Haroldo Gregório de Oliveira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9410792262316468
  • Última atualização do currículo em 30/08/2018


Possui Graduação em Química pela Universidade Estadual de Londrina, UEL, (2005), Mestrado em Química (2008) e Doutorado em Ciências na área de concentração Físico-Química (2012) pelo Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Fez estágio durante o Doutorado na Universidade da Califórnia - Santa Cruz, UCSC (2011) e de Pós-doutorado na área de Engenharia de Materiais da Faculdade de Engenharia Mecânica da Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, (2015). Trabalhou na empresa TEZCA P&D Células solares (2012). Atualmente é Professor EBTT no Instituto Federal Catarinense - Campus Luzerna. As atividades de pesquisa incluem fotocatálise e fotoeletrocatálise para tratamento de água e produção de energia, ligas contendo metais como titânio, cobre, estanho, ferro e nióbio como substrato para crescimento de nanotubos de TiO2 em aplicações fotocatalíticas e em biomateriais, biodigestores, sistema FIA/fotodetector e eletrofloculação. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Haroldo Gregório de Oliveira
Nome em citações bibliográficas
OLIVEIRA, H. G.;Oliveira, Haroldo G.;DE OLIVEIRA, HAROLDO GREGÓRIO;OLIVEIRA, HAROLDO GREGÓRIO DE

Endereço


Endereço Profissional
Instituto Federal Catarinense, Campus Luzerna.
Rua Vigário Frei João, nº 550
Centro
89609000 - Luzerna, SC - Brasil
Telefone: (49) 35234300
URL da Homepage: http://luzerna.ifc.edu.br/


Formação acadêmica/titulação


2008 - 2012
Doutorado em Química.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Eletrodos porosos contendo TiO2 e WO3: propriedades eletroquímicas e atividade fotocatalítica para remoção do corante Rodamina 6G e do hormônio 17 α-etinilestradiol em solução aquosa, Ano de obtenção: 2012.
Orientador: Claudia Longo.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: TiO2; TiO2/WO3; Fotocatálise heterogênea; Rodamina 6G; estradiol.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Físico-Química / Especialidade: Cinética Química e Catálise.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Físico-Química / Especialidade: Química de Interfaces.
Setores de atividade: Descontaminação e outros serviços de gestão de resíduos; Coleta, tratamento e disposição de resíduos; recuperação de materiais.
2006 - 2008
Mestrado em Química.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Tratamento de efluentes por energia solar: fotocatálise heterogênea eletro-assistida utilizando eletrodos de TiO2 nanocristalino e celulas solares,Ano de Obtenção: 2008.
Orientador: Claudia Longo.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Fotocatalise heterogenea,; TiO2; Celulas solares.
2001 - 2005
Graduação em Quimica.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.


Pós-doutorado


2013 - 2015
Pós-Doutorado.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Engenharias
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Físico-Química / Especialidade: Eletroquímica.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Físico-Química / Especialidade: QUÍMICA DE SUPERFÍCIES.


Formação Complementar


2009 - 2009
Programa de Estagio Docente PED. (Carga horária: 120h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2009 - 2009
Programa de Estagio Docente - PED. (Carga horária: 120h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2008 - 2008
Escuela de Quimica de Superfícies: Fundamentos, mo. (Carga horária: 44h).
Universidad de Buenos Aires, UBA, Argentina.
2007 - 2007
Programa de Estagio Docente - PED. (Carga horária: 120h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2006 - 2006
Films delgados sol-gel: síntesis y aplicacones. (Carga horária: 16h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2006 - 2006
II Escola de Química Ambiental IQ/Unicamp. (Carga horária: 40h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
1995 - 1998
Técnico em Patologia Clínica. (Carga horária: 2680h).
Colégio de Aplicação da Universidade Estadual de Londrina - UEL, UEL, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto Federal Catarinense, IF-Catarinense, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

02/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Luzerna, .

Cargo ou função
Coordenador de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação.
08/2015 - Atual
Ensino, Engenharia de Controle e Automação, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Química Geral Tecnológica
02/2015 - Atual
Ensino, Engenharia Mecânica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Química Tecnológica Geral
02/2015 - Atual
Ensino,

Disciplinas ministradas
Química I (Geral), Química II (Físico-Química) e Química III (Orgânica) para o Ensino Médio
08/2015 - 12/2015
Ensino, Engenharia de Controle e Automação, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Química Tecnológica Experimental

Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2005
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiário de Iniciação Científica, Carga horária: 20


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pós-Doutorando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Título do Projeto: Crescimento de filmes de nanotubos de TiMOx sobre ligas de Ti-M (M=Cu, Fe) para aplicação em processos de fotocatálise heterogênea.

Vínculo institucional

2008 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutorando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Título do projeto: Eletrodos porosos contendo TiO2 e WO3: propriedades eletroquímicas e atividade fotocatalítica para remoção do corante rodamina 6G e do hormônio 17 α-etinilestradiol em solução aquosa Investigação da degradação fotocatalítica do hormônio feminino sintético 17 a-etinilestradiol, considerado um poluente emergente e persistente, com um eletrodo misto de TiO2/WO3. Paralelamente foi realizada a separação de compartimentos no sistema de purificação de água, visando obter a oxidação de fenol no compartimento anódico e deposição de íons cobre no compartimento catódico.

Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Título do projeto: Tratamento de Efluentes por Energia Solar: Fotocatálise Heterogênea Eletro-assistida Utilizando Eletrodos de TiO2 Nanocristalino e Células Solares O estudo consistia em utilizar células solares conectadas ao eletrodo poroso de TiO2 imobilizado no substrato condutor para aumentar a eficiência da degradação do fenol. A conexão da célula solar permitia que o processo fosse eletroquimicamente assistido, aumentando a velocidade de reação de oxidação do poluente.


University of California - Santa Cruz, UCSC, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Bolsista Dr-SWE-CNPq, Enquadramento Funcional: Doutorando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estudo da dinâmica de geração e recombinação de elétrons e lacunas na superfície dos eletrodos de TiO2 e de TiO2/WO3 através da técnica de espectroscopia de absorção transiente (TAS). Investigação das propriedades fotoeletroquímicas de eletrodos porosos de TiO2, de WO3 e de bicamada WO3-TiO2, i.e., constituídos por um filme de TiO2 depositado sobre um filme de WO3 e a atividade fotocatalítica destes eletrodos na degradação do corante Rodamina 6G dissolvido em solução aquosa.


Tezca Pesquisa e Desenvolvimento de Células Solares, TEZCA, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador na Empresa, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Desenvolvimento de células solares orgânicas com o objetivo de criar um dispositivo de geração de energia elétrica a partir de radiação, solar ou artificial, que fosse competitivo com os atuais dispositivos de mercado, as células solares de silício. Especificamente, foi investigado diferentes tipos de contra-eletrodos gerados sobre a superfície de platina metálica, usada como substrato.



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Biomateriais de titânio: perspectivas de aplicação
Descrição: A motivação atribuída principalmente ao aumento da expectativa e da qualidade de vida proporcionado pelos avanços alcançados na área da Saúde, aliados à Engenharia e a outros ramos da Ciência, têm possibilitado o desenvolvimento de materiais que buscam restabelecer as funções totais ou parciais do órgão ou do tecido da pessoa que sofreu algum tipo de mutilação, desgaste ou foi acometida por alguma doença. Dentre os diferentes tipos de materiais, o que apresenta maior versatilidade e possibilidades de desenvolvimento são os biomateriais. Um biomaterial é uma substância ou a combinação delas, naturais ou sintéticas, que visam o tratamento localizado ou sistemático e/ou a substituição de tecidos, órgãos ou funções do corpo. Dentre os biomateriais, o titânio é um dos mais utilizados como próteses. O titânio tem sido investigado para aplicações como biomaterial devido as suas características como biocompatibilidade, resistência à corrosão e propriedades mecânicas bastante convenientes. Este projeto tem como objetivo principal proporcionar ao aluno de Ensino Médio Integrado em Mecânica atividades de pesquisa de caráter multidisciplinar que abrange áreas como Ciência dos Materiais e Química, bem como outras áreas afins (Biologia e Ciências da Sáude). Posteriormente, novos materiais serão incluídos na pesquisa para avaliação das vantagens e desvantagens como próteses ou tecidos artificiais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - 2017
Eletrofloculação de solução de corante alimentício com eletrodos de alumínio fotoassistida por células solares de silício.
Descrição: O desenvolvimento econômico e o crescimento populacional de diversos países no mundo vêm acompanhados de um aumento no consumo de água doce, cuja quantidade total no planeta esta ao redor de 3 %. Populações em crescimento necessitam cada vez mais de água potável para diversas aplicações que incluem basicamente higiene pessoal, saneamento básico, produção alimentícia e para as indústrias em geral. Enquanto isso, uma mudança climática global contribui para as secas, ampliando a aridez e reduzindo as reservas de água em muitas regiões. Esses fatores resumem uma problemática ambiental que vem se agravando nos últimos anos exigindo uma maior conscientização por parte dos governos e da população mundial. Diversas alternativas tecnológicas para o tratamento de águas contaminadas efluentes industriais e esgotos têm sido desenvolvidas atualmente. Vários processos têm sido caracterizados pela Química Verde, uma vertente da Química que esta associada a processos que reduzam a utilização e consumo de reagentes menos danosos ao meio-ambiente conhecidos como ?processos verdes?. A eletrofloculação, também conhecida como eletrocoagulação ou eletroflotação, é uma das técnicas características de processos verdes mais utilizadas para o tratamento de poluentes em meio aquoso. A eletrofloculação pode ser adaptada para utilização e aplicação com uma instrumentação e operação simples, em um tempo reduzido, alcançando boa eficiência na remoção de poluentes de águas contaminadas, seja por efluentes industriais, seja por esgoto doméstico. Os currículos dos cursos de Ciência no Ensino Fundamental e Química do Ensino Médio tem uma abordagem bastante superficial sobre os métodos de tratamento de efluentes e, consequentemente, poucas são as oportunidades de realização de práticas experimentais envolvendo remediação do meio ambiente e tecnologias sustentáveis. No projeto proposto, para a remoção de corantes alimentícios de soluções aquosas, que serão utilizados como eletrodos hastes de alumínio para fornecer íons metálicos Al3+ e formação de hidróxido de alumínio (Al(OH)3), o agente floculante que absorverá o corante presente na solução. O potencial elétrico para alimentar a reação de floculação será fornecido por um conjunto de células solares de silício. Simultaneamente, bolhas de gás serão produzidas em um segundo eletrodo, como por exemplo, uma haste de ferro (prego), que arrastarão os flocos formados pelo hidróxido permitindo a separação do corante e solução (eletroflotação). Os corantes são de uso alimentício, portanto nas quantidades utilizadas não são tóxicos, e facilmente obtidos no comércio..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2016 - 2017
Monitoramento das propriedades físico-químicas durante a produção de cerveja artesanal
Descrição: Os processos fermentativos para produção de bebidas eram utilizados pelos antigos egípcios, germanos e israelitas a cerca de 10 mil anos atrás. Os sumérios e os assírios desenvolveram a técnica de produzir bebidas fermentadas pelo processo de malteação de grãos, dentre elas a cerveja, aproximadamente oito mil anos atrás. Somente na segunda metade de 1800, a primeira cerveja fabricada com título de Bohemia foi produzida em Petropólis no estado do Rio de Janeiro (Rosa e Afonso, 2015). A cerveja é uma mistura complexa de constituintes como água, fermento, malte, lúpulo presentes nas etapas da produção de cerveja (Blanco et al., 2015). Considerando que a cerveja é uma mistura de vários componentes químicos é possível utilizar essa premissa como justificativa para desenvolver um projeto que avalia as etapas de produção desta bebida. A produção de cerveja ocorre através de um processo bioquímico denominado fermentação alcoólica que consiste na decomposição dos açucares por leveduras produzindo etanol (C2H5OH) e gás carbônico CO2. As leveduras são microorganismos que utilizam enzimas zimases para a reação com açucares fermentáveis (maltose, glicose e outros açucares simples) que foram obtidos anteriormente através da hidrólise de polissacarídeos (amido) na etapa de maltagem (Ferreira e Montes, 1999). As leveduras mais frequentemente utilizadas para produção de cerveja são a Saccharomyces cerevisiae (alta fermentação) e Saccharomyces uvarum (baixa fermentação). A levedura Saccharomyces pastorianus é utilizada para a produção da cerveja pilsen, que atualmente responde por mais da metade do mercado de cerveja global, e é a mais consumida no território brasileiro Brasil (J. Matson, 2011). Embora seu consumo esteja mais associado à cultura popular, a cerveja possui propriedades benéficas a saúde quando consumida moderadamente. A cerveja contém quantidades significativas de vitaminas do complexo B, principalmente folatos e riboflavina, selênio e vários antioxidantes provenientes do malte e do lúpulo (Siqueira et al., 2008) A cerveja possui uma riqueza em composição e processo de preparação que justifica o interesse de investigar suas propriedades e etapas de produção. A cerveja é um exemplo de como a química está inserida em nosso cotidiano, não apenas no que diz respeito à preparação desse produto em suas diversas etapas, mas também no controle de qualidade necessário para que seja consumido sem risco à saúde e/ou obtenção de cervejas de baixa qualidade. Desta forma, o controle do processo produção da cerveja é bastante promissor como uma ferramenta de ensino que pode ampliar a participação dos alunos do ensino médio em atividades de pesquisa promovendo um aumento de seus conhecimentos de química e áreas afins..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2015 - 2016
Análise por injeção em fluxo (FIA) para o curso de Engenharia de Controle e Automação
Descrição: O desenvolvimento de técnicas de instrumentação analítica que ofereçam uma maior sensibilidade e seletividade e menor tempo de análise aliados a simplicidade de operação e custo relativamente baixo representa um campo de pesquisa na área de automação para as análises químicas. A automação dos instrumentos de medidas em Química Analítica tem como objetivos principais reduzir a intervenção do operador na etapa operacional do processo analítico, permitir a análise de um maior número de amostras com menor consumo de reagentes, determinação de vários componentes na mesma amostra; de modo geral, adquire-se um aumento do controle do processo como um todo. O mercado de instrumentos analíticos oferece equipamentos completa com possíveis adaptações dependendo do tipo de análise química necessária e do custeio a ser disponibilizado. Alternativamente, é possível desenvolver sistemas automatizados para análises laboratoriais. Um sistema analítico bastante estudado é a técnica de análise por injeção em fluxo (Flow Injection Analysis, FIA). O sistema FIA proporcionou um grande desenvolvimento nos processos de introdução de amostras, sistemas de detecção e propulsão. Neste contexto, o sistema FIA envolve noções de eletrônica para entender os princípios de funcionamento e operação do equipamento, conhecimentos de informática para aumentar os recursos disponíveis nos programas de controle de equipamentos. O IFC-Luzerna possui um curso de Engenharia de Automação Industrial e consequentemente disponibiliza um ambiente apropriado para a construção de um sistema de análise por injeção em fluxo (FIA). No contexto sócio-econômico a vantagem de desenvolver um sistema FIA no IFC-Luzerna é que a região do meio-oeste catarinense é considerada um pólo regional econômico agroindustrial que permite a inclusão de profissionais formados no curso Engenharia de Automação Industrial que possam intervir no aumento da produtividade de indústrias alimentícias e de bebidas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Haroldo Gregório de Oliveira - Coordenador / Ricardo Antonello - Integrante / Luiz Guilherme Menezes dos Santos - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.
2015 - 2016
Microfarms: Produção de Alimentos em Micro-Fazendas Automatizadas
Descrição: Este trabalho apresenta um relato de experiência de um estudo envolvendo a análise da complexidade tecnológica e custos para a criação de microfazendas para produção de alimentos. A tecnologia estudada envolveu a técnica de hidroponia para o cultivo de hortaliças. Para a automação da microfazenda foi estudada a tecnologia Open-Hardware Arduíno. Foram estudados aspectos relacionados a automação do controle dos nutrientes, da iluminação e do controle de variáveis do ambiente como a temperatura. Como resultado concluímos que a um baixo custo é possível criar uma microfazenda para produção de alimentos utilizando técnicas hidropônicas. A criação do protótipo e testes são sugeridos para trabalhos futuros..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2015 - 2016
Montagem de um biodigestor anaeróbio de baixo custo para produção de biogás.
Descrição: A busca por fontes alternativas de energia tem sido uma preocupação constante, devido ao aumento do consumo e da dependência mundial das fontes de energia ?não-renováveis?. No Brasil este cenário não é muito diferente. Para acrescentar, a maior fonte de energia em nosso país, a hidroelétrica, sofre variações de produção, principalmente da região Sudeste devido à estiagem prolongada. Este cenário econômico, social e científico atual apresenta grande oportunidade para avaliação de outras fontes de energia, como por exemplo, o biogás. Santa Catarina é o estado com maior criação de suínos no Brasil e por isso bastante promissor na produção de bioenergia através da utilização de dejetos destes animais. O processo de biodigestão envolve diversas etapas como a hidrólise seguida da fermentação ácida do material orgânico e finalmente a formação de gases como CH4, H2, H2S, CO. Basicamente, o assunto envolve questões sobre acidez, poder calorífico dos diferentes combustíveis e influência da temperatura nas velocidades de reação química. Desta forma, este projeto tem a pretensão de promover o desenvolvimento de uma investigação sobre o tema ?biogás como fonte alternativa de energia? realizada por estudantes do ensino médio..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2018 - Atual
Atendimento as Necessidades das Incubadoras Tecnológicas de Empreendimento Econômico Solidário - Uma Parceria IFC-Luzerna e New Medical Technology (Incubada) no desenvolvimento de Barras de Nuss de Titânio .
Descrição: As Instituições de Ensino Superior têm buscado novos modelos, métodos e instrumentos para atender as necessidades das Incubadoras Tecnológicas de Empreendimentos Econômicos Solidários ? EES e consequentemente, fortalecer os Arranjos Produtivos, Sociais e Culturais visando às demandas da sociedade local, seus interesses e necessidades. O Instituto Federal Catarinense ? Campus Luzerna vem buscando ações integradas de Ensino, Pesquisa e Extensão desde 2013 onde firmou seu primeiro convênio com a Incubadora Tecnológica de Luzerna (ITL). A ITL é uma extensão da secretaria de Desenvolvimento Econômico do Município de Luzerna e é a única incubadora pública do estado de Santa Catarina. Nesta perspectiva, o Laboratório de Ensaios Mecânicos e Metalúrgicos ? LABEMM tem trabalhado junto a Prefeitura Municipal de Luzerna responsável pela Incubadora Luzerna visando auxiliar a pesquisa e a extensão tecnológica e consequentemente estimular políticas metodológicas para atrair novas empresas para a Incubadora. O LABEMM também presta consultorias e tecnologias que podem contribuir para políticas sociais e economia solidária. Desta forma, este projeto objetiva aprimorar nosso referencial metodológico para auxiliar nas etapas de pré e pós-incubação de empresas tecnológicas. Uma das empresas que o Instituto Federal Catarinense ? Campus Luzerna está auxiliando no desenvolvimento de um produto tecnológico é a NMT ? New Medical Technology. A NMT, localizada na ITL, dedica-se às áreas de pesquisa, desenvolvimento e comércio de materiais médicos, hospitalares e laboratoriais. O Instituto Federal Catarinense ? Campus Luzerna formou uma parceria com intuito de proporcionar uma estrutura prévia para realização de ensaios de alta tecnologia e desenvolvimento ou nacionalização de novos produtos. Especificamente, este projeto visa então o desenvolvimento e nacionalização de barras de Nuss em Titânio puro Grau 2 para correção de deformidade no tórax, patologia denominada pectus excavatum..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Haroldo Gregório de Oliveira - Coordenador / Mario Wolfart Jr. - Integrante / Lucas Ferreira - Integrante / Matheus Alves da Silva - Integrante / Eduardo Tedesco - Integrante.Financiador(es): Instituto Federal Catarinense - Auxílio financeiro / Instituto Federal Catarinense - Bolsa.
2015 - 2016
Microfarms: Produção de alimentos em micro-fazendas automatizadas
Descrição: A agricultura voltada para a produção de alimentos vem sendo influenciada fortemente pela mecanização e pela tecnologia. A evolução tecnológica esta abrindo os horizontes da pesquisa do design contemporâneo em um ritmo acelerado dentro do campo da produção de alimentos. Apesar disso, diversas regiões do mundo enfrentarão problemas para realizar a expansão de áreas destinadas à agropecuária. Além da falta de espaço físico, solo com baixa fertilidade e fontes escassas de água serão obstáculos para a produção de alimentos no futuro, cita um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU, 2015). Nesse sentido, a precoupação com a produção de alimentos é um tema extremamente relevante na atualidade. Neste cenário um novo conceito emerge. Uma micro-fazenda (micro-farm) é uma estrutura reduzida para a produção de alimentos através de técnicas de hidroponia. Uma micro-fazenda, além de pequena é portátil e pode ser instalada em qualquer residência para a produção de alimentos como alface, agrião, rúcula, escarola, salsa, cebolinha, coentro, dentre outros. O tempo de cultivo varia de acordo com o tipo da planta mas é possível misturar em uma mesma micro-fazenda tipos diferentes de plantas, principalmente no caso da micro-fazenda ser automatizada, ou seja, possuir gerenciamento inteligente da produção. A um custo muito baixo é possível cultivar hortaliças dentro do mais alto padrão de higiene e qualidade e com toda a confiança já que as sementes utilizadas são as mesmas do cultivo tradicional. Além disso, a economia de água chega a 70% em relação ao método tradicional (ALBERONI, 1998) e não se utiliza nenhum agrotóxico no processo, permitindo a colheita de um produto final totalmente saudável..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2010
painel eleito como um dos melhores da sessão, 33a Reunião Anual da SBQ, Águas de Lindóia-SP, Maio/2010, SBQ, Divisão de Química Tecnológica.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
OLIVEIRA, HAROLDO GREGÓRIO DE2018OLIVEIRA, HAROLDO GREGÓRIO DE; ANTONELLO, RICARDO ; FIDÉLIS, ANTÔNIO JOÃO ; RINALDI, BRUNO JOSÉ DANI . Energia, Sociedade e Meio Ambiente no Desenvolvimento de Um Biodigestor: a Interdisciplinaridade e a Tecnologia Arduino para Atividades Investigativas. Química Nova na Escola (online), v. 40, p. 144-152, 2018.

2.
VERÍSSIMO, NATHALIA CAROLINA2016VERÍSSIMO, NATHALIA CAROLINA ; FIGUEIREDO, RAUL SEBASTIÃO ; DE OLIVEIRA, HAROLDO GREGÓRIO ; RODRIGUES, CHRISTIANE ARRUDA ; CARAM, RUBENS ; BERTAZZOLI, RODNEI . Characterization of the photoactivity of nanotube layers grown on Ti-35Nb and Ti-35Nb-4Sn alloys. Journal of Materials Science, v. 51, p. 9384-9393, 2016.

3.
ANTONELLO, R.2016ANTONELLO, R. ; MARCO, C. N. ; FLORES, T. D. ; OLIVEIRA, H. G. . Microfarms: Análise da complexidade tecnológica e custos para a criação de microfazendas para produção de alimentos. Extensio (Florianópolis), v. 13, p. 184-197, 2016.

4.
VERISSIMO, NATHÁLIA C.2015VERISSIMO, NATHÁLIA C. ; GEILICH, BENJAMIN M. ; Oliveira, Haroldo G. ; CARAM, RUBENS ; WEBSTER, THOMAS J. . Reducing growth on Ti alloy nanostructured surfaces through the addition of Sn. Journal of Biomedical Materials Research. Part A, v. 103, p. n/a-n/a, 2015.

5.
Oliveira, Haroldo G.2014 Oliveira, Haroldo G.; FERREIRA, LETICIA H. ; BERTAZZOLI, RODNEI ; Longo, Claudia . Remediation of 17-α-ethinylestradiol aqueous solution by photocatalysis and electrochemically-assisted photocatalysis using TiO2 and TiO2/WO3 electrodes irradiated by a solar simulator. Water Research (Oxford), v. 72, p. 305-314, 2014.

6.
OLIVEIRA, H. G.2012OLIVEIRA, H. G.; FITZMORRIS, R. C. ; ZHANG, J. Z. ; LONGO, C. . Photoelectrochemical and Photocatalytic Properties of TiO2, WO3 and WO3-TiO2 Porous Films in the Photodegradation of Rhodamine 6G in Aqueous Solution. Science of Advanced Materials (Print), v. 4, p. 673-680, 2012.

7.
OLIVEIRA, H. G.;Oliveira, Haroldo G.;DE OLIVEIRA, HAROLDO GREGÓRIO;OLIVEIRA, HAROLDO GREGÓRIO DE2010 OLIVEIRA, H. G.; Nery, Daiane C. ; Longo, Claudia . Effect of applied potential on photocatalytic phenol degradation using nanocrystalline TiO2 electrodes. Applied Catalysis. B, Environmental, v. 93, p. 205-211, 2010.

8.
OLIVEIRA, H. G.2010OLIVEIRA, H. G.; SILVA, E. D. ; LONGO, C. . Electrochemical and photocatalytic properties of TiO2/WO3 photoelectrodes. Proceedings - SPIE, v. 7770, p. 777006-777006-9, 2010.

9.
OLIVEIRA, H. G.;Oliveira, Haroldo G.;DE OLIVEIRA, HAROLDO GREGÓRIO;OLIVEIRA, HAROLDO GREGÓRIO DE2009OLIVEIRA, H. G.; SILVA, E. D. ; LONGO, C. . TiO2 and TiO2/WO3 porous film electrodes for application in solar energy conversion. Proceedings of SPIE, v. 7408, p. 7408N, 2009.

10.
SANTOS, R. S.2009SANTOS, R. S. ; OLIVEIRA, H. G. ; LONGO, C. . Characterization of Fe-TiO2 films synthesized by sol-gel method for application in energy conversion devices. Proceedings of SPIE, v. 7408, p. 7408O, 2009.

11.
OLIVEIRA, H. G.;Oliveira, Haroldo G.;DE OLIVEIRA, HAROLDO GREGÓRIO;OLIVEIRA, HAROLDO GREGÓRIO DE2007OLIVEIRA, H. G.; NERY, D. C. ; PASCHOALINO, M. P. ; JARDIM, W. F. ; LONGO, C. . Photoelectrochemical and photocatalytic properties of nanocrystalline TiO2 electrodes. Proceedings of SPIE, v. 6650, p. 66500T1-66500T9, 2007.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
OLIVEIRA, H. G.; LONGO, C. . Tecnologia à base de energia solar elimina poluentes orgânicos da água. Jornal da Unicamp, Campinas, SP, 24 out. 2011.

2.
FABRIS, F. ; OLIVEIRA, H. G. ; GONCALVES, A. S. . Materiales y Dispositivos de Nanoescala para Conversión y Almacenamiento de Energía. NanoGe Journal of Energy and Sustainability, Espanha, p. 1 - 4.

3.
SANTOS, R. S. ; OLIVEIRA, B. H. ; SILVA, E. T. S. G. ; OLIVEIRA, H. G. ; LEITE, C. A. P. ; GILES, C. ; Longo, Claudia . EXAFS study of Fe-doped TiO2 and α-Fe2O3/TiO2 photocatalysts. Activity Report (Laboratório Nacional de Luz Síncrotron).

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
OLIVEIRA, H. G.; SILVA, E. D. ; LONGO, C. . TiO2 and TiO2/WO3 porous film electrodes for application in solar energy conversion. In: SPIE Optic + Photonics 2009, 2009, San Diego, Califórnia. iO2 and TiO2/WO3 porous film electrodes for application in solar energy conversion, 2009. v. 7408. p. 74080N-1-74080N-6.

2.
SANTOS, R. S. ; OLIVEIRA, H. G. ; LONGO, C. . Characterization of Fe-TiO2 films synthesized by sol-gel method for application in energy conversion devices. In: SPIE Optics + Photonics 2009, 2009, San Diego, Califórnia. SPIE Optics + Photonics 2009, 2009. v. 7408. p. 74080O-1-74080O-8.

3.
OLIVEIRA, H. G.; NERY, D. C. ; PASCHOALINO, M. P. ; JARDIM, W. F. ; LONGO, C. . Photoelectrochemical and photocatalytic properties of nanocrystalline TiO2 electrodes. In: SPIE Optics + Photonics 2007- Symposium Solar Energy and Applications, 2007, San Diego. SPIE Optics + Photonics 2007- Symposium Solar Energy and Applications, 2007. v. 6650. p. 66500T.1-66500T.9.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
ANDRADE, F. R. ; OLIVEIRA, H. G. . Eletrofloculação de solução de corante com eletrodos de alumínio e de ferro fotoassistida por célula solar de silício. In: 57º Congresso Brasileiro de Química, 2017, Gramado - RS. 57º Congresso Brasileiro de Química, 2017.

2.
BARRETO, M. C. ; OLIVEIRA, H. G. . Monitoramento das propriedades físico-químicas durante a produção de cerveja artesanal. In: IX MICTI - Mostra Nacional de Iniciação Científica e Tecnológica Interdisciplinar, 2016, Videira - SC. X MICTI - Mostra Nacional de Iniciação Científica e Tecnológica Interdisciplinar, 2016.

3.
ANDRADE, F. R. ; BRUSTOLIN, P. ; OLIVEIRA, H. G. . Montagem de um biodigestor anaeróbio de baixo custo para produção de biogás. In: VIII MICTI - Mostra Nacional de Iniciação Científica e Tecnológica Interdisciplinar, 2015, Santa Rosa do Sul. VIII MICTI - Mostra Nacional de Iniciação Científica e Tecnológica Interdisciplinar, 2015.

4.
FIGUEIREDO, R. S. ; VERISSIMO, N. C. ; Oliveira, Haroldo G. ; CARAM JR., R. ; BERTAZZOLI, R. . Fotoatividade de filmes de nanotubos crescidos sobre as ligas de titânio Ti35Nb e Ti35Nb4Sn. In: XX Simpósio Brasileiro de Eletroquímica e Eletroanalítica, 2015, Uberlândia, MG. XX Simpósio Brasileiro de Eletroquímica e Eletroanalítica, 2015.

5.
OLIVEIRA, H. G.; FITZMORRIS, R. C. ; ZHANG, J. Z. ; LONGO, C. . Degradação fotocatalítica de Rodamina 6G sobre eletrodos de filme poroso de WO3, TiO2 e WO3-TiO2. In: XVIII Simpósio Brasileiro de Eletroquímica e Eletroanalítica, 2011, Bento Gonçalves. XVIII Simpósio Brasileiro de Eletroquímica e Eletroanalítica, 2011.

6.
SANTOS, B. M. ; OLIVEIRA, H. G. ; LONGO, C. . Propriedades morfológico-estruturais e eletroquímicas de eletrodos de titanatos. In: XVII Simpósio Brasileiros de Eletroquímica e Eletroanalítica, 2009, Fortaleza. XVII Simpósio Brasileiros de Eletroquímica e Eletroanalítica, 2009.

7.
OLIVEIRA, H. G.; SILVA, E. D. ; OLIVEIRA, D. F. ; LONGO, C. . Propriedades fotoeletroquímicas de eletrodos de filme poroso de TiO2/WO3. In: XVII Simpósio Brasileiro de Eletroquímica e Eletroanalítica, 2009, Fortaleza, Ceará. XVII Simpósio Brasileiro de Eletroquímica e Eletroanalítica, 2009.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, L. G. M. ; OLIVEIRA, H. G. . Construção de um autoamostrador para FIA. In: 18º Encontro de Química Analítica, 2016, Florianópolis. 18º Encontro de Química Analítica, 2016.

2.
OLIVEIRA, H. G.; FIGUEIREDO, R. S. ; VERISSIMO, N. C. ; CARAM JR., R. ; BERTAZZOLI, R. . Crescimento de nanotubos de TiO2 sobre ligas de Ti-Cu para aplicação em fotocatálise. In: 37ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2014, Natal - RN. 37ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2014.

3.
OLIVEIRA, H. G.; FERREIRA, L. H. ; BERTAZZOLI, R. ; LONGO, C. . Degradação do hormônio 17 alfa-etinilestradiol utilizando eletrodos de TiO2/WO3 depositados em eletrodos transparentes. In: 35ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2012, Aguas de Lindoia. 35ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2012.

4.
SANTOS, R. S. ; OLIVEIRA, B. H. ; SILVA, E. T. S. G. ; RAPELLI, R. ; OLIVEIRA, H. G. ; LONGO, C. . Photo-electrochemistry and solar energy conversion: application in dye-sensitized solar cells, hydrogen production and water desinfection. In: XI Encuentro Latinoamericano de Fotoquimica y Fotobiologia, 2012, Córdoba, Argentina. XI Encuentro Latinoamericano de Fotoquimica y Fotobiologia, 2012.

5.
LONGO, C. ; SANTOS, R. S. ; OLIVEIRA, H. G. ; ZHANG, J. Z. . Eletrodos de filme poroso de TiO2:Fe decorados com Pt ou CdSe: propriedades foto-eletroquímicas e aplicação na obtenção de H2. In: 34ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2011, Florianopolis. 34ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2011.

6.
OLIVEIRA, H. G.; SILVA, E. D. ; LONGO, C. . Photocatalytic activity of TiO2 and TiO2/WO3 electrodes for estradiol removal from aqueous solution. In: 61st Annual Meeting of the International Society of Electrochemistry, 2010, Nice, França. 61st Annual Meeting of the International Society of Electrochemistry, 2010.

7.
SILVA, E. D. ; OLIVEIRA, H. G. ; LONGO, C. . Photocatalytic removal of estradiol from aqueous systems using nanocrystalline TiO2 and TiO2/WO3 electrodes. In: 7th International congress of pharmaceutical sciences, 2009, Ribeirão Preto. 7th International congress of pharmaceutical sciences, 2009.

8.
OLIVEIRA, H. G.; NERY, D. C. ; PASCHOALINO, M. P. ; LONGO, C. . Decomposição fotocatalítica de fenol com eletrodo poroso de TiO2. In: 31ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2008, Aguas de Lindóia. 31ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2008.

9.
MORENGUI, V. ; OLIVEIRA, H. G. ; FERNANDES, A. ; LONGO, C. . Módulo de células solares de TiO2/corante e eletrólito polimérico associadas em série e em paralelo. In: 31ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2008, Aguas de Lindóia. 31ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2008.

10.
SILVA, E. D. ; MIRANDA, B. S. ; OLIVEIRA, H. G. ; FERNANDES, A. ; SANTOS, R. S. ; LONGO, C. . Degradação de estradiol por fotocatálise heterogênea utilizando eletrodo de filme poroso de TiO2/WO3 nanocristalino. In: XVI Congresso internode iniciação científica Unicamp 2008, 2008, Campinas. XVI Congresso internode iniciação científica Unicamp 2008, 2008.

11.
OLIVEIRA, H. G.; NERY, D. C. ; PASCHOALINO, M. P. ; LONGO, C. . Decomposiçao de fenol com eletrodo nanocristalino de TiO2 por fotocatalise heterogenea eletroassistida. In: XVI Simposio Brasileiro de Eletroquimica e Eletroanalitica, 2007, Aguas de Lindoia. XVI Simposio Brasileiro de Eletroquimica e Eletroanalitica, 2007. p. 48-48.

12.
NERY, D. C. ; OLIVEIRA, H. G. ; FERNANDES, A. ; LONGO, C. . Propriedades fotoeletroquimicas de eletrodos de TiO2 nanocristalino. In: XVI Simposio Brasileiro de Eletroquimica e Eletroanalitica, 2007, Aguas de Lindoia. XVI Simposio Brasileiro de Eletroquimica e Eletroanalitica, 2007. p. 40-40.

13.
OLIVEIRA, H. G.; OLIVEIRA, D. F. ; NERY, D. C. ; PASCHOALINO, M. P. ; LONGO, C. . Caracterização morfológica e eletroquímica de eletrodo poroso de filme de TiO2 modificado com WO3 para aplicação em fotoeletrocatálise. In: 30ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Quimica, 2007, Aguas de Lindóia. 30ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Quimica, 2007.

14.
OSAJIMA, Josy Anteveli ; OLIVEIRA, H. G. ; YASSUMOTO, Lizia ; TAKASHIMA, Keiko . Foto-oxidação de herbicidas imidazolinonas por persulfato mediada por dióxido de titânio. In: XII Encontro de Química da Região Sul, 2007, Guarapuava. XII Encontro de Química da Região Sul, 2004.

15.
OSAJIMA, Josy Anteveli ; OLIVEIRA, H. G. ; YASSUMOTO, Lizia ; TAKASHIMA, Keiko . Efeitos de alguns parametros cineticos na adsorçao de herbicidas imidazolinonas em suspensao de TiO2 relevantes na fotodegradaçao. In: Sociedade Brasileira de Quimica 29ª Reuniao Anual, 2006, Aguas de Lindoia. ., 2006.

16.
OLIVEIRA, H. G.; YASSUMOTO, Lizia ; OSAJIMA, Josy Anteveli ; TAKASHIMA, Keiko . Efeito de íons inorgânicos na fotodegradação de herbicida imazaquin em suspensão de dióxido de titânio. In: XIV Encontro Anual de Iniciação Científica, 2005, Guarapuava. XIV Encontro Anual de Iniciação Científica, 2005.

17.
OLIVEIRA, H. G.; OSAJIMA, Josy Anteveli ; YASSUMOTO, Lizia ; TAKASHIMA, Keiko . Efeito dos íons inorgânicos na fotodegradação de herbicida imazaquin em suspensão de dióxido de tiânio. In: XXI Semana da Química, 2005, Londrina. XXI Semana da Química, 2005.

18.
OSAJIMA, Josy Anteveli ; YASSUMOTO, Lizia ; OLIVEIRA, H. G. ; TAKASHIMA, Keiko . Efeito da força iônica e do íon periodato na degradação fotocatalítica de herbicidas imidazolinonas em suspensão de TiO2. In: XIII Encontro de Química da Região Sul, 2005, Florianópolis, SC. XIII Encontro de Química da Região Sul, 2005.

19.
OSAJIMA, Josy Anteveli ; OLIVEIRA, H. G. ; YASSUMOTO, Lizia ; TAKASHIMA, Keiko . Influência do íon persulfato na degradação de herbicidas imidazolinonas na interface TiO2/H2O. In: XXVI Congresso Latinoamericano de Química 27ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2004, Salvador. XXVI Congresso Latinoamericano de Química 27ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2004.

20.
OLIVEIRA, H. G.; OSAJIMA, Josy Anteveli ; TAKASHIMA, Keiko . Influencia dos íons inorgânicos na degradação fotocatalítica de herbicida imazaquin na suspensão de dióxido de titânio. In: XIII Encontro Anual de Iniciação Científica, 2004, Londrina. XIII Encontro Anual de Iniciação Científica, 2004.

21.
OLIVEIRA, H. G.; OSAJIMA, Josy Anteveli ; TAKASHIMA, Keiko . Influencia dos íons inorgânicos na degradação fotocatalítica de herbicida imazaquin na suspensão de dióxido de titânio. In: XX Semana da Química, 2004, Londrina. XX Semana da Química, 2004.

22.
OSAJIMA, Josy Anteveli ; OLIVEIRA, H. G. ; YASSUMOTO, Lizia ; ISHIKI, Renata Rumi ; TAKASHIMA, Keiko . Fotocatálise de alguns herbicidas imidazolinonas na interface TiO2/H2O. In: XI Encontro de Química da Região Sul, 2003, Pelotas. XI Encontro de Química da Região Sul, 2003.

23.
OLIVEIRA, H. G.; YASSUMOTO, Lizia ; TAKASHIMA, Keiko . Fotodegradação de herbicidas da família das imidazolinonas mediadas por dióxido de titânio imobilizado. In: XII Encontro Anual de Iniciação Científica, 2003, Foz do Iguaçu. XII Encontro Anual de Iniciação Científica, 2003.

Apresentações de Trabalho
1.
OLIVEIRA, H. G.; FERREIRA, L. H. ; BERTAZZOLI, R. ; LONGO, C. . Degradação do hormônio 17 alfa-etinilestradiol utilizando eletrodos de TiO2/WO3 depositados em eletrodos transparentes. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
OLIVEIRA, H. G.; FITZMORRIS, R. C. ; ZHANG, J. Z. ; LONGO, C. . Degradação fotocatalítica de Rodamina 6G sobre eletrodos de filme poroso de WO3, TiO2 e TiO2/WO3. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
OLIVEIRA, H. G.; SILVA, E. D. ; LONGO, C. . Photocatalytic activity of TiO2 and TiO2/WO3 electrodes for estradiol removal from aqueous solution. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
OLIVEIRA, H. G.; SILVA, E. D. ; OLIVEIRA, D. F. ; LONGO, C. . Propriedades fotoeletroquímicas de eletrodos de filme poroso de TiO2/WO3. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
OLIVEIRA, H. G.; NERY, D. C. ; PASCHOALINO, M. P. ; Longo, Claudia . Decomposição fotocatalítica de fenol com eletrodo poroso de TiO2. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

6.
OLIVEIRA, H. G.; NERY, D. C. ; PASCHOALINO, M. P. ; LONGO, C. . Decomposição de fenol com eletrodo nanocristalino de TiO2 por fotocatálise heterogênea eletroassistida. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

7.
NERY, D. C. ; OLIVEIRA, H. G. ; LONGO, C. . Propriedades fotoeletroquimicas de eletrodos de TiO2 nanocristalino.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

8.
OLIVEIRA, H. G.; OSAJIMA, Josy Anteveli ; YASSUMOTO, Lizia ; TAKASHIMA, Keiko . Efeito de íons inorgânicos na fotodegradação de herbicida imazaquin em suspensão de dióxido de titânio. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
OLIVEIRA, H. G.; OSAJIMA, Josy Anteveli ; YASSUMOTO, Lizia ; TAKASHIMA, Keiko . Efeito dos íons inorgânicos na fotodegradação de herbicida imazaquin em suspensão de dióxido de tiânio. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

10.
OLIVEIRA, H. G.; OSAJIMA, Josy Anteveli ; TAKASHIMA, Keiko . Influencia dos íons inorgânicos na degradação fotocatalítica de herbicida imazaquin na suspensão de d. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

11.
OLIVEIRA, H. G.; YASSUMOTO, Lizia ; TAKASHIMA, Keiko . Fotodegradação de herbicidas da família das imidazolinonas mediadas por dióxido de titânio imobilizado. 2003. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Produção técnica
Processos ou técnicas
1.
LONGO, C. ; PASCHOALINO, M. P. ; OLIVEIRA, H. G. . Sistema para purificação de água utilizando um eletrodo de TiO2 nanocristalino para remoção de poluentes orgânicos. 2009.


Demais tipos de produção técnica
1.
SANTOS, R. S. ; OLIVEIRA, H. G. . Introdução ao estudo fotoeletroquímico de óxido semicondutores. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Patentes e registros



Patente

A Confirmação do status de um pedido de patentes poderá ser solicitada à Diretoria de Patentes (DIRPA) por meio de uma Certidão de atos relativos aos processos
1.
 LONGO, C. ; OLIVEIRA, H. G. ; PASCHOALINO, M. P. . SISTEMA PARA PURIFICAÇÃO DE ÁGUA UTILIZANDO UM ELETRODO DE TiO2 NANOCRISTALINO PARA REMOÇÃO DE POLUENTES ORGÂNICOS.. 2009, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI0900374-6, título: "SISTEMA PARA PURIFICAÇÃO DE ÁGUA UTILIZANDO UM ELETRODO DE TiO2 NANOCRISTALINO PARA REMOÇÃO DE POLUENTES ORGÂNICOS." , Instituição de registro: INOVA. Depósito: 26/03/2009Instituição(ões) financiadora(s): FAPESP.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
LUZ JUNIOR, G. E.; SILVA, W. C.; OLIVEIRA, H. G.. Participação em banca de Aline Estefany Brandão Lima. Propriedades estrutural, fotoeletroquímica e fotocatalítica de filme poroso de CuWO4 na fotodegradação de Rodamina B em solução aquosa. 2017. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal do Piauí.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
1º Workshop sobre contaminantes emergentes em águas para consumo humano. 2009. (Outra).

2.
Workshop International on Nanomaterials and Functional Materials. 2009. (Outra).

3.
XVII Simposio Brasileiro de Eletroquimica e Eletroanalítica.Propriedades fotoeletroquímicas de eletrodos de filme poroso de TiO2/WO3. 2009. (Simpósio).

4.
31ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química. Decomposição fotocatalítica de fenol com eletrodo poroso de TiO2. 2008. (Congresso).

5.
4ª Feira e Congresso Internacional de Nanotecnologia Nanotec Expo 2008. 2008. (Outra).

6.
XVI Simpósio Brasileiro de Eletroquímica e Eletroanalítica.Decomposição de fenol com eletrodo nanocristalino de TiO2 por fotocatálise heterogênea eletroassistida. 2007. (Simpósio).

7.
2º Congresso Internacional de Nanotecnologia Nanotec Expo 2006. 2006. (Outra).

8.
XIV Encontro Anual de Iniciação Científica.Efeito de íons inorgânicos na fotodegradação de herbicida imazaquin em suspensão de dióxido de titânio. 2005. (Encontro).

9.
XXI Semana da Química.Efeito de íons inorgânicos na fotodegradação de herbicida imazaquin em suspensão de dióxido de titânio. 2005. (Outra).

10.
XII Encontro de Química da Região Sul.Foto-oxidação de herbicidas imidazolinonas por persulfato mediada por dióxido de titânio. 2004. (Outra).

11.
XIII Encontro Anual de Iniciação Científica.Influência dos íons inorgânicos na degradação de herbicidas imazaquin na suspensão de dióxido de titânio. 2004. (Encontro).

12.
XX Semana da Química.Influência dos íons inorgânicos na degradação fotocatalítica de herbicida imazaquin na suspensão de dióxido de titânio. 2004. (Outra).

13.
XII Encontro Anual de Iniciação Científica.Fotodegradação de herbicidas da família das imidazolinonas mediada por dióxido de titânio imobilizado. 2003. (Encontro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Iniciação científica
1.
Matheus Alves da Silva. Atendimento as Necessidades das Incubadoras Tecnológicas de Empreendimento Econômico Solidário - Uma Parceria IFC-Luzerna e New Medical Technology (Incubada) no desenvolvimento de Barras de Nuss de Titânio .. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Engenharia Mecânica) - Instituto Federal Catarinense, Instituto Federal Catarinense. (Orientador).

2.
Lucas Ferreira. Atendimento as Necessidades das Incubadoras Tecnológicas de Empreendimento Econômico Solidário - Uma Parceria IFC-Luzerna e New Medical Technology (Incubada) no desenvolvimento de Barras de Nuss de Titânio .. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Engenharia Mecânica) - Instituto Federal Catarinense, Instituto Federal Catarinense. (Orientador).

3.
Carlos Roberto Wolz. Biomateriais de titânio: perspectivas de aplicação. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Ensino Médio Integrado em Mecânica) - Instituto Federal Catarinense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Iniciação científica
1.
Maria Clara Barreto. Monitoramento das propriedades fisico-químicas durante a produção de cerveja artesanal. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Ensino Médio Integrado em Segurança do Trabalho) - Instituto Federal Catarinense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Haroldo Gregório de Oliveira.

2.
Flávia Rosa de Andrade. Eletrofloculação de solução de corante alimentício com eletrodos de alumínio fotoassistida por células solares de silício.. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Técnico em Segurança do Trabalho) - Instituto Federal Catarinense, Instituto Federal Catarinense. Orientador: Haroldo Gregório de Oliveira.

3.
Luiz Guilherme Menezes dos Santos. Análise por injeção em fluxo (FIA) para o curso de Engenharia de Controle e Automação. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia de Controle e Automação) - Instituto Federal Catarinense, Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina. Orientador: Haroldo Gregório de Oliveira.

4.
Flávia Rosa de Andrade. Montagem de um biodigestor anaeróbio de baixo custo para produção de biogás. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Técnico em Segurança do Trabalho) - Instituto Federal Catarinense, Instituto Federal Catarinense. Orientador: Haroldo Gregório de Oliveira.



Inovação



Patente
1.
 LONGO, C. ; OLIVEIRA, H. G. ; PASCHOALINO, M. P. . SISTEMA PARA PURIFICAÇÃO DE ÁGUA UTILIZANDO UM ELETRODO DE TiO2 NANOCRISTALINO PARA REMOÇÃO DE POLUENTES ORGÂNICOS.. 2009, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI0900374-6, título: "SISTEMA PARA PURIFICAÇÃO DE ÁGUA UTILIZANDO UM ELETRODO DE TiO2 NANOCRISTALINO PARA REMOÇÃO DE POLUENTES ORGÂNICOS." , Instituição de registro: INOVA. Depósito: 26/03/2009Instituição(ões) financiadora(s): FAPESP.


Projeto de extensão



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/10/2018 às 12:31:57