Marina Monteiro Machado

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5955676567988660
  • Última atualização do currículo em 14/11/2018


Professora da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e do Programa de Pós-Graduação em História da mesma universidade. Possui graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (2004) e mestrado (2007) e doutorado (2010) em História Social pela mesma instituição. Atualmente é coordenadora de curso da FCE/UERJ. Pesquisadora em História Rural e História das Propriedades (séculos XVIII e XIX), atuando principalmente nos seguintes temas: conflito de terra, legislação agrária, propriedade e Fronteiras. Publicou o livro "Entre Fronteiras: posses e terras indígenas nos sertões (Rio de Janeiro, 1792-1824)", fruto de sua pesquisa de doutoramento. Integra o Núcleo de História Rural - UFF; é vice-coordenadora do Núcleo de Pesquisa Propriedade e suas Dimensões - NUPEP; membro-fundador e vice-coordenadora do INCT Proprietas. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marina Monteiro Machado
Nome em citações bibliográficas
MACHADO, M. M.;MACHADO, MARINA MONTEIRO;MACHADO, MARINA;MONTEIRO MACHADO, MARINA


Formação acadêmica/titulação


2007 - 2010
Doutorado em Doutorado em História.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: ENTRE FRONTEIRAS: terras indígenas nos sertões fluminenses (1790-1824), Ano de obtenção: 2010.
Orientador: Márcia Maria Menendes Motta.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: índios; terras de índios; Fronteira; Política Imperial.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Indígena.
2005 - 2007
Mestrado em História.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: A Trajetória da Destruição: Índios e Terras no Império do Brasil,Ano de Obtenção: 2007.
Orientador: Márcia Maria Menendes Motta.
Palavras-chave: Conflito de Terra; Questão Indígena; Política Imperial; Legislação Indigenista.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil Império.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Indígena.
2000 - 2004
Graduação em HISTÓRIA.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: A QUESTÃO INDÍGENA NA CONTRUÇÃO DA NAÇÃO BRASILEIRA: Uma Análise dos Apontamentos de José Bonifácio de Andrada e Silva.
Orientador: Márcia Maria Menendes Motta.
Bolsista do(a): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ, FAPERJ, Brasil.


Pós-doutorado


2011 - 2012
Pós-Doutorado.
ICS e ISCTE, Lisboa, ICS e ISCTE, Lis, Portugal.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Formação Complementar


2010 - 2010
O Rio de Janeiro e o Brasil em torno de 1850. (Carga horária: 20h).
Fundação Casa de Rui Barbosa, FCRB, Brasil.
2005 - 2005
Extensão universitária em GUERRA E PAZ NO CAMPO. (Carga horária: 8h).
Associação Nacional de História - Sede, ANPUH/Sede, Brasil.
2002 - 2002
Full-time course in English.
EF International School of English - Boston, EF- BOSTON, Estados Unidos.


Atuação Profissional



Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: PROFESSOR ADJUNTO, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

01/2017 - Atual
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos especiais em Política e Sociedade - Liberalismo e direitos de propriedade nos séculos XVIII e XIX
Tópicos especiais em Política e Sociedade - PROPRIEDADES E DIREITO DE ACESSO, SÉCULOS XVIII E XIX
05/2016 - Atual
Direção e administração, Centro de Ciências Sociais, Faculdade de Ciências Econômicas.

Cargo ou função
Coordenadora de curso da Faculdade de Ciências Econômicas.
05/2014 - Atual
Ensino, Ciência Econômica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia e Sociedade
Formação Econômica do Brasil
Formação Econômica do Mundo Contemporâneo
Organização do Estado Contemporâneo
Monografa

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Participante de grupo de pesquisa


Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Horista, Carga horária: 8

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professora horista, Carga horária: 4

Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professora horista, Carga horária: 8
Outras informações
Disciplinas ministradas: História do Brasil Monárquico e Interpretações do Brasil

Atividades

02/2014 - 07/2014
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil Monárquico
02/2014 - 07/2014
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil Monárquico
02/2014 - 07/2014
Ensino, Direito, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Interpretações do Brasil
02/2013 - 07/2013
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil Monárquico
02/2013 - 06/2013
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil Monárquico
02/2012 - 07/2012
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil Monárquico
02/2011 - 07/2011
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil Monárquico
02/2011 - 07/2011
Ensino, Administração, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Interpretações do Brasil
08/2010 - 12/2010
Ensino, Administração, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Interpretações do Brasil
03/2010 - 07/2010
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil Monárquico

FUNDAÇAO CIENCIA E TECNOLOGIA, FCT, Portugal.
Vínculo institucional

2010 - 2014
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Integrante


Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora de pós-graduação, Carga horária: 8

Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Estágio Docente, Enquadramento Funcional: Colaboradora através de Estágio Docente, Carga horária: 4
Outras informações
Disciplina Ministrada: "Fronteiras, debates e historiografia: Estados Unidos e Brasil"

Vínculo institucional

2002 - 2004
Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica, Carga horária: 20

Atividades

03/2012 - 03/2012
Ensino, História Moderna, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
"Ideias radicais na Revolução Inglesa" - História das Ideias Políticas na Época Moderna
01/2011 - 01/2011
Ensino, História do Brasil, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
História dos Movimentos Sociais Rurais Contemporâneos
07/2009 - 01/2011
Ensino, História do Brasil, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
"A questão agrária no Brasil do séc. XIX"
História dos Movimentos Sociais Rurais Contemporâneos
História econômico-social ? Brasil Império
2007 - 2010
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Estudos Gerais, Instituto de Ciências Humanas e Filosofia.

08/2009 - 11/2009
Ensino, HISTÓRIA, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
FRONTEIRAS, DEBATES E HISTORIOGRAFIA: ESTADOS UNIDOS E BRASIL
2005 - 2007
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Estudos Gerais, Instituto de Ciências Humanas e Filosofia.

Linhas de pesquisa
HISTÓRIA AGRÁRIA

ICS e ISCTE, Lisboa, ICS e ISCTE, Lis, Portugal.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Bolsista pós-doutoramento, Enquadramento Funcional: Bolsista, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Salgado de Oliveira, UNIVERSO, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Professora Convidada, Enquadramento Funcional: Professor de Pós-Graduação, Carga horária: 10
Outras informações
Disciplina: Primeira República no Brasil

Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Professora Convidada, Enquadramento Funcional: Professora de Pós-Graduação, Carga horária: 4
Outras informações
Professora responsável pelo módulo: "História dos Índios no Brasil", no curso de pós graduação: HISTÓRIA DA ÁFRICA E DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA E INDÍGENA

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Professora Convidada, Enquadramento Funcional: Professora de Pós-Graduação, Carga horária: 8
Outras informações
Ministrou três vezes a disciplina: "PRIMEIRO IMPÉRIO: A FORMAÇÃO DO ESTADO NACIONAL BRASILEIRO E AS REGÊNCIAS" no Programa de Pós Graduação da instituição.

Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Professora Convidada, Enquadramento Funcional: Professora de Pós-Graduação, Carga horária: 8
Outras informações
Disciplina ministrada: "PRIMEIRO IMPÉRIO: A FORMAÇÃO DO ESTADO NACIONAL BRASILEIRO E AS REGÊNCIAS"

Atividades

06/2010 - 10/2010
Ensino, Hist. África e Cultura Afro-Brasileira e Indígena, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Módulo de História dos Índios do Brasil
05/2010 - 05/2010
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Primeira República no Brasil
10/2007 - 02/2008
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
PRIMEIRO IMPÉRIO: A FORMAÇÃO DO ESTADO NACIONAL BRASILEIRO E AS REGÊNCIAS

UNIVERSIDADE DE VASSOURAS, FUSVE, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: livre, Carga horária: 10

Atividades

02/2011 - 05/2011
Ensino, Hist. e Cult. da África, Afrobrasileira e Indígena, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Indígenas na colonização do Vale do Paraíba
Os indígenas no Brasil de Hoje: grupos remanescentes, demarcação de terras e outras questões

Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 60
Outras informações
Ministrou duas vezes a disciplina Métodos e Técnicas de Pesquisa em História pelo PQD - Programa de Qualificação Docente da UEMA

Atividades

06/2017 - 06/2017
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História e Patrimônios: Mapas Interativos como ferramentas de ensino e aprendizagem
07/2006 - 07/2006
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
TMH: Teoria, Metodologia e Historiografia
07/2006 - 07/2006
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria, Metodologia e Historiografia

Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ, FAPERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2004
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsa de Iniciação Científica pela Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado do Rio de Janeiro ? FAPERJ. Título da Pesquisa: Conflitos e Poder um estudo sobre os Relatórios dos Presidentes de Província acerca dos conflitos de Terra no Rio de Janeiro (século XIX).

Atividades

2002 - 2004
Pesquisa e desenvolvimento , Núcleo de Referência Agrária, .

Linhas de pesquisa
HISTÓRIA RURAL

Centro Educacional Ensino Integrado, CEI, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professora de Ensino Fundamental, Carga horária: 12

Atividades

02/2009 - 12/2010
Ensino,

Disciplinas ministradas
História

Escola Dínamis, DÍNAMIS, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professora de Ensino Fundamental e Médio, Carga horária: 9

Atividades

02/2007 - 07/2009
Ensino,

Disciplinas ministradas
História
02/2007 - 07/2009
Ensino,

Disciplinas ministradas
Atualidades
Filosofia
História

Colégio Graham Bell, CGBELL, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2008
Vínculo: Professor Cooperativado, Enquadramento Funcional: Professora de Ensino Médio, Carga horária: 6

Atividades

02/2004 - 05/2008
Ensino,

Disciplinas ministradas
História

Colégio Metropolitano, METROPOLITANO, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professora de Ensino Fundamental e Médio, Carga horária: 9

Atividades

02/2005 - 12/2005
Ensino,

Disciplinas ministradas
História
02/2005 - 12/2005
Ensino,

Disciplinas ministradas
História


Linhas de pesquisa


1.
HISTÓRIA RURAL
2.
HISTÓRIA SOCIAL DA AGRICULTURA
3.
HISTÓRIAS DAS PROPRIEDADES
4.
HISTÓRIA AGRÁRIA


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Em busca dos Patrimônios fantasmas da Maranhão
Descrição: A proposta visa obter informações dos Patrimônios e Patrimônios Fantasmas, os quais cabe já serem declarados. Entende-se Patrimônio como um bem da coletividade, que represente a história social. Ele é definido como um conjunto de bens materiais e imateriais que representam a herança de um passado comum e/ou, para a contemporaneidade, como exemplo de um determinado presente que se deseja preservar para o futuro..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (2) .
Integrantes: Marina Monteiro Machado - Integrante / Claudio Eduardo de Castro - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa ao Desenvolv. Científico e Tecnológico - MA - Auxílio financeiro.
2017 - Atual
INCT- REDE PROPRIETAS. História Social das Propriedades e Direitos de acesso
Descrição: A REDE PROPRIETAS apresenta uma proposta de estudo sobre a propriedade enquanto instituição social em suas distintas dimensões, com ênfase para seus efeitos sobre a produção e o acesso a bens patrimoniais e culturais. Trata-se, a nosso ver, de um tema merecedor da constituição de um INCT, posto que a questão proprietária e seus desdobramentos em nossos dias ocupam uma posição estratégica para os países de língua portuguesa, além de ser decisiva para o adensamento das políticas públicas de planejamento e/ou de inovação relacionadas às propriedades no Brasil. Elegendo-se a perspectiva histórica como um viés válido e profícuo de análise, pretende-se refletir sobre a construção e funcionamento de determinadas estruturas de regulação da propriedade (material e intelectual), tendo em vista a construção de parâmetros de comparação sobre a apropriação de bens tangíveis e intangíveis. Esse estudo comparativo será desenvolvido tanto do ponto de vista sincrônico ? cotejando-se experiências nacionais distintas (dos países de língua portuguesa, com ênfase na experiência brasileira) e em momentos históricos específicos ? quanto diacrônico ? atentando-se para as continuidades, transformações e rupturas ocorridas ao longo do tempo nos arcabouços jurídico-institucionais observados. Levando-se em conta o destaque que a propriedade intelectual aufere no atual contexto, em que se consolida globalmente a chamada ?era do conhecimento?, objetiva-se fomentar os debates e contribuir para o aprofundamento das reflexões sobre a matéria no país, submetida a uma crescente valorização, porém ainda carente de interlocutores. Para isto, vislumbra-se, para além do exercício de um amplo esforço de pesquisa, a elaboração de um trabalho de divulgação e disseminação junto ao grande público, dos múltiplos temas e objetos que envolvem o campo da propriedade material e imaterial, priorizando-se o alcance aos jovens pesquisadores e estudantes. Ainda dentro do escopo do presente projeto, destacamos que o adensamento do conhecimento sobre a temática da propriedade presta-se a gerar subsídios para futuras propostas de intervenção sobre a estrutura de regulação então vigente, bem como para o desenvolvimento de políticas públicas de fomento à inovação tecnológica e à produção de bens culturais no Brasil e nos países africanos de língua portuguesa...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Marina Monteiro Machado - Integrante / Márcia Maria Menendes Motta - Coordenador / MALAVOTA, Leandro Miranda - Integrante / Leandro José Luz Riodades de Mendonça - Integrante / Beatriz Cerbino - Integrante / Allan Rocha de Souza - Integrante / Paulo Pinheiro Machado - Integrante / Cláudia Inês Chamas - Integrante / Mônica Piccolo Almeida - Integrante / Leandro Dittz - Integrante / Pedro Parga Rodrigues - Integrante / João Vitor Pollig - Integrante / Rachel Lima - Integrante / Francisco José Alves - Integrante / Monica de Souza Martins - Integrante / Mauro de Barros Amoroso - Integrante / Vivian Luiz Fonseca - Integrante / Nívia Pombo - Integrante / Maria Leticia Correa - Integrante / Leonardo Leal Chaves - Integrante / Maria Celma Borges - Integrante / Zora Zanuzo - Integrante / Calos Leandro Esteves - Integrante / Edilza Fontes - Integrante / Alan Dutra Cardoso - Integrante / Lais dos Passos Lara - Integrante / Darlan Reis - Integrante / Silvia Dantas - Integrante / Jorge Luiz Cruz - Integrante / Vitor Almeida - Integrante.
2016 - Atual
Formação Econômica do Brasil: perspectiva histórica e análise crítica
Descrição: Este projeto estrutura-se a partir de uma analise dos estudos que compõem a disciplina de Formação Econômica do Brasil, uma análise crítica a partir de sua perspectiva histórica, desde os primeiros estudos consagrados por Caio Prado Junior e Celso Furtado. O foco central de investigação centra-se nas principais discussões historiográficas da formação econômica do Brasil, com ênfase para economia colonial e o desenvolvimento e desenvolvimento primário-exportador, a importância da lei de terras e das imigrações, a expansão cafeeira e a origem da indústria; a industrialização tardia, o nacional-desenvolvimentismo; o novo papel do Estado e seus instrumentos de política econômica; o plano de Metas e a industrialização pesada; o desenvolvimento da agricultura e o processo de urbanização e suas relações com a industrialização..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Programa Apoio a Grupos Emergentes de Pesquisa no Estado do Rio de Janeiro - AS EXPOSIÇÕES UNIVERSAIS SOB O PRISMA DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA: o Rio de Janeiro como lócus da modernidade entre os séculos XIX e XX
Descrição: O projeto em tela se insere no conjunto de discussões do recém-criado Núcleo de Pesquisa sobre a Propriedade em suas Múltiplas Dimensões (NUPEP). Trata-se de desenvolver uma investigação sobre as Exposições universais e sua contribuição para a inovação tecnológica no Brasil. Desdobra-se em uma análise sobre esses megaeventos, desde a Exposição de Londres, em 1851, até a Exposição comemorativa do centenário da Independência, no Rio de Janeiro, em 1922. As Exposições se constituíram em espaços de divulgação e difusão de inovações, contribuindo para o avanço da técnica e promovendo a emulação entre as nações na segunda metade do século XIX e no início do XX. Representavam, portanto, painéis para a exibição de produtos atraentes ao comércio internacional, abrindo oportunidades para interação e trocas tecnológicas, mediante uma nova divisão internacional do trabalho. A participação do Brasil decorreu de intensa participação das regiões do país na exposição de produtos agrícolas e manufaturados diversos, que eram selecionados para serem exibidos internacionalmente..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2017
Rede Proprietas e o Rio de Janeiro: patrimônios materiais e extensão universitária
Descrição: A partir dos eixos de discussão da Rede Proprietas, o presente projeto tem como objetivo produzir mapas interativos sobre o patrimônio no Rio de Janeiro e mini-cursos de extensão acerca das histórias dos bens patrimoniais fluminenses, ao longo dos séculos XIX e XX Na interface entre distintos campos de conhecimento, o projeto pretende trazer à luz as pesquisas produzidas no Estado do Rio de Janeiro sobre a historicidade da constituição dos patrimônios fluminenses, com vista a estimular uma nova cultura em relação aos chamados patrimônios públicos de uso coletivo. Neste sentido, esta proposta é um desdobramento da rede proprietas, com a criação de mapas interativos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2017
PROPRIETAS,IURE ET FACTO: HISTÓRIA E DIREITOS À PROPRIEDADE NO MUNDO LUSO (SÉCULOS XIX/XXI)
Descrição: Trata-se de um conjunto de pesquisadores integrados numa rede de investigação, intitulada: PROPRIETAS. A rede tem como objetivo ser um lócus de discussão sobre a história da propriedade em suas múltiplas dimensões. Ela se propõe ainda a desnudar o caráter plural da propriedade, marcado por distintas interpretações sobre o direito de acesso e transmissão de patrimônio. A REDE PROPRIETAS é um desdobramento internacional do projeto PENSA RIO...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2017
REDE PROPRIETAS: PROPRIEDADE, INOVAÇAO E BEM COMUM
Descrição: O presente projeto consiste em uma proposta de estudo acerca da propriedade - enquanto instituição social - em algumas de suas distintas dimensões, com ênfase para seus efeitos sobre a produção e o acesso a bens tecnológicos e culturais (propriedade intelectual e direito autoral. Elegendo-se a perspectiva histórica como um viés válido e profícuo de análise, preten)de-se refletir sobre a construção e funcionamento de determinadas estruturas de regulação da propriedade (agrária, urbana, creditícia e intelectual), tendo em vista a construção de parâmetros de comparação sobre a apropriação de bens tangíveis e intangíveis. Esse estudo comparativo será desenvolvido tanto do ponto de vista sincrônico - cotejando-se experiências nacionais distintas em momentos históricos específicos - quanto diacrônico - atentando-se para as continuidades, transformações e rupturas ocorridas ao longo do tempo nos arcabouços jurídico-institucionais observados. Levando-se em conta o destaque que a propriedade intelectual aufere no atual contexto, em que se consolida globalmente a chamada "era do conhecimento", objetiva-se fomentar os debates e contribuir para o aprofundamento das reflexões sobre a matéria no país, submetida a uma crescente valorização, porém ainda carente de interlocutores. Para isto, vislumbra-se, para além do exercício de um amplo esforço de pesquisa, a elaboração de um trabalho de divulgação e disseminação junto ao grande público, dos múltiplos temas e objetos que envolvem o campo da propriedade, priorizando-se o alcance aos jovens pesquisadores e estudantes. Como desdobramento deste projeto está sendo criada a REDE Proprietas, que abrigará os laboratórios e pesquisadores envolvidos em pesquisa sobre a dimensão histórica da propriedade, em suas múltipla dimensões..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2014
NAS ROÇAS DO CAMINHO: A OCUPAÇÃO DAS TERRAS AO LONGO DO CAMINHO NOVO PARA AS MINAS (1700-1750)
Descrição: Projeto que tem por objetivo analisar a ocupação territorial ao longo do Caminho Novo para as Minas, no período entre 1700 e 1750, direcionando o olhar para alguns aspectos específicos, para além da própria abertura do Caminho por Garcia Rodrigues Paes. Neste sentido buscamos compreender a política de concessão de terras por meio de sesmarias, os embates entre posseiros e sesmeiros, conflitos com grupos indígenas e o desenvolvimento de uma economia de passagem, fundamental para o abastecimento e o desenvolvimento da própria rota..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2012
ENTRE TERRAS E CONFLITOS: A OCUPAÇÃO DO INTERIOR FLUMINENSE NO SETECENTOS
Descrição: O projeto de pós-doutoramento propõe a investigação dos conflitos de terra em áreas consagradas como posses indígenas nas áreas fronteiriças da capitania do Rio de Janeiro no século XVIII, sob a perspectiva de que a Fronteira está para além de uma ?linha divisória?. Para tanto, investiga-se a dinâmica de ocupação territorial no interior no referido contexto quando as primeiras sesmarias foram concedidas na região. Trata-se de uma análise que envolve as dimensões dos conflitos nas terras indígenas em sua relação com as discussões sobre fronteira no período em questão. Ao estudar o avanço das fronteiras pretende-se analisar a disputa por terras entre os grupos envolvidos no processo, assim como compreender as propostas de fixação de fronteiras, marcas que não somente delimitam um espaço, mas constrói uma determinada versão sobre a história da ocupação do lugar..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2014
LANDS OVER SEAS: PROPERTY RIGHTS IN THE EARLY-MODERN PORTUGUESE EMPIRE
Descrição: A grande questão a que este projeto procura dar resposta é a seguinte: como é que os portugueses resolveram o problema da apropriação, (re)distribuição e controle d terra nos seus espaços imperiais? Numa perspcetiva institucional, pocura-se entender como é que instituições fundamentais como os direitos de propriedade (v.g. enfiteuse, sesmarias, vínculos, arrendamentos, doações, subrogações, de matriz européia, foram transplantadas para o Império e aí se sobrepuseram ou se fundiram com instituições e tradições locais tão diversa como a muçulmana, a hindu, a budista, a africana ou a ameríndia. Numa perspectiva social, interessa avaliar de que modo os direitos de propriedade constribuiram para manter, ou subverter, os equilíbrios sociais nos diversos contextos ultramarinos analisados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Marina Monteiro Machado - Integrante / Márcia Maria Menendes Motta - Integrante / José Vicente Serrão - Coordenador / Rafael Ivan Chambouleyron - Integrante / Angela Maria Barreto Xavier - Integrante / Maria Eugenia Alves Rodrigues - Integrante / Ruth Isabel Rodrigues Dias Gregório - Integrante.Financiador(es): FUNDAÇAO CIENCIA E TECNOLOGIA - Auxílio financeiro.
2010 - 2012
TERRAS LUSAS: TERRITORIALIDADE E CONFLITO NO IMPÉRIO PORTUGUÊS DO SETECENTOS
Descrição: Projeto FCT/CAPES coordenadora brasileira: Márcia Motta; coordenador português: José Vicente Serrão.O projeto está ancorado numa proposta de investigação sobre o processo de territorialização do Império Português do setecentos, a partir de dois eixos de reflexão: 1) as leis sobre o direito à terra e os conflitos, tendo como base os embates sobre posse e propriedade; 2) a descrição, formação da paisagem e reconhecimento, enquanto parte integrante da organização do território e do exercício cartográfico.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2010
ENTRE FRONTEIRAS: TERRAS INDÍGENAS NOS SERTÕES FLUMINENSES (1790-1824)
Descrição: O trabalho tem por objetivo investigar os conflitos de terra em áreas consagradas como posses indígenas nas regiões fronteiriças da província do Rio de Janeiro no século XIX, sob a perspectiva de que a Fronteira está para além de uma ?linha divisória?. O trabalho desenvolvido tempo por objetivo ir além das fontes, buscando operar e discutir o conceito de Fronteira e seus múltiplos aspectos no oitocentos, em prol da analise da ocupação das terras indígenas. Para trabalhar o conceito deve-se ter em mente também alguns outros aspectos mais concretos e exemplos com os quais operar. Desta forma, as fronteiras, ou melhor, os limites da Província do Rio de Janeiro, consistem em um recorte importante para análise, servindo como norte para o desenvolvimento dos estudos. Uma atenção aos limites geográficos, em especial junto às Províncias de Minas Gerais e São Paulo, engrandece a pesquisa, à medida que representam os sertões. Trata-se de regiões interioranas e fortemente marcadas pela presença indígena. Justifica-se, assim, um debate acerca do processo de ocupação de terras no Brasil em comparação com os Estados Unidos, tendo em vista a importância que este último dá aos estudos de temáticas voltadas para a Fronteira e, ainda, as formas distintas como cada um desses Estados intermediou esse acesso à terra. Por fim, busca-se retornar ao debate inicial sobre as leis, visando a um entendimento da realidade legislativa brasileira, em que a Lei de Terras de 1850 e as possibilidades contraditórias de acesso à terra inauguradas por esta foram derradeiras para os povos indígenas, sendo, portanto, objeto do presente estudo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Marina Monteiro Machado - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 4
2005 - 2007
A TRAJETÓRIA DA DESTRUIÇÃO: Índios e Terras no Império do Brasil
Descrição: Neste projeto objetivou-se analisar a política indígena desenvolvida pelo Governo Imperial Brasileiro desde 1820 até 1850. Optou-se pelos referidos marcos temporal a fim de consolidar uma analise que abrangesse desde os anos da independência política até a implementação das principais leis que buscaram regulamentar a questão das terras indígenas, sendo elas: o Regulamento das Missões em 1845, destinado a contemplar as questões indígenas; e a Lei e Terras de 1850, que buscava regularizar as questões de terra no país. Para tanto apoiou-se em legislações e relatórios oficiais, como fontes para o desenvolvimento da pesquisa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Marina Monteiro Machado - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 2
2002 - 2004
CONFLITOS E PODER: UM ESTUDO SOBRE OS RELATÓRIOS DOS PRESIDENTES DE PROVÍNCIA ACERCA DOS CONFLITOS DE TERRA NO RIO DE JANEIRO (SÉCULO XIX)
Descrição: O projeto consistiu em um desdobramento da pesquisa sob a responsabilidade da orientadora Márcia Maria Menendes Motta, desenvolvida no âmbito da bolsa de produtividade de pesquisa do CNPq. Objetivou-se é analisar as informações presentes nos Relatórios dos Presidentes de Província do Rio de Janeiro acerca dos conflitos de terra, com especial atenção às áreas consagradas como posses indígenas, e os problemas relativos à transmissão de patrimônio ao longo do século XIX. Procurou-se agregar fontes para iluminar reflexões sobre o objeto de estudo proposto. A pesquisa se constituiu em um levantamento e análise das informações acerca de conflitos de terras e questões sobre a legislação agrária presentes nos Relatórios dos Presidentes de Província do Rio de Janeiro, e ainda a leitura de documentos sobre o tema, encontrados no setor de Manuscritos da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Marina Monteiro Machado - Integrante / Márcia Maria Menendes Motta - Coordenador.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1


Revisor de projeto de fomento


2015 - 2015
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa ao Desenvolv. Científico e Tecnológico - MA


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Moderna e Contemporânea.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Social da Agricultura.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Social da Propriedade.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Historiografia da Fronteira.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Indígena.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende PoucoLê Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2007
Aprovação em 1o lugar no concurso de doutorado, banca de História Contemporânea I, da Universidade Federal Fluminense, .
2005
Aprovação em 5o lugar no concurso de mestrado, banca de História Contemporânea I, da Universidade Federal Fluminense, .


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MACHADO, M. M.;MACHADO, MARINA MONTEIRO;MACHADO, MARINA;MONTEIRO MACHADO, MARINA2017MACHADO, M. M.. FRONTEIRAS DINÂMICAS: propriedade de terra e trabalho indígena nos sertões fluminenses (1800-1810). Outros Tempos (Online), v. 14, p. 221-239, 2017.

2.
MACHADO, M. M.;MACHADO, MARINA MONTEIRO;MACHADO, MARINA;MONTEIRO MACHADO, MARINA2017MACHADO, M. M.; MARTINS, M. S. N. . A Modernidade nas Teias da floresta: o Brasil na exposição Universal da Filadélfia de 1876. Geosul (UFSC), v. 32, p. 68-86, 2017.

3.
MONTEIRO MACHADO, MARINA2017MONTEIRO MACHADO, MARINA. Fronteiras e disputas por propriedade: aldeamentos, arrendamentos e aforamentos no norte do Rio de Janeiro (séculos XVIII e XIX). TRASHUMANTE: REVISTA AMERICANA DE HISTORIA SOCIAL, v. 1, p. 26-51, 2017.

4.
DELMAS, ANA CAROLINA2017DELMAS, ANA CAROLINA ; MACHADO, MARINA MONTEIRO ; MALEVAL, ISADORA TAVARES . Apresentação. REVISTA MARACANAN, v. 13, p. 7-11, 2017.

5.
MARIA MENENDES MOTTA, MÁRCIA2017MARIA MENENDES MOTTA, MÁRCIA ; MACHADO, MARINA . Sobre enfiteuses e outros termos: uma análise sobre os conceitos do universo rural. Revista História: Debates e Tendências, v. 17, p. 261-274, 2017.

6.
MACHADO, M. M.;MACHADO, MARINA MONTEIRO;MACHADO, MARINA;MONTEIRO MACHADO, MARINA2012MACHADO, M. M.. Colonização e Conquista: um projeto para os sertões fluminenses (1790-1800). Revista Mundos do Trabalho, v. 04, p. 10-25, 2012.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
Motta, Márcia (Org.) ; SERRAO, J. V. (Org.) ; MACHADO, M. M. (Org.) . Em terras lusas: conflitos e fronteiras no Império Português. 1. ed. São Paulo: Editora Horizonte, 2013. v. 01. 320p .

2.
MACHADO, M. M.. ENTRE FRONTEIRAS: posses e terras indígenas nos sertões (Rio de Janeiro, 1790-1824). 1. ed. Guarapuava: HORIZONTE/UNICENTRO/EDUFF, 2012. v. 1. 269p .

Capítulos de livros publicados
1.
MACHADO, MARINA MONTEIRO; Martins, Monica . HISTÓRIA E ECONOMIA: Um convite à reflexão sobre Capitalismo, Mercado e Propriedade. In: MOTTA, Márcia Maria Menendes; MARTINS, Monica Nunes de Souza. (Org.). História & Parceria. 1ed.Seropédica: Edur, 2018, v. 01, p. 221-243.

2.
MACHADO, M. M.. O ministro e o fazendeiro nos debates sobre as sesmarias em fins do Setecentos. In: MOTTA, Márcia; PICCOLO, Monica.. (Org.). O Domínio do Outrem: Posse e Propriedade na Era moderna (Portugal e Brasil) - Volume 1. 1ed.São Luís; Guimarães: EDUEMA, Nósporcátudobem, 2017, v. 01, p. 142-163.

3.
MACHADO, M. M.. Impresnsa, Estado e historiografia: reflexões de pesquisadores sobre o Maranhão Republicano. In: PICCOLO, Monica; SULIDADE, Mariana da. (Org.). O Maranhão republicano em foco: estado, imprensa e historiografia.. 01ed.São Luís: Editora Shalom/EDUEMA, 2015, v. 01, p. 11-21.

4.
MACHADO, M. M.. Duas gerações de caminhos pelos sertões: Fernão Dias Paes e Garcia Rodrigues Paes. In: MOTTA, Márcia; SERRÃO, José Vicente; MACHADO, Marina. (Org.). Em terras lusas: conflitos e fronteiras no Império Português. 1ed.São Paulo: Editora Horizonte, 2013, v. , p. 25-55.

5.
MACHADO, M. M.. No jogo das identidades: terras indígenas e conflito no oitocentos. In: Márica Motta; María Verónica Secreto. (Org.). O Direito às Avessas: por uma história social da propriedade. 1ed.Guarapuava; Niterói: Editora Unicentro; Editora da UFF; Editora Horizonte, 2011, v. 01, p. 247-264.

6.
MACHADO, M. M.. Almanak Laemmert. In: Márcia Motta; Elione Guimarães. (Org.). Propriedades e Disputas: fontes para a história do oitocentos. 1ed.Guarapuava; Niterói: Editora Unicentro; Editora da UFF; Editora Horizonte, 2011, v. 01, p. 159-161.

7.
MACHADO, M. M.. Correspondências Oficiais. In: Márcia Motta; Elione Guimarães. (Org.). Propriedades e Disputas: fontes para a história do oitocentos. Guarapuava; Niterói: Editora Unicentro; Editora da UFF; Editora Horizonte, 2011, v. 01, p. 171-173.

8.
MACHADO, M. M.. Relatórios de Presidentes de Província. In: Márcia Motta; Elione Guimarães. (Org.). Propriedades e Disputas: fontes para a história do oitocentos. 1ed.Guarapuava; Niterói: Editora Unicentro; Editora da UFF; Editora Horizonte, 2011, v. 01, p. 203-206.

9.
MACHADO, M. M.; MOTA, Maria Sarita . Legislações e Terras. In: Márcia Motta; Elione Guimarães. (Org.). Propriedades e Disputas: fontes para a história do oitocentos. 1ed.Guarapuava; Niterói: Editora Unicentro; Editora da UFF; Editora Horizonte, 2011, v. 01, p. 253-263.

10.
MACHADO, M. M.. Terras Indígenas e o avanço do café: abrindo fronteiras no Vale do Paraíba (séculos XVIII e XIX). In: Márcia Maria Menendes Motta; Beatriz Anselmo Olito; Oséias de Oliveira. (Org.). História Agrária: Propriedade e Conflito. 1ed.Guarapuava: Unicentro, 2009, v. 01, p. 101-118.

11.
Motta, Márcia ; MACHADO, M. M. . Fronteiras Internas: Apontamentos de Pesquisa. In: Silvio Antônio Colognese. (Org.). Fronteiras e Identidades Regionais. 1ed.Cascavel: Editora Coluna do Saber, 2008, v. , p. 09-22.

12.
MACHADO, M. M.. Leis para terras de uma fronteira étnica: A questão indígena no império Brasileiro. In: Elione Guimarães; Márcia Motta. (Org.). Campos em Disputa: História Agrária e Companhia. 1ed.São Paulo: ANNABLUME, 2007, v. 01, p. 321-347.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MONTEIRO MACHADO, MARINA. Terras, direitos e propriedades: arrendamentos e aforamentos em terras indígenas (Rio de Janeiro, séculos XVIII e XIX). In: XXIX Simpósio Nacional de História, 2017, Brasília. Anais eletrônicos: XXIX Simpósio Nacional de História. Brasilia, 2017. v. 01.

2.
MACHADO, MARINA MONTEIRO. Between maps and Frontiers: properties and rights of access in the 18th and 19th centuries. In: Rural History, 2017, Leuven. Full Papeer. Leuven, 2017. v. 01. p. 01-12.

3.
MACHADO, M. M.. Aldeamentos tardios no Rio de Janeiro e a ocupação de terras indígenas. In: IV Encontro Internacional de História Colonial. Terra e império: os direitos de propriedade na América portuguesa em perspectiva comparada, 2014, Belém. Anais do IV Encontro Internacional de História Colonial. Terra e império: os direitos de propriedade na América portuguesa em perspectiva comparada. Belém: Editora Açaí, 2012. v. 2. p. 127-135.

4.
MACHADO, M. M.. Dentro de los límites de la ley: disputas de sesmeiros en tierras indígenas de Río de janeiro (1790-1820). In: XIII Congreso de Historia Agraria / Congreso Internacional de La SEHA, 2011, Lleida. Anais do XIII Congreso de Historia Agraria, 2011.

5.
MACHADO, M. M.. Frontier and Interests: The advanced on Indigenous Lands in the Vale do Paraíba (XVIII and XIX century). In: XXIX International Congress os The Latin American Studies Association, 2010, Toronto. Congress Paper Archive, 2010.

6.
MACHADO, M. M.. Lados da Fronteira: índios e brancos nas terras de Valença (séculos XVIII e XIX). In: 53o Congreso Internacional de Americanistas, 2009, Ciudad de México. Anais do 53o ICA, 2009.

7.
MACHADO, M. M.. Terras indígenas e o avanço do café: abrindo fronteiras no Vale do Paraíba (séculos XVIII e XIX). In: III Colóquio de História Agrária, 2008, Guarapuava. HISTÓRIA AGRÁRIA: Propriedade e Conflito. Guarapuava: Editora UNICENTRO, 2008. p. 101-118.

8.
MACHADO, M. M.. Leis e Embates: as Terras Indígenas no Império do Brasil. In: XXIV Simpósio Nacional de História, 2007, São Leopoldo, RS. CD de Resumos do XXIV Simpósio Nacional de História. São Leopoldo, RS, 2007.

9.
MACHADO, M. M.. Fronteiras em debate: disputas em terras indígenas na Província do Rio de Janeiro - século XIX. In: Primeiro Congreso Latinoamericano de Historia Económica, 2007, Montevidéu. Annais do Primeiro Congreso Latinoamericano de Historia Económica, 2007. v. ÚNICO.

10.
MACHADO, M. M.. Leis para terras de uma fronteira étnica: A questão indígena no império Brasileiro. In: II Colóquio de História Agrária, 2007, Juiz de Fora - MG. Campos em Disputa: História Agrária e Companhia. São Paulo: ANNABLUME, 2007. v. ÚNICO. p. 321-347.

11.
MACHADO, M. M.. Indios e Terras no Império do Brasil. In: XVII Simpósio Regional de História, 2006, Niterói, RJ. Annais do XVII Simpósio Regional de História. Niterói, 2006. v. Único.

12.
MACHADO, M. M.. Aldeamentos Indígenas na Província do Rio de Janeiro. In: I Colóquio de História Agrária, 2005, Niterói, RJ. Resumos do Colóquio de ;História Agrária. Niterói, RJ, 2005. v. Único.

13.
MACHADO, M. M.. Índios e Terras no I´mpério do Brasil. In: XXIII Simpósio de História - ANPUH, 2005, Londrina. Livro de Resumos do XXIII Simpósio da Anpuh. Londrina, 2005. v. Único.

14.
MACHADO, M. M.. Indios e Política de Terras no Império do Brasil: A trajetória da destruição. In: XI Encontro Regional de História da ANPUH, 2004, Rio de Janeiro. Livro de Resumos do XI Encontro Regional de História da ANPUH. Rio de Janeiro, 2004. v. ÚNICO.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
MACHADO, M. M.. ALDEAMENTOS TARDIOS NO RIO DE JANEIRO E A OCUPAÇÃO DE TERRAS INDÍGENAS. In: IV ENCONTRO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA COLONIAL, 2012, Belém do Pará. Anais do IV Encontro Internacional de História Colonial, 2012. v. 1.

2.
MACHADO, M. M.. COLONIZAÇÃO E CONQUISTA: UM PROJETO PARA OS SERTÕES FLUMINENSES (1790-1800). In: XXVI SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 2011, São Paulo. Anais do XXVI Simpósio Nacional de História, 2011.

3.
MACHADO, M. M.. Colonização e Conquista: um projeto para os sertões fluminenses (1790-1800). In: XXXI ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE HISTÓRIA ECONÓMICA E SOCIAL, 2011, Coimbra. Anais do XXXI Encontro da APEHES, 2011.

4.
MACHADO, M. M.. Índios e Brancos nas Fronteiras da Província do Rio de Janeiro - Valença, RJ. In: XIII Encontro Regional de História AnpuhRio - Identidades, 2008, Seropédica. Anais Eletrônico, 2008.

5.
MACHADO, M. M.. Fronteiras em debate: disputas em terras indígenas na Província do Rio de Janeiro - século XIX. In: Primeiro Congreso Latinoamericano de Historia Económica, 2007, Montevidéu. Annais do Primeiro Congreso Latinoamericano de Historia Económica. Montevidéu, 2007. v. Único.

6.
MACHADO, M. M.. Leis e embates: as terras indígenas no Império do Brasil. In: XXIV Simpósimo Nacional de História ? História e Multidisciplinaridade: territórios e deslocamentos, 2007, São Leopoldo. CD de Resumos do XXIV Simpósimo Nacional de História. São Leopoldo, 2007. v. Único.

7.
MACHADO, M. M.. Indios e Terras no Império do Brasil. In: XVII Simpósio Regional de História, 2006, Niterói, RJ. Anais do XVII Simpósio Regional de História.

8.
MACHADO, M. M.. Aldeamentos Indígenas na Província do Rio de Janeiro. In: Colóquio de História Agrária, 2005, Niterói, RJ. CD-ROOM de Resumos do Colóquio de História Agrária, 2005.

9.
MACHADO, M. M.. Índios e Terras no Império do Brasil. In: XXIII - Simpósio de História - ANPUH, 2005, Londrina. Livro de Resumos do XXIII Simpósio da Anpuh, 2005.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MACHADO, M. M.. Colonização e Conquista: um projeto para os sertões fluminenses (1790-1800). In: XXXI ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE HISTÓRIA ECONÓMICA E SOCIAL, 2011, Coimbra. Anais do XXXI Encontro da APEHES, 2011.

2.
MACHADO, M. M.. Disputas por terras em fronteiras de interesses. In: XIV Encontro Regional de História da Anpuh-Rio, 2010, Rio de Janeiro. Anais do XIV Encontro Regional de História da Anpuh-Rio, 2010.

3.
MACHADO, M. M.. Frontier and the Interests: The advance on indigenous lands in the Vale do Paraíba (XVIII and XIX century). In: XXIX International Congress os The Latin American Studies Association, 2010, Toronto. Programação do XXIX International Congress os The Latin American Studies Association, 2010.

4.
MACHADO, M. M.. TERRAS E DIREITOS: CONFLITOS ENTRE SESMEIROS, POSSEIROS E ÍNDIOS NO INTERIOR FLUMINENSE (1790-1820). In: VIII Congreso Latinoamericano de Sociologia Rural, 2010, Porto de Galinhas. Anais do VIII Congreso Latinoamericano de Sociologia Rural, 2010.

5.
MACHADO, M. M.. Índios e Brancos nas Fronteiras da Província do Rio de Janeiro ? Valença, RJ. In: XXVIII International Congress of the Latin American Studies Association, 2009. Anais do XXVIII LASA, 2009.

6.
MACHADO, M. M.. Nas Fronteiras, nos sertões: A ocupação das terras no interior do Rio de Janeiro (séc XIX). In: XXV Simpósio Nacional de História, 2009, Fortaleza. Anais do XXV Simpósio da ANPUH, 2009.

7.
MACHADO, M. M.. Lados da Fronteira: índios e brancos nas terras de Valença. In: 53o Congreso Internacional de Americanistas, 2009, Ciudad de México. Anais do 53o Congreso Internacional de Americanistas, 2009.

8.
MACHADO, M. M.. Índios e Brancos nas Fronteiras da Província do Rio de Janeiro - Valença, RJ. In: XIII Encontro Regional de História AnpuhRio - Identidades, 2008, Seropédica. Caderno de Resumos, 2008.

9.
MACHADO, M. M.. Terras indígenas e o avanço do café: abrindo fronteiras no Vale do Paraíba (séculos XVIII e XIX). In: III Colóquio de História Agrária, 2008, Guarapuava. Programação do III Colóquio de História Agrária, 2008.

10.
MACHADO, M. M.. Índios e política de terras no Império do Brasil: a trajetória da destruição. In: XI Encontro Regional de História da ANPUH, 2004, Rio de Janeiro. Livro de Resumos do XI Encontro Regional de História da ANPUH, 2004.

11.
MACHADO, M. M.. Índios e Política de Terras no Império do Brasil: A Trajetória da Destruição. In: XIV Seminário de Iniciação Científica e Prêmio UFF Vasconcelos Torres de Ciência e Tecnologia, 2004, Niterói, RJ. CD- Room Vasconcellos Torres, 2004, 2004.

12.
MACHADO, M. M.. Índios e Política de Terras. In: XIII Simpósio de Iniciação Científica e Prêmio UFF Vasconcellos Torres de Ciência e Tecnologia, 2003, Niterói, RJ. CD - Room do Prêmio Vasconcellos Torres, 2003.

Apresentações de Trabalho
1.
MACHADO, M. M.. Terras, direitos e propriedades: arrendamentos e aforamentos em terras indígenas (Rio de Janeiro, séculos XVIII e XIX). 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
MACHADO, MARINA MONTEIRO. Between maps and Frontiers: properties and rights of access in the 18th and 19th centuries. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
MACHADO, MARINA MONTEIRO. Muita terra para pouco índio: documentário e conflitos fundiários. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
MACHADO, MARINA MONTEIRO. A propriedade em debate nos escritos de José Bonifácio de Andrada e Silva. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
MACHADO, M. M.. A Propriedade nas fronteiras. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
MACHADO, MARINA MONTEIRO. Dinâmica de fronteiras do Rio de Janeiro: trabalho e negociações na primeira década do oitocentos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
MACHADO, M. M.. Aldeamentos e conquista de terras: a política indigenista e o avanço sobre os sertões no norte-fluminense. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
MACHADO, M. M.. Grupos Indígenas na história do Rio de Janeiro (Vale do Paraíba, séc. XVIII-XIX). 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
MACHADO, M. M.. Grupos indígenas na história do Rio de Janeiro (Vale do Paraíba, sec. XVIII-XIX). 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
MACHADO, M. M.. O Caminho Novo e as picadas pelo sertão. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
MACHADO, M. M.. Nas roças do caminho: a ocupação de terras ao longo do Caminho Novoa para as Minas (1700-1750). 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
MACHADO, M. M.. A fronteira em debates: história e historiografia (EUA & Brasil). 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
MACHADO, M. M.. ALDEAMENTOS TARDIOS NO RIO DE JANEIRO E A OCUPAÇÃO DE TERRAS INDÍGENAS. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
MACHADO, M. M.. Dentro de los límites de la ley: disputas de sesmeiros en tierras indígenas de Río de janeiro (1790-1820). 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
MACHADO, M. M.. COLONIZAÇÃO E CONQUISTA: UM PROJETO PARA OS SERTÕES FLUMINENSES. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

16.
MACHADO, M. M.. Nos sertões flluminenses: movimentos nas fronteiras em fins de setecentos. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
MACHADO, M. M.. Aldeamentos tardios e ocupação de terras indígenas (Brasil, século XVIII). 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
MACHADO, M. M.. Trabalho e terras indígenas no Brasil: ocupação dos sertões fluminenses (séculos XVIII-XIX). 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
MACHADO, M. M.. Terras de Índio: civilização, ocupação, negociações e conflitos no Vale do Paraíba. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
MACHADO, M. M.. projetos para os sertões fluminenses: terra, território e trabalho no aldeamento de Valença (1790-1824). 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
MACHADO, M. M.. Frontier and the Interests: The advance on Indigenous Lands in the Vale do Paraíba (XVIII and XIX century). 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
MACHADO, M. M.. Terras e direitos: conflitos entre sesmeiros, posseiros e índios no interior fluminense (1790-1820). 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

23.
MACHADO, M. M.. DISPUTAS POR TERRAS EM FRONTEIRAS DE INTERESSES. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

24.
MACHADO, M. M.. Lados da Fronteira: índios e brancos nas terras de Valença (séculos XVIII e XIX). 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

25.
MACHADO, M. M.. História Agrária: direito a terra e conflito na América Latina (séculos XVIII/XIX). 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
MACHADO, M. M.. Nas Fronteiras, nos Sertões: a ocupação das terras no interior do Rio de Janeiro (séc. XIX). 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

27.
MACHADO, M. M.. Terras indígenas e o avanço do café. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

28.
MACHADO, M. M.. Fronteiras em Movimento: Disputas por terras e consolidação de limites no interior da Província do Rio de Janeiro ? Valença, século XIX. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

29.
MACHADO, M. M.. LEI COMO FONTES: POSSIBILIDADES PARA ESTUDO DE CONFLITOS EM TERRAS INDÍGENAS NO SÉCULO XIX. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

30.
MACHADO, M. M.. Leis e Embates: as Terras Indígenas no Império do Brasil. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

31.
MACHADO, M. M.. Leis para terras de uma fronteira étnica: A questão indígena no império brasileiro. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

32.
MACHADO, M. M.. Índios e Terras no Império do Brasil. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

33.
MACHADO, M. M.. Índios e Terras no Império do Brasil. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

34.
MACHADO, M. M.. Índios e Terras no Império do Brasil. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

35.
MACHADO, M. M.. Índios e políticas de terras no Império do Brasil: a Trajetória da Destruição. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

36.
MACHADO, M. M.. Índios e Política de Terras no Império do Brasil: A Trajetória da Destruição. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

37.
MACHADO, M. M.. Índios e Política de Terras no Império do Brasil: A Trajetória da Destruição. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
DELMAS, A. C. ; MACHADO, M. M. ; MALEVAL, I. T. . Fontes e Métodos na escrita da História: novas perspectivas de abordagens. Rio de Janeiro, 2017. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

2.
MACHADO, M. M.. Caminho Novo. Lisboa: CEHC-IUL, 2014 (Verbete).

3.
MACHADO, M. M.. Diretório dos Índios. Lisboa: CEHC-IUL, 2014 (Verbete).

4.
MACHADO, M. M.. Bandeirante. Lisboa: CEHC-IUL, 2014 (Verbete).

5.
MACHADO, M. M.. Aldeamento Indígena. Lisboa: CEHC-IUL, 2014 (Verbete).

6.
MACHADO, M. M.. Fernão Dias Pais Leme. Lisboa: CEHC-IUL, 2014 (Verbete).

7.
MACHADO, M. M.. Agregado. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005 (Verbete).

8.
MACHADO, M. M.. A QUESTÃO INDÍGENA NA CONTRUÇÃO DA NAÇÃO BRASILEIRA: Uma Análise dos Apontamentos de José Bonifácio de Andrada e Silva 2004 (Monografia de conclusão de curso de graduação).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
MACHADO, M. M.. Parecerista Ad Hoc da Revista Almanack. 2018.

2.
MACHADO, M. M.. Consultor Ad Hoc - Edital FAPEMA n. 002/2018 UNIVERSAL. 2018.

3.
MONTEIRO MACHADO, MARINA. Parecerista Ad Hoc da Revista Cadernos da Geografia. 2017.

4.
MACHADO, M. M.. Parecerista ad hoc da Revista Tecnologia e Sociedade. 2016.

5.
MACHADO, M. M.. Integrante do Comitê de Julgamento da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão - FAPEMA - Edital n. 10/2015 - BEPP. 2015.

6.
MACHADO, M. M.. Integrante do Comitê de Julgamento da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão - Edital 40/2014 - Universal FAPEMA. 2015.

7.
MACHADO, M. M.. Parecerista ad hoc para o Volume 18, n. 2 - 2o semestre 2014 - Revista Tempos Históricos. 2015.

8.
MACHADO, M. M.. Membro da Banca de Avaliação Externa da área Ciências Humanas PIBIC-UFF 2015/2016. 2015.

9.
MACHADO, M. M.. Parecerista ad hoc para a Editora Unicentro.. 2015.

10.
MACHADO, M. M.. Consultor Ad Hoc - Edital FAPEMA n. 25/2015 PPG. 2015.

11.
MACHADO, M. M.. Consultor Ad Hoc para a Revista de História Agraria.. 2015.

12.
MACHADO, M. M.. Integrante do Comitê de Julgamento da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão - FAPEMA - Edital n. 24/2015 - INFRA. 2015.

13.
MACHADO, M. M.. Integrante do Comitê de Julgamento da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão - FAPEMA - Edital n. 28/2015 - Prêmio FAPEMA. 2015.

14.
MACHADO, M. M.. Parecerista ad hoc para a Revista História e Economia.. 2014.

15.
MACHADO, M. M.. Parecer Ad Hoc da Revista Outros Tempos - Vol. 11, número 17. 2014.

16.
MACHADO, M. M.. Parecerista ad hoc para o volume 17, n. 1, 1o semestre de 2013 da Revista Tempos Históricos. 2013.

17.
MACHADO, M. M.. Consultora ad hoc da Editora Unicentro. 2012.

Trabalhos técnicos
1.
MACHADO, M. M.. Parecer ad hoc para a Revista Escrita da História. 2016.

2.
MACHADO, M. M.. Consultor ad hoc da Editora UNICENTRO. 2015.

3.
MACHADO, M. M.. Parecerista ad hoc da Revista de História e Economia. 2014.

4.
MACHADO, M. M.. Parecerista ad hoc da Revista Tempos Históricos. 2013.

5.
MACHADO, M. M.. Parecerista ad hoc da Editora UNICENTRO. 2012.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MACHADO, M. M.. A Revolução Francesa. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Redes sociais, websites e blogs
1.
Motta, Márcia ; MACHADO, M. M. . Mapa Interativo dos Patrimônios do Rio de Janeiro. 2016; Tema: Patrimônios históricos. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
MACHADO, M. M.. Mapeando Patrimônios: mapas interativos, memória e preservação. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
MACHADO, M. M.. HISTÓRIA INDÍGENA NO BRASIL. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
MACHADO, M. M.. HISTÓRIA INDÍGENA NO BRASIL. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
MACHADO, M. M.. HISTÓRIA DO BRASIL III. 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material de Estudo a Distância).

5.
MACHADO, M. M.. Fronteiras em movimentos: disputas por terras e consolidação de limites no interior da Província do Rio de Janeiro - Valença (século XIX). 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

6.
MACHADO, M. M.; MYSKIW, A. M. . Ensinar exige criatividade e criticidade: o uso de fontes documentas escritas, sonoras e autovisuais em sala de aula. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
MACHADO, M. M.. Leis como Fontes: Possibilidades para o estudo de conflitos em terras indígenas no século XIX. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
MACHADO, P. P.; MACHADO, M. M.; MAMIGONIAN, B. G.. Participação em banca de Flávia Paula Darossi. A Lei de Terras em Santa Catarina e a consolidação do Estado Imperial Brasileiro. 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
MARTINS, M. S. N.; FERREIRA, R. G.; MONTEIRO MACHADO, MARINA. Participação em banca de Edite Moraes da Costa. Do boi só não se aproveita o berro! O comércio das carnes verdes e a transformação socioeconômica da Imperial Fazenda de Santa Cruz com a construção do Matadouro Industrial (1870-1890). 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

3.
DEZEMONE, M.; MACHADO, M. M.; Motta, Márcia. Participação em banca de Luís Emílio Gomes. Entre Déspotas e Heróis: Conflitos pela terra em Campos dos Goytacazes e suas visões na historiografia (1674-1752). 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

4.
ALMICO, R.; MACHADO, M. M.; Motta, Márcia. Participação em banca de Jamila Aparecida Silva Câmara. Nas sombras do Cafezais: Produção de subsistência em uma região cafeeira na segunda metade do século XIX (1850-1888). 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

Teses de doutorado
1.
Morel, Marco; MUAZE, Mariana A. F.; Bessa Freire, José Ribamar; MOREIRA, V. M. L.; MACHADO, MARINA MONTEIRO. Participação em banca de Enio Sebastião Cardoso de Oliveira. Cadê o Índios que Vivia Aqui? Os Puri, a ocupação dos Sertões de Campo Alegre da Paraíba Nova e io processo de invisibilidade indígena (séculos XVIII e XIX). 2018. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

2.
Martins, Monica; COSTA, Carlos Eduardo Coutinho; Rodrigues, P. P.; OLIVEIRA, Monica Ribeiro de; MACHADO, MARINA MONTEIRO. Participação em banca de Juliano Tiago Viana de Paula. A manutenção da escravidão: desigualdade socioeconômica, compadre e hierarquia social no sul de Minas Gerais. Vila de Santa Maria do Baependi, 1830-1888. 2018. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

3.
FONTES, E.; Motta, Márcia; Nunes, Francivaldo Alves; ARENZ, K. H.; MACHADO, MARINA MONTEIRO; RICCI, M. M. O.. Participação em banca de Maria José Dos Santos. "Arranjos, Lei e Fronteiras do Império: Aplicação da Lei de Terras e apropriação das fazendas nacionais na fronteira do Rio Branco (1830-1894). 2018. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Pará.

4.
Motta, Márcia; SANCHES, M. G.; POMBO, N.; KANTOR, I.; MACHADO, M. M.. Participação em banca de João Victor Diniz Coutinho Pollig. O Caminho Novo e a Boa Razão: Conflitos e a Lei de 1769. 2017. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

5.
Motta, Márcia; MACHADO, M. M.; SANCHES, M. G.; Martins, Monica; Fonseca, Cláudia Damasceno. Participação em banca de Rachel Gomes de Lima. Senhores e possuidores de Inhaúma: propriedades, famílias e negócios da terra no rural carioca "oitocentista". 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

6.
PARAÍSO, Maria Hilda B.; ARAS, Lina Maria B.; MACHADO, M. M.; ALVES, F. J.; SILVA, Edson. Participação em banca de Pedro Abelardo de Santana. Os índios em Sergipe oitocenista: catequese, civilização e alienação das terras indígenas. 2015. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em História) - Universidade Federal da Bahia.

7.
Motta, Márcia; SARAIVA, L.F.; MACHADO, M. M.; SALLES, Ricardo H.; ALVEAL, C. M. O.. Participação em banca de Pedro Parga Rodrigues. As frações da classe senhorial e a Lei Hipotecária de 1864. 2014. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

Qualificações de Doutorado
1.
Motta, Márcia; SANCHES, M. G.; MACHADO, M. M.. Participação em banca de Rachel Gomes de Lima. Senhores e Possuidores: propriedade, famílias e negócios de terras no rural carioca oitocentista (1830-1870). 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

Qualificações de Mestrado
1.
Motta, Márcia; MACHADO, MARINA MONTEIRO; Nunes, Francivaldo Alves. Participação em banca de Alan Dutra Cardoso. A política imperial das fronteiras sob a direção saquarema: Paulino José Soares de Souza (1849-1853). 2018. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal Fluminense.

2.
BARROS, A. E. A.; SANTOS, S. R. R.; MONTEIRO MACHADO, MARINA. Participação em banca de DIÊGO FERNANDO SILVA RABÊLO. INDÍGENAS NOS LIVROS DIDÁTICOS: uma análise das representações dos povos indígenas nos livros de História do Ensino Médio adotado pela escola estadual Liceu Maranhense (2017-2018). 2018. Exame de qualificação (Mestrando em PROGRAMA DE MESTRADO EM HISTÓRIA- UEMA) - Universidade Estadual do Maranhão.

3.
MARTINS, M. S. N.; FERREIRA, R. G.; MACHADO, M. M.. Participação em banca de Edite Moraes da Costa. O comércio das carnes verdes: Santa Cruz antes e depois da construção do matadouro industrial (1852-1881). 2017. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

4.
Motta, Márcia; MACHADO, M. M.; DEZEMONE, M.. Participação em banca de Luís Emílio Gomes. Entre Déspotas e Heróis: As visões de Alberto Lamego e Julio Feydit sobre os conflitos entre o donatário Visconde de Asseca e os grandes Proprietários de Campos dos Goytacazes. 1674-1752. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal Fluminense.

5.
MACHADO, M. M.; ALMICO, R.; Motta, Márcia. Participação em banca de Jamila Aparecida Silva Câmara. Nas sobras dos Cafezais: produção de subsistência econômica em São Paulo de Muriahé (1850-1888). 2013. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal Fluminense.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MONTEIRO MACHADO, MARINA; LIMA, A. C. C.. Participação em banca de Rogério Tavares de Paiva.Arranjos Produtivos Locais no estado do Rio de Janeiro: evolução do emprego industrial no período 2005/2015. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

2.
SOBRAL, B. L. B.; MACHADO, MARINA MONTEIRO. Participação em banca de Davi Daminelli Lopes.PORTO MARAVILHA COMO PROJETO DE CIDADE-MERCADORIA. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

3.
LIMA, A. C. C.; MACHADO, MARINA MONTEIRO. Participação em banca de Ana Luísa Faria.Incentivos fiscais e desenvolvimento regional no Brasil: uma análise à luz da Teoria dos Jogos. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

4.
MACHADO, MARINA MONTEIRO; LIMA, A. C. C.. Participação em banca de Bruno Sondermann Christianes.Uma Abordagem sobre a polêmica entre sentido interno e externo no processo de desenvolvimento da economia brasileira: Um estudo de caso sobre o ciclo cafeeiro.. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

5.
MACHADO, M. M.; DANTAS, A. T.. Participação em banca de Igor Serra Nimrichter.A propriedade privada e sua função social. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

6.
MACHADO, M. M.; DANTAS, A. T.. Participação em banca de Thaynara Silva de Ramos.Marcas e patentes no Brasil. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

7.
MACHADO, M. M.; JABBOUR, E.. Participação em banca de Anna Paula Araújo de Assis.A Economia do Turismo e sua importância para a cidade do Rio de Janeiro. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

8.
MACHADO, M. M.. Participação em banca de Sandra Heloísa Batista da Costa.Gênero feminino: Avanços e desafios da inserção da mulher no mercado de trabalho. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

9.
MACHADO, M. M.; DANTAS, A. T.. Participação em banca de Juliana Hanna Miranda Lopes.Milagra Econômico Brasileiro: perspectivas em história econômica. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

10.
MACHADO, M. M.; DANTAS, A. T.. Participação em banca de Ayanne da Silva Kauffmann.Múltiplos direitos de propriedade: uma análise sobre as diferentes formas de possuir. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

11.
MACHADO, M. M.; JABBOUR, E.. Participação em banca de Marco Aurélio Barreiro Damasceno Otero.Análise econômica do Aterro Sanitário de Jardim Gramacho. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

12.
MACHADO, M. M.; DANTAS, A. T.. Participação em banca de João Pedro de Alencar Almeida.Mercado, capitalismo e propriedade a partir da grande transformação. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
MONTEIRO MACHADO, MARINA. Banca de Correção da prova de História do Exame Discursivo do Vestibular Estadual. 2018. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

2.
MACHADO, M. M.. Banca de Correção da prova de História do Exame Discursivo do Vestibular Estadual. 2017. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

3.
MACHADO, M. M.. Banca de Correção da prova de História do Exame Discursivo do Vestibular Estadual. 2016. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
56o Congreso Internacional de Americanistas. A individualização da propriedade nas fronteiras: discursos e propostas nos projetos do ministro D. Rodrigo de Souza Coutinho para os sertões fluminenses. 2018. (Congresso).

2.
Comissão de Estudos e Pesquisas Históricas - CEPHAS.Expansão de fronteiras e projetos para os sertões fluminenses: posse e propriedade nos séculos XVIII e XIX. 2018. (Outra).

3.
Encontro Internacional e XVIII Encontro de História da Anpuh-Rio: História e Parcerias.Propriedades nas fronteiras: os projetos do ministro D. Rodrigo de Souza Coutinho para os sertões fluminenses. 2018. (Encontro).

4.
II Congreso Internacional; XVI SEHA y VII RuralReport; TransRuralHistory: Transiociones en la agricultura y la sociedad rural. Propriedade, enfiteuse, arrendamento. 2018. (Congresso).

5.
I Seminário Nacional de História Social dos Sertões/ / II Colóquio de História Social dos Sertõe.História Indígena: campinhos e fronteiras. 2018. (Seminário).

6.
VII Encontro Internacional de História Colonial.Direitos de propriedade e expansão das fronteiras nos projetos do ministro D. Rodrigo de Souza Coutinho. 2018. (Encontro).

7.
V Simpósio em História Contemporânea: Soberania, Relações de Poder e Propriedades.Relações de Poder e Propriedade do século XIX. 2018. (Simpósio).

8.
V Simpósio em História Contemporânea: Soberania, Relações de Poder e Propriedades.Direitos de propriedade e expansão das fronteiras: projetos do ministro D. Rodrigo de Souza Coutinho e os sertões fluminenses. 2018. (Simpósio).

9.
II Seminário Terra, Território e Totalidades: debates e perspectivas da história rural no Brasil.Dinâmicas de Fronteira no Rio de Janeiro: terra, trabalho e negociações na primeira década do oitocentos. 2017. (Seminário).

10.
Jornada Pedagógica da Escola Adventista.História e Economia: um convite à reflexão dobre Capitalismo, Mercado e Propriedade. 2017. (Outra).

11.
Rural History. Between maps and Frontiers: properties and rights of access in the 18th and 19th centuries. 2017. (Congresso).

12.
Seminário do Programa de Pós-Graduação em História, Ensino e Narrativas (PPGHEN/UEMA).História e Patrimônios: Mapas Interativos como ferramentas de ensino e aprendizagem. 2017. (Seminário).

13.
VII Encontro Anual AIM.Muita terra para pouco índio: documentário e conflitos fundiários. 2017. (Encontro).

14.
XXIX Simpósio Nacional de História.Terras, direitos e propriedades: arrendamentos e aforamentos em terras indígenas (Rio de Janeiro, séculos XVIII e XIX). 2017. (Encontro).

15.
XXXVII Encontro da APHES "O Atlântico na história económica e social.A propriedade em debate nos escritos de José Bonifácio de Andrada e Silva. 2017. (Encontro).

16.
Encontro Internacional "Amazônia: Entre Rotas, Fronteiras e Conexões".."Dinâmica de Fronteiras do Rio De Janeiro: Trabalho e Negociações na Primeira Década do Oitocentos". 2016. (Encontro).

17.
Jornada Nacional da rede Proprietas e Fórum Estadual de Ciência e Tecnologia.Propriedade e História Agrária. 2016. (Outra).

18.
Land rights and cultural property in Latin American.Frontiers and properties in Rio de janeiro: villages (Aldeamentos), rents (arrendamento) and emphyteusis (enfiteuse).. 2016. (Encontro).

19.
Land rights and cultural property in Latin American.?Frontiers and properties in Rio de Janeiro: villages (Aldeamentos), rents (arrendamentos) and emphyteusis (enfiteuses)?. 2016. (Outra).

20.
Old an New Worlds: the Global Challenges of Rural History. Terras, direitos e propriedades: experiências de arrendamentos e aforamentos em terras indígenas (Rio de Janeiro, séculos XVIII e XIX). 2016. (Congresso).

21.
XIV Jornada de Históira.História e Patrimônios: O Rio de Janeiro nos mapas interativos. 2016. (Outra).

22.
XVII Encontro de História da ANPUH-Rio.Sesmarias, propriedades e grupos indígenas nos escritos de José Bonifácio de Andrada e Silva. 2016. (Encontro).

23.
3a Semana de História da UFF.Terra e Território no Império Português. 2015. (Encontro).

24.
II Simpósio em História Contemporânea - Proprietas: Políticas públicas e dilemas na sociedade contemporânea.Mesa Redonda: TERRA E TERRITÓRIO NO IMPÉRIO PORTUGUÊS. 2015. (Simpósio).

25.
XXVIII Simpósio Nacional de História. 2015. (Simpósio).

26.
XXVIII Simpósio Nacional de História.Aldeamentos e conquista de terras: a política indigenista e o avanço sobre os sertões no norte-fluminense. 2015. (Simpósio).

27.
XXXIII INTERNATIONAL CONGRESS OF THE LATIN AMERICAN STUDIES ASSOCIATIONon. Fronteiras Fluminenses: propriedades, mapas e territórios. 2015. (Congresso).

28.
Property Rights, Land and Territory in the European Overseas Empiresres. Terras nas fronteiras: disputas, conflitos e negociações. 2014. (Congresso).

29.
XVI Encontro Regional de História da Anpuh-Rio: Saberes e práticas científicas.Fronteira e propriedade nos aldeamentos indígenas do Rio de Janeiro. 2014. (Simpósio).

30.
XXXIV Encontro da APHES."Propriedades e fronteiras no sudeste da América Portuguesa (séculos XVIII/XIX). 2014. (Encontro).

31.
IV ENCONTRO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA COLONIAL. ALDEAMENTOS TARDIOS NO RIO DE JANEIRO E A OCUPAÇÃO DE TERRAS INDÍGENAS. 2012. (Congresso).

32.
Processos de territorialização no Império Português moderno.Distribuição de sesmarias e ocupação de terras ao longo do Caminho Novo para as Minas (1700-1750). 2012. (Encontro).

33.
XV Encontro Regional de História - O Ofício do Historiador: Ensino & Pesquisa.O Caminho Novo e as picadas pelo sertão. 2012. (Seminário).

34.
XXXII Encontro da Associação Portuguesa de História Económica e Social.Nas roças do caminho: A ocupação das terras ao longo do Caminho Novo para as minas (1700-1750). 2012. (Encontro).

35.
XXX INTERNATIONAL CONGRESS OF THE LATIN AMERICAN STUDIES ASSOCIATION. A Fronteira em debates: História e Historiografia (EUA & Brasil). 2012. (Congresso).

36.
I Encontro RuralRePort.Nos sertões fluminenses: movimentos nas fronteiras em fins de setecentos. 2011. (Encontro).

37.
NOVAS PERSPECTIVAS EM HISTÓRIA MODERNA.Aldeamentos tardios e ocupação de terras indígenas (Brasil, séc. XVIII). 2011. (Seminário).

38.
Seminário de Leitura Avançada em Antropologia.Projetos para os sertões fluminenses: terra, território e trabalho no aldeamento de Valença (1790-1824). 2011. (Seminário).

39.
Seminário Território, Poderes e Instituições.Trabalho e terras indígenas no Brasil: ocupação dos sertões fluminenses (séculos XVIII e XIX). 2011. (Seminário).

40.
XIII Congreso de Historia Agraria / Congreso Internacional de La SEHA. Dentro de los límites de la ley: disputas de sesmeiros en tierras indígenas de Río de janeiro (1790-1820). 2011. (Congresso).

41.
XXVI SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA.Colonização e Conquista: um projeto de colonização para os sertões fluminenses (1790-1800). 2011. (Simpósio).

42.
XXXI ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE HISTÓRIA ECONÓMICA E SOCIAL.Colonização e Conquista: um projeto para os sertões fluminenses (1790-1800). 2011. (Encontro).

43.
IV ENCONTRO DE ENSINO DE HISTÓRIA: HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA E INDÍGENA.O Desafio da História Indígena: Um Diálogo entre Pesquisas e Ensino. 2010. (Encontro).

44.
VIII Congreso Latinoamericano de Sociologia Rural. TERRAS E DIREITOS: CONFLITOS ENTRE SESMEIROS, POSSEIROS E ÍNDIOS NO INTERIOR FLUMINENSE (1790-1820). 2010. (Congresso).

45.
XIV Encontro Regional de História da Anpuh-Rio.Disputas por terras em fronteiras de interesses. 2010. (Encontro).

46.
XXIX International Congress os The Latin American Studies Association. Frontier and the Interests: The advance on Indigenous Lands in the Vale do Paraíba (XVIII and XIX century). 2010. (Congresso).

47.
53o Congreso Internacional de Americanistas. Lados da Fronteira: índios e brancos nas terras de Valença (séculos XVIII e XIX). 2009. (Congresso).

48.
II Seminário Nacional de Pós-Graduandos em História das Instituições.Instituições agrárias, propriedade e conflito. 2009. (Seminário).

49.
XXVIII International Congress of the Latin American Studies Association. Índios e Brancos nas Fronteiras da Província do Rio de Janeiro ? Valença, RJ. 2009. (Congresso).

50.
XXV Simpósio Nacional de História.Nas Fronteiras, nos Sertões: A ocupação das terras no interior do Rio de Janeiro (séc XIX). 2009. (Simpósio).

51.
III Colóquio de História Agrária.Terras Indígenas e o avaço do café: Valença - RJ. 2008. (Outra).

52.
V Simpósio de História - Nação, Identidade e Território.Fronteiras em movimentos: disputas por terras e consolidação de limites no interior da Província do Rio de Janeiro - Valença (século XIX). 2008. (Outra).

53.
XIII Encontro Regional de História AnpuhRio - Identidades.Índios e Brancos nas Fronteiras da Província do Rio de Janeiro - Valença, RJ. 2008. (Encontro).

54.
II Colóquio de História Agrária.Leis para terras de uma fronteira étnica: A questão indígena no império Brasileiro. 2007. (Outra).

55.
IV Simpósio de História da Universo.Leis Como Fontes: POSSIBILIDADES PARA ESTUDO DE CONFLITOS EM TERRAS INDÍGENAS NO SÉCULO XIX. 2007. (Simpósio).

56.
SEMANA DE HISTÓRIA DA UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ.Terras Indígenas no Império Brasiliero. 2006. (Encontro).

57.
XII Simpósio Nacional de História ? ANPUH.Índios e Terras no Império do Brasil. 2006. (Simpósio).

58.
Colóquio de História Agrária.Aldeamentos Indídenas na Província do Rio de Janeiro. 2005. (Encontro).

59.
XXIII - Simpósio de História - ANPUH.Índios e Terras no Império do Brasil. 2005. (Simpósio).

60.
XI Encontro Regional de História "Democracia e Conflito".Índios e Polítocas de Terras no Império do Brasil: A Trajetória da Destruição. 2004. (Simpósio).

61.
XIV Seminário de Iniciação Científica e Prêmio UFF Vasconcelos Torres de Ciência e Tecnologia.Índios e Política de Terras no Império do Brasil: A Trajetória da Destruição. 2004. (Seminário).

62.
XIII Simpósio de Iniciação Científica e Prêmio UFF Vasconcellos Torres de Ciência e Tecnologia.Índio e Política de Terras. 2003. (Seminário).

63.
X Encontro Regional de História ANPUH História e Biografias. 2002. (Simpósio).

64.
XXI Simpósio Nacional de História.XXI Simpósio Nacional de História. 2001. (Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Motta, Márcia ; MACHADO, MARINA MONTEIRO . Coorganização da sessão simultanea: O Rural em teoria: conceitos e abordagens para o estudo da Nova História da propriedade. 2018. (Congresso).

2.
MACHADO, MARINA MONTEIRO; DEZEMONE, M. . SIMPÓSIO TEMÁTICO - Rural no Brasil: História & Parcerias. 2018. (Outro).

3.
ALMEIDA, M. P. ; MACHADO, M. M. ; Motta, Márcia ; MENDONÇA, L, R. ; CRIBELLI, T. . V Simpósio Internacional em História Contemporânea: Soberania, Relações de Poder e Propriedade. 2018. (Congresso).

4.
MACHADO, MARINA MONTEIRO; BOTH, M. . SIMPÓSIO TEMÁTICO 3 - Propriedade Territorial em uma perspectiva histórica. 2018. (Outro).

5.
MACHADO, MARINA MONTEIRO; CABRAL, G. C. M. . SIMPÓSIO TEMÁTICO - História e Direito: propriedade e direito de acesso na AMérica portuguesa. 2018. (Outro).

6.
MACHADO, MARINA MONTEIRO; REIS, D. ; CORTEZ, A. I. . I Seminário Nacional de História Social dos Sertões / II Colóquio de História Social dos Sertões. 2018. (Congresso).

7.
MACHADO, M. M.; ALVES, F. J. . SIMPÓSIO TEMÁTICO - História Rural: debates, conceitos e pesquisas. 2017. (Congresso).

8.
MACHADO, M. M.; DEZEMONE, M. . Simpósio Temático - História Rural no Brasil: entre o local e o global. 2016. (Congresso).

9.
MACHADO, M. M.; Martins, Monica . Simpósio Temático: Eco 2 - As propriedades e suas múltiplas dimensões". 2016. (Outro).

10.
MACHADO, M. M.; WIESEBRON, M. L. . Land rights and cultural property in Latin American. 2016. (Outro).

11.
ALMEIDA, M. P. ; MACHADO, M. M. . II Simpósio em História Contemporânea - Proprietas: Políticas Públicas e Dilemas na Sociedade contemporânea. 2015. (Outro).

12.
MACHADO, M. M.; ALMEIDA, M. P. . SIMPÓSIO TEMÁTICO - Propriedade Territorial. 2015. (Congresso).

13.
MACHADO, M. M.; Motta, Márcia ; CRIBELLI, T. . Painel "A propriedade em suas múltiplas dimensões no século XIX". 2015. (Outro).

14.
MACHADO, M. M.; DEZEMONE, M. . SIMPÓSIO TEMÁTICO - História Rural no Brasil: saberes e práticas científicas. 2014. (Congresso).

15.
MACHADO, M. M.; DEZEMONE, M. . SIMPÓSIO TEMÁTICO - HISTÓRIA RURAL NO BRASIL: O OFICIO DO HISTORIADOR, PESQUISA E ENSINO. 2012. (Congresso).

16.
MACHADO, M. M.. América Latina Rural: Que modernización? Historia y historiografia. 2012. (Congresso).

17.
MACHADO, M. M.. I Seminário Interno - Rede Proprietas: Propriedade, inovação e bem comum. 2012. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Rafaelle Gonçalves dos Santos Pessôa. O pensamento social brasileiro e o latifúndio: um debate sobre a propriedade da terra e a questão agrária nos anos 1960.. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Coorientador).

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Jaqueline Costa da Silva. A Instabilidade da Previdência Social: Causas e Consequências. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador).

2.
Gabriell Ribeiro. Expansão da Fronteira Agrícola e Legislação Ambiental: os impactos das mudanças nas leis sobre a questão da terra. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador).

3.
Taylane Marinheiro de Oliveira. A Grande Crise de 1929 e seus desdobramentos para a economia brasileira. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador).

4.
Juliana Teles da Silva. Bolhas especulativas. Início: 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador).

5.
Mariana Guimarães Alves. Os princípios da Propriedade Privada. Início: 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Alessandra de Oliveira Elias. Entre mapas e fronteiras: formas de propriedade e direito de acesso nos serões (séculos XVIII e XIX). Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Marlon Cesar Merly de Paz. A Questão Agrária no Brasil XIX.. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização ?Lato Sensu? em História do Brasil) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Marina Monteiro Machado.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Bruno Sondermann Christianes. Uma Abordagem sobre a polêmica entre sentido interno e externo no processo de desenvolvimento da economia brasileira: Um estudo de caso sobre o ciclo cafeeiro.. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Marina Monteiro Machado.

2.
Igor de Souza Alcântara. Capitalismo Agrário - A evolução histórica do campesinato inglês. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Marina Monteiro Machado.

3.
Marco Aurélio Barreiro Damasceno Otero. Análise Econômica do Aterro Sanitário de Jardim Gramacho. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Marina Monteiro Machado.

4.
Ayanne da Silva Kauffmann. MÚLTIPLOS DIREITOS DE PROPRIEDADE: UMA ANÁLISE SOBRE AS DIFERENTES FORMAS DE POSSUIR. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Marina Monteiro Machado.

5.
João Pedro de Alencar Almeida. Mercado, capitalismo e propriedade a partir da grande transformação. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Marina Monteiro Machado.

6.
Thaynara Silva de Ramos. Marcas e Patentes no Brasil. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Marina Monteiro Machado.

7.
Sandra Heloísa Batista da Costa. Gênero feminino: Avanços e desafios da inserção da mulher no mercado de trabalho. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Marina Monteiro Machado.

8.
Igor Serra Nimrichter. A Propriedade Privada e sua Função Social. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Marina Monteiro Machado.

9.
Anna Paula Araújo de Assis. A Economia do Turismo e sua Importância para a cidade do Rio de Janeiro. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Marina Monteiro Machado.

10.
Juliana Hanna Miranda Lopes. Milagre Econômico Brasileiro: perspectivas em história econômica. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Marina Monteiro Machado.

11.
Iasmin Duarte Costa. A nova abordagem das propriedades coletivas : da tragédia dos comunos a Elionor Ostrom. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Econômica) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Marina Monteiro Machado.

Iniciação científica
1.
Israel Leitão Ferreira. Projeto: História Social das Propriedades e direito de acesso. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marina Monteiro Machado.

2.
Yasmin Hashimoto Tonini. Projeto: História Social das Propriedades e direito de acesso. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marina Monteiro Machado.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
MACHADO, M. M.. Grupos indígenas na história do Rio de Janeiro (Vale do Paraíba, sec. XVIII-XIX). 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MACHADO, M. M.. A Propriedade nas fronteiras. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
MACHADO, M. M.; MYSKIW, A. M. . Ensinar exige criatividade e criticidade: o uso de fontes documentas escritas, sonoras e autovisuais em sala de aula. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).


Redes sociais, websites e blogs
1.
Motta, Márcia ; MACHADO, M. M. . Mapa Interativo dos Patrimônios do Rio de Janeiro. 2016; Tema: Patrimônios históricos. (Site).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 10/12/2018 às 23:05:20