Patricia Fernanda Zambuzzi Carvalho

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6429787586028446
  • Última atualização do currículo em 08/08/2016


Possui graduação em Farmácia pela Universidade do Sagrado Coração (2001), com habilitação em Industria Farmacêutica pela Universidade Federal de Goiás (2004). Mestrado em Bioquímica e Biologia Molecular, pela Universidade Federal de Goiás (2006). Doutorado em Medicina Tropical e Saúde Pública, área de concentração: Microbiologia, pela Universidade Federal de Goiás (2010). Pós-doutorado em Bioquímica e Biologia Molecular, pela Universidade Federal de Goias (2010 - 2012), Presidente da SBCSaúde (Sociedade de Ciências Aplicadas a Saúde). Atuando na área de Bioquímica e Biologia Molecular, principalmente em microbiologia e genômica. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Patricia Fernanda Zambuzzi Carvalho
Nome em citações bibliográficas
ZAMBUZZI, P. F.;ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.;Zambuzzi-Carvalho, Patricia Fernanda;Zambuzzi-Carvalho, Patrícia Fernanda;Zambuzzi-Carvalho, Patrícia F.;Zambuzzi-Carvalho, P.F.;PATRÍCIA FERNANDA ZAMBUZZI CARVALHO;Patrícia Fernanda Zambuzzi Carvalho;ZAMBUZZI-CARVALHO, PATRÍCIA;ZAMBUSSI-CARVALHO, PATRICIA FERNANDA;CARVALHO, PATRICIA FERNANDA;CARVALHO, PATRÍCIA FERNANDA


Formação acadêmica/titulação


2007 - 2010
Doutorado em Medicina Tropical.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Título: Estratégias na identificação e caracterização de potenciais antifúngicos e seus alvos em Paracoccidioides brasiliensis, Ano de obtenção: 2010.
Orientador: Maristela Pereira.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Paracoccidioides brasiliensis; Antifungal; oenothein B; representational difference analysis; transcriptome; savannah plant.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.
2004 - 2006
Mestrado em CIÊNCIAS BIOLÓGICAS.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Título: As Malato Sintases de Paracoccidioides brasiliensis são diferencialmente reguladas: Expressão heterologa, analises molecular e filogenetica,Ano de Obtenção: 2006.
Orientador: Prof. Dra. Maristela Pereira.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Paracoccidioides brasiliensis; Ciclo do Glioxalato; Malato sintase; Expressao diferencial; Fontes de carbono.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral / Subárea: Biologia Celular.
2002 - 2004
Especialização em Farmacia - Industrial.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
1997 - 2001
Graduação em Farmácia.
Universidade do Sagrado Coração, USC, Brasil.


Pós-doutorado


2010 - 2013
Pós-Doutorado.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Molecular e de Microorganismos.


Atuação Profissional



Embrapa Arroz e Feijão, EAF, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador Aluno de pós-graduação


Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2013
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador Aluno de pós-graduação, Carga horária: 40

Atividades

08/2009 - 08/2009
Ensino, CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à genômica
08/2008 - 08/2008
Ensino, CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à genômica
08/2007 - 08/2007
Ensino, CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à genômica

Drogaria Droga Vila, DROGARIA, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2003
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Farmacêutico responsável, Carga horária: 40


Drogaria Ebenézer, DROGARIA, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2002
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Farmacêutico responsável, Carga horária: 44
Outras informações
Responsável-técnico pela drogaria, atuando no gerenciamento de compras de medicamentos, controle de psicotrópicos, aplicação de injeções, etc



Projetos de pesquisa


2010 - 2011
Avaliação da Ação Aguda e Crônica do Glifosato no Fígado e no Sistema Reprodutor de Poecilia vivipara Como Modelo Experimental de Biomonitoramento
Descrição: A crescente produção agrícola e a diversificação desta produção foram os principais fatores que levaram os produtores brasileiros e mundiais a adotarem agroquímicos nas culturas de pequenos, médios e grandes produtores no controle de pragas agrícolas que possam afetar a produção e consequentemente o custo na produção de alimentos, a preocupação sobre impactos na saúde pública e no meio ambiente não é restrita ao Brasil, mas de toda comunidade mundial. As substâncias químicas usadas na formulação dos agroquímicos são tóxicas e classificadas em classes distintas de acordo com as reações que possam provocar quando manipuladas. Contudo, a classificação toxicológica reflete basicamente a toxicidade aguda e não indica os riscos de doenças de evolução prolongada como, por exemplo, câncer, neuropatias, hepatopatias, problemas respiratórios crônicos, entre outros. De maneira que todos os seres vivos expostos aguda ou cronicamente a esses agentes, entre eles, o que é mais frequentemente usado, nas lavouras, o Roundup, desenvolvem reações adversas. Por isso, deve-se compreender que apesar dos avanços técnico-científicos, as avaliações toxicológicas e ambientais que implicam em diversos garus de incertezas e insuficiência de informações, não permitem uma análise de risco perfeitamente conclusiva. Nesse sentido, o estudo das alterações moleculares e celulares em Poecilia vivipara e P. reticulata expostos a glifosato em doses/tempo agudo, será realizado por meio de análises de toxigenômicas, toxiproteômicas e histopatológicas associadas com as análises citoquímicas e imunocitoquímicas. Ressalte-se de forma inovadora a preocupação com o estudo do efeito a longo prazo, isto é, o efeito crônico do glifosato nos órgãos alvos (fígado, brânquias e reprodutor), que seguem até a F2 de animais sujeito à ação do agente químicos, estimando as possíveis consequências deletérias no sistema reprodutor dos animais, assim como na embriogênese. Estas análises visam avaliar como os potenciais .....
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2012
Paracoccidioides brasiliensis: vias metabólicas fungo-específica para o desenho racional de antifúngicos
Descrição: Paracoccidioides brasiliensis: vias metabólicas fungo-específica para o desenho racional de antifúngicos.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2003 - 2012
Efeitos de plantas do cerrado no crescimento, dimorfismo e expressão gênica do fungo P. brasiliensis
Descrição: Efeitos de plantas do cerrado no crescimento, dimorfismo e expressão gênica do fungo P. brasiliensis.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2002 - 2012
Paracoccidioidomicose: moléculas ausentes em humanos como alvos para novas drogas
Descrição: Paracoccidioidomicose: moléculas ausentes em humanos como alvos para npvas drogas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2002 - 2012
Paracoccidioidomicose: moléculas ausentes em humanos como alvos para novas drogas
Descrição: Paracoccidioidomicose: moléculas ausentes em humanos como alvos para npvas drogas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de desenvolvimento


2009 - Atual
Estratégias Genômicas e Proteômicas na elucidação do perfil transcricional de Paracoccidioides brasiliensis em resposta à itraconazol, anfotericina B e sulfametoxazol
Descrição: Os poucos agentes antifúngicos disponíveis apresentam limitações em relação à eficácia e toxicidade. A necessidade por estratégias alternativas no tratamento de infecções fúngicas tem aumentado com o surgimento de novos patógenos fúngicos e o desenvolvimento de resistência a antifúngicos. Desta forma, novas abordagens para identificar alvos para drogas antifúngicas únicos são necessárias. Em adição, um maior entendimento do mecanismo de ação de agentes antifúngicos disponíveis auxiliaria nesse esforço. Um dos caminhos pelos quais as células se ajustam a mudanças ambientais é através da alteração do padrão de expressão de genes. Assim, a medida de mudanças no padrão de expressão de genes sob exposição a drogas pode ajudar a determinar como as drogas e candidatos a drogas trabalham em células e organismos. Nesse sentido, alterações no perfil de expressão de genes de fungos têm sido estudadas. Entretanto, estudos comparativos têm demonstrado a importância da realização desses estudos em outros fungos de relevância. A alta prevalência de infecções por P. brasiliensis e o conhecimento dos genes obtidos através dos genomas estruturais e funcionais já realizados, elegem P. brasiliensis como um bom modelo para estudos..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
2007 - Atual
Aplicação de tecnologias genômicas no melhoramento do feijoeiro comum visando a identificação de genes candidatos e mapeamento de locos associados ao estresse hídrico e à murcha de Curtobacterium
Descrição: A agricultura mundial tem como grandes desafios no atual milênio transpor as barreiras decorrentes das projeções futuras de grandes mudanças climáticas, como o aquecimento global, a redução gradual da disponibilidade de água, o crescimento populacional e a degradação ambiental. Frente a esses grandes desafios, ênfase crescente tem sido dada à integração de tecnologias genômicas aos programas de elhoramento genético, visando auxiliar no desenvolvimento de novas variedades com maior potencial produtivo e estabilidade de produção em condições ambientais adversas. O feijoeiro comum destaca-se como uma cultura de grande valor nutricional, e como alimento acessível às populações de baixa renda. Além disto, a cultura possui uma cadeia produtiva que provê o sustento de milhares de famílias de pequenos agricultores que, em conjunto, contribuem para o fortalecimento do agronegócio nacional. Em condições de seca, o cultivo do feijoeiro comum sofre severa queda de produtividade, além de se tornar altamente vulnerável ao ataque de doenças, principalmente à murcha de Curtobacterium. Esse projeto tem como objetivo central integrar estratégias avançadas de tecnologia genômica ao melhoramento genético clássico do feijoeiro comum por meio do mapeamento genético de QTLs de tolerância à seca e resistência à murcha de Curtobacterium, possibilitando gerar e ampliar os conhecimento dos mecanismos genéticos envolvidos na expressão dessas características. A metodologia proposta prevê: 1) a criação de um banco de seqüências gênicas e a identificação de genes-candidatos envolvidos na resposta ao estresse hídrico; 2) o desenvolvimento, condução e mapeamento de populações segregantes visando a identificação de QTLs de componentes de produtividade em feijão comum em condições de déficit hídrico; e 3) a caracterização da patogenicidade e variabilidade genética do patógeno causador da murcha e avaliação da interação patógeno-hospedeiro, em paralelo ao mapeamento de regiões genômicas envolvid.
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Patricia Fernanda Zambuzzi Carvalho - Integrante / Pereira, Maristela - Integrante / Rosana Pereira Vianello Brondani - Coordenador.Financiador(es): Fundação Arthur Bernardes - Auxílio financeiro.
2006 - 2009
Changes in Paracoccidioides brasiliensis gene expression induced by oenothein B, a potential antifungal agent from the Brazilian cerrado plant Eugenia uniflora
Descrição: Paracoccidioides brasiliensis is the causative agent of paracoccidioidomycosis (PCM), a human systemic, chronic and progressive mycosis. Treatment is lengthy, the drugs may have undesirable side effects, and some are costly. Occasional resistant strains have been reported. Therefore, the search for more selective and efficient antifungals to treat this and others mycosis continues. The diverse range of biosynthetic pathways in plants has provided an array of lead structures that have been used in drug development. Actually, it has been suggested the multidisciplinary approach of ethnobotanical research for developing bioactive compounds. We have compared the transcriptome of P. brasiliensis with human database searching for fungus-specific genes. Our aim is search natural-products inhibitors of those genes/enzymes. We have isolated oenothein B, a macrocyclic dimeric ellagitannin compound from E. uniflora by bioassays. To investigate the action of oenothein B on P. brasiliensis transcripts accumulation, we analysed P. brasiliensis specific-targets genes. Oenothein B was able to inhibit the accumulation of 1,3-b-glucan synthase (Pbfks1) transcripts in P. brasiliensis selectively, and produced alterations on the morphology of the yeast cells, producing hallmark effects in cellular shape, which is consistent with cell wall defects. Our data indicate that oenotein B could be a good candidate to antifungal agent. Here, in the second IFS project, we are proposing a strategy to elucidate the mechanism of action of the oenothein B. By using Application of Representational Difference (RDA) technique, ESTs sequencing, Bioinformatics Programs, Semi-quantitative RT-PCR and Northern blot, we will know which genes could be regulated in the presence of oenothein B. This study will facilitate the design and synthesis of related compounds with enhanced pharmacological profiles...
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Patricia Fernanda Zambuzzi Carvalho - Integrante / Maristela Pereira - Coordenador / Aline Helena Souza Cruz - Integrante / Rogério Bento Fiúza - Integrante / Benedito R. S. Neto - Integrante / Lorena Gonçalves Pires - Integrante.Financiador(es): International Foundation for Science - Auxílio financeiro.
2006 - 2008
Perfis de expressão gênica em Paracoccidioides brasiliensis: Alterações induzidas por oenoteina B, um potencial agente antifúngico obtido da planta Eugenia uniflora proveniente do Cerrado Brasileiro
Descrição: O Cerrado, segunda maior fonte de biodiversidade Brasileira, é uma das regiões mais mal tratadas do planeta, sendo substituída por grãos e pastagens. Muitas plantas do Cerrado são usadas na medicina natural para o tratamento de doenças tropicais. Eugenia uniflora é uma planta Mirtaceae original do Brasil a qual é amplamente distribuída nas regiões tropical e subtropical. Esta planta é bem conhecida na medicina do Cerrado Brasileiro e tem sido usada na medicina popular no tratamento de diversas doenças, inclusive como antifúngico. A Paracoccidioidomicose, causada pelo fungo Paracoccidioides brasiliensis, é a oitava causa de mortalidade entre as doenças infecciosas e parasitárias, apresentando a maior taxa de morte entre as micoses sistêmicas. A doença afeta principalmente trabalhadores rurais; o trabalho agrícola é a atividade mais importante nos Estados de Goiás, Mato Grosso, e Mato Grosso do Sul, na região do Cerrado, onde o número de casos tem aumentado. O prolongado tempo de administração e o custo dos medicamentos causam a freqüente desistência do tratamento. Em adição, a alta toxicidade das drogas, e o aparecimento de isolados resistentes tem complicado o tratamento de pacientes e imposto a necessidade pela pesquisa e desenvolvimento de novas abordagens terapêuticas. Plantas superiores produzem centenas de compostos químicos com diferentes atividades biológicas. É esperado que esses compostos possam influenciar outras moléculas-alvo que não aquelas correntemente usadas pelos antibióticos, bem como serem ativas contra patógenos resistentes a drogas. Nós temos trabalhado no sentido de identificar alvos específicos de P. brasiliensis com o objetivo de pesquisar inibidores para esses alvos em plantas do Cerrado através de bio-ensaios. Desde que esses alvos não existem em células de mamíferos, os compostos inibidores são considerados potenciais drogas antifúngicas sem toxicidade para humanos. Nesse sentido, 1,3-β-glucana sintase (Pbfks1), quitinase (Pbcts1) e..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Patricia Fernanda Zambuzzi Carvalho - Integrante / Maristela Pereira - Coordenador / Aline Helena Souza Cruz - Integrante / Rogério Bento Fiúza - Integrante / Benedito R. S. Neto - Integrante / Lorena Gonçalves Pires - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.


Outros Projetos


2010 - Atual
Ação Antifúngica do Bioproduto Argentilactona e Derivados Sintéticos: Quimioproteômica no Estudo do Mecanismo de Ação, Inibição de Isocitrato Liase, Abordagens in vitro, in vivo e ex vivo
Descrição: Os poucos agentes antifúngicos disponíveis apresentam limitações em relação à eficácia e toxicidade. A necessidade por estratégias alternativas no tratamento de infecções fúngicas tem aumentado com o surgimento de novos patógenos fúngicos e o desenvolvimento de resistência a antifúngicos. Nesse sentido, nosso grupo tem investido esforços na identificação e caracterização de novos alvos para drogas antifúngicas em Paracoccidioides brasiliensis, bem como na busca de novos compostos antifúngicos obtidos de fontes naturais ou através de síntese química. Entre os compostos sob investigação está oenoteína B, obtido a partir de bioensaio utilizando frações da planta Eugenia uniflora, a qual apresenta efeito antiproliferativo em P. brasiliensis. Oenoteína B inibe a expressão do transcrito de 1,3-beta-glicana sintase (PbFKS1), e induz alterações morfológicas no fungo. Outro composto, argentilactona, obtido a partir da planta Hyptis ovalifolia, inibiu a atividade da enzima isocitrato liase de P. brasiliensis (PbICL) nativa e recombinante. PbICL, enzima chave do ciclo do glioxilato, presente em fungos e ausente em humanos, é induzida em P. brasiliensis durante o processo infectivo e durante transição de micélio para levedura. Argentilactona também inibiu a transição de micélio para a fase de levedura, processo necessário para o estabelecimento da infecção. Outros estudos estão sendo realizados visando investigar em qual região de PbICL a argentilactona se liga, bem como o mecanismo de inibição da enzima. Entre os compostos promissores está tiossemicarbazida derivada do canfeno, a qual inibiu consideravelmente o crescimento de P. brasiliensis (IC50=39,6 µM). A inibição obtida na presença de tiossemicarbazida foi maior que na presença dos antifúngicos anfotericina B, itraconazol e sulfametoxazol quando avaliados para diferente isolados de P. brasiliensis. Os agentes antifúngicos exercem sua atividade através de uma variedade de mecanismos, alguns dos quais são pouco entendido.
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Bioquímica dos Microorganismos.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Enzimologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende PoucoLê Pouco.


Prêmios e títulos


2001
Aprovado em 2 lugar no Processo de Seleção para Ingresso no curso de Aprimoramento em Toxicologia Analítica, pela Universidade de Campinas (UNICAMP), Universidade de Campinas - UNICAMP.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.2015ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.; FERNANDES, A. G. ; VALADARES, M. C. ; TAVARES, P. D. M. ; NOSANCHUK, J. D. ; DE ALMEIDA SOARES, C. M. ; PEREIRA, M. . Transcriptional profile of the human pathogenic fungus Paracoccidioides lutzii in response to sulfamethoxazole. Medical Mycology (Oxford. Print), v. 53, p. 1-16, 2015.

2.
NETO, BENEDITO RODRIGUES DA SILVA2014NETO, BENEDITO RODRIGUES DA SILVA ; CARVALHO, PATRÍCIA FERNANDA ; BAILÃO, ALEXANDRE ; MARTINS, WELLINGTON ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Transcriptional profile of Paracoccidioides spp. in response to itraconazole. BMC Genomics, v. 15, p. 254, 2014.

3.
ZAMBUZZI-CARVALHO, PATRÍCIA2013ZAMBUZZI-CARVALHO, PATRÍCIA; TOMAZETT, PATRÍCIA ; SANTOS, SUZANA ; FERRI, PEDRO ; BORGES, CLAYTON ; MARTINS, WELLINGTON ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Transcriptional profile of Paracoccidioides induced by oenothein B, a potential antifungal agent from the Brazilian Cerrado plant Eugenia uniflora. BMC Microbiology (Online), v. 13, p. 227, 2013.

4.
MÜLLER, BÁRBARA SALOMÃO DE FARIA2013MÜLLER, BÁRBARA SALOMÃO DE FARIA ; SAKAMOTO, TETSU ; SILVEIRA, RICARDO DIÓGENES DIAS ; ZAMBUSSI-CARVALHO, PATRICIA FERNANDA ; PEREIRA, MARISTELA ; PAPPAS, GEORGIOS JOANIS ; CARMO COSTA, MARCOS MOTA ; GUIMARÃES, CLEBER MORAES ; PEREIRA, WENDELL JACINTO ; BRONDANI, CLAUDIO ; VIANELLO-BRONDANI, ROSANA PEREIRA . Differentially Expressed Genes during Flowering and Grain Filling in Common Bean (Phaseolus vulgaris) Grown under Drought Stress Conditions. Plant Molecular Biology Reporter, v. 31, p. 10/53-1191, 2013.

5.
Brock, Matthias2011Brock, Matthias ; Góes, Alfredo M. ; Santos-Silva, Ludier K. ; de Almeida Soares, Célia M. ; Maristela Pereira ; Troian, Rogério F. ; Zambuzzi-Carvalho, Patrícia F. ; da Silva Cruz, Aline H. . Phosphorylation is the major mechanism regulating isocitrate lyase activity in Paracoccidioides brasiliensis yeast cells. The FEBS Journal (Print), v. 278, p. 2318-2332, 2011.

6.
ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.2009 ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.; CRUZ, A. H. S. ; Santos-Silva, Ludier Kesser ; Goes, Alfredo Miranda ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . The malate synthase of Paracoccidioides brasiliensis Pb01 is required in the glyoxylate cycle and in the allantoin degradation pathway. Medical Mycology (Oxford. Print), v. 47, p. 734-744, 2009.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
ZAMBUZZI, P. F.; REZENDE, R. V. ; SANTOS, SUZANA ; FERRI, PEDRO ; TOMAZETT, PATRÍCIA ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Análise de transcritos de Paracoccidioides brasiliensis após exposição á Oenoteína B. In: VI Congresso de Pesquisa Ensino e Extensão, 2009, Goiânia - GO. VI Congresso de Pesquisa Ensino e Extensão, 2009.

2.
ZAMBUZZI, P. F.; BONFIM, S. M. R. C. ; CRUZ, A. H. S. ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Malato sintase do fungo Pracoccidioides brasiliensis: clonagem, caracterização e analise de expressão em diferentes fontes de carbono. In: II Conpeex UFG, 2005, Goiânia - GO. II Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFG, 2005.

3.
ZAMBUZZI, P. F.; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Clonagem, caracterização do cDNA codificante para malato sintase do fungo patogênico humano Paracoccidioides brasiliensis e produção heteróloga da proteína recombinante. In: I Conpeex UFG, 2004, Goiania. I Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão, 2004.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
CASTRO, S. V. C. ; ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F. ; PIRES, L. B. ; OLIVEIRA, C. M. A. ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Proteomic and transcriptional profile of Paracoccidoidides brasiliensis Pb01 isolate in response to natural compound thiosemicarbazide. In: 18th Congress of the International Society for Human and Animal Mycology, 2012, Berlim. Abstracts of the 18th Congress of the International Society for Human and Animal Mycology. Berlin, 2012. v. 55. p. 1-355.

2.
Zambuzzi-Carvalho, Patricia Fernanda; REZENDE, R. V. ; BORGES, CLAYTON ; PRADO, R. S. ; FERRI, PEDRO ; SANTOS, SUZANA ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Transcriptional analysis of Paracoccidioides brasiliensis after exposition to oenothein B. In: 2nd ASM Conference on Dimorphic Fungal Pathogens, 2010, Miami. 2nd ASM Conference on Dimorphic Fungal Pathogens, 2010.

3.
Zambuzzi-Carvalho, Patricia Fernanda; NETO, B. R. S. ; FERNANDES, A. M. ; PRADO, R. S. ; CASTRO, S. V. C. ; BORGES, CLAYTON ; FERRI, PEDRO ; SANTOS, SUZANA ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Mechanism of action of oenothein B in the fungus Paracoccidioides brasiliensis. In: 27a Reunião de Genética de Microrganismos, 2010, Guarujá - SP. 27a Reunião de Genética de Microrganismos, 2010.

4.
CASTRO, S. V. C. ; PRADO, R. S. ; NETO, B. R. S. ; FERNANDES, A. M. ; OLIVEIRA, C. M. A. ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; VERDE-BASTOS, J. ; ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F. ; PEREIRA, MARISTELA . Avaliação da atividade antifúngica de compostos sintéticos psoralênicos em Paracoccidoides brasiliensis. In: XXVII Reunião de Genética de Microrganismos, 2010, Guarujá. Anais da 27 Reunião de Genética de Microrganismos, 2010.

5.
ZAMBUZZI, P. F.; PRADO, R. S. ; REZENDE, R. V. ; BORGES, CLAYTON ; FERRI, PEDRO ; SANTOS, SUZANA ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Transcriptional analysis of Paracoccidioides brasiliensis after exposition to oenothein B. In: 25 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2009, Porto de Galinhas - PE. 25 congresso de microbiologia, 2009.

6.
ZAMBUZZI, P. F.; TOMAZETT, PATRÍCIA ; REZENDE, R. V. ; BORGES, CLAYTON ; FERRI, PEDRO ; SANTOS, SUZANA ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; Maristela Pereira . Transcriptional analysis of Paracoccidioides brasiliensis after exposition to oenothein B. In: VII Seminário de Patologia Tropical e Saúde Pública, 2009, Goiania - GO. Revista de Patologia Tropical (Impresso). Goiania: IPTSP, 2009. v. 38. p. 27-27.

7.
ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.; REZENDE, R. V. ; BORGES, CLAYTON ; TOMAZETT, PATRÍCIA ; FERRI, PEDRO ; SANTOS, SUZANA ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Estudo do mecanismo de ação de oenoteína B, proveniente de Eugenia uniflora, sobre Paracoccidioides brasiliensis. In: 26 Reunião de Genética de Microrganismos, 2008, Salvador - BA - Brasil. 26 Reunião de Genética de Microrganismos, 2008.

8.
ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.; REZENDE, R. V. ; VALE, M. A. A. B. ; FIÚZA, R. B. ; MARTINS, WELLINGTON ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . A utilização da bioinformática na análise do perfil transcricional de Paracoccidioides brasiliensis induzido pela oenoteína B, um potencial agente antifúngico obtido da planta do cerrado Eugenia uniflora. In: VI Simpósio Regional de Biomedicina e III Workshop de Genética, 2008, Goiânia - GO. VI Simpósio Regional de Biomedicina e III Workshop de Genética, 2008.

9.
FERNANDES, M. R. A. ; ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F. ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Clonagem, Caracterização, Expressão heteróloga e relações filogenéticas da urease do fungo patogênico humano Paracoccidioides brasiliensis. In: 26 Reunião de Genética de Microrganismos, 2008, Salvador - BA - Brasil. 26 Reunião de Genética de Microrganismos, 2008.

10.
ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.; REZENDE, R. V. ; BORGES, CLAYTON ; FERRI, PEDRO ; SANTOS, SUZANA ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Trancriptional profile of Paracoccidioides brasiliensis induced by Oenothein B, an antifungal agent from Brazilian Savannah plant Eugenia uniflora. In: X International Congress on Paracoccidiomycosis, 2008, Medellin - Colombia. Trancriptional profile of Paracoccidioides brasiliensis induced by Oenothein B, an antifungal agent from Brazilian Savannah plant Eugenia uniflora, 2008.

11.
ZAMBUZZI, P. F.; BONFIM, S. M. R. C. ; CRUZ, A. H. S. ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Malate synthase of the fungus Paracoccidioides brasiliensis: cloning, characterization and expression analysis in different carbon sources. In: IX International Meeting on Paracoccidioidomycosis, 2005, Águas de Lindóia - SP. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2005. v. 47. p. 53-53.

Apresentações de Trabalho
1.
CASTRO, S. V. C. ; ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F. ; PIRES, L. B. ; OLIVEIRA, C. M. A. ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA ; BAILAO, A. M. . Proteomic and transcriptional profile of Paracoccidioides brasiliensis Pb01 isolate in response to natural compound thiosemicarbazide. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.. A Era Pós Genômica na Saúde. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.; BORGES, CLAYTON ; FERRI, PEDRO ; SANTOS, SUZANA ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Transcriptional response of Paracoccidioides brasiliensis during exposition to oenothein B. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
DA SILVA NETO, B. R. ; ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F. ; SANTANA, N. S. P. ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Transcriptional analysis of Paracoccidioides brasiliensis after exposition to itraconazole. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
Zambuzzi-Carvalho, Patricia Fernanda; REZENDE, R. V. ; BORGES, CLAYTON ; PRADO, R. S. ; FERRI, PEDRO ; SANTOS, SUZANA ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; Maristela Pereira ; PEREIRA, MARISTELA . Trancriptional analysis of Paracoccidioides brasiliensis after exposition to oenothein B. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
Zambuzzi-Carvalho, Patricia Fernanda; NETO, B. R. S. ; FERNANDES, A. M. ; PRADO, R. S. ; CASTRO, S. V. C. ; BORGES, CLAYTON ; FERRI, PEDRO ; SANTOS, SUZANA ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Mechanism of action of oenothein B in the fungus Paracoccidioides brasiliensis. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
ZAMBUZZI, P. F.; TOMAZETT, PATRÍCIA ; BORGES, CLAYTON ; REZENDE, R. V. ; FERRI, PEDRO ; SANTOS, SUZANA ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Análise de transcritos de Paracoccidioides brasiliensis após exposição á Oenoteína B. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
PRADO, R. S. ; CASTRO, S. V. C. ; ZAMBUZZI, P. F. ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Capacidade inibitória da argentilactona e seus análogos sobre o fungo patogênico humano Paracoccidioides brasiliensis. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
ZAMBUZZI, P. F.; PRADO, R. S. ; REZENDE, R. V. ; BORGES, CLAYTON ; FERRI, PEDRO ; SANTOS, SUZANA ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Transcriptional analysis of Paracoccidioides brasiliensis after exposition to oenothein B. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
ZAMBUZZI, P. F.; TOMAZETT, PATRÍCIA ; REZENDE, R. V. ; BORGES, CLAYTON ; FERRI, PEDRO ; SANTOS, SUZANA ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Transcriptional analysis of Paracoccidioides brasiliensis after exposition to oenothein B. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

11.
ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.; REZENDE, R. V. ; BORGES, CLAYTON ; TOMAZETT, PATRÍCIA ; FERRI, PEDRO ; SANTOS, SUZANA ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Estudo do mecanismo de ação de oenoteína B, proveniente de Eugenia uniflora, sobre Paracoccidioides brasiliensis. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
FERNANDES, M. R. A. ; ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F. ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Clonagem, Caracterização, Expressão heteróloga e relações filogenéticas da urease do fungo patogênico humano Paracoccidioides brasiliensis. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.; REZENDE, R. V. ; VALE, M. A. A. B. ; LAGARE, D. Q. ; MARTINS, WELLINGTON ; FIÚZA, R. B. ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . A utilização da bioinformática na análise do perfil transcricional de Paracoccidioides brasiliensis induzido pela oenoteína B, um potencial agente antifúngico obtido da planta do cerrado Eugenia uniflora. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

14.
ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.; REZENDE, R. V. ; BORGES, CLAYTON ; FERRI, PEDRO ; SANTOS, SUZANA ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . Trancriptional profile of Paracoccidioides brasiliensis induced by Oenothein B, an antifungal agent from Brazilian Savannah plant Eugenia uniflora. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
ZAMBUZZI, P. F.; CRUZ, A. H. S. ; SANTOS, L. K. S. ; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA ; PEREIRA, MARISTELA . A metabolic pathway in Paracoccidioides brasiliensis as target to antifungal searching. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
ZAMBUZZI, P. F.. Estágio Extra-Curricular no Laboratório de Biologia Molecular (LBM) - UFG. 2003.

2.
ZAMBUZZI, P. F.. Estágio Curricular pela Disciplina de Estágio Supervisionado em Farmácia. 2000.

3.
ZAMBUZZI, P. F.. Estágio Extra-Curricular na Farmácia de Manipulação Santa Tereza. 2000.

4.
ZAMBUZZI, P. F.. Estágio Extra-Curricular no Laboratório de Análises Clínicas LAS. 1999.


Demais tipos de produção técnica
1.
Zambuzzi-Carvalho, Patricia Fernanda; SALEM-IZACC, S. M. . Introdução à Análise Funcional de Genomas. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
PEREIRA, MARISTELA; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA; PARENTE, J. A.; BORGES, CLAYTON; ZAMBUZZI, P. F.. Participação em banca de Symone Vitoriano da Conceição Castro. Anpalise do perfil transcricional de Paracoccidioides brasiliensis em presença de tiossemicarbazida. 2012. Dissertação (Mestrado em CIÊNCIAS BIOLÓGICAS) - Universidade Federal de Goiás.

2.
PEREIRA, MARISTELA; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA; BORGES, CLAYTON; Tauhata, S.B.F.; ZAMBUZZI, P. F.. Participação em banca de Amanda Gregorim Fernandes. Perfil Transcricional do fungo patogênico humano Paracoccidioides brasiliensis em resposta à sulfamethoxazol. 2011. Dissertação (Mestrado em CIÊNCIAS BIOLÓGICAS) - Universidade Federal de Goiás.

3.
PEREIRA, MARISTELA; DE ALMEIDA SOARES, CÉLIA; PARENTE, J. A.; ZAMBUZZI, P. F.; BORGES, CLAYTON. Participação em banca de Symone Vitoriano da Conceição Castro. Analise do perfil transcricional de Paracoccidioides brasiliensis em presença de tiossemicarbazida. 2011. Dissertação (Mestrado em CIÊNCIAS BIOLÓGICAS) - Universidade Federal de Goiás.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
Castro, S.V.C; PEREIRA, MARISTELA; Zambuzzi-Carvalho, Patrícia F.. Participação em banca de Nayche Santiago Pacheco de Santana.Confirmação da Alteração de Expressão Gênica de Paracoccidioides em Exposição à Itraconazol. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Goiás.

2.
Zambuzzi-Carvalho, Patrícia Fernanda; Castro, S.V.C; Maristela Pereira. Participação em banca de Joyce Villa Verde Bastos.Análise proteômica do fungo Paracoccidioides na presença do candidato a antifúngico argentilactona. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Goiás.

3.
ZAMBUZZI, P. F.. Participação em banca de Bárbara Muller.Análise de genes diferencialmente expressos em feijoeiro comum Phaseolus vulgaris, L.; Fabaceae), sob condições de déficit hídrico. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Federal de Goiás.

4.
FERNANDES, A. M.; ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.; PEREIRA, MARISTELA. Participação em banca de Amanda Gregorim Fernandes.Alterações na expressão gênica de Paracoccidioides brasiliensis induzida por oenoteína B, um potencial agente antifúngico da planta do Cerrado brasileiro Eugenia uniflora. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Estadual de Goiás.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
Tauhata, S.B.F.; Charneau, S. O.; BORGES, CLAYTON; Silva, R. A.; PEREIRA, MARISTELA; PARENTE, J. A.; BAILAO, A. M.; ZAMBUZZI, P. F.; NETO, B. R. S.. Avaliação da inibição de argentilactona sobre isocitrato liase, padronização do métodp de micro-ensaio para as enzimas do ciclo do glioxalato e perfi l proteômico após exposição à argentilactonal. 2014. Universidade Federal de Goiás.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PCM 2011 - International Meeeting on Paracoccidioidomycosis. Certificate of attendance. 2011. (Congresso).

2.
2 Congresso Regional de Genética. http://www.classeeventos.com.br/CGCO2010/programacao.html. 2010. (Congresso).

3.
VI Congresso de Pesquisa ensino e extensão. Análise de transcritos de Paracoccidioides brasiliensis após exposição á Oenoteína B. 2009. (Congresso).

4.
VII Seminário de Patologia Tropical e Saúde Pública.Transcriptional analysis of Paracoccidioides brasiliensis after exposition to oenothein B. 2009. (Seminário).

5.
26 Reunião de Genética de Microrganismos.Estudo do mecanismo de ação de oenoteína B, proveniente de Eugenia uniflora, sobre Paracoccidioides brasiliensis. 2008. (Encontro).

6.
1 Seminario de Biotecnologia. 2006. (Seminário).

7.
IV Congresso Brasileiro de Medicamentos Genéricos. IV Congresso Brasileiro de Medicamentos Genéricos. 2003. (Congresso).

8.
III Congresso Brasileiro de Medicamentos Genéricos. 2002. (Congresso).

9.
Curso de Educação Continuada: Farmacoterapia Integrada na Dispensação de Medicamentos.Farmacoterapia Integrada na Dispensação de Medicamentos. 2001. (Outra).

10.
Seminário BD (Becton, Dickinson and Company) de atualização em técnicas de injeção. 2001. (Seminário).

11.
II Jornada Farmacêutica da USC.II Jornada Farmaêutica. 2000. (Encontro).

12.
I Jornada de Farmácia e Bioquímica. 2000. (Encontro).

13.
Curso de Imunodiagnóstico e Acompanhamento Sorológico das Micoses.Imunudiagnóstico e Acompanhamento Sorológico das Micoses. 1999. (Outra).

14.
Técnicas de Coleta de Sangue.Técnicas de Coleta de Sangue. 1999. (Outra).

15.
I Jornada Farmacêutica da USC.I Jornada Famacêutica da USC. 1998. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.. Congresso Nacional Multidisciplinar da Saude. 2016. (Congresso).



Educação e Popularização de C & T



Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ZAMBUZZI-CARVALHO, P. F.. Congresso Nacional Multidisciplinar da Saude. 2016. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/12/2018 às 10:37:22