Roberto Hofmeister Pich

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1D (***)

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1645884955155770
  • Última atualização do currículo em 06/10/2018


Possui Bacharelado e Licenciatura em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1996, UFRGS). É Bacharel em Teologia pela Escola Superior de Teologia (1996, EST). Possui Doutorado em Filosofia pela Rheinische Friedrich-Wilhelms-Universität Bonn (2001), Alemanha. Como Bolsista da Alexander von Humbodt-Stiftung, realizou estudos de Pós-Doutorado na Eberhard Karls Universität Tübingen (2005), no Albertus-Magnus-Institut e na Universität Bonn (2007 e 2011). Como Bolsista da Comissão Fulbright, realizou Pós-Doutorado na University of Notre Dame, Indiana ? USA (2010). Atuamente é Professor Adjunto da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), onde atua no Programa de Pós-Graduação em Filosofia e no Programa de Pós-Graduação em Teologia. Na área de Filosofia, atua em especial nas ênfases Filosofia na Idade Média, Metafísica, Epistemologia e Filosofia da Religião. Na área de Teologia, atua em especial nas ênfases Teologia Sistemática e História da Igreja. De 2009-2017, foi Bolsista de Produtividade do CNPq, Nível 2; desde 2018, é Bolsista de Produtividade do CNPq, Nível 1D. Desde 2011, coordena, com o apoio do Programa Geral de Cooperação Internacional (PGCI) da CAPES o Projeto ?Scholastica colonialis: A Recepção e o Desenvolvimento da Escolástica Barroca na América Latina, séculos 16-18?. É membro da Société Internationale pour l?Étude de la Philosophie Médiévale (SIEPM), de cujo Bureau foi, de 2012/2 a 2017/2, Assessor e do qual e, desde 2017/2, Vice-Presidente. Desde 2017, é Pesquisador Fundador do Centro de Estudos Europeus e Alemães (CDEA - DAAD/PUCRS/UFRGS), em Porto Alegre / RS. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Roberto Hofmeister Pich
Nome em citações bibliográficas
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER

Endereço


Endereço Profissional
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.
Avenida Ipiranga 6681
Partenon
90619-900 - Porto Alegre, RS - Brasil - Caixa-postal: 1429
Telefone: (51) 33203554
Ramal: 26
Fax: (51) 33203886
URL da Homepage: http://


Formação acadêmica/titulação


1997 - 2001
Doutorado em Doutorado Em Filosofia.
Rheinische Friedrich Wilhelms Universität Bonn, R.F.W.U.B., Alemanha.
Título: Der Begriff der wissenschaftlichen Erkenntnis bei Johannes Duns Scotus, Ano de obtenção: 2001.
Orientador: Ludger Honnefelder.
Bolsista do(a): Evangelische Kirche In Deutschland, EKD, Alemanha.
Palavras-chave: conhecimento científico necessidade contingência o.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Epistemologia / Especialidade: Teologia Filosófica.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Epistemologia / Especialidade: Filosofia da Religião.
Setores de atividade: Educação.
1992 - 1996
Graduação em Bacharelado Em Filosofia.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
1992 - 1996
Graduação em Licenciatura Em Filosofia.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
1990 - 1996
Graduação em Bacharelado Em Teologia.
Faculdade EST, EST, Brasil.


Pós-doutorado


2016 - 2016
Pós-Doutorado.
Rheinische Friedrich-Wilhelms-Universität Bonn, RFWUB, Alemanha.
Bolsista do(a): Alexander Von Humboldt Stiftung, AVHS, Alemanha.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Ética.
2013 - 2013
Pós-Doutorado.
University of Notre Dame, UND, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Lógica.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Metafísica.
2011 - 2012
Pós-Doutorado.
Albertus-Magnus-Institut, AMI, Alemanha.
Bolsista do(a): Alexander Von Humboldt Stiftung, AVHS, Alemanha.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Metafísica.
2009 - 2010
Pós-Doutorado.
University of Notre Dame, UND, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Capes-Fulbright, CAPES-FULBRIGHT, Estados Unidos.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Metafísica.
2006 - 2007
Pós-Doutorado.
Albertus-Magnus-Institut, AMI, Alemanha.
Bolsista do(a): Alexander Von Humboldt Stiftung, AVHS, Alemanha.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Metafísica.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Lógica.
2004 - 2005
Pós-Doutorado.
University of Tübingen, TUEBINGEN, Alemanha.
Bolsista do(a): Alexander Von Humboldt Stiftung, AVHS, Alemanha.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Ética.


Formação Complementar


2010 - 2010
Extensão universitária em Oficina Moodle - 53. Edicao, Educacao à distância. (Carga horária: 20h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
2005 - 2005
Extensão universitária em Pro-Reitoria de Extensão. (Carga horária: 9h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade do Porto, U.PORTO, Portugal.
Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: professor visitante, Carga horária: 6
Outras informações
Durante o período de tempo indicado, foi ministrado o seguinte curso, para alunos e alunas de graduação e pós-graduação em filosofia: "Duns Scotus sobre o conceito de ente infinito".

Atividades

1/2006 - 2/2006
Ensino, Departamento de Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
"Duns Scotus sobre o conceito de ente infinito"

Pontificia Universidad Católica de Chile, PUCC, Chile.
Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Curso de pós-graduação em filosofia, Carga horária: 18
Outras informações
Na ocasião, ministrei dois cursos para alunos do programa de pós-graduação da Pontifica Universidad Católica de Chile, especificamente ligado à International Academy of Philosophy, instituição com sede em Liechtenstein e com convênio com a PUCCH. Ao todo, cada curso teve a duração de 18 horas. Ambos foram ministrados em inglês, abordando a metafísica de João Duns Scotus. Assim, o primeiro curso teve como título "The analytics of being", e o segundo "Modal theory and the infinite being".

Atividades

11/2006 - 11/2006
Ensino, Pós-Graduação em Filosofia da IAP ligada à PUCCH, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Duns Scotus's Modal Theory and the Concept of Infinite Being (18 horas)
Duns Scotus and the Analytics of Being (18 horas)

Gesamthochschule Kassel, U.K., Alemanha.
Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante Graduação, Carga horária: 8
Outras informações
Trata-se de um período de "Gastdozentur", de curta duração, para ministrar duas disciplinas na área de Filosofia Medieval, (1) "Kontingenz und Freiheit nach Johannes Duns Scotus" e (2) "Wilhelm von Ockhams Nominalismus", com carga semanal de oito horas.

Atividades

12/2003 - 2/2004
Ensino, Philosophische Fakultät, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Kontingenz und Freiheit nach Johannes Duns Scotus
Wilhelm von Ockhams Nominalismus

Faculdade EST, EST, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2004
Vínculo: docente, Enquadramento Funcional: professor auxiliar, Carga horária: 20

Atividades

3/2001 - 2/2004
Ensino, Teologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teologia e literatura
Leituras de Pais da Igreja sobre a eucaristia
História do culto cristão: Pais da Igreja e Idade Média
3/2001 - 12/2003
Ensino, Bacharelado Em Teologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à filosofia
Filosofia I
Seminário de Aprofundamento Teológico HE: doutrina da graça e da justificação
Cadeira Optativa de HE: Agostinho, teólogo
Seminário de Aprofundamento Teológico TS: teologia e filosofia
Curso na Pós Graduação: Leituras de Pais da Igreja sobre a eucaristia
Cadeira Optativa de Teologia Sistemática (2003/2): Bultmann

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - Atual
Vínculo: professor adjunto, Enquadramento Funcional: professor adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

08/2007 - Atual
Direção e administração, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, .

Cargo ou função
Coordenador de Programa.
8/2001 - Atual
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Conhecimento e Linguagem I (2005/1): Wittgenstein e o ceticismo
Conhecimento e Linguagem II (2005/2): Externalismo, evidencialismo e justificação de crenças
Conhecimento e Linguagem II (2006/1): Conhecimento empírico, indução e ceticismo
Conhecimento e Linguagem II (2006/2): Percepção e conhecimento empírico na epistemologia contemporânea
Conhecimento Humano I (2002/1): o debate sobre os universais: em Ockham, ockhamistas e na filosofia contemporânea (D. M. Armstrong e Roderick M. Chisholm)
Conhecimento Humano I (2003/1): Dogmatismo vs. ceticismo epistemológico: estudos de caso, na filosofia antiga e na filosofia medieval
Conhecimento Humano IV (2002/2): linguagem mental: Ockham, J. Fodor, H. Putnam e J. Searle
Ética e Política na Idade Média III (2003/2): Livre-arbítrio, vontade e
Metafísica III (2001/1): Scotus e Ockham sobre o problema dos universais
Metafísica IV: provas da existência de Deus: nos medievais e na filosofia analítica da religião contemporânea
3/2001 - Atual
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estética I (2004/1)
Filosofia Estética (Faculdade de Arquitetura, 2003/1)
Filosofia Estética (Faculdade de Arquitetura, 2003/2)
Filosofia Estética (Faculdade de Arquitetura, 2004/1)
Filosofia Estética (Faculdade de Arquitetura, 2004/2)
Filosofia Geral: Problemas Metafísicos I (2005/2)
Filosofia Geral: Problemas Metafísicos II (2006/1)
História da Filosofia IV - Filosofia Moderna e do Iluminismo (2004/2)
Metodologia Filosófica (2005/1)
Ontologia I (2001/1)
Ontologia I (2002/1)
Ontologia I (2003/1)
Ontologia I (2004/1)
Ontologia II (2001/1)
Ontologia II (2002/2
Ontologia II (2003/2)
Seminário de Filosofia IV - Metafísica e liberdade (2005/1)
Seminário Temático II (2006/2)

Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Colabor. Externo PPG Filosofia, Enquadramento Funcional: Professor Colaborador Externo, Carga horária: 0
Outras informações
Colaborador Externo, Programa de Pos-Graduacao em Filosofia (Mestrado), Departamento de Filosofia, Instituto de Ciencias Humanas e Sociais, Universidade Federal de Mato Grosso, a partir do mes de marco de 2015. Sem vinculo empregaticio.



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
A metafísica de Alfonso Briceño O.F.M. (1587?1668) a partir das suas Controversiae: os ?Apêndices metafísicos? e as teorias da existência, do ente, da unidade, da distinção e das modalidades ? Novas investigações sobre a metafísica scotista na escolástica
Descrição: Com o presente projeto de pesquisa ?A metafísica de Alfonso Briceño O.F.M. (1587?1668) a partir das suas Controversiae: os ?Apêndices metafísicos? e as teorias da existência, do ente, da unidade, da distinção e das modalidades ? Novas investigações sobre a metafísica scotista na escolástica latino-americana?, quer-se descrever e interpretar um capítulo importante da atividade e da produção filosófica da escolástica barroca na América Latina. Em destaque está, uma vez mais, o desenvolvimento da metafísica dos conceitos transcendentais (ou: da metafisica estrutural sistemática) de João Duns Scotus no contexto do Vice-Reino do Peru, no século 17. Assim, também este novo esboço é parte de um projeto maior e já reconhecido pelo mundo acadêmico brasileiro e internacional, a saber, ?Scholastica colonialis ? Recepção e desenvolvimento da Escolástica Barroca na América Latina, séculos 16-18?. O intuito desse último é reconhecer, interpretar e, a longo prazo, escrever a história da filosofia latino-americana no período colonial. Uma vez que a escolástica barroca colonial revisita, em especial, as principais ?escolas? de autores medievais, este projeto, como o seu projeto de fundo, precisa ser realizado por especialistas em filosofia na Idade Média..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Roberto Hofmeister Pich - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2017 - Atual
Fundamentações filosófico-normativas para a resolução de conflitos em larga escala no âmbito do direito dos povos
Descrição: Tem-se como objetivo, no projeto, investigar, em perspectiva histórica e sistemática, precipuamente nas áreas da filosofia, da teologia e do direito, a possibilidade de fundamentação normativa para situações políticas e condições (sociais) humanas extremas sintetizadas no fenômeno das migrações em escala global e nos esforços por restabelecimento da paz justa após experiências de violência e conflito extremos. No corte histórico, a ênfase se acha no legado intelectual da Escolástica Ibérica (em especial, da Escola de Salamanca) e nos muitos intercâmbios (de ideias e de intelectuais) que a mesma realizou tanto com a América Latina quanto com o próprio continente europeu (séculos 16-18). Em particular, tem-se a intenção de estudar as características da fundamentação jusnaturalista do direito dos povos, formulada a modo de ?axiomas? por Francisco de Vitoria (1483-1546) e depois criticamente interpretada e expandida por gerações de autores (incluindo, aqui, Francisco Suárez (1548-1617) e Hugo Grócio (1583-1645)). Essa fundamentação incide diretamente (a) sobre as primeiras abordagens filosóficas acerca do status do imigrante e sobre o debate em torno do direito de pertencimento e de intercâmbio cultural e econômico para o benefício dos povos; incide, ademais, (b) sobre a problemática da resolução de conflitos nos termos do (ainda pouco estudado) ius post bellum (?direito pós-guerra?), a saber, com respeito às condições normativo-jurídicas para o restabelecimento ou a reconstrução da paz justa (em que se destacam os fatores da ?reparação?, ?satisfação? e ?reconciliação?). Em especial, no âmbito da PUCRS e do PPG em Filosofia da Escola de Humanidades, os assuntos ora mencionados têm sido estudados a partir do projeto ?Scholastica colonialis: recepção e desenvolvimento da escolástica barroca na América Latina, séculos 16-18?, que recebeu diversos e contínuos apoios da CAPES e da Fundação Alexander von Humboldt, contando com parcerias numerosas na América do Sul e na Europa. No corte sistemático, pode-se facilmente perceber a atualidade dos temas expostos, que são amplamente discutidos em círculos acadêmicos que abordam (a) a temática dos movimentos migratórios e o seu status na teoria dos direitos humanos e no ius gentium europeu e (b) a temática da possibilidade de reconciliação, amizade civil e ordem social após conflitos duradouros, radicais e em larga escala (exemplos históricos na Colômbia e na Terra Santa). Com efeito, os dois eixos temáticos (histórico-sistemáticos) podem ser desdobrados em pesquisas mais específicas (e de importância para o Brasil), como os ?sistemas de violência?, as ações afirmativas de recuperação de injustiças históricas e mesmo a temática indígena (migração, direito à terra e pertencimento)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Roberto Hofmeister Pich - Coordenador / Christoph Horn - Integrante / Renata Floriano de Sousa - Integrante / Cezar Cauduro Roedel - Integrante / Marcelo Oliveira Ribeiro - Integrante.
2015 - Atual
Reception and Development of Aristotle's Political Thought in Latin American Scholasticism, 16th. to 18th. Centuries
Descrição: Trata-se, neste projeto, de estudar as características da recepção do pensamento politico de Aristoteles em autores da Segunda Escolástica, tanto ibérica quanto latino-americana, com ênfase nas teorias das relações políticas e de formas de governo. O projeto tem o apoio da Alexander von Humboldt-Stiftung, na forma de uma "Institutspartnerschaft", para o período de 2015 are 2017..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (4) .
Integrantes: Roberto Hofmeister Pich - Coordenador / Christoph Horn - Integrante.
2015 - Atual
Alfonso Briceno (1587-1668) e a fundamentacao metafisica das Controversiae sobre a teologia filosofica de Joao Duns Scotus - Estudos sobre a recepção da metafísica scotista na escolástica latino-americana
Descrição: No presente projeto, que e de terceira renovação consecutiva de Bolsa PQ/CNPq, tem o intuito de estudar o pensamento filosofico de Alfonso Briceno OFM (1587-1668), figura central na escolástica latino-americana do século 17. Em especial, quer-se estudar a metafísica dos transcendentais, implícita em sua obra, sobretudo a teoria da unidade e a teoria das distinções, que acompanham o seu opus magnum, a saber, as suas Controversiae, publicadas em Madri, de 1639-1642..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
Scholastica colonialis: A recepção e o desenvolvimento da Escolástica Barroca na América Latina (séculos 16-18) e as interfaces com a Escolástica Ibérica Portuguesa
Descrição: Pelo presente projeto, tem-se a intenção de dar seguimento aos estudos sobre a escolástica latino-americana, ensinada e desdobrada nas universidades e demais instituições de formação no "Novo Mundo", desde o século 16. Em particular, quer-se dar especial atenção ao papel dos pensadores portugueses, sobretudos dos séculos 16-17, na formação e na literatura filosófica, sobretudo os pensadores jesuítas, ligados ao projeto do "cursus conimbricensis". No mesmo passo, quer-se dar continuidade à proposta de inventariar e catalogar materiais filosóficos existentes na América Latina, em especial no Brasil. Isso se dará tanto com ênfase em bibliotecas públicas e institucionais, como com respeito a bibliotecas conventuais, sobretudo beneditinas, e bibliotecas (no Brasil e no exterior) que mantêm traços da produção intelectual jesuítas, no período colonial..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (7) .
Integrantes: Roberto Hofmeister Pich - Integrante / Émilien Vilas Boas Reis - Integrante / Gabriel Rocha - Integrante / José F. P. Meirinhos - Integrante / CULLETON, Alfredo Santiago - Coordenador / Luis Evandro Hinrichsen - Integrante / Fernando Rodrigues Montes D'Oca - Integrante / Flávio Schmitt - Integrante / Pablo Fernando Campos Pimentel - Integrante / Renata Floriano - Integrante / Márcio Paulo Cenci - Integrante / Régis Franco Casarin - Integrante.
2012 - Atual
A "cognição intuitiva" (cognitio intuitiva) no pensamento de João Duns Scotus e o seu desdobramento na tradição scotista e pós-scotista
Descrição: Na teoria scotista da cognição, a distinção (terminologicamente original) entre «cognição abstrativa» (cognitio abstractiva) e «cognição intuitiva» (cognitio intuitiva) tem destaque. Não menos destacadas são as dificuldades em interpretá-la com precisão e, não obstante isso, a grande recepção que ela experimentou no século 14 ? tanto em círculos scotistas quanto em Ockham e no ockhamismo . Parte dos dilemas interpretativos dentro da Scotusforschung se deve aos contextos de formulação das passagens respectivas a tal distinção: trata-se de forma majoritária de contextos especulativos sobre theologumena como o conhecimento intelectual dos entes angélicos, da alma de Cristo ou em especial daquele que tem ensejo quando da visão beatífica. Indicado deve ficar, com isso, que Scotus jamais foi além de esboços acerca do assunto e tampouco o expôs ex professo. Por outro lado, e esse é o item filosófico mais interessante, o par conceitual «cognição abstrativa e cognição intuitiva» foi entendido como um divisor geral de modos de conhecimento ? que, nem sempre com boa fundamentação, são contrastados, por leitores desejosos de chaves interpretativas, como o modo de conhecimento indireto versus o direto, o modo de conhecimento mediado versus o imediato, o modo de conhecimento com a mediação de uma species versus o sem a mediação de uma species, etc. No intuito de oferecer uma interpretação claramente relevante da cognitio intuitiva ? o termo mais complexo e menos compreendido daquele par ? para o «nosso conhecimento» agora e, pois, para uma teoria da percepção ou do conhecimento empírico , busca-se o propósito simples, mas fundamental, de resgatar o sentido mais elementar da cognitio intuitiva como um modus cognoscendi. Nesse sentido, são utilizadas para fins de análise as passagens scotistas reconhecidamente centrais e são postos em perspectiva os estudos mais recentes sobre o assunto. Em poucas palavras, cumpre tirar todas as consequências de reflexão em epistemologia das m.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Roberto Hofmeister Pich - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2011 - Atual
Scholastica colonialis: a recepção e o desenvolvimento da Escolástica Barroca na América Latina, séculos 16-18
Descrição: O projeto de pesquisa tem a pretensão de dar início a uma investigação duradoura e exaustiva do desenvolvimento da filosofia escolástica barroca na América Latina, durante parte significativa do período colonial, isto é, séculos 16-18. Com o presente projeto, para os domínios demarcados, tem-se a pretensão de, contínua e exaustivamente, (a) verificar e catalogar manuscritos e textos impressos antigos, (b) propiciar investigação e análise dos materiais coletados, (c) discutir e comentar os materiais de fonte encontrados e (d) ao menos em parte digitalizá-los e editá-los para a comunidade de pesquisa em história da filosofia, sobretudo em filosofia medieval, filosofia renascentista e filosofia moderna. Apesar de a produção filosófica de autores dos séculos 16 a 18 estar em apreço, é inegável que a orientação teórica da scholastica colonialis está próxima dos temas e dos interesses dos pesquisadores em filosofia na Idade Média. Dada a antiguidade e o caráter referencial das universidades e demais instituições do Peru e do Chile na formação e atividade de intelectuais, durante os primeiros séculos do período colonial, nos domínios da teologia, da filosofia e do direito, dado o registro já catalogado de manuscritos e textos antigos existentes e dada, em particular, a constituição de grupos de trabalho afins com profissionais da área naqueles países e universidades, os primeiros passos do projeto dizem respeito à cooperação com o Peru e com o Chile. Os debates da teologia, filosofia e direito, contudo, têm como interlocutores os intelectuais das universidades do países-metrópole europeus, a saber, as instituições de formação de Portugal e Espanha. Em verdade, os debates só podem ser bem compreendidos em contato próximo com aqueles entretidos em universidades como Coimbra (fundada em 1290) e Évora (fundada em 1559), bem como Alcalá (fundada em 1499 (Estudo Geral desde 1293)) e Salamanca (fundada em 1258). Rigorosamente, espera-se encontrar manuscritos e impressões an.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (8) .
Integrantes: Roberto Hofmeister Pich - Coordenador / CULLETON, Alfredo Santiago - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 10
2009 - 2011
Onipotência e conhecimento "como na maior parte dos casos" (ut in pluribus) na obra de João Duns Scotus
Descrição: Os mais bem conhecidos modelos do conhecimento científico na obra de João Duns Scotus indicam que esse se orienta no conceito de ?ciência em si?: ela é o conhecimento de uma essência comum ? e também de uma singular ?, na medida em que a essência está numa relação cognitiva perfeita com um intelecto proporcionado a ela. Ali, a essência é apreendida como tal, daí sob o seu conteúdo definitório ? ou como que definitório ?, motivo pelo qual pode causar o hábito necessário que desdobra a sua conhecibilidade essencial. Por sua vez, sinal de uma relação cognitiva perfeita no conhecimento do contingente é o conhecimento do primeiro sujeito como tal. Diferentemente desses modelos, em Reportatio examinata I d. 42 q. 2 e d. 44 q. 1 ? textos maduros do Doutor Sutil e ainda em processo de edição crítica completa ?, como abordagem única em sua obra, Scotus apresenta casos em que o ?conhecimento científico? é conhecimento ?como na maioria dos casos? (ut in pluribus). Em que consistem e por que são concebidos esses modelos? Quais são as suas conseqüências teóricas, em particular se comparados com os modelos anteriores? O tópico se encontra, literalmente, sem nenhum exemplo de pesquisa metódica entre medievalistas e, mais particularmente, dentro da Scotusforschung. Entre os passos para o seu desenvolvimento estão os seguintes: (I) as perguntas teóricas centrais de Reportatio examinata I d. 42, em torno da onipotência de Deus e da noção de possibilidade, respeitando o contexto de fundo do ?tratado sobre a contingência? (I d. 38-44). (II) A idéia de um saber ?como na maioria dos casos?, com o qual Scotus tinha familiaridade certamente a partir de Analytica posteriora. (III) O vínculo entre onipotência e saber ut in pluribus e os limites dessa acepção em Reportatio examinata I d. 42 e I d. 44. (iv) Convém ainda, em comparação com Aristóteles, apontar para a novidade daquela forma de scientia face aos modelos scotistas anteriores..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (5) .
Integrantes: Roberto Hofmeister Pich - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 17
2008 - Atual
Vontade e Ação na Filosofia da Antiguidade Tardia, Patrística e Idade Média
Descrição: Wille und Handlung in der Philosophie der Spätantike, Patristik und des Mittelalters (Vontade e Ação na Filosofia da Antiguidade Tardia, Patrística e Idade Média): Trata-se de um projeto que integra pesquisadores brasileiros e alemães na pesquisa sobre um tema que, em especial no século 20, foi objeto de controvérsia entre eruditos e filósofos: a pergunta pela origem histórica e sobre o contexto do conceito filosófica de vontade. "Vontade" (grego: boulêsis, prohairesis, hekousion, thelêma, thelêsis, thymos, autexousion, eph?hêmin; latim: voluntas, liberum arbitrium) é a designação para a capacidade de um agente de se dispor refletidamente para determinados fins, realizá-los e e persegui-los de modo calculado e persistente. No decorrer de sua complexa história teórica e conceitual, a expressão "vontade" está pelo menos para trêes aspectos parciais: (a) para uma potência racional do desejo (nesse sentido, fala da vontade dentro do debate sobre motivos de ação, impulsos, desejos ou apetites e sobre a racionalidade ou irracionalidade de objetivos e fins de ação); (b) para a capacidade de tomar uma decisão entre opções distintas (nesse sentido, a expressão aparece em discussões sobre liberdade ou determinismo, sobre intencionalidade e imputabilidade); (c) para um potencial de motivação psíquico (nesse sentido, ela encontra utilização em discussões sobre o poder da vontade, a força de vontade e a fraqueza de vontade. Discutida com grande controvérsia é em especial uma concepção que foi defendida pelo helenista Albrecht Dihle: segundo ela, ainda não é possível reconhecer, na Antiguidade pré-cristã, nenhuma concepção de vontade. Naturalmente, Dihle não assume nenhuma mudança de época abrupta, meramente inspirada na autoridade das Escrituras cristãs, mas esboça o quadro de um desenvolvimento coerente de Aristóteles até Agostinho. Dihle mostra na sua extraordinária monografia "The Theory of Will in Classical Antiquity" (1982), com base em amplo material de base, que.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - Atual
Filosofia Medieval em Portugal - O Scotismo na Península Ibérica
Descrição: O projeto mencionado é conduzido no âmbito das atividades do Gabinete de Filosofia Medieval (GFM), criado em 1987 e desde 1999 integrado no Instituto de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Os objetivos do GFM são promover o estudo e investigação na área da Filosofia Medieval, fomentar a organização de seminários, colóquios, conferências e debates, impulsionar o relacionamento interdisciplinar e interinstitucional, criar uma Biblioteca da especialidade, reunir condições de apoio à continuação de Mestrado e Doutoramento em Filosofia Medieval e facilitar o conhecimento das suas atividades através de publicações. O cerne temático da investigação é o estudo dos problemas filosóficos e a interpretação dos textos, conceitos e problemas dos autores medievais. No caso específico, quer-se investigar, desde a base das fontes existentes ainda na forma de manuscritos ou em antigas impressões, a repercussão do pensamento de João Duns Scotus (1265/1266-1308) em terra portuguesa e na Península Ibérica. Especial atenção receberão a teoria do conhecimento e a metafísica como ciência dos transcendentais, envolvendo as questões tradicionais do pensamento scotista, como formalidades, primeiro objeto do intelecto, primeiro objeto da metafísica e teoria das distinções. A pesquisa do "scotismo" em Portugual e na Península Ibérica se insere dentro de uma tendência atual da pesquisa sobre o pensador medieval João Duns Scotus. Repercussões intelectuais do projeto em questão devem ser ligadas à publicação de materiais na Revista Mediaevalia. Além disso, pretende-se veicular de forma impressa textos e estudos oriundos de colóquios e conferências entre pesquisadores (medievalistas) de Portugual e de comunidades científicas de outros países..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - Atual
Núcleo de Pesquisa: Filosofia, Religião e Ciência
Descrição: Trata-se de um projeto ligado a um Núcleo de Pesquisa, com sede no PPG em Filosofia da PUCRS. O objetivo maior do Núcleo de Pesquisa é a investigação de temas comuns ao interesse da filosofia, da religião (ou, mais especificamente, da teologia) e das ciências fundamentais, em particular das ciências da natureza (física e biologia). Tais temas comuns, que dizem respeito tanto à compreensão da realidade como um todo (do mundo e dos seus fenômenos) quanto em específico (da natureza humana) devem ser investigados a partir de uma perspectiva interdisciplinar. Atividades de Pesquisa: Até o momento, o grupo de pesquisadores, que agora forma um Núcleo, protagonizou o I Colóquio de Filosofia da Religião, de 28-29 de novembro de 2007, no Campus Central da PUCRS, Prédio 50. O Colóquio contou com 10 conferencistas, que apresentaram pesquisas ligadas à área de filosofia da religião, e com grande número de participantes discentes e externos à Universidade. Para o ano de 2008, está prevista a publicação dos Anais do I Colóquio, bem como o II Colóquio de Filosofia da Religião, sob o tema "Naturalismo e Ateísmo", que deve realizar-se na última semana de outubro de 2008. Para o mesmo, deve destacar-se a pretensão de dialogar com coelgas e profissionais das ciências da natureza, em especial da física e da biologia. O II Colóquio deve semelhantemente ter o propósito de trazer o público acadêmico ao debate, gerando qualificada produção intelectual. Linhas de Pesquisa: Filosofia da Religião, Teologia Sistemática, Ciência e Concepção da Realidade, Metafísica, Filosofia na Idade Média. Pesquisadores Associados da PUCRS: Prof. Dr. Agemir Bavaresco (PPG-Filosofia); Prof. Dr. Draiton Gonzaga de Souza (PPG-Filosofia); Prof. Dr. Luiz Carlos Susin (PPG-Teologia); Prof. Dr. Felipe de Matos Müller (Faculdade de Filosofia); Prof. Dr. Urbano Zilles (PPG-Filosofia e PPG-Teologia); Prof. Dr. Erico João Hammes (PPG-Teologia)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - Atual
Filosofia na Idade Média
Descrição: O projeto em questão é, na verdade, a criação e condução do Grupo de Pesquisa "Filosofia na Idade Média", cadastrado junto ao Cnpq. Este projeto deve congregar diversos pesquisadores, de diferentes universidades do Brasil, incluindo Programas de Pós-Graduação de estados distintos, para coordenar pesquisa sobre filósofos medievais. Nesse sentido, deve mostrar abertura para tendências diferenciadas e projetos de pesquisa específicos. É meta do Grupo de Pesquisa incluir estudantes de pós-graduação e graduação, na sua constituição, ganhando assim a natureza de uma comunidade de pesquisa dirigida. O Grupo de Pesquisa prevê a organização de encontros anuais, seguindo uma agenda previamente estabelecida, e a produção intelectual qualificada na Área da filosofia medieval. A produção intelectual referida deve significar artigos, traduções, livros e coletâneas, bem como encontros periódicos de pesquisa, envolvendo, a cada vez, docentes e discentes das instituições brasileiras e também de outros países. O Grupo de Pesquisa, nesses termos, deve automaticamente contribuir para a formação de pesquisadores qualificados, na área em que se situa, podendo, no futuro, atender às demandas das instituições de ensino no país inteiro..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2005 - Atual
Epistemologia Analítica
Descrição: Trata-se do direcionamento de projetos de pesquisa dentro da proposta do Grupo de Pesquisa Epistemologia Analítica. Tal Grupo foi criado com o intuito de preencher uma lacuna importante na comunidade filosófica brasileira. Embora seja volumosa e influente a literatura epistemológica produzida em língua inglesa nas últimas quatro décadas, a repercussão dessa literatura na comunidade brasileira ainda não reflete a atenção que se lhe dá em nível internacional. Mas, já há, entre nós, um grupo de profissionais tecnicamente preparados para essa interlocução. O grupo inclui professores que mantêm um forte vínculo intelectual com o debate epistemológico contemporâneo em língua inglesa -- inclusive através de publicações em obras coletivas da Cambridge University Press e da Oxford University Press (no prelo), assim como por meio de estágios de pós-doutorado e doutorado-sanduíche no Departamento de Filosofia da Rutgers University, o departamento que ocupa o primeiro lugar em Epistemologia no mais importante "ranking" de programas de pós-graduação do mundo de língua inglesa, o Philosophical Gourmet (Blackwell Publishers). A produção intelectual do GP Epistemologia Analítica envolve alunos de graduação e pós-graduação e será divulgada através de publicações e eventos científicos no Brasil e no exterior..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Membro de corpo editorial


2018 - Atual
Periódico: PROMETEUS. FILOSOFIA EM REVISTA
2013 - Atual
Periódico: Studia Neoaristotelica - A Journal of Analytical Scholasticism
2012 - Atual
Periódico: Thaumazein (Santa Maria)
2012 - Atual
Periódico: Medievalia
2012 - Atual
Periódico: Guairaca (UNICENTRO)
2010 - Atual
Periódico: Veritas - PUCRS, online
2008 - Atual
Periódico: Intuitio
2008 - Atual
Periódico: Teocomunicação
2008 - Atual
Periódico: Cauriensia
2008 - Atual
Periódico: Mediaevalia (Porto)
2008 - Atual
Periódico: Revista Filosófica São Boaventura
2006 - Atual
Periódico: Veritas (Porto Alegre. Impresso)
2005 - Atual
Periódico: Cognitio


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Epistemologia/Especialidade: Metafísica.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Epistemologia/Especialidade: Filosofia Medieval.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Epistemologia/Especialidade: Filosofia da Religião.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Epistemologia/Especialidade: Teologia Filosófica.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Epistemologia.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Teologia / Subárea: História da Igreja.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Alemão
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Italiano
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Grego
Lê Bem.
Holandês
Compreende PoucoLê Bem.
Latim
Lê Bem.
Hebraico
Lê Bem.


Prêmios e títulos


2018
Bolsista de Produtividade do CNPq, Nível 1D, CNPq.
2018
Cátedra CAPES / Universidade de Bonn (CAPES / Universitaet Bonn Lehrstuhl) (Primeiro Detentor da Cátedra), CAPES e Universidade de Bonn (Alemanha).
2017
Vice-Presidente e Membro do Bureau da Societe Internationale pour l'Etude de la Philosophie Medievale (SIEPM), Societe Internationale pour l'Etude de la Philosophie Medievale (SIEPM).
2016
Paraninfo Espiritual, Escola de Humanidades / PUCRS, Formandos/as Curso de Filosofia 2016.
2015
Bolsista de Produtividade Bolsa PQ Nivel 2 (Renovacao), CNPq.
2015
Institutspartnerschaft Alexander von Humboldt-Stiftung, Alexander von Humboldt-Stiftung, Alemanha.
2012
Bolsista de Produtividade (PQ, Renovação Nível 2), CNPQ.
2011
Bolsista da Alexander von Humboldt-Stiftung, Alexander von Humboldt-Stiftung, Alemanha.
2009
Professor-Pesquisador Visitante Capes/Fulbright, University of Notre Dame (12.2009-02.2010), Comissão Capes/Fulbright.
2009
Bolsista de Produtividade (PQ, Nível 2), CNPQ.
2006
Bolsista da Alexander von Humboldt-Stiftung, Universidade de Bonn, 2006-2007, Alexander von Humboldt-Stiftung.
2005
Professor homenageado, Formandos em Filosofia 2005/1, PUCRS.
2005
Bolsista da Alexander von Humboldt-Stiftung, 12.2004-02.2005, Eberhard-Karl-Universität Tübingen.
2004
Professor homenageado, Formandos em Filosofia 2004/2, PUCRS.
2003
Professor homenageado, Formandos em Filosofia 2003/2, PUCRS.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER2018PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Missão cristã e aquisição da fé - Notas sobre o método evangélico-realista de José de Acosta. Teocomunicação (PUCRS. Impresso), v. 48, p. 4-26, 2018.

2.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER2017PICH, ROBERTO HOFMEISTER; HORN, C. . Introduction - Reception and Development of Aristotle's Political Thought in Iberian and Latin American Scholasticism, 16th-18th Centuries. Patristica et Mediaevalia, v. 38, p. 1-15, 2017.

3.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER2017PICH, ROBERTO HOFMEISTER. The Aristotelian Background of Diego de Avendano's Moral and Legal Thought. Patristica et Mediaevalia, v. 38, p. 50-87, 2017.

4.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER2017PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Alfonso Briceño O.F.M. (1587-1668) sobre a distinção de razão. VERITAS (PORTO ALEGRE. IMPRESSO), v. 62, p. 949-975, 2017.

5.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER2017PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Religious Language and the Ideology of Black Slavery: Notes on Alonso de Sandoval's De instauranda aethiopum salute. Filosofia Unisinos, v. 18, p. 31-71, 2017.

6.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER2017PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Fides et Ratio, do Medievo a Reforma: um roteiro diferente (continuação e fim). Scintilla - Revista de Filosofia e Mistica Medieval, v. 14, p. 36-86, 2017.

7.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER2017PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Common Real Being and the Scope of Metaphysics according to Fray Juan de Fuica O.F.M. (17th-18th Centuries, Chile). Bulletin de Philosophie Médiévale, v. 59, p. 68-108, 2017.

8.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER2017PICH, ROBERTO HOFMEISTER; HIGUERA R., J. . Report of the Workshop 'Pensares Coloniales - Explorando Nuestro Patrimonio Filosofico', Santa Fe de Bogota (Colombia), October 26, 2017. Bulletin de Philosophie Médiévale, v. 59, p. 405-417, 2017.

9.
PICH, R. H.2016PICH, R. H.. Fides et Ratio, do Medievo a Reforma: um roteiro diferente. Scintilla - Revista de Filosofia e Mistica Medieval, v. 13, p. 60-94, 2016.

10.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER2016PICH, ROBERTO HOFMEISTER. A metafisica scotista de Ioannes de Fuica O.F.M. (sec. 17, Santiago de Chile): sobre o objeto da metafisica e a definicao de 'ente'. THAUMAZEIN (SANTA MARIA), v. 9, p. 3-34, 2016.

11.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2015PICH, R. H.; CULLETON, A. S. ; STORCK, A. C. . Second Scholasticism and Black Slavery - Some Philosophical Assessments. Patristica et Mediaevalia, v. 36, p. 3-13, 2015.

12.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2015PICH, R. H.. Alonso de Sandoval S.J. (1576/1577 - 1652) and the Ideology of Black Slavery: Some Theological and Philosophical Arguments. Patristica et Mediaevalia, v. 36, p. 51-74, 2015.

13.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2015PICH, R. H.. Wittgenstein sobre certeza, regras e normas. Dissertatio (UFPel), v. 01, p. 151-179, 2015.

14.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2015PICH, R. H.. Infinite Creator. Quaestio - Annuario di storia della metafisica, v. 15, p. 102-135, 2015.

15.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER2015PICH, ROBERTO HOFMEISTER; GOMES, TIAGO DE FRAGA . A pertinência do método evangelizador de josé de acosta para os dias atuais. Teocomunicação (PUCRS. Impresso), v. 45, p. 219-239, 2015.

16.
PICH, R. H.2015PICH, R. H.. Alfonso Briceno (1587-1668) e a recepcao de Scotus na America Latina: um breve estudo sobre o conceito de infinito. Scintilla (FFSB), v. 12, p. 77-97, 2015.

17.
PICH, R. H.2015PICH, R. H.. The Scotist Logic of Jerónimo Valera O.F.M. (1568-1625): Logic of Categories or Transcendental Logic?. Thaumazein (Santa Maria), v. VII, p. 3-21, 2015.

18.
PICH, R. H.2015PICH, R. H.. 'The Reception and Development of John Duns Scotus' Metaphysics, 14th-18th Centuries' - Congrès Terminés: 9-10 Novembro 2015, Porto Alegre, Rio Grande do Sul (Brasil) - Vth International Conference on Medieval Philosophy of the PUCRS. Bulletin de Philosophie Médiévale, v. 56, p. 28-40, 2015.

19.
PICH, R. H.2015PICH, R. H.. Scholastica colonialis [Project Report] - Commission III: Latin Philosophy, Section 3 (SIEPM). Bulletin de Philosophie Médiévale, v. 56, p. 103-132, 2015.

20.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2014PICH, R. H.. The Account of Transcendental Concepts by Jeronimo Valera (1568-1625) in His Summulae dialectic (1610). Quaestio, v. 14, p. 273-288, 2014.

21.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2014PICH, R. H.; FALLER, J. . Thomas Reid (1710-1796) sobre a natureza e a possibilidade da linguagem. Cognitio (PUCSP), v. 15, p. 125-148, 2014.

22.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2014PICH, R. H.. Duns Scotus's Anti-Averroism in the Prologue to Ordinatio: A First Approach. Freiburger Zeitschrift für Theologie und Philosophie, v. 61, p. 430-464, 2014.

23.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2013PICH, R. H.. O conceito scotista de 'conhecimento cientifico' (scientia) esta em concordancia com a episteme de Aristoteles?. Thaumazein (Santa Maria), v. 5, p. 32-70, 2013.

24.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2013PICH, R. H.. Scotus on the Meaning of Contingent Future Propositions in Quaestiones in duos libros Perihermenias. Revista da Faculdade de Letras. Série Filosofia, v. 30, p. 29-50, 2013.

25.
PICH, R. H.2013PICH, R. H.. Sobre a filosofia da história de José de Acosta. Mediaevalia (Porto), v. 32, p. 223-244, 2013.

26.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2012PICH, R. H.. Dominium e ius: sobre a fundamentação dos direitos humanos segundo Francisco de Vitoria (1483-1546). Teocomunicação (PUCRS. Impresso), v. 42, p. 376-401, 2012.

27.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2012PICH, R. H.. A filosofia do senso-comum de Thomas Reid e o 'Critical Common-sensism' de C. S. Peirce. Cognitio (PUCSP), v. 13, p. 1-17, 2012.

28.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2012 PICH, R. H.. Alfonso Briceno (1587-1668) and the Controversiae on John Duns Scotus's Philosophical Theology: The Case of Infinity. The Modern Schoolman, v. 89, p. 65-94, 2012.

29.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2012PICH, R. H.; CULLETON, A. S. . Scholastica colonialis - Reception and Development of Baroque Scholasticism in Latin-American Countries, 16th-18th centuries: The Two First Years of a Project. Bulletin de Philosophie Médiévale, v. 54, p. 21-42, 2012.

30.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2012PICH, R. H.. Scholastica colonialis: Notes on Jerónimo Valera's (1568-1625) Life, Work, and Logic. Bulletin de Philosophie Médiévale, v. 54, p. 65-107, 2012.

31.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2012PICH, R. H.. Sobre a descoberta e a justificacao da vontade: notas sobre De libero arbitrio II. Civitas Augustiniana, v. 2, p. 160-190, 2012.

32.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2012PICH, R. H.. Jeronimo Valera's (1568-1625) Scotistic Account on the Nature and Properties of Logic. Mediaevalia (Porto), v. 31, p. 187-234, 2012.

33.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2012PICH, R. H.; CULLETON, A. S. . Scholastica colonialis & Scholastica iberica - Novos Estudos: Apresentacao. Mediaevalia (Porto), v. 31, p. 7-14, 2012.

34.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2012PICH, R. H.; FLORIANO, R. ; PIMENTEL, P. F. C. . Diego de Avendano sobre a opiniao provavel - Traducao e edicao simplificada de Diego de Avendano S. J. (1594-1688), Auctarium Indicum seu Tomus Tertius ad indici thesauri ornatius complementum, multa ac varia complectens extra rem indicam sacrarum professoribus profutura, precedida de uma introducao. Mediaevalia (Porto), v. 31, p. 139-186, 2012.

35.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2011PICH, R. H.. Scotus on Absolute Power and Knowledge (Continuation and End). Patristica et Mediaevalia, v. 32, p. 15-37, 2011.

36.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2011PICH, R. H.. Eclesiologia de comunhão e ministério. Teocomunicação (PUCRS. Impresso), v. 41, p. 1-27, 2011.

37.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2011PICH, R. H.. Recepção e desenvolvimento da Escolástica Barroca na América Latina, séculos 16-18: notas sobre a contribuição de Walter Bernard Redmond. Scripta Mediaevalia (Mendoza), v. 2, p. 1-22, 2011.

38.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2011PICH, R. H.. Antecedentes à investigação filosófico-historiográfica da escolástica colonial: a contribuição de Mauricio Beuchot. Cauriensia: revista anual de ciencias eclesiasticas, v. VI, p. 37-64, 2011.

39.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2011PICH, R. H.. Notas sobre Jerónimo Valera e suas obras sobre lógica. Cauriensia: revista anual de ciencias eclesiasticas, v. VI, p. 169-202, 2011.

40.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2011PICH, R. H.; PULIDO, M. L. ; CULLETON, A. S. . Ideas sin fronteras en los límites de las ideas - Scholastica colonialis: status quaestionis. Cauriensia: revista anual de ciencias eclesiasticas, v. VI, p. 13-33, 2011.

41.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2011PICH, R. H.. Scotus sobre o conceito de onipotência - Um estudo sobre o Quodlibet VII. Thaumazein (Santa Maria), v. IV, p. 03-28, 2011.

42.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2011PICH, R. H.; MÜLLER, Felipe de Matos . Apresentação e uma nota sobre Alvin Plantinga. Veritas (Porto Alegre. Impresso), v. 56, p. 03-17, 2011.

43.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2010PICH, R. H.. Scotus on Absolute Power and Knowledge. Patristica et Mediaevalia, v. 31, p. 3-27, 2010.

44.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2010PICH, R. H.. Poder absoluto e conhecimento moral. Filosofia Unisinos (Impresso), v. 11, p. 141-162, 2010.

45.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2010PICH, R. H.. Tempo e eternidade: um modelo em Duns Scotus (c. 1265-1308) e uma nota sobre Francisco de Meyronnes (c. 1280-1327). Mirabilia (Vitória. Online), v. 11, p. 240-279, 2010.

46.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2010PICH, R. H.. Scholastica colonialis. Bulletin de Philosophie Médiévale, v. 52, p. 25-45, 2010.

47.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2010PICH, R. H.. Thomas Reid, o método de filosofar e a rejeição do ceticismo. Dissertatio (UFPel), v. 32, p. 243-275, 2010.

48.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2010PICH, R. H.. Apresentação e uma nota sobre Thomas Reid (1710-1796). Veritas (Porto Alegre. Impresso), v. 55, p. 5-17, 2010.

49.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2010PICH, R. H.. Thomas Reid sobre concepção, percepção e relação mente-mundo exterior. Veritas (Porto Alegre. Impresso), v. 55, p. 144-175, 2010.

50.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2009PICH, R. H.. Positio impossibilis and Concept Formation: Duns Scotus on the Concept of Infinite Being. Patristica et Mediaevalia, v. 30, p. 20-67, 2009.

51.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2009PICH, R. H.. Anselmo de Cantuária sobre a verdade do pensamento. Dissertatio (UFPel), v. 14, p. 1-27, 2009.

52.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2009PICH, R. H.. Ockham, notícia intuitiva e evidência: notas críticas. Mediaevalia (Porto), v. 28, p. 1-25, 2009.

53.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2009PICH, R. H.. Anselm of Canterbury (1033-1109): Philosophical Theology and Ethics. Report of the III International Conference on Medieval Philosophy at the PUCRS. Bulletin de Philosophie Médiévale, v. 16, p. 1-18, 2009.

54.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2009PICH, R. H.. Cognitio intuitiva e modalidades epistêmicas. Itinerarium, v. 55, p. 357-391, 2009.

55.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2008PICH, R. H.. O Quodlibet V de João Duns Scotus: Introdução, Estrutura e Tradução. Scintilla (FFSB), v. 6, p. 111-153, 2008.

56.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2008PICH, R. H.. Discussion Article of VOS, Antonie. The Philosophy of John Duns Scotus. Edinburgh, Edinburgh University Press, 2006, i-xii + 654 pages, ISBN-10 0 7486 2462 7.. Archiv fur Geschichte der Philosophie, v. 90, p. 412-425, 2008.

57.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2008PICH, R. H.. A Questão 15 do Livro IX das Quaestiones super libros metaphysicorum Aristotelis (?Questões sobre os Livros da Metafísica de Aristóteles?) de João Duns Scotus: introdução, estrutura e tradução. Veritas (Porto Alegre. Impresso), v. 53, p. 120-155, 2008.

58.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2008PICH, R. H.. A filosofia analítica da religião. Cult (São Paulo), v. 131, p. 60-64, 2008.

59.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2008PICH, R. H.. O anti-averroísmo de Duns Scotus no Prólogo da Ordinatio: o terceiro argumento. Dissertatio (UFPel), v. 13, p. 60-95, 2008.

60.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2007PICH, R. H.. O Anti-Averroísmo de Duns Scotus no Prólogo da Ordinatio: O Segundo Argumento. Dissertatio (UFPel), v. 12, p. 27-60, 2007.

61.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2007PICH, R. H.. Scotus sobre o estatuto ontológico do tempo. Mediaevalia (Porto), v. 26, p. 3-67, 2007.

62.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2006PICH, R. H.. Resenha de MUELLER, Enio R. Teologia cristã em poucas palavras. São Paulo/São Leopoldo: Editora Teológica/EST, 2005, 112p.. Teocomunicação (PUCRS. Impresso), Porto Alegre, v. 36, n.153, p. 716-724, 2006.

63.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2006PICH, R. H.. Resenha de CARPINE, J. de P. del; RUBRUC, G. de; MONTECORVINO, J. de; PORDENONE, O. de. Crônicas de viagem. Franciscanos no Extremo Oriente antes de Marco Polo (1245-1330). Coleção Pensamento Franciscano, v. VII, Porto Alegre/Bragança Paulista, Edipucrs/Edusf, 2005, 337pp.. Signum (São Paulo), São Paulo, v. 8, p. 335-347, 2006.

64.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2006PICH, R. H.. Agostinho e a \. Veritas (Porto Alegre. Impresso), v. 51, p. 1-23, 2006.

65.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2006PICH, R. H.. Agostinho e a 'descoberta' da vontade: segundo estudo. Veritas (Porto Alegre. Impresso), v. 51, p. 1-23, 2006.

66.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2005PICH, R. H.. Scotus e Peirce sobre realidade e possibilidade. Cognitio, São Paulo, v. 6, n.1, p. 61-84, 2005.

67.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2005PICH, R. H.. A crítica de Scotus à teoria tomasiana da subordinação das ciências. Scintilla (FFSB), Curitiba, v. 2, n.1, p. 11-66, 2005.

68.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2005PICH, R. H.. William E. Mann sobre a doutrina scotista da necessidade do conhecimento revelado: segunda consideração. Dissertatio (UFPel), Pelotas, v. 10, n.21, p. 7-59, 2005.

69.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2005PICH, R. H.. Conhecimento científico, definição e proposições-qua. Dissertatio (UFPel), Pelotas/RS, v. 10, n.22, 2005.

70.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2005PICH, R. H.. Agostinho e a descoberta da vontade: primeiro estudo. Veritas (Porto Alegre), Porto Alegre, v. 50, n.2, 2005.

71.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2005PICH, R. H.. Resenha de TOMÁS DE AQUINO. Suma de teologia - Primeira parte: Questões 84-89. Edição bilíngüe. Coleção do Estudo Acadêmico 2. Tradução e introdução de Carlos Arthur Ribeiro do Nascimento. Uberlândia, Editora da Universidade de Uberlândia (EDUFU), 2004, 281p.. Biblioteka Dissertatio - Zadu bina Andrejevi?, Pelotas, v. 10, n.22, p. 229-233, 2005.

72.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2005PICH, R. H.. Resenha de HONNEFELDER, Ludger. Duns Scotus. Beck'sche Reihe Denker. München, Verlag C. H. Beck, 2005, 192p.. Veritas (Porto Alegre), Porto Alegre, v. 50, n.3, p. 180-188, 2005.

73.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2005PICH, R. H.. Resenha de SONDAG, Gérard. Duns Scot. La métaphysique de la singularité. Paris, Librairie Philosophique J. Vrin, 2005, 238p.. Veritas (Porto Alegre), Porto Alegre, v. 50, n.3, p. 196-203, 2005.

74.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2005PICH, R. H.. Resenha de CROSS, Richard. Duns Scotus. Great Medieval Thinkers. New York/Oxford, Oxford University Press, 1999, 250p.. Veritas (Porto Alegre), Porto Alegre, v. 50, n.3, p. 188-196, 2005.

75.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2005PICH, R. H.. Autorização epistêmica e acidentalidade. Veritas (Porto Alegre), Porto Alegre, v. 50, n.4, 2005.

76.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2005PICH, R. H.. Agostinho e a descoberta da vontade: primeiro estudo (continuação e fim). Veritas (Porto Alegre), Porto Alegre, v. 50, n.3, 2005.

77.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2004PICH, R. H.; BONI, Luis Alberto de . Apresentação. Veritas (Porto Alegre), Porto Alegre, v. 49, n.3, p. 423-424, 2004.

78.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2004PICH, R. H.. Uma visita ao maravilhoso: Coleção Pensamento Franciscano oferece textos fundamentais de autores medievais em viagens ao Oriente. Cult (São Paulo), São Paulo, v. VII, n.86, p. 30-32, 2004.

79.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2004PICH, R. H.. William E. Mann sobre a doutrina scotista da necessidade do conhecimento sobrenatural: primeira consideração. Dissertatio (UFPel), Pelotas/RS, p. 183-234, 2004.

80.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2003PICH, R. H.. Apresentação. Veritas (Porto Alegre), Porto Alegre, v. 48, n.3, p. 345-345, 2003.

81.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2003PICH, R. H.. O enigma da liberdade. Cult (São Paulo), São Paulo, v. 6, n.73, p. 54-57, 2003.

82.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2002PICH, R. H.. As peregrinações de Etérea e a liturgia de Jerusalém no séc. IV. Tear - Liturgia em revista, São Leopoldo, v. 9, p. 5-6, 2002.

83.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER2002PICH, R. H.; BONI, Luís Alberto de . Apresentação. Veritas (Porto Alegre), Porto Alegre, v. 47, n.3, p. 265-268, 2002.

84.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER1996PICH, R. H.. Estética cristã. Resenha do livro A sombra luminosa. Ensaios de estética cristã, de Armindo Trevisan. Estudos Teológicos, São Leopoldo, v. 36, n.1, p. 94-99, 1996.

85.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER1996PICH, R. H.. La misión es la esencia de la iglesia?. Boletín Teológico de La Fraternidad Teológica Latinoamericana, Buenos Aires, v. 28, n.63, p. 21-32, 1996.

86.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER1995PICH, R. H.. Big man Christian Keysser em Papua-Nova Guiné. Os papuanos e missão cristã. Estudos Teológicos, Brasil, v. 35, n.2, p. 146-176, 1995.

87.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER1995PICH, R. H.. É a missão a essência da Igreja?. Boletim Teológico Fraternidade Teológica Latino Americana Setor Brasil, Brasil, v. 9, p. 86-105, 1995.

88.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER1995PICH, R. H.; ZWETSCH, R. E. . Elementos de um novo paradigma de missão. Estudos Teológicos, São Leopoldo, v. 35, n.2, p. 211-215, 1995.

89.
PICH, R. H.;PICH, ROBERTO HOFMEISTER1993PICH, R. H.; PICH, R. H. . Theology at the cross(cultural)roads. Pacific Journal Of Theology, Republic of Fiji, v. 10, p. 77-88, 1993.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; SPEER, A. (Org.) . Contemplation and Philosophy: Scholastic and Mystical Modes of Medieval Philosophical Thought. A Tribute to Kent Emery, Jr.. 1. ed. Leiden(Holanda) / Boston (EUA): Brill, 2018. v. 1. 829p .

2.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; CULLETON, A. S. (Org.) ; STORCK, A. C. (Org.) . Homo - natura - mundus: Human Beings and their Relationships: XIV International Congress of the SIEPM. 1. ed. Porto Alegre: Editora FI, 2017. v. 1. 319p .

3.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; CORREIA, A. (Org.) ; SILVA, M. A. O. (Org.) . Filosofia Medieval (Coleção ANPOF XVII Encontro). 1. ed. Sao Paulo: ANPOF, 2017. v. 1. 291p .

4.
PICH, R. H.; SOUSA, R. F. (Org.) ; ROEDEL, C. C. (Org.) . Sobre guerras e religioes. Estudos interdisciplinares sobre religião, conflito e tolerância. 1. ed. Porto Alegre: Editora FI, 2016. v. 1. 350p .

5.
PICH, R. H.; HINRICHSEN, L. E. (Org.) ; COSTA, M. R. N. (Org.) . Agostinho de Hipona: estudos sobre vontade, liberdade e beleza. 1. ed. Porto Alegre: EST Edicoes, 2016. v. 1. 296p .

6.
PICH, R. H.; FONTOURA, F. C. (Org.) ; PORMANN, B. N. (Org.) ; LUZ, D. (Org.) . Etica do bem viver: terapia das paixoes. 1. ed. Porto Alegre: Editora FI, 2016. v. 1. 250p .

7.
PICH, R. H.; CULLETON, A. S. (Org.) . Scholastica colonialis: Reception and Development of Baroque Scholasticism in Latin America in Sixteenth to Eighteenth Centuries. 1. ed. Roma: FIDEM / Brepols, 2016. v. 1. 350p .

8.
CARVALHO, M. (Org.) ; PICH, R. H. (Org.) ; SILVA, M. A. O. (Org.) ; OLIVEIRA, C. E. (Org.) . Coleção XVI Encontro ANPOF - Filosofia Medieval. 1. ed. Sao Paulo: ANPOF, 2015. v. 1. 450p .

9.
CULLETON, A. S. (Org.) ; PICH, R. H. (Org.) . Right and Nature in the First and Second Scholasticism - Derecho y naturaleza en la primera y segunda escolástica. 1. ed. Turnhout / Bélgica: Brepols, 2014. v. 1. XVIII + 476p .

10.
PICH, R. H.; MOEHLE, H. . Franciscus de Mayronis. Conflatus - Kommentar zum Ersten Buch der Sentenzen.. 1. ed. Freiburg - Basel - Wien: Herder Verlag, 2013. v. 1. 480p .

11.
NASCIMENTO, Carlos Arthur Ribeiro Do ; PICH, R. H. . As ciencias intermediarias: algumas sondagens históricas. 1. ed. Porto Alegre: Editora Fi; Edipucrs, 2013. v. 1. 410p .

12.
NASCIMENTO, Carlos Arthur Ribeiro Do ; PICH, R. H. . As ciências intermediárias: algumas sondagens históricas - Volume 2. 1. ed. Porto Alegre: Editora Fi - Edipucrs, 2013. v. 1. 353p .

13.
PICH, R. H.; CULLETON, A. S. (Org.) ; PULIDO, M. L. (Org.) . Ideas sin fronteras en los límites de las ideas - Scholastica colonialis: Status quaestionis. 1. ed. Cáceres e Salamanca: Ed. Cáceres e Imprenta Kadmos, 2012. v. 1. 334p .

14.
PICH, R. H.. Anselm of Canterbury (1033 - 1109): Philosophical Theology and Ethics. 2. ed. Porto; Louvain-la-Neuve: FIDEM; Brepols, 2011. v. 1. 243p .

15.
PICH, R. H.; DREHER, L. H. (Org.) . O natural e o sobrenatural. 1. ed. Porto Alegre: Editora Letra & Vida, 2011. v. 1. 272p .

16.
PICH, R. H.; Müller, Jörn (Org.) . Wille und Handlung in der Philosophie der Kaiserzeit und Spätantike. 1. ed. Berlin / New York: Walter de Gruyter, 2010. v. 1. 327p .

17.
PICH, R. H.. Naturalismo e Ateísmo. 1. ed. Porto Alegre: EST Edições, 2009. v. 1. 171p .

18.
BONI, Luis Alberto de (Org.) ; PICH, R. H. (Org.) ; LEITE, Thiago Soares (Org.) ; COSTA, Joice B. da (Org.) ; DIAS, Cléber E. S. (Org.) . João Duns Scotus 1308-2008 - Scotistas lusófonos. 1. ed. Porto Alegre/Bragança Paulista: Est, Edipucrs, Edusf, 2008. v. 1. 350p .

19.
PICH, R. H.; ZILLES, Urbano (Org.) . Filosofia, religião e ciência. 1. ed. Porto Alegre: Edições EST, 2008. v. 1. 179p .

20.
PICH, R. H.. João Duns Scotus - Textos sobre poder, conhecimento e contingência. 1. ed. Porto Alegre/Bragança Paulista: Edipucrs / Edusf, 2008. v. 1. 508p .

21.
PICH, R. H.. New Essays on Metaphysics as Scientia Transcendens. 1. ed. Louvain-la-Neuve: Fédération Internationale des Instituts d'Études Médiévales, 2007. v. 1. 405p .

22.
PICH, R. H.; BONI, Luís Alberto de (Org.) . A recepção do pensamento greco-árabe e judaico no Ocidente medieval. 1. ed. Porto Alegre: Edipucrs, 2004. v. 1. 775p .

23.
PICH, R. H.. As principais posições de Scotus na primeira parte do Prólogo à Ordinatio. 1. ed. Porto Alegre: Edipucs, 2003. v. 1. 457p .

24.
PICH, R. H.. Der Begriff der wissenschaftlichen Erkenntnis nach Johannes Duns Scotus. 1. ed. Bonn: Universität Bonn, 2001. v. 1. 586p .

Capítulos de livros publicados
1.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Alfonso Briceno O.F.M. (1587-1668) on John Duns Scotus's Metaphysical Groundworks of Theology: The Controversies on Infinity. In: PICH, R. H.; SPEER, A.. (Org.). Contemplation and Philosophy: Scholastic and Mystical Modes of Medieval Philosophical Thought. A Tribute to Kent Emery, Jr.. 1ed.Leiden (Holanda) / Boston (EUA: Brill, 2018, v. 1, p. 705-738.

2.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; SPEER, A. . Introduction to 'Contemplation and Philosophy: Scholastic and Mystical Modes of Medieval Philosophical Thought. A Tribute to Kent Emery, Jr.'. In: PICH, R H.; SPEER, A.. (Org.). Contemplation and Philosophy: Scholastic and Mystical Modes of Medieval Philosophical Thought. A Tribute to Kent Emery, Jr.. 1ed.Leiden (Holanda) / Boston (EUA: Brill, 2018, v. 1, p. 1-17.

3.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Fides et ratio: do medievo a Reforma. In: WESTHELLE, Vitor e ZWETSCH, Roberto E.. (Org.). Fides et Ratio. 1ed.Sao Leopoldo e Sao Paulo: Editora Sinodal, EST Edicoes e ASTE, 2017, v. 1, p. 23-53.

4.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; CULLETON, A. S. ; STORCK, A. C. . Conception: Homo - natura - mundus: Human Beings and their Relationships. In: PICH, R. H.; CULLETON, A. S.; STORCK, A. C.. (Org.). Homo - natura - mundus: Human Beings and their Relationships - XIV International Congress of the SIEPM. 1ed.Porto Alegre: Editora FI, 2017, v. 1, p. 53-68.

5.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Joao Duns Scotus sobre conhecimento e testemunho: um esboço. In: MULLER, Felipe de Matos; ETCHEVERRY, Katia.. (Org.). Ensaios sobre epistemologia do testemunho. 1ed.Porto Alegre: Editora FI, 2017, v. 1, p. 15-52.

6.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Conquest and Just War: Normative Claims for Regulating Political Conflicts in the Thought of Francisco de Vitoria O.P. (1483?1546). In: Almeida, Cybele C. de; Feloniuk, Wagner S.; Flores, Alfredo de J.; Lubich, Gerhard; Vargas, Anderson Z.. (Org.). Violence and Power: Brazilian and German Reflections on the Middle Ages and Contemporaneity. 1ed.Porto Alegre: DM Editora, 2017, v. 1, p. 102-132.

7.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Grupo de Trabalho "Filosofia na Idade Media" - Oito Anos de Atividades. In: PICH, R. H.; CORREIA, A.; SILVA, M. A. O. da. (Org.). Filosofia Medieval (Coleção ANPOF XVII Encontro). 1ed.Sao Paulo: ANPOF, 2017, v. 1, p. 48-51.

8.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Alfonso Briceno O.F.M. (1587-1668) sobre o ente e a distinção. In: PICH, R. H.; CORREIA, A.; SILVA, M. A. O. da. (Org.). Filosofia Medieval (Coleção ANPOF XVII Encontro). 1ed.Sao Paulo: ANPOF, 2017, v. 1, p. 171-205.

9.
PICH, R. H.. Sobre a tolerancia na Segunda Escolástica e na Escolástica Latino-Americana: um primeiro esboço. In: Agemir Bavaresco; Francisco Jozivan Guedes de Lima. (Org.). Direito e Justica - Festschrift em homenagem a Thadeu Weber. 1ed.Porto Alegre: Editora FI, 2016, v. 1, p. 749-807.

10.
PICH, R. H.. Sobre guerras e religioes. In: Roberto Hofmeister Pich; Renata Floriano de Sousa; Cezar Cauduro Roedel. (Org.). Sobre guerras e religiones. Estudos interdisciplinares sobre religião, conflito e tolerância. 1ed.Porto Alegre: Editor FI, 2016, v. 1, p. 7-23.

11.
PICH, R. H.. Sobre o conceito de guerra justa na filosofia na Idade Media e na Segunda Escolástica: esboço das linhas gerais do problema. In: Roberto Hofmeister Pich; Renata Floriano de Sousa; Cezar Cauduro Roedel. (Org.). Sobre guerras e religioes. Estudos interdisciplinares sobre religião, conflito e tolerância. 1ed.Porto Alegre: Editora FI, 2016, v. 1, p. 87-123.

12.
PICH, R. H.. Agostinho sobre vontade e livre-arbítrio na Questão I do opúsculo "De diversis quaestionibus ad Simplicianum". In: PICH, R. H.; HINRICHSEN, L. E.; COSTA, M. R. N.. (Org.). Agostinho de Hipona: estudos sobre vontade, liberdade e beleza. 1ed.Porto Alegre: EST Edicoes, 2016, v. 1, p. 20-45.

13.
PICH, R. H.. Agostinho sobre livre-arbítrio e arbítrio cativo na Questão II do opúsculo "De diversis quaestionibus ad Simplicianum". In: PICH, R. H.; HINRICHSEN, L. E.; COSTA, M. R. N.. (Org.). Agostinho de Hipona: estudos sobre vontade, liberdade e beleza. 1ed.Porto Alegre: EST Edicoes, 2016, v. 1, p. 46-80.

14.
PICH, R. H.. A filosofia como um modo de viver: notas sobre o pensamento de Pierre Hadot. In: PICH, R. H.; FONTOURA, F. C. da; PORMANN, B. N.; LUZ, D.. (Org.). Etica do bem viver: terapia das paixoes. 1ed.Porto Alegre: Editora FI, 2016, v. 1, p. 08-40.

15.
PICH, R. H.. Epicteto sobre prohairesis, liberdade e vida feliz. In: PICH, R. H.; FONTOURA, F. C. da; PORMANN, B. N.; LUZ, D.. (Org.). Etica do bem viver: terapia das paixoes. 1ed.Porto Alegre: Editora FI, 2016, v. 1, p. 150-175.

16.
PICH, R. H.; CULLETON, A. S. . The Challenge of Investigating Latin American Colonial Scholasticism. In: PICH, R. H.; CULLETON, A. S.. (Org.). Scholastica colonialis: Reception and Development of Baroque Scholasticism in Latin America in Sixteenth to Eighteenth Centuries. 1ed.Roma: FIDEM - Brepols, 2016, v. 1, p. 3-33.

17.
PICH, R. H.. Jeronimo Valera (1568-1625) and his Scotist Account of Universals. In: PICH, R. H.; CULLETON, A. S.. (Org.). Scholastica colonialis: Reception and Development of Baroque Scholasticism in Latin America in Sixteenth to Eighteenth Centuries. 1ed.Roma: FIDEM - Brepols, 2016, v. 1, p. 223-270.

18.
PICH, R. H.. A Conflict of Reason: Scotus's Appraisal of Christianity and Judgement of Other Religions. In: HASSELHOFF, Görge K.; STÜNKEL, Knut Martin. (Org.). Transcending Words: The Language of Religious Contact between Buddhists, Christians, Jews, and Muslims in Premodern Times. 1ed.Bochum / Alemanha: Verlag Dr. Dieter Winkler, 2015, v. 1, p. 143-168.

19.
PICH, R. H.. Francisco de Vitoria, "direito de comunicação" e "hospitalidade". In: BAVARESCO, A; LIMA, F. J. G. de; ASSAI, J. H. de S.;. (Org.). Estudos de filosofia social e politica - Justica e Reconhecimento. 1ed.Editora FI: Porto Alegre, 2015, v. 1, p. 312-357.

20.
PICH, R. H.. Alfonso Briceno O.F.M. (1587-1668) sobre o conceito de infinitude: tres debates scotistas fundamentais. In: CULLETON, A.; STRECK, L. L.; REIS, R. R. dos. (Org.). Festschrift [um tributo a Ernildo Stein]: Viveu as voltas com a metafisica e a fenomenologia. 1ed.Sao Leopoldo: Editora UNISINOS, 2015, v. 1, p. 159-182.

21.
PICH, R. H.. Contingência e conhecimento da natureza. In: FUERTES HERREROS, J.L.; PONCELA GONZÁLEZ, Á. (eds.). (Org.). De natura - La naturaleza en la Edad Media - Volume 1. 1ed.Porto (Portugal): Gabinete de Filosofia Medieval - Edições Húmus, 2015, v. 1, p. 121-144.

22.
PICH, R. H.. Jeronimo Valera (1568-1625) sobre ente infinito, infinitude e quantidade. In: D'AMICO, Claudia; TURSI, Antonio. (Org.). Studium Philosophiae: Textos en homenaje a Silvia Magnavacca. 1ed.Buenos Aires: Editorial Rhesis, 2014, v. 1, p. 243-263.

23.
PICH, R. H.. Scotus on Freedom and Indeterminatio: A Model of Libertarian incompatibilism. In: González-Ayesta, Cruz; Lecón, Mauricio. (Org.). Causalidad, determinismo y libertad. De Duns Escoto a la Escolástica Barroca. 1ed.Pamplona: EUNSA, 2014, v. 1, p. 17-42.

24.
PICH, R. H.. Sobre a descoberta e a justificacao da vontade em De libero arbitrio II. In: HINRICHSEN, L. E.; OLIVEIRA E SILVA, P.. (Org.). Agostinho de Hipona: Ensaios sobre Deus, Liberdade e Comunidade. 1ed.Porto Alegre: Letra & Vida, 2014, v. 1, p. 85-103.

25.
PICH, R. H.. An Index of 'Second Scholastic Authors'. In: CULLETON, A. S.; PICH, R. H.. (Org.). Right and Nature in the First and Second Scholasticism. 1ed.Turnhout / Bélgica: Brepols, 2014, v. 1, p. 8-13.

26.
PICH, R. H.. Revisiting the Topic of the "Law of War": The Comments on thomas Aquinas' Summa theologiae IIaIIae q. 40 aa. 1-4 by Fernando Perez (16th. Century). In: CULLETON, A. S.; PICH, R. H.. (Org.). Right and Nature in the First and Second Scholasticism. 1ed.Turnhout / Bélgica: Brepols, 2014, v. 1, p. 249-269.

27.
PICH, R. H.; MOEHLE, H. . Glossar - Lateinisch-Deutsch. In: PICH, R. H.; MOEHLE, H.. (Org.). Franciscus de Mayronis. Conflatus - Kommentar zum Ersten Buch der Sentenzen.. 1ed.Freiburg - Basel - Wien: Herder Verlag, 2013, v. 1, p. 468-472.

28.
PICH, R. H.. A religião como forma de conhecimento. In: CRUZ, E.. (Org.). Compêndio sobre Religião e Ciênci. 1ed.São Paulo: Edições Paulinas; Editora Paulus, 2013, v. 1, p. 143-160.

29.
PICH, R. H.; MEIRINHOS, J. F. P. . Bibliografia Scotista em Lingua Portuguesa. In: WILLIAMS, Thomas. (Org.). Duns Scotus. 1ed.Sao Paulo: Ideias & Letras, 2013, v. 1, p. 470-520.

30.
NASCIMENTO, Carlos Arthur Ribeiro Do ; PICH, R. H. . Introducao a "As ciencias intermediarias: alguma sondagens históricas". In: NASCIMENTO, C. A. R. do; PICH, R. H.. (Org.). As ciencias intermediarias: algumas sondagens históricas. 1ed.Porto Alegre: Editora Fi; Edipucrs, 2013, v. 1, p. 23-27.

31.
PICH, R. H.. Joao Duns Scotus e a subordinacao das ciencias. In: NASCIMENTO, C. A. R. do; PICH, R. H.. (Org.). As ciencias intermediarias: algumas sondagens históricas. 1ed.Porto Alegre: Editora Fi - Edipucrs, 2013, v. 1, p. 97-135.

32.
PICH, R. H.. A critica de Scotus a teoria tomasiana da subordinacao das ciencias. In: NASCIMENTO, C. A. R. do; PICH, R. H.. (Org.). As ciencias intermediarias: algumas sondagens historicas. 1ed.Porto Alegre: Editora Fi - Edipucrs, 2013, v. 1, p. 136-196.

33.
PICH, R. H.. Scotus sobre a subordinação das ciências e o conhecimento científico per experientiam de princípios e o método científico de Alhazen (Ibn al-Haytham). In: NASCIMENTO, C. A. R. do; PICH, R. H.. (Org.). As ciências intermediárias: algumas sondagens históricas - Volume 2. 1ed.Porto Alegre: Editora Fi - Edipucrs, 2013, v. 2, p. 184-211.

34.
PICH, R. H.; PULIDO, M. L. ; CULLETON, A. S. . Introducción: Ideas sin fronteras en los límites de las ideas - Scholastica colonialis: status quaestionis. In: PICH, R. H.; PULIDO, M. L.; CULLETON, A. S.. (Org.). Ideas sin fronteras en los límites de las ideas - Scholastica colonialis: status quaestiones. 1ed.Salamanca; Cáceres: Imprenta Kadmos; Ed. Cáceres, 2012, v. 1, p. 11-31.

35.
PICH, R. H.. Antecedentes à investigação filosófico-historiográfica da Escolástica Colonial: a contribuição de Mauricio Beuchot. In: PICH, R. H.; PULIDO, M. L.; CULLETON, A. S.. (Org.). Ideas sin fronteras en los límites de las ideas - Scholastica colonialis: status quaestionis. 1ed.Salamanca; Cáceres: Imprenta Kadmos; Ed. Cáceres, 2012, v. 1, p. 47-74.

36.
PICH, R. H.. Notas sobre Jerónimo Valera e suas obras sobre lógica. In: PICH, R. H.; PULIDO, M. L.; CULLETON, A. S.. (Org.). Idea sin fronteras en los límites de las ideas - Scholastica colonialis: status quaestionis. 1ed.Salamanca; Cáceres: Imprenta Kadmos; Ed. Cáceres, 2012, v. 1, p. 179-212.

37.
PICH, R. H.. Scotus sobre a autoridade política e a conversão forçada dos judeus: exposição do problema e notas sobre a recepção do argumento scotista em Francisco de Vitoria. In: RIVAS, Rubén Peretó. (Org.). Tolerancia: teoría y práctica en la Edad Media. 1ed.Porto: FIDEM, 2012, v. 1, p. 135-162.

38.
PICH, R. H.. Notas sobre a Scholastica Colonialis e Jerónimo Valera (1568-1625). In: BAVARESCO, Agemir; VILLANOVA, Marcelo Gross; RODRIGUES, Tiegüe Vieira (orgs.). (Org.). Projetos de Filosofia II. 1ed.Porto Alegre: Edipucrs, 2012, v. 1, p. 172-203.

39.
PICH, R. H.; PICH, R. H. . Duns Scotus on the Credibility of Christian Doctrines. In: MUSCO, Alessandro; CAMPAGNO, Carla; D'AGOSTINO, Salvatore; MUSOTTO, Giuliana. (Org.). Universality of Reason - Plurality of Philosophies in the Middle Ages. 1ed.Palermo: Officina di Studi Medievali, 2012, v. II. 2, p. 999-1111.

40.
PICH, R. H.; CARMO, J. S. . Wittgenstein: sobre certeza, regras e normas. In: CARMO, Juliano Santos do; SANTOS, Robinson dos. (Org.). Ética, linguagem e antropologia. Perspectivas modernas e contemporâneas. 1ed.Porto Alegre: Edipucrs, 2012, v. 1, p. 275-305.

41.
PICH, R. H.. Scotus sobre a legitimação da autoridade e a sociedade civil. In: ROSA, José Maria Silva. (Org.). Da autonomia do político - Entre a Idade Média e a Modernidade. 1ed.Lisboa: Editora Documenta, 2012, v. 1, p. 40-68.

42.
PICH, R. H.. Tomás de Aquino: ética e virtude. In: HOBUSS, Joao. (Org.). Ética das virtudes. 1ed.Florianópolis: Editora UFSC, 2011, v. 1, p. 109-156.

43.
PICH, R. H.. Teologia natural: debates na filosofia moderna. In: CRUZ, Eduardo R. da;. (Org.). Teologia e ciências naturais. 1ed.São Paulo: Paulinas, 2011, v. 1, p. 76-101.

44.
PICH, R. H.. Scotus sobre o conhecimento dos corpos celestes e a natureza da matéria: notas sobre cosmologia (ou: variações sobre ?o contexto científico de uma visão teológica?). In: MEIRINHOS, José F. P.; PULIDO, Manuel Lázaro. (Org.). Pensar a natureza Problemas e respostas na Idade Média, séculos XII-XIV. 1ed.Porto: Editora da Universidade do Porto, 2011, v. 1, p. 331-361.

45.
PICH, R. H.. Wittgenstein sobre certeza, regras e normas. In: CARVALHO, Helder Buenos Aires de; CARVALHO, Maria Cecília Maringoni de. (Org.). Temas de Ética e Epistemologia. 1ed.Teresina: Editora da UFPI, 2011, v. 1, p. 195-219.

46.
PICH, R. H.. Anselm's 'Idea' and Anselm's Argument. In: PICH, R. H.. (Org.). Anselm of Canterbury (1033 - 1109): Philosophical Theology and Ethics. 3ed.Porto; Louvain-la-Neuve: FIDEM; Brepols, 2011, v. 1, p. 73-110.

47.
PICH, R. H.. Introduction - Anselm of Canterbury (1033 - 1109): Philosophical Theology and Ethics. In: PICH, R. H.. (Org.). Anselm of Canterbury (1033 - 1109): Philosophical Theology and Ethics. 1ed.Porto; Louvain-la-Neuve: FIDEM; Brepols, 2011, v. 1, p. 9-15.

48.
PICH, R. H.. O transcendental 'verum' na Disputatio VIII,7 das Disputationes Metaphysicae de Francisco Suárez. In: MEIRINHOS, J.; OLIVEIRA E SILVA, P.. (Org.). As Disputações metafísicas de Francisco Suárez. Estudos e Antologia de Textos. 1ed.Porto: Edições Universidade do Porto, 2011, v. 1, p. 297-330.

49.
PICH, R. H.; OLIVEIRA E SILVA, P. . Francisco Suárez, Disputações Metafísicas: Disputação VIII. A verdade ou o verdadeiro que é propriedade do ente. Seções VII e VIII - Uma traduçãoo. In: MEIRINHOS, J. F. P.; OLIVEIRA E SILVA, P.. (Org.). Questões de metafísica: As Disputações Metafísicas de Francisco Suárez - Estudos e Antologia de textos.. 1ed.Porto: Edicoes Universidade do Porto, 2011, v. 1, p. 561-602.

50.
PICH, R. H.; DREHER, L. H. . Apresentação - O natural e o sobrenatural. In: PICH, R. H. e DREHER, L. H.. (Org.). O natural e o sobrenatural. 1ed.Porto Alegre: Editora Letra & Vida, 2011, v. 1, p. 7-24.

51.
PICH, R. H.. João Duns Scotus sobre o conceito de sobrenatural e a necessidade do conhecimento revelado. In: PICH, R. H. e DREHER, L. H.. (Org.). O natural e o sobrenatural. 1ed.Porto Alegre: Editora Letra & Vida, 2011, v. 1, p. 27-84.

52.
PICH, R. H.. All bachelors are unmarried: uma nota sobre filosofia e tradução. In: BonJour, Lawrence; Baker, Ann (eds.).. (Org.). Filosofia - Textos fundamentais comentados. 1ed.Porto Alegre: Artmed, 2010, v. 1, p. 760-761.

53.
PICH, R. H.; ROCHA, M. C. dos S. . Léxico seletivo inglês-português. In: BonJour, Laurence e Baker, Ann (eds.). (Org.). Filosofia - Textos fundamentais comentados. 1ed.Porto Alegre: Artmed, 2010, v. 1, p. 757-759.

54.
PICH, R. H.. Die Missionen des Franziskanischen Ordens um 1308 und Duns Scotus' Franziskanismus. In: SPEER, Andreas; WIRMER, David (Hrsg.). (Org.). Miscellanea Mediaevalia 35: 1308 - Eine Topographie historischer Gleichzeitigkeit. 1ed.Berlin - New York: Walter de Gruyter, 2010, v. 35, p. 937-972.

55.
PICH, R. H.. Prohairesis und Freiheit bei Epiktet: Ein Beitrag zur philosophischen Geschichte des Willensbegriffs. In: Müller, Jörn; Pich, Roberto Hofmeister. (Org.). Wille und Handlung in der Philosophie der Kaiserzeit und Spätantike. 1ed.Berlin - New York: Walter de Gruyter, 2010, v. 1, p. 95-128.

56.
Müller, Jörn ; PICH, R. H. . Auf dem Weg zum Willen. Eine problemsgeschichtliche Hinführung zur Genese des philosophischen Willensbegriffs in Kaiserzeit und Spätantike. In: Müller, Jörn; Pich, Roberto Hofmeister. (Org.). Wille und Handlung in der Philosophie der Kaiserzeit und Spätantike. 1ed.Berlin - New York: Walter de Gruyter, 2010, v. 1, p. 1-24.

57.
PICH, R. H.. Scotus on Contingent Propositions Known 'Through Themselves' (per se notae). In: Möhle, Hannes; Honnefelder, Ludger; et alii. (Org.). Archa Verbi Subsidia 5 - Johannes Duns Scotus 1308-2008. 1ed.Münster / Alemanha: Aschendorff Verlag, 2010, v. 1, p. 277-306.

58.
PICH, R. H.. Autodeterminação, indeterminismo e livre-arbítrio. In: Giannina Burlando. (Org.). De las pasiones en la filosofía medieval. 1ed.Santiago, Chile: SIEPM, PUC-Chile, 2009, v. 1, p. 43-59.

59.
PICH, R. H.. Richard Swinburne sobre o argumento teleológico a favor da existência de Deus: uma defesa contemporânea do teísmo. In: Roberto Hofmeister Pich. (Org.). Naturalismo e Ateísmo. 1ed.Porto Alegre: Est Edições, 2009, v. 1, p. 1-171.

60.
PICH, R. H.. Naturalismo e ateísmo: introdução. In: Roberto Hofmeister Pich. (Org.). Naturalismo e Ateísmo. 1ed.Porto Alegre: Est Edições, 2009, v. 1, p. 7-20.

61.
PICH, R. H.. Scotus on the credibility of the Holy Scripture. In: MEIRINHOS, J. F. P.; WEIJERS, O.. (Org.). Florilegium Mediaevale. Études offertes à Jacqueline Hamesse à l'occasion de son éméritat. 1ed.Louvain-la-Neuve: FIDEM, 2009, v. 1, p. 469-490.

62.
PICH, R. H.. Prefácio a João Duns Scotus, Textos sobre Poder, Conhecimento e Contingência. João Duns Scotus, Textos sobre Poder, Conhecimento e Contingência. 1ed.Porto Alegre, Bragança Paulist: Edipucrs, Edusf, 2008, v. 1, p. 7-22.

63.
PICH, R. H.. Contingência e Liberdade. João Duns Scotus, Textos sobre Poder, Conhecimento e Contingência. 1ed.Porto Alegre, Bragança Paulist: Edipucrs, Edusf, 2008, v. 1, p. 23-83.

64.
PICH, R. H.. Introdução - Agostinho: conhecimento, linguagem e ética. Agostinho: conhecimento, linguagem e ética. 1ed.Porto Alegre: Edipucrs, 2008, v. 1, p. 9-20.

65.
PICH, R. H.. Alvin Plantinga e o argumento evolucionário contra o naturalismo: uma exposição e uma crítica. In: Roberto Hofmeister Pich; Urbano Zilles. (Org.). Filosofia, Religião e Ciência. 1ed.Porto Alegre: Edições EST, 2008, v. 1, p. 69-114.

66.
PICH, R. H.. Índices (onomástico e temático). In: Roberto Hofmeister Pich: Urbano Zilles. (Org.). Filosofia, Religião e Ciência. 1ed.Porto Alegre: Edições EST, 2008, v. 1, p. 173-179.

67.
PICH, R. H.. Duns Scotus sobre a credibilidade das doutrinas contidas nas Escrituras. In: Luis Alberto De Boni; Roberto Hofmeister Pich (co-org.); Joice B. da Costa (co-org.); Cléber E. S. Dias (co-org.); Thiago S. Leite (co-org.). (Org.). João Duns Scotus 1308-2008 - Scotistas lusófonos. 1ed.Porto Alegre/Bragança Paulista: Est/Edusf, 2008, v. 1, p. 125-155.

68.
PICH, R. H.. Introduction - Metaphysics as Scientia Transcendens. In: PICH, R. H.. (Org.). New Essays on Metaphysics as Scientia Transcendens. 1ed.Louvain-la-Neuve: Fédération Internationale des Instituts d'Études Médiévales, 2007, v. 1, p. 11-27.

69.
PICH, R. H.. Infinity and Intrinsic Mode. In: PICH, R. H.. (Org.). New Essays on Metaphysics as Scientia Transcendens. 1ed.Louvain-la-Neuve: Fédération Internationale des Instituts d'Études Médiévales, 2007, v. 1, p. 159-214.

70.
PICH, R. H.. Agostinho, Aurélio, 354-430. In: Vicente de Paulo Barreto. (Org.). Dicionário de Filosofia do Direito. 1ed.São Leopoldo e Rio de Janeiro: Editora Unisinos e Renovar, 2006, v. , p. 26-33.

71.
PICH, R. H.. Decreto de Graciano. In: Vicente de Paulo Barreto. (Org.). Dicionário de Filosofia do Direito. 1ed.São Leopoldo e Unisinos: Editora Unisinos e Renovar, 2006, v. , p. 182-189.

72.
PICH, R. H.. Untersuchungen zu Scotus's Rezeption der wissenschaftlichen Methodologie des Alhazens (Ibn al-Haythams). In: SPEER, Andreas; WEGENER, Lydia. (Org.). Miscellanea Mediaevalia 33 - Wissen über Grenzen. 1ed.Berlin/New York: Walter de Gruyter, 2006, v. 33, p. 297-326.

73.
PICH, R. H.. Duns Scotus: instante de tempo e instante de natureza. In: SOUZA, José Antônio de C. R. de. (Org.). Idade Média: tempo do mundo, tempo dos homens, tempo de Deus, org. por José Antônio de C. R. de Souza, Porto Alegre, EST Edições, 2006. 1ed.Porto Alegre: EST Edições, 2006, v. , p. 129-140.

74.
PICH, R. H.. Agostinho sobre justiça e paz. In: Agemir Bavaresco; João Hobuss. (Org.). Filosofia, justiça e direito. 1ed.Pelotas: EDUCAT, 2005, v. , p. 43-88.

75.
PICH, R. H.. Scotus sobre a suposição. In: Ernildo J. Stein. (Org.). A cidade de Deus e cidade dos homens - De Agostinho a Vico. Festschrift para Luis Alberto De Boni. 1ed.Porto Alegre: Edipucrs, 2004, v. 1, p. 697-739.

76.
PICH, R. H.. Subordinação das ciências e conhecimento experimental: um estudo sobre a recepção do método científico de Alhazen em Duns Scotus. In: Roberto Hofmeister Pich; Luís Alberto De Boni. (Org.). A recepção do pensamento greco-árabe e judaico na filosofia medieval. 1ed.Porto Alegre: Edipucrs, 2004, v. 1, p. 573-616.

77.
PICH, R. H.. Vontade livre e contingência: sobre a análise scotista do ato volitivo. In: Marcos R. N. Costa e Luís Alberto De Boni. (Org.). A ética medieval face aos desafios da contemporaneidade. 1ed.Porto Alegre: Edipucrs, 2004, v. 1, p. 407-451.

78.
PICH, R. H.. A ética de Aristóteles: eudaimonia e virtude. In: Pivatto, Pergentino S.. (Org.). Ética: crises e perspectivas. 1ed.Porto Alegre: Edipucrs, 2004, v. 1, p. 11-39.

79.
PICH, R. H.; BONI, Luís Alberto de . Apresentação. In: Roberto Hofmeister Pich; Luís Alberto De Boni. (Org.). A recepção do pensamento greco-árabe e judaico no Ocidente Medieval. 1ed.Porto Alegre: Edipucrs, 2004, v. 1, p. 11-13.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
PICH, R. H.. "Entre filosofia, religião e ciência - Filósofo americano Alvin Plantinga falou na PUCRS sobre a fé como valor do conhecimento". Zero Hora, Caderno de Cultura, Porto Alegre, p. 6 - 6, 24 set. 2011.

2.
NUNES, V. ; PICH, R. H. . Participacao (entrevista) em matéria "Depende dos óculos". Revista Novo Olhar, Porto Alegre, p. 10 - 23, 11 dez. 2010.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PICH, R. H.. Tópicos de teoria do conhecimento em João Duns Scotus e Guilherme de Ockham. In: IV Congresso Nacional das Escolas Franciscanas, 20-2.05.2009, 2009, Santa Maria/RS. Educação e Ciência na Perspectiva Franciscana. Santa Maria: Centro Universitário Franciscano, 2009. v. 1. p. 57-72.

2.
PICH, R. H.. Onipotência e conhecimento científico. In: XII Congresso Latino-Americano de Filosofia Medieval - Juan Duns Escoto, 2008, Buenos Aires. XII Congresso Latino-Americano de Filosofia Medieval - Juan Duns Escoto. Buenos Aires: FEPAI, coordenação: Calina Ana Lertora-Mendoza, 2008. v. 1. p. 1-17.

3.
PICH, R. H.. Subordinação das ciências e conhecimento experimental: um estudo sobre a recepção do método científico de Alhazen em Duns Scotus. In: IX Congresso Internacional de Filosofia Medieval, 2003, Porto Alegre. A recepção do pensamento greco-árabe e judaico no Ocidente Medieval. Porto Alegre: Edipucrs, 2003. p. 573-616.

4.
PICH, R. H.. Vontade livre: entre autodeterminação e contingência. In: VIII Congresso Internacional de Filosofia Medieval, 2001, Recife, 2001.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
PICH, R. H.. Duns Scotus sobre proposições contingentes por si conhecidas. In: X Encontro Nacional de Filosofia - Anpof, 2002, São Paulo. Atas do X Encontro Nacional de Filosofia - Anpof. Campinas: Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia, 2002. p. 376-377.

Artigos aceitos para publicação
1.
PICH, R. H.. Francisco de Vitoria and the Groundwork of the Natural Law of Peoples. Archiv fur Geschichte der Philosophie, 2017.

2.
PICH, R. H.. Fides et Ratio, do Medievo a Reforma: Omnipotencia Divina e Duvida. Scintilla (FFSB), 2017.

3.
PICH, R. H.. Diego de Avendano on Probabilism and Moral Knowledge. Quaestio, 2016.

4.
PICH, R. H.. Juan de Fuica OFM on univocity of being and beings of reason. Bulletin de Philosophie Médiévale, 2016.

5.
PICH, R. H.. Swinburne on Aquinas's and Scotus's Theory of the Soul. Filosofia Unisinos (Impresso), 2016.

Apresentações de Trabalho
1.
PICH, R. H.. A 'prohairesis' de Epicteto e a 'voluntas' de Agostinho: aproximações e diferenças. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Latin Teaching and Latin Academic Culture in Colonial Latin America. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Historiografia e hermenêutica da filosofia brasileira segundo Jorge Jaime. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Sobre as 'Historias das Indias': notas sobre a narrativa histórica, padroes de historia humana e filosofia da historia. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Books and Libraries in South American Colonial Convents and Universities: How, Why, and What?. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Coercion and the Limits of Voluntariness: The Scotist Philosophical Background of Baptism Practices by Franciscan Missionaries in 16th.-17th. Century Latin America. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
PICH, R. H.. Structure and Groundworks of the First Peruvian and Scotist Logic Published in South America. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
PICH, R. H.. The Aristotelian Background of Diego de Avendano's Moral and Legal Thought. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Notas sobe o pensamento politico e jurídico de Lutero. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. On the Footsteps of Suarez Probabilistic Thought in Morality and Law: Diego de Avendano S.J. (1594-1688) on Good Conscience, Legal Obligation, and Moral Freedom. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Joao Duns Scotus e a metafisica da Trindade: alguns temas fundamentais. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. The Scholastica colonialis and the Forming of Religious Language in 16th-17th Century South America. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Diego de Avendano's S.J. Probabilistic Understanding of Law and its Effects on Juridical Hermeneutics. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. 500 anos da Reforma: A Reforma como tema da Igreja Crista, ontem e hoje. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Ioannes de Fuica sobre o objeto da metafisica e os entes de razao. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Suarez na Escolastica Latino-Americana. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Scotus sobre o status ontologico de atos cognitivos em Quodl. XIII. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Revisiting the Topic of a 'Lutheran Epistemology', or: 'Reason is a Whore'. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

19.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Laudatio ? por ocasião da outorga do título de ?doctor honoris causa? ao Prof. Dr. Ludger Honnefelder (Universität Bonn, Alemanha), pela PUCRS, 04.10.2017. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

20.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Lutero como pensador da liberdade: ambiguidades. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. A 'tranquilidade da alma' no pensamento de Agostinho. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

22.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Probabilidade, Conhecimento Moral e Dever. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Sobre o objeto da lógica e o ente de razão em autores escolásticos neogranadinos: uma introdução. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
PICH, R. H.. The Aristotelian Background of Diego de Avendaño's Account of Law. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

25.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Notas sobre o 'ius post bellum': entre reparacao e vinganca'. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

26.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Scholastica colonialis. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

27.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Temas de la Escolástica Colonial. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

28.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Alfonso Briceno O.F.M. (1587-1668) sobre a distincao modal. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. The Political ideas of Aristotle in the Works of Juan de Solorzano y Pereira. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
PICH, R. H.. Peace and Just Peace. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

31.
PICH, R. H.. Notas sobre o ensino da metafisica no Brasil colonial. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

32.
PICH, R. H.. Individuo e pessoa na metafísica de Joao Duns Scotus. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

33.
PICH, R. H.. On the Scotist Metaphysics of Ioannes de Fuica O.F.M. (17th. Century, Santiago de Chile). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

34.
PICH, R. H.. El transfondo aristotelico del pensamiento moral y legal de Diego de Avendano. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

35.
PICH, R. H.. The Aristotelian Background of Diego de Avendano's Moral and Legal Thought. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

36.
PICH, R. H.. The Aristotelian Background of Diego de Avendano's Moral and Legal Thought. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

37.
PICH, R. H.. Notas sobre Ioannes de Fuica OFM (Santiago de Chile, séc. 17), o objeto da metafísica e o ente possível. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

38.
PICH, R. H.. Thomas Reid e o testemunho. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

39.
PICH, R. H.. Ioannes de Fuica OFM (17th Century, Santiago de Chile) on the Essential Definition of Being. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

40.
PICH, R. H.. Alfonso Briceno OFM (1587-1668) on John Duns Scotus's Philosophical Theology: The Case of Infinity, Divine Relations, and Transcendental Disjunctive Properties'. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

41.
PICH, R. H.. Comunicação em Congresso 'Alfonso Briceno OFM (1587-1668) on John Duns Scotus's Philosophical Theology: The Case of Infinity, Divine Relations, and Transcendental Disjunctive Properties'. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

42.
PICH, R. H.. Dominium und ius: zu Francisco de Vitoria's Grundlegung der Menschenrechte. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

43.
PICH, R. H.. Os elementos fundamentais da teoria agostiniana da vontade e da liberdade, a partir do dialogo De libero arbitrio. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

44.
PICH, R. H.. Remarks on Swinburne's Substance Dualism. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

45.
PICH, R. H.. Tolerance in First and Second Scholasticism: Some Major Problems. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

46.
PICH, R. H.. 'The Scotist Logic of Jeronimo Valera O.F.M. (1568-1625): Logic of Categories or Transcendental Logic?'. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

47.
PICH, R. H.. Aristotle's Political Thought in Las Casas's De unico modo... and De regia potestate'. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

48.
PICH, R. H.. Vontade, dominio de si e virtude em Epicteto e Agostinho. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

49.
PICH, R. H.. O tema da guerra justa na filosofia medieval. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

50.
PICH, R. H.. Fides et Ratio: Do Medievo ate a Reforma. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

51.
PICH, R. H.. Alfonso Briceno (1587-1668) on John Duns Scotus's Metaphysics: On Modes of Being, Infinity, and Transcendental Disjunctive Properties. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

52.
PICH, R. H.. On the Tractatus de distinctionibus et formalitatibus of Alphonsus Briceno OFM (1587-1668) and its Role in his Controversiae'. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

53.
PICH, R. H.. Francisco de Vitoria sobre o 'direito de comunicação' e o 'direito de propriedade'. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

54.
PICH, R. H.. Da relacao entre regra, norma e certeza. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

55.
PICH, R. H.; CULLETON, A. S. . O projeto 'Scholastica colonialis' e as fontes bibliograficas peruanas para a historia da filosofia, teologia e direito em Arequipa. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

56.
PICH, R. H.. Agostinho e Scotus sobre o textemunho'. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

57.
PICH, R. H.. O projeto 'Scholastica colonialis: recepcao e desenvolvimento da escolastica barroca nos paises da America Latina, Secs. 16-18'. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

58.
PICH, R. H.. Os Projetos 'Scholastica colonialis' e 'Escolastica Iberica': Jeronimo Valera sobre transcendentais e supertranscendentais. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

59.
PICH, R. H.. A cognicao intuitiva em Joao Duns Scotus. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

60.
PICH, R. H.. Plantinga sobre fé e razão. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

61.
PICH, R. H.. Alphonsus Briceno, OFM (1587-1668) and the Epistemological Groundwork of the Vision of God. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

62.
PICH, R. H.. Diego de Avendano on Probabilism and Moral Knowledge. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

63.
PICH, R. H.. Jose de Acosta's Conception of True Religion and Religious Truths - A View on the Debate in 16th. Century Latin-American Scholasticism. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

64.
PICH, R. H.. Sexta Filosofica - Luzes da Idade Media: 'Scotus, Ockham e Nicolau de Autrecourt: os caminhos do conceito de 'conhecimento intuitivo' (cognitio intuitiva)'. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

65.
PICH, R. H.. Comentarios sobre 'As voltas com a metafisica e a fenomenologia', de Ernildo Stein. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

66.
PICH, R. H.. 'Epifanio de Moirans O.F.M. Cap. sobre bens fundamentais e escravidao negra'. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

67.
PICH, R. H.. Palestra no Evento Fe e Cultura: 'Lutero e a abertura da Igreja; debate sobre os 500 anos da Reforma'. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

68.
PICH, R. H.. 'Paulo e Agostinho sobre a condicao da vontade segundo a Carta aos Romanos 7.7-25'. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

69.
PICH, R. H.. 'De novo a cognitio intuitiva: notas sobre a posicao de Joao Duns Scotus em seus Quodlibeta'. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

70.
PICH, R. H.. Jerónimo Valera (1568-1625) e os dilemas lógicos e metafísicos da categoria de quantidade. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

71.
PICH, R. H.; KATZ, G. ; LACROIX, M. . Debate 'Parentalidade e Religiao - Cultura e Ideais'. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

72.
PICH, R. H.. O Novo Mundo na História: Sobre a Filosofia da História de José de Acosta (1540-1600). 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

73.
PICH, R. H.. The Philosopher of the Future, and the Future of Philosophy. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

74.
PICH, R. H.. The Scotist Account of Jeronimo Valera (1568 - 1625) on Omnipotence and the Conservation of Real Relations. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

75.
PICH, R. H.. Thomists and Scotists and the Debate on the Ontological Basis of 'Universals' and 'Universality': the Views of Jeronimo Valera (1568 - 1625). 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

76.
PICH, R. H.. Jeronimo Valera (1568 - 1625) sobre o objeto da logica. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

77.
PICH, R. H.. Thomas Reid (1710 - 1796) sobre a natureza e a possibilidade da linguagem - Thomas Reid (1710 - 1796) on the Nature and Possibility of Language. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

78.
PICH, R. H.. Palestra 'Sobre os 500 anos da Reforma', Projeto Fe e Cultura, PUCRS. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

79.
PICH, R. H.. Duas tradicoes de fundamentacao etica: a lei natura em Tomas de Aquino (1225 - 1274) e no tomismo, em Joao Duns Scotus (1265/1266 - 1308) e no scotismo. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

80.
PICH, R. H.. Francisco de Vitoria und Rezeption der aristotelischen politischen Philosophie in seinen "Relectiones de indis recenter inventis prior et posterior". 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

81.
PICH, R. H.. A ética da virtude no helenismo. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

82.
PICH, R. H.. A epistemologia do testemunho de Thomas Reid. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

83.
PICH, R. H.. Arguicao sobre a palestra "Conflito, espaco político e justica: a imparcialidade como problema", do Prof. Dr. Douglas Ferreira Barros. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

84.
PICH, R. H.. Scholastica colonialis: presentación de un proyecto internacional en curso. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

85.
PICH, R. H.. 'Alfonso Briceno (1587-1668): sobre la historia del pensamiento franciscano y Juan Duns Escoto como su representante'. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

86.
PICH, R. H.. Infinite Creator. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

87.
PICH, R. H.. Jerónimo Valera (1568-1625): Notes on his logic and his account of transcendental concepts. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

88.
PICH, R. H.. Jerónimo Valera (1568-1625) sobre a natureza dos universais. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

89.
PICH, R. H.. Sobre a vontade livre em De libero arbitrio II. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

90.
PICH, R. H.. Jerónimo Valera (1568-1625) sobre a natureza dos universais. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

91.
PICH, R. H.. Scotus sobre liberdade e indeterminismo: um modelo de incompatibilismo libertarista. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

92.
PICH, R. H.. Cotingencia y conocimiento de la naturaleza: Escoto y algunos escotistas. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

93.
PICH, R. H.. Alphonsus Briceno (1587-1668) e a história do pensamento franciscano: uma nota sobre método e scotismo. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

94.
PICH, R. H.. Scholastica colonialis: reception and development of Baroque Scholasticism in Latin America, 16-18th. centuries. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

95.
PICH, R. H.. "A Scotistic (Theistic) View on Natural Law Theory". 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

96.
PICH, R. H.. "Scotus sobre a autoridade política e a conversao forcada dos judeus: exposicao do problema e notas sobre a recepcao do argumento scotista em teóricos da conquista e das missoes na América Latina. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

97.
PICH, R. H.. "Fundamentalismo e exclusivismo religioso". 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

98.
Montes D'Oca, F. R. ; PICH, R. H. . A liberdade em Anselmo de Cantuária. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

99.
PICH, R. H.. A filosofia do senso comum de Thomas Reid e o Critical Common-Sensism de C. S. Peirce. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

100.
PICH, R. H.. A lei natural em John Finnis. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

101.
PICH, R. H.. Notícias sobre a Scholastica colonialis - A filosofia escolástica na América colonial. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

102.
PICH, R. H.. Scholastica colonialis: A recepção e o desenvolvimento da Escolástica Barroca na América Latina, séculos 16-18. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

103.
PICH, R. H.. Scotus on the Meaning of Contingent Future Propositions in Quaestiones in duos libros Perihermenias. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

104.
PICH, R. H.. Scotus sobre a liberdade, o pecado e o mal. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

105.
PICH, R. H.; CULLETON, A. S. . Scholastica colonialis: a recepção e o desenvolvimento da Escolástica Barroca na América Latina, séculos 16-18. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

106.
PICH, R. H.. Plantinga e o argumento evolucionário contra o naturalismo. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

107.
PICH, R. H.. Notes on Alvin Plantinga's Criticism to Naturalism and Proper Function. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

108.
PICH, R. H.. "Richard Swinburne sobre o argumento teleológico a favor da existência de Deus: uma defesa contemporânea do teísmo". 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

109.
PICH, R. H.. O transcendental 'verum' na Disputatio 8 das Disputationes Metaphysicae de Francisco Suarez'. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

110.
PICH, R. H.. Tempo e eternidade em Joao Duns Scotus e Francisco de Mayronis. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

111.
PICH, R. H.. O debate sobre o poder absoluto e o poder ordenado e a hipótese do voluntarismo ético. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

112.
PICH, R. H.. "Revisiting the topic of the "law of war". The Comments on Thomas Aquinas' IIaIIae q. 40 by Fernando Perez (16th. Century)". 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

113.
PICH, R. H.. "Scholastica colonialis: A short Presentation of a Project for Latin America". 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

114.
PICH, R. H.. Direito e Natureza na Obra de Francisco Suarez (1548-1617). 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

115.
PICH, R. H.. Aristoteles - Etica a Nicomaco. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

116.
PICH, R. H.. "Scholastica colonialis - A recepcao e o desenvolvimento da Escolástica Barroca na América Latina, séculos 16-18". 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

117.
PICH, R. H.. "Scotus sobre a legitimacao da autoridade e a sociedade civil". 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

118.
PICH, R. H.. "Recepção e desenvolvimento da Escolástica Barroca na América Latina, séculos 16-18: notas sobre a contribuição de Walter Bernard Redmond". 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

119.
PICH, R. H.. "Projeto de Pesquisa Scholastica colonialis ? A recepção e o desenvolvimento da Escolástica Barroca na América Latina, séculos 16-18?. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

120.
PICH, R. H.. Joao Duns Scotus: a metafisica como ciencia dos transcendentais. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

121.
PICH, R. H.. A cosmologia de Joao Duns Scotus. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

122.
PICH, R. H.. A "idéia de Anselmo" e o "argumento de Anselmo" (ratio Anselmi)". 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

123.
PICH, R. H.. João Duns Scotus sobre o conhecimento perceptual. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

124.
PICH, R. H.. Sobre a atualidade da ética da lei natural. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

125.
PICH, R. H.. João Duns Scotus sobre lei natural e racionalidade prática. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

126.
PICH, R. H.. Sobre o infinito atual. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

127.
PICH, R. H.. Wittgenstein sobre certeza, regras e normas. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

128.
PICH, R. H.. Sobre o conceito de sobrenatural. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

129.
PICH, R. H.. Comments on Simo Knuuttila`s conference "Continuities and canges in the Philosophical History of Emotions". 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

130.
PICH, R. H.. Scotus sobre conhecimento científico e probabilidade. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

131.
PICH, R. H.. Prohairesis und Freiheit nach Epiktet. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

132.
PICH, R. H.. Argumentos teísticos na filosofia da religião de Richard Swinburne. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

133.
PICH, R. H.. Die Missionen des Franziskanischen Ordens um 1308 und Duns Scotus' Kirchenlehre. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

134.
PICH, R. H.. Notas sobre a cognição intuitiva. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

135.
PICH, R. H.. Wittgenstein sobre certezas, regras e normas. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

136.
PICH, R. H.. Conhecimento intuitivo e modalidades epistêmicas. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

137.
PICH, R. H.. Onipotência e conhecimento científico. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

138.
PICH, R. H.. Cognição intuitiva e modalidades epistêmicas. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

139.
PICH, R. H.. Scotus on Contingent Propositions Per se Notae. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

140.
PICH, R. H.. Scotus sobre lei natural e racionalidade prática. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

141.
PICH, R. H.. Scotus' Kontingenzlehre und Indeterminismus. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

142.
PICH, R. H.. Kontingenz und Indeterminismus. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

143.
PICH, R. H.. Das Studium der Philosophie in Brasilien. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

144.
PICH, R. H.. Positio impossibilis and Concept Formation: Duns Scotus on the Concept of Infinite Being. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

145.
PICH, R. H.. O Pensamento Político dos Reformadores Protestantes. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

146.
PICH, R. H.. Scotus on the Credibility of Christian Doctrines. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

147.
PICH, R. H.. Comments on Carl Ginet?s Paper ?Self-evidence?, Keith Lehrer Conference, Porto Alegre/Brazil, 27-29. June 2007. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

148.
PICH, R. H.. Zur Bedingung des Indeterminismus in der Freiheitslehre des Duns Scotus: eine metaphysische Betrachtung. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

149.
PICH, R. H.. Ockham e Peirce sobre Realidade e Signos: Aproximações e Divergências. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

150.
PICH, R. H.. Thomas Reid e os Princípios do Senso Comum. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

151.
PICH, R. H.. Naturalismo, Teísmo e Racionalidade. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

152.
PICH, R. H.. Autorização Epistêmica e Ceticismo. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

153.
PICH, R. H.. Wittgenstein sobre certeza, regras e normas. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

154.
PICH, R. H.. Duns Scotus' Metaphysik der Freiheit. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

155.
PICH, R. H.. Argüição no Seminário Justiça e Democracia em Tempos de Globalização. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

156.
PICH, R. H.. Duns Scotus: instante de tempo e instante de natureza. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

157.
PICH, R. H.. Infinitude e modo intrínseco. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

158.
PICH, R. H.. Sobre a ilusão da liberdade da vontade. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

159.
PICH, R. H.. Duns Scotu's anti-averroism in the Prologue to Ordinatio. 2006. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

160.
PICH, R. H.. Scotus on Natural Law. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

161.
PICH, R. H.. Scotus on Contingency and Knowledge. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

162.
PICH, R. H.. Autorização epistêmica e acidentalidade. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

163.
PICH, R. H.. A concepção de lei natural na ética de Duns Scotus. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

164.
PICH, R. H.. Duns Scotus sobre o conhecimento natural de Deus. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

165.
PICH, R. H.. Scotus's coloratio der ratio Anselmi. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

166.
PICH, R. H.. Augustin und die Entdeckung des Willens. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

167.
PICH, R. H.. Debate Religião e Ética, Caminhos que se Cruzam, debate sobre o filme Cruzada, de Ridley Scott. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

168.
PICH, R. H.. Agostinho e as Propriedades da Vontade em De Libero Arbitrio I. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

169.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Rumos do ceticismo pirrônico na epistemologia contemporânea. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

170.
PICH, R. H.. Augustinus und die Entdeckung des Willens. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

171.
PICH, R. H.. Contribuições filosóficas para a sociedade. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

172.
PICH, R. H.. Untersuchungen zu Scotus' Rezeption der wissenschaftlichen Methodologie des Alhazens. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

173.
PICH, R. H.. Argumentos Teísticos na Filosofia Contemporânea: Richard Swinburne e o Argumento do Desígnio. 2004. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

174.
PICH, R. H.. O Pensamento Político na Reforma. 2004. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

175.
PICH, R. H.. O Pensamento Político de Guilherme de Ockham. 2004. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

176.
PICH, R. H.. Vontade e Liberdade segundo Agostinho. 2004. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

177.
PICH, R. H.. Comments on Paul Boghossian's Paper. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

178.
PICH, R. H.. Comments on John Boler's Paper "Revisiting Ch. S. Peirce's Scholastic Realism". 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

179.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Agostinho sobre a vontade e o livre-arbítrio. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

180.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; HAMMES, E. J. . Confluências filosóficas e teológicas (acerca das suas contribuições para a sociedade). 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

181.
PICH, R. H.. Subordinação das ciências e conhecimento experimental: um estudo sobre a recepção do método cientifico de Al-Hazen em Duns Scotus. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

182.
PICH, R. H.. Ética e Politica em Aristóteles. 2003. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

183.
PICH, R. H.. Duns Scotus sobre proposições contingentes por si conhecidas. 2002. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

184.
PICH, R. H.. Vontade livre: entre autodeterminação e contingência. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Books and Libraries in South American Colonial Convents and Universities: How, Why, and What?. Colonia: Thomas-Institut der Universität zu Köln, 2018 (Resumo de Palestra).

2.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Preface and Acknowledgements to 'Contemplation and Philosophy: Scholastic and Mystical Modes of Medieval Philosophical Thought. A Tribute to Kent Emery, Jr. (Studien und Texte zur Geistesgeschichte des Mittelalters, 125)'. Leiden (Holanda) / Boston (EUA, 2018. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

3.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; HORN, C. . Patristica et Mediaevalia 38 (2017): Reception and Development of Aristotle's Political Thought in Iberian and Latin American Scholasticism, 16th-18th Centuries. Buenos Aires: Patristica et Mediaevalia, 2017 (Organização de Revista de Filosofia).

4.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Diego de Avendano's S.J. Probabilistic Understanding of Law and its Effects on Juridical Hermeneutics. Porto Alegre: Editora FI, 2017 (Abstract).

5.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; SILVA, M. A. O. . Filosofia Medieval (Coleção ANPOF XVII Encontro). Sao Paulo, 2017. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

6.
PICH, R. H.. Peace and Just Peace. Sao Paulo: German House for Research and Innovation / Consulado Geral da Republica Federal da Alemanha, 2016 (Resumo de Palestra).

7.
PICH, R. H.; CULLETON, A. S. ; STORCK, A. C. . Patristica et Mediaevalia - Second Scholasticism and Black Slavery. Buenos Aires, Argentina: Patristica et Mediaevalia, 2015 (Organização de Volume de Revista).

8.
PICH, R. H.; SARTORI, Carlos Augusto . Veritas 2015, 3: Epistemologia contemporânea em debate. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2015 (Organização de Revista de Filosofia).

9.
PICH, R. H.; SARTORI, Carlos Augusto . Veritas - Revista de Filosofia: Debating Contemporary Epistemology. Porto Alegre / RS: EDIPUCRS, 2015 (Organização de Volume de Revista).

10.
PICH, R. H.; SARTORI, Carlos Augusto . Apresentacao/ Presentation: Debating Contemporary Epistemology. Porto Alegre / RS, 2015. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

11.
PICH, R. H.. Veritas - Revista de Filosofia (Vol. 59): História da Filosofia e Filosofia Contemporânea / History of Philosophy and Contemporary Philosophy. Porto Alegre: Edipucrs, 2014 (Organização de Volume de Revista).

12.
PICH, R. H.. Apresentação de Veritas - Revista de Filosofia (Vol. 59): História da Filosofia e Filosofia Contemporânea. Porto Alegre, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

13.
PICH, R. H.. Resumo da Comunicacao: 'Thomists and Scotists and the Debate on the Ontological Basis of 'Universals' and 'Universality': the Views of Jeronimo Valera (1568 - 1625)'. Salvador, BA: Editora Quarteto, 2013 (Resumo de Palestra).

14.
PICH, R. H.. Resumo da Comunicacao 'The Philosopher of the Future, and the Future of Philosophy'. Sao Paulo: Humboldt Club of Brazil, 2013 (Resumo de Palestra).

15.
PICH, R. H.. Thomas Reid (1710 - 1796) sobre a natureza e a possibilidade da linguagem - Thomas Reid (1710 - 1796) on the Nature and Possibility of Language. Sao Paulo: Centro de Estudos do Pragmatismo, 2013 (Resumo de Palestra).

16.
PICH, R. H.. Veritas 58:3: Epistemologia, lingua gem e metafisica (Epistemology, Language, and Metaphysics). Porto Alegre: Edipucrs - Revista Veritas, 2013 (Organização de Revista de Filosofia).

17.
PICH, R. H.. Apresentacao de Veritas 58:3 (2013), p. 425-428. Porto Alegre, 2013. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

18.
NASCIMENTO, Carlos Arthur Ribeiro Do ; PICH, R. H. . Nota sobre a presente publicacao - 'As ciencias intermediarias: algumas sondagens históricas!. Porto Alegre, 2013. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

19.
NASCIMENTO, Carlos Arthur Ribeiro Do ; PICH, R. H. . Nota sobre a presente publicação: 'As ciências intermediárias: algumas sondagens históricas - Volume 2'. Porto Alegre, 2013. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

20.
PICH, R. H.. Wittgenstein. Porto Alegre: Artmed Editora, 2013. (Tradução/Livro).

21.
PICH, R. H.. Distinktion 8, Frage 5: Ob alle jene Vollkommenheiten, die in Gott sind, eine einzige Sache sein können, wenn eine Nicht-Identät oder eine Unterscheidung aufrgrund der Natur der Sache zwischen ihnen vorausgesetzt wird?. Freiburg - Basel - Wien: Herder Verlag, 2013. (Tradução/Livro).

22.
PICH, R. H.. Distinktion 42, frage 4: Ob die inneren Modi in objektiver Moeglichkeit sind?. Freiburg - Basel - Wien: Herder Verlag, 2013. (Tradução/Livro).

23.
PICH, R. H.. Kant - Critica da Razao Pura. Sao Paulo: Edicoes Loyola, 2013. (Tradução/Livro).

24.
PICH, R. H.. Traducoes latinas de textos religiosos judaicos no seculo 13. Porto Alegre: Edipucrs - Revista Teocomunicacao, 2013. (Tradução/Artigo).

25.
PICH, R. H.. Capitulo 15: Joao Duns Scotus, Reportatio parisiensis I-A, Prologo, Questao 2, n. 139-157. Porto Alegre: Editora FI - Edipucrs, 2013. (Tradução/Outra).

26.
PICH, R. H.. Capitulo 16: Joao Duns Scotus, Lectura, Prologo, Parte 3, Questao 2, n. 119-121. Porto Alegre: Editora Fi- Edipucrs, 2013. (Tradução/Outra).

27.
PICH, R. H.. Capitulo 17: Joao Duns Scotus, Lectura III, Distincao 24, Questao unica, n. 1, 13-22, 65-69. Porto Alegre: Editora FI - Edipucrs, 2013. (Tradução/Outra).

28.
PICH, R. H.. Capitulo 18: Joao Duns Scotus, Ordinatio, Prologo, Parte 4, Questoes 1-2, n. 208-216. Porto Alegre: Editora Fi - Edipucrs, 2013. (Tradução/Outra).

29.
PICH, R. H.. Capitulo 19: Joao Duns Scotus, Questoes sobre os livros da Metafisica de Aristoteles I, Questao 9, n. 40-41. Porto Alegre: Editora Fi - Edipucrs, 2013. (Tradução/Outra).

30.
PICH, R. H.. Capitulo 20: Joao de Reading, Escrito sobre o Primeiro Livro das Sentencas, Prologo, Questões 6, 7 e 10. Porto Alegre: Editora Fi - Edipucrs, 2013. (Tradução/Outra).

31.
PICH, R. H.. Maimonides: uma perspectiva intercultural. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2013. (Tradução/Livro).

32.
PICH, R. H.; MÜLLER, Felipe de Matos . Veritas 57 (2012):2 - Epistemologia, Lógica e Filosofia da Linguagem. Porto Alegre: Edipucrs, 2012 (Organização de Revista de Filosofia).

33.
PICH, R. H.; CULLETON, A. S. . Mediaevalia - Textos e Estudos: Scholastica colonialis & Scholastica iberica - Novos Estudos. Porto Alegre: Editora da Universidade do Porto, 2012 (Organização de Revista de Filosofia).

34.
PICH, R. H.; MÜLLER, Felipe de Matos . Apresentação de Veritas 57 (2012):2 - Epistemologia, Lógica e Filosofia da Linguagem. Porto Alegre, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

35.
PICH, R. H.. "Modelos de diálogos inter-religiosos na história da Igreja". Porto Alegre / RS: Edipucrs, Revista Teocomunicacao, 2012. (Tradução/Artigo).

36.
PICH, R. H.; FLORIANO, R. ; PIMENTEL, P. F. C. . Traducao e edicao simplificada de Diego de Avendano S.J. (1594-1688), Auctarium Indicum seu Tomus Tertius ad indici thesauri ornatius complementum, multa ac varia complectens extra rem indicam sacrarum professoribus profutura. Porto Alegre: Editora da Universidade do Porto, 2012. (Tradução/Outra).

37.
PICH, R. H.; PULIDO, M. L. ; CULLETON, A. S. . Cauriensia VI (2011): Ideas sin fronteras en los límites de las ideas: Scholastica colonialis - Status quaestionis. Cáceres, Espanha: Cauriensia - Publicaciones de la Arquidiocese de Cáceres, Espanha, 2011 (Organização de Volume de Revista).

38.
PICH, R. H.; MÜLLER, Felipe de Matos . Veritas 56/2 - Filosofia da Religião e Epistemologia. Porto Alegre: Edipucrs, 2011 (Organização de Revista de Filosofia).

39.
PICH, R. H.. O que é filosofia analítica?. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2011. (Tradução/Livro).

40.
PICH, R. H.. O conceito de moralidade - em que medida está ele presente na filosofia antiga?. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2011. (Tradução/Outra).

41.
PICH, R. H.. Traducao de Capitulo, Alemao - Portugues: 'O entendimento da natureza em Alberto Magno: aspectos antropologicos e epistemologicos', de Henryk Anzulewicz. Porto Alegre: Editora da Universidade do Porto, Edicoes Humus, 2011. (Tradução/Outra).

42.
PICH, R. H.. Direito e natureza na obra de Francisco Suárez (1548-1617). Águas de Lindóia / SP: CNPQ/CAPES/FAPESP, 2010 (Abstract).

43.
PICH, R. H.. Veritas 55:2 - Estudos sobre Thomas Reid e epistemologia contemporânea. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010 (Organização de Volume de Revista).

44.
PICH, R. H.; ROCHA, M. C. dos S. . Apresentacao à edicao brasileira, obra "Filosofia - Textos fundamentais comentados", Lawrence BonJour e Ann Baker (eds.). Porto Alegre, 2010. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

45.
PICH, R. H.. Capítulo 1, Texto "O que é a filosofia?", de Ann Baker. New York: Pearson Education - Longman, 2010. (Tradução/Outra).

46.
PICH, R. H.. Capítulo 1, "Apologia", de Platao. New York: Pearson Education - Longman, 2010. (Tradução/Outra).

47.
PICH, R. H.. Capítulo 1, "O valor da filosofia", de Bertrand Russell. New York: Pearson Education - Longman, 2010. (Tradução/Outra).

48.
PICH, R. H.. Capítulo 2, "Conhecimento e ceticismo", de Lawrence BonJour e Ann Baker. New York: Pearson Education - Longman, 2010. (Tradução/Outra).

49.
PICH, R. H.. Capítulo 2, "Meditacoes sobre filosofia primeira", de René Descartes. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

50.
PICH, R. H.. Capítulo 2, "Um ensaio sobre o entendimento humano", de John Locke. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

51.
PICH, R. H.. Capítulo 2, "Três Diálogos entre Hilas e Filono", de George Berkeley. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

52.
PICH, R. H.. Capítulo 2, "Realismo direto, extraído de Ensaios sobre os poderes intelectuais do homem", de Thomas Reid. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

53.
PICH, R. H.. Capítulo 2, "Conhecimento do mundo exterior, extraído de Epistemologia: problemas clássicos e respostas contemporâneas", de Laurence BonJour. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

54.
PICH, R. H.. Capítulo 2, "Linhas gerais do pirronismo", de Sexto Empírico. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

55.
PICH, R. H.. Capítulo 2, "Diálogo conclusivo sobre o problema do mundo exterior", de Laurence BonJour e Ann Baker. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

56.
PICH, R. H.. Capítulo 2, "É a inducao justificada? Uma investigacao sobre o entendimento humano", de David Hume. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

57.
PICH, R. H.. Capítulo 2, "O problema da inducao, extraído de Os fundamentos da inferência científica", de Wesley Salmon. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

58.
PICH, R. H.. Capítulo 2, "O a priori e o empírico, extraído de As questoes fundamentais da filosofia", de A. C. Ewing. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

59.
PICH, R. H.. Capítulo 2, "Diálogo conclusivo sobre o problema da inducao", de Laurence BonJour e Ann Baker. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

60.
PICH, R. H.. Capítulo 8, "A vida boa", de Laurence BonJour e Ann Baker. Porto Alegre: Artmed Editora, 2010. (Tradução/Outra).

61.
PICH, R. H.. Capítulo 8, "O Manual de Epicteto", de Epicteto. Porto Alegre: Artmed Editora S. A., 2010. (Tradução/Outra).

62.
PICH, R. H.. Capítulo, "Glossário", de Laurence BonJour e Ann Baker. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

63.
PICH, R. H.; DALL'AGNOL, Darlei . Capítulo 5, "Concepcoes deontológicas: a moralidade depende de deveres e direitos - Fundamentacao da metafísica dos costumes", de Immanuel Kant. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

64.
PICH, R. H.. Capítulo 5, "A ética da virtude: a moralidade depende de tracos de caráter - Ética a Nicômaco", de Aristóteles. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

65.
PICH, R. H.. Capítulo 5, "Ficamos melhor por nos comportarmos moralmente ou imoralmente", de Platao. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

66.
PICH, R. H.. Capítulo 6, "O contrato social", de Thomas Hobbes. Porto Alegre: ArtMed >Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

67.
PICH, R. H.. Capítulo 6, "O Contrato social", extraído de "Segundo tratado sobre o governo", de John Locke. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

68.
PICH, R. H.. Capítulo 6, "Do contrato original", de David Hume. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

69.
PICH, R. H.. Capítulo 6, "A justica como equidade", de John Rawls. Porto Alegre: Artmed Editora S.A., 2010. (Tradução/Outra).

70.
PICH, R. H.. "Hegelianismo, republicanismo e modernidade". Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010. (Tradução/Livro).

71.
PICH, R. H.. Joao Duns Scotus. Sao Paulo: Edicoes Loyola, 2010. (Tradução/Livro).

72.
PICH, R. H.. Traducao de Honnefelder, Ludger. A lei natural de Tomás de Aquino como princípio da razao prática e a Segunda Escolástica. Porto Alegre: Edipucrs, 2010. (Tradução/Artigo).

73.
PICH, R. H.. Capítulo 7, "As cinco vias, extraido da Suma Teológica", de Tomás de Aquino. Porto Alegre: ArtMed, 2010. (Tradução/Outra).

74.
PICH, R. H.. Capítulo 7, "O argumento cosmológico, extraído de Dmonstracao da existência e dos atributos de Deus", de Samuel Clarke. Porto Alegre: ArtMed, 2010. (Tradução/Outra).

75.
PICH, R. H.. Capítulo 7, "Problemas com o argumento cosmológico, extraído de Diálogos sobre a religiao natural", de David Hume. Porto Alegre: ArtMed, 2010. (Tradução/Outra).

76.
PICH, R. H.. Capítulo 7, "O argumento do desígnio, extraído de Teologia Natural", de William Paley. Porto Alegre: ArtMed, 2010. (Tradução/Outra).

77.
PICH, R. H.. Capítulo 7, "O polegar do panda", de Stephen Jay Gould. Porto Alegre: ArtMed, 2010. (Tradução/Outra).

78.
PICH, R. H.. Capítulo 7, "Problemas com o argumento do desígnio, extraído de Diálogos sobre a religiao natural", de David Hume. Porto Alegre: ArtMed, 2010. (Tradução/Outra).

79.
PICH, R. H.. Capítulo 7, "Diálogo conclusivo sobre Deus e Fé", por Laurence BonJour e Ann Baker. Porto Alegre: ArtMed, 2010. (Tradução/Outra).

80.
PICH, R. H.. Capítulo 7. "A vontade de crer", de William James. Porto Alegre: ArtMed, 2010. (Tradução/Outra).

81.
PICH, R. H.. Capítulo 7, "O problema do mal, extraído de Filosofia da religiao", de John Hick. Porto Alegre: ArtMed, 2010. (Tradução/Outra).

82.
PICH, R. H.. Capítulo 7, "A aposta de Pascal", de Walter Kaufmann. Porto Alegre: ArtMed, 2010. (Tradução/Outra).

83.
PICH, R. H.. Capítulo 7, "Crítica ao argumento global a partir do desígnio", de Antony Flew. Porto Alegre: ArtMed, 2010. (Tradução/Outra).

84.
PICH, R. H.. Capítulo 7, "O argumento ontológico, extraído de Proslógio", de Anselmo de Cantuária. Porto Alegre: ArtMed, 2010. (Tradução/Outra).

85.
PICH, R. H.. Capítulo 7, "O argumento ontológico", por René Descartes. Porto Alegre: Artmed, 2010. (Tradução/Outra).

86.
PICH, R. H.. Capítulo 7, "A impossibilidade de uma prova ontológica da existência de Deus", de Immanuel Kant. Porto Alegre: ArtMed, 2010. (Tradução/Outra).

87.
PICH, R. H.. Capítulo 7, "O problema do mal, extraído de Diálogos sobre a religiao natural", de David Hume. Porto Alegre: Artmed, 2010. (Tradução/Outra).

88.
PICH, R. H.. Capítulo 7, "Mal e onipotência", de J. L. Mackie. Porto Alegre: Artmed, 2010. (Tradução/Outra).

89.
PICH, R. H.. Capítulo 1, Texto "Eutífron", de Platao. New York: Pearson Education - Longman, 2010. (Tradução/Outra).

90.
PICH, R. H.. Veritas - Revista de Filosofia 54/2: Epistemologia Analítica. Porto Alegre: Edipucrs, 2009 (Organização de Volume de Revista).

91.
PICH, R. H.. Apresentacao de Veritas - Revista de Filosofia 54/2, Epistemologia Analítica. Porto Alegre, 2009. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

92.
PICH, R. H.. Rezension zu HÖFFE, Otfried (Hrsg.). Aristoteles-Lexikon. Redaktion: Rolf Geiger und Philipp Brüllmann. Stuttgart, Alfred Kröner Verlag, 2005, 640 S.. München: Philosophisches Jahrbuch, 2008 (Resenha Crítica).

93.
PICH, R. H.. Conhecimento intuitivo e modalidades epistêmicas. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2008 (Abstract).

94.
PICH, R. H.; BONI, Luis Alberto de . Revista Veritas 53/3, Julho/Setembro 2008 - João Duns Scotus. Porto Alegre: Edipucrs, 2008 (Organização de Volume de Revista).

95.
PICH, R. H.. Resenha crítica de VOS, Antonie. The Philosophy of John Duns Scotus. Edinburgh, Edinburgh University Press, 2006, i-xii + 654 pages, ISBN-10 0 7486 2462 7.. Porto Alegre: Edipucrs, 2008 (Resenha Crítica).

96.
PICH, R. H.. Apresentação de Intuitio - Revista de Filosofia do Corpo Discente do PPG em Filosofia da PUCRS, 2008. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

97.
PICH, R. H.; BONI, Luis Alberto de . Apresentação Revista Veritas 53/3, 2008, João Duns Scotus (1308-2008). Porto Alegre, 2008. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

98.
PICH, R. H.; ZILLES, Urbano . Prefácio. Porto Alegre, 2008. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

99.
PICH, R. H.. Aristóteles. Porto Alegre e São Paulo: ArtMed, 2008. (Tradução/Livro).

100.
PICH, R. H.. João Duns Scotus, Lectura I d. 39-45. Porto Alegre, Bragança Paulist: Edipucrs, Edusf, 2008. (Tradução/Livro).

101.
PICH, R. H.. João Duns Scotus, Ordinatio I d. 38-48. Porto Alegre, Bragança Paulist: Edipucrs, Edusf, 2008. (Tradução/Livro).

102.
PICH, R. H.. João Duns Scotus, Reportatio parisiensis I d. 38-44. Porto Alegre, Bragança Paulist: Edipucrs, Edusf, 2008. (Tradução/Livro).

103.
PICH, R. H.. Somos livres?. Porto Alegre: Edipucrs (Revista Teocomunicação), 2008. (Tradução/Artigo).

104.
PICH, R. H.. Posfácio do livro "Jean Piaget", de Thomas Kesselring. Caxias do Sul: Educs, 2008. (Tradução/Livro).

105.
PICH, R. H.. Acréscimos Bibliográficos até 1999 do livro. Caxias do Sul: Educs, 2008. (Tradução/Livro).

106.
PICH, R. H.. Qual é o significado do cogito cartesiano? (De civitate Dei XI 26). Porto Alegre: Edipucrs, 2008. (Tradução/Outra).

107.
PICH, R. H.. Agostinho - teoria lingüística dos sinais. Porto Alegre: Edipucrs, 2008. (Tradução/Outra).

108.
PICH, R. H.. A auto-referencialidade do espírito em Plotino e Agostinho. Porto Alegre: Edipucrs, 2008. (Tradução/Outra).

109.
PICH, R. H.. Fraqueza da vontade e vontade cindida - A teoria agostiniana da ação em Confessiones VIII. Porto Alegre: Edipucrs, 2008. (Tradução/Outra).

110.
PICH, R. H.. Agostinho sobre virtude, moralidade e o bem supremo. Porto Alegre: Edipucrs, 2008. (Tradução/Outra).

111.
PICH, R. H.. Justiça política em Cícero e Agostinho. Porto Alegre: Edipucrs, 2008. (Tradução/Outra).

112.
PICH, R. H.. Representação da história, filosofia da história e consciência da história. Porto Alegre: Edipucrs, 2008. (Tradução/Outra).

113.
PICH, R. H.. Agostinho: conhecimento, linguagem e ética. Porto Alegre: Edipucrs, 2008. (Tradução/Livro).

114.
PICH, R. H.. Pessoa, crença religiosa e verdade. análises filosóficas sobre a filosofia da religião de Ludwig Wittgenstein. Porto Alegre: Edições EST, 2008. (Tradução/Artigo).

115.
BONI, Luis Alberto de ; PICH, R. H. . Veritas - Revista de Filosofia: A Filosofia Árabe e Judaica e o Ocidente Medieval (v. 52, n. 3). Porto Alegre: Edipucrs, 2007 (Organização de Revista de Filosofia).

116.
PICH, R. H.. Resumo da Palestra "Ockham e Peirce sobre Realidade e Signos: Aproximações e Divergências". São Paulo: Centro de Estudos do Pragmatismo, 2007 (Resumo de Palestra).

117.
PICH, R. H.. Duns Scotus' Metaphysik der Freiheit. Bonn: Alexander von Humboldt-Stiftung, 2007 (Abstract).

118.
PICH, R. H.. Escolástica. São Paulo: Associação dos Seminários Teológicos Brasileiros (ASTE), 2007 (Verbete Especializado).

119.
PICH, R. H.. Rhetorica sive moralis dialectica: sobre a relação entre Retórica e Ética em João Buridano. Porto Alegre: EST Edições, 2007. (Tradução/Artigo).

120.
PICH, R. H.. Aristóteles Sobre a Natureza e os Objetivos da Retórica. Porto Alegre: Edipucrs (Veritas - Revista de Filosofia), 2007. (Tradução/Artigo).

121.
PICH, R. H.. Representação da História, Filosofia da História e Consciência da História (De civitate Dei XII 10 ? XVIII). Porto Alegre: Edipucrs - Revista Veritas 52:4, 2007. (Tradução/Artigo).

122.
PICH, R. H.. Verdade e Compreensão ? Filosofia Analítica (Davidson), Fenomenologia (Gadamer) e o Desideratum de uma Hermenêutica na Perspectiva do Idealismo Objetivo. Porto Alegre: Edipucrs - Revista Veritas 52:4, 2007. (Tradução/Artigo).

123.
PICH, R. H.. A Vida Humana entre a Terapia e a Técnica. Porto Alegre: Edipucrs - Revista Veritas 52:4, 2007. (Tradução/Artigo).

124.
PICH, R. H.. A Alegoria da Caverna (República VII 514a-521b, 539d-541b). Porto Alegre: Edipucrs - Revista Veritas 52:4, 2007. (Tradução/Outra).

125.
PICH, R. H.. Globalização e Justiça. Porto Alegre: Edipucrs - Revistas Veritas 52:4, 2007. (Tradução/Artigo).

126.
BONI, Luis Alberto de ; PICH, R. H. . Veritas - Revista de Filosofia: O Poder (v. 51 n. 3). Porto Alegre: Edipucrs, 2006 (Organização de Volume de Revista).

127.
PICH, R. H.. Resenha de Höffe, Otfried (Hrsg.). Aristoteles-Lexikon. Redaktion: Rolf Geiger und Philipp Brüllmann. Stuttgart: Alfred Kröner Verlag, 2005, 640p.. Porto Alegre: Edipucrs, 2006 (Resenha Crítica).

128.
PICH, R. H.; BONI, Luis Alberto de . Apresentação: Veritas - Revista de Filosofia 51 (2006):3, O Poder. Porto Alegre, 2006. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

129.
PICH, R. H.. A teoria política de João Wyclif. Porto Alegre: Edipucrs, 2006. (Tradução/Artigo).

130.
PICH, R. H.. Dante Alighieri e a filosofia da linguagem, Capítulo do LIvro Idade Média: tempo do mundo, tempo dos homens, tempo de Deus, José Antônio de C. R. de Souza (org.), Porto Alegre, EST Edições, 2006, p. 297-307. Porto Alegre: EST Edições, 2006. (Tradução/Outra).

131.
PICH, R. H.. Agostinho - Teoria Lingüística dos Sinais. Porto Alegre: Edipucrs, 2006. (Tradução/Artigo).

132.
PICH, R. H.. A Contingência das Leis da Natureza em Émile Boutroux. Porto Alegre: Edipucrs (Veritas - Revista de Filosofia), 2006. (Tradução/Artigo).

133.
PICH, R. H.. Qual é o Significado do Cogito Agostiniano? (De civitate Dei XI 26). Porto Alegre: Edipucrs (Veritas - Revista de Filosofia), 2006. (Tradução/Artigo).

134.
PICH, R. H.; BONI, Luis Alberto de . Veritas - Revista de Filosofia: João Duns Scotus (v. 50, n. 3). Porto Alegre: Edipucrs, 2005 (Organização de Revista de Filosofia).

135.
PICH, R. H.; BONI, Luís Alberto de . Apresentação de Veritas 50:3. Porto Alegre, 2005. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

136.
PICH, R. H.. A vontade como perfeição pura e a nova concepção não-eudemonística do amor segundo Duns Scotus. Porto Alegre: Edipucrs, 2005. (Tradução/Artigo).

137.
PICH, R. H.. Fraqueza da vontade no voluntarismo? Investigações sobre João Duns Scotus. Porto Alegre: Edipucrs, 2005. (Tradução/Artigo).

138.
PICH, R. H.. Adorno e a pergunta pela liberdade da vontade. Porto Alegre: Edipucrs, 2005. (Tradução/Artigo).

139.
PICH, R. H.. Níveis de vontade e redes de decisão. Dois modelos e a sua compatibilidade. Porto Alegre: Edipucrs, 2005. (Tradução/Artigo).

140.
PICH, R. H.. O fim da tradução. Porto Alegre: Edipucrs, 2005. (Tradução/Artigo).

141.
BONI, Luis Alberto de ; PICH, R. H. . Veritas - Revista de Filosofia (v. 49, n. 3). Porto Alegre: Edipucrs, 2004 (Organização de Revista de Filosofia).

142.
PICH, R. H.. Pio XII: O Papa de Hitler. Porto Alegre: Edipucrs, 2004. (Tradução/Artigo).

143.
BONI, Luis Alberto de ; PICH, R. H. . Veritas - Revista de Filosofia: Santo Agostinho (v. 48 n. 3). Porto Alegre: Edipucrs, 2003 (Organização de Revista de Filosofia).

144.
PICH, R. H.. João Duns Scotus - Prólogo da Ordinatio. Civitas Vaticana: Typis Polyglottis Vaticanis, 2003. (Tradução/Livro).

145.
BONI, Luis Alberto de ; PICH, R. H. . Veritas - Revista de Filosofia (v. 47, n. 3). Porto Alegre: Edipucrs, 2002 (Organização de Revista de Filosofia).

146.
PICH, R. H.; ALTMANN, Walter . Martim Lutero: tempo, vida e mensagem. São Leopoldo: Editora Sinodal e IEPG, 1998. (Tradução/Livro).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
PICH, R. H.. Consultoria Cientifica sobre Obra de Filosofia para Publicacao em Editora. 2015.

2.
PICH, R. H.. Consultoria, supervisão e revisão técnica de obra de Coleção de Filosofia. 2013.

3.
PICH, R. H.. Consultor Membro da Comissao da Area de Filosofia / Teologia 2013. 2013.

4.
PICH, R. H.; ROCHA, M. C. dos S. . Consultoria, supervisao e revisao técnica da obra. 2010.

5.
PICH, R. H.. Consultoria e revisão técnica de livro de Coleção Filosófica. 2008.

Trabalhos técnicos
1.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Avaliador Externo (parecer ad hoc) ao Programa de Pos-Graduacao das Faculdades EST, Candidaturas PDSE CAPES. 2018.

2.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Avaliador Externo (parecer ad hoc) ao Programa de Pos-Graduacao em Filosofia da UNISINOS (Sao Leopoldo / RS), Candidaturas PDSE CAPES. 2018.

3.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Avaliador Interno, Parecer de Projetos de Bolsas de IC, Edital PROBIC/FAPERGS/PUCRS 2018-2019. 2018.

4.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Avaliado Externo (parecer ad hoc) de Projetos de Pesquisa Edital PROPPG 03/2018, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Cientifica PIBIC/UNILAB e PIBIC/CNPq 2018-2019. 2018.

5.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Parecer ad hoc Comissão de Seleção dos Editais CDEA 2018 (Editais 02, 03 e 04 / 2018). 2018.

6.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Parecer ad hoc, merito cientifico de artigo, Archiv fur Geschichte der Philosophie ISSN. 2017.

7.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Parecer ad hoc, merito cientifico, AVG (Apoio a Participação em Eventos Cientificos no Exterior). 2017.

8.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; NOGUEIRA, P. A. S. ; GNERRE, M. L. A. . Parecer ad hoc, merito cientifico, Premio CAPES de Teses, Edicao 2017, Area Ciencias da Religiao e Teologia. 2017.

9.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Avaliador Externo Integrante da Banca Examinadora do III Seminário institucional Interno de Iniciação Cientifica PIBIC/CNPq, XVI Salão de Pesquisa das Faculdades EST. 2017.

10.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Avaliador Externo Integrante da Banca Examinadora do III Seminário institucional Interno de Iniciação Cientifica PIBIC/CNPq, XVI Salão de Pesquisa das Faculdades EST. 2017.

11.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc - Pos-Doutorado Junior (PDJ) CNPq. 2016.

12.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Bolsa no Exterior, Pos-Doutorado no Exterior, PDE - CNPq. 2016.

13.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Parecer ad hoc - Edital Universal CAPES 01/2016, Faixa B. 2016.

14.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Parecer ad hoc, merito cientifico de artigo, Vivarium ISSN 0042-7543. 2016.

15.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, merito academico, Comite Interno de Avaliacao de Projetos, PUCRS/PIBIC. 2016.

16.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Parecer ad hoc, merito academico, Bolsa de Produtividade PQ, CNPQ. 2016.

17.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Parecer ad hoc, merito academico, Bolsa de Produtividade PQ, CNPQ. 2016.

18.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Parecer ad hoc, merito academico, Bolsa de Produtividade PQ, CNPQ. 2016.

19.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Parecer ad hoc, merito academico, Bolsa de Produtividade PQ, CNPQ. 2016.

20.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Avaliado Externo (parecer ad hoc) de Projetos de Pesquisa (Bolsas de Iniciação Cientifica), Edital PIBIC/CNPq/UNILAB 04/2016. 2016.

21.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, proposta CNPq / PDE. 2015.

22.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, proposta PDE / CAPES. 2015.

23.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Estágio Sênior no Exterior, CAPES. 2015.

24.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Projeto Humboldt / CAPES, Pós-Doutorado. 2015.

25.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, CNPq, Apoio a Participacao em Eventos Cientificos no Exterior, AVG. 2015.

26.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, CAPES, Doutorado Pleno no Exterior. 2015.

27.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Bolas no Pais, Produtividade em Pesquisa - PQ, Cnpq. 2015.

28.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Bolas no Pais, Produtividade em Pesquisa - PQ, Cnpq. 2015.

29.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Bolsa no Exterior, Pos-Doutorado no Exterior, PDE - CNPq. 2015.

30.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Apoio a Projetos de Pesquisa, Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas, CNPq. 2015.

31.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc Cnpq, Doutorado Sanduiche, Bolsas no Exterior / Doutorado Sanduiche, SWE. 2014.

32.
PICH, R. H.. Avaliacao de projetos, Bolsas de IC PIBIC-PIBITI, CNPq / PUCRS 2014-2015. 2014.

33.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc CNPq, SWE 2013. 2014.

34.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, CNPq, Chamada MCTI/VNPq/MEC/CAPES no. 22/2014, Ciencias Humanas, Sociais e Aplicadas. 2014.

35.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc de Projeto para CNPq Apoio a Pesquisador Visitante - APV / Apoio a Eventos Científicos. 2013.

36.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc análise de mérito técnico-científico, Chamada 04/2013, CAPES/CNPq/DAAD, Doutorado Sanduíche (SWE). 2013.

37.
PICH, R. H.. Parece ad hoc, mérito científico, Cognitio - Revista de Filosofia ISSN 1518-7187. 2013.

38.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, mérito científico de artigo, Revista Filosofia Unisinos ISSN 1519-5023. 2013.

39.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, mérito científico de artigo, Revista Dissertatio ISSN 1413-9448. 2013.

40.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Avaliação de Projetos, Programas PIBIC-PIBITI CNPq/PUCRS 2013-2014, Bolsas de Iniciação Científica e Tecnológica. 2013.

41.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Chamada Pública MCTI/CNPq, Universal 14/2013. 2013.

42.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Apoio à Participação em Eventos Científicos no Exterior, AVG. 2013.

43.
PICH, R. H.; EMERY, K. ; PORRO, P. . Parecer ad hoc, análise de mérito, Candidatura a Bolsas SIEPM-Brepols, para participação em evento anual da SIEPM. 2013.

44.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, avaliação de projetos para Edital PROBIC-PROBITI-FAPERGS, 2013-2014, Bolsas de Iniciação Científica e Tecnológica. 2013.

45.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Bolsas no Pais, Pos-Doutorado Junior, Cnpq. 2013.

46.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Bolsas no Pais, Produtividade em Pesquisa - PQ, Cnpq. 2013.

47.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Bolsas no Pais, Produtividade em Pesquisa - PQ, Cnpq. 2013.

48.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Bolsas no Pais, Produtividade em Pesquisa - PQ, Cnpq. 2013.

49.
PICH, R. H.. Parecer de artigo científico submetido à Revista Filosofia - Unisinos. 2012.

50.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc Bolsas no Exterior de Doutorado Sanduíche SWE, CNPq. 2012.

51.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc Apoio a Eventos Científicos - Apoio à Participacao em Eventos Científicos no Exterior AVG, CNPq. 2012.

52.
PICH, R. H.. Parecer científico para a Revista Kriterion - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG. 2012.

53.
PICH, R. H.. Parecer de artigo para Revista Intuitio, ISSN 1983-4012: Revista Eletrônica do PPG em Filosofia da PUCRS. 2012.

54.
PICH, R. H.. Parecer de artigo para Revista Intuitio - Revista Eletrônica do PPG em Filosofia da PUCRS, ISSN 1983-4012.. 2012.

55.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc CNPq Apoio à Participacao em Evento Cientifico no Exterior - AVG. 2012.

56.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc CNPq - Apoio à Participacao em Evento Científico no Exterior - AVG. 2012.

57.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc CNPq - Bolsa no País: Pós-Doutorado Júnior. 2012.

58.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc CAPES/DAAD, renovacao Bolsa de Doutorado na Alemanha. 2012.

59.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc (Comite Interno de Avaliação) Editais CNPq/PUCRS 2012-2013, Bolsas IC-PIBIC-CNPq. 2012.

60.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc Chamada Pública MCT/CNPq no. 14/2012 Universal. 2012.

61.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc Chamada Pública MCT/CNPq no. 14/2012 Universal. 2012.

62.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc CNPq Bolsas no País - Produtividade em Pesquisa PQ 2012. 2012.

63.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc CNPq Bolsas no País - Produtividade em Pesquisa PQ 2012. 2012.

64.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc CNPq Apoio a Eventos Científicos - Apoio à Participacao em Eventos Científicos no Exterior - AVG. 2012.

65.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc Apoio a Projetos de Pesquisa, Chamada MCTI/CNPq/MEC/CAPES no. 18/2012, Ciências Humanas, Sociais e Aplicadas. 2012.

66.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Avaliador Interno no XIII Salão de Iniciação Cientifica da PUCRS, 01-05 de outubro de 2012. 2012.

67.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, CAPES DAAD, renovacao de bolsa de doutorado pleno no exterior. 2011.

68.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, avaliacao de artigo para Mediaevalia - Textos e Estudos. 2011.

69.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, avaliacao de artigo para a revista Anuário Filosófico. 2011.

70.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Avaliação Externa SELIC 2011, UERJ, Bolsas PIBIC de Iniciação Científica. 2011.

71.
PICH, R. H.. Parecer Ad hoc, Bolsas no País, PQ 2011. 2011.

72.
PICH, R. H.. Parecer Ad Hoc, Avaliacao de artigo para Numen - Revista de Estudos e Pesquisa da Religiao. 2011.

73.
PICH, R. H.. Parecer Ad Hoc, Bolsas no País, PQ 2011 (CNPq). 2011.

74.
PICH, R. H.. Parecer Ad Hoc, Bolsas no País, PQ 2011 (CNPq). 2011.

75.
PICH, R. H.. Parecer Ad Hoc, Bolsas no País, PQ 2011 (CNPq). 2011.

76.
PICH, R. H.. Parecer Ad Hoc, Bolsas no País, Pós-Doutorado Sênior (PDS, CNPq). 2011.

77.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Revista Intuitio (ISSN 1983-4012). 2011.

78.
PICH, R. H.. Parecer CAPES-DAAD, Bolsa de Curta Duração no Exterior. 2011.

79.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Artigo para Revista Dissertatio iSSN 1413-9448. 2011.

80.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, Artigo para Revista PLURA da Associação Brasileira de História das Religiões (ABHR). 2011.

81.
PICH, R. H.. Parecer Capes-Fulbright Professor-Pesquisador Visitante 2010-2011. 2010.

82.
PICH, R. H.. Parecer Capes-Fulbright Programa de Pesquisador-Visitante 2010-2011. 2010.

83.
PICH, R. H.. Parecer científico para a Revista Ética, PPG em Filosofia da UFSC. 2010.

84.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc Cnpq, Edital Universal MCT/Cnpq. 2010.

85.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc Cnpq, Apoio à Participacao em Eventos Científicos. 2010.

86.
PICH, R. H.. Parecer Cnpq Edital Apoio a Projetos de Pesquisa, Ciências Humanas e Ciências Sociais Aplicadas. 2010.

87.
PICH, R. H.. Avaliador Externo Projetos Bolsa PIBIC-PROBIC, Unisinos, Ciências Humanas e Ciências Sociais Aplicadas. 2010.

88.
PICH, R. H.. Avaliador Externo do Salao de Iniciacao Científica Unisinos: Filosofia, Ciências Sociais, Ciências Sociais Aplicadas. 2010.

89.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc, referente a artigo científico, para a Revista Filosofia Unisinos. 2010.

90.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc Cnpq, Participacao Individual em Evento Internacional no Exterior. 2010.

91.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc Cnpq, Bolsa PQ 2010-2. 2010.

92.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc CNPq Bolsa PQ 2010-4. 2010.

93.
PICH, R. H.. Parecer ad hoc CNPq Bolsa PQ 2010-9. 2010.

94.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Avaliador de trabalhos de Bolsistas de Iniciação Cientifica Areas Filosofia / Teologia, XI Salão de Iniciação Cientifica da Pontifícia Universidade Catolica do Rio Grande do Sul (PUCRS), 31.08 a 04.09 de 2009. 2010.

95.
PICH, R. H.. Parecer técnico sobre livro publicado na Coleção Filosofia Editora Artmed. 2009.

96.
PICH, R. H.. Parecer Capes, Setembro de 2009, AEX. 2009.

97.
PICH, R. H.. Parecer Cnpq Bolsa PQ, Novembro de 2009. 2009.

98.
PICH, R. H.. Parecer Cnpq Bolsa PQ, Novembro de 2009. 2009.

99.
PICH, R. H.. Parecer Cnpq Bolsa PQ, Novembro de 2009. 2009.

100.
PICH, R. H.. Parecer Cnpq Auxílio AOE, Novembro 2009. 2009.

101.
PICH, R. H.. Parecer Cnpq, Bolsa PDE, Novembro de 2009. 2009.

102.
PICH, R. H.. Parecer Cnpq Bolsa PDE, Novembro de 2009. 2009.

103.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Avaliado de Trabalhos de Bolsistas de Iniciação Cientifica no X Salão de Iniciação Cientifica da PUCRS. 2009.

104.
PICH, R. H.. Parecer técnico de livro submetido à Editora Sinodal, EST e IEPG, São Leopoldo/RS. 2009.

105.
PICH, R. H.. Parecerista de Artigo para a Revista Filosofia, da Unisinos, ISNN 1519-5023, vol. 9, número 1. 2008.

106.
PICH, R. H.. Participacao no Comitê de Avaliacao do Exame de Selecao do PPG em Filosofia da PUCRS. 2008.

107.
PICH, R. H.. Parecerista da Coleção Filosofia da ArtMed Editora. 2007.

108.
PICH, R. H.. Parecerista de artigo para a Revista Cognitio (Centro de Estudos do Pragmatismo, PUC-SP). 2007.

109.
PICH, R. H.. Recurso ao Conceito Atribuído na Avaliação Trienal 2007. 2007.

110.
PICH, R. H.. Participacao no Comite de Avaliacao do Exame de Selecao Mestrado/Doutorado, PPG em Filosofia da PUCRS. 2007.

111.
PICH, R. H.; BONI, Luis Alberto de . Assessoria e revisão técnica de obra traduzida para Coleção. 2005.

112.
PICH, R. H.. Parecerista ad hoc da Capes sobre projeto de candidato à bolsa Capes/DAAD. 2004.

113.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Avaliador de trabalhos de Bolsistas de Iniciação Cientifica Areas Filosofia / Teologia, V Salao de Iniciacao Cientifica da Pontificia Universidade Catolica do Rio Grande do Sul (PUCRS), 27-29.10.2004. 2004.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
PICH, R. H.. Manuscritos de la colonia, joyas que requieren ser digitalizadas. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
PICH, R. H.. Entrevista Radio Franca / El Estudio de los Libros y Manuscritos Coloniales en Bolivia. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
PICH, R. H.; GRUN, A. ; HEYES, Z. . Traducao de Palestra Publica de Anselm Gruen, 'III Seminario de Espiritualidade e Saude: Reconciliacao e Paz'. 2016.

4.
PICH, R. H.; CULLETON, A. S. ; OROZA HENNERS, I. ; TINAJEROS, G. ; MURILLO BERNARDIS, D. . Scholastica colonialis y el Pensamiento Filosófico en Bolívia. 2014. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

5.
PICH, R. H.. Scholastica colonialis y el Pensamiento Filosófico en Bolívia. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
PICH, R. H.. 'Temas da etica de Joao Duns Scotus: contingencia, liberdade e lei natural'. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
PICH, R. H.. Entrevista referente ao lançamento do livro "João Duns Scotus: textos sobre poder, conhecimento e contingência". 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
PICH, R. H.. SIEPM Bureau Meeting, February 22-23, Leuven / Belgium. 2018. (Consultoria acadêmica e científica).

2.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Meeting of the FIDEM Committee, September 04, 2018. 2018. (Consultoria acadêmica e científica).

3.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Reunião Anual do Bureau da SIEPM, Porto Alegre (28.07.2017). 2017. (Consultoria acadêmica e científica).

4.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; NOGUEIRA, P. A. S. ; GNERRE, M. L. A. . Membro (Coordenador) da Comissão para o Prêmio CAPES de Teses, Area Ciências da Religião e Teologia. 2017. (Consultoria acadêmica e científica).

5.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Comite Cientifico da Colecao ANPOF XVII Encontro. 2017. (Consultoria acadêmica e científica).

6.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Membro do Advisory Board / Beirat da Colecao Interdisziplinäre Studien zu Lateinamerika / Interdisciplinary Studies on Latin America. 2017. (Consultoria acadêmica e científica).

7.
PICH, R. H.. Reunião Anual do Bureau da SIEPM / Cluj-Napoca. 2016. (Consultoria acadêmica e científica).

8.
PICH, R. H.. Disciplina intensiva: 'Questoes Epistemologicas: Thomas Reid e o Confiabilismo de Funcao Propria'. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

9.
PICH, R. H.. 'Scholastica colonialis: Recepcao e desenvolvimento da Escolastica Barroca na America Latina, seculos 16-18'. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

10.
PICH, R. H.. Ética Ambiental: Crise Escológica ou Reação Jurídica?. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

11.
PICH, R. H.. 'A epistemologia na tradicao franciscana: Scotus, Ockham e Nicolau de Autrecourt sobre a cognicao intuitiva'. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

12.
PICH, R. H.. 'Temas da etica de Joao Duns Scotus: contingencia, liberdade e lei natural'. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

13.
PICH, R. H.. Membro do Comite da FIDEM - Federation Internationale des Instituts d'Etudes Medievales. 2014. (Consultoria acadêmica e científica).

14.
PICH, R. H.. Joao Duns Scotus sobre a lei natural. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

15.
PICH, R. H.. Joao Duns Scotus sobre contingencia e liberdade. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

16.
PICH, R. H.. Membro do Comitê da FIDEM - Fédération Internationale des Institutes d'Études Médiévales. 2013. (Consultoria acadêmica e científica).

17.
PICH, R. H.. Membro do Conselho Científico de "Thaumazein - Revista do Curso de Filosofia da UNIFRA". 2012. (Consultoria acadêmica e científica).

18.
PICH, R. H.. Membro Assessor do Bureau da Société Internationale pour l'Étude de la Philosophie Médiévale (SIEPM). 2012. (Consultoria acadêmica e científica).

19.
PICH, R. H.. Membro da Comissao Coordenadora do PPG em Filosofia da PUCRS. 2012. (Consultoria acadêmica e científica).

20.
PICH, R. H.. Curso de Curta Duracao na Universidade de Bonn, Alemanha, "Unendlichkeit" und "Unendliches Seiendes" in der Metaphysik des Johannes Duns Scotus. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

21.
PICH, R. H.. Membro da Comissão Coordenadora do PPG em Filosofia da PUCRS. 2011. (Consultoria acadêmica e científica).

22.
PICH, R. H.. Reuniao de Avaliacao Comitê de Área Capes Filosofia/Teologia, Producao Intelectual Livros, 17-19.05. 2010. (Consultoria acadêmica e científica).

23.
PICH, R. H.. Reuniao do Comitê de Área Capes Filosofia/Teologia, Avaliacao Producao Intelectual, 29-30.06. 2010. (Consultoria acadêmica e científica).

24.
PICH, R. H.. Membro do Conselho Editorial da Revista Filosofia Unisinos. 2010. (Consultoria acadêmica e científica).

25.
PICH, R. H.. Tópicos de teoria do conhecimento em João Duns Scotus e Guilherme de Ockham. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

26.
PICH, R. H.. Tópicos da teoria do conhecimento de Guilherme de Ockham. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

27.
PICH, R. H.. Tópicos do pensamento de Anselmo de Cantuária (1033-1109). 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

28.
PICH, R. H.. Membro do Conselho Editorial da Coleção Filosofia da Edipucrs. 2009. (Consultoria acadêmica e científica).

29.
PICH, R. H.. Membro do Corpo de Pareceristas da Revista Filosofia Unisinos. 2009. (Consultoria acadêmica e científica).

30.
PICH, R. H.. Membro do Comitê de Avaliação de Área Teologia/Filosofia (CAPES). 2009. (Consultoria acadêmica e científica).

31.
PICH, R. H.. Reunião do Comitê de Avaliação de Área Teologia/Filosofia (CAPES). 2009. (Consultoria acadêmica e científica).

32.
PICH, R. H.; AYESTA, Cruz Gonzales . Workshop Introdução à investigação sobre João Duns Escoto: obras e pensamento. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

33.
PICH, R. H.. Membro do Conselho Editorial da Coleção Filosofia da Editora ArtMed. 2008. (Consultoria acadêmica e científica).

34.
PICH, R. H.. Diretor da Revista Veritas - PPG em Filosofia da PUCRS. 2008. (Consultoria acadêmica e científica).

35.
PICH, R. H.. Filosofia Política e Reforma Protestante. 2007. .

36.
PICH, R. H.. Membro do Conselho Científico da Coleção Pensamento Franciscano (Edipucrs e Edusf). 2007. (Consultoria acadêmica e científica).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; BORGES, R.; CARMO, J. S.. Participação em banca de Danusia Braeske Pulla. Pode uma visão incompatibilista de liberdade fazer sentido? Um estudo a partir de Robert Kane. 2018. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

2.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; SCHMIDT, A. R.; SILVA, J. F. P.. Participação em banca de Guido Jose Rey Alt. Individuacao e distincoes em Joao Duns Scotus. 2018. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

3.
PICH, R. H.; ROCHA, G. R.; DINUCCI, A. L.; RODRIGUES, A. C. O.. Participação em banca de Diogo da Luz. "Pathos: disturbio passional e terapia em Epicteto". 2018. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

4.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; HAMMES, E. J.; ADAM, J. C.. Participação em banca de Jose Gabriel Perisse Madureira. o encontro como categoria teologica a partir da obra de Alfonso Lopez Quintas. 2018. Dissertação (Mestrado em PPG em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

5.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; ZILLES, Urbano; CULLETON, A. S.. Participação em banca de Renata Floriano de Sousa. Guerra justa: inicio, meio e fim em Francisco de Vitoria. 2017. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

6.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; SCHMIDT, A. R.; STORCK, A. C.; CULLETON, A. S.; SPINELLI, P. T.. Participação em banca de Rodrigo Marinho Santos Ribeiro. A quinta via de Tomas de Aquino. 2017. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

7.
PICH, R. H.; HELFER, I.; ROHDEN, L.. Participação em banca de Juliana Conceicao Moreira. A filosofia como exercício para viver bem no dialogo "Fedon" de Platão. 2017. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

8.
PICH, R. H.; ROCHA, G. R.; CASTRO, F. C. L.. Participação em banca de Bruna Nery Pormann. Filosofia como a arte do bem viver: uma perspectiva aristotélica. 2017. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

9.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; LEITE JR., P. G. S.; HINRICHSEN, L. E.. Participação em banca de Iuri Coelho Oliveira. A teoria da causalidade no argumento teista de Joao Duns Scotus. 2017. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

10.
PICH, R. H.; BORGES, R.; ROSA, L. F. M.. Participação em banca de Andre Luiz Neiva. Probabilidade e Bayesianismo na teoria epistemica de Richard Swinburne. 2016. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

11.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; SANGALLI, I.; TORRES, J. C. B.. Participação em banca de Fabricio dos Santos Vieira. A retomada da etica aristotelico-tomista pela filosofia do direito: o direito natural em destaque. 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Filosofia) - Universidade de Caxias do Sul.

12.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; SANGALLI, I.; HAMMES, E. J.. Participação em banca de Jocimar Romio. Jesus nasceu e morreu: nada maior nem mais justo pode ser pensado. A cristologia de Anselmo de Aosta. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

13.
PICH, R. H.; ROHDEN, L.; CASTRO, F. C. L.. Participação em banca de Fernando Carbonell da Fontoura. A etica do bem viver em Epicteto. 2016. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

14.
PICH, R. H.; STREFFLING, Sérgio Ricardo; SCHAEFFER, O.. Participação em banca de Matheus Jeske Vahl. Relação e diálogo: os fundamentos ontológicos do agir em Santo Agostinho - a caritas como elemento unificador da ordem. 2015. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas.

15.
PICH, R. H.; SCHMITT, F.; ZILLES, Urbano. Participação em banca de Eliane Silva. Sor Juana Inés de La Cruz: uma breve leitura das invocações e características de Maria. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

16.
PICH, R. H.; FERREIRA, A. T.; SCHNEIDER, H. J. J.. Participação em banca de Ricardo Pereira Santos Lima. Uma analise conceitual da relação entre psique e corpo em Agostinho: os rudimentos do problema mente-corpo. 2015. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Uberlândia.

17.
PICH, R. H.; VASCONCELLOS, Manoel; CULLETON, A. S.. Participação em banca de Henrique Joner. A filosofia da economia e o monopolio na Segunda Escolastica. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pos-Graduacao em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

18.
PICH, R. H.; CARMO, J. S.; MÜLLER, Felipe de Matos. Participação em banca de Pablo Fernando Campos Pimentel. Thomas Reid: o problema da inducao. 2015. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

19.
PICH, R. H.; MADARASZ, N.; AZEVEDO, M. A.. Participação em banca de Romualdo Monteiro dos Santos. A virtude socrática como fundamento de uma ética do cuidado de si. 2014. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

20.
PICH, R. H.. Participação em banca de Felipe Mendes Sozzi Miguel. Complexidade e o problema do mal. 2014. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

21.
PICH, R. H.; ZILLES, Urbano; CESCON, E.. Participação em banca de Leonardo Balbinot Turmina. O livre-arbitrio no pensamento de Tomas de Aquino. 2014. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

22.
PICH, R. H.; ZILLES, Urbano; SCHMITT, F.. Participação em banca de Josué Soares Flores. Maternidade de Deus em Juliana de Norwich. 2013. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

23.
PICH, R. H.; MÜLLER, Felipe de Mattos; CARMO, J. S.. Participação em banca de Jacson Jonas Faller. A concepcao de linguagem Thomas Reid. 2013. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

24.
PICH, R. H.; ZILLES, Urbano; STREFFLING, Sérgio Ricardo. Participação em banca de João Alberto Konzen. A teologia do Dia do Senhor em Santo Tomás de Aquino. 2012. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

25.
PICH, R. H.; PORTUGAL, Agnaldo Porto; GIMENEZ, M.. Participação em banca de Ílton de Queiroz Júnior. A filosofia da religião de Antony Flew - Do ateísmo ao deísmo. 2012. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade de Brasília.

26.
PICH, R. H.; STREFFLING, Sérgio Ricardo; HINRICHSEN, L. E.. Participação em banca de Marcelo Oliveira Ribeiro. O processo pedagógico em Agostinho de Hipona: uma leitura. 2011. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

27.
PICH, R. H.; PAINE, S. R.; PORTUGAL, Agnaldo Porto. Participação em banca de Paulo Estevao Tavares Cavalcanti. Contribuicao da percepcao para a justificacao da crenca em Deus: uma análise da epistemologia da religiao de William Alston. 2010. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia da UNB) - Universidade Federal de Brasília.

28.
PICH, R. H.; STEIN, E. J.; SCHNEIDER, Paulo Rudi. Participação em banca de Emanuel Bagetti Zeifert. Três temas de "Ser e Tempo" diante do método analítico-lingüístico. 2009. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

29.
PICH, R. H.; Brito, Adriano Naves de; ALMEIDA, Cláudio de. Participação em banca de Juliano Santos Carmo. Linguagem e realidade no Tractatus Logico-Philosophicus. 2009. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

30.
PICH, R. H.; ALMEIDA, Cláudio Gonçalves de; SARTORI, Carlos Augusto. Participação em banca de Kátia Martins Etcheverry. O fundacionismo clássico revisitado na epistemologia contemporânea. 2009. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

31.
PICH, R. H.; Reinholdo Ullmann; NAVES, Adriano. Participação em banca de Laura Patrício de Arruda. Interpretação Radical e Princípio de Caridade: Conceitos-Chave da Filosofia de Donald Davidson. 2008. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

32.
PICH, R. H.; LUPI, João; BRAIDA, Celso. Participação em banca de Leandro K. Pacheco. A objetividade da proposição futura em Aristóteles, Crisipo e Diodoro Cronos. 2005. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

33.
PICH, R. H.; BONI, Luis Alberto de; VASCONCELLOS, Manoel. Participação em banca de Cléber Duarte Coelho. A filosofia como modo de vida: Boécio e sua De philosophiae consolatione. 2004. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

34.
PICH, R. H.; DISCHINGER, Benno; BONI, Luís Alberto de. Participação em banca de Vagner Sassi. A praxis e a sua excelência dianoética na Ethica Nicomachea. 2003. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

35.
PICH, R. H.; STORCK, A. C.; BONI, Luís Alberto de. Participação em banca de Cléber Eduardo dos Santos Dias. O problema da universalização em alguns textos lógicos de Pedro Abelardo. 2003 - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

36.
PICH, R. H.; FLICKINGER, H.. Participação em banca de Vilson Joselito Schutz. Atualidade e possibilidade segundo Hans Georg Gadamer. 2003 - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

37.
PICH, R. H.; BONI, Luís Alberto de; STREFFLING, S. R.. Participação em banca de Rita de Cássia Cornejo da Silva. Justiça e paz na obra "A cidade de Deus" de Santo Agostinho. 2003. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

38.
PICH, R. H.; BONI, Luís Alberto de; LEITE JR., P.. Participação em banca de Eliane de Oliveira. Santo Anselmo e Gaunilo: análise do argumento ontológico a priori do Proslogion. 2002. Dissertação (Mestrado em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

39.
PICH, R. H.; STEIN, E. J.; HEBECHE, Luiz. Participação em banca de Leandro Beck Freiberg. Vorhandenheit e linguagem: anotações iniciais sobre o problema do "É" em Heidegger. 2002 - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

40.
PICH, R. H.; BONI, Luís Alberto de; MACIEL, S.. Participação em banca de Juracy Cipriano da Silva. O primado da vontade na ética de Guilherme de Ockham. 2002 - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Teses de doutorado
1.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; BORGES, R.; MÜLLER, Felipe de Matos; ETCHEVERRY, K. M.; RODRIGUES, T.; MADARASZ, N. R.. Participação em banca de Aline Isaia Splettstosser. Teoria da Sabedoria Fundante (Sabedoria em Heraclito). 2018. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

2.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; LUFT, Eduardo; PONTIN, F.; MADARASZ, N. R.; TERRA, C.. Participação em banca de Tiziana Coccheri. O signo e a experiencia: a logica semiotica de Charles Sanders Peirce. 2018. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

3.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; ROHDEN, L.; HELFER, I.; VIEIRA, L. A.; RUIZ, C. M. M. B.. Participação em banca de Leonardo Marques Kussler. A filosofia como mudança de morada do ser (metoikesis). 2018. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

4.
PERTILLE, J. P.; HELFER, I.; ROSENFIELD, D. L.; SILVA, F. G.; PICH, ROBERTO HOFMEISTER; ROSENFIELD, K. H. L.. Participação em banca de Gonzalo Tinajeros Arce. Guerra e colisão tragica na ideia de patriotismo, em Hegel. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; MÜLLER, Felipe de Mattos; OLIVEIRA, R. E.; GOUVEA, R. A. S.; SCHWEIKARD, D.. Participação em banca de Luiz Paulo da Cas Cichoski. The Ontological Structure of Collective Action. 2017. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

6.
PICH, R. H.; DOCA, F. M.; CULLETON, A. S.; OLIVEIRA, Nythamar de; STREFFLING, Sérgio Ricardo. Participação em banca de Lucas Duarte Silva. O direito de resistencia e o tiranicidio no pensamento no pensamento politico de Juan de Mariana: contextualizacao, apresentação e justificação do direito de resistencia. 2017. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

7.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; STORCK, A. C.; SCHMIDT, A. R.; TEIXEIRA, R. G.; FERREIRA FILHO, P. C.. Participação em banca de Diego Fragoso Pereira. Verbum interior em Agostinho de Hipona: um estudo sobre a genealogia do conceito. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

8.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; ALTMANN, S.; KLAUDAT, A. N.; FONSECA, R. D.; LOUZADO, G. L.. Participação em banca de Eduardo Ruttke von Saltiel. Ente necessário e razão: estudo sobre a noção de Deus em dois textos "pre-críticos" e na Critica da Razão Pura. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

9.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; PERINE, M.; OLIVEIRA, Nythamar de; BAVARESCO, A.; CARVALHO, H. B. A.. Participação em banca de Jose Elielton de Sousa. As virtudes da responsabilidade compartilhada: uma ampliação da teoria das virtudes de Alasdair MacIntyre. 2016. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

10.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; BAVARESCO, A.; SOUZA, D. G.; MALLMANN, M. I.; SALDANHA, J. M. L.. Participação em banca de Marco Aurélio de Medeiros Jordão. Bellum justum e a justificativa da guerra: um dilema na política internacional. 2016. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

11.
PICH, R. H.; LISBOA, W. B.; ZILLIG, R.; ZANUZZI, I.; ZINGANO, M. A. A.. Participação em banca de André Luiz Cruz Sousa. Kalokagathia, a virtude da alma humana: uma leitura da Ethica Eudemia VIII.3. 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

12.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; ZILLES, Urbano; CASTRO, F. C. L.; ROHDEN, L.; ROCHA, Gabriel. Participação em banca de Rudinei dos Santos Marques. A "henosis" plotiniana como exaltação da oralidade dialética de Platão. 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

13.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; ZANUZZI, I.; STORCK, A. C.; SCHMIDT, A. R.; TEIXEIRA, R. G.. Participação em banca de Rafael Koerig Gessinger. A causacao das virtudes: virtude adquirida e virtude infusa em Tomas de Aquino. 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

14.
PICH, R. H.; ZILLES, Urbano; ROHDEN, L.; OLIVEIRA, Nythamar de; FERRAZ, C.. Participação em banca de Carlos Frederico Lauer Garcia. Caridade e realismo: Pascal e Dostoievski. 2016. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

15.
PICH, R. H.; ZILLES, Urbano; HINRICHSEN, L. E.; CASTRO, F. C. L.; REIS, Émilien Vilas Boas. Participação em banca de Antonio Auresnedi Minghetti. De "Soliloquios" a Hermenéutica de Si-Mesmo: via Aurelio Agostinho a alteridade / ipseidade de Paul Ricoeur. 2016. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

16.
PICH, R. H.; CULLETON, A. S.; STORCK, A. C.; LEITE JR., P.; DOCA, F. M.. Participação em banca de Márcio Paulo Cenci. A atenção intencional na teoria da cognição de Pedro de João Olivi. 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

17.
PICH, R. H.; SINNER, R. V.; ANDRADE, A. P.; BOBSIN, O.; JUNQUEIRA, S. R. A.. Participação em banca de Antonio Nunes Pereira. A hegemonia catolica como risco ao principio da laicidade no ensino religioso brasileiro. 2015. Tese (Doutorado em Teologia) - Faculdade EST.

18.
PICH, R. H.; ZILLES, Urbano; SOUZA, R. T.; PAVIANI, J.; ROHDEN, L.. Participação em banca de Gabriel Rodrigues Rocha. O dominio de si mesmo (enkrateia) como condição ética na filosofia de Platão". 2015. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

19.
PICH, R. H.; SCHMITT, F.; KLEIN, R.; WESTHELLE, V.; HILLESHEIM, V.. Participação em banca de Everton Nery Carneiro. O esquartejado e o crucificado: narrativas miticas transgressoras. 2015. Tese (Doutorado em Teologia) - Faculdade EST.

20.
PICH, R. H.; STEIN, E. J.; ROHDEN, L.; OLIVEIRA, Nythamar de; HERMANN, N. M. A.. Participação em banca de Viviane Magalhaes Pereira. Hermeneutica, etica e dialogo - Gadamer e a releitura da filosofia pratica de Platao e Aristoteles. 2015. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

21.
LUFT, Eduardo; Hobuss, João; OLIVEIRA, Nythamar de; JUNGES, R.; PICH, R. H.. Participação em banca de Mauro Godoy Prudente. A influencia do cinismo sobre a doutrina aristotelica do spoudaios exposta na Etica a Nicomaco. 2014. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

22.
STORCK, A. C.; CULLETON, A. S.; VASCONCELLOS, Manoel; PICH, R. H.; STREFFLING, S. R.. Participação em banca de Fernando Rodrigues Montes D'Oca. O pensamento etico de Santo Anselmo de Cantuaria: uma defesa do deontologismo mitigado. 2014. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

23.
PICH, R. H.; STORCK, A. C.; CULLETON, A. S.; LISBOA, W. B.; MCDOWELL, P.. Participação em banca de Antônio Carlos de Madalena Genz. O experimento do Homem Suspenso no Livro da Alma: intelecção como presença. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

24.
PICH, R. H.; STREFFLING, Sérgio Ricardo; CULLETON, A. S.; OLIVEIRA, Nythamar de; ZILLES, Urbano. Participação em banca de Lucio Alvaro Marques. Erotica e ontologia - Um ensaio sobre a questo da ontoteologia no pensamento de Origenes de Alexandria. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

25.
PICH, R. H.; ZILLES, Urbano; STREFFLING, S. R.; LEITE JR., P.; HINRICHSEN, L. E.. Participação em banca de Antonio Carlos Kondracki Alcântara. O processo de conversão a Deus pela via racional e mística. 2012. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

26.
PICH, R. H.; Brito, Adriano Naves de; MÜLLER, Felipe de Matos; OLIVEIRA, Nythamar de; SAUCEDO, R.. Participação em banca de Juliano Santos do Carmo. Sobre a normatividade do significado: uma pseudo-restricao à semântica naturalizada. 2012. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

27.
PICH, R. H.; ZILLES, Urbano; STREFFLING, Sérgio Ricardo; CULLETON, A. S.; HINRICHSEN, L. E.. Participação em banca de Ricardo Antônio Rodrigues. A pessoa humana é relação: a dignidade e a responsabilidade humana na cosmovisão de São Boaventura. 2011. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

28.
PICH, R. H.; CUTER, J. V. G.; SOUTIF, L.; MACDOWELL, J. A. A.; PORTUGAL, Agnaldo Porto. Participação em banca de Maurício Mota Saboya Pinheiro. A abordagem das práticas doxásticas à epistemologia de William Payne Alston: uma interpretação a partir da leitura de Thomas Reid. 2011. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

29.
PICH, R. H.; LUFT, Eduardo; LEITE JR., P.; BAVARESCO, A.; STEIN, Sofia Inês Albornoz. Participação em banca de Sandra Maria de Oliveira. A linguagem em Quine. 2011. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

30.
PICH, R. H.; SOUZA, R. T.; BAVARESCO, A.; SANTOS, R. dos; FABRI, M.. Participação em banca de Fabiano Pures Paes. Elementos da fundamentação do trabalho em Herbert Marcuse e seus efeitos na lógica social do consumo fundamentada por Jean Baudrillard. 2010. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

31.
PICH, R. H.; ZILLES, Urbano; LEITE JR., P.; STREFFLING, Sérgio Ricardo; CULLETON, A. S.. Participação em banca de Émilien Vilas Boas Reis. "A faculdade da vontade na polêmica antipelagiana em Santo Agostinho". 2010. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

32.
PICH, R. H.; KNUUTTILA, Simo; MEIRINHOS, J. F. P.; MIGUENS, Sofia. Participação em banca de José Filipe Silva. The Human Soul in Robert Kilwardby's Natural Philosophy and Theology. 2009. Tese (Doutorado em Doutorado em Filosofia) - Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

33.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; LUFT, Eduardo; HELFER, I.; OLIVEIRA, Nythamar de; KLOTZ, H. C.. Participação em banca de Thiago Suman Santoro. Sobre a fundamentação do conhecimento: Fichte e a intuição intelectual. 2009. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

34.
LUFT, Eduardo; ZILLES, Urbano; NAVES, Adriano; SILVA FILHO, Olavo Leopoldino da; PICH, R. H.. Participação em banca de Elói Pedro Fabian. A aproximação de Popper com a epistemologia evolucionária. 2008. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

35.
LUFT, Eduardo; ZILLES, Urbano; STEIN, Sofia Inês Albornoz; GALLINA, Albertinho Luiz; PICH, R. H.. Participação em banca de Remi Schorn. O problema da verdade do conhecimento no racionalismo crítico. 2008. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

36.
PICH, R. H.; ALMEIDA, Cláudio; LUZ, Alexandre Meyer; LUFT, Eduardo; NAVES, Adriano. Participação em banca de Carlos Augusto Sartori. Sobre a viabilidade do fundacionismo epistêmico moderado. 2006. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

37.
PICH, R. H.; BONI, Luis Alberto de; GUERIZOLI, Rodrigo; ALMEIDA, Cláudio de; VASCONCELLOS, Manoel. Participação em banca de Pedro Gilberto da Silva Leite Júnior. A teoria da conotação de Ockham: uma interpretação propositiva. 2005. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

38.
PICH, R. H.; DISCHINGER, Benno; ALMEIDA, Cláudio de; OLIVEIRA, Nythamar de; RODRIGUES, Fernando Augusto da Rocha. Participação em banca de Nazareno de Almeida. O princípio de verdade. Ensaio de reconstrução filosófica da teoria aristotélica da verdade. 2005. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

39.
PICH, R. H.; CAMPOS, Jorge; ALMEIDA, Cláudio de; ZILLES, Urbano; HEBECHE, Luiz. Participação em banca de Heloísa Helena Duval de Azevedo. Wittgenstein e uma perspectiva fenomenológica. 2005. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

40.
PICH, R. H.; FLORES, Tito Alencar; MÜLLER, Felipe de Mattos; ALMEIDA, Cláudio de; LUFT, Eduardo. Participação em banca de João Batista Sieczkowski. A racionalidade egocêntrica de Richard Foley. 2005. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

41.
PICH, R. H.; BONI, Luis Alberto de; VASCONCELOS, Manoel; ZILLES, Urbano; NASCIMENTO, Carlos Arthur Ribeiro Do. Participação em banca de Idalgo Sangalli. A felicidade em Sigério de Brabante. 2004. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

42.
PICH, R. H.; ALMEIDA, Cláudio; LUZ, Alexandre Meyer da; CAMPOS, Jorge; LUFT, Eduardo. Participação em banca de Filipe de Mattos Müller. Deontologismo epistêmico. 2004. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

43.
PICH, R. H.; ALMEIDA, Cláudio; FARIA, Paulo Estrello; CAMPOS, Jorge; LUFT, Eduardo. Participação em banca de Tito Alencar Flores. Racionalidade epistêmica e o processo de justificação. 2004. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

44.
PICH, R. H.; BONI, Luis Alberto de; ZILLES, Urbano; STREFFLING, Sérgio Ricardo; MENDOZA, Celina. Participação em banca de Jan Ter Regen. O Pseudo-Aristóteles: a origem e o objetivo de algumas obras do Pseudo-Aristóteles. 2004. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

45.
PICH, R. H.; SOUZA, D. G.; AQUINO, M.; SOUZA, R. T.; PERINE, M.. Participação em banca de Bruno Odélio Birck. A possibilidade de uma fenomenologia hermenêutica do sagrado a partir de Paul Ricoeur e Rudolf Otto. 2003. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

46.
PICH, R. H.; BONI, Luís Alberto de; SOUZA, D. G.; DAMICO, C.; SCHAEFFER, O.. Participação em banca de Manoel Luís Cardoso Vasconcellos. O esforço dialético no Monologion de Anselmo de Aosta. 2003 - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

47.
PICH, R. H.; BERTELLONI, F.; BONI, Luís Alberto de; FLICKINGER, H.; NEDEL, J.. Participação em banca de Alfredo Santiago Culleton. A fundamentação ockhamiana do direito natural. 2003 - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

48.
PICH, R. H.; FARIA, Paulo Estrello; DUTRA, Luís Henrique; LUFT, Eduardo; ALMEIDA, Cláudio de. Participação em banca de Alexandre Meyer Luz. Conhecimento e virtude: duas noções de virtude intelectual na epistemologia contemporânea. 2003. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Qualificações de Doutorado
1.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; BORGES, R.; MADARASZ, N. R.. Participação em banca de Aline Isaia Splettstosser. Sabedoria em Heraclito. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

2.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; CASTRO, F. C. L.; STEIN, E. J.. Participação em banca de Emanuel Baguetti Zeifert. Fenomenologia Hermenêutica e Filosofia Estrutural Sistemática: Tentativas de Aproximação. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

3.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; STORCK, A. C.; SCHMIDT, A. R.. Participação em banca de Rafael Koerig Gessinger. A causacao das virtudes: virtude adquirida e virtude infusa em Tomas de Aquino. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
PICH, R. H.; ROSENFIELD, K. H. L.; PERTILLE, J. P.; SILVA, F. G.. Participação em banca de Gonzalo Tinajeros Arce. Guerra e colisao tragica na ideia de patriotismo em Hegel. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
PICH, R. H.; OLIVEIRA, Nythamar de; CULLETON, A. S.. Participação em banca de Lucas Duarte da Silva. O direito de resistencia e o tiranicidio no pensamento no pensamento politico de Juan de Mariana (S.J.): contextualizacao, apresentação e a justificação do direito de resistencia. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

6.
PICH, R. H.; OLIVEIRA, R. E.; MÜLLER, Felipe de Matos. Participação em banca de Luiz Paulo Da Cas Cichoski. Individuation and Collective Action. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

7.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; ZILLES, Urbano; CASTRO, F. C. L.. Participação em banca de Rudinei dos Santos Marques. A hénôsis plotiniana como exaltação das doutrinas não escritas de Platão. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

8.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; ZILLES, Urbano; JESUS, Luciano Marques de. Participação em banca de Carlos Frederico Lauer Garcia. Caridade e realismo: Pascal e Dostoievski. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

9.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; ROHDEN, L.; STEIN, E. J.. Participação em banca de Viviane Magalhaes Pereira. Hermeneutica, etica e dialogo - Gadamer e a releitura da filosofia pratica de Platao e Aristoteles. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

10.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; LUFT, Eduardo. Participação em banca de Marcio Soares. Construção e critica da teoria das ideias na filosofia de Platão: dos diálogos intermediários a primeira parte do Parmenides. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

11.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; ALMEIDA, Cláudio Gonçalves de; LUFT, Eduardo. Participação em banca de Emerson Valcarenghi. O confiabilismo processual de A. I. Goldman e o problema da generalidade. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

12.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; BONI, Luis Alberto de; SOUZA, D. G.. Participação em banca de Manoel Luis Cardoso Vasconcellos. O esforço dialético no Monologion de Anselmo de Aosta: as relações entre fe, razão e autoridade. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

13.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; BONI, Luis Alberto de; OLIVEIRA, Nythamar de. Participação em banca de Alfredo Santiago Culleton. A fundamentacao ockhamiana do direito natural ou os conceitos de ius e lex no paradigma ockhamiano. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Qualificações de Mestrado
1.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; HAMMES, E. J.. Participação em banca de Jose Gabriel Perisse Madureira. O encontro como categoria teologica a partir da obra de Alfonso Lopez Quintas. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em PPG em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

2.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; FONTOURA, F. C.; ROCHA, G. R.. Participação em banca de Diogo daLuz. Pathos - Disturbio passional e terapia em Epicteto. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

3.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; BORGES, R.; NEIVA, A. L.. Participação em banca de Danusia Braeske Pulla. Pode uma visão incompatibilista de liberdade fazer sentido? Um estudo a partir de Robert Kane. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

4.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; SOUSA, R. F.; HINRICHSEN, L. E.. Participação em banca de Iuri Coelho Oliveira. A teoria da causalidade no argumento teista de Joao Duns Scotus. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

5.
PICH, R. H.; ROHDEN, L.; HELFER, I.. Participação em banca de Juliana Conceicao Moreira. A filosofia como exercício para a morte no "Fedon" de Platão". 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pos-Graduacao em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

6.
PICH, R. H.; CASTRO, F. C. L.; ROCHA, G. R.. Participação em banca de Bruna Nery Pormann. Filosofia como a arte do bem viver: uma perspectiva aristotélica. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

7.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; CASTRO, F. C. L.; ROCHA, G. R.. Participação em banca de Fernando Carbonell da Fontoura. A arte do bem viver em Epicteto: uma abordagem. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

8.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; HAMMES, E. J.. Participação em banca de Jocimar Romio. Jesus nasceu e morreu: nada maior nem mais justo pode ser pensado. A cristologia de Anselmo de Aosta. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em PPG em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

9.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; RAMOS, A. Z.; THEOBALDO, M. C.. Participação em banca de Savio Laet de Barros Campos. A etica filosofica de Tomas de Aquino. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

10.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; ETCHEVERRY, K. M.; MÜLLER, Felipe de Matos. Participação em banca de Pablo Fernando Campos Pimentel. Thomas Reid: o problema da inducao. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

11.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; OLIVEIRA, R. E.; ROSA, L. F. M.. Participação em banca de Felipe Mendes S. Miguel. Complexidade, contrafactuais da liberdade e o problema do mal. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; BIRCK, B. O.; SARDI, S. A.. Participação em banca de Matheus Silveira Lopes.A educação do imaginario em G. K. Chesterton: A ortodoxia dos contos de fadas e dos romances na literatura clássica. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Departamento de Filosofia - Escolas de Humanidades da PUCRS) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

2.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; PONTIN, F.; WEBER, T.. Participação em banca de Giovane Martins Vaz dos Santos.A possibilidade de uma interpretação pluralista de J. S. Mill a partir de I. Berlin. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Departamento de Filosofia - Escolas de Humanidades da PUCRS) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

3.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; NEIVA, A. L.; SARDI, S. A.. Participação em banca de Darlan Heleno Schwaab.Existencia e realidade: sobre "o que existe", segundo Meinong, Quine e Lewis. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Departamento de Filosofia - Escolas de Humanidades da PUCRS) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

4.
PICH, R. H.; HINRICHSEN, L. E.; ALT, G. J. R.. Participação em banca de Edelberto Garcete Ramos.A metafisica do mal em Santo Agostinho. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

5.
PICH, R. H.; BIRCK, B. O.; MADUREIRA, J. G. P.. Participação em banca de Luiz Filipe Lucas Licidonio.A critica de G. K. Chesterton ao ateismo. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

6.
PICH, R. H.; JESUS, Luciano Marques de; ALT, G. J. R.. Participação em banca de Marli Rosane Rigo.Ockham e Frege: Suposicao (suppositio), sentido e referencia, "Sinn und Bedeutung": um breve estudo semantico. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

7.
PICH, R. H.; HINRICHSEN, L. E.; VAHL, M. J.. Participação em banca de Everaldo da Luz Brito.Da origem e da natureza da alma segundo Santo Agostinho. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

8.
PICH, R. H.; HAAG, N.; HINRICHSEN, L. E.. Participação em banca de Guido Jose Rey Alt.Unidade e argumento da teoria agostiniana da vontade no dialogo filosófico-teologico De libero arbitrio. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

9.
PICH, R. H.; HINRICHSEN, L. E.; SOUZA, E. K. F.. Participação em banca de Agustín Marquez Abad.A existência de Deus em Santo Agostinho. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

10.
PICH, R. H.; HINRICHSEN, L. E.; HAAG, N.. Participação em banca de Ezequiel Ezidro Perin.A existencia de Deus no Proslogion de Santo Anselmo de Cantuaria. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

11.
PICH, R. H.; HINRICHSEN, L. E.; OLIVEIRA, Nythamar de. Participação em banca de Alex Machado da Silveira."A vontade em Santo Agostinho: um estudo da liberdade via investigacao dos movimentos da alma". 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

12.
PICH, R. H.; CULLETON, A. S.; ZILLES, Urbano. Participação em banca de Renata Floriano de Sousa.Debate em torno da teoria da escravidao natural de Aristoteles e a guerra justa: Vitoria, Las Casas e Sepulveda. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

13.
PICH, R. H.; MÜLLER, Felipe de Matos; Montes D'Oca, F. R.. Participação em banca de Gabriela Roth.A visao de Robert Kane sobre o problema da vontade livre. Uma defesa a teorias libertaristas incompatibilistas. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

14.
PICH, R. H.; ZILLES, Urbano; CULLETON, A. S.. Participação em banca de Pablo Fernando Campos Pimentel.A questao sobre o possível e o impossível em Joao Duns Scotus e a crítica a Henrique de Gand. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

15.
PICH, R. H.; HINRICHSEN, L. E.; WOHLGEMUTH, G. T.. Participação em banca de Gustavo Alves Batista.Santo Agostinho - O itinerário da razao em busca de Deus. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

16.
PICH, R. H.; HINRICHSEN, L. E.; HAAG, N. R.. Participação em banca de Edivelton Flores Pinto.O livre-arbítrio da vontade em Santo Agostinho. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

17.
PICH, R. H.; ALMEIDA, Cláudio Gonçalves de; MÜLLER, Felipe de Mattos. Participação em banca de Eduardo Alcides Peter.A anulabilidade epistemológica em Peter Klein. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

18.
ALMEIDA, Cláudio; LUFT, Eduardo; PICH, R. H.. Participação em banca de Adriano Hidalgo Borba.A Proposta Contextualista da Justificação Epistêmica. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

19.
PICH, R. H.; MÜLLER, Felipe de Matos; ALMEIDA, Cláudio Gonçalves de. Participação em banca de Kátia Martins Etcheverry.O problema da justificação epistêmica: a solução confiabilista de Alvin I. Goldman. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

20.
PICH, R. H.; ALMEIDA, Cláudio de; MÜLLER, Felipe de Mattos. Participação em banca de Rodrigo Borges.O problema do regresso das razões reconsiderado. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
PICH, R. H.; GUERIZOLI, Rodrigo; FILHO, Juvenal Savian; PUENTE, F. R.; SANTOS, Ernesto Perini Frizzera da Mota. Concurso Público para Professor Adjunto do Departamento de Filosofia da UFMG. 2009. Universidade Federal de Minas Gerais.

2.
PICH, R. H.; Hobuss, João; FILHO, Juvenal Savian; VASCONCELLOS, Manoel. Concurso público para professor adjunto na área de Ética Antiga e Medieval. 2008. Universidade Federal de Pelotas.

3.
PICH, R. H.; LEITE, José Carlos; FREIRE, Roberto de Barros. Concurso Público para Professor Adjunto na Área de Lógica, Faculdade de Filosofia da Universidade Federal do Mato Grosso. 2005. Universidade Federal de Mato Grosso.

Outras participações
1.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. External Reviewer, Application to Professorship B, National University of Ireland at Maynooth. 2016. National University of Ireland Maynooth.

2.
PICH, R. H.; OLIVEIRA, Nythamar de. Avaliação de Trabalhos Bolsistas PIBIC / CNPq, Salao de Pesquisa da EST. 2016. Faculdade EST.

3.
MÜLLER, Felipe de Mattos; OLIVEIRA, Nythamar de; PICH, R. H.. Avaliacao de Iniciacao Cientifica CNPq/FAPERGS da Pontificia Universidade Catolica do Rio Grande do Sul. 2014. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

4.
PICH, R. H.. Membro do Comite Interno de Avaliacao Bolsas IC PIBIC-PIBITI CNPq / PUCRS 2014-2015. 2014. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

5.
PICH, R. H.; MÜLLER, Felipe de Mattos. Avaliador no XIII Sãlão de iniciação Científica da PUCRS. 2012. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

6.
PICH, R. H.. Membro do Comitê Interno de Avaliação dos Projetos PIBIC/CNPq/PUCRS 2012-2013. 2012. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

7.
PICH, R. H.; LUFT, Eduardo. III Mostra de Pesquisa da Pós-Graduação da PUCRS. 2008. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

8.
PICH, R. H.; LUFT, Eduardo. IX Salão de Iniciação Científica da PUCRS. 2008. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

9.
PICH, R. H.; LUFT, Eduardo. II Salão de Pesquisa da Pós-Graduação da PUCRS. 2007. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

10.
PICH, R. H.; BONI, Luis Alberto de; LUFT, Eduardo. V Salao de Iniciação Científica da PUCRS. 2004. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
41. Koelner Mediaevistentagung, 10.-14. September 2018 - Die Bibliothek: Denkraeume und Wissensordnungen.Books and Libraries in South American Colonial Convents and Universities: How, Why, and What?. 2018. (Encontro).

2.
Identidades Latino-Americanas I, 29 de agosto de 2018.Sobre as "Historias das Indias": notas sobre a narrativa histórica, padroes de historia humana e filosofia da historia. 2018. (Simpósio).

3.
III Coloquio Brasileiro sobre Epicteto.A "prohairesis" de Epicteto e a "voluntas" de Agostinho: aproximações e diferenças. 2018. (Simpósio).

4.
Internationales Kolloquium - Zwei Bibliotheken: Erfurt und Kues, 10. September 2018. 2018. (Simpósio).

5.
Past and Future: Medieval Studies Today - 6th. European Congress of Medieval Studies of the FIDEM, September 2-5, 2018. Coercion and the Limits of Voluntariness: The Scotist Philosophical Background of Baptism Practices by Franciscan Missionaries in 16th.-17th. Century Latin America. 2018. (Congresso).

6.
Transmitting a Heritage: The Teaching of Ancient Languages from Antiquity to the 21st. Century - Fourth Interdisciplinary Conference at Polis Institute, April 16-17, Jerusalem 2018.Latin Teaching and Latin Academic Culture in Colonial Latin America. 2018. (Simpósio).

7.
XII Coloquio Antero de Quental, 07-11 de maio de 2018, Faculdade Dom Luciano Mendes (Mariana / MG).Historiografia e hermenêutica da filosofia brasileira segundo Jorge Jaime. 2018. (Simpósio).

8.
Coloquio "La Filosofia de Juan de Fuica, Escotista Chileno del Siglo XVII".Ioannes de Fuica sobre o objeto da metafisica e os entes de razao. 2017. (Encontro).

9.
I Encontro Internacional Pensar o Barroco em Portugal - Os fundamentos antropologicos e teoricos do pensamento juridico e politico em Francisco Suarez e na Segunda Escolastica: Contexto e Projecoes / IV Centenario da Morte de Francisco Suarez (1548-1617).On the Footsteps of Suarez Probabilistic Thought in Morality and Law: Diego de Avendano S.J. (1594-1688) on Good Conscience, Legal Obligation, and Moral Freedom. 2017. (Encontro).

10.
I Encontro Internacional Pensar o Barroco em Portugal - Os fundamentos antropologicos e teoricos do pensamento juridico e politico em Francisco Suarez e na Segunda Escolastica: Contexto e Projecoes IV Centenario da Morte de Francisco Suarez (1617-2017).Moderacao Feita no dia 28 de junho, 11:30 - 13:00, Sala EC105, Universidade Católica Portuguesa. 2017. (Encontro).

11.
II Coloquio Etica do Bem Viver: A Tranquilidade da Alma.A "tranquilidade da alma" no pensamento de Agostinho. 2017. (Encontro).

12.
IV Simposio de Filosofia Patristica e Medieval: Filosofis e Trindade.Joao Duns Scouse a metafisica da Trindade: alguns temas fundamentais. 2017. (Simpósio).

13.
I Workshop Cognicao e Conhecimento na Idade Media.Scotus sobre o status ontologico de atos cognitivos em Quodl. XIII. 2017. (Oficina).

14.
i Workshop em Filosofia e Probabilidade.Probabilidade, Conhecimento Moral e Dever. 2017. (Encontro).

15.
Simpósio Internacional 500 Anos da Reforma Luterana: Heranças e Desafios / Controvérsias Edificantes em Temas da Teologia, Filosofia e Sociedade, 04?05 de Outubro de 2017.Revisiting the Topic of a "Lutheran Epistemology", or: "Reason is a Whore". 2017. (Simpósio).

16.
Simposio Internacional Reforma e Modernidade: Historia e Presente - O Significado de Lutero para a America Latina Moderna.Lutero como pensador da liberdade: ambiguidades. 2017. (Simpósio).

17.
Subtle Subversions: Resisting Colonialism Through Religion - The Impact of the Colonization Period on the Development of a Religious Language.The Scholastica colonialis and the Forming of Religious Language in 16th-17th Century South America. 2017. (Oficina).

18.
The Europe of Logic - Medieval and Early Modern Aristotelian Traditions in Context.Structure and Groundworks of the First Peruvian and Scotist Logic Published in South America. 2017. (Simpósio).

19.
VIII Coloquio Internacional IHU / XX Coloquio Filosofia UNISINOS - Metafisica e Filosofia Pratica / A Atualidade do Pensamento de Francisco Suarez, 400 Anos Depois, 25-28.09. Suarez na Escolastica Latino Americana. 2017. (Congresso).

20.
VIII Coloquio Internacional IHU / XX Coloquio Filosofia UNISINOS - Metafisica e Filosofia Pratica / A Atualidade do Pensamento de Francisco Suarez, 400 Anos Depois, 25-28.09. Francisco Suárez on the Analogy of Being (Lecture by Prof. Dr. Victor Salas). 2017. (Congresso).

21.
Workshop Pensares Coloniales - Explorando Nuestro Patrimonio Filosofico.Sobre o objeto da lógica e o ente de razão em autores escolásticos neogranadinos: uma introdução. 2017. (Oficina).

22.
XIV International Congress of the SIEPM: Homo - natura - mundus: Human Beings and their Relationships. Diego de Avendano's S.J. Probabilistic Understanding of Law and its Effects on Juridical Hermeneutics. 2017. (Congresso).

23.
Brazilian Humboldt Kolleg 2016 "Environments: Technoscience and its Relation to Sustainability, Ethics, Aesthetics, Health and the Human Future.Peace and Just Peace. 2016. (Encontro).

24.
Coloquio "Scholastica Brasilis".Notas sobre o ensino da metafisica no Brasil colonial. 2016. (Simpósio).

25.
II Seminario de Filosofia Politica na Escolástica Moderna: Sobre Guerras e Religioes."Notas sobre o "ius post bellum": entre a reparacao e a vinganca". 2016. (Seminário).

26.
Individualidad y Person - Singularidad: Convergencia entre Filosofia, Teologia y Ciencia.Individuo e pessoa na metafísica de Joao Duns Scotus. 2016. (Encontro).

27.
I Seminario de Etica Antiga da PUCRS: Etica do bem viver - Terapia das paixões.A filosofia como modo de viver: o pensamento de Pierre Hadot. 2016. (Seminário).

28.
Scholastica colonialis - Die Rezeption der aristotelischen Politik im frühneuzeitlichen Latinamerika.The Aristotelian Background of Diego de Avendaño's Account of Law. 2016. (Encontro).

29.
Second International Workshop of the Society for the Study of Medieval Thought in the Americas.On the Scotist Metaphysics of Ioannes de Fuica O.F.M. (17th. Century, Santiago de Chile). 2016. (Encontro).

30.
SImposio Internacional: Filosofia Politica/Juridica - Derecho Indiano.El transfondo aristotelico del pensamiento moral y legal de Diego de Avendano. 2016. (Simpósio).

31.
The XXII Annual Colloquium of the SIEPM: "Pseudo-Aristotle in Medieval Thought".Comentarios as exposições e participação na Reunião Anual do Bureau da SIEPM. 2016. (Encontro).

32.
Workshop Internacional - Aristotelismo Politico e Pensamento Politico na Escolastica Moderna.The Political ideas of Aristotle in the Works of Juan de Solorzano y Pereira. 2016. (Encontro).

33.
X Encuentro Internacional de Estudios Clasicos - Sociedad Boliviana de Estudios Clasicos.The Aristotelian Background of Diego de Avendano's Moral and Legal Thought. 2016. (Encontro).

34.
XVII Encontro Nacional da ANPOF.Alfonso Briceno O.F.M. (1587-1668) sobre a distincao modal. 2016. (Encontro).

35.
XXII Annual Colloquium of the SIEPM "Pseudo-Aristotelian Texts in Medieval Thought", 28-30 September, 2016. 2016. (Encontro).

36.
50th. International Congress on Medieval Studies, May 14-17. Alfonso Briceno OFM (1587-1668) on John Duns Scotus's Philosophical Theology: The Case of Infinity, Divine Relations, and Transcendental Disjunctive Properties. 2015. (Congresso).

37.
Colóquio Richard Swinburne.Remarks on Swinburne's Substance Dualism. 2015. (Encontro).

38.
FIDEM Annual Meeting - Varieties of Readings of Medieval Sources.Alfonso Briceno (1587-1668) on John Duns Scotus's Metaphysics: On Modes of Being, Infinity, and Transcendental Disjunctive Properties. 2015. (Encontro).

39.
First Workshop "Society for the Study of Medieval Thought in the Americas".Alfonso Briceno OFM (1587-1668) on John Duns Scotus's Philosophical Theology: The Case of Infinity, Divine Relations, and Transcendental Disjunctive Properties. 2015. (Oficina).

40.
I Seminario de Filosofia Politica na Escolastica Moderna - Sobre Guerras e Religioes.O tema da guerra justa na filosofia medieval. 2015. (Seminário).

41.
Problemas de Etica Teorica e Aplicada - II Encontro de Pesquisadores dos Programas de Pos-Graduacao em Filosofia do Rio Grande do Sul.Vontade, dominio de si e virtude em Epicteto e Agostinho. 2015. (Encontro).

42.
Seminário Internacional Scholastica Iberica et Scholastica Colonialis: New Trends of Research.Notas sobre Ioannes de Fuica OFM (Santiago de Chile, séc. 17), o objeto da metafísica e o ente possível. 2015. (Seminário).

43.
Simposio Internacional "Logica y Etica en los Maestros de Artes Parisienses"."The Scotist Logic of Jeronimo Valera O.F.M. (1568-1625): Logic of Categories or Transcendental Logic?". 2015. (Simpósio).

44.
Tolerance and Concepts of Otherness in Medieval Philosophy.Tolerance in First and Second Scholasticism: Some Major Problems. 2015. (Encontro).

45.
V Coloquio Internacional de Filosofia Medieval da PUCRS - Recepcao e Desenvolvimento da Metafisica de Joao Duns Scotus nos Seculos 14-18.On the Tractatus de distinctionibus et formalitatibus of Alphonsus Briceno OFM (1587-1668) and its Role in his Controversiae". 2015. (Encontro).

46.
Workshop Internacional: A Recepcao do Pensamento Politico de Aristoteles na Escolastica Latino-Americana".Aristotle's Political Thought in Las Casas's De unico modo... and De regia potestate". 2015. (Seminário).

47.
Contemplation and Philosophy: Scholastic and Mystic Modes of Medieval Philosophical Thought.Alphonsus Briceno, OFM (1587-1668) and the Epistemological Groundwork of the Vision of God. 2014. (Encontro).

48.
I Coloquio Internacional "El Pensamiento Filosófico y Político en la Escolástica Colonial latinoamericana Siglos XVI-XVIII", 22-24 de setembro de 2014.Jerónimo Valera (1568-1625) e os dilemas lógicos e metafísicos da categoria de quantidade. 2014. (Encontro).

49.
III Congresso internacional de Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável. Ética Ambiental: Crise Ecológica ou Reação Jurídica?. 2014. (Congresso).

50.
On Doubt and Certainty: Epistemology and Ethics - I International Colloquim of Medieval Philosophy at the UNISINOS.Diego de Avendano on Probabilism and Moral Knowledge. 2014. (Encontro).

51.
Philosophy of Religion in Latin America and Europe - A Dialogue on Current Issues and Developments: Reason as a Mediator between Religions and Cultures.Jose de Acosta's Conception of True Religion and Religious Truths - A View on the Debate in 16th. Century Latin-American Scholasticism. 2014. (Encontro).

52.
Reuniao do Bureau da SIEPM, 23 de Agosto de 2014.Oral Presentation, Report of Publications (Series Rencontres) and Report of the World Congress of the SIEPM, 2017, in Porto Alegre / Brazil. 2014. (Outra).

53.
Reuniao do Comite da FIDEM, 23-25 de maio de 2014.Participacao, como membro permanente do Comite da FIDEM, na Reuniao do Comite da FIDEM, 23-25 de maio de 2014. 2014. (Outra).

54.
Workshop "Aurelio Agostinho: De diversis quaestionibus ad Simplicianum"."Paulo e Agostinho sobre a condicao da vontade segundo a Carta aos Romanos 7.7-25". 2014. (Outra).

55.
Workshop "Escolastica Colonial e Escravidao Negra"."Epifanio de Moirans O.F.M. Cap. sobre bens fundamentais e escravidao negra". 2014. (Encontro).

56.
XVI Encontro da ANPOF."De novo a cognitio intuitiva: notas sobre a posicao de Joao Duns Scotus em seus Quodlibeta". 2014. (Encontro).

57.
XX Annual SIEPM Colloquium - The Origin and Nature of Language and Logic in Medieval Islamic, Jewish, and Christian Thought.Participacao na forma de mediacoes. 2014. (Encontro).

58.
15o. Encontro Internacional sobre Pragmatismo - 15th. International Meeting on Pragmatism.Thomas Reid (1710 - 1796) sobre a natureza e a possibilidade da linguagem - Thomas Reid (1710 - 1796) on the Nature and Possibility of Language. 2013. (Encontro).

59.
5th International Congress of Medieval Studies - FIDEM: Secrets and Discovery in the Middle Ages. O Novo Mundo na História: Sobre a Filosofia da História de José de Acosta (1540-1600). 2013. (Congresso).

60.
Conferencia Internacional: Excelencia, Internacionalizacao e Responsabilidade: Perspectivas da Cooperacao Cientifica entre Brasil e Alemanha: Alexander von Humboldt Stiftung e KAAD.Chair: Universidade como organizacao Mundial, palestra do Prof. Dr. Rudolf Stichweh (Universidade de Bonn). 2013. (Simpósio).

61.
Humboldt Kolleg 2013 - Science & Technology in Contemporary Life: Impacts and Horizons. 2013. (Encontro).

62.
I Encontro Interamericano de Filosofia Medieval - Etapa 1: De potentia Dei - Metaphysics and Ethics in the Middle Ages.The Scotist Account of Jeronimo Valera (1568 - 1625) on Omnipotence and the Conservation of Real Relations. 2013. (Encontro).

63.
XIV Congreso Nacional de Filosofia - Reconocimiento, Justicia y Exclusion. Universidad Nacional Maior de San Marcos, 19-23 de agosto de 2013. Jeronimo Valera (1568 - 1625) sobre o objeto da logica. 2013. (Congresso).

64.
XIX Coloquio Anual de la SIEPM - La legitimacion del poder politico en el pensamiento medieval.Presidente - Jueves, 19 Septiembre. 2013. (Encontro).

65.
Causalidad, naturaleza y libertad - De Duns Escoto a Francisco Suárez.Scotus sobre liberdade e indeterminação: um modelo de incompatibilismo libertarista. 2012. (Simpósio).

66.
Colóquio Internacional "Pensamiento Colonial-Barroco. Balance y Perspectivas".Alfonso Briceno (1587-1668): sobre la historia del pensamiento franciscano y Juan Duns Escoto como su representante. 2012. (Simpósio).

67.
Colóquio Internacional Justica, Democracia e Política, PPF em Filosofia da PUCRS.Debatedor da palestra do Prof. Dr. Douglas Ferreira Barros, "Conflito, espaco político e justica: a imparcialidade como problema". 2012. (Simpósio).

68.
De Natura - VI Congreso Internacional de la Sociedad de Filosofía Medieval. Contingencia y conocimiento de la naturaleza: Escoto y algunos escotistas. 2012. (Congresso).

69.
I Conferência de Epistemologia Social."A epistemologia do testemunho de Thomas Reid". 2012. (Simpósio).

70.
International Congress of Medieval Philosophy of the SIEPM. Infinite Creator. 2012. (Congresso).

71.
IV Colóquio Internacional de Filosofia Medieval da PUCRS - Scholastica colonialis: recepção e desenvolvimento da Escolástica Barroca na América Latina, séculos 16-18.Jerónimo Valera (1568-1625) sobre a natureza dos universais. 2012. (Simpósio).

72.
Seminário de Estudos Agostinianos - Civitas Augustiniana.Sobre a vontade livre em De libero arbitrio II. 2012. (Seminário).

73.
XV Encontro Nacional da ANPOF, 22-26 de outubro de 2012.Jerónimo Valera (1568-1625) sobre a natureza dos universais. 2012. (Encontro).

74.
1st. Rio Colloquium on Logic and Metaphysics in the Later Middle Ages.Scotus on the Meanin of Contingent Future Propositions in Quaestiones in duos libros Perihermenias. 2011. (Simpósio).

75.
Colóquio Anual da FIDEM 2011 e VII Jornadas Internacionales de Pensamiento Medieval, Universidad Nacional de Cuyo, Mendoza. "Scotus sobre a autoridade política e a conversao forcada dos judeus: exposicao do problema e notas sobre a recepcao do argumento em teóricos da conquista e das missoes na América Latina". 2011. (Congresso).

76.
I Simpósio de Filosofia Patrística e Medieval da Faculdade de São Bento de São Paulo - O Medievo e a Hermenêutica do Mal, 09-10 de maio de 2011.Scotus sobre a liberdade, o pecado e o mal. 2011. (Simpósio).

77.
I Simpósio de Filosofia Patrística e Medieval da Faculdade São Bento, "O Medievo e a Hermenêutica do Mal", 09-10 de maio de 2011.Scotus sobre a liberdade, o pecado e o mal. 2011. (Simpósio).

78.
XXV. World Congress of Philosophy of Law / 25. Weltkongress der Internaitonalen Vereinigung für Rechts- und Sozialphiloosphie, 15-20. August 2011. "Natural Law Theory: Its Past and Its Present". 2011. (Congresso).

79.
"To eph' hemin e o discurso da responsabilidade moral", FLCH da USP. 2010. (Encontro).

80.
Colóquio Internacional Emergência e Autonomia do Político (Tardo-Medievo e Proto-Modernidade), 25-26 de novembro de 2010.Scotus sobre a legitimação da autoridade e a sociedade civil. 2010. (Seminário).

81.
III Congreso Internacional de Estudios Medievales y VI Jornadas Internacionales de Pensamiento Medieval: "Las mentalidades medievales y sus perspectivas", Universidad Nacional de Cuyo, 3-6 de noviembre de 2010. Recepção e desenvolvimento da Escolástica Barroca na América Latina, séculos 16-18: notas sobre a contribuição de Walter Bernard Redmond. 2010. (Congresso).

82.
Seminário Internacional.O transcendental. 2010. (Simpósio).

83.
XIV Encontro Nacional da Pós-Graduacao em Filosofia, Promovido pela Anpof, 4-8 de outubro de 2010.Direito e Natureza na Obra de Francisco Suarez (1548-1617). 2010. (Encontro).

84.
III Coloquio de Filosofia da Religiao da PUCRS - O Natural e o Sobrenatural, 18-19 de Novembro de 2009.Sobre o conceito de sobrenatural. 2009. (Encontro).

85.
III Coloquio Internacional de Filosofia Medieval da PUCRS / III International Conference of Medieval Philosophy at the PUCRS: Anselm of Centerbury (1033-1109) - Philosophical Theology and Ethics, 2-4 de setembro de 2009.A "ideia de Anselmo" e o "argumento de Anselmo" (ratio Anselmi). 2009. (Encontro).

86.
III Sofia - Terceira Semana de Orientacao Filosofica e Academica, setembro de 2009.Joao Duns Scotus sobre o conhecimento perceptual. 2009. (Encontro).

87.
1308 - 36. Kölner Mediaevistentagung, 9. bis 12. September, 2008.Die Missionen des Franziskanischen Ordens um 1308 und Duns Scotus' Kirchenlehre. 2008. (Encontro).

88.
III Jornada de Estudos em Filosofia Medieval, PPG em Filosofia da UNISINOS, 24.04.2008.Participação na forma de mediacoes. 2008. (Simpósio).

89.
IV Congresso Internacional Franciscano: Pensamento e Atualidade de Duns Scotus, VII Centenario de sua Morte, 9-11 de outubro de 2008. Scotus sobre lei natural e racionalidade pratica. 2008. (Congresso).

90.
Joao Duns Scotus (c. 1265-1308) e as origens da Filosofia Moderna, 12-14 de novembro de 2008, Gabinete de Filosofia Medieval, Faculdade de Letras da Universidade do Porto.Cognição intuitiva e modalidades epistemicas. 2008. (Encontro).

91.
The Quadruple Congress III - Internationale Wissenschaftliche Konferenz - Johannes Duns Scotus 1308-2008, Die philosophischen Perspektiven seines Denkens (John Duns Scotus 1308-2008, Investigations into his Philosophy), November 5-9, 2008.Scotus on Contingent Propositions Per se Notae. 2008. (Simpósio).

92.
XII Congreso Latinoamericano de Filosofia Medieval - "Juan Duns Escoto", Buenos Aires, 06-10 de outubro de 2008. Onipotência e conhecimento científico. 2008. (Congresso).

93.
XIII Encontro Nacional de Pós-Graduação em Filosofia, 6-10 de outubro, Canela/RS.Conhecimento intuitivo e modalidades epistêmicas. 2008. (Encontro).

94.
Einführungstagung der Stipendiaten der AvH-Stiftung. 2007. (Encontro).

95.
Forschungskolloquium des Albertus-Magnus-Instituts, Juni 21, 2007.Zur Bedingung des Indeterminismus in der Freiheitslehre des Duns Scotus: eine metaphysische Betrachtung. 2007. (Simpósio).

96.
III Encontro do Grupo de Pesquisa "Epistemologia Analítica", PPG em Filosofia da PUCRS.Thomas Reid e os Princípios do Senso Comum. 2007. (Encontro).

97.
Jahrestagung der Stipendiaten der AvH-Stiftung. 2007. (Encontro).

98.
X Encontro Internacional sobre o Pragmatismo, Centro de Estudos do Pragmatismo, PPG em Filosofia da PUCSP.Ockham e Peirce sobre Realidade e Signos: Aproximações e Divergências. 2007. (Encontro).

99.
XII International Congress of Medieval Philosophy "Universality of Reason. Plurality of Philosophies in the Middle Ages", Palermo, 16-22 Settembre 2007. Scotus on the Credibility of Christian Doctrines. 2007. (Congresso).

100.
II Colóquio Internacional de Filosofia Medieval da PUCRS: A metafísica como scientia transcendens, 15-18 de Agosto de 2006, Auditorio do Predio 50, Campus Central da PUCRS.Infinitude e modo intrínseco. 2006. (Encontro).

101.
Symposium de la SIEPM, Averroès, I'Averroïsme, I'Antiaverroïsme, 04-06 de Outubro, Université de Genève, Faculté des Lettres.Duns Scotus's Anti-Averroism in the Prologue to Ordinatio. 2006. (Simpósio).

102.
Capacitação Docente na PUCRS - Vivências e Visão de Futuro. 2005. (Oficina).

103.
Debate Religião e Ética, Caminhos que se Cruzam, debate sobre o filme Cruzada, de Ridley Scott.Religião e Ética, Caminhos que se Cruzam, debate sobre o filme Cruzada, de Ridley Scott. 2005. (Oficina).

104.
I Colóquio Internacional de Filosofia Medieval da PUCRS - Lei, direito e ética na filosofia prática da Idade Média, Auditorio do Predio 50, Campus Central da PUCRS.A concepção de lei natural na ética de Duns Scotus. 2005. (Encontro).

105.
I Encontro Sociedade Humboldt Brasil (Humboldt Kolleg) - A universidade na Era da Globalização. 2005. (Encontro).

106.
Projeto Capacitacao Docente na PUCRS - Vivencias e Visao de Futuro, Pro-Reitoria de Extensao, Pro-Reitoria de Ensino e Graduacao, Pro-Reitoria de Pesquisa e Pos-Graduacao, 12-15 de julho de 2005. 2005. (Oficina).

107.
X Congreso Latinoamericano de Filosofia Medieval, Pontificia Universidad Católica de Chile, 19-22 de abril de 2005. Agostinho sobre as propriedades da vontade livre na obra. 2005. (Congresso).

108.
34. Kölner Mediaevistentagung: Wissen über Grenzen - Arabisches Wissen und Lateinisches Mittelalter; 07-10. September 2004, Thomas-Institut e Universität zu Köln.Untersuchungen zu Scotus' Rezeption der wissenschaftlichen Methodologie des Alhazens. 2004. (Encontro).

109.
7o. Encontro Internacional sobre o Pragmatismo / 7th. International Meeting on Pragmatism, November 8-12, 2004, Centro de Estudos do Pragmatismo, PUC-SP.Comments on John Boler's Paper "Revisiting Ch. S. Peirce's Scholastic Realism". 2004. (Encontro).

110.
I Coloquio sobre Filosofia Medieval do Departamento de Filosofia da Universidade Federal de Pelotas, 29 de setembro a 01 de outubro.Richard Swinburne sobre o argumento teleologico: revisitando um argumento clássico a favor da existência de Deus. 2004. (Encontro).

111.
II Semana Filosófica e XIII Semana Acadêmica da FAPAS, Faculdade Palotina, 07-09 de junho de 2004.Contribuições filosóficas para a sociedade. 2004. (Seminário).

112.
SOFIA XV - Epistemologia Contemporanea: Principios Epistemicos, circularidade e externalismo. Prof. Dr. Paul Boghossian: "Epistemic norms". 2004. (Congresso).

113.
V Salao de Iniciacao Cientifica da Pontificia Universidade Catolica do Rio Grande do Sul (PUCRS), 27-29.10.2004. Parecer ad hoc, mérito cientifico, trabalhos de Bolsistas de Iniciação Cientifica, Filosofia / Teologia. 2004. (Exposição).

114.
XI Coloquio de Filosofia, Departamento de Filosofia e PPG (Mestrado) em Historia da UFMT, 07 de julho de 2004.Agostinho sobre a vontade e o livre-arbítrio. 2004. (Simpósio).

115.
IX Congresso Latino-Americano de Filosofia Medieval, 22-26 de setembro de 2003, promovido pela CBFM, ABREM e PPG em Filosofia da PUCRS. Subordinação das ciências e conhecimento experimental: um estudo sobre a recepção do método cientifico de Al-Hazen em Duns Scotus. 2003. (Congresso).

116.
XIe. Colloque Annuel de la Société Internationale pour l'Étude de la Philosophie Médiévale - Philosophie, Théologie et Littérature au XIIe. Siècle: Allain de Lille, Le. 2003. (Congresso).

117.
Seminario sobre a Verdade, 11 de setembro de 2002, PPG em Filosofia da PUCRS e Instituto Goethe.Debatedor da mesa "A teorização do conceito de verdade na filosofia analítica", palestra de Lorenz Bruno Puntel. 2002. (Seminário).

118.
X Encontro Nacional de Filosofia da Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia, 29.09 a 03.10 de 2002, Departamento de Filosofia da FFLCH/USP. Duns Scotus sobre proposições contingentes por si conhecidas,. 2002. (Congresso).

119.
Seminario Internacional de Etica, 25.09.2001, PPG em Filosofia da PUCRS e Instituto Goethe.Coordenação da Mesa "Sentimento, autonomia, respeito a lei". 2001. (Seminário).

120.
VIII Congresso Internacional de Filosofia Medieval "Em Comemoracao aos 20 Anos da Comissao Brasileira de Filosofia Medieval", UNICAP / INSAF / Circulo Catolico - PE, 23-26 de outubro de 2001. Vontade livre: entre autodeterminação e contingencia. 2001. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; CULLETON, A. S. ; STORCK, A. C. . XIV International Congress of the SIEPM: Homo - natura - mundus: Human Beings and their Relationships, July 24-28, 2017. 2017. (Congresso).

2.
CULLETON, A. S. ; PICH, ROBERTO HOFMEISTER . VIII Coloquio Internacional IHU / XX Coloquio Filosofia UNISINOS - Metafisica e Filosofia Pratica / A Atualidade do Pensamento de Francisco Suarez, 400 Anos Depois. 2017. (Congresso).

3.
ALT, G. J. R. ; PICH, ROBERTO HOFMEISTER . I Workshop Cognição e Conhecimento na Idade Media. 2017. (Outro).

4.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; HAMMES, E. J. ; FONTANA, L. L. B. ; DIETZ, M. ; SINNER, R. V. . Simpósio Internacional 500 Anos da Reforma Luterana: Heranças e Desafios / Controvérsias Edificantes em Temas da Teologia, Filosofia e Sociedade, 04?05 de Outubro de 2017. 2017. (Outro).

5.
SOUZA, D. G. ; PICH, R. H. . Simposio Internacional Reforma e Modernidade: Historia e Presente - O Significado de Lutero para a America Latina Moderna. 2017. (Congresso).

6.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; PORMANN, B. N. ; LUZ, D. ; FONTOURA, F. C. . II Coloquio Etica do Bem Viver. 2017. (Outro).

7.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; NEIVA, A. L. ; ROSA, L. F. M. . I Workshop em Filosofia e Probabilidade. 2017. (Outro).

8.
PICH, R. H.; HORN, C. . Scholastica colonialis - Die Rezeption der aristotelischen Politik im frühneuzeitlichen Lateinamerika. 2016. (Outro).

9.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; FLORIANO, R. ; ROEDEL, C. . II Seminario de Filosofia Politica na Escolástica Moderna: Sobre Guerras e Religioes. 2016. (Outro).

10.
PICH, R. H.. I Seminario de Etica Antiga da PUCRS: Etica do bem viver - Terapia das paixões. 2016. (Outro).

11.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER. Encontro do Grupo de Trabalho "Filosofia na Idade Media". 2016. (Outro).

12.
PICH, ROBERTO HOFMEISTER; SOUSA, R. F. ; ROEDEL, C. C. . Worship Internacional - Aristotelismo Politico e Pensamento Politico na Escolastica Moderna. 2016. (Outro).

13.
PICH, R. H.; TINAJEROS, G. ; CLAROS, E. . Simposio Internacional: Filosofia Politica/Juridica - Derecho Indiano. 2016. (Outro).

14.
PICH, R. H.; TINAJEROS, G. ; CLAROS, E. . Simposio Internacional: Filosofia Politica/Juridica - Derecho Indiano. 2016. (Outro).

15.
PICH, R. H.; MARQUES, L. A. . Coloquio. 2016. (Outro).

16.
PICH, R. H.; CULLETON, A. S. ; MEIRINHOS, J. F. P. . Seminário Internacional Scholastica Iberica & Scholastica Colonialis: New Trends of Research. 2015. (Outro).

17.
PICH, R. H.; OLIVEIRA, R. E. ; NEIVA, A. L. . Colóquio Richard Swinburne. 2015. (Outro).

18.
PICH, R. H.. Workshop Internacional - A Recepcao do Pensamento Politico de Aristoteles na Escolastica Latino-Americana. 2015. (Outro).

19.
PICH, R. H.; FLORIANO, R. ; ROEDEL, C. . I Seminario de Filosofia Politica na Escolastica Moderna - Sobre Guerras e Religioes. 2015. (Outro).

20.
PICH, R. H.. V Coloquio Internacional de Filosofia Medieval da PUCRS - "Recepcao e desenvolvimento da metafisica de Joao Duns Scotus nos seculos 14-18". 2015. (Outro).

21.
PICH, R. H.; CULLETON, A. S. . Contemplation and Philosophy: Scholastic and Mystic Modes of Medieval Philosophical Thought. 2014. (Congresso).

22.
PICH, R. H.; CULLETON, A. S. . On Doubt and Certainty: Epistemology and Ethics. 2014. (Outro).

23.
PICH, R. H.; OLIVEIRA, R. E. . Coloquio "Philosophy of Religion in Latin America and Europe - A Dialogue on Current Issues and Developments: Reason as a Mediator between Religions and Cultures", November 24-26, 2014. 2014. (Outro).

24.
PICH, R. H.. Workshop "Escolastica Colonial e Escravidao Negra". 2014. (Outro).

25.
PICH, R. H.; HINRICHSEN, L. E. . Workshop "Aurelio Agostinho: De diversis quaestionibus ad Simplicianum". 2014. (Outro).

26.
PICH, R. H.. Sessao "Filosofia na Idade Media", XVI Encontro da ANPOF. 2014. (Outro).

27.
PICH, R. H.. Moderador de Sessão no 5th International Congress of Medieval Studies - FIDEM: Secrets and Discovery in the Middle Ages. 2013. (Outro).

28.
PICH, R. H.; CULLETON, A. S. . Organização de Seção Especial em Congresso Internacional da SIEPM. 2012. (Outro).

29.
PICH, R. H.. Coordenação de Grupo de Trabalho (Filosofia na Idade Média), XV Encontro Nacional da ANPOF. 2012. (Outro).

30.
PICH, R. H.; HINRICHSEN, L. E. . Seminário de Estudos Agostinianos - Civitas Augustiniana. 2012. (Outro).

31.
PICH, R. H.. IV Colóquio Internacional de Filosofia Medieval da PUCRS: "Scholastica colonialis: recepção e desenvolvimento da Escolástica Barroca nA América Latina, séculos 16-18". 2012. (Outro).

32.
PICH, R. H.; PORTUGAL, Agnaldo Porto . Simpósio de Filosofia da Religião, Ontologia e Epistemologia - Diálogo com Alvin Plantinga. 2011. (Outro).

33.
PICH, R. H.. Encontro do Grupo de Pesquisa Filosofia na Idade Média, 18 de maio de 2011. 2011. (Outro).

34.
PICH, R. H.. Encontro do Grupo de Pesquisa Filosofia na Idade Média, 27 de abril de 2011. 2011. (Outro).

35.
PICH, R. H.. Coordenador de Sessao no XVII Colóquio Anual da SIEPM, "Right and Nature in Second Scholasticism". 2010. (Congresso).

36.
PICH, R. H.. III Colóquio Internacional de Filosofia Medieval da PUCRS - Anselmo de Cantuária (1033-1109): Teologia Filosófica e Ética, 2-4 de setembro de 2009. 2009. (Congresso).

37.
PICH, R. H.. II Colóquio Filosofia na Idade Média. 2009. (Outro).

38.
PICH, R. H.. III Colóquio de Filosofia da Religião da PUCRS, "O natural e o sobrenatural". 2009. (Outro).

39.
PICH, R. H.. Coordenação de Mesa-Redonda em Jornada de Pesquisa do Grupo de Estudos de Filosofia Medieval, PPG em Filosofia da Unisinos (24.04.2008). 2008. (Outro).

40.
PICH, R. H.. Coordenação da Sessão Filosofia Medieval na I Semana Acadêmica do PPG em Filosofia da PUCRS. 2008. (Outro).

41.
PICH, R. H.. Coordenação da Sessão Epistemologia e Semântica Formal na I Semana Acadêmica do PPG em Filosofia da PUCRS. 2008. (Outro).

42.
PICH, R. H.. Organização da I Semana Acadêmica do PPG em Filosofia da PUCRS. 2008. (Outro).

43.
PICH, R. H.; HORN, C. ; KOBUSCH, T. . Organização do Colóquio "Wille und Handlung in der Philosophie der Antike", 6-9. Juli, 2008. 2008. (Outro).

44.
PICH, R. H.. II Colóquio de Filosofia da Religião da PUCRS. 2008. (Congresso).

45.
PICH, R. H.. I Colóquio Filosofia na Idade Média. 2008. (Outro).

46.
PICH, R. H.. Coordenação "Projetos de Filosofia 2008/1 - Pensadores". 2008. (Outro).

47.
PICH, R. H.. III Encontro do Grupo de Pesquisa "Epistemologia Analítica". 2007. (Outro).

48.
PICH, R. H.. Colóquio de Filosofia da Religião. 2007. (Outro).

49.
PICH, R. H.; SCHNEIDER, Jakob Hans Josef . II Colóquio Internacional de Filosofia Medieval da PUCRS: A Metafisica como Scientia Transcendens. 2006. (Congresso).

50.
PICH, R. H.; BONI, Luis Alberto de . I Colóquio Internacional de Filosofia Medieval da PUCRS - Lei, direito e ética na filosofia prática da Idade Média. 2005. (Congresso).

51.
PICH, R. H.; BONI, Luis Alberto de . IX Congresso Latinoamericano de Filosofia Medieval - A recepção do pensamento greco-árabe e judaico na Idade Média. 2003. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Giovane Martins Vaz dos Santos. O CONCEITO DE ?TOLERÂNCIA? A PARTIR DE UMA INTERPRETAÇÃO PLURALISTA DE JOHN STUART MILL. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Ricardo Luis Reiter. Democracia e consenso racional: um estudo sobre o pensamento politico de Habermas. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

3.
Darlan Paulo Lorenzetti. A fundamentacao ontologica do mal na obra "O libre-arbitrio" de Santo Agostinho de Hipona. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

4.
Fabiano Glaeser dos Santos. A eclesiologia do I Concilio Vaticano e o episcopado de Dom Sebastiao Laranjeira (1820-1888). Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Pablo Fernando Campos Pimentel. Conservadorismo politico e democracia. Início: 2018. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Fabian Sichonany Samuel. RESSURGINDO DAS CHAMAS? O PROJETO BERGSONIANO PARA A METAFÍSICA. Início: 2018. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

3.
Ranata Floriano de Sousa. A teoria da paz justa: sobre as teorias de restabelecimento da paz, de Vitoria a Hugo Grocio. Início: 2017. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

4.
Angela Goncalves. A critica de Thomas Reid a teoria cartesiana das ideias. Início: 2017. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. (Orientador).

5.
Andre Luiz Neiva. Probabilidade e epistemologia formal. Início: 2016. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

6.
Marcelo Oliveira Ribeiro. A teoria da escravidão em Agostinho e a sua repercussão na Escolástica Barroca. Início: 2016. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

7.
Cezar Cauduro Roedel. A teoria da paz justa em Francisco de Vitoria, Francisco Suarez e Hugo Grocio. Início: 2015. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. (Orientador).

8.
Edy Klevia Fraga de Souza. A teoria dos signos de Aurelio Agostinho. Início: 2014. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

9.
Eduardo Silva Ribeiro. Novas teorias sobre lógica modal e epistêmica. Início: 2012. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Rodrigo Almada Matheus. Correntes do pensamento franciscano na Escolástica Barroca Colonial e a recepção da logica e da metafisica de Joao Duns Scotus. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
Diogo Puhl Pereira. Monitoria em Disciplina de Graduação (Filosofia). Início: 2017. Orientação de outra natureza. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. (Orientador).

2.
Joao Francisco C. Bustamante. Monitoria em Disciplina de Graduação (Filosofia). Início: 2017. Orientação de outra natureza. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Danusia Braeske Pulla. Pode uma visão incompatibilista de liberdade fazer sentido? Um estudo a partir de Robert Kane. 2018. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

2.
Guido Jose Rey Alt. Individuacao e distincoes em Joao Duns Scotus. 2018. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

3.
Diogo da Luz. "Pathos: disturbio passional e terapia em Epicteto". 2018. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

4.
Jose Gabriel Perisse Madureira. O encontro como categoria teologica a partir da obra de Alfonso Lopez Quintas. 2018. Dissertação (Mestrado em PPG em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

5.
Renata Floriano de Sousa. Guerra justa: inicio, meio e fim em Francisco de Vitoria. 2017. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

6.
Bruna Nery Pormann. Filosofia como a arte do bem viver: uma perspectiva aristotélica. 2017. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

7.
Iuri Coelho Oliveira. A teoria da causalidade no argumento teista de Joao Duns Scotus. 2017. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

8.
Andre Luiz Neiva. Probabilidade e Bayesianismo na teoria epistemica de Richard Swinburne. 2016. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

9.
Jocimar Romio. Jesus nasceu e morreu: nada maior nem mais justo pode ser pensado. A cristologia de Anselmo de Aosta. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

10.
Fernando Carbonell da Fontoura. A etica do bem viver em Epicteto. 2016. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

11.
Eliane Silva. Sor Juana Inés de La Cruz: uma breve leitura das invocações e características de Maria. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

12.
Pablo Fernando Campos Pimentel. Thomas Reid: o problema da inducao. 2015. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

13.
Felipe Mendes Sozzi Miguel. Complexidade e o problema do mal. 2014. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

14.
Josué Soares Flores. Maternidade de Deus em Juliana de Norwich. 2013. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

15.
Jacson Jonas Faller. A concepcao de linguagem em Thomas Reid. 2013. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

16.
João Alberto Konzen. A teologia do Dia do Senhor em Santo Tomás de Aquino. 2012. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

17.
Carlos Frederico Lauer Garcia. O sentido da fé em Pascal. 2012. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

18.
Marcelo Oliveira Ribeiro. O processo pedagógico em Agostinho de Hipona: uma leitura. 2011. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

19.
Juliano Santos Carmo. Linguagem de realidade no Tractatus Logico-Philosophicus. 2009. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

20.
Miriam Elisabeth Mibielli dos Santos Souza. A relação entre sensação e percepção na teoria do conhecimento empírico de Thomas Reid - Uma análise do realismo direto em epistemologia. 2009. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

21.
Gabriel Rodrigues Rocha. O Argumento da Anamnesis na Filosofia da Platão. 2007. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

22.
Gelson Luis Daldegan de Pádua. O Conceito de Regra em "Da certeza": Terceiro Wittgenstein?. 2007. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

23.
Émilien Vilas Boas Reis. O conceito de virtude no jovem Agostinho: evolução ou revolução?. 2006. 113 f. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

24.
Eduardo Silva Ribeiro. O argumento epistemológico de Anselmo. 2005. 81 f. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

25.
Sales Vítor da Rosa. Materialismo dialético e linguagem: ruptura epistêmica do discurso monológico em Mikhail Bakhtin. 2004. 102 f. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

26.
Jurema Trindade. A dualidade na estética medieval: uma análise filosófica da arte gótica. 2003. 258 f. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

27.
Joyce Beatriz da Costa. A teoria semântica de Guilherme de Ockham. 2003. 154 f. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

28.
Vagner Sássi. A praxis e a sua excelência dianoética na "Ethica Nicomachea". 2003. Dissertação - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

Tese de doutorado
1.
Lucas Duarte Silva. O direito de resistencia e o tiranicidio no pensamento no pensamento politico de Juan de Mariana: contextualizacao, apresentação e justificação do direito de resistencia. 2017. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

2.
Emanuel Bagetti Zeifert. Fenomenologia hermenêutica e filosofia estrutural sistemática: tentativas de aproximação. 2017. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Roberto Hofmeister Pich.

3.
Rudinei dos Santos Marques. A "henosis" plotiniana como exaltação da oralidade dialética de Platão. 2016. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

4.
Carlos Frederico Lauer Garcia. Caridade e realismo: Pascal e Dostoievski. 2016. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

5.
Antonio Auresnedi Minghetti. De "Soliloquios" a Hermenéutica de Si-Mesmo: via Aurelio Agostinho a alteridade / ipseidade de Paul Ricoeur. 2016. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

6.
Márcio Paulo Cenci. A atenção intencional na teoria da cognição de Pedro de João Olivi. 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

7.
Gabriel Rodrigues Rocha. O dominio de si mesmo (enkrateia) como condição ética na filosofia de Platão". 2015. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

8.
Mauro Godoy Prudente. A influencia do cinismo sobre a doutrina aristotelica do spoudaios exposta na Etica a Nicomaco. 2014. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

9.
Fernando Rodrigues Montes D'Oca. O pensamento etico de Santo Anselmo de Cantuaria: uma defesa do deontologismo mitigado. 2014. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

10.
Lucio Alvaro Marques. Erotica e ontologia - Um ensaio sobre a questao da ontoteologia no pensamento de Origenes de Alexandria. 2014. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

11.
Thiago Soares Leite. O estatuto transcendente das perfectiones simpliciter na metafísica de João Duns Scotus. 2013. Tese (Doutorado em Pós Graduação Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

12.
Antonio Carlos Kondracki de Alcântara. O processo de conversão a Deus pela via racional e mística. 2012. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

13.
Juliano Santos do Carmo. Sobre a normatividade do significado: uma pseudo-restricao à semântica naturalizada. 2012. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

14.
Sandra Maria de Oliveira. "A linguagem em Quine". 2011. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

15.
Émilien Vilas Boas Reis. A faculdade da vontade na polêmica antipelagiana em Santo Agostinho. 2010. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

16.
Fabiano Pures Paes. Elementos da fundamentacao do trabalho em Herbert Marcuse e seus efeitos na lógica social do consumo fundamentada por Jean Baudrillard. 2010. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduacao em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, . Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Giovane Martins Vaz dos Santos. A possibilidade de uma interpretação pluralista de J. S. Mill a partir de I. Berlin. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Departamento de Filosofia - Escolas de Humanidades da PUCRS) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

2.
Darlan Heleno Schwaab. Existencia e realidade: sobre "o que existe", segundo Meinong, Quine e Lewis. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Departamento de Filosofia - Escolas de Humanidades da PUCRS) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

3.
Edelberto Garcete Ramos. Metafisica do mal em Santo Agostinho. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

4.
Edelberto Garcete Ramos. Metafisica do mal em Santo Agostinho. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

5.
Luiz Filipe Lucas Licidonio. A critica de G. K. Chesterton ao ateismo. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

6.
Marli Rosane Rigo. Suposicao (suppositio), sentido e referencia, "SInn und Bedeutung": um breve estudo semantico. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

7.
Everaldo da Luz Brito. Da origem e da natureza da alma segundo Santo Agostinho. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

8.
Guido Jose Rey Alt. Unidade e argumento da teoria agostiniana da vontade no dialogo filosófico-teologico De libero arbitrio. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

9.
Renata Floriano de Sousa. Debate em torno da teoria da escravidao natural de Aristoteles e a guerra justa: Vitoria, Las Casas e Sepulveda. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

10.
Pablo Fernando Campos Pimentel. A questao sobre o possível e o impossível em Joao Duns Scotus e a crítica a Henrique de Gand. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

11.
Gabriel Rodrigues Rocha. O conceito de "philía" em Platao, Aristóteles e Epicuro. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

12.
Vera Marlene Colombi. As principais teses da ontologia de Quine. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

13.
Cedaior da Silveira. A religiosidade em Nietzsche. 2006. 61 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

14.
Ademir Henz. Dualismo cartesiano: um paradigma da antropologia filosófica. 2005. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

15.
Caio Amon. Matéria, forma e conteúdo na estética de Hegel: pensando a crise da música moderna. 2004. 86 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

Iniciação científica
1.
Giovane Martins Vaz dos Santos. Sobre a Tolerância na Segunda Escolástica e na Escolástica Latino-Americana: Estudos de Caso. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

2.
Pedro Henrique de Castro. Scholastica colonialis - Jerónimo Valera (1568-1625) e a expansão da lógica scotista. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

3.
Renata Floriano de Sousa. Dominium et ius: controversias em torno da fundamentacao dos direitos humanos, a partir da recepcao da Politica de Aristoteles em Francisco de Vitoria (1483 - 1546) e da iinfluencia de sua interpretacao sobre pensadores latino-americanos dos seculos 16 e 17. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

4.
Luana Pinheiro Porto. Jeronimo Valera (1568 - 1625) e o projeto de uma logica scotista. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

5.
Renata Floriano. Scholastica colonialis - Dominium et ius: a fundamentacao dos direitos humanos segundo Francisco de Vitoria (1483 - 1546) e a sua recepcao em pensadores latino-americanos dos seculos 16-17. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

6.
Rodrigo Almada. Scholastica colonialis: Jeronimo Valera (1568-1625) e suas obras sobre logica. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

7.
Augusto Mércio Machado. Linhas do pensamento filosófico franciscano na Escolástica Barroca Colonial e a Recepção da Lógica e da Metafísica de João Duns Scotus. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

8.
Pablo Fernando Campos Pimentel. Scholastica colonialis - Jerónimo Valera (1568-1625) e suas obras sobre lógica. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

9.
Gabriela Roth. Contingencia, acao e liberdade, na obra de Joao Duns Scotus (1265/1266 - 1308) e Francisco de Mayronis (+ ca. 1325). 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

10.
Eder Mallet. Scholastica colonialis: a recepcao da Escolastica Barroca na America Latina, secs. XVI-XVIII. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

11.
Pablo Fernandes Pimentel. Onipotência e conhecimento "como na maior parte dos casos" (ut in pluribus) na obra de João Duns Scotus. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

12.
Andre da Rosa. Onipotência e conhecimento científico. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

Orientações de outra natureza
1.
Adriana Schmidt. Supervisão de monitoria de aluna de graduação, na disciplina História da Filosofia IV. 2007. Orientação de outra natureza. (Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

2.
Kauê Antonioli Pires. Supervisão de monitoria de aluno de graduação, na disciplina Seminário Temático VI. 2007. Orientação de outra natureza. (Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

3.
Jakob Hans Josef Schneider. Perspectivas da Filosofia Política na Idade Média e na Modernidade. 2006. Orientação de outra natureza. (Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.

4.
Kauê Antonioli Pires. Supervisão de monitoria de aluno de graduação, na disciplina Metafísica I. 2005. Orientação de outra natureza. (Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Orientador: Roberto Hofmeister Pich.



Outras informações relevantes


2003 - Atual: Membro Titular da Société Internationale pour l'Étude de la Philosophie Médiévale (SIEPM)
2007 - Atual: Membro e Líder do Grupo de Pesquisa (Cnpq) e do Grupo de Trabalho (Anpof) "Filosofia na Idade Média"
2007 - Atual: Membro do Grupo de Pesquisa (Cnpq) e do Grupo de Trabalho (Anpof) "Epistemologia Analítica"
2009/2: Membro do Comitê de Avaliação de Área da CAPES (Teologia/Filosofia).
2009-2017: Bolsista de Produtividade do CNPq, Nível 2.
2012/2 - 2017/2: Membro Assessor do Bureau da Societe Internationale pour l'Etude de la Philosophie Medievale (SIEPM).
2012/2: Membro da Comissao Eleitoral da ANPOF / 2012, outubro de 2014.
2012/2: Presidente da Comissao Eleitoral da ANPOF / 2012, outubro de 2014.
2013/1 - Atual: Membro do Comite da Federation Internationale des Institutes d'Etudes Medievales (FIDEM).
2013/1 - Atual: Diretor do Centro de Estudos sobre a Escolastica Tardia e Moderna - Center for Studies on Late and Modern Scholasticism.
2014/2: Membro da Comissao Eleitoral da ANPOF / 2014, de 13 de agosto a 30 de outubro de 2014.
2014/2: Presidente da Comissao Eleitoral da ANPOF / 2014, de 13 de agosto a 30 de outubro de 2014.
20.10.2016: Membro Fundador da Sociedade Brasileira para o Estudo da Filosofia Medieval (SBEFM)
2017 - Atual: Vice-Presidente do Clube Humboldt do Brasil
2017/1: Pesquisador Fundador (dentre 58 Pesquisadores de Programas de Pos-Graduacao da PUCRS e da UFRGS) do Centro de Estudos Europeus e Alemães (CDEA), Porto Alegre / RS (Brasil).
2017/2 - Atual: Vice-Presidente e membro do Bureau da Société Internationale pour l'Etude de la Philosophie Medievale (SIEPM).
2017/2: Coordenador da Comissão para Avaliação do Prêmio CAPES de Teses, Area Ciências da Religião e Teologia, Edição 2017 (04 de agosto de 2017 a 04 de outubro de 2017).
2018-Atual: Bolsista de Produtividade do CNPq, Nível 1D.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/10/2018 às 24:59:00