Carlos Eduardo Valente Dullo

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4789004961395272
  • Última atualização do currículo em 22/03/2018


Graduado (2005) pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo, mestre (2008) e doutor (2013) em Antropologia Social pelo Museu Nacional - UFRJ, desenvolveu pesquisa de pós-doutorado junto ao Departamento de Antropologia da USP (2013-2016) como bolsista FAPESP. Foi Visiting Scholar junto ao Departamento de Antropologia Social da Universidade de Cambridge (2015), sendo um dos fundadores do grupo de discussões sobre Comparações, e foi "2015 Fellow" do Institute for Critical Social Inquiry da New School for Social Research (NY). É professor adjunto do Departamento de Antropologia e do PPGAS da UFRGS, coordenador do Núcleo de Estudos da Religião (NER) e membro do Núcleo de Pesquisas em Cultura Contemporânea (NUPECS), além de atuar como pesquisador associado do CEBRAP (Núcleo Religiões no Mundo Contemporâneo). Possui como foco de interesse o entrelaçamento da produção de subjetividades, dos fenômenos religiosos e seculares e das teorias e políticas pedagógicas. As pesquisas feitas observaram tanto aspectos contemporâneos, com uso de método etnográfico em um Centro Social Católico voltado para a inclusão social de crianças e jovens na periferia de São Paulo, quanto aspectos históricos, como a produção de subjetividades democráticas e a formação de uma sociedade secular no Brasil ao longo do século XX. As áreas de atuação são: Antropologia da Religião (Cristianismo), da Política e do Secularismo; Antropologia da Moral e da Ética; Teoria Antropológica; Políticas Sociais (de Democratização e Inclusão), Educação, Pensamento Político e Social e História das Ciências Sociais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Carlos Eduardo Valente Dullo
Nome em citações bibliográficas
DULLO, Eduardo;DULLO, EDUARDO;Eduardo Dullo

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.
Av. Bento Gonçalves, 9500, Prédio 43311, Bloco AI, Sala 104A
Agronomia
91509900 - Porto Alegre, RS - Brasil
Telefone: (51) 33086638
URL da Homepage: https://www.ufrgs.br/ppgas/portal/index.php/pt/


Formação acadêmica/titulação


2009 - 2013
Doutorado em Antropologia Social.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: A produção de subjetividades democráticas e a formação do secular no Brasil a partir da Pedagogia de Paulo Freire, Ano de obtenção: 2013.
Orientador: Luiz Fernando Dias Duarte.
Bolsista do(a): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ, FAPERJ, Brasil.
Palavras-chave: Antropologia da Religião; Antropologia do Secularismo; Antropologia da Política; Sociologia dos Intelectuais; Pensamento Social; Individualismo.
2006 - 2008
Mestrado em Antropologia Social.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Políticas de Inclusão e de Salvação: transmissão, transformação e aprendizado de uma visão de mundo cristã e cidadã,Ano de Obtenção: 2008.
Orientador: Luiz Fernando Dias Duarte.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Juventude; Classes Sociais; Catolicismo; Família; Políticas de Inclusão Social; Antropologia da Religião.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Catolicismo e Modernidade.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Políticas de Inclusão e Promoção Social.
2002 - 2005
Graduação em Sociologia e Política.
Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, FESPSP, Brasil.
Título: Após o Baile de Sceaux: Juventude, Corpo e Gênero em duas posições sociais.
Orientador: Rosemary Segurado.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.


Pós-doutorado


2013 - 2016
Pós-Doutorado.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Política.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Fundamentos da Educação / Especialidade: Sociologia da Educação.
2015 - 2015
Pós-Doutorado.
University of Cambridge, CAM, Inglaterra.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Formação Complementar


2015 - 2015
Institute for Critical Social Inquiry.
New School for Social Research, NSSR, Estados Unidos.
2015 - 2015
Visiting Scholar.
University of Cambridge, CAM, Inglaterra.
2005 - 2005
Estudos de Família. (Carga horária: 60h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2004 - 2004
Teoria Sociológica, Antropológica e Política. (Carga horária: 6h).
Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais, ANPOCS, Brasil.
2004 - 2004
Foucault e o Tempo: ontologia e história. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2003 - 2003
Extensão universitária em Violência na Sociedade Brasileira. (Carga horária: 64h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2003 - 2003
Filosofia. (Carga horária: 60h).
Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, FESPSP, Brasil.
2003 - 2003
Teoria Sociológica, Antropológica e Política. (Carga horária: 6h).
Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais, ANPOCS, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto A, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

04/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, .

Cargo ou função
Comissão Assessora para Edição de Periódicos Científicos da UFRGS.
03/2017 - Atual
Ensino, Nutrição, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
2017/1 - Antropologia do Corpo e da Saúde para Nutrição
03/2017 - Atual
Ensino, Antropologia Social, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
2017/1 - Teorias Antropológicas II
2017/2 - Antropologia da Moral e da Ética
03/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Comissão de Pesquisa do IFCH.
08/2016 - Atual
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
2016/2; 2018/1 - Teorias Antropológicas Contemporâneas
2016/2; 2017/2 - Antropologia: Desafios Contemporâneos
2017/1; 2018/1 - Antropologia da Política
08/2016 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Atividade realizada
Coordenador do Núcleo de Estudos da Religião (NER).
07/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciências Sociais.


University of Cambridge, CAM, Inglaterra.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Visiting Scholar, Enquadramento Funcional: Estágio de Pós-doutoramento, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Visiting Scholar junto ao Departamento de Antropologia Social


New School for Social Research, NSSR, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Fellow

Atividades

06/2015 - 06/2015
Outras atividades técnico-científicas , Institute for Critical Social Inquiry, Institute for Critical Social Inquiry.

Atividade realizada
Seminário "Secularism" ministrado por Talal Asad.

Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, CEBRAP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Pesquisador Associado, Carga horária: 2
Outras informações
Pesquisador Associado, membro do Grupo de Pesquisa Religiões no Mundo Contemporâneo, coordenado pela Profa. Paula Montero

Atividades

08/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Câmara de Pesquisadores, Cultura e Espaço Público.


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pós-doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2010 - 2016
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Integrante de Grupo de Pesquisa, Carga horária: 0
Outras informações
Grupo de Pesquisa Etno-história, coordenado pela Profa. Lilia Katri Moritz Schwarcz.

Atividades

10/2013 - 05/2016
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Antropologia.

08/2014 - 12/2014
Ensino, Ciência Social (Antropologia Social), Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia do Secularismo

Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de Doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsista FAPERJ "Nota 10"

Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Doutorando, Enquadramento Funcional: Bolsista CAPES, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Passagem de bolsista CAPES para FAPERJ em 03 de 2011.

Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Mestrado, Enquadramento Funcional: Bolsista CAPES, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

04/2006 - 03/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegiado PPGAS - Museu Nacional, .

Cargo ou função
Representante Discente dos Mestrandos em Antropologia Social da UFRJ.

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, FESPSP, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Monitor de Disciplina, Carga horária: 6
Outras informações
Monitor da disciplina Antropologia III, ministrada pelo Prof. Dr. Marcos Rufino.

Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Monitor de Disciplina, Carga horária: 3
Outras informações
Monitor da disciplina Política III, ministrada pela Profa. Dra. Roseli Martins Coelho, cujo conteúdo versa sobre teorias políticas da primeira metade do século XX.

Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Monitor de Disciplina, Carga horária: 3
Outras informações
Monitor da Disciplina Sociologia IV, ministrada pelo Prof. Dr. Fernando Antonio Pinheiro Filho; cujo conteúdo é composto por teorias sociológicas contemporâneas.

Vínculo institucional

2002 - 2003
Vínculo: Estágiário, Enquadramento Funcional: Estágio de Pesquisa, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Sob supervisão da profa. Dra. Marize Carvalho Vilela na pesquisa Revista Sociologia; ficando responsável pela criação de banco de dados (disponível no site da instituição - www.fespsp.org.br)referente às suas leituras da revista (resumos de artigos e dados bibliográficos), bem como por análise apresentada em seminário.

Atividades

03/2004 - 12/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria Administrativa, Diretoria Acadêmcia ESP.

Cargo ou função
Representante Discente no Conselho Acadêmico.

Faculdade das Américas, FAM, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Cooperativa, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 8

Atividades

08/2008 - 06/2009
Ensino, Comunicação Social - Publicidade e Propaganda, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sociologia Geral e da Comunicação
Realidade brasileira


Linhas de pesquisa


1.
Cristianismo e Secularismo no Brasil do século XX

Objetivo: Pesquisa documental e em fontes inéditas que permitam recompor a história da formação de uma sociedade secular no Brasil ao lnogo do século XX. O objetivo central é rever as disputas entre religião e política como consituintes da sociedade civil e da esfera pública..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Educação.
Palavras-chave: Antropologia da Religião; Antropologia do Secularismo; Pensamento Social; Teoria Antropológica.
2.
Religião no Mundo Contemporâneo

Objetivo: A partir de um diálogo teórico com Jürgen Habermas, recolocaremos neste trabalho o debate contemporâneo sobre a relação entre religiões e espaço público. Nosso ponto de partida diz respeito ao modo como o campo religioso tem se posicionado com relação a questões candentes para a sociedade brasileira tais como o aborto, drogas, deficiência e questões éticas de grande impacto na mídia. Se, como pretende Habermas, as religiões não traduzem, necessariamente, seus argumentos religiosos em argumentos políticos para opinar publicamente, trata-se de compreender, através de uma análise sistemática dos discursos religiosos a gramática, a argumentação e a produção de sentidos que eles colocam em circulação no espaço público e avaliar sua capacidade de persuasão..
Palavras-chave: Antropologia da Religião; Antropologia do Secularismo; Antropologia da Política; Teoria Antropológica.
3.
Núcleo de Estudos da Religião (NER)
4.
Núcleo de Pesquisas sobre Culturas Contemporâneas (NUPECS)


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Transformações da cidadania no Brasil: perspectivas políticas seculares e religiosas
Descrição: O objetivo do projeto de pesquisa é rediscutir a gramática cívica brasileira. Como a nova percepção de cidadania altera a dinâmica pública de demandas consideradas legítimas? Os embates atuais demandam uma análise que leve a sério a intensa moralidade apresentada pelos sujeitos sociais e busque compreendê-las na relação com o contexto de transformações sociais brasileiras das últimas décadas. Trata-se, portanto, de uma proposta de pesquisa em antropologia política sobre transformações da noção de cidadania e das subjetividades e moralidades que as acompanham a partir do confronto entre grupos religiosos e a disputa pelo ideal de laicidade reconhecido como legítimo. A pesquisa visará três escalas de análise e procurará compreender os efeitos e mudanças operados ao se transitar de uma a outra. A primeira é a microescala das interações e da experiência imediata, compreendendo o trabalho de campo e a escrita etnográfica a partir de Centros Sociais com políticas de inclusão social em periferias; a segunda é a escala das manifestações sociais e de organização coletiva na esfera pública, observada também etnograficamente e com entrevistas; a terceira é a macroescala midiática de disputas entre personagens de destaque e grande visibilidade, observada por meio da análise de controvérsias públicas. Duas hipóteses centrais organizam a pesquisa: uma substantiva e uma formal. A substantiva diz respeito à transformação atual da secularidade brasileira, de uma ?secularidade católica? para um contexto de pluralismo e emergência de novas configurações conceituais entre religião, política e economia, sobretudo duas novas posições: uma posição marcada pela relação com grupos feministas e LGBT e outra marcada pelo crescimento de grupos evangélicos. A hipótese formal é a de que a mudança de uma escala para outra não apenas altera significativamente os elementos em relação como altera a própria relação entre os elementos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2016
A formação da sociedade secular no Brasil: controvérsias religiosas sobre a educação pública de 1927 a 1961
Descrição: O projeto de pesquisa visa analisar a formação de uma sociedade secular no Brasil da primeira metade do século XX. A proposta consiste em observar as controvérsias públicas e as disputas que circundaram a criação da educação pública laica. Três casos serão discutidos: o primeiro é a ?Reforma Fernando de Azevedo?, feita no Distrito Federal de 1927 a 1930; o segundo é o embate entre os ?pioneiros? da Escola Nova e o grupo católico nos anos 1930; o terceiro é o longo embate (1948 a 1961) para estabelecer os rumos legais das Diretrizes e Bases da educação nacional. Fernando de Azevedo é o elemento de continuidade, presente e relevante em todos os três casos: foi o responsável pela primeira Reforma educacional, redator do Manifesto dos ?pioneiros? de 1932 e, também, do Manifesto de 1959, Mais uma vez convocados, em que reorganizou a luta pela escola pública, em oposição aos interesses do grupo católico e das escolas privadas. A hipótese é a de que o embate existente entre dois projetos sócio-políticos ? o de uma sociedade cristã católica e o de uma sociedade secular ? foi constitutivo da secularidade no Brasil. A pesquisa insere-se, portanto, no debate mais amplo da ?formação do secular? e na maneira pela qual se constituiu no Brasil, desde a Primeira República, uma esfera pública permeada pelo embate entre religião e política..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2013
Paulo Freire e a mundanização do catolicismo brasileiro
Descrição: A pesquisa visa analisar a formação do secular na sociedade brasileira da segunda metade do século XX, partindo da Pedagogia de Paulo Freire (1921-1997) para observar a articulação entre religião (o cristianismo católico), política (a recusa do autoritarismo e o fomento da democracia) e educação (não formal). A produção de uma subjetividade democrática e a formação de cidadãos para a vida em uma sociedade secular (tanto na democratização após o Estado Novo de Vargas quanto na oposição ao regime militar) é analisada em suas estratégias educacionais, ao mesmo tempo em que se compreende como foi possível que essa proposta se concretizasse a partir de posições de engajamento religioso e de fundação de um catolicismo mundanizado. Nesse sentido, trata-se de compreender a proposta de Freire como geradora de discursividades e sua ampliação para outros regimes de saber, como a Teologia da Libertação (centralmente os irmãos Boff e Frei Betto) e o Teatro do Oprimido de Augusto Boal. Essa ampliação é importante para observarmos sua expansão para dentro do discurso religioso oficial e, por outro lado, para fora de qualquer relação com a religião, configurando o que chamei de Paradigma da Libertação. Por fim, interpreto o testemunho presente em todos esses regimes de saber como um ritual performativo, sugerindo-o como eixo de uma teoria da ação política e de construção de comunidades morais enraizada na secularidade brasileira..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Membro de corpo editorial


2017 - Atual
Periódico: Debates do NER (UFRGS. Impresso)
2017 - Atual
Periódico: Argumentos


Revisor de periódico


2013 - 2015
Periódico: Debates do NER (UFRGS. Impresso)
2012 - 2012
Periódico: Primeiro Estudos - Revista de Graduação em Ciências Sociais
2017 - Atual
Periódico: Journal of Latin American and Caribbean Anthropology
2014 - 2014
Periódico: Journal of Latin American and Caribbean Anthropology
2018 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso)
2014 - 2014
Periódico: Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso)
2014 - Atual
Periódico: Mana (UFRJ. Impresso)
2014 - 2014
Periódico: Sociologias (UFRGS. Impresso)
2018 - Atual
Periódico: Religião e Sociedade
2015 - 2015
Periódico: Religião e Sociedade
2016 - Atual
Periódico: Novos Estudos CEBRAP (Impresso)
2016 - Atual
Periódico: Vibrant (Florianópolis)
2016 - Atual
Periódico: Cadernos de Campo (USP. 1991)
2016 - Atual
Periódico: Pro-Posicoes (UNICAMP. Impresso)
2016 - Atual
Periódico: Horizontes Antropológicos (UFRGS. Impresso)
2017 - Atual
Periódico: Revista Sociologia e Antropologia
2017 - Atual
Periódico: OUTRAS FRONTEIRAS: REVISTA DISCENTE DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRI
2017 - Atual
Periódico: ETNOGRÁFICA (LISBOA
2017 - Atual
Periódico: SEXUALIDAD, SALUD Y SOCIEDAD (RIO DE JANEIRO)
2017 - Atual
Periódico: Material Religion


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Teoria Antropológica.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia da Religião.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Política.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia da ética e da moral.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Sociologia da Educação.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: História das Ciências Sociais.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende BemLê Bem.


Prêmios e títulos


2015
2015 Fellow Institute of Critical Social Inquiry, New School for Social Research.
2011
Bolsista FAPERJ Nota 10, FAPERJ.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
1DULLO, Eduardo2016DULLO, Eduardo. Testemunho: Cristão e Secular. Religião & Sociedade (Impresso), v. 36, p. 85-106, 2016.

2.
6DULLO, Eduardo2016DULLO, Eduardo; Duarte, Luiz Fernando Dias . Introdução ao Dossiê 'Testemunhos'. Religião & Sociedade (Impresso), v. 36, p. 11-18, 2016.

3.
7DULLO, Eduardo;DULLO, EDUARDO;Eduardo Dullo2015DULLO, Eduardo; QUINTANILHA, R. . A sensibilidade secular da política brasileira. Debates do NER (UFRGS. Impresso), v. 1, p. 173-198, 2015.

4.
13DULLO, EDUARDO2015DULLO, EDUARDO. Uma peregrinação pela Antropologia Britânica. Religiao & Sociedade, v. 35, p. 408-412, 2015.

5.
3DULLO, Eduardo;DULLO, EDUARDO;Eduardo Dullo2014 DULLO, Eduardo. Paulo Freire, o testemunho e a pedagogia católica: a ação histórica contra o fatalismo. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso), v. 29, p. 49-61, 2014.

6.
2DULLO, Eduardo;DULLO, EDUARDO;Eduardo Dullo2014 DULLO, Eduardo. Paulo Freire e a produção de subjetividades democráticas: da recusa do dirigismo à promoção da autonomia. Pró-Posições (UNICAMP. Impresso), v. 25, p. 23-43, 2014.

7.
5Montero, Paula2014Montero, Paula ; DULLO, Eduardo . Ateísmo no Brasil: da invisibilidade à crença fundamentalista. Novos Estudos CEBRAP (Impresso), v. 100, p. 57-79, 2014.

8.
9DULLO, Eduardo;DULLO, EDUARDO;Eduardo Dullo2013DULLO, Eduardo. Teixeira, Cesar Pinheiro. A construção social do ex-bandido: um estudo sobre sujeição criminal e pentecostalismo. Debates do NER (UFRGS. Impresso), v. 14, p. 275-282, 2013.

9.
4DULLO, Eduardo;DULLO, EDUARDO;Eduardo Dullo2012 DULLO, Eduardo. Artigo bibliográfico após a (antropologia/sociologia da) religião, o secularismo?. Mana (UFRJ. Impresso), v. 18, p. 379-392, 2012.

10.
8DULLO, Eduardo;DULLO, EDUARDO;Eduardo Dullo2011 DULLO, Eduardo. Uma pedagogia da exemplaridade: a dádiva cristã como gratuidade. Religião & Sociedade (Impresso), v. 31, p. 105-129, 2011.

11.
10DULLO, Eduardo;DULLO, EDUARDO;Eduardo Dullo2011DULLO, Eduardo. Do nominalismo à transcendência em uma antropologia política do PCC. Revista de Antropologia (USP. Impresso), v. 54, p. 1097-1105, 2011.

12.
14DULLO, Eduardo;DULLO, EDUARDO;Eduardo Dullo2010DULLO, Eduardo. LIMA, Diana. Sujeitos e objetos do sucesso: Antropologia do Brasil emergente (Resenha). R@U : Revista de Antropologia Social dos Alunos do PPGAS-UFSCAR, v. 1, p. 183-186, 2010.

13.
12DULLO, Eduardo;DULLO, EDUARDO;Eduardo Dullo2006DULLO, Eduardo. Antropologia da Criança (resenha). Cadernos de Campo (USP), v. 15, p. 166-170, 2006.

14.
11DULLO, Eduardo;DULLO, EDUARDO;Eduardo Dullo2006DULLO, Eduardo. Montero, Paula (org.). Deus na Aldeia: missionários, índios e mediação cultural. Revista de Antropologia (USP. Impresso), v. 49, p. 789-795, 2006.

Capítulos de livros publicados
1.
Montero, Paula ; DULLO, EDUARDO . Brazil: The Invisibility of the Brazilian Bus Campaign. In: Steven Tomlins; Spencer Culham Bullivant. (Org.). The Atheist Bus Campaign: Global Manifestations and Responses. 1ed.Leiden: Brill, 2017, v. 27, p. 51-80.

2.
DULLO, Eduardo. Seriously Enough? Describing or Analysing the Native(s)'s Point of View. In: James G. Carrier. (Org.). After the Crisis: Anthropological thought, neoliberalism and the aftermath. 1ed.London: Routledge, 2016, v. 1, p. 133-153.

3.
DULLO, Eduardo. Política secular e intolerância religiosa na disputa eleitoral. In: Paula Montero. (Org.). Religiões e Controvérsias Públicas: experiências, práticas sociais e discursos. 1ed.São Paulo/Campinas: Terceiro Nome/Unicamp, 2015, v. 1, p. 27-47.

4.
DULLO, Eduardo. Educação, política e religião: Paulo Freire e o Brasil do século XX. In: Delcides Marques;. (Org.). As Ciências Sociais no Nordeste: um desafio: I Semana de Ciências Sociais da UNIVASF. 1ed.Curitiba: CRV, 2012, v. 1, p. 41-52.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
DULLO, Eduardo. Uma pedagogia da exemplaridade: a dádiva cristã como gratuidade. In: 27° Reunião da Associação Brasileira de Antropologia, 2010, Belém. 27° RBA. não consta: não consta, 2010. v. 1. p. 1-20.

2.
DULLO, Eduardo. Uma pedagogia da exemplaridade: a dádiva cristã como gratuidade. In: 27° Reunião Brasileira de Antropologia, 2010, Belém. em preparação, 2010. v. 1. p. 1-25.

3.
DULLO, Eduardo. Políticas de Inclusão e (de) Salvação: estratégias católicas de inclusão e mobilidade social. In: Congresso Brasileiro de Sociologia, 2009, Rio de Janeiro. Congresso Brasileiro de Sociologia, 2009. v. único. p. 1-32.

4.
DULLO, Eduardo. A 'socialização nos valores' e a 'formação da consciência': a abordagem de um Centro Social católico na periferia de São Paulo. In: 32 Encontro Anual da ANPOCS, 2008, Caxambu. 32 Encontro Anual da ANPOCS. São Paulo: Anpocs, 2008. v. 1. p. 1-30.

5.
DULLO, Eduardo. Religiosos e camadas populares: atuação social e alteridade. In: XIV Jornadas sobre Alternativas Religiosas en américa Latina Religiones/Cultura, 2007, Buenos Aires. XIV Jornadas sobre Alternativas Religiosas en América Latina Religiones/Cultura, 2007. p. 1-16.

6.
DULLO, Eduardo. Modelos em Relação. Ou como o individualismo não acaba com a hierarquia.. In: 25 Reunião Brasileira de Antropologia, 2006, Goiânia. 25 Reunião Brasileira de Antropologia, 2006.

7.
DULLO, Eduardo. Posições sociais do feminino: corpo, juventude e família. In: 1° Simpósio Brasileiro de Gênero e Mídia, 2005, Curitiba. 1° Simpósio Brasileiro de Gênero e Mídia, 2005.

8.
DULLO, Eduardo. Juventude: corpo e gênero em duas posições sociais. In: Congreso Latino Americano de Sociologia (ALAS), 2005, Porto Alegre. XXV Congreso LatinoAmericano de Sociologia, 2005.

9.
DULLO, Eduardo; SEGURADO, R. . A corporalidade, a subjetivação e o biopoder frente a dois discursos. In: Seminário Internacional Michel Foucault, 2004, Florianópolis. Seminário Internacional Michel Foucault, 2004.

10.
DULLO, Eduardo. Pesquisa Revista Sociologia: Comunicação Coordenada. In: Comemoração do Projeto 70 anos da FESPSP, 2003, São Paulo. Comemoração do Projeto 70 anos da FESPSP, 2003.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
DULLO, Eduardo. Juventude, Corpo e Gênero: análise comparativa de duas classes sociais. In: XII Congresso Brasileiro de Sociologia, 2005, Belo Horizonte. XII Congresso Brasileiro de Sociologia, 2005.

2.
DULLO, Eduardo. Juventude, corpo e gênero: análise comparativa de duas posições sociais. In: Simpósio Internacional de Iniciação Científica (SIICUSP), 2005, São Paulo. 13° Simpósio Internacional de Iniciação Científica, 2005.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
DULLO, Eduardo. Testemunhos: experiência, narrativa e verdade no Paradigma da Libertação. In: IV Reunião Equatorial de Antropologia e XIII Reunião de Antropólogos do Norte e Nordeste, 2013, Fortaleza. Saberes locais e experiências transnacionais: interfaces do fazer antropológico. Fortaleza: -, 2013. v. 1. p. 234-234.

2.
DULLO, Eduardo. Formando 'bons cristãos e fiéis cidadãos': atuação social católica com crianças e adolescentes. In: Reunião de Antropologia do Mercosul, 2007, Porto Alegre. Reunião de Antropologia do Mercosul/ GT 25, 2007.

3.
DULLO, Eduardo. 'Bons cristãos e fiéis cidadãos': políticas educacionais e interfaces entre religião e cidadania. In: 31 Encontro Anual da ANPOCS, 2007, Caxambu. 31 Encontro Anual da ANPOCS, 2007. p. 121-121.

4.
DULLO, Eduardo. Religiosos e camadas populares: atuação social e alteridade. In: XIV Jornadas sobre Alternativas Religiosas en América Latina, 2007, Buenos Aires. XIV Jornadas sobre Alternativas Religiosas en América Latina, 2007. p. 89-89.

5.
DULLO, Eduardo. Corpo e subjetividade das jovens na sociedade de consumo. In: Simpósio Internacional de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo, 2004, São Paulo. 12_o SIICUSP, 2004.

Apresentações de Trabalho
1.
DULLO, EDUARDO. The scale of the problem: political representation beyond Church and State. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
DULLO, Eduardo. Testemunho: secular e cristão. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
DULLO, EDUARDO. Catholic Secularity and Politics of Social Inclusion: Ethical Subjects between Exemplarity and Gratuity in Brazil. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
DULLO, EDUARDO. Testimonies as futures past and the historicity of Christian testimony in Brazilian society. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
DULLO, Eduardo. Catholic Secularity and Politics of Social Inclusion: Ethical Subjects between Exemplarity and Gratuity in Brazil. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
DULLO, Eduardo. Controvérsias públicas: multiplicando perspectivas sobre religião e política. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
DULLO, Eduardo. Perspectiva, crítica e relação. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

8.
DULLO, Eduardo. Novas gerações de pesquisas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
DULLO, Eduardo. Liberdade religiosa, Estado Laico e Educação. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
DULLO, Eduardo. Seriously enough?. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
DULLO, Eduardo. Transforming subjectivities and developing the nation: Utopianism or valid premises for the 21st Century. A view from Paulo Freire's critical pedagogy.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
DULLO, Eduardo. ?Catholic Secularity and Politics of Social Inclusion in Brazil: Moral Pedagogies of Exemplarity and Gratuity. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
DULLO, Eduardo. A public controversy concerning women?s vocations: mother and/or teacher. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

14.
DULLO, Eduardo. Estado Laico: o que é e para que serve?. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
DULLO, Eduardo. Testemunhos: experiência, narrativa e verdade no Paradigma da Libertação. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
DULLO, Eduardo. Paulo Freire e a mundanização do catolicismo brasileiro. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
DULLO, Eduardo. Seriously enough? Describing or analyzing the native(s) point of view.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
DULLO, Eduardo. A luta de Paulo Freire contra o fatalismo: a educação para a ação histórica. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

19.
DULLO, Eduardo. A pedagogia política de Paulo Freire: notas a partir de seus fundamentos católicos.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
DULLO, Eduardo. Uma pedagogia da exemplaridade: a dádiva cristã como gratuidade. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
DULLO, Eduardo. Religião e Globalização. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
DULLO, Eduardo. Horizontes relacionais da análise empírica sobre "classes populares". 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

23.
DULLO, Eduardo. Religião no público e cidadania no privado. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

24.
DULLO, Eduardo. Mediador de Mesa Redonda (Corpo, Gênero e Sexualidade). 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

25.
DULLO, Eduardo. Juventude, corpo e gênero: análise comparativa de duas posições sociais. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

26.
DULLO, Eduardo. Pesquisa Revista Sociologia - comunicação coordenada. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
DULLO, Eduardo; LOECK, J. ; ECKERT, C. . Imagens e Imaginários da Juventude. Porto Alegre: BIEV-Navisual-PPGAS/IFCH/UFRGS, 2017 (Organização de Dossiê).

2.
DULLO, Eduardo; Jardel Loeck . Apresentação. Porto Alegre: BIEV-Navisual-PPGAS/IFCH/UFRGS, 2017 (Apresentação de Dossiê).

3.
DULLO, Eduardo; Duarte, Luiz Fernando Dias . 'Testemunhos'. Rio de Janeiro: ISER, 2016 (Organização de Dossiê).

4.
REINHARDT, B. ; DULLO, Eduardo . Apresentação. São Paulo, 2011. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

5.
DULLO, Eduardo; REINHARDT, B. . Reflexões sobre Crueldade e Tortura. São Paulo: UNIFESP, 2011. (Tradução/Artigo).

6.
DULLO, Eduardo. Como se transforma o símbolo da mudança?. Buenos Aires: UNSAM, 2010 (Comentários ao texto de Carina Balladares).

7.
REINHARDT, B. ; DULLO, Eduardo . A construção da religião como uma categoria antropológica. São Paulo: Cadernos de Campo, 2010. (Tradução/Artigo).


Demais tipos de produção técnica
1.
DULLO, EDUARDO; MACHADO, C. B. . Manifestações políticas religiosas e seculares: outro olhar sobre as ruas brasileiras. 2016. (Coordenação de GT).

2.
DULLO, Eduardo. Controvérsias religiosas na contemporaneidade: demandas juvenis e tomada de posição política. 2016. (Debatedor do Simpósio de Pesquisa Pós-Graduada).

3.
DULLO, Eduardo; Marques, Delcides . Testemunho, verdade e articulações societárias. 2013. (Coordenação de GT).

4.
DULLO, Eduardo. Educação, política e religião: Paulo Freire e o Brasil do século XX. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
DULLO, Eduardo; Marques, Delcides . Variações da Experiência Religiosa. 2012. (Coordenação de GT).

6.
DULLO, Eduardo; Marques, Delcides . Antropologia do Secularismo e da Modernidade Religiosa. 2011. (Coordenação de GT).

7.
DULLO, Eduardo. Religião e Globalização. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

8.
DULLO, Eduardo; BALLADRES, C. . Diálogos Latinoamericanos sobre Modos y Experiencias de Vida de Sectores Populares. 2009. (Coordenação de GT).

9.
DULLO, Eduardo; SEGURADO, R. ; VILELA, M. C. ; PUGLIESE, GABRIEL . O Pensamento de Michel Foucault no ensino superior: o saber e o exercício da liberdade. 2004. .

Demais trabalhos
1.
DULLO, Eduardo; VILELA, M. C. . Revista Sociologia. 2003 (Pesquisa histórico-sociológica) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
DULLO, Eduardo; QUADROS, M. T.; CAMPOS, R. B. C.. Participação em banca de Alana Sá Leitão Souza. "Tia, o que é religião??: Religião, moral e corpo entre crianças na cidade mais evangélica do Brasil. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Antropologia) - Universidade Federal de Pernambuco.

2.
DULLO, Eduardo; Duarte, Luiz Fernando Dias; Facina, Adriana. Participação em banca de Anna Marianne Jean-Pierre Natacha Massoz. Trajetórias e aspirações de estudantes de um curso preparatório para a pós-graduação em uma comunidade da periferia do RJ. 2014. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Teses de doutorado
1.
Montero, Paula; CAMPOS, R. B. C.; ALMEIDA, H. B.; MELO, R. S.; DULLO, Eduardo. Participação em banca de Leonardo Siqueira Antonio. Entre as injustiças e os sofrimentos: uma etnografia dos modelos societários produzidos por programas televisivos religiosos. 2018. Tese (Doutorado em Ciência Social (Antropologia Social)) - Universidade de São Paulo.

2.
DULLO, Eduardo; ORO, A. P.; RIETH, F. M. S.; ANJOS, J. C. G.. Participação em banca de Marília Floôr Kosby. ALMA-CAROÇO: Peregrinações com cabras negras pelo extremo sul do Brasil. 2017. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
DULLO, Eduardo; JARDIM, D.; PEREIRA NETO, F.. Participação em banca de Norberto Decker Neto. Nessa terra somos todos migrantes: interfaces entre religião, acolhida humanitária e políticas de imigração no Brasil de ontem e de hoje. 2017. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Qualificações de Doutorado
1.
DULLO, Eduardo; Vilaça, Helena; WEISS, R. A.. Participação em banca de Ana Carine Cerva. O Culto à Rainha Santa Isabel: Reflexões sobre Religião, Catolicismo e Pós-Secularização em Portugal. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
DULLO, Eduardo; REINHARDT, B.; GIUMBELLI, E.. Participação em banca de Fernanda Heberle. Associações entre religião, cultura e arte do espaço público: um estudo a partir dos novos museus afro-brasileiros. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós- graduação em Antropologia Social- PPGAS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
DULLO, Eduardo; CHIESA, G.; STEIL, C. A.. Participação em banca de Juliano Florczak Almeida. Atos dos bons samaritanos - vida de religiosos católicos e dimensões de suas práticas de cura. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós- graduação em Antropologia Social- PPGAS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Qualificações de Mestrado
1.
DULLO, Eduardo; SANSONE, L.; Fernando Firmo. Participação em banca de Karin Lucy de Russi. Mário Juruna, Deputado Federal (1983-1987): um Xavante na Assembleia dos Brancos. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

2.
DULLO, Eduardo; FACHINETTO, R. F.; WEISS, R. A.. Participação em banca de Jonatán Javier Rubio Méndez. Feminismo Islámico: análisis da la lucha de género por la igualdad de derechos, en relación a un pensamiento lésbico-feminista medio oriental. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
DULLO, Eduardo; Montero, Paula; SCHRITZMEYER, A. L. P.. Participação em banca de Helena de Morais Manfrinato. Deuses e Césares nos autos judiciais: uma reflexão sobre o Islã na esfera pública. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Social (Antropologia Social)) - Universidade de São Paulo.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
DULLO, Eduardo; Jardel Loeck; ECKERT, C.. Participação em banca de Detamar Antônio da Rocha.Estudo antropológico sobre a presença das drogas como riscos entre adolescentes: experiências de famílias e seus dilemas cotidiano. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
DULLO, EDUARDO; MACIEL, M. E.; SILVA, P. K.. Participação em banca de Aline Lopes Rochedo."Eu me sinto no topo do mundo usando lolita": individualidade e produção do feminino através de uma moda urbaname sinto no topo do mundo usando lolita": individualidade e produção do feminino através de uma moda urbana. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
DULLO, Eduardo; Damo, Arlei Sander. Participação em banca de Murilo Gelain Gonçalves.Funk ostentação: narrativas, experiências e performances. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
DULLO, Eduardo. Membro da Comissão de Seleção de bolsista PNPD, Departamento de Antropologia. 2017. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
DULLO, EDUARDO. Membro da comissão julgadora da sessão Religião e Sociedade do XXVIII Salão de Iniciação Científica da UFRGS. 2016. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
DULLO, EDUARDO. Membro da comissão julgadora da sessão Especial Humanas do XXVIII Salão de Iniciação Científica da UFRGS. 2016. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
30a Reunião Brasileira de Antropologia. Coordenação de GT. 2016. (Congresso).

2.
40o Encontro Anual da ANPOCS. Controvérsias públicas: multiplicando perspectivas sobre religião e política. 2016. (Congresso).

3.
A postsecular age?. Catholic Secularity and Politics of Social Inclusion: Ethical Subjects between Exemplarity and Gratuity in Brazil. 2016. (Congresso).

4.
EASA2016: Anthropological legacies and human futures. Testimonies as futures past and the historicity of Christian testimony in Brazilian society. 2016. (Congresso).

5.
Jornadas NER 20 anos.Novas gerações de pesquisas. 2016. (Encontro).

6.
Religiões e Controvérsias Públicas: Experiências, práticas sosociais e discursos.Política Secular e intolerância religiosa. 2014. (Seminário).

7.
SLAS Conference. The democratization of education in the first half of the twentieth-century Brazil: the creation of public secular schools. 2014. (Congresso).

8.
1 Simpósio Internacional da ABHR Sudeste.Política Secular e intolerância religiosa nas eleições municipais de São Paulo. 2013. (Simpósio).

9.
Reunião Equatorial de Antropologia (REA) e ABANNE. Testemunhos: experiência, narrativa e verdade no Paradigma da Libertação. 2013. (Congresso).

10.
28 Reunião Brasileira de Antropologia. Paulo Freire e a Mundanização do catolicismo brasileiro. 2012. (Congresso).

11.
I Jornada Religiosa do NERP/UFPE.Desconstruir abjetos culturais. 2012. (Seminário).

12.
III Seminário de Iniciação Científica.Avaliador da Mesa Religião e Sociedade. 2011. (Seminário).

13.
Reunião Equatorial de Antropologia (REA). A pedagogia política de Paulo Freire: notas a partir de seus fundamentos católicos.. 2011. (Congresso).

14.
Seminário Aberto do Etno-História.A luta de Paulo Freire contra o fatalismo: a educação para a ação histórica. 2011. (Seminário).

15.
27° Reunião Brasileira de Antropologia. Uma pedagogia da exemplaridade: a dádiva cristã como gratuidade. 2010. (Congresso).

16.
Reunião de Antropologia do Mercosul. Horizontes relacionais da análise empírica sobre as 'classes populares'. 2009. (Congresso).

17.
XIV Congresso Brasileiro de sociologia. Políticas de inclusão (e) de salvação: estratégias católicas de inclusão e mobilidade social. 2009. (Congresso).

18.
32 Encontro Anual da ANPOCS. A 'socialização nos valores' e a 'formação da consciência': a abordagem de um Centro Social católico na periferia de São Paulo. 2008. (Congresso).

19.
Graduação em Campo: Seminários de Antropologia Urbana.Tratejos e trajetórias urbanas. 2008. (Seminário).

20.
31° Encontro Anual da ANPOCS.Bons cristãos e fiéis cidadãos: políticas educacionais e interfaces entre religião e cidadania. 2007. (Encontro).

21.
Jornada Conjunta de Alunos.Religião no espaço público e cidadania no privado?. 2007. (Outra).

22.
Reunião de Antropologia do Mercosul. Formando 'bons cristãos e fiéis cidadãos': atuação social católica com crianças e adolescentes. 2007. (Congresso).

23.
XIV Jornadas sobre Alternativas Religiosas en America Latina.Religiosos e camadas populares: atuação social e alteridade. 2007. (Outra).

24.
25 Reunião Brasileira de Antropologia. Modelos em Relação. Ou como o individualismo não acaba com a hierarquia.. 2006. (Congresso).

25.
1° Simpósio Brasileiro de Gênero e Mídia.Posições sociais do feminino: corpo, juventude e família. 2005. (Simpósio).

26.
13° Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP.Juventude, corpo e gênero: análise comparativa de duas posições sociais. 2005. (Simpósio).

27.
Inclusão/Exclusão e a construção de identidades. 2005. (Outra).

28.
XII Congresso Brasileiro de Sociologia. XII Congresso Brasileiro de Sociologia. 2005. (Congresso).

29.
Juventude e Sociedade: Trabalho, Cultura e Participação. 2004. (Outra).

30.
Juventude e Sociedade - Trabalho, Educação Cultura e Participação. 2004. (Outra).

31.
Seminário Internacional Michel Foucault: Perspectivas.A corporalidade, a subjetivação e o biopoder frente a dois discursos. 2004. (Seminário).

32.
Simpósio Internacional de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo.Corpo e subjetividade das jovens na sociedade de consumo. 2004. (Simpósio).

33.
XXIV Reunião Brasileira de Antropologia. 2004. (Congresso).

34.
XXVIII Encontro Anual da ANPOCS. 2004. (Encontro).

35.
XVII Encontro Anual da ANPOCS. 2003. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Montero, Paula ; DULLO, Eduardo ; Teixeira, Jacqueline . Religiões e Controvérsias Públicas: experiências, práticas sociais e discursos. 2014. (Outro).

2.
DULLO, Eduardo. Seminário Interno dos Alunos do PPGAS/Museu Nacional. 2009. (Congresso).

3.
DULLO, Eduardo; ARRUDA, B. ; MARQUES, B. ; CAMPOY, L. ; BANAGGIA, G. ; VON der WEID, O. ; FREIRE, B. ; GRUNVALD, V. ; SOARES, C. . Jornada Conjunta dos Alunos do PPGSA (IFCS), PPGAS (Museu Nacional) e PPGSCP (IUPERJ/UCAM). 2007. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Mayane Haushahn Bueno. Sob definição. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Emili Almeida da Conceição. A definir. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Humberto Dorneles Breunig. Práticas e teorias de ensino e aprendizagem: a educação religiosa cristã. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Bolsa de Iniciação Científica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
Bruno Guilhermano Fernandes. Monitoria Antropologia da Política. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Aline Lopes Rochedo. "Eu me sinto no topo do mundo usando lolita": individualidade e produção do feminino através de uma moda urbana. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Carlos Eduardo Valente Dullo.

Orientações de outra natureza
1.
Julia da Rosa Leite. Monitoria no curso Antropologia: Desafios Contemporâneos. 2017. Orientação de outra natureza. (Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Bolsa de Monitoria da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Carlos Eduardo Valente Dullo.



Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
4DULLO, Eduardo;DULLO, EDUARDO;Eduardo Dullo2012 DULLO, Eduardo. Artigo bibliográfico após a (antropologia/sociologia da) religião, o secularismo?. Mana (UFRJ. Impresso), v. 18, p. 379-392, 2012.


Apresentações de Trabalho
1.
DULLO, Eduardo. Estado Laico: o que é e para que serve?. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
DULLO, Eduardo. Liberdade religiosa, Estado Laico e Educação. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).



Outras informações relevantes


1. Aprovado no concurso público para provimento de um cargo de Professor Doutor, ref. MS-3, em RDIDP, no Departamento de Antropologia da USP, área de Religiosidade Popular e Instituição Religiosa/ Teoria Antropológica, edital FLA n.034/2013.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/11/2018 às 5:36:30