Patricia Ferreira Cunha Sousa

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9512901390712920
  • Última atualização do currículo em 24/11/2018


Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras (2003), mestrado em Agronomia (Fitopatologia) pela Universidade Federal de Lavras (2005) e doutorado em Genética e Melhoramento de Plantas pela UNESP (2009). Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitopatologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Resistencia de Plantas a doenças, Micologia, Virologia, Caracterizaçao Molecular e Melhoramento convencional. Doutora em Genetica e Melhoramento de Plantas, pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita", campus de Jaboticabal, atuou na Caracterizaçao do Banco de Germoplasma Ativo da Estaçao Experimental de Citricultura de Bebedouro (SP), num total de 105 genótipos citrícos, o qual trabalhou na avaliação da qualidade de frutos para inustria e mercado in natura e resistência a Guigardia citricarpa, agente causal da Mancha Preta dos Frutos Cítricos.Pós doutora pela Universidade de Brasília na Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, no qual exerce o cargo de Pesquisadora Colaboradora Plena, auxiliando na aulas de graduação e Pós graduação na sua área (Melhoramento Genético e Resitencia a Fitopatógenos) e desenvolveu trabalhos de pesquisa: Estudo da Resistência Genética e Obtenção de Híbridos em Maracujazeiro visando a produtividade, qualidade de Frutos, também conduziu experimentos de caracterização fenológica, genética e produção de mudas por estaqueamento e sementes no Banco Ativo de Germoplasma de Maracujá na Embrapa Cerrados, Planaltina, DF. Atualmente é PROFESSORA SUBSTITUTA na UEMA, responsável pela disciplina BIOTECNOLOGIA AGRONÔMICA, no curso de agronomia, Campus de São Luís. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Patricia Ferreira Cunha Sousa
Nome em citações bibliográficas
SOUSA, P. F. C.


Formação acadêmica/titulação


2005 - 2009
Doutorado em Agronomia (Genética e Melhoramento de Plantas).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: AVALIAÇÃO DE LARANJEIRAS DOCES QUANTO À QUALIDADE DE FRUTOS E RESISTÊNCIA A GUIGNARDIA CITRICARPA, Ano de obtenção: 2009.
Orientador: Prof. Dr. Antonio de Goes.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: caracteristicas fisicas e industriais.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados Com Essas Atividades.
2003 - 2005
Mestrado em Agronomia (Fitopatologia).
Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.
Título: IDENTIFICAÇÃO MOLECULAR E INDUÇÃO DE TÉLIA NO PATOSSISTEMA Phakopsora pachyrhizi - SOJA,Ano de Obtenção: 2005.
Orientador: Prof. Dr. Hilário Antonio de Castro.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Phakpsora.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados Com Essas Atividades.
1998 - 2003
Graduação em Agronomia.
Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.
Título: ESTUDO DO EFEITO MATERNO EM SECAGENS DE SEMENTES DE MILHO.
Orientador: EDILA DE RESENDE VILELA VON PINHO.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.


Pós-doutorado


2009 - 2011
Pós-Doutorado.
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Produção de Mudas.


Formação Complementar


2016 - 2016
Extensão universitária em FORMAÇÃO ENADE. (Carga horária: 1h).
Universidade Kroton, UK, Brasil.
2016 - 2016
Extensão universitária em CÓDIGO DE CONDUTA. (Carga horária: 2h).
Universidade Kroton, UK, Brasil.
2016 - 2016
Extensão universitária em FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO INCLUSIVA. (Carga horária: 10h).
Universidade Kroton, UK, Brasil.
2016 - 2016
Extensão universitária em FORMAÇÃO KLS 2.0. (Carga horária: 10h).
Universidade Kroton, UK, Brasil.
2016 - 2016
FERRAMENTAS BÁSICAS PARA SOLUÇÃO DE PROBLEMAS. (Carga horária: 2h).
Universidade Kroton, UK, Brasil.
2015 - 2015
Extensão universitária em FORMAÇÃO KLS 2.0. (Carga horária: 6h).
Universidade Kroton, UK, Brasil.
2010 - 2012
Extensão universitária em Genética e Melhoramento de Plantas- Maracujazeiro. (Carga horária: 2872h).
Embrapa Cerrados, CPAC, Brasil.
2010 - 2010
3 EDIÇÃO DO CURSO DE BIOTECNOLOGIA APLICADA. (Carga horária: 40h).
Embrapa Cerrados, CPAC, Brasil.
2004 - 2004
TÓPICOS ESPECIAIS: DOENÇAS DE PLANTAS CÍTRICAS. (Carga horária: 37h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2003 - 2003
METODOLOGIA PARA INOCULAÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DA FERRUGEM DA SOJA. (Carga horária: 16h).
EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA, EMBRAPA, Brasil.
2003 - 2003
CONTROLE BIOLÓGICO DE DOENÇAS DE PLANTAS. (Carga horária: 24h).
EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA, EMBRAPA, Brasil.
2003 - 2003
MÉTODOS ALTERNATIVOS NO CONTROLE DE DOENÇAS DE PLANTAS. (Carga horária: 24h).
EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA, EMBRAPA, Brasil.
2001 - 2001
Extensão universitária em TESTES PARA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE EM SEMENTES DE ALGODÃO, ARROZ, MILHO E S. (Carga horária: 120h).
Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso, APROSMAT, Brasil.
2001 - 2001
TÓPICOS EM EPIDEMIOLOGIA. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.
2001 - 2001
SETOR DE VIROLOGIA/BACTERIOLOGIA/MICOLOGIA DO DEPARTAMENTO DE FITOPATOLOGIA. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.
2000 - 2001
LABORATÓRIO DE ANÁLISE DE SEMENTES DO DEPARTAMENTO DE AGRICULTURA. (Carga horária: 576h).
Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2018
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20
Outras informações
Professora Substituta, Seletiva pelo Departamento de Fitossanidade e Fitotecnia do Centro de Ciências Agrárias e Veterinárias (CCA), ministra a disciplina de BIOTECNOLOGIA AGRONÔMICA para o curso de bacharel em Engenharia agronômica.

Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: PESQUISADORA, Carga horária: 40
Outras informações
MINISTRAVA A DISCIPLINA DE BIOTECNOLOGIA APLICADA À PRODUÇÃO DE PLANTAS NO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM AGROECOLOGIA DA UEMA.

Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20
Outras informações
Professora substituta, seletivada pelo Departamento de Química e Biologia do Centro de Educação, Ciências Exatas e Naturais. Ministrou a disciplina de MICROBIOLOGIA, carga horária 60 horas para o curso de graduação em Zootecnia no segundo semestre de 2013.


Faculdade Pitagóras Campus São Luís, FAP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2017
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 20
Outras informações
MINISTRA AS DISCIPLINAS DE GESTÃO AMBIENTAL, FUNDAMENTOS DE BOTÂNICA, HIDRÁULICA GERAL E APLICADA E METODOLOGIA CIENTÍFICA. NOS CURSOS: ENGENHARIA AMBIENTAL, ENGENHARIA ELÉTRICA, ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO E ENGENHARIA MECÂNICA.


Faculdade Atenas Maranhense, FAMA, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2017
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 10
Outras informações
MINISTRA AS DISCIPLINA DE METODOLOGIA CIENTÍFICA E GESTÃO AMBIENTAL. NOS CURSOS DE ENGENHARIA MECÂNICA E ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO.


Universidade Ceuma, UNICEUMA, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: PROFESSOR, Carga horária: 40
Outras informações
MINISTROU AULAS NA GRADUAÇÃO: QUÍMICA GERAL E EXPERIMENTAL; FÍSICO-QUÍMICA; DESENVOLVIMENTO REGIONAL; BIOESTATÍSTICA.


União Pioneira de Integração Social, UPIS, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40
Outras informações
Disciplinas ministradas: Fitopatologia (Código 6-01-162); Microbiologia (Código 6-01-153); Sistema de Produção de Grãos do Cerrado (Código 6-01-121) e Defensivos Agrícolas e Sustentabilidade Ambiental (Código 6-01-111)


Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - Brasília (SEDE), SENAR, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Assessor Técnico - Engenheiro Agrônomo, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Responsável pelas metodologias de educação voltadas para o homem do campo; Elaboração de recurso instrucional impresso (publicações) sobre diversos temas na área de ciências agrárias e implementação e gestão de projetos e programas do sistema SENAR/CNA.


Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: pesquisa, ensino e extensão, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
DISCIPLINA PÓS GRADUAÇÃO CÓDIGO 394548 (Patometria Aplicada ao Melhoramento de Plantas) DISCIPLINAS GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA (Adubos e adubação, Ética na profissão e Experimentação agronômica)


Embrapa Cerrados, CPAC, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: ESTAGIÁRIO, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, SNT, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2012
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: pesquisador colobarador


Universidade Estadual Paulista, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador colaborador, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

02/2005 - 02/2009
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Ciências e Veterinárias, .


COORDENADORIA DE ASSISTENCIA TECNICA INTEGRADA, CATI, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: engenheiro agronomo, Carga horária: 40


PREFEITURA MUNICIPAL DE TAQUARAL -SP, PMT, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: ENGENHEIRO AGRÔNOMO, Carga horária: 20
Outras informações
RESPONSÁVEL TÉCNICO PELA CASA DA AGRICULTURA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE TAQUARAL, ESTADO DE SÃO PAULO.



Linhas de pesquisa


1.
Biotecnologia
2.
Melhoramento Genético Vegetal
3.
Melhoramento Genético

Objetivo: Obtenção de novas variendades visando boa qualidade de frutos e resitência a fitopatógenos e pragas..
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Manejo e Tratos Culturais.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados Com Essas Atividades.
Palavras-chave: genótipos; controle genético; componentes principais; caracteristicas fisicas e industriais.


Projetos de pesquisa


2013 - 2014
ESTUDO DAS ESTRATÉGIAS DE MELHORAMENTO GENÉTICO DO EUCALIPTO VISANDO A QUALIDADE E RESISTÊNCIA A DOENÇAS.
Descrição: O presente trabalho visa o estudo dos genótipos de Eucalyptus e híbridos obtidos de seleções com altas intensidades. Discutir no futuro tais resultados com ênfase nos problemas que as altas taxas seletivas podem causar no melhoramento florestal. Pois, há diversos trabalhos que reforçam o fato de que a seleção individual com altas intensidades é estratégia arriscada, principalmente se acompanhada de uma redução no tamanho efetivo populacional. A dominância gênica compromete sua eficiência, podendo levar à seleção de matrizes heterozigóticas. Estas deixarão descendência heterogênea e produtividade aquém do desejado. Uma seleção individual intensa para caracteres de alta herdabilidade também deve ser vista com cautela pois essa prática provocará a eliminação ou perda precoce de alelos favoráveis de locos responsáveis por outros caracteres. Os riscos de seleção individual intensa somente podem ser reduzidos se, após a seleção, o tamanho efetivo ainda for mantido alto. Isto requer populações-base de tamanho muito grande..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2012
ENRAIZAMENTO E ESTUDOS DE MERCADO PARA INSERÇÃO DE MARACUJAZEIROS ORNAMENTAIS
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2011
ESTUDO DA RESISTÊNCIA GENÉTICA E OBTENÇÃO DE HÍBRIDOS DE MARACUJAZEIRO VISANDO A PRODUTIVIDADE, QUALIDADE DE FRUTOS E RESISTÊNCIA A FITOPATÓGENOS
Descrição: Na fruticultura nacional, encontramos algumas frutas que lançam o Brasil à posição de grande produtor mundial, como é o caso do maracujá. Entretanto, temos carência de materiais genéticos com alta produtividade, qualidade de frutas e resistência a fitopatógenos, em razão, principalmente, da falta de trabalhos de pesquisa nas diversas áreas do conhecimento e especialmente com melhoramento genético do maracujazeiro. Em campo aberto, o desempenho agronômico e a resistência a fitopatógenos necessitam de um trabalho contínuo de melhoramento genético, uma vez que, existem poucas cultivares de maracujazeiro disponíveis aos produtores brasileiros e a produtividade das mesmas é considerada de regular a baixa. Além disso, a maioria desses materiais apresenta alta suscetibilidade aos fitopatógenos de maior importância econômica. Outro problema enfrentado pela cultura é a pequena longevidade da lavoura. Em várias áreas de maracujazeiro azedo plantado no final do século passado, foram observadas lavouras em plena produção com até 7 a 8 anos de idade. Entretanto, nestas mesmas áreas, recentemente, as lavouras não tem ultrapassado dois anos de idade, sendo que em muitos casos, ocorre a morte total com apenas um ano de idade. Entre as diversas causas desse problema, temos a suscetibilidade das variedades a fungos, bactérias, vírus e nematóides. O programa de melhoramento genético atualmente conta com diversos genótipos avaliados e selecionados a campo aberto com alto potencial produtivo, boa qualidade de frutos e bons níveis de resistência a fitopatógenos, sob condições de manejo adequado e também sob condições adversas. Tais genótipos foram também avaliados e selecionados na fase de mudas, sob ambiente protegido (casa-de-vegetação) para resistência a fitopatógenos, utilizando inóculo artificial. Para explorar o potencial desses materiais, incluindo espécies silvestres de Passiflora, estão sendo feitos testes de compatibilidade genética visando subsidiar a escolha de materiais a s.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Patricia Ferreira Cunha Sousa - Coordenador.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.


Projetos de extensão


2016 - Atual
IMPLANTAÇÃO DO CAMO AMOSTRAL DE GERMOPLASMAS DE MANDIOCAS FORTIFICADAS (Manihot esculenta Crantz.) E CULTURAS CONSORCIADAS

Projeto certificado pela empresa PITAGORAS - SISTEMA DE EDUCACAO SUPERIOR SOCIEDADE LTDA em 14/07/2016.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) .
Integrantes: Patricia Ferreira Cunha Sousa - Coordenador.
2016 - Atual
ITAPIRACÓ VERDE E SUSTENTÁVEL: IMPLANTAÇÃO DE VIVEIRO DE PLANTAS NATIVAS DA APA ITAPIRACÓ
Descrição: Realizar o planejamento para a implantação de um viveiro permanente de plantas nativas características da APA ITAPIRACÓ para fins de reflorestamento das áreas suprimidas desta região e firmar trabalho paralelo como atividades socioambientais..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) .
Integrantes: Patricia Ferreira Cunha Sousa - Coordenador / Claúdia Thayse Machado Torres - Integrante / Thiago Reis da Silva - Integrante.


Membro de corpo editorial


2015 - Atual
Periódico: ACTA BRAZILAN SCIENCE
2009 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso)


Revisor de periódico


2009 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso)


Revisor de projeto de fomento


2012 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa ao Desenvolv. Científico e Tecnológico - MA


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia/Especialidade: Melhoramento Vegetal.
2.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Silvicultura/Especialidade: Genética e Melhoramento Florestal.
3.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: bioestatistica.
4.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: Genética Quantitativa.
5.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: Genética Molecular e de Microorganismos.
6.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Probabilidade e Estatística / Subárea: Fitopatologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SOUSA, P. F. C.2010SOUSA, P. F. C.; A. Goes . REAÇÃO DE LARANJEIRAS-DOCES QUANTO À RESISTÊNCIA A Guignardia citricarpa. Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso), v. 32, p. 718-725, 2010.

2.
SOUSA, P. F. C.2007 SOUSA, P. F. C.; E. ALVES ; H. A. CASTRO ; Alvaro M. R. Almeida ; S. HOCHENBACH . Distribuição e identificação Molecular de Phakopsora pachyrhizi, Agente Causal da Ferrugem da Soja no Estado de Minas Gerais. Ciência e Agrotecnologia (UFLA), v. 31, p. 672-677, 2007.

3.
SOUSA, P. F. C.2006 SOUSA, P. F. C.; E. ALVES ; H. A. CASTRO . Indução da Formação de Télia por Phakopsora pachyrhizi em Soja Utilizando Diferentes Temperaturas. Summa Phytopathologica (Impresso), v. 32, p. 227-231, 2006.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SOUSA, P. F. C.; PEIXOTO, J. R. ; FALEIRO, F.G. ; N. T. J. VILELA . Avaliação preliminar da produção de mudas por estaquia de espécies silvestres de maracujazeiro. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 2010. Avaliação preliminar da produção de mudas por estaquia de espécies silvestres de maracujazeiro, 2010.

2.
SOUSA, P. F. C.; PEIXOTO, J. R. ; FALEIRO, F.G. ; N. T. J. VILELA . Avaliação não-destrutiva do enraizamento de estacas de espécies de maracujazeiros silvestres utilizando escala diagramática. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 2010. Avaliação não-destrutiva do enraizamento de estacas de espécies de maracujazeiros silvestres utilizando escala diagramática, 2010.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SOUSA, P. F. C.; M. Teixeira ; A. Goes . CONTROLE DA MANCHA PRETA DOS FRUTOS CÍTRICOS ATRAVÉS DE VARIEDADES RESISTENTES. In: Congresso Brasileito de Fitopatologia, 2008, Belo Horizonte. CONTROLE DA MANCHA PRETA DOS FRUTOS CÍTRICOS ATRAVÉS DE VARIEDADES RESISTENTES, 2008.

2.
SOUSA, P. F. C.; J. G. Nogueira ; A. Goes . AVALIAÇÃO DO EFEITO DE GENÓTIPOS CITRÍCOS NA PRODUÇÃO DE ESTRUTURAS REPRODUTIVAS (ER) DE Phyllosticta citricarpa. In: Congresso Paulista de Fitopatologia, 2007, Jaboticabal. AVALIAÇÃO DO EFEITO DE GENÓTIPOS CITRÍCOS NA PRODUÇÃO DE ESTRUTURAS REPRODUTIVAS (ER) DE Phyllosticta citricarpa, 2007.

3.
J. G. Nogueira ; SOUSA, P. F. C. ; A. Goes . EFEITO DA INOCULAÇÃO DE Phyllosticta citricarpa SOBRE SEVERIDADE DA MANCHA PRETA DOS CITROS (MPC) EM FRUTOS DE DIFERENTES GENÓTIPOS. In: Jornada Científica da UNESP Campus de Jaboticabal, 2007, Jaboticabal. EFEITO DA INOCULAÇÃO DE Phyllosticta citricarpa SOBRE SEVERIDADE DA MANCHA PRETA DOS CITROS (MPC) EM FRUTOS DE DIFERENTES GENÓTIPOS, 2007.

4.
SOUSA, P. F. C.. Identificação Molecular de Phakopsora pachyrhizi, Agente Causal da Ferrugem da Soja do Estado de Minas Gerais. In: Congresso Paulista de Fitopatologia, 2005, São Paulo. Summa Phytopathologica, 2005.

5.
SOUSA, P. F. C.; E. ALVES ; H. A. CASTRO . INDUÇÃO DE TÉLIA EM PHAKOPSORA PACHIRHIZI. In: Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2005, GRAMADO. INDUÇÃO DE TELIA EM PHAKOPSORA PACHIRHIZI, 2005.

6.
SOUSA, P. F. C.. UTILIZAÇÃO DE DIFERENTES TEMPERATURAS PARA INDUÇÃO DE TELIA NO GÊNERO Phakopsora AGENTE ETIOLÓGICO DA FERRUGEM DA SOJA. In: Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2004, Gramado (RS). Fitopatologia Brasileira, 2004.

7.
SOUSA, P. F. C.. Obtenção de novos herbicidas.ParteI.Efeito de filtrados fúngicos sobre a germinação de sementes. In: XIV encontro regional da SBQ, 2000, Uberlândia. Obtenção de novos herbicidas.Parte I.Efeito de filtrados fúngicos sobre germinação de sementes, 2000.

Artigos aceitos para publicação
1.
SOUSA, P. F. C.; A. Goes ; STUCHI, E. S. ; FERRAUDO, A. S. . Seleção de cultivares de laranjas-doce quanto à qualidade de frutos para os mercados in natura e processamento industrial. Ciência Rural, 2015.

Apresentações de Trabalho
1.
SOUSA, P. F. C.. COMO A BIOTECNOLOGIA (DNA) MUDA A FACE DO AGRONEGÓCIO E A MESA DOS BRASILEIROS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SOUSA, P. F. C.. BIOTECNOLOGIA E BIODIVERSIDADE MARANHENSE. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
SOUSA, P. F. C.; RODRIGUES, R. A. S. . IRRIGAÇÃO E DRENAGEM. 2018.

2.
SOUSA, P. F. C.. SUPRESSÃO VEGETAL NO PORTO DO ITAQUI - MOINHOS CRUZEIRO DO SUL (PARTE 2). 2016.

3.
SOUSA, P. F. C.. SUPRESSÃO VEGETAL NA ÁREA PORTO ITAQUI - MOINHOS CRUZEIRO DO SUL.. 2016.

Trabalhos técnicos
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SOUSA, P. F. C.. Especialista fala sobre a situação dos recursos hídricos. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
SOUSA, P. F. C.. DISCIPLINAS: BIOESTATÍSTICA, ESTATÍSTICA APLICADA À BIOLOGIA, GENÉTICA BÁSICA, BIOLOGIA DA CÉLULA I. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - ROTEIROS DE AULAS PRÁTICAS).

2.
SOUSA, P. F. C.. DISCIPLINAS DE IRRIGAÇÃO E DRENAGEM. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - MATERIAL DIDÁTICO).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
SOUSA, P. F. C.; COSTA, H. G.. Participação em banca de JOHNATHAN GARCES DURANS E NATHÁLIA EVELLYN GARCES DURANS.OTIMIZAÇÃO DO PROCESSO DE ENGORDA DE TAMBAQUIS DA EMPRESA JJ PSICULTURA POR MEIO DE IMPLEMENTAÇÃO DOS MÉTODOS DE BIOMETRIA, ACOMPANHAMENTO DA QUALIDADE DA ÁGUA, ARRACOAMENTO E CÁLCULO PARA DEFINIÇÃO DO MANEJO ALIMENTAR. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) - Faculdade Pitagóras Campus São Luís.

2.
SOUSA, P. F. C.; MOTA, V. N. T.. Participação em banca de BELISA SOUZA COSTA.ESTUDO DA INFLUÊNCIA DO TELHADO DE COBERTURA VERDE COMO MATERIAL EMPREGADO EM CONSTRUÇÃO SOBRE A TEMPERATURA AMBIENTE EM SEU ENCONTRO. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em ENGENHARIA CIVIL) - Faculdade Pitagóras Campus São Luís.

3.
SOUSA, P. F. C.; SANTOS, J. M. C.. Participação em banca de FABIANO FROÉS ABREU E THIAGO AÉCIO ROSÁRIO LOBO.PROPOSTA DE DIMENSIONAMENTO DE ATERRO SANITÁRIO PARA O MUNICÍPIO DE SANTA HELENA - MA : PLANEJAMENTO E GESTÃO DE PROCESSOS. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em ENGENHARIA CIVIL) - Faculdade Pitagóras Campus São Luís.

4.
SOUSA, P. F. C.; REIS, J. M.. Participação em banca de TONYLSON CUTRIM MELÔNIO.GESTÃO DE RESÍDUOS NA PRODUÇÃO DE CONCRETO: ESTUDO DE CASO EM USINA DE CONCRETO EM SÃO LUIS -MA. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em ENGENHARIA CIVIL) - Faculdade Pitagóras Campus São Luís.

5.
SOUSA, P. F. C.; PERREIRA, D. R.. Participação em banca de IURY GUSTUVO MENDONÇA DE SOUSA.ESTUDO DE CASO SITUAÇÃO DO SANEAMENTO BÁSICO NO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DO LAGO AÇU: SOLUÇÕES TÉCNICAS PARA MELHORIA NO CAIS E MORADORES VIZINHOS.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em ENGENHARIA CIVIL) - Faculdade Pitagóras Campus São Luís.

6.
SOUSA, P. F. C.; PERREIRA, D. R.. Participação em banca de JOLENILCE ARAÚJO PRADA E JUSCEILDO CARDOSO LOPES.A REUTILIZAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL: A NECESSIDADE DE REAPROVEITAR AS SOBRAS DE MATERIAIS DOS CANTEIROS DE OBRA. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em ENGENHARIA CIVIL) - Faculdade Pitagóras Campus São Luís.

7.
SOUSA, P. F. C.. Participação em banca de JASMIN LIANE DUCKHORN.PROGRAMA 5S: PROPOSTA DE MELHORIA DA FERRAMENTA EM UMA EMPRESA METALÚRGICA. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) - Faculdade Pitagóras Campus São Luís.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
SOUSA, P. F. C.. XIX CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNESP. 2007. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I SEMENG.ETAPAS DA ELABORAÇÃO DE PROJETOS EM ENGENHARIA. 2014. (Seminário).

2.
I SEMENG.ECO JATO: UMA ALTERNATIVA PARA LAVAGENS ECOLÓGICAS. 2014. (Encontro).

3.
I SEMENG.REVITALIZAÇÃO DE PARA BRISAS DE LOCOMOTIVAS EFC. 2014. (Encontro).

4.
VII SEMANA PEDAGÓGICA.O PROFESSOR CEUMA: NOSSO CAPITAL INTELECTUAL. 2013. (Encontro).

5.
XXI CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA. Avaliação preliminar da produção de mudas por estaquia de espécies silvestres de maracujazeiro. 2010. (Congresso).

6.
II ENCONTRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MELHORAMENTO DE PLANTAS.PRÉ MELHORAMENTO, MELHORAMENTO E PÓS MELHORAMENTO: ESTRATÉGIAS E DESAFIOS. 2008. (Encontro).

7.
XXX CONGRESSO PAULISTA DE FITOPATOLOGIA. AVALIAÇÃO DO EFEITO DOS GENÓTIPOS CÍTRICOS NA PRODUÇÃO DE ESTRUTURAS REPRODUTIVAS (ER) DE Phyllosticta citricarpa.. 2007. (Congresso).

8.
SEMINÁRIO SOBRE MANEJO DO VÍRUS DO ENDURECIMENTO DOS FRUTOS DO MARACUJAZEIRO MA.MANEJO DO VÍRUS DO ENDURECIMENTO DOS FRUTOS DO MARACUJAZEIRO. 2005. (Seminário).

9.
V SIMPÓSIO DE CONTROLE DE DOENÇAS DE PLANTAS.MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS DE GRANDES CULTURAS (SOJA, ALGODÃO E CAFÉ). 2005. (Simpósio).

10.
XXVIII CONGRESSO PAULISTA DE FITOPATOLOGIA. IDENTIFICAÇÃO MOLECULAR DE Phakopsora pachyrhizi, AGENTE CAUSAL DA FERRUGEM DA SOJA DO ESTADO DE MINAS GERAIS.. 2005. (Congresso).

11.
XXXVII CONGRESSO BRASILEIRO DE FITOPATOLOGIA. INDUÇÃO DE TÉLIA NO GENÊRO Phakopsora AGENTE ETIOLÓGICO DA FERRUGEM DA SOJA. 2005. (Congresso).

12.
III SIMPÓSIO DE CONTROLE DE DOENÇAS DE PLANTAS:.MANEJO DE DOENÇAS E PRAGAS EM CULTIVO PROTEGIDO. 2003. (Simpósio).

13.
7 SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PATOLOGIA DE SEMENTES.EFICÁCIA DO TRATAMENTO FUNGICIDA DE SEMENTES DE FEIJÃO INFECTADAS POR Sclerotinia sclerotiorum EM DIFERENTES PONTENCIAIS DE INÓCULO. 2002. (Simpósio).

14.
XV Congresso de Iniciação Científica da UFLA (CICESAL). EFICÁCIA DO TRATAMENTO FUNGICIDA DE SEMENTES DE FEIJÃO INFECTADAS POR Sclerotinia sclerotiorum EM DIFERENTES PONTENCIAIS DE INÓCULO. 2002. (Congresso).

15.
I SIMPÓSIO SOBRE CONTROLE DE DOENÇAS DE PLANTAS: MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS DE PLANTAS.I Simpósio sobre Controle de Doenças de Plantas: Manejo Integrado de Doenças e Pragas de Hortaliças. 2001. (Simpósio).

16.
XIV Congresso de Iniciação Científica da UFLA (CICESAL). Estudo do Controle Genético Quanto a Tolerância a Altas Temperaturas de Secagem de Sementes de Milho. 2001. (Congresso).

17.
III ENCONTRO TÉCNICO SOBRE A CULTURA DO MILHO.III Encontro Sul Mineiro da Cultura do Milho. 2000. (Encontro).

18.
42 CONGRESSO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE AGRONOMMIA. Congresso dos Estudantes de Agronomia. 1999. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SOUSA, P. F. C.; A. Goes . Congresso Paulista de Fitopatologia. 2007. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
ALEX OLIVEIRA MOREIRA. O GERENCIAMENTO DO DESCARTE IRREGULAR DE RESÍDUOS SÓLIDOS NACIDADE DE SÃO LUÍS NA REGIÃO DA COHAB.. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Engenharia Civil) - Faculdade Pitagóras Campus São Luís. Orientador: Patricia Ferreira Cunha Sousa.

2.
Hilton Diego Cavalcante Araújo. AVALIAÇÃO DO ATERRO SANITÁRIO DE SÃO LUIS, MARANHÃO. 2013. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em ENGENHARIA AMBIENTAL) - Universidade Ceuma. Orientador: Patricia Ferreira Cunha Sousa.

3.
JOSEANE DA SERRA PRAZERES. ANÁLISE SOCIOAMBIENTAL DO BAIRRO BACURÍ NO MUNIÍCIPIO DE IMPERATRIZ - MA. 2013. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em ENGENHARIA AMBIENTAL) - Universidade Ceuma. Orientador: Patricia Ferreira Cunha Sousa.

Iniciação científica
1.
Maristela Teixeira. Controle da Mancha Preta dos Frutos Cítricos atraves de Genótipos Resistentes ano Safra 2006-07. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em agronomia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundo de Amparo a Citricultura. Orientador: Patricia Ferreira Cunha Sousa.

2.
José Guilherme Nogueira. EFEITO DA INOCULAÇÃO DE Phyllosticta citricarpa SOBRE SEVERIDADE DA MANCHA PRETA DOS CITROS (MPC) EM FRUTOS DE DIFERENTES GENÓTIPOS. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em agronomia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Orientador: Patricia Ferreira Cunha Sousa.



Inovação



Projetos de pesquisa

Projeto de extensão


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
SOUSA, P. F. C.2007 SOUSA, P. F. C.; E. ALVES ; H. A. CASTRO ; Alvaro M. R. Almeida ; S. HOCHENBACH . Distribuição e identificação Molecular de Phakopsora pachyrhizi, Agente Causal da Ferrugem da Soja no Estado de Minas Gerais. Ciência e Agrotecnologia (UFLA), v. 31, p. 672-677, 2007.

2.
SOUSA, P. F. C.2006 SOUSA, P. F. C.; E. ALVES ; H. A. CASTRO . Indução da Formação de Télia por Phakopsora pachyrhizi em Soja Utilizando Diferentes Temperaturas. Summa Phytopathologica (Impresso), v. 32, p. 227-231, 2006.

3.
SOUSA, P. F. C.2010SOUSA, P. F. C.; A. Goes . REAÇÃO DE LARANJEIRAS-DOCES QUANTO À RESISTÊNCIA A Guignardia citricarpa. Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso), v. 32, p. 718-725, 2010.


Apresentações de Trabalho
1.
SOUSA, P. F. C.. BIOTECNOLOGIA E BIODIVERSIDADE MARANHENSE. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SOUSA, P. F. C.. COMO A BIOTECNOLOGIA (DNA) MUDA A FACE DO AGRONEGÓCIO E A MESA DOS BRASILEIROS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Desenvolvimento de material didático ou instrucional
1.
SOUSA, P. F. C.. DISCIPLINAS: BIOESTATÍSTICA, ESTATÍSTICA APLICADA À BIOLOGIA, GENÉTICA BÁSICA, BIOLOGIA DA CÉLULA I. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - ROTEIROS DE AULAS PRÁTICAS).

2.
SOUSA, P. F. C.. DISCIPLINAS DE IRRIGAÇÃO E DRENAGEM. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - MATERIAL DIDÁTICO).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SOUSA, P. F. C.. Especialista fala sobre a situação dos recursos hídricos. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/12/2018 às 18:25:57