Leonardo Bueno França

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1591088063957060
  • Última atualização do currículo em 18/09/2017


Doutorando e Mestre pelo Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais da PUC-SP. Graduado bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Pesquisador do Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política (NEAMP). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Leonardo Bueno França
Nome em citações bibliográficas
FRANÇA, L. B.


Formação acadêmica/titulação


2017
Doutorado em andamento em Ciências Sociais.
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Título: Liderança Política: contextos, comportamentos e desempenhos em perspectiva comparada,
Orientador: Vera Lucia Michalany Chaia.
Palavras-chave: Liderança política; Empresariado; Poder Executivo; Governabilidade; Governança pública.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político / Especialidade: Atitude e Ideologias Políticas.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político / Especialidade: Classes Sociais e Grupos de Interesse.
2014 - 2016
Mestrado em Ciências Sociais.
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Título: Os Limites do Lulismo: Liderança Política e Racionalidade Governamental,Ano de Obtenção: 2016.
Orientador: Vera Lucia Michalany Chaia.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Liderança política; Lulismo; Partido dos Trabalhadores.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político / Especialidade: Conflitos e Coalizões Políticas.
Setores de atividade: Educação.
2008 - 2012
Graduação em Ciências Sociais.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: A Qualidade da Liderança - Um Estudo da Teoria Weberiana.
Orientador: Carlos Eduardo Sell.




Atuação Profissional



Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 10
Outras informações
O Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política (Neamp), do Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, foi criado em 1997, coloca como seu objetivo formar pesquisadores e estimular a reflexão intelectual e a produção nesta área de conhecimento, centrada na Ciência Política e buscando a interseção com outras formas de poder originadas no campo das artes e no da produção midiática.

Atividades

3/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Pró-Reitoria de Pós-Graduação da PUC/SP, Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais.


Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 10

Atividades

3/2011 - 10/2012
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Sociologia e Ciência Política, .



Linhas de pesquisa


1.
Liderança Política
2.
Comportamento Político
3.
Teoria Política Contemporânea
4.
Teoria Sociológica


Projetos de pesquisa


2013 - Atual
Lideranças políticas no Brasil: características e questões Institucionais
Descrição: O líder político personifica os interesses políticos em disputa, em torno de sua figura são construídas as relações de poder. A liderança política pode ser exercida de diversas formas e assumir diferentes formatos, o que coloca em debate o significado e o papel da liderança política. Nas disputas políticas nas sociedades democráticas, ou mesmo em sociedades não democráticas, a figura do líder político é expressiva dentro dos processos políticos contemporâneos, pois canalizam as ações políticas e conduzem as operações e negociações políticas e econômicas. Tendo por base a nossa experiência teórica e metodológica adquirida através de estudos e orientações de teses e dissertações, a preocupação da presente pesquisa é a de aprofundar o tema das lideranças políticas no Brasil, recuperando historicamente o surgimento dessas lideranças, problematizando o seu significado e buscando compreender o sentido histórico e as características pessoais desses líderes. Para a análise das lideranças propostas neste projeto, serão realizados mapeamentos que respeitem o período histórico, as mídias respectivamente disponíveis em cada período e as relações destas com os líderes, de modo que investigaremos as produções audiovisuais e textuais presentes em jornais governamentais ou independentes, revistas, arquivos radiofônicos e televisivos, filmes, blogs, sites e redes sociais. Esta análise é sugerida a fim de que seja possível avaliar o desenvolvimento das mídias e a constituição da imagem de lideranças políticas no país. Serão enfatizadas possíveis imagens que elucidam a forma como atores políticos empregaram os meios de comunicação para afirmarem a sua condição de líderes e suas ações políticas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2013
Max Weber no Brasil: a interpretação do pensamento weberiano na pesquisa brasileira
Descrição: Com a institucionalização das ciências sociais no Brasil, a produção acadêmica sobre o pensamento de Max Weber vem crescendo continuamente. O objetivo da pesquisa consiste em identificar a produção teórica sobre a obra de Weber existente no Brasil, resgatando sua evolução histórica, suas linhas argumentativas e seus condicionantes sociais. Trata-se de investigar a discussão sobre o pensamento de Max Weber no Brasil privilegiando a dimensão teórica per se, ou seja, tomando como foco os trabalhos e autores que visam o entendimento do autor em si mesmo (para além de sua utilização empírica). Como foco nesta literatura a pesquisa quer investigar o modo como a interpretação da obra deste autor vem sendo realizada por autores e pesquisadores brasileiros, descortinando linhas e padrões de leitura que apontam para a especificidade da hermenêutica weberiana no Brasil..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Liderança Política.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Cultura Política.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Racionalização Social.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Teoria Política Contemporânea.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Fundamentos da Sociologia/Especialidade: Teoria Sociológica.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
FRANÇA, L. B.2016 FRANÇA, L. B.. A cinemateca educacional de Henry Ford e o projeto de sociabilidade fordista. AURORA (PUCSP. ONLINE), v. 9, p. 58-74, 2016.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
FRANÇA, L. B.. Apocalypse Trump: Notas sobre a Convenção Nacional do Partido Republicano 2016. Neamp, NEAMP, 02 ago. 2016.

2.
FRANÇA, L. B.. Humanizando Hillary: Notas sobre a Convenção Nacional do Partido Democrata 2016. Neamp, Neamp, 29 jul. 2016.

3.
FRANÇA, L. B.. A ingovernabilidade no presidencialismo de coalizão: um dilema para além do institucional. Neamp, 24 mar. 2015.

4.
FRANÇA, L. B.. A Política da boa governança: liderança política e resignação.. Neamp, 21 jul. 2014.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FRANÇA, L. B.. Perfil e Estilo de Liderança dos Prefeitos-Empresários no Brasil Pós-Eleição de 2016.. In: 9º Congresso Latino Americano de Ciência Política, 2017, Montevideo. 9º Congresso Latino Americano de Ciência Política, 2017.

Apresentações de Trabalho
1.
FRANÇA, L. B.. Perfil e Estilo de Liderança dos Prefeitos-Empresários no Brasil Pós-Eleição de 2016. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
FRANÇA, L. B.. Uma Genealogia do Lulismo. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
FRANÇA, L. B.. Oligarquias em Ambivalência: a revista Fortune e os seus maiores líderes do mundo. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
FRANÇA, L. B.. Os Limites do Lulismo: Liderança Política e Racionalidade Governamental. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
FRANÇA, L. B.. Os Limites do Lulismo: Liderança Política e Racionalidade Governamental. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
FRANÇA, L. B.; TAVARES, L. E. . Onde está o líder? A liderança política e sua funcionalidade conceitual para as ciências sociais. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
CHAIA, V. L. M. ; FRANÇA, L. B. . A Trajetória de liderança de Jânio Quadros e Luiz Inácio Lula da Silva por uma perspectiva comparada. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
FRANÇA, L. B.. A liderança de Luiz Inácio Lula da Silva: fundamento e metodologia para um programa de pesquisa. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
FRANÇA, L. B.. A Qualidade da Liderança - Um Estudo da Teoria Weberiana. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
FRANÇA, L. B.. Max Weber e a questão da liderança política. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
9º Congresso Latino-Americano de Ciência Política (ALACIP). Perfil e Estilo de Liderança dos Prefeitos-Empresários no Brasil Pós-Eleição de 2016.. 2017. (Congresso).

2.
Cidades Conectadas: os desafios sociais na era das redes.Genealogia do Lulismo. 2016. (Seminário).

3.
IV Seminário Comunicação e Política na Sociedade do Espetáculo.Oligarquias em Ambivalência: a revista Fortune e os seus maiores líderes do mundo. 2016. (Seminário).

4.
Congreso Internacional Élites y Liderazgo en tiempos de cambio. A trajetória de liderança de Jânio Quadros e Luiz Inácio Lula da Silva por uma perspectiva comparada. 2015. (Congresso).

5.
IV Fórum Nacional de Pós-Ggraduação em Ciência Política. Onde está o líder? A liderança política e sua funcionalidade conceitual para as ciências sociais. 2015. (Congresso).

6.
Mídia, Política e Democracia: Agendas de pesquisa ? Brasil, Argentina e Portugal. 2014. (Seminário).

7.
Seminário com Pierre Rosanvalon - Política e democracia: revisitando ideias ? DCP (USP). 2014. (Seminário).

8.
Seminário de Ciências Sociais da PUC/SP Mídia, Política e Eleições.A liderança de Luiz Inácio Lula da Silva: fundamento e metodologia para um programa de pesquisa.. 2014. (Seminário).

9.
Seminário 500 anos d'O Príncipe. 2013. (Seminário).

10.
Seminário Internacional ?Max Weber e Michel Foucault: possíveis convergências?. 2013. (Seminário).

11.
II Colóquio Internacional de Teoria Política: Teoria Política Contemporânea-DCP-USP. 2012. (Seminário).

12.
Seminário com Quentin Skinner - Genealogia do Estado Moderno- DCP - (USP). 2012. (Seminário).

13.
III Seminário Nacional Movimentos Sociais, Participação e Democracia.. 2010. (Seminário).

14.
II Seminário Nacional Sociologia & Política/UFPR. 2010. (Seminário).

15.
8ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão - SEPEX.. 2009. (Outra).

16.
I Seminário Nacional Sociologia & Política/UFPR. 2009. (Seminário).

17.
Fazendo Genero 8: Corpo, Violência e Poder. 2008. (Seminário).

18.
Seminário com Michel Maffesoli - "O ritmo da vida na pós-modernidade: o reencantamento do tempo?". 2008. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FRANÇA, L. B.; CIOCCARI, D. ; CHICARINO, T. S. ; SEGURADO, R. ; CHAIA, V. L. M. ; OLIVEIRA, M. E. ; PEQUENEZA, M. ; BACHINI, N. . III Seminário Mídia, Política e Eleições. 2016. (Congresso).

2.
FRANÇA, L. B.; CHAIA, V. L. M. ; SEGURADO, R. ; ARAUJO, R. ; MALINA, P. A. L. ; TAVARES, L. E. ; CHICARINO, T. S. ; PENTEADO, C. L. C. . Seminário internacional mapeamento da comunicação das mídias sociais e métodos digitais. 2015. (Outro).

3.
CIOCCARI, D. ; FRANÇA, L. B. ; LOREDO, A. ; PEQUENEZA, M. ; ESCOBAR, M. ; GARCIA JUNIOR, N. C. ; MACIEL, M. J. . Seminário de Ciências Sociais da PUC/SP Mídia, Política e Eleições. 2014. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/01/2019 às 6:29:35