Alexandre Villibor Flory

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3220238265319381
  • Última atualização do currículo em 25/10/2018


possui bacharelado pela FEA-USP (1994) e bacharelado em Língua e Literatura Alemã e Literatura Brasileira pela FFLCH-USP (Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas - 2001), mestrado pela FEA-USP (2000) e doutorado em Literatura Alemã pela FFLCH-USP (2006). Atualmente é professor da Universidade Estadual de Maringá, onde atua na área de Teoria Literária, Literatura Brasileira, Teoria, Crítica e História do Teatro. Atua principalmente com crítica imanente da obra de arte, relação entre literatura e sociedade e literatura comparada (brasileira e alemã), além de teoria e história do teatro e teatro épico no Brasil, tanto em nível de graduação como no PLE (Mestrado/Doutorado) (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Alexandre Villibor Flory
Nome em citações bibliográficas
FLORY, A. V.;FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual de Maringá, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes.
Av. Colombo, 5790
Jd Universitário
87020-900 - Maringa, PR - Brasil
Telefone: (44) 32614040
URL da Homepage: http://


Formação acadêmica/titulação


2002 - 2006
Doutorado em Literatura Alemã.
Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da Usp, FFLCH, Brasil.
com período sanduíche em Humboldt-Universität Zu Berlin (Orientador: Klaus Scherpe).
Título: Sopa de Letras Nazista: a apropriação do real e a mediação pela forma na ficção de Thomas Bernhard, Ano de obtenção: 2006.
Orientador: Stefan Wilhelm Bolle.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Literatura Alemã (Áustria)- Thomas Bernhard; Dialética entre forma social e forma literária; Mediacoes; relacao entre literatura e sociedade.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Setores de atividade: Educação Superior.
1997 - 2000
Mestrado em Administração de Recursos Humanos.
Faculdade de Economia Administração e Contabilidade da Usp, FEA-USP, Brasil.
Título: Comunicação Organizacional: caminho para busca da criação da realidade organizacional,Ano de Obtenção: 2000.
Orientador: Maria Tereza Leme Fleury.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Análise do Discurso - Comunicação Organizacional -.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Teoria e Análise Lingüística.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração de Empresas / Especialidade: Administração de Recursos Humanos.
Setores de atividade: Educação Superior; Outras Atividades de Assessoria e Consultoria Às Empresas.
1997 - 2001
Graduação em Bacharel em Língua e Literatura Alemã e Portuguesa.
Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da Usp, FFLCH, Brasil.
1991 - 1994
Graduação em Administração de Empresas.
Faculdade de Economia Administração e Contabilidade da Usp, FEA-USP, Brasil.
Título: Motivação Organizacional.
Orientador: Cecília Whitaker Bergamini.


Pós-doutorado


2016 - 2017
Pós-Doutorado.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes / Subárea: Artes Cênicas.


Atuação Profissional



Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

10/2017 - Atual
Direção e administração, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, .

Cargo ou função
Coordenador Adjunto do PLE - Porgrama de Pós-Graduação em Letras UEM.
02/2011 - Atual
Ensino, Letras, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria do teatro moderno
02/2011 - Atual
Ensino, Artes Cênicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teatro brasileiro I
Teatro brasileiro II
Teorias do teatro I
Teorias do teatro II
03/2008 - Atual
Ensino, Letras, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História das ideias literárias
Práticas de leitura do texto literário
Tópicos de literatura brasileira

Centro Universitário Ítalo Brasileiro, UniÍTALO, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 3

Atividades

08/2006 - Atual
Ensino, Secretariado Bilíngue, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Transformações sócio-políticas no Brasil e no mundo

Centro Universitário Nove de Julho, UNINOVE, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2001
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 16

Atividades

2/2000 - 1/2001
Ensino, Administração de Empresas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria Geral da Administração

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, SENAC, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2004
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Prestador de Serviços, Carga horária: 8

Atividades

2/2002 - 11/2004
Ensino, Tecnologia Em Gestão Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fundamentos de Administração

Universidade Ibirapuera, UNIB, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Vínculo nao remunerado (0 aula, Enquadramento Funcional: Professor titular assistente mestre, Carga horária: 0
Outras informações
Tendo recebido uma bolsa do DAAD alemao em cooperacao com o CNPq brasileiro, afastei-me da instituicao, estando agora com vínculo nao remunerado.

Vínculo institucional

2001 - 2004
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular assistente (mestre), Carga horária: 17

Atividades

12/2004 - 06/2006
Ensino, Administração de Empresas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Nenhuma
2/2001 - 11/2004
Ensino, Administração de Empresas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fundamentos da Administração
Teoria Geral da Administração
Orientador de Trabalho de Conclusão de Curso


Projetos de pesquisa


2013 - Atual
TEATRO ÉPICO-DIALÉTICO NO BRASIL: AFINIDADES ELETIVAS ENTRE OS ANOS 1960 E OS 1990.
Descrição: A tradição do teatro épico-dialético tem como uma de suas fontes o teatro de Bertolt Brecht, que não pode ser concebido fora de suas relações contextuais, tendo em vista a exigência de sua atualidade como pressuposto para sua efetivação. No Brasil, os anos 1960 foram muito propícios para uma recepção ativa dessa perspectiva, o que se materializou na estética de grupos como o Arena, o CPC e mesmo o Oficina, numa valorização do teatro de grupo e de novas relações com o público, discutindo, em cada passo, a função social da obra de arte. Cada experimento cênico trazia novas propostas do ponto de vista temático (cidade, campo, fábrica, movimento estudantil etc) e formal (agitprop do CPC, sistema Coringa do Arena). Noutra chave, os anos 1990 viram ressurgir o interesse pelo teatro dialético de grupo, com alguma estabilidade e pesquisa continuada. Como tanto o capitalismo financeiro neoliberal quanto o campo da esquerda mudaram (Schwarz, 1998) e as possibilidades de mudança são diversas, novos caminhos surgem por grupos como a Cia do Latão, o teatro de Narradores e a Cia São Jorge de Variedades, entre outros. O objetivo principal desse projeto de pesquisa institucional é estudar, tanto em perspectiva teórica quanto crítica e analítica, o percurso que vai da recepção crítica da obra de Brecht e do teatro épico no Brasil a partir dos anos 1960, e as retomada dessa linhagem nos anos 1990..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Alexandre Villibor Flory - Coordenador / Elder Sereni Ildefonso - Integrante / Gabriela Pereira Fregoneis - Integrante / André Luiz da Silva Anelli - Integrante.
2010 - 2013
História, teoria e crítica do teatro brasileiro a partir dos anos 1950, com atenção especial para a recepção, adaptação e desenvolvimento do teatro épico-dialético.
Descrição: Este projeto tem o objetivo de estudar a história do teatro brasileiro, especialmente pela relação entre as mais diversas formas teatrais e o processo social. Sendo assim, não privilegia o estudo, em série cronológica, de obras e autores, mas como, em momentos históricos específicos, as formas teatrais estiveram à altura do debate estético e social necessários. O foco do trabalho recai, sobretudo, na trajetória artística e teórica de alguns grupos teatrais brasileiros, e não sobre dramaturgos e textos. Assim, espera-se conseguir fazer também um estudo sobre encenações teatrais e sua respectiva recepção, sem deixar de lado o texto, assim perfazendo a dialética própria da atividade teatral. O projeto dedicará atenção especial ao período pós-1950, momento efervescente do teatro e da arte nacionais, com o surgimento de grupos com discussão teórica e estética próprias. Um dos pontos centrais desse debate ocorreu em torno do conceito de teatro épico (e dialético), sobretudo pela recepção da obra de Bertolt Brecht, tanto teórica quanto prática, capítulo de nossa história teatral que figura como seminal para o desenvolvimento do projeto em questão..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2010
A tensão entre ficção e realidade na forma da obra de arte: um estudo sobre A ópera dos três vinténs, de Bertolt Brecht, do texto autobiográfico Origem e da peça Praça dos Heróis, de T. Bernhard, com atenção especial sobre suas implicações para o Brasil
Descrição: A obra do alemão Bertolt Brecht (1898-1956), uma das mais importantes contribuições para a história do teatro mundial, aproxima-se da polêmica obra do austríaco Thomas Bernhard (1931-1989) em pelo menos um ponto: apesar do alto grau de elaboração estéticapresente em seus trabalhos, ambos se esforçam para que suas obras não percam de vista o chão duro da realidade em que foram concebidas. Cada um realiza a seu modo o projeto, em meio à crises artísticas, políticas e sociais específicas que exigiam uma postura aberta e decidida daqueles sem perfil reacionário. Noutras palavras, sem perder em nenhum momento o caráter ficcional de seus textos, o que conduz a uma discussão crítica sobre as armadilhas e possibilidades da linguagem, esse aspecto por assim dizer ?artístico? não deve ocorrer em detrimento de uma aproximação e citação (crítica) da realidade imediata a qual estão ligados. Este projeto visa estudar como esses autores realizaram esse projeto em algumas de suas obras, tendo como pano de fundo contextos específicos. Além disso, como esses autores foram e são recebidos no Brasil, um (Brecht) já enraizado no pensamento teatral (e literário) brasileiro, outro ainda pouco estudado no Brasil..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Membro de corpo editorial


2014 - Atual
Periódico: Scripta UNIANDRADE
2011 - Atual
Periódico: Acta Scientiarum. Language and Culture (Impresso)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Teoria Literária.
2.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literaturas Estrangeiras Modernas/Especialidade: Literatura Alemã.
3.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes / Subárea: Teatro.
4.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Brasileira.
5.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Comparada.


Idiomas


Alemão
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2008
Melhor tradução e/ou adaptação - Reconto, Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
PEGINI, CLÁUDIA BELLANDA2018PEGINI, CLÁUDIA BELLANDA ; FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR . ESTILHAÇOS ESTÉTICOS DA 1ª FEIRA PAULISTA DE OPINIÃO CONTRA A BARBÁRIE POLÍTICA: ANÁLISE DA CANÇÃO ENQUANTO SEU LOBO NÃO VEM E DA PEÇA O LÍDER. LÍNGUAS & LETRAS (ONLINE), v. 19, p. 136-153, 2018.

2.
FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR2015FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR; PERUCHI, CAMILA HESPANHOL . O teatro atualiza a história: mediações entre o materialismo histórico de Benjamin e a peça Auto dos bons tratos, da Cia do Latão. Acta Scientiarum. Language and Culture (Online), v. 37, p. 315-325, 2015.

3.
FLORY, A. V.2015FLORY, A. V.; MELLO, Karyna B. . O teatro dialético do Coletivo de Teatro Alfenim: história e narração em Milagre Brasileiro. Scripta UNIANDRADE, v. 13, p. 108-133, 2015.

4.
FLORY, A. V.2014FLORY, A. V.. Monólogo épico em perspectiva dialética. Terceira Margem, v. 2, p. 113-142, 2014.

5.
FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR2013 FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR. Apontamentos sobre a recepção de Bertolt Brecht no Brasil via Anatol Rosenfeld. Pandaemonium Germanicum (Online), v. 16, p. 55-83, 2013.

6.
FLORY, A. V.;FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR2013FLORY, A. V.; PEREIRA, M. A. . Macunaíma no palco do Brasil: dialética entre teatro e sociedade nos eventos sonoros. Revista Cerrados (Brasília. Online), v. 22, p. 191-216, 2013.

7.
FLORY, A. V.;FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR2013 FLORY, A. V.. Intermidialidade e teatro épico a partir de A ópera dos três vinténs, de Brecht: teatro e cinema. Terra Roxa e Outras Terras, v. 25, p. 18-28, 2013.

8.
FLORY, A. V.;FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR2012FLORY, A. V.; SILVA, Marisa Corrêa . Thomas Bernhard e José Saramago: um exercício de leitura comparada pela dialética entre forma literária e processo social. Ângulo (FATEA. Impresso), v. 1, p. 23-32, 2012.

9.
FLORY, A. V.;FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR2010FLORY, A. V.. Literatura e teatro: encontros e desencontros formais e históricos. Revista Outras Palavras, v. 1, p. 18-40, 2010.

10.
FLORY, A. V.;FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR2010 FLORY, A. V.. A literatura austríaca como questão para a historiografia literária alemã: a provocação formal em Heldenplatz, de Thomas B. Pandaemonium Germanicum (Online), v. 1, p. 89-121, 2010.

11.
FLORY, A. V.;FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR2010FLORY, A. V.. A forma da provocação em Praça dos Heróis, de Thomas Bernhard. Revista Letras (UFSM) online, v. 1, p. 11-30, 2010.

12.
FLORY, A. V.;FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR2001FLORY, A. V.. O processo de estranhamento em Conversa de Bois, de Guimarães Rosa. Universidade de Marília Ciências, Marília, v. 10, n.2, p. 69-76, 2001.

13.
FLORY, A. V.;FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR2000FLORY, A. V.. Comunicação Organizacional: conceitos e modelos. Estudos (Marília), Maríla, v. 4, p. 135-163, 2000.

14.
FLORY, A. V.;FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR1999FLORY, A. V.. Diferentes enfoques da cultura organizacional. Universidade de Marília Ciências, Marília, v. 8, n.3, p. 151-161, 1999.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
FLORY, A. V.; PASCOLATI, S. (Org.) . Teatro e Intermidialidade. 1. ed. Maringá: EDUEM, 2015. v. 1. 195p .

2.
FLORY, A. V.; BONNICI, T. (Org.) ; PRADO, M. R. (Org.) . Margens instáveis: tensões entre teoria, crítica e história da literatura. 1. ed. Maringá: Eduem, 2011. v. 1. 314p .

3.
FLORY, A. V.. Linguagem e construção da realidade organizacional: uma análise bakhtiniana do discurso. 1. ed. São Paulo: Arte e Ciência, 2006. v. 1. 240p .

Capítulos de livros publicados
1.
FLORY, A. V.. Memórias de um cão - a força da dialética em cena. In: Cabral, Adriano; Marciano, Márcio; Coelho, Paula. (Org.). Memórias de um cão: caderno de apontamentos. 1ed.João Pessoa: Moura Ramos Gráfica e Editora, 2017, v. 1, p. 31-44.

2.
FLORY, A. V.. Considerações sobre novas perspectivas didáticas e epistemológicas nos estudos teatrais: Eventos de Extensão do Grupo de Pesquisa Crítica Literária Materialista da UEM. In: ALVES, Lourdes Kaminski; MIRANDA, Célia Arns.. (Org.). Teatro e ensino (I) - estratégias de leitura do texto dramático. 1ed.São Carlos: Pedro & João Editores, 2017, v. 1, p. 17-40.

3.
NETO, J. dos S. ; FLORY, A. V. . Esboço para uma história do teatro infantil em Maringá-Paraná. In: MARTHA, Alice A. P. ; VALENTE, Thiago A.. (Org.). Produção cultural paranaense para crianças e jovens. 1ed.Assis: Cultura Acadêmica, 2016, v. 1, p. 193-216.

4.
FLORY, A. V.. Intermidialidade e teatro épico a partir de A ópera dos três vinténs, de Brecht: teatro e cinema. In: Alexandre Villibor Flory; Sonia Pascolati. (Org.). Teatro e intermidialidade. 1ed.Maringá: EDUEM, 2015, v. 1, p. 95-117.

5.
FLORY, A. V.. Bertolt Brecht im brasilianischen Theater / Bertolt Brecht no teatro brasileiro. In: Willi Bolle; Eckhard E. Kupfer. (Org.). Deutsch-Brasilianische Beziehungen in der Gegenwart / Relações entre Brasil e Alemanha na época contemporânea. 1ed.Santos: Editora Brasileira de Arte e Cultura, 2015, v. 1, p. 100-105.

6.
FLORY, A. V.. Macário, de Álvares de Azevedo: romantismo crítico no Brasil. In: André Luís Gomes. (Org.). Ensino Teatro: dramaturgia, leitura e inovação. 1ed.Jundiaí: Paco Editorial, 2014, v. 1, p. 82-109.

7.
FLORY, A. V.. Do papel de Anatol Rosenfeld para o teatro brasileiro. In: GOMES, André Luis; MACIEL, Diógenes André Vieira. (Org.). Penso teatro: dramaturgia, crítica e encenação. 1ed.Vinhedo - SP: Editora Horizonte, 2012, v. 1, p. 14-27.

8.
FLORY, A. V.. Literatura e história. In: BONNICI, Thomas; FLORY, Alexandre Villibor; PRADO, Márcio Roberto do.. (Org.). Margens instáveis: tensões entre teoria, crítica e história da literatura. 1ed.Maringá: Eduem, 2011, v. 1, p. 197-228.

9.
FLORY, A. V.; Zolin, L. O. ; LIBANORI, E. V. ; RODRIGUES, M. H. . Tradição e ruptura na narrativa brasileira. In: Lúcia Osana Zolin; Evely Vânia Libanori. (Org.). Estudos de ficção brasileira. 1ed.Maringá: Eduem, 2011, v. 1, p. 6-52.

10.
ZAPPONE, Mirian H. Y. ; CORTEZ, Clarice Z. ; FLORY, A. V. . Leitura de textos dramáticos. In: Mirian Hisae Yaegashi Zappone. (Org.). Leitura do texto literário: práticas e letramento. 1ed.Maringá: EDUEM, 2010, v. 1, p. 71-108.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
FLORY, A. V.. Da importância do pensamento crítico para um teatro formador. O duque, Maringá, p. 8 - 8, 05 nov. 2013.

2.
FLORY, A. V.. Sobre arte e sociedade do automóvel. Boletim Informativo dos alunos do SENAC, Sao Paulo, , v. 2, p. 3 - 33, 20 maio 2002.

3.
FLORY, A. V.; VELLOZO, C. M. ; PANDINI, A. L. R. . Gestão de Competências: o papel das pessosa e o papel das empresas. Revista UNI-ABC, São Paulo, , v. 2, p. 12 - 23, 10 jan. 2000.

4.
FLORY, A. V.. Da experiência de aprender e fazer teatro em alemão. Abrapa Projekt, São Paulo, , v. 30, p. 35 - 36, 10 dez. 1998.

5.
FLORY, A. V.. O papel da cultura organizacional como agente de mudanças. Anais do 2º SEMEAD, São Paulo, , v. 2, p. 461 - 472, 10 out. 1997.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FLORY, A. V.; SILVA, Marisa Corrêa . A posição do narrador em Saramago e Bernhard. In: X Congresso da AIL Associação Internacional dos Lusitanistas, 2011, Faro. Actas do X Congresso da AIL. Faro, 2011. p. 1-8.

2.
TAVARES, L. W. ; FLORY, A. V. . Crise social, crise do drama: aspectos do teatro épico-dialético em A moratória, de Jorge Andrade. In: III Conali Congresso Nacional de Linguagens em Interação, 2011, Maringá. Anais do ... Congresso Nacional de Linguagens em Interação. Maringá: Alexandre Villibor Flory, 2011. v. 2. p. 611-623.

3.
TOLENTINO, T. A. D. ; FLORY, A. V. . O teatro de arena como arena estética, política e social: aspectos da história das formas teatrais épicas no brasil dos anos 60. In: III Conali Congresso Nacional de Linguagens em Interação, 2011, Maringá. Anais do ... Congresso Nacional de Linguagens em Interação. Maringá: Alexandre Villibor Flory, 2011. v. 2. p. 673-682.

4.
FLORY, A. V.. A estética da provocação formal na peça Praça dos Heróis, de Thomas Bernhard. In: IV Celli e I Cielli - Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários, 2010, Maringá. Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários - CIELLI / Colóquio de Estudos Linguísticos e Literários - CELLI, 2010. v. 1. p. 1-13.

5.
DELFINO, Talita ; FLORY, A. V. . Fragmentação e montagem em Medidas contra a violência, de Bertolt Brecht. In: IV Celli e I Cielli Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários, 2010, Maringá. Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários - CIELLI / Colóquio de Estudos Linguísticos e Literários - CELLI, 2010. v. 1. p. 1-14.

6.
PERUCHI, Camila H. ; FLORY, A. V. . Companhia do Latão: uma experiência de teatro dialético no Brasil. In: IV Celli e I Cielli - Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários, 2010, Maringá. Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários - CIELLI / Colóquio de Estudos Linguísticos e Literários - CELLI, 2010. v. 1. p. 1-14.

7.
FLORY, A. V.. A literatura como espaço para a historiografia e para o debate sobre criação identitária: o caso da Áustria. In: IV Congresso Internacional de História, 2009, Maringá. Anais do ... Congresso Internacional de História (Online), 2009.

8.
FLORY, A. V.. O processo de epicização numa montagem de O Casamento de Brecht, em São Paulo. In: XIX Seminário do CELLIP - Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: Unioeste, 2009. v. 1. p. 1-9.

9.
DELFINO, Talita ; FLORY, A. V. . Da prosa para o palco: o personagem Sr. Keuner, de Brecht, em cena no TUM de Maringá. In: XIX Seminário do CELLIP - Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: Unioeste, 2009. v. 1. p. 1-9.

10.
Guerios, Aline ; FLORY, A. V. . Do Teatro Burguês à A ópera dos Três Vinténs: considerações sobre a construção do teatro épico. In: XIX Seminário do CELLIP - Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: Unioeste, 2009. v. 1. p. 1-9.

11.
PERUCHI, Camila H. ; FLORY, A. V. . O teatro épico e sua atualidade: algumas considerações sobre a peça O círculo de giz caucasiano, de Bertolt Brecht. In: XIX Seminário do CELLIP - Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: Unioeste, 2009. v. 1. p. 1-9.

12.
MELLO, Karyna B. ; FLORY, A. V. . De ressurreição a A mão e a luva: a busca de uma forma literária nos primeiros romances de Machado de Assis. In: XIX Seminário do CELLIP - Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: Unioeste, 2009. v. 1. p. 1-9.

13.
REDEL, Elisângela ; FLORY, A. V. . A apropriação do Fausto de Goethe em Machado de Assis e Guimarães Rosa: tópicos em literatura comparada. In: XIX Seminário do CELLIP - Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: Unioeste, 2009. v. 1. p. 1-9.

14.
FLORY, A. V.. Brecht no Brasil: recepção e circulação 1958-2008. In: I SINAGEL - Simpósio Nacional de Grupos de Pesquisa em Estudos Literários, 2009, Maringá. Anais do I Sinagel. Maringá: UEM, 2009. v. 1. p. 428-436.

15.
FLORY, A. V.. A atualidade de Brecht no Brasil. In: II CONALI - Congresso Nacional de Linguagens em Interação, 2008, Maringá. Anais do ... Congresso Nacional de Linguagens em Interação, 2008.

16.
FLORY, A. V.. Sobre a dialética entre forma literária e polêmica social na montagem de Heldenplatz, de Thomas Bernhard. In: Encontro Regional da Abralic 2007 Literaturas, Artes, Saberes, 2007, São Paulo. Anais do XI Encontro Regional da Abralic, 2007.

17.
FLORY, A. V.. Aspectos Estéticos da Mercadoria. In: XI Congresso Internacional da ALEG - Blickwechsel - Troca de Olhares, 2005, Sao Paulo - PArati -Petrópolis. Anais do XI Congresso da ALEG. São Paulo: Edusp e Monferrer Produções, 2005. v. 2. p. 306-311.

18.
FLORY, A. V.. Estética e forma-mercadoria em Árvores Abatidas, de Thomas Bernhard. In: IX Congresso Internacional da Abralic, 2004, Porto Alegre. Anais do IX Congresso Internacional da Abralic, 2004.

Apresentações de Trabalho
1.
FLORY, A. V.. O lugar do teatro moderno brasileiro: importância, autores e obras fundamentais. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
FLORY, A. V.. Tópicos sobre a atualidade da obra de Machado de Assis: de O caminho da porta a Quincas Borba. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
FLORY, A. V.; REIS, Renan G. P. dos . Momentos representativos do teatro dialético no Brasil: do Arena à expressão crítica da história em Quebra-quilos, do Alfenim. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
FLORY, A. V.. O papel do teatro para a formação crítica no Brasil. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
FLORY, A. V.. Forma literária e processo social no teatro brasileiro: momentos representativos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
FLORY, A. V.. A teoria prática da Cia Ocamorana: atualidade e utilidade do teatro documentário no Brasil. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
FLORY, A. V.; TOLENTINO, T. A. D. . Teatro épico-dialético no Brasil a partir de 1958: Arena, CPC e Grupo Opinião. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
FLORY, A. V.; MELLO, Karyna B. . Teatro de grupo no Brasil nos anos 1990 e o movimento Arte contra a barbárie: influências e desenvolvimento. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
FLORY, A. V.; PERUCHI, Camila H. . Cia do Latão: História, Teoria e Dramaturgia. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
FLORY, A. V.; MOSCHETA, M. S. . Cia do Latão: crítica e prática teatral via experimentos videográficos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
FLORY, A. V.. Formas para um teatro dialético em O deus da fortuna. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
FLORY, A. V.; GOMES, A. L. ; CORSINO, W. . Mesa-redonda Literatura e teatro: diálogos constantes. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

13.
FLORY, A. V.. O teatro na sala de aula. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
FLORY, A. V.. A ESTÉTICA DA PROVOCAÇÃO FORMAL NA PEÇA PRAÇA DOS HERÓIS, DE THOMAS BERNHARD. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
FLORY, A. V.; SILVA, Marisa Corrêa . A leitura benjaminiana dos sonhos e aporias do capitalismo, atualizada em autores contemporâneos, em contextos específicos. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
FLORY, A. V.. A literatura alemã e sua historiografia. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

17.
FLORY, A. V.. Literatura e história em Walter Benjamin. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
FLORY, A. V.. A atualidade de Brecht no Brasil. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
FLORY, A. V.. Sobre a dialética entre forma fechada e polêmica social na montagem de Heldenplatz, de Thomas Bernhard. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
FLORY, A. V.; PASCOLATI, S. . Teatro e Intermidialidade. Maringá, 2015. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

2.
FLORY, A. V.; FELDMAN, Alba K. T. . Revista Acta Scientiarum Language and Culture vol. 36 nº 3. Maringá, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

3.
FLORY, A. V.; Zolin, L. O. . Revista Acta Scientiarum Language and Culture vol. 36 nº 1. Maringá, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

4.
FLORY, A. V.. Considerações sobre As brevidades, do Coletivo de teatro Alfenim. João Pessoa 2013 (Artigo publicado em Site do Coletivo de Teatro Alfenim).

5.
FLORY, A. V.. A exceção e a regra, 2013. (Tradução/Livro).

6.
SOUZA, Adalberto de O. ; SILVA, Marisa Corrêa ; CORSI, M. S. ; FLORY, A. V. . Entre as barreiras e o ilimitado: reflexões sobre a modernidade e a pós-modernidade na literatura. São Paulo, 2010. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

7.
FLORY, A. V.. As mais belas histórias das mil e uma noites. São Paulo: Cosac Naify, 2007. (Tradução/Livro).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
FLORY, A. V.. Bodas de Café - Edição comentada. 2018.

2.
FLORY, A. V.. Cadernos Walter Benjamin. 2014.

3.
FLORY, A. V.. Revista Itinerários vol. 39. 2014.

4.
FLORY, A. V.. Revistado Instituto de Estudos Brasileiros. 2014.

5.
FLORY, A. V.. Revista Olho D'água. 2014.

6.
FLORY, A. V.. Pandaemonium Germanicum. 2014.

7.
FLORY, A. V.. Revista Acta Scientiarum Language and Culture. 2013.

8.
FLORY, A. V.. Revista Pandaemonium Germanicum. 2013.

9.
FLORY, A. V.. Revista Acta Scientiarum Language and Culture. 2012.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
FLORY, A. V.; LIBANORI, E. V. ; ZAPPONE, Mirian H. Y. . Discutindo o curso de Letras UEM - Habilitação Inglês Única. 2013. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

2.
FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR; PRADO, M. R. ; PIERINI, F. L. . A pesquisa em estudos literários hoje: desafios e perspectivas. 2013. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

3.
FLORY, A. V.; MARCIANO, M. ; COELHO, Paula . Influências do teatro alemão no Brasil ? de Machado de Assis ao Coletivo de Teatro Alfenim.. 2013. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
FLORY, A. V.. Proseminar Die Tradition des Brechts-Theaters in Brasilien. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
FLORY, A. V.. Minicurso A importância do teatro e da literatura dramática para a área de Letras. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
FLORY, A. V.; NETO, J. dos S. . Oficina Teatro Infantil e Juvenil. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
FLORY, A. V.. Produção da apresentação teatral Ópera dos vivos, da Cia do Latão. 2013. (Produção e organização geral).

5.
FLORY, A. V.; Zolin, L. O. ; TASSO, I. S. . Acta Scientiarum Language and Culture. 2011. (Editoração/Periódico).

6.
FLORY, A. V.. Minicurso O teatro e a literatura: encontros e desencontros. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).


Produção artística/cultural
Artes Cênicas
1.
FLORY, A. V.; PEGINI, CLÁUDIA BELLANDA ; BRAZ, C. G. ; MELLO, Karyna B. ; PAES, L. S. A. ; WELZEL, H. N. ; VIOTTI, Andresa ; PROTAZIO, B. Y. . Leitura cênica de A farsa da justiça burguesa. 2018. Teatral.

2.
FLORY, A. V.; PEREIRA, M. A. . Coordenador das atividades formativas da II Mostra de teatro contemporâneo Maringá. 2012. Teatral.

3.
FLORY, A. V.; PEREIRA, M. A. . Coordenador das atividades formativas da I Mostra de teatro contemporâneo Maringá. 2011. Teatral.

4.
OCHOA, Pedro ; FLORY, A. V. . Leitura dramática de textos de Artur Azevedo. 2009. Teatral.

5.
FLORY, A. V.. Die Kleinbürgerhochzeit. 1998. Teatral.

Outras produções artísticas/culturais
1.
FLORY, A. V.. Coordenação de atividades formativas. 2011 (Mostra de teatro contemporâneo - 15 a 28 agosto 2011 Maringá).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
FLORY, A. V.; WIELEWICKI, V. H. G.; CAMATI, A. S.. Participação em banca de Angélica Tomiello. Shakespeare e seu lugar no teatro de grupo contemporâneo brasileiro: Sua incelença, Ricardo III dos Clowns de Shakespeare. 2018. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

2.
FLORY, A. V.; PRADO, M. R.; ALVES, L. K.. Participação em banca de Djeine Daniel. Estética e processo social a partir de O rei da vela, de Oswald de Andrade. 2018. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

3.
WIELEWICKI, V. H. G.; FLORY, A. V.; CAMATI, A. S.. Participação em banca de Aline Miriane Guerios. A atualidade de Shakespeare: um estudo sobre Romeu & Julieta do grupo Galpão. 2017. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

4.
FLORY, A. V.; TOFALINI, Luzia A. B.; SOUZA, M. C. de. Participação em banca de Sula Andressa Engelmann. Aspectos da modernização do teatro brasileiro em Café (1933-42) e em A moratória (1954): formalização estética da crise de 1929/30. 2017. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

5.
FLORY, A. V.; SILVA, Marisa Corrêa; ROCHA, E. S.. Participação em banca de Cláudia de Godoy Braz. O teatro de Chico Buarque na dialética entre o clássico e a vida social: um estudo em torno de Gota D'água (1975). 2017. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

6.
PASCOLATI, S.; CORRÊA, A. A.; FLORY, A. V.. Participação em banca de Marcos dos Santos. A fábula na dramaturgia: um estudo teórico em cinco atos. 2016. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Londrina.

7.
FLORY, A. V.; SILVA, Marisa Corrêa; MATSUNAGA, Priscila. Participação em banca de Camila Hespanhol Peruchi. Formas épicas da dramaturgia da Companhia do Latão: teoria, história e crítica. 2016. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

8.
RODRIGUES, M. H.; FLORY, A. V.; COQUEIRO, W. dos S.. Participação em banca de Maiara Cristina Segato Rocha Pereira. Perto do coração selvagem: discurso lírico-poético e sintaxe narrativa. 2016. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

9.
SILVA, Marisa Corrêa; FLORY, A. V.; PASCOLATI, S.. Participação em banca de João Gabriel Pereira Nobre de Paula. Dos costumes da comédia à comédia de costumes: Martins Pena e o materialismo lacaniano. 2016. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

10.
ARAÚJO, H. J. V.; FISCHER, L. A.; SANSEVERINO, A. M.; FLORY, A. V.. Participação em banca de Mariana Figueiró Klafke. Heróis e coringas no palco: o Teatro de Arena prega a resistência. 2016. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

11.
TORRES NETO, W. L.; FLORY, A. V.; SOUZA, M. P.. Participação em banca de Julia Raiz do Nascimento. A dramaturgia social de Jorge Andrade no ciclo Marta, a árvore e o relógio. 2016. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Paraná.

12.
MATSUNAGA, Priscila; FLORY, A. V.; CORPAS, D. dos S.. Participação em banca de Luiza Rodrigues Chapper. O processo de modernização do teatro brasileiro: o texto e a trajetória. 2016. Dissertação (Mestrado em Letras (Ciência da Literatura)) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

13.
FLORY, A. V.; SILVA, Marisa Corrêa; ROCHA, E. S.. Participação em banca de Karyna Bühler de Mello. Boal em três tempos no Arena: texto, cena, crítica e teoria. 2016. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

14.
MARTHA, Alice A. P.; FLORY, A. V.; GREGORIN F., Sosé N.. Participação em banca de Juliane Nadal Cavalheiro da Silva. Polifonia bakhtiniana em Memórias de Emília, de Monteiro Lobato. 2015. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

15.
FLORY, A. V.; RODRIGUES, M. H.; COQUEIRO, W. dos S.. Participação em banca de Adriele Gehring. Momentos representativos da relação entre literatura e sociedade: o percurso do anti-herói do século XIX até a rapsódia Macunaíma (1928) e em Ópera do malandro (1978). 2015. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

16.
FLORY, A. V.; SILVA, Marisa Corrêa; SOUZA, M. G.. Participação em banca de Thaís Aparecida Domenes Tolentino. A dialética em ação no teatro do Centro Popular de Cultura - CPC: mediações entre arte e sociedade 1961-1964. 2015. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

17.
PRADO, M. R.; FLORY, A. V.; SANT'ANNA, Jaime dos R.. Participação em banca de Leandro Vieira. O senhor dos Anéis e o Cânone Ocidental: J. R. R. Tolkien e a tradição clássica. 2014. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

18.
FLORY, A. V.; TOFALINI, Luzia A. B.; CALZAVARA, R. B.. Participação em banca de Maria Elisa Dias Fraga. O teatro de Chico Buarque em três tempos: Roda Viva, Gota d'água e Ópera do Malandro. 2014. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

19.
PASCOLATI, S.; FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR; MELLO, Luiz Carlos M.. Participação em banca de Camila Gouveia Prates de Paiva. O modo teatral de narrar em contos de Dalton Trevisan. 2014. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Londrina.

20.
FLORY, A. V.; SILVA, Marisa Corrêa; PASCOLATI, S.. Participação em banca de Mateus dos Santos Moscheta. Peças didáticas, dialética e sociedade: utilidade e atualidade do teatro de Bertolt Brecht. 2014. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

21.
MACIEL, Diógenes A. V.; FLORY, A. V.; JUSTINO, L. B.. Participação em banca de José Marcos Batista de Moraes. Do texto à cena, da cena ao texto: reflexões sobre diferentes encenações d'As velhas, de Lourdes Ramalho. 2014. Dissertação (Mestrado em Literatura e Interculturalidade) - Universidade Estadual da Paraíba.

22.
BONNICI, T.; FLORY, A. V.; RAPUCCI, C. A.. Participação em banca de Juliana Mara Rosado. Negociações culturais em White Teeth (2000), de Zadie Smith. 2012. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

23.
FLORY, A. V.; SILVA, Marisa Corrêa; CALZAVARA, R. B.. Participação em banca de Márcio Alex Pereira. De Mário de Andrade a Antunes Filho: a adaptação teatral de Macunaíma. 2012. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

24.
FLORY, A. V.; BONNICI, T.; DOCA, H. H.. Participação em banca de Francieli Aparecida Muniz Nagib. Tensões e negociação na convivialidade multicultural em Brick Lane, de Monica Ali. 2011. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

25.
PASCOLATI, S.; FLORY, A. V.; Silva, Marta D.. Participação em banca de Rafael da Silva Avansini. Caminhos inversos: do surrealismo à poética teatral de Alfred Jarry. 2011. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Londrina.

26.
BOLLE, W. S.; FLORY, A. V.; DORNBUSCH, C. S.. Participação em banca de Maira Fanton Dalalio. Da violência ao diálogo - Teoria e práxis de uma oficina teatral baseada em Grande Sertão: Veredas. 2011. Dissertação (Mestrado em Letras (Língua e Literatura Alemã)) - Universidade de São Paulo.

27.
BOLLE, W. S.; FLORY, A. V.; ALMEIDA, Jorge de. Participação em banca de Renata de Freitas Martins. A experiência do estranho no romance Die Aufzeichnungen des Malte Laurids Brigge, de Rainer Maria Rilke. 2011. Dissertação (Mestrado em Letras (Língua e Literatura Alemã)) - Universidade de São Paulo.

28.
FLORY, A. V.; ALMEIDA, Jorge de; GALLE, Helmut P. E.. Participação em banca de Patrícia Miranda Dávalos. Ficção e autobiografia: uma análise comparativa das narrativas de Thomas Bernhard. 2010. Dissertação (Mestrado em Mestre em Letras - Língua e literatura alemã) - Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da Usp.

Teses de doutorado
1.
SILVA, Marisa Corrêa; FLORY, A. V.; LIBANORI, E. V.; BITTENCOURT DE SÁ, J.; BAZZANELLA, S. L.. Participação em banca de Diego Luiz Miller Fascina. No umbigo de um furacão e no peito um gavião: Cazuza ao som do materialismo lacaniano. 2018. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

2.
FLORY, A. V.; PRADO, M. R.; SILVA, Marisa Corrêa; MACIEL, Diógenes A. V.; ALVES, L. K.. Participação em banca de Márcio da Silva Oliveira. O lugar de Dias Gomes no teatro brasileiro: contribuições para uma modernização crítica. 2018. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

3.
CARVALHO, Sérgio.; PASTA Jr, J. A.; FLORY, A. V.; GARCIA, Walter; FERNANDES, Sílvia. Participação em banca de Paulo Vinicius Bio Toledo. Debates sobre teatro e sociedade após o golpe de 1964: reflexão e trabalho teatral de José Celso Martinez Corrêa e Augusto Boal. 2018. Tese (Doutorado em Artes) - Universidade de São Paulo.

4.
CARVALHO, Sérgio.; CATALÃO, .L. de O. N; FLORY, A. V.; FERNANDES, Sílvia; PINTO FILHO, J. C. P.. Participação em banca de Paula Chagas Autran Ribeiro. O pensamento dramatúrgico de Augusto Boal: as lições de dramaturgia da Escola de Arte Dramática (EAD). 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas) - Universidade de São Paulo.

5.
ROCHA, E. S.; FLORY, A. V.; MEDEIROS, Elen de.; JUNQUEIRA, R. S.; BORSATO, F. R.. Participação em banca de Júlia Mara Moscardini Miguel. A fruição estética e o engajamento político nas peças Olgas Raum e Licht, de Dea Loher: um teatro de paixões. 2018. Tese (Doutorado em Estudos Literários) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

6.
PASCOLATI, S.; FLORY, A. V.; CELANO, D. E. G.; MONTEIRO, G. L. G.; SIMON, L. C. S.. Participação em banca de Ricardo Augusto de Lima. Intersecções entre autoficção cênica e metateatro no teatro contemporâneo: zonas crepusculares. 2017. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual de Londrina.

7.
ALVES, L. K.; SELLÉS, C. L.; FLORY, A. V.; SILVA, Acir D.; FORTES, R. G.. Participação em banca de Pedro Leites Junior. O mito de Electra: labor estético, retorno e diferença. 2016. Tese (Doutorado em Letras -Linguagem e Sociedade) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

8.
PANICHI, E. R. P.; FLORY, A. V.; OLIVEIRA, E. G.; CONTANI, M. L.; WILLEMART, P. L.. Participação em banca de Wagner Rosa. Nos rastros da linguagem da dança: conversão de formas no espetáculo HQ. 2016. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) - Universidade Estadual de Londrina.

9.
ALVES, L. K.; FLORY, A. V.; PASCOLATI, S.; SILVA, Acir D.; CRUZ, A. D. da. Participação em banca de Maricélia Nunes dos Santos. Ambivalência cômica: a farsa em cena. 2016. Tese (Doutorado em Letras -Linguagem e Sociedade) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

10.
SILVA, Marisa Corrêa; FELDMAN, Alba K. T.; FLORY, A. V.; DOCA, H. H.; RAPUCCI, C. A.. Participação em banca de Érica Fernandes Alves. A ressignificação do Simbólico em 1984, de George Orwell: uma leitura materialista lacaniana. 2016. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

11.
MARTHA, Alice A. P.; FLORY, A. V.; PRADO, M. R.; VALENTE, T. A.; DEBUS, E. S.. Participação em banca de Joaquim Francisco dos Santos Neto. Aspectos da formação do teatro infantil no Brasil: para uma revisão da história mal-contada do teatro para crianças e jovens no país. 2016. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

12.
SILVA, Marisa Corrêa; TOFALINI, Luzia A. B.; FLORY, A. V.; OLIVEIRA, J.; SILVA, Acir D.. Participação em banca de Miriam Zafalon. Medeia sob o viés zizekiano: a atualidade do mito. 2015. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

13.
MACIEL, Diógenes A. V.; FLORY, A. V.; MELO, P. R.; SILVA, Antonio de P. D. da; ANDRADE, V.. Participação em banca de Rodrigo Rodrigues Malheiros. Em torno de uma cena épico-dialética na Paraíba e do trabalho do coletivo de teatro Alfenim: balizas teóricas, dramaturgia e atuação crítica. 2015. Tese (Doutorado em Literatura e Interculturalidade) - Universidade Estadual da Paraíba.

14.
BOLLE, W. S.; ALMEIDA, Jorge de; FLORY, A. V.; PUGLIA, Daniel; DURÃO, F. A.. Participação em banca de Renato Oliveira de Faria. 'Assalto contra o limite': forma danificada e história em Franz Kafka. 2011. Tese (Doutorado em Letras (Língua e Literatura Alemã)) - Universidade de São Paulo.

15.
FLORY, A. V.; CEVASCO, Maria Elisa; PASTA Jr, J. A.; SOARES, Marcos; BUENO, André. Participação em banca de Adriana Fernandes Morelli. Dois modos de ler: o poder de aferição da crítica materialista em Raymond Williams e Roberto Schwarz. 2010. Tese (Doutorado em Literatura em língua inglesa) - Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da Usp.

Qualificações de Doutorado
1.
PRADO, M. R.; FLORY, A. V.; SANT'ANNA, Jaime dos R.. Participação em banca de Simone de Souza Burguês. Minicontos na internet e formação de leitores. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

2.
SILVA, Marisa Corrêa; FLORY, A. V.; BAZZANELLA, S. L.. Participação em banca de Diego Luiz Miiler Fascina. "No umbigo de um furacão e no peito um gavião": Cazuza ao som do materialismo lacaniano. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

3.
ROCHA, E. S.; FLORY, A. V.; BORSATO, F. R.. Participação em banca de Julia Mara Moscardini Miguel. A configuração estético-política dos discursos de poder nas peças Olgas Raum e Licht, de Dea Loher. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Estudos Literários) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

4.
PANICHI, E. R. P.; WILLEMART, P. L.; FLORY, A. V.; OLIVEIRA, E. G.; CONTANI, M. L.. Participação em banca de Wagner Rosa. Nos rastros da linguagem: conversão de formas no espetáculo HQ. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Estudos da Linguagem) - Universidade Estadual de Londrina.

5.
MARTHA, Alice A. P.; FLORY, A. V.; COSTA, Marta M.. Participação em banca de Joaquim Francisco dos Santos Neto. O teatro para crianças e jovens no Brasil - 1897-2010. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

6.
MACIEL, Diógenes A. V.; FLORY, A. V.; SILVA, Antonio de P. D. da. Participação em banca de Rodrigo Rodrigues Malheiros. A cena épica na Paraíba e o trabalho do coletivo de teatro Alfenim: balizas teóricas, dramaturgia e atuação crítica. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Literatura e Interculturalidade) - Universidade Estadual da Paraíba.

Qualificações de Mestrado
1.
FLORY, A. V.; SILVA, Marisa Corrêa; ROCHA, E. S.. Participação em banca de Cláudia de Godoy Braz. Gota d'água e Ópera do malandro: o teatro de resistência de Chico Buarque na dialética entre o clássico e a vida social. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

2.
FLORY, A. V.; WIELEWICKI, V. H. G.; CAMATI, A. S.. Participação em banca de Angélica Tomiello. Shakespeare no teatro de grupo contemporâneo brasileiro: 'Sua incelença, Ricado III' dos Clowns de Shakespeare. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

3.
FLORY, A. V.; PRADO, M. R.; MARINS, L. C.. Participação em banca de Djeine Daniel. Estética e processo social a partir de O rei da vela, de Oswald de Andrade: história e atualidade no teatro. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

4.
FLORY, A. V.; SILVA, Marisa Corrêa; VILLAS-BOAS, R. L.. Participação em banca de Karyna Bühler de Mello. Boal em três tempos no Arena: Texto, cena, crítica e teoria. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

5.
TORRES NETO, W. L.; SOUZA, M. P.; FLORY, A. V.. Participação em banca de Julia Raiz do Nascimento. A noção de rastro como princípio de escrita dramática no ciclo Marta, a árvore e o relógio. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Federal do Paraná.

6.
FLORY, A. V.; TOFALINI, Luzia A. B.; SOUZA, M. C. de. Participação em banca de Sula Andressa Engelmann. O teatro épico em Café, de Mário de Andrade, e em A moratória, de Jorge Andrade: história e formalização estética. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

7.
WIELEWICKI, V. H. G.; FLORY, A. V.; CAMATI, A. S.. Participação em banca de Aline Miriane Guerios. A atualidade Shakesperiana: um estudo sobre a montagem da peça Romeu e Julieta de William Shakespeare pelo grupo de teatro brasileiro Galpão. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

8.
FLORY, A. V.; RODRIGUES, M. H.; COQUEIRO, W. dos S.. Participação em banca de Adriele Gehring. O percurso do anti-herói na literatura brasileira: momentos representativos da relação entre literatura e sociedade em Macunaíma e Ópera do malandro. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

9.
FLORY, A. V.; SILVA, Marisa Corrêa; MATSUNAGA, Priscila. Participação em banca de Camila Hespanhol Peruchi. Formas épicas na dramaturgia da Companhia do Latão: teoria, história e crítica. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

10.
SILVA, Marisa Corrêa; FLORY, A. V.; ROSSETTI, E. C.. Participação em banca de João Gabriel Pereira Nobre de Paula. Dos costumes da comédia à comédia de costumes: Martins Pena e o materialismo lacaniano. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

11.
FLORY, A. V.; TOFALINI, Luzia A. B.; CALZAVARA, R. B.. Participação em banca de Maria Elisa Dias Fraga. O teatro de Chico Buarque em três tempos: Roda Viva, Gota d'água e Ópera do Malandro. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

12.
FLORY, A. V.; SILVA, Marisa Corrêa; PASCOLATI, S.. Participação em banca de Mateus dos Santos Moscheta. Peças didáticas, dialética e sociedade: utilidade e atualidade do teatro de Bertolt Brecht. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

13.
FLORY, A. V.; SILVA, Marisa Corrêa; VILLAS-BOAS, R. L.. Participação em banca de Thaís Aparecida Domenes Tolentino. Teatro e sociedade: o CPC - Centro Popular de Cultura - em busca de novas formas e novos interlocutores. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
ANDRE, W.; LIMA, R. A.; FLORY, A. V.. Participação em banca de Lara Luiza Oliveira Amaral. Please open the curtains: amor-suicídio-destruição do Eu. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-graduação Latu sensu Estudos Literários) - Universidade Estadual do Paraná.

2.
ANDRE, W.; FLORY, A. V.; LIMA, R. A.. Participação em banca de Thaís Regina Bueno da Rocha. Negação do suicídio em tempos de apocalipse: as estradas de Beckett e McCarthy. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-graduação Latu sensu Estudos Literários) - Universidade Estadual do Paraná.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MOSCHETA, M. S.; FLORY, A. V.; ROSA, W.. Participação em banca de Nataél Olegário da Silva Júnior.É proibido proibir: apontamentos sobre o teatro de resistência no Brasil contra a censura na ditadura militar 64-85. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá.

2.
FLORY, A. V.; FREGONEIS, G. P.; ARAÚJO, M. C.. Participação em banca de Luiz Michel Marques de oliveira.Apontamentos sobre a presença negra no teatro brasileiro: um estudo da peça Sortilégio, do TEN. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá.

3.
FLORY, A. V.. Participação em banca de Paula Maria Menon Andrade.A relação ator e boneco no teatro de animação: uma análise do espetáculo médico à força, do grupo Pau de Fita, de Maringá. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá.

4.
FLORY, A. V.; MOSCHETA, M. S.; COLAVITTO, Marcelo. Participação em banca de Andresa De Angeli Viotti.Os mecanismos de comicidade estudados por Bergson no trabalho humorístico de Ronald Golias. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá.

5.
FLORY, A. V.; MOSCHETA, M. S.; CASTANHEIRA, Ludmila. Participação em banca de Jéssica Gabriele de Oliveira.Teatro épico e contribuições feministas no projeto cênico Carne: patriarcado e capitalismo, relações entre teatro e sociedade. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá.

6.
FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR. Participação em banca de Andressa Costacurta Soares.A modernidade de Vestido de Nova pela dialética entre texto e cena. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá.

7.
FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR; OCHOA, Pedro; MOSCHETA, M. S.. Participação em banca de André Luiz da Silva Anelli.História e teatro épico em As Confrarias, de Jorge Andrade - uma leitura a partir de A mãe, de Brecht. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá.

8.
FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR. Participação em banca de Alexandre V. Xavier Penha.TEC - Teatro e Comunicação de Maringá: para um resgate histórico do teatro maringaense. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá.

9.
FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR; FREGONEIS, G. P.. Participação em banca de Flávia Kriki de Andrade.Antropofagia no Teatro Oficina: o início desta produção artística na ditadura militar. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá.

10.
FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR. Participação em banca de Leandro Henrique Romão.A cantora careca e Esperando Godot: uma absurda crítica. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
FLORY, A. V.; MONTAGNARI, E.; MESTI, R.. Teste seletivo para professor temporário. 2011. Universidade Estadual de Maringá.

2.
FLORY, A. V.; MONTAGNARI, E.; MESTI, R.. Teste seletivo para professor temporário. 2011. Universidade Estadual de Maringá.

Outras participações
1.
FLORY, A. V.. Banca de ascensão de nível de professor Associado de Ismara Tasso. 2018. Universidade Estadual de Maringá.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
V Cielli - Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários. Teatro e sociedade em A farsa da justiça burguesa. 2018. (Congresso).

2.
XXXIII Encontro Nacional da Anpoll.Notas sobre Memórias de um cão, do coletivo Alfenim: a força da dialética em cena. 2018. (Encontro).

3.
III Seminário Nacional de Dramaturgia e Teatro: Dramaturgia e Cena Contemporânea.Viúvas - performance sobre a ausência (2011): notas sobre o ritual épico da trupe de atuadores Ói nóis aqui traveiz. 2017. (Seminário).

4.
I Seminário de Pesquisa do Grupo Crítica Literária Materialista: atualidade e utilidade do teatro brasileiro em tempos de crise.Rituais épicos na Trupe de atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz. 2017. (Seminário).

5.
V Conali - Congresso Nacional de Linguagens em Interação: Múltiplos olhares. Trabalho de Brecht no teatro brasileiro atual. 2017. (Congresso).

6.
Workshop Refletindo sobre a metodologia de pesquisa em literatura. 2017. (Outra).

7.
3ª Semana de Artes Visuais: Poéticas e Ensino de Arte.Sessão de Comunicaçao do IV Seminário de projetos em artes visuais. 2016. (Seminário).

8.
A hora do teatro épico no Brasil e o trabalho crítico.Mesa-redonda "O vigor da crítica dialética". 2016. (Seminário).

9.
IV CIELLI - Coloquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários. Da atualidade da crítica teatral de Anatol Rosenfeld. 2016. (Congresso).

10.
XXXI Enanpoll.Atualidade e utilidade de Brecht no teatro brasileiro. 2016. (Encontro).

11.
I CLLIJ - Congresso Internacional de Leitura e Literatura Infantil e Juvenil. Mesa-redonda Teatro infantil no Brasil: história, crítica e teoria.. 2015. (Congresso).

12.
I CLLIJ - Congresso Internacional de Leitura e Literatura Infantil e Juvenil. Ministrante da Oficina Teatro Infantil e Juvenil. 2015. (Congresso).

13.
II Seminário Internacional Teatro e Sociedade.Mesa-redonda Experiências de articulação entre linguagens teatral, literária e cinematográfica. 2015. (Seminário).

14.
II Seminário Nacional de Dramaturgia e Teatro.O teatro como médium-de-reflexão: teatro, história e ensino a partir de Caiu o ministério!, de França Jr.. 2015. (Seminário).

15.
IX Seminário de estudos de cultura e literatura do grupo de pesquisa Formação do Brasil Moderno.Forma literária e processo social no teatro brasileiro: momentos representativos. 2015. (Seminário).

16.
XIV Congresso Internacional da Associação Brasileira de Literatura Comparada - ABRALIC. Forma literária e Sociedade no Teatro Brasileiro do século XIX: O Tribofe, de Artur Azevedo, e Caiu o ministério!, de França Jr.. 2015. (Congresso).

17.
XXX Encontro Nacional da ANPOLL - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística. 2015. (Encontro).

18.
Evento de Extensão Teatro cont(r)a: aproximações entre teatro e política em perspectiva dialética.Teatro contra a ditadura: discussões a partir da peça Morro como um país, da Cia Kiwi de Teatro. 2014. (Outra).

19.
III Cielli - Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários. O monólogo épico de Brevidades, do Coletivo de Teatro Alfenim. 2014. (Congresso).

20.
I SITS - Seminário Internacional Teatro e Sociedade. Considerações sobre o grupo de pesquisa Crítica Literária Materialista, da UEM. 2014. (Congresso).

21.
Primeiro Festival Internacional do Ator Cômico.Mesa Redonda Caminhos Possíveis e Poéticos Palpáveis. 2014. (Outra).

22.
V Congresso Nacional de Pesquisa em Literatura "Estudos Literários: Permanência e Ruptura". Brecht e o Brasil. 2014. (Congresso).

23.
XV Congresso da Associação Latino-americana de Estudos Germanísticos. A recepção da literatura austríaca no Brasil: adaptação para o teatro de Árvores Abatidas, de Thomas Bernhard. 2014. (Congresso).

24.
XXIX Encontro Nacional da ANPOLL.A recepção de Brecht no Brasil e sua atualidade pelo olhar de Anatol Rosenfeld. 2014. (Encontro).

25.
I Conaele - Congresso Nacional de Educação Ambiental - e V JIOP -. Murro em ponta de faca, de Augusto Boal: seis personagens à procura de um país. 2013. (Congresso).

26.
I Seminário Nacional de Dramaturgia e Teatro - Teatro e Intermidialidade (Encontro Intermediário da Anpoll).Intermidialidade formal no complexo em torno de A ópera dos três vinténs, de Bertolt Brecht: teatro, cinema, romance e crítica. 2013. (Seminário).

27.
IV Conali - Múltiplos olhares. Brecht e a intertextualidade formal em Medidas contra a violência, do TUM de Maringá. 2013. (Congresso).

28.
XIII Congresso Internacional Abralic - Internacionalização do regional. A ópera dos três vinténs no teatro e no cinema: considerações sobre multimidialidade, história e o gênero épico. 2013. (Congresso).

29.
XIV International Brecht Society Symposium.Teatro político no Brasil: 1958-1968 e 1997-2012. 2013. (Simpósio).

30.
Editores de revistas científicas: em busca de excelência na área de Letras e Liguística. 2012. (Encontro).

31.
Evento de extensão Teatro brasileiro em questão: crítica, teoria e prática.Mesa Redonda O teatro encena a violência: relações entre história, crítica literária e forma estética no Brasil. 2012. (Outra).

32.
Simpósio Internacional Brasil-EUA-Canadá Teatro e transformação social.Teatro crítico-dialético no Brasil: forma teatral e processo social. 2012. (Simpósio).

33.
V Celli e II Cielli - Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários. Aspectos do teatro brasileiro. 2012. (Congresso).

34.
V Celli e II Cielli - Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários. Sobre alguns aspectos da crítica do teatro brasileiro de Anatol Rosenfeld : texto, cena e teoria. 2012. (Congresso).

35.
VI Encontro Nacional do Grupo de Estudos de Linguagem do Centro-Oeste (GELCO). Brecht, Boal e Bernhard: teatro e sociedade. 2012. (Congresso).

36.
XXVII ENANPOL - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística - Anpoll. Anatol Rosenfeld como pensador do teatro brasileiro. 2012. (Congresso).

37.
A atualidade do teatro no Brasil: articulações entre cena e crítica.Mesa-redonda A atualidade do teatro no Brasil: articulações entre cena e crítica. 2011. (Encontro).

38.
I Colóquio Internacional Poéticas da Modernidade. 'Contra o público da estreia: anotações sobre o teatro épico-dialético de Thomas Bernhard. 2011. (Congresso).

39.
III Conali Congresso Nacional de Linguagens em Interação. Montagens de Brecht: formas de atualização do teatro épico no Brasil. 2011. (Congresso).

40.
III Conali Congresso Nacional de Linguagens em Interação. Mesa-redonda Thomas Bernhard, Imre Kertesz Loyola Brandão: a criação no exílio. 2011. (Congresso).

41.
III JIOP - Jornada Interartes Outras Palavras.Da peça ao filme: comentário sobre a Ópera do malandro (1986), de Rui Guerra. 2011. (Encontro).

42.
VI Seminário Dramaturgia e Teatro (Encontro Intermediário do GT Dramaturgia e Teatro da Anpoll).Espaço de Anatol Rosenfeld para a crítica e teoria teatrais no Brasil. 2011. (Seminário).

43.
XX Congresso Internacional Abralic - Centro, centros; ética e estética. Brecht no interior do Paraná: a atualidade do teatro épico-dialético longe da metrópole. 2011. (Congresso).

44.
XX Seminário do CELLIP - Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná.O teatro brasileiro e a dialética entre forma literária e processo social. 2011. (Seminário).

45.
1º Cielli e 4º Celli - Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários. A estética da provocação formal na peça Praça dos Heróis, de Thomas Bernhard. 2010. (Congresso).

46.
2ª JIOP - Jornada Interartes Outras Palavras. 2010. (Outra).

47.
VII Congresso Internacional de Teoria Crítica: Natureza, Sociedade: Crises. A leitura benjaminiana dos sonhos e aporias do capitalismo, atualizada em autores contemporâneos, em contextos específicos. 2010. (Congresso).

48.
XIII Semana de Letras da FAFIJAN.História do teatro no Brasil: momentos decisivos. 2010. (Encontro).

49.
12ª JELL Jornada Regional e 2ª Jornada Nacional de Estudos Linguísticos e Literários.A literatura alemá e sua historiografia. 2009. (Outra).

50.
1ª Jornada Interartes Outras Palavras.O humor de Artur Azevedo e Luis Fernando Veríssimo. 2009. (Outra).

51.
1ª Jornada Interartes Outras Palavras.A atualidade do teatro de Bertolt Brecht. 2009. (Outra).

52.
I SINAGEL - Simpósio Nacional de Grupos de Pesquisa em Estudos Literários.Brecht no Brasil: recepção e circulação 1958-2008. 2009. (Simpósio).

53.
IV Congresso Internacional de História. A literatura como espaço para a historiografia e para o debate sobre criação identitária: algumas anotações sobre e Áustria. 2009. (Congresso).

54.
Jornada de Teoria Crítica.Literatura e história em Walter Benjamin. 2009. (Outra).

55.
XIX Seminário do CELLIP - Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná.O processo de epicização numa montagem de O casamento, de Bertolt Brecht. 2009. (Seminário).

56.
1° Mostra de Pesquisa, Ensino e Extensão do DLE.A recepção, importância e atualidade do teatro de Bertolt Brecht no Brasil. 2008. (Outra).

57.
II CONALI - Congresso Nacional de Linguagens em Interação. A atualidade de Bertolt Brecht no Brasil. 2008. (Congresso).

58.
XI Encontro Regional da Abralic.Sobre a dialética entre forma fechada e polêmica social na montagem de Heldenplatz, de Thomas Bernhard. 2007. (Encontro).

59.
VIII Congresso Internacional da Abralic. Estética e forma-mercadoria em Árvores Abatidas, de Thomas Bernhard. 2004. (Congresso).

60.
Simpósio sobre Walter Benjamin.O fetiche da mercadoria e sua importância em Walter Benjamin. 2003. (Simpósio).

61.
XI ALEG - Kongress - Blickwechsel (Troca de olhares). Aspectos estéticos da mercadoria. 2003. (Congresso).

62.
VII Congresso Internacional da Abralic - Mediacoes. 2002. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FLORY, A. V.; CALZAVARA, R. B. . Coordenador de Simpósio O TEATRO NO CAMPO DOS ESTUDOS LITERÁRIOS II. 2018. (Outro).

2.
FLORY, A. V.. I Seminário de Pesquisa do Grupo Crítica Literária Materialista: atualidade e utilidade do teatro brasileiro em tempos de crise. 2017. (Outro).

3.
FLORY, A. V.; PRADO, M. R. . Workshop Refletindo sobre a metodologia de pesquisa em literatura. 2017. (Outro).

4.
FLORY, A. V.; MELLO, Karyna B. . Simpósio Teatro em perspectiva. 2017. (Outro).

5.
FLORY, A. V.; PASCOLATI, S. . Simpósio O teatro no campo dos estudos literários. 2016. (Outro).

6.
FLORY, A. V.. Literatura e sociedade no teatro do coletivo Alfenim: em torno do projeto cênico de Memórias de um cão. 2016. (Outro).

7.
FLORY, A. V.. II Seminário Nacional de Dramaturgia e Teatro. 2015. (Congresso).

8.
MARTHA, Alice A. P. ; PRADO, M. R. ; DESIDERATO, Antonio ; ZANUTTO, Flávia ; FLORY, A. V. . III Cielli - Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários. 2014. (Congresso).

9.
FLORY, A. V.; SILVEIRA, A. V. . Dramaturgia e teatro nos Estudos Literários. 2014. (Outro).

10.
CARVALHO, Sérgio ; MATSUNAGA, Priscila ; FLORY, A. V. . I SITS - Seminário Internacional Teatro e Sociedade. 2014. (Congresso).

11.
FLORY, ALEXANDRE VILLIBOR. Teatro cont(r)a: aproximações entre teatro e política em perspectiva dialética. 2014. (Outro).

12.
FLORY, A. V.; BOHUNOVSKI, Ruth ; GOLLNER, Helmut . Literatura austríaca e sua recepção na América Latina. 2014. (Outro).

13.
FLORY, A. V.; PASCOLATI, S. . Simposio Intertextualidade na dramaturgia do século XX. 2013. (Outro).

14.
FLORY, A. V.; PASCOLATI, S. . Simpósio Teatro na era da multimidialidade. 2013. (Outro).

15.
FLORY, A. V.. O teatro dialético da Cia do Latão: história, texto e cena.. 2013. (Outro).

16.
PASCOLATI, S. ; FLORY, A. V. . I Seminário Nacional de Dramaturgia e Teatro - Teatro e Intermidialidade. 2013. (Congresso).

17.
FLORY, A. V.; TOLENTINO, T. A. D. . Simpósio O teatro dialético no Brasil e a obra de Augusto Boal. 2013. (Outro).

18.
FLORY, A. V.. O teatro dialético do Coletivo de teatro Alfenim: história, texto e cena. 2013. (Outro).

19.
FLORY, A. V.; SILVEIRA, A. V. . Simpósio O papel do teatro na literatura brasileira. 2012. (Outro).

20.
FLORY, A. V.. Evento de Extensão Teatro brasileiro em questão: crítica, teoria e prática. 2012. (Outro).

21.
FLORY, A. V.. III Conali Congresso Nacional de Linguagens em Interação. 2011. (Congresso).

22.
FLORY, A. V.; SILVEIRA, A. V. . Simpósio O teatro épico-dialético no Brasil: influência, história e atualidade. 2011. (Outro).

23.
FLORY, A. V.; PEREIRA, M. A. . Evento de Extensão A atualidade do teatro no Brasil: articulações entre cena e crítica. 2011. (Outro).

24.
FLORY, A. V.; PASCOLATI, S. . Simpósio Estudos sobre Teatro: teoria, história e crítica. 2010. (Outro).

25.
LOPES E SILVA, Marciano ; FLORY, A. V. . 1ª Jornada Interartes Outras Palavras. 2009. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Luana Suellen Abreu Paes. Formalização épica na dramaturgia do Coletivo Alfenim: mediações entre teatro e sociedade. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. (Orientador).

2.
Ana Carolina da Silva Favorin. A tradição do teatro épico no Brasil: um estudo sobre a atualização da peça O rei da vela, remontada pelo grupo Oficina em 2017. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. (Orientador).

3.
André Luiz da Silva Anelli. Históra e teatro épico em As confrarias, de Jorge Andrade - uma leitura a partir de A mãe, de Brecht. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. (Orientador).

4.
Beatriz Yoshida Protazio. Teatro épico no Brasil1961-1964: a questão agrária em cena no teatro de Arena e no Centro Popular de Cultura. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Karyna Bühler de Mello. O caráter formativo do teatro contemporâneo brasileiro: uma análise a partir da perspectiva da modernização conservadora. Início: 2018. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. (Orientador).

2.
Beatriz Pazini Ferreira. A literatura Hermiliana popular e contestatória: entre as veias da polifonia e do silêncio. Início: 2018. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. (Orientador).

3.
Devalcir Leonardo. Expressionismo, realismo e teatro dialético em Jorge Andrade. Início: 2016. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. (Orientador).

4.
Claudia Bellanda Pegini. Teatro e sociedade na ditadura: a Feira Paulista de Opinião. Início: 2016. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Suelem Robim de Araujo. O teatro épico-ritual da trupe de encenadores Ói Nóis Aqui Traveiz: dialética entre texto e cena em Viúvas (2011). Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Letras - Francês) - Universidade Estadual de Maringá. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Djeine Daniel. Estética e processo social a partir de O rei da vela, de Oswald de Andrade. 2018. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, . Orientador: Alexandre Villibor Flory.

2.
Angélica Tomiello. Shakespeare e seu lugar no teatro de grupo contemporâneo brasileiro: Sua incelença, Ricardo III dos Clowns de Shakespeare. 2018. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, . Orientador: Alexandre Villibor Flory.

3.
Sula Andressa Engelman. Aspectos da modernização do teatro brasileiro em Café (1933-42) e em A moratória (1954): formalização estética da crise de 1929/30. 2017. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, . Orientador: Alexandre Villibor Flory.

4.
Cláudia de Godoy Braz. O teatro de Chico Buarque na dialética entre o clássico e a vida social: um estudo em torno de Gota D'água (1975). 2017. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, . Orientador: Alexandre Villibor Flory.

5.
Camila Hespanhol Peruchi. Formas épicas na dramaturgia da Cia do Latão. 2016. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

6.
Karyna Buhler de Mello. Boal em três tempos no Arena: texto, cena, crítica e teoria. 2016. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

7.
Adriele Gehring. Momentos representativos da relação entre literatura e sociedade: o percurso do anti-herói do século XIX até a rapsódia Macunaíma (1928) e em Ópera do malandro (1978). 2015. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, . Orientador: Alexandre Villibor Flory.

8.
Thaís Aparecida Domenes Tolentino. A dialética em ação no teatro do Centro Popular de Cultura - CPC: mediações entre arte e sociedade 1961-1964. 2015. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, . Orientador: Alexandre Villibor Flory.

9.
Maria Elisa Dias Fraga. O teatro de Chico Buarque em três tempos: Roda Viva, Gota d'água e Ópera do Malandro. 2014. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, . Orientador: Alexandre Villibor Flory.

10.
Mateus Mosqueta. Peças didáticas, dialética e sociedade: utilidade e atualidade do teatro de Bertolt Brecht. 2014. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, . Orientador: Alexandre Villibor Flory.

11.
Márcio Alex Pereira. De Mário de Andrade a Antunes Filho: a adaptação teatral de Macunaíma. 2012. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, . Orientador: Alexandre Villibor Flory.

Tese de doutorado
1.
Marcio da Silva Oliveira. O lugar de Dias Gomes no teatro brasileiro: contribuições para uma modernização crítica. 2018. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Mileni Vanalli Roéfero. A comédia do trabalho da Companhia do Latão: Teatro Dialético e a Recepção das Formas Teatrais de Bertolt Brecht. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

2.
Márcia Cristina da Costa. TEATRO E SOCIEDADE EM ?TEMPOS DE CLÉO?: CRIAÇÃO, DRAMATURGIA E RECEPÇÃO. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

3.
Luiz Michel Marques de oliveira. Apontamentos sobre a presença negra no teatro brasileiro: um estudo da peça Sortilégio, do TEN. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

4.
Nataél Olegário da Silva Júnior. É proibido proibir: apontamentos sobre o teatro de resistência no Brasil contra a censura na ditadura militar 64-85. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

5.
Jéssica Gabriele de Oliveira. Teatro épico e contribuições feministas no projeto cênico Carne: patriarcado e capitalismo. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

6.
Andresa de Angeli Viotti. OS MECANISMOS DE COMICIDADE ESTUDADOS POR BERGSON NO TRABALHO HUMORÍSTICO DE RONALD GOLIAS. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

7.
Paula Maria Menon Andrade. A RELAÇÃO ATOR E BONECO NO TEATRO DE ANIMAÇÃO: UMA ANÁLISE DO ESPETÁCULO MÉDICO À FORÇA, DO GRUPO PAU DE FITA, DE MARINGÁ. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

8.
Andressa Costacurta Soares. A modernidade de Vestido de Noiva pela dialética entre texto e cena. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

9.
André Luiz da Silva Anelli. História e Teatro Épico em As Confrarias, de Jorge Andrade - uma leitura a partir de A mãe, de Brecht. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

10.
Alexandre V. Xavier Penha. TEC - Teatro e Comunicação de Maringá: para um resgate histórico do teatro maringaense. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

11.
Silivia Dias. O processo epifânico em Clarice Lispector. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

12.
Fátima Christina Calicchio. A presença da ironia, do pessimismo, do humor negro e do ceticismo em contos de Machado de Assis. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

Iniciação científica
1.
Isadora Cristina Garcia Rodrigues. Teatro e sociedade em waiting for lefty, de clifford odets: para uma perspectiva sobre o teatro moderno norte-americano. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Inglês) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

2.
Renan Gustavo Parma dos Reis. O testamento do cangaceiro, de chico de assis: contribuições e desafios no arena para a criação de um teatro épico brasileiro. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Língua Portuguesa) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

3.
TARIK MATEUS ADÃO DA COSTA DE ALMEIDA. Arte e sociedade no teatro de gianfrancesco guarnieri: gimba e a semente nos palcos do tmdc e do tbc. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

4.
Ana Carolina da Silva Favorin. A retomada do teatro dialético no Brasil em Ópera do malandro (1978), de Chico Buarque. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Português e Inglês) - Universidade Estadual de Maringá, Fundação Araucária. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

5.
Jéssica Gabriele de Oliveira. A representação das mulheres em A moratória e em As confrarias, de Jorge Andrade: teatro e sociedade.. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Artes Cênicas) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

6.
Luana Suelen Abreu Paes. O deus da fortuna, do Coletivo de teatro Alfenim: mediações entre teatro e sociedade. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Português e Inglês) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

7.
Hadassa Nascimento Welzel. O teatro épico-dialético da trupe de encenadores Ói nóis aqui traveiz pela encenação de A exceção e a regra, de Bertolt Brecht. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Português e Inglês) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

8.
Ana Carolina da Silva Favorin. A atualidade do teatro dialético no século XXI: a cordialidade do Puntilla de Brecht pela Cia do Latão. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

9.
Renan Gustavo Parma dos Reis. O teatro dialético em comparação: Os Azeredos mais os Benevides, de Vianinha, e Sociedade Mortuária, da Cia do Latão. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

10.
Hadassa Nascimento Welzel. A exceção e a regra, de Brecht, no palco do TUM-Maringá em 1987. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, Fundação Araucária. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

11.
Luana Suellen Abreu Paes. O TUM de Maringá encena A visita da velha senhora, de Dürrenmatt, no início do século XXI. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, Fundação Araucária. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

12.
Claudia de Godoy Braz. Gota d?água, de Chico Buarque: teatro e sociedade nos anos 1970 no Brasil.. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

13.
Loana Francielli do Nascimento. A comédia do trabalho, da Cia do Latão: história, crítica e teoria em busca de um teatro crítico-dialético no Brasil.. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, Fundação Araucária. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

14.
Thaise Maia Araujo. Rasto atrás, de Jorge Andrade: história e memória em forma teatral. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

15.
Pedro de Almeida e Braga. Arena conta Tiradentes, de Augusto Boal: teatro e sociedade nos anos 1960 no Brasil.. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

16.
Pedro Garcia dos Santos Neto. Sujeito e narração em Hotel Atlântico, de João Gilberto Noll. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

17.
Karyna Buhler de Mello. O papel do teatro no percurso literário de Machado de Assis: estudo das peças Hoje avental, amanhã luva e O caminho da porta e a sua produção crítica teatral.. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, Fundação Araucária. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

18.
João Gabriel P. Nobre de Paula. Martins Pena revisitado: teatro e sociedade no Brasil do século XIX. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

19.
Nayara Garcia Valenciano. A representação do sujeito contemporâneo em O Cheiro do Ralo de Lourenço Mutarelli e Natália de Helder Macedo.. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, Fundação Araucária. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

20.
Camila Hespanhol Peruchi. A atualidade de Brecht no Brasil: estudo comparativo e recepção da peça A Ópera dos Três Vinténs, de Bertolt Brecht, por Chico Buarque em A Ópera do Malandro.. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

21.
Gabriela Bruschini Grecca. Aspectos do teatro épico em Perdoa-me por me traíres, de Nelson Rodrigues.. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

22.
Camila Hespanhol Peruchi. A atualidade de Brecht no Brasil: estudo crítico e recepção de O círculo de giz caucasiano. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

23.
Thaís Aparecida Domenes Tolentino. Mediações entre teoria e processo social: um estudo sobre Eles não usam Black Tie e o teatro de Arena a partir do final dos anos 50 .. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, Fundação Araucária. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

24.
Karyna Buhler de Mello. De A mão e a luva à Memórias Póstumas de Brás Cubas: instância narrativa como mediação entre literatura e sociedade em Machado de Assis.. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

25.
Amanda Domingos Polli. Pecado e perdão: o destino das almas na Trilogia das Barcas, de Gil Vicente. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

26.
Fabio Gonçalves Fernandes. O materialismo lacaniano aplicado às personagens principais do romance. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, Fundação Araucária. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

27.
Talita Delfino Garcia da Silva. A atualidade de Brecht: o teatro épico em cena.. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá, Fundação Araucária. Orientador: Alexandre Villibor Flory.

Orientações de outra natureza
1.
Marcia Bengosi Bertagna. Estratégias de motivação à leitura na escola: uma intervenção para a interpretação do texto. 2009. Orientação de outra natureza. (PDE - Programa de Desenvolvimento Educacional) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Alexandre Villibor Flory.



Outras informações relevantes


Parecerista da Revista Gewebe - Cadernos Walter Benjamin (2013)
Parecerista da Revista Olho D'água (2014)
Parecerista da Revista Itinerários (2014)
Parecerista da Revista Scripta Uniandrade (2014)



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/11/2018 às 19:40:31