Francisco Luiz Biazini Filho

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2734460026994273
  • Última atualização do currículo em 02/11/2018


Doutorado em Ciências na USP pelo Programa de Tecnologia Nuclear do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - CNEN/SP (2014). Atualmente é presidente - Transforma Cooperativa de trabalhadores em Reciclagem e Tecnologia da infor, diretor técnico - Sistema Ciclo Processamentos Ltda, voluntário - Forum de Desenvolvimento da Zona Leste e vice presidente do Instituto Dínamo de Inovação e Desenvolvimento Sustentável. Tem experiência na área de Engenharia Sanitária, com ênfase em Residuos Sólidos, Domésticos e Industriais, atuando principalmente nos seguintes temas: responsabilidade social, reciclagem, resíduos sólidos, iso 26000 e sustentabilidade. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Francisco Luiz Biazini Filho
Nome em citações bibliográficas
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz

Endereço


Endereço Profissional
Sistema Ciclo Processamentos Ltda.
Rua Ourinhos 71
Pq Don Henrique
06716330 - Cotia, SP - Brasil
Telefone: (11) 999184368
URL da Homepage: rederesiduo.com


Formação acadêmica/titulação


2009 - 2014
Doutorado em Programa de Tecnologia Nuclear.
Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - CNEN/SP, IPEN-CNEN/SP, Brasil.
Título: RESPONSABILIDADE SOCIAL DA ENERGIA NUCLEAR PARA GERAÇÃO ELÉTRICA NO BRASIL, Ano de obtenção: 2014.
Orientador: GianMaria A A Sordi.
Palavras-chave: energia nuclear; responsabilidade social; Sustentabilidade; desenvolvimento sustentável; geração de energia; energia elétrica.
Grande área: Outros
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Nuclear / Subárea: Tecnologia dos Reatores / Especialidade: Aspectos Econômicos de Reatores.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Energia / Subárea: Planejamento Energético / Especialidade: Análise de Impactos Produzidos por Sistemas Energéticos.
Setores de atividade: Atividades dos serviços de tecnologia da informação; Captação, tratamento e distribuição de água; Eletricidade, gás e outras utilidades.
2003 - 2004
Especialização em Gestão de Segurança da Informação. (Carga Horária: 400h).
Instituto Pesquisas Energéticas e Nucleares, IPEN/SP, Brasil.
Título: OTIMIZAÇÃO NO GERENCIAMENTO DE RISCOS EM SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Metodologias para avaliação e análise de risco e tomada de decisão.
Orientador: João Carlos de Alexandria.
2005 - 2005
Graduação em Tecnologia em Processamento de Dados.
Universidade Ibirapuera, UNIB, Brasil.
Título: WiMAX Um novo paradigma nas redes sem fio.
Orientador: Luis Cesar Dias Morais.
1988 - 1990
Graduação em Tecnologia em Processamento de Dados.
Universidade Ibirapuera, UNIB, Brasil.
1981 - 1981
Curso técnico/profissionalizante.
Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares, IPEN-CNEN/SP, Brasil.
1979 - 1979
Curso técnico/profissionalizante.
Centro Universitário Moura Lacerda, CUML, Brasil.
1976 - 1978
Ensino Médio (2º grau).
Centro Universitário Moura Lacerda, CUML, Brasil.




Formação Complementar


2016 - 2016
Curso de Implantação e Gestão de Incubadoras de Base Tecnológica. (Carga horária: 8h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2010 - 2010
Mediação no Franchising. (Carga horária: 20h).
Instituto de Mediação e Arbitragem do Brasil, IMAB, Brasil.
2010 - 2010
Oficina Desenhando Diálogos para Mudanças. (Carga horária: 13h).
Fundacion Moiru - Multiversa, MOIRU, Argentina.
2009 - 2009
Capacitação e Conciliação Extra e Judicial. (Carga horária: 36h).
Câmara de Conciliação e Mediação da FIESP, CAMFIESP, Brasil.
2009 - 2009
Sustentabilidade para o Terceiro Setor - FOS. (Carga horária: 9h).
Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, FIESP, Brasil.
2009 - 2009
Programa Intel Aprender - Treinamento do Mediador. (Carga horária: 32h).
Fundação Bradesco, FB, Brasil.
2009 - 2009
Capacitação em Mediação e Arbitragem. (Carga horária: 100h).
Instituto de Mediação e Arbitragem do Brasil, IMAB, Brasil.
2009 - 2009
Introdução ao MPS.BR - Melhoria de Processo do Sw. (Carga horária: 16h).
Núcleo Softex Campinas, SOFTEX CAMPINAS, Brasil.
2005 - 2008
Gerenciamento Empresarial. (Carga horária: 80h).
Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia, CIETEC, Brasil.
2006 - 2006
Diálogos transformadores e generativos. (Carga horária: 8h).
Intituto Familiae, FAMILIAE, Brasil.
2006 - 2006
Mediação: abordagem transformativa. (Carga horária: 60h).
Instituto de Formação e Atendimento em Práticas Sistêmicas, INSTITUTO FAMILI, Brasil.
2005 - 2006
Gestão e Auditoria Em Responsabilidades Social. (Carga horária: 200h).
Sistema de Apoio Institucional, SIAI, Brasil.
2004 - 2004
Empretec. (Carga horária: 80h).
Serviço de Apoio Às Pequenas e Médias Empresas de São Paulo, SEBRAE, Brasil.
2003 - 2003
Mediação e Arbitragem. (Carga horária: 160h).
Instituto Nacional de Mediação e Arbitragem, INAMA, Brasil.
2001 - 2001
Capacitação de Empreendedores. (Carga horária: 80h).
Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia, CIETEC, Brasil.
1994 - 1994
Linguagem C. (Carga horária: 40h).
Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - CNEN/SP, IPEN-CNEN/SP, Brasil.
1991 - 1991
Gerência de Qualidade Total. (Carga horária: 20h).
Comissão Nacional de Energia Nuclear, CNEN, Brasil.
1988 - 1988
Viagem de Estudos Aos Usa. (Carga horária: 320h).
Universidade Ibirapuera, UNIB, Brasil.
1986 - 1986
Linguagem Cobol. (Carga horária: 80h).
Data Center Cursos de Computação Ltda, DATA CENTER, Brasil.
1986 - 1986
Linguagem Basic. (Carga horária: 80h).
Data Center Cursos de Computação Ltda, DATA CENTER, Brasil.
1986 - 1986
Linguagem Basic. (Carga horária: 80h).
Data Center Cursos de Computação Ltda, DATA CENTER, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto Dínamo de Inovação e Desenvolvimento Sustentável, DÍNAMO, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Estatutário, Enquadramento Funcional: Vice Presidente, Carga horária: 2


Forum de Desenvolvimento da Zona Leste, FDZL, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Conselheiro, Enquadramento Funcional: Voluntário

Atividades

10/2013 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho, .

Cargo ou função
Conselheiro.

Sistema Ciclo Processamentos Ltda, Sistema Ciclo, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Sócio, Enquadramento Funcional: Diretor Técnico, Carga horária: 4
Outras informações
A Sistema Ciclo Processamento Ltda. - ME desenvolveu a Consolidação Racional de Resíduos - CRR com apoio da Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE da FAPESP (Processo: 06/56611-4) e está desenvolvendo o Dr Resíduo: destinação racional de resíduos com apoio do PAPPE / PIPE III do FINEP/FAPESP (Processo: 11/51123-0) Os dois projetos resultaram na criação da REDERESÍDUO para atuar na Gestão das Cadeias de Reciclagem, através da criação de uma rede facilitadora de negócios para esse mercado. A plataforma utilizada promove interface entre os geradores que disponibilizam seus resíduos e as empresas que procuram materiais para seus processos. A proposta é promover a Gestão Integrada de Resíduos Recicláveis, com a redução, reutilização e reciclagem ambientalmente adequada dos materiais, buscando também contribuir para a proteção da saúde pública e a qualidade do meio ambiente, além de incentivar a participação social e educação ambiental na destinação correta dos materiais pós-consumo.

Vínculo institucional

2006 - 2009
Vínculo: Parceiro e Bolsista, Enquadramento Funcional: Parceiro e Bolsista, Carga horária: 40

Atividades

01/2011 - Atual
Direção e administração, Dr Resíduo, .

Cargo ou função
Arquiteto de Soluções.
01/2011 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Dr Resíduo, .


Transforma Cooperativa de trabalhadores em Reciclagem e Tecnologia da infor, TRANSFORMA, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - Atual
Vínculo: DIretor, Enquadramento Funcional: Presidente, Carga horária: 4
Outras informações
A ​TRANSFORMA - COOPERATIVA DE TRABALHO EM SISTEMAS TECNOLÓGICOS INOVADORES E SUSTENTÁVEIS foi criada para a produção em comum de bens e a prestação de serviços especializados a terceiros, que promovam o desenvolvimento sustentável por meio de: Consultorias em TIC (tecnologia da informação e comunicação); Desenvolvimento, construção e operação de sistemas tecnológicos inovadores e de gestão de conhecimentos; Serviços de informação e outros conteúdos por meio de portais, provedores de conteúdo e outras tecnologias da informação e comunicação; Manutenção e suporte técnico em equipamentos tecnologia da informação e comunicação; Serviços para reuso ou valorização de resíduos tecnológicos. Fundada em 2004

Atividades

06/2015 - Atual
Serviços técnicos especializados , Diretoria, .

Serviço realizado
Planos de negócios; Planejamento estratégico; Startups de inovação.
03/2014 - Atual
Direção e administração, Diretoria, .

Cargo ou função
Diretor Presidente.
06/2015 - 12/2015
Treinamentos ministrados , Diretoria, .

Treinamentos ministrados
Elaboração do plano de Negócios para Startups Acreanas.

Associação Brasileira dos Profissionais de Sustentabilidade, ABRAPS, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2018
Vínculo: Conselheiro, Enquadramento Funcional: Conselheiro

Atividades

10/2013 - 10/2018
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Deliberativo, .

Cargo ou função
Conselheiro.

Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2016
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 4

Atividades

01/2014 - 12/2016
Pesquisa e desenvolvimento , Projeto Funtec UNESC - Fund Patria - BrasilOzonio - INB, .


Grupo de Articulação das ONGs brasileiras na ISO 26000, GAO, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2010
Vínculo: Diretoria, Enquadramento Funcional: Coordenador de Comunicação, Carga horária: 2
Outras informações
O GAO (Grupo de Articulação das ONGs brasileiras na ISO 26000) é um fórum constituído em julho de 2006, congregando organizações e redes da sociedade civil brasileira com o objetivo de discutir e direcionar a participação dos membros de ONGs brasileiras no processo de construção dessa norma internacional sobre Responsabilidade Social. Objetiva também promover a discussão desse conceito em âmbito nacional, promovendo a reflexão e colhendo as contribuições das ONGs do país sobre o tema, e assim também preparando-as para as implicações do processo que está em curso, no Brasil e fora dele.


Programa Nacional Cidade Digital, PRONACID, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2014
Vínculo: Diretor, Enquadramento Funcional: Vice Presidente de Tecnologia, Carga horária: 2
Outras informações
PRONACID, Instituto do Programa Nacional Cidade Digital quer transformar as cidades brasileiras em ?cidades digitais? e estabeleceu uma aliança com a TCoop, Cooperativa de Produção em Tecnologia da Informação e Qualidade e com a UsaBrasil, Consultoria em Serviços Virtuais. Esta aliança se apóia nas tecnologias da informação e comunicação para estimular a inclusão digital, e a competitividade econômica, melhorar a qualidade de vida das pessoas e sua integração com a sociedade.


Associação Brasileira de Apoio e Incentivo Tecnológico, ABRIMPE, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Diretoria, Enquadramento Funcional: Vice Presidente de Tecnologia, Carga horária: 5


Associação de Empreendedores em Inovação Tecnológica, AEITEC, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Diretoria, Enquadramento Funcional: Presidente, Carga horária: 2


Teia - Comércio e Serviços de Produtos Educacionais, TEIA, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Contratado, Carga horária: 4


Comissão Nacional de Energia Nuclear, CNEN, Brasil.
Vínculo institucional

1981 - 1997
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Técnico especializado em Radioproteção, Carga horária: 0, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Desenvolvendo atividades de Radioproteção em Reatores Nucleares de Pesquisa, Produção de Radioísótopos, Descontaminação, Dosimetria Termoluminescente, Reprocessamento, Engenharia Química, Engenharia Metalúrgica, Radioquímica, Física Nuclear, Gerência de Rejeito Radioativo e Controle Ambiental. Desenvolvimento e operacionalização de Softwares para Cálculos de Dose e Blindagem. Prestação de serviços de levantamento radiométrico para a sociedade Coordenador Geral do Plano de Emergência do IPEN-CNEN/SP Membro do grupo de atendimento de emergências da CNEN, tendo atuado em dezenas de emergências radiológicas. Coordenador de grupo de atendimento à acidentes nucleares durante exercícios de emergência. Participação no atendimento ao acidente de Goiânia, tendo chegado na primeira equipe em 29/09 e atuando ininterruptamente até dez/87. Fiscal da CNEN para Raios X, Radiografia Industrial, Medidores, Irradiadores de Grande Porte, Medicina Nuclear, Radioterapia, Laboratorios e Institutos de Pesquisas controlando aplicaçao de normas de radioproteçao, acidentes radiologicos, liberaçao de instalaçoes e equipamentos e transporte de material radioativo.

Atividades

4/1994 - 6/1997
Serviços técnicos especializados , Gerência de Informática, Gerência de Informática.

Serviço realizado
Gerência de Microinformática para a Comissão de Pós Graduação do IPEN.
4/1992 - 8/1996
Serviços técnicos especializados , Gerência de Informática, Gerência de Informática.

Serviço realizado
Implantação e Gerenciamento da estrutura de microinformática para a pós-graduação do IPEN.
8/1994 - 9/1995
Treinamentos ministrados , Gerência de Informática, Gerência de Informática.

Treinamentos ministrados
Criação e Edição de Gráficos Científicos
Conceitos da Internet
3/1982 - 6/1994
Treinamentos ministrados , Proteção Radiológica, Proteção Radiológica.

Treinamentos ministrados
Transporte de Material Radioativo
Cálculo de Blindagem
Noções Básicas de Proteção Radiológia
Fiscalização de Proteção Radiológica na Indústria
Fiscalização de Proteção Radiológica na Saúde
8/1991 - 6/1993
Direção e administração, Proteção Radiológica, Proteção Radiológica.

Cargo ou função
COGEPE - Coordenador Geral do Plano de Emergência.
8/1991 - 6/1993
Direção e administração, Proteção Radiológica, Proteção Radiológica.

Cargo ou função
Substituto eventual na Chefia da Proteção Radiológica.
3/1986 - 3/1992
Serviços técnicos especializados , Proteção Radiológica, Proteção Radiológica.

Serviço realizado
Atendimento a Acidentes Radiológicos.
3/1986 - 3/1992
Serviços técnicos especializados , Proteção Radiológica, Proteção Radiológica.

Serviço realizado
Fiscalização Radilógica em Indústrias e Hospitais.
3/1986 - 3/1992
Serviços técnicos especializados , Proteção Radiológica, Proteção Radiológica.

Serviço realizado
Revisão de Normas de Proteção Radiológica da CNEN.
8/1985 - 8/1985
Treinamentos ministrados , Radiobiologia, Radiobiologia.

Treinamentos ministrados
Boas Práticas em Laboratório e Biotério
Descontaminação e cuidados em Laboratórios de Radioisótopos

Facilidades Integradas Em Informática Sc Ltda, FACILIDADES, Brasil.
Vínculo institucional

1995 - 2008
Vínculo: sócio, Enquadramento Funcional: Diretor Executivo, Carga horária: 10
Outras informações
Atendendo empresas nacionais e multinacionais no estado de São Paulo atuando na assessoria e consultoria em tecnologia da informação, administração de rede, manutenção preventiva e corretiva, análise de sistemas, programação e treinamento.

Atividades

6/2000 - Atual
Serviços técnicos especializados , Facilidades Integradas Em Informática Sc Ltda, .

Serviço realizado
Administraçao de TI na Tetralon Ind Com de Equip Ind Ltda.
3/1995 - Atual
Direção e administração, Diretoria, .

Cargo ou função
Cargo administrativo.
3/1996 - 6/2000
Serviços técnicos especializados , Facilidades Integradas Em Informática Sc Ltda, .

Serviço realizado
Admnistração de TI na Karrena do Brasil.
3/1995 - 3/1996
Serviços técnicos especializados , Facilidades Integradas Em Informática Sc Ltda, .

Serviço realizado
Gerencia Técnica na Boss Computer.


Linhas de pesquisa


1.
Arquitetura de Software
2.
Novas tecnologias
3.
Computação em nuvem
4.
Cidades Inteligentes
5.
Reuso e reciclagem de subprodutos
6.
Ecossistemas e redes de organizações
7.
Aplicação de ozônio no tratamento de efluentes de mineração

Objetivo: Desenvolver solução tecnológica para recuperação de solos contaminados e para tratamento de águas contaminadas por metais pesados originados da Drenagem Ácida de Mina (DAM) de bota-foras e barragens de rejeitos em mina de urânio, a partir de oxidação química com gás ozônio. O projeto contempla a realização de atividades de P&D e a construção de uma planta-piloto na Unidade de Tratamento de Minérios (UTM) das Indústrias Nucleares do Brasil (INB) em Poços de Caldas, Minas Gerais..
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Sanitária / Subárea: Saneamento Ambiental.
Grande Área: Outros / Área: Ciências Ambientais / Subárea: desenvolvimento sustentável.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social; Captação, tratamento e distribuição de água; Coleta, tratamento e disposição de resíduos; recuperação de materiais.
Palavras-chave: Drenagem Ácida de Mina (DAM); ozônio; recuperação de solos contaminados; tratamento de águas contaminadas; mineração.


Projetos de desenvolvimento


2017 - Atual
i2waste - Rastreamento e Telemetria de Lixeiras e Caçambas
Descrição: A destinação dos resíduos sólidos é uma das aplicações mais imediatas das tecnologias de smart cities, e se enquadra nas rotas tecnológicas principais de baixa maturidade tecnológica e portadoras de futuro, principalmente nos novos desenvolvimentos tecnológicos em mitigação ou adaptação às mudanças climáticas. Entre os princípios e instrumentos introduzidos pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), destacam-se a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos e a logística reversa. A REDERESÍDUOS é uma plataforma online, que inova na logística reversa, gestão e comercialização de resíduos. Tem como objetivo promover o gerenciamento na coleta de resíduos, diminuindo o custo das operações e garantindo a gestão e comercialização com valores competitivos. O objetivo deste projeto é implementar funcionalidades para rastreamento e telemetria de lixeiras e caçambas na plataforma REDERESÍDUOS já existente, permitindo sua utilização no gerenciamento de resíduos sólidos em cidades inteligentes e sustentáveis. Nossa meta é proporcionar a criação de um sistema de gestão e monitoramento, completo e inovador, para toda a cadeia da logística reversa e demais processos envolvidos na gestão de resíduos e sua sustentabilidade. Benefícios do projeto: inovar no gerenciamento integrado de resíduos; atender cidades inteligentes (smart cities) com dispositivos de telemetria e rastreamento de lixeiras e caçambas; coletar automaticamente informações na geração, coleta, compactação, transporte, reciclagem, reaproveitamento e tratamento de resíduos sólidos; reduzir o tráfego e facilitação do trânsito de veículos e pedestres nos centros urbanos; melhorar o controle de posicionamento das lixeiras e caçambas; permitir práticas de negócios e relações da cadeia de logística reversa e reciclagem de resíduos com rastreabilidade em todas as etapas; aperfeiçoar lixeiras e caçambas; otimizar a logística reversa; permitir gestão ágil de lotes de resíduos comercializáveis. Componentes do sistema: lixeiras e caçambas; Plataforma individual e Plataforma coletiva. Desafios: desenvolver os mecanismos de comunicação e equipamentos de coleta de dados; validar a tecnologia e ampliar seu uso; comercializar a solução em um mercado reativo, informal e com dificuldade de governança; capacitar as organizações participantes no uso dos equipamentos e novos processos; homologar os participantes dos ecossistemas de forma transparente e simplificada; agregar valor aos participantes e à sociedade. Considerando os volumes e projetando as operações de logística reversa de resíduos e quantidade de municípios brasileiros que apresentam potencial para implementação de inovações tecnológicas e com foco na otimização da mobilidade por meio da telemetria e rastreamento da cadeia de resíduos sólidos urbanos a expectativa para os próximos três anos é atingirmos 1% (um por cento) do market share nacional - 7 municípios, na região sudeste do Brasil. Estimamos uma economia de R$ 5,19 milhões de custos diretos, não considerando as externalidades positivas e impactos da melhoria na mobilidade urbana. Nosso modelo de negócio baseado em sucess fee da economia, gerando recursos da ordem de R$ 1,3 milhões por ano..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
2013 - 2017
Processo de geração e transferência de ozônio na recuperação de solos e recursos hídricos contaminados por metais pesados em mina de urânio (INB).
Descrição: Este projeto de recuperação de solos e recursos hídricos contaminados por metais pesados em mina de urânio utilizando o processo BrasilOzonio de geração e transferência de ozônio pretende resolver o problema da DAM da UTM Caldas com uma solução econômica e ecologicamente sustentável, desenvolvendo um sistema de tratamento da DAM com drástica economia de energia e insumos, além de redução significativa do impacto ambiental devido à disposição de resíduos gerados no tratamento..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (2) .
Integrantes: Francisco Luiz Biazini Filho - Coordenador / Ivan Santos - Integrante / Samy Mensace - Integrante / Elidio Angioletto - Integrante / Humberto Gracher Riella - Integrante / Elita Fontenele Urano - Integrante / Frederico de Almeida Lage Filho - Integrante / Maria Eugenia Gimenez Boscov - Integrante / Mirna Marienne Suzin e Silva - Integrante.Financiador(es): Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - Outra.
2013 - Atual
BolsaCoop
Descrição: O projeto propõe promover a inserção de cooperativas de reciclagem na REDERESÍDUO (http://rederesiduo.com/br/). Inserção geralmente dificultada pela necessidade de fortalecimento gerencial e institucional das mesmas. Essa proposta, por meio do estabelecimento de parcerias e capacitação propõe a inclusão de forma sustentada na plataforma e oportunidade de negócio..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
2011 - 2013
REDERESÍDUO
Descrição: A REDERESIDUO surgiu para atuar na Gestão da Reciclagem, através da criação de uma rede facilitadora de negócios para esse mercado. A plataforma utilizada promove a interface entre os geradores que disponibilizam seus resíduos e o recicladores, que são as empresas qe procuram materiais para seus processos. A proposta e promover a gestão integrada de resíduos com a redução, reutilização e reciclagem ambientalmente adequadas dos materiais, buscando também contribuir para a proteçnao da saúde e qualidade do meio ambiente, além de incentivar a participação social e educação ambiental na destinação correta dos materiais pós-consumo..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2008 - 2008
Projeto ECO - Educação Cooperativa
Descrição: Arquiteto e construtor do portal do Projeto ECO que desenvolverá materiais de apoio com conhecimentos básicos do cooperativismo que atendam às demandas educacionais das cooperativas e pessoas interessadas, buscando para isso utilizar-se de aspectos inovadores em relação ao tratamento das informações, a metodologia de ensino e a linguagem, aperfeiçoando assim a comunicação, explorando diferentes canais de mediação do conhecimento, contextualizando e integrando os conteúdos temáticos.
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
2006 - 2008
Dr Resíduo - Destinação Racional de Resíduos.
Descrição: Atuai como parceiro e arquiteto do Sistema para logística reversa para resíduos sólidos, objeto do PIPE FAPESP do Dr Resíduo - Destinação Racional de Resíduos. O Dr Resíduo tem como princípio permitir a reinserção de materiais na cadeia produtiva, pela correta atuação em variáveis relacionadas à redução do custo logístico reverso (frete), permitindo assim a transformação do ?lixo? em matéria prima..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2002 - 2004
SETAS - Sistema Eletrônico de Transações para a Área de Saúde
Descrição: Objetivos do SETAS Agilizar o atendimento dos pacientes e demais usuários dos serviços de saúde através da realização de transações eletrônicas entre o Prestador de serviço de saúde: Clínicas, Hospitais ou Laboratórios; e o Tomador do serviço de saúde: Convênios de Assistência Médica, Seguradoras e Cooperativas Médicas. Desenvolver processos tecnológicos inovadores para transações eletrônicas na Área da saúde. Automatizar e substituir as tarefas que o prestador executa para ser remunerado. Criar uma interface mínima para operacionalizar o dia a dia de um consultório médico (agenda, pacientes, resultados, etc). Proteger a privacidade das informações de saúde identificadas e armazenadas em sistemas de informação ou transmitidas eletronicamente. Disponibilizar para os produtores de programas da área médica uma ?Application Program Interface? (API). Implementar uma estrutura que atenda às recomendações do ?Application Service Provider Industry Consortium? (ASPIC). Adotar uma metodologia de resolução de conflitos baseada na mediação e arbitragem conforme recomendado pela World Intellectual Property Organization (WIPO). Preservar a confiabilidade entre pacientes, médicos, serviços de saúde, governo e sociedade, garantindo a identificação dos usuários. Certificar o conjunto de processos, tecnologias, equipamentos e softwares junto ao Conselho Federal de Medicina e junto à Sociedade Brasileira de Informática em Saúde..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Francisco Luiz Biazini Filho - Coordenador / José Carlos Barbério - Integrante / Sandra Cabelho - Integrante / Holar Caffagni - Integrante.Financiador(es): Associação Brasileira de Medicina de Gurpo - Cooperação / Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia - Auxílio financeiro / Sindicato dos Hospitais Clínicas Casas de Saúde Laboratórios de Pesquisas e - Cooperação / Sociedade Bnrasileira de Informática Em Saúde - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 2


Membro de corpo editorial


2018 - Atual
Periódico: Anais do Forum Internacional de Resíduos Sólidos


Revisor de periódico


2018 - Atual
Periódico: REVISTA TECNOLOGIA E SOCIEDADE (ONLINE)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Sanitária / Subárea: Saneamento Básico/Especialidade: Residuos Sólidos, Domésticos e Industriais.
2.
Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais / Subárea: Reciclagem e revalorização.
3.
Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais / Subárea: desenvolvimento sustentável.
4.
Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais / Subárea: responsabilidade social e sustentabilidade.
5.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Ciência da Computação / Subárea: Metodologia e Técnicas da Computação/Especialidade: Sistemas de Informação.
6.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Energia / Subárea: Planejamento Energético/Especialidade: Análise de Impactos Produzidos por Sistemas Energéticos.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem.
Italiano
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2014
RANKING BENCHMARKING BRASIL 2014 Detentores das Melhores Práticas Socioambientais do País, Instituto MAIS - Marilena Lino de Almeida Lavorato.
2014
Creative Business Cup Brasil 2014, PROJECTHUB.
1991
Menção Honrosa, Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares.
1990
Hospede Oficial do Município, Prefeitura Municipal de Passo Fundo - RS.


Produções



Produção bibliográfica
Livros publicados/organizados ou edições
1.
ANGIOLETTO, E. ; URANO, E. F. ; BOSCOV, M. E. G. ; FELTRIN, A. C. ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz . Ozônio na recuperação de solos e recursos hídricos contaminados por mineração. 1. ed. Criciuma: UNESC, 2016.

2.
ANGIOLETTO, E. (Org.) ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz (Org.) ; MENSACE, S. (Org.) . Ozônio na recuperação de solos e recursos hídricos contaminados por mineração. 1. ed. Criciuma: UNESC, 2016.

Capítulos de livros publicados
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; RIBEIRO, B. . Benefícios ambientais, econômicos e de gestão do gerenciamento integrado de resíduos sólidos urbanos: caso São José dos Campos ? São Paulo, Brasil. In: Gina Rizpah Besen; Luciana Freitas; Pedro Roberto Jacobi. (Org.). Política nacional de resíduos sólidos: implementação e monitoramento de resíduos urbanos.. 1ed.São Paulo: IEE/USP Instituto de Energia e Ambiente, 2017, v. 1, p. 115126-.

2.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; ANGIOLETTO, E. ; MENSACE, S. . Histórico; Descrição do projeto. In: Angioletto, Elidio; Carvalho, Elita Fontenele Urano de; Biazini Filho, Francisco Luiz; Lage Filho, Frederico A.; Riella, Humberto Gracher; Santos, Ivan; Depintor, José Carlos; Boscov, Maria Eugenia Gimenez; Menasce, Samy. (Org.). Ozônio na recuperação de solos e recursos hídricos contaminados por mineração. 1ed.Criciuma: UNESC, 2016, v. 1, p. 17-59.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; WAJC, I. M. ; OLIANI, R. F. . PÁGINA22 NOV/DEZ 2015. Caminho das pedras, São Paulo, p. 50 - 53, 01 nov. 2015.

2.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; BRANCO, P. D. ; COELHO, A. M. . Do Brasil para o mundo: inovação e sustentabilidade nas cadeias globais de valor. Inovação e Sustentabilidade nas Cadeias Globais de Valor (ICV Global), São Paulo, p. 58 - 58, 21 maio 2015.

3.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; WAJC, I. M. ; BRANCO, P. D. ; COELHO, A. M. . Tudo se transforma. Inovação e Sustentabilidade na Cadeia de Valor (ISCV): Resíduos Sólidos e Pós-Consumo, São Paulo, p. 53 - 54, 23 abr. 2014.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; RIBEIRO, B. ; OLIANI, R. F. ; WAJC, I. M. . Sistema de Informação para Leilão e Comercialização de Resíduos Recicláveis na URBAM. In: 7º Forum Internacional de Resíduos Sólidos, 2016, Porto Alegre. Anais do 7º Forum Internacional de Resíduos Sólidos. Porto Alegre - RS: Instituto Venturi para Estudos Ambiental, 2016.

2.
FELTRIN, A. C. ; GOMES, T. ; CARDOSO, W. A. ; ANGIOLETTO, Ev. ; MENSACE, S. ; BOSCOV, M. E. G. ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz ; ANGIOLETTO, E. . CONTROLE DE MICRORGANISMOS FORMADORES DE DRENAGEM ÁCIDA EM ESTÉREIS DE MINERAÇÃO DE CARVÃO UTILIZANDO OZÔNIO. In: XXVI Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2015, Poços de Caldas-MG. Anais do XXVI Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2015.

3.
BAROLLI, J. P. ; RIBEIRO, M. A. ; ANGIOLETTO, E. ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz ; MARTINS, M. ; MENSACE, S. ; LAGE FILHO, F. A. . USO DE OZÔNIO PARA REMOÇÃO DE MANGANÊS DE ÁGUAS DE DRENAGEM ÁCIDA DE MINA NA INB/CALDAS. In: XXVI Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2015, Poços de Caldas-MG. Anais do XXVI Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, 2015.

4.
LEVY, D. S. ; SORDI, G. A. A. ; VILLAVICENCIO, A. L. C. H. ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz . WEB-BASED COMMUNICATION SYSTEMS: INNOVATE SOLUTIONS TO COMPLEX DEVELOPMENT CHALLENGES. In: X Congreso Regional Latinoamericano IRPA de Protección y Seguridad Radiológica, 2015, Buenos Aires. Radioprotección: Nuevos Desafíos para un Mundo en Evolución, 2015.

5.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; SORDI, Gian Maria ; SANTOS, I. ; SAHYUN, Adelia ; GHOBRIL, C. . ABNT NBR ISO 26000 strategic planning in peaceful use of nuclear energy. In: International Nuclear Atlantic Conference, 2011, Belo Horizonte, MG. Meeting on Nuclear Applications, 10th; Meeting on Reactor Physics and Thermal Hydraulics, 17th; Meeting on Nuclear Industry,, 2011.

6.
SAHYUN, Adelia ; SORDI, Gian Maria ; GHOBRIL, C. ; SANTOS, I. ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz . Radioprotection aspects in site selection for installations of new power reactors in Brazil. In: International Nuclear Atlantic Conference, 2011, Belo Horizonte - MG. Meeting on Nuclear Applications, 10th; Meeting on Reactor Physics and Thermal Hydraulics, 17th; Meeting on Nuclear Industry, 2011.

7.
SAHYUN, Adelia ; SORDI, Gian Maria ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz ; ROMERO FILHO, Christovam Romero . Optimization analysis of irradiated targets transport shielding to be used in a sup 9 sup 9 Mo production plant. In: international symposium on the packaging and transportation of radioactive materials, 1992, Yokohama (Japan).. The 10th international symposium on the packaging and transportation of radioactive materials., 1992. v. 1. p. 74-80.

8.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; SORDI, G. A. A. . Data entry interface of external radiation level monitoring system for pen note pad microcomputers. In: 44. Annual Meeting of the Brazilian Society for the Advancement of Science, 1992, Sao Paulo, SP. Ciencia e Cultura. Suplemento; ISSN 0102-2474. Sao Paulo, SP: Brazilian Society for the Advancement of Science, 1992.

9.
SAHYUN, Adelia ; SORDI, Gian Maria ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz ; SANCHES, S R . Otimizacao de blindagem para transporte de produtos de fissao.. In: Congresso Geral de Energia Nuclear, 1990, Rio de Janeiro. Anais do 3. Congresso Geral de Energia Nuclear. Rio de Janeiro, RJ: Associacao Brasileira de Energia Nuclear, 1990. v. 9. p. 15-23.

10.
SAHYUN, Adelia ; SORDI, G. A. A. ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz ; SANCHES, S R . Shielding optimization to the transport of fission products. In: 3. General Congress on Nuclear Energ, 1990, Sao Paulo, SP. Proceedings of the 3. General Congress on Nuclear Energ. Rio de Janeiro, RJ: Associacao Brasileira de Energia Nuclear, 1990. v. 9. p. 15-23.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; SORDI, Gian Maria . Interface de entrada de dados de monitoracao de niveis de radiacao externa para utilizacao em microcomputadores tipo note pad a caneta. In: Annual Meeting of the Brazilian Society for the Advancement of Science, 1992, São Paulo. Ciencia-e-Cultura.-Suplemento. (Jul 1992). São Paulo: SBPC, 1992. v. 44. p. 59.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SAHYUN, Adelia ; SORDI, Gian Maria ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz ; ROMERO FILHO, Christovam Romero . Optimization of shielding for irradiated material used in molibdenum 99 production.. In: Regional congress on radiological and nuclear safety, 1991, Buenos Aires (Argentina). Congreso regional sobre seguridad radiologica y nuclear., 1991. v. 5. p. 112.

Apresentações de Trabalho
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Lixo Zero. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; NAKAGAWA, M. . Experiências e melhores práticas das Pequenas e Médias Empresas REDERESIDUO. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Gestão de Resíduos Sólidos como Estratégia Competitiva. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; NAKAGAWA, M. . Experiências e melhores práticas das Pequenas e Médias Empresas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

5.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; NAKAGAWA, M. . Experiências e melhores práticas das Pequenas e Médias Empresas REDERESIDUO. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Construções Sustentáveis. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Resíduos Sólidos - Sistema de Gestão. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Construções Sustentáveis. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. A reciclagem e os resíduos sólidos no contexto da ISO 26000 (a norma internacional de responsabilidade social). 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

10.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Dr Resíduo. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; WAJC, I. M. ; FINGER, S. . Dr Resíduo - Destinação Racional de Resíduos.. 2008.

Programas de computador sem registro
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. REDERESIDUO. 2010.

Trabalhos técnicos
1.
MATOS, A. C. ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz ; RIBEIRO, S. P. ; SANTOS, T. R. ; ANTONHOLI, A. . Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos de Jataizinho PR. 2018.

2.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. SAPÉ, Solução Ambiental Participativa e Ética. 2005.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. SISTEMA MONITORA VOLUME DE REJEITOS EM LIXEIRAS PÚBLICAS E INFORMA O MOMENTO DA COLETA. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; ROMANO, D. . SÃO PAULO JÁ RECICLA MAIS DE 30% DE SEUS RESÍDUOS, MAS NÃO PODEMOS COMEMORAR. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; BELLINTAN, S. A. ; DELLAMANO, O. C. . Césio 137: o mais grave acidente radioativo do Brasil completa 30 anos. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. POUPANÇA DO PLANETA. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; OLIANI, R. F. . Gestão especializada permite negócios para pequenos geradores de resíduos. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; WAJC, I. M. ; OLIANI, R. F. ; RIBEIRO, B. ; Hauser-Davis, R A . Practicing Circular Economy and Sustainable Development with Recyclable Waste: A Case Study Applying an Information System for Recyclable Waste Auctions and Sales in the São Paulo, Brazil. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Negócios sustentáveis com resíduos. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Do Brasil para o mundo: inovação e sustentabilidade nas cadeias globais de valor. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; COELHO, A. M. ; BRANCO, P. D. . Do Brasil para o mundo: inovação e sustentabilidade nas cadeias globais de valor. 2015. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

10.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; WAJC, I. M. . Residue Network - Ecosystem of Innovation for Waste Management. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

11.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; WAJC, I. M. . Tudo menos desperdício. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

12.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Política Nacional de Resíduos Sólidos. 2012. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; OLIANI, R. F. . ISO 26000: Diretrizes da Responsabilidade Social. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; OLIANI, R. F. . Logística reversa e sustentabilidade. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; OLIANI, R. F. . ISO 26000: Diretrizes da Responsabilidade Social. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; OLIANI, R. F. . Meio ambiente e Responsabilidade Social usando a ISO 26000: teoria e prática. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; OLIANI, R. F. . ISO 26000: Teoria e prática. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

6.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Curso ABNT NBR 16001 e ISO 26000 Implementação, gerenciamento e certificação da Responsabilidade Social. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. ABNT NBR 16001 e ISO 26000 Implementação, gerenciamento e certificação da Responsabilidade Social. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

8.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. ISO 26000: O que muda nas políticas de Responsabilidade Social. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

9.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. ISO 26000: implementação e gerenciamento. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

10.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. ISO 26000: implementação e gerenciamento. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

11.
SAMPAIO, L. R. C. ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz . Introdução à mediação de conflito e construção de consenso. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

12.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Conhecendo a ISO 26000. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

13.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Construindo a Responsabilidade Social das Organizações Corporativas e Sociais. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

14.
BORN, R. H. ; CARDOSO, M. ; BELINK, A. ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz ; GONCALVES, B. ; PEGORARO, C. ; RIVIAN, D. ; VIOLINI, F. G. ; III, M. G. C. ; SILVA, N. P. ; POCO, R. ; GARCEZ, R. . Projeto Agenda 21 Brasileira. 2011. (Relatório de pesquisa).

15.
SAMPAIO, L. R. C. ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz . Mediação de conflitos e Construção de consenso. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

16.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Conceitos da Internet. 1995. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

17.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Criação e edição de gráficos científicos. 1994. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

18.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Criação e edição de gráficos científicos. 1994. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

Demais trabalhos
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; ALEXANDRIA, João Carlos S de ; LEITE, José da Silva . Conceitos da Internet. 1995 (Curso) .



Bancas




Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; LAVORATO, M. L. A.. Benchmarking Junior. 2015. Instituto Mais.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
1º Congresso Internacional Cidades Lixo Zero. Tendências Lixo Zero. 2018. (Congresso).

2.
1º Encontro da Juventude Lixo Zero Guarulhos.importância da adesão da juventude ao conceito Lixo Zero. 2018. (Encontro).

3.
29º Congresso Técnico AESabesp ? Fenasan 2018. Novas Tecnologias aplicadas à coleta seletiva de resíduos urbanos?. 2018. (Congresso).

4.
2ª Semana Lixo Zero Guarulhos.Encontro Municipal da Juventude Lixo Zero Guarulhos. 2018. (Oficina).

5.
9º Forum Internacional de Resíduos Sólidos. Painel 5: Panorama da comercialização de resíduos no Brasil. 2018. (Congresso).

6.
A Região em Pauta, sob o tema Desafios do Lixo.Compostagem. 2018. (Encontro).

7.
Encontro Técnico para desenvolvimento dos agronegócios no Vale do Paraíba.São Francisco Xavier: Lixo zero 2020. 2018. (Encontro).

8.
III CONGRESSO NACIONAL DA JUVENTUDE LIXO ZERO BRASIL 2018. Smart Cities. 2018. (Congresso).

9.
Logística Reversa na Gestão de Resíduos apresenta cases de sucesso na área.Política Nacional de Resíduos Sólidos. 2018. (Simpósio).

10.
Reunião da Comissão Regional de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável - São José dos Campos.Compostagem: gestão integrada de resíduos em municípios e importância para o agronegócio sustentável. 2018. (Encontro).

11.
Semana Lixo Zero SJC 2018.Panorama dos Resíduos Sólidos no Vale. 2018. (Encontro).

12.
3º Encontro do Ciclo de diálogos: Resíduos, Educação e Consumo.Sistema de informação para leilão e comercialização de resíduos recicláveis.. 2017. (Encontro).

13.
8º Forum Internacional de Resíduos Sólidos. Comercialização de recicláveis. 2017. (Congresso).

14.
ExpoAcre. Smart Learning ? Aprendizado Inteligente. 2017. (Olimpíada).

15.
Fórum do Programa Socioambiental de Coleta Seletiva Solidária ? Recicla Santos.Caminho para envolver a sociedade. 2017. (Encontro).

16.
Forun de Sustentabilidade Benchmarking Brasil.Inovações, reflexões e práticas de excelência em Resíduos e Emissões. 2017. (Seminário).

17.
II Fórum de Sustentabilidade.Inovações, reflexões e práticas de excelência em Resíduos e Emissões. 2017. (Seminário).

18.
III Hackathon. produtos e serviços inovadores através de modelos de empresas disruptivas para fomentar o turismo da região. 2017. (Feira).

19.
7º Forum Internacional de Resíduos Sólidos. Logistica reversa. 2016. (Congresso).

20.
Fórum Metropolitano de Cooperativismo e Resíduos Sólidos.Panorama da reciclagem em São José e Vale do Paraíba. 2016. (Simpósio).

21.
FÓRUM MUNICIPAL LIXO ZERO - TAUBATÉ.Abertura e Construção de uma Cidade LIXO ZERO. 2016. (Seminário).

22.
Monetização de Resíduos - Parceria IBEAS/DVW.Logística Reversa, Gestão e Comercialização de Resíduos. 2016. (Seminário).

23.
Waste Expo Brasil 2016. Gerenciamento e tratamento de resíduos sólidos orgânicos. 2016. (Congresso).

24.
2º Seminário Internacional de Boas Práticas de Sustentabilidade.Resíduos: Aspectos legais e práticos. 2015. (Seminário).

25.
6º Forum Internacional de Resíduos Sólidos. Intercâmbio de Práticas e Ferramentas de Gestão em Organizações de Catadores. 2015. (Congresso).

26.
Ciclo de Seminários de Sustentabilidade para PMEs.Experiências e melhores práticas das Pequenas e Médias Empresas REDERESIDUO. 2015. (Seminário).

27.
Ciclo de Seminários de Sustentabilidade para PMEs.Experiências e melhores práticas das Pequenas e Médias Empresas REDERESIDUO. 2015. (Seminário).

28.
Course Making right Choices: A Framework for Sustainable Assessment of Technology (SAT). 2015. (Oficina).

29.
Fevest 2015 Protocolo de Gestão Responsável dos Resíduos da Indústria da Confecção. A gestão responsável dos resíduos na cadeia da moda e a importância para a competitividade da sua empresa. 2015. (Feira).

30.
FIBoPS Técnica 2015.Resíduos, aspectos legais e práticas. 2015. (Seminário).

31.
II Seminário Internacional de Boas Práticas de Sustentabilidade do Centro de Capacitações do Centro Paula Souza A.Resíduos Aspectos legais e práticos. 2015. (Seminário).

32.
Intercâmbio de Práticas & Ferramentas de Gestão em Organização de Catadores.Rede Resíduos & Cooperativa Integrante ? Plataforma eletrônica de vendas (São Paulo). 2015. (Encontro).

33.
lixo zero e gestão e comercialização de resíduos na AETEC.Lixo zero Resíduos: Aspectos legais e melhores práticas. 2015. (Encontro).

34.
Responsabilidade Social e Diretrizes Internacionais da ISO26000.Responsabilidade Social e Diretrizes Internacionais da ISO26000 para alunos do Mackenzie. 2015. (Oficina).

35.
1º Congresso Nacional Juventude Lixo Zero Brasil. Como chegar no lixo Zero. 2014. (Congresso).

36.
1º Fórum Lixo Zero São José.Lixo Zero. 2014. (Seminário).

37.
5º Forum Internacional de Resíduos Sólidos. REDE RESÍDUO - Ecossistemas de Inovação para Gestão de Resíduos. 2014. (Congresso).

38.
Brazilian Sustainable Solutions. REDERESÍDUO. 2014. (Feira).

39.
Ciclo de Seminários de Sustentabilidade para PMEs SEBRAE.REDERESIDUO. 2014. (Seminário).

40.
Ciclo de Seminários de Sustentabilidade para PMEs SEBRAE.REDERESIDUO. 2014. (Seminário).

41.
Fórum Empresarial Chico Mendes de Sustentabilidade.Case REDERESIDUO. 2014. (Seminário).

42.
Forum Iniciativas Empresariais do GVces. novas soluções na gestão de resíduos sólidos. 2014. (Feira).

43.
Fórum Internacional Cidades Lixo Zero.Social Lixo Zero. 2014. (Seminário).

44.
ISWA 2014 Solid Waste World Congress. ECOSSISTEMAS DE INOVAÇÃO NA GESTÃO DE RESÍDUOS. 2014. (Congresso).

45.
Semana Lixo Zero 2014.Lixo Zero. 2014. (Seminário).

46.
Semana Lixo Zero Uninove.reciclagem de resíduos sólidos urbanos. 2014. (Simpósio).

47.
Seminário de Resíduos Sólidos: Desafios da gestão empresarial realizado na FASM - Faculdade Santa Marcelina - Campus Itaquera no dia 24 de junho de 2014.Gestão de Resíduos - oportunidade para criar valor sustentável e riqueza. 2014. (Simpósio).

48.
Seminário Internacional de Resíduos Sólidos.Gestão e comercialização de Resíduos. 2014. (Seminário).

49.
Seminário Internacional de Resíduos Sólidos.Cidade Lixo Zero: Desafio Possível?. 2014. (Seminário).

50.
WastEcoSmart - Gestão de resíduos: inovação e eficiência - a experiência européia..REDERESÍDUO. 2014. (Simpósio).

51.
1° Congresso Internacional de Sustentabilidade. Mesa Redonda: responsabilidade civil criminal e ambiental na gestão de resíduos. 2013. (Congresso).

52.
1º Congresso Internacional de Inovação e Sustentabilidade. REDERESIDUO. 2013. (Congresso).

53.
4ª Conferência Estadual do Meio Ambiente. Delegado Empresário por São José dos Campos. 2013. (Congresso).

54.
4º Fórum Internacional de Resíduos Sólidos. Principais desafios dos pequenos e médios municípios no cumprimento da PNRS. 2013. (Congresso).

55.
4º Fórum Internacional de Resíduos Sólidos. Mobilização social, educação e capacitação. 2013. (Congresso).

56.
Ciclo de sustentabilidade do Espaço Cultural Vértica.O ideal da tecnologia versus o paraisa de pandora. 2013. (Encontro).

57.
Conferência Municipal do Meio Ambiente. Eleito delegado empresário. 2013. (Congresso).

58.
Construções Sustentáveis na FAAP: ESA-REDONDA POLÍTICA E PLANO NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS.A gestão responsável dos resíduos nas construções sustentáveis. 2013. (Encontro).

59.
Feira de casos de boas práticas em inovação e gestão de resíduos. REDERESIDUO. 2013. (Feira).

60.
Fórum Anual das Iniciativas Empresariais do GVces.Case REDERESIDUO. 2013. (Encontro).

61.
I Seminário Metropolitano de Resíduos Sólidos e Logística Reversa do Vale do Paraíba.Ecossistemas de inovação para gestão de resíduos. 2013. (Seminário).

62.
Licenciamento Ambiental em Obras de Infraestrutura.REDERESIDUOS. 2013. (Encontro).

63.
MESA REDONDA: RESPONSABILIDADE CIVIL, CRIMINAL E AMBIENTAL NA GESTÃO DE RESÍDUOS.RESPONSABILIDADE AMBIENTAL NA GESTÃO DE RESÍDUOS. 2013. (Oficina).

64.
O ideal da tecnologia versus o paraíso de Pandora.Resposabilidade Social. 2013. (Encontro).

65.
1ª Feira USP de Inovação e Empreendedorismo ? USPiTec 2012 .... REDERESIDUOS. 2012. (Feira).

66.
1º Encontro Nacional dos Profissionais de Sustentabilidade.Construções Sustentáveis. 2012. (Encontro).

67.
II Encontro Nacional das Agências de Desenvolvimento. 2006. (Encontro).

68.
Congresso Brasileiro de Inovação na Indústria. 2005. (Congresso).

69.
Aspectos Legais da Área de Saúde. 2004. (Seminário).

70.
I Encontro Nacional das Agências de Desenvolvimento. 2004. (Encontro).

71.
44a Reunião Anual.44a Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. 1992. (Outra).

72.
III Simpósio de Policiamento Rodoviário e Educação para o Trânsito.III Simpósio de Policiamento Rodoviário e Educação para o Trânsito. 1990. (Simpósio).

73.
II Congresso Geral de Energia Nuclear. Controle de Fontes Seladas e Equipamentos Utilizados em Gamagrafia. 1988. (Congresso).

74.
Boas Práticas em laboratórios e biotérios.Descontaminação e cuidados no manuseio de radioisótopos. 1985. (Oficina).

75.
VI Encontro Brasileiro de Medicina Nuclear. 1985. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MATOS, A. C. ; SILVA, C. L. ; MORAES, C. A. M. ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz ; VILLAR FILHO, O. C. . 10º Forum Internacional de Resíduos Sólidos. 2018. (Congresso).

2.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; WAJC, I. M. ; OLIANI, R. F. ; HIEBECK, H. ; ZEN, H. A. . XI Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos. 2016. (Congresso).

3.
cesar a ; RIBEIRO, B. ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz . 6FIRS ? Forum Internacional de Resíduos Sólidos. 2015. (Congresso).

4.
cesar a ; RIBEIRO, B. ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz . Feira de Ciência e Tecnologia para Reciclagem/Recuperação de Resíduos. 2015. .

5.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; WAJC, I. M. ; OLIANI, R. F. ; HIEBECK, H. ; ZEN, H. A. . X Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos. MEIO AMBIENTE. SUSTENTABILIDADE.. 2015. (Congresso).

6.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Semana Lixo Zero SP 2014. 2014. (Congresso).

7.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; Wiebeck, H . Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos. 2014. (Congresso).

8.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Zero Waters Meeting. 2014. (Outro).

9.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; RIBEIRO, B. ; cesar a ; SAGER, A. ; ANTHONY, R. ; SABATINI, R. ; CANFONOLIERI, A. ; BARH, B. V. . Seminário Internacional de Resíduos Sólidos - Cidade Lixo Zero: Desafio Possível?. 2014. (Congresso).

10.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; SABATINI, R. . 5º Fórum Nacional de Resíduos Sólidos. 2014. (Congresso).

11.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; BLASSO, V. ; OLIANI, R. ; OBATA, S. H. ; CESAR, F. S. ; SELADA, C. ; PIMENTEL, P. R. S. ; ACETI JR., L. ; BAUNGARTNER, R. ; BELLUCCI, I. ; PIVA, D. ; ARCE, E. V. . 1º Congresso Internacional de Inovação e Sustentabilidade. 2013. (Congresso).

12.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; Wiebeck, H . Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos. 2013. (Congresso).

13.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos. 2012. (Congresso).

14.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos. 2011. (Congresso).

15.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos. 2009. (Congresso).

16.
Wiebeck, H ; Pinto, C A ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz . Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos. 2008. (Congresso).

17.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos. 2008. (Congresso).

18.
CORBAN, K. ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz . Recicla Moema. 2005. (Outro).

19.
ALEXANDRIA, João Carlos S de ; BIAZINI FILHO, Francisco Luiz . Segurança da Informação. 2004. (Congresso).



Inovação



Programa de computador sem registro
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. REDERESIDUO. 2010.


Projeto de desenvolvimento tecnológico


Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz; RIBEIRO, B. . Benefícios ambientais, econômicos e de gestão do gerenciamento integrado de resíduos sólidos urbanos: caso São José dos Campos ? São Paulo, Brasil. In: Gina Rizpah Besen; Luciana Freitas; Pedro Roberto Jacobi. (Org.). Política nacional de resíduos sólidos: implementação e monitoramento de resíduos urbanos.. 1ed.São Paulo: IEE/USP Instituto de Energia e Ambiente, 2017, v. 1, p. 115126-.


Apresentações de Trabalho
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Dr Resíduo. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. A reciclagem e os resíduos sólidos no contexto da ISO 26000 (a norma internacional de responsabilidade social). 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Construções Sustentáveis. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Resíduos Sólidos - Sistema de Gestão. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Construções Sustentáveis. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).


Cursos de curta duração ministrados
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Curso ABNT NBR 16001 e ISO 26000 Implementação, gerenciamento e certificação da Responsabilidade Social. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Conhecendo a ISO 26000. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. ISO 26000: implementação e gerenciamento. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. ABNT NBR 16001 e ISO 26000 Implementação, gerenciamento e certificação da Responsabilidade Social. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Política Nacional de Resíduos Sólidos. 2012. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos. 2008. (Congresso).

2.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos. 2009. (Congresso).

3.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos. 2011. (Congresso).

4.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos. 2012. (Congresso).

5.
BIAZINI FILHO, Francisco Luiz. Semana Lixo Zero SP 2014. 2014. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/11/2018 às 23:22:58