Isabele de Matos Pereira de Mello

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8492337523381952
  • Última atualização do currículo em 10/01/2019


Possui graduação em História (UGF - Bacharelado e Licenciatura, 2006), especialização em História do Brasil (UFF, 2007), mestrado em História Moderna (UFF, 2009) e doutorado em História Social (UFF, 2013). Tem experiência na área de História Moderna e Contemporânea, com ênfase em História do Brasil, História do Rio de Janeiro e História do Direito, atuando principalmente nos seguintes temas: arquivos judiciais, arquivos permanentes, fontes judiciais, administração judiciária, administração colonial, governo da justiça, magistrados e tribunais. É autora do livro "Poder, Administração & Justiça: os Ouvidores Gerais no Rio de Janeiro (1624-1696)". Em 2009, sua dissertação de mestrado foi contemplada com o Prêmio Afonso Carlos Marques dos Santos - Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro. Sua tese de doutorado recebeu o Prêmio Arquivo Nacional de Pesquisa 2013. Atualmente trabalha como professora adjunta na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Isabele de Matos Pereira de Mello
Nome em citações bibliográficas
MELLO, Isabele de Matos P. de

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de História.
Largo São Francisco de Paula
Centro
20051070 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Telefone: (21) 22210034


Formação acadêmica/titulação


2009 - 2013
Doutorado em História Social.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Magistrados a serviço do rei: a administração da justiça e os ouvidores gerais na comarca do Rio de Janeiro (1710-1790), Ano de obtenção: 2013.
Orientador: Maria Fernanda Baptista Bicalho.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2007 - 2009
Mestrado em História.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Administração, Justiça e Poder: os Ouvidores Gerais e suas correições na cidade do Rio de Janeiro (1624-1696),Ano de Obtenção: 2009.
Orientador: Maria Fernanda Baptista Bicalho.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
2006 - 2007
Especialização em Pós graduação lato sensu. (Carga Horária: 360h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Administração e Poder: A Ouvidoria Geral e a Câmara do Rio de Janeiro.
Orientador: Maria Fernanda Baptista Bicalho.
2009 interrompida
Graduação interrompida em 2011 em Arquivologia.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Ano de interrupção: 2011
2002 - 2006
Graduação em História.
Universidade Gama Filho, UGF, Brasil.
Título: Justiça e Poder no Brasil colonial: Os Ouvidores Gerais e suas correições na cidade do Rio de Janeiro.
Orientador: Marcos Guimarães Sanches.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.


Pós-doutorado


2013 - 2018
Pós-Doutorado.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Rio de Janeiro.


Formação Complementar


2017 - 2017
TI na Educação. (Carga horária: 7h).
Fundação Bradesco, BRADESCO, Brasil.
2017 - 2017
Introdução ao e-learning. (Carga horária: 12h).
Fundação Bradesco, BRADESCO, Brasil.
2017 - 2017
Didática no Ensino Superior. (Carga horária: 68h).
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
2014 - 2014
Ao Encontro da Memória. (Carga horária: 10h).
Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, IHGB, Brasil.
2013 - 2013
Fundamentos da Gestão de TI. (Carga horária: 5h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
2013 - 2013
Gestão do Poder Judiciário. (Carga horária: 10h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
2013 - 2013
Segurança da Informação. (Carga horária: 23h).
Fundação Bradesco, BRADESCO, Brasil.
2006 - 2006
Introdução à reflexão filosófica. (Carga horária: 16h).
Universidade Estácio de Sá, UNESA, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Adjunta, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2018 - 2018
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora substituta, Carga horária: 20
Outras informações
Disciplinas ministradas: História do Brasil I e Politica Externa do Brasil Independente


Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2018
Vínculo: Professora e pesquisadora, Enquadramento Funcional: Estágio Pós-doutoral
Outras informações
Estágio pós-doutoral vinculado ao Programa de Pós-Graduação em História. Disciplina ministrada: 1. Eixo profissional - Moderna - História do Poder e das Ideias Políticas: Instituições de justiça: magistratura, poder & administração (séculos XVIII e XIX) (2014) 2. Seminário de História Moderna e Contemporânea: Tópicos especiais em arquivos judiciais & prática de pesquisa histórica. (a ser ministrada no próximo semestre) Cursos de extensão 1. Oficina de Fontes Judiciais (séc. XVII-XIX) para alunos do Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal Fluminense (2014) 2. Oficina de Fontes Judiciais (séc. XVII-XIX) para alunos de Graduação da Universidade Federal Fluminense (2016)

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 4
Outras informações
Estágio docente CAPES. Disciplina ministrada na graduação: Seminário de História Política e do Poder VI - ?História do Rio de Janeiro: Administração, Poder & Instituições (sécs. XVII e XVIII)?. Código GHT00577 ? Turma T1, módulo de 45 alunos.


Fundação para a Ciência e a Tecnologia, FCT, Portugal.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Investigadora
Outras informações
Integrante do Projeto "A comunicação política na monarquia pluricontinental portuguesa (1580-1808): Reino, Atlântico e Brasil" (ICS/UL).


InnovaGestão - Consultoria em Informação, INNOVAGESTÃO, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Contratada, Enquadramento Funcional: Consultora/ Professora
Outras informações
Empresa de consultoria em educação corporativa, pesquisas e soluções estratégicas em Gestão da Informação, Gestão do Conhecimento e da Inovação, Gestão de Conteúdo, Governo Eletrônico, Gestão de Processos e Governança e Gestão em Tecnologia da Informação. Oferece cursos e treinamentos sobre avaliação documental e arquivos permanentes. http://www.innovagestao.com.br


Arquivo do Poder Judiciário do Estado do RJ, PJERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2012
Vínculo: Contratada, Enquadramento Funcional: Pesquisadora

Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Contratada, Enquadramento Funcional: Assistente de pesquisa
Outras informações
Pesquisas desenvolvidas no Serviço de Gestão de Acervos Arquivísticos Permanentes (DGCON/ SEGAP)


Secretaria Municipal de Educação de Duque de Caxias, SME, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Contratada, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 15
Outras informações
Professora de História - Ensino Fundamental (6º ao 9º ano)


Secretaria Municipal de Educação, SME-RJ, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 16
Outras informações
Professora de História - Ensino Fundamental (6º ao 9º ano)


Colégio Barcellos Costa, CBC, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Contratada, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 8
Outras informações
Professora de História - EJA e Ensino Médio

Vínculo institucional

2002 - 2004
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitora, Carga horária: 8
Outras informações
Monitoria para turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA).


Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, TJ/RJ, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20
Outras informações
Estágio nos setores de documentação histórica do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro


Colégio Pedro II, CP II, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20
Outras informações
Estágio no Arquivo do Colégio Pedro II (Unidade São Cristóvão).



Projetos de pesquisa


2013 - Atual
Poder & Justiça: os desembargadores e a Casa da Suplicação do Brasil (1790-1833)
Descrição: Construir o perfil social dos desembargadores nomeados para os tribunais sediados no Rio de Janeiro, entre os anos de 1790 e 1833. E, a partir da análise de suas trajetórias, investigar o funcionamento e a composição da Casa da Suplicação do Brasil, buscando compreender a participação dos desembargadores no processo de formação da justiça brasileira e do novo império, realizando um estudo sobre as relações estabelecidas por esses magistrados no cenário político-administrativo da comarca do Rio de Janeiro. O projeto contempla também uma análise sobre o papel dos desembargadores no processo de independência do Brasil e e na Assembleia Constituinte de 1823. Projeto contemplado com 1 bolsa de iniciação científica do CNPq..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Isabele de Matos Pereira de Mello - Coordenador.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
2009 - Atual
A comunicação política na monarquia pluricontinental portuguesa (1580-1808): Reino, Atlântico e Brasil
Descrição: O termo comunicação política tem sido utilizado pelos cientistas políticos para qualificar as novas modalidades de circulação da informação política nas sociedades recentes que já não se confinam apenas à recepção passiva e massiva da televisão, mas se alargam também a outros meios e agentes, incluindo a internet, alterando os conteúdos e as formas de intervenção. Retomamo-lo aqui de empréstimo para chamar a atenção para a relevância de se conhecerem e estudarem os agentes produtores, os ritmos de produção, os canais de circulação, a tipologia dos assuntos, e, por fim, o destino final das solicitações feitas das periferias para o centro e deste para as periferias na monarquia portuguesa do Antigo Regime, na dimensão pluricontinental que teve nos séculos XVI, XVII e XVIII. O rei, que era a cabeça da monarquia, estava por definição ausente nas conquistas. Mesmo no território do reino foi circulando num espaço cada vez mais confinado. É certo que os governadores e capitães generais do ultramar eram até certo ponto seus agentes, tal como o eram, num outro plano, os corregedores ou ouvidores e os provedores. Mas havia outras formas de comunicar com o centro, por vezes contra os governadores ou contra os ouvidores. Uma das marcas distintivas da monarquia portuguesa, que partilhava com a espanhola, era o ter desenvolvido uma administração imperial plenamente articulada, pelo facto de todos os súditos poderem apelar aos distintos tribunais reais. Nos diversos conselhos e tribunais da administração central dos Bragança (com destaque para o Conselho Ultramarino, no que se reportava aos territórios insulares e ultramarinos), abundam as petições e os requerimentos, individuais, colectivos ou de instituições. As petições concorriam com outras formas de comunicação política, como as correspondências, como os panfletos ou, no contexto do século XVIII e da emergência daquilo que, com uma marca de modernidade, se vem chamando o espaço público, com a imprensa..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Moderna e Contemporânea.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Colônia.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Império.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Rio de Janeiro.


Idiomas


Inglês
Compreende RazoavelmenteLê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende RazoavelmenteLê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende PoucoLê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2014
Projeto selecionado no Edital de Apoio a Pós-Doutorandos da UFF - 2014 para concessão de uma bolsa PIBIC/CNPq, Universidade Federal Fluminense.
2013
Prêmio de Pesquisa do Arquivo Nacional 2013, Arquivo Nacional.
2009
Prêmio Afonso Carlos Marques dos Santos, Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro.
2006
Melhor comunicação oral da IV Jornada de Iniciação Científica, UGF/ CNPq.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MELLO, Isabele de Matos P. de2018MELLO, Isabele de Matos P. de. Instâncias de poder & justiça: os primeiros tribunais da Relação (Bahia, Rio de Janeiro e Maranhão). Tempo. Revista do Departamento de História da UFF, v. 24, p. 89-115, 2018.

2.
MELLO, Isabele de Matos P. de2017MELLO, Isabele de Matos P. de. Los magistrados y sus juicios de residencia en la América portuguesa (siglo XVIII). HISTORIA Y JUSTICIA, v. 8, p. 11-40, 2017.

3.
MELLO, Isabele de Matos P. de2014MELLO, Isabele de Matos P. de. Os ministros da justiça na América portuguesa: ouvidores-gerais e juízes de fora na administração colonial (séc XVIII). Revista de Historia (USP), v. 171, p. 351-381, 2014.

4.
MELLO, Isabele de Matos P. de2012MELLO, Isabele de Matos P. de; BICALHO, M. F. . O Governo das Almas, da Justiça e da Res Publica na cidade do Rio de Janeiro: circunscrições, instituições e jurisdições (séculos XVII e XVIII). Revista Ultramares, v. 2, p. 9-32, 2012.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
ASSIS, V. M. A. (Org.) ; BICALHO, M. F. (Org.) ; MELLO, Isabele de Matos P. de (Org.) . Justiça no Brasil Colonial: agentes e práticas. 1. ed. São Paulo: Alameda, 2017.

2.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Magistrados a serviço do rei: os ouvidores-gerais e a administração da justiça na comarca do Rio de Janeiro. 1. ed. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2015.

3.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Poder, Administração e Justiça: Os Ouvidores Gerais (1624-1696). Rio de Janeiro: Secretaria Municipal de Cultura; Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro, 2010. 151p .

Capítulos de livros publicados
1.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Ouvidores-gerais e princípes das comarcas: o andar em correição na América Portuguesa. In: ASSIS, Virgínia Almôedo de; BICALHO, Maria Fernanda; MELLO, Isabele de Matos P.. (Org.). A Justiça no Brasil Colonial: agentes e práticas (no prelo). 1ed.São Paulo: Alameda, 2017, v. , p. 0-1.

2.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Chanceleres da Relação do Rio de Janeiro: os desembargadores que presidiram o tribunal (1751-1808). In: FURTADO, Júnia Ferreira; ATALLAH, Cláudia C. Azevedo; SILVEIRA, Patrícia Ferreira dos Santos. (Org.). Justiça, Governo e Bem Comum na administração dos Impérios Ibéricos de Antigo Regime (séculos XV-XVIII). 1ed.Curitiba: Prismas, 2017, v. 1, p. 5-22.

3.
BICALHO, Maria Fernanda B. ; CUNHA, M. S. ; FARRICA, F. ; MELLO, Isabele de Matos P. de ; NUNES, António Castro . Corregedores, ouvidores-gerais e ouvidores na comunicação política. In: FRAGOSO, João; MONTEIRO, Nuno Gonçalo. (Org.). Um Reino e suas Repúblicas no Atlântico. 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2017, v. , p. 335-370.

4.
MELLO, Isabele de Matos P. de. O governo da justiça na comarca do Rio de Janeiro: a Ouvidoria-Geral e seus magistrados (séc. XVIII). In: CHAVES JR., José Inaldo; BIRRO, Renan; LENINE, Valter & ABRIL, Victor Hugo. (Org.). Colonialidades: governos, gentes e territórios na América Ibérica (séculos XVII-XIX). 1ed.Curitiba: Prismas, 2016, v. , p. 63-80.

5.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Administração e Poder na cidade do Rio de Janeiro: o Ouvidor Francisco da Costa Barros, um leal vassalo de El-Rei. In: CORREA, Helidacy Maria Muniz; ATALLAH, Claudia Cristina Azeredo. (Org.). Estratégias de Poder na América Portuguesa: dimensão da cultura política (séc. XVII-XIX). 1ed.Rio de Janeiro, São Luís: PPGH-UFF/ UEMA / Imperatriz / Ética, 2010, v. , p. 153-171.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Ouvidores gerais e juízes de fora na cidade do Rio de Janeiro. In: VI Semana de História Política da UERJ, 2011, Rio de Janeiro. Anais Eletrônicos da VI Semana de História Política da UERJ, 2011.

2.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Avaliação de Documentos como Instrumento de Preservação da Memória. In: I Seminário de Gestão Documental e Memória do Poder Judiciário, 2011, Brasília. Documentos e Apresentações, 2011.

3.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Francisco da Costa Barros: um leal vassalo de El-Rei, que com enorme nobreza e inteligência prestou serviços a Vossa Magestade. In: XXVIIª Reunião da SBPH, 2008, Rio de Janeiro. XXVIIª Reunião da Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2008.

4.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Administração, justiça e poder na cidade do Rio de Janeiro: a trajetória do ouvidor Francisco da Costa Barros. In: III Semana de História Política da UERJ, 2008, Rio de Janeiro. III Semana de História Política na UERJ, 2008.

5.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Justiça e poder na cidade do Rio de Janeiro (Século XVII). In: Diálogos & Aproximações, 2008, Rio de Janeiro. Diálogos & Aproximações: Seminário de Pesquisa de Pós-graduação em História da UFRJ, 2008.

6.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Justiça e Poder no Brasil Colonial: O Desembargador João de Sousa Cardenas e sua correição na cidade do Rio de Janeiro. In: II Semana de História Política da UERJ, 2007, Rio de Janeiro. II Semana de História Política, 2007.

Apresentações de Trabalho
1.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Magistrados a serviço do Rei. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MELLO, Isabele de Matos P. de; BICALHO, M. F. . Mesa de debates - Administração e Justiça no Brasil Colonial. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Ouvidores-gerais e príncipes das comarcas: o andar em correição na América portuguesa no século XVIII. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Os magistrados do Tribunal da Relação do Rio de Janeiro (1751-1808). 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Magistrados a serviço do rei: a administração da justiça no período colonial. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Ministros da Justiça na América portuguesa: ouvidores-gerais e juízes de fora (séc. XVIII). 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Magistrados a serviço do rei: os desembargadores do Tribunal da Relação do Rio de Janeiro. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Administração da justiça & fontes judiciais: arquivos e possibilidades de pesquisa. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
CUNHA, M. S. ; BICALHO, M. F. ; MELLO, Isabele de Matos P. de . Corregedores e ouvidores. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Poder & Justiça: os desembargadores e a Casa da Suplicação do Brasil (1790-1833). 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Os ouvidores gerais do Rio de Janeiro: origem, formação e carreiras (1710-1790). 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Ouvidores gerais e juízes de fora na cidade do Rio de Janeiro. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Avaliação de documentos como instrumento de preservação da memória. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

14.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Poder, Administração e Justiça: o caso da Ouvidoria Geral do Rio de Janeiro (séc. XVIII). 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

15.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Acervo Permanente do PJERJ. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Administração da justiça no século XVIII. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Organizando o acervo permanente do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Tribunal de Apelação do Distrito Federal (1937-1946). 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Preservação do Acervo Permanente do PJERJ: Processos Históricos (séculos XVIII e XIX). 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Pesquisa da Proveniência. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Corte de Apelação do Distrito Federal (1890-1937). 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Justiça e Poder no Brasil Colonial: O Ouvidor Geral João de Sousa Cardenas e sua correição. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

23.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Administração e sociedade colonial: o provimento de cargos e as redes de poder na Provedoria de Fazenda na capitania do Rio de Janeiro. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

24.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Validação das Instituições Geradoras de Arquivo como Fontes Documentais. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
MELLO, Isabele de Matos P. de. O provimento de cargos e a sociedade colonial: o caso da administração fazendária na capitania do Rio de Janeiro. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Poder e sociedade no mundo colonial. Estado colonial: perfil institucional, esferas administrativas, adaptações e tensões (1640-1750). 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
MELLO, Isabele de Matos P. de; SCHWARTZ, S. . O governo da Justiça e os magistrados no mundo luso-brasileiro. Niterói, 2018. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

2.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Registro Civil de Pessoas Naturais (RCPN) - Circunscrições Judiciárias 2009 (Pesquisa da Proveniência).

3.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Registro Geral de Imóveis 2009 (Pesquisa da Proveniência).

4.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Corte de Apelação do Distrito Federal (1890-1937) 2007 (Pesquisa da Proveniência).

5.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Pesquisa da Proveniência da Comarca de Campos dos Goytacazes 2006 (Pesquisa da Proveniência).

6.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Validação das instituições de arquivo como fundos documentais do Poder Judiciário 2006 (Pesquisa da Proveniência).

7.
MELLO, Isabele de Matos P. de. 15 anos de uma caminhada - A História da Loja Maçonica Arautos da Nova Era 2005 (Pesquisa histórica para Loja Maçonica Arautos da Nova Era nº 2.393).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Parecer ad hoc para Locus - Revista de História. 2018.

2.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Parecer ad hoc para Revista Maracanan - PPGH/UERJ. 2018.

3.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Parecer para Revista Tempo - UFF. 2017.

4.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Parecer ad hoc para Revista do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico de Pernambuco. 2017.

5.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Parecer ad hoc para Revista Aedos - UFRGS. 2017.

6.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Parecer ad hoc para Revista Documentação e Memória - TJ/PE. 2017.

7.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Parecer ad hoc para CLIO - Revista de Pesquisa Histórica - UFPE. 2017.

8.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Parecer ad hoc para Revista Cantareira - UFF. 2017.

9.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Parecer ad hoc para Revista Cantareira - UFF. 2017.

10.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Parecer ad hoc para Revista Maracanan - PPGH/UERJ. 2016.

11.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Parecer ad hoc para Revista Cantareira - UFF. 2016.

12.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Parecer para Revista Tempo - UFF. 2015.

13.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Parecer ad hoc para Revista Brasileira de História - ANPUH. 2015.

Trabalhos técnicos

Demais tipos de produção técnica
1.
MELLO, Isabele de Matos P. de; FERREIRA, L. S. . Oficina - Arquivos & Fontes Documentais. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Oficina de Fontes Judiciais (séc. XVII-XIX). 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Oficina de Fontes Judiciais (séc. XVII-XIX). 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
MELLO, Isabele de Matos P. de. História de vida, fragmentos históricos: percursos metodológicos e trajetórias biográficas dos ouvidores na América portuguesa. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
MELLO, Isabele de Matos P. de. Administração, Poder & Justiça: o uso de fontes judiciais em pesquisas históricas (séc. XVIII-XX). 2012. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
RIBEIRO, M. S.; SANTOS, F. V.; MELLO, Isabele de Matos P. de. Participação em banca de Joelmir Cabral Moreira. Reorganização administrativa na Comarca do Serro Frio: Conflitos e ascensão social de um magistrado à serviço d´El-Rey, José Pinto de Morais Bacelar (1749-1779).. 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

2.
WANDERLEY, Marcelo da R.; FERRERAS, Maria V. Secreto; MELLO, Isabele de Matos P. de. Participação em banca de Pável Fabrizio Henriquez Zúniga. Justicia y criminalidad en la Alcadia Mayor de Tegucigalpa. 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

3.
CAETANO, A. F. P.; CARVALHO, F. M.; MELLO, Isabele de Matos P. de. Participação em banca de Anne Karolline Campos Mendonça. A Relação das Mulheres com a Justiça e o Direito, Comarca das Alagoas, Capitania de Pernambuco (1712-1798). 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Alagoas.

4.
RIBEIRO, M. S.; SANTOS, F. V.; MELLO, Isabele de Matos P. de; FERREIRA, R. G.. Participação em banca de Nara Maria Tinoco de Paula. Um Magistrado no Antigo Regime: a trajetória de Francisco de Sousa Guerra Araújo Godinho. 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Teses de doutorado
1.
BICALHO, M. F.; FERLINI, V. L. A.; RICUPERO, R. M.; SIQUEIRA, M. I.; MELLO, Isabele de Matos P. de. Participação em banca de Victor Hugo Abril. Governadores interinos: cotidiano administrativo e trajetórias no Rio de Janeiro. 2015. Tese (Doutorado em Doutorado) - Universidade Federal Fluminense.

Qualificações de Mestrado
1.
WANDERLEY, Marcelo da R.; FERRERAS, Maria V. Secreto; MELLO, Isabele de Matos P. de. Participação em banca de Pável Fabrizio Henriquez Zúniga. Justicia y Criminalidade En La Alcadía Mayor de Tegucigalpa. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal Fluminense.

2.
RIBEIRO, M. S.; SANTOS, F. V.; MELLO, Isabele de Matos P. de. Participação em banca de Joelmir Cabral Moreira. Reorganização administrativa na Comarca do Serro Frio: Conflitos e ascensão social de um magistrado à serviço d´El-Rey - o estudo de um caso, José Pinto de Morais Bacelar (1749-1779). 2017. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

3.
RIBEIRO, M. S.; FERREIRA, R. G.; CONSENTINO, F. C.; MELLO, Isabele de Matos P. de. Participação em banca de Nara Maria de Paula Tinoco. Um magistrado no Antigo Regime: a trajetória de Francisco de Souza Guerra Araújo Godinho (1790-1800). 2016. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Colóquio de História do Rio de Janeiro Colonial.Provedoria dos Defuntos e Ausentes, Capelas e Resíduos: um estudo de caso (século XVIII). 2018. (Outra).

2.
Workshop Internacional "O Papel dos Procedimentos Judiciais e Administrativos no Âmbito das Práticas da Justiça e da Polícia (Séculos XVII-XIX).O Processo Civil, as Leis Processuais e os Procedimentos Judiciais no Brasil (Séculos XVIII-XIX). 2016. (Outra).

3.
Colóquio Internacional Justiças Governo e Bem Comum.Os magistrados do Tribunal da Relação do Rio de Janeiro (1751-1808). 2015. (Outra).

4.
Seminário - A Justiça no Brasil Colonial.Ouvidores-gerais e príncipes das comarcas: o andar em correição na América portuguesa no século XVIII. 2015. (Seminário).

5.
7º Coloquio Internacional do PPLB - Percursos Interculturais Luso-Brasileiros: Modos de pensar e fazer.Magistrados a serviço do rei: os desembargadores do Tribunal da Relação do Rio de Janeiro. 2014. (Outra).

6.
IX Semana de História Política..Aspectos Políticos da História Colonial Brasileira. 2014. (Seminário).

7.
V Encontro Internacional de História Colonial.Ministros da Justiça na América portuguesa: ouvidores-gerais e juízes de fora (séc. XVIII). 2014. (Encontro).

8.
Palestra Prazo de Guarda de Documentos. O que guardar? O que eliminar?. 2013. (Outra).

9.
IV Encontro Internacional de História Colonial.Os ouvidores gerais do Rio de Janeiro: origem, formação e carreiras (1710-1790). 2012. (Encontro).

10.
Seminário Lei de Acesso à Informação e Seus Reflexos nas Organizações. 2012. (Seminário).

11.
Incursões interdisciplinares: Direito e Ciência da Informação. 2011. (Outra).

12.
I Seminário de Gestão Documental e Memória do Poder Judiciário.Avaliação de Documentos como Instrumento de Preservação da Memória. 2011. (Seminário).

13.
IV Congresso Nacional de Arquivologia. 2010. (Congresso).

14.
V Reunião de Arquivos Judiciais do Brasil. 2010. (Congresso).

15.
XIV Encontro Regional da ANPUH-RIO.Administração e justiça: o caso da Ouvidoria Geral do Rio de Janeiro (séc. XVIII). 2010. (Encontro).

16.
II Seminário Nacional de Pós-Graduandos em História das Instituições.Poder, Administração e Justiça: o caso da Ouvidoria Geral do Rio de Janeiro. 2009. (Seminário).

17.
VII Semana de História da Universidade Estácio de Sá.O acervo permanente da justiça do Rio de Janeiro: os processos judiciais como fontes históricas. 2009. (Outra).

18.
1º Encontro sobre Gestão de Documentos dos Tribunais de Justiça Estaduais e do Distrito Federal. 2008. (Encontro).

19.
Congresso Internacional 1808: A Corte no Brasil. 2008. (Congresso).

20.
Diálogos & Aproximações.Justiça e poder na cidade do Rio de Janeiro: o ouvidor Francisco da Costa Barros, um leal vassalo que com enorme nobreza e inteligência prestou serviços a vossa majestade. 2008. (Seminário).

21.
III Semana de História Política da UERJ.Administração, justiça e poder na cidade do Rio de Janeiro: o ouvidor Francisco da Costa Barros, um leal vassalo de El-Rei. 2008. (Outra).

22.
I Seminário Nacional de Pós-Graduandos em História das Instituições.Poder Central versus Poderes Locais. 2008. (Seminário).

23.
Programa de Integração Funcional.Acervo do PJERJ: Documentos históricos: séculos XVIII e XIX. 2008. (Outra).

24.
Seminário Internacional Diálogos entre Direito e História: cidadania e justiça. 2008. (Seminário).

25.
XXVIIª Reunião da SBPH.Francisco da Costa Barros: um leal vassalo de El-Rei, que com enorme nobreza e inteligência prestou serviços a Vossa Magestade. 2008. (Outra).

26.
II Colóquio Internacional Império de Várias Faces. 2007. (Outra).

27.
II Semana de História Política da UERJ.Justiça e Poder no Brasil Colonial: O Desembargador João de Sousa Cardenas e sua correição na cidade do Rio de Janeiro. 2007. (Seminário).

28.
II Encontro do Instituto Brasileiro de História do Direito. 2006. (Encontro).

29.
15 anos da Loja Maçonica Arautos da Nova Era.15 anos de uma caminhada - a história da Loja Maçonica Arautos da Nova Era. 2005. (Outra).

30.
III Jornada de Iniciação Científica da UGF.O provimento de cargos e a sociedade colonial: o caso da administração fazendária na capitania do Rio de Janeiro. 2005. (Outra).

31.
Ciclo de Palestras - Curso de História UGF. 2004. (Outra).

32.
II Jornada de Iniciação Científica da UGF.Poder e sociedade no mundo colonial. Estado colonial: perfil institucional, esferas administrativas, adaptações e tensões (1640-1750). 2004. (Outra).

33.
E da Abolição... nasceu a República: o 15 de novembro como consequêncncia do 13 de maiou. 2003. (Outra).

34.
Semana de História - UGF. 2003. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CAETANO, A. F. P. ; MELLO, Isabele de Matos P. de . VII Encontro Internacional de História Colonial - Simpósio temático: O governo da justiça: poderes, instituições e magistrados (sécs. XVII-XIX). 2018. (Outro).

2.
MELLO, Isabele de Matos P. de. XIII Jornada de Estudos Históricos Professor Manoel Salgado - Sessão História Social e Propriedade. 2018. (Outro).

3.
SANTOS, F. V. ; MELLO, Isabele de Matos P. de . XIII Semana de História Política/ X Seminário Nacional de História Política, Cultura e Sociedade. Simpósio Temático - História Colonial Brasileira: novas abordagens. 2018. (Outro).

4.
MELLO, Isabele de Matos P. de; CAETANO, A. F. P. . VI Encontro Internacional de História Colonial - Simpósio Temático "O governo da justiça: poderes, instituição e magistrados (XVII-XIX)". 2016. (Outro).

5.
BICALHO, Maria Fernanda B. ; MELLO, Isabele de Matos P. de ; RAMINELLI, R. ; ASSIS, V. M. A. . Seminário UFF - A Justiça no Brasil Colonial. 2015. (Outro).

6.
MELLO, Isabele de Matos P. de; CAETANO, A. F. P. ; CAMARINHAS, N. . V Encontro Internacional de História Colonial - Simpósio Temático. 2014. (Outro).

7.
MELLO, Isabele de Matos P. de; BICALHO, Maria Fernanda B. . IX Semana de História Política da UERJ/ VI Seminário Nacional de História Política, Cultura e Sociedade - Simpósio Temático "Aspectos Políticos da História Colonial Brasileira". 2014. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Iniciação científica
1.
Aimee Schneider Duarte. Os desembargadores e a Casa da Suplicação do Brasil. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Isabele de Matos Pereira de Mello.

2.
Márcio Eugênio Garcia de Britto Nascimento. Os desembargadores e a Casa da Suplicação do Brasil. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Isabele de Matos Pereira de Mello.



Outras informações relevantes


1. Aprovada no concurso público para provimento de cargo de Professor I (História) do Quadro Permanente de Pessoal do Município do Rio de Janeiro, no âmbito da Secretaria Municipal de Educação (2007).

2. Investigadora Visitante Júnior do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Estágio de pesquisa realizado em Lisboa (2/2012) sob a supervisão do Prof. Dr. Nuno Gonçalo Monteiro.

3. Os trabalhos sobre os fundos documentais do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro estão disponíveis na página do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

4. Aprovada em seleção pública para a contratação de docentes por tempo determinado (História) na Secretaria Municipal de Duque de Caxias, Edital 001/2013. (Classificação 2º lugar)

5. Tese indicada para representar a Universidade Federal Fluminense no Prêmio ANPUH-Rio Eulália Maria Lahmeyer Lobo 2013.
(*A tese não pode participar da seleção final por já ter obtido o Prêmio Arquivo Nacional de Pesquisa)

6. Investigadora Visitante Júnior do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, sob a supervisão do Prof. Dr. Nuno Gonçalo Monteiro. (2/2014)

7. Proposta de dossiê temático sobre o governo da justiça e os magistrados no mundo luso-brasileiro (organizado com o Prof. Stuart Schwartz) aprovada no Edital de Dossiês da Revista Tempo - UFF 2017-2018. 

8. Aprovada no processo seletivo para contratação de professor substituto na área de História Moderna da UFRRJ - Edital nº 94, de 14/10/2016. (Classificação 2º lugar)

9. Aprovação no processo seletivo para contratação de professor substituto na área de História do Brasil da UFRJ - Edital nº 714 , de 16/11/2016. (Classificação 1º lugar)



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/01/2019 às 17:40:34