Daniela Pinheiro Bitencurti Ruiz-Esparza

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6536448512154767
  • Última atualização do currículo em 29/05/2018


Professora Adjunto-A do Núcleo de Graduação em Educação em Ciências Agrárias e da Terra, Campus do Sertão, Nossa Senhora da Glória, SE, da Universidade Federal de Sergipe (UFS); Professora Permanente do Programa de Desenvolvimento e Meio Ambiente da UFS; Pós-Doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela UFS (2016); Doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela UFS (2014); Mestrado em Conservación y Manejo de Recursos Naturales pela Universidad Michoacana de San Nicolás de Hidalgo (2006), Morelia, Michoacán, México; Graduação em Física (1999) pela Universidade Estadual de Londrina, PR. Representante da Rede Sergipe de Geotecnologias. Experiência em Geotecnologias, com ênfase em Sensoriamento Remoto, Cartografia, Processamento Digital de Imagens Orbitais e GIS, atuando nas áreas de Ciências Ambientais, Dinâmica da Paisagem e Uso do Solo. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Daniela Pinheiro Bitencurti Ruiz-Esparza
Nome em citações bibliográficas
BITENCURTI, D. P.;Ruiz-Esparza, D.P.B.;RUIZ-ESPARZA, DANIELA PINHEIRO BITENCURTI;Ruiz-Esparza, Daniela P.B.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Sergipe, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde.
Avenida Marechal Rondon, s/n , Biologia, bloco a, sala 17
Jardim Roza Elze
49100000 - São Cristóvão, SE - Brasil
Telefone: (79) 21056691
URL da Homepage: www.ufs.br


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2014
Doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente.
Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.
Título: Análise multitemporal do desmatamento no baixo Rio São Francisco e diagnóstico de seus efeitos sobre as populações de Callicebus, Ano de obtenção: 2014.
Orientador: Stephen Francis Ferrari.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Geoprocessamento.
Grande Área: Outros / Área: Ciências Ambientais.
2004 - 2006
Mestrado em Conservación y Manejo de Recursos Naturales.
Universidad Michoacana de San Nicolas de Hidalgo, U.MICHOCANA, México.
Título: Comparación de la clasificación digital de la vegetación mediante imágenes de satélite multiespectrales e hiperespectrales, en la región sudoeste del estado de Michoacán,Ano de Obtenção: 2006.
Orientador: Jean François Mas Caussel.
Bolsista do(a): Universidad Autónoma de México, UNAM, México.
2007 - 2007
Graduação em Nivel Superior en Español.
Instituto Cervantes, IC, Espanha.
1995 - 1998
Graduação em Física.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.


Pós-doutorado


2014 interrompida
Pós-Doutorado.
Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Sensoriamento Remoto.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Geoprocessamento.
Ano de interrupção: 2016


Formação Complementar


1999 - 2002
Mestrado.
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
1998 - 1998
Introdução ao Magnetismo. (Carga horária: 49h).
Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, CBPF, Brasil.
1998 - 1998
Básico de Lingua Espanhola I. (Carga horária: 60h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
1998 - 1998
Curso de Instrumentação Nuclear. (Carga horária: 18h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
1998 - 1998
Magnetismo Experimental. (Carga horária: 49h).
Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, CBPF, Brasil.
1997 - 1997
Estudo de Materiais com Técnicas d Difração RaioX. (Carga horária: 10h).
Sociedade Brasileira de Vacuo, SBV, Brasil.
1997 - 1997
Basic I. (Carga horária: 60h).
Fisk English, FISK, Brasil.
1997 - 1997
Basic II. (Carga horária: 54h).
Fisk English, FISK, Brasil.
1996 - 1996
Básico de Tecnologia de Vácuo. (Carga horária: 24h).
Sociedade Brasileira de Vacuo, SBV, Brasil.
1996 - 1996
Tecnologia de Vácuo. (Carga horária: 16h).
Instituto de Tecnologia e Desenvolvimento Econômico e Social, ITEDES, Brasil.
1994 - 1994
Curso de Introdução ao sistema. (Carga horária: 40h).
Escola Politécnica de Datilografia e Mecanografia, E.P., Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto A, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Núcleo de Ciências Agrárias e da Terra Campus do Sertão

Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Permanente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA) Campus São Cristóvão

Vínculo institucional

2014 - 2016
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20
Outras informações
Disciplina Geoprocessamento Aplicado à Engenharia Ambiental Geotecia Ambiental Cartografia digital para Engenharia Ambiental Tópicos Especiais em Engenharia Ambiental

Vínculo institucional

2014 - 2016
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor visitante, Carga horária: 3
Outras informações
Professor visitante no PRODEMA, disciplina Indicadores de Sustentabilidade ambiental

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Técnica em Geoprocessamento, Carga horária: 40


Prefeitura Municipal de Aracaju, P/ARACAJU, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Cargo de Comissão, Enquadramento Funcional: Coordenadora de Geoprocessamento, Carga horária: 40


Ambientec Química e Engenharia Ambiental, AMBIENTEC, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor
Outras informações
Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) do Bairro Novo, Aracaju, SE. Elaboração de Mapas Temáticos da área de influência; Cartografia da área.

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor
Outras informações
Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) da Ponte do Rio Poxim, Aracaju, SE. Elaboração de Mapas Temáticos da área de influência; Catografia da área.

Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor
Outras informações
Plano Diretor Urbano Ambiental do Município de Carmópolis, SE. Elaboração de Mapas Temáticos.


Centro Federal de Educação Tecnológica de Sergipe, CEFET-SE, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 30
Outras informações
Ministrei a disciplina de Introdução do Geoprocessamento no curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Geotecnologias.


Universidad Michoacana de San Nicolás de Hidalgo, UMSNH, México.
Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20
Outras informações
Ministrei a matéria Métodos de Información Geográfica, na Facultad de Biología de la Universidad Michoacana de San Nicolás de Hidalgo, Morelia, Michoacán, México.


Fundação de Ciência, Aplicações e Tecnologia Espaciais, FUNCATE/SP, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2003
Vínculo: Interpretação de imagens, Enquadramento Funcional: Intéprete de imagens de satélite, Carga horária: 25
Outras informações
Prestação de serviços de interpretação de imagens do Projeto PRODES Digital 2000 - terceira fase e PRODES Digital 2001.

Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: Interpretação de imagens, Enquadramento Funcional: Interpretação de imagens de satélite, Carga horária: 25
Outras informações
Prestação de serviços em interpretação de áreas desmatadas através da utilização de Imagens de Satélites.


NATURE Geotecnologias, NATURE, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2002
Vínculo: Execução de serviços, Enquadramento Funcional: Execução de serviços, Carga horária: 20
Outras informações
Criação de Banco de dados utilizando SIGs. Projetos: S.O.S Mata Atlântica (Geração de banco de dados contendo os mapas temáticos de evolução do desmatamento e estatísticas), e, Projeto Queimadas Tocantins (Geração de banco de dados contendo os mapas temporais de distribuições das quiemadas na região e estatísticas.

Vínculo institucional

2001 - 2002
Vínculo: Execução de serviços, Enquadramento Funcional: Execução de serviços, Carga horária: 20
Outras informações
Elaboração de mapas temáticos - Coleta, Processamento e Interpretação de dados e imagens de satélite. Projetos: S.O.S Mata Atlântica (Monitoramento do bioma através de interpretação visual e edição digital de imagens ETM Landsat com o uso do SPRING), e, Projeto de Queimadas Tocantins (Interpretação visual e edição digital de imagens ETM Landsat, com o uso do SPRING, para o mapeamento de focos de queimadas na região, classificação, geração de matrizes e análise espacial com o uso do LEGAL (Linguagem Espacial para Geoprocessamento Algébrico)).



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
OPARÁ
Descrição: O projeto Opará: águas do rio São Francisco é realizado pela Sociedade Socio-Ambiental Canoa de Tolda em parceria com a Universidade Federal de Sergipe, por meio do grupo de pesquisa Acqua, e patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambienal. O Objetivo do projeto é impulsionar e desenvolver junto às comunidades do baixo São Francisco, em Sergipe e Alagoas, ações ligadas a sustentabilidade do uso da água, considerando, especialmente, temas que envolvam a Gestão dos Recursos Hídricos e a Segurança Hídrica. Executar-se-ão atividades de recomposição de rede de drenagem natural e da mata ciliar, gestão de bacias hidrográficas, racionalização e conscientização e uso múltiplos da água. As ações do projeto serão desenvolvidas na região do Baixo São Francisco, nos estados de Sergipe e Alagoas, na região do semiárido nordestino, onde predomina o Bioma Caatinga. As localidades são o Assentamento Jacaré-Curituba, localizado nos municípios sergipanos de Poço Redondo e Canindé do São Francisco; e na Reserva Particular do Patrimônio Natural Mato da Onça, no município de Pão de Açúcar no Estado de Alagoas. O projeto está estruturado em quatro eixos: Objetivo 1: Restauração florestal em áreas de preservação permanente e reserva legal Objetivo 2: Educação ambiental Objetivo 3: Realizar o monitoramento qualiquantitativo das bacias hidrográficas dos rios Jacaré-Curituba, riacho Mato da Onça e São Francisco, nos estados de Sergipe e Alagoas. Objetivo 4: Desenvolver pesquisas que melhorem a segurança hídrica das comunidades do baixo do São Francisco, elencadas pela comunidade..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Daniela Pinheiro Bitencurti Ruiz-Esparza - Coordenador / Antenor de Oliveira Aguiar Neto - Integrante / Thadeu Ismerim Silva Santos - Integrante / Frankilin Santos Modesto - Integrante / Kátia Simone Santos de Azevedo - Integrante / Patrícia Rosalba Salvador Moura Costa - Integrante.
2017 - Atual
Mapeamento da cobertura vegetal nos municípios de Canindé de São Francisco e Poço Redondo, SE
Descrição: O projeto de mapeamento da cobertura vegetal nos municípios de Canindé de São Francisco e Poço Redondo, SE, está vinculado a uma das etapas do Projeto já aprovado "Valoração socioeconômica das práticas amigáveis e não amigáveis aos polinizadores na agricultura familiar no Alto Sertão Sergipano". A identificação e análise da cobertura vegetal nos dois municípios, principalmente próximo aos perímetros irrigados com lotes de goiaba, pretende garantir a sustentabilidade, de modo que as áreas de agricultura possam atuar como hábitats das abelhas polinizadoras mantendo a biodiversidade e a produtividade. O mapeamento da cobertura vegetal é um insumo científico essencial para avaliar a evolução da paisagem no tempo e no espaço. Este projeto tem como objetivo realizar o mapeamento dos fragmentos florestais em matriz agrícola dos perímetros irrigados California e Jacaré-Carituba, nos municípios de Canindé de São Francisco e Poço Redondo através do uso das geotecnologias para identificação de hábitats propícios para a manutenção das abelhas polinizadoras..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Daniela Pinheiro Bitencurti Ruiz-Esparza - Coordenador / Juan Manuel Ruiz-Esparza Aguilar - Integrante / FABIANA OLIVEIRA DA SILVA - Integrante / Damares Francisco Correia Nascimento - Integrante / Márcia Ferreira Neri - Integrante / Pablo da Silva Santos - Integrante.
2017 - Atual
Autoecologia e monitoramento de Garça-vaqueira (Bubulcus ibis) no Sertão
Descrição: A garça-vaqueira (Bubulcus ibis) é de origem africana, adentrou ao Brasil por volta de 1964, com um primeiro registro na Ilha de Marajó (SICK, 1984), atualmente encontra-se disseminada por todo o país (SICK, 1997; ALBUQUERQUE, 2001). A presença dessa espécie no semiárido nordestino já é parte constituinte de sua paisagem, forrageando insetos e pequenos vertebrados em áreas de pastagem, principalmente, junto ao gado bovino (BELA & AZEVEDO-JUNIOR, 2004; BELA & AZEVEDO-JUNIOR, 2007; SILVEIRA & MACHADO, 2012), ficando mais evidente através de agrupamentos em ninhais de reprodução, formados em árvores de pequeno porte, próximos de regiões de brejos e rios (NASCIMENTO 1999; ARAUJO & NISHIDA, 2007). As invasões de espécies exóticas, mesmo sendo estudadas desde a década de 90 como uma das ameaças à biodiversidade do planeta, compõem um fenômeno ainda pouco conhecido (WILLIAMSON, 1996), perdendo em gravidade apenas para a destruição de habitats pela exploração humana, junto ao tráfico ilegal de espécies são consideradas as três maiores ameaças mundiais à biodiversidade (IUCN, 2000). Desta forma, estudos das populações de Bubulcus ibis são relevantes por representar um modelo de uma espécie exótica, aparentemente bem adaptada no continente Americano. Para Parker e colaboradores (1991), as invasões biológicas tendem a provocar impactos sobre indivíduos e efeitos genéticos, efeitos sobre a dinâmica de populações através do aumento ou diminuição da predação ou competição, comunidades vegetais com novas possibilidades de dispersão, influenciando nos processos dos ecossistemas naturais. Pretendemos neste projeto, realizar monitoramento da garça vaqueira (Bubulcus ibis) numa região do semiárido nordestino, monitorar uma colônia reprodutiva de Bubulcus ibis localizada no município de Nossa Senhora de Glória, Sergipe, fornecendo informações sobre a época de inicio e final da temporada reprodutiva, estimativa do tamanho da colônia, tamanho da ninada, parasitismo de ninhos, sucesso reprodutivo e possíveis predadores..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Daniela Pinheiro Bitencurti Ruiz-Esparza - Integrante / Juan Manuel Ruiz-Esparza Aguilar - Coordenador / Genivaldo Alves de Jesus - Integrante / Laryssa Darlany da Silva Cardoso - Integrante / Iris Gisele Santos de Oliveira - Integrante.
2016 - Atual
Valoração socioeconômica das práticas amigáveis e não amigáveis aos polinizadores na agricultura familiar no Alto Sertão Sergipano
Descrição: Objetivo geral deste estudo é realizar a avaliação socioeconômica das práticas amigáveis aos polinizadores na agricultura e sugerir mudanças na prática do produtor e intervenções no âmbito de políticas públicas, que possam potencializar o valor dessas práticas amigáveis no Perímetro Irrigado Califórnia e no Assentamento Jacaré-Curituba, no Alto Sertão Sergipano...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - 2017
Padrões biogeográficos e ecológicos para a conservação e conhecimento da diversidade de aves no estado de Sergipe
Descrição: Descrição: Esta proposta de pesquisa busca através da compilação de uma lista de aves encontradas no estado de Sergipe, mediante os registros bibliográficos e exemplares depositados em coleções ornitológicas procedentes de Sergipe, realizar diferentes análises biogeográficas para descrever os padrões de diversidade da avifauna de Sergipe. Especificamente, permitirá a elaboração de uma lista estadual de aves, contendo as espécies prioritárias para conservação. A partir da modelagem da distribuição das espécies, será elaborado um mapa com sítios prioritários para conservação, subsidiando a criação de Unidades de Conservação, ou alguma outra estratégia de conservação usando as aves como principal critério. Finalmente com as análises das lacunas de conhecimento ornitológico científico no estado permitirá o planejamento de futuros levantamento de campo economizando recursos financeiros e contribuindo com o desenvolvimento de estratégias de conservação das mesmas.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
Primatas ameaçados do baixo rio São Francisco: buscando subsídios para a conservação dos ecossistemas de uma das regiões mais impactadas do Brasil
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2010
Projeto Águas Rasas
Descrição: Caracterização geológica da plataforma continental e da influência dos aportes fluviais na região norte do estado de Sergipe e sul de Alagoas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - Atual
Padrões Ecológicos e Zoogeográficos, e Conservação dos Primatas Ameaçados de Sergipe e Norte da Bahia
Descrição: Os objetivos principais do projeto incluem a documentação dos padrões de distribuição e ecologia das espécies de primatas ameaçadas de extinção da região que engloba Sergipe e o norte da Bahia, visando subsidiar o desenvolvimento de estratégias eficazes de conservação das espécies e dos ecossistemas que habitam. São duas espécies do gênero Callicebus (Callicebus barbarabrownae e Callicebus coimbrai), além de Cebus xanthosternos, todas na lista de espécies criticamente ameaçadas de extinção. Serão realizados levantamentos qualitativos para a identificação de populações remanescentes, e quantitativos, para o conhecimento do tamanho e densidade de populações, visando estabelecer os parâmetros básicos de distribuição geográfica e viabilidade populacional. Em sítios selecionados, serão realizados estudos ecológicos, baseados principalmente no monitoramento comportamento de grupos de estudo, e a identificação de parâmetros fundamentais como a composição da dieta, preferência por habitat, necessidade de espaço e tolerância de fragmentação de habitat. Pretende-se estabelecer um banco de dados para subsidiar programas de conservação e o planejamento de uma rede de áreas protegidas, juntos aos órgãos federais e estaduais competentes. Além destes propósitos, o projeto contribuirá para a formação de recursos humanos nos níveis de graduação e pós-graduação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - Atual
Conservação do Guigó-de-coimbra (Callicebus coimbrai) no Estado de Sergipe
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Daniela Pinheiro Bitencurti Ruiz-Esparza - Integrante / Stephen Fancis Ferrari - Coordenador.


Revisor de periódico


2014 - Atual
Periódico: Scientia Plena


Áreas de atuação


1.
Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais / Subárea: SENSORIAMENTO REMOTO.
2.
Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais / Subárea: Geoprocessamento.
3.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Natureza.
4.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Manejo Florestal/Especialidade: Fotointerpretação Florestal.
5.
Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais.
6.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Oceanografia Física.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
BITENCURTI, D. P.2017BITENCURTI, D. P.; MELO, F. P. ; GOIS, D. V. ; Ruiz-Esparza, J. M. A. ; RIBEIRO, A. S. ; FERRARI, S. F. ; MELO & SOUZA, R. . Análise multitemporal do desmatamento nos municípios de Canindé de São Francisco e Poço Redondo, SE.. Geosul, v. 32, p. 117-138, 2017.

2.
Ruiz-Esparza, J. M. A.2017Ruiz-Esparza, J. M. A. ; COSTA, J. P. M. ; SILVA, C. ; Ruiz-Esparza, D.P.B. ; BELTRAO-MENDES, R. ; FERRARI, S. F. . Expansion of the known range of Buff-fronted Owl Aegolius harrisii in north-east Brazil and reported case of Heterochromia iridis in the Strigidae. Bulletin of the British Ornithologists' Club, v. 137, p. 91-93, 2017.

3.
Ruiz-Esparza, J. M. A.2017Ruiz-Esparza, J. M. A. ; CRISCOULO, A. ; ROCHA, P. A. ; BELTRAO-MENDES, R. ; SILVESTRE, S. M. ; BOMFIM, S. ; Ruiz-Esparza, D.P.B. ; FERRARI, S. F. . Range extension for Wedge-billed Woodcreeper Glyphorynchus spirurus cuneatus in north-east Brazil. BULLETIN OF THE BRITISH ORNITHOLOGISTS' CLUB, v. 137, p. 241, 2017.

4.
GUIMARÃES, DANIELA A.O.2017GUIMARÃES, DANIELA A.O. ; RUIZ-ESPARZA, JUAN ; CORBO, MILENA ; Ruiz-Esparza, Daniela P.B. . First documented record of the Silvery-cheeked Antshrike Sakesphorus cristatus (Wied-Neuwied, 1831) (Passeriformes: Thamnophilidae) for the state of Sergipe, Brazil. CHECK LIST, JOURNAL OF SPECIES LIST AND DISTRIBUTION, v. 13, p. 751-754, 2017.

5.
CARMO, LAIANE OLIVEIRA2016CARMO, LAIANE OLIVEIRA ; NOBRE, FERNANDA SILVA DE MELO ; RUIZ-ESPARZA, DANIELA PINHEIRO BITENCURTI . Geoprocessamento como ferramenta para a avaliação de áreas para a construção de aterros sanitários. Scientia Plena, v. 12, p. 1-14, 2016.

6.
MELO, F. P.2016MELO, F. P. ; GOIS, D. V. ; Ruiz-Esparza, D.P.B. ; BEZERRA, J. V. A. ; MELO & SOUZA, R. . Geophysical relationships betweenalbedo and surface temperature of targets in Garanhuns-PE. Journal of Hyperspectral Remote Sensing, v. 6, p. 139-153, 2016.

7.
Ruiz-Esparza, J. M. A.2015Ruiz-Esparza, J. M. A. ; SANTOS, C. S. ; CUNHA, M. A. ; BITENCURTI, D. P. ; ROCHA, P. A. ; BELTRAO-MENDES, R. ; FERRARI, S. F. . Diversity of birds in the Mata do Junco State Wildlife Refuge, a remnant of the Atlantic Forest of northeastern Brazil. Check List (São Paulo. Online), v. 11, p. 1/ Article 1647-10, 2015.

8.
Ruiz-Esparza, J. M. A.2015Ruiz-Esparza, J. M. A. ; COSTA, J. P. M. ; SANTOS, C. ; Ruiz-Esparza, D.P.B. ; BELTRAO-MENDES, R. ; FERRARI, S. F. . First record of the Stygian Owl, Asio stygius, from the Brazilian state of Sergipe, a 320 km extension of the known range of the species in South America. Atualidades Ornitológicas (Impresso), v. 186, p. 19-19, 2015.

9.
Ruiz-Esparza, J. M. A.2014Ruiz-Esparza, J. M. A. ; BITENCURTI, D. P. ; FERRARI, S. F. . Record of a melanistic form of the caled Dove, Columbina squammata, from northeastern Brazil. Atualidades Ornitológicas (Online), v. 181, p. 24-24, 2014.

10.
Ruiz-Esparza, J. M. A.2011 Ruiz-Esparza, J. M. A. ; ROCHA, P. A. ; BITENCURTI, D. P. ; RIBEIRO, A. S. ; FERRARI, S. F. . MIGRATORY BIRDS IN THE SEMI-ARID CAATINGA SCRUBLANDS OF NORTHEASTERN BRAZIL: DIVERSITY AND SEASONAL PATTERNS. Ornitología Neotropical, v. 22, p. 15-24, 2011.

11.
Gouveia, S. F.2010 Gouveia, S. F. ; Ruiz-Esparza, J. M. A. ; Santana, V. B. ; Oliveira, J. C. C. ; BITENCURTI, D. P. ; Gomes, L. J. ; Faria, R. G. . Nove anos de Workshop: panorama dos resultados da definição de Áreas Prioritárias para a Conservação da Caatinga. HOLOS Environment (Online), v. 10, p. 83-94, 2010.

Capítulos de livros publicados
1.
Gomes, L. J. ; HORA, F. M. D. ; SANTOS, A. L. C. ; BITENCURTI, D. P. . Cobertura vegetal e aspectos legais para uma gestão florestal sustentável. In: Edmar Ramos Siqueira; Marcos Aurélio Silva; Alexandro Guimarães de Aragão.. (Org.). O território rural centro-sul de Sergipe. 1ed.Arcaju: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2010, v. 1, p. 128-171.

2.
BITENCURTI, D. P.; AGUILAR, J. M. R. ; Gomes, L. J. ; Silva, M. A. S. . Mapeamento de uso da terra. In: Edmar Ramos Siqueira; Marcos Aurélio Silva; Alexandro Guimarães de Aragão. (Org.). O território rural centro-sul de Sergipe. 1ed.Aracaju: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2010, v. 1, p. 72-85.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MELO, F. P. ; GOIS, D. V. ; ALVES, A. C. ; ARAUJO, W. S. ; Ruiz-Esparza, D.P.B. ; MELO & SOUZA, R. . Superfícies de Impedância e suas Implicações nos Processos Geoestatísticos. Deturpação de Possíveis Cenários e Fenômenos Geoespaciais: poligonal urbana de Garanhuns-PE. In: Simpósio sobre as geotecnologias e geoinformação no Estado de Alagoas, 2015, Maceió. Anais do 3º GeoAlagoas - Simpósio sobre as geotecnologias e geoinformação no Estado de Alagoas (2015). Maceió: Lucas Barbosa Cavalcante, 2015. v. 1. p. 229-236.

2.
SOBRAL-OLIVEIRA, I. ; OLIVEIRA, D. ; Gomes, L. J. ; FERREIRA, R. A. ; Ruiz-Esparza, J. M. A. ; BITENCURTI, D. P. . Estratégias para o planejamento da Área de Proteção Ambiental Litoral Sul de Sergipe.. In: IV Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoramento Remoto, 2008, Aracaju, SE. Anais do IV Geonordeste, 2008.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
BITENCURTI, D. P.; GOIS, D. V. ; MELO, F. P. ; Ruiz-Esparza, J. M. A. ; MELO & SOUZA, R. . Análise multitemporal da cobertura da terra na micro-bacia hidrográfica do Rio Macururé, BA.. In: XVIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2017, Santos. Anais do XVIII SBSR, 2017. v. 1. p. 1558-1565.

2.
MELO, F. P. ; MELO & SOUZA, R. ; GOIS, D. V. ; Ruiz-Esparza, D.P.B. ; SANTOS, G. C. ; OLIVEIRA, L. S. ; SANTOS, E. A. . Mapeamento do Fluxo Hídrico Superficial da APA do Morro do Urubu. In: VIII Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe, 2015, Aracaju. Resumos do VIII Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe, 2015.

3.
Ruiz-Esparza, J. M. A. ; BITENCURTI, D. P. ; SANTOS, C. S. ; CUNHA, M. A. ; SAMPAIO, D. T. ; FERRARI, S. F. . Conhecimento etnoornitológico dos moradores da zona de amortecimento de duas unidades de conservação em Sergipe. In: II Seminário Internacional de Ecologia Humana. In: II Seminário Internacional de Ecologia Humana, 2014, Paulo Afonso. Anais do II Seminário Internacional de Ecologia Humana, 2014.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Ruiz-Esparza, J. M. A. ; Ruiz-Esparza, D.P.B. ; SILVA, C. ; ROCHA, P. A. . Problemas com plumagens verde oliva de fêmeas adultas de Manacus manacus e Chiroxiphia pareola? a biometria pode auxiliar na identificação em campo. In: Neotropical Ornithological Congress & Congresso Brasileiro de Ornitologia,, 2015, Manaus. Livro de resumos do Neotropical Ornithological Congress & Congresso Brasileiro de Ornitologia, 2015. v. 1. p. 1-263.

2.
BITENCURTI, D. P.; Ruiz-Esparza, J. M. A. ; BELTRAO-MENDES, R. ; ROCHA, P. A. ; RIBEIRO, A. S. ; FERRARI, S. F. . Fauna silvestre atropelada no trecho Aracaju-Capela, Sergipe. In: XVIII Encontro Nordestino de Zoologia, 2013, Maceió. Livro de Resumos do XVIII Encontro Nordestino de Zoologia, 2013, 2013.

3.
Ruiz-Esparza, J. M. A. ; SANTOS, C. S. ; CUNHA, M. A. ; BITENCURTI, D. P. ; ROCHA, P. A. ; BELTRAO-MENDES, R. ; SANTOS, P. M. ; VILAS-BOAS, M. M. ; RIBEIRO, A. S. ; FERRARI, S. F. . Levantamento preliminar das aves do Refúgio de Vida Silvestre da Mata do Junco: Mata Atlântica, Sergipe. In: Congresso Brasileiro de Ornitologia, 2012, Maceió, AL. Resumos do XIX Congresso Brasileiro de Ornitologia, 2012., 2012.

4.
BITENCURTI, D. P.; Ruiz-Esparza, J. M. A. ; ALMEIDA, B. J. M. ; VILAS-BOAS, M. M. ; FERRARI, S. F. . Uso das geotecnologias na elaboração da lista de aves de Sergipe. In: Congresso Brasileiro de Ornitologia, 2012, Maceió, AL. Resumos do XIX Congresso Brasileiro de Ornitologia, 2012., 2012.

5.
Ruiz-Esparza, J. M. A. ; BITENCURTI, D. P. ; Gomes, L. J. . Uso do Sistema de Informações Geográficas para analise da sobreposição entre Unidades de Conservação e assentamentos de reforma agrária em Sergipe.. In: V Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoramento Remoto, 2011, Feira de Santana, BA. Anais do V Geonordeste, 2011., 2011.

6.
Fontes, L. C. S. ; DOMINGUEZ, J. M. L. ; LATRUBESSE, E. M. ; SANTOS, C. M. ; MENDONCA, J. B. S. ; BITENCURTI, D. P. ; ALMEIDA, J. . Aplicação de estudos da morfodinâmica fluvial e deltaica na definição de vazões ecológicas em grandes rios: o caso do baixo curso do Rio São Francisco. In: XII Congress Of The Brazilian Association For Quaternary Studies (Abequa); Iv Argentine Quaternary Congress And Geomorphology And Meeting On The Quaternary Of South America, 2010, La Plata, Argentina. Anais, 2010.

7.
Fontes, L. C. S. ; BITENCURTI, D. P. . Evolução histórica da desembocadura do rio São Francisco e mudanças na morfologia e erosão costeira após a construção das grandes barragens. In: 45 Congresso Brasileiro de Geologia, 2010, Belem, PA. Anais, 2010.

8.
BITENCURTI, D. P.; FERRARI, S. F. . Análise multitemporal do desmatamento na margem direita do baixo rio São Francisco utilizando técnicas de geoprocessamento e diagnóstico de seus efeitos sobre as populações de espécies ameaçadas. In: XV Seminário Integrador Ii, X Encontro De Mestres, Seminário De Tese I, 2010, Aracaju, SE. Anais, 2010.

9.
RIBEIRO, A. S. ; BITENCURTI, D. P. ; Ruiz-Esparza, J. M. A. . Diagnóstico e avaliação da vegetação de Restinga e Mangue para criação das áreas preservação permanente do município de Aracaju - Sergipe.. In: 61 Congresso Nacional de Botânica, 2010, Manaus, AM. Anais do 61 Congresso Nacional de Botânica, 2010., 2010.

Apresentações de Trabalho
1.
Ruiz-Esparza, J. M. A. ; BITENCURTI, D. P. ; Gomes, L. J. . Uso do Sistema de Informações Geográficas para análise da sobreposição entre Unidades de Conservação e assentamentos de reforma agrária em Sergipe. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
Fontes, L. C. S. ; DOMINGUEZ, J. M. L. ; LATRUBESSE, E. M. ; SANTOS, C. M. ; MENDONCA, J. B. S. ; BITENCURTI, D. P. ; ALMEIDA, J. . Aplicação de estudos da morfodinâmica fluvial e deltaica na definição de vazões ecológicas em grandes rios: o caso do baixo curso do Rio São Francisco. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
BITENCURTI, D. P.; FERRARI, S. F. . ANÁLISE MULTITEMPORAL DO DESMATAMENTO NA MARGEM DIREITA DO BAIXO RIO SÃO FRANCISCO UTILIZANDO TÉCNICAS DE GEOPROCESSAMENTO E DIAGNÓSTICO DE SEUS EFEITOS SOBRE AS POPULAÇÕES DE ESPÉCIES AMEAÇADAS. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
RIBEIRO, A. S. ; BITENCURTI, D. P. ; Ruiz-Esparza, J. M. A. . Diagnóstico e avaliação da vegetação de restinga e mangue para criação das áreas de preservação permanente do município de Aracaju - Sergipe. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
Passos, D. R. ; Fontes, M. P. ; BITENCURTI, D. P. ; Fontes, L. C. S. . Análise multitemporal do canal fluvial e da linha de costa adjacente à foz do Rio São São Francisco com o uso de georpocessamento. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
BITENCURTI, D. P.; Vianna, M. L. ; Menezes, V. V. . Estudos da circulação na plataforma do Ceará através de dados maregráficos, correntométricos e altimétricos. 2000. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
TOGO, M. C. M. ; BITENCURTI, D. P. ; Ruiz-Esparza, J. M. A. . Plano de Manejo da Área Natural Protegida El Barrancón de las Guacamayas. 2006.

Trabalhos técnicos

Demais tipos de produção técnica
1.
BITENCURTI, D. P.. Introdução ao Geoprocessamento com o uso do SPRING. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
BITENCURTI, D. P.. Introdução ao Geoprocessamento com o uso do SPRING. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
BITENCURTI, D. P.. Introdução ao Geoprocessamento com o uso do SPRING. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
BITENCURTI, D. P.. Introdução ao Geoprocessameto com o uso do SPRING. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
BITENCURTI, D. P.. Introdução ao Geoprocessamento com o Uso do SPRING. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

6.
BITENCURTI, D. P.; Ruiz-Esparza, J. M. A. ; Gomes, L. J. ; Silva, M. A. S. . Mapa Preliminar de Uso da Terra do Território Rural Centro-Sul de Sergipe. 2008. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

7.
BITENCURTI, D. P.. Introdução ao Geoprocessamento com o Uso do SPRING. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

8.
BITENCURTI, D. P.. Satélites - II Curso de Capacitação Continuada de Professores em Ciências Espaciais. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

9.
BITENCURTI, D. P.. II Curso de Capacitação Continuada de Professores em Ciências Espaciais. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

10.
BITENCURTI, D. P.. Satélites de Observação da Terra. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

11.
BITENCURTI, D. P.. Elaboração e Gestão de Projetos. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

12.
BITENCURTI, D. P.. SPRING Avançado. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

13.
BITENCURTI, D. P.. Introdução ao Geoprocessamento com o Uso do SPRING. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

14.
BITENCURTI, D. P.. Introdução ao Geoprocessamento com o Uso do SPRING. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

15.
BITENCURTI, D. P.. Introdução ao Geoprocessamento. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

16.
BITENCURTI, D. P.. Introdução ao Geoprocessamento com o uso do SPRING. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Ruiz-Esparza, D.P.B.; SOUZA., H. T. R.; Nascimento, P. S. R.; Machado, A.. Participação em banca de Valéria Cistina Evangelista dos Santos. Potencialidade geoturística do Parque Nacional Serra de Itabaiana no estado de Sergipe. 2018. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

2.
Gomes, L. J.; SILVA, C. H. M. E.; Ruiz-Esparza, D.P.B.; ARAUJO, H. M.; VIEIRA, L. V. L.; FRANCA, S. L. A.. Participação em banca de José Waldson Costa de Andrade. Desenvolvimento de um índice para a avaliação da ciclabilidade na cidade de Aracaju.. 2018. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

3.
LUCAS, A. A. T.; SOBRAL-OLIVEIRA, I.; BITENCURTI, D. P.; Guimarães, M. A.. Participação em banca de Maria Gabriela Santos Oliveira. SUSTENTABILIDADE DAS PROPRIEDADES RURAIS DO AÇUDE DA MARCELA EM ITABAIANA-SERGIPE. 2017. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

4.
BITENCURTI, D. P.; Ruiz-Esparza, J. M. A.; SOBRAL-OLIVEIRA, I.. Participação em banca de Talitha Silva Cavalcante Bezerra. AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS AVÍCOLAS DE CORTE DE SERGIPE DE ACORDO COM AS NORMAS DE QUALIDADE SANITÁRIA. 2017. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

5.
Mendes, Gicélia; AGUILAR, J. M. R.; BITENCURTI, D. P.; RIBEIRO, A. S.. Participação em banca de Claudiene de Jesus Alencar. Áreas verdes e risco de contaminação parasitológica em dois parques urbanos de Aracaju, SE. 2017. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

6.
BITENCURTI, D. P.; Ruiz-Esparza, J. M. A.; SOUSA, I. F.. Participação em banca de Eldonor Targino Caldas Júnior. USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NAS MARGENS DA RODOVIA BR-235/SE. 2017. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

7.
MELO & SOUZA, R.; PINTO, J. E. S. S.; BITENCURTI, D. P.; CARVALHO, M. E. S.. Participação em banca de Douglas Vieira Gois. Dinâmica fitogeográfica e suscetibilidade à desertificação no município de Poço Redondo - SE. 2016. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Sergipe.

8.
LUCAS, A. A. T.; BITENCURTI, D. P.; SOUSA, I. F.; CARVALHO, M. E. S.; GOMES FILHO, R. R.; SILVA, M. G.. Participação em banca de Andreia Reis Fontes. Análise sociombiental da microbacia do rio Caiçá no perímetro urbano de Simão Dias - SE. 2016. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

9.
SOUZA, Roberto R de; MELO & SOUZA, R.; BITENCURTI, D. P.. Participação em banca de Antonio Fernando Carvalho de Andrade. PRODUÇÃO DE ENERGIA E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO: UMA ANÁLISE DOS CASOS DO BRASIL E DE SERGIPE. 2016. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

Qualificações de Doutorado
1.
MELO & SOUZA, R.; Andrade, E. J.; BITENCURTI, D. P.; Nascimento, P. S. R.. Participação em banca de Jonas Ricardo dos Santos. DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DE FEIÇÕES MORFOLÓGICAS E BIOFACIES COMO INDICADORES EVOLUTIVOS DA PLATAFORMA CONTINENTAL DE SERGIPE E SUL DE ALAGOAS. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

2.
MELO & SOUZA, R.; BITENCURTI, D. P.; SILVA, Maria Do Socorro Ferreira da; SOARES, M. J. N.; SOUZA, Roberto R de. Participação em banca de Heloísa Thaís Rodrigues de Souza. Dinâmica de fragmentos florestais m unidades de conservação de proteção integral no semiárido sergipano: aspectos florísticos, estruturais e socioambientais.. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

Qualificações de Mestrado
1.
Ruiz-Esparza, D.P.B.; MELO & SOUZA, R.; DINIZ, M. T. M.. Participação em banca de Rayane de Oliveira Silva. Análise sociambiental da praia do Abaís, Estância/SE. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

2.
Ruiz-Esparza, D.P.B.; MELO & SOUZA, R.; DINIZ, M. T. M.. Participação em banca de Daiany Santos Silva. As oscilações da linha de costa nas praias de Aracaju/SE e sua relação com as atividades antrópicas. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

3.
SOUSA, I. F.; PINTO, J. E. S. S.; Ruiz-Esparza, D.P.B.; CARVALHO, M. E. S.. Participação em banca de Jailde Fontes Vasconcelos. Análise do conforto térmico na cidade de Aracaju ? SE. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

4.
BITENCURTI, D. P.; Nascimento, P. S. R.; SOBRAL-OLIVEIRA, I.; Machado, A.. Participação em banca de Valéria Cristina Evangelista dos Santos. POTENCIALIDADE GEOTURÍSTICA E OS ASPECTOS CULTURAIS RELACIONADOS AO PATRIMÔNIO GEOLÓGICO DO PARQUE NACIONAL SERRA DE ITABAIANA, NO ESTADO DE SERGIPE. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

5.
PEDROTTI, A.; BITENCURTI, D. P.; DOMPIERI, M. H. G.; OLIVEIRA, P. J.. Participação em banca de Crislaine Santos da Silva. Mudanças e Impactos no Uso da Terra pelo Cultivo do Milho nos Municípios de Simão Dias e Carira-Se. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

6.
Mendes, Gicélia; BITENCURTI, D. P.; Matos e Silva, C. H.; Sousa Silva, L. C.. Participação em banca de Claudiene de Jesus Alencar. Parques urbanos: planejamento territorial e gestão ambiental em Aracaju, SE.. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

7.
BITENCURTI, D. P.; Ruiz-Esparza, J. M. A.; SOBRAL-OLIVEIRA, I.. Participação em banca de Talitha Silva Cavalcante Bezerra. Avaliação das granjas avícolas de corte de Sergipe de acordo com as normas de qualidade sanitária. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.

8.
BITENCURTI, D. P.; Ruiz-Esparza, J. M. A.; Mendes, Gicélia. Participação em banca de Eldonor Targino Caldas Júnior. Ações antrópicas na faixa de domínio da BR-235/SE: análise socioambiental. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
BRITO, M. E. B.; BITENCURTI, D. P.; PERIN, L.. CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DA CARREIRA DO MAGISTÉRIO SUPERIOR - EDITAL Nº 009/2018. 2018. Universidade Federal de Sergipe.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VIII Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto (GEONORDESTE).Análise Multitemporal nas áreas verdes de dois parques urbanos no município de Aracaju.. 2017. (Simpósio).

2.
XVIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto.Análise multitemporal da cobertura da terra na micro-bacia hidrográfica do Rio Macururé, BA. 2017. (Simpósio).

3.
III SEMAC 8º ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO (PÓS-DOUTORADO),.Atividade de Extensão. 2016. (Outra).

4.
III SEMAC 8º ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO (PÓS-DOUTORADO),.Atividade de Extensão. 2016. (Outra).

5.
SEMAC - 8º ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO.Atividade de Extensão. 2016. (Outra).

6.
SIMPÓSIO SOBRE AS GEOTECNOLOGIAS E GEOINFORMAÇÃO NO ESTADO DE ALAGOAS.SUSCETIBILIDADE À DESERTIFICAÇÃO NA SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JACARÉ?SERGIPE. 2016. (Simpósio).

7.
Encontro Nordestino de Etnobiologia e Etnoecologia. 2015. (Encontro).

8.
Neotropical Ornithological Congress & Congresso Brasileiro de Ornitologia,. Problemas com plumagens verde oliva de fêmeas adultas de Manacus manacus e Chiroxiphia pareola? a biometria pode auxiliar na identificação em campo. 2015. (Congresso).

9.
Simpósio sobre as geotecnologias e geoinformação no Estado de Alagoas.Superfícies de Impedância e suas Implicações nos Processos Geoestatísticos. Deturpação de Possíveis Cenários e Fenômenos Geoespaciais: poligonal urbana de Garanhuns-PE. 2015. (Simpósio).

10.
VII Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto (GEONORDESTE). 2014. (Simpósio).

11.
II Congresso Latino Americano XV Congresso Brasileiro de Primatologia. Ranging Behavior Of Three Groups Of Common Marmosets (Callithrix Jacchus) In The Caatinga Of Northeastern Brazil. 2013. (Congresso).

12.
XVIII Encontro de Zoologia do Nordeste.Fauna Silvestre Atropelada No Trecho Aracaju-Capela, Sergipe.. 2013. (Encontro).

13.
Congresso Brasileiro de Ornitologia. Levantamento preliminar das aves do Refúgio de Vida Silvestre da Mata do Junco: Mata Atlântica, Sergipe.. 2012. (Congresso).

14.
Congresso Brasileiro de Ornitologia. Uso das geotecnologias na elaboração da lista de aves de Sergipe.. 2012. (Congresso).

15.
VI Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto ? Geotecnologias e Meio Ambiente. 2012. (Simpósio).

16.
V Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto.Uso do Sistema de Inofrmações Geográficas para analise da sobreposição entre Unidades de Conservação e Assentamentos de Reforma Agrária em Sergipe. 2011. (Simpósio).

17.
Congresso ABIPTI. 2008. (Congresso).

18.
IV Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto. 2008. (Simpósio).

19.
XIII Semana Nacional de Oceanografia - "500 Anos de Ma Basileiro. Estudos da ciculação na Plataforma do Ceará através de dados maregráficos, correntométricos e altimétricos.. 2000. (Congresso).

20.
III Encontro Paranaense de Grupos PET/CAPES - Meio Ambiente. 1998. (Encontro).

21.
IV Semana da Física. 1998. (Outra).

22.
5o Ciclo de Colóquios do Grupo PET/Física.Bombas de Vácuo. 1997. (Outra).

23.
I ESPETEn - Encontro Sul-Brasileiro e Grupos PET/Capes de Ciências Exatas, da Terra e Engenharias. 1997. (Encontro).

24.
III Semana da Física. 1997. (Outra).

25.
XXX Ciclo de Seminários do Departamento de Física. 1997. (Seminário).

26.
5o Ciclo de Colóquios do Grupo PET/Física. 1996. (Outra).

27.
II Encontro Paranaense de Grupos PET/CAPES. 1996. (Encontro).

28.
II Semana da Física. 1996. (Outra).

29.
I Semana da Física. 1996. (Outra).

30.
V Ciclo de Seminários do Grupo PET/Física.Aplicações de Filmes Finos. 1996. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BITENCURTI, D. P.. VII Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto (GEONORDESTE). 2014. (Outro).

2.
BITENCURTI, D. P.. VII Geonordeste - Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto. 2014. (Outro).

3.
BITENCURTI, D. P.. VI Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto (GEONORDESTE). 2012. (Outro).

4.
BITENCURTI, D. P.. V Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto. 2011. (Outro).

5.
BITENCURTI, D. P.. IV Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto. 2008. (Outro).

6.
BITENCURTI, D. P.. Reunión de la Conferencia de Geógrafos Latinoamericanistas, CLAG. 2005. (Outro).

7.
BITENCURTI, D. P.. IV Semana da Física. 1998. (Outro).

8.
BITENCURTI, D. P.. II Semana da Física. 1996. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Rayane de Oliveira Silva. Projeto Urbanístico e Paisagístico Funcional para a Praia do Abaís, Estância-SE.. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe. (Orientador).

2.
Daiany Santos Silva. Erosão nas praias de Aracaju-SE e análise de suas implicações para o gerenciamento costeiro.. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe. (Orientador).

3.
Valéria Cristina Evangelista dos Santos. Potencialidade Geoturística do Parque Nacional Serra de Itabaiana, Sergipe.. Início: 2016. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe. (Orientador).

4.
Henrique Maia d´Avila. Zoneamento Ambiental em Unidades de Conservação através de técnicas de Análise de Decisão Multicritério e Sistema de Informações Geográficas. Início: 2015. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe. (Coorientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Eldonor Targino Caldas Júnior. USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NAS MARGENS DA RODOVIA BR-235/SE. 2017. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe, . Orientador: Daniela Pinheiro Bitencurti Ruiz-Esparza.

2.
Talitha Silva Cavalcante Bezerra. Indicadores de sustentabilidade na avicultura sergipana. 2015. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal de Sergipe, . Orientador: Daniela Pinheiro Bitencurti Ruiz-Esparza.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Telma Maria da silva Maia. Correção da Linha Poligonal do Parque Municipal de Maceió. 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Geotecnologias) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Sergipe. Orientador: Daniela Pinheiro Bitencurti Ruiz-Esparza.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
Ruiz-Esparza, J. M. A.2017Ruiz-Esparza, J. M. A. ; COSTA, J. P. M. ; SILVA, C. ; Ruiz-Esparza, D.P.B. ; BELTRAO-MENDES, R. ; FERRARI, S. F. . Expansion of the known range of Buff-fronted Owl Aegolius harrisii in north-east Brazil and reported case of Heterochromia iridis in the Strigidae. Bulletin of the British Ornithologists' Club, v. 137, p. 91-93, 2017.


Livros e capítulos
1.
Gomes, L. J. ; HORA, F. M. D. ; SANTOS, A. L. C. ; BITENCURTI, D. P. . Cobertura vegetal e aspectos legais para uma gestão florestal sustentável. In: Edmar Ramos Siqueira; Marcos Aurélio Silva; Alexandro Guimarães de Aragão.. (Org.). O território rural centro-sul de Sergipe. 1ed.Arcaju: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2010, v. 1, p. 128-171.


Apresentações de Trabalho
1.
BITENCURTI, D. P.; Vianna, M. L. ; Menezes, V. V. . Estudos da circulação na plataforma do Ceará através de dados maregráficos, correntométricos e altimétricos. 2000. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
Passos, D. R. ; Fontes, M. P. ; BITENCURTI, D. P. ; Fontes, L. C. S. . Análise multitemporal do canal fluvial e da linha de costa adjacente à foz do Rio São São Francisco com o uso de georpocessamento. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
Fontes, L. C. S. ; DOMINGUEZ, J. M. L. ; LATRUBESSE, E. M. ; SANTOS, C. M. ; MENDONCA, J. B. S. ; BITENCURTI, D. P. ; ALMEIDA, J. . Aplicação de estudos da morfodinâmica fluvial e deltaica na definição de vazões ecológicas em grandes rios: o caso do baixo curso do Rio São Francisco. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
BITENCURTI, D. P.; FERRARI, S. F. . ANÁLISE MULTITEMPORAL DO DESMATAMENTO NA MARGEM DIREITA DO BAIXO RIO SÃO FRANCISCO UTILIZANDO TÉCNICAS DE GEOPROCESSAMENTO E DIAGNÓSTICO DE SEUS EFEITOS SOBRE AS POPULAÇÕES DE ESPÉCIES AMEAÇADAS. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

5.
RIBEIRO, A. S. ; BITENCURTI, D. P. ; Ruiz-Esparza, J. M. A. . Diagnóstico e avaliação da vegetação de restinga e mangue para criação das áreas de preservação permanente do município de Aracaju - Sergipe. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
Ruiz-Esparza, J. M. A. ; BITENCURTI, D. P. ; Gomes, L. J. . Uso do Sistema de Informações Geográficas para análise da sobreposição entre Unidades de Conservação e assentamentos de reforma agrária em Sergipe. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BITENCURTI, D. P.. VII Geonordeste - Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto. 2014. (Outro).

2.
BITENCURTI, D. P.. VI Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto (GEONORDESTE). 2012. (Outro).



Outras informações relevantes


Aprovação em segundo lugar no Concurso Público para Professor Efetivo do Núcleo de Engenharia Ambiental, UFS, Edital nº.017/2015, publicado no D.O.U. em 03/07/2015.. Membro da RESGEO (Rede Sergipe de Geotecnologias). Bolsa de Iniciação Científica CAPES/PET anos 96, 97 e 98. Experiência em embarcação de Campanha Oceanográfica (12 dias em alto mar). Experiência em embarcações fluviais. Mergulho. Experiência em trabalhos de Plano de Manejo de Área Natural Protegida, Relatório de Impacto Ambiental e Desenvolvimento de Ecoturismo Planejado em comunidades indígenas do México. Trabalhos sociais, de mapeamento e produção de relatórios.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/11/2018 às 13:50:12