Keila Correia de Alcântara

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3089303305362001
  • Última atualização do currículo em 05/11/2018


Possui graduação em Biomedicina pela Universidade Católica de Goiás, mestrado e doutorado em Medicina Tropical, área de concentração Imunologia, pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Atualmente é professora adjunta da UFG, Faculdade de Farmácia. Coordenadora da Liga Acadêmica de Hematologia (LAHEMO/UFG). Professora do programa de pós-graduação Stricto-sensu em Assistência e Avaliação em Saúde da Faculdade de Farmácia/UFG, professora do Programa de Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemoterapia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Keila Correia de Alcântara
Nome em citações bibliográficas
ALCÂNTARA, K. C.;Alcântara, Keila Correia;ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Goiás, Faculdade de Farmácia.
Campus Universitário
Universitario
74605220 - Goiânia, GO - Brasil
Telefone: (62) 2096044
URL da Homepage: http://www.farmacia.ufg.br


Formação acadêmica/titulação


2008 - 2011
Doutorado em Medicina Tropical.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Título: Epidemiologia molecular do HIV-1, resistência aos antirretrovirias e transmissão vertical no Estado de Goiás, Ano de obtenção: 2011.
Orientador: MARIANE MARTINS DE ARAÚJO STEFANI.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás, FAPEG, Brasil.
Palavras-chave: HIV; Transmissão Vertical; Diversidade Genética; Resistência.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.
2001 - 2003
Mestrado em Medicina Tropical.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Título: Transmissão Vertical do HIV-1: Estudo de Pares Mães HIV/Aids-Filhos e Diagnóstico Molecular Precoce,Ano de Obtenção: 2003.
Orientador: Mariane Martins de Araújo Stefani.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: HIV-1; Transmissão Vertical; RT-PCR; Subtipagem genética.
Grande área: Ciências Biológicas
Setores de atividade: Cuidado À Saúde das Populações Humanas.
1995 - 1999
Graduação em Biomedicina.
Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC GOIÁS, Brasil.




Formação Complementar


2018 - 2018
Webquest e loop in put. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2018 - 2018
Docência no Ensino Superior. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2018 - 2018
Gamificação no ensino. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2017 - 2017
Curso Educacional: Atualização em Trombose e Hemostasia: Uma iniciativa co. (Carga horária: 10h).
Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia, ABHH, Brasil.
2017 - 2017
Portfólio: oficina reflexiva. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2012 - 2012
IV Curso de apoio e atualização no ensino de imuno. (Carga horária: 24h).
Sociedade Brasileira de Imunologia, SBI, Brasil.
2011 - 2011
Docência no Ensino Superior. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2010 - 2010
V Curso Avançado da Patogênese do HIV. (Carga horária: 40h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2005 - 2005
Tópicos Avançados em Imunohematologia. (Carga horária: 4h).
Sociedade Brasileira de Análises Clínicas, SBAC, Brasil.
1997 - 1998
Extensão universitária em Inicação Científica.
Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC GOIÁS, Brasil.
1996 - 1997
Extensão universitária em Monitoria. (Carga horária: 360h).
Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC GOIÁS, Brasil.
1992 - 1996
Língua Inglesa. (Carga horária: 780h).
Centro de Cultura Ânglo Americana Ltda, CCAA*, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor adjunto III, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Linha de pesquisa: Assistência e avaliação em saúde no âmbito das doenças sexualmente transmissíveis em população vulnerável. Assistência e avaliação em saúde no âmbito das doenças hematológicas.

Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora adjunto II, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2008 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: pos-graduanda, Carga horária: 20
Outras informações
Pós-graduanda atuando no projeto PROFILAXIA DA TRANSMISSÃO VERTICAL EM GESTANTES ADOLESCENTES INFECTADAS PELO HIV-1 DO CENTRO-OESTE: PERFIL IMUNOLÓGICO E VIRAL E GENOTIPAGEM PARA RESISTÊNCIA AOS ANTI-RETROVIRAIS

Vínculo institucional

2000 - 2003
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: pos-graduanda, Carga horária: 40

Atividades

07/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Farmácia, .

Cargo ou função
Membro da COmissão administrativa e de bolsas do Programa Pós-graduação e em Assistência e Avaliação em Saúde.
02/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Farmácia, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Organizadora do III Congresso de Ciências Farmacêuticas do Brasil Central.
01/2015 - Atual
Ensino, Assistência e Avaliação em Saúde, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Assistência
Infecções sexualmente transmissíveis: assistência preventiva e diagnóstica
08/2013 - Atual
Extensão universitária , Faculdade de Farmácia, .

Atividade de extensão realizada
Produação de Atlas de hematologia clínica online: acessibilidade de informação e conhecimento para a sociedade científica e acadêmica..
01/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Farmácia, .

03/2012 - Atual
Ensino, Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Cuidado Multiprofissional em anemias; Hematologia laboratorial; Doenças Hematológicas
03/2012 - Atual
Ensino, Residência Multiprofissional em urgência e emergê, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Interpretação de Exames Laboratoriais
01/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Farmácia, .

05/2009 - Atual
Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Hematologia Clínica
05/2009 - Atual
Estágios , Faculdade de Farmácia, .

Estágio realizado
supervisão de estágio em Análises Clínicas.
01/2016 - 01/2018
Direção e administração, Faculdade de Farmácia, .

Cargo ou função
Vice-coordenação do Laboratório Rômulo Rocha - FF.
06/2013 - 07/2014
Direção e administração, Hospital das Clínicas, .

Cargo ou função
Prevalência e especificidade de aloanticorpos eritrocitários em pacientes de um hospital universitário.

Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC GOIÁS, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 8

Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: docência, Carga horária: 8

Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Bolsista Iniciação científica, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 8

Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: colaborador, Carga horária: 8

Vínculo institucional

1996 - 1997
Vínculo: Monitor, Enquadramento Funcional: monitoria em embriologia e histologia, Carga horária: 4

Atividades

10/2012 - Atual
Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Orientações de Trabalho de conclusão de curso
3/2001 - 12/2001
Ensino, Fisioterapia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Imunologia Básica

Universidade Paulista, UNIP, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2015
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 10

Atividades

08/2007 - Atual
Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Hematologia e hemoterapia
Bioquímica
Embriologia e Reprodução Humana
Imunologia
Semiotécnica
08/2007 - Atual
Ensino, Nutrição, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Histomorfologia - Noções básicas de Biologia celular, histologia e genética

Fundação UNIRG, UNIRG, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40
Outras informações
Hematologia para o curso de Medicina


Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2009
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: professor Contratado, Carga horária: 14

Atividades

8/2004 - Atual
Ensino, Farmácia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Imunologia
Imunologia Clínica I
Imunologia Clínica II
8/2004 - 12/2004
Ensino, Biologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
imunologia

Associação de Edução e Cultura de Goiás Faculdade Padrão, AECG, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2008
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 31

Atividades

02/2005 - 02/2008
Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Imunologia
2/2003 - 2/2008
Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fisiologia
Hematologia Básica
Hematologia Clínica
Imunologia
Micologia

Faculdade Latino Americana, FLA, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 4

Atividades

08/2008 - Atual
Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
imunologia

Laboratório Mazda e Banco de Sangue, PADRÃO, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 1998
Vínculo: Flebotomista, Enquadramento Funcional: Flebotomista, Carga horária: 30


Laboratório Santa Inês, SANTA INÊS, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 1999
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Biomédica, Carga horária: 40

Atividades

4/1999 - 10/1999
Serviços técnicos especializados , Laboratório Santa Inês, .

Serviço realizado
Responsável pelos exames imunológicos.

Clínica Infantil de Campinas, HOSPITAL, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1997
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 15

Atividades

1/1996 - 1/1997
Estágios , Clínica Infantil de Campinas, .

Estágio realizado
Técnicas laboratoriais.

Di Credico e Graziani LTDA, DI CREDICO, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 1997
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professrora de Ingles, Carga horária: 8



Linhas de pesquisa


1.
Assistência e Avaliação em Saúde no âmbito das doenças hematológicas
2.
Assistência e Avaliação em saúde no âmbito das infecções sexualmente transmissíveis


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Análise comparativa dos fatores associados ao insucesso terapêutico entre pacientes com tuberculose e com coinfecção HIV/tuberculose no Brasil, entre 2005 e 2015
Descrição: A Tuberculose (TB) é considerada um problema de saúde pública, sendo uma das principais causas de morte por doenças infecciosas mundialmente. O patógeno mais associado à TB tem sido o vírus da imunodeficiência humana (HIV). Em 2015, o Brasil estava entre os 30 países que possuíam a maior taxa de coinfecção HIV/TB (13%), sendo que a porcentagem de pacientes com TB e status de HIV conhecido era de 82%. O tratamento para TB é realizado com um esquema básico (rifampicina, isoniazida, etambutol e pirazinamida) e possui duração mínima de seis meses. Para os pacientes coinfectados com HIV/TB não existe diferença para o tratamento da TB. Atualmente, percebe-se uma dificuldade na continuidade da terapia medicamentosa, tanto em pacientes com TB como em pacientes coinfectados. Esse insucesso terapêutico pode estar relacionado a fatores sócio-demográficos e clínicos, a não adesão e as falhas nos serviços de saúde. Diante disso, o objetivo do estudo é analisar os fatores sócio-demográficos e clínicos associados com o insucesso terapêutico entre pacientes com TB e com coinfecção HIV/TB no Brasil entre 2005 e 2015. Os dados serão obtidos através do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Os pacientes diagnosticados com TB entre 2005 e 2015 serão incluídos no estudo e distribuídos em dois grupos distintos: grupo de pacientes com TB e o grupo de pacientes coinfectados com HIV/TB. Nesses grupos ocorrerá uma nova divisão em aqueles com sucesso e insucesso terapêutico. As variáveis clínicas e sócio-demográficas serão extraídas do SINAN, organizadas e analisadas utilizando os softwares Microsoft Excel 2016 e BioEstat 5.0. Assim, ao identificar os fatores associados ao insucesso terapêutico dos pacientes com TB e se estes fatores são os mesmos quando há coinfecção HIV/TB, este estudo poderá fornecer informações relevantes para o desenvolvimento de estratégias terapêuticas mais eficazes visando minimizar o insucesso terapêutico..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Coordenador / Rafaela Alves de Castro - Integrante.Número de orientações: 1
2017 - Atual
NEUTRÓFILO-LINFÓCITO RATIO E PLAQUETA-LINFÓCITO RATIO COMO BIOMARCADORES INFLAMATÓRIOS PREDITORES DE PROGNÓSTICO EM CASOS DE DENGUE EM GOIÂNIA-GO
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Coordenador / Valeria Christina de Rezende Féres - Integrante / Luiza Monteiro Boer - Integrante.Número de orientações: 1
2016 - Atual
Doadores de sangue com Infecções Transmissíveis por Transfusão atendidos no Hemocentro de Goiás: estudo de prevalência, perfil sócio-demográfico, tipo de doação e assistência pós-diagnóstico.
Descrição: O perfil da população brasileira e o rigor no processo de seleção de doadores levou a um decréscimo no número de indivíduos que preenchem os critérios de aptidão clínica e sorológica. Esta situação exigiu a introdução de incentivos para aumentar o número de doações. A análise dos dados gerados no HEMOGO, permitirá conhecer melhor o perfil dos doadores de sangue atendidos, auxiliar na implementação de medidas de controle de qualidade, auxiliar na avaliação do serviço prestado, levando à melhoria da qualidade da assistência..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Coordenador / LIVIA LARA PESSONI - Integrante.
2016 - Atual
Razão neutrófilo/linfócito (RNL) e plaqueta/linfócito (RPL) no prognóstico do diabetes mellitus tipo 2 (DM2)
Descrição: Novos parâmetros laboratoriais, como a razão neutrófilo/linfócito (RNL) e a razão plaqueta/linfócito (RPL), agora considerados possíveis marcadores inflamatórios, veêm sendo usado para análise de prognóstico do estado inflamatório, não apenas do DM2, mas também de outras condições clínicas, como tumores, problemas cardiovasculares, entre outros. Deste modo, a RNL e a RPL podem ser utilizadas para prever a progressão da doença, já que alguns estudos demonstraram que uma RNL e RPL elevada está associada com mau prognóstico. Portanto é de grande valia a avaliação desses marcadores inflamatórios, tendo em vista a importância da inflamação no início e na progressão de várias doenças. a análise da RNL e RPL, pode ser usada na análise do prognóstico das complicações do DM2, podendo auxiliar na redução das complicações e da mortalidade da doença, além de ser acessível a população de baixa renda, por ser de baixo custo e fácil automoção, já que é realizado a partir de cálculos simples de parâmetros hematológicos de um hemograma comum..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (2) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Coordenador / Brenna Barros - Integrante / Anniely Carvalho - Integrante / Fernanda Rafaela Leão do Nascimento - Integrante / Stafany Pereira Batista - Integrante.Número de orientações: 3
2015 - 2018
HIV e sífilis entre pessoas em situação de rua na cidade de Goiânia, Goiás, em 2016/2017
Descrição: A população em situação de rua no Brasil é caracterizada por indivíduos com uso crônico e marginal de drogas e álcool, episódios de encarceramento, prostituição, falta de documentos oficiais, pessoas com doenças crônicas que tiveram processos de exclusão e estigmatização. Esta condição de vulnerabilidade social contribui para um comportamento de risco para infecção pelo HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis (IST). Este comportamento de risco pode ser caracterizado por práticas sexuais desprotegidas com múltiplos parceiros, favorecidas, entre outros fatores, pelo uso de drogas de abuso. O objetivo deste estudo foi estimar a prevalência da infecção por HIV e sífilis na população em situação de rua atendida em um centro de acolhimento (CENTRO POP) na cidade de Goiânia..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Coordenador / polyne mesquita - Integrante / Pedro barroso - Integrante.Número de orientações: 1
2014 - Atual
CARACTERIZAÇÃO DOS ATENDIMENTOS REALIZADOS PELO BANCO DE SANGUE DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Coordenador / Danielle Leão Cordeiro de Farias - Integrante / LIVIA LARA PESSONI - Integrante / Eliane Pereira Dos Santos - Integrante / Camila Lorena Nunes Seabra de Oliveira Moreira - Integrante / Marcos Antônio Ferreira - Integrante / Julles Cristiane Rodrigues da Silva - Integrante.
2013 - 2017
Doenças sexualmente transmissíveis, HIV-1, hepatites B e C e o uso de álcool e drogas de abuso em caminhoneiros que trafegam pela BR153 passando pelo Estado de Goiás no centro-oeste brasileiro
Descrição: O Brasil possui uma frota de aproximadamente 2,3 milhões de caminhões e uma população de mais de 700.000 caminhoneiros, composta quase que exclusivamente por homens, que viajam, em média, 175.000 km por ano. O sistema de transporte de cargas é essencial para a movimentação da economia e suprimento de demanda no Brasil. Nesse contexto, o motorista de caminhão é parte de uma categoria profissional de grande importância, visto que são os agentes deste sistema. Entretanto, simultaneamente, os mesmos estão expostos a condições inadequadas de trabalho, como longas jornadas, alimentação irregular, violência, acidentes e ausência familiar. Os motoristas de caminhão apresentam problemas relacionados às condições de saúde, trabalho e estilo de vida, além de grande vulnerabilidade às práticas de risco, pelo uso de drogas e por apresentarem parceiras sexuais eventuais. Para a elaboração de políticas públicas de promoção da saúde e prevenção de agravos, é imperativo conhecer a população-alvo e identificar as suas necessidades e vulnerabilidades. A pesquisa da presença de DSTs parece ser uma estratégia sensível e de baixo custo para a identificação de grupos em elevado risco para essas doenças. Os caminhoneiros de rota longa vivem em constante deslocamento geográfico e possuem um estilo de vida próprio, que parece facilitador da disseminação de DSTs por um amplo espaço geográfico em curto espaço de tempo. Este projeto representa oportunidade única de rastrear a prevalência para sífilis, HIV-1, hepatites B e C e infecção clamidial em caminhoneiros que cruzam o estado de Goiás através da BR153 rumo ao Norte/Sul do país, bem como associar a prevalência de DSTs com o consumo de bebidas alcoólicas e de outras drogas de abuso. A infecção por Chlamydia trachomatis quase dobra o risco de infecção por HIV, porque aumenta significantemente a quantidade de leucócitos no trato genital (Johnson & Lewis 2008). A hepatite B é uma das DSTs mais prevalentes no mundo e o curso clínico da infecção pelo Vírus da Hepatite B (VHB) é modificado pela co-infecção com o HIV levando, na maioria das vezes, à persistência do vírus (Cassino et al. 2009). A transmissão de DST para indivíduos HIV-1 positivos e do HIV-1 para indivíduos com outras DST sofre influências diversas sendo difícil estabelecer uma relação temporal eficaz entre HIV e outras DST (Zetola et al. 2009). De posse desses resultados será possível verificar a prevalência de co-infecções já que o fator associado a co-infecção por HIV é, principalmente, o histórico de DST prévia. Além disso, este projeto irá propiciar meios de diagnóstico e prevenção das DSTs para uma população que muitas vezes não cuida de sua própria saúde em decorrência da longa jornada de trabalho e, principalmente, verificar se podemos tomar por verdadeiro a hipótese de que o uso de álcool/drogas é o principal fator para comportamento de risco, aquisição e disseminação de DSTs. Outro problema a ser abordado neste projeto de pesquisa é verificar, dentre aqueles com sorologia positiva para HIV-1, qual o subtipo circulante nessa população. A hipótese lançada da disseminação do subtipo C em mulheres via relação heterossexual com caminhoneiros infectados provindos do Sul do país mostra um grupo de comportamento de risco interessante para a intervenção em campanhas educativas. Embora seja difícil comprovar a importância de rotas de migração/transporte na diversidade genética do HIV-1 nesta região, devemos destacar a possibilidade de disseminação via sexo eventual com caminhoneiros infectados do sul. Esta hipótese é compatível com a baixa taxa de subtipo C na grande área metropolitana e entre homens da região. Se esta for a rota de disseminação relevante na região, a estratégia de estudo da diversidade genética em homens é outra e deve priorizar os caminhoneiros em detrimento dos homens que habitam a região..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Coordenador / Mariane Martins de Araújo Stefani - Integrante / Monica Nogueira G. Reis - Integrante / Luis Carlos da Cunha - Integrante / VANIA CRISTINA RODRÍGUEZ SALAZAR - Integrante.Financiador(es): Ministério da Saúde - Auxílio financeiro.
2013 - Atual
CARACTERIZAÇÃO DOS ATENDIMENTOS REALIZADOS PELO LABORATÓRIO CLÍNICO DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS
Descrição: Através do estudo dos dados gerados no Laboratório Clínico do HC-UFG, será possível correlacionar achados laboratoriais com a clínica (diferentes fatores para doenças multifatoriais), assim como avaliar parâmetros laboratoriais e biológicos que permitem diagnosticar, caracterizar e acompanhar os diferentes agravos à saúde, associando-os aos marcadores hormonais, bioquímicos, tumorais, hematológicos, imunológicos e parasitológicos. Também é de suma importância buscar conhecimento sobre a população atendida neste hospital e a melhoria da qualidade da assistência. Além disso, este projeto proposto pelos residentes biomédicos inseridos no programa de Residência Multiprofissional do HC/UFG em conjunto com a gerência do LC almeja incentivar e motivar os profissionais do LC-HC/UFG para o desenvolvimento e utilização da pesquisa como ferramenta para planejamento, programação, implementação e avaliação das ações de gestão e atenção em saúde..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2013
PERFIL DAS SOLICITAÇÕES DE EXAMES LABORATORIAIS E O IMPACTO ORÇAMENTÁRIO NO SERVIÇO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA DE UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO
Descrição: Para que se possa criar uma ferramenta, metodologia ou protocolo que vise otimizar o recurso público financeiro, minimizando os exames solicitados desnecessariamente e o desconforto causado ao paciente pelas coletas contínuas de materiais biológicos, é necessário estabelecer nos serviços de urgência e emergência quais exames laboratoriais são considerados de urgência/emergência e a partir daí, verificar se os exames solicitados neste setor são realmente de urgência/emergência e qual o impacto dos exames laboratoriais nos recursos financeiros aplicados no setor de diagnóstico destinados ao cuidado do paciente atendido nos serviços de urgência/emergência da rede pública de saúde. Com isso este estudo tem como objetivo principal avaliar as práticas de solicitação de exames diagnósticos através do perfil dos exames solicitados em situação de urgência e emergência no Setor de Apoio e Diagnóstico do Serviço de Urgência e Emergência do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (SUE/HC/UFG) e descrever o impacto orçamentário causado pelos exames solicitados por este setor..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2013
AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE CONCENTRADOS DE HEMÁCIAS EM UM BANCO DE SANGUE PRIVADO: DESEMPENHO DOS FILTROS UTILIZADOS PARA LEUCORREDUÇÃO E VIABILIDADE DAS CÉLULAS REMANESCENTES
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Coordenador / Maisa Ribeiro - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2011 - 2012
Quantificação das células natural killer (NK) e células NKT em doadores de sangue
Descrição: Muitos estudos têm sido realizados com o intuito de se estabelecer valores de referência para as subpopulações de linfócitos em sangue periférico, especialmente as células NK (ROJAS-PANDALES, et al., 2007). Esses estudos têm demonstrado a variação de valores das células NK de acordo com a idade, sexo e raça (CHNG et al.; 2003; ALMEIDA-OLIVEIRA et al., 2011). O conhecimento dessa população de linfócitos em diferentes condições patológicas permite sua utilização, sozinha ou em combinação com outras modalidades, no seguimento de alguns tipos de câncer. Isso ficou demonstrado em estudo com células NK de pacientes com linfoma não-Hodgkin de células B onde se verificou que altas proporções de NK no sangue periférico podem ser fator prognóstico favorável na leucemia linfocítica crônica e no linfoma de pequenas células (GIBSON et al., 2011). Estudo similar observou uma variação do fenótipo das células NK de acordo com a idade, ou seja, acontece uma alteração na expressão das subpopulações de células NK, bem como um aumento compensatório da produção de citocinas para manter o papel imonorregulatório dessas células em indivíduos idosos (HAYHOE et al., 2010). Além disso, outro estudo realizado na China mostrou que os valores das células NK e a distribuição de suas subpopulações variaram entre diferentes raças (LOCATELLI et al., 2011). Dada a importância dessas células na homeostase do organismo, na resposta imune a diferentes patógenos, conhecer os valores de referência dessas células pode ajudar a monitorar progressão de infecções virais e doenças tumorais (ELLER et al., 2009). Além disso, podem servir como parâmetro para que seja avaliado o efeito imunoestimulatório ou supressivo de um determinado tratamento (CLAUS et al., 2009). Assim, apesar da utilidade clínica comprovada, estudos para definir valores de referência em população saudável são conflitantes. Por isso, nesse estudo objetivamos quantificar a população de células NK em indivíduos saudáveis usando os marcado.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2011
Identificação da presença de baixos níveis de hemoglobina e hemoglobinas variantes em pacientes diabéticos submetidos ao controle terapêutico pela Hemoglobina Glicada A1c.
Descrição: Os valores normativos estabelecidos pelos testes para dosagem de HbA1c são baseados em indivíduos com padrão hematológico normal. Portanto, alterações qualitativas nas hemoglobinas podem afetar os valores de A1C. Assim, é preciso trabalhar com testes laboratoriais para dosagem de A1C que, em determinadas situações clínicas, como a inconsistência dos resultados A1C versus clínica, forneça informações reais da população analisada. Para isso, é preciso realização de estudo intralaboratorial comparando diferentes métodos, baseando-se no perfil da população local e levando em consideração a porcentagem de indivíduos diabéticos portadores de hemoglobinopatias acompanhados através do ensaio de A1C. Finalmente, pelo exposto justifica-se a realização do presente estudo tendo em vista a abrangência desta doença, cujo número novos de casos aumenta progressivamente, associada à importância da dosagem da HbA1c para o acompanhamento terapêutico. Nestas situações a presença de hemoglobinas variantes é subestimada podendo trazer transtornos no tratamento que visa minimizar as complicações graves da doença..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Integrante / Sérgio Henrique Nascente Costa - Coordenador.
2008 - 2011
PROFILAXIA DA TRANSMISSÃO VERTICAL EM GESTANTES ADOLESCENTES INFECTADAS PELO HIV-1 DO CENTRO-OESTE: PERFIL IMUNOLÓGICO E VIRAL E GENOTIPAGEM PARA RESISTÊNCIA AOS ANTI-RETROVIRAIS
Descrição: objetivo deste projeto é otimizar o acesso de gestantes infectadas pelo HIV-1, de modo especial adolescentes, aos testes laboratoriais para definir o perfil imunológico e viral, visando à rápida introdução de terapia antiretroviral ou profilaxia da transmissão vertical. Com relação ao diagnóstico da infecção pelo HIV-1 na gestação, a introdução da terapia antiretroviral e da profilaxia para transmissão mãe-filho do HIV-1 deve ser subsidiada por testes para quantificação da viremia plasmática e para contagem de células TCD4+. Entretanto, em geral estes exames não estão prontamente disponíveis. Este descompasso na realização e fornecimento destes resultados pode comprometer a introdução, em caráter de urgência, da profilaxia para transmissão vertical e em última análise o sucesso das medidas profiláticas da transmissão vertical. Outro desdobramento indesejado desse descompasso pode ser a perda de oportunidades de prevenção. Esse projeto é direcionado a gestantes infectadas pelo HIV-1, incluindo adolescentes e visa estabelecer o perfil imunológico e viral incluindo genotipagem para resistência nas gestantes e fazer diagnóstico molecular precoce de transmissão vertical e acompanhar a sororeversão em crianças expostas e não infectadas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (3) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Integrante / Mariane Martins de Araújo Stefani - Coordenador / Janaina A. B. Lins - Integrante / Ludimila Apula Vaz Cardoso - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2008 - 2009
Avaliação da Adesão à terapia anti-retroviral em pacientes com infecção pelo HIV/aids em Anápolis - Goiás.
Descrição: A não-adesão aos medicamentos utilizados para controlar a infecção pelo HIV tem sido uma ameaça para a eficácia do tratamento. O uso incorreto desses medicamentos leva à falência terapêutica, o que contribui para o aparecimento de cepas do HIV resistentes e diminui a resposta da terapia ao paciente. Dessa forma é necessário alterar a medicação, levando a combinações com mais de quatro drogas, podendo aumentar a incidência de efeitos colaterais dificultando ainda mais a adesão. os pacientes relatam muitas dificuldades ao seguir o tratamento. Entre elas ressaltam-se características dos comprimidos (como sabor desagradável, tamanho, quantidade), efeitos colaterais intensos, diferentes horários de administração dos medicamentos, esquecimento, necessidade de jejum, abstinência alcoólica, necessidade de ingestão hídrica aumentada. Com base nestes fatos este estudo se propôs a avaliar a adesão à terapia anti-retroviral de pacientes que fazem acompanhamento na Unidade de Saúde Jundiaí do município de Anápolis-GO, e assim contribuir para a implementação de medidas que facilitem o cumprimento dos esquemas terapêuticos pelos pacientes em uso de ARVs e evidenciar que é preciso desenvolver drogas com melhor perfil farmacocinético e menores efeitos colaterai, para uma doença que ainda não tem cura.;.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Coordenador.Financiador(es): Universidade Estadual de Goiás - Remuneração.Número de orientações: 1
2007 - 2007
Soroprevalência para sífilis em gestantes atendidas em uma Unidade de Saúde Pública no município de Anápolis, Goiás
Descrição: A sífilis congênita, por ser considerada importante causa de morbimortalidade perinatal e resultar em seqüelas ao neonato, tornou-se uma doença de notificação compulsória no Brasil e meta de erradicação. Portanto, visando diagnosticar casos de sífilis entre gestantes da rede pública de Anápolis-Goiás e avaliar o perfil socioeconômico das mesmas, aplicou-se um questionário e coletou-se sangue para realização do VDRL nas gestantes da Unidade de Saúde do Progresso. A amostragem foi composta por 59 gestantes com idade média de 23 anos, casadas, com residência própria e considerável nível de instrução. Foram identificadas 44,1% de gestantes no primeiro trimestre gestacional, sendo que 49,2% não relatavam teste anterior para a infecção e 35,6% desconheciam sua sorologia para HIV/AIDS. A freqüência da utilização de preservativos e o conhecimento geral sobre a sífilis mostraram-se insatisfatórios. Apenas uma gestante foi soro-reagente puro no VDRL. Os dados da Secretaria Municipal de Saúde e do SINAN sobre a sífilis congênita apresentaram divergências (p<0,05). Portanto, torna-se evidente a necessidade de fortalecer a vigilância epidemiológica do município, através da implementação de medidas capazes de prevenir a sífilis congênita e erradicá-la. ARTIGO SUBMETIDO 08/2008 PARA A REVISTA BRASILEIRA DE ANÁLISES CLÍNICAS..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Coordenador / Keyla Caroline de Almeida - Integrante.Número de orientações: 1
2005 - 2006
Análise do perfil imunológico e viral das gestantes HIV/aids atendidas no Hospital Materno Infantil e no Hospital Anuar Auad em Goiânia-Goiás entre os anos de 2003 e 2005.
Descrição: Este estudo teve como objetivo avaliar a condição clínica, os perfis imunológico e viral das gestantes HIV/AIDS e analisar a implementação do PACTG 076 para prevenção da transmissão vertical do HIV nestas gestantes atendidas na rede pública de saúde de Goiânia-Goiás entre os anos de 2003 e 2005. Para tanto, realizou-se análise retrospectiva dos prontuários médicos das gestantes atendidas no Hospital Materno Infantil de Goiânia e acompanhadas no Hospital Anuar Auad em Goiania. Observamos que o diagnóstico da infecção por HIV no início da gestação assegurou à maioria das gestantes o acesso à profilaxia para transmissão vertical, o que ajudou a manter os níveis de LT CD4+ acima das 300 células/mm3 e a carga viral média abaixo de 2000 cópias/mL contribuindo assim, para minimizar os riscos de transmissão vertical..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Coordenador / Raffaela Silva Pinheiro - Integrante / Renata Félix de Moura - Integrante.Financiador(es): Universidade Estadual de Goiás - Remuneração.Número de orientações: 1
2005 - 2005
Anemias carenciais na infância
Descrição: O intuito deste projeto foi avaliar se crianças carentes assistidas por uma creche de Goiânia apresentavam anemia e quais as possíveis causas da mesma..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Coordenador.
2004 - 2005
Soroprevalência para HIV em bancos de Sangue
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Coordenador / Keury Inácio Gonçalves - Integrante / Eduardo Martins de Sousa - Integrante / Lorena Sales Modesto - Integrante / Aline Folador da Fonseca - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2001 - 2003
Diagnóstico Precoce de transmissão Vertical do HIV-1 pela técnica de RT-PCR
Descrição: Este estudo foi realizado em pares de mães HIV+/AIDS e crianças expostas ao viraus durante a gravidez, trabalho de parto e em alguns casos durante a amamentação. Os participantes foram recrutrados no Hospital Materno Infantil de Goiânia e as crianças foram acompanhadas durante o primeiro semestre de vida para realização de teste molecular para detecção de viremia porRT-PCR ( Amplicor HIV-1 Monitor, Roche) e comparados com os resultados da sorologia antii HIV-1 nos primeiros 24 meses de vida. O perfil imunológico e viral das gestantes HIV-1+/AIDS foi avaliado por contagem de células T CD4+, CD8+ e CD3+ por citometria de fluxo (FACSCount, BD) e a carga viral plasmática foi avaliada por RT-PCR ( Amplicor HIV-1 Monitor, Roche)...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Integrante / Mariane Martins de Araújo Stefani - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Apoio à Pesquisa - Auxílio financeiro.
2000 - 2004
Estudo colaborativo sobre Mapeamento Genético, Molecular do HIV em diferentes Subgrupos Populacionais do Centro-Oeste.
Descrição: Objetivo Geral do Projeto: Implantar o Ensaio de Mobilidade de Heteroduplexes-HMA para estudar a diversidade genética do HIV-1 em indivíduos HIV+/aids de diferentes subgrupos populacionais do Centro-oeste, Goiânia-Go: gestantes, crianças infectadas por transmissão vertical, co-infectados por Mycobacterium tuberculosis, Mycobacterium leprae e Virus da Hepatite C. - Objetivos Específicos: A. Determinar a prevalência de diferentes subtipos de HIV-1 e de recombinantes intersubtipos nos distintos subgrupos populacionais estudados; B. Avaliar a aplicabilidade da técnica de PCR de DNA/RNA viral para o diagnóstico precoce de infecção pediátrica pelo HIV-1 em coorte de crianças expostas durante a gravidez e infectadas por via perinatal; C. Determinar o perfil de risco para infecção por HIV/aids na demanda espontânea do Centro de Testagem Anônima de Goiânia mediante utilização do teste rápido Hexagon; D. Estudar a imunopatologia das lesões em pacientes HIV/aids co-infectados com M. leprae determinando o fenótipo das diferentes populações celulares presentes nas lesões por técnicas de imunohistoquímica...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1999 - 2001
Avaliação da dinâmica de LT e da Carga Viral em Pacientes HIV/Aids co-infectados por Mycobacterium tuberculosis, gestantes e crianças infectadas por transmissão vertical.
Descrição: Descrição: O presente estudo teve como objetivos avaliar a cinética de marcadores prognósticos- contagem de células T CD4 + e carga viral plasmática em diferentes grupos de pacientes infectados pelo HIV-1 provenientes do estado de Goiás. O grupo de estudo consistiu de pacientes co- infectados com Mycobacterium tuberculosis, gestantes e crianças infectadas por transmissão vertical. A contagem de células T CD4 + foi avaliada por citometria de fluxo (FACSCount, BD) e a carga viral foi avaliada por RT-PCR ( Amplicor HIV-1 Monitor, Roche versão 1.5)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2018 - Atual
Liga Acadêmica de Hematologia e Hemoterapia - LAHEMO
Descrição: Uma liga acadêmica é uma entidade, sem fins lucrativos, formada por acadêmicos da graduação sob a supervisão de professores da Instituição de Ensino Superior. O objetivo da Liga Acadêmica de Hematologia e Hemoterapia (LAHEMO) é aprofundar o conhecimento acadêmico nas áreas de hematologia e hemoterapia por meio das atividades de ensino, pesquisa e extensão, assim como transferir o aprendizado adquirido para a população. Serão realizados cursos introdutórios, composto por palestras de profissionais da área, com o intuito de adquirir novos membros efetivos para a liga. Com o início da atividades da LAHEMO, ocorrerão reuniões periódicas com todos seus membros para aulas teóricas e práticas e treinamentos com professores e profissionais convidados. Adicionalmente, serão realizados ações de extensão sobre a área da liga na forma de eventos e ações comunitárias para a população em geral. Além disso, com produto das atividades da LAHEMO, haverá a elaboração de trabalhos científicos para apresentação em eventos relacionados à hematologia e hemoterapia. Desse modo, espera-se aprofundar o conhecimento sobre a hematologia e a hemoterapia entre os acadêmicos e profissionais da saúde, assim como orientar e informar a comunidade sobre doenças hematológicas, doação de sangue e outros assuntos afins..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (40) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Coordenador / Brunno Camara - Integrante / Renan Nunes Leles - Integrante.
2013 - Atual
Produção de um atlas de hematologia clínica online: acessibilidade de informação e conhecimento para a sociedade científica e acadêmica
Descrição: de saberes dos estudantes e profissionais da saúde que atuam no âmbito da hematologia. A produção de um atlas digital como projeto de extensão, proporcionará a interface entre a universidade e a sociedade na qual está inserida permitindo à comunidade científica e acadêmica conhecer melhor a morfologia normal e patológica das células do sangue e da medula óssea mediante disponibilização das imagens destas células com a descrição de suas respectivas características..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (4) .
Integrantes: Keila Correia de Alcântara - Coordenador / Danielle Leão Cordeiro de Farias - Integrante / ROBERTA RASSAN DE LIMA CANDIDO - Integrante / FERNANDA ALVES BASTOS - Integrante / VERONICA RIBEIRO BUENO - Integrante / Giovanna Diniz Oliveira - Integrante / Brenna Barros - Integrante / Anniely Carvalho - Integrante.


Membro de corpo editorial


2015 - Atual
Periódico: Revista Eletrônica de Farmácia


Revisor de periódico


2014 - 2014
Periódico: Revista de Patologia Tropical e Saúde Pública
2015 - Atual
Periódico: Journal of Clinical Virology
2018 - Atual
Periódico: Ciencia & Saude Coletiva


Revisor de projeto de fomento


2014 - 2014
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Tocantins


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: hematologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunohematologia.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: doenças sexualmente transmissíveis.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2009
Menção Honrosa pela Apresnetação do Trabalho: HIV-1 vertical transmission and drug resistance mutations., IPTSP-UFG: VII Seminário de Patologia tropical e Saúde Pública.
2001
Pimeiro lugar na apresentação oral de trabalho na Segunda Amostra de Trabalhos Científicos do Hospital Materno Infantil, Hospital Materno Infantil.
1998
Primeira Colocação na apresentação oral de trabalho na Primeira Semana Científica de Biomedicina, Universidade Católica de Goiás.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
PESSONI, LÍVIA LARA2018PESSONI, LÍVIA LARA ; FERREIRA, MARCOS ANTÔNIO ; SILVA, JULLES CRISTIANE RODRIGUES DA ; ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE . Red blood cell alloimmunization among hospitalized patients: transfusion reactions and low alloantibody identification rate. Hematology, Transfusion and Cell Therapy, v. x, p. x-x, 2018.

2.
CARVALHO, A.2018CARVALHO, A. ; MENDES, B. B. ; ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE . Razões neutrófilos/linfócitos e plaquetas/linfócitos em pacientes diabéticos com ou sem disfunção renal. Scientia Medica (PUCRS. Impresso), v. 28, p. 30376, 2018.

3.
Reis LAP2017Reis LAP ; COSTA, C. D. D. ; RODRIGUES, D. S. ; Alcântara, Keila Correia . Obesity, hypertension and diabetes among truck drivers in the middle-west, Brazil. Obesidade, Hipertensão e Diabetes em caminhoneiros no centro-oeste, Brasil.. Bioscience Journal (UFU), v. 33, p. 485-493, 2017.

4.
MELO NETO, J. R.2016MELO NETO, J. R. ; FIGUEIREDO, R. M. ; COSTA, C. D. D. ; ALCÂNTARA, K. C. ; PENNA, K. G. B. D. ; COSTA, S. H. N. . AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS GLICÊMICOS, DE A1C E DE HEMOGLOBINAS VARIANTES EM SERVIDORES POLICIAIS MILITARES DA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA E CIDADES DO INTERIOR. Estudos (Goiânia. Online), v. 43, p. 45-52, 2016.

5.
VIEIRA, J.2015VIEIRA, J. ; ALCÂNTARA, K. C. . Perfil Epidemiológico e Clínico de Pacientes com Leucemia Mieloide Crônica em Uso de Mesilato de Imatinibe em um Hospital Universitário. Prática Hospitalar, v. VII, p. 23-28, 2015.

6.
REIS, M. N. G.2014REIS, M. N. G. ; ALCÂNTARA, K. C. ; Cardoso, Ludimila Paula Vaz ; STEFANI, M. M. A. . POLYMORPHISMS IN THE HIV-1 gp41 env GENE, NATURAL RESISTANCE TO ENFUVIRTIDE (T-20) AND pol RESISTANCE AMONG PREGNANT BRAZILIAN WOMEN. Journal of Medical Virology (Print), v. 9999, p. 1-10, 2014.

7.
RIBEIRO, M.2014RIBEIRO, M. ; ALCÂNTARA, K. C. . Avaliação da qualidade de concentrados de hemácias em um Banco de Sangue privado de Goiânia, Goiás. Revista do Instituto de Ciencias da Saude (UNIP), v. 32, p. 134-138, 2014.

8.
DELATORRE, E.2013 DELATORRE, E. ; COUTO-FERNANDEZ, J. C. ; GUIMARAES, M. L. ; Cardoso, Ludimila Paula Vaz ; ALCÂNTARA, K. C. ; STEFANI, M. M. A. ; ROMERO, H. ; FREIRE, C. C. ; IAMARINO, A. ; ZANOTTO, P. M. A. ; MORGADO, M. G. ; BELLO, G. . Tracing the origin and northward dissemination dynamics of HIV-1 Subtype C in Brazil. Plos One, v. 8, p. 1-13, 2013.

9.
ALCÂNTARA, K. C.;Alcântara, Keila Correia;ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE2012 ALCÂNTARA, K. C.; Lins, Janaína Bacelar Accioli ; Albuquerque, Maly ; Aires, Letícia Mara ; Cardoso, Ludimila Paula Vaz ; Minuzzi, Ana Lúcia ; Stefani, Mariane Martins Araújo . HIV-1 mother-to-child transmission and drug resistance among Brazilian pregnant women with high access to diagnosis and prophylactic measures. Journal of Clinical Virology, v. null, p. 10.1016/j.jcv.2, 2012.

10.
ALCÂNTARA, K. C.2012 ALCÂNTARA, K. C.; Cardoso, Ludimila Paula Vaz ; REIS, M. N. G. ; STEFANI, M. M. A. . Increasing heterosexual transmission of HIV-1 subtype C in Inland Central western Brazil. Journal of Medical Virology (Print), v. 85, p. n/a-n/a, 2012.

11.
BATISTA, M. L. S.2012BATISTA, M. L. S. ; CINTRA, A. C. F. ; SANTOS, J. P. C. ; MARTINS, P. D. ; RIBEIRO, A. A. ; TAVARES, S. B. N. ; PASSOS, X. S. ; ALCÂNTARA, K. C. . Resultados citopatológicos de mulheres que realizaram exame do colo do útero em um laboratório escola da Universidade Federal de Goiás, Goiânia-GO: estudo de prevalência. Revista do Instituto de Ciencias da Saude (UNIP), v. 30, p. 201-205, 2012.

12.
Barbosa, L.S.2009Barbosa, L.S. ; Dutra, JP ; ALCÂNTARA, K. C. . Rinite alérgica e Asma entre os acadêmicos da Uuniversidade Estadual de Goiás (UEG)-Unidade de Ciências Exatas e Tecnológicas: Prevalência e influência do ambiente domiciliar. Revista Racine (São Paulo), v. 107, p. 50-54, 2009.

13.
ALCÂNTARA, K. C.;Alcântara, Keila Correia;ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE2009 ALCÂNTARA, K. C.; PEREIRA, G. A. S. ; ALBUQUERQUE, M. ; STEFANI, M. M. A. . Seroreversion in children born to HIV positive and AIDS mothers from Central West Brazil. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene, v. xx, p. doi:10.1016/j.t, 2009.

14.
Almeida, K.C.2009Almeida, K.C. ; Lindolfo, L.C. ; ALCÂNTARA, K. C. . Sífilis em gestantes atendidas em uma unidade de saúde pública de Anápolis, Goiás, Brasil. Revista Brasileira de Análises Clínicas, v. 41, p. 181-184, 2009.

15.
STEFANI, M. M. A.2007STEFANI, M. M. A. ; PEREIRA, G. A. S. ; Lins, J.A.B. ; ALCÂNTARA, K. C. ; Silveria, A. A. ; Viegas, A. A. ; Maya, N. C. ; Mussi, A. Hg. . Molecular screening shows extensive HIV-1 genetic diversity in Central West Brazil. Journal of Clinical Virology, v. 39, p. 205-209, 2007.

16.
Gonçalves KI2006Gonçalves KI ; Sousa EM ; Modesto LS ; Fonseca AF ; ALCÂNTARA, K. C. . Soroprevalência de HIV-1/2 entre doadores de sangue de Goiânia-Goiás. Revista Brasileira de Análises Clínicas, v. 38, p. 263-266, 2006.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
ALCÂNTARA, K. C.. Transmissão vertical do HIV-1. Revista do Conselho Regional de Biomedicina - 3ª Região, 01 abr. 2012.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ALCÂNTARA, K. C.; STEFANI, M. M. A. ; PEREIRA, G. A. S. ; ALBUQUERQUE, M. . Immunological and virological profiles of HIV-1+/AIDS mothers at delivery. In: XIII Congresso Brasileiro de Infectologia, 2003, Goiânia. The Brazilian Journal of Infectious Diseases, 2003. v. 7. p. S7-S7.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
BUENO, V. R. ; PESSONI, L. L. ; CARDOSO, L. ; ALCÂNTARA, K. C. . PRODUÇÃO DE UM ATLAS DE HEMATOLOGIA CLÍNICA ONLINE: ACESSIBILIDADE DE INFORMAÇÃO E CONHECIMENTO PARA A SOCIEDADE CIENTÍFICA E ACADÊMICA. In: 11º Conpeex, 2014, Goiânia. Anais do 11º CONPEEX, 2014. v. 0. p. 4874-4878.

2.
ALCANFOR, J. D. X. ; CUNHA, L. C. ; COSTA, S. H. N. ; ALCÂNTARA, K. C. . ESTUDO DO PERFIL LIPIDICO DA POPULAÇÃO IDOSA DO MUNICÍPIO DE GOIANIA. In: 10ºCONPEEX, 2012, GOIANIA. ANAIS DO 10º CONPEEX, 2012. v. 0. p. 12950-12954.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
DINIZ, S. P. ; GARCIA, R. M. ; RODRIGUES, D. S. ; COSTA, C. D. D. ; ALCÂNTARA, K. C. . Hepatites B e C em caminnoneiros que trafegam pela Br153. In: II Congresso de Ciências Farmacêuticas do Brasil Central, 2015, Goiania. Revista de Biotecnologia e Ciência- Suplemento Especial II Congresso de Ciências Farmacêuticas do Brasil Central, 2015. v. 4. p. 0-0.

2.
GARCIA, R. M. ; DINIZ, S. P. ; RODRIGUES, D. S. ; COSTA, C. D. D. ; Alcântara, Keila Correia . Soroprevalência para HIV-1 e sifilis em caminhoneiros que trafegam pela BR153 no centro oeste brasileiro. In: II Congresso de Ciências Farmacêuticas do Brasil Central, 2015, Goiania. v. 4, n. 1 (2015): Suplemento Especial II Congresso de Ciências Farmacêuticas do Brasil Central, 2015. v. 4. p. 0-0.

3.
RODRIGUES, D. S. ; COSTA, C. D. D. ; DINIZ, S. P. ; GARCIA, R. M. ; ALCÂNTARA, K. C. . COMPORTAMENTO SEXUAL E PRÁTICAS DE RISCO PARA DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS DE CAMINHONEIROS QUE TRAFEGAM PELA BR-153. In: 2º Congresso de Ciências Farmacêuticas do brasil Central, 2015, Goiania. Revista de Biotecnologia & Ciência Vol. 4, Nº. 1, Ano 2015. Anápolis: UEG, 2015. v. 4. p. 1-1.

4.
PESSONI, L. L. ; SILVA, J. C. R. ; FERREIRA, M. A. ; Alcântara, Keila Correia . DETECÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DE ALOANTICORPOS ERITROCITÁRIOS EM PACIENTES TRANSFUNDIDOS EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE GOIÂNIA, GOIÁS. In: 9º Congresso Regional de Análises Clínicas e 2º Congresso de Biomedicina do Centro-oeste, 2015, Goiânia. Cadernos de Resumos do 9º Congresso Regional de Análises Clínicas e 2º Congresso de Biomedicina do Centro-oeste, 2015. v. 1. p. 1.

5.
PESSONI, L. L. ; SILVA, J. C. R. ; FERREIRA, M. A. ; ALCÂNTARA, K. C. . PREVALÊNCIA E ESPECIFICIDADE DE ALOANTICORPOS ERITROCITÁRIOS ENTRE PORTADORES DE DOENÇA FALCIFORME EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO EM GOIÂNIA, GOIÁS. In: 9º Congresso Regional de Análises Clínicas e 2º Congresso De Biomedicina do Centro-Oeste, 2015, Goiânia. Caderno de Resumos do 9º Congresso Regional de Análises Clínicas e 2º Congresso De Biomedicina do Centro-Oeste, 2015. v. 1. p. 1-1.

6.
COSTA, H. I. ; PESSONI, L. L. ; ALCÂNTARA, K. C. . EXAMES LABORATORIAIS DE URGÊNCIA/EMERGÊNCIA: CARACTERIZAÇÃO E O ÔNUS FINANCEIRO PARA UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE GOIÂNIA. In: 9º Congresso Regional de Análises Clínicas e 2º Congresso De Biomedicina do Centro-Oeste, 2015, Goiânia. Caderno de Resumos do 9º Congresso Regional de Análises Clínicas e 2º Congresso De Biomedicina do Centro-Oeste, 2015. v. 1. p. 1-1.

7.
ALCÂNTARA, K. C.; Lins, J.A.B. ; STEFANI, M. M. A. . HIV-1 vertical transmission in central West Brazil. In: XVIII International AIDS Conference, 2010, Vienna. Abstracts Book. Vienna, 2010. v. 01.

8.
ALCÂNTARA, K. C.; Silveria, A. A. ; Lins, J.A.B. ; CARDOSO, L. A. V. ; STEFANI, M. M. A. . HIV-1 vertical transmission and Drug resistance Mutations. In: VIII Simpósio brasileiro de Pesquisa em HIV/Aids, 2009, Rio de Janeiro. Livro de resumos, 2009. p. 49-49.

9.
ALCÂNTARA, K. C.; Lins, J.A.B. ; CARDOSO, L. A. V. ; Silveria, A. A. ; STEFANI, M. M. A. . HIV-1 Vertical transmission and Drug Resistance mutations. In: VII Seminário de Aptologia tropical e Saúde Pública, 2009, Goiânia. Revista de Patologia Tropical (Impresso), 2009. v. 38. p. 09-09.

10.
ALCÂNTARA, K. C.; Fonseca AF ; Sousa EM ; Gonçalves KI ; Modesto LS . Soroprevalência de HIV, HBV e HCV em doadores de sangue de Goiânia. In: IV Jornada Farmacêutica, I encontro de Analistas Clínicos de Goiás, 2005, Anápolis. IV Jornada Farmacêutica, I encontro de Analistas Clínicos de Goiás, 2005.

11.
ALCÂNTARA, K. C.; Fonseca AF ; Sousa EM ; Gonçalves KI ; Modesto LS . Soroprevalência de HIV-1/2 em doadores de um banco de sangue de Goiânia no período de 2002 a 2003.. In: IV Simpósio Regional de Biomedicina e II Encontro Goiano de Patologia Clínica, 2005, Goiânia. IV Simpósio Regional de Biomedicina e II Encontro Goiano de Patologia Clínica, 2005.

12.
ALCÂNTARA, K. C.; STEFANI, M. M. A. ; PEREIRA, G. A. S. ; ALBUQUERQUE, M. . HIV+/AIDS Mothers - infant pairs: Immunological and virological profiles and early molecular diagnosis of vertical transmission.. In: V Simpósio Brasileiro de Pesquisa em Aids, 2003, Rio de Janeiro. Simpósio Brasileiro de Pesquisa em Aids, 2003.

13.
ALCÂNTARA, K. C.; STEFANI, M. M. A. . Transmissão Vertical do HIV-1 : Estudo de pares mães HIV/Aids-filhos atendidos no Hospital Materno Infantil e utilização da técnica de PCR para o diagnóstico precoce da infecção.. In: II Amostra de Trabalhos Científicos do Hospital Materno Infantil, 2001, Goiânia. II Amostra de Trabalhos Científicos do Hospital Materno Infantil, 2001. p. 20.

14.
ALCÂNTARA, K. C.; STEFANI, M. M. A. ; MARTELLI, C. M. T. . Early Diagnosis of Perinatal Infection by HIV-1 RT-PCR. In: IV Simpósio Brasileiro de Pesquisa em AIDS, 2001, Salvador. The Brazilian Journal of Infectious Diseases, 2001. v. 5. p. S5.

15.
ALCÂNTARA, K. C.; GONÇALVES SOBRINHO, J. A. ; SADDI, V. A. . Análise da Incidência e Mortalidade por Câncer de Mama na População Feminina de Goiânia no Período de 1988 a 1995. In: VII Encontro de Iniciação científica, 1998, Uberlândia. VII Encontro de Iniciação científica. Uberlândia: UFU, 1998. p. 331.

16.
ALCÂNTARA, K. C.; GONÇALVES SOBRINHO, J. A. ; SADDI, V. A. . Análise da Incidêcnia e Mortalidade por Câncer de Mama na População Feminina de Goiânia no Período de 1988 a 1995. In: Encocntro de Iniciação científica - Módulo PIBIC/CNPq (UFG-UFU-UFMS-UCG-UCDB), 1997, Goiânia, 1997. p. 97.

17.
ALCÂNTARA, K. C.; GONÇALVES SOBRINHO, J. A. ; SADDI, V. A. . Análise da Incidência e Mortalidade por Câncer de mama na Populção feminina de Goiânia noPeríodo de 1988 a 1995.. In: Vi Forum de Pesquisa II Forum de Extensão Ciclo Laura Chaer de DeBates sobre Pesquisa, 1997, Goiânia. Vi Forum de Pesquisa II Forum de Extensão Ciclo Laura Chaer de DeBates sobre Pesquisa, 1997. p. 142.

Artigos aceitos para publicação
1.
MELO NETO, J. R. ; GUERRA, C. H. S. ; FIGUEIREDO, R. M. ; AQUINO, E. C. ; COSTA, C. D. D. ; COSTA, S. H. N. ; ALCÂNTARA, K. C. . PSYCHOACTIVE SUBSTANCES AND SEXUALLY TRANSMITTED INFECTIONS AMONG MILITARY POLICE OFFICERS FROM CENTRAL-WESTERN, BRAZIL. Bioscience Journal (UFU), 2019.

2.
MENDES, B. B. ; CARVALHO, A. ; ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE . Comparação das razões neutrófilo-linfócito e plaqueta-linfócito de indivíduos normoglicêmicos e hiperglicêmicos. EINSTEIN (SAO PAULO), 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
Alcântara, Keila Correia. Hematologia: Análise e interpretação do hemograma. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
Alcântara, Keila Correia. REsidência Multiprofissonal em Hematologia e Hemoterapia.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
Alcântara, Keila Correia. Hematologia: estudo de casos com avaliação citomorfológica.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
PESSONI, L. L. ; ALCÂNTARA, K. C. ; SILVA, J. C. R. ; FERREIRA, M. A. . DETECÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DE ALOANTICORPOS ERITROCITÁRIOS EM PACIENTES TRANSFUNDIDOS EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE GOIÂNIA, GOIÁS. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
COSTA, H. I. ; PESSONI, L. L. ; ALCÂNTARA, K. C. . EXAMES LABORATORIAIS DE URGÊNCIA/EMERGÊNCIA: CARACTERIZAÇÃO E O ÔNUS FINANCEIRO PARA UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE GOIÂNIA. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
ALCÂNTARA, K. C.; PESSONI, L. L. ; SILVA, J. C. R. ; FERREIRA, M. A. . PREVALÊNCIA E ESPECIFICIDADE DE ALOANTICORPOS ERITROCITÁRIOS ENTRE PORTADORES DE DOENÇA FALCIFORME EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO EM GOIÂNIA, GOIÁS. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
BASTOS, F. A. ; FARIAS, D. L. C. ; SAMPAIO, R. ; ALCÂNTARA, K. C. . Diagnóstico tardio do Mieloma Múltiplo e o impacto na sobrevida: uma correlação clínico-laboratorial. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
SOUSA, J. F. ; FARIAS, D. L. C. ; SAMPAIO, R. ; ALCÂNTARA, K. C. . AVALIAÇÃO DOS ASPECTOS CLÍNICOS E LABORATORIAIS DE PACIENTES PORTADORES DE LINFOMA DE HODGKIN. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
COSTA, C. D. D. ; SALAZAR, V. C. R. ; CUNHA, L. C. ; RODRIGUES, D. S. ; ALCÂNTARA, K. C. . Avaliação do uso de substâncias psicoativas em caminhoneiros que trafegam pela BR 153. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
ALCÂNTARA, K. C.. Coagulopatias. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

11.
ALCÂNTARA, K. C.. Interpretando o Hemograma. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

12.
ALCÂNTARA, K. C.. O papel do Biomédico no Cuidado à saúde. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

13.
ALCÂNTARA, K. C.. Epidemiologia Molecular do HIV-1 no Estado de Goiás: um novo perfil?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

14.
Alcântara, Keila Correia. Tópicos especiais em Imunohematologia. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

15.
REIS, M. N. G. ; CARDOSO, L. A. V. ; ALCÂNTARA, K. C. ; STEFANI, M. M. A. . Natural Resistance, Polymorphisms in the HR1-HR2 Domains of HIV-1 gp41 and Subtypes among T-20 naive pregnant women form Central Western Brazil.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

16.
ALCÂNTARA, K. C.; Lins, J.A.B. ; ALBUQUERQUE, M. ; AIRES, L. M. C. ; CARDOSO, L. A. V. ; STEFANI, M. M. A. . HIV-1 MOlecular Epidemiology among adult and adolescent pregnant women infected woth HIV-1 from Central-Western Brazil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

17.
ALCÂNTARA, K. C.; REIS, M. N. G. ; CARDOSO, L. A. V. ; STEFANI, M. M. A. . HIV-1 Subtype C: Dissemination among recently diagnosed pregnant women and mother-to-chil transmission in Central Western-Brazil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

18.
ALCÂNTARA, K. C.; CARDOSO, L. A. V. ; STEFANI, M. M. A. ; REIS, M. N. G. . HIV-1 MOlecular Epidemiology among adult and adolescent pregnant women infected woth HIV-1 from Central-Western Brazil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

19.
ALCÂNTARA, K. C.; CARDOSO, L. A. V. ; STEFANI, M. M. A. . HIV-1 Subtype C: Dissemination among recently diagnosed pregnant women and mother-to-chil transmission in Central Western-Brazil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

20.
REIS, M. N. G. ; ALCÂNTARA, K. C. ; CARDOSO, L. A. V. ; STEFANI, M. M. A. . Natural Resistance, Polymorphisms in the HR1-HR2 Domains of HIV-1 gp41 and Subtypes among T-20 naive pregnant women form Central Western Brazil.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

21.
Alcântara, Keila Correia. Como reportar Resultados de HIV.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
ALCÂNTARA, K. C.; Lins, J.A.B. ; STEFANI, M. M. A. . Transmissão materno-infantil do HIV-1 em Goiânia-Go.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

23.
ALCÂNTARA, K. C.; Lins, J.A.B. ; ALBUQUERQUE, M. ; AIRES, L. M. C. ; REIS, M. N. G. ; STEFANI, M. M. A. . HIV-1 Vertical transmission in central West Brazil.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

24.
ALCÂNTARA, K. C.; Lins, J.A.B. ; STEFANI, M. M. A. . HIV-1 Vertical transmission in central West Brazil: epidemiological, clinical and antiretroviral resistance profiles.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
Alcântara, Keila Correia; NAOUM, P. C. . Anemias carenciais: etiologia, classificação e avaliação laboratorial. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

26.
ALCÂNTARA, K. C.; Lins, J.A.B. ; CARDOSO, L. A. V. ; Silveria, A. A. ; STEFANI, M. M. A. . HIV - 1 VERTICAL TRANSMISSION AND DRUG RESISTANCE MUTATIONS. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

27.
ALCÂNTARA, K. C.; Lins, J.A.B. ; CARDOSO, L. A. V. ; Silveira AA ; STEFANI, M. M. A. . HIV - 1 VERTICAL TRANSMISSION AND DRUG RESISTANCE MUTATIONS. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

28.
ALCÂNTARA, K. C.; SOUZA, A. B. ; SILVA, A. P. . Análise do perfil imunológico e viral dos pacientes HIV/aids atendidos na unidade de saúde Jundiaí em Anápolis - Goipas entre os anos de 2002 e 2006. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

29.
ALCÂNTARA, K. C.; PEREIRA, G. A. S. ; ALBUQUERQUE, M. ; STEFANI, M. M. A. . Immunological and virological profiles of HIV-1/AIDS Mothers at delivery. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

30.
ALCÂNTARA, K. C.. Aspectos da Sindrome da Imunodeficiência Adquirida e novas perspectivas terapêuticas. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

31.
ALCÂNTARA, K. C.. Avanços na clínica, diagnóstico e tratamento da AIDS. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

32.
ALCÂNTARA, K. C.; STEFANI, M. M. A. . Transmissão Vertical do HIV-1: Estudo de pares mães HIV/aids - filhos atendidos no Hospital MAterno Infantil e utilização da técnica de PCR para o diagnóstico molecular precoce. 2001. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

33.
ALCÂNTARA, K. C.; STEFANI, M. M. A. . Early diagnosis of perinatal infection by HIV-1 RT-PCR. 2001. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

34.
ALCÂNTARA, K. C.; STEFANI, M. M. A. . Transmissão vertical do HIV-1: estudo de pares maes HIV/aids-filhos atendidos no HMI e utilização da técnica de PCR para o diagnóstico molecular precoce da infecção. 2001. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

35.
ALCÂNTARA, K. C.; GONÇALVES SOBRINHO, J. A. ; SADDI, V. A. . Incidência da Mortalidade por câncer de mama entre mulheres em Goiânia. 1998. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

36.
ALCÂNTARA, K. C.; GONÇALVES SOBRINHO, J. A. ; SADDI, V. A. . Análide da incidência emortalidade por câncer de mama na população feminina de Goiânia no período de 1988 a 1995. 1997. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

37.
ALCÂNTARA, K. C.; GONÇALVES SOBRINHO, J. A. ; SADDI, V. A. . Análise da incidência e mortalidade por câncer de mama na população feminina de Goiânia no período de 1988 a 1995.. 1997. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
ALCÂNTARA, K. C.. Consultor ad hoc de projeto da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação da Universidade Estadual de Goiás. 2013.

2.
ALCÂNTARA, K. C.. Núcleo Docente Estruturante do Curso de Biomedicina. 2011.

3.
ALCÂNTARA, K. C.; BARA, M. T. F. ; CUNHA, L. C. ; ORSI, D. C. . Comissão de elaboração da revisão do Regimento Interno da Faculdade de Farmácia.. 2010.

4.
ALCÂNTARA, K. C.. Supervisão do setor de Imunologia do Laboratório Rômulo Rocha. 2009.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
Alcântara, Keila Correia. Doenças sexualmente transmissíveis, HIV-1, hepatites B e C em caminhoneiros que trafegam pela BR153.. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
ALCÂNTARA, K. C.. A infecção pelo HIV-1 no Brasil e no estado de Goiás. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE; BUENO, V. R. ; OLIVEIRA, G. D. ; MALDANER, A. E. ; BASTOS, F. A. ; GUIMARAES, G. ; SOUSA, J. F. ; ALVES, L. C. ; PESSONI, L. L. ; CANDIDO, R. R. L. ; ALMEIDA, M. P. ; HIRATA, O. A. . Atlas de Hematologia. 2018. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Site).

2.
Alcântara, Keila Correia; CUNHA, L. C. ; COSTA, C. D. D. ; SALAZAR, V. C. R. . RELATÓRIO FINAL TÉCNICO FINAL DE PROJETO FINANCIADO MS/DST/AIDS/HV - UNODC. 2015. (Relatório de pesquisa).

3.
ALCÂNTARA, K. C.; CUNHA, L. C. ; SALAZAR, V. C. R. . Relatório parcial do projeto de pesquisa DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS, HIV-1, HEPATITES B E C E O USO DE ÁLCOOL E DROGAS DE ABUSO EM CAMINHONEIROS QUE TRAFEGAM PELA BR153 PASSANDO PELO ESTADO DE GOIÁS NO CENTRO-OESTE BRASILEIRO. 2014. (Relatório de pesquisa).

4.
ALCÂNTARA, K. C.; CUNHA, L. C. ; SALAZAR, V. C. R. . Relatório parcial do projeto de pesquisa DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS, HIV-1, HEPATITES B E C E O USO DE ÁLCOOL E DROGAS DE ABUSO EM CAMINHONEIROS QUE TRAFEGAM PELA BR153 PASSANDO PELO ESTADO DE GOIÁS NO CENTRO-OESTE BRASILEIRO. 2014. (Relatório de pesquisa).

5.
ALCÂNTARA, K. C.. Anemias Hereditárias e Anemias Hemolíticas. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

6.
ALCÂNTARA, K. C.. Anemias Hereditárias e Anemias Hemolíticas. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

7.
ALCÂNTARA, K. C.. Imunohematologia. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

8.
ALCÂNTARA, K. C.. Interpretação Clínica do Hemograma. 2011. .

9.
ALCÂNTARA, K. C.. Anemias hemolíticas. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

10.
ALCÂNTARA, K. C.; STEFANI, M. M. A. . RELATÓRIO FINAL DO PROJETO NÚMERO 551300/2007-8, EDITAL 22/2007. 2011. (Relatório de pesquisa).

11.
ALCÂNTARA, K. C.; STEFANI, M. M. A. . RELATÓRIO PARCIAL DO PROJETO NÚMERO 551300/2007-8, EDITAL 22/2007. 2010. (Relatório de pesquisa).

12.
ALCÂNTARA, K. C.; STEFANI, M. M. A. . RELATÓRIO PARCIAL DAS ATIVIDADES BOLSISTA FAPEG. 2010. (Relatório de pesquisa).

13.
ALCÂNTARA, K. C.; STEFANI, M. M. A. . RELATÓRIO PARCIAL DAS ATIVIDADES BOLSISTA FAPEG. 2009. (Relatório de pesquisa).

14.
ALCÂNTARA, K. C.. HEMATOLOGIA BÁSICA E CLÍNICA. 2006. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

15.
ALCÂNTARA, K. C.. Imunologia Clínica. 2005. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

16.
ALCÂNTARA, K. C.. Técnicas de Coleta de sangue. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
ALCÂNTARA, K. C.; BARA, M. T. F.; ARGOLO, A. F. L. T. E.. Participação em banca de Pedro Henrique Dias Botelho. Avaliação de testes diagnósticos para dengue durante epidemia (2012-2013) no Centro-Oeste, Brasil. 2017. Dissertação (Mestrado em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

2.
ALCÂNTARA, K. C.; ITRIA, A.; ZARA, A. L. S. A.; TERNES, Y. M. F.; MENDONCA, R. T.. Participação em banca de Geovana Bárbara Ferreira Mendes. Estudo de custos da hepatite C, sob a perspectiva do sistema público de saúde brasileiro e da sociedade, em 2014.. 2017. Dissertação (Mestrado em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

3.
Silva, LA; COSTA, S. H. N.; ITRIA, A.; ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Monalisa Simone dos Santos Monteiro. Avaliação do polimorfismo FcyRIIA em indivíduos com dengue. 2017 - Universidade Federal de Goiás.

4.
Alcântara, Keila Correia; MELO, F.. Participação em banca de Sheila Adriana Pereira. Avaliação molecular por ARMS-PCR do SNP-1082 G/A da IL-10 em associação com obesidade infanto-juvenil. MEstrado em Genética. 2016. Dissertação (Mestrado em Genética) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

5.
Alcântara, Keila Correia. Participação em banca de Diogo Sousa Rodrigues. Infecções sexualmente transmissíveis entre caminhoneiros que trafegam pela BR153 no Centro oeste do Brasil.. 2016. Dissertação (Mestrado em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

6.
Alcântara, Keila Correia. Participação em banca de Carla Danielle Dias Costa. Uso de drogas lícitas e ilícitas entre caminhoneiros que trafegam pela Br153, no centro-oeste do Brasil.. 2016. Dissertação (Mestrado em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

7.
ALCÂNTARA, K. C.; MELO, F.; REIS, P. R. M.; SADDI, V. A.. Participação em banca de Kamila Tuany Lacerda Leão Lima. Qualidade de Vida de Portadores de Doença Falciforme de uma Microrregião do Sudoeste Baiano. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

8.
CUNHA, L. C.; Effting, C; ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Maria Augusta Alves Silva. Análise toxicológica por técnicas de triagem aplicada em amostras biológicas post-mortem de casos suspeitos de intoxicação provenientes do Instituto de Criminalística de Goiás. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Goiás.

9.
Saddi, V; MELO, F.; ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Andreia Luiza Pereira Silva. Análise Cienciométrica em estudos genéticos com o uso da imuno-histoquímica. 2014. Dissertação (Mestrado em Genética) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

10.
Costa-Neto, SB; MIRANDA, F. J.; ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Solange Mesquita Gomes. Avaliação de habilidades para o trabalho em equipe de Saúde: Produção Científica de Residentes Multiprofissionais em Saúde do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás. 2014. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

11.
CUNHA, L. C.; Alcântara, Keila Correia; COSTA, S. H. N.; SALAZAR, V. C. R.; Costa, PS. Participação em banca de Ely Rodrigues de Almeida. Associação entre Hematúria no EAS e a RNI em pacientes anticoagulados com Varfarina. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

Teses de doutorado
1.
CUNHA, L. C.; CAIXETA, C. C.; SANTOS, L. R.; SALAZAR, V. C. R.; ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Tereza Cristina de Deus Honório. Avaliação da prevalência do uso de substâncias psicoativas em gestantes através do questionário ASSIST e análise de amostras de mecônio por imunocromatografia e GC-MS. 2017. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

2.
GONCALVES, S.; ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE; GOMES, C. M.. Participação em banca de Arissa Felipe Borges. Avaliação da interleucina 32 na infecção de macrófagos humanos com Leishmania (Viannia) guyanensis infectadas ou não com o vírus LRV-1.. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Goiás.

Qualificações de Doutorado
1.
Kippinis, APJ; Silva, LA; ALCÂNTARA, K. C.; SEKULA, S. B.. Participação em banca de Rodrigo Scaliante de Moura. Avaliação de diferentes métodos para a classificação de pacientes e de carreadores de antígenos empregados na sorologia de hanseníase. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Goiás.

Qualificações de Mestrado
1.
ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE; ITRIA, A.; ZARA, A. L. S. A.; TERNES, Y. M. F.. Participação em banca de Stefani Sousa Borges. Avaliação da eficáciado Nusinersena no tratamento de atrofia muscular espinhal: uma revisão sistemática. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

2.
ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE; FERES, V. C. R.; ROCHA, B. A. M.; ARGOLO, A. F. L. T. E.. Participação em banca de Marcela de Sousa Carvalho. Caracterização Molecular do Virus Zika Circulante em Goiás, 2016-2017. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

3.
ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE; COSTA, S. H. N.; FERES, V. C. R.; MENDONCA, R. T.. Participação em banca de Isabella Junqueira Martins. Estudo dos parâmetros hematológicos no diabetes mellitus tipo 2. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

4.
ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE; TERNES, Y. M. F.; TRENTINI, M.. Participação em banca de Rafaela Alves de Castro. Incidência de insucesso terapêutico em pacientes com tuberculose, que apresentam ou não infecção pelo HIV, entre 2005 - 2015, no Brasil. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

5.
ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE; FERES, V. C. R.; FIACCADORI, F. S.; ROCHA, B. A. M.. Participação em banca de Laura Carolina Albino de Morais. Investigação de arboviroses em indivíduos exantemáticos atendidos em unidade de saúde sentinela do município de Goiânia-Go, 2018-2019. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

6.
ALCÂNTARA, K. C.; AMARAL, R. G.; TAVARES, S. B. N.. Participação em banca de Samira Mariana Naciff Pedreira. Impacto da implementaçao da qualidade na fase pré-analítica de um laboratório clínico prestador de serviço para o Sitema Único de Saúde. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

7.
Alcântara, Keila Correia; FERES, V. C. R.; DALESSANDRO, W. B.. Participação em banca de José Rodrigues de Melo Neto. Infecções sexualmente transmissíveis e uso de drogas de abuso em servidores da força policial do estado de Goiás.. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

8.
SOUZA., M. B. L. D. E.; ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE; FIACCADORI, F. S.. Participação em banca de Brunno Camara Lopes Costa. Pesquisa de Bocavírus humano em pacientes submetidos a Transplante de Células Progenitoras Hematopoiéticas. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro) - Universidade Federal de Goiás.

9.
ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE; DALESSANDRO, W. B.. Participação em banca de Pamella Santana Diniz Linhares. Revisão sistemática sobre aminoácidos de cadeia ramificada.. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

10.
Alcântara, Keila Correia. Participação em banca de Monalisa Simone dos Santos Monteiro. Avaliação do polimorfismo FcyRIIA em indivíduos com Dengue. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

11.
Alcântara, Keila Correia. Participação em banca de Loise Costa Oliveira da Silva. Avaliação dos marcadores moleculares e sorológicos na confirmação laboratorial de infecção por dengue.. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

12.
Alcântara, Keila Correia; BARA, M. T. F.; FERES, V. C. R.. Participação em banca de Pedro Henrique Dias Botelho. Avaliação do desempenho de diagnósticos laboratoriais e da atividade de plantas do cerrado para dengue.. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

13.
ALCÂNTARA, K. C.; MELO, F.; REIS, P. R. M.; SADDI, V. A.. Participação em banca de Kamila Tuany Lacerda Leão Lima. Qualidade de Vida de Portadores de Doença Falciforme de uma Microrregião do Sudoeste Baiano. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

14.
CUNHA, L. C.; COSTA, S. H. N.; ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Maria Augusta Alves Silva. Análise toxicológica sistemática por HPLC-PDA aplicada a amostras biológicas de casos suspeitos de intoxicação provenientes do Instituto de Criminalística de Goiás. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Goiás.

15.
Costa-Neto, SB; MIRANDA, F. J.; ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Solange Mesquita Gomes. Avaliação de habilidades para o trabalho em equipe de Saúde: Produção Científica de Residentes Multiprofissionais em Saúde do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

16.
CUNHA, L. C.; Costa, PS; ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Ely Rodrigues de Almeida. Associação entre Hematúria no EAS e a RNI em pacientes anticoagulados com Varfarina. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Goiás.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
ALCÂNTARA, K. C.; CAMARA, B.; SILVA, J. V.. Participação em banca de Hitallo Guilherme Costa Fontinelle. Perfil clinico laboratorial de pacientes com leucemia linfocítica crônica atendidos em um hospital de ensino em Goiás, Brasil. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás.

2.
ALCÂNTARA, K. C.; SANTANA, C. C. A. P.; COELHO, M. A.. Participação em banca de Ana Clara de Lima. Perfil de Mortalidade de Anemia falciforme. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás.

3.
Alcântara, Keila Correia. Participação em banca de Brunno Câmara Lopes. Hipovitaminose D em PAcientes com Mieloma Múltiplo atendidos em um hospital universitário do Centro_oeste, Brasil.. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás.

4.
Alcântara, Keila Correia. Participação em banca de Tayse Silva Santos. O desafio diagnóstico e terapêutico do Linfoma esplênico de Zona Marginal: Revisão da literatura.. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás.

5.
Alcântara, Keila Correia; FARIAS, D. L. C.; Effting, C. Participação em banca de Jaqueline Vieira de Almeida. Perfil epidemiológico e clínico de pacientes com Leucemia Mieloide Cronica em uso de Mesilato de Imatinibe em um Hospital Universitário. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás.

6.
ALCÂNTARA, K. C.; FARIAS, D. L. C.. Participação em banca de Livia LAra Pessoni. DETECÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DE ALOANTICORPOS ERITROCITÁRIOS EM PACIENTES TRANSFUNDIDOS EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE GOIÂNIA, GOIÁS. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás.

7.
ALCÂNTARA, K. C.; FARIAS, D. L. C.; ARAUJO, L. M.. Participação em banca de Letícia Cardoso Alves. Caracterização clínico-laboratorial de pacientes com Leucemia Linfocítica Crônica em um Hospital Universitário do Centro-Oeste.. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
FERES, V. C. R.; CAMARA, B.; ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE. Participação em banca de Fernanda Raphella Leão do Nascimento e Stafany Batista.Avaliação da Razão Neutrófilo/Linfócito (RNL) e Plaqueta/Linfócito (RPL) em pacientes com Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2). 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Goiás.

2.
Freitas, AA; FERES, V. C. R.; ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Pedro Pereira Barroso Neto e Polyne Mesquita Fernandes.HIV e sífilis entre pessoas em situação de rua na cidade de Goiânia, Goiás, em 2016/2017. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Goiás.

3.
ALCÂNTARA, K. C.; COSTA, R. M. E.; SANTOS, A. N.. Participação em banca de Camila Damasceno Tahan Pires.Teratogênese : um olhar sobre os agentes químico, físicos e biológicos. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás.

4.
Alcântara, Keila Correia. Participação em banca de Mariana Mendes.Zika virus: uma revisão sobre a epidemiologia, clínica e diagnóstico.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Goiás.

5.
PASSOS, X. S.; CARNEIRO, C. C.; ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de fabiane Zabot Rodrigues.Exames laboratoriais no diagnóstico da Dengue. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Paulista.

6.
ALCÂNTARA, K. C.; SILVA, A. M. T. C.; PASSOS, X. S.. Participação em banca de Adriano José de Carvalho.Linfoma Não-Hodgkin das zona de células do manto: relato de três casos. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Paulista.

7.
PASSOS, X. S.; ALCÂNTARA, K. C.; PRUDENTE, M. F. S.. Participação em banca de Silneia Linhares.Meningite bacteriana: fatores de risco e sequelas. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Paulista.

8.
Alcântara, Keila Correia; PASSOS, X. S.; CARNEIRO, C. C.. Participação em banca de Kedna Lais Soares Damaso.transmissão vertical do HIV-1 no Brasil. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Paulista.

9.
MELO NETO, J. R.; COSTA, S. H. N.; PENNA, K. G. B. D.; Alcântara, Keila Correia. Participação em banca de José Rodrigues de Melo Neto.Avaliação dos níveis glicêmicos de A1C e hemoglobinas variantes em servidores policiais militares da região metropolitana de Goiânia e cidades do interior.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

10.
BASTOS, F. A.; MARTINS, R. R.; ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de THAUANNE DE PAULA ALMEIDA.LEUCEMIA LINFOIDE CRONICA: MUTAÇÕES E DELEÇÕES ASSOCIADAS A PROGNÓSTICO. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás.

11.
ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Monalisa Simone dos Santos Monteiro Pires.Leucemias: do diagnóstico ao tratamento. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás.

12.
ALCÂNTARA, K. C.; Oliveira, LA; Freitas, AA. Participação em banca de Hugo Antônio Fagundes Costa.Estudo das notificações de tuberculose em pacientes de um hospital universitário. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás.

13.
COSTA, S. H. N.; PENNA, K. G. B. D.; Alcântara, Keila Correia. Participação em banca de Tomaz NIkono Rodrigues Silva e Tainá Sousa Dias.Determinação do indice HOMA-IR e sua correlação com o perfil lipídico. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Goiás.

14.
Oliveira, LA; ALCÂNTARA, K. C.; Silva BDS. Participação em banca de Jackeline Ferreira Campos.Hepatite autoimune: estudo clínico e laboratorial. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás.

15.
ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Ana Carolina , João Paulo , Maria de Lourdes e Patrícia.Resultados citopatológicos de mulheres que realizaram exames do colo do útero em laboratório escola da UFG: estudo de prevalência. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Paulista.

16.
ALCÂNTARA, K. C.; FERES, V. C. R.; MENDONCA, R. T.. Participação em banca de Vinícius Sousa Ferreira.Avaliação da amostra de sangue seco na triagem diagnóstica de hepatite B.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Goiás.

17.
ALCÂNTARA, K. C.; ALCANFOR, J. D. X.; COSTA, S. H. N.. Participação em banca de Pedro Henrique Alves Bandeira.determinação dos níveis de A1c e cálculo da glicemia média estimada em pacientes diabéticos atendidos no Laboratório Rômulo Rocha no período de setembro a outubro de 2010.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Goiás.

18.
ALCÂNTARA, K. C.; CARDOSO, L. A. V.; STEFANI, M. M. A.; Coelho, ASG; Bailao, AM. Participação em banca de Natalia Silveira Vigili.Diversidade Genetica e perfil de resistencia a antiretrovirais entre mulheres HIV-positivas qye receberam profilaxia para transmissao vertical do HIV. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Federal de Goiás.

19.
ALCÂNTARA, K. C.; Oliveira, LA; Bastos, CC. Participação em banca de Kaisson Ernane dos Santos.Prevalencia de Anemia em Paciente com Diabetes com Diabetes Mellitus tipo II. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás.

20.
ALCÂNTARA, K. C.; Bastos RP; Silveira AA. Participação em banca de Juliana Cardoso Silva e Ricardo Wilson Matos.Transplante com Células Tronco Hematopoiéticas para o Tratamento de Lupus Eritematoso Sistêmico.. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás.

21.
DORTA, M. L.; ALCÂNTARA, K. C.; CARDOSO, L. A. V.. Participação em banca de Thainá de Melo Lessa Amorim.Aspectos clínicos, epidemiológicos e laboratoriais da Leishmaniose Visceral. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás.

22.
ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Diego Galvão Silva e Emerson Gonçalves de OLiveira.O Câncer de Colo uterino causado pelo Papiloma Virus Humano. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Associação de Edução e Cultura de Goiás Faculdade Padrão.

23.
DORTA, M. L.; ALCÂNTARA, K. C.; CARDOSO, L. A. V.. Participação em banca de Tatiana de Almeida Botelho.Diagnóstico Molecular da Leishmaniose Tegumentar Americana. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás.

24.
ALCÂNTARA, K. C.; Fonseca CA. Participação em banca de Daiana da Silva Vargem e Najla Citrangulo.Imunologia da reprodução. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás.

25.
ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Sandra.Incidência do Botulismo no Brasil e no Estado de Goiás. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Associação de Edução e Cultura de Goiás Faculdade Padrão.

26.
ALCÂNTARA, K. C.; Fonseca CA. Participação em banca de Diego e Emerson.Diagnóstivo Molecular do Papiloma Virus Humano. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Associação de Edução e Cultura de Goiás Faculdade Padrão.

27.
ALCÂNTARA, K. C.; MELO, F.. Participação em banca de Domingas Valeriano de Melo e Ludimila Fernandes de Carvalho.Vacinas de DNA: uma nova perspectiva na farmacogenética. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás.

28.
ALCÂNTARA, K. C.; MARIA, A.. Participação em banca de Mirian Garcia Viana e Pollyana Puglisi.Diarréia aguda em crianças: Análise das indicações para o tratamento.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás.

29.
ALCÂNTARA, K. C.; ALEXANDRE, M.. Participação em banca de Adriane Soares Costa e Karla Daniella Barbosa.Desenvolvimento de uma Nova Técnica de Diagnóstico de enteroparasitos. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás.

30.
ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Bruno, Regiane, Wesley, Michela e Wester.NOtificação de caos de hepatite C no mincípio de Goiânia. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Associação de Edução e Cultura de Goiás Faculdade Padrão.

31.
ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Irina.Aspectos gerais, diagnóstico, evolução e tratamento da Leucemia Mielóide Crônica.. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás.

32.
ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Janaína, Wênia.Anemia gestacional. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Associação de Edução e Cultura de Goiás Faculdade Padrão.

33.
ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Luciano.Análise da Situação epidemiológica da Dengue de 2001 a 2004 na cidade de Anápolis-Go. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás.

34.
ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Rosilvan da Silva, Valporê Ruver, Zenaide Ferreira.O acesso aos serviços de diagnóstico molecular no Sistema único de Saúde de Goiânia.. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Faculdade PAdrão.

35.
ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Hendrynna Duarte; Pollyana Godoi e Gustavo Monagatti.Leucemias e seus aspectos citogenéticos. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Associação de Edução e Cultura de Goiás Faculdade Padrão.

36.
ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Deize Evangelista Araújo.Imunoterapia antitumoral com células dendríticas. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Estadual de Goiás.

37.
ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Fabiano, Luiz Geraldo, Pablo Dantas e Rejane Abadia.Prevalência da Hepatite A na região metropolitana de Goiânia. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Associação de Edução e Cultura de Goiás Faculdade Padrão.

38.
ALCÂNTARA, K. C.. Participação em banca de Ginival Ferreira da Paixão.Atualizações sobre Sindrome de Down. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
ALCÂNTARA, K. C.. EDITAL N. 587/2012 ? FUB, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2012 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGA NO CARGO DE PROFESSOR DE MAGISTÉRIO SUPERIOR. 2013. Universidade de Brasília.

2.
ALCÂNTARA, K. C.; COSTA, S. H. N.. Concurso Técnico-administrativo UFG-Jataí. 2012. Universidade Federal de Goiás.

Outras participações
1.
ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE. Programas Institucionais de Bolsas de Iniciação Científica: PIBIC/CNPq e PIBITI/CNPq, coordenados pela PROPE/PUC Goiás, para o período de 08/2018 a 07/2019.. 2018. Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

2.
Alcântara, Keila Correia; LEAL, A.; SILVA, M. A. C.. Desenvolvimento de Habilidade de comunicação científica instantânea (Three minutes Thesis). 2017. Universidade Federal de Goiás.

3.
DEWULF, N. L.; SANTOS, P. A.; VIRGINIA,; ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE. Avaliação dos seminários de Acompanhamento Discente do PPG-AAS/FF/UFG. 2017. Universidade Federal de Goiás.

4.
Alcântara, Keila Correia; Silva BDS; MENDONCA, R. T.; SANTOS, P. A.. Exame de defesa de projeto de mestrado: Análise dos fatores associados ao insucesso terapêutico entre pacientes com tuberculose e com coinfecção HIV/Tb no Brasil, entre 2005 e 2015. 2017. Universidade Federal de Goiás.

5.
ALCÂNTARA, K. C.. Avaliação de resumos do II Congresso e Encontro das Ligas Acadêmicas de Cardiologia do Centro-Oeste.. 2015. Conselho Regional de Medicina Goiás.

6.
ALCÂNTARA, K. C.. Avaliação de resumos do XXVII Encontro Científico dos Acadêmicos de Medicina (ECAM) e o VI Congresso Goiano de Ética Médica (COGEM. 2015. Conselho Regional de Medicina Goiás.

7.
ALCÂNTARA, K. C.; SILVA, C. R.; ALMEIDA, R. F.. Banca examinadora para processo seletivo Monitoria da disciplina de Hematologia. 2010. Universidade Federal de Goiás.

8.
ALCÂNTARA, K. C.. Seminário II para Trabalho de Conclusão de curso de Farmácia da Universidade Estadual de Goiás. 2005. Universidade Estadual de Goiás.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
3ºCongresso de Ciências Farmacêuticas do Brasil Central. Ferramentas Analiticas portáteis para diagnósticos clínicos. 2018. (Congresso).

2.
3ºCongresso de Ciências Farmacêuticas do Brasil Central. Análises de resumos. 2018. (Congresso).

3.
IV jornada de Hematologia e IX curso Introdutório da Liga Acadêmica de Hematologia e banco de Sangue da PUC-GO.Decifrando as hemoglobinopatias. 2018. (Encontro).

4.
Congresso Brasileiro de Hematologia e Hemoterapia. IMPORTÂNCIA DAS CAMPANHAS DE CAPTAÇÃO DE DOADORES PARA MANTER O ESTOQUE DE SANGUE EM UM BANCO DE SANGUE COORDENADOR DA HEMORREDE DO ESTADO DE GOIÁS. 2017. (Congresso).

5.
Congresso Brasileiro de Hematologia e Hemoterapia. RAZÃO NEUTRÓFILO/LINFÓCITO (RNL) E PLAQUETA/LINFÓCITO (RPL) NO PROGNÓSTICO DA DIABETES MELLITUS TIPO 2 (DM2).. 2017. (Congresso).

6.
Congresso Brasileiro de Hematologia e Hemoterapia. Hipovitaminose D em pacientes com Mieloma Múltiplo. 2017. (Congresso).

7.
Congresso Brasileiro de Hematologia e Hemoterapia. ESTUDO DO COMPORTAMENTO DAS RAZÕES NEUTRÓFILOS-LINFÓCITOS E PLAQUETAS-LINFÓCITOS EM PACIENTES DIABÉTICOS APRESENTANDO OU NÃO ALTERAÇÕES NA FUNÇÃO RENAL. 2017. (Congresso).

8.
Congresso Brasileiro de Hematologia e Hemoterapia. PERFIL SÓCIO-DEMOGRÁFICO DOS DOADORES DE SANGUE NO HEMOCENTRO COORDENADOR DA HEMORREDE DE GOIÁS (HEMOGO) DE 2010 A 2016. 2017. (Congresso).

9.
CONPEEX. ASSOCIAÇÃO DO POLIMORFISMO MTHFR 677C>T NA SUSCEPTIBILIDADE À LEUCEMIA LINFOCÍTICA CRÔNICA. 2017. (Congresso).

10.
XXIX ECAM - Encontro Científico dos acadêmicos de Medicina e VIII CONGEM - Congresso Goiano de ética médica.. Avaliador de resumos. 2017. (Congresso).

11.
III Jornada Acadêmica de Biomedicina da UFG.Hematologia: Análise e interpretação do hemograma. 2016. (Encontro).

12.
9º Congresso Regional de Análises Clínicas do Centro-Oeste.. Estudo de casos em hematologia com avaliação citomorfológica. 2015. (Congresso).

13.
X Congresso da Sociedade Brasileira de Doenças Sexualmente Transmissíveis e VI Congresso Brasileiro de Aids ? DST 10 / AIDS 6. DST e drogas em caminhoneiros no Brasil.. 2015. (Congresso).

14.
1º Encontro Científico de Pesquisas Aplicadas À Vigilância em Saúde.Doenças sexualmente transmissíveis, HIV-1, Hepatites B e C e uso do álcool e drogas de abuso em caminhoneiros que trafegam pela BR153 passando pelo estado de Goiás. 2014. (Encontro).

15.
Congresso Brasileiro de Hematologia e Hemoterapia. Diagnóstico tardio do Mieloma Múltiplo e o impacto na sobrevida: uma correlação clínico-laboratorial. 2014. (Congresso).

16.
Congresso Brasileiro de Hematologia e Hemoterapia. AVALIAÇÃO DOS ASPECTOS CLÍNICOS E LABORATORIAIS DE PACIENTES PORTADORES DE LINFOMA DE HODGKIN. 2014. (Congresso).

17.
Congresso de Biomedicina do Centro-Oeste - CBCO. 2011. (Congresso).

18.
Congresso de Biomedicina do Centro-Oeste - CBCO. Como reportar resultados de HIV. 2011. (Congresso).

19.
IX Seminário de Patologia tropical e Saúde Pública e II Semana de Biotecnologia.HIV-1 Subtype C: Dissemination among recently diagnosed pregnant women and mother-to-chil transmission in Central Western-Brazil. 2011. (Seminário).

20.
IX Seminário de Patologia tropical e Saúde Pública e II Semana de Biotecnologia.HIV-1 MOlecular Epidemiology among adult and adolescent pregnant women infected woth HIV-1 from Central-Western Brazil. 2011. (Seminário).

21.
IX Seminário de Patologia tropical e Saúde Pública e II Semana de Biotecnologia.Natural Resistance, Polymorphisms in the HR1-HR2 Domains of HIV-1 gp41 and Subtypes among T-20 naive pregnant women form Central Western Brazil.. 2011. (Seminário).

22.
IX Simpósio Brasileiro de Pesquisa em HIV/aids.HIV-1 Molecular epidemiology among adult and adolescent pregnant women infected with HIV-1 form Central Western Brazil. 2011. (Simpósio).

23.
IX Simpósio Brasileiro de Pesquisa em HIV/aids.HIV-1 Subtype C: dissemination among recently diagnosed women and mother-to-chil transmission in Central-Western Brazil. 2011. (Simpósio).

24.
IX Simpósio Brasileiro de Pesquisa em HIV/aids.Natural Resistance, Polymorphisms in the HR1-HR2 Domains of HIV-1 gp41 and Subtypes among T-20 naive pregnant women form Central Western Brazil.. 2011. (Simpósio).

25.
IX Simpósio Brasileiro de Pesquisa em HIV/aids. 2011. (Simpósio).

26.
XVIII Semana de Integração Farmacêutica.Interpretação Clínica do Hemograma. 2011. (Encontro).

27.
37º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. HIV: teste de resistência genotípica e implicações na resposta terapêutica.. 2010. (Congresso).

28.
37º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. Interpretação Laboratorial das provas de hemostasia.. 2010. (Congresso).

29.
37º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. Hepatites virais: diagnóstico e monitoramento laboratorial. 2010. (Congresso).

30.
37º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. Desafios do diagnóstico sorológico pré-natal: toxoplasmose, rubéola, CMV e sífilis. 2010. (Congresso).

31.
37º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. Hemoglobinopatias e talassemias: diagnóstico hematológico e molecular.. 2010. (Congresso).

32.
37º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. Sessão interativa de imunologia. 2010. (Congresso).

33.
37º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. Anemias carenciais: etiologia, classificação e avaliação laboratorial.. 2010. (Congresso).

34.
37º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. Hemograma: tecnologia e interpretação. 2010. (Congresso).

35.
37º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. Dímero-D: quando solicitar, como interpretar.. 2010. (Congresso).

36.
37º congresso Brasileiro de Análises Clínicas.. Interpretando Resultados Sorológicos.. 2010. (Congresso).

37.
VII Congresso de pesquisa, ensino e extensão - Compeex..Transmissão Materno-infantil do HIV-1 em Goiânia, Goiás.. 2010. (Seminário).

38.
VIII Seminário de Patologia Tropical e Saúde Pública e I Semana de Biotecnologia..HIV-1 vertical tranmission in central west, Brazil.. 2010. (Seminário).

39.
XVIII International AIDS Conference. HIV-1 Vertical transmission in Central West Brazil: epidemiological, clinical and antiretroviral resistance profiles.. 2010. (Congresso).

40.
32o. Congresso da Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia. 25o. Congresso Nacional do colégio Brasileiro de Hematologia. 2009. (Congresso).

41.
III Encontro Internacional de Citometria de Fluxo. 2009. (Encontro).

42.
SIMPAIDS2009.HIV-1 VERTICAL TRANSMISSION AND RESISTANCE MUTATION. 2009. (Simpósio).

43.
II ciclo de palestras de Biomedicina e IV JAFARMA.Epidemiologia, diagnóstico e tratamento da AIDS.. 2008. (Simpósio).

44.
XXXIII congress of Brazilian Society for Immunology II extra section clinical lmmunology. 2008. (Congresso).

45.
Semana de genética e Biologia Molecular da Faculdade Padrão. 2006. (Simpósio).

46.
32º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. Avaliação laboratorial do atleta. 2005. (Congresso).

47.
32º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas e 5º Congresso Brasieliro de Citologia Clínica. Inovações no diagnóstico citogenético pré-natal. 2005. (Congresso).

48.
Aspectos da imunodeficiência e novas perspetctivas terapêuticas.IV jornada farmacêutica I encontro de analistas clínicos de Goiás. 2005. (Simpósio).

49.
IV Simpósio regional de Biomedicina e II Encontro Goiano de Patologia clínica.Avanços na clínica, diagnóstico e tratamento da AIDS.. 2005. (Simpósio).

50.
IV Simpósio Regional de Biomedicina e II Encontro Goiano de Patologia Clínica.Soroprevalência de HIV1/2 em doadores de um banco de sangue de Goiânia no período de 2002 a 2003. 2005. (Simpósio).

51.
III semana científica de Biomedicina.Retrospectiva sobre a evolução do HIV no Brasil e no Mundo. 2004. (Simpósio).

52.
III Semana Científica de Biomedicina.Doença de Chagas: doença auto-imune?. 2004. (Simpósio).

53.
I Simpósio de Medicina Laboratorial do Laboratório Clínico do Hospital das Clínicas-UFG.. 2004. (Simpósio).

54.
II semana Científica de Biomedicina da Faculdade Padrão.Técnicas de coleta de amostras biológicas. 2003. (Simpósio).

55.
V Simpósio Brasileiro de Pesquisa em AIDS.V Simpósio Brasileiro de Pesquisa em Aids. 2003. (Simpósio).

56.
XIII Congresso Brasileiro de Infectologia. XIII Congresso Brasileiro de Infectologia. 2003. (Congresso).

57.
Semana Científica de Biomedicina da Faculdades Padrão.HIV/AIDS. 2002. (Simpósio).

58.
2ª Amostra de Trabalhos Científicos do Hospital Materno Infantil.2ª Amostra de Trabalhos Científicos. 2001. (Encontro).

59.
IV Simpósio Brasileiro de Pesquisa em AIDS.IV Simpósio Brasileiro de Pesquisa em AIDS. 2001. (Simpósio).

60.
II Simpósio Goiano e Atualização e Biomedicina. 1998. (Simpósio).

61.
I Semana Científica de Biomedicina.I Semana Científica de Biomedicina. 1998. (Outra).

62.
Vi Encontro de Iniciação Científica - Módulo PIBIC/CNPq ( UFG-UFU-UFMS-UCG-UCDB).VI Encontro de Iniciação Científica. 1997. (Encontro).

63.
VI Forumde Pesquisa da UCG, II Fórum de extensão, Ciclo de Debates Laura Chaer Sobre Pesquisa.Análise da incidência e Mortalidade por Cancer de mama na população feminina de Goiânia no período de 1988 a 1995. 1997. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
COSTA, E. M. M. B. ; ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE . 3º Congresso de Ciências Farmacêuticas do brasil Central. 2018. (Congresso).

2.
ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE; DEWULF, N. L. ; SANTOS, P. A. ; CUNHA, L. C. ; FERES, V. C. R. ; VIRGINIA, . Espaço das Profissões. 2018. (Exposição).

3.
ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE; CAMARA, B. ; Leles, RN . 1º Curso Introdutório da Liga de Hematologia e Hemoterapia da UFG. 2018. (Outro).

4.
Alcântara, Keila Correia. Espaço das Profissões. 2017. (Outro).

5.
ALCÂNTARA, KEILA CORREIA DE. 2ª Jornada Brasileira de Análises Clinicas. 2017. (Congresso).

6.
Alcântara, Keila Correia. Congressos de Ciências Farmacêuticas do Brasil Central. 2016. (Congresso).

7.
FLEURY, S. ; ALCÂNTARA, K. C. . Congresso de Ciências Farmacêuticas do Brasil Central. 2015. (Congresso).

8.
ALCÂNTARA, K. C.. Congressos de Ciências Farmacêuticas do Brasil Central. 2013. (Congresso).

9.
ALCÂNTARA, K. C.; PEREIRA, G. A. S. ; Ferro, M. O. . 37º Congresso Brasileiro de Cnálises Clínicas. 2010. (Congresso).

10.
Alcântara, Keila Correia; COSTA, S. H. N. . II Espaço das Profissões. 2010. (Exposição).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Isabella Junqueira Martins. Estudo dos parâmetros hematológicos no diabetes mellitus tipo 2. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás. (Orientador).

2.
Luiza Monteiro Boer. NEUTRÓFILO-LINFÓCITO RATIO E PLAQUETA-LINFÓCITO RATIO COMO BIOMARCADORES INFLAMATÓRIOS PREDITORES DE PROGNÓSTICO EM CASOS DE DENGUE EM GOIÂNIA-GO. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás. (Orientador).

3.
Rafaela Alves de Castro. Análise comparativa dos fatores associados ao insucesso terapêutico entre pacientes com tuberculose sem e com infecção pelo HIV no Brasil, entre 2005 e 2015. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás. (Orientador).

Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Ellen Cássia Pereira Gomes. PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE O MIELOMA MÚLTIPLO PELA ÓTICA DE PORTADORES DA DOENÇA EM ACOMPANHAMENTO EM UM AMBULATÓRIO DE HEMATOLOGIA DE UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO. Início: 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Saúde - Hematologia) - Hospital das Clinicas/EBSERH/UFG. (Orientador).

2.
CRISTIANE BARBOSA SILVA. MANUAL DA DOENÇA FALCIFORME PARA PACIENTES E PROFISSIONAIS: ATENÇÃO E CUIDADO DO DIAGNÓSTICO AO TRATAMENTO. Início: 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás. (Orientador).

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Natália Gonçalves de Jesus. Prevalência de positividade para testes treponêmicos e não-treponêmicos Em laboratório prestador de Serviço ao SUS: análise temporal. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Goiás. (Orientador).

2.
MARCELLA MIRANDA SIQUEIRA FURTUOSO. BIOMARCADORES INFLAMATÓRIOS NO DIABETES MELLITUS TIPO II. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
Thais Reis Oliveira. Monitoria Hematologia. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Federal de Goiás. (Orientador).

2.
Giovanna Diniz Oliveira. Produção de um atlas de hematologia clínica online: acessibilidade de informação e conhecimento para a sociedade científica e acadêmica. Início: 2017. Orientação de outra natureza. Universidade Federal de Goiás. Bolsa Extensão e Cultura UFG. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Livia Lara Pessoni. Análise temporal do perfil de doações de um banco de sangue público no Brasil. 2016. Dissertação (Mestrado em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás, . Orientador: Keila Correia de Alcântara.

2.
José Rodrigues. Doenças sexualmente transmissíveis na força policial do Estado de Goiás. 2015. Dissertação (Mestrado em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás, . Orientador: Keila Correia de Alcântara.

3.
Diogo Sousa Rodrigues. Doenças sexualmente transmissíveis, HIV-1, hepatites B e C em caminhoneiros que trafegam pela BR153.. 2014. Dissertação (Mestrado em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

4.
Carla Danielle Dias Costa. Uso de álcool e drogas por caminhoneiros que trafegam pela BR153.. 2014. Dissertação (Mestrado em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Hitallo Fontinelli. Caracterização Clínico-Laboratorial e pesquisa de polimorfismo genético em pacientes acometidos por Leucemias em um hospital universitário do Centro-Oeste.. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás, Ministério da Educação. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

2.
Anniely Carvalho Reboucas. Neutrofilo-linfócito ratio e plaqueta-linfócito ratio no Diabetes mellitus tipo 2 com ou sem alteração da função renal entre pacientes atendidos em um Hospital Universitário.. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás, Ministério da Educação. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

3.
Brena Barros. Razão neutrófilo/linfócito (RNL) e plaqueta/linfócito (RPL) no prognóstico do diabetes mellitus tipo 2 (DM2) compensado e descompensado atendidos em um Hospital Universitário.. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás, Ministério da Educação. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

4.
Letícia Cardoso Alves. Aspectos clínicos e laboratoriais de pacientes com Leucemia Linfoide Cronica atendidos no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás, Ministério da Educação. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

5.
Jaqueline Vieira de Almeida. Caracterização clínica e terapêutica dos pacientes com leucemia mieloide cronica atendidos no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás, Ministério da Educação. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

6.
Livia Lara Pessoni. Prevalência e especificidade de aloanticorpos eritrocitários em pacientes de um hospital universitário. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás, Ministério da Educação. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

7.
Fernanda Alves Bastos. Diagnóstico tardio do Mieloma Múltiplo e o impacto na sobrevida: uma correlação clínico-laboratorial. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

8.
Joyce Ferreira de Sousa. AVALIAÇÃO DOS ASPECTOS CLÍNICOS E LABORATORIAIS DE PACIENTES PORTADORES DE LINFOMA DE HODGKIN. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

9.
Brunno Camara Lopes. HIPOVITAMINOSE D EM PACIENTES COM MIELOMA MÚLTIPLO ATENDIDOS EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DO CENTRO-OESTE, BRASIL. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Hematologia e Hemo) - Universidade Federal de Goiás, Ministério da Educação. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

10.
Herika Isabella da Costa. EXAMES LABORATORIAIS SOLICITADOS NO PRONTO SOCORRO DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS: UMA AVALIAÇÃO DA NECESSIDADE DOS EXAMES EM SITUAÇÃO DE URGÊNCIA E O IMPACTO ORÇAMENTÁRIO.. 2012. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em urgência e emergê) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

11.
Andreia Luisa Pereira Silva. Quantificação das células natural killer (NK) e células NKT em doadores de sangue. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Hematologia - FF) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Pedro Barroso Polyne Mesquita. HIV e sífilis entre pessoas em situação de rua na cidade de Goiânia, Goiás, em 2016/2017. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

2.
ISABELLA JUNQUEIRA MARTINS e KARLA SOUSA E SILVA. BIOMARCADORES INFLAMATÓRIOS NO DM TIPO 2. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

3.
LUIZA MONTEIRO BÖER. NEUTRÓFILO-LINFÓCITO RATIO E LINFÓCITO-PLAQUETA RATIO: BIOMARCADORES INFLAMATÓRIOS COMO PREDITORES DE PROGNÓSTICO. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

4.
Fernanda Raphella Leão do Nascimento e Stafany Batista. Razão neutrófilo/linfócito (RNL) e plaqueta/linfócito (RPL) no diabetes mellitus tipo 2 (DM2) atendidos em um Hospital Militar.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

5.
LIDYANNE ALVES PIMENTA DOS REIS. Avaliação da gGlicemia ao acaso (HGT), pPressão arterial e íÍndice de massa corporal (IMC) em caminhoneiros que trafegam pela BR153 passando pelo Estado de Goiás no centro-oeste brasileiro. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

6.
THAUANNE DE PAULA ALMEIDA. LEUCEMIA LINFOIDE CRONICA: MUTAÇÕES E DELEÇÕES ASSOCIADAS A PROGNÓSTICO. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

7.
Maisa Ribeiro. AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE CONCENTRADOS DE HEMÁCIAS EM UM BANCO DE SANGUE PRIVADO: DESEMPENHO DOS FILTROS UTILIZADOS PARA LEUCORREDUÇÃO E VIABILIDADE DAS CÉLULAS REMANESCENTES. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

8.
WILLIAN LIMA E SILVA e LARISSA GONTIJO. PREVALÊNCIA DO USO DE SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS EM ACADÊMICOS DOS CURSOS DA ÁREA DA SAÚDE DA PUC-GOIÁS. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

9.
Maria Luiza. Coagulograma, Tempo e Atividade da Protrombina e Tempo de Tromboplastina Parcial Ativada: estudo comparativo. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

10.
Victor de Abreu Serradourada. Prevalência de anemia entre os pacientes atendidos no Laboratório rômulo Rocha entre 2009 e 2010.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

11.
Suzana de Paiva Diniz. Soroprevalância das hepatites A, B e C entre pacientes atendidos no Centro de Análises clínicas Rômulo Rocha entre 2009 e 2010.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

12.
GERCY E OLÍVIO. Análise da sororreversão entre crianças expostas ao HIV durante a gestação e não infectadas. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

13.
LANA CARLA. Prevalência de soropositividade para sífilis, hepatites B e C e HIV entre doadores de sangue de uma banco de sangue em Goiânia. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

14.
Juliana Barbosa de Lima e Lívia de Sá Rodrigues. imunossupressores: mecanismos de ação e aplicação clínica. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

15.
Juliana de Paula Dutra e Lorena Santana Barbosa. Rinite alérgica e asma entre os acadêmicos da UEG-UnUCET: prevalência e influência do ambiente domiciliar. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

16.
Natália Alves Batista e Valéria Maria de Queiroz. Avaliação da adesão à terapia antiretroviral em pacientes com infecção pelo HIV/aids em Anápolis - Go. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

17.
Ana Paula NAscimento da Silva. Lupus Eritematoso Sistêmico: uma abordagem clínica. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biologia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

18.
Angélica, Josiane, Juliana e Mário Miguel. Estudo da Prevalência de Sífilis em Gestantes no CIAMS Novo Horizonte, Goiânia - Goiás. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Associação de Edução e Cultura de Goiás Faculdade Padrão. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

19.
LEIDIANE FERREIRA CARDOSO e SHEILA CRISTINA DA COSTA. ANÁLISE DO PERFIL CLÍNICO EPIDEMIOLÓGICO DE PACIENTES DIAGNOSTICADOS COM HANSENÍASE ATENDIDOS NA UNIDADE DE SAÚDE JUNDIAÍ - OSEGO EM ANÁPOLIS - GO. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

20.
Cibele de Oliveira Albuquerque & Daiana de Castro Albernaz. Imunologia, diagnóstico e tratamento da doença de Hansen. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

21.
Neima Jamil Nasser & Raffaella Dorneles Arruda. Lupus Eritematoso Sistêmico: diagnóstico e tratamento. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

22.
Rafaella Silva PInheiro e Renata Felix de Moura. Análise do Perfil Imunológico e viral das gestantes HIV/AIDS atendidas no Hospital Materno Infantil e Hospital Anuar Auad em Goiânia - Go entre 2003 e 2005.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás, Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

23.
Keylla Estevão & Kamylla Camilo. Clínica, Diagnóstico e Tratamento da Leucemia Linfóide Aguda. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Associação de Edução e Cultura de Goiás Faculdade Padrão. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

24.
Cinthia, Mariana & Sávio. Imunização para Rubéloa e a Síndrome da Rubéola Congênita. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Associação de Edução e Cultura de Goiás Faculdade Padrão. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

25.
Érika Marques; Carulina. Alergia medicamentosa. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

26.
Keyla Caroline de Almeida; Ludmilla Costa Lindolfo. SOROPREVALÊNCIA PARA SÍFILIS EM GESTANTES ATENDIDAS EM UMA UNIDADE DE SAÚDE PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE ANÁPOLIS, GOIÁS.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

27.
Adriana Paim da Silva; Andréa Brígida de Souza. Análise do perfil imunológico e viral dos pacientes HIV/aids atendidos na Unidade de Saúde ? Jundiaí em Anápolis ? Goiás entre os anos 2002 e 2006.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

28.
Rommel Bastos; Ilmar; Danilo. Diagnóstico Laboratorial da Anemia Falciforme. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Sociedade de Educação e Cultura do Estado de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

29.
LIDIANE TIEMI YOSHIDA e SÂMIA CRISTINA RODRIGUES BORGES. LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO: DESCRIÇÃO DAS MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS E TERAPÊUTICA APLICADA AOS PACIENTES TRATADOS NO HOSPITAL GERAL DE GOIÂNIA (HGG). 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

30.
Arielle & Galb Lúci. Diagnóstico Laboratorial do Mieloma Múltiplo. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Associação de Edução e Cultura de Goiás Faculdade Padrão. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

31.
Aline Folador; Eduardo Martins, Keury Inácio e Lorena Sales. Soroprevalência de HIV 1/2 em doadores de sangue no Hemocentro de Goiânia no período de 2002 a 2003.. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Associação de Edução e Cultura de Goiás Faculdade Padrão. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

32.
Helayne Alves de Oliveira. Sífilis Congênita: Um agravo à Saúde Pública. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biologia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

33.
Anna Paula de Morais; Ana Cláudia Alves e Lorena da Moa. Células Tronco: Potencialidade terapêutica e princípios éticos. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Associação de Edução e Cultura de Goiás Faculdade Padrão. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

34.
Liliane, Roberta; Thaisy e Viviane. Anemias carenciais em crianças: é possível evitá-las. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Biomedicina) - Associação de Edução e Cultura de Goiás Faculdade Padrão. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

Iniciação científica
1.
Suzana de Paiva Diniz. HEPATITES B EM CAMINHONEIROS QUE TRAFEGAM PELA BR153 PASSANDO PELO ESTADO DE GOIÁS NO CENTRO-OESTE BRASILEIRO. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

2.
RENATA MONTES GARCIA BARBOSA. HEPATITE C EM CAMINHONEIROS QUE TRAFEGAM PELA BR153 PASSANDO PELO ESTADO DE GOIÁS NO CENTRO-OESTE BRASILEIRO. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

3.
Natália Alves Batista. Avaliação da Adesão à terapia anti-retroviral em pacientes com infecção pelo HIV/aids em Anápolis - Goiás.. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

4.
Valéira Maria de Queiroz. Avaliação da Adesão à terapia anti-retroviral em pacientes com infecção pelo HIV/aids em Anápolis - Goiás.. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

5.
Adriana Paim da Silva. Análise do perfil imunológico e viral dos pacientes HIV/AIDS atendidos na Unidade de Saúde Jundiaí em Anápolis - Goiás entre os anos 2002 e 2005.. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

6.
Andrea Brigida de Souza. Análise do perfil imunológico e viral dos pacientes HIV/AIDS atendidos na Unidade de Saúde Jundiaí em Anápolis - Goiás entre os anos 2002 e 2005.. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

7.
Raffaella Silva Pinheiro. Análise do perfil imunológico e viral das gestantes HIV/aids atendidas no Hospital Materno Infantil e no Hospital Anuar Auad em Goiânia-Goiás entre os anos de 2003 e 2005.. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

8.
Renata Felix de Moura. Análise do perfil imunológico e viral das gestantes HIV/aids atendidas no Hospital Materno Infantil e no Hospital Anuar Auad em Goiânia-Goiás entre os anos de 2003 e 2005.. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

Orientações de outra natureza
1.
RAFAELLA CAROLINY MENDES TERRA. Monitoria Hematologia. 2017. Orientação de outra natureza. (Farmácia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

2.
Marilia Pedrosa de Almeida. Monitoria Hematologia. 2016. Orientação de outra natureza. (Farmácia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

3.
Veronica Ribeiro. PRODUÇÃO DE UM ATLAS DE HEMATOLOGIA CLÍNICA ONLINE: ACESSIBILIDADE DE INFORMAÇÃO E CONHECIMENTO PARA A SOCIEDADE CIENTÍFICA E ACADÊMICA. 2014. Orientação de outra natureza. (Farmácia) - Universidade Federal de Goiás, Bolsa Extensão e Cultura UFG. Orientador: Keila Correia de Alcântara.

4.
Suzana de Paiva Diniz. Doenças sexualmente transmissíveis, HIV-1, hepatites B em caminhoneiros que trafegam pela BR153 passando pelo estado de Goiás no centro-oeste brasileiro.. 2014. Orientação de outra natureza. (Medicina) - Universidade Federal de Goiás, Ministério da Educação. Orientador: Keila Correia de Alcântara.



Inovação



Projetos de pesquisa

Projeto de extensão


Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
ALCÂNTARA, K. C.. O papel do Biomédico no Cuidado à saúde. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
Alcântara, Keila Correia. Doenças sexualmente transmissíveis, HIV-1, hepatites B e C em caminhoneiros que trafegam pela BR153.. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).



Outras informações relevantes


Concurso Público para Professor Efetivo da Universidade Federal de Goiás
Edital nº 014/2006:
Área de Concentração: Patologia
3ºlugar - média 8,32.

Aprovada no concurso público para Biomédico -PREFEITURA DE GOIÂNIA
SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS
ADM. DIRETA - Superior 
Edital 001/2006



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/11/2018 às 21:53:55