Jose Maria Gomes de Souza Neto

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2933742577119428
  • Última atualização do currículo em 22/11/2018


Doutor em História pela UFPE, Pós-Doutor em Educação pela Universidade Federal de Sergipe. Professor Adjunto da Universidade de Pernambuco/ Campus Mata Norte, ministra as disciplinas de Antiguidade Pré-Clássica e Clássica. Membro permanente do Mestrado em Gestão do Desenvolvimento Local Sustentável (UPE). Líder do Leitorado Antiguo: grupo de ensino, pesquisa e extensão em História Antiga, dedica-se ao estudo da recepção da Antiguidade no mundo contemporâneo. É autor de Sonhos de Nabucodonosor (Edupe, 2014), e organizou as coletâneas Antigas Leituras: Diálogos entre a História e a Literatura (Edupe, 2012); Antigas Leituras: Visões da China Antiga (Unespar, 2014) e Antigas Leituras: Olhares do Presente ao Passado (Autografia, 2016). É co-autor do Pequeno Dicionário de Grandes Personagens Históricos (Alta Books, 2016). Tem experiência na área de História, com ênfase em História Antiga, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de História; literatura e História; civilização: conceitos e debates; Antiguidade e Ensino de História. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Jose Maria Gomes de Souza Neto
Nome em citações bibliográficas
SOUZA NETO, J. M. G.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de Pernambuco, Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata - FFPNM, Departamento de Geografia e História - DGH.


Formação acadêmica/titulação


2001 - 2005
Doutorado em História.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: Sonhos de Nabucodonosor: aspectos da propaganda do Estado Novo pernambucano, Ano de obtenção: 2005.
Orientador: Sílvia Cortez Silva.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Agamenon Magalhães; Ditadura e propaganda; Estado Novo em Pernambuco; Propaganda política.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação Superior.
1998 - 2000
Mestrado em História.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: Engenho de sons, imagens e palavras: ditadura e propaganda na primeira metade do século XX,Ano de Obtenção: 2000.
Orientador: Sílvia Cortez Silva.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Agamenon Magalhães; Ditadura e propaganda; Estado Novo em Pernambuco; Propaganda política.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação Superior.
1993 - 1997
Graduação em História.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: A materialização do marketing: Agamenon Magalhães e a propaganda da Liga Social contra o mocambo (1937 - 1945).
Orientador: José Nivaldo Junior.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco, FACEPE, Brasil.


Pós-doutorado


2014 - 2016
Pós-Doutorado.
Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Formação Complementar


2015 - 2015
SUPERPOWERS OF THE ANCIENT WORLD: THE NEAR EAST. (Carga horária: 40h).
University of Liverpool, LIVERPOOL, Inglaterra.


Atuação Profissional



Universidade Salgado de Oliveira - Campus Recife, UNIVERSO, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: professor, Enquadramento Funcional: professor, Carga horária: 9
Outras informações
Disciplinas: História da África, História Medieval, História do Pensamento Econômico e Social

Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Professor contratado, Enquadramento Funcional: professor

Atividades

02/2005 - 02/2006
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da África
História do Pensamento Econômico e Social
História Medieval

Universidade de Pernambuco, UPE, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor efetivo (Adjunto III), Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor de História Antiga do Curso de História do Campus Mata Norte da Universidade de Pernambuco. Professor do Mestrado Profissional em Gestão do Desenvolvimento Local Sustentável (GDLS) da Universidade de Pernambuco.

Atividades

02/2015 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antiguidade Pré-Clássica
Medievo Oriental
História Social da Literatura e da Arte (eletiva)
03/2011 - Atual
Extensão universitária , Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata - FFPNM, .

Atividade de extensão realizada
A GRÉCIA NOS PALCOS: O TEATRO GREGO COMO FERRAMENTA DE ENSINO DE HISTÓRIA NA SALA DE AULA.
04/2006 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata - FFPNM, Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata - FFPNM.

Atividade realizada
coordenador do Leitorado Antiguo - grupo de ensino e extensão em História Antiga.
07/2005 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata - FFPNM, .

Linhas de pesquisa
Literatura e civilização
03/2012 - 03/2014
Direção e administração, Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata - FFPNM, .

Cargo ou função
Coordenador do curso de História.
08/2013 - 12/2013
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antiguidade Pré-Clássica; História e Imagem (eletiva); Leitura dirigida (eletiva)
03/2013 - 07/2013
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Antiga II, Prática III
07/2012 - 11/2012
Ensino, Gestão do Desenvolvimento Local Sustentável, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Desenvolvimento Local Sustentável
02/2012 - 06/2012
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Antiga II, Prática de História III, Educação Especial
10/2011 - 12/2011
Ensino, Gestão do Desenvolvimento Local Sustentável, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
DLS (Desenvolvimento Local Sustentável) em co-regência com outros dois professores
10/2010 - 11/2011
Ensino, Gestão do Desenvolvimento Local Sustentável, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
DLS (Desenvolvimento Local Sustentável) em co-regência com outros dois professores
02/2011 - 07/2011
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Eletivas
História Antiga I
História Antiga II
01/2010 - 08/2010
Direção e administração, Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata - FFPNM, .

Cargo ou função
Coordenador de Curso.
12/2008 - 12/2009
Extensão universitária , Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata - FFPNM, .

Atividade de extensão realizada
Teatro Grego na Escola: Escola Municipal Antônio de Brito Alves.
10/2008 - 12/2009
Direção e administração, Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata - FFPNM, .

Cargo ou função
Vice-coordenador do curso de História.
10/2007 - 12/2009
Direção e administração, Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata - FFPNM, .

Cargo ou função
Vice-coordenador do curso de História.

Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2004
Vínculo: professor substituto, Enquadramento Funcional: professor substituto, Carga horária: 8
Outras informações
Professor das disciplinas de História Antiga e História Medieval.

Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: professor temporário, Enquadramento Funcional: professor temporário
Outras informações
Profissional docente em cursos de Extensão Universitária: Análise Crítica da História Contemporânea, realizado pela Coordenação Setorial do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Federal de Pernambuco

Atividades

03/2002 - 03/2004
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Antiga II
História Antiga I
História Medieval II
História Medieval I
03/2003 - 08/2003
Extensão universitária , Centro de Ciências Jurídicas, .

Atividade de extensão realizada
Análise Crítica da História Contemporânea.

Colégio Especial, COLÉGIO ESPECIAL, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2000
Vínculo: professor, Enquadramento Funcional: professor, Carga horária: 10

Atividades

02/1999 - 01/2000
Ensino,

Disciplinas ministradas
Introdução à Filosofia


Linhas de pesquisa


1.
Literatura e civilização

Objetivo: Elaborar História a partir de textos literários e filosóficos egressos da Antiguidade e da Idade Média..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval.
Setores de atividade: Educação Superior; Formação Permanente e Outras Atividades de Ensino, Inclusive Educação À Distância e Educação Especial.
Palavras-chave: Ensino de história: antiguidade.


Projetos de pesquisa


2015 - 2016
Explorações do Masculino e do Feminino: personas sexuais gregas no ensino de História
Descrição: ?Explorações do Masculino e do Feminino: personas sexuais gregas no ensino de História? é uma pesquisa desenvolvida pelo Leitorado Antiguo ? Grupo de Ensino Pesquisa e Extensão em História Antiga, cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do Brasil (Plataforma Lattes/CNPq), e se insere na linha de pesquisa Formação de Pessoas para o Desenvolvimento Local Sustentável, do Mestrado em Gestão do Desenvolvimento Local sustentável. É Pesquisa Básica, que visa a Produção, Divulgação e Popularização de Conhecimento Científico e Tecnológico e a Interiorização deste conhecimento..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / FILIPE MATHEUS MARINHO DE MELO - Integrante.
2015 - Atual
Grécia e cinema no Ensino de História
Descrição: ?Grécia e cinema no Ensino de História? é uma pesquisa desenvolvida pelo Leitorado Antiguo ? Grupo de Ensino Pesquisa e Extensão em História Antiga, cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do Brasil (Plataforma Lattes/CNPq), e se insere na linha de pesquisa Formação de Pessoas para o Desenvolvimento Local Sustentável, do Mestrado em Gestão do Desenvolvimento Local sustentável. É Pesquisa Básica, que visa a Produção, Divulgação e Popularização de Conhecimento Científico e Tecnológico e a Interiorização deste conhecimento..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / JOSÉ LUCIANO DE A. DIAS FILHO - Integrante.
2015 - Atual
Cinema Império e Ensino de História
Descrição: ?Cinema Império e Ensino de História? é uma pesquisa desenvolvida pelo Leitorado Antiguo ? Grupo de Ensino Pesquisa e Extensão em História Antiga, cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do Brasil (Plataforma Lattes/CNPq), e se insere na linha de pesquisa Formação de Pessoas para o Desenvolvimento Local Sustentável, do Mestrado em Gestão do Desenvolvimento Local sustentável. É Pesquisa Básica, que visa a Produção, Divulgação e Popularização de Conhecimento Científico e Tecnológico e a Interiorização deste conhecimento..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / MÁRCIO VITOR SANTOS - Integrante.
2013 - 2014
"Que ouço? Eis uma prece singular aos deuses". Teatro grego e religiosidade no ensino de História
Descrição: Analisar a aplicação do conceito de religiosidade na utilização do Tetro Grego como ferramenta de ensino de História. Apontar, como vivência prática de elementos religiosos do povo grego, diferenças e semelhanças com os nossos costumes, trabalhando, portanto, questões como preconceito e aceitação das diferenças. . Apresentar as peças gregas como fontes históricas ao alcance dos alunos e professores em sala de aula. . Ajudar os alunos na compreensão da importância da História Antiga para a nossa Civilização..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / Matheus Gomes Aquino Matos - Integrante.
2013 - 2013
?Que não te escape, Zeus, o autor de minha ruína?: o Mito no Teatro Grego
Descrição: Por mais que os povos e culturas da Antiguidade estejam, em termos temporais, distantes de nós, percebemos que existem formas de nos comunicarmos com os valores e os conceitos que deram origem à nossa cultura. Muitas vezes, esses elementos estão presentes em aspectos simples do nosso cotidiano, e na busca do entendimento desses elementos, o estudo da História demonstra sua utilidade prática. Dentro dos currículos tradicionais, percebe-se freqüentemente que este estudo deixa tanto alunado quanto professores cada vez mais distantes do entendimento das civilizações da Antigüidade, fato apontado pelo historiador e arqueólogo Pedro Paulo Funari quando denuncia a existência de uma Antiguidade ?dada, acabada, a ser decorada pelo aluno? (FUNARI, 2005, p. 98). Não se trabalha a História Antiga como possibilidade, como construção das várias épocas que sobre ela se debruçaram e refletiram, mas como algo que nada mais possui a dizer, nada mais possui a ser interpretado. Mais do que História Antiga, trata-se, mais apropriadamente, de História Velha..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2013
?ONDE SE ESCONDEM OS RAIOS DE ZEUS?: TEATRO GREGO E RELIGIOSIDADE NO ENSINO DE HISTÓRIA
Descrição: Os estudos sobre religiosidade aliado a ludicidade das peças gregas clássicas se encaixam em uma abordagem atualizada e que propõe fazer com que o alunado sinta-se mais estimulado a participar das aulas de História Antiga, compreendendo melhor uma das culturas mais importantes para a fundamentação de nossa sociedade. Além disso, estudar questões ligadas a sua intimidade é mais atraente para o alunado por serem abordagens mais fáceis de serem imaginadas pelo educando, e poucas coisas são mais intimas que o sentimento religioso . Além disso, abordar o cotidiano, principalmente as questões como preconceito e diferenças entre culturas, religiões e identidades, entre outras abordagens, contribuem para o adolescente fixar-se mais na aula de História Antiga porque, além de diminuir o formalismo de uma história dada e acabada, irão ser abordados, assim, aspectos da antiguidade que, geralmente, são dúvidas presentes entre os jovens. O debate sobre as diferentes manifestações religiosas é, hoje, questão central, não apenas da educação, mas da sociedade como um todo . Por isso, é necessário formular-se propostas de ensino e de produção bibliográfica que abarquem, não só o conhecimento do passado, pois ele existe para servir ao presente. Deve-se promover produções que valorizem o conhecimento historiográfico vinculado às questões que afligem a sociedade no nosso momento histórico. Afinal, sempre que adentrar a sala de aula o professor, certamente, lidará com tais questões, e precisa ser preparado para debater sobre elas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2012
A Grécia nos palcos: o Teatro Grego como ferramenta de ensino de história na sala de aula
Descrição: No Brasil nos deparamos com o questionamento sobre o porquê de se estudar História Antiga. Em diversos encontros de pesquisadores desse setor de pesquisa, a questão é retomada com freqüência. Diferentemente dos países do velho mundo, no Brasil não há monumentos ou, na maior parte das cidades, coleções museológicas que permitam a apreciação da Antiguidade. Por isso a pergunta ressurge: por que estudarmos a História Antiga? O editorial da edição de número 12 da revista Phoînix do Laboratório de História Antiga da UFRJ afirma que: ?Considerar a experiência das sociedades antigas como algo vivo na nossa cultura é situar o seu campo de pesquisa numa perspectiva da História Comparada e da pluridisciplinaridade. Desta forma, abordam-se as diferentes respostas sociais frente aos conflitos, às crises, às mudanças, às resistências, às representações do mundo, aos contatos e aos processos de criação de identidades e alteridades? (PHOîNIX. Laboratório de História Antiga da UFRJ, ano 12, 2006). As questões levantadas pelo texto acima ? conflitos, crises, mudanças, resistências, alteridade, contato, identidade ? eram pertinentes na Antiguidade como ainda o são em nossos dias. As respostas encontradas pelos povos antigos, mais do que servirem como parâmetro (como se interpretava em tempos idos, que se conhecia o passado para se compreender melhor o presente) servem como espelho de nossa própria humanidade, como reflexo daquilo de que somos capazes diante dos desafios mais diversos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / SANTOS, Dyego Rodrigo de Assis - Integrante.Financiador(es): Universidade de Pernambuco - Bolsa.
2011 - 2012
?DOCE, FILHA, E JUNTAMENTE AMARGO?: TEATRO GREGO E CINEMA NO ENSINO DE HISTÓRIA
Descrição: Objetivo Geral Analisar a utilização do cinema como ferramenta de ensino da cultura grega. Objetivos Específicos Apontar, como vivência prática de elementos cotidianos do povo grego, diferenças e semelhanças com os nossos costumes, trabalhando, portanto, questões como preconceito e aceitação das diferenças; Discutir questões de preconceito e aceitação através da comparação entre as peças atenienses e a realidade atual do ensino de História. Apresentar as peças gregas e os filmes queas representam como fontes históricas ao alcance dos alunos e professores em sala de aula. Ajudar os alunos na compreensão da importância da História Antiga para a nossa Civilização..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / BASTOS, Phillipe Augusto Gomes Silva - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2010 - 2011
É duro falar e mais duro ainda calar: teatro grego, sexualidade e ensino de História. Projeto PIBIC financiado pelo CNPq-UPE.
Descrição: Analisar as comédias e tragédias gregas, buscando as referências aos papeis sexuais e à sexualidade em geral que marcavam a sociedade na qual foram produzidas; apontar, como vivência prática de elementos cotidianos do povo grego, as diferenças e semelhanças com os nossos costumes, trabalhando, portanto, questões como preconceito e aceitação das diferenças; apresentar as peças gregas como fontes históricas ao alcance dos alunos, na sala de aula..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / Luís Henrique Bonifácio Cordeiro - Integrante.Financiador(es): PIBIC-CNPq-UPE - Bolsa.
2008 - 2010
?A essência do fim sem fim?: Agostinho de Hipona e a concepção providencialista da História
Descrição: A presente pesquisa está inserida na linha de pesquisa Literatura e Civilização do Leitorado Antiguo ? Grupo de Ensino e Extensão em História Antiga (Curso de História da Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata ? Universidade de Pernambuco), cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do Brasil (Plataforma Lattes/CNPq), desde 2006, desde então produzindo ativamente pesquisas acadêmicas. A fonte primária para esta pesquisa é A Cidade de Deus, obra mais importante de Agostinho de Hipona. Texto vasto e complexo, redigido em meio às invasões germânicas, apresenta não apenas uma crônica dessas últimas como, também, desenvolve um conceito de história até então prematuro, que reunia elementos do profetismo judaico e cristão aos modelos tradicionais latinos de narrativa historiográfica. Dessa conjunção, nasceu a primeira narrativa histórica ocidental. A partir dessa obra desenvolve-se a nossa pesquisa sobre a permanência de elementos narrativos e estilísticos clássicos pagãos na narrativa histórica cristã. Para os historiógrafos medievais, Agostinho de Hipona incluído, o Deus cristão intervinha na História humana através da Providência. Em determinados momentos, a providência divina aflorava na forma da Graça, o auxílio que conduzia ao caminho da salvação (Agostinho, 2006, p. 234) ? o que chamamos de concepção providencialista da História. Esta concepção, ainda que traga em seu bojo as novas formas de pensamento histórico cristãs (herdeiras da visão bíblica) utilizou-se das formas e estruturas e figuras clássicas para ser elaborada (BOURDÉ; MARTIN, 1983). Nesse sentido, compreender como estas duas tradições amiúde auto-excludentes ? a clássica pagã e a cristã de matiz judaica ? se fundiram é compreender como emergiu um pensamento histórico que consideramos como ocidental pela primeira vez..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / Juarlyson Jhones Santos de Souza - Integrante.Financiador(es): PIBIC-CNPq-UPE - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2007 - 2009
A África Antiga e o ensino de História da África: o Kebra Nagast e os judeus
Descrição: A velha história africana está absolutamente integrada nessa perspectiva. Se a nossa cultura pós-moderna é global, se quer global, includente, por que não começar com a Antigüidade, uma das primeiras disciplinas lecionadas nos cursos de História, esforço a ser continuado no ensino da Idade Média? A interação dos povos africanos com a Antigüidade é um rico momento para esta análise. Ao invés de repartirmos o conhecimento dos alunos em categorias estanques (?Antigüidade Oriental? e ?Antiguidade Clássica?), melhor seria usarmos a definição braudeliana, onde o espaço mediterrânico era um diálogo ?dos espaços sólidos e dos espaços líquidos (...) uma série de casamentos entre uma civilização litorânea e civilizações interiores? (FEBVRE, 2004, p. 74). Neste diálogo, também a África se inseriria. Não como região periférica e simples fornecedora de escravos, mas como co-participante de alguns momentos daquela longa história. É exatamente nesse ponto, na dispersão da influência cristã no norte-africano que reside o tema do subprojeto ?o Kebra Nagast e os judeus? dentro da pesquisa maior ?A África antiga e o ensino de História da África?. O Kebra Nagast se afirma como um texto sagrado (HAUSMAN; MARLEY, 1998) e assim tem sido tratado ao longo dos séculos, não apenas pelos etíopes mas também pelos devotos da religião rastafári, surgida na Jamaica em meados do século passado. Grande parte da redação do Kebra Nagast retoma antigas histórias bíblicas (HUBBARD, 1954), dando-lhes, todavia, um sentido bem diferente daquele que se encontra no livro sagrado dos judeus e cristãos. Para se fortalecer como tal, todavia, foi necessário que os sacerdotes concedessem o título de ?povo escolhido? ao etíopes, retirando-o dos judeus. Pelo menos dois terços do Kebra Nagast são dedicados à explicação de como o povo judeu perdera sua condição de escolhido, e como a graça divina seguira para os etíopes. Entender esse momento é essencial para a compreensão abrangente da Antiguidade africana. Propomo.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / Stéphanie Monick Zumba de Lima - Integrante.Financiador(es): PIBIC-CNPq-UPE - Bolsa.Número de orientações: 1
2006 - 2010
História da África e o ensino da África Antiga
Descrição: Analisar os problemas e questões que o ensino da História Antiga da África, parte essencial da herança cultural daquele continente, colocam para os professores dessa disciplina. Capacitar os professores ensinar e discutir com seus alunos tais assuntos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 14 / Número de orientações: 8


Projetos de extensão


2014 - Atual
Teatro Grego na sala de aula: Escola Albert Einstein
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / PABLO VICTOR DOS SANTOS CRAVEIRO - Integrante.
2013 - 2013
Teatro Grego na sala de aula: Escola de Referência em ensino médio Austro Costa
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / André Edson da Silva Cavalcante - Integrante.
2013 - 2013
Teatro Grego na sala de aula: Escola Estadual Guedes Alcoforado
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2012 - 2012
ANTIGUIDADE JUDAICA NA SALA DE AULA: INFLUÊNCIAS JUDAICAS NA CULTURA BRASILEIRA
Descrição: O ensino da história antiga dos judeus tendo como base costumes judaicos enraizados na cultura brasileira na Escola de Referência em Ensino Médio Professor Alfredo Freyre..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / Kaio César de França Nery - Integrante / Creso Nuno Moraes de Brito - Integrante.
2012 - 2012
Teatro Grego na sala de aula: Escola de Referência em ensino médio Conde Corrêa de Araújo
Descrição: O presente projeto de extensão se propõe a promover um festival de Teatro Grego para os alunos do ensino médio da Escola de Referência em ensino médio Conde Corrêa de Araújo, situada na Rua José de Alencar, 20. Vila do Reinado ? São Lourenço da Mata ? PE/ CEP ? 54.735-440. Neste festival, os alunos serão apresentados às peças e os elencos serão formados. Serão feitas leituras preparatórias, pesquisas sobre contexto, autores e personagens e ensaios até a apresentação final das peças..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / Flávio Freire Neto - Integrante.Financiador(es): Universidade de Pernambuco - Bolsa.
2011 - 2012
A GRÉCIA NOS PALCOS: O TEATRO GREGO COMO FERRAMENTA DE ENSINO DE HISTÓRIA NA SALA DE AULA
Descrição: O presente projeto de extensão se propõe a promover um festival de Teatro Grego para os alunos do primeiro ano do ensino médio do Colégio de Aplicação professor Chaves, situada na cidade de Nazaré da Mata e Sob a tutela da UPE. Neste festival, os alunos serão apresentados às peças e os elencos serão formados. Serão feitas leituras preparatórias, pesquisas sobre contexto, autores e personagens e ensaios até a apresentação final das peças..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / Laís Fatima Azevedo Alves - Integrante.Financiador(es): Universidade de Pernambuco - Bolsa.
2011 - 2011
A GRÉCIA NOS PALCOS: O TEATRO GREGO COMO FERRAMENTA DE ENSINO DE HISTÓRIA NA SALA DE AULA
Descrição: O presente projeto de extensão se propõe a promover um festival de Teatro Grego com os alunos do Colégio Pentágono, situado na cidade de Limoeiro. Neste festival, os alunos serão apresentados às peças e os elencos serão formados. Serão feitas leituras preparatórias, pesquisas sobre contexto, autores e personagens e ensaios até a apresentação final das peças..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / SANTOS, Dyego Rodrigo de Assis - Integrante.Financiador(es): Universidade de Pernambuco - Cooperação.


Projetos de desenvolvimento


2014 - Atual
Plano de Monitoria: Antiguidades Pré-Clássica e Clássica
Descrição: Dentro dos parâmetros estabelecidos nesta universidade, a monitoria é um programa que visa estimular a aptidão à docência, à investigação científica e à extensão de alunos de graduação. Este trabalho proposto objetiva: Um maior aproveitamento da disciplina, bem como uma melhor formação dos alunos regularmente matriculados e do monitor aprovado a partir de seleção aberta. Auxiliar no aprendizado e no rendimento das disciplinas referentes à Antiguidade; Promover uma melhor compreensão dos textos mediante uma leitura dirigida. Auxiliar no desenvolvimento da didática adotada para a disciplina; Fomentar o interesse dos alunos da FFPNM pelas temáticas da Antiguidade; Facilitar o relacionamento entre os alunos e professor na execução e melhoria do plano de ensino-aprendizagem; Possibilitar um maior acompanhamento das turmas, estabelecendo o monitor como uma ponte de diálogo entre elas e o professor; Contribuir para a formação do aluno-monitor, criando condições para seu aprofundamento teórico aliado ao desenvolvimento de suas habilidades relacionadas à docência; Auxiliar na construção da disciplina, ao participar da elaboração de seu planejamento..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
2013 - 2014
Plano de Monitoria: Antiguidades Pré-Clássica e Clássica
Descrição: Dentro dos parâmetros estabelecidos nesta universidade, a monitoria é um programa que visa estimular a aptidão à docência, à investigação científica e à extensão de alunos de graduação. Este trabalho proposto objetiva: Um maior aproveitamento da disciplina, bem como uma melhor formação dos alunos regularmente matriculados e do monitor aprovado a partir de seleção aberta. Auxiliar no aprendizado e no rendimento das disciplinas referentes à Antiguidade; Promover uma melhor compreensão dos textos mediante uma leitura dirigida. Auxiliar no desenvolvimento da didática adotada para a disciplina; Fomentar o interesse dos alunos da FFPNM pelas temáticas da Antiguidade; Facilitar o relacionamento entre os alunos e professor na execução e melhoria do plano de ensino-aprendizagem; Possibilitar um maior acompanhamento das turmas, estabelecendo o monitor como uma ponte de diálogo entre elas e o professor; Contribuir para a formação do aluno-monitor, criando condições para seu aprofundamento teórico aliado ao desenvolvimento de suas habilidades relacionadas à docência; Auxiliar na construção da disciplina, ao participar da elaboração de seu planejamento..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (40) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / Adriano do Nascimento Araújo Filho - Integrante.
2011 - 2011
Plano de Monitoria: História Antiga I e História Antiga II
Descrição: Dentro dos parâmetros estabelecidos nesta universidade, a monitoria é um programa que visa estimular a aptidão à docência, à investigação científica e à extensão de alunos de graduação. Este trabalho proposto objetiva: Um maior aproveitamento da disciplina, bem como uma melhor formação dos alunos regularmente matriculados e do monitor aprovado a partir de seleção aberta. Auxiliar no aprendizado e no rendimento das disciplinas referentes à Antiguidade; Promover uma melhor compreensão dos textos mediante uma leitura dirigida. Auxiliar no desenvolvimento da didática adotada para a disciplina; Fomentar o interesse dos alunos da FFPNM pelas temáticas da Antiguidade; Facilitar o relacionamento entre os alunos e professor na execução e melhoria do plano de ensino-aprendizagem; Possibilitar um maior acompanhamento das turmas, estabelecendo o monitor como uma ponte de diálogo entre elas e o professor; Contribuir para a formação do aluno-monitor, criando condições para seu aprofundamento teórico aliado ao desenvolvimento de suas habilidades relacionadas à docência; Auxiliar na construção da disciplina, ao participar da elaboração de seu planejamento..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2009 - 2010
FESTIVAL DE TEATRO GREGO
Descrição: O Festival de Teatro Grego já é uma realidade na FFPNM já há alguns anos, e vem sendo encenado desde 2005, sempre no primeiro semestre, quando os alunos do terceiro período do curso de História da FFPNM cursam a disciplina de História Antiga II. Esta cadeira versa sobre as civilizações clássicas de Grécia e Roma. Os alunos desta disciplina são divididos em elencos e escolhem suas peças. Uma bibliografia de apoio é fornecida e,quando necessário, mais leituras são propostas. Serão feitas leituras preparatórias, pesquisas sobre contexto das peças, autores e personagens. Até a apresentação final, cada grupo de alunos/atores será monitorado e ajudado pelo professor das disciplina e seus alunos-monitores, os quais coordenarão ensaios e identificarão possíveis problemas que afetem as apresentações.. Além de transportar essa vivência para a escola, elementos outros terão de ser adotados: para a leitura dos pré-adolescentes, os textos gregos terão de ser adaptados tanto na linguagem quanto em seu conteúdo. Apesar dessa adaptação, as peças preservarão seu conteúdo lúdico e psicologicamente instigante, levando tanto aos atores quanto ao público assistente uma notável experiência além da maior proximidade e compreensão da Antiguidade Clássica. Projeto contemplado como Apoio Financeiro do Programa de Inovação Pedagógica PFAUPE 2009..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.


Outros Projetos


2012 - 2012
Plano de Monitoria: História Antiga I e História Antiga II
Descrição: Dentro dos parâmetros estabelecidos nesta universidade, a monitoria é um programa que visa estimular a aptidão à docência, à investigação científica e à extensão de alunos de graduação. Este trabalho proposto objetiva: Um maior aproveitamento da disciplina, bem como uma melhor formação dos alunos regularmente matriculados e do monitor aprovado a partir de seleção aberta. Auxiliar no aprendizado e no rendimento das disciplinas referentes à Antiguidade; Promover uma melhor compreensão dos textos mediante uma leitura dirigida. Auxiliar no desenvolvimento da didática adotada para a disciplina; Fomentar o interesse dos alunos da FFPNM pelas temáticas da Antiguidade; Facilitar o relacionamento entre os alunos e professor na execução e melhoria do plano de ensino-aprendizagem; Possibilitar um maior acompanhamento das turmas, estabelecendo o monitor como uma ponte de diálogo entre elas e o professor; Contribuir para a formação do aluno-monitor, criando condições para seu aprofundamento teórico aliado ao desenvolvimento de suas habilidades relacionadas à docência; Auxiliar na construção da disciplina, ao participar da elaboração de seu planejamento..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
2010 - 2011
PLANO DE MONITORIA HISTÓRIA ANTIGA II E HISTÓRIA ANTIGA I
Descrição: Dentro dos parâmetros estabelecidos nesta universidade, a monitoria é um programa que visa estimular a aptidão à docência, à investigação científica e à extensão de alunos de graduação. Este trabalho proposto objetiva: Um maior aproveitamento da disciplina, bem como uma melhor formação dos alunos regularmente matriculados e do monitor aprovado a partir de seleção aberta. Auxiliar no aprendizado e no rendimento das disciplinas referentes à Antiguidade; Promover uma melhor compreensão dos textos mediante leitura dirigida; Auxiliar no desenvolvimento da didática adotada para a disciplina; Fomentar o interesse dos alunos da FFPNM pelas temáticas da Antiguidade; Facilitar o relacionamento entre os alunos e professor na execução e melhoria do plano de ensino-aprendizagem; Possibilitar um maior acompanhamento das turmas, estabelecendo o monitor como uma ponte de diálogo entre elas e o professor; Contribuir para a formação do aluno-monitor, criando condições para seu aprofundamento teórico aliado ao desenvolvimento de suas habilidades relacionadas à docência; Auxiliar na construção da disciplina, ao participar da elaboração de seu planejamento..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Jose Maria Gomes de Souza Neto - Coordenador / Sérgio Corrêa de Mendes Júnior - Integrante.Financiador(es): Universidade de Pernambuco - Bolsa.
2009 - 2009
PLANO DE MONITORIA HISTÓRIA MEDIEVAL I
Descrição: Dentro dos parâmetros estabelecidos nesta unidade, a monitoria é um programa que visa estimular a aptidão à docência, à investigação científica e à extensão de alunos de graduação. Este trabalho proposto objetiva um maior aproveitamento da disciplina, bem como uma melhor formação dos alunos regularmente matriculados e do monitor aprovado a partir de seleção aberta. Temos observado que o primeiro contato do alunado com essas obras tem sido caracterizado pelo estranhamento e pela dificuldade de compreensão. Com tal problema em tela, apresentamos a proposta do Grupo de Leitura Tolle, Legere, instância de apoio aberta aos alunos matriculados nas disciplinas de História Medieval I e nas eletivas por nós ministradas..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval/Especialidade: Ensino da HIstória Antiga.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Latim
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2008
Menção Honrosa: Prêmios Literários Cidade do Recife - Prêmio Jordão Emerenciano de Ensaio, Prefeitura do Recife.
2004
Voto de louvor, Colegiado do Departamento de História da Universidade Federal de Pernambuco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SOUZA NETO, J. M. G.2017SOUZA NETO, J. M. G.. RESENHA: ?THE ARK BEFORE NOAH; DECODING THE STORY OF THE FLOOD? POR IRVING FINKEL. BRATHAIR (ONLINE), v. 17, p. 249-254, 2017.

2.
SOUZA NETO, J. M. G.2016 SOUZA NETO, J. M. G.. ?All that creeps, all that crawls, all that slithers?: perspectivas históricas sobre o filme Noé (2014), de Darren Aronofsky. Roda da Fortuna, v. 5, p. 90-120, 2016.

3.
SOUZA NETO, J. M. G.2015SOUZA NETO, J. M. G.. ?Convergenza d?interessi, forze, costumi, religioni, vizi e virtu?: O Império Romano como metáfora visual no Cinema Italiano (1909-1937). CADERNOS DO TEMPO PRESENTE, v. 1, p. 3-15, 2015.

4.
CORDEIRO, Luís Henrique Bonifácio2015CORDEIRO, Luís Henrique Bonifácio ; SOUZA NETO, J. M. G. . VINGANÇA E ARREPENDIMENTO Como Parte da Concepção do Ser Trágico do Período Clássico Ateniense na Electra de Eurípides. Revista Cantareira, v. 1, p. 42-54, 2015.

5.
SOUZA NETO, J. M. G.2014SOUZA NETO, J. M. G.. O teatro ateniense e o Historiador. BOLETIM HISTORIAR, v. 1, p. 3-19, 2014.

6.
SOUZA NETO, J. M. G.2013SOUZA NETO, J. M. G.. FIAPOS DE CARNE MATERNA ENTRE OS DENTES, OU A CRÔNICA DO SUICÍDIO AMBIENTAL EM RAPA NUI (ILHA DE PÁSCOA).. Gênero & História (UFPE), v. 1, p. 187-211, 2013.

7.
SOUZA NETO, J. M. G.2013SOUZA NETO, J. M. G.; SCHURSTER, K. . Cabaret (1972) e o som das botas nazistas. Boletim Tempo Presente (UFRJ), v. 02, p. 77-84, 2013.

8.
SOUZA NETO, J. M. G.2012SOUZA NETO, J. M. G.; CORDEIRO, Luís Henrique Bonifácio ; MENDES JUNIOR, S. C. . teatro (θέατρο) e escola (σχολείο): duas palavras gregas. Revista Formação Revista Eletrônica, v. 01, p. 61-76, 2012.

9.
SOUZA NETO, J. M. G.2012SOUZA NETO, J. M. G.. La radio como elemento de educación doctrinaria durante el estado novo brasileiro (1937-1945). Hachetetepe 5 (Radio y educación. Perspectivas y contextos), v. 1, p. 115-125, 2012.

10.
SOUZA NETO, J. M. G.2011SOUZA NETO, J. M. G.. Editorial A HONRA DE EBÚCIO: HISTÓRIA, GÊNERO E SEXUALIDADE. Nearco (Rio de Janeiro), v. 1, p. 6-10, 2011.

11.
SOUZA NETO, J. M. G.2011SOUZA NETO, J. M. G.; SOUZA, Juarlyson Jhones Santos de . Santo Agostinho: enredo histórico e providencialismo. Revista de Teologia e Ciências da Religião da UNICAP, v. 1, p. 77-86, 2011.

12.
MELO, Marcos José de2010MELO, Marcos José de ; SOUZA NETO, J. M. G. . Literatura Africana Antiga Essa ilustre desconhecida. Eutomia (Recife), v. III, p. 1-11, 2010.

13.
SOUZA NETO, J. M. G.2009SOUZA NETO, J. M. G.. Amiano Marcelino e a representação da barbárie. Gênero & História (UFPE), v. V, p. 35-56, 2009.

14.
SOUZA NETO, J. M. G.2004SOUZA NETO, J. M. G.. 'O importante não é falar, mas ser ouvido?: Meios e entremeios da propaganda de Agamenon Magalhães em Pernambuco (1937-1945).. Saeculum (UFPB), João Pessoa, v. 10, p. 47-64, 2004.

15.
SOUZA NETO, J. M. G.2000SOUZA NETO, J. M. G.. A Transição dos Séculos: Conquistas do Passado e Desafios para o Futuro. Revista Eletrônica Medicina Hoje, 2000.

16.
SOUZA NETO, J. M. G.2000SOUZA NETO, J. M. G.. Os Alimentos e a Civilização. Revista Eletrônica Medicina Hoje, 2000.

17.
SOUZA NETO, J. M. G.2000SOUZA NETO, J. M. G.. O Processo Civilizatório: A Domesticação do Cardápio. Revista Eletrônica Medicina Hoje, 2000.

18.
SOUZA NETO, J. M. G.2000SOUZA NETO, J. M. G.. O Gabinete do Dr. Caligari: Um Filme de Questionamento. Revista Eletrônica Medicina Hoje, 2000.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Aprendizagens Históricas: ensino de história.. 1. ed. União da Vitória/ Rio de Janei: LAPHIS/Edições especiais Sobre Ontens., 2018. v. 1. 219p .

2.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Aprendizagens Históricas: gêneros e etnicidades. 1. ed. União da Vitória/ Rio de Janei: LAPHIS/Edições especiais Sobre Ontens., 2018. v. 1. 228p .

3.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Aprendizagens Históricas: história do ensino. 1. ed. União da Vitória/Rio de Janeir: LAPHIS/Edições especiais Sobre Ontens., 2018. v. 1. 175p .

4.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Aprendizagens Históricas: rumos e experiências. 1. ed. União da Vitória/Rio de Janeir: LAPHIS/Edições especiais Sobre Ontens, 2018. v. 1. 313p .

5.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Aprendizagens Históricas: mídias, fontes e transversais.. 1. ed. União da Vitória/Rio de Janeir: LAPHIS/Edições especiais Sobre Ontens, 2018. v. 1. 478p .

6.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Aprendizagens Históricas: debates e opiniões.. 1. ed. União da Vitória/ Rio de Janei: LAPHIS/Edições especiais Sobre Ontens., 2018. v. 1. 246p .

7.
BUENO, A. (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Canteiro de Histórias: textos sobre aprendizagem histórica. 1. ed. Rio de Janeiro/União da Vitóri: Edição Especial Ebook LAPHIS/Sobre Ontens, 2017. v. 1. 230p .

8.
BUENO, A. (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Um Pé de História: estudos sobre aprendizagem histórica. 1. ed. Rio de Janeiro/União da Vitóri: Edição Especial Ebook LAPHIS/Sobre Ontens, 2017. v. 1. 576p .

9.
BUENO, A. (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Jardim de Histórias: discussões e experiências em aprendizagem histórica. 1. ed. Rio de Janeiro/União da Vitóri: Edição Especial Ebook LAPHIS/Sobre Ontens, 2017. v. 1. 713p .

10.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Vários Orientes. 1. ed. Rio de Janeiro/União da Vitóri: Edições Sobre Ontens/LAPHIS, 2017. v. 1. 510p .

11.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Mais Orientes. 1. ed. Rio de Janeiro/União da Vitóri: Edições Sobre Ontens/LAPHIS, 2017. v. 1. 166p .

12.
SOUZA NETO, J. M. G.; SILVA, Kalina V. P. ; SCHURSTER, K. . Pequeno Dicionário de Grandes Personagens Históricos. 1. ed. Rio de Janeiro: Alta Books, 2016. v. 1. 512p .

13.
SOUZA NETO, J. M. G.; SCHURSTER, K. (Org.) ; RICON, L. C. C. (Org.) . Imagens em Movimento: ensaios sobre Cinema e História. 1. ed. Rio de Janeiro: Autografia, 2016. v. 1. 334p .

14.
SOUZA NETO, J. M. G.; BUENO, A. ; BIRRO, R. . Antigas Leituras: Olhares do Presente ao Passado. 1. ed. Rio de Janeiro: Autografia, 2016. v. 1. 408p .

15.
BUENO, A. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Antigas leituras: Visões da China Antiga. 1. ed. União da Vitória: UNESPAR, 2014. v. 1. 315p .

16.
SOUZA NETO, J. M. G.. Sonhos de Nabucodonosor: um ensaio sobre Estado Novo e Propaganda em Pernambuco. 1. ed. Recife: EDUPE, 2013. v. 1. 410p .

17.
SOUZA NETO, J. M. G.. Antigas leituras: diálogos entre a história e a literatura. 1. ed. Recife: EDUPE, 2012. v. 1.

Capítulos de livros publicados
1.
SOUZA NETO, J. M. G.; CORDEIRO, L. H. B. . Quadrinhos, Ensino de História: panorama teórico-metodológico. In: André Bueno; Gustavo Durão. (Org.). Novos olhares para os antigos: visões da Antiguidade no mundo contemporâneo. 1ed.Rio de Janeiro: Edição Sobre Ontens, 2018, v. 1, p. 323-366.

2.
SOUZA NETO, J. M. G.. A Guerra do Futuro. In: Francisco Carlos Teixeira da Silva, Karl Schurster. (Org.). Por que a guerra?: das batalhas gregas à ciberguerra: uma história da violência entre os homens. 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2018, v. 1, p. 489-516.

3.
SOUZA NETO, J. M. G.. ENSINO DA HISTÓRIA ANTIGA E ARTE SEQUENCIAL: ESBOÇOS INTRODUTÓRIOS. In: BUENO, André; ESTACHESKI, Dulceli; CREMA, Everton. (Org.). Para um novo amanhã: visões sobre aprendizagem histórica.. 1ed.Rio de Janeiro/União da Vitóri: Edição Ebook LAPHIS/Sobre Ontens, 2016, v. 1, p. 30-45.

4.
SOUZA NETO, J. M. G.; POSSAMAI, P. C. . Teodora, imperatriz de Bizâncio: leituras românticas e imperialistas do mundo bizantino. In: José Maria Gomes de Souza Neto; Karl Schurster de Sousa Leão; Leandro Ricon. (Org.). Imagens em Movimento: ensaios sobre Cinema e História. 1ed.Rio de Janeiro: Autografia, 2016, v. 1, p. 121-139.

5.
SOUZA NETO, J. M. G.. Antiguidade e Conservadorismo. In: Francisco Silva. (Org.). Enciclopédia de Guerras e Revoluções: vol. I: 1909-1919: a época dos imperialismos e da Grande Guerra (1914-1919). 1ed.Rio de Janeiro: Elsevier, 2015, v. 1, p. 30-31.

6.
SOUZA NETO, J. M. G.. ELECTRA, A VINGADORA (1962): TEATRO, CINEMA, HISTÓRIA E OS INSONDÁVEIS OLHOS DE IRENE PAPAS. In: BUENO, André; ESTACHESKI, Dulceli; CREMA, Everton. (Org.). Tecendo Amanhãs: o Ensino de História na Atualidade. 1ed.União da Vitória: Edição Especial Sobre Ontens, 2015, v. 1, p. 10-23.

7.
SOUZA NETO, J. M. G.. O teatro ateniense na formação do historiador. In: Maria Regina Cândido. (Org.). Banquetes, rituais e poder no Mediterrâneo Antigo. 1ed.Rio de Janeiro: UERJ/NEA, 2015, v. 1, p. 243-264.

8.
SOUZA NETO, J. M. G.. Cinema e Distopias. In: Alexandre Busko Valim, Francisco Carlos Teixeira da Silva, Karl Schurster. (Org.). O cinema vai à guerra. 1ed.Rio de Janeiro: Campus Elsevier, 2015, v. 1, p. 245-271.

9.
SILVA, Bruno Rafael Véras de Morais e ; SOUZA NETO, J. M. G. . A retórica da alteridade na Rihla de Ibn Battuta (1304-1377). In: Adriana Zierer; Ana Lívia B. Vieira; Elizabeth S. Abrantes. (Org.). Nas trilhas da Antiguidade e da Idade Média. 1ed.São Luís: UEMA, 2014, v. 1, p. 113-119.

10.
CORDEIRO, Luís Henrique Bonifácio ; SOUZA NETO, J. M. G. . Homoerotismo e homoafetividade no imaginário Ático. In: Adriana Zierer; Ana Lívia B. Vieira; Elizabeth S. Abrantes. (Org.). Nas trilhas da Antiguidade e da Idade Média. 1ed.São Luís: UEMA, 2014, v. 1, p. 283-291.

11.
SOUZA NETO, J. M. G.. Para além das Colunas de Hércules: o Atlântico na Antiguidade. In: Francisco Carlos Teixeira da Silva; Karl Schurster de Sousa Leão; Francisco Eduardo Alves de Almeida. (Org.). Atlântico: a História de um oceano. 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013, v. 01, p. 23-47.

12.
SOUZA NETO, J. M. G.. Por entre sonhos: uma proposta de análise historiográfica da propaganda. In: Karl Schurster; Giselda Brito Silva, Júlia Silveira Matos. (Org.). Campos da política: discursos e práticas. 1ed.São Paulo: LP Books, 2012, v. único, p. 122-136.

13.
SOUZA NETO, J. M. G.; MELO, Marcos José de . UMA ÁFRICA QUE SE DESDOBRA: A ANTIGUIDADE AFRICANA E O DEBATE ATUAL DO ENSINO DE HISTÓRIA. In: José Maria Gomes de Souza Neto. (Org.). Antigas leituras: diálogos entre a história e a literatura. 1ed.Recife: EDUPE, 2012, v. 1, p. 77-89.

14.
SOUZA NETO, J. M. G.. ENSAIO: ?AQUILO QUE CRIEI, NINGUÉM JAMAIS CRIOU?. In: José Maria Gomes de Souza Neto. (Org.). Antigas leituras: diálogos entre a história e a literatura. 1ed.Recife: EDUPE, 2012, v. único, p. 127-137.

15.
SOUZA NETO, J. M. G.. A escrita: sua origem e desenvolvimento original. In: Marígia Ana de Moura Aguiar, Francisco Madeiro e Wagner Teobaldo Lopes de Andrade. (Org.). Os caminhos entre a fala e a escrita: um percurso da Fonoaudiologia pelos gêneros textuais.. 1ed.São José dos Campos: Pulso Editora, 2011, v. 1, p. 95-105.

16.
SOUZA NETO, J. M. G.. O Veranico do Estado Novo. In: Karl Schurster; Giselda Brito Silva. (Org.). Histórias do Recife: entre narrativas do passado e interpretações do presente. 1ed.Rio de Janeiro: Multifoco, 2011, v. único, p. 268-288.

17.
SOUZA NETO, J. M. G.. Eu fiz tudo pra você gostar de mim: as festas do Estado Novo. In: Francisco Carlos Teixeira da Silva; Karl Schurster; Igos Lapsky; Ricardo Cabral; Jorge Ferrer. (Org.). O Brasil e a II Guerra Mundial. Rio de Janeiro: Multifoco, 2010, v. 1, p. 417-452.

18.
SOUZA NETO, J. M. G.. Uma velha África: Heródoto e o ensino de História da África. In: Francisco de Oliveira; Cláudia Teixeira; Paula Barata Dias. (Org.). Espaços e Paisagens. Antiguidade Clássica e Heranças Contemporâneas Vol. 2. Línguas e Literaturas. Idade Média. Renascimento. Recepção. 1ed.Coimbra: Associação Portuguesa de Estudos Clássicos - APEC, 2010, v. 1, p. 425-431.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. Amiano Marcelino: representando a barbárie. Philía (UERJ), UERJ, p. 6 - 6, 10 jul. 2009.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. ELECTRA, A VINGADORA (1962): TEATRO, CINEMA, HISTÓRIA E OS INSONDÁVEIS OLHOS DE IRENE PAPAS. In: I Simpósio Eletrônico Internacional de Ensino de História, 2015, União da Vitória. CONFERÊNCIAS, 2015. v. 1. p. 1-15.

2.
SOUZA NETO, J. M. G.. The Trojan Women: Teaching History with Euripides. In: 7th Annual Internacional Conference on Literature Atiner, 2014, Atenas. ATINER's Conference Paper Series LIT2014-1082. Atenas: Athens Institute for Education and Research, 2014. v. 1.

3.
MENDES JUNIOR, S. C. ; SOUZA NETO, J. M. G. . A GRÉCIA ANTIGA ATRAVÉS DO TEATRO GREGO. In: I Encontro Internacional e II Nacional de Estudos sobre o Mediterrâneo Antigo: Interações Culturais entre as Sociedades Mediterrâneas IX Jornada de História Antiga, 2010, Rio de Janeiro. Estudos em CD do NEA / Enea do I Encontro Internacional e II Nacional de Estudos sobre o Mediterrâneo Antigo: Interações Culturais entre as Sociedades Mediterrâneas IX Jornada de História Antiga. Rio de Janeiro: Núcleo de Estudos da Antiguidade, 2010. v. único.

4.
SOUZA NETO, J. M. G.. Uma velha África: Heródoto e o ensino de história da África. In: VII Congresso Internacional da APEC, 2008, Évora. Actas de Resumos, 2008.

5.
MELO, M. J. ; SOUZA NETO, J. M. G. . Representações da África no cinema contemporâneo como ferramenta possível no ensino de História. In: XIII Encontro Estadual da ANPUH História e Historiografia: entre o nacional e o regional, 2008, Guarabira. Anais eletrônicos, 2008.

6.
MELO, Marcos José de ; SOUZA NETO, J. M. G. . "O Kebra Nagast e as representações de si mesmo africanas antigas e afro-americanas contemporâneas". In: XIII Encontro Estadual da ANPUH História e Historiografia: entre o nacional e o regional, 2008, Guarabira. Anais eletrônicos, 2008.

7.
SILVA, Bruno Rafael Véras de Morais e ; SOUZA NETO, J. M. G. . Historiografia d'África: evolução e construção de novos paradigmas. In: XIII Encontro Estadual da ANPUH História e Historiografia: entre o nacional e o regional, 2008, Guarabira. Anais Eletrônicos, 2008.

8.
LIMA, Stéphanie Monick Zumba de ; SOUZA NETO, J. M. G. . A Literatura, fonte primária para o ensino de História da África. In: XIII Encontro Estadual da ANPUH História e Historiografia: entre o nacional e o regional, 2008, Guarabira. Anais eletrônicos, 2008.

9.
SOUZA NETO, J. M. G.. Discutindo os parâmetros governamentais para o ensino da África. In: VIII Congreso Iberoamericano de Historia de la Educación Latinoamericana, 2007, Buenos Aires. Anales. Buenos Aires, 2007. v. único.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. Vale o Escrito: Agamenon Magalhães e suas Políticas Vistos a partir da Imprensa Contemporânea. In: IV Congresso de Iniciação Científica da Universidade Federal de Pernambuco, 1996, Recife. Anais do IV Congresso de Iniciação Científica da UFPE. Recife: UFPE. v. único.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. The Trojan Women: Teaching History with Euripides. In: 7th Annual Internacional Conference on Literature Atiner, 2014, Atenas. Literature Abstracts Seventh Annual International Conference on Literature. Atenas: The Athens Institute for Education and Reserach, 2014. v. 1. p. 27-28.

2.
SOUZA NETO, J. M. G.. Ritos atenienses de política e poder: o Teatro Clássico na formação do historiador. In: II Encontro Internacional, IV Encontro Nacional de Estudos sobre o Mediterrâneo Antigo e XI Fórum de Debates em História Antiga da UERJ, 2013, Rio de Janeiro. Fórum de Debates em História Antiga. Rio de Janeiro: UERJ/NEA, 2013. v. 1. p. 36-36.

3.
SOUZA NETO, J. M. G.. Teatro grego: uma experiência em ensino, pesquisa e extensão. In: I Encontro Internacional e II Nacional de Estudos sobre o Mediterrâneo Antigo: Interações Culturais entre as Sociedades Mediterrâneas IX Jornada de História Antiga, 2010, Rio de Janeiro. Estudos em CD do NEA / Enea do I Encontro Internacional e II Nacional de Estudos sobre o Mediterrâneo Antigo: Interações Culturais entre as Sociedades Mediterrâneas IX Jornada de História Antiga. Rio de Janeiro: NEA/UERJ, 2010. v. 1. p. 30-30.

4.
SOUZA NETO, J. M. G.; RODRIGUES, E. . Holocausto e as Testemunhas de Jeová. In: IV Seminário de História: Universidade Católica de Pernambuco, 2003, Recife. A Razão Histórica: caderno de resumos. Recife: FASA Gráfica, 2003. v. único. p. 32-33.

5.
SOUZA NETO, J. M. G.; SCHURSTER, K. . Nacional-socialismo: uma discussão historiográfica. In: IV Seminário de História: Universidade Católica de Pernambuco, 2003, Recife. A Razão Histórica: caderno de resumos. Recife: FASA Gráfica, 2003. v. único. p. 32-32.

6.
SOUZA NETO, J. M. G.; ALBUQUERQUE, A. C. . O Boletim interno da Polícia Militar de Pernambuco como fonte primária. In: IV Seminário de História: Universidade Católica de Pernambuco, 2003, Recife. A Razão Histórica: caderno de resumos. Recife: FASA Gráfica, 2003. v. único. p. 33-33.

7.
SOUZA NETO, J. M. G.; TORRES, P. H. S. . O partícipe-vigilante-passivo na propaganda estadonovista. In: IV Seminário de História: Universidade Católica de Pernambuco, 2003, Recife. A Razão Histórica: caderno de resumos. Recife: FASA Gráfica, 2003. v. único. p. 33-33.

8.
SOUZA NETO, J. M. G.. Estado, fascismo e repressão. In: IV Seminário de História: Universidade Católica de Pernambuco, 2003, Recife. A Razão Histórica: caderno de resumos. Recife: FASA Gráfica, 2003. v. único. p. 32-32.

9.
SOUZA NETO, J. M. G.. O palco do Estado Novo. In: III Seminário de História: Universidade Católica de Pernambuco, 2002, Recife. História e cidade: caderno de resumos. Recife: FASA Gráfica, 2002. v. único. p. 31-31.

10.
SOUZA NETO, J. M. G.; JOSE NETO, A. ; BRANCO, E. F. ; SILVA, F. F. N. D. . O cinema como ferramenta para o estudo da História. In: IV encontro estadual de História: vestígios e imagens, 2002, Recife. caderno de resumos. Recife: Imprensa Universitária da UFRPE, 2002. v. único. p. 54-55.

11.
SOUZA NETO, J. M. G.. O veranico do Estado Novo. In: IV encontro estadual de História: vestígios e imagens, 2002, Recife. caderno de resumos. Recife: Imprensa Universitária da UFRPE, 2002. v. único. p. 30-31.

12.
SOUZA NETO, J. M. G.. Analisando a Historiografia do Estado Novo Pernambucano. In: I Seminário de Historiografia Brasileira - Fundação Gilberto Freyre, 2002, Recife. caderno de resumos. Recife: Fundação Gilberto Freyre, 2002. v. único.

13.
SOUZA NETO, J. M. G.. Recife: o Palco para o Estado Novo de Agamenon Magalhães. In: X Encontro Estadual de Professores - Associação Nacional de Professores de História - Núcleo Regional da Paraíba (ANPUH - PB), 2002, João Pessoa. caderno de resumos. João Pessoa: UFPB, 2002. v. único. p. 24-24.

14.
SOUZA NETO, J. M. G.. Engenho de Sons, Imagens e Palavras: Estado Novo e Propaganda em Pernambuco. In: Jornadas de 1848 ? programação vinculada ao Seminário Internacional Brasil 500 anos, 1998, Recife. caderno de resumos. Recife: UFPE, 1998.

Apresentações de Trabalho
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. ?Dilúvio de insânias: recepção da Antiguidade numa sociedade em conflito?. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SOUZA NETO, J. M. G.; CORDEIRO, Luís Henrique Bonifácio . Leituras de personagens: cinema e usos da Antiguidade. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
SOUZA NETO, J. M. G.. O Ocidente, irmão de Heleno, filho de Deucalião? A Grécia como Fronteira. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
SOUZA NETO, J. M. G.. Literatura e ensino de História Antiga e Medieval. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
SOUZA NETO, J. M. G.. EURÍPIDES NO ENSINO DE HISTÓRIA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
SOUZA NETO, J. M. G.. Êxodo: Deuses e Reis: que visões do passado chegam à sala de aula?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
SOUZA NETO, J. M. G.; Thiago Eustáquio Araújo Mota . ANTIGUIDADE E CONTEMPORANEIRDADE: CINEMA E MÍDIAS DIGITAIS APLICADAS AO ENSINO DE HISTÓRIA ANTIGA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

8.
SOUZA NETO, J. M. G.. ILEKTRA: Teaching History with Euripides. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
SOUZA NETO, J. M. G.. Tempo Pedagógico, Planejamento e Projetos: possibilidades para o ensino de História. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
SOUZA NETO, J. M. G.. Heleno, filho de Deucalião: o nascimento do Ocidente? A Grécia como fronteira. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

11.
SOUZA NETO, J. M. G.. 'Vontade selvagem te leva': a dramaturgia grega a serviço do ensino de História. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

12.
SOUZA NETO, J. M. G.; MENDES JUNIOR, S. C. . Teatro Grego na escola: ensino, extensão e pesquisa. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

13.
CORDEIRO, Luís Henrique Bonifácio ; SOUZA NETO, J. M. G. . Gênero e sexualidade na Atenas Clássica: as obras de Aristóteles como fontes para a análise de problemáticas atuais. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

14.
SOUZA NETO, J. M. G.. Ex Oriente Lux: uma introdução ao conceito de Antiguidade Oriental. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
SOUZA NETO, J. M. G.. Teatro Grego: uma experiência em ensino, pesquisa e extensão. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
CORDEIRO, Luís Henrique Bonifácio ; SOUZA NETO, J. M. G. . A comédia grega como fonte de apreensão para a cultura grega. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

17.
SOUZA, Juarlyson Jhones Santos de ; SOUZA NETO, J. M. G. . Augustinus totus noster est: o conceito de graça na narrativa histórica cristã do V século. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
Rodrigues, Denizá Barbosa ; SOUZA NETO, J. M. G. . Retórica e perversão na Cidade de Deus. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
MENDES JUNIOR, S. C. ; SOUZA NETO, J. M. G. . Quebrando as correntes: Prometeu e o Teatro Grego na sala de aula. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
SOUZA NETO, J. M. G.. Ensino de História Antiga da África: Agostinho e a Cidade de Deus. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

21.
SOUZA NETO, J. M. G.; SILVA, Kalina V. P. . A construção do espaço brasileiro pelos escritores coloniais: reverberações do pensamento clássico no conceito de Sertão. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
SOUZA NETO, J. M. G.. Ensino de História da África: novas a bordagens a partir de literaturas e relatos de viagem. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

23.
SOUZA NETO, J. M. G.. A escrita e sua História. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
SOUZA NETO, J. M. G.. Propaganda política no populismo brasileiro: o caso pernambucano (1937 - 1945). 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. Introdução: 'Homens do passado, homens de hoje - tempo que flui'. União da Vitória, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Introdução)>.

2.
ESTEVES, A. M. ; SOARES, C. ; SOUZA NETO, J. M. G. ; GAIA, D. V. ; VERGARA, F. ; CANDIDO, M. R. ; PARENTE, M. C. ; COLOMBANI, M. C. ; DOBRORUKA, V. . Caderno de Resumos da XI Jornada de História Antiga da UERJ - História, Imagem e Cinema. Rio de Janeiro: UERJ/NEA, 2013 (Conselho Editorial).

3.
SOUZA NETO, J. M. G.. Antigas leituras: diálogos entre a história e a literatura. Recife: EDUPE, 2012 (Revisão Teórica).

4.
Leonilton Carneiro ; SOUZA NETO, J. M. G. . Tankas e haicais. Recife, 2008. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

5.
SILVA, Kalina V. P. ; SOUZA NETO, J. M. G. . Ensaios culturais sobre a América Açucareira. Série Publicações eletrônicas do Gehscal, Vol. 1.. Recife: GEHSCAL, 2006 (Conselho Editorial).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. Revisor Técnico da Coleção do Ensino Fundamental. 2004.

2.
SOUZA NETO, J. M. G.. Revisor técnico: História Contextualizada, 5ª série, autoria de Fernando Menezes. 2004.

3.
SOUZA NETO, J. M. G.. Revisor técnico: História Contextualizada, 6ª série, autoria de Fernando Menezes. 2004.

4.
SOUZA NETO, J. M. G.. Revisor técnico: História Contextualizada, 7ª série, autoria de Fernando Menezes. 2004.

5.
SOUZA NETO, J. M. G.. Revisor técnico: História Contextualizada, 8ª série, autoria de Fernando Menezes. 2004.

6.
SOUZA NETO, J. M. G.. Revisor Técnico da Coleção Construindo e Aprendendo. 2003.

7.
SOUZA NETO, J. M. G.. Revisor técnico: Novo Construindo e Aprendendo, História e Geografia, 1ª série. 2003.

8.
SOUZA NETO, J. M. G.. Revisor técnico: Novo Construindo e Aprendendo, História e Geografia, 2ª série. 2003.

9.
SOUZA NETO, J. M. G.. Revisor técnico: Novo Construindo e Aprendendo, História e Geografia, 3ª série. 2003.

10.
SOUZA NETO, J. M. G.. Revisor técnico: Novo Construindo e Aprendendo, História e Geografia, 4ª série. 2003.

11.
SOUZA NETO, J. M. G.. Projeto da Exposição Permanente do Museu da Abolição. 1997.

Trabalhos técnicos
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. Parecerista ad hoc. 2018.

2.
SOUZA NETO, J. M. G.. PRÁTICA PROFISSIONAL: LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS HISTORIOGRÁFICOS.. 2017.

3.
SOUZA NETO, J. M. G.. Parecerista ad hoc. 2017.

4.
SOUZA NETO, J. M. G.. Parecerista ad hoc. 2017.

5.
SOUZA NETO, J. M. G.. HISTÓRIA DA AMÉRICA. 2015.

6.
SOUZA NETO, J. M. G.. ENSINO DE HISTÓRIA E CULTURA INDÍGENA. 2015.

7.
SOUZA NETO, J. M. G.. HISTÓRIA ANTIGA. 2015.

8.
SOUZA NETO, J. M. G.. O Uso das Tecnologias no Ensino e no Ensino de História: Abordagem Construcionista ou Instrucionista. 2013.

9.
SOUZA NETO, J. M. G.. CLIO ? REVISTA DE PESQUISA HISTÓRICA ISSN 0102-9487. 2012.

10.
SOUZA NETO, J. M. G.. O ENSINO DE HISTÓRIA E SUAS LINGUAGENS. 2011.

11.
SOUZA NETO, J. M. G.. DEMOCRACIA, CIDADANIA E SOCIEDADE CIVIL - ULBRA. 2011.

12.
SOUZA NETO, J. M. G.. SOCIEDADE E CONTEMPORANEIDADE. 2011.

13.
SOUZA NETO, J. M. G.. PENSAMENTO POLÍTICO BRASILEIRO. 2011.

14.
SOUZA NETO, J. M. G.. Membro da comissão de seleção Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade. 2001.

15.
SOUZA NETO, J. M. G.. Editor da coluna "História e Medicina". 1999.

Redes sociais, websites e blogs
1.
SOUZA NETO, J. M. G.; MENDES JUNIOR, S. C. ; CORDEIRO, Luís Henrique Bonifácio ; JACOME NETO, F. . Leitorado Antiguo (Facebook). 2015; Tema: página do Leitorado Antiguo: Grupo de Ensino, Pesquisa e Extensão Em História Antiga da Universidade de Pernambuco, um espaço para a difusão ampla do conhecimento da Antiguidade, um museu aberto para todos que desejam conhecer mais sobre o Mundo Antigo.. (Rede social).

2.
SOUZA NETO, J. M. G.. William de Baskerville. 2012; Tema: Coleção de fotografias de Arte, História e Jornalismo, organizadas em álbuns temáticos.. (Rede social).


Demais tipos de produção técnica
1.
SOUZA NETO, J. M. G.; Kaio Nery . História Antiga e Cinema. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
SOUZA NETO, J. M. G.. História Medieval, Volume 3. 2013. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

3.
SOUZA NETO, J. M. G.. História Medieval, Volume 2. 2013. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

4.
SOUZA NETO, J. M. G.. História Medieval, Volume 1. 2013. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

5.
SOUZA NETO, J. M. G.. História Medieval, Volume 4. 2013. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

6.
SOUZA NETO, J. M. G.. Brasil e contemporaneidade. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

7.
SOUZA NETO, J. M. G.. História do Brasil: República. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

8.
SOUZA NETO, J. M. G.. A descolonização e a Ascensão do Oriente. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

9.
SOUZA NETO, J. M. G.. História Mundial Contemporânea. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Outra).


Produção artística/cultural
Artes Visuais
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. Sem Título, 2012. 2015. Fotografia.

2.
SOUZA NETO, J. M. G.. Teatro Grego na sala de aula: Escola de Referência em ensino médio Austro Costa. 2013. Outra.

Outras produções artísticas/culturais
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. Entrevista. 2007.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
TEIXEIRA, F. W.; SOUZA NETO, J. M. G.; CUNHA FILHO, P. C.. Participação em banca de Arthur Gustavo Lira do Nascimento. O Estado sob as lentes: a cinematografia em Pernambuco durante o Estado Novo. 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Pernambuco.

2.
SCHURSTER, K.; NASCIMENTO, A. C.; ALMEIDA, S. C. C.; SOUZA NETO, J. M. G.. Participação em banca de Creso Nuno Moraes de Brito. Ressignificações identitárias: O caso dos B'Nei Anussim em Recife (1970-2000). 2014. Dissertação (Mestrado em História Social da Cultura Regional) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

3.
LIMA, D.; CITADINO, M.; SOUZA NETO, J. M. G.. Participação em banca de André Carneiro de Albuquerque. Capitães do fim do mundo: as tropas volantes pernambucanas, formações e identidades (1922-1940). 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal da Paraíba.

4.
Fábio José de Araújo Pedrosa; SOUZA NETO, J. M. G.; Valdenilson Ribeiro Ribas. Participação em banca de Carlos André Pontes. Coleta e comercialização de plantas nativas da caatinga: comunidades que vivem ao longo da BR 232, Calumbi e Flores, PE. 2012. Dissertação (Mestrado em Gestão do Desenvolvimento Local Sustentável) - Universidade de Pernambuco.

5.
Kátia Medeiros de Araújo; Virgínia Pereira Cavalcanti; SOUZA NETO, J. M. G.. Participação em banca de Tiaggo Correia Cavalcanti de Morais. Forma moderna: análise sobre representações dos produtos elétricos e sua publicidade no Recife dos anos 1930. 2011. Dissertação (Mestrado em Design) - Universidade Federal de Pernambuco.

6.
MOURA, Geraldo Jorge Barbosa de; Silva, Andréa Karla Pereira da; SOUZA NETO, J. M. G.; Fagundes, José Paulo. Participação em banca de José Paulo Fagundes. Uma análise comparativa entre q sustentabilidade de agricultura convencional e da orgânica à luz da teoria da emergia: a produção de manga do Vale do São Francisco - PE. 2010. Dissertação (Mestrado em Gestão do Desenvolvimento Local Sustentável) - Universidade de Pernambuco.

7.
OLIVEIRA, N. M. G. A. E.; SOUZA NETO, J. M. G.. Participação em banca de Cláudia Maria Lourenço. Estudo das dinâmicas territoriais do município de Petrolina/PE: uma alternativa para o desenvolvimento local sustentável. 2009. Dissertação (Mestrado em Gestão do Desenvolvimento Local Sustentável) - Universidade de Pernambuco.

Teses de doutorado
1.
SOUZA NETO, J. M. G.; SILVA, G. B.; BARROS, J. D.; MAYNARD, D. C. S.. Participação em banca de Karl Schurster Veríssimo de Sousa Leão. A História do Tempo Presente e a nova historiografia sobre o Nacional Socialismo. 2012. Tese (Doutorado em História Comparada) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Qualificações de Mestrado
1.
SOUZA NETO, J. M. G.; MENEZES, W. N.; ANDRADE, G. S.. Participação em banca de Carlos Eduardo Marques da Silva. Representações sociais da educação para a sustentabilidade entre profissionais da educação. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado Profissional em Gestão do Desenvolvimento) - Universidade de Pernambuco.

2.
TEIXEIRA, F. W.; SOUZA NETO, J. M. G.; CUNHA FILHO, P. C.. Participação em banca de Arthur Gustavo Lira do Nascimento. O Estado sob as lentes: a cinematografia em Pernambuco durante o Estado Novo. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Pernambuco.

3.
SOUZA NETO, J. M. G.; LIMA, D.; CITADINO, M.. Participação em banca de André Carneiro de Albuquerque. Capitães do fim do mundo: as tropas volantes pernambucanas, formações e identidades (1922-1940). 2013. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal da Paraíba.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
SOUZA NETO, J. M. G.; CORDEIRO, L. H. B.; MENDES JUNIOR, S. C.. Participação em banca de Pablo Victor Dos Santos Craveiro.História Antiga na sala de aula: o teatro para educar. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Pernambuco.

2.
SOUZA NETO, J. M. G.; CORDEIRO, L. H. B.; MENDES JUNIOR, S. C.. Participação em banca de Allef de Lima Laurindo Fraemann Matos.Histórias em Quadrinhos e Educação: Uso das HQs de Asterix no ensino de História Antiga. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Pernambuco.

3.
SOUZA NETO, J. M. G.; CORDEIRO, L. H. B.; MENDES JUNIOR, S. C.. Participação em banca de Amanda Karolina da Silva Santos.Religião E Religiosidade Grega. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Pernambuco.

4.
SOUZA NETO, J. M. G.; CORDEIRO, L. H. B.; MENDES JUNIOR, S. C.. Participação em banca de Márcio Vitor Santos.Ensino de História: os 300 de Esparta. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Pernambuco.

5.
SOUZA NETO, J. M. G.; SCHURSTER, K.; MENDES JUNIOR, S. C.. Participação em banca de ANDRÉ EDSON DA SILVA CAVALCANTE.ARISTÓFANES ? DA CRÍTICA AO RISO! ABREM-SE AS CORTINAS E EIS QUE SURGE: UM OLHAR SOBRE A GRÉCIA. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Pernambuco.

6.
SOUZA NETO, J. M. G.; SCHURSTER, K.; MENDES JUNIOR, S. C.. Participação em banca de KAIO CÉSAR DE FRANÇA NERY.?SE É CULPA O NÃO TER CULPA, EU CULPA TENHO?: INFLUÊNCIA JUDAICA NOS COSTUMES BRASILEIROS. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Pernambuco.

7.
SOUZA NETO, J. M. G.. Participação em banca de Hugo Lopes e Silva, Wanessa Virgínia Rossiter Cavalcanti.Teoria e prática da tradução e linguística: instrumentos necessários na formação do licenciado em letras. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade de Pernambuco.

8.
BEZERRA, A. C.; SOUZA NETO, J. M. G.. Participação em banca de Dowglas Amorim de Lira.Gênero textual letra de música: o que dizem os livros didáticos?. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade de Pernambuco.

9.
BEZERRA, A. C.; SOUZA NETO, J. M. G.. Participação em banca de Juliana Santana da Silva.Mulheres românticas: o tema da mulher no Romantismo brasileiro. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade de Pernambuco.

10.
SOUZA NETO, J. M. G.. Participação em banca de Fernando Marques Júnior e Juliana Rodrigues.O risco percebido pelo turista acerca da violência urbana em Recife, como fator de retração ao desenvolvimento da atividade turística.. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Bacharelado em Turismo) - Universidade Federal de Pernambuco.

11.
SOUZA NETO, J. M. G.. Participação em banca de Anna Luisa Souza de Almeida.A Cruz e o Dragão: a presença jesuítica na China Imperial. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Pernambuco.

12.
SOUZA NETO, J. M. G.. Participação em banca de Alunos oitavo período.Parque Histórico Nacional dos Guararapes: uma releitura do projeto arquitetônico elaborado por Armando Holanda sob enfoque turístico. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Turismo) - Faculdade Integrada do Recife.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Professor titular
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. Concurso Público de Provas e Títulos para provimento de cargos de Professor Adjunto III. 2009. Universidade de Pernambuco.

Concurso público
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. Concurso Público de provas e Títulos p/ professor adjunto (DGH/FFPNM). 2006. Universidade de Pernambuco.

2.
SOUZA NETO, J. M. G.. Concurso Público de provas e Títulos p/ professor adjunto. 2006. Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Outras participações
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. Membro da Comnissão Docente de Avaliação de Pôsteres do III Encontro de Pós-Graduação e Pesquisa e XIII Seminário de Iniciação Científica. 2009. Universidade de Pernambuco.

2.
SOUZA NETO, J. M. G.. Seleção de professor efetivo: departamento de História. 2006. Universidade Salgado de Oliveira - Campus Recife.

3.
SOUZA NETO, J. M. G.. Seleção de professor efetivo: departamento de História. 2005. Universidade Salgado de Oliveira - Campus Recife.

4.
SOUZA NETO, J. M. G.. Indicação de candidatos ao Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade/01. 2001. 5ª Sup. Reg. - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
10th Annual International Conference on Literature. Ilektra: Teaching History with Euripides. 2017. (Congresso).

2.
IV Encontro de História Antiga e Medieval de Pernambuco: Ensino e Pesquisa sobre Antiguidade e Medievo no Brasil: um estado da questão.....Leituras de personagens: cinema e usos da Antiguidade. 2017. (Encontro).

3.
VII Encontro Internacional de História Antiga e Medieval do Maranhão. EURÍPIDES NO ENSINO DE HISTÓRIA. 2017. (Congresso).

4.
2º Simpósio Eletrônico Internacional de Ensino de História.ENSINO DA HISTÓRIA ANTIGA E ARTE SEQUENCIAL: ESBOÇOS INTRODUTÓRIOS. 2016. (Simpósio).

5.
IX Encontro Nacional de História Antiga do GTHA: Novas Fronteiras de Pesquisa em Antiguidade no Brasil.O Palco e a Sala: Ensinando História com Eurípides. 2016. (Encontro).

6.
Seminário Visões do Mundo Contemporâneo 3: Extremismos.Civilização e Barbárie Romanas: Comparações de Metáforas do Cinema Italiano no Início do Século XX. 2016. (Seminário).

7.
Colóquio Ensino de História: o que ensinar, por que ensinar?.Êxodo, Deuses e Reis: que visões do passado chegam à sala de aula?. 2015. (Simpósio).

8.
I Simpósio Eletrônico Internacional de Ensino de História.ELECTRA, A VINGADORA (1962): TEATRO, CINEMA, HISTÓRIA E OS INSONDÁVEIS OLHOS DE IRENE PAPAS. 2015. (Simpósio).

9.
Seminário Conhecer a Ásia.Heleno, filho de Deucalião: o nascimento do Ocidente? A Grécia como fronteira. 2015. (Seminário).

10.
7th Annual Internacional Conference on Literature Atiner.The Trojan Women: Teaching History with Euripides. 2014. (Simpósio).

11.
I Encontro Internacional de História Antiga e Medieval na Amazônia.O Teatro Clássico na formação do Historiador. 2014. (Encontro).

12.
II Encontro de História Antiga e Medieval de Pernambuco: Olhares do Presente ao PAssado.Uma apreciação ético-histórica d'As Troianas, de Eurípides. 2014. (Encontro).

13.
II Seminário Debates do Tempo Presente: Educação, Guerras e Extremismo.O Cinema e a Recepção da Antiguidade. 2014. (Seminário).

14.
II Seminário Debates do Tempo Presente: Educação, Guerras e Extremismo.História, Cinema e Tempo Presente. 2014. (Seminário).

15.
II Seminário Debates do Tempo Presente: Educação, Guerras e Extremismo.Ave Bandeira!: O discurso nacionalista do Estado Novo em Bandeira do Brasil (1937) e o Congresso Eucharístico (1939). 2014. (Seminário).

16.
II Encontro Internacional, IV Encontro Nacional de Estudos sobre o Mediterrâneo Antigo e XI fórum de Debates em História Antiga. Ritos atenienses de política e poder: o Teatro Clássico na formação do historiador. 2013. (Congresso).

17.
II Encontro de Pesquisa e Extensão IFPE (ENPEX)/ Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.Indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. 2012. (Simpósio).

18.
IV Encontro Internacional de História Antiga e Medieval do Maranhão. Viagens e viajantes: cultura, imaginário e espacialidade.Teatro Grego na escola: ensino, extensão e pesquisa. 2011. (Encontro).

19.
Debatendo sobre as profissões..O curso de História e o perfil profissional do historiador.. 2010. (Outra).

20.
II Seminário poderes e sociabilidades na História.Poderes e sociabilidades: registros literários das sociedades antigas. 2010. (Seminário).

21.
III Encontro Internacional de História Antiga e Medieval do Maranhão.Quebrando as correntes: Prometeu e o Teatro Grego na sala de aula. 2009. (Encontro).

22.
I Seminário Nacional de Fontes Documentais e Pesquisa Histórica.A comédia grega como fonte de apreensão para a cultura grega. 2009. (Seminário).

23.
VII Semana Acadêmica de História da UFRPE.Ensino de História Antiga da África: Agostinho e a Cidade de Deus. 2009. (Encontro).

24.
VII Congresso Internacional da APEC. Uma velha África: Heródoto e o ensino da história da África. 2008. (Congresso).

25.
VII Congresso Internacional da Associação Portuguesa de Estudos Clássicos (APEC). A construção do espaço brasileiro pelos escritores coloniais: reverberações do pensamento clássico no conceito de Sertão. 2008. (Congresso).

26.
XIII Encontro Estadual da ANPUH História e Historiografia: entre o nacional e o regional.A Literatura, fonte primária para o ensino de História da África. 2008. (Encontro).

27.
XIII Encontro Estadual da ANPUH História e Historiografia: entre o nacional e o regional.Ensino de História da África: novas abordagens a partir de literaturas e relatos de viagem. 2008. (Encontro).

28.
VIII Congreso Iberoamericano de Historia de la Educación Latinoamericana. Discutindo os parâmetros governamentais para o ensino da África. 2007. (Congresso).

29.
VI Encontro Estadual de História: História, sociedade e cultura.Evidenciando quotidianos: visões historiográficas sobre Pernambuco (sécs XIX e XX). 2006. (Oficina).

30.
GETÚLIO VARGAS: 50 ANOS DA MORTE DE UM MITO BRASILEIRO? (1954-2004) - Exposição Documental e Fotográfica e Mesas de Debates.O novo do Estado Novo. 2004. (Seminário).

31.
Palestra.Palestra: A Era Vargas: um debate historiográfico. 2004. (Outra).

32.
IV Seminário de História - A Razão Histórica.Comunicação coordenada: Estado, fascismo e repressão. 2003. (Outra).

33.
Mesa redonda.Insurreições Políticas no Brasil, debate sobre Literatura - Da Inconfidência Mineira à Guerra dos Farrapos. 2003. (Seminário).

34.
Palestra.Palestra: Agamenon Magalhães - Interventor de Pernambuco: governo e propaganda. 2003. (Outra).

35.
Disciplina de História Contemporânea (pré-requisito para ingresso na Universidade de Salamanca). 2002. (Outra).

36.
III Seminário de História - História e Cidade.Comunicação coordenada: Estado e Controlo Social. 2002. (Outra).

37.
Palestra.Palestra: Perspectivas de Análise do Estado Novo Pernambucano: Fontes e Historiografia. 2002. (Outra).

38.
Palestra.Palestra: Historiografia de Pernambuco: República. 2001. (Outra).

39.
I Encontro de História do Recife.Recife e o Estado Novo. 1999. (Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SOUZA NETO, J. M. G.; Thiago Eustáquio Araújo Mota ; BIRRO, R. . V Encontro de História Antiga e Medieval de Pernambuco: Espaços e Narrativas. 2018. (Congresso).

2.
BUENO, A. ; ESTACHESKI, Dulceli ; Crema, Everton. ; SOUZA NETO, J. M. G. . 2º Simpósio Eletrônico Internacional de História Oriental. 2018. (Outro).

3.
BUENO, A. ; SOUZA NETO, J. M. G. ; ESTACHESKI, Dulceli ; Crema, Everton. . 4º Simpósio Eletrônico Internacional de Ensino de História. 2018. (Outro).

4.
BUENO, A. ; Crema, Everton. ; ESTACHESKI, Dulceli ; SOUZA NETO, J. M. G. . 3º Simpósio Eletrônico Internacional de Ensino de História. 2017. (Outro).

5.
BUENO, A. ; ESTACHESKI, Dulceli ; Crema, Everton. ; SOUZA NETO, J. M. G. . 1º Simpósio Eletrônico Internacional de História Oriental. 2017. (Outro).

6.
Luciano José Vianna ; Thiago Eustáquio Araújo Mota ; Fernando Mattiolli ; SOUZA NETO, J. M. G. . IV Encontro de História Antiga e Medieval de Pernambuco: Ensino e Pesquisa sobre Antiguidade e Medievo no Brasil: um estado da questão. 2017. (Congresso).

7.
BUENO, A. ; SOUZA NETO, J. M. G. . 2º Simpósio Eletrônico Internacional de Ensino de História. 2016. (Outro).

8.
SOUZA NETO, J. M. G.. III Encontro de História Antiga e Medieval de Pernambuco: Alteridades e Identidades.. 2016. (Congresso).

9.
SOUZA NETO, J. M. G.. II Encontro de História Antiga e Medieval de Pernambuco: Olhares do Presente ao Passado. 2014. (Congresso).

10.
SOUZA NETO, J. M. G.. I Encontro de História Antiga e Medieval de Pernambuco: Antigas Leituras. 2012. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
GUSTAVO DE MORAES NUNES. A eficácia do programa educacional de resistência às drogas e à violência ? PROERD da Polícia Militar de Pernambuco como política pública de desenvolvimento local sustentável: um estudo de caso sobre as diferentes percepções: Escola, Aluno e PM.. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado Profissional em Gestão do Desenvolvimento) - Universidade de Pernambuco. (Orientador).

2.
MURILO HENRIQUE ALVES BAIHÉ. Avaliação das políticas públicas de gestão implementadas pelo modelo integrado de gestão do Governo de Pernambuco.. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado Profissional em Gestão do Desenvolvimento) - Universidade de Pernambuco. (Orientador).

Iniciação científica
1.
OTAVIO VICENTE FERREIRA NETO. A recepção da Antiguidade na arte moderna pernambucana. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Arthur Melo Florêncio. Ensino de História: Imagens da Antiguidade. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco. (Orientador).

3.
MARIA EDUARDA FERREIRA ALVES. Explorações do Feminino nas epopeias gregas. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco. (Orientador).

4.
NATÁLIA MACHADO FREIRE DE ARRUDA. História, Ensino e Imagens da Antiguidade. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Virginia Spinassé. O PERFIL DO EGRESSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EM EMPREENDEDORISMO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO DE GARANHUNS E SUA CONTRIBUIÇÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DO AGRESTE MERIDIONAL DE PERNAMBUCO. 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Gestão do Desenvolvimento) - Universidade de Pernambuco, . Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

2.
SEBASTIANA MARIA DE MORAIS. EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E MERCADO: UM ESTUDO DOS RESULTADOS DE EMPREGABILIDADE DO PRONATEC PARA O DESENVOLVIMENTO DA CAPITAL PERNAMBUCANA. 2014. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional em Gestão do Desenvolvimento) - Universidade de Pernambuco, . Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Allef de Lima L. Fraemann Matos. Quadrinhos na História: O ensino de História Antiga através das HQs de Asterix. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

2.
Lucas Rodrigues Pereira da Silva. Confucionismo em Classe. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

3.
José Luciano de Andrade FIlho. TEATRO E POLÍTICA: o pensamento político nas peças de Eurípides.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Pernambuco, upe. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

4.
Rebeca Araújo. O CINEMA DE KAKOGIANNIS NO ENSINO DE HISTÓRIA ANTIGA. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

5.
ANDRÉ EDSON DA SILVA CAVALCANTE. ARISTÓFANES ? DA CRÍTICA AO RISO! ABREM-SE AS CORTINAS E EIS QUE SURGE: UM OLHAR SOBRE A GRÉCIA. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

6.
Kaio César de França Nery. ?SE É CULPA O NÃO TER CULPA, EU CULPA TENHO?: INFLUÊNCIA JUDAICA NOS COSTUMES BRASILEIROS. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

Iniciação científica
1.
AMANDA KAROLINA DA SILVA SANTOS. TEATRO GREGO NA ESCOLA: RELIGIÃO E RELIGIOSIDADE GREGA. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

2.
Filipe Matheus Marinho de Melo. Explorações do Masculino e do Feminino: personas sexuais gregas no ensino de História. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

3.
PABLO VICTOR DOS SANTOS CRAVEIRO. Tragédia e Comédia no Ensino de História. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Programa de Fortalecimento Acadêmico da Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

4.
Márcio Vitor Santos. Cinema Império e Ensino de História. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

5.
JOSÉ LUCIANO DE A. DIAS FILHO. Grécia e cinema no Ensino de História. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

6.
ERIVALDO CAVALCANTI DOS SANTOS JUNIOR. O Masculino no Teatro Ateniense. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

7.
JOAQUIM DO SOUTO OLIVEIRA NETO. Cinema Italiano, Império Romano e Ensino de História. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

8.
Flávio Benígno de Barros Freire Neto. ?Que não te escape, Zeus, o autor de minha ruína?: o Mito no Teatro Grego. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Programa de Fortalecimento Acadêmico da Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

9.
Matheus Gomes Aquino Matos. ?Que ouço? Uma prece singular aos deuses?. Religiosidade e ensino de História da Grécia. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

10.
Dyego Rodrigo de Assis Santos. A GRÉCIA NOS PALCOS: O TEATRO GREGO COMO FERRAMENTA DE ENSINO DE HISTÓRIA NA SALA DE AULA. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Programa de Fortalecimento Acadêmico da Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

11.
Kaio César de França Nery. ?ONDE SE ESCONDEM OS RAIOS DE ZEUS?: TEATRO GREGO E RELIGIOSIDADE NO ENSINO DE HISTÓRIA. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

12.
Phillipe Augusto Gomes Silva Bastos. ?DOCE, FILHA, E JUNTAMENTE AMARGO?: TEATRO GREGO E CINEMA NO ENSINO DE HISTÓRIA. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

13.
Luiz Henrique Bonifácio Cordeiro. O Teatro Grego na Escola. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

14.
Juarlyson Jhones Santos de Souza. Augustinus totus noster est: o conceito de graça na narrativa histórica cristã do V século. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

15.
Ivaldo José de Aguiar Júnior. Teatro Grego na Escola. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

16.
Bruno Rafael Véras de Morais e Silva. A África Antiga e o ensino de História da África ? nos passos de Ibn Battuta. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

17.
Sérgio Corrêa de Mendes Júnior. O Teatro Grego na Escola. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

18.
Lorena Taulla Vieira. Santo Agostinho: Historiografia. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

19.
Eduardo Monteiro de Lima Neto. A África nos textos clássicos. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

20.
Marcos José de Melo. A África Antiga e o ensino de História da África: o Kebra Nagast e suas raízes bíblicas. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

21.
Stéphanie Monick Zumba de Lima. A África Antiga e o ensino de História da África: o Kebra Nagast e os judeus. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

22.
Stephanie Monick Zumba de Lima. Ensino de História da África: estudo de caso. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

23.
Eduardo Monteiro de Lima Neto. Ensino de História da África: estudo de caso (Ginásio Pernambucano). 2006. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

24.
Karl Schurster. Brasil e II Guerra Mundial. 2005. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

Orientações de outra natureza
1.
Laís Fatima Alves Azevedo. Teatro Grego na sala de aula. 2011. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade de Pernambuco, Programa de Fortalecimento Acadêmico da Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.

2.
Dyego Rodrigo de Assis Santos. Teatro Grego na sala de aula: colégio Pentágono (Limoeiro, PE). 2011. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade de Pernambuco. Orientador: Jose Maria Gomes de Souza Neto.



Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
SOUZA NETO, J. M. G.2004SOUZA NETO, J. M. G.. 'O importante não é falar, mas ser ouvido?: Meios e entremeios da propaganda de Agamenon Magalhães em Pernambuco (1937-1945).. Saeculum (UFPB), João Pessoa, v. 10, p. 47-64, 2004.

2.
MELO, Marcos José de2010MELO, Marcos José de ; SOUZA NETO, J. M. G. . Literatura Africana Antiga Essa ilustre desconhecida. Eutomia (Recife), v. III, p. 1-11, 2010.

3.
SOUZA NETO, J. M. G.2011SOUZA NETO, J. M. G.. Editorial A HONRA DE EBÚCIO: HISTÓRIA, GÊNERO E SEXUALIDADE. Nearco (Rio de Janeiro), v. 1, p. 6-10, 2011.

4.
SOUZA NETO, J. M. G.2011SOUZA NETO, J. M. G.; SOUZA, Juarlyson Jhones Santos de . Santo Agostinho: enredo histórico e providencialismo. Revista de Teologia e Ciências da Religião da UNICAP, v. 1, p. 77-86, 2011.

5.
SOUZA NETO, J. M. G.2012SOUZA NETO, J. M. G.; CORDEIRO, Luís Henrique Bonifácio ; MENDES JUNIOR, S. C. . teatro (θέατρο) e escola (σχολείο): duas palavras gregas. Revista Formação Revista Eletrônica, v. 01, p. 61-76, 2012.

6.
SOUZA NETO, J. M. G.2013SOUZA NETO, J. M. G.. FIAPOS DE CARNE MATERNA ENTRE OS DENTES, OU A CRÔNICA DO SUICÍDIO AMBIENTAL EM RAPA NUI (ILHA DE PÁSCOA).. Gênero & História (UFPE), v. 1, p. 187-211, 2013.

7.
SOUZA NETO, J. M. G.2013SOUZA NETO, J. M. G.; SCHURSTER, K. . Cabaret (1972) e o som das botas nazistas. Boletim Tempo Presente (UFRJ), v. 02, p. 77-84, 2013.

8.
SOUZA NETO, J. M. G.2012SOUZA NETO, J. M. G.. La radio como elemento de educación doctrinaria durante el estado novo brasileiro (1937-1945). Hachetetepe 5 (Radio y educación. Perspectivas y contextos), v. 1, p. 115-125, 2012.

9.
SOUZA NETO, J. M. G.2014SOUZA NETO, J. M. G.. O teatro ateniense e o Historiador. BOLETIM HISTORIAR, v. 1, p. 3-19, 2014.

10.
SOUZA NETO, J. M. G.2015SOUZA NETO, J. M. G.. ?Convergenza d?interessi, forze, costumi, religioni, vizi e virtu?: O Império Romano como metáfora visual no Cinema Italiano (1909-1937). CADERNOS DO TEMPO PRESENTE, v. 1, p. 3-15, 2015.

11.
CORDEIRO, Luís Henrique Bonifácio2015CORDEIRO, Luís Henrique Bonifácio ; SOUZA NETO, J. M. G. . VINGANÇA E ARREPENDIMENTO Como Parte da Concepção do Ser Trágico do Período Clássico Ateniense na Electra de Eurípides. Revista Cantareira, v. 1, p. 42-54, 2015.

12.
SOUZA NETO, J. M. G.2017SOUZA NETO, J. M. G.. RESENHA: ?THE ARK BEFORE NOAH; DECODING THE STORY OF THE FLOOD? POR IRVING FINKEL. BRATHAIR (ONLINE), v. 17, p. 249-254, 2017.

13.
SOUZA NETO, J. M. G.2016 SOUZA NETO, J. M. G.. ?All that creeps, all that crawls, all that slithers?: perspectivas históricas sobre o filme Noé (2014), de Darren Aronofsky. Roda da Fortuna, v. 5, p. 90-120, 2016.


Livros e capítulos
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. Antigas leituras: diálogos entre a história e a literatura. 1. ed. Recife: EDUPE, 2012. v. 1.

2.
SOUZA NETO, J. M. G.. Sonhos de Nabucodonosor: um ensaio sobre Estado Novo e Propaganda em Pernambuco. 1. ed. Recife: EDUPE, 2013. v. 1. 410p .

3.
SOUZA NETO, J. M. G.; SILVA, Kalina V. P. ; SCHURSTER, K. . Pequeno Dicionário de Grandes Personagens Históricos. 1. ed. Rio de Janeiro: Alta Books, 2016. v. 1. 512p .

4.
SOUZA NETO, J. M. G.; SCHURSTER, K. (Org.) ; RICON, L. C. C. (Org.) . Imagens em Movimento: ensaios sobre Cinema e História. 1. ed. Rio de Janeiro: Autografia, 2016. v. 1. 334p .

5.
SOUZA NETO, J. M. G.; BUENO, A. ; BIRRO, R. . Antigas Leituras: Olhares do Presente ao Passado. 1. ed. Rio de Janeiro: Autografia, 2016. v. 1. 408p .

6.
BUENO, A. (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Canteiro de Histórias: textos sobre aprendizagem histórica. 1. ed. Rio de Janeiro/União da Vitóri: Edição Especial Ebook LAPHIS/Sobre Ontens, 2017. v. 1. 230p .

7.
BUENO, A. (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Um Pé de História: estudos sobre aprendizagem histórica. 1. ed. Rio de Janeiro/União da Vitóri: Edição Especial Ebook LAPHIS/Sobre Ontens, 2017. v. 1. 576p .

8.
BUENO, A. (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Jardim de Histórias: discussões e experiências em aprendizagem histórica. 1. ed. Rio de Janeiro/União da Vitóri: Edição Especial Ebook LAPHIS/Sobre Ontens, 2017. v. 1. 713p .

9.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Vários Orientes. 1. ed. Rio de Janeiro/União da Vitóri: Edições Sobre Ontens/LAPHIS, 2017. v. 1. 510p .

10.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Mais Orientes. 1. ed. Rio de Janeiro/União da Vitóri: Edições Sobre Ontens/LAPHIS, 2017. v. 1. 166p .

11.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Aprendizagens Históricas: ensino de história.. 1. ed. União da Vitória/ Rio de Janei: LAPHIS/Edições especiais Sobre Ontens., 2018. v. 1. 219p .

12.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Aprendizagens Históricas: gêneros e etnicidades. 1. ed. União da Vitória/ Rio de Janei: LAPHIS/Edições especiais Sobre Ontens., 2018. v. 1. 228p .

13.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Aprendizagens Históricas: história do ensino. 1. ed. União da Vitória/Rio de Janeir: LAPHIS/Edições especiais Sobre Ontens., 2018. v. 1. 175p .

14.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Aprendizagens Históricas: rumos e experiências. 1. ed. União da Vitória/Rio de Janeir: LAPHIS/Edições especiais Sobre Ontens, 2018. v. 1. 313p .

15.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Aprendizagens Históricas: mídias, fontes e transversais.. 1. ed. União da Vitória/Rio de Janeir: LAPHIS/Edições especiais Sobre Ontens, 2018. v. 1. 478p .

16.
BUENO, A. (Org.) ; ESTACHESKI, Dulceli (Org.) ; Crema, Everton. (Org.) ; SOUZA NETO, J. M. G. (Org.) . Aprendizagens Históricas: debates e opiniões.. 1. ed. União da Vitória/ Rio de Janei: LAPHIS/Edições especiais Sobre Ontens., 2018. v. 1. 246p .

1.
SOUZA NETO, J. M. G.. A escrita: sua origem e desenvolvimento original. In: Marígia Ana de Moura Aguiar, Francisco Madeiro e Wagner Teobaldo Lopes de Andrade. (Org.). Os caminhos entre a fala e a escrita: um percurso da Fonoaudiologia pelos gêneros textuais.. 1ed.São José dos Campos: Pulso Editora, 2011, v. 1, p. 95-105.

2.
SOUZA NETO, J. M. G.. O Veranico do Estado Novo. In: Karl Schurster; Giselda Brito Silva. (Org.). Histórias do Recife: entre narrativas do passado e interpretações do presente. 1ed.Rio de Janeiro: Multifoco, 2011, v. único, p. 268-288.

3.
SOUZA NETO, J. M. G.. Por entre sonhos: uma proposta de análise historiográfica da propaganda. In: Karl Schurster; Giselda Brito Silva, Júlia Silveira Matos. (Org.). Campos da política: discursos e práticas. 1ed.São Paulo: LP Books, 2012, v. único, p. 122-136.

4.
SOUZA NETO, J. M. G.; MELO, Marcos José de . UMA ÁFRICA QUE SE DESDOBRA: A ANTIGUIDADE AFRICANA E O DEBATE ATUAL DO ENSINO DE HISTÓRIA. In: José Maria Gomes de Souza Neto. (Org.). Antigas leituras: diálogos entre a história e a literatura. 1ed.Recife: EDUPE, 2012, v. 1, p. 77-89.

5.
SOUZA NETO, J. M. G.. ENSAIO: ?AQUILO QUE CRIEI, NINGUÉM JAMAIS CRIOU?. In: José Maria Gomes de Souza Neto. (Org.). Antigas leituras: diálogos entre a história e a literatura. 1ed.Recife: EDUPE, 2012, v. único, p. 127-137.

6.
SOUZA NETO, J. M. G.. Uma velha África: Heródoto e o ensino de História da África. In: Francisco de Oliveira; Cláudia Teixeira; Paula Barata Dias. (Org.). Espaços e Paisagens. Antiguidade Clássica e Heranças Contemporâneas Vol. 2. Línguas e Literaturas. Idade Média. Renascimento. Recepção. 1ed.Coimbra: Associação Portuguesa de Estudos Clássicos - APEC, 2010, v. 1, p. 425-431.

7.
SOUZA NETO, J. M. G.. Para além das Colunas de Hércules: o Atlântico na Antiguidade. In: Francisco Carlos Teixeira da Silva; Karl Schurster de Sousa Leão; Francisco Eduardo Alves de Almeida. (Org.). Atlântico: a História de um oceano. 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013, v. 01, p. 23-47.

8.
SILVA, Bruno Rafael Véras de Morais e ; SOUZA NETO, J. M. G. . A retórica da alteridade na Rihla de Ibn Battuta (1304-1377). In: Adriana Zierer; Ana Lívia B. Vieira; Elizabeth S. Abrantes. (Org.). Nas trilhas da Antiguidade e da Idade Média. 1ed.São Luís: UEMA, 2014, v. 1, p. 113-119.

9.
CORDEIRO, Luís Henrique Bonifácio ; SOUZA NETO, J. M. G. . Homoerotismo e homoafetividade no imaginário Ático. In: Adriana Zierer; Ana Lívia B. Vieira; Elizabeth S. Abrantes. (Org.). Nas trilhas da Antiguidade e da Idade Média. 1ed.São Luís: UEMA, 2014, v. 1, p. 283-291.

10.
SOUZA NETO, J. M. G.. Antiguidade e Conservadorismo. In: Francisco Silva. (Org.). Enciclopédia de Guerras e Revoluções: vol. I: 1909-1919: a época dos imperialismos e da Grande Guerra (1914-1919). 1ed.Rio de Janeiro: Elsevier, 2015, v. 1, p. 30-31.

11.
SOUZA NETO, J. M. G.. ELECTRA, A VINGADORA (1962): TEATRO, CINEMA, HISTÓRIA E OS INSONDÁVEIS OLHOS DE IRENE PAPAS. In: BUENO, André; ESTACHESKI, Dulceli; CREMA, Everton. (Org.). Tecendo Amanhãs: o Ensino de História na Atualidade. 1ed.União da Vitória: Edição Especial Sobre Ontens, 2015, v. 1, p. 10-23.

12.
SOUZA NETO, J. M. G.. O teatro ateniense na formação do historiador. In: Maria Regina Cândido. (Org.). Banquetes, rituais e poder no Mediterrâneo Antigo. 1ed.Rio de Janeiro: UERJ/NEA, 2015, v. 1, p. 243-264.

13.
SOUZA NETO, J. M. G.. ENSINO DA HISTÓRIA ANTIGA E ARTE SEQUENCIAL: ESBOÇOS INTRODUTÓRIOS. In: BUENO, André; ESTACHESKI, Dulceli; CREMA, Everton. (Org.). Para um novo amanhã: visões sobre aprendizagem histórica.. 1ed.Rio de Janeiro/União da Vitóri: Edição Ebook LAPHIS/Sobre Ontens, 2016, v. 1, p. 30-45.

14.
SOUZA NETO, J. M. G.; POSSAMAI, P. C. . Teodora, imperatriz de Bizâncio: leituras românticas e imperialistas do mundo bizantino. In: José Maria Gomes de Souza Neto; Karl Schurster de Sousa Leão; Leandro Ricon. (Org.). Imagens em Movimento: ensaios sobre Cinema e História. 1ed.Rio de Janeiro: Autografia, 2016, v. 1, p. 121-139.

15.
SOUZA NETO, J. M. G.; CORDEIRO, L. H. B. . Quadrinhos, Ensino de História: panorama teórico-metodológico. In: André Bueno; Gustavo Durão. (Org.). Novos olhares para os antigos: visões da Antiguidade no mundo contemporâneo. 1ed.Rio de Janeiro: Edição Sobre Ontens, 2018, v. 1, p. 323-366.

16.
SOUZA NETO, J. M. G.. A Guerra do Futuro. In: Francisco Carlos Teixeira da Silva, Karl Schurster. (Org.). Por que a guerra?: das batalhas gregas à ciberguerra: uma história da violência entre os homens. 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2018, v. 1, p. 489-516.

17.
SOUZA NETO, J. M. G.. Cinema e Distopias. In: Alexandre Busko Valim, Francisco Carlos Teixeira da Silva, Karl Schurster. (Org.). O cinema vai à guerra. 1ed.Rio de Janeiro: Campus Elsevier, 2015, v. 1, p. 245-271.


Apresentações de Trabalho
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. Heleno, filho de Deucalião: o nascimento do Ocidente? A Grécia como fronteira. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
SOUZA NETO, J. M. G.. Tempo Pedagógico, Planejamento e Projetos: possibilidades para o ensino de História. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
SOUZA NETO, J. M. G.; CORDEIRO, Luís Henrique Bonifácio . Leituras de personagens: cinema e usos da Antiguidade. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
SOUZA NETO, J. M. G.. O Ocidente, irmão de Heleno, filho de Deucalião? A Grécia como Fronteira. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
SOUZA NETO, J. M. G.. Literatura e ensino de História Antiga e Medieval. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
SOUZA NETO, J. M. G.. EURÍPIDES NO ENSINO DE HISTÓRIA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
SOUZA NETO, J. M. G.. Êxodo: Deuses e Reis: que visões do passado chegam à sala de aula?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
SOUZA NETO, J. M. G.; Thiago Eustáquio Araújo Mota . ANTIGUIDADE E CONTEMPORANEIRDADE: CINEMA E MÍDIAS DIGITAIS APLICADAS AO ENSINO DE HISTÓRIA ANTIGA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
SOUZA NETO, J. M. G.. ILEKTRA: Teaching History with Euripides. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
SOUZA NETO, J. M. G.. ?Dilúvio de insânias: recepção da Antiguidade numa sociedade em conflito?. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
SOUZA NETO, J. M. G.; Kaio Nery . História Antiga e Cinema. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).


Desenvolvimento de material didático ou instrucional
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. História Medieval, Volume 3. 2013. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

2.
SOUZA NETO, J. M. G.. História Medieval, Volume 2. 2013. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

3.
SOUZA NETO, J. M. G.. História Medieval, Volume 1. 2013. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

4.
SOUZA NETO, J. M. G.. História Medieval, Volume 4. 2013. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. I Encontro de História Antiga e Medieval de Pernambuco: Antigas Leituras. 2012. (Congresso).

2.
SOUZA NETO, J. M. G.. II Encontro de História Antiga e Medieval de Pernambuco: Olhares do Presente ao Passado. 2014. (Congresso).

3.
BUENO, A. ; SOUZA NETO, J. M. G. . 2º Simpósio Eletrônico Internacional de Ensino de História. 2016. (Outro).

4.
BUENO, A. ; Crema, Everton. ; ESTACHESKI, Dulceli ; SOUZA NETO, J. M. G. . 3º Simpósio Eletrônico Internacional de Ensino de História. 2017. (Outro).

5.
BUENO, A. ; ESTACHESKI, Dulceli ; Crema, Everton. ; SOUZA NETO, J. M. G. . 1º Simpósio Eletrônico Internacional de História Oriental. 2017. (Outro).

6.
Luciano José Vianna ; Thiago Eustáquio Araújo Mota ; Fernando Mattiolli ; SOUZA NETO, J. M. G. . IV Encontro de História Antiga e Medieval de Pernambuco: Ensino e Pesquisa sobre Antiguidade e Medievo no Brasil: um estado da questão. 2017. (Congresso).

7.
SOUZA NETO, J. M. G.; Thiago Eustáquio Araújo Mota ; BIRRO, R. . V Encontro de História Antiga e Medieval de Pernambuco: Espaços e Narrativas. 2018. (Congresso).

8.
BUENO, A. ; ESTACHESKI, Dulceli ; Crema, Everton. ; SOUZA NETO, J. M. G. . 2º Simpósio Eletrônico Internacional de História Oriental. 2018. (Outro).

9.
BUENO, A. ; SOUZA NETO, J. M. G. ; ESTACHESKI, Dulceli ; Crema, Everton. . 4º Simpósio Eletrônico Internacional de Ensino de História. 2018. (Outro).


Redes sociais, websites e blogs
1.
SOUZA NETO, J. M. G.; MENDES JUNIOR, S. C. ; CORDEIRO, Luís Henrique Bonifácio ; JACOME NETO, F. . Leitorado Antiguo (Facebook). 2015; Tema: página do Leitorado Antiguo: Grupo de Ensino, Pesquisa e Extensão Em História Antiga da Universidade de Pernambuco, um espaço para a difusão ampla do conhecimento da Antiguidade, um museu aberto para todos que desejam conhecer mais sobre o Mundo Antigo.. (Rede social).


Artes Visuais
1.
SOUZA NETO, J. M. G.. Teatro Grego na sala de aula: Escola de Referência em ensino médio Austro Costa. 2013. Outra.

1.
SOUZA NETO, J. M. G.. Sem Título, 2012. 2015. Fotografia.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 11/12/2018 às 14:48:29