Andre Luiz Marenco dos Santos

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1D

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7642582536105996
  • Última atualização do currículo em 07/01/2019


Professor Titular do Departamento de Ciência Política e do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Comendador da Ordem do Mérito Aeronáutico, Membro do Grupo de Pesquisa/CNPq Instituições Políticas Comparadas [ufrgs.br/ipoc], Coordenador de Área Ciência Política e Relações Internacionais/CAPES (2011-2017), membro titular do Conselho Técnico-Científico da Educação Superior, CTC-ES/CAPES (2011-2017); integrou o Comitê de Avaliação Capes (2009 e 2010), coordenou o Fórum Nacional dos Programas em Ciência Política e Relações Internacionais (2004-2007), o Programa de Pós-Graduação em Ciência Política (2004-2007) e foi membro da diretoria da Associação Brasileira de Ciência Política (2004-2008). Membro do Conselho Universitário da UFRGS (2012-2014), do Conselho Superior do Centro de Estudos Internacionais sobre Governo (CEGOV) e do NDE do Bacharelado em Políticas Públicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Possui trabalhos sobre instituições políticas comparadas, reforma política, burocracia e políticas públicas . Projetos em desenvolvimento: Burocracias profissionais e capacidade estatal em municípios brasileiros (Produtividade em Pesquisa/CNPq, 2017-2021), Como são governados os municípios brasileiros? Capacidade estatal, governos municipais e políticas públicas; Atlas da Política Municipal no Brasil [CNPq], Reformas eleitorais em perspectiva comparada: path-dependency, competição partidária e engenharia institucional . E-mail: amarencoufrgs@gmail.com (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Andre Luiz Marenco dos Santos
Nome em citações bibliográficas
MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas.
Av. Bento Gonçalves, 9500
Agronomia
91509900 - Porto Alegre, RS - Brasil
Telefone: (51) 33087050
URL da Homepage: www.ufrgs.br/polpub


Formação acadêmica/titulação


1997 - 2000
Doutorado em Ciência Política.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: Não se fazem mais oligarquias como antigamente: recrutamento parlamentar, experiência política e vínculos partidários entre deputados brasileiros (1946-1998), Ano de obtenção: 2000.
Orientador: Celi Regina Jardim Pinto.
Palavras-chave: deputados; Partidos; representação; legislativo; Carreiras Políticas; recrutamento parlamentar.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Outros Setores.
1990 - 1993
Mestrado em Ciência Política.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: Imagens da Representação Política: O Poder Legislativo na Perspectiva dos Deputados do RGS,Ano de Obtenção: 1993.
Orientador: Hélgio Henrique Casses Trindade.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: legislativo; deputados; representação; Partidos.
Grande área: Ciências Humanas
1980 - 1984
Graduação em Ciências Sociais.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.




Atuação Profissional



Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2018
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador de Área Ciência Política e RI

Vínculo institucional

2011 - 2018
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Técnico Científico(CTC-ES)


Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor Titular

Vínculo institucional

2008 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2014 - 2016
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Associado 4, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2000 - 2014
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Docente Permanente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Docente Permanente do PPG Ciência Política/UFRGS, entre Maio de 2000 e Outubro de 2014.

Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto 04, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto 03, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2002 - 2004
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto 2, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2000 - 2002
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto 1, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1994 - 2000
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor assistente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1993 - 1994
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor substituto, Carga horária: 20

Atividades

3/2005 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , PPG Ciência Política, .

2001 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Associação da Universidades do Grupo Montevideo, .

Cargo ou função
Membro Comitê Ciência Política AUGM.
4/1998 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

03/2007 - 07/2007
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria Política
03/2007 - 07/2007
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria Política Contemporânea
08/2004 - 04/2007
Direção e administração, PPG Ciência Política, .

Cargo ou função
Coordenador de Programa.
08/2006 - 12/2006
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Instituições Políticas Brasileiras
03/2006 - 07/2006
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria Política
8/2005 - 12/2005
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria Política II
7/2005 - 7/2005
Extensão universitária , PPG Ciência Política, .

Atividade de extensão realizada
Palestra "Estrutura de Estado, Relações de Poder e Reforma Política", na Federação dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino do Rio Grande do Sul, 16 de Julho de 2005.
3/2005 - 6/2005
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Seminário Avançado de Teoria
5/2005 - 5/2005
Extensão universitária , PPG Ciência Política, Ppg Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Entrevista para o jornal Correio do Povo - 14/05/2005, p. 02.
4/2005 - 4/2005
Extensão universitária , PPG Ciência Política, Ppg Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
A Reforma Política - Local: Clube de Cultura de Porto Alegre, 02 de Abril de 2005.
05/2003 - 4/2005
Direção e administração, PPG Ciência Política, .

Cargo ou função
Coordenador Substituto PPG Ciência Política.
3/2005 - 3/2005
Extensão universitária , PPG Ciência Política, .

Atividade de extensão realizada
Dividida, legenda busca consenso no sul - entrevista para o JORNAL DO BRASIL, 27/03/2005..
3/2005 - 3/2005
Extensão universitária , PPG Ciência Política, .

Atividade de extensão realizada
Dois PTs em oposição - entrevista para o JORNAL DO BRASIL, 27/03/2005.
2/2005 - 2/2005
Extensão universitária , PPG Ciência Política, .

Atividade de extensão realizada
O Planalto conseguirá reconstruir sua base de apoio na Câmara? (entrevista para o Jornal Zero Hora, 16.02.2005,p. 6).
08/2004 - 12/2004
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Instituições Políticas
11/2004 - 11/2004
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Jornal Zero Hora: Declínio e queda do Império petista (entrevista).
10/2004 - 10/2004
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Jornal Zero Hora: a transferência de votos nas últimas eleições (entrevista).
10/2004 - 10/2004
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Jornal do Comércio: Marenco acredita que temas locais vão decidir a eleição em Porto alegre (entrevista).
9/2004 - 9/2004
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Jornal Zero Hora: O que faz a disputa ficar morna (entrevista).
9/2004 - 9/2004
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Jornal Zero Hora: Por que a eleição não empolga a capital (entrevista).
7/2004 - 7/2004
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Valor Econômico: sobre cultura e reforma políticas (crítica a artigo publicado).
03/2004 - 07/2004
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria Política I
08/2001 - 7/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Associação Brasileira de Ciência Política, .

Cargo ou função
Membro Comitê de Pesquisa e Pós-Graduação.
04/2003 - 12/2003
Direção e administração, Departamento de Ciência Política, .

Cargo ou função
Chefe de Departamento.
04/2003 - 7/2003
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Análise Política - Partidos, eleições e representação no Brasil
6/2003 - 6/2003
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Folha de S. Paulo: Mudança de partido acompanha eleição para o Executivo.
6/2003 - 6/2003
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Jornal da Câmara: Seminário debate fidelidade partidária e lista fechada (notícia participação seminário).
3/2003 - 3/2003
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Jornal Zero Hora: As novas forças do Congresso (entrevista).
01/2002 - 1/2003
Conselhos, Comissões e Consultoria, Revista Mediações - PPG Ciências Sociais UEL, .

Cargo ou função
Comissão Editorial Revista Mediações ISSN 1414-053.
12/2002 - 12/2002
Extensão universitária , Câmara Municipal de Porto Alegre, .

Atividade de extensão realizada
Mesa redonda sobre Reforma Política: André Marenco (UFRGS), Deputado Estadual Raul Pont, Gabiel Vitullo (UFRGS), Eduardo Sarturi (FDRH-RS).
03/2002 - 12/2002
Direção e administração, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, .

Cargo ou função
Membro Comissão Organizadora XIV Salão Iniciação Científica UFRGS.
11/2002 - 11/2002
Extensão universitária , Fundação Konrad-Adenauer, .

Atividade de extensão realizada
Eleições 2002: Fabiano Santos (IUPERJ), Maria D'Alva Kinzo (USP), André Marenco (UFRGS).
11/2002 - 11/2002
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Agência Folha: Para cientistas, empatia dapopulação é positiva (entrevista).
09/2002 - 09/2002
Extensão universitária , Prefeitura Municipal de Porto Alegre, .

Atividade de extensão realizada
Competência Técnica & Competência Política na Gestão Pública.
9/2002 - 9/2002
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Revista Época: Agora com mais poder (entrevista).
8/2002 - 8/2002
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Revista Época: A batalha dos pampas (entrevista).
03/2002 - 07/2002
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria Política 1
08/2001 - 7/2002
Conselhos, Comissões e Consultoria, Associação Brasileira de Ciência Política, .

Cargo ou função
Comissão Editorial revista eletrônica CONJUNTURA.
6/2002 - 6/2002
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Citação coluna José Barriuonuevo Jornal Zero Hora.
6/2002 - 6/2002
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Entrevista Jornal Zero Hora: Cientistas Políticos analisam estratégia de marketing.
5/2002 - 5/2002
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Ifch.

Atividade de extensão realizada
Mesa Redonda: Uma sucessão histórica - Revista SUL.
3/2002 - 3/2002
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Ifch.

Atividade de extensão realizada
Entrevista jornal O Sul: Os partido que incham quando chegam no poder.
1/2001 - 12/2001
Direção e administração, Escola de Governo, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Cargo ou função
Comissão Coordenadora Escola de Governo.
1/2000 - 12/2001
Direção e administração, Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Cargo ou função
Chefe de Departamento.
1/2000 - 12/2001
Direção e administração, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Cargo ou função
Membro de conselho de unidade.
11/2000 - 11/2001
Direção e administração, Associação da Universidades do Grupo Montevideo, .

Cargo ou função
Comissão Organizadora I Seminário Internacional de Ciência Política.
06/2001 - 07/2001
Extensão universitária , Pós-Graduação em Gestão de Organizações, .

Atividade de extensão realizada
Estado, Sociedade e Mercado: transformações no século XX (disciplina).
3/2001 - 7/2001
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Análise Política
5/2001 - 5/2001
Extensão universitária , Escola de Governo, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Atividade de extensão realizada
Partidos, eleições e as relações Executivo-Legislativo no Brasil.
4/2001 - 4/2001
Extensão universitária , Escola de Governo, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Atividade de extensão realizada
Democracia Representativa, palestra proferida na Escola de Governo, em 24 de Abril de 2001.
8/2000 - 12/2000
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Tópico Especial: agenda da ciência política brasileira
3/2000 - 12/2000
Direção e administração, Escola de Governo, Escola de Governo.

Cargo ou função
Comissão Coordenadora Escola de Governo.
1/2000 - 10/2000
Direção e administração, XII Salão de Iniciação Científica, XII Salão de Iniciação Científica.

Cargo ou função
Membro Comissão de Organização.
4/2000 - 4/2000
Extensão universitária , Escola de Governo, Escola de Governo.

Atividade de extensão realizada
Democracia Representativa, palestra proferida na Escola de Governo.
12/1999 - 12/1999
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Voto distrital ou voto proporcional painel realizado no Seminário Reforma Política e Democracia, Opinio Iuris Instituto de Pesquisas Jurídicas e Câmara de Vereadores de Porto Alegre, 04 de Dezembro de 1999..
9/1999 - 9/1999
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Fatores de uma política ética. Palestra conferida no curso 'Ah! eu sou gaúcho', Secretaria de Estado da Cultura, Instituto Estadual do Livro, Museu Antropológico, Casa de Cultura Mário Quintana, Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore, 15 de Setembro de 1.
6/1999 - 6/1999
Extensão universitária , Escola de Governo, Escola de Governo.

Atividade de extensão realizada
Eleições 1998, painel realizado na Escola de Governo, 16 Junho 1999..
6/1999 - 6/1999
Extensão universitária , Escola de Governo, Escola de Governo.

Atividade de extensão realizada
Democracia e participação política, palestra proferida na Escola de Governo-SC, Florianópolis, 01 de Junho 1999..
5/1999 - 5/1999
Extensão universitária , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Atividade de extensão realizada
Estado e Mercado. Aula proferida no curso de extensão Análise de Projetos Sociais, IFCH, 29 de Maio 1999..
1/1997 - 12/1998
Direção e administração, Comissão de Graduação Ciências Sociais, Comissão de Graduação Ciências Sociais.

Cargo ou função
Coordenador de Curso.
1/1996 - 12/1998
Direção e administração, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Cargo ou função
Membro de conselho de unidade.
1/1998 - 10/1998
Direção e administração, X Salão de Iniciação Científica, X Salão de Iniciação Científica.

Cargo ou função
membro comissão organizadora.
6/1998 - 6/1998
Extensão universitária , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Atividade de extensão realizada
Mapa social da violência e da cidadania, Seminário Internacional Violência e Cidadania, UFRGS, Governo do Estado RGS, Prefeitura Municipal P.Alegre, 16 Junho 1998..
5/1998 - 5/1998
Extensão universitária , Escola de Governo, Escola de Governo.

Atividade de extensão realizada
Partidos, eleições e propaganda política, mesa-redonda realizada na Escola de Governo, 29 de Maio 1998..
4/1998 - 4/1998
Extensão universitária , Escola de Governo, Escola de Governo.

Atividade de extensão realizada
Democracia e participação política, aula ministrada na Escola de Governo, 16 de Abril 1998.
3/1998 - 4/1998
Extensão universitária , Convênio Ufrgs Brigada Militar, Convênio Ufrgs Brigada Militar.

Atividade de extensão realizada
Estado Moderno. Disciplina do Módulo Ciência Política no curso de especialização em Políticas e Gestão de Segurança Pública, 30 horas aula, março/abril 1998.
8/1997 - 8/1997
Extensão universitária , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Atividade de extensão realizada
Cidadania e representação política. Aula ministrada na Oficina de Ciências Humanas para a Formação e Análise da Violênicia e da Cidadania, IFCH e Coord. Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, 13 Agosto 1997.
8/1997 - 8/1997
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
As preferências do eleitor e o eleitor das preferências. Aula ministrada no curso de extensão Os Segredos do Voto, Pró-Reitoria de Extensão, IFCH, Departamento de Ciência Política, CECS, 04 Agosto 1997.
1/1997 - 1/1997
Extensão universitária , Colégio de Aplicação, Colégio de Aplicação.

Atividade de extensão realizada
Neoliberalismo e pós-modernidade. 39º Seminário de Verão do Colégio de Aplicação, 07 Janeiro 1997.
1996 - 1997
Direção e administração, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Cargo ou função
Coord. Laboratório Graduação.
1/1995 - 12/1996
Direção e administração, Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Cargo ou função
representante Departamento de Ciência Política na COMGRAD-COM.
8/1995 - 11/1995
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Coordenador do Projeto de Extensão 'Tendências da Política Brasileira Contemporânea', Departamento de Ciência Política, Pró-Reitoria de Extensão UFRGS e Prefeitura Municipal de Porto Alegre, 1995.
1/1995 - 10/1995
Direção e administração, VII Salão Iniciação Científica, VII Salão Iniciação Científica.

Cargo ou função
membro comissão organizadora.
9/1995 - 9/1995
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Crise da Federação e Representação Política. Aula ministrada no curso de extensão Tendências da Política Brasileira Contemporânea. Pró-Reitoria de Extensão UFRGS, Departamento de Ciência Política e Prefeitura Municipal de Porto Alegre, 11 de Setembro de 1.
1/1995 - 1/1995
Extensão universitária , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Partidos Políticos: estratégias e metamorfoses. Curso de extensão Pró-Reitoria de Extensão, Departamento de Ciência Política e CECS, 09 a 13 de Janeiro 1995.

Associação Brasileira de Ciência Política, ABCP, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2008
Vínculo: Membro da Diretoria, Enquadramento Funcional: membro da diretoria
Outras informações
Membro da Diretoria

Atividades

08/2004 - Atual
Direção e administração, .

Cargo ou função
Membro da diretoria.

Universidad de la Republica Uruguay, UDELAR, Uruguai.
Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Não, Carga horária: 9
Outras informações
"Instituições Políticas", curso ministrado no Instituto de Ciencia Política da Universidad de la República (Uruguay), entre 10 e 14 de Dezembro de 2007

Atividades

12/2007 - 12/2007
Ensino, Maestria en Ciencia Politica, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Instituciones Politicas

Universidade de Cabo Verde, UNICV, Cabo Verde.
Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor visitante
Outras informações
Disciplinas Teoria Política e Política Comparada, no Mestrado em Ciências Sociais, na Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), entre 14 e 25 de Agosto de 2007.

Atividades

08/2007 - 08/2007
Ensino, Mestrado em Ciências Sociais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Política Comparada
Teoria Política


Linhas de pesquisa


1.
Grupo de Pesquisa CNPq Instituições Políticas Comparadas

Objetivo: Grupo de Pesquisa do CNPq, com agenda orientada para a investigação sobre variações na configuração de instituições poliárquicas; relações entre políticos e burocracias, a dinâmica dos sistemas partidários e seu impacto sobre a estabilidade e desempenho governamental; formação de agenda governamental, variações no gasto público e modelos de políticas públicas; partidos e a arena eleitoral, reformas institucionais e os efeitos políticos provocados por diferentes fórmulas eleitorais; recrutamento legislativo e padrões de seleção partidária sobre carreiras políticas; Poder Judiciário, relações intergovernamentais e políticas públicas; processos de delegação entre eleitores e representantes, políticos e burocratas nas poliarquias contemporâneas; incentivos para a adoção de estratégias rent-seeking por agentes públicos; instituições de accountability vertical e horizontal como mecanismos de responsabilização de governantes e agentes públicos; patrulha policial ou alarmes de incêndio: variações nos procedimentos institucionais de controle público sobre funcionários e autoridades; problemas de definição e mensuração de corrupção nas instituições públicas..
Palavras-chave: Instituições políticas; politica comparada.
2.
Instituições Políticas, Capacidade Estatal e Gestão de Políticas Públicas - Linha de Pesquisa do PPG Políticas Públicas da UFRGS

Objetivo: O ensino e a investigação são dedicados ao estudo das instituições políticas e seu impacto sobre políticas públicas: burocracias governamentais e sua influência sobre gasto e políticas governamentais, federalismo e governos subnacionais, Judiciário, experiências de gestão pública, desenho institucional e reformas políticas; limites e sobreposições entre governança global e elaboração de políticas públicas nos limites dos Estados-Nações..
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação Superior.
Palavras-chave: Instituições e Políticas Públicas.


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Burocracias profissionais e capacidade estatal em municípios brasileiros
Descrição: Busca-se examinar em que medida transferência de receitas, responsabilidades e autoridade política e administrativa para governos municipais, representou efetiva ampliação em sua capacidade estatal. A hipótese principal que orienta a investigação é de que maior profissionalização nas burocracias governamentais municipais amplia a capacidade para tributar e implementar policies locais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Andre Luiz Marenco dos Santos - Coordenador / Maria Tereza Blanco Strohschoen - Integrante / Lidia Ten Cate - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2010 - 2018
ATLAS DA POLÍTICA MUNICIPAL NO BRASIL: Partidos, Burocracias e políticas públicas
Descrição: O principal resultado pretendido com esta pesquisa é a elaboração de um Atlas da Política Municipal no Brasil. Em suas diferentes versões disponibilizadas para consultores, autoridades e público em geral, (impressa, mídia eletrônica, internet) o Atlas deverá reunir informações sobre os municípios brasileiros referentes a sete tipos de indicadores: [a] série histórica sobre a competição eleitoral municipal entre 1945-2012; [b] administração pública municipal: proporção de funcionários ativos em relação à população, composição do funcionalismo municipal (tipo de cargos, escolaridade), gastos com pessoal; [c] Composição do secretariado municipal, com informação sobre a filiação partidária, informações biográficas, carreira, período de titularidade na secretaria [d] Finanças municipais: receita, investimentos, transferências constitucionais e voluntárias; [e] demográficos: população, proporção de população urbana, IDH, Índice Gini; [f] políticas públicas: Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), existência de plano diretor, lei de zoneamento, regularização fundiária, lei do solo, licenciamento ambiental, Conselhos de política urbana, habitação e meio-ambiente e seu funcionamento, consórcios inter-municipais, comitês de bacias hidrográficas, segurança [g] respostas do sistema de justiça à corrupção política de autoridades municipais (incluindo ações do Poder Judiciário, Ministério Público, Tribunais de Contas e polícias..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Andre Luiz Marenco dos Santos - Coordenador / Maria Izabel Noll - Integrante / Luciano Da Ros - Integrante / Manoel Passos - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2009 - Atual
Reformas eleitorais em perspectiva comparada: Path-dependency, competição partidária e engenharia institucional
Descrição: Esta investigação pretende explicar dois conjuntos de questões relacionados à escolha de regras eleitorais e seus efeitos sobre a competição partidária: [1] sob que condições poliarquias promovem reformas nas regras que regulam a competição eleitoral? Trata-se de entender que fatores condicionam a decisão por determinada fórmula eleitoral que irá influenciar, posteriormente, a distribuição de preferências do eleitorado? Se fórmulas eleitorais, uma vez adotadas e postas em operação, exercem efeitos consistentes sobre estratégias de partidos e eleitores, como explicar a escolha original por diferentes modelos de conversão de votos em cadeiras legislativas? [2] Paralelo, trata-se de mensurar as consequências efetivas provocadas pela mudança no status quo institucional, após a introdução de novas regras eleitorais, sobre a competição eleitoral e a configuração de sistemas partidários. Esta pesquisa procura examinar em que medida a adoção de mudanças nas instituições eleitorais está condicionada pela [i] configuração prévia do status quo institucional, significando que reformas, quando aprovadas tendem a adquirir escopo incremental, sendo influenciadas pelas regras em vigor. Isto implica que reformas eleitorais seguiriam um padrão path-dependent: reformas eleitorais seriam menos prováveis quanto maior o tempo de duração do regime político e do modelo eleitoral prévio e, quando adotadas, apresentariam margens de inovação constrangidas pelo formato institucional anterior. Paralelo, pretende-se mensurar a medida em que mudanças prévias [ii] nos padrões de competição eleitoral e [iii] no desempenho da economia, são capazes de alterar estruturas de incentivos produzidos pelo status quo, reduzindo a incerteza e os custos de transação para a adoção de estratégias de reforma eleitoral. Pretende-se considerar a interação entre a configuração prévia (duração do regime e das instituições eleitorais), mudanças contextuais (competiç.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2013
Partidos e seleção de carreiras políticas em pespectiva comparada: Padrões partidários de recrutamento legislativo na Argentina, Brasil, Chile e Uruguay
Descrição: Que condições favorecem o controle partidário sobre oportunidades de ingresso e circulação nas carreiras políticas e a escolha dos candidatos que irão ocupar cadeiras legislativas? Para responder a esta questão a pesquisa pretende investigar o recrutamento legislativo e os padrões de carreira política dos deputados nacionais eleitos na Argentina, Brasil, Chile e Uruguay, entre 1993 e 2008. O período escolhido compreende pelo menos 4 legislaturas em cada um dos casos nacionais analisados e permite a identificação de padrões partidários de recrutamento legislativo, bem como a análise longitudinal do impacto das mudanças produzidas pelo incremento da competição eleitoral e a conquista de governos nacionais por partidos de esquerda ou centro-esquerda sobre estes padrões. Os objetivos específicos que orientam esta pesquisa são: [1] Identificar padrões partidários de recrutamento legislativo associados a: [a] controle partidário sobre o recrutamento, através de seleção endógena de carreiras legislativas, caracterizada por vínculos estáveis de lealdade partidários, identificados através do tempo de militância partidária dos eleitos, isolado através de filiação antiga e prévia ao início da ocupação de cargos públicos; [b] carreiras políticas laterais baseadas em reputações personalizadas, trajetórias descontínuas, e vínculos partidários breves e frágeis. [2] Examinar mudanças longitudinais nos padrões partidários de recrutamento legislativo, associados à competição eleitoral e a conquista de governos nacionais por partidos de esquerda. [3] Testar modelo explicativo para interpretar os diferentes padrões partidários observados, centrado nas estratégias partidárias de seleção de candidatos e recrutamento político, diferenciadas segundo [a] posição ideológica e bases sociais de recrutamento, [b] tempo de existência de cada organização partidária e [c] momento de acesso a postos executivos nacionais e mudanças provocadas nestes partidos após experiências govern.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Andre Luiz Marenco dos Santos - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 12 / Número de orientações: 2
2003 - 2010
Votos, carreiras políticas e fidelidade partidária entre deputados brasileiros
Descrição: Esta pesquisa pretende explicar a adoção de estratégias de fidelidade ou infidelidade partidária, orientada pela hipótese que quanto mais estável e previsível for o comportamento de eleitores de um determinado parlamentar, maior o custo para a infidelidade e, portanto, menor a probabilidade que este mude de partido. Procedimentos operacionais 1. Exame da trajetória legislativa dos deputados federais eleitos para a legislatura 1999-2003, considerando a filiação partidária durante o mandato. 2. Reconstituição da distribuição espacial de votos de cada deputado, em 1998 e 2002 (neste caso para os que se candidataram à reeleição) 3. Identificação de padrões de (a) distribuição eleitoral [concentração/dispersão de eleitores], (b) volatilidade eleitoral entre as duas eleições e (c) congruência de votos partidários [eleições majoritárias, legislativas federais e estaduais] nos municípios dos diferentes redutos 4. Verificar a existência de conexão entre diferentes padrões de comportamento e distribuição do eleitorado, com estratégias parlamentares de lealdade ou migração partidária..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Andre Luiz Marenco dos Santos - Coordenador / Alessandro Dolácio - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 25 / Número de orientações: 1
2002 - 2004
Legislativos Federais em Perspectiva Comparada: recrutamento parlamentar na Argentina, Brasil, Chile e México
Descrição: O propósito desta pesquisa consiste em examinar as diferenças nos padrões de recrutamento parlamentar em legislativos federais na América Latina. Pretende-se reconstituir distintas estruturas de oportunidades oferecidas para a mobilidade na carreira política e a presença de uma representação parlamentar treinada e experimentada em funções partidárias e congressuais nacionais, nos legislativos federais de Argentina, Brasil, Chile e México. O recrutamento parlamentar e a experiência política das representações federais serão analisados considerando-se três dimensões: (1) a estabilidade na ocupação de cadeiras legislativas federais; (2) a circulação entre as arenas executiva e legislativa, ao longo da trajetória política dos parlamentares e , (3) a contribuição relativa de circunscrições regionais na formação das bancadas partidárias federais. A hipótese que orienta a investigação é que maior continuidade na distribuição de postos parlamentares federais, trajetórias legislativas e congruência na distribuição regional das bancadas partidárias podem indicar a presença de condições mais favoráveis à formação de uma elite parlamentar com vínculos de compromisso preferenciais à instituição legislativa. Por fim, pretende-se cotejar os padrões de recrutamento parlamentar observados com [a] mudanças institucionais, buscando isolar seu impacto sobre o perfil dos parlamentares recrutados; e [b] a relação entre os recursos constitucionais e a influência desempenhada pelos legislativos nos respectivos sistemas políticos nacionais (Shugart & Carey, 1992; Morgenstern & Nacif, 2002), com vistas a responder se uma maior relevância institucional legislativa oferece incentivos para a busca e permanência em postos parlamentares..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Andre Luiz Marenco dos Santos - Coordenador / Roberta Mallmann - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 5
2001 - 2002
O Comportamento Político Eleitoral de Porto Alegre
Descrição: ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Andre Luiz Marenco dos Santos - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 2
1996 - 2002
Mudanças no Perfil dos Deputados Federais brasileiros (1946-2002)
Descrição: Mudanças nos padrões de recrutamento legislativo, ingresso e mobilidade na carreira política a partir do exame das trajetórias políticas de deputados federais eleitos entre 1946-2002.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Andre Luiz Marenco dos Santos - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 15 / Número de orientações: 7
1995 - 1998
O Poder Legislativo na Perspectiva dos deputados gaúchos
Descrição: ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Andre Luiz Marenco dos Santos - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 7


Membro de comitê de assessoramento


2011 - Atual
Agência de fomento: (CAPES) Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior


Revisor de periódico


2000 - Atual
Periódico: Dados (Rio de Janeiro)
2001 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Ciências Sociais
2007 - Atual
Periódico: Revista de Ciencia Política (Santiago)
2003 - Atual
Periódico: Teoria & Sociedade (UFMG)
2004 - Atual
Periódico: Revista de Sociologia e Política
2004 - Atual
Periódico: Opinião Pública (UNICAMP)
2008 - Atual
Periódico: Estudos Históricos (Rio de Janeiro)
2012 - Atual
Periódico: BRAZILIAN POLITICAL SCIENCE REVIEW


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo/Especialidade: Instituições Governamentais Específicas.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo/Especialidade: Sistemas Governamentais Comparados.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político/Especialidade: Estudos Eleitorais e Partidos Políticos.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político/Especialidade: Comportamento Legislativo.


Idiomas


Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2017
Medalha do Exército, Exército Brasileiro.
2016
Comendador da Ordem do Mérito Aeronáutico, Ministério da Defesa - Comando da Aeronáutica.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Outras
Total de trabalhos:50
Total de citações:665
André Marenco  Data: 17/11/2016

Artigos completos publicados em periódicos

1.
2Marenco, André2018Marenco, André. Reformas Eleitorais em Perspectiva Comparada. REVISTA DO TRE-RS, v. 23, p. 21-47, 2018.

2.
1Marenco, André2018Marenco, André; STROHSCHOEN, M. T. B. . Cada uno en su lugar? Un análisis de la producción científica sobre políticas públicas en el Brasil (1996-2016). Estado Abierto. Revista sobre el Estado, la administración y las políticas públicas, v. 3, p. 47-75, 2018.

3.
4Marenco, André2017Marenco, André; STROHSCHOEN, M. T. B. ; JONER, W. . Capacidade estatal, burocracia e tributação nos municípios brasileiros. Revista de Sociologia e Política, v. 25, p. 3-21, 2017.

4.
3Marenco, André2017Marenco, André. Burocracias Profissionais Ampliam Capacidade Estatal para Implementar Políticas? Governos, Burocratas e Legislação em Municípios Brasileiros. DADOS - REVISTA DE CIÊNCIAS SOCIAIS, v. 60, p. 1025-1058, 2017.

5.
5MADEIRA, R. M.2016MADEIRA, R. M. ; Marenco, André . Os desafios da internacionalização: mapeando dinâmicas e rotas da circulação internacional. Revista Brasileira de Ciência Política - RBCP, p. 47-74, 2016.

6.
6Marenco, André2015Marenco, André. When Institutions Matter: CAPES and Political Science in Brazil. Revista de Ciencia Política (Santiago. en Línea), v. 35, p. 33-46, 2015.

7.
7Marenco, André2014Marenco, André. The Three Achilles' Heels of Brazilian Political Science. Brazilian Political Science Review, v. 8, p. 3-38, 2014.

8.
8Santos, André Marenco dos2013Santos, André Marenco dos. Topografia do Brasil profundo: votos, cargos e alinhamentos nos municípios brasileiros. Opinião Pública (UNICAMP), v. 19, p. 01-20, 2013.

9.
9Santos, André Marenco dos2012Santos, André Marenco dos. Quando comparamos para explicar: desenhos de pesquisa e sequências temporais na investigação de instituições políticas. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso), v. 27, p. 203-217, 2012.

10.
11Marenco, André2012Marenco, André. Reformas eleitorais na América Latina: grandes expectativas, poucos casos, resultados perversos. Sociologias (UFRGS. Impresso), v. 14, p. 238-268, 2012.

11.
10Marenco, André2012Marenco, André; NOLL, Maria Izabel . Décadas de Michels: marcos contextuais e prazo de validade para a "lei de ferro". Revista de Sociologia e Política (UFPR. Impresso), v. 20, p. 63-72, 2012.

12.
13MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos2010 MARENCO DOS SANTOS, André. Quando leis não produzem os resultados esperados: financiamento eleitoral em perspectiva comparada. Dados (Rio de Janeiro. Impresso), v. 53, p. 821-853, 2010.

13.
12Santos, André Marenco dos2008Santos, André Marenco dos; Da Ros, Luciano . Caminhos que levam à Corte: carreiras e padrões de recrutamento dos ministros dos órgãos de cúpula do Poder Judiciário brasileiro (1829-2006). Revista de Sociologia e Política (UFPR. Impresso), v. 16, p. 131-149, 2008.

14.
14MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos2008MARENCO DOS SANTOS, André. Estudos de elites políticas explicam como instituições tornam-se instituições?. BIB. Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais, v. 65, p. 5-26, 2008.

15.
17Marenco, André2007 Marenco, André; SERNA, Miguel . Por que carreiras políticas na esquerda e na direita não são iguais? Recrutamento legislativo em Brasil, Chile e Uruguai. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso), v. 22, p. 93-113, 2007.

16.
16Santos, André Marenco dos2007Santos, André Marenco dos. Do electoral rules matter? Electoral list models and their effects on party competition and institutional performance. Dados (Rio de Janeiro. Impresso), v. 3, p. 1-2, 2007.

17.
20Marenco, André2006 Marenco, André. PATH-DEPENDENCY, INSTITUCIONES POLÍTICAS Y REFORMAS ELECTORALES EN PERSPECTIVA COMPARADA. Revista de Ciencia Política (Santiago. en Línea), v. 26, p. 53-75, 2006.

18.
18Santos, André Marenco dos2006 Santos, André Marenco dos ; MARENCO DOS SANTOS, André . Regras eleitorais importam? Modelos de listas eleitorais e seus efeitos sobre a competição partidária e o desempenho institucional. Dados (Rio de Janeiro. Impresso), v. 49, p. 721-749, 2006.

19.
19MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos2006MARENCO DOS SANTOS, André. Instituciones o cultura? de qué materia prima está hecha la legitimidad de las nuevas democracias. Desarrollo y Sociedad, v. 58, p. 261-289, 2006.

20.
15MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos2006MARENCO DOS SANTOS, André. Comparing houses of representatives: parliamentary recruitment in Argentina, Brazil, Chile and Mexico.. Teoria & Sociedade (UFMG), v. 2, p. Special Edition, 2006.

21.
24MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos2005MARENCO DOS SANTOS, André. Gobierno Lula, Coalición Legislativa y Apoyo Partidário. Boletín Brasil, Madrid, v. 2, n.2, 2005.

22.
25MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos2005MARENCO DOS SANTOS, André. Still a traditional political class? Patterns of parliamentary recruitment in Brazil (1946-2002). Canadian Journal of Latin American and Caribbean Studies, Ottawa, v. 30, n.60, p. 13-40, 2005.

23.
21MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos2004MARENCO DOS SANTOS, André. Democracia e valores cívicos: uma relação necessária?. Novos Estudos. CEBRAP, São Paulo, v. 69, p. 145-160, 2004.

24.
23MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos2004MARENCO DOS SANTOS, André. Le renouveau politique: carrières politiques et liens de parti au Brésil (1946-2002). Politique et Sociétés (Montréal), Montréal, v. 23, n.2/3, p. 109-133, 2004.

25.
26MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos2004MARENCO DOS SANTOS, André. Comparando Legislativos: Recrutamento Parlamentar na Argentina, no Brasil, no Chile e no México. Teoria & Sociedade (UFMG), Belo Horizonte, v. 11, n.2, p. 42-69, 2004.

26.
22MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos2003MARENCO DOS SANTOS, André. Partidos em carne e osso: votos e deputados nas eleições de 2002. Cadernos ADENAUER (São Paulo), Rio de Janeiro, v. IV, n.01, p. 21-37, 2003.

27.
29Santos, André Marenco dos2001Santos, André Marenco dos. Sedimentação de lealdades partidárias no Brasil: tendências e descompassos. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso), São Paulo, v. 16, n.45, p. 69-83, 2001.

28.
27MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos2001MARENCO DOS SANTOS, André. Experiência Política e Liderança Legislativa na Câmara dos Deputados. Novos Estudos. CEBRAP, São Paulo, v. 59, p. 153-171, 2001.

29.
28MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos2001MARENCO DOS SANTOS, André. Fides Implicita: Candidatos religiosos nas eleições de 2000 em Porto Alegre. Debates do NER (UFRGS), Porto Alegre, v. 2/3, p. 101-110, 2001.

30.
30MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos2000MARENCO DOS SANTOS, André. Barreiras alfandegárias ou livre-comércio: a ciência política e suas fronteiras. Cadernos de Ciência Política, Porto Alegre, v. 14, p. 03-19, 2000.

31.
31MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos1998MARENCO DOS SANTOS, André. A opinião pública existe?. Finanças Em Linha, Porto Alegre, v. 3, n.11, p. 14-14, 1998.

32.
33MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos1997 MARENCO DOS SANTOS, André. Nas fronteiras do campo político: raposas e ousiders no Congresso Nacional. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 33, p. 87-101, 1997.

33.
32MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos1997MARENCO DOS SANTOS, André. A revanche da fortuna. Cadernos do Aplicação (UFRGS), Porto Alegre, v. 10, n.2, p. 221-232, 1997.

34.
34MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos1997MARENCO DOS SANTOS, André. Para não levar perro-gato por lebre. O que realmente aprendemos comparando países?. Humanas (Porto Alegre), Porto Alegre, v. XX, p. XX, 1997.

35.
36MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos1995MARENCO DOS SANTOS, André. Cidadania Perversa. Revista de Ciências Humanas (Florianópolis), Florianópolis, v. 13, n.17 e 18, p. 09-28, 1995.

36.
35MARENCO DOS SANTOS, André;Marenco, André;Santos, André Marenco dos1995MARENCO DOS SANTOS, André. A representação esvaziada. Cadernos de Ciência Política, Porto Alegre, v. 01, p. 07-21, 1995.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
Marenco, André; NOLL, Maria Izabel (Org.) . A política, as políticas e os controles. Como são governadas as cidades brasileiras. 1. ed. Porto Alegre: Tomo Editorial, 2018. v. 1. 216p .

2.
Marenco, André. Os Eleitos: Representação e carreiras políticas em democracias http://books.scielo.org/id/bfwrk. 1. ed. Porto Alegre: UFRGS, 2013. v. 1. 232p .

3.
Santos, André Marenco dos; GRILL, I. (Org.) ; SEIDL, E. (Org.) ; SOUZA, C. (Org.) . Peças e Engrenagens dos Jogos Políticos no Brasil. 1. ed. São Leopoldo/São Luis: Oikos/EdUfma, 2012. v. 1. 356p .

4.
MARENCO DOS SANTOS, André; PINTO, Celi Regina Jardim (Org.) . Partidos no Cone Sul: novos ângulos de pesquisa. Rio de Janeiro: Fundação Konrad Adenauer, 2002. v. 01.

Capítulos de livros publicados
1.
Marenco, André. Local Governments, Brazil. In: A. Farazmand (ed.). (Org.). Global Encyclopedia of Public Administration, Public Policy, and Governance. 1ed.Basel: Springer International Publishing, 2019, v. 1, p. 1-6.

2.
NOLL, Maria Izabel ; Marenco, André . O que sabemos e o que ainda não sabemos sobre política municipal?. In: MARENCO, André; NOLL, Maria Izabel. (Org.). A política, as políticas e os controles. Como são governadas as cidades brasileiras.. 1ed.Porto Alegre: Tomo Editorial, 2018, v. 1, p. 11-30.

3.
Marenco, André; STROHSCHOEN, M. T. B. . Abrindo a caixa-preta da gestão municipal: variações no perfil de burocracias governamentais locais. In: MARENCO, André; NOLL, Maria Izabel. (Org.). A política, as políticas e os controles. Como são governadas as cidades brasileiras. 1ed.Porto Alegre: Tomo Editorial, 2018, v. 1, p. 49-64.

4.
Marenco, André. Cinco décadas de Ciência Política no Brasil: institucionalização e pluralismo. In: AVRITZER, Leonardo; MILANI, C.; BRAGA, Maria do Socorro. (Org.). A ciência política no Brasil: 1960-2015. 1ed.Rio de Janeiro: FGV Editora, 2016, v. 1, p. 141-162.

5.
Marenco, André; NOLL, Maria Izabel . Décadas de Michels: Marcos contextuais e prazo de validade para a Lei de Ferro. In: TAVARES DOS REIS, Eliana; GRILL, Igor. (Org.). Estudos sobre Elites Políticas e Culturais. Vol 2: Reflexões e aplicações não canônicas.. 2ed.São Luis: Edufma, 2016, v. 2, p. 91-96.

6.
MARENCO DOS SANTOS, André. Voto Facultativo: Muito barulho por pouco. In: IANONI, Marcus. (Org.). Reforma política democrática: temas, atores e desafios. 1ed.São Paulo: Perseu Abramo, 2015, v. , p. 211-217.

7.
Santos, André Marenco dos. As duas caudas de Gauss: minorias, protesto e representação política. In: Antonio David Cattani. (Org.). # Protestos: análises de ciências sociais. 1ed.Porto Alegre: Tomo Editorial, 2014, v. , p. 31-40.

8.
Marenco, André. O que podemos explicar estudando carreiras políticas?. In: André Marenco. (Org.). Os Eleitos: Representação e carreiras políticas em democracias. 1ed.Porto Alegre: UFRGS, 2013, v. 1, p. 31-51.

9.
Marenco, André. Financiamento Eleitoral em Perspectiva Comparada. In: Leonardo Avritzer. (Org.). Experiência Democrática, Sistema Político e Participação Popular. 1ed.São Paulo: Perseu Abramo, 2013, v. , p. 21-33.

10.
Santos, André Marenco dos. Apresentação. In: MARENCO DOS SANTOS, A; GRILL, I; SEIDL, E; SOUZA, C.. (Org.). Peças e Engrenagens dos Jogos Políticos no Brasil. 1ed.São Leopoldo/São Luis: Oikos/EdUfma, 2012, v. 1, p. 7-15.

11.
Marenco, André. Quando trocar de partido pode não ser um bom negócio: migrações na Câmara dos Deputados, 1987-2002. In: Rachel Meneguello. (Org.). O Legislativo Brasileiro: Funcionamento, Composição e Opinião Pública. 1ed.Brasilia: Senado Federal, 2012, v. , p. 155-177.

12.
Marenco, André. Uma nota sobre usos e não usos da comparação. In: GEARY, Mirta; LUCCA, Juan; PINILLOS, Cintia. (Org.). Tendencias en la producción del conocimiento sobre politica comparada en America Latina. 1ed.Rosario: Ediciones del Reves, 2011, v. , p. 163-170.

13.
MARENCO DOS SANTOS, André. Três Décadas de Comparação na América Latina: muitas perguntas, poucas respostas. In: Diego Gantus. (Org.). L Enseñanza de la Ciencia Politica en Universidades de América Latina. 1ed.Rosario: Ciudad Gotica, 2010, v. , p. 137-154.

14.
MARENCO DOS SANTOS, André. Reformas electorales en America Latina: condiciones y resultados de los cambios en las reglas de competencia. In: FONTAINE, Arturo; LARROULET, Cristian; NAVARRETE, Jorge; WALKER, Ignacio. (Org.). Reforma del sistema electoral chileno. 1ed.Santiago: PNUD, 2009, v. , p. 105-137.

15.
MARENCO DOS SANTOS, André. Voto em dois tempos: notas sobre as eleições de 2008 em Porto Alegre. In: Baquero, Marcello ; Cremonese, Dejalma. (Org.). Eleições Municipais 2008. Uma análise do comportamento eleitoral brasileiro. 1ed.Ijuí: Editora Unijuí, 2009, v. , p. 67-81.

16.
MARENCO DOS SANTOS, André. Desempenho eleitoral, voto partidário e responsabilização nas eleições legislativas brasileiras. In: Inacio, Magna; Renno, Lucio. (Org.). Legislativo Brasileiro em Perspectiva Comparada. 1ed.Belo Horizonte: UFMG, 2009, v. , p. 293-312.

17.
MARENCO DOS SANTOS, André. Despacio se llega lejos? La transición para la democracia en el Brasil En perspectiva comparada. In: Alcántara Sáez, Manuel; Ranulfo Melo, Carlos. (Org.). La Democracia brasileña: balance y perspectivas para el siglo XXI. Salamanca: Ediciones Universidad Salamanca, 2008, v. , p. -.

18.
MARENCO DOS SANTOS, André. Financiamento de campanhas eleitorais. In: AVRITZER, Leonardo; BIGNOTTO, Newton; GUIMARÃES, Juarez; STARLING, Heloísa. (Org.). Corrupção: ensaios e críticas. Belo Horizonte: UFMG, 2008, v. , p. 381-387.

19.
MARENCO DOS SANTOS, André. Devagar se vai ao longe? a transição para a democracia no Brasil em perspectiva comparada. In: Carlos Ranulfo Melo; Manuel Alcántara. (Org.). A Democracia Brasileira. Balanço e perspectivas para o século 21. 1ed.Belo Horizonte: UFMG, 2007, v. , p. 73-105.

20.
MARENCO DOS SANTOS, André. Regras eleitorais, deputados e fidelidade partidária. In: Gláucio Dillon Soares; Lúcio Rennó. (Org.). Reforma Política. Lições da História Recente. Rio de Janeiro: FGV, 2006, v. , p. 176-192.

21.
MARENCO DOS SANTOS, André. Migração partidária. In: AVRITZER, Leonardo; ANASTASIA, Fátima. (Org.). Reforma Política no Brasil. Belo Horizonte: UFMG/PNUD, 2006, v. , p. -.

22.
MARENCO DOS SANTOS, André. No futuro do pretérito: as profecias não cumpridas para a democracia brasileira. In: Schüller, F.; Axt, Gunter. (Org.). Brasil Contemporâneo: crônicas de um país incógnito. 1ed.Porto Alegre: Artes e Ofícios, 2006, v. , p. 29-51.

23.
MARENCO DOS SANTOS, André. As tentações de Procusto: usos e abusos de Gramsci. In: Marques, J. Luis; Vares, Luis Pilla. (Org.). Gramsci: cem anos de um pensamento vivo. Porto Alegre: Palmarinca, 1991, v. , p. 85-90.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
MARENCO DOS SANTOS, André. Vem aí uma era conservadora?. Zero Hora, Porto Alegre, p. 5 - 5, 06 nov. 2010.

2.
MARENCO DOS SANTOS, André. Como controlar a corrupção eleitoral?. Zero Hora, Porto Alegre, p. 15 - 15, 21 out. 2009.

3.
MARENCO DOS SANTOS, André. Enxugando gelo (Dossiê Corrupção). Estado de Minas, Belo Horizonte, p. 14 - 15, 10 out. 2009.

4.
MARENCO DOS SANTOS, André. Os neo-oligarcas e a reforma política. Zero Hora, Porto Alegre, p. 15 - 15, 26 maio 2009.

5.
MARENCO DOS SANTOS, André. Obama e o teste da democracia americana. Jornal da Universidade, Porto Alegre, p. 4 - 4, 14 jul. 2008.

6.
MARENCO DOS SANTOS, André. Porque alguns países tem mais corrupção do que outros?. Dossiê Revista da Associação dos Juízes do RS, Porto Alegre, 17 dez. 2007.

7.
MARENCO DOS SANTOS, André. Os novos desafios de Yeda. Zero Hora, Porto Alegre, p. 27, 31 out. 2006.

8.
MARENCO DOS SANTOS, André. A revanche dos profanos. Arquipélago, Porto Alegre, 15 jul. 2006.

9.
MARENCO DOS SANTOS, André. Caixa-preta. Zero Hora, Porto Alegre, p. 17 - 17, 12 mar. 2006.

10.
MARENCO DOS SANTOS, André. É possível ver democracia no futuro do Brasil?. Arquipélago, Porto Alegre, , v. 3, p. 16 - 18, 01 out. 2005.

11.
MARENCO DOS SANTOS, André. Os focos da corrupção no Brasil. Jornal da Universidade, Porto Alegre, , v. VII-78, p. 15 - 15, 04 jul. 2005.

12.
MARENCO DOS SANTOS, André. Os erros do PT e os focos da corrupção no Brasil. Extra-Classe, Porto Alegre, , v. 93, 01 jul. 2005.

13.
MARENCO DOS SANTOS, André. Quem não sabe porque perde, não saberá ganhar novamente. Cadernos da Cidade, Porto Alegre, 20 dez. 2004.

14.
MARENCO DOS SANTOS, André. Por que os partidos parecem iguais?. Jornal da Universidade, Porto Alegre, , v. VI-73, p. 02 - 02, 01 out. 2004.

15.
MARENCO DOS SANTOS, André. A aldeia irredutível. Zero Hora, Porto Alegre, 26 dez. 1998.

16.
MARENCO DOS SANTOS, André. Em algum lugar do passado: a política gaúcha não é mais a mesma. Utopia, Porto Alegre, p. 19, 19 jul. 1994.

17.
MARENCO DOS SANTOS, André. Efeitos colaterais e contra-indicações do voto distrital. Utopia, Porto Alegre, 19 ago. 1993.

18.
MARENCO DOS SANTOS, André. Comentários sobre 'Razões da Desordem'. Utopia, Porto Alegre, 20 jul. 1993.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
Marenco, André; STROHSCHOEN, M. T. B. ; JONER, W. . Para além de sístoles e diástoles: capacidade estatal, receita e policies nos municípios brasileiros. In: 10º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2016, Belo Horizonte. 10º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política. Belo Horizonte: ABCP, 2016. v. 1. p. 1-33.

2.
MARENCO DOS SANTOS, André. Reformas Electorales en America Latina: condiciones y resultados de los cambios en las reglas de la competición. In: Seminário Internacional Reformas a Sistemas Electorales, 2008, Santiago. Reformas a Sistemas Electorales. Santiago: PNUD/CEP/CIEPLAN/IDEA/Libertad y Desarrollo/Proyect America, 2008.

3.
MARENCO DOS SANTOS, André. Mas allá de la inginieria institucional: las reformas electorales en America Latina han producido los efectos esperados?. In: 2 Congreso Asociación Uruguaya de Ciencia Politica, 2008, Montevideo. 2 Congreso Asociación Uruguaya de Ciencia Politica. Montevideo: AUCIP, 2008.

4.
MARENCO DOS SANTOS, André. Sistema Partidário Brasileiro no Contexto Pós-Eleitoral. In: Seminário Reforma Política no Brasil, 2007, Goiânia. Seminário Reforma Política no Brasil. Goiânia: Universidade Federal de Goiás, 2007.

5.
MARENCO DOS SANTOS, André. Cuando la orden de los factores cambia el producto: secuencias temporales en los estudios comparados. In: Los aportes de la perspectiva comparada al estudio de los procesos políticos latinoamericanos contemporáneos, 2007, Rosario. REd de Politica Comparada. Rosario: Universidad Nacional de Rosario, 2007.

6.
MARENCO DOS SANTOS, André; ROS, L. DA . Caminhos que levam à Corte: carreiras e padrões de recrutamento dos ministros dos órgãos de cúpula do Judiciário. In: 31º Encontro Anual da Anpocs, 2007, Caxambú. 31º Encontro Anual da Anpocs. São Paulo: Anpocs, 2007.

7.
MARENCO DOS SANTOS, André. Se instituições ou cultura explicam, é preciso explicar instituições e cultura. In: 31º Encontro Anual da Anpocs, 2007, Caxambú. 31 Encontro Anual Anpocs. São Paulo: Anpocs, 2007.

8.
MARENCO DOS SANTOS, André. Reglas electorales, competición intra-partidista e reclutamiento legislativo en Brasil. In: Red de Politica Comparada, 2006, Rosario. Red de Politica Comparada, 2006.

9.
MARENCO DOS SANTOS, André; SERNA, Miguel . Cambian las elites cuando la izquierda llega al gobierno? Patrones partidarios de reclutamiento parlamentario en Brasil, Chile y Uruguay. In: IIIº Congresso Latinoamericano de Ciência Política, ALACIP, 2006, Campinas. IIIº Congresso Latinoamericano de Ciência Política, ALACIP.

10.
MARENCO DOS SANTOS, André. Path-dependency, Instituições políticas e reforma eleitoral em perspectiva comparada. In: 5º Encontro ABCP, 2006, Belo Horizonte. 5º Encontro ABCP. Belo Horizonte: UFMG/ABCP.

11.
SERNA, Miguel ; MARENCO DOS SANTOS, André . El cambio ideológico ? electoral contribuye a la rotación de las elites políticas? Izquierdas y derechas en los congresos brasileño, chileno y uruguayo. In: 1er Congreso Uruguayo de Ciencia Política, 2006, Montevideo. 1er Congreso Uruguayo de Ciencia Política. Montevideo, 2006. v. 1.

12.
MARENCO DOS SANTOS, André; SERNA, Miguel . Do left and right have the same elites parliamentary recruitment? A comparative study of Brazil, Chile and Uruguay. In: VIII Congreso Asociación Chilena Ciencia Politica, 2006, Santiago. Pensar la Democracia VIII Congreso Asociación Chilena Ciencia Politica. Santiago: Asociación Chilena Ciencia Politica, 2006.

13.
MARENCO DOS SANTOS, André. Listas eleitorais e competição partidária em perspectiva comparada. In: 29º Encontro Anual da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciências Sociais (ANPOCS), 2005, Caxambú. 29º Encontro Anual da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciências Sociais (ANPOCS), 2005.

14.
MARENCO DOS SANTOS, André. Reforma política, partidos e regras eleitorais no Brasil. In: Conferência Internacional sobre Reforma Política: Desafios e Perspectivas do Fortalecimento das Instituições Políticas Brasileiras, 2005, Brasília, 2005.

15.
MARENCO DOS SANTOS, André. Democracias, realmente, precisam de valores cívicos para funcionar?. In: IV Encontro da A~BCP, 2004, Rio de Janeiro. IV Encontro da ABCP, 2004.

16.
MARENCO DOS SANTOS, André. Listas electorales y sus efectos sobre los sistemas partidários en América Latina. In: II Congreso Latinoamericano de Ciencia Politica, 2004, Mexico. II Congreso Latinoamericano de Ciencia Politica, 2004.

17.
MARENCO DOS SANTOS, André. Instituciones políticas, competición electoral y partidos en Brasil. In: Seminário Internacional Cambios en Democracia: Nuevos sujetos Políticos y Sociales, 2004, Montevideo. Seminário Internacional Cambios en Democracia: Nuevos sujetos Políticos y Sociales.

18.
MARENCO DOS SANTOS, André. Instituições políticas, eleições e partidos no Brasil. In: Cambios en Democracia: Nuevos sujetos Políticos y Sociales, 2004, Montevideo. Cambios en Democracia, 2004. v. 1.

19.
MARENCO DOS SANTOS, André. Legislativos federais em perspectiva comparada: Argentina, Brasil, Chile e México. In: XXVI Encontro Anual da ANPOCS 2002, 2002, ´Caxambú. XXVI Encontro Anual da ANPOCS. Caxambú: Anpocs, 2002.

20.
MARENCO DOS SANTOS, André. Migração e lealdade partidária entre os deputados brasileiros. In: XXIV Encontro Anual da ANPOCS, 2000, Petrópolis. XXIV Encontro Anual da ANPOCS, 2000.

21.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleições Municipais: padrões e tendências. In: Seminário Partidos e Eleições no Cone Sul: tradições e câmbios, 2000, Porto Alegre, 2000.

22.
MARENCO DOS SANTOS, André. Carreiras políticas e vínculos partidários entre deputados brasileiros (1946-1994). In: I Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 1998, Rio de Janeiro, 1998.

23.
MARENCO DOS SANTOS, André. Carreiras políticas e vínculos partidários entre deputados brasileiros. In: III Seminário Nacional sobre Comportamento Político, 1997, Florianópolis. Cadernos de Resumos. Florianópolis: UFSC, 1997. v. 1. p. 32.

24.
MARENCO DOS SANTOS, André. Representação Perversa: competição eleitoral e partidos no Brasil dos Anos 90. In: Seminário Internacional Reforma Eleitoral y Consolidación Democrática, 1995, Montevideo. Seminário Internacional Reforma Eleitoral y Consolidación Democrática, 1995.

25.
MARENCO DOS SANTOS, André. Topografia do Voto: a influência do poder local na competição por uma cadeira no Legislativo do RGS. In: III Jornada Investigación del Grupo Montevideo, 1995, Concórdia, 1995.

26.
MARENCO DOS SANTOS, André. Recrutamento e desempenho parlamentar. In: II Jornada Investigación del Grupo Montevideo, 1994, 1994.

27.
MARENCO DOS SANTOS, André. Imagens da representação política. In: I Jornada de Pesquisa da Asociación de Universidade Grupo Montevideo, 1993, Santa Maria. Anais. Santa Maria: UFSM, 1993. v. 1.

28.
MARENCO DOS SANTOS, André; MOURA, M. S. S. . Perspectivas de Democratização da Gestão Municipal. In: XIV Encontro Associação Nacional de Pós-Graduação em Administração, 1990, Florianópolis. 14º ENANPAD. Belo Horizonte: Anpad, 1990. v. 8.

29.
MARENCO DOS SANTOS, André; MOURA, M. S. S. . Gestão Municipal com Participação Popular: limites e possibilidades. In: XII Encontro Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciências Sociais, 1989, Caxambú, 1989.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleitorados estáveis inibem deputados infiéis? Votos e carreiras na Câmara dos Deputados (1986/1998). In: XXV Encontro Anual da ANPOCS, 2001, Caxambú. XXV Encontro Anual da ANPOCS 2001. São Paulo: Anpocs, 2001. p. 111-111.

Apresentações de Trabalho
1.
MARENCO DOS SANTOS, André; Ministra Carmen Lúcia (STF) ; Deputado Aldo Rebelo . Fidelidade partidária e cláusula de barreira. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções bibliográficas
1.
MARENCO DOS SANTOS, André. Prefácio "Quem Governa?". Curitiba, 2007. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

2.
MARENCO DOS SANTOS, André. Porto Alegre 2001: a força da rotina. Belo Horizonte 2001 (artigo revista eletrônica).

3.
MARENCO DOS SANTOS, André. PFL: muita disciplina e pouca coesão. Belo Horizonte 2000 (artigo revista eletrônica).

4.
MARENCO DOS SANTOS, André. O previsível eleitor de Porto Alegre. Belo Horizonte 2000 (artigo revista eletrônica).

5.
MARENCO DOS SANTOS, André. Não se fazem mais oligarquias como antigamente: recrutamento parlamentar, experiência política e vínculos partidários entre deputados brasileiros (1946-1998) 2000 (Tese Doutorado).

6.
MARENCO DOS SANTOS, André. Imagens da Representação Política: o Poder Legislativo na Perspectiva dos Deputados do RGS 1993 (Dissertação Mestrado).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad Hoc CNPq - Janeiro. 2009.

2.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad Hoc CNPq - Março. 2009.

3.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad Hoc CNPq - Abril. 2009.

4.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad hoc CNPq Junho. 2009.

5.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad Hoc CNPq - Julho. 2009.

6.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria A|d Hoc CNPq - Agosto. 2009.

7.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad Hoc CNPq - Janeiro. 2008.

8.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad Hoc CNPq Março. 2008.

9.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad Hoc CNPq - Abril. 2008.

10.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad Hoc CNPq - Junho. 2008.

11.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad Hoc Agencia Nacional Investigación y Inovación. 2008.

12.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad Hoc CNPq - Maio. 2007.

13.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad Hoc CNPq - Maio. 2007.

14.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad Hoc CNPq - Setembro. 2007.

15.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad Hoc CNPq - Outubro. 2007.

16.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad Hoc CNPq. 2005.

17.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria Ad Hoc CAPES. 2005.

18.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria ad hoc CNPQ. 2004.

19.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria ad hoc CNPQ. 2004.

20.
MARENCO DOS SANTOS, André. Consultoria ad hoc CNPQ. 2004.

Trabalhos técnicos
1.
Marenco, André. Parecer para Revista de Sociologia e Política. 2019.

2.
Marenco, André. Parecer Revista de Sociologia e Política. 2018.

3.
Marenco, André. Parecer para Brazilian Political Science Review. 2018.

4.
Marenco, André. Parecer para Latin American Research Review. 2018.

5.
Marenco, André. Parecer para Urbe - Revista Brasileira de Gestão Urbana. 2018.

6.
Marenco, André. Parecer para Revista do Serviço Público. 2018.

7.
Marenco, André. Parecer Revista de Sociologia e Política. 2017.

8.
Marenco, André. Parecer Revista Colombia Internacional. 2017.

9.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer Revista de Ciência Política. 2008.

10.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer Revista Estudos Históricos. 2008.

11.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer Revista de Sociologia e Política. 2008.

12.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer Revista Debates. 2008.

13.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer revista Dados - Maio. 2007.

14.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer Revista de Ciencia Politica. 2007.

15.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer Revista Opinião Pública. 2007.

16.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer Revista Dados - Dezembro. 2007.

17.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer para a revista DADOS. 2005.

18.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer para a Revista Opinião Pública. 2005.

19.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer para a revista Teoria & Sociedade. 2005.

20.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer para a revista DADOS. 2005.

21.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer para a Revista Brasileira de Ciências Sociais. 2004.

22.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer para a revista Teoria e Sociedade. 2004.

23.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer para a revista Sociologia e Política. 2004.

24.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer para a Revista Brasileira de Ciências Sociais. 2003.

25.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer para a revista Mediações. 2003.

26.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer para a Revista DADOS. 2003.

27.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer para a revista Sociologia e Política. 2003.

28.
MARENCO DOS SANTOS, André. Parecer para a revista Teoria e Sociedade. 2002.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2011. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

2.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2011. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

3.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2010. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

4.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2010. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

5.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2010. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

6.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2010. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

7.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

8.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

9.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

10.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

11.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

12.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

13.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

14.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

15.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

16.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

17.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

18.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

19.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

20.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

21.
MARENCO DOS SANTOS, André. Programa Polêmica. 2008. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

22.
MARENCO DOS SANTOS, André. TVE Programa Contraplano. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

23.
MARENCO DOS SANTOS, André. Jornal TVE. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

24.
MARENCO DOS SANTOS, André. Programa Polêmica. 2008. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

25.
MARENCO DOS SANTOS, André. Programa Polêmica. 2008. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

26.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2008. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

27.
MARENCO DOS SANTOS, André. Programa Polêmica. 2008. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

28.
MARENCO DOS SANTOS, André. Programa Polêmica. 2008. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

29.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2008. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

30.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2008. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

31.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2008. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

32.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2007. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

33.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2007. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

34.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2007. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

35.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2007. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

36.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2007. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

37.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2007. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

38.
MARENCO DOS SANTOS, André. Polêmica. 2007. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

39.
MARENCO DOS SANTOS, André. Conversas Cruzadas. 2007. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
Marenco, André. Presidencialismo sem coalizão?. 2018. (Publicação em jornal).

2.
Marenco, André. Todas as coalizões do presidente. 2017. (Publicação em jornal).

3.
Marenco, André. Tudo pode piorar. 2017. (Publicação em jornal).

4.
MARENCO DOS SANTOS, André. Teoria Política Contamporânea. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

5.
MARENCO DOS SANTOS, André. Estado, Governo e Sociedade - Módulo I. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

6.
MARENCO DOS SANTOS, André. Regras eleitorais, coligações e fidelidade partidária (Aula 6, Fundação Ulysses Guimarães. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).


Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
MARENCO DOS SANTOS, André. Entrevista para o JORNAL NACIONAL. 2006.

2.
MARENCO DOS SANTOS, André; PONT, Deputado Raul ; ROSADO, Deputado Berfran ; SCHULLER, Fernando . Fórum Social Mundial. 2005.

3.
MARENCO DOS SANTOS, André; SCHULLER, Fernando . A eleição para a Mesa da Câmara dos Deputados. 2005.

4.
MARENCO DOS SANTOS, André. A eleição para a Mesa da Câmara dos Deputados. 2005.

5.
MARENCO DOS SANTOS, André; AYDOS, Eduardo ; CARRION, Eduardo ; LIMA, Gilson . Reforma Política. 2005.

6.
MARENCO DOS SANTOS, André. Reforma Ministerial. 2005.

7.
MARENCO DOS SANTOS, André. Coalizões Governamentais. 2005.

8.
MARENCO DOS SANTOS, André. Crise política no Equador. 2005.

9.
MARENCO DOS SANTOS, André. As relações entre Brasil e Argentina. 2005.

10.
MARENCO DOS SANTOS, André. Corrupção no Brasil - Mesa redonda no Jornal da Cidadania - TVE. 2005.

11.
MARENCO DOS SANTOS, André. Corrupção no Governo Federal. 2005.

12.
MARENCO DOS SANTOS, André. Corrupção no Governo. 2005.

13.
MARENCO DOS SANTOS, André. Corrupção e Crise Política. 2005.

14.
MARENCO DOS SANTOS, André. Presidencialismo e Parlamentarismo. 2005.

15.
MARENCO DOS SANTOS, André. Corrupção. 2005.

16.
MARENCO DOS SANTOS, André. Crise Política e Anomia Social. 2005.

17.
MARENCO DOS SANTOS, André. Honestidade na vida pública. 2005.

18.
MARENCO DOS SANTOS, André. 7 de Setembro e crise política. 2005.

19.
MARENCO DOS SANTOS, André. Cassação do Deputado Roberto Jefferson. 2005.

20.
MARENCO DOS SANTOS, André. Crise política e cassação de parlamentares. 2005.

21.
MARENCO DOS SANTOS, André. Prévias do PT. 2005.

22.
MARENCO DOS SANTOS, André. Fidelidade Partidária. 2005.

23.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleição para a Presidência da Câmara dos Deputados. 2005.

24.
MARENCO DOS SANTOS, André; PUC, Flávio Silveira ; AYDOS, Eduardo ; PUC, Alvaro Severo . A crise política a partir do caso Waldomiro Diniz. 2004.

25.
MARENCO DOS SANTOS, André. 40 Anos do Golpe Militar de 1964. 2004.

26.
MARENCO DOS SANTOS, André; AJURIS, Denise Cesar ; MUNICIPAL, Nereu Davila Camara ; ROLIM, Marcos . Relatório PNUD Democracia na América Latina. 2004.

27.
MARENCO DOS SANTOS, André; KOUTZI, Deputado Flávio ; BOGO, Vicente ; MOURA, Paulo . Governo e oposição no Brasil. 2004.

28.
MARENCO DOS SANTOS, André; VIZENTINI, Paulo ; TAVARES, José ; SCHILLING, Voltaire . Antecedentes do Golpe de 1964. 2004.

29.
MARENCO DOS SANTOS, André; GONZALEZ, Rodrigo ; MOURA, Paulo . Eleições Municipais Porto Alegre. 2004.

30.
MARENCO DOS SANTOS, André; SILVEIRA, Flávio . Eleições e campanhas. 2004.

31.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleições e democracia. 2004.

32.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleições Municipais 2004. 2004.

33.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleições Municipais 2004. 2004.

34.
MARENCO DOS SANTOS, André. Segundo Turno Eleições Municipais Porto Alegre. 2004.

35.
MARENCO DOS SANTOS, André. Forum Social Mundial. 2003.

36.
MARENCO DOS SANTOS, André. Governo Lula, debate com deputados federais Henrique Fontana e Luciana Genro. 2003.

37.
MARENCO DOS SANTOS, André; PT, Deputado Flávio Koutzi ; PMDB, Deputado Alexandre Postal ; PPS, Deputado Bernardo de Souza . Disciplina partidária. 2003.

38.
MARENCO DOS SANTOS, André; GLOBO, Higino Barros O ; HORA, Poty Silveira Zero . Entrevista com Senador Paulo Paim, Vice-presidente Senado Federal. 2003.

39.
MARENCO DOS SANTOS, André; PONT, Deputado Raul ; RUAS, Pedro ; MIRANDA, Luis . Mesa redonda 6 meses governo Lula. 2003.

40.
MARENCO DOS SANTOS, André; PT, Deputado Sergio Stasinski ; PPS, Mário Bernd ; ULBRA, Paulo Moura . Reforma partidária. 2003.

41.
MARENCO DOS SANTOS, André; UFRGS, Maria Beatriz Luce Faced ; UFRGS, Eduardo Carrion Direito . Mesa redonda: 15 anos da Constituição de 1988. 2003.

42.
MARENCO DOS SANTOS, André. Entrevista sobre voto e eleições. 2003.

43.
MARENCO DOS SANTOS, André; CESAR, Tadeu ; AYDOS, Eduardo ; MOURA, Paulo . O Presidente, o Governador e as pesquisas de opinião. 2003.

44.
MARENCO DOS SANTOS, André; RS, Aod Oliveira Presidente Fundação Economia e Es . Balanço 2003. 2003.

45.
MARENCO DOS SANTOS, André. Voto obrigatório ou facultativo. 2002.

46.
MARENCO DOS SANTOS, André. Fidelidade partidária. 2002.

47.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleições 2002. 2002.

48.
MARENCO DOS SANTOS, André. Campanha eleitoral 2002. 2002.

49.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleições 2002. 2002.

50.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleições 2002. 2002.

51.
MARENCO DOS SANTOS, André. Voto e democracia. 2002.

52.
MARENCO DOS SANTOS, André. Deputados e representação. 2002.

53.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleições 2002. 2002.

54.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleições 2002. 2002.

55.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleições 2002. 2002.

56.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleições 2002. 2002.

57.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleições 2002. 2002.

58.
MARENCO DOS SANTOS, André. Poder Legislativo. 2002.

59.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleições 2002. 2002.

60.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleições 2002. 2002.

61.
MARENCO DOS SANTOS, André. Eleições 2002. 2002.

62.
MARENCO DOS SANTOS, André. Lançamento livro Partidos no Cone Sul. 2002.

63.
MARENCO DOS SANTOS, André. Debate com deputados Pompeo de Matos (PDT), Elvino Bohn Gass (PT). 2002.

64.
MARENCO DOS SANTOS, André. As alianças do PT, debate com os deputados José Otávio Germano (PP) e Luciana Genro (PT). 2002.

65.
MARENCO DOS SANTOS, André. Voto obrigatório ou facultativo. 2002.

66.
MARENCO DOS SANTOS, André. Perspectivas dos novos governos federal e estadual. 2002.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
CÁNEPA, Mercedes; CESAR, B. T.; VARGAS, Soraya Cortes; MARENCO DOS SANTOS, André. Participação em banca de Augusto Neftali Corte de Oliveira. Os partidos nas eleições e no governo: um estudo comparado sobre mudanças partidárias com foco na política social - PT e PS, 1989-2006. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
DIAS, Márcia Ribeiro; MARENCO DOS SANTOS, André; GROHMAN, Luis Gustavo. Participação em banca de Thiago Felker Andreis. Cartelização e financiamento público dos partidos políticos: uma análise da democracia brasileira. 2009. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

3.
Borges, André; BAQUERO, Marcello; Balbinotto, Giacomo; MARENCO DOS SANTOS, André. Participação em banca de James Batista Vieira. Os Microfundamentos da Transação Corrupta: o referencial analítico da corrupção reconsiderado. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
MARENCO DOS SANTOS, André; ROJO, Raul; ARTURI, Carlos; GROHMAN, Luis Gustavo. Participação em banca de Luciano Da Ros. Decretos Presidenciais no Banco dos Réus. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
MARENCO DOS SANTOS, André; DIAS, Márcia Ribeiro; GROHMAN, Luis Gustavo; NOLL, Maria Izabel. Participação em banca de Josiane Saugo. Geografia do Voto e Conexão Eleitoral no Rio Grande do Sul: 1994-2006. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

6.
MARENCO DOS SANTOS, André; AZEVEDO, R.; CESAR, B. T.; NOLL, Maria Izabel. Participação em banca de Joana Pegoraro. A Política na Corte: Uma Análise da Forma de Escolha dos Ministros do Supremo Tribunal Federal. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

7.
NOLL, Maria Izabel; GRIJÓ, L.; CÁNEPA, Mercedes; MARENCO DOS SANTOS, André. Participação em banca de Ledir de Paula Pereira. O Positivismo e o Liberalismo como base doutrinária das facções políticas gaúchas na Revolução Federalista de 1893-1895 e entre Maragatos e Chimangos de 1923. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

8.
MARENCO DOS SANTOS, André; ORO, Ari; MARIANO, Ricardo; STEIL, Carlos. Participação em banca de Márcio Santos. Tribunos do povo, servos de Deus: um estudo antropológico sobre políticos e religião na cidade de Porto Alegre. 2005. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

9.
MARENCO DOS SANTOS, André; PINTO, Celi Regina Jardim; ANJOS, José Carlos dos; CÁNEPA, Mercedes. Participação em banca de Airton Fernandes Araújo. A participação e o poder dos negros no PT. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

10.
MARENCO DOS SANTOS, André; NOLL, Maria Izabel; GUAZELLI, Cesar; GROHMAN, Luis Gustavo. Participação em banca de Gustavo Giora. A facciocracia uruguaia: partidos e facções na banda oriental. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

11.
DIAS, Márcia Ribeiro; MARENCO DOS SANTOS, André; SANTOS, Hermilio. Participação em banca de Ricardo João Santin. Organização, Desempenho Eleitoral e Representação Política do Partido Progressista (PP) do Rio Grande do Sul. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

12.
NOLL, Maria Izabel; MARENCO DOS SANTOS, André; ARTURI, Carlos; CATTANI, Antônio. Participação em banca de Walter Oliveira. Poder Normativo da Justiça do Trabalho: direito formal da classe trabalhadora brasileira. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

13.
CÁNEPA, Mercedes; MARENCO DOS SANTOS, André; NOLL, Maria Izabel; HOLZMANN, Lorena. Participação em banca de Naiara Dal Molin. Sindicato e Estado no Brasil: o sindicalismo no período populista e o novo sindicalismo. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

14.
MARENCO DOS SANTOS, André; ARTURI, Carlos; ORO, Ari; NOLL, Maria Izabel. Participação em banca de Augusto Frederico Kirchhein. Estado Laico e Democracia: um estudo a partir do crescimento dos pentecostais na política brasileira. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

15.
ARTURI,C.; MARENCO DOS SANTOS, André; CÁNEPA, Mercedes; AZEVEDO, R.. Participação em banca de Bruno Lima Rocha Beaklini. A Polícia Federal após a Constituição de 1988: polícia de governo, segurança de Estado e polícia judiciária. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

16.
KINZO, M.D.; MARENCO DOS SANTOS, André; MARQUES, E. C.. Participação em banca de Adilson de Oliveira Franceschini. Vínculo político e recrutamento parlamentar no Brasil: uma análise da bancada federal do sudeste da 52ª legislatura da Câmara dos Deputados. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

17.
PINTO, Celi Regina Jardim; MARENCO DOS SANTOS, André; CÁNEPA, Mercedes; GUAZELLI, Cesar. Participação em banca de Ana Celina Figueira. O Rio Grande entre a grandeza e a crise o discurso dos candidatos ao governo nas eleições de 1994. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

18.
PINTO, C. R. J.; MARENCO DOS SANTOS, André; CÁNEPA, Mercedes; SILVA, M. K.. Participação em banca de Lawrence Nectoux David. Antecedentes do Associativismo Comunitário em Porto Alegre: os espaços públicos na Grande Santa Rosa entre 1978-1985. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

19.
TRINDADE, Hélgio; MARENCO DOS SANTOS, André; SILVEIRA, F. E.; CÁNEPA, Mercedes. Participação em banca de Andréa dos Reis. PT: situação e oposição? As tendências dentro do Partido dos Trabalhadores. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

20.
ARTURI,C.; MARENCO DOS SANTOS, André; CESAR, B. T.; ANJOS, J. C. G.. Participação em banca de Paulo Cezar Rodrigues Villas-Bôas. Sindicalismo, Associativismo e Legislação: os aeronautas brasileiros nos anos noventa (1988 a 2000). 2003. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

21.
MARENCO DOS SANTOS, André; PINTO, Celi Regina Jardim; ARTURI, Carlos; POWER, T.. Participação em banca de Rafael Machado Madeira. Arena ou Arenas: a coesão no partido do regime em 3 estados brasileiros. 2002. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

22.
ARTURI, Carlos; MARENCO DOS SANTOS, André; CÁNEPA, Mercedes; POWER, T.. Participação em banca de Gustavo Aveline Muller. Partidos e Comissões na Câmara dos Deputados. 2002. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

23.
AYDOS, Eduardo; MARENCO DOS SANTOS, André; ARTURI, Carlos; ROCHA, L. S.. Participação em banca de Helio Ricardo Couto Alves. Hobbes: Linguagem e Contratos. 2001. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

24.
PINTO, Celi Regina Jardim; PIERUCI, A. F.; MARENCO DOS SANTOS, André; ARTURI, Carlos. Participação em banca de Giovana Faraon. O que faz da direita, direita? Estudo sobre os militantes do Partido Progressista Brasileiro em Porto Alegre. 2001. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

25.
PINTO, Celi Regina Jardim; MARENCO DOS SANTOS, André; ARTURI, Carlos; SILVEIRA, F. E.. Participação em banca de Daniel de Mendonça. Tancredo Neves: O senhor Nova República. 2001. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

26.
CORADINI, O.; MARENCO DOS SANTOS, André; ANJOS, José Carlos dos; CÁNEPA, Mercedes. Participação em banca de Patrícia de Angelis. O "social" como objeto da luta política: Uma análise da Assembléia Legislativa gaúcha. 2001. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Teses de doutorado
1.
MARENCO DOS SANTOS, André; BUQUET, D.; GROHMAN, Luis Gustavo; FARIA, Luis Estrella. Participação em banca de Gustavo Giora. Socialdemocracia sem Keynes(?) Esquerdas em marcha: Brasil, Chile e Uruguai (2000-2008). 2010. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
MARENCO DOS SANTOS, André; GROHMAN, Luis Gustavo; DIAS, Márcia Ribeiro; BUQUET, D.. Participação em banca de Salvador Antonio Carderello. La reeleccion inmediata del ejecutivo a nivel sub.nacional. Un estudio de tres casos. 2009.. 2009. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
MARENCO DOS SANTOS, André; CÁNEPA, Mercedes; SILVA, M. K.; LUCHMANN, L.. Participação em banca de Cristiana Losekann. A presença das organizações ambientalistas da sociedade civil na formação e implementação de uma agenda para o meio-ambiente no Governo Lula (2003-2007) e as tensões com os setores econômicos. 2009. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
MARENCO DOS SANTOS, André; RENNO, L.; BAQUERO, Marcello; MADEIRA, R. M.. Participação em banca de Nelson Montenegro. Informação na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio. 2008. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
NICOLAU, Jairo; SANTOS, F.; FIGUEIREDO, A.; ALMEIDA, A. C.; MARENCO DOS SANTOS, André. Participação em banca de Gabriela da Silva Tarouco. Os Partidos e a Constituição: ênfases programáticas e propostas de emenda. 2007. Tese (Doutorado em Ciência Política (Ciência Política e Sociologia)) - Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro.

6.
ARTURI, Carlos; SANTOS, F.; GROHMAN, Luis Gustavo; DIAS, Márcia Ribeiro; MARENCO DOS SANTOS, André. Participação em banca de Gustavo Muller. Existem lógicas no recrutamento para as Comissões? Um estudo comparado do recrutamento para as Comissões Permanentes da Câmara dos Deputados entre as Legislaturas de 1991/1994 e 1995/1999.. 2007. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

7.
MARENCO DOS SANTOS, André; ORO, Ari; STEIL, Carlos; JUNGBLUT, Airton. Participação em banca de Valdir Pedde. Cabeça sim, cauda não! Um estudo antropológico sobre os evangélicos na Assembléia Legislativa do RGS. 2006. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

8.
ANASTASIA, Fátima; MARENCO DOS SANTOS, André; NICOLAU, Jairo; RANULFO, Carlos; DULCI, Otávio. Participação em banca de Valentina Gomes Somarriba. Estabilidade política, competitividade eleitoral e alternância ideológica do poder: uma análise comparada de processos eleitorais no Brasil. 2005. Tese (Doutorado em Sociologia e Política) - Universidade Federal de Minas Gerais.

9.
TRINDADE, Hélgio; MARENCO DOS SANTOS, André; MENEGUELLO, Rachel; SERNA, Miguel. Participação em banca de Gabriel Eduardo Vitullo. Más allá de la transitologia y de la consolidologia: un estudio de la democracia realmente existente. 2005. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

10.
LUCE, Maria Beatriz; MARENCO DOS SANTOS, André; GANDIM, Luis Armando; PERONI, Vera; OBINO, Flávia. Participação em banca de Carlos Machado. Estado, Politica e Gestão na/da Educação em Porto Alegre (1989-2004). 2005. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

11.
SANTOS, F.; FIGUEIREDO, A.; SANTOS, W. G.; MARENCO DOS SANTOS, André; NICOLAU, Jairo. Participação em banca de Luis Gustavo Mello Grohmann. O Veto Presidencial no Brasil: 1946-1964 e 1990-2000. 2003. Tese (Doutorado em Ciência Política (Ciência Política e Sociologia)) - Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
MARENCO DOS SANTOS, André; Souza, C.; Rezende, Flávio. Concurso Público para professor adjunto Ciência Política UFPE. 2009. Universidade Federal de Pernambuco.

2.
MARENCO DOS SANTOS, André; Tápia, J.; Codato, A.. Concurso Público para professor adjunto Políticas Públicas UFRGS. 2009. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
MARENCO DOS SANTOS, André; PEREZ, Reginaldo; COSTA LIMA, João Vicente. Concurso público para professor adjunto Ciência Política UFSM. 2008. Universidade Federal de Santa Maria.

4.
MARENCO DOS SANTOS, André; CORADINI, O.; CÁNEPA, Mercedes. Concurso para professor substituto no Departamento de Ciência Política. 2007. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
MARENCO DOS SANTOS, André; ARAÚJO, Cícero; FARIA, Carlos; CARDOSO, Vera; MITRE, Antônio. Concurso público para professor adjunto de Ciência Política na UFMG. 2006. Universidade Federal de Minas Gerais.

6.
MARENCO DOS SANTOS, André; PERISSINOTTO, Renato; ROSÁRIO, Nelson Do; TOMIO, Fabrício; HERRMANN, Luzia. Concurso público para professor adjunto, área de Ciência Política, na UFPR. 2005. Universidade Federal do Paraná.

7.
MARENCO DOS SANTOS, André; NOLL, Maria Izabel; CÁNEPA, Mercedes. Concurso público para professor substituto Departamento de Ciência Política. 2004. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

8.
MARENCO DOS SANTOS, André; MORITZ, M. L.; CORSETTI, E.. Concurso Público para professor substituto Departamento de Ciência Política. 2003. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

9.
MARENCO DOS SANTOS, André; CORSETTI, E.; MORITZ, M. L.. Concurso Público para Professor Substituto Departamento de Ciência Política. 2002. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
10º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política.Para além de sístoles e diástoles: capacidade estatal, receita e policies nos municípios brasileiros. André Marenco (UFRGS), Maria Tereza Blanco Strohschoen (UFRGS), William Rodrigues Joner (UFRGS). 2016. (Encontro).

2.
Encontro Brasileiro de Legislativos.A quem interessa a reforma política?. 2011. (Encontro).

3.
Política, História e Sociedade: Perspectivas Comparadas.Quando comparamos para explicar: N grande e sequências temporais na investigação comparada. 2009. (Seminário).

4.
Reforma Política: Governabilidade e Controle.Mitos e lendas da reforma política. 2009. (Seminário).

5.
Seminário Reforma Política e Internet.Reforma Política e Internet. 2009. (Seminário).

6.
I Encontro Internacional Ciências Sociais: Democracia, desenvolvimento, identidade.Partidos e Eleições. 2008. (Encontro).

7.
Seminário Internacional Legislativo Brasileiro em Perpectiva Comparada.Desempenho eleitoral, voto partidário e responsabilização nas eleições legislativas brasileiras. 2008. (Seminário).

8.
Seminário Internacional Reformas a Sistemas Electorales.Reformas Electorales en America Latina: condiciones y resultados de los cambios en las reglas de la competición. 2008. (Seminário).

9.
31º Encontro Anual da Anpocs.Democracia em 3D: Sociologia, Economia, Direito. 2007. (Encontro).

10.
Cotas sociais e raciais na UFRGS.Mérito e cotas: dois lados da mesma moeda. 2007. (Seminário).

11.
Escola do Legislativo.Ética na Administração Pública. 2007. (Seminário).

12.
Los aportes de la perspectiva comparada al estudio de los procesos políticos latinoamericanos contemporáneos.Los aportes de la perspectiva comparada al estudio de los procesos políticos latinoamericanos contemporáneos. 2007. (Simpósio).

13.
Reforma do Sistema Político Brasileiro.Mitos e lendas da reforma política. 2007. (Seminário).

14.
1º Colóquio sobre Comportamento e Instituições Políticas: Balanço das eleições e perspectivas do novo governo.Eleições 2006 e a Reforma Política no Brasil. 2006. (Simpósio).

15.
30º Encontro Anpocs.Coordenador GT Estudos Legislativos. 2006. (Encontro).

16.
A partilha do poder: entre o discurso e a prática, onde nos situamos?.Eleições 2006 e as perspectivas para a participação política no Brasil. 2006. (Oficina).

17.
Duas Décadas de Democracia no Brasil: das previsões às tendências.Simpósio de Análise de Conjuntura Política. 2006. (Simpósio).

18.
IX Encontro Estadual de Sociólogos do RS.Eleições na América Latina. Conferência de Abertura do IX Encontro Estadual de Sociólogos. 2006. (Encontro).

19.
Partidos e compatição eleitoral no Rio Grande do Sul.Seminário Sobre Partidos e Eleições no Brasil e na região Sul. 2006. (Seminário).

20.
29º Encontro Anual da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciências Sociais (ANPOCS).29º Encontro Anual da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciências Sociais (ANPOCS). 2005. (Encontro).

21.
Reforma eleitoral e partidos políticos no Brasil.Conferência Internacional sobre Desafios e Perspectivas do Fortalecimento das Instituições Políticas Brasileiras. 2005. (Seminário).

22.
Segundas Jornadas de História Regional Comparada.Segundas Jornadas de História Regional Comparada. 2005. (Encontro).

23.
II Congreso da Asociacion Latinoamericana de Ciencia Politica. II Congreso Asociación Latinoamericana de Ciencia Politica. 2004. (Congresso).

24.
IV Encontro da ABCP.IV Encontro da ABCP. 2004. (Encontro).

25.
Seminario Internacional Cambios en democracia: nuevos sujetos politicos y sociales.Seminario Internacional Cambios en democracia: nuevos sujetos politicos y sociales. 2004. (Seminário).

26.
Seminário Internacional A Reforma Política.Seminário Internacional A Reforma Política. 2003. (Seminário).

27.
!er. Congreso Latino Americano de Ciencia Política. 1er. Congreso Latinoamericano de Ciencia Poítica. 2002. (Congresso).

28.
XXVI Encontro Anual da Anpocs.XXVI Encontro Anual da Anpocs. 2002. (Encontro).

29.
Seminario Internacional de Ciência Política: Política desde el sur.Seminário Internacional de Ciência Política. 2001. (Seminário).

30.
XXV Encontro Anual da Anpocs 2001.XXV Encontro Anual da Anpocs 2001. 2001. (Encontro).

31.
Partidos e Eleições no Cone Sul: Tradições e Câmbios.Seminário Partidos e Eleições no Cone Sul: Tradições e Câmbios. 2000. (Seminário).

32.
XXIV Encontro Anual da Anpocs 2000.XXIV Encontro Anual da Anpocs 2000. 2000. (Encontro).

33.
I Encontro ABCP.I Encontro ABCP. 1998. (Encontro).

34.
III Seminário Nacional sobre Comportamento Político.III Seminario Nacional sobre Comportamento Político. 1997. (Seminário).

35.
Seminario Internacional Reforma Electoral y Consolidacion Democratica.Seminario Internacional Reforma Electoral y Consolidación Democrática. 1995. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MARENCO DOS SANTOS, André. A Democracia na África: desempenho institucional e qualidade democrática nos países africanos. 2008. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Maria Carolina Gurgacz. Cotas Raciais fazem diferença? Um estudo sobre oportunidades profissionais de egressos de ações afirmativas na UFRGS.. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Maria Paula Escobar Bins. ? MUDANÇA MINISTERIAL, ROTATIVIDADE DE CARGOS DE CONFIANÇA E ORÇAMENTO FEDERAL (1999-2014). Início: 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

2.
Suelen Zanotelli. Burocracia e transparência nos municípios do RS. Início: 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

3.
André Rabelo Cardoso. .. Início: 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Lidia Nicole Ten Cate. Atlas da Política Municipal no Brasil. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Políticas Públicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Maria Tereza Blanco Strohschoen. Atlas da Política Municipal no Brasil. Início: 2015. Iniciação científica (Graduando em Políticas Públicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Manuela D'Avila. MULHERES IMPLEMENTAM MAIS POLÍTICAS PÚBLICAS PARA MULHERES? O efeito da participação de mulheres no comando do Poder Executivo Municipal para a implementação de políticas públicas com recorte de gênero nos municípios brasileiros. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

2.
Graça FAbiana Godinho. Gastos Municipais em Saúde e Elites Partidárias. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

3.
Bruno Conceição. Competição Eleitoral no Brasil: análise da influência eleitoral nas disputas majoritárias municipais (2008?2012). 2014. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

4.
Rodrigo Santos da Silva. Senado: Casa de Senhores? Os perfis de carreira dos senadores eleitos entre 1990 e 2006. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

5.
Luciano Da Ros. Decretos Presidenciais no Banco dos Réus: Análise do controle abstrato de constitucionalidade de Medidas Provisórias pelo Supremo Tribunal Federal (1988-2007). 2008. 0 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

6.
Josiane Saugo. Geografia do Voto e Conexão Eleitoral no Rio Grande do Sul:1994-2006. 2007. 0 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

7.
Manoel Passos. Entre os Direitos dos Cidadãos e o Interesse do Estado: representação política no pesamento político de Joaquim Francisco de Assis Brasil. 2006. 120 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

8.
Joana Pegoraro. A Política na Corte: Uma Análise da Forma de Escolha dos Ministros do Supremo Tribunal Federal. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

9.
Gustavo Giora. A Facciocracia Uruguaia: partidos e facções na banda oriental. 2005. 120 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

10.
Airton Fernandes Araújo. Participação e Poder dos Negros no PT. 2005. 175 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

11.
Augusto Frederico Kirchhein. Estado Laico e Democracia: um estudo a partir do crescimento dos pentecostais na política brasileira. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

12.
Rafael Machado Madeira. Arena ou Arenas: a coesão no partido do regiem em 3 estados brasileiros. 2002. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

Tese de doutorado
1.
Roberta Messiane Gonçalves Sousa. Formulação da Agenda de Políticas Públicas de Combate à Pobreza no Governo Brasileiro. 2016. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

2.
Leandro Heitich Fontoura. Reformar à Esquerda - A relação de prefeituras petistas com a Administração Pública Gerencial. 2015. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

3.
Aquilino José Manuel Lopes Varela. Arranjos Institucionais e Estratégias Partidárias: o que compromete o desempenho do Legislativo em Cabo Verde?. 2015. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

4.
Sara Epitácio. A TRAJETÓRIA DOS PARTIDOS DE DIREITA NA DEMOCRACIA RECENTE: O CASO DO BRASIL E CHILE. 2015. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

5.
Manoel Caetano de Araujo Passos. Estabilidade e rotatividade do secretariado no Rio Grande do Sul: 1991-2002 - Governos de Minoria e Governos de Maioria. 2013. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

6.
Mauricio Rebello. Partidos e Governos nas Sombras: Clareza de responsabilidade, responsabilização eleitoral e sistema partidário no Brasil. 2013. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

7.
Gustavo Giora. Socialdemocracia sem Keynes Esquerdas em marcha: Brasil, Chile e Uruguai (2000-2008). 2010. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

8.
Salvador Antonio Carderello. La reeleccion inmediata del ejecutivo a nivel sub.nacional. Un estudio de tres casos. 2009. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

9.
Cristiana Losekann. A PRESENÇA DAS ORGANIZAÇÕES AMBIENTALISTAS DA SOCIEDADE CIVIL NO GOVERNO LULA (2003-2007) E AS TENSÕES COM OS SETORES ECONÔMICOS. 2009. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

10.
Nelson Montenegro. Informação na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio. 2008. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

11.
Rafael Machado Madeira. Vinhos antigos em novas garrafas: a influência de ex-arenistas e ex-emedebistas no atual multipartidarismo. 2006. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Luciano Da Ros. 2016. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Andre Luiz Marenco dos Santos.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Maria Tereza Blanco Strohschoen. Taxação patrimonial e gasto social andam juntos? O Imposto Predial Territorial Urbano e o gasto social como arenas redistributivas nos municípios brasileiros (2002-2017). 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

2.
Lucas Fuhr. O financiamento das campanhas para deputado federal: Um estudo sobre as eleições de 2010 no Rio Grande do Sul. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

3.
Maria Paula Escobar Bins. INFIDELIDADE PARTIDÁRIA NO BRASIL. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

4.
Arrais Fidelis Gomes. Inserção Política em Guiné-Bissau no Processo de Transição Democrática (1994-2012). 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

5.
Petter Fischer Ranquetat. Corrupção e impunidade. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

6.
Bruno Conceição. Dimensões do voto retrospectivo. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

7.
Franklin Gomes Correia de Sá. Os sucessivos golpes militares no processo de democratização em Guiné-Bissau. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

8.
Cristiano Keller Kessler. O Insulamento da Autoridade Monetária e a Democracia. 2005. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

9.
Roberta Mallman Souto Pereira. Representatividade e Efetividade do sistema partidário: Instituições políticas de Brasil, Chile e Argentina. 2005. 80 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

10.
Alessandro Dolácio. O Local e o Nacional. 2005. 60 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

11.
Joana Pegoraro. Introdução ao estudo da judicialização da política. 2004. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

12.
Cláudia Bacelar Rita. O sistema partidário e os pequenos partidos: uma análise das eleições municipais de 1996 e 2000 no estado do Rio Grande do Sul. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

13.
Marilaine Fraga Pinto. O Executivo Estadual e sua relação com as eleições para os Executivos Municipais no Rio Grande do Sul: 1992-2000. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

14.
Cíntia de Oliveira Rukati. Conselheiros do Orçamento Participativo 1997/98: todos participam das decisões?. 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

15.
Linda Mara Soares de Oliveira. Eleições: mudanças no discurso petista em Porto Alegre. 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

16.
Fabiano Mielnickzuk. A influência do Executivo na composição dos presidentes do sistema de Comissões Permanentes na Câmara dos Deputados do Brasil (1989-1998). 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

17.
Rafael Machado Madeira. Caminhos Incertos: a institucionalização dos partidos políticos gaúchos. 1998. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

18.
Eliana Tavares dos Reis. Da família ao mérito: um estudo sobre a seleção de oficiais da Brigada Militar. 1998. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

Iniciação científica
1.
Luiza Lutz do Canto. Atlas da Política Municipal no Brasil. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

2.
Alessandro Dolácio Junqueira. Votos, carreiras políticas e fidelidade partidária entre deputados brasileiros. 2005. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

3.
Roberta Mallman Souto Pereira. Legislativos federais em perspectiva comparada: Argentina, Brasil, Chile e México. 2003. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

4.
Luciano Da Ros. A obrigatoriedade do voto nos sistemas democráticos contemporâneos. 2002. Iniciação Científica. (Graduando em Direito) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

5.
Gonzalo Graña. Sedimentação de lealdades partidárias no Brasil. 2001. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

6.
Fabiano Mielnickzuk. As comissões permanentes na Câmara dos Deputados. 1999. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

7.
Cristiane Regert. Lideranças das Comissões na Câmara dos Deputados. 1998. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

8.
Andréia Farias Venturine. O perfil dos conselheiros do Orçamento Participativo. 1998. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró Reitoria de Pesquisa Ufrgs. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

9.
Rafael Machado Madeira. Fidelidade partidária nas votações no Legislativo Gaúcho. 1997. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

10.
Regina Ady dos Santos. Contrastes e semelhanças nas elites políticas estaduais. 1997. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

11.
Igor Gastal Grill. Trajetórias de vida, patronagem e alianças políticas no RS. 1996. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

12.
Rafael Machado Madeira. Fidelidade partidária nas votações no Legislativo gaúcho. 1996. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

13.
Igor Gastal Grill. O que fazem os deputados gaúchos? o paradoxo da representação legislativa no Rio Grande do Sul. 1995. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.

14.
Elisabete Pereira. Padrões de Recrutamento no Legislativo Gaúcho. 1995. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pró Reitoria de Pesquisa Ufrgs. Orientador: Andre Luiz Marenco dos Santos.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/01/2019 às 20:26:16