Meryl Adelman

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1512074830811621
  • Última atualização do currículo em 23/10/2018


Possui mestrado (M.Phil) em Sociologia - New York University (1990) e doutorado pelo programa de Doutorado Interdisciplinar em Ciências Humanas pela Universidade Federal de Santa Catarina (2004). É professora associada do Programa de Pós-graduação em Sociologia (PGSOCIO), do Programa de Pós-graduação em Letras (PGLETRAS, área de Estudos Literários) e o Curso de Ciências Sociais da Universidade Federal do Paraná e co-coordenadora do Grupo de Pesquisa de Mulheres e Produção Cultura, da UFPR, assim como co-fundadora do Núcleo de Estudos de Gênero/UFPR, núcleo interdisciplinar que atua nessa instituição desde 1994. Tem produção recente nas seguintes temáticas: teoria sociológica contemporânea; teoria feminista; cultura e discursos midiáticos; e corporalidades e identidades. Atualmente realiza pesquisa de campo nesta última área, através de estudos sobre gênero e culturas equestres populares, na interface com discussões sobre gênero e espaço, o rural e o urbano nas sociedades contemporâneas. Na área de cultura e discursos midiáticos, realiza pesquisa sobre representações de gênero e produção de mulheres na literatura e noutras áreas das artes; tem como projeto em andamento, a organização de um livro sobre esta temática. É também escritora e tradutora (do português e do espanhol) especializada na produção de versões, em língua inglesa, de textos nas diversas disciplinas das ciências humanas. Mantém o blog Juntando Palavras (conviteapalavra.blogspot.com) (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Meryl Adelman
Nome em citações bibliográficas
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Ciências Sociais.
R. General Carneiro 460 9o andar
Centro
80060150 - Curitiba, PR - Brasil
Telefone: (41) 33605093
URL da Homepage: http://www.generos.ufpr.br


Formação acadêmica/titulação


2000 - 2004
Doutorado em Interdisciplinar em Ciências Humanas.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: A Voz e a Escuta: Encontros e Desencontros da Teoria Feminista e a Sociologia Contemporânea, Ano de obtenção: 2004.
Orientador: Miriam P. Grossi.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: teoria sociológica; teoria feminista; gênero; epistemologia.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Produtos e Serviços Recreativos, Culturais, Artísticos e Desportivos; Educação Superior.
1985 - 1990
Mestrado em Sociologia.
New York University, NYU, Estados Unidos.
Título: Relações de gênero e poder no casamento,Ano de Obtenção: 1990.
Orientador: Kathleen Gerson.
Bolsista do(a): New York University, NYU, Estados Unidos.
Palavras-chave: sociologia contemporânea; relaçoes de gênero; família.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação Superior.


Pós-doutorado


2016 - 2016
Pós-Doutorado.
Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, França.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia do Trabalho.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia das relações de gênero.
2009 - 2010
Pós-Doutorado.
Universitat de Barcelona, UB, Espanha.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia do esporte e do lazer.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia das relações de gênero.


Formação Complementar


2015 - 2016
Grupo de Estudos da Fotografia. (Carga horária: 60h).
Portfólio Escola de Fotografia, EP, Brasil.
2015 - 2015
Second International Visual Methods Seminar. (Carga horária: 80h).
Antwerp University, CDE, Bélgica.
2014 - 2015
Workshop Liberdade Fotográfica. (Carga horária: 120h).
Portfólio Escola de Fotografia, EP, Brasil.
2013 - 2013
Formação Básica em Fotografia Módulo I. (Carga horária: 48h).
Escola de Fotografia Portfólio, EFP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Vínculo institucional

1992 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professora do PGSOCIO (Programa de Pós-graduação em Sociologia) e do PGLETRAS (Estudos Literários)

Atividades

08/2007 - Atual
Ensino, Comunicação Política e Imagem, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Representações de gênero no cinema
Gênero e mídia na sociedade contemporânea
Gênero, cultura e comunicação
05/2006 - Atual
Extensão universitária , Grupo de Estudos Cinema e Violência, .

Atividade de extensão realizada
Coordenação de Mostra de Filmes "Formas de Amar: Desejo, Identidade, Diversidade"..
05/2006 - Atual
Extensão universitária , Núcleo de Estudos de Gênero, .

Atividade de extensão realizada
Coordenação Evento de Extensão Universitária "Identidades Sexuais e Diversidade"..
3/1997 - Atual
Ensino, Sociologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Cultura e discursos midiáticos
Teoria Sociológica II
Sociologia da Cultura
Gênero e cultura
Gênero, trabalho e organização
3/1996 - Atual
Extensão universitária , Setor de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Ciências Sociais.

Atividade de extensão realizada
Projeto RElações de gênero no segundo grau.
09/1994 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Núcleo de Estudos de Gênero, .

Linhas de pesquisa
Gênero e Cultura
3/1994 - Atual
Estágios , Setor de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Ciências Sociais.

Estágio realizado
Estágio de pesquisa em ciências sociais.
3/1993 - Atual
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Anos sessenta: movimentos sociais e transformações culturais
Gênero e Cultura
Relações de gênero
Sociologia da Cultura
Sociologia da Sexualidade
Sociologia do trabalho
Sociologia do Esporte
Teoria sociológica
11/1992 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Setor de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Ciências Sociais.

Linhas de pesquisa
Teoria Sociológica
05/2005 - 05/2005
Extensão universitária , Grupo de Estudos Cinema e Violência, .

Atividade de extensão realizada
Transgêneros no cinema: 2a mostra sobre representações de violência no cinema".
11/2004 - 11/2004
Extensão universitária , Grupo de Estudos Cinema e Violência, .

Atividade de extensão realizada
Mostra de cinema "Imaginário Cruel: representações de violência no cinema".

Instituto de Estudos de Gênero, IEG, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: membro
Outras informações
Membro deste instituto, que tem como objetivo "dar unidade e visibilidade a um conjunto extenso de pesquisas e atuação em diversas áreas acadêmicas com o objetivo de estreitar os vínculos deste trabalho com os movimentos sociais comprometidos com os direitos das mulheres e a promoção da igualdade de gênero" , enfatizando e promovendo particularmente o trabalho realizado na América Latina..


International Sociological Association, ISA, Espanha.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Board member RC 36, Enquadramento Funcional: Board member, Carga horária: 2

Vínculo institucional

2000 - Atual
Vínculo: membro, Enquadramento Funcional: membro
Outras informações
Sou membro de dois ISA grupos de trabalho ou "research committees": RC Alienation Theory e RC Women in Society. Participei dos dois últimos congressos da ISA, em 2002 em Brisbane e em 2006, em Durban.


Sociedade Brasileira de Sociologia, SBS, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - Atual
Vínculo: membro, Enquadramento Funcional: membro



Linhas de pesquisa


1.
Gênero e Cultura
2.
Teoria Sociológica


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Feminist perspectives on life, culture and society.
Descrição: Although sometimes trivialized by those who see concerns for humans and for non-human animals in an oppositional light, the field of Human- Animal Studies has, in conjunction with feminist scholarship, worked to produce an epistemology of connectedness that is part of global efforts to rethink our ways of being in the world. This new phase of my research, which represents new directions in my decades of work on feminist narratives of culture , history, and society, has as its initial objectives: 1) to develop theoretical and empirical work that is interdisciplinary in nature and addresses the significance of human-animal relations in terms of theoretical paradigm changes in the humanities and social sciences; 2) to explore new directions in eco-feminism and eco-criticism; 3) to examine women's narratives and practices in relation to nature, 'the wild' and significant symbolic 'non-human others'..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Meryl Adelman - Coordenador / Emanuela Siqueira - Integrante / Klaus Eggensperger - Integrante / Salazar, Nashyelli - Integrante / Greici Caroline Opolenski - Integrante.
2015 - Atual
On horses, humans and the hard conditions of existence in post-modern times - global equine industry and immigrant labor?
Descrição: Twenty years of research on equestrian cultures and practices, initiating with work on women athletes and gender relations in sport, moving on to intersectional and ?transversal? ethnographic work on the Brazilian turf (horse-racing) and on the popular equestrian cultures linked to southern Brazilian rural and semi-rural communities, has led me to expand my research in global directions. My most recent published work focuses on stable workers in two very different social contexts: on the one hand, the elite Sociedade Hípica Paranaense and, on the other, the popular barn or ?cabanha? or training center within the context of southern Brazilian ?campeiro? culture. In this phase, rural-urban migration and socio-cultural exchange come into focus, and with them, questions regarding the ?real life encounter? between popular equestrian knowledge and scientific legitimated (expert) knowledge on horses and horsemanship. Issues of class and gender are raised, as I discovered that university training is the only way in which women can gain respect and legitimate ?equestrian capital?, whereas men had legitimate (and lucrative) alternative routes to success in the field. Work begun during a post-doctoral stay at the EHESS (Paris, hosted by Dr. Monica Raissa Schpun) extends this gaze, looking at stable work (manual and semi-professional) abroad, where Brazilian workers become part of a broader immigrant labor force employed within the European equine sector. I examine work and migration histories of stable workers (grooms, exercise riders, trainers, jockeys) at French hippodromes and riding clubs, conducting field research in and around Paris as well as at the major world racing center in Haymarket, England, where many Brazilians are currently employed. I engage in dialogue with contemporary theoretical and empirical research on labor migration, on gender and immigration and on globalization and culture, as well as with specific issues that emerge from the growing interdisciplinary field of equestrian studies..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Meryl Adelman - Coordenador.
2014 - Atual
Sobre mulheres, homens e 'tradições' re-significadas: relações e representações de gênero em culturas equestres populares latino-americanas
Descrição: Após quase vinte anos de pesquisa inovadora sobre relações de gênero em esportes equestres que participa de esforços pioneiros na área, passo de novo por um momento de ?alargamento de horizontes?. De esta maneira, parto de pesquisa etnográfica recente em rodeios associados aos Centros de Tradições Gaúchas e espaço associados da cultura ?campeira? do sul do Brasil (focando particularmente o estado do Paraná) para considerar o terreno mais amplo de culturas equestres populares que podem ser estendidas, em perspectiva comparada, a outras realidades latino-americanas: as de Argentina, Uruguai, México e Chile, principalmente. Abrangendo não só as dimensões de gênero das atividades equestres ? esporte e lazer para alguns, mas trabalho para outros ? minha abordagem interseccional (classe/raça/gênero/sexualidade/geração) incorpora o estudo de um amplo leque de questões da sociologia contemporânea, entre estas: as instáveis relações, simbólicas e materiais, entre o rural e o urbano; mudanças geracionais na construção do masculino e do feminino, construções do corpo e as hibridizações de cultura popular e cultura de massas hoje. Propomos aqui a continuação de um estudo etnográfico do mundo dos rodeios associados aos Centros de Tradições Gauchas (CTGs) e da cultura ?campeira? do sul do Brasil, e mais especificamente, dos seus desdobramentos no estado do Paraná. Destacamos o caráter inovador da pesquisa, no sentido de iluminar processos de mudança numa população que vem recebendo pouca atenção pelos que procuram entender o alcance novas construções do masculino e do feminino. Procuramos avançar quanto na geração de conhecimentos sobre uma ?realidade empírica? quanto relativo aos campos teóricos, contribuindo para discussões sobre a metamorfose da relação rural-urbano, e sobre corpo e esporte, trabalho e lazer ? tudo a partir de uma perspectiva ?interseccional? (cruzando gênero, classe, sexualidade e geração, entre outros) e uma lente feminista. Nosso estudo fornecerá também um fértil terreno para pensar novas políticas públicas com um olhar de gênero, sugerindo particularmente a necessidade de desenvolver políticas de gênero nos campos do esporte e do lazer - importantes porque permitem repensar as próprias categorias que historicamente delimitam o campo do feminino - e da cultura. Estaremos focando práticas de gênero, cultura, lazer e esporte fora dos contextos ?urbanos? que têm sido privilegiados e, ao mesmo tempo, mostrando como novas formas de pensar embaralham nossas noções convencionais sobre o que constitui ?o rural?..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Meryl Adelman - Coordenador / Tiemi Kayamori Lobato da Costa - Integrante / Greici Caroline Opolenski - Integrante.
2012 - 2015
?Sobre 'prendas', 'peões' e 'tradições' re-significadas: relações e representações de gênero num mundo em tmudança.?
Descrição: Propomos aqui a continuação de um estudo etnográfico do mundo dos rodeios associados aos Centros de Tradições Gauchas (CTGs) e da cultura ?campeira? do sul do Brasil, e mais especificamente, dos seus desdobramentos no estado do Paraná. Destacamos o caráter inovador da pesquisa, no sentido de iluminar processos de mudança numa população que vem recebendo pouca atenção pelos que procuram entender o alcance de novas construções do masculino e do feminino. Procuramos avançar tanto na geração de conhecimentos sobre uma ?realidade empírica? quanto relativo aos campos teóricos, contribuindo para discussões sobre a metamorfose da relação rural-urbano, e sobre corpo e esporte, trabalho e lazer ? tudo a partir de uma perspectiva ?interseccional? (cruzando gênero, classe, sexualidade e geração, entre outros) e uma lente feminista. Nosso estudo fornecerá também um fértil terreno para pensar novas políticas públicas com um olhar de gênero, sugerindo particularmente a necessidade de desenvolver políticas de gênero nos campos do esporte e do lazer - importantes porque permitem repensar as próprias categorias que historicamente delimitam o campo do feminino - e da cultura. Estaremos focando práticas de gênero, cultura, lazer e esporte fora dos contextos ?urbanos? que têm sido privilegiados e, ao mesmo tempo, mostrando como novas formas de pensar complicam nossas noções convencionais sobre o que constitui ?o rural?..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Meryl Adelman - Coordenador / Andressa Fontana - Integrante / Mara Samia Coimbra e Silva Ferreira - Integrante / Cleusa Gomes - Integrante / Gabriela Liedtke Becker - Integrante / Leandro Lechacoski - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2009 - 2017
Viajantes e migrantes: subjetividades femininas num mundo pós-colonial
Descrição: . Gênero e identidades no contexto das sociedades contemporâneas ?globalizadas?, focalizando experiências de mulheres brasileiras radicadas na Espanha. Retomamos os argumentos e avanços teóricos da teoria feminista pos-colonial (Spivak, Costa, Mernissi, etc.), da literatura sociológica sobre as mulheres nos circuitos migratórios internacionais (Hochschild & Ehrenreich, Piscitelli, Sassen, etc.) assim como as contribuições de várias pesquisadoras da área de gênero e migração brasileira que discutem a relação entre os discursos que circulam globalmente sobre ?as brasileiras? - estranha mescla de tropos ocidentais convencionais sobre as mulheres e formas históricas de representação das mulheres desenvolvidas dentro da própria cultura brasileira ? e a realidade das mulheres que emigram (Piscitelli, Assis, Pontes, etc.) . Damos prioridade à voz das mulheres que atualmente participam deste movimento migratório - ou de ?circulação de pessoas? - partindo de uma indagação sobre as circunstâncias que as induzem a sair do Brasil e sobre o que buscam ?lá fora?, recuperando suas experiências e tentando compreender as estratégias que desenvolvem para lidar com os ganhos e perdas de uma nova situação. Entendemos que se trata de uma população diversa e que desafia os estereótipos que se vem construindo nos últimos tempos sobre ?a brasileira? no imaginário global ?hegemônico?. Por tanto, nos propusemos uma amostra diversa, que abrange tanto mulheres com curso superior e profissão consolidada quanto trabalhadoras do sexo e mulheres que trabalham no serviço doméstico. Assim, incluímos mulheres de origem social, geração, escolaridade, situação laboral e migratória diferentes- mulheres que mobilizam diferentes tipos de capital (cultural, corporal, escolar, marital, etc.) , todas que se consideram ou já se consideraram "residentes" da Espanha ( de preferência, já com um mínimo de três anos de tempo nesse país). Buscamos entender o projeto e trajetória migratórios que nos.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Meryl Adelman - Coordenador / Souza, Milena Costa de - Integrante / Felipe, Jane - Integrante / Guizzo, Bianca Salazar - Integrante.
Número de produções C, T & A: 2
2006 - 2015
Poder, cultura e esporte: construindo e re-negociando corporalidades/subjetividades
Descrição: Resumo: Pesquisa que tem como objeto específico as diversas práticas do mundo equestre no Brasil, esta proposta insere-se em várias áreas substantivas da sociologia contemporânea (assim como no campo transdisciplinar dos Estudos Culturais), visando contribuir para estudos sobre cultura, lazer e esporte na atualidade e sobre os dinâmicos processos vinculados às relações de gênero na sociedade brasileira atual. De estudos iniciais da interação de mulheres e homens e da construção de noções de feminilidade e masculinidade no mundo do hipismo clássico e posteriormente, sobre o mundo do turfe brasileiro, passamos a focar atualmente o mundo do rodeio do sul do Brasil. Questões teóricas que informam a atual fase da pesquisa são, entre outros: sentidos de ?tradição? e ?transgressão?, construções de gênero e corpo em mundos ?rurbanos? e "corporalidades/subjetividades em um mundo em transformação: para além dos binarismos e da heteronormatividade?".
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Meryl Adelman - Coordenador / Andressa Fontana - Integrante / Eduardo Silveira Bischof - Integrante / Mara Samia Coimbra e Silva Ferreira - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 23 / Número de orientações: 1
2005 - 2011
Cinema e Violência.
Descrição: No sentido mais geral, nossa pesquisa pretende contribuir para uma compreensão maior dos processos sociais de produção da violência, através de um estudo de sua representação no cinema, estudo que por sua vez pretende ajudar a esclarecer a relação ? fonte de grande preocupação social ? entre a representação da violência na mídia e sua produção social. Desta forma, estaremos também nos engajando nos debates contemporâneos mais amplos sobre violência. Estes enfocam tanto os processos de exclusão social e arranjos de poder que estão implicados na produção da violência, quanto a dimensão da subjetividade individual, na qual as relações e ?discursos? sociais passam pelo filtro de experiências biográficas singulares de cada pessoa. Em termos mais específicos, isto significa: 1) pesquisar a evolução e as formas de representação de violência na produção cinematográfica, enfocando contextos históricos, nacionais, estéticos, etc.; 2) estudar como se produzem experiências específicas de spectatorship em relação à violência, ou seja, a experiência da violência como espectáculo; quais os prazeres e desprazeres que essa experiência produz da perspectiva de quem assiste, quais as identificações e desidentificações que se produzem em relação aos atos violentos; 3) contribuir para gerar conhecimento (sobre violência, cinema e subjetividade) que possa estimular o debate interdisciplinar sobre violência que já se realiza na UFPR ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Meryl Adelman - Coordenador / Lennita Ruggi - Integrante / Trovão, Ana Carolina R. - Integrante / Correia, Amélia Siegel - Integrante / Cabral, Pamela - Integrante / Gomide, Frederico - Integrante / Almeida, Carlos Alberto - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1
2000 - 2017
A voz, o olhar e a escuta: perspectivas de mulheres e perspectivas feministas na literatura, na arte e na teoria social contemporânea.
Descrição: A primeira fase deste projeto constituiu-se pela produção da minha tese de doutoramento.. Posteriores desdobramentos incluiram a produção de um texto sobre visões da pós-modernidade em autores da sociologia contemporânea, a produção de outro texto sobre "modernidade e pós-modernidade em vozes femininas" e de um terceiro texto sobre feminismo e pós-colonialidade, a partir de contribuições advindas da teoria social e literatura. Numa fase posterior, ainda realizei pesquisa específica sobre o lugar que a teoria feminista e os estudos de gênero ocupam nos campos da Sociologia da Cultura e dos Estudos Culturais, a partir principalmente de fontes bibliográficas, com produção de artigo no prelo. Atualmente a pesquisa se envereda mais para o campo de vozes femininas na literatura e na arte, incluindo a obra de mulheres de várias partes do mundo. A partir de 2011, concentro-me no estudo da literatura produzida por mulheres que faziam parte do círculo Beat, e que depois seguiram (e até hoje seguem) um curso próprio como escritoras de literatura, poesia e "memória": Diane di Prima, Joyce Johnson e Hettie Jones. Procuro compreender como através da literatura elas constroem uma narrativa sobre ser mulher e sujeito. Por outro lado, através da discussão e tradução de sua obra, procuro torná-las mais conhecidas aqui no Brasil - país onde alguns escritores Beat (como Kerouac, Burroughs e Ginsberg) foram bem recebidos e até venerados por muitos, mas onde as mulheres da Geração continuam, em grande parte, desconhecidas e invisibilizadas. Realizo esta pesquisa em parceria com a historiadora Renata Senna Garrafoni. Outras integrantes da equipe de pesquisa maior (que inclui orientandas minhas de doutorado e pós-doutorado) focam o campo atual da fotografia no Brasil, e a inserção e produção das fotógrafas dentro dele (Corrêa, Liviski), o campo do cinema (Ribeiro) e a inserção das mulheres dentro das instituições da arte contemporânea atual a nível internacional (Costa) ou a produção literária de escritoras negras da África do Sul (Pupo)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (4) .
Integrantes: Meryl Adelman - Coordenador / Carolina Ribeiro Pátaro - Integrante / Amelia Siegel Corrêa - Integrante / Izabel Liviski - Integrante / Milena Costa de Souza - Integrante / Joana Darc Pupo - Integrante / Renata Senna Garrafoni - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1


Membro de corpo editorial


2011 - Atual
Periódico: Contemporânea
2009 - Atual
Periódico: Estudos de Sociologia (São Paulo)
2000 - Atual
Periódico: Revista de EStudos Feministas


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Fundamentos da Sociologia/Especialidade: Teoria Sociológica.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia das relações de gênero.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia da cultura.
4.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Estudos Literários.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Italiano
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Catalão
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.


Prêmios e títulos


1996
Mulher pioneira da educação no Paraná, Governo do Estado do Paraná.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
Adelman, M.2016Adelman, M.; GARRAFONI, R.S. . Fora e dentro do círculo: escritoras do mo(vi)mento Beat. Revista Mulheres e Literatura, v. 15, p. 1-5, 2016.

2.
ADELMAN, M.2016ADELMAN, M.; RUGGI, L. . The Sociology of the Body. Current Sociology (Print), v. 64 (6), p. 907-930, 2016.

3.
Adelman, Miriam2015Adelman, Miriam; FRANCO, CÉSAR BUENO ; PIRES, ANDRESSA FONTANA . Intersected ruralities: 'Campeiro' youth and narratives of self and other in social media. Cadernos Pagu, v. 1, p. 141-170, 2015.

4.
ADELMAN, M.2015ADELMAN, M.. Riding for our lives: women, leisure and equestrian practice in Brazil today. MONDES DU TOURISME, v. 1, p. 51-63, 2015.

5.
Adelman, M.2015Adelman, M.; RUGGI, L. . The sociology of the body. Current Sociology (Print), v. 1, p. 1-24, 2015.

6.
Adelman, Miriam2013Adelman, Miriam; RIAL, CARMEN . Uma trajetória pessoal e acadêmica: entrevista com Raewyn Connell. Revista Estudos Feministas (UFSC. Impresso), v. 21, p. 211-231, 2013.

7.
Adelman, M.2013Adelman, M.. Body Parts on Planet Slum: Women and Telenovelas in Brazil. Contemporary Sociology: A Journal of Reviews, v. 42, p. 547-549, 2013.

8.
ADELMAN, M.2012ADELMAN, M.; Azevedo, M.C.de . Families, Gender Relations and Social Policy in Brazil: Practices, Discourse. Policy. Journal of Child and Family Studies, v. 21, p. 65-74, 2012.

9.
Adelman, M.2012Adelman, M.; RUGGI, Lennita . Contemporary Sociology and the Body. Sociopedia, v. 1, p. 1-13, 2012.

10.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2011ADELMAN, M.. Bodies in Crisis: Culture, Violence, and Women's Resistance in Neoliberal Argentina. Contemporary Sociology (Washington), v. 40, p. 228-229, 2011.

11.
ADELMAN, M.2011ADELMAN, M.. Por amor ou por dinheiro? Emoções, discursos, mercados. Contemporânea - Revista de Sociologia da UFSCar, v. 2, p. 117-138, 2011.

12.
ADELMAN, M.2011ADELMAN, M.. As mulheres nos esportes equestres: forjando corporalidades e subjetividades 'diferentes'. Revista Estudos Feministas (UFSC. Impresso), v. 19, p. 931-953, 2011.

13.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2010ADELMAN, M.. REview of "Informalization: Manners and Emotions since 1890" by Cas Wouters. International Sociology, v. 25, p. 233-236, 2010.

14.
Szwako, J.2010Szwako, J. ; ADELMAN, M. . Apresentação: Dossier Teoria Política Feminista. Revista de Sociologia e Política (UFPR. Impresso), v. 18, p. 9-13, 2010.

15.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2009ADELMAN, M.. Visões da pós-modernidade: discursos e perspectivas teóricas. Sociologias (UFRGS), v. 21, p. 184-217, 2009.

16.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2008 ADELMAN, M.; RUGGI, Lennita . The Beautiful and the Abject: Gender, Identity and Constructions of the Body in Contemporary Brazil. Current Sociology (Print), v. 56, p. 555-586, 2008.

17.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2008ADELMAN, M.; Moraes, F.A. . Tomando as rédeas: um estudo etnográfico da participação feminina e das relações de gênero no turfe brasileiro. Esporte e Sociedade, v. 3, p. 1-29, 2008.

18.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2008ADELMAN, M.. Review of "Fashion Theory: a reader". International Sociology, v. 23, p. 735-739, 2008.

19.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2007ADELMAN, M.; RUGGI, Lennita . Corpo, identidade e a política da beleza.. Gênero, v. 7, p. 39-63, 2007.

20.
CARVALHO, M. G.2007CARVALHO, M. G. ; ADELMAN, M. ; Rocha, C. . Apresentação (Artigos temáticos: Gênero e Mídia).. Revista Estudos Feministas, v. v.15, p. 123-130, 2007.

21.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2007ADELMAN, M.. Estudos Culturais e Estudos de Gênero: estendendo os olhares. Cadernos da Escola de Comunicação da Unibrasil, v. 4, p. 1-19, 2007.

22.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2006ADELMAN, M.. Mulheres no Esporte: Corporalidades e Subjetividades. Movimento (Porto Alegre), v. 12, p. 11-29, 2006.

23.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2004ADELMAN, M.. Para além dos discursos: o poder da afetividade. Cadernos Pagu (UNICAMP), Campinas, v. 23, p. 389-397, 2004.

24.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2004ADELMAN, M.. Sexo, gênero, sujeito: uma entrevista com Alain Touraine. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, v. 23, p. 169-174, 2004.

25.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2003ADELMAN, M.. Das margens ao centro? Refletindo sobre a teoria feminista e a sociologia acadêmica.. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. Vol 11, n.1, p. 284--297, 2003.

26.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2003ADELMAN, M.. Mulheres atletas: re-significações da corporalidade feminina?. Revista Estudos Feministas, v. 11, n.2, p. 445-466, 2003.

27.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2003ADELMAN, M.. The Voice and the Listener: Feminist Theory and the Sociological Canon. Asian Journal of Social Science, Holanda, v. 31, n.3, p. 549-574, 2003.

28.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2003ADELMAN, M.; AJAIME, Emmanoelle ; LOPES, Sabrina Bandeira ; SAVRASOFF, Tatiana . Travestis e transexuais e os outros: identidade e experiências de vida. Gênero, Niterói RJ, v. 04, n.01, p. 65-100, 2003.

29.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2002ADELMAN, M.; GROSSI, M. . Entre a psicanalise e a teoria política: um diálogo com Jane Flax. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 10, n.1, p. 371-388, 2002.

30.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam2000ADELMAN, M.. Paradoxos da identidade: a política de orientação sexual no século XX. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, v. 14, p. 163-171, 2000.

31.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam1999ADELMAN, M.. O gênero na construção da subjetividade. Revista de Ciências Humanas (Florianópolis), Curitiba, v. 7-8, p. 9-22, 1999.

32.
ADELMAN, M.;Adelman, M.;Adelman, Miriam1997ADELMAN, M.. Common bonds? On the intersection of class, race and gender in the lives of US women. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, v. 8, p. 145-156, 1997.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
Adelman, M.; Thompson, K. (Org.) . Equestrian Cultures in Global and Local Arenas. 1. ed. Heidelberg: Springer, 2017. v. 1. 255p .

2.
ADELMAN, M.; Knijnik, J.D. (Org.) . Gender and Equestrian Sport: Riding around the World. 1. ed. Heidelberg: Springer, 2013. v. 1. 262p .

3.
ADELMAN, M.; Correia, Amélia S. (Org.) ; RUGGI, Lennita (Org.) ; Trovão, Ana C.R. (Org.) . Mulheres, homens, olhares e cenas.. 1. ed. Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 2011. v. 1. 260p .

4.
ADELMAN, M.. A voz e a escuta: encontros e desencontros entre a teoria feminista e a sociologia contemporânea. 1. ed. São Paulo: Editora Blucher Acadêmico, 2009. v. 01. 241p .

5.
ADELMAN, M.; SILVESTRIM, C. B. . Gênero plural: um debate interdisciplinar. Curitiba: Editora UFPR, 2002.

Capítulos de livros publicados
1.
Adelman, M.. Travelers and Migrants: Women from Brazil in a Post-Colonial World. In: Misheva,V; Blasko,A.. (Org.). Jane Addams' Sociology and the Spirit of Social Entrepreneurship. 1ed.Uppsala: Uppsala University Library, 2018, v. 1, p. 171-188.

2.
Adelman, M.; Thompson, K. . Introduction to Equestrian Cultures in Global and Local Contexts. In: Adelman, M.; Thompson, K.. (Org.). Equestrian Cultures in Global and Local Cultures. 1ed.Berlin: Springer, 2017, v. 1, p. 1-14.

3.
ADELMAN, M.; COSTA, T. K. L. . From hípica to cabanha: Brazilian stable hands in different cultures and contexts. In: Adelman, M.; Thompson, K.. (Org.). Equestrian Cultures in Global and Local Contexts. 1ed.Berlin: Springer, 2017, v. 1, p. 195-218.

4.
Thompson, K. ; ADELMAN, M. . Afterword: Formalizing Equestrian Social Science. In: Adelman, M. ; Thompson, K.. (Org.). Equestrian Cultures in Global and Local Contexts. 1ed.Berlin: Springer, 2017, v. 1, p. 267-278.

5.
Adelman, M.. Animal de trabalho, animal de lazer: o que os esportes e culturas equestres podem nos dizer sobre nós?. In: Spaggiari, E.; Machado, G.M.C.; Giglio, S.S.,. (Org.). Entre jogos e copas: reflexões de uma década esportiva. 1ed.São Paulo: Intermeios, 2016, v. 1, p. 213-238.

6.
Adelman, M.. As 'prendas' também vestem bombacha! Mulheres, homens e novas configurações de gênero no mundo do rodeio paranaense. In: Stancki, Nancy; Casagrande, Lindamir Salete. (Org.). Entrelaçando gênero e diversidade: matizes da divisão sexual do trabalho. 1ed.Curitiba: UTFPR, 2016, v. 1, p. 261-298.

7.
Adelman, M.; LECHACOSKI, L. . Qui est prenda, qui est peao ? Renégocier des corporéités et des subjectivités dans le rodéo du Sud du Brésil,. In: Ayral, S., Raibaud, Y.. (Org.). Pour en finir avec la fabrique des garçons Volume II Loisir, Sport, Culture. 1ed.Bordeaux: MSHA, 2014, v. II, p. 147-158.

8.
ADELMAN, M.; Knijnik, J.D. . Introduction: Women, men and horses: looking at the equestrian world through a ?gender lens?. In: Adelman, M e Knijnik, J.. (Org.). Gender and Equestrian Sport: Riding around the World. 1ed.Heidelberg: Springer, 2013, v. 1, p. 6-22.

9.
Adelman, M.; Becker, G.L. . Tradition and transgression: women who ride the rodeo in Southern Brazil. In: Adelman, M e Knijnik, J.. (Org.). Gender and Equestrian Sport: Riding around the World. 1ed.Heidelberg: Springer, 2013, v. 1, p. 104-130.

10.
Thompson, K. ; ADELMAN, M. . Epilogue: A research agenda for putting gender through its paces. In: Adelman, M.; Knijnik, J.D.. (Org.). Gender in equestrian sport: riding around the world.. 1ed.Heidelberg: Springer, 2013, v. 1, p. 273-294.

11.
ADELMAN, M.. Viajantes e migrantes: pessoas e teorias em um mundo pós-colonial. In: Miskolci, Richard; Pelúcio, Larissa. (Org.). Discursos fora da ordem: sexualidades, saberes e direitos. São Paulo: AnnaBlume, 2012, v. 1, p. 29-58.

12.
Adelman, M.; Correia, Amélia S. ; RUGGI, Lennita ; Trovão, Ana C.R. . Introdução. In: Adelman, M.;Correa, A.S.;Ruggi, L.;Trovão,A.C.. (Org.). Mulheres, homens, olhares e cenas.. Curitiba: Editora UFPR, 2011, v. , p. 7-22.

13.
Adelman, M.; RUGGI, Lennita . Gênero, família e as marcas da violencia em Marcas do Silêncio. In: Adelman, M.; Correa, A.S.; Ruggi, L.;Trovão, A.C.. (Org.). Mulheres, homens, olhares e cenas. Curitiba: Editora UFPR, 2011, v. , p. 209-223.

14.
ADELMAN, M.. Women who ride: constructing identities and corporealities in equestrian sports in Brazil.. In: Grenier-Torres, Chrystelle. (Org.). IDENTITÉ GENRÉE AU C?UR DES TRANSFORMATIONS (L') Du corps sexué au corps genré. 1ed.Paris: L'Harmattan, 2010, v. 0, p. 105-126.

15.
ADELMAN, M.; GROSSI, M. ; Guivant, J. . A teoria feminista e as perspectivas de gênero na teoria social contemporânea: contribuições e debates. In: Grossi, M.P. ; Lago, M.C.S.;Nuernberg, A.. (Org.). Estudos in(ter)disciplinados: gênero, feminismo, sexualidade. 1ed.Florianópolis: Editora Mulheres, 2010, v. 01, p. 21-40.

16.
ADELMAN, M.; Moraes, F.A. . Breaking Their Way In: Women Jockeys at the Racetrack in Brazil. In: Segal, Marcia T.; Vasilikie Demos. (Org.). Advancing Gender Research from the Nineteenth to Twentieth Centuries. UK: Emerald, 2008, v. 12, p. 99-123.

17.
ADELMAN, M.; RUGGI, Lennita . Corpo, identidade e a política da beleza: algumas reflexões teóricas. In: Silva, Cristiani B. da; Assis, Glaucia de O.; Kamita, Rosana. (Org.). Gênero em movimento: novos olhares, muitos lugares. 1ed.Florianópolis: Editora Mulheres, 2007, v. 1, p. 277-292.

18.
ADELMAN, M.. Feminismo e pós-colonialidade: algumas reflexões a partir da teoria social e a literatura. In: Wolff, Cristina S.; Fáveri, Marlene de; Ramos, Tânia Regina O. (Org.). Leituras em rede: gênero e pre-conceito. 1ed.Editora Mulheres: Florianópolis, 2007, v. 1, p. 391-414.

19.
ADELMAN, M.. Modernidade e Pó-modernidade em Vozes Femeninas. In: Codato, Adriano.. (Org.). Para viver no século XX: os problemas da contemporaneidade.. 1ed.Curitiba: SESC Paraná, 2007, v. 1, p. 23-46.

20.
ADELMAN, M.. Vozes, olhares e o gênero do cinema. In: Funck, Susana; Widholzer, Nara. (Org.). Gênero em discursos da mídia. 0ed.Florianópolis: Editora Mulheres/Edunisc, 2005, v. 0, p. 223-244.

21.
ADELMAN, M.. O desafio das amazonas: a construção da identidade de mulheres como atletas e amazonas do hipismo clássico (salto) brasileiro. In: Antônio Carlos Simões; Jorge Dorfman Knijnik. (Org.). O Mundo Psicossocial da Mulher no Esporte: Comportamento, Gênero, Desempenho. 01ed.São Paulo: Aleph, 2004, v. 01, p. 277-304.

22.
ADELMAN, M.. Um lugar no sol? A teoria feminista e seu lugar no campo das ciências sociais. In: Lago, M.;Grossi, M.; Rocha, C.;Garcia, O.; Sena, T.. (Org.). Interdisciplinariedade em diálogos de gênero. 1ed.Florianópolis: Editora Mulheres, 2004, v. 1, p. 165-175.

23.
ADELMAN, M.. Gênero na construção da subjetividade. In: ; Miriam Adelman; Celsi B. Silvestrim. (Org.). Gênero Plural: Um Debate Interdisciplinar. Curitiba: Editora da UFPR, 2002, v. , p. 49-61.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
Adelman, M.. Cinco Poemas. Revista Parenteses, Curitiba, p. 14 - 18, 09 nov. 2015.

2.
ADELMAN, M.. Metáforas de vida e de escrita. Cult, Sâo Paulo, p. 33 - 36, 01 jul. 2015.

3.
ADELMAN, M.. Quem tem medo da 'ideologia de gênero'?. Gazeta do Povo, Curitiba, p. 2 - 2, 29 jun. 2015.

4.
Adelman, M.. Maternidade, liberdade e conexão: quando as mulheres escrevem Beat.. Revista Contemporartes, São Paulo, p. 1 - 1, 05 set. 2014.

5.
Adelman, M.. Altas apostas/High Stakes. Revista Mallarmagens, Curitiba, p. 1 - 1, 30 ago. 2014.

6.
Adelman, M.. Herdeiras da Sylvia II: a Barbie na crítica e sátira de Denise Duhamel. Revista Contemporartes, São Paulo, p. 1 - 1, 22 ago. 2014.

7.
Adelman, M.. Dois poemas meus. Sibila Poesia e Crítica Literária, São Paulo, p. 1 - 1, 30 jul. 2014.

8.
Adelman, M.. A América de Sylvia Plath e Diane Arbus. Revista Contemporartes, http://revistacontemporartes.b, p. 01 - 01, 25 jul. 2014.

9.
Adelman, M.. ELISE COWEN, A BEAT QUE QUIS PARTIR CEDO. Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 1 - 1, 11 jul. 2014.

10.
Adelman, M.. Estradas da vida: muitas maneiras de ser mulher. Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 1 - 1, 27 jun. 2014.

11.
Adelman, M.. A POESIA BEAT DE LENORE KANDEL. Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 1 - 1, 13 jun. 2014.

12.
Adelman, M.. Estradas que conduzem para dentro, para fora: a escritora Beat Hettie Jones.. Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 01 - 01, 30 maio 2014.

13.
Adelman, M.. Nos bastidores? Joyce Johnson, escritora do círculo Beat (Corajosas da estrada III). Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 1 - 1, 16 maio 2014.

14.
Adelman, M.. Brenda Frazer (Bonnie Bremser) e suas memórias mexicanas: Corajosas da estrada II. Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 1 - 1, 02 maio 2014.

15.
Adelman, M.. CORAJOSAS DA ESTRADA (I): Diane di Prima.. Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 01 - 01, 18 abr. 2014.

16.
Adelman, M.. Diane Wakoski, poeta (EUA). Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 1 - 1, 03 abr. 2014.

17.
Adelman, M.. Mulheres que escrevem, mulheres que criam, mulheres que reconstroem os horizontes do discurso.. Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 1 - 1, 21 mar. 2014.

18.
Adelman, Miriam. Denise Duhamel por Miriam Adelman. Mallarmagens Revista de poesia e arte contemporânea., Curitiba, p. 1 - 1, 10 fev. 2014.

19.
Adelman, Miriam. Sujeitos, minorias e multidões: que(m) somos nos?. Contemporartes Revista Mensal de Difusão Cultural, Santo André SP, p. 1 - 1, 21 dez. 2013.

20.
Adelman, M. ; Adelman, M. . Sobre mulheres, movimentos, mudanças. Gazeta do Povo, Curitiba, p. 16 - 16, 03 mar. 2013.

21.
ADELMAN, M.. As mulheres, o feminismo e as relações de gênero: para pensar um novo século. opiniãoeinformação on line, Curitiba, , v. 01, p. 01 - 01, 01 maio 2005.

22.
ADELMAN, M.. As Mulheres, o feminismo e as relações de gênero no século XX. Folha do Paraná, Curitiba Paraná, p. 2 - 2, 08 maio 2001.

23.
ADELMAN, M.. As Mulheres nos Esportes Equestres: uma prática histórica e uma luta pela igualdade. Revista Horse Business, São Paulo, 01 ago. 1998.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ADELMAN, M.; LECHACOSKI, L. . Quien puede ser 'gaucho'? Pedagogias de género y re-negociaciones de identidades en el mundo de rodeo del sur de Brasil. In: VII Congreso Nacional de la AMEGH, 2013, Puerto Vallarta, México.. Resignificar las prácticas masculinas tradicionales para su transformación. México D.F.: AMEGH, 2013. v. 1. p. 1-17.

2.
ADELMAN, M.. Fronteiras de mudança: mulheres, homens e o mundo do rodeio no Brasil hoje. In: 36 Encontro Anual da ANPOCS, 2012, Aguas de Lindoia. 36 Encontro Anual da ANPOCS Programa e resumos. São Paulo: ANPOCS, 2012. v. 01. p. 306-306.

3.
ADELMAN, M.. Formas (diferentes) de ser mulher: subjetividades corporificadas de participantes femininas dos. In: 35o Encontro Anual da ANPOCS, 2011, Caxambu. Site do 35 Encontro da ANPOCS -Trabalhos Apresentados em GTS. São Paulo: ANPOCS, 2011. v. 01. p. 01-25.

4.
ADELMAN, M.. Gênero, corpo e cultura: pensando a partir de estudos comparados de práticas esportivas. In: XIV Seminario Académico APEC, 2009, Barcelona. XIV Seminario Academico APEC Compartiendo el conocimiento, 2009. v. 1. p. 423-430.

5.
ADELMAN, M.; Souza, M.C.de ; Felipe, J. . ?O PESSOAL É GLOBAL?: identidades pós-modernas e a feminilização dos circuitos migratórios transnacionais. In: I Seminário Nacional de Sociologia e Política UFPR 2009, 2009, Curitiba. Sociologia e Política. Curitiba: UFPR, 2009. v. 01. p. 1-17.

6.
ADELMAN, M.; Moraes, F.A. . Breaking their way in: women jockeys at the racetrack in Brazil. In: Congreso Internacional e interdisciplinar Mundo de Mujeres Women´s Worlds 2008, 2008, Madri. Congreso Internacional e interdisciplinar Mundo de Mujeres Women´s Worlds 2008. Madri: Universidade Complutense, 2008. v. 1. p. 1-8.

7.
ADELMAN, M.; Moraes, F.A. . Las mujeres entrando en las pistas: las jockeys del turfe brasileno. In: IPrimeiro Encontro do ALESDE, 2008, Curitiba. Esporte na America Latina: Atualidade e perspectivas. Curitiba: Editora Positivo, 2008. v. 1. p. 1-9.

8.
ADELMAN, M.. Gênero e espaço: pesquisando masculinidades e feminilidades no Jockey Club do Paraná. In: ANPOCS, 2007, Caxambu. Papers apresentados no 31 Encontro Anual da ANPOCS. Caxambu: ANPOCS, 2007. v. 0. p. 1-22.

9.
ADELMAN, M.; RUGGI, Lennita . Gender, bodies and the politics of beauty. In: Brazilian Studies Association Eighth Conference, 2007, Nashville. Proceedings of the Brazilian Studies Association Eighth Conference. Nashville: Brazilian Studies Association, 2006. v. 1. p. 1-25.

10.
ADELMAN, M.. On voices and canons: experiences from the Brazilian academe. In: XVI World Congress of Sociology, 2006, Durban. XVI ISA World Congress of Sociology. Bethesda, MD: CSA Journal Division, 2006. v. 01. p. 03-03.

11.
ADELMAN, M.; RUGGI, Lennita . A Política das Práticas Corporais - algumas reflexões teóricas. In: Seminário Internacional Fazendo Gênero 7 Grupo de Trabalho PRáticas Corporais e Esportivas, 2006, Florianópolis. Anais do Seminário Internacional Fazendo Gênero 7. Florianópolis: Editora Mulheres, 2006.

12.
ADELMAN, M.. Mulheres, Esportes, Empoderamento. In: III Forum Mulher & Esporte, 2004, São Paulo. III Forum Mulher e Esporte: Mitos e verdades - um novo pensar no terceiro milênio. São Paulo: USP-Escola de Educação Física e Esportes, 2004. v. 01. p. 31-37.

13.
ADELMAN, M.. Discursos sobre a Corporalidade Feminina: quem fala por nós?. In: III Forum Mulher & Esporte, 2004, São Paulo. III Fórum Mulher e esporte: mitos e verdades - um novo pensar no novo milênio. São Paulo: USP- Escola de Educação Física e Esporte, 2004. v. 01. p. 97-102.

14.
ADELMAN, M.. Feminismo, pós-colonialismo e novas narrativas sociológicas. In: XXVIII Encontro Anual da ANPOCS, 2004, Caxambu. 28 Encontro Anual da ANPOCS. São Paulo: ANPOCS, 2004. p. 01-45.

15.
ADELMAN, M.. Brazilian women athletes: re-signifying the female body?. In: International Congress on Sport Science, Sports Medicine and Physical Education, 2000, Brisbane. Book of Abstracts 2000 Pre-Olympic Congress. Brisbane: Sports Medicine Australia/ACHPER, 2000. v. 01. p. 263-263.

16.
ADELMAN, M.. No caminho da igualdade? Relações de poder no casamento -algumas considerações teóricas e empíricas. In: ANPOCS, 1998, Caxambú. Biblioteca Virtual Clacso libros ANPOCS, 1998. p. 1-24.

17.
ADELMAN, M.. Amazonas e cavaleiros: relações de gênero no hipismo brasileiro. In: III Encontro Nacional de História do Esporte, Lazer e Educação Física, 1995, Curitiba PR. Coletânea do III Encontro Nacional de HIstória do Esporte, Lazer e Educação Física, 1995. p. 416-420.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
ADELMAN, M.. Les femmes, les loisirs et les activités équestres au Brésil. In: Cheval, Tourisme et Loisirs: transformations, permanences et ruptures, 2012, Saumur. Compte-rendu des interventions Equi meeting 2012. Le Pin au Haras: Institut Français du Cheval e de l'équitation, 2012. v. 1. p. 55-58.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
ADELMAN, M.; RUGGI, Lennita . Postcolonialisme et féminisme: les femmes et la condition des femmes dans les récits des écrivaines africaines". In: XVIII Congresso Brasileiro de Professores de Francês, 2011, Curitiba. In)former pour transformer. Le Français pour tous: défis politiques et didactiques. Curitiba: APF -PR, 2011. v. 1. p. 137-137.

2.
ADELMAN, M.; Souza, M.C.de . Travelers and Immigrants: Women's Subjectivities and Experiences in a Post-colonial World. In: XVII ISA World Congress of Sociology, 2010, Gotenburgo. Conference Abstracts. San Diego: CSA Sociological Abstracts, 2010. v. 1. p. 3-3.

3.
ADELMAN, M.. Women athletes: corporalities, subjectivities, identities. In: III Congrès de l'AFS Violence et societé, 2009, Paris. III Congrès de L'AFS. Paris: Université Paris 7, 2009. v. 1. p. 95-95.

4.
BENTO, B. ; ADELMAN, M. ; MELLO, L. . Ementa do Grupo de Trabalho "Sexualidades, Corporalidades e Transgressões". In: XIII Congresso da Sociedade Brasileira de Sociologia, 2007, Recife. Programação Geral do XIII Congresso Brasileiro de Sociologia. Campinas/Recife: SBS/UFPE, 2007. v. 0. p. 89-89.

5.
ADELMAN, M.; RUGGI, Lennita ; SANT'ANNA, Maria Isabel Gomes . The abject and the beautiful: on the politics of sex, gender and image in contemporary Brazilian society and culture. In: XVI ISA World Congress of Sociology, 2006, Durban. XVI ISA World Congress of Sociology. Bethesda MD: CSA Journal Division, 2006. v. 01. p. 03-03.

6.
ADELMAN, M.; LOPES, Sabrina B . Prisioneir@s de gênero, sujeitos da transgressão. In: XII Congresso Brasileiro de Sociologia, 2005, Belo Horizonte. Sociologia e realidade: pesquisa social no século XXI, 2005. v. 01. p. 71.

7.
ADELMAN, M.. Pós-modernidade: discursos e perspectivas. In: XII Congresso Brasileiro de Sociologia, 2005, Belo Horizonte. Sociologia e realidade: pesquisa social no século XX, 2005. v. 01. p. 71-71.

8.
ADELMAN, M.. Para uma sociologia dos novos sujeitos. In: XXV Congresso da ALAS, 2005, Porto Alegre. Anais do XXV Congresso da ALAS. Porto Alegre: UFRGS/IFCH, 2005. v. 0. p. 232-232.

9.
ADELMAN, M.. The voice and the listener: feminist theory and the sociological canon. In: ISA XV World Congress of Sociology, 2002, Brisbane Australia. XV World Congress of Sociology Program, 2002.

10.
ADELMAN, M.; LOPES, Sabrina Bandeira . Mulheres Atletas e a Produção Discursiva da Feminilidade. In: Discurso, Identidade e Sociedade, 2001, Rio de Janeiro. Caderno de Resumos do Simpósio Nacional Discurso, Identidade e Sociedade. Rio de Janeiro: UFRJ/PUC-RJ, 2001. v. I. p. 126-126.

11.
ADELMAN, M.. A voz e a escuta: a Sociologia contemporânea interessa-se (realmente) pela perspectiva feminista?. In: X Congresso Brasileiro de Sociologia, 2001, Fortaleza. X Congresso Brasileiro de Sociologia: Sociedade e Cidadania: Novas Utopias, 2001. p. 64-64.

12.
ADELMAN, M.. Freud, Foucault e as feministas: críticas ao sujeito da razão. In: III Encontro REDEFEM: Enfoques feministas e tradições disciplinares nas ciências e na adademia, 2001, Niterói, RJ. REsUMOS III Encontro Enfoques feministas e tradições disciplinares nas ciências e na academia. Niterói, RJ: Universidade Federal Fluminense, 2001. p. 131-132.

13.
ADELMAN, M.. A voz e a escuta: a sociologia contemporânea interessa-se (realmente) pela contribuição feminista?. In: Primeiro Seminário Rizoma, 2000, Florianópolis. I Seminário Rizoma: Educação Intercultural e Movimentos Sociais: cidadania e reconhecimento identitário no sul do Brasil. Florianópolis: Plano Sul de Pesquisa e Pós-Graduação-CNPq, 2000. v. I. p. 9-10.

14.
ADELMAN, M.. Mulheres atletas: re-significações da corporalidade feminina?. In: ANPOCS, 1999, Caxambú. Programa e resumos do XXIII Encontro Nacional da ANPOCS, 1999. p. 45-45.

Apresentações de Trabalho
1.
Adelman, M.. The Brazilian Crioulo Horse: From Myth and Memory to Media and Market. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
CAMPHORA, A. L. ; Adelman, M. . A Historical Approach to Human - Horse Relationships in Brazil. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
Adelman, M.. Human-Animal Relations, Feminist Eco-Criticism and the Struggle to Recreate Subjects and Subjectivities. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
Adelman, M.. The Many Faces of Rodeo Sport: Intersectional, international and cross-cultural comparison. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
Adelman, Miriam. Riding for our lives: women, leisure and equestrian practice in Brazil today.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
Adelman, Miriam. Qui est 'prenda', qui est 'peão'? (Re)negocier des corporéités et des subjectivités dans le rodéo do sud du Brésil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
ADELMAN, M.; GARRAFONI, R.S. . Escritoras da Geração Beat. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
Adelman, M.. Por amor ou por dinheiro? Emoções, discursos, mercados.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
ADELMAN, M.. Gender Relations in the Equestrian World: Theory and Practice. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
ADELMAN, M.; Becker, G.L. . Acampamentos, rodeios, peões e prendas: homens que aprendem a dividir?. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
ADELMAN, M.. Women athletes: corporalities, subjectivities, identities. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
ADELMAN, M.; RUGGI, Lennita . Performances e (in)visibilidades: representações de jockeys brasileiras na mídia esportiva. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
PONTES, L. ; SANTOS, L. J. C. ; BRITES, R. M. ; SCHMIDLIN, H. P. ; BORGES, C. S. ; Adelman, M. . Sea of Clouds. Curitiba: Voar, 2017. (Tradução/Livro).

2.
Adelman, M.; GARRAFONI, R.S. ; LIMA, I. R. ; PUPO, J. D. ; SIQUEIRA, E. ; PRADO, P. . Mulheres da Geração Beat. Curitiba: Jornal RelevO, 2016 (tradução e comentário).

3.
CARON, D. ; PONTES, L. ; Adelman, Miriam . The Photographers' Circle/Roda dos Fotógrafos. Curitiba: Editora Mark, 2014. (Tradução/Livro).

4.
ADELMAN, M.; RUGGI, Lennita . Contemporary Sociology and the Body. Twin Oaks: Sage Publications, 2012 (Encyclopedia article).

5.
ADELMAN, M.; Neme, Cristina . Violence and safety: a look at France and Brazil. Curitiba: Revista de Sociologia e Política, 2007. (Tradução/Artigo).

6.
ADELMAN, M.. Political Transition and Democratic Consolidation: Studies on Contemporary Brazil. Nova Iorque: Nova Science Publishers, 2006. (Tradução/Livro).

7.
ADELMAN, M.; FONSECA, Francisco . Media and democracy: false convergences. Curitiba: Revista de Sociologia e Política, 2006. (Tradução/Artigo).

8.
ADELMAN, M.. Life as a Work of Art: Foucault, Wilde and the aesthetics of the self.. Amsterdã: Amsterdam School for Cultural Analysis, 2006. (Tradução/Artigo).

9.
ADELMAN, M.; Dos Santos, Daniel . Violence; unsafety; safety policies; prevention; repression; democracy; human rights. Curitiba: Revista de Sociologia e Política, 2006. (Tradução/Artigo).

10.
ADELMAN, M.. O Estudo Crítico das Masculinidades. Curitiba: Editora UFPR, 2002 (tradução).

11.
ADELMAN, M.. The State in Contemporary Political Theory: Lessons from Marx. Minneapolis: University of Minnesota Press, 2002. (Tradução/Artigo).

12.
ADELMAN, M.. Entrepreneurs, State and Interest Representation in Brazil.. New York: Nova Science, 2002. (Tradução/Livro).

13.
ADELMAN, M.. O reencantamento do político: interpretações da contracultura. Curitiba: Revista de Sociologia e Política, 2001 (resenha de livro).

14.
ADELMAN, M.. A feminista como o Outro. Florianópolis: Revista Estudos Feministas, 2000 (tradução).

15.
ADELMAN, M.. Ansiedades de gênero, paradoxos do feminismo. Florianópolis: Revista EStudos Feministas, 2000 (resenha de livro).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
ADELMAN, M.. 403873/2012-6 Chamada MCTI /CNPq. 2012.

2.
ADELMAN, M.. 238863/2012-3 Pós Doutorado no Ext.. 2012.

3.
ADELMAN, M.. 309429/2012-9 Produtividade em Pesquisa. 2012.

4.
ADELMAN, M.. 450238/2012-1 Apoio á Participação em Evento. 2012.

5.
ADELMAN, M.. Cadernos Pagu. 2007.

6.
ADELMAN, M.; CARVALHO, M. G. ; Rocha, Cristina T. . Artigos Temáticos: Gênero e Mídia. 2007.

7.
ADELMAN, M.. Revista Gênero. 2007.

8.
ADELMAN, M.. REvista Estudos Feministas. 2006.

9.
ADELMAN, M.. Revista Linhas. 2005.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
ADELMAN, M.; PRESTES, C. . Especial Mulher: Rodeio deixa de ser coisa de homem. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
ADELMAN, M.. Migration and policymaking as initiative appeals in the face of crisis: the Zimbabwean case. 2011. (parecer de artigo).

2.
ADELMAN, M.; LOPES, Sabrina Bandeira ; SAVRASOFF, Tatiana ; AJAIME, Emmanoelle . Perfil, Identidade e Experiências das Travestis e Transexuais de Curitiba. 2003. (Relatório de pesquisa).


Produção artística/cultural
Artes Cênicas
1.
Adelman, M.; PUPO, J. D. ; SIQUEIRA, E. ; LIMA, I. R. ; LIRA, P. ; PRADO, P. . Escritoras da Geração Beat: leituras e comentários. 2015. Performática.

2.
Adelman, M.; ARAUJO, T. B. ; SOUZA, A. C. M. ; PRADO, P. ; KUBOTA, M. ; BARCELLOS, A. ; OLIVEIRA, D. H. ; CARVALHO, A. ; PETERS, A. P. . Lado M Espetáculo Poético. 2014. Performática.

Artes Visuais
1.
Adelman, M.. Terra Adentro. 2015. Fotografia.

2.
ADELMAN, M.. Prendas, peões e tradições ressignificadas; culturas equestres populares no estado de Paraná. 2015. Fotografia.

3.
Adelman, M.. Prendas, peões e tradições ressignificadas: culturas equestres populares no estado de Paraná. 2015. Fotografia.

4.
Adelman, M.. Ausências;. 2015. Fotografia.

Outras produções artísticas/culturais
1.
ADELMAN, M.; Ferlinghetti, L. . Roupa ìntima. 2011 (versão livre (tradução) de poema).

2.
ADELMAN, M.; Hoagland, T. . América. 2011 (versão livre (tradução) de poema).

3.
ADELMAN, M.; LOPES, Sabrina B . Dois poemas de Denise Duhamel. 2010 (versão livre (tradução) de poesia).

4.
ADELMAN, M.. VOCÊ FAZ BROTAR O MEXICANO EM MIM. 2009 (versão livre (tradução) de poema).

5.
ADELMAN, M.; Wanderley, M.C. . Natureza Morta com Batatas, Pérolas, Carne Crua, Lantejoulas, Gordura e Casco de Cavalo. 2009 (versão livre (tradução) de poema).

6.
ADELMAN, M.; Bório, C. . Poemas de Yehuda Amichai. 2009 (versão livre (tradução) de poema).

7.
ADELMAN, M.; LOPES, Sabrina B . Vida e poesia em Diane Wakoski. 2009 (versão livre (tradução) de poesia).

8.
ADELMAN, M.. Três Mulheres. 2008 (versão livre (tradução) de poema).

9.
ADELMAN, M.. Poesia de Ibero-America: Miriam Adelman. 2007 (Poesia).

10.
Miranda, A. ; ADELMAN, M. . Overdue Autobiography. 2007 (versão livre (tradução) de poema).

11.
ADELMAN, M.. Memória. 2005 (Poesia).

12.
ADELMAN, M.. Relações de poder no casamento. 2002.

Demais trabalhos
1.
ADELMAN, M.. Vozes, olhares e o gênero do cinema. 2003 (publicação local) .

2.
ADELMAN, M.. abstracts da Revista de Sociologia e Política. 1999 (traduçaõ) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
ADELMAN, M.; Schmidt, S.P.; MARTINS, M. L. M.; Funck, S.B.. Participação em banca de Halessa Fabiane Regis. Feminist Counterculture and Race in Hettie Jones' Writing. 2017. Dissertação (Mestrado em Inglês: Estudos Linguísticos e Literários) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
Adelman, M.; Gil, L. P.; Rosa, P.C.. Participação em banca de Gabriela Cássia Grimm. Hardcore Ladies: o fisiculturismo de mulheres. 2017.

3.
Gil, L. P.; Goldenberg, M.; ADELMAN, M.. Participação em banca de Grimm, Gabriela Cassia. Hardcore Ladies: o fisioculturismo de mulheres. 2017. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Paraná.

4.
ADELMAN, M.; BONELLI, M. G.; SINHORETTO, J.. Participação em banca de Camila de Pieri Benedito. Profissionalismo e subjetividades na justiça paulista. 2013. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de São Carlos.

5.
TAMANINI, M.; MORAES, P. B.; ADELMAN, M.. Participação em banca de Thays Almeida Monticelli. Diaristas, afetos e escolhas: ressignificações no trabalho doméstico remunerado. 2012. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná.

6.
TAMANINI, M.; MORAES, P. B.; ADELMAN, M.. Participação em banca de Ricardo Bortoli. Processo de Construção de si na narrativa de homens autores de agressões nos contextos de violência de gênero. 2012 - Universidade Federal do Paraná.

7.
TAMANINI, M.; MARTINS, A. P. V.; Adelman, M.. Participação em banca de Anelise Montañes Alcântara. Chupa que é de uva: subjetividades instituidas com o uso de produtos eróticos.. 2012.

8.
ADELMAN, M.; MORAES, P. B.; Sallas, A.L.F.. Participação em banca de Paulo Cesar Almeida Scarpa. Transgressão, mercado e distinção: a violência extrema no cinema. 2006. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná.

9.
ADELMAN, M.. Participação em banca de Ana Beatriz Matte Braun. A mãe do menino, Daniela, Maria Camila, Helga e a mulher do moço do saxofone: a representação da mulher em cinco contos de Lygia Fagundes Telles. 2006. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Paraná.

Teses de doutorado
1.
Miskolci, R.; MARZOCHI, S. F.; Scalon, M.C.; Adelman, M.; LEITE JUNIOR, J.. Participação em banca de Lara Roberta Rodrigues Facioli. Mídias digitais e horizontes de aspiração - um estudo sobre a comunicação em rede entre mulheres de classes populares brasileiras. 2017. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de São Carlos.

2.
Sénac, R.; Adelman, M.; Prá, J.R.; ALVES, H. R. C.; NEVES, M. S.. Participação em banca de Elena de Oliveira Schuck. FEMINISMOS EM MOVIMENTO: Mapeando a circulação do pensamento feminista entre Brasil e França. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
TAMANINI, M.; Machado, P.S.; Baggio, A.; Machado, M.I.; ADELMAN, M.. Participação em banca de Alcântara, Anelise Montanês.. ORGASMOS PERFORMADOS: MATERIALIDADES E SOCIABILIDADES CONSTITUÍDAS POR UMA REDE DE ELEMENTOS HETEROGÊNEOS. 2017. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná.

4.
MISKOLCI, R.; LEITE JUNIOR, J.; Adelman, M.; BELELI, I.; SILVERIO, W.. Participação em banca de Fernando de Figueiredo Balieiro. Carmen Miranda entre os desejos de duas nações: cultura de massas, performatividade e cumplicidade subversiva em sua trajetória. 2014. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de São Carlos.

5.
CAMARGO, W,X.; Rial, C.; Vaz, A.F.; GROSSI, M.; Gatti Jr., J.S.; Toledo, L.H.; LAGO, Mara C. S.; ADELMAN, M.. Participação em banca de Wagner Xavier de Camargo. Circulando entre práticas esportivas e sexuais: etnografia em competições esportivas mundiais LGBTs. 2012. Tese (Doutorado em Curso de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
Guizzo, B.S.; Felipe, J.; ADELMAN, M.; Rangel, S.; Kaercher, G.P.S.. Participação em banca de Bianca Salazar Guizzo. Representações e Práticas de Embelezamento na Educação Infantil: uma abordagem na perspectiva de gênero. 2011. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

7.
ADELMAN, M.; Scavone, L.; Schmuziger de Carvalho, S.M.; Ramirez-Galvez, M.C.; Borges da Silva, J.. Participação em banca de Claudia Elisabeth Pozzi. O direito na era das novas tecnologias reprodutivas: modelo jurídico hegemônico e heterogeneidade na parentalidade. 2008. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

8.
ADELMAN, M.; MACHADO, L.Z.; SIQUEIRA, D.E.; LUNA, N.L.; Bandeira, L.M.. Participação em banca de Fernanda Bittencourt Vieira. As Tecnologias da Reprodução: Discursos sobre Maternidade e Paternidade no Campo da Reprodução Assistida no Brasil. 2008. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade de Brasília.

9.
SILVA, T. M. G.; MARTINS, A. P. V.; ADELMAN, M.; SANTOS, A. C. A.; STADNIK, H. P.; FAVARO, C. E.. Participação em banca de Tania Maria Gomes da Silva. Você acha que a gente vai poder com homem? Práticas conjugais entre mulheres das classes populares.. 2007. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná.

10.
ADELMAN, M.; ALMEIDA, T. V.; CASTELLI, M. A.; FONSECA, J. T.. Participação em banca de Paulo Cesar Konzen. Ficções Visíveis: Diálogos entre a Tela e a Página na Ficção Brasileira Contemporânea. 2006. Tese (Doutorado em Literatura) - Universidade Federal de Santa Catarina.

11.
ADELMAN, M.; GROSSI, M.; MINELLA, L. S.; PEDRO, J.; CARVALHO, M. G.; CAPONE, S.. Participação em banca de Nadia Terezinha Covalan. Corpo Vivido e gênero: a menopausa no homoerotismo feminino. 2005. Tese (Doutorado em Interdisciplinar em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Doutorado
1.
PICKET-CHEVALIER, S.; VIOLIER, P.; Adelman, M.. Participação em banca de Chloé Chaté. De l'emergence des destinations équines?Le cluster équine comme enjeu de développement durable du territoire". 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Culture et Tourisme) - Université d'Angers.

2.
PICKEL-CHEVALIER, S.; VIOLIER, P.; Adelman, M.. Participação em banca de Deni Endriani. Can Tourism be a Vector of Revitalization of Local Culture? The Case of Minangkabau, West Sumatra, Indonesia. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Culture et Tourisme) - Université d'Angers.

3.
ADELMAN, M.; BONELLI, M. G.; OLIVEIRA, F. L.. Participação em banca de Maria Natália Barboza da Silveira. Delegad@s da Polícia Federal: profissionalismo, gênero, masculinidades e diferença. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia) - Universidade Federal de São Carlos.

4.
ADELMAN, M.; Rial, C.; Vaz, A.F.; LAGO, Mara C. S.. Participação em banca de Wagner Xavier de Camargo. Masculinidades queer em disputa: competições gays sobre investigação etnográfica. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado Interdisciplinar em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Mestrado
1.
Adelman, Miriam; MARTINS, A. P. V.; TAMANINI, M.; PATARO, C. R.. Participação em banca de Carolina Ribeiro Pátaro. A pornografia feminista de Erika Lust a as novas narrativas da sexualidade. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
ADELMAN, M.; TAMANINI, M.; TRINDADE, J. B.. Participação em banca de Ana Maria Roman.As representações sociais da maternidade na adoção. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná.

2.
ADELMAN, M.. Participação em banca de Maria Izabel Santana Gomes.Identidade Nacional na Fase da Retomada do Cinema Brasileiro. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná.

3.
ADELMAN, M.; MORAES, P. B.; COSTA, P. R. N.. Participação em banca de Lucas Chaves de Carvalho.Drogas e políticas públicas: paradigmas existentes entre repressão, prevenção e educação". 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná.

4.
ADELMAN, M.. Participação em banca de Ricardo Alexandre Pereira.O Ritual da Balada: Construção de Corporalidades e performances de Gênero em Contextos Homoeróticos. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná.

5.
ADELMAN, M.. Participação em banca de Cybelle Martins de Lara Cardozo."Produções discursivas pós- 11 de setembro sobre as mulheres muçulmanas na mídia impressa. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
ADELMAN, M.; Silvério, Valter R.; Lima, Jacob C.; Santana, Marco A.; Anjos, J.C.. Comissão Julgadora do Concurso Público para `Professor Adjunto. 2008. Universidade Federal de São Carlos.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Encontros Ecocríticos.Reflexões sobre o ecofeminismo: origens, desafios, desdobramentos. 2018. (Encontro).

2.
Equine Cultures in Transition Human- Horse Relationships in Work and Play.The Brazilian Crioulo Horse: From Myth and Memory to Media and Market. 2018. (Simpósio).

3.
As Ciências Humanas e os Animais.Estudando Culturas Equestres: Avanços pioneiros brasileiros e internacionais. 2017. (Simpósio).

4.
Ciclo de Palestras 2017 IESP UERJ.Desencontros persistentes? Teoria feminista, estudos de gênero, sociologia contemporânea. 2017. (Encontro).

5.
Encontros Ecocríticos.Encontros Ecocríticos. 2017. (Encontro).

6.
International Workshop "Research home and migration: questions, methods, prospects".Somewhere to go home to? Brazilian émigres and the dynamics of saudades. 2017. (Seminário).

7.
Linha de pesquisa Intersubjetividade e Pluralidade seminário mensal.Um lar no mundo? Imigrantes brasileiros e a dinâmica da saudade. 2017. (Seminário).

8.
Café de ideias APEB França.Um pouco do Paraná em Newmarket: apontamentos sobre a circulação internacional de trabalhadores da filière equestre. 2016. (Encontro).

9.
Equine Cultures in Transition.Crioulos e crioulistas: a southern Brazilian rodeo culture in a changing world. 2016. (Simpósio).

10.
Grupo de Pesquisa Usos da Mídia.Subjetividades corporificadas: ensaiando novas formas de pensar e pesquisar. 2016. (Outra).

11.
III Congreso Internacional sobre Estudios de Diversidad Sexual en en IIberoamericama. Quien es prenda? Quien es peon? La renegociacion de corporalidades y sexualidades entre jóvenes en la cultura campera del sur de Brasil. 2016. (Congresso).

12.
Les Patrimoines du Cheval: Identifier, Transmettre, Innover.Entre transmission et transgression des équitations traditionnelles : l'exemple de la féminisation des rodéos au Brésil Leia mais em. 2016. (Seminário).

13.
Corpo, consumo e saúde: reflexões contemporâneas..Meninos e meninas a cavalo! o que a pesquisa sobre humanos e equinos pode nos dizer sobre gênero, corpo e cultura na contemporaneidade?. 2015. (Seminário).

14.
Diálogos do PET UFPR Sobre Interdisciplinariedade."Sempre fui interdisciplinar; reflexões sobre a academia e a vida". 2015. (Simpósio).

15.
Primeira Jornada Nacional Mulher Viver Sem Violencia.Sobre humanos e outros animais: construindo subjetividades não violentas. 2015. (Encontro).

16.
Reunião de Antropologia do Mercosul. Crioulos? e ?crioulistas?: humanos, equinos, e sentidos de passado e presente. 2015. (Congresso).

17.
Reunião de Antropologia do Mercosul. Do sul ao norte, 'oriente' ao 'ocidente': mulheres em movimento por Bâ, Diome, Mernissi e Djebar. 2015. (Congresso).

18.
Second International Visual Methods Seminar.Koninck Square. A collaborative I-doc project.. 2015. (Seminário).

19.
Seminaário mensal GT Migrations et espaces urbains.Une trajectoire de recherche sur les cultures populaires équestres em Amérique Latine: chemins récents et nouveaux questionnements. 2015. (Seminário).

20.
VI Seminario Internacional Gênero, Cultura e Mudanças.Gênero, feminismos e os mundos de ontem e hoje na obra de Djebar, Mernissi, Ba e Diome... 2015. (Seminário).

21.
V Seminário Internacional do Programa de Pós Sociologia UFSCar.Gênero, feminismos e os mundos de ontem e hoje na obra de Djebar, Mernissi, Ba e Diome... 2015. (Seminário).

22.
Seminário de Apresentação dos Resultados da Chamada Pública:.Sobre prendas, peões e tradições re-significadas: relações e representações de gênero num mundo em transformação. 2014. (Seminário).

23.
XVIII World Congress of Sociology. Apresentação do livro Gender in Equestrian Sport: Riding around the World". 2014. (Congresso).

24.
XVIII World Congress of Sociology. Sem Medo De Ser Feliz!": Brazilian Horsewomen, Cowgirls and Equestrian Leisure". 2014. (Congresso).

25.
XVIII World Congress of Sociology. Gaucho Traditionalism, Identity and Culture in Paraná, Brazil. 2014. (Congresso).

26.
"Corpos femininos: da "fragilidade" à competição.?Relações e representações de gênero no esporte: o caso do mundo equestre?. 2013. (Encontro).

27.
École, loisirs, sports, culture: la fabrique des garçons.Qui est "prenda", qui est "peão"? (Re)negocier des corporéités et des subjectivités dans le rodéo do sud du Brésil. 2013. (Simpósio).

28.
Gênero e multiculturalismo na escrita de autoria feminina.A condição feminina na escrita de romancistas senegalesas Mariama Bâ e Fatou Diome. 2013. (Encontro).

29.
Minicurso sobre Helena Kolody.Escrita feminina e gênero na literatura. 2013. (Encontro).

30.
Quartas Sociológicas.Quem é prenda, quem é peão? Pedagogias Culturais nas Práticas Campeiras dos CTGS do Sul do Brasil. 2013. (Seminário).

31.
VII Congreso Nacional de la AMEGH. Quien puede ser 'gaucho'? Pedagogias de género y re-negociaciones de identidades en el mundo de rodeo del sur de Brasil. 2013. (Congresso).

32.
36 Encontro Anual da ANPOCS. Fronteiras de mudança: mulheres, homens e o mundo do rodeio no Brasi hoje.. 2012. (Congresso).

33.
Cheval, Tourisme et Loisirs: Transformations, permanences et ruptures.Les femmes, les loisirs et les activités équestres au Brésil. 2012. (Simpósio).

34.
Primeira Jornada do Grupo de Pesquisa Mulheres e Produção Cultural.Escritoras da Geração Beat. 2012. (Seminário).

35.
Second ISA Forum of Sociology. Sport, leisure and women's in (ex)clusion: Reflections from a land where (almost) all the guys play soccer. 2012. (Congresso).

36.
XIXe Congrès International des Sociologues de Langue Française. Les frontières du changement: femmes, hommes et le monde du rodeio au Brésil.. 2012. (Congresso).

37.
XIXe Congrès International des Sociologues de Langue Française. Femmes, hommes, rural, urbain: corps, identités et espaces em mouvement. 2012. (Congresso).

38.
35o Encontro Anual da ANPOCS. Formas (diferentes) de ser mulher: subjetividades corporificadas de participantes femininas dos esportes equestres na Brasil e na Espanha. 2011. (Congresso).

39.
Beyond Alienation and Integration: Social Issues and Movements.Women´s Subjectivities and Corporealities ? Deconstructing ?Alienated Femininity? through Equestrian Practices. 2011. (Simpósio).

40.
Café com História (Seminário do Programa PET/História_.Another View of the Road: Pensar a partir de experiências de mulheres.. 2011. (Seminário).

41.
I Seminario Internacional de Gênero, Midia e Sexualidade.Peões e prendas?: representações d@s mulheres e homens do rodeio campeiro na mídia impressa. 2011. (Seminário).

42.
I Seminário Internacional de Gênero, Sexualidade e Midia.Debatedora, Mesa Redonda: Corpo, sexualidades e mídias contemporâneas. 2011. (Seminário).

43.
IV Colóquio Internacional de Estudios sobre Varones y Masculinidades. Acampamentos, rodeios, peões e "prendas" no sul do Brasil: homens que aprendem a dividir?. 2011. (Congresso).

44.
IV Semana Acadêmica de História.Palavras Resgatadas: mulheres escritoras da Geração Beat.. 2011. (Simpósio).

45.
IX Reunião de Antropologia do Mercosur. Por amor ou por dinheiro? Emoções, discursos, mercados.. 2011. (Congresso).

46.
North American Sport Sociology Society Conference 2011. Gender Relations in the Equestrian World: Theory and Research. 2011. (Congresso).

47.
SBS Sess]ao Especial Corpos, Emoções, Alienação e Resistência ? Estudos sobre a Cultura contemporânea. ? Maneiras de ser mulher?: subjetividades corporificadas e práticas equestres. 2011. (Congresso).

48.
Terceira Semana Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão.Mulheres, Homens, Olhares e Cenas. 2011. (Encontro).

49.
VI Semana Acadêmica de Ciências Sociais da UFPR.Viajantes e migrantes: mulheres brasileiras num mundo pós-colonial. 2011. (Encontro).

50.
XVIII Congresso Brasileiro de Professores de Francês. Postcolonialisme et féminisme: les femmes et la condition des femmes dans les recits des écrivaines africaines". 2011. (Congresso).

51.
!0 Encontro Nacional Universitário de Diversidade Sexual (ENUDS) Mesa sobre feminismos.Abordagens para o estudo das sexualidades. 2010. (Encontro).

52.
4a jornada ABENEPI Paraná A Família Contemporânea."De perto, ninguém é normal": Sexualidade, Política e Cultura. 2010. (Seminário).

53.
Curso de Especialização e REsidência Médica em Psiquiatria HC UFPR.Gênero, subjetividade e sociedade: igualdade, diferença, desconstrução. 2010. (Outra).

54.
Oitavo Ciclo de Debates Diversidade em Pauta.Desfazendo o gênero: possibiidades e perspectivas. 2010. (Encontro).

55.
Semana Acadêmica de Ciências Sociais-UFPR.De Freud à Teoria Queer: Notas sobre Abordagens para o Estudo das Sociabilidades e Sexualidades Contemporâneas. 2010. (Seminário).

56.
Seminário Internacional Sexualidades, Saberes e Direitos.Viajantes e migrantes: pessoas e teorias num mundo pós-colonial. 2010. (Seminário).

57.
Taller de Trabajos Metodológicos, Universidad de Barcelona.Aportes para la construcción de marcos teóricos: género, feminismo y teoria social contemporanea. 2010. (Oficina).

58.
The Jane Addams Conference on Social Entrepreneurship. Travelers and migrants: people, perspectives and theories in a post-colonial world. 2010. (Congresso).

59.
XVII ISA World Congress of Sociology. Travelers and Immigrants: Women's Subjectivities in a Post-colonial World. 2010. (Congresso).

60.
"Quartas Sociológicas". Teoria feminista e perspectivas de gênero na sociologia contemporânea: contribuições e debates.. 2009. (Congresso).

61.
Conferência, Centre Louise Labé. Université Lumière Lyon 2.Corporalités, subjectivités et identités féminines: Femmes pratiquantes de sports équestres. 2009. (Oficina).

62.
III Congresso Association Française de Sociologie. Women athletes: corporalities, subjectivities, identities. 2009. (Congresso).

63.
Taller de Sociologia, Universidad de Barcelona.Corporalidades, subjetividades e identidades femeninas: reflexiones a partir de experiencias de mujeres practicantes de deportes ecuestres. 2009. (Oficina).

64.
XIV Seminario Académico APEC.Gênero, corpo e cultura: pensando a partir de estudos comparados de práticas esportivas. 2009. (Seminário).

65.
First ISA World Forum of Sociology. Peirforming (different) femininities: women jockeys at the racetrack in Brazil. 2008. (Congresso).

66.
II Seminario nacional Trabalho e genero: políticas públicas, gênero e trabalho.A teoria feminista e a perspectiva de gênero na teoria social contemporânea: contribuições e debates. 2008. (Seminário).

67.
Mundo de Mujeres Women´s Worlds. Breaking their way in: women jockeys at the racetrack in Brazil. 2008. (Congresso).

68.
Ninth International Congress of the Brazilian Studies Association. Women and men at the race track: an ethnographic study of gender, sport and space. 2008. (Congresso).

69.
Primeiro Encontro do ALESDE.Muheres entrando en las pistas: las jockeys del turf brasileño. 2008. (Encontro).

70.
Seminario Fazendo Gênero 8. Performances e (in)visibilidades: representações de jockeys brasileiras na midia esportiva. 2008. (Congresso).

71.
ANPOCS. Gênero e espaço: pesquisando masculinidades e feminilidades no Jocke Club do Paraná. 2007. (Congresso).

72.
ANPOCS. Debatedora da 1a sessão do ST 18 Estudos de Gênero: Teoria e pesquisa. 2007. (Congresso).

73.
Na Decisão a Mulher.A Luta das Mulheres pelos Direitos Sexuais e Reprodutivos durante o Século XX. 2007. (Encontro).

74.
Reunião Equatorial de Antropologia. Simpósio Especial EStudos Pós-coloniais Palestra "Mulheres, Feminismo e Pos-colonialidade". 2007. (Congresso).

75.
XIII Congresso Brasileiro de Sociologia. debatedora, Grupo de Trabalho "Sexualidades, corporalidades, transgressões". 2007. (Congresso).

76.
Ciclo de Conferências SESC : Para viver no século XXI.Modernidade e Pós-modernidade em Vozes Femininas. 2006. (Outra).

77.
Colóquio Estudos Culturais Hoje.Estudos Culturais: Balanço Crítico. 2006. (Simpósio).

78.
Eighth International Congress of the Brazilian Studies Association. Gender, Bodies and the Politics of Beauty. 2006. (Congresso).

79.
III Encontro Regional Sul para Travestis, Transexuais e Transgêneros.Identidades e experiências de vida de travestis e transexuais de Curitiba. 2006. (Outra).

80.
Seminário Internacional Fazendo Gênero 7. Feminismo e Pós-colonialidade - reflexões a partir da sociologia e a literatura. 2006. (Congresso).

81.
Seminário Internacional FAzendo Gênero 7 Grupo de Trabalho Práticas Corporais e Esportivas. A Política das Práticas Corporais - algumas reflexões teóricas. 2006. (Congresso).

82.
XVI ISA World Congress of Sociology. The abject and the beautiful: on the politics of sex, gender and image in contemporary Brazilian society and culture. 2006. (Congresso).

83.
XVI ISA World Congress of Sociology. On voices and canons: experiences from the Brazilian academe. 2006. (Congresso).

84.
29 Encontro Anual da ANPOCS. Debatedora GT Gênero na Contemporaneidade. 2005. (Congresso).

85.
III Semana de Administração Faculdades.Gênero, Trabalho e Subjetividade. 2005. (Encontro).

86.
I Simpósio Brasileiro de Gênero e Mídia.Mesa Redonda Cultura, Mídia e (Re) significação. 2005. (Simpósio).

87.
XII Congresso Brasileiro de Sociologia. Pós-modernidade: discursos e perspectivas teóricas. 2005. (Congresso).

88.
XII Congresso Brasileiro de Sociologia. Prisioneir@s de gênero, sujeitos da transgressão. 2005. (Congresso).

89.
XIX Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão do Setor de Educação UFPR.Mulheres atletas, corporalidade e subjetividade. 2005. (Encontro).

90.
III Forum Mulher e Esporte da USP.Corporalidade feminina: quem fala por nos?. 2004. (Seminário).

91.
Simpósio Internacional Fazendo Gênero VI. Os Anos 60: contracultura, nova esquerda, movimento feminista. 2004. (Congresso).

92.
XXVIII Encontro Anual da ANPOCS. Feminismo, pós-colonialismo e novas narrativas sociológicas. 2004. (Congresso).

93.
Debatedora do grupo de trabalho "Temas e Areas Disciplinares nas Publicações Feministas. I Encontro Internacional e II Encontro Nacional de Publicações Feministas. 2003. (Congresso).

94.
XI Congresso Brasileiro de Sociologia. Historia, Política e Teoria Social: os movimentos sociais dos anos 90 e a gênese de novas perspectivas na sociologia. 2003. (Congresso).

95.
Coordenação do Evento de Extensão Universitária Corpo, Sujeito e Poder: Representações de Gênero no Cinema.Coordenação do Evento de Extensão Universitária Corpo, Sujeito, e Poder: Representações de Gênero no Cinema. 2002. (Outra).

96.
Evento de Extensão Universitária Identidades Culturais no Mundo Pós-colonial: um olhar através do cinema.Coordenação do Evento de Extensão Universitária Identidades Culturais no Mundo Pós-colonial: um Olhar através do Cinema. 2002. (Outra).

97.
Fazendo Gênero V. Apresentação do trabalho: para repensar o cânone: a teoria feminista e a sociologia dos novos sujeitos, Fazendo Gênero V.. 2002. (Congresso).

98.
Fazendo Gênero V. Apresentação do trabalho, Identidade e Experiências das Travestis em Curitiba, Fazendo Gênero V. 2002. (Congresso).

99.
I Encontro de Publicações Feministas Brasileiras.Apresentação dos Cadernos de Pesquisa e Debate do Núcleo de Estudos de Gênero no I Encontro Brasileiro de Publicações Feministas. 2002. (Encontro).

100.
ISA XV World Congress of Sociology. The voice and the listener: feminist theory and the sociological canon. 2002. (Congresso).

101.
Simpósio Bourdieu e as Ciências Sociais.Bourdieu, o "paradoxo da dóxa" e a crítica feminista. 2002. (Simpósio).

102.
XII Congresso Nacional de Sociólogos. Coordenadora de Grupo de Trabalho Gênero e Sociedade. 2002. (Congresso).

103.
XII Congresso Nacional dos Sociólogos Mesa Redonda Sociologia Contemporânea. A teoria feminista e a sociologia dos novos sujeitos (paper apresentado em mesa redonda). 2002. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Miskolci, R. ; Adelman, M. . GT Novas Sociologias: pesquisas interseccionais feministas, pós-coloniais e queer. 2015. (Congresso).

2.
Adelman, M.; Silvério, Valter R. ; Costa, C.L. ; BENTO, B. . Mesa Redonda "A sociologia contemporânea à luz dos novos sujeitos. 2015. (Congresso).

3.
Adelman, M.; CORREA, A. S. ; Ribeiro, C.P. . Grupo de Trabalho "Representações, Mídias e Interseccionalidades". 2015. (Congresso).

4.
Adelman, M.; SOUZA, M. C. ; Correia, Amélia S. ; Ribeiro, C.P. ; Daher, J. ; Thürler, D. ; Espirito Santo, C. ; Simioni, A.P.C. ; GOMES, C. ; Gomes, R. ; Spinelli, T. ; Schwartz, L.M. ; Blanca, R.M. ; BATISTA, S. D. ; KAMINSKI, R. ; Paula, A.B. . Descolonizando representações: arte, corpo e imagens dissidentes. 2014. (Congresso).

5.
PENHA-LOPES, V. ; ADELMAN, M. ; SILVA, R. J. ; SILVA, P.V. . Mini-curso de Relações Raciais Comparadas EUA e Brasil. 2013. (Outro).

6.
Adelman, Miriam; Goellner, S. . Coordenção do Simpósio Temático Práticas Corporais e Esportivas. 2013. (Outro).

7.
ADELMAN, M.; Miskolci, R. . Coordenação de GT Novas Sociologias. 2013. (Outro).

8.
Adelman, M.; Paula, A.B. . Primeira Jornada de Pesquisa do Grupo de Pesquisa Mulheres e Produção Cultural. 2012. (Outro).

9.
Miskolci, R. ; Adelman, M. ; ADELMAN, M. . Bodies, emotions, alienation and everyday life. 2012. (Outro).

10.
ADELMAN, M.; Miskolci, R. . Bodies, Emotions, Alienation and Resistance: Studies in Contemporary Culture. 2012. (Outro).

11.
Adelman, M.; Misheva, V. ; Schertges, D.M. . Beyond Alienation and Integration: Social Issues and Movements. 2011. (Congresso).

12.
ADELMAN, M.; Miskolci, R. . SBS GT16 - Novas Sociologias: pesquisas interseccionais feministas, pós-coloniais e queer. 2011. (Outro).

13.
ADELMAN, M.; GOELLNER, S. . Simpósio Temática Gênero e Práticas Corporais e Esportivas no Seminário Internacional Fazendo Gênero 9. 2010. (Congresso).

14.
ADELMAN, M.; Kappler, K. ; Villa, P.I. ; Bassetti, C. . Joint Session RC 36/RC 54 Gender, Work and Bodies. 2010. (Outro).

15.
Piscitelli, A.G. ; Roca i Girona, J. ; Parella, S.R. ; ADELMAN, M. . MESA REDONDA Re-significando identidades: Circulaciones de brasileñas entre espacios del mercado del sexo y del mercado matrimonial en España. 2009. (Outro).

16.
ADELMAN, M.; Pitts, B. ; Rago, L.M. ; Horas Gois, J.B. . Mesa Redonda "Gênero, raça e sexualidades: continuidade e ruptura em discursos e práticas" no Ninth International Congress of the Brazilian Studies Association. 2008. (Outro).

17.
ADELMAN, M.; GOELLNER, S. . Simpósiio Temática Práticas Corporais e Esportivas no Seminário Internacional Fazendo Gênero 8. 2008. (Outro).

18.
ADELMAN, M.; BENTO, B. ; MELLO, L. . XIII Congresso Brasileiro de Sociologia Grupo de Trabalho "Sexualidades, corporalidades, transgressões". 2007. (Outro).

19.
ADELMAN, M.; Goellner, S. . Simpósio Temático Práticas Corporais e Esportivas no Seminário Internacional FAzendo Gênero 7. 2006. (Outro).

20.
ADELMAN, M.; CARVALHO, M. G. ; Rocha, C. ; TAMANINI, M. . I Simpósio Brasileiro de Gênero e Mídia. 2005. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Emanuela Carla Siqueira. "O indizível no caderno de Elise Cowen: uma leitura da Geração Beat através das ausências". Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Paraná. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Roberto Jardim da Silva. IMIGRANTES HAITIANOS EM CURITIBA E O GERENCIAMENTO DA VIDA AFETIVA. Início: 2016. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Stefania Poeta Pontes. Por onde elas andam? un estudo sobre a mobilidade de mães em um bairro de Curitiba. 2016. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Meryl Adelman.

2.
Cesar Bueno Franco. A comunidade dos artistas da sedução: transformação de si e pós-modernidade. 2015. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Meryl Adelman.

3.
Tatiana Araujo Berghauser. Balé Teatro Guaira em 'Drama' - uma análise sobre representações de gênero num evento coreográfico de transição. 2015. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Meryl Adelman.

4.
Lucianne Christina Fasolo Normândia Moreira. Ser mulher: a condição feminina na peça O Limiar de Susan Glaspell. 2015. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Meryl Adelman.

5.
Carolina Ribeiro Pátaro. Tchau tchau velho pornozau? A pornografia de Erika Lust como narrativa reflexiva da sexualidade. 2014. Dissertação (Mestrado em Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Meryl Adelman.

6.
Geraldo Eustáquio de Souza. O corpo da roupa: a pessoa transgênera e a conformidade com as normas de gênero. 2014. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Meryl Adelman.

7.
Tatiana Araújo Berghauser. Corpo e dança em Curitiba: representações de gênero na cena contemporânea. 2013. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Meryl Adelman.

8.
Ana Maria Palma Palma. Sin Tetas no hay Paraíso: Discursos, representaciones y abyecciones de género en una narco-novela. 2013. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Meryl Adelman.

9.
Carolina Ribeiro Pátaro. Transas e trânsitos: uma análise dos filmes pornôs feministas. 2012. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Meryl Adelman.

10.
Geraldo Eustáquio de Souza. A invisibilidade social dos crossdressers. 2012. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Meryl Adelman.

11.
Mariana Correa Azevedo. "O privado também é político". 2011. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Meryl Adelman.

12.
Michelle Thomé. Jogos de poder: as estratégias de comunicação de mulheres e homens no rádio. 2008. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Meryl Adelman.

13.
Milena Costa de Souza. Guerrilheiras da Guatemala. 2008. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Meryl Adelman.

14.
Davi Marangon. A experiência escolar cotidiana e a construção de gênero na subjetividade infantil. 2004. 200 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Meryl Adelman.

15.
Lennita Ruggi. Aprendendo a ser a corporificação da beleza: a escola de modelos. 2004. 0 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Meryl Adelman.

Tese de doutorado
1.
Joana D'Arc Martins Pupo. Representações de gênero, raça e classe na literatura de mulheres negras da Africa do Sul pós-apartheid. 2017. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Meryl Adelman.

2.
Milena Costa de Souza. Transparanamericana: gênero e sexualidade na produção de artistas visuais latino-americanos contemporâneos.. 2017. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Meryl Adelman.

3.
Carolina Ribeiro Pataro. Narrativas subversivas das sexualidades: uma abordagem sociológica sobre o pornoterrorismo e performances ativistas brasileiros. 2015. Tese (Doutorado em Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Meryl Adelman.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Fidelis, Débora de Farias. As mullheres e a prática esportiva: gênero e corporalidade. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

2.
Marilene Noriko Treider Otani. Do the Right Thing! Considerações sobre pós-colonialismo e gênero. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

3.
Débora Tamires Porcel. Análise de narrativas fílmicas: uma investigação sociológica sobre escola, gênero e relações raciais. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

4.
Camila Mariane de Souza. Trabalho, lazer e sociabilidade no gauchismo: o CTG XX de Setembro de Curitiba. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

5.
Andressa Fontana Pires. Tradição e juventude: uma investigação sociológica sobre as dinâmicas da identidade gaúcha. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

6.
Patrícia Baptista Guerino. Mulheres que trabalham no tráfico de drogas - Vila Nossa Senhora da Luz do Pinhais. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

7.
Tatiana Araújo Berghauser. A fada madrinha do século XXI: análise sociológica dos discursos e performances de vendedores gays em lojas de roups em shopping de Curitiba. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

8.
Gabriela Liedtke Becker. Prendas e peões em um mundo em transição? A participação feminina nas práticas equestres do laço comprido. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

9.
Alessandra Gutierrez. Experiências da maternidade: um olhar sobre os efeitos do período gravidez/amamentação na vida de mulheres curitibanas. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

10.
Leandro Lechakovski. Masculinidades e juventude: gênero, família, epistemologia e outras questões. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

11.
Carlos Alberto Almeida. Memória da ditadura no cinema brasileira da. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

12.
Laura Sokolowski. Sexualidad(s) e discursos no site da ABGLT. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

13.
Luciana Peruzzo. Festa RAVE:. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

14.
Ney Samuel Celli. Desestigmatização através do esporte para a inclusão social de deficientes físicos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

15.
Frederico Viera Gomide. As consequencias da modernidade, a noção do blasé e o mal-estar nas relações pós-modernas. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

16.
Sabrina Bandeira Lopes. Transexualidade e a normalidade do sexo. 2004. 90 f. Trabalho de Conclusão de Curso - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

17.
Maria ISabel Santana Gomes. O cinema brasileiro da. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

18.
Joaquim Monteiro Morais. Identidade das mulheres caboverdianas. 2003. 38 f. Trabalho de Conclusão de Curso - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

19.
Cybelle Martins Cardozo de Lara. REpresentações de mulheres muçulmanas na mídia impressa brasileira. 2003. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

20.
Luiz Belmiro Teixeira. O sujeito na modernidade: uma perspectiva de gênero. 2002. 67 f. Trabalho de Conclusão de Curso - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

Iniciação científica
1.
Fernanda Azeredo Moraes. Um Estudo das Masculinidades no Jockey Club do Paraná. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Meryl Adelman.

2.
Fernanda Azeredo de Moraes. Gênero, espaço e poder: um estudo etnográfico do Jockey Club do Paraná. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

3.
Maria Emília Rodrigues. Imaginário Cruel: Representações de Violência no Cinema. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná, Tesouro Nacional. Orientador: Meryl Adelman.

4.
Gustavo do Carmo Lopes; Mariana Ordacowski. Imaginário cruel: cinema e violência. 2005. Iniciação Científica - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

Orientações de outra natureza
1.
Lennita Ruggi, Amelia Correia, Ana Carolina Trovão. Imaginário Cruel: Cinema e violência. 2005. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

2.
Maria Isabel Santana Gomes, Sabrina Bandeira Lopes. Imaginário cruel: cinema e violência. 2005. Orientação de outra natureza. (Ciências Sociais) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

3.
Sabrina Bandeira Lopes. Identidade e experiência de vida das travestis em Curitiba. 2003. 100 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Paraná, Ministério da Saúde. Orientador: Meryl Adelman.

4.
Tatiana Savrassoff Oliveira. Identidades e experiências das travestis em Curitiba. 2003. 100 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

5.
Emmanoelle Ajaime. Identidades e experiências de vida das travestis e transexuais em Curitiba. 2003. 100 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Meryl Adelman.

6.
Grupo PET do Curso de Ciências Sociais da UFPR. Os Anos 60: uam re-leitura dos movimentos sociais. 2003. 200 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Paraná, Secretaria Especial do Ensino Superior. Orientador: Meryl Adelman.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
Adelman, M.2013Adelman, M.. Body Parts on Planet Slum: Women and Telenovelas in Brazil. Contemporary Sociology: A Journal of Reviews, v. 42, p. 547-549, 2013.

2.
Adelman, Miriam2015Adelman, Miriam; FRANCO, CÉSAR BUENO ; PIRES, ANDRESSA FONTANA . Intersected ruralities: 'Campeiro' youth and narratives of self and other in social media. Cadernos Pagu, v. 1, p. 141-170, 2015.

3.
ADELMAN, M.2015ADELMAN, M.. Riding for our lives: women, leisure and equestrian practice in Brazil today. MONDES DU TOURISME, v. 1, p. 51-63, 2015.

4.
Adelman, M.2016Adelman, M.; GARRAFONI, R.S. . Fora e dentro do círculo: escritoras do mo(vi)mento Beat. Revista Mulheres e Literatura, v. 15, p. 1-5, 2016.

5.
ADELMAN, M.2016ADELMAN, M.; RUGGI, L. . The Sociology of the Body. Current Sociology (Print), v. 64 (6), p. 907-930, 2016.


Livros e capítulos
1.
ADELMAN, M.; Knijnik, J.D. (Org.) . Gender and Equestrian Sport: Riding around the World. 1. ed. Heidelberg: Springer, 2013. v. 1. 262p .

1.
Adelman, M.; Becker, G.L. . Tradition and transgression: women who ride the rodeo in Southern Brazil. In: Adelman, M e Knijnik, J.. (Org.). Gender and Equestrian Sport: Riding around the World. 1ed.Heidelberg: Springer, 2013, v. 1, p. 104-130.

2.
Adelman, M.. As 'prendas' também vestem bombacha! Mulheres, homens e novas configurações de gênero no mundo do rodeio paranaense. In: Stancki, Nancy; Casagrande, Lindamir Salete. (Org.). Entrelaçando gênero e diversidade: matizes da divisão sexual do trabalho. 1ed.Curitiba: UTFPR, 2016, v. 1, p. 261-298.

3.
Adelman, M.; Thompson, K. . Introduction to Equestrian Cultures in Global and Local Contexts. In: Adelman, M.; Thompson, K.. (Org.). Equestrian Cultures in Global and Local Cultures. 1ed.Berlin: Springer, 2017, v. 1, p. 1-14.

4.
ADELMAN, M.; COSTA, T. K. L. . From hípica to cabanha: Brazilian stable hands in different cultures and contexts. In: Adelman, M.; Thompson, K.. (Org.). Equestrian Cultures in Global and Local Contexts. 1ed.Berlin: Springer, 2017, v. 1, p. 195-218.

5.
Thompson, K. ; ADELMAN, M. . Afterword: Formalizing Equestrian Social Science. In: Adelman, M. ; Thompson, K.. (Org.). Equestrian Cultures in Global and Local Contexts. 1ed.Berlin: Springer, 2017, v. 1, p. 267-278.


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
Adelman, M. ; Adelman, M. . Sobre mulheres, movimentos, mudanças. Gazeta do Povo, Curitiba, p. 16 - 16, 03 mar. 2013.

2.
Adelman, Miriam. Denise Duhamel por Miriam Adelman. Mallarmagens Revista de poesia e arte contemporânea., Curitiba, p. 1 - 1, 10 fev. 2014.

3.
Adelman, M.. A América de Sylvia Plath e Diane Arbus. Revista Contemporartes, http://revistacontemporartes.b, p. 01 - 01, 25 jul. 2014.

4.
Adelman, M.. ELISE COWEN, A BEAT QUE QUIS PARTIR CEDO. Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 1 - 1, 11 jul. 2014.

5.
Adelman, M.. Nos bastidores? Joyce Johnson, escritora do círculo Beat (Corajosas da estrada III). Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 1 - 1, 16 maio 2014.

6.
Adelman, M.. A POESIA BEAT DE LENORE KANDEL. Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 1 - 1, 13 jun. 2014.

7.
Adelman, M.. CORAJOSAS DA ESTRADA (I): Diane di Prima.. Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 01 - 01, 18 abr. 2014.

8.
Adelman, M.. Estradas da vida: muitas maneiras de ser mulher. Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 1 - 1, 27 jun. 2014.

9.
Adelman, M.. Diane Wakoski, poeta (EUA). Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 1 - 1, 03 abr. 2014.

10.
Adelman, M.. Mulheres que escrevem, mulheres que criam, mulheres que reconstroem os horizontes do discurso.. Revista Contemporartes, revistacontemporartes.blogspot, p. 1 - 1, 21 mar. 2014.

11.
Adelman, M.. Altas apostas/High Stakes. Revista Mallarmagens, Curitiba, p. 1 - 1, 30 ago. 2014.

12.
Adelman, M.. Herdeiras da Sylvia II: a Barbie na crítica e sátira de Denise Duhamel. Revista Contemporartes, São Paulo, p. 1 - 1, 22 ago. 2014.

13.
Adelman, M.. Maternidade, liberdade e conexão: quando as mulheres escrevem Beat.. Revista Contemporartes, São Paulo, p. 1 - 1, 05 set. 2014.

14.
ADELMAN, M.. Quem tem medo da 'ideologia de gênero'?. Gazeta do Povo, Curitiba, p. 2 - 2, 29 jun. 2015.

15.
ADELMAN, M.. Metáforas de vida e de escrita. Cult, Sâo Paulo, p. 33 - 36, 01 jul. 2015.

16.
Adelman, M.. Cinco Poemas. Revista Parenteses, Curitiba, p. 14 - 18, 09 nov. 2015.

17.
Adelman, Miriam. Sujeitos, minorias e multidões: que(m) somos nos?. Contemporartes Revista Mensal de Difusão Cultural, Santo André SP, p. 1 - 1, 21 dez. 2013.


Apresentações de Trabalho
1.
Adelman, Miriam. Riding for our lives: women, leisure and equestrian practice in Brazil today.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
CAMPHORA, A. L. ; Adelman, M. . A Historical Approach to Human - Horse Relationships in Brazil. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ADELMAN, M.; Miskolci, R. . Bodies, Emotions, Alienation and Resistance: Studies in Contemporary Culture. 2012. (Outro).

2.
PENHA-LOPES, V. ; ADELMAN, M. ; SILVA, R. J. ; SILVA, P.V. . Mini-curso de Relações Raciais Comparadas EUA e Brasil. 2013. (Outro).

3.
ADELMAN, M.; Miskolci, R. . Coordenação de GT Novas Sociologias. 2013. (Outro).


Artes Visuais
1.
Adelman, M.. Terra Adentro. 2015. Fotografia.

1.
ADELMAN, M.. Prendas, peões e tradições ressignificadas; culturas equestres populares no estado de Paraná. 2015. Fotografia.

1.
Adelman, M.. Prendas, peões e tradições ressignificadas: culturas equestres populares no estado de Paraná. 2015. Fotografia.


Artes Cênicas
1.
Adelman, M.; PUPO, J. D. ; SIQUEIRA, E. ; LIMA, I. R. ; LIRA, P. ; PRADO, P. . Escritoras da Geração Beat: leituras e comentários. 2015. Performática.

1.
Adelman, M.; ARAUJO, T. B. ; SOUZA, A. C. M. ; PRADO, P. ; KUBOTA, M. ; BARCELLOS, A. ; OLIVEIRA, D. H. ; CARVALHO, A. ; PETERS, A. P. . Lado M Espetáculo Poético. 2014. Performática.



Outras informações relevantes


Bolsista CNPq nivel 2. Periodo 2008-2011.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/12/2018 às 11:58:20