Paulo Inácio de Knegt López de Prado

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3884092565521453
  • Última atualização do currículo em 28/11/2018


Professor-doutor do Departamento de Ecologia da Universidade de São Paulo. Orientador credenciado nos Programas de Pós-Graduação em Ecologia da USP e da Unicamp. Tem graduação em Biologia (UFMG, 1990) e mestrado e doutorado em Ecologia (Unicamp, 1994, 1999). Foi pesquisador do NEPAM - Unicamp (1998-2006), e professor adjunto da PUC-SP (1994-2006). Seu foco de pesquisa é a Teoria de Ecologia de Comunidades, atuando principalmente nos seguintes temas: ecologia teórica, métodos em ecologia, organização da diversidade biológica, modelos dinâmicos em ecologia de comunidades. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Paulo Inácio de Knegt López de Prado
Nome em citações bibliográficas
PRADO, P. I.;PRADO, P. I. K. L.;PRADO, P. I. L.;Prado, Paulo Inácio;Prado, Paulo I.;Prado, Paulo I;PRADO, PAULO INáCIO K. L.;Paulo Inácio de Knegt Lópes de;PRADO, PAULO INÁCIO KNEGT LOPEZ DE;PRADO, PAULO INÁCIO K. L.;PRADO, PI

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de São Paulo, Instituto de Biociências, Departamento de Ecologia.
Rua do Matão, travessa 14, numero 321
Cidade Universitária
05508-900 - Sao Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 30917599
Fax: (11) 30918096
URL da Homepage: http://ecologia.ib.usp.br/let


Formação acadêmica/titulação


1994 - 1999
Doutorado em Ecologia.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Determinantes de ampla escala das associações entre insetos e plantas: tefritídeos (Diptera) endófagos de capítulos de asteráceas, Ano de obtenção: 1999.
Orientador: Thomas Michael Lewinsohn.
Palavras-chave: Ecologia de Comunidades; Interações Inseto-Planta; Macroecologia; Tephritidae; Asteraceae.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Teórica / Especialidade: Interação Inseto Planta.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
1991 - 1994
Mestrado em Ecologia.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Diferenciação morfológica em função da planta hospedeira em Tomoplagia tripunctata e Tomoplagia incompleta (Diptera: Tephritidae),Ano de Obtenção: 1994.
Orientador: Thomas Michael Lewinsohn.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Interação Inseto-Planta; Biotipos; Morfometria; Tephritidae; Asteraceae.
Grande área: Ciências Biológicas
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
1986 - 1990
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.




Formação Complementar


2005 - 2005
Introduction To R - A Software for Statistical Mod. (Carga horária: 18h).
Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz - USP, ESALQ/USP, Brasil.
2003 - 2003
Correspondence Analysis - Cursos de Verão. (Carga horária: 20h).
Faculdade de Saúde Pública, FSP, Brasil.
2002 - 2002
Métodos e Ferramentas Para Modelagem Preditiva de. (Carga horária: 20h).
Centro de Referência Em Informação Ambiental, CRIA, Brasil.
1998 - 1998
Short Term Visitors Program. (Carga horária: 360h).
United States National Museum Of Natural History, USNM, Estados Unidos.
1995 - 1995
Administração de Unix. (Carga horária: 30h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
1995 - 1995
Introdução a Admnistração de Redes Tcp Ip. (Carga horária: 30h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

04/2017 - Atual
Direção e administração, Reitoria, .

Cargo ou função
Representante titular do Instituto de Biociências no Conselho Universitário da USP.
06/2016 - Atual
Direção e administração, Instituto de Biociências, .

Cargo ou função
Vice-coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ecologia.
12/2015 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biociências, .

Cargo ou função
Membro da Congregação do Instituto.
08/2013 - Atual
Ensino, Ecologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Modelos Estatísticos em Ecologia Populacional
07/2013 - Atual
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia de comunidades e populações vegetais
Ecologia Virtual
06/2012 - Atual
Ensino, Ecologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Modelagem computacional de sistemas complexos
03/2012 - Atual
Ensino, Ecologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Meta-análises em ecologia e biologia evolutiva
07/2009 - Atual
Ensino, Ecologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia de Comunidades - 60 h
03/2009 - Atual
Ensino, Ecologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
BIE5781 - Modelagem Estatística para Ecologia e Recursos Naturais 90 h
BIE 5782 - Uso da Linguagem R para Análise de Dados em Ecologia - 60 h
05/2006 - Atual
Ensino, Ecologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
BIE5701 - Ecologia de Campo, 180 horas-aula
3/2006 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Biociências, Departamento de Ecologia Geral.

06/2012 - 08/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biociências, .

Cargo ou função
Titular da Comissão Coordenadora da Pós-Graduação em Ecologia.
07/2006 - 07/2013
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
BIE312 - Ecologia Vegetal, 240 horas-aula, duas turmas
06/2010 - 06/2012
Direção e administração, Instituto de Biociências, .

Cargo ou função
Coordenador de Programa - Pós-Graduação em Ecologia.
09/2009 - 09/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biociências, .

Cargo ou função
Congregação do Instituto - representante dos Professores-Doutores.
11/2008 - 06/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biociências, Departamento de Ecologia.

Cargo ou função
Membro titular da Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ecologia.
07/2007 - 12/2008
Ensino, Ecologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
BIE5781-Modelos Estatísticos na Pesquisa em Ecologia e Recursos Naturais: a Abordagem da Verossimilhança, 30 horas-aula
BIE5782-Uso da Linguagem R para Análise de Dados em Ecologia, 15 horas-aula
06/2007 - 11/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Biociências, .

Cargo ou função
Titualr da Comissão Interna do Programa de Pós-Graduação em Ecologia (substituída pela Comissão Coordenadora do Programa em 11/2008).
3/2006 - 7/2007
Ensino, Licenciatura Em Geociências e Educação Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
BIE212 - Ecologia, 60 horas-aula

Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2016
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Prof. Participante Pós Graduação em Ecologia
Outras informações
Professor participante da Pós-Graduação em Ecologia

Vínculo institucional

2005 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Prof Visitante Dout Ambiente e Sociedade

Vínculo institucional

1998 - 2006
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40
Outras informações
Pesquisador nível TPCT III (Doutor)

Vínculo institucional

1989 - 1998
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: colaborador, Carga horária: 12
Outras informações
Pesquisador colaborador do Núcleo em projetos de pesquisa Administrador da rede de computadores do NEPAM/UNICAMP, responsável pela instalação física e lógica (sistemas Windows-NT em IBM-PC e Unix em Workstation SUN). 01 de março de 1995 a 01 de julho de 1996.

Atividades

03/2008 - 07/2008
Ensino, Ambiente e Sociedade, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
AS002 - Teoria Ecológica - 45 horas-aula
08/2007 - 12/2007
Ensino, Ecologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
NE403 - Tópicos em Ecologia Aplicada: Uso da Linguagem R para Análises em Ecologia, 15 horas-aula
NE441 - Tópicos em Ecologia: Modelos Estatísticos de Verossimilhança em Ecologia e Recursos Naturais, 30 horas-aula
2/1998 - 3/2006
Pesquisa e desenvolvimento , Reitoria, Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais.

08/2005 - 11/2005
Ensino, Ambiente e Sociedade, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
AS020-Biologia e Prática da Conservação, 135 horas-aula
2/1998 - 8/2004
Direção e administração, Reitoria, Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais.

Cargo ou função
Coordenador de Informática.
3/2003 - 12/2003
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
BE598- Introdução à Biodiversidade, 60 horas-aula
12/2001 - 3/2002
Serviços técnicos especializados , Reitoria, Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais.

Serviço realizado
Global Environmental Outlook - GEO Brasil 2002 - Relatório Oficial de Perspectivas do Meio Ambiente do Brasil" Participante da equipe que preparou o Capítulo III - Biodiversidade, coordenada pela Fundação Biodiversitas..
3/1997 - 12/2000
Serviços técnicos especializados , Reitoria, Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais.

Serviço realizado
Avaliação do Estado do Conhecimento da Diversidade Biológica do Brasil, Convênio entre a Unicamp e o Ministério do meio Ambiente para colher subsídios para o Projeto da Estratégia Nacional de Diversidade. Coordenação: Dr. Thomas M. Lewinsohn (Unicamp).
1998 - 1999
Ensino, Análise de Usos e Conservação de Recursos Naturais, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Diversidade Biológica, 32 horas-aula
Fundamentos Ecológicos para a Conservação e Manejo de Recursos Naturais, 32 horas-aula
Métodos de Estudo e Avaliação de Populações e Biodiversidade em Inventários, 32 horas-aula
11/1996 - 12/1996
Extensão universitária , Reitoria, Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais.

Atividade de extensão realizada
Disciplina "Biologia e Ecologia", para agentes de saúde e professores do estado de S. Paulo; como parte do Curso "Formação Ambiental e Levantamento Sócio Ambiental do Vale do Ribeira" (Convênio UNICAMP/ SEMA-SP)..
8/1994 - 9/1994
Ensino, Ecologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
NE155- Ecologia da Floresta Amazônica, professor auxiliar, 250 horas-aula
9/1992 - 4/1993
Serviços técnicos especializados , Reitoria, Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais.

Serviço realizado
Avaliação do Plano Nacional do Meio Ambiente. Convênio entre o Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais da UNICAMP (NEPAM) e o Programa Nacional para o Meio Ambiente (PNMA), coordenado pelo Dr. Daniel J. Hogan (NEPAM)..

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2006
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor associado, Carga horária: 10
Outras informações
Aprovado em primeiro lugar no concurso interno para professor Associado, 16 de junho de 2003. Homologado pelo CONSUN-PUC em agosto de 2003.

Vínculo institucional

2000 - 2003
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor assistente doutor, Carga horária: 10
Outras informações
Aprovado em primeiro lugar em concurso interno para Professor Assitente, 19 de junho de 2000. Homologado pelo CONSUN-PUC em agosto de 2000.

Vínculo institucional

1994 - 2000
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor auxiliar, Carga horária: 10

Atividades

7/2003 - 2/2006
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Paleontologia, 54 horas-aula
2/2000 - 2/2006
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Pesquisa em Biologia e Metodologia Científica (anual), 72 horas-aula
2/2002 - 2/2005
Direção e administração, Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde da PUC/SP, Faculdade de Ciências Biológicas.

Cargo ou função
Coordenador do Trabalho de Conclusão de Curso.
2/2002 - 2/2004
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Trabalho de Conclusão de Curso, 36 horas-aula
2/1994 - 12/2001
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ética na Biologia, 18 horas-aula
2/2001 - 7/2001
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioestatística, 36 horas-aula, duas turmas
2/1994 - 12/2000
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Metodologia Científica: História e Filosofia da Ciência, 36 horas-aula
Pesquisa em Biologia, 36 horas-aula
2/1997 - 12/1999
Direção e administração, Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde da PUC/SP, Faculdade de Ciências Biológicas.

Cargo ou função
Coordenador da Comissão de Série do III ano do Curso de Ciências Biológicas.
2/1995 - 12/1997
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Zoologia de Invertebrados, 72 horas-aula

Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2010
Vínculo: Professor Colaborador, Enquadramento Funcional: Orientador credenciado na Pós-Graduação

Atividades

01/2010 - 12/2010
Ensino, Ecologia e Conservação da Biodiversidade, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Quantificação da diversidade biológica - 60h
01/2009 - 12/2010
Ensino, Ecologia e Conservação da Biodiversidade, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Planejamento e Análise de Pesquisa em Conservação - 60h


Linhas de pesquisa


1.
Ecologia de interação insetos-plantas
2.
Ecologia de comunidades
3.
Diagnóstico de biodiversidade
4.
Pesquisa ambiental interdisciplinar
5.
Sistemática e taxonomia de Tephritidae
6.
Bases de dados ambientais
7.
Análises multivariadas de dados ambientais
8.
Biodiversidade e conservação
9.
Ecologia de comunidades
10.
Teoria e quantificação da diversidade biológica
11.
Interação entre insetos e plantas
12.
Ecologia e sociedades humanas
13.
Ecologia Teórica


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Consequências ambientais da conversão pastagem-cana-de-açúcar e intensificação de pastagens.
Descrição: O etanol de cana é um biocombustível renovável produzido pela fermentação do extrato de cana de açúcar e melaço. O Brasil o maior produtor de etanol de cana e é também o maior produtor de açúcar; cobrindo a cana-de-açúcar uma área de cerca de 10 milhões de hectares, sendo a terceira maior área cultivada, após milho e soja. Olhando para trás, não há dúvida que o etanol produzido no Brasil reduziu significativamente a dependência do petróleo do país, aumentando a segurança energética e contribuindo para o crescimento econômico do país. Nos últimos anos, o aumento no consumo de bioetanol no país e a produção de bioeletricidade a partir de resíduos sólidos cana, também contribuíram para a redução das emissões de gases do efeito estufa (GEE). No entanto, as preocupações crescentes sobre os custos sociais e ambientais associados à produção de etanol em grande escala levaram ao desenvolvimento de indicadores de sustentabilidade ambiental que permitissem quantificar os custos e benefícios dos biocombustíveis para a sociedade. No entanto, o nosso conhecimento sobre os impactos do etanol de cana produzido no Brasil ainda é limitado, especialmente para a água e os solos, e essa falta de conhecimento é um sério obstáculo na avaliação da sustentabilidade de biocombustíveis de cana. Uma das premissas para a sustentabilidade do etanol é que os biocombustíveis não devem exercer pressão extra sobre ecossistemas nativos ou competir com a produção de alimentos, utilizando as melhores terras agrícolas. Essa premissa implica que a expansão das lavouras de biocombustíveis, como a cana, deve prosseguir sem futuros desmatamentos ou sem avançar sobre as culturas alimentares. Uma alternativa que tem sido considerada para evitar desmatamento de vegetação nativa dos biomas brasileiros é expandir culturas energéticas em áreas de pastagens degradadas ou sub-utilizadas. A fim de liberar pastagens para outros usos, propõe-se que o mesmo número de cabeças de animais, incluindo expansões futuras, sejam alocados em uma área menor. Nós chamamos este processo de "intensificação de pastagens". Essa intensificação deve ser implementada de uma forma que preserve a integridade dos ecossistema e maximize a prestação de serviços ambientais. Com base nessa discussão anterior, o objetivo deste projeto é avaliar as consequências ambientais de duas mudanças no uso e cobertura do solo que são críticas para o Brasil e para o desenvolvimento da indústria de bioenergia em outras áreas subtropicais e tropicais: a conversão de pastagens para canaviais e, a intensificação das pastagens. Nosso objetivo final é fornecer uma série de práticas de gestão que preservaria a integridade ambiental e maximizar os serviços ecossistêmicos. Mais especificamente, vamos abordar como a intensificação agrícola afeta a dinâmica da água, carbono, nitrogênio e fósforo, e como a poluição (pesticidas) e fragmentação da agricultura afetar ecossistemas funcionamento. Para atingir tal objetivo, propomos o seguir os componentes do projeto: (i) um conjunto de experimentos de campo onde pastagens serão intensificadas para aumentar a produção de produtos animais por unidade de área ou convertidos em canaviais com o objetivo de investigar as mudanças em nutrientes e contaminantes dinâmica; (ii) Estudos em microbacias (100 a 1.000 ha) para avaliar o efeito da intensificação da agricultura sobre a ecologia da paisagem e ciclo da água..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Estudos Interdisciplinares e Transdisciplinares em Ecologia e Evolução (INCT IN-TREE)

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Charbel Nino El Hani em 27/08/2017.
Descrição: O IN-TREE visa produzir e investigar a produção de conhecimento inter- e transdisciplinar em ecologia e evolução a partir da interação entre pesquisadores e estudantes brasileiros e estrangeiros e setores da sociedade brasileira, como órgãos ambientais e escolas. Com isso, atuará na fronteira do conhecimento, impactando de modo relevante esses campos científicos e contribuindo para a solução de problemas nacionais em áreas consideradas estratégicas nas políticas públicas de meio ambiente, C&T&I, educação e extensão universitária, e relacionadas a pelo menos dois dos temas estratégicos do edital. O IN-TREE inclui 154 pesquisadores e técnicos ambientais (20 deles bolsistas PQ do CNPq) de 49 laboratórios de 11 instituições brasileiras, principalmente do Nordeste, vinculados a 26 programas de pós-graduação (dos quais 10 possuem conceito entre 5 e 7) e 45 pesquisadores estrangeiros de 14 países. A rede de laboratórios associados ao IN-TREE desenvolverá 13 projetos temáticos (PT), abordando questões de pesquisa na fronteira do conhecimento em ecologia e/ou evolução a partir de uma diversidade de abordagens, incluindo: (a) procedimentos empíricos (de laboratório e de campo; mensurativos e manipulativos) e teóricos (modelagem conceitual, matemática, computacional, estatística, evolutiva) com foco em métodos, substâncias/moléculas, genes, fisiologia, desenvolvimento, indivíduos, comportamentos, plasticidade fenotípica, populações, filogenias, interações ecológicas, comunidades, ecossistemas, propriedades dos ecossistemas, serviços ecossistêmicos, sistemas socioecológicos, e impactos; (b) métodos relacionados às áreas da epistemologia, ética, educação, sociologia, antropologia, comunicação e economia; (c) metodologias participativos relacionadas à interação com a sociedade. Além disso, serão desenvolvidos cinco projetos integradores (PI), transversais aos projetos temáticos, que estimularão as equipes dos PT a adorar perspectivas inter- e transdisciplinares nos campos da modelagem, epistemologia/ética, interação com sociedade, comunicação e inovação. Uma série de estratégias, que incluem a atuação do Comitê Gestor, o uso de tecnologias de informação e comunicação, seminários, estabelecimento de comitês interdisciplinares de orientação e promoção de cursos serão adotadas pelo IN-TREE para catalisar a atuação interdisciplinar e transdisciplinar dos laboratórios. O IN-TREE possui um conjunto de ações de interação da sociedade que, para além da divulgação e popularização da ciência, estabelecerão estratégias de envolvimento de setores da sociedade na produção de conhecimento voltado para a solução de problemas, contribuindo para a implementação de políticas públicas e para o desenvolvimento social. Conta ainda com um PI especialmente voltado à prospecção de produtos e processos do Instituto que configurem inovação tecnológica e para criação de uma cultura de proteção à propriedade intelectual e transferência de tecnologia. Na equipe, incluímos apenas os coordenadores dos subprojetos e os orientandos e colaboradores do pesquisador (C. N. El-Hani), em vista do tamanho da equipe envolvida..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2016
FERRAMENTAS DO DETETIVE ECOLÓGICO: USO DE MODELOS COM DETECÇÃO IMPERFEITA PARA INVESTIGAÇÃO DE QUESTÕES EM ECOLOGIA
Descrição: A construção e aplicação de teoria ecológica depende de estimativas não-enviesadas e precisas da ocorrência, tamanho e taxas vitais de populações em sistemas ecológicos. Há uma percepção crescente de que tais estimativas são fortemente afetadas por erros de observação, dos quais as falsas ausências são o exemplo mais óbvio. Assim, o pressuposto de detecção perfeita ou invariável de espécies e indivíduos em sido fortemente questionado, bem como os resultados que dele derivam. Em resposta a esse problema desenvolveu-se um formalismo de modelos estatísticos hierárquicos, que separam dois níveis de variação dos dados: a camada de observação e a camada do processo biológico. Conhecidos como modelos hierárquicos com detecção imperfeita, aplicações computacionais desse formalismo já estão disponíveis em diversas plataformas e podem ser aplicadas em muito mais casos do que têm sido. Por outro lado, essa nova abordagem envolve procedimentos estatísticos mais complexos e um maior esforço de amostragem. Assim, é necessário avaliar os ganhos efetivos dos modelos com detecção imperfeita em diferentes tipos de pesquisas ecológicas. O objetivo desta proposta é usar estimativas de ocorrência, abundância e taxas vitais de espécies obtidos com modelos de detecção imperfeita em três estudos de casos que juntos abrangem testes sobre estrutura e dinâmicas de populações e comunidades, em aspectos teóricos e aplicados. Além da importância teórica e aplicada dos estudos de caso em si, vamos avaliar a sensibilidade dos resultados e conclusões à adoção da abordagem de modelos com detecção imperfeita..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Paulo Inácio de Knegt López de Prado - Coordenador / Rodolpho Credo Rodrigues - Integrante / Carlos Candia-Gallardo - Integrante / Leonardo Liberali Wedekin - Integrante / Karlla Vanessa de Camargo Barbosa - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2
2011 - Atual
ICTP Instituto Sul-Americano para Pesquisa Fundamental: Um Centro Regional para Fisica Teorica
Descrição: No mundo inteiro, institutos de fisica teorica sao ferramentas importantes no desenvolvimento de pesquisa fundamental de alta qualidade. O International Centre for Theoretical Physics (ICTP), em colaboracao com a Universidade Estadual Paulista (UNESP), recentemente criou o ICTP South American Institute for Fundamental Rsearch que vai ser alojado no predio do IFT-UNESP na cidade de Sao Paulo. O novo Instituto sera um Centro Regional em fisica teorica para o continente sul-americano e organizara escolas e workshops para alunos de posgraduacao e pesquisadores. Alem do Diretor, Vice-Diretor e secretarias, o novo Centro contratara cinco pesquisadores permanentes e tera um numero grande de pos-doutores e visitantes..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2013
Desenvolvimento e aplicação de protocolos de análise de distribuições de abundância de espécies
Descrição: O foco desta pesquisa é o desenvolvimento e aplicação de um protocolo analítico inédito no Brasil, para descrever um padrão básico em ecologia, que é a predominância de espécies raras em comunidades naturais. Diversas distribuições teóricas de probabilidade foram propostas para descrever este padrão, o que permite a construção de modelos para estimar a probabilidade de ocorrência de uma espécie com uma certa abundância, em função de variáveis preditoras, como características do ambiente, ou região biogeográfica. Abordagens baseadas no conceito de verossimilhança estatística serão usadas para estimar os parâmetros destes modelos, bem como para compará-los. Um pacote em R com todas as funções necessárias para as análises será criado. Por meio de parceria com outros grupos de pesquisa, serão analisados dados de inventários padronizados de diferentes táxons ao longo de diferentes gradientes ambientais, biogeográficos e de perturbação antrópica. A expectativa é que tal refinamento analítico resulte em protocolos que possam ser usados por outros grupos de pesquisa para construir modelos precisos em cada aplicação, mas também que o conjunto de estudos de casos permita construir descrições gerais e realistas das mudanças da diversidade biológica em resposta aos fatores.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Paulo Inácio de Knegt López de Prado - Coordenador / Camila Yumi Mandai - Integrante / Renato Ferreira de Lima - Integrante / Rodolpho Credo Rodrigues - Integrante / Paula Condé - Integrante / Paulo De Marco Jr - Integrante / João Luis Ferreira Batista - Integrante / Zolacir Trindade - Integrante / Jean Paul Metzger - Integrante / Erica Hasui - Integrante / Malva Medina Hernandez - Integrante / Alexandre Adalardo de Oliveira - Integrante / Marina Rillo - Integrante / Roberto André Kraenkel - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 4
2007 - 2009
A matriz é realmente inóspita? Uso por pequenos mamíferos de uma paisagem fragmentada na Mata Atlântica
Descrição: A matriz de habitats alterados, na qual estão as manchas de vegetação natural nas paisagens fragmentadas, tem sido considerada homogênea e inóspita. Essa concepção vem sendo relativizada, mas para isso é preciso ter inventários das comunidades que habitam ou usam a matriz, ainda pobremente conhecidas na região tropical. Com esse objetivo, propomos um levantamento padronizado em fragmentos florestais e matriz de pastagens adjacentes, em uma pasiagem intensamente fragmentada de Mata Atlântica. O grupo escolhido são pequenos mamíferos, devido a sua grande vulnerabilidade à fragmentação. Um levantamento preliminar na área indica que algumas espécies de fato só ocorrem em fragmentos, mas há discrepâncias importantes em relação aos poucos dados já publicados. Espécies tidas como restritas à floresta foram capturadas em pastagens, bem como o contrário. Espécie consideradas raras e especialistas foram registradas em fragmentos pequenos (10-40 ha) e alterados. Assim, o objetivo dessa proposta é caracterizar a diferenças entre fragmentos de mata e matriz de pastos quanto a composição e abundância de pequenos mamíferos, em uma paisagem severamente fragmentada. O estudo será realizado em São Luiz do Paraitinga, na Serra do Mar paulista, entre nov/06 e abril/07, em uma área em que a cobertura florestal está reduzida a pequenos fragmentos de mata secundária, que cobrem 11% da paisagem. Usaremos a mesma metodologia em seis fragmentos de floresta ombrófila secundária selecionados ao acaso e em seis pastagens adjacentes. Cada fragmento e matriz amostrados terão duas unidades de amostragem, constituídas por conjuntos de quatro baldes de 60 litros enterrados no chão, ligados por uma cerca de interceptação. O método utilizado será o de captura-marcação-recaptura. As espécies capturadas serão classificadas em relação a sua distribuição e locomoção. A frequência de utilização dos diferentes ambientes (fragmento x matriz) será estimada pelo número de capturas das espécies e dos indivíd.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Paulo Inácio de Knegt López de Prado - Coordenador / Emerson Monteiro Vieira - Integrante / Gabriela Paise - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2007 - 2008
Effects of severe fragmentation of the Atlantic Forest on vertebrate communities in southeastern Brazil
Descrição: Habitat fragmentation has been recognized as a major cause of biodiversity loss and negative effects of this process have been reported for a variety of organisms. The Atlantic Forest along Brazil`s east coast is one of the five most important biodiversity hotspots, and has been dramatically reduced (Whitmore 1997). The remaining forest, corresponding to only 5% of the original forested area, occurs mostly in small and isolated fragments, ranging from tens to hundreds of hectares in area. Conservation strategies for the Atlantic forest depend on information on how biodiversity is maintained and affected in the remaining small and altered patches, and on information to help establish restoration plans. Small mammals (rodents and marsupials) and amphibians may be considered a good group to study this type of question. The amphibians are one of the most sensitive groups to habitat alterations, for that, most of the species is being increasingly threatened. The small mammals represent the most diverse ecological group of mammals in the Atlantic forest, were more than 90 species are found, of which around 43 are endemic. Besides, amphibious and small mammals are an essential component of many of the trophic interactions in tropical forests, as they are preyed by a lot of species of reptiles, birds and larger mammals and thus the reduction or local extinction of their populations may cause serious disturbances in the trophic webs. These species face many and different threats in these forest fragments, including loggers and hunting pressure, destruction of adequate habitat caused by the reduction of the original vegetation and edge effects, invasion and competition of exotic species associated to the man (e.g. Rana catesbeiana, Rattus rattus and Mus musculus), exposure to herbicides and pesticides from adjacent crop fields, increase incidence of fire, and population decline due area reduction. The matrix lanscape is a selective barrier for a lot of species, and is negat.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Paulo Inácio de Knegt López de Prado - Coordenador / Emerson Monteiro Vieira - Integrante / Carlos Guilherme Becker - Integrante / Gabriela Paise - Integrante.Financiador(es): British Ecological Society - Auxílio financeiro / Não informado.Número de orientações: 2
2003 - 2006
Biodiversidade e Processos Sociais em São Luiz do Paraitinga - SP
Descrição: Projeto interdisciplinar em conservação e antropologia, apoiado pelo Programa Biota/FAPESP (proc. 02/08558-6)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Paulo Inácio de Knegt López de Prado - Coordenador / Pedro Castelo Brando da Silveira - Integrante / Allan Rodrigo Arantes Monteiro - Integrante / Paula Drummond de Castro - Integrante / Rafael Luis Galdini Raimundo - Integrante / Erica Speglich - Integrante / Luciano dos Anjos - Integrante / Tatiana de Mello - Integrante / Danilo Bandini Ribeiro - Integrante / Rômulo Fernandes Batista - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
2002 - 2006
Avaliação das populações do macaco-prego-do-peito-amarelo (Cebus xanthosternos) e proposta de estratégia para manejo e conservação da espécie
Descrição: Esta pesquisa, de levantamento das populações silvestres de C. xanthosternos, é um passo importante e essencial para se estabelecer um programa de manejo da espécie. Além da distribuição geográfica, são coletadas informações sobre parâmetros populacionais, como densidade, tamanho de grupos e tamanho de território. A pesquisa inclui a avaliação das condições ambientais da área de distribuição de C. xanthosternos, levando-se em conta a cobertura florestal existente, sua fragmentação e exploração, e caracterização do ambiente onde a espécie é encontrada. São também identificadas outras ameaças (além do desmatamento) para as populações de C. xanthosternos e registradas as presenças de outras espécies de primatas nas áreas de ocorrência do macaco-prego-do-peito-amarelo. Para o inventário das populações selvagens de C. xanthosternos, toda a área de distribuição original da espécie será percorrida durante dois anos. As áreas de matas remanescentes serão identificadas através de imagens de satélites e mapas publicados pelo IBGE e SUDENE. Para se obter informações sobre a distribuição geográfica e densidade de C. xanthosternos serão feitas entrevistas com a população local e a presença da espécie será confirmada através de câmeras fotográficas com sensores, que disparam quando os animais passam (as câmeras são deixadas na mata e quando os macacos-prego atravessam em frente ao sensor, elas disparam, fotografando os animais)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Paulo Inácio de Knegt López de Prado - Integrante / Mariana de Oliveira Portela - Integrante / Maria Cecília Kierulff - Integrante / Gabriel Rodrigues dos Santos - Coordenador / Gustavo Rodrigues Canale - Integrante / Carlos Eduardo Guidorizi - Integrante.Financiador(es): Ministério do Meio Ambiente e da Amazonia Legal - Auxílio financeiro / Margot Mash Biodiversity Foundation - Auxílio financeiro.
2002 - 2006
Biodiversidade e Processos Sociais em São Luiz do Paraitinga - SP
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1998 - 2002
Abordagens Ecológicas e Instrumentos Econômicos para o Estabelecimento do Corredor do Descobrimento: Uma Estratégia para Reverter a Fragmentação Florestal na Mata Atlântica do Sul da Bahia
Descrição: Projeto aprovado pelo Programa Probio (Ministério do Meio Ambiente), Edital 01/97. Executores: Conservation International do Brasil e Instituto de Estudos Sócio-Ambientais do Sul da Bahia. Instituições participantes: Universidade Federal de Minas Gerais, Departamento de Desenvolvimento Florestal do Estado da Bahia, e Nepam - Unicamp. Coordenação: Dr. Gustavo B. Fonseca (CI International, UFMG), e Dr. Keith N. Alger (IESB). Função: pesquisador da equipe..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Paulo Inácio de Knegt López de Prado - Integrante / Gustavo Fonseca - Integrante / Keith Norman Alger - Coordenador / Raquel Teixeira de Moura - Integrante.Financiador(es): Ministério do Meio Ambiente e da Amazonia Legal - Auxílio financeiro / Center For Applied Biodiversity Science - Auxílio financeiro / World Bank - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 3
1995 - 1997
Qualidade ambiental e desenvolvimento regional nas bacias dos rios Piracicaba e Capivari
Descrição: Projeto interdisciplinar na área de meio ambiente e sociedade, sob a coordenação do Dr. Daniel J. Hogan (Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais da UNICAMP); financiado pela FAPESP e FINEP (programa PADCT/CIAMB). Função: pesquisador associado, co-responsável pelo componente ?Análises multivariadas de dados bióticos?; e responsável pela Gerência da Base de Dados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Paulo Inácio de Knegt López de Prado - Integrante / Daniel Joseph Hogan - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 2
1989 - 2004
Biodiversidade de Insetos de Compostas
Descrição: projeto interdisciplinar em ecologia de insetos herbívoros, sob a coordenação do Dr. Thomas Michael Lewinsohn (Depto. de Zoologia, e Nepam, UNICAMP); e financiado pelo CNPq e FAPESP. Participa da equipe desde 1989.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (5) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Paulo Inácio de Knegt López de Prado - Integrante / Thomas Michael Lewinsohn - Coordenador / Adriana M Almeida - Integrante / Vera Nisaka Solferini - Integrante / Umberto Kubota - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 9


Projetos de desenvolvimento


2005 - 2006
Web services and multimodal tools for strategic biodiversity research, assessing and monitoring
Descrição: Desenvolvimento de ferramentas compuatrcionais para apoio a identificação e documentação de material biológico.
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Paulo Inácio de Knegt López de Prado - Integrante / Thomas Michael Lewinsohn - Integrante / André Victor Lucci Freitas - Integrante / Cláudia Bauzer de Medeiros - Coordenador / Ricardo Torres - Integrante / Alexandre Falcão - Integrante.Financiador(es): Microsoft Research - Auxílio financeiro.
2000 - 2001
Base de Dados Ambientais para o Corredor Central da Mata Atlântica
Descrição: Convênio entre o Centro de Recursos Ambientais da Bahia (CRA), o Instituto de Estudos Sócio-Ambientais do Sul da Bahia (IESB) e o NEPAM-Unicamp para planejar e produzir bases de dados sócio-ambientais sobre a região do Corredor Central da Mata Atlântica na Bahia. Convênio CRA 059/2000, de 22 de julho de 2000. Função:Coordenador do Convênio pelo IESB/Unicamp, e editor da base de dados..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Paulo Inácio de Knegt López de Prado - Coordenador / Mônica Mello - Integrante / Rui Rocha - Integrante / Raquel Moura - Integrante.Financiador(es): Instituto de Estudos Sócio Ambientais do Sul da Bahia - Cooperação / Conservation International do Brasil - Cooperação / Center For Applied Biodiversity Science - Auxílio financeiro / Centro de Recursos Ambientais - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 1
1996 - 1997
Levantamento Sócio-Ambiental Participativo do Vale do Ribeira
Descrição: Projeto interdisciplinar com vistas a subsidiar o zoneamento ambiental da APA Cananéia-Iguape-Peruíbe, Coordenado pelas Dras. Lúcia da Costa Ferreira (NEPAM) e Luiza Alonso (SEMA-SP). Convênio entre o Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais da UNICAMP (NEPAM) e a Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Paulo Inácio de Knegt López de Prado - Integrante / Lúcia da Costa Ferreira - Coordenador / Luiza Alonso - Integrante / Simone Siviero - Integrante / Celso Lopes - Integrante / Ademir Caldeira - Integrante / Lúcia Manzochi - Integrante / Ricardo Russo - Integrante.Financiador(es): Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - Auxílio financeiro / Secretaria de Estado do Meio Ambiente Sp - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2


Membro de corpo editorial


2016 - Atual
Periódico: Ecological Complexity (Print)
2008 - 2012
Periódico: ZOOLOGIA-CURITIBA
2006 - 2008
Periódico: Neotropical Biology and Conservation


Revisor de periódico


2006 - Atual
Periódico: Biological Journal of the Linnean Society
2006 - Atual
Periódico: Landscape Ecology
2006 - Atual
Periódico: Biological Conservation
2006 - 2006
Periódico: Iheringia. Série Zoologia
2003 - Atual
Periódico: Biota Neotropica (Ed. Portuguesa)
2001 - Atual
Periódico: Neotropical Entomology
2004 - 2004
Periódico: Boletim do Museu de Biologia Mello Leitão
2002 - 2002
Periódico: Ambiente e Sociedade (Campinas)
1998 - 1998
Periódico: European Journal of Entomology
2006 - Atual
Periódico: Acta Amazonica
2006 - Atual
Periódico: Lundiana
2006 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Entomologia
2007 - Atual
Periódico: Natureza & Conservação
2007 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Botânica
2008 - Atual
Periódico: Acta Botanica Brasilica
2010 - Atual
Periódico: Trends in Ecology & Evolution (Amsterdam. Print)
2010 - Atual
Periódico: Oikos (Kobenhavn)
2014 - Atual
Periódico: Global Ecology and Biogeography
2015 - Atual
Periódico: Filosofia e História da Biologia


Revisor de projeto de fomento


2006 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal
2006 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2006 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
2001 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais
1999 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Teórica/Especialidade: Ecologia de Comunidades.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Teórica.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Teórica/Especialidade: Biodiversidade.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Teórica/Especialidade: Interação Inseto Planta.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende PoucoLê Pouco.


Prêmios e títulos


2013
Prêmio melhor dissertação de mestrado orientada - Paula Condé, Programa de Ecologia USP.
2013
Prêmio Melhor Tese de doutorado orientada - Renato Augusto Ferreira de Lima, Programa de Pós-graduação em Ecologia da USP.
2010
Prêmio Melhor Tese de Mestrado orientada- Camila Mandai, Programa de Pós-Graduação em Ecologia da USP.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:54
Total de citações:1550
Fator H:19
Prado, Paulo I  Data: 15/11/2018

Outras
Total de trabalhos:87
Total de citações:3012
Prado, P I  Data: 27/08/2017

Artigos completos publicados em periódicos

1.
RODRIGUES, RODOLPHO C.2018RODRIGUES, RODOLPHO C. ; Prado, Paulo I. . Sampling methods affect observed response of bird species richness to vegetation structure in Brazilian savannas. CONDOR, v. 120, p. 402-413, 2018.

2.
MARJAKANGAS, EMMA-LIINA2018MARJAKANGAS, EMMA-LIINA ; GENES, LUÍSA ; Pires, Mathias M. ; FERNANDEZ, FERNANDO A. S. ; DE LIMA, RENATO A. F. ; DE OLIVEIRA, ALEXANDRE A. ; OVASKAINEN, OTSO ; PIRES, ALEXANDRA S. ; Prado, Paulo I. ; GALETTI, MAURO . Estimating interaction credit for trophic rewilding in tropical forests. PHILOSOPHICAL TRANSACTIONS OF THE ROYAL SOCIETY B-BIOLOGICAL SCIENCES, v. 373, p. 20170435, 2018.

3.
WEDEKIN, LL2017WEDEKIN, LL ; ENGEL, MH ; ANDRIOLO, A ; PRADO, PI ; ZERBINI, AN ; MARCONDES, MMC ; KINAS, PG ; SIMÕES-LOPES, PC . Running fast in the slow lane: rapid population growth of humpback whales after exploitation. MARINE ECOLOGY PROGRESS SERIES, v. 575, p. 195-206, 2017.

4.
LIMA, RENATO A.F.2016LIMA, RENATO A.F. ; MULLER-LANDAU, HELENE C. ; Prado, Paulo I. ; CONDIT, RICHARD . How do size distributions relate to concurrently measured demographic rates? Evidence from over 150 tree species in Panama. Journal of Tropical Ecology (Print), v. 32, p. 1-14, 2016.

5.
CASTANHO, CAMILA DE TOLEDO2015CASTANHO, CAMILA DE TOLEDO ; LORTIE, CHRISTOPHER J. ; ZAITCHIK, BENJAMIN ; Prado, Paulo Inácio . A meta-analysis of plant facilitation in coastal dune systems: responses, regions, and research gaps. PeerJ, v. 3, p. e768, 2015.

6.
DE LIMA, RENATO A. F.2015DE LIMA, RENATO A. F. ; MORI, DANILO P. ; PITTA, GREGORY ; MELITO, MELINA O. ; BELLO, CAROLINA ; MAGNAGO, LUIZ F. ; ZWIENER, VICTOR P. ; SARAIVA, DANIEL D. ; MARQUES, MÁRCIA C. M. ; DE OLIVEIRA, ALEXANDRE A. ; Prado, Paulo I. . How much do we know about the endangered Atlantic Forest? Reviewing nearly 70 years of information on tree community surveys. Biodiversity and Conservation, v. online, p. online, 2015.

7.
DE LIMA, RENATO AUGUSTO FERREIRA2015DE LIMA, RENATO AUGUSTO FERREIRA ; BATISTA, JOÃO LUÍS FERREIRA ; Prado, Paulo Inácio . Modeling Tree Diameter Distributions in Natural Forests: An Evaluation of 10 Statistical Models. Forest Science, v. 61, p. 320-327, 2015.

8.
COUTINHO, RENATO M.2015COUTINHO, RENATO M. ; KRAENKEL, ROBERTO A. ; Prado, Paulo I. . Catastrophic Regime Shift in Water Reservoirs and São Paulo Water Supply Crisis. Plos One, v. 10, p. e0138278, 2015.

9.
Castanho, Camila T.2015Castanho, Camila T. ; Oliveira, Alexandre A. ; PRADO, PAULO INÁCIO K. L. . Does extreme environmental severity promote plant facilitation? An experimental field test in a subtropical coastal dune. Oecologia, v. 178, p. 855-866, 2015.

10.
Castanho, C. M.2014Castanho, C. M. ; PRADO, P. I. . Benefit of Shading by Nurse Plant Does Not Change along a Stress Gradient in a Coastal Dune. Plos One, v. 9, p. e105082, 2014.

11.
Lewinsohn, Thomas M.2014Lewinsohn, Thomas M. ; ATTAYDE, JOSÉ LUIZ ; FONSECA, Carlos Roberto ; GANADE, GISLENE ; JORGE, LEONARDO RÉ ; KOLLMANN, JOHANNES ; OVERBECK, GERHARD E. ; Prado, Paulo Inácio ; PILLAR, VALÉRIO D. ; POPP, DANIELA ; DA ROCHA, PEDRO L. B. ; SILVA, WESLEY RODRIGUES ; SPIEKERMANN, ANNETTE ; WEISSER, WOLFGANG W. . Ecological literacy and beyond: Problem-based learning for future professionals. Ambio (Oslo), v. online, p. online, 2014.

12.
JORGE, LEONARDO R.2014JORGE, LEONARDO R. ; Prado, Paulo I. ; Almeida-Neto, Mário ; Lewinsohn, Thomas M. . An integrated framework to improve the concept of resource specialisation. Ecology Letters (Print), v. 17, p. 1341-1350, 2014.

13.
PÜTTKER, THOMAS2014PÜTTKER, THOMAS ; DE ARRUDA BUENO, ADRIANA ; Prado, Paulo I. ; Pardini, Renata . Ecological filtering or random extinction? Beta-diversity patterns and the importance of niche-based and neutral processes following habitat loss. Oikos (Kobenhavn), v. online, p. n/a-n/a, 2014.

14.
LAPORTA, GABRIEL ZORELLO2013LAPORTA, GABRIEL ZORELLO ; PRADO, PAULO INÁCIO KNEGT LOPEZ DE ; KRAENKEL, ROBERTO ANDRÉ ; COUTINHO, RENATO MENDES ; SALLUM, MARIA ANICE MUREB . Biodiversity Can Help Prevent Malaria Outbreaks in Tropical Forests. PLoS Neglected Tropical Diseases (Online), v. 7, p. e2139, 2013.

15.
PÜTTKER, THOMAS2013PÜTTKER, THOMAS ; Prado, Paulo Inácio ; DE BARROS, CAMILA DOS SANTOS ; MARTINS, THAIS KUBIK ; SOMMER, SIMONE ; Pardini, Renata . Animal movements and geometry: a response to Oliveira-Santos et al. 2013. Journal of Mammalogy (Print), v. 94, p. 954-956, 2013.

16.
Prado, Paulo Inácio2013Prado, Paulo Inácio; EL-HANI, CHARBEL N. . Blaming the words population and community has outlived its usefulness in ecology - a reply to Magnusson (2013). Natureza & Conservação, v. 11, p. 99-102, 2013.

17.
DE LIMA, RENATO AUGUSTO F.2013DE LIMA, RENATO AUGUSTO F. ; Prado, Paulo Inácio ; MARTINI, ADRIANA MARIA Z. ; FONSECA, LEANDRO J. ; GANDOLFI, SÉRGIUS ; RODRIGUES, RICARDO R. . Improving methods in gap ecology: revisiting size and shape distributions using a model selection approach. Journal of Vegetation Science, v. 24, p. 484-495, 2013.

18.
Ribeiro, Danilo Bandini2012Ribeiro, Danilo Bandini; Batista, Rômulo ; Prado, Paulo I. ; Brown, Keith S. ; Freitas, André V. L. . The importance of small scales to the fruit-feeding butterfly assemblages in a fragmented landscape. Biodiversity and Conservation, v. 21, p. 811-827, 2012.

19.
MARTENSEN, ALEXANDRE CAMARGO2012MARTENSEN, ALEXANDRE CAMARGO ; RIBEIRO, MILTON CEZAR ; BANKS-LEITE, CRISTINA ; Prado, Paulo Inácio ; Metzger, Jean Paul . Associations of Forest Cover, Fragment Area, and Connectivity with Neotropical Understory Bird Species Richness and Abundance. Conservation Biology, v. 26, p. 1100-1111, 2012.

20.
Castanho, Camila T.2012Castanho, Camila T. ; Oliveira, Alexandre A. ; Prado, Paulo Inácio . The importance of plant life form on spatial associations along a subtropical coastal dune gradient. Journal of Vegetation Science, v. 23, p. 952-961, 2012.

21.
Almeida-Neto, Mário2011Almeida-Neto, Mário ; Prado, Paulo I. ; Lewinsohn, Thomas M. . Phytophagous insect fauna tracks host plant responses to exotic grass invasion. Oecologia, v. 165, p. 1051-1062, 2011.

22.
Pires, Mathias M.2011Pires, Mathias M. ; Prado, Paulo I. ; Guimarães, Paulo R. . Do Food Web Models Reproduce the Structure of Mutualistic Networks?. Plos One, v. 6, p. e27280, 2011.

23.
DINIZ, Soraia2011DINIZ, Soraia ; LEWINSOHN, Thomas Michael ; Prado, Paulo Inácio . Comparing assemblages of Asteraceae and their insect herbivores under different land-use regimens. Austral Ecology (Print), v. Online, p. no-no, 2011.

24.
BECKER, C. GUILHERME2010BECKER, C. GUILHERME; FONSECA, CARLOS R. ; HADDAD, CÉLIO F. B. ; Prado, Paulo I. . Habitat Split as a Cause of Local Population Declines of Amphibians with Aquatic Larvae. Conservation Biology, v. 24, p. 287-294, 2010.

25.
DINIZ, Soraia2010DINIZ, Soraia ; Prado, Paulo I ; Lewinsohn, Thomas M . Species richness in natural and disturbed habitats: Asteraceae and Flower-head insects (Tephritidae: Diptera). Neotropical Entomology (Impresso), v. 39, p. 163-171, 2010.

26.
Pardini, Renata2010Pardini, Renata ; Bueno, Adriana de Arruda ; Gardner, Toby A. ; Prado, Paulo Inácio ; Metzger, Jean Paul . Beyond the Fragmentation Threshold Hypothesis: Regime Shifts in Biodiversity Across Fragmented Landscapes. Plos One, v. 5, p. e13666, 2010.

27.
TORRES, P. C.2010TORRES, P. C. ; PRADO, P. I. . Domestic dogs in a fragmented landscape in the Brazilian Atlantic Forest: abundance, habitat use and caring by owners. Brazilian Journal of Biology (Impresso), v. 70, p. 997-994, 2010.

28.
Almeida-Neto, Mário2010Almeida-Neto, Mário ; Prado, Paulo I. ; KUBOTA, Umberto ; Bariani, Joice M. ; Aguirre, Guilherme H. ; Lewinsohn, Thomas M. . Invasive grasses and native Asteraceae in the Brazilian Cerrado. Plant Ecology (Dordrecht), v. 209, p. 109-122, 2010.

29.
Ribeiro, Danilo Bandini2010Ribeiro, Danilo Bandini; Prado, Paulo I. ; Brown Jr., Keith S. ; Freitas, André V. L. . Temporal Diversity Patterns and Phenology in Fruit-feeding Butterflies in the Atlantic Forest. Biotropica (Lawrence, KS), v. 42, p. 710-716, 2010.

30.
PRADO, P. I. K. L.2009PRADO, P. I. K. L.. Distribuições de Abundâncias de Espécies: avanços analíticos para entender um padrão básico em ecologia. Ciência & Ambiente, v. 39, p. 121-136, 2009.

31.
FONSECA, Carlos Roberto2008FONSECA, Carlos Roberto ; BECKER, C. G. ; HADDAD, C. F. B. ; PRADO, P. I. . Response to Comment on "Habitat Split and the Global Decline of Amphibians". Science, v. 320, p. 874, 2008.

32.
Ribeiro, Danilo Bandini2008Ribeiro, Danilo Bandini; Prado, Paulo I. ; Brown Jr, Keith S. ; Freitas, André V. L. . Additive partitioning of butterfly diversity in a fragmented landscape: importance of scale and implications for conservation. Diversity and Distributions, v. 14, p. 961-968, 2008.

33.
Orsi, Renato H.2008Orsi, Renato H. ; STOPPE, Nancy C. ; SATO, Maria Inês Z. ; Prado, Paulo Inácio ; Ottoboni, Laura M. M. . Phylogenetic group distribution among Escherichia coli isolated from rivers in São Paulo State, Brazil. World Journal of Microbiology and Biotechnology, v. 24, p. 1573-1577, 2008.

34.
MARTINI, A. M. Z.2007MARTINI, A. M. Z. ; JARDIM, Jomar ; PRADO, P. I. ; Santos, F. A. M. . Community structure of all vascular plants in treefall gaps and fire-disturbed areas in the Atlantic rainforest, southern Bahia, Brazil.. Revista Brasileira de Botânica, v. 30, p. 303-313, 2007.

35.
ORSI, R. H.2007ORSI, R. H. ; STOPPE, Nancy C. ; SATO, Maria Inês Z. ; GOMES, T. A. T. ; PRADO, P. I. ; MANFIO, Gilson Paulo ; OTTOBONI, Laura M.m. . Genetic variability and pathogenicity potential of Eschericihia coli isolated from recreational water reservoirs. Research in Microbiology (Paris), v. 158, p. 420-427, 2007.

36.
BECKER, C. G.2007 BECKER, C. G. ; FONSECA, Carlos Roberto ; HADDAD, C. F. B. ; BATISTA, Rômulo Fernandes ; PRADO, P. I. . Habitat split and the global decline of amphibians. Science, v. 318, p. 1775-1777, 2007.

37.
PRADO, P. I. K. L.2007PRADO, P. I. K. L.. Para além dos índices: caracterização da diversidade por meio de modelos de distribuição de abundâncias. O Biológico, v. 69, p. 241-242, 2007.

38.
LEWINSOHN, Thomas Michael2006 LEWINSOHN, Thomas Michael ; PRADO, P. I. ; JORDANO, P. ; BASCOMPTE, J. ; OLENSEN, J.M., . Structure in plant-animal interaction assemblages. Oikos (Copenhagen), v. 113, n.1, p. 174-184, 2006.

39.
NORRBOM, Allen2006NORRBOM, Allen ; PRADO, P. I. . New genera and host plant records of Asteraceae-feeding Tephritidae (Diptera) from Brazil. Zootaxa (Online), v. 1139, p. 1-17, 2006.

40.
ALMEIDA, Adriana Monteiro de2006ALMEIDA, Adriana Monteiro de ; FONSECA, Carlos Roberto ; PRADO, P. I. ; ALMEIDA NETO, Mário de ; DINIZ, Soraia ; BRAUN, Marina Reiter ; KUBOTA, Umberto ; RAIMUNDO, Rafael Luis Galdini ; ANJOS, Luciano dos ; FUTADA, Sílvia de Melo ; LEWINSOHN, Thomas Michael . Assemblages of Endophagous Insects on Assemblage of Endophagous Insects on Asteraceae in São Paulo Cerrados. Neotropical Entomology, v. 35, p. 458-468, 2006.

41.
LEWINSOHN, Thomas Michael2006LEWINSOHN, Thomas Michael ; LOYOLA, R. ; PRADO, P. I. . Matrizes, Redes e Ordenações: a Detecção de Estrutura em Comunidades Interativas. Oecologia Brasiliensis, v. 10, p. 90-104, 2006.

42.
FONSECA, Carlos Roberto2005FONSECA, Carlos Roberto ; PRADO, P. I. ; ALMEIDA NETO, Mário de ; KUBOTA, Umberto ; LEWINSOHN, Thomas Michael . Flower-heads, herbivores, and their parasitoids: food web structure along a fertility gradient. Ecological Entomology, v. 30, p. 36-46, 2005.

43.
LEWINSOHN, Thomas Michael2005 LEWINSOHN, Thomas Michael ; PRADO, P. I. . How many species are there in Brazil?. Conservation Biology, v. 19, n.3, p. 619-624, 2005.

44.
LEWINSOHN, Thomas Michael2005LEWINSOHN, Thomas Michael ; FREITAS, A. V. L. ; PRADO, P. I. . Conservation of terrestrial invertebrates and their habitats in Brazil. Conservation Biology, v. 16, n.3, p. 640-645, 2005.

45.
YOTOKO, K. S. C.2005YOTOKO, K. S. C. ; PRADO, P. I. ; RUSSO, C. A. M. ; SOLFERINI, Vera Nisaka . Testing the trend towards specialization in herbivore-host plant associations using a molecular phylogeny of Tomoplagia (Diptera; Tephritidae). Molecular Phylogenetics and Evolution, v. 35, p. 701-711, 2005.

46.
ABREU, Aluana Gonçalves de2005PRADO, P. I.; ABREU, Aluana Gonçalves de ; NORRBOM, Allen ; SOLFERINI, Vera Nisaka . Genetic and morphological diagnosis and description of two cryptic species of flower head-infesting Tephritidae (Diptera). Insect Systematics & Evolution, v. 36, n.36, p. 361-370, 2005.

47.
ALMEIDA, Adriana Monteiro de2005ALMEIDA, Adriana Monteiro de ; FONSECA, Carlos Roberto ; PRADO, P. I. ; ALMEIDA NETO, Mário de ; DINIZ, Soraia ; KUBOTA, Umberto ; BRAUN, Marina Reiter ; RAIMUNDO, Rafael Luis Galdini ; ANJOS, Luciano dos ; MENDONÇA, Thera ; FUTADA, Sílvia de Melo ; LEWINSOHN, Thomas Michael . Diversidade e ocorrência de Asteraceae em cerrados de São Paulo. Biota Neotropica (Ed. Portuguesa), v. 5, n.2, p. 27-43, 2005.

48.
LEWINSOHN, Thomas Michael2005LEWINSOHN, Thomas Michael ; PRADO, P. I. . Quantas espécies há no Brasil?. Megadiversidade (Belo Horizonte), v. 1, p. 34-42, 2005.

49.
LEWINSOHN, Thomas Michael2005LEWINSOHN, Thomas Michael ; FREITAS, A. V. L. ; PRADO, P. I. . Conservação de invertebrados terrestres e seus habitats no Brasil. Megadiversidade (Belo Horizonte), v. 1, p. 62-69, 2005.

50.
ALMEIDA, Adriana M2004ALMEIDA, Adriana M ; PRADO, P. I. ; LEWINSOHN, Thomas Michael . Geographical distribution of Eupatorieae (Asteraceae) In South-eastern and South Brazilian Mountain Ranges. Plant Ecology (Dordrecht), v. 174, p. 163-181, 2004.

51.
PRADO, P. I.;PRADO, P. I. K. L.;PRADO, P. I. L.;Prado, Paulo Inácio;Prado, Paulo I.;Prado, Paulo I;PRADO, PAULO INáCIO K. L.;Paulo Inácio de Knegt Lópes de;PRADO, PAULO INÁCIO KNEGT LOPEZ DE;PRADO, PAULO INÁCIO K. L.;PRADO, PI2004PRADO, P. I.; NORRBOM, Allen ; LEWINSOHN, Thomas Michael . New species of Tomoplagia Coquillet (Diptera: Tephritidae) from capitula of Asteraceae in Brazil. Neotropical Entomology, v. 33, n.2, p. 189-211, 2004.

52.
PRADO, P. I.;PRADO, P. I. K. L.;PRADO, P. I. L.;Prado, Paulo Inácio;Prado, Paulo I.;Prado, Paulo I;PRADO, PAULO INáCIO K. L.;Paulo Inácio de Knegt Lópes de;PRADO, PAULO INÁCIO KNEGT LOPEZ DE;PRADO, PAULO INÁCIO K. L.;PRADO, PI2004 PRADO, P. I.; LEWINSOHN, Thomas Michael . Compartments in insect-plant associations and their consequences for community structure. Journal of Animal Ecology, Londres, v. 73, p. 1168-1178, 2004.

53.
PIZA, Fernanda Francischetti2004PIZA, Fernanda Francischetti ; PRADO, P. I. ; MANFIO, Gilson Paulo . Investigation of bacterial diversity in Brazilian tropical estuarine sediments reveals high actinobacterial diversity. Antonie van Leeuwenhoek, The Hague, v. prelo, p. 317-328, 2004.

54.
BÉRGAMO, Rogério F2004BÉRGAMO, Rogério F ; NOVO, Maria Teresa M ; VERÍSSIMO, Ricardo V. ; PAULINO, Luciana C. ; STOPPE, Nancy C. ; SATO, Maria Inês Z. ; MANFIO, Gilson P. ; PRADO, P. I. ; GARCIA JR., Oswaldo ; OTTOBONI, Laura M.m. . Differentiation of Acidithiobacillus ferrooxidans and A. thiooxidans strains based on 16S?23S rDNA spacer polymorphism analysis. Research in Microbiology (Paris), v. 155, n.7, p. 559-567, 2004.

55.
PRADO, P. I.;PRADO, P. I. K. L.;PRADO, P. I. L.;Prado, Paulo Inácio;Prado, Paulo I.;Prado, Paulo I;PRADO, PAULO INáCIO K. L.;Paulo Inácio de Knegt Lópes de;PRADO, PAULO INÁCIO KNEGT LOPEZ DE;PRADO, PAULO INÁCIO K. L.;PRADO, PI2002PRADO, P. I.; ALMEIDA, Adriana Monteiro de ; LEWINSOHN, Thomas Michael ; NORRBOM, Allen ; BUYS, B. D. ; MACEDO, A. C. ; LOPES, M. B. . The Fauna of Tephritidae (Diptera) from Capitula of Asteraceae in Brazil. Proceedings of the Entomological Society of Washington, Washington, v. 104, n.4, p. 1006-1027, 2002.

56.
PRADO, P. I.;PRADO, P. I. K. L.;PRADO, P. I. L.;Prado, Paulo Inácio;Prado, Paulo I.;Prado, Paulo I;PRADO, PAULO INáCIO K. L.;Paulo Inácio de Knegt Lópes de;PRADO, PAULO INÁCIO KNEGT LOPEZ DE;PRADO, PAULO INÁCIO K. L.;PRADO, PI2002PRADO, P. I.; LEWINSOHN, Thomas Michael ; CARMO, R. L. ; HOGAN, D. J. . Ordenação multivariada na ecologia e seu uso em ciências ambientais. Ambiente e Sociedade (Campinas), Campinas, v. 10, p. 69-83, 2002.

57.
JESUS, F. F.2001JESUS, F. F. ; SOLFERINI, Vera Nisaka ; SEMIR, J. ; PRADO, P. I. . Local genetic differentiation in Proteopsis argentea (Asteraceae), a perennial herb endemic in Brazil. Plant Systematics and Evolution, v. 226, p. 59-68, 2001.

58.
PRADO, P. I.;PRADO, P. I. K. L.;PRADO, P. I. L.;Prado, Paulo Inácio;Prado, Paulo I.;Prado, Paulo I;PRADO, PAULO INáCIO K. L.;Paulo Inácio de Knegt Lópes de;PRADO, PAULO INÁCIO KNEGT LOPEZ DE;PRADO, PAULO INÁCIO K. L.;PRADO, PI1999PRADO, P. I.; VIEIRA, E. M. . The Interplay Between Plant Traits and Herbivore Attack: A Study of a Stem Galling Midge in The Neotropics.. Ecological Entomology, Londres, v. 24, p. 80-88, 1999.

59.
FARIA, M. L.1994FARIA, M. L. ; PRADO, P. I. ; BEDÊ, L. C. ; FERNANDES, G. W. . Estrutura e Dinâmica de uma População de larvas de Myrmeleon uniformis (Neuroptera:Myrmeleontidae). Revista Brasileira de Biologia, Rio de Janeiro, v. 54, n.2, p. 335-344, 1994.

60.
PRADO, P. I.;PRADO, P. I. K. L.;PRADO, P. I. L.;Prado, Paulo Inácio;Prado, Paulo I.;Prado, Paulo I;PRADO, PAULO INáCIO K. L.;Paulo Inácio de Knegt Lópes de;PRADO, PAULO INÁCIO KNEGT LOPEZ DE;PRADO, PAULO INÁCIO K. L.;PRADO, PI1994PRADO, P. I.; LEWINSOHN, Thomas Michael . Genus Tomoplagia (Diptera, Tephritidae) in the Serra do Cipó, MG, Brazil: Host Records and Notes of Taxonomic Interest. Revista Brasileira de Entomologia, São Paulo, v. 38, n.3/4, p. 669-680, 1994.

61.
FIGUEIRA, J. E. C.1993FIGUEIRA, J. E. C. ; BEDÊ, L. C. ; SOUZA, A. L. T. ; PRADO, P. I. . Morphological analysis of a brazilian savanna moth community.. Ciência e Cultura (SBPC), Rio de Janeiro, v. 45, n.2, p. 112-115, 1993.

62.
PRADO, P. I.;PRADO, P. I. K. L.;PRADO, P. I. L.;Prado, Paulo Inácio;Prado, Paulo I.;Prado, Paulo I;PRADO, PAULO INáCIO K. L.;Paulo Inácio de Knegt Lópes de;PRADO, PAULO INÁCIO KNEGT LOPEZ DE;PRADO, PAULO INÁCIO K. L.;PRADO, PI1993PRADO, P. I.; BEDÊ, L. C. ; FARIA, M. L. . Asymmetric Competition in a Natural Population of Antlion Larvae. Oikos (Kobenhavn), v. 68, n.3, p. 525, 1993.

63.
ENGEL, V. L.1992ENGEL, V. L. ; PRADO, P. I. . Aspectos da silvigênese de uma mata pluvial atlântica em Linhares, ES. Revista do Instituto Florestal, São Paulo, v. 4, n.supl., p. 163-168, 1992.

64.
PRADO, P. I.;PRADO, P. I. K. L.;PRADO, P. I. L.;Prado, Paulo Inácio;Prado, Paulo I.;Prado, Paulo I;PRADO, PAULO INáCIO K. L.;Paulo Inácio de Knegt Lópes de;PRADO, PAULO INÁCIO KNEGT LOPEZ DE;PRADO, PAULO INÁCIO K. L.;PRADO, PI1992PRADO, P. I.; ENGEL, V. L. ; MENDES, F. G. . Padrões de mortalidade de árvores em uma mata pluvial atlântica em Linhares. Revista do Instituto Florestal, São Paulo, v. 4, n.supl., p. 773-777, 1992.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
PRADO, P. I.; LANDAU, Elena Charlotte (Org.) ; PINTO, Luiz Paulo (Org.) ; MOURA, Raquel (Org.) ; FONSECA, Gustavo (Org.) ; ALGER, Keith Norman (Org.) . Corredor de Biodiversidade na Mata Atlântica do Sul da Bahia. Ilhéus: IESB / CI / CABS / UFMG / UNICAMP, 2003.

2.
LEWINSOHN, Thomas Michael ; PRADO, P. I. . Biodiversidade Brasileira: Síntese do Estado Atual do Conhecimento. São Paulo: Editora Contexto, 2002. v. 1. 176p .

3.
PRADO, P. I.. Corredor Central da Mata Atlântica - Uma base de dados ambientais para a Bahia. Ilhéus: IESB / CI / CRA, 2001.

4.
SMA - SP (Org.) ; IBAMA (Org.) ; NEPAM (Org.) ; PRADO, P. I. (Org.) . Diagnóstico Ambiental Participativo do Vale do Ribeira e Litoral Sul de São Paulo: Subsídios para a discussão do plano de ação governamental para o desenvolvimento sustentável.. São Paulo: Secretaria de Estado do Meio Ambiente - SP, 1998. 85p .

5.
PRADO, P. I.; SMA - SP (Org.) ; IBAMA (Org.) ; NEPAM (Org.) . Em Busca da Sustentabilidade para o do Ribeira e Litoral Sul de São Paulo: Subsídios para a discussão do plano de ação governamental para o desenvolvimento sustentável. São Paulo: Secretaria de Estado do Meio Ambiente - SP, 1998.

Capítulos de livros publicados
1.
LEWINSOHN, Thomas Michael ; JORGE, L. R. ; PRADO, P. I. . Biodiversidade e interações entre insetos herbívoros e plantas. In: Kleber Del-Claro; Helena Maura Torezan-Silingardi. (Org.). Ecologia das interações plantas-animais - uma abordagem ecológico-evolutiva. Rio de Janeiro: Technical Books Editora Ltda, 2011, v. , p. 273-290.

2.
LEWINSOHN, Thomas Michael ; PRADO, P. I. . Síntese do conhecimento atual da biodiversidade brasileira. In: Thomas Michael Lewinsohn. (Org.). Avaliação do estado do conhecimento da biodiversidade brasileira. Brasília: MMA, 2005, v. I, p. 21-112.

3.
SABINO, José ; PRADO, P. I. . Vertebrados. In: Thomas Michael Lewinsohn. (Org.). Avaliação do estado do conhecimento da biodiversidade brasileira. Brasília: MMA, 2005, v. II, p. 55-146.

4.
PRADO, P. I.; PINTO, Luiz Paulo ; MOURA, Raquel Teixeira de ; CARVALHO, André Maurício de ; THOMAS, William Wayt ; AMORIM, André Márcio ; AGUIAR, Cristiane . Caracterização dos registros de ocorrência de espécies de plantas e mamíferos no sul da Bahia, Brasil. In: Paulo Inácio Prado; Elena Charlotte Landau; Raquel Teixeira de Moura; Luiz Paulo Pinto; Gustavo Fonseca; Keith Norman Alger. (Org.). Corredor de Biodiversidade da Mata Atlântica do Sul da Bahia. Ilhéus: IESB / CI / CABS / UFMG / UNICAMP, 2003, v. , p. -.

5.
PRADO, P. I.; LANDAU, Elena Charlotte ; PINTO, Luiz Paulo ; MOURA, Raquel ; CARVALHO, André Maurício de ; AMORIM, André Márcio . Heterogeneidade espacial do conhecimento biológico no Corredor Central da Mata Atlântica: uma análise dos registros de plantas e mamíferos. In: Paulo Inácio Prado; Elena Charlotte Landau; Raquel Teixeira de Moura; Luiz Paulo Pinto; Gustavo Fonseca; Keith Norman Alger. (Org.). Corredor de Biodiversidade da Mata Atlântica do Sul da Bahia. Ilhéus: IESB / CI / CABS / UFMG / UNICAMP, 2003, v. , p. -.

6.
PRADO, P. I.; PINTO, Luiz Paulo ; MOURA, Raquel Teixeira de ; LANDAU, Elena Charlotte . Avaliação de modelos de distribuição geográfica e sua aplicação para prever a ocorrência de espécies de mamíferos no Corredor Central da Mata Atlântica.. In: Paulo Inácio Prado; Elena Charlotte Landau; Raquel Teixeira de Moura; Luiz Paulo Pinto; Gustavo Fonseca; Keith Norman Alger. (Org.). Corredor de Biodiversidade da Mata Atlântica do Sul da Bahia. Ilhéus: IESB / CI / CABS / UFMG / UNICAMP, 2003, v. , p. -.

7.
LEWINSOHN, Thomas Michael ; PRADO, P. I. . Biodiversity in Brazil: A Synthesis of the Current State of Knowledge. In: Programa Estratégia Nacional da Diversidade Biológica. (Org.). Evaluation of the State of Knowledge on Biological Diversity in Brazil - Executive Summary. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2003, v. , p. 11-20.

8.
SABINO, José ; PRADO, P. I. . Vertebrates. In: Programa da Estratégia Nacional de Diversidade Biológica. (Org.). Evaluation of the State of Knowledge on Biological Diversity in Brazil - Executive Summary. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2003, v. , p. 45-50.

9.
LANDAU, Elena Charlotte ; MOURA, Raquel Teixeira de ; CORDEIRO, Paulo Henrique Chaves ; SILVANO, Débora Leite ; PIMENTA, Bruno ; JARDIM, Jomar ; PRADO, P. I. ; PAGLIA, Adriano ; FONSECA, Gustavo . Definição de áreas biologicamente prioritárias para a formação do Corredor Central da Mata Atlântica no sul da Bahia, Brasil. In: Paulo Inácio Prado; Elena Charlotte Landau; Raquel teixeira de Moura; Luiz Paulo Pinto; Gustavo Fonseca; Keith Norman Alger. (Org.). Corredor da Biodiversidade na Mata Atlântica do Sul da Bahia. Ilhéus: IESB / CI do Brasil / CABS / UFMG / UNICAMP, 2003, v. , p. -.

10.
HERRMAN, G. ; LEWINSOHN, Thomas Michael ; PRADO, P. I. ; GIOVANINI, D. ; RIBEIRO, S. P. . O estado da biodiversidade. In: T. C. C. Santos; J. B. D. Câmara. (Org.). GEO Brasil 2002 - Perspectivas do Meio Ambiente no Brasil. Brasília: IBAMA, 2002, v. , p. 32-47.

11.
LEWINSOHN, Thomas Michael ; PRADO, P. I. ; ALMEIDA, Adriana M . Inventários Bióticos Centrados em Recursos: Insetos Fitófagos e Plantas Hospedeiras.. In: Irene Garay; Bráulio F. S. Dias. (Org.). Conservação da Biodiversidade em Ecossistemas Tropicais. Petrópolis: Vozes, 2001, v. , p. 174-189.

12.
PRADO, P. I.; LEWINSOHN, Thomas Michael . Associações inseto-planta no nível local e regional: Tephritidae e Vernonieae na Serra do Espinhaço. In: Martins, R. P.; Lewinsohn, T.M.; Barbeitos, M. S.. (Org.). Ecologia e comportamento de insetos. (Série Oecologia Brasiliensis vol. VIII). Rio de Janeiro: PPGE-UFRJ, 2000, v. , p. 405-422.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
Prado, Paulo I.. Cotas sociais não promovem inclusão racial. Jornal da USP, São Paulo, 23 set. 2016.

2.
FONSECA, Carlos Roberto ; BECKER, C. G. ; HADDAD, C. F. B. ; PRADO, P. I. . Metamorfose ambulante. Scientific American Brasil, São Paulo, p. 88 - 93, 01 maio 2008.

3.
PRADO, P. I.; Equipe do Projeto SLP . Paisagens entre natureza e cultura. Página 22, São Paulo, , v. 11, p. 60 - 63, 10 set. 2007.

Apresentações de Trabalho
1.
PRADO, PI. O tempo passa e as coisas mudam: como a ecologia investiga a dinâmica dos sistemas naturais. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
OLIVEIRA, A. C. M. ; Prado, Paulo I. . Exploração de espaço de parâmetros em modelos ecológicos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
PRADO, P. I.. A biologia é a próxima física e a matemática nosso próximo microscópio?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
Prado, Paulo I.. Por que tantos com pouco e tão poucos com muito?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
LEWINSOHN, Thomas Michael ; PRADO, P. I. . Diversidade e estrutura de associações de insetos fitófagos e plantas hospedeiras. Campinas: Base de Dados Tropicais - Fundação André Tosello, 1996 (Documento na Internet).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
PRADO, P. I.. Membro da Comissão Especial para análise julgamento das propostas referentes ao edital FAPEMIG 03/2008, "Pesquisador Mineiro". 2008.

2.
PRADO, P. I.. Assessor ad hoc da Editora da UNESP. 2007.

3.
PRADO, P. I.; Equipe do Projeto SLP . Subsídios ao Plano Diretor do município de São Luiz do Paraitinga. 2006.

4.
PRADO, P. I.. Assessor científico do Comitê de Gestão do Projeto Corredores Ecológicos - Bahia. 2003.

5.
PRADO, P. I.. Assessor científico 'ad hoc'da FAPESP. 2000.

Programas de computador sem registro
1.
Prado, Paulo I.; OLIVEIRA, A. C. M. ; Oliveira, Alexandre A. . Rsampling: Ports the Workflow of 'Resampling Stats' Add-in to R. 2016.

2.
Prado, Paulo I.; MIRANDA, M. D. ; OLIVEIRA, A. C. M. . sads package - Statistical Modelling of Species Abundance Distributions. 2014.

3.
OLIVEIRA, A. C. M. ; Prado, Paulo I. . pse: Parameter Space Exploration with Latin Hypercubes. 2014.

4.
OLIVEIRA, A. C. M. ; Prado, Paulo I. ; Oliveira, A.A. . NotaR - Um sistema para notas automatizadas em cursos que utilizam a linguagem R. 2013.

5.
Oliveira, A.A. ; Prado, Paulo I. . EcoVirtual: Simulation of Ecological Models. 2013.

Trabalhos técnicos
1.
PRADO, P. I.. Levantamento, sistematização e análise de inventários de espécies no Sul da Bahia: Subsídio à implantação do Corredor do Descobrimento. 2002.

2.
PRADO, P. I.. Biodiversidade brasileira - manejo e impacto de espécies exóticas. 2002.

3.
LEWINSOHN, Thomas Michael ; PRADO, P. I. . Biodiversidade Brasileira: Síntese do Estado Atual do Conhecimento. In: Avaliação do estado de conhecimento da diversidade biológica do Brasil. Projeto BRA97G31 -Ministério do Meio Ambiente-MMA. Brasília-DF.. 2000.

4.
SABINO, José ; PRADO, P. I. . Perfil do conhecimento da diversidade de vertebrados do Brasil. In: Avaliação do estado de conhecimento da diversidade biológica do Brasil. Projeto BRA97G31 -Ministério do Meio Ambiente-MMA. Brasília-DF.. 2000.

5.
PRADO, P. I.; LEWINSOHN, Thomas Michael . O uso de análises multivariadas ecológicas em estudos ambientais interdisciplinares.. 1998.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
PRADO, P. I.. Sabatinador de candidatos à presidência - Evento Conhecer Ciência. 2018.

Redes sociais, websites e blogs
1.
Prado, Paulo I.. Preda Qualis. 2017; Tema: Periódicos potencialmente predatórios no QUALIS-CAPES. (Site).

2.
KRAENKEL, R. A. ; COUTINHO, R. M. ; Prado, Paulo I. . Águas Futuras - Projeções para água armazenada nos reservatórios de São Paulo. 2015; Tema: Recursos em código aberto para compreensão da crise hídrica no estado de SP. (Site).

3.
Prado, Paulo I.. Laboratório de Ecologia Teórica. 2009; Tema: Página de meu laboratório, disponibiliza produção e software. (Site).

4.
Prado, Paulo I.; Batista, J.L.F. . Wiki de Modelagem Estatística para Ecologia e Recursos Naturais. 2008; Tema: Wiki para apoio ao aprendizado de modelagem estatística. (Site).

5.
Oliveira, A.A. ; Prado, Paulo I. ; Batista, J.L.F. . Wiki linguagem R para análise de dados ecológicos. 2007; Tema: Recursos para ensino e auto-aprendizado da linguagem R. (Site).

6.
MACHADO, G. ; Prado, Paulo I. ; MARTINI, A. M. Z. ; Oliveira, A.A. . Prática da pesquisa em ecologia da Mata Atlântica. 2007; Tema: Página do curso de ecologia de campo da PG-Ecologia USP. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
CABELLA, B. T. ; PRADO, PAULO INÁCIO K. L. ; COUTINHO, R. M. ; Rillo, M. ; Lopes, R ; KRAENKEL, R. A. . Introduction to rEDM: Empirical Dynamics Modeling in R. 2018. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Tutoriais online).

2.
Oliveira, Alexandre A. ; Prado, Paulo I . EcoVirtual: Simulação como instrumento para o entendimento de teoria e modelos em Ecologia. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Portal na internet com ferramentas didáticas de simulação computacional).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Karina Campos Tisovec Dufner. Intenção de preservar remanescentes florestais entre proprietários de terra na Mata Atlântica: o papel do contexto ecológico e das experiências com a natureza. 2018. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

2.
Prado, Paulo Inácio. Participação em banca de Rafael dos Santos Henrique. Ecologia do movimento da rã-manteiga (Leptodactylus latrans) e da rã-touro (Lithobates catesbianus). 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia)) - Universidade de São Paulo.

3.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Yuri Costa. Modelagem da dinâmica populacional e distribuição espacial de macroinvertebrados bentônicos em gradientes estuarinos. 2016. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Biomonitoramento) - Universidade Federal da Bahia.

4.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Daniel Varejão de Latorre. Macro ecological patterns of morphological disparity and body mass distribution in terrestrial mammals. 2015. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

5.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Marina Xavier da Silva. Efetividade de áreass protegidas para a conservação da biodiversidade: padrões de ocupação de mamíferos no Parque Nacional do Iguaçu. 2014. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

6.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Nayara Fernanda Hachih. Estrutura espacial da biodiversidade de organismos recifais no oceano Atlântico. 2014. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

7.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Luciano Fabris Sgarbi. Frequência de ocupação e diversidade beta de insetos aquáticos: a importância da dispersão e de variáveis ambientais em diferentes escalas espaciais. 2013. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Evolução) - Universidade Federal de Goiás.

8.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Andrea Bittencourt Moreira. Mensuração da plameira juçara (Euterpe edulis Mart.) como subsídio para o manejo da produção de frutos. 2013. Dissertação (Mestrado em Recursos Florestais) - Universidade de São Paulo.

9.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Michele Quesada da Silva. Biodiverdidade e modelagem estatística da comunidade de poliquetas de fundos inconsolidados do complexo recifal Sebastião Gomes, Banco dos Abrolhos (BA, Brasil). 2013. Dissertação (Mestrado em Oceanografia (Oceanografia Biológica)) - Universidade de São Paulo.

10.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Tito Nunes de Castro. Comparação de diferentes formas de colheita florestal na Amazônia brasileira através de modelagem da produção de crescimento. 2012. Dissertação (Mestrado em Recursos Florestais) - Universidade de São Paulo.

11.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Gustavo Burin Ferreira. Análise dendroclimatológica do cedro (Cedrella fissilis L. - Meliaceae) para reconstrução do cenário ambiental recente da cidade de São Paulo - SP. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

12.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Camila Presente Pagotto. Recuperação da fauna durante a sucessão em florestas neotropicais. 2012. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

13.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Diogo Amaral Rebouças Melo. Evolução morfológica e modularidade. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Genética)) - Universidade de São Paulo.

14.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Carolina Santos Taqueda. Etnoecologia dos jardins-quintal e seu papel no sistema agrícola de populações quilombolas do Vale do Ribeira, São Paulo. 2010. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

15.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Letícia Piccini Daldat. Padrões de diversidade da vegetação lenhosa da região do Alto Camaquã, Rio Grande do Sul, Brasil. 2010. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

16.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Karina Dias Espartosa. Mamíferos Terrestres de Maior Porte e a Invasão de Cães Domésticos em Remanescentes de uma Paisagem Fragemntada de Mata Atlântica. 2009. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

17.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Pâmela Zilioto Sant'Anna Flach. Partição aditiva de diversidade de Nematoda em lagoas costeiras: componentes espaciais e ambientais. 2009. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

18.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Mirian Cristina de Almeida. A teoria neutra pode explicar a diversidade de insetos aquáticos em riachos?. 2009. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Evolução) - Universidade Federal de Goiás.

19.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Marcelo Awade. Padrões de movimentação de uma espécie de ave em paisagens fragmentadas e seus efeitos para a conectividade funcional: uma abordagem hierárquica. 2009. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

20.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Rafael Guerra Pimentel. Influência de fatores biogeográficos sobre a sensibilidade das espécies de aves à fragmentação do habitat. 2009. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

21.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Mônica Sberze Ribas. Importância de florestas secundárias para conservação de espécies florestais: um estudo de caso das aves noturnas de terra-firme na Amazônia Central. 2009. Dissertação (Mestrado em Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

22.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Laura Regina Capelari Naxara. Importância dos Corredores Ripários para a Fauna - Pequenos Mamíferos em Manchas de Floresta, Matriz do Entorno e Elementos Lineares em uma Paisagem Fragmentada de Mata Atlântica. 2008. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

23.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Mônica Frank Kersch. Poda experimental de Chromolaena pungens (Asteraceae) e seus efeitos multitróficos. 2007. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

24.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Regiane Saturnino Ferreira. Efeitos do isolamento e da perda de área de floresta sobre comunidades insulares de aranhas, Amazônia Central, Brasil. 2007. Dissertação (Mestrado em Programa Multi-institucional de Pós-graduação em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas.

25.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Maria Carolina Checchia da Inês. Fenologia e sucesso reprodutivo de Psychotria suterella (Rubiaceae): efeitos da disponibilidade de recursos e densidade floral. 2006. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

26.
PRADO, P. I.; MONTEIRO, R. T. R.; PARDINI, R.. Participação em banca de Camila Câmara Pianca. A caça e seus efeitos sobre a ocorrência de mamíferos de médio e grande porte em áreas preservadas da Mata Atlântica na Serra de Paranapiacaba (SP). 2005. Dissertação (Mestrado em Interunidades Em Ecologia e Agroecossistemas) - Universidade de São Paulo.

27.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Tomás Fleck. Distribuição espacial de insetos galhadores em um mosaico ambiental. 2005. Dissertação (Mestrado em Biologia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

28.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Mário de Almeida Neto. Influência da herbivoria na fenologia floral de um arbusto perene, Chromolaena maximilianii (Asteraceae). 2003. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

29.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Adriana Maria Imperador. Agricultura em Unidade de Conservação: Conhecimento etnofaunístico e o manejo tradicional na Estação Ecológica da Juréia Itatins - SP. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciências da Engenharia Ambiental) - Universidade de São Paulo.

30.
PRADO, P. I.. Participação em banca de José Carlos Brombal. Estudo da fauna de artrópodes associada a plantas invasoras em agroecossitemas orgânicos e convencionais. 2001. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

Teses de doutorado
1.
Prado, Paulo Inácio. Participação em banca de Bruno Cid Crespo Guimarães. Circadian behavior in mammals: investigation of ecology, evolution and study methods. 2017. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

2.
Prado, Paulo Inácio. Participação em banca de Fabio de Andrade Machado. Implicações evolutivas da integração morfológica do crânio em Caniformia (Carnivora; Mammalia). 2017. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Genética)) - Universidade de São Paulo.

3.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Mariana Nagy Baldy Reis. Ocupação e uso da paisagem por mamíferos de médio e grande porte em um grande remanescente de Mata Atlântica e a importância de área de alto grau de conservação. 2016. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

4.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Tito Nunes Castro. Modelagem do crescimento e produção aplicado ao manejo florestal na Amazônia brasileira. 2016. Tese (Doutorado em Recursos Florestais) - Universidade de São Paulo.

5.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Vitor Passos Rios. Memória e Socialidade: como o reconhecimento individual afeta a formação de grupos. 2016. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

6.
Prado, Paulo Inácio. Participação em banca de Melina Oliveira Melito. Efeitos da fragmentação florestaç na biomassa em florestas tropicais. 2016. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

7.
Prado, Paulo I. Participação em banca de Francesca Belem Lopes Palmeira. Co-ocorrência, interações tróficas e distribuição potencial da onça pintada (Panthera onca) no bioma Amazônia. 2015. Tese (Doutorado em Recursos Florestais) - Universidade de São Paulo.

8.
Prado, Paulo Inácio. Participação em banca de Vinicius Bastazini. Integrando processos evolutivos e ecológicos no estudo de redes de interações. 2015. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

9.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Pedro Maria de Abreu. Abordagem quali-quantitativa e funcional de vegetação campestre nos biomas Pampa e Mata Atlântica. 2014. Tese (Doutorado em Botânica) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

10.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Ayana de Brito Martins. Especiação por distância e a evolução de espécies em anel. 2014. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

11.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Patricia Carignano Torres. Caça e consumo de carne silvestre na Amazônia oriental: determinantes e efeitos na percepção do valor da floresta. 2014. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

12.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Nei de Freitas Nunes-Neto. O discurso funcional na ecologia contemporânea. 2013. Tese (Doutorado em Ecologia e Biomonitoramento) - Universidade Federal da Bahia.

13.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Murilo Guimarães Rodrigues. Estimando taxas vitais com detecção imperfeita em populações de anficios e répteis. 2013. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

14.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Gustavo Rquena Santos. Investimento parental e papéis sexuais em opliões com cuidado parental exclusivo. 2012. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

15.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Sebastián Felipe Sendoya Echeverry. Variação espacial em sistemas multitróficos: plantas hospedeiras e defesa contra formigas em lepidópteros. 2012. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

16.
Prado, Paulo Inácio. Participação em banca de Eduardo Vélez Martin. Influência de gradientes ambientais nos padrões de diversidade de comunidades campestres nos Campos de Cima da Serra, RS, Brasil. 2012. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

17.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Paula Hanna Valdujo. Diversidade e distribuição de anfíbios no cerrado: o papel de fatores históricos e dos gradientes ambientais. 2011. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

18.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Lye Otani. Aspectos da fisiologia metabólica e do desempenho locomotor em anfíbios anuros: implicações da fragmentação ambiental. 2011. Tese (Doutorado em Fisiologia) - Universidade de São Paulo.

19.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Anselmo Nogueira. Evolução e ecologia de tricomas em Bignonieae (Bignoniaceae): estruturas morfológicas de defesa anti-herbivoria?. 2011. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

20.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Camila Righetto Cassano. Cobertura florestal e intensificação do manejo: desafios para manutenção de biodiversidade em mosaicos agroflorestais. 2011. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

21.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Milton Cezar Ribeiro. Modelos de Simulação Aplicados à conservação de paisagens fragmentadas da Mata Atlântica. 2010. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

22.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Cristiane Follmann Jurinitz. Ecologia de populações de duas espécies arbóreas em fragmentos florestais no Planalto Atlântico Paulista. 2010. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

23.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Camila Magalhães Pigozzo. Comunidades de visitantes florais e redes de interações em mosaico vegetacional do Parque Municipal de Mucugê e arredores, Chapada Diamantina. 2010. Tese (Doutorado em Botânica) - Universidade Estadual de Feira de Santana.

24.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Harley Sebastião da Silva. Evolução morfológica em marsupiais (Mammalia, Didelphimorphia) do Novo Mundo. 2010. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Genética)) - Universidade de São Paulo.

25.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Fabiana Umetsu. Efeito do contexto da paisagemn em diferentes escalas sobre a distribuição de pequenos mamíferos em cultivos agrícolas e remanescentes florestais. 2010. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia)) - Universidade de São Paulo.

26.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Maurício Romero Gorenstein. Diversidade de espécies em comundiades arbóreas: aplicação de índices de distinção taxonômica em três formações florestais do Esatado de São Paulo. 2009. Tese (Doutorado em Recursos Florestais) - Universidade de São Paulo.

27.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Hipólito Ferreira Paulino Neto. História natural e interação flores-besouros em espécies de cerrado. 2009. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

28.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Cristina Camargo Banks Leite. Conservação da comunidade de aves de sub-bosque em paisagens fragmentadas da Floresta Atlântica. 2009. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

29.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Mateus Luís Barradas Paciência. Diversidade depteridófitas em gradientes de altitude na Mata Atlântica do estado do Paraná. 2008. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

30.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Milena Ramirez. Etnoictiologia, dieta e tabus alimentares dos pescadores artesanais de Ilhabela. 2008. Tese (Doutorado em Ambiente e Sociedade) - Universidade Estadual de Campinas.

31.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Alexandre Uezu. Composição e estrutura da comunidade de aves na paisagem fragmentada do Pontal do Paranapanema. 2007. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

32.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Luciano Elsinor Lopes. Densidade de recursos florais em múltiplas escalas: consequências para a interação planta-polinizador e demografia de Abutilon rufinerve (Malvaceae). 2007. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

33.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Danilo Boscolo. Influência da estrutura da paisagem sobre a persistência de três espécies de aves em paisagens fragmentadas da Mata Atlântica. 2007. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

34.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Lúcio Cadaval Bedê. Alternativas para o uso sustentado de sempre-vivas: efeitos do manejo extrativista sobre Syngonanthus elegantulus Ruthland 1903 (Eriocaulaceae). 2006. Tese (Doutorado em Ecologia (Conservação e Manejo da Vida Silvestre)) - Universidade Federal de Minas Gerais.

35.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Christiane Gonçalves Dall'Aglio Holvorcen. Estudos populacionais e taxonômicos de formigas lava-pés , Solenopsis invicta (Hymenoptera: Formicidae) e da fenologia de seus parasitóides do gênero Pseudacteon (Diptera: Phoridae). 2006. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

36.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Talita Fontoura Alves. Distribuição geográfica, forófitos e espécies de Bromélias epífitas nas matas e plantações de cacau na região de Una, Bahia. 2005. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

37.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Denise Alemar Gaspar. Comunidade de mamíferos não-voadores de um fragmento de floresta Atlântica semidecídua do município de Campinas, SP. 2005. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

38.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Gustavo Quevedo Romero. Associações entre aranhas salticidae e bromeliaceae: história natural, distribuição espacial e mutualismos. 2005. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

39.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Rodrigo Santinello Pereira. Competição local por acasalamentos em vespas de figo (Hymenoptera: Chalcidoidea) associadas a Ficus eximia Schott (Moraceae). 2002. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

40.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Priscila Paixão Lopes. A relação espécie/área em fragmentos florestais: testando hipóteses através das comunidades de coleópteros predadores (histeridae). 2001. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

41.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Adriana Monteiro de Almeida. Biogeografia de interações entre Eupatorieae (Asteraceae) e insetos endófagos de capítulos da Serra da Mantiqueira. 2001. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

Qualificações de Doutorado
1.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Juliana de Souza Terra. The role of environmental and spatial processes in structuring communities of anurans and squamate reptiles in the Brazilian Pantanal. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

2.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Liliana Piatti. The Pantanal wetlands and the biogeographical history of snakes from the Paraguay river basin, central South America. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

3.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Bernardo Brandão Niebuhr dos Santos. The interplay of movement and landscape on population dynamics and species interactions of primates and plants. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia e Biodiversidade) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

4.
Prado, Paulo Inácio. Participação em banca de Rafaela Pereira Naves. Modelos de distribuição de abundância de espécies para avaliação do manejo florestal na Amazônia. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Recursos Florestais) - Universidade de São Paulo.

5.
Prado, Paulo Inácio. Participação em banca de Gustavo Burin Ferreira. Birds of all diets are transient ones: lower diversification and higher transition rates of omnivores. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

6.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Patricia Carignano Torres. Environmental correlates of hunting and busghmeat consuption in post-frontier landscape Eastern Amazonia. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

7.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Francesca Belem Lopes Palmeira. Modelos de distribuição e ocupação da onça pintada (Panthera onca) no bioma Amazônia. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Recursos Florestais) - Universidade de São Paulo.

8.
Prado, Paulo I.. Participação em banca de Paulo Ricardo ilha Jiquiriçá. Impactos do uso da terra nas cabeceiras do Rio Xingu sobre populações de Rivulus zygonectes (Osteichtyes - Cyprinodontiformes). 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

9.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Jomar Magalhães Barbosa. Forest regrowth predictability by above-ground biomass estimation: a review of remote sensing implications. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

10.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Lye Otani. Aspectos da ecofisiologia no declínio global das populações de anfíbios. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Fisiologia) - Universidade de São Paulo.

11.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Paula Koeler Lyra. Effects of historical and current forest cover on birds and small mammals in Brazilian Atlantic Forest. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Fisiologia) - Universidade de São Paulo.

12.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Maria Rodrigues Vianna. Como a sazonalidade se reflete nas interações mutualísticas entre plantas e visitantes florais?. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

13.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Anselmo Nogueira. Adaptações em Anemopaegma Mart. Ex Meisn (Bignoniceae): evolução de nectários extraflorais e tricomas como estruturas de defesa anti-herbivoria. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

14.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Adriana Trevisoli Salomão. Facilitação em comunidades vegetais. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

15.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Julia Caram Sfair. Sazonalidade e biologia populacional de insetos. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

16.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Gabriel Zorello Laporta. Modelagem espacial da distribuição potencial da fauna de Culicidae no Parque Estadual da Ilha do Cradoso, Brasil. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Saúde Pública - Epidemiologia) - Universidade de São Paulo.

17.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Sebastián Felipe Sendoya Echeverry. Dinámica de população e produção secundária do bentos marinho. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

18.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Marcel Penteado. Teoria Neutra de Hubbell: conceitos e evidências. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

19.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Alexander Josef Sá Tobias da Costa. Os Caminhos da Exclusão Hidrológica no Rio de Janeiro. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Ambiente e Sociedade) - Universidade Estadual de Campinas.

20.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Silvana Gomes Leite Siqueira. Modelos de distribuição de abundâncias de espécies: histórico e desenvolvimentos recentes. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

21.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Silvia Miguel de Paula Peres. Itinerários de cura e qualidade ambiental na Ilha Bela - SP. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Ambiente e Sociedade) - Universidade Estadual de Campinas.

22.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Maria Carolina Lyra Jorge. Comparison of methods for large and medium-size mammals sampling. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

23.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Francielle Paulina de Araújo. Teorias de redes complexas em ecologia. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

24.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Rudi Ricardo Laps. Grupos funcionais em comunidades vegetais. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

25.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Adriana de Arruda Bueno. Efeitos da perda e da configuração espacial de habitat sobre a biodiversidade e a existência de limiares ecológicos. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Biológicas (Zoologia)) - Universidade de São Paulo.

26.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Sylene Del Carlo Emerique. Variação espacial na distribuição de energia do néctar entre flores de Eriotheca gracilipes (K. Sch.) Robyns (Bombacaceae) em duas fisionomias de cerrado. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

27.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Roque Cielo Filho. Variação de abundância de espécies dominantes de dossel e subbosque em uma floresta estacional decídua. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Biologia Vegetal) - Universidade Estadual de Campinas.

28.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Leonardo Siqueira Mendonça. QUALIFICAÇÃO DE MESTRADO. 2006 - Universidade Estadual de Campinas.

29.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Mário de Almeida Neto. Exame prévio de tese (pré-banca) de doutorado. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

30.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Eduardo Guimarães Martins. Qualificação de doutorado. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

31.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Milena A. L. Lima. Qualificação de doutorado. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

32.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Adalgisa S. Oliveira. Qualificação de doutorado. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Campinas.

Qualificações de Mestrado
1.
Prado, Paulo Inácio. Participação em banca de Felipe Theocarides Oricchio. A importância do tamanho dos predadores e da predação sobre recrutas para organização de comunidades incrustantes marinhas. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia e Evolução) - Universidade Federal de São Paulo.

2.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Camilla Presente Pagotto. Qualificação de Mestrado. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

3.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Marie Claire Chelini. Costs and benefits of maternal care of the havertsman Neosodacus maximus (Arachnida: Opiliones. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

4.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Paulo Ricardo Ilha Jiquiriçá. Sensibilidade de estágios pré-metamórficos de Rhinella ornata (Anura, Bufonidae) à poluição por nitrogênio inorgânico. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

5.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Ricardo Henrique Cardim. Dendrocronologia, anatomia e reservas do lenho de Podocarpus. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Biológicas (Botânica)) - Universidade de São Paulo.

6.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Julia Stuart. Leguminosas facilitam outras espécies arbóreas? Análise com modelos nulos em uma floresta de restings. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

7.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Karina Dias Espartosa. Desempenho de dois métodos de amostragem e dois tipos de isca para estudo da distribuição de mamíferos de maior porte em paisgens tropicais alteradas. 2008. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

8.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Mathias Mistreta Pires. Redes Complexas em sistemas ecológicos. 2008. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

9.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Carolina Santos Taqueda. Da roça ao jardim: transformações nos sistemas agrícolas tradicionais e o papel dos jardins-quintal em algumas comunidades quilombolas do Vale do Ribeira, SP. 2008. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

10.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Lucia Chamlian Munari. Memória social e paisagem: a ecologia histórica da agricultura de corte e queima em uma área de mata atlântica (Vale do Ribeira ? SP, Brasil). 2008. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

11.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Mônica Frank Kersch. Exame prévio de tese (pré-banca). 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

12.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Simone Bazarian Vosgueritchian. Redes de polinizadores em restauração florestal. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

13.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Lígia Paulilo Sims. Estrutura populacional de árvores do dossel de florestas tropicais. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

14.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Leonardo Siqueira Mendonça. As onças e os reflorestamentos. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

15.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Guilherme Henrique Aguirre. Exame prévio de Mestrado (Pré-banca). 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Biologia Vegetal) - Universidade Estadual de Campinas.

16.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Helder Medeiros Prado. Cebus apella (Primata, Cebidae) e Alouatta belzebul (Primata, Atellidae) caçados pelos índios Guaja. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

17.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Alexandre Camargo Martensen. QUALIFICAÇÃO DE MESTRADO. 2006. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

18.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Danilo Ribeiro Bandini. Exame prévio de tese (pré-banca). 2006. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

19.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Andréia Caroline Furtado Damasceno. QUALIFICAÇÃO DE MESTRADO. 2005. Exame de qualificação (Mestrando em Recursos Florestais) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz - USP.

20.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Silvana Gomes Leite Siqueira. QUALIFICAÇÃO DE MESTRADO. 2005. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

21.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Adriana Maria Imperador. Efeito de animais silvestres em roças caiçaras. 2002. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências da Engenharia Ambiental) - Universidade de São Paulo.

22.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Paulo Ricardo da Silva Gobbo. QUALIFICAÇÃO DE MESTRADO. 2001. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências da Engenharia Ambiental) - Universidade de São Paulo.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Nathalia Augusta Grespan Barros.Atração de insetos por fonte luminosa de diferentes cores. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

2.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Giovani Tuilo Dal Pian Nunes da Silva.Tamanho popualcional, fecundidade de fêmeas e razão sexual da população de Armadillidium sp. (Crustaceae, Isopoda, Oniscidea). 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

3.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Abílio Gabriel Martins.Análise de dados "sujos" do banco de dados da coleção de peixes do projeto "Peixes e pesca da Mata Atlântica do sul do Estado de São Paulo". 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

4.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Fabrício Leandro Neves Jacinto.Comparação da fauna de coleópteros nos diferentes habitats na região de Sorocaba, São Paulo, Brasil. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

5.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Ademir Galvão Nazato.Análise da eficácia dos termos de compromisso de recuperação ambiental. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

6.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Carolina Barisson de Oliveira.Distribuição espacial e tamanho populacional de Hydromedusa maximiliani (Testudines, Chelidae), em uma área do Parque Estadual Carlos Botelho, São Miguel Arcanjo, SP. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

7.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Carolina Câmara Pianca.História natural do sapo-de-chifres, Proceratophrys boiei (Amphibia, Anura, Leptodactylidae) em uma área do Parque Estadual Carlos Botelho, São Miguel Arcanjo, SP. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

8.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Jean Saliba Neto.Uso de hábitats artificiais para amostragem de anfíbios anuros no Parque Estadual Carlos Botelho, São Miguel Arcanjo, Estado de SP. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

9.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Juliana Cardoso Ferreira.Morfometria e caracterização dos hábitats ocupados por Hydromedusa maximiliani (Testudines, Chelidae), em uma área do Parque Estadual Carlos Botelho, São Miguel Arcanjo, SP. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

10.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Mikio Hoshino.Acidentes causados por aracnídeos peçonhentos atendidos no complexo hospitalar de Sorocaba (São Paulo). 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

11.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Tiago Pereira Ramires.Determinação da frequência de micronúcleos em eritrócitos do sangue periférico de cará (Geophagus brasiliensis) do rio Sorocaba. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

12.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Cristina Elena de Souza.Ecomorfologia dos peixes da Bacia do Ribeira do Iguape - SP. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

13.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Diego Sanchez.Levantamento das briófitas da FLONa-Ipanema, Iperó, SP. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

14.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Lilian Jabur.Inventário de borboletas da Reserva Particular do Mulungu, Iperó, SP. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

15.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Janaíne de Luz.Hipóteses sobre a evolução humana. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Outros tipos
1.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Fernanda Francischetti Piza. Exame prévio de tese de doutorado (pré-banca). 2004. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

2.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Talita Fontoura Alves. Exame prévio de tese de doutorado (pré-banca). 2004. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

3.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Umberto Kubota. Exame prévio de monografia de mestrado (pré-banca). 2003. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

4.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Mirtis M. G. Ferraz. Exame de qualificação de mestrado. 2002. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

5.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Mário de Almeida Neto. Exame prévio de monografia de mestrado (pré-banca). 2002. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

6.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Rodrigo Santinello Pereira. Exame prévio de tese de doutorado (pré-banca). 2002. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

7.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Flávia Fuchs de Jesus. Exame prévio de monografia de mestrado (pré-banca). 2001. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

8.
PRADO, P. I.. Participação em banca de José Carlos Brombal. Exame prévio de monografia de mestrado (pré-banca). 2001. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

9.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Adriana Monteiro de Almeida. Exame prévio de tese de doutorado (pré-banca). 2001. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

10.
PRADO, P. I.. Participação em banca de Isabela Galarda Varassin. Exame prévio de tese de doutorado (pré-banca). 2001. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
Prado, Paulo I.; França, H; Oliveira, L H S; Ranieri, V E L. Con curso público para professor adjunto na área de Ecossistemas terrestres, recuperação e restauração de área degradadas, UFABC. 2016. Universidade Federal do ABC.

2.
PRADO, P. I.. Concurso Público para Professor na área de Ecologia Quantitativa e Modelagem - UNESP RC. 2011. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

3.
PRADO, P. I.. Concurso Público para professor de Bioestatística, Ecologia Quantitativa e Modelagem Matemática - UEMG. 2010. Universidade do Estado de Minas Gerais.

4.
PRADO, P. I.. Concurso Público para professor-doutor de Ecologia Aquática, EACH - USP. 2008. Universidade de São Paulo.

5.
PRADO, P. I.. Concurso público para professor-Doutor de Ecologia Evolutiva, EACH-USP. 2008.

6.
PRADO, P. I.. Concurso público para professor-Doutor de Ecologia e Gestão de Impactos Ambientais - ESALQ-USP. 2008. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz - USP.

Outras participações
1.
PRADO, P. I.. Membro titular da banca do concurso para admissão de Professor da dsciplina de Botânica-Morfologia e Sistemática, do Curso de Ciências Biológicas da PUC-SP. 2005. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

2.
PRADO, P. I.. Membro titular da banca para o concurso de admissão de docente para a disciplina Zoologia Econômica, para o Departamento de Anatomia do Centro de Ciências Médicas e Biológicas. 1996. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

3.
PRADO, P. I.. Membro titular da banca para o concurso de admissão de docente para a disciplina Ecologia da Poluição Departamento de Ciências Fisiológicas do Centro de Ciências Médicas e Biológicas. 1994. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Simpósio de Ecologia Teórica.Empirical modeling of dynamic systems and detection of causality in ecological systems - theory and practice. 2018. (Simpósio).

2.
V Simpósio de Ecologia Teórica.Como modelos ajudam a descobrir como comunidades ecológicas são organizadas?. 2016. (Simpósio).

3.
Germany-Brazil Workshop on teaching ecology.Using models to teach ecology: thoughs on mathematical literacy. 2013. (Oficina).

4.
IV Simpósio de Ecologia Teórica.Glórias e misérias das simulações computacionais em ecologia. 2013. (Simpósio).

5.
THEORY, MODELING AND EMPIRICAL STUDIES IN ECOLOGY.Exploração de espaço de parãmetros em modelos ecológicos. 2013. (Simpósio).

6.
XI Seminar of the Project INOMEP/PRONEX.Avaliador externo dos trabalhos. 2013. (Seminário).

7.
III Simpósio Nacional de Ecologia Teórica.Há avanços teóricos notáveis na ecologia?. 2011. (Simpósio).

8.
São Paulo Advanced Science School on Ecological Networks.Matrix reloaded: More on the structure of interactions. 2011. (Oficina).

9.
São Paulo Advanced Science School on Ecological Networks.Ecological networks: linking models to data. 2011. (Oficina).

10.
XXIII Congresso Brasileiro de Entomologia. Aninhamento e Modularização: dois modelos alternativos de organização de associações entre insetos e plantas. 2010. (Congresso).

11.
II IB em Debate.Entraves e facilitadores para a pesquisa multidisciplinar. 2009. (Encontro).

12.
58 Congresso Nacional de Botânica. Interação Animal - Planta (Mini-Simpósio). 2007. (Congresso).

13.
Workshop Conservação em paisagens fragmentadas: projetos de pesquisa e perspectivas futuras.Paisagens como um híbrido de natureza e cultura. 2007. (Seminário).

14.
XVIII Simpósio de Mirmecologia.PARA ALÉM DOS ÍNDICES: CARACTERIZAÇÃO DA DIVERSIDADE POR MEIO DE MODELOS DE DISTRIBUIÇÃO E ABUNDÂNCIA. 2007. (Simpósio).

15.
Semana Cultural do Saci de São Luiz do Paraitinga.Biodiversidade e Sociedade. 2006. (Outra).

16.
Reunião técnica para definição de áreas prioritárias no Corredor Central da Mata Atlântica.Debatedor convidado. 2005. (Oficina).

17.
I Workshop de Síntese do Programa BIOTA/FAPESP.Coordenação do grupo de trabalho sobre correlação e integração e análise de padrões de distribuição. 2002. (Oficina).

18.
I Reunião Conjunta do Comiê Estadual da Reserva da biosfera da Mata Atlântica (BA) e o Projeto Abordagens Ecológicas para o Estabelecimento do Corredor do Descobrimento.Mediador de grupo de trabalho. 2001. (Oficina).

19.
Workshop Efeitos da Fragmentação sobre a Biodiversidade.Coordenador de grupo de trabalho sobre espécies indicadoras. 2001. (Oficina).

20.
Pesquisa científica na Mata Atlântica.Debatedor convidado. 2000. (Seminário).

21.
Encontro Nacional de Estudantes de Biologia.Debatedor convidado do grupo temático sobre pesquisa e responsabilidade social. 1999. (Encontro).

22.
II Workshop de sensoriamento remoto por radar para ONGs do Cerrado, Pantanal e Amazônia.Debatedor convidado. 1999. (Seminário).

23.
Policy instruments, economic, and conservation in the Mata Atlântica.Participante convidado e relator do grupo de trabalho sobre fatores biológicos. 1999. (Oficina).

24.
Workshop Avaliação e ações prioritárias para conservação do bioma Floresta Atlântica e Campos Sulinos.Participante do grupo temático de bancos de dados e monitoramento ambiental. 1999. (Oficina).

25.
Base de dados de bacias hidrográficas.Participante convidado do grupo de trabalho sobre sistematização de dados. 1997. (Oficina).

26.
Workshop Padrões de distribuição de biodiversidade da Mata Atlântica do sul e sudeste brasileiros.Participante convidado do grupo de trabalho sobre biodiversidade de invertebrados. 1996. (Oficina).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Prado, Paulo I.; KRAENKEL, ROBERTO A. ; CABELLA, B. T. . Mni-Simpósio : Empirical modeling of dynamic systems and detection of causality in ecological systems - theory and practice. 2018. (Congresso).

2.
KRAENKEL, ROBERTO A. ; Prado, Paulo I. . V Southern-Summer School on Mathematical Biology. 2018. (Outro).

3.
KRAENKEL, ROBERTO ANDRÉ ; Prado, Paulo Inácio ; Aguiar, M ; CLERC, M. G. . VI Southern-Summer School on Mathematical Biology. 2017. (Outro).

4.
Barcelar, Flora ; Barbosa, E C ; Prado, Paulo Inácio ; Santana, C N ; Pereira, H . I Encontro Científico sobre Modelagem em Ecologia e Evolução. 2017. (Outro).

5.
Schiesari, L. C. ; Leibold, M. A. ; Prado, Paulo I. . I Workshop on Applications of Theoretical Ecology - Metaecology. 2016. (Outro).

6.
KRAENKEL, ROBERTO A. ; Prado, Paulo I. ; CLERC, M. G. . V Southern-Summer School on Mathematical Biology. 2016. (Outro).

7.
Schiesari, L. C. ; Prado, Paulo I. ; Guimarães, Paulo R. ; QUENTAL, T. B. ; COGNI, R. . IV Fritz Muller Seminar Series. 2016. (Outro).

8.
KRAENKEL, ROBERTO ANDRÉ ; Prado, Paulo I. ; CLERC, M. G. . IV Souther-summer School on Mathematical Biology. 2015. (Outro).

9.
KRAENKEL, R. A. ; Prado, Paulo I. ; CLERC, M. G. . III Southern-Summer School on Mathematical Biology. 2014. (Outro).

10.
McCann, K ; KRAENKEL, R. A. ; PRADO, P. I. ; Faria, L ; Gellner, G . Minicourse "Energetic Approaches for food webs". 2013. (Outro).

11.
KRAENKEL, R. A. ; Prado, Paulo I. ; CLERC, M. G. . II Southern-Summer School on Mathematical Biology. 2013. (Outro).

12.
KRAENKEL, R. A. ; CLERC, M. G. ; PRADO, P. I. . I Southern-Summer School on Mathematical Biology. 2012. (Outro).

13.
KRAENKEL, R. A. ; PRADO, P. I. . IV Curso de Verão em Métodos Matemáticos em Biologia de Populações. 2011. (Outro).

14.
LEWINSOHN, Thomas Michael ; GUIMARAES JR, P. R. ; PRADO, P. I. . São Paulo Advanced Science School on Ecological Networks. 2011. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Melina de Souza Leite. Modelos estatísticos em ecologia de metacomunidades: quantificando a influência de processos estocásticos. Início: 2017. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo. (Orientador).

2.
Alan Eduardo de Barros. Modelos Individuais de Movimento aplicados a Conservação da Biodiversidade: A onça-pintada (Panthera onca) como estudo de caso. Início: 2017. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Supervisão de pós-doutorado
1.
Samanta Iop. Início: 2017. Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Felipe Ernesto Mesias Campos. Teste do Limiar de Quantidade de Habitat e de Seus Mecanismos Geradores em Modelo Computacional Baseado em Indivíduo. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Moleculares) - Universidade de São Paulo. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
Luanne Caires da Cruz e Souza. Supervisão de Projeto de Jornalismo Científico. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade de São Paulo. Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Luisa Novara Monclar Gonçalves. Efeito do distúrbio nas estratégias de vida: dinâmicas evolutivas e ecológicas. 2017. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Coorientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

2.
André Chalom Machado de Oliveira. Exploração do espaço de parâmetros de modelos biológicos sob diferentes paradigmas estatísticos. 2015. Dissertação (Mestrado em Bioinformática) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

3.
Paula Alves Condé. Modelos teóricos de distribuição de abundância das espécies para a caracterização da diversidade biológica e a utilização de diferentes medidas de abundância. 2012. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

4.
Rodolpho Credo Rodrigues. Uso de modelos de abundância relativa de espécies na análise do efeito da da heterogeneidade e fragmentação de hábitats sobre a avifauna de formações florestais do sudeste do Brasil. 2011. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

5.
Camila Yumi Mandai. Aplicação de modelos teóricos de distribuição de abundância das espécies na avaliação de efeitos de fragmentação sobre as comunidades de aves da Mata Atlântica. 2010. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

6.
Tatiana Figueira de Melo. Estrutura da vegetção, cobertura florestal e preferências de uso da paisagem associadas a vertentes: as quase-florestas de São Luiz do Paraitinga (SP). 2010. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

7.
Patrícia Carignano Torres. Abundâcia e comportamento de cães domésticos em uma floresta urbana. 2008. 0 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

8.
Carlos Guilherme Becker. Matriz de habitat e riqueza de anfíbios em uma paisagem fragmentada de Mata Atlântica. 2007. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

Tese de doutorado
1.
Carlos Ernesto Candia Gallardo. Dinâmica de populações e comunidades de borboletas e aves ao longo do tempo. 2017. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

2.
Bruno Travassos de Britto. Dos modelos para as teorias: uma abordagem bottom-up para identificar proposições de teorias constitutivas. 2017. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

3.
Sara Ribeiro Mortara. Abundância de samambaias em metacomunidades: relacionando padrões e processos com modelos estatísticos. 2016. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

4.
Marcelo Awade. Pluralismo epistemológico e sincretismo cultural: uma resposta às controvérsias da ecologia teórica. 2016. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

5.
Rodolpho Credo Rodrigues. Influência da estrutura da vegetação sobre a diversidade e detectabilidade de aves do cerrado. 2016. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

6.
Camila Yumi Mandai. Simulações computacionais em ecologia de comunidades: uma interface intuitiva\\ entre modelos verbais e matemáticos. 2015. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

7.
Renato Augusto Ferreira de Lima. Ajuste e seleção de modelos na descrição de comunidades arbóreas: estrutura, diversidade e padrões espaciais. 2013. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

8.
Camila de Toledo Castanho. Facilitação entre plantas e suas implicações para a dinâmica e restauração de restigas. 2012. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

9.
Gabriel Zorello Laporta. Biodiversidade de Culicidae e sua interação com arboviroses e malária na Mata Atlântica. 2012. Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Coorientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

10.
Gabriela Paise. EFEITOS DA FRAGMENTAÇÃO DE HABITAT SOBRE A COMUNIDADE DE PEQUENOS MAMÍFEROS DE MATA ATLÂNTICA NO ESTADO DE SÃO PAULO. 2010. 0 f. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

11.
Soraia Aguiar Ferreira. Diversidade de Asteraceae e de insetos associados e padrões de uso de hospedeiro por Tephritidae (Diptera) em diferentes componentes da paisagem do estado de São Paulo. 2003. 115 f. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Renato Augusto Ferreira de Lima. 2017. Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

2.
Renato Mendes Coutinho. 2017. Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

3.
Leonardo Liberali Wedekin. 2015. Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

4.
Camila de Toledo Castanho. 2013. Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Alan Barzilay. Causalidade em Dinâmicas Epidemiológicas. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Moleculares) - Universidade de São Paulo. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

2.
Ana Paula Fortunato Rodrigues. Comportamneto do Lobo-Guará (Chrysocyon brachiurus) em cativeiro (Zoológico de Sorocaba, SP). 2005. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

3.
André Guilherme. Uso indevido de artigos recuperados da Internet. 2004. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

4.
Luciana Miashiro. Influência de duas concentrações de nitrogênio na abundância e composição de comunidade fitoplanctônica de água doce sob condições de cultivo. 2004. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

5.
Guilherme Raffeli Romero. Ecologia alimentar, abundância populacional e uso de habitat por cachorro doméstico, Canis familiaris (Carnivora: Canidae), na Vila dos Colonos, FLONA- Ipanema, SP. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

6.
Andréia Lyra de Souza. Conhecimento sobre mamíferos pelos moradores do Projeto de Assentamento Ipanema (Morro de Araçoaiba - Iperó/Sp). 2003. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho de Ensino e Pesquisa Puc Sp. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

7.
Daiana Tobias Nunes. Avaliação da absorção de chumbo do solo por bioacumulação em mudas arbóreas e gramíneas. 2003. 27 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

8.
Maria Cláudia e Carvalho Ribeiro. Levantamento Quantitativo de alimentos descartados no Ceagesp. 2002. 32 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

Iniciação científica
1.
Aline Vieira e Silva. Dinâmica das populações de borboletas na cidade universitária. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade de São Paulo, Programa Unificado de Bolsas da USP. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

2.
Isabel Rodrigues Mendes Bluhm. Dinâmica das populações de borboletas na cidade universitária. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade de São Paulo, Programa Unificado de Bolsas da USP. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

3.
Irina Birskis Barros. Coorientação: RARIDADE EM SERPENTES: UM ESTUDO DE CASO COM OS VIPERÍDEOS DO NOVO MUNDO. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

4.
Marina Costa Rillo. Taxas de migração de borboletas frugívoras são coerentes com a Teoria Neutra da Biodiversidade?. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Moleculares) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

5.
Mariana Dutra Fogaça. Ecologia alimentar e comportamental de um grupo de bugios (Allouatta fusca) em um fragmento florestal urbano. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

6.
Higussa Nakatani. Insetos-praga de cultura citros no Brasil: relação entre duração do ataque e prejuízos causados. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

7.
Patrícia Carignano Torres. Cães em uma paisagem fragmentada: abundância e uso habitats na zona rural de Sâo Luiz de Paraitinga. 2006. 28 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

8.
Mariana de Oliveira Portela. Avaliação de modelos de distribuição geográfica e sua aplicação para prever a ocorrência da espécie endêmica da Mata Atlântica Cebus xanthosternos. 2005. 0 f. Iniciação Científica - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

9.
Guilherme Rafaelli Romero. Dieta e uso de habitat por cachorro doméstico, Canis familiaris (Carnivora: Canidae) na Floresta Nacional de Ipanema- SP. 2004. 14 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

10.
Andréia Lyra de Souza. Conhecimento sobre mamíferos da população do Projeto de Assentamento Ipanema (Morro de Araçoiaba - Iperó/ SP). 2003. 28 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho de Ensino e Pesquisa Puc Sp. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

11.
Maria Cláudia e Carvalho Ribeiro. Levantamento Quantitativo de alimentos descartados no Ceagesp. 2002. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

12.
Carla Ferreira Josef. Comunicação Odorífera por Deposição de Fezes entre Lontras (Carnivora: Mustelidae: Lontra longicaudis). 2001. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho de Ensino e Pesquisa Puc Sp. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

13.
Paula Daniel Fogaça. Conhecimento e Etnoconhecimento do Mono-Carvoeiro (Brachytelles arachnoides) pela População do Entorno do Parque Estadual Carlos Botelho. 2001. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho de Ensino e Pesquisa Puc Sp. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

14.
Camila Câmara Pianca. Levantamento de mamíferos e de sua caça em uma área preservada de mata atlântica no sudeste de São Paulo. 2000. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

15.
Eliete Brito Alves. Contribuição ao conhecimento da situação da esquistossomose mansônica no município de Sorocaba - SP. 1999. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho de Ensino e Pesquisa Puc Sp. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

16.
Frederica Leiro Moura. Experimentos com competição intraespecífica em Myrmeleon sp. (Insecta: Neuroptera: Myrmeleontidae. 1997. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho de Ensino e Pesquisa Puc Sp. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

17.
Marcelo Gagliardi Corte Real. Biodiversidade de uma guilda de aranhas em Sorocaba e suas relações com o ambiente físico. 1997. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho de Ensino e Pesquisa Puc Sp. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

18.
Ednilse Leme. Parâmetros biológicos de Palembus dermestoides (Coleoptera: Tenebrionidae) e seu potencial para dano de grãos armazenados. 1997. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Conselho de Ensino e Pesquisa Puc Sp. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.

Orientações de outra natureza
1.
Murilo Dantas Miranda. Desenvolvimento de pacote em R para ajuste e seleção de modelos de distribuição de abundância de espécies. 2012. Orientação de outra natureza - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Paulo Inácio de Knegt López de Prado.



Inovação



Programa de computador sem registro
1.
Prado, Paulo I.; MIRANDA, M. D. ; OLIVEIRA, A. C. M. . sads package - Statistical Modelling of Species Abundance Distributions. 2014.

2.
Prado, Paulo I.; OLIVEIRA, A. C. M. ; Oliveira, Alexandre A. . Rsampling: Ports the Workflow of 'Resampling Stats' Add-in to R. 2016.

3.
OLIVEIRA, A. C. M. ; Prado, Paulo I. . pse: Parameter Space Exploration with Latin Hypercubes. 2014.



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
PRADO, PI. O tempo passa e as coisas mudam: como a ecologia investiga a dinâmica dos sistemas naturais. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Programa de Computador sem registro de patente
1.
Prado, Paulo I.; OLIVEIRA, A. C. M. ; Oliveira, Alexandre A. . Rsampling: Ports the Workflow of 'Resampling Stats' Add-in to R. 2016.

2.
Oliveira, A.A. ; Prado, Paulo I. . EcoVirtual: Simulation of Ecological Models. 2013.


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
PRADO, P. I.. Sabatinador de candidatos à presidência - Evento Conhecer Ciência. 2018.


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
KRAENKEL, ROBERTO A. ; Prado, Paulo I. . V Southern-Summer School on Mathematical Biology. 2018. (Outro).


Redes sociais, websites e blogs
1.
Prado, Paulo I.. Laboratório de Ecologia Teórica. 2009; Tema: Página de meu laboratório, disponibiliza produção e software. (Site).

2.
KRAENKEL, R. A. ; COUTINHO, R. M. ; Prado, Paulo I. . Águas Futuras - Projeções para água armazenada nos reservatórios de São Paulo. 2015; Tema: Recursos em código aberto para compreensão da crise hídrica no estado de SP. (Site).

3.
MACHADO, G. ; Prado, Paulo I. ; MARTINI, A. M. Z. ; Oliveira, A.A. . Prática da pesquisa em ecologia da Mata Atlântica. 2007; Tema: Página do curso de ecologia de campo da PG-Ecologia USP. (Site).



Outras informações relevantes


- Trinta e sete comunicações apresentados em encontros científicos nacionais e internacionais (desde 1989).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 12/12/2018 às 3:57:57