Samira Peruchi Moretto

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0033743659222185
  • Última atualização do currículo em 15/11/2018


Possui graduação em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (2007), mestrado em História pela mesma Universidade (2010), doutorado em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014), com período sanduíche na California State University, Long Beach (2013). Atualmente é professora efetiva do Curso de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal da Fronteira Sul. Coordena, atualmente o Programa de Pós-graduação em História da PPGH/UFFS. Faz parte do Grupo de Pesquisa do CNPq: Laboratório de Imigração, Migração e História Ambiental, UFSC. Pesquisadora dos seguintes temas: História Ambiental, Domesticação e Introdução de espécies vegetais, Desmatamento, Reflorestamento e Conservação da Biodiversidade. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Samira Peruchi Moretto
Nome em citações bibliográficas
MORETTO, S. P.;MORETTO, SAMIRA PERUCHI

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal da Fronteira Sul, Campus Chapecó.
Rod. SC 484 Km 02, Bairro Fronteira Sul.
Bairro Fronteira Sul
89801001 - Chapecó, SC - Brasil
Telefone: (62) 20492600
URL da Homepage: www.uffs.edu.br


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2014
Doutorado em Programa de Pós-Graduação em História da UFSC.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
com período sanduíche em California State University Long Beach (Orientador: Nancy Quam-Wickham Bolsista CAPES).
Título: A domesticação e a disseminação da feijoa (Acca sellowiana) do século XIX ao século XXI, Ano de obtenção: 2014.
Orientador: Eunice Sueli Nodari.
Coorientador: Rubens Onofre Nodari.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2008 - 2010
Mestrado em História.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: Remontando a floresta: A Implementação do Pinus e as Práticas de Reflorestamento na região de Lages (1960-1990),Ano de Obtenção: 2010.
Orientador: Eunice Sueli Nodari.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2003 - 2007
Graduação em História.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: A Floresta nos Campos de Lages: os incentivos governamentais à agricultura e à devastação (1900 - 1960).
Orientador: Eunice Sueli Nodari.




Formação Complementar


2016 - 2016
Programa de Treinamento no uso do Portal de Periódicos da CAPES. (Carga horária: 4h).
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2008 - 2008
Restauração de documentos e cuidados com acervos. (Carga horária: 8h).
Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC, Brasil.
2007 - 2007
Imigração, Colonização e Meio Ambiente. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2003 - 2003
A Divina Comédia: Um diálogo com a História. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual do Centro-Oeste, UNICENTRO, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Federal da Fronteira Sul, UFFS, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor titular, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Coordenadora do Programa de Pós-graduação em História - Portaria Nº 75/GR/UFFS/2018.

Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Dedicação Exclusiva, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Disciplinas Ministradas: 2016/01 - Estágio Supervisionado em História II, Estágio Supervisionado em História III e Introdução aos Estudos Históricos

Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Dedicação Exclusiva, Carga horária: 40
Outras informações
PORTARIA nº 74/PROGRAD/UFFS/2017 - Comissão Executiva Local do Fórum das Licenciaturas do Campus Chapecó.

Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
2016/01 - Introdução aos Estudos Históricos, Estágio curricular supervisionado em história II e Estágio curricular supervisionado em história III 2016/02 - História da Medicina, Estágio curricular supervisionado em história II e História do Brasil IV 2017/01 - Construção histórica da medicina, Estágio curricular supervisionado em história III e História do Brasil IV 2017/02 - Construção histórica da medicina, Estágio curricular supervisionado em história III 2017/02 - Estágio Supervisionado III, Construção histórica da medicina, História Ambiental (PPGH) 2018/01 - Optativa História Ambiental e História do Brasil IV

Vínculo institucional

2017 - 2017
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estágio Supervisionado II, Brasil IV


Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora efetiva, Carga horária: 40
Outras informações
Disciplinas Ministradas: História da América I História da América II Historiografia Brasileira Teoria da História II Normatização e elaboração de trabalhos acadêmicos e científicos História da África Coordenadora do Curso Lato Sensu Educação e Linguagens (2016)


Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40
Outras informações
Professora do Departamento de História, ministrando as disciplinas: História Econômica Geral, História da América Portuguesa Formação Sócio histórico do Brasil.

Vínculo institucional

2010 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluno de Pós-Graduação, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Disciplina de História Econômica Geral

Atividades

03/2009 - 08/2009
Estágios , Programa de Pós-Graduação em História - UFSC, .

Estágio realizado
Estágio Docência.
01/2007 - 09/2007
Extensão universitária , Pró-Reitoria de Cultura e Extensão, .

Atividade de extensão realizada
Bolsista de Extensão - secretaria da PRCE.
08/2006 - 01/2007
Pesquisa e desenvolvimento , Programa Institucional de bolsas de Iniciação Científico, .

08/2005 - 08/2006
Estágios , Programa Institucional de bolsas de Iniciação Científica- PIBIC/CNPq, .

Estágio realizado
Programa Institucional de bolsas de Iniciação Científica- PIBIC/CNPq.
08/2004 - 08/2005
Estágios , Programa Institucional de bolsas de Iniciação Científica- PIBIC/CNPq, .

Estágio realizado
Bolsista de Iniciação científica- PIBIC/ CNPq.
03/2004 - 07/2004
Estágios , laboratório de imigração e migração, .

Estágio realizado
Estágio no Laboratório de Migração e Imigração.

Colégio Alpha Objetivo, ALPHA, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 25


Grupo de Trabalho de História Ambiental, GTHA - ANPUH, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Coordenação do GT, Enquadramento Funcional: Coordenação do GT de História Ambiental, Carga horária: 10
Outras informações
Coordenação do GT de História Ambiental - ANPUH Brasil


Grupo de Trabalho de História Ambiental, GTHA - ANPUH GO, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Coordenação do GT, Enquadramento Funcional: Coordenação do GT de História Ambiental, Carga horária: 10
Outras informações
Coordenação do GT de História Ambiental de Goiás e do Distrito Federal


Associação Nacional de História - Seção Santa Catarina, ANPUH/SC, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Diretora da ANPUHSC, Carga horária: 10

Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Secretária, Enquadramento Funcional: Associação Nacional de História - Seção Santa, Carga horária: 20



Linhas de pesquisa


1.
Imigração, Migração e História Ambiental


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
As transformações socioambientais no Oeste de Santa Catarina: desmatamento e preservação (1970 a 1990)
Descrição: O Estado de Santa Catarina passou por diversas transformações ambientais, em sua maioria, provocados pela antropização da paisagem. O desmatamento foi intensificado na primeira metade do século XX, após o processo de ocupação da região e em função das atividades madeireiras. A Mata de Araucária correspondia, no início do referido século, a 42,5% da vegetação do estado. Hoje, os remanescentes correspondem a 0,7% da mata original. Com o desmatamento houve uma redução do volume madeirável, e outras atividades econômicas, como agropecuária e monoculturas de árvores exóticas, se intensificaram. O objetivo desta fase do projeto será investigar o processo histórico da transformação ambiental no Oeste do Estado, nas décadas de 1970 e 1980, dando enfoque para as medidas de conservação e preservação dos remanescentes florestais. Na década de 1960 foi criado o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal (IBDF) e promulgado o Código Florestal em 1965, que atuaram de forma intensa na região, analisados na primeira fase deste projeto. Tanto o IBDF, quando o Código de 1965, foram agentes das transformações na região. Somente com a promulgação da Constituição Federal de 1988 é que a Mata Atlântica passa a ser considerada patrimônio nacional, havendo, de certa maneira, maior controle nas ações sobre o meio ambiente. Para atingir os objetivos propostos utilizaremos como fontes: relatórios de governo, censos demográficos, os periódicos regionais e estaduais e a legislação federal. Visa-se, portanto, entender como o processo de ocupação influenciou o processo de transformação da paisagem, podendo auxiliar nas futuras medidas para conservação dos ecossistemas envolvidos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Samira Peruchi Moretto - Coordenador / Marlon Brandt - Integrante / Claiton Marcio da Silva - Integrante / Adriano Vanderlei Michelotti Rodrigues - Integrante / Michely Cristina Ribeiro - Integrante / ELIANE TAFFAREL - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.
2017 - Atual
O corredor da Soja no Cone Sul: uma história ambiental comparada
Descrição: O projeto visa a elaboração, a partir de documentação a ser coletada, de um estudo comparativo mais amplo de História Ambiental, aliando, também, História da Ciência e da Tecnologia, sobre monoculturas ?modernas?, principalmente soja (Glycine max) no Brasil, no Paraguai e na Argentina, levando em conta a própria conceituação da monocultura em termos de história ambiental (plantations), os processos de instalação de projetos agrícolas de grande escala, seus impactos socioculturais, ambientais as formas de apropriação e construção de discursos científicos e não científicos sobre elas, o papel da tecnologia na sociedade, os discursos de ?correção da natureza? e seus impactos socioambientais, as relações entre humanos e mundo natural, paisagem transformada e o uso de tecnologias de força bruta no processo de industrialização da natureza desde a segunda metade do século XX..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Samira Peruchi Moretto - Integrante / Jó Klanovicz - Coordenador / Luciana Klanovicz - Integrante / Claiton Marcio da Silva - Integrante / Adrian Zarrilli - Integrante.Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2016 - Atual
Dos vinhedos familiares às grandes empresas: a reconfiguração de paisagens no Brasil através da Vitivinicultura
Descrição: O presente projeto se insere no conjunto de estudos que vêm sendo realizados pelo Grupo de Pesquisa, cadastrado no CNPq, Laboratório de Imigração, Migração e Historia Ambiental da UFSC http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/1600952320990251, sob a coordenação da professora Eunice Nodari, assim como do Center for Spatial and Textual Analysis (CESTA) na Universidade Stanford, California, EUA, sob a direção do professor Zephyr Frank http://cesta.stanford.edu/ . O objetivo da presente pesquisa é investigar e comparar o processo histórico da transformação e reconfiguração das paisagens florestais em diferentes regiões do Brasil com a introdução da fruticultura, mais especificamente a vinicultura. No sul do Brasil um conjunto de mudanças aconteceram, principalmente, com o estabelecimento de migrantes europeus e descendentes. As transformações ocorreram desde a metade do século XIX até o presente com a substituição gradual das florestas nativas pela agricultura, pecuária, por centros urbanos, plantações de árvores exóticas como o pinus e o eucalyptus e pela fruticultura, sendo que nessa última se destaca a vinicultura que é o objeto da presente pesquisa. Para atingir os objetivos propostos estaremos utilizando as metodologias disponíveis na História Ambiental e da História Espacial (SIG). Uma análise do processo de transformação e reconfiguração dessas paisagens auxiliará na compreensão da importância socioambiental e econômica da vinicultura nas regiões onde ela foi introduzida e, principalmente como o meio ambiente foi afetado e alterado.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Desbravando e transformando: as alterações ambientais no Oeste catarinense, nas décadas de 1960 a 1980
Descrição: O Estado de Santa Catarina passou por diversas transformações ambientais, em sua maioria, provocados pela antropização da paisagem. O desmatamento foi intensificado na primeira metade do século XX, após o processo de ocupação da região e em função das atividades madeireiras. A Mata de Araucária correspondia, no início do referido século, a 42,5% da vegetação do estado. Hoje, os remanescentes correspondem a 0,7% da mata original. Com o desmatamento houve uma redução do volume madeirável e outras atividades econômicas se intensificaram como agropecuária e monoculturas de árvores exóticas. O objetivo deste projeto será investigar o processo histórico da transformação ambiental no Oeste do Estado, entre as décadas de 1960 e 1980. Na década de 1960 foi criado o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal (IBDF) e promulgado o Código Florestal em 1965, que atuaram de forma intensa na região. Somente com a promulgação da Constituição Federal de 1988 é que a mata atlântica passa a ser considerada patrimônio nacional, havendo, de certa maneira, maior controle nas ações sobre o meio ambiente. Para atingir os objetivos propostos utilizamos como fontes: relatórios de governo, censos demográficos, relatórios das companhias colonizadoras, os periódicos regionais e estaduais e a legislação federal. Visa-se, portanto, entender como o processo de ocupação influenciou o processo de transformação da paisagem, podendo auxiliar nas futuras medidas para conservação dos ecossistemas envolvidos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - 2016
A transformação da paisagem no norte de Goiás: desafios contemporâneos
Descrição: No norte de Goiás as fitofisionomias naturais estão passíveis a modificações devido a presença de espécies exóticas. Tais espécies foram introduzidas como forrageiras para alimentação bovina e como gêneros agricultáveis. O presente projeto pretende analisar o processo de transformação da paisagem do norte de Goiás, tendo como recorte temporal a segunda metade do século XX. O objetivo geral é entender como ocorreu a introdução e a utilização de espécies exóticas na região nesse período e o seu impacto na alteração das paisagens naturais de campo cerrado e cerradão, no Norte goiano..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Samira Peruchi Moretto - Coordenador / Sandro Dutra e Silva - Integrante / MATHEUS BARBOSA DE OLIVEIRA - Integrante / Sarita Naiara Nunes Novaes - Integrante / Thalyta Lorranny Panta Guedes - Integrante / Edna Lemes Martins Pereira - Integrante.Número de orientações: 2
2013 - 2015
As Florestas com Araucárias no Cone Sul e a alteração das paisagens

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eunice Sueli Nodari em 23/01/2013.
Descrição: A chegada dos imigrantes para as áreas de florestas do Rio Grande do Sul no século XIX e a migração de seus descendentes para o norte daquele Estado e o Oeste de Santa Catarina representou modificações não somente na vida humana, mas também na flora e na fauna da região que são personagens de destaque do presente estudo. O objetivo deste projeto é investigar o processo histórico das transformações ocorridas nas florestas do Rio Grande do Sul e do Oeste de Santa Catarina que foram ocupadas por imigrantes europeus e seus descendentes a partir de 1875. O período a ser pesquisado vai até década de 1970 quando se esgotam praticamente todas as áreas florestais. Para compreender tal processo será preciso buscar as mais diferentes fontes, muitas delas já conhecidas, mas não interpretadas com a abordagem da História Ambiental, que analisa a relação dos diferentes grupos sociais com o meio que o circunda. As leituras teóricas farão parte da pesquisa assim como a análise das seguintes fontes: a documentação oficial (relatórios de governo; legislação estadual e municipal; os censos demográficos; relatórios das companhias colonizadoras), os periódicos regionais, iconografias). Utilizaremos também a metodologia da história oral, para coletar as memórias deixadas por habitantes da região.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2013
A natureza dominada: ocupação e desmatamento no Rio Grande do Sul e no Oeste de Santa Catarina (1875-1970)
Descrição: A chegada dos imigrantes para as áreas de florestas do Rio Grande do Sul no século XIX e a migração de seus descendentes para o norte daquele Estado e o Oeste de Santa Catarina representou modificações não somente na vida humana, mas também na flora e na fauna da região que são personagens de destaque do presente estudo. O objetivo deste projeto é investigar o processo histórico das transformações ocorridas nas florestas do Rio Grande do Sul e do Oeste de Santa Catarina que foram ocupadas por imigrantes europeus e seus descendentes a partir de 1875. O período a ser pesquisado vai até década de 1970 quando se esgotam praticamente todas as áreas florestais. Para compreender tal processo será preciso buscar as mais diferentes fontes, muitas delas já conhecidas, mas não interpretadas com a abordagem da História Ambiental, que analisa a relação dos diferentes grupos sociais com o meio que o circunda. As leituras teóricas farão parte da pesquisa assim como a análise das seguintes fontes: a documentação oficial (relatórios de governo; legislação estadual e municipal; os censos demográficos; relatórios das companhias colonizadoras), os periódicos regionais, iconografias). Utilizaremos também a metodologia da história oral, para coletar as memórias deixadas por habitantes da região..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2012
Meio Ambiente e Saúde: o processo histórico do uso de agrotóxicos em Santa Catarina
Descrição: Existem diferentes estudos sobre agrotóxicos nos seus reflexos nocivos à saúde humana, na sua utilização na agricultura, seus efeitos negativos no meio ambiente, entre outros. Entretanto na área da Historia Ambiental este tema não foi abordado ainda de forma analítica e crítica, a não ser no trabalho de conclusão de curso História de Miguel Mundstock Xavier de Carvalho, 2004. Uma das principais premissas da História Ambiental é aprofundar o entendimento de como os seres humanos foram, através dos tempos, afetados pelo seu ambiental natural e, inversamente, como eles afetaram esse ambiente e com que resultados (WORSTER, 1991). Na presente pesquisa a maior atenção será dada ao segundo aspecto, aliado a saúde humana, devido ao avanço na detecção das intoxicações causadas por agrotóxicos. A discussão do uso de agrotóxicos em Santa Catarina está ligada diretamente à história da extensão rural e as suas instituições. Estamos propondo esta pesquisa, pois temos ciência de que temas como estes precisam ser devidamente aprofundados e devidamente divulgados, tendo em vista que afetam não somente o meio ambiente mas também a saúde humana. A importância do estudo se justifica, porque propicia maior entendimento das conseqüências das intoxicações para os humanos e o meio ambiente. Por exemplo temos dados que mostram que o uso de agrotóxicos no Estado se intensificou a partir de 1970 e que, paralelamente, houve um incremento no número de intoxicações (133 em 1986; 1101 em 2008) e de óbitos (7 em 1986; 19 em 2008) causados por agrotóxicos...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2012
Germânias Tropicais: as colônias alemãs e a modelagem antrópica das paisagens em biomas do Brasil e da África
Descrição: A imigração e a colonização alemã em áreas de florestas do Brasil meridional redundaram em modificações antrópicas da paisagem sulina. Na África, o colonialismo alemão também imprimiu alterações em diversos biomas como as florestas do Togo e dos Camarões ou as savanas e os desertos da Namíbia. Tanto no Brasil meridional quanto na África, naturalistas alemães produziram um conhecimento sobre a biodiversidade dos trópicos. Se essa biodiversidade era estudada por alguns, ela era também profundamente alterada pelos colonos e demais atores por meio de atividades extrativistas, agrícolas, artesanais, comerciais e industriais.O objetivo deste projeto é investigar o processo histórico das transformações ocorridas em vários biomas onde houve colônias alemães no Brasil meridional e na África. O período a ser pesquisado abarca desde os primeiros núcleos de colonização alemã no Sul do Brasil (1824 em São Leopoldo/RS e 1829 em São Pedro de Alcântara/SC) até o fim das colônias alemães na África durante a Primeira Guerra Mundial.Para compreender tal processo será preciso cotejar as mais diferentes fontes, muitas delas já conhecidas dos historiadores, mas não interpretadas pela abordagem da história ambiental. Além da documentação oficial (relatórios da administração colonial; leis, decretos e circulares; relatórios das companhias colonizadoras, etc.), há uma série de documentos (jornais, revistas, teses, fotografias, gravuras, cartas, memoriais, literatura, etc.) em língua alemã e produzida nas colônias do sul do Brasil e da África, mas também na Alemanha. Esse corpus documental foi até agora pouco explorado para se escrever uma história das paisagens das Germânias tropicais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2009
Araucária: Símbolo de uma Era - o Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta
Descrição: O projeto tem como objetivo investigar o processo histórico de devastação das Florestas de Araucária (ombrófila mista) no Estado de Santa Catarina, desde o final do século XIX até o presente, e identificar as medidas e/ou ações tomadas para a preservação ou não do restante das mesmas, com especial ênfase na região Oeste, onde estão localizados; o Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta. Escrever uma história de tais relações traz, inevitavelmente, ao palco principal um conjunto de personagens não humanos que, geralmente, ocupam as margens da análise histórica isto quando elas estiverem realmente presentes. Desta forma esta pesquisa dedica-se a avaliar as circunstâncias de mudanças de aspectos tais como: a passagem de uma floresta densa para pequenos fragmentos, a introdução de plantações de subsistência, a transformação em campos de pastagens, além de outros elementos da paisagem das áreas antes cobertas por matas com pinheiros e modificadas pela ação humana. A historia da devastação da Floresta Ombrófila Mista, tem fases distintas em Santa Catarina, assim como varia de região para região, dependendo, especialmente, dos interesses em jogo. Tentativas por parte do governo federal através do Ministério do Meio Ambiente estão sendo feitas nos últimos anos para conservar o pouco que resta desta floresta. Uma destas medidas foi a criação, através de decreto do Presidente da República datado de 19 de outubro de 2005 do Parque Nacional das Araucárias, nos municípios de Ponte Serrada e Passos Maia, com uma área de 12.841 hectares e a Estação Ecológica da Mata Preta, no município de Abelardo Luz, com uma área de 6.563 hectares, como unidades de conservação. Ambas ficam localizadas no oeste de Santa Catarina e passaram pelo mesmo processo de colonização que aconteceu em toda a região. Não compete ao historiador simplesmente apontar os culpados e, sim, investigar as causas e as conseqüências que fizeram com que certas ações fossem tomadas em detr..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Samira Peruchi Moretto - Integrante / Pedro Marcon Lindenmeyer - Integrante / Miguel Mundstock Xavier de Carvalho - Integrante / Eunice Sueli Nodari - Coordenador.
2006 - 2007
ARAUCÁRIA: SÍMBOLO DE UMA ERA: o Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta
Descrição: No Estado de Santa Catarina, antes da chegada intensa de grupos humanos, a cobertura florestal original representava 81,5% da área do Estado. A Floresta Ombrófila Mista (FOM) abrangia um total de 40.807 quilômetros quadrados, ou seja, 42,5% da vegetação do Estado. Isto, entretanto, não foi suficiente para a sua preservação. Hoje, estima-se que os remanescentes de Floresta Ombrófila Mista, nos estágios primários ou mesmo avançados, não perfazem mais de 0,7% da área original o que a coloca entre as tipologias mais ameaçadas do bioma Mata Atlântica. O objetivo deste trabalho é analisar a destruição seguida das iniciativas para a preservação do que restou da Floresta Ombrófila Mista. Tentativas por parte do governo Federal através do Ministério do Meio Ambiente estão sendo feitas nos últimos anos para conservar o pouco que resta desta floresta. Uma destas medidas foi a criação, através de decreto do Presidente da República datado de 19 de outubro de 2005 do Parque Nacional das Araucárias, nos municípios de Ponte Serrada e Passos Maia, com uma área de 12.841 hectares e a Estação Ecológica da Mata Preta, no município de Abelardo Luz, com uma área de 6.563 hectares, como unidades de conservação, objeto de estudo desta pesquisa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Samira Peruchi Moretto - Integrante / Pedro Marcon Lindenmeyer - Integrante / Miguel Mundstock Xavier de Carvalho - Integrante / Eunice Sueli Nodari - Coordenador.
2005 - 2006
ARAUCÁRIA: SÍMBOLO DE UMA ERA: A FLORESTA SUCUMBINDO À AGROPECUÁRIA (OS CAMPOS DE LAGES E DE CURITIBANOS)
Descrição: O objetivo da nossa pesquisa é fazer uma analise do processo do desmatamento nos Campos de Lages e Curitibanos no século XX. A mata que ocupava o planalto do Estado era a Floresta Ombrófila Mista (FOM) foi gradativamente derrubada. Este projeto pretende a analisar como se estabeleceu e se deu o processo de devastação da Mata de Araucária. A metodologia utilizada no nosso trabalho é a coleta e análise de dados nos diferentes arquivos, bibliotecas, como também a consulta aos periódicos da região, além de uma analise da legislação florestal; além de fazermos análise iconográfica. Discutimos ainda, a floresta da região através dos olhos dos viajantes que lá estiveram nos séculos anteriores e relataram como era a mata da região. Confrontando as fontes podemos observar que intenso desmatamento tornou algumas espécies como a araucária, a beira da extinção. Cabe a nós, historiadores analisarmos os fatos do desaparecimento da floresta..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Samira Peruchi Moretto - Integrante / Eunice Sueli Nodari - Coordenador.
2004 - 2005
ARAUCÁRIA: SÍMBOLO DE UMA ERA - ENTRE CAMPOS E FLORESTAS (OS CAMPOS DE CURITIBANOS)
Descrição: O objetivo desta pesquisa é investigar o processo histórico de devastação das florestas de araucária nos Campos de Curitibanos, desde o final do século XIX até o presente e identificar as medidas tomadas para a preservação ou não do restante das mesmas. Neste projeto estamos analisando especificamente como as florestas da região eram descritas pelos viajantes, como também pela história regional. A região era coberta pela Floresta Ombrófila Mista que foi, gradativamente, derrubada pelos interessados na venda da madeira. A metodologia utilizada nesse projeto é a de coleta e análise de dados nos diferentes arquivos, bibliotecas, como também a consulta aos periódicos da região, uma análise da legislação florestal, além de uma análise iconográfica. Observamos também a floresta da região através dos olhos dos viajantes que lá estiveram nos séculos anteriores e relataram como era a mata da região. Palavras-chave: Araucária, Campos de Curitibanos, Desmatamento.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Samira Peruchi Moretto - Integrante / Miguel Mundstock Xavier de Carvalho - Integrante / Eunice Sueli Nodari - Coordenador.


Projetos de extensão


2016 - 2018
Respeito, Cultura e Diferenças I e II
Descrição: Após presenciar vários episódios de preconceito partindo de pessoas aqui de Chapecó à imigrantes haitianos, e do sentimento de impotência frente a tais episódios, sentiu-se a real necessidade de se fazer alguma coisa a respeito. O fator que ocasiona esses episódios é na maioria das vezes, a falta de empatia e a falta de informação a respeito do diferente. Foram esses dois pilares que guiaram a elaboração do projeto e das atividades em sala de aula. O público alvo foram alunos da rede pública de ensino de Chapecó, pois acredita-se que as crianças conseguem de maneira mais eficaz e rápida, levar a informação pra dentro do âmbito familiar com o intuito de conseguir gerar um impacto para resolver alguns desses problemas, assim causando a quebra do medo do diferente, que é de onde se origina, muitas das vezes o preconceito. O projeto ocorreu na escola desde outubro de 2016 a abril de 2017, na EBM Jardim do Lago, envolvendo cinco turmas de 6º e 7º anos, do ensino fundamental. Nos encontros foram abordados temas ligados ao respeito e as diferenças que formam a identidade plural do povo brasileiro e da existência do ser humano, como também pautas desde a história do Haiti, do povo haitiano e das condições que se encontra o país..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Samira Peruchi Moretto - Coordenador / Maicon Telles Szczygel - Integrante / Amanda Bellaver Zancanaro - Integrante / Thalia Fallerr - Integrante / Kauê J. Neckel - Integrante.


Outros Projetos


2008 - 2010
Remontando a floresta: A Implementação do Pinus e as Práticas de Reflorestamento na região de Lages (1960 ? 1990)
Descrição: Este projeto tem como objetivo fazer uma análise da atuação das medidas de preservação e reflorestamento propostas pelas entidades governamentais, após a constatação da grande devastação da Floresta Ombrófila Mista. Procuro assim, discutir a questão cultural, social, econômica dos distintos grupos sociais que vivenciaram e atuaram em tais mudanças..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.


Membro de corpo editorial


2014 - Atual
Periódico: FRONTEIRAS: REVISTA CATARINENSE DE HISTÓRIA


Revisor de periódico


2015 - 2015
Periódico: Revista Santa Catarina em História
2013 - Atual
Periódico: Revista Santa Catarina em História
2013 - Atual
Periódico: Editora UNESC
2015 - Atual
Periódico: Revista de História da UEG
2016 - 2016
Periódico: Fronteiras: journal of social, technological and environmental science
2016 - Atual
Periódico: Revista Eletrônica Expedições: Teoria da História e Historiografia
2016 - 2016
Periódico: Revista Tempo e Argumento
2018 - 2018
Periódico: Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science
2017 - 2017
Periódico: Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science
2017 - 2017
Periódico: Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science
2017 - 2017
Periódico: Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science
2017 - 2017
Periódico: Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science
2017 - 2017
Periódico: História Revista (UFG)
2012 - 2012
Periódico: Historia Ambiental Latinoamericana y Caribeña (HALAC)
2018 - 2018
Periódico: EXPEDIÇÕES: TEORIA DA HISTÓRIA E HISTORIOGRAFIA
2018 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Geografia
2018 - 2018
Periódico: ESBOÇOS (UFSC)
2018 - 2018
Periódico: REVISTA BRASILEIRA DE HISTÓRIA (ONLINE)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Ambiental.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Imigração e migração.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2008
Mérito Estudantil - melhor índice de aproveitamento no Curso de História, Universidade Federal de Santa Catarina.
2006
Certificado de desempenho acadêmico 2006/1, Universidade Federal de Santa Catarina..
2005
Certificado de desempenho acadêmico 2005/1, Universidade Federal de Santa Catarina.
2005
Certificado de Desempenho Acadêmico 2005/2, Universidade Federal de Santa Catarina.
2004
Certificado de desempenho acadêmico 2004/1, Universidade Federal de Santa Catarina.
2004
Certificado de desempenho acadêmico 2004/2, Universidade Federla de Santa Catarina.
2003
Certificado de desempenho acadêmico-2003/1, Universidade Federal de Santa Catarina.
2003
Certificado de desempenho acadêmico 2003/2, Universidade Federal de Santa Catarina.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MORETTO, S. P.2018MORETTO, S. P.; RIBEIRO, M. C. . Belíssima e de clima mais saudável do Estado - A região Oeste catarinense, sua ocupação e as transformações ambientais. REVISTA INCLUSIONES - REVISTA DE HUMANIDADES Y CIENCIAS SOCIALES, v. 5, p. 192-201, 2018.

2.
FERRI, G. K.2017FERRI, G. K. ; MORETTO, S. P. . A indústria madeireira em Anita Garibaldi (SC): por uma perspectiva econômica e crítica da História Ambiental. Revista Santa Catarina em História, v. 11, p. 34-52, 2017.

3.
MORETTO, S. P.;MORETTO, SAMIRA PERUCHI2017MORETTO, S. P.; SCHMITT, A. M. ; TAFFAREL, L. . Relação presente e passado: experiência de um projeto de intervenção didática em turmas do Ensino Fundamental em uma Escola de Caxambu do Sul - SC. Vida de Ensino, v. 03, p. 57-70, 2017.

4.
MORETTO, SAMIRA PERUCHI2017MORETTO, SAMIRA PERUCHI. Meio ambiente e sociedade: as transformações na paisagem do Oeste Catarinense, na segunda metade do século XX. HISTÓRIA REVISTA (ONLINE), v. 22, p. 107-120, 2017.

5.
MORETTO, S. P.2017MORETTO, S. P.. In Memoriam: Derlei Catarina De Luca: ?Poderia ter uma vida simples, como professora, mas não era esse o meu destino...?. Revista Santa Catarina em História, v. 1, p. 107-110, 2017.

6.
MORETTO, S. P.;MORETTO, SAMIRA PERUCHI2016MORETTO, S. P.. Na Fronteira do Cerrado: as transformações ambientais no Norte de Goiás. Revista Eletrônica Expedições: Teoria da História e Historiografia, v. 7, p. 119-130, 2016.

7.
MORETTO, S. P.;MORETTO, SAMIRA PERUCHI2016MORETTO, S. P.. O (re)florestamento e os incentivos para introdução da monocultura de Pinus spp no planalto de Santa Catarina, Brasil. Historia Ambiental Latinoamericana y Caribeña (HALAC), v. VI, p. 298-310, 2016.

8.
NODARI, E. S.2015NODARI, E. S. ; MORETTO, S. P. ; LOPES, A. R. S. . Interview with Professor J. Donald Hughes. Historia Ambiental Latinoamericana y Caribeña (HALAC), v. 02, p. 311-320, 2015.

9.
MORETTO, S. P.;MORETTO, SAMIRA PERUCHI2015MORETTO, S. P.. Enfermidades no Vale do Itajaí, no início do século XX. Revista Científica do Norte Goiano, v. III, p. 66-76, 2015.

10.
MORETTO, S. P.;MORETTO, SAMIRA PERUCHI2014MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; NODARI, R. O. . A Introdução e os Usos da Feijoa ou Goiabeira Serrana (Acca sellowiana): A perspectiva da história ambiental. Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science, v. 3, p. 67, 2014.

11.
MORETTO, S. P.;MORETTO, SAMIRA PERUCHI2013 MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; NODARI, R. O. . ?Cultivar para manter?: a domesticação da feijoa no sul do Brasil. Cescontexto, v. 01, p. 329-343, 2013.

12.
MORETTO, S. P.;MORETTO, SAMIRA PERUCHI2011MORETTO, S. P.. Resenha O Museu Nacional: História, Biologia e Ciência. Esboços (UFSC), v. 18, p. 302-306, 2011.

13.
MORETTO, S. P.;MORETTO, SAMIRA PERUCHI2010MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; ROSSI, E.M. Z. . A Preservação da Mata Preta no Oeste De Santa Catarina e a Criação das Unidades de Conservação. Revista Tempos Acadêmicos, v. 6, p. 1-12, 2010.

14.
MORETTO, S. P.;MORETTO, SAMIRA PERUCHI2009MORETTO, S. P.. Resenha HISSA, CÁSSIO EDUARDO VIANA (ORGANIZADOR). SABERES AMBIENTAIS:. Agrária (São Paulo. Online), v. 1, p. 96-101, 2009.

15.
MORETTO, S. P.;MORETTO, SAMIRA PERUCHI2009MORETTO, S. P.. Os saldos da floresta: as transformações ambientais no município de Lages (1900 ? 1960). História e-História, v. 1, p. 2, 2009.

16.
MORETTO, S. P.;MORETTO, SAMIRA PERUCHI2009MORETTO, S. P.. Uma Crescente Ameaça Conservação da Biodiversidade: O reflorestamento com espécies exóticas em Lages. Revista Brasileira de Agroecologia, v. 4, p. 1649-1652, 2009.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
MORETTO, S. P.; SILVA, S. D. (Org.) ; MIRAGLIA, M. (Org.) ; ZARRILLI, A. G. (Org.) . Sociedad y Medio Ambiente en América Latina. 01. ed. Santiago - Chile: Cuadernos de Sofía, 2018. v. 5. 213p .

2.
MORETTO, S. P.; VASCONCELOS, E. H. B. (Org.) . Revista Expedições: Teoria da História e Historiografia - Dossiê História Ambiental. 1. ed. Anápolis: UEG, 2017. v. 07. 365p .

3.
GERHARDT, M. (Org.) ; NODARI, E. S. (Org.) ; MORETTO, S. P. (Org.) . História ambiental e migrações: diálogos. 1. ed. São Leopoldo e Chapecó: Oikos e Editora da UFFS, 2017. v. 1. 262p .

4.
MORETTO, S. P.; MIRANDA, A. L. (Org.) ; SCHMITT, A. M. (Org.) . Anais do XVI Encontro Estadual de História da ANPUH - SC. 320. ed. Florianópolis: ANPUHSC, 2016. v. 01. 01p .

5.
MORETTO, S. P.; SILVA, C. M. (Org.) . FRONTEIRAS Revista Catarinense de História - Dossiê História das Ciências e Tecnologias. 27. ed. Florianópolis: ANPUH-SC, 2016. v. 01. 230p .

6.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. (Org.) ; KLUG, J. (Org.) ; BRANDT, Marlon (Org.) ; GERHARDT, M. (Org.) . Anais do 4° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. 01. ed. Florianópolis: LABIMHA, 2016. v. 01. 1171p .

7.
MORETTO, S. P.; MIRANDA, A. L. (Org.) . FRONTEIRAS Revista Catarinense de História - Dossiê História e Movimentos Sociais. 28. ed. Florianópolis: ANPUHSC, 2016. v. 1. 127p .

8.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. (Org.) ; BRANDT, Marlon (Org.) ; SILVEIRA, T. (Org.) . Anais do 3° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. 01. ed. Florianópolis: LABIMHA/UFSC, 2014. v. 01. 1502p .

9.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. (Org.) . FRONTEIRAS Revista Catarinense de História - Dossiê de História Ambiental e Migrações. 01. ed. Florianópolis: ANPUH-SC, 2014. v. 01. 240p .

10.
FAVERI, M. (Org.) ; MORETTO, S. P. (Org.) ; SILVA, J. G. (Org.) . FRONTEIRAS Revista Catarinense de História - Dossiê 1964-2014: memórias, testemunho e Estado. 24. ed. Florianópolis: ANPUH-SC, 2014. v. 01. 172p .

11.
MORETTO, S. P.; SILVA, J. G. (Org.) ; WOLFF, C. S. (Org.) . Anais do XV Encontro Estadual de História da ANPUH-SC e do II Colóquio Internacional Gênero, Feminismos e Ditaduras no Cone Sul. 01. ed. Florianópolis: ANPUH-SC, 2014. v. 1. 1200p .

12.
NODARI, E. S. (Org.) ; MORETTO, S. P. (Org.) ; BRANDT, Marlon (Org.) ; GERHARDT, M. (Org.) . Anais do 2º Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. 2. ed. São Leopoldo: Oikos, 2012. v. 1. 3184p .

13.
NODARI, E. S. (Org.) ; MORETTO, S. P. (Org.) ; GERHARDT, M. (Org.) . Anais do Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. 01. ed. Florianópolis: Programa de Pós-Graduação em História, 2010. v. 1. 1848p .

Capítulos de livros publicados
1.
MORETTO, S. P.. O meio ambiente entre divergências e interesses: as práticas de reflorestamento em Santa Catarina. In: Sandro Luiz Bazzanella. (Org.). Estado, crise política, econômica e perspectivas de desenvolvimento. 1ed.São Paulo: LiberArs, 2018, v. 1, p. 191-208.

2.
MORETTO, SAMIRA PERUCHI; RIBEIRO, M. C. . Oeste catarinense: ocupação e transformação ambiental no século XX. In: Ederson Nascimento; Ana Laura V. Vilela; Claudio M. Maia. (Org.). Território e sociedade: novos estudos sobre Chapecó e região. 01ed.Beau Bassin: Novas Edições Acadêmicas, 2018, v. 01, p. 70-80.

3.
MORETTO, S. P.. História Ambiental: a dispersão de espécies vegetais em foco. In: Fabrício Antonio Antunes Soares, Ricardo Oliveira da Silva. (Org.). Diálogos: estudo sobre teoria da história e historiografia. 1ed.Criciúma: EDIUNESC, 2018, v. III, p. 183-206.

4.
MORETTO, S. P.; BRANDT, Marlon ; SILVA, C. M. . Transformando a paisagem: uma história ambiental de Chapecó. Chapecó 100 anos : histórias plurais. 01ed.Chapecó: Argos Editora da UNOCHAPECÓ, 2017, v. 01, p. 01-551.

5.
MORETTO, S. P.. História Ambiental e as migrações no Reino Vegetal: a domesticação e a introdução de plantas. In: Marcos Gerhardt; Eunice Sueli Nodari; Samira Peruchi Moretto. (Org.). História ambiental e migrações: diálogos. 1ed.São Leopoldo e Chapecó: Oikos e UFFS, 2017, v. 1, p. 109-122.

6.
MORETTO, S. P.; SILVA, C. M. ; FORNECK, E. . História Ambiental no oeste catarinense: possibilidades e desafios. In: FRANZEN, Douglas Orestes; MAYER, Leandro; SCHUTZ, J. A.; FERRARI, L. F.. (Org.). Ensino de Ciências Humanas e Sociais: temas transversais, reflexões e práticas pedagógicas. 01ed.São Leopoldo: Editora Oikos, 2017, v. 01, p. 132-160.

7.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; KLAUCK, A. G. . Degradação Silenciosa: a plantação de árvores exóticas no Parque do Rio Vermelho. In: Eunice Sueli Nodari, Alfredo Ricardo Silva Lopes e Marcos Aurélio Espíndola. (Org.). Desastres Socioambientais em Santa Catarina. 01ed.São Leopoldo: Editora Oikos, 2015, v. 01, p. 226-248.

8.
MORETTO, S. P.. Elysium: Será o mundo melhor?. In: Gomes, Ana Carolina Vimieiro/ Carvalho, Ely Bergo De. (Org.). História da Ciência no Cinema 5. 01ed.Belo Horizonte: ARGVMENTVM EDITORA/FINO TRAÇO EDITORA, 2014, v. 1, p. 111-121.

9.
MORETTO, S. P.. Desmatar e reflorestar: a implementação do Pinus elliottii no planalto de Santa Catarina. In: Jó Klanovicz, Gilmar Arruda, Ely Bergo de Carvalho. (Org.). História ambiental no sul do Brasil: Apropriações do mundo natural. São Paulo: Alameda, 2012, v. 1, p. 107-122.

10.
MORETTO, S. P.. Made in Africa? A domesticação e aclimatação da mamona (Ricinus communis L.) no Brasil. In: Sílvio Marcus de Souza Correa. (Org.). Bioses africanas no Brasil. Notas de história ambiental. 1ed.Itajaí: Casa Aberta, 2012, v. 1, p. 125-150.

11.
ROSSI, E.M. Z. ; MORETTO, S. P. ; NODARI, E. S. . LA LIBERTÀ À CORREIO RIOGRANDENSE: O COTIDIANO DOS IMIGRANTES ITALIANOS NA REGIÃO DA SERRA GAÚCHA. In: Eloísa Helena Capovilla da Luz Ramos, Isabel Cristina Arendt, Marcos Antônio Witt. (Org.). A história da imigraçãoe sua(s) escrita(s). 1ed.São Leopoldo: Oikos, 2012, v. 1, p. 1-15.

12.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . O meio ambiente como tema da História. In: FLORES, Maria Bernardete Ramos; BRANCHER, Ana Lice. (Org.). Historiografia:35 anos. 1ed.Florianópolis: Letras Contemporâneas, 2011, v. 01, p. 93-109.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MORETTO, S. P.. As transformações ambientais na microrregião de Porangatu, norte de Goiás. In: 4° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações, 2016, Florianópolis. Anais do 4° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. Florianópolis: LABIMHA, 2016. v. 01. p. 119-128.

2.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; NODARI, R. O. . O Processo Histórico da Conservação da Goiabeira-serrana, no Município de Ipê, Rio Grande do Sul (Brasil). In: 7 Encontro da ANPPAS, 2015, Brasília. Anais do 7 Encontro da ANPPAS. Brasília: ANPPAS, 2015. v. 1. p. 1-12.

3.
MORETTO, S. P.. A disseminação da feijoa (Acca sellowiana). In: XV Encontro Estadual de História da ANPUH-SC e do II Colóquio Internacional Gênero, Feminismos e Ditaduras no Cone Sul, 2014, Florianópolis. Anais do XV Encontro Estadual de História da ANPUH-SC e do II Colóquio Internacional Gênero, Feminismos e Ditaduras no Cone Sul. Florianópolis: ANPUH-SC, 2014. v. 1. p. 1-14.

4.
MORETTO, S. P.. A aclimatação e introdução da feijoa (Acca sellowiana): do Brasil para o mundo. In: 3° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações, 2014, Florianópolis. Anais do 3° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. Florianópolis: LABIMHA/UFSC, 2014. v. 01. p. 244-254.

5.
FERRI, G. K. ; MORETTO, S. P. ; NODARI, E. S. . A indústria madeireira e os impactos socioambientais em Anita Garibaldi -SC (Século XX). In: 3° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações, 2014, Florianópolis. Anais do 3° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. Florianópolis: LABIMHA/UFSC, 2014. v. 01. p. 63-77.

6.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; NODARI, R. O. . A introdução e os usos da feijoa: uma espécie frutífera nativa do Brasil. In: III Workshop Internacional de História do Ambiente ? História do Ambiente e Educação Ambiental., 2013, Florianópolis. Anais do III Workshop Internacional de História do Ambiente ? História do Ambiente e Educação Ambiental.. Florianópolis: UDESC, 2013. v. 1. p. 1-11.

7.
ROSSI, E.M. Z. ; MORETTO, S. P. . Os Campos de Altitude do Brasil Meridional nos relatos dos viajantes Nicolau Dreys e Robert Avé-Lallemant. In: XXVII Simpósio Nacional de História - ANPUH, 2013, Natal. Anais da XXVII Simpósio Nacional de História. Natal: Editora UFRN, 2013. v. 1. p. 1-11.

8.
MORETTO, S. P.. A domesticação e a introdução de uma espécie frutífera nativa do Sul do Brasil: apresentando feijoa (Acca sellowiana). In: II Congresso Internacional de História Regional, 2013, Passo Fundo. Anais do II Congresso Internacional de História Regional. Passo Fundo: UPF, 2013. v. 1. p. 1-10.

9.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . (Re)florestar: a introdução de espécies exóticas no sul Brasil no século XX. In: 2° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações, 2012, Florianópolis. Simposio Internacional de Historia Ambiental e Migrações - Florianópolis - SC ? Brasil. São Leopoldo: Oikos, 2012. v. 2. p. 280-292.

10.
ROSSI, E.M. Z. ; MORETTO, S. P. ; NODARI, E. S. . Paisagem e memória: a transformação dos Campos de Altitude no Rio Grande do Sul, século XX. In: XI Encontro Nacional de História Oral, 2012, Rio de Janeiro. Anais do XI Encontro Nacional de História Oral. Rio de Janeiro: Associação Brasileira de História Oral - ABHO, 2012. v. 1. p. 1-15.

11.
ROSSI, E.M. Z. ; MORETTO, S. P. . O Município de Vacaria: ocupação e alteração da paisagem. In: XIV Encontro Estadual de História - Tempo, memórias e expectativas, 2012, Florianópolis. Anais do XIV Encontro Estadual de História - Tempo, memórias e expectativas. Florianópolis: ANPUH - SC, 2012. v. 1. p. 1-12.

12.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; ROSSI, E.M. Z. . A preservação da Mata Preta no oeste de Santa Catarina e a criação das Unidades de Conservação. In: XII Encontro Estadual de História - IV Encontro Estadual do GT de Gênero Santa Catarina, 2011, Chapecó. Anais XII Encontro Estadual de História - IV Encontro Estadual do GT de Gênero Santa Catarina. Chapecó: UNOCHAPECÓ, 2011. v. 1. p. 01-12.

13.
ROSSI, E.M. Z. ; MORETTO, S. P. ; NODARI, E. S. . Ocupação e desmatamento na Floresta Ombrófila Mista e Floresta Estacional Decidual no Rio Grande do Sul (1875- 1970). In: I Congresso Internacional de História Regional (I CIHR), 2011, Passo Fundo. Anais do I Congresso Internacional de História Regional. Passo Fundo: Programa de Pós-Graduação em História Passo Fundo, 2011. v. I. p. 934-946.

14.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; NODARI, R. O. . Um esforço agroecológico: a Acca sellowiana (goiabeira-serrana) e a conservação da biodiversidade. In: VII JORNADAS INTERDISCIPLINARIAS DE ESTUDIOS AGRARIOS Y AGROINDUSTRIALES, 2011, Buenos Aires. Jornadas Interdisciplinarias de Estudios Agrarios y Agroindustriales. Buenos Aires, 2011. v. 01. p. 01-14.

15.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . Mudança na Paisagem: Incentivos ao reflorestamento no planalto catarinense durante o século XX. In: XXVI SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 2011, São Paulo. Anais XXVI SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA. São Paulo: ANPUH SP, 2011. v. 1. p. 1-13.

16.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . Saúde e doenças: Enfermidades no Vale do Itajaí, início do século XX.. In: XVIII Simpósio de História da Imigração e Colonização, 2010, São Leopoldo. Saúde: Corporeidade ? Educação - XVIII Simpósio de História da Imigração e Colonizaçã. São Leopoldo: Editora Oikos, 2008. v. 1. p. 697-706.

17.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; DONAZZOLO, J. ; NODARI, R. O. . As vias de domesticação da Acca sellowiana (goiabeira-serrana) e a conservação da biodiversidade. In: Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações, 2010, Florianópolis. Simposio Internacional de Historia Ambiental e Migrações - Florianópolis - SC ? Brasil, 2010. v. 1. p. 767-782.

18.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; CARVALHO, M. M. X. . A Legislação Ambiental e as Práticas de Reflorestamento em Santa Catarina. In: V Encontro da ANPPAS, 2010, Florianópolis. Anais da ANPPAS. Florianópolis, 2010. v. 1. p. 1-19.

19.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . Parque Ecológico João José Theodoro da Costa Neto: Conservação da Floresta em Lages. In: IV CONGRESSO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA, 2009, Maringá. Anais do Congresso Internacional de História (CD-Rom). Maringá: Programa de Pós-Graduação em História da UEM ? PPH/UEM, 2009. v. I. p. 4001-4010.

20.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; CARVALHO, M. M. X. . A Conservação do Oeste Catarinense: O Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta. In: XXV Simpósio Nacional de História - História e Ética, 2009, Fortaleza. Anais do ... Simpósio Nacional de História, 2009.

21.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . Os relatórios oficiais do governo de Santa Catarina e o estímulo à devastação da Floresta Ombrófila Mista (1900 ? 1960). In: XII Encontro Estadual de História, Ensino e Pesquisa, 2008, Criciúma. Anais do XII Encontro Estadual de História, Ensino e Pesquisa, 2008.

22.
LINDENMEYER, Pedro M. ; NODARI, E. S. ; MORETTO, S. P. . O Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta: Preservando a Floresta Ombrófila Mista. In: XII Encontro Estadual de História, Ensino e Pesquisa, 2008, Criciúma. Anais XII Encontro Estadual de História, Ensino e Pesquisa, 2008.

23.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . As Unidades de Conservação no Oeste de Santa Catarina: O Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta em Santa Catarina. In: ?AMÉRICA LATINA: SOBERANIA E DESENVOLVIMENTO?, 2008, Florianópolis. ?AMÉRICA LATINA: SOBERANIA E DESENVOLVIMENTO?, 2008.

24.
MORETTO, S. P.; LINDENMEYER, Pedro M. ; NODARI, E. S. . O Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta em Santa Catarina e as práticas sócio-culturais e econômicas dos moradores. In: I Seminário de Pesquisa Práticas Culturais e Identidades, 2007, Marechal Cândido Rondon. Anais I Seminário de Pesquisa Práticas Culturais e Identidades, 2007. v. 1.

25.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . O imigrante e as transformações ambientais no planalto de Santa Catarina até a primeira metade do Século XX.. In: XI Encontro Estadual de História: mídia e cidadania, 2006, Florianópolis. XI Encontro Estadual de História: mídia e cidadania, 2006.

26.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . Um Mesclar de Diferentes Etnias...O Município de Abdon Batista. In: XVII Simpósio de Imigração e Colonização, 2006, São Leopoldo. Imigração e Relaçõe Interétnicas. São Leopoldo: Oikos, 2006.

27.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . ARAUCÁRIA: SÍMBOLO DE UMA ERA - Entre Campos e Florestas (os Campos de Curitibanos). In: V Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC - SEPEX, 2005, Florianópolis. Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC - SEPEX - V. Florianópolis: Editora da UFSC, 2005.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
MORETTO, S. P.; RIBEIRO, M. C. . As transformações na paisagem do Oeste catarinense entre as décadas de 1960 e 1980. In: VIII Simpósio Nacional de Ciência e Meio Ambiente ? SNCMA, 2017, Anáopolis. Anais do VIII Simpósio Nacional de Ciência e Meio Ambiente ? SNCMA. Anapólis: Unievangélica, 2017. v. 1. p. 1-5.

2.
RODRIGUES, A. V. M. ; MORETTO, S. P. . A enchente de 2015 no município de Saudades: o desastre ambiental anunciado. In: 4° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações, 2016, Florianópolis. Anais do 4° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. Florianópolis: LABIMHA, 2016. v. 01. p. 1150-1155.

3.
MORETTO, S. P.; SILVA, C. M. ; BRANDT, Marlon ; RIBEIRO, M. C. . Meio ambiente e História: a fronteira sul do Brasil como objeto de estudo. In: 4° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações, 2016, Florianópolis. Anais do 4° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. Florianópolis: LABIMHA, 2016. v. 01. p. 1117-1121.

4.
MORETTO, S. P.. A conservação da biodiversidade e a domesticação da feijoa (Acca sellowiana), no sul do Brasil. In: VI Simposio de la Sociedad Latinoamericana y Caribeña de Historia Ambiental, 2012, Villa de Leyva. Anais VI Simposio de la Sociedad Latinoamericana y Caribeña de Historia Ambiental, 2012.

5.
FERRI, G. K. ; VALERIO, T. F. ; MORETTO, S. P. ; NODARI, E. S. ; KLUG, J. . A natureza dominada: ocupação e desmatamento no Rio Grande do Sul e no oeste de Santa Catarina (1875-1975). In: 2° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações, 2012, FLORIANÓPOLIS. Simposio Internacional de Historia Ambiental e Migrações - Florianópolis - SC ? Brasil. São Leopoldo: Oikos, 2012. v. 1. p. 2979-2984.

6.
CASAGRANDE, J. C. ; PINHO, R. ; MORETTO, S. P. ; KLUG, J. ; NODARI, E. S. . Saúde e meio ambiente: uso progressivo dos agrotóxicos nas décadas de 1960 a 1980 em Santa Catarina. In: 2° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações, 2012, Florianópolis. Simposio Internacional de Historia Ambiental e Migrações - Florianópolis - SC ? Brasil. São Leopoldo: Oikos, 2012. v. 2. p. 3016-3020.

7.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . Paisagem transformada: o desmatamento e reflorestamento no planalto catarinense no século XX.. In: V Simposio Latinoamericano y Caribeño de Historia Ambiental, 2010, La Paz. V Simposio Latinoamericano y Caribeño de Historia Ambiental - Cultura de la naturaleza a 200 años de las revoluciones de independencia. México DF: Buplidisa Mexicana, 2010. v. 1. p. 111-113.

8.
MORETTO, S. P.. Uma crescente ameaça conservação da biodiversidade: o reflorestamento com espécies exóticas em Lages. In: http://www.agroecologia2009.org.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=6, 2009, Curitiba. Anais VI Congresso Brasileiro e o II Congresso Latinoamericano de Agroecologia. Curitiba: Governo do Paraná, 2009. p. 01935-01938.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MORETTO, S. P.. A domesticação e a introdução de uma espécie frutífera nativa do Sul do Brasil: apresentando feijoa (Acca sellowiana). In: II Congresso Internacional de História Regional (2013), 2013, Passo Fundo. Anais do II Congresso Internacional de História Regional (2013). Passo Fundo: Editora da UFP, 2013. v. 1. p. 73-73.

2.
ROSSI, E.M. Z. ; MORETTO, S. P. ; NODARI, E. S. . Paisagem e memória: a transformação dos Campos de Altitude no Rio Grande do Sul, século XX. In: XI Encontro Encontro Nacional de História Oral, 2012, Rio de Janeiro. Anais do XI Encontro Encontro Nacional de História Oral1. Rio de Janeiro: Associação Nacional de História Oral, 2012. v. 1. p. 284-285.

3.
FERRI, G. K. ; VALERIO, T. F. ; NODARI, E. S. ; KLUG, J. ; MORETTO, S. P. . A natureza dominada: ocupação e desmatamento no Rio Grande do Sul e no oeste de Santa Catarina (1875-1975). In: 2º Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações, 2012, Florianópolis. Simposio Internacional de Historia Ambiental e Migrações - Florianópolis - SC ? Brasil, 2012.

4.
FERRI, G. K. ; MORETTO, S. P. ; NODARI, E. S. . Ocupação e desmatamento no oeste de Santa Catarina no século XX. In: I Congresso Internacional de História Regional (I CIHR), 2011, Passo Fundo. Anais do I Congresso Internacional de História Regional. Passo Fundo: Programa de Pós-Graduação em História Passo Fundo, 2011.

5.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; ROSSI, E.M. Z. . A Preservação da Mata Preta no Oeste de Santa Catarina e a Criação das Unidades de Conservação. In: XIII Encontro Estadual de História, IV Encontro Estadual do GT Gênero de Santa Catarina, I Encontro Estadual do GT Estudos Africanos e da Diáspora, 2010, Chapecó. Caderno de Resumos do XIII Encontro Estadual de História, IV Encontro Estadual do GT Gênero de Santa Catarina, I Encontro Estadual do GT Estudos Africanos e da Diáspora, 2010. v. 1. p. 89-89.

6.
MORETTO, S. P.; CARVALHO, M. M. X. ; NODARI, E. S. . A Conservação do Oeste Catarinense: O Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta. In: XXV Simpósio Nacional de História - História e Ética, 2009, Fortaleza. Anais XXV Simpósio Nacional de História - História e Ética. Fortaleza: Editora UFC, 2009. v. 01. p. 496-496.

7.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . Parque Ecológico João José Theodoro da Costa Neto: Conservação da Floresta em Lages. In: IV CONGRESSO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA, 2009, Maringá. Anais do Congresso Internacional de História (CD-Rom), 2009.

8.
ROSSI, E.M. Z. ; NODARI, E. S. ; MORETTO, S. P. . ARAUCÁRIA: SÍMBOLO DE UMA ERA: o Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta(Parte III). In: XIX Seminário de Iniciação Científica da UFSC, 2009, Florianópolis. XIX Seminário de Iniciação Científica da UFSC, 2009.

9.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . Os incentivos governamentais à agricultura e à devastação nos campos de Lages (1900-1960).. In: IV Simpósio da Sociedade Latino Americana e Caribenha de História Ambiental, 2008, Belo Horizonte. IV Simpósio da Sociedade Latina-Americano e Caribenho de História Ambiental. Diamantina - UFMG: Maria Fumaça Editora Ltda, 2008. p. 192-193.

10.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . ARAUCÁRIA: SÍMBOLO DE UMA ERA: o Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta. In: 6ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC - SEPEX, 2007, Florianópolis. 6ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC, 2007.

11.
MORETTO, S. P.; CARVALHO, M. ; NODARI, E. S. . Mata de Araucária: as transformações do século XX. In: 58ª Reunião Anual da SBPC, 2006, Florianópolis. 58ª Reunião Anual da SBPC, 2006.

12.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . ARAUCÁRIA: SÍMBOLO DE UMA ERA: A Floresta Sucumbindo À Agropecuária (Campos de Lages e Curitibanos. In: XVI Seminário de Iniciação Científica da UFSC, 2006, Florianópolis. XVI Seminário de Iniciação Científica da UFSC, 2006.

13.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . Entre Campos e Florestas: Povoando e devastando na Região de Curitibanos - SC. In: XXIII Simpósio de História Nacional - História: Gerra e Paz, 2005, Londrina - PR. Anais do Simpósio de História Nacional - História: Gerra e Paz. Londrina - PR: Editorial Midia, 2005. v. 01.

14.
MORETTO, S. P.; VIETRO, H. B. ; SILVA, S. . Da Persia ao Irã: um paralelo em sala de aula. In: Associação Nacional de História- Núcleo de Santa Catarina, 2004, Florianópolis. Anais do X Encontro Associação Nacional de História-Núcleo de Santa Catarina. Florianopolis: ANPUH-SC, 2004.

15.
MORETTO, S. P.; CESCO, S. ; KLUG, J. ; NODARI, E. S. . Laboratório de Imigração e Migração. In: SEPEX, 2004, Florianópolis. Anais da SEPEX 2004. Florianópolis: SEPEX, 2004.

16.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; CESCO, S. ; CARVALHO, M. ; DALLANORA, C. . Araucária, Símbolo de uma Era: O Palnalto de Lages. In: XIV Seminário de Iniciação Científica, 2004, Florianópolis. XIV Seminário de Iniciação Científica, 2004.

17.
MORETTO, S. P.; VIETRO, H. B. ; SILVA, S. . Da Persia ao Irã: um paralelo em sala de aula. In: IV Semana de ensino, pesquisa e extensão., 2004, Florianópolis. Anais da IV Semana de ensino, pesquisa e extensão. CD-rom, 2004.

18.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; DALLANORA, C. . ARAUCÁRIA: SÍMBOLO DE UMA ERA: O Planalto de Lages. In: XV Seminário de Iniciação Científica, 2004, Florianópolis. Anais do Seminário de Iniciação Científica. Florianópolis: CNPq - UFSC, 2004. v. 01. p. 01-80.

Apresentações de Trabalho
1.
MORETTO, S. P.. Feijoa (Acca sellowiana) from Southern America to the World. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
MORETTO, S. P.. O Oeste catarinense e os desdobramentos do desmatamento. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
MORETTO, S. P.. O Meio Ambiente entre divergências e interesses: as práticas de reflorestamento em Santa Catarina. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
MORETTO, S. P.. Mudanças Curriculares na formação de professores de História. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
MORETTO, S. P.. O desmatamento e as alterações na paisagem no Oeste Catarinense (1960-1980). 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
MORETTO, S. P.; RIBEIRO, M. C. . VIII Simpósio Nacional de Ciência e Meio Ambiente. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

7.
MORETTO, S. P.. Educação e Linguagens: Pesquisa e aperfeiçoamento. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
MORETTO, S. P.. A ocupação e as transformações na paisagem, no norte de Goiás. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
MORETTO, S. P.. A transformação da paisagem no norte de Goiás no final do século XX. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

10.
MORETTO, S. P.. No quintal e na indústria: A produção e a conservação da frutífera feijoa (Acca sellowiana), no planalto meridional brasileiro?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

11.
MORETTO, S. P.. As transformações ambientais na microrregião de Porangatu, norte de Goiás. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

12.
MORETTO, S. P.. Alargando fronteiras: a aclimatação e dispersão da feijoa (Acca sellowiana). 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

13.
MORETTO, S. P.. O Processo Histórico da Conservação da Goiabeira-serrana, no Município de Ipê, Rio Grande do Sul (Brasil). 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

14.
MORETTO, S. P.. O que é iniciação científica?. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
MORETTO, S. P.. Expanding frontiers: the role of European naturalists in the domestication process of plants in Brazil. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
MORETTO, S. P.. Mudanças na paisagem: a introdução do Pinus no Estado de Santa Catarina. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

17.
MORETTO, S. P.. História Ambiental e os Estudos dos impactos antrópicos: divergências de interesses. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
MORETTO, S. P.; SILVA., P. M. R. E. . A ocupação e as transformações sócio ambientais da Capital do Estado de Goiás. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

19.
MORETTO, S. P.. A Domesticação da Feijoa, um viés da História Ambiental. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

20.
MORETTO, S. P.. A disseminação da feijoa (Acca sellowiana). 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

21.
MORETTO, S. P.. Feijoa: ?um notável arbusto brasileiro? aclimatado em diversos países. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

22.
MORETTO, S. P.. Os usos e a conservação de uma espécie frutífera, a feijoa (Acca sellowiana), no Sul do Brasil. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

23.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; NODARI, R. O. . A aclimatação e introdução da feijoa (Acca sellowiana): do Brasil para o mundo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

24.
MORETTO, S. P.. A domesticação e a introdução de uma espécie frutífera nativa do Sul do Brasil: apresentando feijoa (Acca sellowiana). 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
MORETTO, S. P.. A introdução e os usos da feijoa: uma espécie frutífera nativa do Brasil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

26.
MORETTO, S. P.. A conservação da biodiversidade e a domesticação da feijoa (Acca sellowiana), no sul do Brasil. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

27.
ROSSI, E.M. Z. ; MORETTO, S. P. ; NODARI, E. S. . O Município de Vacaria: ocupação e alteração da paisagem. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

28.
MORETTO, S. P.. (Re) Florestar: A introdução de espécies exóticas no sul do Brasil, no Século XX. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

29.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; ROSSI, E.M. Z. . A Preservação da Mata Preta no Oeste De Santa Catarina e a Criação das Unidades de Conservação. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; CARVALHO, M. M. X. . A Legislação Ambiental e as Práticas de Reflorestamento em Santa Catarina. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

31.
MORETTO, S. P.; NODARI, R. O. ; DONAZZOLO, J. . AS VIAS DE DOMESTICAÇÃO DA ACCA SELLOWIANA (GOIABEIRA-SERRANA) E A CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

32.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . Paisagem transformada: o desmatamento e reflorestamento no planalto catarinense no século XX.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

33.
MORETTO, S. P.; CARVALHO, M. M. X. ; NODARI, E. S. . A Conservação do Oeste Catarinense: O Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

34.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . PARQUE ECOLÓGICO JOÃO JOSÉ THEODORO DA COSTA NETO: CONSERVAÇÃO DA FLORESTA EM LAGES. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

35.
MORETTO, S. P.. Uma crescente ameaça conservação da biodiversidade: o reflorestamento com espécies exóticas em Lages. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

36.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . Os incentivos governamentais à agricultura e á devastação nos Campos de Lages (1900 - 1960). 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

37.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . Os Relatórios oficiais do governo de Santa Catarina e o estímulo à devastação da Floresta Ombrófila Mista. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

38.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . Saúde e doenças: Enfermidades no Vale do Itajaí, início do século XX. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

39.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . As Unidades de Conservação no Oeste de Santa Catarina: O Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta em Santa Catarina.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

40.
MORETTO, S. P.; KLUG, J. ; PAULI, L. ; CARVALHO, M. M. X. . História, Colonização e Meio Ambiente.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

41.
MORETTO, S. P.; LINDENMEYER, Pedro M. ; ROSSI, E.M. Z. ; NODARI, E. S. ; CARVALHO, M. M. X. . ARAUCÁRIA, SÍMBOLO DE UMA ERA: As Unidades de Conservação no Oeste de Santa Catarina. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

42.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; ROSSI, E.M. Z. . ARAUCÁRIA, SÍMBOLO DE UMA ERA: As Unidades de Conservação no Oeste de Santa Catarina. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

43.
MORETTO, S. P.; LINDENMEYER, Pedro M. ; NODARI, E. S. . O PARQUE NACIONAL DAS ARAUCÁRIAS E A ESTAÇÃO ECOLÓGICA DA MATA PRETA EM SANTA CATARINA E AS PRÁTICAS SÓCIO-CULTURAIS E ECONÔMICAS DOS MORADORES. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

44.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . XXIV Simpósio Nacional de História. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

45.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. . Seminário Internacional Imigração e Relações Interétnicas. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções bibliográficas
1.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; GERHARDT, M. . Anais do Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. Florianópolis 2010 (Anais).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
MORETTO, S. P.. Revista História da UEG. 2016.

2.
MORETTO, S. P.. Revista Santa Catarina em História. 2015.

3.
MORETTO, S. P.. Historia Ambiental Latinoamericana y Caribeña (HALAC). 2012.

4.
MORETTO, S. P.. Revista Temporalidades. 2011.


Demais tipos de produção técnica
1.
MORETTO, SAMIRA PERUCHI. FRONTEIRAS Revista Catarinense de História. 2018. (Editoração/Periódico).

2.
MORETTO, S. P.. Grupo de Estudos de História - UFFS - Formação continuada rede básica. 2018. (Coordenadora de Sessão).

3.
MORETTO, SAMIRA PERUCHI. FRONTEIRAS Revista Catarinense de História. 2017. (Editoração/Periódico).

4.
MORETTO, S. P.. FRONTEIRAS Revista Catarinense de História. 2016. (Editoração/Periódico).

5.
MORETTO, S. P.; CARVALHO, M. M. X. . Coordenação do ST Migrações: flora, fauna e humanos em movimento. 2016. (Coordenadora de Sessão).

6.
MORETTO, S. P.; CESCO, S. ; GERHARDT, M. . Coordenou o Encontro Aberto do Grupo de Trabalho de História Ambiental.. 2016. (Coordenadora de Sessão).

7.
MORETTO, S. P.; SOUZA, F. S. . Natureza e Território:migrações e usos dos recursos naturais. 2015. (Coordenadora de Sessão).

8.
MORETTO, S. P.. História Ambiental: temas e fontes. 2015. (Mini-curso).

9.
MORETTO, S. P.. Coordenação da Reunião GT História Ambiental de Goiás. 2015. (Reunião GT História Ambiental de Goiás).

10.
MORETTO, S. P.; SOUZA, F. S. . História Ambiental: uma perspectiva de análise dentro da História. 2015. (Minicurso).

11.
MORETTO, S. P.. A PRESERVAÇÃO DA MATA PRETA NO OESTE DE SANTA CATARINA E A CRIAÇÃO DAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

12.
DELGADO, A. ; NODARI, E. S. ; CAIMI, F.E. ; MORETTO, S. P. . Guia de livros didáticos PNLD 2012 - História. 2011. (Apoio Técnico PNLD Ensino Médio 2012 - História).

13.
MORETTO, S. P.. GT1 - História da ocupação do solo, planejamento territorial e prevenção de desastres ambientais. 2011. (Coordenadora de Sessão).

14.
MORETTO, S. P.. GT1 - HISTÓRIA DA OCUPAÇÃO DO SOLO, PLANEJAMENTO TERRITORIAL E PREVENÇÃO DE DESASTRES AMBIENTAIS. 2011. (Coordenadora de Sessão).

15.
MORETTO, S. P.; GERHARDT, M. ; BRANDT, Marlon . POPULAÇÕES TRADICIONAIS E HISTÓRIA AMBIENTAL. 2009. (Mini-curso).

16.
MORETTO, S. P.; KLUG, J. ; CARVALHO, M. ; PAULI, L. . História, Colonização e Meio Ambiente.. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
LINO, J. T.; MORETTO, S. P.; BRIGHENTI, C. A.. Participação em banca de Fábio Araújo. Entre figurantes e antagonistas: os kaingang no enredo da demarcação da Terra Indígena Iraí-RS. 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul.

2.
SILVA, C. M.; KLANOVICZ, J.; MORETTO, S. P.. Participação em banca de Jaine Menoncin. De milho (Zea mays L.) à Agrocel: papel do milho híbrido Agroceres na modernização da agricultura no Brasill (1945-1960). 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual do Centro-Oeste.

3.
MORETTO, S. P.; CARVALHO, E. B.; SCOPACASA, R.. Participação em banca de Jamerson de Sousa Costa. Não basta explorá-la: Representações de florestas na revista O Papel (1939-1965)". 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

4.
LINO, J. T.; MORETTO, S. P.; MIRANDA, A. L.. Participação em banca de Fábio Araújo. Entre figurantes e antagonistas: relações sociais sob o signo do progresso na história da terra indígena Iraí-RS. 2017. Dissertação (Mestrado em Mestrado em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul.

5.
SAFADI, G. M. V. V.; SILVA, S. D.; MORETTO, S. P.; PEREIRA, R. M.. Participação em banca de Rosemeire Aparecida Mateus. GRAMÍNEAS EXÓTICAS NO CERRADO BRASILEIRO: Uma história ambiental das transformações das paisagens em Goiás no século XIX. 2016. Dissertação (Mestrado em Territórios e Expressões Culturais no Cerrado) - Universidade Estadual de Goiás.

6.
MORETTO, S. P.; SILVA, S. D.; BARBALHO, M. G. S.. Participação em banca de Estêvão Luiz Santoro dos Santos. SABORES E SABERES DO PEQUI - Caryocar brasiliense cambess.,(CARYOCARACEAE) - E OS VALORES CULTURAIS DO CERRADO. 2015. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Tecnologia e Meio Ambiente) - Centro Universitário de Anápolis.

7.
KLANOVICZ, J.; MORETTO, S. P.; KLANOVICZ, L.. Participação em banca de Tarcila Kuhn Alves de Paula. FUMO E AGRICULTURA FAMILIAR NO CENTRO SUL DO ESTADO DO PARANÁ: CONSIDERAÇÕES A PARTIR DE UMA HISTÓRIA DAS PERCEPÇÕES. 2015. Dissertação (Mestrado em Mestrado Interdisciplinar em Desenvolvimento Comun) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

Teses de doutorado
1.
FRANCO, J. L. A.; MORETTO, S. P.; SILVA, S. D.; COSTA, K. S.; SARAIVA, R. C. F.. Participação em banca de Deusdedith Alves Rocha Junior. Pello rio dos Tocantins à bayxo athe Bellem do gram pará?: territorialidade e saber sobre o espaço nos setecentos. 2015. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília.

Qualificações de Mestrado
1.
SILVA, C. M.; KLANOVICZ, J.; MORETTO, S. P.; KLANOVICZ, L.. Participação em banca de Jaine Menoncin. Os casos das sementes da Agroceres: uma abordagem da História Ambiental (1945-1960). 2016. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Estadual do Centro-Oeste.

2.
SILVA, S. D.; VERDE, G. V.; MORETTO, S. P.; PEREIRA, R. M.. Participação em banca de Rosemeire Aparecida Mateus. GRAMÍNEAS EXÓTICAS NO CERRADO BRASILEIRO: Uma história ambiental das transformações das paisagens em Goiás,no século XIX. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Territórios e Expressões Culturais no Cerrado) - Universidade Estadual de Goiás.

3.
PINHEIRO MACHADO, Paulo; LIMA FILHO, Henrique Espada Rodrigues; MORETTO, S. P.; KLUG, J.. Participação em banca de Mariana de Oliveira Deschamps. Na trilha das estradas: A vida cotidiana e o trabalho na Colônia de Blumenau (1850-1880). 2014. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
PINHEIRO MACHADO, Paulo; KLUG, J.; LIMA FILHO, Henrique Espada Rodrigues; MORETTO, S. P.. Participação em banca de Janaína Neves Maciel. Terra, Direito e Poder: Lei, trabalho e outras relações no mundo rural de Lages - SC, no início da primeira República.. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
RADIN, J. C.; VALENTINI, D. J.; MORETTO, S. P.. Participação em banca de Jair Willian Valmorbida.Porto Feliz no contexto de colonização do extremo oeste catarinense (1916-1929). 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul.

2.
MARTINS, E.; TORRES, M. G.; MORETTO, S. P.. Participação em banca de Carla Cristina Machado.Da sombra a escuridão: o discurso e a memória da imprensa acerca do Movimento de Resistência Armado de Três Passos-RS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul.

3.
RADIN, J. C.; MORETTO, S. P.; MYSKIW, A. M.. Participação em banca de Kelvin Bonsere.O grito de marcha para oeste e a colonização do oeste catarinense: 1937-1945. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul.

4.
MORETTO, S. P.; MARTINS, E.; MOURA, V. S.. Participação em banca de Luis Fernando Kavalerski.O ensino das culturas afro-brasileiras e indígenas: uma análise da lei 11.645/08 e suas contribuições para decolonização. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul.

5.
RADIN, J. C.; MORETTO, S. P.; MYSKIW, A. M.. Participação em banca de Kelvin Francisco Bonsere.O grito de marcha para oeste e a colonização do oeste catarinense: 1937-1945. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul.

6.
SILVA, C. M.; SCHMITT, A. M.; MORETTO, S. P.. Participação em banca de Tailor Elias Giombelli.Uma Guerra, duas vozes: uma analise dos jornais Deutscher Morgen (1939-1941) e o Globo Expedicionário (1944-1945), durante a Segunda Guerra Mundial. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul.

7.
PICOLI, B.; MORETTO, S. P.. Participação em banca de Adrieli Schmitz.A importância do estágio supervisionado na licenciatura em História: percepções dos acadêmicos do curso de História da UFFS (2015/1 - 2015/2). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul.

8.
RODRIGUES, A. J. D.; MORETTO, S. P.; FERREIRA, C. A.. Participação em banca de Weverton Dias da Silva.O discurso como instrumento de poder e dominação no meio social sob a perspectiva de Hitler. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Português e Inglês) - Universidade Estadual de Goiás.

9.
NODARI, E. S.; MORETTO, S. P.; KLUG, J.; DIRKSEN, V.. Participação em banca de Gil Karlos Ferri."Verdes Matas a te circundar": aspectos históricos e socioambientais da indústria madeireira. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
NODARI, E. S.; MORETTO, S. P.; ROSSI, E.M. Z.. Participação em banca de Eduardo Costa.Waffen-SS: A Tropa de Elite de Hitler. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

11.
SILVA, V. A.; MORETTO, S. P.. Participação em banca de Thiago Pires.O Pinus e o sete Florestal em Santa Catarina. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

12.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S.; KLUG, J.. Participação em banca de Esther Mayara Zamboni Rossi.A expansão da indústria madeireira e a transformação da paisagem no município de Vacaria - Rio Grande do Sul (1930-1970). 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

13.
BITENCOURT, S; SILVA, J. G.; MORETTO, S. P.. Participação em banca de Petra Claudino dos Santos.Patrimônio Histórico: Da narrativa histórica ao entendimento do morador da Costa da Logoa. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
MORETTO, SAMIRA PERUCHI. Membro da Comissão Julgadora do XXVII Encontro Anual de Iniciação Científica ? EAIC,. 2018. Universidade Estadual do Centro-Oeste.

2.
MORETTO, S. P.. Membro da Comissão Julgadora para o prêmio de Menção Honrosa aos trabalhos de destaque do XXVII Encontro Anual de Iniciação Científica ? EAIC. 2018. Universidade Estadual do Centro-Oeste.

3.
MORETTO, S. P.. Avaliador da. 2017. Centro Universitário de Anápolis.

4.
MORETTO, S. P.. Comissão Científica VI EDIPE. 2015. Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

5.
NODARI, E. S.; MORETTO, S. P.. Comissão de Seleção para Estágio Sanduíche Soraia C. Mello. 2013. Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
MORETTO, S. P.. Comissão de Seleção para Estágio Sanduíche Elton Francisco. 2013.

7.
MORETTO, S. P.. Comissão de Seleção para Estágio Sanduíche Gabriela Miranda Marques. 2013. Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
MORETTO, S. P.. Representante Discente na Comissão de Gerência e Comissão (abril de 2010 a abril de 2012). 2012. Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
NODARI, E. S.; MORETTO, S. P.. Comissão de Seleção para Estágio Sanduíche Ana Maria Veiga. 2011. Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
NODARI, E. S.; MORETTO, S. P.. Comissão de Seleção para Estágio Sanduíche Fernando Vijniak. 2010.

11.
NODARI, E. S.; MORETTO, S. P.. Comissão de Seleção para Estágio Sanduíche Joana M Borges. 2010. Universidade Federal de Santa Catarina.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
5º Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações.O Oeste catarinense e os desdobramentos do desmatamento. 2018. (Simpósio).

2.
Conference American Society for Environmental History- ASEH. Feijoa (Acca sellowiana) from Southern America to the World. 2018. (Congresso).

3.
I Encontro de Periódicos Científicos de História, organizado pela Associação Nacional de História ? ANPUH-Brasil. 2018. (Encontro).

4.
LIV Fórum de Coordenadores de Programas de Pós-Graduação em História da ANPUH Brasil,. 2018. (Outra).

5.
III Escola de Pós-Graduação da Sociedad Latinoamericana y Caribeña de Historia Ambiental (SOLCHA). 2017. (Outra).

6.
II Simpósio Nacional de História Militar. 2017. (Simpósio).

7.
XXIX Simpósio Nacional de História.O desmatamento e as alterações na paisagem no Oeste Catarinense (1960-1980). 2017. (Simpósio).

8.
15º. Seminário Nacional de História da Ciência e da Tecnologia.Alargando fronteiras: a aclimatação e dispersão da feijoa (Acca sellowiana). 2016. (Seminário).

9.
Palestra "Desafios e Possibilidades no Atual Contexto de Reforma dos Cursos de Licenciatura: olhares sobre a prática como componente curricular. 2016. (Outra).

10.
Simpósio da Sociedad Latinoamericana y Caribeña de Historia Ambiental.No quintal e na indústria: A produção e a conservação da frutífera feijoa (Acca sellowiana), no planalto meridional brasileiro?. 2016. (Simpósio).

11.
XVI Encontro Estadual de História da ANPUH-SC.A ocupação e as transformações na paisagem no norte de Goiás. 2016. (Encontro).

12.
7 Encontro da ANPPAS (Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade).O Processo Histórico da Conservação da Goiabeira-serrana, no Município de Ipê, Rio Grande do Sul (Brasil). 2015. (Encontro).

13.
8th ESEH Conference.Expanding frontiers: the role of European naturalists in the domestication process of plants in Brazil. 2015. (Outra).

14.
IV Congresso Acadêmico-Científico Interculturalidade: Formação em Debate. 2015. (Congresso).

15.
IV Simpósio Nacional de História da UEG.A DOMESTICAÇÃO DA FEIJOA (ACCA SELLOWIANA): UM VIÉS DA HISTÓRIA AMBIENTAL. 2015. (Simpósio).

16.
VI Simpósio Nacional de Cultura e Meio Ambiente (SNCMA).As transformações ambientais em Porangatu no final do século XX. 2015. (Simpósio).

17.
VI Simpósio Nacional de Cultura e Meio Ambiente (SNCMA).Natureza e Território:migrações e usos dos recursos naturais. 2015. (Simpósio).

18.
XXVIII Simpósio Nacional de História.Mudanças na paisagem: a introdução do Pinus no Estado de Santa Catarina. 2015. (Simpósio).

19.
VII Simposio de la Sociedad Latinoamericana y Caribeña de Historia Ambiental.Feijoa: ?um notável arbusto brasileiro? aclimatado em diversos países. 2014. (Simpósio).

20.
V Simpósio Nacional de Ciência e Meio Ambiente.Os usos e a conservação de uma espécie frutífera, a feijoa (Acca sellowiana), no Sul do Brasil. 2014. (Simpósio).

21.
XV Encontro Estadual de História - Anpuh SC.A disseminação da feijoa (Acca sellowiana). 2014. (Encontro).

22.
II Congresso Internacional de História Regional: RELAÇÕES ESTADO-SOCIEDADE NA AMÉRICA LATINA.. A domesticação e a introdução de uma espécie frutífera nativa do Sul do Brasil: apresentando feijoa (Acca sellowiana). 2013. (Congresso).

23.
III Workshop Internacional de História do Ambiente ? História do Ambiente e Educação Ambiental.A introdução e os usos da feijoa: uma espécie frutífera nativa do Brasil. 2013. (Outra).

24.
Colóquio Internacional " As lutas pela Amazônia no início do Milênio". 2012. (Outra).

25.
Encontro Internacional de História Ambiental Lusófona."Plantar para manter": a domesticação da goiabeira serrana no sul do Brasil.. 2012. (Encontro).

26.
VI Simposio de la Sociedad Latinoamericana y Caribeña de Historia Ambiental.conservação da biodiversidade e a domesticação da feijoa (Acca sellowiana), no sul do Brasil. 2012. (Simpósio).

27.
XI Encontro Encontro Nacional de História Oral.Paisagem e memória: a transformação dos Campos de Altitude no Rio Grande do Sul, século XX. 2012. (Encontro).

28.
XIV ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA.O Município de Vacaria: ocupação e alteração da paisagem. 2012. (Encontro).

29.
II Workshop Internacional de História do Ambiente.II Workshop Internacional de História do Ambient. 2011. (Outra).

30.
VII JORNADAS INTERDISCIPLINARIAS DE ESTUDIOS AGRARIOS Y AGROINDUSTRIALES.Um esforço agroecológico: a Acca sellowiana (goiabeira-serrana) e a conservação da biodiversidade. 2011. (Outra).

31.
VI Simpósio Dano Ambiental na Sociedade de Risco. 2011. (Simpósio).

32.
XXVI SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA.Mudança na Paisagem: Incentivos ao reflorestamento no planalto catarinense durante o século XX. 2011. (Simpósio).

33.
ENANPPAS - Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade.A Legislação Ambiental e as Práticas de Reflorestamento em Santa Catarina. 2010. (Encontro).

34.
Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações.AS VIAS DE DOMESTICAÇÃO DA ACCA SELLOWIANA (GOIABEIRA-SERRANA) E A CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE. 2010. (Simpósio).

35.
VII Jornada Luso-Brasileiras de Direito Ambiental. 2010. (Outra).

36.
V Simposio Latinoamericano y Caribeño de Historia Ambiental.Paisagem transformada: o desmatamento e reflorestamento no planalto catarinense no século XX.. 2010. (Simpósio).

37.
XIII Encontro Estadual de História, IV Encontro Estadual do GT Gênero de Santa Catarina, I Encontro Estadual do GT Estudos Africanos e da Diáspora. 2010. (Encontro).

38.
Colóquio Internacional Gênero, Feminismos e Ditaduras no Cone Sul. 2009. (Outra).

39.
IV CONGRESSO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA. PARQUE ECOLÓGICO JOÃO JOSÉ THEODORO DA COSTA NETO: CONSERVAÇÃO DA FLORESTA EM LAGES. 2009. (Congresso).

40.
IV SIMPÓSIO DANO AMBIENTAL NA SOCIEDADE DE RISCO II Encontro Nacional de Grupos de Pesquisa em Direito ambiental. 2009. (Simpósio).

41.
I Workshop Sul-americano sobre Acca sellowiana.I Workshop Sul-americano sobre Acca sellowiana. 2009. (Outra).

42.
VI Congresso Brasileiro e o II Congresso Latinoamericano de Agroecologia. Uma crescente ameaça conservação da biodiversidade: o reflorestamento com espécies exóticas em Lages. 2009. (Congresso).

43.
XVIII SEMAGeo - Tema Central: RECURSOS HÍDRICOS, CLIMA E DESENVOLVIMENTO..POPULAÇÕES TRADICIONAIS E HISTÓRIA AMBIENTAL. 2009. (Encontro).

44.
XXV Simpósio Nacional de História - História e Ética.A Conservação do Oeste Catarinense: O Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta. 2009. (Simpósio).

45.
?AMÉRICA LATINA: SOBERANIA E DESENVOLVIMENTO?.As Unidades de Conservação no Oeste de Santa Catarina: O Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta em Santa Catarina. 2008. (Simpósio).

46.
7ª SEPEX. 2008. (Seminário).

47.
Colóquio Arte e História tem como título ?Trânsitos da Modernidade?. 2008. (Outra).

48.
IV Simpósio da Sociedade Latino Americana e Caribenha de História Ambiental.Os incentivos governamentais à agricultura e à devastação nos campos de Lages (1900-1960).. 2008. (Simpósio).

49.
XII Encontro Estadual de História Ensino e Pesquisa.Os incentivos governamentais à agricultura e à devastação nos campos de Lages (1900-1960).. 2008. (Encontro).

50.
XVIII Simpósio de História da Imigração e Colonização.Saúde e doenças: Enfermidades no Vale do Itajaí, início do século XX. 2008. (Seminário).

51.
6ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC.ARAUCÁRIA: SÍMBOLO DE UMA ERA: o Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta. 2007. (Simpósio).

52.
6ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC.ARAUCÁRIA: SÍMBOLO DE UMA ERA: o Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta. 2007. (Outra).

53.
III Semana de História: Os 90 anos da revolução russa.O Projeto Político Pedagógico do Curso de Graduação em História da UFSC - impasses e soluções.. 2007. (Encontro).

54.
I Seminário de Pesquisa Práticas Culturais e Identidades.O PARQUE NACIONAL DAS ARAUCÁRIAS E A ESTAÇÃO ECOLÓGICA DA MATA PRETA EM SANTA CATARINA E AS PRÁTICAS SÓCIO-CULTURAIS E ECONÔMICAS DOS MORADORES. 2007. (Seminário).

55.
XXIV Simpósio Nacional de História - História e Multidisciplinariidade: territórios e deslocamentos.Araucária: Símbolo de um era - o Parque Nacional das Araucárias e a Estação Ecológica da Mata Preta. 2007. (Simpósio).

56.
3º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária. 2006. (Congresso).

57.
II Semana de Integração CFH e Curso de Pedagogia/CED: Inclusão/Exclusão. 2006. (Outra).

58.
Seminário Internacional Imigração e Relações Interétnicas.Um mesclar de diferentes etnias... O município de Abdon Batista - SC. 2006. (Seminário).

59.
XI Encontro Estadual de História: mídia e cidadania. 2006. (Encontro).

60.
XVI Seminário de Iniciação Científica da UFSC. 2006. (Outra).

61.
II Congresso Sul-Americano de História. 2005. (Congresso).

62.
V Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC - SEPEX. 2005. (Outra).

63.
XV Seminário de Iniciação Científica da UFSC.XV Seminário de Iniciação Científica da UFSC. 2005. (Seminário).

64.
XXIII Simpósio Nacional de História.XXIII Simpósio Nacional de História - História : Gerra e Paz. 2005. (Simpósio).

65.
IV Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC - SEPEX. 2004. (Outra).

66.
Seminário Internacional: Leitura, Interpretações da Imigração da America Latina. 2004. (Seminário).

67.
X Encontro Estadual de História: Trabalho, Cultura e Poder/ 3ª Reunião nacional de Gênero/ II Jornada de Trabalho.X Encontro Estadual de História. 2004. (Encontro).

68.
XIV Seminário de Iniciação Científica.XIV Seminário de Iniciação Científica. 2004. (Seminário).

69.
I Semana de História - Política e Paixão: Dez anos sem E. P. Thompson.Mini-curso: A Divina Comédia: Um Dialogo com a História. 2003. (Oficina).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MORETTO, S. P.. XVII Encontro Estadual De História da Anpuh-SC. 2018. (Outro).

2.
NODARI, E. S. ; GERHARDT, M. ; KLUG, J. ; MORETTO, S. P. . 5° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. 2018. (Congresso).

3.
MORETTO, S. P.; SILVA, C. M. ; BOY, R. V. ; PERUSSATTO, M. K. . História em Debate ? III Seminário de Pesquisa do PPGH/UFFS e VI Semana Acadêmica de História. 2018. (Outro).

4.
MORETTO, S. P.. V Semana Acadêmica tem como tema História Indígena e Afro-Brasileira - II Seminário de Pesquisa PPGH. 2017. (Outro).

5.
MORETTO, S. P.; SILVA, C. M. ; SILVA, J. G. ; OLIVEIRA, N. A. S. ; FAVERI, M. ; MIRANDA, A. L. . XVI Encontro Estadual de História da ANPUH-SC. 2016. (Congresso).

6.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; KLUG, J. . 4º Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. 2016. (Outro).

7.
MORETTO, S. P.; LUCA, T. R. ; MOTTA, R. P. S. ; HARRES, M. M. ; SILVA, J. G. . XXVIII Simpósio Nacional de História. 2015. (Outro).

8.
MORETTO, S. P.; BORGES, M. J. A. A. . IV Congresso Acadêmico-Científico Interculturalidade: Formação em Debate. 2015. (Congresso).

9.
MORETTO, S. P.; SILVA, J. G. ; WOLFF, C. S. ; FAVERI, M. ; OLIVEIRA, N. A. S. . XV Encontro Estadual de História - ANPUH SC. 2014. (Outro).

10.
NODARI, E. S. ; KLUG, J. ; MORETTO, S. P. . 3° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. 2014. (Outro).

11.
MORETTO, S. P.. 2 º Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. 2012. (Outro).

12.
MORETTO, S. P.; NODARI, E. S. ; GERHARDT, M. . Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. 2010. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Adriano Vanderlei Michelotti Rodrigues. Uma história ambiental da atuação da Companhia Territorial Sul Brasil: A transformação da paisagem na seção Saudades (1925-1961). Início: 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul. (Orientador).

2.
Eliane Taffarel. Da Fazenda São João à Comunidade Quilombola Invernada dos Negros: territorialidade e resistência. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Mestrado em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul. (Orientador).

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Lucimara Rubia Mossi. Métodos de Ensino nas Décadas de 1920-1940: O viés de Fernando Favaretto em Chapecó-SC. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul. (Orientador).

2.
Ariely Forcelini. A consolidação da suinocultura no oeste catarinense: de 1970 à 1990. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul. (Orientador).

3.
Jucélia Lopes. A deficiencia auditiva na sala de aula: Diagnósticos e desafios (Chapecó, 1971-2016). Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul. (Orientador).

4.
Adrieli Carla Coproski Wenning Rodrigeri. Madeireiras no Oeste Catarinense: A Cooperativa Madeireira do Vale Do Uruguai LTDA. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Gustavo Andre Glienke Feyh. As transformações socioambientais no Oeste de Santa Catarina: desmatamento e preservação (1970 a 1990). Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina. (Orientador).

2.
Michely Cristina Ribeiro. ?Desbravando? e transformando: as alterações ambientais no Oeste catarinense. Início: 2016. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Claudia Valmorbida Risso. ENTRE TRABALHO E LAZER: AS MEMÓRIAS DOS HABITANTES DOS MUNICÍPIOS DE IRATI, JARDINÓPOLIS, UNIÃO DO OESTE E SUL BRASIL (1920-1980). 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul, . Orientador: Samira Peruchi Moretto.

2.
Gil Karlos Ferri. Entre rios e florestas: uma história ambiental do município de Celso Ramos, SC.. 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul, . Coorientador: Samira Peruchi Moretto.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Daniela Fistarol. A organização escolar no contexto do Estado Novo O processo de formaçao das escolas no distrito de São Carlos (SC) no contesto do Estado Novo (1937-1945). 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

2.
Ricardo Oberderfer. O Som da Revolução: Música e resistência na Ditadura Civil Militar no Brasil. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

3.
Adriano Vanderlei Michelotti Rodrigues. Enchentes em Saudades (SC):Memória do Desastre e políticas públicas nas enchentes de 1990 e 2015.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

4.
Diego Ebertz. A aids no Brasil: uma analise das publicações da Revista veja e do Jornal Tribuna da Imprensa, entre os anos de 1982 e 1985. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

5.
Alex Junior Rapczynski. A Permanência do Curandeirismo nas periferias de Chapecó entre os anos 1980 e 1990. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

6.
Scheila Maria Bolzan. POLÍTICA, DISCURSO E CIDADE: CHAPECÓ-SC, INÍCIO DOS ANOS 1950. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

7.
Renan Pagnoncelli. OS MOTIVOS DO ENVOVIMENTO BRASILERIO NA QUESTÃO NUCLEAR IRANIANA (2003-2010). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal da Fronteira Sul. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

8.
Plinio Macario Ribeiro e Silva. Os Debates da Transferência da Capital de Goiás (1930-1934). 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

9.
Layse Rodrigues Silva. Umbanda e Candomblé: analise de alguns jornais, nas últimas três décadas. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

10.
Diego Rodrigues Paixão. Umbanda e Candomblé: analise de alguns jornais, nas últimas três décadas. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

Iniciação científica
1.
Sarita Naiara Nunes Noaves. O cotidiano e a iconografia em pesquisa: A transformação da paisagem em Porangatu. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Goiás, Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

2.
Matheus Barbosa de Oliveira. A transformação da paisagem na memória do moradores de Porangatu. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Goiás, Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

3.
Thalyta Lorranny Panta Guedes. Memória e História do moradores de Porangatu. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

4.
Lethycia Cristina da Silva. O cotidiano e a iconografia em pesquisa: A transformação da paisagem em Porangatu. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

Orientações de outra natureza
1.
Amanda Bellaver Zancanaro. Respeito, Cultura e Diferenças. 2017. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal da Fronteira Sul. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

2.
Kauê J. Neckel. Respeito, Cultura e Diferenças ? PARTE II. 2017. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal da Fronteira Sul. Orientador: Samira Peruchi Moretto.

3.
Maicon Telles Szczygel. Respeito, Cultura e Diferenças. 2017. Orientação de outra natureza - Universidade Federal da Fronteira Sul. Orientador: Samira Peruchi Moretto.



Inovação



Projetos de pesquisa


Outras informações relevantes


Aprovada em primeiro lugar no concurso público para provimento de cargo de professora substituta de Ensino Superior, em História Econômica - Departamento de História Universidade Federal de Santa Catarina (2014). Publicado no Diário Oficial da União, página 12,Seção 1, no dia 12/03/2014.

Aprovada em primeiro lugar no concurso público para provimento de cargo de professora efetiva de Ensino Superior, Departamento de História - Universidade Estadual de Goiás. Nomeação publicada no Diário Oficial de Goiás, N. 22.010, Ano 178, página 28 de janeiro de 2015.

Aprovada em 1º lugar no Concurso Público para Provimento de Cargos da Carreira do Magistério Superior na Universidade da Fronteira Sul. Nomeação publicada no DOU, 11 de janeiro de 2016.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/11/2018 às 13:49:18