Camila Caldeira Nunes Dias

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2337937419444833
  • Última atualização do currículo em 23/07/2018


Tem graduação em Ciências Sociais, com licenciatura plena (2002), mestrado (2005) e doutorado (2011) em Sociologia pela Universidade de São Paulo. Atualmente é professora adjunta da UFABC. Também atua como pesquisadora colaboradora do Núcleo de Estudos da Violência (NEV) da Universidade de São Paulo. É membro do Conselho da Comunidade da Comarca de São Paulo e associada ao Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Desenvolve pesquisas relacionadas ao campo da segurança pública, criminalidade organizada e violência, a partir de dois eixos de análise: de um lado, o foco sobre o sistema prisional, sobretudo as relações sociais entre os presos e entre presos e administração, nas formas de gestão da ordem nas prisões, das redes de poder estabelecidas dentro deste espaço institucional e das diferentes redes de articulação existentes que envolvem presos, funcionários, familiares de presos, governo etc. Ainda no que se refere ao sistema prisional, está em curso atualmente um projeto com um forte viés histórico que busca resgatar curtas experiências de representação de presos legitimadas pelo governo paulista na década de 80, bem como os conflitos envolvendo essa ação política e as eventuais continuidades entre o fracasso (devido a um boicote) desta experiência e o surgimento do Primeiro Comando da Capital (PCC).Neste sentido, a participação política, diferentes formas de representatividade, a construção ou obstrução de canais de expressão de demandas da população carcerária - e os seus efeitos - são elementos centrais da discussão. O segundo eixo através do qual as pesquisas são realizadas, está centrado na área de fronteiro como lócus da análise de redes criminais, sobretudo daqueles ligadas ao narcotráfico e ao tráfico de armas. Neste sentido, procuramos compreender as formas de atuação de diferentes redes relacionadas à economia ilícita, em algumas regiões da fronteira brasileira, e as dinâmicas sociais, políticas e econômicas resultantes desta atuação. A compreensão da forma de atuação destas redes envolve eventual articulação dessas redes com outras redes, a articulação das redes ligadas à diferentes etapas que compõem o comércio de drogas ilícitas (produção, distribuição e varejo), as formas pelas quais se vinculam com a economia formal e com os agentes públicos encarregados da sua repressão (no Brasil e nos países vizinhos) e com a comunidade local. Por fim, uma questão central nesta análise é a compreensão do papel da violência física nestas dinâmicas como um efeito possível - em alguns casos até frequente -, porém, não necessário ao funcionamento da economia ilegal em regiões de fronteira. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Camila Caldeira Nunes Dias
Nome em citações bibliográficas
DIAS, CAMILA NUNES;DIAS, C.C.N.;DIAS,;DIAS;Camila Nunes Dias

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do ABC, Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas.
Rua Arcturus (Jd Antares)
Anchieta
09606070 - São Bernardo do Campo, SP - Brasil
Telefone: (11) 23206385
Ramal: 6385


Formação acadêmica/titulação


2007 - 2011
Doutorado em Sociologia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Da Pulverização ao monopólio da violência: expansão e consolidação da dominação do PCC no sistema carcerário paulista, Ano de obtenção: 2011.
Orientador: Sérgio França Adorno de Abreu.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: pcc; crime organizado; violência; poder; prisão.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Outros Setores.
2003 - 2005
Mestrado em Sociologia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: A igreja como refúgio e a Bíblia como esconderijo? Conversão religiosa, ambigüidade e tensão entre presos evangélicos e massa carcerária.,Ano de Obtenção: 2005.
Orientador: Lisias Nogueira Negrao.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: conversão; evangélicos; prisão; tensão; ambigüidade; violência.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Outros.
1998 - 2002
Graduação em Ciências Sociais.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2006 - 2006
Políticas Públicas - Estado da Arte e Efeitos Perv. (Carga horária: 20h).
Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social, IPARDES, Brasil.
2000 - 2002
Licenciatura em Ciências Sociais.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do ABC, UFABC, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto III, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

09/2015 - Atual
Direção e administração, Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas, .

Cargo ou função
Membro do Núcleo Docente Estruturante do Bacharelado em Políticas Públicas.
08/2015 - Atual
Direção e administração, Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas, .

Cargo ou função
Membro titular do Colegiado de Coordenação do Bacharelado em Políticas Públicas.
11/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas, .

08/2012 - Atual
Ensino, Ciências Humanas e Sociais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Diferenças, Diversidade e desigualdade social
Estágio docência
Orientação
Teoria Sociológica Contemporânea
Tópicos Especiais em Metodologia Qualitativa
Colóquios de Pesquisa
05/2012 - Atual
Ensino, Ciências e Humanidades, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Cidadania, direitos e desigualdades
Conflitos Sociais
Estrutura e Dinâmica Social
Identidade e Cultura
Problemas Metodológicos em Ciências Sociais
Violência e Segurança Pública
Temas Contemporâneos
04/2014 - 12/2016
Direção e administração, Pró-Reitoria de Pós-Graduação da UFABC, .

Cargo ou função
Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciências Humanas e Sociais.
05/2013 - 04/2014
Direção e administração, Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas, .

Cargo ou função
Vice-coordenadora do Programa de Pós-graduação em Ciências Humanas e Sociais.

Núcleo de Estudos da Violência - USP, NEV-USP, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Pesquisadora, Carga horária: 10

Atividades

01/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , USP, .


Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Contrato por tempo determinado, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40
Outras informações
Professora contratada pelo Departamente de Ciências Sociais no Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes da UFPR, para ministrar a disciplina de Teoria Sociológica Geral. Aprovada em 1o lugar no respectivo concurso público.

Atividades

09/2011 - Atual
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria Sociológica Geral

Escola de Educação em Direitos Humanos, ESEDH, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 8

Atividades

09/2011 - Atual
Ensino, Grupo de Apoio as Ações Penitenciárias, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Abordagem sócio-histórica da punição
Compreensão histórica, econômica e social da violência

Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisadora, Carga horária: 20


Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisadora, Carga horária: 10


Fórum Brasileiro de Segurança Pública, FBSP, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Pesquisadora


Academia Policial Militar do Guatupê, APMG, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 30
Outras informações
Professora da Disciplina "Análise do Crime Organizado no Brasil" para o Curso de Informaçao para Oficiais da Polícia Militar do Paraná. Carga horária da disciplina: 30 horas

Atividades

09/2007 - 12/2007
Ensino, Curso de Informações para Oficiais, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Análise do Crime Organizado no Brasil

Centro de Estudos em Segurança Pública e Direitos Humanos - UFPR, CESPDH, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Pesquisadora/Coordenadora, Carga horária: 10


Colégio Pedro Macedo, CPM, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2008
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora de Sociologia, Carga horária: 20


Colégio Bernardino de Campos, CBC, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora de Filosofia, Carga horária: 30



Linhas de pesquisa


1.
violência, sistema prisional, crime organizado.
2.
fronteira, violência, criminalidade organizado, democracia, segurança pública


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Da prisão à fronteira: descrição e análise de redes criminais construídas em torno do pertencimento ao PCC
Descrição: Neste projeto propõe-se elaborar uma representação das redes criminais consitutídas a partir do pertencimento ao PCC, identificar alguns de seus nós e compreender os mecanismos através dos quais ela se constrói, se expande, se fortalece; descrever os recursos que fluem entre os atores que dela fazem parte, delineando a obtenção do capital social de seus membros e a sua operacionalização; verificar se e em que medida, há alguma especificidade no que diz respeito ao pertencimento ao PCC e que possa explicar a extensão, a densidade, a regularidade, a estabilidade e a complexidade da rede que se conforma em torno e a partir dos irmãos . Serão privilegiadas na análise as manifestações empíricas que se conformam, de um lado, através dos fluxos econômicos que se constituem através das dinâmicas criminais, especialmente, do tráfico de drogas e que tem na fronteira um lócus estratégico fundamental de ancoragem; de outro, a produção e reprodução das redes através das prisões, onde os conectores desses laços assumem uma dimensão fortemente ideológica. A fronteira e a prisão constituiriam dois pontos de densa concentração das redes que propomos descrever e analisar e, igualmente, dois lócus onde os recursos que permitem o estabelecimento das conexões entre esses nós são, respectivamente, ecônomicos e ideológicos. Tem-se duas hipóteses:1. o papel central da prisão e das políticas de encarceramento na tessitura primária das redes que aqui serão analisadas, bem como no seu desenvolvimento contemporâneo; 2. A conformação de um sistema autoreferente e autopoiético nos termos de Niklas Luhmann (1998) a partir de um processo específico de individualização e autonomização da rede constituída a partir das prisões pelos irmãos do PCC..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Camila Caldeira Nunes Dias - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2016 - 2016
Segurança Pública e Encarceramento no Brasil: articulações e tensões entre segurança públicas e assuntos prisionais
Descrição: Projeto Pensando a Segurança Pública No. 5 - SENASP.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Camila Caldeira Nunes Dias - Integrante / Giane Silvestre - Integrante / Liana de Paula - Integrante / Jacqueline Sinhoretto - Coordenador / Maria Carolina de Camargo Schlittler - Integrante / Juliana Tonche - Integrante.
2014 - 2017
Articulações, conexões e dinâmicas das redes de comércio de drogas ilícitas na fronteira do MS/PY
Descrição: Considerando a crescente importância social e política das regiões de fronteira nas discussões ligadas à segurança pública dos grandes centros urbanos brasileiros, esta pesquisa propõe-se a adensar a compreensão sobre as dinâmicas das redes criminais que atuam em alguns destes territórios. Do ponto de vista teórico-metodológico, o conceito de rede será a ferramenta analítica para compreender as dinâmicas sociais que envolvem os grupos atuantes no comércio ilícito em regiões transfronteiriças. A constituição de um cenário de interações entre agentes sociais diversos no território das redes faz com que as regiões de fronteira adquiram uma especificidade capaz de justificar o recorte teórico-empírico a partir do recorte geográfico. E, dentro dessa especificidade, as cidades-gêmeas adquirem enorme importância por apresentarem de forma mais explícita as dinâmicas sociais, políticas e culturais que conformam as peculiaridades das regiões fronteiriças. Neste sentido, pretende-se localizar empiricamente essa pesquisa nas cidades-gêmeas Ponta Porã (MS/BR)/Pedro Juan Caballero(Amambay/PY). Esse recorte justifica-se do ponto de vista teórico-metodológico, tendo em vista que elas sintetizam e expressam as dinâmicas peculiares das regiões de fronteira e, do ponto de vista empírico, a região se apresenta como local privilegiado de análise em razão de fortes indícios de que ela é palco de articulações entre diversos grupos que atuam no comércio ilícito de drogas e de armas, sobretudo dos grupos com fortes ligações com as redes criminais em atividade no Estado de São Paulo, como o PCC. Neste sentido, pretende-se fazer uma descrição das redes criminais, sobretudo aquelas ligadas ao comércio de drogas ilícitas, caracterizá-las em termos da sua (re) (des) organização, dos (re)(des) arranjos que produzem com outros atores (instituições estatais, outras redes criminais ou a população local). Ainda, pretende-se compreender a posição que as redes que atuam nas regiões fronteiriças ocupam no interior da cadeia que envolve as várias etapas do comércio de drogas ilícitas, qual seja, produção, distribuição e varejo, as formas de articulação entre os atores que atuam nestas diferentes etapas do comércio e as tensões e os conflitos eventualmente subjacentes a estas relações..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Grupos de extermínio no Brasil: configurações atuais do fenômeno nas cidades de Salvador e São Paulo e em suas regiões metropolitanas
Descrição: A atuação de grupos de extermínio é fenômeno da sociedade brasileira atual, ainda que hajam poucos dados sistematizados e raras contribuições acadêmicas. Dentre os desafios que a existência dessa prática apresenta para o pensamento sociológico, vamos explorar o problema da participação do Estado, através de seus agentes ou da omissão na investigação e processamento dos crimes. A proposta dessa pesquisa é compreender esse problema, buscando num primeiro momento mapear o fenômeno dos grupos de extermínio em duas cidades brasileiras, Salvador e São Paulo, e suas regiões metropolitanas, considerando a sua dinâmica, formas de organização e padrões de atuação e, num segundo momento, construir uma reflexão a partir do que esse fenômeno nos diz em termos da relação entre monopólio estatal da violência e Estado de direito. Do ponto de vista empírico, contamos fazer coleta de documentos, como relatórios de organizações de direitos humanos sobre o tema, processos judiciais e de notícias veiculadas na imprensa, e realização de entrevistas semiestruturadas com diversos atores que tenham alguma proximidade aos fenômenos, tais como policiais, delegados de polícia, juízes, promotores, líderes de movimentos sociais e comunidades afetadas e jornalistas que trabalham com a cobertura do tema..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Camila Caldeira Nunes Dias - Integrante / Mariana Possas - Coordenador / Gorete Marques - Integrante / Ariadne Natal - Integrante / Caren Ruoti - Integrante / Francine Ribeiro - Integrante.
2013 - 2016
Das Comissões de Solidariedade ao Primeiro Comando da Capital (PCC): disputas e conflitos em torno da organização de presos
Descrição: Considerando dois momentos paradigmáticos no que se refere à constituição de canais de comunicação e de encaminhamento de reivindicações da população carcerária, a criação das Comissões de Solidariedade (1984) e a criação do PCC (1993), a dinâmica prisional e da punição estatal constituem-se como problemática central dessa pesquisa. Neste sentido, pretende-se recuperar os processos sociais e institucionais ocorridos no período de tempo que compreende esses dois fenômenos e verificar eventuais continuidades entre essas experiências, bem como sublinhar as diferenças, tanto no que concerne à relação desses grupos com a própria população carcerária, quanto no que se refere à sua relação com o estado..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
Building Democracy Daily: Human rights, Violence and Institutional Trust
Descrição: O projeto de pesquisa se centra na maneira pela qual leis, regras e procedimentos são implementados ao longo do tempo e como tal define a legitimidade das instituições-chave da democracia. Nós nos propomos em analisar como a legitimidade dessas instituições são construídas ou minadas cotidianamente, ao explorar as relações estabelecidas entre os cidadãos e os servidores públicos, bem como suas implicações no respeito aos direitos humanos e na violência. A maior parte das questões levantadas no presente projeto demanda uma perspectiva de longo prazo e contribuições de diversas áreas do conhecimento.Nossos primeiros desafios serão estabelecer consensos entre as diferentes disciplinas representadas no Núcleo sobre esses termos. O projeto é uma proposta inovadora no Hemisfério Sul e se focará na situação brasileira ? ainda que comparações internacionais serão exploradas quando possível. Portanto, nós nos dispomos a consolidar e expandir uma rede internacional que contribuirá ao estabelecimento de estudos transnacionais, além da expansão da presença internacional do NEV/USP ? inclusive por meio de um aumento das publicações internacionais. O CEPID é o programa que, além de providenciar a estrutura para desenvolver esse esforço ? que envolve uma miríade complexa de problemas políticos e sociais ? também inclui investimento em atividades de educação e transferência de conhecimento..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2015
Violência e fronteiras
Descrição: Analisar a atuação das redes criminais em regiões de fronteiras, com foco na região da fronteira do Mato Grosso do Sul (MS) com o Paraguai e as atuação do poder público face ao problema do impacto dessas redes na segurança pública das grandes metrópoles brasileiras..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Camila Caldeira Nunes Dias - Integrante / Fernando Salla - Coordenador / Marcos César Alvarez - Integrante / Thiago Thadeu da Rocha - Integrante / Hélio Júnior - Integrante / Danielle Christina Bello de Carvalho - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Outra.
2012 - 2013
A (não) representatividade da população carcerária nas políticas prisionais do Estado de S. Paulo: das Comissões de Solidariedade ao Primeiro Comando da Capital (PCC)
Descrição: O projeto tem como objetivo compreender historicamente a tentativa de construção de instâncias de representação da população carcerária no Estado de São Paulo e as dificuldades postas para a sua efetiva implementação. Considera como exemplos paradigmáticas de formas diferentes de atuação de instâncias representativas, de um lado, as Comissões de Solidariedade, construídas durante o governo Montoro; de outro o grupo Primeiro Comando da Capital (PCC). O projeto pretende traçar linhas de continuidade, assim como rupturas, entre essas duas formas de representação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Camila Caldeira Nunes Dias - Coordenador / Juliana dos Anjos Fonseca Rosa - Integrante / Gabriela Petherson - Integrante.
2011 - 2013
A construção social da vitimização: perfil das mulheres vítimas de violência no sistema de justiça criminal - uma análise comparada São Paulo e Pará
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2009
Prevenção da Violência entre Adolescentes e Jovens no Brasil: Estratégias de Atuação
Descrição: O projeto tem como um de seus objetivos a realização de uma pesquisa que busca conhecer o perfil dos adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade, exposição à violência e envolvimento com a criminalidade, além de um estudo qualitativo sobre os programas de intervenção existentes no Brasil..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2011
Da pulverização ao monopólio da violência: expansão e consolidação da dominação do PCC no sistema carcerário paulista.
Descrição: O projeto tem como objetivo compreender as relações de poder e dominação estabelecidas pela organização Primeiro Comando da Capital com a massa carcerária, bem como discutir as bases em que se assenta tal relação. Por outro lado, pretende-se avaliar as transformações que ocorreram no sistema prisional paulista - em termos das relações entre os presos e do uso da violência - a partir da consolidação desta organização, bem como compreender os efeitos práticos e simbólicos do Regime Disciplinar Diferenciado, que foi a principal medida governamental para desarticular o grupo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2003 - 2005
Sistema Penitenciário do Estado do Paraná
Descrição: Compreensão da estrutura e funcionamento das unidades prisionais do Estado do Paraná, especialmente aquelas localizadas em Curitiba, com visitas e entrevistas com diretores e funcionários. Leitura e discussão de textos teóricos e específicos sobre questão prisional..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2003 - 2005
Conversão religiosa de presos do sistema penitenciário paulista às igrejas evangélicas
Descrição: Análise das relações estabelecidas entre presos evangélicos e massa carcerária no interior de duas unidades prisionais: Penitenciária I de São Vicente e Penitenciário do Estado de São Paulo. Dois focos de Análise: de um lado as relações dos evangélicos entre si, assim como as transforações operadas após a conversão religiosa; de outro lado, foram abordadas as relações entre evangélicos e massa carcerária, destacando-se as ambigüidades e as tensões desta relação. As igrejas evangélicas, ao invés de serem consideradas um mundo social à parte, com valores diferenciados daqueles que predominam no mundo prisional, fazem parte da estrutura de funcionamento deste, abrigando aqueles que não tem mais possibilidades de conviver com a massa carcerária por ter infringido alguma de suas regras de conduta..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Camila Caldeira Nunes Dias - Coordenador.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
1997 - 2004
Refazendo antigas e urdindo novas tramas: trajetórias do sagrado
Descrição: Compreensão de novas formas de religiosidade caracterizadas não pela fidelidade a uma instituição religiosa, mas pelo trânsito do indivíduo entre várias religiões, muitas vezes com doutrinas completamente opostas umas as outras. Estas contradições, no entanto, se perdem ou adquirem novos arranjos a partir da experiência individual..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Membro de comitê de assessoramento


2015 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo


Revisor de periódico


2010 - 2010
Periódico: Revista Brasileira de Segurança Pública
2009 - 2009
Periódico: Revista de Sociologia e Política (UFPR. Impresso)
2014 - 2014
Periódico: Journal of Latin American Studies
2013 - 2014
Periódico: Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso)
2015 - Atual
Periódico: Tempo Social (USP. Impresso)
2015 - Atual
Periódico: Revista de Administração Pública (Impresso)
2017 - Atual
Periódico: CONTEMPORÂNEA. REVISTA DE SOCIOLOGIA DA UFSCAR
2017 - Atual
Periódico: DILEMAS: REVISTA DE ESTUDOS DE CONFLITO E CONTROLE SOCIAL


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Outras Sociologias Específicas/Especialidade: Sociologia da Violência.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Outras Sociologias Específicas/Especialidade: Sociologia da Religião.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Fundamentos da Sociologia/Especialidade: Teoria Sociológica.


Idiomas


Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2012
Menção Honrosa no Concurso brasiliero de teses e dissertação universitárias em Ciências Sociais, Anpocs - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais.
2012
Prêmio Capes de Tese - Área Sociologia, CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
2005
Dissertação de Mestrado Aprovada com Distinção e indicada para publicação, Formação da Banca: Prof. Dr. Lísias N Negrão, Prof. Dr. Sérgio Adorno e Prof.Dr. Ricardo Mariano.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SLADE, G.2018SLADE, G. ; BUTLER, M. ; DIAS, C.C.N. . Self-Governing Prisons: the Emergence of Prison ?Gangs? in an International Perspective. Trends in Organized Crime, v. 12117, p. 1-16, 2018.

2.
MARTINS, T.2018MARTINS, T. ; Camila Nunes Dias . A atuação do agente penitenciário como burocrata de nível de rua: para além da discricionariedade?. Revista Brasileira de Políticas Públicas, v. 8, p. 551-572, 2018.

3.
DIAS, C.C.N.2017DIAS, C.C.N.; SALLA, F. . Formal and informal controls and punishment: the production of order in the prisons of Sao Paulo. Prison Service Journal, v. 229, p. 19, 2017.

4.
PEREIRA, T. C.2017PEREIRA, T. C. ; DIAS, C.C.N. . Dinâmicas das Redes Criminais e as Políticas Públicas na Fronteira Brasil/Paraguai: o caso de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero. REVISTA BRASILEIRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, v. 4, p. 35-51, 2017.

5.
DIAS, C.C.N.2017DIAS, C.C.N.; BRITO, J. S. . A PRIVATIZAÇÃO DAS PRISÕES EM DUAS PERSPECTIVAS: PRESO COMO MERCADORIA E GESTÃO COMPARTILHADA COM COMANDOS. COMCIÊNCIA (UNICAMP), v. 188, p. 1-6, 2017.

6.
MANSO, B. P.2017MANSO, B. P. ; DIAS, C.C.N. . PCC, sistema prisional e gestão do novo mundo do crime no Brasil. Revista Brasileira de Segurança Pública, v. 11, p. 10-29, 2017.

7.
ADORNO, S.2016ADORNO, S. ; DIAS, C.C.N. . Cronologia dos ?Ataques de 2006? e a nova configuração de poder nas prisões na última década. Revista Brasileira de Segurança Pública, v. 10, p. 118-132, 2016.

8.
DIAS, CAMILA NUNES2015DIAS, CAMILA NUNES; DARKE, SACHA . From dispersed to monopolized violence: expansion and consolidation of the Primeiro Comando da Capital?s Hegemony in São Paulo?s prisons. Crime, Law and Social Change (Print), v. 1, p. 1-20, 2015.

9.
DIAS, CAMILA NUNES2015DIAS, CAMILA NUNES; MARQUES, M. G. ; NATAL, A. ; POSSAS, M. ; RUOTI, C. . A PRÁTICA DE EXECUÇÕES NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO NA CRISE DE 2012: UM ESTUDO DE CASO. Revista Brasileira de Segurança Pública, v. 9, p. 160-179, 2015.

10.
DIAS, C.C.N.2015DIAS, C.C.N.. A produção da disciplina pelo encarceramento. O Público e o Privado (UECE), v. 26, p. 35-51, 2015.

11.
DIAS, CAMILA NUNES2014 DIAS, CAMILA NUNES. Disciplina, controle social e punição: o entrecruzamento das redes de poder no espaço prisional. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso), v. 29, p. 113-127, 2014.

12.
DIAS, C.C.N.2014DIAS, C.C.N.. Consolidação do Primeiro Comando da Capital (PCC) no sistema carcerário paulista e a nova configuração do poder. L´Ordinaire des Amériques, v. 216, p. 1, 2014.

13.
ALVAREZ, MARCOS CÉSAR2013ALVAREZ, MARCOS CÉSAR ; SALLA, FERNANDO ; DIAS, CAMILA NUNES . Das Comissões de Solidariedade ao Primeiro Comando da Capital em São Paulo. Tempo Social (USP. Impresso), v. 25, p. 61-82, 2013.

14.
DIAS2013DIAS. Organized Crime in Brazilian Prisons: The Example of the PCC. International Journal of Criminology and Sociology, v. 2, p. 397-408, 2013.

15.
SALLA, F.2012SALLA, F. ; DIAS, C.C.N. ; SILVESTRE, G. . Políticas penitenciárias e as facções criminosas. Estudos de Sociologia (São Paulo), v. 17, p. 333-351, 2012.

16.
DIAS, C.C.N.2011DIAS, C.C.N.. Estado e PCC tecendo as tramas do poder arbitrário nas prisões. Tempo Social (USP. Impresso), v. 23, p. 213-233, 2011.

17.
DIAS, C.C.N.2010 DIAS, C.C.N.. A disciplina do PCC: a importância do (auto) controle na sociabilidade prisional. Revista Brasileira de Ciências Criminais, v. Ano 18, p. 393-414, 2010.

18.
BIONDI, K.2010BIONDI, K. ; FELTRAN, G. S. ; DIAS, C.C.N. ; MANSO, B. P. ; MARQUES, Adalton . Um debate sobre o PCC: Entrevista com Camila Dias, Gabriel Feltran, Adalton Marques e Karina Biondi. Por Bruno Paes Manso. R@U : Revista de Antropologia Social dos Alunos do PPGAS-UFSCAR, v. 1, p. 154-175, 2010.

19.
DIAS, C.C.N.2010DIAS, C.C.N.. Po dentro (e de dentro) do Comando: o PCC segundo o 'nativo' - Resenha de Junto e Misturado: uma etnografia do PCC, de Karina Biondi. Dilemas: Revista de Estudos de Conflito e Controle Social, v. 3, p. 159-172, 2010.

20.
DIAS, C.C.N.2009DIAS, C.C.N.. Efeitos simbólicos e práticos do Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) na dinâmica prisional. Revista Brasileira de Segurança Pública, v. Ano 3, p. 128-144, 2009.

21.
DIAS, C.C.N.2009DIAS, C.C.N.. Da guerra à gestão: trajetória do Primeiro Comando da Capital (PCC) nas prisões de São Paulo. Percurso (Curitiba), v. 2, p. 79-96, 2009.

22.
DIAS, C.C.N.2009 DIAS, C.C.N.. Ocupando as brechas do direito formal: o PCC como instância alternativa de resolução de conflitos. Dilemas: Revista de Estudos de Conflito e Controle Social, v. 2, p. 83-105, 2009.

23.
DIAS, C.C.N.2009DIAS, C.C.N.. Efectos simbólicos y prácticos del Régimen Disciplinar Diferenciado (RDD) en la dinámica de prisiones. Revista Brasileira de Segurança Pública, v. Ano 3, p. 128-144, 2009.

24.
DIAS, C.C.N.2008 DIAS, C.C.N.. A sujeição pela disciplina: religião e castigo na prisão. Revista Brasileira de Ciências Criminais, v. 73, p. 268-298, 2008.

25.
DIAS, C.C.N.2006DIAS, C.C.N.. Conversão evangélica na prisão: sobre ambigüidade, estigma e poder. Plural (USP), v. 13, p. 85-110, 2006.

26.
DIAS, C.C.N.2006DIAS, C.C.N.. Análise da manutenção da identidade evangélica na prisã0 a partir de uma perspectiva interacionista: focalizando tensões e ambigüidades. Ciencias Sociales y Religión (Impresso), v. Ano 9, p. 217-240, 2006.

27.
DIAS, C.C.N.2005DIAS, C.C.N.. Evangélicos no cárcere: representação de um papel desacreditado. Debates do NER (UFRGS. Impresso), v. 8, p. 39-55, 2005.

28.
DIAS, C.C.N.2005DIAS, C.C.N.. Prática Religiosa na Prisão: Tensões e Ambigüidades. Revista Transdisciplinar de Ciências Penitenciárias, v. 4, p. 153-176, 2005.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
MANSO, B. P. ; Camila Nunes Dias . A guerra - a ascensão do PCC e o mundo do crime no Brasil. 1. ed. São Paulo: Todavia, 2018. v. 1. 344p .

2.
DIAS, C.C.N.. PCC: Hegemonia nas prisões e monopólio da violência. 1. ed. São Paulo: Saraiva, 2013. v. 1. 455p .

3.
DIAS, C.C.N.. A igreja como refúgio e a Bíblia como esconderijo: religião e violência na prisão. 1. ed. São Paulo: Humanitas, 2008. 294p .

Capítulos de livros publicados
1.
Camila Nunes Dias; VITTO, R. ; SINHORETTO, J. ; MUNIZ, J. . Propostas para o Sistema Penitenciário. In: Paulo Teixeira. (Org.). Agenda de Segurança Cidadã - por um novo paradigma. 1ed.Brasília: Edições Câmara, 2018, v. 1, p. 75-87.

2.
DIAS, C.C.N.; GONCALVES, R. T. . Sistema carcelario brasileno, el fortalecimiento de los Comandos y los efectos perversos sobre las mujeres presas: Sao Paulo como paradigma. In: Fernando Carrión M.. (Org.). La política en la violencia y lo político de la seguridad. 1ed.Quito/Otawa: FLACSO/IDRC-CDRI, 2018, v. 1, p. 95-121.

3.
ADORNO, S. ; DIAS, C.C.N. . Fronteiras em mutação: um novo paradigma na sociologia das prisões?. In: Mary Del Priore; Angélica Müller. (Org.). História dos crimes e da violência no Brasil. 1ed.São Paulo: Editora UNESP, 2017, v. , p. 433-459.

4.
DIAS, C.C.N.; MELO, J.G. . O Massacre nas prisões brasileiras: do poder de "fazer morrer" e de "deixar morrer". In: Nina Fideles; Daniela Stéfano; Maria Luisa Mendonça. (Org.). Relatório Direitos Humanos 2017. 1ed.São Paulo: Editora Expressão Popular, 2017, v. 1, p. 213-221.

5.
ADORNO, S. ; DIAS, C.C.N. ; NERY, M. B. . A cidade e a dinâmica da violência. In: Lúcio Kowaric; Heitor Frúgoli. (Org.). Pluralidade urbana em São Paulo: vulnerabilidade,marginalidade, ativismos. 1ed.São Paulo: Editora 34, 2016, v. 1, p. 381-410.

6.
DIAS; ROCCA, V. ; CONCEIÇÃO, C.B. . Ser cientista social no Brasil: desafios da pesquisa em instituições de acesso restrito. In: Adriana Capuano de Oliveira; Marilda Aparecida de Menzes. (Org.). O que é ser cientisita social. 1ed.São Bernardo do Campo: Editora da UFABC, 2015, v. , p. 193-214.

7.
ADORNO, S. ; DIAS, C.C.N. . Monopólio estatal da violência. In: LIMA, R.S.DE; RATTON, J.L.; AZEVEDO, R.G.DE.. (Org.). Crime, polícia e justiça no Brasil. 1ed.São Paulo: Contexto, 2014, v. 1, p. 187-197.

8.
DIAS, CAMILA NUNES. A regulação dos conflitos pelo PCC no interior das prisões paulistas: redução da violência física, interdependência e controle social. In: Luiz Cláudio Lourenço; Geder Luiz Rocha Gomes. (Org.). Prisões e punição no Brasil contemporâneo. 1ed.Salvador: EDUFBA, 2013, v. 1, p. 77-97.

9.
DIAS, C.C.N.. A singularidade do PCC no mundo do crime: construção da confiança e manutenção da hegemonia. In: Irme Salete Bonamigo; Luiz Carlos chaves. (Org.). Violências e segurança pública na contemporaneidade: um desafio às tecnologias e inovações sociais. 1ed.Chapecó: Argos, 2013, v. 1, p. 91-119.

10.
DIAS, C.C.N.. A política prisional paulista e a emergência do PCC: considerações sobre a formação de uma específica teia social. In: Luís Antonio Francisco de Souza; Bóris Ribeiro de Magalhães;Thiago Teixeira Sabatine. (Org.). Desafios à segurança pública: controle social, democracia e gênero. 1ed.São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012, v. , p. 181-205.

11.
DIAS, C.C.N.. Pesquisando organizações criminais na prisão: reflexões sobre os (des)caminhos de um trabalho acadêmico. In: José Miguel Rasia; Ana Luisa Fayet Sallas; Celi Scalon. (Org.). Temas da Sociologia Contemporânea. 1ed.Rio de Janeiro: 7 Letras, 2012, v. , p. 55-73.

12.
DIAS, C.C.N.; BORDIN, M. . Territórios da violência no Paraná: a porosidade da fronteira e sua influência na criminalidade. In: Nilson César Fraga. (Org.). Territórios Paranaenses. Florianópolis: Insular, 2011, v. , p. 255-274.

13.
DIAS, C.C.N.; SILVESTRE, G. . Situação carcerária no Estado de São Paulo. In: Luís Antonio Francisco de Souza. (Org.). Políticas de segurança pública no Estado de São Paulo - situação e perspectivas a partir das pesquisas do Observatório de Segurança Pública da UNESP. São Paulo: Cultura Acadêmica Editora/ Editora UNESP, 2009, v. , p. 91-105.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
DIAS, C.C.N.; BRITO, J.S. ; KULLER, L.B.F. ; GOMES, M.S. . O encarceramento em massa como política de segurança - See more at: http://www.teoriaedebate.org.br/materias/nacional/o-encarceramento-em-massa-como-politica-de-seguranca#sthash.vvyJ10X9.dpuf. Teoria & Debate, São Paulo, p. 1 - 15, 16 jun. 2015.

2.
DIAS, C.C.N.. Matemática da violência. Estado de S. Paulo, Suplemento Aliás, 04 nov. 2012.

3.
DIAS, C.C.N.. Organização do PCC dificulta ações de combate do governo de SP. Folha de S. Paulo, Caderno Cotidiano, 03 out. 2012.

4.
DIAS, C.C.N.. Equilíbrio precário: a nova onda de violência em SP. Carta Capital, 06 jul. 2012.

5.
DIAS, C.C.N.. Combate ao crime numa democracia: quais os limites?. Revista Sociologia Ciência & Vida, São Paulo, p. 52 - 52, 01 out. 2011.

6.
DIAS, C.C.N.. Existência de facção é desafio para Estado ampliar legitimidade. Folha de S. Paulo, Caderno Cotidiano, 09 maio 2011.

7.
DIAS, C.C.N.. Religiosidade evangélica assume significado diferente no ambiente prisional. Agência USP de notícias, São Paulo, 08 fev. 2006.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
KULLER, L.B.F. ; DIAS, C.C.N. . Audiências de custódia: uma compreensão dos limites e possibilidades inscritos num dispositivo no sistema de justiça criminal. In: 18o. Crongresso Brasileiro de Sociologia, 2017, Brasília. Anais do 18o. Congresso Brasileiro de Sociologia. Brasília: Sociedade Brasileira de Sociologia, 2017. v. 1. p. 1-21.

2.
GONCALVES, R. T. ; DIAS, C.C.N. . A transferência de mulheres para o Regime Disciplinar Diferenciado - RDD: novos elementos, permanências e continuidades. In: 18o. Congresso Brasileiro de Sociologia, 2017, Brasília. Anais do 18o. Congresso Brasileiro de Sociologia. Brasília: Sociedade Brasileira de Sociologia, 2017. v. 1. p. 1-18.

3.
DIAS, C.C.N.; SALLA, F. ; ALVAREZ, M. C. . O discurso do PCC e seus efeitos na construção da ordem prisional: uma análise da cartilha Conscientização - União e Família'. In: 7o Seminário Nacional de Sociologia & Política, 2016, Curitiba. Anais do 7o. Seminário Nacional de Sociologia & Política. Curittiba: UFPR, 2016. v. 1.

4.
TEIXEIRA, A. ; DIAS, C.C.N. ; SALLA, F. . Considerações sobre as expressões da política nas prisões paulistas: as comissões de solidariedade e o PCC. In: 40o. Encontro Anual da ANPOCS, 2016, Caxambu. Anais do 40o. Encontro Anual da ANPOCS. São Paulo: ANPOCS, 2016. v. 1.

5.
DIAS, C.C.N.; SALLA, F. ; ALVAREZ, M. C. . Redes criminais em regiões fronteiriças: o caso de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero. In: XII Congresso da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas em Língua Portuguesa, 2015, Lisboa. Livro de Atas do XII CONLAB, 2015.

6.
DIAS, CAMILA NUNES; LOURENCO, L. C. . Discutindo elementos para a definição e a atuação de coletivos de internos do sistema prisional de São Paulo e da Bahia. In: 39o. Encontro Anual da ANPOCS, 2015, Caxambu. Anais do 39o. Encontro Anual da ANPOCS. São Paulo: ANPOCS, 2015.

7.
KULLER, L.B.F. ; GOMES, M.S. ; DIAS, CAMILA NUNES . Audiências de Custódia: uma análise da distribuição desigual da liberdade e da prisão. In: I Seminário Internacional de Pesquisa em Prisão, 2015, São Paulo. I Seminário Internacional GT05: Encarceramento em massa e delírios normativos. São Paulo: ANDHEP, 2015.

8.
BRITO, J.S. ; DIAS, CAMILA NUNES . Privatização das prisões: contexto político e econômico. In: I Seminário Internacional de Pesquisa em Prisão, 2015, São Paulo. GT 03 - Direitos Humanos, Empresas e Prisão. São Paulo: ANDHEP, 2015.

9.
DIAS, C.C.N.; SALLA, F. ; HIGA, G. . SERPENTES NEGRAS: FANTASMA DAS COMISSÕES DE SOLIDARIEDADE OU PRECURSORA DO PRIMEIRO COMANDO DA CAPITAL (PCC)?. In: V Seminário Nacional Sociologia & Política, 2014, Curitiba. Anais do V Seminário Nacional Sociologia & Política. Curitiba: UFPR, 2014. v. 1.

10.
DIAS, C.C.N.; SALLA, F. . Crime e metamorfoses da construção da ordem nas prisões. In: 38o. Encontro Anual da ANPOCS, 2014, Caxambú. Anais do 38o. Encontro Anual da Anpocs. SÃO PAULO: ANPOCS, 2014.

11.
DIAS, C.C.N.; ALVAREZ, MARCOS CÉSAR ; SALLA, F. ; HIGA, G. . Das Comissões de Solidariedade ao Primeiro Comando da Capital: (des) legitimidade e (não) representação de presos no sistema carcerário paulista. In: VIII Encontro Nacional da ANDHEP, 2014, São Paulo. Anais do VIII Encontro Nacional da ANDHEP. São Paulo: ANDHEP, 2014. v. 1.

12.
ADORNO, S. ; DIAS, C.C.N. . Articulação entre o mundo interno e externo às instituições prisionais: questões para a construção de um novo paradigma no domínio da sociologia das prisões. In: 37o Encontro Anual da ANPOCS, 2013, Águas de Lindóia. Anais do 37o Encontro Anual da ANPOCS. São Paulo: ANPOCS, 2013.

13.
DIAS, C.C.N.; SALLA, F. ; ALVAREZ, M. C. . Da Lógica dos direitos à logica do crime: uma análise das Comissões de Solidariedade e do PCC em São Paulo. In: XVI Congresso Brasileiro de Sociologia, 2013, Salvador. Anais do Congresso Brasileiro de Sociologia, 2013.

14.
DIAS, C.C.N.. Disciplina, controle social e punição: o entrecruzamento das múltiplas redes de poder no espaço prisional. In: 36o Encontro Anual da ANPOCS, 2012, Águas de Lindóia. Anais do 36º Encontro Anual da Anpocs. São Paulo: ANPOCS, 2012.

15.
DIAS, C.C.N.; BORDIN, M. . Territórios da Violência no Estado do Paraná:a porosidade da fronteira e sua influência na criminalidade. In: II Simpósio Nacional de Geografia Política, território e poder, 2011, Foz do Iguaçu. II Geosimpósio, 2011.

16.
DIAS, C.C.N.. Pesquisando grupos criminais na prisão: reflexões sobre os (des) caminhos de um trabalho acadêmico. In: XV Congresso Brasileiro de Sociologia, 2011, Curitiba. Anais do XV Congresso Brasileiro de Sociologia, realizado em Curitiba-PR, de 26 a 29 de julho de 2011, 2011.

17.
DIAS, C.C.N.; SALLA, F. . Controle disciplinar e relações de poder nas prisões em São Paulo. In: 35o Encontro Anual da ANPOCS, 2011, Caxambú. Anais do 35o Encontro Anual da Anpocs, 2011. v. unico.

18.
DIAS, C.C.N.. A instituição do Regime Disciplinar Diferenciado para o controle da população carcerária: efeitos práticos e simbólicos. In: Simpósio Internacional Vigilância, Segurança e Controle social na América Latina, 2009, Curitiba. Surveillance in Latin America, 2009. v. único. p. 404-425.

19.
DIAS, C.C.N.. O Estado vendeu o preso e o PCC o comprou: consolidação do PCC no sistema carcerário Paulista. In: XIV Congresso Brasileiro de Sociologia, 2009, Rio de Janeiro. XIV Congresso Brasileiro de Sociologia, 2009.

20.
DIAS, C.C.N.. Consolidação do Primeiro Comando da Capital (PCC) no sistema carcerário paulista e a nova configuração do poder no universo prisional. In: XXVII Congreso ALAS, 2009, Buenos Aires. Memorias Congreso ALAS, 2009. v. unico.

21.
DIAS, C.C.N.; Silva, Valter C. da . Segregação, contaminação e utilização do corpo como espaço: a posição dos homossexuais na nova configuração do poder nas prisões paulistas. In: 33o Encontro Anual ANPOCS, 2009, Caxambu. 33o Encontro anual Anpocs, 2009.

22.
DIAS, C.C.N.. Consolidação do Primeiro Comando da Capital (PCC) no sistema carcerário paulista e a nova configuração do poder no universo prisional. In: I Seminário Nacional Sociologia & Política UFPR, 2009, Curitiba. I Seminário Nacional Sociologia & Política UFPR 2009, 2009. v. único.

23.
DIAS, C.C.N.. Práticas punitivas na prisão: institucionalização do ilegal e legalização do arbitrário. In: XXXII Encontro Anual da ANPOCS, 2008, Caxambu. Programa e Resumos 32 Encontro Anual da ANPOCS. ANPOCS: ANPOCS, 2008. p. 124-124.

24.
DIAS, C.C.N.. Ausência do Estado e presença do PCC: quando o não-direito é substituído pelo regulamento. In: II Seminário Internacional: Direitos Humanos, Violência e Pobreza na América Latina hoje, 2008, Rio de Janeiro. Anais do II Seminário Internacional Direitos Humanos, Violência e Pobreza na América Latina Hoje. Rio de Janeiro: Rede Sirius, 2008.

25.
DIAS, C.C.N.. Ser evangénlico na prisão: diferença, desigualdade e não-reconhecimento. In: XIII Congresso Brasileiro de Sociologia, 2007, Recife. XIII Congresso Brasileiro de Sociologia, 2007.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
DIAS, C.C.N.. Prática religiosa na prisão: tensão e ambigüidade. In: XXV Congresso da Associação Latino-Americana de Sociologia (ALAS), 2005, Porto Alegre. Alas - XXV Congresso. Porto Alegre: Editora Evangraf, 2005. p. 329-329.

2.
DIAS, C.C.N.. Manutenção da identidade evangélica na prisã0: tensões, ambigüidades e precariedade. In: XIII Jornadas sobre Alternativas Religiosas na América Latina, 2005, Porto Alegre. XIII Jornadas sobre Alternativas Religiosas. Porto Alegre: PUC-RS, 2005. p. 30-30.

Artigos aceitos para publicação
1.
DIAS; MARTINS, T. . A ATUAÇÃO DO AGENTE PENITENCIÁRIO COMO BUROCRATA DE NÍVEL DE RUA: PARA ALÉM DA DISCRICIONARIEDADE. Revista Brasileira de Políticas Públicas, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
GONCALVES, R. T. ; DIAS, C.C.N. . A transferência de mulheres para o Regime Disciplinar Diferenciado ? RDD: novos elementos, permanências e continuidades. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
GONCALVES, R. T. ; DIAS, C.C.N. . A transferência de mulheres para o Regime Disciplinar Diferenciado ? RDD: novos elementos, permanências e continuidades. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
KULLER, L.B.F. ; DIAS, C.C.N. . Audiências de Custódia: uma compreensão dos limites e possibilidades inscritos num dispositivo do sistema de justiça criminal. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
DIAS, C.C.N.. Transformações na dinâmica criminal e na configuração de poder em Ponta Porã/Pedro Juan Caballero: tensionamentos, acomodação e violência. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
DIAS, C.C.N.. Os efeitos da prisão na dinâmica criminal: nacionalização das redes de comércio de drogas ilícitas, rotas, controle territorial, competição e violência. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
DIAS, C.C.N.. As feridas de maio ainda sangram. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
DIAS, C.C.N.. Encarceramento, surgimento e nacionalização dos Comandos e violência. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
DIAS, C.C.N.. Da segurança pública às políticas públicas de segurança. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
DIAS, C.C.N.. Crime Organizado. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
DIAS, C.C.N.. O que ninguem quer falar (ou escutar ) sobre a crise carcerária no Brasil. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
DIAS, C.C.N.; DORNELLES, R. . Debatedora do Filme - 'Central - o poder das fações no maior presídio do Brasil'. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

12.
DIAS, C.C.N.. Sistema Prisional: abordagens possíveis. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
DIAS, C.C.N.. Encarceramento em massa e a prisão como lócus de organização da criminalidade. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
DIAS, C.C.N.. Encarceramento em massa: a prisão como articuladora do crime e produtora da violência. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
DIAS, C.C.N.. Encarceramento, nacionalização dos Comandas e faccionalização da dinâmica criminal'. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
DIAS, C.C.N.. PCC: hegemonia nas prisões e monopólio da violência. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
DIAS, C.C.N.; YAREDI, T. . Debatedora do filme 'Hotel Laide: possibilidades de (re) existência na Cracolândia'. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

18.
DIAS, C.C.N.. Mesa-redonda: Crime organizado e presídio. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

19.
DIAS, C.C.N.. O sistema penitenciário brasileiro: Desafios e perspectivas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
DIAS, C.C.N.. Crimes, Punições e Instituições. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
DIAS, C.C.N.. Das prisões às fronteiras e de São Paulo para o Brasil: Nacionalização e Faccionalização da dinâmica prisional brasileira: o caso PCC. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
DIAS, C.C.N.. Encarceramento em massa: persistir nesse caminho?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

23.
DIAS, C.C.N.. Contextos Geográficos, saúde mental e violências. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

24.
TEIXEIRA, A. ; DIAS, C.C.N. ; SALLA, F. . Considerações sobre as expressões da política nas prisões paulistas: as comissões de solidariedade e o PCC. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
DIAS, C.C.N.. A construção da ordem nas prisões brasileiras: encarceramento, violência e facções prisionais. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
DIAS, C.C.N.. Dinâmicas da criminalidade organizada em regiões de fronteira. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

27.
DIAS, C.C.N.. Violências, margens e práticas de pesquisa: os limites e as possibilidades do espaço prisional. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

28.
DIAS, C.C.N.. Surgimento e Poder do PCC: papel do poder Judiciário no enfrentamento das facções criminosas que dominam os estabelecimentos penais. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

29.
DIAS, C.C.N.; SALLA, F. ; ALVAREZ, M. C. . Redes criminais em regiões fronteiriças: o caso de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

30.
DIAS, C.C.N.; SALLA, F. ; ALVAREZ, M. C. . Deslocamentos na construção da ordem nas prisões: aspectos ideológicos e economicos das relações de poder estabelecidas entre os presos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

31.
DIAS, CAMILA NUNES; ALVAREZ, M. C. ; SALLA, F. . Crises e metamorfoses da ordem nas prisões paulistas: uma análise dos estatutos do Primeiro Comando da Capital. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

32.
DIAS, CAMILA NUNES; LOURENCO, L. C. . Discutindo elementos para a definição e a atuação de coletivos de internos do sistema prisional de São Paulo e da Bahia. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

33.
KULLER, L.B.F. ; GOMES, M.S. ; DIAS, CAMILA NUNES . Audiências de Custódia: uma análise da distribuição desigual da liberdade e da prisão. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

34.
BRITO, J.S. ; DIAS, CAMILA NUNES . Privatização das prisões: contexto político e econômico. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

35.
DIAS, CAMILA NUNES. Sobrecargas Penitenciárias: Comandos, Estrangeiros e Entorpecentes. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

36.
DIAS, CAMILA NUNES. Violência e Direitos Humanos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

37.
DIAS, CAMILA NUNES. Sistema penitenciário Nacional. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

38.
DIAS, CAMILA NUNES. Grupos Organizados no Sistema Carcerário. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

39.
DIAS, C.C.N.. Abordagens Interdisciplinares sobre as facções prisionais. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

40.
DIAS, C.C.N.; POSSAS, M. ; MARQUES, G. ; NATAL, A. . Political decisons in the area of Public Security and the action of Death Squads: the case of the violence crisis in 2012 in São Paulo, Brazil. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

41.
DIAS, C.C.N.. Decisões políticas, ruptura de um equilíbrio precário e a ação de grupos de extermínio: o caso da crise da segurança pública de São Paulo em 2012. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

42.
DIAS, C.C.N.; SALLA, F. . Crime e metamorfoses da construção da ordem nas prisões. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

43.
DIAS, C.C.N.. Antropologia no cenário nacional: novas perspectivas, debates e desafios. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

44.
DIAS, C.C.N.. Antropologia urbana. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

45.
DIAS, C.C.N.. Abordagens Interdisciplinares sobre as facções prisionais. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

46.
CONCEIÇÃO, C.B. ; DIAS, C.C.N. . Número, Gênero e Cores do Sistema Socioeducativo feminimo Paulista: uma análise do perfil das jovens autoras de ato infracional em SP. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

47.
DIAS, C.C.N.. A prisão como espaço de organização do crime: o PCC e a crise da segurança pública paulista. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

48.
DIAS, C.C.N.. A prisão como espaço de organização do crime: a expansão do PCC em São Paulo. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

49.
DIAS, C.C.N.. A prisão como espaço de organização do crime: a expansão do PCC em São Paulo. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

50.
DIAS, C.C.N.. Panorama do Sistema Carcerário Paulista. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

51.
DIAS, C.C.N.. PCC: hegemonia nas prisões e monopólio da violência. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

52.
DIAS, C.C.N.. Criminalidade: PCC hegemonia nas prisões e monopólio da violência. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

53.
DIAS, C.C.N.; SALLA, F. ; ALVAREZ, M. C. . Da Lógica dos direitos à logica do crime: uma análise das Comissões de Solidariedade e do PCC em São Paulo. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

54.
ADORNO, S. ; DIAS, C.C.N. . Articulação entre o mundo interno e externo às instituições prisionais: questões para a construção de um novo paradigma no domínio da sociologia das prisões. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

55.
DIAS, C.C.N.. Punição e controle social no Brasil contemporâneo. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

56.
DIAS, C.C.N.. A singularidade do PCC no mundo do crime: construção da confiança e manutenção da hegemonia. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

57.
DIAS, C.C.N.. Criminalidade urbana violenta e facções criminais. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

58.
DIAS, C.C.N.. Primeiro Comando da Capital - PCC. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

59.
DIAS, C.C.N.. A regulação dos conflitos pelo PCC no interior das prisões paulistas: redução da violência física, interdependência e controle social. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

60.
DIAS, C.C.N.. A atuação do PCC fora dos presídios - um debate entre acadêmicos e operadores da segurança pública. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

61.
ADORNO, S. ; DIAS, C.C.N. . The primeiro comando da capital (PCC) and the articulations between the world inside and outside of the prisons: A new paradigm of public safety?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

62.
DIAS, C.C.N.. A 'pacificação' dos espaços prisionais: a dinâmica de regulação dos conflitos pelo PCC no sistema carcerário paulista. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

63.
DIAS, C.C.N.. Violência, PCC e prevenção do crime. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

64.
DIAS, C.C.N.. Políticas públicas de segurança pública. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

65.
DIAS, C.C.N.. Disciplina, controle social e punição: o entrecruzamento das múltiplas redes de poder no espaço prisional. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

66.
DIAS, C.C.N.; BORDIN, M. . Territórios da violência no Estado do Paraná: a porosidade da fronteira e sua influência na crminalidade. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

67.
DIAS, C.C.N.; SALLA, F. . Controle disciplinar e relações de poder nas prisões em São Paulo. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

68.
DIAS, C.C.N.. A hegemonia do PCC e a nova figuração social nas prisões em São Paulo. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

69.
DIAS, C.C.N.. O "mundo do crime" nas periferias e nas prisões: o caso PCC. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

70.
DIAS, C.C.N.. Vivência Sexual nas prisões. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

71.
DIAS, C.C.N.. PCC: empresa de distribuição de drogas ilegais e ?agência? reguladora das relações sociais do mundo do crime.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

72.
DIAS, C.C.N.. Consolidação do Primeiro Comando da Capital (PCC) no sistema carcerário paulista e a nova configuração do poder no universo prisional. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

73.
DIAS, C.C.N.. ?O Estado vendeu o preso, e o PCC o comprou": consolidação do PCC no sistema carcerário paulista. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

74.
DIAS, C.C.N.. Consolidação do Primeiro Comando da Capital (PCC) no sistema carcerário paulista e a nova configuração do poder. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

75.
DIAS, C.C.N.. Consolidação do Primeiro Comando da Capital (PCC) no sistema carcerário paulista e a nova configuração do poder. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

76.
DIAS, C.C.N.. A instituição do Regime Disciplinar Diferenciado para o controle da população carcerária: efeitos práticos e simbólicos. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

77.
DIAS, C.C.N.; Silva, Valter C. da . Segregação, contaminação e utilização do corpo como espaço: a posição dos homossexuais na nova configuração do poder nas prisões paulistas. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

78.
DIAS, C.C.N.. Práticas punitivas na prisão: institucionalização do ilegal e legalização do arbitrário. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

79.
DIAS, C.C.N.. Ausência do Estado e presença do PCC: quando o não-direito é substituído pelo regulamento. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

80.
DIAS, C.C.N.. Ser evangélico na prisão: diferença, desigualdade e não reconhecimento. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

81.
DIAS, C.C.N.. Manutenção da identidade evangélica na prisão: tensões, ambigüidades e precariedade. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

82.
DIAS, C.C.N.. Conversão religiosa na prisão: tensão e ambigüidade. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

83.
DIAS, C.C.N.. Prática religiosa na prisão: tensões e ambigüidades. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

84.
NEGRAO, L. N. ; DIAS, C.C.N. . Refazendo antigas e urdindo novas tramas: trajetórias do sagrado. 2002. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

Outras produções bibliográficas
1.
DIAS, C.C.N.. Encarceramento, seletividade e opressão: a crise carcerária como projeto político. São Paulo: Friedrich Ebert Stifung Brasil, 2017 (Análise).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
DIAS, C.C.N.. 5º Relatório de Direitos Humanos: Sistema Prisional ? São Paulo. 2012.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
DIAS, C.C.N.; MANSO, B. P. . Pacificação envolve um equilíbrio precário. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
DIAS, C.C.N.. Pacificação envolve um equilíbrio precário. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
DIAS, C.C.N.; Filho, J.V.da S. . Entre Aspas. 2012.

4.
DIAS, C.C.N.; Beato, c. ; MANSO, B. P. . Roda-viva. 2012.

5.
DIAS, C.C.N.. Jornal da Gazeta. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
DIAS, C.C.N.. Brazil gang's slaughter of police sparks fightback. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

7.
DIAS, C.C.N.. Mother Mourns After Daughter is Caught in the Crossfire of Gang Violence. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
DIAS, C.C.N.. Alarm Grows in Sao Paulo as More Police Officers Are Murdered. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
DIAS, C.C.N.. O PCC decidiu reduzir os homicídios em São Paulo - atrapalha os negócios. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

10.
DIAS, C.C.N.. A ciência do PCC. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

11.
DIAS, C.C.N.. Religiosidade e escola pública. 2006. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

12.
DIAS, C.C.N.. Religão e Prisão. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
DIAS, C.C.N.. A questão Penitenciária. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
DIAS, C.C.N.. A questão penitenciária. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Gravação de vídeo-aula para Curso de Extensão).

3.
DIAS, C.C.N.. O Sistema Prisional no Estado Social e Democrática de Direito. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

4.
DIAS, C.C.N.. Fundamentos políticos e sociológicos da prisão e da pena. 2016. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Responsável Técnico da disciplina:Apostila de conteúdos, slides para aulas e elaboração de avaliação).

5.
DIAS, C.C.N.. Fundamentos Históricos do Controle Punitivo. 2016. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Responsável Técnico da disciplina:Apostila de conteúdos, slides para aulas e elaboração de avaliação).

6.
DIAS, C.C.N.. Conteúdo para a disciplina 'O sistema Prisional no Estado Social e Democrático de Direito'. 2016. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

7.
DIAS, CAMILA NUNES. Sistema prisional e o Ministério Público Federal. 2015. .

8.
DIAS, CAMILA NUNES. II Curso de Formação de Inicial de Juízes Federais Substitutos Aprovados no XV Concurso do TRF1ª. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

9.
DIAS, C.C.N.. Da pulverização ao (quase) monopólio da violência física: expansão e consolidação da dominação do PCC no sistema carcerário paulista. 2010. (Relatório de pesquisa).

10.
DIAS, C.C.N.. Da pulverização ao (quase) monopólio da violência física: expansão e consolidação da dominação do PCC no sistema carcerário paulista. 2009. (Relatório de pesquisa).

11.
DIAS, C.C.N.. Da pulverização ao (quase) monopólio da violência física: expansão e consolidação da dominação do PCC no sistema carcerário paulista. 2008. (Relatório de pesquisa).

12.
DIAS, C.C.N.. Análise do Crime Organizado no Brasil. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

13.
DIAS, C.C.N.. Limites e Possibilidades da atividade religiosa no tratamento penal. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

14.
DIAS, C.C.N.. Práticas religiosas no contexto prisional: tensão e ambigüidade nas relações sociais com a massa. 2004. (Relatório de pesquisa).

15.
DIAS, C.C.N.. Religiosidade e instituição total: um estudo sobre adesão religiosa em prisões do Estado de São Paulo. 2003. (Relatório de pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
COMPARATO, B.K.; MALVASI, P.; Camila Nunes Dias. Participação em banca de Eduardo Brandão Oliveira. Do bando ao PCC: a gestão da violência e seus desdobramentos na sociabilidade em Paraisópolis. 2018. Dissertação (Mestrado em CIÊNCIAS SOCIAIS) - Universidade Federal de São Paulo.

2.
DIAS, C.C.N.; TEIXEIRA, A.; SALLA, F.. Participação em banca de Josiane da Silva Brito. A precariedade do trabalho da mulher presa no contexto da privatização das prisões: contribuição a partir de uma análise comparativa entre a penitenciária feminina de Santana e a Penitenciária Feminina da Capital. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

3.
DIAS, C.C.N.; TEIXEIRA, A.; SOLANO, E.. Participação em banca de Francine Ribeiro Santos. Resistências ativas e resistências reativas: um estudo sobre os coletivos que contestam a violência policial no estado de São Paulo. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

4.
DIAS, C.C.N.; TEIXEIRA, A.; MARQUES, G.. Participação em banca de Mayara de Souza Gomes. Isso é tortura? disputas, consensos e narrativas na construção social do crime de tortura na cidade de São Paulo. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

5.
DIAS, C.C.N.; TEIXEIRA, A.; SINHORETTO, J.. Participação em banca de David Pimentel Barbosa de Siena. São Paulo contra o crime: governamentalização da Segurança Pública?. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

6.
ALVAREZ, M. C.; SALLA, F.; TEIXEIRA, A.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Gustavo Lucas Higa. Serpentes Negras, pânico moral e política de humanização em presídios em São Paulo (1983-1987). 2017. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade de São Paulo.

7.
SINHORETTO, J.; DIAS, C.C.N.; SANCHEZ, F.B.. Participação em banca de Yasmin Lucita Rodrigues Miranda. O Grupo de Intervenção Rápida (GIR): a gestão intramuros do encarceramento em massa no Estado de São Paulo. 2016. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de São Carlos.

8.
DIAS, C.C.N.; TEIXEIRA, A.; SALLA, F.. Participação em banca de Laís Boás Fiigueiredo Kuller. Audiências de custódia: um ponto de inflexão no sistema de justiça criminal?. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

9.
DIAS, C.C.N.; PAULA, L.; MARINHO, M. G. M. C. S.. Participação em banca de Cristiane Batista da Conceição. A adolescente em pivação de liberdade em São Paulo: reflexões sobre a internação feminina no Casa Feminino Parada de Taipas. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

10.
PERES, M.F.T.; FALCAO, M.T.C.; DIAS, CAMILA NUNES. Participação em banca de Juliana Feliciano de Almeida. Exposição à violência comunitária dos agentes da Estratégia Saúde da Família e repercussões sobre suas práticas de trabalho: um estudo qualitativo. 2015. Dissertação (Mestrado em Medicina (Medicina Preventiva)) - Universidade de São Paulo.

11.
TEIXEIRA, M.A.C.; LIMA, R.S. de; ALVES, M.A.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Samira Bueno Nunes. Bandido bom é bandido morto: a opção ideológico-institucional da política de segurança pública na manutenção de padrões de atuação violentos da Polícia Militar paulista. 2014. Dissertação (Mestrado em Administração Pública e Governo) - Fundação Getúlio Vargas.

12.
LAVALLE, A.G.; ARANTES, R.B.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Roberta Corradi Astolfi. Povo e polícia, uma só direção: os estreitos canais de participação dos conselhos comunitários de segurança da cidade de São Paulo. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

13.
PINEZI, A.K.M.; DIAS, C.C.N.; SOUZA, L. A. F.. Participação em banca de Diego Gimenes Azevedo de Freitas. Cultura policial: um estudo sobre os elementos culturais que informam a investigação do tráfico de entorpecentes em São Paulo. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

14.
COMPARATO, B.K.; DIAS, C.C.N.; TATAGIBA, L.F.. Participação em banca de Otávio Dias de Souza Ferreira. Accountability intraestatal na administração prisional de São Paulo pós-democratização. 2014. Dissertação (Mestrado em CIÊNCIAS SOCIAIS) - Universidade Federal de São Paulo.

15.
SOUZA, D.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Guilherme Borges da Silva. Sujeitos do 33: um estudo sobre o mercado ilegal de drogas e homicídios na Grande Goiânia. 2014. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Goiás.

16.
SOUZA, L. A. F.; DIAS, C.C.N.; MEDRANO, R. H.. Participação em banca de Camila Fontes Savassa. São Paulo e as novas configurações do espaço urbano: o Parque Cidade Jardim e seu impacto na Marginal Pinheiros. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

17.
Félix, S.A.; VIEIRA, N. R.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Wellington Fonte Menezes. O esgotamento da maquinaria carcerária: uma análise do sistema penitenciário do estado de São Paulo (2000-2010). 2013. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

18.
DIAS, C.C.N.; Félix, S.A.; VIEIRA, N. R.. Participação em banca de Natália Carolina Narciso Redígolo. Para além dos muros e das grades: atitudes e valores em relação às Instituições Carcerárias do Município de Valparaíso/SP. 2013. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

19.
SOUZA, L. A. F.; PINHEIRO, J.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Naiara Conservani Schmidt. Cidadãos privados: uma investigação sobre o processo de fortificação do interior paulista. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

20.
SOUZA, L. A. F.; Poker, J.G.A.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Carlos Alberto Sanches Junior. Genealogia e Biopoder. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

21.
CIAMPA, A. C.; BRITO, E.J.C.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Maria Carolina Rissoni Andery. Emancipação e submissão por meio da religião? Histórias de vida no presídio da Polícia Militar 'Romão Gomes'. 2012. Dissertação (Mestrado em Psicologia (Psicologia Social)) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Teses de doutorado
1.
ALMEIDA, A.M.F.; FLANDOLI, B. R. G. X.; DIAS JUNIOR, A. C.; JEFFREY, D. C.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Eli Narciso da Silva Torres. A gênese da remição de pena pelo estudo: o dispositivo jurídico-político e a garantia do direito à educação aos privados de liberdade no Brasil. 2017. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Estadual de Campinas.

2.
ADORNO, S.; ALVAREZ, M. C.; PERES, M.F.T.; SOUZA, L. A. F.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Caren Ruotti. Pretensão de legitimidade do PCC: justificação e reconhecimento de suas práticas nas periferias da cidade de São Paulo. 2016. Tese (Doutorado em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA) - Universidade de São Paulo.

3.
ADORNO, S.; DIAS, C.C.N.; LIMA, R.S. de; SINHORETTO, J.; AUGUSTO, M.H.O.. Participação em banca de Clodomir Cordeiro de Matos Junior. Vítimas da violência: ressonâncias sociais da criminalidade no Brasil. 2014. Tese (Doutorado em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Doutorado
1.
ADORNO, S.; POSSAS, M.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Ariadne Natal. Grupo de extermínio em São Paulo. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA) - Universidade de São Paulo.

2.
SOUZA, M. A. A.; TANGERINO, D.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Willian Magalhães de Alcântara. Território usado e direito à defesa: a defensoria pública no Estado de São Paulo. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Geografia (Geografia Humana)) - Universidade de São Paulo.

3.
ADORNO, S.; FELTRAN, G. S.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Caren Ruotti. A atuação do PCC nas periferias de São Paulo: uma ação legitimada?. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Mestrado
1.
CORREA, D. S.; TEIXEIRA, A.; Camila Nunes Dias. Participação em banca de Bia Rodrigues Ribeiro. Segurança privada no transporte coletivo da Grande São Paulo. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em POLÍTICAS PÚBLICAS) - Universidade Federal do ABC.

2.
DIAS, C.C.N.; TEIXEIRA, A.; SERRANO, P.. Participação em banca de Vinícius Félix da Silva. Da exceção de direitos na Política de Pacificação. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

3.
COMPARATO, B.K.; DIAS, C.C.N.; MALVASI, P.. Participação em banca de Eduardo Brandão Oliveira. A ação do PCC nas favelas paulistanas e alteração da sociabilidade. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em CIÊNCIAS SOCIAIS) - Universidade Federal de São Paulo.

4.
DIAS, C.C.N.; TEIXEIRA, A.; SALLA, F.. Participação em banca de Laís Boás Figueiredo Kuller. Audiências de custodia:um ponto de inflexão no sistema de justiça criminal. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

5.
DIAS, C.C.N.; TEIXEIRA, A.; VARGAS, J. D.. Participação em banca de Mayara de Souza Gomes. Isso é tortura? Disputas, consensos e narrativas sobre a construção social do crime de tortura na cidade de São Paulo. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

6.
DIAS, C.C.N.; TEIXEIRA, A.; SALLA, F.. Participação em banca de Josiane da Silva Brito. A precariedade do trabalho do preso no contexto de privatização das prisões. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

7.
DIAS, C.C.N.; TEIXEIRA, A.; SINHORETTO, J.. Participação em banca de David Pimentel Barbosa de Siena. São Paulo Contra o Crime: governamentalização da Segurança Pública?. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

8.
DIAS, C.C.N.; TEIXEIRA, A.; SOLANO, E.. Participação em banca de Francine Ribeiro Santos. Resistências ativas e resistências reativas: um estudo sobre os coletivos que contestam a violência policial no Estado de São Paulo. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

9.
ALVAREZ, M. C.; TEIXEIRA, A.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Gustavo Lucas Higa. Serpentes negras, pânico moral e política de humanização nos presídios de São Paulo (1983-1987). 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia) - Universidade de São Paulo.

10.
DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Eder EVandro de Moura Lima. A reforma trabalhista em disputa: concepções de regulamentação da terceirização entre 2003 e 2013. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

11.
SINHORETTO, J.; SANCHEZ, F.B.; DIAS, CAMILA NUNES. Participação em banca de Yasmin Lucita Rodrigues Miranda. O Grupo de Intervenção Rápida (GIR): a gestão intramuros do encarceramento em massa no Estado de São Paulo. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia) - Universidade Federal de São Carlos.

12.
PINEZI, A.K.M.; SOUZA, L. A. F.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de DIEGO GIMENES AZEVEDO DE FREITAS. Cultura e etiqueta na investigação de tráfico de entorpecentes na cidade de São Paulo. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

13.
DIAS, C.C.N.; MARINHO, M. G. M. C. S.; PAULA, L.. Participação em banca de Cristiane Batista da Conceição. A participaçõ da adolescente em regime de privação de liberdade no processo socioeducativo. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

14.
YEROS, P.; DIAS, C.C.N.; ROMANO, G.. Participação em banca de Jorge Luiz Toledo Américo. Redemocratização e racismo: novas formas de genocídio no Brasil pós-ditadura. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

15.
TEIXEIRA, M.A.C.; LIMA, R.S. de; ALVES, M.A.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Samira Bueno Nunes. Letalidade policial no Estado de São Paulo: a (in) existência de um problema para a política pública de segurança. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Administração Pública e Governo) - Fundação Getúlio Vargas.

16.
SOUZA, L. A. F.; MEDRANO, R. H.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Camila Fontes Savassa. São Paulo e as novas configurações do espaço urbano: o Parque Cidade Jardim e seu impacto na Marginal Pinheiros. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Sociais) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

17.
COMPARATO, B.K.; TATAGIBA, L.F.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Otávio Dias de Souza Ferreira. Os direitos no cárcere e um conselho de políticas: disputas e arranjos no Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária de São Paulo. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em CIÊNCIAS SOCIAIS) - Universidade Federal de São Paulo.

18.
CIAMPA, A. C.; BRITO, E.J.C.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Maria Carolina Rissoni Andery. Violência, Religião e Sociedade. Identidades diferentes em situações diferentes?. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia (Psicologia Social)) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

19.
Félix, S.A.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Natália Carolina Narciso Redígolo. Para além dos muros e das grades: atitudes e valores em relação às instituições carcerárias do município de Valparaíso/SP. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

20.
PINEZI, A, K.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Érica Ferreira da Cunha Jorge. Vida de santo x Vida privada: casamento e família (s) na Umbanda e Tambor de Mina. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MARTINEZ, D. M.; RODRIGUES, G. M. A.; DIAS, C.C.N.. Participação em banca de Thúlio Manoel Costa de Oliveira.Políticas de cooperação nos países da Tríplice Fronteira para o combate ao narcotráfico e a sua interface com o crime organizado na região. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal do ABC.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
DIAS, C.C.N.; SOUZA, L. A. F.; SALLUM, B.. Concurso Público para Provimento do Cargo de Professor Adjunto na área de Sociologia Política. 2015. Universidade Federal do ABC.

Outras participações
1.
DIAS, C.C.N.. 21o. Concurso de Monografias do Instituto Brasileiro de C. Criminais. 2017. Instituto Brasileiro de Ciências Criminais.

2.
DIAS, C.C.N.. Concurso Brasileiro de Obras Científicas e Teses Universitárias em Ciências Sociais. 2017. Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais.

3.
DIAS, C.C.N.. 4o. Edição do Prêmio Tese Destaque USP. 2015. Universidade de São Paulo.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Entenda a Intervenção Federal no Rio de Janeiro.Intervenção Federal e Militarização.. 2018. (Seminário).

2.
I Fórum De Direitos Humanos da AASP.O passado persistente: ditaduras e sistemas de repressão. 2018. (Outra).

3.
II Ciclo de Cinema e Direitos Humanos.Debate sobre o filme "Quase dois irmãos". 2018. (Outra).

4.
IX Seminário Nacional de Sociologia & Política.GT Controle social, segurança pública e direitos humanos. 2018. (Seminário).

5.
IX Seminário Nacional de Sociologia & Política.Mesa-redonda: Democracia, sociedade e militarização do cotidiano. 2018. (Seminário).

6.
Seminário Gênero, Feminismos e sistemas de justiça."Feminismos, antipunitivismo e encarceramento feminino". 2018. (Seminário).

7.
Seminário Internacional Gobiernos, conflictos y resistenciais en las prisiones de America Latina.Debatedora trabalhos mesa 3 e 5. 2018. (Seminário).

8.
Seminário Internacional sobre Segurança Pública.Mesa "Estado prisional: controle e punição". 2018. (Seminário).

9.
11o. Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.Os efeitos da prisão na dinâmica criminal: nacionalização das redes de comércio de drogas ilícitas, rotas, controle territorial, competição e violência. 2017. (Encontro).

10.
18o. Congresso Brasileiro de Sociologia. AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA: UMA COMPREENSÃO DOS LIMITES E POSSIBILIDADES INSCRITOS NUM DISPOSITIVO NO SISTEMA DE JUSTIÇA CRIMINAL. 2017. (Congresso).

11.
18o. Congresso Brasileiro de Sociologia. Coordenação da Mesa redonda: expressões da violência de Estado: grupos de extermínio, milícias e policiamento de manifestações". 2017. (Congresso).

12.
18o. Congresso Brasileiro de Sociologia. Transformações na dinâmica criminal e na configuração do poder em Ponta Porã/Pedro Juan Caballero: tensionamentos, acomodação e violência. 2017. (Congresso).

13.
18o. Congresso Brasileiro de Sociologia. A transferência de mulheres para o Regime Disciplinar Diferenciado ? RDD: novos elementos, permanências e continuidades. 2017. (Congresso).

14.
23o Seminário Internacional do IBCCRIM.Encarceramento em massa: persistir nesse caminho?. 2017. (Seminário).

15.
I Encontro das Criminalistas: do controle da violência à violência do controle.Da segurança pública às políticas públicas de segurança. 2017. (Encontro).

16.
I Encontro Estadual sobre Organizações Criminosas.Das prisões às fronteiras e de São Paulo para o Brasil: Nacionalização e Faccionalização da dinâmica prisional brasileira: o caso PCC. 2017. (Encontro).

17.
III Jornadas em Antropologia do Direito: sistema prisional, guerra às drogas e acesso à justiça em perspectiva comparada.Encarceramento, surgimento e nacionalização dos Comandos e violência. 2017. (Seminário).

18.
III Semana Acadêmica de Ciências Sociais da UFRN.As feridas de maio ainda sangram - maio de 2006, os. 2017. (Simpósio).

19.
I Semana de Estudos Jurídicos da SECAL/ II Semana de Estudos Empíricos em Direito.Crimes, Punições e Instituições. 2017. (Seminário).

20.
VIII Simpósio Nacional de Geografia da Saúde- saúde na fronteira e fronteira(s) na saúdeíde.Contextos geográficos, saúde mental, drogas e violências. 2017. (Simpósio).

21.
X Seminário- Política de Segurança Pública e Direitos Humanos: violência e sistema penitenciário.O sistema penitenciário brasileiro: Desafios e perspectivas. 2017. (Seminário).

22.
X Seminário- Política de Segurança Pública e Direitos Humanos: violência e sistema penitenciário.Crime organizado e presídio. 2017. (Seminário).

23.
10o. Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.A construção da ordem nas prisões brasileiras. 2016. (Encontro).

24.
10o. Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.Articulações, dinâmicas e conexões das redes criminais na região de fronteira: o caso de Ponta Porã/Pedro Juan Caballero. 2016. (Encontro).

25.
40o. Encontro Anual da ANPOCS. Considerações sobre as expressões da pollítica nas prisões paulistas: as comissões de solidariedade e PCC. 2016. (Congresso).

26.
7o Seminário Nacional de Sociologia & Política.Debatedor do Grupo de Trabalho "controle social, segurança pública e direitos humanos". 2016. (Seminário).

27.
7o Seminário Nacional de Sociologia & Política.O discurso do PCC e seus efeitos na construção da ordem prisional: uma análise da cartilha Conscientização - União e Família". 2016. (Seminário).

28.
Efeitos Multicausais e a influência do Primeiro Comando da Capital - PCC na redução dos homicídios em São Paulo.PCC: instância de mediação e de regulação do crime em São Paulo. 2016. (Seminário).

29.
Gangs, Prisons and Drugs: a workshop on the dynamics of violence in Brazilian Cities.Criminal Organization or organization of criminals? Economic and ideological aspects of the Primeiro Comando da Capital (PCC). 2016. (Seminário).

30.
III Semana de Ciências Criminais.Crime Organizado. 2016. (Simpósio).

31.
Segurança Pública e encarceramento no Brasil.Segurança Pública e encarceramento em São Paulo. 2016. (Seminário).

32.
Seminário "10 anos dos Crimes de Maïo".Crime Organizado e Grupo de Extermínio. 2016. (Seminário).

33.
V Seminário Internacional de Violência e Conflitos Sociais: criminalização, controle e punição.Violências, margens e práticas de pesquisa: os limites e as possibilidades do espaço prisional. 2016. (Seminário).

34.
17o. Congresso Brasileiro de Sociologia. Deslocamentos na construção da ordem nas prisões: aspectos ideológicos e economicos das relações de poder estabelecidas entre os presos. 2015. (Congresso).

35.
17o Congresso da Sociedade Brasileira de Sociologia. Segurança Publica e dinâmicas criminais na fronteira. 2015. (Congresso).

36.
1o. Seminário Discente do Programa Pós-Graduacão em Sociologia da USP.Violência e Direitos Humanos. 2015. (Seminário).

37.
39o. Encontro Anual da ANPOCS. SPG 07 - Estudos em Sociologia da Punição e encarceramento: Discutindo o sistema prisional e socioeducativo no Brasil. 2015. (Congresso).

38.
39o. Encontro Anual da ANPOCS. Discutindo elementos para a definição e a atuação de coletivos de internos do sistema prisional de São Paulo e da Bahia. 2015. (Congresso).

39.
42o. Encontro do Centro de Estudos Rurais e Urbanos/USP.Violência na Sociedade Atual. 2015. (Encontro).

40.
55o. Congreso Internacional de Americanistas. Crises e metamorfoses da ordem nas prisões paulistas: uma análise dos estatutos do Primeiro Comando da Capital. 2015. (Congresso).

41.
9o. Encontro Transdisciplinar de Ciências Penitenciárias.Sobrecargas Penitenciárias: Comandos, Estrangeiros e Entorpecentes. 2015. (Encontro).

42.
9o Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.A Custódia de presos considerados de alto-risco e o papel do sistema penitenciário federal. 2015. (Encontro).

43.
I Seminário Internacional sobre pesquisa em prisão.Balanço da pesquisa em Prisão nas Ciências Sociais do Brasil hoje. 2015. (Seminário).

44.
XII Congresso da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas em Língua Portuguesa. Redes criminais em regiões fronteiriças: o caso de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero. 2015. (Congresso).

45.
38o Encontro Anual da ANPOCS. Crime e metamorfoses da construção da ordem nas prisões. 2014. (Congresso).

46.
38o Encontro Anual da ANPOCS. Coordenadora do Simpósio de Pesqisas Pós-Graduadas 02 - Aspectos do encarceramento na sociedade contemporânea. 2014. (Congresso).

47.
3o Congresso Internacional Interdisciplinar em Sociais e Humanidades. Número, Gênero e Cores do Sistema Socioeducativo feminimo Paulista: uma análise do perfil das jovens autoras de ato infracional em SP. 2014. (Congresso).

48.
8o Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.Decisões políticas, ruptura de um equilíbrio precário e a ação de grupos de extermínio: o caso da crise da segurança pública de São Paulo em 2012. 2014. (Encontro).

49.
III Encontro Acadêmico Internacional Interdisciplinariedade nas universidades brasileiras. 2014. (Encontro).

50.
International Sociological Association. Political decisons in the area of Public Security and the action of Death Squads: the case of the violence crisis in 2012 in São Paulo, Brazil. 2014. (Congresso).

51.
IV Seminário Nacional de Estudos Prisionais.Debatedora da mesa "Prisões no Brasil e perspectivas da punição". 2014. (Seminário).

52.
IX Semana de Ciências Sociais - UFMS.Antropologia no cenário nacional: novas perspectivas, debates e desafios. 2014. (Encontro).

53.
VIII Encontro Nacional da ANDHEP.Das Comissões de Solidariedade ao Primeiro Comando da Capital: (des) legitimidade e (não) representação de presos no sistema carcerário paulista. 2014. (Encontro).

54.
VIII Encontro Nacional da ANDHEP.Movimentos Sociais e Segurança Pública. 2014. (Encontro).

55.
V Seminário Nacional Sociologia & Política.SERPENTES NEGRAS: FANTASMA DAS COMISSÕES DE SOLIDARIEDADE OU PRECURSORA DO PRIMEIRO COMANDO DA CAPITAL (PCC)?. 2014. (Seminário).

56.
37o Encontro Anual da ANPOCS. Coordenadora do SPG O lugar da prisão na sociedade contemporânea: dilemas e desafios. 2013. (Congresso).

57.
37o Encontro Anual da ANPOCS. Articulação entre o mundo interno e externo às instituições prisionais: questões para a construção de um novo paradigma no domínio da sociologia das prisões. 2013. (Congresso).

58.
7o Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.Criminalidade urbana violenta e facções criminais. 2013. (Encontro).

59.
II Congresso de Direitos Humanos da OAB - SP. Criminalidade: PCC hegemonia nas prisões e monopólio da violência. 2013. (Congresso).

60.
Laboratório de Ciências Criminais - IBCCRIM.Primeiro Comando da Capital - PCC. 2013. (Oficina).

61.
Palestra do Departamento de Cultura e Eventos da OAB-SP.PCC: hegemonia nas prisões e monopólio da violência. 2013. (Outra).

62.
Palestra na Casa do Advogado do Ipiranga.Panorama do Sistema Carcerário Paulista. 2013. (Outra).

63.
Seminário Violências, segurança pública, tecnologias e inovação social.A singularidade do PCC no mundo do crime: construção da confiança e manutenção da hegemonia. 2013. (Seminário).

64.
XVI Congresso Brasileiro de Sociologia. Da Lógica dos direitos à logica do crime: uma análise das Comissões de Solidariedade e do PCC em São Paulo. 2013. (Congresso).

65.
XVI Congresso Brasileiro de Sociologia. Fórum "Punição e Controle Social". 2013. (Congresso).

66.
XVI Congresso Brasileiro de Sociologia. GT Mercados ilícitos e processos de criminalização. 2013. (Congresso).

67.
36o Encontro Anual da ANPOCS. Disciplina, controle social e punição: o entrecruzamento das múltiplas redes de poder no espaço prisional. 2012. (Congresso).

68.
3o Seminário de Estudos prisionais, controle social e violência.A regulação dos conflitos pelo PCC no interior das prisões paulistas: redução da violência física, interdependência e controle social. 2012. (Seminário).

69.
6o Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.A atuação do PCC fora dos presídios - um debate entre acadêmicos e operadores da segurança pública. 2012. (Encontro).

70.
Café com PP.Políticas públicas de segurança pública. 2012. (Outra).

71.
The Second ISA Forum of Sociology: Social justice and democratization. The primeiro comando da capital (PCC) and the articulations between the world inside and outside of the prisons: A new paradigm of public safety?. 2012. (Congresso).

72.
35o Encontro Anual da ANPOCS. Controle Disciplinar e relações de poder nas prisões em São Paulo. 2011. (Congresso).

73.
Fórum de Pesquisa sobre vitimização de Mulheres no sistema de justiça criminal.A hegemonia do PCC e a nova figuração social nas prisões de São Paulo. 2011. (Seminário).

74.
I Fórum de Pesquisa sobre vitimização de mulheres no sistema de justiça criminal.Mulheres e jovens encarceradas no Brasil. 2011. (Simpósio).

75.
II Simpósio Nacional de Geografia Política, território e Poder.Territórios da violência no Estado do Paraná: a porosidade da fronteira e sua influência na crminalidade. 2011. (Simpósio).

76.
XV Congresso Brasileiro de Sociologia. Pesquisando grupos criminais na prisão: reflexões sobre os (des) caminhos de um trabalho acadêmico. 2011. (Congresso).

77.
16o Seminário Internacional do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM).O "mundo do crime" nas periferias e nas prisões: o caso PCC. 2010. (Seminário).

78.
Seminário Direitos Humanos e Diversidade Sexual.Vivência sexual nas prisões. 2010. (Seminário).

79.
33o Encontro Anual ANPOCS. Segregação, contaminação e utilização do corpo como espaço: a posição dos homossexuais na nova configuração do poder nas prisões paulistas. 2009. (Congresso).

80.
I Conferência Municipal de Segurança Pública.Diretrizes para o sistema Penitenciário. 2009. (Outra).

81.
I Conferência Municipal de Segurança Pública.Diretrizes para o Sistema Penitenciário. 2009. (Outra).

82.
I Seminário Nacional Sociologia & Política UFPR.Consolidação do Primeiro Comando da Capital (PCC) no sistema carcerário paulista e a nova configuração do poder no universo prisional. 2009. (Seminário).

83.
IV Semana Acadêmica de Ciências Sociais UFPR.Segregação no espaço urbano -Comentários sobre o filme La Zona. 2009. (Outra).

84.
Mostra de Cinema e Polícia.Mostra de cinema e polícia - filme: Notícias de uma guerra particular. 2009. (Outra).

85.
Seminário Crime, Violência e cidade.A configuração do Primeiro Comando da Capital no sistema penitenciário paulista e a nova configuração do poder. 2009. (Seminário).

86.
Simpósio Internacional Vigilância, Segurança e Controle social na América Latina.A instituição do Regime Disciplinar Diferenciado para o controle da população carcerária: efeitos práticos e simbólicos. 2009. (Simpósio).

87.
XIV Congresso Brasileiro de Sociologia. Mesa-Redonda Crime, Violência e Punição - Crime Organizado e Violência. 2009. (Congresso).

88.
XIV Congresso Brasileiro de Sociologia. O Estado vendeu o preso e o PCC o comprou: consolidação do PCC no sistema carcerário paulista. 2009. (Congresso).

89.
XXVII Congreso ALAS. Consolidação do Primeiro Comando da Capital (PCC) no sistema carcerário paulista e a nova configuração do poder no universo prisional. 2009. (Congresso).

90.
II Seminário Internacional: Direitos Humanos, violência e pobreza na América Latina hoje.Ausência do Estado e presença do PCC: quando o não-direito é substituído pelo regulamento. 2008. (Seminário).

91.
Mesa-Redonda: A questão Penitenciária/Políticas de Segurança.Ausência do Estado como instância legítima de mediação dos conflitos no sistema carcerário Paulista. 2008. (Outra).

92.
XXXII Encontro Anual da ANPOCS. Práticas punitivas na prisão: institucionalização do ilegal e legalização do arbitrário. 2008. (Congresso).

93.
XIII Congresso Brasileiro de Sociologia. Ser evangélico na prisão: diferença, desigualdade e não reconhecimento. 2007. (Congresso).

94.
6º Encontro Transdisciplinar de Ciência Penitenciária.Conversão religiosa na prisão: tensão e ambigüidade. 2005. (Encontro).

95.
XIII Jornadas Sobre Alternativas Religiosas na América Latina. Manutenção da identidade evangélica na prisão: tensões, ambigüidades e precariedade. 2005. (Congresso).

96.
XXV Congresso ALAS ? Associação Latino-Americana de Sociologia. Prática religiosa na prisão: tensões e ambigüidades. 2005. (Congresso).

97.
XII Jornadas Sobre Alternativas Religiosas na América Latina. 2003. (Congresso).

98.
IX Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP.Refazendo antigas e urdindo novas tramas: trajetórias do sagrado. 2002. (Simpósio).

99.
XXV Encontro Anual ANPOCS. 2001. (Encontro).

100.
XXIV Encontro Anual ANPOCS. 2000. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
DIAS, C.C.N.. F'órum Segurança Pública e Dinamicas criminais na fronteira. 2015. (Congresso).

2.
DIAS, C.C.N.; SOUZA, L. A. F. . IV Seminário Nacional de Estudos Prisionais. 2014. (Congresso).

3.
DIAS, C.C.N.. I Seminário de Segurança Pública: controle social, democracia e gênero. 2011. (Congresso).

4.
DIAS, C.C.N.. Seminário Michel Foucault. 2009. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Vanessa Meneguetti. CONTRA A MARÉ: o movimento pelo desencarceramento feminino e as práticas institucionalizadas de encarceramento em massa. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC. (Orientador).

2.
WALTER LUIZ DONOFRIO SOBRINHO. O PAPEL DO DENARC NO COMBATE AO TRÁFICO DE DROGAS NO ESTADO DE SÃO PAULO. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC. (Orientador).

3.
Vinicius Félix da Silva. Política de Pacificação e a Exceção de Direitos. Início: 2016. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
NATÁLIA CARUSO THEODORO RIBEIRO. Redes, Ruas e Cárcere: uma análise de redes do tráfico de drogas no varejo na cidade de São Paulo. Início: 2018. Tese (Doutorado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC. (Orientador).

2.
Josiane da Silva Brito. Mulheres e homens nas prisões do PCC: diferenças e semelhanças a partir de uma abordagem relacional. Início: 2018. Tese (Doutorado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC. (Orientador).

3.
LAÍS BOÁS FIGUEIREDO KÜLLER. Efeitos das Audiências de Custódia no funcionamento do Sistema de Justiça Criminal. Início: 2017. Tese (Doutorado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

4.
Rosângela Teixeira Gonçalves. Irmãs, cunhadas, primas, guerreiras ? Mulheres, gênero, crime e os procederes do Primeiro Comando da Capital.. Início: 2016. Tese (Doutorado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Beatriz Marcia Nascimento de Sena Baía. Uma visão histórica sobre a atual conjuntura do sistema carcerário brasileiro: o papel do Estado na formação das facções criminosas. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Ciências e Humanidades) - Universidade Federal do ABC. (Orientador).

2.
Dênnis Pacheco Lopes da Silva. Influências do uso de Sistemas de Informações Geográficas e ferramentas de Geoprocessamento no Controle Social. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC. (Orientador).

3.
Thalita Cordeiro Pereira. As guerrilhas na América do Sul e sua influência no tráfico internacional de drogas: um histórico das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), Exército de Libertação Nacional (ELN) e Exército do Povo Paraguaio (EPP) no período 1990-2016. Início: 2016. Iniciação científica (Graduando em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Francine Ribeiro. Resistências Ativas e Resistências Reativas: Um estudo sobre os coletivos que contestam a violência policial no Estado de São Paulo. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC, Universidade Federal do ABC. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

2.
Mayara de Souza Gomes. POR QUE TORTURA? Percepções do saber judicial sobre o crime de tortura contra mulheres. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

3.
Laís Boás Figueiredo Küller. Audiências de custódia: um ponto de inflexão no sistema de justiça criminal paulista. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC, Universidade Federal do ABC. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

4.
Josiane da Silva Brito. Privatização das prisões: análise das diferentes formas de privatização nas prisões de São Paulo. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC, Universidade Federal do ABC. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

5.
DAVID PIMENTEL BARBOSA DE SIENA. POLÍTICA NACIONAL SOBRE DROGAS E CONTROLE SOCIAL. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC, . Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

6.
Thaís Pereira Martins. Exercício de discricionariedade por agentes de segurança penitenciária nas prisões femininas do estado de São Paulo. 2014. Dissertação (Mestrado em POLÍTICAS PÚBLICAS) - Universidade Federal do ABC, . Coorientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

7.
Victor Giannico Rocca. AS INSTITUIÇÕES DE ACOLHIMENTO PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES E OS DESAFIOS PARA A GARANTIA DO DIREITO À CONVIVÊNCIA FAMILIAR E COMUNITÁRIA: ESTUDO DE CASO A PARTIR DO MUNICÍPIO DE MAUÁ. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC, . Coorientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

8.
Cristiane Batista da Conceição. ADOLESCENTE EM CONFLITO COM A LEI: UMA NOVA PERSPECTIVA PARA A ELABORAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC, . Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Thiago Tavares de Oliveira Dantas. Levantamento de normas sobre arquitetura penal aplicável aos estabelecimentos prisionais militares. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Sistema de Justiça Criminal) - Escola Superior do Ministério Público da União. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

2.
Leonardo Sampaio de Almeida. Sistema Penitenciário Federal e sua eficácia. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Sistema de Justiça Criminal) - Escola Superior do Ministério Público da União. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

3.
Igor Santos Caixeta. A efetividade da educação para os acautelados no sistema prisional em Aparecida de Goiânia - GO. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Sistema de Justiça Criminal) - Escola Superior do Ministério Público da União. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

4.
Jaqueline Maia Braga. Apontamentos dos veículos de mídia online sobre a problemática do sistema prisional brasileiro. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Sistema de Justiça Criminal) - Escola Superior do Ministério Público da União. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Thalita Cordeiro Pereira. Dinâmicas das redes criminais e as políticas públicas na fronteira brasileira: um estudo comparativo entre Ponta Porã e Assis Brasil. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

2.
Thulio Manoel Costa de Oliveira. Avaliação do sistema penitenciário de São Paulo. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

Iniciação científica
1.
André Cézar Ribeiro. Acordos para o enfrentamento ao crime transfronteiriço: Brasil e Paraguai. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

2.
Thalita Cordeiro Pereira. O mercado de pasta base de cocaína e maconha: dinâmicas e rotas da região de fronteira do Estado do Mato Grosso do Sul (MS) ao Estado de São Paulo. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

3.
Lucas Antoniaci. Uma análise das práticas e dos discursos do grupo Primeiro Comando da Capital (PCC)na última década. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências e Humanidades) - Universidade Federal do ABC. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

4.
André Cézar Ribeiro. As redes criminais na tríplice fronteira Brasil/Paraguai/Argentina e as políticas públicas implementadas na região. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

5.
Thalita Cordeiro Pereira. Dinâmicas das redes criminais e as políticas públicas na fronteira Brasil/Paraguai: o caso de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

6.
Danielle Christina Bello de Carvalho. Tráfico de armas e Narcotráfico na região da fronteira Brasil/Paraguai: uma proposta de análise descritiva e comparativa. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências e Humanidades) - Universidade Federal do ABC, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

7.
André Cezar Ribeiro. As ações de combate ao crime na tríplice fronteira Brasil/Paraguai/Argentina: a atuação do Gabinete de Gestão Integrada (GGI). 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências e Humanidades) - Universidade Federal do ABC, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

8.
Thalita Cordeiro Pereira. Dinâmicas criminais em regiões fronteiriças: o caso de Assis Brasil. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências e Humanidades) - Universidade Federal do ABC. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

9.
Luize Gonçalves Fernandes. Dinâmicas criminais em regiões fronteiriças: o caso da fronteira Brasil/Bolívia no Estado do Mato Grosso. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências e Humanidades) - Universidade Federal do ABC. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

10.
Hélio Júnior Oliveira Ferreira. O Plano Estratégico de Fronteiras e outras ações do poder público no enfrentamento a criminalidade em áreas fronteiriças. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências e Humanidades) - Universidade Federal do ABC. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

11.
Danielle Christina Bello de Carvalho. As redes de tráfico de drogas e de contrabando de armas atuantes nas regiões da fronteira brasileira: rotas, articulações e dinâmicas criminais.. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências e Humanidades) - Universidade Federal do ABC. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

12.
Juliana dos Anjos Fonseca Rosa. As políticas prisionais do Estado de S. Paulo: da criação das Comissões de Solidariedade de presos (1983) à constituição do Primeiro Comando da Capital (1993).. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências e Humanidades) - Universidade Federal do ABC. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.

13.
Gabriela Petherson Sampaio. Análise das políticas para o sistema prisional paulista no período 1983 ? 1993 e o surgimento do PCC: continuidades e permanências. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências e Humanidades) - Universidade Federal do ABC. Orientador: Camila Caldeira Nunes Dias.



Educação e Popularização de C & T



Textos em jornais de notícias/revistas
1.
DIAS, C.C.N.. Organização do PCC dificulta ações de combate do governo de SP. Folha de S. Paulo, Caderno Cotidiano, 03 out. 2012.

2.
DIAS, C.C.N.. Matemática da violência. Estado de S. Paulo, Suplemento Aliás, 04 nov. 2012.


Apresentações de Trabalho
1.
DIAS, C.C.N.. A prisão como espaço de organização do crime: o PCC e a crise da segurança pública paulista. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
DIAS, C.C.N.. A prisão como espaço de organização do crime: a expansão do PCC em São Paulo. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
DIAS, C.C.N.. A prisão como espaço de organização do crime: a expansão do PCC em São Paulo. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
DIAS, C.C.N.. Abordagens Interdisciplinares sobre as facções prisionais. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
DIAS, C.C.N.; POSSAS, M. ; MARQUES, G. ; NATAL, A. . Political decisons in the area of Public Security and the action of Death Squads: the case of the violence crisis in 2012 in São Paulo, Brazil. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
DIAS, C.C.N.. Decisões políticas, ruptura de um equilíbrio precário e a ação de grupos de extermínio: o caso da crise da segurança pública de São Paulo em 2012. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
DIAS, C.C.N.; SALLA, F. . Crime e metamorfoses da construção da ordem nas prisões. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
DIAS, C.C.N.. Antropologia no cenário nacional: novas perspectivas, debates e desafios. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
DIAS, C.C.N.. Antropologia urbana. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
DIAS, C.C.N.. Abordagens Interdisciplinares sobre as facções prisionais. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
CONCEIÇÃO, C.B. ; DIAS, C.C.N. . Número, Gênero e Cores do Sistema Socioeducativo feminimo Paulista: uma análise do perfil das jovens autoras de ato infracional em SP. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
DIAS, C.C.N.. Surgimento e Poder do PCC: papel do poder Judiciário no enfrentamento das facções criminosas que dominam os estabelecimentos penais. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
DIAS, C.C.N.; SALLA, F. ; ALVAREZ, M. C. . Redes criminais em regiões fronteiriças: o caso de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
DIAS, C.C.N.; SALLA, F. ; ALVAREZ, M. C. . Deslocamentos na construção da ordem nas prisões: aspectos ideológicos e economicos das relações de poder estabelecidas entre os presos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
DIAS, C.C.N.. O que ninguem quer falar (ou escutar ) sobre a crise carcerária no Brasil. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
DIAS, C.C.N.; DORNELLES, R. . Debatedora do Filme - 'Central - o poder das fações no maior presídio do Brasil'. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

17.
DIAS, C.C.N.. Sistema Prisional: abordagens possíveis. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
DIAS, C.C.N.. Encarceramento em massa e a prisão como lócus de organização da criminalidade. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
DIAS, C.C.N.. PCC: hegemonia nas prisões e monopólio da violência. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
DIAS, C.C.N.; YAREDI, T. . Debatedora do filme 'Hotel Laide: possibilidades de (re) existência na Cracolândia'. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
DIAS, CAMILA NUNES. Sistema prisional e o Ministério Público Federal. 2015. .

2.
DIAS, CAMILA NUNES. II Curso de Formação de Inicial de Juízes Federais Substitutos Aprovados no XV Concurso do TRF1ª. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
DIAS, C.C.N.. O Sistema Prisional no Estado Social e Democrática de Direito. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).


Desenvolvimento de material didático ou instrucional
1.
DIAS, C.C.N.. Fundamentos políticos e sociológicos da prisão e da pena. 2016. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Responsável Técnico da disciplina:Apostila de conteúdos, slides para aulas e elaboração de avaliação).

2.
DIAS, C.C.N.. Fundamentos Históricos do Controle Punitivo. 2016. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Responsável Técnico da disciplina:Apostila de conteúdos, slides para aulas e elaboração de avaliação).

3.
DIAS, C.C.N.. Conteúdo para a disciplina 'O sistema Prisional no Estado Social e Democrático de Direito'. 2016. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

4.
DIAS, C.C.N.. A questão penitenciária. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Gravação de vídeo-aula para Curso de Extensão).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
DIAS, C.C.N.. Pacificação envolve um equilíbrio precário. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
DIAS, C.C.N.; Filho, J.V.da S. . Entre Aspas. 2012.

3.
DIAS, C.C.N.; Beato, c. ; MANSO, B. P. . Roda-viva. 2012.

4.
DIAS, C.C.N.. Jornal da Gazeta. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
DIAS, C.C.N.. Brazil gang's slaughter of police sparks fightback. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

6.
DIAS, C.C.N.. Mother Mourns After Daughter is Caught in the Crossfire of Gang Violence. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
DIAS, C.C.N.. Alarm Grows in Sao Paulo as More Police Officers Are Murdered. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).



Outras informações relevantes


Associada do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.
Membro do Conselho da Comunidade da Comarca de São Paulo



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/12/2018 às 21:10:20