Shênia Patrícia Corrêa Novo

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2417925542967461
  • Última atualização do currículo em 11/12/2018


Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Veiga de Almeida (2003). Tem especialização em Entomologia Médica pelo Instituto Oswaldo Cruz - IOC, Fundação Oswaldo Cruz, onde realizou trabalhos sobre a ecologia dos flebotomíneos, transmissores das leishmanioses sob a orientação da Dra. Elizabeth Ferreira Rangel, Laboratório de Transmissores de Leishmaniose / Laboratório de Referência em Vigilância Entomológica: Taxonomia e Ecologia de Vetores das Leishmanioses do Instituto Oswaldo Cruz - IOC. Como bolsista Faperj, com enquadramento funcional de técnico-tecnologista, no período de 2007 a 2009, desenvolveu trabalhos relacionados à doença de Chagas e seus vetores, pelo Laboratório de Transmissores de Leishmaniose / Setor de Entomologia Médica e Forense do Instituto Oswaldo Cruz - IOC, sob a orientação da Dra. Jacenir Reis dos Santos Mallet e Dra. Teresa Cristina Monte Gonçalves. Mestre em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca - Ensp/ Fiocruz, desde 2011, na subárea Abordagem Ecológica de Doenças Transmissíveis tendo sido orientada pelo Dr. Marcos Barbosa de Souza, realizou trabalhos sobre as leishmanioses e seus vetores na Ilha da Marambaia, Município de Mangaratiba, Rio de Janeiro. De 2009 a 2011 realizou trabalhos pelo Instituto Internacional de Mudanças Climáticas (IVIG-Coppetec/UFRJ) em parceria com o DNIT, de prevenção de impactos ambientais ao longo da rodovia BR 319 (Manaus - Porto Velho), como parte da equipe do Programa de Prevenção de Endemias, com focos em malária, dengue, leishmanioses e doença de Chagas, na mesma localidade. É doutora em Ciências da Saúde desde dezembro de 2015, pelo programa de Epidemiologia em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca - Ensp/Fiocruz, Departamento de Endemias Samuel Pessoa, tendo sido orientada pelo Dr. Adauto Araújo, realizando trabalhos de paleoparasitologia e paleoepidemiologia dos protozoários pertencentes ao gênero Leishmania em materiais arqueológicos com propósitos de estudos sobre a origem e filogenia destes parasitos, com a utilização de técnicas moleculares. Atualmente, exerce o cargo de Pesquisadora em Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz - Fiocruz, no Laboratório de Paleoparasitologia do Departamento de Ciências Biológicas - DCB, da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca - ENSP/Fiocruz; além de revisora de periódicos como PlosOne e membro do Colegiado do Comitê de Ética em Pesquisa da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca - ENSP/Fiocruz. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Shênia Patrícia Corrêa Novo
Nome em citações bibliográficas
NOVO, S.P.C.;NOVO, SHÊNIA PC;NOVO, SHÊNIA;NOVO, SHÊNIA PATRICIA CORRÊA;NOVO, SHÊNIA PATRÍCIA CORRÊA

Endereço


Endereço Profissional
Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca.
Rua Leopoldo Bulhões - 1480, Antigo Politécnico, Sala 17
Manguinhos
21041210 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Telefone: (21) 25982587
URL da Homepage: http://www.ensp.fiocruz.br/portal-ensp/vicelab/dcb_lpaleo.php


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2015
Doutorado em Epidemiologia em Saúde Pública.
Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Título: PALEOEPIDEMIOLOGIA DE PARASITOS DO GÊNERO LEISHMANIA (KINETOPLASTIDA, TRYPANOSOMATIDAE) EM MATERIAL ARQUEOLÓGICO, Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Adauto José Gonçalves de Araújo.
Coorientador: Daniela Leles de Souza.
Bolsista do(a): Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Palavras-chave: Leishmania sp.; Epidemiologia Molecular; Paleoepidemiologia.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Paleoparasitologia.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Paleoepidemiologia.
2009 - 2011
Mestrado em Saúde Pública.
Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Título: Flebotomíneos do Centro de Adestramento Militar da Ilha da Marambaia (CADIM), Município de Mangaratiba, Rio de Janeiro, Brasil,Ano de Obtenção: 2011.
Orientador: Marcos Barbosa de Souza.
Bolsista do(a): Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Palavras-chave: Leishmanioses; Flebotomíneos, Leishmanioses.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia.
2003 - 2006
Especialização em Entomológia Médica. (Carga Horária: 670h).
Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Título: Estudo,em condições experimentais,sobre alguns fatores associados à hematofagia de Lutzomyia intermedia (Lutz & Neiva,1912) (Diptera:Psychodidae:Phlebotominae), transmissor de Leishmania (Viannia) braziliensis (Kinetoplastida:Trypanosomatidae)no Brasil.
Orientador: Dra Elizabeth Ferreira Rangel.
Bolsista do(a): Instituto Oswaldo Cruz - IOC, FIOCRUZ, Brasil.
1999 - 2003
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade Veiga de Almeida, UVA/RJ, Brasil.
Título: Síndrome de Chediak Higashi.
Orientador: Leila Abboud Carneiro.




Formação Complementar


2015 - 2015
Metagenomics Course. (Carga horária: 30h).
Centro de Pesquisas René Rachou, CPQRR, Brasil.
2014 - 2014
Atualização no Manejo e Controle das Leishmanioses. (Carga horária: 40h).
Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, Fiocruz, INI, Brasil.
2013 - 2013
PCR em tempo real. (Carga horária: 8h).
Sociedade Brasileira de Parasitologia, SBP, Brasil.
2013 - 2013
síntese evolutiva expandida: em quatro dimensões. (Carga horária: 30h).
Fundação Oswaldo Cruz - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, FIOCRUZ / ENSP, Brasil.
2011 - 2013
Wizard - Curso de Língua Italiana.
Wizard, WIZARD, Brasil.
2012 - 2012
Equipamentos de Proteção Individual - Norma NR-06. (Carga horária: 6h).
Fundação Oswaldo Cruz - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, FIOCRUZ / ENSP, Brasil.
2012 - 2012
Biossegurança em Laboratórios e Ambulatórios. (Carga horária: 6h).
Fundação Oswaldo Cruz - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, FIOCRUZ / ENSP, Brasil.
2012 - 2012
XII Curso Int. Epid. Mol. Doenças Infec. e Paras.. (Carga horária: 48h).
Fundação Oswaldo Cruz - Centro de Pesquisas Gonçalo Muniz, FIOCRUZ - CPGM, Brasil.
2007 - 2007
Curso de Sensibilização e Informação em Biossegura. (Carga horária: 32h).
Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
2005 - 2005
Noções Básicas de Biologia Molecular e Celular. (Carga horária: 12h).
Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
2005 - 2005
Técn. Avanç. de Monit. e Control.Quim.de Insetos. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2004 - 2004
Módulo III Laboratório de Imunologia. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2004 - 2004
Módulo II Imunopatologia. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2004 - 2004
II Curso Especial de Entomologia Forense. (Carga horária: 80h).
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
2004 - 2004
Módulo I Introdução à Imunologia. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
1995 - 2003
Extensão universitária em Curso Completo em Língüa Inglesa.
Sociedade Brasileira de Cultura Inglesa do Rio de Janeiro, SBCI/RJ, Brasil.


Atuação Profissional



Fundação Oswaldo Cruz - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, FIOCRUZ / ENSP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Pesquisadora em Saúde Pública, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
A Pesquisadora desenvolve estudos na área de Paleoparasitologia que consiste nos estudos dos parasitos encontrados em remanescentes da espécie humana e de outros animais recuperados de sítios arqueológicos, paleontológicos, ou de qualquer outra fonte em que se mantiveram preservados. Diferentes técnicas são aplicadas para a detecção da presença dos parasitos em material arqueológico, incluindo-se a aplicação de técnicas moleculares para o diagnóstico do material genético antigo do parasito - o que chamamos de Paleoparasitologia Molecular. Desta forma é possível contribuir para o esclarecimento de questões biológicas e epidemiológicas de determinadas doenças parasitárias ao longo do tempo.


Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluna de Doutorado Epidemiol Saúde Pública, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Atualmente, desenvolve pesquisas no campo da paleoparasitologia e paleoepidemiologia dos parasitos pertencentes ao gênero Leishmania, com tese intitulada: "Paeloepidemiologia de protozoários do gênero Leishmania (Kinetoplastida, Trypanosomatidae)", no curso de Epidemiologia em Saúde Pública, da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca / ENSP, sob a orientação do Dr. Adauto Araújo e parceria com pesquisadores da Universidade de Torino, Itália. O estudo consiste em análises de materiais arqueológicos (tecidos e ossos) de múmias humanas de diferentes regiões e períodos, analisados com a técnica molecular da PCR, com intuito de detecção dos tripanosomatídeos, pertencentes ao gênero Leishmania nos materiais arqueológicos, estudo sobre a distribuição de Leishmania sp. nas regiões estudadas ao longo do tempo e análises filogenéticas com base nas sequências nucleotídicas obtidas que deem aporte a estudos sobre origem e evolução do gênero Leishmania. A pesquisadora participa dos projetos intitulados: "Parasitismo em animais extintos"; "Instituto Nacional de Arqueologia e Paleontologia do Semiárido do Nordeste do Brasil" e "Transições paleoepidemiológicas em parasitologia: entendendo a variação do parasitismo do período neolítico ao período industrial" financiados pelo CNPq e "Origem e evolução das infecções parasitárias: as infecções parasitárias em animais extintos" financiado pela Faperj. Já apresentou trabalho em congressos e cursos e recentemente escreveu um artigo, fruto de sua tese, intitulado "Human infection with Leishmania tarentolae in a Brazilian mummy dated between the 18th and 19th centurie" que será submetido a renomada revista científica.

Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Bolsista de Mestrado, Enquadramento Funcional: Aluna de Mestrado em Saúde Pública, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
No período de 2009 a 2011 desenvolveu sua dissertação de mestrado no curso de Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca / ENSP, Fiocruz, tendo recebido o título de mestre em 2011, com a dissertação intitulada: "Levantamento da fauna flebotomínica na Ilha da Marambaia, Município de Mangaratiba, Rio de Janeiro, Brasil", a qual deu fruto a um artigo científico, intitulado:"Survey of sandfly vectors of leishmaniasis in Marambaia Island, municipality of Mangaratiba, state of Rio de Janeiro, Brazil". Durante esses dois anos, participou do projeto de pesquisa: "Estudo dos vetores das leishmanioses nas Ilhas de Itacuruçá, Jaguanum e Marambaia, Municípios de Mangaratiba", com a realização de coletas de flebotomíneos nas regiões com armadilhas luminosas do tipo CDC, montagem e identificação a nível de espécie dos flebotomíneos capturados, diagnóstico molecular para a detecção natural nos espécimes fêmeas, campanha de divulgação sobre as leishmanioses visceral e tegumentar com a conscientização da população local sobre a doença, a questão dos cães infectados com leishmaniose visceral canina e leishmaniose tegumentar americana, em especial os assintomáticos, controle vetorial e o estímulo ao uso de medidas de proteção individual (repelentes, proteção das residências e seus anexos com telas, assim com a importância de se evitar a exposição ao vetor em seus horários de atividade). A campanha consistiu em conversas informais com os moradores, palestras e um evento realizado na escola pública local que teve como público alvo alunos, pais de alunos e professores. Na Ilha da Marambaia encontra-se o CADIM - Centro de Adestramento da Ilha da Marambaia, pertencente à Marinha Brasileira. Houve a realização de curso de curta duração, do qual a pesquisadora fez parte ministrando palestra intitulada: "Endemias na Ilha da Marambaia", focando conscientizar os militares sobre as principais endemias transmitidas por vetores na região.

Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Bolsista Faperj, Enquadramento Funcional: Técnico - Tecnologista, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Durante o período de 2007 a 2009 foi contemplada com bolsa da Fundação de apoio a pesquisa do Rio de Janeiro - Faperj, com enquadramento funcional de técnico-tecnologista, com participação em projeto de pesquisa intitulado: "Eco-biologia de Triatomíneos e sua relação com o ciclo de transmissão da doença de Chagas no Estado do Pará (Brasil), sob a coordenação da Dra Teresa Cristina Monte Gonçalves e Dra Jacenir Reis dos Santos Mallet do Laboratório de Transmissores de Leishmanioses, Laboratório de Referência em Vigilância Entomológica: taxonomia e Ecologia de Vetores de Leishmanioses do Instituto Oswaldo Cruz. Durante o período de 2006 a 2010, fez parte da equipe do referido laboratório com participação em outros projetos com foco em doença de Chagas e seus vetores, auxiliando na identificação dos triatomíneos coletados em campo, diagnóstico parasitológico de infecção natural por Trypanosoma cruzi através da técnica de microscopia direta sobre gota de dejeções dos insetos capturados com visualização a fresco das formas infectantes tripomastigotas metacíclicas, montagem e coloração em giemsa de lâminas com dejeções dos triatomíneos para exames de microscopia óptica de T. cruzi. Participou também de congressos com apresentação de trabalhos e campanhas de divulgação sobre a doença de Chagas, forma de transmissão da doença, seus vetores e conscientização das populações das áreas trabalhadas quanto a importância do estado de vigilância entomológica, visando a saúde e o bem estar da comunidade. As campanhas de divulgação se basearam na distribuição de impressos informativos sobre a doença de Chagas e palestras.

Vínculo institucional

2003 - 2006
Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: aperfeiçoamento, Carga horária: 40
Outras informações
Durante este período fez parte da equipe do Laboratório de Tansmissores de Leishmanioses, Laboratório de Referência em Vigilância Entomológica: Taxonomia e Ecologia de Vetores das Leishmanioses do Instituto Oswaldo Cruz / IOC / FIOCRUZ-RJ, participou em projetos de pesquisa relacionados às leishmanioses e seus vetores, atuando em trabalhos de viagens a campo para coletas de flebotomíneos com armadilhas luminosas do tipo CDC, Shanon e capturadores de Castro nas localidades: Piraí, Município do Rio de Janeiro e Municípios do Estado de Tocantins, Palmas. Atuou na triagem em laboratório de flebotomíneos capturados, processos de clarificação e montagem dos flebotomíneos em lâmina e lamínula e sua posterior identificação a nível de espécie. Outras participações: Congressos, com apresentação de trabalhos e campanhas de divulgação sobre as leishmanioses e seus vetores, sua forma de transmissão, controle vetorial e a importância das medidas de proteção individual como repelentes, mosquiteiros, telas nas residências e anexos. Todas as campanhas de divulgação se basearam na distribuição de informativos impressos sobre as leishmanioses e palestras. Durante este período desenvolveu sua monografia de Especialização em Entomologia Médica , pelo Instituto Oswaldo Cruz, sob a titulação: "Estudo, em condições experimentais, sobre alguns fatores associados à hematofagia de Lutzomyia intermedia (Lutz & Neiva, 1912) (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae), transmissor de Leishmania (Viannia) braziliensis (Kinetoplastida: Trypanosomatidae) no Brasil". Ano de Conclusão: 2006.

Atividades

02/2007 - Atual
Serviços técnicos especializados , Instituto Oswaldo Cruz-IOC / Departamento de Entomologia, .

Serviço realizado
Estudo morfométrico das asas de espécies do gênero Rhodnius e participação em Projeto de Pesquisa: Eco-biologia de Triatomíneos e sua relação com o ciclo de transmissão da doença de Chagas no Estado do Pará (Brasil).
10/2003 - 10/2006
Estágios , Instituto Oswaldo Cruz, Departamento de Entomologia.

Estágio realizado
Pesquisa.

Instituto Virtual Internacional de Mudanças Globais, IVIG/COPPETEC, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Membro da equipe
Outras informações
A pesquisadora participou neste período como membro da equipe do Instituto Virtual de Mudanças Climáticas Globais - IVIG/COPPETEC/UFRJ, dos serviços referentes ao Contrato PP - 139/2009-00, firmado entre a Fundação COPPETEC e o DNIT, cujo objetivo e participação foram a realização de serviços técnicos especializados para o desenvolvimento da execução dos programas de Prevenção de Endemias e Levantamento Epidemiológico nos trechos em obra da rodovia BR - 319 que liga os Estados de Manaus (AM) e Porto Velho (RO). Durante este período a pesquisadora participou de viagens a campo onde percorreu o trecho da rodovia BR-319 executando trabalhos de prevenção de endemias e levantamento epidemiológico dos trechos em obra. Participou da produção de relatórios trimestrais e da produção de cartilha intitulada ?Prevenção de Impactos Ambientais na Amazônia: Rodovia Manaus - Porto Velho?, apresentando às comunidades da região amazônica, localizadas ao longo da rodovia BR-319, o conhecimento sobre doenças como malária, dengue, leishmanioses e doença de Chagas, a forma de transmissão destas, os seus vetores, o controle vetorial e o estímulo ao uso de medidas de proteção individual para redução dos riscos de transmissão na área, como uso de repelentes, mosquiteiros, telagem das portas e janelas. O trabalho foi desenvolvido em parceria com a equipe da Fundação Oswaldo Cruz, Amazônia, coordenada pelo Dr. Sérgio Luiz Bessa Luz. No ano corrente (2014) foi finalizado artigo científico com os resultados obtidos ao longo do trabalho e que será publicado em breve.



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Implantação de uma Unidade de Apoio em Vigilância Epidemiológica e Ambiental pelo Departamento de Ciências Biológicas na Ilha de Marambaia
Descrição: A pesquisa se propõe a avaliar a prevalência de vetores artrópodes e o risco de transmissão das leishmanioses, da dengue e febre da amarela, investigar os enterepatógenos bacterianos, diagnóstico de parasitos veiculados pela água e pelo solo e o diagnóstico de parasitos intestinais circulantes na Ilha de Marambaia, município de Mangaratiba, estado do Rio de Janeiro, com vistas à implantação de uma Unidade de Apoio em Vigilância Epidemiológica e Ambiental do Departamento de Ciências Biológicas (DCB) que atenda às necessidades das atividades de campo desenvolvidas pelos pesquisadores e alunos dos cursos de pós-graduação da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP). Além disso, o projeto irmana e integra a Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca às comunidades militar e civil, levando conhecimento profilático impactante sobre a realidade sanitária local. Este projeto é composto por 11 subprojetos, cada qual com o seu pesquisador responsável e sua respectiva equipe. Os subprojetos desenvolvem pesquisas direcionadas à: vetores das leishmanioses, vetores silvestres de dengue, zika e chicungunyia, vetores do agente etiológico causador da doença de Lyme, Monitoramento sorológico de leishmaniose visceral na população canina, esgotamento sanitário, análises microbiológicas da água de fontes naturais, Plano de Segurança da Água, parasitoses intestinais humanas e animais, implementação de viveiros para recuperação de área degradada e Educação em saúde..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Coordenador / Raimundo Wilson de Carvalho - Integrante / Eduardo Dias Wermelinger - Integrante / Fernanda Nunes Santos - Integrante / Janaína Pinho da Silva - Integrante / Jaime Lopes da Mota Oliveira - Integrante / Alynne da Silva Barbosa - Integrante / Antônio Teva - Integrante / Clementina dos Santos Feltmann - Integrante / Claudia Maria Antunes Uchôa Souto Maior - Integrante.
2016 - Atual
Estudo sobre a ocorrência de Leishmania tarentolae no Município de Itacambira, Estado de Minas Gerais, Brasil
Descrição: O Município de Itacambira é atualmente região endêmica de leishmaniose visceral, com a circulação da espécie Leishmania infantum na região. No entanto, estudos paleoparasitológicos diagnosticaram por meio de técnica de biologia molecular, fragmentos de DNA de Leishmania tarentolae em uma múmia datada do período Colonial, encontrada no porão da Igreja Matriz de Santo Antônio Aparecido, Município de Itacambira, Minas Gerais, Brasil. Segundo a literatura, esta espécie de Leishmania é não patogênica aos humanos, apesar de apresentar genes de virulência presentes nas espécies com potencial patogênico para humanos. O objetivo da presente pesquisa consiste em estudar a ocorrência de L. tarentolae no Município de Itacambira, Minas Gerais, Brasil, na atualidade. A confirmação da ocorrência de L. tarentolae em Itacambira, possibilitará a descrição do ciclo biológico desta espécie no Novo Mundo. Ademais, não pode-se afirmar se em algum momento do passado L. tarentolae não teria sido espécie patogênica para mamíferos, incluindo os seres humanos, ou se em algum momento do futuro ela possa vir a ser..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Coordenador / Valmir Silva - Integrante / Marcos Barbosa de Souza - Integrante / Ciro B. Villanova - Integrante / Cesar S. Ponte - Integrante / Antônio de Medeiros Meira - Integrante / Luiz Fernando Ferreira - Integrante / Márcia Chame - Integrante / Raffaella Bianucci - Integrante / Fernanda Nunes Santos - Integrante / Joseli Nogueira - Integrante / Maria de Fátima Madeira - Integrante / Miguel Trefaut Rodrigues - Integrante.
2016 - Atual
Diagnóstico molecular e imunológico de Leishmania (Kinetoplastida, Trypanosomatidae) em vestígios arqueológicos
Descrição: Objetiva-se neste projeto o diagnostico de infecção por protozoários do gênero Leishmania, através do encontro de fragmentos de DNA parasitário nos vestígios arqueológicos, assim como de anticorpos anti-Leishmania e também antígenos do parasito. A aplicação de mais de uma técnica ratifica os resultados encontrados e a padronização dos testes imunológicos servirão como mais opções de metodologia para o diagnóstico parasitário na linha de estudos da paleoparasitologia. Ademais, os resultados obtidos trarão elucidações quanto à evolução e filogenia das respectivas espécies analisadas, assim como às relações parasito-hospedeiro no passado e na atualidade..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Coordenador / Valmir Silva - Integrante / Luiz Fernando Ferreira - Integrante / Fernanda Nunes Santos - Integrante / Maria de Fátima Madeira - Integrante.
2012 - Atual
Origem e evolução das infecções parasitárias: as infecções parasitárias em animais extintos
Descrição: O projeto, financiado pela Faperj e sob a coordenação do Dr. Adauto Araújo, tem como objetivo encontrar evidências de parasitos, ou fragmentos de seu genoma, em vestígios fósseis de animais, especialmente coprólitos e tecidos preservados pelo tempo. A maior parte do material a ser estudado está depositado na coleção de coprólitos do Laboratório de Paleoparasitologia da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca/Fiocruz, com exemplares datados do período Jurássico/Cretáceo, Pleistoceno Superior ao Holoceno. Os achados de parasitos serão comparados com os que já foram descritos em coprólitos e outros remanescentes fósseis mais próximos de períodos atuais, até a constituição da fauna parasitária em hospedeiros modernos. Se possível, usaremos material genético de parasitos extraído de animas extintos para comparação com os atuais. Tem por objetivo central encontrar testemunhos os mais antigos de infecções parasitárias em hospedeiros extintos e, por consequência, traçar caminhos evolutivos até as infecções em hospedeiros atuais, inclusive humanos. Este estudo busca encontrar evidências de parasitos, ou fragmentos de seu genoma, em vestígios fósseis de animais, especialmente coprólitos e tecidos preservados pelo tempo. A maior parte do material a ser estudado está depositado na coleção de coprólitos do Laboratório de Paleoparasitologia da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca/Fiocruz, com exemplares datados do período Jurássico/Cretáceo, Pleistoceno Superior ao Holoceno. Os achados de parasitos serão comparados com os que já foram descritos em coprólitos e outros remanescentes fósseis mais próximos de períodos atuais, até a constituição da fauna parasitária em hospedeiros modernos. Se possível, usaremos material genético de parasitos extraído de animas extintos para comparação com os atuais. Tem por objetivo central encontrar testemunhos os mais antigos de infecções parasitárias em hospedeiros extintos e, por consequência, traçar caminhos evolutivos até as infecções em hospedeiros atuais, inclusive humanos Neste projeto, a pesquisadora Shênia Novo, atua na detecção de fragmentos DNA parasitário, em especial de protozoários do gênero Leishmania, através de técnicas moleculares como a Reação em Cadeia de Polimerase - PCR, objetivando o estudo paleoepidemiológico de parasitoses, especialmente das leishmanioses..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) .

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Integrante / Juliana Dutra - Integrante / Adauto araújo - Coordenador / Luiz Fernando Ferreira - Integrante / Luciana Sianto - Integrante / Márcia Chame - Integrante / Daniela Leles - Integrante / Sheila Maria Ferraz Mendonça de Souza - Integrante / Sérgio Miranda Chaves - Integrante / Beatriz Brener - Integrante.
2012 - Atual
Parasitismo em animais extintos
Descrição: O projeto, financiado pelo CNPq e sob a coordenação do Dr. Adauto Araújo, objetiva encontrar evidências de parasitos, ou fragmentos de seu genoma, em vestígios fósseis de animais, especialmente coprólitos. O material a ser estudado está depositado na coleção de coprólitos do Laboratório de Paleoparasitologia da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca/Fiocruz, com exemplares datados do período Jurássico/Cretáceo, Pleistoceno Superior e Holoceno. Os achados de parasitos serão comparados com os que já foram descritos em coprólitos e outros remanescentes fósseis mais próximos de períodos atuais, até a constituição da fauna parasitária em hospedeiros modernos. Neste projeto, a pesquisadora Shênia Novo, atua na detecção de fragmentos DNA parasitário, em especial de protozoários do gênero Leishmania, através de técnicas moleculares como a Reação em Cadeia de Polimerase - PCR, objetivando estudos paleoparasitológicos, especialmente das leishmanioses..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Integrante / Juliana Dutra - Integrante / Adauto araújo - Coordenador / Luiz Fernando Ferreira - Integrante / Luciana Sianto - Integrante / Márcia Chame - Integrante / Daniela Leles - Integrante.
2012 - Atual
Transições paleoepidemiológicas em parasitologia: entendendo a variação do parasitismo do período neolítico ao período industrial
Descrição: Alguns parasitos humanos originaram-se em pré-hominídeos, permanecendo entre os grupos humanos até a atualidade e são chamados de "parasitos herdados", ou de origem filogenética (heirloom parasites). Outros parasitos foram adquiridos do ambiente, à medida que os grupos humanos passaram a ocupar diversos espaços e adotaram diferentes formas de subsistência. A estes, chamam-se parasitos de origem ecológica (souvenir parasites). O povoamento das Américas, a partir de grupos asiáticos, trouxe consigo seus parasitos, mas outros foram adquiridos no Novo Mundo. Os perfis paleoepidemiológicos que se estabeleceram no Novo e Velho Mundo são distintos, com características bem acentuadas que vêm sendo evidenciadas pelos achados da paleoparasitologia. Este projeto, financiado pelo CNPq e sob a coordenação do Dr. Adauto Araújo, pretende estudar as mudanças ocorridas na paleoepidemiologia do Novo Mundo, comparando-as às da Europa do mesmo período, por estudos de vestígios de parasitos e restos alimentares em populações pré-históricas em ambos continentes. Os materiais de sítios arqueológicos a serem examinados compreendem regiões da Europa, América do Norte e da América do Sul, cujo acesso já está disponível. Correspondem a sítios de ocupação datados do Neolítico europeu à idade média, e ocupações pré-históricas americanas, especialmente do centro oeste dos Estados Unidos, com ênfase nos Pueblos Ancestrais, mas também em ocupações de cavernas, e sítios do semiárido brasileiro e sambaquis da costa. Durante o desenvolvimento do projeto, estudantes de mestrado e doutorado da Universidade de Nebraska e da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca terão oportunidade de intercâmbio, pois os dois laboratórios envolvidos já cooperam desde 1984 e seus pesquisadores mantêm produção científica em colaboração desde então. Os estudos propostos complementarão aspectos da vida pré-histórica nas Américas, especialmente no que se refere às condições de saúde destas. Neste projeto, a pesquisadora Shênia Novo, atua na detecção de fragmentos DNA parasitário, em especial de protozoários do gênero Leishmania, através de técnicas moleculares como a Reação em Cadeia de Polimerase - PCR, objetivando o estudo paleoepidemiológico de parasitoses do passado especialmente das leishmanioses..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Integrante / Adauto araújo - Coordenador / Luiz Fernando Ferreira - Integrante / Sheila Maria Ferraz Mendonça de Souza - Integrante / Sérgio Miranda Chaves - Integrante / Karl Reinhard - Integrante.
2009 - 2010
Estudo dos vetores das leishmanioses nas Ilhas de Itacuruçá, Jaguanum e Marambaia, Município de Mangaratiba.
Descrição: O projeto teve a coordenação do Dr. Marcos Barbosa de Souza, com o objetivo de estudar a fauna flebotomínica das Ilhas de Itacuruçá, Jaguanum e Marambaia, com detecção de infecção natural por Leishmania spp. Neste projeto, a pesquisadora Shênia Novo, participou com idas a campo realizando coletas dos flebotomíneos com armadilha luminosa do tipo CDC, triagem em laboratório dos flebotomíneos capturas com posterior identificação a nível de espécie com auxilio de chave dicotômica segundo Galati (2003) e diagnóstico molecular para detecção de infecção natural nos espécimes fêmeas coletados através da técnica molecular da PCR. Além disso, a pesquisadora participou de campanhas de divulgação sobre as leishmanioses tegumentar e visceral com a conscientização da população da Ilha da Marambaia, Município de Mangaratiba, sobre as referidas doenças, a forma de transmissão, seus vetores, a questão dos cães infectados, em especial os assintomáticos, a realização do controle vetorial e estímulo ao uso de medidas de proteção individual como uso de repelentes, mosquiteiros, telas das residências e seus anexos e a importância de se evitar a exposição nos horários de atividades dos vetores. A campanha de divulgação foi baseada na distribuição de impressos informativos sobre as leishmanioses, conversas informais com os moradores do local e eventos com apresentação de palestras na escola pública local, tendo como foco os alunos, professores e pais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Integrante / Marcos Barbosa de Souza - Coordenador / Cesar S. Ponte - Integrante / Jairo Caetano Meródio - Integrante / Antônio de Medeiros Meira - Integrante / Raimundo Wilson de Carvalho - Integrante / Luiz Carlos Leite Pinna - Integrante / Eduardo Dias Wermelinger - Integrante / Roberto Nei Martins Machado - Integrante.
2008 - 2010
Conscientização da população de áreas de comunidades carentes do Rio de Janeiro quanto ao risco de doenças transmitidas por artrópodes.
Descrição: Este projeto, financiado pela Faperj e sob coordenação da Dra. Teresa Cristina Monte Gonçalves, teve como finalidade realizar o levantamento da fauna de artrópodes potenciais vetores de doenças ao homem em algumas áreas de comunidades do Rio de janeiro, objetivando propor métodos profiláticos e de conscientização junto aos moradores destas áreas. As áreas de baixa renda per capita, são ambientes favoráveis para proliferação de artrópodes que atuam como vetores potenciais de agentes patógenos causadores de doenças ao homem. O controle das doenças vetoriais exige, na maioria das vezes, atividades executadas não exclusivamente nas unidades de saúde, mas, também, nos locais de habitação e de trabalho da população, sendo fundamental a promoção de atividades educacionais. Neste projeto, a pesquisadora Shênia Novo, atuou no levantamento da fauna de artrópodes potenciais vetores de doença ao homem nas áreas trabalhadas, conscientização dos moradores com propostas de métodos profiláticos e a promoção de atividades educacionais com a realização de palestra sobre os artrópodes vetores em uma escola pública da comunidade do Salgueiro, Rio de Janeiro..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Integrante / Teresa Cristina Monte Gonçalves - Coordenador / Jacenir Reis dos Santos Mallet - Integrante / Suzete Araújo de Oliveira Gomes - Integrante / Catarina Macedo Lopes - Integrante / Cristina Santos da Silva - Integrante / William de Almeida Marques - Integrante / Nathanielly Rocha Casado de Lima - Integrante / Simone Castro Simões de Souza - Integrante / Leandro Borges Ramos - Integrante / Alice Helena Ricardo da Silva - Integrante / Daniele Misael de Souza - Integrante / Luciana Reboredo de Oliveira - Integrante / Ana Paula Rufino Amaro Santana - Integrante / Margareth Cardozo de Almeida - Integrante / Cecília Stahl Vieira - Integrante / Amanda Queiroz - Integrante / Bento Luiz Cunha Mochcovitch - Integrante / Rebeka Rodrigues Borges - Integrante / Simone Caldas Teves - Integrante.
Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2008 - 2010
Conhecendo o inseto barbeiro e a sua relação com a doença de Chagas - Educação em saúde no Sudeste do Estado do Tocantins, Brasil.
Descrição: O projeto, financiado pela Fundação Oswaldo Cruz / Fiocruz e sob a coordenação da Dra. Teresa Cristina Monte Gonçalves, teve como objetivo a divulgação do conhecimento sobre o inseto barbeiro, sua biologia e medidas de prevenção entre os multiplicadores, para níveis do ensino médio e fundamental, assim como a sensibilização dos multiplicadores e alunos para a importância da manutenção da vigilância entomológica para a comunidade local. Neste projeto, a pesquisadora Shênia Novo, participou da confecção de apostila didática, intitulada: "Curso de Capacitação dos Microscopistas de Malária e dos Laboratoristas da Rede Pública na Detecção do Trypanosoma cruzi"..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Integrante / Teresa Cristina Monte Gonçalves - Coordenador / Jacenir Reis dos Santos Mallet - Integrante / Suzete Araújo de Oliveira Gomes - Integrante / Catarina Macedo Lopes - Integrante / Anália Celencina Fagundes Gomes - Integrante.
2008 - 2010
Apoio ao Estudo de Doenças Negligenciadas e Reemergentes ? Triatomíneos do Norte e Noroeste do Estado do Rio de Janeiro - Uma abordagem multidisciplinar associada a ações educacionais para contribuir na prevenção da doença de Chagas.
Descrição: O projeto, financiado pela Faperj e sob a coordenação da Dra. Jacenir Reis dos Santos Mallet, teve como objetivo compreender a ecogenética, a caracterização bioquímica e molecular das populações de triatomíneos vetores, em especial da espécie Triatoma vitticeps e do parasito Trypanosoma cruzi, nas áreas do norte e noroeste fluminense do Estado do Rio de Janeiro. Além disso, pretendeu-se a implementação de ações educativas com o intuito de sensibilizar, informar e capacitar a população e profissionais de saúde como forma de contribuição para a prevenção da doença de Chagas no Estado. O estudo dos triatomíneos silvestres tem contribuído para o conhecimento dos seus ecótopos naturais, da sua associação com hospedeiros vertebrados, do mecanismo de interação entre o ecótopo artificial e natural, possibilitando também o esclarecimento dos principais mecanismos da transmissão de T. cruzi. Neste projeto, a pesquisadora Shênia Novo, atuou na identificação dos triatomíneos coletados em campo com auxílio de chave dicotômica, no diagnóstico parasitológico de infecção natural por T. cruzi através da técnica de microscopia direta sobre gota de dejeções dos insetos vetores capturados com visualização a fresco das formas infectantes tripomastigotas metacíclicas, montagem e coloração em Giemsa, de lâminas com dejeções dos triatomíneos capturados para exames de microscopia óptica de T. cruzi e implementação de ações educativas para a sensibilização, informação e capacitação da população e profissionais de saúde com o intuito de que estes contribuíssem para a prevenção da doença de Chagas na região..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Integrante / Teresa Cristina Monte Gonçalves - Integrante / Jacenir Reis dos Santos Mallet - Coordenador / Suzete Araújo de Oliveira Gomes - Integrante / Maria Denise Feder - Integrante / Catarina Macedo Lopes - Integrante / Ana Laura Carbajal de la Fuente - Integrante / Simone Patrícia Carneiro de Freitas - Integrante / Cristina Santos da Silva - Integrante / William de Almeida Marques - Integrante / Nathanielly Rocha Casado de Lima - Integrante / Leandro Borges Ramos - Integrante / Daniele Misael de Souza - Integrante / Luciana Reboredo de Oliveira - Integrante / Ana Paula Rufino Amaro Santana - Integrante / Margareth Cardozo de Almeida - Integrante / Cecília Stahl Vieira - Integrante / Rebeka Rodrigues Borges - Integrante / Simone Caldas Teves - Integrante / Rosemere Duarte - Integrante.
Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2008 - 2009
A educação como profilaxia no controle de doenças.
Descrição: O projeto, financiado pela Faperj e sob a coordenação da Dra. Jacenir Reis dos Santos Mallet, teve como objetivo divulgar o conhecimento sobre os artrópodes vetores, sua biologia e medidas de prevenção entre os professores e alunos do ensino fundamental, sensibilizando-os para a importância da manutenção da vigilância entomológica e sanitária para a comunidade. Levando em consideração a importância da formação de cidadãos éticos, ativos, participativos, com responsabilidades diante do outro, o projeto propôs o incentivo às escolas na participação como um ponto de referência na divulgação das metodologias para profilaxia de doenças, visando mudanças significativas nos hábitos da população local, focando a compreensão e o controle de vetores de patógenos. Neste projeto, a pesquisadora Shênia Novo, atuou na divulgação do conhecimento sobre os artrópodes vetores, sua biologia e medidas de prevenção de doenças transmitidas por estes, tendo como foco professores e alunos do ensino fundamental, sensibilização para a importância da manutenção da vigilância entomológica e sanitária para a comunidade e na confecção de material didático para os professores no intuito de que os utilizassem como suporte em salas de aula. Além disse atuou em eventos junto a uma das comunidades realizando peças teatrais, jogos lúdicos e palestras que despertassem a participação de todos para a necessidade da constante vigilância entomológica e sanitária na região..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Integrante / Teresa Cristina Monte Gonçalves - Integrante / Jacenir Reis dos Santos Mallet - Coordenador / Suzete Araújo de Oliveira Gomes - Integrante / Catarina Macedo Lopes - Integrante / Ana Laura Carbajal de la Fuente - Integrante / Simone Patrícia Carneiro de Freitas - Integrante / Cristina Santos da Silva - Integrante / William de Almeida Marques - Integrante / Nathanielly Rocha Casado de Lima - Integrante / Simone Castro Simões de Souza - Integrante / Leandro Borges Ramos - Integrante / Alice Helena Ricardo da Silva - Integrante / Daniele Misael de Souza - Integrante / Luciana Reboredo de Oliveira - Integrante / Ana Paula Rufino Amaro Santana - Integrante / Margareth Cardozo de Almeida - Integrante / Cecília Stahl Vieira - Integrante / Amanda Queiroz - Integrante / Bento Luiz Cunha Mochcovitch - Integrante / Rebeka Rodrigues Borges - Integrante / Simone Caldas Teves - Integrante / Daniele Ferreira de Lima - Integrante / Lenice de Oliveira Gonçalves - Integrante.
Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2007 - 2009
APQ1- Caracterização Bioquímica e Proteômica de Isolados Silvestres de Trypanosoma cruzi.
Descrição: O referido projeto, financiado pela Faperj e sob a coordenação da Dra. Jacenir Reis dos Santos Mallet, teve como objetivo a caracterização bioquímica e molecular, utilizando a proteômica como ferramenta de moléculas de superfície de membrana de isolados de Trypanosoma cruzi, oriundos de triatomíneos silvestres envolvidas na interação. Neste projeto, a pesquisadora Shênia Novo, contribuiu com o estudo dos processos bioquímicos nos tripanosomatídeos e nos triatomíneos vetores, com o objetivo de compreender a fisiologia da interação parasito-vetor..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Integrante / Teresa Cristina Monte Gonçalves - Integrante / Jacenir Reis dos Santos Mallet - Coordenador / Suzete Araújo de Oliveira Gomes - Integrante / Catarina Macedo Lopes - Integrante / Cristina Santos da Silva - Integrante / Nathanielly Rocha Casado de Lima - Integrante / Simone Castro Simões de Souza - Integrante / Leandro Borges Ramos - Integrante / Daniele Misael de Souza - Integrante / Luciana Reboredo de Oliveira - Integrante / Adalberto José da Silva - Integrante / Ana Paula Rufino Amaro Santana - Integrante.
Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2006 - 2009
Estudo eco-epidemiológico e clínico, dinâmica da transmissão e perspectiva de vigilância e controle da infecção chagásica em áreas dos rios Negro, Solimões e Trombetas, nos Estados do Amazonas e Pará. Eco-biologia de triatomíneos e sua relação com o ciclo
Descrição: O projeto, financiado pelo DECIT / CNPq e Faperj e sob a coordenação da Dra. Teresa Cristina Monte Gonçalves, teve como propósito o estudo de populações das espécies de triatomíneos, vetores de Trypanosoma cruzi, agente etiológico da doença de Chagas no Município de Oriximiná, Estado do Pará, Brasil com o conhecimento da fauna triatomínica que ocorre na região, conhecimento dos potenciais biológicos de adaptação ao peri e intradomícilio, estudo da ecologia das espécies encontradas, características genéticas e capacidade vetorial das espécies ?secundárias? e dos ?candidatos vetores?, caracterização biológica das populações de triatomíneos, avaliação do fluxo gênico entre as populações silvestre, peri e intradomiciliadas, avaliação do grau de infestação do peri e intradomícilio quando se fizeram presente, conhecimento dos possíveis hospedeiros silvestres dos triatomíneos através da análise do conteúdo intestinal destes, identificação dos espécimes capturados, pesquisa da infecção natural por T. cruzi e outros tripanosomatídeos nos triatomíneos, quantificação e qualificação dos estágios parasitários de T. cruzi nos insetos capturados infectados e nos insetos infectados experimentalmente em laboratório durante os ensaios de interação parasito-vetor, conscientização da população quanto à importância do estado de vigilância para o vetor da doença de Chagas, treinamento e capacitação de recursos humanos em tecnologias com foco na identificação dos vetores e a presença de infecção por tripanosomatídeos. A pesquisadora Shênia Novo atuou no referido projeto nas atividades de conhecimento da fauna triatomínica capturada na região com identifiação dos espécimes através de chaves dicotômicas, conhecimento dos possíveis hospedeiros silvestres através da análise do conteúdo intestinal pela técnica ELISA dos espécimes capturados, diagnóstico parasitológico de infecção natural por T. cruzi através da técnica de microscopia direta sobre gota de dejeções dos vetores com visualização a fresco das formas infectantes tripomastigotas metacíclicas e conscientização da população local quanto à importância do estado de vigilância para o vetor da doença de Chagas, visando a saúde e o bem estar da comunidade. Para isso, a pesquisadora participou da confecção dos materiais didáticos para treinamento e capacitação de recursos humanos em tecnologias que visaram a identificação dos vetores e a presença de infecção por tripanosomatídeos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Integrante / Teresa Cristina Monte Gonçalves - Coordenador / Jacenir Reis dos Santos Mallet - Integrante / Suzete Araújo de Oliveira Gomes - Integrante / Catarina Macedo Lopes - Integrante / Ana Laura Carbajal de la Fuente - Integrante / Simone Patrícia Carneiro de Freitas - Integrante / Cristina Santos da Silva - Integrante / Silvia Menezes dos Santos - Integrante / Nathanielly Rocha Casado de Lima - Integrante / Simone Castro Simões de Souza - Integrante / Leandro Borges Ramos - Integrante / Alice Helena Ricardo da Silva - Integrante.
Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Bolsa / DECIT/CNpq - Auxílio financeiro.
2004 - 2005
Estudo sobre os Componentes da Saliva de Lutzomyia intermedia
Descrição: Neste projeto de pesquisa, coordenado pela Dra. Elizabeth Ferreira Rangel e financiado pela Fundação Oswaldo Cruz, Fiocruz e PAPES III, a pesquisadora Shênia Novo foi responsável pela criação em laboratório da colônia de flebotomíneos da espécie Lutzomyia (Nyssomyia) intermedia (Diptera:Psychodidae), cujas fêmeas foram utilizadas no estudo de componentes salivares. Os resultados deste projeto foram apresentados na IV Bienal de Pesquisa do Instituto Oswaldo Cruz, Fiocruz, Rio de Janeiro, no ano de 2004 e no "Proceedings of the first international symposium on phlebotomine sanflies, Gammath - Tunis", Tunísia, no ano de 2005..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Integrante / Margareth Martins dos Santos Afonso - Integrante / Mauricio Luis Vilela - Integrante / Elizabeth Ferreira Rangel - Coordenador / Simone Miranda da Costa - Integrante / Claudio Roberto Valente Meneses - Integrante / Claude Pirmez - Integrante / Gregory Lanzaro - Integrante.
Financiador(es): Programa de Auxílio a Pesquisa - Auxílio financeiro / Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2
2004 - 2005
Estudo sobre os Transmissores de Leishmanioses no Estado de Tocantins
Descrição: O projeto de pesquisa, financiado pela Fundação Oswaldo Cruz / Fiocruz, SESAU e ENERPEIXE, foi realizado sob a coordenação da Dra. Elizabeth Ferreira Rangel, no período de 2004 a 2005. Foram desenvolvidos trabalhos sobre os aspectos taxonômicos e ecológicos dos flebotomíneos vetores das leishmanioses tegumentar e visceral, nos Municípios de São Salvador do Tocantins, Paranã, Peixe e Palmeirópolis, áreas de influência do aproveitamento hidrelétrico Peixe Angical, no Estado do Tocantins. No projeto a pesquisadora Shênia Novo participou de viagens a campo e coletas de flebotomíneos com armadilhas luminosas do tipo CDC, Shanon e capturadores de Castro; triagem dos flebotomíneos capturados; processos de clarificação e montagem em lâmina e lamínula com posterior identificação dos espécimes a nível de espécie. Participou de campanhas de divulgação ( informativos impressos, conversas informais com moradores das áreas de influência e palestras) sobre as leishmanioses com conscientização das populações dos Municípios anteriormente citados, sobre as doenças, sua forma de transmissão, controle vetorial e importância das medidas de proteção individual. Foi possível ao longo deste trabalho obter informações sobre a eco-epidemiologia dos flebotomíneos das regiões, objetivando o subsidio de medidas de controle das leishmanioses, tendo sido possível, em especial neste contexto, a avaliação das alterações ambientais sobre o comportamento dos flebotomíneos vetores, ao longo do processo de construção da Usina Hidrelétrica Enerpeixe, Peixe Angical. O presente projeto gerou como fruto a apresentação de trabalhos em eventos com a participação da pesquisadora e publicação do trabalho em anais de eventos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Integrante / Alfredo Carlos Rodrigues Azevedo - Integrante / Mauricio Luis Vilela - Integrante / Daniel Motta da Silva - Integrante / Elizabeth Ferreira Rangel - Coordenador / Margarete Martins dos Santos Afonso - Integrante / Carina Grassic - Integrante / Joana M de Sena - Integrante / José H Leite - Integrante / Antônio M Grajauskas - Integrante.
Financiador(es): Secretaria Estadual de Saúde de Tocantins - Auxílio financeiro / Usina Hidrelétrica Enerpeixe - Bolsa / Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2


Outros Projetos


2008 - 2010
Conhecendo o inseto ?barbeiro? e a sua relação com a doença de Chagas ? Educação em saúde no sudeste do Estado de Tocantins, Brasil.
Descrição: A vigilância entomológica tem como propósito, fornecer orientação técnica permanente para os responsáveis pela decisão e execução de ações de controle de doenças e agravos. Neste contexto ressalta-se a importância de ações educativas para serem utilizadas na prevenção e controle da doença de Chagas. Pretende-se neste projeto divulgar o conhecimento sobre o inseto barbeiro, sua biologia e medidas de prevenção entre os multiplicadores, para os níveis do ensino médio e fundamental e sensibilizar os multiplicadores e alunos para a importância da manutenção da vigilância entomológica para a comunidade..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.

Integrantes: Shênia Patrícia Corrêa Novo - Integrante / Teresa Cristina Monte Gonçalves - Coordenador / Jacenir Reis dos Santos Mallet - Integrante / Suzete Araújo de Oliveira Gomes - Integrante / Catarina Macedo Lopes - Integrante / Ana Laura Carbajal de la Fuente - Integrante / Cristina Santos da Silva - Integrante / William de Almeida Marques - Integrante / Nathanielly Rocha Casado de Lima - Integrante / Simone Castro Simões de Souza - Integrante / Leandro Borges Ramos - Integrante / Anália Celencina Fagundes Gomes - Integrante / Claudia Mara Lara Melo Coutinho - Integrante.
Financiador(es): PAPES VI - Auxílio financeiro.


Membro de comitê de assessoramento


2018 - Atual
Agência de fomento: Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca


Revisor de periódico


2016 - Atual
Periódico: PLoS One


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Paleoparasitologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Paleoepidemiologia.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Parasitologia.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Flebotomíneos e Leishmanioses.
5.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Endemias transmitidas por vetores.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Italiano
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2015
PROTOZOOLOGIA ? Prof. Luiz Hildebrando P. da Silva, XXIV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE PARASITOLOGIA.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
1NOVO, SHÊNIA PATRÍCIA CORRÊA2016NOVO, SHÊNIA PATRÍCIA CORRÊA; LELES, DANIELA ; BIANUCCI, RAFFAELLA ; ARAUJO, ADAUTO . THE PROCESS OF Leishmania INFECTION - DISEASE AND NEW PERSPECTIVES OF PALEOPARASITOLOGY. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, v. 58, p. 1-8, 2016.

2.
NOVO, S.P.C.2016NOVO, S.P.C.; FERREIRA, L. F. . The Paleoparasitology in Brazil and Findings in Human Remains from South America: A Review. The Korean Journal of Parasitology, v. 54, p. 573-583, 2016.

3.
2NOVO, SHÊNIA PC2015NOVO, SHÊNIA PC; LELES, DANIELA ; BIANUCCI, RAFFAELLA ; ARAUJO, ADAUTO . Leishmania tarentolae molecular signatures in a 300 hundred-years-old human Brazilian mummy. Parasites & Vectors, v. 8, p. 1-16, 2015.

4.
3BRAGA, MARINA VIANNA2015BRAGA, MARINA VIANNA ; MENDONÇA, Paloma Martins ; BARBOSA, RODRIGO ROCHA ; BLOMQUIST, GARY JAMES ; NOVO, SHÊNIA PATRICIA CORRÊA ; DUTRA, JULIANA DA MATTA FURNIEL ; DE SOUZA, SHEILA MENDONÇA ; QUEIROZ, MARGARETH MARIA DE CARVALHO . Identification of Megaselia scalaris (Loew, 1866) (Diptera: Phoridae) in mummified human body from Itacambira (MG), Brazil, using scanning electron microscopy and cuticular hydrocarbons. Journal of Natural History, v. 1, p. 1-8, 2015.

5.
4NOVO, S.P.C.;NOVO, SHÊNIA PC;NOVO, SHÊNIA;NOVO, SHÊNIA PATRICIA CORRÊA;NOVO, SHÊNIA PATRÍCIA CORRÊA2013 NOVO, S.P.C.; SOUZA, M. B. ; MERODIO, J. C. ; Villanova, Ciro B. ; Meira, Antônio M. . Survey of sandfly vectors of leishmaniasis in Marambaia Island, municipality of Mangaratiba, State of Rio de Janeiro, Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso), v. 46, p. 231-233, 2013.

6.
5BARBOSA, G. M. S.2013BARBOSA, G. M. S. ; MARZOCHI, M. C. A. ; CARVALHO, R. W. ; ALONSO, R. S. ; NOVO, S.P.C. ; SOUZA, M. B. . Fauna Flebotomínica em duas aldeias indígenas Guarani do Município de Parati, Rio de Janeiro, Brasil. Revista de Ciência & Tecnologia (UNIG), v. 13, p. 54-62, 2013.

7.
6SOUZA, M. B.2010 SOUZA, M. B. ; NOVO, S.P.C. ; CARVALHO, R. W. . Flebotomíneos - Os Vetores das Leishmanioses. Vetores&Pragas. Vetores & Pragas, v. 26, p. 24-25, 2010.

8.
7GONCALVES, T. C. M.2009GONCALVES, T. C. M. ; NOVO, S.P.C. ; Lopes, C.M. ; MALLET, J. R. S. . Etymology of Triatomine Species. Zootaxa (Online), v. 2148, p. 1-26, 2009.

9.
8MALLET, J. R. S.2008MALLET, J. R. S. ; ALMEIDA, M. C. ; NOVO, S.P.C. ; GONCALVES, T. C. M. . Morfologia Externa de Triatoma carcavalloi Jurberg, Rocha & Lent (Hemiptera: Reduviidae: Triatominae) através da microscopia ótica e microscopia eletrõnica de varredura.. EntomoBrasilis (Vassouras), v. 1, p. 21-26, 2008.

Capítulos de livros publicados
1.
NOVO, S.P.C.; LELES, D. ; ARAUJO, A. . Trabalhando com DNA parasitário de ossos e tecidos moles: protozoários do gênero Leishmania spp.. In: Daniela Leles. (Org.). Capítulo 2: Trabalhando com DNA parasitário de ossos e tecidos moles: protozoários do gênero Leishmania spp. - GUIA PRÁTICO: PROTOCOLOS PARA O ESTUDO DE DOENÇAS INFECTO-PARASITÁRIAS EM AMOSTRAS DE ACERVO E COLEÇÕES.. 1ed.Rio de Janeiro: Albatroz, 2016, v. 1, p. 13-18.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SOUZA, M. B. ; NOVO, S.P.C. ; Villanova, Ciro B. ; MERODIO, J. C. ; Meira, Antônio M. . Levantamento da Fauna Flebotomínica na Ilha da Marambaia, Município de Mangaratiba, Rio de Janeiro, Brasil. In: XLVII Congresso Brasileiro de Medicina Tropical, 2011, Natal. XLVII Congresso Brasileiro de Medicina Tropical, 2011.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
NOVO, S.P.C.; SOUZA, D. L. ; DUTRA, J. ; ARAUJO, A. . Paleoepidemiology of Leishmania Genus (Kinetoplastida, Trypanosomatidae). In: Fifth World Congress on Leishmaniasis - WorldLeish 5, 2013, Pernambuco. WorldLeish 5 - Fifth World Congress on Leishmaniasis - Abstract Book, 2013.

2.
NOVO, S.P.C.; LELES, D. ; NERLICH, A. G. ; BIANUCCI, R. ; ARAUJO, A. . Reptilian leishmania (Leishmania tarentolae) found in human mummy: oral transmission?. In: XXIII Congresso Brasileiro de Parasitologia e III Encontro de Parasitologia do Mercosul, 2013, Santa Catarina. XXIII Congresso Brasileiro de Parasitologia e III Encontro de Parasitologia do Mercosul, 2013.

3.
JULIAO, G. R. ; PESSOA, F. A. C. ; NOVO, S.P.C. ; GIUSTI, F. ; LUZ, S. L. B. . Flebotomíneos (Psychodidae: Phlebotominae) e mosquitos (Diptera: Culicidae) associados ao intradomicílio, peridomicílio e bordas de floresta ao longo de dois trechos da BR 319.. In: 1ª Conferência Brasileira em Saúde Silvestre e Humana, 2012, Rio de Janeiro. 1ª Conferência Brasileira em Saúde Silvestre e Humana, 2012. p. 18-18.

4.
VILELA, Mauricio Luis ; GRASSER, C ; AZEVEDO, Alfredo Carlos Rodrigues ; SENA, Joana M ; LEITE, J H ; GRAJAUSKAS, Antônio M ; AFONSO, Margarete Martins dos Santos ; NOVO, S.P.C. ; GOUVEIA, Cheryl ; RANGEL, Elizabeth Ferreira . Studies on the Vectors of Leishmaniasis in Tocantins State. Brazil.. In: Proceedings of the fifth international symposium on phlebotomine sandflies, 2005, Gammarth-Tunis-Tunisia. Archives de L'institut Pasteur de Tunis, 2005. v. 82. p. 126-126.

5.
RANGEL, Elizabeth Ferreira ; MENESES, Claudio Roberto Valente ; LANZARO, Gregory ; VILELA, Mauricio Luis ; AFONSO, Margarete Martins dos Santos ; COSTA, Simone Miranda da ; NOVO, S.P.C. . Presence of Maxadilan in the Saliva of Lutzomyia intermedia, Vector of Leishmania (V.) braziliensis in Brazil.. In: Proceedings of the fifth international symposium on phlebotomine sandflies, 2005, Gammarth-Tunis-Tunisia. Archives de L'institut Pasteur de Tunis, 2005. v. 82. p. 147-147.

6.
VILELA, Mauricio Luis ; RANGEL, Elizabeth Ferreira ; GRASSER, C ; GRAJAUSKAS, Antônio M ; AZEVEDO, Alfredo Carlos Rodrigues ; SENA, Joana M ; LEITE, José H ; NOVO, S.P.C. ; AFONSO, Margareth Martins dos Santos ; GOUVEIA, Cheryl . Estudos sobre os transmissores de leishmanioses no Estado de Tocantins. In: IV Bienal de Pesquisa do Instituto Oswaldo Cruz, 2004, Rio de Janeiro. IV Bienal de Pesquisa do Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, 2004.

7.
RANGEL, Elizabeth Ferreira ; MENESES, Claudio Roberto Valente ; LANZARO, Gregory ; VILELA, Mauricio Luis ; AFONSO, Margarete Martins dos Santos ; COSTA, Simone Miranda da ; NOVO, S.P.C. . Informações sobre a pesquisa de maxadilan na saliva de Lutzomyia intermedia (Lutz & Neiva, 1912) (Diptera:Psychodidae:Phlebotominae), principal vetor de Leishmaniose Tegumentar Americana, no Estado do Rio de Janeiro.. In: IV Bienal de Pesquisa do Instituto Oswaldo Cruz, 2004, Rio de Janeiro. IV Bienal de Pesquisa do Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, 2004.

8.
NOVO, S.P.C.; AFONSO, Margarete Martins dos Santos ; BARBOSA, A. F. ; RANGEL, Elizabeth Ferreira . Some aspects on the biology of Lutzomyia intermedia (Lutz & Neiva, 1912) related to its vectorial competence, under experimental conditions.. In: XX Annual Meeting of the Brazilian Society of Protozoology - XXXI Annual Meeting on Basic Research in Chagas'Disease, 2004, Caxambú-Minas Gerais. XX Meeting of the SBPZ, 2004.

Apresentações de Trabalho
1.
NOVO, S.P.C.; LELES, D. ; BIANUCCI, R. ; ARAUJO, A. . Study of Leishmaniasis in Archaeological Material of Human Origin from South American Archaeological Sites. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
NOVO, S.P.C.. Doenças do Passado e do Presente. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
NOVO, S.P.C.. Paleoepidemiologia de Protozoários do gênero Leishmania - Gêneros e Subgêneros. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
ARAUJO, A. ; LELES, D. ; NOVO, S.P.C. . Evolução das Doenças Parasitárias. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
NOVO, S.P.C.. Ecologia de vetores de relevante importância no Brasil. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
NOVO, S.P.C.. As leishmanioses e seus vetores no território brasileiro. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
NOVO, S.P.C.. Paleoepidemiologia de parasitos do gênero Leishmania (Kinetoplastida, Trypanosomatidae). 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
NOVO, S.P.C.; SOUZA, D. L. ; DUTRA, J. ; ARAUJO, A. . Paleoepidemiology of Leishmania Genus (Kinetoplastida, Trypanosomatidae). 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
NOVO, S.P.C.; LELES, D. ; NERLICH, A. G. ; BIANUCCI, R. ; ARAUJO, A. . Reptilian leishmania (Leishmania tarentolae) found in human mummy: oral transmission?. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
NOVO, S.P.C.. Paleoparasitologia molecular aplicada a vestígios ósseos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
NOVO, S.P.C.. Paleoparasitologia no Brasil. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
NOVO, S.P.C.; SOUZA, M. B. ; Villanova, Ciro B. ; MERODIO, J. C. ; MEIRA, A. M. . Levantamento da fauna flebotomínica da Ilha da Marambaia, Municipio de Mangaratiba, Rio de Janeiro, Brasil.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
GIUSTI, F. ; SOARES, P. M. ; WANICK, R. ; AZEREDO, V. B. S. ; NOVO, S.P.C. ; Barroso, C.R.V. ; CARVALHO, N. B. ; SILVEIRA, V. R. ; MURTA, A. L. S. ; FREITAS, M. A. V. . Notas de Supervisão Ambiental no Trecho Licenciado da Rodovia BR-319 AM/RO.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
Barroso, C.R.V. ; NOVO, S.P.C. ; SILVEIRA, V. R. ; SOARES, P. M. ; WANICK, R. ; AZEREDO, V. B. S. ; GIUSTI, F. ; MACHADO, A. C. M. ; CARVALHO, N. B. ; MURTA, A. L. S. ; FREITAS, M. A. V. . Atropelamento de Fauna Silvestre na Rodovia 319, Trecho Porto Velho - Humaitá, Brasil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
CARVALHO, N. B. ; SILVEIRA, V. R. ; HASSAN, A. B. R. S. ; WANICK, R. ; GIUSTI, F. ; SOARES, P. M. ; MACHADO, A. C. M. ; NOVO, S.P.C. ; Barroso, C.R.V. ; AZEREDO, V. B. S. ; MURTA, A. L. S. ; FREITAS, M. A. V. . Averbação da Reserva Legal na BR-163 (MT): Uma Proposta para a Redução da Fragmentação de Habitat na Amazônia Legal. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
PESSOA, F. A. C. ; JULIAO, G. R. ; NOVO, S.P.C. ; GIUSTI, F. ; SOARES, P. M. ; WANICK, R. ; LUZ, S. L. B. . Flebotomíneos (Psychodidae: Phlebotominae) associados ao intradomicílio, peridomicílio e bordas da floresta ao longo de dois trechos da BR-319. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
NOVO, S.P.C.; Coimbra, Rafaela Alonso ; Meira, Antônio M. ; Caetano, Jairo M. ; Villanova, Ciro B. ; Ponte, Cesar S. ; Pacheco, Adalberto ; SOUZA, M. B. . Primeiro registro de Lutzomyia longipalpis na Ilha da Marambaia, Município de Mangaratiba, Rio de Janeiro, Brasil. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
Coimbra, Rafaela Alonso ; NOVO, S.P.C. ; Meira, Antônio M. ; Caetano, Jairo M. ; Villanova, Ciro B. ; Ponte, Cesar S. ; Pacheco, Adalberto ; SOUZA, M. B. . Flebotomíneos da Ilha da Marambaia, Centro de Adestramento Militar, Município de Mangaratiba, Rio de Janeiro, Brasil. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
NOVO, S.P.C.. Endemias na Ilha da Marambaia. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
GONCALVES, T. C. M. ; MALLET, J. R. S. ; Carbajal de la Fuente, A.L. ; NOVO, S.P.C. ; MARQUES, W.A. . Estudos Morfométricos das asas de Rhodnius. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

21.
VILELA, Mauricio Luis ; GRASSER, C ; AZEVEDO, Alfredo Carlos Rodrigues ; SENA, Joana M ; LEITE, José H ; GRAJAUSKAS, Antônio M ; AFONSO, Margarete Martins dos Santos ; NOVO, S.P.C. ; GOUVEIA, Cheryl ; RANGEL, Elizabeth Ferreira . Studies on the Vectors of Leishmaniasis in Tocantins State, Brazil. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

22.
RANGEL, Elizabeth Ferreira ; MENESES, Claudio Roberto Valente ; LANZARO, Gregory ; VILELA, Mauricio Luis ; AFONSO, Margarete Martins dos Santos ; COSTA, Simone Miranda da ; NOVO, S.P.C. . Presence of Maxadilan in the Saliva of Lutzomyia intermedia, Vector of Leishmania (V.) braziliensis in Brazil. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

23.
RANGEL, Elizabeth Ferreira ; MENESES, Claudio Roberto Valente ; LANZARO, Gregory ; VILELA, Mauricio Luis ; AFONSO, Margarete Martins dos Santos ; COSTA, Simone Miranda da ; NOVO, S.P.C. . Informações sobre a pesquisa de maxadilan na saliva de Lutzomyia intermedia (Lutz & Neiva, 1912)(Diptera:Psychodidae:Phlebotominae), principal vetor de Leishmaniose Tegumentar Americana, no Estado do Rio de Janeiro. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

24.
VILELA, Mauricio Luis ; RANGEL, Elizabeth Ferreira ; GRASSER, C ; AZEVEDO, Alfredo Carlos Rodrigues ; SENA, Joana M ; LEITE, José H ; GRAJAUSKAS, Antônio M ; AFONSO, Margarete Martins dos Santos ; GOUVEIA, Cheryl ; NOVO, S.P.C. . Estudos sobre os Transmissores de Leishmanioses no Estado de Tocantins. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

25.
NOVO, S.P.C.; BARBOSA, A. F. ; AFONSO, Margarete Martins dos Santos ; RANGEL, Elizabeth Ferreira . Estudo,em condições experimentais,sobre alguns fatores associados à hematofagia de Lutzomyia intermedia (Lutz & Neiva,1912) (Diptera:Psychodidae:Phlebotominae), transmissor de Leishmania (Viannia) braziliensis (Kinetoplastida:Trypanosomatidae)no Brasil. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

26.
NOVO, S.P.C.; AFONSO, Margarete Martins dos Santos ; RANGEL, Elizabeth Ferreira . Some aspects on the biology of Lutzomyia intermedia (Lutz & Neiva, 1912) related to its vectorial competence, under experimental conditions. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
FREITAS, M. A. V. ; MURTA, A. L. S. ; GIUSTI, F. ; WANICK, R. ; REIS, V. ; SOARES, P. M. ; VIANNA, B. ; NOVO, S.P.C. . Procedimentos Ambientais em Áreas de Construção Civil / Gerenciamento e Supervisão Ambiental das Obras da rodovia BR 319 - Programa de Educação Ambiental. Rio de Janeiro: Coppe - UFRJ, 2011 (Cartilha Ilustrativa).

2.
GIUSTI, F. ; SOARES, P. M. ; Barroso, C.R.V. ; NOVO, S.P.C. . Prevenção de Impactos Ambientais na Amazônia: Rodovia Manaus-Porto Velho 2011 (Cartilha Ilustrativa).

3.
JUNQUEIRA, A. C. V. GONCALVES, T. C. M. Moreira, C.J.C. VINAS, P. A. OLIVEIRA, A. E. M. ALBUQUERQUE, B. C. MALLET, J. R. S. Lopes, C.M. SOUZA, A. C. BRAS, D. L. O. FARIA, E. B. NOGUEIRA, J. S. SANTOS, L. C. SPATA, M. C. D. SOUZA, M. J. MIGUEL, R. B. DEUS, S. F. SILVA JUNIOR, R. SILVA, A. J. SANTANA, A. P. R. A. Silva, C.S. RAMOS, L. B. LIMA, N. R. C. NOVO, S.P.C. TEVES, S. C. , et al.SOUZA, S. C. S. VIEIRA, G. J. CHAFIN, A. SILVEIRA, B. E. DINIZ, H. M. N. PERIM, L. MEXAS, R. C. GANDARA, M. LAMARAO, V. Q. SOUSA, R. M. ; Curso de capacitação dos microscopistas de malária e dos laboratoristas da rede pública na detecção do Trypanosoma cruzi - Módulo I, II e III. Rio de Janeiro: Laboratório de Doenças Parasitárias - Medicina Tropical - IOC / FIOCRUZ, 2008 (Apostila para curso).

4.
NOVO, S.P.C.; GOUVEIA, Cheryl ; SILVA, Daniel Motta ; OLIVEIRA, Sandra Maria Pereira de ; ELKHOURY, Ana Nilce N ; RANGEL, Elizabeth Ferreira . Saiba um pouco sobre Leishmaniose Tegumentar Americana. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2006 (Cartilha Ilustrativa).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
NOVO, S.P.C.. Fiocruz pra você. 2005.

2.
NOVO, S.P.C.. Fiocruz pra você. 2004.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
ARAUJO, A. ; NOVO, S.P.C. . Relato de pesquisa em paleoparasitologia, a técnica molecular aplicada aos vestígios ósseos na busca de parasitos. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
ARAUJO, A. ; NOVO, S.P.C. . Relato de pesquisa em paleoparasitologia, a técnica molecular aplicada aos vestígios ósseos na busca de parasitos, em especial os parasitos pertencentes aos gêneros Leishmania e Trypanosoma.. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
SANTOS, F. N. ; NOVO, S.P.C. ; MANGIA, A. H. R. . Curso de qualificação profissional em técnicas laboratoriais para apoio à vigilância epidemiológica. 2016. .

2.
NOVO, S.P.C.; SANTOS, F. N. . Paleoparasitologia e Ambiente. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
NOVO, S.P.C.. Paleopatologia, Paleoepidemiologia, Paleoparasitologia. 2016. (Disciplina oferecida no Programa de Saúde Pública do curso Stricto sensu).

4.
NOVO, S.P.C.. O Fenômeno Parasitismo e a Paleoparasitologia. 2015. (Aula ministrada).

5.
NOVO, S.P.C.. Leishmanioses. 2015. (Aula ministrada).

6.
CAMPOS, G. ; ARAUJO, A. ; NOVO, S.P.C. ; LELES, D. . Relatório metodológico de análises paleoparasitológicas em ossos de animais encontrados em terreno onde será construído o Centro de Documentação e História da Saúde (CDHS), Fundação Oswaldo Cruz, Fiocruz, Rio de Janeiro, Brasil. 2014. (Relatório de pesquisa).

7.
NOVO, S.P.C.. Leishmanioses. 2014. (Aula ministrada).

8.
NOVO, S.P.C.. Leishmanioses. 2014. (Aula ministrada).

9.
NOVO, S.P.C.. Leishmanioses. 2014. (Aula ministrada).

10.
NOVO, S.P.C.. Paleoepidemiologia de protozoários do gênero Leishmania (kinetoplastida, Trypanosomatidae). 2014. (Aula ministrada).

11.
ARAUJO, A. ; NOVO, S.P.C. ; CAMPOS, G. ; LELES, D. ; REINHARD, K. ; FRIAS, L. ; VELAZQUEZ, N. J. ; LABORDE, P. G. . Relatório metodológico de análises paleoparasitológicas e palinológicas em ossos e sedimentos de sítio arqueológico encontrado em obra para ampliação da Biblioteca Celso Kelly, Centro, Rio de Janeiro, Brasil.. 2013. (Relatório de pesquisa).

12.
NOVO, S.P.C.; SOUZA, M. B. ; Coimbra, Rafaela Alonso . Endemias na Ilha da Marambaia no CADIM (Centro de Adestramento da Ilha da Marambaia). 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

13.
NOVO, S.P.C.. A atuação do biólogo na sociedade. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

14.
VINAS, P. A. ; OLIVEIRA, A. E. M. ; ALBUQUERQUE, B. C. ; MALLET, J. R. S. ; GONCALVES, T. C. M. ; Lopes, C.M. ; SILVA, A. J. ; SANTANA, A. P. R. A. ; Silva, C.S. ; RAMOS, L. B. ; LIMA, N. R. C. ; NOVO, S.P.C. ; TEVES, S. C. ; SOUZA, S. C. S. ; Freitas, S.P.C ; MARQUES, W. . Curso de Capacitação dos Microscopistas de Malária e dos Laboratoristas da Rede Pública na detecção doTrypanosoma cruzi. 2008. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Científica).


Produção artística/cultural
Artes Visuais
1.
Santos, Elizabeth Glória Barbosa ; Silva, Valmir ; Vitorino, Anderson ; Santos, Andréia ; Trevenzoli, Ervylene ; Castelan, Fernanda ; Costa, Kátia ; Poça, Kátia ; Barcelos, Mara ; AFONSO, Margarete Martins dos Santos ; Coimbra, Rafaela Alonso ; NOVO, S.P.C. . Influenza A H1N1. 2009. Outra.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
NOVO, S.P.C.; ALVES, J. M.; SENA, J. A.; BARATA, M.. Participação em banca de Felipe de Carvalho Vommaro Marincola. Mapa da vulnerabilidade da população às mudanças do clima, em municípios do Maranhão. 2018. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública e meio ambiente) - Fundação Oswaldo Cruz - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca.

2.
NOVO, S.P.C.; MOUTINHO, F. F. B.; SANTOS, F. N.; MENEZES, R. C.. Participação em banca de Renata Barbosa da Fonseca e Albuquerque. Análise da distribuição temporal da fasciolose bovina no município Miracema, RJ, entre os anos de 2011 e 2016. 2018. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Fundação Oswaldo Cruz - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca.

3.
MORAES NETO, A. H. A.; SALLES, M. J.; MARTINS, A. S.; BARATA, M. M. L.; SANTOS, J. A. A.; NOVO, S.P.C.. Participação em banca de Thiago Corrêa de Almeida. Conhecimento, práticas e percepção do risco de contaminação pelos banhistas relacionados ao contato direto com a areia das praias do município do Rio de Janeiro. 2017. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Fundação Oswaldo Cruz - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca.

4.
BOYADJIAN, C. H. C.; NOGUEIRA, J. M. R.; SANTOS, V. W. A. E.; SOUZA, S. M. F. M.; SANTOS, I. T.; NOVO, S.P.C.. Participação em banca de Ana Carolina Figueiredo Viana Jorge. Análise de microvestígios vegetais em cálculos dentários humanos do Sambaqui de Cabeçuda. 2016. Dissertação (Mestrado em Pós-graduação em Saúde Pública) - Fundação Oswaldo Cruz.

Teses de doutorado
1.
NOVO, S.P.C.; COSTA, F. A. C.; MEIRELLES, R. M. S.; FONSECA, L. S.; MARTINS, A. S.; CRUZ, A. M.; GOMES, H. M.. Participação em banca de Biatriz Araújo Cardoso. Metodologia participativa para estudo das parasitoses intestinais e da tuberculose em área hiperendêmica em Benevides, Pará. 2017. Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Fundação Oswaldo Cruz.

2.
BOIA, M. N.; ?, F. F. C.; BARBOSA, J. V.; KLIGERMAN, D. C.; MARTINS, A. S.; MEIRELLES, R. M. S.; NOVO, S.P.C.. Participação em banca de Alexandre Pessoa Dias. Tecnologias sociais em saneamento e educação para o enfrentamento da transmissão de parasitoses intestinais no assentamento 25 de maio, Ceará. 2017. Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Instituto Oswaldo Cruz - IOC.

Qualificações de Mestrado
1.
NOVO, S.P.C.; MARGONARI, C.; BARATA, M. M. L.. Participação em banca de Felipe de Carvalho Vommaro Marincola. Estudo da vulnerabilidade socioambiental e de saúde aos impactos das mudanças do clima, em municípios do maranhão. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Pública e meio ambiente) - Fundação Oswaldo Cruz - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
NOVO, S.P.C.; DUARTE, A. N.. Participação em banca de Ana Paula de Barros Ramos. Avaliação parasitológica em sachês de ketchup de lanchonetes na área central do municópio do Rio de Janeiro. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Escola Politécnica Joaquim Venâncio, EPJV) - Fundação Oswaldo Cruz.

2.
NOVO, S.P.C.; CAVADOS, C. F.. Participação em banca de Sthefany de Jesus Ramos. Avaliação bacteriológica da água de chuveiros das praias do Rio de Janeiro. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Escola Politécnica Joaquim Venâncio, EPJV) - Fundação Oswaldo Cruz.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
NOVO, S.P.C.; PEREIRA, M. G.; RODRIGUES, J. C. F.. Participação em banca de Gabrielle dos Santos da Silva.Estudos celulares e bioquímicos dos efeitos de um inibidor de sirtuínas, o NIH119, em Leishmania amazonensis. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharel em Ciências Biológicas: Biotecnologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
NOVO, S.P.C.; INIGUEZ, A. M.; CARVALHO, D. A.. XXIV Reunião Anual de Iniciação Científica. 2016. Fundação Oswaldo Cruz - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca.

2.
NOVO, S.P.C.; INIGUEZ, A. M.; CASTRO, C. G. S. O.. XXIII Reunião Anual de Iniciação Científica. 2015. Fundação Oswaldo Cruz - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca.

3.
NOVO, S.P.C.; CHAVES, S. M.; SILVA, J. R. M. E.. XXII Reunião Anual de Iniciação Científica. 2014. Fundação Oswaldo Cruz - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca.

4.
NOVO, S.P.C.; TELES, A.. II Semana de Desenvolvimento Acadêmico durante a Agenda Acadêmica UFF. 2014. Universidade Federal Fluminense.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
IX World Congress on Mummy Studies. Symposium 5: Host-parasite relationship and diseases: lessons from the past / Tribute to Adauto Araújo. 2016. (Congresso).

2.
IX World Congress on Mummy Studies. Symposium 5: Host-parasite relationship and diseases: lessons from the past / Identification of Leishmania tarentolae signature in a post-Colonial Brazilian human mummy re-opens questions on its ability to survive and spread sustematically in human hosts.. 2016. (Congresso).

3.
1st Trypanosomatid Taxonomy, Evolution, Phylogeny and Biological Meeting - TryTax.Study of Leishmaniasis in Archaeological Material of Human Origin from South American Archaeological Sites. 2015. (Encontro).

4.
1st Trypanosomatid Taxonomy, Evolution, Phylogeny and Biological Meeting - TryTax.Study of Leishmaniasis in Archaeological Material of Human Origin from South American Archaeological Sites. 2015. (Encontro).

5.
8th World Congress on Mummy Studies. 2013. (Congresso).

6.
Fifth World Congress on Leishmaniasis. Paleoepidemiology of Leishmania Genus (Kinetoplastida, Trypanosomatidae). 2013. (Congresso).

7.
Seminários Coordenados dos Projetos INOVA e PRONEX. 2013. (Seminário).

8.
XXIII Congresso Brasileiro de Parasitologia e III Encontro de Parasitologia do Mercosul. Reptilian leishmania (Leishmania tarentolae) found in human mummy: oral transmission?. 2013. (Congresso).

9.
Primeira Conferência Brasileira em Saúde Silvestre e Humana.Flebotomíneos (Psychodidae: Phlebotominae) e mosquitos (Diptera: Culicidae) associados ao intradomicílio, peridomicílio e bordas de floresta ao longo de dois trechos da BR-319. 2012. (Outra).

10.
XLVII Congresso Brasileiro de Medicina Tropical. Levantamento da Fauna Flebotomínica na Ilha da Marambaia, Município de Mangaratiba, Rio de Janeiro, Brasil. 2011. (Congresso).

11.
XXII Congresso Brasileiro de Parasitologia. Flebotomíneos (Psychodidae: Phlebotominae) associados ao intradomicílio, peridomicílio e bordas de floresta ao longo de dois trechos da BR 319. 2011. (Congresso).

12.
III Congresso Nacional de Saúde Pública Veterinária. Primeiro registro de Lutzomyia longipalpis na Ilha da Marambaia, Município de Mangaratiba, Rio de Janeiro, Brasil. 2009. (Congresso).

13.
III Congresso Nacional de Saúde Pública Veterinária. Flebotomíneos da Ilha da Marambaia, Centro de Adestramento Militar, Município de Mangaratiba, Rio de Janeiro, Brasil. 2009. (Congresso).

14.
I Seminário de OGM do IOC. 2007. (Seminário).

15.
XI Encontro Anual do Grupo Arthromint.Estudos Morfométricos das asas de Rhodnius. 2007. (Encontro).

16.
II Encontro de Educação Continuada em Leishmanioses. 2005. (Encontro).

17.
I Simpósio Brasileiro sobre Espécies Exóticas Invasoras.I Simpósio Brasileiro sobre Espécies Exóticas Invasoras. 2005. (Simpósio).

18.
IV Bienal de Pesquisa do Instituto Oswaldo Cruz.Estudos sobre os Transmissores de Leishmanioses no Estado de Tocantins. 2004. (Outra).

19.
IV Bienal de Pesquisa do Instituto Oswaldo Cruz.Informações sobre a pesquisa de maxadilan na saliva de Lutzomyia intermedia (Lutz & Neiva, 1912)(Diptera:Psychodidae:Phlebotominae), principal vetor de Leishmaniose Tegumentar Americana, no Estado do Rio de Janeiro. 2004. (Outra).

20.
IV Encontro Anual do Grupo Arthromint.Estudo,em condições experimentais,sobre alguns fatores associados à hematofagia de Lutzomyia intermedia (Lutz & Neiva,1912) (Diptera:Psychodidae:Phlebotominae), transmissor de Leishmania (Viannia) braziliensis (Kinetoplastida:Trypanosomatidae)no Brasil. 2004. (Encontro).

21.
XX Annual Meeting on the Brazilian Society of Protozoology and XXXI Annual Meeting on Basic Research in Chagas'Disease. Some Aspects on the biology of Lutzomyia intermedia (Lutz & Neiva, 1912)(Diptera:Psychodidae:Phlebotominae) related to its vectorial competence, under experimental conditions.. 2004. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
NOVO, S.P.C.; REINHARD, K. J. . Symposium Paleoparasitology: From parasite origins to epidemiological interpretation para o PAMINSA VII - Paleopathology Association Meeting in South America. 2017. (Outro).

2.
NOVO, S.P.C.; SOUZA, S. M. F. M. . Cargo Técnico em Saúde Pública - Código TE3001, Perfil Análises Clínicas. 2016. (Concurso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Bruna Barbosa de Paula. Análise parasitológica de solo e coproparasitológica de moradores da porção Sul da Ilha de Marambaia, Mangaratiba, Rio de Janeiro. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública e meio ambiente) - Fundação Oswaldo Cruz - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca. (Orientador).

2.
Érika Pereira Nicolich. ESTUDO SOBRE A OCORRÊNCIA DE Leishmania tarentolae NO MUNICÍPIO DE ITACAMBIRA, ESTADO DE MINAS GERAIS, BRASIL. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública e meio ambiente) - Fundação Oswaldo Cruz - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Adelianna de Castro Costa. Paleoparasitologia e avaliação de metodologias quantitativas para estudos populacionais no passado. Início: 2017. Tese (Doutorado em Curso de Doutorado em Saúde, Ambiente e Sociedade - Consórcio Piauí) - FundaçãoOswaldo Cruz/Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca. (Coorientador).

2.
Denise Alves de Lima Lyra. VULNERABILIDADE DE RISCOS DE TRANSMISSÃO DA LEISHMANIOSE VISCERAL CANINA NA ILHA DA MARAMBAIA, MUNICÍPIO DE MANGARATIBA, RIO DE JANEIRO. Início: 2016. Tese (Doutorado em Saúde Pública e Meio Ambiente) - FundaçãoOswaldo Cruz/Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca. (Coorientador).

Orientações de outra natureza
1.
Davi Almada Gabriel. DIAGNÓSTICO MOLECULAR E IMUNOLÓGICO DE PARASITOS DO GÊNERO LEISHMANIA (KINETOPLASTIDA, TRYPANOSOMATIDAE) EM VESTÍGIOS ARQUEOLÓGICOS. Início: 2016. Orientação de outra natureza. Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Orientações de outra natureza
1.
Isaque Costa Pinto. DIAGNÓSTICO MOLECULAR E IMUNOLÓGICO DE PARASITOS DO GÊNERO LEISHMANIA (KINETOPLASTIDA, TRYPANOSOMATIDAE) EM VESTÍGIOS ARQUEOLÓGICOS. 2016. Orientação de outra natureza. (Programa de Vocação Científica / PROVOC) - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca. Orientador: Shênia Patrícia Corrêa Novo.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 23/01/2019 às 14:44:00