Gisele Anne Camargo

Bolsista de Produtividade Desen. Tec. e Extensão Inovadora do CNPq - Nível 2

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6638220092000002
  • Última atualização do currículo em 09/05/2014


Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Uberlândia (1997), mestrado em Engenharia Agrícola pela Universidade Estadual de Campinas (2000) e doutorado em Tecnologia de Alimentos pela Universidade Estadual de Campinas (2005). Atualmente é pesquisador científico do Instituto de Tecnologia de Alimentos e Diretor Técnico do Departamento de Gestão Estratégica-APTA. Tem experiência na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos, com ênfase em Desenvolvimento de Produtos, atuando principalmente nos seguintes temas: bebidas orgânicas e funcionais, tomate, inovação tecnológica, qualidade e tecnologia de bebidas. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Gisele Anne Camargo
Nome em citações bibliográficas
CAMARGO, Gisele Anne

Endereço


Endereço Profissional
Instituto de Tecnologia de Alimentos, Divisao de Processamento de Alimentos, Secao de Sucos e Refrigerantes.
Av. Brasil 2880 Caixa Postal 139 -
Chapadão
13070170 - Campinas, SP - Brasil
Telefone: (19) 37431846


Formação acadêmica/titulação


2000 - 2005
Doutorado em Tecnologia de Alimentos.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Novas Tecnologias e Pré-tratamento: Tomate seco embalado a vácuo, Ano de obtenção: 2005.
Orientador: Roberto Hermínio Moretti.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: tomate; secagem; qualidade; vida de prateleira; desidratação osmótica; antioxidante.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Tecnologia de Alimentos / Especialidade: Tecnologia de Produtos de Origem Vegetal.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Tecnologia de Alimentos.
Grande Área: Ciências Agrárias.
Setores de atividade: Desenvolvimento Rural; Produção Vegetal; Atividades de Assessoria e Consultoria Às Empresas.
1998 - 2000
Mestrado em Engenharia Agrícola.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Secagem de tomate (Lycopersicon esculentum Mill) para conserva: estudo de parâmetros com base na qualidade final,Ano de Obtenção: 2001.
Orientador: Marlene Rita de Queiroz.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: tomate; parâmetros; secagem; qualidade.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Engenharia Agrícola / Subárea: Engenharia de Processamento de Produtos Agrícolas / Especialidade: Pré-Processamento de Produtos Agrícolas.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Tecnologia de Alimentos / Especialidade: Tecnologia de Produtos de Origem Vegetal.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia.
Setores de atividade: Produção Vegetal; Desenvolvimento Rural; Atividades de Assessoria e Consultoria Às Empresas.
1993 - 1997
Graduação em Agronomia.
Universidade Federal de Uberlândia, UFU, Brasil.
Título: RESISTÊNCIA DE 93 ACESSOS E 192 PROGÊNIES DE TOMATEIRO À Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici, RAÇA 2.
Orientador: Fernando Cézar Juliatti.
Bolsista do(a): Centro Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento, CNPQ/PIBIC, Brasil.


Formação Complementar


2008 - 2008
A textura no desenvolvimento de alimentos. (Carga horária: 24h).
Instituto de Tecnologia de Alimentos, ITAL, Brasil.
2008 - 2008
Tecnologia de Embalagem. (Carga horária: 2h).
Instituto de Tecnologia de Alimentos, ITAL, Brasil.
2003 - 2003
Capacitação Rural. (Carga horária: 100h).
Sebrae Sp.
2002 - 2002
Reaçãoes de Transformação e Vida de Prateleira. (Carga horária: 16h).
Instituto de Tecnologia de Alimentos, ITAL, Brasil.
1999 - 1999
Secagem de Produtos Agrícolas. (Carga horária: 12h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
1997 - 1997
Plantio Direto no Cerrado. (Carga horária: 16h).
Associação de Plantio Direto no Cerrado.
1996 - 1996
Pós Colheita de Frutos e Hortaliças. (Carga horária: 24h).
Universidade Federal de Uberlândia, UFU, Brasil.
1995 - 1995
Inovação Tecnológica Em Ma Quinas Agrícolas. (Carga horária: 32h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
1995 - 1995
Mecanismos na Interação Patógeno Hospedeiro. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal de Uberlândia, UFU, Brasil.
1995 - 1995
Plasticultura.
Universidade Federal de Uberlândia, UFU, Brasil.
1994 - 1994
Ferormônios no Controle e Monitoramento de Insetos. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal de Uberlândia, UFU, Brasil.
1994 - 1994
Sistema Integrado de Manejo na Produção Agrícola. (Carga horária: 32h).
Associação dos Engenheiros Agrônomos da Grande Rondonópolis.
1994 - 1994
Controle Biológico de Pragas. (Carga horária: 9h).
Universidade Federal de Uberlândia, UFU, Brasil.
1993 - 1993
Administração de Empresas Rurais. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de Uberlândia, UFU, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto de Tecnologia de Alimentos, ITAL, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Pesquisador Científico, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

01/2007 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Divisao de Processamento de Alimentos, Secao de Sucos e Refrigerantes.

01/2007 - 09/2007
Serviços técnicos especializados , Divisao de Processamento de Alimentos, Secao de Frutas e Doces.

Serviço realizado
Deseolvimendo de processamento de polpa de banana verde.

Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, APTA, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Diretor Técnico de Divisão
Outras informações
Diretor Técnico de Divisão do Departamento de Gestão Estratégica-APTA


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Colaborador, Carga horária: 12
Outras informações
Participação como pesquisador colaborardor do grupo de Tecnologia de Biossistemas (criado em 01/2006), área de concentração: Tecnologia de Alimentos. Projetos em fase inicial.

Vínculo institucional

1998 - 2005
Vínculo: Aluno Regular, Enquadramento Funcional: Aluno regular de Pós-Graduação, Carga horária: 20
Outras informações
Pós-graduação

Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Palestrante-professor, Carga horária: 32
Outras informações
Curso de Treinamento Técnico, parceria FEA/JICA para produtores rurais.

Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Palestrante
Outras informações
Palestra Técnica sobre o processo produtivo de tomate seco com inovaçãoes para a melhoria da qualidade do produto.

Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Programa de Estágio Docente - UNICAMP
Outras informações
Atividade Supervisionada de Docência Plena. Programa de Estágio Docente II - Matérias Primas de Origem Animal - preparo e execução de aulas para graduação em Engenharia de Alimentos -FEA/UNICAMP.

Atividades

6/2005 - 06/2007
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Tecnologia, Divisão de Materiais e Processos.

5/2006 - 7/2006
Extensão universitária , Faculdade de Engenharia de Alimentos, Departamento de Tecnologia de Alimentos.

Atividade de extensão realizada
Processamento de Sucos, néctares e polpa.
7/2003 - 12/2003
Ensino, Engenharia de Alimentos, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Tecnologia de bebidas, café, cacau e chá
7/2003 - 12/2003
Estágios , Faculdade de Engenharia de Alimentos, .

Estágio realizado
Atividade Supervisionada de Docência Plena. Programa de Estágio Docente II - Matérias Primas de Origem Animal - preparo e execução de aulas para graduação em Engenharia de Alimentos -FEA/UNICAMP..
5/2003 - 5/2003
Outras atividades técnico-científicas , Unicamp, Faculdade de Engenharia Agrícola.

Atividade realizada
Palestra Técnica - Processo Produtivo de Tomate Seco: Novas Tecnologias - Manual Técnico.
3/2003 - 3/2003
Treinamentos ministrados , Faculdade de Engenharia de Alimentos, Departamento de Tecnologia de Alimentos.

Treinamentos ministrados
Aproveitamento e Industrialização Agrícolas
3/2002 - 7/2002
Ensino, Engenharia de Alimentos, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Matérias-primas de origem animal
3/2002 - 7/2002
Estágios , Faculdade de Engenharia de Alimentos, .

Estágio realizado
Atividade Supervisionada de Docência Plena. Programa de Estágio Docente II - Tecnologia de bebidas, café, cacau e chá - preparo e execução de aulas para graduação em Engenharia de Alimentos -FEA/UNICAMP..

Associação Tecnologia Para Todos, TECHNALLBR, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Pesquisador associado, Enquadramento Funcional: Gerente de Projetos
Outras informações
Gerência de Projetos para Transferência de Tecnologia à sociedade

Atividades

6/2005 - 12/2007
Direção e administração, Unicamp, .

Cargo ou função
Cargo administrativo.
6/2005 - 12/2007
Pesquisa e desenvolvimento .

Linhas de pesquisa
Inovação Tecnológica
1/2005 - 12/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, .

Cargo ou função
Consultor.

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2004
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Doutorado, Carga horária: 0, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Pesquisa desenvolvida para o Doutoramento em Tecnologia de Alimentos, visando o desenvolvimento de novas tecnologias e procedimentos para melhora do processo produtivo de tomate seco.

Vínculo institucional

1998 - 2000
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Mestrado MS-I e MS-II, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Pesquisa desenvolvida durante o Mestrado em Engenharia Agrícola visando avaliar parâmetros que proporcionassem melhor qualidade do produto final.

Atividades

10/2000 - 11/2004
Direção e administração, Fapesp, Fea Unicamp.

Cargo ou função
Bolsista de Doutorado, administração da Reserva Técnica do projeto de pesquisa e prestação de contas à instituição (FAPESP)..
8/1998 - 9/2000
Direção e administração, Fapesp, Feagri Unicamp.

Cargo ou função
Bolsista de Mestrado, administração da Reserva Técnica e prestação de contas para a instituição.

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: Bolsista DTI, Carga horária: 20
Outras informações
Participação em Projeto na área de Engenharia de Construções Rurais

Atividades

7/2005 - 12/2006
Pesquisa e desenvolvimento , Diretoria de Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde, Coordenação do Programa de Pesquisa em Agropecuária e do Agronegócio.

Linhas de pesquisa
Engenharia Agrícola

Faculdades Integradas de Rondonopolis, FAIR, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Prestação de Serviços, Carga horária: 40

Atividades

8/2004 - 1/2005
Ensino, Agronomia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Genética
Melhoramento Genético de Plantas

Faz Análises de Alimentos Consultoria e Treinamento, FAZ, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2002
Vínculo: Prestação de Serviços, Enquadramento Funcional: Tercerização, Carga horária: 20

Atividades

12/2001 - 4/2002
Treinamentos ministrados , Faz, .

Treinamentos ministrados
Treinamento de Boas Práticas de Fabricação para empresas
Treinamento de APPCC para empresas
12/2001 - 4/2002
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faz, .

Cargo ou função
Consultor e palestrante.

Gepea Empresa Junior Fea Unicamp, GEPEA, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Orientador de projeto, Carga horária: 4
Outras informações
Orientação de alunos em projetos para empresas.

Atividades

10/2006 - 01/2007
Pesquisa e desenvolvimento , Gepea Fea Unicamp, .

Linhas de pesquisa
Sucos e néctares orgânicos
6/2002 - 11/2002
Ensino, Engenharia de Alimentos, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Palestras e Reuniões com estagiários para execusão de projetos
6/2002 - 11/2002
Conselhos, Comissões e Consultoria, Gepea Fea Unicamp, .

Cargo ou função
Orientação dos alunos para consultoria á empresas.

Centro de Tecnologia de Alimentos Fábio Araújo Motta, SENAI/CENATEC, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 1997
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário Voluntário, Carga horária: 60
Outras informações
Estágio desenvolvido ne setor de microbiologia de alimentos e processamento de frutas e hortaliças.

Atividades

8/1997 - 11/1997
Estágios , Senai Cenatec, .

Estágio realizado
Estágio no Centro de Tecnologia de Alimentos "Fábio Araújo Motta" no setor de Microbiologia de Alimentos..

Fazenda Cascata, FAZENDA CASCATA, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Consultoria, Enquadramento Funcional: Prestação de serviços, Carga horária: 4
Outras informações
Diagnóstico da situação da propriedade para viabilização da exportação de frutas. Adequação do porduto às normas de exportação

Atividades

11/2003 - 11/2003
Serviços técnicos especializados , Fazenda Cascata, .

Serviço realizado
Adequação do produto banana às normas de exportação para Comunidade Européia..
11/2003 - 11/2003
Conselhos, Comissões e Consultoria, Fazenda Cascata, .

Cargo ou função
Consultor.

Universidade Federal de Uberlândia, UFU, Brasil.
Vínculo institucional

1994 - 1997
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Esatagiário voluntário, Carga horária: 0
Outras informações
Estágio sem remuneração

Atividades

8/1994 - 12/1994
Estágios , Laboratório de Genética e Bioquímica, Ufu.

Estágio realizado
Estágio no Laboratório de genética e Bioquímica da Universidade Federal de Uberlândia.


Linhas de pesquisa


1.
Tecnologia de processamento de alimentos
2.
Tecnologia de Alimentos

Objetivo: Desenvolvimento de tecnologias para processamento de alimentos, utilizando tratamentos combinados, qualidade do produto final e aspectos econômicos e sociais. Transferência de Tecnologia á sociedade.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Engenharia Agrícola / Subárea: Engenharia de Processamento de Produtos Agrícolas.
Setores de atividade: Desenvolvimento Rural; Agricultura, Pecuária, Silvicultura, Exploração Florestal.
Palavras-chave: Alimentos; desidratação osmótica; Frutas e vegetais; secagem.
3.
Gestão de qualidade
4.
Sucos e néctares orgânicos
5.
Inovação Tecnológica
6.
Engenharia Agrícola

Objetivo: Projeto de desenvolvimento tecnológico e industrial. Desenvolvimento de medidas de controle e modelagem matemática para bem estar de aves..
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Engenharia Agrícola / Subárea: Construções Rurais e Ambiência.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura, Exploração Florestal.
Palavras-chave: Construções Rurais; Agronegócios; matemática aplicada.
7.
Tecnologia de polpas e bebidas
8.
Bebidas funcionais de frutas e vegetais


Projetos de pesquisa


2014 - Atual
POTENCIAL TECNOLÓGICO DE RESÍDUOS DA AGROINDÚSTRIA DE CAFÉ E MANGA: APROVEITAMENTO COMO INGREDIENTE DE ALTO VALOR AGREGADO PARA ALIMENTOS, BEBIDAS E FÁRMACOS

Descrição: O processamento de frutas, legumes e grãos resulta em uma grande quantidade de resíduos, tais como cascas, sementes e tortas. O descarte deste material geralmente representa um problema que é agravado por restrições legais. Normalmente, esses resíduos são utilizados como fertilizantes ou destinados à alimentação animal. Além disso, muitos nutrientes contidos nos resíduos agroindustriais são perdidos. Sendo assim, há um crescente interesse na recuperação desses compostos para serem usados como aditivos ou suplementos com alto valor nutricional e, como são produtos de alto valor agregado, eles se tornam também economicamente atrativos. Observa-se atualmente grande interesse em ampliar o parque cafeeiro de Coffea canephora no estado de São Paulo, e a cadeia produtiva do setor será tanto mais autossustentável quanto maior for a demanda pelo produto. A melhoria da qualidade da bebida e a diversificação da utilização industrial do café robusta são ações que certamente contribuirão para satisfazer o alcance desse propósito. A manga (Mangifera indica L.) está entre as principais frutas cultivadas e processadas. Os resíduos gerados por esta cadeia, indicam quantidades significativas de compostos bioativos de interesse nutriocional, como alimento funcional, terapêutico e como cosmético. Este projeto contempla o estudo e desenvolvimento de processo tecnológico para o aproveitamento do resíduo da cadeia produtiva do café e da manga nacional visando ingredientes de alto valor agregado. Os processos tecnológicos aplicados devem contemplar e preservar o maior teor possível de compostos bioativos como: antioxidantes (fenólicos, antocianinas), cafeína, ácidos clorogênicos, quercetina e mangeferina, para a produção de ingredientes para indústria de alimentos, além do emprego dos componentes para fins de utilização em fármacos e cosméticos. Para tanto o presente projeto tem como objetivo: definir processos tecnológicos para produção de ingrediente de alto valor agregado e de uso em setores alimentícios e de fármacos, oriundos da agroindústria do café Robusta e de manga..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Ana Maria Rauen de Oliveira Miguel - Integrante / Adriana Barreto Alves - Integrante / VERA SONIA NUNES DA SILVA - Integrante.
2012 - Atual
Estabilidade de creme de frutas tropicais e vermelhas durante armazenamento em embalagens flexíveis

Descrição: Na busca de produtos convenientes e que possam ser oferidos na própria embalagem para as crianças, e também considerando as perdas significativas de compostos bioativos, o presente trabalho tem como objetivo avaliar a estabilidade dos cremes de frutas tropicais e vermelhas em duas embalagens flexíveis termoresistentes. Os produtos finais, creme de frutas tropicais e vermelhas, serão armazenados por 6 meses sendo avaliado periodicamente a cada 30 dias, de acordo com as seguintes determinações: pH, análises objetivas de cor, avaliação sensorial de cor, gosto e textura, e também análises químicas dos compostos de interesse por produto: antocianinas, polifenóis totais e vitamina C. Os resultados das análises serão avaliados estatisticamente quanto à média, desvio-padrão e coeficiente de variação. Os demais resultados referentes ao estudo da estabilidade do produto final serão analisados através do delineamento em blocos casualizados com três repetições para cada amostra. Nas análises estatísticas será utilizado o software SAS efetuando-se testes de médias (Tukey) e Análise de Variância (ANOVA). .
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Rita de Cássia S.C. Ormenese - Integrante / ANA LUIZA GOMES DE SOUZA - Integrante.
2012 - Atual
Desenvolvimento e caracterização de bebida simbiótica - smoothie com leite fermentado, probióticos, prebióticos e polpa de frutas

Descrição: Este projeto propõe o desenvolvimento de tecnologia adequada para fabricação de uma bebida tipo smoothie simbiótica. A adição de polpa de frutas, cultura probiótica e fibras prebióticas ao iogurte agregará valor e funcionalidade, proporcionando ao produto um apelo de saudabilidade. O smoothie apresenta um nicho de mercado entre os consumidores que buscam um produto diferenciado, além de ser um alimento com excelentes características nutricionais, possibilitando dietas mais saudáveis, o que também contribui para as políticas de saúde pública de prevenção de doenças associadas ao consumo excessivo de calorias vazias. A importância econômica e tecnológica da realização deste projeto justifica-se pelo empenho em manter as indústrias brasileiras atualizadas, competitivas e diversificadas, além de existir uma grande carência de pesquisas científicas na área de produtos lácteos com adição de sucos. Além disto, o desenvolvimento da tecnologia para fabricação deste novo produto poderá impulsionar a cadeia produtiva de sucos, produtos lácteos e alimentos funcionais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Integrante / Maria Isabel Berto - Integrante / Adriana Torres Silva e Alves - Integrante / Darlila Galina - Coordenador / Aline de Oliveira Garcia - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2011 - 2012
Desenvolvimento de cremes (smoothies) de frutas para alimentação escolar, com menor teor de açúcar e com uso de componentes funcionais

Descrição: Há uma tendência, constatada por diversos estudos, de consumo de alimentos funcionais, e com teores reduzidos de açúcares, por questão de saúde e/ou estética. Sendo assim, para a presente proposta pretende-se desenvolver um produto que atenda as tendências e demandas atuais e ao mesmo tempo tenha uma característica inovadora quanto a sua textura. Dessa forma, o desenvolvimento de um creme de frutas de consistência diferenciada de fruta ("smoothie") para alimentação escolar mostra-se promissor, dado o aumento da preocupação com uma alimentação saudável por parte da população. A utilização de frutas caracteriza o produto como fonte de nutrientes de grande interesse e o teor limitado de açúcar gera menor rejeição por parte dos consumidores. A utilização de tecnologias de processamento disponíveis e de embalagens plásticas diferenciadas, o estudo da estabilidade de vida de prateleira para este tipo de produto e o estudo de viabilidade técnica-econômica apresentam-se como fatores determinantes no desenvolvimento de pesquisas e de novos produtos com maior valor agregado para a fruticultura brasileira. Constituindo assim, uma alternativa para o setor e uma melhoria na qualidade de alimentos consumidos nas escolas.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Rita de Cássia S.C. Ormenese - Integrante / Sílvia S. Moura - Integrante / Beatriz Goulart - Integrante / ANA LUIZA GOMES DE SOUZA - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2011 - 2012
Caracterização do resíduo do café robusta para uso como ingrediente na indústria de bebidas.

Descrição: O aproveitamento de subprodutos como a polpa de café cereja traz vantagens tanto ambientais como econômicas uma vez que se apresenta como alternativa de agregação de valor à cadeia produtiva do café. No entanto, para a aplicação da polpa em setores de alimentos e bebidas é necessário um estudo cuidadoso das características intrínsecas do produto. Neste caso, propõem-se estudos sobre a sua composição química, sobre o teor de polpa do fruto e seu valor nutricional. Além disso, alguns fatores externos devem ser avaliados, incluindo-se a forma de extração, o processamento e a estabilidade da polpa durante o armazenamento, nos casos de sua aplicação como ingrediente. Essas ações possibilitam o emprego de um produto com segurança alimentar e ambiental. Este projeto visa a caracterização da mucilagem para uma possível utilização industrial como ingrediente. Desta forma o plano de trabalho será realizado em três etapas: 1- caracterização físico-química da polpa e da mucilagem de café robusta, 2- estudo das condições adequadas de processamento; 3 - Estudo da estabilidade do produto processado no armazenamento .
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Ana Maria Rauen de Oliveira Miguel - Integrante / Adriana Barreto Alves - Integrante / Paulo E da Rocha Tavares - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2010 - 2011
FORMULAÇÃO E ESTUDO DE VIDA-DE-PRATELEIRA DE SMOOTHIE DIET DE AÇAÍ E MARACUJÁ ENRIQUECIDO COM POLPA DE BANANA VERDE

Descrição: O Brasil é o terceiro maior produtor de frutas do mundo. E a indústria, cada vez mais consciente desse potencial brasileiro, está se beneficiando da tecnologia para investir num mercado crescentemente em expansão: o de sucos e bebidas prontas. Paralelamente à preferência dos consumidores por bebidas saudáveis, há uma crescente tendência ao consumo de bebidas de baixa caloria. O presente trabalho tem como objetivo desenvolver e estudar a vida-de-prateleira de smoothie misto de açaí e maracujá enriquecido com polpa de banana verde adoçado com sacarose (referência), aspartame, sucralose, ou mistura aspartame/acesulfame-K (4:1) (light), respectivamente, durante 90 dias de estocagem. O projeto de pesquisa será desenvolvido no Instituto de Tecnologia de Alimentos - Centro de Pesquisa & Desenvolvimento de Frutas e Hortaliças.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Paulo Eduardo Tavares - Integrante / Rita de Cássia S.C. Ormenese - Integrante / Sílvia S. Moura - Integrante / Valdecir Luccas - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 1
2010 - Atual
Uso de mucilagem de café robusta como ingrediente para indústria de alimentos e bebidas: aproveitamento de resíduos e novos produtos de alto valor agregado. Projeto: TECNOLÓGICO E NUTRACÊUTICO DE PLANTAS MATRIZES DE Coffea canephora EM SELEÇÃO

Descrição: O aproveitamento de subprodutos como a polpa de café cereja traz vantagens tanto ambientais como econômicas uma vez que se apresenta como alternativa de agregação de valor à cadeia produtiva do café. No entanto, para a aplicação da polpa em setores de alimentos e bebidas é necessário um estudo cuidadoso das características intrínsecas do produto. Neste caso, propõem-se estudos sobre a sua composição química, sobre o teor de polpa do fruto, seu valor nutricional. Além disso, alguns fatores externos devem ser avaliados, incluindo-se aí a forma de extração, o processamento e a estabilidade da polpa durante o armazenamento, nos casos de sua aplicação como ingrediente. Essas ações possibilitam o emprego de um produto com segurança alimentar e ambiental. Este projeto visa a caracterização da mucilagem para uma possível utilização industrial como ingrediente e sua aplicação na produção e bebida. .
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Terezinha Salva - Integrante.
Financiador(es): FUNCAFE - Auxílio financeiro.
2008 - 2010
Revitalização da cadeia vitivinícola Paulista: Competitividade, governança e sutentabilidade-FASE II Subprojeto: Classificação dos vinhos, análise físico-química, análise sensorial, avaliação microbiológica.

Descrição: Subprojeto: Classificação dos vinhos, análise físico-química, análise sensorial, avaliação microbiológica - Caracterização dos vinhos da região segundo os parâmetros estabelecidos pela legislação. .
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Adriana Verdi - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
2008 - 2009
AVALIAÇÃO DE VIDA-DE-PRALELEIRA E CARACTERÍSTICAS REOLÓGICAS DE SUCO E SMOOTHIE ORGÂNICOS DE AÇAÍ E MARACUJÁ ENRIQUECIDOS COM POLPA DE BANANA VERDE

Descrição: O Brasil é o terceiro maior produtor de frutas do mundo. E a indústria, cada vez mais consciente desse potencial brasileiro, está se beneficiando da tecnologia para investir num mercado crescentemente em expansão: o de sucos e bebidas prontas. O presente trabalho tem como objetivo dar continuidade ao projeto em andamento junto ao Pibic/CNPQ, ano 2007-2008: DESENVOLVIMENTO DE BEBIDA ORGÂNICA E FUNCIONAL DE AÇAÍ E MARACUJÁ ENRIQUECIDA COM POLPA DE BANANA VERDE com a realização das seguintes atividades para o suco e o smoothie de açaí e maracujá enriquecido com a biomassa de banana verde: vida de prateleira com realização de análises microbiológicas e sensoriais, comportamento reológico e a caracterização físico-química do resíduo da polpa do açaí obtido em processamento das bebidas e de acordo com os resultados obtidos tentar sugerir aplicações para o resíduo. O projeto de pesquisa será desenvolvido no Instituto de Tecnologia de Alimentos-Centro de Pesquisa & Desenvolvimento de Frutas e Hortaliças com colaboração do Departamento de Tecnologia de Alimentos UNICAMP, Laboratório de Frutas, Hortaliças, bebidas e produtos açucarados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador.

Número de produções C, T & A: 2
2008 - 2009
VIDA-DE-PRATELEIRA, CARACTERÍSTICAS REOLÓGICAS E TEOR DE AMIDO RESISTENTE EM NÉCTAR ORGÂNICO MISTO DE ACEROLA E MARACUJÁ ENRIQUECIDO COM POLPA DE BANANA VERDE

Descrição: O Brasil é o terceiro maior produtor de frutas do mundo. E a indústria, cada vez mais consciente desse potencial brasileiro, está se beneficiando da tecnologia para investir num mercado crescentemente em expansão: o de sucos e bebidas prontas. O presente trabalho tem como objetivo dar continuidade ao projeto em andamento junto ao PIBIC/CNPQ, ano 2007-2008: AVALIAÇÃO DE DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE POLPAS EM MIX ORGÂNICO DE ACEROLA E MARACUJÁ ENRIQUECIDO COM POLPA DE BANANA VERDE com a realização das seguintes atividades para o néctar de acerola e maracujá enriquecido com a biomassa de banana verde: vida de prateleira com realização de análises microbiológicas e sensoriais, comportamento reológico e determinação de teores de amido resistente no produto final. O projeto de pesquisa será desenvolvido no Instituto de Tecnologia de Alimentos - Centro de Pesquisa & Desenvolvimento de Frutas e Hortaliças com colaboração do Departamento de Tecnologia de Alimentos UNICAMP, Laboratório de Frutas, Hortaliças, bebidas e produtos açucarados.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Flavio Luis Shimidt - Integrante / Patrícia Prati - Integrante / Rita de Cássia S.C. Ormenese - Integrante / Sílvia S. Moura - Integrante / Valeria Christina Amstalden Junqueira - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2008 - 2009
DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIA RÁPIDA PARA DETERMINAÇÃO DE METAIS

Descrição: O crescimento da produção de orgânicos e o aumento da demanda por alimentos saudáveis têm promovido o mercado das chamadas bebidas orgânicas e funcionais. A mudança de hábito do consumidor, que se preocupa com a saúde e qualidade do alimento que ingere, reflete no crescimento do segmento de sucos. Os sais minerais presentes nos sucos são indispensáveis à saúde dos seres humanos por desempenharem funções reguladoras, tais como o metabolismo de diversas enzimas, o equilíbrio ácido-base e a pressão osmótica. Neste contexto, torna-se necessário um método para determinação rápida do teor de minerais em sucos e polpas de frutas. O presente trabalho tem o objetivo de desenvolver metodologia para determinação de metais através da fluorescência de raio-x em sucos e polpas de frutas através do uso de espectrômetro por energia dispersiva de raio-x - SHIMADZU. O trabalho terá três fases de desenvolvimento: 1.Compilação de dados sobre aplicação da fluorescência de raios-x em análises de amostras alimentícias; 2.Processamento das polpas congeladas; 3.Preparo das amostras e 4. Aplicação das Análises.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Flavio Luis Shimidt - Integrante / Marcelo Prado - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1
2007 - 2008
DESENVOLVIMENTO DE BEBIDA ORGÂNICA E FUNCIONAL DE AÇAÍ E MARACUJÁ ENRIQUECIDO COM POLPA DE BANANA VERDE

Descrição: Projeto de pesquisa de iniciação científica. A preferência por alimentos mais saudáveis tem aumento, inclusive no que diz respeito aos orgânicos, que podem conter menos nitratos e mais vitaminas C e compostos fenólicos que os convencionais. Aproveitando a biodiversidade brasileira de frutas juntamente com a crescente demanda de sucos orgânicos no país, este trabalho tem como objetivo a elaboração de uma bebida mista com alto teor de polpa de frutas orgânicas ( Smoothies e Premium ) de Açaí (Euterpe Oleracea Mart) com Maracujá (Passiflora sp) enriquecida com polpa de banana (Musa sp) verde, aproveitando as propriedades funcionais de cada constituinte. Tem-se observado, em especial nos grandes centros um grande interesse na produção de bebidas naturais, orgânicas e com efeitos funcionais. Especialmente como forma de valor agregado para produtos orgânicos.No Brasil o setor é relativamente novo e com rápido crescimento nos últimos anos. Bebidas funcionais são resultados de: novas tecnologias para processamento, tecnologias de obtenção de matéria-prima melhorada geneticamente, e uso de frutas e vegetais que contenham naturalmente alta concentração de componentes benéficos. O projeto de pesquisa será desenvolvido no Instituto de Tecnologia de Alimentos- Centro de Pesquisa & Desenvolvimento de Frutas e Hortaliças com colaboração do Departamento de tecnologia de Alimentos UNICAMP, Laboratório de Frutas, Hortaliças, bebidas e produtos açucarados. Para tanto serão necessárias as seguintes etapas: 1. Caracterização das propriedades físico-químicas das matérias-primas; 2. Planejamento experimental e processamento da bebida orgânica funcional; 3. Determinação de carotenóides totais nas formulações selecionadas e Análise sensorial. Os resultados serão avaliados utilizando ANOVA, superfície de respostas, testes de médias pelo software Statistica 6.0 ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Flavio Luis Shimidt - Integrante / Patrícia Prati - Integrante / Rogério Perujo Tocchini - Integrante / Marcelo Prado - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2
2007 - 2008
QUALIDADE DE BEBIDAS ORGÂNICAS DE FRUTAS E HORTALIÇAS

Descrição: Há um crescimento mundial por bebidas naturais, orgânicas e energéticas. Neste contexto, as bebidas devem apresentar características de sabor e aparências adequadas como também trazer benefícios á saúde e melhoria de qualidade de vida. Tem-se observado em especial no Estado de São Paulo e em grandes centros um grande interesse na produção de bebidas naturais, orgânicas e com efeitos funcionais. Especialmente como forma de valor agregado para produtos orgânicos. No Brasil o setor é relativamente novo e com rápido crescimento nos últimos anos. Bebidas funcionais são resultados de: novas tecnologias para processamento, tecnologias de obtenção de matéria-prima melhorada geneticamente, e uso de frutas e vegetais que contenham naturalmente alta concentração de componentes benéficos. O presente projeto tem como objetivo avaliar a qualidade e segurança alimentar de bebidas produzidas a partir de matérias-primas de cultivo orgânico. Como se trata de um mercado recente nacionalmente há necessidade de verificação dos parâmetros descritos em legislação e possíveis contaminações ou parâmetros fora dos limites, além de uma comparação nutricional entre bebidas orgânicas e convencionais disponíveis no mercado. Ressalta-se que o projeto será realizado no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Hortifrutícolas-ITAL, no Laboratório de Frutas, Hortaliças, Produtos Açucarados e Bebidas da FEA/UNICAMP e com apoio do Centro de Tecnologia-UNICAMP que possui espectrômetro para determinação de metais pesados e polifenóis. Para tanto, três fases serão consideradas durante um período de 12 meses. A primeira fase refere-se á (1) Caracterização das propriedades físico-químicas das bebidas; (2) Estudo de metodologia e determinação de metais pesados por espectrometria de Raio-X; (3) Caracterização microbiológica das bebidas. As determinações a serem realizadas para avaliação da qualidade dos produtos serão: metais pesados, polifenóis, análises microbiológicas, acidez total, sól.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Marcelo Prado - Integrante.
2007 - 2008
Desenvolvimento de geléia dietética funcional de yacon, acerola e goiaba

Descrição: Estudo sobre a elaboração de geléia dietética mista de yacon, acerola e goiaba..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Integrante / Patrícia Prati - Coordenador / Shirley Berbari - Integrante / RITA DE CÁSSIA ORMENESE - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fapesp - Auxílio financeiro.
2005 - 2007
Engenharia de Construções Rurais

Descrição: Desenvolvimento de medidas de bem estar através da visão artificial para a tomada de decisão na produção de matrizes pesadas.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissionalizante: (0) / Doutorado: (4) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Irenilza de Alencar Naas - Integrante / Daniela Jorge de Moura - Integrante / Mario Mollo - Integrante / Carmen Rainho Teixeira - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1
2000 - 2004
Novas tecnologias e pré-tratamentos de tomate seco embalado á vácuo

Descrição: A concentração osmótica e outros pré-tratamentos visam melhorar a qualidade do produto e otimizar o processo de secagem. Dentre estes tratamentos pode-se citar o uso de antioxidantes para evitar o escurecimento excessivo e manter as características nutricionais. A incorporação de concentrado de tomate com 18 a 36 oBrix, não é um método utilizado na fabricação de tomates secos, e foi um procedimento utilizado com o objetivo de melhorar a qualidade e aumentar o rendimento do processo de secagem. E ainda a utilização de ácidos fracos em soluções utilizadas em desidratação ou concentração osmótica representa uma alternativa de processamento brando. Os objetivos gerais desta pesquisa foram: avaliar e selecionar novas tecnologias e pré-tratamentos, visando melhorar a qualidade do produto final e também aumentar o rendimento e eficiência do processo de secagem de tomate para conserva; e definir e caracterizar a vida de prateleira do produto selecionado. Esta pesquisa definiu procedimentos que permitiram aumentar a eficiência e qualidade de um novo produto: tomates secos, embalados a vácuo com umidade intermediária e com segurança ao consumidor..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Professor Dr Roberto Hermínio Moretti - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 12
1998 - 2000
Secagem de tomate (Lycopersicon esculentum Mill): avaliação de parâmetros com base na qualidade final.

Descrição: Pesquisa desenvolvida durante o Mestrado em Engenharia Agrícola visando avaliar parâmetros que proporcionassem melhor qualidade do produto final. .
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissionalizante: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Marlene Rita de Queiroz - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 6
1995 - 1997
Resistência do Tomateiro à Raça 2 de Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici (Sacc.) Snyder e Hansen Tospovírus.

Descrição: Pesquisa de Iniciação Científica visando o Melhoramento Genético do tomateiro quanto a resistência à doença fusariose..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Integrante / Fernando Cézar Juliatti - Coordenador.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 3


Projetos de extensão


2005 - 2007
Capacitação para o Assentamento 12 de Outubro do Horto Vergel, Mogi Mirim, São Paulo, SP e de Pequenos Produtores de Baixa Renda em Municípios Vizinhos

Descrição: A proposta deste trabalho enquadra-se na transferência de tecnologia e métodos de processamento mínimo de hortaliças, secagem de ervas aromáticas e noções de administração rural, desenvolvidos na universidade, às famílias do Assentamento "12 de Outubro" do Horto Vergel, em Mogi Mirim, SP, que se caracterizam como segmentos da agricultura familiar. O objetivo é o de transferir conhecimento científico e tecnológico, por meio de capacitação (curso e treinamento) necessários às operações do processo para as famílias assentadas; promover o ensino científico e tecnológico de alunos utilizando os conhecimentos desenvolvidos dentro da Universidade Estadual de Campinas; promover a pesquisa aplicada de alunos e pesquisadores junto à comunidade atendida. Pretende-se assim, promover o desenvolvimento sócio-econômico por meio do acesso dos produtores agrícolas e suas organizações ao mercado, e também estimular a organização da comunidade para a comercialização, a partir da agregação de valor aos produtos de origem vegetal. Esta atividade visa contribuir para o combate à pobreza, para elevação da produtividade, qualidade e competitividade dos pequenos agricultores assentados, incrementando a renda das famílias rurais assentadas e proporcionando interação entre a sociedade e a universidade..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissionalizante: (0) / Doutorado: (3) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Irenilza de Alencar Naas - Integrante / Adriana Gomes de Menezes - Integrante / Valeria Comitre - Integrante / Maristela Simões do Carmo - Integrante / Maria Fernanda Furquim Bonetto - Integrante.
Financiador(es): Associação Tecnologia Para Todos - Cooperação / Ministério da Educação - Auxílio financeiro / Universidade Estadual de Campinas - Cooperação.


Projetos de desenvolvimento


2010 - 2011
Desenvolvimento de bebida de cana de açúcar pasteurizda

Descrição: Foi desenvolvido trabalho sobre Desenvolvimento de bebida de cana-de-açúcar em acidifica e pasteurizada em embalagens de vidro . Os objetivos deste trabalho foram: - Fornecer tecnologia base para produção em escala industrial de bebida de cana-de-açúcar; - Avaliação da bebida de cana-de-açúcar durante três meses de armazenamento em temperatura ambiente. O I. Descrição geral dos procedimentos de processamento da bebida de cana-de-açúcar; II. Otimização do tratamento térmico; III. Avaliação físico-química IV. Análise sensorial: Teste de aceitação sensorial da bebida de cana-de-açúcar desaerada e Avaliação de vida-de-prateleira V. Conclusões.
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / José Gasparino Filho - Integrante / Shirley Aparecida G. Berbari - Integrante.
2010 - Atual
Uso de mucilagem de café robusta como ingrediente para indústria de alimentos e bebidas: aproveitamento de resíduos e novos produtos de alto valor agregado

Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Ana Maria Rauen de Oliveira Miguel - Integrante / Adriana Barreto Alves - Integrante / IZABELA C. P. SOUSA - Integrante / Terezinha Salva - Integrante.
Financiador(es): FUNCAFE - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1
2009 - 2010
Anteprojeto para implantação de unidade industrial para processamento de açaí de Juçara.

Descrição: Pesquisa para desenvolver tecnologia piloto para extração e produção de polpa de Juçara..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador.
2009 - 2010
EFEITO DO TRATAMENTO TÉRMICO PARA DESCASCAMENTO NO TEOR DE AMIDO RESISTENTE E NAS CARACTERÍSTICAS REOLÓGICAS DA POLPA DE BANANA VERDE PASTEURIZADA

Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador.

Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2006 - 2007
Desenvolvimento de formulações de suco orgânico refrigerado

Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador.
2002 - 2002
Melhoria de processo de Minimanente processado

Descrição: Prestação de serviços para empresa produtora de minimamente processados e orientação de alunos. Melhoria dos procedimentos de higiene, linha de pordução. .
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissionalizante: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Paulo Henrique Santos - Integrante.
2002 - 2002
Manual de sanitização, otimização do processo produtivo e desenvolvimento de um novo produto - tomate seco embalado a vácuo

Descrição: Prestação de Serviços para pequena empresa produtora de tomate seco e orientação de aluno. Projeto firmado entre a Empresa Junior da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp - GEPEA e a unidade processadora de tomate seco Verdi. O porjeto apresentou os seguintes itens: Manual de Procedimentos imediatos e parciais para processamento de tomate seco; Lista de fornecedores de Sanitizantes e sua utilização; Análises físico-químicas do tomate seco Verdi; Procedimento utilizado para o processamento de tomate seco por desidratação osmótica. .
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissionalizante: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Bruna Mendes de Vasconcellos - Integrante.
Número de orientações: 1


Outros Projetos


2007 - 2008
AVALIAÇÃO DE DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE POLPAS EM MIX ORGÂNICO DE ACEROLA E MARACUJÁ ENRIQUECIDO COM POLPA DE BANANA VERDE

Descrição: O presente trabalho tem como objetivo a desenvolver e avaliar um néctar misto de Acerola (Malpighia sp) com Maracujá (Passiflora sp) enriquecido com polpa de banana (Musa sp) verde, aproveitando as propriedades funcionais de cada constituinte. O projeto de pesquisa será desenvolvido no Instituto de Tecnologia de Alimentos-Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Frutas e Hortaliças com colaboração do Departamento de Tecnologia de Alimentos, Laboratório de Frutas, Hortaliças, Bebidas e produtos açucarados da UNICAMP. Para tanto serão necessárias as seguintes etapas: 1. Etapa I - Caracterização das propriedades físico-químicas das matérias-primas: nesta fase serão avaliadas as amostras de polpa de acerola e maracujá. A polpa de banana verde será processada em planta piloto pois não há disponibilidade do produto no mercado, sendo que o processamento será baseado em técnica artesanal para obtenção de biomassa de banana verde. Serão realizadas as seguintes determinações para as três matérias-primas (polpas de acerola, maracujá e banana verde): Acidez total; Sólidos totais; Sólidos Solúveis; Açúcares totais e redutores; Ácido ascórbico; Cor instrumental; e pH;. 2. Etapa II - Processamento de bebida orgânica funcional e análise dos resultados. Para o processamento da bebida, testes preliminares serão realizados para determinar os parâmetros de pasteurização. Posteriormente serão processados onze diferentes néctares segundo delineamento composto rotacional central, com um ponto central a mais, baseado na Metodologia de Superfície de Resposta. As variáveis independentes serão: 1-Concentração de polpa de acerola e 2-Concentração de polpa de maracujá. Para a escolha das faixas experimentais basear-se-á em resultados obtidos a partir de ensaios preliminares na Fase I, visando permitir um equilíbrio entre sólidos solúveis e acidez ( Ratio ); 3. Etapa III - Análise Sensorial nas formulações selecionadas. A Análise sensorial dos atributos aparência, cor, odor e sabor através de Te.
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Flavio Luis Shimidt - Integrante / Patrícia Prati - Integrante / Rita de Cássia S.C. Ormenese - Integrante / Marcelo Prado - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2005 - 2007
Gerenciamento de projetos para transferência de tecnologia

Descrição: Atuação em gerenciamento de projetos para busca de recursos na TECHNALL-Associação Tecnologia para Todos. A TECHNALL - Organização Social e Civil de Interesse Público, é uma pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos. Com o objetivo de viabilizar a transferência de tecnologia para setores de desenvolvimento nacional e internacional nas ações sociais, públicas, ambientais e de gestão da qualidade, com inserção de profissionais e alunos nas ações a serem implantadas, favorecendo a sociedade..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissionalizante: (0) / Doutorado: (2) .

Integrantes: Gisele Anne Camargo - Coordenador / Irenilza de Alencar Naas - Integrante / Carmen Rainho Teixeira - Integrante / Adriana Gomes de Menezes - Integrante.

Número de produções C, T & A: 13


Membro de corpo editorial


2007 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas
2007 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Ciência Avícola / Brazilian Journal of Poultry Scienc
2006 - Atual
Periódico: Journal of the science of food and agriculture (Online)
2009 - Atual
Periódico: Revista Tecnologia e Inovação Agropecuária da série técnica APTA


Revisor de periódico


2012 - Atual
Periódico: Food and Bioprocess Technology (On Line)
2009 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas (UNICAMP)
2014 - Atual
Periódico: Agrária (Recife. Online)
2013 - Atual
Periódico: Journal of Food Engineering
2014 - Atual
Periódico: Brazilian Journal of Agricultural Sciences


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos.
2.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Tecnologia de Alimentos.
3.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Ciência de Alimentos/Especialidade: Química, Física, Fisico-Química e Bioquímica dos Alim. e das Mat-Primas Alimentares.
4.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Tecnologia de Alimentos/Especialidade: Tecnologia de Alimentos Dietéticos e Nutricionais.
5.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia.
6.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Engenharia Agrícola.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2005
Doutor em Tecnologia de Alimentos, UNICAMP.
2000
Mestre em Engenharia Agrícola - Tecnologia Pós Colheita, UNICAMP.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
CAMARGO, Gisele Anne2013CAMARGO, Gisele Anne ; MIELI, J. ; PRATI, P. ; ORMENESE, R. C. S. ; SHIMIDT ; Koon, A. ; GRILLO, S. L. . BEVERAGE OF ASSAI AND PASSION FRUIT WITH UNRIPE BANANA PULP. RETEC. Revista de Tecnologias (Ourinhos), v. 05, p. 80-92-92, 2013.

2.
CAMARGO, Gisele Anne2010 CAMARGO, Gisele Anne ; GRILLO, S. L. ; MIELI, J. ; MORETTI, Roberto Herminio . SHELF-LIFE OF PRE-TREATED DRIED TOMATO. FOOD AND BIOPROCESS TECHNOLOGY, v. 1, p. 1-16, 2010.

3.
VEIGA, Nadia Schiovan2010VEIGA, Nadia Schiovan ; CAMARGO, Gisele Anne ; AMENDOLA, Mariângela . Análise fuzzy do efeito da composição da solução osmóica nas propriedades de tomates. Biomatemática (UNICAMP), v. 20, p. 11-23, 2010.

4.
CAMARGO, Gisele Anne2009CAMARGO, Gisele Anne ; AMENDOLA, Mariângela ; VEIGA, Nadia Schiovan . Decision Support system for osmotic dehydration process of tomatoes. PROCEEDINGS 5TH INTERNACIONAL TECHNICAL SYMPOSIUM ON FOOR PROCESSING, v. 1, p. 1426-1429, 2009.

5.
CAMARGO, Gisele Anne2009CAMARGO, Gisele Anne ; MIELI, J. ; ORMENESE, R. C. ; SHIMIDT . Development of organic beverage made with assai and passion fruit and enriched with unripe banana pulp. Proceedings 5th INTERNACIONAL SYMPOSIUM ON FOOD PROCESSING, MONITORING TECHNOLOGY IN BIOPROCESS AND FOOD QUALITY MANAGEMENT, v. 1, p. 953-958, 2009.

6.
PRATI, P.2008PRATI, P. ; CAMARGO, Gisele Anne . CHARACTERISTICS OF SUGARCANE JUICE AND YOUR INFLUENCE IN THE BEVERAGE STABILITY. Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas (UNICAMP), v. 2, p. 037-044, 2008.

7.
CAMARGO, Gisele Anne2008CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Herminio . Behavior of lycopene, ascorbic acid and color in shelf-life of dried tomato pre-treated by osmotic dehydration and antioxidant application in vacuum packing. Proceedings: International Conference of Agricultural Engineering/XXXVII Brazilian Congress Agricultural Engineering/Internacional Livestock (ILES VII, v. CD-Roo, p. 1-5, 2008.

8.
CAMARGO, Gisele Anne2008CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Herminio . Sensory quality of dried tomato pre-treated by osmotic dehydration, antioxidant application and addition of tomato concentrate. Proceedings: International Conference of Agricultural Engineering/XXXVII Brazilian Congress Agricultural Engineering/International Livestock (ILES VII, v. 1, p. 1-5, 2008.

9.
CAMARGO, Gisele Anne2008CAMARGO, Gisele Anne ; CONSOLI, L. . Study of methodology for determination of heavy metals and minerals in juices by x-ray fluorescence. Proceedings: International Conference of Agricultural Engineering/XXXVII Brazilian Congress Agricultural Engineering/International Livestock (ILES VII, v. 1, p. 1-5, 2008.

10.
CAMARGO, Gisele Anne2008CAMARGO, Gisele Anne ; Sassaki, E. K. ; PRATI, P. ; Koon, A. ; ORMENESE, R. C. S. . Avaliação de diferentes concentrações de polpas em néctar misto orgânico de acerola e maracujá enriquecido com polpa de banana verde. Anais do XXI Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos (XXI CBCTA) e o XV Seminário Latino-Americano e do Caribe de Ciência e Tecnolog, v. 1, p. 1-5, 2008.

11.
CAMARGO, Gisele Anne2007 CAMARGO, Gisele Anne ; QUEIROZ, Marlene Rita de ; HAJ-ISA, N. . Avaliação da Qualidade de Tomate Seco em Conserva. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental (Online), v. 11, p. 521-526, 2007.

12.
Baracho2007Baracho ; CAMARGO, Gisele Anne ; LIMA ; MENTEM ; MOURA, Daniella Jorge de ; MOREIRA ; NAAS, Irenilza de Alencar . Variables impacting poultry meat quality from production to pre-slaugther: A review. Revista Brasileira de Ciência Avícola / Brazilian Journal of Poultry Science, v. 8, p. 201-212, 2007.

13.
CAMARGO, Gisele Anne2007CAMARGO, Gisele Anne . Bebidas e alimentos orgânicos e funcionais: perspectivas e oportunidades de mercado. Anualpec (São Paulo), v. 1, p. 20-24, 2007.

14.
CAMARGO, Gisele Anne2007CAMARGO, Gisele Anne ; CONSOLI, L. ; LELIIS, I. C. S. ; MIELI, J. ; Sassaki, E. K. . BEBIDAS NATURAIS DE FRUTAS PERPECTIVAS DE MERCADO, COMPONENTES FUNCIONAIS E NUTRICIONAIS. Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas (UNICAMP), v. 01, p. 181-195, 2007.

15.
MOURA, Daniella Jorge de2006MOURA, Daniella Jorge de ; NAAS, Irenilza de Alencar ; PEREIRA ; SILVA, R. B. T. R. ; CAMARGO, Gisele Anne . Animal welfare concepts and strategy for poultry production: a review. Revista Brasileira de Ciência Avícola / Brazilian Journal of Poultry Science, v. 8, p. 143-154, 2006.

16.
CAMARGO, Gisele Anne2005CAMARGO, Gisele Anne . Protocolos Internacionais de Exportação para Frutas e Vegetais. Agrianual (São Paulo), Artigos técnicos, v. 1, n.1, p. 20-25, 2005.

17.
CAMARGO, Gisele Anne2005CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Hermínio ; TAVARES, Paulo Eduardo . Tomato pre-treated by osmotic dehydration.. Journal of the Science of Food and Agriculture, On line, v. 2, p. 5, 2005.

18.
CAMARGO, Gisele Anne2004CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Hermínio ; LEDO, Carlos A S . Quality of Dried Tomato Pre-Treated by osmotic dehydration, antioxidant application and addtion os tomato concentrate. Journal of Agricultural and Food Chemistry, Campinas, v. C, p. 2207-2215, 2004.

19.
CAMARGO, Gisele Anne2003CAMARGO, Gisele Anne . Processo Produtivo de Tomate Seco: Novas Tecnologias-Manual Técnico. Tomates Faculdade de Engenharia Agrícola Site, http://www.agr.unicamp.br/, v. 1, p. 1-6, 2003.

20.
CAMARGO, Gisele Anne2002CAMARGO, Gisele Anne . Perdas Pós-Colheita de Verduras e Frutas Frescas. Agrianual (São Paulo), impresso, v. 1, n.1, p. 41-45, 2002.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
NAAS, Irenilza de Alencar ; CAMARGO, Gisele Anne ; MENEZES, Adriana Gomes de ; TEIXEIRA, Carmen Rainho . MANUAL DE ELABORAÇÃO DE PROJETO. Campinas: Irenilza de Alencar Naas, 2006. v. 1. 37p .

2.
CAMARGO, Gisele Anne . Boas Práticas e Legislação para Alimentos-Abordagem Prática. 1. ed. Campinas: Associação tecnologia para todos TECHNALBR e Centro de Tecnologia/UNICAMP, 2006. v. 1. 32p .

3.
CAMARGO, Gisele Anne . Processamento Mínimo de Frutas e Vegetais. 1. ed. Campinas: Associação Tecnologia para Todos e Centro de Tecnologia-UNICAMP, 2006. v. 1. 41p .

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
CAMARGO, Gisele Anne . Bebidas Naturais - O bom pode ficar melhor. Revista Metrópole, Campinas-SP, p. 1 - 1, 23 dez. 2007.

2.
CAMARGO, Gisele Anne . ITAL CRIA GRUPO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, COM INSTITUIÇÕES EXTERNAS. Apta-Notícias, Campinas-SP, p. 1 - 1, 08 nov. 2007.

3.
CAMARGO, Gisele Anne . Rodada de Negócios Metropolitana 2004 - Sebare/SP. Boletim Rural, Campinas, p. 4 - 4, 01 nov. 2004.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FERRAZ JUNIOR, A. F. ; CAMARGO, Gisele Anne ; GARCIA, A. O. ; OLIVEIRA, L. M. ; BERBARI, S. A. G. . ESTABILIDADE DE SMOOTHIE DE FRUTAS TROPICAIS E VERMELHAS DURANTE ARMAZENAMENTO EM EMBALAGENS FLEXÍVEIS. In: VII Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica CIIC 2013, 2013, Campinas. Anais-CIIC 2013. Campinas: ITAL, 2013. v. 1. p. 1-8.

2.
CAMARGO, Gisele Anne ; SOUSA, I. C. P. ; Miguel, A M R O ; ALVES, A. B. ; Salva, T. . Physico-chemical Characterization of The Waste Produced by Mechanical Pulping of Robusta Coffee. In: 24th Conference Inatenational od Science Coffee - ASIC2012, 2012, São José. ASIC 2012 - program and Abstracts, 2012.

3.
Goulart, B. ; CAMARGO, Gisele Anne ; SOUSA, I. C. P. ; ALVES, A. B. ; Miguel, A M R O . CARACTERIZAÇÃO DO RESÍDUO DO CAFÉ ROBUSTA PARA USO COMO INGREDIENTE NA INDÚSTRIA. In: 6º Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica - CIIC 2012, 2012, Jaguariúna. CIIC 2012. Campinas: EMBRAPA/ITAL, 2012.

4.
SOUSA, I. C. P. ; CAMARGO, Gisele Anne ; BERBARI, S. A. G. ; Moura, S. S . TESTE DE ACEITAÇÃO E QUALIDADE DE BEBIDA DE CANA-DE-AÇÚCAR PASTEURIZADA. In: Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica - CIIC 2011, 2011, Campinas. Anais do CIIC 2011 - Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica. Campinas: IAC/ITAL/EMBRAPA, 2011. v. 1. p. 1-6.

5.
CAMARGO, Gisele Anne ; MIELI, J. ; ORMENESE, R. C. ; SHIMIDT . Development of organic beverage made with assai and passion fruit and enriched with unripe banana pulp. In: 5th Internacional Technical Symposium on Foode Processing, Monitoring Technology in Bioprocess and Food Quality Management, 2009, Potsdam. Proceedings 5th Internacional technical symposium on food processing. POTSDAM: ATB, 2009. v. 1. p. 1426-1429.

6.
CAMARGO, Gisele Anne . Bebidas funcionais: inovação, tecnologia e componentes para o mercado popular. In: Workshop Técnico Bebidas para Mercado Pupular, 2008, São Paulo. Bebidas para Mercado Popular. São Paulo: ABEA, 2008. v. 1. p. 1-1.

7.
CAMARGO, Gisele Anne ; MIELI, J. . ESTUDO DE CARACTERÍSTICAS FISICO-QUÍMICA E SENSORIAL DE BEBIDA ORGÂNICA E FUNCIONAL DE AÇAÍ E MARACUJÁ ENRIQUECIDA COM POLPA DE BANANA VERDE. In: XVI Congresso Interno de Iniciação Científica da Unicamp 2008, 2008, Campinas. Anais XVI Congresso Interno de Iniciação Científica da Unicamp 2008, 2008.

8.
CAMARGO, Gisele Anne ; LELIIS, I. C. S. . ESTUDO DE CARACTERÍSTICAS FISICO-QUIMA E SENSORIAL DE BEBIDA ORGÂNICA E FUNCIONAL DE AÇAÍ E MARACUJÁ ENRIQUECIDA COM POLPA DE BANANA VERDE. In: XVI Congresso Interno de Iniciação Científica da Unicamp 2008, 2008, Campinas. Anais: XVI Congresso Interno de Iniciação Científica da Unicamp 2008, 2008.

9.
CAMARGO, Gisele Anne ; CONSOLI, L. . QUALIDADE DE BEBIDAS ORGÂNICAS DE FRUTAS E HORTALIÇAS. In: XVI Congresso Interno de Iniciação Científica da Unicamp 2008, 2008, Campinas. Anais: XVI Congresso Interno de Iniciação Científica da Unicamp 2008, 2008.

10.
CAMARGO, Gisele Anne . Market Outlook for Functional, Organic and Premium Drinks. In: Juice Latin America 2007, 2007, São Paulo. Juice Latin America 2007. São Paulo: DCI, 2007. v. 1.

11.
CAMARGO, Gisele Anne . Tecnologia e qualidade de frutas em conserva. In: 26a Semana de Engenharia de Alimentos, 2007, Campinas. Palestras e Cursos - 26a semana de engenharia de alimentos, 2007.

12.
NAAS, Irenilza de Alencar ; CAMARGO, Gisele Anne ; MENEZES, Adriana Gomes de . Manual de elaboração de projetos. In: 1º Encontro de Prefeitos: Desenvolvimento de Projetos do Agronegócio, 2006, Campinas. Manual de elaboração de projetos. Campinas: Irenilza de Alencar Naas, 2006. v. 1.

13.
CAMARGO, Gisele Anne ; QUEIROZ, Marlene Rita de . Secagem de Tomate: Parâmetros que influenciam a qualidade final. In: Whorkshop-Tonate na Unicamp, 2003, Campinas. Anais do Whorkshop - Tomate na Unicamp - Pesquisas e Perspectivas, 2003.

14.
CAMARGO, Gisele Anne ; AMENDOLA, Mariângela . Simulação Numérica do Processo de Secagem de tomates. In: XXVII Congresso Nacional de Matemática Aplicada e Computacional, 1999, Santos. Resumo das Comunicações, 1999. v. 1. p. 121-124.

15.
CAMARGO, Gisele Anne ; QUEIROZ, Marlene Rita de . Curvas Experimentais de Secagem de Tomate, variedade Debora Plus, em duas temperaturas e pré-tratamento com sal e açúcar. In: XVIII Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola, 1999, Pelotas. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola, 1999.

16.
CAMARGO, Gisele Anne ; QUEIROZ, Marlene Rita de . Avaliação de parâmetros químicos de tomates para secagem. In: XVIII Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola, 1999, Pelotas. Anais - XVIII Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola, 1999.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
GRILLO, S. L. ; CAMARGO, Gisele Anne . Avaliação da vida de prateleira, caracterísiticas reológicas e teor de amido resistente em néctar orgânico misto de acerola e maracujá enriquecido com polpa de banana verde. In: XVII Congresso Intereno de Iniciação Cinetífica da UNICAMP, 2009, Campinas. PIBIC 2009 UNICAMP. Campinas: UNICAMP, 2009.

2.
CONSOLI, L. ; CAMARGO, Gisele Anne ; LELIIS, I. C. S. ; BERAJANO, J. M. Z. ; SHIMIDT . STUDY OF METHODOLOGY FOR DETERMINATION OF HEAVY METALS AND MINERALS IN JUICES BY X-RAY FLUORESCENCE. In: INTERNATIONAL CONFERENCE OF AGRICULTURAL ENGINEERING, 2008, Foz do Iguaçu. Anais: INTERNATIONAL CONFERENCE OF AGRICULTURAL ENGINEERING, 2008.

3.
CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Herminio . SENSORY QUALITY OF DRIED TOMATO PRE-TREATED BY OSMOTIC DEHYDRATION, ANTIOXIDANT APPLICATION AND ADDITION OF TOMATO CONCENTRATE. In: INTERNATIONAL CONFERENCE OF AGRICULTURAL ENGINEERING, 2008, Foz do Iguaçu. Anais: INTERNATIONAL CONFERENCE OF AGRICULTURAL ENGINEERING, 2008.

4.
CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Herminio . BEHAVIOR OF LYCOPENE, ASCORBIC ACID AND COLOR IN SHELF-LIFE OF DRIED TOMATO PRE-TREATED BY OSMOTIC DEHYDRATION AND ANTIOXIDANT APPLICATION IN VACUUM PACKING. In: INTERNATIONAL CONFERENCE OF AGRICULTURAL ENGINEERING, 2008, Foz do Iguaçu. Anais: INTERNATIONAL CONFERENCE OF AGRICULTURAL ENGINEERING, 2008.

5.
MENEZES, Adriana Gomes de ; NAAS, Irenilza de Alencar ; CAMARGO, Gisele Anne . Capacitação para processamento de vegtais em ambiente minimamente construído. In: SIMCRA 2006, 2006, CAMPINAS. SIMCRA 2006 - RESUMOS, 2006.

6.
CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Hermínio . O uso de açúcar invertido e sal na concentração osmótica de tomate seco. In: XVIII Congresso Brasileiro de Ciência e tecnologia de Alimentos, Integração Pesquisa Indústria, 2002, Porto Alegra. Anais XVIII CBCTA. Porto Alegre: UFRGS, 2002.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
ORMENESE, R. C. S. ; CIPOLLI, K. ; GARCIA, A. O. ; MARTON, G. ; OKAZAKI, M. ; CAMARGO, Gisele Anne . New fruit product for school meals: Acceptability of children. In: 10th Pangborn Sensory Science Symposium, 2013, Rio de Janeiro. Pangborn 2013. Paris: Elsevier, 2013. v. 1. p. 1-1.

2.
ORMENESE, R. C. S. ; CIPOLLI, K. ; GARCIA, A. O. ; CAMARGO, Gisele Anne . Comparison between adult and children acceptability of a new product for children consumption. In: 10th Pangborn Sensory Science Symposium, 2013, Rio de Janeiro. Pangborn 2013. Paris: Elsevier, 2013. v. 1. p. 1-1.

3.
CAMARGO, Gisele Anne . ACEITABILIDADE DE DIFERENTES EDULCORANTES EM SMOOTHIE DIET DE AÇAÍ E MARACUJÁ ENRIQUECIDO COM POLPA DE BANANA VERDE. In: Slaca 2011, 2011, Campinas. Anais do SLACA 2011. Campinas: UNICAMP, 2011.

4.
Moura, S. S ; TAVARES, Paulo Eduardo ; GERMER, S. P. M. ; CAMARGO, Gisele Anne ; ALVES, A. B. . CARACTERIZAÇÃO E ACEITABILIDADE DE BARRA DE BANANA E AÇAÍ DIET E RICA EM FIBRAS. In: Slaca 2011, 2011, Campinas. Anais do Slaca 2011. Campinas: UNICAMP, 2011.

5.
MIELI, J. ; CAMARGO, Gisele Anne . Avaliação da vida de prateleira, caracterísiticas reológicas de suco e smoothie de açaí e maracujá enriquecido com polpa de banana verde. In: XVII Congresso Intereno de Iniciação Cinetífica da UNICAMP, 2009, Campinas. PIBIC 2009 UNICAMP. Campinas: UNICAMP, 2009.

6.
CONSOLI, L. ; CAMARGO, Gisele Anne . Desenvolvimento de metodologia rápida para determinação de metais em polpas e sucos orgânicos e convencionais por fluorescência de raio-x. In: XVII Congresso Intereno de Iniciação Cinetífica da UNICAMP, 2009, Campinas. PIBIC 2009 UNICAMP. Campinas: UNICAMP, 2009.

7.
CAMARGO, Gisele Anne ; VEIGA, Nadia Schiovan ; AMENDOLA, Mariângela . Uso da teoria dos conjuntos fuzzy para a análise do efeito da concentração de sal e de ácido cítrico na obtenção de tomate seco osmoticamente tratado. In: XXX CNMAC Congresso Nacional de Matemática Aplicada e Computacional de 2007, 2007, Florianópolis. Anais XXX CNMAC. Florianópilis: UFSC, 2007. v. 1. p. 1-1.

8.
VEIGA, Nadia Schiovan ; AMENDOLA, Mariângela ; CAMARGO, Gisele Anne . Uso da teoria Fuzzy para análise do efeito da concentração de sal (NaCl) e ácido cítrico na obtenção de tomate seco osmoticamente tratado. In: XV Congresso interno de Iniciação Científica, 2007, Campinas. Anais-XV Congresso interno de Iniciação Científica. Campinas: UNICAMP, 2007. v. 1. p. 1-1.

9.
CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Herminio ; HAJ-ISA, N. . Avaliação da Concentração de sal e ácido cítrico no pré-tratamento osmótico de tomate seco. In: 7o Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos, 2007, Campinas. 7o Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos. Campinas: Unicamp/FEA/SBCTA, 2007. v. 1. p. 1-1.

10.
CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Herminio . Caracterização e reutilização da solução de açúcares, sal e ácido em pré-tramento osmótico de tomate seco. In: 7o Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos, 2007, Campinas. 7o Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos. Campinas: UNICAMP/FEA/SBCTA, 2007. v. 1. p. 1-1.

11.
VEIGA, Nadia Schiovan ; CAMARGO, Gisele Anne ; AMENDOLA, Mariângela . Uso da teoria dos conjuntos fuzzy para a análise do efeito da concentração de sal e de ácido cítrico na obtenção de tomate seco osmoticamente tratado - Parte 2. In: Congresso da Sociedade Latino Americana de Biologia Matemática/Congreso de la Sociedad Latinoamericana de Biología Matemática/XIV CLAB - IX ELAEM, 2007, Campinas. XIV CLAB - IX ELAEM. Campinas: Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica - UNICAMP, 2007. v. 1. p. 1-1.

12.
CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Herminio ; LEDO, Carlos . Sorptiom isotherms and quality of the dried tomato processes with osmotic dehydration, antioxidant application and tomato triple concentrate addtion. In: 16th Internacional Congress of Chemical and Process Engeneering-CHISA, 2004, Praga. CD-Room/Internet, 2004.

13.
CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Hermínio ; LICCIARDO, Ricardo . Comportamento do Licopeno e Vitamina C na Desidratação Osmótica de Tomate como pré-tratamento. In: IV Brazilian Meeting on Chemestry os Food and Beverages, 2002, Campinas. Anais - IV Brazilian Meeting on Chemestry os Food and Beverages, 2002.

14.
CAMARGO, Gisele Anne ; QUEIROZ, Marlene Rita de . Secagem de tomate, variedade Rio Grande: Estudo de parâmetros com base na qualidade final. In: XVII Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos, Alimentos para o Terceiro Milênio, 2000, Fortaleza. Livro de resumos. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 2000. v. 2. p. 6.123.

15.
CAMARGO, Gisele Anne . Secagem de tomate (Lycipersicum esculentum Mill) com base na qualidade do produto final. In: 1o workshop Científico de Pós-graduandos da UNICAMP, 1998, Campinas. Anais 1o Encontro de Pós-Graduandos-UNICAMP. Campinas: APG, 1998.

16.
CAMARGO, Gisele Anne ; JULIATTI, Fernando Cézar ; BATISTA, Paula Santana ; SILVA, Oneide A ; TAKATA, S M S ; FARIA, V R C A . Avaliação de acessos de tomateiro à raça 1 e 2 de Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici. In: XXX Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1997, Poços de Caldas. Revista Fitopatologia Brasileira, 1997. v. 22. p. 253.

17.
CAMARGO, Gisele Anne ; BATISTA, Paula Santana ; JULIATTI, Fernando Cézar ; TAKATA, S M S ; FARIA, V R C A . Obtenção de linhagens de tomateiro resistentes à Tospovírus. In: XXX Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1997, Poços de Caldas. Revista Fitopatologia Brasileira, 1997. v. 22. p. 331.

Apresentações de Trabalho
1.
CAMARGO, Gisele Anne ; Goulart, B. ; SOUSA, I. C. P. ; ALVES, A. B. . Componentes bioativos em resíduo do despolpamento de clones de café Robusta. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
CAMARGO, Gisele Anne ; SILVA, V. S. N. . Tratamento térmico para descascamento na produção de polpa de banana verde: efeitos no teor de amido resistente. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
CAMARGO, Gisele Anne . Inovações em Bebidas. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
MOURA, S. C. S. ; PACHECO, M. T. B. ; SIMOES, G. S. G. S. ; RUFFI, C. C. G. ; CAMARGO, Gisele Anne . PREPARATION OF DIET ASSAI-FILLED COOKIE. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
CAMARGO, Gisele Anne ; CONSOLI, L. ; MOURA, S. C. S. . SUSTAINABLE DEVELOPMENT OF THE PULP PALM JUSSARA: EFFECTS OF THE TYPE OF PULP EXTRACTION AND PASTEURIZATION IN FINAL PRODUCT QUALITY. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
SOUSA, I. C. P. ; CAMARGO, Gisele Anne ; BERBARI, S. A. G. ; Moura, S. S . TESTE DE ACEITAÇÃO E QUALIDADE DE BEBIDA DE CANA-DE-AÇÚCAR PASTEURIZADA. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
CAMARGO, Gisele Anne ; MIELI, J. ; TAVARES, Paulo Eduardo ; MOURA, Daniela Jorge de ; ORMENESE, R. C. S. . ACEITABILIDADE DE DIFERENTES EDULCORANTES EM SMOOTHIE DIET DE AÇAÍ E MARACUJÁ ENRIQUECIDO COM POLPA DE BANANA VERDE. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

8.
Moura, S. S ; TAVARES, Paulo Eduardo ; GERMER, S. P. M. ; CAMARGO, Gisele Anne ; ALVES, A. B. . CARACTERIZAÇÃO E ACEITABILIDADE DE BARRA DE BANANA E AÇAÍ DIET E RICO EM FIBRAS. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

9.
CAMARGO, Gisele Anne ; AMENDOLA, Mariângela ; VEIGA, Nadia Schiovan . DECISION SUPPORT SYSTEM FOR OSMOTIC DEHYDRATION PROCESS OF TOMATOES. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

10.
CAMARGO, Gisele Anne . Bebidas funcionais: Mercado, Componentes, Tecnologia, Legislação e Inovação. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Herminio . BEHAVIOR OF LYCOPENE, ASCORBIC ACID AND COLOR IN SHELF LIFE OF DRIED TOMATO PRE-TREATED BY OSMOTIC DEHYDRATION AND ANTIOXIDANT APPLICATION IN VACUUM PACKING. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
CONSOLI, L. ; CAMARGO, Gisele Anne ; LELIIS, I. C. S. ; SHIMIDT . STUDY OF METHODOLOGY FOR DETERMINATION OF HEAVY METALS AND MINERALS. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Herminio . SENSORY QUALITY OF DRIED TOMATO PRE-TREATED BY OSMOTIC DEHYDRATION, ANTIOXIDANT APPLICATION AND ADDITION OF TOMATO CONCENTRATE. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
CAMARGO, Gisele Anne ; MIELI, J. . Estudo de características fisico-quimica e sensorial de bebida orgânica e funcional de açaí e maracujá enriquecida com polpa de banana verde. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
CAMARGO, Gisele Anne ; LELIIS, I. C. S. . Estudo de características fisico-quimica e sensorial de bebida orgânica e funcional de açái e maracujá enriquecida com polpa de banana verde. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
CAMARGO, Gisele Anne ; CONSOLI, L. . Qualidade de bebidas orgânicas de frutas e hortaliças. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
CAMARGO, Gisele Anne . Frutas em conserva: tecnologia e qualidade. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
CAMARGO, Gisele Anne . Market Outlook for Functional, Organic and Premium Drinks. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
CAMARGO, Gisele Anne . Bebidas naturais de frutas: perspectivas e mercado. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

20.
MENEZES, Adriana Gomes de ; NAAS, Irenilza de Alencar ; CAMARGO, Gisele Anne . Capacitação para processamento de vegtais em ambiente minimamente construído. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

21.
CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Herminio ; FAVORETTO, Maria Rosália da Silva . Aceitação do consumidor e qualidade do tomate seco desidratado osmoticamente. 2003. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

22.
CAMARGO, Gisele Anne ; QUEIROZ, Marlene Rita de . Secagem de Tomate: Parâmetros que influenciam a qualidade final. 2003. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

23.
CAMARGO, Gisele Anne . Manual Técnico - Processo Produtivo de Tomate Seco: Novas Tecnologias. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Herminio ; LICCIARDO, Ricardo . O uso de açúcar invertido e sal na desidratação osmótica de tomate seco. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Hermínio ; LICCIARDO, Ricardo . Comportamento do Licopeno e Vitamina C na Desidratação Osmótica de Tomate como pré-tratamento. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

26.
CAMARGO, Gisele Anne ; QUEIROZ, Marlene Rita de . Secagem de tomate, variedade Rio Grande: Estudo de Parâmetros com base na qualidade final. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

27.
CAMARGO, Gisele Anne ; QUEIROZ, Marlene Rita de . Avaliação de parâmetros químicos de tomates para secagem. 1999. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

28.
CAMARGO, Gisele Anne ; QUEIROZ, Marlene Rita de . Curvas Experimentais de Secagem de Tomate, variedade Debora Plus, em duas temperaturas e pré-tratamento com sal e açúcar. 1999. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

29.
CAMARGO, Gisele Anne ; AMENDOLA, Mariângela . Simulação Numérica do Processo de Secagem de tomates. 1999. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

30.
CAMARGO, Gisele Anne ; BATISTA, Paula Santana ; JULIATTI, Fernando Cézar ; TAKATA, S M S ; SILVA, Oneide A . Obtenção de linhagens de tomateiro resistentes à Tospovírus. 1997. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

31.
CAMARGO, Gisele Anne ; BATISTA, Paula Santana ; JULIATTI, Fernando Cézar ; TAKATA, S M S ; SILVA, Oneide A . Avaliação de acessos de tomateiro à raça 1 e 2 de Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici. 1997. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
CAMARGO, Gisele Anne . Plano Estratégico e Metas da FZEA-USP. Pirassununga: FZEA-USP, 2006 (Plano Estratégico).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
CAMARGO, Gisele Anne ; BERBARI, S. A. G. . Desenvolvimento de bebida de cana-de-açúcar em acidificada e pasteurizada em embalagens de vidro. 2011.

2.
CAMARGO, Gisele Anne ; NISIDA, A. ; TOCCHINI, R. P. ; FILHO, J. G . Desenvolvimento de néctar de lichia em garrafas de vidro.. 2010.

3.
CAMARGO, Gisele Anne ; BERBARI, S. A. G. ; FILHO, J. G . Desenvolvimento de suco de milho acondicionado em embalagens assépticas.. 2010.

4.
CAMARGO, Gisele Anne ; PRATI, P. ; FILHO, J. G . DESENVOLVIMENTO DE BEBIDA DE CANA-DE-AÇÚCAR E AVALIAÇÃO DE VIDA DE PRATELEIRA. 2009.

5.
CAMARGO, Gisele Anne ; BERBARI, S. ; FILHO, J. G . DESENVOLVIMENTO DE POLPA DE MILHO CONGELADA E LAY-OUT DE FÁBRICA. 2009.

6.
CAMARGO, Gisele Anne ; FILHO, J. G . PRODUÇÃO DE SUCO MISTO DE JABUTICABA. 2009.

7.
CAMARGO, Gisele Anne ; FILHO, J. G . PRODUÇÃO DE SUCO E ÓLEO DE LIMÃO. 2008.

8.
CAMARGO, Gisele Anne ; TOCCHINI, R. P. . DESENVOLVIMENTO DE SUCO MISTO DE JABUTICABA, GRAVIOLA, MORANGO, MARACUJÁ SEM ADIÇÃO DE AÇÚCAR E CONSERVANTES. 2008.

9.
CAMARGO, Gisele Anne . Controle de Temperatura ambiente em pordução de frango de corte. 2005.

Produtos tecnológicos
1.
CAMARGO, Gisele Anne ; BERBARI, S. A. G. . Bebida de caldo de cana acidificado e pasteurizado em garrafas de vidro. 2011.

2.
CAMARGO, Gisele Anne ; MIELI, J. . FORMULAÇÃO E ESTUDO DE VIDA-DE-PRATELEIRA DE SMOOTHIE DIET DE AÇAÍ E MARACUJÁ ENRIQUECIDO COM POLPA DE BANANA VERDE. 2011.

3.
CAMARGO, Gisele Anne ; BERBARI, S. A. G. . Suco de milho produzido em envase asséptico. 2010.

4.
CAMARGO, Gisele Anne ; NISIDA, A. . Desenvolvimento de néctar de lichia em garrafas de vidro. 2010.

5.
CAMARGO, Gisele Anne ; GRILLO, S. L. ; SILVAM L. B. . Desenvolvimento de néctar de maracujá e acerola com polpa de banana verde. 2010.

6.
CAMARGO, Gisele Anne ; MIELI, J. . Smoothie de açaí e maracujá com banana verde. 2009.

7.
CAMARGO, Gisele Anne ; GRILLO, S. L. . Néctar de acerola e maracujá enriquecido com polpa de banana verde. 2009.

8.
CAMARGO, Gisele Anne ; BERBARI, S. A. G. . Tecnologia de produção de polpa de milho verde congelada para uso em preparos alimetícios diversos. 2009.

9.
CAMARGO, Gisele Anne . Desenvolvimento de polpa da palmeira Juçara: processo produção indutrial. 2009.

10.
CAMARGO, Gisele Anne . Suco misto de jabuticaba e 5 frutas sem conservantes e adição de sacarose. 2008.

11.
CAMARGO, Gisele Anne ; PRATI, P. . Bebida caldo de cana em envase asséptico. 2008.

12.
CAMARGO, Gisele Anne . Tecnologia de produção industrial de polpa acidificada e pasteurizada de banana verde. 2008.

Processos ou técnicas
1.
CAMARGO, Gisele Anne ; BERBARI, S. A. G. ; Luques, R. T. . Desaeração e envase de bebida de cana acidificada pasteurizada. 2012.

2.
CAMARGO, Gisele Anne . Desaeração de caldo de cana para produção de bebida pronta para consumo. 2012.

3.
CAMARGO, Gisele Anne ; FILHO, J. G ; TOCCHINI, R. P. ; NISIDA, A. . Tecnologia de acidificação e pasteurização de polpa de banana verde. 2009.

4.
CAMARGO, Gisele Anne ; PRATI, P. ; FILHO, J. G . Tecnologia de envase asséptico de caldo de cana. 2009.

5.
CAMARGO, Gisele Anne . Desenvolvimento de suco de jabuticaba com 5 frutas sem açúcar e conservantes. 2008.

6.
CAMARGO, Gisele Anne . Novas Tecnologias e Pré-Tratamentos: tomate seco embalado á vácuo. 2005.

Trabalhos técnicos
1.
CAMARGO, Gisele Anne ; FILHO, J. G . Anteprojeto para implantação de unidade industrial para processamento de açaí de Juçara.. 2010.

2.
CAMARGO, Gisele Anne . Manual Técnico - Processo Produtivo de Tomate Seco: Novas Tecnologias. 2003.


Demais tipos de produção técnica
1.
CAMARGO, Gisele Anne ; FILHO, J. G ; BERBARI, S. A. G. . Produção de bebida de cana de açúcar acidificada. 2012. (Transferência de Tecnologia para o Setor Produtivo ou para o Setor Público).

2.
CAMARGO, Gisele Anne . Aspectos Tecnológicos e Microbiológicos em suco de laranja: Higienização em insdústrias de suco de laranja. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
CAMARGO, Gisele Anne . Curso de Desenvolvimento de Bebidas Funcionais. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
NAKAMURA, Angela Satie Takeya ; CAMARGO, Gisele Anne . Desenvolvimento de formulação de bebida orgânica de frutas refrigerada - Parte I. 2007. (Relatório de pesquisa).

5.
CAMARGO, Gisele Anne ; SHIMIDT . Processamento de sucos e Néctares. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

6.
CAMARGO, Gisele Anne . Tecnologia de cacau e chocolate. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
CAMARGO, Gisele Anne ; NAAS, Irenilza de Alencar . Capacitação para o Assentamento 12 de Outubro do Horto Vergel, Mogi Mirim, São Paulo, SP e de Pequenos Produtores de Baixa Renda em Municípios Vizinhos. 2006. (Relatório de pesquisa).

8.
CAMARGO, Gisele Anne ; MORETTI, Roberto Herminio . Novas tecnologias e pré-tratamentos de tomate seco embalado á vácuo. 2004. (Relatório de pesquisa).

9.
CAMARGO, Gisele Anne ; QUEIROZ, Marlene Rita de . Secagem de tomate (Lycopersicon esculentum Mill): avaliação de parâmetros com base na qualidade final.. 2000. (Relatório de pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
HUBINGER, M. D.; VIEIRA, G. S.; CAMARGO, Gisele Anne. Participação em banca de Gláucia Santos Vieira. Desidratação osmótica e Avaliação do uso de pulso de vácuo e sais de cálcio nas características estruturais e de qualidade de goiabas. 2010. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas.

Teses de doutorado
1.
CAMARGO, Gisele Anne; SHIMIDT; RAGHAVAN, V. G. S.; CUNHA, R. L.; BERTO, M. I.. Participação em banca de Valquíria Ros Polski. Desenvolvimento de Reômetro capilar Pressurizado e Otimização do Tratamento Térmico de Fluidos a Altas Temperaturas. 2011. Tese (Doutorado em Tecnologia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas.

2.
QUEIROZ, Marlene Rita de; Kieckbusch, Theo Guenter; Menezes, Hilary Castle; Mauro, Maria Aparecida; TELIS, V. R. N.; CAMARGO, Gisele Anne. Participação em banca de Silvia Pimentel Marconi Germer. Cultivares, Variáveis de processo, reuso do xarope de sacarose e viabilidade econômica da pré-secagem osmótica de pêssegos. 2010. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
Mirian Dupas Hubinger; PARK, Kil Jin; CAMARGO, Gisele Anne; FERREIRA, Marcos David; RODRIGUES, Leila Mendes Pereira. Participação em banca de Crishiane Caroline Ferrari. Avaliação do emprego da desidratação osmótica e de coberturas comestíveis de pectina na estrututa celular e na qualidade de melão minimamente processado. 2009. Tese (Doutorado em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
CAMARGO, Gisele Anne; PINTO, P. M.; SOUZA, A. D.. CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTE DA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE MOGI DAS CRUZES DO CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA - PROCESSO CEETEPS Nº 5274/2013. 2013.

2.
MUCOUCAH, F. J.; CAMARGO, Gisele Anne; -, M. V. F.. CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTE DA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE MOGI DAS CRUZES DO CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA - PROCESSO CEETEPS Nº 2550/2009.. 2009. Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza.

Outras participações
1.
ROSENTHAL, A.; CAMARGO, Gisele Anne; Barreto, Camila; Guimarães, Alexandre. Delegação brasileira-Missão Téncica Espanha e França. 2010. Instituto Brasileiro de Frutas.

2.
VIEIRA, G. S.; HUBINGER, M. D.; CAMARGO, Gisele Anne; MENEGALLI, F. C.. Exame Qualificação Mestrado: Estudo dos Processos de Desidratação Osmótica sob Pressão Atmosférica e a Vácuo em Goiabas. 2008. Universidade Estadual de Campinas.

3.
CAMARGO, Gisele Anne; NAAS, Irenilza de Alencar. Revisor de artigos científicos - Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas. 2007. Centro de Tecnologia.

4.
CAMARGO, Gisele Anne; NAAS, Irenilza de Alencar; TEIXEIRA, Carmen Rainho; MENEZES, Adriana Gomes de. Coordenação Comissão de organização - II Encontro de Prefeitos-Projetos de Desenvolvimento do Agronegócio. 2007. Associação Tecnologia para Todos.

5.
SILVA; CAMARGO, Gisele Anne. Acessor Ad-Hoc Universidade Estadual do Sodoeste da Bahia. 2007. Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

6.
SUZART, Carlos Alberto Gois; MORETTI, Professor Dr Roberto Hermínio; SHIMIDT; CAMARGO, Gisele Anne. Exame Qualificação Mestrado - Desenvolvimento de Tecnologia para Estabilização física, sensorial e microbiológica de caldo de cana carbonatado e/ou refresco. 2007.

7.
CAMARGO, Gisele Anne. Revisor Artigos cinetíficos-Journal of the Science of Food and Agriculture. 2007. The Society Of Chemical Industry.

8.
CAMARGO, Gisele Anne; MENEZES, Adriana Gomes de; MOURA, Daniella Jorge de; CIACO, Victor. Comissão Organizadora-Simpósio de Construções Rurais e Ambiência. 2006. Universidade Estadual de Campinas.

9.
CAMARGO, Gisele Anne; NAAS, Irenilza de Alencar. Grupo de Trabalho-Workshop Rede de Inovação e Prospecção para o Agronegócio-Região Sudeste. 2006. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.

10.
CAMARGO, Gisele Anne; MOURA, Daniela Jorge de; NAAS, Irenilza de Alencar; MENEZES, Adriana Gomes de; MOLLO, Mario. Comissão Organizadora Conferência Internacional de Engenharia Agrícola-Tecnologia para Todos. 2006. Associação Tecnologia Para Todos.

11.
CAMARGO, Gisele Anne. Assessor Ad Hoc junto a PRP/UNICAMP. 2006. Universidade Estadual de Campinas.

12.
CAMARGO, Gisele Anne; TEIXEIRA, Carmen Rainho; MENEZES, Adriana Gomes de. Coordenadora de Comissão organizadora de Evento. 2006. Associação Tecnologia Para Todos.

13.
CAMARGO, Gisele Anne. Plano Estratégico e de Metas FZEA/USP. 2006. Universidade de São Paulo.

14.
NAAS, Irenilza de Alencar; CAMARGO, Gisele Anne; MOURA, Daniella Jorge de. Comissão coordenação - Oficina Subsídios para a Elaboração da Estratégia de Divulgação da Fase II do PPG7. 2006. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

15.
CAMARGO, Gisele Anne. Revisor de artigos científicos-Journal of the Science of Food and Agriculture. 2005. The Society Of Chemical Industry.

16.
CAMARGO, Gisele Anne; GONÇALVES, Raquel; GRAZIANO, Paulo Sérgio; TEIXEIRA FILHO, José; PARK, Kil Jin; RODRIGUES, Luiz Henrique Antunes; CARMO JUNIOR, Ruy Roberto Do; MONTAGNER, Ana Paula. Representante Discente na Comissão de Pós-Graduação da Faculdade de Engenharia Agrícola. 1998. Universidade Estadual de Campinas.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
10th Pangborn Sensory Science Symposium.New fruit product for school meals: Acceptability of children; Comparison between adult and children acceptability of a new product for children consumption. 2013. (Simpósio).

2.
XXXIII Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos - 45 anos. Componentes bioativos em resíduo do despolpamento de clones de café Robusta. 2012. (Congresso).

3.
16th World Congress of Food Science and Technology (IUFoST).. SUSTAINABLE DEVELOPMENT OF THE PULP PALM JUSSARA: EFFECTS OF THE TYPE OF PULP EXTRACTION AND PASTEURIZATION IN FINAL PRODUCT QUALITY. 2012. (Congresso).

4.
24th Conference Inatenational od Science Coffee - ASIC2012. Physico-chemical Characterization of The Waste Produced by Mechanical Pulping of Robusta Coffee. 2012. (Congresso).

5.
6º Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica - CIIC 2012. CARACTERIZAÇÃO DO RESÍDUO DO CAFÉ ROBUSTA PARA USO COMO INGREDIENTE NA INDÚSTRIA. 2012. (Congresso).

6.
Functional Foods. 2012. (Seminário).

7.
Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos - Slaca.ACEITABILIDADE DE DIFERENTES EDULCORANTES EM SMOOTHIE DIET DE AÇAÍ E MARACUJÁ ENRIQUECIDO COM POLPA DE BANANA VERDE. 2011. (Simpósio).

8.
CIIC 2011 - Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica. TESTE DE ACEITAÇÃO E QUALIDADE DE BEBIDA DE CANA-DE-AÇÚCAR PASTEURIZADA. 2010. (Congresso).

9.
Seminário de apresentação dos resultados do projeto de revitalização da cadeia vitivinícola paulista: competitividade, governança e sustentabilidade.Resultados das Análises Químicas dos Vinhos Paulistas. 2009. (Seminário).

10.
5th Internacional Technical Symposium on Foode Processing, Monitoring Technology in Bioprocess and Food Quality Management.Development of organic beverage made with assai and passion fruit and enriched with unripe banana pulp. 2009. (Simpósio).

11.
CIGR. SENSORY QUALITY OF DRIED TOMATO PRE-TREATED BY OSMOTIC DEHYDRATION, ANTIOXIDANT APPLICATION AND ADDITION OF TOMATO CONCENTRATE. 2008. (Congresso).

12.
XVI Congresso Interno de Iniciação Cinetífica. QUALIDADE DE BEBIDAS ORGÂNICAS DE FRUTAS E HORTALIÇAS. 2008. (Congresso).

13.
3o Seminário dos Programas Estratégicos APTA-Segurança Alimentar. 2008. (Seminário).

14.
VI Seminagro e III Joranada Nacional da Agroindústria.Bebidas Funcionais: perspectivas de marcado e componentes funcionais e nutricionais. 2008. (Seminário).

15.
Workshop Técnico Bebidas para Mercado Pupular.Bebidas funcionais: inovação, tecnologia e componentes para bebidas populares. 2008. (Simpósio).

16.
III Simpósio em Pesquisa e Desenvolvimento em Vitivinicultura no Estado de São Paulo.Cadeia Vitinícula do Estado de São Paulo. 2008. (Simpósio).

17.
Juice Latin America 2007. Market Outlook for functional, organic and premium drinks. 2007. (Congresso).

18.
26a Semana de Engenharia de Alimentos. Curso de Tecnologia de Frutas e Hortaliças - Tecnologia e qualidade de conservas de frutas. 2007. (Congresso).

19.
7o Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos. 2 pôsteres. 2007. (Congresso).

20.
Prevenção de Acidentes em laboratórios analíticos. 2007. (Seminário).

21.
Workshop Contaminantes formados durante o Processamento de Alimentos. 2007. (Seminário).

22.
Seminário de comercialização e alternativas para produtos de frutas do Vale do São Francisco.Bebidas Naturais de frutas: perspectivas e mercados. 2007. (Seminário).

23.
Seminário Food Safaty. 2007. (Seminário).

24.
Qualidade dos alimentos: aspectos quimicos e nutricionais. 2007. (Seminário).

25.
NEO 2007 - I Simpósio sobre percepção dos Novos desafios científicos. 2007. (Simpósio).

26.
II Simpósio em Pesquisa e Desenvolvimento em Vitinicultura no Estado de São Paulo.Mesa de Abertura. 2007. (Simpósio).

27.
Tendências e Inovação no Consumo de Alimentos. 2007. (Outra).

28.
SIMCRA 2006.Simpósio de Construções Rurais e Ambientes Protegidos. 2006. (Simpósio).

29.
Quinto Wokkshop da rede de Inovação e Prospcção Tecnológica para o Agronegócio.RIPA-Workshop para região sudeste da Rede de Inovação e Prospecção Tecnológica para o Agronegócio. Os principais atores da oferta e demanda de tecnologias para o agronegócio se enontraram para somar forças e definir prioridades para a região sudeste. 2006. (Encontro).

30.
Manual de elaboração de projetos.1º Encontro de Prefeitos: Desenvolvimento de Projetos do Agronegócio. 2006. (Encontro).

31.
Inovação Tecnológica: desafios, oportunidades e perspectivas.Inovação Tecnológica: desafios, oportunidades e perspectivas. 2005. (Seminário).

32.
Forum de Inovação Tecnológica, Inclusão Social e Redes de Cooperação.Forum de Inovação Tecnológica, Inclusão Social e Redes de Cooperação. 2005. (Simpósio).

33.
Semana de Palestras-Comemoração 33o ano do Centro de Tecnologia.Semana de palestras. 2005. (Encontro).

34.
Campinas INOVA 2005 - Conferência Internacional 2005 - Inovação, Comercialização e Transferência de Tecnologia - Uma perspectiva Global.Conferência Internacional 2005 - Inovação, Comercialização e Transferência de Tecnologia - Uma perspectiva Global. 2005. (Outra).

35.
14th Internacional Drying symposium. 14th Internacional Drying symposium. 2004. (Congresso).

36.
Seminário de Atualização Cadeia Produtiva do Tomate.Cadeia Produtiva do Tomate. 2004. (Seminário).

37.
Seminário regional de Fruticultura.Seminário regional de Fruticultura. 2003. (Seminário).

38.
Comércio Interbacional de Frutas - Mercado, protocolos, certificação e bioterrorismo.Comércio Internacional de Frutas. 2003. (Seminário).

39.
Workshop - Tomate na Unicamp: Perspectivas e Pesquisas..Workshop - Tomate na Unicamp: Perspectivas e Pesquisas.. 2003. (Outra).

40.
XVIII Congresso Brasileiro de Ciência e tecnologia de Alimentos. XVIII Congresso Brasileiro de Ciência e tecnologia de Alimentos, Integração Pesquisa Indústria. 2002. (Congresso).

41.
IV Brazilian Meeting on Chemestry os Food and Beverages.IV Brazilian Meeting on Chemestry os Food and Beverages. 2002. (Encontro).

42.
XVII Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos. XVII Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos, Alimentos para o Terceiro Milênio. 2000. (Congresso).

43.
XXVIII Congresso Brasileiro de Egenharia Agrícola. XVIII Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola. 1999. (Congresso).

44.
XXII Congresso Nacional de Matemática Aplicada e Computacional. XXVII Congresso Nacional de Matemática Aplicada e Computacional. 1999. (Congresso).

45.
1o Workshop Científico dos Pós-Graduandos da Unicamp - A universidade Levando Alternativas à Sociedade.1o workshop Científico de Pós-graduandos da UNICAMP. 1998. (Outra).

46.
.III Encontro Regional da Cefeicultura do Cerrado. 1997. (Encontro).

47.
XXIX Congresso Brasileiro de Fitopatologia e Simpósio. XXIX Congresso e simpósio de Fitopatologia e Legislação Fitossanitária. 1996. (Congresso).

48.
XVIII Reunião de Pesquisa de Soja da Região Central do Brasil.XVIII Reunião de Pesquisa de Soja da Região Central do Brasil. 1996. (Outra).

49.
XXVIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. XVIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 1995. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BERTONCINI, E. I. ; ROLIM, J.' ; CAMARGO, Gisele Anne . III Encontro de Cadeia Produtiva da Olivicultura. 2012. (Congresso).

2.
Madi, L. F. C. ; CAMARGO, Gisele Anne ; Garcia, E. ; Padula, M. ; TANIWAKI, M. H. . I Seminário de Inovação de Bebidas Frias. 2012. (Congresso).

3.
CAMARGO, Gisele Anne . Seminário Internacional de Processamentos de bebidas e Alimentos. 2009. (Congresso).

4.
ROSENTHAL, A. ; CAMARGO, Gisele Anne . 4o CIGR Seção IV Simpósio Internacional em Tecnologia de Alimentos e Bioprocessos. 2008. (Congresso).

5.
CAMARGO, Gisele Anne ; PRATI, P. ; Moura, S. S . Seminário Produtos de Frutas e Bebidas Diet e Light: Ingredientes e Aplicações. 2008. (Congresso).

6.
CAMARGO, Gisele Anne . 2o Enconto de Prefeitos-Agroneócios. 2007. (Congresso).

7.
CAMARGO, Gisele Anne ; NAAS, Irenilza de Alencar ; TEIXEIRA, Carmen Rainho ; MENEZES, Adriana Gomes de . 1º Encontro de Prefeitos: Desenvolvimento de Projetos do Agronegócio. 2006. (Outro).

8.
CAMARGO, Gisele Anne . Simpósio nacional de construções rurais e ambiência. 2006. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Iniciação científica
1.
Barbara Bertalia Bonacio. Estudo da estabilidade no armazenamento de extrato concentrado obtido a partir do resíduo do Café Robusta. Início: 2014. Iniciação científica (Graduando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas, EMBRAPA-Consórcio Pesquisa Café. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Marcela Goçalves Mota. Influência do Grau de Umidade na Preferência do Tomate (Lycopersicon esculentum Mill) Seco Envasado em Óleo . 2006. 45 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia de Alimentos) - Universidade de Montes Claros. Orientador: Gisele Anne Camargo.

Iniciação científica
1.
Cristina Helena Campos Rodrigues. Uso de mucilagem de café robusta como ingrediente para indústria de alimentos e bebidas. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas, EMBRAPA-Consórcio Pesquisa Café. Orientador: Gisele Anne Camargo.

2.
Ailton Junior. Estabilidade de creme de frutas tropicais e vermelhas durante armazenamento em embalagens flexíveis termoresitentes. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas, Centro Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento. Orientador: Gisele Anne Camargo.

3.
Ana Luisa Sousa. Estabilidade de creme de frutas tropicais e vermelhas durante armazenamento em embalagens flexíveis termoresitentes. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas, Centro Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento. Orientador: Gisele Anne Camargo.

4.
BEATRIZ DE SOUZA GOULART. Caracterização do resíduo do café robusta para uso como ingrediente na indústria de bebidas.. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas, Centro Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento. Orientador: Gisele Anne Camargo.

5.
ANA LUIZA GOMES DE SOUZA. Desenvolvimento de cremes (smoothies) de frutas para alimentação escolar, com menor teor de açúcar e com uso de componentes funcionais. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas, Centro Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento. Orientador: Gisele Anne Camargo.

6.
Juliana Mieli. FORMULAÇÃO E ESTUDO DE VIDA-DE-PRATELEIRA DE SMOOTHIE DIET DE AÇAÍ E MARACUJÁ ENRIQUECIDO COM POLPA DE BANANA VERDE. 2010. Iniciação Científica - Instituto de Tecnologia de Alimentos, Centro Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento. Orientador: Gisele Anne Camargo.

7.
Izabela Carvalho Paulino Sousa. Uso de mucilagem de café robusta como ingrediente para indústria de alimentos e bebidas/; aproveitamento de resíduos e novos produtos de alto valor agregado. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas, EMBRAPA-Consórcio Pesquisa Café. Orientador: Gisele Anne Camargo.

8.
Sara Lacerda Grillo. AVALIAÇÃO DE VIDA-DE-PRATELEIRA, CARACTERÍSTICAS REOLÓGICAS E TEOR DE AMIDO RESISTENTE EM NÉCTAR ORGÂNICO MISTO DE ACEROLA E MARACUJÁ ENRIQUECIDO COM POLPA DE BANANA VERDE. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas, Centro Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento. Orientador: Gisele Anne Camargo.

9.
Juliana Mieli. VIDA-DE-PRALELEIRA E CARACTERÍSTICAS REOLÓGICAS DE SUCO E SMOOTHIE ORGÂNICOS DE AÇAÍ E MARACUJÁ ENRIQUECIDOS COM POLPA DE BANANA VERDE. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas, Centro Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento. Orientador: Gisele Anne Camargo.

10.
Larissa Consoli. DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIA RÁPIDA PARA DETERMINAÇÃO DE METAIS. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Alimentos) - Universidade Estadual de Campinas, Centro Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento. Orientador: Gisele Anne Camargo.

11.
Daniel Quaresma. Capacitação de Produtores para o Processamento Mínimo de Hortaliças do Assentamento 12 de Outubro do Horto Vergel, Mogi-Mirim-SP. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Centro de Tecnologia, Serviço de Apoio ao Estudante da UNICAMP. Orientador: Gisele Anne Camargo.

12.
Larissa Consoli. Avaliação de qualidade de bebidas orgânicas de suco e hortaliças orgânicos na região de Campinas. 2007. Iniciação Científica - Instituto de Tecnologia de Alimentos, Serviço de Apoio ao Estudante da UNICAMP. Orientador: Gisele Anne Camargo.

13.
Ivy Cristine Souza Lellis. ESTUDO DE CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICA E SENSORIAL DE BEBIDA ORGÂNICA E FUNCIONAL DE AÇAÍ E MARACUJÁ. 2007. Iniciação Científica - Instituto de Tecnologia de Alimentos, Centro Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento. Orientador: Gisele Anne Camargo.

14.
Juliana Mieli. ESTUDO DE CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICA E SENSORIAL DE BEBIDA ORGÂNICA E FUNCIONAL DE AÇAÍ E MARACUJÁ. 2007. Iniciação Científica - Instituto de Tecnologia de Alimentos. Orientador: Gisele Anne Camargo.

15.
Erick Kinoshita Sassaki. AVALIAÇÃO DE DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE POLPAS EM MIX ORGÂNICO DE ACEROLA E MARACUJÁ ENRIQUECIDO COM POLPA DE BANANA VERDE. 2007. Iniciação Científica - Instituto de Tecnologia de Alimentos, Centro Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento. Orientador: Gisele Anne Camargo.

Orientações de outra natureza
1.
Giovana Sarkis Griso. Desenvolvimento de bebida de frutas smoothie e bebida de cana de açúcar. 2011. Orientação de outra natureza. (Engenharia de Alimentos) - Faculdade Barretos. Orientador: Gisele Anne Camargo.

2.
Henrique Takahashi. Desenvolvimento de produto. 2010. Orientação de outra natureza - Instituto de Tecnologia de Alimentos. Orientador: Gisele Anne Camargo.

3.
Elise Tozini Campanini. Desenvolvimento de produto-Tecnologia de bebidas. 2010. Orientação de outra natureza. (Engenharia de Alimentos) - Serviço de Apoio ao Estudante da UNICAMP. Orientador: Gisele Anne Camargo.

4.
Larissa Consoli. Revisão Bibliográfica: Processamento, inovação e perspectivas de bebidas orgânicas e funcionais de frutas e vegetais. 2007. Orientação de outra natureza - Instituto de Tecnologia de Alimentos. Orientador: Gisele Anne Camargo.

5.
Angela Satie Takeya Nakamura. Desenvolvimento de bebida orgânica de frutas refrigerada. 2006. Orientação de outra natureza. (Engenharia de Alimentos) - Fea Unicamp, GEPEA Empresa Junior. Orientador: Gisele Anne Camargo.

6.
Carmen Rainho Teixeira. Desenvolvimento de medidas de bem estar através da visão artificial para a tomada de decisão na produção de matrizes pesadas. 2005. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gisele Anne Camargo.

7.
Bruna Mendes de Vasconcellos. MANUAL DE PROCEDIMENTOS IMEDIATOS E PARCIAIS PARA PROCESSAMENTO DE TOMATE SECO. 2003. 10 f. Orientação de outra natureza - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Gisele Anne Camargo.



Inovação



Produto tecnológico
1.
CAMARGO, Gisele Anne ; GRILLO, S. L. ; SILVAM L. B. . Desenvolvimento de néctar de maracujá e acerola com polpa de banana verde. 2010.

2.
CAMARGO, Gisele Anne ; MIELI, J. . FORMULAÇÃO E ESTUDO DE VIDA-DE-PRATELEIRA DE SMOOTHIE DIET DE AÇAÍ E MARACUJÁ ENRIQUECIDO COM POLPA DE BANANA VERDE. 2011.


Processos ou técnicas
1.
CAMARGO, Gisele Anne . Desaeração de caldo de cana para produção de bebida pronta para consumo. 2012.


Projetos de pesquisa

Projeto de desenvolvimento tecnológico



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 31/07/2014 às 14:36:00