Murilo Sversut Dias

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7373363206564892
  • Última atualização do currículo em 02/10/2018


é graduado em Ciências Biológicas (Licenciatura) pela Universidade Estadual de Londrina (2005), possui o título de Mestre em Biologia (Ecologia) pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa; 2008) e Doutor em Science de l'Homme et de la Nature (Ecologia: Macroecologia; 2015) pelo Muséum National d'Histoire Naturelle em Paris-FR. Possui interesse em padrões e mecanismos determinantes da variação da biodiversidade aquática em grandes escalas espaciais e temporais e tem experiência na área de Ecologia de Comunidades e Macroecologia com ênfase em peixes de água doce. Atualmente é Professor Adjunto A-2 do Departamento de Ecologia/Instituto de Ciências Biológicas, Universidade de Brasília-DF. Website: https://sites.google.com/view/msdias/ (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Murilo Sversut Dias
Nome em citações bibliográficas
DIAS, Murilo Sversut;DIAS, MURILO S.;DIAS, M. S.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia.
Universidade de Brasília (UnB)
Asa Norte
70910900 - Brasília, DF - Brasil
Telefone: (61) 31072983
URL da Homepage: https://sites.google.com/view/msdias/


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2015
Doutorado em Sciences de la Nature et de l'Homme (ED 227).
Muséum National d'Histoire Naturelle, MNHN, França.
Título: Processos de colonização/extinção/especiação relacionados à fragmentação em ambientes aquáticos: uma abordagem multi escalar utilizando peixes de água doce, Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Thierry Oberdorff.
Coorientador: Pablo A. Tedesco.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Fragmentaçao; macroecologia; Biodiversidade; ictiofauna.
2006 - 2008
Mestrado em Biologia (Ecologia).
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Brasil.
Título: Influência do manejo florestal de baixo impacto na comunidade de peixes em riachos de terra-firme, Amazônia Central,Ano de Obtenção: 2008.
Orientador: William Ernest Magnusson.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: corte seletivo; ictiofauna.
Grande área: Ciências Biológicas
2002 - 2005
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.


Pós-doutorado


2015 interrompida
Pós-Doutorado.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Comunidades.
Ano de interrupção: 2016


Formação Complementar


2013 - 2013
Intro Linear mixed effects models and GLMM with R. (Carga horária: 40h).
Universidade de Lisboa, UL, Portugal.
2013 - 2013
Data exploration, regression, GLM & GAM with R. (Carga horária: 40h).
Universidade de Coimbra, UC, Portugal.
2008 - 2008
Identificação de insetos aquáticos. (Carga horária: 16h).
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Brasil.
2007 - 2007
Dinâmica de populações aplicada à ictiologia. (Carga horária: 6h).
Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI, Brasil.
2007 - 2007
Ecologia da Floresta Amazonica.
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Brasil.
2006 - 2006
Técnicas de diafanização para a osteologia.... (Carga horária: 10h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
2005 - 2005
Ecologia Trófica de peixes de águas continentais. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.
2004 - 2004
Biologia de Campo A. (Carga horária: 40h).
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
2002 - 2002
Técnicas Ecológicas de Despoluição de Lagos. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
2002 - 2002
Reconhecimento de Duas Cavernas e Floresta.... (Carga horária: 30h).
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto A1, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

03/2017 - Atual
Ensino, Ecologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia Evolutiva e Geográfica (Macroecologia)
03/2016 - Atual
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Meio Ambiente Físico e Ecossistemas
03/2016 - Atual
Ensino, Engenharia de Redes de Comunicações, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ciências do Ambiente
03/2016 - Atual
Ensino, Ciências Ambientais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Mudanças ambientais Globais e Biodiversidade
03/2016 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão de Ética no Uso de Animais da Universidade de Brasília (CEUA-UnB), .

Cargo ou função
Membro do conselho.

Muséum National d'Histoire Naturelle, MNHN, França.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Contrato temporário, Enquadramento Funcional: Assistente de pesquisa, Carga horária: 20


Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Bolsista Recém Mestre, Enquadramento Funcional: Bolsista PCI MCT/INPA, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

03/2009 - 03/2009
Ensino, Biologia (Ecologia), Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Estatística e delineamento amostral (atuação como Monitor)
04/2008 - 04/2008
Ensino, Biologia (Ecologia), Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia de Comunidades - Atuação como monitor - Carga horária 90h
04/2007 - 04/2007
Ensino, Biologia (Ecologia), Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia de Comunidades - Atuação como monitor - Carga horária 24h/aula

Universidade do Estado do Amazonas, UEA, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20
Outras informações
Professor titular da disciplina Metodologia Científica (30h teóricas) do Curso Superior de Tecnologia em Produção Pesqueira, no município de Maraã-AM. Professor titular da disciplinaIntrodução a Informática (60h teóricas e práticas) do Curso Superior de Tecnologia em Produção Pesqueira, no município de Maraã-AM.

Atividades

05/2009 - 06/2009
Ensino, Tecnologia em Produção Pesqueira, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Instrodução a Informática
Metodologia Científica

Instituto Federal de Edecação, Ciência e Tecnologia do Amazonas, IFAM, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 8
Outras informações
Monitor de uma aula prática e excursão de campo realizada na Reserva Florestal Adolpho Ducke para o curso de Licenciatura em Ciências Biológicas, na disciplina de Estudo dos Vertebrados.

Atividades

10/2008 - 10/2008
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estudo dos Vertebrados

Klabin Fabricadora de Papel e Celulose S/A, KLABIN/HARMONIA, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Estagiário Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 8
Outras informações
Estágio realizado na industria Klabin Papéis S/A, Fazenda Monte Alegre, Telêmaco Borba - PR; referente ao Projeto RIBEIRÃO VARANAL - FAZENDA MONTE ALEGRE. UMA REFERÊNCIA PARA COMPARAR RIACHOS DA REGIÃO MÉDIA DA BACIA DO RIO TIBAGI, sob coordenação da Professora Dr. Sirlei Terezinha Bennemann do Departamento de Biologia Animal e Vegetal da Universidade Estadual de Londrina.

Atividades

2/2005 - 10/2005
Estágios , Klabin Fabricadora de Papel e Celulose S/A, .

Estágio realizado
Coleta de peixes e invertebrados aquáticos no Ribeirão Varanal; triagem e identificação dos organismos capturados; preparação e apresentação de painéis..

Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2006
Vínculo: Aluno: Ciências Biológicas, Enquadramento Funcional: Estudante, Carga horária: 0

Atividades

03/2005 - 12/2005
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Anatomia Comparada de Vertebrados - Monitor - Carga horária 68h
04/2004 - 12/2004
Estágios , Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Animal e Vegetal.

Estágio realizado
Estágio Voluntário junto ao Museu de Zoologia/UEL - Carga horária - 271h.

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2003
Vínculo: Aluno: Ciências Biológicas, Enquadramento Funcional: Estudante, Carga horária: 0
Outras informações
Após um ano de curso, foi tranferido para a Universidade Estadual de Londrina (UEL) no Paraná.

Atividades

04/2003 - 06/2003
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Monitor do curso Citologia, histologia e embriologia - Carga horária 56h
03/2003 - 06/2003
Estágios , Departamento de Biologia, .

Estágio realizado
Projeto Flores visitadas por beija-flores em um fragmento florestal urbano, Campo Grande, Mato Grosso do Sul - Carga horária 60h.
06/2002 - 10/2002
Estágios , Departamento de Biologia, .

Estágio realizado
Projeto Comunidades de morcegos que visitam flores de espécies quiropterófilas em remanescente de cerrado de Mato Grosso do Sul - Carga horária 170h.


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
AQUARIPARIA/PRÓ-ÁGUAS: QUALIDADE DE ÁGUA EM BACIAS HIDROGRÁFICAS NO CERRADO, UMA PONTE DA CIÊNCIA À SOCIEDADE
Descrição: O objetivo geral será elaborar um modelo de avaliação de gestão integrada das bacias hidrográficas, avaliação da qualidade de água e conservação dos recursos hídricos do Cerrado a partir de ações para subsidiar ações de preservação da biodiversidade nas zonas ripárias brasileiras. A meta será o fonecimento de subsídios aos comitês de bacias hidrográficas, os gestores e tomadores de decisão sobre estratégias de conservação, manejo e gestão das zonas ripárias. Assim, este projeto está pautado na construção conceitual de produção de informações científicas baseadas em hipóteses, conceitos e dados formulados e levantados por toda equipe integrada numa rede de pesquisa que também terá outros biomas sendo estudados como forma de comparar os resultados obtidos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
A sub-bacia do rio Javari no contexto do projeto ?Peixes Amazônicos e mudanças climáticas ? AMAZONFISH BRASIL?
Descrição: O presente projeto faz parte de um projeto colaborativo transnacional que está construindo uma base de dados de alta qualidade sobre a diversidade da ictiofauna de água doce para toda a bacia Amazônica. A base de dados integra informações sobre a distribuição da ictiofauna, e hiatos de amostragem identificados nas sub-bacias vêm sendo sanados, dentro de cadanos países amazônicos participante, de agências de fomento dpelos parceiros do AMAZONFISH. O preenchimento dessas lacunas de informação irá gerar a mais atualizada e abrangente cobertura disponível para a distribuição das espécies de peixes de água doce na escala total da bacia Amazônica. Uma base de dados preliminar já está pronta, e o maior hiato de amostragem identificado na Amazônia Brasileira se encontra na bacia do rio Javari, e pretendemos preenchê-lo a partir dessa proposta. A base de dados preliminar gerada a partir de dados compilados foi acoplada a um Sistema de Informação Geográfica (SIG), o que permitiurá identificar os principais fatores determinantes dos padrões de distribuição e endemismo da ictiofauna amazônica. Análises preliminares já estão em andamento e os resultados serão discutidos na próxima reunião do AMAZONFISH, em novembro de 2016 em Bogotá (Colômbia). Além dos padrões de riqueza, endemismo e distribuição das espécies, efeitos de desconexão hidrológica e fragmentação de bacias previstos pelo estabelecimento de empreendimentos hidrelétricos na Amazônia serão avaliados em diferentes escalas espaciais. O objetivo desse esforço transnacional é avaliar a representatividade e ?insubstituibilidade? dos "hotspots" de diversidade ictiofaunísticas na Amazônia, frente aos impactos antrópicos diretos (e.g uso da terra, hidrelétricas) e indiretos (e. g. climáticos) previstos para a região. Projeções sobre mudanças climáticas futuras estão sendo analisadas para quatro principais cenários nos anos 2050 e 2080, derivados dos Modelos de Circulação Geral (GCMs) mais amplamente usados. Espera-se que os resultados ajudem a definir áreas de trabalho relevantes para a ?Plataforma Intergovernamental sobre Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos?, nos níveis local, nacional e de bacia (bioma)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Estrutura funcional e filogenética de comunidades de peixes de riachos em escala regional: padrões de distribuição espacial e conservação
Descrição: O presente projeto foi concebido visando reduzir as lacunas de conhecimento associados com os padrões de diversidade de peixes de riachos em escala regional (ecoregião Alto Paraná) e também avançar em aspectos da conservação de processos ecológicos e evolutivos associados ao ambiente aquático. Esses objetivos gerais serão alcançados por meio da avaliação dos determinantes da estrutura funcional e filogenética das comunidades, e da determinação de cenários de priorização espacial para a conservação de processos ecológicos e evolutivos. Adicionalmente propõe-se testar se a estrutura funcional e filogenética pode ser predita por grupos de espécies indicadoras e também avaliar e mapear o impacto da perda de espécies susceptíveis à extinção para as diferentes facetas da biodiversidade aquática..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2010
Seleção de habitat e dieta de Rivulus compressus (Teleostei: Cyprinodontiformes) em poças temporárias e em riachos de terra-firme
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2008
INFLUÊNCIA DO MANEJO FLORESTAL DE BAIXO IMPACTO NA COMUNIDADE DE PEIXES E EM RIACHOS DE TERRA-FIRME, AMAZÔNIA CENTRAL
Descrição: Na Amazônia, grandes áreas contendo milhares de riachos são exploradas pelo manejo florestal sustentável. Entretanto existem poucos estudos que tenham avaliado os eventuais efeitos desse manejo sobre os riachos em diferentes escalas temporais e espaciais. Nós determinamos efeitos em curto e em longo prazo do manejo florestal sustentável e do tempo desde o manejo na composição de espécies de peixes e nas características ambientais em riachos na Amazônia Central. Efeitos em curto prazo foram testados em uma área de produção anual, onde amostramos onze riachos antes e depois da exploração. Efeitos em longo prazo foram testados em dezesseis unidades de produção anual, exploradas ao longo de 12 anos, onde amostramos riachos em áreas exploradas e outros em florestas primárias fora das áreas exploradas (controles). Em cada local, amostramos a composição de peixes e as características ambientais em trechos de 50 metros de riacho. Em curto prazo, a composição da ictiofauna não diferiu antes e depois do manejo florestal sustentável; entretanto o pH, a vazão, a profundidade, a abertura do dossel, a velocidade da água e os tipos de substrato do fundo dos riachos em áreas manejadas diferiram dos riachos controle. Em longo prazo, as características ambientais dos pontos explorados não diferiram dos controles. Porém, a composição de abundância (número de exemplares por espécie) da ictiofauna em áreas exploradas diferiu dos pontos em áreas controle. Apenas a composição por presença/ausência de espécies foi negativamente relacionada ao tempo de recuperação das áreas. Espécies comuns apresentaram maiores abundâncias em áreas exploradas, porém não há indicação de perda de espécies. Poucos anos após o manejo florestal sustentável, os efeitos nas características ambientais dos riachos não foram detectados, mas efeitos detectáveis sobre a composição de espécies de peixes parecem persistir mesmo após 12 anos de exploração. Para riachos amazônicos, o manejo floresta.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Murilo Sversut Dias - Coordenador / Jansen Alfredo Sampaio Zuanon - Integrante / William Ernest Magnusson - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro / Mil Madeireira Itacoatiara Ltda. - Auxílio financeiro / Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - Outra.
Número de produções C, T & A: 2
2006 - 2007
Avaliação da Biodiversidade Amazônica: Bases para o Desenvolvimento Sustentável da Região. CNPq Processo 473989/2006-9
Descrição: O Programa de Pesquisa em Biodiversidade (PPBio) do Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT) funciona como catalizador para capacitar pesquisadores em núcleos regionais, afastados dos centros acadêmicos de Manaus e Belém, para estudos da biodiversidade amazônica. O método integrado de estudo (RAPELD) já mostrou ser eficiente para estudos integrados e as publicações resultantes funcionam como exemplos para estudos em outros sítios. O coordenador deste projeto é também o coordenador do componente inventário do PPBio-INPA financiado pelo MCT. Seu papel no PPBio é para providenciar a infra-estrutura necessária para pesquisadores nos núcleos regionais em Roraima, Rondônia e Acre, além de apoiar iniciativas por outros órgãos em Mato Grosso e Amazonas. Como o papel do INPA (Núcleo Executor) no PPBio é para apoiar as atividades dos núcleos regionais, não existe financiamento para atividades de pesquisa do coordenador, seus alunos, e colaboradores para pesquisa. Sendo assim, pretendemos com este projeto é para sustentar pesquisas do INPA sobre a biodiversidade nos sítios de pesquisa ecológica de longa duração do PPBio (PPBio-PELD). Estes estudos são importantes, porque servem como exemplos para pesquisadores dos núcleos regionais. Os estudos estão conduzidos em colaboração com os núcleos regionais, incluindo pesquisadores e gestores de universidades federais e particulares, IBAMA e EMBRAPA. Os estudos específicos enfocarão pesquisas sobre a avaliação da biomassa arbórea e suas mudanças ao longo do tempo, a hidrologia da floresta e sua relação com ambientes aquáticos temporários e a ictiofauna. Além disso, será produzido um guia de lagartos do Parque Nacional do Viruá, ou em forma digital, disponível no web site do PPBio, ou, se tiver diferenças em relação a Reserva Ducke, em forma impressa...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (3) .
Integrantes: Murilo Sversut Dias - Integrante / Victor Pazin - Integrante / José Júlio de Toledo - Integrante / Júlio Daniel do Vale - Integrante / William Ernest Magnusson - Coordenador / Carolina V. de Castilho - Integrante / Debora Drucke - Integrante / Edwin Keizer - Integrante / Fernando Pereira de Mendonça - Integrante / Juliana Schietti de Almeida - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1
2006 - Atual
Integridade de estrutura e função em igarapés: o efeito da fragmentação e alteração da cobertura vegetal - Projeto Ygarapés
Descrição: É objetivo deste projeto avaliar as mudanças de estrutura e função em igarapés sujeitos à fragmentação e alteração da cobertura vegetal, integrando informações sobre peixes, invertebrados aquáticos, anfíbios, libélulas e aranhas associadas a esses sistemas. As principais hipóteses a serem testadas são: (a) a fragmentação florestal causa diminuição na riqueza de espécies, na riqueza de determinadas guildas tróficas e no processo de fragmentação do folhiço nos sistemas aquáticos; (b) a alteração da cobertura vegetal para uma cobertura homogênea têm efeitos semelhantes em qualidade aos da fragmentação, mas os ultrapassa em intensidade. Em particular, as taxas de decomposição são diminuídas pela simplificação química e estrutural do material do folhiço; (c) o grau de variação interanual nas comunidades é maior nas áreas com cobertura vegetal alterada, onde mudanças microclimáticas e estruturais dos sistemas são maiores durante o ano do que nas áreas com a cobertura vegetal primitiva; (d) ) sistemas de igarapés amazônicos podem ter alta diversidade alfa, mas baixa diversidade beta. Tais questões serão testadas com o objetivo geral de contribuir para uma melhor compreensão da dinâmica de sistemas de igarapés de terra firme, como forma de subsidiar estratégias de conservação em ambientes fragmentados...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Outros Projetos


2018 - Atual
I Simpósio de Biodiversidade da Universidade de Brasília
Descrição: Cada vez mais as Ciências Biológicas vêm se ramificando e trilhando diferentes caminhos nas áreas do conhecimento. Entretanto, assim, como o naturalista brasileiro Augusto Ruschi acreditava, é impossível dissociar o conhecimento dos seres vivos. Para Ruschi, era impossível estudar os beija-flores sem conhecer as orquídeas e compreender a interação ecológica entre eles. Considerado megadiverso, o Brasil detém em seus seis biomas um dos maiores patrimônios globais de biodiversidade. Apesar disso, biomas como a Mata Atlântica e, em especial, o Cerrado (no qual estamos inseridos) vêm sofrendo os efeitos da degradação por causas antrópicas. Frente a essa realidade, pesquisadores de centros de pesquisa e universidades brasileiras, como a Universidade de Brasília, tem formado profissionais Mestres e Doutores de excelência que estudam tal bioma em seus mais diversos aspectos, de seu meio abiótico a conservação de seus recursos naturais e biodiversidade. Aliado a isso, encontra-se a divulgação científica, meio pela qual podemos aproximar a comunidade em geral e em especial a comunidade acadêmica, do trabalho realizado com os esforços em pesquisa na área. Assim, com o intuito de integrar e divulgar as pesquisas dos Programas de Pós-Graduação em Botânica, Ecologia e Zoologia que têm desenvolvido pesquisas no âmbito ecológico e de conservação da biodiversidade do Cerrado, propomos o ?I Simpósio Integrado de Biodiversidade: Articulando Saberes Biológicos?, formando uma vertente multidisciplinar do conhecimento desenvolvido no Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Brasília..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.


Revisor de periódico


2010 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Zoologia (Online) (Cessou em 2008. Cont. ISSN 1984-46
2011 - Atual
Periódico: Ecology of Freshwater Fish
2011 - Atual
Periódico: Acta Limnologica Brasiliensia
2015 - Atual
Periódico: Hydrobiologia (The Hague. Print)
2015 - Atual
Periódico: Canadian Journal of Fisheries and Aquatic Sciences (Online)
2015 - Atual
Periódico: Environmental Monitoring and Assessment (Dordrecht. Online)
2016 - Atual
Periódico: Acta Oecologica (Montrouge)
2016 - Atual
Periódico: Freshwater Biology
2016 - Atual
Periódico: Plos One
2017 - Atual
Periódico: Ecological Indicators
2017 - Atual
Periódico: GLOBAL ECOLOGY AND BIOGEOGRAPHY
2018 - Atual
Periódico: DIVERSITY AND DISTRIBUTIONS (ONLINE)


Revisor de projeto de fomento


2018 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal
2013 - 2013
Agência de fomento: Czech Science Foundation


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Comunidades.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Impactos Antropicos.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: ecologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2008
Apresentação Oral Premiada (Tema: Política Pública e o Desenvolvimento Sustentável), LBA, GEOMA, PPBio e MCT.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:10
Total de citações:29
Fator H:3
Dias, Murilo S  Data: 27/06/2016

Artigos completos publicados em periódicos

1.
DIAS, MURILO S.2017 DIAS, MURILO S.; TEDESCO, PABLO A. ; HUGUENY, BERNARD ; JÉZÉQUEL, CÉLINE ; BEAUCHARD, OLIVIER ; BROSSE, SÉBASTIEN ; OBERDORFF, THIERRY . Anthropogenic stressors and riverine fish extinctions. ECOLOGICAL INDICATORS, v. 79, p. 37-46, 2017.

2.
QUIMBAYO, JUAN PABLO2017QUIMBAYO, JUAN PABLO ; DIAS, M. S. ; SCHLICKMANN, O. R. C. ; MENDES, T. C. . Fish cleaning interactions on a remote island in the Tropical Eastern Pacific. Marine Biodiversity, v. 47, p. 603-608, 2017.

3.
TEDESCO, PABLO A.2017 TEDESCO, PABLO A. ; BEAUCHARD, OLIVIER ; BIGORNE, RÉMY ; BLANCHET, SIMON ; BUISSON, LAËTITIA ; CONTI, LORENZA ; CORNU, JEAN-FRANÇOIS ; DIAS, MURILO S. ; GRENOUILLET, GAËL ; HUGUENY, BERNARD ; JÉZÉQUEL, CÉLINE ; LEPRIEUR, FABIEN ; BROSSE, SÉBASTIEN ; OBERDORFF, THIERRY . A global database on freshwater fish species occurrence in drainage basins. Scientific Data, v. 4, p. 170141, 2017.

4.
DIAS, M. S.2016DIAS, M. S.; ZUANON, J. A. S. ; COUTO, T. B. A. ; Carvalho, M. ; CARVALHO, L. N. ; Espírito-Santo, H.M.V. ; FREDERICO, R. ; LEITAO, R. P. ; MORTATI, A. F. ; PIRES, T. H. S. ; TORRENTE-VILARA, G. ; VALE, J. ; ANJOS, M. B. ; MENDONÇA, F. P. ; TEDESCO, PABLO A. . Trends in studies of Brazilian stream fish assemblages. Natureza & Conservação, v. 14, p. 106-111, 2016.

5.
COUTO, T. B. A.2015COUTO, T. B. A. ; ESPÍRITO SANTO, Helder Mateus Viana ; LEITAO, R. P. ; BASTOS, D. A. ; DIAS, Murilo Sversut ; ZUANON, JANSEN . Os peixes e as poças: o uso de áreas marginais alagáveis por peixes de igarapés amazônicos. Boletim, Sociedade Brasileira de Ictiologia, v. 116, p. 31-40, 2015.

6.
OBERDORFF, T.2015OBERDORFF, T. ; JÉZÉQUEL, C. ; CAMPERO, M. ; CARVAJAL-VALLEJOS, F. ; CORNU, J. F. ; DIAS, M. S. ; DUPONCHELLE, F. ; MALDONADO-OCAMPO, J. A. ; ORTEGA, H. ; RENNO, J. F. ; TEDESCO, P. A. . Opinion Paper: how vulnerable are Amazonian freshwater fishes to ongoing climate change?. JOURNAL OF APPLIED ICHTHYOLOGY, v. 31, p. 4-9, 2015.

7.
DIAS, MURILO S.2014 DIAS, MURILO S.; OBERDORFF, THIERRY ; HUGUENY, BERNARD ; LEPRIEUR, FABIEN ; JÉZÉQUEL, CÉLINE ; CORNU, JEAN-FRANÇOIS ; BROSSE, SÉBASTIEN ; GRENOUILLET, GAEL ; TEDESCO, PABLO A. . Global imprint of historical connectivity on freshwater fish biodiversity. ECOLOGY LETTERS, v. 17, p. n/a-n/a, 2014.

8.
DIAS, MURILO S.2012 DIAS, MURILO S.; CORNU, JEAN-FRANÇOIS ; OBERDORFF, THIERRY ; LASSO, CARLOS A. ; TEDESCO, PABLO A. . Natural fragmentation in river networks as a driver of speciation for freshwater fishes. Ecography (Copenhagen), v. 36, p. no-no, 2012.

9.
DIAS, Murilo Sversut2011DIAS, Murilo Sversut; Toledo, José Júlio ; Jardim, Manoela Meyersieck ; Figueiredo, Fernando Oliveira Gouvêa ; Oliveira Cordeiro, Carlos Leandro ; Gomes, Ana Carla Serra ; ZUANON, JANSEN . Congruence between fish and plant assemblages in drifting macrophyte rafts in Central Amazonia. Hydrobiologia (The Hague. Print), v. 661, p. 457-461, 2011.

10.
DIAS, MURILO S.2010 DIAS, MURILO S.; MAGNUSSON, WILLIAM E. ; ZUANON, JANSEN . Effects of Reduced-Impact Logging on Fish Assemblages in Central Amazonia. Conservation Biology, v. 24, p. 278-286, 2010.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
ZUANON, JANSEN ; MENDONÇA, F. P. ; Espírito-Santo, H.M.V. ; DIAS, MURILO S. ; GALUCH, A. V. ; AKAMA, A. . Guia de peixes da Reserva Adolpho Ducke. 1. ed. Manaus: Editora INPA, 2015. 155p .

Capítulos de livros publicados
1.
OBERDORFF, THIERRY ; JÉZÉQUEL, CÉLINE ; CAMPERO, M. ; CARVAJAL-VALLEJOS, F. ; Cornu J-F ; DIAS, MURILO S. ; DUPONCHELLE, F. ; MALDONADO-OCAMPO, J. ; ORTEGA, H. ; RENNO, J.-F. ; Tedesco PA . Peces amazónicos y cambio climático. In: Sonia Gonzalez Molina; Jean-Joinville Vacher. (Org.). El Perú frente al Cambio climático. 1ed.Paris-France: IRD, 2014, v. 1, p. 87-98.

2.
DIAS, MURILO S.; MAGNUSSON, WILLIAM E. ; ZUANON, JANSEN . Efeitos do manejo florestal de baixo impacto em assembléias de peixes na Amazônia central. In: PERES, C.A.; VIEIRA, I.; GARDNER, T. & J. BARLOW. (Org.). Conservação de Biodiversidade em Paisagens Florestais Antropizadas. 1ed.Curitiba: Editora UFPR, 2013, v. 1, p. 327-341.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
DIAS, Murilo Sversut; ZUANON, J. A. S. . Pesquisadores do Inpa estudam efeitos de manejo florestal sobre peixes de igarapés. Diário do Amazonas, Manaus, 14 set. 2008.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
BRAGA, I. C.S.V. ; DIAS, Murilo Sversut . Estrutura de habitat, riqueza e proporção de espécies de peixes de riachos fragmentados por cachoeiras. In: I Simpósio de Biodiversidade da Universidade de Brasília, 2018, Brasília. Anais do I Simpósio de Biodiversidade da Universidade de Brasília. Brasília: Heringeriana, 2018. v. 12. p. 78-78.

2.
RIBEIRO, L. S. ; DIAS, Murilo Sversut ; FREITAS, J.F.B. . Comparação de riqueza de peixes sob diferentes graus de uso da terra. In: I Simpósio de Biodiversidade da Universidade de Brasília, 2018, Brasília. Anais do I Simpósio de Biodiversidade da Universidade de Brasília. Brasília: Heringeriana, 2018. v. 12.

3.
VALE, J. ; GALUCH, A. V. ; PAZIN, V. ; DIAS, Murilo Sversut ; GOMES, A. C. S. ; AUD, F. ; TOLEDO, J. J. ; JARDIM, M. M. ; ZUANON, J. A. S. . Riqueza de peixes na grade de pesquisa do PPBIO no PARNA VIRUÁ, Caracaraí, Roraima.. In: XVII ENCONTRO BRASILEIRO DE ICTIOLOGIA, 2007, Itajaí. Livro de Resumos, 2007.

4.
DIAS, Murilo Sversut; CORDEIRO, C. L. O. ; FIGUEIREDO, F. O. G. ; GOMES, A. C. S. ; JARDIM, M. M. ; TOLEDO, J. J. ; ZUANON, J. A. S. . Estrutura da comunidade de peixes associada a ilhas de macrófitas do complexo Catalão, Iranduba-AM. In: XVII ENCONTRO BRASILEIRO DE ICTIOLOGIA, 2007, Itajaí. Livro de Resumos, 2007.

5.
GALVES JR, Wagner ; DIAS, Murilo Sversut ; SILVA, Débora Fernandes da ; MENDES, Eliza C ; CORRÊA, A ; BENNEMANN, Sirlei Terezinha ; NALINGALLEGOS, Dileimar M . Índice Biótico - Famílias de Insetos em três riachos da bacia do Tibagi, Paraná. In: XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia, 2006, Londrina. Livro de Resumos, 2006.

6.
DIAS, Murilo Sversut; GALVES JR, Wagner ; SILVA, Débora Fernandes da ; BENNEMANN, Sirlei Terezinha ; NALINGALLEGOS, Dileimar M . Insetos imaturos coletados em diferentes substratos no Ribeirão Varanal, Paraná. In: XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia, 2006, Londrina. Livro de Resumos, 2006.

7.
SILVA, Débora Fernandes da ; GALVES JR, Wagner ; DIAS, Murilo Sversut ; GALVEZ, Wanner ; BENNEMANN, Sirlei Terezinha . Recursos alimentares consumidos pelas espécies de peixes dominantes da bacia do Ribeirão Jacutinga, Paraná - PR. In: XVI ENCONTRO BRASILEIRO DE ICTIOLOGIA, 2005, João Pessoa. Livro de Resumos, 2005. p. 25-25.

8.
MENDES, Helena de Barros ; PELOSO, Alexandre César ; QUINTANA, Leonardo Raffa ; DIAS, Murilo Sversut ; TANIYAMA, Nádia Miyuki . Arco de Maguerez: uma proposta para a aprendizagem significativa em educação ambiental. In: 1º Encontro Nacional de Aprendizagem Significativa, 2005, Campo Grande. Comunicações Orais, 2005. p. 76-77.

Artigos aceitos para publicação
1.
QUIMBAYO, JUAN P. ; DIAS, MURILO S. ; KULBICKI, MICHEL ; MENDES, THIAGO C. ; LAMB, ROBERT W. ; JOHNSON, ANDREW F. ; ABURTO-OROPEZA, OCTAVIO ; ALVARADO, JUAN J. ; BOCOS, ARTURO A. ; FERREIRA, CARLOS E. L. ; GARCIA, ERIC ; LUIZ, OSMAR J. ; MASCAREÑAS-OSORIO, ISMAEL ; PINHEIRO, HUDSON T. ; RODRIGUEZ-ZARAGOZA, FABIAN ; SALAS, EVA ; ZAPATA, FERNANDO A. ; FLOETER, SERGIO R. . Determinants of Reef Fish Assemblages in Tropical Oceanic Islands. ECOGRAPHY, 2018.

2.
MAIA, H. A. ; MORAIS, R. A. ; QUIMBAYO, JUAN P. ; DIAS, M. S. ; SAMPAIO, C. L. S. ; HORTA, P. A. ; FERREIRA, C. E. L. ; FLOETER, SERGIO R. . Spatial patterns and drivers of fish and benthic reef communities at São Tomé island (Tropical Eastern Atlantic). Marine Ecology, 2018.

3.
QUIMBAYO, JUAN PABLO ; CANTOR, MAURICIO ; DIAS, MURILO S. ; GRUTTER, ALEXANDRA S. ; GINGINS, SIMON ; BECKER, JUSTINE H. A. ; FLOETER, SERGIO R. . The global structure of marine cleaning mutualistic networks. GLOBAL ECOLOGY AND BIOGEOGRAPHY, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
CAMPELO, P. H. ; PIRES-VIEIRA, L. H. ; CAVALCANTI JUNIOR, M. M. ; MACEDO, M. A. ; SOUSA, N. O. M. ; DIAS, Murilo Sversut . Dam height and time since damming affect distinct groups of fish fauna. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
DIAS, MURILO S.; TEDESCO, PABLO A. ; HUGUENY, BERNARD ; JÉZÉQUEL, CÉLINE ; BEAUCHARD, O. ; BROSSE, SÉBASTIEN ; OBERDORFF, THIERRY . Does river fragmentation by dams increase fish extinction rates?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
DIAS, MURILO S.; JÉZÉQUEL, CÉLINE ; Cornu J-F ; LEPRIEUR, FABIEN ; OBERDORFF, THIERRY ; Tedesco PA ; HUGUENY, BERNARD . Influence of past sea-level changes on global-scale patterns of freshwater fish beta diversity. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
DIAS, Murilo Sversut; MAGNUSSON, W. E. ; ZUANON, J. A. S. . Efeitos do manejo de baixo impacto nas características de riachos e nas assembleias de peixes na Amazônia Central. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
VALE, J. D. ; DIAS, Murilo Sversut ; ZUANON, J. A. S. . Características Físico - Químicas da Água em Áreas Alagadas do Viruá e Maracá, Roraima. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
MENDES, Helena de Barros ; PELOSO, Alexandre César ; QUINTANA, Leonardo Raffa ; DIAS, Murilo Sversut ; TANIYAMA, Nádia Miyuki . Arco de Maguerez: uma proposta para a aprendizagem significativa em educação ambiental. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

7.
QUINTANA, Leonardo Raffa ; DURIGAN, Gabriela Salomé ; SENO, Fabiana Zocoler ; DIAS, Murilo Sversut ; CAVINATO, Maria Amália N ; RICCI, Marina Do Carmo . Indução de Células T Reguladoras na Autoimunidade. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

8.
QUINTANA, Leonardo Raffa ; DURIGAN, Gabriela Salomé ; SENO, Fabiana Zocoler ; DIAS, Murilo Sversut ; CAVINATO, Maria Amália N ; RICCI, Marina Do Carmo . Indução de Células T Reguladoras na Autoimunidade. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
LANDEIRO, ; Espírito-Santo, H.M.V. ; BACCARO, F. B. ; DIAS, Murilo Sversut ; PINTO, M. . Principios de estatística em ecologia. Porto Alegre: Artmed, 2010. (Tradução/Livro).

2.
MUNDIN, F. M. ; DIAS, Murilo Sversut ; TOGNI, P. H. ; ALMEIDA, W. R. . Eficiência na defesa de embaúba Cecropia purpurascens (Urticaceae) por formigas associadas 2007 (Curso de Campo Ecologia da Floresta Amazônica).

3.
ALMEIDA, W. R. ; MUNDIN, F. M. ; DIAS, Murilo Sversut ; TOGNI, P. H. . Quantidade de luz e alocação de recursos para a reprodução em Rolandra sp. (Asteraceae) 2007 (Curso de Campo Ecologia da Floresta Amazônica).

4.
LEITE, M. S. ; GONCALVEZ, A. ; ROTHER, D. C. ; DIAS, Murilo Sversut . Seleção de parceiros sexuais por machos e fêmeas no gerrídeo Rheumatobates sp. (Hemiptera: Gerridae) 2007 (Curso de Campo Ecologia da Floresta Amazônica).

5.
DIAS, Murilo Sversut; GONCALVEZ, A. ; ROTHER, D. C. ; LEITE, M. S. . Estado nutricional de Apistogramma sp. (Perciformes: Ciclidae) nas margens do Rio Negro sob influência de águas branca e preta 2007 (Curso de Campo Ecologia da Floresta Amazônica).

6.
DIAS, Murilo Sversut. A disponibilidade de alimento em poças temporárias é um fator de seleção de habitat para Rivulus compressus (Cyprinodontiformes: Rivulidae)? 2007 (Curso de Campo Ecologia da Floresta Amazônica).

7.
OLIVEIRA, D. E. ; BORGES, M. ; DIAS, Murilo Sversut ; TOGNI, P. H. . O tamanho e a simetria de machos da libélula Micrathyria catenata (Odonata: Libellulidae) são bons preditores de sua habilidade imunológica? 2007 (Curso de Campo Ecologia da Floresta Amazônica).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
DIAS, Murilo Sversut. 5 pareceres artigo cientifico. 2017.

2.
DIAS, Murilo Sversut. 4 pareceres artigo cientifico. 2016.

3.
DIAS, MURILO S.. 2 pareceres artigo cientifico. 2015.

4.
DIAS, MURILO S.. 2 pareceres artigo cientifico. 2014.

5.
DIAS, MURILO S.. 1 parecer agencia financiamento. 2013.

6.
DIAS, Murilo Sversut. 2 pareceres artigos cientificos. 2011.

7.
DIAS, Murilo Sversut. 1 parecer de artigo cientifico. 2010.

8.
DIAS, Murilo Sversut; MAGNUSSON, W. E. ; ZUANON, J. A. S. . Monitoramento da ictiofauna de riachos de cabeçeiras na área de manejo florestal da Mil Madeireira Itacoatiara Ltda.. 2008.


Demais tipos de produção técnica
1.
DIAS, M. S.. Ecologia de peixes. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
Camargo JL ; Paulo Enrique Cardoso ; Bobrowiec ; DIAS, Murilo Sversut . Ecologia da Floresta Amazônica (Curso de Campo). 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
Menin, M. ; Bobrowiec ; DIAS, Murilo Sversut . Um panorama sobre os efeitos do desmatamento em riachos e um estudo de caso do manejo de de baixo impacto. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
DIAS, Murilo Sversut. A importância da biodiversidade. 2010. (Palestra).

5.
DIAS, Murilo Sversut. A importância da biodiversidade. 2010. (Palestra).

6.
DIAS, Murilo Sversut. Metodologia científica. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
DIAS, Murilo Sversut; LANDEIRO, . Teoria e prática do programa estatístico R. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

8.
DIAS, Murilo Sversut. Introdução à informática. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

9.
Machado, R. ; DIAS, Murilo Sversut . Disciplina de campo na Reserva Florestal Adolfo Ducke. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

10.
DIAS, MURILO S.; Costa, F. . A importância da biodiversidade. 2008. (Palestra).

11.
DIAS, Murilo Sversut. Diversidade de peixes de igarapés. 2008. (Palestra).

12.
DIAS, Murilo Sversut; Santos Jr, M A S ; Silva, R.A.F. ; Machado, R. ; SIMOES, P. I. ; Faresin, C. . Disciplina de campo na Reserva Florestal Adolpho Ducke. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
GOUVEIA, S. F.; MARTINEZ, P. A.; BRITO, M. F. G.; DIAS, Murilo Sversut. Participação em banca de Laura Barreto de Paula Souza. Diversificação e evolução fenotípica em peixes Cascudos (Siluriformes: Loricariidae: Loricariinae). 2018. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação) - Universidade Federal de Sergipe.

2.
TERESA, F. B.; DIAS, M. S.; NABOUT, J. C.. Participação em banca de Murilo Luiz e Casto Santana. Tamanho corporal e impactos ambientais associados com o risco de extinção em peixes de água doce. 2017. Dissertação (Mestrado em Recursos Naturais do Cerrado (Renac)) - Universidade Estadual de Goiás.

3.
AGUIAR, L. M. S.; DIAS, Murilo Sversut. Participação em banca de Elba Sancho Garcez Militão. Padrão de atividade temporal de morcegos insetívoros no Cerrado. 2017. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de Brasília.

4.
DIAS, MURILO S.. Participação em banca de Almir Picanço de Figueiredo. Novos métodos em Ecologia de Estradas: Correção da heterogeneidade espacial na análise de agragação de atropelamentos de fauna e definição da suficiência amostral. 2017. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de Brasília.

5.
DIAS, Murilo Sversut. Participação em banca de Facundo Alvarez. Clima, solo e água: importância de variáveis ambientais na determinação da distribuição de peixes de rios e riachos amazônicos. 2017. Dissertação (Mestrado em ECOLOGIA) - Universidade Federal do Pará.

6.
MARTINS, R. T.; DIAS, Murilo Sversut; GONCALVES-JUNIOR, J. F.. Participação em banca de Alessandra Peil. Processamento de detritos vegetais em riachos do Cerrado: microbacias de drenagem sob impacto de silvicultura exótica. 2017. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de Brasília.

Teses de doutorado
1.
ROQUE, F. O.; DIAS, Murilo Sversut; BORTOLINI, J. C.; CARVALHO, P.; MELO, A. S.. Participação em banca de Danielle Katharine Petsch. Homogeneização biótica em ambientes aquáticos continentais. 2018. Tese (Doutorado em Ecologia e Evolução) - Universidade Federal de Goiás.

2.
DIAS, Murilo Sversut. Participação em banca de Alan Mosele Tonin. Controles multiescalares bióticos e abióticos da dinâmica e decomposição de detritos foliares em riachos. 2017. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de Brasília.

Qualificações de Doutorado
1.
MACHADO, R. B.; PIZO, M. A.; DIAS, Murilo Sversut. Participação em banca de Anna Carla Lima Camargo. Entendendo as consequências da defaunação: o papel das cutias como dispersoras de sementes em florestas do Cerrado. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade de Brasília.

2.
DIAS, Murilo Sversut. Participação em banca de Carla Grasiele Zanin Hegel. A invasão do javali (Sus scrifa, L.) na América do Sul: aspectos macrogeográficos, ambientais e ecológicos em uma abordagem morfológica e genética. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade de Brasília.

3.
DIAS, Murilo Sversut; AQUINO, P. P. U.; DALA-CORTE, R. B.. Participação em banca de Hugo de Oliveira Barbosa. Os efeitos do uso da terra em múltiplas escalas sobre comunidades de peixes e alternativas para o monitoramento em riachos do Cerrado. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em PPG-Ciências Abmientais) - Universidade de Brasília.

4.
BUSTAMANTE, M. M. C.; MENDONCA-GALVAO, L.; DIAS, M. S.. Participação em banca de Tiago Borges Kisaka. Efeitos do regime de fluxo na comunidade de macroinvertebrados bentônicos em uma microbacia do Brasil Central. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ecologia) - Universidade de Brasília.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Mini-Simposio: Comunidades de Peces Amazónicos.Amazonian fish communities. 2017. (Simpósio).

2.
AFS Annual Meeting.Does river fragmentation by dams increase fish extinction rates?. 2014. (Encontro).

3.
The International Biogeography Society Early Career Conference.Global imprint of past sea-level changes on riverine fish beta diversity. 2014. (Encontro).

4.
FISH, FISHERIES AND DAMS IN THE MADEIRA RIVER BASIN.Natural and anthropogenic river fragmentation - Effects on freshwater fish speciation and extinction. 2013. (Oficina).

5.
Phylogenetic approaches to diversification: inferring evolutionary past from phylogenetic tree shapes. 2012. (Outra).

6.
Seminário de Monitoramento de Impacto sobre a Biodiversidade: Concessões Florestais na Flona Jamari - RO.Efeitos do manejo florestal de baixo impacto em riachos. 2010. (Seminário).

7.
Amazônia em Perspectiva: Ciência Integrada para um Futuro Sustentável.Efeitos do manejo de baixo impacto nas características de riachos e nas assembleias de peixes na Amazônia Central. 2008. (Outra).

8.
XVII ENCONTRO BRASILEIRO DE ICTIOLOGIA.Estrutura da comunidade de peixes associada a ilhas de macrófitas do complexo Catalão, Iranduba-AM. 2007. (Encontro).

9.
XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia. Insetos imaturos coletados em diferentes substratos no Ribeirão Varanal, Paraná. 2006. (Congresso).

10.
1º Encontro Nacional de Aprendizagem Significativa.Arco de Maguerez: uma proposta para a aprendizagem significativa em educação ambiental. 2005. (Encontro).

11.
XVI ENCONTRO BRASILEIRO DE ICTIOLOGIA.Recursos alimentares consumidos pelas espécies de peixes dominantes da bacia do Ribeirão Jacutinga, Paraná, PR.. 2005. (Outra).

12.
A biodiversidade da Amazônia: desde sua origem à conservação para o futuro. 2004. (Outra).

13.
VI Congresso londrinense de biologia experimental aplicada à saúde e I Simpósio paranaense de patologia experimental. Indução de Células T Reguladoras na Autoimunidade. 2004. (Congresso).

14.
V MOSTRA DE PAINÉIS DE IMUNOLOGIA DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS.Indução de Células T Reguladoras na Autoimunidade. 2004. (Outra).

15.
4º ENCONTRO NACIONAL DE BIÓLOGOS / 2º ENCONTRO DE BIÓLOGOS DO CRBio / 1º ENCONTRO DE BIOLOGIA DE OURO PRETO. 2002. (Encontro).

16.
6º WORKSHOP DE PLANTAS MEDICINAIS DE MATO GROSSO DO SUL. 2002. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CARRERO, G. ; DIAS, Murilo Sversut ; Santos Jr, M A S ; OLIVEIRA, F. ; FREITAS, C. C. . Florestas e Mudança Climática no Brasil. 2008. (Outro).

2.
Departamento de Biologia Vegetal e Animal ; DIAS, Murilo Sversut . XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia. 2006. (Congresso).

3.
Departamento de Biologia Vegetal e Animal ; DIAS, Murilo Sversut . Projeto Conheça a UEL. 2003. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Natalia de Alencar Monteiro. Análise do monitoramento de fauna em processos de Licenciamento Ambiental Federal de Usinas Hidrelétricas. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de Brasília. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Hugo Garcês de Almeida. Distribuição potencial e identificação de áreas prioritárias para a produção de tilápias no Brasil. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Ciências Ambientais) - Universidade de Brasília. (Orientador).

2.
Aline Araújo Campelo. Influências dos usos da terra na dieta em peixes de riachos do alto rio Xingu. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade de Brasília. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Iniciação científica
1.
Isabela Carolina Silva Vieira Braga. Estrutura de habitat, riqueza e proporção de espécies de peixes de riacho acima e abaixo de cachoeiras. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade de Brasília. Orientador: Murilo Sversut Dias.

2.
Lais Salgueiro Ribeiro. Comparação de diversidade de peixes sob diferentes graus de uso da terra. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade de Brasília, Universidade de Brasília. Orientador: Murilo Sversut Dias.



Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
DIAS, M. S.. Ecologia de peixes. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/10/2018 às 3:50:49