Graziele Cristina Dainese de Lima

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9088855751179298
  • Última atualização do currículo em 30/08/2018


É Professora Adjunta no Bacharelado em Humanidades e no Bacharelado em Antropologia, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB). Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Londrina (2004), mestrado em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2006) e doutorado em Antropologia Social pelo Museu Nacional/Universidade Federal do Rio de Janeiro (2011). De 2012 a 2016 realizou Estágio Pós-Doutoral também no PPGAS/MN/UFRJ. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia da Política e temas de interesse em movimentos sociais rurais e comunidades camponesas, família, parentesco, gênero e política no meio rural. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Graziele Cristina Dainese de Lima
Nome em citações bibliográficas
DAINESE, Graziele

Endereço


Endereço Profissional
Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, Instituto de Humanidades e Letras (IHL).
Avenida da Abolição
Centro
62790000 - Redenção, CE - Brasil
Telefone: (85) 33326101
URL da Homepage: http://www.unilab.edu.br


Formação acadêmica/titulação


2007 - 2011
Doutorado em Antropologia Social.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Chegar ao Cerrado Mineiro: hospitalidade, política e paixões, Ano de obtenção: 2011.
Orientador: Moacir Gracindo Soares Palmeira.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia da Política.
2004 - 2006
Mestrado em Antropologia Social.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: A experiência sem terra: uma abordagem antropológica sobre a vida no acampamento,Ano de Obtenção: 2006.
Orientador: Professor Dr Carlos Alberto Steil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: mst, mídia,militantismo.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia da Política.
2000 - 2004
Graduação em Bacharel em Ciências Sociais.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Título: As hesitações do moderno: silêncio e conflito na fala de uma liderança regional.
Orientador: Ana Maria Chiarotti de Almeida.
2000 - 2004
Graduação em Licenciatura em Sociologia.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.


Pós-doutorado


2012 - 2016
Pós-Doutorado.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Atuação Profissional



Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, UNILAB, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

07/2018 - Atual
Ensino, Antropologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Gêneros, Famílias e Sexualidades
07/2018 - Atual
Ensino, Antropologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia e Política
08/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Universidade da Integração Internacional Luso Afro Brasileira, Comissão Permanente de Pessoal Docente (CPPD).

Cargo ou função
Representante do Colegiado - Bacharelado em Antropologia.
07/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Humanidades e Letras (IHL), Colegiado-Bacharelado em Antropologia.

Cargo ou função
Membro do Núcleo Docente Estruturante (NDE).
02/2018 - 07/2018
Ensino, Antropologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Gêneros, Famílias e Sexualidades
02/2018 - 06/2018
Ensino, Antropologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia, Movimentos Sociais e Direitos Humanos
08/2017 - 01/2018
Ensino, Antropologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia, Movimentos Sociais e Direitos Humanos
08/2017 - 01/2018
Ensino, Antropologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologias emergentes: estudos de gênero desde os contextos camponeses e de povos tradicionais
08/2017 - 01/2018
Ensino, Humanidades, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Experiência, Prática e Significado
08/2017 - 01/2018
Ensino, Antropologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologias Emergentes
05/2017 - 08/2017
Ensino, Antropologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia, Movimentos Sociais e Direitos Humanos
05/2017 - 08/2017
Ensino, Antropologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria Antropológica III
05/2017 - 08/2017
Ensino, Humanidades, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Experiência,Prática e Significado

Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2017
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Programa de Pós-Graduação em Antropologia

Atividades

06/2016 - 05/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós-Graduação em Antropologia - PPGANT - UFGD, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Atualização do Ementário. Mestrado/PPGANT..
01/2016 - 05/2017
Outras atividades técnico-científicas , Programa de Pós-Graduação em Antropologia - PPGANT - UFGD, Programa de Pós-Graduação em Antropologia - PPGANT - UFGD.

Atividade realizada
Participação nas reuniões da coordenação do Programa de Pós-Graduação em Antropologia - PPGANT - UFGD.
11/2016 - 04/2017
Ensino, Abi - Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Temas Emergentes em Antropologia: Parentesco em C. Lévi-Strauss e D. Schneider
12/2016 - 03/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós-Graduação em Antropologia - PPGANT - UFGD, .

Cargo ou função
Comissão de Avaliação para Credenciamento de Professores no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGANT/UFGD.
08/2016 - 12/2016
Ensino, ANTROPOLOGIA, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Gênero na etnologia indígena e na antropologia do campesinato: mapeando possíveis diálogos
08/2016 - 10/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós-Graduação em Antropologia - PPGANT - UFGD, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Científica do Seminário Internacional de Etnologia.
04/2016 - 07/2016
Ensino, Mestrado em Antropologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria Antropológica I
04/2016 - 07/2016
Ensino, ANTROPOLOGIA, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Metodologia de Pesquisa
01/2016 - 06/2016
Ensino, Sociologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Gênero, poder e violência
11/2015 - 03/2016
Ensino, Mestrado em Antropologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria Antropológica II

Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisadora, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Pesquisadora vinculada ao Núcleo de Antropologia da Política (NuaP). Sediado no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social/Museu Nacional/Universidade Federal do Rio de Janeiro

Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professora Assistente, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Participação como Professora Assistente na disciplina "Estudos de Comunidade", ministrada no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social/Museu Nacional/UFRJ, em parceria com Moacir Palmeira e Ana Carneiro.

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professora Assistente, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Participação como Professora Assistente na disciplina "Oficina de Pesquisa Antropológica", ministrada no segundo semestre de 2013, no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Museu Nacional, UFRJ, em parceria com o professor Moacir Palmeira.

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Estágio Docente, Enquadramento Funcional: Livre, Carga horária: 4, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estágio Docente realizado no segundo semestre de 2008 no âmbito da disciplina FCA 218 Antropologia Cultural para História e Filosofia, com carga horária total de 60 horas, equivalente a 4 créditos, sob a supervisão da professora Maria Laura Viveiros de Castro Cavalcanti, no Departamento de Antropologia Cultural do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ.

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Estágio Docente, Enquadramento Funcional: Livre, Carga horária: 4, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estágio Docente realizado no segundo semestre de 2008 no âmbito da disciplina FCA 204 Antropologia II, com carga horária total de 60 horas, equivalente a 4 créditos, sob a supervisão do professor Emerson Giumbelli, no Departamento de Antropologia Cultural do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ


Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Pesquisa, Enquadramento Funcional: Livre

Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Estágio docente, Enquadramento Funcional: livre, Carga horária: 4, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estágio Docente realizado no segundo semestre de 2005 no âmbito da disciplina HUM 05 847 Antropologia III - Teoria Antropológica Contemporânea, com carga horária total de 60 horas, equivalente a 04 créditos, sob a supervisão do professor Carlos Alberto Steil, no Departamento de Antropologia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UFRGS.

Atividades

06/2005 - 12/2005
Estágios , Departamento de Antropologia, .

Estágio realizado
Estágio Docente. Disciplina: Teoria Antropológica Contemporânea, ministrada pelo professor Dr. Carlos Alberto Steil.

Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2003
Vínculo: estágio, Enquadramento Funcional: livre



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Tecendo perspectivas sobre o gênero:uma abordagem comparativa desde contextos camponeses e de povos tradicionais brasileiros
Descrição: O projeto de pesquisa tem como objetivo fazer um mapeamento das problemáticas desenvolvidas num campo de estudo voltado ao tema das relações de gênero experimentadas em contextos camponeses e de povos tradicionais. Nesse sentido, nosso foco são trabalhos realizados em diversas áreas das ciências sociais (principalmente a antropologia, a sociologia e a história), tendo em vista a atenção especial dessas disciplinas sobre dinâmicas e processos de diferenciação social vividos no meio rural, que por sua vez, encontram no gênero um suporte significativo para a classificação e hierarquização de pessoas, lugares e práticas. A proposta é comparar diferentes materiais empíricos a fim de compreender como esse tema vem sendo discutido e pensado quando se trata de conhecer modos de vida orientados por relações específicas com a terra e o território. Partiremos de estudos realizados em solos brasileiros, cujas propostas invistam sobre as relações entre os gêneros vistas em suas diversas intersecções (família, parentesco, comunidade, política, casa, pessoa e corpo), dando especial destaque às produções voltadas ao estado do Ceará. Com esse destaque pretendemos construir fundamentos para desdobramentos analíticos futuros, ao buscar, a partir desse mapeamento, elaborar um arranjo de problemáticas que sejam significativas para o conhecimento das experiências camponesas e tradicionais vividas em localidades rurais do Maciço do Baturité (CE)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Graziele Cristina Dainese de Lima - Coordenador / Ana Carneiro - Integrante / Jorge Luan Teixeira - Integrante.
2012 - 2015
Desigualdades Sociais, Conflito e Violência no Brasil Contemporâneo
Descrição: O projeto se justifica pela necessidade de investigação de formas e dinâmicas através das quais diferentes grupos sociais constituem-se ou se reorganizam frente a situações percebidas como desiguais, injustas e conflitivas. Não se parte de uma concepção pré-estabelecida de tais grupos, mas sim da análise de contextos, relações e processos de auto-designação e mobilização coletivas que permitem que similitudes e contrastes sejam realocados, alterando ou solidificando determinadas relações sociais. A politização de elementos culturais ou de distinção sociológica ou simbólica (gênero, cor/raça, etnia) é percebida como parte de um processo constante de relação com múltiplos atores, notadamente aqueles que encarnam de algum modo as políticas de Estado, sejam elas empreendidas através exclusivamente de atores governamentais ou também com a participação de atores não governamentais.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2012
Sociedade e Economia do Agronegócio
Descrição: Este estudo visa analisar em profundidade o processo - social, econômico e político - que marca a expansão do chamado "agronegócio" no meio rural brasileiro. Primeiramente pretende-se fazer um amplo levantamento bibliográfico, documental e da própria mídia no sentido de problematizar o próprio emprego dessa "noção" do "agronegócio". Posteriormente, a partir de determinadas regiões selecionadas para a pesquisa de campo, serão tratados outras informações - primárias e/ou secundárias, qualitativas e/ou quantitativas - que permitam uma identificação e análise de aspectos que caracterizam o conjunto de mudanças sociais operadas, tanto ao nível local/regional, como sua relação com processos que se dão no nível nacional, ou mesmo internacional....
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (2) .
Integrantes: Graziele Cristina Dainese de Lima - Integrante / Moacir Palmeira - Coordenador / Rosângela Pezza Cintrão - Integrante / Beatriz Heredia - Integrante / Ana Cláudia Marques - Integrante / Paulo Roberto Alentejano - Integrante / Sergio Pereira Leite - Integrante / Leonilde Servolo de Medeiros - Integrante / Marcos Otavio Bezerra - Integrante / Cristiano Desconsi - Integrante / Roberta Brandão Novaes - Integrante / Hailton Pinheiro Jr - Integrante / Patricia Mafra - Integrante / Monica Fernanda Figurelli - Integrante / John Cunha Comerford - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Pesquisa - Auxílio financeiro / Fundação Ford - Auxílio financeiro.
2006 - 2007
Memória Camponesa e Cultura Popular
Descrição: O projeto ?Memória Camponesa e Cultura Popular? tem por objetivo promover e estimular um conjunto de iniciativas de registro, pesquisa, divulgação e reflexão sobre a presença econômica, política, social e cultural dos trabalhadores rurais no Brasil, bem como de seu papel nas lutas pela Reforma Agrária. A preocupação de fundo que sustenta essa proposta é a constatação da precariedade do registro das lutas dos trabalhadores do campo em nosso país, sendo por isso extremamente importante colaborar com iniciativas de resgate da memória camponesa no Brasil. O projeto, sediado no Núcleo de Antropologia da Política - NuAP ? do Museu Nacional / Universidade Federal do Rio de Janeiro, é implementado através de parcerias com instituições de pesquisa, movimentos sociais, organizações não-governamentais e órgãos públicos, além dos próprios trabalhadores e trabalhadoras, que também têm demonstrado sensibilidade para esse tema. O projeto como um todo, conta com recursos de um convênio com o IICA / NEAD - MDA. No Rio Grande do Sul, o seminário foi realizado no dia 10 de setembro de 2007, além do evento a proposta do trabalho é partindo da idéia central de reunir e disponibilizar informações sobre as lutas camponesas no Brasil, o banco de informações será constituído de documentos digitalizados ou fotocopiados (inclui-se material de difusão ou de imprensa da época, até 1980), de entrevistas e depoimentos gravados magneticamente ou através de filme (vídeo), e através de fotografias de pessoas e de fatos. O acervo contará e disponibilizará um conjunto de vídeos e outros registros que estão sendo reunidos ou produzidos, preciosos para futuros estudos e visitas ao passado.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Graziele Cristina Dainese de Lima - Integrante / Renata Menasche - Integrante / Ivaldo Gehlen - Integrante / Moacir Palmeira - Coordenador / João Carlos Tedesco - Integrante / Joel Carini - Integrante / Paulo Afonso Zarth - Integrante.Financiador(es): Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento Rural - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2
2002 - 2004
Os sentidos da Marcha da Produção: o acontecimento no texto do jornal
Descrição: Tendo como referência a Análise de Discurso de linha francesa (AD), influenciada por Michel Pêcheux, toma o jornal Folha de Londrina como texto, a unidade que permite o acesso ao processo discursivo sobre a Marcha da Produção - um acontecimento político de repercussão nacional - que programa uma grande manifestação ( Marcha ) dos cafeicultores contra a política econômica cafeeira de JK em outubro de 1958. A discursividade sobre este acontecimento é marcada por condições de produção que revelam forte identificação do jornal com os interesses dos cafeicultores, dos grupos e setores da sociedade que a eles se articula. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Mestrado profissional: (2) .
Integrantes: Graziele Cristina Dainese de Lima - Integrante / Ana Maria Chiarotti de Almeida - Coordenador / Sonia Adum - Integrante / Roselaine Bolognesi - Integrante / Ana Cleide Cesario - Integrante.Financiador(es): Universidade Estadual de Londrina - Auxílio financeiro.
2001 - 2001
Mulheres londrinenses: a fala do poder judiciário sobre a moral feminina (1934-1970)
Descrição: Pesquisa em documentação histórica e em processos judiciais. Realizada no Centro de Documento e Pesquisa Histórica (Departamento de História) e no IPAC - Inventário de Proteção ao Acervo Cultural de Londrina (Departamento de Ciências Sociais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Graziele Cristina Dainese de Lima - Coordenador / Cristiane Demétrio Ferreira - Integrante / Regina Muccilo - Integrante.


Projetos de extensão


2001 - 2003
Imaginário e Memória: representações e práticas culturais de grupos citadinos
Descrição: No trabalho de reconstituição da memória coletiva de Londrina e Norte do Paraná tomamos como referência o olhar do "insignificante" em relação à História que se desenrola apesar dele e ao redor dele. Para entendermos a trama que o envolve, que o captura "momentaneamente" e o sentido do que ocorre, consideramos o protagonista e significante, ausente e invisível. Afinal, o significante ganha corpo nas circunstâncias. Os grandes acontecimentos e processos históricos só são significativos na medida na medida em que são vivenciados e interpretados pelo "homem simples". No âmbito da circunstância, do local, é que os grandes acontecimentos ganham sentido e são ressignificados. O cotidiano, portanto, é assim considerado como lugar de produção e reprodução, agir e pensar. Lugar em que os homens se constituem enquanto seres sociais, compartilham vivências e se apropriam de espaços, riquezas e conhecimentos. ..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Graziele Cristina Dainese de Lima - Integrante / Ana Maria Chiarotti de Almeida - Integrante / Sonia Adum - Coordenador / Roselaine Bolognesi - Integrante / SANTOS, Ana Cristina Silva - Integrante.Financiador(es): Universidade Estadual de Londrina - Auxílio financeiro.


Membro de corpo editorial


2018 - 2018
Periódico: REVISTA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL (IMPRESSO)
2018 - 2018
Periódico: MANA (UFRJ. IMPRESSO)
2017 - 2017
Periódico: CADERNOS DE CAMPO (USP)
2017 - 2017
Periódico: ESTUDOS SOCIEDADE E AGRICULTURA (UFRRJ)
2015 - 2015
Periódico: Sociedade e Cultura (Impresso)
2015 - 2015
Periódico: Ruris (Campinas)
2015 - 2015
Periódico: Revista Enfoques (Rio de Janeiro)
2013 - 2013
Periódico: Ruris (Campinas)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Teoria Antropológica.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia política.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Rural.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia dos Movimentos Sociais.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia do campesinato.


Idiomas


Inglês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
DAINESE, Graziele2017DAINESE, Graziele. Os casos e o gênero: acontecimentos da moralidade camponesa. REVISTA ESTUDOS FEMINISTAS, v. 25, p. 733-755, 2017.

2.
DAINESE, Graziele2016 DAINESE, Graziele. Movimento e Animação das festas, visitas, andanças e chegadas. MANA (UFRJ. IMPRESSO), v. 22, p. 641-669, 2016.

3.
DAINESE, Graziele2016DAINESE, Graziele; SERAGUZA, L. . Sobre gêneros, arte, sexualidade e a falibilidade destes e de outros conceitos: Entrevista com Luisa Elvira Belaunde Olschewski.. REVISTA ÑANDUTY, v. 4, p. 286-307, 2016.

4.
DAINESE, Graziele2015DAINESE, Graziele; CARNEIRO, A. . Notas sobre diferenças e diferenciações etnográficas do movimento. Ruris, v. 09, p. 143-166, 2015.

5.
DAINESE, Graziele2015DAINESE, Graziele. Chegar a Terceira Margem: um caso de prosa, paixões e maldade. Anuário Antropológico, v. 40, p. 233-255, 2015.

6.
DAINESE, Graziele2015DAINESE, Graziele. Desentendimento entre parentes: variações da intimidade. Revista de Antropologia (USP. Impresso), v. 58, p. 371-389, 2015.

7.
DAINESE, Graziele2005DAINESE, Graziele. Resenha do livro de SCOTTO, Gabriela. As (difusas) fronteiras entre política e mercado: um estudo antropológico sobre marketing político, seus agentes , práticas e representações. Horizontes Antropológicos (Online), v. 23, p. 318-320, 2005.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
CARNEIRO, A. (Org.) ; COMERFORD, John (Org.) ; DAINESE, Graziele (Org.) . Giros Etnográfico em Minas Gerais: conflito casa, comida, prosa, festa, política e o diabo. 1. ed. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2015. v. 1. 118p .

Capítulos de livros publicados
1.
DAINESE, Graziele. Política e Família: oposições, conexões e capturas. In: Moacir Palmeira; John Comerford; Marcos Otávio Bezerra. (Org.). Questões e Dimensões da Política: Vinte anos do Núcleo de Antropologia da Política - NuAP. 1ed.Rio de Janeiro: Papéis Selvagens, 2018, v. 1, p. 343-356.

2.
CARNEIRO, A. ; DAINESE, Graziele ; COMERFORD, John . Giros etnográficos em Minas Gerais: conflito, casa, comida, prosa, festa, política e o diabo. In: Graziele Dainese, Ana Carneiro, John Comerford. (Org.). Giros etnográficos em Minas Gerais: conflito, casa, comida, prosa, festa, política e o diabo. 1ed.Rio de Janeiro: 7 Letras, 2015, v. 1, p. 9-29.

3.
DAINESE, Graziele. Chegar à Terceira Margem: um caso de prosa, paixões e maldade. In: Ana Carneiro, Graziele Dainese, John Comerford. (Org.). Giros etnográficos em Minas Gerais: conflito, casa, comida, prosa, festa, política e o diabo. 1ed.Rio de Janeiro: 7 Letras, 2015, v. 1, p. 47-67.

4.
DAINESE, Graziele. "Sem Terras", "Urbanos" e "Camponeses": histórias do campo, da cidade e de movimento social. In: Marta Cioccari; José Sergio Leite Lopes. (Org.). Narrativas da Desigualdade: memórias, trajetórias e conflitos. 1ed.Rio de Janeiro: MAUAD, 2013, v. , p. 00-.

5.
DAINESE, Graziele. O "sujeito da reforma agrária" e a constituição de mediadores. In: Delma Pessanha Neves. (Org.). Desenvolvimento social e mediadores políticos. 1ed.Porto Alegre: UFRGS, 2008, v. , p. 129-153.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
DAINESE, Graziele. Crônica de uma iniciação antropológica em Carmo do Paranaíba. Gazeta Regional, Carmo do Paranaíba, 15 nov. 2008.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
DAINESE, Graziele. O caso e o gênero: paixões de pais e mães de família e outros acontecimentos da moralidade camponesa. In: XI Reunião de Antropologia do Mercosul, 2015, Montevideo. Anais da XI Reunião de Antropologia do Mercosul. Montevideo - Uruguai, 2015.

2.
DAINESE, Graziele. Movimento e Animação das festas e visitas nas localidades rurais do Alto Paranaíba (Minas Gerais): práticas de circulação e limites morais. In: IV Reunião Equatorial de Antropologia/XIII ABANNE, 2013, Fortaleza. Anais da IV Reunião Equatorial de Antropologia, 2013.

3.
DAINESE, Graziele. Desentendimentos entre parentes: variações da intimidade. In: X Reunião de Antropologia do Mercosul, 2013. Anais da X Reunião de Antropologia do Mercosul, 2013.

4.
DAINESE, Graziele. O controle, as paixões e os desentendimentos: conflito e modos de subjetivação numa comunidade rural brasileira. In: Tercer Congreso Latinoamericano de Antropología, 2012, Santiago do Chile. Anais - III Congreso Latinoamericano de Antropología, 2012.

5.
DAINESE, Graziele. Visitas, ajudas, conversas: práticas da vida em comum em localidades rurais do cerrado mineiro. In: 28a.Reunião Brasileira de Antropologia, 2012, São Paulo. Anais da 28a Reunião Brasileira de Antropologia, 2012.

6.
DAINESE, Graziele. "Tudo pertence a tudo, a todas as associações": aspectos da experiência associativa dos "produtores rurais" no cerrado mineiro. In: II Encontro Internacional de Ciências Sociais: As ciências sociais e os desafios para o século XXI, 2010, Pelotas. II Encontro Internacional de Ciências Sociais: As ciências sociais e os desafios para o século XXI, 2010.

7.
DAINESE, Graziele. La Vía Campesina: notas sobre a experiência de um movimento transnacional. In: VII Reunião de Antropologia do Mercosul, 2007, Porto Alegre. RAM. Reunião de Antropologia do Mercosul, 2007.

8.
DAINESE, Graziele. Os intérpretes do social: para um estudo da mediação entre os sem terras. In: VI Reunião de Antropologia do Mercosul, 2005, Montevideo. VI Reunión de Antropología del MERCOSUR - Identidad, Fragmentación y Diversidad, 2005.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
DAINESE, Graziele. O caso e o gênero: paixões de pais e mães de família e outros acontecimentos da moralidade camponesa. In: XI Reunião de Antropologia do Mercosul, 2015, Montevideo - Uruguai. Anais da XI Reunião de Antropologia do Mercosul, 2015.

2.
DAINESE, Graziele. Desentendimentos e o controle: instabilidades e estabilidades da vida em comunidade. In: X Reunião de Antropologia do Mercosul, 2013. In: X Reunião de Antropologia do Mercosul, 2013, Cordoba - Argentina. Anais da X Reunião de Antropologia do Mercosul, 2013.

3.
DAINESE, Graziele. Movimento e animação das festas e visitas nas localidades rurais do Alto Paranaíba (Minas Gerais): práticas de circulação e limites morais. In: IV Reunião Equatorial de Antropologia, 2013, Fortaleza - Ceará. Anais da IV Reunião Equatorial de Antropologia, 2013.

4.
DAINESE, Graziele. O controle, as paixões e os desentendimentos: conflito e modos de subjetivação numa comunidade rural brasileira. In: Tercer Congreso latinoamericano de antropologia, 2012, Santiago - Chile. Anais do Tercer Congreso Latinoamericano de Antropologia, 2012.

5.
DAINESE, Graziele. Visitas, ajudas, conversas: práticas da vida em comum em localidades rurais do cerrado mineiro. In: 28 Reunião Brasileira de Antropologia, 2012, São Paulo - SP. Anais da 28 Reunião Brasileira de Antropologia, 2012.

6.
DAINESE, Graziele; ALMEIDA, Ana Maria Chiarotti de . Cidade, Imaginário e Memória: Representações e práticas culturais de grupos citadinos. In: III EPCC - Encontro de Produção Científica do Cesumar, 2003, Maringá. III EPCC Encontro de Produção Científica do Cesumar - Centro Universitário de Maringá, 2003.

7.
DAINESE, Graziele; ALMEIDA, Ana Maria Chiarotti de . As hesitações do moderno: silêncio e conflito na fala de uma liderança regional. In: XII EAIC - XII Encontro Anual de Iniciação Científica, 2003, Foz do Iguaçu. XII EAIC - Encontro Anual de Iniciação Científica, 2003.

8.
DAINESE, Graziele; ALMEIDA, Ana Maria Chiarotti de . As hesitações do moderno: silêncio e conflito na fala de uma liderança regional. In: 3ºSEPECH - Seminário de Pesquisas em Ciências Humanas e Mostra de Extensão do CCH, 2003, Londrina. 3º SEPECH - Seminário de Pesquisas em Ciências Humanas e Mostra de Extensão do CCH, 2003.

Artigos aceitos para publicação
1.
DAINESE, Graziele; CARNEIRO, A. ; MENASCHE, R. . Apresentação. Dossiê Casa e Corporalidade em contextos camponeses e de povos tradicionais. TESSITURAS: REVISTA DE ANTROPOLOGIA E ARQUEOLOGIA, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
DAINESE, Graziele. Trajetória dos Estudos Rurais. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
DAINESE, Graziele. Refletindo a partir de uma experiência de imersão em campo. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Demais tipos de produção técnica
1.
DAINESE, Graziele. II Feira de Ciências e Engenharias da Universidade Federal da Grande Dourados. 2016. (Avaliadora).

2.
DAINESE, Graziele. Relatório sobre Pesquisa de Campo realizada na região Alto Paranaíba - Minas Gerais. 2008. (Relatório de pesquisa).

3.
DAINESE, Graziele. Relatório de atividades. Trabalho de campo realizado nos municípios da região Alto Paranaíba. Maio/Junho/Julho de 2008. 2008. (Relatório de pesquisa).

4.
DAINESE, Graziele. Relatório de atividades. Trabalho de campo realizado nos municípios da região Alto Paranaíba. Maio/Junho/Julho de 2008. 2008. (Relatório de pesquisa).

5.
DAINESE, Graziele. Memórias Camponesas - Rio Grande do Sul. 2007. (Relatório de pesquisa).


Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
DAINESE, Graziele; CARNEIRO, A. ; DANTON, T. . Dois vales: Itajaí e São Francisco nas fotografias de Giralda Seyferth e Moacir Palmeira. 2013 (Pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
OLIVEIRA, J. P.; CRESPE, A.; BECKER, S.; DAINESE, Graziele. Participação em banca de Priscila Anzoategui. "Somos todas Guarani-Kaiowá: entre narrativas (D)e retomadas agenciadas por mulheres guarani e kaiowá sul-mato-grossenses. 2017. Dissertação (Mestrado em ANTROPOLOGIA) - Universidade Federal da Grande Dourados.

2.
DAINESE, Graziele; MENASCHE, R.; SILVA NETO, F. L. P.. Participação em banca de Maurício Schneider. Identidades em Rede: um estudo etnográfico entre quilombolas e pomeranos na Serra dos Tapes. 2015. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal de Pelotas.

Qualificações de Mestrado
1.
DAINESE, Graziele; BEZERRA, B.; GUSSI, A.. Participação em banca de Fernanda Rodrigues Machado Farias. Significados e caminhos da denúncia de estudantes na universidade: casos de abuso sexual e moral em uma faculdade de educação. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Educação) - Universidade Federal do Ceará.

2.
DAINESE, Graziele; BECKER, S.; OLIVEIRA, E.. Participação em banca de Amon-Rá Bandeira. Antropologia e Política: Leitura de Duas Etnografias. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em ANTROPOLOGIA) - Universidade Federal da Grande Dourados.

3.
BECKER, S.; OLIVEIRA, J. P.; DAINESE, Graziele. Participação em banca de Priscila de Santana Anzoategui. Mulheres que ousam lutar: a agência das guarani e kaiowá na luta pela demarcação de seus territórios tradicionais. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em ANTROPOLOGIA) - Universidade Federal da Grande Dourados.

4.
MENASCHE, R.; SILVA NETO, F. L. P.; ADOMILLI, G. K.; DAINESE, Graziele. Participação em banca de Maurício Schneider. Quilombolas e Pomeranos na Serra dos Tapes: uma etnografia sobre redes e cosmologias. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Antropologia) - Universidade Federal de Pelotas.

5.
MAY, P.; DAINESE, Graziele; MALUF, R.. Participação em banca de Marcio Rangel. Nossa Primeira Terra, Programa Nacional de Crédito Fundiário do estado do Piauí - agente e desenvolvimento de desenvolvimento rural. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Práticas em Desenvolvimento Rural Sustentável) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
ANDRIOLLI, C.; ZOREK, B.; DAINESE, Graziele. Participação em banca de Ronize Correa. Memória histórica, cultural e identitária da comunidade do assentamento Passo Liso. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em história, arte e cultura) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
ABRANTES, C. S.; SILVA, L. F.; DAINESE, Graziele. Participação em banca de André Victor da Silva Oliviera."Campo" e "cidade": perspectivas entre o ficar e sair de jovens da comunidade de Currais II - CE. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Humanidades) - Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira.

2.
DAINESE, Graziele; ABRANTES, C. S.; KANIKADAN, A. Y. S.; RODRIGUES, L. C.. Participação em banca de Maria da Luz Fonseca de Carvalho.Um paraíso na terra: grandes empreendimentos, desenvolvimentos e comunidades locais na Ilha do Princípe. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Humanidades) - Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira.

3.
DAINESE, Graziele; SANTOS, J. S.. Participação em banca de Diana Cravid.A influência da globalização nas mudanças de práticas alimentares em São Tomé e Princípe. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Humanidades) - Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira.

4.
BECKER, S.; ARRUDA, R.; DAINESE, Graziele. Participação em banca de Dandara Rossoni.No centro do palco havia duas mulheres indígenas enjauladas (...)!. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal da Grande Dourados.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
LANDA, B. S.; DAINESE, Graziele; MOTTA, V. M. C.. Processo Seletivo do Curso de Ciências Sociais - UEMS - Amambai. 2016. Universidade do Estado do Mato Grosso do Sul.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Casa, corpo e gênero.Os casos e os gêneros. 2018. (Seminário).

2.
Aula Inaugural do Curso de Ciências Sociais - Universidade Estadual do Vale do Acaraú.Gênero e parentesco nos estudos rurais: notas exploratórias. 2017. (Outra).

3.
Seminário dos Vinte Anos do Núcleo de Antropologia da Política (NuaP).Família, relações pessoais e política. 2017. (Seminário).

4.
Políticas Etnográficas em Pesquisas Indígenas.Debatedora. Participação na mesa ?Etnografias em Contexto?. 2016. (Seminário).

5.
Mesa Redonda de apresentação do livro Giros Etnográficos em Minas Gerais_CPDA/UFRRRJ.Apresentação do livro Giros Etnográficos em Minas Gerais. 2015. (Oficina).

6.
Seminário dos Alunos do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social Museu Nacional UFRJ.Debatedora Mesa 15 - Métodos e Dilemas Etnográficos. 2015. (Seminário).

7.
XI Reunião de Antropologia do Mercosul. O caso e o gênero: paixões de pais e mães de família e outros acontecimentos da moralidade camponesa. 2015. (Congresso).

8.
Seminário Interno dos alunos do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do Mu Museu Nacional/UFRJ.Debatedora da Primeira Mesa do Seminário. 2014. (Seminário).

9.
37 Encontro Anual da ANPOCS. ST 22 Socialidades e Movimentos: pessoas, palavras e objetos em circulação. 2013. (Congresso).

10.
IV Reunião Equatorial de Antropologia/XIII ABANNE. Movimento e animação das festas e visitas nas localidades rurais do Alto Paranaíba (Minas Gerais): práticas de circulação e limites morais. 2013. (Congresso).

11.
X Reunião de Antropologia do Mercosul. Desentendimentos entre parentes: variações da intimidade. 2013. (Congresso).

12.
28a.Reunião Brasileira de Antropologia. Visitas, ajudas e conversas: práticas da vida em comum em localidades rurais do cerrado mineiro. 2012. (Congresso).

13.
Giros etnográficos em Minas Gerais: casa, comida, prosa,família,festa, fofoca, pinga, política, briga e o diabo.Chegar ao cerrado mineiro: hospitalidade, política e paixões. 2012. (Oficina).

14.
Giros Etnográficos em Minas Gerais: conflito, casa, comida, prosa, festa, política e o diabo.Chegar ao cerrado mineiro: hospitalidade, política e paixões. 2012. (Seminário).

15.
Tercer Congreso Latinoamericano de Antropología. O controle, as paixões e os desentendimentos: conflito e modos de subjetivação numa comunidade rural brasileira. 2012. (Congresso).

16.
II Encontro Internacional de Ciências Sociais: As ciências sociais e os desafios para o século XXI.Tudo pertence a tudo, a todas as associações: aspectos da experiência associativa dos "produtores rurais" do cerrado mineiro. 2010. (Encontro).

17.
VII Reunião de Antropologia do Mercosul. La Vía Campesina: notas sobre a experiência de um movimento transnacional. 2007. (Congresso).

18.
VI Reunião de Antropologia do Mercosul. Um estudo sobre a mediação entre os sem terras. 2005. (Congresso).

19.
III EPCC - Encontro de Produção Científica do Cesumar.III EPCC - Encontro de Produção Científica dp Cesumar. 2003. (Encontro).

20.
XII EAIC - XII Encontro Anual de Iniciação Científica.XII Encontro Anual de Iniciação Científica - XII EAIC. 2003. (Encontro).

21.
I Mostra Integrada de Projetos de Ensino, Pesquisa e Extensão da UEL.I Mostra Integrada de Projetos de Ensino, Pesquisa e Extensão da UEL. 2002. (Encontro).

22.
SEURS - Seminário de Extensão Universitária da Região Sul.IPAC/Londrina - Inventários e Proteção do Acervo Cultural de Londrina - Os caminhos do café no Paraná. 2002. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
DAINESE, Graziele; CARNEIRO, A. ; NOBREGA, M. . Seminário Casa, Corpo e Gênero. 2018. (Outro).

2.
DAINESE, Graziele; ALMEIDA, R. A. ; LEWANDOVSKI, A. ; GOMES, A. S. . I Semana de Antropologia da UNILAB. 2018. (Congresso).

3.
DAINESE, Graziele; CRUZ, R. ; BANDUCCI, A. ; NASCIMENTO, V. A. . Grupo de Trabalho: Cidade e campo, comércio, turismo, lazer e áreas de fronteira. 2017. (Outro).

4.
CARNEIRO, A. ; DAINESE, Graziele . Seminário de Pesquisa Pós-Graduada: Gênero, casa e comida: olhares etnográficos. 2017. (Congresso).

5.
SERAGUZA, L. ; DAINESE, Graziele . Grupo de Trabalho Gênero e Geração em Sociedades Indígenas. 2016. (Congresso).

6.
SERAGUZA, L. ; MARQUES, L. P. ; COLMAM, R. ; CRESPE, A. ; DAINESE, Graziele . Seminário Internacional de Etnologia Indígena. 2016. (Congresso).

7.
DAINESE, Graziele; COMERFORD, J. C. ; FIGURELLI, F. . Grupo de Trabalho Abordagens Etnográficas da Família. 2015. (Outro).

8.
COMERFORD, J. C. ; CARNEIRO, A. ; DAINESE, Graziele . Giros Etnográficos em Minas Gerais: conflito, casa, comida, prosa, festa, política e o diabo. 2012. (Outro).

9.
DAINESE, Graziele; MENASCHE, R. ; GEHLEN, Ivaldo ; TEDESCO, J.C ; CARINI, Joel ; PALMEIRA, Moacir ; ZARTH, P. A. . Memórias Camponesas - Rio Grande do Sul. 2007. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Carla Giselle Silva Pontes. Feminismos na Unilab. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Humanidades) - Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira. (Orientador).

2.
Aliny Fernandes. Dinâmicas de conflito no ambiente universitário: quem fala e o que se pode falar. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Humanidades) - Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Amon-Rá Bandeira. Política Vivida: Entre festas, ajudas, bons políticos, brincadeiras e outras perspectivas etnográficas. 2018. Dissertação (Mestrado em ANTROPOLOGIA) - Universidade Federal da Grande Dourados, . Orientador: Graziele Cristina Dainese de Lima.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Ronize Correa. Memória histórica, cultural e identitária da comunidade do assentamento Passo Liso. 2013. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em história, arte e cultura) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Graziele Cristina Dainese de Lima.



Inovação



Projetos de pesquisa


Outras informações relevantes


Organização do dossiê "Casa e corporalidade em contextos camponeses e de povos tradicionais", Revista Tessituras - UFPEL, em parceria com Ana Carneiro (UFRRJ) e Renata Menasche (UFPEL). no prelo (a ser publicado no segundo semestre de 2018).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/11/2018 às 15:31:11