Guilhermo André Aderaldo

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1930095497711385
  • Última atualização do currículo em 04/10/2018


Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista - UNESP (2004) com ênfase nas áreas de sociologia e antropologia; mestrado em antropologia social pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2008) - onde realizou uma pesquisa sobre a representação da violência no campo da televisão brasileira - e doutorado pelo programa de pós graduação em antropologia social da Universidade de São Paulo - PPGAS - USP (2013), com uma pesquisa a respeito das disputas classificatórias ligadas às produções e exibições audiovisuais de coletivos culturais videoativistas vinculados às regiões "periféricas" de São Paulo. Realizou estágio sanduiche na École Des Hautes Études En Sciences Sociales - EHESS (Paris/França), sob co-direção do Prof. Dr. Michel Agier por um ano, entre 2011 e 2012. Atualmente é pós doutorando do PPGAS-USP, sob supervisão da professora Drª Heloísa Buarque de Almeida. Também realizou estágio de pesquisa por um ano junto ao departamento de antropologia da Universidad de Buenos Aires - UBA, sob a supervisão da professora Drª Alícia Inês Martín. O pesquisador é membro do GEAC/USP (Grupo de Estudos de Antropologia da Cidade), coordenado pelo professor Dr. Heitor Frúgoli Jr, assim como do Urbandata Brasil, coordenado pela professora Drª Bianca Freire-Medeiros. É autor do livro: "Reinventando a cidade: uma etnografia das lutas simbólicas entre coletivos culturais vídeo-ativistas nas 'periferias' de São Paulo" (Annablume, 2017) e atua, principalmente, nos seguintes temas: antropologia urbana, antropologia dos territórios e mobilidades e práticas culturais juvenis. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Guilhermo André Aderaldo
Nome em citações bibliográficas
ADERALDO, Guilhermo;ADERALDO, GUILHERMO

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Antropologia.
Av. Prof. Luciano Gualberto, 315 ? Cidade Universitária - São Paulo - SP
Butantã
05508010 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 30913779
Fax: (11) 30913163
URL da Homepage: http://www.fflch.usp.br/da/


Formação acadêmica/titulação


2009 - 2013
Doutorado em Ciência Social (Antropologia Social).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
com período sanduíche em Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales (Orientador: Michel Agier - Com bolsa PDEE/Capes).
Título: Reinventando a ?cidade?: disputas simbólicas em torno da produção e exibição audiovisual de ?coletivos culturais? em São Paulo., Ano de obtenção: 2013.
Orientador: Heitor Frúgoli.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Audiovisual; Periferia; Sociabilidade urbana; Centro; Cidade.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Da Cidade.
Setores de atividade: Educação.
2005 - 2008
Mestrado em Antropologia Social.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Das ruas à tela: a representação da violência na mídia eletrônica,Ano de Obtenção: 2008.
Orientador: Maria Filomena Gregori.
Coorientador: Alexandre Bergamo Idargo.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Telejornalismo; violência; Televisão; Mídia-Aspectos sociais; Televisão-Aspectos sociais; Comunicação de massa.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Urbana / Especialidade: Antropologia da comunicação.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Urbana.
2000 - 2004
Graduação em Ciencias Sociais.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: O discurso da violencia na televisão uma abordagem acerca das representações simbólicas no jornalismo policial.
Orientador: Marcos César Alvarez.


Pós-doutorado


2014
Pós-Doutorado.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Urbana.
2017 - 2018
Pós-Doutorado.
Universidad de Buenos Aires, UBA, Argentina.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Urbana.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia da política.


Formação Complementar


2018 - 2018
Mapeo Colectivo: Recursos-Investigación sobre territórios. (Carga horária: 16h).
Centro Cultural Ricardo Rojas, CCRJ, Argentina.
2017 - 2017
Gênero e sexualidades desde perspectivas Queer. (Carga horária: 24h).
Serviço Social do Comércio (SESC), SESC, Brasil.
2016 - 2016
Minicurso Arte e Política. (Carga horária: 6h).
Associação Brasileira de Antropologia, ABA, Brasil.
2016 - 2016
Território e Identidade nas geografias contemporâneas. (Carga horária: 5h).
Serviço Social do Comércio (SESC), SESC, Brasil.
2016 - 2016
Ativismo artístico em um mundo em crise. (Carga horária: 12h).
SESC-SP, SESC, Brasil.
2015 - 2015
Processos criativos e estéticos. (Carga horária: 12h).
SESC-SP, SESC, Brasil.
2013 - 2013
Como Fazer Um Vídeo Documentário. (Carga horária: 3h).
É Nois Escola Livre de Conteúdo, É NOIS, Brasil.
2003 - 2003
Nietzsche e a modernidade. (Carga horária: 12h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2003 - 2003
Comunicação científica: subsídios ao uso de multim. (Carga horária: 6h).
UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA, UNESP - FRANCA, Brasil.
2002 - 2002
Curso "A filosofia da existência e a tragédia moderna". (Carga horária: 20h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2000 - 2000
Treinamento de pesquisa (DataUff/Jornal do Brasil). (Carga horária: 72h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.


Atuação Profissional



Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Pós doutorado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2009 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista doutorado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pós doutorando, Carga horária: 8, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsista de pós doutorado - Fundação de Amparo à Ciência do Estado de São Paulo (FAPESP)

Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador colaborador
Outras informações
Colaboração em pesquisa coletiva do Grupo de Estudos em Antropologia da Cidade (GEAC) sob a coordenação do professor Dr. Heitor Frúgoli Jr.

Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 4
Outras informações
Atuação como docente (pós-doutorando) responsável pela disciplina "Tópicos de antropologia urbana", ministrada aos alunos de graduação em Ciências Sociais na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo/USP

Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Palestrante em disciplina da pós graduação, Carga horária: 8
Outras informações
Realizei duas exposições de minha tese de doutoramento na disciplina "Cidade e relação: sociabilidade, situação, plano local", ministrada pelo prof. Dr. Heitor Frúgoli Jr.

Vínculo institucional

2009 - 2013
Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Pesquisador - Doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estágio supervisionado à docência-Assistente, Carga horária: 6
Outras informações
Execução de atividades de plantão de dúvidas, organização, formulação de debates e realização de uma aula sob supervisão do prof. Dr. Heitor Frúgoli Jr. no curso de Introdução à Antropologia para alunos de Psicologia

Atividades

10/2016 - Atual
Extensão universitária , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Atividade de extensão realizada
Curso de Extensão: Antropologia da cidade: ativismos, táticas e insurgências.
11/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

03/2009 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Linhas de pesquisa
Antropologia Urbana
03/2016 - 07/2016
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos de Antropologia Urbana
02/2009 - 10/2013
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Linhas de pesquisa
Antropologia da Política

Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, França.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador visitante, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Atuei na condição de pesquisador visitante, sob a supervisão do prof. Dr. Michel Agier, junto ao Centre D'Études Africaines, vinculado à École Des Hautes Études En Sciences Sociales (EHESS), em Paris/França.


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2008
Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Mestrado Acadêmico, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Outro (especifique) estudante, Carga horária: 5


Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2000
Vínculo: Entrevistador - pesquisa, Enquadramento Funcional: Entrevistador, Carga horária: 20
Outras informações
Atuação como entrevistador em pesquisa de opinião coordenada pelo instituto DataUff nas cidades de Curitiba-PR e São Paulo-SP


Grupo de Estudos de Antropologia da Cidade (GEAC/USP), GEAC, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador
Outras informações
Atuação como pesquisador do Grupo de Estudos de Antropologia da Cidade (GEAC/USP), coordenado pelo professor Dr. Heitor Frúgoli Jr. no departamento de antropologia da Universidade de São Paulo.


Universidad de Buenos Aires, UBA, Argentina.
Vínculo institucional

2017 - 2018
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador de pós-doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Atuação como pós-doutorando do departamento de antropologia da Universidad de Buenos Aires (UBA), sob supervisão da professora Drª Alícia Inês Martín


Urbandata, URBANDATA, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Pesquisador Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 4
Outras informações
Atuação como pesquisador colaborador na construção de uma base de dados sobre as representações de São Paulo nas pesquisas acadêmicas



Linhas de pesquisa


1.
Antropologia Urbana

Objetivo: Esta linha de pesquisa envolve o estudo de grupos e instituições sociais, processos culturais e dinâmicas espaciais no contexto urbano contemporâneo..
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
Palavras-chave: Cidade; Segregação sócio espacial; Representações da violência; Movimentos culturais urbanos.
2.
Práticas culturais juvenis

Objetivo: Esta linha caracteriza-se pela elaboração de pesquisas que tenham como foco o exame das formas de sociabilidade juvenis e seus desdobramentos em termos de práticas culturais e políticas.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
Palavras-chave: Antropologia das Formas Expressivas; Artes Visuais; Globalização; Movimentos culturais urbanos; Sociabilidade urbana.
3.
Territórios, tecnologias comunicativas e novas modalidades de associativismo

Objetivo: O objetivo desta linha é a análise aprofundada das relações estabelecidas entre o uso de novos dispositivos de comunicação em rede e a produção de concepções relacionais dos territórios urbanos. Trata-se, portanto, de refletir sobre o modo como as novas tecnologias vem possibilitando a integração simbólica de territórios espacialmente descontínuos..
Grande área: Ciências Humanas
Palavras-chave: Antropologia das Formas Expressivas; Audiovisual; Globalização; Territorialidade.
4.
Antropologia da Política

Objetivo: Estudo das dimensões políticas da vida social, focalizando a formação de comunidades políticas, a constituição de novos sujeitos de direitos e as regras e valores que produzem a política como domínio específico..
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
Palavras-chave: Segregação sócio espacial; movimentos sociais; Redes.


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Mapeos tácticos y representaciones insurgentes de los territorios contemporáneos: un análisis etnográfico
Descrição: Todos los mapas corresponden a recortes del mundo. Recortes estos que, a su vez, se basan en perspectivas particulares y se fundamentan en intereses (políticos, culturales, económicos) específicos relacionados con el territorio. Mapas fijan representaciones sobre bienes y recursos de la tierra, mientras congelan (y invisibilizan) las dinámicas socio espaciales que caracterizan a las regiones mapeadas en su vida cotidiana. De esta manera las cartografías nominan y producen regímenes de visibilidad muchas veces arbitrarios, en la medida que ignoran a las formas populares y no ortodoxas de representación espacial. Atentos a esta realidad y a sus efectos de poder, distintas asociaciones, colectivos y grupos activistas de todo el mundo, han hecho el uso de las tecnologías digitales y de los certificados de derechos intelectuales de código abierto (como Creative Commons), con el fin de producir y hacer circular cartografías participativas/críticas capaces de ejercer efectos contra hegemónicos, en la medida que atribuyen visibilidad a una serie de procesos políticos y no necesariamente "geográficos" los cuales se quedan invisibles en los mapeos oficiales. Teniendo como referencia a estos enfrentamientos vinculados a distintas (y concurrentes) formas de concebir la relación entre visualidad, poder y tácticas de representación y ocupación territorial, la propuesta de esta investigación será la de acompañar, en particular, la actuación de lo colectivo Iconoclasistas. Un dúo argentino dedicado a el desarrollo de métodos y técnicas de mapeo crítico junto a distintos grupos y movimientos sociales. .
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Ima(r)ginários urbanos: estética e política nas práticas e representações coletivas de realizadores visuais nas metrópoles contemporâneas
Descrição: Este projeto de pós-doutorado tem como objetivo perscrutar as ações e relações que vêm sendo desenvolvidas por uma diversidade de atores dedicados a práticas de intervenção visual politicamente orientadas em variados territórios, geralmente localizados nos grandes centros metropolitanos. Buscarei, no decorrer da pesquisa, compreender o campo de possibilidades responsável por modular o engajamento desses sujeitos em torno de associações coletivas (ou ?coletivos?) voltadas a iniciativas de visibilização e fortalecimento de imaginários alternativos àqueles comumente reproduzidos pelos veículos de comunicação hegemônicos ou pelas ?vozes oficiais? vinculadas aos poderes públicos, no tocante à interpretação do sentido social/simbólico das fronteiras urbanas e seus desdobramentos políticos. Por meio da reconstituição etnográfica das redes de relações, intervenções e trajetórias pessoais dos agentes pesquisados, intenciono apontar para o modo pelo qual, nos últimos anos, deparamo-nos com o aprofundamento de uma verdadeira batalha narrativa e iconográfica em torno do significado da categoria ?cidade?..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2013
Reinventando a ?cidade?: disputas simbólicas em torno da produção e exibição audiovisual de ?coletivos culturais? em São Paulo
Descrição: A presente pesquisa tem como principal interesse compreender o modo pelo qual a relativa democratização do acesso a dispositivos de comunicação (sobretudo audiovisuais), em um contexto animado por expressivas mudanças nos paradigmas responsáveis pela orientação de políticas culturais e sociais no Brasil, têm gerado condições para a produção e o fortalecimento de novos imaginários sobre a cidade e suas divisões, os quais vêm estimulando leituras concorrenciais relacionadas às distintas interpretações dadas à fronteira que regula o cruzamento entre as noções de ?centro? e ?periferia?. Para tanto, centra-se na investigação das relações e representações envoltas em torno do Coletivo de Vídeo Popular (CVP). Uma rede formada por diversas associações (coletivos) cuja integração decorre de vínculos entre conjuntos heterogêneos de pessoas interessadas no uso de ferramentas audiovisuais como forma de ?ocupação? de espaços urbanos precários. Ao analisar o campo de relações e disputas simbólicas nos quais esses agentes se engajam, atentando para o modo como as noções de ?centro? e ?periferia? aparecem em variados contextos interacionais, pretende-se compreender as inúmeras implicações ligadas à polissemia desses conceitos e ao modo como os mesmos podem ser utilizados ?taticamente? em distintas ?situações sociais?..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2012
Abordagens etnográficas sobre o bairro da Luz (São Paulo): gentrification em questão na antropologia
Descrição: Pretende-se realizar abordagens etnográficas periódicas e de caráter coletivo sobre o bairro da Luz, situado numa confluência entre processos de preservação patrimonial de instituições culturais, intervenções urbanísticas (que incluem a recente demolição de casas e estabelecimentos tradicionalmente destinados a uma população mais pobre) e um uso histórico por partes das classes populares, incluindo a existência de dezenas de pessoas em situação de rua nos espaços públicos, dependentes do consumo de crack, o que ajuda a criar uma forte esfera de estigmatização local. O principal objetivo desse projeto é contribuir, com base no tipo de etnografia a ser realizada e nas especificidades do caso estudado, para uma reflexão antropológica sistemática sobre questões relacionadas ao alcance do conceito de gentrification..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Guilhermo André Aderaldo - Integrante / Bianca Barbosa Chizzolini - Integrante / Carlos Roberto Filadelfo de Aquino - Integrante / Enrico Spaggiari - Integrante / Inácio de Carvalho Dias de Andrade - Integrante / Laís Silveira - Integrante / Marina Aparecida Capusso - Integrante / Giancarlo Marques Carraro Machado - Integrante / Bruno Puccinelli - Integrante / Heitor Frúgoli Júnior - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2005 - 2008
A representação da violência na mídia eletrônica brasileira
Descrição: Ao pensarmos no modo pelo qual a violência costuma ser representada na televisão brasileira, é comum que a concentração da análise se estabeleça sobre os efeitos políticos e sociais produzidos pelos programas tradicionalmente voltados a esse tipo de notícia. No entanto, a busca de um olhar antropológico acerca dos processos de sociabilidade e das disputas ligadas à distribuição desigual de prestígio entre os agentes ligados ao campo da televisão, permitiu a essa pesquisa identificar a importância de compreendermos a lógica própria que rege as relações sociais no veículo e os efeitos diretos que ela tem sobre o modo pelo qual os agentes em seu interior se utilizam da violência como ferramenta de capitalização de suas próprias presenças no meio, de acordo com os diferentes estados do campo televisivo. Desse modo, tornou-se possível identificar de que forma as lutas internas ligadas ao campo da televisão sustentam os modos através dos quais o tema da violência é representado em seu interior..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2016 - Atual
Antropologia da cidade: ativismos, táticas, insurgências

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Heitor Frúgoli Junior em 16/08/2016.
Descrição: Curso de atualização "Antropologia da cidade: ativismos, táticas, insurgências". O objetivo é examinar distintas formas contemporâneas de apropriação do espaço público urbano, com um foco etnográfico na cidade de São Paulo. Através da discussão de textos clássicos e recentes, o curso visa fornecer aos alunos um instrumental analítico baseado na antropologia da cidade e lhes permitirá refletir sobre temáticas de grande relevância política e teórica na vida metropolitana contemporânea, tais como graffiti, pixações, ativismo urbano e gentrificação. Além de aulas tradicionais, as atividades contarão com práticas como uma incursão etnográfica em distintos locais da cidade e uma discussão aprofundada com membros de coletivos culturais urbanos..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Guilhermo André Aderaldo - Integrante / Bianca Barbosa Chizzolini - Integrante / Heitor Frúgoli Júnior - Coordenador / Gabriela Leal - Integrante.


Membro de corpo editorial


2013 - 2014
Periódico: Espaço Novos Debates
2009 - 2010
Periódico: Cadernos de Campo (USP)


Revisor de periódico


2015 - 2015
Periódico: Revista Mediações (UEL)
2015 - 2015
Periódico: Revista Enfoques (Rio de Janeiro)
2015 - 2015
Periódico: Ponto.Urbe (USP)
2015 - 2015
Periódico: Ponto.Urbe (USP)
2015 - 2015
Periódico: Revista de Antropologia (USP. Impresso)
2013 - 2013
Periódico: Cadernos de Campo (USP. 1991)
2010 - 2010
Periódico: Revista Brasileira de Estudos de Segurança Pública
2015 - 2015
Periódico: Revista Mediações (UEL)
2014 - 2014
Periódico: Ponto.Urbe (USP)
2016 - 2016
Periódico: Pensata Revista dos Alunos do Programa de Pós-Graduação em Ciências Socia
2016 - 2016
Periódico: Psicologia: Teoria e Prática (Impresso)
2017 - 2017
Periódico: PROA: Revista de Antropologia e Arte
2016 - 2016
Periódico: PROA: Revista de Antropologia e Arte
2016 - 2016
Periódico: Campos (UFPR)
2017 - 2017
Periódico: Revista de Ciências do Estado
2017 - 2017
Periódico: CADERNOS DE CAMPO (UNESP)
2017 - 2017
Periódico: CADERNOS DE CAMPO (UNESP)
2017 - 2017
Periódico: REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS SOCIAIS (IMPRESSO)
2018 - 2018
Periódico: MEDIAÇÕES - REVISTA DE CIÊNCIAS SOCIAIS
2018 - 2018
Periódico: LATITUDE (UFAL)


Revisor de projeto de fomento


2017 - 2017
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
2017 - 2017
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
2016 - 2016
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
2016 - 2016
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
2016 - 2016
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
2015 - 2015
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Urbana.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia da cultura.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia da política.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia da comunicação e das formas expressivas.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Teoria Antropológica.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Culturas juvenis.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SciELO
Total de trabalhos:1
Total de citações:1
ADERALDO, Guilhermo  Data: 13/02/2016

Outras
Total de trabalhos:4
Total de citações:4
ADERALDO, Guilhermo  Data: 01/07/2011

Artigos completos publicados em periódicos

1.
ADERALDO, Guilhermo2017 ADERALDO, Guilhermo. Linguagem audiovisual e insurgências populares: reconstituindo uma experiência associativa entre jovens vídeo-ativistas nas periferias paulistanas. Revista Iluminuras, v. 18, p. 74-101, 2017.

2.
ADERALDO, GUILHERMO2017 ADERALDO, GUILHERMO. Territórios, mobilidades e estéticas insurgentes. Refletindo sobre práticas e representações coletivas de realizadores visuais nas metrópoles contemporâneasTerritories, mobility, and insurgent aesthetics. Reflecting on practices and collective representations amongst visual artist in contemporary metropolises. CADERNOS DE ARTE E ANTROPOLOGIA, v. 2, p. 31-48, 2017.

3.
ADERALDO, GUILHERMO2016 ADERALDO, GUILHERMO; RAPOSO, OTÁVIO . Deslocando fronteiras: notas sobre intervenções estéticas, economia cultural e mobilidade juvenil em áreas periféricas de São Paulo e Lisboa. Horizontes Antropológicos (online), v. 22, p. 279-305, 2016.

4.
ADERALDO, Guilhermo;ADERALDO, GUILHERMO2013ADERALDO, Guilhermo; PORRAS, J. E. . A arte de dobrar fronteiras. Espaço Novos Debates, v. 1, p. 67-73, 2013.

5.
ADERALDO, GUILHERMO2012ADERALDO, GUILHERMO; FAZZIONI, NATÁLIA . Choro e samba na Luz: etnografia de práticas de lazer e trabalho na R. Gal. Osório. PONTO URBE, v. 1, p. 1-21, 2012.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
ADERALDO, Guilhermo. Reinventando a cidade: uma etnografia das lutas simbólicas entre coletivos culturais vídeo-ativistas nas 'periferias' de São Paulo. 1. ed. São Paulo: Annablume/Fapesp, 2017. v. 1. 278p .

Capítulos de livros publicados
1.
ADERALDO, Guilhermo. Cidades em conflito: câmeras, sprays, lugares e movimentos. In: BERTELLI, Giordano B; FELTRAN, Gabriel. (Org.). Vozes à margem: periferias, estética e política. 1ed.São Carlos: Edufscar, 2017, v. 1, p. 191-214.

2.
ADERALDO, Guilhermo. Entre imagens e imaginários: estética e política nas intervenções visuais/audiovisuais de coletivos culturais paulistanos. In: Kowarick, Lúcio; Frúgoli Jr, Heitor. (Org.). Pluralidade urbana em São Paulo: vulnerabilidade, marginalidade, ativismos sociais. 1ed.São Paulo: Editora 34, 2016, v. 1, p. 55-79.

3.
ADERALDO, Guilhermo. Imagens do insólito: algumas notas sobre fronteiras, itinerâncias e abismos urbanos. In: Mauro Neri Da Silva [et al.]. (Org.). Niggaz: graffiti, memória e juventude. 1ed.São Paulo: Funarte/Selo do Burro, 2016, v. 1, p. 108-112.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
ADERALDO, Guilhermo. A violência em cartaz. Sociologia (São Paulo. 2006), p. 18 - 25, 20 dez. 2007.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ADERALDO, Guilhermo. Ima(r)ginários urbanos: estética e política nas práticas e representações coletivas de realizadores visuais nas metrópoles contemporâneas. In: Congresso da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas, 2015, Lisboa. Anais 1° Congresso da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas, 2015. v. 1.

2.
ADERALDO, Guilhermo. Reinventando cidades: estética e política nas ações e representações de coletivos culturais em São Paulo. In: 29 Reunião Brasileira de Antropologia (RBA), 2014, Natal. 29 Reunião Brasileira de Antropologia, 2014.

3.
ADERALDO, Guilhermo. Que periferia é essa? Notas a partir de uma etnografia de realizadores e exibidores de vídeos populares ligados à regiões precárias em São Paulo/Brasil. In: VII Congresso Português de Sociologia, 2012, Porto. VII Congresso Português de Sociologia, 2012. v. 1.

4.
ADERALDO, Guilhermo; Frúgoli JR, Heitor . Abordagens etnográficas no bairro da Luz (São Paulo): frentes articuladas de investigação. In: Reunião Brasileira de Antropologia, 2010, Belém. Reunião Brasileira de Antropologia, 2010.

5.
ADERALDO, Guilhermo. A cidade nos vídeos e os vídeos pela cidade: a dinâmica do circuito audiovisual pelas. In: II Seminário de Pós Graduação em Ciências Sociais UFJF, 2010, Juiz de Fora - MG. II Seminário de Pós Graduação em Ciências Sociais UFJF, 2010.

6.
ADERALDO, Guilhermo. (Re)inventando a "periferia": disputas simbólicas na produção audiovisual de "jovens" ligados a comunidades de baixa renda em São Paulo.. In: RAM - Reunión de Antropologia del Mercosul, 2009, Buenos Aires. (Re)inventando a "periferia": disputas simbólicas na produção audiovisual de "jovens" ligados a comunidades de baixa renda em São Paulo, 2009.

7.
ADERALDO, Guilhermo. A história como notícia ? Notas sobre as relações de poder no campo do telejornalismo brasileiro. In: II encontro de pós graduação do IFCH-Unicamp, 2006, Campinas. CD Rom-IFCH, 2006. v. 1. p. 1.

8.
ADERALDO, Guilhermo. O lugar dos perversos - Notas sobre a representação do subúrbio no telejornalismo policial brasileiro. In: FELAA - Foro estudantil latinoamericano de antropologia e arqueologia, 2004, Salto. CD Rom FELAA, 2004.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
ADERALDO, Guilhermo. O discurso da violencia na televisão: Uma abordagem acerca da relação entre práticas discursivas e não discursivas no jornalismo policial. In: II Encontro de segurança pública e cidadania - universidade, polícia e comunidade, 2003, Marília. anais O discurso da violencia na televisão: Uma abordagem acerca da relação entre práticas discursivas e não discursivas no jornalismo policial, 2003.

2.
ADERALDO, Guilhermo. O discurso da violencia na televisão: Uma abordagem acerca da relação entre práticas discursivas e não discursivas no jornalismo policial. In: XV Congresso de iniciação científica da Unesp, 2003, Marília. anais O discurso da violencia na televisão: Uma abordagem acerca da relação entre práticas discursivas e não discursivas no jornalismo policial, 2003.

3.
ADERALDO, Guilhermo. O discurso da violência na televisão: uma abordagem acerca da relação entre práticas discursivas e não discursivas no jornalismo policial. In: X jornada de iniciação científica do câmpus de Marília, 2003, Marília. O discurso da violência na televisão: uma abordagem acerca da relação entre práticas discursivas e não discursivas no jornalismo policial, 2003.

Artigos aceitos para publicação
1.
RAPOSO, OTÁVIO ; ADERALDO, Guilhermo . Políticas públicas e produção artístico-cultural entre jovens das periferias de Lisboa e São Paulo. ETNOGRÁFICA (LISBOA, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
ADERALDO, Guilhermo. Territórios, mobilidades e estéticas insurgentes: reflexões a partir de dois itinerários de pesquisa. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
ADERALDO, Guilhermo. VI Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
ADERALDO, Guilhermo. Geografias críticas: algumas reflexões sobre intervenções visuais politicamente orientadas nas metrópoles contemporâneas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
ADERALDO, Guilhermo. Deslocando fronteiras: uma análise de experiências de 'mídia tática' nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
ADERALDO, Guilhermo. Imagens insurgentes: experiências de coletivos culturais vídeo ativistas em São Paulo. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
ADERALDO, Guilhermo. Ima(r)ginários urbanos: estética e política nas práticas e representações coletivas de realizadores visuais nas metrópoles contemporâneas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
ADERALDO, Guilhermo. (Re)inventando cidades: estética e política nas práticas e representações audiovisuais de coletivos culturais em São Paulo. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
ADERALDO, Guilhermo. Deslocando fronteiras e alargando a cidade: associativismo, estética e política entre realizadores e exibidores audiovisuais nas 'periferias' de São Paulo. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
ADERALDO, Guilhermo. Insurgências contemporâneas: Estética e política nas práticas e representações de coletivos artístico-ativistas em São Paulo e Rio de Janeiro. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
ADERALDO, Guilhermo. Reinventando a cidade: disputas simbólicas em torno da produção e exibição audiovisual de coletivos culturais em São Paulo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
ADERALDO, Guilhermo. Reinventando cidades: estética e política nas ações e representações de coletivos culturais em São Paulo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
ADERALDO, Guilhermo. Deslocando fronteiras e alargando a cidade: notas sobre associativismo e política entre realizadores e exibidores audiovisuais nas ?periferias? de São Paulo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
ADERALDO, Guilhermo. Coletivos de produção e exibição audiovisual nas periferias de São Paulo: entre o mercado e as políticas públicas de fomento à ?cultura?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
ADERALDO, Guilhermo. Reinventando cidades: estética e política nas ações e representações de coletivos culturais em São Paulo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
ADERALDO, Guilhermo. Deslocando fronteiras e alargando a cidade: notas sobre associativismo e política entre realizadores e exibidores audiovisuais nas periferias de São Paulo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
ADERALDO, Guilhermo. Coletivos de produção e exibição audiovisual nas periferias de São Paulo: entre o mercado e as políticas públicas de fomento à cultura. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
ADERALDO, Guilhermo. REINVENTANDO CIDADES: ESTÉTICA E POLÍTICA NAS AÇÕES E EPRESENTAÇÕES DE COLETIVOS DE REALIZADORES VISUAIS EM SÃO PAULO. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
ADERALDO, Guilhermo. Reinventando Cidades: Estética e Política nas Ações e Representações de Coletivos de Realizadores Visuais em São Paulo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

19.
ADERALDO, Guilhermo. Estética e política na realização e exibição audiovisual de coletivos culturais em São Paulo. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

20.
ADERALDO, Guilhermo. débats contemporaines sur Cinema et Ville. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

21.
ADERALDO, Guilhermo. La vidéo comme un outil pour l'action politique dans la ville: le cas de Sao Paulo. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
ADERALDO, Guilhermo. La vidéo comme un outil pour l'action politique dans la ville: le cas de Sao Paulo. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
ADERALDO, Guilhermo. VII Congresso Português de Sociologia Sociedade, Crise e Reconfigurações. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
ADERALDO, Guilhermo. Analyse des réseaux de relations entre les collectifs dans las «périphéries» de São Paulo. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
ADERALDO, Guilhermo; Frúgoli JR, Heitor . Abordagens etnográficas no bairro da Luz (São Paulo): frentes articuladas de investigação. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

26.
ADERALDO, Guilhermo. A cidade nos vídeos e os vídeos pela cidade: a dinâmica do circuito audiovisual pelas. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

27.
ADERALDO, Guilhermo. A história como notícia-Notas sobre as relações de poder no campo do telejornalismo brasileiro. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

28.
ADERALDO, Guilhermo. O lugar dos perversos: uma breve consideração acerca da representação do subúrbio no telejornalismo policial brasileiro. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
ADERALDO, Guilhermo. Em busca de uma estética alternativa: videolência e a crítica ao imaginário da vitimização. São Paulo: Prefeitura de São Paulo/VAI, 2016 (Capítulo - publicação comemorativa "NCA: entre a luz, a câmera e a ação").

2.
ADERALDO, Guilhermo. Reinventando a cidade: disputas simbolicas em torno da produção audiovisual de coletivos culturais nas 'periferias'de São Paulo. São Paulo: Annablume, 2016 (Livro (No Prelo)).

3.
ADERALDO, Guilhermo; SILVA, G. M. . Entre ?direito? e ?compaixão?: dilemas sociais contemporâneos, 2015. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

4.
ADERALDO, Guilhermo; SILVA, G. M. . A rua, a saúde, a política: algumas definições sobre a ?população em situação de rua? e suas trajetórias em São Paulo, 2015. (Tradução/Artigo).

5.
ADERALDO, Guilhermo; Frúgoli JR, Heitor ; RODRIGUES, W. E. . Antropologia Urbana (em língua) portuguesa: entrevista com Graça Índias Cordeiro. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2014 (Entrevista).

6.
ADERALDO, Guilhermo. Antropologia da Cidade:lugares, situações, movimentos. São Paulo: Universidade de São Paulo (USP), 2014 (Resenha).

7.
ADERALDO, Guilhermo; SILVA, G. M. . O problema, 2013. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

8.
Frúgoli JR, Heitor ; ADERALDO, Guilhermo ; Gomes, JanainacDamasceno ; Fazzioni, Natália Helou ; Silva, Isabela Oliveira . As cidades da antropologia: entrevista com Michel Agier. São Paulo (USP): Universidade de São Paulo, 2010 (Entrevista).

9.
ADERALDO, Guilhermo. A distinção enquanto lógica social. São Paulo (USP): Universidade de São Paulo, 2009 (Resenha).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
ADERALDO, Guilhermo. Assessoria de pesquisa - FAPESP. 2017.

2.
ADERALDO, Guilhermo. Membro da comissão de avaliação científica do II SEMINÁRIO JUVENTUDES CONTEMPORÂNEAS. 2017.

3.
ADERALDO, Guilhermo. Membro do comitê científico do festival internacional de filmes etnográficos 'Urban Audiovisual Festival'. 2017.

Trabalhos técnicos
1.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer de publicação científica. 2018.

2.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer de artigo para livro científico. 2018.

3.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer de artigo acadêmico submetido à Revista de Ciências do Estado (UFMG). 2017.

4.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer ad-hoc de artigo científico para revista Pensata (Unifesp). 2016.

5.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer de artigo científico - Revista Psicologia teoria e prática. 2016.

6.
ADERALDO, GUILHERMO. Parecer de projeto científico enviado à FAPESP. 2016.

7.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer de projeto científico (mestrado) enviado à Fapesp. 2016.

8.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer de artigo científico enviado para análise à revista Proa. 2016.

9.
ADERALDO, Guilhermo. Revisão ad hoc de artigo científico enviado à Revista Campos (UFPR). 2016.

10.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer de artigo científico para a revista Enfoques (UFRJ). 2015.

11.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer de projeto científico - FAPESP. 2015.

12.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer de artigo para publicação científica - Revista Mediações. 2015.

13.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer de artigo científico submetido à Revista de Antropologia (USP). 2015.

14.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer de artigo científico submetido à Revista Ponto Urbe. 2015.

15.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer ad hoc de artigo científico submetido à revista Mediações. 2015.

16.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer de artigo científico submetido à revista Ponto Urbe. 2014.

17.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer de artigo científico submetido à revista Cadernos de Campo. 2013.

18.
ADERALDO, Guilhermo. Parecer de artigo submetido à Revista Brasileira de Segurança Pública. 2010.

19.
ADERALDO, Guilhermo; SASSO, J. T. ; Büller, Irineu . Laudo Sociológico de impacto de vizinhança - Nextel. 2008.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
ADERALDO, Guilhermo. Videoativismo ajuda a ampliar percepção sobre a periferia. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
ADERALDO, Guilhermo. A periferia por ela mesma Grupos de jovens usam vídeos para reivindicações sociais, expressões culturais e mostrar como veem a metrópole paulistana. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
ADERALDO, Guilhermo. Videoativismo nas periferias. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
ADERALDO, Guilhermo. 'Roda de conversa na zona sul de SP discute a cidade a partir da periferia' Folha de São Paulo. 2016. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

5.
Pereira, Alexandre Barbosa ; Paz tella, Marco ; Bittencourt, João Batista ; ADERALDO, Guilhermo . Práticas culturais juvenis, mobilizações e insurgências no espaço urbano. 2016. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

6.
ADERALDO, Guilhermo. Documentário 'Niggaz: graffiti, memória e juventude'. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
ADERALDO, Guilhermo; SOUZA, R. ; VALLE, M. R. . Cultura e contracultura: hegemonia e relações de poder na contemporaneidade. 2016. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

8.
ADERALDO, Guilhermo. Documentario Cartograffiti: legalidade e legitimidade. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
LORAU, J. S. ; HITA, M. G. ; DIAS, C. ; ADERALDO, Guilhermo . Margens, violência e espaço vivido. 2015. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

10.
ADERALDO, Guilhermo. Ver a cidade - A produção de Coletivos de audiovisual em São Paulo. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

11.
ADERALDO, Guilhermo. Morador se 'apropria' de espaço público e cria opções de lazer e cultura em Ribeirão. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

12.
ADERALDO, Guilhermo. Vídeos de coletivos culturais ressignificam a ?cidade?. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Redes sociais, websites e blogs
1.
ADERALDO, Guilhermo; Spaggiari, Enrico . Grupo de Estudos de Antropologia da Cidade GEAC. 2014; Tema: Grupo de pesquisa - Antropologia da Cidade. (Site).

2.
ADERALDO, Guilhermo; SILVA, G. M. ; KAUE, V. ; ARISI, B. . Espaço Novos Debates. 2013; Tema: Antropologia. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
ADERALDO, Guilhermo; Chizzolini, Bianca Barbosa ; Frúgoli JR, Heitor ; LEAL, Gabriela . Antropologia da cidade: ativismos, táticas, insurgências. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
ADERALDO, Guilhermo; Frúgoli JR, Heitor . Conversa sobre desafios da etnografia, na disciplina 'pesquisa de campo em antropologia'. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
ADERALDO, Guilhermo. Relatório parcial de pesquisa de pós-doutorado (FAPESP). 2016. (Relatório de pesquisa).

4.
ADERALDO, Guilhermo. 'Bens Culturais: produção, circulação e consumo' FESPSP. 2015. (Debatedor de Grupo de Trabalho).

5.
ADERALDO, Guilhermo; GAJANIGO, P. ; SOUZA, R. . SPG 3 'Cultura e Hegemonia no Capitalismo Contemporâneo'. 2015. (Coordenação de grupo de trabalho).

6.
ADERALDO, Guilhermo. Coletivos de produção e exibição audiovisual nas periferias de São Paulo: entre o mercado e as políticas públicas de fomento à ?cultura?. 2014. .

7.
ADERALDO, Guilhermo; KAUE, V. . Oficina Fórum Permanente de Periódicos de Antropologia. 2014. .

8.
ADERALDO, Guilhermo. Coordenação do GT 'Futebol e mídia' no II Simpósio Internacional de Estudos sobre Futebol. 2014. (Coordenação de grupo de trabalho).

9.
ADERALDO, Guilhermo. 3° Relatório científico referente à pesquisa de doutorado Fapesp. 2013. (Relatório de pesquisa).

10.
ADERALDO, Guilhermo. 2° Relatório Científico FAPESP. 2011. (Relatório de pesquisa).

11.
ADERALDO, Guilhermo; Goifman, Kiko ; Bira, Luciana ; Soledade, Fernando . Panorâmica vídeo arte. 2011. (Debate sobre produção audiovisual contemporânea).

12.
ADERALDO, Guilhermo. 1° Relatório Fapesp referente ao projeto. 2010. (Relatório de pesquisa).

13.
ADERALDO, Guilhermo; Spaggiari, Enrico . Entrevista com os ganhadores do 1° Festival Cinema de Várzea. 2010. (Entrevista).

14.
AGIER, M. ; ADERALDO, Guilhermo . Da etnografia urbana à antropologia da cidade: introdução às situações africanas e latino americanas. 2010. (Debatedor em conferência com o professor Michel Agier (EHESS/França)).

15.
ADERALDO, Guilhermo. VIII Graduação em Campo. 2009. (Seminário).

16.
ADERALDO, Guilhermo. O olhar no espelho: construindo um conhecimento sobre os sentidos da "realidade". 2008. .


Produção artística/cultural
Artes Visuais
1.
ADERALDO, Guilhermo. Membro de comitê científico do festival de filmes etnográficos 'Urban Audiovisual Festival'. 2017. Outra.

2.
ADERALDO, Guilhermo; PORRAS, J. E. . A arte de dobrar fronteiras/The art of folding borders. 2012. Intervenção Urbana.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
ADERALDO, Guilhermo; ALBUQUERQUE, J. L. C.; PEREIRA, A. B.; BARBOSA, A. C. M. M.. Participação em banca de Kassia Beatriz Bobadilla. Nas tramas da política: uma etnografia da ação coletiva na Favela de Vila Prudente. 2016. Dissertação (Mestrado em CIÊNCIAS SOCIAIS) - Universidade Federal de São Paulo.

Teses de doutorado
1.
ADERALDO, Guilhermo; MACHADO, A. M.; GUIMARAES, D. S.; CARDOSO JUNIOR, H. R.; SCHMIDT, M. L. S.. Participação em banca de Douglas Rossi Ramos. O neonarcisismo na sociedade de controle: resistências e produção de subjetividades. 2016. Tese (Doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Doutorado
1.
ADERALDO, Guilhermo; SILVA, C. R. C. E.; ARRUDA, D. P.; MAHEIRIE, K.. Participação em banca de Danilo de Miranda Anhas. Subjetividade e construção da participação social através da internet entre jovens moradores de um bairro de alta vulnerabilidade em Cubatão/SP. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em INTERDISCIPLINAR EM CIÊNCIAS DA SAÚDE) - Universidade Federal de São Paulo.

Qualificações de Mestrado
1.
ADERALDO, Guilhermo; FELTRAN, G. S.; MARZOCHI, S. F.. Participação em banca de André De Pieri Pimentel. A poesia e as margens: um estudo sobre alteridades e marginalidades contemporâneas a partir do Slam Resistência. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia) - Universidade Federal de São Carlos.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
ADERALDO, Guilhermo; Aquino, Carlos Filadelfo; De Lucca, Daniel. Participação em banca de Sheila Maria de Godoi. Muros que falam: pichação como forma de comunicação. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Psicossociologia da juventude e políticas públicas) - Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
ADERALDO, Guilhermo; IDARGO, A. B.; SIUDA-AMBROZIAK, R.. Participação em banca de Maria Clara Fernandes."É nós, é a gente, só não pode pode ser eles". Códigos de Territorialidade e Fronteiras Simbólicas Nas Favelas Cariocas. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal de Santa Catarina.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
ADERALDO, Guilhermo. Participação em Banca de avaliação de projetos - Programa de Valorização a Iniciativas Culturais (VAI). 2014. Secretaria de Cultura de São Paulo.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
18º Congresso Mundial IUAES. Thinking with (and about) maps:  a reflection on artistic-activist interventions in contemporary metropolises. 2018. (Congresso).

2.
Reunión De Antropologia Del Mercosul (RAM). Visualidade, poder e ocupações estético-políticas de espaços urbanos contemporâneos: notas etnográficas sobre práticas de ativismo cultural nas atuais metrópoles sul-americanas. 2017. (Congresso).

3.
Reunión De Antropologia Del Mercosul (RAM). Apresentação do livro "Reinventando a cidade: uma etnografia das lutas simbólicas entre coletivos culturais vídeo-ativistas nas 'periferias'e São Paulo". 2017. (Exposição).

4.
30 Reunião Brasileira de Antropologia. Práticas culturais juvenis, mobilizações e insurgências no espaço urbano. 2016. (Congresso).

5.
30º Reunião Brasileira de Antropologia. Práticas culturais juvenis, mobilizações e insurgências no espaço urbano. 2016. (Congresso).

6.
Arte e política, reloaded? O direito à cidade.Geografias críticas: algumas reflexões sobre intervenções visuais politicamente orientadas nas metrópoles contemporâneas. 2016. (Encontro).

7.
Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia. TERRITÓRIOS, MOBILIDADES E ESTÉTICAS INSURGENTES: REFLETINDO SOBRE PRÁTICAS E REPRESENTAÇÕES COLETIVAS DE REALIZADORES VISUAIS NAS METRÓPOLES CONTEMPORÂNEAS. 2016. (Congresso).

8.
Jornadas de Antropologia USP. Debatedor GT 10 Cidades e espacialidades, conflitos e relações. 2016. (Congresso).

9.
Roda de conversa Direito à Cidade: educação, território, violência e segregação social.Que cidade os coletivos culturais periféricos nos mostram? Algumas notas etnográficas. 2016. (Encontro).

10.
XV Semana de Pós Graduação em Ciências Sociais Unesp/FCLAR. Deslocando fronteiras, alargando as cidades: reflexões sobre experiências de ?mídia tática? em São Paulo e Rio de Janeiro. 2016. (Congresso).

11.
39 encontro anual Anpocs. jpg 3 - cultura e hegemonia no capitalismo contemporâneo. 2015. (Congresso).

12.
A política das ruas: jornadas de junho e outras mobilizações (Sexta do Mês - Antropologia/USP). 2015. (Encontro).

13.
Congresso da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas em Língua Portuguesa. Ima(r)ginários urbanos: estética e política nas práticas e representações coletivas de realizadores visuais nas metrópoles contemporâneas. 2015. (Congresso).

14.
Debate da pesquisa "Aqui é favela! Com um pé na favela e outro na política: trajetórias e atuação de lideranças comunitárias na Favela de Vila Prudente".Debate da pesquisa "Aqui é favela! Com um pé na favela e outro na política: trajetórias e atuação de lideranças comunitárias na Favela de Vila Prudente". 2015. (Encontro).

15.
Semana de Mobilização Científica. Insurgências populares e linguagens audiovisuais: refletindo sobre práticas de associativismo político/cultural nas ?periferias? de São Paulo. 2015. (Congresso).

16.
XI Reunión de Antropologia del Mercosur. INSURGÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: ESTÉTICA E POLÍTICA NAS PRÁTICAS E REPRESENTAÇÕES DE COLETIVOS ARTÍSTICO-ATIVISTAS EM SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO. 2015. (Congresso).

17.
29 Reunião Brasileira de Antropologia (RBA). Reinventando cidades: estética e política nas ações e representações de coletivos culturais em São Paulo. 2014. (Congresso).

18.
29 Reunião Brasileira de Antropologia (RBA). Oficina Fórum Permanente de Periódicos de Antropologia. 2014. (Congresso).

19.
4º Semana da comunicação FIAM FAAM.Coletivos de produção e exibição audiovisual nas periferias de São Paulo: entre o mercado e as políticas públicas de fomento à ?cultura?. 2014. (Oficina).

20.
Acadêmicos da Samambaia.Reinventando a Cidade. 2014. (Encontro).

21.
Cidade e relação: sociabilidade, situação, plano local - disciplina do curso de Ciências Sociais (USP). Reinventando a cidade: disputas simbólicas em torno das produções e exibições de coletivos culturais em São Paulo. 2014. (Exposição).

22.
II Oficina de Estudos Urbanos.Deslocando fronteiras e alargando a cidade: notas sobre associativismo e política entre realizadores e exibidores audiovisuais nas ?periferias? de São Paulo. 2014. (Oficina).

23.
II simposio internacional de estudos sobre futebol.Coordenação do GT "Futebol e mídia". 2014. (Simpósio).

24.
IV Seminário Internacional Violência e Conflitos Sociais: Territorialidades e Negociações.REINVENTANDO CIDADES: ESTÉTICA E POLÍTICA NAS AÇÕES E EPRESENTAÇÕES DE COLETIVOS DE REALIZADORES VISUAIS EM SÃO PAULOEstética e Política nas Ações e Representações de Coletivos de Realizadores Visuais em São Paulo. 2014. (Seminário).

25.
Sexta do Mês - Antropologias e Historias. 2014. (Encontro).

26.
Sexta do Mês - Reflexões sobre a Universidade. 2014. (Encontro).

27.
XII Graduação em Campo. Debate - Open Space Cidade. 2014. (Congresso).

28.
Seminários de Antropologia Urbana.Periferias e estéticas da cidade. 2013. (Seminário).

29.
Cinesthesis.débats contemporaines sur Cinema et Ville. 2012. (Simpósio).

30.
Georges Balandier - Journée d'études organisées par le Centre D'études Africaines, la Presse Universitaires de France et le musée Quai Branly. 2012. (Seminário).

31.
Mostra e Seminário Estéticas das Periferias. 2012. (Seminário).

32.
Recherches LGBT au Brésil et en France: impacts théoriques et politiques. 2012. (Simpósio).

33.
Université Populaire Audiovisuel - 100 messages d'habitant-e-s des quartiers populaires.Le vidéo comme un outil pour l'action politique dans la ville: le cas de Sao Paulo. 2012. (Encontro).

34.
VII Congresso Português de Sociologia. Que ?periferia? é essa? Notas a partir de uma etnografia de realizadores e exibidores de ?vídeos populares? ligados à regiões precárias em São Paulo/Brasil. 2012. (Congresso).

35.
A dinâmica social das periferias: o olhar de um pesquisador estrangeiro em São Paulo - Conferência do professor Robert Cabanes. 2011. (Encontro).

36.
Congrès de L'Association Française d'ethnologie et Anthropologie - Connaissances no(s) limit(es). 2011. (Congresso).

37.
O consumo das classes populares: lacunas e desafios da antropologia brasileira. 2011. (Seminário).

38.
SEMINÁRIO E MOSTRA CULTURAL ESTÉTICA DA PERIFERIA ? ARTE E CULTURA NAS BORDAS DA METRÓPOLE. 2011. (Seminário).

39.
"Xarás e padrinhos: aliança e co-responsabilidade em Moçambique, Portugal e Brasil. 2010. (Encontro).

40.
II Seminário de Pós Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal de Juiz de Fora.A cidade nos vídeos e os vídeos pela cidade: a dinâmica do circuito audiovisual pelas "periferias" de São Paulo. 2010. (Seminário).

41.
Reunião Brasileira de Antropologia. Abordagens etnográficas no bairro da Luz: frentes articuladas de investigação. 2010. (Congresso).

42.
Sexta do Mês - USP.Da etnografia urbana à antropologia da cidade: introdução às situações africanas e latino americanas - conferência com o professor Michel Agier (EHESS/França). 2010. (Seminário).

43.
Tuga What? Rappers Kriolu deslocam a relação convencional entre o espaço e a identidade em Portugal. 2010. (Encontro).

44.
Constituindo um campo: estudos de comunidade e o desenvolvimento das Ciências Sociais no Brasil. 2009. (Simpósio).

45.
O Brasil (não é) para principiantes. 2009. (Seminário).

46.
RAM - Reunión de Antropologia del Mercosul. (Re)inventando a "periferia": disputas simbólicas na produção audiovisual de "jovens" ligados a comunidades de baixa renda em São Paulo. 2009. (Congresso).

47.
VIII Graduação em Campo.A etnografia das "Passagens". 2009. (Seminário).

48.
XIV Jornadas sobre alternativas religiosas en América Latina Religiones/Culturas. 2007. (Congresso).

49.
II Encontro de pós-graduação do IFCH.A história como notícia-Notas sobre as relações de poder no campo do telejornalismo brasileiro. 2006. (Encontro).

50.
Seminário Violência Urbana. 2006. (Seminário).

51.
FELAA.FELAA - Foro estudantil latinoamericano de antropologia e arqueologia. 2004. (Encontro).

52.
II Encontro de segurança pública e cidadania - Universidade, polícia e comunidade.II Encontro de segurança pública e cidadania - Universidade, polícia e comunidade. 2003. (Encontro).

53.
X jornada de iniciação científica do câmpus de Marília. X jornada de iniciação científica do câmpus de Marília. 2003. (Congresso).

54.
XV congresso de iniciação científica da Unesp. XV Congresso de iniciação científica da Unesp. 2003. (Congresso).

55.
80 anos do movimento comunista no Brasil.80 anos de movimento comunista no Brasil. 2002. (Seminário).

56.
XXVI Jornada de filosofia e teoria das ciências humanas. XXVI jornada de filosofia e teoria das ciências humanas-a filosofia da existência e a tragédia moderna. 2002. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ADERALDO, Guilhermo; SOUZA, R. ; GAJANIGO, P. . 39 Encontro Anual da Anpocs. 2015. (Congresso).

2.
ADERALDO, Guilhermo ; Schouten, André-Kees de Moraes ; Gomes, Janaina Damasceno ; Spaggiari, Enrico ; Cirino, Giovanni ; Andrade, Inácio de Carvalho Dias ; Acuña, Jorge Maurício Herrera ; Valentini, Luisa ; Florido, Marcelo Pedro ; de Renesse, Nicodème ; Lobo, Rodrigo Gomes ; GASPAR, S. S. ; ADERALDO, Guilhermo . Constituindo um campo: estudos de comunidade e o desenvolvimento das ciências sociais no Brasil. 2009. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Douglas Delgado. CULTURAS JUVENIS E SOCIABILIDADE URBANA: LAZER E CONSUMO ENTRE OS GÓTICOS PAULISTANOS. Início: 2016. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. (Coorientador).



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
ADERALDO, GUILHERMO2016 ADERALDO, GUILHERMO; RAPOSO, OTÁVIO . Deslocando fronteiras: notas sobre intervenções estéticas, economia cultural e mobilidade juvenil em áreas periféricas de São Paulo e Lisboa. Horizontes Antropológicos (online), v. 22, p. 279-305, 2016.

2.
ADERALDO, Guilhermo2017 ADERALDO, Guilhermo. Linguagem audiovisual e insurgências populares: reconstituindo uma experiência associativa entre jovens vídeo-ativistas nas periferias paulistanas. Revista Iluminuras, v. 18, p. 74-101, 2017.

Artigos aceitos para publicação
1.
RAPOSO, OTÁVIO ; ADERALDO, Guilhermo . Políticas públicas e produção artístico-cultural entre jovens das periferias de Lisboa e São Paulo. ETNOGRÁFICA (LISBOA, 2018.


Livros e capítulos
1.
ADERALDO, Guilhermo. Reinventando a cidade: uma etnografia das lutas simbólicas entre coletivos culturais vídeo-ativistas nas 'periferias' de São Paulo. 1. ed. São Paulo: Annablume/Fapesp, 2017. v. 1. 278p .

1.
ADERALDO, Guilhermo. Entre imagens e imaginários: estética e política nas intervenções visuais/audiovisuais de coletivos culturais paulistanos. In: Kowarick, Lúcio; Frúgoli Jr, Heitor. (Org.). Pluralidade urbana em São Paulo: vulnerabilidade, marginalidade, ativismos sociais. 1ed.São Paulo: Editora 34, 2016, v. 1, p. 55-79.


Apresentações de Trabalho
1.
ADERALDO, Guilhermo. La vidéo comme un outil pour l'action politique dans la ville: le cas de Sao Paulo. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
ADERALDO, Guilhermo. Estética e política na realização e exibição audiovisual de coletivos culturais em São Paulo. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
ADERALDO, Guilhermo. Reinventando cidades: estética e política nas ações e representações de coletivos culturais em São Paulo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
ADERALDO, Guilhermo. Deslocando fronteiras e alargando a cidade: notas sobre associativismo e política entre realizadores e exibidores audiovisuais nas periferias de São Paulo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
ADERALDO, Guilhermo. Coletivos de produção e exibição audiovisual nas periferias de São Paulo: entre o mercado e as políticas públicas de fomento à cultura. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
ADERALDO, Guilhermo. Reinventando Cidades: Estética e Política nas Ações e Representações de Coletivos de Realizadores Visuais em São Paulo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
ADERALDO, Guilhermo. Ima(r)ginários urbanos: estética e política nas práticas e representações coletivas de realizadores visuais nas metrópoles contemporâneas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
ADERALDO, Guilhermo. (Re)inventando cidades: estética e política nas práticas e representações audiovisuais de coletivos culturais em São Paulo. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
ADERALDO, Guilhermo. Deslocando fronteiras e alargando a cidade: associativismo, estética e política entre realizadores e exibidores audiovisuais nas 'periferias' de São Paulo. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
ADERALDO, Guilhermo. Insurgências contemporâneas: Estética e política nas práticas e representações de coletivos artístico-ativistas em São Paulo e Rio de Janeiro. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
ADERALDO, Guilhermo. VI Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
ADERALDO, Guilhermo. Geografias críticas: algumas reflexões sobre intervenções visuais politicamente orientadas nas metrópoles contemporâneas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
ADERALDO, Guilhermo. Deslocando fronteiras: uma análise de experiências de 'mídia tática' nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
ADERALDO, Guilhermo. Imagens insurgentes: experiências de coletivos culturais vídeo ativistas em São Paulo. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
ADERALDO, Guilhermo. Coletivos de produção e exibição audiovisual nas periferias de São Paulo: entre o mercado e as políticas públicas de fomento à ?cultura?. 2014. .

2.
ADERALDO, Guilhermo; Chizzolini, Bianca Barbosa ; Frúgoli JR, Heitor ; LEAL, Gabriela . Antropologia da cidade: ativismos, táticas, insurgências. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
ADERALDO, Guilhermo; KAUE, V. . Oficina Fórum Permanente de Periódicos de Antropologia. 2014. .

4.
ADERALDO, Guilhermo; Frúgoli JR, Heitor . Conversa sobre desafios da etnografia, na disciplina 'pesquisa de campo em antropologia'. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
ADERALDO, Guilhermo. Documentario Cartograffiti: legalidade e legitimidade. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
ADERALDO, Guilhermo. Morador se 'apropria' de espaço público e cria opções de lazer e cultura em Ribeirão. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
ADERALDO, Guilhermo. Ver a cidade - A produção de Coletivos de audiovisual em São Paulo. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
ADERALDO, Guilhermo. 'Roda de conversa na zona sul de SP discute a cidade a partir da periferia' Folha de São Paulo. 2016. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

5.
ADERALDO, Guilhermo. Documentário 'Niggaz: graffiti, memória e juventude'. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
ADERALDO, Guilhermo. A periferia por ela mesma Grupos de jovens usam vídeos para reivindicações sociais, expressões culturais e mostrar como veem a metrópole paulistana. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
ADERALDO, Guilhermo. Videoativismo nas periferias. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
ADERALDO, Guilhermo. Videoativismo ajuda a ampliar percepção sobre a periferia. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
ADERALDO, Guilhermo; SOUZA, R. ; VALLE, M. R. . Cultura e contracultura: hegemonia e relações de poder na contemporaneidade. 2016. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Redes sociais, websites e blogs
1.
ADERALDO, Guilhermo; SILVA, G. M. ; KAUE, V. ; ARISI, B. . Espaço Novos Debates. 2013; Tema: Antropologia. (Site).



Outras informações relevantes


Atual membro do Grupo de Estudos de Antropologia da Cidade (GEAC/USP) e do grupo de pesquisa sobre culturas populares, coordenado pela professora Drª Alícia Inês Martín na Universidad de Buenos Aires (UBA), onde também é pós-doutorando.

Membro da equipe de pesquisadores do Urbandata, no Centro de Estudos da Metrópole (CEM)/USP 

Aprovado no concurso público para professor do magisterio federal na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) em 4º lugar.

Atual membro do comitê científico do festival internacional de filmes etnográficos "Urban Audiovisual Festival"



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/10/2018 às 5:36:06