Marilândes Mol Ribeiro de Melo

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7641170265582884
  • Última atualização do currículo em 05/09/2018


Doutora em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGe) da Universidade Federal de Santa Catarina, com estudo desenvolvido na Linha de Pesquisa Sociologia e História da Educação (2014). Mestre em Educação (2008) e Licenciada em Pedagogia (2005) pela Universidade Federal de Santa Catarina com habilitação em Supervisão Escolar e Séries Iniciais. Desenvolveu pesquisa na Linha: Educação, História e Política. Professora em caráter temporário na Universidade Federal de Santa Catarina e com experiência na Rede Estadual de Ensino do Estado de Santa Catarina. Possui experiência na área de educação específica, com ênfase na Pedagogia Hospitalar (Atendimento Escolar Hospitalar). Temas de interesse: Socialização profissional, Intelectuais e projetos educacionais, Instituições de pesquisa e professores, organização escolar. Membro do Grupo de Pesquisa, Ensino e Formação de educadores em Santa Catarina desde 2003 (GPEFESC). Atualmente participa de estudos sobre o Intelectual Pierre Bourdieu desenvolvidos pelo GPEFESC na Universidade Federal de Santa Catarina. Membro do Grupo de Pesquisa LABORATÓRIO DE PESQUISAS SOCIOLÓGICAS PIERRE BOURDIEU (LAPSB). Atualmente é professora no Instituto Federal Catarinense - Câmpus Araquari e coordenadora do Grupo de Pesquisa Saberes, Fazeres e Discursos da Docência. Atua como coordenadora do eixo Gestão Educacional no Programa de Pós Graduação Lato Sensu na mesma instituição. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marilândes Mol Ribeiro de Melo
Nome em citações bibliográficas
MELO, M. M. R.;MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE

Endereço


Endereço Profissional
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI, CAMPUS ARAQUARI.
RODOVIA BR 280 Km 27
COLÉGIO AGRÍCOLA
89245000 - Araquari, SC - Brasil - Caixa-postal: 21
Telefone: (47) 38037200
URL da Homepage: http://www.ifc-araquari.edu.br/1/


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2014
Doutorado em Curso de Pós Graduação em Educação.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: ?NÃO SEI SE VALEU À PENA TER SIDO PROFESSOR, MAS FOI UMA VIDA?: CONVERGÊNCIAS E DIVERGÊNCIAS ENTRE O PROJETO DE MODERNIZAÇÃO DO GOVERNO CATARINENSE E O CORPO DOCENTE DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DE SANTA CATARINA (DÉCADA DE 1960), Ano de obtenção: 2014.
Orientador: Ione Ribeiro Valle.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Modernização; Formação de professoras/res; Rede Estadual de Ensino de Santa Catarina.; Memória docente; ?Mundo de origem?; Herança familiar..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Sociologia e História da Educação.
2006 - 2008
Mestrado em Mestrado em Educação.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: SÍLVIO COELHO DOS SANTOS - UM INTELECTUAL MODERNO NO CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS (CEPE) - SC: PERTENCIMENTO, MISSÃO SOCIAL E EDUCAÇÃO PARA A FORMAÇÃO/MODERNIZAÇÃO (1960/1970),Ano de Obtenção: 2008.
Orientador: Maria das Dores Daros.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Intelectuais; Pesquisa educacional; Instituições de Pesquisas Educacionais; Modernização.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
2001 - 2005
Graduação em Pedagogia.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: Trabalhos de Memória: jovens nas décadas de 1950 e 1960..
Orientador: Paulo Meksenas.




Formação Complementar


2017 - 2017
Minicurso - Metodologias ativas de aprendizagem.. (Carga horária: 3h).
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI, IFC, Brasil.
2017 - 2017
Oficina - Episódio Histórico de Louis Pasteur: uma proposta interdisciplina. (Carga horária: 2h).
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI, IFC, Brasil.
2017 - 2017
Palestra - Identidade do Professor. (Carga horária: 2h).
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI, IFC, Brasil.
2017 - 2017
Mostra - Cine debate - filme "Nunca me sonharam". (Carga horária: 3h).
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI, IFC, Brasil.
2017 - 2017
Palestra - Abertura Oficial - Formação docente, Lei 13.415 e BNCC.. (Carga horária: 2h).
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI, IFC, Brasil.
2016 - 2016
Palestra - Das disciplinas à indisciplina. (Carga horária: 2h).
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI, IFC, Brasil.
2016 - 2016
Palestra - Fazer Bem Feito: Caminhos do Trabalho e da Educação. (Carga horária: 2h).
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI, IFC, Brasil.
2016 - 2016
Palestra - Economia Circular: Um Novo Conceito. (Carga horária: 2h).
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI, IFC, Brasil.
2016 - 2016
Palestra - O que é ciência, afinal?. (Carga horária: 4h).
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI, IFC, Brasil.
2015 - 2015
I Colóquio Internacional estudos de laicidade.. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2015 - 2015
Duas pesquisas em História da Educação: questões.
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
2014 - 2014
Voz e Audição: interfaces no trabalho de professor. (Carga horária: 4h).
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE, IFC, Brasil.
2014 - 2014
Instrumentos de avaliação da parendizagem. (Carga horária: 20h).
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE, IFC, Brasil.
2014 - 2014
Formação e Planejamento Docente. (Carga horária: 12h).
Instituto Federal Catarinense, IF-Catarinense, Brasil.
2014 - 2014
I Seminário das Licenciaturas (Prodocência). (Carga horária: 40h).
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE, IFC, Brasil.
2013 - 2013
Mderno. Modernidade, Modernização. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2013 - 2013
A construção dos saberes docentes na Ed. Básica. (Carga horária: 16h).
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI, IFC, Brasil.
2013 - 2013
História da educação e processo civilzador.... (Carga horária: 12h).
Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.
2013 - 2013
Moderno, Modernidade, Modernização. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2013 - 2013
Avaliação da Educação Básica. (Carga horária: 20h).
Universidade da Região de Joinville, UNIVILLE, Brasil.
2013 - 2013
Semana das Licenciaturas. (Carga horária: 20h).
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI, IFC, Brasil.
2013 - 2013
Visita Técnica WEG Divisão de Tintas. (Carga horária: 4h).
INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI, IFC, Brasil.
2012 - 2012
I Sem. de Est. Av. em Justiça e Justiça Escolar. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2011 - 2011
Intelectuais e Educação. (Carga horária: 40h).
Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC, Brasil.
2011 - 2011
HISTÓRIA DA CULTURA ESCRITA E HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. (Carga horária: 4h).
UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO, UFESC, Brasil.
2011 - 2011
A influência do cristianismo da formação da ciênci. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2011 - 2011
Revisão de textos. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2010 - 2010
Form. de Prof. e Pesq. no uso de novos rec audiov.. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2009 - 2009
Saberes Docentes e Discentes: Caminhos da Autoria.. (Carga horária: 20h).
Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC, Brasil.
2008 - 2008
Extensão universitária em Docência: Movimentos entre Investigação e Ação. (Carga horária: 120h).
Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC, Brasil.
2008 - 2008
Ler e Escrever: Compromisso da Escola. (Carga horária: 50h).
Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis, SME, Brasil.
2002 - 2002
Como funciona a sociedade I. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2002 - 2002
Como funciona a sociedade II. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.


Atuação Profissional



INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI, IFC, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE, IFC, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: PROF. ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TEXCNOLÓGICO, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
LOCALICAÇÃO do IFC Câmpus Araquari: BR 280 Km 27 ? Caixa Postal 21 CEP: 89245-000 Araquari - SC Telefone: (47) 38037200 E-mail: ifc@ifc-araquari.edu.br

Atividades

02/2015 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, instituto Federal Catarinense, .

Cargo ou função
Grupo de Trabalho responsável pela organização e sistematização da proposta de Curso de Mestrado Ciîências Humanas.
10/2014 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Núcleo Docente Estruturante - IFC - Araquari, .

Cargo ou função
Membro do Núcleo Docente Estruturante do Curso de Licenciatura em Química.
05/2014 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegiado do Curso de Química - IFC - Araquari, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado do Curso de Química - IFC.
02/2014 - Atual
Ensino, Licenciatura em Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Didática II
02/2014 - Atual
Ensino, Licenciatua em Ciências Agrícolas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Prática Pedagógica e sua organização
02/2014 - Atual
Ensino, Licenciatua em Ciências Agrícolas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Psicologia da Educação
02/2013 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Núcleo Pedagógico (NUPE), .

Cargo ou função
Membro do Núcleo Pedagógico (NUPE).
11/2014 - 11/2014
Outras atividades técnico-científicas , Universidade Federal do Maranhão, Universidade Federal do Maranhão.

Atividade realizada
Consultora Ad-Hoc do Comtê Científico do Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação.
09/2014 - 09/2014
Outras atividades técnico-científicas , Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Atividade realizada
Membro da Comissão Científica na IV FETECMS E III FETECMS JR DA UFMTS.
08/2013 - 12/2013
Ensino, Licenciatura em Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Políticas Educacionais I
08/2013 - 12/2013
Ensino, Licenciatura em Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Didática I

Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Grupos de Pesquisa, Enquadramento Funcional: Grupos de Pesquisa, Carga horária: 4

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor Contratado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Contratado para o Departamento de Estudos Especializados em Educação para o desenvolvimento das disciplinas Organização Escolar I para o Curso de Biologia no CCB, Organização Escolar II e Seminário de Aprofundamento Teórico para o Curso de Pedagogia (CED) e Estrutura e Funcionamento do Ensino de 1º e 2º grau, no Curso de Física (CFM).

Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Outro, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Certificado pela Universidade Federal de Santa Catarina em 23 de novembro de 2004.

Atividades

7/2004 - 8/2005
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências da Educação, Departamento de Estudos Especializados em Educação.


Escola de Educação Básica Padre Anchieta, EEB PADRE ANCHIE, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: , Enquadramento Funcional: PROFESSORA SUBSTITUTA NO EED/CED/UFSC, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: PROFESSORA ADMITIDA POR CONTRATO TEMPORÁRIO, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
ADMITIDA PARA EXERCER A DOCÊNCIA NO ENSINO FUNDAMENTAL (1ª A 4ª SÉRIES) NA ESCOLA PADRE ANCHIETA NO BAIRRO AGRONÔMICA.

Vínculo institucional

2005 - 2008
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: PROFESSORA ADMITIDA POR CONTRATO TEMPORÁRIO, Carga horária: 20
Outras informações
ADMITIDA COMO PROFESSORA ACT (ADMITIDA POR CONTRATO TEMPORÁRIO), PARA EXERCER A DOCÊNCIA (ENSINO FUNDAMENTAL 1ª A 4ª SÉRIES) NOS LEITOS DA CLASSE HOSPITALAR DO HOSPITAL INFANTIL JOANA DE GUSMÃO



Linhas de pesquisa


1.
Linha de Pesquisa Sociolgia e História da Educação

Objetivo: Estudos e pesquisas em torno dos pressupostos epistemológicos da Sociologia e/ou da História em articulação com o campo educacional em suas múltiplas abordagens, objetos e fontes, a partir de eixos temáticos passíveis de diálogo: 1) Sociologia da Educação: Estudos sociológicos da escola. Sistemas institucionais de ensino. Socialização, formação e cultura escolar. Classes, identidades sociais e profissionais. Sociedade, literatura e educação. 2) História e Historiografia em processos educativos: Teorias da História. O ensino de História e suas metodologias. História das disciplinas escolares. A educação como objeto da pesquisa histórica nos diversos temas: aprendizagem, saberes docentes, memória, etnia, gênero, geração, currículo, livros didáticos..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: História da Educação.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO.
Palavras-chave: Formação Docente; Fracasso na Escola; Identidade Profissional; Instituições de Pesquisa; Intelectuais; Justiça.


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
CONCEPÇÕES DE QUALIDADE DE ENSINO NA VISÃO DE PROFESSORES E ESTUDANTES DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE .
Descrição: O Instituto Federal Catarinense ? Campus Araquari oferta dois cursos formadores de professores: a Licenciatura em Química e a Licenciatura em Ciências Agrícolas. No Projeto Político Pedagógico (PPCS) do curso de Licenciatura em Química, formar professores significa oferecer ao mundo do trabalho profissionais diferenciados para atuarem na docência da educação básica. O profissional Licenciado em Química também pode dedicar-se à pesquisa acadêmica, visando a geração de novos conhecimentos, materiais didáticos e metodologias ou atuar na área de análises químicas e controle de qualidade, quer no desenvolvimento de novos métodos analíticos, quer na operação de equipamentos. Outra opção é poder atuar nas diversas fases da produção industrial nos mais variados segmentos como farmacêutico, alimentício, de cosméticos, agricultura, siderúrgica, entre outros (PPCS, 2017, p. 18). Este fragmento mostra as características que este curso vislumbra para o futuro professor; contudo ainda não há pesquisas que apontam as concepções de qualidade nesse curso, tanto para os professores, quanto para seus alunos. Bernadeti Gatti (2010, p. 1360) mostra que uma profissionalização consistente se faz por meio da construção de uma fundamentação que seja sólida, tanto no que se refere aos conhecimentos, quanto as formas de ação de um professor. Para esta pesquisadora, esta formação sólida permite que o docente não atue por meio do improviso, da ideia do professor missionário, do professor quebra-galho, do professor artesão, ou tutor, do professor meramente técnico, para adentrar a concepção de um profissional que tem condições de confrontar-se com problemas complexos e variados, estando capacitado para construir soluções em sua ação, mobilizando seus recursos cognitivos e afetivos (GATTI, 2010, p. 1360). Morosini (2009, p. 165) assinala que ?a concepção de qualidade não é clara e está relacionada a quem ela é dirigida e por quem ela é definida?. Assim sendo, este estudo objetiva identificar e analisar concepções de qualidade de ensino na visão de professores e estudantes do curso de Licenciatura em Química do IFC ? Campus Araquari..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Marilândes Mol Ribeiro de Melo - Coordenador / Gisele Gutstein Guttschow - Integrante / JESRREEL MACHADO PAULO - Integrante.
2018 - Atual
RAZÕES PARA ESCOLHER SER PROFESSOR (A): O CASO DOS/AS ESTUDANTES DE LICENCIATURA DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE
Descrição: Bernardete A. Gatti (2010) ao analisar a formação de professores no Brasil afirma que a articulação de distintos fatores indica que o cenário é preocupante no que diz respeito a essa formação. Gatti (2010) analisa os seguintes fatores para chegar a tal conclusão: a legislação que rege a formação; as características sociais e educacionais dos ?candidatos a professor (a)?; as características dos cursos que formam o professorado e os currículos e o ementário desenvolvido por algumas licenciaturas. A pesquisadora apresenta algumas características sobre o processo formativo do professor e argumenta: a profissionalidade é o conjunto de características de uma profissão que enfeixam a racionalização dos conhecimentos e habilidades necessárias ao exercício profissional, e que a profissionalização de professores implica a obtenção de um espaço autônomo, próprio à sua profissionalidade, com valor claramente reconhecido pela sociedade (GATTI, 2010, p. 1360). Ao analisar o crescimento relativo dos cursos de formação de professores entre os anos de 2001 e 2006, Gatti (2010) constatou uma incidência entre 52% a 94% dos cursos analisados que persegue o objetivo de formar professores polivalentes. Ela demonstra também que universidades são as responsáveis por cerca de ?por 63% desses cursos e, quanto ao número de matriculados, a maior parte está nas instituições privadas: 64% das matrículas em Pedagogia e 54% das matrículas nas demais licenciaturas? (GATTI, 2010, p. 1361). A partir do ano de 2008, com a instituição da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, foram criados por meio da Lei Nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008, os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. A estas instituições cabe o compromisso de ofertar 50% de educação profissional técnica de nível médio e 20% de cursos de licenciatura, de programas especiais de formação pedagógica objetivando formar professores para a educação básica, especialmente para as áreas de ciências e matemática, e para a educação profissional. Gatti (2010) em seus estudos afirma que naquilo que diz respeito à escolha pelo curso de Licenciatura, exceto a Pedagogia, a opção pela docência aparece como ?uma espécie de ?seguro desemprego?, ou seja, como uma alternativa no caso de não haver possibilidade de exercício de outra atividade, é relativamente alta (21%), sobretudo entre os licenciandos de outras áreas? (GATTI, 2010, p. 1361). A mesma pesquisadora argumenta: Não há consistência em uma profissionalização sem a constituição de uma base sólida de conhecimentos e formas de ação. Com estas conceituações, estamos saindo do improviso, da ideia do professor missionário, do professor quebra-galho, do professor artesão, ou tutor, do professor meramente técnico, para adentrar a concepção de um profissional que tem condições de confrontar-se com problemas complexos e variados, estando capacitado para construir soluções em sua ação, mobilizando seus recursos cognitivos e afetivos (GATTI, 2010, p. 1360). Colocadas tais questões, este projeto objetiva elucidar e analisar as razões que levaram os/as estudantes do Curso de Licenciatura do IFC a escolher ser professor (a); esta pesquisa apresenta-se como os passos iniciais na busca das respostas e objetiva identificar e analisar as razões pelas quais os/as estudantes dos cursos de Licenciatura do IFC, optam pela profissão de professor (a)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Marilândes Mol Ribeiro de Melo - Coordenador / Gisele Gutstein Guttschow - Integrante / MARIO ZACHARUK - Integrante.
2017 - Atual
Educação nos Projetos de Brasil: espaço público, modernização e pensamento histórico e social brasileiro nos séculos XIX e XX.
Descrição: Pesquisadores de Santa Catarina integram um conjunto de pesquisadores de 11 universidades brasileiras que se propõem a somar esforços na consecução de um Programa de Pesquisa. As pesquisas procuram fazer avançar a elaboração de uma teoria sobre o lugar da intelectualidade brasileira na construção da esfera pública produzindo entendimentos sobre os processos de modernização presentes nos projetos de Brasil nos séculos XIX e XX e sistematizar e interrogar conceitos, argumentos e intencionalidades presentes em discursos e ações que atribuíram à educação escolar o lugar de instância mediadora dos processos de construção da cultura nacional e racionalização de manifestações culturais diversificadas. As ações investigativas se concentram em dois eixos principais: Intelectuais e pensamento educacional; Escola, seus objetos e as práticas de ensinar..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2017 - Atual
A EDUCAÇÃO NOS PROJETOS DE BRASIL: espaço público, modernização e pensamento histórico e social brasileiro nos séculos XIX e XX
Descrição: O projeto visa Identificar e analisar o lugar ocupado pela educação nos projetos de Brasil elaborados pela intelectualidade brasileira no período de 1820 a 1970 e alargar o entendimento sobre os processos históricos nos quais se relacionam os discursos sobre a educação, a modernidade, o modernismo o moderno e a modernização..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2017 - Atual
NOÇÕES DE CIVISMO E SEUS RITUAIS NA ESCOLA PÚBLICA ESTADUAL CATA-RINENSE DA DÉCADA DE 1960: UMA VISÃO DE PROFESSORES
Descrição: Identificar e analisar tanto os rituais, quanto as noções de civismo presente na escola pública estadual década de 1960, tendo como fundamento a visão do professorado que nela atuava..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
EDUCAÇÃO ESCOLAR, JUSTIÇA SOCIAL E MEMÓRIA DOCENTE: AS MÚLTIPLAS FACES DAS DESIGUALDADES ESCOLARES EM SANTA CATARINA
Descrição: 3. RESUMO Nosso objetivo, ao solicitar renovação da Bolsa de Produtividade em Pesquisa, é dar continuidade a uma agenda de estudos que vem sendo desenvolvida desde 2009 e que foi sendo redefinida à medida que os resultados da pesquisa foram aparecendo. Esta solicitação teve como referência uma questão geral que irá nortear a execução do projeto-matriz e dos subprojetos que o integram, a saber: como passar de uma política de democratização da educação, que tem se configurado fundamentalmente como ?demografização? (restrita à ampliação da oferta), a um projeto de justiça escolar? Esta questão levou-nos a eleger como alvo o estudo das múltiplas faces das desigualdades escolares em Santa Catarina ? um particular que representa o universal em termos de Brasil ?, ao longo das últimas décadas, procurando contemplar dimensões políticas, institucionais, profissionais e pedagógicas. A análise das desigualdades escolares e de suas formas de manifestação ao longo do século XX e início do novo milênio aproximou-nos de uma das teses centrais da modernidade: a diferenciação social. Partimos do pressuposto que a lógica da diferenciação sustenta a maioria dos projetos educacionais. Mas esta tese, amplamente legitimada durante a instalação dos sistemas de ensino, vai se revelar contraditória quando se trata de pôr em prática o princípio liberal da igualdade de oportunidades, o qual justifica a meritocracia escolar. Assim, para desenvolver e orientar os subprojetos de doutorado, mestrado, TCC e IC que integram o projeto-matriz, propomo-nos a mobilizar novos autores e novas abordagens teórico-metodológicas, inscritas em campos científicos que dialogam com a sociologia, e que nos permitem alargar as bases epistemológicas. Nosso compromisso, a partir desta pesquisa, é, além da produção de conhecimentos, a implementação de ações pedagógicas voltadas à melhoria da qualidade do ensino, pois, ao vivenciarmos a relação entre pesquisa e extensão, deparamo-nos com situações que exigem mais do que explicações, situações que requerem sugestões, recomendações, proposições. Palavras-chaves: Educação escolar, Justiça social, Memória docente, Democratização da educação, Desigualdades escolares..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Marilândes Mol Ribeiro de Melo - Integrante / Maria das Dores Daros - Integrante / GASPAR DA SILVA, Vera Lucia - Integrante / VALLE, IONE RIBEIRO - Coordenador.
2015 - Atual
LABORATÓRIO DE PESQUISAS SOCIOLÓGICAS PIERRE BOURDIEU (LAPSB)
Descrição: Resumo O Laboratório de Pesquisas Sociológicas Pierre Bourdieu (LAPSB) vincula-se ao Centro de Ciências da Educação (CED/UFSC) e ao Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFSC), com o propósito de desenvolver estudos junto à Linha de Pesquisa Sociologia e História da Educação (SHE) e ao Grupo de Pesquisa "Ensino e Formação de Educadores em Santa Catarina" (GPEFESC). O LAPSB abrigará, inicialmente, dois projetos de pesquisa, a saber: "Educação escolar, justiça social e memória docente: as múltiplas faces das desigualdades escolares em Santa Catarina" (UFSC), aprovado pelo CNPq no Programa de Bolsa de Produtividade em Pesquisa (2015-2018) e "Objetos em viagem: Provimento material da escola primária em países ibero-americanos (1870-1920)", aprovado na Chamada Universal - MCTI/CNPq/2014, sob a coordenação da professora Vera Lucia Gaspar da Silva (UDESC). Estes projetos, por sua vez, abrangem um número diversificado de estudos de iniciação científica, TCCs, mestrado, doutorado e pós-doutorado. Dentre as metas almejadas, destaca-se: 1) O intercâmbio entre professores e acadêmicos de diferentes áreas do conhecimento, instituições universitárias e níveis de formação com a finalidade de discutir a contribuição e a contemporaneidade da obra de Pierre Bourdieu; 2) A tradução e publicação no Brasil de textos estrangeiros que abordam a teoria das práticas sociais, abrangendo temas que fundamentam os diversos projetos de pesquisa abrigados no LAPSB; 3) A publicação de artigos em periódicos (regionais, nacionais e internacionais) e a apresentação de trabalhos em eventos científicos de resultados (parciais e finais) dos estudos; 4) A organização de um acervo sobre a obra de Pierre Bourdieu, seus colaboradores e seus críticos, abrangendo livros, revistas científicas e demais publicações; 5) A produção de materiais didáticos e instrucionais sobre a teoria das práticas sociais em suas diferentes abordagens; 6) A promoção de seminários de extensão e de aperfeiçoamento, palestras, minicursos, exposições; 7) A promoção de cursos de formação continuada e de diferentes parcerias, visando atender as redes de ensino voltadas à Educação Básica. Palavras-chaves: Laboratório de Pesquisa, Sociologia, Sociologia da Educação, Teoria das Práticas Sociais, Pierre Bourdieu..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (8) .
Integrantes: Marilândes Mol Ribeiro de Melo - Integrante / GASPAR DA SILVA, Vera Lucia - Integrante / VALLE, IONE RIBEIRO - Coordenador.
2012 - 2015
Memória Docente e Justiça Escolar: Os movimentos de escolarização e de profissionalização do magistério em Santa Catarina
Descrição: Descrição: Neste projeto nos propomos a dar continuidade aos estudos de dois eixos que parecem centrais à compreensão do campo educacional brasileiro: os movimentos de escolarização e de profissionalização do magistério. Nosso estudo volta-se principalmente ao sistema de ensino de Santa Catarina, dos anos de 1950 aos dias atuais. Partindo do pressuposto que esses dois movimentos são interdependentes, procuraremos nos aproximar dos aspectos mais gerais da educação escolar, como a ideologia meritocrática, a ampliação das oportunidades educacionais, a constituição das redes de ensino, as relações de força entre escolas públicas e privadas, a obrigatoriedade, a laicização, a centralização e descentralização das políticas de gestão educacional, a constituição das carreiras docentes, as mudanças pedagógicas e tecnológicas, a educação geral e profissionalizante. Também serão objeto do nosso interesse aspectos mais específicos relacionados à ação, à autoridade e ao trabalho pedagógicos; à relação pedagógica, com a administração, com as famílias e com a comunidade; à relação com o saber. Por tratar-se de um projeto inscrito numa longa caminhada de pesquisa, dispomos de fontes bastante diversificadas, diferentemente distribuídas (campo, cidade, capital, interior, centro, periferia), que abrangem vários períodos históricos e atores sociais diversos, o que possibilita compor uma multiplicidade de amostras e elaborar uma gama de subprojetos (de iniciação científica, mestrado, doutorado, pós-doutorado), envolvendo um grande número de pesquisadores. Do ponto de vista teórico apoiar-nos-emos na noção de justiça escolar , construída a partir de diferentes perspectivas epistemológicas que supõem uma diversidade de recursos metodológicos, por considerar que esta noção pode contribuir com os estudos dos movimentos de escolarização e de profissionalização do magistério, uma vez que permite estabelecer relações entre o geral e o específico.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (8) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Marilândes Mol Ribeiro de Melo - Integrante / Maria das Dores Daros - Integrante / Ione Ribeiro Valle - Coordenador / GASPAR DA SILVA, Vera Lucia - Integrante.
2012 - Atual
Moderno, modernidade, modernização; a educação nos projetos de Brasil - século XIX e xx
Descrição: Pesquisadores de Santa Catarina integram um conjunto de pesquisadores de 11 Universidades brasileiras que se propõem a somar esforços na consecução de um Programa de Pesquisa.As pesquisas procuram fazer avançar a elaboração de uma teoria sobre o lugar da intelectualidade brasileira na construção da esfera pública e produzir entendimentos sobre as noções de moderno, modernidade e modernização presentes nos projetoS de Brasil-século XIX e XX. Acompanhando tais noções em recorte de longa duração, empreender ainda um esforço de produzirconhecimento sobre as articulações e desdobramentos das relações intelectuais e educação.São dois subprojetos de investigação de Santa Catarina. Subprojeto 8 " Educação, moderização e desenvolvimento para intelectuais catarinenses": ocupar-se-á do estudo dos intelectuais Jão Roberto Moreira e Silvio Coelho dos Santos.Subprojeto 12 ""'Educação e modernização nos discursos e teses da primeira Conferência Estadual do ensino primário realizada em Santa Catarina": ocupar-se-á do estudo dos discursos registrados nos Anais da Conferência Estadual do Ensino Primário.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (3) . Integrantes: Maria das Dores Daros - Coordenador / Leziany Silveira Daniel - Integrante / Ione Valle - Integrante / Elaine Aparecida Teixeira Pereira - Integrante / Marilândes Mól Ribeiro de Melo - Integrante / Raquel de Abreu - Integrante / Solange Aparecida de Oliveira Hoeller - Integrante / Vera lucia Gaspar da Silva - Integrante. Número de produções C, T & A: 7.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2012
Memória docente: Os impactos do movimento de escolarização em Santa Catarina sobre a carreira docente, as identidades profissionais e o trabalho pedagógico de professores da rede estadual de ensino
Descrição: Descrição: Este estudo se propõe a recuperar, registrar e analisar a memória docente, com ênfase aos impactos do movimento de escolarização em Santa Catarina sobre a constituição da carreira do magistério, a construção das identidades profissionais e o trabalho pedagógico. Para tanto, analisaremos as representações de professores da rede estadual de ensino de Santa Catarina que atuaram na educação básica e que se encontram na condição de aposentados. Interessa-nos estudar, primeiramente, a influência da ampliação das oportunidades de acesso a todos os níveis do ensino, da ideologia meritocrática, da laicização do ensino, do prolongamento da escolaridade obrigatória na trajetória profissional desses professores e recuperar aspectos relacionados à escolha, formação, profissionalização, sindicalização, identidade vocacional ou profissional. Em seguida, buscaremos compreender como esses professores se apropriaram ou resistiram às novas políticas educacionais, às tendências pedagógicas, às mudanças tecnológicas. Finalmente, procuraremos estudar suas representações sobre a qualidade do ensino, a relação pedagógica, a relação com a administração e com as famílias dos alunos, a relação com o saber. Estimamos que grande parte dos professores aposentados da rede estadual de ensino de Santa Catarina vivenciou os seguintes momentos históricos: 1954-1964, definido pelas campanhas em defesa da escola pública para todos e pela aprovação da primeira lei de educação nacional; 1964-1980, circunscrito às medidas de controle autoritário e de doutrinação ideológica impostas pelo Estado aos sistemas de ensino; e o período de democratização do país, dos anos l980 aos dias de hoje, quando foram elaborados, aprovados e implantados os dispositivos educacionais em vigor. Para tanto, nos apoiaremos em concepções teóricas produzidas, principalmente, no quadro da sociologia e da história da educação e em recursos metodológicos diversos, em razão da complexidade deste projeto e da diversidade de.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Marilândes Mol Ribeiro de Melo - Coordenador.
2005 - 2007
JUSTIÇA, ÊXITO E FRACASSO NA ESCOLA: O impacto sobre os processos de socialização e de construção das identidades profissionais dos professores catarinenses (1950/2005).
Descrição: Descrição: O projeto se constitui em pesquisa de caráter sócio-histórico-comparativo com objetivo comum em termos nacionais da investigação de formas pelas quais os processos de socialização e de construção das identidades profissionais dos professores são afetados pelas representações acerca do êxito e do fracasso na escola . Pretende-se analisar diferentes dinâmicas de apropriação de medidas oficiais legislação, reformas do ensino e programas de formação - não somente pelas políticas de formação dos profissionais da educação, mas também pelos movimentos de organização do magistério, desde a segunda metade do século XX, procurando apreender transformações que se produziram nas formas de representação do próprio trabalho e no seu estatuto profissional. Interessa investigar como a questão da justiça ligada à problemática do êxito e do fracasso na escola aparece nos processos de socialização profissional dos professores numa perspectiva sócio-histórica, identificando momentos chaves no que concerne às transformações localizadas em medidas que têm reflexo na formação e nos movimentos de organização do magistério. Buscar-se-à identificar como estas questões se configuram para os principais agentes das ações educativas e marcas que imprimem nas representações a respeito da profissão. Em termos operacionais tal Projeto será desenvolvido de forma articulada com os Estados de São Paulo e da Bahia, através das Universidades Estaduais daqueles Estados. O projeto catarinense tem caráter interinstitucional e será executado em parceria pelos Centros de Ciências da Educação da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC e da Universidade Federal de Santa Catarina UFSC.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação ( 6) / Mestrado acadêmico ( 11) . Integrantes: Ana Laura Tridapalli - Integrante / Ione Ribeiro Valle - Integrante / Juliete Schneider - Integrante / Vera Lúcia Gaspar Silva - Coordenador / Dilce Schueroff - Integrante / Gisela Eggert.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2005
A pesquisa e a formação de professores catarinenses nas décadas de 1950 e 1960.
Descrição: Projeto de Iniciaçao Científica.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2003 - 2005
?AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE FORMAÇÃO DOCENTE EM SANTA CATARINA: Contextos e trajetórias no século XX?., 2006.
Descrição: O projeto integrado de pesquisa teve como objetivo geral resgatar e articular analiticamente as experiências de formação de professores desenvolvidas em Santa Catarina, em diferentes momentos históricos, à luz das políticas de formação no país. Sendo assim, especificamente propôs-se a: 1. Examinar o processo de criação e implementação das instituições formadoras de professores (Escolas Normais e Institutos de Educação; Cursos de Pedagogia e Institutos Superiores de Educação); 2. Mapear a legislação e as normas de funcionamento dessas instituições; 3. Identificar e analisar os conteúdos da formação, seus currículos e programas; 4. Analisar o papel da pesquisa na formação de professores, listando, quando pertinente, as temáticas dos estudos realizados nas instituições de formação. Equipe de Pesquisa: A equipe de pesquisa reuniu professores, alunos vinculados ao Curso de Graduação em Pedagogia do CED/UFSC e pós-graduandos de duas Linhas de Pesquisa do PPGE/CED ? ?Educação, História e Política? e ?Ensino e Formação de Professores?. Pós-Graduandos Ana Cláudia da Silva Letícia Carneiro de Aguiar Leziany Silveira Daniel Maria Hermínia Lage Fernandes Laffin Paulo de Nóbrega Tânia Regina da Rocha Unglaub Ticiane Bombassaro Vera Lúcia Bazzo Vera Regina Bacha Pereira Alunos de IC Marilândes Mól Ribeiro de Melo Monitoria Thayse Vasconcelos de Olivaes..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (9) .
Integrantes: Marilândes Mol Ribeiro de Melo - Integrante / Maria das Dores Daros - Integrante / Leda Scheibe - Coordenador.


Projetos de extensão


2016 - Atual
Médicos Veterinários Clínicos de Pequenos Animais em Joinville e as Zoonoses ? Identificando-se ao Conceito One Health
Descrição: O médico veterinário, por meio da atuação na clínica, pode e deve colaborar com a prevenção de zoonoses, notificando sua ocorrência aos órgãos oficiais e conscientizando os proprietários de animais sobre os riscos, tratamento e prevenção, dessa maneira tornando possível que o homem continue usufruindo dos benefícios psicológicos, emocionais, laborais e alimentícios que eles podem proporcionar ao ser humano. Os objetivos deste projeto de extensão são identificar as percepções do médico veterinário em relação ao seu papel como agente de saúde pública; compreender a sua atuação na difusão de informações sobre as zoonoses e as medidas que são tomadas por eles em relação à notificação aos órgãos da saúde. Para isto, serão realizadas entrevistas com a aplicação de um questionário individual em Clínicas Veterinárias de Joinville, o maior município de Santa Catarina. As entrevistas serão realizadas em Clínicas selecionadas aleatoriamente e classificadas de acordo com a região da cidade em que se localizam (Norte, Sul, Leste e Oeste), sendo importante correlacionar a casuística de zoonoses de acordo com a distribuição geográfica relacionando-a com questões socioeconômicas que envolvem a população onde está localizada a clínica. Ao final de cada entrevista, será entregue ao Médico Veterinário um artigo que aborde o tema zoonoses e saúde pública a fim de contribuir com a percepção do profissional sobre o assunto e sanar possíveis dúvidas. Após o encerramento das entrevistas, os resultados serão tabulados e analisados. O projeto será encerrado com a organização de um evento regional com a finalidade de suprir as necessidades de conhecimento observadas durante o desenvolvimento do estudo; também se fará a distribuição de folders, banners e a promoção de palestras, visando possibilitar a participação e a interação dos Médicos Veterinários participantes, bem como de docentes e acadêmicos do Instituto Federal Catarinense Campus Araquari..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Marilândes Mol Ribeiro de Melo - Integrante / Deolinda Maria Vieira Filha Carneiro - Coordenador.Financiador(es): INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI - Bolsa.
2015 - Atual
?Animalguinhos?: construindo uma nova relação de saúde e amizade entre as crianças e os animais
Descrição: Proporcionar condições para a conscientização de crianças do ensino fundamental de uma escola pública do município de Araquari, através dos acadêmicos de Medicina Veterinária do IFC Araquari em relação ao desenvolvimento dos conceitos principais de Bem-estar animal. Tais como: cuidados básicos, posse responsável, formas de interação com diferentes tipos de animais domesticados ou não, zoonoses e saúde pública, tipos de maus-tratos, entre outros, de forma a fortalecer e a equilibrar a relação homem-animal e a obter a disseminação desse aprendizado..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Marilândes Mol Ribeiro de Melo - Coordenador / Deolinda M Vieira F Carneiro - Integrante / Erica Perez Marson Bako - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: História da Educação.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2005
Mérito Estudantil, Universidade Federal de Santa Catarina.
2004
Desempenho Acadêmico de 2003.1, Pró-Reitoria do Ensino de Graduação da Universidade Federal de Santa Catarina..
2004
Desempenho Acadêmico de 2003.2, Pró-reitoria de Ensino da Graduação da Universidade Federal de Santa Catarina.
2003
Desempenho Acadêmico de 2002.2, Pró-Reitoria de Ensino de Graduação da Universidade Federal de Santa Catarina.
2002
Desempenho Acadêmico de 2002.1, Pró-Reitoria de Ensino de Graduação da Universidade Federal de Santa Catarina.
2002
Desempenho Acadêmico 2001.2, Universidade Federal de Santa Catarina.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE2018MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; SIEWERT, K. H. ; GUTTSCHOW, G. G. . FORMAÇÃO DOCENTE PARA AS FEIRAS DE MATEMÁTICA: ATIVIDADES DE UM PROJETO DE EXTENSÃO. REVISTA CONEXÃO UEPG, v. 14, p. 114-121, 2018.

2.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE2017MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; SILVA, F. G. R. ; Scheibe, L . A TEMÁTICA DA SUSTENTABILIDADE SOCIOAMBIENTAL NOS CURSOS DE LICENCIATURA DO IFC: UMA LEITURA DOS PROJETOS PEDAGÓGICOS. ATOS DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO (FURB), v. 12, p. 58-77, 2017.

3.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE2016MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; VALLE, IONE RIBEIRO ; SOUZA, R. A. . ENTRE A RELIGIÃO E O SECULARISMO: INCURSÃO NAS MEMÓRIAS DO PROFESSORADO CATARINENSE DOS ANOS 1960. Revista Pedagógica (Chapecó. Online), v. 18, p. 114-135, 2016.

4.
DELGADO, P. S. G.2016DELGADO, P. S. G. ; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE . Reforma Educacional em Cabo Verde e a Internacionalização das Políticas Educacionais. Mediações - Revista de Ciências Sociais, v. 21, p. 26-48, 2016.

5.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE2016MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; VIEIRA, J. M. ; BRAGA, O. C. . DA XÍCARA AO BECKER: PLANTAS MEDICINAIS COMO RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DE QUÍMICA. Revista de Educação, Ciências e Matemática, v. 6, p. 149-160, 2016.

6.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE2015MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Ensaio sobre socialização: incursões em noções de Pierre Bourdieu. Revista Tempos e Espaços em Educação, v. 8, p. 193-205, 2015.

7.
PAIXAO, A. E.2015PAIXAO, A. E. ; MOTA, C. J. ; TESTA, F. A. ; CASTRO, M. F. V. ; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE ; LEAL, M. R. C. ; KLABUNDE, N. T. ; ROCHA, V. M. ; SILVA, S. . III Encontro 'A construção de saberes docentes' - as interfaces da prática pedagógica nas diversas áreas do conhecimento.. Extensão Tecnológica: Revista de Extensão do Instituto Federal Catarinense, v. 3, p. 39-46, 2015.

8.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE2014MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; VALLE, IONE RIBEIRO . PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO (PEE) E TEORIA DO CAPITAL HUMANO: ESTRATÉGIAS DE FORMAÇÃO DOCENTE EM SANTA CATARINA/BRASIL (DÉCADA 1960). Políticas Educativas, v. 7, p. 1-19, 2014.

9.
MELO, M. M. R.;MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE2013MELO, M. M. R.; VALLE, I. R. . SOCIALIZAÇÃO E SOCIALIZAÇÃO PROFISSIONAL: INTERFACE ENTRE FORJAR E NEGOCIAR OUTRO SER. Roteiro, v. 38, p. 61-78, 2013.

10.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE2013MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; DAROS, Maria das Dores . EDUCAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E PLANEJAMENTO NO IDEÁRIO DO INTELECTUAL CATARINENSE SÍLVIO COELHO DOS SANTOS. Revista HISTEDBR On-line, v. 13, p. 357-379, 2013.

11.
MELO, M. M. R.;MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE2012MELO, M. M. R.; MARTINS, M. . RESENHA HOMO ACADEMICUS. Revista Brasileira de Educação (Impresso), v. 17, p. 487-490, 2012.

12.
MELO, M. M. R.;MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE2012MELO, M. M. R.; SILVA, F. G. R. . RESENHA UTOPÍAS. ANTIGUOS Y NUEVOS SUEÑOS. Roteiro (UNOESC), v. v37, p. 401-406, 2012.

13.
MELO, M. M. R.;MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE2012MELO, M. M. R.; SILVA, F. G. R. . RESENHA UTOPÍAS. ANTIGUOS Y NUEVOS SUEÑOS. Roteiro, v. v37, p. 401-406, 2012.

14.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE2012 MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; VALLE, IONE RIBEIRO . Professoras catarinenses: razões para escolher e permanecer na carreira. Revista Brasileira de História da Educação, v. 12, p. 199-228, 2012.

15.
DAROS, Maria das Dores2012DAROS, Maria das Dores ; VALLE, IONE RIBEIRO ; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE . Pesquisa e planejamento educacional nos anos 1960 em Santa Catarina: desenho de um projeto escolar meritocrático. CADERNOS DE EDUCAÇÃO -UFPel (ONLINE), v. 42, p. 299-325, 2012.

16.
BARCELOS, Ana Regina Ferreira de2011BARCELOS, Ana Regina Ferreira de ; MELO, M. M. R. . RESENHA: ARAUJO, J. C. S.; FREITAS, A. G. B.; LOPEZ, A. P. C. (ORGS). AS ESCOLAS NORMAIS NO BRASIL: DO IMPÉRIO À REPÚBLICA. CAMPINAS. SP: ALÍNEA. 2008.. Percursos (Florianópolis. Online), v. 12, p. 233-235, 2011.

17.
DAROS, Maria das Dores2011DAROS, Maria das Dores ; MELO, M. M. R. . Assistência internacional no planejamento educativo dos anos 1960 em Santa Catarina ? Brasil. Revista Educação em Questão (Online), v. 40, p. 97-127, 2011.

18.
DAROS, Maria das Dores2011DAROS, Maria das Dores ; MELO, M. M. R. . Assistência internacional no planejamento educativo dos anos 1960 em Santa Catarina - Brasil. Revista Educação em Questão (UFRN. Impresso), v. 40, p. 97-127, 2011.

19.
MELO, M. M. R.;MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE2007MELO, M. M. R.; CARDOSO, T. M. . Classe Hospitalar e escola regular: estreitando laços. Ponto de Vista (UFSC), v. nº 9, p. 113-130, 2007.

Capítulos de livros publicados
1.
LUCA, A. G. ; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE ; DIAS, R. C. E. . A (re)estruturação do PPC como instrumento de reflexão na formação de professores.. In: Zotti, Solange Aparecida; Reisdoefer, Deise Nivia. (Org.). Tempos e espaços de formação docente e inovação pedagógica. 1ed.Blumenau: Instituto Federal Catarinense, 2017, v. , p. 121-136.

2.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Colóquios estaduais sobre a organização dos sistemas de educação (CEOSE): lócus para pensar a orientação do planejamento educacional no Brasil nas décadas de 1950/60. In: Marcus Vinicius C. Carvalho; Rita Cristina Lima Lages; Vera Gaspar da Silva.. (Org.). Colóquios estaduais sobre a organização dos sistemas de educação (CEOSE): lócus para pensar a orientação do planejamento educacional no Brasil nas décadas de 1950/60. 1ªed.Belo Horizonte: Mazza Edições, 2016, v. 4, p. 231-246.

3.
BARCELOS, Ana Regina Ferreira de ; SILVA, F. G. R. ; KOEPESEL, E. C. N. ; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE . O Panóptico de Jeremy Bentham como estratégias de controle na doutrinação utilitária: utopia ou distopia?. In: Lucídio Bianchetti; Juares da Silva Thiessen. (Org.). O Panóptico de Jeremy Bentham como estratégias de controle na doutrinação utilitária: utopia ou distopia?. 1 eed.Porto Alegre: Editora Unijuí, 2014, v. unico, p. 129-180.

4.
MELO, M. M. R.. Educação e modernização no pensamento de Sílvio Coelho dos Santos em Santa Catarina na década de 1960. In: Natalia Gil; MathEUs da Cruz e Zica; Luciano Mendes de Faria Filho. (Org.). Moderno, Modernidade e modernização : a educação nos projetos de Brasil - seculos XIX e XX. 1ªed.Belo Horizonte: Mazza Edições Mazza Edições, 2012, v. vol 1, p. 167-184.

5.
MELO, M. M. R.; DAROS, Maria das Dores ; DANIEL, Lezyany Silveira . INTELECTUAIS E PROJETOS PARA A AUTONOMIZAÇÃO DO CAMPO EDUCACIONAL CATARINENSE (ANOS 1930-1960).. In: IONE RIBEIRO VALLE; MARIA DAS DORES DAROS; VERA LÚCIA GASPAR. (Org.). EDUCAÇÃO ESCOLAR E JUSTIÇA SOCIAL. 1ªed.FLORIANÓPOLIS: NUP (NÚCLEO DE PUBLICAÇÕES DA UFSC), 2010, v. 1, p. 119-137.

6.
MELO, M. M. R.. A EDUCAÇÃO COMO BALUARTE DO DESENVOLVIMENTO: EM TORNO DO TRIPÉ CEPE, FAEd E UDESC.. In: IONE RIBEIRO VALLE, MARIA DAS DORES DAROS; VERA LÚCIA GASPAR. (Org.). EDUCAÇÃO ESCOLAR E JUSTIÇA SOCIAL. 1ªed.FLORIANÓPOLIS: NUP (NÚCLEO DE PUBLICAÇÕES DA UFSC), 2010, v. 1, p. 139-169.

7.
MELO, M. M. R.; CARDOSO, T. M. . Educação em outros contextos: uma experiência docente na classe hospitalar do Hospital Infantil Joana de Gusmão (HIJG). In: Alba Regina Battisti de Souza; Ademilde Silveira Sartori; Elisiani Cristina de Souza de Freitas Noronha. (Org.). Formação docente e práticas pedagógicas: cenários e trajetórias. Florianópolis: Editora da Universidade do Estado de Santa Catarina/UDESC, 2010, v. 1, p. 191-217.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Pensar a educação: sempre uma pauta nacional. Jornal Pensar a Educação em Pauta, http://pensaraeducacao.com.br/, p. Nº 192, 05 abr. 2018.

2.
MELO, M. M. R.. Sílvio Coelho dos Santos: contribuições ao campo educacional catarinense. Jornal Universitário, Florianópolis/SC, p. 3 - 3.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; GUTTSCHOW, G. G. . ESCOLA AGRÍCOLA SENADOR GOMES DE OLIVEIRA ? ARAQUARI/SC/BRASIL: PECULIARIDADES DA CONSTITUIÇÃO DO CORPO DOCENTE (1959-1967). In: XIII Congresso iberoamericano de Historia de la Educación - CIHELA, 2018, Montevidéo. Congresso iberoamericano de Historia de la Educación, 2018.

2.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; GUTTSCHOW, G. G. . PRIMEIRA REUNIÃO ECONÔMICA-AGRÍCOLA DE SANTA CATARINA (1947): PROPOSTAS PARA O ENSINO AGRÍCOLA. In: III Congresso Ibero-Americano de Humanidades, Ciências e Educação, 2018, Criciúma. III Congresso Ibero-Americano de Humanidades, Ciências e Educação, 2018.

3.
DAROS, Maria das Dores ; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE . O conceito antropológico de cultura no Brasil e os umpactos no pensamento pedagógico brasileiro.. In: XI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. Investigar, intervir e preservar: caminhos da história da educação luso-brasileira., 2016, Porto - Portugal. XI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. Investigar, intervir e preservar: caminhos da história da educação luso-brasileira.. Porto - Portugal: CITCEM, 2016. p. 316-330.

4.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; VALLE, IONE RIBEIRO ; HOELLER, S. A. O. . FORMAÇÃO DOCENTE: UMA ESTRATÉGIA PARA A CONSTRUÇÃO DE UM BRASIL/ESTADO DE SANTA CATARINA MODERNIZADA (DÉCADA DE 1960). In: XI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. Investigar, intervir e preservar: caminhos da história da educação luso-brasileira., 2016, Porto - Portugal. XI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. Investigar, intervir e preservar: caminhos da história da educação luso-brasileira.. Porto - Portugal: CITCEM, 2016. v. único. p. 176-189.

5.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Missão técnica Internacional para a Orientação do Planejamento Educacional no Brasil nas décadas de 1950/60.. In: VIII Congresso Brasileiro de História da Educação, 2015, Maringá. COMUNICAÇÃO INDIVIDUAL COMPLETO, 2015.

6.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. O uso de materiais didáticos pelo professorado catarinense na década de 1960.. In: VIII Congresso Brasileiro de História da Educação, 2015, Maringá. COMUNICAÇÃO INDIVIDUAL COMPLETO, 2015.

7.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; PEREIRA, E. A. T. . CONCEPÇÕES DE PLANEJAMENTO NO PENSAMENTO DOS INTELECTUAIS JAYME ABREU, JOÃO ROBERTO MOREIRA E SÍLVIO COELHO DOS SANTOS: INTERSECÇÕES E DISTANCIAMENTOS. In: X Congresso Luso Brasileiro de História da Educação, 2014, Curitiba - Paraná. X Congresso Luso Brasileiro de História da Educação. Curitiba/PR: PucPR/Anped/SBHE/SPCE, 2014.

8.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; VALLE, IONE RIBEIRO . Aspectos relacionados à autonomia de professoras/es catarinenses na década de 1960.. In: X Congresso Luso Brasileiro de História da Educação, 2014, Curitiba - Paraná. X Congresso Luso Brasileiro de História da Educação. Curitiba/PR: PucPR/Anped/SBHE/SPCE, 2014.

9.
ROSSA, U. B. ; WESTPHALEN, D. J. ; NETTO, H. V. ; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE ; ISHIDA, C. Y. . INFORMÁTICA APLICADA NA APRENDIZAGEM EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS. In: IV Colóquio Internacional de Educação: Educação, Diversidade e Ação Pedagógica, 2014, Joaçaba/Santa Catarina. IV Colóquio Internacional de Educação: Educação, Diversidade e Ação Pedagógica. Joaçaba: Editora Unoesc, 2014.

10.
WESTPHALEN, D. J. ; ROSSA, U. B. ; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE . GINCANA ESCOLAR NO PROCESSO DE ENSINO E DA APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS.. In: IV Colóquio Internacional de Educação: Educação, Diversidade e Ação Pedagógica, 2014, Joaçaba/Santa Catarina. IV Colóquio Internacional de Educação: Educação, Diversidade e Ação Pedagógica. Joaçaba: Editora Unoesc, 2014.

11.
MELO, M. M. R.; VALLE, IONE RIBEIRO . REPRESENTAÇÕES DO BOM PROFESSOR PRIMÁRIO NAS MEMÓRIAS DE PROFESSORES APOSENTADOS DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DE SANTA CATARINA (DÉCADA DE 1970).. In: VII CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. CIRCUITOS E FRONTEIRAS DA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL, 2013, CUIABÁ - MATO GROSSO. VI Congresso Brasileiro de História da Educação. CUIABÁ - MATO GROSSO, 2013. p. 1-15.

12.
MELO, M. M. R.; SOUZA, R. A. . ENTRE A RELIGIÃO E A LAICIDADE: INCURSÃO NAS MEMÓRIAS DE PROFESSORES CATARINENSES DOS ANOS 1960. In: VII CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. CIRCUITOS E FRONTEIRAS DA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL, 2013, CUIABÁ - MATO GROSSO. VI Congresso Brasileiro de História da Educação. CUIABÁ - MATO GROSSO, 2013. p. 1-12.

13.
MELO, M. M. R.; VALLE, I. R. . PROFESSORAS CATARINENSES: RAZÕES PARA ESCOLHER E PERMANECER NA CARREIRA. In: IX CONGRESSO LUSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2012, Lisboa - Portugal. IX CONGRESSO LUSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2012.

14.
MELO, M. M. R.. CONDIÇÕES DO ENSINO PRIMÁRIO CATARINENSE NA DÉCADA DE 1960: ANÁLISE DE PESQUISA E BOLETINS. In: VI CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO., 2011, VITÓRIA - ESPÍRITO SANTO. VI Congresso Brasileiro de História da Educação. Vitória : UFES: Promoção da Sociedade Brasileira de História da Educação, 2011.

15.
DAROS, Maria das Dores ; MELO, M. M. R. . ASSISTÊNCIA INTERNACIONAL NO PLANEJAMENTO EDUCATIVO DOS ANOS 1960 EM SANTA CATARINA - BRASIL - Mesa de discussão: Perspectivas comparadas sobre el estado-educador II: redes internacionales. In: Iinternational Conferende for the History of Educational - 33 ISCHE, 2011, San Luis Potosí. State, Education and Society: new perspectives on an old debate.. San Luis Potosi: El Colégio de San Luis e colaboradores, 2011.

16.
MELO, M. M. R.. SÍLVIO COELHO DOS SANTOS: IDEIAS DE EDUCAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E PLANEJAMENTO.. In: VIII CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. INFÂNCIA, JUVENTUDE E RELAÇÕES DE GÊNERO NA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2010, SÃO LUÍS - MARANHÃO. VIII CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. INFÂNCIA, JUVENTUDE E RELAÇÕES DE GÊNERO NA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2010.

17.
DAROS, Maria das Dores ; DANIEL, L. S ; MELO, M. M. R. . Intelectuais e projetos para a autonomização do cam)po educacional catarinense (anos 1930-1960). In: VII CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2008, PORTO/PORTUGAL. ANAIS DO VII CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. PORTO/PORTUGAL, 2008.

18.
MELO, M. M. R.; DAROS, Maria das Dores . A CONFIGURAÇÃO DO CAMPO DA PESQUISA EM EDUCAÇÃO NO ESTADO DE SANTA CATARINA NAS DÉCADAS DE 1950 E 1960.. In: VI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação, 2006, Uberlândia/MG. Percursos e Desafios da Pesquisa e do Ensino de História da Educação. Uberlândia/MG: EDUFU, 2006.

19.
MELO, M. M. R.; DAROS, Maria das Dores . O PROGRAMA NACIONAL DE RECONSTRUÇÃO EDUCACIONAL DE ANÍSIO TEIXEIRA: CONTRIBUIÇÃO DOS INTELECTUAIS CATARINENSES ORLANDO FERREIRA DE MELO E SILVIO COELHO DOS SANTOS (DÉCADAS DE 1950/60).. In: IV CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2006, Goiânia- GO. A EDUCAÇÃO E SEUS SUJEITOS NA HISTÓRIA. Goiânia- GO: EDITORA VIEIRA e EDITORA DA UCG, 2006.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Missão técnica Internacional para a Orientação do Planejamento Educacional no Brasil nas décadas de 1950/60.. In: VIII Congresso Brasileiro de História da Educação, 2015, Maringá. CADERNO DE RESUMOS, 2015.

2.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. O uso de materiais didáticos pelo professorado catarinense na década de 1960.. In: VIII Congresso Brasileiro de História da Educação, 2015, Maringá. CADERNO DE COMUNICAÇÕES INDIVIDUAIS COMPLETO., 2015.

3.
VIEIRA, J. M. ; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE ; BRAGA, O. C. . DA XÍCARA AO BECKER: PLANTAS MEDICINAIS COMO RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DE QUÍMICA. In: 35° Encontro de Debates sobre o Ensino de Química, 2015, Porto Alegre. Anais do 35° Encontro de Debates sobre o Ensino de Química: da universidade à sala de aula: os caminhos do educador em Química. Lageado: Ed. da Univates, 2015. p. 242-247.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; GUTTSCHOW, G. G. . MODERNIZAÇÃO PARA A EDUCAÇÃO CATARINENSE: CONTRIBUIÇÕES DO SEMINÁRIO SÓCIO-ECONÔMICO E DO CEPE.. In: IX Congresso Brasileiro de História da Educação, 2017, João Pessoa - Paraíba. Caderno de Resumos do IX Congresso Brasileiro de História da Educação ? SBHE, 15 a 18 de agosto de 2017. Organizadores: Cláudia Engler Cury, Luiz Mário Burity, Maíra Lewtchuk Espindola e Thayná Cavalcanti Peixoto. 866 p. ISSN: 2236-1855 1., 2017. p. 179-170.

2.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; VALLE, IONE RIBEIRO . RITUAIS E IDEIA DE CIVISMO NA ESCOLA PÚBLICA ESTADUAL CATARINENSE DA DÉCADA DE 1960: UMA VISÃO DE PROFESSORES. In: IX Congresso Brasileiro de História da Educação, 2017, João Pessoa - Paraíba. Congresso Brasileiro de História da Educação-SBHE (9: 2017: João Pessoa-PB) Caderno de Resumos do IX Congresso Brasileiro de História da Educação ? SBHE, 15 a 18 de agosto de 2017. Organizadores: Cláudia Engler Cury, Luiz Mário Burity, Maíra Lewtchuk Espi, 2017. p. 560-560.

3.
DAROS, Maria das Dores ; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE . O conceito antropológico de cultura no Brasil e os impactos no pensamento pedagógico brasileiro.. In: XI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. Investigar, intervir e preservar: caminhos da história da educação luso-brasileira., 2016, Porto - Protugal. XI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. Investigar, intervir e preservar: caminhos da história da educação luso-brasileira.. Porto - Portugal: CITCEM, 2016. v. unico. p. 254-254.

4.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; VALLE, IONE RIBEIRO ; HOELLER, S. A. O. . FORMAÇÃO DOCENTE: UMA ESTRATÉGIA PARA A CONSTRUÇÃO DE UM BRASIL/ESTADO DE SANTA CATARINA MODERNIZADA (DÉCADA DE 1960). In: XI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. Investigar, intervir e preservar: caminhos da história da educação luso-brasileira., 2016, Porto - Portugal. XI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. Investigar, intervir e preservar: caminhos da história da educação luso-brasileira.. Porto - Portugal: Editora CITCEM, 2016. v. único. p. 216-216.

5.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; PEREIRA, E. A. T. . CONCEPÇÕES DE PLANEJAMENTO NO PENSAMENTO DOS INTELECTUAIS JAYME ABREU, JOÃO ROBERTO MOREIRA E SÍLVIO COELHO DOS SANTOS: INTERSECÇÕES E DISTANCIAMENTOS. In: X Congresso Luso Brasileiro de História da Educação, 2014, Curitiba - Paraná. X Congresso Luso Brasileiro de História da Educação. Curitiba/PR: PucPR/Anped/SBHE/SPCE, 2014.

6.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Aspectos relacionados à autonomia de professoras/es catarinenses na década de 1960.. In: X Congresso Luso Brasileiro de História da Educação, 2014, Curitiba - Paraná. X Congresso Luso Brasileiro de História da Educação. Curitiba/PR: PucPR/Anped/SBHE/SPCE, 2014.

7.
MELO, M. M. R.; VALLE, IONE RIBEIRO . REPRESENTAÇÕES DO BOM PROFESSOR PRIMÁRIO NAS MEMÓRIAS DE PROFESSORES APOSENTADOS DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DE SANTA CATARINA (DÉCADA DE 1970).. In: VII CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. CIRCUITOS E FRONTEIRAS DA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL, 2013, CUIABÁ - MATO GROSSO. VII CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. CIRCUITOS E FRONTEIRAS DA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL. CUIABÁ - MATO GROSSO, 2013. p. 520-521.

8.
MELO, M. M. R.; SOUZA, R. A. . ENTRE A RELIGIÃO E A LAICIDADE: INCURSÃO NAS MEMÓRIAS DE PROFESSORES CATARINENSES DOS ANOS 1960. In: VII CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. CIRCUITOS E FRONTEIRAS DA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL, 2013, CUIABÁ - MATO GROSSO. VII CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. CIRCUITOS E FRONTEIRAS DA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL. CUIABÁ - MATO GROSSO, 2013. p. 473-474.

9.
MELO, M. M. R.; VALLE, I. R. . PROFESSORES CATARINENSES: RAZÕES PARA ESCOLHER E PERMANECER NA CARREIRA. In: IX CONGRESSO LUSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2012, Lisboa - Portugal. IX Congresso Luso Brasileiro de História da Educação, 2012.

10.
MELO, M. M. R.. CONDIÇÕES DO ENSINO PRIMÁRIO CATARINENSE NA DÉCADA DE 1960: ANÁLISE DE PESQUISA E BOLETINS. In: VI CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2011, VITÓRIA/ ESPÍRITO SANTO. ANAIS LIVRO DE RESUMOS - INVENÇÃO, TRADIÇÃO E ESCRITAS DA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL. VITÓRIA/UFES: Promoção da Sociedade Brasileira de História da Educação, 2011. v. ÚNICO. p. 431-432.

11.
DAROS, Maria das Dores ; MELO, M. M. R. . ASSISTÊNCIA INTERNACIONAL NO PLANEJAMENTO EDUCATIVO DOS ANOS 1960 EM SANTA CATARINA - BRASIL. In: International Standing Conference for the History of Edcation - 33 ISCHE, 2011, San Luis Potosi. State, Education and Society: new perspectives on an old debate.. San Luis Potosí: El Colégio de San Luis e colaboradores, 2011. p. 13-13.

12.
MELO, M. M. R.. SILVIO COELHO DOS SANTOS: IDEIAS DE EDUCAÇÃO, DESENVOLVMENTO E PLANEJAMENTO. In: VIII CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE HOSTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2010, SÃO LUÍS - MARANHÃO. VIII CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE HOSTÓRIA DA EDUCAÇÃO. INFÂNCIA, JUVENTUDE E RELAÇÕES DE GÊNERO NA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2010.

13.
MELO, M. M. R.; DAROS, Maria das Dores ; DANIEL, Lezyany Silveira . Intellectuais e projetos para a autonomização do campo educacional catarinense. In: VII Congresso Luso Brasileiro de História da Educação, 2008, Porto. VII Congresso Luso Brasileiro de História da Educação. Porto e São Paulo: SPCE e ANPED, 2008. v. único.

14.
MELO, M. M. R.; DAROS, Maria das Dores . A CONFIGURAÇÃO DO CAMPO DA PESQUISA EM EDUCAÇÃO NO ESTADO DE SANTA CATARINA NAS DÉCADAS DE 1950 E 1960.. In: VI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. Percursos e desafios da Pesquisa e do Ensino de História da Educação., 2006, Uberlândia - MG. VI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. Percursos e desafios da Pesquisa e do Ensino de História da Educação.. Uberlândia - MG: EDUFU, 2006. v. único. p. 363-363.

15.
MELO, M. M. R.; DAROS, Maria das Dores . O PROGRAMA NACIONAL DE RECONSTRUÇÃO EDUCACIONAL DE ANÍSIO TEIXEIRA: CONTRIBUIÇÃO DOS INTELECTUAIS CATARINENSES ORLANDO FERREIRA DE MELO E SILVIO COELHO DOS SANTOS (DÉCADAS DE 1950/60).. In: IV CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2006, GOIÂNIA-GO. A EDUCAÇÃO E E UJEITO NA HITÓRIA. GOIÂNIA-GO: EDITORA VIEIRA E EDICTORA DA UCG, 2006. v. ÚNOCO. p. 96-97.

16.
MELO, M. M. R.. A pesquisa e a formação dos professores catarinenses nas décadas de 1950 e 1960.. In: XV Seminário de Iniciação Científica da UFSC, 2005, Florianópolis. XV Seminário de Iniciação Científica da UFSC, 2005.

17.
MELO, M. M. R.. A PESQUISA E A FORMAÇÃO DO PROFESSORES CATARINENES NAS DÉCADAS DE 1950 E 1960.. In: Seminário de Pesquisa Formação de Professores: História, Políticas e Práticas., 2005, Florianópolis. Seminário de Pesquisa Formação de Professores: História, Políticas e Práticas., 2005. v. único. p. 12-12.

18.
PEIXOTO, Rafaela ; MELO, M. M. R. . CLASSE HOSPITALAR: ESTREITANDO LAÇOS ENTRE EDUCAÇÃO E SAÚDE. In: 5ª SEMANA DE PESQUISA E EXTENSÃO, 2005, FLORIANÓPOLIS. ANAIS DA 5ª SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 2005.

19.
DAROS, Maria das Dores ; Scheibe, L ; SILVA, A. C ; DANIEL, Lezyany Silveira ; AGUIAR, L. C de ; DI PIETRO, L.O ; MELO, M. M. R. . AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE FORMAÇÃO DOCENTE EM SANTA CATARINA: CONTEXTOS E TRAJETÓRIAS NO SÉCULO XX I. In: 5ª SEMANA DE PESQUISA E EXTENSÃO, 2005, FLORIANÓPOLIS. ANAIS DA 5ª SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 2005.

Artigos aceitos para publicação
1.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; GUTTSCHOW, G. G. ; SIEWERT, K. H. . Formação Docente para as Feiras de Matemática: atividades de um projeto de extensão. REVISTA CONEXÃO UEPG, 2017.

Apresentações de Trabalho
1.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; GUTTSCHOW, G. G. . Professores da Escola Agrícola Senador Gomes de Oliveira - Araquari /SC: peculiaridades da formação do corpo docente (1959-1967).. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
MELO, M. M. R.; UBER, F. O. . SABERES POPULARES SOBRE O USO DAS PLANTAS MEDICINAIS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
MELO, M. M. R.; BRAGA, J. P. . MELIPONINI: ABELHAS ?SEM FERRÃO E DOCE COMO O MEL? ? UM PROJETO DE APRENDIZAGEM DESENVOLVIDO PARA A DISCIPLINA DE DIDÁTICA II. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
MELO, M. M. R.; LUCIANO, G. H. . RELAÇÕES ENTRE O ENSINO DE QUÍMICA E O COTIDIANO: UMA ABORDAGEM POR MEIO DO USO DE PRODUTOS DE HIGIENE PESSOAL. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
MELO, M. M. R.; ALBANO, J. C. . Problematização do ensino de Química por meio do estudo de caso: um olhar sobre questões ambientais. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
MELO, M. M. R.; ARCARI, J. L. ; CARNEIRO, D. M. V. F. ; BAKO, E. P. M. ; BELLO, B. S. ; RUSSO, S. . EDUCAÇÃO, PREVENÇÃO E SAÚDE: COMO TRABALHAR O TEMA ?LEPTOSPIROSE? NO ENSINO FUNDAMENTAL. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Interdisciplinaridade e projeto integrador. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
SANTOS, T. R. ; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE . Minicurso: Erving Goffman ou convite a uma sociologia dos detalhes. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Alfabetização científica para a Educação Básica: entre políticas públicas e o novo Plano Nacional de Educação(PNE). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; SANTOS, T. R. . Oficina - Desvelando conceitos e categorias na obra 'Os Herdeiros', de Pierre Bourdieu. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

11.
VIEIRA, J. M. ; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE ; BRAGA, O. C. . DA XÍCARA AO BECKER: PLANTAS MEDICINAIS COMO RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DE QUÍMICA.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. MODERNIZAÇÃO, DESENVOLVIMENTO, PLANEJAMENTO E EDUCAÇÃO NO ESTADO DE SANTA CATARINA NA DÉCADA DE 1960. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
MELO, M. M. R.; SANTOS, T. R. . Pierre Bourdieu e o Esboço de auto-análise. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
MELO, M. M. R.; VALLE, I. R. . PROFESSORAS CATARINENSES: RAZÕES PARA ESCOLHER E PERMANECER NA CARREIRA. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
MELO, M. M. R.. Dez anos sem Pierre Bourdieu: revisitando sua trajetória, produção e categorias. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
MELO, M. M. R.. CONDIÇÕES DO ENSINO PRIMÁRIO CATARINENSE NA DÉCADA DE 1960: ANÁLISE DE PESQUISA E BOLETINS.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
MELO, M. M. R.. A relação entre intelectuais e educação: por que estudar os intelectuais?. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
MELO, M. M. R.. Educação e modernização no pensamento do intelectual Sílvio Coelho dos Santos na década de 1960 em Santa Catarina. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
DAROS, Maria das Dores ; MELO, M. M. R. . ASSISTÊNCIA INTERNACIONAL NO PLANEJAMENTO EDUCATIVO DOS ANOS 1960 EM SANTA CATARINA - BRASIL. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
MELO, M. M. R.; OLIVEIRA, S. ; Trombini. L.T. . Seminário 6 A invenção do cotidiano. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

21.
MELO, M. M. R.. SÍLVIO COELHO DOS SANTOS: IDEIAS DE EDUCAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E PLANEJAMENTO. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
MELO, M. M. R.; DAROS, Maria das Dores ; DANIEL, Lezyany Silveira . Intellectuais e projetos de autonomização do campo educacional catarinense (em co-autoria). 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

23.
MELO, M. M. R.. EXPERIÊNCIA DA CLASSE HOSPITALAR DO HOSPITAL INFANTIL JOANA DE GUSMÃO. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

24.
MELO, M. M. R.; DAROS, Maria das Dores . O programa nacional de reconstrução educacional de Anísio Teixeira: contribuição dos intelectuais catarinenses Orlando Ferreira de Melo e Sílvio Coelho dos Santos.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

25.
MELO, M. M. R.; DAROS, Maria das Dores . A CONFIGURAÇÃO DO CAMPO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO NO ESTADO DE SANTA CATARINA NAS DÉCADAS DE 1950 E1960.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
MELO, M. M. R.. Classe Hospitalar: estreitando laços entre educação e saúde.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

27.
MELO, M. M. R.. A PESQUISA E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES CATARINENSES NAS DÉCADAS DE 1950 E 1960.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

28.
MELO, M. M. R.. A PESQUISA E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES CATARINENSES NAS DÉCADAS DE 1950 E 1960.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
SANTOS, S. A. ; RIBEIRO, M. E. M. ; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE . Ensino de Ciências: reflexões e diálogos. 2015.

2.
DAROS, Maria das Dores ; SILVA, A. C ; DANIEL, Lezyany Silveira ; MELO, M. M. R. . Contribuição com coleta de dados no Arquivo Público de Santa Catarina. 2005.

3.
MELO, M. M. R.. Atividades de Monitoria. 2004.


Demais tipos de produção técnica
1.
MELO, M. M. R.; SANTOS, T. R. . Os Herdeiros: por que ler a obra de Bourdieu e Passeron meio século deppois?. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
MELO, M. M. R.; SANTOS, T. R. . Dez anos sem Pierre Bourdieu: revisitando sua trajetória, produção e categorias. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
MELO, M. M. R.; BESEN, D. S. ; SATO, S. R. S. . RELATÓRIO FINAL DE ESTUDO INDIVIDUALZADO. 2011. (Relatório de pesquisa).

4.
MELO, M. M. R.. Relatório de Estágio Docência. 2011. (Relatório de pesquisa).

5.
MELO, M. M. R.. Relatório de Estágio Docência. 2008. (Relatório de pesquisa).

6.
DAROS, Maria das Dores ; Scheibe, L ; SILVA, A. C ; AGUIAR, L. C de ; DANIEL, L. S ; Laffin, Maria Hermínia L. F. ; NOBREGA, P. ; UNGLAUB, T. R. da R ; BOMBASSARO, T ; BAZZO, V.L. ; PEREIRA, V.R.B. ; MELO, M. M. R. . ?AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE FORMAÇÃO DOCENTE EM SANTA CATARINA: Contextos e trajetórias no século XX?.. 2006. (Relatório de pesquisa).

7.
MELO, M. M. R.; DAROS, Maria das Dores . "A PESQUISA E A FORMAÇÃO DOS PROFESSORES CATARINENSES NAS DÉCADAS DE 1950 E 1960?.. 2005. (Relatório de pesquisa).

Demais trabalhos
1.
MELO, M. M. R.. Seminário de Pesquisa "Formação de Professores: História, Políticas e Práticas".. 2005 (Membro de Comissão Organizadora de Evento) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
VALLE, IONE RIBEIRO; MELO, M. M. R.. Participação em banca de Jourdan Linder Silva. Sentimentos de injustiças de docentes como miopia educacional: o (des)investimento pedagógico em adolescentes da periferia.. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE/UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Teses de doutorado
1.
GONCALVES, N. G.; DANIEL, Lezyany Silveira; BARREIRO, I. M. F.; BERTUCCI, L. M.; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Participação em banca de Gisele Gutstein Guttschow. Escola de Iniciação Agrícola de Araquari - SC: criação, currículos e formação profissional (1954-1967).. 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-graduação em Educação-Mestrado e Doutorado) - Universidade Federal do Paraná.

2.
ALVES FILHO, J. P.; ANGOTTI, J. A. P.; CRUZ, S. M. S. C. S.; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Participação em banca de Angelisa Benetti Clebsch. Construção dos saberes docentes na formação do licenciado em Física.. 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós Graduação em Educação Científica e Tecnológica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
VALLE, I. R.; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Participação em banca de Mariana San'Ana Miceli. As cartas são jogadas muito cedo: trajetórias universitárias de jovens provenientes das classes populares na Universidade Federal de Santa Catarina. 2016. Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Doutorado
1.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Participação em banca de Angelisa Benetti Clebsch. A articulação entre os conhecimentos teórico-pedagógicos e a prática profissional na construção dos saberes docentes do licenciado em Física: os casos de Santa Catarina.. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós Graduação em Educação Científica e Tecnológica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
VALLE, IONE RIBEIRO; MELO, M. M. R.. Participação em banca de Mariana Sant'Ana Micelo. Trajetórias universitárias de alunos das classes populares na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE/UFSC) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
GUTTSCHOW, G. G.; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; PROBST, M.. Participação em banca de Vilmarize Bellé Engel. A RELAÇÃO ENTRE GESTÃO ESCOLAR E A AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM UNIVERSIDADES PÚBLICAS DE SANTA CATARINA (2006 A 2016).. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização Lato Sensu em Educação com ênfase em Gestão Educaci) - Instituto Federal Catarinense - Campus Camboriú.

2.
SILVA, F. G. R.; SILVA, S. J. R.; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Participação em banca de Luciana Assumpção de Carvalho dos Santos. Projeto Político Pedagógico e Planos de Gestão: mecanismos de uma gestão democrática da escola pública estadual de Santa Catarina?. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização Lato Sensu em Educação com ênfase em Gestão Educaci) - Instituto Federal Catarinense - Campus Camboriú.

3.
ZOTTI, S. A.; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; GONCALVES, M. D.. Participação em banca de Thiago Reis Ferreira. GESTÃO DEMOCRÁTICA NA ESCOLA PÚBLICA: DESAFIOS, PRINCÍPIOS E PAPEL DO GESTOR. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização Lato Sensu em Educação com ênfase em Gestão Educaci) - Instituto Federal Catarinense - Campus Camboriú.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; FERNANDES, S.; LUCA, A. G.; PAIXAO, A. E.. Participação em banca de Alex Rodrigues.Problematização da azia no ensino de química: possibilidades para a alfabetização científica. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em LICENCIATURA EM QUÍMICA) - INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI.

2.
LUCA, A. G.; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; SCHMIDT, M. M.; BRAGA, O. C.. Participação em banca de Antuir Alves Soethe.Problematizando o estudo de soluções por meio da leitura de embalagens/rótulos: uma proposta para o segundo ano do ensino médio. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em LICENCIATURA EM QUÍMICA) - INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI.

3.
VALLE, IONE RIBEIRO; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Participação em banca de Paulo Sérgio da Graça Delgado.Reformas educacionais e acesso ao ensino superior: os caos de Cabo Verde e do Brasil (1990-2012).. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
MELO, M. M. R.. Participação em banca de Flávia Tatiani Steinbach.Compreendendo o processo de significação dos espaços materiais da educação infantil. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
MELO, M. M. R.. Participação em banca de Filipe Antunes da Silva.Interagindo oa saberes populares com os saberes científicos: um estudo envolvendo a fabricação do pãp.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Química) - INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE.

6.
MELO, M. M. R.. Participação em banca de Mara Lucia Garcia.O conceito de mol nos livros didáticos: algumas considerações para uma proposta no ensino.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Química) - INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; TESTA, F.; ALBERTO, S.. Processo Seletivo Simplificado para contratação de Professor Substituto. 2017. INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI.

2.
ROCHA, V. M.; KLABUNDE, N. T.; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Banca Examinadora de Processo Seletivo Simplificado. 2014. Instituto Federal Catarinense.

3.
FIGUEIREDO, C. J.; SIEWERT, K. H.; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Banca Examinadora de Processo Seletivo Simplificado para Professor Temporário no campo de conhecimento da Matemática. 2014. Instituto Federal Catarinense.

4.
RAYMUNDO, G. M. C.; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; KLABUNDE, N. T.. Banca Examinadora de Processo Seletivo Simplificado para Professor Temporário no campo de conhecimento da Pedagogia. 2014. Instituto Federal Catarinense.

Outras participações
1.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. FETECMS 2016 (Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul). 2016.

2.
MELO, M. M. R.. Avaliação de Extraordinário Aproveitamento de Edtudos. 2015. Instituto Federal Catarinense.

3.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. III Evento de Pesquisa e Extensão (EPEX). 2013. INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
IX Congresso Brasileiro de História da Educação. MODERNIZAÇÃO PARA A EDUCAÇÃO CATARINENSE: CONTRIBUIÇÕES DO SEMINÁRIO SÓCIO-ECONÔMICO E DO CEPE.. 2017. (Congresso).

2.
Atividades de Formação Pedagógica. RITUAIS E IDEIA DE CIVISMO NA ESCOLA PÚBLICA ESTADUAL CATARINENSE DA DÉCADA DE 1960: UMA VISÃO DE PROFESSORES. 2016. (Congresso).

3.
35º Encontro de Debates sobre o Ensino de Química/EDEQ).DA XÍCARA AO BECKER: PLANTAS MEDICINAIS COMO RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DE QUÍMICA.. 2015. (Simpósio).

4.
VIII Congresso Brasileiro de História da Educação. O uso de materiais didáticos pelo professorado catarinense na década de 1960.. 2015. (Congresso).

5.
VIII Congresso Brasileiro de História da Educação. Missão técnica Internacional para a Orientação do Planejamento Educacional no Brasil nas décadas de 1950/60.. 2015. (Congresso).

6.
34º Encontro de Debates sobre o Ensino de Química - inovação no ensino de Química: inovação, interdisciplinaridade e politecnia.. CHARGES E TIRINHAS COMO MATERIAL DIDÁTICO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE SABERES CIENTÍFICOS DA QUÍMICA. 2014. (Congresso).

7.
5ª Semana das Licenciaturas do Instituto Federal Catarinense.Relações entre eudcação e planejamento em Santa Catarina na década de 1960.. 2014. (Encontro).

8.
II Congresso de História Intelectual de América Latina. TRAJETÓRIAS DOS INTELECTUAIS OSWALDO RODRIGUES CABRAL E SÍLVIO COELHO DOS SANTOS: CONTRIBUIÇÕES PARA A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA ANTROPOLOGIA NO BRASIL. 2014. (Congresso).

9.
IIº Congresso de História Intelectual de América Latina "La biografía coletiva en la historia intetelecutal latinoamericana.. ?TRAJETÓRIAS DOS INTELECTUAIS OSWALDO RODRIGUES CABRAL E SÍLVIO COELHO DOS SANTOS: CONTRIBUIÇÕES PARA A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA ANTROPOLOGIA NO BRASIL?. 2014. (Congresso).

10.
VII Mostra nacional de Iniciação Científica e Tecnológica.Atividade Lúdica escolar no processo da aprendizagem do Ensino Agrícola. 2014. (Outra).

11.
VII Mostra nacional de Iniciação Científica e Tecnológica.Novas metodologias no ensino e aprendizagem da saberes científicos da Química: uso de charges e tirinhas.. 2014. (Outra).

12.
X CONGRESSO LUSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. CONCEPÇÕES DE PLANEJAMENTO NO PENSAMENTO DOS INTELECTUAIS JAYME ABREU, JOÃO ROBERTO MOREIRA E SÍLVIO COELHO DOS SANTOS: INTERSECÇÃO E DISTANCIAMENTOS. 2014. (Congresso).

13.
X CONGRESSO LUSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. ASPECTOS RELACIONADOS À AUTONOMIA DE PROFESSORES CATARINENSES NA DÉCADA DE 1960. 2014. (Congresso).

14.
VII CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. CIRCUITOS E FRONTEIRAS DA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. REPRESENTAÇÕES DO BOM PROFESSOR PRIMÁRIO NAS MEMÓRIAS DE PROFESSORES APOSENTADOS DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DE SANTA CATARINA (DÉCADA DE 1970).. 2013. (Congresso).

15.
VII CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. CIRCUITOS E FRONTEIRAS DA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO.. ENTRE A RELIGIÃO E A LAICIDADE: INCURSÃO NAS MEMÓRIAS DE PROFESSORES CATARINENSES DOS ANOS 1960. 2013. (Congresso).

16.
11ª Semama de Pesquisa e Extensão (SEPEX).Formação, profissão e memória docente. 2012. (Outra).

17.
IX Congresso Luso Brasileiro de História da Educação. 2012. (Congresso).

18.
Seminário sobre Políticas Públicas em Educação. 2012. (Seminário).

19.
Intelectuais e Educação: Anísio Teixeira (de 25 de março a 10 de junho). 2011. (Seminário).

20.
International Standing Conference for the History of Education. 2011. (Congresso).

21.
VI Congresso Brasileiro de História da Educação. 2011. (Congresso).

22.
Análise e compreensão do cotidiano escolar (de 13 de agosto a 3 de dezembro. 2010. (Seminário).

23.
Modernidade, Modernização e Política Educacional (de 9 de abril a 2 de julho). 2010. (Seminário).

24.
VIII CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. 2010. (Congresso).

25.
Da escola burguesa a centros cívicos - educativos. Atender à história e pensar o futuro (dias 10, 11 e 12 de novembro). 2009. (Seminário).

26.
I Seminário de Pesquisa em Educação do Campo. Educação do Campo: desafios teóricos e práticos. 2009. (Seminário).

27.
Modernidade, Modernização e Meritocracia Escolar (de 4 de setembro a 4 de dezembro). 2009. (Seminário).

28.
Conferência "As políticas Educativas e os Desafios da igualdade". 2008. (Outra).

29.
Conferência "O nascimento do modelo francês da instrução pública e de educação nacional".. 2008. (Outra).

30.
Palestra: Dificuldades de Aprendizagem - A Inteligência Aprisionada. 2008. (Outra).

31.
Perspectivas Contemporâneas para Formação e Atuação Docente. 2008. (Seminário).

32.
VII Congresso Luso Brasileiro de História da Educação. 2008. (Congresso).

33.
XX Congressi Brasileiro de Cardiologia Pediátrica, II Congressi Brasileiro de Cirurgia Cardiovascular, II Fórum de Cardiopatias Congênitas no Adulto.. Apresentação do Programa Classe Hospitalar no Mini-Hospital "Joana de Gusmão".. 2008. (Congresso).

34.
Conferência: A formação como instrumento para a motivação e o bem-estar docente e o. 2007. (Outra).

35.
II ENCONTRO ESTADUAL DE CLASSES HOSPITALARES: educação em outros contextos. 2007. (Oficina).

36.
Campos de Produção do Conhecimento Pedagógico: Ensino e Formação de Professores. 2006. (Seminário).

37.
IV Congresso Brasileiro de História da Educação. 2006. (Congresso).

38.
Produção Científica do Grupo de Pesquisa "Ensino e Formação de Educadores em Santa Catarina". 2006. (Seminário).

39.
Socialização e Construção Social da Identidade (Parte I - 6 de abril). 2006. (Seminário).

40.
Socialização e Construção Social da Identidade (ParteII - 27 de abril). 2006. (Seminário).

41.
Socialização e Construção Social da Identidade (Parte III - 18 de maio). 2006. (Seminário).

42.
Socialização e Construção Social da Identidade (Parte IV - 29 de junho). 2006. (Seminário).

43.
VI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. 2006. (Congresso).

44.
VIII Seminário de Aprofundamento Teórico: Justiça, Êxito e Fracasso na Escola.. 2006. (Seminário).

45.
Distâncias, Vizinhanças, Relações: Comentários sobre os estudos sócio-histórico-comparados em educação. 2005. (Seminário).

46.
L'ídentité professsionnelle et sociale des Enseignants au Brésil aprés 1960. 2005. (Seminário).

47.
Muitas faces de uma guerra: 60 anos do término da Segunda Guerra Mundial e o processo de Nacionalização no Sul do Brasil.. 2005. (Simpósio).

48.
O mundo como Representação. 2005. (Seminário).

49.
Os professores e a fabricação de identidades (Martin Lawn). 2005. (Seminário).

50.
Performatividade, privatização e o pós-Estado de Bem-Estar. 2005. (Seminário).

51.
1º Encontro dos Cursos de Pedagogia UDESC/UFSC. 2004. (Encontro).

52.
Fórum de Debates da Pedagogia. 2004. (Outra).

53.
Seminário "Espelhos da Educação I" - Reflexões sobre experiências e pesquisas do curso de Pedagogia. 2004. (Seminário).

54.
LABRINCA. 2003. (Oficina).

55.
Seminário Interno do Curso de Pedagogia - Habilitações Específicas do Curso e os Núcleos do CED. 2002. (Seminário).

56.
VI Semana de Ciências Sociais. 2002. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MELO, M. M. R.. IV Mostra Científica e Tecnológica (MCT) e V Evento de Pesquisa e Extensão (EPEX). 2015. (Outro).

2.
MELO, M. M. R.. IV Encontro "A construção dos saberes docentes". 2015. (Outro).

3.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Semana das Licenciaturas/SeLIc. 2015. (Outro).

4.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. VI Mostra Científica e Tecnológica (MCT) e IVEvento de Pesquisa e Extensão (EPEX). 2015. (Outro).

5.
RAYMUNDO, G. M. C. ; ROCHA, V. M. ; KLABUNDE, N. T. ; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE . Semana de Formação e Planejamento Docente. 2014. (Outro).

6.
KLABUNDE, N. T. ; MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE . III Encontro "A construção dos saberes docentes" - As interfaces da prática pedagógica nas diversas áreas do conhecimento.. 2014. (Outro).

7.
MELO, M. M. R.. 5ª Semana das Licenciaturas do Instituto Federal Catarinense - Câmpus Araquari. 2014. (Outro).

8.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. Ciclo de Palestras: A construção de Saberes Docentes na Educação Básica. 2013. (Outro).

9.
MELO, M. M. R.. Moderação da Sessão: Testemunhos orais e memórias da educação no IX Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. 2012. (Outro).

10.
MELO, M. M. R.; BARCELOS, Ana Regina Ferreira de . Coordenação do Projeto de Extensão Universitária Formação Teórico-Metodológica: Intelectuais e Educação: Anísio Teixeira. Edição 2011/1. 2011. (Outro).

11.
MELO, M. M. R.; BARCELOS, Ana Regina Ferreira de . Coordenação do Projeto de Extensão Universitária Formação Teórico-Metodológica: Análise e compreensão do cotidiano escolar. 2010. (Outro).

12.
MELO, M. M. R.. I Seminário de Dificuldades de Aprendizagem - Dislexia em Foco. 2009. (Outro).

13.
MELO, M. M. R.. Coordenação do Seminário Socialização e Construção Social da Identidade - Parte I. 2006. (Outro).

14.
MELO, M. M. R.. Coordenação do Seminário Socialização e Construção Social da Identidade - Parte II. 2006. (Outro).

15.
MELO, M. M. R.; DAROS, Maria das Dores . Seminário de Pesquisa Formação de professores: História, Políticas e Práticas. 2005. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Luciane Hinterholz. FORMAÇÃO DOCENTE E SOCIALIZAÇÃO PROFISSIONAL: UM OLHAR SOBRE AS AÇÕES DA GESTÃO EDUCACIONAL. Início: 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização Lato Sensu em Educação com ênfase em Gestão Educaci) - Instituto Federal Catarinense - Campus Camboriú. (Orientador).

2.
SUELLEN SCHULTZ DE SOUZA. 1 Práticas de Gestão em Educação: um olhar para os profissionais das escolas públicas municipais de Balneário Camboriú. Início: 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização Lato Sensu em Educação com ênfase em Gestão Educaci) - Instituto Federal Catarinense - Campus Camboriú. (Orientador).

3.
José Galotta Lucena. FORMAÇÃO CONTINUADA: ANÁLISE DA GESTÃO DE UMA ESCOLA DO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ. Início: 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização Lato Sensu em Educação com ênfase em Gestão Educaci) - Instituto Federal Catarinense - Campus Camboriú. (Orientador).

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Yane Varela Domingues. CLASSE HOSPITALAR: articulações entre legislação e um olhar sobre representações de escola, de professor(a) e de metodologia na visão de crianças. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Pedagogia) - Instituto Federal Catarinense - Campus Camboriú. (Orientador).

2.
JÉSSICA CAROLINE ALBANO. PROBLEMATIZAÇÃO DO ENSINO DE QUÍMICA POR MEIO DE ESTUDOS DE CASO: UM OLHAR SOBRE QUESTÕES AMBIENTAIS.. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em LICENCIATURA EM QUÍMICA) - INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI. (Orientador).

3.
GRAZIELE MOREIRA MACHADO. A vitamina C Uma Abordagem Experimental no Ensino de Química para o 9° Ano. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em LICENCIATURA EM QUÍMICA) - INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI. (Orientador).

4.
GABRIELA HOFFMANN LUCIANO. RELAÇÕES ENTRE O ENSINO DE QUÍMICA E O COTIDIANO: UMA ABORDAGEM POR MEIO DO USO DE PRODUTOS DE HIGIENE PESSOAL. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em LICENCIATURA EM QUÍMICA) - INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI. (Orientador).

5.
Jonathan Malone Vieira. Da xícara ai Becker: Plantas medicinais como recurso didático possível no ensino de Química. Início: 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Química) - INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
GILMAR JOÃO DA SILVA. O USO DO JOGO COMO RECURSO DIDÁTICO PARA UMA PRÁTICA PEDAGÓGICA DIFERENCIADA. Início: 2013. Orientação de outra natureza. Instituto Federal Catarinense. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Luciane Hinterholz. FORMAÇÃO DOCENTE E SOCIALIZAÇÃO PROFISSIONAL: UM OLHAR SOBRE AS AÇÕES DA GESTÃO ESCOLAR.. 2018. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização Lato Sensu em Educação com ênfase em Gestão Educaci) - Instituto Federal Catarinense - Campus Camboriú. Orientador: Marilândes Mol Ribeiro de Melo.

2.
SUELLEN SCHULTZ DE SOUZA. PRÁTICAS DE GESTÃO ESCOLAR: UMA INTERPRETAÇÃO A PARTIR DO OLHAR DE PROFISSIONAIS DAS ESCOLAS PÚBLICAS MUNICIPAIS DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ. 2018. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização Lato Sensu em Educação com ênfase em Gestão Educaci) - Instituto Federal Catarinense - Campus Camboriú. Orientador: Marilândes Mol Ribeiro de Melo.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Ketelem Fabiane Zerger. TABELA PERIÓDICA: ELEMENTO MEDIADOR PARA ENSINAR QUÍMICA. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em LICENCIATURA EM QUÍMICA) - INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI. Orientador: Marilândes Mol Ribeiro de Melo.

2.
Jonathan Malone Vieira. DA XÍCARA AO BECKER: PLANTAS MEDICINAIS COMO RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DE QUÍMICA. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em LICENCIATURA EM QUÍMICA) - INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS ARAQUARI. Orientador: Marilândes Mol Ribeiro de Melo.

Orientações de outra natureza
1.
Cleusa Sttffen. CHARGES E TIRINHAS COMO MATERIAL DIDÁTICO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE SABERES CIENTÍFICOS DA QUÍMICA.. 2014. Orientação de outra natureza. (Licenciatura em Química) - Instituto Federal Catarinense. Orientador: Marilândes Mol Ribeiro de Melo.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos aceitos para publicação
1.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE; GUTTSCHOW, G. G. ; SIEWERT, K. H. . Formação Docente para as Feiras de Matemática: atividades de um projeto de extensão. REVISTA CONEXÃO UEPG, 2017.


Apresentações de Trabalho
1.
MELO, MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE. MODERNIZAÇÃO, DESENVOLVIMENTO, PLANEJAMENTO E EDUCAÇÃO NO ESTADO DE SANTA CATARINA NA DÉCADA DE 1960. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).



Outras informações relevantes


2009: Aprovação em Concurso Público - 
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDARAL DA FRONTEIRA SUL - UFFS - REITORIA - EDITAL DE HOMOLOGAÇÃO N.º - 001/2010 DO RESULTADO FINAL DO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DA CARREIRA DO MAGISTÉRIO SUPERIOR PARA O QUADRO PERMANENTE DA UFFS. O Reitor da Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS, no uso de suas atribuições legais e de acordo com o
Edital N.º 001/UFSC/UFFS/2009 publicado no D.O.U. em 22 de outubro de 2009, pág. 66, Seção 3 RESOLVE:
HOMOLOGAR o Resultado Final do Concurso para Provimento de Cargos da Carreira do Magistério Superior
para o Quadro Permanente da UFFS para os campi de Chapecó, Cerro Largo, Laranjeiras do Sul e Realeza, de acordo com as seguintes classificações dos candidatos aprovados:Área: Educação ? Organização Escolar - 8º Marilandes Mól de Melo.


2009: Aprovação em Concurso Público - 
TÉCNICO NÍVEL UNIVERSITÁRIO - PEDAGOGIA
Diário Oficial da União - Seção 3 - ISSN - 1677-7069 - Nº 67, quarta-feira, 8 de abril de 2009 - MARILÂNDES MÓL RIBEIRO DE MELO 32210309 - 47º lugar.


2008: Aprovação em Concurso Público - 
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA

EDITAL DE HOMOLOGAÇÃO Nº 14, DE 3 DE JULHO DE 2008 CONCURSO PÚBLICO
A Diretora Geral do Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina, Consuelo Aparecida Sielski Santos, no uso de suas atribuições legais e nos termos das Portaria Ministerial nº 450, de 06/11/2002, do Ministério do Planejamento, Orçamento e
Gestão, combinada com a Portaria nº 95, de 06/05/2008, publicada no DOU no dia 07/05/2008 do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e com a Portaria n° 544, de 06/05/2008, publicada no DOU no dia 07/05/2008, do Ministério da Educação , do Parecer/MP/CONJUR/ FNF n.º 1307 - 3.2 da Advocacia Geral da União, e do Edital do Concurso Público nº. 011/2008, RESOLVE: 
Art. 1º - Homologar o resultado final do Concurso Público aos cargos para provimento do Quadro Permanente dest



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/10/2018 às 9:00:02