José Cláudio Casali da Rocha

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6612912880886333
  • Última atualização do currículo em 22/06/2015


possui graduação em Medicina pela Universidade Federal Fluminense (1988), residencia medica em Oncologia Clinica pelo Instituo Nacional de Câncer (INCA) em 1996, doutorado em Oncologia pela Fundação Antônio Prudente (2002) e pós-doutorado em Farmacogenética pelo St Jude Children's Research Hospital (EUA) em 2005. Fundou o departamento de Oncogenética do Hospital AC Camargo em 1998 e retornou ao Brasil em 2005 como pesquisador sênior do Instituto Nacional de Câncer onde foi diretor medico do Banco Nacional de Tumores e DNA (BNT-INCA), desenvolvendo sua linha de pesquisa em Oncologia Translacional. Em 2012 fundou o Serviço de Oncogenética do Hospital Erasto Gaertner, em Curitiba e desde 2013 é professor de Graduação do curso de Medicina da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Oncologia e Genética, atuando principalmente em pesquisa translacional nos seguintes temas: oncogenética, susceptibilidade ao câncer, farmacogenética, banco de tumores e DNA, pesquisa clínica, e biologia dos tumores. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
José Cláudio Casali da Rocha
Nome em citações bibliográficas
Jose Claudio C. Rocha;CASALIDAROCHA, J;Casali-da-Rocha, José Cláudio;CLÁUDIO CASALI-DA-ROCHA, JOSÉ

Endereço


Endereço Profissional
Hospital Erasto Gaertner, Hospital Erasto Gaertner.
Rua Doutor Ovande do Amaral, 201
Jardim America
81520060 - Curitiba, PR - Brasil
Telefone: (41) 33615000


Formação acadêmica/titulação


1998 - 2002
Doutorado em Oncologia.
Fundação Antônio Prudente, FAP, Brasil.
Título: Diagnostico Molecular da Doenca de von Hippel-Lindau (VHL) em Familias Brasileiras: estudo ampliado, Ano de obtenção: 2002.
Orientador: Andrew John George Simpson.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
1992 - 1995
Especialização - Residência médica.
Instituto Nacional de Câncer, INCA, Brasil. Residência médica em:
Número do registro: .
Bolsista do(a): Ministerio da Educacao e Cultura, MEC, Brasil.
1982 - 1988
Graduação em Medicina.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.


Pós-doutorado


2003 - 2005
Pós-Doutorado.
St Jude Children's Research Hospital, SJCRH, Estados Unidos.
Bolsista do(a): St Jude Children's Research Hospital, SJCRH, Estados Unidos.
Grande área: Ciências Biológicas


Formação Complementar


2009 - 2009
Treinamento de Mídia. (Carga horária: 7h).
Instituto Nacional de Câncer, INCA, Brasil.
2007 - 2007
Instrumentos para estudo de tabagismo.
Instituto Nacional de Câncer, INCA, Brasil.
2007 - 2007
Noções Básicas de Bioestatística. (Carga horária: 9h).
Instituto Nacional de Câncer, INCA, Brasil.


Atuação Profissional



Pontifícia Universidade Católica do Paraná, PUC/PR, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 10


Hospital das Clínicas. Faculdade de Medicina (UFPR), HC/UFPR, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Convidado, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 2

Atividades

08/2012 - 08/2012
Ensino, Medicina, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Hematologia/Oncologia. Tema: Nutrigética em oncologia

Hospital Erasto Gaertner, HEG, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Chefe do Servico de Oncogenetica, Carga horária: 20


Hospital das Clínicas. Faculdade de Medicina (USP), HC/USP, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Convidado, Enquadramento Funcional: Professor

Atividades

08/2011 - 08/2011
Ensino, Medicina, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Urologia. Tema: MUR-5779: princípios de genética médica das doenças urológicas: da banca ao leito

Hospital do Cancer A.C. Camargo, HC, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 2006
Vínculo: prestador de servico, Enquadramento Funcional: Diretor do Departamento de Oncogenetica, Carga horária: 40

Vínculo institucional

1998 - 2006
Vínculo: Medico Titular, Enquadramento Funcional: Medico do Departamento de Oncogenetica, Carga horária: 40

Atividades

02/1998 - 02/2006
Direção e administração, Departamento de Oncogenetica, .

Cargo ou função
Diretor.
02/1998 - 02/2006
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Oncogenetica, .

Linhas de pesquisa
doenca de von Hippel-Lindau
02/1998 - 02/2006
Treinamentos ministrados , Departamento de Oncogenetica, .

Treinamentos ministrados
residencia medica
Pos-graduacao
Iniciacao cientifica
Estagio supervisionado

Instituto Nacional de Câncer, INCA, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2010
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Pesquisador Senior, Carga horária: 40

Atividades

08/2006 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Coordenação de Pesquisa, Comissão de Ética em Pesquisa.

Cargo ou função
Membro do Comitê.
2006 - Atual
Treinamentos ministrados , Coordenação de Pesquisa, .

Treinamentos ministrados
Orientação de estudantes de graduação e pós-graduação
2006 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Coordenação de Pesquisa, Serviço de Pesquisa Clínica Aplicada.

Cargo ou função
Membro da Comissão do Banco Nacional de Tumores.
10/2005 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Coordenação de Pesquisa, Divisão de Pesquisa Clínica Aplicada.

Cargo ou função
Câmara Técnico-Política de Inovação Científica (SISPLAN).
08/2005 - Atual
Direção e administração, Coordenação de Pesquisa, Serviço de Pesquisa Clínica Aplicada.

Cargo ou função
Diretor Médico do Banco Nacional de Tumores e DNA (BNT).
08/2005 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Coordenação de Pesquisa, Divisão de Pesquisa Clínica Aplicada.

08/2005 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Coordenação de Pesquisa, Divisão de Pesquisa Clínica Aplicada.

Cargo ou função
Comissão de Implantação do Banco Nacional de Tumores.

St Jude Children´s Research Hospital, SJCRH, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2003 - 2005
Vínculo: Pós-doutorado, Enquadramento Funcional: Pós-doc, Carga horária: 40



Linhas de pesquisa


1.
Doença de von Hippel-Lindau

Objetivo: A doença de von Hippel-Lindau (VHL) é uma doença hereditária multissistêmica, causada por mutações no gene VHL que predispõe o portador a manifestações benignas e malignas em diversos órgãos. O início dos sintomas pode ocorrer a partir dos primeiros anos de vida e inclui entre outros, angioma de retina, hemangioblastoma (HB) de sistema nervoso central (SNC), feocromocitoma (FE), carcinoma renal do tipo células claras (CR) e cistos múltiplos renais, pancreáticos, hepáticos e de epidídimo. O diagnóstico clínico baseia-se em critérios que consideram a história familial e a apresentação clínica das lesões. O aconselhamento genético e avanços dos métodos de diagnóstico e de tratamento vêm mudando o curso desta enfermidade com a diminuição da morbidade e da mortalidade, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das famílias afetadas por esse mal e para o entendimento da doença. O diagnóstico molecular da doença baseia-se na aplicação de técnicas de biologia molecular que visam a detecção de mutações germinativas no gene VHL. Também pode ser utilizado como teste preditivo, selecionando os indivíduos considerados como de alto risco e, portanto candidatos ao programa de rastreamento clínico de lesões..
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica / Especialidade: Genetica.
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica / Especialidade: Oncologia.
Palavras-chave: aconselhamento genetico; banco de tumores; biologia molecular; hemangioblastoma; von Hippel-Lindau; VHL gene.
2.
Banco de Tumores e DNA

Objetivo: O Banco Nacional de Tumores e DNA (BNT) localizado no Centro de Pesquisa do Instituto Nacional de Câncer (INCA) é o resultado de uma parceria com a Swiss Bridge Foundation e tem a meta de coletar os tumores mais prevalentes na população das diferentes regiões do país. Para tanto o BNT possui centros de coleta tando nos hospitais dos INCA, que totalizam 10.000 cirurgias oncológicas por ano, quanto em hospitais associados dentro do Brasil. Este projeto tem o objetivo de permitir pesquisas genômicas que explorem a diversidade gênica dos tumores associada aos diferentes fatores ambientais e ao background genético da população brasileira. A coleta, estocagem e o processamento de tecidos tumorais e o seu tecido pareado normal respeitam procedimentos operacionais padrão de maneira a se reduzir as variáveis que podem interferir com os resultados de análises que envolvem um grande número de amostras. A integração do sistema de informática do BNT com o da Anatomia Patológica (DIPAT) e com o prontuário clínico eletrônico permite que dados demográficos, clínicos e histopatológicos cadastrados no sistema sejam agregados à amostra..
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Farmacologia Bioquímica e Molecular / Especialidade: Farmacogenetica.
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica / Especialidade: Cancerologia.
Palavras-chave: banco de tumores; DNA; repositório; biologia molecular.
3.
Susceptibilidade Genética ao Câncer (Oncogenética)

Objetivo: Estima-se que cerca de 5% a 10% de muitos cânceres estejam associados à predisposição hereditária. Destes, destacam-se as síndromes de câncer hereditário em que o fenótipo característico é o desenvolvimento de câncer, como p.e. Câncer Colorretal Hereditário Não Poliposo (HNPCC), Polipose Adenomatosa Familiar (FAP), Retinoblastoma, Síndrome de Câncer de Mama e Ovário Hereditários (HBOC), Síndrome de Câncer de Mama e Colorretal Hereditários (HBCC), Doença de von Hippel-Lindau (VHL), Síndrome de Li-Fraumeni, etc. A identificação de indivíduos portadores permite delinear estratégias para redução de risco, quimioprevenção e cirurgias profiláticas. Na síndrome de câncer de mama e ovário hereditários (HBOC) medidas redutoras de risco vêem sendo investigadas como a ooforectomia, mastectomia bilateral e quimioprofilaxia (com tamoxifeno/raloxifeno e inibidores da aromatase) (Kauff et al., J Clin Oncol 24 (18S); Abstract 1003, 2006). Na síndrome de Lynch (HNPCC), tratamentos diferenciados como p.e. a colectomia total vêm sendo recomendados, e o papel da quimioprevenção (com AAS, inibidores da COX2, e amido de milho não-digerível) ainda carece de recomendações formais. Adicionalmente, o desenvolvimento de novos marcadores moleculares e novas drogas alvo-específicas vêm abrindo a possibilidade de novas abordagens para diagnóstico, rastreamento, tratamento e seguimento do câncer hereditário. Áreas de interesse: (1) ensaios clínicos de prevenção e tratamento em pacientes com câncer hereditário; (2) avaliação dos efeitos a longo prazo do tratamento oncológico convencional em pacientes com síndromes de câncer hereditário; (3) identificação de fatores modificadores do risco e prognósticos; (4) avaliação e desenvolvimento de métodos inovadores para diagnóstico precoce e predição de resposta; (5) avaliação do custo-efetividade de medidas intervencionistas de prevenção e tratamento nas síndromes de câncer hereditário; (6) avaliação do custo-benefício das estratégias moleculares de det.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Humana e Médica / Especialidade: Genetica do cancer.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Farmacologia Bioquímica e Molecular / Especialidade: Farmacogenetica.
Palavras-chave: oncogenetica; oncologia; pesquisa clínica; prognostico; susceptibilidade ao cancer; Cancer colorretal hereditario sem polipose.
4.
Rede de Câncer Familial - Banco de Tumores Hereditário

Objetivo: Formar uma rede especializada no atendimento genético-clínico, laoratorial, epidemiológico e de pesquisa clínica em nível nacional. O Banco Nacional de Tumores e DNA participa com o apoio para a formação do banco de tumroe hereditário.
Palavras-chave: aconselhamento genetico; BRCA1; HNPCC; banco de tumores; von Hippel-Lindau; Li-Fraumeni.
5.
Pesquisa Translacional em Oncologia

Objetivo: Avaliar marcadores moleculares prognósticos para aplicação clínica em oncologia. Estudo de custo-efetividade da implantação de marcadores moleculares na rotina do laboratório clínico..
Palavras-chave: banco de tumores; biologia molecular; cancer colorretal; instabilidade de microssatelites; renal carcinoma; câncer de endométrio.
6.
Farmacogenética dos tumores

Objetivo: Avaliar associações de polimorfismos realcionados a resposta terapêutica a quimioterápicos e outros agentes antineoplásicos, toxidade individual e susceptibilidade a tumores secundários decorrentes do tratamento. Uma abordagem de genes candidatos vem sendo a abordagem escolhida para os primeiros projetos. com a aquisição e recente instalação do equipamento de SNP-array da Affymetrics pretende-se partir para uma abordagem genômica ampla..
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica / Especialidade: Oncologia.
Palavras-chave: UGT1A1; polimorfismos; Farmacogenética; GSTM1; MTHFR; banco de tumores.
7.
doenca de von Hippel-Lindau


Projetos de pesquisa


2007 - Atual
Mutações somáticas no gene VHL em carcinomas renais esporádicos ou associados a doença de VHL
Descrição: Os carcinomas renais são tumores agressivos, freqüentemente diagnosticados em estádios avançados, e pouco responsivos aos tratamentos quimio- e imunoterápicos. O carcinoma renal do tipo células claras (CR) é o tipo mais freqüente tanto na forma esporádica quanto em VHL e caracteristicamente apresenta a inativação dos dois alelos gene VHL por eventos somáticos nos casos esporádicos, e pela combinação de um evento germinativo (ou constitutivo) com um evento somático nos casos associados à doença VHL. Novas abordagens terapêuticas para CR esporádicos têm sido propostas com uso de drogas alvo específico inibidoras dos receptores de VEGF e PDGF, e a presença de metilação ou mutações somáticas do tipo frameshift e non-sense no gene VHL foi correlacionada a uma melhor resposta terapêutica. Esses dados sugerem que o status mutacional do gene VHL possa servir como preditor de resposta terapêutica a esses novos agentes terapêuticos. Esse projeto tem como objetivo avaliar os eventos somáticos ocorridos no gene VHL nos CR associados ou não a doença de VHL. Os CR esporádicos que serão estudados fazem parte do estudo clínico em andamento com a droga SU011248 (Sunitinib, Pfizer Inc, La Jolla, CA) para pacientes com CR metastático. Espera-se que esse estudo contribua para o entendimento dos mecanismos de carcinogênese renal, e para avaliar a importância do status VHL na predição de resposta a novas terapias medicamentosas em CR associados ou não com a doença de VHL..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: José Cláudio Casali da Rocha - Coordenador / Daniel herchenhorn - Integrante / sergio romano - Integrante.Financiador(es): Instituto Nacional de Câncer - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Pfizer S/A - Auxílio financeiro / Instituto Nacional de Câncer - Bolsa.Número de orientações: 1
2007 - Atual
Avaliação da presença de instabilidade de microssatélites no adeno carcinoma de endométrio esporádico e correlação com prognóstico em pacientes tratadas no INCA
Descrição: Os tumores ginecológicos estão entre os mais freqüentes do Brasil e constituem uma das principais causas de morte entre mulheres no país [INCA, Estimativa 2006. Incidência de Câncer no País], com uma prevalência de até 36,4% na região sudeste [Torloni H, Brumini R, Registro de Tumores, Brasília, 1978]. O câncer de endométrio constitui 11% destes tumores e sua incidência também varia conforme as regiões, em média de 30 a 40 mulheres/100.000. Entretanto, estes números vêm apresentando aumento progressivo influenciado por fatores como maior longevidade, menor número de filhos, uso mais extenso de anticoncepcionais hormonais e estrogenioterapia na peri- e pós-menopausa, entre outros. O adenocarcinoma responde por mais de 90% dos casos de câncer de endométrio sendo classificados em subtipo endometrióide (87,4%), adenoescamoso (4,4%), mucinoso (0,6%), seroso papilífero (2,9%), e raramente de células claras e células escamosas [Pecorelli S,J Epidemiol Biostat, 3:41,1998]. A primeira opção de tratamento sempre que possível é a cirurgia; radioterapia e/ou quimioterapia adjuvantes poderão ser associadas conforme o tipo histológico, grau de diferenciação do tumor, comprometimento do miométrio e estadiamento final da doença. O adenocarcinoma de endométrio pode ser encontrado na forma esporádica (quando não há história familiar) ou pode estar associado a síndromes de câncer hereditário. A Síndrome de Lynch - ou Câncer Colorretal Hereditário sem Polipose (HNPCC) - é a mais comum, sendo causada por mutação germinativa nos genes de reparo do DNA hMLH1, hMSH2, hMSH6 e menos freqüentemente no hPMS1 e hPMS2, e de herança autossômica dominante [Peltomaki P, Hum mol Genet, 10:735-40, 2001]. A Síndrome de Lynch é caracterizada pelo desenvolvimento precoce de câncer colorretal (CCR), de endométrio, gástrico, rim e vias urinárias, ovário, vias biliares e pâncreas, e presença de instabilidade de microssatélites (MSI), ou seja, instabilidade generalizada de pequenas seqüências do DNA..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) .
Integrantes: José Cláudio Casali da Rocha - Coordenador / Ricardo L. A. Silva - Integrante / Cristiano Guedes Duque - Integrante / Cláudia Bessa Pereira Chaves - Integrante.Financiador(es): Instituto Nacional de Câncer - Bolsa / Instituto Nacional de Câncer - Bolsa / Instituto Nacional de Câncer - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2
2007 - Atual
Susceptibilidade genética ao câncer gástrico na América Latina
Descrição: O adenocarcinoma gástrico é o segundo câncer mais letal na América Latina, e está associado com a alta prevalência da infecção com o carcinógeno tipo-I Helicobacter pylori. Vários eventos imunológicos relacionados com a resposta inflamatória no estômago de indivíduos infectados estão associados com a carcinogênese gástrica. Esses eventos são mediados por receptores Toll-like (TLRs), citocinas e quimocinas pró-inflamatórias como interleucina-8 (IL8), interleucina-1B (IL-1β), Fator de necrose tumoral ? alpha (TNF-α ) e a enzima pró-inflamatória Ciclo-oxigenase 2 (COX-2). Correa propôs um modelo de progressão para o desenvolvimento de adenocarcinoma gástrico de tipo intestinal, originalmente baseado em observações histopatológicas e consistente com os efeitos da resposta imune pró-inflamatória contra a infecção por H. pylori. Entretanto, existe uma substancial variação inter-individual nesta progressão, nos sintomas e manifestações da carcinogênese. Parte dessa variabilidade é devido a fatores genéticos do hospedeiro. O principal objetivo desta proposta é testar a hipótese que variantes genéticas do hospedeiro nos genes TLR2, COX-2, IL1B, IL8RB, IL8RA e IL8, que são componentes chaves da resposta imune contra a infecção por H. pylori, estão associados com a susceptibilidade para adenocarcinoma gástrico em populações miscigenadas peruanas e brasileiras com os seguintes objetivos: (1) Coletar dados clínicos e amostras de DNA de 860 pacientes com adenocarcinoma gástrico e 860 controles: 500 amostras pareadas de Lima (Peru) e 360 amostras pareadas do Rio de Janeiro (Brasil). (2) Quantificar os níveis de expressão de COX-2 e IL-8 em biópsias de indivíduos com câncer gástrico e indivíduos controle, por meio de análises imunoistoquímicas. (3) Identificar Tag-SNPs em TLR2, COX2, IL1B, ILRB, IL8, IL8RA e IL8RB para ser usado em estudos de associação nas populações selecionadas. (4) Testar a associação estatística entre SNPs e haplótipos de TLR2, COX2, IL1B, IL8RB, IL8.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - Atual
Avaliação das Características Clínicas Associadas e do Valor Prognóstico da Presença de Instabilidade de Microssatélite em Tumores de Cólon Esporádicos Estádios II e III Tratados no Instituto Nacional de Câncer
Descrição: O câncer colorretal é o terceiro tipo de neoplasia mais comum e a quarta causa de morte por câncer. O tratamento curativo para o tumor de cólon não metastático inicia-se com a cirurgia. O estadiamento patológico consiste hoje a base para a avaliação prognostica e, consequentemente, para as decisões em relação ao tratamento adjuvante. Nos últimos anos, porém, novas informações foram obtidas a respeito das alterações genéticas e moleculares que levam ao surgimento deste tumor. O entendimento destas alterações poderá aprimorar este tratamento, evitando, por exemplo, que pacientes com um bom prognóstico recebam quimioterapia adjuvante. Já foi sugerido que, no câncer de cólon, uma das vias para o desequilíbrio do genoma e início da carcinogênese seja representada pela presença de altas taxas de mutações intragênicas. Estas, por sua vez, são caracterizadas pela instabilidade generalizada de pequenas seqüências de DNA, repetidas seguidamente, conhecidas como microssatélites. Esta instabilidade de microssatélite (MSI) é usualmente encontrada nos casos de câncer colorretal hereditário sem polipose (HNPCC). No entanto, cerca de 15% dos casos de tumores colorretais esporádicos também apresentam MSI e constituem um subgrupo distinto. Alguns estudos demonstraram que as neoplasias esporádicas com o fenótipo MSI ocorrem com mais freqüência no cólon ascendente, são caracteristicamente pouco diferenciadas, do tipo mucinoso e apresentam infiltração linfocítica peritumoral. Além disso, alguns trabalhos retrospectivos já sugeriram que estes tumores com MSI teriam um melhor desfecho quando comparados aos com estabilidade microssatélite. Desta forma, o presente estudo clínico pretende caracterizar os tumores de cólon esporádicos estágio II e III, tratados no Instituto Nacional de Câncer entre 2000 e 2004 quanto à presença da instabilidade microssatélite e fazer a correlação desta alteração com as características dos pacientes e dos tumores e com a sobrevida global e a sobrevida livre de.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) .
Integrantes: José Cláudio Casali da Rocha - Coordenador / Ricardo L. A. Silva - Integrante / Cristiano Guedes Duque - Integrante / Ivanir Martins de Oliveira - Integrante / Danilo Silva Lima - Integrante.Financiador(es): Instituto Nacional de Câncer - Bolsa / Instituto Nacional de Câncer - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2
2007 - Atual
Estudo da correlação dos polimorfismos do gene da UGT1A1 com o desfecho clínico de pacientes com tumor de cólon e reto metastático tratados com irinotecano
Descrição: Sabe-se que o SN-38, o princípio mais ativo do irinotecano (CPT-11), é conjugado primariamente pela enzima uridina difosfato-glucoronosiltransferase 1A1 (UGT1A1), com a formação do metabólito inativo SN-38 glucoronídeo (SN-38G). A farmacocinética do CPT-11 possui variação considerável entre diferentes indivíduos, conforme demonstrado pela análise da área sobre a curva (AUC) da droga e de seus metabólitos. Estudos de polimorfismos do gene da UGT1A1 já correlacionaram variações do gene que codifica esta enzima com as concentrações do SN-38G dentro de hepatócitos e com a AUC do SN-38 e do SN-38G. As variações genéticas da UGT1A1 já foram estudadas nas síndromes de hiperbilirrubinemias, pois esta enzima catalisa a glucoronidação da bilirrubina. A presença, em ambos os alelos, de 7 cópias da repetição TA (TA7) na região promotora do gene, ao invés de 6 cópias (TA6), foi associada à síndrome de Gilbert, uma forma de hiperbilirrubinemia. A eficiência da transcrição do gene parece ser inversamente proporcional ao número de repetições TA na caixa TATA (5 a 8 repetições). Assim, os polimorfismos do gene da UGT1A1 já foram também correlacionados com a toxicidade e com a taxa de resposta ao irinotecano. Sparreboom e colaboradores demonstraram uma relação entre a taxa de glucoronidação do SN-38, expressa como índice biliar (o produto do AUC plasmático do CPT-11 e a razão entre o SN38G e o SN-38) e a incidência de diarréia, que é um dos principais efeitos colaterais deste fármaco. Mathjissen avaliou 30 pacientes com câncer que receberam irinotecano. A incidência de neutropenia foi significativamente associada à presença dos alelos TA7/TA7. Innocenti e colaboradores, em estudo com 66 pacientes, encontraram resultados semelhantes e também significativos. A avaliação dos polimorfismos do gene da UGT1A1 e sua relação com o desfecho clínico dos pacientes com tumor de cólon e reto, tratados com irinotecano, serão os objetos deste estudo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) .
Integrantes: José Cláudio Casali da Rocha - Coordenador / Cristiano Guedes Duque - Integrante.Financiador(es): Swissbridge Foundation - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2006 - Atual
Estudo Genético-clínico da doença de von Hippel-Lindau
Descrição: A doença de von Hippel-Lindau (VHL) é uma doença hereditária multissistêmica, causada por mutações no gene VHL que predispõe o portador a manifestações benignas e malignas em diversos órgãos. O único estudo brasileiro sobre VHL avaliou 83 indivíduos pertencentes a 20 famílias com VHL revelando características peculiares (Rocha et al., 2003). Os dados indicam que a apresentação da doença no Brasil poderia estar associada a riscos diferentes dos descritos em outras populações. Esse projeto pretende estender o estudo de VHL no Brasil com mais 24 famílias diagnosticadas em diversos centros de genética e oncológicos do país ou encaminhadas pela VHL Family Alliance (www.vhl.org), caracterizando as mutações no gene VHL. Um benefício adicional poderá ser alcançado com o teste preditivo para familiares assintomáticos que será oferecido dentro de um programa de aconselhamento genético para refinamento do risco e inclusão de programa de rastreamento de lesões.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: José Cláudio Casali da Rocha - Coordenador / Ricardo L. A. Silva - Integrante.Financiador(es): Ministério da Saúde - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2
2006 - Atual
Avaliação do ambiente hormonal das neoplasias epiteliais de ovário e suas relações com VEGF sérico e ascítico
Descrição: A carcinogênese epitelial ovariana tem sido foco de estudos científicos em todo o mundo, devido ao aumento da incidência principalmente nos países desenvolvidos. A despeito de todas as conquistas em termos diagnósticos e tratamento, houve pouco impacto na sobrevida dos pacientes, o que torna o câncer de ovário uma doença de alta letalidade. No Brasil, pouco se conhece sobre a incidência da doença. A angiogênese tumoral é um processo multifatorial que resulta em vários produtos pró-angiogênicos, entre eles o Fator de Crescimento Vascular Endotelial (VEGF) é predominante. O objetivo desse estudo é avaliar o efeito do ambiente hormonal no desenvolvimento do carcinoma epitelial de ovário, sua relação com o VEGF e ressecabilidade tumoral. Estão sendo dosados os níveis plasmáticos de VEGF obtidos do sangue periférico e da veia tumoral, e sua relação com o prognóstico e sobrevida será avaliada..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: José Cláudio Casali da Rocha - Integrante / Solange Maria Diniz Bizzo - Coordenador / Maria Helena Faria Ornellas de Souza - Integrante.Financiador(es): Instituto Nacional de Câncer - Auxílio financeiro.
2006 - Atual
O fator de crescimento endotelial vascular como fator medidor da atividade tumoral no carcinoma epitelial de ovário
Descrição: O câncer de ovário é a enfermidade neoplásica ginecológica mais letal. A sua alta mortalidade é decorrência do estádio avançado ao diagnóstico e a dificuldade para avaliar ressecção ótima da doença. O objetivo deste estudo é avaliar os níveis de VEGF no líquido ascítico e sua relação com o prognóstico e sobrevida..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: José Cláudio Casali da Rocha - Integrante / Solange Maria Diniz Bizzo - Integrante / José Marinaldo Lima - Coordenador / Maria Helena Faria Ornellas de Souza - Integrante.Financiador(es): Instituto Nacional de Câncer - Auxílio financeiro.
2005 - Atual
Banco Nacional de Tumores e DNA
Descrição: Como resultado da Chamada Pública MCT/FINEP/CT-INFRA ? 003/2003, o INCA recebeu um apoio financeiro no valor de R$ 250.000,00 (duzentos e cinqüenta mil reais) destinado à construção de uma área para abrigar o Banco Nacional de Tumores e DNA. O convênio foi celebrado em 05 de agosto de 2004 e parte da verba já foi empregadoa na obra de infra-estrutura física, totalizando, até o momento, aproximadamente 850 m2 de área construída. Inaugurado em 11 de maio de 2005, o Banco Nacional de Tumores e DNA tem como objetivo estocar e processar amostras que serão utilizadas em pesquisas que visem a definição do perfil genético de tumores. O projeto tem como base três pilares: (1) Estabelecimento de uma rede de coleta e processamento de amostras de tecidos normais e tumorais, sangue e dados clínicos dos tipos de tumores mais relevantes no Brasil (em função de sua freqüência e morbidade) e sua transferência para o Centro de Pesquisa do INCA; (2) Estabelecimento de um banco de tumores e DNA, com sistema para identificação acurada, armazenamento adequado e recuperação fácil de amostras de tecido e DNA. Esse banco contará com infraestrutura para microdissecção e arrays de tecido e cDNA; (3) Implantação de uma unidade de bioinformática para controle e análise de dados. Com a instalação, em cinco anos, do Banco Nacional de Tumores, espera-se estimular os projetos clínico-moleculares no Brasil e promover um potencial impacto nacional nas áreas de Saúde, Biotecnologia e Economia..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2003 - 2006
Sindrome de Li-Fraumeni
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: José Cláudio Casali da Rocha - Integrante / Maria Isabel Waddington Achatz - Coordenador / Pierre Hainaut - Integrante.Financiador(es): Centre International de Recherche sur le Cancer - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 3
2003 - 2005
Farmacogenética das Leucemias Linfoblásticas Agudas na Infância
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2003 - Atual
Modelo Murino para estudo dos rearranjos do gene MLL e leucemias secundárias ao uso de TOPOII
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2001 - 2003
Polimorfismo da Ciclina D1 como modificador de risco para a doenca de von Hippel-Lindau
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: José Cláudio Casali da Rocha - Coordenador / Luciana T Kagohara - Integrante / Andre Luiz Vettore - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
2000 - 2005
Sindrome de Cowden e Cowden-like
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: José Cláudio Casali da Rocha - Coordenador / Luciana T Kagohara - Integrante.Financiador(es): St Jude Children´s Research Hospital - Cooperação.
1998 - 2006
Diagnostico molecular da doenca de von Hippel-Lindau
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: José Cláudio Casali da Rocha - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 1
1998 - 2003
Cancer colorretal hereditario sem Polipose
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de desenvolvimento


1999 - 2003
Criacao do ambulatorio especializado em Neurofibromatose
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.


Membro de corpo editorial


2012 - Atual
Periódico: Revista Onco&
2009 - Atual
Periódico: Journal Biopreservation & Biobanking
2007 - 2010
Periódico: Revista da Associação Brasileira de Câncer
2007 - Atual
Periódico: Genetics and Molecular Research
2005 - Atual
Periódico: Applied Cancer Research


Revisor de projeto de fomento


2010 - Atual
Agência de fomento: Fundacao de Amparo a Pesquisa do Estado do Maranhao
2005 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica/Especialidade: Genetica.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica/Especialidade: Oncologia.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Humana e Médica/Especialidade: Oncogenetica.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Humana e Médica/Especialidade: Genetica do cancer.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral / Subárea: Biologia molecular.
6.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia / Subárea: Farmacologia Bioquímica e Molecular/Especialidade: Farmacogenetica.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2013
Prêmio Análise Saúde 2013 pela indicação como um dos mais admirados na especialidade Oncologia, Análise Editorial.
2010
Prêmio Carmen Prudente de Oncologia, Sociedade de Cancerologia.
2008
Prêmio Análise de Medicina pela indicação como um dos mais admirados na especialidade Oncologia, Análise Editorial.
2007
2nd Latin America Novartis Oncology Scientific Award, Novartis Oncology.
2006
AACR Scholar-in-Training Awards - Frontiers in Cancer Prevention Research Conference, American Association for Cancer Research.
2005
Premio Jabuti de Literatura 2005 - 3 lugar na Categoria Ciências naturais e ciências da saúde, Camara Brasileira do Livro.
2003
Merit Award, ASCO 39th Annual Meeting, American Society of Clinical Oncology.
2003
Melhor Poster, 15º Congresso Brasileiro de Genetica Clinica, Sociedade Brasileira de Genetica Clinica.
2002
Melhor trabalho e melhor apresentacao oral, 14º Congresso Brasileiro de Genetica Clinica, Sociedade Brasileira de Genetica Clinica.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SCOPUS

Artigos completos publicados em periódicos

1.
LIMAVERDE-SOUSA, GABRIEL2013LIMAVERDE-SOUSA, GABRIEL ; DE ANDRADE BARRETO, ESTER ; FERREIRA, CARLOS GIL ; CLÁUDIO CASALI-DA-ROCHA, JOSÉ . Simulation of the mutation F76del on the von Hippel-Lindau tumor suppressor protein: Mechanism of the disease and implications for drug development. Proteins (Print), v. 81, p. 349-363, 2013.

2.
ROSA, A. A.2012ROSA, A. A. ; ABAD, M. C. ; Jose Claudio C. Rocha . Fenocópia: nem tudo é o que parece. Revista Brasileira de Mastologia, v. 22, p. 33-38, 2012.

3.
MARODIN, G.2012MARODIN, G. ; FRANCA, P. ; Jose Claudio C. Rocha ; CAMPOS, A. H. . Biobanking for health research in Brazil: present challenges and future directions. Revista Panamericana de Salud Pública (Impresa) / Pan American Journal of Public Health (Impresa), v. 31(6), p. 523-528, 2012.

4.
Bizzo, Solange Maria Diniz2011Bizzo, Solange Maria Diniz ; Bizzo, Solange Maria Diniz ; Meira, Débora Dummer ; Meira, Débora Dummer ; Lima, José Marinaldo ; Lima, José Marinaldo ; da Silva Mororó, Jânio ; da Silva Mororó, Jânio ; de Barros Moreira, Fábio Carvalho ; de Barros Moreira, Fábio Carvalho ; Casali-da-Rocha, José Cláudio ; Casali-da-Rocha, José Cláudio ; Ornellas, Maria Helena Faria ; Ornellas, Maria Helena Faria . Serum albumin and vascular endothelial growth factor in epithelial ovarian cancer: looking at adnexal tumor drainage. Archives of Gynecology and Obstetrics (Print), v. 283, p. 855-859, 2011.

5.
Bizzo, Solange Maria Diniz2010Bizzo, Solange Maria Diniz ; Meira, Débora Dummer ; Lima, José Marinaldo ; Mororó, Jânio da Silva ; Casali-da-Rocha, José Cláudio ; Ornellas, Maria Helena Faria . Peritoneal VEGF burden as a predictor of cytoreductive surgery outcome in women with epithelial ovarian cancer. International Journal of Gynaecology and Obstetrics, p. 1, 2010.

6.
Gomy, Israel2010Gomy, Israel ; Molfetta, Greice Andreotti ; Andrade Barreto, Ester ; Ferreira, Cristiane Ayres ; Zanette, Dalila Luciola ; Silva, Wilson Araujo ; Casali-da-Rocha, José Cláudio . Clinical and molecular characterization of Brazilian families with von Hippel-Lindau disease: a need for delineating genotype-phenotype correlation. Familial Cancer, p. 111, 2010.

7.
DUQUE, C. G.2010DUQUE, C. G. ; Casali-da-Rocha, José Cláudio . Informed consent and research with stored biological samples. Revista da Associação Médica Brasileira (1992. Impresso), v. 56(5), p. 563-567, 2010.

8.
Jose Claudio C. Rocha2009Jose Claudio C. Rocha; LAUS, A. C. ; PELLEGRINO, R. ; VIDAL, J. P. C. B. ; BARRETO, E. A. ; AZEVEDO, M. C. G. M. ; ROMANO, S. . Genética e genômica integradas na investigação de um caso da doença de Von Hippel-Lindau. Revista da Sociedade Brasileira de Cancerologia, v. 39, p. 269-273, 2009.

9.
RIEGMAN, P2008RIEGMAN, P ; MORENTE, M ; BETSOU, F ; DEBLASIO, P ; GEARY, P ; Jose Claudio C. Rocha . Biobanking for better healthcare. MOL ONCOL, v. 2, p. 213-222, 2008.

10.
Yang, J2008Yang, J ; Bogni, A ; Cheng, C ; Bleibel, WK ; Cai, X ; Fan, Y ; Yang, W ; Jose Claudio C. Rocha ; Pei, D ; Liu, W ; Dolan, ME ; Pui, C-H ; Relling, MV . Etoposide Sensitivity Does Not Predict MLL Rearrangements or Risk of Therapy-Related Acute Myeloid Leukemia. Clinical Pharmacology and Therapeutics, v. 84, p. 691-697, 2008.

11.
ACHATZ, M. I. W.2007 ACHATZ, M. I. W. ; OLIVIER, M. ; LE CALVEZ, F ; MARTEL-PLANCHE, G. ; LOPES, A. ; ROSSI, B. M. ; ASHTON-PROLLA, P. ; GUGLIANI, R. ; PALMERO, E. I. ; VARGAS, F. R. ; Jose Claudio C. Rocha ; VETTORE, A. L. ; HAINAUT, P. . The TP53 mutation, R337H, is associated with Li-Fraumeni and Li-Fraumeni-like syndromes in Brazilian families. Cancer Letters, v. 245, p. 96-102, 2007.

12.
ACHATZ, M2007ACHATZ, M ; OLIVIER, M ; CALVEZ, F ; MARTELPLANCHE, G ; LOPES, A ; ROSSI, B ; ASHTONPROLLA, P ; VARGAS, F ; Jose Claudio C. Rocha ; VETTORE, A . Response to Germline TP53 R337H mutation is not sufficient to establish Li-Fraumeni or Li-Fraumeni-like syndrome , by Ribeiro et al.. Cancer Letters, v. 247, p. 356-358, 2007.

13.
PALMERO, E. I.2007PALMERO, E. I. ; KALAKUN, L. ; SCHULER-FACCINI, L. ; GUGLIANI, R. ; VARGAS, F. R. ; Jose Claudio C. Rocha ; ASHTON-PROLLA, P. . Cancer genetic counseling in public health care hospitals: three Brazilian services. Community Genetics, v. 10, p. 110-119, 2007.

14.
PALMERO, E. I.2007PALMERO, E. I. ; ASHTON-PROLLA, P. ; Jose Claudio C. Rocha ; VARGAS, F. R. ; KALAKUN, L. ; Blom M B ; Azevedo S J ; CALEFFI, M. ; GUGLIANI, R. ; SCHULER-FACCINI, L. . Clinical Characterization and Risk Profile of Individuals Seeking Genetic Counseling for Hereditary Breast Cancer in Brazil. Journal of Genetic Counseling, v. 16, p. 363-371, 2007.

15.
Sumita, Denilce R.2007Sumita, Denilce R. ; Jose Claudio C. Rocha ; Iaconelli Jr., Assumpto ; Borges Jr., Edson ; Pereira, Lygia V. . Preimplantation genetic diagnosis of Von Hippel-Lindau disease cancer syndrome by combined mutation and segregation analysis. Genetics and Molecular Biology, v. 30, p. 00, 2007.

16.
CLARIZIA, A. D.2006CLARIZIA, A. D. ; BASTOS-RODRIGUES, L. ; PENA, H. B. ; ANACLETO, C. ; ROSSI, B. M. ; Jose Claudio C. Rocha ; CABALLERO, O. ; CAMARGO, A. A. ; SIMPSON, A. J. G. ; PENA, S. D. J. . Relationship of the methylenetetrahydrofolate reductase C677T polymorphism with microsatellite instability and promoter hypermethylation in sporadic colorectal cancer. Genetics and Molecular Research, v. 5, n.2, p. 315-322, 2006.

17.
ANACLETO, C.2005ANACLETO, C. ; ROSSI, B. M. ; LOPES, A. ; SOARES, F. A. ; Jose Claudio C. Rocha ; CABALLERO, O. ; CAMARGO, A. A. ; SIMPSON, A. J. G. ; PENA, S. D. . Development and application of a multiplex PCR procedure for detecting of DNA methylation in colorectal cancer. Oncol Rep, v. 13, n.2, p. 325-328, 2005.

18.
Zanoteli, Edmar2005Zanoteli, Edmar ; Laporte, Jocelyn ; Jose Claudio C. Rocha ; Kretz, Christine ; Oliveira, Acary S.B. ; Mandel, Jean-Louis ; Perez, Ana B.A. ; Gabbai, Alberto A. ; Buj-Bello, Anna . Deletion of bothMTM1 andMTMR1 genes in a boy with myotubular myopathy. American Journal of Medical Genetics. Part A, v. 134A, p. 338-340, 2005.

19.
Anacleto, Charles2005Anacleto, Charles ; Leopoldino, Andréia M. ; Rossi, Benedito ; Soares, Fernando A. ; Lopes, Ademar ; Jose Claudio C. Rocha ; Caballero, Otávia ; Camargo, Anamaria A. ; Simpson, Andrew J. G. ; Pena, Sérgio D. J. . Colorectal Cancer "Methylator Phenotype": Fact or Artifact?. Neoplasia (New York), v. 7, p. 331-335, 2005.

20.
Jose Claudio C. Rocha2005 Jose Claudio C. Rocha; CHENG, C. ; LIU, W. ; KISHI, S. ; DAS, S. ; COOK, E. H. ; SANDLUND, J. T. ; RUBNITZ, J. ; RIBEIRO, R. ; CAMPANA, D. ; PUI, C. ; EVANS, W. E. ; RELLING, M. V. . Pharmacogenetics of outcome in children with acute lymphoblastic leukemia. Blood (Philadelphia), Estados Unidos, v. 105, n.12, p. 4752-4758, 2005.

21.
PORTO, M2005PORTO, M ; GALDIERI, L ; PEREIRA, V ; VERGANI, N ; Jose Claudio C. Rocha ; MICHELETTI, C ; MARTINS, A ; PEREZ, A ; DALMEIDA, V . Molecular analysis of homocystinuria in Brazilian patients. Clinica Chimica Acta, v. 362, p. 71-78, 2005.

22.
Jose Claudio C. Rocha2003 Jose Claudio C. Rocha; SILVA, R. L. A. ; MENDONCA, B. B. ; MARUI, S. ; SIMPSON, A. J. G. ; CAMARGO, A. A. . High frequency of novel germline mutations in the VHL gene in the heterogeneous population of Brazil. Journal of Medical Genetics, v. 40, n.3, p. 31e-31, 2003.

23.
TIOSSI, M. M. C.2003TIOSSI, M. M. C. ; KAGOHARA, L. T. ; MACHADO, E. D. B. D. ; Jose Claudio C. Rocha . Carcinoma Basocelular Hereditário: revisão da literatura. Revista da Sociedade Brasileira de Cancerologia, v. 21, p. 30-35, 2003.

24.
ROSSI, B. M.2002 ROSSI, B. M. ; LOPES, A. ; FERREIRA, F. O. ; NAKAGAWA, W. T. ; FERREIRA, C. C. N. ; Jose Claudio C. Rocha ; SIMPSON, C. C. ; SIMPSON, A. J. G. . hMLH1 and hMSH2 Gene Mutation in Brazilian Families With Suspected Hereditary Nonpolyposis Colorectal Cancer. Annals of Surgical Oncology, EUA, v. 9, n.6, p. 555-561, 2002.

25.
ZANOTELI, E.2002ZANOTELI, E. ; Jose Claudio C. Rocha ; L. K. Narumia ; M. A. T. Fireman ; MOURA, L. ; OLIVEIRA, A. S. B. ; GABBAI, A. A. ; FUKUDA, Y. ; M. Kinoshita ; T., T. . Fukuyama-type congenital muscular dystrophy: a case report in the Japanese population living in Brazil. Acta Neurologica Scandinavica, v. 106, n.2, p. 117-121, 2002.

26.
ROSSI, B. M.2002ROSSI, B. M. ; FERREIRA, F. O. ; NAKAGAWA, W. T. ; AGUIAR JR, S. ; Jose Claudio C. Rocha ; LOPES, A. . Câncer colorretal hereditário sem polipose - HNPCC. Acta Oncol. Bras., v. 22, p. 238-244, 2002.

27.
PROLLA, P. A.2000PROLLA, P. A. ; Jose Claudio C. Rocha ; VARGAS, F. R. . Síndromes Familiares de Suscetibilidade ao Câncer: um Guia para o Oncologista (Parte II). SBOC Revista, v. 3, p. 183-192, 2000.

28.
Alves Moreira S A1990Alves Moreira S A ; Maggioni Silva L C ; De Almeida Leite S ; Jose Claudio C. Rocha ; CAPARELLI, L. . Dermatomyositis and neoplasia. Arquivos Brasileiros de Medicina, v. 64, n.1, p. 43-45, 1990.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
FERREIRA, C. G. (Org.) ; Jose Claudio C. Rocha (Org.) . Oncologia Molecular. 1. ed. Rio de Janeiro: Editora Atheneu, 2004. v. 1. 469p .

2.
Jose Claudio C. Rocha. Genética Molecular do Câncer. 1. ed. Sao Paulo: MSG Produção Editorial. Sociedade Brasileira de Cancerologia, 2002.

Capítulos de livros publicados
1.
Jose Claudio C. Rocha. Noções básicas de oncogenética. In: Artur Katz; Roger Chammas; Vicente Odone Filho; Yana Sarkis Novis. (Org.). Tratado de Oncologia. 1ed.São Paulo: Atheneu, 2013, v. 2, p. 77-82.

2.
Jose Claudio C. Rocha. Testes genéticos. Doenças da mama: guia prático baseado em evidências. 1ed.São Paulo: Athneu, 2013, v. , p. 00-00.

3.
Casali-da-Rocha, José Cláudio. Hereditariedade e Genética no Câncer. Prevenção do Câncer. Tamboré: Editora Manole, 2010, v. , p. 329-340.

4.
Casali-da-Rocha, José Cláudio. Hereditariedade e Genética no Câncer. Prevenção do Câncer. 1ed.Barueri: Manole, 2010, v. 1, p. 329-339.

5.
CASALIDAROCHA, J. Sub-Rede de Pesquisa Clinica e Banco de Tumores Hereditários. In: Hector N. Seuanez; Fernando Regla Vargas; Miguel Angelo Moreira; Liz Almeida. (Org.). Rede Nacional de Cancer Familial - Manual Operacional. Rio de Janeiro: Coordenação de Educação (CEDC) INCA, 2009, v. , p. 25-30.

6.
SILVA, R. L. A. ; Jose Claudio C. Rocha . Ciclo Celular. In: José Luiz Miranda Guimarães; Daniela Dornelles Rosa. (Org.). Rotinas em Oncologia. Porto Alegre: ArtMed, 2008, v. 1, p. 51-57.

7.
Jose Claudio C. Rocha. Oncogenética e medicina genômica. Manual de Oncologia. 3ed.São Paulo: BBS Editora, 2008, v. 1, p. 97-107.

8.
Jose Claudio C. Rocha. Doença de Von Hippel-Lindau. Manual de Oncologia. 3ed.São Paulo: BBS Editora, 2008, v. 1, p. 131-135.

9.
Jose Claudio C. Rocha. Doença de von Hippel-Lindau. In: Grupo Brasileiro de Estudos de Tumores Hereditários. (Org.). Câncer Hereditário. Atualização. 1ed.São Paulo: Livraria e Editora Santa Isabel; Lemar - Livraria e Editora Marina, 2006, v. 1, p. 71-74.

10.
Jose Claudio C. Rocha; KAGOHARA, L. T. . Oncogenética e Farmacogenética. In: José Renan Q Guimarães. (Org.). Manual de Oncologia. 2ed.São Paulo: Libbs Farmacêutica Ltda., 2006, v. , p. 57-66.

11.
SILVA, R. L. A. ; Jose Claudio C. Rocha . Biologia da Metástase. In: Fauzer Simão Abrão. (Org.). Tratado de Oncologia Genital e Mamária. São Paulo: Revinter, 2006, v. 1, p. 38-43.

12.
Jose Claudio C. Rocha. Agregação familial de câncer colorretal. In: Benedito M Rossi; Wilson T Nakagawa; FAbio O Ferreira; Samuel A Junior; Ademar Lopes. (Org.). Câncer de Colon, Reto e Ânus. 1ed.Sao Paulo: Livraria Editora Marina & TecMedd, 2005, v. , p. -.

13.
Jose Claudio C. Rocha. Neoplasias na neurofibromatose tipo 1 e tipo 2. In: Mauro Geller. (Org.). Neurofibromatose: Clínica, Genética, e Terapêutica. 1ed.Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan Ltda, 2004, v. , p. -.

14.
Jose Claudio C. Rocha. Doença de von Hippel-Lindau. In: Carlos Gil Ferreira & José Cláudio Casali da Rocha. (Org.). Oncologia Molecular. 1ed.Rio de Janeiro: Editora Atheneu Ltda, 2004, v. , p. -.

15.
Jose Claudio C. Rocha. Tumores do sistema nervoso central. In: Carlos Gil Ferreira & José Cláudio Casali da Rocha. (Org.). Oncologia Molecular. 1ed.Rio de Janeiro: Editora Atheneu Ltda, 2004, v. , p. -.

16.
Jose Claudio C. Rocha; KAGOHARA, L. T. . Oncogenética e Farmacogenética. In: José Renan Q. Guimarães. (Org.). Manual de Oncologia. 1ed.São Paulo: Libbs Farmacêutica Ltda., 2003, v. , p. -.

17.
Jose Claudio C. Rocha. Aconselhamento Genético no Câncer Ginecológico. In: F Cintra do Prado; Jairo Ramos; J Ribeiro do Valle. (Org.). Atualização Terapêutica. 21ed.São Paulo: Editora Artes Médicas Ltda., 2003, v. 1, p. 545-548.

18.
Jose Claudio C. Rocha; NORONHA, S. ; PENA, S. D. J. . Oncogenética e Oncogenômica. In: Luiz Paulo Kowalski; Agnaldo Agnelli; João Vitor Salvajoli; Luiz Fernando Lopes. (Org.). Manual de Condutas Diagnósticas e Terapêuticas em Oncologia. 2ed.São Paulo: Manual de Condutas Diagnósticas e Terapêuticas em Oncologia, 2002, v. , p. -.

19.
Jose Claudio C. Rocha. Doença de von Hippel-Lindau. In: Iuri Drumond Louro; Juan C Llerena Jr.; Mauro S V de Melo; Patricia Ashton-Prolla; Nivea Conforti-Froes; José Cláudio Casali da Rocha. (Org.). Genética Molecular do Câncer. 2ed.São Paulo: MSG Produção Editorial, 2002, v. , p. -.

20.
Jose Claudio C. Rocha. Câncer do Sistema Nervoso Central. Genética Molecular do Câncer. 2ed.São Paulo: MSG Produção Editorial, 2002, v. , p. -.

21.
CAMARGO, B. ; Jose Claudio C. Rocha . Tumor de Wilms. In: Iuri D Louro; Juan C Llerena Jr.; Mauro S V de Melo; Patricia Ashton-Prolla; Nivea Conforti-Froes; Jose Claudio Casali da Rocha. (Org.). Genética Molecular do Câncer. 2ed.São Paulo: MSG Produção Etitorial, 2002, v. , p. -.

22.
ROSSI, B. M. ; FERREIRA, F. O. ; NAKAGAWA, W. T. ; Jose Claudio C. Rocha ; LOPES, A. . Câncer colorretal hereditário ? identificação de familias, testes de predisposição e tratamento. In: Luiz Paulo Kowalski; Agnaldo Agnelli; João Vitor Salvajoli; Luiz Fernando Lopes. (Org.). Manual de Condutas Diagnósticas e Terapêuticas em Oncologia. 2ed.São Paulo: Editora Ambito Editores Ltda, 2001, v. , p. -.

23.
Jose Claudio C. Rocha; VARGAS, F. R. ; ASHTON-PROLLA, P. . Câncer Familial. In: Associação Médica Brasileira; Conselho Feredal de Medicina. (Org.). Projeto Diretrizes. 1ed.São Paulo: Câmara Braileira do Livro, 2001, v. 1, p. 107-118.

24.
Jose Claudio C. Rocha. La enfermedad de von Hippel-Lindau en Brasil. In: Colégio Médico de Chile. (Org.). La enfermedad de von Hippel-Lindau. Una grave realidad presente en las distintas escialidades médica. 1ed.Santiago de Chile: Laboratorios Recalcine S.A., 2001, v. , p. 44-48.

25.
LOPES-CENDES, I. ; Jose Claudio C. Rocha ; JARDIM, L. B. . Testes Preditivos. In: Associação Médica Brasileira; Conselho Federal de Medicina. (Org.). Projeto Diretrizes. 1ed.São Paulo: Câmara Brasileira do Livro, 2001, v. 1, p. 435-439.

26.
Jose Claudio C. Rocha. Doença de von Hippel-Lindau. In: Iuri Drummond Louro, Juan C Llerena Jr.; Mauro S V de Melo; Patricia Ashton-Prolla; Nivea Conforti-Froes; Jose Claudio Casali da Rocha. (Org.). Genética Molecular do Câncer. 1ed.São Paulo: MSG Produção Industrial, 2000, v. , p. -.

27.
Jose Claudio C. Rocha. Câncer do Sistema Nervoso Central. In: Iuri D. Louro; Juan C Llerena Jr.; Mauro S V de Melo; Patricia Ashton-Prola; Nivea Conforti-Froes; Jose Claudio Casali da Rocha. (Org.). Genética Molecular do Câncer. 1ed.Sao Paulo: MSG Produção Editorial, 2000, v. , p. -.

28.
CAMARGO, B. ; Jose Claudio C. Rocha . Tumor de Wilms. In: Iuri D Louro; Juan C Llerena Jr.; Mauro SV de Melo; Patricia Ashton-Prolla; Nivea Conforti-Froes; José Claúdio Casali da Rocha. (Org.). Genética Molecular do Câncer. 1ed.São Paulo: MSG Produção Editorial, 2000, v. , p. -.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
Jose Claudio C. Rocha. INCA importa método genético que ajudará a prevenir câncer. Jornal O Dia, Rio de Janeiro, 08 nov. 2008.

2.
Jose Claudio C. Rocha; BARRETO, E. A. ; VIDAL, J. P. C. B. ; GOMY, I. . Identification of germline mutations in the VHL gene of families with the von Hippel-Lindau disease from Brazil. Familial Cancer - Quarterly Journal on Cancer Genetics, Amsterdã, p. s21 - s21, 03 jul. 2008.

3.
Jose Claudio C. Rocha. Pesquisadores apresentam novo medicamento contra câncer de mama. O Dia - Online, Rio de Janeiro.

4.
CASALIDAROCHA, J. Retirada preventiva de mama dobra nos Estados Unidos. Folha Online.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PALMERO, E. I. ; CALEFFI, M. ; VARGAS, F. R. ; Jose Claudio C. Rocha ; GUGLIANI, R. ; KALAKUN, L. ; SCHULER-FACCINI, L. ; ASHTON-PROLLA, P. . Genetic counseling and cancer risk perception in Brazilian patients at-risk for hereditary breast and ovarian cancer. In: ASCO Annual Meeting, 2004, New Orleans. ASCO Meeting Abstracts. v. 1.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Jose Claudio C. Rocha; SILVA, R. L. A. ; MENDONCA, A. L. ; ALMEIDA, L. ; LEITAO, A. R. ; FARIA, P. A. ; DIAS, F. ; AZEVEDO, G. ; BREITENBACH, M. D. ; MALTONI, L. A. ; FERREIRA, C. G. . First-year report of the Brazilian National Tumor and DNA Bank (BNT) at the Brazilian National Cancer institute (INCA). In: International Society for Biological and Enviromental Repositories 2007 8th Annual Meeting & Exhibits, 2007, Cingapura. Cell Preservation Technology. New Rochelle, NY - USA: Mary Ann Liebert, Inc Publishers, 2007. v. 5. p. 46-46.

2.
Jose Claudio C. Rocha; ALMEIDA, L. ; SILVA, R. L. A. ; LEITAO, A. R. ; FERREIRA, C. G. ; AZEVEDO, G. . Epidemiological Database for the Brazilian Tumor and DNA Bank (BNT). In: International Society for Biological and Enviromental Repositories 2007 8th Annual Meeting & Exhibits, 2007, Cingapura. Cell Preservation Technology. New Rochelle, NY - USA: Mary Ann Liebert, Inc Publishers, 2007. v. 5. p. 53-53.

3.
SILVA, R. L. A. ; LEITAO, A. R. ; CAMANHO, P. P. ; AMORIN, A. ; GONCALVES, A. A. ; Jose Claudio C. Rocha . SISBNT software for the Brazilian National Tumor and DNA Bank (BNT). In: International Society for Biological and Enviromental Repositories 2007 8th Annual Meeting & Exhibits, 2007, Cingapura. Cell Preservation Technology. New Rochelle, NY - USA: Mary AnnLiebert, Inc Publishers, 2007. v. 5. p. 54-55.

Artigos aceitos para publicação
1.
LIMAVERDE-SOUSA, G. ; BARRETO, E. A. ; FERREIRA, C. G. ; Casali-da-Rocha, José Cláudio . Simulation of the mutation F76del on the von Hippel-Lindau tumor suppressor protein: Mechanism of the disease and implications for drug development.. Proteins (Print), 2012.

Apresentações de Trabalho
1.
Jose Claudio C. Rocha. Aconselhamento genético. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
Jose Claudio C. Rocha. Testes de DNA. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
Jose Claudio C. Rocha. Câncer de mama hereditário e aconselhamento genético. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
Jose Claudio C. Rocha. The genomic landscape of breast cancer as a therapeutic roadmap. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
Jose Claudio C. Rocha. Preditor de resposta de tratamento radioquimioterapia neoadjuvante através da análise da expressão gênica por microrray no câncer de reto. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

6.
Jose Claudio C. Rocha. Aconselhamento genético: uma ação transdisciplinar: discussão de caso clínico. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
Jose Claudio C. Rocha. Epidemiologia: ABCG2 é um marcador em potencial de células tronco no câncer de mama.... 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

8.
Jose Claudio C. Rocha. A importância da pesquisa em epidemiologia genética no Brasil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

9.
Jose Claudio C. Rocha. A genética no câncer hereditário: como prevenir e tratar. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

10.
Jose Claudio C. Rocha. A oncologia na era da medicina personalizada. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
Jose Claudio C. Rocha. Oncologia molecular e genética. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
Jose Claudio C. Rocha. Genética e genômica do câncer: rumo à oncologia personalizada. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
Jose Claudio C. Rocha. Tratamento do câncer de mama em portadoras de mutação nos genes BRCA1 e 2: impacto na sobrevida. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

14.
Jose Claudio C. Rocha. Oncologia molecular e genética: sessão de abertura. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
Jose Claudio C. Rocha. Síndrome de von Hippel-Lindau. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
Jose Claudio C. Rocha. Biologia molecular na abordagem terapêutica do câncer de pulmão. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

17.
Jose Claudio C. Rocha. Novas perspectivas no câncer de mama: a cirurgia no câncer de mama vai desaparecer?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

18.
Jose Claudio C. Rocha. Fundamentos do câncer de mama. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

19.
GOMES, A. ; LIMA, L. F. P. ; AYRES, R. M. O. ; PACHECO, D. A. C. ; ARDENCH, J. C. ; Jose Claudio C. Rocha . Cistos pancreáticos e síndrome de von hippel-lindau. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

20.
Jose Claudio C. Rocha. A cirurgia no câncer de mama vai desaparecer?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

21.
Jose Claudio C. Rocha. Introdução à oncogenética. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

22.
LEITE, V. P. ; CHAVES, C. B. P. ; SILVA, B. P. ; MOREIRA, F. C. ; RAMALHO, D. ; CASALIDAROCHA, J . Análise de instabilidade de microssatélites nos tumores de endométrio. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
SILVA, B. P. ; CHAVES, C. B. P. ; LEITE, V. P. ; MOREIRA, F. C. ; Jose Claudio C. Rocha . Avaliação da Mutação V600E do gene BRAF em cancer de endométrio. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
DUQUE, C. G. ; RAMALHO, D. ; Jose Claudio C. Rocha . Termo de Consentimento, estudo retrospectivo e análise de material biológico armazenado: Uma experiencia práticano Instituto Nacional de Câncer. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
CHAVES, C. B. P. ; LEITE, V. P. ; Jose Claudio C. Rocha ; SILVA, B. P. ; MOREIRA, F. C. ; Borba, M. M. ; DUQUE, C. G. ; RAMALHO, D. . Microsatellite Instability and Endometrial Cancer in Patients at the Brazilian Cancer Institute. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

26.
CHAVES, C. B. P. ; LEITE, V. P. ; SILVA, B. P. ; MOREIRA, F. C. ; RAMALHO, D. M. P. ; Jose Claudio C. Rocha . Microssatellite instability and endometrial cancer in patients at the Brazilian Cancer Institute. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

27.
CHAVES, C. B. P. ; SILVA, B. P. ; LEITE, V. P. ; MOREIRA, F. C. ; RAMALHO, D. M. P. ; Jose Claudio C. Rocha . Evaluation of V600E BRAF gene mutation of endometrial cancer. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

28.
Jose Claudio C. Rocha; BARRETO, E. A. ; VIDAL, J. P. C. B. ; GOMY, I. ; MOLFETTA, G. A. . Identification of germline mutationsin the VHL geneof familieswith the von Hippel-Lindau disease from Brazil.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

29.
Jose Claudio C. Rocha; ALMEIDA, L. ; STEFANOFF, G. ; FERREIRA, C. G. ; SEUANEZ, H. . Establishment of hereditary tumor bank network in Brazil.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

30.
Borba, M. M. ; PAULA, C. L. ; Quinto, C. ; Jose Claudio C. Rocha . A habilidade de comunicação do enfermeiro oncológico na captação de doadores para o BNT.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

31.
CAMANHO, P. P. ; PETRONILHO, R. ; SILVA, R. L. A. ; AUGUSTO, A. ; LEITAO, A. R. ; Jose Claudio C. Rocha . Informatics solutions for integrating centers of the Brazilian National Tumor and DNA Bank. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

32.
GUERRA, F. A. V. ; SANTOS, M. C. ; Guedes, M. T. ; LIGNEUL, G. ; MENDONCA, A. ; STEFANOFF, G. ; Jose Claudio C. Rocha . tumor Bank Nurses: A new field to explore. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

33.
LEITE, V. P. ; CHAVES, C. B. P. ; Jose Claudio C. Rocha . Análise da Instabilidade de Microssatélites nos tumores de endométrio. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

34.
Jose Claudio C. Rocha; ALMEIDA, L. ; SEUANEZ, H. ; ROMANO, S. ; FERREIRA, C. G. . Establishment of hereditary tumor bank for molecular epidemiology studies. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

35.
Jose Claudio C. Rocha; SILVA, R. L. A. ; MENDONCA, A. ; STEFANOFF, G. ; ALMEIDA, L. ; LEITAO, A. R. ; FARIA, P. A. ; DIAS, F. ; AZEVEDO, G. ; BREITENBACH, M. D. ; MALTONI, L. A. . First-Year Report of the Brazilian National Tumor and DNA Bank (BNT) at Brazilian National Cancer Institute. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

36.
MOURA, R. S. ; Valverde, P. ; ROMANO, S. ; Jose Claudio C. Rocha ; STEFANOFF, G. ; FARIA, P. A. . A importância da Anatomia patológica na Implantação do BNT.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

37.
BARRETO, E. A. ; VIDAL, J. P. C. B. ; GOMY, I. ; Jose Claudio C. Rocha . Identificação em mutações germinativas no gene VHL em famílias com a doença de von Hippel-Lindau. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

38.
BARRETO, E. A. ; VIDAL, J. P. C. B. ; GOMY, I. ; Jose Claudio C. Rocha . Identificação em mutações germinativas no gene VHL em famílias com a doença de von Hippel-Lindau. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

39.
Jose Claudio C. Rocha. Pesquisa Clínica Translacional. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
Jose Claudio C. Rocha. Aconselhamento genético. 2013. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

2.
Jose Claudio C. Rocha. Hormônios e envelhecimento. 2013. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

3.
Jose Claudio C. Rocha. Ampliando horizontes: um olhar para o futuro. 2012. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
Jose Claudio C. Rocha. Genetics and molecular Research. 2007. (Editoração/Periódico).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Danielle de Almeida Braggio. O papel das proteínas PKCO, fosfo PKCO, DOG1 e IGFR1 como biomarcadores de diagnóstico dos GISTs. 2010. Dissertação (Mestrado em Biologia) - Instituto Nacional de Câncer.

2.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Gabriela Nestal de Moraes. Análise da modulação da expressão da proteína antiapoptótica Survina em resposta a quimioterápicos em células de câncer de mama. 2010. Dissertação (Mestrado em Oncologia) - Instituto Nacional de Câncer.

3.
PIRES, E. R. R. B.; Jose Claudio C. Rocha; M. S. Faria; A.M. dos Santos. Participação em banca de Patrícia Ribeiro Azevedo. Análise do gene VHL em pacientes com clínica sugestiva da Síndrome de Von Hippel-Lindau no Maranhão. 2009. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Maranhão.

4.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Cynthia Bangoim Marques. Estudo do gene GBP - 2 no carcinoma de células escamosas do esofago e a sua relação com a proteina p53. 2009. Dissertação (Mestrado em Atenção em Cancer) - Instituto Nacional de Câncer.

5.
FERREIRA, C. G.; DIAZ, J. A. M.; RAMOS, C.; Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Lívia carneiro Matos. Expressão da proteína Wnt4 e seu possível papel como antígeno associado ao câncer de próstata.. 2008. Dissertação (Mestrado em Atenção em Cancer) - Instituto Nacional de Câncer.

6.
MOREIRA, M. A. M.; KLUMB, C. E. N. P.; LOPES, U.; Jose Claudio C. Rocha; DIAZ, B.. Participação em banca de Giuliana Patricia Mognol. Regulação do proto-oncogene C-myc pelo fator de transcrição NFAT1. 2008. Dissertação (Mestrado em Atenção em Cancer) - Instituto Nacional de Câncer.

7.
SILVA JUNIOR, W. A.; MACHADO, H. R.; Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Israel Gomy. Identificação e caracterização de mutações germinativas no gene VHL em famílias com a doença de von Hippel-Lindau. 2008. Dissertação (Mestrado em Medicina) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

8.
Raggio, R.; THULER, L. C.; Jose Claudio C. Rocha; Rocco, P. Participação em banca de Isabele Avila Small. Estabelecimento de uma metodologia para gerenciamento de dados de estudos clínicos e translacionais no Instituto nacional de Câncer.. 2008. Dissertação (Mestrado em Clínica Médica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

9.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Maria Emmerick Gouveia. Análise do padrão de metilação em múltiplos genes supressores de tumor na Leucemia Mielóide Crônica. 2007. Dissertação (Mestrado em Neuroimunologia) - Universidade Federal Fluminense.

10.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Vanessa Scholl. Análise da Hipermutação Somática nos Genes CD95 e Bcl6 em Linfomas Difusos de Células Grandes B. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

11.
MELLO, E. L. R.; CASTRO, L. S.; HOFF, P. M. G.; Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Luis Otávio Olivatto. Tratamento do carcinoma do canal anal com quimiorradioterapia e radioterapia exclusiva. 2007. Dissertação (Mestrado em Atenção em Cancer) - Instituto Nacional de Câncer.

12.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Ana Carolina de Souza Gaonçalez. Estudo da expressão das ciclinas D2 e D3 por PCR em tempo real nos Linfomas Difusos de Grandes Células B. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

13.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Vanessa Scholl. Hipermutação somática fora do locus Ig: análise dos genes CD95 e bcl6 em linfomas difusos de grandes células B. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

14.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Danilo Vilela Viana. História Familial de câncer nos pacientes com diagnóstico de câncer de cólon e reto no Hospital de Clínicas da UNICAMP. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Estadual de Campinas.

15.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Mariana Emerenciano. As características moleculares das leucemias agudas de lactentes em coorte brasileira. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

16.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Mariana Emerenciano. As características moleculares das leucemias agudas de lactentes em corte brasileira. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

17.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Cristiane Melissa Thomazini. Detecção de agentes tumorigênicos e sua correlação com a instabilidade de microssatélites e o padrão de metilação de promotores dos genes da Caderina-E e MLH1 no Câncer Gástrico. 2005. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

18.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Edenir Inês Palmero. Aspéctos do Aconselhamento Genético para pacientes em risco para câncer de Mama e Ovário hereditários. 2003. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Teses de doutorado
1.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Solange Maria Diniz Bizzo. Análise das dosagens do fator de crescimento endotelial vascular no plasma e fluidos peritoneais de pacientes com câncer epitelial de ovário. 2010. Tese (Doutorado em Ciências Médicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

2.
RAMOS, E. S.; Martelli, L. R.; TONE, L. G.; Jose Claudio C. Rocha; Melo D. G.. Participação em banca de Jair Huber. Estudo populacional dos polimorfismos 500C>G e 540C>T da Região 3' não traduzida do gene CDKN2A e de suas possíveis interações com microRNAs.. 2008. Tese (Doutorado em Genética) - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto.

3.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Juliane Garcez Musacchio. A análise proteômica comparativa de pacientes com linfoma de hodgkin revela padrões diferenciais de acordo com o status do virus epstein-barr. 2008. Tese (Doutorado em Medicina) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

4.
Jose Claudio C. Rocha; POIROT, M. G.; CAMACHO, L. A. B.; Gallo, C. V. M.; KOIFMANN, S.. Participação em banca de Ilce Ferreira da Silva. Contribuição dos fatores clínicos, epidemiológicos e genéticos na evolução das lesões precursoras do câncer de colo de útero. 2008. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Fundação Oswaldo Cruz.

5.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Fernanda Mello de Queiroz. Envolvimento do canal de potássio ether àgo-go na tumorigênese: caracterização da presença e da função do canal EAG1 em sarcoma de tecido mole. 2006. Tese (Doutorado em Ciências Morfológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

6.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Patrícia de Souza Nascimento. Desenvolvimento de um sistema estável de inibição da telomerase através da expressão de uma molécula de Short-Hairpin RNA dirigida contra o mRNA de hTERT (Telomerase Reverse Transcriptase). 2006. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Genética)) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

7.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Claudio Gustavo Stefanoff. Alterações do gene BCL2 em subgrupos de linfoma difuso de células grandes B definidos pela expressão imunohistoquímica e pelo perfil imunogenético. 2006.

Qualificações de Doutorado
1.
HASSAN, C. E. A. R.; Jose Claudio C. Rocha; ALBANO, R. M.; CARRARO, D. M.; BONAMINO, M. H.. Participação em banca de Gisele Moledo de Vasconcelos. Investigação sobre o papel das infecções na etiologia da leucemia linfoblástica aguda comum através de uma abordagem epigenômica. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Atenção em Cancer) - Instituto Nacional de Câncer.

2.
BONETTI, A. M.; Jose Claudio C. Rocha; Arap M. A.; KERR, W. E.; AVILA, V. M. R.. Participação em banca de Cristina Soares de Sousa. Identificação e caraterização de biomarcadores teciduais e sorológicos no câncer de mama por phag Display. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Genética e Bioquímica) - Universidade Federal de Uberlândia.

3.
Jose Claudio C. Rocha. Participação em banca de Solange Maria Diniz Bizzo. Avaliação do ambiente hormonal das neoplasias epiteliais de ovário e suas relações com o VEGF sérico e ascítico. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Médicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
Jose Claudio C. Rocha. Comissão de Seleção para Doutorado 2007 - Pós-graduação em Oncologia. 2006. Instituto Nacional de Câncer.

2.
Jose Claudio C. Rocha. Comissão de Seleção para Mestrado 2006 - Pós-graduação em Oncologia. 2006. Instituto Nacional de Câncer.

3.
Jose Claudio C. Rocha. Seminário de Acompanhamento de Projeto. 2006. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
1º Simpósio de Oncologia da Oncomed.A genética no câncer hereditário: como previvir e tratar no módulo câncer de mama. 2013. (Simpósio).

2.
7ª Conferência Brasileira de Câncer de Mama. 2013. (Outra).

3.
9ª Jornada Paulista de Mastologia.Debatedor: The genomic landscape of breast cancer as a therapeutic roadmap. 2013. (Outra).

4.
Goiania Breast Cancer Syposium.Debatedor na sessão geral 01: Epidemiologia: ABCG2 é um marcador em potencial de células tronco no câncer de mama.... 2013. (Simpósio).

5.
Goiania Breast Cancer Syposium. 2013. (Simpósio).

6.
Goiania Breast Cancer Syposium.A importância da pesquisa em epidemiologia genética no Brasil. 2013. (Simpósio).

7.
IX Curso de Educação Continuada em Oncologia Mamária.Câncer de mama hereditário e aconselhamento genético. 2013. (Outra).

8.
Oncoville Meeting 2013.Preditor de resposta de tratamento radioquimioterapia neoadjuvante através da análise da expressão gênica por microrray no câncer de reto. 2013. (Outra).

9.
Sessão Ordinária - Academia Nacional de Medicina.A oncologia na era da medicina personalizada. 2013. (Outra).

10.
XII Congresso Brasileiro de Psico-Oncologia. Mesa redonda: aconselhamento genético. 2013. (Congresso).

11.
XVIII Congresso Brasileiro de Oncologia Clínica. Coordenador de Módulo no Curso de Oncogenética. 2013. (Congresso).

12.
XVIII Congresso Brasileiro de Oncologia Clínica. Coordenador no módulo de Oncologia molecular e genética. 2013. (Congresso).

13.
XVIII Congresso Brasileiro de Oncologia Clínica. Discussão de caso clínico: aconselhamento genético: uma ação transdisciplinar. 2013. (Congresso).

14.
XVIII Congresso Brasileiro de Oncologia Clínica. 2013. (Congresso).

15.
XVIII Congresso Brasileiro de Oncologia Clínica - Curso de Ongenética. DNA: quando testar e quando não testar. 2013. (Congresso).

16.
8ª Jornada Paulista de Mastologia.Debatedor: Tratamento do câncer de mama em portadoras de mutação nos genes BRCA1 e 2: impacto na sobrevida. 2012. (Outra).

17.
9º Congresso Pan-Americano de Medicina Estética. Mesa redonda: hormônios e envelhecimento - Seu modo de vida define como você câncer de mama. 2012. (Congresso).

18.
III Jornada Internacional de Psico-Oncologia.Mesa redonda: ampliando os horizontes: um olhar para o futuro. 2012. (Outra).

19.
II Jornada Científica do Instituto de Oncologia Clínica. 2012. (Outra).

20.
II Jornada Científica do Instituto de Oncologia do Paraná.Biologia molecular na abordagem terapêutica do câncer de pulmão. 2012. (Outra).

21.
Jor.Fundamentos do câncer de mama. Tema: oncogenética. 2012. (Outra).

22.
Jornada da Sociedade Paranaense de Mastologia. A cirurgia no câncer de mama vai desaparecer?. 2012. (Congresso).

23.
Jornada da Sociedade Paranaense de Mastologia.Novas perspectivas no câncer de mama: a cirurgia no câncer de mama vai desaparecer?. 2012. (Outra).

24.
Jornada da Sociedade Paranaense de Mastologia. 2012. (Outra).

25.
VII Congresso Franco-Brasileiro de Oncologia. Coordenador na sessão III Fórum de Oncologia Molecular. 2012. (Congresso).

26.
VII Congresso Franco-Brasileiro de Oncologia. Abertura do III Fórum de Oncologia Molecular. 2012. (Congresso).

27.
VII Congresso Franco-Brasileiro de Oncologia. Síndrome de von Hippel-Lindau. 2012. (Congresso).

28.
XI Semana Brasileira do Aparelho Digestivo.Cistos pancreáticos e síndrome de von hippel-lindau. 2012. (Outra).

29.
XIX Congresso Brasileiro de Cancerologia. 2012. (Congresso).

30.
XVI Simpósio de Mastologia do CEPEN. 2012. (Simpósio).

31.
I Simpósio Sul-Americano de Cancerologia. 2011. (Simpósio).

32.
I Simpósio Sul-Americano de Cancerologia.Introdução à oncogenética. 2011. (Simpósio).

33.
V International Congress of Clinical Oncology & Immunobiomodulation. COURSE OF MOLECULAR GENETICS AND BIOLOGY OF CANCER & CARCINOGENESIS. 2010. (Congresso).

34.
Workshop de Mama.Biobanco e Genética em Câncer de Mama. 2010. (Oficina).

35.
3{ Conferência Brasileira de Câncer de Mama - Enfoque San Antonio 2008. 2009. (Outra).

36.
32nd Annual CTRC-AACR San Antonio Breast Cancer Symposium. 2009. (Simpósio).

37.
55º Congresso Brasileiro de Genética. 2009. (Congresso).

38.
55º Congresso Brasileiro de Genética. A genômica do câncer na era do sequenciamento em larga escala. 2009. (Congresso).

39.
9º Congresso Amil de Medicina. Mesa redonda: Terapia Sistêmica: Da pesquisa básica ao tratamento - Tema: Biologia molecular e oncogenética: o que eu tenho a ver com isso?". 2009. (Congresso).

40.
Aula no Centro Médico Bambina.Noções em Genética e Câncer. 2009. (Outra).

41.
Centro de Estudos de Laranjeiras Clínica Perinatal.Aconselhamento e Manejo das Pacientes com Alto Risco para Câncer de Mama. 2009. (Outra).

42.
Clube da Mama - 20 anos.Conduta no alto risco. 2009. (Outra).

43.
Curso de Reciclagem - Workshop de mama.Genética e Câncer de Mama. 2009. (Oficina).

44.
II Fórum do Banco Nacional de Tumores e DNA.Banco Nacional de Tumores e DNA do Instituto Nacional de Câncer. 2009. (Outra).

45.
III Congresso de Oncologia do Hospital Santa Rita. Módulo: Prevenção em Câncer - Melanoma Familiar. 2009. (Congresso).

46.
III Congresso de Oncologia do Hospital Santa Rita. Banco de Tumores. 2009. (Congresso).

47.
I Simposio de Capacitação em Prevenção do Cancer para o Programa de Saude da Familia dos Municipio Goianos - III Bienal de Cancerologia.Genética e Câncer - Aconselhamento Genético.. 2009. (Simpósio).

48.
I Simposio de Capacitação em Prevenção do Cancer para o Programa de Saude da Familia dos Municipio Goianos - III Bienal de Cancerologia.Quimioterapia: mecanismo de ação nos tumores mais frequentes no Brasil.. 2009. (Simpósio).

49.
IX Congresso da Sociedadade Brasileira de Mutagênese, Carcinogênese e Teratogênese Ambiental. 2009. (Congresso).

50.
IX Congresso da Sociedadade Brasileira de Mutagênese, Carcinogênese e Teratogênese Ambiental. Oncologia Personalizada. 2009. (Congresso).

51.
Jornada Científica do Grupo de Assistência à Criança com Câncer.Banco Nacional de Tumores e DNA. 2009. (Outra).

52.
LACORE 2009. 2009. (Outra).

53.
Oncologia Brasil 2009.Genética e Oncologia. 2009. (Outra).

54.
Reunión de Bancos de Tumores para la Alianza Latinoamericana y del Caribe 2009. 2009. (Encontro).

55.
Seção de Cirurgia Abdõmino-Pélvica Polipóides.Diagnóstico Molecular / Teste Genético - Síndromes Polipóides. 2009. (Outra).

56.
Sessão Clínica de Ginecologia.Câncer de mama: Oncogenética e Medicina Personalizada. 2009. (Outra).

57.
The American Society of clinical Oncology 2009 Annual Meeting. 2009. (Encontro).

58.
V Curso de Educação Continuada em Oncologia Mamária.Cancer de Mama Hereditário e Aconselhamento Genético. 2009. (Outra).

59.
V Jornada Paulista de Mastologia.O que o mastologista precisa saber sobre a oncogenética e biologia molecular. 2009. (Outra).

60.
XI Reunião de Consenso da Sociedade Brasielira de Mastologia.Prevenção primária. 2009. (Outra).

61.
XVIII Congresso Brasileiro de Cancerologia - CONCAN 2009. Organização da Rede Internacional de Banco de Tumores. 2009. (Congresso).

62.
XVIII Congresso Brasileiro de Cancerologia - CONCAN 2009. Farmacogenética. 2009. (Congresso).

63.
XVIII Congresso Brasileiro de Cancerologia - CONCAN 2009. Genética do Câncer de Rim hereditário. 2009. (Congresso).

64.
XXII Congresso da Sociedade Latinoamericana de Oncologia Pediátrica e IV Simpósio Internacional de Tumores do Córtex da Adrenal. 2009. (Congresso).

65.
XXII Congresso da Sociedade Latinoamericana de Oncologia Pediátrica e IV Simpósio Internacional de Tumores do Córtex da Adrenal. Banco de Tumores para Pesquisa em Oncologia Pediatrica. 2009. (Congresso).

66.
XXVI Reunión Anual Médica del Instituto Nacional de Cancerologia.Modelo del Banco Nacional de Tumores del Instituto Nacional del Cancer de Brasil. 2009. (Outra).

67.
25 anos da Clínica Oncologistas Associados.Novos paradigmas da oncologia: Oncogenética e Farmacogenética. 2008. (Encontro).

68.
3º Simpósio Brasileiro em HLA e doenças.Banco de Tecidos Tumorais - Experiência de dois centros. 2008. (Simpósio).

69.
54º CONGRESSO BRASILEIRO DE GENÉTICA. 2008. (Congresso).

70.
American Society of Clinical Oncology. 2008. (Congresso).

71.
American Society of Clinical Oncology. Identification of germline mutations in the VHL gene of families with the Von hippel-Lindau disease from Brazil.. 2008. (Congresso).

72.
Biorepositories Networking Software. 2008. (Oficina).

73.
Curso Especialsobre regulamentação de transporte de substâncias infecciosas por via aérea. 2008. (Outra).

74.
International Society for Biological and Environmental Repositories. Establishment of Hereditary Tumor Bank for Molecular Epidemiology Studies. 2008. (Congresso).

75.
International Symposium of Oncological, Aesthetic and Reconstructive Breast Surgery.Strategies for High-Risk Patients with the topic identification of high-risk patients. 2008. (Simpósio).

76.
IV Curso de diagnóstico por imagem.Assinatura genética como fator prognóstico do câncer de mama. 2008. (Outra).

77.
IV Jornada Paulista de Mastologia.Assinatura genética como fator prognóstico do câncer de mama. 2008. (Outra).

78.
IX Simpósio Internacional EGIMAJAP.Assinatura genética como fator prognóstico do câncer de mama. 2008. (Outra).

79.
Jornada Amil Pós-Milan em Mastologia.IORT x IART, Cirurgia Conservadora x Radical, Células circulantes. 2008. (Outra).

80.
Jornada Pós-Milan em Mastologia Amil e Istituto Europeo di Oncologia.Testes genéticos: Quais e quando realmente indicar e adotar. 2008. (Outra).

81.
Jornada Pós-Milan em Mastologia Amil e Istituto Europeo di Oncologia.Carcinogênese e Predisposição Genética BRCA1, BRCA2 e outras.. 2008. (Outra).

82.
Marble Arch Working Group on International Biobanking.Epidemiology data annotation in Biobanks. 2008. (Encontro).

83.
Programa de Pós-Graduação em Genética e Biologia Molecular.Genética do Câncer. 2008. (Outra).

84.
Programa de Pós-Graduação em Genética e Biologia Molecular da Universidade Federal do Pará.Tópicos especiais sobre Cancer. 2008. (Outra).

85.
Reunião Científica da Hemato Onco do Hospital de Clínicas da UFPR, Curitiba.Oncogenética e Farmacogenética. 2008. (Encontro).

86.
Reunião Científica do Programa de Pós-Graduação em Saúde-Materno-Infantil.Experiência do Instituto Nacional de Câncer - Banco de Tumores. 2008. (Outra).

87.
Reunião da Rede Brasileira de Pesquisa sobre o Câncer.Acordo de Cooperação técnica entre o departamento de Ciência e Tecnologia do Ministério da Sáude, Ministério da Ciência e Tecnologia e CNPq.. 2008. (Outra).

88.
UICC World Cancer Congress. Second-Year report of the brazilian national tumour and DNA bank at Brazilian National Cancer Institute. 2008. (Congresso).

89.
V Congresso Franco-Brasileirode Oncologia. I Fórum de Oncologia Molecular com o tema: Seção interativa - testes genéticos.. 2008. (Congresso).

90.
V Congresso Franco-Brasileiro de Oncologia. I Forum de Oncologia Molecula, tema: Papel do geneticista. 2008. (Congresso).

91.
V Congresso Franco-Brasileiro de Oncologia. Curso: Cancer de Mama - Tema: Oncogenética. 2008. (Congresso).

92.
V Congresso Franco-Brasileiro de Oncologia. I Fórum de Oncologia Molecular, tema: Síndrome de Li-Fraumeni e mutação de TP53 na prática clínica. 2008. (Congresso).

93.
V Congresso Franco-Brasileiro de Oncologia. Prevenção de câncer nos pacientes já diagnosticados e tratados. Genética oncológica e rastreamento do câncer hereditário.. 2008. (Congresso).

94.
V Congresso Franco-Brasileiro de Oncologia. I Forum de Oncologia Molecular. 2008. (Congresso).

95.
V Congresso Franco-Brasileiro de Oncologia. Novos Aspectos da Síndrome de Von Hippel-Lindau. 2008. (Congresso).

96.
V Congresso Franco-Brasileiro de Oncologia. 2008. (Congresso).

97.
V Simpósio Nacional de Cancerologia AERINCA.Banco de Tumores. 2008. (Simpósio).

98.
V Simpósio Nacional de Cancerologia AERINCA.Mesa redonda: Avanços em cancerologia. Tema: Banco de Tumores. 2008. (Simpósio).

99.
XI Congresso Brasileiro de Biomedicina. Mesa redonda: Genética do Câncer - Carcinogênese Familial. 2008. (Congresso).

100.
XI Congresso Brasileiro de Biomedicina. 2008. (Congresso).

101.
X Reunião Nacional de Consenso - Sociedade Brasileira de Mastologia.Rastreamento genético - é factível?. 2008. (Outra).

102.
XX Congresso Brasileiro de Genética Médica. 2008. (Congresso).

103.
XX Congresso Brasileiro de Genética Médica. Secretário de Mesa redonda com o tema: Oncogenética. 2008. (Congresso).

104.
2º International Cancer Control Congress. First-year report of the Brazilian National Tumor and DNA Bank (BNT) at Brazilian National Cancer Institute. 2007. (Congresso).

105.
53º Congresso Brasileiro de Genética. Estudos Farmacogenômicos no Brasil. 2007. (Congresso).

106.
53º Congresso Brasileiro de Genética. 2007. (Congresso).

107.
53º Congresso Brasileiro de Genética. Farmacogenética no tratamento do câncer. 2007. (Congresso).

108.
6th Annual AACR Frontiers in Cancer Prevention Research International Conference. Establishment of hereditary tumor bank for molecular epidemiology studies. 2007. (Congresso).

109.
Fórum Mastectomia Redutora de Risco II. 2007. (Outra).

110.
I ENCONTRO DE BIOLOGIA MOLECULAR APLICADA A GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA.MARCADORES MOLECULARES NO CÂNCER FEMININO - NA MAMA E ENDOMÉTRIO. 2007. (Encontro).

111.
II Forum Multidisciplinar do Hospital da Lagoa.Oncogenética e Biologia Molecular nas neoplasias Malignas. 2007. (Outra).

112.
II Simpósio de Mastologia da SGORJ.Pesquisa genética nas famílias de risco. 2007. (Simpósio).

113.
II SIMPÓSIO DE MASTOLOGIA DA SGORJ.PESQUISA GENÉTICA NAS FAMILIAS DE RISCO. 2007. (Simpósio).

114.
I JORNADA DE ONCOLOGIA ORTOPÉDICA DO INTO."Desafios da Pesquisa na Era Genômica: como o BNT pode contribuir?". 2007. (Seminário).

115.
IX Reunião Nacional de Concenso da Sociedade Brasileira de Mastologia.Linfonodo Sentinela em Câncer de Mama. 2007. (Outra).

116.
Reunião do Corpo Clínico do Hospital Samaritano.Avanços em oncogenética. 2007. (Outra).

117.
São Paulo Research Conference.Diagnóstico Molecular - Diagnóstico Molecular de MEN 2 e seu impacto na conduta clínica. 2007. (Outra).

118.
São Paulo Research Conference.Tumor Banking in Brazil: the experience of the Brazilian National Tumor and DNA Bank at INCA.. 2007. (Outra).

119.
São Paulo Research Conference. 2007. (Outra).

120.
XIV CONGRESSO BRASILEIRA DE MASTOLOGIA. Diagnóstico Molecular em Câncer de Mama. 2007. (Congresso).

121.
XIV CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOLOGIA. 2007. (Congresso).

122.
XIV CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOLOGIA. Presidente da Conferência - Genética na Prática Clínica. 2007. (Congresso).

123.
XIV CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOLOGIA. Mecanismos de metástase e Angiogênese. 2007. (Congresso).

124.
XV Congresso Brasileiro de Oncologia Clínica. 2007. (Congresso).

125.
XV Congresso Brasileiro de Oncologia Clínica. Diagnóstico do câncer de mama - Identificação das pacientes com risco genético: diagnóstico. 2007. (Congresso).

126.
7th International Symposium on VHL & Hereditary Kidney Cancers.Tissue Bank and VHL. 2006. (Simpósio).

127.
Curso de Pós-Graduação - FMUSP.Farmacogenômica. 2006. (Outra).

128.
Curso de Pós-Graduação - FMUSP.Câncer Familiar. 2006. (Outra).

129.
Curso de Pós-Graduação - FMUSP.Novas Drogas. 2006. (Outra).

130.
II Encontro de Pesquisa em Câncer.Rede do Banco de Tumores. 2006. (Encontro).

131.
II Latinamerican School of Human and Medical Genetics. 2006. (Seminário).

132.
II Workshop "Novas estratégias de Investigação em Oncogenética".Diagnóstico precoce e quimioprevenção do câncer hereditário. 2006. (Oficina).

133.
International Society for Biological Environmental Repositories. 2006. (Congresso).

134.
IV International Congress of Clinical Oncology e Immunobiomodulation. Não consta no certificado. 2006. (Congresso).

135.
V Congresso de Oncologia de Botucatu. Diagnóstico precoce e quimioprevenção do Câncer Hereditário. 2006. (Congresso).

136.
VII Simpósio Nacional de Biologia Molecular Aplicada à Medicina.Cancer de mama: a Genética e a Farmacogenética em benefício do paciente. 2006. (Simpósio).

137.
VI Workshop de Genética.Novas Abordagens no diagnóstico molecular e no tratamento do Câncer. 2006. (Oficina).

138.
VI WORKSHOP DE GENÉTICA.Novas abordagens no diagnóstico molecular e no tratamento do câncer. 2006. (Simpósio).

139.
XVIII Congresso Brasileiro de Genética Clínica. 2006. (Congresso).

140.
XVIII Congresso Brasileiro de Genética Clínica. Banco de Tumores (INCA). 2006. (Congresso).

141.
XVIII Congresso Brasileiro de Genética Clínica. Principais Síndromes de Predisposição Hereditária ao Câncer. 2006. (Congresso).

142.
Encontro Café com Ciência: Integração Pesquisa Clínica/Básica.Integração da Genética aps Serviços de Oncologia: experiência do Hospital A. C. Camargo. 2005. (Encontro).

143.
International Society for Gastrointestinal Hereditary Tumours. 2005. (Congresso).

144.
International Society for Gastrointestinal Hereditary Tumours. 2005. (Congresso).

145.
XIV Congresso Brasileiro de Oncologia Clínica & XV CILAC - Congresso Integrado Latino Americano de Cancerologia. Pesquisa Clínica Translacional. 2005. (Congresso).

146.
XIV Congresso Brasileiro de Oncologia Clínica & XV CILAC - Congresso Integrado Latino Americano de Cancerologia. 2005. (Congresso).

147.
ASCO - AMERICAN SOCIETY of CLINICAL ONCOLOGY - 2003 ANNUAL MEETING. 2003. (Congresso).

148.
XV Congresso Brasileiro de Genética Clínica. 2003. (Congresso).

149.
XV Congresso Brasileiro de Genética Clínica. Rastreamento de pacientes em risco para Câncer. 2003. (Congresso).

150.
14º CONGRESSO BRASILEIRO DE GENÉTICA CLÍNICA. Searching for the Von Hippel-Lindau disease (VHL) two important differential diagnoses. 2002. (Congresso).

151.
14º CONGRESSO BRASILEIRO DE GENÉTICA CLÍNICA. Primeiro lugar na Sessão de Tema Livre. 2002. (Congresso).

152.
14º CONGRESSO BRASILEIRO DE GENÉTICA CLÍNICA. Temas Livres. 2002. (Congresso).

153.
14º CONGRESSO BRASILEIRO DE GENÉTICA CLÍNICA. Impact os the molecular and clinical screening in brazilian families with Von Hippel-Lindau disease (VHL). 2002. (Congresso).

154.
14º CONGRESSO BRASILEIRO DE GENÉTICA CLÍNICA. 2002. (Congresso).

155.
48º Congresso Nacional de Genética. 2002. (Congresso).

156.
5th International Symposium on von Hippel-Lindau Disease. 2002. (Simpósio).

157.
American Association for Cancer Research - AACR 93th Meeting. 2002. (Simpósio).

158.
Associação de Neurofribomatose.Aspectos gerais da neurofribomatose. 2002. (Outra).

159.
Centro Universitário UNI FMU.Aplicações da Biologia Molecular na oncologia. 2002. (Outra).

160.
Ciclo de Seminários do Centro de Estudos do Genoma Humano.Diagnóstico Molecular da doença de von Hippel-Lindau em famílias brasileiras. 2002. (Seminário).

161.
Curso de Pós-Graduação em Ginecologia e Obstetrícia.Aconselhamento Genético no Câncer de Mama. 2002. (Outra).

162.
Curso de Pós-Graduação Genética Molecular do Câncer do Pâncreas: sua importância na gênese, diagnóstico e terapêutica.Oncogeneses dos tumores císticos do pâncreas. 2002. (Outra).

163.
Curso Genomics.Predisposição Genética para o Câncer. 2002. (Outra).

164.
III International Congress of Oncology and Immune-Biomodulation - ICOI. Marcadores de Expressão Gênica em Tumores como Ferramenta para Estratégias Terapêuticas. 2002. (Congresso).

165.
III International Congress of Oncology and Immune-Biomodulation - ICOI. Aspectos Sociais e Éticos no Aconselhamento Genético. 2002. (Congresso).

166.
III International Congress of Oncology and Immune-Biomodulation - ICOI. Coordenador do Curso Internacional Avançado de Cancerologia Clínica. 2002. (Congresso).

167.
III International Congress of Oncology and Immune-Biomodulation - ICOI. Aconselhamneto Genético no Câncer Hereditário. 2002. (Congresso).

168.
III International Congress of Oncology and Immune-Biomodulation - ICOI. Impacto do Projeto Genoma na Oncologia Clínica. 2002. (Congresso).

169.
III Jornada dos Ex-Residentes do Hospital Araújo Jorge & I Jornada Internacional de Radiocirurgia.Aspectos Genéticos dos Tumores Gastrointestinais e suas Aplicações Clínicas. 2002. (Seminário).

170.
III Jornada dos Ex-Residentes do Hospital Araújo Jorge & I Jornada Internacional de Radiocirurgia.Controvérsias no Cânecr Gástrico apresentando o Sub-Tema Papel do H. Pylorina Oncogênese do Câncer Gástrico. 2002. (Seminário).

171.
III Jornada dos Ex-Residentes do Hospital Araújo Jorge & I Jornada Internacional de Radiocirurgia.Controvérsias no Câncer Gástrico apresentando o Sub-Tema Câncer Gástrico Hereditário. 2002. (Seminário).

172.
IV Congresso Médico Interdisciplinar do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo "Francisco Morato de Oliveira" - A. Câncer Hereditário. 2002. (Congresso).

173.
Iº Congresso de Neurofibromatose. Susceptibilidade ao Câncer em Portadores de Neurofibromatose. 2002. (Congresso).

174.
Reunião Inter-Institucional do Pâncreas.Bases da Oncogênese no Câncer de Pâncreas. 2002. (Outra).

175.
Seminários de Biologia.Oncogenética e Oncogenômica. 2002. (Seminário).

176.
Simpósio Internacional de Genética Molecular em Oncologia Pediátrica.Simpósio Internacional de Genética Molecular em Oncologia Pediátrica. 2002. (Simpósio).

177.
The 6th International Symposium PREDICTEVE ONCOLOGY & INTERVENTION STRATEGIES. 2002. (Simpósio).

178.
VIII congresso Brasileiro de Oncologia Pediátrica. Carcinogênese. 2002. (Congresso).

179.
XXVI Congresso Brasileiro de Neurocirurgia. 2002. (Congresso).

180.
XXVI Congresso Brasileiro de Neurocirurgia. Impact os the Molecular and Clinical Screening in Brasilian families with Von Hippel-Lindau Disease (VHL). 2002. (Congresso).

181.
XXVI Congresso Brasileiro de Neurocirurgia. searching for the Von hippel-Lindau Disease (VHL) Two Important Differential Diagnoses. 2002. (Congresso).

182.
11ª Semana Racine de Atualização Técnica em Farmácia.Mapeamento do Genoma Humano, Robótica, Biotecnologia e a Nova Dimensão da Saúde. 2001. (Seminário).

183.
13º Congresso Brasileiro de Genética Clínica. Diagnóstico Molecular da doença de Von Hippel-Lindau em Famílias Brasileiras. 2001. (Congresso).

184.
1º Workshop em Onco-Endocrinologia Pediátrica.Von Hippel-Lindau: Diagnóstico e aconselhamento Genético. 2001. (Oficina).

185.
2º Sica - Genética e Biologia Molecular no Câncer de Cabeça e Pescoço e Base de Crânio.Aconselhamento Genético em Neoplastias endócrinas múltiplas. 2001. (Simpósio).

186.
2º Simpósio de Câncer de Cabeça e Pescoço do I.C.A.V.C..Aconselhamento Genético em Neoplasias Endócrinas Múltiplas. 2001. (Simpósio).

187.
47º Congresso Nacional de Genética. 2001. (Congresso).

188.
47º Congresso Nacional de Genética. Aconselhamento Genético no Câncer Hereditário. 2001. (Congresso).

189.
49º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia. Curso Genética para o Tocoginecologista - Oncogenética em Ginecologia. 2001. (Congresso).

190.
49º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia. 2001. (Congresso).

191.
Curso: Oncologia.Câncer Hereditário. 2001. (Outra).

192.
Curso de Biologia Molecular.Aconselhamento Genético no Câncer. 2001. (Outra).

193.
Curso de Biologia Molecular.Aspectos Moleculares do Câncer. 2001. (Outra).

194.
Curso de Pós Graduação em Ciências da Fundação Antônio Prudente.Síndromes Genéticas e Hereditárias Associadas ao Câncer Infantil. 2001. (Outra).

195.
II Simpósio de Biologia Molecular Aplicada à Medicina.Diagnóstico Molecular e Aconselhamento Genético no Câncer de Mama Hereditário. 2001. (Simpósio).

196.
Ministrou aula no Curso de Atualização em Genética e sua Utilização na Prática Médica.O Papel do Aconselhamento Genético no Câncer. 2001. (Outra).

197.
Ministrou aula no Curso de Atualização em Genética e sua Utilização na Prática Médica.A importância dos Oncogens na Gênese e Prognóstico do Câncer. 2001. (Outra).

198.
Programa de Pós Graduação em Ortopedia e Traumatologia da UNIFESP/EPM.Terapia Genética em Tumores. 2001. (Outra).

199.
Tópicos em Gastroenterologia - 11.Tópicos em Gastroenterologia - 11. 2001. (Simpósio).

200.
Universidade de Mogi das Cruzes.Câncer Hereditário. 2001. (Outra).

201.
Universidade de Mogi das Cruzes - Faculdade de Medicina."Genética e Câncer". 2001. (Outra).

202.
Universidade Estadual Paulista.Aconselhamento Genético no Câncer Hereditário. 2001. (Outra).

203.
VIII Curso Anual de oncologia do ICAVC.Biologia Molecular do Câncer. 2001. (Outra).

204.
VIII Curso Anual de Oncologia do ICAVC.Aconselhamento Genético do Câncer Ginecológico. 2001. (Outra).

205.
Workshop de Oncologia e Genética: Interface Básica e Aplicação Clínica.Oncogenética Aplicada à Ginecologia. 2001. (Oficina).

206.
XX Congresso Médico Universitário da Faculdade de Medicina da USP. Genética do Câncer. 2001. (Congresso).

207.
1º Simpósio de Biologia Molecular na Área Médica.Diagnóstico Molecular e Aconselhamento Genético em Câncer de Mama. 2000. (Simpósio).

208.
46º Congresso Nacional de Genética. 2000. (Congresso).

209.
Aula para um grupo de pesquisa na Escola Paulista de Medicina na UNIFESP.Genética do Câncer utilizando o modelo do Adenocarcinoma Colateral. 2000. (Outra).

210.
Curso DNA para Médicos.Descobrindo e Interpretando as Mutações. 2000. (Outra).

211.
Departamento de Biologia do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo.Diagnóstico Molecular do Câncer de Mama Hereditário. 2000. (Outra).

212.
I Encontro de aconselhamento Genético em Câncer de Mama & Ovário.Câncer de Mama e Ovário Hereditário BRCA 1 BRCA 2. 2000. (Encontro).

213.
III Congresso Paulista de Clínica Médica. Atualização Terapêutica - Aspectos Genéticos de Interesse para o Clínico: Perspectivas para o futuro?. 2000. (Congresso).

214.
III Jornada de Patologia Hospital do Câncer/ Sociedade Brasileira de Patologia. Polipose adenomatosa familial. 2000. (Congresso).

215.
III Simpósio Trienal Internacional sobre Câncer Colorretal.Câncer Colorretal Hereditário sem Polipose. 2000. (Simpósio).

216.
III Simpósio Trienal Internacional sobre Câncer Colorretal.Correlação Genótipo / fenótipo: mutações do gene APC e gravidade da polipose adenomatosa familiar. 2000. (Simpósio).

217.
I simpósio de Integração em Oncologia.avanços Genéticos em Neoplasia da Mama. 2000. (Simpósio).

218.
I Simpósio de Integração em Oncologia.Perspectiva do Tratamento Genético. 2000. (Simpósio).

219.
Palestra na Disciplina de Gastroenterologia Cirúrgica da UNIFESP / EPM.Câncer Colorretal Hereditário. 2000. (Outra).

220.
Palestra no Curso Básico de Oncologia.Câncer Familial. 2000. (Outra).

221.
Palestra no Curso de Atualização Genética Médica.Neoplasias Hereditárias: Uma visão Genético-Clínica. 2000. (Seminário).

222.
Palestra no Curso de Especialização em Ginecologia e Obstetrícia.Oncogens e Antioncogens. 2000. (Seminário).

223.
Palestra no Curso de Pós-graduação em Ciências da Fundação Antônio Prudente.Aspectos Biomoleculares e Familial dos Tumores Ósseos e Sarcomas de Partes Moles. 2000. (Outra).

224.
Palestra para Grupo de Oncologia do Departamento de Medicina na Escola Paulista de Medicina.Hereditariedade e Câncer. 2000. (Outra).

225.
Programa de Residência em Oncologia Clínica.Hereditariedade e Câncer. 2000. (Outra).

226.
Reunião Científica do Grupo Multidisciplinar de Oncologia - GMO.Diagnóstico Molecular da doença de Von Hippel-Lindau. 2000. (Outra).

227.
Reunião Científica do Serviço de Cirurgia de Vias Biliares e Pâncreas.Diagnóstico Molecular da Doença de Von Hippel-Lindau em Famílias Brasileiras. 2000. (Outra).

228.
Reunião Científica sobre: Gens e Câncer de Mama.Oncogen e Anti-Oncogen.. 2000. (Outra).

229.
Reunião Clínica da Seção de Ginecologia.Terapia Genica do Câncer de Mama. 2000. (Seminário).

230.
XII Congresso Brasileiro de Genética Clínica. 2000. (Congresso).

231.
1st Milan Breast Cancer Conference. 1999. (Congresso).

232.
2º Workshop em Mastologia.Quando indicar a pesquisa dos genes BRCA1 e BRCA2.. 1999. (Oficina).

233.
41º Reunião Anual de Cancerologia.Curso Teórico Prático: Pesquisa do Linfonodo Sentinela em Cirurgia Oncológica. 1999. (Oficina).

234.
45º Congresso Nacional de Genética. Papel da Metilação e do Imprinting Genômico no Câncer. 1999. (Congresso).

235.
45º Congresso Nacional de Genética. 1999. (Congresso).

236.
Curso Avançado de Oncologia Pediátrica. O Papel do Aconselhamento Genético. 1999. (Congresso).

237.
Curso Avançado de Oncologia Pediátrica. Seqüenciamento do Gene Rb Como Ferramenta Diagnóstica. 1999. (Congresso).

238.
Curso de Pós-Graduação, disciplina "FUNDAMENTOS CIENTÍFICOS DA UROLOGIA".Bloco "Bases moleculares da neoplasia" sôbre "Diagnóstico molecular da doença Von Hippel-Lindau". 1999. (Outra).

239.
International Symposium of Cancer and Molecular Biology.. 1999. (Simpósio).

240.
I Simpósio Sul-Americano de Cirurgia Oncológica e III Congresso Brasileiro de Tumores Ósseos e de Partes Moles. Genética molecular dos sarcomas ósseos e de partes moles e sua aplicação clínica. 1999. (Congresso).

241.
V Curso Internacional de Cancerologia. 1999. (Outra).

242.
X congresso e XII Jornada Odontológica da Universidade de Santo Amaro - UNISA. Odontologia Forense: Técnicas Moleculares para Identificação de Indivíduos. 1999. (Congresso).

243.
XXVII congresso Brasileiro de Urologia. Diagnóstico Molecular da Doença de Von Hippel-Lindau em Famílias Brasileiras. 1999. (Congresso).

244.
XXVII congresso Brasileiro de Urologia. 1999. (Congresso).

245.
Curso de Genética Clínica.Aspectos Clínicos e Moleculares na Síndrome de Von Hippel-Lindau. 1998. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Jose Claudio C. Rocha. VI Congresso Franco Brasileiro de Oncologia - 2010. 2010. (Congresso).

2.
Jose Claudio C. Rocha; NAJAR, J. M. . Simpósio -2º Encontro de Famílias com a Síndrome de VHL. 2009. (Outro).

3.
Jose Claudio C. Rocha; STEFANOFF, G. ; M. T. S. Guedes ; ALMEIDA, L. ; CAMANHO, P. P. ; BREITENBACH, M. D. ; FARIA, P. A. ; FERREIRA, C. G. ; SCHELIGA, A. . II Forum do Banco Nacional de Tumores e DNA. 2009. (Outro).

4.
Jose Claudio C. Rocha; Guedes, M. T. ; R. E. Knust ; Bolzan. M. F. ; Leontina L. . I Encontro de Enfermeiros BNT. 2009. (Outro).

5.
Jose Claudio C. Rocha. Jornada em Oncogenética. 2008. (Congresso).

6.
VERMOT, M. H. ; Jose Claudio C. Rocha ; FIGUEIRA FILHO, A. ; NOVITA, G. . Jornada Pós-Milan em Mastologia Amil e Istituto Europeo di Oncologia.. 2008. (Outro).

7.
Jose Claudio C. Rocha. I Reunião da Rede de Banco de Tumores para a Aliança Latino-Americana. 2008. (Outro).

8.
Jose Claudio C. Rocha. Congresso Franco-Brasileiro de Oncologia. 2008. (Congresso).

9.
Jose Claudio C. Rocha; TAJARA, E. ; WUNSCH, V. ; ZAGO, M. A. . I Fórum Nacional de Banco de Tumores. 2007. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Gabriela Leal de Oliveira. Farmacogenética do desfecho clínico do câncer colorretal metastático. Início: 2009. Dissertação (Mestrado em Biologia) - Instituto Nacional de Câncer, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
José Marinaldo de Lima. VEGF como fator medidor da atividade tumoral no carcinoma epitelial de ovário. Início: 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Coorientador).

Tese de doutorado
1.
André Leonardo Costa. PERFIL DE EXPRESSÃO GÊNICA EM CARCINOMAS EPIDERMÓIDES DE LARINGE POR ANÁLISE DE MICROARRANJOS. Início: 2009. Tese (Doutorado em Medicina) - Instituto Nacional de Câncer. (Orientador).

Supervisão de pós-doutorado
1.
Maria do Desterro Soares Brandão. Avaliação das Características Clínicas Associadas e do Valor Prognóstico da Presença de Instabilidade de Microssatélite em Tumores de Cólon Esporádicos Estádios II e III Tratados no Instituto Nacional de Câncer. Início: 2010. Instituto Nacional de Câncer.

2.
Luciane Maria Oliveira Brito. Avaliação da Presença de Instabilidade de Microssatélites no Adenocarcinoma de Endométrio Esporádico e Correlação com Prognóstico em Pacientes Tratadas no Instituto Nacional de Câncer. Início: 2010. Instituto Nacional de Câncer.

3.
Ana Carolina Laus. Perfil de Expressão Gênica em Carcinomas Renais de Células Claras Esporádicos ou Associados a Síndrome de Von Hippel-Lindau por Análise de Microarranjos. Início: 2008. Instituto Nacional de Câncer, Instituto Nacional de Câncer.

Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Vanessa Paiva Leite. Análise de Instabilidade de Microssatélite e sua correlação com mutações nos genes BRAF (V600E) e K-ras nos tumores de Endométrio. Início: 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Aperfeiçoamento I) - Instituto Nacional de Câncer, Instituto Nacional de Câncer. (Orientador).

2.
Ester de Andrade Barreto. estudo do efeito de mutações para a estabilidade do complexo pVHL por dinâmica molecular. Início: 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Aperfeiçoamento I) - Instituto Nacional de Câncer, Instituto Nacional de Câncer. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Beatriz Peres Silva. Avaliação da mutação V600E do gene BRAF no câncer de endométrio. Início: 2009. Iniciação científica (Graduando em Enfermagem) - Instituto Nacional de Câncer, Ministério da Saúde. (Orientador).

2.
Rubem José Peres Moreira. Avaliação das Características Clínicas Associadas e do Valor Prognóstico da Presença de Instabilidade de Microssatélite em Tumores de Cólon Esporádicos Estádios II e III Tratados no Instituto Nacional de Câncer. Início: 2009. Iniciação científica (Graduando em Biologia) - Instituto Nacional de Câncer. (Orientador).

3.
Mariana Mattesco Tambasco. Imagem Molecular em Oncologia: 18F-FDG-PET/RM para rastreamento de tumores ocultos em portadores da Síndrome de Li-Fraumeni. Início: 2009. Iniciação científica (Graduando em Biologia) - Instituto Nacional de Câncer. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
João Paulo Castello Branco Vidal. Detecção de genes diferencialmente expressos em diferentes tipos histológicos de carcinomas de células renais esporádicos. Início: 2010. Orientação de outra natureza. Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador).

2.
Cristiano Guedes Duque. Avaliação da prevalência e do valor prognóstico da infecção pelo virus BK e JC em tumores de cólon esporádicosestádios II e III tratados no INCA. Início: 2009. Orientação de outra natureza. Instituto Nacional de Câncer. (Orientador).

3.
Cristiano Guedes Duque. Avaliação das Características Clínicas Associadas e do Valor Prognóstico da Presença de Instabilidade de Microssatélite em Tumores de Cólon Esporádicos Estádios II e III Tratados no Instituto Nacional de Câncer. Início: 2007. Orientação de outra natureza. Instituto Nacional de Câncer. Ministério da Saúde. (Orientador).

4.
Cristiano Guedes Duque. Estudo da correlação dos polimorfismos do gene da UGT1A1 com o desfecho clínico de pacientes com tumor de cólon e reto metastático tratados com irinotecano. Início: 2007. Orientação de outra natureza. Instituto Nacional de Câncer. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Cláudia Bessa Pereira Chaves. Avaliação da presença de instabilidade de microssatélites no adeno carcinoma de endométrio esporádico e correlação com prognóstico em pacientes tratadas no INCA. 2008. Dissertação (Mestrado em Atenção em Cancer) - Instituto Nacional de Câncer, . Orientador: José Cláudio Casali da Rocha.

2.
João Paulo Castello Branco Vidal. Avaliação das alterações somáticas do gene VHL nos carcinomas renais de células claras esporádicos ou associados à síndrome de von Hippel-Lindau. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Orientador: José Cláudio Casali da Rocha.

Tese de doutorado
1.
Solange Maria Diniz Bizzo. Avaliação do ambiente hormonal das neoplasias epiteliais malignas de ovário e suas relações com a extensão tumoral e o fator de crescimento vascular endolelial plasmático e ascítico. 2006. Tese (Doutorado em Ciências Médicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Coorientador: José Cláudio Casali da Rocha.

2.
Milena Jorge Simões Flória Lima Santos. GENÉTICA E ENFERMAGEM: a atuação do enfermeiro no aconselhamento oncogenético e no estudo molecular da Síndrome de Câncer de Mama e Ovário Hereditário. 2003. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Genética)) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: José Cláudio Casali da Rocha.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Erica de Oliveira Rainho. avaliação da presença de instabilidade de microssatélites no adenocarcinoma de endométrio esporádico e correlação com prognóstico em pacientes tratados no Instituto Nacional de Câncer. 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Farmácia) - Universidade Federal Fluminense, Ministério da Saúde. Orientador: José Cláudio Casali da Rocha.

2.
Bianca Warring Rossi. Avaliação das alterações somáticas do gene VHL dos carcinomas renais de células claras e esporádicos ou associados a Síndrome de von-hippel Lindau.. 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas) - Universidade da Região de Joinville, Ministério da Saúde. Orientador: José Cláudio Casali da Rocha.

3.
Renata Pellegrino Silva. Análise genômica comparativa dos carcinomas renais de células claras esporádicos ou associados à síndrome de von Hippel-Lindau pela técnica de microarray de alta resolução (CNV/SNP-array). 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Aperfeiçoamento II) - Instituto Nacional de Câncer, Instituto Nacional de Câncer. Orientador: José Cláudio Casali da Rocha.

4.
João Paulo Castello Branco Vidal. Avaliação das alterações somáticas do gene VHL nos carcinomas renais de células claras esporádicos ou associados à síndrome de von Hippel-Lindau. 2006. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Aperfeiçoamento I) - Instituto Nacional de Câncer, Ministério da Saúde. Orientador: José Cláudio Casali da Rocha.

Iniciação científica
1.
Pedro Caldas Duarte. Avaliação das Características Clínicas Associadas e do Valor Prognóstico da Presença de Instabilidade de Microssatélite em Tumores de Cólon Esporádicos Estádios II e III Tratados no Instituto Nacional de Câncer. 2007. Iniciação Científica - Instituto Nacional de Câncer, Ministério da Saúde. Orientador: José Cláudio Casali da Rocha.

2.
Vanessa Paiva Leite. Avaliação da presença de instabilidade de microssatélites no adeno carcinoma de endométrio esporádico e correlação com prognóstico em pacientes tratadas no INCA. 2007. Iniciação Científica - Instituto Nacional de Câncer, Ministério da Saúde. Orientador: José Cláudio Casali da Rocha.

3.
Gabriela Leal de Oliveira. Estudo da correlação do polimorfismo do gene UGT1A1 com o desfecho clínico de pacientes com câncer colorretal. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Biologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: José Cláudio Casali da Rocha.

4.
Ester de Andrade Barreto. Análise de mutações germinativas no gene VHL em 24 famílias com a doença de vonHippel-Lindau. 2006. Iniciação Científica - Instituto Nacional de Câncer, Ministério da Saúde. Orientador: José Cláudio Casali da Rocha.

5.
Luciane Tsukamoto Kagohara. Análise do Polimorfismo A/G no Codon 242 do Gene da Ciclina D1 como Modificador de Risco na Doença de von Hippel-Lindau.. 2003. Iniciação Científica - Instituto Ludwig de Pesquisa sobre o Câncer, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: José Cláudio Casali da Rocha.

Orientações de outra natureza
1.
Priscila Povedano. Avaliação das Características Clínicas Associadas e do Valor Prognóstico da Presença de Instabilidade de Microssatélite em Tumores de Cólon Esporádicos Estádios II e III Tratados no Instituto Nacional de Câncer. 2009. Orientação de outra natureza. (Biomedicina) - Instituto Nacional de Câncer, Instituto Nacional de Câncer. Orientador: José Cláudio Casali da Rocha.

2.
André Leonardo Costa. Análise do valor prognóstico do VEGF-C e da densidade linfática em Carcinoma Epidermóide de Laringe estádios clínicos III e IV submetidos à laringectomia total. 2008. Orientação de outra natureza. (Medicina) - Instituto Nacional de Câncer, Instituto Nacional de Câncer. Orientador: José Cláudio Casali da Rocha.



Outras informações relevantes


Presidente do Departamento de Genética e Biologia Molecular da Sociedade Brasielira de Mastologia.
Vínculo Acadêmico.

APOIOS FINANCEIROS RECEBIDOS:

EDITAL 35 - CNPq - Constituição de uma rede de pesquisas focalizadas em alterações moleculares no câncer de mama, Projeto: GenoMama: validação funcional e clínica das alterações gênicas detectadas no genoma do câncer de mama

FAPERJ ? Apoio às Instituições de Pesquisas - FAIXA B
"Automação do processamento de sangue para o Banco Nacional de Tumores e DNA e criação do Banco de Tecidos e DNA de população sadia (INCA)" 

FAPERJ ? APQ1 ? Auxílio à pesquisa básica 2008/1
?Farmacogenética do desfecho clínico do câncer colorretal metastático

PESQUISADOR PARTICIPANTE DOS PROJETOS:

"Implementação de Rede Nacional de Câncer Familial Edital"
(Edital MCT - CNPq / MS-SCTIE-DECIT - Nº 21/2006. Coordenador do Projeto: Hector Nicolas Seuanez Abreu.

?Polimofirmos gênicos e seu impacto no mieloma múltiplo, doença de Hodgkin, acidente vascular encefálico, cardiopatia chagásica e Doença Falciforme?
(Apoio a grupos emergentes de pesquisa no Estado do RJ / 2008. Coordenador: Angelo Maiolino / UFRJ)

Membro da da Câmara Técnico-Politica de Atenção Oncologica, conforme a Portaria INCA nº 241, de 11 de outubro de 2007

Membro do Fórum de Acompanhamento do Projeto do Campus Integrado INCA

Consultor ad hoc do Programa Iberoamericano de Ciência y Tecnología para el Desarrollo (CYTED)

Membro do Comitê de Ética em Pesquisa do INCA - De 2006 à 2009.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/01/2019 às 5:25:21