Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8099739350003910
  • Última atualização do currículo em 08/11/2018


Lívia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos cursou Engenharia Florestal na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1993-1997) e graduou-se pela Faculdade de Ciências Agrárias do Pará (1998). É mestre em Solos e Nutrição de Plantas (2002) e doutor em Ciências Agrárias (2011) pela Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA). Atualmente é Professor Adjunto da UFRA ministrando as disciplinas Recuperação de áreas degradadas, Sistemas Agroflorestais e disciplinas do eixo de Silvicultura de plantações. Atua na área de restauração florestal e processos funcionais de floresta secundária.Os temas de pesquisa sempre estiveram voltados para processos funcionais em florestas secundárias, principalmente no contexto das mudanças climáticas globais, a floresta como pousio na Agricultura itinerante na Amazônia e restauração de ecossistemas florestais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos
Nome em citações bibliográficas
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay;RANGEL-VASCONCELOS, LÍVIA GABRIG TURBAY;VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay Rangel;Rangel-Vasconcelos, Lívia G. T.;Li´via G. T. Rangel-Vasconcelos

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal Rural da Amazônia, Programa de pós graduação em CIências Florestais.
Avenida Presidente Tancredo Neves, no 2.501
Terra Firme
66077-530 - Belem, PA - Brasil - Caixa-postal: 917
Telefone: (91) 32105161
URL da Homepage: www.ufra.edu.br


Formação acadêmica/titulação


2007 - 2011
Doutorado em Ciências Agrárias.
Universidade Federal Rural da Amazônia, UFRA, Brasil.
Título: BIOMASSA, ESTOQUES DE NUTRIENTES E MATÉRIA ORGÂNICA LEVE DO SOLO DE VEGETAÇÃO DE POUSIO SOB DIFERENTES MANEJOS EM SISTEMA DE CORTE-E-TRITURAÇÃO NA AMAZÔNIA ORIENTAL, Ano de obtenção: 2011.
Orientador: Osvaldo Ryohei Kato.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Amazonia; vegetacao secundaria; Sistema agroflorestal; Matéria orgânica do solo; slash and mulch; Improved Fallow.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Agroecologia.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Ecologia de Ecossistemas / Especialidade: Biogeoquímica.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal.
2000 - 2002
Mestrado em Agronomia.
Universidade Federal Rural da Amazônia, UFRA, Brasil.
Título: BIOMASSA MICROBIANA DE UM SOLO SOB VEGETAÇÃO SECUNDÁRIA NA AMAZÔNIA ORIENTAL,Ano de Obtenção: 2002.
Orientador: Maria Marly de Loudes S Santos.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Biomassa microbiana; vegetacao secundaria; carbono; nitrogenio.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo / Especialidade: Fertilidade do Solo e Adubação.
Setores de atividade: Produção Vegetal; Silvicultura, Exploração Florestal e Serviços Relacionados.
1993 - 1998
Graduação em Engenharia Florestal.
Faculdade de Ciências Agrárias do Pará, FCAP, Brasil.


Pós-doutorado


2011 - 2016
Pós-Doutorado.
Universidade Federal Rural da Amazônia, UFRA, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Sistemas Agroflorestais.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Agroecologia.


Formação Complementar


2008 - 2008
Créditos de Carbono (base científica e projetos). (Carga horária: 32h).
Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná, FUPEF, Brasil.
2005 - 2005
Modelagem Matematica. (Carga horária: 35h).
Laboratório Nacional de Computação Científica, LNCC, Brasil.
2003 - 2004
Esol English As Second Language Intermediate 2. (Carga horária: 145h).
Alachua County School Board, ALACHUA COUNTY, Estados Unidos.
2002 - 2003
Esol English As Second Language Intermediate 1. (Carga horária: 332h).
Alachua County School Board, ALACHUA COUNTY, Estados Unidos.
1998 - 1998
Colheita de Sementes e Produção de Mudas Florestai. (Carga horária: 40h).
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuaria, EMBRAPA, Brasil.
1997 - 1997
Extensão universitária em Conservacao de Recursos Naturais. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
1997 - 1997
Nutricao Mineral de Plantas. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal Rural da Amazônia, UFRA, Brasil.
1997 - 1997
Comercializacao de Produtos Florestais. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
1996 - 1996
Quimica da Madeira. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
1996 - 1996
Experimentacao Florestal. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
1996 - 1996
Fundamentos da Ciencia do Solo. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
1996 - 1996
Ecologia Geral. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
1995 - 1995
Quimica Analitica. (Carga horária: 65h).
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
1995 - 1995
Entomologia Geral. (Carga horária: 65h).
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
1994 - 1994
Anatomia Vegetal. (Carga horária: 90h).
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
1994 - 1994
Estatistica Experimental. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
1993 - 1993
Introducao a Filosofia das Ciencias Biologicas. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
1993 - 1993
Desenho Tecnico Aplicado. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal Rural da Amazônia, UFRA, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

04/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , UFRA, .


Faculdade de Ciências Agrárias do Pará, FCAP, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 1999
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: bolsista, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Revisão bibliográfica referente aos trabalhos realizados na Estação Experimental de Curuá-Una, para a edição de um CD-ROM, projeto coordenado pelo Dr. Benno Pokorny e financiado pelo GTZ/FCAP, no período de julho a novembro de 1999


Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 1998
Vínculo: estagiária, Enquadramento Funcional: Estagiaria, Carga horária: 20

Atividades

2/1998 - 11/1998
Estágios , Centro de Pesquisa Agroflorestal da Amazônia Oriental, Belem.

Estágio realizado
Laboratório de Sementes Florestais da Embrapa Amazônia Oriental, sob a orientação de Noemi Vianna Martins Leão, com carga horária de 560 horas (1998).

Universidade da Florida, UF, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Research Scholar, Enquadramento Funcional: Research Scholar, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
IDesenvolvimento de atividades de coleta, preparo e análise química (Fósforo total, nitrogênio total, nitrato, amonia, carbono e materia orgânica) de amostras de solo, material vegetal e throughfall e entrada de dados dos projetos:"Pollution on the Suwanee River basin" e " Effect of Poultry manure in forest desease", sob a orientação do Dr. Nicholas Comerford.

Vínculo institucional

2002 - 2003
Vínculo: Trabalho vontuntário, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 10
Outras informações
Coleta, preparo e análise de Matéria orgânica e determinação carbono orgânico de amostras de solos florestais.

Atividades

12/2002 - 6/2004
Outras atividades técnico-científicas , Institute Of Food And Agricultural Sciences, Institute Of Food And Agricultural Sciences.

Atividade realizada
Coleta, preparo e análise química de solo, material vegetal e throughfall..

Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista DTI/CNPq, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
De março a novembro de 2006 Banco de dados e modelagem estatística de fluxos de nutrientes em micro e pequenas bacias monitoradas em Paragominas, Pará.


Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuaria, EMBRAPA, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: bolsista, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Projeto " Serviço especializado de manutençao e operaçao de sítios de Pesquisa no âmbito de experimento de grande escala da Biosfera-Atmosfera na Amazonia-LBA", laboratório de Ecofisiologia, Embrapa-CPATU, sob a supervisão técnica de Claudio José Reis de Carvalho.

Atividades

8/2004 - 1/2006
Pesquisa e desenvolvimento , EMBRAPA - Amazônia Oriental, .

8/2004 - 1/2006
Serviços técnicos especializados , Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuaria, .

Serviço realizado
Participacao em atividades desenvolvidas pelo Projeto " Servico especializado de manutencao e operacao de sitios de Pesquisa no Ambito de experimento de grande escala da Biosfera-Atmosfera na Amazonia-LBA".

Embrapa Amazonia Oriental, CPATU, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2011
Vínculo: Aluno doutorado, Enquadramento Funcional: Estudante de doutorado, Carga horária: 20



Linhas de pesquisa


1.
Biogeoquímica de agroecossistemas

Objetivo: Estudar os estoques de carbono e nutrientes na biomassa acima e abaixo do solo, assim como a ciclagem desses elementos no sistema solo-planta-atmosfera, em agroecossistemas..
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Agroecologia.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados Com Essas Atividades; Silvicultura, Exploração Florestal e Serviços Relacionados Com Estas Atividades.
2.
Restauração florestal
3.
Funções e processos em florestas secundárias


Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Processos de transição para agricultura sem queima na Amazônia
Descrição: A queima de floresta secundária (capoeira), como forma de preparo de área para o cultivo agrícola, é uma prática ainda comum na agricultura familiar da Amazônia, embora traga diversas consequências negativas, como, por exemplo, perda de nutrientes do sistema solo-planta, aumento da emissão de gases de efeito estufa e avanço do desmatamento. A pressão crescente pelo desenvolvimento rural sustentável na região, imposta pela sociedade, mercados e governos, exige a eliminação do fogo no processo de produção agrícola. Pesquisas para gerar tecnologias alternativas ao uso do fogo foram conduzidas e existem resultados importantes que atualmente requerem maior nível de organização para que sejam facilmente acessados, entendidos e selecionados para uso. Embora existam tais resultados, eles não cobrem totalmente as lacunas do conhecimento em agricultura sem queima, havendo, portanto, a necessidade de estudos adicionais. O objetivo deste projeto é sistematizar e desenvolver tecnologias alternativas ao uso do fogo com base no manejo de capoeira e em sistemas de produção que promovam o uso eficiente dos recursos naturais e insumos agrícolas visando intensificar o processo de transição para agricultura sem queima na Amazônia. Sua estrutura é composta por cinco Planos de Ação (PAs), conforme a seguir: PA1-Gestão, PA2-Sistematização de conhecimentos em agricultura sem queima, PA3-Avaliação de sistemas de produção rotacionados com capoeira sem queima, PA4-Avaliação de sistemas de produção sequenciais com capoeira sem queima e PA5-Obtenção de indicadores socioeconômicos e ambientais em sistemas de produção rotacionados e sequenciais com capoeira sem queima. Os principais resultados esperados incluem: (i) alternativas ao uso do fogo na agricultura sistematizadas, (ii) caracterização do acúmulo de biomassa e nutriente em espécies vegetais com potencial de uso no enriquecimento de capoeira, (iii) desempenho de culturas agrícolas em sistemas de produção rotacionados com capoeira sem queima e de plantas forrageiras em sistemas de produção sequenciais e (iv) obtenção de indicadores socioeconômicos e ambientes em sistemas de produção rotacionados e sequenciais com capoeira sem queima. Como impacto potencial está a redução do uso de fogo no processo de produção agrícola, intensificando a transição para agricultura sem queima, o que tem potencial para trazer melhoria no padrão socioeconômico dos produtores rurais e na qualidade do meio ambiente. Outro impacto importante é induzir e subsidiar políticas públicas de combate ao uso de fogo na agricultura da região amazônica...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2016
Estoques e fluxos de carbono e nitrogênio em cultivos de palma de óleo no Pará

Projeto certificado pela empresa EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUARIA em 06/06/2014.
Descrição: A expansão da área cultivada com a palma de óleo nas áreas já desflorestadas da Amazônia é reconhecidamente uma excelente alternativa para produção dessa cultura para fins alimentares e energéticos, constituindo suporte tanto para o projeto governamental de ampliação e diversificação da matriz energética brasileira, quanto para a criação de empregos e aumento da renda da população local. Nesse contexto, torna-se imprescindível avaliar a competitividade e a sustentabilidade ambiental do sistema atual de produção de palma de óleo em monocultivo e também de sistemas alternativos (sistemas agroflorestais) de produção dessa cultura compatíveis com o Programa de Produção Sustentável de Óleo de Palma no Brasil. Desse modo, nesta proposta pretende-se avaliar variáveis ambientais fortemente relacionadas com a capacidade dos sistemas de produção de palma de óleo em mitigar efeitos de mudanças climáticas e de manter a qualidade do solo. O projeto será executado em dois sítios experimentais no Pará: (1) monocultivo, em Moju e (2) cultivos em sistemas agroflorestais, em Tomé-Açu. Serão quantificados estoques de carbono e nitrogênio no solo, raízes e liteira e o fluxo desses elementos entre o solo e a atmosfera; a avaliação dessas variáveis será acompanhada de medições de variáveis micrometeorológicas (radiação, temperatura, umidade, precipitação, vento), que permitirão uma melhor compreensão dos fatores controladores dos fluxos. Espera-se que a base de dados gerados nesta proposta, que será inédita para diversas variáveis micrometeorológicas e para a emissão de gases do solo em cultivo de palma de óleo em sistemas agroflorestais, sirva para iniciativas de modelagem da sustentabilidade ambiental da palma de óleo nas áreas potencialmente identificadas para expansão da cultura. Um impacto adicional relevante desta proposta será a ampliação da estrutura física e consolidação de um grupo de pesquisa dedicado ao monitoramento biogeoquímico e micrometeorológico, por longo prazo, de sistemas de produção de palma de óleo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2014
Manejo da capoeira na agricultura da Amazônia sem o uso do fogo
Descrição: Na maior parte da Amazônia brasileira, a agricultura familiar pratica principalmente o sistema de derruba e queima. Esta prática é questionada pelas perdas em nutrientes, emissões nocivas de gases à atmosfera, e riscos de incêndios incontroláveis pelas queimadas. Este sistema de agricultura mantém níveis de sustentabilidade que decrescem na medida em que as queimadas se repetem e o tempo de pousio é reduzido. Sistemas integrados de gestão dos recursos naturais envolvendo tecnologias mitigadoras de impactos ambientais, como agricultura sem fogo e sistemas agroflorestais, representam alternativas sustentáveis para pequenos produtores. A Embrapa Amazônia Oriental vem desenvolvendo alternativas para substituição do método tradicional de derruba e queima, pelo sistema de corte e trituração da capoeira, associado ao enriquecimento da capoeira para acelerar o acúmulo de biomassa e nutrientes. As técnicas de uso da cobertura do solo preconizadas com esta tecnologia influenciam favoravelmente as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, além do que a adoção da mesma permite também usufruir dos serviços ambientais associados à presença da vegetação secundária em pousio (capoeira), que inclui melhoria no balanço de carbono, transporte de água para a atmosfera e proteção à lixiviação, pela presença de uma verdadeira rede de segurança representada pelas raízes. Assim, é uma alternativa tecnológica, econômica e ambientalmente sustentável para o sistema de produção da agricultura familiar na Amazônia com foco na eliminação do fogo e no uso eficiente dos recursos naturais e insumos agrícolas. Esta tecnologia vem sendo testada e adaptada de forma participativa em toda Amazônia (Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Roraima, Rondônia e Pré-Amazônia Maranhense), o que indica a necessidade de ajustes para atender as demandas locais. A presente proposta visa dar continuidade as ações de pesquisa para responder ainda questões de atributos de longo prazo associado a sustentabilidade eco.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2012
Estoque de carbono e emissão de gases de efeito estufa em sistemas agroflorestais na Amazônia oriental

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Steel Silva Vasconcelos em 04/09/2012.
Descrição: Conversão de florestas e mudanças no uso da terra nos trópicos são fatores importantes de alteração da ciclagem biogeoquímica, resultando na redução de estoques de carbono (C) nos ecossistemas terrestres e no aumento da concentração de gases de efeito estufa na atmosfera. Práticas agrícolas levam à redução dos estoques de C, principalmente devido a remoção da biomassa da parte aérea colhida, perda de C do solo como dióxido de carbono (CO2) proveniente da decomposição de resíduos e perda de compostos orgânicos por erosão. Dessa forma, é necessário desenvolver sistemas agrícolas sustentáveis capazes de (1) manter e/ou aumentar o estoque de C orgânico do solo e (2) mitigar a degradação do solo e a emissão de gases de efeito estufa. Um dos sistemas promissores para seqüestrar C e reduzir a degradação do solo são os sistemas agroflorestais. No entanto, recentes revisões de literatura sobre o potencial de sistemas agroflorestais em seqüestrar C e mitigar a emissão de gases de efeito estufa do solo mostram que existem poucas informações sobre esses sistemas em regiões tropicais, sobretudo na Amazônia brasileira. Nesta proposta, serão avaliados sistemas agroflorestais no âmbito da agricultura familiar do Nordeste Paraense, Amazônia Oriental. Serão quantificados os estoques de C no solo e na parte aérea e a emissão de gases de efeito estufa (CO2, N2O e CH4). A partir dos dados de estoque de C e de emissão de óxido nitroso (N2O) e metano (CH4), será estimado o balanço de equivalentes de CO2 nos sistemas. Os resultados deste projeto servirão de base para entender o potencial de sistemas agroflorestais em mitigar a emissão de gases de efeito estufa do solo para a atmosfera, assim como para o desenvolvimento de sistemas sustentáveis para a agricultura familiar. A quantificação de seqüestro de C nos sistemas estudados poderá contribuir para o desenvolvimento de metodologias específicas de quantificação de C em sistemas de agricultura familiar, contribuindo para integrar este segu.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos - Integrante / Steel Silva VASCONCELOS - Coordenador / Francisco de Assis Oliveira - Integrante / Osvaldo R Kato - Integrante.
2009 - 2012
GESTABACIAS - Conservação de recursos naturais em mesobacias hidrográficas na Amazônia Oriental: iniciativas integradoras para promover o planejamento participativo da gestão ambiental no meio rural

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Steel Silva Vasconcelos em 29/08/2012.
Descrição: A região nordeste do Estado do Pará, uma das áreas mais antigas de colonização da Amazônia, apresenta paisagem dominada por áreas de vegetação secundária resultantes do sistema tradicional de cultivo (derruba-e-queima), seja para o manejo de pastagens ou para os cultivos agrícolas. A sustentabilidade do sistema de cultivo tradicional depende principalmente de pousios longos para reestabelecer os estoques de nutrientes e matéria orgânica do solo utilizados e/ou perdidos no período agrícola. O aumento populacional e a redução da disponibilidade de vegetação secundária na região têm diminuído progressivamente o período de pousio e aumentado a pressão sobre áreas de cultivo e ripárias, resultando na degradação de recursos naturais e redução da sustentabilidade do uso da terra na região. A falta de informação dos produtores rurais sobre técnicas de manejo agropecuárias conservacionistas contribui para agravar esse cenário. Para minimizar os problemas citados, sistemas alternativos à derruba-e-queima têm sido testados no Nordeste Paraense, envolvendo intensificação de sistemas de produção familiares através de (a) tecnologias de corte-e-trituração da capoeira e plantio de leguminosas arbóreas de rápido crescimento para reduzir o período de pousio e (b) introdução de sistemas agroflorestais mulitestratificados. O efeito dessas tecnologias sobre a produtividade de alguns sistemas agropecuários e conservação de recursos naturais é relativamente bem conhecido em escala de unidade familiar, mas ainda há necessidade de intensificar estudos integrados de diagnóstico e de impactos de sistemas de produção agropecuários sobre solo, água e fauna aquática em escala de microbacias hidrográficas. Também é necessário avaliar o estado das áreas de preservação permanente, incluindo levantamentos fitossociológicos e determinação de metodologias de propagação de espécies potenciais para recuperação dessas áreas. Os resultados do projeto relacionados ao levantamento e monitoramento de recurs.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos - Integrante / Steel Silva VASCONCELOS - Coordenador / Ricardo de Oliveira Figueiredo - Integrante / Orlando Watrin - Integrante / Osvaldo Ryohei Kato - Integrante / Célia Maria Braga Calandrini de Azevedo - Integrante.
2009 - 2011
Sistemas agroflorestais na Amazônia oriental: potencial de mitigação de efeitos das mudanças climáticas

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Steel Silva Vasconcelos em 04/09/2012.
Descrição: Conversão de florestas e mudanças no uso da terra nos trópicos são fatores importantes de alteração da ciclagem biogeoquímica, resultando na redução de estoques de carbono (C) nos ecossistemas terrestres e no aumento da concentração de gases de efeito estufa na atmosfera. Práticas agrícolas levam à redução dos estoques de C principalmente devido a remoção da biomassa da parte aérea colhida, perda de C do solo como dióxido de carbono (CO2) proveniente da decomposição de resíduos e perda de compostos orgânicos por erosão. Dessa forma, é necessário desenvolver sistemas agrícolas sustentáveis capazes de (1) manter e aumentar o estoque de C orgânico do solo e (2) mitigar a degradação do solo e a emissão de gases de efeito estufa. Um dos sistemas promissores para seqüestrar C e reduzir a degradação do solo são os sistemas agroflorestais. No entanto, recentes revisões de literatura sobre o potencial de sistemas agroflorestais em seqüestrar C e mitigar a emissão de gases de efeito estufa do solo mostram que existem poucas informações sobre esses sistemas em regiões tropicais, sobretudo na Amazônia brasileira. Nesta proposta, serão quantificados estoques de C e a emissão de gases de efeito estufa em sistemas agroflorestais seqüenciais e não-seqüenciais no âmbito da agricultura familiar do Nordeste Paraense, Amazônia Oriental. Os sistemas agroflorestais seqüenciais incluem derruba-e-queima (convencional) e corte-e-trituração (alternativo). Serão quantificados os estoques de C no solo e na parte aérea e a emissão de gases de CO2, óxido nitroso (N2O) e metano (CH4). A partir dos dados de estoque de C e de emissão de N2O e CH4, será estimado o balanço de equivalentes de CO2 nos sistemas. Os resultados deste projeto servirão de base para entender o potencial de sistemas agroflorestais em mitigar a emissão de gases de efeito estufa do solo para a atmosfera, assim como para o desenvolvimento de sistemas sustentáveis para a agricultura familiar..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2012
Tipitamba - TT: Transferência de Tecnologias para Recuperação de Áreas Alteradas para Agricultura Familiar no Nordeste Paraense

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Osvaldo Ryohei Kato em 03/09/2012.
Descrição: Unidades de produção familiar rural e recursos naturais na Amazônia sofrem severos impactos negativos pela falta de alternativas sustentáveis de uso das áreas agrícolas e pelo avanço da exploração madeireira predatória, pecuária extensiva e agricultura mecanizada em larga escala. Sistemas integrados de gestão dos recursos naturais envolvendo tecnologias mitigadoras de impactos ambientais representam alternativas sustentáveis para pequenos produtores e recursos naturais, pois a adoção de tecnologias mais rentáveis e menos impactantes ao ambiente ajudam a reverter o êxodo rural. Logo, percebe-se a necessidade de transferência de sistemas alternativos desenvolvidos pela pesquisa e pelos agricultores familiares, além da identificação, validação científica. Esta proposta visa transferir tecnologias para recuperação de áreas alteradas, oferecendo alternativas sustentáveis à agricultura de derruba e queima baseadas em princípios agroecológicos, visando o uso sustentado da terra e a melhoria da vida de agricultores familiares. Atividades de capacitação, transferência de tecnologia (TT) e avaliação da sustentabilidade de sistemas de produção serão desenvolvidas com a participação direta dos agricultores. A avaliação participativa é um processo mediante o qual as pessoas se reúnem e desenvolvem conhecimentos dirigidos à ação e à mudança. Envolve os participantes na avaliação de um programa, de uma avaliação comunitária, análise de uma política específica ou outro tipo de investigação. É um processo que busca responder perguntas como o que desejam conseguir, qual a situação atual e como poderiam melhorar. É importante ressaltar que o direcionamento das ações deste projeto baseia-se em demandas e necessidades identificadas nas comunidades, através de avaliações participativas realizadas por projetos já em execução e que motivaram esta proposta. O público-alvo será formado por extensionistas e associações de agricultores familiares do nordeste paraense.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos - Integrante / Osvaldo Ryohei Kato - Coordenador / Mauricio Kadooka Shimizu - Integrante / Célia Maria Braga Calandrini de Azevedo - Integrante / Lucilda Maria Sousa de Matos - Integrante.
2006 - 2008
Projeto LBA - Fase III (Grupo ND-30) - Síntese das Interações de Nutrientes em Vegetação Secundária na Amazônia
Descrição: O tema deste projejo é a ciclagem de nutrientes nas florestas e pastagens e nos pequenos rios (igarapés) que drenam estas áreas. A proposta é dividida em três seções: (1) Um modelo da demanda da vegetação, suprimento pelo solo, perda pelo fogo, e perda por lixiviação de macronutrientes em florestas madura, pastagens de gado, e florestas secundárias. O modelo integra num sistema conceitual e numérico os nossos resultados de pesquisa sobre crescimento vegetal, química de solos, dinâmica de carbono, emissões de gases-traço, e vazão e química das águas fluviais; (2) A análise de mistura espectral de imagens Landsat será usada para estimar a vegetação fotossinteticamente ativa (PV) e a vegetação não-fotossintética (NPV), esta última indicando a presença de folhas senecentes em pastos degradados.; (3) A complementação das análises de dados dos projetos da Fase II, incluindo a química das águas fluviais e do escoamento superficial e os processos hidrológicos riparianos em três pequenas bacias com uso da terra diversificado. As relações concentração-descarga serão examinadas por meio do uso da terra e do tamanho da bacia, determinados por meio de imagens Landsays, e serão comparados com resultados obtidos em outras regiões da Amazônia. Combinando estes componentes do projeto, demonstraremos como as mudanças em nível de paisagem na cobertura do solo em decorrência do uso agropecuário afetam os processos de ciclagem de nutrientes, atendendo assim aos objetivos do LBA de compreender como as mudanças do uso da terra afetam a dinâmica de carbono, as emissões de gases-traço e a qualidade das águas na Amazônia..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2006
Projeto 553226/2005-3:Grupo de Estudos e pesquisa em Modelagem hidrológica na Amazônia: Interpretação de processos hidrológicos e desenvolvimento de ferramentas para gestão de bacias
Descrição: Considerando os efeitos do acelerado desmatamento e conversão de florestas em áreas agrícolas sobre os recursos hídricos, entre os quais destacam-se a perda de solos por erosão e a alterações nos ciclos biogeoquímicos e qualidade da água, o projeto visa desenvolver estudos de modelagem hidrológica em bacias de diferentes ordens da Amazônia Oriental para avaliar o impacto dos usos da terra sobre o escoamento superficial, taxa de erosão do solo e qualidade da água, e analisar a adequação do uso de modelos de bacias em sistemas de gestão territorial. Os objetivos específicos são: (i) avaliar as principais mudanças da paisagem em sub-bacias de diferentes escalas localizadas na Amazônia Oriental, e analisar qualitativa e quantitativamente os impactos hidrológicos destas mudanças, como erosão e qualidade da água; (ii) testar modelos matemáticos simuladores dos processos de geração de escoamento superficial (runoff), de erosão e transporte de nutrientes, utilizando dados de pequenas bacias monitoradas na Amazônia Oriental para verificar alterações nestes processos e na qualidade da água, em colaboração com instituições que desenvolvem códigos numéricos simuladores de escoamento e transporte de solutos; (iii) avaliar o uso de modelos hidrológicos espacializados como ferramentas de gestão de bacias, em sistemas direcionados à utilização por técnicos de prefeituras, comitês de bacias, escolas, empresas e organizações da sociedade civil. O projeto se subdivide em 3 partes com diferentes abordagens: a) Modelos de Gestão de Bacias, b) Modelos de escoamento superficial e erosão, e c) Modelos hidrogeoquímicos. Os sítios de estudo estão localizados nas regiões de Paragominas/PA (bacia do Uraim), Santarém/PA (Mojuí) e do Alto Xingu/ MT (bacia do Pacas.
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos - Integrante / Azeneth Eufrasino Schuller - Coordenador / Luciene Lima - Integrante / Clariça Cacciamali de Sousa - Integrante / Andréa Santos - Integrante / Ricardo de Oliveira Figueiredo - Integrante / Daniel Markewitz - Integrante / Eric Atlas Davidson - Integrante / Adriano Venturieri - Integrante / Cláudia Mazza Dias - Integrante / Orlando Watrin - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 4
2005 - 2007
Manflora - Universal
Descrição: O acúmulo de carbono (C) em florestas secundárias constitui um componente importante do balanço de C na Amazônia e é controlado em grande parte pela disponibilidade de água e/ou nutrientes do solo. Entretanto, existem poucos estudos sobre os mecanismos pelos os quais a disponibilidade de água e nutrientes do solo afetam processos funcionais de ecossistemas de florestas secundárias tropicais. O aumento do entendimento desses mecanismos é necessário para melhorar as previsões do efeito das mudanças globais nessas florestas. O estado atual do conhecimento sobre o papel dos recursos água e nutrientes do solo nos processos do ecossistema florestal baseia-se em estudos observacionais, o que limita um entendimento mais profundo dos mecanismos de ação desses recursos. O objetivo do estudo proposto é aumentar o entendimento sobre os mecanismos pelos os quais a disponibilidade de água e nutrientes afeta fluxos e estoques de C e nutrientes em florestas secundárias na Amazônia. Tal objetivo será alcançado através da manutenção de um experimento de manipulação da disponibilidade de água e substrato (serapilheira) em andamento desde 1999. Nesse estudo, tratamentos de irrigação durante a estação seca e remoção contínua de serapilheira, implementados desde agosto de 2001, visam a reduzir o estresse hídrico e aumentar o estresse nutricional na floresta, respectivamente. Os objetivos específicos incluem avaliar o efeito dos tratamentos na taxa de decomposição foliar de espécies arbóreas; concentração de nutrientes no material formador de serapilheira ("litterfall"), solo e solução do solo; biomassa e respiração microbianas do solo; potencial de nitrificação e atividade da fosfatase ácida do solo; crescimento e respiração radiculares e emissão de CO2, N2O e CH4 do solo. Outros objetivos serão avaliar os efeitos das variabilidade intra e interanual nas variáveis medidas no solo e material vegetal; a variabilidade intranual está associada com a sazonalidade da precipitação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2006
LBA Fase II (Grupo ND-02) "Dinâmica dos ciclos biogeoquímicos em vegetação secundária na Amazônia"
Descrição: Neste projeto investigou-se a ciclagem de nutrientes, principalmente N e P de uma cronosequencia de vegetações secundárias e um fragmento de floresta primária do municipio de Capitão Poço-PA, para confirmar os resultados obtidos em Paragominas (LBA fase I). No projeto LBA fase I (Grupo ND-02 foram investigadas a ciclagem de nutrientes usando-se uma cronosequencia de vegetações secundárias e um fragmento de floresta primária do municipio de São Francisco do Pará e uma área de pastagem abandonada na região de Prargominas-Pará..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de desenvolvimento


2009 - Atual
Manejo da Capoeira na agricultura amazônica: Substituindo as queimadas em comunidades em Marapanim e Igrarapé-Açu, Pará
Descrição: O objetivo desta proposta consiste em oferecer alternativas sustentáveis à agricultura de derruba e queima baseadas em princípios agroecológicos, com vistas ao uso sustentado da terra e melhoria de vida de agricultores familiares do nordeste paraense. Entre as atividades propostas estão: 1- Disponibilizar processos produtivos de base agroecológica, com uso de tecnologias limpas e sustentáveis que preservem a saúde humana e primem pela sustentabilidade ambiental, cultural, econômica e social; 2 - Implantar unidade de propagação rápida de mandioca para propagação e disponibilização às comunidades de cultivares tolerantes à podridão das raízes; 3- Capacitar e incentivar extensionistas, multiplicadores e outros atores locais para apropriação/adoção de experiências sustentáveis e tecnologias limpas através de treinamentos no campo; 4- Incentivar, organizar, capacitar, implementar e acompanhar atividades que visem a recomposição da Reserva Legal nas unidades de produção familiar; 5- Capacitar técnicos, Agentes de Capacitação Local e comunitários em temas relevantes para o incentivo ao associativismo e em metodologias participativas; 6 - Elaborar material didático com instruções sobre preparo de área sem fogo e suas vantagens em relação ao preparo com queima, sobre manejo de espécies arbóreas com potencial de uso em sistemas agroflorestais; sobre métodos alternativos (ecológicos) de controle de pragas e suas vantagens em relação ao emprego de pesticidas, sobre boas práticas na manipulação de alimentos, agregação de valor em produtos oriundos de sistemas agroflorestais, usando linguagem acessível aos agricultores familiares; 7 - Seminários e restituição dos resultados e metas alcançadas e relatório final. Os agricultores serão capacitados nos sistemas de produção e/ou criação de cada uma das experiências agroecológicas bem-sucedidas, bem como, poderão apropriar-se dos materiais genéticos que serão disponibilizados nessas unidades..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.


Revisor de periódico


2006 - Atual
Periódico: Ciência Florestal
2013 - Atual
Periódico: Revista Floresta
2017 - 2017
Periódico: LAND DEGRADATION & DEVELOPMENT
2017 - 2018
Periódico: FLORAM


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas/Especialidade: Biogeoquimica.
2.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal.
3.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Sistemas agroflorestais.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:5
Total de citações:44
Fator H:2
Rangel-Vasconcelos, Livia G T  Data: 02/11/2015

SCOPUS
Total de trabalhos:5
Total de citações:44
Rangel-Vasconcelos, Livia G T  Data: 13/08/2014

Artigos completos publicados em periódicos

1.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay;RANGEL-VASCONCELOS, LÍVIA GABRIG TURBAY;VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay Rangel;Rangel-Vasconcelos, Lívia G. T.;Li´via G. T. Rangel-Vasconcelos2017RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; KATO, OSVALDO RYOHEI ; OLIVEIRA, Francisco de Assis ; VASCONCELOS, S. S. . Phosphorus Fertilization Increases Biomass and Nutrient Accumulation Under Improved Fallow Management in a Slash-and-Mulch System in Eastern Amazonia, Brazil. REVISTA BRASILEIRA DE CIENCIA DO SOLO, v. 41, p. e0160466, 2017.

2.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay2016 RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; Kato, Osvaldo R. ; VASCONCELOS, Steel Silva ; OLIVEIRA, Francisco de Assis . ACÚMULO DE BIOMASSA E NUTRIENTES DE DUAS LEGUMINOSAS ARBÓREAS INTRODUZIDAS EM SISTEMA DE POUSIO NA AMAZÔNIA. CIÊNCIA FLORESTAL (ONLINE), v. 26, p. 735, 2016.

3.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay2015RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; ZARIN, Daniel Jacob ; OLIVEIRA, Francisco de Assis ; Vasconcelos, Steel S. ; de Carvalho, Cláudio José Reis ; SANTOS, Maria M. de L. S. . Effect of water availability on Soil microbial biomass in secondary forest in eastern Amazonia. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Online), v. 39, p. 377, 2015.

4.
NEVES, R. L. P.2015NEVES, R. L. P. ; MARTINS, W. B. R. ; CORDEIRO, I. M. C. C. ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; OLIVEIRA, F de A. . Fitossociologia das espécies florestais de uso não madeireiro em área de manejo florestal, Moju-PA.. Cadernos Agroecológicos, v. 10, p. 1, 2015.

5.
BRUNO, W.2015BRUNO, W. ; NEVES, R. L. P. ; COIMBRA, I. M. C. ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; OLIVEIRA, F de A. . Distribuição espacial de Eschweilera spp. no município do Moju, Pará. Cadernos de Agroecologia, v. 10, p. 1, 2015.

6.
SANTIAGO, WILLEN RAMOS2013SANTIAGO, WILLEN RAMOS ; VASCONCELOS, Steel Silva ; KATO, OSVALDO RYOHEI ; BISPO, CARLOS JOSÉ CAPELA ; RANGEL-VASCONCELOS, LÍVIA GABRIG TURBAY ; CASTELLANI, DÉBORA CRISTINA . Nitrogênio mineral e microbiano do solo em sistemas agroflorestais com palma de óleo na Amazônia oriental. Acta Amazonica (Impresso), v. 43, p. 395-405, 2013.

7.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay;RANGEL-VASCONCELOS, LÍVIA GABRIG TURBAY;VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay Rangel;Rangel-Vasconcelos, Lívia G. T.;Li´via G. T. Rangel-Vasconcelos2012 RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; Kato, Osvaldo R. ; Vasconcelos, Steel S. . Matéria orgânica leve do solo em sistema agroflorestal de corte e trituração sob manejo de capoeira. Pesquisa Agropecuária Brasileira (Online), v. 47, p. 1142-1149, 2012.

8.
Anna Christina Monteiro Roffé Borges2011Anna Christina Monteiro Roffé Borges ; KATO, O. R. ; Pinheiro, H A ; Mauricio Kadooka Shimizu ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; Mourão, M C O Jr . Crescimento e produção de fitomassa de variedades de milho em diferentes manejos da capoeira. Pesquisa Agropecuária Brasileira (Online), v. 46, p. 143-151, 2011.

9.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay;RANGEL-VASCONCELOS, LÍVIA GABRIG TURBAY;VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay Rangel;Rangel-Vasconcelos, Lívia G. T.;Li´via G. T. Rangel-Vasconcelos2009RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; KATO, O. R. ; Brancher, Tobias ; NASCIMENTO, E. A. . Estoque de Carbono e Diversidade Florística de Vegetação de Pousio em ÁreasSubmetidas aos Sistemas de Corte-e-Queima e Corte-e-Trituração em Marapanim, Nordeste Paraense. Revista Brasileira de Agroecologia, v. 4, p. 2558-2561, 2009.

10.
VASCONCELOS, Steel Silva2008VASCONCELOS, Steel Silva ; ZARIN, Daniel Jacob ; Araújo, Maristela Machado ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; de Carvalho, Cláudio José Reis ; Staudhammer, Christina Lynn ; OLIVEIRA, Francisco de Assis . Effects of seasonality, litter removal and dry-season irrigation on litterfall quantity and quality in eastern Amazonian forest regrowth, Brazil. Journal of Tropical Ecology (Print), v. 24, p. 27-38, 2008.

11.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay;RANGEL-VASCONCELOS, LÍVIA GABRIG TURBAY;VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay Rangel;Rangel-Vasconcelos, Lívia G. T.;Li´via G. T. Rangel-Vasconcelos2005 RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; ZARIN, Daniel Jacob ; SANTOS, Maria Marly de Lourdes S. ; CARVALHO, Claudio José Reis de ; VASCONCELOS, Steel Silva ; OLIVEIRA, Francisco de Assis . Carbono, nitrogênio e atividade da biomassa microbiana de um solo sob vegetação secundária de diferentes idades na Amazônia Oriental. Revista de Ciências Agrárias (Belém), Belém, v. 44, p. 49-63, 2005.

12.
ARAÚJO, Maristela M.2005ARAÚJO, Maristela M. ; TUCKER, J. M. ; VASCONCELOS, Steel Silva ; ZARIN, Daniel Jacob ; SAMPAIO, P. D. ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; OLIVEIRA, Francisco de Assis ; COELHO, R. F. R. ; ARAGÃO, Débora V. ; MIRANDA, I. . Padrão e processo sucessionais em florestas secundárias de diferentes idades na Amazônia Oriental. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 15, n.4, p. 343-357, 2005.

13.
VASCONCELOS, S V2004VASCONCELOS, S V ; ZARIN, Daniel ; CAPANU, Marinela ; LITTEL, Ramon ; DAVIDSON, Eric A ; ISHIDA, Francoise Y ; SANTOS, Elisana B ; ARAUJO, Maristela M ; ARAGAO, Debora V ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; OLIVEIRA, F de A. ; MCDOWELL, William H ; CARVALHO, Claudio José R de . Moisture and substrate availability constrain soil trace gas fluxes in an eastern Amazonian regrowth forest. Global Biogeochemical Cycles, Washington, v. 18, p. 1-10, 2004.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
CORDEIRO, I. M. C. C. ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; SCHWARTZ, G. ; OLIVEIRA, Francisco de Assis . Nordeste Paraense: Panorama Geral e Uso Sustentável das Florestas Secundárias. 1. ed. Belém: UFRA, 2017.

Capítulos de livros publicados
1.
CORDEIRO, I. M. C. C. ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; SCHWARTZ, G. . O MANEJO DA FLORESTA SECUNDÁRIA NA AMAZÔNIA ORIENTAL. In: Iracema Maria Castro Coimbra Cordeiro, Gustavo Schwartz, Livia Gabrig Turbay Rangel-Vasconcelos, Francisco de Assis Oliveira. (Org.). Nordeste Paraense: Panorama geral e uso sustentável das florestas secundárias. 1ed.Belém: UFRA, 2017, v. 1, p. 163-.

2.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; KATO, OSVALDO RYOHEI ; OLIVEIRA, Francisco de Assis ; MIRANDA, Izildinha . A FLORESTA SECUNDÁRIA COMO POUSIO EM SISTEMAS AGROFLORESTAIS SEQUENCIAIS NA AMAZÔNIA. In: Iracema Maria Castro Coimbra Cordeiro, Gustavo Schwartz, Livia Gabrig Turbay Rangel-Vasconcelos, Francisco de Assis Oliveira. (Org.). Nordeste paraense:Panorama geral e uso sustentável das florestas secundárias. 1ed.Belém: UFRA, 2017, v. , p. 191-.

3.
MARTINS, W. B. R. ; CORDEIRO, I. M. C. C. ; RANGEL-VASCONCELOS, LÍVIA GABRIG TURBAY ; FERRERIA, G. C. ; OLIVEIRA, Francisco de Assis ; LIMA, J. C. M. . ADUBAÇÃO ORGÂNICA DE RESÍDUO DE Ananas comosus var. erectifolius SOB DIFERENTES SISTEMAS DE CULTIVO. In: Adriane Theodoro Santos Alfaro, Daiane Garabeli Trojan. (Org.). Ciências ambientais e o desenvolvimento sustentável na Amazônia. 1ed.Curitiba: Atena, 2017, v. 1, p. 29-.

4.
Andrade, V M S ; CORDEIRO, I. M. C. C. ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; SCHWARTZ, G. ; OLIVEIRA, Francisco de Assis . CONSIDERAÇÕES SOBRE CLIMA E ASPECTOS EDAFOCLIMÁTICOS DA MESORREGIÃO NORDESTE PARAENSE. In: Iracema Maria Castro Coimbra Cordeiro, Gustavo Schwartz, Livia Gabrig Turbay Rangel-Vasconcelos, Francisco de Assis Oliveira. (Org.). Nordeste Paraense: Panorama geral e uso sustentável das florestass secundárias. 1ed.Belém: UFRA, 2017, v. , p. 59-.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MARTINS, W. B. R. ; CORDEIRO, I. M. C. C. ; RANGEL-VASCONCELOS, LÍVIA GABRIG TURBAY ; FERRERIA, G. C. ; OLIVEIRA, F de A. ; LIMA, J. C. M. . Adubação orgânica de resíduo de Ananas comosus var. erectifolius sob diferentes sistemas de cultivos. In: 4o Simpósio de estudos e pesquisas em Ciências Ambientais na Amazônia, 2015, Belém. 4o Simposio de Estudos e Pesquisas em Ciências Ambientais na Amazônia, 2015.

2.
NEVES, R. L. P. ; MARTINS, W. B. R. ; CORDEIRO, I. M. C. C. ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; OLIVEIRA, F de A. . Fitossociologia das espécis florestais de uso não madeireiro em area de manejo Florestal, Moju, PA.. In: IX Congresso Brasileiro de Agroecologia, 2015, Belém. Cadernos de Agroecologia, 2015.

3.
MARTINS, W. B. R. ; NEVES, R. L. P. ; CORDEIRO, I. M. C. C. ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; OLIVEIRA, F de A. . Distribuição espacial de Eschweilera spp. no municopio do Moju, PA.. In: IX Congresso Brasileiro de Agroecologia, 2015, Belém. IX COngresso Brasileiro de Agroecologia - Diversidade e SOberania na construção do bem viver, 2015.

4.
ZARIN, Daniel Jacob ; ISHIDA, Francoise Y. ; SANTOS, Elisana B. ; ARAÚJO, Maristela M. ; ARAGÃO, Débora V. ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; OLIVEIRA, Francisco de Assis ; CARVALHO, Claudio José Reis de . Moisture availability constrains soil trace gas fluxes in an eastern Amazonian regrowth forest.. In: III Conferência Científica do LBA, 2004, Brasília. Anais de Trabalhos Completos, 2004., 2004. v. S15. p. 12.6..

5.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; PALHETA JUNIOR, M. ; LEÃO, Noemi Vianna Martins . Germinacao de mogno (Swietenia macrofila King) em diferentes estadios de maturacao. In: Silvicultura na Amazonia Oritental- Contribuicao do projeto EMBRAPA/DFID, 1999, Belem. Simposio Silvicultura na Amazonia Oriental- Contribuicao do Projeto EMBRAPA/DFID, 1999. v. 1. p. 289-292.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
Silva Campos, W V ; VASCONCELOS, Steel Silva ; Carvalho, W R ; Silva, I S R ; Caarvalho, S J S ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay . Frações lábeis da matéria orgânica do solo emcultivos de palma de óleo (Elaeis guineenses) em sistemas agroflorestais no nordeste paraense. In: Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2015, Natal. XXXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo - O Solo e suas multiplas funções, 2015.

2.
CARVALHO, Saime Joaquina Souza ; VASCONCELOS, Steel Silva ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; KATO, O. R. . Carbono e Frações granulométricas da matéria orgânica do solo sob sistemas de preparo de área tradicional e alternativo na Amazônia Oriental. In: XXXV Congresso Brasileiro de CiÊncia do Solo, 2015, Natal. XXXV COngresso Brasileiro de Ciência do Solo - O solo e suas multiplas funções, 2015.

3.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; Kato, Osvaldo R. ; VASCONCELOS, Steel Silva ; KATO, O. R. ; OLIVEIRA, Francisco de Assis ; PAIM, A. F. ; GREFF, L. T. B. ; SOARES, K. P. ; BARROS, L. ; SANTOS, N. V. . Biomassa e estoques de nutrientes em vegetação de pousio sob diferentes manejos em sistema agroflorestal sequencial de corte-e-trituração na Amazônia Oriental. In: VIII Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais, 2011, Belém. VIII Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais, 2011.

4.
Anna Christina Monteiro Roffé Borges ; Kato, Osvaldo R. ; PINHEIRO, H. A. ; SHIMIZU, M. K. ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; RANGEL-VASCONCELOS, L. G. T. ; O JUNIOR, M. M. ; Célia Maria Braga Calandrini de Azevedo . Produção de biomassa de millho em sistemas com manejo de capoeira enriquecida. In: VIII COngresso Brasileiro de SIstemas Agroflorestais, 2011, Belém. Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais. Belém, 2011. v. 8.

5.
RIBEIRO, A. S. S. ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; OLIVEIRA, J. S. R. ; BRIENZA JUNIOR, S. ; MATTOS, M. M. . Diagnóstico rápido participativo sob a ótica do carbono social - O caso da comunidade de Jenipau-Açu, Bragança, Pará.. In: VII Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais, 2009, Luziânia - GO. Anais do VII Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais, 2009.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
VASCONCELOS, Steel Silva ; Carvalho, W R ; KATO, O. R. ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; CASTELLANI, D. C. . Soil carbons stocks in oil palm (Elaeis guineensis Jacq.) plantations in agroforestry systems and monoculture in eastern Amazonia.. In: ESA meeting, 2015, Baltimore. Ecological Science at the forntier - 100th Annual meeting & exposition, 2015.

2.
FIGUEIREDO, Ricardo de Oliveira ; MARKEWITZ, Daniel ; DAVIDSON, Eric Atlas ; SCHULER, Marysol A e ; SILVA, Patricio de Sousa ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; PAES, Renata Tuma Saba ; LIMA, Lilianne Maia . Effects of land use change on stream water chemistry in three meso-scale catchments in EasternAmazonia. In: LBA-ECO 10th Science Team Meeting, 2006, Brasilia. 10th LBA-ECO Science team Meeting Synthesis integration Modeling, 2006.

3.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; FIGUEIREDO, Ricardo de Oliveira ; MARKEWITZ, Daniel ; DAVIDSON, Eric Atlas . Integration of biogeochemical and hydrological data in pasture and forest covered catchments in Eastern Amazonia. In: LBA-ECO 10th Science Team Meeting, 2006, Brasilia. 10th LBA-ECO Science Team Meeting, 2006.

4.
SCHULLER, Azeneth Eufrasino ; FIGUEIREDO, Ricardo de Oliveira ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; Loula, A. F. D. . Computational modeling of nutrient fluxes in Eastern Amazon aquifers. In: 2nd LNCC Meeting on Computational Modelling, 2006, Petropolis. 2nd Meeting on Computational Modeling LNCC. Petropolis, 2006.

5.
FIGUEIREDO, Ricardo de Oliveira ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; LEAO, Luciene Mota ; COELHO, Andrea dos Santos ; VENTURIERI, Adriano ; ROSSETI, Amintas ; DIAS, Cláudia Mazza ; WATRIN, Orlando . Hydrologic Processes Modeling and Watershed Management - developing tools for Amazonian region.. In: LBA-ECO 10th Science Team Meeting, 2006, Brasilia. 10th LBA-ECO Science Team Meeting, 2006.

6.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; ZARIN, Daniel Jacob ; VASCONCELOS, Steel Silva . Soil microbial biomass and respiration in an Eastern Amazonian regrowth forest. In: International LBA Scientific Conference, 2002, Manaus. Online abstract book, 2002.

7.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; LEÃO, Noemi Vianna Martins . Metodologia de determinação do teor de umidade de sementes de fava barriguda (Parkia gigantocarpa Ducke). In: VIII Seminário de Iniciação Científica da FCAP, 1998, Belém. O método científico para a produção de CiÊncia e tecnologia na Amazônia, 1998.

8.
ROSSIELLO, R. O. P. ; JACOB-NETO, J ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay ; FEBRER, M. C. A . Níveis Críticos de Toxidade de Alumínio em Plantas de Arroz. In: XIII Congresso Latino Americano de Ciência do Solo, Lindóia, SP, 1996, Aguas de Lindoia. XIII Congresso Latino Americano de Ciência do Solo. Resumos. Sociedade Brasileira de Ciência do Solo/Universidade de São Paulo, 1996. v.CD-ROM, 1996.

Apresentações de Trabalho
1.
SOUSA, R. ; JORDAO, S. M. S. ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay . Lista de espécies para subsidiar a restauração de ecossistemas florestais degradados na microrregião de Tomé Açu do Estado do Pará. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay. Manejo da vegetação secundária e o desenvolvimento de técnicas alternativas ao uso do fogo pela agricultura familiar no Nordeste Paraense.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; Kato, Osvaldo R. ; Brancher, Tobias ; Nascimento, Ednaldo Augusto P. . Estoque de Carbono e Diversidade Florística de Vegetação de Pousio em ÁreasSubmetidas aos Sistemas de Corte-e-Queima e Corte-e-Trituração em Marapanim,Nordeste Paraense. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
POKORNY, Benno. ; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay . Curuá-Una 50 anos de Pesquisa. Belem: FCAP, 2002 (CD-ROM).


Demais tipos de produção técnica
1.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay. Agricultura sem queima: Tipitamba, Trio da produtividade em roça sem queima e plantio direto agroecológico. 2009. .

2.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay. Educação Ambiental para Jovens Artistas Plásticos do Bairro do Marco. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
SCHWARTZ, G.; BRIENZA JUNIOR, S.; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; BENTES, M. P. M.. Participação em banca de Arllen Elida Aguiar Paumgartten. Restauração Ecológica de mata Ciliar dominada por pastagem no nordeste paraense, Brasil. 2018.

2.
Neu, V; KATO, OSVALDO RYOHEI; RANGEL-VASCONCELOS, LÍVIA GABRIG TURBAY; Andrade, V M S. Participação em banca de Kelly da Conceição Pereira SAntos. Atributos da fertilidade dos solos em sistemas agroflorestais familiares, no nordeste paraense. 2016. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

3.
CORDEIRO, I. M. C. C.; RANGEL-VASCONCELOS, LÍVIA GABRIG TURBAY. Participação em banca de Pollyanna Coelho de Souza. Oportunidades e limites do sistema de manejo de açaizais das comunidades de Almerim-PA.. 2015. Dissertação (Mestrado em CIÊNCIAS FLORESTAIS) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

4.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; Andrade, V M S; OHASHI, S. T.. Participação em banca de Nere Leila Alves Vieira. Eficiência nutricional e biomassa de diferentes materiais genéticos de tectona grandis Linn. F, na região nordeste do Pará. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

5.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; Andrade, V M S; OHASHI, S. T.. Participação em banca de Suany Couto Teixeira. Biomassa, eficiência de utilização de nutrientes e produção de clones de eucalipto em função da diversidade de plantio em Dol Eliseu, PArá.. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

6.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; Kato, Osvaldo R.; Ruivo, M L P. Participação em banca de Rodolfo Inácio Nunes Santos. Acúmulo e decomposiçlão de adubos verdes na recuperação de área degradada no Nordeste Paraense. 2014. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

7.
JARDIM, F. C. S.; COELHO, Roberta de Fatima Rodrigues; MACIEL, M. N.; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay. Participação em banca de Nisângela Severino Lopes. Dinâmica populacional de Theobroma Suncanum mat. em uma floresta tropical de terra firma manejada, Moju, Pará.. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

Teses de doutorado
1.
ARAUJO, Maristela M; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; VASCONCELOS, S. S.; FRESCURA, V. D.; FERREIRA, P. A. A.. Participação em banca de Felipe Turchetto. Intervençãoa Silvicultural e aspectos meteorológicos no processo de restauração no Sul do Brasil. 2018. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

2.
Andrade, V M S; PONTES, P. A.; CAPOS, P. S. S.; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay. Participação em banca de Antonio Lopes do Bonfim Neto. Variabilidade espacial dos atributos do solo em áreas de monocultivo e em sistema integração lavoura-Pecuária-Floresta na Amazônia. 2015. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

3.
KATO, O. R.; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; SENA, W. L.; OLIVEIRA, Francisco de Assis. Participação em banca de Rosigrêde Lima da Silva. Atributos químicos e dinâmica da matéria orgânica do em terra preta arqueológica na Amazônia Oriental. 2013. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

4.
HERREROS, M. M. A. G.; BELTRAO, N. E. S.; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; PONTES, P. A.. Participação em banca de Heriberto Wagner Amanajás Pena. Modelagem da conversão de ecossistemas no contexto da economia: uma análise aplicada ao município de Mojú, nordeste do Estado do Pará. 2013. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

Qualificações de Doutorado
1.
Araújo, Maristela Machado; SALDANHA, C. W.; RANGEL-VASCONCELOS, LÍVIA GABRIG TURBAY; FERMINO, M. H.; FERREIRA, P. A. A.. Participação em banca de Felipe Turchetto. Restabelecimento de áreas alteradas: uma abordagem ecológica e silvicultural. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

2.
KATO, OSVALDO RYOHEI; Rangel-Vasconcelos, Lívia G. T.; Andrade, V M S. Participação em banca de Walmir Ribeiro de Carvalho. Estoques de carbono e atributos fisicos e químicos do solo de diferentes sistemas de uso do solo na Amazônia Oriental. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

3.
SCHWARTZ, G.; FREITAS, L. J. M.; Rangel-Vasconcelos, Lívia G. T.. Participação em banca de Francymary da Silva CArneiro. Resiliência de ecossistemas florestais de planaltos em regin=me de exploração seletiva na Amazônia Oriental. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em CIÊNCIAS FLORESTAIS) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

4.
Silva, A R; Queiroz, J C B; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay. Participação em banca de Antônio Lopes dpo Bonfim Neto. Variabilidade espacial dos atributos químicos e físicos do solo em sistema de integração lavoura-pecuária-floresta. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

Qualificações de Mestrado
1.
SILVA, M. G.; RANGEL-VASCONCELOS, LÍVIA GABRIG TURBAY; BENTES, M. P. M.; VIEIRA, T. A.. Participação em banca de Lizandra Elizeário dos Santos. Ecologia e uso do Cipó Titica na Floresta Nacional do Tapajós. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em CIÊNCIAS FLORESTAIS) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

2.
SILVA JUNIOR, M. L.; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; MARICHAL, R.; EL-HUSNY, J. C.. Participação em banca de Letícia Cunha da Hungria. Bioindicadores de qualidade do solo em uma cronossequencia sob sistema de plantio direto na Amazônia Oriental. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

3.
SCHWARTZ, G.; OLIVEIRA NETO, C. F.; CONTENTE, P. L.; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay. Participação em banca de Italo Claudio falesi Palha de Moraes Bittencourt. Influência de diferentes espaçamentos sobre o desenvolvimento de Khaya ivorensis A. CHEV. (mogno africano) cultivada no nordeste paraense. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em CIÊNCIAS FLORESTAIS) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

4.
SCHWARTZ, G.; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; RAYOL, B. P.; MELLO, A. H.. Participação em banca de Antônio Ozelito de Sousa Lima. Respostasa de clones de eucalipto e paricá à inoculação de fungos micorrízicos arbusculares e rizobactérias promotoras de crescimento em plantas no sudeste so Estado do Pará. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em CIÊNCIAS FLORESTAIS) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

5.
CARVALHO, J. O. P.; FERRERIA, G. C.; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; RAMOS, E. M. L. S.. Participação em banca de Paulo Ricardo Neves Ferreria. Demografia da regeneração natural de Swietenia macrophilla KING após exploração florestal de impacto reduzido na fazenda seringal Novo Macapá.Amazônia Ocidental. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Florestais) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

6.
CORDEIRO, I. M. C. C.; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; CARVALHO, J. O. P.. Participação em banca de Adriano Araújo da Silva. Efeito do Manejo Florestal na diversidade, estrutura e dinâmica de espécies arbóreas em uma floresta tropical densa na Flona Tapajós. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em CIÊNCIAS FLORESTAIS) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

7.
Rangel-Vasconcelos, Lívia G. T.; P. C., Barros; Andrade, V M S. Participação em banca de Thayná Carvalho Faddel. Recuperação do potencial produtivo de uma floresta ombrofila densa da Amazônia Oriental após colheita de madeira de modo convencional e impacto reduzido. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em CIÊNCIAS FLORESTAIS) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

8.
JARDIM, F. C. S.; COELHO, Roberta de Fatima Rodrigues; MACIEL, M. N.; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay. Participação em banca de Nisângela Severino Lopes. Dinâmica populacional de Theobroma subncanun Mart. em clareiras de uma floresta tropical de terra firme sob manejo, Mojú, Pará.. 2013.

9.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; VALE, R. S.; OHASHI, S. T.. Participação em banca de Suany Couto Teixeira. EficiÊncia na utilização de nutrientes e produtividade em clones de eucalipto em função da densidade de plantio em Dom Eliseu, Pará.. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Florestais) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

10.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; VALE, R. S.; OHASHI, S. T.. Participação em banca de Nere Leila Alves Vieira. Eficiência nutricional e produtividade de clones de Tectona grandis Linn. f. no município de Capitão Poço, Pará.. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Florestais) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
RANGEL-VASCONCELOS, LÍVIA GABRIG TURBAY; Barros, P C; Matos, G S B. Participação em banca de Raíssa da Silva Lopes.Estoques de carbono e nitrogênio na serapilheira de um sistema agroflorestal multiestrato na Amazônia Oriental. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

2.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; VALE, R. S.; Souza, F. I. B. Participação em banca de Rodrigo Costa.Lista de espécies para subsidiar a restauração de florestas degradadas na microrregião de Tomé-Açu do Estado do Pará. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

3.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; Neu, V; VALE, R. S.. Participação em banca de Maeli oliveira da Trindade.Decomposição de serapilheira foliar de Theobroma cacao L. de sistemas agroflorestais multiestrato em Tomé-Açu, PA.. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

4.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; VALE, R. S.; Rodrigues, R P. Participação em banca de Mirian Carvalho Ferreira & Thomaz Henrique dos Reis Castro.Crescimento de espécies arbóreas em sistemas agroflorestais multiestratp sob diferentes arranjos no Município de Tomé-Açu, PA.. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

5.
Sanguineo, A. C; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; Moreira, A. Participação em banca de Andreza Gabriela Machado de Lima.Influência de dois espaçamentos iniciais em plantios clonais de teca (tectona grandis) nos custos de produção de instalação, manutenção e desbaste do plantio nos primeiros 5 anos. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

6.
Neu, V; RANGEL-VASCONCELOS, LÍVIA GABRIG TURBAY. Participação em banca de Bianca Siqueira nunes.DinÂmica de carbono orgânico dissolvido sob diferentes usos de solo, no município de Tomé Açu. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental e Energias Renováveis) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

7.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; ALMEIDA, R. H. C.; Barros, P C. Participação em banca de Lucivando B de Moraes e Pamela Thais F Bahia.Diagnostico socio-produtivo de um quintal agroflorestal localizado na região metropolitana de Belém/PA. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

8.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; Andrade, V M S; CARVALHO, Saime Joaquina Souza. Participação em banca de Laiane Pinto da Silva.Produção de raízes finas em sistemas agroflorestais co Palma de óleo (Eaeis guineensis) em Tomé-Açu, PA. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

9.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; Melo, V; CARVALHO, Saime Joaquina Souza. Participação em banca de Ivana do Socorro Reis da Silva & Maria Luzia Ferreira Lima.Matéria orgânica do solo de sistemas convencional e alternativo de cultivo de palma de óleo em Tome-Açu, Pará. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
OLIVEIRA, Francisco de Assis; SILVA, M. G.; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay. Concurso Professor Visitante do Programa de pós graduação em Ciências Florestais. 2017. Universidade Federal Rural da Amazônia.

2.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; VALE, R. S.; CORDEIRO, I. M. C. C.. Biometria Invetário e manejo florestal. 2015. Universidade Federal Rural da Amazônia.

3.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; VALE, R. S.; CORDEIRO, I. M. C. C.. Manejo de florestas. 2015. Universidade Federal Rural da Amazônia.

4.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay. Concurso publico para professor substituto em Manejo Florestal na Escola Agrotecnica de Castanhal. 2004. Escola Agrotecnica de Castanhal.

Outras participações
1.
CARVALHO, J. O. P.; SCHWARTZ, G.; RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay; SILVA, M. G.. Seleção do Programa de pós graduação em Ciências Florestais - PPGCF. 2017. Universidade Federal Rural da Amazônia.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VIII Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais. Biomassa e estoques de nutrientes em vegetação de pousio sob diferentes manejos em sistema agroflorestal seqüencial de corte-e-trituração na Amazônia Oriental. 2011. (Congresso).

2.
Fourth Annual IFAS Graduate Research Symposium. 2004. (Simpósio).

3.
II International LBA Scientific Conference.Soil microbial biomass and respiration in an Eastern Amazonian regrowth forest.. 2002. (Simpósio).

4.
Agricultura e Desenvolvimento sustentavel na Amazonia.Germinação de sementes de mogno (S. macrophila) em diferentes estádios de maturação. 1998. (Oficina).

5.
IV Congresso de Ecologia do Brasil. Germinação de semesntes de mogno (S. macrophila) em diferentes estádios de maturação. 1998. (Congresso).

6.
Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. 1997. (Congresso).

7.
XIII Congresso Latino Americano de Ciencia do Solo SOLO-SUELO 96. Níveis críticos de toxidade de alumínio em plantas de arroz.. 1996. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Ana Catarina Furtado. LISTA DE ESPÉCIES PARA FINS DE RESTAURAÇÃO DE FLORESTAS DEGRADADAS NA MICRORREGIÃO BRAGANTINA DO ESTADO DO PARÁ,. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. (Orientador).

2.
Adam da Cruz Rodrigues. Levantamento de banco de plântulas em remanescente florestal para fins de restauração. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. (Orientador).

3.
Andrea Masae dos SAntos Okabe. Estoque de carbono da biomassa aérea e de raízes em uma área sob sistema de produção agroflorestal em Tomé-açu-PA. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. (Orientador).

4.
Daniele do Socorro Batista Melo. AVALIAÇÃO DA DENSIDADE DE ESPOROS DE FUNGOS MICORRIZICOS ARBUSCULARES NO SISTEMA AGROFLORESTAL DE PALMA DE ÓLEO EM TOMÉ AÇÚ.. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
Sara do Socorro Silva Farias. Banco de sementes como fonte de propágulos para produção de mudas para fins de restauração florestal. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Federal Rural da Amazônia. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Mábia Maria Duarte Alcântara. Fluxo de óxido nitroso do solo (N2O) do solo em sistema agroflorestal com Palma de óleo Tomé-Açu. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal Rural da Amazônia, . Coorientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

2.
Walmer Bruno Rocha Martins. Dinâmica de serapilheira em áreas submetidas a diferentes métodos de restauração florestal, Paragominas, PA´ra, Brasil. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal Rural da Amazônia, . Coorientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

3.
MAyra Pilone Maestri. Efeito da manipulação de nutrientes sobre as concentrações de carbono e nitrogenio do aporte de serrapilheira em floresta sucessional na Amazônia Oriental. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal Rural da Amazônia, . Coorientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
LUCIVANDO BARBOSA DE MORAIS & PAMELA THAIS BAHIA. DIAGNÓSTICO SÓCIO-PRODUTIVO DE UM QUINTAL AGROFLORESTAL LOCALIZADO NA REGIÃO METROPOLITANA DE BELÉM-PA. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

2.
Raíssa da Silva Lopes. Estoques de carbono e nitrogênio na serapilheira de um sistema agroflorestal multiestrato na Amazônia Oriental. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

3.
Rodrigo Costa. Lista de espécies para subsidiar a restauração de florestas degradadas na microrregião de Tomé-Açu do Estado do Pará. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

4.
Maeli oliveira da Trindade. Decomposição de serapilheira foliar de Theobroma cacao L. de sistemas agroflorestais multiestrato em Tomé-Açu, PA.. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

5.
Mirian Carvalho Ferreira & Thomaz Henrique dos Reis Castro. Crescimento de espécies arbóreas em sistemas agroflorestais multiestratp sob diferentes arranjos no Município de Tomé-Açu, PA.. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

6.
LAIANE PINTO DA SILVA. PRODUÇÃO DE RAÍZES FINAS EM SISTEMAS AGROFLORESTAIS COM PALMA DE ÓLEO (Elaeis guineensis) EM TOMÉ-AÇU, PA.. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

7.
IVANA DO SOCORRO REIS DA SILVA & MARIA LUZIA FERREIRA LIMA. Matéria orgânica leve do solo de sistemas convencional e alternativo de cultivo de palma de óleo em Tomé-Açu, Pará. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

8.
André Maurício de Medeiros. Fitossociologia em planicies fluviais do Baixo Guamá, Ufra, Campus Belém. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

9.
Jonatas Silva Costa. Acúmulo da liteira em áreas sobre diferentes métodos de restauração de áreas degradadas por mineração em Paragominas - PA.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

Orientações de outra natureza
1.
Larissa Martins Barbosa D'Arace. Estágio de docência disciplina Recuperação de áreas degradadas. 2018. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

2.
IVANA DO SOCORRO REIS DA SILVA. Análise de matéria orgânica no solo. 2017. Orientação de outra natureza. (Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

3.
Beatriz Chavez da Silva. Comparação de banco de sementes para diferentes preparos de área. 2017. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

4.
Danielle do Socorro Silva BAtista Melo. Fluxos de serapilheira em sistema agroflorestal no muinicípio de Tomé-Açu. 2017. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

5.
Ana Paula de Almeida Ribeiro. Fluxos de serapilheira em sistema agroflorestal no muinicípio de Tomé-Açu. 2017. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

6.
Suyelen Cordeiro Correa. Fluxos de serapilheira em sistema agroflorestal no muinicípio de Tomé-Açu. 2017. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

7.
Pamela Thais Figueira Bahia. Bens e serviços de um quintal agroflorestal na area urbana de Belém. 2017. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

8.
Antônio Ozenilto de Souza Lima. Disciplina Recuperação de áreas degradadas. 2017. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

9.
Marilene Olga dos Santos Silva. Disciplina Silvicultura de plantações. 2017. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

10.
Joseane Saraiva Maciel. BANCO DE SEMENTES E RESGATE DE PLANTAS JOVENS EM DIFERENTES ECOSSISTEMAS. 2016. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

11.
Layse Fernanda Faro do Amaral. BANCO DE SEMENTES E RESGATE DE PLANTAS JOVENS EM DIFERENTES ECOSSISTEMAS. 2016. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

12.
Lucivando Barbosa de Morais. Estoques de carbono pelas raízes finas e serrapilheira em Safs com Palma de oleo, Em Tomé -Aço, Pará. 2016. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

13.
JOSEANE SARAIVA MACIEL. Banco de sementes e ecossistemas sucessionais na Amazônia. 2016. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

14.
LAYSE FERNANDA FARO DO AMARAL. Banco de sementes e ecossistemas sucessionais na Amazônia. 2016. Orientação de outra natureza. (Engenharia de Pesca) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

15.
Walmer Bruno Martins. Estágio Docência na Disciplina de Recuperação de áreas degradadas. 2016. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

16.
Luiz Fernandes Silva Dionísio. Disciplina de Silvicultura de plantações. 2016. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

17.
Lucivando Barbosa de Morais. Estoque de carbono em serapilheira e raízes finas em agroflorestais no Nordeste paraense. 2016. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

18.
Ana Paula Bispo de Almeida. Biomassa e dinâmica da decomposição da cobertura morta de pousio enriquecido com leguminosas arbóreas em sistema de corte-e-trituração, Marapanim Nordeste Paraense. 2010. Orientação de outra natureza. (Engenharia Ambiental e Sanitária) - Universidade do Estado do Pará. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

19.
Núbia Vasconcelos dos Santos. Treinamento em Métodos de Quantificação de Estoques e Fluxos de Carbono em sistemas Agroflorestais. 2010. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

20.
Érika de Nazaré Silva da Costa. Treinamento em Métodos de Quantificação de Estoques e Fluxos de Carbono em sistemas Agroflorestais. 2009. Orientação de outra natureza. (Tecnologia em gestão ambiental) - Escola Superior da Amazônia. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

21.
Aline Ferreira Paim. MONITORAMENTO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS PRATICADOS PELOS AGRICULTORES DE MARAPANIM NO ESTADO DO PARÁ. 2009. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

22.
Luiz Thiago Brondani Greff. ACOMPANHAMENTO DE PESQUISAS SOBRE BIOMASSA EM CAPOEIRA ENRIQUECIDA COM LEGUMINOSAS. 2009. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

23.
Daniel Rodrigues Fernandes Barroso. Avaliação de enriquecimento de pousio com leguminosas arbóreas em sistema de corte-e-trituração como alternativa ao sistema de corte-e-queima em Marapanim, Nordeste. 2008. Orientação de outra natureza. (Engenharia Ambiental e Sanitária) - Universidade do Estado do Pará. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.

24.
Tobias Brancher. Enriquecimento de vegetação secundária para posterior corte sem queima. 2007. Orientação de outra natureza. (Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria. Orientador: Livia Gabrig Turbay Rangel Vasconcelos.



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
RANGEL-VASCONCELOS, Lívia Gabrig Turbay. Manejo da vegetação secundária e o desenvolvimento de técnicas alternativas ao uso do fogo pela agricultura familiar no Nordeste Paraense.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).



Outras informações relevantes


Aprovação em 3o lugar no concurso público para a vaga de Pesquisador Adjunto I no Museu Paraense Emilio Goledi (Ministério da Ciência e Tecnologia), área de atuação em Estrutura de Ecossistemas e Uso da terra.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/11/2018 às 22:42:26