Jesuína do Socorro Mendes Castro

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9204885075554040
  • Última atualização do currículo em 01/07/2017


Médica clínica geral, graduada pela Universidade Federal do Pará em 1986. Especialista em Medicina Social pelo Departamento de Medicina Preventiva e Social/ Faculdade de Medicina/ Universidade Federal da Bahia, em 1989. Mestre em Saúde Comunitária - Epidemiologia, pelo Instituto de Saúde Coletiva/ Universidade Federal da Bahia (1999). Sanitarista estatutária da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia desde 1989, coordenou de 2007-2017 a Vigilância Epidemiológica de Doenças Transmitidas por Vetores, da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, onde atuou entre 1995 e 2017. Desde 2002, coopera no processo de integração das práticas de Vigilância em Saúde e de Atenção à Saúde, particularmente nos programas de controle de doenças vetoriais na vigilância epidemiológica e atenção Básica, especialmente de arboviroses - febre amarela, dengue, chikungunya e zika; leishmanioses; malária; esquistossomose; doença de Chagas e leptospirose. Atualmente, exerce o cargo sanitarista do Núcleo de Epidemiologia, da Diretoria de Vigilância e Atenção à Saúde do Trabalhador, da Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde, da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia. Professora temporária do curso e medicina, da Faculdade de Medicina/ Universidade Federal da Bahia, entre 2006 e 2012. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Jesuína do Socorro Mendes Castro
Nome em citações bibliográficas
Castro, J. S. M.

Endereço


Endereço Profissional
SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA, Superintendência de Vigilância da Saúde, Diretoria de Vigilância Epidemiológica.
Rua Metódio Coelho
Cidadela
40279120 - Salvador, BA - Brasil
Telefone: (71) 31160017
Ramal: 0051
Fax: (71) 0024
URL da Homepage: www.saude.ba.gov.br


Formação acadêmica/titulação


1996 - 1999
Mestrado em Saúde Coletiva.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Título: Dengue em Salvador em 1995: validação de casos de vigilância epidemiológica,Ano de Obtenção: 1999.
Orientador: Maria Inês Costa Dourado.
Palavras-chave: dengue; validade de critério; validade; vigilância epidemiológica.
Grande área: Ciências da Saúde
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.
Setores de atividade: Atividades profissionais, científicas e técnicas; Pesquisa e desenvolvimento científico; Atividades de atenção à saúde humana.
1987 - 1988
Especialização - Residência médica.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil. Residência médica em: ESPECIALIZAÇÃO SOB A FORMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM MEDICINA SOCIAL
Número do registro: Carmem Fontes Teixeira.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Planejamento em saúde; Administração; Política de saúde.
Setores de atividade: Atividades de atenção à saúde humana.
2005 - 2006
Especialização em Especialização em Epidemiologia - EAD. (Carga Horária: 298h).
Johns Hopkins/ Bloomberg School of Public Health, JHSPH, Estados Unidos.
Título: Tendência da mortalidade por acidente de trânsito na capital mais populosa das cinco regiões do Brasil: Brasília, Curitiba, Manaus, Salvador e são Paulo, 1992-2002.
Orientador: Ana Navas-Acien e Mariana Lazo.
1981 - 1986
Graduação em MEDICINA.
Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
Título: TUBERCULOSE ENTÉRICA: APRESENTAÇÃO DE UM CASO.
Orientador: Eleonora Lima Peixinho.




Formação Complementar


2004 - 2004
CURSO INTERNACIONAL DE GI - DENGUE. (Carga horária: 72h).
Ministério da Saúde, MS, Brasil.
2001 - 2001
Capacitação em Vigilância Epidemiológica da Febre. (Carga horária: 16h).
Ministério da Saúde, MS, Brasil.
2001 - 2001
SISTEMA DE INFORMAÇÕES - SINAN/ WINDOWS. (Carga horária: 24h).
SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA, SESAB, Brasil.
2001 - 2001
CAPACITAÇÃO EM VIGILÂNCIA EPIZOÓTICA. (Carga horária: 40h).
Centro Nacional de Primatas, CNP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: pesquisadora, Carga horária: 4


Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Professor substituto, Enquadramento Funcional: Professor assistente, Carga horária: 20
Outras informações
Faculdade de Medicina/ Departamento de Medicina Preventiva. Disciplina: Epidemiologia.

Vínculo institucional

2002 - 2003
Vínculo: Professor substituto, Enquadramento Funcional: Professor assistente, Carga horária: 20
Outras informações
Faculdade de Medicina/ Departamento de Medicina Preventiva. Disciplina: Epidemiologia.

Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Professor substituto, Enquadramento Funcional: Professor auxiliar, Carga horária: 20
Outras informações
Universidade Federal da Bahia/ Instituto de Saúde Coletiva/ Departamento de Saúde Coletiva. Disciplina: Política de Saúde.


Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, SMS, Brasil.
Vínculo institucional

1993 - 1994
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: médico de família, Carga horária: 40
Outras informações
Atuação como médico de família na unidade de saúde da Vila São José do Passaúna; Regional do Pinheirinho e vigilância epidemiológica da SMS de Curitiba.


SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA, SESAB, Brasil.
Vínculo institucional

1989 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: médica sanitarista/ coordenadora, Carga horária: 240
Outras informações
Coordenadora de vigilância epidemiológica e controle de doenças transmitidas por vetores, 2007-2010 na Divep/ Sesab; Coordenação técnica do programa estadual de controle da Dengue, 1995-2006/ Sesab; sanitarista/ 5º. Centro de Saúde/ Salvador/1ª. Dires/Sesab, 1991-1992; sanitarista do D.S. B. R. Vermelho,1990-1991; técnica da Gerencia da Rede Básica/ Sesab, 1989-1990.



Projetos de pesquisa


2009 - 2011
Dengue: uma avaliação da produção do cuidado e da integração das ações de prevenção e promoção na atenção básica no município de Salvador.
Descrição: A Dengue foi incluída na agenda de prioridades de pesquisa das autoridades de saúde nacionais e internacionais (Kroger et al, 2007; The Lancet 2008), em função da rápida expansão da circulação do seu agente, elevação da magnitude da incidência e gravidade das epidemias. No Brasil, verifica-se que quase 70% dos casos notificados se concentram em municípios com mais de 50.000 habitantes que, em sua grande maioria, fazem parte de regiões metropolitanas ou pólos de desenvolvimento econômico. Esses grandes centros urbanos, na maioria das vezes, são responsáveis pela dispersão do vetor e da doença para os municípios menores. Apesar da proposta atual de integração do cuidado ao paciente, bem como das ações para enfrentamento do dengue, na rede da Atenção Básica (Brasil, 2008), não existem estudos que avaliem como esta integração vem ocorrendo nos territórios das equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF) no município de Salvador. Desse modo, as informações geradas poderão contribuir para a tomada de decisão de planejadores, gestores e executores visando a implantação, implementação ou redirecionamento de ações que conduzam à redução da morbimortalidade da doença..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


1998
A epidemia de Dengue na cidade de Salvador na Bahia em 1995: validação de casos- MENÇÃO HONROSA, IV Congresso Brasileiro de Epidemiologia/ EPIRIO-98/ ASS. BRAS. DE PÓS GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA.


Produções



Produção bibliográfica
Resumos publicados em anais de congressos
1.
Castro, J. S. M.; Figueiredo, M. A.A. ; MORATO, V. . AVALIAÇÃO DA EPIDEMIOLOGIA DOS CASOS DE DENGUE EM SALVADOR - BAHIA: UM ESTUDO COMPARATIVO DOS ANOS DE 2001 E 2005. In: 11º CONGRESSO MUNDIAL DE SAÚDE PÚBLICA/ 8º CONGRESSO BRASILEIRO DE SAÚDE COLETIVA, 2006, PORTO ALEGRE. 11º CONGRESSO MUNDIAL DE SAÚDE PÚBLICA/ 8º CONGRESSO BRASILEIRO DE SAÚDE COLETIVA, 2006.

2.
Castro, J. S. M.; CARVALHO, M. T. B. ; IVO, N. ; SANTOS, E. . ESTADO DE ALERTA PARA FEBRE AMARELA NA BAHIA. In: VI CONGRESSO BRASILEIRO DE EPIDEMIOLOGIA, 2004, PERNANBUCO. UM OLHAR SOBRE A CIDADE, 2004.

3.
Castro, J. S. M.. iNTENSIFICAÇÃO DAS AÇÕES DE VE E CONTROLE DA FA EM ÁREAS DE RISCO DO ESTADO DA BAHIA EM 2003. In: 3ª MOSTRA INTERNACIONAL DE EXPERIÊNCIAS BEM SUCEDIDAS EM EPIDEMIOLOGIA - EXPOEPI, 2003, SALVADOR/ BA. 3ª EXPOEPI, 2003.

Apresentações de Trabalho
1.
WILL, R. ; CIUFFO, I. M. A. ; REGO, M. F. ; Castro, J. S. M. . MEDTROP - 2009. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).


Produção técnica
Processos ou técnicas
1.
Solla, J. J. S. P. ; SOUZA, G. S. ; Pinto. L. L. ; DANTAS, T. ; Castro, J. S. M. . I Mostra Integrada de Saúde da Família e Vigilância da Saúde. 2010.

2.
Castro, J. S. M.; RIBEIRO, A. L. . II Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família. 2004.

3.
Castro, J. S. M.; CARDOSO, E. F. ; NETTO, J. M. M. . Curso de Especialização em Saúde da Família - PITS. 2001.


Demais tipos de produção técnica
1.
Castro, J. S. M.; Pinto, R. F. . I Curso de Especialização em Saúde Coletiva. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

2.
SILVA, I.V. ; LESSA, G. M. ; Castro, J. S. M. . CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM EPIDEMIOLOGIA. 2007. .

3.
Andrade, A. M. S. ; Castro, J. S. M. . CURSO AVANÇADO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA. 2006. .

4.
Castro, J. S. M.; SANTOS, E. F. S. . CURSO BÁSICO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA - CBVE. 2005. .

5.
Castro, J. S. M.; ARAUJO, R. F. ; CRUSOE, E. L. . Formação de Auxiliares de Entomologia. 2005. .

6.
Figueiredo, M. A.A. ; Castro, J. S. M. . Curso Básico de Vigilância Epidemiológica - CBVE. 2004. .

7.
PINHEIRO, M. R. ; REGO, M. A. ; Castro, J. S. M. . Especialização em Medicina do Trabalho - Disciplina Epidemiologia e Trabalho. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

8.
Castro, J. S. M.; ARAUJO, R. F. ; CRUSOE, E. L. . Curso de Formação de Auxiliares de Entomologia. 2003. .

9.
Castro, J. S. M.; CARVALHO, M. T. B. . Curso Básico de Vigilância Epidemiológica da Febre Amarela. 2003. .

10.
Vasconcelos, A. C.C. ; Machado, M. A. M. L. ; Castro, J. S. M. . SISTEMA DE INFORMAÇÕES DE AGRAVOS DE NOTIFICAÇÃO - SINAN/ WINDOWS. 2002. .

11.
SILVA JUNIOR, J. B. ; Castro, J. S. M. . Treinamento em Vigilância Epidemiológica da Febre Amarela. 2002. .

12.
FLORES, S. C. C. ; CONCEICAO, M. B. M. ; PEDRO, J. H. ; Castro, J. S. M. . Curso Básico de Vigilância Epidemiológica - CBVE. 2001. .



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
10ª. EXPOEPI.10a. Mostra Nacional de Experiências Bem Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (EXPOEPI). 2010. (Outra).

2.
DIAGNÓSTICO E MANEJO CLÍNICO DA DENGUE.DIAGNÓSTICO E MANEJO CLÍNICO DA DENGUE. 2009. (Seminário).

3.
I ENCONTRO DE SAÚDE PÚBLICA VETERINÁRIA.VIGILÂNCIA DAS ARBOVIROSE NA BAHIA. 2009. (Encontro).

4.
III SIMPÓSIO DA LIGA ACADÊMICA DE INFECTOLOGIA APLICADA DA BAHIA - LAIA.ARBOVIROSES: DENGUE E FEBRE AMARELA - DOENÇAS TROPICAIS DA BAHIA. 2009. (Simpósio).

5.
XLV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DOS SOROTIPOS DOS VÍRUS DA DENGUE NA BAHIA. 2003-2008. 2009. (Congresso).

6.
11º SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE ESQUISTOSSOMOSE.SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE ESQUISTOSSOMOSE. 2008. (Simpósio).

7.
FEBRE AMARELA: MAIS INFORMAÇÕES ESCLARECEDORAS.FEBRE AMARELA: MAIS INFORMAÇÕES ESCLARECEDORAS. 2008. (Outra).

8.
II CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM DIP DO HOSPITAL COUTO MAIA.DENGUE NA BAHIA - EPIDEMIOLOGIA. 2008. (Encontro).

9.
XIII CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA INTENSIVA - ADULTO - PEDIÁTRICO - NEONATAL.DENGUE E CUIDADOS INTENSIVOS - EPIDEMIOLOGIA E SANITARISTA. 2008. (Simpósio).

10.
XVIII CONGRESSO MUNDIAL DE EPIDEMIOLOGIA/ VII CONGRESSO BRASILEIRO DE EPIDEMIOLOGIA. XVIII CONGRESSO MUNDIAL DE EPIDEMIOLOGIA/ VII CONGRESSO BRASILEIRO DE EPIDEMIOLOGIA. 2008. (Congresso).

11.
1º SEMINÁRIO INTERNACIONAL NOVAS TECNOLOGIAS PARA PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE.2º FÓRUN CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS. 2007. (Seminário).

12.
11º CONGRESSO MUNDIAL DE SAÚDE PÚBLICA/ 8º CONGRESSO BRASILEIRO DE SAÚDE COLETIVA. AVALIAÇÃO DA EPIDEMIOLOGIA DOS CASOS DE DENGUE EM SALVADOR - BAHIA: UM ESTUDO COMPARATIVO DOS ANOS DE 2001 E 2005. 2006. (Congresso).

13.
VI CONGRESSO BRASILEIRO DE EPIDEMIOLOGIA. ESTADO DE ALERTA PARA FEBRE AMARELA NA BAHIA. 2004. (Congresso).

14.
3ª - EXPOEPI - I SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE IMUNIZAÇÕES NO BRASIL - 2003.3ª EXPOEPI - I SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE IMUNIZAÇÕES NO BRASIL - 2003. 2003. (Simpósio).

15.
3ª MOSTRA INTERNACIONAL DE EXPERIÊNCIAS BEM SUCEDIDAS EM EPIDEMIOLOGIA - EXPOEPI.INTENSIFICAÇÃO DAS AÇÕES DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA E CONTROLE DA FEBRE AMARELA EM ÁREAS DE RISCO DO ESTADOS DA BAHIA EM 2003. 2003. (Outra).

16.
V CONGRESSO BRASILEIRO DE EPIDEMIOLOGIA. V CONGRESSO BRASILEIRO DE EPIDEMIOLOGIA. 2002. (Congresso).

17.
1ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DE SAÚDE.Delegado. 1986. (Outra).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Agnaldo de Souza Orrico; Emanue santos de Araújol. Correlação entre fatores abióticos e incidência de casos de Dengue em municípios da Bahia com caatinga ou floresta ombrófila densa. 2007. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA) - Universidade Federal da Bahia. Orientador: Jesuína do Socorro Mendes Castro.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/12/2018 às 4:39:34