Elizabeth Balbachevsky

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2 (***)

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3538268884287705
  • Última atualização do currículo em 24/05/2018


Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo, mestrado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, doutorado em Ciência Política pela Universidade de São Paulo, é livre docente pelo Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo e professora associada no mesmo Departamento. Desenvolve pesquisas na área de políticas de ciência, inovação e ensino superior, além de estudos na área de comportamento político.É vice-coordenadora do Núcleo de Pesquisa sobre Políticas Públicas (NUPPs/USP), e associada ao HEG, Higher Education Group, Universidade de Tampere, Finlândia. É pesquisadora principal do projeto PRONEX (FAPESP/CNPq) "Brasil, 25 anos de democracia - balanço crítico: políticas públicas, instituições, sociedade civil e cultura política", onde coordena a área de pesquisa em políticas de educação. É Membro do Comitê Científico do Programa de Mestrado Europeu em Pesquisa e Inovação em Ensino Superior (MARIHE - Master Program in Research and Innovation in Higher Education) e professora da disciplina Systems in Transition. O mestrado MARIHE, apoiado pelo programa Erasmus Mundus, da União Européia, é organizado pelo consórcio de Universidades: Danube University Krems/Austria, University of Tampere/Finlandia, University of Applied Sciences Osnabrück/Alemanha e Beijing Normal University/China. É editora regional para América Latina da nova Enciclopédia Internacional de Ensino Superior (Encyclopedia of Higher Education, Dordrecht, SPRINGER) Entre 2005 e 2006 foi bolsista da Fundação Fulbright no Programa New Century Scholars, realizando um estudo comparado sobre o impacto da globalização nas políticas de ensino superior em países emergentes. Em 2007 passou a integrar a rede internacional de pesquisa The Changing Academic Profession - CAP project - que reúne pesquisadores de 19 países para estudar as respostas do ambiente acadêmico aos desafios colocados pelo processo de globalização e pelas reformas nas políticas de ensino superior. No presente, coordena, junto com o Prof. Timo Arrevaara (Universidade de Helsinki) e o Prof. Jung Cheol Shin (Universidade Nacional da Coréia), o novo projeto da Rede internacional de pesquisa CAP, voltada para o estudo comparado dos impactos da sociedade do conhecimento nas dinâmicas internas das universidades. A rede CAP reúne pesquisadores de 14 países, de todos os continentes. Entre 2011 e 2012 foi vice coordenadora do GT "Universidade, Ciência, Inovação e Sociedade", da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais (ANPOCS), grupo de permanece ativo até o presente. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Elizabeth Balbachevsky
Nome em citações bibliográficas
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.
Rua Prof. Luciano Gualberto, 315
Cidade Universitária
05508900 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 30913754
Fax: (11) 30324154
URL da Homepage: http://www.fflch.usp.br/dcp/html/elizabeth.html


Formação acadêmica/titulação


1988 - 1995
Doutorado em Ciência Política.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Atores e estratégias Institucionais: a profissão acadêmica no Brasil, Ano de obtenção: 1995.
Orientador: Simon Schwartzman.
Palavras-chave: política; ensino superior; Brasil; Ciência e Tecnologia.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas / Especialidade: Profissão Acadêmica.
Setores de atividade: Educação Superior.
1982 - 1987
Mestrado em Ciências Sociais.
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Título: Identificação partidária e comportamento político o caso de São Paulo (1974-1982),Ano de Obtenção: 1987.
Orientador: Maria Tereza Sadek Ribeiro de Souza.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: comportamento eleitoral; partidos; eleitores.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação Superior.
1977 - 1981
Graduação em Ciências Sociais.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Pós-doutorado e Livre-docência


2005
Livre-docência.
Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP, FFLCH-USP, Brasil.
Título: Livre Docencia: A Profissao Academica no Brasil: dez anos de mudancas, Ano de obtenção: 2005.
Palavras-chave: Brasil; Ciência e Tecnologia; política de ensino superior; pós-graduação; profissão acadêmica.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas / Especialidade: Políticas de ciência, tecnoilogia e inovação.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas / Especialidade: Políticas de ensino superior.
Setores de atividade: Educação Superior.
2002 - 2002
Pós-Doutorado.
University of London, UL, Inglaterra.
1996 - 1997
Pós-Doutorado.
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.


Formação Complementar


2011 - 2011
São Paulo Summer School on Methods and Concepts in. (Carga horária: 80h).
International Political Science Association, IPSA, Canadá.
2001 - 2001
Training workshop on case study methodoly. (Carga horária: 20h).
University of Washington, WASHINGTON, Estados Unidos.
1996 - 1996
Logical Framework:a methodology for project design. (Carga horária: 20h).
Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, MCTI, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

1987 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Pesquisadora associada do Núcleo de Pesquisa em Ensino Superior da Universidade de São Paulo Pesquisadora associada do Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais da Universidade de São Paulo

Atividades

08/2003 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Representante do Dep. de Ciência Política na Comissão de Pesquisa da FFLCH.
06/2002 - Atual
Direção e administração, Reitoria, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Qualidade e Produtividade da Reitoria da USP.
03/1996 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Pró-Reitoria de Pesquisa - Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais, .

03/1996 - Atual
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Políticas de Ciência e Tecnologia no pós-guerra fria
O estudo de caso em Ciência Política
Técnicas de Pesquisa Quantitativa em Ciência Política
3/1992 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Pró Reitoria de Pesquisa, Núcleo de Pesquisas Sobre Ensino Superior.

03/1987 - Atual
Ensino, Bacharelado em Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Políticas de Ciência e Tecnologia no contexto da Globalização
Temas de pesquisa em Ciência Política
Métodos e Técnicas de Pesquisa em Ciência Política
Política III - Pensamento político contemporâneo
Política II - Pensamento Político clássico
Introdução à Ciência Política
03/1999 - 11/2002
Ensino, Integração Regional no Mercosul, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Cooperação em Ciência e Tecnologia em processos de Integração Regional
Atores Sociais e a Integração Regional
03/1998 - 11/1999
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Suplente de representante do Dep. de Ciência Política na Comissão de Biblioteca da FFLCH.
03/1993 - 11/1994
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Representante do Departamento de Ciência Política na Comissão de Graduação da FFLCH.

Ministério da Educação, MEC, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2017
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Servidor em regime de cessão, Carga horária: 40
Outras informações
Cedida pela Universidade de São Paulo para exercer o cargo de Coordenadora Geral De Assuntos Internacionais da Educação Superior junto ao Gabinete da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação Nomeação: Portaria 480, de 5 de abril de 2017. DOU 06/04/2017, seção 2, pag. 13


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: pesquisadora colaboradora, Carga horária: 8
Outras informações
Colaboradora associada ao Centro de Estudos Avançados da UNICAMP. Participa de seminários em governança universitária entre 2011 e 2012. De 2013 a 2015, colaboradora associada ao Fórum de Pensamento Estratégico, PENSES, Reitoria da UNICAMP

Atividades

12/2011 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Reitoria, .

06/1979 - 11/1980
Estágios , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, .

Estágio realizado
Iniciação científica: O sindicalismo brasileiro e o desafio da participação político-partidária.

University of Tampere, UTA, Finlândia.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Membro de Comissão, Enquadramento Funcional: Membro de Comissão
Outras informações
Membro da Comissão Científica e professora visitante ligada à disciplina "Sistems in Transition" do programa de Mestrado Europeu em Pesquisa e Inovacão no Ensino Superior - Erasmus Mundus Masters Course ?Research and Innovation in Higher Education? (MARIHE),

Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: bolsista, Carga horária: 2
Outras informações
Professora associada (bosa Erasmus Mundus) no Programa de Mestrado Europeu em Pesquisa e Inovação em Ensino Superior (http://www.marihe.eu/). Membro do Conselho Cientíifico do mesmo Programa.

Atividades

01/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , HEG, Higher Education Group, .

Linhas de pesquisa
Governança Universitária

Instituto de Estudos Econômicos Sociais e Políticos de São Paulo, IDESP, Brasil.
Vínculo institucional

1982 - 1986
Vínculo: Pesquisadora Júnior, Enquadramento Funcional: Pesquisador Júnior, Carga horária: 20

Atividades

06/1982 - 11/1985
Pesquisa e desenvolvimento .


Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Vínculo institucional

1985 - 1985
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Auxiliar de Ensino, Carga horária: 40

Atividades

03/1985 - 12/1985
Ensino, Bacharelado em Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Ciência Política - curso de Jornalismo
Ciência Política VI - análise institucional
03/1985 - 11/1985
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Ciências Sociais da PUC/SP, .

Linhas de pesquisa
Comportamento Eleitoral

Springer Editors, SPRINGER, Holanda.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Membro de Comitê Editorial, Enquadramento Funcional: trabalho voluntário
Outras informações
Membro do Comitê Editorial da Colecão "The Changing Academic Profession - the Changing Academic Profession in a International Comparative Perspective Dordrecht, Springer ed.



Linhas de pesquisa


1.
Profisão acadêmica no Brasil: evolução recente e perspectivas futuras

Objetivo: Análise compara da Profissão acadêmica no Brasil e em outros países. O foco central dos trabalhos nesta área está no estudo do impacto das reformas no ensino superior sobre as condições de inserção profissional do acadêmico e sua interação com o ambiente institucional.
Palavras-chave: Brasil; carreira institucional; ensino superior; política de ensino superior; profissão acadêmica.
2.
Políticas de Recursos Humanos para Ciência e Tecnologia

Objetivo: Estudo das políticas públicas à nível regional e nacional para o suporte de formação de recursos humanos na área de C&T.
Palavras-chave: Brasil; Ciência e Tecnologia; iniciação científica; Organização da pesuqisa; Recursos humanos p/ C&T.
3.
Relações Internacionais - Integração Regional - Atores domésticos

Objetivo: Análise da intervenção de atores domésticos não estatais no direcionamento da política externa Brasileira.
Palavras-chave: Brasil; Política externa brasileira; Políticas bilaterais e multilaterais; atores domésticos.
4.
Política Externa Brasileira - Cooperação Internacional: Ciência e Tecnologia

Objetivo: Análise da política brasileira de cooperação internacional na área de C&T.
Palavras-chave: Brasil; cooperação internacional; Políticas de C,T&I.
5.
Comportamento Eleitoral
6.
Eleições e poder local
7.
Comportamento eleitoral
8.
Políticas Públicas - Avaliação de políticas públicas
9.
Políticas de ensino superior
10.
Governança Universitária


Projetos de pesquisa


2013 - Atual
Governança universitária em transformação: a experiência das universidades públicas brasileiras
Descrição: . O objetivo desse trabalho é discutir o modelo de governança das universidades públicas brasileiras, tanto do ponto de vista da caracterização das dinâmicas de governança interna dessas instituições, como do ponto de vista de sua interação com atores externos. A análise será conduzida a partir de uma perspectiva comparada, discutindo a experiência brasileira à luz do debate que cerca a experiência internacional..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - Atual
BRASIL, 25 ANOS DE DEMOCRACIA - BALANÇO CRÍTICO: POLÍTICAS PÚBLICAS, INSTITUIÇÕES, SOCIEDADE CIVIL E CULTURA POLÍTICA ? 1988/2013
Descrição: O presente projeto visa realizar um balanço crítico de 25 anos da democracia brasileira (1988/2013) com base na análise de três eixos temáticos principais: as políticas públicas, as instituições democráticas, e as relações entre a sociedade civil e a cultura política. A perspectiva adotada é a proposta pela abordagem da qualidade da democracia. A pesquisadora é coordenadora da área de análise das políticas de ensino, com ênfase na questão do ensino superior, cujo foco está em identificar os processos que sustentam a convergência de percepções de diferentes atores em torno de um paradigma dominante, ao mesmo tempo que busca mapear as principais alternativas competitivas em termos das idéias e nexos causais que orientam a elaboração de políticas presentes na arena decisória dessas políticas, para entender processos que sustentam a continuidade, ao mesmo tempo que favorecem o redesenho dessas políticas.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Elizabeth Balbachevsky - Integrante / Helena Sampaio - Integrante / Eunice Ribeiro Durham - Integrante / José Alvaro Moisés - Coordenador / Leandro Piquet - Integrante / José veríssimo - Integrante / Marta Assumpção - Integrante / Marta Lucchesi - Integrante / Emmanuel Oliveira - Integrante / Edson Nunes - Integrante / Nina Ranieri - Integrante / Gustavo Bambini - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / Pró-Reitoria de Pesquisa - USP - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 7 / Número de orientações: 5
2011 - Atual
The impact of the policy context on university?s response to autonomy: the experiences of Brazil and Finland
Descrição: Autonomy is a fundamental principle for universities to accomplish a genuine innovative role. In complex and fragmented systems like universities, though, response to autonomy can manifest in extreme variations. In this study, the inductive method is applied to appraise university-specific experiences in two environments created by very different country contexts: the state of São Paulo, Brazil, and Finland. Empirically the work focuses on two universities of similar size and profile, and narrows on one important area of management, the internal budget process..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2010
Processos Decisórios em Política Científica, Tecnológica e de Inovação no Brasil: Análise Crítica
Descrição: O objetivo do projeto é descrever e refletir criticamente sobre os processos decisórios relativos à criação de políticas, programas e instrumentos de PCTI no Brasil, particularmente na última década (final dos anos 90 até o momento).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2009
Formação de recursos humanos em áreas estratégicas : a experiência internacional
Descrição: Esse trabalhofaz uma revisão dos principais desafios e alternativas que se colocam para uma política relevante que apóie o desenvolvimento de recursos humanos nas áreas estratégicas para o posicionamento competitivo do país no cenário internacional..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2009
The Changing Academic Profession
Descrição: The project will examine the nature and extent of the changes experienced by the academic profession in recent years. It will explore both the reasons for and the consequences of these changes. It will consider the implications of the changes for the attractiveness of the academic profession as a career and for the ability of the academic community to contribute to the further development of knowledge societies and the attainment of national goals. It will make comparisons on these matters between different national higher education systems, institutional types, disciplines and generations of academics..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Elizabeth Balbachevsky - Coordenador / Simon Schwartzman - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 11 / Número de orientações: 2
2007 - 2009
PERCEPÇÃO DAS ELITES SULAMERICANAS SOBRE O IMPACTO DAS DESIGUALDADES SOCIAIS NA ESTABILIDADE DEMOCRÁTICA
Descrição: Este projeto busca, de forma comparada, avaliar as percepções das elites de diferentes países latino-americanos acerca das desigualdades social, cultural e étnica, e sua relação com a questão democrática. Enfatizará, particularmente, o apoio que diferentes diagnósticos e alternativas de políticas conseguem mobilizar junto aos vários setores da elite dos países selecionados para essa pesquisa, que serão indicados abaixo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Elizabeth Balbachevsky - Integrante / D. Holzhacker - Integrante / J. A. Guilhon Albuquerque - Integrante / Rafael Antonio Duarte Villa - Coordenador / Sérgio Gil Marques dos Santos - Integrante / Mariana Figueiredo Cerceau Guimarães - Integrante / Aline de Campos Canto - Integrante / Flavia Loss de Araújo - Integrante / Juliana Mayumi Suzuki - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2006 - 2009
Evolução Recente da Profissão acadêmica no Brasil: uma perspectiva comparada
Descrição: O objetivo desta proposta é viabilizar a participação brasileira no projeto internacional ?The Shifting Boundaries of the Changing Academic Profession? (Projeto CAP - As fronteiras em mudança da profissão acadêmica), que está sendo realizado por uma rede de instituições acadêmicas em cerca de 20 países, já estando confirmada a participação da Argentina (Universidad Nacional General Sarmiento), Austrália (University of New England), China, (Huazhong University of Science and Technology), Hong Kong (University of Hong Kong), Finlândia (University of Tampere), França (Centre for Organizational Sociology), Alemanha (Kassel University), Japão (Hiroshima University), Holanda (University of Twente), Noruega (NIFU-STEP), Portugal (Fundação das Universidades Portuguesas), Inglaterra (Open University), e Estados Unidos (George Washington University e outras). Outros prováveis participantes incluem a Russia, Malásia, México, Singapura, Suécia e África do Sul. O projeto internacional pretende examinar a natureza e a extensão das mudanças ocorridas pela profissão acadêmica nos anos recentes, suas razões e suas conseqüências. Serão estudadas as implicações destas mudanças para a atratividade da atividade acadêmica como uma carreira, e capacidade da comunidade acadêmica de contribuir para o desenvolvimento da sociedade do conhecimento e para atingir os objetivos de desenvolvimento econômico, social e cultural dos países. A partir de um modelo de transformação de seis estágios, serão feitas comparações sobre estes temas entre diferentes sistemas educacionais, tipos institucionais, disciplinas acadêmicas e gerações. Para o Brasil, participar desse projeto representa uma rara oportunidade para a estudar o sentido das mudancas que estão ocorrendo em nosso sistema de ensino superior. Os resultados da pesquisa em escala mundial permitirão, pela primeira vez, avaliar em que medida as mudanças observadas no Brasil convergem ou divergem daquelas que podem ser observadas em outras exp.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Elizabeth Balbachevsky - Coordenador / Simon Schwartzman - Integrante / Natália Novaes Alves - Integrante / Dante Filipe Felgeuiras dos Santos - Integrante / Gabriela Rosa Couto - Integrante / Tiago Silva Bilkholz Duarte - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 1
2006 - 2007
The leading Latin American universities and their contribution to sustainable development in the region
Descrição: In this project, we would like to examine a select number of cases in Latin American countries in which higher education research institutes and groups were able to develop activities that had or are having a strong scientific content providing, simultaneously, a significant contribution to the social well being of their societies. The identification and description of these examples would be illuminating in any case, but our main concern is about the institutional arrangements that allowed the institutions to develop these projects..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2007
The future of academic profession: Challenges for the emerging countries
Descrição: The changes in higher education have been mostly documented in developed countries. Nevertheless, higher education has been under extreme pressures also in emerging countries for the last decades. The new globalized international economy and its demands have affected the domestic environment of these countries. With varying degrees of success, all emerging countries have experienced major economic reforms that pushed their economies from an autarchic, domestic oriented perspective to an open, trade oriented one. The central aim of this project is to understand how an important part of the globalized world - the emerging countries - is responding to the global challenges of the 21st. Century higher education. Higher education changes and reforms in the leading economies are not automatically reflected in the emerging societies. The first objective in the project is to analyze the many experiences of reforms that are taking place in the emerging countries in a cross-national perspective. This analysis should end by proposing a typology that could highlight differences and convergence between these many national experiences. The second main objective is to analyze the impacts of such processes on the conditions of employment and work of the academic professionals in these countries. In order to achieve this objective, the survey will apply the typology proposed above in order to select a number of national experiences for an in depth analysis..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2006
A política externa no governo Lula
Descrição: Análise temática da política externa do governo Lula. Responsável pela análise das iniciativas do governo brasileira n.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Elizabeth Balbachevsky - Integrante / D Holzhacker - Integrante / J. A. Guilhon Albuquerque - Coordenador / Rafael Antonio Duarte Villa - Integrante / Sérgio Gil Marques dos Santos - Integrante / Giuliano Deliberator - Integrante / Bruno Aylon - Integrante / Alexandre Ratsuo Uehara - Integrante / José Luis Niemeyer dos Santos Filho - Integrante / Bernardo Wall Gonçalves de Araújo Jorge - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2005 - 2006
Fulbright Foundation, New Century Scholars Program, 2005-2006.
Descrição: The Academic Profession in the Age of Globalization Building on a cross-national perspective, we will consider recent changes due to globalization/internationalization affecting faculty and institutions in different countries. We will analyze how academic professionals and institutions influence and respond to such shifts. And, we will assess retrospectively and prospectively opportunities and challenges facing the higher education profession.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2002 - Atual
Estudo Eleitoral Brasileiro? ?Consórcio ESEB-CESOP
Descrição: Trata-se de um consórcio de pesquisadores brasileiros que acompanha as eleições brasileiras e realiza pesquisas de survey eleitoral cobrindo eleições presidenciais.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2001 - 2004
Profissão Acadêmica no Brasil: perfil profissional, atitudes e orientações na década de noventa
Descrição: Survey com uma amostra nacional de professores do ensino superior, com indicadores sobre inserção profissional, perfil de atuação, atitudes com relação às políticas de ensino superior brasileiras e orientações com relação às atividades de pesquisa, ensino e extensão.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2000 - 2004
A questão do patenteamento do conhecimento na biotecnologia: a opinião dos cientistas
Descrição: A pesquisa consistiu na realização de um survey junto a líderes dos grupos de pesquisa cadastrados no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq, visando avaliar o grau de conhecimento desse pesquisadores acerca do debate sobre o patenteamento do conhecimento científico e a interação ciência-empresa.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Elizabeth Balbachevsky - Integrante / Marília Coutinho - Coordenador / D. d. C. Patrão - Integrante / R. N. Z. Vêncio - Integrante / D. Holzhacker - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 3
2000 - 2000
Indicadores de Ciência e Tecnologia e Inovação no Estado de São Paulo: recursos humanos para Ciência e Tecnologia
Descrição: Análise do perfil e distribuição dos recurso de humanos em C&T no setor público e privado do Estado de São Paulo. Levantamento que embasa o capítulo sobre Recursos Humanos em C&T no Estado de São Paulo do anuário "Indicadores de C&T de São Paulo", da FAPESP, publicado em 2001.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2000 - 2000
Strengthening public policy training in Latin America
Descrição: Análise do perfil instituicional do ensino de políticas públicas na pós-graduação brasileira.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1999 - 2002
Inserção Acadêmica dos professores-doutores nas Universidades Brasileiras
Descrição: Análise do perfil de produção acadêmicamente relevante de professores doutores ligados a programas de pós-graduação com avaliação A da CAPES. O estudo buscava estabecer possiveis diferenciais entre os perfis de professores com doutorado no Brasil e no exterior..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Elizabeth Balbachevsky - Integrante / J. Velloso - Coordenador / C. B. Martins - Integrante / Bráulio Porto de Matos - Integrante / Helena Sampaio - Integrante.Financiador(es): Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura - Auxílio financeiro / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2
1997 - 1997
Avaliação do Programa PET- CAPES
Descrição: Avaliação, sob encomenda da Diretoria de Avaliação da CAPES, do impacto do programa PET/CAPES nos cursos de graduação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Elizabeth Balbachevsky - Coordenador.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1
1996 - 1997
O PADCT e as políticas recentes de ciência e tecnologia no Brasil
Descrição: Avaliação da contribuição do PADCT para a reforma das políticas de C&T no Brasil.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1989 - 1992
The international academic profession
Descrição: Pesquisa internacional comparando o perfil das professores de ensino superior em 14 países. Pesquisa consistiu na realização de surveys com amostras nacionais em cada país. Países participantes: Austrália, Coréia, , Japão, Hong-kong, Brazil, Chile, México, EUA, Inglaterra, Alemanha, Holanda, Suécia e Israel.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Elizabeth Balbachevsky - Integrante / Simon Schwartzman - Integrante / Philip Altbach - Coordenador.Financiador(es): Carnegie Institution for Science - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 16


Projetos de extensão


2015 - Atual
Avaliação dos impactos do Programa Institucional de Bolsas de Inciação Científica - PIBIC
Descrição: Análise dos impactos do programa PIBIC junto a alunos e professores, análise da trajetória profissional de ex-bolsistas PIBIC.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Elizabeth Balbachevsky - Coordenador / Renato Pedrosa - Integrante.Financiador(es): Centro de Gestão e Estudos Estratégicos - Auxílio financeiro.


Membro de corpo editorial


2016 - Atual
Periódico: Pensamiento Educativo. Revista de Investigación Educacional
2014 - Atual
Periódico: RBPG. Revista Brasileira de Pós-Graduação
2013 - Atual
Periódico: Ensino Superior Unicamp
2006 - 2010
Periódico: Journal of the Professoriate
1998 - 2005
Periódico: Carta Internacional (São Paulo)


Membro de comitê de assessoramento


2012 - Atual
Agência de fomento: Erasmus Mundus
2012 - 3012
Agência de fomento: Research Foundation - Flanders (Belgium) (FWO)
2006 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico


Revisor de periódico


2004 - Atual
Periódico: Opinião Pública (UNICAMP)
2006 - Atual
Periódico: Higher Education Quarterly
2007 - Atual
Periódico: Anais da Academia Brasileira de Ciências
2012 - Atual
Periódico: Sociedade e Estado (UnB. Impresso)
2012 - 2012
Periódico: História, Ciências, Saúde-Manguinhos (Impresso)
2011 - Atual
Periódico: Brazilian Political Science Review
2011 - Atual
Periódico: Cadernos CRH
2013 - Atual
Periódico: Revista Gestão & Conexões


Revisor de projeto de fomento


2012 - 2012
Agência de fomento: (FWO) Research Foundation - Flanders (FWO)
2012 - 2012
Agência de fomento: (FAPEAM) Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas
2009 - Atual
Agência de fomento: (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2006 - Atual
Agência de fomento: (FAPESP) Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
2006 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas/Especialidade: Políticas de ensino superior.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas/Especialidade: Políticas de C, T & I.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas/Especialidade: Profissão Acadêmica.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas/Especialidade: Análise Institucional.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político/Especialidade: Estudos Eleitorais e Partidos Políticos.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2015
Best Book Award: Teaching and Reasearch in Contemporary Higher Education (Springer Ed), CIES, Comaprative International Education Society, HE Sig Group.
2012
Best Book Award: book: Changing governance and management in higher education: the perspectivo of the academy (Springer Ed), CIES - Comparative international Education Society, SIg HE Group.
2009
Erasmus Mundus Visiting Scholar - European Master Program in Higher Education, União Européia.
2006
Public Policy Scholar at Woodrow Wilson International Center for Scholars, Woodrow Wilson International Center for Scholars, Washington, DC, USA.
2005
Fulbright New Century Scholar, J. William Fulbright Foreing Scholarship Board.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SCOPUS

Artigos completos publicados em periódicos

1.
SPECK, BRUNO WILHELM2016SPECK, BRUNO WILHELM ; BALBACHEVSKY, ELIZABETH . Identificação partidária e voto. As diferenças entre petistas e peessedebistas. Opinião Pública (UNICAMP), v. 22, p. 569-602, 2016.

2.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH2014BALBACHEVSKY, E.. Higher Education in Brasil: different worlds and diverse beliefs. Comparative and International Higher Education, v. 5, p. 71-74, 2014.

3.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH2012BALBACHEVSKY, E.. Políticas de Ciência, Tecnologia e Inovação na América Latina: as respostas da comunidade científica. Caderno CRH (UFBA. Impresso), v. 24, p. 503-517, 2012.

4.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH2012BALBACHEVSKY, E.; Colto e Silva, E. . A diáspora científica brasileira: perspectivas para a sua articulação em favor da ciência brasileira. Parcerias Estratégicas (Impresso), v. 16, p. 163-176, 2012.

5.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH2011BALBACHEVSKY, E.. Academic Careers in Brazil: The Legacy of the Past. Journal of Professoriate, v. 5, p. 95-121, 2011.

6.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH2011BALBACHEVSKY, E.; HOLZHACKER, D. O. . O novo consenso da sociedade brasileira: democracia e igualdade. Opinião Pública (UNICAMP. Impresso), v. 17, p. 493-515, 2011.

7.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH2008BALBACHEVSKY, E.; CASTRO, M. H. M. . Experiencias internacionales de reforma y evaluación de la educación superior y su impacto sobre la profesión académica: Brasil. Revista de la Educación Superior, v. 37(1), p. 101-113, 2008.

8.
HOLZHACKER, D. O.2008 HOLZHACKER, D. O. ; BALBACHEVSKY, E. . Classe, Ideologia e política: uma interpretação dos resultados das eleições de 2002 e 2006. Opinião Pública (UNICAMP. Impresso), v. 13, p. 283-306, 2008.

9.
STROMQUIST, N.2007STROMQUIST, N. ; GIL-ANTON, M. ; COLATRELLA, C. ; MABOKELA, R. O. ; SMOLENTSEVA, A. ; BALBACHEVSKY, E. . The contemporary professoriate: toward a diversified or segmented profession. Higher Education Quarterly, v. 61, p. 114-135, 2007.

10.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH2007BALBACHEVSKY, E.. Carreira e contexto institucional no sistema de ensino superior brasileiro. Sociologias (UFRGS), v. 9, p. 158-189, 2007.

11.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH2007BALBACHEVSKY, E.; ALBUQUERQUE, J. A. G. . Inflação de doutores: desperdício ou potencial de receita?. Estudos (Brasília), v. 25, p. 09-24, 2007.

12.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH2006BALBACHEVSKY, E.; HOLZHACKER, D. . Determinantes das atitudes do eleitorado brasileiro com relação à privatização e aos serviços públicos. Opinião Pública (UNICAMP), v. 12, p. 38-56, 2006.

13.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH2004BALBACHEVSKY, E.; HOLZHACKER, D. . The Academic Profession in Brazil: ten years of change repported.. International Higher Education (Chestnut Hill, Mass.), EUA, v. 35, n.spring, p. 18-19, 2004.

14.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH2004BALBACHEVSKY, E.; HOLZHACKER, D. O. . Identidade, oposição e pregmatismo: o conteúdo estratégico da decisão eleitoral em 13 anos de eleições". Opinião Pública (UNICAMP), Campinas, v. X, n.2, p. 242-253, 2004.

15.
COUTINHO, M.2003 COUTINHO, M. ; BALBACHEVSKY, E. ; HOLZHACKER, D. ; PATRAO, D. D. C. ; VENCIO, R. N. Z. ; SILVA, R. L. M. ; REIS, L. F. ; MARIN, M. A. ; LUCATELLI, M. . Intellectual property rights and and public research in biotechnology: the scientists opinion. Scientometrics, Dordrecht, v. 58 -3, n.3, p. 641-656, 2003.

16.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH2003BALBACHEVSKY, E.. Graduate Education in Brazil: emerging challenges to a successful policy. Oxford Studies in Comparative Education, Oxford, GB, v. 13, n.2, p. 208-228, 2003.

17.
VELLOSO, J.2002VELLOSO, J. ; BALBACHEVSKY, E. . Graduate training and employment in Brazil. International Higher Education (Chestnut Hill, Mass.), Boston, v. 19, n.fall, p. 19-20, 2002.

18.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH1998BALBACHEVSKY, E.. Índia: o assalto ao futuro. Carta Internacional (São Paulo), São Paulo, v. VI, n.65, p. 16-17, 1998.

19.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH1998BALBACHEVSKY, E.. Ciência e Tecnologia: a reforma Japonesa. Carta Internacional (São Paulo), São Paulo, v. VI, n.61, p. 16-17, 1998.

20.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH1998BALBACHEVSKY, E.. Uma Janela de oportunidades para a sociologia da ciência. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 13, n.37, p. 197-201, 1998.

21.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH1998BALBACHEVSKY, E.. O programa especial de treinamento ? PET/CAPES ? e a graduação no ensino superior brasileiro. Infocapes, Brasília, v. 6, n.2, p. 7-20, 1998.

22.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH1998BALBACHEVSKY, E.. Pesquisa, iniciação científica e produção institucionalizada: perspectivas para os estabelecimentos não universitários privados do Brasil. Estudos (Goiânia), Brasília, v. 16, n.23, p. 43-50, 1998.

23.
ALBUQUERQUE, J. A. G.1998ALBUQUERQUE, J. A. G. ; BALBACHEVSKY, E. ; HOLZHACKER, D. . ?Tipologia do eleitorado brasileiro?. Carta Internacional (São Paulo), São Paulo, v. VI, n.66, p. 14-16, 1998.

24.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH1997BALBACHEVSKY, E.. Novas políticas para um mundo globalizado. Carta Internacional (São Paulo), São Paulo, v. V, n.51, p. 15-16, 1997.

25.
BALBACHEVSKY, E.;BALBACHEVSKY, ELIZABETH1997BALBACHEVSKY, E.. A Pesquisa nas Universidades Brasileiras. Estudos (Goiânia), Brasília, v. 15, n.18, p. 101-108, 1997.

26.
OLIVEN, A. C.1996OLIVEN, A. C. ; FIGUEIREDO, V. ; MARTINS, C. B. ; BALBACHEVSKY, E. . A Reforma do estado e a autonomia universitária. Ciência Hoje, Rio de Janeiro, v. X, n.354, p. 8-8, 1996.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
TEIXEIRA, P. ; JONGBLOED, B. ; MOK, K. H. ; FANELLI, A. G. ; NEVES, C. E. B. ; BALBACHEVSKY, E. . Financiamento do ensino superior. 1. ed. Rio de Janeiro: Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados e Confederação Nacional do Comércio, 2009. v. 1. 226p .

2.
BALBACHEVSKY, E.. A profissão acadêmica no Brasil: as múltiplas facetas de nosso sistema de ensino superior. 1. ed. S. Paulo: Editora Funadesp, 1999. 169p .

Capítulos de livros publicados
1.
BALBACHEVSKY, E.; SAMPAIO, H. . Brazilian Post-Secondary Education in the twenty-one century: a conservative modernization. In: Altbach, Philip; Reisberg, Liz; de Wit, Hans. (Org.). Responding to Massification: post-secondary Education Worldwide. 1ed.Roterdam: Sense Books, 2017, v. 1, p. 155-166.

2.
BALBACHEVSKY, E.. Brazilian Higher Education: converging trajectory patterns in a diverse institutional environment. In: Jesús Galaz Fontes; Akira Arimoto; Ulrich Teichler; John Brennan. (Org.). Biographies and careers throughout academic life. 1ed.Dordrecht: Springer, 2016, v. 1, p. 31-47.

3.
BALBACHEVSKY, E.; KERBAUY, M. T. M. . A governança universitária em transformação: a experiência das universidades públicas brasileiras. In: Cristiane Yumi Koga-Ito; Tânia Regina de Luca. (Org.). Escola UNESP de liderança e gestão: instrumento para excelência da gestão institucional. 1ed.São Paulo: Cultura Acadêmica, 2016, v. 1, p. 125-139.

4.
BALBACHEVSKY, E.. "A difusão de regimes de certificação de qualidade no ensino superior latino-americano. In: Simon Schwartzman. (Org.). A Educaçâo Superior na América Latina e os desafios do século XXI. 1ed.Campinas: Editora da UNICAMP, 2015, v. 1, p. 89-106.

5.
BALBACHEVSKY, E.. Brazil: opportunities and challenges for the new generation in a diverse academic environment. In: Maria Yudkevich, Philip G. Altbach, Laura E, Rumbley. (Org.). Young Faculty in the Twenty-First Century: inernational perspectives. 1ed.Albany, NY: SUNNY Academic Press, 2015, v. 1, p. 21-52.

6.
BALBACHEVSKY, E.. The role of internal and external stakeholders in Brazilian Higher Education. In: Schwartzman, Simon; Pinheiro, Rómulo, Pillay, Pundy. (Org.). Higher Education in the BRICS Countries: Investigating the Pact between Higher Education and Society. 1ed.Dordrecht: Springer, 2015, v. 1, p. 193-214.

7.
BALBACHEVSKY, E.; CRUZ, E. . Policies controversies in science education in Brazil: a brief overview. In: Ortwin Renn; Nicole C. Karafyllis; Andreas Hohlt; Dorothea Taube. (Org.). International Science and Technology education: exploring culture, economy and social perceptions. 1ed.Londres: Routledge Eds., 2015, v. 1, p. 178-183.

8.
PINHEIRO, R. ; WENGENGE-OUMA, G. ; BALBACHEVSKY, E. ; CAI, Y. . The Role Of Higher Education In Society And The Changing Institutionalized Features In Higher Education. In: Huisman, Jeoren; de Boer, Harry; Dill, David D. ; Souto-Otero, M.. (Org.). The Palgrave International Handbook of Higher Education Policy and Governance. 1ed.Londres: Palgrave Editores, 2015, v. 1, p. 225-241.

9.
BALBACHEVSKY, E.; BOTELHO, A. J. J. . Research and knowledge production in the private sector: the Brazilian experience. In: Gustavo Gregorutti; Jorge Enrique Delgado. (Org.). Private universities in Latin America: research and innovation in the knowledge economy. 1ed.New York: Palgrave MacMillan, 2015, v. 1, p. 185-204.

10.
SCHWARTZMAN, S. ; BALBACHEVSKY, E. . Research and teaching in a diverse environment: converging values and diverging practices in Brazil. In: Jung Cheol Shin; Akira Arimoto; William K. Cummings; Ulrich Teichler. (Org.). Teaching and research in contemporary higher education: systems, activities and rewards. 1ed.Dordrecht: Springer, 2014, v. 1, p. 221-236.

11.
BALBACHEVSKY, E.; SCHWARTZMAN, S. . Job satisfaction in a diverse institutional environment. In: Peter James Bentley; Hamish Coates; Ian R Dobson; Leo Goedegebuure; V Lynn Meek. (Org.). Job Satisfaction around the Academic World. 1ed.Dordrecht: Springer, 2013, v. 1, p. 55-81.

12.
BALBACHEVSKY, E.. Academic research and advanced training: building up research universities in Brazil. In: Jorge Balan. (Org.). Latin's America's new knowledge economy: higher education, government and international collaboration. 1ed.New York: AIFS Foundation and Institute of International Education, 2013, v. , p. 113-133.

13.
BALBACHEVSKY, E.; SCHWARTZMAN, S. . Brazil: diverse experience in institutional governance in the public and private sectors. In: William Locke; William Cummings; Donald Fisher. (Org.). Changing governance and management in higher education: the perspectives of academy. 1ed.Dordrecht: Springer, 2011, v. 1, p. 35-56.

14.
BALBACHEVSKY, E.. Recursos humanos em áreas estratégicas para a inovação: a experiência internacional. In: Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, CGEE. (Org.). Formação de recursos humanos em áreas estratégicas de ciência, tecnologia e inovação. 1ed.Brasília: CGEE, 2010, v. 1, p. 175-198.

15.
BALBACHEVSKY, E.. "Processos decisórios em política científica, tecnológica e de inovação no Brasil: análise crítica. In: Lúcia Carvalho Pinto de Melo. (Org.). Nova geração de política em ciência, tecnologia e inovação. 1ed.Brasília: CGEE, 2010, v. 1, p. 61-90.

16.
BALBACHEVSKY, E.; SCHWARTZMAN, S. . Das hochschulsystem. Structuren und veränderungstendenzen. In: Sérgio Costa; Gerd Kohlhepp; Horst Nitschack, Hartmut Sangmeister. (Org.). Brasilien heute: geographischer raum, politik, wirtschaft, kultur. 1ed.Frankfurt e Madri: Vervuert verlag, 2010, v. 1, p. 601-622.

17.
BALBACHEVSKY, E.; KERBAUY, M. T. M. ; SANTOS, V. M. . Brazil. In: Barend Vlaardingerbroek; Neil Taylor. (Org.). Getting into Varsity: comparability, convergence and congruence. 1ed.Amherst, NY: Cambria Press, 2010, v. 1, p. 253-270.

18.
BALBACHEVSKY, E.; SCHWARTZMAN, S. . The graduate foundations of Brazilian research. In: Research Institute for Higher Education - Hiroshima University. (Org.). Higher Education Forum. 1ed.Hiroshima: Hiroshima University Press, 2010, v. 7, p. 85-100.

19.
BALBACHEVSKY, E.; MARQUES, F. . 'Fuga de cerebros' en Brasil: los costos publicos del errado entendimiento de una realidad académica. In: Sylvie Didou Aupetit; Etienne Gérard. (Org.). Fuga de cerebros, movilidad académica y redes científicas: perspectivas latinoamericanas. 1ed.Ciudad de Mexico: Cinvestad, 2009, v. 1, p. 161-174.

20.
SCHWARTZMAN, S. ; BALBACHEVSKY, E. . The academic profession in a diverse institutional environment: converging or diverging values and beliefs. In: University of Hiroshima's Research Institute for Higher Education; Hijiyama University's Research Institute for Higher Education. (Org.). The changing academic profession over 1992-2007: international, comparative and quantitative perspectives. 1ed.Hiroshima: Hiroshima University Press, 2009, v. 13, p. 145-164.

21.
BALBACHEVSKY, E.. Los cambiantes patrones de la professión acadêmica en la era de la globalización. In: Nelly Stromquist. (Org.). La professión académica en la globalización: seis países, seis experiências. 1ed.Cidade do México: ANUIES, 2009, v. 1, p. 101-130.

22.
BALBACHEVSKY, E.. Incentivos y obstáculos al empreendedorismo académico. In: Schwartzman, Simon. (Org.). Universidad y desarollo en latinoamerica: experiencias exitosas de centros de investigación. 1ed.Caracas: IESALC/UNESCO, 2008, v. , p. 35-54.

23.
BALBACHEVSKY, E.. Incentivos e entraves ao empreendedorismo acadêmico na América Latina. In: SCHWARTZMAN, Simon. (Org.). UNIVERSIDADES E DESENVOLVIMENTO NA AMÉRICA LATINA: EXPERIÊNCIAS EXITOSAS DE CENTROS DE PESQUISA. 1ed.Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, 2008, v. , p. 31-54.

24.
BALBACHEVSKY, E.. Incentive and obstacles to academic entrepreneurship. In: Simon Shcwartzman. (Org.). University and development in Latin America: successful experiences of research centers. 1ed.Rotterdam: Sense Publishers, 2008, v. 1, p. 23-42.

25.
BALBACHEVSKY, E.; SCHWARTZMAN, S. ; Santos, D.F. F. ; DUARTE, T. S. B. . Brazilian Academic Profession: some recent trends. In: Yamamoto, Shinishi; Arimoto, Akira. (Org.). The Changing Academic Profession in International Comparative and Quantitative Perspective. 1ed.Hiroshima: Hiroshima University, 2008, v. 1, p. 327-344.

26.
BALBACHEVSKY, E.. The Changing Patterns of the Brazilian Academic Profession in the Era of Globalization. In: Nelly Stromquist. (Org.). The Professoriate in the age of globalization. 1ed.Rotterdan, Taipey: Sense Publishers, 2007, v. 1, p. 65-86.

27.
BALBACHEVSKY, E.; HOLZHACKER, D. ; DELIBERATOR, G. . O status das questões transnacionais na política externa do governo Lula. In: José Augusto Guilhon Albuquerque. (Org.). A política externa do governo Lula (2003-2005). 1ed.São Paulo: NUPRI/Marco Editora, 2007, v. 1, p. 249-272.

28.
STROMQUIST, N. ; GIL-ANTON, M. ; BALBACHEVSKY, E. ; MABOKELA, R. O. ; SMOLENTSEVA, A. ; COLATRELLA, C. . "The academic profession in the globalization age: key trends, challenges and possibilities". In: Philip G. Altbach; Patti McGill Peterson. (Org.). Higher Education in the new century: global challenges and innovative ideas. 1ed.Rotterdam: Sense Publichers, 2007, v. 10, p. 1-33.

29.
BALBACHEVSKY, E.; SCHWARTZMAN, S. . Brazil: A Typology of the Academic Profession and the Impact of Recent Government and Institutional Policies. In: Willian Locke; Ülrich Teichler. (Org.). The Changing Conditions for Academic Work and Careers in Select Countries. 1ed.Kassel (Alemanha): INCHER, Universität Kassel, 2007, v. 1, p. 93-112.

30.
BALBACHEVSKY, E.. A pós-graduação no Brasil: novos desafios para uma política bem-sucedida. In: Colin Brock e Simon Schwartzman. (Org.). Os desafios da educação no Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 2005, v. 1, p. 285-314.

31.
BALBACHEVSKY, E.. Cooperação científica e tecnológica: o conteúdo estratégico dessa dimensão na política externa brasileira. In: Henrique Altemani de Oliveira e José Augusto Guilhon Albuquerque. (Org.). A política externa brasileira na visão dos seus protagonistas. 1ed.Rio de Janeiro: Lumens Juris, 2005, v. 1, p. 131-142.

32.
BALBACHEVSKY, E.. Graduate education: emerging challenges to a successful policy. In: Broock, Colin; Schwartzman, Simon. (Org.). The challenges of education in Brazil. Oxford: Simposium Books, 2004, v. 1, p. 209-228.

33.
BALBACHEVSKY, E.; QUINTEIRO, M. C. . La transformación del espacio para el trabajo académico en Brasil. In: Philip G. Altbach; Manuel Gil Antón. (Org.). El ocaso del guru: la professión académica en el tercer mundo. 1ed.Cidade do México: Editora da Universidad Autonoma Metropolitana, 2004, v. 1, p. 115-156.

34.
BALBACHEVSKY, E.. A docência no ensino superior: oportunidades abertas para os mestres formados na década de noventa.. In: Jacques Velloso. (Org.). A pós-graduação no Brasil: formação e trabalho de mestres e doutores no país: direito, economia, engenharia mecânica, geociências, odontologia e psicologia.. Brasília: Capes e Unesco, 2003, v. , p. 277-290.

35.
BALBACHEVSKY, E.; QUINTEIRO, M. C. . The changing academic workplace in Brazil.. In: Philip Altbach. (Org.). The decline of the guru: the academic profession in developing and middle income countries.. 1ed.Nova York: The Palgrave Macmillan, 2003, v. , p. 75-106.

36.
MATOS, B. P. ; BALBACHEVSKY, E. ; SAMPAIO, H. ; VELLOSO, J. . ?Formação acadêmica e mercado de trabalho: os destinos profissionais de mestres e doutores em Administração. In: Velloso, J. (Org.). A pós-graduação no Brasil: formação e trabalho de mestres e doutores no país. Brasília: Capes-Unesco, 2002, v. 1, p. 61-100.

37.
BALBACHEVSKY, E.; VELLOSO, J. . ?Bioquímica: a homogeneidade de uma comunidade madura. In: Jacques Velloso. (Org.). Formação no País ou no Exterior? Doutores na Pós-graduação de Excelência. Um estudo na Bioquímica, Engenharia Elétrica, Física e Química no País.. Brasília: Unesco e Capes, 2002, v. , p. 59-96.

38.
BALBACHEVSKY, E.; VELLOSO, J. . Atividades editoriais, comitês e trajetórias profissionais: os seniores dos melhores programas no país em quatro áreas. In: Jacques Velloso. (Org.). Doutores na Pós-graduação de Excelência. Um estudo na Bioquímica, Engenharia Elétrica, Física e Química. Brasília: Capes-Unesco, 2002, v. , p. 201-216.

39.
BALBACHEVSKY, E.; CRUZ, H. . Recursos humanos para pesquisa e desenvolvimento. In: FAPESP. (Org.). Indicadores de ciência, tecnologia e inovação em São Paulo.. 1ed.São Paulo: Fapesp, 2002, v. , p. 403-419.

40.
ALBUQUERQUE, J. A. G. ; BALBACHEVSKY, E. . Public policy analysis at the graduate level in Brazil: a case of institutional underdevelopmen. In: Dassin, j. ;Tulchin, J. S.; Brown, A.. (Org.). Training a new generation of leaders: public administration and public policy graduate programs in Latin America.. Washington DC: Woodrow Wilson International Center for Scholars, 2002, v. , p. 147-168.

41.
BALBACHEVSKY, E.. O MCT no epicentro dos projetos de reforma das políticas de C&T no Brasil. In: Renato Dagnino; Hernán Thomas. (Org.). Panorama dos Estudos sobre Ciência, tecnologia e sociedade na América Latina. 1ed.Taubaté: Cabral Editora e Livraria Universitária, 2002, v. 1, p. 37-52.

42.
BALBACHEVSKY, E.. From encirclement to globalisation: evolving patterns of higher education in Brazil. In: McMullen M. S.; Mauch, J.; Donnorummo B.. (Org.). Emerging markets and higher education.. 1ed.Nova York e Londres: RoutledgeFalmer, 2000, v. , p. 149-170.

43.
BALBACHEVSKY, E.. A profissão acadêmica no Brasil: condições atuais e perspectivas para o futuro. In: Schmidt, B. V ; Oliveira, R. ; Aragón, V.A.. (Org.). Entre escombros e alternativas: ensino superior na América Latina. 1ed.Brasília: UNB editora, 2000, v. , p. 139-154.

44.
BALBACHEVSKY, E.; BOTELHO, A. J. J. . Marcos e desafios da política científica e tecnológica no Brasil. In: Bellavista, J. ; Renobell, V.. (Org.). Ciencia, tecnologia y innovación en America Latina. Barcelona: Universitat de Barcelona, 1999, v. , p. 117-146.

45.
ALBUQUERQUE, J. A. G. ; BALBACHEVSKY, E. . O Brasil e o Mercosul: agenda e percepções dos atores sociais. In: J. A. G. Albuquerque; H. Altemani;. (Org.). ALCA: Aspectos históricos, jurídicos e sociais. São Paulo: FTD, 1998, v. , p. 103-126.

46.
SCHWARTZMAN, S. ; BALBACHEVSKY, E. . The academic profession in Brazil. In: Philip G. Altabach. (Org.). The international academic profession: portraits of fourteen countries. Princeton, NJ: The Carnegie Foundation for the Advancement of Teaching, 1997, v. , p. 231-278.

47.
BALBACHEVSKY, E.; ALBUQUERQUE, J. A. G. . Vocabulário de sistemas e regimes políticos. In: Moraes, A. H.. (Org.). Plebiscito: como votarei. 1ed.São Paulo: José Olympio Editores, 1993, v. , p. 163-187.

48.
BALBACHEVSKY, E.. Stuart Mill: liberdade e representação. In: Weffort, F.. (Org.). Os clássicos da política. São Paulo: Ed. Ática, 1989, v. II, p. 189-199.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BALBACHEVSKY, E.. Brazil: Challenges for public and private higher education. University World News, Michigan, p. x - xii, 30 jun. 2014.

2.
BALBACHEVSKY, E.. Violência, participação e democracia. Folha de São Paulo, São Paulo, p. A3 - A3, 08 jun. 2014.

3.
ALBUQUERQUE, J. A. G. ; BALBACHEVSKY, E. . Dilma, Erdogan e a opinião das ruas. Jornal 'O Estado de São Paulo', São Paulo, p. 2 - 2, 01 jul. 2013.

4.
ALBUQUERQUE, J. A. G. ; BALBACHEVSKY, E. . Um futuro para o PSDB?. Jornal O Estado de São Paulo, São Paulo, p. 2 - 2, 26 nov. 2012.

5.
BALBACHEVSKY, E.. "Precários: a cura pelo concurso". FOLHA DE SÃO PAULO, SÃO PAULO, SP, p. 3 - 3, 19 fev. 2009.

6.
BALBACHEVSKY, E.. Brazil?s Higher Education Responses to the Global Challenges of the 21th. Century. Thinking Brazil - Brazil Institute, W. Wilson Center for International Scholars, Wahington DC, p. 1 - 4, 30 jul. 2006.

7.
ALBUQUERQUE, J. A. G. ; BALBACHEVSKY, E. ; HOLZHACKER, D. . Os impactos da crise financeira sobre a opinião pública brasileira. Revista Brasileira de Comércio Exterior, p. 18 - 20, 09 nov. 1999.

8.
SCHWARTZMAN, S. ; BALBACHEVSKY, E. . ?Privilégio e dignidade". O Estado de São Paulo, p. A16 - A16, 26 jul. 1994.

9.
SCHWARTZMAN, S. ; BALBACHEVSKY, E. . ?A academia sobrevive??.. Folha de São Paulo, São Paulo, p. A3 - A3, 12 jul. 1994.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
BALBACHEVSKY, E.. Academic cooperation in developing countries: a tool for improving academic performance and for building up horizontal trust. In: 1oth Beijing Forum: the harmony of civilizations and prosperity for all, 2013, Beijing. Global engagement and knowledge sharing in higher education: collection of papers. Beijing: University of Peking Press, 2013. v. 1. p. 162-170.

2.
BALBACHEVSKY, E.. The role of the main stakeholders in shaping the dynamics in higher education policies: the Brazilian experience. In: 26th Conference of the Consortium of Higher Education Researchers, 2013, Lausanne - Suíça. 26th CHER Conference. Lausanne: University of Lausanne, 2013. v. 1. p. 1-20.

3.
BALBACHEVSKY, E.. Pesquisas e redes de disseminação da produção científica: o caso brasileiro. In: 5ta.Conferencia Iberoamericana en Sistemas, Cibernetica e Informática (CISCI 2006), 2006, Orlando, FL. 5ta Conferência Iberoamericana en sistemas, cibernética e informática - Memórias. Orlando, FL: International Institute of Informatics and Systemics, 2006. v. II. p. 286-292.

4.
BALBACHEVSKY, E.. A pesquisa nas universidades brasileiras. In: ABMES, 1997, Brasília, DF. A pesquisa nas universidade3s Brasileira. Brasília, DF, 1997.

5.
SCHWARTZMAN, S. ; BALBACHEVSKY, E. . The academic profession in Brazil. In: encontro de diretores da pesquisa International Faculty Survey,, 1993, Princeton. Proceedings from international academic profession survey meeting. Princeton: The Carnegie Foundation for the advancement of teaching, 1993. p. 1-20.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
BALBACHEVSKY, E.; PARRA, M. C. ; KURI, R. G. . Changes in the financial and academics' reward systems and their consequences for the academic profession in Mexico, Brazil and Venezuela. In: Colloquium on Research and Higher Esucation Policy, 2004, Paris. Colloquium on Research and Higher Esucation Policy. Paris: UNESCO, 2004.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
BALBACHEVSKY, E.; COUTINHO, M. ; HOLZHACKER, D. O. . The Pasteur´s quadrant in the Brazilian biotechnology. In: VII Congress of the Brazilian Studies Association (BRASA), 2004, Rio de Janeiro. VII Congress of the Brazilian Studies Association. Rio de Janeiro: PUC-RJ, 2004.

2.
COUTINHO, M. ; BALBACHEVSKY, E. ; HOLZHACKER, D. ; SILVA, R. L. M. ; VENCIO, R. N. Z. ; PATRAO, D. D. C. ; LUCATELLI, M. ; REIS, L. F. . Intellectual Property Rights and Biological Research in Brazil: the scientists? behavior. In: 19th. International Political Science Association World Congress, 2003, Durban. 19th. International Political Science Association World Congress, 2004.

3.
BALBACHEVSKY, E.. O MCT no epicentro dos projetos de reforma das políticas de C&T no Brasil. In: IV Jornadas Latino-americana de Estudos Sociais da Ciência e da Tecnologia (IV ESOCITE), 2000, Campinas. IV Jornadas Latino-americana de Estudos Sociais da Ciência e da Tecnologia (IV ESOCITE), 2000. v. 1. p. 340-340.

4.
BALBACHEVSKY, E.. La negociación de las reformas politicas de CyT en Brazil. In: 3as. Jornadas lationoamericanas de Estudios Sociales (ESCOCITE 98), 1998, Queretaro. 3as. Jornadas lationoamericanas de Estudios Sociales (ESCOCITE 98), 1998. p. 19-21.

5.
BALBACHEVSKY, E.. Pesquisa, iniciação científica e produção institucionalizada: perspectivas para os estabelecimentos não universitários privados no Brasil. In: ABMES, 1998, Brasília, 1998.

6.
BALBACHEVSKY, E.. La organización de la atividade de pesquisa en el meio academico: la experiencia brasileña. In: XXI congresso da LASA, Latin American Studies Association, 1998. XXI congresso da LASA, Latin American Studies Association. Chicago: XXI congresso da LASA, Latin American Studies Association, 1998. p. 234-234.

7.
BALBACHEVSKY, E.. Identificação partidária e comportamento político: o caso de São Paulo. In: XII Encontro Anual da ANPOCS, 1988, Águas de São Pedro. XII Encontro Anual da ANPOCS, 1988.

8.
BALBACHEVSKY, E.; MUSZYNSKY, J. . Surveys eleitorais (1974-1985) nível de comparabilidade dos questionários. In: X Encontro Anual da ANPOCS, 1986, Águas de São Pedro. X Encontro Anual da ANPOCS, 1986.

9.
BALBACHEVSKY, E.. História de vida: aplicação de um modelo computacional. In: IX Encontro Anual da ANPOCS, 1985, Águas de São Pedro. IX Encontro Anual da ANPOCS, 1985.

10.
BALBACHEVSKY, E.. O ensino de metodologia na pós-graduação - o estado de São Paulo. In: VIII Encontro Anual da ANPOCS, 1984, Águas de São Pedro. VIII Encontro Anual da ANPOCS, 1984.

11.
BALBACHEVSKY, E.. O FUNRURAL e a expansão do sindicalismo rural brasileiro. In: VII Encontro Anual da ANPOCS, 1984. VII Encontro Anual da ANPOCS, 1984.

Apresentações de Trabalho
1.
BALBACHEVSKY, E.. Brazil: an emerging academic market in transition. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
BALBACHEVSKY, E.; LOPES, B. R. V. . Agency and values in the process of policy transfer: policy entrepreneurs and the diffusion of innovation approach to science and technology policies in Brazil. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
KOHTAMAKI, V. ; BALBACHEVSKY, E. . Internal governance and management shaped by university autonomy: Change experiences from Finland and Brazil. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
BALBACHEVSKY, E.; LOPES, B. R. V. . The role of boundary objects in supporting continuity and framing change in public policy: the case of Brazilian science and technology policy, 1996-2006. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
BALBACHEVSKY, E.; SAMPAIO, H. . Higher education in Brazil: the connections between policy controversies and political cleavages. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
BALBACHEVSKY, E.; PEDROSA, R. . The role of policy steering in shaping HEI?s responses to changing local and global conditions: the Brazilian experience. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
BALBACHEVSKY, E.. Legislação eleitoral e dinâmicas do sistema partidário: uma revisão da experiência brasileira. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
BALBACHEVSKY, E.. Internacionalização do Ensino Superior: tendências contemporâneas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
BALBACHEVSKY, E.. O Ensino da Ciência Política na Graduação: a experiência internacional. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
BALBACHEVSKY, E.. Administração e governança em Educação Superior: experiências em governança institucional. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
BALBACHEVSKY, E.; PEDROSA, R. . National contexts and policy dilemmas for emerging countries: the case of Brazil. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
MOISÉS, J. A. ; GIANOTTI, J. A. ; KRIEGER, j. e. ; GOLDEMBERG, J. ; DURHAM, E. R. ; BALBACHEVSKY, E. ; GROSSMANN, M. . Reflexões sobre a Crise da USP. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
BALBACHEVSKY, E.; KERBAUY, M. T. M. ; FABIANO, N. de L. . Governança universitária em transformação: a experiência das universidades públicas brasileiras. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

14.
BALBACHEVSKY, E.. Advocacy coalitions in Brazilian higher education: the role of the main stakeholders in shaping the new social contract for Brazilian higher education. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
LOPES, B. R. V. ; BALBACHEVSKY, E. . A NEGOCIAÇÃO DA LEI DE INOVAÇÃO: MUDANÇAS NOS PARADIGMAS QUE INFORMAM A POLÍTICA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA NO BRASIL. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
BALBACHEVSKY, E.; SCHWARTZMAN, S. . The Latin-American University model and the challenges posed by the new reforms: perspectives from the academics. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
BALBACHEVSKY, E.; BOTELHO, A. J. J. . Science and Innovation policies in Brazil: a framework for the analysis of change and continuity. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
BALBACHEVSKY, E.. Processos Decisórios em Política Científica, Tecnológica e de Inovação no Brasil: Análise Crítica. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

19.
BALBACHEVSKY, E.. Recursos Humanos em Áreas Estratégicas para Inovação: a experiência internacional. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

20.
BALBACHEVSKY, E.; SCHWARTZMAN, S. . Differences in the patterns of career and profiles created by the institutional diversity of Brazilian higher education. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
BALBACHEVSKY, E.. Entraves e incentivos para o desenvolvimento de sinergias entre universidade e sociedade na produção do conhecimento: a experiência da América Latina. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
SCHWARTZMAN, S. ; BALBACHEVSKY, E. . The academic profession in a diverse institutional environment: converging or diverging values and beliefs?. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

23.
BALBACHEVSKY, E.; MARQUES, F. . ?Fuga de cérebros? no Brasil: os custos públicos de uma falsa compreensão da realidade acadêmica. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

24.
BALBACHEVSKY, E.; SCHWARTZMAN, S. . The Governance and Management of Higher Education: the Brazilian experience from the perspective of the academics. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
BALBACHEVSKY, E.. The changing patterns of Brazilian academic profession in the era of globalization. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

26.
BALBACHEVSKY, E.. Brazilian Higher Education environment: a brief description and some patterns of change in the last decade.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas
1.
BALBACHEVSKY, E.. A profissão acadêmica no Brasil: evolução nos últimos 10 anos. São Paulo: Núcleo de Pesquisas sobre Ensino Superior - NUPES/USP, 2005 (Cadernos de Trabalho).

2.
BALBACHEVSKY, E.. A Profissao Academica no Brasil: dez anos de mudancas 2005 (Tese de Livre-docencia).

3.
BALBACHEVSKY, E.. Brazilian Post-Graduate Education: emerging Challenges to a successful policy. São Paulo: Nucleo de Pesquisas em Ensino Superior, 2003 (Cadernos de Trabalho).

4.
BALBACHEVSKY, E.. Atores e estratégias institucionais - a profissão acadêmica no Brasil? parte II, pesquisa, valores e orientações. São Paulo: Núcleo de Pesquisa em Ensino Superior da USP, 1996 (Cadernos de Trabalho).

5.
BALBACHEVSKY, E.. Atores e estratégias institucionais - a profissão acadêmica no Brasil - parte I: ensino e extensão.. São Paulo: Núcleo de Pesquisa em Ensino Superior da USP, 1996 (Cadernos de Trabalho).

6.
BALBACHEVSKY, E.. Atores e Estrategias institucionais: a profissao academica no Brasil 1995 (Tese de doutorado).

7.
SCHWARTZMAN, S. ; BALBACHEVSKY, E. . University professors in Brazil: an emerging profession?. São Paulo: Núcleo de Pesquisas em Ensino Superior/USP, 1994 (Cadernos de Trabalho).

8.
SCHWARTZMAN, S. ; BALBACHEVSKY, E. . The academic profession in Brazil.. São Paulo: Núcleo de Pesquisas sobre Ensino Superior/USP, 1993 (Cadernos de Trabalho).

9.
BALBACHEVSKY, E.. Identificação partidária e comportamento político: o caso de São Paulo (1974-1982). 1988 (Dissertacao de mestrado).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
BALBACHEVSKY, E.; DAHLER, S. . PIBIC em números. 2015.

2.
BALBACHEVSKY, E.. Avaliação ad hoc dos INCTs da área de humanidades e ciências sociais. 2013.

3.
BALBACHEVSKY, E.. Avaliação Ad Hoc dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia, INCT, Amazônia. 2011.

4.
BALBACHEVSKY, E.. Percepção da comunidade científica sobre as mudanças na política de CT&I introduzidas pela experiência do INCTs. 2011.

5.
VELHO, L. M. L. S. ; BALBACHEVSKY, E. ; GUIMARAES, P. . Avaliação ad hoc do programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia. 2010.

6.
BALBACHEVSKY, E.; Guimarães, S. . Avaliação do Programa" Institutos do Milênio", CNPq-MCT. 2009.

7.
BALBACHEVSKY, E.; HOLZHACKER, D. O. ; MELLO, V. B. . 10 anos de educação no Paraná. 2001.

8.
BALBACHEVSKY, E.. Brazil; proposed operations in support of science and technology reform: PADCT III, pre-appraisal mission. 1996.

Trabalhos técnicos
1.
BALBACHEVSKY, E.; PEDROSA, R. ; MAIA, R. P. . A formação de novos quadros para CT&I: a trajetória profissional dos egressos do programa o PIBIC. 2017.

2.
BALBACHEVSKY, E.; SAMPAIO, H. . Brazilian postsecondary education in the twenty first century: A conservative modernization. 2017.

3.
BALBACHEVSKY, E.. Avaliação do desempenho das redes INCT - FAPEAM no Amazonas. 2011.

4.
BALBACHEVSKY, E.; VELHO, L. ; GUIMARAES, P. . Parecer para o CNPq sobre o desempenho dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia - Área de Humanidades. 2010.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SHAN, Z. ; BALBACHEVSKY, E. ; OSTRENSKY, E. . 巴西 :由?车票涨价?引发的抗议. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
BALBACHEVSKY, E.; SAMPAIO, H. . Brazilian Post-Secondary Education in the twenty-one century: a conservative modernization. 2016. (Relatório de pesquisa).

2.
BALBACHEVSKY, E.; DAHLER, S. . RELATÓRIO ?PIBIC EM NÚMEROS?: O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA: SUA TRAJETÓRIA RECENTE. 2015. (Relatório de pesquisa).

3.
BALBACHEVSKY, E.. Science Foundation of Flandress - Odisseus Programme. 2012. (Assessoria para avaliação de programas de C&T).

4.
BALBACHEVSKY, E.. Insitutos Nacionais de Ciência e Tecnologia -CNPq. 2012. (Assessoria para avaliação de programas de C&T).

5.
BALBACHEVSKY, E.. Asia Pacific Journal of Education, The National Institute of Education, Singapore - reviewer. 2011. (Acessoria para avaliação de artigos apresentados para publicação em revistas).

6.
BALBACHEVSKY, E.. Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia -CNPq. 2011. (Assessoria para avaliação de programas de C&T).

7.
BALBACHEVSKY, E.. INCTs da Amazônia. 2011. (Assessoria para avaliação de programas de C&T).

8.
BALBACHEVSKY, E.. Programa Institutos do Milênio: avaliação final do programa. 2010. (Assessoria para avaliação de programas de C&T).

9.
BALBACHEVSKY, E.. Brazilian Higher Education environment: a brief description and some patterns of change in the last decade.. 2006. (Relatório de pesquisa).

10.
BALBACHEVSKY, E.. The changing patterns of Brazilian academic profession in the era of globalization. 2006. (Relatório de pesquisa).

11.
BALBACHEVSKY, E.. Journal of the professoriate. 2005. (Editoração/Periódico).

12.
BALBACHEVSKY, E.; HOLZHACKER, D. . A profissão acadêmica no Brasil: perfil profissional, atitudes e orientações na década de 90. 2004. (Relatório de pesquisa).

13.
BALBACHEVSKY, E.. Carte Internacional. 2003. (Editoração/Periódico).

14.
BALBACHEVSKY, E.. ALCA: A agenda positiva e negativa dos atores sociais. 2003. (Relatório de pesquisa).

15.
BALBACHEVSKY, E.; COUTINHO, M. ; HOLZHACKER, D. . O Quadrante de Pasteur na biotecnologia Brasileira. 2003. (Relatório de pesquisa).

16.
BALBACHEVSKY, E.. Carta Internacional. 2002. (Editoração/Periódico).

17.
BALBACHEVSKY, E.. A cooperação em C&T na política externa Brasisleira. 2002. (Relatório de pesquisa).

18.
BALBACHEVSKY, E.. Carta Internacional. 2001. (Editoração/Periódico).

19.
BALBACHEVSKY, E.; QUINTEIRO, M. C. . the changing academic workplace in Brazil. 2001. (Relatório de pesquisa).

20.
BALBACHEVSKY, E.. Carta Internacional. 2000. (Editoração/Periódico).

21.
BALBACHEVSKY, E.; ALBUQUERQUE, J. A. G. . Public Policy analysis in the Graduate Layer of Brazilian Higher Education: a case of institutional under-development. 2000. (Relatório de pesquisa).

22.
BALBACHEVSKY, E.. Carta Internacional. 1999. (Editoração/Periódico).

23.
BALBACHEVSKY, E.. Carta Internacional. 1998. (Editoração/Periódico).

24.
BALBACHEVSKY, E.; HOLZHACKER, D. . O programa especial de treinamento ? PET/CAPES ? e a graduação no ensino superior brasileiro. 1997. (Relatório de pesquisa).

25.
BALBACHEVSKY, E.; SAMPAIO, H. . As universidades estaduais no Brasil: recursos, espaço de atuação e vocação societal. 1997. (Relatório de pesquisa).

26.
BALBACHEVSKY, E.. O PADCT e as políticas recentes de Ciência e Tecnologia no Brasil. 1996. (Relatório de pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
SINGER, A. V.; AMARAL, O. M. E.; BALBACHEVSKY, E.. Participação em banca de Danilo Cesar Fiori. Bases sociais e interiorização: o predomínio eleitoral do PSDB paulista (1994-2014). 2016. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

2.
COSTA, M. C.; CAMPOS, C.; BALBACHEVSKY, E.. Participação em banca de Amanda Almeida Domingues. Autonomia e Supremacia da Comunidade Científica: abrindo a caixa preta dos acordos internacionais da FAPESP. 2015. Dissertação (Mestrado em Política Científica e Tecnológica) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
Coggiola, OLA; BALBACHEVSKY, E.; HOLZHACKER, D. O.. Participação em banca de Flávia Loss de Araújo. Agendas de política externa para a Comunidade Andina de Nações: os casos de Bolívia e Colômbia. 2014. Dissertação (Mestrado em Integração da América Latina) - Universidade de São Paulo.

4.
ALMEIDA, A. M. F.; BALBACHEVSKY, E.; HEY, A. P.. Participação em banca de Marília Bárbara Fernandes Garcia Moschkovich. Teto de Vidro ou paredes de fogo? um estudo sobre gênero na carreira acadêmica e o caso da UNICAMP. 2013. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual de Campinas.

5.
VELHO, L. M. L. S.; Andrade, T. H. N.; BALBACHEVSKY, E.. Participação em banca de Jean Carlos Hochsprung Miguel. Da fronteira Florestal aos limites da ciência: um estudo sobre a participação de especialistas nas audiências públicas para elaboração do novo Código Florestal. 2013. Dissertação (Mestrado em Política Científica e Tecnológica) - Universidade Estadual de Campinas.

6.
KERBAUY, M. T. M.; BALBACHEVSKY, E.; CEPEDA, V. A.. Participação em banca de Neylor de Lima Fabiano. A comunicação como ferramenta de gestão tecnológica da universidade pública: as agências de inovação. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciência, Tecnologia e Sociedade) - Universidade Federal de São Carlos.

7.
GITAHY, L. M. C.; BALBACHEVSKY, E.; BRUNO, M. A. C.. Participação em banca de Lucas Rodrigo da Silva. As transformações da seção naval do Instituto de Pesquisas Tecnológicas: aprendizagem e evolução institucional. 2012. Dissertação (Mestrado em Política Científica e Tecnológica) - Universidade Estadual de Campinas.

8.
FILGUEIRAS, F. B.; MOISÉS, J. A.; BALBACHEVSKY, E.. Participação em banca de Carlos Joel de Formiga Xavier. A corrupção política e o caixa 2 de campanha no Brasil. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP.

9.
BALBACHEVSKY, E.; NOVAES, I. C.; SIMOES, R. H. S.; LEITE, J. L.. Participação em banca de Daniel Barboza Nascimento. "O público e o privado no ensino superior do estado do Espírito Santo". 2008. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Espírito Santo.

10.
BALBACHEVSKY, E.; AVELAR, Lucia Merces de; SINGER, Andre Vitor. Participação em banca de Hilton Cesario Fernandes. Voto e gênero: o comportamento eleitoral feminino na sucessão presidencial de 2002. 2006. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP.

11.
BALBACHEVSKY, E.; VIGEVANI, Tullo; VILLA, Rafael Antonio Duarte. Participação em banca de Ariane Cristine Roder Figueira. A agenda externa brasileira em face aos ilícitos transnacionais: o contrabando na fronteira entre Brasil e Paraguai.. 2005. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP.

12.
BALBACHEVSKY, E.; KINZO, Maria D´alva Gil; COUTO, Claudio Gonçalves. Participação em banca de Ludmila Chaves Almeida. PPB: origem e trajetória de um partido de direita no Brasil.. 2005. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP.

13.
VIGEVANI, Tullo; VILLA, Rafael Antonio Duarte; BALBACHEVSKY, E.. Participação em banca de Ariane Cristine Roder Figueira. A agenda externa brasileira em face aos ilicitos transnacionais: o contrabando na fronteira entre Brasil e Paraguai. 2004. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP.

Teses de doutorado
1.
BONACELLI, M. B. M.; PEDROSA, R.; LOTUFO, R.de A; BALBACHEVSKY, E.; PORTO, G. S.. Participação em banca de Patrícia Tavares Magalhães de Toledo. A gestão da inovação em universidades: evolução, modelos e propostas para instituições brasileiras. 2015. Tese (Doutorado em Política Científica e Tecnológica) - Universidade Estadual de Campinas.

2.
COSTA, M C; VELHO, L. M. L. S.; BALBACHEVSKY, E.; COSTA, J. O. P. da; SCHATTAN, V.. Participação em banca de Renan Golçalves Leonel da Silva. A agenda de pesquisa em oncologia molecular no Estado de São Paulo (1971-2013). 2015. Tese (Doutorado em Política Científica e Tecnológica) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
FEDOZZI, L.J.; OLIVEIRA, R. de; BALBACHEVSKY, E.; Corrêa, M. B.; FONSECA, P.C.D.; KÖCHE, J.C.. Participação em banca de Daniel Guerrini. O sistema de ensino superior brasileiro em perspectiva comparada: a formação de uma moral estamental do dever entre pesquisadores. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
KERBAUY, M. T. M.; RIBEIRO, R.; SAMPAIO, H.; BALBACHEVSKY, E.; Belluzzo, R. C. B.. Participação em banca de Mauro Affonso Rizzo. Indice Geral de Cursos (IGC) como indicador de qualidade das instituições de ensino superior. 2013. Tese (Doutorado em Educação Escolar) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

5.
BALBACHEVSKY, E.; SUZIGAN, W.; GOMES, E. J.; DIAS, R. B.; CAMPOS, A. L. S.. Participação em banca de Rodrigo Maia de Oliveira. Proteção e comercialização da pesquisa acadêmica no Brasil: motivações e percepções dos inventores. 2011. Tese (Doutorado em Política Científica e Tecnológica) - Universidade Estadual de Campinas.

6.
BALBACHEVSKY, E.; HOLTA, S.. Participação em banca de Anu Lyytinen. Finnish Polytecnics in the Regional Innovation System - Towards new ways of action. 2011. Tese (Doutorado em Higher Education Program) - University of Tampere.

7.
VELHO, L. M. L. S.; TRIGUEIRO, M. G. S.; Sobral, F. F.; COSTA, M. C.; BALBACHEVSKY, E.. Participação em banca de Maria Lígia Moreira. Formação de competências em ciências e tecnologias espaciais: uma análise da trajetória da pós-graduação no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. 2009. Tese (Doutorado em Política Científica e Tecnológica) - Universidade Estadual de Campinas.

8.
KERBAUY, M. T. M.; BALBACHEVSKY, E.; GENTILINI, J. A.; MARTELLI, C. G. G.; BITTAR, M.. Participação em banca de Elenira Aparecida Cassola. Gestão participativa no ensino superior privado: um estudo comparado de fundações. 2009. Tese (Doutorado em Educação Escolar) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

9.
PLONSKI, Guilherme Ary; SALERNO, Mario Sergio; MASSAMBANI, Oswaldo; LAURINDO, Fernando José Barbin; BALBACHEVSKY, E.. Participação em banca de Elisabeth Adriana Dudziak. Lei de Inovação e pesquisa acadêmica: o caso PEA. 2007. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

10.
PLONSKY, G. A.; OLIVEIRA, Amancio Jorge Silva Nunes de; FILHO, Alberto Pfeifer; BALBACHEVSKY, E.; UEHARA, A. R.. Participação em banca de Newton Hirata. Demandas empresariais em políticas de ciência, tecnologia e inovação no Brasil a partir dos anos 1990. 2007. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

11.
BALBACHEVSKY, E.; MACEDO, Artur Roquete de; PLONSKI, Guilherme Ary; EBOLI, Marisa Pereira; GRYNSZPAN, Flavio. Participação em banca de Cristiane Alperstedt. As Universidades Corporativas no Contexto do Ensino Superior. 2001. Tese (Doutorado em Administração) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Doutorado
1.
HOLTA, S.; RAUHALA, P.; BALBACHEVSKY, E.. Participação em banca de Anu Lyytinen. Finnish Polytechnics in the regional innovation system: toward the new way of action. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Administrative Science) - University of Tampere.

Qualificações de Mestrado
1.
PEDROSA, R.; QUEIROZ, S. R.de; BALBACHEVSKY, E.. Participação em banca de Marco Antonio Tavares Loureiro. Educação superior e inocação em microe pequenas empresas: um estudo de caso do PIPE/FAPESP. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Política Científica e Tecnológica) - Universidade Estadual de Campinas.

2.
COSTA, M C; BALBACHEVSKY, E.; CAMPOS, C.. Participação em banca de Amanda Almeira Domingues. A Colaboração Internacional em C&T: a perspectiva da FAPESP. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Política Científica e Tecnológica) - Universidade Estadual de Campinas.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
LIMA, M.C.; BALBACHEVSKY, E.; BORINI, F. M.. Participação em banca de Rosileina Carla Vieira.A influência dos rankings acadêmicos globais pioneiros sobre o processo de internacionalização das universidades. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração: Gestão Internacional) - Escola Superior de Propaganda e Marketing.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
SUZIGAN, W.; BONACELLI, M. B. M.; BALBACHEVSKY, E.; RACHID, A.; ARAÚJO, A. M. C.. Concurso para provimento de cargo de professor doutor na área disciplina Estudos Sociais da Ciência e da Tecnologia. 2014. Universidade Estadual de Campinas.

2.
BALBACHEVSKY, E.; ARANTES, R. B.; MENEGUELO, R.; BRAGA, M. do S. S.; COSTA, V.M.F.. concurso público para provimento de cargo de professor doutor. 2014. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP.

3.
BALBACHEVSKY, E.; GUIMARES, A. S. A.; SCHRITZMEYER, A. L. P.. Concurso Público para provimento de cargo de professor doutor. 2004. Universidade de São Paulo.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
17º Congresso Brasileiro de Soiologia. A Sociedade do conhecimento e os desafios para a governança das universidades. 2015. (Congresso).

2.
THE FUTURE OF UNIVERSITY RANKINGS: EUROPE IN A GLOBAL CONTEXT. 2012. (Simpósio).

3.
Seminário de Avaliação dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia.Avaliação do Programa" Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia - Área de Humanas", CNPq-MCT. 2010. (Outra).

4.
Seminário Recursos Humanos em Áreas Estratégicas para Inovação.Recursos Humanos em Áreas Estratégicas para Inovação: a experiência internacional. 2010. (Seminário).

5.
Workshop: NOVA GERAÇÃO DE POLÍTICA EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO.O contexto da Nova Geração da PCTI. 2010. (Encontro).

6.
Seminário de Avaliação do Programa Institutos do Milênio Programa e Estratégia de Trabalho.Programa Institutos do Milênio: avaliação da área de Humanidades. 2009. (Seminário).

7.
Formação Universitária: como Preparar o Brasil para o Futuro?.AS TRANSFORMAÇÕES RECENTES DO ENSINO SUPERIOR. 2008. (Outra).

8.
The Changing Academic Profession in the International Comparative and Quantitative Perspectives.Brazilian Academic Profession: some recent trends. 2008. (Seminário).

9.
Western Hemisphere Fulbright Program Regional Executive Director's Meeting.Promotion quality in Higher Education: Fulbright and International exchange, the view from region. 2007. (Encontro).

10.
XIII Encontro Científico dos Pós-graduandos do Cena-USP.Responsabilidade Social da Universidade na Formação de Mestres e Doutores: mercado de Trabalho e integração com a sociedade. 2007. (Encontro).

11.
5ta.Conferencia Iberoamericana en Sistemas, Cibernetica e Informática (CISCI 2006). Pesquisas e redes de disseminação da produção científica: o caso brasileiro. 2006. (Congresso).

12.
Brazil?s High Education Responses to the Global Challenges of the 21th. Century.Brazil?s High Education Responses to the Global Challenges of the 21th. Century. 2006. (Oficina).

13.
Final Meeting: Fulbright New Century Scholars - Higher Education in the 21th century: global challenges and national responses.The changing patterns of Brazilian academic profession in the era of globalization. 2006. (Encontro).

14.
Las Universidades líderes de America Latina y su contribuición al desarollo sustentable en la Region.The interplay between the institutional reward systems and hidden incentives for researchers and research groups. 2006. (Oficina).

15.
Mid-term meeting New Century Scholars Program.The Academic Profession: challenges in a global era. 2006. (Encontro).

16.
New Century Scholars - Higher Education in the 21st Century: Global Challenge and National Response.The future of the Academic profession in developing Countries. 2005. (Encontro).

17.
President Lula's Foreing Policy and its impact on the Brazilian Bilateral Relations with Japan and USA.A agenda transnacional no politica externa do governo Lula. 2005. (Seminário).

18.
28 Encontro Anual da ANPOCS. Política de ciência, tecnologia e inovação: tendências internacionais recentes. 2004. (Congresso).

19.
4 Encontro Nacional da Associação Brasileira de Ciência Política. Padrões de interação entre a pesquisa acadêmica e o setor empresarial: padrões observados para a biotecnologia brasileira. 2004. (Congresso).

20.
Encontros de Sociologia e Antropologia, Programa de pós-graduação em Antropologia e Sociologia do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ.A Profissão acadêmica no Brasil entre 1992 e 2002: discutindo as dimensões do público e do privado. 2004. (Encontro).

21.
Education In Brazil: the graduate and post-graduate systems.Brazilian Post-Graduate Education: emerging challenges to a successful policy. 2003. (Seminário).

22.
Conferência Internacional ?Changing academic workplace in a comparative perspective.The changing Academic Workplace in Brazil. 2001. (Seminário).

23.
seminário sobre ?Formação e Trabalho de mestres e doutores no país.trajetórias de formação e padrões de produção editorial: bioquímica, engenharia elétrica, física e química. 2001. (Seminário).

24.
seminário internacional: A Universidade, o Ensino Superior e a Ciência & Tecnologia no Brasil e na América Latina: problemas, soluções e Perspectivas.A profissão acadêmica no Brasil: condições atuais e perspectivas para o futuro. 2000. (Seminário).

25.
seminário internacional Strengthening public policy training in Latin America.?Public Policy analysis in the Graduate Layer of Brazilian Higher Education: a case of institutional under-development. 2000. (Seminário).

26.
40th annual convention of the International Studies Association. A learning experience case study: initial stages of international relations formal education at the University of São Paulo, Brazil. 1999. (Congresso).

27.
I Encontro Brasileiro de Estudos Sociais da Ciência ( I ESCITE). O sistema de apoio à inovação tecnológica: características de seus usuários. 1999. (Congresso).

28.
O recredenciamento e a situação atual das IES: capacitação docente, pesquisa e avaliação.pesquisa, Iniciação Científica e produção institucionalizada: perspectivas para os estabelecimentos não universitários privados do Brasil. 1998. (Simpósio).

29.
Sociologia de las Universidades.la Profissión Academica en Brazil. 1998. (Outra).

30.
Seminário Contribuições à Definição de uma nova política de ensino superior.A pesquisa nas universidades brasileiras. 1997. (Seminário).

31.
I encontro de diretores da pesquisa International Faculty Survey.The academic profession in Brazil: an overview. 1991. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BALBACHEVSKY, E.; AAREVAARA, T. ; SHIN, J. C. . Seminário Internacional: A profissão Acadêmica e os desafios da inovação. 2015. (Outro).

2.
BALBACHEVSKY, E.; FINKELSTEIN, M. ; PEDROSA, R. ; RANIERI, Nina ; JONES, G. . Seminário internacional: Políticas de educação e de ensino superior: mudanças de paradigmas e respostas institucionais: a experiência brasileira e internacional. 2015. (Outro).

3.
BALBACHEVSKY, E.; SCHWARTZMAN, S. ; MAANSSEN, P. ; PINHEIRO, R. ; PILLAY, P. ; PEDROSA, R. ; LOLWANA, P. ; ZHA, Q. ; JOSHI, K. ; AHIR, K. ; PRIYA, A. ; YAN, F. ; MENON, K. ; YANG, R. ; TRILOKEKAR, R. D. ; CAI, Y. ; Neves, C.B. ; CASTRO, M. H. M. . HIgher Education in the BRICS:. 2012. (Congresso).

4.
BALBACHEVSKY, E.; NEVES, C. E. B. ; HEUL, M. V. D. ; CORDAO, F. A. ; LEMAITRE, M. J. ; FRANCO, S. R. K. ; STUBRIN, A. . Educação Superior e técnico-profissional na América Latina:garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho. 2009. (Congresso).

5.
Neves, C.B. ; BALBACHEVSKY, E. ; JONGBLOED, B. ; MOK, K. ; TEIXEIRA, P. ; FANELLI, A. G. . Seminário Internacional sobre financiamento do ensino superior. 2008. (Congresso).

6.
ALBUQUERQUE, J. A. G. ; BALBACHEVSKY, E. ; DURHAM, E. R. . Ensino superior: experiências internacionais de financiamento e acesso. 2007. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Bárbara Regina Vieira Lopes. O PROCESSO DE NEGOCIAÇÃO DA LEI DE INOVAÇÃO (2002-2004). Início: 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
José Maria de Souza Jr.. Difusão de Políticas Pelas Organizações Internacionais.. Início: 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP. (Orientador).

3.
Amanda Domingues. Política Externa e Diplomacia Científica: desenvolvimento e inserção internacional.. Início: 2015. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de São Paulo. (Coorientador).

4.
Amanda Almeida Domingues. Diplomacia científica: a experiência brasileria. Início: 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Coorientador).

5.
Thais Medina Coeli Rochel de Camargo. Uma proposta de mapeamento da formulação de uma política pública: a redução de danos voltada para o aborto ilegal. Início: 2014. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Karen Rizzato Pires. Políticas de acesso ao ensino superior nos governos FHC e Lula. Início: 2015. Iniciação científica (Graduando em Ciencias Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Juliana Pagliarelli dos Reis. Políticas de educação: o reflexo das clivagens da sociedade civil no sistema partidário e no sistema representativo brasileiro. Início: 2015. Iniciação científica (Graduando em Ciencias Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).

3.
Weslley Roque Palombarini. O debate sobre as políticas de educação no Brasil: a perspectiva do movimento sindical. Início: 2015. Iniciação científica (Graduando em Ciencias Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Barbara Regina Vieira Lopes. Da big Science à policy of Innovation: Narrativas que evidenciam mudanças nos paradigmas que informam a política científica e tecnológica brasileira. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

2.
Guilherme Feizzera. A questão da segurança na América do Sul: análise dos pronunciamentos de Nelson Jobim sobre o Conselho de Defesa Sul Americano. 2013. Dissertação (Mestrado em Integração da América Latina) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

3.
Lourrene Mafra. O papel do Banco Mundial na formação da agenda de reformas em C&T e Ensino superior: a experiência da Argentina e Brasil. 2012. Dissertação (Mestrado em Prolam: Programa de integração na América Latina) - Pró-Reitoria de Pós-Graduação - USP, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

4.
José Maria de Souza Júnior. Políticas Públicas para Internacionalização do Ensino Superior e suas implicações no desenvolvimento estatal e na Integração Regional da América Latina. 2012. Dissertação (Mestrado em Programa em Integração da América Latina) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

5.
Regiane Nitsch Bressan. Mecanismos de solução de controvérsias no âmbito do Mercosul. 2009. Dissertação (Mestrado em Programa em Integração da América Latina) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

6.
Jose Manuel Cardenas Medina. Insercao no mercado externo e estrategias de inovacao em pequenas e micro empresas: a experiencia do Peru e Brasil. 2007. Dissertação (Mestrado em Integração da América Latina) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

7.
Alessandra Falcão Prieto. A diplomacia presidencial de 1995 à 2002: o Mercosul na agenda de política externa brasileira. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

8.
Marcio Katzulo Juliboni. O Espaço de interação entre os atores na composição e coordenação da agenda de inovação tecnológica em pequenas e médias empresas: estudo do caso do pólo ceramista de Santa Gertrudes.. 2005. 0 f. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

9.
Ailton Laurentino da Silva. Brasil e Coréia: convergências e divergências nas estratégias de industrialização e de capacitação tecnológica. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

10.
Silvana Hubner Brás. As elites empresariais brasileiras e a política externa do Brasil: atitudes e opiniões. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

11.
Gulherme Cunha Werner. Crime transnacional e lavagem de dinheiro: a agenda internacional e a tomada de posição do Brasil. 2004. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

12.
Márcio Juliboni. O papel das instituições híbridas para a ampliação da interação da pesquisa acadêmica com as pequenas e micro-empresas: o caso do pólo Santa Gertrudes. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

13.
Cláudio Oliveira Ribeiro. O Brasil frente ao processo de descolonização da África: a imprensa e a formação da política externa brasileira para a África. 2002. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo, The Ryoichi Sasakawa Young Leaders Fellowship Fundation. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

14.
Cátia Silene Câmara Lassalvia. O MERCOSUL e a percepção das elites sobre a interdependência com o Brasil. 2001. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

15.
Newton Hirata. Inovações tecnológicas baseadas no conhecimento tácito: o caso da comunidade japonesa na construção da Cooperativa Agrícola de Cotia. 2001. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

16.
Maurício Ribeiro de Barros. Efeitos de Campanha: um estudo sobre a valorização do horário gratuito político eleitoral no pleito para a prefeitura de São Paulo, 1996. 2001. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

Tese de doutorado
1.
Antônio Walber Matias Muniz. Reformas do Ensino Superior brasileiro e seu impacto nas demandas do cone sul: a questão do reconhecimento de diplomas de pós-graduação obtidos na região. 2015. Tese (Doutorado em Integração da América Latina) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

2.
Alessandro Farage Figueiredo. Marketing Político e Território. 2014. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

3.
Glaucia Mara Terzian. Processos de internacionalização do ensino superior: a experiência da USP. 2013. Tese (Doutorado em Programa em Integração da América Latina) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

4.
Regiane Nitsch Bressan. A Integrtação regional da América Latina na percepção de suas elites. 2013. Tese (Doutorado em Programa em Integração da América Latina) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

5.
Elias David de Morales Martinez. Zonas Livres de Armas Nucleares: a contribuição da América Latina ao Regime de não Proliferação. 2011. Tese (Doutorado em Integração da América Latina) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

6.
Alexandre Hamilton Oliveira Santos. Regime internacional de segurança e facilitação de aviação civil: um estudo de análise da política de transporte aéreo da América Latina pós-atentados terroristas de 11 de setembro de 2001 nos EUA. 2011. Tese (Doutorado em Prolam - Pós-graduação em Int. da América Latina) - Pró-Reitoria de Pós-Graduação - USP, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

7.
Newton Hirata. A agenda empresarial para as políticas brasileiras de Ciência e Tecnologia. 2009. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

8.
Ricardo Ruiz Melchert. Uma análise sobre o papel das micro e pequenas empresas na economia latinoamericana após as reformas neo-liberais: os casos do Brasil, Chile e México. 2008. Tese (Doutorado em Integração da América Latina) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

9.
Luciane Miranda de Paula. Cátedras UNESCO e meio-ambiente: uma experiência de cooperação inter-institucional e internacional na América Latina. 2007. Tese (Doutorado em Integração da América Latina) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

10.
Cláudio Oliveira Ribeiro. O novo cenário regional no cone sul africano e a presença brasileira. 2007. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

11.
Sérgio Gil Marques dos Santos. A formação de alianças para a flexibilização do acordo tríps/OMC: a questão de acesso a medicamentos. 2006. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

12.
Guilherme Cunha Werner. crime transnacional e estado nacional: a agenda internacional e as políticas domésticas brasileiras. 2005. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

13.
Dirceu Yoshikazu Teruya. A globalização tecnológica e o sistema de inovação argentino e brasileiro do setor de equipamentos de telecomunicações. 2004. Tese (Doutorado em Prolam - Pós-graduação em Int. da América Latina) - Pró-Reitoria de Pós-Graduação - USP, . Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

Iniciação científica
1.
Lilian Sandretti Rodrigues Macedo. A educação brasileira na imprensa nacional. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

2.
Juliana Pagliarelli dos Reis. Mudanças políticas a luz da Sociedade Civil - ONGs e sua intervenção nas políticas públicas educacionais2013. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

3.
Juliana Reis. Controvérsias nas políticas de educação brasileira: mapeamento da participação das ONGs. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade de São Paulo, Universidade de São Paulo: aprender com pesquisa. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

4.
Diogo Barbosa Maciel. A Conferência Nacional de Educação: mapeamento de um debate. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade de São Paulo, Universidade de São Paulo: aprender com pesquisa. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

5.
Gabriela Couto Rosa. Reformas do Ensino superior e seus impactos sobre a profissão acadêmcia: Brasil e Argentina. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Ciencias Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

6.
Nathalia Novaes Alves. A evolução acadêmica no Brasil pela perspectiva dos professores da área de Ciências Humanas. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Fac. de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.

7.
Fabiana Garofalo Collavini. Os acordos de cooperação brasileiros na área de C&T. 1999. Iniciação Científica. (Graduando em Bacharelado em Ciências Sociais) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Elizabeth Balbachevsky.



Educação e Popularização de C & T



Textos em jornais de notícias/revistas
1.
ALBUQUERQUE, J. A. G. ; BALBACHEVSKY, E. . Dilma, Erdogan e a opinião das ruas. Jornal 'O Estado de São Paulo', São Paulo, p. 2 - 2, 01 jul. 2013.

2.
ALBUQUERQUE, J. A. G. ; BALBACHEVSKY, E. . Um futuro para o PSDB?. Jornal O Estado de São Paulo, São Paulo, p. 2 - 2, 26 nov. 2012.

3.
BALBACHEVSKY, E.. Violência, participação e democracia. Folha de São Paulo, São Paulo, p. A3 - A3, 08 jun. 2014.

4.
BALBACHEVSKY, E.. Brazil: Challenges for public and private higher education. University World News, Michigan, p. x - xii, 30 jun. 2014.


Apresentações de Trabalho
1.
BALBACHEVSKY, E.. Legislação eleitoral e dinâmicas do sistema partidário: uma revisão da experiência brasileira. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MOISÉS, J. A. ; GIANOTTI, J. A. ; KRIEGER, j. e. ; GOLDEMBERG, J. ; DURHAM, E. R. ; BALBACHEVSKY, E. ; GROSSMANN, M. . Reflexões sobre a Crise da USP. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SHAN, Z. ; BALBACHEVSKY, E. ; OSTRENSKY, E. . 巴西 :由?车票涨价?引发的抗议. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BALBACHEVSKY, E.; SCHWARTZMAN, S. ; MAANSSEN, P. ; PINHEIRO, R. ; PILLAY, P. ; PEDROSA, R. ; LOLWANA, P. ; ZHA, Q. ; JOSHI, K. ; AHIR, K. ; PRIYA, A. ; YAN, F. ; MENON, K. ; YANG, R. ; TRILOKEKAR, R. D. ; CAI, Y. ; Neves, C.B. ; CASTRO, M. H. M. . HIgher Education in the BRICS:. 2012. (Congresso).



Outras informações relevantes


esde 2012: Vice-Coordenadora do Núcleo de Pesquisas em Políticas Públicas - NUPPs/USP
2012-2013: Pesquisadora Principal PRONEX CNPq-FAPESP "BRASIL, 25 ANOS DE DEMOCRACIA - BALANÇO CRÍTICO: POLÍTICAS PÚBLICAS, INSTITUIÇÕES, SOCIEDADE CIVIL E CULTURA POLÍTICA "
De 2011 a 2012: Vice coordenadora do GT Universidade, Ciência Inovação e Sociedade
2009 - Visiting Professor - Universidade de Tampere, Finlândia, Programa Europeu de Pós-Graduação em Ensino Superior.
Desde 2007: membro do Conselho do Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais - NUPRI-USP
2006 - Research Fellow em Políticas Públicasno Woodrow Wilson Center for International Scholars - Washington DC
2002 - Visiting Fellow at the Centre for Higher Education Studies, CHES, Institute of Education, The University of London. Dezembro de 2001 a julho de 2002. Apoio: The University of London.
2000- Viagem de estudos para o México ? Universidade Autónoma Metropolitana (UAM), Campus de Azcapotzalco, para participar da discussão dos parâmetros amostrais e de organização da pesquisa sobre a profissão acadêmica na América Latina. Coordenação internacional: Profa. Dra. Rocio Grediaga Kuri. 1 a 15 de setembro.
1992-1993 - Viagem de estudos para os Estados Unidos para complementar pesquisa para o doutorado. Desenvolveu pesquisas junto à Georgetown University e The Carnegie Foundation for the Advancement of Teaching (Princeton, NJ).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 21/10/2018 às 13:31:47