintaxe 
Professor responsável: Ludovico Carnascialli dos Santos 


Monitoria de Ensino 
Disciplina: Língua Portuguesa (Morfossintaxe) - (1993). 

Disciplinas cursadas como aluna especial 
Língua Inglesa I - 102h/a (1996);
Lingua Inglesa II - 136 h/a (1997);
Língua Inglesa III - 102h/a (1998).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 21/11/2018 às 4:42:50