Fabiane Borelli Grecco

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2776857838027668
  • Última atualização do currículo em 08/10/2018


Professora de Patologia na Faculdade de Veterinária da UFPEL. Tem experiência em patologia de pequenos animais atuando principalmente nos seguintes temas: Patologia animal, oncologia e histopatologia de lesões renais e hepáticas em cães e gatos, e docência do ensino superior. Doutora em Ciências Veterinárias (2009). Atualmente é chefe do Núcleo de Bacharelados, Tecnologias e Estágios da Pró-Reitoria de Graduação da UFPEL e patologista do Serviço de Oncologia Veterinária SOVET da Faculdade de Veterinária da UFPEL (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Fabiane Borelli Grecco
Nome em citações bibliográficas
GRECCO,F.B.;Grecco, Fabiane Borelli;Grecco, Fabiane B.;Grecco, F.B.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Pelotas, Faculdade de Veterinária/Departamento de Patologia Animal.
Avenida Eliseu Maciel
Sitio São Marcos
96100000 - Pelotas, RS - Brasil
Telefone: (53) 3275491
URL da Homepage: http://www.ufpel.edu.br/


Formação acadêmica/titulação


2007 - 2009
Doutorado em Veterinária.
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
Título: Intoxicação por Senecio spp.: Padrões morfológicos hepáticos em bovinos e resistência adquirida em ovinos, Ano de obtenção: 2009.
Orientador: Ana Lucia Pereira Schild.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Senecio; padrões morfológicos; resistência; ovinos; plantas hepatotóxicas.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Patologia Animal / Especialidade: Plantas Tóxicas.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados Com Essas Atividades.
1997 - 1999
Mestrado em Veterinária.
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
Título: Intoxicação por Enterolobium contortisiliquum em Bovinos e cobaias,Ano de Obtenção: 1999.
Orientador: Franklin Riet Corrêa.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: bovino; plantas tóxicas; patologia; plantas hepatotóxicas; experimentação; cobaias.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Animal, Inclusive Serviços Veterinários.
1989 - 1996
Graduação em Medicina Veterinária.
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.




Formação Complementar


2015 - 2015
Patologia Toxicológica e Experimental. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2004 - 2004
Curso de Formação pedagógica continuada. (Carga horária: 20h).
Universidade de Cuiabá, UNIC, Brasil.
2001 - 2001
Atualização em buiatria do estado de Mato Grosso. (Carga horária: 20h).
Universidade de Cuiabá, UNIC, Brasil.
1998 - 1998
Calcificação Normal e patológica. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
1997 - 1997
Patologia das micoses cutâneas. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
1997 - 1997
Seminário alternativas de controle de Senecio spp.. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
1997 - 1997
Windows e word for windows. (Carga horária: 24h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
1996 - 1996
Imunohistoquímica. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
1996 - 1996
Ciclo de palestras em zoonoses. (Carga horária: 12h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
1996 - 1996
Ciclo de palestras de doeças de bovinos e equinos. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
1995 - 1995
Atualização em manejo reprodutivo e doenças. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
1995 - 1995
4° simpósio de bovinos de corte da região sul. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
1995 - 1995
1 ° ciclo de palestras de doenças víricas. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
1994 - 1994
1° Simpósio de produtividade e sanidade suína. (Carga horária: 8h).
vetesul, VETESUL, Brasil.
1994 - 1994
2° Simpósio de bovinos de leite da região sul. (Carga horária: 8h).
vetesul, VETESUL, Brasil.
1993 - 1993
3° Simpósio de bovinos de corte da região sul. (Carga horária: 8h).
vetesul, VETESUL, Brasil.
1988 - 1988
Inseminação Artificial em bovinos. (Carga horária: 40h).
Bradesco Pecplan, PECPLAN, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: COORDENADORA DO COLEGIADO DE GRADUAÇÃO, Carga horária: 4

Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: VICE -CHEFE DEPARTAMENTO, Carga horária: 4

Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Docente colaborador na pós-graduação na FV, Carga horária: 7, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor colaborador das disciplinas vinculadas a linha de pesquisa de patologia animal e plantas tóxicas: Patobiologia; Histopatologia II e III, Diagnóstico anatômo-Patológico em Medicina Veterinária e Diagnóstico Patológico

Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto II, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: REPRESENTANTE DOCENTE NO COCEPE, Carga horária: 8

Vínculo institucional

2010 - 2013
Vínculo: , Enquadramento Funcional: CHEFE DE DEPARTAMENTO, Carga horária: 4

Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto I, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Aluna regular de Doutorado, Enquadramento Funcional: Discente, Carga horária: 40
Outras informações
Doutoranda em Ciências Veterinárias, Área de Concentração Patologia Animal / Plantas Tóxicas. Bolsista de Pesquisa CAPES, tendo como Orientadora a Profª Dra. Ana Lucia Pereira Schild.

Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professora Substituta, Carga horária: 40

Vínculo institucional

1997 - 1999
Vínculo: Aluna Regular do Mestrado, Enquadramento Funcional: Discente, Carga horária: 40
Outras informações
Mestranda em Patologia Animal/ Área de concentração Plantas Tóxicas, tendo como orientador o Prof. Dr. Franklin Riet-Correa.

Vínculo institucional

1989 - 1996
Vínculo: Acadêmica Medicina Veterinária, Enquadramento Funcional: Discente, Carga horária: 40

Atividades

12/2009 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Biologia - Departamento de Morfologia, Instituto de Biologia - Departamento de Morfologia.

Atividade realizada
Projeto de Ensino "A Histologia e suas inter-relações".
11/2009 - Atual
Ensino, Medicina Veterinária, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ética e Veterinária Legal
Patologia Especial Veterinária
Patologia Geral Veterinária
03/2007 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Laboratório Regional de Diagnóstico, .

03/2007 - Atual
Serviços técnicos especializados , Laboratório Regional de Diagnóstico, .

Serviço realizado
Necropsias e Exames Histopatológicos.
09/2009 - 11/2009
Ensino, Medicina Veterinária,Medicina,Enfermagem, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Histologia I
Histologia II
02/2006 - 02/2008
Ensino, Medicina Veterinária,Medicina,Odontologia,Nutrição, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Histologia II
Histologia I
02/2006 - 02/2008
Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Biologia - Departamento de Morfologia, Instituto de Biologia - Departamento de Morfologia.

Atividade realizada
Roteiro Prático de Histologia para utilização em Aulas Práticas.
02/2006 - 02/2008
Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Biologia - Departamento de Morfologia, Instituto de Biologia - Departamento de Morfologia.

Atividade realizada
Produção de Material Didático sobre Histologia dos Tecidos e Órgãos.

Universidade de Cuiabá, UNIC, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2005
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professora Assistente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

8/2002 - 07/2005
Direção e administração, Faculdade de Medicina Veterinária, Comissão de Estágio Supervisionado.

Cargo ou função
Presidente.
7/1999 - 7/2005
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Medicina Veterinária, .

07/1999 - 07/2005
Ensino, Medicina Veterinária, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Patologia Veterinária Especial
Patologia Veterinária Geral
Toxicologia Veterinária e Plantas Tóxicas
Zoologia Médica
7/1999 - 7/2005
Serviços técnicos especializados , Hospital Veterinário, Faculdade de Medicina Veterinária.

Serviço realizado
Necropsias e exames histopatológicos.
07/1999 - 07/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina Veterinária, .

Cargo ou função
Membro da comissão de ensino.
07/1999 - 07/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina Veterinária, .

Cargo ou função
Membro do colegiado de curso.
07/1999 - 07/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina Veterinária, .

Cargo ou função
Membro da comissão de internato.
04/2004 - 04/2005
Ensino, Especialização em Sanidade Animal, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Diagnóstico anátomo-patológico
02/2002 - 03/2002
Ensino, Especialização em Sanidade Animal, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Diagnóstico pós-morte

Clínica Veterinária Zona Norte, CVZN, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 1998
Vínculo: Prestadora de Serviço, Enquadramento Funcional: Médica Veterinária, Carga horária: 10


Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1998
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Aperfeiçoamento, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Atuação em Projetos de Pesquisa desenvolvidos no Laboratório Regional de Diagnóstico da Faculdade de Veterinária da UFPEL.


conselho regional de medicina veterinária, CRMV-RS, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: conselheira membro de comissão, Enquadramento Funcional: membro da comissão de ensino do estado do RS, Carga horária: 1



Linhas de pesquisa


1.
patologia animal

Objetivo: Estudar as principais patologias de pequenos e grandes animais no estado do Mato Grosso.
2.
plantas tóxicas de Mato Grosso

Objetivo: Estudar as principais intoxicações por plantas que ocorrem no estado de Mato Grosso.
3.
Plantas tóxicas

Objetivo: Estudo das intoxicações por plantas tóxicas na área de influência do Laboratório Regional de Diagnóstico da UFPel.
4.
Patologia animal

Objetivo: Estudo das patologias de pequenos e grandes animais na área de influência do Laboratório Regional de Diagnóstico da UFPel.


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
AVALIAÇÃO DE ALTERAÇÕES EXTRA-RENAIS CAUSADAS POR Dioctophyme renale em pequenos animais
Descrição: Dioctofimatose é uma doença causada pelo nematódeo Dioctophyme renale (Mech & Tracy, 2001). Os hospedeiros definitivos do D. renale são mustelídeos, carnívoros domésticos e silvestres, embora os cães sejam considerados de pouca importância para o ciclo, estes podem ser hospedeiros definitivos, terminais ou anormais (Kommers et al. 1999), podendo também acometer o homem, caracterizando-se como zoonose (Pedrassani & Nascimento 2015)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2017 - Atual
AVALIAÇÃO DAS ALTERAÇÕES GLOMÉRULO-TUBULARES EM CÃES COM NEOPLASIAS
Descrição: Assim como os seres humanos os cães com neoplasia podem desenvolver insuficiência renal, glomerulopatias paraneoplásicas e síndrome nefrótica. A glomerulopatia é um distúrbio morfológico e funcional, que lesa o glomérulo de forma primária ou secundária, pode ser diagnosticada em portadores de neoplasia, como uma síndrome paraneoplásicas ou pode ser uma manifestação prévia ao aparecimento tumoral. A fisiopatologia dos tumores sólidos e sua relação com a ocorrência de glomerulopatias ainda não está bem compreendida, dificultando o entendimento da influência das doenças neoplásicas na fisiopatogenia das lesões glomerulares e túbulo-intersticiais (CAMBIER; RONCO, 2012; TAKEDA et al. 2013; CRIVELLENTI et al. 2016). Existem poucos relatos sobre glomerulopatias caninas e sua associação com doenças neoplásicas é frequente. Já na literatura médica a associação entre neoplasias e glomerulopatias é bastante referida e em muitos relatos tem evidenciado que a proteinúria tem sido reportada em neoplasias de pulmão, cólon, rins e mama, ocasionando lesões glomerulares como glomerulonefrite membranosa, glomerulopatias de lesões mínimas, amiloidose, glomerulopatias por IgA, glomerulopatias segmentar focal e membranoproliferativa (JORGENSEN et al. 2008; FILGUEIRA et al. 2010; CRIVELLENTI et al. 2016). A Glomerulonefrite membranosa, principal glomerulopatias encontrada em pacientes com neoplasia que pode ser explicada pela deposição glomerular de imunocomplexos, apesar de ser ainda desconhecida, foi descrita como associada as neoplasias malignas principalmente aos carcinomas de pulmão e aos tumores do trato gastrointestinal em humanos (RIHOVA et al. 2000). O objetivo desse estudo é avaliar as alterações glomérulo-tubulares em cães com diferentes diagnósticos de neoplasia classificando as diferentes glomerulopatias..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2017 - Atual
Causas de abortos, natimortos e mortalidade de neonatos em cães e gatos.
Descrição: O período gestacional normal para o cães é de 57 a 72 dias e para os gatos é entre 52 e 74 dias (Johnston et al,2001a).,. A morte fetal durante a gestação pode resultar em reabsorção, expulsão (aborto) ou retenção fetal e mumificação. Se a morte ocorrer durante o parto nascido o termo utilizado é natimorto (Pretzer et. al, 2008). A morte neonatal é considerada como a morte dentro das 3 primeiras semanas após o nascimento. Procedimentos diagnósticos para determinar a causa do aborto, natimorto,ou de morte neonatal em cães e gatos são relativamente semelhantes em termos de coleta de amostras e submissão para o diagnóstico. É fundamental porém, coletar as amostras apropriadas que incluam tecidos fetais representativos, amostras de sangue fetal e materno, bem como a placenta, para mais testes auxiliares (Johnston et al,2001b)).,.. Dessa forma, o presente projeto busca desenvolver uma investigação de causas de aborto, morte fetal e morte neonatal em cães e gatos recebidos pelo SOVET Serviço de Oncologia Veterinária da Faculdade de Veterinária da UFPEL e desenvolver procedimentos diagnósticos diferenciais e testes auxiliares nestas espécies..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2017 - Atual
AVALIAÇÃO ANATOMOPATOLÓGICA DE MEDULA ÓSSEA EM CÃES COM INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA
Descrição: da função de ambos os rins, tendo como causa anormalidades funcionais e/ou orgânicas que podem ser classificadas em Insuficiência renal aguda (IRA) ou insuficiência renal crônica (IRC). A IRA pode ser causada principalmente por necrose tubular, já a insuficiência renal crônica (IRC) é a principal afecção renal em cães, causando lesões irreversíveis nos rins, como glomerulosclerose, acompanhada por sinais prolongados de azotemia e uremia e se constitui na segunda causa principal de morte não acidental em cães (JUBB, 1993; MCGAVIN, 2009). A anemia é um acontecimento frequente no curso de IRC e bastante comum nos estágios avançados da doença. Dentre as funções renais, está a síntese de eritropoietina, quando este é lesado ocorre um déficit na sua produção e consequentemente se estabelece a anemia. O efeito da eritropoetina é exercido sobre as células precursoras das hemácias, portanto um exame de medula óssea, analisando tanto sua série eritróide quanto suas alterações anatomopatológicas pode fornecer dados sobre sua hematopoiese. A medula óssea tem como principal função a hematopoiese de células eritróides, granulocíticas, megacariocíticas e linfocitárias. Nos animais em crescimento, a hematopoese ocorre no interior dos ossos longos e chatos (JUBB, 1993; RASKIN, 1998; MCGAVIN, 2009). Pouca informação sobre a avaliação da medula está disponível, mesmo em casos de anemia crônica (CRIVELLENTI et al, 2014). Sabe-se que cães com IRC ou com doença renal em estágio avançado apresentam geralmente anemia normocítica normocrômica não regenerativa e o aspirado de medula óssea revela hipoplasia da série eritrocítica (JAIN, 1993). As causas de anemia em cães com IRC são multifatoriais, incluindo a diminuição da meia vida dos eritrócitos como a deficiência de ferro e ácido fólico, substância inibidoras da eritropoiese no plasma urêmico, perda de sangue e mielofibrose. Entretanto a deficiência de eritropoetina é a principal causa de anemia tanto em seres humanos como em animais com IRC (POLZIN et al, 1997). O conhecimento dos mecanismos bioquímicos sanguíneos e morfológicos dos tecidos renal e medular são importantes para avaliar o tratamento terapêutico mais adequado e consequentemente melhorar a qualidade de vida de cães insuficientes renais. O objetivo desse estudo é avaliar as lesões anatomopatológicas de medula óssea em pacientes sadios e pacientes com insuficiência renal crônica, correlacionando com seu perfil hematológico..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
ESTUDO RETROSPECTIVO E PROSPECTIVO DAS PATOLOGIAS DO SISTEMARESPIRATÓRIO DE CÃES E GATOS NA ÁREA DE INFLUÊNCIA DOLABORATÓRIO REGIONAL DE DIAGNÓSTICO DA FACULDADE DE VETERINÁRIA DA UFPEL
Descrição: As doenças do sistema respiratório são algumas das maiores causas de morbidade emortalidade em animais. Lesões do sistema respiratório são frequentemente observadas emcães e gatos durante a necropsia ou na avaliação histopatológica das vias aéreassuperiores (nariz) ou inferiores (laringe, traquéia e pulmões). As doenças do sistemarespiratório em cães e gatos podem ser causadas por desordens de etiologia variada queinduzem alterações estruturais e funcionais dos órgãos e que são, diagnosticadas por meiodo quadro clínico e da histopatologia (López et al., 2013; Caswell & Williams, 2016). Empequenos animais, estudos anatomopatologicos deste sistema são raros e, em sua maioria,estão relacionados a quadros de doenças específicas (Silva et al., 2007; Mattos et al.,2008). As lesões do trato respiratório têm sido classificadas na literatura veterináriaprincipalmente de acordo com sua distribuição e etiopatogênese, associando-se a fatoresclínico-epidemiológicos e às repercussões da ocorrência dessas lesões (López et al., 2013;Caswell & Williams, 2016). Considerando-se as diferenças regionais, principalmente ligadasà prevalência de determinadas etiologias/doenças que acometem cães e gatos, o querepercute diretamente na prevalência de determinadas lesões do sistema respiratório,tornam-se necessários estudos abrangentes que permitam estabelecer as principais lesõese suas associações dentro de um contexto diagnóstico. Dessa forma, o presente projetobusca determinar, através de um estudo retrospectivo e prospectivo, a prevalência daslesões do sistema respiratório em cães e gatos necropsiados na área de abrangência doLaboratório Regional de Diagnóstico (LRD) da Faculdade de Veterinária da UniversidadeFederal Pelotas (UFPel)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Avaliação de Síndrome de Disfunção Cognitiva em cães

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Márcia de Oliveira Nobre em 15/04/2016.
Descrição: Serão abordados tutores de cães adultos/maduros através de um questionário observacional disponibilizado online. As questões foram adaptadas de OSELLA et al. (2007). Após o preenchimento do questionário, será realizado o somatório e atribuídas uma escala de valores que fornecerá um resultado de alteração ou não no comportamento do animal. Os cães que apresentarem alterações de comportamento e residirem na cidade de Pelotas ou região, serão convidados a participar da segunda fase do estudo que será realizada no HCV ? UFPel. Os animais serão avaliados através de exame clínico, exames laboratoriais e testes cognitivos para avaliar a memória e aprendizagem dos mesmos. A terceira fase consiste em avaliações histopatológicas dos cérebros de cães com idade a cima de 7 anos que vierem a óbito por morte natural, tanto aqueles avaliados anteriormente, como animais provenientes da rotina do HVC-UFPel ou de clínicas particulares com ou sem sinais de disfunção cognitiva. Os mesmos, serão encaminhados ao Departamento de Patologia Animal FV/UFPel, mediante termo de consentimento livre e esclarecido, com o objetivo de verificar alterações histopatológicas de disfunção cognitiva..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Caracterização toxicológica e funcional do extrato aquoso de LCEA206

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Márcia de Oliveira Nobre em 04/05/2017.
Descrição: Há milhares de anos as plantas são observadas como um componente essencial à vida, não só por sua participação na alimentação, mas também na manutenção da saúde humana e animal. Diversos relatos, por várias gerações, tratam da utilização das plantas como fitoterápicos. Contudo, na grande maioria das vezes a abrangência da utilização ultrapassa o conhecimento científico sobre o método correto de uso, sendo baseado apenas nas formas empírica e em formas de administração que podem não causar o efeito desejado ou, muitas vezes, causar malefícios a saúde do usuário. Neste contexto, a vasta extensão territorial brasileira faz com que o país receba destaque por seu potencial medicinal. Sendo que neste espaço, o bioma Pampa aparece de forma única. A planta a qual denominados de LCEA206, é amplamente difundida neste bioma. Com recomendações empíricas diversificadas, esta planta da família Malvaceae, segundo a medicina popular, pode tratar diversas enfermidades. Transpondo para a medicina veterinária, encontramos a otite externa como uma das doenças de maior ocorrência em cães. Diversos fatores podem ocasionar tal afecção, sendo que por diversas vezes o tratamento errôneo, além da negligencia por parte dos médicos veterinários e proprietários, tem elevado os índices de recidivas desta enfermidade ao ponto de ocasionarem complicações irreversíveis aos pacientes. Com base nisso objetivamos caracterizar de forma toxicológica e funcional o extrato aquoso de LCEA206, com a pretensão do desenvolvimento de uma formulação medicamentosa, a qual deve ser capaz de tratar otite externa canina com elevada eficácia. Para que se cumpram as etapas legais previstas pela legislação brasileira, foi traçado um plano estratégico através de ensaios de toxicidade in vitro, ex vivo, além de ensaios clínicos in vivo, os quais devem culminar com o desenvolvimento do tratamento inovador para a otite externa canina...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Mensuração da interleucina-10 sérica de gatos com esporotricose

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Márcia de Oliveira Nobre em 04/05/2017.
Descrição: Amplamente distribuída pelo mundo, a esporotricose é considerada a micose subcutânea mais frequente na América Latina, e é encontrada acometendo humanos, cães e, principalmente, gatos. Atualmente a doença é considerada endêmica no estado do Rio Janeiro, com uma dimensão praticamente inestimável, e bastante relatada no estado do Rio Grande do Sul, sendo a maioria dos casos zoonótica e decorrente do contato com felinos que também desenvolveram a doença. São escassos os trabalhos na literatura que discutem se há alguma particularidade imunológica que faz com que a doença seja mais intensa nos felinos domésticos que em outras espécies, sendo que nunca foram avaliadas as citocinas envolvidas nesse processo, evidenciando a necessidade de mais estudos acerca do assunto para elucidar a resposta imunológica do felino ao fungo. Dessa forma, torna-se necessário estudar os aspectos imunológicos do gato para elucidar a agressividade da doença nessa espécie, o que interfere diretamente no seu potencial como transmissor inter espécie e com o desenvolvimento de casos zoonóticos dessa morbidade no Brasil. Neste projeto serão estudados gatos (Felis catus) com lesões de pele compatíveis com esporotricose, a qual deverá ser confirmada por análise micológica ou por diagnóstico terapêutico; e gatos saudáveis (sem doenças clínicas aparentes) como grupo controle. A interleucina-10 sérica de todos os gatos será mensurada, bem como todos serão submetidos ao diagnóstico das retroviroses felinas. Os resultados obtidos serão comparados conforme a presença de esporotricose, a gravidade da doença, a apresentação clínica das lesões e a coinfecção pelos vírus da FIV e/ou da FeLV...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Controle biológico de Senecio madagascariensis e outras espécies de Senecio p pela utilização de pastejo com ovinos
Descrição: A intoxicação por Senecio spp. apesar de conhecida há mais de 30 anos, ainda causa perdas econômicas elevadas, principalmente na Região Sul do Brasil. As diversas espécies dessa planta com a ocorrência de surtos têm aumentado permanentemente nos últimos anos devido, entre outras causas, à diminuição da população de ovinos no Estado. É sugerido, também, que o aumento da ocorrência da planta e consequentemente da intoxicação em bovinos e a mudança no padrão da intoxicação, com apresentação subaguda, podem estar relacionados também às mudanças climáticas como secas prolongadas e como à degradação do solo. Tentativas de controlar essa intoxicação por métodos tradicionais, com utilização de herbicidas, ou eliminação dos espécimes tóxicos por métodos mecânicos não têm tido o êxito esperado. Perante essa realidade, novas alternativas para o controle da intoxicação devem ser investigadas e implementadas. Entre estas, inclui-se o controle biológico mediante pastejo com ovinos. Para tanto, é necessário estabelecer o tipo de pastejo (continuado ou alternado), quantidade (lotação) de ovinos por hectare, tempo de permanência dos ovinos em cada tipo de manejo, época de pastejo no caso de pastejo alternado e o risco de toxicidade para os ovinos. Os ovinos ingerem normalmente Senecio spp. e em áreas nas quais esta espécie é criada, essas plantas desaparecem no entanto, a intoxicação é relatada em ovinos, tanto no Rio Grande do Sul quanto em outros Países. Com base no exposto há uma clara carência de informações referentes ao desempenho de rebanhos ovinos mantidos em pastejo de áreas invadidas pelas diversas espécies de Senecio, especialmente S. madagascariensis que se apresenta como uma nova invasora com grande capacidade de disseminação. Isto sugere que mais estudos necessitam ser realizados para a determinação de quantos ovinos e por quanto tempo podem permanecer em áreas severamente infestadas pela planta sem risco. Além disso, o controle por ovinos pode ser limitado ao controle..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Fabiane Borelli Grecco - Integrante / Adriana Lucke Stigger - Integrante / Mauro Pereira Soares - Integrante / ANA LUCIA SCHILD - Coordenador.
2014 - Atual
ESTUDO ANATOMOPATOLÓGICO DE ANIMAIS AFETADOS POR Dioctophima renale NA REGIÃO SUL DO RIO GRANDE DO SUL
Descrição: Lesões do sistema urinário são frequentemente observadas em cães e gatos durante a necropsia ou na avaliação histopatológica do rim ou dos segmentos (ureteres, bexiga e uretra) que compõem o trato urinário inferior (TUI). As doenças do sistema genito-urinario em cães e gatos podem ser causadas por desordens de etiologia variada que induzem alterações estruturais e funcionais dos órgãos e que são, diagnosticadas por meio do quadro clínico e da histopatologia (Spargos e Haas, 1994). Os estudos anatomatologicos dos tecidos do aparelho reprodutor e sistema urinário de pequenos animais são raros e, em sua maioria, estão relacionados aos quadros de doença renal familial ou de doenças específicas (Koeman et al., 1994; Rha et al., 2000). As lesões do trato urinário têm sido classificadas na literatura veterinária principalmente de acordo com sua distribuição e etiopatogênese (Maxie & Newman 2007, Newman et al. 2007, Serakides 2010), associando-se a fatores clínico--epidemiológicos e às repercussões da ocorrência dessas lesões (Cowgill & Elliott 2008, Lulich et al. 2008, Polzin et al. 2008). Várias delas são consideradas achados incidentais de necropsia (Maxie & Newman 2007, Newman et al. 2007, Serakides 2010), porém podem ser a causa da morte ou razão para eutanásia nessa espécie animal, muitas vezes associadas à insuficiência renal aguda ou crônica (Fighera et al. 2008, Trapp et al. 2010, Fleming et al. 2011).Considerando-se as diferenças regionais, principalmente ligadas à prevalência de determinadas etiologias/doenças que acometem cães, o que repercute diretamente na prevalência de determinadas lesões do sistema urinário, tornam-se necessários estudos abrangentes que permitam estabelecer as principais lesões e suas associações dentro de um contexto diagnostico. Dentre as causas destaca-se em cães o parasitismo por Dioctophyma renale. Esta doença é descrita em várias espécies animais, inclusive no homem. O parasita possui um ciclo evolutivo complexo, onde os ovos contendo larvas no primeiro estágio são ingeridos pelo hospedeiro intermediário, um anelídeo oligoqueta aquático (Lumbriculus variegatus). O hospedeiro definitivo infecta-se através da ingestão destes anelídeos oligoquetas ou hospedeiros paratênicos (peixes e rãs) infectados. O parasita é capaz de colonizar o rim, penetrando pela cápsula renal e levando a destruição do parênquima reduzindo o órgão a uma fina cápsula fibrosa associada à presença de parasitas adultos. Microscopicamente, o parênquima renal está atrofiado e é substituído por tecido conjuntivo fibroso associado à nefrite intersticial não supurativa. Dessa forma, o presente projeto busca determinar, através de um estudo retrospectivo e prospectivo, a prevalência da doença na região sul do Rio Grande do Sul e os achados anatomopatológicos de cães afetados por D. renale atendidos no Hospital de clínicas veterinário da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal Pelotas (UFPel)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
ESTUDO RETROSPECTIVO E PROSPECTIVO DAS PATOLOGIAS DO SISTEMA GENITO-URINÁRIO DE CÃES E GATOS NA ÁREA DE INFLUÊNCIA DO LABORATÓRIO REGIONAL DE DIAGNÓSTICO DA FACULDADE DE VETERINÁRIA DA UFPEL
Descrição: Lesões do sistema urinário são frequentemente observadas em cães e gatos durante a necropsia ou na avaliação histopatológica do rim ou dos segmentos (ureteres, bexiga e uretra) que compõem o trato urinário inferior (TUI). As doenças do sistema genito-urinario em cães e gatos podem ser causadas por desordens de etiologia variada que induzem alterações estruturais e funcionais dos órgãos e que são, diagnosticadas por meio do quadro clínico e da histopatologia (Spargos e Haas, 1994). Os estudos anatomatologicos dos tecidos do aparelho reprodutor e sistema urinário de pequenos animais são raros e, em sua maioria, estão relacionados aos quadros de doença renal familial ou de doenças específicas (Koeman et al., 1994; Rha et al., 2000). As lesões do trato urinário têm sido classificadas na literatura veterinária principalmente de acordo com sua distribuição e etiopatogênese (Maxie & Newman 2007, Newman et al. 2007, Serakides 2010), associando-se a fatores clínico--epidemiológicos e às repercussões da ocorrência dessas lesões (Cowgill & Elliott 2008, Lulich et al. 2008, Polzin et al. 2008). Várias delas são consideradas achados incidentais de necropsia (Maxie & Newman 2007, Newman et al. 2007, Serakides 2010), porém podem ser a causa da morte ou razão para eutanásia nessa espécie animal, muitas vezes associadas à insuficiência renal aguda ou crônica (Fighera et al. 2008, Trapp et al. 2010, Fleming et al. 2011).Considerando-se as diferenças regionais, principalmente ligadas à prevalência de determinadas etiologias/doenças que acometem cães, o que repercute diretamente na prevalência de determinadas lesões do sistema urinário, tornam-se necessários estudos abrangentes que permitam estabelecer as principais lesões e suas associações dentro de um contexto diagnóstico. Dessa forma, o presente projeto busca determinar, através de um estudo retrospectivo e prospectivo, a prevalência das lesões do sistema genito-urinário em cães e gatos necropsiados na área de abrangência do Lab.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Fabiane Borelli Grecco - Coordenador / Schild, Ana Lucia - Integrante / Raffi, Margarida Buss - Integrante / Sallis, Eliza Simone Viégas - Integrante.Número de orientações: 1
2013 - Atual
ESTUDO RETROSPECTIVO E PROSPECTIVO DAS PATOLOGIAS DO SISTEMA HEPATICO DE CÃES E GATOS NA ÁREA DE INFLUÊNCIA DO LABORATÓRIO REGIONAL DE DIAGNÓSTICO DA FACULDADE DE VETERINÁRIA DA UFPEL
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Fabiane Borelli Grecco - Coordenador / ELIZA SIMONE VIEGAS SALLIS - Integrante / Margarida B Raffi - Integrante / ANA LUCIA SCHILD - Integrante.
2011 - 2013
Avaliação da histotoxicidade e de alterações metabólicas após o uso do etil-cianoacrilato e n-butil-cianoacrilato em camundongos
Descrição: Realizar síntese cutânea com adesivos etil-cianoacrilato, n-butil cianoacrilato e fio náilon monofilamentar 5-0, utilizando este último grupo como controle. - Realizar perfil bioquímico hepático e renal com dosagem de enzimas (ALT, AST, FA, uréia e creatinina) para avaliar possíveis alterações no metabolismo sistêmico dos três grupos nos dias 0, 7,15,30 e 45 ; - Realizar estudo histopatológico de órgãos (pele, rins , coração, pulmões, coração, fígado e sistema nervoso central), para determinar se os adesivos n-butil cianoacrilato e etil-cianoacrilato produzem reações inflamatórias e/ou necróticas no fragmentos de tecidos examinados; - Avaliar o potencial carcinogênico dos dois adesivos utilizados na síntese cutânea dos ratos no período de 45 dias caracterizando histopatologicamente as alterações morfológicas induzidas pelos adesivos nos tecidos analisados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Fabiane Borelli Grecco - Integrante / márcia de oliveira nobre - Coordenador.
2010 - 2014
ESTUDO RETROSPECTIVO E PROSPECTIVO DA INTOXICAÇÃO POR Senecio spp. EM BOVINOS E OVINOS NA ÁREA DE INFLUÊNCIA DO LABORATÓRIO REGIONAL DE DIAGNÓSTICO DA FACULDADE DE VETERINÁRIA DA UFPEL
Descrição: No Rio Grande do Sul, 10 a 14% de todas as mortes de bovinos são atribuídas a intoxicações por plantas e em ovinos essa estimativa chega a 7%. Neste contexto, Senecio spp. representa a planta tóxica mais importante do estado para bovinos, sendo sozinha responsável por 50% de todas as mortes por intoxicações nesta espécie animal.Na área de influência do Laboratório Regional de Diagnóstico (LRD) da Faculdade de Veterinária da UFPEL, surtos da intoxicação em bovinos são diagnosticados todos os anos e a maioria destes surtos tem caráter clássico, embora a partir de 2006 tenham ocorrido um aumento considerável do número de surtos da intoxicação e alterações na epidemiologia com a observação de lesões histológicas subagudas e a ocorrência da doença em animais jovens, que normalmente não são a categoria mais afetada. No mesmo período foram diagnosticados dois surtos da intoxicação em ovinos, espécie tida como mais resistente a intoxicação devido a particularidades de sua flora ruminal e ampla capacidade de detoxificação hepática dos alcalóides pirrolizidínicos presentes em plantas do gênero Senecio. No presente projeto será realizado um estudo retrospectivo dos surtos de seneciose em bovinos e ovinos no período entre 1978 e 2009 por levantamento dos protocolos de encaminhamento de órgãos obtidos por necropsias ou materiais remetidos ao LRD e um estudo prospectivo dos casos diagnosticados a partir de 2010 até dezembro de 2012. Serão avaliados dados relativos à propriedade onde ocorreram os surtos, número de animais afetados, idade, tempo de evolução, sinais clínicos e lesões macroscópicas e histológicas. Será realizado um levantamento dos dados de precipitação pluviométrica dos últimos 30 anos e temperaturas médias mensais da região de influência do LRD, que serão obtidos na Estação Agroclimatológica, convênio EMBRAPA/ UFPel. Os objetivos deste trabalho são realizar um estudo retrospectivo e prospectivo da epidemiologia da intoxicação por Senecio spp. em bovinos e ovinos na.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Fabiane Borelli Grecco - Coordenador / Margarida Buss Raffi - Integrante / ANA LÚCIA SCHILD - Integrante / ELIZA SIMONE VIEGAS SALLIS - Integrante.
Número de produções C, T & A: 5
2010 - 2014
Paracoccidioides brasiliensis: avaliação micológica e sorológica em animais silvestres na região Sul do Brasil
Descrição: A paracoccidioidomicose é uma das micoses sistêmicas endêmicas mais importantes da América Latina com especial destaque no Brasil. Acomete especialmente trabalhadores rurais entre 30-50 anos de idade ocasionando um grave impacto social e econômico por incapacitar estes indivíduos em sua fase mais produtiva da vida. Após mais de cem anos da primeira descrição da paracoccidioidomicose pouco se sabe sobre a eco-epidemiologia do seu agente etiológico, o fungo termodimórfico Paracoccidioides brasiliensis. Regiões consideradas reserváreas do P. brasiliensis correspondem a locais de alta pluviosidade, temperatura amena, com proximidade a rios e/ou encostas de morros. Apesar de estas características ambientais estarem descritas, pesquisas utilizando animais como sentinelas tem demonstrado que a infecção pelo fungo parece ser mais abrangente do que postulado. Considerando-se que o estado do Rio Grande do Sul é uma área endêmica de Paracoccidioides brasiliensis, com vários casos de paracoccidioidomicose descritos em humanos, e com poucos estudos a respeito da ecologia do agente, torna-se necessária a pesquisa sobre esta infecção fúngica em animais silvestres os quais servem de sentinela para detecção da doença na região...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2013
Controle integrado de Senecio spp. (Asteraceae) em propriedades rurais da Região Sul Rio Grande do Sul pela utilização de ovinos e de diferentes técnicas agrícolas.
Descrição: Os objetivos do presente projeto são estabelecer métodos de controle integrado das intoxicações por Senecio spp. e reduzir a freqüência da enfermidade em bovinos na região Sul do Brasil; estabelecer métodos de controle biológico de Senecio por pastejo com ovinos associado ou não com outras técnicas de manejo; e, estabelecer técnicas adequadas de controle de Senecio spp. para a região Sul do Brasil e reduzir a freqüência da intoxicação que atualmente representa 7% de todas as mortes de bovinos na região..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Fabiane Borelli Grecco - Integrante / ANA LÚCIA SCHILD - Coordenador / FERNANDO KARAM - Integrante / ELIZA SIMONE VIEGAS SALLIS - Integrante / Mauro Pereira Soares - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2010 - 2013
Freqüência e diagnóstico de lesões de pele em equinos na região sul do Rio Grande do Sul-estudo retrospectivo eprospectivo
Descrição: Com relação as doenças de pele de equinos diagnosticadas no Laboratório Regional de Diagnóstico, destacam-se a pitiose, habronemose cutânea e o sarcóide, determinando prejuízos econômicos para a equinocultura da região sul do RS. Neste experimento será feito um levantamento retrospectivo e prospectivo das doenças de pele diagnosticadas em equinos na área de influência do LRD e a padronização da técnica de imuno-histoquímica para o diagnóstico de pitiose na área de influência do LRD-Faculdade de Veterinária-UFPel. Treinar estudantes de graduação e pós-graduação em técnicas de diagnóstico como histoquímica e imuno-histoquímica para o diagnóstico das doenças de pele em equinos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2013
Determinação da epidemiologia, patologia e importância dos defeitos congênitos e doenças hereditárias observados em ruminantes na região Sul do Rio Grande do Sul
Descrição: Animais com defeitos congênitos têm provocado grande curiosidade através dos tempos e o diagnóstico é um desafio na moderna prática veterinária. Individualmente, a maioria dos defeitos ocorre raramente e alguns são tão raros que são observados em poucas oportunidades. Anomalias congênitas têm distribuição mundial e podem causar aborto ou morte neonatal levando a perdas reprodutivas consideráveis. Defeitos congênitos caracterizam-se por anormalidade na estrutura ou função de órgãos ou sistemas ou parte destes estando presentes ao nascimento. Os defeitos congênitos afetam todas as espécies animais e ocorrem em consequência de fatores ambientais, genéticos ou pelas suas interações A ocorrência de defeitos congênitos em bovinos e ovinos está estimada entre 0,2% e 3% e 0,2% e 2%, respectivamente, em todo o mundo e seu conhecimento depende da freqüência com que esses defeitos são estudados e descritos. Somente em condições incomuns, quando um determinado defeito ocorre repetidamente em um mesmo rebanho ou área geográfica torna-se alvo de investigação e por essa razão a maioria desses defeitos não é descrita e poucos são os registros de sua ocorrência. No Brasil a informação sobre ocorrência de defeitos congênitos é escassa a não ser por um ou outro relato de casos individuais, geralmente apresentados em congressos científicos. Na área de influência do LRD algumas enfermidades hereditárias têm sido observadas e descritas em bovinos (hipoplasia linfática na raça Hereford, hipermetria hereditária na raça Shorthorn) e em bubalinos (dermatose mecânico-bolhosa e artrogripose) entretanto, os defeitos congênitos esporádicos ou de causas ambientais têm sido pouco estudados apesar de ocorrerem com relativa frequência. Os objetivos desse projeto são determinar a frequência e descrever os aspectos epidemiológicos e a patologia dos defeitos congênitos observados em ruminantes na área de influência do Laboratório Regional de Diagnóstico (LRD) da Faculdade de Veterinária da Universidade.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Fabiane Borelli Grecco - Integrante / Margarida Buss Raffi - Integrante / ANA LÚCIA SCHILD - Coordenador / MAURO SOARES - Integrante / Clairton Marcolongo-Pereira - Integrante / Maria cecilia Damé - Integrante / Sergio Farias Vargas Junior - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1
2010 - 2012
Tratamento da otite externa por Staphylococcus aureus com Rosmarinus officinalis e Triticum vulgare
Descrição: Determinar a eficácia dos extratos vegetais no tratamento da otite externa em animais experimentais. Objetivos específicos: Determinar a CIM do Rosmarinus officinalis L. e Triticum vulgare frente a isolados de Staphylococcus aureus; Avaliar a eficácia do Rosmarinus officinalis L. e Triticum vulgare no tratamento da otite externa infecciosa e não infecciosa; Analisar a morfologia tecidual do meato acústico externo após o tratamento com Rosmarinus officinalis L e Triticum vulgare..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (7) .
Integrantes: Fabiane Borelli Grecco - Integrante / marlete cleft brum - Integrante / márcia de oliveira nobre - Coordenador / Mario Carlos Araujo Meireles - Integrante.
2010 - 2012
Utilização de Baccharis coridifolia na indução de aversão condicionada para plantas que contêm swainsonina
Descrição: Os ruminantes podem ser treinados para evitar a ingestão de plantas tóxicas mediante um processo de aversão alimentar, conforme tem sido induzido em bovinos alimentados com Delphynium barbeyi, Astragalus spp. e Oxytropis spp. e tratados com cloreto de lítio (LiCl, 200mg/kg de peso vivo), que é um aversor químico, através de um cateter ruminal ou mediante gavagem. A aversão pode ser mantida por até três anos se os animais tratados pastejam separadamente dos animais não tratados. No entanto, se os animais tratados permanecem junto com animais não tratados e que ingerem a planta, a aversão desaparece rapidamente. Esse comportamento, denominado facilitação social, é o fator mais importante para a utilização da aversão alimentar condicionada na profilaxia de algumas plantas tóxicas. As plantas que contêm swainsonina e causam desordens neurológicas associadas com armazenamento de oligossacarídeos compõem um grupo muito importante de plantas tóxicas no Brasil. Na região Nordeste, principalmente em caprinos, mas também em bovinos, ovinos e eqüinos, ocorrem as intoxicações por Ipomoea carnea, I. riedelii, I. sericophyla e Turbina cordata. Nas regiões Sul e Sudeste, esse grupo é representado por Sida carpinifolia, que causa intoxicações em caprinos, ovinos, bovinos e eqüinos. Recentemente foi demonstrado pelo nosso grupo de pesquisa que a aversão condicionada naturalmente é o mecanismo pelo qual ruminantes e equinos criados em áreas onde ocorre Baccharis coridifolia não ingerem essa planta. B. coridifolia é uma planta tóxica do Uruguai, Argentina e Região Sul do Brasil, que causa intoxicação em ovinos, bovinos e equinos que são transferidos de áreas onde a planta não ocorre para áreas onde ela está presente. Naturalmente, a aversão a B. coridifolia é permanente, o que é extremamente raro na natureza. A ingestão de pequenas quantidades de B. coridifolia parece ser o mecanismo de indução de aversão natural adquirida em animais que nascem onde a planta ocorre..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Fabiane Borelli Grecco - Integrante / Franklin Riet Correa - Integrante / ANA LÚCIA SCHILD - Coordenador / Clairton Marcolongo-Pereira - Integrante / PABLO ESTIMA SILVA - Integrante / Maria de Lourdes Adrien Delgado - Integrante / Gabriela Riet-Correa - Integrante / James A. Pfister - Integrante.
2010 - 2011
Utilização de imunoistoquímica e PCR no diagnóstico de BVH-5 e Listeriose no sistema nervoso central de ruminantes
Descrição: Herpesvírus bovino-5 (BHV-5) e Listeria monocytogenes são causas de meningoencefalite em ruminantes, determinando prejuízos econômicos na criação de ovinos e bovinos na região sul do estado do RS. No presente projeto, será realizado um estudo retrospectivo das doenças do sistema nervoso central (SNC) de ruminantes na área de influência do Laboratório Regional de Diagnóstico (LRD) da Faculdade de Veterinária da UFPel, diagnosticadas no período de 1978-2009. Os materiais dos casos selecionados serão processados rotineiramente para exame histológico e os casos com lesões no SNC, serão divididos em 3 grupos: 1-encefalite supurativa; 2-encefalite não supurativa e 3-polioencefalomalácia. O grupo 1 será testado com anticorpos contra Listeria monocytogenes. Os grupos 2 e 3 com anticorpos comerciais anti BHV-5. Os casos negativos para estes anticorpos serão reavaliados para testes com outros Ac e para o grupo 1 será utilizada outra técnica como, reação em cadeia da polimerase (PCR). Para o estudo em imunoistoquímica, os cortes histológicos serão submetidos à recuperação antigênica e a atividade da peroxidase endógena será bloqueada. Os cortes serão classificados como positivos ou negativos e os resultados submetidos a tratamento estatístico por análise de variância. Portanto pretende-se com este estudo viabilizar a utilização de imunoistoquímica e PCR , como o diagnóstico de rotina para Listeriose e BHV 5 e para a pesquisa das doenças do sistema nervoso mais freqüentes na área de abrangência do LRD, contribuindo positivamente para o desenvolvimento e a sanidade da pecuária da região..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Fabiane Borelli Grecco - Coordenador / Margarida Buss Raffi - Integrante / ANA LÚCIA SCHILD - Integrante / ELIZA SIMONE VIEGAS SALLIS - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.
2009 - 2013
Avaliação e descrição da anatomia macro e microscópica das vísceras e demais componentes corpóreos de animais silvestres do NURFS-CETAS/UFPEL oriundos de necroscópica e/ou biópsias.
Descrição: O presente projeto tem a finalidade de realizar a avaliação e descrição morfoscópica (anatomia) macro e microscópica das vísceras e demais componentes corpóreos de animais pertencentes a fauna silvestre brasileira oriundos de biópsias, eutanáisas e necrópsias realizadas no NURFS-CETAS/UFPEL. Serão realizadas descrições anatômicas macro e microscópicas da organografia destes animais com o objetivo de seu conhecimento e divulgação, uma vez que, os conhecimentos disponíveis sobre o tema são insuficientes. Os resultados serão divulgados em periódicos especializados, congressos e similares devendo servir para a a elaboração de uma histoteca e materiais digitais que serão utilizados no ensino de graduação e pós-graduação, devendo também servir de subsídos a melhoria na manutenção dos espécimes em cativeiro ou mesmo para sua reintegração.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) .
Integrantes: Fabiane Borelli Grecco - Integrante / Luis Fernando Minello - Coordenador / Maria Gabriela Tavares Rheingantz - Integrante / Laura Beatriz Oliveira de Oliveira - Integrante / Rafael Gianella Mondadori - Integrante.
2008 - 2011
Determinação da Epidemiologia, Patologia e Etiologia de Hidranencefalia Congênita em Búfalos Murrah
Descrição: A ocorrência de defeitos congênitos em bovinos e ovinos está estimada entre 0,5% e 3% em todo mundo e o seu conhecimento depende da freqüência com que esses defeitos são estudados e descritos. Na área de influência do Laboratório Regional de Diagnóstico da Faculdade de Veterinária da UFPel (LRD) em um levantamento dos diagnósticos realizados em bubalinos de 1982 a 2005 observou-se uma prevalência de 3,17% de defeitos congênitos, o que demonstra a importância dessas enfermidades nessa espécie animal na região.Em búfalos da raça Murrah diversos defeitos congênitos têm sido diagnosticados, sendo a maioria deles de etiologia hereditária e transmitidos por genes recessivos, principalmente no Pará (Barbosa et al. 1999) e no Rio Grande do Sul. Os objetivos desse projeto são estudar uma doença congênita recentemente diagnosticada em búfalos da raça Murrah em um rebanho de uma propriedade localizada no município de Capão do Leão, RS, caracterizada por sinais clínicos neurológicos observados ao nascimento; definir seus aspectos patológicos, epidemiológicos e determinar sua etiologia bem como formas de controle. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: Fabiane Borelli Grecco - Integrante / ANA LÚCIA SCHILD - Coordenador / MAURO SOARES - Integrante / ELIZA SIMONE VIEGAS SALLIS - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1
2008 - 2011
Fatores Epidemiológicos associados à intoxicação por Senecio spp em bovinos e ovinos no Sul do Rio Grande do Sul
Descrição: O Rio Grande do Sul possui uma área de 23 milhões de hectares, dos quais 13 milhões são constituídos por pastagens nativas e cultivadas. Esses campos alimentam uma população de 13 milhões de bovinos, 10 milhões de ovinos e 590 mil de eqüinos. Plantas tóxicas incluindo ervas invasoras e forrageiras nativas e importadas encontram-se em todo o Estado. Nesse contexto, Senecio spp. representa uma das plantas tóxicas mais importantes do Rio Grande do Sul, sendo responsável por mais de 50% de todas as mortes de bovinos causadas por intoxicações por plantas, podendo estimar-se que cause perdas econômicas anuais na ordem de US$ 10 milhões. Dentre as várias espécies de Senecio que ocorrem no Rio Grande do Sul, pelo menos seis têm sido comprovadas como tóxicas: Senecio brasiliensis, S. heterotrichius, S. selloi, S. cisplatinus, S. oxyphyllus e S. tweediei. Em virtude desse fato, tem-se procurado desenvolver estratégias para o controle da intoxicação na espécie bovina. Dentre as medidas mais comuns é recomendado o pastoreio por ovinos em regiões de infestação intensa por Senecio spp., já que a espécie é tida como mais resistente à intoxicação devido a particularidades de sua flora ruminal e a ação de enzimas hepáticas. Os objetivos deste projeto são determinar os fatores epidemiológicos que provavelmente têm determinado o aumento no número de surtos da intoxicação por Senecio spp. em bovinos e ovinos na área de influência do LRD nos dois últimos anos e identificar formas seguras e eficientes de controle dessa intoxicação pela utilização de ovinos nas áreas infestadas, sem riscos de intoxicação para essa espécie animal...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Fabiane Borelli Grecco - Integrante / Margarida Buss Raffi - Integrante / ANA LÚCIA SCHILD - Coordenador / NATÁLIA DE ASSIS BRASIL - Integrante / MAURO SOARES - Integrante.
2007 - 2009
Intoxicações nos animais domésticos. Estudo da casuística das intoxicações na área de abrangência da Ufpel.
Descrição: Estudar a casuística das intoxicações nos animais domésticos, considerando os aspectos epidemiológicos, clínicos e patológicos. Estudar as doenças tóxicas causadas por substâncias orgânicas e inorgânicas, assim como maquelas que já tem sido diagnosticadas no país. Preparar trabalho científico descrevendo as intoxicações que ocorrem em nossa região. Prepara uma publicação em forma de livro abrangendo as doenças tóxicas dos animais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: Fabiane Borelli Grecco - Integrante / maria del carmen mendez - Coordenador / Luzia Cristina Sampaio - Integrante.


Projetos de extensão


1978 - Atual
Laboratório Regional de Diagnóstico
Descrição: Diagnóstico de enfermidades e exames histopatológicos para propriedades rurais e clínicas veterinárias da região sul do Rio Grande do Sul.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (15) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Fabiane Borelli Grecco - Integrante / Cristina Gevher Fernandes - Integrante / Margarida Buss Raffi - Integrante / Bonel-Raposo, Josiane - Integrante / Mauro Pereira Soares - Integrante / Silvia R L Ladeira - Integrante / Elisa Simone Viegas Sallis - Integrante / ANA LUCIA SCHILD - Coordenador.


Revisor de periódico


2013 - Atual
Periódico: Ciência Rural (UFSM. Impresso)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Patologia Animal/Especialidade: Plantas Tóxicas.
2.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Patologia Animal.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: HISTOLOGIA.
4.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária.
5.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Patologia Animal/Especialidade: Oncologia.
6.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2014
professora homenageada da turma de Médicos veterinários de dezembro de 2014, .
2013
professora homenageada da turma de Médicos veterinários de agosto de 2013, .
2012
professora homenageada da turma de Médicos veterinários de agosto de 2012, .
2011
Professora homenageada da turma de médicos veterinários de agosto de 2011, Universidade Federal de Pelotas.
2011
Professora homenageada da turma de médicos veterinários de Janeiro de 2012, Universidade Federal de Pelotas.
2010
professora homenageada da turma de Médicos Veterinários de janeiro de 2011, ATMV 2010-2 Universidade Federal de Pelotas.
2009
Professora homenageada da turma de Médicos Veterinários de agosto de 2010, ATMV 2010-1 Universidade Federal de Pelotas.
2002
Professora homenageada da turma de Médicos Veterinários jan/2002, Univesidade de Cuiabá.
2002
Professora Homenageada da Turma de Médicos Veterinários de Agosto de 2002, Universidade de Cuiabá.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
RAPETTI, J.2017RAPETTI, J. ; MASCARENHAS, C. ; CLEFF, M. B. ; SAPIN, C. F. ; ANTUNES, G. M. ; SILVA-MARIANO L.C ; GRECCO,F.B. . Dioctophyme renale (Nematoda: Enoplida) in domestic dogs and cats in the extreme south of Brazil.. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinaria, v. 1, p. 119-121, 2017.

2.
SAPIN, C. F.2017SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; GRECCO-CORREA L. ; RAPETTI, J. ; CLEFF, M. B. ; PERERA, S. ; DURANTE, L. ; GRECCO,F.B. . Dioctofimatose renal bilateral e disseminada em cão. PESQUISA VETERINARIA BRASILEIRA, v. 1, p. 33-36, 2017.

3.
SAPIN, C. F.2017SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; PIOVESAN, A. ; FERNANDES, CRISTINA GEVEHR ; RAPETTI, J. ; BRAGA, F. ; CAVALCANTI, G. ; Grecco, F.B. . Estudo anatomopatológico de rins parasitados por Dioctophyme renale em cães.. ACTA SCIENTIAE VETERINARIAE (ONLINE), v. 1, p. 1-2, 2017.

4.
SAPIN, C. F.2017SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; FERNANDES, Cristina Gevehr ; FIALHO-XAVIER, A. ; TIMM, J. P. T. ; PIOVESAN, A. ; Grecco, F.B. . Patologias do Sistema Genital Feminino de cães e gatos.. SCIENCE AND ANIMAL HEALTH, v. 1, p. 1-4, 2017.

5.
OLIVEIRA, P. S.2017OLIVEIRA, P. S. ; CHAVES, V. C. ; P, B. N. ; SOARES, M. S. P. ; CARDOSO, J. S. ; VASCONCELLOS, F. A. ; SILVA-MARIANO L.C ; Grecco, Fabiane B. ; STEFANELLO, F. M. . Eugenia uniflora fruit (red type) standardized extract: a potential pharmacological tool to diet-induced metabolic syndrome damage management. BIOMEDICINE & PHARMACOTHERAPY, v. 92, p. 935-941, 2017.

6.
GUTERRES, K.2017GUTERRES, K. ; Giordani, Cláudia ; GRECCO,F.B. ; CLEFF, MARLETE BRUM . Surto de Aflatoxicose aguda em cães no município de Pelotas- RS.. PESQUISA VETERINARIA BRASILEIRA, v. 37, p. 1281-1286, 2017.

7.
SAPIN, C. F.2017SAPIN, C. F. ; SHEID, H. V. ; NAKASU, C. C. T. ; SILVA-MARIANO L.C. ; CLEFF, M. B. ; GRECCO,F.B. . Urethral dysontogenic metaplasia in cat with bilateral renal dysplasia. SEMINA. CIÊNCIAS AGRÁRIAS (ONLINE), v. 38, p. 1-4, 2017.

8.
GRECCO,F.B.;Grecco, Fabiane Borelli;Grecco, Fabiane B.;Grecco, F.B.2017GRECCO,F.B.; MARIANO-SILVA, L.C. ; PIOVESAN, A. D. ; Fernandes, G. C. ; RAPPETI, J. C. S. ; BRAGA, F. V. A. ; CAVALCANTE, G. A. ; ROSENTHAL, B. M. ; GRECCO, F. B. . Estudo anatomopatológico de rins parasitados por Dioctophyme renale em cães. ACTA SCIENTIAE VETERINARIAE (ONLINE), v. 45, p. 1-7, 2017.

9.
SAPIN, C. F.2016 SAPIN, C. F. ; SILVA, L. M. C. ; BASSI, J. N. ; Grecco, F.B. . Anatomo-pathological and epidemiological analysis of urinary tract lesions in dogs. Ciência Rural, v. 46, p. 1443-1449, 2016.

10.
SAPIN, C. F.2016SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; FIALHO-XAVIER, A. ; GRECCO-CORREA L. ; BASSI, J. N. ; SCHEID, H. V. ; GRECCO,F.B. . Estudo retrospectivo de dez casos de Peritonite Infecciosa Felina diagnosticados entre 2000-2013 na região sul do Rio Grande do Su. Science and Animal Health, v. 4, p. 198-207, 2016.

11.
MARIANO-SILVA, L.C.2016MARIANO-SILVA, L.C. ; GRECCO,F.B. ; GRECCO-CORRÊA, L. ; BASSI, J. N. ; MENDEZ, M. C. ; GRECCO, F. B. . Intoxicações em Felinos: estudo de 24 casos. Nosso Clínico, v. 19, p. 44-48, 2016.

12.
Marcolongo-Pereira, Clairton2014Marcolongo-Pereira, Clairton ; Estima-Silva, Pablo ; SOARES, Mauro Pereira ; Sallis, Eliza Simone V. ; GRECCO,F.B. ; Raffi, Margarida B. ; FERNANDES, CRISTINA GEVEHR ; Schild, Ana Lucia . Doenças de equinos na região Sul do Rio Grande do Sul. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso), v. 34, p. 205-210, 2014.

13.
VARGAS JUNIOR, SÉRGIO FARIAS2014VARGAS JUNIOR, SÉRGIO FARIAS ; Marcolongo-Pereira, Clairton ; HALINSKI-SILVEIRA, DÊNIS ; Grecco, Fabiane Borelli ; Raffi, Margarida Buss ; Schild, Ana Lucia ; SALLIS, Eliza Simone Viégas . Rhododendron simsii poisoning in goats in Southern Brazil. Ciência Rural (UFSM. Impresso), v. 44, p. 1249-1252, 2014.

14.
FONTOURA, E.2014FONTOURA, E. ; FELIX, S. R. ; GRECCO,F.B. ; NOBRE, M. O. . Ensaio toxicológico do extrato aquoso de Waltheria douradinha (douradinha do campo) em modelo ex vivo. Revista da Sociedade Brasileira de Ciência em Animais de Laboratório. Revista da Sociedade Brasileira de Ciência em Animais de Laboratório, v. 2, p. 264, 2014.

15.
ASSIS-BRASIL, N. D.2013GRECCO,F.B.; ASSIS-BRASIL, N. D. ; HINNAH, F. L. ; FISS, L ; SALLIS, E. S. V. ; LADEIRA, S. R. L. ; Marcolongo-Pereira, C. ; SCHILD, A. L. . Doenças respiratórias em bezerros na região sul do Rio Grande do Sul: estudo retrospectivo de 33 surtos. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso), v. 33, p. 745-751, 2013.

16.
ASSIS-BRASIL, N. D.2013ASSIS-BRASIL, N. D. ; ASSIS-BRASIL, Nathalia D. ; Marcolongo-Pereira, Clairton ; HINNAH, FABIANE L. ; LADEIRA, SILVIA R.L. ; SALLIS, ELIZA S.V. ; GRECCO,F.B. ; Schild, Ana Lucia . Enfermidades diagnosticadas em bezerros na região sul do Rio Grande do Sul. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso), v. 33, p. 423-430, 2013.

17.
STIGGER, A. L.2013STIGGER, A. L. ; Marcolongo-Pereira, Clairton ; DELGADO, M. L. A. ; FISS, L ; GRECCO,F.B. ; SCHILD, A. L. . Intoxicação espontânea por Amaranthus hybridus (Amaranthaceae) em bovinos no sul do Rio Grande do Sul. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso), v. 33, p. 1004-1008, 2013.

18.
FERNANDES, CICIANE PEREIRA MARTEN2013FERNANDES, CICIANE PEREIRA MARTEN ; GASPAR, LUIZ FERNANDO JANTZEN ; MEINERZ, ANA RAQUEL MANO ; Grecco, Fabiane Borelli ; NOBRE, MÁRCIA OLIVEIRA ; CLEFF, MARLETE BRUM . Tumor venéreo transmissível canino com metástase encefálica. Semina. Ciências Agrárias (Impresso), v. 34, p. 3929, 2013.

19.
DELGADO, M. L. A.2013DELGADO, M. L. A. ; Marcolongo-Pereira, Clairton ; Ruas, Jerônimo Lopes ; Raffi, Margarida Buss ; FISS, L. ; Grecco, F.B. ; Schild, Ana L. . Acute fasciolosis in cattle in southern Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso), v. 33, p. 705-709, 2013.

20.
Grecco, Fabiane B.2012Grecco, Fabiane B.; MARCOLONGO-PEREIRA, C. ; ESTIMA-SILVA, P. ; RAFFI, M. B. ; SALLIS, E. S. ; SCHILD, A. L. . Intoxicação experimental aguda por Senecio brasiliensis em ovinos e indução de resistência à intoxicação. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso), v. 32, p. 912-916, 2012.

21.
Marten Fernandes, Ciciane P.2012Marten Fernandes, Ciciane P. ; Giordani, Cláudia ; Grecco, Fabiane B. ; Viégas Sallis, Elisa Simone ; Roulim Stainki, Daniel ; Gaspar, Luiz Fernando J. ; Garcez Ribeiro, Carmem Lucia ; Nobre, Márcia O. . Gastric Pythiosis in a dog. Revista Iberoamericana de Micología, v. 4, p. 55, 2012.

22.
MARCOLONGO-PEREIRA, C.2011MARCOLONGO-PEREIRA, C. ; Sallis, E.S.V ; Grecco, F.B. ; Raffi, M.B. ; Soares, M.P. ; Schild, A.L. . Raiva em bovinos na Região Sul do Rio Grande do Sul: epidemiologia e diagnóstico imuno-histoquímico. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso), v. 31, p. 331-335, 2011.

23.
Grecco, F.B.2011Grecco, F.B.; ESTIMA-SILVA, P. ; MARCOLONGO-PEREIRA, C. ; Soares, M.P. ; COLLARES, G. ; Schild, A.L. . Seneciose crônica em ovinos no sul do Rio Grande do Sul. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso), v. 31, p. 326-330, 2011.

24.
Quevedo, Pedro S.2011Quevedo, Pedro S. ; Ladeira, Silvia R. L ; Soares, Mauro P. ; Marcolongo-Pereira, Clairton ; Sallis, Elisa S. V ; Grecco, Fabiane B. ; Estima-Silva, Pablo ; Schild, Ana Lucia . Tétano em bovinos no sul do Rio Grande do Sul: estudo de 24 surtos. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso), v. 31, p. 1066-1070, 2011.

25.
Grecco, Fabiane B.2010 Grecco, Fabiane B.; Schild, Ana L. ; Soares, Mauro P. ; Marcolongo-Pereira, Clairton ; Estima-Silva, Pablo ; Sallis, Eliza S.V. . Aspectos epidemiológicos e padrões de lesões hepáticas em 35 surtos de intoxicação por Senecio spp. em bovinos no sul do Rio Grande do Sul. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso), p. 389-397, 2010.

26.
GRECCO,F.B.2010GRECCO,F.B.; SCHILD, A. L. ; SOARES, M. P. ; LADEIRA,S. ; MARCOLONGO-PEREIRA, C. . Doenças diagnósticadas pelo laboratório regional de diagnóstico no ano de 2009. Boletim do Laboratorio Regional de Diagnostico (UFPEL), v. 1, p. 1, 2010.

27.
GRECCO,F.B.;Grecco, Fabiane Borelli;Grecco, Fabiane B.;Grecco, F.B.2009GRECCO,F.B.; Schild, Ana Lucia ; Soares, Mauro Pereira ; Raffi, Margarida Buss ; Sallis, Eliza Simone Viégas ; Damé, Maria Cecília . Intoxicação por organofosforados em búfalos (Bubalus bubalis) no Rio Grande do Sul. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso), v. 29, p. 211-214, 2009.

28.
Grecco, Fabiane B.2009Grecco, Fabiane B. ; Schild, Ana Lucia ; Quevedo, Pedro ; Assis-Brasil, Natália D. ; Kommers, Glaucia D. ; Marcolongo-Pereira, Clairton ; Soares, Mauro Pereira ; GRECCO,F.B. . Pitiose cutânea em bovinos na região Sul do Rio Grande do Sul. Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso), v. 29, p. 938-942, 2009.

29.
Schild, Ana. L.2009Schild, Ana. L. ; LADEIRA, S. R. L. ; SOARES, M. P. ; GRECCO,F.B. ; MARCOLONGO-PEREIRA, C. ; Assis-Brasil, N. D. ; Quevedo, Pedro de Souza . Doenças diagnosticadas pelo Laboratório Regional de Diagnóstico no ano 2008. Boletim do Laboratorio Regional de Diagnostico (UFPEL), v. 29, p. 9-17, 2009.

30.
SCHILD, A. L.2008SCHILD, A. L. ; SOARES, M. ; FERREIRA, J. L. M. ; GRECCO,F.B. . Doenças diagnosticadas pelo Laboratório Regional de Diagnóstico no ano de 2007. Boletim do Laboratório Regional de Diagnóstico, v. 28, p. 1, 2008.

31.
Schild, Ana Lucia2008Schild, Ana Lucia ; Ruas, Jerônimo Lopes ; Farias, Nara Amelia ; Grecco, Fabiane Borelli ; Soares, Mauro Pereira . Aspectos epidemiológicos de um surto de babesiose cerebral em bovinos em zona livre de carrapato. Ciência Rural (UFSM. Impresso), v. 38, p. 2646-2649, 2008.

32.
GRECCO,F.B.;Grecco, Fabiane Borelli;Grecco, Fabiane B.;Grecco, F.B.2008GRECCO,F.B.; FISS, L. ; SOARES, M. ; MARCOLONGO-PEREIRA, C. ; BRASIL, N. A. ; QUEVEDO, P. S. ; SCHILD, A. L. . Influência dos fatores climáticos na prevalência da intoxicação por Senecio spp.em bovinos na área de influência do LRD entre 2000 e 2007. Boletim do Laboratorio Regional de Diagnostico (UFPEL), v. 28, p. 27-30, 2008.

33.
Bonel-Raposo, Josiane2008Bonel-Raposo, Josiane ; Riet-Correa, Franklin ; Guim, Thomas Normanton ; Schuch, Isabel Duarte ; Grecco, Fabiane Boreli ; Fernandes, Cristina Gevehr ; GRECCO,F.B. . Intoxicação aguda e abortos em cobaias pelas favas de Enterolobium contortisiliquum (Leg. Mimosoideae). Pesquisa Veterinária Brasileira (Impresso), v. 28, p. 593-596, 2008.

34.
GRECCO,F.B.;Grecco, Fabiane Borelli;Grecco, Fabiane B.;Grecco, F.B.2007GRECCO,F.B.; SCHILD, A. L. . Intoxicação por Senecio spp. em ovinos. Boletim do Laboratorio Regional de Diagnostico (UFPEL), v. 27, p. 17-19, 2007.

35.
SCHILD, A. L.2007SCHILD, A. L. ; FERREIRA, J. L. M. ; SOARES, M. ; LADEIRA,S. ; GRECCO,F.B. ; GUIM, T. N. . Doenças diagnosticadas pelo Laboratório Regional de Diagóstico no ano de 2006. Boletim do Laboratório Regional de Diagnóstico, v. 27, p. 9-16, 2007.

36.
MARTINS, E. A. N.2005MARTINS, E. A. N. ; GRECCO,F.B. ; SCHEIN, F. B. ; FONTES, C. . Luxação Patelar Bilateral em Bezerro. Revista de Ciências Veterinárias, SÃO PAULO SP, v. III, n.N 3, p. 33-36, 2005.

37.
GRECCO,F.B.;Grecco, Fabiane Borelli;Grecco, Fabiane B.;Grecco, F.B.2004GRECCO,F.B.; MARTINS, E. A. N. ; SCHEIN, F. B. . Pitiose oral com comprometimento ósseo em equino. Revista de Ciências Veterinárias, Leme- Pirassununga, v. II, n.2, p. 124-127, 2004.

38.
GRECCO,F.B.;Grecco, Fabiane Borelli;Grecco, Fabiane B.;Grecco, F.B.2002GRECCO,F.B.; DANTAS, A. F. M. ; CORREA, F. R. ; LEITE, C. G. D. ; RAPOSO, J. B. . Cattle intoxication from Enterolobium contortisiliquum pods. Veterinary and Human Toxicology (Cessou em 2004), v. 44, p. 160-162, 2002.

39.
GRECCO,F.B.;Grecco, Fabiane Borelli;Grecco, Fabiane B.;Grecco, F.B.1998GRECCO,F.B.. Intoxicação por Enterolobium contortisiliquum em Bovinos. Boletim do Laboratório Regional de Diagnóstico, Pelotas -RS, v. 18, 1998.

40.
RAPOSO, J. B.1997RAPOSO, J. B. ; SALLIS, E. S. ; FERNANDES, C. G. ; GRECCO,F.B. . Peritonite Infecciosa Felina. Revista da Faculdade de Zootecnia, Veterinária e Agronomia de Uruguaiana, 1997.

41.
TIMM, C.1996TIMM, C. ; CORREA, F. R. ; FERREIRA, A. P. S. ; GRECCO,F.B. . Intoxicação por sementes de Aeschynomene sp. em suínos. Boletim do Laboratório Regional de Diagnóstico, Pelotas - RS, v. 16, p. 39-42, 1996.

Capítulos de livros publicados
1.
GRECCO,F.B.; SCHILD, A. L. ; MARCOLONGO-PEREIRA, C. . Possible association between precipitation and incidence of Senecio spp. poisoning in cattle in southern Brazil. In: Franklin Riet-Correa ; Jim Pfister ; Ana Lucia Schild ; Terrie Wierenga. (Org.). Poisoning by Plants, Mycotoxins, and Related Toxins. : CABI publishing, 2011, v. , p. 154-157.

2.
SCHILD, A. L. ; MOTTA, A. ; CORREA, F. R. ; KARAM, F. ; GRECCO,F.B. . Photosensitization in cattle in Southern Brazil. In: T. Acamovic; C.S. Stewart ; T.W. Pennycott. (Org.). Poisonous Plants and Related Toxins. 1ed.Oxon: CABI publishing, 2004, v. , p. 162-166.

3.
GRECCO,F.B.. Intoxicação por Enterolobium contortisiliquum. In: Franklin Riet Correa; Maria Del Carmen Mendez; Ana Lúcia Schild. (Org.). Doenças de Ruminantes e Equinos. Pelotas RS: Editora Universitária, 1998, v. 01, p. -.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
GRECCO,F.B.. Pitiose Equina. A gazeta, 11 nov. 2002.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
GRECCO,F.B.; FERNANDES, C. G. N. ; BRINHOLI, R. B. . Adenocarcinoma renal em cão- relato de caso. In: XI Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2003, Botucatu. Resumos do Xi Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2003.

2.
GRECCO,F.B.; MARTINS, E. A. N. ; RIBAS, J. A. S. ; ÁVILA, M. O. ; DANTAS, A. F. M. . Rinosporidiose Nasal em Equino Pantaneiro no estado de Mato Grosso. In: XI Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2003, Botucatu. Resumos do XI Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2003.

3.
GRECCO,F.B.; MORENO, G. . Criptococose Felina-relato de caso. In: XI Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2003, Botucatu. Resumos do XI Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2003.

4.
MARTINS, E. A. N. ; GRECCO,F.B. ; SCHEIN, F. B. ; FONTES, C. ; DANTAS, A. F. M. . Pitiose oral com comprometimento ósseo em equino. In: XI Encontro nacional de Patologia Veterinária, 2003, Botucatu. Resumos do XI Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2003.

5.
GALERA, P. D. ; RIBEIRO, C. ; PINHEIRO, J. N. ; GRECCO,F.B. . Exerése de Tumor Venéreo Transmissível em pálpebra de cão seguida de Blefaroplastia. In: XXIII Congresso Brasileiro de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais, 2002, Brasília. Anais do XXIII Congresso Brasileiro de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais, 2002.

6.
FERNANDES, C. G. N. ; ÁVILA, M. O. ; MOURA, S. T. ; GRECCO,F.B. ; BLATT, G. . Registro de Histoplasmose em Bairro da Região Oeste , Cuiabá, Estado de Mato Grosso. In: III Simpósio sobre Sáude e Ambiente na Região Amazônica, 2002, Cuiabá. Anais do III Simpósio sobre Saúde e Ambiente na Região Amazônica, 2002.

7.
FREITAS, S. H. ; CAMARGO, L. M. ; GRECCO,F.B. ; GIRARDI, N. . Regeneração de tecido esplênico autotransplantado para o omento maior com remanescente tópico. In: I Congresso Paulista de Clínicos Veterinários de Pequenos animais, 2001, Águas de Lindóia. Resumos do I Congresso Paulista de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais, 2001.

8.
GRECCO,F.B.; DANTAS, A. F. M. ; SCHEIN, F. . Doença dos rins manchados de branco-relato de caso. In: X Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2001, Pirassununga. Resumos do X Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2001.

9.
GRECCO,F.B.; SCHEIN, F. ; DANTAS, A. F. M. . Poliencefalomalácia em bovinos no estado de Mato Grosso. In: X Encontro Nacional De Patologia Veterinária, 2001, Pirassununga. Resumos do X enconto nacional de patologia veterinária, 2001.

10.
GRECCO,F.B.; BRINHOLI, R. ; DANTAS, A. F. M. . Tumor venéreo Transmissível com metástases para diferentes órgãos. In: X-Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2001, Pirassununga. Resumos do X encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2001.

11.
GRECCO,F.B.; DANTAS, A. F. M. ; COLVARA, I. G. . Embolia Pulmonar associada a fratura de fêmur em cão. In: X- Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2001, Pirassununga. Resumo do X Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2001.

12.
GRECCO,F.B.; GIRARDI, N. ; SCHEIN, F. ; FREITAS, S. H. . Teratoma Testicular em Eqüino. In: X- Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2001, Pirassununga. Resumos do X Encontro nacional de Patologia Veterinária, 2001.

13.
COLVARA, I. G. ; GRECCO,F.B. ; DANTAS, A. F. M. . Necrose Segmentar Muscular em aves do Estado de Mato grosso. In: X-Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2001, Pirassununga. Resumos do X encontro nacional de patologia veterinaria, 2001.

14.
DANTAS, A. F. M. ; GIRARDI, N. ; SCHEIN, F. ; GRECCO,F.B. ; COLVARA, I. G. ; FREITAS, S. H. . Ruptura de Baço em Equino. In: X- Encontro Nacional De Patologia Veterinária, 2001, Pirassununga. Resumos do X Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2001.

15.
DANTAS, A. F. M. ; GIRARDI, N. ; SCHEIN, F. ; GRECCO,F.B. ; COLVARA, I. G. ; ÁVILA, M. O. . Leucoencefalomalácia em Equinos No Estado de Mato Grosso. In: X-Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2001, Pirassununga, 2001.

16.
DANTAS, A. F. M. ; BENETTI, A. H. ; GRECCO,F.B. ; COLVARA, I. G. . Lesões Macroscópicas no Encéfalo de um cão com Raiva. In: X-Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2001, Pirassununga, 2001.

17.
BRINHOLI, R. ; DANTAS, A. F. M. ; FREITAS, S. H. ; GRECCO,F.B. ; CAMARGO, L. M. . Condrossarcoma Canino. In: II Reunión Argentina de Patológia Veterinaria, 2000, Corrientes. Resumes de II Reunión Argentina de Patológia Veterinaria, 2000.

18.
GRECCO,F.B.; BRINHOLI, R. ; DANTAS, A. F. M. ; FREITAS, S. H. ; COLVARA, I. G. ; CAMARGO, L. M. . Fibrossarcoma nas vértebras torácicas de um cão associado a compressão de medula. In: II Reunión Argentina de Patológia Veterinária, 2000. Resumes de II Reunión Argentina de Patológia Veterinária.

19.
GRECCO,F.B.; DANTAS, A. F. M. ; SCHEIN, F. ; GIRARDI, N. ; FREITAS, S. H. ; COLVARA, I. G. . Teratoma Testicular em equino- relato de caso. In: II Reunión Argentina de Patológia Veterinaria, 2000, Corrientes. Resumes de II reunion argentina de patológia veterinária, 2000.

20.
BRINHOLI, R. ; GRECCO,F.B. ; FREITAS, S. H. ; BENETTI, A. H. ; DANTAS, A. F. M. ; COLVARA, I. G. . Osteossarcoma canino. In: II Reunión argentina de Patológia Veterinária, 2000, Corrientes, 2000.

21.
MOTTA, A. ; RAFFI, M. B. ; GRECCO,F.B. ; STIGGER, A. L. ; RAPOSO, J. B. . Polioencefalomalacia em bovinos. In: IX Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 1999, Belo Horizonte. Resumos do IX Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 1999.

22.
GRECCO,F.B.; RAFFI, M. B. ; RAPOSO, J. B. ; BAIALARDI, C. E. G. . Osteodistrofia Fibrosa Renal em Canino. In: IX Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 1999, Belo Horizonte. Resumos do IX Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 1999.

23.
RAPOSO, J. B. ; FERNANDES, C. G. ; SALLIS, E. S. ; GRECCO,F.B. . Peritonite infecciosa felina-relato de caso. In: VII Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 1997, São Paulo. Anais do VII Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 1997.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
VALLE, B. S. ; SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; FIALHO-XAVIER, A. ; RAPETTI, J. ; GRECCO,F.B. . Estudo de 15 casos de Dioctophyma renale na região de Pelotas-RS. In: 14º CONPAVEPA - Congresso Paulista de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais, 2016, Botucatu. Anais do 14º CONPAVEPA - Congresso Paulista de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais, 2016.

2.
SCHEID, H. V. ; NAKASU, C. C. T. ; SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; GRECCO,F.B. . LESÕES ANATOMOPATOLÓGICAS EM UM SURTO DE FeLV NA REGIÃO SUL DO RIO GRANDE DO SUL. In: Medvep 2015 - Congresso de Especialidades Veterinárias, 2015, Curitiba. Anais Medvep 2015 - Congresso de Especialidades Veterinárias, 2015.

3.
SILVA-MARIANO L.C. ; SAPIN, C. F. ; BASSI, J. N. ; GRECCO-CORREA L. ; FIALHO-XAVIER, A. G. ; GRECCO,F.B. . INTOXICAÇÃO EM FELINOS - ESTUDO DE 24 CASOS. In: XVII Encontro de Pós-Graduação - UFPel, 2015, Pelotas. XVII ENPOS 2015, 2015.

4.
FIALHO-XAVIER, A. G. ; SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; BASSI, J. N. ; GRECCO,F.B. . LESÕES DO TRATO URINÁRIO DE FELINOS ENTRE OS ANOS DE 1978-2014 DIAGNOSTICADOS NO LABORATÓRIO REGIONAL DE DIAGNÓSTICO/FV/UFPEL. In: XXIV Congresso de Iniciação Científica - Universidade Federal de Pelotas, 2015, Pelotas. Anais do XXIV CIC, 2015.

5.
SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; MOTTA, S. P. ; BASSI, J. N. ; FIALHO-XAVIER, A. G. ; GRECCO,F.B. . DETERMINAÇÃO DE FIBROSE EM CÃES COM INSUFICIÊNCIA RENAL AGUDA ATRAVÉS DA COLORAÇÃO DE TRICRÔMICO DE MASSON. In: XVII Encontro de Pós-Graduação - UFPel, 2015, Pelotas. Anais do XVII ENPOS, 2015.

6.
BASSI, J. N. ; SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; FIALHO-XAVIER, A. G. ; GRECCO-CORREA L. ; GRECCO,F.B. . ESTUDO RETROSPECTIVO DE LESÕES DO TRATO URINÁRIO EM 363 CÃES. In: XXIV Congresso de Iniciação Científica - Universidade Federal de Pelotas, 2015, Pelotas. Anais do XXIV CIC, 2015.

7.
SILVA, L. M. C. ; SAPIN, C. F. ; Grecco, F.B. . INSUFICIÊNCIA HEPÁTICA POR Capillaria Hepatica EM CANINO. In: MEDVEP Encontro de especialidades veterinárias, 2013, BENTO GONÇALVES. Anais do MEDVEP Encontro de especialidades veterinárias, 2013.

8.
SILVA-MARIANO L.C. ; SAPIN, C. F. ; MOLARINHO, K.R. ; SILVEIRA, D. H. ; Grecco, F.B. . LEUCOSE BOVINA.. In: XXII Congresso de Iniciação Científica da Universidade Federal de Pelotas -, 2013, PELOTAS. ANAIS DO XXII Congresso de Iniciação Científica da Universidade Federal de Pelotas -, 2103.

9.
SILVEIRA, D. H. ; Marcolongo-Pereira, C. ; VARGAS JUNIOR, S. F. ; SAPIN, C. F. ; GRECCO,F.B. ; Sallis, E.S.V . ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS E PATOLÓGICOS DA PITIOSE EQUINA NO SUL DO RIO GRANDE DO SUL. In: XXII Congresso de Iniciação Científica da Universidade Federal de Pelotas, 2013, PELOTAS. ANIS DO XXII Congresso de Iniciação Científica da Universidade Federal de Pelotas, 2103.

10.
SILVEIRA, D. H. ; LUERSEN, T. ; SCHILD, A. L. ; SALLIS, E. S. V. ; Raffi, M.B. ; GRECCO,F.B. . Intoxicação espontânea e experimental por Ramaria Flavo-brunnescens em bovinos. In: VII ENDIVET, 2012, PORTO ALEGRE. ANAIS DO VII ENDIVET, 2012.

11.
FISS, L. ; DELGADO, M. L. A. ; Soares, M.P. ; SALLIS, E. S. V. ; Grecco, F.B. ; Schild, A.L. . Paratuberculose em bovinos de corte no RS. In: Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário, 2012, PORTO ALEGRE. ANAIS DO Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário, 2012.

12.
SALLIS, E. S. V. ; MARCOLONGO-PEREIRA, C. ; AZEVEDO, L. ; RAFFI, M. B. ; Grecco, Fabiane Borelli ; SOARES, M. ; Schild, Ana Lucia . Diagnóstico de raiva em bovinos pela técnica de imuno-histoquímica no sul do Rio Grande do Sul. In: Séptima Reunión Argentina de Patología Veterinaria y Cuarto Seminario de la Fundación Charles Louis Davis e, 2010, Buenos Aires. AnSéptima Reunión Argentina de Patología Veterinaria y Cuarto Seminario de la Fundación Charles Louis Davis eais da, 2010.

13.
SCHUC, I. ; BONEL-RAPOSO, J. ; GRECCO,F.B. ; GUIM, T. N. ; FERNANDES, C. G. . Estudo retrospectivo de carcinoma hepatocelular em diferentes espécies diagnosticados no LRD-UFPEL no período de 1978-206. In: XV CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2006, PELOTAS. XV CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2006.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FIALHO-XAVIER, A. ; HUGEN, G. ; HOFF, V. ; TILMANN, M. ; GRECCO,F.B. . CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS: LEVANTAMENTO DE DADOS DOS CASOS ATENDIDOS PELO SOVET/UFPEL NO PERÍODO DE 2010 A 2016.. In: 16° MOSTRA DE PRODUÇÃO UNIVERSITÁRIA, 2017, RIO GRANDE. 26º Congresso de Iniciação Científica, 2017., 2017, RIO GRANDE-RS. ANAIS DO16° MOSTRA DE PRODUÇÃO UNIVERSITÁRIA, 2017, RIO GRANDE. 26º Congresso de Iniciação Científica, 2017.

2.
TIMM, J. P. T. ; FIALHO-XAVIER, A. ; HUGEN, G. ; TILMANN, M. ; FERNANDES, C. G. ; GRECCO,F.B. . LEVANTAMENTO DE DADOS DOS CASOS DE MASTOCITOMAS ATENDIDOS PELO SOVET/UFPEL NO PERÍODO DE 2010 A 2016.. In: 16° MOSTRA DA PRODUÇÃO UNIVERSITÁRIA,2017, 2017. ANAIS DO16° MOSTRA DE PRODUÇÃO UNIVERSITÁRIA, 2017, RIO GRANDE. 26º Congresso de Iniciação Científica, 2017.

3.
HOFF, V. ; FIALHO-XAVIER, A. ; HUGEN, G. ; TIMM, J. P. T. ; Fernandes, G. C. ; GRECCO,F.B. . TUMORES MELANOCÍTICOS: CASUÍSTICA DO SERVIÇO DE ONCOLOGIA VETERINÁRIA - UFPEL (2010-2016). In: 16° MOSTRA DE PRODUÇÃO UNIVERSITÁRIA, 2017, RIO GRANDE. 26º Congresso de Iniciação Científica, 2017., 2017. ANAIS DO16° MOSTRA DE PRODUÇÃO UNIVERSITÁRIA, 2017, RIO GRANDE. 26º Congresso de Iniciação Científica.

4.
FIALHO-XAVIER, A. ; TIMM, J. P. T. ; SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; VALLE, B. ; GRECCO,F.B. . ALTERAÇÕES HEPÁTICAS EM FELINOS ENTRE OS ANOS DE 1978-2016 DIAGNOSTICADOS NO LABORATÓRIO REGIONAL DE DIAGNÓSTICO-UFPEL. In: 3° SEMANA INTEGRADA UFPEL, 2017. ANAIS DA 3° SEMANA INTEGRADA UFPEL, 2017.

5.
TIMM, J. P. T. ; FIALHO-XAVIER, A. ; SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; GRECCO,F.B. . ALTERAÇÕES HEPÁTICAS EM CÃES- ESTUDO RETROSPECTIVO.. In: 3° SEMANA INTEGRADA UFPEL 2017, 2017. NAIS XXVI CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA., 2017.

6.
ANTUNES, G. M. ; SAPIN, C. F. ; RAPETTI, J. ; MASCARENHAS, C. ; SILVA-MARIANO L.C. ; BRUM, M. ; GRECCO,F.B. . DIOCTOPHYME RENALE (NEMATODA: ENOPLIDA) EM CÃES E GATOS DOMÉSTICOS NO EXTREMO SUL DO BRASIL. In: XIX Congresso Brasileiro de Parasitologia Veterinária, 2016, BELÉM. ANAIS DO XIX Congresso Brasileiro de Parasitologia Veterinária, 2016.

7.
VALLE, B. S. ; SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; Grecco, F.B. . ANEMIA HEMOLÍTICA DE ORIGEM PARASITÁRIA EM CÃO - RELATO DE CASO. In: XVIII Encontro de Pós-graduação da Universidade Federal de Pelotas, 2016, Pelotas. ANAIS DO XVIII Encontro de Pós-graduação da Universidade Federal de Pelotas, 2016.

8.
FIALHO-XAVIER, A. ; TIMM, J. P. T. ; SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; GRECCO,F.B. . CARCINOMA DE CÉLULAS C DA TIREÓIDE ? RELATO DE CASO.. In: SIEPE-SEMANA INTEGRADA DE PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO, 2016, PELOTAS. ANAIS DO SIEPE-SEMANA INTEGRADA DE PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO, 2016.

9.
SILVA-MARIANO L.C. ; SAPIN, C. F. ; SCHEID, H. V. ; FIALHO-XAVIER, A. G. ; BASSI, J. N. ; GRECCO,F.B. . NEFROPATIA JUVENIL PROGRESSIVA ASSOCIADA À DISPLASIA RENAL EM UM CANINO SHAR-PEI. In: 3º Congresso Brasileiro de Patologia Veterinária, 2015, Belo Horizonte. Anais do 3º ENAPAVE, 2015.

10.
SILVA-MARIANO L.C. ; SAPIN, C. F. ; SCHEID, H. V. ; NAKASU, C. C. T. ; DURANTE, L. H. ; GRECCO,F.B. . SURTO DE LEUCEMIA VIRAL FELINA NA REGIÃO SUL DO RIO GRANDE DO SUL. In: 3º Congresso Brasileiro de Patologia Veterinária, 2015, Belo Horizonte. Anais do 3º ENAPAVE, 2015.

11.
SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; SCHEID, H. V. ; NAKASU, C. C. T. ; DURANTE, L. H. ; GRECCO,F.B. . DISPLASIA DO TRATO URINÁRIO EM FELINO. In: 3º Congresso Brasileiro de Patologia Veterinária, 2015, Belo Horizonte. Anais do 3º ENAPAVE, 2015.

12.
SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; SCHEID, H. V. ; FIALHO-XAVIER, A. G. ; BASSI, J. N. ; GRECCO,F.B. . ESTUDO DE 10 CASOS DE PERITONITE INFECCIOSA FELINA DIAGNOSTICADOS NA REGIÃO SUL DO RIO GRANDE DO SUL. In: 3º Congresso Brasileiro de Patologia Veterinária, 2015, Belo Horizonte. Anais do 3º ENAPAVE, 2015.

13.
MOTTA, S. P. ; ALVES, D. M. ; ZAMBONI R ; SAPIN, C. F. ; GRECCO,F.B. ; BONEL-RAPOSO, J. . MIGRAÇÃO ERRÁTICA DE Dioctophyma renale EM CANINO NA REGIÃO SUL DO RIO GRANDE DO SUL. In: 3º Congresso Brasileiro de Patologia Veterinária, 2015, Belo Horizonte. Anais do 3º ENAPAVE, 2015.

14.
GRECCO-CORREA L. ; SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; SALLIS, E. S. V. ; LIMA, C. S. ; GRECCO,F.B. . FIBROSSARCOMA SISTÊMICO EM UM CÃO. In: 3º Congresso Brasileiro de Patologia Veterinária, 2015, Belo Horizonte. Anais do 3º ENAPAVE, 2015.

15.
SAPIN, C. F. ; GRECCO-CORREA L. ; SILVA-MARIANO L.C. ; SILVEIRA, R. M. T. ; FERREIRA, V. ; MOTTA, M. A. ; Grecco, Fabiane B. . INTOXICAÇÃO ESPONTÂNEA POR LILIUM SPP EM GATO DOMÉSTICO.. In: CONBRAVET, 2014, GRAMADO. ANAIS DO CONBRAVET, 2014.

16.
SAPIN, C. F. ; CORREA-GRECCO L. ; SILVA-MARIANO L.C. ; GRECCO,F.B. . LESÕES ANATOMOPATOLÓGICAS PRESENTES EM CÃES AFETADOS POR DIOCTOPHYMA RENALE. In: CONBRAVET, 2014. ANAIS DO CONBRAVET, 2014.

17.
SILVA-MARIANO L.C. ; SAPIN, C. F. ; CORREA-GRECCO L. ; Grecco, Fabiane B. . ESTEATOSE HEPÁTICA COMO CAUSA DE INSUFICIÊNCIA HEPÁTICA. In: ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, 2014, PELOTAS. ANAIS DO XVII ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, 2014.

18.
SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; CORREA-GRECCO L. ; Grecco, Fabiane B. . INSUFICIENCIA RENAL ASSOCIADA A UROLITIASE E AGENESIA RENAL. In: ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, 2014. ANAIS DO XVII ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, 2014.

19.
GRECCO-CORREA L. ; SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; FIALHO-XAVIER, A. G. ; Grecco, Fabiane B. ; SALLIS, E. S. V. . MENINGOENCEFALOMIELITE EM OVINOS ASSOCIADA A CAUDECTOMIA. In: XXIII CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2014, PELOTAS. ANAIS DO XXIII CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2014.

20.
FIALHO-XAVIER, A. G. ; SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; CORREA-GRECCO L. ; Grecco, Fabiane B. . ENCEFALITE PIOGRANULOMATOSA EM cAVIA PORCELLUS. In: XXIII CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2014, PELOTAS. ANAIS DO XIII CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2014.

21.
SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C ; Sallis, E.S.V ; ZAMBONI R ; CORREA-GRECCO L. ; GRECCO,F.B. . ESTUDO RETROSPECTIVO DE 23 CASOS DE TUMOR VENÉREO TRANSMISSÍVEL ENTRE 2006-2013 NA AREA DE INFLUENCIA DO LABORATÓRIO REGIONAL DE DIAGNÓSTICO FV/UFPEL. In: ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, 2013, PELOTAS. ANAIS DO ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, 2013.

22.
LUERSEN, T. ; SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. ; STIGGER, A. L. ; Schild, A.L. ; GRECCO,F.B. . ESTUDO PROSPECTIVO DA INTOXICAÇÃO POR Senecio spp. EM BOVINOS E OVINOS NA ÁREA DE INFLUÊNCIA DO LABORATÓRIO REGIONAL DE DIAGNÓSTICO DA FACULDADE DE VETERINÁRIA DA UFPEL. In: XXII Congresso de Iniciação Científica da Universidade Federal de Pelotas, 2013, PELOTAS. ANAIS DO XXII Congresso de Iniciação Científica da Universidade Federal de Pelotas, 2013.

23.
MOLARINHO, K.R. ; FISS, L. ; STIGGER, A. L. ; SAPIN, C. F. ; Grecco, F.B. ; Raffi, M.B. . DISPLASIA RENAL EM CÃO. In: XXII Congresso de Iniciação Científica da Universidade Federal de Pelotas, 2013, PELOTAS. ANAIS DO XXII Congresso de Iniciação Científica da Universidade Federal de Pelotas, 2013.

24.
LUERSEN, T. ; SILVA, L. M. C. ; FISS, L. ; SANTOS, B. ; SCHILD, A. L. ; Grecco, Fabiane Borelli . Intoxicação hepatógena por cobre em ovinos associada a intoxicação por Senecio spp.. In: XI Encontro Nacional de diagnóstico veterinário, 2012, Porto Alegre. Anais Do XI Encontro nacional de Diagnóstico veterinário, 2012.

25.
SAPIN, C. F. ; LUERSEN, T. ; Raffi, Margarida Buss ; Sallis, Eliza Simone Viégas ; RIZZO F ; Grecco, F.B. . DOENÇA GRANULOMATOSA SISTEMICA EM BOVINOS ASSOCIADA AO PASTOREIO DE VICIA VILLOSA. In: VII ENCONTRO NACIONAL DE DIAGNÓSTICO VETERINARIO, 2012, PORTO ALEGRE. ANAIS DO VII ENCONTRO NACIONAL DE DIAGNOSTICO VETERINARIO, 2012.

26.
SAPIN, C. F. ; SILVA, L. M. C. ; HALINSKI, D. ; LUERSEN, T. ; Grecco, F.B. . INSUFICIENCIA RENAL EM CÃES ENTRE OS ANOS DE 2010-2012 DIAGNOSTICADOS NO LABORATORIO REGIONAL DE DIAGNOSTICO FV/UFPEL. In: XXI CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA, 2012, PELOTAS. ANAIS DO XXI CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA, 2012.

27.
SILVA, L. M. C. ; SAPIN, C. F. ; LUERSEN, T. ; HALINSKI, D. ; Grecco, F.B. . ASTROCITOMA EM CÃO YORKSHIRE. In: XXI CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA, 2012. ANAIS DO XXI CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA, 2012.

28.
SAPIN, C. F. ; SILVA, L. M. C. ; ZAMBONI R ; LUERSEN, T. ; Grecco, F.B. . PERITONITE INFECCIOSA FELINA. In: XXI CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA, 2012, PELOTAS. ANAIS DO XXI CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA, 2012.

29.
SILVA, L. M. C. ; SAPIN, C. F. ; LUERSEN, T. ; HALINSKI, D. ; Grecco, F.B. . PANCREATITE CRONICA EM GATO. In: XXI CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA, 2012, PELOTAS. ANAIS DO XXI CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA, 2012.

30.
SAPIN, C. F. ; SONZA, C. ; MARCOLONGO-PEREIRA, C. ; Grecco, Fabiane B. . Meningoencefalite por HVB-5 em Bovinos no Sul do Rio Grande do Sul. In: XX Congresso de Iniciação Científica, 2011, Pelotas. Anais do XX Congresso de Iniciação Científica, 2011.

31.
FORESTI, L. ; SAPIN, C. F. ; MARCOLONGO-PEREIRA, C. ; Grecco, Fabiane Borelli . Quimiodectoma em cão Boxer-Relato de Caso. In: XX Congresso de Iniciação Científica, 2011, Pelotas. Anais do XX Congresso de Iniciação Científica, 2011.

32.
ESTIMA-SILVA, P. ; Grecco, Fabiane Borelli ; MARCOLONGO-PEREIRA, C. ; SOARES, M. ; SCHILD, A. L. . Resistência induzida a intoxicação por Senecio brasiliensis em ovinos. In: VII Reunion Argentina de Patología veterinaria, 2010, Buenos Aires. Anais da VII Reunion Argentina de Patología veterinaria, 2010.

33.
ESTIMA-SILVA, P. ; QUEVEDO, P. S. ; MARCOLONGO-PEREIRA, C. ; GRECCO,F.B. ; SOARES, M. ; SCHILD, A. L. . Fotossensibilização hepatógena em bovino no sul do Rio Grande do Sul. In: VI Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário, 2010, Campo Grande. Anais do VI Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário, 2010.

34.
GRECCO,F.B.; MARCOLONGO-PEREIRA, C. ; SOARES, M. ; SALLIS, E. S. V. ; SCHILD, A. L. . Influence of climate changes in subacute poisoning by Senecio spp in cattle in southern Brazil. In: 8 th International Synposium on Poisonous plants, 2009, João Pessoa. 8 th International Synposium on Poisonous plants, 2009.

35.
BRASIL, N. A. ; MARCOLONGO-PEREIRA, C. ; SCHILD, A. L. ; SOARES, M. ; GRECCO,F.B. ; CORREA, F. R. . Conditioned Aversion induced by Baccharis coridifolia in sheep. In: 8 th International Symposium on Poisonous plants, 2009, João Pessoa. 8 th International Symposium on Poisonous plants, 2009.

36.
BRASIL, N. A. ; QUEVEDO, P. S. ; GRECCO,F.B. ; RUAS, J. L. ; SOARES, M. ; FARIAS, N. ; SCHILD, A. L. . Aspectos epidemiológicos de um surto de babesiose cerebral em bovinos em zona livre de carrapato. In: Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário, 2008, Campo Grande. Anais do Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário, 2008.

37.
MARCOLONGO-PEREIRA, C. ; COIMBRA, H. S. ; GRECCO,F.B. ; FISS, L. ; SOARES, M. ; SCHUCH, L. F. D. ; SCHILD, A. L. . Surto de erliquiose monocítica eqüina na região sul do Rio Grande do Sul.. In: Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário, 2008, Campo Grande. Anais do Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário, 2008.

38.
QUEVEDO, P. S. ; GRECCO,F.B. ; BRASIL, N. A. ; KOMMERS, G. ; FISS, L. ; SOARES, M. ; SCHILD, A. L. . Surto de pitiose em bovinos no sul do Rio Grande do Sul. In: Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário, 2008, Campo Grande. Anais do Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário, 2008.

39.
GRECCO,F.B.; FISS, L. ; SOARES, M. ; MARCOLONGO-PEREIRA, C. ; BRASIL, N. A. ; QUEVEDO, P. S. ; SCHILD, A. L. . Influência dos fatores climáticos na prevalência da intoxicação por Senecio spp. em bovinos na área de influência do Laboratório Regional de Diagnóstico/UFPel no período de 2006-2007. In: Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário, 2008, Campo Grande. Anais do Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário, 2008.

40.
GRECCO,F.B.; FISS, L. ; ANTUNES, I. ; BRASIL, N. A. ; SOARES, M. ; SALLIS, E. S. V. ; SCHILD, A. L. . Intoxicação por Senecio spp. em ovinos na região sul do Rio Grande do Sul. In: XII ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA VETERINÁRIA, 2007, CAMPO GRANDE. ANAIS DO XII ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA VETERINÁRIA, 2007.

41.
GRECCO,F.B.; FISS, L. ; ANTUNES, I. ; FERREIRA, J. L. M. ; BRASIL, N. A. ; SALLIS, E. S. V. ; SOARES, M. ; SCHILD, A. L. . Padrões morfológicos hepáticos em bovinos intoxicados por Senecio spp.. In: XIII ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA VETERINARIA, 2007, CAMPO GRANDE. ANAIS XIII ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA VETERINARIA, 2007.

42.
GRECCO,F.B.; FISS, L. ; RAFFI, M. B. ; SCARABELOT, K. ; SOARES, M. ; SCHILD, A. L. . Urolitíase em ovinos. In: XIII ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA VETERINARIA, 2007, CAMPO GRANDE. ANAIS DO XIII ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA VETERINARIA, 2007.

43.
GRECCO,F.B.; QUEVEDO, P. S. ; FERREIRA, J. L. M. ; SACARABELOT, K. ; LEDUR, R. ; SALLIS, E. S. V. ; RAFFI, M. B. . Lipoma em equino. In: XIII ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA VETERINARIA, 2007, CAMPO GRANDE. ANAIS DO XIII ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA VETERINARIA, 2007.

44.
GRECCO,F.B.; FISS, L. ; SOARES, M. ; KOMMERS, G. ; SCHILD, A. L. . Imunohistoquímica no diagnóstico de Listeriose em ovinos. In: XVI Congresso de Iniciação científica, 2007, Pelotas. Resumos do XVI Congresso de Iniciação científica, 2007.

45.
FISS, L. ; BRASIL, N. A. ; SOARES, M. ; GRECCO,F.B. ; SCHILD, A. L. . Ruptura gástrica em um equino. In: XVI Congresso de Iniciação científica, 2007, Pelotas. Resumos do XVI Congresso de Iniciação científica, 2007.

46.
SACARABELOT, K. ; LICHMANN, T.R. ; GRECCO,F.B. ; FISS, L. . Patologias hepáticas caninas. In: XVI Congresso de Iniciação científica, 2007, Pelotas. Resumos do XVI Congresso de Iniciação científica, 2007.

47.
DANIELI, V. ; SOARES, M. ; GRECCO,F.B. ; FISS, L. ; SCOPEL,D. ; RAFFI, M. B. . Alterações macroscópicas na babesiose cerebral. In: XVI Congresso de Iniciação científica, 2007, Pelotas. Resumos do XVI Congresso de Iniciação científica, 2007.

48.
Rockenbak,I ; SOARES, M. ; FISS, L. ; GRECCO,F.B. ; SCHILD, A. L. . Aspectos clínico-patológicos de um caso de circovírus em um suíno.. In: XVI Congresso de Iniciação Científica, 2007, Pelotas. Anais do Congresso de Iniciação Científica, 2007.

49.
GRECCO,F.B.; FISS, L. ; RAFFI, M. B. ; SALLIS, E. S. ; BOFF.A . Esofagite ulcerativa em equino. In: XV CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2006, PELOTAS. XV CONGRESSO DE INICAÇÃO, 2006.

50.
SCHUC, I. ; BONEL-RAPOSO, J. ; GRECCO,F.B. ; GUIM, T. N. . Abortos em cobaias (Clavia porcellus)intoxicadas experimentalmente por pellets de Enterolobium contortisiliquum a 4%. In: XV CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2006, PELOTAS. XV CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2006.

51.
PRIEBE, A. ; GRECCO,F.B. ; FISS, L. ; SCHILD, A. L. ; GUIM, T. N. . Adenocarcinoma pulmonar em canino. In: XV CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2006, PELOTAS. XV CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2006.

52.
DAVID, N. P. ; GUIM, T. N. ; GRECCO,F.B. ; SOUZA, J. ; FERNANDES, C. G. . Reprodução experimental por Myoporum laetum em ratos. In: VI encontro de pós-graduação, 2005, Pelotas. VI ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, 2005.

53.
ZANIN, A. ; SACCHET, R. S. ; FRANCA, R. ; RAPOSO, J. B. ; GRECCO,F.B. ; FERNANDES, C. G. . Abortos em cobaias prenhas intoxicadas experimentalmente com Enterolobium contortisiliquum durante o período de 2000 a 2005. In: VI ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, 2005, PELOTAS. VI ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, 2005.

54.
GRECCO,F.B.; FERNANDES, C. G. N. ; BRINHOLI, R. B. ; FREITAS, S. H. . Liinfossarcoma em cães -relato de casos no Hospital Veterinário da UNIC. In: XI Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2003, Botucatu. resumos do XI Encontro Nacional de Patologia Veterinária, 2003.

Apresentações de Trabalho
1.
GRECCO,F.B.. INSUFICIÊNCIA HEPÁTICA. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SCHILD, A. L. ; SOARES, M. ; GRECCO,F.B. . FÓRUM DE LÂMINAS DO XIII ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA VETERINARIA. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
GRECCO,F.B.. ASPECTOS GERAIS DA HISTOPATOLOGIA. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
GRECCO,F.B.. NEOPLASIAS DE PEQUENOS ANIMAIS. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
GRECCO,F.B.. Projeto Pedagógico do Curso de Zootecnia-Bacharelado da Escola de Educação básica e superior FacSul. 2009.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
RAFFI, M. B.; FERNANDES, C. G.; NOBRE, M. O.; Grecco, F.B.. Participação em banca de Carolina da Fonseca Sapin. Patologias do sistema urinário de cães e gatos. 2016. Dissertação (Mestrado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

2.
NOBRE, M. O.; Grecco, F.B.; TILLMANN, M. T.; FERNANDES, C. P. M.. Participação em banca de Fernanda Dagmar Martins Krug. Estudo da disfunção cognitiva em cães idosos. 2016. Dissertação (Mestrado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

3.
FERNANDES, C. G.; Grecco, F.B.; SALLIS, Eliza Simone Viégas. Participação em banca de Daniela Silva. Neoplasias mamárias em cães e gatos. 2014. Dissertação (Mestrado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

4.
Grecco, Fabiane B.; SALLIS, E. S. V.; RAPOSO, J. B.; Fernandes, Cristina Gevehr. Participação em banca de Michele Berselli. Hemangiossarcomas em cães e gatos. 2011. Dissertação (Mestrado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

5.
Grecco, Fabiane B.; Nascente P.; TEIXEIRA, A.; NOBRE, M. O.. Participação em banca de Mariana Teixeira Tillmann. uso de Triticum vulgare na cicatrização. 2011. Dissertação (Mestrado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

6.
FERNANDES, C. G.; RAFFI, M. B.; RAPOSO, J. B.; GRECCO,F.B.. Participação em banca de Tainã Normanton Güim. Marcadores e prognóstico em carcinoma de células escamosas em caninos e felinos. 2010. Dissertação (Mestrado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

7.
GRECCO,F.B.; BRUM, M.; MEIRELLES, M. C. A.; NOBRE, M. O.. Participação em banca de Graziela Whilen. Ressecção lateral do conduto auditivo externo em cães. 2010. Dissertação (Mestrado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

8.
BARROS, C. S. L.; SCHILD, A. L.; RAFFI, M. B.; GRECCO,F.B.. Participação em banca de Clairton Marcolongo-Pereira. Malformações congênitas na região sul do Rio Grande do Sul. 2010. Dissertação (Mestrado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

Teses de doutorado
1.
NOBRE, M. O.; Grecco, F.B.; MUELLER, E. N.; PEREIRA, I. C.. Participação em banca de Ciciane Pereira Marten Fernandes. Estudos toxicológicos de Triticum aestivum e Carapa guianensis e aplicabilidade clínica de Triticum aestivum na otite externa canina. 2015. Tese (Doutorado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

2.
SCHILD, A. L.; Grecco, F.B.; BARROS, C. S. L.; DRIEMEIER, D.. Participação em banca de Clairton Marcolongo-Pereira. Doenças de equinos no sul do Rio Grande do Sul. 2014. Tese (Doutorado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

3.
Grecco, Fabiane B.. Participação em banca de Isabel Pereira. Níveis de Cálcio e Magnésio em caninos portadores de tumores de mama. 2012. Tese (Doutorado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

4.
Grecco, Fabiane B.; BARROS, C.; SCHILD, A. L.; DRIEMEIER, D.. Participação em banca de Fernando Sérgio Castilhos Karam. controle biológico de Senecio spp. 2012.

5.
Grecco, Fabiane B.; Fernandes, Cristina Gevehr; SCHUCH, L. F. D.. Participação em banca de Thomas Normanton Guim. fatores prognósticos tumores de mama em caninos. 2011. Tese (Doutorado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

Qualificações de Doutorado
1.
Grecco, F.B.; HUBNER, S. O.; LIMA, M.; SILVA, E. F.. Participação em banca de Débora Scopel e Silva. Infecção experimentar de camundongos BALB/c com herpesvírus felino tipo 1 (FHV-1) e avaliação do potencial terapêutico de diferentes compostos antivirais. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

2.
GRECCO,F.B.; Schild, A.L.; BARROS, C. S. L.; DRIEMEIER, D.. Participação em banca de Letícia Fiss. Paratuberculose na região sul do RS. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

3.
SCHILD, A. L.; BARROS, C. S. L.; DRIEMEIER, D.; Grecco, F.B.. Participação em banca de Adriana Stigger. Controle biológico de S.madagascariensis. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

4.
Grecco, Fabiane B.. Participação em banca de Isabel Cristina pereira. valores hematológicos nos tumores mamários caninos. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
NOBRE, M. O.; BRUM, M.; Grecco, F.B.; SILVA, F. S.. Participação em banca de Ceres Cristina Tempel Nakasu. Avaliação e Caracterização de Pacientes felinos FELV positivos, da clínica ao histopatológico. 2016.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
Grecco, F.B.; VARELLA JUNIOR, A. S.; GHELLER, S. M. M.. Participação em banca de Djones Roberto Zucolotto.Estágio Curricular Supervisionado. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

2.
FIALLA, S.; Grecco, F.B.; SANTOS JUNIOR, A. G.. Participação em banca de Raul Matias Telesca da Silveira.Estágio Curricular Superviosionado. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

3.
FERNADES, C. G.; Grecco, F.B.; FONTOURA, E.. Participação em banca de Fernanda Gasparin dos Reis.Estágio Curricular Superviosionado. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

4.
Grecco, F.B.; CARAPETO, L. P.; SCOPEL,D.. Participação em banca de Fabiana Sica da Costa Poetsch.Estágio Curricular Superviosionado. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

5.
Grecco, F.B.; CORCINI, C. D.; GIORDANI, C.. Participação em banca de Marciane Scherdien.Estágio Curricular Superviosionado. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

6.
SCHUCH, L. F. D.; Grecco, F.B.; SANTOS JUNIOR, A. G.. Participação em banca de Cristine Fernandes.Estágio Curricular Superviosionado. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

7.
Grecco, F.B.; CORCINI, C. D.; PAZINATO, F. M.. Participação em banca de Leandro Aluisio Marques.Estágio Curricular Superviosionado. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

8.
Grecco, F.B.; WIEGAND, M. M.; GIORDANI, C.. Participação em banca de Igor dos Santos Rosa.Estágio Curricular Superviosionado. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

9.
RAPOSO, J. B.; Fernandes, Cristina Gevehr; GRECCO,F.B.. Participação em banca de Luisa Mariano cerqueira da silva.estágio em clínica de pequenos animais. 2014.

10.
CURCIO, B. R.; Grecco, F.B.; FINGER, I. S.. Participação em banca de Eduardo Minutto Py Crespo.Estágio Curricular Supervisionado. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

11.
Grecco, F.B.; ROSA, C. S.; GOMES, A. R.. Participação em banca de Cristina Pinto Mundstock.Estágio Curricular Obrigatório. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

12.
Grecco, F.B.. Participação em banca de Juliana Silva.qEstágio curricular em clínica de Pequenos animais. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

13.
GRECCO,F.B.; SALLIS, E. S. V.; SCHILD, A. L.. Participação em banca de Nathalia Dode de Assis Brasil.Relatório de trabalho de conclusão de curso. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

14.
GRECCO,F.B.; FERNANDES, C. G.; RAPOSO, J. B.. Participação em banca de Conrado de Oliveira Gamba.trabalho de conclusão de curso. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

15.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Franklin Carneiro Mendonça.relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá.

16.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de José Eduardo Broloff.relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá.

17.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Luiz Gustavo de Carvalho.relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá.

18.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Manuel Figueiró dÓrnellas.relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá.

19.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Márcio de Almeida.relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá.

20.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Patrícia da Costa e Silva.relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá.

21.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Sives José Da Silva Júnior.relatório de estágio supervisionado. 2003.

22.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Ivo Amaral Vignardi.relatório de estágio supervisionado. 2003.

23.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Aline Gomes Machado.relatório de estágio supervisionado. 2003.

24.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Gilcely Kameya da Silva.relatório de estágio supervisionado. 2003.

25.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Gilcely Kameya da Silva.relatório de estágio supervisionado. 2003.

26.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Ramiro da Silva Filho.relatório de estágio supervisionado. 2003.

27.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Millena Vandoni.relatório de estágio supervisionado. 2003.

28.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Claudir Cakzan.relatório de estágio supervisionado. 2003.

29.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Alínia Gomes Machado.relatório de estágio supervisionado. 2002.

30.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Wagner Wanderson Macedo.Relatório de estágio supervisionado. 2002.

31.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Ricardo Machado Masseti.Relatório do estágio supervisionado. 2002.

32.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Eliton Bortolon.relatório de estágio supervisionado. 2002.

33.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Robinson Rondon Barbosa.relatório do estágio supervisionado. 2002.

34.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Braz Nogueira Filho.relatório de estágio supervisionado. 2001.

35.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Carolina Arruda Guimarães.Relatório de estágio supervisionado. 2001.

36.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de João Batista Toledo Maciel.Relatório de estágio supervisionado. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá.

37.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Lílian de Almeida Moraes.Relatório de estágio supervisionado. 2001.

38.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Rodrigo Martins Garcia.relatório de estágio supervisionado. 2001.

39.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Alexandre Garcia.relatório de estágio supervisionado. 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá.

40.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de André Zanetti.relatório de estágio supervisionado. 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá.

41.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Fábio Marcelo Pereira.relatório de estágio supervisionado. 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá.

42.
GRECCO,F.B.. Participação em banca de Jefferson Carlos Cruz.relatório de estagio supervisionado. 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
Grecco, F.B.; PINTO, F. R.; BRUM, F. R. P.. Seleção para residência multiprofissional. 2016. Universidade Federal de Pelotas.

2.
FIALLA, S.; GRECCO,F.B.; RODRIGUES, R. F.. Seleção de monitoria para as disciplinas de Histologia Geral e Especial. 2007. Universidade Federal de Pelotas.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
3º Congresso Brasileiro de Patologia Veterinária - ENAPAVE 2015. 2015. (Congresso).

2.
ENCONTRO NACIONAL DE DIAGNÓSTICO VETERINARIO. Doença granulomatosa sistêmica em bovinos associado ao pastoreio de Vicia villosa. 2012. (Congresso).

3.
Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário. Influência dos fatores climáticos na prevalência da intoxicação por Senecio spp. em bovinos na área de influência do Laboratório Regional de Diagnóstico/UFPel no período de 2006-2007. 2008. (Congresso).

4.
XIII Encontro Nacional de Patologia Veterinária.INTOXICAÇÃO POR Senecio SPP. EM OVINOS NA REGIÃO SUL DO RIO GRANDE DO SUL. 2007. (Encontro).

5.
XV Congresso de iniciação científica. adenocarcinoma pulmonar. 2006. (Congresso).

6.
X- Encontro Nacional De Patologia Veterinária.tumor venereo transmissivel. 2001. (Encontro).

7.
II Reunión Argentina de Patológia Veterinaria.Teratoma testicular em um equino. 2000. (Encontro).

8.
1 º Reunião Argentina de Patologia Veterinaria. 1998. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Grecco, Fabiane B.. XVI ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. 2014. (Congresso).

2.
GRECCO,F.B.; SAPIN, C. F. ; SILVA-MARIANO L.C. . Ação Contra o Câncer de Mama Canino. 2014. (Outro).

3.
GRECCO,F.B.. Curso de nutrição e cálculo de ração para bovinos. 2001. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
BRUNA DOS SANTOS VALLE. GLOMERULONEFRITES E ASSOCIAÇÃO COM NEOPLASMAS. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
LUISA MARIANO CERQUEIRA DA SILVA. CAUSAS DE ABORTOS, NATIMORTOS E MORTES DE NEONATOS DE CÃES E GATOS. Início: 2017. Tese (Doutorado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas. (Coorientador).

Iniciação científica
1.
ALINE XAFIER FIALHO. Estudo retrospectivo e prospectivo genito-urinário. Início: 2014. Iniciação científica (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas, UFPEL. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
CAROLINA BERMANN. PATOLOGIAS DO SISTEMA RESPIRATÓRIO. Início: 2017. Orientação de outra natureza. Universidade Federal de Pelotas. (Orientador).

2.
João Paulo Teló Timm. Patologias do Sistema Respiratório de cães e gatos. Início: 2016. Orientação de outra natureza. Universidade Federal de Pelotas. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Carolina da Fonseca Sapin. Patologias do sistema urinário de cães e gatos. 2016. Dissertação (Mestrado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

2.
LUISA MARIANO CERQUEIRA DA SILVA. PATOLOGIAS HEPÁTICAS. 2015. Dissertação (Mestrado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

3.
Nathalia Dode de Assis-Brasil. principais patologias de bovinos da região de Alegrete RS. 2011. Dissertação (Mestrado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Fabiane Borelli Grecco.

Tese de doutorado
1.
Carolina da Fonseca Sapin. Avaliação de Síndrome de Disfunção Cognitiva em cães: da clinica ao histopatologico. 2016. Tese (Doutorado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas, . Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

2.
Adriana Lucke Stigger. Controle da intoxicação por Senecio spp.. 2013. Tese (Doutorado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas, . Coorientador: Fabiane Borelli Grecco.

3.
Maria de Lourdes Adrien Delgado. Utilização de Baccharis coridifolia na indução de aversão condicionada para plantas que contêm swainsonina. 2010. Tese (Doutorado em Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Fabiane Borelli Grecco.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
BRUNA DOS SANTOS VALLE. INSUFICIENCIA RENAL E D. RENALE. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Morfologia) - Universidade de São Paulo. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

2.
Osmane Vieira. Plantas tóxicas de ocorrência no Mato Grosso. 2002. 0 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em Sanidade Animal) - Universidade de Cuiabá. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

3.
Henrique de Alencar. Mionecroses em Bovinos no estado de Mato Grosso. 2002. 0 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em Sanidade Animal) - Universidade de Cuiabá. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

4.
Edgar Knorr. A Importância dos ecossistemas no controle da Febre Aftosa. 2002. 0 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em Sanidade Animal) - Universidade de Cuiabá. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
TAHWANY MARTINEZ. FISIOTERAPIA E ACUPUNTURA EM PEQUENOS ANIMAIS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

2.
Jordana Nunes Bassi. trabalho de conclusão de curso. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

3.
RAUL TELESCA. ODONTOLOGIA EQUINA. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

4.
Luisa Mariano Cerqueira da SIlva. Estágio na área de patologia animal na UFRGS. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

5.
Luisa Mariano cerqueira da silva. ESTÁGIO EM PATOLOGIA ANIMAL. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

6.
HAIDE WALESKA SCHEID. ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

7.
Aline Dias Camargo. Estágio Curricular Superviosionado. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

8.
CAROLINA DA FONSECA SAPIN. ESTÁGIO EM PATOLOGIA ANIMAL. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

9.
Bianca Santos. Estágio Supervisionado em Patologia Animal. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

10.
Alessandra Voigt. Relatório de trabalho de conclusão de curso. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

11.
Simone Gonçalves. relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

12.
Felipe Bloemer. relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

13.
Emerson Pessoa. relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

14.
Emília da Silva Vieira. relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

15.
Fernando Paes de Barros. relatório de estágio supervisionado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

16.
Jucielly Silveira Penteado. relatório de estágio supervisionado. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

Iniciação científica
1.
Jordana Nunes Bassi. ESTUDO RETROSPECTIVO E PROSPECTIVO DE PATOLOGIAS HEPÁTICAS DE CÃES E GATOS. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas, UFPEL. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

2.
JORDANA BASSI. PATOLOGIAS HEPÁTICAS. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

3.
LUISA MARIANO CERQUEIRA. ESTUDO RETROSPECTIVO E PROSPECTIVO DAS PATOLOGIAS DO SISTEMA GENITO-URINARIO EM CAES E GATOS NA ÁREA DE INFLUÊNCIA DO LABORATÓRIO REGIONAL DE DIAGNÓSTICO DA FACULDADE DE VETERINÁRIA DA UFPEL. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas, UFPEL. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

4.
Luisa Mariano cerqueira da silva. ESTUDO RETROSPECTIVO E PROSPECTIVO DAS PATOLOGIAS DO SISTEMA GENITO-URINÁRIO DE CÃES E GATOS NA ÁREA DE INFLUÊNCIA DO LABORATÓRIO REGIONAL DE DIAGNÓSTICO DA FACULDADE DE VETERINÁRIA DA UFPEL. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas, UFPEL. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

5.
Carolina da Fonseca Sapin. ESTUDO RETROSPECTIVO E PROSPECTIVO DA INTOXICAÇÃO POR Senecio spp. EM BOVINOS E OVINOS NA ÁREA DE INFLUÊNCIA DO LABORATÓRIO REGIONAL DE DIAGNÓSTICO DA FACULDADE DE VETERINÁRIA DA UFPEL. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

6.
Tiago Luersen. ESTUDO RETROSPECTIVO E PROSPECTIVO DA INTOXICAÇÃO POR Senecio spp. EM BOVINOS E OVINOS NA ÁREA DE INFLUÊNCIA DO LABORATÓRIO REGIONAL DE DIAGNÓSTICO DA FACULDADE DE VETERINÁRIA DA UFPEL. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

Orientações de outra natureza
1.
LUISA MARIANO CERQUEIRA. Monitoria da disciplina de Patologia Especial. 2012. Orientação de outra natureza. (Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas, UFPEL. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

2.
Carolina Sapin. monitoria da disciplina de Patologia Geral. 2011. Orientação de outra natureza. (Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

3.
Carolina da Fonseca Sapin. Estágio extra curricular no setor de patologia da FV/UFPEL. 2011. Orientação de outra natureza. (Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

4.
Danilo Alberto Cadare Simionato. Estágio extracurricular no setor de patologia veterinária. 2001. Orientação de outra natureza. (Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

5.
Bianca Braga. Estágio extracurricular no setor de patologia veterinária. 2001. Orientação de outra natureza. (Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.

6.
Ionara Venturin Lorenzetti. Estágio extracurricular no setor de patologia veterinária. 2001. Orientação de outra natureza. (Medicina Veterinária) - Universidade de Cuiabá. Orientador: Fabiane Borelli Grecco.



Educação e Popularização de C & T



Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Grecco, Fabiane B.. XVI ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. 2014. (Congresso).



Outras informações relevantes


Participação como avaliadora de apresentações orais do IX e XX congresso de Iniciação Científica da Universidade Federal de Pelotas- RS;



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/01/2019 às 20:09:35