Isaura Botelho

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3961867015677701
  • Última atualização do currículo em 01/03/2012


Formada em Literaturas Vernáculas pela Faculdade de Letras da UFRJ, com Mestrado em Comunicação pela Escola de Comunicação da UFRJ. Trabalhou na Funarte entre 1978 e 1996, tendo chefiado a Assessoria Técnica da direção executiva no período de 1982 a 1985. Acompanhou de perto a criação do Ministério da Cultura e participou de seus quadros, a partir de 1985, auxiliando na implantação de seu primeiro desenho institucional e assumindo, em 1988, a Secretaria de Apoio à Produção Cultural. Em 1991, participa, em Paris, de um programa conjunto do Ministério da Cultura da França e da Faculdade de Direito e Ciências Políticas da Universidade da Borgonha, obtendo um Diplôme d Études Supérieures Spécialisées (DESS) com tese sobre o mecenato na França. Em 1992, assume a coordenação do escritório da Funarte em São Paulo até 1995. Em 1996, terminou seu doutorado em Ação Cultural na Escola de Comunicações e Artes da USP. Em 1999, realiza um pós-doutorado no Département des études, de la prospective et statisques (DEPS) do Ministério da Cultura da França, com apoio da FAPESP, voltado para o exame das pesquisas sócio-econômicas na área da cultura realizadas naquele país. Depois de dirigir o Centro de Estudos da América Latina do Memorial da América Latina em São Paulo de 2001 a 2003 quando volta ao Ministério da Cultura, coordenando a organização do setor de pesquisas e planejamento da Secretaria de Políticas Culturais deste ministério, até julho de 2005. Tem publicado artigos sobre política cultural em revistas especializadas e participado de livros; organizou, em parceria com José Álvaro Moisés, o livro Modelos de financiamento da cultura (Minc-Funarte, 1997); publicou Romance de Formação: Funarte e Política Cultural 1976-1990 e tem ministrado cursos em diferentes instituições nacionais e do exterior, bem como prestado consultoria a instituições. Coordenou, no Centro de Estudos da Metrópole, em São Paulo, organismo ligado ao CEBRAP Centro Brasileiro de Análise e Planejamento - a pesquisa sobre O Uso do tempo livre e as práticas culturais na Região Metropolitana de São Paulo , além de participar de pesquisas sobre a relação entre cultura e a metrópole. Em 2010, coordenou o grupo de pesquisa em torno do Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso em São Paulo, dentro de uma pesquisa mais geral sobre a economia criativa, conduzido na Fundação do Direito Administrativo FUNDAP. Seu trabalho hoje é principalmente voltado para a prestação de consultoria a instituições como o Ministério da Cultura, Fundação Joaquim Nabuco de Pesquisas Sociais, SESC SP, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, nas áreas de formação de gestores e de pesquisa (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Isaura Botelho
Nome em citações bibliográficas
BOTELHO, I.


Formação acadêmica/titulação


1990 - 1996
Doutorado em Ciências da Comunicação.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Por artes da memória: a crônica de uma instituição - FUNARTE, Ano de obtenção: 1996.
Orientador: José Teixeira Coelho Neto.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Palavras-chave: política cultural; gestão cultural; financiamento das artes; política de acervos; consumo cultural.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública / Especialidade: Política e Planejamento Governamentais.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração de Setores Específicos / Especialidade: Políticas Culturais.
Setores de atividade: Outro; Produtos e Serviços Recreativos, Culturais, Artísticos e Desportivos.
1977 - 1981
Mestrado em Comunicação.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Do erótico fez-se o riso - análise de um caso de adaptação literária para o cinema.,Ano de Obtenção: 1981.
Orientador: Muniz Sodré de Araújo Cabral.
Palavras-chave: sistemas de significação; adaptação literária; roteiro cinematográfico; cinema e literatura.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Brasileira / Especialidade: Adaptação Literária.
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes / Subárea: Cinema / Especialidade: Roteiro e Direção Cinematográficos.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Recreativos, Culturais, Artísticos e Desportivos.
1991 - 1992
Mestrado profissional em Politiques Culturelles et Action Artistique.
Universite de Bourgogne, BOURGOGNE, França.
Título: Le mécénat culturel d'entreprise: une politique culturelle? - Le rôle d'ADMICAL, Ano de Obtenção: 1992.
Orientador: Claude Courvoisier.
Bolsista do(a): Fundação Vitae.
Palavras-chave: política cultural; mecenato; financiamento da cultura; gestão cultural.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública / Especialidade: Política e Planejamento Governamentais.
Setores de atividade: Outro.
1987 - 1987
Especialização em II Curso Iberoamericano de Administradores Cultura. (Carga Horária: 260h).
Fondo Nacional de Las Artes Organização dos Estados Americanos.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
1972 - 1975
Graduação em Português Literaturas de Língua Vernácula.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.


Pós-doutorado


1999 - 1999
Pós-Doutorado.
Département Des Études Et de La Prospective Ministère de La Culture Et de L.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração de Setores Específicos / Especialidade: Políticas Culturais.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração de Setores Específicos / Especialidade: Pesquisas Sócio Econômicas na Área da Cultura.


Atuação Profissional



Ministério da Cultura/Secretaria de Políticas Culturais.
Vínculo institucional

2003 - 2005
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: GERENTE DE PLANEJAMENTO, PESQUISA E AVALIAÇÃO


Fundação Memorial da América Latina.
Vínculo institucional

2001 - 2005
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Analista Executivo, Carga horária: 40

Atividades

4/2001 - Atual
Direção e administração, Centro Brasileiro de Estudos da América Latina, Diretoria.

Cargo ou função
Diretor de Unidade.

Centro Brasileiro de Análise e Planejamento.
Vínculo institucional

2000 - 2003
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Pesquisadora, Carga horária: 20
Outras informações
Pesquisadora do Centro de Estudos da Metrópole - CEM, no qual coordena a área de difusão

Atividades

1/2000 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Estudos da Metrópole, .


Fundação Biblioteca Nacional.
Vínculo institucional

1996 - 2001
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Assessora Técnica, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Licenciada da Fundação Biblioteca Nacional desde novembro de 2000

Atividades

2/1996 - 3/2001
Serviços técnicos especializados .

Serviço realizado
Assessoria técnica da presidência da instituição relativa a planejamento e a políticas de produção - cedida ao Ministério da Cultura.

Fundação Nacional de Arte.
Vínculo institucional

1978 - 1996
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Assessora Técnica, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

1995 - 1996
Outras atividades técnico-científicas , Direção Executiva, Assesssoria Técnica de Cultura Atec.

Atividade realizada
Assessora técnica de políticas culturais (quadro permanente).
1991 - 1995
Direção e administração, Escritório da Funarte Em São Paulo, .

Cargo ou função
Coordenadora de unidade.
5/1988 - 1/1989
Direção e administração, Direção Executiva, Assesssoria Técnica de Cultura Atec.

Cargo ou função
Secretária de Apoio à Produção Cultural do Ministério da Cultura - cedida pela FUNARTE.
1987 - 1988
Direção e administração, Cinemateca Brasileira Fnpm, Diretora Administrativa da Fnpm.

Cargo ou função
Diretora administrativa.
1985 - 1987
Direção e administração, Direção Executiva, Assesssoria Técnica de Cultura Atec.

Cargo ou função
Secretária-Adjunta da Secretaria de Apoio à Produção Cultural do Ministério da Cultura, cedida pela FUNARTE.
1982 - 1985
Serviços técnicos especializados , Direção Executiva, Assesssoria Técnica de Cultura Atec.

Serviço realizado
Chefe da Assessoria Técnica de Cultura - ATEC.
1982 - 1985
Conselhos, Comissões e Consultoria, Direção Executiva, Assesssoria Técnica de Cultura Atec.

Cargo ou função
Coordenadora da Comissão Intersetorial de Política Institucional.
1980 - 1982
Serviços técnicos especializados , Direção Executiva, Assesssoria Técnica de Cultura Atec.

Serviço realizado
Coordenadora do Projeto Festivais de Arte da Assessoria Técnica de Educação e Cultura (ATEC) da Direção-executiva.
1978 - 1980
Serviços técnicos especializados , Assessoria Técnica de Educação e Cultura, Núcleo de Cinema.

Serviço realizado
Coordenadora-adjunta.


Linhas de pesquisa


1.
O uso do tempo livre e as práticas culturais na Região metropolitana da Grande São Paulo - Centro de Estudos da Metrópole (Projeto CEBRAP/FAPESP)

Objetivo: Discutir as dimensões sociológicas e antropológicas do conceito de produção cultural associando-as à vida na RMGSP, como modelo de convivência simbólica nas metrópoles.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração de Setores Específicos / Especialidade: Políticas Culturais.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Outras Sociologias Específicas / Especialidade: Cultura e Lazer.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública / Especialidade: Política e Planejamento Governamentais.
Setores de atividade: Outro; Produtos e Serviços Recreativos, Culturais, Artísticos e Desportivos.
Palavras-chave: gestão cultural; consumo cultural; produção cultural; Políticas Culturais; Educação; lazer nas metrópoles.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração de Setores Específicos/Especialidade: Políticas Culturais.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública/Especialidade: Política e Planejamento Governamentais.
3.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração de Setores Específicos/Especialidade: Financiamento da Cultura.
4.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação / Subárea: Teoria da Comunicação/Especialidade: Comunicação e Consumo Cultural.
5.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes / Subárea: Cinema/Especialidade: Financiamento e Fomento a Produção e Consumo Cinematográficos.
6.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Brasileira/Especialidade: Adaptação Literária.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
BOTELHO, I.2001 BOTELHO, I.. As dimensões da cultura e o lugar das políticas públicas. São Paulo em Perspectiva, São Paulo, v. 15, n.2, 2001.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
BOTELHO, I.. Romance da formação: Funarte e política cultural - 1976-1990. Rio de Janeiro: Minc/FCRB, 2001.

2.
BOTELHO, I.; MOISÉS, J. Á. (Org.) . Modelos de financiamento da cultura - os casos do Brasil, França, Inglaterra, Estados Unidos e Portugal. Rio de Janeiro: Funarte/Minc, 1997.

Capítulos de livros publicados
1.
BOTELHO, I.. Criatividade em pauta: alguns elementos para reflexão. Plano da Secretaria de Economia Criativa. 85ed.Brasília: MINC, 2011, v. , p. -80.

2.
BOTELHO, I.. Cultura & universidade: reconstituindo as trajetórias dos diálogos institucionais. In: Calabre, Lia. (Org.). Políticas Culturais: Teoria e Práxis. Rio de Janeiro: Edições Casa de Rui Barbosa: Itaú Cultural, 2011, v. , p. 96-102.

3.
BOTELHO, I.. Centros culturais e a formação de novos publicos. Percepções, Cinco questões sobre políticas culturais. São Paulo: itaí cultural, 2010, v. , p. 11-20.

4.
BOTELHO, I.. As práticas do audiovisual na Região Metropolitana de São Paulo. In: MELEIRO, A. (Org.). Cinema Economia e Política Indústria Cinematográfica e Audivisual Brasileira. são paulo: Escrituras/ Iniciativa Cultural, 2009, v. , p. 155-173.

5.
BOTELHO, I.. uso do tempo livre e as práticas culturais na Região Metropolitana de São Paulo. In: Lia Calabre. (Org.). Políticas Culturais: diálogo indispensável. Rio de Janeiro: FCRB, 2008, v. , p. 27-50.

6.
BOTELHO, I.. O papel das pesquisas sobre práticas culturais para as políticas públicas. In: Lia Calabre. (Org.). Políticas Culturais: um campo de estudo. Rio de Janeiro: FCRB, 2008, v. , p. 103-116.

7.
BOTELHO, I.. A política cultural e o plano das idéias. In: RUBIM, A. A. & BARBALHO. (Org.). Políticas Culturais no Brasil. Salvador: EDUFBA, 2007, v. , p. 109-132.

8.
BOTELHO, I.. Políticas Culturais: discutindo pressupostos. In: NUSSBAUMER, G. (Org.). Teorias e políticas da cultura visões multidisciplinares. Salvador: EDUFBA, 2007, v. , p. 171-180.

9.
BOTELHO, I.. Show, a coreografia do milagre. In: Ana MAria Bahiana; Heloisa Buarque de Holanda. (Org.). Anos 70 ainda sob a tempestade.. Rio de Janeiro: Editora Aeroplano/ Senac Rio Editora, 2005, v. , p. -.

10.
BOTELHO, I.. Equipamentos e serviços culturais na região central da cidade de São Paulo . In: Alvaro A. Comim; Nadia Somekh. (Org.). Caminhos para o centro : estratégias de desenvolvimento para a região central de São Paulo. são paulo: EMURB/ PMSP/CEBRAP/CEM, 2004, v. , p. 159-198.

11.
BOTELHO, I.. Consumo cultural e sociabilidade. In: A. Queiroz; F. Almeida. (Org.). Comunicação e mudanças sociais. Piracicaba: Ponto Final/Ontercom, 1999, v. , p. 53-68.

12.
BOTELHO, I.. As políticas fiscais como instrumento de políticas públicas. In: BRÁS, Pedro. (Org.). Marketing cultural: um investimento com qualidade. São Paulo: Informações Culturais, 1998, v. , p. -.

13.
BOTELHO, I.. A diversificação das fontes de financiamento para a cultura: um desafio para os poderes públicos. In: MOISÉS, José Álvaro; BOTELHO, Isaura. (Org.). Modelos de Financiamento da Cultura. Rio de Janeiro: FUNARTE/MINC, 1997, v. , p. -.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BOTELHO, I.. Centros Culturais e a Formação de Novos Públicos. Observatório de Políticas Culturais/ Itaú Cultural, SÃO PAULO, p. 11 - 19, 03 maio 2011.

2.
BOTELHO, I.. Os públicos da cultura: desafios para as políticas culturais. Revista Observatório Itaú Cultural, SÃO PAULO, p. 09 - 18, 03 maio 2011.

3.
BOTELHO, I.. Políticas Culturales: discutiendo presupuestos. La Puerta Publicación de Arte & Diseño. La Plata: Universidad Nacional de la Plata/ Secretaría de Publicaciones y Posgrado, La Plata, p. 18 - 24, 03 out. 2010.

4.
BOTELHO, I.. Os equipamentos culturais na cidade de São Paulo. Espaço & Debates, SÃO PAULO, p. 43 - 44, 05 jan. 2003.

5.
BOTELHO, I.. Aloísio Magalhães, um estrategista da política cultural. Nossa América Revista do Memorial da América Latina, SÃO PAULO, 04 fev. 2002.

6.
BOTELHO, I.. As dimensões da cultura e o lugar das políticas públicas. São Paulo em Perspectiva, SÃO PAULO, 01 abr. 2001.

7.
BOTELHO, I.. Avaliação de políticas culturais: a prática de ir ao cinema. Piracema.

8.
BOTELHO, I.. O desenvolvimento de pesquisas no campo das políticas culturais. Revista Observatório Itaú Cultural, SÃO PAULO, p. 66 - 71.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
BOTELHO, I.. Políticas Culturais e intercâmbios no Mercosul. In: 1º. Seminário Internacional de Gestão Cultural, 2008, Belo Horizonte. Políticas Culturais e intercâmbios no Mercosul. Belo Horizote: Duo Informação e Cultura, 2008.

2.
BOTELHO, I.. O financiamento da cultura - avaliação e perspectivas. In: 1ª Conferência Nacional de Educação, Cultura e Desporto, 2001, Brasília. Anais da 1ª Conferência Nacional de Educação, Cultura e Desporto. Brasília: Câmara dos Deputados, 2000.

3.
BOTELHO, I.. As políticas fiscais como instrumento de financiamento de financiamento de políticas culturais. In: Marketing cultural: um investimento com qualidade, 1997, São Paulo. Marketing cultural: um investimento com qualidade. São Paulo: Informações Culturais, 1997.

4.
BOTELHO, I.. Le soutien de l'État à la culture et le besoin de diversification des sources de financement: le cas brésilien. In: Colloque: Approches comparatives en économie de la culture, 1995, Paris. Actes du Colloque: Approches comparatives en économie de la culture. Paris, 1995. p. 157-167.

Outras produções bibliográficas
1.
BOTELHO, I.. Algumas considerações sobre o desenvolvimento de pesquisas no campo das políticas culturais 2011 (POLÍTICAS CULTURAIS EM REVISTA).

2.
BOTELHO, I.. Propuesta de una canasta básica cultural 2010 (Una canasta básica de consumo cultural para América Latina:Elementos metodológicos para el derecho a).

3.
Lia Calabre ; BOTELHO, I. . Políticas Culturais no Brasil: História e Contemporaneidade. Fortaleza, 2010. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

4.
BOTELHO, I.. A crise econômica, o financiamento da cultura e o papel dos estados e das políticas públicas em contextos de crise 2009 (revista eletrônica da Rede de Pesquisadores em Políticas Culturais).

5.
BOTELHO, I.. Para uma discussão sobre política e gestão cultural. BRASILIA: MINC/ SEAI, 2006 (MINISTÉRIO DA CULTURA. Oficinas do Sistema Nacional de Cultura).

6.
BOTELHO, I.. O uso do tempo livre e as práticas culturais na Região Metropolitana de São Paulo.. são paulo: CEBRAP/CEM., 2004 (Relatório da fase quantitativa. CEBRAP/CEM.).

7.
BOTELHO, I.. "Estado, mercado e cultura . RIO DE JANEIRO: UNESCO, 2004 (Cadernos Temáticos).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VI Seminário da Diversidade Cultural promovido pelo Observatório da Diversidade Cultural. Criatividade em pauta: alguns elementos para reflexão .. 2011. (Seminário).

2.
21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo.Cultura e Ação Cultural. 2010. (Outra).

3.
IV Encontro de Dirigentes Municipais de Cultura do Estado da Bahia.Para uma discussão sobre política e gestão cultural. 2010. (Encontro).

4.
Seminário Internacional Políticas Culturais: teorias e práxis Fundação Casa de Rui Barbosa.Cultura e Universidade: reconstituindo as trajetórias de alguns diálogos institucionais. 2010. (Seminário).

5.
VI Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura ENECULT Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia.Como um olhar sobre a infra-estrutura cultural dos municípios brasileiros contribui para o planejamento de políticas culturais. 2010. (Encontro).

6.
V Seminário Pensar e Agir com a Cultura: avanços e desafios no Brasil e em Minas Gerais.Reflexão sobre as políticas públicas para a cultura dos últimos oito anos em âmbito nacional. 2010. (Seminário).

7.
1º Seminário Internacional de Gestão Cultural Duo Informação e Cultura Belo Horizonte 4 a 7 de novembro de 2008..Políticas Culturais para a consolidação de um espaço cultural ibero-americano. 2008. (Seminário).

8.
3o. Seminário Políticas Culturais: reflexões e ações Fundação Casa de Rui Barbosa Rio de Janeiro 24 a 26 de setembro de 2008..Comunicação: Centros Culturais e a formação de novos públicos.. 2008. (Seminário).

9.
III Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura ENECULT. Ministério da Cultura: um olhar sobre o presente . 2007. (Encontro).

10.
Seminário Internacional Pesquisas de Uso do Tempo: aspectos metodológicos e experiências internacionais Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher UNIFEM Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE Comunidad de Madrid.Apresentação da Pesquisa sobre o Uso do Tempo Livre e as Práticas Culturais na Região Metropolitana de São Paulo e sua utilidade para a formulação de políticas públicas de cultura. 2007. (Seminário).

11.
Fórum Internacional da Economia Criativa para o desenvolvimento. Dados estatísticos como ferramenta para a formulação de políticas . 2006. (Outra).

12.
II Encontro Nacional de Produtores e Usuários de Informações Sociais, Econômicas e Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE. Informações sobre Cultura: Demandas e Lacunas . 2006. (Encontro).

13.
II Fórum Cultural Mundial Agenda 21 da Cultura. Cultura: estratégias para o desenvolvimento local . 2006. (Outra).

14.
II FÓRUM INTERNACIONAL DE CULTURA. Gestão da Cultura e Políticas Culturais . 2006. (Outra).

15.
Seminário A Implantação do Sistema Municipal de Cultura de Fortaleza. Gestão Pública e Democrática da Cultura .. 2006. (Seminário).

16.
Seminário de Industrias Culturales: Procesos de desarrollo, consumo cultural, cuentas satélites y políticas culturales. Estado actual y proyecciones de futuro. O uso do tempo livre e as práticas culturais na Região Metropolitana de São Paulo . 2006. (Seminário).

17.
1ª Conferência Estadual de Cultura. Cultura, direito e cidadania o lugar da gestão cultural . 2005. (Outra).

18.
1ª Conferência Municipal de Cultura. Estado e Sociedade na Gestão da Cultura . 2005. (Outra).

19.
1ª Conferência Nacional de Cultura. A Frente Institucional Algumas Questões da Democracia . 2005. (Outra).

20.
2ª Reunião Intergovernamental de Peritos sobre o anteprojeto de Convenção sobre a Proteção da diversidade dos conteúdos culturais e expressões artísticas.Proteção da diversidade dos conteúdos culturais e expressões artísticas. 2005. (Outra).

21.
3ª Reunião Intergovernamental de Peritos sobre o anteprojeto de Convenção sobre a Proteção da diversidade dos conteúdos culturais e expressões artísticas.Convenção sobre a Proteção da diversidade dos conteúdos culturais e expressões artísticas. 2005. (Encontro).

22.
Elaboração do anteprojeto da Carta Cultural Ibero-americana.Carta Cultural Ibero-americana. 2005. (Outra).

23.
Fórum Nacional das Culturas Populares.O Estado e as Culturas Populares. 2005. (Outra).

24.
Fórum Rumo ao Centro Internacional das Indústrias Criativas em.: Fortalecimento das vantagens sociais e econômicas das indústrias criativas . 2005. (Outra).

25.
I Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura ENECULT.Situação atual dos Estudos da Cultura no Brasil. 2005. (Encontro).

26.
I Seminário Pronex Direitos e Cidadania. Políticas culturais nos governos autoritários . 2005. (Seminário).

27.
IV Conferência Nacional de Educação e Cultura.Cultura Brasileira Identidade e Mundialização. 2005. (Outra).

28.
Les Rencontres de Cork La coopération culturelle entre les collectivités territoriales d´Europe et du continent américain. Qué cooperación euroamericana para las políticas culturales de mañana? . 2005. (Outra).

29.
Reunião preparatória da Rede Internacional de Políticas Culturais.Proteção da diversidade dos conteúdos culturais e expressões artísticas. 2005. (Outra).

30.
1ª Reunião Intergovernamental de Peritos sobre o anteprojeto de Convenção sobre a Proteção da diversidade dos conteúdos culturais e expressões artísticas.Convenção sobre a Proteção da diversidade dos conteúdos culturais e expressões artísticas. 2004. (Outra).

31.
II Seminário Internacional sobre Metodologias de Pesquisa na Área da Cultura. Metodologias de Pesquisa na Área da Cultura . 2004. (Seminário).

32.
I Seminário Internacional sobre Metodologias de Pesquisa na Área da Cultura.Metodologias de Pesquisa na Área da Cultura. 2004. (Seminário).

33.
Reunião da Rede Internacional de Políticas Culturais.Encontro preparatório da reunião de ministros da cultura em Xangai/China. 2004. (Outra).

34.
Seminário Política Cultural: diálogo indispensável.Políticas Culturais: a experiência da Funarte (1976-1990). 2004. (Seminário).

35.
VIII Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais. O uso do tempo livre e as práticas culturais na Região Metropolitana de São Paulo. 2004. (Congresso).

36.
Seminário Cultura, gestão e financiamento."Estado, mercado e cultura . 2002. (Seminário).

37.
Seminário Políticas Culturais e Desenvolvimento.criação de um Sistema de Informações Culturais. 2002. (Seminário).

38.
Simpósio Aloísio Magalhães sobre política cultural.Dos conceitos de cultura à formulação de políticas: retomando o debate. 2002. (Simpósio).

39.
Encontro Cultures au Faubourg (encontro de profissionais da área da cultura).Cultures au Faubourg. 2001. (Encontro).

40.
II Congreso Internacional Cultura y Desarrollo. II Congreso Internacional Cultura y Desarollo - participação como representante da Fundação Memorial da América Latina. 2001. (Congresso).

41.
1o. Seminário Paranaense de Produção e Marketing Cultural.Leis de incentivo fiscal à área cultural, comunicação apresentada no 1o. Seminário Paranaense de Produção e Marketing Cultural. 1997. (Seminário).

42.
1o. Seminário Paranaense de Produção e Marketing Cultural.Leis de incentivo fiscal à área cultural, comunicação apresentada no 1o. Seminário Paranaense de Produção e Marketing Cultural. 1997. (Seminário).

43.
III Congreso Iberoamericano y del Caribe sobre Gestión Cultural. Consideraciones acerca de una formación para el desarrollo cultural - conferência magistral no III Congreso Iberoamericano y del Caribe sobre Gestión Cultural. 1997. (Congresso).

44.
III Fórum Intermunicipal de Cultura.Estratégias para uma política cultural, comunicação apresentada no III Fórum Intermunicipal de Cultura. 1997. (Outra).

45.
Marketing cultural: um investimento com qualidade.As políticas fiscais como instrumento de financiamento de políticas culturais, trabalho apresentado no seminário Marketing cultural: um investimento com qualidade e publicado em livro. 1997. (Seminário).

46.
Se Liga, São Paulo!.Políticas Culturais para 1997, paper apresentado em debate promovido pela Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo. 1997. (Outra).

47.
Modelos de financiamento para a cultura.Seminário Modelos de financiamento para a cultura - participação como assessora técnica da FUNARTE. 1996. (Seminário).

48.
Colloque Approches comparatives en économie de la culture.Láppui de lÉtat à la culture et le besoin de diversification des sources de financement: le cas brésilien, comunicação apresentada no colóquio Apporches comparatives en économie de la culture. 1995. (Outra).

49.
XII Encontro Nacional da IINTERCOM.Consumo cultural e sociabilidade, comunicação apresentada ao XII Encontro Nacional da Intercom. 1994. (Encontro).

50.
Encontro Internacional de Escolas de Cinema.Encontro Internacional de Escolas de Cinema, participação como representante da FUNARTE. 1992. (Encontro).

51.
I Fórum: A questão cultural no Paraná.I Fórum: A questão cultural no Paraná, participação como representante da Secretaria de Apoio à Produção Cultural, do Ministério da Cultura. 1987. (Outra).

52.
Seminário Cultura: apoio do Estado e da iniciativa privada.Seminário Cultura: apoio do Estado e da iniciativa privada - participação como secretária de Apoio à Produção Culutral e representante do Ministério da Cultura. 1986. (Seminário).

53.
Seminários Regionais de Reformulação da Pesquisa de Informações Culturais.1o., 2o. e 3o. Seminários Regionais de Reformulação da Pesquisa de Informações Culturais - participação como representante do Ministério da Cultura. 1986. (Seminário).

54.
17o. Festival de Inverno. Mesa-redonda Ação cultural na universidade, no 17o. Festival de Inverno da Universidade Federal de Minas Gerais - debatedora. 1985. (Congresso).

55.
Fórum Nacional dos Secretários Estaduais da Cultura.Reuniões do Fórum Nacional dos Secretários Estaduais da Cultura, participação como representante da FUNARTE. 1985. (Outra).

56.
1o. Seminário Internacional de Legislação Comparada no Setor Cultura.Institucionalização e descentralização da produção cultural, comunicação apresentada no 1o. Seminário Internacional de Legislação Comparada no Setor Cultura. 1984. (Seminário).

57.
Fórum Nacional dos Secretários Estaduais de Cultura.Reuniões do Fórum Nacional dos Secretários Estaduais da Cultura, participação como representante da FUNARTE. 1984. (Outra).

58.
Fórum Nacional dos Secretários Estaduais da Cultura.Reuniões do Fórum Nacional dos Secretários Estaduais da Cultura, participação como representante da FUNARTE. 1983. (Outra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/11/2018 às 21:15:19