Caroline Marcantonio Ferreira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2611231931842917
  • Última atualização do currículo em 16/10/2018


Atualmente, sou Professora Adjunto da Universidade Federal de São Paulo. Tenho curso de graduação em fisioterapia (Universidade Católica Dom Bosco). Realizei um curso de aprimoramento em Exploração Funcional Pulmonar pelo Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto-USP. Após o aprimoramento, fiz mestrado e doutorado em Fisiologia humana na Universidade de São Paulo e Universidade Federal de Minas Gerais, respectivamente. Durante o período do doutoramento, realizei o Doutorado sanduíche, em Fisiologia, na Northwestern University (2007-2008). Após o doutoramento fiz Pós-doutoramento, em Imunologia, na University of Chicago (2008-2011). A linha de pesquisa do meu laboratório engloba, principalmente, o estudo sobre os mecanismos celulares e moleculares envolvidos na alergia e o papel da microbiota intestinal e seus metabólitos na função e inflamação pulmonar. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Caroline Marcantonio Ferreira
Nome em citações bibliográficas
FERREIRA, C. M.;FERREIRA, C;FERREIRA, CAROLINE M.;FERREIRA, CAROLINE MARCANTONIO;MARCANTONIO, CAROLINE

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de São Paulo, Campus Diadema.
Rua São Nicolau (Jd Pitangueiras)
Centro
09913030 - Diadema, SP - Brasil
Telefone: (11) 33854137


Formação acadêmica/titulação


2003 - 2007
Doutorado em Ciências Biológicas (Fisiologia e Farmacologia).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
com período sanduíche em Northwestern University (Orientador: Julian Solway and Larry Pinto).
Título: Mecanismos e papel da hiperreatividade brônquica na infecção causada por Strongyloides venezuelensis, Ano de obtenção: 2007.
Orientador: Mauro Martins Teixeira.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: inflamação; hiperreatividade brônquíca; helminto; Strongyloides venezuelensis; pulmão; intestino.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunologia Celular.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia.
2001 - 2003
Mestrado em Pós Graduação em Fisiologia.
Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto- Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Papel do L-glutamato no Locus coeruleus no controle da ventilação e temperatura corporal,Ano de Obtenção: 2003.
Orientador: Luiz Guilherme Siqueira Branco.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: ventilação; temperatura; glutamato; wistar; pletismografia; hypoxia.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia de Órgãos e Sistemas / Especialidade: Neurofisiologia.
Setores de atividade: Outro.
2000 - 2002
Aperfeiçoamento em Exploração Funcional Pulmonar.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Explorçäo Funcional Pulmonar. Ano de finalização: 2002.
Orientador: João Terra Filho.
Bolsista do(a): Faseb, FASEB, Brasil.
1995 - 1999
Graduação em Fisioterapia.
Universidade Católica Dom Bosco, UCDB, Brasil.
Título: Pressão inspiratória e expiratória máxima em crianças de 5 anos.
Orientador: Mara Lisiane dos Santos.


Pós-doutorado


2013 - 2015
Pós-Doutorado.
USP, São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo e Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
2012 - 2013
Pós-Doutorado.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunologia Celular.
2008 - 2011
Pós-Doutorado.
The University of Chicago, UC, Estados Unidos.
Bolsista do(a): National Institute of Health, NIH, Estados Unidos.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunologia Celular.


Formação Complementar


2015 - 2015
Treinamento LabTutor e Sistemas de Ensino. (Carga horária: 8h).
ADInstruments, ADI, Brasil.
2008 - 2008
2008 Advanced Course in Immunology.
The American Association of Immunologists, AIA, Estados Unidos.
2006 - 2006
Genetics Approaches To Complex Disease.
Jackson Laboratory, JACKSON LAB, Estados Unidos.
2006 - 2006
Rodent euthanasia procedures.
Northwestern University, NU, Estados Unidos.
2003 - 2003
Introduction to comparative respiratory physiology.
Sociedade Brasileira de Fisiologia, SBF, Brasil.
2002 - 2002
Atualização: bioética na experimentação animal.
Federação das Sociedades de Biologia Experimental, FeSBE, Brasil.
1999 - 1999
Análise do Gesto Desportivo.
Universidade Católica Dom Bosco, UCDB, Brasil.
1999 - 1999
Atualização em injúrias medulares.
Lung, LUNG, Brasil.
1999 - 1999
Atualização em eletroterapia.
Universidade Católica Dom Bosco, UCDB, Brasil.
1999 - 1999
Cadeias musculares / alongamento muscular.
Universidade Católica Dom Bosco, UCDB, Brasil.
1998 - 1998
Extensão universitária em Prevenção Primária e Secundária. (Carga horária: 90h).
Universidade Católica Dom Bosco, UCDB, Brasil.
1998 - 1998
Extensão universitária em Geriatria. (Carga horária: 40h).
Universidade Católica Dom Bosco, UCDB, Brasil.
1998 - 1998
Lesões traumáticas e adaptativas de MMII.
Cerfisio, CERFISIO, Brasil.
1997 - 1997
Eletro-foto-termoterapia. (Carga horária: 15h).
Privado, PRIVADO, Brasil.
1997 - 1997
Hidroterapia. (Carga horária: 16h).
Universidade Católica Dom Bosco, UCDB, Brasil.


Atuação Profissional



USP, São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Jovem Pesquisadora Fapesp, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

06/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Ciências Biomédicas 1, .


The University of Chicago, UC, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2008 - 2011
Vínculo: pos-doctoral fellow, Enquadramento Funcional: pós doutoramento, Regime: Dedicação exclusiva.


Instituto Superior de Educação Anísio Teixeira, ISEAT, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor visitante, Carga horária: 4


Northwestern University, NU, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: visiting scholar, Enquadramento Funcional: doutorado sanduiche, Regime: Dedicação exclusiva.


Faculdade Estácio de Sá, FESBH, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Professor convidado, Enquadramento Funcional: Professor de Anatomia Humana, Carga horária: 6


Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2007
Vínculo: estudante de doutorado, Enquadramento Funcional: estudante de doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2003
Vínculo: mestranda, Enquadramento Funcional: mestranda, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

08/2017 - Atual
Ensino, Patologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Orientadora de Mestrado e Doutorado
05/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Diadema, .

Cargo ou função
Membro da Comissão da Pós Graduação em Biologia Química.
02/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Diadema, .

Cargo ou função
Representante dos Professores Adjuntos no Departamento de Ciências Farmacêuticas.
02/2016 - Atual
Ensino, BIOLOGIA QUÍMICA, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Orientadora de Mestrado e Doutorado
08/2015 - Atual
Ensino, Farmácia e Bioquímica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Coordenadora da disciplina Estrutura, Função de Tecidos, ÓRGÂOS E SiSTEMAS
07/2015 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Campus Diadema, .

07/2015 - Atual
Extensão universitária , Campus Diadema, .

Atividade de extensão realizada
Palestras e seminários sobre microbiota e asma.
01/2017 - 12/2017
Ensino, BIOLOGIA QUÍMICA, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Coordenadora da disciplina de Fundamentos em Biologia Química 1 e 2
03/2016 - 03/2017
Direção e administração, Campus Diadema, .

Cargo ou função
Chefe de Setor de Fisiologia e Farmacologia.


Linhas de pesquisa


1.
Alergia experimental e microbiota intestinal

Objetivo: As doenças alérgicas acometem grande parte da população mundial. Muitos fatores intrínsecos e extrínsecos estão envolvidos na doença alérgica. Hábitos alimentares e de higiene estão bastante envolvidos com o desencadeamento da doença. Atualmente, sabe-se que esses hábitos modulam a microbiota intestinal e essa consequentemente o sistema imunológica e doenças alérgicas. O nosso objetivo é desvendar o papel da microbiota intestinal na alergia e a como a modulação dessa microbiota pode ajudar a prevenir ou tratar essa doença..
2.
Papel da microbiota intestinal na asma
3.
Investigação dos ácidos graxos de cadeia curta na dermatite experimental


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Novas Estratégias para o Controle das Periodontites
Descrição: Esta proposta visa estabelecer fundamentos para o desenvolvimento de novas estratégias para o controle das periodontites. A hipótese geral a ser testada é de que o equilíbrio na relação microbiota oral resposta imune, perdido na periodontite, poderia ser recuperado pelo favorecimento da colonização da cavidade oral por bactérias benéficas e pela modulação da resposta imune..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
Efeito dos ácidos graxos de cadeia curta produzidos por bactérias probióticas na profilaxia e tratamento da inflamação alérgica das via aéreas.
Descrição: Asma é uma doença comun que afeta 300 milhões de pessoas em todo mundo. Fatores genéticos e ambientais têm sido associados ao desencadeamento da doença. Um dos fatores ambientais mais discutidos é a exposição a micróbios no início da vida que protege os indivíduos contra alergia. Uma vez que essa teoria foi proposta, muitos estudos têm investigado o papel da microbiota intestinal na modulação do sistema imunológico e consequências dessa modulação a orgãos distante como pulmões. Paralelamente as descobertas científicas sobre a importância da microbiota intestinal na prevenção de doenças alérgicas, o mercado de probióticos está expandindo com promessas de prevenção de doenças alérgicas como asma mas os estudos sobre isso ainda não são conclusivos. Evidências na literatura suportam a possibilidade que ácidos graxos de cadeia curta, produzidos pela fermentação de uma dieta rica em fibras pela microbiota intestinal poderiam contrubuir com a regulação da inflamação Th2 das vias aéreas. A fermentação dessas fibras leva a produção de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC), como o acetato que possue efeitos anti-inflamatórios. Além disso, animais deficientes de GPR43,receptor de acetato, apresentam uma resposta exacerbada da inflamação nos modelos de colite, artrite e asma. A hipótese principal desse estudo é que bactérias probióticas poderiam modular a resposta imunológica Th2, via produção de AGCC, como acetato. Nesse projeto, usaremos dois probióticos diferentes, B. longum e B. adolescentis. A escolha das duas especies foi baseada no fato do B. longum ser um relevante produtor de acetato e estar associado com proteção de alergia enquanto o B. adolescentis não está associado a proteção e não é um produtor relevante de acetato. Duas linhagens de camundongos Balb/c e C57Bl/6, serão avaliadas para analisarmos a influência genética sob os efeitos do probiótico na resposta Th2..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
Hormônios sexuais femininos e microbiota intestinal: Papel na modulação da inflamação Th2 das vias aéreas
Descrição: Asma é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas que acomete aproximadamente 300 milhões de pessoas em todo mundo. Entre os adultos, mulheres de qualquer raça apresentam maior morbidade e mortalidade por asma. Fatores genéticos, ambientais e hormonais têm sido associados ao desencadeamento e exacerbação da doença em mulheres. Atualmente, um dos fatore ambientais mais discutidos é a regulação da inflamação alérgica por micróbios. Vários estudos mostram que não apenas a exposição a micróbios do meio externo modula a resposta inflamatória na asma como também a composição da microbiota intestinal. Paralelamente aos fatores ambientais, um dos principais fatores intrínsicos da doença em mulheres são oscilações hormonais durante o ciclo sexual feminino, principalmente as mudanças hormonais na pós-menopausa. A hipótese desse trabalho é que a queda de hormonios sexuais femininos que ocorre na menopausa, leva a modificação na composição da microbiota intestinal a qual afeta sistema imunológico interferindo com inflamação alérgica pulmonar. Sabe-se que mudanças na composição da microflora intestinal são capazes de influenciar na modulação imunológica de várias doenças, dentre elas a asma. Atualmente, uma forma de melhorar a composição da microbiota intestinal é a ingestão de probióticos. Logo, se oscilações hormonais ou mesmo a queda dos hormonios sexuais femininos podem afetar a composição da microbiota intestinal e por sua vez exacerbar a inflamação pulmonar, é possível que o uso de probióticos previna ou diminua a exacerbação da doença..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2013
Papel das vias apoptóticas intrínsicas e extrínsicas na resolução da inflamação pulmonar
Descrição: Há alguns estudos mostrando que disfunções apoptóticas das células inflamatórias nas vias aéreas pode ser responsável pela inflamação pulmonar crônica observada em pacientes asmáticos. O objetivo deste projeto é investigar a relevância das duas maiores vias apoptóticas na resolução da inflamação Th2 pulmonar. Para alcançar este objetivo utilizaremos animais KO para receptores e proteínas envolvidas nessas vias apoptóticas. Essa trabalho encontra-se em fase de preparação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2013
Mecanismos celulares e moleculares envolvidos na asma.
Descrição: Asma é uma doença que afeta milhares de pessoas.O objetivo desse projeto é elucidar os mecanismos celulares e moleculares envovidos na patogênese da doença..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2010
Genes envolvidos no controle da hiperreatividade bronquíca das vias aéreas.
Descrição: O objetivo desse projeto foi identificar os genes envolvidos na reatividade das vias aéreas em condições basais. Duas linhagens de camundongos (A/J e C57BL6) foram fenotipadas quanto a reatividade brônquica. Essa duas linhagens foram acasaladas e a segunda geração, chamada de F2 foi fenotipada e genotipada em 384 marcas denominadas SNP e analisadas através de QTL análise. Nós identificamos importante interação entre os cromossomos 11 e 18. Alguns genes na região identificada são fortes candidatos, pois estão relacionados com a contratilidade da musculatura lisa..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2003 - 2007
Alterações funcionais pulmonares na infecção induzida por Strongyloides venezuelensis.
Descrição: O objetivo deste projeto foi investigar os mecanismos e a importância da HRB na infecção por helmintos com ciclo pulmonar. Este trabalho mostrou que a HRB é importante para limitar o número de parasitos que alcançam o intestino. Além disso, demonstramos que fibras nervosas sensoriais do tipo C são importantes para HRB induzida pelo parasito. Outro achado interessante foi que a IL-13 não e importante para HRB mas é essencial para produção de muco nos pulmões..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2001 - 2003
Papel dos receptores glutamatérgicos no locus coeruleus no controle da ventilação e temperatura corporal.
Descrição: Esse trabalho objetivou entender o papel dos receptores glutamatérgicos nos locus coeruleus de ratos durante condições de nomóxia e hipóxia..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de desenvolvimento


2006 - 2009
Resposta Imune Induzida por Helmintos Parasitos
Descrição: Infecções produzidas por helmintos estão presentes em alta incidência e prevalência na população humana principalmente em países em desenvolvimento locazidos em regiões tropicais e subtropicais, como é o caso do Brasil. Entre estas helmintíasis, as espécies que apresentam migração pulmonar e uma fase intestinal são responsáveis pela infecção de mais de 1 bilhão de pessoas no mundo. Infecção por helmintos também consistitui um dos principais problemas veterinário. Apesar da gravidade do problema, vários aspectos da interação de helmintos com seus hospedeiros ainda não são conhecidos. Os trabalhos deste grupo de pesquisa, visam estudar alterações imunológicas do hospedeiro, especialmente as que ocorrem no sítio da infecção pelo parasito, com o objetivo de associar estas alterações à possíveis mecanismos imunoprotetores ou patológicos envolvidos na doença. Este conhecimento poderá ser de extrema importância para o desenvolvimento de técnicas mais efetivas para o controle destas infecções..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.


Revisor de periódico


2012 - Atual
Periódico: Plos One
2017 - Atual
Periódico: Food and Chemical Toxicology
2017 - Atual
Periódico: Journal of Cellular Physiology
2017 - Atual
Periódico: Journal of Immunology Research
2017 - Atual
Periódico: CURRENT DIABETES REVIEWS


Revisor de projeto de fomento


2015 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2015 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
2012 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia de Órgãos e Sistemas.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral / Subárea: morfologia.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunologia Celular.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral / Subárea: Biologia Molecular.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral / Subárea: Microbiologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2018
XIV Congresso Internacional de Nutrição Funcional, VP Centro de Nutrição Funcional LTD.
2017
2017 Prêmio GANEP -,, 9º Fórum Paulista de Pesquisa em Nutrição Clínica e Experimental.
2015
2015 Mensão Honrosa, XXX Reunião Anual da Federação de Sociedade de Biologia Experimental-FESBE 2015.
2014
2014 Primeiro lugar Prêmio Henri Nestle, Nestle.
2010
Best Abstract in the Basic Science, Departament of Medicine. The University of Chicago.USA.
2010
2010 Trainee Travel Award, The American Thoracic Society- USA.
2008
2008 Trainee Travel Award, The American Thoracic Society-Canadá.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:12
Total de citações:89
Ferreira CM  Data: 11/07/2015

SciELO
Total de trabalhos:13
Total de citações:89
Ferreira CM  Data: 11/07/2015

SCOPUS
Total de trabalhos:13
Total de citações:90
Ferreira CM  Data: 11/07/2015

Artigos completos publicados em periódicos

1.
Casaro, M.2018Casaro, M. ; Crisma, A. ; Vieira AT ; MENDES, E. ; RIBEIRO, WILLIAN R. ; Hering, G. ; Martins F ; FERREIRA, C. M. . Prophylactic Bifidobacterium adolescentis ATTCC 15703 supplementation reduces partially allergic airway disease in Balb/c but not in C57BL/6 mice. Beneficial Microbes, v. 9, p. 465-476, 2018.

2.
FELLOWS, R.2018FELLOWS, R. ; DENIZOT, J. ; Stellato, C. ; CUOMO, A. ; STOYANOVA, E. ; BALAZSI, S. ; HAJNADY, Z. ; BLACKBURN, H. ; CORREA, R. ; Fachi, J ; SATO, F. ; PEREE, H. ; RIBEIRO, W. ; FERREIRA, C. M. ; SPAGNUOLO, M. ; MATTIUZ, R. ; MATOLCSI, C. ; GUEDES, J. ; CLARK, J. ; VELDHOEN, M. ; BONALDI, T. ; VINOLO, M. A. ; VARGA-WEISZ, P. . Microbiota derived short chain fatty acids promote histone crotonylation in the colon through histone deacetylases. Nature Communications, v. 9, p. 105, 2018.

3.
GALVAO, I.2018GALVAO, I. ; Tavares, L.P ; O.CORREA, R. ; L.FACHI, J. ; ROCHA, V. M. ; RUNGUE, M. ; GRACIA, C. C. ; CASSALI, G. ; FERREIRA, C. M. ; MARTINS, FLAVIANO DOS S. ; OLIVEIRA, S. ; Mackay C ; TEIXEIRA, M. M. ; VINOLO, M. A. R. ; THOMAZ VIEIRA, ANGELICA . The metabolic sensor GPR43 receptor plays a role in the control of Klebsiella pneumonie infection in the lung. Frontiers in Immunology, v. 09, p. 142-147, 2018.

4.
MENDES, EDUARDO2017MENDES, EDUARDO ; ACETTURI, BEATRIZ G. ; THOMAS, ANDREW M. ; MARTINS, FLAVIANO DOS S. ; CRISMA, AMANDA R. ; MURATA, GILSON ; BRAGA, TÁRCIO T. ; CAMÂRA, NIELS O. S. ; FRANCO, ADRIANA L. DOS S. ; SETUBAL, JOÃO C. ; RIBEIRO, WILLIAN R. ; VALDUGA, CLAUDETE J. ; CURI, RUI ; DIAS-NETO, EMMANUEL ; TAVARES-DE-LIMA, WOTHAN ; Ferreira, Caroline M. . Prophylactic Supplementation of Bifidobacterium longum 51A Protects Mice from Ovariectomy-Induced Exacerbated Allergic Airway Inflammation and Airway Hyperresponsiveness. Frontiers in Microbiology, v. 8, p. 01-14, 2017.

5.
VIEIRA, ANGÉLICA T.2017VIEIRA, ANGÉLICA T. ; CASTELO, PAULA M. ; RIBEIRO, DANIEL A. ; Ferreira, Caroline M. . Influence of Oral and Gut Microbiota in the Health of Menopausal Women. Frontiers in Microbiology, v. 8, p. 1884, 2017.

6.
VIEIRA, ANGÉLICA THOMAZ2016VIEIRA, ANGÉLICA THOMAZ ; FUKUMORI, CLAUDIO ; FERREIRA, CAROLINE MARCANTONIO . New insights into therapeutic strategies for gut microbiota modulation in inflammatory diseases. Clinical & Translational Immunology, v. 5, p. e87, 2016.

7.
ANDRADE-OLIVEIRA, V.2015ANDRADE-OLIVEIRA, V. ; AMANO, M. T. ; CORREA-COSTA, M. ; CASTOLDI, A. ; FELIZARDO, R. J. F. ; DE ALMEIDA, D. C. ; BASSI, E. J. ; MORAES-VIEIRA, P. M. ; HIYANE, M. I. ; RODAS, A. C. D. ; PERON, J. P. S. ; AGUIAR, C. F. ; REIS, M. A. ; RIBEIRO, W. R. ; VALDUGA, C. J. ; CURI, R. ; VINOLO, M. A. R. ; FERREIRA, C. M. ; CAMARA, N. O. S. . Gut Bacteria Products Prevent AKI Induced by Ischemia-Reperfusion. Journal of the American Society of Nephrology, v. 26, p. 01/2014030288, 2015.

8.
MAIELLARO, MARÍLIA2015MAIELLARO, MARÍLIA ; MACEDO, RODRIGO SILVA ; MENDES, EDUARDO ; TAVARES-DE-LIMA, WOTHAN ; FERREIRA, CAROLINE MARCANTONIO ; LINO-DOS-SANTOS-FRANCO, ADRIANA . High dose of formaldehyde exposure during pregnancy increases neutrophils lung influx evoked by ovalbumin in the offspring. Inflammation Research (Printed ed.), v. 65, p. 179-181, 2015.

9.
FERREIRA, CAROLINE MARCANTONIO2014 FERREIRA, CAROLINE MARCANTONIO; VIEIRA, ANGÉLICA THOMAZ ; VINOLO, MARCO AURELIO RAMIREZ ; OLIVEIRA, FERNANDO A. ; CURI, RUI ; MARTINS, FLAVIANO DOS SANTOS . The Central Role of the Gut Microbiota in Chronic Inflammatory Diseases. Journal of Immunology Research, v. 2014, p. 1-12, 2014.

10.
CAMPOS CANESSO, MARIA2014CAMPOS CANESSO, MARIA ; LACERDA QUEIROZ, NORINNE ; MARCANTONIO, CAROLINE ; LAUAR, JULIANA ; ALMEIDA, DANIEL ; GAMBA, CONRADO ; CASSALI, GEOVANNI ; PEDROSO, SILVIA ; MOREIRA, CAMILA ; SANTOS MARTINS, FLAVIANO ; NICOLI, JACQUES ; MARTINS TEIXEIRA, MAURO ; BRUNIALTI GODARD, ANA ; THOMAZ VIEIRA, ANGELICA . Comparing the effects of acute alcohol consumption in germ-free and conventional mice: the role of the gut microbiota. BMC Microbiology (Online), v. 14, p. 240, 2014.

11.
WU, QIANG2013WU, QIANG ; GARDINER, GAIL J. ; BERRY, ELIZABETH ; WAGNER, SARAH R. ; LU, TIFFANY ; CLAY, BRYAN S. ; MOORE, TAMSON V. ; Ferreira, Caroline M. ; WILLIAMS, JESSE W. ; LUSTER, ANDREW D. ; MEDOFF, BENJAMIN D. ; CANNON, JUDY L. ; SPERLING, ANNE I. ; SHILLING, REBECCA A. . ICOS-Expressing Lymphocytes Promote Resolution of CD8-Mediated Lung Injury in a Mouse Model of Lung Rejection. Plos One, v. 8, p. e72955, 2013.

12.
Ferreira, Caroline M.2012 Ferreira, Caroline M.; Chen, James L. ; Li, Jianrong ; Shimomura, Kazuhiro ; Yang, Xinan ; Lussier, Yves A. ; Pinto, Lawrence H. ; Solway, Julian . Genetic Interactions between Chromosomes 11 and 18 Contribute to Airway Hyperresponsiveness in Mice. Plos One, v. 7, p. e29579, 2012.

13.
MOORE, V.T.2011MOORE, V.T. ; CLAY, S.B. ; Ferreira, C. M ; WILLIAMS, J. W. ; Rogozinska M ; CANNON J.L. ; SHILLING, A.R. ; MARZO, A. L. ; SPERLING, A I. . Protective Effector Memory CD4 T Cells Depend on ICOS for Survival. Plos One, v. 6, p. e16529, 2011.

14.
Seth T. Scanlon2011Seth T. Scanlon ; Seddon Y. Thomas ; Ferreira, C. M ; Li Ba ; Paul B Savage ; Albert Bendelac . Airborne lipid antigens mobilize resident intravascular NKT cells to induce allergic airway inflammation. The Journal of Experimental Medicine, v. 208, p. 2113-2124, 2011.

15.
Ferreira, Caroline M.2010Ferreira, Caroline M.; Pereira, Ana T.M. ; Souza, Rafael S. de ; Coelho, Fernanda M. ; Poole, Stephen ; Teixeira, Mauro M. ; Negrão-Corrêa, Deborah . Role of IL-13 in a model of Strongyloides venezuelensis infection in rats. Microbes and Infection, v. 12, p. 409-414, 2010.