Maria Isabel Mataqueiro

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9911973420351307
  • Última atualização do currículo em 26/08/2018


Possui graduação em Habilitação Plena Em Biologia pela Faculdade de Filosofia Ciencias e Letras Barão de Maua (1984), especialização pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1990), mestrado em Aqüicultura pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002) e doutorado em Aqüicultura pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2006). Atualmente é professora universitária no ITES (Instituto Tauaritinguense de ensino). Apresenta experiência na área de química, biologia celular, genética, farmacologia, toxicologia e fisiologia. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Maria Isabel Mataqueiro
Nome em citações bibliográficas
MATAQUEIRO, M. I.;MATAQUEIRO, MARIA I.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal.
Rodovia Prof. Paulo Donato Castelanne s/n
rural
14870-000 - Jaboticabal, SP - Brasil
Telefone: (16) 32092600
URL da Homepage: http://www.fcav.unesp.br


Formação acadêmica/titulação


2002 - 2006
Doutorado em Aqüicultura.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: ALTERAÇÕES MORFOLÓGICAS E DETERMINAÇÃO RESIDUAL EM PACUS (Piaractus mesopotamicus, HOLMBERG, 1887) APÓS EXPOSIÇÃO AO TRICLORFON, Ano de obtenção: 2006.
Orientador: Profa Dra. Laura Satiko Okada Nakaghi.
Palavras-chave: colinesterase; fígado; rim; brânquias; organofosforado.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Piscicultura.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
2000 - 2002
Mestrado em Aqüicultura.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: EFEITOS TOXICOLOGICOS DO INSETICIDA METHYL PARATHION USADO NA PISICULTURA EM PACU (Piaractus mesopotamicus, Homberg, 1887),Ano de Obtenção: 2002.
Orientador: Prof Dr. Joaquim Gonçalves Machado Neto.
Palavras-chave: methyl parathion; pacu; toxicologia.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
1998 - 1998
Especialização em Pós Graduação Latu Sensu Nível Especialização Em T.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Estudo comparativo dos efeitos sedativos e/ou antinociceptivos de várias drogas em animais de laboratório.
Orientador: Antonio de Queiroz Neto.
1993 - 1993
Especialização em Especialização Em Nível de Pós Graduação Em Metodo.
Faculdade de Educação São Luis, FESL, Brasil.
1990 - 1990
Graduação em Medicina Veterinaria Disciplina de Farmacologia.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1981 - 1984
Graduação em Habilitação Plena Em Biologia.
Faculdade de Filosofia Ciencias e Letras Barão de Maua, FCCLBM, Brasil.




Formação Complementar


2013 - 2013
Programa 5S. (Carga horária: 12h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2011 - 2011
Carcinogênicos. (Carga horária: 3h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2011 - 2011
Capacitação em Normalização Técnica. (Carga horária: 24h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2011 - 2011
Preparo de Soluções e Padronização Quimica. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2011 - 2011
Exposição aos Agentes Quimicos, Físicos e Biológic. (Carga horária: 3h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2008 - 2008
seminário sobre coleta de residuos recicláveis e n. (Carga horária: 180h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2008 - 2008
elaboração dos mapas de risco - UNESP. (Carga horária: 16h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior, ITES/FETAQ, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - Atual
Vínculo: professor universitário, Enquadramento Funcional: Professor Titular - química e biológicas


Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

1982 - 2014
Vínculo: , Enquadramento Funcional: assist. sup. academico, Carga horária: 40

Atividades

4/1982 - Atual
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina Veterinária, Departamento de Apoio a Produção e Saúde Animal.

Serviço realizado
testes farmacologicos.

Instituto Municipal de Ensino Superior de Bebedouro Victório Cardassi, IMESB, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: , Enquadramento Funcional: professor universitário
Outras informações
Disciplinas ministradas: Química, Biologia Celular e Bioquímica


Sociedade Difusora de Ensino, SDE, Brasil.
Vínculo institucional

1993 - 2000
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor quiimica e biológicas


Secretaria de Estado de Educação, SEE, Brasil.
Vínculo institucional

1988 - 1996
Vínculo: professor de 2 grau - Jabotica, Enquadramento Funcional: professor ACT, Carga horária: 0

Vínculo institucional

1988 - 1989
Vínculo: Professor 2 grau - Guariba, Enquadramento Funcional: professor - quimica

Vínculo institucional

1987 - 1987
Vínculo: Professor de 2 grau - Guariba, Enquadramento Funcional: Professor titular Biologia e Programa de Saud, Carga horária: 0

Vínculo institucional

1986 - 1987
Vínculo: Professor - 353 dias- Pradopol, Enquadramento Funcional: professor quimica e biologia

Atividades

1986 - 1996
Ensino,

Disciplinas ministradas
biologia
quimica
programa de saúde


Projetos de pesquisa


2005 - Atual
DETERMINAÇÃO DO LIMIAR ANAERÓBICO DE EQÜINOS
Descrição: RESUMO A utilização do cavalo para a prática de esportes vem aumentando em nosso país e no mundo. Conseqüentemente, cada vez mais os cavalos são vistos como atletas e submetidos a protocolos de treinamento que visam melhorar o seu desempenho. Grande ênfase tem sido dada na avaliação do treinamento por meio de testes de desempenho, feita pela determinação da evolução do limiar anaeróbico (LA); o qual pode ser aferido pela mensuração da lactacidemia, técnica consagrada no meio humano que é cada vez mais aplicada aos esportes eqüestres. Dez cavalos serão submetidos aos testes em uma esteira rolante de alto desempenho. Três diferentes metodologias para a estimativa rápida do LA em eqüinos através da lactacidemia serão comparadas: a determinação do Limiar Anaeróbico Individual (LAI), da V4 e do Ponto de Lactato Mínimo (Lacmin). Os resultados obtidos com estas metodologias serão comparadas com o valor obtido pelo método do Ponto Máximo de Equilíbrio Dinâmico do Lactato (MLSS - Maximun Lactate Steady State). Adicionalmente, a glicemia também será avaliada e seu ponto de inflexão será comparado com o LA aferido pela lactacidemia. Será feita análise de variância e teste de Tuckey entre os momentos dentro das metodologias e entre os LA determinados pelas diferentes metodologias. ..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador / Otávio Augusto O Soares - Integrante.
2005 - Atual
DETERMINAÇÃO DOS EFEITOS DA EXPOSIÇÃO PERINATAL DE RATOS AO DICLORVÓS SOBRE O DESENVOLVIMENTO FÍSICO E SOBRE A MEMÓRIA E O APRENDIZADO
Descrição: SNC é bastante sensível a produtos químicos, especialmente nos estágios iniciais do desenvolvimento. A acetilcolinesterase, enzima alvo do diclorvós, participa ativamente do desenvolvimento neuronal tanto de sistemas colinérgicos como até mesmo sistemas não colinérgicos. O resultado dessa estimulação durante o período perinatal pode se manifestar como distúrbios sutis do comportamento que podem ser determinados por meio de técnicas de psicologia comportamental que são capazes de registrar e quantificar fenômenos aparentemente imensuráveis como inteligência, aprendizagem e memória. O bloqueio da colinesterase pode interferir, de algum modo, em funções sensoriais tais como visão e audição, que são especialmente importantes no paradigma do campo aberto, labirinto em cruz elevado e labirinto aquático de Morris, uma vez que, os animais precisam ver e ouvir, entre outros processos de percepção para incorporar o máximo de informações durante a exploração de um novo ambiente e armazená-las por variáveis períodos de tempo. O Movimento espontâneo no labirinto em campo aberto, labirinto em cruz elevada, labirinto aquático de Morris e o equilíbrio no tambor giratório, são testes utilizados pela psicologia comportamental que serão realizados nesta pesquisa. O presente projeto tem por objetivo verificar em filhotes que tiveram suas mães tratadas com diclorvós durante a gestação e lactação, possíveis interferências na: " aprendizagem e memorização; " coordenação motora e habilidade de equilíbrio; " ansiedade e atividade exploratória.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador / Jaqueline Perola de Souza - Integrante / Analuê Borges Moura - Integrante.
2002 - 2004
AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DA EXPOSIÇÃO PERINATAL À COLEIRA PLÁSTICA IMPREGNADA COM DICLORVÓS NO DESENVOLVIMENTO FÍSICO E COMPORTAMENTAL DE RATOS
Descrição: RESUMO - O organofosforado diclorvos impregnado em coleiras plásticas representa um recurso terapeutico veterinário utilizado no controle de ectoparasitas de cães e gatos. O objetivo foi avaliar o potencial deste produto como fonte de alterações persistentes no sistema neuromotor e/ou na ansiedade de ratos decorrentes da sua interferência sobre o desenvolvimento cerebral. Ratas prenhes Wistars foram submetidas a coleiras plásticas impregnadas com 8,37% de diclorvos (grupo tratado), ou a coleiras plásticas sem o princípio ativo (grupo controle), no primeiro dia de gestação. Na desmama, não houve diferença na atividade colinesterásica aos 35 dias de idade. No teste do tambor giratório, utilizado para avaliar a coordenação cerebral entre as mães tratadas e controle, bem como entre os respectivos filhotes.O tratamento não afetou a atividade geral dos filhotes avaliada na arena de campo aberto, nem o nível de ansiedade testado no labirinto em cruz elevado, ambos motora e habilidade de equilíbrio dos filhotes, o grupo tratado apresentou um número de quedas por sessão significantemente maior do que o grupo controle. Contudo, equívocos na definição operacional não permitiu atribuir prejuízos na coordenação motora decorrentes do tratamento. O período de descarga mais intensa do diclorvos a partir deste sistema de coleiras ocorreu supostamente no início da gestação não coincidindo portanto, com o período crítico do sistema colinérgico em desenvolvimento. A aplicação da coleira antipulgas a base de diclorvos no início da fase de gestação não produziu alterações comportamentais nos filhotes. Palavras-chave: Campo aberto, Coleira antipulgas, Coordenação motora, DDVP, Neurotoxicologia do desenvolvimento, Labirinto em cruz elevado. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador / Jaqueline Perola de Souza - Integrante / Gustavo M Nogueira - Integrante / Cristiane de Paula Turco - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
2002 - 2004
Avaliação o efeito da suplementação prolongada com creatina sobre músculos lisos estriaos esqueléticos de eqüinos em treinamento aeróbico
Descrição: Cavalos da raça Puro Sangue Árabe (PSA) submetidos a treinamento aeróbico por 90 dias, com alimentação suplementada ou não com creatina monoidratada foram avaliados quanto ao peso e escore corporal, e área e freqüência dos diferentes tipos de fibras do músculo gluteus medius. A suplementação consistiu na administração diária de 75g desta substância, misturada à ração durante os 90 dias de treinamento. O condicionamento físico foi realizado em esteira rolante de alto desempenho e a intensidade do treinamento foi estipulada mediante o cálculo da VLAC 4 (velocidade na qual o lactato sanguíneo atinge 4mmol/L) determinada mensalmente para cada animal. Estabeleceu-se a intensidade do esforço físico individual, em 80% do limiar aeróbico. A morfometria de fibras dos músculos gluteus medius foi realizada sobre secções de congelamento processadas para análises histoquímicas da atividade da miosina adenosina trifosfatase (ATPase) e imunohistoquímicas de miosina de contração lenta. Os resultados desse experimento demonstram claramente que os animais apresentaram moderado escore corporal e seu peso corpóreo não alterou ao longo do treinamento e da suplementação com creatina, evidenciando excelente condição corporal. Os resultados de morfometria demonstraram que, o treinamento aeróbico associado ou não a suplementação com creatina, modificaram as características contráteis e metabólicas do músculo, promovendo a conversão de fibras de contração rápida e glicolíticas em fibras de contração lenta e oxidativas. O treinamento aeróbico por 90 dias a 80% do limiar aeróbico por si só, ou mesmo associado à suplementação com creatina, provocou aumento do número de fibras tipo I em detrimento do número de fibras tipo IIX, acarretando em modificações das características contráteis e metabólicas do músculo gluteus medius. Palavras-chaves: Eqüinos, Gluteus medius, Biópsia Muscular, Creatina, Treinamento Aeróbico, Miosina ATPase ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador / Jose Correia de Lacerda Neto - Integrante / GUILHERME FERRAZ - Integrante / RAPHAEL TEIXEIRA-NETO - Integrante / flora D'Angelis - Integrante / Eduardo Villela Villaça Freitas - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
2001 - 2003
Efeitos a suplementação com creatina e da administração de cafeína sobre o desempenho de cavalos puro sangue árabe em provas de longa e de curta duração
Descrição: Nas décadas de 1950 e 1960 houve um considerável aumento no estudo da fisiologia do cavalo atleta. Nos últimos dez anos observou-se um acúmulo do conhecimento disponível, proveniente de diversos estudos científicos realizados em todo o mundo, que compõe uma massa crítica respeitável. Um dos pioneiros no desenvolvimento da ciência do exercício em eqüinos foi o professor Sune Persson que iniciou seus estudos utilizando cavalos suecos de trote, no início dos anos 60. Esse pesquisador foi o primeiro a utilizar uma esteira rolante de alto desempenho para estudos em fisiologia do exercício. Hoje, a esteira se tornou uma ferramenta vastamente utilizada, tanto nas pesquisas em laboratórios quanto como adjuvante em programas de treinamento. Durante os últimos cinco anos, os grandes centros brasileiros de eqüinocultura, aumentaram consideravelmente o interesse pelo estudo da fisiologia do exercício nesta espécie. O que é comprovado pela existência de dois grupos de pesquisa cadastrados no CNPQ que se dedicam ao tema. A utilização de esteira de alto desempenho para eqüinos permite o estudo, sob condições laboratoriais controladas, das respostas metabólicas e musculares esqueléticas, frente à prática de esforço físico. Adicionalmente, e com o mesmo grau de interesse, observa-se a busca do melhor desempenho atlético por meio da utilização de suplementos nutricionais objetivando-se a produção de um efeito ergorgênico efetivo, ou seja, o aumento da capacidade de realização de trabalho físico. Dentre os vários suplementos disponíveis nos últimos anos a creatina vem tendo a sua utilização intensificada, principalmente em protocolos relativamente curtos de suplementação, portanto, de caráter agudo. A maioria das informações científicas existentes neste campo advém de estudos com exercícios intensos e intermitentes, porém de curta duração. Em contraste, o trabalho ora apresentado aborda principalmente os efeitos da suplementação crônica de creatina para cavalos Puro Sangue Á..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador / GUILHERME FERRAZ - Integrante / flora D'Angelis - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
2000 - 2002
A cafeína, devido seu poder estimulante, é comumente utilizada como adjuvante para a melhora no desempenho de atletas, não só em humanos como em Estudo da eliminação de cafeína em eqüinos da raça Puro Sangue Inglês submetidos ou não a acidose induzida por
Descrição: A cafeína, devido seu poder estimulante, é comumente utilizada como adjuvante para a melhora no desempenho de atletas, não só em humanos como em animais. Em eqüinos concentrações superiores a 5mg/mL de urina já se caracteriza doping. Estudou-se a farmacocinética da cafeína em eqüinos pré-tratados ou não com ácido ascórbico, na tentativa de mimetizar uma acidose pós-exercício. Assim, um grupo recebeu 500mL de solução fisiológica IV e 2mg/kg de cafeína IV após 30 minutos. Outro grupo recebeu 0,5g/kg de ácido ascórbico diluído em 500mL de solução fisiológica IV e 2mg/kg de cafeína IV após 30 minutos. Colheram-se amostras de urina e saliva antes da administração de cafeína (0min) e nos tempos 15min, 30min, 1h, 2h, 4h, 6h, 8h, 12h, 24h, 48h e 72h pós-cafeína. O pH urinário do grupo controle manteve-se constante, oscilando entre 8 e 9. Entretanto, no grupo tratado houve um decréscimo no pH entre os tempos 0min e 6 horas, oscilando entre 6 e 7. Todas as amostras foram quantificadas através da técnica de cromatografia a gás (CG). As concentrações obtidas na urina determinaram um pico excretório 1h pós-cafeína, com uma concentração média de 3,8mg/mL, mantendo-se elevado até 4 horas. A partir de 24 horas não se verificou diferença significante em relação ao tempo 0min. A cinética de excreção obtida com as amostras do grupo acidificado foram semelhantes à do grupo controle, diferindo apenas aos 30min pós-cafeína. A cinética de secreção em saliva também acompanhou os resultados obtidos na urina, tanto no grupo controle quanto no tratado, com concentração média de 1,2mg/mL. Na tentativa de obter resultados com maior rapidez e um processamento mais econômico, mantendo-se a precisão, todas as amostras foram quantificadas através do teste ELISA. Assim, os resultados obtidos pela CG foram diluídos para obter-se uma concentração correspondente a 50% de absorção óptica das curvas padrão do teste ELISA (I50). O coeficiente de correlação ( r ) obtido foi de 0,53..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador / ADRIANO B CARREGARO - Integrante / Otávio Augusto O Soares - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
2000 - 2002
Efeitos a reposição eletrolítica sobre variáveis fisiológicas de cavalos em provas de enduro de 30 e 60 km de distância
Descrição: RESUMO O presente estudo teve como objetivo a comparação de variáveis fisiológicas entre um grupo de eqüinos atletas submetidos a provas de enduro eqüestre nas distâncias de 30 e 60km com velocidade média de 10 e 15km/h, respectivamente. Em ambas as provas os animais foram divididos em dois grupos experimentais que receberam, ou não, reposição eletrolítica por via oral, na forma de pasta, antes, durante e após as referidas provas. Observou-se que a pasta foi prontamente absorvida pelo organismo dos animais mostrando-se importante na regulação do equilíbrio hidroeletrolítico, reposição de perdas hídricas, contribuindo, em última análise, para manutenção da homeostasia. Concluiu-se que a administração da pasta eletrolítica não apresentou nenhum efeito colateral aos animais, nas distâncias em que foram avaliadas, e que um suplemento a base de eletrólitos, é indicado para cavalos submetidos a esforços a partir de 60km de distância. Palavras chave: eletrólitos, equinos, enduro, parâmetros fisiológicos ABSTRACT The aim of this study was to compare physiologic parameters of a group of trained horses submitted to 30 and 60km endurance exercises with an average speed of 10 and 15km/h, respectively. One of the groups was treated, orally, with an hipertonic electrolyte paste before, during and after the task. The paste was promptly absorbed by the animal organism showing its importance in the electrolyte and fluid loss replenishment, improving homeostasis maintainance. It was concluded that the administration of the electrolyte paste did not show any deleterious effect on the animals, and that the supplementation with an electrolyte source is indicated for horses submitted to efforts from 60km long on. Key words: electrolytes, endurance, equine, physiologic values.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador / RAPHAEL TEIXEIRA-NETO - Integrante / flora D'Angelis - Integrante.
1999 - 1999
Estudo dos Efeitos do Amitraz Administrado sobre a mucosa nasal de Eqüinos
Descrição: RESUMO Amitraz [N-methyl-N'-2,4-xylyl-N-(N-2,4-xylylformimidyl) formamide], uma formamidina acaricida extensamente usada em medicina veterinária para controlar ectoparasitas, tem uma atividade farmacológica complexa que inclui a atividade agonista alfa adrenérgica, inibição da monoaminooxidase, como também a habilidade para inibir a síntese de prostaglandinas. Quando pulverizada em cavalos, esta droga freqüentemente causa uma cessação rápida de sons intestinais e alterações cardiovasculares, entre outros efeitos relacionados a sua ação em receptores adrenérgicos. Baseado em experimentos prévios, de nosso grupo que indicaram que a administração iv de amitraz na dose de 0,1 mg/kg para cavalos Puro Sangue Inglês causou um efeito sedativo e antinociceptivo bastante expressivos, decidiu-se administrar 0,3 mg/kg de amitraz, dissolvido em dimetilsulfóxido, por aspersão sobre a mucosa nasal de seis éguas da raça Puro Sangue Inglês, com o objetivo de estudar o efeito sedativo desta substância, quando administrada por tal via. Os resultados demonstraram que a dose utilizada causou um efeito sedativo significativo, no teste de ptose de cabeça. Efeito este, que foi observado a partir de 15 minutos após a substância ser borrifada dentro da cavidade nasal do animal e que durou por até 90 minutos. A atividade locomotora espontânea em baia comportamental não sofreu alteração significativa, o que foi atribuído ao uso de animais calmos e acostumados à baia. O efeito sedativo mostrou ser suficiente para a condução de exames físicos, exames clínicos, realizar curativos e facilitar o manejo de animais agitados. Palavras-chave: amitraz, sedação, cavalos, administração intranasal. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador / Mauro Henrique Bueno de Camargo - Integrante.
1998 - 2000
Estudo comparativo dos efeitos sedativos e/ou antinociceptivos de várias drogas sedativas em eqüinos
Descrição: A habilidade em aliviar a dor, resultante de injúria e/ou doenças, permanece sendo uma das principais atribuições do médico veterinário. Clínicos de campo e, muitas vezes, anestesistas parecem considerar que a sedação profunda acarretaria em certo grau de analgesia. Este conceito, embora contestado em vários livros-texto, tem sua razão de ser uma vez que, dependendo do método usado para se avaliar a dor, pode ocorrer confusão na diferenciação entre o efeito sedativo e o efeito analgésico, conforme relatam os resultados preliminares obtidos por nosso grupo com a xilazina. Esta observação é importante pois indica que nem sempre que um animal não reage à dor, significa que ele não a está sentindo, pois é possível que o método utilizado para se avaliar a analgesia não seja adequado, estando a resposta ao estímulo doloroso, mascarada pelo efeito sedativo. Objetivamos com o presente trabalho avaliar o possível efeito antinociceptivo obtido após a administração de vários fármacos, em doses sedativas, por meio de dois métodos diferentes: o da latência para o Reflexo da Retirada do Membro e o da Latência para o Reflexo do Frêmito Cutâneo. Pretendemos, com este estudo comparar, em eqüinos da raça Puro Sangue Inglês, o efeito sedativo de vários fármacos, por meio da avaliação da Atividade Locomotora Espontânea (ALE) em baia comportamental e, também, avaliar o efeito antinociceptivo (ou hiperálgico) das mesmas por meio de dois testes: o da Latência para o Reflexo da Retirada do Membro (LRRM) pós a inflição do estímulo doloroso na região da falange proximal do membro torácico, método que, por suas características, estaria mais relacionado ao aparato locomotor e, possivelmente, com maior possibilidade de ser influenciado por um efeito sedativo; e o da Latência para o Reflexo do Frêmito Cutâneo (LRFC) após a inflição do estímulo doloroso na região da cernelha, método este, talvez, menos sujeito a influência de efeito sedativo.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador / GUILHERME ZAMUR - Integrante / Fabiana G. Christovão - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
1996 - 1997
Caracterização do efeito antinociceptivo do amitraz em eqüinos
Descrição: Além da excelente atividade acaricida e inseticida, o amitraz apresenta uma atividade farmacológica bastante complexa em mamíferos. Em várias espécies animais, os sinais e sintomas mais comuns da intoxicação aguda por este pesticida são a depressão do Sistema Nervoso Central (SNC), com episódios de hiperexcitabilidade, hipotensão, bradicardia, hipotermia, hiperglicemia e, em algumas espécies, alteração no balanço hídrico, evidenciado por hemoconcentração. Além disso, é bastante citada a diminuição da atividade do músculo liso, principalmente do trato digestivo Objetivos 1. Avaliar o efeito antinociceptivo da administração iv de 0,05; 0,10 e 0,15 mg/kg de AMZ em eqüinos PSI, por meio de dois testes diferentes (teste da retirada do membro e teste do frêmito cutâneo) em animais submetidos a uma estímulo doloroso térmico (facho concentrado de luz). 2. Verificar o efeito sedativo da administração iv de 0,05; 0,10 e 0,15 mg/kg de AMZ em eqüinos PSI, por meio da quantificação de sua atividade locomotora espontânea na ausência e na presença de AMZ e relacionar este efeito com o estímulo de receptores adrenérgicos a2. 3. Avaliar o efeito sedativo da administração iv de 0,05; 0,10 e 0,15 mg/kg de AMZ em eqüinos PSI, utilizando-se o método da ptose da cabeça. 4. Determinar os efeitos colaterais da administração iv de 0,10 mg/kg de AMZ, sobre o funcionamento cardíaco, freqüência respiratória, atividade motora intestinal, temperatura retal e sudação, em eqüinos PSI. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador / SILVIA C GONÇALVES - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
1996 - 1997
Estudo farmacológico e farmacocinético da cocaína e cafeína em eqüinos
Descrição: Os fármacos testadas são sem dúvida, os estimulantes de uso legal (cafeína) e ilegal (cocaína) mais difundidos e utilizados pela população humana em todo mundo. O objetivo principal deste trabalho foi o de se estabelecer limiares de concentração máximos aceitáveis para estas substâncias em material biológico colhido de cavalos, a partir da determinação das maiores doses que fossem farmacologicamente inefetivas. Doze éguas da raça Puro Sangue Inglês, com peso entre 400 e 550 kg foram tratadas com doses de 5,0; 3,0; 2,5; 2,0 mg/kg de cafeína, ou com cocaína nas doses de 0,12; 0,08; 0,04; 0,03; 0,02 mg/kg. outro tratamento com solução salina empregado como controle, tanto para a cafeína como para cocaína. Desta forma, a determinação da Dose Máxima Inefetiva foi obtida em baias comportamentais, em sistema de campo aberto, nas quais mediu-se a atividade locomotora espontânea dos animais frente a administração das fármacos e das doses testadas. Observou-se que a dose de 2,0 mg/kg de cafeína e a dose de 0,02 mg/kg de cocaína, foram as maiores doses inefetivas sobre a atividade locomotora espontânea e sobre a atividade comportamental nas condições experimentais testadas. O estudo farmacocinético após a injeção das doses inefetivas acima, sugeriu o limiar de concentração máximo admissível para a cafeína como sendo 2 g/mL em amostras de plasma e 5 g/mL em amostras de urina de eqüinos. O limite máximo admissível para a concentração de cocaína em amostras de urina foi estabelecido como 100 ng/mL. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador / GUILHERME ZAMUR - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
1995 - 1996
EStudo comparativo dos efeitos sedativos e/ou antinociceptivos de várias drogas em animais de laboratório
Descrição: Os efeitos sedativos e antinociceptivos da levomepromazina, azaperone e midazolam foram avaliados utilizando-se 3 testes de comportamento em ratos e camundongos. No teste da Atividade Locomotora Espontânea em campo aberto observou-se que, tanto o comportamento exploratório como a atividade locomotora espontânea foram significativamente diminuídos quando se utilizou levomepromazina e azaperone. O efeito causado pelo azaperone foi menos prolongado quando comparado ao da levomepromazina. O midazolam causou diminuição do comportamento exploratório sem alterar a atividade locomotora espontânea. Quando se avaliou o efeito antinociceptivo por meio da latência para o reflexo da retirada da cauda em ratos após estímulo doloroso, as drogas não apresentaram nenhum efeito antinociceptivo observável. No teste das Contorções em Camundongos, os fármacos foram capazes de abolir as contorções quando comparados ao efeito do grupo controle. Levomepromazina, azaperone e midazolam nas doses utilizadas foram capazes de inibir o comportamento exploratório de ratos, comprovando seus efeitos sedativos. Com relação aos efeitos antinociceptivos para dor visceral, eles foram capazes de inibir as contorções. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador / augusto de caroli neto - Integrante / Celia Alas Rossi - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
1992 - 1994
Efeito da intoxicação por amitraz sobre a motilidade o trato digestivo e eqüinos e animais de laboratório - uma alternativa terapêutica
Descrição: Objetivos 1. Determinar a influência de concentrações crescentes de AMZ sobre as contrações rítmicas do duodeno isolado de coelhos. 2. Avançar no entendimento dos sub-tipos de receptores adrenérgicos a2 envolvidos na dessensibilização causada pelo AMZ no músculo liso da taenia coli de cobaias, utilizando-se bloqueadores com diferentes afinidades pelos receptores adrenérgicos. 3. Avaliar o efeito do AMZ sobre o trânsito intestinal de ratos, o envolvimento de receptores adrenérgicos a2 no processo e, a influência, sobre o trânsito intestinal, da administração de acetilpromazina e/ou fentanil. 4. Investigar o efeito antinociceptivo do AMZ sobre a dor visceral causada pela injeção ip de ácido acético 0,6% em camundongos, comparar este efeito com o da xilazina e avaliar a participação de receptores adrenérgicos a2 no efeito do AMZ. 5. Quantificar a duração do efeito antinociceptivo do AMZ em ratos submetidos a um estímulo doloroso térmico (imersão da cauda em água aquecida). 6. Avaliar o efeito antinociceptivo da administração iv de 0,05; 0,10 e 0,15 mg/kg de AMZ em eqüinos PSI, por meio de dois testes diferentes (teste da retirada do membro e teste do frêmito cutâneo) em animais submentidos a uma estímulo doloroso térmico (facho concentrado de luz)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador / E SCATENA FILHO - Integrante / ANGELA AKAMATSU - Integrante / Juang Shwu Jiin - Integrante / Kátia Regiane de Souza - Integrante.
1992 - 1993
Avaliação toxicológica de vegetais empregados em medicina popular
Descrição: O projeto consistiu na avaliação da toxicidade de plantas medicinais utilizadas na Medicina Popular Brasileira. Para tanto foram utilizados modelos experimentais com ratos, camundongos e suínos que receberam as palntas na forma como elas são preparadas popularmente, e por períodos de tempo que variávam dde 24 horas a 3 meses. A avaliação da toxicidade se dava pela observação do comportamento dos animais, avaliação da curva de ganho de peso, e de parâmetros fisiológicos e bioquímicos do sangue e urina. Após o período experimental, os animais eram sacrificados e submetidos a exames pós-mortem macro e microscópios. ...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador.Financiador(es): Central de Medicamentos - Auxílio financeiro.
1989 - 1990
Avaliação toxicológica de caráter agudo e subagudo de vegetais empregados em medicina popular
Descrição: O projeto consistiu na avaliação da toxicidade de plantas medicinais utilizadas na Medicina Popular Brasileira. Para tanto foram utilizados modelos experimentais com ratos, camundongos e suínos que receberam as palntas na forma como elas são preparadas popularmente, e por períodos de tempo que variávam dde 24 horas a 3 meses. A avaliação da toxicidade se dava pela observação do comportamento dos animais, avaliação da curva de ganho de peso, e de parâmetros fisiológicos e bioquímicos do sangue e urina. Após o período experimental, os animais eram sacrificados e submetidos a exames pós-mortem macro e microscópios. ...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador.
1987 - 1988
Avaliação toxicológica de caráter agudo e subagudo de vegetais empregados em medicina popular
Descrição: O projeto consistiu na avaliação da toxicidade de plantas medicinais utilizadas na Medicina Popular Brasileira. Para tanto foram utilizados modelos experimentais com ratos, camundongos e suínos que receberam as palntas na forma como elas são preparadas popularmente, e por períodos de tempo que variávam dde 24 horas a 3 meses. A avaliação da toxicidade se dava pela observação do comportamento dos animais, avaliação da curva de ganho de peso, e de parâmetros fisiológicos e bioquímicos do sangue e urina. Após o período experimental, os animais eram sacrificados e submetidos a exames pós-mortem macro e microscópios. . ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZ NETO - Coordenador.Financiador(es): Central de Medicamentos - Auxílio financeiro.
1984 - 1985
Avaliação Farmacognóstica, farmacológica e toxicológica de princípios ativos presentes em vegetais a família Loranthaceae
Descrição: Foram estudadas algumas ações farmacológicas do chá de erva de passarinho Phandendron latifolium (SW) Griseb, parasitando Ficus enormis Mart. em duodeno isolado de coelho, pressão arterial de cães, canal deferente de cobaia e em ratos "in vivo". Com base em nossos resultados e considerações tecidas a respeito podemos concluir que: a. No duodeno isolado de coelhos o chá liofilizado de erva de passarinho (CLEP) em doses crescentes promoveu redução da motilidade. b .A nível de pressão arterial de cães, o CLEP promoveu um efeito bifásico, caracterizado por um pequeno e inconstante aumento da pressão arterial , talvez devido a liberação de noradrenalina endógena, seguida de hipotensão que não foi bloqueada pela atropina ou propanolol. c. O resultado dos efeitos do CLEP no canal deferente isolado de cobaia, tanto como único agonista, como quando adicionado previamente às obtenções de curvas doses-resposta à noradrenalina e acetilcolina nos permite sugerir que devem existir no chá, agonista(s) colinérgico(s) de atividade intrínseca reduzida e potássio, este último confirmado por determinação espectofotométrica. d. Os ensaios toxicológicos sub-agudos demonstraram ação tóxica do chá a nível hepático e renal. e. Os resultados dos estudos farmacológicos poderiam justificar o uso do referido chá na terapia da diarréia por incremento da atividade parassimpática, e como hipotensor. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Coordenador.Financiador(es): Universidade Estadual de Maringá - Auxílio financeiro.
1963 - 1989
Estudo dos mecanismos envolvidos na dessensibilização à noradrenalina no canal deferente de cobaia. Papel da atropina no fenômeno
Descrição: Estudou-se o efeito da acetilcolina e noradrenalina nas porções epididimais e prostáticas do duto deferente de ratos, além da participação de mecanismos moleculares desencaeados pelo lítio e mioinositol nessas preparações . Com base nos resultados obtidos concluiu-se que o desvio à direita (dessensibilização) da curva concentração-efeito para noradrenalina, na porção prostática do Duto Deferente, causado pelo lítio é resultado de um aumento da recaptação neuronal de noradrenalina causado pelo llítio e a interferência deste elemento na hidrólise de fosfatidilinositol...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Isabel Mataqueiro - Integrante / ANTONIO DE QUEIROZNETO - Coordenador / G BALLEJO - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.


Outros Projetos


2002 - 2002
Projeto pedagógico de Curso de Engenharia Agronomica
Situação: Concluído; Natureza: Outra.


Revisor de periódico


2010 - 2010
Periódico: Revista Academica De Ciencias Agrarias e Ambientais


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Toxicologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia Geral.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Histologia.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2013
Conselheira do Conselho de Curadores - 2013 a 2917, ITES.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MORANZA, H. G.2017MORANZA, H. G. ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ NETO, Antonio de ; FERRAZ, Guilherme . chonic administration of bauhinia forticata link reduced exploratory activity without affecting blood glucose in healthy rats. PLANT, v. 5, p. 27, 2017.

2.
MATAQUEIRO, M. I.2014MATAQUEIRO, M. I.; NAKAGHI, L. S. O. ; YAMADA, P. K. ; FERRAZ, Guilherme ; QUEIROZ NETO, Antonio de ; OLIVEIRA, Georgino Honorato de . Degradation, Residual Determination, and Cholinesterase Activity of Triclorfon in Holmberg (PACU) 1887. Journal of Toxicology and Environmental Health. Part A ,. Journal of Toxicology and Environmental Health. Part A, v. 77, p. 3, 2014.

3.
QUEIROZ-NETO, ANTONIO2013QUEIROZ-NETO, ANTONIO ; ZAMUR, GUILHERME ; MATAQUEIRO, MARIA I. ; D'ANGELIS, FLORA H.F. ; ARAÚJO, RENATHA A. ; SILVA, MATHEUS H.M. ; BASILE, ROBERTA C. ; FERRAZ, GUILHERME C. . Behavioral and Antinociceptive Effects of Alfentanil, Butorphanol, and Flunixin in Horses. Journal of Equine Veterinary Science (Print), v. 33, p. 1095-1100, 2013.

4.
MUNIR,2011MUNIR, ; KOBERSTEIN2, T. C. R. D. ; URBINATI, Elizabeth Criscuolo ; FAGUNDES1, M. ; SANTOS, M. A. ; MATAQUEIRO, M. I. . Concentrações de hormônio na carcaça de tilápias-do-nilo e maturação precoce após reversão sexual. Revista brasileira de zootecnia (Online), v. 01, p. 2011-01 7-11, 2011.

5.
MATAQUEIRO, M. I.;MATAQUEIRO, MARIA I.2010MATAQUEIRO, M. I.; FERRAZ, Guilherme ; QUEIROZ NETO, Antonio de ; Mundin,V.Z. ; Rizzi, V.G. . Avaliação da toxicidade aguda em ratos submetidos ao tratamento com a associação Fluazuron 3,0% e Abamectina 0,5% indicada para bovinos. A Hora Veterinária, v. 7, p. 32-35, 2010.

6.
FERRAZ, Guilherme2008 FERRAZ, Guilherme ; TEIXEIRA-NETO, Raphael ; MATAQUEIRO, M. I. ; LACERDA NETO, Jose Correia de ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Effects of intravenous administration of caffeine on physiologic variables in exercising horses. American Journal of Veterinary Research, v. 69, p. 1670-1675, 2008.

7.
MATAQUEIRO, M. I.;MATAQUEIRO, MARIA I.2008MATAQUEIRO, M. I.; NAKAGHI, Laura Satiko Okada ; SOUZA, Jaqueline Perola de ; CRUZ, Claudinei ; OLIVEIRA, Georgino Honorato de ; URBINATI, Elizabeth Criscuolo . Histopathological changes in the gill, liver and kidney of pacu (Piaractus. Journal of Applied Ichthyology, v. 25, p. 124-127, 2008.

8.
SOUZA, J. P.2008SOUZA, J. P. ; NOGUEIRA, Gustavo M ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Behavior of rats after perinatal exposure to plastic collar impregnated with diclorvos. ARS Veterinária (Impresso), v. 24, p. 97, 2008.

9.
CARREGARO, Adriano B2007CARREGARO, Adriano B ; Luna, Stelio P. Loureiro ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Effects of buprenorphine on nociception and spontaneous locomotor activity in horses. American Journal of Veterinary Research, v. 68, p. 246-250, 2007.

10.
CARREGARO, A.2007CARREGARO, A. ; SOARES, Otávio Augusto O ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Quantification of caffeine in horse urine and saliva by gas chromatography and ELISA.. Revista Brasileira de Toxicologia, v. 19, p. 1-5, 2007.

11.
SOARES, Otávio Augusto O2007SOARES, Otávio Augusto O ; QUEIROZ NETO, Antonio de ; CARREGARO, A B ; MATAQUEIRO, M. I. . comparação entre a cromatografia gasosa e o teste Elisa na quantificação de cafeina no plasma equino. Comparação entre cromatografia gasosa e o teste Elisa na quantificação de cafeina no plasma equino, v. 23, p. 141, 2007.

12.
SOUZA, Jaqueline Perola de2006SOUZA, Jaqueline Perola de ; NOGUEIRA, Gustavo M ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZNETO, Antonio de . Atividade colinesterásica cerebral e comportamento de ratos após exposição perinatal ao diclorvós.. Ciência Rural, Santa Maria - RS, v. 36, n.2, p. 501-508, 2006.

13.
CHRISTOVAO, F. G.2006CHRISTOVAO, F. G. ; ZAMUR, G. ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Sedative and antinociceptive effects of romifidine and xylazine in Thoroughbred mares. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, v. 58, p. 1030-1036, 2006.

14.
CARREGARO, A B2004CARREGARO, A B ; MATAQUEIRO, M. I. ; SOARES, Otávio Augusto O ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Study of caffeine in urine and saliva of horses subjected to urinary acidification. Journal of Applied Toxicology, New York, v. 24, n.6, p. 519-525, 2004.

15.
TEIXEIRA-NETO, Raphael2004TEIXEIRA-NETO, Raphael ; FERRAZ, Guilherme ; MATAQUEIRO, M. I. ; LACERDA NETO, Jose Correia de ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Reposição eletrolítica sobre variáveis fisiológicas de cavalos em provas de enduro de 30 e 60 km. Ciência Rural, Santa Maria, v. 34, n.6, p. 1505-1511, 2004.

16.
MATAQUEIRO, M. I.;MATAQUEIRO, MARIA I.2004 MATAQUEIRO, M. I.; D'ANGELIS, Flora ; CAROLI NETO, A. ; ROSSI, C. A. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Comparative study of the sedative and antinociceptive effects of levomepromazine, azaperone and midazolam in laboratory animals.. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, Belo Horizonte, v. 56, n.3, p. 340-345, 2004.

17.
DIAS, Marco Tavares2004DIAS, Marco Tavares ; MATAQUEIRO, M. I. . Caracteristicas hematológicas, bioquímicas e biométricas de pacu oriundos de cultivo intensivo. Acta Scientiarum (UEM), Maringá, v. 26, n.2, p. 157-162, 2004.

18.
DIAS, Marco Tavares2002DIAS, Marco Tavares ; MATAQUEIRO, M. I. ; PERECIN, Dileermando . Total Leukocyte counts in fishes by direct or indirect methods?. Boletim de Indústria Animal, São Paulo, v. 28, n.2, p. 155-161, 2002.

19.
QUEIROZ NETO, Antonio de2001 QUEIROZ NETO, Antonio de ; ZAMUR, G. ; CARREGARO, Adriano B ; MATAQUEIRO, M. I. ; SALVADORI, M. C. ; AZEVEDO, C. P. ; HARKINS, J. D. ; TOBIN, T. . Effects of cafeine on locomotor activity of horses. Determination of the no-effect threshold. Journal of Toxicology. Clinical Toxicology, New York, v. 21, n.2, p. 229-234, 2001.

20.
MISTIERI, M. ..2001MISTIERI, M. .. ; THOMAZO, N. M. M. ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Estudo das propriedades analgésicas da Achillea Millefolium L. (Asteraceae). Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Botucatu, v. 3, n.2, p. 1-6, 2001.

21.
QUEIROZ NETO, Antonio de2000QUEIROZ NETO, Antonio de ; CARREGARO, Adriano B ; ZAMUR, G. ; HARKINS, J. D. ; TOBIN, T. ; MATAQUEIRO, M. I. ; GONÇALVES, S. C. . Effect of amitraz and xylazine on various physiological variables of horses.. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, Belo Horizonte, v. 52, n.1, p. 27-32, 2000.

22.
MATAQUEIRO, M. I.;MATAQUEIRO, MARIA I.2000MATAQUEIRO, M. I.; CAROLI NETO, A. ; ROSSI, C. A. ; ZAMUR, G. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Estudo comparativo dos efeitos sedativos e antinociceptivos da xilazina e romifidina em animais de laboratório.. ARS Veterinária, Jaboticabal, v. 16, n.3, p. 165-170, 2000.

23.
CAMARGO, Mauro H Bueno de1999CAMARGO, Mauro H Bueno de ; ZAMUR, G. ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Sedação de equinos através da aplicação de amitraz por aspersão, sobre as mucosas nasais.. ARS Veterinária, v. 15, n.3, p. 220-226, 1999.

24.
QUEIROZ NETO, Antonio de1998QUEIROZ NETO, Antonio de ; MATAQUEIRO, M. I. ; SANTANA, A. E. ; BECHARA, G. H. . Toxicologia do chá de folhas de Passiflora edulis em ratos e suínos.. ARS Veterinária, JABOTICABAL, v. 14, n.1, p. 86-92, 1998.

25.
QUEIROZ NETO, Antonio de1998QUEIROZ NETO, Antonio de ; MATAQUEIRO, M. I. ; AKAMATSU, A. . Estudo dos efeitos do amitraz sobre a contratilidade do músculo liso da Taenia coli de cobaias.. ARS Veterinária, JABOTICABAL, v. 14, n.3, p. 229-240, 1998.

26.
QUEIROZ NETO, Antonio de1998QUEIROZ NETO, Antonio de ; ZAMUR, G. ; GONÇALVES, S. C. ; CARREGARO, A. ; MATAQUEIRO, M. I. ; HARKINS, J. D. ; TOBIN, T. . Characterization of the antinociceptive and sedative effect of amitraz in horses,. Journal of Veterinary Pharmacology and Therapeutics (Print), Whitstable, v. 21, n.5, p. 400-405, 1998.

27.
QUEIROZ NETO, Antonio de1997QUEIROZ NETO, Antonio de ; MATAQUEIRO, M. I. ; SANTANA, A. E. ; ALESSI, A. C. . Toxic effects of Annona Squamosa seed extracts in rats and swine. Revista Brasileira de Toxicologia, v. 10, n.2, p. 11-15, 1997.

28.
QUEIROZ NETO, Antonio de1997QUEIROZ NETO, Antonio de ; ZAMUR, G. ; GONÇALVES, S. C. ; CARREGARO, A B ; MATAQUEIRO, M. I. ; HARKINS, J. D. ; TOBIN, T. . Study of the effects of amitraz in horses,. Journal of Veterinary Pharmacology and Therapeutics, Oxford, v. 20, p. 237-238, 1997.

29.
QUEIROZ NETO, Antonio de1995QUEIROZ NETO, Antonio de ; MATAQUEIRO, M. I. ; BALLEJO, G. . Effects of Lithium and Myoinositol on the Rat bisected vas deferens. General Pharmacology. The Vascular System, EUA, v. 26, n.8, p. 1735-1739, 1995.

30.
QUEIROZ NETO, Antonio de1994QUEIROZ NETO, Antonio de ; MATAQUEIRO, M. I. ; SANTANA, A. E. ; ALESSI, A. C. . Toxicologic evaluation of acute and subacute oral administration of Curcubita maxima seed extracts to rats and swine.. Journal of Ethnopharmacology, EUA, v. 43, p. 45-51, 1994.

31.
QUEIROZ NETO, Antonio de1991QUEIROZ NETO, Antonio de ; MATAQUEIRO, M. I. ; RODOVALHO, M. V. T. . Efeito do Agonista Beta Adrenérgico Clenbuterol sobre a Contratilidade Duto deferente isolado de ratos, a adrenalina,. Ciencia Zootécnica, Grafica da FCAVJ/UNESP, v. 6, n.2, p. 22-25, 1991.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
MATAQUEIRO, M. I.. Métodos experimentais de fisiologia usados no ensino de Psicologia. Rempo e Espaço, Taquaritinga, , v. 4, p. 1 - 4.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SILVA, A. ; MATAQUEIRO, M. I. ; PEREIRA, M. S. ; UCHIYAMA, T. Y. ; QUEIROZ-NETO, ANTONIO . Behvioural effects of Ipomoea asarifolia on wistar pups that had their mothers treated during pregnancy and lactation. In: EAVPT 2012, 2012, Holanda. EAVPT, 2012.

2.
PEREIRA, M. S. ; MATAQUEIRO, M. I. ; DONDA, P. F. ; RAINERI, R. ; CASQUEL, A. ; MORANZA, H. ; SILVA, A. ; FERRAZ, GUILHERME C. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Perinatal toxicological evaluation of Nepeta cataria in rats. In: EAVPT 2012, 2012, Holanda. EAVPT, 2012.

3.
RAINERI, R. ; QUEIROZ NETO, Antonio de ; MATAQUEIRO, M. I. ; SIMOES, H. G. ; CARNIER, A. P. E. ; FERRAZ, GUILHERME C. . Capsaicin increases the aerobic capacity of wistar rats submitted to an incremental swimming test preliminary results. In: EAVPT 2012, 2012, Holanda. EAVPT, 2012.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MATAQUEIRO, M. I.; NAKAGHI, L. S. O. ; YAMADA, P. K. ; FERRAZ, Guilherme ; QUEIROZ NETO, Antonio de ; Oliveira, G.H. . Cholinesterase activity and determination of residual triclorfon in plasma of pacu. In: IBAMTOX, 2013, RIBEIRAO PRETO. IBAMTOX, 2013.

2.
PEREIRA, M. S. ; MATAQUEIRO, M. I. ; MORANZA, H. G. ; FERRAZ, Guilherme ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Gestacional toxicological evaluation of nepeta cataria in rats. In: IBAMTOX, 2013, RIBEIRAO PRETO. IBAMTOX, 2013.

3.
SANFLORIAN, M. R. ; MATEUS, F. C. ; NAKAGHI, L. S. O. ; ZAIDEN, S. F. ; CRUZ, Claudinei ; MATAQUEIRO, M. I. . Microscopia eletronica de varredura das branquias de pacu exposto a concentrações subletais de triclorfon. In: IV Aquabio, 2010. IV Aquabio, 2010.

4.
MATEUS, F. C. ; SANFLORIAN, M. R. ; NAKAGHI, L. S. O. ; CRUZ, Claudinei ; MATAQUEIRO, M. I. . Alterações Histopatológicas de fígado e branquias de pacu exposto a concentrações subletais de triclorfon. In: IV Aquabio, 2010. IV AQUABIO, 2010.

5.
MOURA, A. B. ; PEREIRA, M. S. ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZNETO, Antonio de . Efeitos comportamentais em ratos que tiveram suas maes tratadas com diclorvos durante a lactação. In: xv CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA, 2007, BUZIOS - RJ. Sociedade Brasileira de Toxicologia, 2007.

6.
MATAQUEIRO, M. I.; MOURA, A. B. ; OLIVEIRA, Georgino Honorato de ; PEREIRA, M. S. ; QUEIROZNETO, Antonio de . Atividade da acetilcolinesterase cerebral em filhotes de ratas tratadas com diclorvos durante a lactação. In: xv CONGRESSO BRASILEIRO DE TOXICOLOGIA, 2007, BUZIOS - RJ. Sociedade Brasileira de Toxicologia, 2007. v. 20. p. 79.

7.
PEREIRA, M. S. ; MOURA, Analuê Borges ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ-NETO, ANTONIO . Desenvolvimento Fisico de ratos que tiveram suas maes tratadas com diclorvos durante a lactação. In: XV Congresso Brasileiro de Toxicologia, 2007, Recife. Revista brasileira de Toxicologia, 2007. v. 20. p. 78.

8.
FERRAZ, Guilherme ; D'ANGELIS, Flora ; MATAQUEIRO, M. I. ; TEIXEIRA-NETO, Raphael ; LACERDA NETO, Jose Correia de ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Clembuterol não aumenta a capacidade aeróbica de equinos em exercicio de intensidade máxima. In: XIV Congresso Brasileiro de Toxicologia, 1 Encontro Brasileiro de Toxicologia, 2005, Recife. Revista Brasileira de Toxicologia. São Paulo: Sociedade Brasileira de Toxicologia, 2005. v. 18. p. 101-101.

9.
CARREGARO, A B ; SOARES, Otávio Augusto O ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Comparação entre a cinética plasmática e salivar da cafeína em cavalos Puro Sangue Inglês. In: XIV Congresso Brasileiro de Toxicologia, 2005, Recife. Revista Brasileira de Toxicologia. São Paulo: Sociedade Brasileira de Toxicologia, 2005. v. 18. p. 158-158.

10.
SOARES, Otávio Augusto O ; CARREGARO, Adriano B ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Comparação entre o teste ELISA e a cromatografia gasosa utilizados para quantificação de cafeína no plasma de eqüinos. In: XIV Congresso Brasileiro de Toxicologia, 2005, Recife. Revista Brasileira de Toxicologia. São Paulo: Sociedade Brasileira de Toxicologia, 2005. v. 18. p. 158-158.

11.
MATAQUEIRO, M. I.; QUEIROZ NETO, Antonio de ; NAKAGHI, Laura Satiko Okada ; OLIVEIRA, Georgino Honorato de . Validação de método para determinação de resíduos de triclorfon em plasma e músculo de Pacu (Piaractus mesopotamicus) por cromatografia gasosa com detetor de captura de elétrons. In: XIV Congresso Brasileiro de Toxicologia, 2005, Recife. Revista Brasileira de Toxicologia. São Paulo: Sociedade Brasileira de Toxicologia, 2005. v. 18. p. 172-172.

12.
MATAQUEIRO, M. I.; SOUZA, Jaqueline Perola de ; CRUZ, Claudinei ; URBINATI, Elizabeth Criscuolo ; NAKAGHI, Laura Satiko Okada . Aspectos Histopatologicos do fígado de pacu (Piaractus mesopotamicus) expostos a concentrações subletais de triclorfon. In: XIV Congresso Brasileiro de Toxicologia, 2005, Recife. Revista Brasileira de Toxicologia. São Paulo: Sociedade Brasileira de Toxicologia, 2005. v. 18. p. 200-200.

13.
MATAQUEIRO, M. I.; CRUZ, Claudinei ; DIAS, Marco Tavares ; MACHADO NETO, Joaquim Gonçalves . Efeitos do metil parathion em parâmetros fisiológicos do pacu Piaractus mesopotamicus Holmberg, 1987.. In: AQUIMERCO 2004, 2004, Vitória. AQUIMERCO 2004, 2004. p. 270.

14.
DIAS, Marco Tavares ; MATAQUEIRO, M. I. . Características hematológicas, bioquímicas e biométricas de Piaractus mesopotamicus Holmberg 1887. In: Aquabio, 2004, Vitória. Aquabio, 2004. p. 260.

15.
SOUZA, J. P. ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . avaliação dos efeitos de exposição perinatal a coleira plastica impregnada de diclorvos no desenvolvimento fisico e comportamental de ratos. In: XVI CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA, 2004, iLHA sOLTEIRA. XVI CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA, 2004.

16.
DIAS, Marco Tavares ; MATAQUEIRO, M. I. ; PERECIN, Dileermando . Total leukocyte counts in fishes by direct or indirect methods. In: World Aquaculture Society, 2003, Salvador. World Aquaculture Society, 2003. v. 2.

17.
MATAQUEIRO, M. I.; NAKAGHI, Laura Satiko Okada . Alterações morfológicas e determinação residual em peixe piaractus mesopotamicus, Holmberg, 1887, após exposição ao triclorfon. In: I Encontro de Pós-graduandos do CAUNESP, 2003, Jaboticabal. Book of abstracts, 2003.

18.
MATAQUEIRO, M. I.; Quintana, C.F. ; MACHADO NETO, Joaquim Gonçalves . Histopathology of the liver, kidney and gills of the Piaractus mesopotamicus exposed to different concentration of methyl parathion. In: World Aquaculture Society, 2003, Salvador. Book of Abstracts, 2003. v. 1.

19.
DIAS, C. F. S. ; MATAQUEIRO, M. I. ; KEPPELER, E. C. ; PAVARINI, G. M. P. ; MACHADO NETO, Joaquim Gonçalves . Período de Tolerância da Tilápia do Nilo exposta a concentrações crescentes do inseticida parathion methyl em água de represa de cultivo. In: VIII Congresso Brasileiro de Limnologia, 2001, João Pessoa. Biodiversidade e Recursos Hídricos, 2001.

20.
MATAQUEIRO, M. I.; PAVARINI, G. M. P. ; MACHADO NETO, Joaquim Gonçalves . Toxicidade aguda do inseticida paration metilico usado em pisicultura com pacu Piaractus Mesopotamicus. In: III Encontro Científico de Pós Graduação da FCAV-UNESP, 2001, Jaboticabal. III Encontro Científico de Pós-Graduação da FCAV e II Encontro de Pós Graduação de Ciências Agropecuárias, 2001.

21.
FERRAZ, Guilherme ; TEIXEIRA-NETO, Raphael ; ZAMUR, G. ; CHRISTOVAO, F. G. ; D'ANGELIS, Flora ; LACERDA NETO, Jose Correia de ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Efectos de la suplementacion electrolitica durante carreras de endurance en la concentracion de cortisol en sangre de caballos pura sangre arabes. In: CICADE 2001, 2001, BUENOS AIRES. XXXX, 2001.

22.
TEIXEIRA-NETO, Raphael ; FERRAZ, Guilherme ; ZAMUR, G. ; CHRISTOVAO, F. G. ; D'ANGELIS, Flora ; LACERDA NETO, Jose Correia de ; MATAQUEIRO, M. I. ; Machado, C.R. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Efecto de La suplementación electrolítica en la capacidad fisica de caballos sometidos a carreras de 30 y 55 km de distância. In: CICADE 2001, 2001, Buenos Aires.

23.
ZAMUR, G. ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZNETO, Antonio de . Effects of acepromazine, levomepromazine and azaperone on locomotor activity, head position and nociception in throroughbred horses. In: 8 th INTERNATIONAL CONGRESS, 2000, Jerusalem. 8th International Congress of the european association for Veterinary Pharmacologogy and Toxicology (EAVPT), 2000.

24.
CHRISTOVAO, F. G. ; ZAMUR, G. ; MATAQUEIRO, M. I. ; LACERDA NETO, Jose Correia de ; QUEIROZNETO, Antonio de . Effects of romifidine on locomotor activity and head position in thoroughbred horses. In: XVI Latinamerican Congress of Pharmacology, 2000, Águas de Lindóia. From new molecules to new methods for health and knowledge in the beginning of a new millennium, 2000. p. 94-94.

25.
CHRISTOVAO, F. G. ; ZAMUR, G. ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZNETO, Antonio de . Comparação dos efeitos sedativos e antinociceptivo da romifidina e xilazina em equinos. In: Congresso brasileiro de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária, 2000, Goiania. Ciência Animal Brasileira, 2000. v. 1. p. 227-227.

26.
ZAMUR, G. ; MATAQUEIRO, M. I. ; LACERDA NETO, Jose Correia de ; ANDRADE, A. T. ; QUEIROZNETO, Antonio de . Estudo comparativo dos efeitos sedativos e antinociceptivos do alfentanil, butorfanol e flunixin meglumine em equinos. In: Congresso Brasileiro de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária, 2000, Goiania. Ciencia Animal Brasileira, 2000. v. 1. p. 226-226.

27.
ZAMUR, G. ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Determinação da Dose Máxima Inefetiva e do Limiar Urinário aceitável para cocaína em Equinos. In: XIV Reunião Anual da Federação de Sociedade de Biologia Experimental - FESBE, 1999, Caxambu - MG. FeSBE 99, 1999. p. 124-124.

28.
CAMARGO, Mauro H Bueno de ; ZAMUR, G. ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Sedação de equinos através da aplicação de Amitraz por asperção sobre as mucosas nasais.. In: XI Congresso de iniciação cientiffica da UNESP, 1999, Botucatu. ANAIS, 1999. p. 270-270.

29.
GONÇALVES, S. C. ; MATAQUEIRO, M. I. ; CARREGARO, Adriano B ; ZAMUR, G. . Avaliação do efeito do amitraz sobre vários parâmetros fisiológicos de equinos.. In: IX Congresso de Iniciação Científica, 1997, Jaboticabal. IX Congresso de Iniciação Cientifica, 1997. p. 200-202.

30.
CARREGARO, Adriano B ; MATAQUEIRO, M. I. ; GONÇALVES, S. C. ; ZAMUR, G. . Efeito sedativo do amitraz em equinos. In: IX Congresso de Iniciação Científica, 1997, Jaboticabal. IX Congresso de Iniciação Científica, 1997. p. 202-202.

31.
QUEIROZ NETO, Antonio de ; ZAMUR, G. ; GONÇALVES, S. C. ; CARREGARO, A. ; MATAQUEIRO, M. I. ; HARKINS, J. D. ; TOBIN, T. . Characterization of the antinociceptive and sedative effect of amitraz in Horses. In: 7 Internacional Congress of European Association for Veterinary Pharmacology and Toxicology, 1997, Madrid. 7 Internacional Congress of European Association for Veterinary Pharmacology and Toxicology, 1997. v. 20. p. 237-238.

32.
ZAMUR, G. ; CARREGARO, Adriano B ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Determinação da Dose Máxima Inefetiva de cafeina sobre a atividade locomotora Espontânea de equinos.. In: II Congresso de Medicina Veterinaria do Cone Sul, 1997, Gramado, RS. II Congresso de Medicina Veterinária do Cone Sul, 1997. p. 127-127.

33.
QUEIROZ NETO, Antonio de ; ZAMUR, G. ; CARREGARO, A. ; MATAQUEIRO, M. I. . Efeitos da cafeina e da cocaina sobre a atividade locomotora espontânea de equinos. Determinação das doses máximas inefetivas.. In: 10 Congresso Brasileiro de Toxicologia, 1 Encontro Brasileiro de Toxicologia, 1997, Salvador, Bahia. Revista Brasileira de Toxicologia, 1997. v. 10. p. 66-66.

34.
SANTOS, Edanir dos ; MATAQUEIRO, M. I. . Efeito de substâncias homeopáticas e fitoterápicas sobre a ação hipoglicemiante da insulina.. In: ENCONTRO DE PESQUISAS VETERINARIAS 14, 1992, JABOTICABAL. ENCONTRO DE PESQUISAS VETERINARIAS, 1992.

35.
JUANG, S J ; SCATENA FILHO, e ; MATAQUEIRO, M. I. ; QUEIROZ NETO, Antonio de . Avaliação da atividade alalgésica do amitraz (AMZ) em camundongos. In: 14 Encontro de pesquisas veterinárias, 1992, Jaboticabal. resumos abstracts. Jaboticabal: UNESP, 1992. p. 63.

36.
QUEIROZNETO, Antonio de ; SANTOS, Edanir dos ; MATAQUEIRO, M. I. ; BECHARA, G. ; PEIRO, J. R. . Avaliação Toxicológica da administração oral aguda e sub-aguda do extrato aquoso de casca e vagem de jucá (Caesalpinea ferrea) em ratos e suínos. In: REUNIÃO ANUAL DA FESBE, 1991, CAXAMBU,MG. REUNIÃO ANUAL DA FESBE VI, 1991. p. 273-273.

37.
QUEIROZ NETO, Antonio de ; SANTOS, Edanir dos ; MATAQUEIRO, M. I. ; BECHARA, G. H. ; PEIRO, J. R. . Avaliação Toxicológica da administração oral aguda e subaguda do extrato aquoso e macerado de sementes de pinha(Annona squamosa) em ratos e suínos.. In: REUNIÃO ANUAL DA FESBE VI, 1991, CAXAMBU. REUNIÃO ANUAL DA FESBE VI, 1991. p. 277-277.

Apresentações de Trabalho
1.
MATAQUEIRO, M. I.; ALBERGUINE, L. E. . Receptor GNSS na agricultura. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
MATAQUEIRO, M. I.; SILVA, S. F. . Diferentes tempos de armazenamento para quebra de dormencia em sementes de mamao. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
MATAQUEIRO, M. I.. Toxicicidade na Aquicultura - curso extensão - palestrante. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
MATAQUEIRO, M. I.. mini curso Psicopatologia. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
MATAQUEIRO, M. I.. mini curso Psicologia - Psicopatologia. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
MATAQUEIRO, M. I.. Psicopatologia. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Demais tipos de produção técnica
1.
MATAQUEIRO, M. I.. Metodologia de Ensino de leitura de todos os componentes curriculares do ciclo I do ENsino Fundamental. 2008. .

2.
QUEIROZNETO, Antonio de ; MATAQUEIRO, M. I. . MÉTODOS EXPERIMENTAIS COM ANIMAIS DE LABORATORIO. 2007. .

3.
MATAQUEIRO, M. I.. Psicologia - Psicopatologia. 2005. .

Demais trabalhos
1.
MATAQUEIRO, M. I.. PRÁTICA DE SINTOMATOLOGIA DO INSETICIDA ORGAFOSFORADO PARATHION. 1998 (PALESTRA) .

2.
MATAQUEIRO, M. I.. CONVULSIVANTES E ANTICONVULSIVANTES. 1994 (PALESTRA) .

3.
MATAQUEIRO, M. I.. EFEITO DE DROGAS NO DUTO DEFERENTE DE RATOS. 1994 (PALESTRA) .

4.
MATAQUEIRO, M. I.. EFEITO DE BLOQUEADORES NEURO MUSCULARES EM CAMUNDONGOS. 1994 (PALESTRA) .

5.
MATAQUEIRO, M. I.. ENSAIO FARMACOLOGICO DE ANALGESICOS. 1994 (PALESTRA) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Teses de doutorado
1.
PAIVA, M. J. T. R.; MACHADO, M. R. F.; MATAQUEIRO, M. I.; ONAKA, E. M.. Participação em banca de Cynthia Venancio Ikeputi. Avaliação ecotoxicologica bioquimica e histo hematologica e eficacia de terapeuticos no controle de doenças em pacu. 2016. Tese (Doutorado em UNESP) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

2.
QUEIROZ NETO, Antonio de; SILVA, J. C. B.; MATAQUEIRO, M. I.; FERRAZ, Guilherme; VASCONCELOS, R. O.. Participação em banca de Evaldo Augusto Salomão Monteiro. Avaliação do Potencial Toxico da Ipomoea asarifolia em ratos intoxicados experimentalmente. 2010. Tese (Doutorado em Medicina Veterinaria) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Qualificações de Doutorado
1.
PAIVA, M. J. T. R.; MATAQUEIRO, M. I.; Belo, M.A.A.. Participação em banca de Silvia Patricia Carraschi de Oliveira. Ecotoxicidade, aspectos hematologicos e bioquimicos e eficacia de antibioticos e de ecotoparasiticidas em juvenis de pacu. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Aqüicultura) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

2.
MATAQUEIRO, M. I.; VALENTI, Wagner Cotroni; MALLASEN, Margarete. Participação em banca de Liliam de Arruda Hayde Rego. Efeitos de Diferentes concentrações de amônia no metabolismo e desenvolvimento larval do camarão-da-amazônia, Macrobrachim amazonicum.. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Aqüicultura) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MATAQUEIRO, M. I.; MARTINS, T. D.; MANTOVANI, J. R.. Participação em banca de João Marcelo Venturin.Controle do capim falso massambara e capim arroz. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

2.
ZERA, F. S.; MATAQUEIRO, M. I.; EDUARDO, W. I.. Participação em banca de Carlos Eduardo Terrossi.Potencial Alelepatico do Capim Camalote sob condições de competição com a cana de açucar. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

3.
ZERA, F. S.; MATAQUEIRO, M. I.; EDUARDO, W. I.. Participação em banca de Peterson Higor Pavani.Eficacia e Praticabilidade Agronomica do Produto Flumioxazina no controle de Folhas longas em Pos Emergencia Inicial. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

4.
MARTINS, T. D.; MATAQUEIRO, M. I.; Santos, L,S,. Participação em banca de Mariana Fabel Polezi.Avaliação de Métodos naturais para controle de nematoides na cultura da beterraba. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

5.
ZERA, F. S.; MATAQUEIRO, M. I.; BRUNINI, R. G.. Participação em banca de Henrique Guilherme Paschoaloto.Controle em Pos Emergencia Tardia de Mamona e Crotalaria e Herbicida utilizados na cultura da cana de açucar. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

6.
MATAQUEIRO, M. I.; RODRIGUES, A. D.; ZERA, F. S.. Participação em banca de Victor Pessarelli da Silva.Toxicidade aguda do Glifosato para minhocas. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

7.
Santos, L,S,; MATAQUEIRO, M. I.; ZERA, F. S.. Participação em banca de Mateus Henrique Lopes de Castro.Produtividade de milho em Resposta a Adubação Nitrogenada com e sem inoculação as sementes em Azospirilum sp. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

8.
ZERA, F. S.; MARTINELLI, P. R.; MATAQUEIRO, M. I.. Participação em banca de Carlecio Silvestre Azevedo.Tolerancia de Crotalaria aos herbicidas registrados para a cultura da cana de açucar. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

9.
Santos, L,S,; MATAQUEIRO, M. I.; YADA, M. M.. Participação em banca de Bruna Regina G. da Cruz.Uso do Nim no controle de pragas na cultura da alface. 2017 - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

10.
MATAQUEIRO, M. I.; Santos, L,S,; PEREIRA, M. S.. Participação em banca de Matheus Candido de Castro.Eficiencia de diferentes inseticidas no controle do Trips tabaco em cebola. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

11.
MATAQUEIRO, M. I.; RODRIGUES, A. D.; PEREIRA, M. S.. Participação em banca de Sirlei Ferreira da Silva.Utilização de metodos para quebra de dormencia em sementes de mamão. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

12.
ZERA, F. S.; MATAQUEIRO, M. I.; MARTINELLI, P. R.. Participação em banca de Carlos Henrique Gomes.Comparação do Plantio convencional do plantio de mudas prebrotadas em cana de açucar. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

13.
MANTOVANI, J. R.; RODRIGUES, A. D.; MATAQUEIRO, M. I.. Participação em banca de Carlos Eduardo Faria Avelar.Relação entre produtividade e Ambiente de produção em cana de açucar na região de Ribeirão Preto. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

14.
MATAQUEIRO, M. I.; MARTINS, T. D.; MARTINELLI, P. R.. Participação em banca de Ricardo João Siqueira Almeida.Diferentes doses de adubação mineral em soqueira de cana de açucar. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

15.
MENEZES, N. B.; MATAQUEIRO, M. I.; MARTINELLI, P. R.. Participação em banca de Edemir de Paula Souza.Germinação de sementes de Digitania horizontalis em diferentes condições de luminosidade. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

16.
MATAQUEIRO, MARIA I.; BRUNINI, R. G.; RODRIGUES, A. D.. Participação em banca de Lucas Edson Alberguine.Comparação entre posicionamento com receptores GNSS, TRK. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

17.
BRUNINI, R. G.; MATAQUEIRO, M. I.; RUIZ, J. G. C. L.. Participação em banca de Renan Gonçalves Leite.Eficiencia Operacional e Controle de perdas das colhedoras. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

18.
MARTINELLI, P. R.; MATAQUEIRO, MARIA I.; Garcia, J.R.M.. Participação em banca de Heverton Henrique Custódio.Controle Quimico de Sphenophorus levis na cultura da cana de acucar. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

19.
MARTINELLI, P. R.; MATAQUEIRO, M. I.; Garcia, J.R.M.. Participação em banca de Adilson Ibelli.Avaliação da Aplicação de Bioestimulantes no Plantio de Culturas da Cana de acuçar. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

20.
MARTINELLI, P. R.; MATAQUEIRO, M. I.; LEAL, R. M.. Participação em banca de Devair Gonçalves da Silva.Diferentes densidades de Plantio na cultura do milho para a produção de espigas verdes. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

21.
LEAL, R. M.; MATAQUEIRO, M. I.. Participação em banca de Gustavo Bordini.Tratamento de Sementes com Zinco para avaliar o desenvolvimento inicial do milho. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

22.
Soleira, C.D.S.; MATAQUEIRO, M. I.; Santos, L,S,. Participação em banca de Caio Henrique Monteiro.Germinação de sementes de pinha em função do período de repouso pós colheita dos frutos. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

23.
MANTOVANI, J. R.; MATAQUEIRO, M. I.; Santos, L,S,. Participação em banca de Luiz Carlos Pacheco Junior.Resposta do capim Marandu a aplicação de soro do leite. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

24.
MARTINELLI, P. R.; MATAQUEIRO, M. I.; LEAL, R. M.. Participação em banca de Luis Eduardo Prado Lamana.Baixo estande de plantas e danos ocasionados pela virose no amendoim em São Paulo. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

25.
MARTINELLI, P. R.; MATAQUEIRO, M. I.; LEAL, R. M.. Participação em banca de Danilo Lazarini Romão.Avaliação de Thiomethoxan e Etioprofe no controle de Ceraplastes janeirensii. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

26.
RUIZ, J. G. C. L.; MATAQUEIRO, M. I.; MARTINS, T. D.. Participação em banca de Thiago Merenda Rangel.Efeito da Adubação Orgânica na Produtividade da Cana de açucar. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

27.
RUIZ, J. G. C. L.; LEAL, R. M.; MATAQUEIRO, M. I.. Participação em banca de Guilherme Santana Rangel.Crescimento da Cana de Açucar em função de diferentes fontes de adubos. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

28.
MATAQUEIRO, M. I.; Garcia, J.R.M.; Casagrande, N.M.. Participação em banca de Thiago Victor da Silva.Qualidade da Compostagem e Comportamento das minhocas. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

29.
MATAQUEIRO, M. I.; Garcia, J.R.M.; CHIAMOFERA, F. M.. Participação em banca de Diego José Rosa.Tratamento quimico de sementes na Cultura do Amendoim. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

30.
MATAQUEIRO, M. I.; AAlencar,, J. R. C. C.; Soleira, C.D.S.. Participação em banca de Rodrigo Dias Jardim.Avaliação da ação comportamental da administração aguda do extrato hidroalcoolico de maracuja em ratos. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

31.
MATAQUEIRO, M. I.; LEAL, R. M.; Santos, L,S,. Participação em banca de Edson Fernando de Andrade Cantuario.Avaliação dos efeitos sedativos da administração aguda da citronela em ratos. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

32.
MARTINELLI, P. R. P.; AAlencar,, J. R. C. C.; MATAQUEIRO, M. I.. Participação em banca de Edson Siviero Gomes.Hospedabilidade de variedades de sorgo sacarino a Pratylenchus brachyurus e Meloidogyne incognita. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

33.
LEAL, R. M.; MATAQUEIRO, M. I.; AAlencar,, J. R. C. C.. Participação em banca de Celso Diego Clemente Alves.Avaliação do crescimento, produtividade e qualidade da cana de açucar. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

34.
FERRAZ, Guilherme; MATAQUEIRO, M. I.. Participação em banca de Patricia Caroline Testa.Isolamento social em ratos provocou alterações comportamentais tênues. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

35.
FERRAZ, Guilherme; MATAQUEIRO, M. I.. Participação em banca de Patricia Sitta Innocente.Comportamento de ratos com osterartrite induzida e submetidos a terapia. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

36.
Luciana Aquaroni Geraldi; MATAQUEIRO, M. I.; MARTINELLI, P. R.. Participação em banca de Alessandro Pedro da Silva.Certificação global GAP em Packing House e propriedade rural na cultura da Lima Acida. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

37.
Soleira, C.D.S.; MATAQUEIRO, M. I.; MARTINELLI, P. R.. Participação em banca de Carlos Henrique Florido Parma.Emergencia e Crescimento Inicial de Milho sob aplicação de Bioestimulante. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

38.
RUIZ, J. G. C. L.; MATAQUEIRO, M. I.; MARTINELLI, P. R.. Participação em banca de Thiago Jose Stradioto.Adubação Nitrogenada em Panicum em Argissolo Vermelho Amarelo. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

39.
MARTINELLI, P. R.; MATAQUEIRO, M. I.; RUIZ, J. G. C. L.. Participação em banca de Luiz Carlos Ferrari.Eficiencia de Nematicidas no controle de Meloidogyne em beringelas. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

40.
RUIZ, J. G. C. L.; MATAQUEIRO, M. I.; AAlencar,, J. R. C. C.. Participação em banca de Henrique Godoy Mafei.Substâncias Húmicas na cultura do Feijão. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

41.
MARTINELLI, P. R.; BATISTELLA FILHO, F.; MATAQUEIRO, M. I.. Participação em banca de Adilson Alecio Geraldi.Reação de linhagens de soja a Pratylenchus brachiyurus. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

42.
MATAQUEIRO, M. I.; D'ANGELIS, Flora; FERRAZ, GUILHERME C.. Participação em banca de Pedrita Fernanda Donda.Administração aguda de DCA. reduziu a lactatemia de ratos Wistar. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

43.
BATISTELLA FILHO, F.; Luciana Aquaroni Geraldi; MATAQUEIRO, M. I.. Participação em banca de João Acácio Motta.Caracterização da Aplicação da Vinhaça "Estudo de caso da Usina Santa Isabel -SP". 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

44.
QUEIROZ NETO, Antonio de; MATAQUEIRO, M. I.; FERRAZ, Guilherme. Participação em banca de Henriette Gellert Moranza.Avaliação Glicemica e Comportamental de ratos submetidos a administração cronica de pata de vaca. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

45.
MARTINELLI, P. R.; MATAQUEIRO, M. I.; BATISTELLA FILHO, F.. Participação em banca de Miguel Fernando Calderoni.Reação de plantas medicinais a Meloydogyne javanica. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

46.
MATAQUEIRO, M. I.; MARTINELLI, P. R. P.; GAVIOLI, E. A.. Participação em banca de Rafael Meneghetti.Controle biologico de Meloidogyne spp. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES.

47.
GAVIOLI, E. A.; MATAQUEIRO, M. I.; MARTINELLI, P. R. P.. Participação em banca de Erika Barelli Batista de Souza.Avaliação de Genótipos da soja ao Meloydogyne javanica. 2012.

48.
MATAQUEIRO, M. I.. Participação em banca de Diego Salvi Basso.Avaliação de uma dieta hiperlipidica em ratos wistar. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade de Araraquara.

49.
QUEIROZ NETO, Antonio de; FERRAZ, GUILHERME C.; MATAQUEIRO, M. I.. Participação em banca de Aline FerreirA sILVA.Avaliação Toxicológica perinatal da Ipomoea asarifolia em ratos. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

50.
MATAQUEIRO, M. I.. Participação em banca de Marciel José Barrado.Comparação do paralelismo de linhas no plantio de cana-de-açucar com sistema AFScase e convencional. 2011.

51.
MATAQUEIRO, M. I.. Participação em banca de Felipe Camargo Mateus.Estrutura do fígado e ultraestrutura de branquias de pacu. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade de Araraquara.

52.
CRUZ, Claudinei; MACHADO NETO, Joaquim Gonçalves; MATAQUEIRO, M. I.. Participação em banca de Silvia Patricia Carraschi.Toxicidade aguda de surfactantes agricolas e resposta comportamental do mato grosso (Hyphessobrycon eques) e do guaru (Phallocerus caudimaculatus). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

53.
MATAQUEIRO, M. I.; CRUZ, Claudinei. Participação em banca de Natalia Sayuri Shiogiri.Ecotoxicidade do glifosato e do surfactante Aterbane para o guaru, mato grosso e para alga. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

54.
MATAQUEIRO, M. I.; QUEIROZ NETO, Antonio de; SANTOS, Edanir dos. Participação em banca de Jaqueline Pérola de Souza.Analise Comportamental de ratos após exposição perinatal ao diclorvos. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

55.
MATAQUEIRO, M. I.. Participação em banca de Francine Perri Venturini.Consumo e preferência alimentar do caramujo Pomacea canaliculata por macrófitas aquáticas submersas e suas susceptibilidade ao sulfato de cobre e extrato de nim. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
Santos, L,S,; MATAQUEIRO, M. I.; BRUNINI, R. G.. Manejo e Conservação do solo e da água. 2017. Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

2.
Santos, L,S,; MATAQUEIRO, M. I.; BRUNINI, R. G.. Solos II. 2017. Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

3.
NUNES, R. L.; MATAQUEIRO, M. I.; EDUARDO, G. C.. Ciencias do Ambiente I. 2017. Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

4.
YAMADA, M. C.; MATAQUEIRO, M. I.; YADA, M. M.. Fisica Aplicada a Engenharia I. 2017. Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

5.
MATAQUEIRO, M. I.. Processo seletivo - Matematica I. 2017. ITES.

6.
MATAQUEIRO, M. I.. Tecnologia de Produção de Sementes. 2017. ITES.

7.
MATAQUEIRO, M. I.. Processo seletivo - Etica Profissional. 2017. ITES.

8.
MATAQUEIRO, M. I.. Processo seletivo - Morfologia Vegetal. 2017. ITES.

9.
MATAQUEIRO, M. I.; CORREI, E. T.; CARNEIRO, F. M.. disciplina Manejo e Produção Florestal. 2016. ITES.

10.
GAVIOLI, E. A.; MATAQUEIRO, MARIA I.; ZERA, F. S.. Fitopatologia Geral. 2016. Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

11.
GAVIOLI, E. A.; MATAQUEIRO, MARIA I.; ZERA, F. S.. Topografia. 2016. Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

12.
MATAQUEIRO, M. I.. Fundamentos da Administração. 2015. ITES.

13.
Vianna, V,F.; MATAQUEIRO, M. I.; Casagrande, N.M.. contratação Docente Disciplina Genética. 2014. ITES.

14.
MATAQUEIRO, M. I.; Alencar, M.A.V.; Vianna, V,F.. Fundamentos da administração I - Economia rural. 2014. ITES.

15.
MATAQUEIRO, M. I.; MANTOVANI, J. R.; MARTINS, T. D.. contratação de docentes da disciplina de Lingua Portuguesa. 2013.

16.
CUCHIARO, W. G. C.; MATAQUEIRO, M. I.; PAHOR FILHO, E.. Contratação de Docentes da Disciplina de Tópicos em Psicologia I. 2013. ITES.

17.
GAVIOLI, E. A.; MATAQUEIRO, M. I.; LEAL, R. M.. Contratação de docentes da Disciplina Solos I. 2012. ITES.

18.
GAVIOLI, E. A.; MARTINELLI, P. R. P.; MATAQUEIRO, M. I.. Contratação de Docentes da Disciplina de Bioquimica II. 2012. ITES.

19.
MATAQUEIRO, M. I.. COMISSÃO DO PROCESSO SELETIVO 001/2012. 2012.

Outras participações
1.
MATAQUEIRO, M. I.. processo selitivo para docentes. 2006. Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior.

2.
MATAQUEIRO, M. I.. banca examinadora no concurso de seleção para recreacionista, faxineira e cozinheira junto ao centro de convivência infantil. 1992. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
internacional Association of Veterinary Rehabilitation and Physical Therapy. Functional and nonfunctional overreaching induced anxiety and adrenosomatic index altion in Wistar rats. 2018. (Congresso).

2.
Dia da Responsabilidade Social.Dia da Responsabilidade Social. 2017. (Outra).

3.
VIII Semana Agronomica. 2017. (Outra).

4.
Conselho Editorial.conselho editorial. 2016. (Outra).

5.
I Jornada Academica Faculdades ITES.Influencia da Qualidade da Compostagem no comportamento das minhocas. 2016. (Outra).

6.
VI Semana Agronômica.comissão organizadora. 2015. (Outra).

7.
IBAMTOX. Gestacional Toxicological Evaluation of Nepeta Cataria (Catnip) in rats. 2013. (Congresso).

8.
EAVPT 2012. Behavioural effects of Ipomoea asarifolia on wistar pups that had mothers treated during pregnancy and lactation. 2012. (Congresso).

9.
III Semana Agronomica. 2012. (Outra).

10.
XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia.Ecotoxicologia Aquática e Qualidade Ambiental. 2010. (Outra).

11.
XIV Congresso Brasileiro de Toxicologia. XIV Congresso Brasileiro de Toxicologia. 2005. (Congresso).

12.
Aquimerco 2004. Aquimerco 2004/ Aquaciencia 2004. 2004. (Congresso).

13.
Encontro de pós-graduandos do CAUNESP.comissão organizadora do I encontro de pós graduandos do CAUNESP. 2003. (Encontro).

14.
Workshop.Workshop sobre cuidados, tratamento e destino de resíduos químicos de laboratórios. 2002. (Outra).

15.
workshop sobre cuidados tratamento e destino de residuos quimicos de laboratorios.workshop sobre cuidados tratamento e destino de residuos quimicos de laboratorios. 2002. (Outra).

16.
III Encontro de Pós Graduandos.III Encontro Científico de Pós Graduandos da FCAV. 2001. (Encontro).

17.
Congresso Médico Acadêmico. VII Congresso Médico Acadêmico de Botucatu. 1998. (Congresso).

18.
X Jornada Científica de Toxicologia.Jornada Científica de Toxicologia. 1996. (Outra).

19.
XIV Encontro de pesquisas veterinárias.comissão organizadora. 1992. (Encontro).

20.
.comissão local de administração do Centro de Convivencia Infantil CCI. 1991. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MATAQUEIRO, M. I.. IX Semana Agronômica. 2018. (Outro).

2.
MATAQUEIRO, M. I.. II Jornada Acadêmica - parecerista - comissão organizadora. 2017. (Outro).

3.
MATAQUEIRO, MARIA I.. Visita Tecnica a Empresa Cachaça Sertaneja. 2017. (Outro).

4.
MATAQUEIRO, M. I.. parecerista I Jornada Academica - III semana Integrada. 2016. (Outro).

5.
MATAQUEIRO, MARIA I.. VII Semana Agronomica - comissão organizadora - coordenador. 2016. (Outro).

6.
MATAQUEIRO, M. I.. I Jornada Acadêmica - III semana Integrada - comissão organizadora. 2016. (Outro).

7.
MATAQUEIRO, M. I.. VI Semana Agronomica - comissão organizadora. 2015. (Outro).

8.
MATAQUEIRO, M. I.. V Semana Agronômica - presidente. 2014. (Outro).

9.
MATAQUEIRO, M. I.. I Curso de Extensão Piscicultura uma atividade rentavel - organização. 2013. (Outro).

10.
MATAQUEIRO, M. I.. comissão organizadora do I encontro de pós-graduandos Caunesp. 2003. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Victor Pessarelli da Silva. Minhocario. Início: 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES. (Orientador).

2.
Thiago Merenda Rangel. COMPLEMENTAÇÃO DE ADUBO NA CULTURA DA CANA DE AÇUCAR PARA FINS DE AUMENTAR A PRODUTIVIDADE E QUALIDADE DO PRODUTO. Início: 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES. (Orientador).

3.
Thiago Victor da Silva. minhocario - substratos. Início: 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES. (Orientador).

4.
Matheus Castro. Aplicação de inseticidas em hortaliças.. Início: 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em agronomia) - ITES. (Orientador).

5.
Edson Fernando de Andrade Cantuario. Avaliação dos efeitos sedativos da administração aguda do extrato hidroalcoolico de Citronela em ratos. Início: 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior. (Orientador).

6.
Rodrigo Dias Jardim. Avaliação da ação comportamental da administração aguda do extrato Hidroalcoollico de maracuja em ratos. Início: 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior. (Orientador).

7.
Gustavo Oliveira Marciano. Propriedades Fisicas da Cultura da Pupunha irrigada. Início: 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
Ricardo da Silva. cultivo cana de acuçar. Início: 2016. Orientação de outra natureza. ITES. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Joao Marcelo Venturin. Controle de capim falso massambara e capim arroz commglifosato e adjuvante. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em agronomia) - ITES. Orientador: Maria Isabel Mataqueiro.

2.
Victor Pessarelli da Silva. Toxicidade Aguda do Glifosato para Minhocas da Espécie Eudrilus eugiae. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em agronomia) - ITES. Orientador: Maria Isabel Mataqueiro.

3.
Ricardo João Siqueira Almeida. Diferentes doses de adubação mineral em soqueira de cana de açucar. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior. Orientador: Maria Isabel Mataqueiro.

4.
Sirlei Ferreira da Silva. Utilização de métodos para quebra de dormencia em sementes de mamão. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior. Orientador: Maria Isabel Mataqueiro.

5.
Matheus Candido de Castro. Eficiencia de diferentes inseticidas no controle do Thrips tabaco em cebola. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior. Orientador: Maria Isabel Mataqueiro.

6.
Lucas Edson Alberguine. Comparação entre posicionamento com receptores GNSS, RTK. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior. Orientador: Maria Isabel Mataqueiro.

7.
Rodrigo Dias Jardim. Avaliação da Ação comportamental da a dministração aguda do Extrato hidroalcoolico do maracujá em ratos. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em agronomia) - ITES. Orientador: Maria Isabel Mataqueiro.

8.
Edson Fernando de Andrade Cantuario. Avaliação dos efeitos sedativos da administração aguda do extrato hidroalcoolico de citronela. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em agronomia) - ITES. Orientador: Maria Isabel Mataqueiro.

9.
Gustavo Oliveira Marciano da Silva. Propriedades Fisicas da cultura da Pupunha irrigada. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em agronomia) - ITES. Orientador: Maria Isabel Mataqueiro.

10.
Diego Jose Rosa. Tratamento quimico de sementes na cultura de amendoim. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Agronomia) - Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior. Orientador: Maria Isabel Mataqueiro.



Outras informações relevantes


- participação em Conselho Curador da Faculdade ITES - mandato 2013/2017

´participação em comissões da Congregação na Faculdades ITES desde 29/11/2012

- corpo técnico e administrativo junto ao conselho do departamento de morfologia e fisiologia animal - UNESP, com mandato por dois anos a partir de 07 de outubro de 2009.
- corpo técnico e administrativo junto ao conselho do departamento de morfologia e fisiologia animal - UNESP, com mandato por dois anos a partir de 07 de outubro de 2007.

- participação da comissão especial de elaboração do projeto pedagógico de Curso de Engenharia Agronomico em 2002,



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 23/01/2019 às 8:35:19