Ljubica Tasic

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4164247517680621
  • Última atualização do currículo em 12/11/2018


Graduada e mestre em Química pela Faculdade de Química da Universidade de Belgrado (Sérvia). Professora assistente do Departamento da Química Aplicada na Faculdade de Química da Universidade de Belgrado no período de 1994 a 1998. Concluiu sua pós-graduação, doutorado, no Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas em Química Orgânica em maio de 2002. De agosto de 2002 a maio de 2004 executou seu pós-doutorado no Laboratório Nacional de Luz Síncrotron. Livre Docente (2012) em Química Orgânica pelo Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas. Professor associado do Departamento de Química Orgânica do IQ da UNICAMP. Atuais projetos de pesquisa em Química Biológica, Bioquímica e Química Orgânica enfatizam em Química de Macromoléculas e em Ressonância Magnética Nuclear. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Ljubica Tasic
Nome em citações bibliográficas
TASIC, L.;Tasic, Ljubica;TASIC, L

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Química, Departamento de Química Orgânica.
Cidade Universitária ´Zeferino Vaz´
Barão Geraldo
13083970 - Campinas, SP - Brasil - Caixa-postal: 6154
Telefone: (19) 35211106
Fax: (19) 35213150
URL da Homepage: http://www.iqm.unicamp.br/profs/ljubica.html


Formação acadêmica/titulação


1998 - 2002
Doutorado em Química.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Ressonância Magnética Nuclear de 1H e 13C de Compostos Alifáticos: Estudos dos Efeitos dos Substituintes Alpha atavés da Análise de Componentes Principais (PCA), Ano de obtenção: 2002.
Orientador: Roberto Rittner Neto.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: RMN de 1H e de 13C; Compostos alifáticos; Substituintes alpha; Síntese Orgânica; Cálculos Teóricos; Análise de Componentes Principais.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica / Especialidade: Estrutura, Conformação e Estereoquímica.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica / Especialidade: Síntese Orgânica.
Setores de atividade: Educação; Fabricação de Produtos Químicos; Fabricação de Produtos Farmacêuticos.
1994 - 1998
Mestrado em Química Aplicada.
Beogradski Univerzitet, BU, Iugoslávia.
Título: Investigaçäo de n-Alcanos Nativos e Antropogênicos em Alguns Sedimentos Aluviais da Sérvia,Ano de Obtenção: 1998.
Orientador: Prof Dr. Branimir Jovancicevic.
Palavras-chave: Química Aplicada; Geoquímica Orgânica; Sedimentos Aluviais; n-Alcanos; GC-MS; Análise isotópica.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica / Especialidade: Físico-Química Orgânica.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica / Especialidade: Estrutura, Conformação e Estereoquímica.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado; Energia; Educação.
1989 - 1994
Graduação em Bacharelado Em Química.
Beogradski Univerzitet, BU, Iugoslávia.
Título: Organic-geochemical investigation of Serbian Oils.
Orientador: Prof Dra. Mirjana Saban.


Pós-doutorado e Livre-docência


2012
Livre-docência.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Fronteiras da Química Biológica, Ano de obtenção: 2012.
Palavras-chave: Química de Proteínas; Desenho de novos fármacos; Biotecnologia; Análise de Componentes Principais; Adenosina Quinase; Bagaço de Laranja.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Biofísica / Subárea: Biofísica Molecular / Especialidade: Espectroscópia.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Biologica.
Setores de atividade: Educação.
2002 - 2004
Pós-Doutorado.
Laboratório Nacional de Luz Sincrotron, LNLS, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Bioquímica dos Microorganismos.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular.


Formação Complementar


2005 - 2005
RMN em 3D. (Carga horária: 40h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2004 - 2004
Estabilidade de proteínas - RMN.
Laboratório Nacional de Luz Sincrotron, LNLS, Brasil.
2003 - 2003
Flying Proteins - Espectrometria de Massas.
Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular, SBBQ, Brasil.
2003 - 2003
Post-Genomics Technologies - EM.
Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular, SBBQ, Brasil.
2002 - 2002
Estabilidade de proteínas - RMN.
Laboratório Nacional de Luz Sincrotron, LNLS, Brasil.
1999 - 1999
Curso de Curta Duração.
Associação de Usuários de Ressonância Magnética Nuclear, AUREMN, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor associado, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2004 - 2012
Vínculo: Professor Doutor MS-3, Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

6/2014 - Atual
Direção e administração, Instituto de Química, Departamento de Química Orgânica.

Cargo ou função
Chefe de Departamento de Química Orgânica.
8/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Química, .

2/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Química, .

1/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Química, .

Linhas de pesquisa
Análises lipidômicas
10/2009 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Biblioteca Central, .

Cargo ou função
Coordenadora da Comissão da BIQ.
08/2005 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Química, .

Cargo ou função
Membro da Comissão interna de Biossegurança - CIBio - IQ.
10/2004 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Química, Departamento de Química Orgânica.

10/2011 - 6/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Química, Departamento de Química Orgânica.

Cargo ou função
Vice-Chefe.
03/2010 - 07/2011
Ensino, Engenharia Agrícola, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
QG102 Química Experimental I
10/2004 - 10/2010
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Química, .

Linhas de pesquisa
Biotecnologia
03/2010 - 07/2010
Ensino, Pós-graduação em Química, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
QP521 - RMN de Carbono-13
03/2010 - 07/2010
Ensino, Pós-graduação em Química, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
QP414 - Bioanálitica
08/2009 - 12/2009
Ensino, Química, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
QP123 - Métodos Modernos de Caracterização Estrutural e Dinâmica de Proteínas
10/2004 - 10/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Química, Departamento de Química Orgânica.

Cargo ou função
Membro de comissão de biblioteca de IQ.
03/2009 - 7/2009
Ensino, Bacharelado em Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
QG651 - Bioquímica II
03/2009 - 07/2009
Ensino, Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica Experimental
03/2009 - 07/2009
Ensino, Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica I
08/2008 - 12/2008
Ensino, Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica Experimental
08/2008 - 12/2008
Ensino, Farmácia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica Molecular
08/2008 - 12/2008
Ensino, Farmácia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projetos de pesquisa
08/2007 - 12/2007
Ensino, Química, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Metodos modernos em análise estrutural e dinâmica de proteínas
08/2007 - 12/2007
Ensino, Farmácia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Projetos de Pesquisa em Ciências Farmacêuticas
08/2007 - 10/2007
Ensino, Farmácia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica Molecular (QO-752)
03/2007 - 07/2007
Ensino, Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica I (QO-551)
03/2007 - 07/2007
Ensino, Farmácia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
QG863
07/2005 - 06/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Química, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Informática do IQ.
08/2006 - 12/2006
Ensino, Química, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Metodos Modernos em Análise Estrutural e Dinâmica de Proteínas
08/2006 - 12/2006
Ensino, Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica I (QO-551)
03/2006 - 07/2006
Ensino, Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica II (QG-751)
08/2005 - 12/2005
Ensino, Engenharia Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Química Orgânica II (QO-327)
03/2005 - 07/2005
Ensino, Engenharia Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Química Orgânica II (QO-422)
10/2004 - 12/2004
Ensino, Engenharia Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Química Orgânica II (QO-327)

Beogradski Univerzitet, BU, Iugoslávia.
Vínculo institucional

1994 - 1998
Vínculo: Assistente de ensino, Enquadramento Funcional: Assistente de ensino, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Química Aplicada Geoquímica Orgânica Química Ambiental Química Analitica

Atividades

10/1994 - 5/1998
Ensino, Bacharelado Em Química, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Geoquímica Orgânica
Química Ambiental
Química da Água
Química Analítica Qualitativa
Química Industrial
Química de Combustíveis

Institut Hemije Tehnologije i Metalurgije, IHTM, Iugoslávia.
Vínculo institucional

1995 - 1998
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador, Carga horária: 20
Outras informações
Geoquímica Orgânica Química Ambiental

Atividades

1/1995 - 5/1998
Pesquisa e desenvolvimento , Hemijski Centar, Hemijski Fakultet.

Linhas de pesquisa
Desenho de novos fármacos

UNICAMP e Instituto Butantan, UNICAMP/INST.BUT, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Pesquisadora, Enquadramento Funcional: Pesquisadora



Linhas de pesquisa


1.
Desenho de novos fármacos

Objetivo: O desenvolvimento de agentes farmacológicos com função específica tem papel importante em vários aspectos da pesquisa em química, química medicinal, biologia, bioquímica e química farmacêutica, bem como no estabelecimento de novas estratégias terapêuticas. Neste contexto, encontra-se o núcleo quinazolina que, quando seletivamente funcionalizado, constitui o bloco construtor para a preparação de numerosos alcalóides e substâncias com atividade biológica pronunciada, assim, apresentando alvo farmacológico interessantíssimo. O presente projeto apresenta a preparação de uma série de compostos inéditos, 4-anilinoquinazolinas 8- substituídas, 35 no total, utilizando métodos sintéticos já conhecidos. Os compostos alvos, após a purificação, foram caracterizados, principalmente, aplicando técnicas espectroscópicas, como Ressonância Magnética Nuclear (RMN), i.e., homo-, hetero- nucleares e multidimensionais (1H, 13C, STD-NMR), {13C-1H} e {15N-1H} HSQC, HMBC e avaliados quanto ao potencial de inibição da adenosina quinase (ADK) in vitro, principalmente através de ensaios de fluorescência de emissão e/ou por técnicas de RMN acompanhando os inibidores (STD-NMR). Para tanto, foi definido potencial inibitório destes novos compostos frente à ADK e foi possível propor um mecanismo de atuação na inibição desta importante enzima..
Setores de atividade: Outro.
2.
Caracterização estrutural de proteínas

Objetivo: A bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri (Xac) é o agente causador do cancro cítrico que é uma das mais graves doenças da citricultura brasileira. Até o momento, pouco se sabe sobre os mecanismos de virulência desta bactéria. Acredita-se que certos tipos de chaperones participem no processo de translocação das proteínas de patogenicidade e virulência do fitopatógeno Xac pelos sistemas de secreção (tipo III e IV) para a célula hospedeira. Para atravessar as barreiras do envelope bacteriano e da célula hospedeira e infectar a planta cítrica, as proteínas de virulência de Xac requerem uma estrutura 3D específica e compatível ao tamanho do sistema de secreção. Esta estrutura é proporcionada pelas chaperones que mantêm as proteínas de virulência no estado parcialmente desenovelado e as encaminham para o sistema de secreção. Para tanto, a resolução estrutural das chaperones auxiliaria o melhor entendimento das suas funções e a melhor compreensão dos mecanismos de patogenicidade de Xac, além de contribuir para a descoberta de novos padrões de enovelamento de polipeptídeos. Neste estudo, pretendemos analisar 40 chaperones de Xac. Dependendo de suas propriedades e estabilidade, as informações estruturais destas chaperones seriam obtidas através das técnicas da ressonância magnética nuclear (RMN), cristalografia de raios-X (X-ray), espectrometria de massa (MS) e/ou espalhamento de raios-X a baixo ângulo (SAXS)..
Palavras-chave: Xanthomonas axonopodis pv citri; NMR; fluorescência; dicrosimo circular.
3.
Biotecnologia

Objetivo: Nosso projeto visa a exploração do bagaço da laranja (BL) para obtenção: (1) do etanol de segunda geração, (2) da nanocelulose, (3) do óleo essencial , (4) da esperidina. O bagaço da laranja tem baixo custo, alta quantidade de carboidratos e alta susceptibilidade à hidrólise enzimática. Tendo em vista que o Brasil anualmente produz aproximadamente 20 milhões de toneladas de laranjas, em que somente o estado de São Paulo gera 15 milhões de toneladas, e que somente metade dessas frutas é utilizada durante a fabricação do suco, a citricultura brasileira descarta ao redor de 10 milhões de toneladas de bagaço, o qual é sob-utilizado. Atualmente, a fábrica Citrosuco (Grupo Fischer, Matão) utiliza essa biomassa para produção do etanol de primeira geração e extração do óleo essencial, enquanto o resíduo sólido é comercializado como suplemento alimentar para os gados. A Citrosuco produz a partir de uma caixa de laranjas, 40,8 kg de laranja: 20,4 kg de suco (3,25 kg de suco concentrado), 0,1 kg de óleo essencial, 0,095 L de etanol de primeira geração e 4,0 kg de ração (citrus pulp pellets, CPP). Acredita-se que essa biomassa pode ter novo e alto valor agregado devido a possibilidade de gerar quantidades significativas de esperidina (1,8% g g-1 do BL seco) um potente bioativo, nanocelulose (3% g g-1 do BL seco), um valioso bionanomaterial, e até 60 L por tonelada de bagaço de bioetanol de excelente qualidade, conforme resultados de pesquisas realizadas pelo nosso grupo nos últimos quatro anos. Pretende-se avaliar o potencial dessa biomassa (BL) para aplicação industrial. O bagaço BL será convertido em uma mistura de açúcares de 5- e 6- carbonos pela hidrólise, aplicando-se enzimas oriundas da Xanthomonas axonopodis pv. citri. Os açúcares fermentáveis serão fermentados usando co-culturas de levedura comercial e micro-organismos isolados do bagaço da laranja formando etanol. Os resultados esperados são obter ótimos rendimentos de açúcares e de bioetanol nos processos de ferment.
Palavras-chave: Bagaço de Laranja; enzimas; hidrólise; fermentação; etanol de segunda geração.
4.
Estudo das interacões supramoleculares entre as proteínas e nanoprata biogênica

Objetivo: A ampla utilização de nanopartículas de prata (AgNP) em áreas biológicas, bioquímicas e biomédicas se deve às suas propriedades antimicrobianas. Utilizar-se-à duas rotas de obtenção das AgNP, uma rota biogênica com o fungo Fusarium oxysporum e uma rota química a partir da esperidina extraída da casca da laranja. O envoltório proteico, responsável pela estabilização das nanopartículas será explorado, por meio da caracterização e o estudo das proteínas aderidas às nanopartículas utilizando-se variadas técnicas instrumentais como fluorescência de emissão, espectroscopia no infravermelho (IR), eletroforese em gel (SDS-PAGE), cromatografia de filtração em gel e espectrometria de massas. As interações supramoleculares entre a esperidina e as AgNP serão estudadas durante as óxido-reduções suaves acompanhadas por RMN. As nanopartículas produzidas pela rota química serão analisadas por fluorescência de emissão..
5.
Análises lipidômicas

Objetivo: A presença de fosfolipídeos em peixes e sua importância para a saúde humana está relacionada, principalmente, no fato de alguns fosfolipídeos conterem ácidos graxos do tipo ômega 3 em suas estruturas. Porém, estudos e caracterização destas biomoléculas na sua forma intacta ainda é pouco relatada na literatura, sobretudo a cerca de peixes amazônicos, já que apesar dos avanços nas técnicas para determinação de lipídeos, suas análises continuam sendo desafiadoras, devido à complexidade e a especificidade destes, que opostamente à análise proteômica e genômica, não se apoiam em informação que possa prever o número de moléculas individuais presentes em um organismo. Deste modo, este projeto envolve a investigação de fosfolipídeos em nove espécies de peixes amazônicos de diferentes hábitos alimentares: tambaqui, sardinha, curimatã, pirarucu, jaraqui, surubim, mapará, pescada e tucunaré, em diferentes épocas sazonais, através de análise fosfolipidômica, bem como a investigação da biossíntese desses fosfolipídeos, utilizando técnicas cromatográficas e espectroscópicas, como a espectrometria de massas e a espectroscopia de ressonância magnética nuclear. Como não existem estudos desse tipo de análise em peixes amazônicos, associado a correlação de fosfolipídeos contendo ácidos graxos ômega 3 com tratamento de doenças, devido ao fato de serem precursores de eicosanoides, espera-se que os resultados contribuam para além de entender melhor a rota biossintética dos fosfolipídeos de peixes amazônicos, atribuir importância a estrutura em que esses ácidos graxos estão ligados..
6.
Aplicação de ressonância magnética nuclear (RMN) em estudos metabolômicos

Objetivo: A metabolômica é a mais nova plataforma ?ômica? aplicada nos estudos químicos e bioquímicos dos organismos, que possibilita a detecção de mudanças metabólicas provocadas pelos inúmeros fatores intra- e extra-celulares. Embora doenças psiquiátricas como a esquizofrenia e o transtorno bipolar tenham sido associadas a mudanças metabólicas, estudos de metabolômica nessas populações ainda são escassos. Nossos objetivos visam comparar o perfil metabólico de indivíduos com esquizofrenia e transtorno bipolar com controles saudáveis, além de analisar o perfil metabólico de modelos animais de esquizofrenia e de animais controle aplicando as ferramentas de ressonância magnética nuclear (RMN), principalmente RMN de 1H, e de quimiometria, com destaque para análise de componentes principais (PCA) e Partial Least Square Discriminant Analysis (PLS-DA). E, para tais fins, utilizaremos as amostras de soro de indivíduos doentes e saudáveis e de animais modelo e controle. Um total de cem (100) indivíduos com transtornos psiquiátricos (50 com esquizofrenia e 50 com transtorno bipolar) serão comparados com cinquenta (50) indivíduos saudáveis (grupo controle). O diagnóstico será realizado através de entrevista clínica usando a Entrevista Clínica Semi-Estruturada do DSM-IV (SCID). A análise da gravidade de sintomas será feita utilizando-se os seguintes instrumentos: Positive and Negative Syndrome Scale (PANSS), Hamilton Depression Rating Scale (Ham-D) e Young Mania Rating Scale (YMRS). Espera-se encontrar diferenças entre os perfis metabolômicos dos indivíduos com transtornos psiquiátricos maiores, ou seja esquizofrenia ou transtorno bipolar, e os controles saudáveis. Também, analisamos ainda comparativamente as diferenças entre os perfis metabolômicos em animal modelo de esquizofrenia e animal controle, visando validar este modelo animal como ferramenta para estudos translacionais que permitam o monitoramento da eficiência e acompanhamento de intervenções farmacológicas..


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Aplicação de Ressonância Magnética Nuclear (RMN) em metabolômica e metabonômica de doenças humanas
Descrição: O projeto ora apresentado visa análises metabolômicas e metabonômicas por técnicas de ressonância magnética nuclear aplicadas aos estudos de câncer infanto-juvenil e de glioma (glioblastoma). As informações acerca de mudanças metabólicas em células cancerígenas são conhecidas e estudadas, porém, os estudos nas populações mais novas - entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos - são escassas por essas apresentarem um grupo de doenças muito peculiares, em que as diferenças genéticas e mutações não são a causa primária de ocorrência de câncer. Mais ainda, no Brasil, o câncer já representa a primeira causa de morte por doença entre crianças e adolescentes (8% do total) como, também, em países desenvolvidos. O câncer que acomete a população mais nova abrange várias doenças, tais como: tumores do sistema nervoso central, linfomas, neuroblastoma, tumor de Wilms, retinoblastoma, tumor germinativo, osteossarcoma e sarcomas. Nas últimas quatro décadas, o progresso no tratamento do câncer na infância e na adolescência foi extremamente significativo. Hoje, em torno de 80% das crianças e adolescentes acometidos de câncer podem ser curados, se diagnosticados precocemente e tratados em centros especializados. A maioria deles terá boa qualidade de vida após o tratamento adequado, porém, os efeitos dos tratamentos recebidos via quimioterapia e/ou radioterapia podem comprometer a longevidade, uma vez que, após 20 ou 30 anos do tratamento anticâncer, os indivíduos podem ter reincidência ou câncer de outro tipo. Dessa forma, faz-se necessário propor um acompanhamento, tratamento personalizado e diagnóstico - precoce, acurado, robusto, que possibilitem uso na medida certa de quimio- e/ou radio- fármacos. Neste projeto, teremos três doenças como alvos de estudos: (a) tumor de Wilms (TW, ou nefroblastoma); (b) osteossarcoma, e (c) tumor de fígado (hepatoblastoma). As amostras de pacientes com tumores sólidos (nefroblastoma e hepatoblastoma) serão estudadas aplicando as técnicas de ressonância magnética nucelar no estado semissólido (HR-MAS). Também, serão usadas as amostras de soro dos mesmos pacientes e de pacientes que sofrem de osteossarcoma e estudadas por técnicas de ressonância magnética nucelar no estado líquido. Espera-se verificar se a atividade metastática e/ou resistência ao tratamento quimioterápico pode ser observada no tecido tumoral e/ou no metabolôma do soro e descobrir possíveis candidatos a marcadores prognósticos ou terapêuticos. Esperamos que a deteção precoce, o acompanhamento do tratamento, bem como uma melhor compreensão de vias bioquímicas alteradas possam ser de grande importância no aumento da eficácia clínica e terapia anticâncer em neoplasias pediátricas. A segunda parte da nossa pesquisa abrange estudos acerca de glioblastoma, nos quais esperamos que as alterações metabólicas nos gliomas possam proporcionar uma visão global do desenvolvimento e progressão tumoral. Os gliomas são os tumores malignos que causam os cânceres cerebrais mais perigosos e prevalentes - são excepcionalmente resistentes ao tratamento e removem cada vez mais vidas de pessoas jovens e de meia-idade. A falta de biomarcadores efetivos para diagnósticos e alvos para tratamento, deve-se à compreensão ainda incompleta dos mecanismos moleculares dessas doenças altamente variáveis..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (2) .
Integrantes: Ljubica Tasic - Coordenador / Ana Cristina Victorino Krepischi - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de SP - Auxílio financeiro.
2017 - Atual
INCT DE BIOANALÍTICA
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2018
ANÁLISES METABOLÔMICAS APLICADAS EM ESTUDOS DE PACIENTES E EM MODELOS ANIMAIS PARA OS TRANSTORNOS MENTAIS GRAVES: ESQUIZOFRENIA E TRANSTORNO BIPOLAR
Descrição: A metabolômica é a mais nova plataforma ?ômica? aplicada nos estudos químicos e bioquímicos dos organismos, que possibilita a detecção de mudanças metabólicas provocadas pelos inúmeros fatores intra- e extra-celulares. Embora doenças psiquiátricas como a esquizofrenia e o transtorno bipolar tenham sido associadas a mudanças metabólicas, estudos de metabolômica nessas populações ainda são escassos. Nossos objetivos visam comparar o perfil metabólico de indivíduos com esquizofrenia e transtorno bipolar com controles saudáveis, além de analisar o perfil metabólico de modelos animais de esquizofrenia e de animais controle aplicando as ferramentas de ressonância magnética nuclear (RMN), principalmente RMN de 1H, e de quimiometria, com destaque para análise de componentes principais (PCA) e Partial Least Square Discriminant Analysis (PLS-DA). E, para tais fins, utilizaremos as amostras de soro de indivíduos doentes e saudáveis e de animais modelo e controle. Um total de cem (150) indivíduos com transtornos psiquiátricos (50 com esquizofrenia, 50 com transtorno bipolar e 50 indivíduos com dependência de crack) serão comparados com cinqüenta (50) indivíduos saudáveis (grupo controle). O diagnóstico será realizado através de entrevista clínica usando a Entrevista Clínica Semi-Estruturada do DSM-IV (SCID). A análise da gravidade de sintomas será feita utilizando-se os seguintes instrumentos: Positive and Negative Syndrome Scale (PANSS), Hamilton Depression Rating Scale (Ham-D) e Young Mania Rating Scale (YMRS). Espera-se encontrar diferenças entre o perfil metabolômico dos indivíduos com transtornos psiquiátricos maiores, ou seja, esquizofrenia ou transtorno bipolar ou indivíduos com dependência de crack, e os controles saudáveis. Também, analisamos ainda comparativamente as diferenças entre o perfil metabolômico em animal modelo de esquizofrenia e animal controle, visando validar este modelo animal como ferramenta para estudos translacionais que permitam o monitoramento da eficiência e acompanhamento de intervenções farmacológicas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2017
Biodiversidade do fungo Trichoderma spp. da Floresta Amazônica e Prospecção de Enzimas Hidrolíticas e Substâncias Bioativas
Descrição: A quebra de lignocelulose por fungos em florestas tropicais é de vital importância para a ciclagem de carbono e o fungo Thrichoderma, um colonizador ubiquo de materiais a base de celulose, tem sido frequentemente isolado em diversos ecosistemas como produtores de enzimas celulolíticas que funcionam sigergicamente na decomposição de biomassa vegetal. Assim, esse fungo contribui significativamente para a decomposição de madeiras e materiais herbáceos. A degração de materiais a base lignocelulose à açucares monoméricos através da ação de enzimas possui uma elevada importancia, pois esses açúcares podem servir como material inicial para produção de etanol de segunda geração. Além disso, algumas espécies de fungos possuem importancia econômica devido seu uso como produtores de antibióticos, compostos anticâncer ou agentes de controle biológico. Apesar de sua importância mundial ao meio ambiente e indústrias, sua biodiversidade, biogeografia e aplicações potenciais desses fungos em ecossistemas nativos continuam sendo tópicos negligenciados. Como a floresta amazônica é conhecida por sua alta diversidade biológica e alto grau de endemismo, ela pode fornecer conhecimentos básicos sobre os processos ecológicos, especialmente relacionados com o ciclo do carbono. Assim, o objetivo desse projeto será desenvolver um inventário completo da diversidade (riqueza e uniformidade) de Trichoderma em vários habitats da floresta Amazônica, e ainda bioprospectar enzimas hidrolíticas, compostos bioativos e a busca de linhagens efetivas para o controle biológico de doenças de plantas. Os isolados serão identificados pela análise do 'BarCode for Trichoderma (TrichOKEY)', similaridade de sequencias (via Trichoblast) e inferências filogenéticas. Testes específicos serão realizados para avaliar a capacidade lignolítica e produtora de biocompostos desses isolados. Com isso, espera-se elevar o conhecimento desse importante gênero fúngico para auxiliar na preservação do patrimônio genético nacional e auxiliar as indústrias sucro-alcoleira (produção de bioetanol) e agrícola (agentes de biocontrole) na obtenção de isolados com potencial para uso comercial..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Estudo metabolômico de organismos infectados por Corynebacterium pseudotuberculosis e desenvolvimento de potenciais inibidores de enzimas-chave da doença
Descrição: Os elevados prejuízos causados à pecuária de caprinos e ovinos por Corynebacterium pseudotuberculosis, uma bactéria patógena Gram-positiva, nos estimulam a buscar alternativos e novos alvos terapêuticos para combater a doença causada por este micro-organismo. Atualmente, não há soluções eficazes contra este mal e os animais afetados são sacrificados devido à falta de tratamentos viáveis. Nosso projeto de pesquisa abrange estudos que almejam entender os mecanismos da ação da C. pseudotuberculosis. Após identificar proteínas e enzimas-chave envolvidas no processo patogênico em animais, serão feitas pesquisas in silico para identificar as interações destas proteínas com inibidores potenciais, recrutados dos bancos de dados ou então, construídos ab initio; então, estes compostos serão sintetizados, caracterizados e suas interações in vitro com as proteínas-alvo serão investigadas. A técnica metabolômica de Ressonância Magnética Nuclear em conjunto com a Quimiometria será utilizada em duas abordagens distintas: (i) os efeitos metabólicos provocados pela presença da bactéria serão investigados, comparando-se o metaboloma dos animais saudáveis com os metabolomas dos animais sintomáticos e assintomáticos (soropositivos) e da própria bactéria, para que se possam conhecer diferenças entre os metabólitos primários e secundários em animais na presença e ausência da bactéria. Espera-se identificar os principais biomarcadores da doença que possibilitarão um melhor diagnóstico e, consequentemente, o combate da doença em suas fases iniciais; (ii) Serão monitorados os efeitos dos compostos com as melhores bioatividades (dados dos estudos in silico e in vitro) no tratamento da doença. Esses efeitos serão estudados in vivo, comparando-se efeitos em bactéria, animais saudáveis, doentes e infectados, porém, ainda assintomáticos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2018
ANÁLISE LIPIDÔMICA DE ALGUNS PEIXES AMAZÔNICOS
Descrição: A presença de fosfolipídeos em peixes e sua importância para a saúde humana está relacionada, principalmente, no fato de alguns fosfolipídeos conterem ácidos graxos do tipo ômega 3 em suas estruturas. Porém, estudos e caracterização destas biomoléculas na sua forma intacta ainda é pouco relatada na literatura, sobretudo a cerca de peixes amazônicos, já que apesar dos avanços nas técnicas para determinação de lipídeos, suas análises continuam sendo desafiadoras, devido à complexidade e a especificidade destes, que opostamente à análise proteômica e genômica, não se apoiam em informação que possa prever o número de moléculas individuais presentes em um organismo. Deste modo, este projeto envolve a investigação de fosfolipídeos em nove espécies de peixes amazônicos de diferentes hábitos alimentares: tambaqui, sardinha, curimatã, pirarucu, jaraqui, surubim, mapará, pescada e tucunaré, em diferentes épocas sazonais, através de análise fosfolipidômica, bem como a investigação da biossíntese desses fosfolipídeos, utilizando técnicas cromatográficas e espectroscópicas, como a espectrometria de massas e a espectroscopia de ressonância magnética nuclear. Como não existem estudos desse tipo de análise em peixes amazônicos, associado a correlação de fosfolipídeos contendo ácidos graxos ômega 3 com tratamento de doenças, devido ao fato de serem precursores de eicosanoides, espera-se que os resultados contribuam para além de entender melhor a rota biossintética dos fosfolipídeos de peixes amazônicos, atribuir importância a estrutura em que esses ácidos graxos estão ligados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Ljubica Tasic - Coordenador / Marcos N. Eberlin - Integrante / Adalberto Luis Val - Integrante / Banny Silva Barbosa - Integrante.
2012 - Atual
Caracterização estrutural e funcional de metalo- (SMVP) e serina proteases (SVSP) de veneno de serpente
Descrição: As serinas proteases de venenos de serpentes desempenham papéis importantes na patologia do envenenamento e são bastante específicas frente aos seus substratos. Algumas delas possuem a capacidade de clivar o fibrinogênio via hidrólise de ligações Arg-Lys formando fibrinas. As fibrinas espontaneamente polimerizam em trombo que é rapidamente dissolvido pela plasmina. Esta formação e subsequente dissolução de trombos provoca a coagulopátia e, consequentemente, a hemorragia. Nossos objetivos incluem a purificação e a caracterização estrutural destas enzimas com intuito em desenhar novos inibidores e entender melhor a função delas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - Atual
ESTUDO E CARACTERIZAÇÃO DE PROTEÍNAS ADERIDAS À NANOPARTÍCULAS DE PRATA PRODUZIDAS BIOSSINTETICAMENTE
Descrição: Nanopartículas  inorgânicas  e  orgânicas  são  amplamente  utilizadas  em  várias  áreas  das  ciências  químicas,  bioquímicas,  biológicas,  biomédicas,  farmacêuticas,  entre  outras,  com  grande  eficácia.  Devido  suas  relevantes  propriedades  antimicrobianas,  as  nanopartículas  de  prata  se  destacam  principalmente  devido  sua  aplicação  em  preparações  de  numerosos  materiais  antimicrobianos,  por  exemplo,  produtos  de  uso  oral,  domésticos,  vestimentas  e  materiais  cirúrgicos.  Uma  vez  que  o  processo  de  preparação  de  nanopartículas  de  prata  via biossíntese  em  microrganismos  é  biotecnologicamente  viável,  este  projeto  envolve  a  produção  de  nanopartículas  de  prata,  sua  detalhada  caracterização  físico‐química,  como  também,  caracterização  bioquímica  da  capa  protéica  ao  redor  das  nanopartículas  e  avaliação  tanto  de  ação  antimicrobiana  como  da  adesão  em  tecidos.  Técnicas  físico‐químicas  e  bioquímicas  serão  aplicadas  na  caracterização  das  nanopartículas  e  das  proteínas  e  peptídeos  que  geralmente  circundam  essas  partículas,  em  forma  de  um  envoltório.  A  preseça  de  proteínas  provenientes  do  fungo  ao  redor  das  nanopartículas  confere  alta  estabilidade  a  estas  partículas  e pode auxiliar na  adesão das  mesmas nas  fibras dos tecidos além de modificar a  ação  antimicrobiana  das  partículas.  Entretanto  estudos  de  caracterização  de  proteínas  e  de  seu  papel  na  atividade  antimicrobiana  não  foram  descritos  na  literatura.  Desta  forma,  espera‐se  que  os  resultados  contribuam  para  um  melhor  entendimento  da  natureza  dessas  biomoléculas  e  do  papel  que  peptídeos  e  proteínas  possuem  no  processo  de  formação  de  nanopartículas,  sua  estabilização  e a atividade antimicrobiana.   .
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Ljubica Tasic - Coordenador / Ana Olívia de Souza - Integrante / Pryscila Marcato - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
2010 - 2012
UTILIZAÇÃO DE FUNGOS DE MANGUEZAIS NA PRODUÇÃO DE NANOPARTÍCULAS DE PRATA E APLICAÇÃO NA PRODUÇÃO DE TECIDOS ANTIMICROBIANOS
Descrição: Nanopartículas inorgânicas têm sido empregadas com grande eficácia em várias áreas das ciências biológicas, biomédicas e farmacêuticas. Dentre estas partículas, as nanopartículas de prata possuem propriedades antimicrobianas relevantes e podem ser utilizadas na preparação de materiais antimicrobianos, tais como em produtos de uso oral, em eletrodomésticos, vestimentas e materiais cirúrgicos. O processo de preparação de nanopartículas de prata pela biossíntese de microrganismos é biotecnologicamente viável e caracteriza-se como uma área em ampla expansão com possibilidades de sucesso. Os microrganismos de manguezais são responsáveis por transformações de nutrientes dentro desse ecossistema rico em processos bioquímicos e em intensa atividade microbiana. Considerando as perspectivas e a utilidade de novos materiais principalmente na área da saúde, esta proposta conjectura que linhagens de fungos isolados de manguezais podem apresentar características peculiares no processo de produção de nanopartículas de prata, por serem adaptados a um ambiente com condições extremas de sobrevivência. Linhagens de fungos coletadas de manguezais do estado de São Paulo e classificadas como potenciais produtoras de agentes antimicrobianos serão avaliadas quanto a capacidade de produção de nanopartículas de prata. As duas linhagens mais efetivas serão selecionadas para o estudo da participação de antraquinonas no processo de formação das nanopartículas e estas serão avaliadas quanto a ação antimicrobiana e adesão em tecidos. caracterização das nanopartículas e das proteínas que geralmente circundam essas Técnicas físico-químicas e bioquímicas serão usadas para partículas, em forma de um envoltório. Espera-se que os resultados contribuam para o entendimento do processo de formação de nanopartículas e que estas tenham aplicação na área de biomateriais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
Aplicação de biotecnologia na produção de etanol: bagaço de laranja como biomassa
Descrição: A possibilidade do uso na produção de substitutos excelentes para gasolina de biomassas tais como de cana de açúcar, milho, trigo, entre outras, envolve polemicas sobre a sua exploração como fontes de combustíveis alternativos, uma vez que se recomenda sua utilização na produção de alimentos. Para evitar tais polemicas, propõe se a exploração de outras fontes para a produção de substitutos de gasolina, em que, os bagaços de frutas, subprodutos obtidos nas indústrias de alimentos, tornam a produção dos combustíveis alternativos em uma ?Produção mais Limpa?. No presente projeto, o bagaço de laranja (BL) é indicado como substrato adequado e a principal fonte de biomassa na obtenção do etanol, principalmente devido ao seu baixo custo, alta quantidade de carboidratos e alta susceptibilidade à hidrólise enzimática. Também, pretende-se avaliar o potencial da biomassa do BL através dos ajustes de processos fermentativos em ensaios de bancada e, esperamos, após a otimização do processo de fermentação, avaliar a possibilidade de montagem da escala piloto e sugestão para uma aplicação industrial. O bagaço BL será convertido a uma mistura de açúcares de 5- e 6- carbonos pela hidrólise, aplicando-se misturas de enzimas pectinase e celulase comerciais. Todos os açúcares gerados pela hidrolise serão fermentados por um microrganismo comercial (Sacharomyces cerevisiae), formando etanol ou etanol e ácido acético. Pretende-se também desenvolver coquetéis de enzimas utilizando método de PCR para minimizar o custo e produzir açúcares fermentáveis a partir da BL. O resultado esperado é obter bons rendimentos de açúcares a partir de BL e de etanol nos processos de fermentação. Pretende-se isolar lipídeos (terpenos) da BL e avaliar o seu papel no processo de fermentação, em especial na inibição de microrganismos, tais como a levedura, comparando os rendimentos antes e após extração dos lipídeos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2012
INSTITUTO NACIONAL DE BIOLOGIA ESTRUTURAL E BIOIMAGEM (INCT - INCTBEB)
Descrição: Apresentação: O projeto conta com a criação e consolidação de uma infra-estrutura técnico-científica, além do uso das mais avançadas técnicas e de melhor resolução possível. O INCTBEB permitirá avaliar estruturas de sistemas biológicos, desde o nível macromolecular até o organismo inteiro. Objetivo: O principal objetivo do presente Instituto é aplicar ferramentas poderosas da Biologia Estrutural em várias linhas de pesquisa relacionadas às doenças infecciosas causadas por parasitas, bactérias, vírus e prions, bem como doenças crônicas e degenerativas (como hipertensão, leucemias e outros tipos de câncer, Parkinson, Alzheimer, e outras doenças amiloidogênicas). Nós pretendemos identificar alvos biológicos que permitirão o desenvolvimento de novas drogas e vacinas, assim como novos métodos diagnósticos e prognósticos. Para alcançar estes objetivos, a missão do INCTBEB consiste em promover a multidisciplinaridade e interdisciplinaridade, onde áreas convencionais como biofísica, parasitologia, imunologia, bioquímica, farmacologia, química e computação têm suas fronteiras estendidas, permitindo uma maior interação entre grupos para solucionar diversos problemas biológicos. Poderíamos citar, como exemplos, agentes infecciosos humanos (vírus da Dengue, febre amarela, HIV/AIDS, tripanossoma, leishmanias) cujas macromoléculas alvos estão sendo estruturalmente identificadas e caracterizadas. Após a fase de caracterização estrutural, tem se buscado a avaliação deste novo alvo como candidato para o desenvolvimento racional de uma droga ou uma vacina específica..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Ljubica Tasic - Coordenador.
2008 - 2010
DERIVADOS DE QUINAZOLINAS NA INIBIÇÃO DA ADENOSINA QUINASE: APLICAÇÃO DE RMN
Descrição: O desenvolvimento de agentes farmacológicos com função específica tem papel importante em vários aspectos da pesquisa em química, química medicinal, biologia, bioquímica e química farmacêutica, bem como no estabelecimento de novas estratégias terapêuticas. Neste contexto, encontra-se o núcleo quinazolina que, quando seletivamente funcionalizado, constitui o bloco construtor para a preparação de numerosos alcalóides e substâncias com atividade biológica pronunciada, assim, apresentando alvo farmacológico interessantíssimo. O presente projeto apresenta a proposta para a preparação de uma série de compostos inéditos, 4-anilinoquinazolinas 2- e 7- substituídas e 2- e 8- substituídas, utilizando métodos sintéticos já conhecidos. Os compostos alvos, após a purificação, serão caracterizados, principalmente, aplicando técnicas de ressonância magnética nuclear (RMN), i.e., homo-, hetero- nucleares e multidimensionais, e avaliados quanto ao potencial de inibição da adenosina quinase in vitro. Posteriormente, as interações do(s) potencial(ais) fármaco(s), i.e., compostos que se mostrarem ativos, com a adenosina quinase serão avaliadas por técnicas de RMN, tais como, STD-NMR (Saturation Transfere Difference ? Nuclear Magnetic Resonance), DOSY (Diffusion Ordered Spectroscopy) e {15N-1H} HSQC (Heteronuclear Single Quantum Coherence). Esperamos, para tanto, definir grupo(s) farmacofórico(s) das anilinoquinazolinas biologicamente ativas, também, como descobrir seu(s) sítio(s) da ligação na adenosina quinase e desvendar seu(s) mecanismo(s) de atuação na inibição desta importante enzima..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Ljubica Tasic - Coordenador / Silvana A. Rocco - Integrante / Kleber Gomes Franchini - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
2007 - 2011
Novas estratégias analíticas em analises de biomoléculas
Descrição: Pretende-se implementar novas estratégias analíticas envolvendo bio-moléculas, tais como enzimas, metaloenzimas e metaloproteínas. Ênfase será dada ao emprego de bio-marcadores para avaliação de tolerância a estresses oxidativos. Serão desenvolvidos procedimentos analíticos para determinação de antioxidantes, marcadores de dano oxidativo, metais e proteínas, bem como de novas metodologias analíticas não destrutivas, rápidas e aplicáveis a determinação in-situ de biomoléculas em materiais vegetais com alta heterogeneidade na estrutura e alta variabilidade na forma. A possibilidade de se considerar o fracionamento isotópico na avaliação de processos bioquímicos envolvendo metais e bio-moléculas será estudada. Ainda, serão desenvolvidos sistemas de análises em fluxo explorando multi-impulsão para análises diretas dos spots de proteínas e para a implementação de colunas de biomateriais visando determinação de pesticidas. O conhecimento adquirido será disseminado e o desenvolvimento do projeto será autoavaliado e eventualmente redirecionado por meio de workshops; envolvendo todos os participantes..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Ljubica Tasic - Integrante / Marco Aurélio Zezzi Arruda - Integrante / José Alberto Fracassi da Silva - Integrante / Lauro Tatsuo Kubota - Integrante / Elias Ayres Guidetti Zagatto - Coordenador / Ronei Jesus Poppi - Integrante / Maria Fernanda Georgina Gine Rosias - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
2007 - 2009
Rede proteoma do Estado de São Paulo - LNLS
Descrição: Avaliação de metaloproteínas de soja (Glicine max L. Merril) e suas possíveis correlações com estresse oxidativo Vários avanços estão sendo realizados no entendimento das metaloproteínas, principalmente no que se refere às estruturas e funções dos sítios metálicos, bem como das implicações biológicas dessas interações. Entretanto, é necessário localizar, identificar e quantificar as macromoléculas que contenham metais nos organismos. Devido às suas complexidades e baixíssimos níveis em amostras biológicas, é necessário o uso de técnicas que apresentem alta resolução na separação protéica e na caracterização das proteínas, bem como excelente sensibilidade para a quantificação dos metais. Assim sendo, a abordagem para esses estudos metaloproteômicos consistirá em três componentes principais: 1) uma técnica de separação eficiente para isolar as espécies de interesse (componente de seletividade), que será a 2D PAGE, 2) um detector específico para moléculas de modo a caracterizá-las (componente estrutural), que será MALDI-Q-TOF e/ou LC-MS-MS e 3) uma técnica altamente sensível aos elementos ligados às proteínas para quantificá-los (componente de sensibilidade), que será ETAAS. Apesar de estarmos particularizando algumas enzimas/proteínas como bio-marcardores, as quais já se encontram em bancos de dados, há uma forte possibilidade de identificação/estudos de outros possíveis bio-marcadores ainda desconhecidos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Ljubica Tasic - Integrante / Marco Aurélio Zezzi Arruda - Coordenador / Ricardo Antunes Azevedo - Integrante.Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Laboratório Nacional de Luz Sincrotron - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.Número de orientações: 6
2005 - Atual
Caracterização estrutural de proteínas
Descrição: A bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri (Xac) é o agente causador do cancro cítrico que é uma das mais graves doenças da cítricultura brasileira. Até o momento, pouco se sabe sobre os mecanismos de virulência desta bactéria. Acredita-se que certos tipos de chaperones participem no processo de translocação das proteínas de patogenicidade e virulência do fitopatógeno Xac pelos sistemas de secreção (tipo III e IV) para a célula hospedeira. Para atravessar as barreiras do envelope bacteriano e da célula hospedeira e infectar a planta cítrica, as proteínas de virulência de Xac requerem uma estrutura 3D específica e compatível ao tamanho do sistema de secreção. Esta estrutura é proporcionada pelas chaperones que mantém as proteínas de virulência no estado parcialmente desenovelado e as encaminham para o sistema de secreção. Para tanto, a resolução estrutural das chaperones auxiliaria o melhor entendimento das suas funções e a melhor compreensão dos mecanismos de patogenicidade de Xac, além de contribuir para a descoberta de novos padrões de enovelamento de polipeptídeos. Neste estudo, pretendemos analisar 40 chaperones de Xac. Dependendo de suas propriedades e estabilidade, as informações estruturais destas chaperones seriam obtidas através das técnicas da ressonância magnética nuclear (RMN), cristalografia de raios-X (X-ray), espectrometria de massa (MS) e/ou espalhamento de raios-X a baixo ângulo (SAXS)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Ljubica Tasic - Coordenador / Paula F L Borin - Integrante / Thais Pereira Lopes - Integrante / Alessandra Prando - Integrante / Gisele C. T. Denoni - Integrante / Leandro H. de Paila Assis - Integrante / Letícia Maria da Silva Cruz - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 20 / Número de orientações: 1
2004 - 2015
Extração de Constituentes Leves de petróleos Pesados
Descrição: Asfaltenos são geralmente definidos como a parte mais pesada do petróleo, de fórmula estrutural não definida, com alto grau de aromaticidade, solúvel em tolueno e insolúvel em solventes alifáticos. Seu grau de aromaticidade pode ser determinado por RMN de C-13 e seu perfil de composição por espectrometria de massas (EM). Ambas são características determinantes do local de extração e origem. Sua composição química engloba hidrocarbonetos, derivados orgânicos sulfurados, nitrogenados, oxigenados e organometálicos. Comercialmente, os petróleos mais leves têm valor mais alto, pois produzem gasolina, diesel e GLP como derivados. Os petróleos pesados são mais sulfurados e as frações pesadas tendem a sofrer um processamento adicinal (cracking) para gerarem tais derivados, no entanto a um maior custo. No Brasil, o petróleo é considerado pesado, com componentes de alta massa molecular e alto teor de enxofre, grupos naftênicos e aromáticos. Por possuírem alta tendência de agregação, o que representa sérios problemas para a exploração, transporte e refino do petróleo, a caracterização de asfaltenos se faz necessária. Assim, o maior conhecimento de sua estrutura correlacionada a agregação é de grande interesse na indústria no desenvolvimento de técnicas de exploração e processamento, que minimizem a deposição e corrosão nos processos. As subfrações de asfaltenos e asfaltenos, procedentes do grupo do professor Prof. Peter R. Seidl (DPO, EQ/UFRJ), são submetidas à ressonância magnética nuclear (RMN) de C-13 (incluindo DEPT) com objetivos de caracterizar melhor a estrutura e definir sua composição..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2017 - Atual
Obtenção de nanocelulose e hesperidina a partir da casca da laranja
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.


Outros Projetos


2010 - 2011
FAP Livros
Descrição: Na atualidade, a química apresenta área de concentração indispensável e seu papel em ciências exatas e da vida é fundamental. Como uma das disciplinas integrantes de pesquisas multi ou pluri disciplinares, a química está em constante evolução e crescimento, sempre buscando ampliar as fronteiras do conhecimento e descobertas. Neste cenário, seus executores, pesquisadores iniciantes, alunos de pós-graduação, alunos de iniciação científica e seus orientadores, pós-doutores e docentes, necessitam estar atualizados com que está em voga entre seus pares. Uma grande idéia que dá origem a toda uma linha de pesquisa tem sua base fundamentada em livros textos, enciclopédias, periódicos, etc. que são encontrados no acervo de uma biblioteca rica e atual. A biblioteca do Instituto de Química da UNICAMP (BIQ) sempre deve continuar buscar o seu aprimoramento ampliando ainda mais o seu papel como ponto acolhedor que gera um novo pensamento, esclarece uma dúvida, resolve problemas encontrados num experimento ou ensaio, providencia uma resposta para resultado não esperado e surpreende com o que já foi publicado. Para que isso possa ser realizado, é indispensável que a BIQ esteja constantemente enriquecendo seu acervo, providenciando novos títulos, novas edições, boas e excelentes enciclopédias, modernizando- se, ampliando-se e integrando-se. Deste modo, é preciso providenciar recursos, para tornar a BIQ cada vez melhor e seu acervo atualizado e este projeto ora submetido visa alcançar estes objetivos..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.


Membro de corpo editorial


2017 - Atual
Periódico: Metabolomics:Open Access
2006 - Atual
Periódico: chemkeys


Revisor de periódico


2006 - Atual
Periódico: Journal of the Brazilian Chemical Society (0103-5053)
2010 - Atual
Periódico: Protein and Peptide Letters
2011 - Atual
Periódico: Chemotherapy
1998 - Atual
Periódico: Journal of the Serbian Chemical Society
2005 - Atual
Periódico: Magnetic Resonance in Chemistry
1999 - 2000
Periódico: Annals of Magnetic Resonance
2012 - Atual
Periódico: Current Metabolomics
2012 - Atual
Periódico: Current Analytical Chemistry
2014 - Atual
Periódico: Energy & Fuels (Online)
2014 - Atual
Periódico: Journal of Food Composition and Analysis (Print)
2014 - Atual
Periódico: Brazilian Journal of Microbiology (Impresso)
2015 - Atual
Periódico: Cellulose
2015 - Atual
Periódico: Current Protein and Peptide Science
2015 - Atual
Periódico: Science of the Total Environment
2016 - Atual
Periódico: Plos One
2016 - Atual
Periódico: Scientific Reports
2016 - Atual
Periódico: RSC Advances: an international journal to further the chemical sciences
2016 - Atual
Periódico: Carbohydrate Polymers
2016 - Atual
Periódico: MATERIALS LETTERS
2017 - Atual
Periódico: PLANT PHYSIOLOGY AND BIOCHEMISTRY
2018 - Atual
Periódico: JOURNAL DE MYCOLOGIE MEDICALE
2017 - Atual
Periódico: INTERNATIONAL JOURNAL OF NANOMEDICINE
2016 - Atual
Periódico: Materials Science & Engineering C-Materials for Biological Applications
2015 - Atual
Periódico: CARBOHYDRATE POLYMERS
2018 - Atual
Periódico: Langmuir
2018 - Atual
Periódico: Translational Psychiatry


Revisor de projeto de fomento


2013 - Atual
Agência de fomento: National Science Foundation
2012 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
2010 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2010 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
2007 - Atual
Agência de fomento: Sistema de Apoio ao Estudante
2000 - Atual
Agência de fomento: Sistema de Apoio ao Estudante


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Química de Macromoléculas/Especialidade: Proteínas.
3.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Físico-Química/Especialidade: Espectroscopia.
4.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Biologica.
5.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química.
6.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Orgânica.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Servo-Croata
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2018
Melhores painéis apresentados na Seção de QUÍMICA MEDICINAL, realizada durante a 41a REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE QUÍMICA,, SBBq.
2017
Capa de Analytical Methods, RSC - Royal Society of Chemistry.
2016
1st Place Poster Award, XV MRS Meeting (SBPMat).
2014
Melhor projeto de IC da 13a Semana de Química da UNICAMP, 13a Semana de Química da UNICAMP.
2013
Prêmio Inova Unicamp de Iniciação a Inovação pela pesquisa, INOVA UNICAMP.
2013
MÉRITO CIENTÍFICO - XXI CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNICAMP, PIBIC UNICAMP.
2013
Capa da J. Braz. Chem. Soc., SBQ.
2012
Best oral presentation, International Conference of Nanotechnology, Biotechnology and Spectroscopy, Cairo, Egypt.
2012
Prêmio Inova Unicamp de Iniciação a Inovação pela pesquisa, INOVA UNICAMP.
2011
Felicitation on Oral presentation, OMICS 2nd World Congress of Biotechnology, Philadelphia, USA.
2008
Poster Award with a Mention of Honor, Hands-on Course on Protein and Proteomics, Lisboa, Portugal.
1994
Melhor trabalho de gradução e aluna nota 10 da Química, BU.
1988
Primeiro lugar no Campeonato Nacional em Química (Campeã Nacional em Química), Pokret Nauku Mladima.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:68
Total de citações:695
Fator H:16
Tasic L.  Data: 11/11/2018

SciELO
Total de trabalhos:65
Total de citações:654
Ljubica Tasic  Data: 20/08/2018

Artigos completos publicados em periódicos

1.
5VANDER DOS SANTOS, RONEY2018VANDER DOS SANTOS, RONEY ; VILLALTA-ROMERO, FABIAN ; STANISIC, DANIJELA ; BORRO, LUIZ ; NESHICH, GORAN ; Tasic, Ljubica . Citrus bioflavonoid, hesperetin, as inhibitor of two thrombin-like snake venom serine proteases isolated from Crotalus simus. TOXICON, v. 1, p. 111-117, 2018.

2.
2DE BARROS, CAIO HENRIQUE NASI2018DE BARROS, CAIO HENRIQUE NASI ; CRUZ, GUILHERME ; MAYRINK, WILLIAN ; Tasic, Ljubica . Bio-based synthesis of silver nanoparticles from orange waste: effects of distinct biomolecule coatings on size, morphology, and antimicrobial activity. NANOTECHNOLOGY, SCIENCE AND APPLICATIONS, v. Volume 11, p. 1-14, 2018.

3.
6AZEVEDO, MARIANGELA DE BURGOS M. DE2018AZEVEDO, MARIANGELA DE BURGOS M. DE ; MELO, VITOR H. S. DE ; SOARES, CARLOS ROBERTO J. ; MIYAMOTO, DOUGLAS M. ; KATAYAMA, RICARDO A. ; SQUAIR, PETERSON L. ; BARROS, CAIO H. N. ; Tasic, Ljubica . Development and characterization of polymeric microparticle of poly(D,L-lactic acid) loaded with holmium acetylacetonate. Journal of Microencapsulation, v. 36, p. 1-31, 2018.

4.
8EBERLE, RAPHAEL J.2018EBERLE, RAPHAEL J. ; KAWAI, LIEGE A. ; DE MORAES, FABIO R. ; OLIVIER, DANILO ; DO AMARAL, MARCOS S. ; Tasic, Ljubica ; ARNI, RAGHUVIR K. ; CORONADO, MONIKA A. . Inhibition of thioredoxin A1 from Corynebacterium pseudotuberculosis by polyanions and flavonoids. INTERNATIONAL JOURNAL OF BIOLOGICAL MACROMOLECULES, v. 117, p. 1066-1073, 2018.

5.
7CYPRIANO, DANIELA Z.2018CYPRIANO, DANIELA Z. ; DA SILVA, LUCIMARA LOPES ; Tasic, Ljubica . High value-added products from the orange juice industry waste. WASTE MANAGEMENT, v. 79, p. 71-78, 2018.

6.
3BARROS, CAIO2018BARROS, CAIO ; FULAZ, STEPHANIE ; STANISIC, DANIJELA ; Tasic, Ljubica . Biogenic Nanosilver against Multidrug-Resistant Bacteria (MDRB). Antibiotics, v. 7, p. 69, 2018.

7.
1MARIÑO, MAYRA A.2018MARIÑO, MAYRA A. ; REZENDE, CAMILA A. ; Tasic, Ljubica . A multistep mild process for preparation of nanocellulose from orange bagasse. Cellulose, v. 1, p. 27, 2018.

8.
11DE SOUZA, VIVIANE COSTA2018DE SOUZA, VIVIANE COSTA ; BARROS, CAIO H.N. ; Tasic, Ljubica ; GIMENEZ, IARA F. ; TEIXEIRA CAMARGO, ZAINE . Synthesis of cyclodextrin polymers containing glutamic acid and their use for the synthesis of Ag nanoparticles. CARBOHYDRATE POLYMERS, v. 7, p. 1, 2018.

9.
4Tasic, Ljubica2018Tasic, Ljubica; SCHULTZA, LILIAN GOULART ; FATTORI, JULIANA . Chaperone-Assisted Secretion in Bacteria: Protein and DNA Transport via Cell Membranes. Current Proteomics, v. 15, p. 1, 2018.

10.
9COSTA, TÁSSIA BRENA2018COSTA, TÁSSIA BRENA ; LACERDA, ACIOLY ; DAL MAS, CAROLINE ; BRIETZKE, ELISA ; PONTES, JOÃO GUILHERME DE MORAES ; MARINS, LUCAS ; MARTINS, LUCAS ; NUNES, MARCEL ; PEDRINI, MARIANA ; S. CARVALHO, MICHELLE ; MITROVITCH, MILAN ; HAYASHI, MIRIAN A.F. ; LEITE SALDANHA, NATALIA ; POPPI, RONEI J. ; Tasic, Ljubica . Insights into the effects of crack abuse on the human metabolome using a NMR approach. JOURNAL OF PROTEOME RESEARCH, v. 1, p. 14, 2018.

11.
10BARROS, CAIO H. N.2018BARROS, CAIO H. N. ; STANISIC, DANIJELA ; MORAIS, BRUNA F. ; Tasic, Ljubica . Soda lignin from Citrus sinensis bagasse: extraction, NMR characterization and application in bio-based synthesis of silver nanoparticles. Energy, Ecology and Environment, v. 1, p. 112-119, 2018.

12.
19PONTES, JOÃO GUILHERME M2017PONTES, JOÃO GUILHERME M ; BRASIL, ANTONIO JADSON M. ; CRISPIM DE FARIA CRUZ, GUILHERME ; DE SOUZA, RAFAEL N. ; Tasic, Ljubica . NMR-based metabolomics strategies: plants, animals and humans. Analytical Methods (Print), v. 3, p. 1-19, 2017.

13.
12CYPRIANO, D. Z.2017CYPRIANO, D. Z. ; SILVA, L. L. ; MARINO, M. A. ; TASIC, L. . A Biomassa da Laranja e seus Subprodutos. Revista Virtual de Química, v. 9, p. 1, 2017.

14.
17VILLALTA-ROMERO, FABIAN2017VILLALTA-ROMERO, FABIAN ; BORRO, LUIZ ; MANDIC, BORIS ; ESCALANTE, TERESA ; RUCAVADO, ALEXANDRA ; GUTIÉRREZ, JOSE MARÍA ; NESHICH, GORAN ; Tasic, Ljubica . Discovery of small molecule inhibitors for the snake venom metalloprotease BaP1 using in silico and in vitro tests. Bioorganic & Medicinal Chemistry Letters (Print), v. 7, p. 127, 2017.

15.
20SETHI, SUMIT2017SETHI, SUMIT ; PEDRINI, MARIANA ; RIZZO, LUCAS B. ; ZENI-GRAIFF, MAIARA ; MAS, CAROLINE DAL ; CASSINELLI, ANA CLÁUDIA ; NOTO, MARIANE N. ; ASEVEDO, ELSON ; CORDEIRO, QUIRINO ; Pontes, João G. M. ; BRASIL, ANTONIO J. M. ; LACERDA, ACIOLY ; Hayashi, Mirian A. F. ; POPPI, RONEI ; Tasic, Ljubica ; BRIETZKE, ELISA . 1H-NMR, 1H-NMR T2-edited, and 2D-NMR in bipolar disorder metabolic profiling. INTERNATIONAL JOURNAL OF BIPOLAR DISORDERS, v. 5, p. 333, 2017.

16.
16PONTES, J. G. M.2017PONTES, J. G. M. ; De Santana, FB ; PORTELA, RW ; AZEVEDO, V ; POPPI, RJ ; TASIC, L. . Biomarkers of the Caseous Lymphadenitis in Sheep by NMR-Based Metabolomics. Metabolomics (Los Angel), v. 7, p. 190, 2017.

17.
14BALLOTTIN, DANIELA2017BALLOTTIN, DANIELA ; FULAZ, STEPHANIE ; CABRINI, FLÁVIA ; TSUKAMOTO, JUNKO ; Durán N. ; Alves, Oswaldo L. ; TASIC, L. . Antimicrobial textiles: Biogenic silver nanoparticles against Candida and Xanthomonas. Materials Science & Engineering C-Materials for Biological Applications, v. 75, p. 582-589, 2017.

18.
18TASIC, L.;Tasic, Ljubica;TASIC, L2017TASIC, L.; DE MORAES PONTES, JOÃO GUILHERME ; DE SOUZA, RAFAEL NOGUEIRA ; BRASIL, ANTONIO JADSON MARREIRO ; DE FARIA CRUZ, GUILHERME CRISPIM ; ASEVEDO, ELSON ; MAS, CAROLINE DAL ; POPPI, Ronei Jesus ; BRIETZKE, ELISA ; HAYASHI, MIRIAN AKEMI FURUIE ; LACERDA, ACIOLY LUIZ TAVARES . NMR Spectroscopy Metabolomics Applied to Crack Cocaine Users and Patients with Schizophrenia: Similar Behavior but Different Molecular Causes. ChemistrySelect, v. 2, p. 2927-2930, 2017.

19.
13CARACHO RIBEIRO, HENRIQUE2017CARACHO RIBEIRO, HENRIQUE ; KLASSEN, ALINE ; PEDRINI, MARIANA ; CARVALHO, MICHELLE S. ; RIZZO, LUCAS B. ; NOTO, MARIANE N. ; ZENI-GRAIFF, MAIARA ; SETHI, SUMIT ; Tasic, Ljubica ; HAYASHI, MIRIAN A.F. ; CORDEIRO, QUIRINO ; BRIETZKE, ELISA ; SUSSULINI, ALESSANDRA . A preliminary study of bipolar disorder type I by mass spectrometry-based serum lipidomics. PSYCHIATRY RESEARCH, v. 1, p. 123, 2017.

20.
15EBERLE, RAPHAEL J.2017EBERLE, RAPHAEL J. ; KAWAI, LIEGE A. ; DE MORAES, FABIO R. ; Tasic, Ljubica ; ARNI, RAGHUVIR K. ; CORONADO, MONIKA A. . Biochemical and biophysical characterization of a mycoredoxin protein glutaredoxin A1 from Corynebacterium pseudotuberculosis. INTERNATIONAL JOURNAL OF BIOLOGICAL MACROMOLECULES, v. 1, p. 11, 2017.

21.
25PONTES, JOÃO GUILHERME M.2016PONTES, JOÃO GUILHERME M. ; OHASHI, WILLIAM Y. ; BRASIL, ANTONIO J. M. ; FILGUEIRAS, PAULO R. ; ESPÍNDOLA, ANA PAULA D. M. ; SILVA, JAQUELINE S. ; POPPI, RONEI J. ; COLETTA-FILHO, HELVÉCIO D. ; Tasic, Ljubica . Metabolomics by NMR Spectroscopy in Plant Disease diagnostic: Huanglongbing as a Case Study. ChemistrySelect, v. 1, p. 1176-1178, 2016.

22.
24Tasic, Ljubica2016Tasic, Ljubica; PONTES, JOÃO G.M. ; CARVALHO, MICHELLE S. ; CRUZ, GUILHERME ; DAL MAS, CAROLINES ; SETHI, SUMIT ; PEDRINI, MARIANA ; RIZZO, LUCAS B. ; ZENI-GRAIFF, MAIARA ; ASEVEDO, ELSON ; LACERDA, ACIOLY L.T. ; BRESSAN, RODRIGO A. ; POPPI, RONEI JESUS ; BRIETZKE, ELISA ; HAYASHI, MIRIAN A.F. . Metabolomics and lipidomics analyses by 1H nuclear magnetic resonance of schizophrenia patient serum reveal potential peripheral biomarkers for diagnosis. Schizophrenia Research (Print), v. 12, p. 11, 2016.

23.
23MENDES, JULIANO S.2016MENDES, JULIANO S. ; SANTIAGO, ANDRÉ S. ; TOLEDO, MARCELO A. S. ; HORTA, MARIA A. C. ; DE SOUZA, ALESSANDRA A. ; Tasic, Ljubica ; DE SOUZA, ANETE P. . In vitro Determination of Extracellular Proteins from Xylella fastidiosa. Frontiers in Microbiology (Online), v. 7, p. 1, 2016.

24.
22BALLOTTIN, DANIELA2016BALLOTTIN, DANIELA ; FULAZ, STEPHANIE ; SOUZA, MICHELE L. ; CORIO, PAOLA ; Rodrigues, Alexandre G. ; DE SOUZA, A.O. ; GASPARI, PRISCYLA M. ; GOMES, ALEXANDRE F. ; GOZZO, FÁBIO ; TASIC, L. . Elucidating Protein Involvement in the Stabilization of the Biogenic Silver Nanoparticles. Nanoscale Research Letters (Print), v. 11, p. 313-321, 2016.

25.
21Durán N.2016Durán N. ; Justo, Giselle Z. ; Durán, Marcela ; BROCCHI, MARCELO ; CORDI, LIVIA ; TASIC, L. ; CASTRO, GUILLERMO R. ; NAKAZATO, GERSON . Advances in Chromobacterium violaceum and properties of violacein-Its main secondary metabolite: A review. Biotechnology Advances, v. 34, p. 1030-1045, 2016.

26.
29MARIÑO, MAYRA2015MARIÑO, MAYRA ; LOPES DA SILVA, LUCIMARA ; DURÁN, NELSON ; Tasic, Ljubica . Enhanced Materials from Nature: Nanocellulose from Citrus Waste. Molecules (Basel. Online), v. 20, p. 5908-5923, 2015.

27.
27TASIC, L2015TASIC, L. Computational Biology Tools for Identifying Specific Ligand Binding Residues for Novel Agrochemical and Drug Design. Current Protein and Peptide Science, v. 16, p. 701-717, 2015.

28.
28Tasic, Ljubica2015Tasic, Ljubica. Editorial (Thematic Issue: Monitoring Protein-Protein, Protein-DNA, and Protein-Ligand Interactions In Silico and In Vitro). Current Protein and Peptide Science, v. 16, p. 688-688, 2015.

29.
30ROJAS, L.2015ROJAS, L. ; OLMEDO, H. ; GARCIA-PINERES, A. ; SILVEIRA, C. ; TASIC, L ; FRAGA, F. ; MONTERO, M. L. . Simple route for nano-Hydroxyapatite properties expansion. Biomedical Materials, v. 10, p. 055015-055015, 2015.

30.
26SETHI, SUMIT2015SETHI, SUMIT ; HAYASHI, MIRIAN ; SUSSULINI, ALESSANDRA ; Tasic, Ljubica ; BRIETZKE, ELISA . ANALYTICAL APPROACHES FOR LIPIDOMICS AND ITS POTENTIAL APPLICATIONS IN NEUROPSYCHIATRIC DISORDERS. The World Journal of Biological Psychiatry, v. 8, p. 1-49, 2015.

31.
31Mendes J. S.2015Mendes J. S. ; SANTIAGO, A. S. ; TOLEDO, M. A. S. ; ROSSELLI-MURAI, L. K. ; FAVARO, M. T. P. ; SANTOS, C. A. ; HORTA, M. A. C. ; CRUCELLO, A. ; BELOTI, L. L. ; ROMERO, F. V. ; TASIC, L. ; SOUZA, A. A. ; SOUZA, A. P. . VapD in Xylella fastidiosa Is a Thermostable Protein with Ribonuclease Activity. Plos One, v. 10, p. e0145765, 2015.

32.
33PAULA, AMAURI JARDIM2014PAULA, AMAURI JARDIM ; SILVEIRA, CAMILA ; MARTINEZ, DIEGO STÉFANI TEODORO ; SOUZA FILHO, ANTONIO GOMES ; VILLALTA ROMERO, FABIAN ; FONSECA, LEANDRO ; Tasic, Ljubica ; ALVES, OSWALDO LUIZ ; DURAN, NELSON . Topography-driven bionano-interactions on colloidal silica nanoparticles. ACS Applied Materials & Interfaces (Print), v. 6, p. 3437-3447, 2014.

33.
32BERTAGNOLLI, C.2014BERTAGNOLLI, C. ; ESPINDOLA, A. P. D. M. ; KLEINUBING, S. J. ; TASIC, L. ; SILVA, M. G. C. . Sargassum filipendula alginate from Brazil: seasonal influence and characteristics. Carbohydrate Polymers, p. 619-623, 2014.

34.
38TOLEDO, M.A.S.2013TOLEDO, M.A.S. ; SANTOS, C.A. ; MENDES, J.S. ; PELLOSO, A.C. ; BELOTI, L.L. ; CRUCELLO, A. ; FAVARO, M.T.P. ; SANTIAGO, A.S. ; SCHNEIDER, D.R.S. ; SARAIVA, A.M. ; STACH-MACHADO, D.R. ; SOUZA, A.A. ; TRIVELLA, D.B.B. ; APARICIO, R. ; TASIC, L. ; AZZONI, A.R. ; SOUZA, A.P. . Small-angle X-ray scattering and in silico modeling approaches for the accurate functional annotation of an LysR-type transcriptional regulator. Biochimica et Biophysica Acta. Proteins and Proteomics, v. 1834, p. 697-707, 2013.

35.
34LIMA, R2013LIMA, R ; FEITOSA, L O ; BALLOTTIN, D ; MARCATO, P D ; TASIC, L ; DURÁN, N . Cytotoxicity and genotoxicity of biogenic silver nanoparticles. Journal of Physics. Conference Series (Print), v. 429, p. 012020, 2013.

36.
35TASIC, L.2013TASIC, L.. Microorganisms in cryopreserved semen and culture media used in the in vitro production (IVP) of bovine embryos identified by matrix-assisted laser desorption ionization mass spectrometry (MALDI-MS). Theriogenology, v. 80, p. 337-345, 2013.

37.
36Tsukamoto, J.2013Tsukamoto, J. ; Durán, N ; TASIC, L . Nanocellulose and Bioethanol Production from Orange Waste using Isolated Microorganisms. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso), p. 1537-1543, 2013.

38.
37AWAN, ALMAS TAJ2013AWAN, ALMAS TAJ ; TSUKAMOTO, JUNKO ; Tasic, Ljubica . Orange waste as a biomass for 2G-ethanol production using low cost enzymes and co-culture fermentation. RSC Advances: an international journal to further the chemical sciences, v. 45, p. 22222-22229, 2013.

39.
39Rodrigues, Alexandre G.2012Rodrigues, Alexandre G. ; Ping, Liu Yu ; Marcato, Priscyla D. ; Alves, Oswaldo L. ; Silva, Maria C. P. ; Ruiz, Rita C. ; Melo, Itamar S. ; TASIC, L. ; DE SOUZA, A.O. . Biogenic antimicrobial silver nanoparticles produced by fungi. Applied Microbiology and Biotechnology, v. 95, p. 1-8, 2012.

40.
40FATTORI, J.2011FATTORI, J. ; PRANDO, A. ; Martins, A. M. ; Rodrigues, F. H. S. ; TASIC, L. . Bacterial Secretion Chaperones. PROTEIN AND PEPTIDE LETTERS, v. 18, p. 158-166, 2011.

41.
41Tasic,2011 Tasic, ; TASIC, L. ; Fattori, ; Rodrigues, ; Cantos, ; Pereira, ; de Paula, ; Ianzer, ; Santos, . New formulation of an old drug in hypertension treatment: the sustained release of captopril from cyclodextrin nanoparticles. International Journal of Nanomedicine (Online), p. 1005-1016, 2011.

42.
44FATTORI, J.2011FATTORI, J. ; PRANDO, A. ; ASSIS, L. H. P. ; APARICIO, R. ; TASIC, L. . Structural insights on two hypothetical secretion chaperones from Xanthomonas axonopodis pv. citri. The Protein Journal, v. 6, p. 126-135, 2011.

43.
43Oliveira CZ2011Oliveira CZ ; Santos-Filho NA ; Menaldo DL ; Boldrini-França J ; Giglio JR ; Calderon LA ; Stabeli RG ; Rodrigues FH ; TASIC, L. ; da Silva SL ; Soares AM . Structural And Functional Characterization of A Γ-Type Phospholipase A(2) Inhibitor from Bothrops Jararacussu Snake Plasma.. Current Topics in Medicinal Chemistry (Print), v. 11, p. 2509-2519, 2011.

44.
45CAGLIARI, T.2011CAGLIARI, T. ; da Silva, Viviane C.H. ; Borges, Júlio C. ; Prando, Alessandra ; TASIC, L. ; Ramos, Carlos H.I. . Sugarcane Hsp101 is a hexameric chaperone that binds nucleotides. International Journal of Biological Macromolecules, v. 49, p. 1022-1030, 2011.

45.
42OLIVEIRA, CZ2011OLIVEIRA, CZ ; SANTOS-FILHO, N. A. ; MENALDO, D. L. ; BOLDRINI-FRANÇA, J. ; GIGLIO, J. R. ; CALDERON, LA ; STABELI, R. G. ; RODRIGUES, F.H. ; TASIC, L. ; DA SILVA, S.L. ; SOARES, A. M. . Structural and Functional Characterization of a γ-Type Phospholipase A2 Inhibitor from Bothrops jararacussu Snake Plasma. Current Topics in Medicinal Chemistry (Print), v. 11, p. 2509-2519, 2011.

46.
46Duran N. E. D. C.2010Duran N. E. D. C. ; Durán, M. ; TASIC, L. ; MARCATO, P. D. . TECNOLOGIA DE NANOCRISTAIS EM FÁRMACOS. Química Nova (Impresso), v. 33, p. 151-158, 2010.

47.
48TASIC, L.;Tasic, Ljubica;TASIC, L2009TASIC, L.; RITTNER, R. . α-Substituent Effects on 13C NMR Chemical Shifts in Some Aliphatic Compounds: Application of Principal Component Analysis (PCA). Journal of Molecular Structure, v. 933, p. 15-19, 2009.

48.
47Sussulini, A.2009 Sussulini, A. ; PRANDO, A. ; Maretto, D. A. ; POPPI, R. J. ; TASIC, L. ; Banzato, C. E. M. ; ARRUDA, M. A. Z. . Metabolic profiling of human blood serum from treated patients with bipolar disorder employing 1H NMR spectroscopy and chemometrics. ANALYTICAL CHEMISTRY, v. XXX, p. 000-000, 2009.

49.
49Duran N. E. D. C.2008Duran N. E. D. C. ; MARCATO, P. D. ; TASIC, L. ; Durán, M. . NANOBIOTECHNOLOGY: IMPORTANCE AND APPLICATION IN UROLOGY. Urovirt - First Urology virtual magazine from Latin America, v. 12, p. 4, 2008.

50.
50TASIC, L.;Tasic, Ljubica;TASIC, L2007TASIC, L.; BORIN, Paula F L ; KHATER, Letícia ; RAMOS, Carlos H I . Cloning and characterization of three hypothetical secretion chaperone proteins from Xanthomonas axonopodis pv. citri. Protein Expression and Purification (Print), v. 53, p. 363-369, 2007.

51.
51KHATER, Letícia2007KHATER, Letícia ; ALEGRIA, M. C. ; BORIN, Paula F L ; SANTOS, T. M. ; DOCENA, C. ; TASIC, L. ; FARAH, Chuck S ; RAMOS, Carlos H I . Identification of the flagellar chaperone FlgN in the phytopathogen Xanthomonas axonopodis pathovar citri by its interaction with hook-associated FlgK. Archives of Microbiology, v. 188, p. 243-250, 2007.

52.
52OLIVEIRA, P. R.2006OLIVEIRA, P. R. ; TASIC, L. ; ROCCO, S. A. ; RITTNER, R. . Stereoeletronic and inductive effects on H and C NMR chemical shifts of some cis-1,3-disubstituted cyclohexanes. Magnetic Resonance in Chemistry, v. 44, p. 790-796, 2006.

53.
53TIROLI, Ana O2005TIROLI, Ana O ; TASIC, L. ; OLIVEIRA, Cristiano L P ; BLOCH JR, Carlos ; TORRIANI, Iris ; FARAH, Chuck S ; RAMOS, Carlos H I . Mapping contacts between regulatory domains of skeletal muscle TnC and TnI by analyses of single-chain chimeras. FEBS Letters (Print), Holanda, v. 272, p. 779-790, 2005.

54.
54TASIC, L.;Tasic, Ljubica;TASIC, L2005TASIC, L.; RITTNER, R. . Substituent effects on 1-H and 13-C NMR chemical shifts in alpha-monosubstituted phenyl acetates by principal component analysis (PCA). Journal of Molecular Structure. Theochem, v. 723, p. 245-248, 2005.

55.
55TASIC, L.;Tasic, Ljubica;TASIC, L2004TASIC, L.; RITTNER, R. . Principal component analysis in studies of substituent-induced carbon-13 chemical shifts of halogenated aliphatic compounds. Journal of Molecular Structure. Theochem (Print), Holanda, v. 681, n.1, p. 47-49, 2004.

56.
56RIBEIRO JR, E. A.2003RIBEIRO JR, E. A. ; REGIS, W. C. B. ; TASIC, L. ; RAMOS, Carlos H I . Fast purification of the Apo form and of a non-binding heme mutant of recombinant sperm whale myoglobin. Protein Expression and Purification, Elsevier Science, v. 28, p. 202-208, 2003.

57.
59TASIC, L.;Tasic, Ljubica;TASIC, L2002TASIC, L.; ABRAHAM, R. J. ; RITTNER, R. . Substituent Effects on 1H and 13C NMR Chemical Shifts in alpha-monosubstituted ethyl acetates: Principal Component Analysis and 1H Chemical Shift Calculations. Magnetic Resonance in Chemistry, EUA, v. 40, n.1, p. 449-454, 2002.

58.
58TASIC, L.;Tasic, Ljubica;TASIC, L2002TASIC, L.; RITTNER, R. . Principal component analysis of carbon-13 substituent-induced chemical shifts of some unsaturated compounds. Journal of Molecular Structure, Holanda, v. 616, n.1, p. 49-54, 2002.

59.
57TASIC, L.;Tasic, Ljubica;TASIC, L2002TASIC, L.; RITTNER, R. . Alpha-Substituent Effects on C-13 NMR Chemical Shifts in Some Carbonyl Compounds. Ann Magn Reson, Brasil, v. 1, n.1, p. 15-22, 2002.

60.
60CANTO, E. L.2001CANTO, E. L. ; TASIC, L. ; BRUNS, R. E. ; RITTNER, R. . Principal component analysis in studies of substituent-induced chemical shifts of 1,4-disubstituted benzenes. Magnetic Resonance in Chemistry, EUA, v. 39, n.6, p. 316-322, 2001.

61.
61CONSTANTINO, M. G.2001CONSTANTINO, M. G. ; LACERDA JR, V. ; SILVA, G. V. J. ; TASIC, L. ; RITTNER, R. . Principal component analysis of long-range ´W´coupling constants of some cyclic compounds. Journal of Molecular Structure, Amsterdã, v. 597, n.1, p. 129-136, 2001.

62.
62CANTO, E. L.2000CANTO, E. L. ; TASIC, L. ; RITTNER, R. . Substituent induced chemical shifts (SCS) of 1,4-disubstituted benzenes: Correlation analysis. Canadian Journal of Analytical Sciences and Spectroscopy, Toronto, v. 45, n.1, p. 30-35, 2000.

63.
63TASIC, L.;Tasic, Ljubica;TASIC, L1999TASIC, L.; RITTNER, R. ; FERREIRA, M. M. C. . Alpha-Substtitent effects on NMR chemical shifts: Chemometric Approach. An Ressonância Magnética Nuclear, Brasil, v. 6, n.1, p. 107-114, 1999.

64.
64JOVANCICEVIC, B.1998JOVANCICEVIC, B. ; TASIC, L. ; WEHNER, H. ; MARKOVIC, D. ; POLIC, P. . n-Alkane distribution as tool in the identification of organic type pollution in river sediments. Fresenius Environmental Bulletin, Genebra, v. 7, n.5-6, p. 320-326, 1998.

65.
65JOVANCICEVIC, B.1997JOVANCICEVIC, B. ; TASIC, L. ; WEHNER, H. ; FABER, E. ; SUSIC, N. ; POLIC, P. . Identification of oil-type pollution in recent sediments. Fresenius Environmental Bulletin, Genebra, v. 6, n.11-12, p. 667-673, 1997.

66.
67JOVANCICEVIC, B.1996JOVANCICEVIC, B. ; TASIC, L. ; POLIC, P. ; NEDELJKOVIC, J. ; GOLOVKO, A. ; VITOROVIC, D. . GC-MS in oil correlation studies - effects of biodegradation on sterane and terpane maturation parameters. Journal of the Serbian Chemical Society, Belgrado, v. 61, n.9, p. 817-821, 1996.

67.
66JOVANCICEVIC, B.1996JOVANCICEVIC, B. ; TASIC, L. ; VUJASINOVIC, S. ; MATIC, I. ; MALOVIC, D. ; PFENDT, P. . A contribution to the elucidation of oil migration mechanisms through water-wet sediments: crushed rock environment as example. Journal of the Serbian Chemical Society, Belgrado, v. 61, n.11, p. 1025-1031, 1996.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
Tasic, Ljubica. Química em 50 Ensaios. 1. ed. Campinas: Átomo e Alínea, 2017. v. 1. 448p .

Capítulos de livros publicados
1.
Barbosa, Banny Silva ; Martins, Lucas Gelain ; Costa, Tássia B. B. C. ; CRUZ, GUILHERME ; Tasic, Ljubica . Qualitative and Quantitative NMR Approaches in Blood Serum Lipidomics. Methods in Molecular Biology. 1ed.: Springer New York, 2018, v. , p. 365-379.

2.
STANISIC, D. ; Durán, N ; CRUZ, G. C. F. ; TASIC, L. ; COSTA, A. F. . Applications of Flavonoids, With an Emphasis on Hesperidin, as Anticancer Prodrugs: Phytotherapy as an Alternative to Chemotherapy. Studies in Natural Products Chemistry. 1ed.: , 2018, v. 1, p. 777-.

3.
BARBOSA, B. S. ; TORRINHAS, R. ; OHASHI, W. ; TASIC, L. . Analytical tools for lipid assessment in biological assays. Lipid Metabolism. 1ed.: ItechOpen, 2018, v. 1, p. 123456-.

4.
Tasic, Ljubica. Medição da Lipofilicidade Usando-se Ressonância Magnética Nuclear de 1H (RMN de 1H). In: Ljubica Tasic. (Org.). Química em 50 Ensios. 1ed.Campinas: Átomo e alínea, 2017, v. 1, p. 234-.

5.
MARIÑO, MAYRA ; DURÁN, N ; Tasic, Ljubica . Nanocelulose. In: Ljubica Tasic. (Org.). Química em 50 Ensaios. 1ed.Campinas: Átomo & alínea, 2017, v. 1, p. 346-.

6.
Tasic, Ljubica. Carboidratos. In: Ljubica Tasic. (Org.). Química em 50 Ensaios. 1ed.Campinas: Átomo & alínea, 2017, v. 1, p. 323-.

7.
Tasic, Ljubica. Proteínas. In: Ljubica Tasic. (Org.). Química em 50 Ensaios. 1ed.Campinas: Átiomo & alínea, 2017, v. 1, p. 345-.

8.
Tasic, Ljubica. Lipídios. In: Ljubica Tasic. (Org.). Química em 50 Ensaios. 1ed.Campinas: Átomo & alínea, 2017, v. 1, p. 366-.

9.
Tasic, Ljubica. Ácidos Nucleicos. In: Ljubica Tasic. (Org.). Química em 50 Ensaios. 1ed.Campinas: Átomo & alínea, 2017, v. 1, p. 378-.

10.
SETHI, SUMIT ; Hayashi, Mirian A. F. ; Barbosa, Banny S. ; Pontes, João G. M. ; Tasic, Ljubica ; BRIETZKE, ELISA . Lipidomics, Biomarkers, and Schizophrenia: A Current Perspective. Advances in Experimental Medicine and Biology. 1ed.: Springer International Publishing, 2017, v. , p. 265-290.

11.
TASIC, L.; Mandic, B. ; BARROS, C. H. N. ; CYPRIANO, D. Z. ; STANISIC, D. ; SCHULTZ, L. G. ; SILVA, L. L. ; MARINO, M. A. M. ; QUEIROZ, V. L. . EXPLORING BIOACTIVITY OF HESPERIDIN, NATURALLY OCCURRING FLAVANONE GLYCOSIDE, ISOLATED FROM THE ORANGES. Citrus Fruits: Production, Consumption and Health Benefits. 1ed.: Nova Science Publishers, 2016, v. 1, p. 25-75.

12.
QUEIROZ, V. L. ; AWAN, A. T. ; TASIC, L. . LOW COST-ENZYMES AND THEIR APPLICATIONS IN BIOENERGY SECTOR. In: Gurpreet S. Dhillon; Surinder Kaur. (Org.). Agro-Industrial Wastes as Feedstock for Enzyme Production: Apply and Exploit the Emerging and Valuable use Options of Waste Biomass. 1ed.Amsterdam, Boston, Heidelberg,: Academic Press, 2016, v. 1, p. 125-.

13.
PONTES, J. G. M. ; BRASIL, A. J. M. ; CRUZ, G. C. F. ; SOUZA, R. N. ; TASIC, L. . 1-H NMR Metabolomic Profiling of Human and Animal Blood Serum Samples. In: Paul Guest. (Org.). Multiplex Biomarker Techniques. 1ed.: , 2016, v. 1, p. 275-282.

14.
Martins, L. G. ; FIGUEIREDO, I. M. ; CABECA, L. F. ; TASIC, L ; RAMOS, Carlos H I ; MARSAIOLI, A. J. . USO DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR DE ALTA RESOLUÇÃO PARA ESTUDOS DE INTERAÇÕES RECEPTORES- LIGANTES: FUNDAMENTOS, MÉTODOS E APLICAÇÕES. In: Resende, Rodrigo Ribeiro; Soccol, Carlos Ricardo. (Org.). Biotecnologia aplicada a saúde:. 1ed.São Paulo: Edgard Blücher, 2015, v. 1, p. 499-532.

15.
FATTORI, J. ; Rodrigues, F. H. S. ; PONTES, J. G. M. ; ESPINDOLA, A. P. D. M. ; TASIC, L. . MONITORING INTERMOLECULAR AND INTRAMOLECULAR INTERACTIONS BY NMR SPECTROSCOPY. Applications of NMR Spectroscopy Volume 3. 1ed.: , 2015, v. 3, p. 180-266.

16.
Durán, N ; Tsukamoto, J. ; AWAN, A. T. ; TASIC, L. ; CYPRIANO, D. Z. . Nanocellulose and bioethanol production from orange waste. Valorización de Residuos: Oportunidad para la innovación. 1ed.Temuco: Universidade de La Frontera, 2013, v. , p. 111-117.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
Tasic, Ljubica. Exame Mental. Pesquisa FAPESP, p. 80 - 81, 07 jan. 2017.

2.
TASIC, L.. Obrazovanje u Brazilu. Petnicki Dobosar.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ASANIN, P. ; JOVANCICEVIC, B. ; TASIC, L. ; CVETKOVIC, O. ; VITOROVIC, D. . Organic-geochemical investigation of Serbian surface sediments - estimation of oil-gas potential. In: Yugoslav oil industry and changes in Central and Eastern Eupore, 1997, Vrnjacka Banja. Proceedings. Vrnjacka Banja: SHD, 1997. p. 5-12.

2.
JOVANCICEVIC, B. ; POLIC, P. ; TASIC, L. ; ANDJELKOVIC, I. ; VESKOVIC, S. ; SUSIC, N. . Groundwater and sediments in the area of the Oil Rafinery Pancevo (Yugoslavia): Ecological status. In: Yugoslav oil industry and changes in Central and eastern europe, 1997, Vrnjacka Banja. Proceedings. Vrnjacka banja: SHD, 1997. p. 91-101.

3.
JOVANCICEVIC, B. ; TASIC, L. ; POLIC, P. . Approaches in estimation of pollution of recent sediments with oil and oil derivatives. In: Risk of technological systems and environment, 1997, Nis. Proceedings. Nis, 1997. p. 43-45.

4.
JOVANCICEVIC, B. ; TASIC, L. ; POLIC, P. ; ANDJELKOVIC, I. . Migration and transformation mechanisms of organic matter in Danube alluvial sediments - identification of pollution sources (Oil rafinery Pancevo, Yugoslavia). In: 3rd International Symposium and Exibition on Environmental Contamination in Central and Eastern Europe, 1996, Warsaw. Symposium Proceedings. Warsaw, 1996. p. 825-827.

5.
JOVANCICEVIC, B. ; TASIC, L. ; POLIC, P. ; SUSIC, N. ; MALEVIC, D. . n-Alkane distribution in sediments of a cut-off channel of the river Begej (Yugoslavia). In: 3rd International Symposium and Exhibition on Environmental Contaminatio in Central and Eastern Europe, 1996, Warsaw. Symposium Proceedings. Warsaw, 1996. p. 823-825.

6.
JOVANCICEVIC, B. ; TASIC, L. ; POLIC, P. ; SABAN, M. ; VITOROVIC, D. . The effect of biodegradation on maturation parameters of oils from the southeastern part of the Pannonian Basin (Yugoslavia). In: Organic Geochemistry, 1995, San Sebastian. Organic Geochemistry: Developments and Applications to Energy, Climate, Environment and Human History. San Sebastian: C.A.I.G.O.A, 1995. p. 378-379.

7.
JOVANCICEVIC, B. ; TASIC, L. ; VUJASINOVIC, S. ; MATIC, I. ; MALOVIC, D. ; PFENDT, P. . Heavy fuel oil migration and transformation mechanisms in a crushed rock environment: an accidental oil spill as example. In: 1st Regional Symposium: Chemistry and Environment, 1995, Vrnjacka Banja. Proceedings. Vrnjacka Banja: SHD, 1995. p. 411-414.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
PRANDO, A. ; Sussulini, A. ; MARETTO, D. A. ; POPPI, R. J. ; ARRUDA, M. A. Z. ; TASIC, L. . 1H NMR SPECTROSCOPY AND CHEMOMETRICS IN METABOLIC PROFILING OF HUMAN BLOOD SERUM FOR IDENTIFICATION OF BIPOLAR DISORDER BIOMARKERS. In: 12th Nuclear Magnetic Resonance Users Meeting and 3rd Iberoamerican NMR Meeting, 2009, Angra dos Reis. Extended Abstracts Book, 2009. v. 1. p. 19-20.

2.
QUINTERO, L. C. N. ; NASSER, S. ; SEIDL, P. R. ; MENEZES, S. M. C. ; LEAL, K. Z. ; ZIGLIO, C. ; Rodrigues, F. H. S. ; TASIC, L. . Monitoring the separation of representative ashaltene fractions by 1H NMR. In: 12th Nuclear Magnetic Resonance Users Meeting and 3rd Iberoamerican NMR Meeting, 2009, Angra dos Reis. Extended Abstracts Book, 2009. v. 1. p. 107-108.

3.
Martins, A. M. ; ARRUDA, M. A. Z. ; TASIC, L. . Análise da expressão das chaperones secretórias em Xanthomonas axonopodis pv. citri por espectrometria de massas. In: 32ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química - SBQ, 2009, Fortaleza. Químicos para uma potência emergente, 2009.

4.
PRANDO, A. ; TASIC, L. . Aplicação de RMN em análise estrutural da proteína FlgN e em estudos de interações entre proteínas e ligantes. In: 32ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química - SBQ, 2009, Fortaleza. Químicaos para uma potência emergente, 2009.

5.
QUINTERO, L. C. N. ; SEIDL, P. R. ; TASIC, L. ; LEAL, K. Z. ; MENEZES, S. M. C. . Fractionation of an asphaltene from a Brazilian vacuum residue. In: 235th National Meeting of the American Chemical Society, 2008, New Orleans. AIChE Conference Proceedings, 2008. p. ID 117129.

6.
LOPES, T. P. ; BORIN, Paula F L ; RAMOS, Carlos H I ; FIGUEIREDO, I. M. ; MARSAIOLI, A. J. ; TASIC, L. . STD-NMR in Type IV Secretion System Proteins Analyses. In: 11th Nuclear Magnetic Resonance Users Meeting, Workshop: NMR in South America, 2007, Angra dos Reis. 11th Nuclear Magnetic Resonance Users Meeting - Extended Bstracts Book. Rio de Janeiro: AUREMN, 2007.

7.
QUINTERO, L. C. N. ; SEIDL, P. R. ; TASIC, L. ; LEAL, K. Z. ; MENEZES, S. M. C. ; NUNES, E. C. A. . NMR Analysis of heptol fractions of asphaltenes isolated from vacuum residues. In: 11th Nuclear Magnetic Resonance Users Meeting, Workshop: NMR in South America, 2007, Angra dos Reis. 11th Nuclear Magnetic Resonance Users Meeting - Extended Abstract Book. Rio de Janeiro: AUREMN, 2007. p. 111-112.

8.
MENEZES, S. M. C. ; SEIDL, P. R. ; TASIC, L. ; LEAL, K. Z. ; YONEDA, J. D. . Absorptions of naphtenic rings in NMR spectra of petroleum asphaltens. In: 11th Nuclear Magnetic Resonance Users Meeting, Workshop: NMR in South America, 2007, Angra dos Reis. 11th Nuclear Magnetic Resonance Users Meeting - Extended Abstracts Book. Rio de Janeiro: AUREMN, 2007. p. 81-82.

9.
QUINTERO, L. C. N. ; SEIDL, P. R. ; TASIC, L. ; LEAL, K. Z. ; MENEZES, S. M. C. ; NUNES, E. C. A. ; JARAMILLO, J. C. P. . Sub-fractionation of Asphaltenes from Vacuum Residues. In: 8th International Conference on Petroleum Phase behavior and Fouling, Petrophase, 2007, Pau. 8th International Conference on Petroleum Phase behavior and Fouling, Petrophase, 2007.

10.
FIGUEIREDO, I. M. ; BORIN, Paula F L ; LOPES, T. P. ; RAMOS, Carlos H I ; MARSAIOLI, A. J. ; TASIC, L. . A RMN como ferramenta primordial nas interações supramoleculares de cheperones. In: IX Jornada de Ressonância Magnética Nuclear, 2006, Recife. Resumos e programa IX Jornada de RMN. Rio de Janeiro: AUREMN. p. 31-31.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
PONTES, J. G. M. ; ESPINDOLA, A. P. D. M. ; SANITA, J. ; OHASHI, W. ; COLETTA FILHO, H. ; TASIC, L. . Metabolômica e RMN de 1H em diagnóstico de doenças: estudo de caso de Huanglongbing (HLB). In: 37a Reunião Anual de SBQ, 2014, Natal. 37a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química. Natal: SBQ, 2014.

2.
BARBOSA, B. S. ; PORCARI, A. ; EBERLIN, M. N. ; VAL, A. L. ; TASIC, L . Lipidomics of the amazonian fish. In: 15th Tetrahedron Symposium Challenges in Bioorganic and Organic Medicinal Chemistry, 2014, London, UK. 15th Tetrahedron Symposium Challenges in Bioorganic and Organic Medicinal Chemistry, 2014.

3.
PONTES, J. G. M. ; TASIC, L . AVALIAÇÃO DAS INTERAÇÕES METABÓLICAS ENTRE CItrus sinensis E candidatus liberibacter asiaticus USANDO RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR (RMN). In: XIII JORNADA BRASILEIRA DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA, 2014, PIRENÓPOLIS, GOIÁS, BRASIL. XIII JORNADA BRASILEIRA DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA. Rio de Janeiro: AUREMN, 2014.

4.
AWAN, A. T. ; Tsukamoto, J. ; FIRBIDA, D. M. ; Duran N. E. D. C. ; TASIC, L. . Green Chemistry in Bioethanol Production. In: International Conference of Nanotechnology, Biotechnology and Spectroscopy, 2012, Cairo. International Conference of Nanotechnology, Biotechnology and Spectroscopy. Cairo: ICNBS, 2012. v. 1.

5.
TASIC, L.. Silver nanoparticles produced by Brazilian mangrove fungi. In: VII Congresso Latinoamericano de Micologia, 2011, San José. Programa: Latino-Micologia: innovación y progreso. San José: UCR, 2011. v. 1. p. 67-67.

6.
Piedrahita-Aguirre, C ; Alegre, R. M. ; Rath, S. ; TASIC, L. . Isolation and purification of Iturin A produced by Bacillus iso 1 in solid-state fermentation. In: 8th European Congress of Chemical Engineering & 1st European Congree of Applied Biotechnolgy, 2011, Minchen. 1st European Congree of Applied Biotechnolgy, 2011.

7.
Tsukamoto, J. ; Duran N. E. D. C. ; TASIC, L. . Orange processing waste as biomass in ethanol green-production. In: OMICS 2nd World Congress of Biotechnology, 2011, Philadelphia. OMICS 2nd World Congress of Biotechnology. Philadelphia: OMICS, 2011. v. 1.

8.
FATTORI, J. ; ASSIS, L. H. P. ; TASIC, L. . NMR analyses of hypothetical secretion chaperones: XACb0033 and XAC0419. In: XXXVIII Annual Meeting of Brazilian Biochemistry and Molecular Biology Society ? SBBq XXXVII Reunião de SBBq, 2009, Águas de Lindóia. XXXVIII Annual Meeting of Brazilian Biochemistry and Molecular Biology Society ? SBBq, 2009.

9.
Martins, A. M. ; ARRUDA, M. A. Z. ; TASIC, L. . Análise de chaperones hipotéticas da Xanthomonas axonopodis pv. citri. In: 19a RAU, 2009, Campinas. Resumos, 2009.

10.
Martins, A. M. ; ARRUDA, M. A. Z. ; RAMOS, Carlos H I ; TASIC, L. . Mass Spectrometry Analysis of Secretion Chaperones from Xanthomonas axonopodis pv. citri. In: IV International Symposium on Biochemistry and Molecular Biology, 2009, Hvana. IV International Symposium on Biochemistry and Molecular Biology. Havana, 2009. v. 1. p. A191.

11.
FATTORI, J. ; TASIC, L. . Structural Studies on Secretion Chaperones from Xanthomonas axonopodis pv. citri. In: IV International Symposium on Biochemistry and Molecular Biology, 2009, Havana. IV International Symposium on Biochemistry and Molecular Biology. Havana, 2009. v. 1. p. A208.

12.
TASIC, L.; LOPES, T. P. ; BORIN, Paula F L ; RAMOS, Carlos H I ; da SILVA, J. C. ; TORRIANI, Iris . Does Xac use Type IV Secretion System?. In: 18a RAU, 2008, Campinas. Livro dos resumos da 18a RAU. Campinas: LNLS, 2008. p. 28-28.

13.
Durán, M. ; MARCATO, P. D. ; TASIC, L. ; Duran N. E. D. C. . Nanonization on biotechnological product: Nanocrystals and its polymorphisms. In: VII Encontro SBPMat, 2008, Guaruja. A definir, 2008. p. H588.

14.
Durán, M. ; Marcato P. D. ; COSTA, F. T. M. ; Duran N. E. D. C. ; TASIC, L. . Structure and Antimalarial Activity of Immunomodulator P-MAPA. In: EHRLICH II ?2nd World Conference on Magic Bullets, 2008, Nürnberg. Celebrating the 100th Anniversary of the, 2008.

15.
AOKI, P. S. ; TASIC, L. . Análise de chaperones hipotéticas da Xanthomonas axonopodis pv. citri. In: XVI Congresso Interno de Iniciação Científica da UNICAMP, 2008, Campinas. PIBIC 2008, 2008.

16.
Rodrigues, F. H. S. ; SEIDL, P. R. ; TASIC, L. . Aplicação da Ressonância Magnética Nuclear (RMN) em estudos de asfaltenos. In: XVI Congresso Interno de Iniciação Científica da UNICAMP, 2008, Campinas. PIBIC 2008, 2008.

17.
PRANDO, A. ; TASIC, L. . NMR in Structure Elucidation of Secretory Chaperones and in Interaction among proteins and ligands. In: Hands-on Curse on Protein and Proteomics, 2008, Caparica. Hands-on Curse on Protein and Proteomics, 2008.

18.
Sussulini, A. ; PRANDO, A. ; Maretto, D. A. ; POPPI, R. J. ; TASIC, L. ; Banzato, C. E. M. ; ARRUDA, M. A. Z. . METABONOMIC ANALYSIS OF HUMAN BLOOD SERUM BASED ON 1H NUCLEAR MAGNETIC RESONANCE SPECTROSCOPY AND CHEMOMETRICS FOR BIPOLAR DISORDER BIOMARKERS IDENTIFICATION. In: 2nd EucheMS Chemistry Congress, 2008, Torino. Chemistry: The Global Science, 2008.

19.
DENONI, G. C. T. ; TASIC, L. . XAC1346: The Xac Hypothetic Type III Secretion System Chaperone. In: Hands-on Curse on Protein and Proteomics, 2008, Caparica. Hands-on Curse on Protein and Proteomics, 2008.

20.
AOKI, P. S. ; ORELLANA, A. M. M. ; SERENO, D. C. ; TASIC, L. . Identification of type III and IV secretory chaperones in bacterium Xanthomonas axonopodis pv. citri. In: Hands-on Curse on Protein and Proteomics, 2008, Caparica. Hands-on Curse on Protein and Proteomics, 2008.

21.
LOPES, T. P. ; BORIN, Paula F L ; RAMOS, Carlos H I ; da SILVA, J. C. ; TORRIANI, Iris ; TASIC, L. . Does Xac use type IV secretion system?. In: Hands-on Curse on Protein and Proteomics, 2008, Caparica. Hands-on Curse on Protein and Proteomics, 2008.

22.
Durán, M. ; COSTA, F. T. M. ; Brocchi, M. ; Lopes, S. ; TASIC, L. ; Nunes, I. S. ; Duran N. E. D. C. . AN IMMUNOMODULATOR AGAINST MALARIA INFECTION. In: XXXIII Congress of the Brazilian Society for Immunology and II Extra Section of Clinical Immunology, 2008, Riberão Preto. Intervention in the Immune System, 2008.

23.
ASSIS, L. H. P. ; TASIC, L. . Purificação e caracterização espectroscópica da proteína XAC0419 da Xanthomonas axonopodis pv. citri. In: XVI Congresso Interno de Iniciação Científica da UNICAMP, 2008, Campinas. PIBIC 2008, 2008.

24.
LOPES, T. P. ; BORIN, Paula F L ; AOKI, P. S. ; RAMOS, Carlos H I ; da SILVA, J. C. ; TORRIANI, Iris ; TASIC, L. . Comparative analysis of possible type IV secretion system chaperone (XACb0033) and its co-expressed and co-purified target protein (XACb0032) from Xanthomonas axonopodis pv. citri (Xac). In: 17a RAU, 2007, Campinas. Resumos de Trabalhos Científicos 17a RAU. Campinas: LNLS/Munistério da Ciência e Tecnologia/CNPq, 2007. v. 1. p. 66-66.

25.
LOPES, T. P. ; BORIN, Paula F L ; RAMOS, Carlos H I ; da SILVA, J. C. ; TORRIANI, Iris ; TASIC, L. . XATHOMONAS AXONOPODIS PV. CITRI TYPE IV SECRETION SYSTEM PROTEINS INTERACTION. In: XXXVI Annual Meeting of the SBBq and 10th IUBMB Conference: Infectious Diseases: Biochemistry of Parasites, Vectors and Hosts, 2007, Salvador. Program and Abstracts. Sâo Paulo: SBBq, 2007.

26.
MARSAIOLI, A. J. ; LOPES, T. P. ; BORIN, Paula F L ; FIGUEIREDO, I. M. ; RAMOS, Carlos H I ; FUJIWARA, F. Y. ; TORRIANI, Iris ; da SILVA, J. C. ; TASIC, L. . Type IV Protein Secretion Pathway: does Xac use it?. In: Euromar Magnetic Resonance Conference, 2007, Tarragona. Programme and Book of Abstracts. Tarragona: Euromar 2007, 2007. v. 1. p. 126-126.

27.
MARSAIOLI, A. J. ; LOPES, T. P. ; BORIN, Paula F L ; FIGUEIREDO, I. M. ; RAMOS, Carlos H I ; FUJIWARA, F. Y. ; TORRIANI, Iris ; da SILVA, J. C. ; TASIC, L. . TYPE IV PROTEIN SECRETION PATHWAY: DOES Xac USE IT?. In: 2nd Iberoamerican NMR meeting, 2007, Tarragona. 2nd Iberoamerican NMR meeting. Tarragona, 2007. v. 1. p. 35-35.

28.
TASIC, L.; ORELLANA, A. M. M. . Identificação de possíveis chaperones na bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri. In: XV Congresso Interno de Iniciação Científica da UNICAMP, 2007, Campinas. XV Congresso Interno de Iniciação Científica. Campinas: PIBIC-UNICAMP, 2007.

29.
TASIC, L.; SERENO, D. C. . Identificação de possíveis chaperones na bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri por Espectrometria de Massas. In: XV Congresso Interno de Iniciação Científica da UNICAMP, 2007, Campinas. XV Congresso Interno de Iniciação Científica. Campinas: PIBIC-UNICAMP, 2007.

30.
MENEZES, S. M. C. ; SEIDL, P. R. ; TASIC, L. ; CARAUTA, A. N. M. ; CHRISMAN, E. C. A. N. . Structural Information on Petroleum Asphaltenes from NMR data. In: 7th International Conference on Petroleum Phase Behavior and Fouling, 2006, Asheville. Proceedings, 2006.

31.
FIGUEIREDO, I. M. ; BOTTCHER, A. ; RAMOS, Carlos H I ; TASIC, L. ; MARSAIOLI, A. J. . Human Chaperone (Hsp70) as Receptor in Ligand-Receptor Interaction Studies by DOSY-NOESY. In: Magnetic Resonance fot the Future (EUROMAR), 2005, Veldhoven. EENC 2005 Magnetic Resonance for the Future Programme and Abstract Book. Veldhoven: EUROMAR, 2005. v. 1. p. EP20.

32.
TASIC, L.; BORIN, Paula F L ; KHATER, Letícia ; SILVA, Sílvia L F ; RAMOS, Carlos H I . Spectroscopic characterization of two hypotetical proteins from Xanthomonas axonopodis pv. citri. In: 2nd International Workshop on Spectroscopy for Biology, 2004, Rio de Janeiro. 2nd IWSB 2004 Program and Abstracts, 2004.

33.
TASIC, L.; BORIN, Paula F L ; KHATER, Letícia ; RAMOS, Carlos H I . Interactions of hypothetical type IV secretion system proteins from Xanthomonas axonopodis pv. citri. In: XXXIII Reunião Anual de SBBq (Sociadade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular), 2004, Caxambu. Programa e Resumos da XXXIII Reunão Anual, 2004.

34.
KHATER, Letícia ; SILVA, Sílvia L F ; TASIC, L. ; RAMOS, Carlos H I . Identification and characterization of a flagellar chaperone in the plant pathogen Xanthomonas axonopodis pv. citri. In: 1st Latin American Protein Society Meeting, 2004, Angra dos Reis. Abstract and Program !st LAPSM. Angra dos Reis, RJ: LAPS, 2004. v. 1. p. 74-74.

35.
BORIN, Paula F L ; TASIC, L. ; KHATER, Letícia ; FARAH, Chuck S ; RAMOS, Carlos H I . Type III Citosolic Chaperones in Xantomonas axonopodis pv. citri. In: XXXII Reunião Anual de SBBq (Sociadade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular), 2003, Caxambu. Programa e Resumos da XXXII Reunão Anula de SBBq. Caxambu, 2003. p. 84.

36.
TASIC, L.; RITTNER, R. . Principal Component Anayses (PCA) of alpha-Substituent Effects on C-13 NMR Chemical Shifts of Aliphatic Compounds. In: IX Encontro de Usuários da RMN, 2003, Angra dos Reis. IX Encontro de Usuários de Ressonância Magnética Nuclear. Angra dos Reis: AUREMN, 2003. p. 25.

37.
TASIC, L.; RITTNER, R. . PCA on NMR substituent chemical shifts of carboxylic compounds. In: VII Jornada brasileira de ressonância Magnética, 2002, Maringá. AUREMN. Rio de Janeiro: AUREMN, 2002.

38.
TASIC, L.; RITTNER, R. . Alpha-Substituent effects on C-13 chemical shifts of carbonyl compounds. In: VIII Encontro de Usuário de Ressonância Magnética Nuclear, 2001, Angra dos Reis. Livro de resumos. Rio de Janeiro: AUREMN, 2001. p. 89.

39.
TASIC, L.; RITTNER, R. . Efeitos dos substituintes nos deslocamentos químicos de acetatos - ánalise dos componentes principais. In: VI Jornada Brasileira de Ressonâncica Magnética, 2000, Belo Horisonte. Livro de resumos. Rio de Janeiro: AUREMN, 2000. p. 12.

40.
TASIC, L.; RITTNER, R. . Principal Component Analysis on NMR substituent effects of ethyl and phenyl acetates. In: 30th Congress AMPERE on Magnetic Resonance and Related Phenomena, 2000, Lisboa. Book of Abstracrs. Lisboa: Universidade nova da Lisboa, 2000. p. O-69.

41.
TASIC, L.; RITTNER, R. ; FERREIRA, M. M. C. . Aplha-Substituent effects on NMR chemical shifts: Chemometric approach. In: VII Encontro de Usuários de RMN, 1999, Angra dos Reis. Livro de resumos. Rio de Janeiro: AUREMN, 1999. p. 189.

42.
MICIC, M. ; JOVANCICEVIC, B. ; POLIC, P. ; TASIC, L. ; MARKOVIC, D. . Application of the artificial neural network (ANN) for the purpose of identification of oil-type pollution in recent sediments. In: 1st Interantional Conference: Chemical Sciences an Industry, 1998, Halkidiki. Book of Abstracts. Halkidiki, 1998. v. II. p. PO776.

43.
JOVANCICEVIC, B. ; TASIC, L. ; ANDJELKOVIC, I. ; VESKOVIC, S. ; POLIC, P. . Oil contaminant differentiation in rafinery groundwater based on n-alkane distribution. In: 1st International Conference: Chemical Sciences and Industry, 1998, Halkidiki. Book of Abstracts. Halkidiki, 1998. v. II. p. PO782.

44.
JOVANCICEVIC, B. ; TASIC, L. ; SUSIC, N. ; POLIC, P. ; VITOROVIC, D. . n-Alkane carbon isotope ratios in recent sediments. In: 1st International Conference: Chemical Sciences and Industry, 1998, Halkidiki. Book of Abstracts. Halkidiki, 1998. v. II. p. PO783.

45.
POLIC, P. ; JOVANCICEVIC, B. ; TASIC, L. ; SUSIC, N. ; GRZETIC, I. . Akvaticni sistemi: interakcije voda-sediment. In: 100th Aniversary of the Serbian Chemical Society, 1997, Belgrado. Abstracts. Belgrado: SHD, 1997. p. 152.

46.
JOVANCICEVIC, B. ; TASIC, L. ; POLIC, P. ; NEDELJKOVIC, J. ; GOLOVKO, A. ; VITOROVIC, D. . GC-MS in oil correlation studies - effects of biodegradation on sterane and terpane maturation parameters. In: 11th Yugoslav Conference on General and Applied Spectroscopy with International Participation, 1995, Novi Sad. Book of Abstracts. Novi Sad, 1995. p. 159.

Apresentações de Trabalho
1.
TASIC, L.. NMR insights into metabolomics of mental disorders such as Schizo- phrenia, Bipolar Disorder and Crack-Cocaine Addiction. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
TASIC, L. Tailored nanomaterails for human benefit. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
TASIC, L.. Application of spectroscopic techniques in the study of interactions that govern life from the view of biological chemistry. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
TASIC, L.. Molecular interactions from the view of Biological Chemistry. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
TASIC, L.. Metabolomics and Metabonomics in Human Health. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
TASIC, L. Application of NMR Spectroscopy in Structural Biology: Monitoring inter- and intra- molecular interactions with NMR spectroscopy. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
TASIC, L.. NMR in biological world. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
Tsukamoto, J. ; Duran N. E. D. C. ; TASIC, L. . Orange Peels as Biomass in Ethanol Green-Production. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
Ballottin, D. P. M. ; de PAULA, L. B. ; MARCATO, P. D. ; TASIC, L. . Biogenic Silver Nanoparticles: Characterization and Antimicrobial Activity. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
Rodrigues, F. H. S. ; TASIC, L. . Structure-activity relationship of some 4-anilinoquinazolines as potential inhibitors of adenosine kinase. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
Tsukamoto, J. ; Duran N. E. D. C. ; TASIC, L. . Orange processing waste as biomass in ethanol green-production. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
TASIC, L.. NMR in a Chemical Biology World. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
Rodrigues, F. H. S. ; ANTUNES, J. E. ; NETO, R. M. ; ROCCO, S. A. ; FRANCHINI, K. G. ; TASIC, L. . NUCLEAR MAGNETIC RESONANCE APPLIED IN ADENOSINE KINASE INHIBITION. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
CAGLIARI, I. V. ; PRANDO, A. ; TASIC, L. . NUCLEAR MAGNETIC RESONANCE APPLIED IN STRUCTURAL STUDIES OF SECRETORY CHAPERONES AND PROTEIN-LIGAND INTERACTIONS. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
Rodrigues, F. H. S. ; ANTUNES, J. E. ; NETO, R. M. ; ROCCO, S. A. ; FRANCHINI, K. G. ; TASIC, L. . Ressonância Magnética Nuclear na Elucidação de Inibidores da Adenosina Quinase. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
FATTORI, J. ; AZEVEDO, M. B.M. ; TASIC, L. . Aplicação de RMN em Química Supramolecular: Nanopartículas de Captopril e Ciclodextrinas. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
FATTORI, J. ; AZEVEDO, M. B.M. ; TASIC, L. . Supramolecular NMR: Cyclodextrin/Captopril Nanoparticles and Self Assemblig. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
FATTORI, J. ; APARICIO, R. ; TASIC, L. . SAXS and Structural Studies on Secretion Chaperones from Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
FATTORI, J. ; PRANDO, A. ; APARICIO, R. ; TASIC, L. . SAXS and NMR Analysis of Hypothetical Secretion Chaperones. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
PRANDO, A. ; CAGLIARI, I. V. ; TASIC, L. . Aplicação de RMN em Estudos de Interações entre Proteínas de Choque Térmico e Ligantes. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
PRANDO, A. ; TASIC, L. . NMR SPECTROSCOPY IN PROTEIN-LIGAND INTERACTION STUDIES AND STRUCTURAL RESOLUTION OF PROTEINS. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
Martins, A. M. ; TASIC, L. . Mass Spectrometry Analysis of Secretion CHaperones from Xanthomonas axonopodis pv citri. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
Martins, A. M. ; TASIC, L. . Mass Spectrometry Analysis of Secretion Chaperones from Xanthomonas axonopodis pv citri. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
TASIC, L.. Aplicação de RMN em química bilógica. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

25.
Tsukamoto, J. ; TASIC, L. . Orange Peels as Biomass in Ethanol Green-Production. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
PRANDO, A. ; Sussulini, A. ; Maretto, D. A. ; POPPI, R. J. ; BANZATO, C. E. M. ; ARRUDA, M. A. Z. ; TASIC, L. . 1H NMR SPECTROSCOPY AND CHEMOMETRICS IN METABOLIC PROFILING OF HUMAN BLOOD SERUM FOR IDENTIFICATION OF BIPOLAR DISORDER BIOMARKERS. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

27.
Durán, M. ; TASIC, L. ; COSTA, F. T. M. ; Lopes, S. ; MARCATO, P. D. ; Duran N. E. D. C. . Production of an immunomodulator. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

28.
Spasic, M. ; Rodrigues, F. H. S. ; ANTUNES, J. E. ; ROCCO, S. A. ; FRANCHINI, K. G. ; NESHICH, G. ; TASIC, L. . Inhibition of Adenosine Kinase. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

29.
TASIC, L.. 18a Reunião Anual de Usuários do LNLS - Sessões Temáticas III - Coordenadora da sessão D3. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

30.
TASIC, L.. Caracterização Estrutural de Proteínas (chaperones) da Bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

31.
TASIC, L.. Status/Perspectivas do Laboratório de RMN - LNLS. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

32.
SEIDL, P. R. ; LEAL, K. Z. ; TASIC, L. ; QUINTERO, L. C. N. ; MENEZES, S. M. C. . Caracterização de subfrações de Asfaltenos de Resíduos de Vácuo Obtidas usando Misturas Heptano-Tolueno (Heptol). 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

33.
TASIC, L.. Caracterização Estrutural de Proteínas (chaperones) da Bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções bibliográficas
1.
TASIC, L. Química em 50 ensaios. Campinas, 2017. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

2.
LOPES, T. P. ; BORIN, Paula F L ; RAMOS, Carlos H I ; da SILVA, J. C. ; TORRIANI, Iris ; TASIC, L. . DOES Xanthomonas axonopodis pathovar (pv.) citri USE TYPE FOUR SECRETION SYSTEM?. Campinas: LNLS, 2009 (Activity Report 2007).

3.
LOPES, T. P. ; BORIN, Paula F L ; RAMOS, Carlos H I ; da SILVA, J. C. ; TORRIANI, Iris ; TASIC, L. . Xanthomonas axonopodis pathovar (pv.) citri Type IV Secretion System Proteins Interactions. Campinas 2009 (Activity Report 2007).

4.
DENONI, G. C. T. ; TASIC, L. . XAC1346: The Xac Hypothetic Type III Secretion System Chaperone. Lisbon 2008 (Hands-on course on Proteins and Proteomics, Summer Course, New University of Lisbon, Portugal).

5.
AOKI, P. S. ; ORELLANA, A. M. M. ; SERENO, D. C. ; TASIC, L. . IDENTIFICATION OF TYPE III AND IV SECRETORY CHAPERONES IN BACTERIUM Xanthomonas axonopodis pv. citri. Lisbon 2008 (Hands-on course on Proteins and Proteomics. Summer Course, New University of Lisbon, Portugal).

6.
PRANDO, A. ; TASIC, L. . NMR in structure elucidation of secretion chaperones and in proteins-ligands interactions. Lisbon 2008 (Hands-on course on Proteins and Proteomics. Summer Course, New University of Lisbon, Portugal).

7.
LOPES, T. P. ; BORIN, Paula F L ; RAMOS, Carlos H I ; da SILVA, J. C. ; TORRIANI, Iris ; TASIC, L. . Does Xanthomonas axonopodis pv. citri use Type IV Secretion System ?. Lisbon 2008 (Hands-on course on Proteins and Proteomics. Summer Course, New University of Lisbon, Portugal).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
Tasic, Ljubica. CNPq - programa internacional Call ERANET LAC. 2018.

Trabalhos técnicos
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
TASIC, L.. Exame mental. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
TASIC, L.. Exame mental. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
TASIC, L.. Exame mental. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
TASIC, L.. Exame mental. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
TASIC, L. Unicamp cria exame de sangue para identificar doenças mentais. 2016.

6.
TASIC, L.. Tecnologia possibilita diagnóstico de doenças mentais pela análise do sangue. 2016. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

7.
TASIC, L. Após seis anos de estudo, pesquisadores viabilizam produção de etanol com bagaço da laranja. 2014.

8.
TASIC, L. Pesquisas da Unicamp apontam que é possível produzir etanol com bagaço de laranja. 2014.

9.
CYPRIANO, D. Z. ; Leite, H. ; TASIC, L . Jeverson Barbieri e Victoria Monti conversam com a prof. Ljubica Tacic, Daniela Cypriano e Helen Leite (IQ). 2014.

10.
TASIC, L; AWAN, A. T. . Química desenvolve etanol a partir do bagaço da laranja. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

11.
TASIC, L. Unicamp mapeia etanol a partir da laranja. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

12.
AWAN, A. T. ; TASIC, L . Pesquisa busca diminuir custos de produção do biocombustível de 2ª geração. Biomercado-Centro de Referência da Cadeia de Produção de Biocombustíveis Para Agricultura Familiar. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

13.
TASIC, L; AWAN, A. T. . PRODUÇÃO DE ETANOL COM BAGAÇO DE LARANJA.. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

14.
TASIC, L; AWAN, A. T. . Unicamp desenvolve etanol a partir do bagaço de laranja. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

15.
TASIC, L. UNICAMP APRESENTA ESTUDO DE DESENVOLVIMENTO DE ETANOL A PARTIR DE BAGAÇO DE LARANJA. Petronoticias, 17 maio 2013.. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

16.
TASIC, L; AWAN, A. T. . Pesquisa da Unicamp produz etanol a partir do bagaço da laranja. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

17.
AWAN, A. T. ; TASIC, L . Países latinoamericanos y europeos unidos para un novedoso desarrollo del bioetanol. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

18.
TASIC, L; AWAN, A. T. . Tecnología brasileña produce etanol a partir de bagazo de naranja. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

19.
TASIC, L; AWAN, A. T. . Pesquisa da Unicamp transforma bagaço da laranja em etanol. 2013.

20.
TASIC, L; AWAN, A. T. . Matão pode ser pioneira em produção industrial de etanol de bagaço da laranja. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
TASIC, L.. Metabolômica - Escola de RMN 2018. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
Tasic, Ljubica. Química em 50 Ensaios. 2017. (Editoração/Livro).

3.
Tasic, Ljubica. Current Protein & Peptide Science. 2015. (Editoração/Periódico).

4.
TASIC, L. Química dos Cinco Sentidos. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

5.
TASIC, L. Química dos Cinco Sentidos. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

6.
TASIC, L.. Química dos Sentidos. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
TASIC, L.. Bioquímica Experimental. 2008. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila de uma disciplina nova no IQ).

8.
TASIC, L.; ARRUDA, M. A. Z. ; APARICIO, R. ; GOZZO, F. C. ; Skaf, M. S. . XI DISCIPLINA INTERSEMESTRAL - Métodos modernos de caracterização estrutural e dinâmica de proteínas. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

9.
TASIC, L.. De clonagem a estrutura 3 D de proteínas (RMN). 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Patentes e registros



Patente

A Confirmação do status de um pedido de patentes poderá ser solicitada à Diretoria de Patentes (DIRPA) por meio de uma Certidão de atos relativos aos processos
1.
 TASIC, L; Tsukamoto, J. ; AWAN, A. T. ; Durán, N . PROCESSO DE OBTENÇÃO DE BIOETANOL, ESPERIDINA E NANOCELULOSE A PARTIR DE BAGAÇO DE LARANJA. 2013, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020130325856, título: "PROCESSO DE OBTENÇÃO DE BIOETANOL, ESPERIDINA E NANOCELULOSE A PARTIR DE BAGAÇO DE LARANJA" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 18/12/2013

2.
 BALLOTIN, D. ; Tsukamoto, J. ; MARCATO, P. D. ; DURAN, N. ; TASIC, L. . PROCESSO DE PRODUÇÃO DE NANOPARTÍCULAS DE PRATA ESTABILIZADAS POR PROTEÍNAS NA PRODUÇÃO DE PRODUTOS TÊXTEIS ANTIMICROBIANOS E O TRATAMENTO DE EFLUENTES PRODUZIDOS. 2015, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI06056814, título: "PROCESSO DE PRODUÇÃO DE NANOPARTÍCULAS DE PRATA ESTABILIZADAS POR PROTEÍNAS NA PRODUÇÃO DE PRODUTOS TÊXTEIS ANTIMICROBIANOS E O TRATAMENTO DE EFLUENTES PRODUZIDOS" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 26/02/2015

3.
 TASIC, L.; POPPI, R. J. ; HAYASHI, M. ; BRIETZKE, E. . Método de identificação por ressonância magnética nuclear (RMN) e qumiometria de biomarcadores para doenças mentais graves e usos de mesmos. 2015, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR102015031930, título: "Método de identificação por ressonância magnética nuclear (RMN) e qumiometria de biomarcadores para doenças mentais graves e usos de mesmos" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 15/12/2015

4.
 TASIC, L.; POPPI, R. J. ; HAYASHI, M. A. F. ; BRIETZKE, E. ; LACERDA, A. . Método de identificação por ressonância magnética nuclear (RMN) e qumiometria de biomarcadores para doenças mentais graves e usos de mesmos.. 2017, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR102010066052, título: "Método de identificação por ressonância magnética nuclear (RMN) e qumiometria de biomarcadores para doenças mentais graves e usos de mesmos." , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 28/03/2017

5.
 TASIC, L.. FORMULAÇÃO FARMACÊUTICA E SEU USO. 2017, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020170148360, título: "FORMULAÇÃO FARMACÊUTICA E SEU USO" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 10/07/2017



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
TASIC, L; ARRUDA, M. A. Z.; PADILHA, P. M.. Participação em banca de Bruna Caroline Miranda Maciel. PROTEÔMICA E METALÔMICA COMPARATIVAS EM FOLHAS DE ARABIDOPSIS THALIANA TRANSGÊNICA E NÃO TRANSGÊNICA. 2014. Dissertação (Mestrado em Pós-graduação em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

2.
MAGALHAES, A.; MARSAIOLI, A. J.; SOUZA FILHO, J. D.; TASIC, L.. Participação em banca de Ana Cristina Isler. Análise por RMN de produtos de degradaç?åo forçada em fármacos. 2014. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
CORBI, P. P.; LUSTRI, W. R.; YOSHIDA, I. V. P.; TASIC, L. Participação em banca de Raphael Enoque Ferraz de Paiva. COMPLEXOS METÁLICOS COM NIMESULIDA: SÍNTESE, CARACTERIZAÇÃO E APLICAÇÕES EM QUÍMICA BIOINORGÂNICA MEDICINAL. 2014. Dissertação (Mestrado em Pós-graduação em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

4.
Tasic,; TASIC, L.. Participação em banca de Paula Fernanda Lacarini Borin. Caracterização Estrutural da Proteína Hipotética XACb0033 da Bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2010. Dissertação (Mestrado em Pós-graduação em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

5.
TASIC, L.; RAMOS, Carlos H I; ARRUDA, M. A. Z.. Participação em banca de Paula Fernanda Lacarini Borin. CARACTERIZAÇÃO ESTRUTURAL DA PROTEÍNA HIPOTÉTICA XACb0033 DA BACTÉRIA Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2009. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

6.
TASIC, L.; GOZZO, F. C.; RAMOS, Carlos H I. Participação em banca de Thais Pereira Lopes. Caracterização Estrutural do complexo de proteínas hipotéticas - XACb0032/XACb0033 da bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2007. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

7.
APARICIO, R.; SOUZA, A. P.; TASIC, L.. Participação em banca de Eduardo Kiyota. Expressão, purificação e caracterização estrutural dos fatores de transcrição bZIP SCF12 e SCF5 de cana-de-açucar. 2007. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

8.
ARRUDA, M. A. Z.; SELLA, S. M.; TASIC, L.. Participação em banca de Alessandra Sussulini. Avaliação das alterações protéicas e metaloprotéicas em soja após o processo de modificação genética. 2007. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

9.
TASIC, L.; SOUZA, A. P.; RAMOS, Carlos H I. Participação em banca de Thais Pereira Lopes. CARACTERIZAÇÃO ESTRUTURAL DO COMPLEXO DE PROTEÍNAS HIPOTÉTICAS - XACb0032/XACb0033 DA BACTÉRIA Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2007. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

10.
PESSINE, F. B. T.; FUJIWARA, F. Y.; TASIC, L.. Participação em banca de Adriana Calderini. Encapsulação e caracterização físico química do fármaco vasodilator minoxidil em ciclodextrinas. 2006. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

11.
ARRUDA, M. A. Z.; SILVA, J. A. F.; TASIC, L.. Participação em banca de Alessandra Sussulini. Avaliação de esécies químicas ligadas a proteínas de soja por meio de eletroforese bidimensional e técnicas espectrométricas. 2006. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

12.
EBERLIN, M. N.; ROMEIRO, G. A.; TASIC, L.. Participação em banca de Alexssander Shigueru Araújo. Análise e tipificação de diferentes amostras de cerveja atrávés de espectrometria de massas por ionização electrospray. 2005. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

13.
EBERLIN, M. N.; MARSAIOLI, A. J.; TASIC, L.. Participação em banca de Liliane Girotti Cabrini. Aplicações de Espectrometria de Massas e Ressonância Magética Nuclar em interceptação e caracterização de intermediários chave de reações orgânicas. 2005. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

14.
TASIC, L.; VOLPE, P. L. O.; Duran N. E. D. C.. Participação em banca de Priscyla Daniely Marcato. Preparação e caracterização de micro e nanoparticulas poliméricas contendo estreptomicina. 2005. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

Teses de doutorado
1.
PAULA, A. J.; CABRAL, H.; ALVES, O. L.; MEGIATTO, C. C. C. O.; Tasic, Ljubica. Participação em banca de Daniela Pott Marinho Ballottin. CARACTERIZAÇÃO DE NANOPARTÍCULAS DE PRATA E SUA APLICAÇÃO NA PRODUÇÃO DE TECIDOS ANTIMICROBIANOS. 2014. Tese (Doutorado em Doutorado) - Universidade Estadual de Campinas.

2.
SOUZA, A. P.; Silva, C. C; Brochetto, M. R.; Nitschke, M.; TASIC, L.. Participação em banca de Lilian Luzia Beloti. Estudo funcional de uma epóxido hidrolase de Aspergillus brasiliensis CCT1435: Experessão, purificação e caracterização enzimática. 2013. Tese (Doutorado em Curso de Pós-graduação em genética e biologia molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
TASIC, L.. Participação em banca de Dávila de Souza Zampieri. Redução enantiosseletiva de alfa-haloenonas utilizando microrganismos em sistema bifásico: água/líquido iônico. 2011. Tese (Doutorado em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas.

4.
TASIC, L.. Participação em banca de Adriana Pianaro. Exame de qualificação de Área (DOUTORADO). 2011. Tese (Doutorado em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas.

5.
TASIC, L.. Participação em banca de Simone Moraes Mantovani. Triage, aplicação e engenharia de biocatalisadores para. 2011. Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Instituto de Química - UNICAMP.

6.
TASIC, L.. Participação em banca de Rogério Côrte Sassonia. Caracterização termodinâmica de reações de nitrosação e interações proteicas por titulação calorimétrica isotérmica. 2009. Tese (Doutorado em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas.

7.
PESSINE, F. B. T.; PAULA, E.; COSTA, M. H. B.; TASIC, L.; APARICIO, R.. Participação em banca de Milene Heloisa Martins. Encapsulação e caracterização de lipossomas contendo isotretioína para aplicação dermatológica. 2007. Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

8.
TASIC, L.. Participação em banca de Lucimar Pinheiro. Estudo e Caracterização de Compostos Opticamente Ativos obtidos através de Monooxigenases de Microorganismos Brasileiros. 2006. Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

9.
MARSAIOLI, A. J.; NASCIMENTO, M. G.; OLIVEIRA, V.; TASIC, L.; RODRIGUES, J. A. R.. Participação em banca de Lucimar Pinheiro. Multibiorreaçõeoes e suas aplicaçõe para as sínteses de compostos enantiomericamente puros. 2006. Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

10.
MARSAIOLI, A. J.; TRINIDADE, L. A. F.; VARESCHE, M. B. A.; KOIKE, L.; TASIC, L.. Participação em banca de Suzan Pantaroto. Atividades enzimáticas e de biodegradação de microrganismos de petróleo da bacia de Campos (Pampo Sul). 2006. Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

11.
MARSAIOLI, A. J.; TASIC, L.. Participação em banca de Isis Martins Figueiredo. Técnicas de RMN Recentes Aplicadas às interações proteina-ligante e à metabonômica. 2006. Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

12.
MARSAIOLI, A. J.; Trevisan, H. C.; Krieger, N; BRAGA, R. M.; TASIC, L.. Participação em banca de Lu Shi Chen. Triagem de Alto Desempenho na detecção de atividade de epoxido-hidrolases e monooxigenases utilizando células integras. 2006. Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

13.
PESSINE, F. B. T.; PAULA, E.; TASIC, L.; Jorge, R. A.. Participação em banca de Milene Heloisa Martins. Encapsulação e caracterização de lipossomas contendo isotretionína, para aplicação dermatológica. 2006. Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

14.
MARSAIOLI, A. J.; NASCIMENTO, M. G.; OLIVEIRA, B. H.; TASIC, L.; FONSECA, S. F.. Participação em banca de Luiz Antonio Mendoça Alves da Costa. Reações de oxidação e hídrolise por microrganismos nos métodos de biocatálise e de biorremediação. 2005. Tese (Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

Qualificações de Doutorado
1.
MAZALI, I. O.; BONACIN, J. A.; CORBI, P. P.; TASIC, L. Participação em banca de Marcos Alberto de Carvalho. ÍNTESE, CARACTERIZAÇÃO ESTRUTURAL DE COMPLEXOS METÁLICOS COM LIGANTES BIOATIVOS N, O-DOADORES, E ESTUDO DA ATIVIDADE BIOLÓGICA IN VITRO. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas.

2.
BUFFON, R.; BONACIN, J. A.; PESSINE, F. B. T.; TASIC, L. Participação em banca de Raphael Enoque Ferraz de Paiva. MODULAÇÃO DA CINÉTICA DE INTERAÇÃO DE COMPLEXOS DE Au(III) COM PROTEÍNAS DEDOS DE ZINCO: ESTABILIZAÇÃO DO ESTADO DE OXIDAÇÃO (3+) DO OURO COM LIGANTES N-HETEROCÍCLICOS. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-graduação em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
TASIC, L; CADORE, S.; GOZZO, F. C.. Participação em banca de Fábio Neves dos Santos. Metabolômica empregada no monitoramento de patógenos de plantas. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-graduação em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

4.
Tasic, Ljubica; RITTNER, R.; PASTRE, J. C.. Participação em banca de Gisele Silvestre da Silva. Estratégias modernas para a geração de biblioteca de compostos em química medicinal. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas.

5.
FOSTIER, A. H.; TASIC, L; SILVA, J. A. F.. Participação em banca de Bruna Kauely de Campos. Avaliação crítica das técnicas analíticas utilizadas na quantificação da expressão de proteínas. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas.

6.
FORMIGA, A. L. B.; PESSINE, F. B. T.; TASIC, L.. Participação em banca de Laura Bissoli de Mello. Desenho e mecanismo de ação de nanopartículas aplicadas em imageamento de tecidos. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas.

7.
MERZEL, V. M.; ANDREOTE, F. D.; TASIC, L.. Participação em banca de Julia Ronzella Ottoni. Prospecção e análise funcional de enzimas provenientes de microbiota de manguezais do Estado de São Paulo. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-graduação em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

8.
TASIC, L.. Participação em banca de Juliana Fattori. Caracterização de chaperonas de secreção da bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas.

9.
TASIC, L.. Participação em banca de Dávila de Souza Zampieri. Exame de qualificação geral de Doutorado. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas.

10.
TASIC, L.. Participação em banca de Juliana Fattori. Exame de qualificação de área. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas.

11.
TASIC, L.. Participação em banca de Luiz Fernando Arruda Santos. Exame de qualificação de Área (DOUTORADO). 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas.

12.
TASIC, L.. Participação em banca de Luíz Arthur Zampieri. Exame de qualificação geral. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas.

13.
TASIC, L.. Participação em banca de Andreza de Almeida E Silva. Exame de qualificação geral. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas.

14.
KOBARG, J.; SOUZA, A. P.; TASIC, L.. Participação em banca de Antonio Marcos Saraiva. Caracterização funcional e estrutral da nucleotidase SurE do fitopatógeno Xylella fastidiosa. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

15.
KOBARG, J.; PEREIRA, G. A. G.; TASIC, L.. Participação em banca de Thiago Carlos Cagliari. Identification and in silico expression pattern analysis of Eucalyptus expressed sequencing tags (ESTs) encoding molecular chaperones. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Biologia Funcional e Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

16.
IMAMURA, P. M.; Moran, P. J. S.; TASIC, L.. Participação em banca de Carla Porto da Silva. Biossíntese, síntese e atividade biológica de produtos naturais contendo peróxido. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

17.
TASIC, L.; Custodio, R.; Vazquez, P. A. M.. Participação em banca de Euzébio Guimarães Barbosa. Métodos de monitoramento das interações entre receptores e ligantes. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

18.
IMAMURA, P. M.; TORMENA, C. F.; TASIC, L.. Participação em banca de Marla Narciso Godoi. A química dos compostos diazo: preparação e aplicação em síntese orgânica. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

19.
TASIC, L.; SOUZA, A. P.; ZERI, A. C. M.. Participação em banca de Paula Priscila Oliveira de Giuseppe. Estudos Estruturais de Proteínas de Leptospira interrogans sorovar copenhageni potencialmente imunogênicas. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Biologia Funcional e Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

20.
TASIC, L.; SOUZA, A. P.; ZERI, A. C. M.. Participação em banca de Tatiana de Arruda Campos Brasil de Souza. Estudos estruturais e funcionais das septinas 6, 8 e 10. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Biologia Funcional e Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

21.
ARRUDA, M. A. Z.; TASIC, L.; SILVA, J. A. F.. Participação em banca de Samanta Cristina Chiquetti. Formas de Avaliação do Estresse Oxidativo. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

22.
TASIC, L.; TORMENA, C. F.; PESSINE, F. B. T.. Participação em banca de Fernanda do Carmo Egídio. Aplicação de Ressonância Magnética Nuclear em análises se sistemas coloidais. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

23.
GOZZO, F. C.; TASIC, L.; PESSINE, F. B. T.. Participação em banca de Marcelo Leite dos Santos. Estratégias de clonagem e expressão de proteínas de eucariotos. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

24.
TASIC, L.; BENEDETTI, C. E.; KOBARG, J.. Participação em banca de Marina Marques Teixeira Vanini. Resolução da estrutura tridimensional da proteína OmlA da Xanthomonas citri por RMN: possível envolvimento do domínio OmlA em interações proteína-proteína. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Biologia Funcional e Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

25.
CENDES, I. L.; YUNES, J. A.; TASIC, L.. Participação em banca de Marcelo Jun Murai. Expressão e purificação de proteínas relacionadas a epilepsia. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Biologia Funcional e Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

26.
EBERLIN, M. N.; APARICIO, R.; TASIC, L.. Participação em banca de Amadeu Hoshi Iglesias. Utilização de Espectrometria de Massas, Ligação cruzada e Footprinting no Estudo de Interações Proteína-Proteína. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

27.
MARSAIOLI, A. J.; TASIC, L.; FUJIWARA, F. Y.; RITTNER, R.. Participação em banca de Isis Martins Figueiredo. Estudos de RMN aplicados às interações proteína-ligante e à metabolômica. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

28.
MARSAIOLI, A. J.; TASIC, L.; KOIKE, L.; RITTNER, R.. Participação em banca de Suzan Pantaroto de Vasconcellos. Investigações das atividades biodegradoras e biocatalíticas de microorganismos de petróleo da Bacia de Campos, RJ. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

29.
MORGON, N. H.; TASIC, L.; TAKAHATA, Y.. Participação em banca de Eduardo Borges de Melo. Mecanismos de ação de drogas em enzimas e receptores, e avanços recentes em tratamento anti-retroviral. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

30.
TASIC, L.; PAULA, E.; AOYAMA, H.. Participação em banca de Kelly Santos. Expression, purification and characterization of an aminopeptidase (XAC2987) with broad specificity from Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Biologia Funcional e Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

31.
MEI, L. H. I.; MORAES, S. G.; TASIC, L.. Participação em banca de Francisco Adão de Camargo. Blendas de lignina e tanino com poli(3-hidroxibutirato-co-3hidroxivalerato)/PHBV. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Química) - Universidade Estadual de Campinas.

32.
ARRUDA, M. A. Z.; COELHO, F. A. S.; AGUSTO, F.; TASIC, L.. Participação em banca de Cristiana Schmidt de Magalhães. Avaliação comparativa de procedimentos de extração de proteínas de fitoterápicos e quantificação de metais ligados a essas proteínas. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

33.
VOLPE, P. L. O.; TASIC, L.; Custodio, R.. Participação em banca de Ana Paula Lemes. Nanocompósitos de poliolefinas usando nanopartículas derivadas de carbono. Preparação, propriedades e aplicações. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

34.
TASIC, L.; MAGALHAES, A. F.; BRAGA, R. M.. Participação em banca de Leila de Souza Conegero. Comparação das vias biossintéticas e sintéticas de alcalóides das plantas da família amaryllidaceae. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

35.
EBERLIN, M. N.; TASIC, L.; COELHO, F. A. S.. Participação em banca de Mario Benassi Neto. Método absoluto e geral para avaliação estrutural direta de isômeros posicionais por espectrometria de massas de estágios múltiplos (MSn). 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

36.
MARSAIOLI, A. J.; TASIC, L.; KOIKE, L.; RITTNER, R.. Participação em banca de Lucimar Pinheiro. Estudo e caracterização de compostos opticamente ativos obtidos através de monooxigenases de microorganismos brasileiros. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Química) - Universidade Estadual de Campinas.

Qualificações de Mestrado
1.
SANTORATO, E.; TIROLI, Ana O; TASIC, L. Participação em banca de Larissa E. C. Dantas. Caracterização e propriedades biofísicas da proteína Siva1. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Fisiopatologia Medica) - Universidade Estadual de Campinas.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
ARNI, Z. K.; FONTES, M. R. M.; NESHICH, G.; TASIC, L.; AZEVEDO, V. A. C.. PESQUISADOR III, na área de Biologia Estrutural. 2014. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

2.
RODRIGUES, J. A. R.; TASIC, L.; Andricopulo, A. D.; Carvalho, I.; VILLAR, J. D. F.. Comissão Julgadora do Concurso Público de Provas e Títulos, para provimento de um cargo deProfessor Doutor I na área de Ciências Farmacêuticas. 2013. Universidade Estadual de Campinas.

Livre docência
1.
TASIC, L.. Livro Docente em Biofísica. 2016. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Outras participações
1.
TASIC, L.; FUJIWARA, F. Y.; COELHO, F. A. S.; VILLAR, J. D. F.; NIGRA, J. M. R.. Processo de Seleção nas Áreas de Espectroscopia de Ressonância Magnética Nuclear e/ou Espectrometria de Massas. 2005. Universidade Estadual de Campinas.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
2ª Escola de Biofísica Molecular da UNESP.Application of NMR Spectroscopy in Structural Biology: Monitoring inter- and intra- molecular interactions with NMR spectroscopy. 2014. (Seminário).

2.
Advanced Topics in Genomics and Cell Biology. 2014. (Simpósio).

3.
Chemical Probe-based Open Science: Uncovering New Human and Plant Bology. 2014. (Outra).

4.
ISMAR 2013 18th International Society of Magnetic Resonance. Metabolomic
approach
in
mapping
Huanglongbing
markers
. 2013. (Congresso).

5.
ISMAR 2013 18th International Society of Magnetic Resonance. Host‐guest
interactions
by
solid
state
NMR
. 2013. (Congresso).

6.
1st Brazilian BioEnergy Science and Technology Conference 1st BBEST. Orange Peels as Biomass in Ethanol Green-Production. 2011. (Congresso).

7.
2nd World Congress on Biotechnology. Orange Processing Waste as Biomass for Ethanol Green-production. 2011. (Congresso).

8.
8th Internatinal Congress of Pharmaceutical Sciences, CIFARP 2011. Biogenic Silver Nanoparticles: Characterization and Antimicrobial Activity. 2011. (Congresso).

9.
III International Workshop on Organic Chemistry.NMR in a Chemical Biology World. 2011. (Oficina).

10.
20ª Reunião Anual de Usuários do LNLS. SAXS and Structural Studies on Secretion Chaperones from Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2010. (Congresso).

11.
20ª Reunião Anual de Usuários do LNLS. Mass Spectrometry Analysis of Secretion CHaperones from Xanthomonas axonopodis pv citri. 2010. (Congresso).

12.
Joint EUROMAR 2010 and 17th ISMAR Conference. Supramolecular NMR: Cyclodextrin/Captopril Nanoparticles and Self Assemblig. 2010. (Congresso).

13.
Joint EUROMAR 2010 and 17th ISMAR Conference. Nuclear Magnetic Resonance applied in Adenosine Kinase inhibition. 2010. (Congresso).

14.
Joint EUROMAR 2010 and 17th ISMAR Conference. NUCLEAR MAGNETIC RESONANCE APPLIED IN STRUCTURAL STUDIES OF SECRETORY CHAPERONES AND PROTEIN-LIGAND INTERACTIONS. 2010. (Congresso).

15.
Joint EUROMAR 2010 and 17th ISMAR Conference. NMR SPECTROSCOPY IN PROTEIN-LIGAND INTERACTION STUDIES AND STRUCTURAL RESOLUTION OF PROTEINS. 2010. (Congresso).

16.
Workshop: Biorefineries: Recent Advances and New Challenges.Orange Peels as Biomass in Ethanol Green-Production. 2010. (Oficina).

17.
XI Jornada Brasileira de Ressonância Magnética. Ressonância Magnética Nuclear na Elucidação de Inibidores da Adenosina Quinase. 2010. (Congresso).

18.
XI Jornada Brasileira de Ressonância Magnética. Aplicação de RMN em Estudos de Interações entre Proteínas de Choque Térmico e Ligantes. 2010. (Congresso).

19.
XI Jornada Brasileira de Ressonância Magnética. Aplicação de RMN em Química Supramolecular: Nanopartículas de Captopril e Ciclodextrinas. 2010. (Congresso).

20.
XI Jornada Brasileira de Ressonância Magnética. Aplicação de RMN em Estudos de Interações entre Proteínas de Choque Térmico e Ligantes. 2010. (Congresso).

21.
XXXIX Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular - SBBq. SAXS and NMR Analysis of Hypothetical Secretion Chaperones. 2010. (Congresso).

22.
XXXIX Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular - SBBq. Mass Spectrometry Analysis of Secretion Chaperones from Xanthomonas axonopodis pv citri. 2010. (Congresso).

23.
12th Nuclear Magnetic Resonance Users Meeting and 3rd Iberoamerican NMR Meeting.1H NMR SPECTROSCOPY AND CHEMOMETRICS IN METABOLIC PROFILING OF HUMAN BLOOD SERUM FOR IDENTIFICATION OF BIPOLAR DISORDER BIOMARKERS. 2009. (Encontro).

24.
19a RAU.Análise de chaperones hipotéticas da Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2009. (Outra).

25.
32ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química - SBQ.Análise da expressão das chaperones secretórias em Xanthomonas axonopodis pv. citri por espectrometria de massas. 2009. (Outra).

26.
International Workshop on Nanomaterials and Functional Materials.Production of an immunomodulator. 2009. (Oficina).

27.
XXXVIII Annual Meeting of Brazilian Biochemistry and Molecular Biology Society ? SBBq XXXVII Reunião de SBBq. NMR analyses of hypothetical secretion chaperones: XACb0033 and XAC0419. 2009. (Congresso).

28.
18a RAU.Does Xac use Type IV Secretion System?. 2008. (Outra).

29.
11th Nuclear Magnetic Resonance Users Meeting, Workshop: NMR in South America.STD-NMR IN TYPE IV SECRETION SYSTEM PROTEINS ANALYSES. 2007. (Encontro).

30.
17a RAU.Comparative analysis of possible type IV secretion system chaperone (XACb0033) and its co-expressed and co-purified target protein (XACb0032) from Xanthomonas axonopodis pv. citri (Xac). 2007. (Encontro).

31.
17a RAU.Status/Perspectivas do Laboratório de RMN - LNLS. 2007. (Encontro).

32.
IV Congresso Brasileiro de P&D em Petróleo e Gás. Caracterização de subfrações de Asfaltenos de Resíduos de Vácuo Obtidas usando Misturas Heptano-Tolueno (Heptol). 2007. (Congresso).

33.
XXXVI Annual Meeting of the SBBq and 10th IUBMB Conference: Infectious Diseases: Biochemistry of Parasites, Vectors and Hosts. Xanthomonas axonopodis pv. citri type IV secretion system proteins interaction. 2007. (Congresso).

34.
1st Latin American Protein Society Meeting. Identification and characterization of a flagellar chaperone in the plant pathogen Xanthomonas axonodopis pv. citri. 2004. (Congresso).

35.
2nd International Workshop on Spectroscopy for Biology.Spectroscopic characterization of two hypotetical proteins from Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2004. (Oficina).

36.
XXXIII Reunião Anual de SBBq.Interactions of hypothetical type IV secretion system proteins from Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2004. (Encontro).

37.
IX Encontro de Usuários de RMN.Principal Component Analyses (PCA) of alpha-Substituent Effects on C-13 NMR Chemical Shifts of Aliphatic Compounds. 2003. (Encontro).

38.
XXXII Reunião Anual de SBBq.Type III Citosolic Chaperones in Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2003. (Encontro).

39.
VII Journada brasileira de RMN.PCA on NMR substituent chemical shifts of carboxylic compounds. 2002. (Simpósio).

40.
VIII Encontro de usuários de RMN.Alpha-substituent effects on C-13 chemical shifts of carbonyl compounds. 2001. (Encontro).

41.
30th Congress AMPERE on Magnetic Resonance and Related Phenomena. Principal Component Analysis on NMR substituent effects of ethyl and phenyl acetates. 2000. (Congresso).

42.
VI Journada Brasileira de RMN.Efeitos dos substituintes nos deslocamentos químicos de acetatos - ánalise dos componentes principais. 2000. (Simpósio).

43.
VII Encontro de Usuários de RMN.Alpha-substituent effects on NMR chemical shifts: Chemometric approach. 1999. (Encontro).

44.
1st International Conference: Chemical Sciences and Industry.Oil contaminant differentiation in rafinery groundwater based on n-alkane distribution. 1998. (Simpósio).

45.
1st International Conference: Chemical Sciences and Industry.Application of the artificial neural network (ANN) for the purpose of identification of oil-type pollution in recent sediments. 1998. (Simpósio).

46.
1st International Conference: Chemical Sciences and Industry.n-Alkane carbon isotope ratios in recent sediments. 1998. (Simpósio).

47.
100th Aniversary of the Serbian Chemical Society. Akvaticni sistemi: Interakcije voda-sediment. 1997. (Congresso).

48.
Risk of technological systems and environment. Approaches in estimation of pollution of recent sediments with oil and oil derivatives. 1997. (Congresso).

49.
Yugoslav oil industry and changes in Central and Eastern Europe.Groundwater and sediments in the area of the Oil Rafinery Pancevo (Yugoslavia): Ecological Status. 1997. (Simpósio).

50.
Yugoslav oil industry and changes in Central and Eastern Europe.Organic-geochemical investigation of Serbian surface sediments - estimation of oil-gas potential. 1997. (Simpósio).

51.
3rd International Symposium and Exhibition on Environmental Contamination in Central and Eastern Europe.n-Alkane distribution in sediments of a cut-off channel of the river Begej (Yugoslavia). 1996. (Simpósio).

52.
3rd International Symposium and Exibition on Environmental Contamination in Central and Eastern Europe.Migration and transformation mechanisms of organic matter in Danube alluvial sediments - identification of pollution sources (Oil Rafinery Pancevo, Yugoslavia). 1996. (Simpósio).

53.
11th Yugoslav Conference on General and Applied Spectroscopy with International Participation.GC-MS in oil correlation studies - effects of biodegradation on sterane and terpane maturation parameters. 1995. (Simpósio).

54.
1st Regional Symposium: Chemistry and Environment.Heavy fuel oil migration and transformation mechanisms in a crushed rock environment: an accidental oil spill as example. 1995. (Simpósio).

55.
Organic Geochemistry: Developments ana Applications to Energy, Climate, Environment and Human History. The effects of biodegradation on maturation parameters of oils from the southeastern part of the Pannonian Basin (Yugoslavia). 1995. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
TASIC, L.. 3rd LAMPS - Latino American Metabolic Profiling Symposium. 2018. (Congresso).

2.
Tasic, Ljubica. 3rd LAMPS - Latino American Metabolic Profiling Symposium. 2018. (Congresso).

3.
TASIC, L.. Internacional Conference on Metabolomics ICOM 2018. 2018. (Congresso).

4.
Tasic, Ljubica. 16th NMR Users Meeting. 2017. (Congresso).

5.
NESHICH, G. ; Skaf, M. S. ; Hayashi, M ; TASIC, L. ; MONTANARI, C. ; JARDINE, J. G. . ESPCA "Computational Biology: Agrochemical and drug design". 2011. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Christiane Roseto. Estudo de enzimas hidrolíticas (lignocelulosicas) e suas aplicações em bionanotecnologia. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Química Biológica) - Instituto de Química - UNICAMP. (Orientador).

2.
Guilhemre Crispim de Faria Cruz. Estudos de inibição de Inositol Monofosfatase 2. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Química Biológica) - Instituto de Química - UNICAMP. (Orientador).

3.
Wiliam Ohashi. Lipidômica por RMN e EM. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Química Biológica) - Instituto de Química - UNICAMP. (Orientador).

4.
Natália Lopes Fregonesi. Aplicação de RMN em estudos de metabolômica. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Química Biológica) - Instituto de Química - UNICAMP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

5.
Roney Vander dos Santos. Estudo de proteases de veneno de serpentes. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Química Biológica) - Instituto de Química - UNICAMP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

6.
Stephanie Fernanda Fulaz. Estudo de enzimas e suas aplicações em bionanotecnologia. Início: 2016. Dissertação (Mestrado profissional em Química Biológica) - Instituto de Química - UNICAMP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

7.
Lilian Goulart Schultz. Estudo de interações supramoleculares da hesperidina. Início: 2015. Dissertação (Mestrado em Pós-graduação em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Tássia Brena Barroso Carneiro da Costa. Análise metabonômica de usuários de crack a partir de RMN de ¹H de soro sanguíneo. Início: 2016. Tese (Doutorado em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
Daniela Zacharias Cypriano. Bionanotecnologia aplicada em processos de fermentação alcoólica. Início: 2016. Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Instituto de Química - UNICAMP. (Orientador).

3.
Danijela Stanisic. Produtos de uso tópico da heseridina e de nanopartículas de prata. Início: 2015. Tese (Doutorado em Pós-graduação em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

Supervisão de pós-doutorado
1.
Melissa Quintero Escobar. Início: 2017. Instituto de Química - UNICAMP.

Iniciação científica
1.
Pedro Henrique de Barros. Estudo metabonômico de usuários de crack. Início: 2017 - Instituto de Química - UNICAMP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).

2.
CAROLINA NIKOLUK SCACHETTI. Avaliação da viabilidade de nanopartículas ferromagnéticas recobertas com TEOS-APTES ou quitosana como suporte para a invertase. Início: 2017 - Instituto de Química - UNICAMP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

3.
BRUNA FURLAN DE MORAIS. SÍNTESE, ESTUDO DE INTERAÇÕES E APLICAÇÕES DE NANOPARTÍCULAS DE PRATA DA CASCA DE LARANJA. Início: 2017 - Instituto de Química - UNICAMP, Sistema de Apoio ao Estudante. (Orientador).

4.
LETÍCIA HUAN BACELLAR LIU. ANTI-ENVELHECIMENTO E AÇÃO ANTIMICROBIANA DE NANOPARTÍCULAS DE OURO E DE PLATINA. Início: 2017 - Instituto de Química - UNICAMP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Amanda Ferreira Costa. Estudo de partículas lipídicas sólidas e semisólidas da hesperidina. 2016. Dissertação (Mestrado em Química Biológica) - Instituto de Química - UNICAMP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Ljubica Tasic.

2.
Daniela Zacharias Cypriano. Fermentação da biomassa da casca de laranja com utilização da hidrólise ácida e enzimática. 2015. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, . Orientador: Ljubica Tasic.

3.
Caio Henrique Nasi de Barros. Estudo das interações supramoleculares em nanopartículas de prata e sua atividade antimicrobiana. 2015. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Ljubica Tasic.

4.
Verônica Leite Queiroz. Estudos estruturais e funcionas de celulases da Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2013. Dissertação (Mestrado em Pós-graduação em Química) - Universidade Estadual de Campinas, . Orientador: Ljubica Tasic.

5.
Fábio Henrique dos Santos Rodrigues. Derivados de quinazolinas na inibição da adenosina quinase: Aplicação de RMN. 2011. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ljubica Tasic.

6.
Paula Fernanda Lacarini Borin. Caracterização estrutural de uma proteína hipotética (XACb0033) da bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2010. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, . Orientador: Ljubica Tasic.

7.
Adriana Martini Martins. Análise de chaperones hipotéticas da Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2010. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Ljubica Tasic.

8.
Thais Pereira Lopes. CARACTERIZAÇÃO ESTRUTURAL DO COMPLEXO DE PROTEÍNAS HIPOTÉTICAS - XACb0032/XACb0033 DA BACTÉRIA Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2007. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual de Campinas, . Orientador: Ljubica Tasic.

Tese de doutorado
1.
Fabian Gilberto Villata Romero. Análise estrutural e funcional de metalo- e serina- proteínases de veneno de serpentes. 2016. Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Instituto de Química - UNICAMP, . Orientador: Ljubica Tasic.

2.
Mayra Alejandra Mariño Bohórquez. BIOMASSA DO BAGAÇO DE LARANJA NA PRODUÇÃO DE ETANOL-2G: IMOBILIZAÇÃO DE ENZIMAS HIDROLÍTICAS E CARACTERIZAÇÃO DE NANOCELULOSE. 2014. Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Instituto de Química - UNICAMP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Ljubica Tasic.

3.
Lidiane Raquel Verola Mataveli. Metalômica comparativa de soja (Glicine max L. Merril) transgênica e não-transgênica empregando sistemas bidimensionais de separação. 2013. Tese (Doutorado em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Coorientador: Ljubica Tasic.

4.
Almas Taj Awan. Hidrólise de bagaço de laranja para produção de etanol. 2013. Tese (Doutorado em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ljubica Tasic.

5.
Banny Silva Barbosa. ANÁLISE LIPIDÔMICA DE ALGUNS PEIXES AMAZÔNICOS. 2013. Tese (Doutorado em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo. Orientador: Ljubica Tasic.

6.
João Guilherme de Moraes Pontes. Estudo Metabólico da Infecção por Corynebacterium pseudotuberculosis. 2013. Tese (Doutorado em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ljubica Tasic.

7.
Alessandra Prando. ESTUDOS BIOFÍSICOS DE CHAPERONAS DE SECREÇÃO E DE INTERAÇÕES PROTEÍNA-LIGANTE. 2012. Tese (Doutorado em Doutorado em Química) - Instituto de Química - UNICAMP, . Orientador: Ljubica Tasic.

8.
Juliana Fattori. Ressolução estrutural de proteínas hipotéticas, chaperones de secreção, da bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2011. Tese (Doutorado em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Ljubica Tasic.

9.
Daniela Pott Marinho Ballottin. CARACTERIZAÇÃO DE NANOPARTÍCULAS DE PRATA E SUA APLICAÇÃO NA PRODUÇÃO DE TECIDOS ANTIMICROBIANOS. 2011. Tese (Doutorado em Doutorado em Quimica - UNICAMP) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Ljubica Tasic.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Lucas Gelain Martins. 2017. Instituto de Química - UNICAMP, . Ljubica Tasic.

2.
Lucimara Lopes da Silva. ESTUDO MORFOLÓGICO DE RESÍDUOS CELULÓSICOS DA AGROINDÚSTRIA, BAGAÇOS DA CANA DE AÇÚCAR E DA LARANJA, DURANTE DEGRADAÇÃO ENZIMÁTICA. 2016. Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Ljubica Tasic.

3.
Boris Mandic. 2015. Universidade Estadual de Campinas, Organisation for the Prohibition of Chemical Weapons. Ljubica Tasic.

4.
Almas Taj Awan. 2013. Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Ljubica Tasic.

5.
Ana Paula Espindola. Avaliação das interações metabólicas entre Citrus sinensis e suas principais bactérias patogênicas utilizando Ressonância Magnética Nuclear (NMR) e Cromatrografia Líquida acoplada a Espectrometria de Massas (LC-MS). 2011. Universidade Estadual de Campinas, . Ljubica Tasic.

6.
Junko Tsukamoto. Aplicação de biotecnologia na produção de etanol: bagaço de laranja como biomassa. 2010. Instituto de Química - UNICAMP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Ljubica Tasic.

Iniciação científica
1.
GIOVANNI MARTINS VAROTTI. Bioetanl de 2G: Estudo de reuso de enzimas e leveduras. 2017. Iniciação Científica - Instituto de Química - UNICAMP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ljubica Tasic.

2.
GABRIELA GUERREIRO SOUZEDO. EXPRESSÃO E CARACTERIZAÇÃO DA PROTEÍNA PilT DO FITOPATÓGENO XYLELLA FASTIDIOSA. 2017. Iniciação Científica - Instituto de Química - UNICAMP. Orientador: Ljubica Tasic.

3.
Henrique Fonseca. A ação inibitória da hesperitina a uma metaloprotease de peçonha de serpente. 2017. Iniciação Científica - Instituto de Química - UNICAMP, Sistema de Apoio ao Estudante. Orientador: Ljubica Tasic.

4.
Raniery Waladares Ricardo. ANÁLISE LIPIDÔMICA APLICADA AOS MODELOS ANIMAIS DE ESQUIZOFRENIA. 2016. Iniciação Científica - Instituto de Química - UNICAMP. Orientador: Ljubica Tasic.

5.
Letícia Huan Bacellar Liu. PURIFICAÇÃO POR CROMATOGRAFIA LÍQUIDA E NANONIZAÇÃO DA HESPERIDINA. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Química Diurno) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ljubica Tasic.

6.
Bruna Furlan. Estudos sobre a formulação de um agroquímico verde contendo nanopartículas de prata contra cancro cítrico.. 2016. Iniciação Científica - Instituto de Química - UNICAMP, Sistema de Apoio ao Estudante. Orientador: Ljubica Tasic.

7.
Giovanna Grilo. Estudos bioquímicos de uma serina protease de peçonha de serpente. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Ljubica Tasic.

8.
Natalia Cristina Mor. ANÁLISE DE LIPÍDEOS ISOLADOS DO FÍGADO DE DUAS ESPÉCIES DE PEIXES AMAZÔNICOS APLICANDO RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR (RMN). 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Ljubica Tasic.

9.
Willian Mayrink da Silva. Aplicação de nanopartículas de prata em plantas com efeito antibactericida. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Sistema de Apoio ao Estudante. Orientador: Ljubica Tasic.

10.
Paula Moretti. BIOMASSA DO BAGAÇO DE LARANJA NA PRODUÇÃO DE ETANOL-2G: IMOBILIZAÇÃO DE ENZIMAS HIDROLÍTICAS. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

11.
Guilherme Crispim de Faria Cruz. RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR APLICADA EM ANÁLISES METABOLÔMICAS. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ljubica Tasic.

12.
Antônio Jadson M. Brasil. RNM de ¹H e quimiometria aplicada no estudo do transtorno bipolar. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ljubica Tasic.

13.
Rafael Nogueira de Souza. Espectroscopia de Ressonância Magnética Nuclear aplicada a metabolômica dos usuários de crack. 2015. Iniciação Científica - Instituto de Química - UNICAMP. Orientador: Ljubica Tasic.

14.
Vitória Finazzi. Análise metabolômica de pacientes bipolares. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

15.
Stephanie Fernanda Fulaz. ESTUDO DAS INTERAÇÕES SUPRAMOLECULARES EM NANOPARTÍCULAS DE PRATA. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ljubica Tasic.

16.
Guilherme Crispim de Faria Cruz. Estudo das interacões entre as proteínas e nanoprata biogênica. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

17.
Lilian Goulart Schultz. Caracterização estrutural de chaperonas secretórias da Xanthomonas axonopodis pc. citri. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

18.
Flávia Mesquita Cabrini. ESTUDO E CARACTERIZAÇÃO DE PROTEÍNAS ADERIDAS À NANOPARTÍCULAS DE PRATA PRODUZIDAS BIOSSINTETICAMENTE. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

19.
Helen Coelho Leite. Bagaço de laranja como biomassa para produção de bioetanol-2G e nanocelulose. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

20.
André Sanches Bevilacqua. Fermentação alcoólica do bagaço de laranja utilizando co-cultura de micro-organismos. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

21.
Gilberto Gaspar. ANÁLISE LIPIDÔMICA DE ALGUNS PEIXES AMAZÔNICOS. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

22.
Antônio Jadson. Estudo metabolômico de organismos infectados por Corynebacterium pseudotuberculosis. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

23.
Jaqueline Sanitá. Estudo metabolômico de organismos infectados por Corynebacterium pseudotuberculosis. 2013. Iniciação Científica - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

24.
Marina Dias. Análise funcional de metaloproteínases (SMVP) e serina proteínases (SVSP) do veneno de serpente. 2013. Iniciação Científica - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

25.
Roney Vander dos Santos. Caracterização de metalo- e serina proteases de venenos das serpentes. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Química Diurno) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

26.
William Ohashi. Avaliação das interações metabólicas entre Citrus sinensis e Candidatus Liberibacter asiaticus utilizando Ressonância Magnética Nuclear (1H NMR). 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, PETROBRAS. Orientador: Ljubica Tasic.

27.
Jéssica Mendes Moço. Caracterização de chaperonas de secreção da bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ljubica Tasic.

28.
Willians Micheletti Mota. CARACTERIZAÇÃO DE NANOPARTÍCULAS DE PRATA POR FLUORESCÊNCIA DE EMISSÃO. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Sistema de Apoio ao Estudante. Orientador: Ljubica Tasic.

29.
Camila Pedroso Silveira. Estudos de Asfaltenos por RMN. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

30.
Diana Martiniak Firbida. Produção de bioetanol a partir de bagaço da laranja. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ljubica Tasic.

31.
Daniel Nunes Martins. Aplicação de biotecnologia na produção de etanol: bagaço de laranja como biomassa. 2010. Iniciação Científica - Instituto de Química - UNICAMP. Orientador: Ljubica Tasic.

32.
Izabella Venturini Cagliari. Derivados de quinazolinas na inibição da adenosina quinase: Aplicação de RMN. 2010. Iniciação Científica - Instituto de Química - UNICAMP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ljubica Tasic.

33.
Fábio Henrique S. Rodrigues. Aplicação da Ressonância Magnética Nuclear (RMN) em estudos de asfaltenos. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ljubica Tasic.

34.
Leandro Henrique de Paula Assis. Purificação e análise estrutural da proteína XAC0419 da Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Ljubica Tasic.

35.
Eduardo Matos Santos. Estrutura e atividade contra a malária do imunomodulador P-MAPA.. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Sistema de Apoio ao Estudante. Orientador: Ljubica Tasic.

36.
Priscila Suemi Aoki. IDENTIFICAÇÃO DE POSSÍVEIS CHAPERONES NA BACTÉRIA Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2008. Iniciação Científica - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

37.
Izabella Venturini Cagliari. Aplicação de Ressonância Magnética Nuclear (RMN) nos estudos estruturais de chaperones secretórias e em interações proteína ? ligantes. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ljubica Tasic.

38.
Ana Maria Marques Orellana. IDENTIFICAÇÃO DE POSSÍVEIS CHAPERONES NA BACTÉRIA Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

39.
Daiene C. Sereno. IDENTIFICAÇÃO DE POSSÍVEIS CHAPERONES NA BACTÉRIA Xanthomonas axonopodis pv. citri por Espectrometria de Massas. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

40.
Gisele Cristina Trevine Denoni. Purificação e Caracterização Espectroscópica da proteína XAC1346 (15035.1) da bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri Iniciação Científica. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Ljubica Tasic.

41.
Letícia Maria da Silva Cruz. Chaperones secretórias em Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

42.
César Brinatti Antonio. Aplicação de RMN no estudos de asfaltenos. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Faculdade de Química) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

43.
Paula F L Borin. Projeto Piloto do Estudo das Interações Proteína-Proteína no Fitopatógeno Xanthomonas axonopodis pv citri: teste so sistema duplo-hibrido. 2003. 25 f. Iniciação Científica. (Graduando em Faculdade de Química) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ljubica Tasic.

Orientações de outra natureza
1.
Laura Iurcic de Souza. Produção e caracterização de nanoprata biogênica. 2014. Orientação de outra natureza. (Química) - Universidade Estadual de Campinas, Sistema de Apoio ao Estudante. Orientador: Ljubica Tasic.

2.
Aline Siqueira Gianini. Aplicação de enzimas recombinantes na obtenção de bioetanol: Bagaço de laranja como biomassa. 2011. Orientação de outra natureza - Instituto de Química - UNICAMP. Orientador: Ljubica Tasic.

3.
Marko Spasic. Inhibition of Adenosine Kinase. 2009. Orientação de outra natureza. (Chemistry and Molecular Biology) - Universidade da California at Berkeley, National Science Foundation. Orientador: Ljubica Tasic.

4.
Marcela Andrea Duran Haun Senatore. Estrutura e atividade contra a malária do imunomodulador P-MAPA. 2008. Orientação de outra natureza - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.

5.
Ivanilce Cristina Guimarães. Análise de proteínas de Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2006. Orientação de outra natureza. (Faculdade de Química) - Universidade Estadual de Campinas, Sistema de Apoio ao Estudante. Orientador: Ljubica Tasic.

6.
Joana Katharina Diekmann. Protein expression in Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2006. Orientação de outra natureza. (Faculdade de Química) - Universidade Estadual de Campinas, Sistema de Apoio ao Estudante. Orientador: Ljubica Tasic.

7.
Maria Stella Martins Silva D´Agostini. Pequeno proteoma da Xac. 2006. Orientação de outra natureza. (Farmácia) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Ljubica Tasic.



Inovação



Patente
1.
 TASIC, L; Tsukamoto, J. ; AWAN, A. T. ; Durán, N . PROCESSO DE OBTENÇÃO DE BIOETANOL, ESPERIDINA E NANOCELULOSE A PARTIR DE BAGAÇO DE LARANJA. 2013, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020130325856, título: "PROCESSO DE OBTENÇÃO DE BIOETANOL, ESPERIDINA E NANOCELULOSE A PARTIR DE BAGAÇO DE LARANJA" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 18/12/2013

2.
 BALLOTIN, D. ; Tsukamoto, J. ; MARCATO, P. D. ; DURAN, N. ; TASIC, L. . PROCESSO DE PRODUÇÃO DE NANOPARTÍCULAS DE PRATA ESTABILIZADAS POR PROTEÍNAS NA PRODUÇÃO DE PRODUTOS TÊXTEIS ANTIMICROBIANOS E O TRATAMENTO DE EFLUENTES PRODUZIDOS. 2015, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI06056814, título: "PROCESSO DE PRODUÇÃO DE NANOPARTÍCULAS DE PRATA ESTABILIZADAS POR PROTEÍNAS NA PRODUÇÃO DE PRODUTOS TÊXTEIS ANTIMICROBIANOS E O TRATAMENTO DE EFLUENTES PRODUZIDOS" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 26/02/2015

3.
 TASIC, L.; POPPI, R. J. ; HAYASHI, M. ; BRIETZKE, E. . Método de identificação por ressonância magnética nuclear (RMN) e qumiometria de biomarcadores para doenças mentais graves e usos de mesmos. 2015, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR102015031930, título: "Método de identificação por ressonância magnética nuclear (RMN) e qumiometria de biomarcadores para doenças mentais graves e usos de mesmos" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 15/12/2015

4.
 TASIC, L.; POPPI, R. J. ; HAYASHI, M. A. F. ; BRIETZKE, E. ; LACERDA, A. . Método de identificação por ressonância magnética nuclear (RMN) e qumiometria de biomarcadores para doenças mentais graves e usos de mesmos.. 2017, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR102010066052, título: "Método de identificação por ressonância magnética nuclear (RMN) e qumiometria de biomarcadores para doenças mentais graves e usos de mesmos." , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 28/03/2017

5.
 TASIC, L.. FORMULAÇÃO FARMACÊUTICA E SEU USO. 2017, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020170148360, título: "FORMULAÇÃO FARMACÊUTICA E SEU USO" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 10/07/2017


Projetos de pesquisa

Projeto de extensão


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
9COSTA, TÁSSIA BRENA2018COSTA, TÁSSIA BRENA ; LACERDA, ACIOLY ; DAL MAS, CAROLINE ; BRIETZKE, ELISA ; PONTES, JOÃO GUILHERME DE MORAES ; MARINS, LUCAS ; MARTINS, LUCAS ; NUNES, MARCEL ; PEDRINI, MARIANA ; S. CARVALHO, MICHELLE ; MITROVITCH, MILAN ; HAYASHI, MIRIAN A.F. ; LEITE SALDANHA, NATALIA ; POPPI, RONEI J. ; Tasic, Ljubica . Insights into the effects of crack abuse on the human metabolome using a NMR approach. JOURNAL OF PROTEOME RESEARCH, v. 1, p. 14, 2018.


Livros e capítulos
1.
Tasic, Ljubica. Química em 50 Ensaios. 1. ed. Campinas: Átomo e Alínea, 2017. v. 1. 448p .


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
Tasic, Ljubica. Exame Mental. Pesquisa FAPESP, p. 80 - 81, 07 jan. 2017.


Apresentações de Trabalho
1.
TASIC, L.. Molecular interactions from the view of Biological Chemistry. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
TASIC, L.. Metabolomics and Metabonomics in Human Health. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
TASIC, L. Tailored nanomaterails for human benefit. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
TASIC, L.. Application of spectroscopic techniques in the study of interactions that govern life from the view of biological chemistry. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
TASIC, L.. NMR insights into metabolomics of mental disorders such as Schizo- phrenia, Bipolar Disorder and Crack-Cocaine Addiction. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
TASIC, L. Química dos Cinco Sentidos. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
TASIC, L.. Metabolômica - Escola de RMN 2018. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
TASIC, L; AWAN, A. T. . Química desenvolve etanol a partir do bagaço da laranja. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
TASIC, L. Unicamp mapeia etanol a partir da laranja. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
AWAN, A. T. ; TASIC, L . Pesquisa busca diminuir custos de produção do biocombustível de 2ª geração. Biomercado-Centro de Referência da Cadeia de Produção de Biocombustíveis Para Agricultura Familiar. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
TASIC, L; AWAN, A. T. . PRODUÇÃO DE ETANOL COM BAGAÇO DE LARANJA.. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
TASIC, L; AWAN, A. T. . Unicamp desenvolve etanol a partir do bagaço de laranja. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
TASIC, L. UNICAMP APRESENTA ESTUDO DE DESENVOLVIMENTO DE ETANOL A PARTIR DE BAGAÇO DE LARANJA. Petronoticias, 17 maio 2013.. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
TASIC, L; AWAN, A. T. . Pesquisa da Unicamp produz etanol a partir do bagaço da laranja. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
AWAN, A. T. ; TASIC, L . Países latinoamericanos y europeos unidos para un novedoso desarrollo del bioetanol. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
TASIC, L; AWAN, A. T. . Tecnología brasileña produce etanol a partir de bagazo de naranja. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

10.
TASIC, L. Após seis anos de estudo, pesquisadores viabilizam produção de etanol com bagaço da laranja. 2014.

11.
TASIC, L. Pesquisas da Unicamp apontam que é possível produzir etanol com bagaço de laranja. 2014.

12.
TASIC, L; AWAN, A. T. . Pesquisa da Unicamp transforma bagaço da laranja em etanol. 2013.

13.
CYPRIANO, D. Z. ; Leite, H. ; TASIC, L . Jeverson Barbieri e Victoria Monti conversam com a prof. Ljubica Tacic, Daniela Cypriano e Helen Leite (IQ). 2014.

14.
TASIC, L. Unicamp cria exame de sangue para identificar doenças mentais. 2016.

15.
TASIC, L.. Exame mental. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

16.
TASIC, L.. Exame mental. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

17.
TASIC, L.. Tecnologia possibilita diagnóstico de doenças mentais pela análise do sangue. 2016. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

18.
TASIC, L; AWAN, A. T. . Matão pode ser pioneira em produção industrial de etanol de bagaço da laranja. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Tasic, Ljubica. 16th NMR Users Meeting. 2017. (Congresso).

2.
Tasic, Ljubica. 3rd LAMPS - Latino American Metabolic Profiling Symposium. 2018. (Congresso).

3.
TASIC, L.. Internacional Conference on Metabolomics ICOM 2018. 2018. (Congresso).



Outras informações relevantes


?	Membro titular do Conselho Científico Superior (CCS) da CBMEG-UNICAMP (2012-2017).
?	Membro suplente do Conselho Científico Superior (CCS) da CBMEG-UNICAMP (2012-2014).
?	Chefe do Departamento de Química Orgânica (DQO-UNICAMP, 2014-2018). 
?	Vice-chefe do Departamento de Química Orgânica (DQO-UNICAMP, dois mandatos: 2011-2013, 2013-2014). 
?	Coordenadora de Comissão da Biblioteca do IQ (BIQ, dois mandatos, 2009-2011, 2011-2013).
?	Vice-coordenadora de Comissão da Biblioteca do IQ (BIQ, 2007-2009).
?	Membro titular da Comissão da Biossegurança do IQ (2004-2016).
?	Membro do Corpo Editorial do site www.chemkeys.com na área de Química Orgânica e Bioquímica (ChemKeys).
?	Membro do Corpo Editorial do Metabolomics:Open Access - OMICS International (https://www.omicsonline.org/editorialboard-metabolomics-open-access-open-access.php).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/11/2018 às 14:22:56