Marcelo Caetano Correa Simas

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9399573662706220
  • Última atualização do currículo em 13/10/2016


Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal Fluminense (1997), mestrado (1999) e doutorado em Ciência Política (2007) pelo IUPERJ. Trabalhou durante cinco anos como pesquisador da Fundação Getúlio Vargas, coordenando o Núcleo de pesquisa FGV Opinião, que se dedica à realização de pesquisa social aplicada no setor público e privado. Trabalhou três anos na Embratel coordenando o projeto de avaliação das metas de universalização de telefonia da Empresa. Atualmente, é professor e pesquisador do IUPERJ, na área de Estado, Governo e Políticas Públicas. Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Políticas Públicas e Projetos Sociais, atuando principalmente nos seguintes temas: tecnologia social, monitoramento e avaliação, satisfação do usuário. Também vem atuando fortemente em pesquisas na área de energia focadas nos temas de furto, inadimplência e marco regulatório. As pesquisas de energia nas áreas de furto e inadimplência são focadas nos determinantes culturais e socioeconômicos dessas práticas. Enquanto os trabalhos na área de marco regulatório concentram-se principalmente na análise institucional. Especialista em metodologia quantitativa, com ênfase em desenho amostral e estatística multivariada. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marcelo Caetano Correa Simas
Nome em citações bibliográficas
SIMAS, M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Candido Mendes, Instituto Universitário de Pesquisa do Rio de Janeiro.
Praça Pio X - lado ímpar
Centro
20040020 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Telefone: (21) 22167475
URL da Homepage: http://www.iuperj.br


Formação acadêmica/titulação


2000 - 2007
Doutorado em Ciência Política (Ciência Política e Sociologia).
Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro, IUPERJ, Brasil.
Título: Determinantes da oligarquia local: clientelismo, participação política direta e estrutura social, Ano de obtenção: 2007.
Orientador: Jairo Nicolau.
Palavras-chave: Modernização; Competição política; Estudos locais.
Grande área: Ciências Humanas
1998 - 1999
Mestrado em Ciência Política (Ciência Política e Sociologia).
Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro, IUPERJ, Brasil.
Título: Estratégias de coligação eleitoral no Brasil,Ano de Obtenção: 1999.
Orientador: Marcus Figueiredo.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Coligações; Estudos eleitorais.
Grande área: Ciências Humanas
1993 - 1997
Graduação em Ciências Sociais.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Associativismo fomentado nas favelas cariocas.
Orientador: Carlos Augusto Dummont.




Formação Complementar


2010 - 2010
Extensão universitária em Regression analysis II: advanced linear models. (Carga horária: 50h).
Institute for Social Research - U Michigan, ISR-UM, Estados Unidos.
2010 - 2010
Extensão universitária em Multidimensional Scaling. (Carga horária: 6h).
Institute for Social Research - U Michigan, ISR-UM, Estados Unidos.
2010 - 2010
Extensão universitária em Structural equation models with latent variables. (Carga horária: 50h).
Institute for Social Research - U Michigan, ISR-UM, Estados Unidos.
2010 - 2010
Extensão universitária em Data Mining. (Carga horária: 15h).
Institute for Social Research - U Michigan, ISR-UM, Estados Unidos.
2010 - 2010
Extensão universitária em Advanced multivariate methods. (Carga horária: 50h).
Institute for Social Research - U Michigan, ISR-UM, Estados Unidos.
2010 - 2010
Extensão universitária em Maximum Likelihood Estimation. (Carga horária: 50h).
Institute for Social Research - U Michigan, ISR-UM, Estados Unidos.


Atuação Profissional



Universidade Candido Mendes, UCAM, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Secretaria Nacional de Direitos Humanos da Presidência da República, SDH/PR, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 20
Outras informações
Coordenador do desenvolvimento da metodologia do Sistema Nacional de Indicadores de Direitos Humanos, com foco em monitoramento e avaliação de políticas públicas sobre o tema.


Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2010
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2005 - 2010
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2002 - 2004
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Pesquisador assistente, Carga horária: 40
Outras informações
Gerente de pesquisas e especialista em análise e transformação de dados.

Atividades

1/2007 - 12/2010
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Associativismo e grupos de interesse
Fundamentos das Ciências Sociais
1/2005 - 12/2010
Direção e administração, Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, .

Cargo ou função
Coordenador de Programa: FGV Opinião, Núcleo de Pesquisa Social Aplicada.
02/2005 - 11/2010
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, .

1/2010 - 6/2010
Ensino, Bens Culturais e Projetos Sociais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Modelagem e Avaliação de Políticas Públicas
1/2007 - 12/2009
Ensino, Administração Pública e de Empresas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução as Ciências Sociais
1/2007 - 12/2008
Ensino, Economia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução as Ciências Sociais
1/2005 - 12/2006
Ensino, Direito, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Metodologia de pesquisa social e estatística aplicadas ao Direito

Instituto Universitário de Pesquisa do Rio de Janeiro, IUPERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40

Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário
Outras informações
Pesquisa sobre Reforma e Modernização do Estado. Coordenado pela Profa Maria Regina Soares de Lima e pelo Profo Olavo Brasil de Lima Jr.

Vínculo institucional

1996 - 1997
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário
Outras informações
Realização de análises estatísticas, leitura de textos e entrevistas no projeto de avaliação sociocultural do programa Favela-Bairro em convênio com a Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro e CAPES

Atividades

03/2011 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , IUPERJ, .

04/1997 - 12/1998
Estágios , IUPERJ, .

Estágio realizado
Pesquisa sobre Reforma e Modernização do Estado..
06/1996 - 07/1997
Estágios , IUPERJ, .

Estágio realizado
Projeto de Avaliação sociocultural do programa Favela-Bairro.

Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2002
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40
Outras informações
Cargo: Gerente de pesquisas e especialista em Bancos de Dados. Como especialista em Bancos de Dados realizei estudos baseados na operação de bancos de dados complexos e análise estatística. Além disso, como gerente de pesquisa me especializei em pesquisas de satisfação e de estratégia e comunicação eleitoral.

Atividades

7/1999 - 7/2002
Pesquisa e desenvolvimento , DataUff - Núcleo de pesquisa social aplicada, informações e políticas públi, .


Secretaria de Gestão - Ministério do Planejamento, SEGES, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 10
Outras informações
Aperfeiçoamento da metodologia e das aplicações do software de apoio à pesquisa de satisfação no serviço público: o Instrumento Padrão de Pesquisa de Serviços (IPPS).

Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: Consultoria, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20
Outras informações
Consultoria para a concepção de metodologia e software de apoio à pesquisa de satisfação no serviço público: o Instrumento Padrão de Pesquisa de Satisfação (IPPS). Acompanhado de manual e material didático. Instrutor no treinamento das organizações federais participantes do Programa de Qualidade do Governo Federal (PQGF) que aderiram ao IPPS.

Atividades

5/2004 - 12/2005
Outras atividades técnico-científicas , Secretaria de Gestão, Secretaria de Gestão.

Atividade realizada
Aperfeiçoamento e ampliação do software de apoio a pesquisa de avaliação de serviços.
5/2004 - 07/2005
Outras atividades técnico-científicas , Secretaria de Gestão, Secretaria de Gestão.

Atividade realizada
Aperfeiçoamento do manual e material didático para multiplicadores.
05/2004 - 07/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Secretaria de Gestão, .

Cargo ou função
Consultor responsável pelo projeto.
4/2002 - 12/2002
Treinamentos ministrados , Secretaria de Gestão, .

Treinamentos ministrados
Métodos de pesquisa de satisfação
4/2002 - 12/2002
Outras atividades técnico-científicas , Secretaria de Gestão, Secretaria de Gestão.

Atividade realizada
Desenvolvimento de manual e material didático para multiplicadores.
4/2002 - 12/2002
Outras atividades técnico-científicas , Secretaria de Gestão, Secretaria de Gestão.

Atividade realizada
Desenvolvimento de software de apoio a pesquisa de satisfação.
04/2002 - 12/2002
Conselhos, Comissões e Consultoria, Secretaria de Gestão, .

Cargo ou função
Consulto.

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC/RJ, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador
Outras informações
Desenvolvimento do Projeto: Cenário estratégico de competição com o o gás natural na área de concessão da Ampla S.A. O projeto pretende avaliar o potencial de substitubilidade entre o gás natural canalizado e a energia elétrica. Com isso, será possível desenvolver estratégias de marketing e comunicação para minorar os impactos na base de clientes da concessionária.

Atividades

07/2005 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Energia/PUC - RJ, .


Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Assistente
Outras informações
Professor assistente no Módulo de Política Social do Curso de Formação para a carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, ministrando indicadores aulas sobre sociais e política social.

Atividades

10/2001 - 10/2001
Ensino, Escola Nacional de Administração Pública, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Política Social: indicadores de política social

Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas, IPEA, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20
Outras informações
Elaboração de um banco de dados eleitorais municipais com dados de 82, 94 e 96 coletados no TSE.Pela própria natureza dos dados eleitorais este banco de dados envolve uma estrutura bastante complexa: (a) múltiplos níveis de análise, geográficos e endógenos, e (b) uma temporalidade diferenciada, dada pelo calendário eleitoral.

Atividades

11/1997 - 5/1998
Outras atividades técnico-científicas , Nemesis - Núcleo de estudos e modelos espaciais sistêmicos, Nemesis - Núcleo de estudos e modelos espaciais sistêmicos.

Atividade realizada
Elaboração de bancos de dados eleitorais.

Secretaria da Receita Federal, SRF, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor
Outras informações
planejamento da pesquisa nacional de satisfação do usuário e treinamento dos coordenadores da pesquisa.

Atividades

05/2004 - 05/2004
Treinamentos ministrados .

Treinamentos ministrados
Realização de Treinamento dos Coordenadores da Pesquisa de Satisfação dos Usuários da Receita Federal
05/2004 - 05/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Secretaria da Receita Federal, .

Cargo ou função
Consultor.

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, SEBRAE, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2001
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20
Outras informações
Realização de um diagnóstico quantitativo dos municípios contemplados pelo programa PRODER (Programa de geração de emprego e renda) Especial. O diagnóstico se dividiu em cinco dimensões de análise: (a) mercado de trabalho, (b) desenvolvimento econômico, (c) situação social, (d) finanças públicas e (e) demografia. E seu objetivo era subsidiar políticas de Desenvolvimento Local Integrado e Sustentado (DLIS).

Atividades

10/1999 - 3/2001
Serviços técnicos especializados , Sebrae / RJ, .

Serviço realizado
Realização de um diagnóstico quantitativo dos municípios contemplados pelo programa PRODER.

Embratel S. A., EMBRATEL, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor
Outras informações
Coordenador do projeto de universalização de telefonia pública, como parte das obrigações regulatórias do contrato de concessão da empresa

Atividades

10/2004 - 06/2006
Conselhos, Comissões e Consultoria, Embratel S. A., .

Cargo ou função
Consultor.

Analítica Empresa Jr de Consultoria e Pesquisa/UFF, ANALÍTICA, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1997
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário
Outras informações
Diretor de Marketing e Relações Públicas. Participei de um total de 10 pesquisas tanto políticas quanto de marketing. Ficando mais ligado ao processo de análise e geração do relatório.

Atividades

01/1996 - 12/1997
Estágios , Analítica, .

Estágio realizado
Consultor Junior.

Instituto Ver de Pesquisa Social, de Opinião e Mercado, VER, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Diretor, Carga horária: 20

Atividades

4/2004 - 06/2005
Pesquisa e desenvolvimento .


Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultoria
Outras informações
Elaboração de indicador socioeconômico (mult-item) e tipologia de arranjos domiciliaresm

Atividades

07/2001 - 10/2001
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Medicina Social, .

Cargo ou função
Consultor.

Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Instrutor de curso, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20
Outras informações
O laboratório foi contratado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social da Prefeitura do Rio de Janeiro para organizar um amplo treinamento sobre planejamento e execução de projetos sociais, tanto para os técnicos da SMDS quanto para os técnicos das ONG?s ligadas ao projeto ?Favela-Bairro?.

Atividades

1/2001 - 1/2001
Treinamentos ministrados , Lepp - Laboratório de educação e políticas públicas, .

Treinamentos ministrados
Elaboração de projetos sociais
1/2001 - 1/2001
Outras atividades técnico-científicas , Lepp - Laboratório de educação e políticas públicas, Lepp - Laboratório de educação e políticas públicas.

Atividade realizada
Redação dos manuais de "Elaboração de Projetos Sociais" e de "Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas".

ADEMI Niterói - Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Niterói, ADEMI, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador
Outras informações
Este trabalho concentrou-se no desenvolvimento de tecnologia, uma aplicação em Access batizada de SAADI, Sistema Automático de Análise de Dados Imobiliários que conta com duas funcionalidades básicas: 1) operacionaliza um processo de pesquisa mensal para coleta de dados imobiliários, 2) gera indicadores e relatórios automáticos para a análise do mercado imobiliário.

Atividades

06/2004 - 10/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, ADEMI Niterói, .

Cargo ou função
Consultor.

Intelicorp Consultoria LTDA, INTELICORP, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1997
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário
Outras informações
Empresa de consultoria política/econômica, dirigida pelo cientista político Sérgio Abranches, com serviços direcionados à políticos e empresários. Como, por exemplo, análises econômicas setoriais e globais, projeções de cenários de curto, médio e longo prazo, seja no âmbito político, social ou econômico.

Atividades

10/1996 - 05/1997
Estágios , Intelicorp, .

Estágio realizado
Análise de Dados.

Associação Educacional de Niterói, A.E.N, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1996
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor Substituto


Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, IPEA, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Pesquisador convidado


Ministério das Cidades, MC, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Consultor


Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, PLANEJAMENTO, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Consultor


Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Pesquisador convidado


Universidade Católica do Salvador, UCSAL, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor



Linhas de pesquisa


1.
Empreendedorismo em Ciências Sociais

Objetivo: Tradicionalmente o curso de Ciências Sociais forma profissionais mais afeitos à atuação acadêmica como professores e pesquisadores universitários. Infelizmente, este mercado profissional está crescendo em uma velocidade muito menor do que se formam alunos. Sendo assim, participei de uma série de atividades na Escola Superior de Ciências Sociais (FGV) com o intuito de estimular alunos a perseguir uma versão mais empreendedora da carreira de cientista social, tal como a Empresa Junior e o Laboratório de Pesquisa Social Aplicada. As técnicas de empreendedorismo e gestão de projetos típicas do setor privado são cada vez mais adaptadas e aplicadas no setor público e terceiro setor. Desenvolvi atividades com o objetivo de demonstrar como estas técnicas podem ser aplicadas na profissão de cientista social..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Educação.
Palavras-chave: Empreenderosimo; Gestão de projetos.
2.
Modelagem e avaliação de Políticas Públicas

Objetivo: Participei de pesquisas relacionadas ao levantamento de informações e avaliação de alternativas para construção de tecnologias de atuação social do setor público. Além de monitorar o seu funcionamento e avaliar os resultados e impactos de políticas públicas..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas / Especialidade: Avaliação de políticas públicas.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Palavras-chave: Administração Pública; Avaliação de políticas públicas.
3.
Desenvolvimento de Bens Públicos

Objetivo: Os Bens Públicos, pesquisas realizadas gratuitamente para atender interesses da sociedade, são uma estratégia para as organizações universitárias alcançarem maior repercussão na sociedade. Eles permitem que o organização apresente uma perspectiva diferenciada sobre um problema social, via geração de informação nova, e estude alternativas para sua solução. Esta atividade é particularmente importante para o posicionamento de imagem da organização e sua capacidade de atrair alunos, clientes e patrocínios para o financiamento de suas atividades. Particularmente, no que se refere a bens públicos regulares, pois, são fontes também regulares de prestígio e recursos. Em minha experiência profissional percebi uma lacuna os Bens Públicos produzidos no Brasil: há poucas iniciativas destinadas à medição quantitativa de problemas especificamente sociais. Neste sentido, iniciei com dois colegas da FGV o IPPE, Índice de Percepção da Presença do Estado..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas / Especialidade: Avaliação de políticas públicas.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Palavras-chave: Bens Públicos; Avaliação de políticas públicas; Reforma do Estado.
4.
Desenvolvimento de técnicas de pesquisa social aplicada

Objetivo: Ao longo dos anos realizamos uma série de experimentos com o objetivo de avaliar o funcionamento de técnicas de pesquisa, em especial, no desenho amostral, na construção de questionários, escalas de medição e cestas de índices multi-item via estatística de fatores e outras técnicas..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Métodos Quantitativos em Economia / Especialidade: Métodos e Modelos Matemáticos, Econométricos e Estatísticos.
Setores de atividade: Outro.
Palavras-chave: Metodologia de Pesquisa.
5.
Desenvolvimento de tecnologias sociais

Objetivo: Desenvolver e testar o efeito de tecnologias de atuação sobre problemas sociais no setor público e privado. Ao longo dos anos desenvolvi vários projetos com o intuito de analisar os determinantes sociais do furto de energia em regiões de alta complexidade social, comunidades carentes violentas, de forma a estabelecer métodos de gestão do problema via projetos sociais. Estas projetos tiveram impacto na forma como a Aneel regula o furto de energia na formação da tarifa de energia. Atualmente, venho trabalhando com o aumento da eficácia das tecnologias sociais usadas nas ações de eficiência energética e com a regulação destas ações. De outro lado, desenvolvi diversos projetos para a Fundação Banco do Brasil com o objetivo de aperfeiçoar seus projetos de desenvolvimento de cadeias produtivas sustentáveis, inclusivas e cooperativas em regiões carentes do semi-árido. De um modo geral, nossos resultados demonstraram uma excessiva ênfase em um modelo de produção, com ações de assistência técnica e treinamento. A grande dificuldade, contudo, era a comercialização da produção. A FBB passou a montar e assessorar escritórios de compras e vendas nas cooperativas assistidas, com o objetivo de que elas possam se apropriar da margem recebida pelo atravessador..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas / Especialidade: Avaliação de projetos sociais.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados; Eletricidade, gás e outras utilidades.
Palavras-chave: Energia; Projeto social; Cadeias produtivas.
6.
Modelagem e avaliação de Projetos Sociais de ONG's e empreas

Objetivo: Apesar das diferenças de objetivo entre o setor público, o terceiro setor e as ações de Responsabilidade Social Corporativa das empresas, a tecnologia de atuação social utilizada por eles é bastante semelhante do ponto de vista gerencial. Desta forma, realizamos um conjunto de pesquisas procurando modelar e avaliar tecnologias de atuação social mais eficazes, independente do patrocinado da iniciativa..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Teoria Econômica.
Setores de atividade: Atividades de organizações associativas.
Palavras-chave: Projeto social; Responsabilidade Social Corporativa; Terceiro Setor.
7.
Marketing estratégico e imagem institucional da FGV

Objetivo: Desenvolvi nos últimos anos um conjunto de projetos com o objetivo de fornecer informações para o planejamento estratégico da FGV, no que se refere ao desenvolvimento da sua imagem e de seus produtos, em comparação com a concorrência, em cada um dos segmentos de atuação da Fundação. Utilizamos desenhos de pesquisa quasi-experimental e estimativas econométricas para avaliar os serviços da FGV e da concorrência, o potencial de mercado e o resultado de diferentes alternativas de implementação de produtos..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação / Subárea: Relações Públicas e Propaganda.
Setores de atividade: Educação.
Palavras-chave: Marketing estratégico; Imagem institucional.
8.
Marketing político

Objetivo: Auxiliar instituições públicas, prefeituras e governos estaduais no planejamento de suas atividades, através das percepções e da avaliação dos cidadãos em relação aos serviços prestados por esses órgãos..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.
Setores de atividade: Outro.
Palavras-chave: Marketing Político; Avaliação; Administração Pública; Pesquisa de satisfação.
9.
Pesquisa eleitoral

Objetivo: Analisar o cenário político durante o período das campanhas eleitorais, monitorar as percepções do cidadão mediano nos períodos entre campanhas para modelar o comportamento do eleitor..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político / Especialidade: Atitude e Ideologias Políticas.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político / Especialidade: Conflitos e Coalizões Políticas.
Setores de atividade: Outro.
Palavras-chave: Pesquisa eleitoral; Coligações; Estudos eleitorais; Competição política.
10.
Avaliação de políticas públicas

Objetivo: Avaliar a eficácia e eficiência, acompanhar a execução e auxiliar no planejamento de políticas públicas..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas / Especialidade: Avaliação de políticas públicas.
Setores de atividade: Outro.
Palavras-chave: Administração Pública; Avaliação; Avaliação de políticas públicas.
11.
Satisfação do usuário

Objetivo: Analisar a satisfação dos usuários de serviços prestados por instituições públicas e privadas, identificando os motivadores de satisfação e os valores atribuídos pelo usuário aos mais variados serviços.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Outro.
Palavras-chave: Administração Pública; Pesquisa de satisfação; usuário.
12.
Satisfação do usuário

Objetivo: Analisar a satisfação dos usuários de serviços prestados por instituições públicas e privadas, identificando os motivadores de satisfação e os valores atribuídos pelo usuário aos mais variados serviços.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Outro.
Palavras-chave: usuário; Pesquisa de satisfação; Administração Pública.
13.
Pesquisa eleitoral

Objetivo: Analisar o cenário político durante o período das campanhas eleitorais, monitorar as percepções do cidadão mediano nos períodos entre campanhas para modelar o comportamento do eleitor..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político / Especialidade: Atitude e Ideologias Políticas.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político / Especialidade: Conflitos e Coalizões Políticas.
Setores de atividade: Outro.
Palavras-chave: Pesquisa eleitoral; Estudos eleitorais; Competição política; Coligações.
14.
Marketing político

Objetivo: Auxiliar instituições públicas, prefeituras e governos estaduais no planejamento de suas atividades, através das percepções e da avaliação dos cidadãos em relação aos serviços prestados por esses órgãos..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.
Setores de atividade: Outros.
Palavras-chave: Administração Pública; Avaliação; Pesquisa de satisfação.
15.
Avaliação de políticas públicas

Objetivo: Avaliar a eficácia e eficiência, acompanhar a execução e auxiliar no planejamento de políticas públicas..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
Setores de atividade: Outro.
Palavras-chave: Avaliação; Administração Pública; Avaliação de políticas públicas.
16.
Competição no setor elétrico

Objetivo: Analisar a participação do gás no consumo de energia de residências e empresas para avaliar o impacto da entrada do gás. Modelar a decisão de compra de energia para de um lado projetar o impacto provável da entrada do gás no mercado de consumo da AMPLA e de outro lado desenvolver estratégias de comunicação e marketing que permitam fazer frente a este desafio..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: Estatística.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: Probabilidade.
Setores de atividade: Energia; Outro.
Palavras-chave: Competição; Energia; comportamento social.
17.
Estatística multivariada
18.
Metodologia de pesquisa
19.
Planejamento e avaliação de políticas públicas e projetos sociais


Projetos de pesquisa


2014 - Atual
Explicitando Posições e Informando o Eleitorado: Uma Análise da Dimensão Dialógica das Campanhas Presidenciais no Brasil (1994 a 2014)
Descrição: As escolhas democráticas pressupõem informações mútuas entre candidatos e eleitores. As campanhas eleitorais são fonte de informação acerca das candidaturas disponíveis e de discussão acerca das demandas sociais mais relevantes. A qualidade das campanhas afeta, portanto, a qualidade da democracia. Uma campanha democrática requer discussão pública ampla e livre como condição para informar os eleitores suficientemente para o voto. Neste contexto, o diálogo aparece como critério qualificador, ou seja, seria um critério mínimo para a construção de um discurso racional em campanha. O diálogo ocorre apenas quando dois candidatos se referem a uma mesma questão; uma vez que um candidato proponha um tema, seu adversário o discute. O objetivo deste projeto é utilizar o Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral (HGPE) a fim de investigar a medida do diálogo que pode ser verificada nas campanhas presidenciais brasileiras: quem dialoga, em que circunstâncias e com que propósitos? Pretendo, então, produzir um diagnóstico da democracia eleitoral brasileira à luz de seu potencial para o diálogo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Marcelo Caetano Correa Simas - Coordenador / Marcia Ribeiro Dias - Integrante / Marcos Tavares Pedro - Integrante / Paulo Senra Breitschaft - Integrante.
2013 - Atual
Internacionalização da Ciência, Tecnologia e Inovação no Estado do Rio de Janeiro: Dinâmicas, Redes e Aprendizado
Descrição: Este projeto visa mapear e caracterizar o fenômeno multifacetado da internacionalização da ciência, tecnologia e inovação no Brasil. Em particular, busca apreender e compreender seus efeitos e impactos no ecossistema e nas redes complexas de inovação, com atenção ao tema do empreendedorismo internacional de empresas em setores de tecnologias da informação e comunicação, petróleo e gás, ciências físicas, ciências da vida e biotecnologia, em firmas localizadas no Estado do Rio de Janeiro. Espera, assim, contribuir no debate sobre variedades de capitalismo, identificando o modo de inserção do Brasil, região semiperiférica específica, num sistema produtivo globalizado, e as instituições complementares faltantes para a eficiência sustentável. O trabalho investe no debate sobre sistemas locais de inovação, na tentativa de compreender como os variados elementos institucionais presentes se coordenam em cada circunstância histórica concreta e como atores respondem aos regimes estabelecidos. Foca-se no o papel de fatores estruturais, motivacionais e de características e experiências individuais que tendem a influenciar o processo de internacionalização das empresas e os atores das redes de inovação em sistemas locais; na percepção dos empreendedores sobre incentivos e obstáculos no que se refere à internacionalização de suas empresas; à percepção dos empreendedores sobre mudanças ocorridas na empresa em razão da internacionalização, considerando-se profissionais empregados, relações com parceiros, clientes e fornecedores..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2009
Dimensões da cidade: favela e ?asfalto?
Descrição: O objetivo do projeto foi auferir a percepção dos moradores da cidade do Rio de Janeiro no que concerne ao processo de integração da favela ao ?asfalto?, aprofundando o conceito de "cidade partida" para promover a articulação entre asfalto e favela. Neste sentido, procuramos investigar a percepção do asfalto e da favela de Manguinhos sobre o Programa de Aceleração do Crescimento implantado nesta comunidade, de forma a entender como a população percebe grandes projetos de intervenção estruturante em favelas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Marcelo Caetano Correa Simas - Coordenador / Elizete Ignácio - Integrante.Financiador(es): Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas - Remuneração.
Número de produções C, T & A: 1
2008 - 2008
Economia da cultura do Funk Carioca
Descrição: O movimento Funk Carioca vem sofrendo repressão desde a década de 1980, o que o obrigou a se refugiar nas favelas do Rio de Janeiro, aumentando ainda mais a sua estigmatização. Os objetivos da pesquisa foram: 1, mapear e compreender as relações sociais que dão sustentação à produção Funk no Rio de Janeiro; 2, levantar dados socioeconômicos sobre os agentes e segmentos que compõem esta rede produtiva; 3, observar os impactos socioeconômicos e culturais sobre os agentes envolvidos na produção da música Funk, bem como a própria atuação destes agentes enquanto produtores deste gênero musical. Estimamos que o Funk movimenta cerca de R$ 10 milhões em cerca de 900 bailes mensais, algo que é pouco perceptível para a sociedade, uma vez que a mídia costuma retratar o Funk nas páginas polícias, ressaltando a violência associada ao movimento. A demonstração da força econômica do movimento, foi importante para melhorar o seu diálogo com as autoridades, que tradicionalmente impunham normas fortemente repressivas exclusivamente para bailes Funk. Legitimar o Funk como uma expressão cultural e uma atividade econômica permitirá abrir espaços para o movimento na cidade, reduzindo sua dependência do espaço da favela e da relação com o crime organizado e a violência..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) .
Integrantes: Marcelo Caetano Correa Simas - Coordenador / Elizete Ignácio - Integrante.Financiador(es): Fundação Getúlio Vargas - Outra.
Número de produções C, T & A: 2
2008 - 2008
Avaliação qualitativa do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania
Descrição: O PRONASCI é um programa de segurança diferenciado de tentativas anteriores por incluir uma dimensão de atuação social desde sua concepção inicial. Neste sentido, realizamos um projeto para avaliar a percepção da população atendida e dos profissionais da segurança pública sobre a forma de implementação do programa, seus valores e mecanismos de diálogo com os beneficiários diretos. Os resultados demonstram que ambos os grupos, profissionais de segurança pública e moradores das comunidades beneficiárias, aprovavam fortemente as medidas sociais, no entanto, a dimensão de valorização do policial recebeu muitas críticas, particularmente no que se refere ao processo de treinamento das forças de segurança..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Marcelo Caetano Correa Simas - Coordenador / Elizete Ignácio - Integrante / Alessandra Tosta - Integrante / Márcio Grijó Villarouca - Integrante.Financiador(es): Ministério da Justiça - Remuneração.
2004 - 2004
Estimativa do componente social do furto de energia para a revisão tarifária
Descrição: O furto de energia é um problema grave pois no Estado do Rio de Janeiro. A média de furto de energia nas duas concessionárias do Estado é quase o dobro da média nacional. Ele era considerado um problema da gestão da empresa, desta forma, vinha sendo cada vez menos reconhecido pelo regulador na parcela remunerável da revisão tarifária. Procuramos demonstrar: 1, que os investimentos em repressão ao furto de energia eram bastante elevados em comparação com outras empresas, mesmo assim, as regiões da concessão onde havia maior investimento em repressão eram aquelas onde ela mais crescia; 2, o furto de energia não é simplesmente um problema de falta de renda, uma vez que ele era maior em regiões mais ricas; 3, no nível agregado, as regiões de maior furto são aquelas em que há maior "desorganização social", estimada por um indicador multi-item que combinava violência, urbanização e favelização; em áreas assim, onde mesmo a polícia tem dificuldades de entrar, a Concessionária tem capacidade muito limitada de regularizar as ligações clandestinas; 4, no nível microsocial, a educação e morar em uma fevela metropolitana explica mais o furto de energia do que a renda ou condições do domicílio relacionados à renda; realizamos uma pesquisa quasi-experimental que relacionava dados censitários e energéticos georeferenciados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1997 - 1998
Eleições nos municípios e estados brasileiros
Descrição: Coleta e sistematização de todos os dados eleitorais nos níveis municipal e espacial para modelagem com estatística espacial..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de desenvolvimento


2010 - 2010
Desenvolvimento da metodologia de avaliação do impacto social das Olimpíadas Rio 2016
Descrição: O Comitê Olímpico Internacional tem uma grande preocupação com as repercurssões econômicas, sociais e ambientais das Olimpíadas. Neste sentido, definiram um manual com um conjunto de medições genéricas nestas três dimensões, nos níveis local, regional e nacional, a ser aplicado nos países sede das Olimpíadas. Fomos convidados para adaptar a metodologia genérica da dimensão social para a realidade da disponibilidade de dados e estrutura social brasileiras. Tratam-se de 44 cestas de indicadores, que envolvem diversos surveys regulares (domiciliares e telefônicos) e a sistematização de diversas fontes de dados agregados. As cestas de indicadores contemplam temas como: educação, prática de esportes, representação de minorias, exclusão social, pobreza, renda, democracia, competição política, nutrição, infra-estrutura esportiva, entre muitos outros..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2009 - Atual
Índice de Percepção da Presença do Estado
Descrição: No debate democrático contemporâneo são amplamente reconhecidos os limites impostos pelas eleições como mecanismo de accountability. Tal diagnóstico assume ainda maior relevância em países com elevados indicadores de exclusão social, que apresentam como um de seus componentes básicos o desigual provimento espacial de bens públicos e de status social. Como forma de criar um mecanismo mais transparente de accountability vertical, que dê conta deste tipo de distorção espacial, desenvolvemos o Índice de Percepção da Presença do Estado (IPPE) com foco micro social, na tentativa de avaliar a atuação do Estado nos espaços excluídos. Aplicamos um survey piloto em três localidades na cidade do Rio de Janeiro, com distintos indicadores sócio-econômicos, com o objetivo de mensurar uma cesta de indicadores referentes às duas dimensões da atuação do Estado: provisão de serviços públicos (educação, saúde, infra-estrutura, etc) e garantia dos valores de cidadania (igualdade de oportunidade, direito de ir e vir, igualdade de direitos, acesso à Justiça, segurança, etc)..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Marcelo Caetano Correa Simas - Coordenador / Fernando de Holanda Barbosa Filho - Integrante / Márcio Grijó Villarouca - Integrante.Financiador(es): Fundação Getúlio Vargas - Outra.
Número de produções C, T & A: 1
2008 - 2009
Avaliação do Projeto da Cadeia Produtiva da Mandioca no Sudoeste da Bahia
Descrição: O escopo do projeto consiste na avaliação dos resultados do Projeto da Cadeia Produtiva de Mandioca no Sudoeste da Bahia, a partir de dois objetivos: 1, avaliar o processo de implementação do projeto, por meio da avaliação dos principais atores unidades gestoras, instituições parceiras e produtores; 2, desenvolver uma metodologia de avaliação do impacto do projeto e fazer a sua primeira medição (Momento 0), para replicar a metodologia em alguns anos e avaliar os efeitos do projeto sobre o público beneficiário..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Marcelo Caetano Correa Simas - Coordenador / Elizete Ignácio - Integrante / Monique Menezes - Integrante.Financiador(es): Fundação Banco do Brasil - Remuneração.
2008 - 2009
Avaliação da Implementação de Tecnologia Sociais no Semi-árido Brasileiro
Descrição: O objetivo do projeto é avaliar a implementação cooperativa de tecnologias sociais de captação de água no semi-árido brasileiro, como forma de aumentar a produtividade e qualidade de vida do produtor rural. Também neste caso, desenvolvemos uma metodologia padronizada de avaliação do impacto do projeto e realizamos a medição de momento zero do projeto..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Marcelo Caetano Correa Simas - Coordenador / Elizete Ignácio - Integrante / Monique Menezes - Integrante.Financiador(es): Fundação Banco do Brasil - Remuneração.
2008 - 2009
Sistema de Avaliação da Satisfação dos Usuários dos Serviços de Saneamento
Descrição: O SASS apresenta um desafio signitificativamento diferente do IPPS. Primeiro, ele foi concebido para ser aplicado pelas concessionárias privadas de saneamento, neste sentido, ele foi desenhado também como um sistema de controle e auditoria externos do serviço prestado pela concessionária, além de um instrumento de gestão para a própria concessionária. Segundo, o principal "produto" do setor de saneamento, como qualquer setor de infra-estrutura, não é o atendimento nas agências das concessionárias, mas, o serviço recebido pelo usuário em seu domicílio. Desta forma, foram elaborados novos módulos, em especial, no banco de perguntas, na modelagem da amostra e nos relatórios automatizados, para permitir uma pesquisa domiciliar, abrangendo opções para avaliar os diversos serviços de saneamento: água, esgoto, drenagem e manejo de resíduos sólidos..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2005 - 2006
Cenário Estratégico de Competição com o Gás Natural
Descrição: O objetivo de artigo é analisar a participação do gás no consumo de energia de residências e empresas para avaliar o impacto da entrada do gás nas áreas de concessão da Ampla. Modelar a decisão de compra de energia para de um lado proje-tar o impacto provável da entrada do gás no mercado de con-sumo da AMPLA e de outro lado desenvolver estratégias de comunicação e marketing que permitam fazer frente a este de-safio..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2005 - 2005
Instrumento Padrão de Pesquisa de Satisfação 2.0
Descrição: Revisão e ampliação da versão anterior. Foram incluídas, em especial: 1, outras possibilidades de pesquisa de avaliação, complementares à pesquisa de satisfação; 2, reformulação da cesta de índices e do layout dos relatórios automatizados..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2004 - 2004
Sistema Automático de Análise de Dados Imobiliários
Descrição: Permite gerar projeções mensais do mercado imobiliário..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2001 - 2001
Instrumento Padrão de Pesquisa de Satisfação
Descrição: Desenvolvimento de uma metodologia de pesquisa da satisfação adaptada às necessidades do serviço público federal, operacionalizada através de um software. O IPPS foi desenhado para permitir que uma pequena unidade de atendimento de qualquer organização pública possa realizar uma pesquisa de satisfação metodologicamente correta, mesmo que com muito pouco recurso financeiro. Ele assiste uma pessoa sem nenhum treinamento a escolher seu questionário (de um banco de perguntas que atende a uma grande variedade de interesses), definir e distribuir sua amostra, digitar os questionários e gerar relatórios automatizados. Os usuários mais avançados tem ainda a possibilidade de alterar os "defaults" de questionário e análise para gerar resultados personalizados. Importante ressaltar que no IPPS levamos mais adiante a noção de relatórios e análises automatizadas. Foi possível gerar uma informação mais rica e detalhada, através de um conjunto de indicadores multi-item que combinavam medidas de expectativa, avaliação e valor. Estes indicadores podem ser analisados por aspecto de serviço, por dimensão de atendimento, por unidade de atendimento ou por processo. Estas modificações permitem recortar porções na variância dos dados que tem clara interpretação gerencial e podem ser mais claramente relacionadas às inovações na prestação de serviço. Por fim, destaque-se que o sistema apresenta as opções de pesquisa presencial e telefônica..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Marcelo Caetano Correa Simas - Integrante / Zairo Borges Cheibub - Coordenador.Financiador(es): Secretaria de Gestão - Ministério do Planejamento - Remuneração.
Número de produções C, T & A: 4


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas/Especialidade: Avaliação de políticas públicas.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Métodos Quantitativos em Economia/Especialidade: Métodos e Modelos Matemáticos, Econométricos e Estatísticos.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo/Especialidade: Estrutura e Transformação do Estado.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político/Especialidade: Estudos Eleitorais e Partidos Políticos.
5.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Métodos Quantitativos em Economia/Especialidade: Estatística Sócio-Econômica.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende RazoavelmenteLê Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Livros publicados/organizados ou edições
1.
MENEZES, M. (Org.) ; SIMAS, M. (Org.) ; MOLHANO, L. (Org.) ; ALMEIDA, A. (Org.) ; Verônica Cruz (Org.) ; BURLAMAQUI, P. (Org.) . Política da Regulação do Setor Elétrico: regras e incentivos institucionais.. 1. ed. Teresina: UFPI, 2012. v. 1. 123p .

2.
LEMOS, R. ; CASTRO, O. ; SIMAS, M. ; TOSTA, A. ; IGNACIO, E. ; MENEZES, M. ; FAVARETO, A. ; ABRAMOVAY, R. . Tecnobrega: o Pará reinventando o negócio da música. 1. ed. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2008. v. 1. 215p .

3.
SIMAS, M.; CHEIBUB, Z. ; MOLHANO, L. . Pesquisa de satisfação dos usuários dos serviços públicos: conceitos e instrumentos. Brasília: Enap, Escola Nacional de Administração Pública, 2002. 94p .

Capítulos de livros publicados
1.
MENEZES, M. ; SIMAS, M. . Conceitos e Medições de Satisfação no Saneamento Básico. In: Philippi Jr, Arlindo; Castro, Alceu. (Org.). Gestão doSaneamento Básico: abastecimento de água e esgotamento sanitário. 1ed.São Paulo: Monole, 2012, v. 1, p. 916-944.

2.
SIMAS, M.. Coligações em eleições proporcionais no Brasil recente. In: TELLES, Helcimara de Souza; LUCAS, João Ignacio. (Org.). Das ruas às urnas: partidos e eleições no Brasil contemporâneo. Caxias do Sul: EDUCS, 2003, v. , p. 95-114.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SIMAS, M.. A falta de agenda política das candidaturas e o aborto. O Globo, Rio de Janeiro, 18 out. 2010.

2.
SIMAS, M.; MENEZES, M. . Reforma Política e Mobilização Social. Em Debate (Belo Horizonte), p. 29 - 34.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
IGNACIO, E. ; SIMAS, M. . A Estrutura Econômica do Funk no Rio de Janeiro: estudo sobre as relações pessoais em mercados informais. In: 32º Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais ? Anpocs, 2008, Caxambu. Anais do 32º Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais ? Anpocs, 2008.

2.
SIMAS, M.. Determinantes da Oligarquia Local: clientelismo, participação política e estrutura social. In: 6º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política ? ABCP, 2008, Campinas. Anais do 6º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política ? ABCP, 2008.

3.
SIMAS, M.; TELLES, Helcimara de Souza . Bloques ideológicos en la competición electoral para la Cámara de los Diputados en Brasil. In: 3º Encontro Latino-Americano de Ciência Política, 2006, Campinas. Anais do 3º Congresso da Associação Latino Americana de Ciência Política, 2006.

Apresentações de Trabalho
1.
SIMAS, M.. Desenho e implementação da metodologia de indicadores de progresso em direitos humanos. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
SIMAS, M.; GARICIA, R. V. ; PEDRO, M. J. . Avaliação sócio ambiental da Zona Oeste do MRJ para saneamento básico. 2012.

2.
SIMAS, M.. Desenvolvimento da metodologia do Sistema Nacional de Indicadores em Direitos Humanos. 2011.

3.
SIMAS, M.; MENEZES, M. . Catálogo da metodologia de avaliação das Olimpiadas 2016 no Brasil. 2010.

4.
SIMAS, M.; MENEZES, M. . Judicialização das Relações Sociais: o caso dos Juizados Especiais Cíveis e as concessionárias de energia. 2009.

5.
MENEZES, M. ; SIMAS, M. ; MOLHANO, L. ; ALMEIDA, A. ; BURLAMAQUI, P. ; Verônica Cruz . Análise Institucional do Setor de Energia Elétrica Brasileiro como Estratégia de Longo Prazo para as Concessionárias de Energia. 2008.

6.
LEMOS, R. ; CASTRO, O. ; SIMAS, M. ; IGNACIO, E. ; MENEZES, M. ; TOSTA, A. ; ABRAMOVAY, R. ; FAVARETO, A. . Open Business Model Latin America: configurações do mercado de tecnobrega Paraense. 2007.

7.
SIMAS, M.; MENEZES, M. ; MOLHANO, L. . Desenvolvimento de Metodologia de Pesquisa do Consumo de Diesel Agropecuário: Definição do desenho de pesquisa. 2007.

8.
SIMAS, M.; MENEZES, M. ; MOLHANO, L. . Desenvolvimento de Metodologia de Pesquisa do Consumo de Lenha e Carvão Vegetal: Definição do desenho de pesquisa. 2007.

9.
SIMAS, M.; MENEZES, M. ; ALMEIDA, A. . Desenvolvimento de Produtos Motivacionais a Partir de Aspectos Sociais e Culturais para a Redução da Inadimplência. 2006.

10.
SIMAS, M.; ALMEIDA, A. ; CHEIBUB, Z. . Cenário Estratégico de Competição com o Gás Natural. 2005.

11.
SIMAS, M.; MOLHANO, L. ; IGNACIO, E. . O componente social das perdas e inadimplência na área de concessão da CERJ. 2004.

Programas de computador sem registro
1.
SIMAS, M.; MENEZES, M. . Sistema de Avaliação da Satisfação dos Usuários dos Serviços de Saneamento. 2008.

2.
SIMAS, M.; MENEZES, M. . Instrumento Padrão de Pesquisa de Satisfação 2.0. 2005.

3.
SIMAS, M.. Sistema Automático de Análise de Dados Imobiliários. 2004.

4.
SIMAS, M.. Instrumento Padrão de Pesquisa de Satisfação. 2002.

Trabalhos técnicos
1.
SIMAS, M.; BARBOSA FILHO, F. H. ; VILLAROUCA, M. G. . Índice de Percepção da Presença do Estado: piloto no Alemão, Zona Sul e Zona Norte. 2010.

2.
SIMAS, M.; IGNACIO, E. . O PAC Favelas em uma "cidade partida". 2009.

3.
SIMAS, M.; IGNACIO, E. ; VILLAROUCA, M. G. . Avaliação qualitativa do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania. 2008.

4.
CHEIBUB, Z. ; Carvalho, Maria Alice Rezende de ; Burgos, Marcelo ; SIMAS, M. . Cultura Política e Cidadania: Uma avaliação do Programa Favela-Bairro da Prefeitura do Rio de Janeiro. 1997.

5.
SIMAS, M.. Estatísticas eleitorais dos municípios e estados brasileiros, 1982 a 1994. 1997.


Demais tipos de produção técnica
1.
SIMAS, M.; MENEZES, M. . Manual de Avaliação de Satisfação do Usuário de Saneamento com o SAAS. 2008. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Manual e exercícios).

2.
SIMAS, M.. Pós Graduação em Marketing Político. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

3.
SIMAS, M.; MENEZES, M. . Manual de Avaliação de Satisfação do Usuário do Serviço Público com o IPPS 2.0. 2005. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Manual e exercícios).

4.
SIMAS, M.; MENEZES, M. . Planejamento da Pesquisa Nacional de Satisfação do Usuário. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
SIMAS, M.; ANGELIM, G. . Avaliação de satisfação do usuário de serviços públicos com o IPPS. 2002. .

6.
SIMAS, M.; CHEIBUB, Z. . Manual de Avaliação de Satisfação do Usuário do Serviço Público com o IPPS. 2002. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Manual e exercícios).

7.
SIMAS, M.. Elaboração de Projetos Sociais. 2001. .

8.
CHEIBUB, Z. ; SIMAS, M. . Curso de Formação para a carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

9.
MOLHANO, L. ; SIMAS, M. . Elaboração de Projetos Sociais. 2001. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Manual e exercícios).

10.
SIMAS, M.; MOLHANO, L. . Monitoramento e avaliação de projetos sociais. 2001. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Manual e exercícios).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
SIMAS, M.; BOMENY, H.; CASTRO, Maria.. Participação em banca de Regina Lúcia do Nascimento Lima Feitosa. Estratégias Pessoais e Trajetórias Profissionais nos Meios Populares. 2009. Dissertação (Mestrado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Professor titular
1.
REIS, Gisele C.; SOUZA, Carlos Henrique A.; SIMAS, M.; Carvalho, Bruno. Concurso público de professor adjunto I. 2009. Universidade Federal Fluminense.

Outras participações
1.
SIMAS, M.. Conselho Consultivo do Prêmio Jorge Zahar de Ciências Sociais. 2007. Jorge Zahar Editor.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VIII Semana de Ciências Sociais.Compromisso e mudança regulatória: custo de transação no arcabouço institucional brasileiro. 2010. (Simpósio).

2.
39a Assembléia Nacional da Assemae: Saneamento Ambiental. Ferramentas para integrar a gestão da Cidade.. Estratégias e Ferramentas de Gestão para Modernização do Setor Saneamento. 2009. (Congresso).

3.
ExpoManagement. Ciclo de Palestras Paralelas da ExpoManagement. 2009. (Congresso).

4.
Seminário de Altos Estudos.Instituições políticas Brasileiras. 2009. (Seminário).

5.
V Congresso de Inovação Tecnológica em Energia Elétrica. Desafios da Regulação do Setor Elétrico. 2009. (Congresso).

6.
32º Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais ? Anpocs. A Estrutura Econômica do Funk no Rio de Janeiro: estudo sobre as relações pessoais em mercados informais. 2008. (Congresso).

7.
6º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política ? ABCP.Determinantes da Oligarquia Local: clientelismo, participação política e estrutura social. 2008. (Encontro).

8.
Encontro da Pós-graduação do departamento de Ciência Política da UENF.Determinantes da oligarquia local: clientelismo, participação política direta e estrutura social. 2008. (Encontro).

9.
Laboratório de Estudos Políticos do CPDOC.Clientelismo e participação na política local. 2008. (Oficina).

10.
Workshop de P&D da Light com enfoque regulatório.Análise do componente social do furto de energia para revisão tarifária. 2007. (Seminário).

11.
3º Encontro Latino-Americano de Ciência Política. Bloques ideológicos en la competición electoral para la cámara de los diputados. 2006. (Congresso).

12.
Iª Jornada de Marketing Político Mídia, Estratégias Eleitorais e Opinião Pública..Desempenho do governo e estratégia eleitoral: a pesquisa quantitativa na condução de campanhas. 2004. (Seminário).

13.
Marketing Político e Processo Eleitoral / UCSAL.Análise de pesquisas eleitorais e a comunicação política para a reeleição. 2004. (Seminário).

14.
XXI Congresso de sociólogos do Estado de São Paulo. Coligações em eleições proporcionais no Brasil. 2001. (Congresso).

15.
III Encontro de Propriedade Intelectual e Comercialização de Tecnologia. 2000. (Encontro).

16.
PESB (Pesquisa Social Brasileira).. 2000. (Oficina).

17.
Federalismo, processo eleitoral e políticas públicas no Brasil: perspectivas espaciais.Eleições, Políticas Públicas, Dimensão Espacial e Determinantes da Política Municipal no Brasil: notas para discussão. 1998. (Seminário).

18.
I Reunião da ABCP (Associação Brasileira de Ciência Política).. 1998. (Congresso).

19.
Anpocs (Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Ciências Sociais).. 1997. (Outra).

20.
Fórum de Negócios Universidade-Empresa..Representante da Analítica Empresa Jr. nas rodadas de negócios. 1997. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MENEZES, M. ; SIMAS, M. ; FERRAZ, L. ; ALMEIDA, F. . O Impacto das Instituições sobre a Performance Econômica: o caso do setor elétrico. 2010. (Congresso).

2.
MENEZES, M. ; SIMAS, M. . Juizados Especiais Cíveis e as Concessionárias dos Serviços de Eletricidade. 2009. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Gislene Santos Oliveira de Abreu. Reforma Gerencial à luz do Neo-Institucionalismo Sociológico. Início: 2016. Tese (Doutorado em CIÊNCIA POLÍTICA (CIÊNCIA POLÍTICA E SOCIOLOGIA)) - Universidade Candido Mendes. (Orientador).

2.
Gylcilene Ribeiro Storino. A autonomia do sistema estatístico nacional: estudo sobre a dinâmica e as coalizões da rede política. Início: 2016. Tese (Doutorado em CIÊNCIA POLÍTICA (CIÊNCIA POLÍTICA E SOCIOLOGIA)) - Universidade Candido Mendes. (Orientador).

3.
Ronald Vizzoni Garcia. Evolução institucional da agenda de Direitos Humanos no Brasil. Início: 2012. Tese (Doutorado em Ciência Política e Relações Internacionais) - Instituto Universitário de Pesquisa do Rio de Janeiro. (Orientador).

4.
Solange Makrakis. Efeitos sociais da flexibilização do trabalho. Início: 2011. Tese (Doutorado em Ciência Política e Relações Internacionais) - Instituto Universitário de Pesquisa do Rio de Janeiro. (Orientador).

5.
José Cláudio Marques Barboza Jr. Resultados macroeconômicos da legislação de repatriação de capitais: uma comparação Brasil-Rússia. Início: 2011. Tese (Doutorado em Ciência Política e Relações Internacionais) - Instituto Universitário de Pesquisa do Rio de Janeiro. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Regina Lúcia do Nascimento Lima Feitosa. Estratégias pessoais e trajetórias nos meios populares.. 2009. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas, . Coorientador: Marcelo Caetano Correa Simas.



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
SIMAS, M.. Desenho e implementação da metodologia de indicadores de progresso em direitos humanos. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/10/2018 às 5:58:27