Kleber Vieira de Paiva

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6926960596498906
  • Última atualização do currículo em 12/12/2018


Atualmente é professor da UFSC campus de Joinville. Em 2012 foi professor do ensino técnico e tecnológico do Instituto Federal Catarinense. Concluiu seu doutorado em Engenharia e Ciências Térmicas pela UFSC em 2011 e seu mestrado nessa mesma área e instituição em 2007. É atuante na área de transferência de calor, termodinâmica e mecânica dos fluidos. Tem experiência no desenvolvimento de trocadores de calor compactos, tubos de calor e termossifões. Atuante no campo da pesquisa e desenvolvimento através de experimentos na área aeroespacial. É líder do grupo de pesquisa Thermal Fluid Flow Group - UFSC - Campus Joinville e colaborador do grupo de pesquisa Grupo de Sistemas Embarcados - UFSC - Campus Florianópolis (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Kleber Vieira de Paiva
Nome em citações bibliográficas
PAIVA, K. V.;Vieira de Paiva, Kleber;PAIVA, K.V.;PAIVA, KLEBER VIEIRA DE;PAIVA, KLEBER V.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC - Campus Joinville.
Rua Dona Francisca, 8300
Zona Industrial Norte
89219600 - Joinville, SC - Brasil
Telefone: (48) 37217317
URL da Homepage: www.t2f.ufsc.br


Formação acadêmica/titulação


2007 - 2011
Doutorado em Engenharia Mecânica.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: DESENVOLVIMENTO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA MINITUBOS DE CALOR: ANÁLISE TEÓRICA E EXPERIMENTAL, Ano de obtenção: 2011.
Orientador: Marcia Barbosa Henriques Mantelli.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2004 - 2007
Mestrado em Engenharia Mecânica.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: COMPORTAMENTO TÉRMICO EM GRAVIDADE E MICROGRAVIDADE DE MINI TUBOS DE CALOR DO TIPO FIO-PLACAS,Ano de Obtenção: 2007.
Orientador: Marcia Barbosa Henriques Mantelli.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: soldagem por difusão; mini tubos de calor; micro tubos de calor; microgravidade.
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Mecânica / Subárea: Engenharia Térmica / Especialidade: Termodinâmica.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Mecânica / Subárea: Engenharia Térmica / Especialidade: Trocadores de calor.
1998 - 2003
Graduação em Engenharia mecânica.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2007 - 2007
Scale analyses for development of thermal models. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2005 - 2005
Cfd ao projeto hidro-dinâmico e aerodinâmico.. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2005 - 2005
Curso de Php Pulsating Heat Pipes. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2001 - 2002
Extensão universitária em Equipe SAE de MiniBaja. (Carga horária: 600h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2007 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de Doutorado - CNPq, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2004 - 2007
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de Mestrado - CNPq, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1999 - 2003
Vínculo: Estudante, Enquadramento Funcional: Bolsista Iniciação Científica-CNPQ, Carga horária: 20

Atividades

09/1999 - 09/2003
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Engenharia Mecânica - Labtucal, .


Instituto Federal Catarinense, IF-Catarinense, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor do Ensino Técnico e Tecnológico, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Disciplinas ministradas: Desenho Técnico, Desenho em CAD; Elementos de Máquinas; Sistemas Hidráulicos e Pneumáticos, Fabricação Mecânica, Usinagem, Soldagem.


NASA Goddard Space Flight Center, NASA-GSFC, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Doutorado sanduíche, Enquadramento Funcional: Pesquisador visitante, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Clemson University, CLEMSON, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.



Linhas de pesquisa


1.
Tubos de Calor
2.
Trocadores de calor
3.
Experimentos em Microgravidade


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Análise de trocadores de calor compactos fabricados por impressora 3D
Descrição: Trocadores de calor compactos são dispositivos de alta efetividade de troca térmica e grande complexidade, sendo caracterizados principalmente pela elevada densidade superficial de transferência de calor. Estes equipamentos apresentam um grande potencial comercial, em virtude do crescente interesse da indústria nesta tecnologia. Nos projetos de trocadores de calor busca-se aumentar a capacidade de troca térmica e diminuir a perda de carga. A obtenção desses dois pontos está diretamente relacionado com o processo de fabricação empregado. O processo de manufatura aditiva, empregando impressoras 3D, é capaz de produzir estruturas tridimensionais complexas por meio da sucessiva adição de camadas de material. O uso de impressoras 3D para a fabricação de trocadores de calor torna possível a produção de núcleos com configurações complexas, que podem aumentar consideravelmente a efetividade do equipamento, mas que não são possíveis de serem fabricados por processos convencionais. O objetivo geral desta pesquisa é realizar um estudo da viabilidade técnica da fabricação de um trocador de calor compacto empregando impressoras 3D (com polímero e/ou metal) e desenvolver um modelo teórico para prever o comportamento térmico deste equipamento em funcionamento. Assim, busca-se desenvolver e aprimorar os processos de projeto e fabricação de permutadores de calor compactos produzidos por manufatura aditiva, obtendo ao final do projeto um protótipo de pequena escala, e o desenvolvimento de uma nova área de pesquisa..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Kleber Vieira de Paiva - Integrante / Jorge Goes de Oliveira - Integrante / Marcus Vinicius Volponi Mortean - Coordenador.
2017 - Atual
Análise térmica e hidrodinâmica de permutadores de calor do tipo casco e placas
Descrição: O presente projeto tem como objetivo o estudo do comportamento térmico, hidrodinâmico e mecânico de permutadores de calor do tipo casco e placas para o aquecimento da produção de petróleo oriundo dos poços..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Desenvolvimento e Lançamento de Satélites Tecnológicos de Pequeno Porte ? Serpens II e Floripa-Sat
Descrição: O programa Serpens (sigla para: Sistema Espacial para Realização de Pesquisas e Experimentos com Nanossatélites) é uma iniciativa da AEB que consiste em apoiar missões espaciais universitárias com uso de plataformas nanossatélite e componentes comerciais de prateleira (COTS). O uso dessas plataformas de baixo custo para construção de missões educacionais tem se tornado comum em todo o mundo e encontra aplicação imediata no contexto brasileiro. Com foco principal na capacitação de recursos humanos e na consolidação dos novos cursos de engenharia espacial brasileiros, o projeto oportunamente provê o contínuo acesso ao espaço para cargas úteis em nível adequado de maturação para voo. O primeiro nanossatélite do programa (Serpens I) foi conduzido por um consórcio de universidade liderado pela universidade de Brasília (UnB). O projeto do segundo nanossatélite (Serpens II), parte do objeto do presente acordo, será conduzido de forma análoga pela UFSC. Além de apoiar missões completas com o programa Serpens, a AEB busca ainda facilitar o acesso ao espaço apoiando o lançamento de missões universitárias construídas em iniciativa própria das universidades, como é o caso do Floripa-Sat. O Floripa-Sat é uma iniciativa de estudantes e docentes da UFSC para conduzir uma missão científica para verificar os efeitos de radiação sobre dispositivos de processamento no espaço, e possíveis formas de evitar efeitos negativos. O presente plano de trabalho contempla apenas o apoio ao lançamento do Floripa-Sat, a ser coordenado pela UFSC. A UFSC coordenará o desenvolvimento do nanossatélite Serpens II e o lançamento do seu satélite de iniciativa própria, Floripa-Sat, visando garantir a execução de missões espaciais completas contemplando o envolvimento de estudantes e contribuindo para consolidação do curso de Engenharia Aeroespacial na instituição. A AEB, por outro lado, como Órgão Central do Sistema Nacional de Atividades Espaciais e idealizadora do projeto Serpens, dará contrapartida financeira e participará das revisões previstas no plano de trabalho proposto pela UFSC, auxiliando na gestão para garantir que o projeto esteja de acordo com as demandas do Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Kleber Vieira de Paiva - Coordenador / eduardo augusto bezerra - Integrante / Juan Pablo de Lima Costa Salazar - Integrante / Talita Sauter Possamai - Integrante / Anderson Wedderhoff Spengler - Integrante / Renato Oba - Integrante / Antônio Otaviano Dourado - Integrante / Helton da Silva Gaspar - Integrante / Jorge Luiz Goes Oliveira - Integrante / Xisto Lucas Travassos Junior - Integrante.
2014 - 2018
Estudo do desempenho térmico de Tubo de Calor Pulsante em Microgravidade - TCP
Descrição: O objetivo do experimento proposto é avaliar a influência da variação do diâmetro interno na transferência de calor de tubos de calor pulsantes testados em microgravidade. Os dispositivos serão testados a bordo de um foguete sub-orbital, no contexto do projeto Microgravidade (4o Anúncio de Oportunidades - Segunda Chamada), financiado pela Agência Espacial Brasileira..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2018
Mini tubos de calor em circuito para controle térmico de nanosatélites - UNIVERSAL/CNPq - Nº 14/2014
Descrição: O objetivo principal desta proposta é projetar, construir e testar um minitubo de calor em circuito para demostrar sua viabilidade como mecanismo de controle térmico em satélites de pequeno porte..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Kleber Vieira de Paiva - Coordenador / Jorge Goes de Oliveira - Integrante / MANTELLI, M.B.H. - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2014 - 2016
Controle Térmico de Nanosatélites
Descrição: O objetivo principal do projeto é o desenvolvimento de um subsistema de controle térmico específico para nanosatélites. Primeiramente, através de um software de simulação numérica será realizada uma análise térmica e a caracterização da distribuição de temperatura nestes dispositivos. A partir de então, poder-se-á desenvolver um mecanismo de controle térmico específico e, por meio de um modelo de engenharia de um nanosatélite, testes experimentais serão realizados em câmaras vácuo-térmicas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Kleber Vieira de Paiva - Coordenador / Jorge Goes de Oliveira - Integrante / Talita Sauter Possamai - Integrante / Anderson Wedderhoff Spengler - Integrante / Edemar Morsch Filho - Integrante / Diego Bonkowski de La Sierra Audiffred - Integrante / Leandro Carlos Setubal - Integrante / Djonatan Guilherme Erbs Schoeping - Integrante / Rafael Ranghetti - Integrante.
2013 - 2017
Desenvolvimento de tubos de calor para dissipação térmica em aeronaves - EMBRAER

Projeto certificado pela empresa Empresa Brasileira de Aeronáutica em 18/06/2014.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2016
Desenvolvimento de trocadores de calor compactos

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Marcia Barbosa Henriques Mantelli em 18/06/2014.
Descrição: O projeto visa o desenvolvimento de trocadores de calor compactos para a industria do petróleo e gás..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2016
Novas tecnologias de meios porosos para dispositivos com mudança de fase (MPM)
Descrição: Este projeto trata da concepção, fabricação e testes de dispositivos dedicados ao controle térmico de equipamentos eletrônicos de satélites, porém aplicando-se novas tecnologias de meios porosos para minitubos de calor e tubos de calor em circuitos (loop heat pipe ? LHP em inglês). Esses dispositivos são supercondutores de calor, que utilizam mudança de fase de um fluido de trabalho e a ação capilar de um meio poroso para transportar calor passivamente de uma fonte quente para uma fonte fria. O fluido de trabalho circula pela ação de forças capilares geradas pelo elemento poroso presente na seção do evaporador, que é responsável por bombear o condensado da seção do condensador para a seção do evaporador. O efeito da microgravidade pode influenciar o funcionamento de dispositivos baseados em fenômenos que envolvam mudança de fase, tensão superficial e escoamento de fluidos. Por este motivo é de suma importância o teste destes dispositivos em microgravidade. Este projeto ainda irá considerar a utilização do efeito Peltier em conjunto com a técnica de armazenamento e liberação de calor por materiais com mudança de fase (Phase Change Materials ? PCM), testada com sucesso durante a Operação Maracati II, em 2010. Os dispositivos serão testados a bordo de um foguete sub-orbital, no contexto do projeto Microgravidade (4o Anúncio de Oportunidades), financiado pela Agência Espacial Brasileira..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
Concepção de computador de bordo para o projeto SISCAO (Sistema de Controle de Atitude e Órbita de um Satélite Estabilizado em Três Eixos) do INPE
Descrição: O sistema proposto visa apoiar as atividades de pesquisa e desenvolvimento em andamento no INPE no âmbito do projeto SISCAO (Sistema de Controle de Atitude e Órbita de um Satélite Estabilizado em Três Eixos). Mais exatamente, nas atividades relacionadas ao computador de bordo (On-Board Computer, OBC). O OBC do SISCAO é responsável pelo gerenciamento dos dados de bordo (On-Board Data Handling OBDH), e gerencia também o subsistema de controle de atitude e órbita (Atitude and Orbit Control Subsystem, AOCS). Esse tipo de OBC é denominado ACDH (Attitude Control and Data Handling). No momento, a equipe do INPE está realizando os testes em um protótipo do OBC, e também realizou a encomenda de um modelo de engenharia do OBC para a empresa AEL Sistemas. O modelo de engenharia é composto por 10 placas, sendo algumas delas módulos redundantes. Essas placas representam as seguintes unidades do OBC: Unidade de Processamento e Comunicação (UPC), Unidade de Distribuição de Potência (UDP), Unidade de Aquisição e Atuação (UAT), Unidade de Telecomando e Telemetria, e Unidade de Reconfiguração (UR). A proposta será importante também para a consolidação de uma nova área de atuação no Centro de Engenharia de Mobilidade (CEM) da UFSC, responsável pelo curso de Engenharia Aeroespacial..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2008
Projeto MAR
Descrição: Métodos alternativos de refrigeração em aeronaves.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Kleber Vieira de Paiva - Integrante / Marcia B.H. Mantelli - Coordenador.Financiador(es): Empresa Brasileira de Aeronáutica - Auxílio financeiro.
2007 - 2013
Controle Térmico de um Equipamento Eletrônico em Situação Real
Descrição: A proposta do presente trabalho é o estudo experimental de uma tecnologia de tubos de calor aplicados a um problema real de resfriamento de componentes eletrônicos que operem em microgravidade. Em uma primeira etapa serão testadas diferentes tecnologias de dissipação de calor e controle térmico a bordo de um foguete suborbital. A partir destes testes os dispositivos serão avaliados, e então empregados para a solução de um problema particularizado de controle de temperatura em um equipamento utilizado a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS). Num primeiro momento sugere-se o uso de um tubo de calor acoplado a um microcomputador (laptop) ou ao próprio sistema de aquisição de dados, que armazenaria as informações do funcionamento do dispositivo. Através dos dados dos experimentos realizados a bordo do foguete de sondagem será escolhido o tubo com melhor performance térmica, que deverá ser adaptado a um equipamento específico. Tubos de calor com geometrias complexas, com muitas curvas e elevações, são fortemente influenciados pela ação da gravidade. Esta situação é característica de um microcomputador (laptop), em que a falta de espaço, associada ao grande fluxo de calor a ser dissipado, são fatores limitantes no desenvolvimento deste dispositivo. Quando a gravidade é removida, fenômenos que anteriormente eram reduzidos podem assumir o controle do escoamento do fluido, melhorando ou prejudicando a performance térmica do tubo em microgravidade. Um estudo mais detalhado necessita ser realizado para a qualificação deste tipo de dispositivo para aplicações espaciais, buscando assim, qualificar um equipamento tão essencial hoje em dia, tanto na terra quanto no espaço, como o computador..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Kleber Vieira de Paiva - Integrante / Marcia B.H. Mantelli - Coordenador / Raul Gohr Jr. - Integrante / Leonardo Kessler Slongo - Integrante.Financiador(es): Agência Espacial Brasileira - Auxílio financeiro.
2007 - 2010
Estudo de Novas Tecnologias para Controle Térmico de Componentes Eletrônicos em Microgravidade
Descrição: No experimento aqui proposto, serão testadas quatro diferentes tecnologias de tubos de calor para controle térmico e dissipação de calor em ambientes de microgravidade: tubos de calor pulsante, câmara de vapor, mini tubo de calor em S e a tecnologia de PCMs. A técnica de desenvolvimento de PCMs, em particular, já foi empregada com sucesso em satélites no mundo, mas o Brasil ainda não possui experiência em PCMs aplicados em ambiente de microgravidade. Casos os resultados sejam positivos, algumas destas tecnologias poderão ser patenteadas. As quatro tecnologias de mini-tubos de calor serão testadas em condições idênticas, permitindo a comparação de suas performances, para que em uma etapa futura, se possa selecionar a tecnologia que melhor se adapte a um problema específico de controle e dissipação de calor em equipamentos eletrônicos a bordo de satélites e/ou da Estação Espacial Internacional. Em uma primeira fase será avaliada a performance térmica de quatro dispositivos de transporte calor em microgravidade a bordo de um foguete suborbital. Em um segundo momento, após os testes a bordo do foguete, o dispositivo que apresentar a melhor performance térmica em microgravidade será inserido no sistema de resfriamento de um microcomputador portátil ou até mesmo no próprio sistema de aquisição de sinais, que será testado a bordo da Estação Espacial Internacional em condições de microgravidade. Nesta etapa, os resultados do experimento realizado a bordo do foguete de sondagem irão auxiliar no desenvolvimento de uma forma geométrica adequada para o dispositivo que será instalado para a dissipação térmica de um componente eletrônico, simulando assim, uma situação real de funcionamento de um equipamento..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Kleber Vieira de Paiva - Integrante / Marcia B.H. Mantelli - Coordenador / Raul Gohr Jr. - Integrante / Leonardo Kessler Slongo - Integrante.Financiador(es): Agência Espacial Brasileira - Auxílio financeiro.
2005 - 2007
Espalhadores de Calor para Resfriamento de Componentes Eletrônicos em Satélites. - Operação Cumã II
Descrição: Neste experimento propõe-se o estudo de espalhadores de calor (heat spreaders), dispositivos chatos e quadrados, onde mini tubos de calor estão alojados em posições ortogonais. Pretende-se estudar quatro diferentes configurações de espalhadores de calor de 50 mm x 50 mm de área com espessura variando de 2 mm a 15 mm, as quais basicamente diferem entre si pela tecnologia com que os mini tubos de calor são construídos. O princípio de funcionamento de mini tubos de calor se assemelha ao dos tubos de calor convencionais, onde um tubo é evacuado e uma pequena quantidade de fluido de trabalho (água destilada, metanol ou acetona) é inserida no seu interior, sendo este logo depois selado. Uma certa quantidade de calor aplicada em uma região do tubo faz com que o fluido que esteja ali vaporize, e o vapor, por diferença de pressão, seja levado às regiões mais frias do tubo, onde se condensa. O líquido formado é então levado de volta a região do evaporador pela ação de capilaridade, seja da tela ou de ranhuras, fechando assim um ciclo. O experimento em si é composto de um módulo de testes onde os espalhadores de calor estão inseridos e um módulo de aquisição de dados onde as informações referentes ao funcionamento térmico dos mini tubos serão armazenados. Os quatro dispositivos serão testados em condições idênticas, permitindo a comparação de suas performances térmicas em microgravidade. As condições de operação de mini tubos de calor dependem fortemente dos processos térmicos de ebulição e condensação que ocorrem no seu interior, que, como é bastante conhecido, são fortemente influenciados pela gravidade. Portanto, estes dispositivos, que se mostram eficientes em gravidade, sendo amplamente utilizados no resfriamento de componentes eletrônicos em equipamentos como laptops , podem apresentar performance inferior em satélites. Com isso, a grande contribuiçãodesta pesquisa está no fato de se poder analisar a performance térmica deste dispositivo em microgravidade e deste modo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Kleber Vieira de Paiva - Integrante / Marcia B.H. Mantelli - Coordenador / Augusto Buschinelli - Integrante / Raul Gohr Jr. - Integrante / Leonardo Kessler Slongo - Integrante / Victor Bissoli Nicolau - Integrante.Financiador(es): Agência Espacial Brasileira - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1
2005 - 2006
Mini Heat Pipe (MHP) - Missão Centenário
Descrição: O objetivo do projeto foi testar em ambiente de microgravidade o comportamento térmico permanente de um mini tubo de calor, projetado e construído para este fim. Mais especificamente, procurou-se avaliar o comportamento de um novo tipo de estrutura capilar em condições de microgravidade desenvolvida pelo Núcleo de Controle de Satélites na Universidade Federal de Santa Catarina. Muito embora os resultados de laboratório sejam favoráveis, testar o dispositivo em ambiente de microgravidade é essencial uma vez que os fenômenos físicos que ocorrem dentro dos tubos, tais como ebulição, escoamento bifásico e condensação são muito afetados pela gravidade..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Kleber Vieira de Paiva - Integrante / Marcia B.H. Mantelli - Coordenador / Augusto Buschinelli - Integrante / Raul Gohr Jr. - Integrante / Marcelo de Assis Corrêa - Integrante.Financiador(es): Agência Espacial Brasileira - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2
2003 - 2003
Projeto de estágio
Descrição: - estágio profissionalizante realizado com estudos orientados em trocadores de calor compactos (micro tubos de calor e micro loop heat pipe) para refrigeração de componentes eletrônicos; - análise numérica e teórica do comportamento térmico de micro tubos de calor; - fabricação de uma bancada experimental para realização de testes..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2001 - 2002
Micro tubos de calor para controle térmico de satélites - Operação Cumã I
Descrição: Tubos de calor têm sido rotineiramente utilizados para o controle térmico de veículos espaciais, visando principalmente viabilizar o funcionamento dos equipamentos eletrônicos, mantendo-os dentro de suas faixas pré-estabelecidas de temperatura. Placas contendo micro tubos de calor tem sido utilizadas na indústria eletrônica para o controle térmico de componentes eletrônicos em diversas aplicações como laptops e microcomputadores. A grande contribuição desta pesquisa está não somente no teste em microgravidade de um dispositivo que tem sido utilizado sob gravidade, mas também no emprego do processo de fabricação de soldagem por difusão destas placas dissipadoras. Pretende-se com isso testar uma placa de 100 mm x 100 mm de área e 2 mm de espessura, contendo aproximadamente 20 micro tubos de calor associados em paralelo. A placa dissipadora será formada a partir de um sanduíche de chapas finas e planas de cobre com fios maciços do mesmo material, que será aquecida por uma resistência elétrica, sendo a distribuição de temperatura medida através de termistores. Os dados captados pelo sistema de aquisição serão enviados por telemetria e também armazenados em uma memória interna para com isso, garantir maior segurança caso um dos sistemas não funcione..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2013 - Atual
Equipe Kosmos de foguetemodelismo
Descrição: espaço-modelismo não é muito explorado no Brasil, comparado a outros países. Com esse pensamento queremos participar de competições nacionais e internacionais, como também desenvolver novas tecnologias e métodos na produção de foguetes. Inicialmente participaremos de um evento promovido pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) chamado Festival de Foguetes , convidados pelos próprios organizadores do evento, visitamos suas instalações além de estabelecer um canal de comunicação com os mesmos. Além disso possuímos interesse em competir nos futuros eventos a serem realizados pela agência espacial brasileira (AEB). Paralelamente à participação de eventos e competições, não hesitaremos em aprimorar nossos métodos e práticas, desenvolvendo novas tecnologias e trabalhos científicos voltados a área de produção de foguetes, buscando sempre tornar o crescimento uma prática frequente. Considerando o pioneirismo da instituição em estabelecer um curso de engenharia aeroespacial, entendemos que nossa participação tanto em eventos como na midia ajudará a promover e expor nosso campus juntamente com o curso. Tendo em vista os riscos relacionados ao manuseio de certas substâncias e ferramentas na produção dos modelos, desenvolveremos um manual de segurança que será adotado por todos os membros a fim de garantir o bem-estar durante os procedimentos. Como base do nosso conhecimento utilizaremos tanto literaturas especializadas como fundamentos adquiridos em sala. Levando em conta a especificidade dos livros em descrever a produção de modelos de foguetes de AP(foguetes de açúcar e nitrato de potássio), usaremos nossa bibliografia como um alicerce para nossos métodos, e não contentes em apenas reproduzir as informações ali apresentadas, buscaremos aperfeiçoá-las colocando em prática o conhecimento assimilado em sala de aula.. Situação: Em andamento; Natureza: Extensão..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.


Revisor de periódico


2014 - Atual
Periódico: International Journal of Thermal Sciences
2015 - Atual
Periódico: Heat Pipe Science and Technology, An International Journal
2015 - Atual
Periódico: International Journal of Heat and Mass Transfer
2016 - Atual
Periódico: Experimental Thermal and Fluid Science
2016 - Atual
Periódico: APPLIED THERMAL ENGINEERING


Áreas de atuação


1.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Mecânica.
2.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Mecânica / Subárea: Engenharia Térmica/Especialidade: Trocadores de calor.
3.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Mecânica / Subárea: Engenharia Térmica.
4.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Aeroespacial / Subárea: Controle Térmico.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2009
Bolsa de doutorado sanduíche, CNPq.
2008
Sinapse de inovação, Fapesc e Fundação CERTI.
2007
Melhor dissertação de mestrado 2007, ABCM-EMBRAER.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:12
Total de citações:41
Fator H:3
Paiva, Kleber V  Data: 08/08/2016

Artigos completos publicados em periódicos

1.
SLONGO, L.K.2018SLONGO, L.K. ; MARTÍNEZ, S.V. ; EITERER, B.V.B. ; PEREIRA, T.G. ; BEZERRA, E.A. ; PAIVA, K.V. . Energy-driven scheduling algorithm for nanosatellite energy harvesting maximization. ACTA ASTRONAUTICA, p. 141-151, 2018.

2.
TECCHIO, C.2017TECCHIO, C. ; OLIVEIRA, J.L.G. ; PAIVA, K.V. ; MANTELLI, M.B.H. ; GALDOLFI, R. ; RIBEIRO, L.G.S. . Geyser boiling phenomenon in two-phase closed loop-thermosyphons. INTERNATIONAL JOURNAL OF HEAT AND MASS TRANSFER, v. 111, p. 29-40, 2017.

3.
TECCHIO, C.2017TECCHIO, C. ; PAIVA, K.V. ; OLIVEIRA, J.L.G. ; MANTELLI, M.B.H. ; GANDOLFI, R. ; RIBEIRO, L.G.S. . Passive cooling concept for onboard heat sources in aircrafts. EXPERIMENTAL THERMAL AND FLUID SCIENCE, v. 82, p. 402-413, 2017.

4.
OLIVEIRA, J.L.G.2016OLIVEIRA, J.L.G. ; TECCHIO, C. ; PAIVA, K.V. ; MANTELLI, M.B.H. ; GANDOLFI, R. ; RIBEIRO, L.G.S. . In-flight testing of loop thermosyphons for aircraft cooling. Applied Thermal Engineering, v. 98, p. 144-156, 2016.

5.
MORTEAN, M.V.V.2016MORTEAN, M.V.V. ; PAIVA, K.V. ; MANTELLI, M.B.H. . Diffusion bonded cross-flow compact heat exchangers: Theoretical predictions and experiments. International Journal of Thermal Sciences, v. 110, p. 285-298, 2016.

6.
MORTEAN, MARCUS VINÍCIUS VOLPONI2016MORTEAN, MARCUS VINÍCIUS VOLPONI ; BUSCHINELLI, AUGUSTO JOSÉ DE ALMEIDA ; PAIVA, KLEBER VIEIRA DE ; MANTELLI, MARCIA BARBOSA HENRIQUES ; REMMEL, JOSEF . Soldagem por Difusão de Aços Inoxidáveis para Fabricação de Trocadores de Calor Compactos. REVISTA SOLDAGEM E INSPEÇÃO, v. 21, p. 103-114, 2016.

7.
PAIVA, K.V.2015 PAIVA, K.V.; MANTELLI, M.B.H. . Theoretical thermal study of wire-plate mini heat pipes. International Journal of Heat and Mass Transfer, v. 83, p. 146-163, 2015.

8.
PAIVA, K.V.2015PAIVA, K.V.; MANTELLI, M.B.H. . Wire-plate and sintered hybrid heat pipes: Model and experiments. International Journal of Thermal Sciences, v. 93, p. 36-51, 2015.

9.
OLIVEIRA, J.L.G.2015 OLIVEIRA, J.L.G. ; TECCHIO, C. ; PAIVA, K.V. ; MANTELLI, M.B.H. ; GANDOLFI, R. ; RIBEIRO, L.G.S. . Passive aircraft cooling systems for variable thermal conditions. Applied Thermal Engineering, v. 79, p. 88-97, 2015.

10.
PAIVA, K.V.2015PAIVA, K.V.; MANTELLI, M.B.H. ; SLONGO, L.K. . Experimental testing of mini heat pipes under microgravity conditions aboard a suborbital rocket. Aerospace Science and Technology (Imprimé), v. 45, p. 367-375, 2015.

11.
MORTEAN, M.V.V.2015MORTEAN, M.V.V. ; CISTERNA, L.H.R. ; PAIVA, K.V. ; MANTELLI, M.B.H. . Development of diffusion welded compact heat exchanger technology. Applied Thermal Engineering, p. 995?1005, 2015.

12.
TSAI, MENG-CHANG2013TSAI, MENG-CHANG ; KANG, SHUNG-WEN ; Vieira de Paiva, Kleber . Experimental studies of thermal resistance in a vapor chamber heat spreader. Applied Thermal Engineering, v. 56, p. 38-44, 2013.

13.
PAIVA, K. V.;Vieira de Paiva, Kleber;PAIVA, K.V.;PAIVA, KLEBER VIEIRA DE;PAIVA, KLEBER V.2011 PAIVA, K. V.; Barbosa Henriques Mantelli, Marcia ; Kessler Slongo, Leonardo . Thermal Behavior Analysis of Wire Mini Heat Pipe. Journal of Heat Transfer, v. 133, p. 121502, 2011.

14.
Launay, S2004 Launay, S ; Vieira de Paiva, Kleber . Investigation of a wire plate micro heat pipe array. International Journal of Thermal Sciences, v. 43, p. 499-507, 2004.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
CAPPELLETTI, C. (Org.) ; BEZERRA, E. A. (Org.) ; PAIVA, K. V. (Org.) . Proceedings of the 2nd IAA Latin American Cubesat Workshop. 5. ed. Paris: International Academy of Astronautics, 2017. v. 2. 765p .

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FRANCO, BÁRBARA M. ; DORNELLES, GUILHERME L. ; PAIVA, KLEBER V. ; GARCIA, JHÔNATAS H. ; RIVA, LUIS F. O. ; GUARNIERI, DJULIA L. ; HUGHES, GARY B. . Thermal control analysis on a 6U CubeSat equipped with a high-power laser. In: CubeSats and NanoSats for Remote Sensing II, 2018, San Diego. CubeSats and NanoSats for Remote Sensing II, 2018. v. 10769. p. 29.

2.
MORSCH FILHO, EDEMAR ; HUGHES, GARY B. ; NICOLAU, VICENTE DE PAULO ; OBA, RENATO ; M. B. COSTA, MATEUS ; POSSAMAI, TALITA S. ; PAIVA, KLEBER V. ; SANTIAGO, RODRIGO S. . Preliminary studies of the impact on temperature of a high-power laser on-board a 6U CubeSat. In: CubeSats and NanoSats for Remote Sensing II, 2018, San Diego. CubeSats and NanoSats for Remote Sensing II, 2018. p. 30.

3.
SLONGO, L. K. ; MARTINEZ, S. V. ; EITERER, B. V. B. ; PEREIRA, T. G. ; KLEMZ, M. A. ; SALAMANCA, J. J. L. ; BALDINI NETO, M. ; PEREIRA, R. ; SILVA, F. G. ; LETTNIN, D. V. ; BECKER, L. B. ; SPENGLER, A. W. ; TRAVASSOS JUNIOR, X. L. ; PAIVA, K. V. ; BEZERRA, E. A. . The Floripa-Sat experience: mission progress and satellite's development. In: II Latin American IAA CubeSat Workshop, 2016, Florianopolis. II Latin American IAA CubeSat Workshop, 2016.

4.
AUDIFFRED, D. ; SPENGLER, A. W. ; PAIVA, K. V. ; HAGEDORN, G. ; FRAPORTI, G. . Experimental Analysis of Thermoelectric Energy Generation for Nanosatellites. In: II Latin American IAA CubeSat Workshop, 2016, Florianopolis. II Latin American IAA CubeSat Workshop, 2016.

5.
MORSCH FILHO, E. ; BOHRER, E. ; POSSAMAI, T. S. ; PAIVA, K. V. ; TRAVASSOS JUNIOR, X. L. . Numerical investigation of the influence of the orbit inclination on thermal control of a nanosatellite in LEO. In: II Latin American IAA CubeSat Workshop, 2016, Florianopolis. II Latin American IAA CubeSat Workshop, 2016.

6.
GANDOLFI, R. ; OLIVEIRA, J. G. ; PAIVA, K. V. ; RIBEIRO, L. G. S. ; MANTELLI, M.B.H. . Passive Heat Exchange System for Aircraft Equipment Cooling Applications. In: SAE Aerotech 2015, 2015, Washington D.C.. Thermal Management for Aerospace Applications, 2015.

7.
MORTEAN, M.V.V. ; BUSCHINELLI, A. ; PAIVA, K. V. ; MANTELLI, M. B. . Soldagem por Difusão de Aços Inoxidáveis para Fabricação de Trocadores de Calor Compactos.. In: XLI Consolda - Congresso Nacional de Soldagem, 2015, Salvador. XLI Consolda - Congresso Nacional de Soldagem, 2015.

8.
PAIVA, K. V.; MANTELLI, M. B. ; MERA, J. P. F. ; NUERNBERG, G. G. V. . Mini hear pipes experiments under microgravity conditions. What have we learned?. In: 17th International Heat Pipe Conference (17th IHPC), 2013, Kanpur, India. 17th International Heat Pipe Conference, 2013.

9.
MERA, J. P. F. ; NUERNBERG, G. G. V. ; PAIVA, K. V. ; MANTELLI, M. B. . MULTILAYER SINTERED POROUS MEDIA MINI HEAT PIPE. In: International Heat Pipe Conference, 2012, Lyon, France. Multilayer Sintered Porous Media Mini Heat Pipe, 2012.

10.
KU, J. ; PAIVA, K. V. ; MANTELLI, M. B. . Loop Heat Pipe Operation Using Heat Source Temperature for Set Point Control. In: AIAA 41st International Conference on Environmental Systems (ICES), 2011, Portalnd - Oregon - EUA. Loop Heat Pipe Operation Using Heat Source Temperature for Set Point Control, 2011.

11.
KU, J. ; PAIVA, K. V. ; MANTELLI, M. B. . Loop Heat Pipe Transient Behavior Using Heat Source Temperature for Set Point Control with Thermoelectric Converter on Reservoir. In: AIAA-2011-5644 9th Annual International Energy Conversion Engineering Conference, 2011, San Diego, California - EUA. Loop Heat Pipe Transient Behavior Using Heat Source Temperature for Set Point Control with Thermoelectric Converter on Reservoir, 2011.

12.
NUERNBERG, G. G. V. ; MERA, J. P. F. ; MANTELLI, M. B. ; ALMEIDA, R. S. .. ; REIS, F. ; PAIVA, K. V. ; SANTOS, J. B. . EXPERIMENTAL PERMEABILITY OF SINTERED POROUS MEDIA MULTILAYER. In: 21st Brazilian Congress of Mechanical Engineering, 2011, Natal, RN, Brazil. 21st Brazilian Congress of Mechanical Engineering, 2011.

13.
PAIVA, K. V.; MANTELLI, M. B. ; NUERNBERG, G. G. V. ; SLONGO, L. K. . Experimental Tests of Mini, Pulsating and Heat Spreader Heat Pipes Under Microgravity Conditions Aboard Suborbital Rockets,. In: 15th International Heat Pipe Conference, 2010, Clemson/ SC - EUA. Experimental Tests of Mini, Pulsating and Heat Spreader Heat Pipes Under Microgravity Conditions Aboard Suborbital Rockets,, 2010.

14.
PAIVA, K. V.; MANTELLI, M. B. ; SLONGO, L. K. ; GOHR JR., R. ; NICOLAU, V. B. . Experimental Tests of Wire Mini Heat Pipe under Microgravity Conditions Aboard Suborbital Rockets. In: 9th International Heat Pipe Symposium, 2008, Kuala Lumpur/ Malásia. Experimental Tests of Wire Mini Heat Pipe under Microgravity Conditions Aboard Suborbital Rockets, 2008.

15.
PAIVA, K. V.; MARCIA, ; GOHR JR., R. ; SLONGO, L. K. . Analysis of contatact angle influence in a wire mini heat pipe. In: 1º Encontro Brasileiro sobre Ebulição, Condensação e Escoamento Multifásico Líquido-Gás ? EBECEM, 2008, Florianópolis-SC. Analysis of contatact angle influence in a wire mini heat pipe, 2008.

16.
PAIVA, K. V.; MANTELLI, M. B. ; GOHR JR., R. ; CORREA, M. A. . Wire mini heat pipe under microgravity conditions. In: 14th International Heat Pipe Conference (14th IHPC), 2007, Florianópolis-SC-Brazil. WIRE MINI HEAT PIPE UNDER MICROGRAVITY CONDITIONS, 2007.

17.
PAIVA, K. V.; MANTELLI, M. B. ; BUSCHINELLI, A. . Experimental Study of a Wire Mini Heat Pipe for Microgravity Test. In: 13th International Heat Pipe Conference (13th IHPC), 2004, Shangai-China. Experimental Study of a Wire Mini Heat Pipe for Microgravity Test, 2004.

18.
PAIVA, K. V.; MANTELLI, M. B. ; BUSCHINELLI, A. . Diffusion welding of wire micro heat pipe arrays. In: 12th International Heat Pipe Conference, 2002, Kostroma - Moscou. Diffusion welding of wire micro heat pipe arrays, 2002.

19.
NASCIMENTO, R. M. ; PAIVA, K. V. ; BUSCHINELLI, A. ; MANTELLI, M. B. . Aplicação da Soldagem por Difusão no Estado Sólido para Fabricação de Micro Tubos de Calor. In: Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais - CBECM, 2002, Natal - RN. Aplicação da Soldagem por Difusão no Estado Sólido para Fabricação de Micro Tubos de Calor, 2002.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
PAIVA, K. V.. Micro tudos de calor. In: CREEM, 2001, Salvador-BA. Micro tubos de calor, 2001.


Produção técnica
Produtos tecnológicos
1.
MANTELLI, M. B. ; PAIVA, K. V. ; NUERNBERG, G. G. V. ; KLEIN, A. N. . MINITUBOS DE CALOR HÍBRIDO. 2011.

2.
PAIVA, K. V.; MANTELLI, M. B. . Mini tubo de calor do tipo fios-placa para controle térmico de componetes eletrênicos. 2007.

Processos ou técnicas
1.
PAIVA, K. V.; MANTELLI, M. B. . Soldagem por difusão de minitubos de calor. 2007.

Trabalhos técnicos
1.
PAIVA, K. V.; MANTELLI, M. B. ; BUSCHINELLI, A. ; NASCIMENTO, R. M. . Microtubos de Calor para Controle Térmico de Componentes Eletrônicos de Satélites. 2003.


Demais tipos de produção técnica
1.
MANTELLI, M. B. ; PAIVA, K. V. . Métodos alternativos de refrigeração usando tubos de calor. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
PAIVA, K. V.; MANTELLI, M. B. ; BUSCHINELLI, A. ; NASCIMENTO, R. M. . Relatório sobre o desenvolvimento de micro tubos de calor. 2001. (Relatório de pesquisa).



Patentes e registros



Patente

A Confirmação do status de um pedido de patentes poderá ser solicitada à Diretoria de Patentes (DIRPA) por meio de uma Certidão de atos relativos aos processos
1.
 MANTELLI, M. B. ; PAIVA, K. V. ; NUERNBERG, G. G. V. ; KLEIN, A. N. . MINITUBOS DE CALOR HÍBRIDO. 2011, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI11044985, título: "MINITUBOS DE CALOR HÍBRIDO" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 14/07/2011; Concessão: 23/07/2013. Instituição(ões) financiadora(s): UFSC.

2.
 PAIVA, K. V.; MANTELLI, M.B.H. ; MORTEAN, M. V. V. ; SANTOS, M. C. . PROCESSO PARA FABRICAÇÃO DE UM NÚCLEO DE UM TROCADOR DE CALOR. 2014, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR2014000408, título: "PROCESSO PARA FABRICAÇÃO DE UM NÚCLEO DE UM TROCADOR DE CALOR" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 14/11/2014

3.
 PAIVA, K. V.; OLIVEIRA, J. G. ; MANTELLI, M.B.H. ; GANDOLFI, R. ; RIBEIRO, L. G. S. . PASSIVE AIRCRAFT COOLING SYSTEMS AND METHODS. 2014, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PCT14/322,133, título: "PASSIVE AIRCRAFT COOLING SYSTEMS AND METHODS" , Instituição de registro: United States Patent and Trademark Office. Depósito: 02/07/2014



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
MIKOWSKI, A.; PAIVA, K. V.; CARMINATTI, C. A.; SOARES JUNIOR, P. C.. Participação em banca de Éder dos Reis Silva. Estudo da influência da matriz e da morfologia da grafita nas propriedades elásticas dos ferros fundidos nodulares e cinzentos. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciências Mecânicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
PAIVA, K. V.; MANTELLI, M. B.. Participação em banca de Tiago Walter Uhlmann. Termossifões de sódio aplicados em um coletor solar parabólico com motor stirling. 2016. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Doutorado
1.
PAIVA, K. V.. Participação em banca de Marcos Vinício Oro. Solução Integrada de aproveitamento do rejeito térmico de células a combustível com tubos de calor e refrigeração por adsorção. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Mestrado
1.
PAIVA, K. V.; POSSAMAI, T. S.; OLIVEIRA, J. G.. Participação em banca de LUANA BAVARESCO ROSSARI. Simulação numérica de formação de gelo em trocadores de calor tubo-aleta. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciências Mecânicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
POSSAMAI, T. S.; SOETHE, V. L.; PAIVA, K. V.; TRAVASSOS JUNIOR, X. L.. Participação em banca de Diego Bonkowski de La Sierra Audiffred. Simulação multifísica dos efeitos de descargas atmosféricas em aeronaves de materiais compósitos usados no setor aeroespacial. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciências Mecânicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
PAIVA, K. V.. Participação em banca de Marcos Antunes Klemz. Proposta de Metodologia para Realização de Nanossatélites no Padrão Cubesat: Aplicação no projeto Floripa-sat. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Engenharia e Ciências Mecânicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
PAIVA, K. V.. Participação em banca de Amauri da Silva Junior.The octane numbers of ethanol -containing multi-component gasoline surrogates. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
PAIVA, K. V.. Participação em banca de Luiz Fernando dos Santos Souza.Projeto conceitual de uma aeronave elétrica da categoria ALE (Aeronave Leve Esportiva). 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Aeroespacial) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
PAIVA, K. V.. Participação em banca de Edemar Morsch Filho.Simulação numérica da transferência de calor em um nanosatélite. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Aeroespacial) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
PAIVA, K. V.. Participação em banca de Hugo Borges de Quadros.Avaliação das características resistivas de filmes finos absorvedores de radiação eletromagnéticas. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Aeroespacial) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
PAIVA, K. V.; CATAPAN, R. C.. Participação em banca de Gustavo Scheid Prass.Análise Termodinâmica da Coinjeção de etanol e hidrogênio em MCU. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
PAIVA, K. V.. Participação em banca de João Batista dos Santos.Análise de imagens digitais de meio poroso de cobre desenvolvido para aplicação em minitubos de calor. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
PAIVA, K. V.. Participação em banca de Angela Crepaldi.Projeto e implementação de computador de bordo para controle e monitoramento térmico em ambiente de microgravidade. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Elétrica) - Universidade Federal de Santa Catarina.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
1º Encontro Brasileiro sobre Ebulição, Condensação e Escoamento Multifásico Líquido-Gás ? EBECEM. Analysis of contatact angle influence in a wire mini heat pipe. 2008. (Congresso).

2.
14th International Heat Pipe Conference (14th IHPC). WIRE MINI HEAT PIPE UNDER MICROGRAVITY CONDITIONS. 2007. (Congresso).

3.
19th International Congress of Mechanical Engineering - Cobem. THERMAL BEHAVIOR OF WIRE MINI HEAT PIPES UNDER GRAVITY AND MICROGRAVITY CONDITIONS. 2007. (Congresso).

4.
VIII Competição SAE Brasil Petrobras de Mini Baja.Competição SAE Brasil de Mini-Baja - Equipe Ilhéu de Mini Baja. 2002. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BEZERRA, E. A. ; PAIVA, K. V. ; CAPPELLETTI, C. . 2nd IAA Latin American Cubestat Workshop - 2016. 2015. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Leonel Edward Beckedorff. ainda não definido. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciências Mecânicas) - Universidade Federal de Santa Catarina, Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina. (Orientador).

2.
Matheus Gama Costa. Desenvolvimento de um tomógrafo ultra-sônico para determinação de presença e fluxo de escoamento multifásico. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas Eletrônicos) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

3.
Giovani Silveira de Magalhães Martins. ainda não definido. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciências Mecânicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Coorientador).

4.
Wendel Gomes de Andrada. ainda não definido. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciências Mecânicas) - Universidade Federal de Santa Catarina, Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina. (Orientador).

5.
Alessandro Cezario de Borba. Ainda não definido.. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciências Mecânicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

6.
Bruna Larissa Tascheck. Ainda não definido. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciências Mecânicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Coorientador).

7.
André Luiz Alcântara Ostrufka. Ainda não definido.. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas Eletrônicos) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Coorientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Cassiano Tecchio. Desenvolvimento de sistemas de refrigeração passivos para aeronaves. 2017. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Coorientador: Kleber Vieira de Paiva.

2.
Djonatan Guilherme Erbs Schoeping. Desenvolvimento de um medidor de vazão mássica de baixo custo e alta confiabilidade para escoamentos multifásicos. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciências Mecânicas) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Coorientador: Kleber Vieira de Paiva.

3.
Marcus Vinícius Volponi Mortean. Desenvolvimento de tecnologias de recheios para trocadores de calor compactos soldados por difusão. 2014. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Kleber Vieira de Paiva.

Tese de doutorado
1.
Leonardo Kessler Slongo. Nanosatellite electrical power systems hardware architectures: an analysis on energy harvesting maximization through scheduling algorithm. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Coorientador: Kleber Vieira de Paiva.

2.
Marcus Vinícius Volponi Mortean. Trocadores de calor compactos soldados por difusão: fabricação e modelagem. 2017. Tese (Doutorado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Coorientador: Kleber Vieira de Paiva.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Diego Bonkowski de La Sierra Audiffred. Utilização de dispositivos termoelétricos para geração de energia elétrica em nanosatélites. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Aeroespacial) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Kleber Vieira de Paiva.

2.
Flavio Reis. Estudo e desenvolvimento de um elemento poroso de cobre para aplicação em minitubos de calor. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia de Materiais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Kleber Vieira de Paiva.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/12/2018 às 12:38:20