Arlene Martinez Ricoldi

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1121005283262069
  • Última atualização do currículo em 13/02/2019


Doutora em sociologia pela Universidade de São Paulo. Professora adjunta da Universidade Federal do ABC, na qual também é coordenadora do Programa de Pós Graduação em Ciências Humanas e Sociais e integrante do Comitê de Ética em Pesquisa. Está vinculada aos Bacharelados em Ciências e Humanidades e Políticas Públicas. Temáticas de interesse: gênero, direitos humanos, feminismos e movimentos de mulheres, trabalho das mulheres, articulação trabalho e família. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Arlene Martinez Ricoldi
Nome em citações bibliográficas
RICOLDI, A. M.;RICOLDI, ARLENE MARTINEZ

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do ABC, Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas.
Alameda da Universidade (UFABC)
Anchieta
09606045 - São Bernardo do Campo, SP - Brasil
Telefone: (11) 23206377


Formação acadêmica/titulação


2007 - 2011
Doutorado em Sociologia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Paraíba mulher macho: gênero, cultura e política na educação jurídica popular em João Pessoa-PB, Ano de obtenção: 2011.
Orientador: Eva Alterman Blay.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Movimento Social; Mulheres; Feminismo; Direitos Humanos; Educação Jurídica Popular.
2003 - 2005
Mestrado em Sociologia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Gênero e Cidadania : A experiência das Promotoras Legais Populares em São Paulo,Ano de Obtenção: 2006.
Orientador: Eva Alterman Blay.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Gênero; Mulher; Cidadania; Movimento Social; Feminismo.
Grande área: Ciências Humanas
1995 - 2001
Graduação.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.




Formação Complementar


2013 - 2013
Relações de Gênero e Trabalho. (Carga horária: 15h).
Fundação Carlos Chagas, FCC, Brasil.
2012 - 2012
Avaliação de Políticas e Programas Educacionais. (Carga horária: 40h).
Fundação Carlos Chagas, FCC, Brasil.
2012 - 2012
SPSS. (Carga horária: 20h).
Centro de Estudos das Negociações Internacionais Ltda, CAENI, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em Metodologias de Avaliação de Políticas Públicas. (Carga horária: 45h).
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
2007 - 2007
Metodologia de pesquisa e teoria social feminista. (Carga horária: 6h).
Sociedade Brasileira de Sociologia, SBS, Brasil.
2005 - 2005
Metodologias Informacionais - Introdução ao NVIVO. (Carga horária: 6h).
Sociedade Brasileira de Sociologia, SBS, Brasil.
2004 - 2004
Direitos Humanos das Mulheres. (Carga horária: 88h).
Cidadania, Estudo, Pesquisa, Informação e Ação, CEPIA, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do ABC, UFABC, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor adjunto, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

03/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Fundação Universidade Federal do ABC, .

Cargo ou função
Membro Comitê de Ética em Pesquisa.
01/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Fundação Universidade Federal do ABC, Reitoria.

Cargo ou função
Comissão de Ética (Suplente).
12/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós Graduação em Ciências Humanas e Sociais, .

Cargo ou função
Membro colegiado (Titular).
12/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas, .

Cargo ou função
Membro Colegiado do Bacharelado de Políticas Públicas.
12/2016 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Fundação Universidade Federal do ABC, Pró-Reitoria de Graduação.

Cargo ou função
Comissão Disciplinar Discente (Suplente).
06/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas, .

06/2016 - Atual
Ensino, Ciências e Humanidades, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Identidade e Cultura
Práticas em Ciências e Humanidades
02/2018 - 03/2018
Ensino, Direitos Humanos, Diversidade e Violência, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Desigualdades e Interseccionalidades: Gênero, Raça e Pobreza

Fundação Carlos Chagas, FCC, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2016
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Pesquisadora, Carga horária: 30

Vínculo institucional

2004 - 2010
Vínculo: Assistente de pesquisa, Enquadramento Funcional: Não há


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


União de Mulheres do Município de São Paulo, UMSP, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Coordenadora, Carga horária: 5

Atividades

05/2003 - 09/2003
Outras atividades técnico-científicas .

Atividade realizada
Coordenação do Curso de Capacitação de Promotoras Legais Populares de Ribeirão Pires.

Escola do Futuro, EF, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisadora, Carga horária: 20
Outras informações
Realização do estudo ?Gênero e Informação ? Como as mulheres se relacionam com a tecnologia disponível nos infocentros do Programa Acessa São Paulo?, sobre o programa de inclusão digital do governo do Estado de São Paulo


Editora Abril S/A, ABRIL, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2001
Vínculo: Autônomo, Enquadramento Funcional: Pesquisadora, Carga horária: 35

Atividades

03/2000 - 12/2001
Serviços técnicos especializados , DEDOC - Departamento de Documentação, .

Serviço realizado
Revisão e indexação de material jornalístico.

Folha de S.Paulo, FOLHA, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1997
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 40

Atividades

01/1996 - 07/1997
Estágios , Banco de Dados de São Paulo, .

Estágio realizado
Reordenação e manutenção do arquivo de recortes jornalísticos..

Red educacion popular entre mujeres en américa lat, REPEM, Uruguai.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Freelancer, Enquadramento Funcional: Autônomo, Carga horária: 0
Outras informações
Realização de entrevistas com membros-chave da administração municipal de São Paulo (prefeita, Secretário de Emprego e Renda e Coordenadora da Mulher), como parte de estudo do programa ?Emprego e Cidadania Ativa para as Mulheres?, parte do Programa Urb-Al de Cooperação entre União Européia e América Latina.



Linhas de pesquisa


1.
Relações Sociais de Gênero
2.
Direitos Humanos das Mulheres
3.
Movimentos de Mulheres/Feministas
4.
Articulação Família e Trabalho
5.
Ensino Superior, Gênero e Raça


Projetos de pesquisa


2014 - 2016
Nova organização produtiva e social da agricultura familiar brasileira ? uma necessidade
Descrição: Este estudo investiga o acesso e a ausência de documentação civil, trabalhista, previdenciária e fiscal nas áreas de abrangência dos Territórios da Cidadania, por parte das mulheres rurais no Brasil. Esse estudo incluirá: 1) Análise do banco de dados de execução (atendimento) do PNDTR/Programa Nacional de Documentação da Trabalhadora Rural, no período 2004-2013, bem como um histórico da criação, implementação e desenvolvimento do programa; 2) Levantamento exaustivo dos dados estatísticos oficiais disponíveis, para complementar a investigação da posse de documentação civil por parte das mulheres que habitam as regiões rurais; 3) Pesquisa de campo com mulheres rurais, mediante aplicação de questionários em 40 municípios pertencentes a 20 Territórios da Cidadania (dois por Território) das 5 regiões do país (4 na Região Norte, 6 na Nordeste, 4 na Centro-Oeste, 3 na Sudeste e 3 na Sul), a serem escolhidos segundo critérios do edital, em conjunto com a equipe gestora do projeto, a DPMRQ/Diretoria de Políticas para Mulheres Rurais e Quilombolas e NEAD/Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento do MDA/Ministério do Desenvolvimento Agrário; 4) Síntese dos achados da pesquisa e sugestões para aperfeiçoamento do PNDTR..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Arlene Martinez Ricoldi - Coordenador / Roberta Guimarães Peres - Integrante / Natacha Simei Leal - Integrante / Rocio Alonso Lorenzo - Integrante / Danielle Oliveira - Integrante.
Financiador(es): Food and Agricultural Organization of the United Nations - Outra.
2012 - 2015
Novos lugares da desigualdade? Caracterização do ensino superior sob a interface gênero eraça/cor na atualidade
Descrição: Este projeto pretende investigar, por meio da análise de dados estatísticos dos Censos Demográficos 2000 e 2010 (IBGE), as mudanças e permanências na configuração do alunado de ensino superior no Brasil, orientando-se por perspectivas de gênero, raça e região. Para completar esse quadro, também serão utilizados dados do Censo do Ensino Superior (INEP)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Arlene Martinez Ricoldi - Coordenador / Amélia Abreu Artes - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2011 - 2014
Mulheres e Gênero: Levantamento Bibliográfico 1988-2010
Descrição: Este projeto tem como objetivo realizar levantamento bibliográfico sobre a produção acadêmica (dissertações, teses e artigos científicos) sobre gênero nos últimos vinte anos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Arlene Martinez Ricoldi - Coordenador.
Financiador(es): Fundação Carlos Chagas - Auxílio financeiro.
2003 - 2004
Gênero e Informação ? Como as mulheres se relacionam com a tecnologia disponível nos infocentros do Programa Acessa São Paulo?, sobre o programa de inclusão digital do governo do Estado de São Paulo
Descrição: A pesquisa ?Gênero e Informação? objetiva traçar o perfil das mulheres freqüentadoras dos infocentros comunitários da cidade de São Paulo, retratando suas dificuldades, usos e a maneira como se relacionam com a tecnologia presente nos infocentros. Realizada como avaliação do Programa Acessa São Paulo, em parceria com a Escola do Futuro-USP, o estudo utilizou referencial teórico que problematiza os temas gênero e tecnologia. Utilizou-se diversas ferramentas metodológicas, como pesquisa de campo com observação participante, em infocentros da zona leste e sul da capital, análise sócio-econômica do entorno do infocentro, além de entrevistas com os monitores/as. De posse destes dados qualitativos, formulou-se pesquisa de aplicação on-line, via questionário, cujos dados foram analisados. Os resultados mostram que, embora as mulheres continuem a ter dificuldades em conseqüência das atribuições familiares tradicionais, não há uma diferença significativa de interesse em utilizar o computador. As dificuldades das mulheres parece ter motivações estruturais, isto é, relacionam-se com seus encargos familiares. Verificou-se que a diferença numérica entre homens e mulheres diminui a medida que a idade dos usuários/as aumenta, mostrando que as mulheres são impelidas à utilização cada vez mais massiva do microcomputador na vida cotidiana. Disto resulta uma apropriação tardia, e portanto mais frágil dos conhecimentos de informática por parte da parcela feminina. Medidas de incentivo tomadas em um dos infocentros comunitários (Vila Progresso) mostrou eficiência em aumentar a participação feminina, que poderiam ser estendidas a outros infocentros..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Arlene Martinez Ricoldi - Coordenador.


Revisor de periódico


2011 - Atual
Periódico: Revista Estudos Feministas (UFSC. Impresso)
2012 - Atual
Periódico: Revista Ártemis - Estudos de Gênero, Feminismo e Sexualidades
2013 - Atual
Periódico: Cadernos de Campo (UNESP)
2013 - Atual
Periódico: Universitas Humanistica
2012 - Atual
Periódico: Cadernos de Pesquisa (Fundação Carlos Chagas. Impresso)
2014 - Atual
Periódico: Cadernos Gestão Pública e Cidadania
2018 - Atual
Periódico: ESTUDOS DE SOCIOLOGIA (RECIFE)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia das Relações de Gênero.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
RICOLDI, ARLENE MARTINEZ2016RICOLDI, ARLENE MARTINEZ; ARTES, AMÉLIA . Mulheres no ensino superior brasileiro: espaço garantido e novos desafios. EX AEQUO (OEIRAS), v. s/v, p. 149, 2016.

2.
ARTES, AMÉLIA2015 ARTES, AMÉLIA ; RICOLDI, ARLENE MARTINEZ . Acesso de negros no ensino superior: o que mudou entre 2000 e 2010. CADERNOS DE PESQUISA (FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS. ONLINE), v. 45, p. 858-881, 2015.

3.
BRUSCHINI, Cristina2012 BRUSCHINI, Cristina ; RICOLDI, A. M. . Revendo Estereótipos : o papel dos homens no trabalho doméstico. ESTUDOS FEMINISTAS, v. 20, p. 259-287, 2012.

4.
RICOLDI, A. M.;RICOLDI, ARLENE MARTINEZ2012 RICOLDI, A. M.. Temas em Direitos Humanos de uma organização na Paraíba e o master frame de Direitos Humanos. Lua Nova (Impresso), v. 1, p. 123-154, 2012.

5.
BRUSCHINI, Cristina2009BRUSCHINI, Cristina ; RICOLDI, A. M. . Família e trabalho : difícil conciliação para mães trabalhadoras de baixa renda. Cadernos de Pesquisa (Fundação Carlos Chagas), v. 39, p. 93-123, 2009.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
RICOLDI, ARLENE MARTINEZ. Mulheres Rurais e documentação : um direito conquistado. 1. ed. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 2017. v. 1. 237p .

2.
ITABORAI, N. R. (Org.) ; RICOLDI, A. M. (Org.) . Até onde caminhou a revolução de gênero no Brasil. 1. ed. Belo Horizonte: Abep, 2016. 238p .

Capítulos de livros publicados
1.
RICOLDI, A. M.; LEMOS, Marilda de Oliveira . Políticas Públicas e violência contra mulheres ? apontamentos sobre provisão de serviços no cenário da região sudeste. In: ZIMERMAN, Artur. (Org.). VIOLÊNCIA DE GÊNERO. 1ed.Santo André: UFABC, 2017, v. 9, p. 66-120.

2.
RICOLDI, A. M.. Juntando os pontos ? Composição de um Mosaico sobre a Violência de Gênero contra Mulheres no Brasil. In: Artur Zimerman. (Org.). Violência de gênero. 1ed.Santo André: Edufabc, 2017, v. 9, p. 121-133.

3.
VASCONCELLOS, B. ; RICOLDI, ARLENE MARTINEZ . Cidadania, Gênero e Trabalho no Meio Rural. In: ARLENE MARTINEZ RICOLDI. (Org.). Mulheres Rurais e documentação : um direito conquistado. 1ed.São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 2017, v. , p. 11-38.

4.
RICOLDI, ARLENE MARTINEZ. Desenvolvimento Político e Administrativo do PNDTR. In: ARLENE MARTINEZ RICOLDI. (Org.). Mulheres Rurais e documentação : um direito conquistado. 1ed.São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 2017, v. , p. 107-125.

5.
RICOLDI, ARLENE MARTINEZ. A Pesquisa de Campo sobre Documentação de Mulheres Trabalhadoras Rurais : limites e possibilidades. In: ARLENE MARTINEZ RICOLDI. (Org.). Mulheres Rurais e documentação : um direito conquistado. 1ed.São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 2017, v. 1, p. 127-149.

6.
RICOLDI, ARLENE MARTINEZ; LORENZO, R. A. . Etnografia dos Mutirões de Documentação : diversidade de práticas e lições aprendidas. In: ARLENE MARTINEZ RICOLDI. (Org.). Mulheres Rurais e documentação : um direito conquistado. 1ed.São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 2017, v. 1, p. 147-170.

7.
ARTES, AMÉLIA ; RICOLDI, A. M. . Mulheres e as carreiras de prestígio no ensino superior brasileiro : o não-lugar feminino. In: ITABORAÍ, Nathalie Reis; RICOLDI, Arlene Martinez. (Org.). Até onde caminhou a revolção de gênero no Brasil. 1ed.Belo Horizonte: Abep, 2016, v. , p. 81-93.

8.
BRUSCHINI, Cristina ; RICOLDI, A. M. ; LOMBARDI, Maria Rosa ; MERCADO, Cristiano Miglioranza . Trabalho, Renda e Políticas Sociais : Avanços e Desafios. In: PITANGUY, Jacqueline; BARSTED, Leila Linhares. (Org.). O Progresso das Mulheres no Brasil : 2003-2010. 1ed.Rio de Janeiro; Brasília: CEPIA; ONU MULHERES, 2011, v. , p. 142-177.

9.
BRUSCHINI, Cristina ; RICOLDI, A. M. ; MERCADO, Cristiano Miglioranza . Trabalho e gênero no Brasil até 2005 : uma comparação regional. In: BRUSCHINI, Cristina; COSTA, Albertina; HIRATA, Helena; SORJ, Bila;. (Org.). Mercado de Trabalho e Gênero : comparações internacionais. 1ed.Rio de Janeiro: FGV, 2008, v. , p. 15-33.

10.
BRUSCHINI, Cristina ; RICOLDI, A. M. ; MERCADO, Cristiano Miglioranza . Travail et genre dans les région du Brésil. In: HIRATA, Helena; LOMBARDI, Maria Rosa; MARUANI, Margaret. (Org.). Travail et genre : regards croisés : France Europe Amérique latine. 1ed.Paris: La Découverte, 2008, v. , p. 30-45.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
RICOLDI, A. M.. A noção de Articulação entre família e trabalho e políticas de apoio. Mercado de Trabalho - Conjuntura e Análise, Brasíllia, p. 37 - 42, 01 fev. 2010.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PEREZ, O. C. ; RICOLDI, A. M. . A quarta onda do feminismo? Reflexões sobre movimentos feministas contemporâneos. In: 42 Encontro Anual da ANPOCS, 2018, Caxambu-MG. Anais do 42 Encontro Anual da ANPOCS. São Paulo: ANPOCS, 2018.

2.
RICOLDI, ARLENE MARTINEZ. Trabalho, Família e Política :Os estudos de gênero e os Grupos de Trabalho da Anpocs. In: 41º Encontro Anual da ANPOCS, 2017, Caxambu-MG. Anais do 41º Encontro Anual da ANPOCS. São Paulo: ANPOCS, 2017.

3.
RICOLDI, A. M.. Afazeres domésticos : concepções de homens e mulheres de famílias urbanas de baixa renda sobre a divisão de tarefas. In: 37 encontro anual da ANPOCS, 2013, Águas de Lindóia. Anais do 37 Encontro Anual da Anpocs, 2013.

4.
RICOLDI, A. M.. Gênero e Direitos Humanos entre agências financiadoras de Direitos Humanos no Brasil. In: 36º Encontro Anual da Anpocs, 2012, Águas de Lindóia. Anais do 36º Encontro Anual da Anpocs, 2012.

5.
RICOLDI, A. M.. A utilidade da noção de frame para a análise dos movimentos sociais. In: Congresso Brasileiro de Sociologia, 2011, Curitiba. Anais do XV Congresso Brasileiro de Sociologia, 2011.

6.
LEMOS, Marilda de Oliveira ; RICOLDI, A. M. . Representações sociais de gênero: um "entrave" na interpretação e aplicação da Lei Maria da Penha. In: Fazendo Gênero 9 - Diásporas, Diversidades, Deslocamentos, 2010, Florianópolis. Fazendo Gênero 9 - Diásporas, Diversidades, Deslocamentos. Florianópolis, 2010.

7.
RICOLDI, A. M.. Os trânsitos de gênero na "academia" e na "militância": entre usos e abusos ?. In: Congresso da Latin American Studies Association, 2009, Rio de Janeiro. Congresso da LASA 2009. Pittsburgh: LASA, 2009.

8.
RICOLDI, A. M.. Educação popular como estratégia feminista: constituição da experiência do curso Promotoras Legais Populares em SP. In: 31 Encontro Anual da ANPOCS, 2007, Caxambu. Anais do 31 Encontro Anual da Anpocs, 2007.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
RICOLDI, A. M.; ARTES, A. A. . Permanências e mudanças no perfil dos estudantes no ensino superior brasileiros: uma análise inter censos.. In: 'Universidade 2014' 9º Congresso Internacional de Educação Superior, 2014. Anais.

2.
RICOLDI, A. M.. Gênero e informação: mulheres e tecnologia nos infocentros comunitários da periferia de São Paulo. In: XII Congresso Brasileiro de Sociologia, 2005, Belo Horizonte. XII Congresso Brasileiro de Sociologia. Belo Horizonte: FAFICH-UFMG, 2005.

3.
RICOLDI, A. M.. Promotoras Legais Populares - Gênero e Cidadania. In: XXV Congresso da Associação Latino-Americana de Sociologia, 2005, Porto Alegre-Brasil. XXV Congresso da Associação Latino-Americana de Sociologia, 2005.

4.
RICOLDI, A. M.. Gênero e Informação: como as mulheres se relacionam com a tecnologia disponível nos Infocentros comunitários da periferia de São Paulo. In: 4º Telecongresso Internacional de Educação de Jovens e Adultos, 2005, Brasília. Mídia e Educação: incluir na sociedade do conhecimento - Programa. Brasília: SESI; Unb; UNESCO, 2005. p. 14-14.

5.
RICOLDI, A. M.. A experiência das Promotoras Legais Populares em São Paulo. In: 1º Seminário Internacional Enfoques Feministas e o Século XXI: Feminismo e Universidade na América Latina, 2005, Salvador-BA. 1º Seminário Internacional Enfoques Feministas. Salvador: REDOR/NEIM-UFBA, 2005.

Apresentações de Trabalho
1.
PEREZ, O. C. ; RICOLDI, ARLENE MARTINEZ . A quarta onda do feminismo? Reflexões sobre movimentos feministas contemporâneos. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
RICOLDI, ARLENE MARTINEZ; PEREZ, O. C. ; RIOS, F. ; GONCALVES, R. . Interseccionalidades nas mobilizações feministas e antirracistas no Brasil contemporâneo. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
RICOLDI, ARLENE MARTINEZ. Trabalho, Família e Política :Os estudos de gênero e os Grupos de Trabalho da Anpocs. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
RICOLDI, A. M.. Mulheres em movimento. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
RICOLDI, A. M.; BILAC, E. D. ; HANY, F. ; GEORGES, I. . Trabalho, afazeres domésticos e políticas de apoio : continua tudo igual ?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

6.
RICOLDI, A. M.. Afazeres domésticos : concepções de homens e mulheres de famílias urbanas de baixa renda sobre a divisão de tarefas. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
RICOLDI, A. M.. Gênero e Direitos Humanos entre agências financiadoras de Direitos Humanos no Brasil. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
RICOLDI, A. M.. Os trânsitos de gênero na ?academia? e na ?militância ?: entre usos e abusos?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
BRUSCHINI, Cristina ; RICOLDI, A. M. . Revendo Estereótipos : o papel dos homens no trabalho doméstico. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
RICOLDI, A. M.. A utilidade da noção de frame para a análise dos movimentos sociais. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
RICOLDI, A. M.. Os trânsitos de gênero na ?academia? e na ?militância ?: entre usos e abusos?. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
RICOLDI, A. M.. A Voz e a Escuta. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 2013 (Resenha).

2.
BRUSCHINI, Cristina ; RICOLDI, A. M. . Revendo Estereótipos : o papel dos homens no trabalho doméstico. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 2010 (Relatório de Pesquisa).

3.
RICOLDI, A. M.. USP para todos ? Estudantes com desvantagens socioeconômicas e educacionais e fruição da universidade pública. Campinas: Autores Associados, 2010 (Resenha).

4.
RICOLDI, A. M.; BRUSCHINI, Cristina . Articulação Trabalho e Família: Famílias Urbanas de Baixa Renda e Políticas de Apoio às Trabalhadoras. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 2008 (Relatório de Pesquisa).

5.
RICOLDI, A. M.. O movimento feminista e as conquistas de tod@s. São Paulo: Prefeitura Municipal de Suzano : MEC : UMSP, 2007 (Artigo em Apostila - Projeto "Educando para a Paz na Diversidade Sexual e Igualdade de Gênero").


Demais tipos de produção técnica
1.
RICOLDI, A. M.. Gênero e Informação: como as mulheres se relacionam com a tecnologia disponível nos Infocentros comunitários da periferia de São Paulo - Relatório Parcial. 2004. (Relatório de pesquisa).

2.
RICOLDI, A. M.. Gênero e Informação: como as mulheres se relacionam com a tecnologia disponível nos Infocentros comunitários da periferia de São Paulo - Relatório Final. 2004. (Relatório de pesquisa).


Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
RICOLDI, A. M.. Participação no Programa "Saia Justa". 2003.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
PEREZ, O. C.; SANTOS JUNIOR, R. B.; RICOLDI, ARLENE MARTINEZ. Participação em banca de GEOVANA AZEVEDO DA COSTA. Gênero, trabalho e políticas públicas: uma análise da qualificação profissional no Programa Nacional Mulheres Mil. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Piauí.

Qualificações de Mestrado
1.
PEREZ, O. C.; RICOLDI, ARLENE MARTINEZ; SANTOS JUNIO, R. B.. Participação em banca de Geovana Azevedo da Costa. ANÁLISE DE DESENHO DO PROGRAMA MULHERES MIL SOB A PERSPECTIVA DE GÊNERO. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Universidade Federal do Piauí.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
KAWAHARA, M. Y.; FAVA, A. C. P. E.; RICOLDI, A. M.. Participação em banca de Giovana Cavaggioni Bigliazzi.Diversidade e desigualdade na dança :algumas reflexões sobre cultura, gênero e trabalho a partir do Censo de 2010. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal do ABC.

2.
ZITTEI, M. V. M.; SEIXAS JUNIOR, C. A.; RICOLDI, A. M.. Participação em banca de Beneti A. B.; Santos, Suzana R.C.;.Ética um diferencial para o Profissional Contábil. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Contábeis) - Faculdade do Sudoeste Paulistano.

3.
ZITTEI, M. V. M.; SEIXAS JUNIOR, C. A.; RICOLDI, A. M.. Participação em banca de Volpati, Cassia A.; Fernandes, Karina I.; Mendonça, Simone.Contabilidade Ambiental. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Contábeis) - Faculdade do Sudoeste Paulistano.

4.
ZITTEI, M. V. M.; SEIXAS JUNIOR, C. A.; RICOLDI, A. M.. Participação em banca de Pecequillo, Ana Paula; Ferreira, Bruna C. Alves,Rubens S..O Terceiro Setor e a Contabilidade. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Contábeis) - Faculdade do Sudoeste Paulistano.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
FREITAS, M. C.; SILVA, J. C. G.; GRACIANO, M.; BELELI, I. A.; RICOLDI, ARLENE MARTINEZ; ABRAMOWICZ, A.. Pedagogia e Ciências Sociais: Desigualdade de Raça, Gênero e Políticas Públicas. 2017. Universidade Federal de São Paulo.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
41º Encontro Anual da ANPOCS.Trabalho, Família e Política :Os estudos de gênero e os Grupos de Trabalho da Anpocs. 2017. (Encontro).

2.
17º Congresso Brasileiro de Sociologia. Ensino Superior no Brasil: entre as novas e as persistentes assimetrias de raça e gênero. 2015. (Congresso).

3.
Congresso Luso Afro Brasileiro. Os negros no ensino superior brasileiro: mudanças no período 2000 e 2010 e novos desafios. 2015. (Congresso).

4.
XIX Encontro Nacional de Estudos Populacionais.As velhas e novas tensões na articulação do trabalho produtivo e reprodutivo. 2014. (Encontro).

5.
36 Encontro Anual da Anpocs.Gênero e Direitos Humanos entre as agências financiadoras de Direitos Humanos no Brasil. 2012. (Encontro).

6.
10ª Semana de Pós-Graduação em Sociologia.Movimentos de mulheres, Feminismo e Gênero. 2011. (Outra).

7.
II Encontro de Gênero da USP.Os estudos de gênero no Brasil: um balanço provisório. 2011. (Encontro).

8.
IV Coloquio Internacional de Estudios sobre Varones y Masculinidades.Revendo estereótipos : o papel dos homens no trabalho doméstico. 2011. (Outra).

9.
Trabalho Decente: questão de igualdade de oportunidades e de tratamento de gênero para conciliação entre trabalho e família.Revendo Estereótipos : os homens no trabalho doméstico. 2011. (Encontro).

10.
XV Congresso Brasileiro de Sociologia. A utilidade da noção de frame para a análise dos movimentos sociais. 2011. (Congresso).

11.
XXVIII International Congress of the Latin American Studies Association (LASA). Os trânsitos de gênero na ?academi a? e na ?militância ? : entre usos e abusos?. 2009. (Congresso).

12.
31 Encontro Anual da ANPOCS.Educação popular como estratégia feminista: constituição da experiência do curso Promotoras Legais Populares em SP. 2007. (Encontro).

13.
Ciclo de Palestras e Debates - Dia Internacional da Mulher.A Cidadania Feminina e seus avanços na sociedade. 2006. (Outra).

14.
Encontro Estadual de Promotoras Legais Populares.Alguns Dados Gerais: Promotoras Legais Populares. 2006. (Encontro).

15.
I Encontro Nacional de Experiências em Formação Jurídico Popular.A experiência de capacitação legal a mulheres em São Paulo. 2006. (Encontro).

16.
XXX Encontro Anual da ANPOCS. 2006. (Encontro).

17.
1º Seminário Internacional Enfoques Feministas e o Século XXI: Feminismo e Universidade na América Latina.A experiências da Promotoras Legais Populares em São Paulo. 2005. (Seminário).

18.
4º Telecongresso Internacional de Educação de Jovens e Adultos. Gênero e Informação: como as mulheres se relacionam com a tecnologia disponível nos Infocentros comunitários da periferia da cidade de São Paulo. 2005. (Congresso).

19.
XII Congresso Brasileiro de Sociologia. Gênero e informação: mulheres e tecnologia nos infocentros comunitários da periferia de São Paulo.. 2005. (Congresso).

20.
XXV Congresso da Associação Latino-Americana de Sociologia. Promotoras Legais Populares : Gênero e Cidadania. 2005. (Congresso).

21.
Acesso à Justiça.Ciclo de debates sobre os Direitos Humanos das Mulheres - ALESP. 2004. (Outra).

22.
Jovens Lideranças Feministas.Feminismo: ontem e hoje: história, personagens, reivindicações, conquistas, dificuldades e desafios. 2003. (Oficina).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
RICOLDI, A. M.; COSTA, A. O. . Seminário Lugares de mulher na política. 2014. (Outro).

2.
RICOLDI, A. M.. Seminário Internacional Mercado de Trabalho e Gênero : comparação Brasil-França. 2007. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Iniciação científica
1.
ANDREIA PEREIRA. O efeito da crise socioeconômica brasileira para a mulher no mercado de trabalho: um estudo por classe e região. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências e Humanidades) - Universidade Federal do ABC. Orientador: Arlene Martinez Ricoldi.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/02/2019 às 23:06:33