Maria Regina Bentlin

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2559637400719543
  • Última atualização do currículo em 27/11/2018


Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro (1990), Residência Médica em Pediatria (1992), Residência Médica na area de atuação de Neonatologia (1993), Mestrado em Pediatria [Botucatu] pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP (1997) e Doutorado em Pediatria [Botucatu] pela UNESP (2003). Chefe do Departamento de Pediatria da FMB - UNESP por 2 mandatos (2014-2015 e 2016-2018). Chefe da UTI Neonatal do HC FMB UNESP, Vice presidente do Departamento Cientifico de Neonatologia da Sociedade de Pediatria de São Paulo. Atualmente é Profa. Dra. da Disciplina de Neonatologia do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP. Possui titulo de especialista em pediatria e na area de atuação em Neonatologia. Trabalha com as linhas de pesquisa sobre infecção neonatal (bacteriana e congenita) e prognóstico do recém-nascido de risco. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Maria Regina Bentlin
Nome em citações bibliográficas
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.
Distrito de Rubião Junior
Rubião Junior
18618970 - Botucatu, SP - Brasil
Telefone: (14) 38801467


Formação acadêmica/titulação


1999 - 2003
Doutorado em Pediatria [Botucatu].
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Determinação dos níveis séricos e urinários da interleucina 8 em recém-nascidos prematuros com sepse tardia, Ano de obtenção: 2003.
Orientador: Lígia Maria Suppo de Souza Rugolo.
1995 - 1997
Mestrado em Pediatria [Botucatu].
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Estudo da sepse tardia em UTI neonatal: proposta de um protocolo de vigilância.,Ano de Obtenção: 1997.
Orientador: Lígia Maria Suppo de Souza Rugolo.
1993 - 1994
Especialização - Residência médica.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil. Residência médica em: Neonatologia
Número do registro: .
Bolsista do(a): Fundação Para o Desenvolvimento Administrativo, FUNDAP, Brasil.
1991 - 1992
Especialização - Residência médica.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil. Residência médica em: Pediatria
Número do registro: .
Bolsista do(a): Fundação Para o Desenvolvimento Administrativo, FUNDAP, Brasil.
1985 - 1990
Graduação em Medicina.
Universidade Federal do Triângulo Mineiro, UFTM, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Rave 5.6 EDC Essentials for Investigators. (Carga horária: 8h).
Medidata University, MED UNIV, Estados Unidos.
2017 - 2017
Good clinical practices. (Carga horária: 8h).
NIDA Clinical Trials Network, NIDA, Estados Unidos.
2013 - 2013
Curso teórico e prático de reanimação do prematuro. (Carga horária: 7h).
Sociedade Brasileira de Pediatria, SBP, Brasil.
2012 - 2012
Curso VIP de ACCESS. (Carga horária: 18h).
Centro Brasileiro de Cursos, CEBRAC, Brasil.
2007 - 2007
Educação Continuada - Avaliação Estruturada. (Carga horária: 9h).
Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP, UNESP, Brasil.
2007 - 2007
Educação Continuada - Avaliação Educacional. (Carga horária: 16h).
Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP, UNESP, Brasil.
2007 - 2007
Reciclagem de Intrutores de Reanimação Neonatal.
Sociedade Brasileira de Pediatria, SBP, Brasil.
2004 - 2004
Diretrizes Protocolos Clínicos.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2004 - 2004
Indicadores Clínicos na Gestão de Serviços de Saúd.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2004 - 2004
Medicina Baseado Em Evidências.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2002 - 2004
Medicina Baseado Em Evidências. (Carga horária: 96h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2002 - 2002
Escalas Bayley Desenvolvimento Infantil.
Universidade de São Paulo Ribeirão Preto, USP/RP, Brasil.
2002 - 2002
Infecção Hospitalar.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2002 - 2002
Neurobiologia do Vínculo Mãe Bebê.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2002 - 2002
Nutrição Clinica Pediatria.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2001 - 2001
Proficiência Espanhol.
Conversation Center de Botucatu, CCB, Brasil.
2001 - 2001
Atualização Em Pediatria.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2001 - 2001
Saúde Mental Residência Médica.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2000 - 2000
Língua Inglesa.
Conversation Center de Botucatu, CCB, Brasil.
1999 - 1999
Extensão universitária em C E D E M A Prática Docente Estratégias Metodológi.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
1999 - 1999
Extensão universitária em C E D E M Avaliação.
Universidade São Francisco, USF, Brasil.
1999 - 1999
Extensão universitária em C E D E M O Professor de Medicina Planejamento do.
Faculdade de Medicina do Abc, FMABC, Brasil.
1999 - 1999
Extensão universitária em P B L Aprendizado Basedo Em Problemas.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1999 - 1999
Amamentação da Teoria à Prática.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1999 - 1999
P G Pediatria Nefrologia Pediátrica. (Carga horária: 72h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1999 - 1999
P G Pediatria Fisiologia do Sistema Amniótico. (Carga horária: 48h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1999 - 1999
P G Pediatria Perinatologia.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1997 - 1997
Reanimação Neonatal Instrutores.
Sociedade de Pediatria de São Paulo, SPSP, Brasil.
1997 - 1997
Atualização Em Pediatria.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1995 - 1995
P G Pediatria Metodologia e Investigação Científic. (Carga horária: 48h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1995 - 1995
P G Pediatria Bioestatística. (Carga horária: 108h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1995 - 1995
P G Pediatria Imunologia Pediátrica. (Carga horária: 96h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1995 - 1995
P G Pediatria Desnutrição Experimental. (Carga horária: 48h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1994 - 1994
P G Pediatria Pneumologia Infantil e Alergia Respi. (Carga horária: 72h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1994 - 1994
P G Pediatria Metabolismo e Nutrição do Feto e Rn. (Carga horária: 96h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1994 - 1994
P G Pediatria Pedagogia Médica. (Carga horária: 48h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1993 - 1993
Atualização Em Pediatria.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1993 - 1993
U T I Ventilação.
Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
1993 - 1993
U T I.
Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
1992 - 1992
Reumatologia Infantil.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1992 - 1992
Atualização Em Pediatria.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1991 - 1991
Extensão universitária em Tuberculose. (Carga horária: 48h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1991 - 1991
Atualizaçã e Integrado de Pediatria.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1990 - 1990
Doenças Com Manifestações Orais na Infância.
Sociedade de Medicina e Cirurgia de Uberaba, SMCU, Brasil.


Atuação Profissional



Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2018
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente Doutor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor Assistente Doutor junto ao Departamento de Pediatria da FMB-UNESP, a partir de 21 de março de 2003

Vínculo institucional

1998 - 2003
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: PROFESSOR ASSISTENTE, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor Assistente junto ao Departamento de Pediatria da FMB-UNESP, de 17 de julho de 1998 a 21 de março de 2003

Vínculo institucional

1998 - 1998
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Auxiliar de Ensino, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Auxiliar de Ensino junto Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP após aprovação em concurso público, realizado em dezembro de 1997 com ingresso oficial em 17 de julho de 1998, pela égide da CLT e em RDIDP ( Regime de Dedicação Integral à Docência e à Pesquisa ), até a presente data

Vínculo institucional

1996 - 1998
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Médica Pediatra Neonatal, Carga horária: 40
Outras informações
Médica pediatra neonatal contratada pela Universidade Estadual Paulista por concurso público, na UTI Neonatal do HC-FMC-UNESP, 40 horas semanais, maio de 1996

Vínculo institucional

1993 - 1994
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Médica R3 - Área Neonatologia
Outras informações
Realizou o 3º ano de Residência Médica em Pediatria na área de Neonatologia (opcional), no Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, em 1993

Vínculo institucional

1991 - 1993
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Médico Residente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Realizou Residência Médica em Pediatria (1º e 2º ano) no Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP

Atividades

04/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Cargo ou função
Membro suplente da Comissão de Residência Médica da UNESP.
10/2017 - Atual
Direção e administração, Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, .

Cargo ou função
Coordenadora da area de Neonatologia do projeto Apice On do Ministério da Saúde.
09/2017 - Atual
Serviços técnicos especializados , Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais, .

Serviço realizado
Supervisora do banco de dados de 5 unidades da Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais , na Rede Vermont.
06/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Cargo ou função
Membro Titular do Conselho do Programa de Pós-graduação em Medicina, Curso de Mestrado Profissional , com mandato de 4 anos.
06/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Cargo ou função
Membro do Comitê de Ética em Pesquisa - CEP , mandato de 3 anos (3º mandato).
03/2017 - Atual
Ensino, Residencia Pediatria, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Atividades com ,residentes de 1°,2° e 3° anos de Pediatria. Supervisão atendimento, discussão casos,aulas e seminarios
02/2016 - Atual
Direção e administração, Sociedade de Pediatria de São Paulo, .

Cargo ou função
Vice-presidente do Departamento Científico de Neonatologia da SPSP, com mandato de 3 anos.
03/2015 - Atual
Ensino, Mestrado Profissionalizante, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Responsável pela Disciplina Epidemiologia Clínica do Mestrado Profissional Associado a Residência Médica
03/2015 - Atual
Ensino, Mestrado Profissionalizante, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Orientadora no Curso de Mestrado Profissional Associado a Residência Médica - MEPAREM da FMB-UNESP
01/2015 - Atual
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Serviço realizado
Instrutor credenciado do curso de reanimação neonatal para prematuros.
12/2014 - Atual
Direção e administração, Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, .

Cargo ou função
Chefe do Serviço de Pediatria do HC FMB UNESP.
12/2014 - Atual
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro do Conselho de Departamento de Pediatria da FMB UNESP.
02/2014 - Atual
Ensino, Pediatria, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Atividade didática e assistencial junto a internos, residentes de 1º, 2º ano de pediatria e 3º e 4º ano de neonatologia, no período noturno e aos finais de semana, na forma de plantões
02/2014 - Atual
Ensino, Neonatologia, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Residencia em Neonatologia. Atividades com R1 e R2 de Neonatologia. Supervisão de atendimento, discussão de casos, aulas e seminarios.
01/2014 - Atual
Ensino, Residência Médica, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Atividades teórica-prática com residentes do 3º e 4º ano de neonatologia - aulas, seminários, discussão de casos -PG Lato Sensu
01/2014 - Atual
Ensino, Residencia Pediatria, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Atividades com residentes de 1º e 2º anos de Pediatria 3 º e 4º anos de Neonatologia, coordenando atendimento e promovendo discussões de casos e temas em neonatologia
07/2013 - Atual
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Coordenadora do Projeto Rede Cegonha do Ministério da Saúde , HC de Botucatu.
07/2013 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento Regional de Saúde de Bauru- DRSVI, .

Cargo ou função
Membro do Grupo Regional da Rede Cegonha - GCRRC da RRAS9 - DRS VI Bauru.
06/2011 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Cargo ou função
Membro do Comitê de Ética em Pesquisa, na qualidade de membro indicado pela Diretoria da FMB, reeleita em 2014 (2º mandato) e em 2017 (3º mandato) por mais o de 3 anos..
01/2011 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Ensino do Departamento de Pediatria.
02/2010 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Linhas de pesquisa
Prognóstico de RN de risco
02/2010 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Controle da Infecção Relacionada à Assistência em Saúde (CCIRAS).
03/2008 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais, .

Cargo ou função
Membro da Rede Brasileira de Pesquisa Neonatais.
10/2003 - Atual
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Serviço realizado
Instrutor Credenciada do Curso de Reanimação Neonatal para Médicos pela Sociedade Brasileira de Pediatria. desde 2003.
10/2003 - Atual
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Serviço realizado
Instrutor credenciado do curso de reanimação neonatal para auxiliares de reanimação.
1/2001 - Atual
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Chefe da UTI Neonatal do HC da FMB-UNESP, desde 2001.
04/2000 - Atual
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Modulo Materno Infantil - 4º ano médico
1/2000 - Atual
Extensão universitária , Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Atividade de extensão realizada
Responsável pelo Ambulatório de Follow up de recém-nascido de alto risco Unidade Neonatal da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP..
7/1998 - Atual
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
SEMIOLOGIA PEDIÁTRICA - 3º. ano médico
01/1998 - Atual
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Pediatria III - 6 º ano médico
5/1996 - Atual
Extensão universitária , Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Atividade de extensão realizada
Presta assistência à recém-nascidos na Unidade Neonatal do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP: · Sala de parto - recepção à recém-nascidos de moderado e alto risco; · UTI Neonatal - assistência diária a recém-nascidos inte.
02/1994 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Universidade Estadual Paulista, .

8/1991 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

01/2013 - 02/2018
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro Titular da Congregação da FMB-UNESP (2 mandatos).
12/2013 - 01/2018
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Cargo ou função
Chefe do Departamento de Pediatria por 2 mandatos (dez 2013 a dezembro de 2015 e dezembro de 2015 a fevereiro de 2018)..
06/2017 - 08/2017
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu.

Atividade realizada
Membro da Comissão Cientifica da XII Jornada de Pediatria da FMB UNESP.
07/2015 - 07/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Cargo ou função
Membro suplente do Conselho de Pós- graduação do Mestrado Profissional Associado a Residência Médica - MEPAREM, com mandato de 2 anos.
03/2017 - 03/2017
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Serviço realizado
Curso de Reanimação Neonatal para médicos (8h) nos dias 18 e 19/03/2017.
12/2016 - 12/2016
Ensino, Residência Médica, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Avaliador na prova prática de habilidades da segunda fase do processo seletivo de residência médica 2017
06/2016 - 06/2016
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Serviço realizado
Ministrou Curso de Reanimação Neonatal nos dias 04 e 05 de junho.
01/1997 - 02/2016
Ensino, Residencia Pediatria, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Atividades teorico-praticas com Residentes de 1º e 2º ano de Pediatria- aulas, seminários, discussão de casos. Pós-Graduação Lato Sensu
12/2015 - 12/2015
Ensino, Residencia Pediatria, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Avaliador na prova prática de habilidades da segunda fase do processo seletivo de residência médica 2016
03/2015 - 03/2015
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Serviço realizado
Ministrou Curso de Reanimação Neonatal como Instrutor.
12/2014 - 12/2014
Ensino, Residência Médica, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Avaliador na prova prática de habilidades da segunda fase do processo seletivo de residência médica 2015.
10/2011 - 12/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Cargo ou função
Membros da Comissão da Implantação do Hospital Secundário.
03/2014 - 03/2014
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Serviço realizado
Ministrou 02 cursos de Reanimação Neonatal para médicos, carga horária de 8 horas.
07/2013 - 12/2013
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Serviço realizado
Instrutor nos cursos para auxiliares da reanimação neonatal da SBP E SPSP, realizados no 2º semestre no total de 8horas/curso.
12/2009 - 12/2013
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Vice-Chefe do Departamento de Pediatria com mandato de 2 anos. Reeleita por mais 2 anos, em dezembro de 2011.
01/2005 - 12/2013
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Serviço realizado
Coordenadora das Reuniões de Padronização da Unidade Neonatal.
01/1997 - 12/2013
Ensino, Residencia Pediatria, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Atividades teorico-praticas com Residente de 3º ano de Pediatria, na área de Neonatologia - aulas, seminários, discussão de casos, diccussão de artigos. Pós-Graduação Lato Sensu
5/1996 - 12/2013
Extensão universitária , Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Atividade de extensão realizada
Atividade didática e assistencial junto a internos, residentes de 1º, 2º anos de pediatria e 3º ano de neonatologia, no período noturno e aos finais de semana, na forma de plantões.
2/1994 - 12/2013
Ensino, Residencia Pediatria, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Participação nas atividades com residentes do 1º , 2º ano em pediatria e 3º ano de neonatologia nos ambulatório da Disciplina Neonatologia do HC-FMB-UNESP, coordenando o atendimento e promovendo discussão de casos e temas em Neonatologia e Pediatria.
05/2012 - 05/2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Cargo ou função
Presidente da Comissão para planejar e executar a implantação do Hospital Estadual Botucatu, sob gestão do HCFMB.
03/2013 - 03/2013
Serviços técnicos especializados , Sociedade Brasileira de Pediatria, .

Serviço realizado
Curso teórico e prático de reanimação do prematuro na sala de parto, ch 07 h- válido até 2016.
03/2013 - 03/2013
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Serviço realizado
Instrutor nos cursos de Reanimação Neonatal da SBP e SPSP realizados no dias 02 e 03 de março, total de 8 horas /curso para médicos.
09/2011 - 02/2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de estudo para ampliação de vagas do curso de graduação da FMB-UNESP.
01/2009 - 12/2012
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Serviço realizado
Membro Responsável pela reuniões trimestrais de obitos da Unidade neonatal e de estatistica da unidade neonatal.
10/2012 - 10/2012
Serviços técnicos especializados , Sociedade Brasileira de Pediatria, .

Serviço realizado
Instrutora do Curso de Reanimação para Auxíliares da Reanimação Neonatal , carga de 8h, nos dias 08 e 15 de outubro.
10/2012 - 10/2012
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Serviço realizado
Instrutor do Curso de Reanimação Neonatal para Auxiliares da Reanimação, no dia 08 de outubro, com carga horária de 8 horas.
10/2012 - 10/2012
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Serviço realizado
Instrutor do Curso de Reanimação Neonatal para Auxiliares da Reanimação, no dia 15 de outubro, com carga horária de 8 horas.
09/2012 - 09/2012
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Eleitoral para a consulta à comunidade universitária para escolha do Reitor e Vice-Reitor da Unesp.
03/2012 - 03/2012
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Serviço realizado
Instrutor do Curso de Reanimação Neonatal , da SBP, realizado dias 10 e 17 de março na FMB-UNESP, com carga horária total de 8:00 h.
12/2011 - 12/2011
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Serviço realizado
Avaliadora da prova prática de habilidades, da segunda etapa do processo seletivo de residência médica, para o ano de 2012.
10/2011 - 12/2011
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Serviço realizado
Avaliadora da prova prática de habilidade da 2ª etapa do processo seletivo de residência médica para ano de 2012.
10/2009 - 12/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro Titular da Comissão de Internato do Conselho de Curso de Graduação em Medicina com madato e 2 anos.
08/2009 - 12/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro Presidente da Comissão de Revisão de Óbitos do Hospital das Clínicas, coordenando as reuniões mensais de revisão de obitos.
01/2007 - 12/2011
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estágio Optativo em Neonatologia - 5º serie curso medicina 1º e 2º semestre- Atividades teorico-praticas.
8/2004 - 12/2011
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Coordenadora da Liga de Medicina Intensiva na Área de Medicina Intensiva Neonatal.
2/2002 - 12/2011
Direção e administração, Facauldade de Medicina, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Relatora de laudos médicos de pacientes internados na UTI Neonatal do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, para a supervisão deste HC.
11/2011 - 11/2011
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Serviço realizado
Membro da mesa preceptora de voto para escolha dos representantes e respectivos suplentes junto aos colegiados centrais da FMB.
11/2011 - 11/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Eleitoral para escolha de representantes e respectivos suplentes junto aos colegiados locais da FMB.
11/2009 - 11/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro Suplente da Congregação da Faculdade de Medicina de Botucatu com mamdato de 2 anos.
09/2007 - 11/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro Titular do Conselho do Curso de Graduação em Medicina, com mandato de 2 anos. Reeleita por mais 2 anos em setembro de 2009..
08/2010 - 08/2011
Serviços técnicos especializados , Sociedade Brasileira de Pediatria, .

Serviço realizado
Recertificação como Instrutor do Programa de Reanimação Neonatal.
4/2005 - 07/2011
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Coordenadora da Neonatologia no Projeto de Regionalização e Hierarquização da Assistência ao Parto e RN - Convênio HR-ABS-SSSP-FMB-UNESP..
02/2005 - 07/2011
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Cargo ou função
Coordenadora da Unidade Neonatal do Hospital Regional Sorocabana no Programa de Hierarquização da Assistência Materna e ao Recém-nascidos no Município de Botucatu - Convenio entre FMB -HRS - Secretaria da Saúde de São Paulo..
05/2011 - 05/2011
Serviços técnicos especializados , Sociedade Brasileira de Pediatria, .

Serviço realizado
Instrutor do Curso Teórico e Prático de Reanimação Neonatal , com carga horária de 8 horas.
04/2011 - 04/2011
Serviços técnicos especializados , Sociedade Brasileira de Pediatria, .

Serviço realizado
Instrutor do Curso Teórico e Prático de Reanimação Neonatal , com carga horária de 8 horas.
04/2011 - 04/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Eleitoral que fará o acompanhamento a apuração dos votos e elaborará a Ata dos resultados da eleição para Diretor da FMB.
12/2010 - 12/2010
Ensino, Residência Médica, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Avaliadora da Prova Prática de Habilidades, da segunda etapa do processoseletivo de Residência Médica, 11 de dezembro
04/2010 - 12/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Responsável pela montagem da Prova teórica do Exame de Residência Médica para o ano de 2011.
12/2007 - 12/2010
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Participou de Reunião preparatória com Avaliadores da prova pratica-2008, em 07 de dezembro de 2007.
03/2010 - 09/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Vice-Presidente da Comissão de Farmácia, Seleção e Padronização de medicamentos do Hospital das Clínicas.
2/2007 - 09/2010
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Participação das reuniões da Comissão de Infecção Hospitalar do HC-FMB-UNESP, durante o ano de 2007, 2008, 2009 até setembro de 2010.
11/2006 - 09/2010
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Farmácia, Seleção e Padronização de Medicamentos do HC da FMB-UNESP, a partir de 14 de novembro de 2006 até setembro de 2010.
04/2008 - 07/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro da Comissão para elaborar as questões do teste do Progresso a ser realizado em conjunto com as demais escolas médicas estaduais e federais, bem como, organizar o exame..
03/2010 - 03/2010
Serviços técnicos especializados , Sociedade Brasileira de Pediatria, .

Serviço realizado
Minstrou Curso de Reanimação Neonatal para Auxíliares da Reanimação.
01/2010 - 02/2010
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Chefe de Departamento.
10/2008 - 02/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, FACULDADE DE MEDIICNA DE BOTUCATU, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Permanente de Controle de Infecção Hospitalar.
02/2008 - 02/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, .

Cargo ou função
Membro da Rede Brasileira de Pesquisa Neonatais, com participação na elaboração do Banco de Dados de RN de MBP na Unidade Neonatal do HC -FMB, em Projetos Científicos.
01/2009 - 12/2009
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu.

Atividade realizada
Coordenou reuniões multidisciplinares na uti neonatal.
12/2007 - 12/2009
Ensino, Pediatria, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Participou como avaliador da Prova Prática de Habilidades na segunda fase do processo seletivo de Residência Médica - 2008, 2009
10/2007 - 12/2009
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro do Conselho do Departamento de Pediatria da FMB-UNESP, com mandato de 2 anos a partir de 14 de outubro de 2007..
01/2007 - 12/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, FACULDADE DE MEDIICNA DE BOTUCATU, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Permanente de Pesquisa.
11/2007 - 11/2009
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Representante Suplente do Corpo Docente junto à Congregação da FMB-UNESP, com mandato de dois anos a partir de 16 de novembro de 2007.
10/2009 - 10/2009
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu.

Atividade realizada
Membro Responsavel pela Implantação do protocolo de monitorização da assistencia ventilatoria na Unidade Neoantal em outubro.
10/2009 - 10/2009
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu.

Atividade realizada
Membro Responsável pela Padronização de Normas e Rotinas da UTI Neonatal.
05/2009 - 10/2009
Serviços técnicos especializados , FACULDADE DE MEDIICNA DE BOTUCATU, .

Serviço realizado
Ministrou 6 curso de reaminação neonatal da Sociedade Brasileira de Pediatria para Auxiliares de enfermagem no periodo de maio a outubro de 2009.
09/2009 - 09/2009
Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ministrou aula de educação continuada para curso enfermagem com titulo de Termorregulação no periodo neonatal em 01 de setembro de 2009
08/2009 - 08/2009
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Participou em 10 de agosto , na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), da elaboração da prova do Teste do Progresso Interinstitucional de 2009, projeto implantado pelo Conselho de Curso de Graduação em Medicina para avaliação do ensino de gradu
3/2006 - 08/2009
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Membro da Comissão de Revisão de Óbitos do HC-FMB-UNESP, a partir de abril de 2006, participando mensalmente das reuniões de revisão de obitos.
03/2005 - 08/2009
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Revisão de Óbitos do HC-FMB-UNESP..
07/2009 - 07/2009
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu.

Atividade realizada
Membro Responsavel pela implantação do protocolo de assistencia ao RN na gripe suina H1N1, juntamente com membros da equipe da CCJH, Infectologia e Obtetricia em julho.
06/2009 - 06/2009
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu.

Atividade realizada
Participou da elaboração do teste do progresso coordenando a elaboração das questões de pediatria.
04/2008 - 06/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, FACULDADE DE MEDIICNA DE BOTUCATU, .

Cargo ou função
Membro da Câmara Técnica de Serviços de Saúde.
6/2006 - 06/2009
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Membro do Comitê Transfusional Multidisciplinar do HC da FMB-UNESP a partir de 06 de junho de 2006 até junho de 2009.
04/2009 - 04/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Eleitoral para Eleição de Diretor Clínico e Vice-Diretor Clinico.
03/2009 - 03/2009
Ensino, Pediatria, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Ministrou Palestra para os Residentes do 2º ano de Pediatria so b o tema - Sepse no período neonatal.
3/2007 - 03/2009
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Permanente de Controle de Infecção Hospitalar do HC da FMB-UNESP, a partir de 16 de março de 2007..
02/2009 - 02/2009
Ensino, Pediatria, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Ministrou Palestra para os Residentes do 2º ano de Pédiatria sob o Tema- Follow up do Prematuro.
02/2009 - 02/2009
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Serviço realizado
Ministrou o Curso de Reanimação Neonatal da Sociedade Brasileira de Pediatria para Médicos nos dias 14 e 15 de fevereiro.
01/2008 - 12/2008
Ensino, Enfermagem, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Ministrou aulas no Curso de Educação Continuada para Enfermagem da Unidade Neonatal .
05/2008 - 10/2008
Ensino, Pediatria, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Membro da Comissão para elaboração a aplicação de Prova Prática de Habilidades e Atitudes para a segunda fase do processo de seleção de residência médica da FMB-UNESP
04/2008 - 04/2008
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Membro da Comissão de Teste do Progresso a ser aplicado aos alunos da 1º a 6º séries do Curso de Graduação em Medicina
02/2008 - 02/2008
Extensão universitária , FACULDADE DE MEDIICNA DE BOTUCATU, .

Atividade de extensão realizada
Ministrou 2 Cursos de Reanimação Neonatal para Médicos..
10/2005 - 10/2007
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Representante Docente junto ao Conselho do Departamento de Pediatria da FMB-UNESP, com mandato de dois anos a partir de 14 de outubro de 2005..
3/2007 - 3/2007
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Serviço realizado
Ministrou aula no Curso "Advanced Life Support Obstetric - ALSO", realizado pela disciplina de Obstetrícia do HC-FMB-UNESP, num total de 4h/curso-24 alunos, em 10 de março de 2007..
3/2007 - 3/2007
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Serviço realizado
Ministrou Curso de Reanimação Neonatal para Médicos, realizado em 31 de março de 2007..
2/2007 - 2/2007
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Serviço realizado
Instrutor do Curso de Reanimação Neonatal para médicos ministrando aulas práticas, num total de 8h/curso-16 alunos, realizado em 24 e 25 de fevereiro de 2007.
10/2004 - 10/2006
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Membro da Comissão de Ética Médica da Faculdade de Medicina de Botucatu, eleita em 18 de outubro de 2004, com mandato de 2 anos.
3/2004 - 3/2006
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Membro da Comissão de Nutrição Parenteral e Enteral do HC da FMB-UNESP, de 15 de março de 2004 até 2006..
2/2006 - 2/2006
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Serviço realizado
Instrutor do Curso de Reanimação Neonatal da Sociedade de Pediatria de São Paulo, realizado em 19 de fevereiro de 2006.
2/2005 - 12/2005
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Semiologia Pediátrica 3ª série - 2º semestre: 4horas-aula/turma 45 alunos - total 90 alunos
2/2005 - 12/2005
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Pediatria III - Neonatologia - UTI Neonatal 6ª série - 1º e 2º semestres (2horas-aula/turma - 15 alunos/ total 89 alunos
2/2005 - 12/2005
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Pediatria III - Neonatologia - UTI Neonatal 6ª série - 1º e 2º semestres, 12 horas-aula/turma (7-8 alunos/turma - total 89 alunos)
2/2005 - 12/2005
Ensino, Residencia Pediatria, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Residência de Pediatria (2º ano) Disciplina Neonatologia/UTI Neonatal - 240 horas/ano - 15 residentes, Pós-Gradsução Lato Sensu
2/2005 - 12/2005
Ensino, Residencia Pediatria, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Disciplina Neonatologia/UTI Neonatal - 480 horas/ano - 4 residentes do 3º ano de neonatologia, Pós-Graduação Lato Sensu
10/2003 - 12/2005
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Serviço realizado
Recredenciada como Instrutora do Programa de Reanimação Neonatal da SPSP (Sociedade de Pediatria de São Paulo, com validade de 2 anos a partir de 7 de outubro de 2003.
3/2003 - 12/2005
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Membro da Comissão Permanente de Controle de Infecção Hospitalar com mandato de 02 anos a partir de março de 2003.
2/2001 - 12/2005
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Pediatria I - Materno-Infantil 4ª série - 1º e 2º semestre - 8h/aula/turma (15-16 alunos/turma - total 94 alunos), de 2005 até a presente data. Aula prática, assistência ao RN em sala de parto.
8/2005 - 10/2005
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Proferiu aula: Noções de Neonatologia , para alunos da Disciplina de Semiologia Pediátrica - 3º ano Médico, em 08/08 e 18/10 de 2005
9/2005 - 9/2005
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Membro da Comissão de Pregão para aquisição de materiais para a UTI Neonatal, em 30 de setembro de 2005.
4/2005 - 4/2005
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Membro da Mesa Receptora na Eleição de Diretor Clínico do HC da FMB-UNESP, em 27 de abril de 2005.
4/2005 - 4/2005
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Membro da Comissão Eleitoral para eleição de Diretor Clínico e Vice Diretor Clínico, a realizar-se em 27 e 28 de abril de 2005.
3/2005 - 3/2005
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Serviço realizado
Instrutor no Curso para Auxiliares de Reanimação Neonatal, realizado em 18 de março de 2005.
1/2005 - 1/2005
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Instrutora do Curso para Auxiliares da Reanimação Neonatal, em 14 de janeiro de 2005
12/2004 - 12/2004
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Ministrou curso teórico-prático para auxiliares da Reanimação Neonatal, da Sociedade de Pediatria de São Paulo e Sociedade Brasileira de Pediatria, no HC da FMB-UNESP, em 17 de dezembro de 2004
11/2004 - 11/2004
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Ministrou Curso Teórico Prático para Auxiliares da Reanimação Neonatal, da Sociedade de Pediatria de São Paulo e Sociedade Brasileiro de Pediatria, no HC da FMB-UNESP , em 16 de novembro de 2004
11/2004 - 11/2004
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Ministrou curso teórico-prático para auxiliares da Reanimação Neonatal da Sociedade de Pediatria de São Paulo e Sociedade Brasileira de Pediatria, no HC da FMB-UNESP, em 29 de novembro de 2004
8/2004 - 11/2004
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ministrou aula: Noções de Neonatologia, para o 3º ano Médico, Disciplina Semiologia em Pediatria, em 25 de agosto e 03 de novembro de 2004
10/2002 - 10/2004
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Membro da Comissão de Ética Médica da Faculdade de Medicina de Botucatu, eleita em 18 de outubro de 2002, com mandato de 2 anos.
08/2004 - 08/2004
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Avaliação Especial de Desempenho de servidor do Departamento de Pediatria da FMB-UNESP.
3/2004 - 3/2004
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Ministrou Curso Teórico Prático de Reanimação Neonatal da Sociedade de Pediatria de São Paulo e Sociedade Brasileira de Pediatria, no HC da FMB-UNESP em 06 de março de 2004
2/2004 - 2/2004
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Ministrou Curso Teórico Prático de Reanimação Neonatal da Sociedade de Pediatria de São Paulo e SBP, no HC da FMB-UNESP, em 14 de fevereiro de 2004
10/2003 - 12/2003
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Membro da Comissão de Acompanhamento das eleições para Representantes dos Colegiados Centrais da UNESP, de 6 a 9 de outubro de 2003.
11/2003 - 11/2003
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Curso teórico-prático de Reanimação Neonatal da SBP, 1 curso em Pariquera-Açu, em novembro de 2003
11/2003 - 11/2003
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Curso Teórico-Prático para auxiliares de Reanimação Neonatal - SBP, 1 Curso em Pariquera-Açu, em novembro de 2003
9/1999 - 9/2003
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Representante do Departamento de Pediatria junto ao Conselho do Curso de Graduação em Medicina - portaria 091 de 03 de setembro de 1999, com mandato de 2 anos a partir de 09 de setembro de 1999. Reeleita por mais dois anos em 9 de setembro de 2001.
4/2003 - 5/2003
Ensino, Pediatria [Botucatu], Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ministrou aula: Sepse neonatal: bacteriana e fúngica, na Disciplina Fisiopatologia do Feto e do Recém-nascido, no Programa PG em Pediatria da FMB-UNESP, em 08 de abril de 2003
Ministrou aulas: Peculiaridades das infecções nos recém-nascidos e Determinação dos níveis séricos e urinários da interleucina 8 em recém-nascidos prematuros com sepse tardia, na Disc. de Imunologia Pediátrica do Programa de PG em Pediatria, em 30/05/2003
3/2003 - 3/2003
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Curso teórico prático de reanimação neonatal. Reciclagem de instrutores, SPSP, 1 curso na FMB-UNESP, em março 2003
3/2001 - 3/2003
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Membro da Comissão Permanente de Controle de Infecção Hospitalar a partir de 2 de março de 2001, com mandato de 2 anos - portaria 008/2001..
10/2000 - 10/2002
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Membro da Comissão de Ética Médica da Faculdade de Medicina de Botucatu, eleita em 18 de outubro de 2000, com mandato de 2 anos.
4/2002 - 4/2002
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Curso teórico prático de reanimação neonatal. Reciclagem de instrutores, SPSP, 2 cursos na FMB-UNESP em 2002
1/2001 - 1/2002
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Representantedo Dep. de Pediatria junto ao Conselho de Residência Médica, de 22/01/2001 a 22/01/2002.
1/2001 - 12/2001
Direção e administração, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, .

Cargo ou função
Preceptora dos residentes de 3º ano de Pediatria da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, no ano de 2001.
9/2000 - 7/2001
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Representante do Departamento de Pediatria na Comissão de Internato da FMB UNESP no período de 20 de setembro de 2000 à 9 de julho de 2001 - Portaria do diretor nº141 de 20 de setembro de 2000.
3/2001 - 3/2001
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Curso teórico prático de reanimação neonatal. Reciclagem de instrutores, SPSP, março 2001
1/2000 - 1/2001
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Representante do Departamento de Pediatria junto ao Conselho de Residência Médica - portaria 016 de 26 de janeiro de 1998, com mandato de 2 anos a partir de 26 de janeiro de 2000. Vice supervisora da residência em Pediatria no ano de 2000 e supervisora.
2/1999 - 12/2000
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Membro da Comissão de Ensino do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina de Botucatu-UNESP, de fevereiro de 1999 a dezembro de 2000.
1/1999 - 12/1999
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Preceptora dos Residentes de primeiro ano de Pediatria no ano de 1999.
1/1998 - 12/1999
Direção e administração, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, .

Cargo ou função
Preceptora dos Residentes de terceiro ano em Pediatria, com residência opcional em Neonatologia, nos anos de 1998 e 1999.
7/1999 - 10/1999
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
- Exerce atividades com alunos do terceiro ano do curso de Medicina da Faculdade de Medicina de Botucatu-UNESP, ministrando o curso de Semiologia Pediátrica, junto ao Departamento de Pediatria, durante o período de 19 de julho à 04 de outubro de 1999, co
1/1999 - 9/1999
Direção e administração, Faculdade de Medicina de Botucatu, Departamento de Pediatria.

Cargo ou função
Membro suplente da categoria dos Professores Assistentes junto ao Conselho de Departamento do Departamento de Pediatria no período de janeiro à setembro de 1999.
5/1999 - 5/1999
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Participou do Curso Teórico Prático de Reanimação Neonatal, da Sociedade de Pediatria de São Paulo, realizado na Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, em 29 de maio de 1999, na qualidade de instrutora.
3/1999 - 3/1999
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Participou do Curso Teórico Prático de Reanimação Neonatal, da Sociedade de Pediatria de São Paulo, realizado na Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, em 27 de março de 1999, na qualidade de instrutora
9/1998 - 12/1998
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
- Exerceu atividades com alunos do terceiro ano do curso de Medicina da Faculdade de Medicina de Botucatu-UNESP, ministrando o curso de Semiologia Pediátrica, junto ao Departamento de Pediatria, com atividades prática de ambulatório, enfermaria e anamnese
9/1998 - 9/1998
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Participou do Curso Teórico Prático de Reanimação Neonatal, da Sociedade de Pediatria de São Paulo, realizado na Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, em setembro de 1998, na qualidade de instrutora
5/1998 - 5/1998
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Participou do Curso Teórico Prático de Reanimação Neonatal, da Sociedade de Pediatria de São Paulo, realizado na Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, em maio de 1998, na qualidade de instrutora
2/1994 - 1/1998
Ensino, Pediatria, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
- Exerce atividades com residentes do 2º e 3º ano de Pediatria, na UTI e UCI Neonatal do HC-FMB - UNESP, de fevereiro de 1994 a janeiro de 1998
11/1997 - 11/1997
Ensino, Reanimação Neonatal, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Instrutora do Curso de Reanimação Neonatal, da Sociedade Brasileira de Pediatria e Sociedade de Pediatria de São Paulo, realizado na Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, em novembro de 1997
2/1994 - 3/1997
Ensino, Pediatria, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Exerceu atividades com residentes do 1º e 2º ano de Pediatria, na UCI Neonatal do HC-FMB - UNESP, nos períodos de fevereiro de 1994, maio e junho de 1996 e fevereiro e março de 1997
2/1994 - 11/1996
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
- Exerceu atividades nos Ambulatórios da Disciplina de Neonatologia do HC-FMB - UNESP, no período de fevereiro de 1994 a novembro de 1996, promovendo assistência, coordenando o atendimento de internos do 6º ano médico
2/1996 - 2/1996
Direção e administração, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, .

Cargo ou função
Participou da comissão organizadora do Núcleo de Medicina Intensiva de Botucatu, criado em 08 de fevereiro de 1996.
1/1993 - 12/1993
Ensino, Medicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
- Exerceu atividades com internos do 6º ano, residentes do 1º e 2º ano de Pediatria, na disciplina de Neonatologia do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, sob a supervisão da Profa. Dra. Lígia M. S. S. Rugolo, no ano de

Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar, FAMESP, Brasil.
Vínculo institucional

1994 - Atual
Vínculo: Médico Plantonista, Enquadramento Funcional: Profa. Dra.
Outras informações
Plantonista da Unidade Neonatal ( Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e Neonatologia)

Atividades

02/1994 - 01/1996
Serviços técnicos especializados , HC -Berçario, .

Serviço realizado
Médica contratada pela Fundação para o Desenvolvimento Médico Hospitar, por concurso público na UTI Neonatal do HC-FMB-UNESP, 40 horas semanais , de fevereiro de 1994 a abril de 1996.


Linhas de pesquisa


1.
Fisiopatologia do feto e do recém-nascido: Infecção neonatal. CNPq e Departamento de Pediatria -UNESP

Objetivo: Estudos epidemiologicos de infecções bacterianas e congênitas, pesquisas com mediadores inflamatórios envolvido na sepse neonatal,marcadores diagnósticos e prognóstico dos RN..
2.
Prognóstico de RN de risco

Objetivo: Avaliação prognóstica dos recém-nascidos de risco.
3.
Infecção neonatal (bacteriana e congênita)


Projetos de pesquisa


2017 - 2018
A phase 2B randomized, double blind, placebo controlled study to evaluate the safety and efficacy of MED18897, a monoclonal antibody with an extended half life against respiratory syncytial virus, in health preterm infants
Descrição: Estudo multicentrico internacional, com EUA como pais de origem e o centro coordenador no Brasil, ULBRA de Pelotas. Patrocinio da industria farmaceutica MedImmune - Aztrazeneca Grenciamento: Quintiles Número de pacientes incluidos nesse centro:2 Investigador principal (PI): maria regina bentlin Financiamento 3.000,00 dolares aproximadamente.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / Geraldo Henrique Soares da Silva - Integrante / JOAO CESAR LYRA - Integrante.Financiador(es): MedImmune - Headquarters - Auxílio financeiro.
2017 - Atual
Infecções Primárias de Corrente Sanguínea em UTI Neonatal: análise de três anos
Descrição: Projeto vinculado a linha de pesquisa. Infecção Neonatal.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / Victor Hugo B Rodrigues - Integrante.
2016 - Atual
Acurácia dos níveis do lactato sérico no diagnóstico e prognóstico do choque séptico neonatal
Descrição: Projeto vinculado a linha de pesquisa do Departamento. Infecção neonatal. Mestrado Profissional Associado a Residencia Medica.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / JOAO CESAR LYRA - Integrante / Isadora Pimentel de Souza - Integrante.
2016 - Atual
Acurácia dos níveis do lactato sérico no diagnóstico e prognóstico do choque séptico neonatal
Descrição: Projeto vinculado a linha de pesquisa do Departamento. Infecção neonatal. Mestrado Profissional Associado a Residencia Medica.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / JOAO CESAR LYRA - Integrante / Isadora Pimentel de Souza - Integrante.
2015 - 2017
O hematócrito de cordão pode auxiliar no diagnóstico de policitemia neonatal?
Descrição: Projeto realizado com o objetivo de orientar os alunos e residentes na pratica da medicina utilizando os exames subsidiários que realmente possam ajudar no diagnóstico e tratamento do doente. Trabalho de Conclusão de Curso. ( TCC) em 2017.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2015 - 2017
Prognóstico de crescimento do prematuro de muito baixo peso (<1500g) até os 5 anos de idade.
Descrição: BOLSA IC -PIBIC -Reitoria- (2015-2016) - (2016-2017). Premio 1º lugar melhor trabalho na XII Jornada de Pediatria.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / Giuliana O Santana - Integrante.Financiador(es): PIBIC- Reitoria - Bolsa.
2014 - 2017
Policitemia Neonatal em um hospital universitário terciário
Descrição: A policitenia é uma das principais causas de hiperviscosidade em RN. A identificação de fatores de risco e a evolução desses RN podem ajudar a melhorar a vigilância desses bebês e rever a terapêutica utilizado. Nathalia Jacomin - Aluna do Ensino Médio - BOLSA PIBIC JR com finalização em 2014. Trabalho de conclusão de Curso. Para o TCC o trabalho continua com ampliação da casuística. Trabalho apresentado no XXVII Congresso de Iniciação Científica da UNESP - 1º FASE - , Botucatu 2015. Trabalho de conclusão de Curso (TCC) 2017.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2016
Enterocolite necrosante em prematuros de muito baixo peso e sua relação com práticas assistenciais.
Descrição: A enterocolite e doença que acomete prematuros,sendo importante causa de morte. A avaliação dos fatores associados a NEC , em especial as praticas assistenciais devem ser vigiados para que medidas preventivas possam ser instituídas. BOLSA PIBIC JR - 2015-2016 - Trabalho de conclusão de curso - TCC. Trabalho premiado na XI Jornada de Pediatria da FMB-UNESP e Publicado na Escola Médica Virtual da FMB-UNESP. Sub projeto do PGA 2014 -2016.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / BARBARA MALAFATTE R SANCHES - Integrante / Ana Giulia Azevedo de Araujo - Integrante.Financiador(es): UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA - JÚLIO DE MESQUITA FILHO -UNESP - Bolsa.
2013 - 2018
O Ressurgimento da sifiilis congênita: A realidade de um Hospital Universitário Terciário
Descrição: O projeto faz parte da linha de pesquisa do depto e da disciplina de neonatologia. Aborda um tema atual, relevante que é o ressurgimento da sífilis no seculo XXI e visa dar substrato para que melhorias na saúde publica possam ser realizadas para combater esse problema. Gabriela Martins - Ensino Médio -Bolsista PIBIC -JR -CNPq- Trabalho concluído com parte do projeto. Trabalho apresentado no XXVII Congresso de Iniciação Científica da UNESP - 1º FASE - , Botucatu 2015. Publicado na Escola Médica Virtual da FMB-UNESP. O trabalho continuou com coleta de dados até 2016. Ganho premio na jornada de pediatria em 2017, com fechamento da parte educativa e finalização em 2018. Em fase de redação para publicação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / Gabriela Martins - Integrante / JOAO CESAR LYRA - Integrante / Antonio Rugolo Jr - Integrante / Simone Manso Carvalho - Integrante / Sarah de Lima Alloufa da Silveira - Integrante / Patricia Akemi Tabuchi - Integrante.Financiador(es): PIBIC-JUNIOR - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.Número de orientações: 1
2013 - 2014
Mediadores inflamatórios em sangue de cordão umbilical de recém-nascidos como marcadores de infecção neonatal precoce após rotura prematura de membranas de pré-termo
Descrição: Projeto faz parte da linha de pesquisa do depto e da disciplina de neonatologia. Aborda novos métodos diagnósticos na infecção neonatal , especialmente após a rotura prematura de membranas. Ana Carolina Pedrote -Bolsista RENOVE - Trabalho apresentado no XXVI Congresso de Iniciação Científica da UNESP , Congresso Médico Acadêmico de Botucatu em 2014.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / Ana Carolina s. Pedrote - Integrante / Cilmery Suemi Kurokawa - Integrante.Financiador(es): Fundação para o Desenvolvimento da UNESP - Auxílio financeiro.
2013 - 2014
Risk factors - RF- associated with advanced neonatal resuscitation in > 34 w GA newborns: A multicenter, prospective, case-controlled study.
Descrição: Estudo multicêntrico.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2014
Interleucina - 6 em sangue de cordão umbilical como marcador de infecção neonatal precoce em recém-nascidos após rotura prematura de membranas de pré-termo s
Descrição: Projeto faz parte da linha d epesquisa da pesquisadora e do depto. Aborda o uso de mediadores inflamatórios no diagnóstico de infecção em RN . Obs: Em 2013 esse projeto foi englobado pelo projeto com financiamento. PROPE (Renove). O nome do projeto teve alteração passou a se chamar Mediadores Inflamatórios no lugar de Interleucina 6. Trabalho apresentado no XXVI Congresso de Iniciação Científica da UNESP , Congresso Médico Acadêmico de Botucatu em 2014.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / ANA CAROLINA SELZER PEDROTE - Integrante / Cilmery Suemi Kurokawa - Integrante.
2011 - 2015
Importancia das curvas de crescimento bacteriano na diferenciação entre contaminação e infecção por estafilococos coagulase negativa no periodo neonatal
Descrição: projeto de relevancia clínica e científica , inédito na literatura que permitira diferenciar os casos de infecção verdadeira por estafilo das contaminações, reduzindo o uso de antibioticos. Iniciação Científica - Michele Jacomin- Ensino Médio- Bolsista PIBIC JR. CNPq. Obs: Em 2013, para ampliar o tamanho amostral, esse projeto foi contemplado com uma bols PIBIC - JR. - Projeto concluído e apresentado no XXVII Congresso de Iniciação Científica da UNESP, 2015..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / Geraldo Henrique Soares da Silva - Integrante / CRISTINA NASCIMENTO - Integrante / Michele Jacomin - Integrante / Alessandro Mondelli - Integrante / Antonio Rugolo Jr - Integrante.Financiador(es): CNPq- BOLSA PIBIC JR - Bolsa.Número de orientações: 1
2011 - 2014
Interleucina - 8 em sangue de cordão umbilical como marcado de infecção neonatal precose em recém-nascidos após rotura prematura de membranas de pré-termo s
Descrição: Projeto faz parte da linha de pesquisa da pesquisadora e do depto. Aborda o uso de mediadores inflamatórios no disgnóstico de infecção em RN. Trabalho apresentado no XXVI Congresso de Iniciação Científica da UNESP , Congresso Médico Acadêmico de Botucatu em 2014.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / Cilmery Suemi Kurokawa - Integrante / Greyce Cristina Ferreira Russo - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.Número de orientações: 1
2011 - 2012
Sepse fungica no período neonatal:uma decada de experiência em um centro universitário terciario.
Descrição: Projeto relevancia clinica faz parte da linha de pesquisa do depto (Prognóstico do RN), e aborda doença de alta mortalidade no período neonatal- Trabalho apresentado em Congresso - aguarda publicação - BOLSA PIBIC.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / A Rugolo Jr - Integrante / Geraldo Henrique Soares - Integrante / Paula Georgia Dias Pereira - Integrante.
2010 - 2011
Analise clínica da sepse com hemocultura positiva em recém-nascido internados em unidade de terapia intensiva neonatal durante 5 anos.
Descrição: xxxxxxxxxxxx.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / Cintia Suemi Uebara - Integrante / Camila T. Merighi - Integrante.Financiador(es): Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Bolsa.
2010 - 2011
Analise microbiologica da sepse com hemocultura positiva em recém-nascidos internados na UTI neonatal de 2004 a 2008.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2010
Interleucina 8 serica e urinaria e reagentes de fase aguda na sepse neonatal
Descrição: Estudo em recem-nascidos infectados para avaliação da acurácia diagnósticas dos metodos citados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2010
Analise da meningite neonatal conforme agente etiologico: uma década de experiência em centro terciario. Trabalho aceito para publicação, Orientação de aluno, iniciação científica sem bolsa
Descrição: Levantamento de 10 anos de meningite com cultura positiva de liquior na Unidade Neonatal e análise comparativa entre os agentes.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / Antonio Rugolo Junior - Integrante / LIGIA MARIA SUPPO DE SOUZA RUGOLO - Integrante / Geraldo Henrique Soares da Silva - Integrante / Gabriel Luis Ferreira - Integrante / Alessandro Lia Mondelli - Integrante.
2006 - 2010
Distúrbios da deglutição em prematuros de muito baixo peso após alta hospitalar
Descrição: Estudar os disúrbios de alimentação em prematuros. Fase de Análise de dados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2010
Escores de risco em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal: relação com morbidade e mortalidade, já concluído e apresentado em congresso. Orientação de alunos de Iniciação Científica
Descrição: Avaliar os escores de risco em UTI neonatal. Fase de coleta de dados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / RUGOLO JR.,A. - Integrante / Deborah Soma - Integrante / Mariana F. C. Andrade - Integrante / Marcela Vieira Xavier - Integrante / Gabriela Rebessi Carmona - Integrante.Financiador(es): Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Cooperação.
2006 - 2009
Treinamento para auxiliares de reanimação neonatal. Experiência satisfatória em um centro terciário - Projeto concluído e apresentado em Congresso
Descrição: Avaliação de treinamento para auxiliares de reanimação neonatal. Fase de Redação para Publicação. Orientação de alunos de Residência Médica.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2009
Arritmias no período neonatal: revisão de casos e análise crítica da literatura
Descrição: Revisão de casos de arritmia no período neonatal . Fase de Redação para publicação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / Gisele Moriel - Integrante / Juliana Carvalho Nery - Integrante.Financiador(es): Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Cooperação.
2004 - 2010
Níveis de II-8, II 10 e TNF-alfa em recém-nascidos prematuros de gestações com rotura prematura de membranas pré-termo, Projeto concluído e encaminhado para publicação.
Descrição: Estudo em recém-nascidos prematuros de gestações com rotura prematura de membranas. Fase de Redação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / LIGIA MARIA SUPPO DE SOUZA RUGOLO - Integrante / MIRIAM HASHIMOTO - Integrante / Cilmeri S. Kurokawa - Integrante.
2003 - 2005
Conhecimento sobre a avaliação e tratamento da dor no recém-nascido por neonatologistas e enfermeiros que atuam em unidades neonatais universitários, Projeto concluído e publicado.
Descrição: Trata-se de projeto prospectivo realcionado com o conhecimento que a equipe que trata de recém-nascidos tem sobre o conceito de dor. Para tanto será aplicado questionário para o corpo docente, médicos, R3, estagiários e enfermeiras que atuam no Berçário..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Regina Bentlin - Coordenador / C E P Trindade - Integrante.Financiador(es): Instituto Fernandes Figueira - Cooperação / Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - Cooperação / Universidade Estadual de Campinas - Cooperação / Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Cooperação / Universidade Federal de São Paulo - Cooperação / Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Cooperação / Universidade de São Paulo - Cooperação.


Revisor de periódico


2006 - Atual
Periódico: Jornal de Pediatria
2007 - Atual
Periódico: Revista Paulista de Pediatria (Impresso)
2008 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil (Impresso)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Pediatria Geral/Especialidade: Neonatologia.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Neonatologia/Especialidade: Medicina Intensiva Neonatal.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica/Especialidade: Pediatria.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2018
Premio Nicola Albano (3º lugar), 24 Congresso Brasileiro de Perinatologia.
2017
1ºlugar: Prognostico crescimento prematuro muito baixo peso até 5 anos de idade.Autores: Giuliana O.Santana (bolsista PIBIC) e Maria Regina Bentlin (orientadora), XII jornada de Pediatria - FMB UNESP, Botucatu, 23-24/08.
2017
2ºlugar: Ressurgimento da sifilis congenita:realidade hospital universitario. Autores: Patricia Tabuchi (bolsista FAPESP);Sara L.ASilveira (Mestrado Profissional ); Maria Regina Bentlin (orientadora), XII jornada de Pediatria - FMB UNESP, Botucatu, 23-24/08.
2017
3ºlugar: Analise sepse neonatal tardia em prematuro após implantação protocolo.Autores;Renata SAPCastro (Mestrado Profissional), Maria Regina Bentlin (orientadora), XII jornada de Pediatria - FMB UNESP, Botucatu, 23-24/08.
2016
Segundo Lugar com o Trabalho Estudo epidemiológico da enterocolite necrosante em prematuros de muito baixo peso, Departamento de Pediatria - XI Jornada de Pediatria- FMB-UNESP.
2016
Terceiro Lugar com o Trabalho - A importância de 2 hemoculturas no diagnóstico de infecção por estafilococos coagulase negativa em UTI neonatal., Departamento de Pediatria - XI Jornada de Pediatria- FMB-UNESP.
2014
Primeiro Lugar com o Trabalho Prática da Reanimação em sala de parto de prematuros de muito baixo peso em unidades universitárias: mudanças após 2010. Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais, 5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal - Gramado - RS.
2014
Segundo Lugar com o Trabalho Impacto das novas condutas de reanimação no prognóstico em curto prazo de recém-nascido de muito baixo peso. Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais, 5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal - Gramado - RS.
2014
Primeiro Lugar Prêmio SUS 2014 - Trabalho Hipotermia e mortabilidade neonatal precoce em recém-nascido prematuros. Rede Brasileira de Pesquisa Neonatais, SUS.
2014
Primeiro Lugar com o Trabalho O Ressurgimento da sífilis congênita - A realidade de um Hospital Universitário terciário . PIBIC JR, XXVI Congresso de Iniciação Científica da UNESP.
2011
Moção de Agradecimento ao Departamento de Pediatria, Disciplina de Neonatologia, Faculdade de Medicina de Botucatu-UNESP - Univ. Estadual Paulista.
2010
Melhores Artigos da Decada, 10 Articles Published in the same domain since your publication - Si ldenafil no tratamento da hipertensão pulmonar após cirurgia cardíaca, BioMedLib.
2008
Menção Honrosa na Ouvidoria do Hospital das Clínicas - FMB-UNESP, Faculdade de Medicina de Botucatu-UNESP.
2006
Melhoes Artigos Originais do Jornal de Pediatria, Sociedade Brasileira de Pediatria e Academia Brasileira de Pediatria.
2003
Doutora em Pediatria, UNESP.
2003
Instrutora Curso Reanimação Neonatal, Sociedade Brasileira de Pediatria.
2003
Instrutora de Curso para Auxiliares da Reanimação Neonatal, Sociedade Brasileira de Pediatria.
1997
Mestre em Pediatria, UNESP.
1997
Instrutora de Reanimação Neonatal, Sociedade de Pediatria de São Paulo.
1996
Instrutora de Reanimação Neonatal, Sociedade Brasileira de Pediatria.
1994
TEN - Habilitação em Neonatologia, Sociedade Brasileira de Pediatria e Associação Médica de Pediatria.
1993
TEP - Título de Especialista em Pediatria, Sociedade Brasileira de Pediatria e Associação Médica Brasileira.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
LUCIO, KC2018LUCIO, KC ; BENTLIN, MR ; AUGUSTO, AC ; CORRENTE, JE ; TOSCANO, TB ; EL DIB, R ; JORGE, EC . The ROPScore as a Screening Algorithm for Predicting Retinopathy of Prematurity in a Brazilian Population. Clinics, v. 73, p. e377, 2018
Palavras-chave: Retinopathy of Prematurity; Preterm Infants; Algorithm.
Grande área: Ciências da Saúde; Meio de divulgação: Digital. Homepage: ; Série: Jul26; ISSN/ISBN: 18075932.

2.
DE SOUZA RUGOLO, LIGIA MARIA SUPPO2015DE SOUZA RUGOLO, LIGIA MARIA SUPPO ; DE SÁ, MILENE PIORKOWSKY ALMEIDA ; KUROKAWA, CILMERY SUEMI ; MADOGLIO, ROSA JULIANA ; BENTLIN, MARIA REGINA ; JR, ANTONIO RUGOLO ; CORRENTE, JOSÉ EDUARDO . There is no difference in nitric oxide metabolites and neonatal outcome between premature infants born to pre-eclamptic and those born to normotensive women. PAEDIATR INT CHILD H, v. 35, p. 47-52, 2015; Meio de divulgação: Digital. Homepage: ; Série: 1; ISSN/ISBN: 20469047.

3.
GUINSBURG, RUTH2015GUINSBURG, RUTH ; DE ALMEIDA, MARIA FERNANDA BRANCO ; DE CASTRO, JUNIA SAMPEL ; SILVEIRA, RITA C. ; CALDAS, JAMIL PEDRO DE SIQUEIRA ; FIORI, HUMBERTO HOLMER ; VALE, MARYNÉA SILVA DO ; ABDALLAH, VÂNIA OLIVETTI STEFFEN ; CARDOSO, LAURA EMILIA MONTEIRO BIGÉLLI ; ALVES FILHO, NAVANTINO ; MOREIRA, MARIA ELISABETH ; ACQUESTA, ANA LUCIA ; FERRARI, LÍGIA S. LOPES ; BENTLIN, MARIA REGINA ; VENZON, PAULYNE STADLER ; GONÇALVES FERRI, WALUSA ASSAD ; MENESES, JUCILLE DO AMARAL ; DINIZ, EDNA MARIA DE ALBUQUERQUE ; ZANARDI, DULCE MARIA TOLEDO ; DOS SANTOS, CRISTINA NUNES ; BANDEIRA DUARTE, JOSÉ LUIZ ; REGO, MARIA ALBERTINA SANTIAGO . Death or survival with major morbidity in VLBW infants born at Brazilian neonatal research network centers. Journal of Maternal-Fetal & Neonatal Medicine (Print), v. 29, p. 1005-1009, 2015; Meio de divulgação: Digital. Homepage: ; Série: 6; ISSN/ISBN: 14767058.

4.
PRESTES, ANA CLAUDIA YOSHIKUMI2015PRESTES, ANA CLAUDIA YOSHIKUMI ; DE CÁSSIA XAVIER BALDA, RITA ; SILVA DOS SANTOS, GIANNI MARA ; DE SOUZA RUGOLO, LIGIA MARIA SUPPO ; BENTLIN, M. R. ; MAGALHÃES, Mauricio ; PACHI, Paulo Roberto ; MARBA, SERGIO TADEU MARTINS ; DE SIQUEIRA CALDAS, JAMIL PEDRO ; GUINSBURG, Ruth . Painful procedures and analgesia in the NICU: what has changed in the medical perception and practice in a ten-year period?. Jornal de Pediatria (Impresso), v. 92, p. 88-95, 2015; Meio de divulgação: Digital. Homepage: ; ISSN/ISBN: 00217557.

5.
SADEK, L R2014SADEK, L R ; LEONE, C R ; PROCIANOY, R. S. ; GUINSBURG, R ; MARBA, S ; MARTINEZ, F E ; RUGOLO, L. M. S. S. ; FIORI, H. H. ; FERRARI, L. ; MENEZES, J. A. ; VENZON, P. S. ; ABDALLAH, V. Q. ; DUARTE, J. L. ; NUNES, M. V. ; ALVES FILHO, N. ; ANCHIETA, L. ; COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN . Effects of therapeutic approach on the neonatal evolution of very low birth weight infants with patent ductus arteriosus. Jornal de Pediatria (Impresso), v. 90, n.3, p. 616-623, 2014; Meio de divulgação: Impresso; Série: 6; ISSN/ISBN: 00217557.

6.
RIBOLI, DANILO2014RIBOLI, DANILO ; LYRA, JOÃO ; SILVA, ELIANE ; VALADÃO, LUISA ; BENTLIN, MARIA ; CORRENTE, JOSÉ ; SUPPO DE SOUZA RUGOLO, LIGIA ; RIBEIRO DE SOUZA DA CUNHA, MARIA . Diagnostic accuracy of semi-quantitative and quantitative culture techniques for the diagnosis of catheter-related infections in newborns and molecular typing of isolated microorganisms. BMC Infectious Diseases (Online), v. 14, p. 283-301, 2014; Meio de divulgação: Digital. Homepage: ; Série: 1; ISSN/ISBN: 14712334.

7.
DE SOUZA RUGOLO, L. M. S.2014DE SOUZA RUGOLO, L. M. S. ; Bentlin, M. R. ; MUSSI-PINHATA, M. ; DE ALMEIDA, M. F. B. ; LOPES, J. M. D. A. ; MARBA, S. T. M. ; FIORI, H. H. ; PROCIANOY, R. S. ; LEONE, C. R. . Late-Onset Sepsis in very Low Birth Weight Infants: A Brazilian Neonatal Research Network Study. Journal of Tropical Pediatrics (1980), v. 60, p. 415-421, 2014; Meio de divulgação: Digital. Homepage: ; Série: 6; ISSN/ISBN: 01426338.

8.
BENTLIN, MARIA REGINA2014BENTLIN, MARIA REGINA; RUGOLO, LIGIA M.S.S. ; FERRARI, LIGIA S.L. . Practices related to late-onset sepsis in very low-birth weight preterm infants. Jornal de Pediatria (Impresso), v. 91, p. 168-174, 2014; Meio de divulgação: Digital. Homepage: ; Série: 2; ISSN/ISBN: 00217557.

9.
COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN2014COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN. Hypothermia and early neonatal mortality in preterm infants. The Journal of Pediatrics, v. 164, p. 271-275, 2014; Série: 2; ISSN/ISBN: 00223476.

10.
DE LUCA, A K C2013DE LUCA, A K C ; BENTLIN, MR ; RUGOLO, L. M. S. S. . Nova abordagem da persistência do canal arterial. PRORN. Programa de Atualização, v. 4, p. 79-118, 2013; Meio de divulgação: Impresso; Série: 10; ISSN/ISBN: 16794737.

11.
KUROKAWA, C. S.2013KUROKAWA, C. S. ; HASHIMOTO, M ; RUGOLO, L ; BENTLIN, MR ; GOLIN, M. A. ; PERAÇOLI, J C ; SILVA, M. G. ; FEKETE, S M W . Cord-blood cytokine levels in focal early-onset neonatal infection after pretern premature rupture of membranes. Turkish Journal of Pediatrics, v. 55, p. 598-605, 2013; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 00414301.

12.
RUGOLO, L. M. S. S.2012RUGOLO, L. M. S. S. ; Suppo de Souza Rugolo, L. M. ; BENTLIN, M. R. ; Petean Trindade, C. E. . Preeclampsia: Early and Late Neonatal Outcomes. Neoreviews (Elk Grove Village, Ill.), v. 13, p. e532-e541, 2012; Meio de divulgação: Digital. Homepage: ; Série: 9; ISSN/ISBN: 15269906.

13.
BENTLIN, M. R.2012BENTLIN, M. R.; GUINSBURG, R ; ALMEIDA, Maria Fernanda Branco de ; SADECK, Lilian dos Santos Rodrigues ; Suppo de Souza Rugolo, L. M. ; MARBA, S ; NEONATAIS, R. B. P. . Proactive management of extreme prematurity: disagreement between obstetricians and neonatologistsProactive management of extreme prematurity: disagreement between obstetricians and neonatologists. JOURNAL PERINATOLOGY, v. 32, p. 913-919, 2012; Meio de divulgação: Impresso; Série: 12; ISSN/ISBN: 9999999X.

14.
OLIVEIRA, A.2012OLIVEIRA, A. ; SANCHES, P. ; LYRA FILHO, F.J.C. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. . Risk factors for infection with coagulose-negative staphylococci in newborns from the neonatal unit of a brasilian univertity hospital. Clinical Medicine Insights: Pediatrics, v. 6, p. 1-9, 2012; Meio de divulgação: Impresso; Série: 1; ISSN/ISBN: 11795565.

15.
RUGOLO, L. M. S. S.2012RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. ; LYRA, J. C. . Monitorização do desenvolvimento do recém-nascido pré-termo. PRORN. Programa de Atualização em Neonatologia, v. 9, p. 105-151, 2012; Meio de divulgação: Impresso; Série: 4; ISSN/ISBN: 16794737.

16.
SANTOS, A.2011SANTOS, A. ; GUINSBURG, R ; ALMEIDA, M F B ; PROCIANOY, R ; LEONE, C R ; MARBA, S T M ; RUGOLO, L ; FIORI, R M ; LOPES, J M A ; MARTINEZ, F E ; BENTLIN, M. R. ; RESEARCH, B. N. O. N. . Red blood cell transfusions are independently associated with intra-Hospital Mortality in very low birth weight preterm infants. The Journal of Pediatrics, v. 1, p. 01-09, 2011; Meio de divulgação: Impresso; Série: 1; ISSN/ISBN: 00223476.

17.
RUGOLO, L. M. S. S.2011RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. ; TRINDADE, C E P . Preeclampsia: Effect on the fetus and newborn. Neoreviews (Elk Grove Village, Ill.), v. 12, p. 198-206, 2011; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 15269906.

18.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2011BENTLIN, M. R.; ALMEIDA, R. A. M. B. ; COELHO, K. I. R. ; RIBEIRO, A. F. ; SICILIANO, M. M. ; SUZUKI, A. ; FORTALEZA, C. M. C. . Perinatal transmission of yellow fever. Emerging Infectious Diseases (Print), v. 17, p. 1779-1780, 2011; Meio de divulgação: Impresso; Série: 9; ISSN/ISBN: 10806040.

19.
RUDGE, M. V. C.2011RUDGE, M. V. C. ; MAESTÁ, I. ; PERAÇOLI, J. C. ; CALDERON, I. M. P. ; BENTLIN, M. R. . The safe motherhood referral system to reduce cesarean section and perinatal mortality - a cross-sectional study - 1995-2006 - autor colaborador. Reproductive Health, v. 8, p. 2-7, 2011; Meio de divulgação: Impresso; Série: 34; ISSN/ISBN: 17424755.

20.
ZANCHETTA, S2010ZANCHETTA, S ; RESENDE, L A L ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; TRINDADE, C. E. P. . Conductive hearing loss in children with bronchopulmonary dyplasia: A longitudinal follow-up study in children aged between 6 and 24 months. Early Human Development, v. 86, p. 385-389, 2010; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 03783782.

21.
RUGOLO, L. M. S. S.2010RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. ; SADECK, L S R ; MARTINEZ, F E ; ALMEIDA, M F B ; GUINSBURG, R ; PROCIANOY, R . Variability on redblood cell transfusion practices among Brazilian neonatal intensive care units. Transfusion Medicine, v. 50, p. 150-159, 2010; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 09587578.

22.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2010BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L. M. S. S. . Late-onset Sepsis: Epidemiology, Evaluation, and Outcome. Neoreviews (Elk Grove Village, Ill.), v. 11, p. 426-435, 2010; Meio de divulgação: Impresso; Série: 8; ISSN/ISBN: 15269906.

23.
PROCIANOY, R2010PROCIANOY, R ; SILVEIRA, R C ; MUSSI-PINHATA, M.M. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; LEONE, C R ; LOPES, J M ; ALMEIDA, M F B ; RESEARCH, B. N. O. N. ; BENTLIN, M. R. . Sepsis and neutropenia in very low birth weight infants delivered of mothers with preeclampsia. The Journal of Pediatrics, v. 157, p. 434-438, 2010; Meio de divulgação: Impresso; Série: 3; ISSN/ISBN: 00223476.

24.
RUGOLO, L. M. S. S.2010RUGOLO, L. M. S. S. ; ALMEIDA, M F B ; BENTLIN, M. R. ; GUINSBURG, R . Sepse tardia no prematuro de muito baixo peso: Experiência da Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais. Revista de Pediatria SOPERJ, v. 1, p. 23-23, 2010; Meio de divulgação: Impresso; Série: 1; ISSN/ISBN: 16761014.

25.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2010BENTLIN, M. R.; SILVA, G. H. S. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; LYRA, J C ; RUGOLO JR, A ; FEKETE, S. M. W. ; FERNANDES, G. R. . Sepse confirmada por hemocultura: Estudo da incidência e variação microbiológica num período de 5 anos. Revista de Pediatria SOPERJ, v. 1, p. 53-53, 2010; Meio de divulgação: Impresso; Série: 1; ISSN/ISBN: 16761014.

26.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2010BENTLIN, M. R.; RUGOLO JUNIOR, A. ; CARMONA, G. R. ; SILVA, G. H. S. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; LYRA, J C ; MONDELLI, A. L. . Sepse por estafilococos coagulase negativa: Análise de 5 anos em Uti Neonatal. Revista de Pediatria SOPERJ, v. 1, p. 20-20, 2010; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 16761014.

27.
BARBIN, A. V. P.2010BARBIN, A. V. P. ; BUSTAMANTE, T. F. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. ; DE LUCA, A K C ; FERNANDES, G. R. ; CARVALHO, S M ; FEKETE, S. M. W. . Nutrição parenteral agressiva em prematuro de muito baixo peso: Riscos e Benefícios. Revista de Pediatria SOPERJ, v. 1, p. 164-164, 2010; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 16761014.

28.
SA, M. P.2010SA, M. P. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; KUROKAWA, C. S. ; SAITO, A ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO JUNIOR, A ; PERACOLLI, J. C. ; LYRA, J C ; CORRENTE, J E . Níveis de óxido nítrico e morbidade neonatal em prematuros de mães com pré-eclâmpsia e normotensas. Revista de Pediatria SOPERJ, v. 1, p. 66-66, 2010; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 16761014.

29.
FERNANDES, G. R.2010FERNANDES, G. R. ; BENTLIN, M. R. ; LYRA, J C ; SAITO, A ; SILVA, G. H. S. . Pacientes transferidos de Hospitais secundários pasra a UTI Neonatal. Revista de Pediatria SOPERJ, v. 1, p. 157-157, 2010; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 16761014.

30.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2010BENTLIN, M. R.; FERREIRA, G. L. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; RUGOLO JUNIOR, A. ; SILVA, G. H. S. ; MONDELLI, A. L. . Neonatal meningitis according to the microbiological diagnosis: a decade of experience in a tertiary center. Arquivos de Neuro-Psiquiatria (Impresso), v. 68, p. 882-887, 2010; Meio de divulgação: Impresso; Série: 06; ISSN/ISBN: 0004282X.

31.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2009BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L. M. S. ; LYRA,J.C. ; MARCONI, C ; CUNHA, M L R S ; BATALHA, J E N ; SUGIZAKI, M F ; CORRENTE, J E . Usefulness of catheter tip culture in the diagnosis of neonatal infections. Jornal de Pediatria, v. 85, p. 1-4, 2009; Meio de divulgação: Impresso; Série: 1; ISSN/ISBN: 00217557.

32.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2008BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L. M. S. . Comparison between qualitative and semiquantitative catheter-TIP cultures: Laboratory diagnosis of catheter-related infection in newborns. Brazilian Journal of Microbiology, v. 39, p. 262-267, 2008; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 15178382.

33.
RUGOLO, L. M. S. S.2007RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO JUNIOR, A. ; DALBEN, I ; TRINDADE, C E P . Crescimento de prematuros de extremo baixo peso nos primeiros dois anos de vida. Revista Paulista de Pediatria, v. 25, p. 142-149, 2007; Meio de divulgação: Impresso; Série: 2; ISSN/ISBN: 01030582.

34.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2007BENTLIN, M. R.; SOUZA, L. M. S. ; RUGOLO JUNIOR, A. ; HASHIMOTO, M ; LYRA, J C . Is Urine Interleukin-8 Level a Reliable Laboratory Test for Diagnosing Late Onset Sepsis in Premature Infants?. Journal of Tropical Pediatrics, v. 53, p. 403-408, 2007; Meio de divulgação: Impresso. Homepage: ; Série: 6; ISSN/ISBN: 14653664.

35.
RUGOLO, L. M. S. S.2006RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. . Monitorização terapêutica de drogas no período neonatal. PROAMI. Programa de Atualização em Medicina Intensiva, v. 3, p. 135-161, 2006; Meio de divulgação: Impresso; Série: 4; ISSN/ISBN: 16796616.

36.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2005BENTLIN, M. R.; HADDAD, G R ; BORGES, J P G ; MENDES, V M D ; ROMERO, F R ; HASHIMOTO, M ; RUGOLO JÚNIOR, A ; RUGOLO, L M S S . Reanimação neonatal em um hospital universitário de nível terciário. Revista de Ciências Médicas (PUCCAMP), SP, v. 14, n.1, p. 23-31, 2005
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 14155796
Objetivo: avaliar a reanimação neonatal em hospital universitário terciário, caracterizando gestantes, recém-nascidos e manobras. Métodos: estudo epidemiológico retrospectivo, realizado na Unidade Neonatal do Hospital das Clínicas de Botucatu, envolvendo 1138 recém-nascidos no ano de 2000. Foram analisadas variáveis maternas ( idade, pré-natal, drogas, doenças e tipo de parto), neonatais (sexo, peso de nascimento, idade gestacional e Apgar) e variáveis da reanimação (freqüência e manobras). As manobras de ranimação foram comparadas entre recém-nascidos, de acordo com peso de nascimento. Estatística> média e desvio-padrão, teste x2 e teste t. Significância estatística: 5%. Resultados: a idade média matgerna foi de 24 anos e 80,0% realizaram pré-natal. Hipertensão gestacional (24,0% prematuros sendo 4,2% destes com menos de 31 semanas de idade gestacional. Baixo peso ocorreu em 23,0% dos recém-nascidos, 4,5% deles tendo menos de 1500g. Oitenta e um por cento dos recém-nascidos tiveram apgar de primeiro minuto, maior ou igual a 7. O uso de oxigêncio inalatório foi elevado nos neonatos com pesos maiores que 2500g. Das manobras de de reanimação, a ventilação com pressão positiva foi a mais utilizada (15,0%). Intubação ocorreu em 7,2% dos casos, massagem cardíaca em 1,5%, drogas em 1,2%. Recém-nascidos de muito baixo peso foram os que mais necessitaram de reanimação (72,5%). Conclusão: a reanimação foi freqüente nos recém-nascidos com pesos menores que 1500g e ventilação com pressão positiva foi a manobra mais utilizada. Nos neonatos com mais de 2500g, o uso de oxigênio inalatório foi freqüente e, provavelmente, indicado em demasia, o que leva à conclusão de que há necessidade do treinamento contínuo em reanimação. .

37.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2005BENTLIN, M. R.; SAITO, A ; DE LUCA, A K C ; BOSSOLAN, G ; BONATTO, R C ; MARTINS, A S ; RUGOLO, L M S S . Sildenafil no tratamento da hipertensão pulmonar após cirurgia cardíaca. Jornal de Pediatria, Rio de Janeiro, v. 81, p. 175-178, 2005
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 00217557
Objetivo: relatar o uso do Sildenafil no tratamento da hipertensão pulmonar em recém-nascidos após cirurgia cardíaca. Descrição: recém-nasdido de termo, feminino, com diagnóstico de dupla via de saída de ventrículo direito, hipoplasia pulmonar e comunicação interventricular subaórtica, foi submetido à cirurgia de Blalock na primeira semana de vida. No pós-operatório, evoluiu com hipertensão pulmonar e hipoxemia persistente, não responsiva ao óxido nítrico, porém com melhora da oxigenação após infusão endovenosa contínua de prostaglandina E1. Depois de várias tentativas malsucedidas de retirada da prostaglandina E1, optou-se pela introdução de Sildenafil via oral. Houve queda da resistência vascular pulmonar, com consequente melhora na oxigenação e, 48 horas após, foi possível suspender a infusão de prostaglandina E1. Comentários> o Sildenafil pode ser alternativa terapêutica na hipertensão pulmonar, especialmente quando não houver resposta à terapia convencional. .

38.
PRESTES, A C Y2005PRESTES, A C Y ; GUINSBURG, R ; BALDA, R C X ; MARBA, S T M ; RUGOLO, L M S S ; PACHI, P R ; BENTLIN, M. R. . Freqüência do emprego de analgésicos em unidades de terapia intensiva neonatal universitárias. Jornal de Pediatria, Rio de Janeiro, v. 81, n.5, p. 405-410, 2005
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 00217557
Objetivo: verificar a freqüência com que são empregados analgésicos para o alívio da dor desencadeada por procedimentos invasivos em recém-nascidos internados em UTI universitárias e verificar o perfil de uso de medicamentos para o alívio da dor. Métodos: coorte prospectiva, avaliada entre 1º e 31 de outubro de 2001, de todos os recém-nascidos em quatro UTI. Dados coletados: características gerais das unidades; dados demográficos dos recém-nascidos; morbidade clínica e freqüência do emprego de analgésicos. Realizaram-se a análise estatística descritiva e a regressão linear múltipla por meio do SPSS 8.0, para analisar os fatores associados ao uso de analgésicos nesta coorte. Resultados: no período, foram internados 91 recém-nascidos (1.025 pacientes-dia). Apenas 25% dos 1.025 pacientes-dia receberam alguma dose de analgésico por via sist êmica. Não foi administrada nenhuma medicação específica para o alívio da dor aguda durante os seguintes eventos dolorosos: intubações traqueais, punções arteriais, venosas, capilares e lombares. Na inserção de dreno de tórax, 100% dos recém-nascidos receberam analgesia específica e, para a passagem de cateteres centrais, apenas 8%. De 17 recém-nascidos sumetidos a procedimentos cirúrgicos, somente nove receberam analgésicos no pós-operatório. O medicamento mais utilizado foi o fentanil (93%). A presença de ventilação mecânica elevou em 6,9 vezes, e a de dreno de tórax em cinco vezes a chance do recém-nascido receber alguma dose de analgésico. Conclusão: há necessidade de melhorar a formação dos profissionais de saúde para diminuir a distância entre os conhecimentos científicos existentes a respeito da dor no recém-nascido e a prática clínica. .

39.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2005BENTLIN, M. R.. *(Colaboradora) - DEPARTAMENTO DE NEONATOLOGIA DA SOCIEDADE DE PEDIATRIA DE SÃO PAULO - Recomendações - Recém-nascido ictérico: diagnóstico diferencial e conduta. Boletim da Sociedade de Pediatria de São Paulo, v. 24, p. 11-14, 2005
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso.

40.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2004BENTLIN, M. R.. [co-autora] REDE BRASILEIRA DE PESQUISAS NEONATAIS. Uso antenatal de corticosteróide e evolução clínica de recém-nascidos pré-termo. Jornal de Pediatria, v. 80, n.4, p. 277-284, 2004
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 00217557
Objetivo: descrever a freqüência de utilização de corticosteróide antenatal e a evolução clínica dos recém-nascidos pré-termo. Métodos: Estudo observacional prospectivo tipo coorte de todos os neonatos com idade gestacional entre 23 e 24 semanas nascidos na Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais entre agosto e dezembro de 2001. Os prontuários médicos foram revistos, as mães entrevistadas e os pré-termos acompanhados. A análise dos dados foi realizada com o teste do qui-quadrado, t de Student, Mann-Whitney, ANOVA e regressão logística múltipla, com nível de significância de 5%. Resultados: avaliaram-se 463 gestantes e seus 514 recém-nascidos. As gestantes tratadas tiveram mais gestações prévias, consultas de pré-natal, hipertensão arterial e maior uso de tocoliticos. Suas crianças apresentaram melhores escores de Apgar no 1º e 5º minutos, menor necessidade de intervenção na sala de parto e menor SNAPPE II. Nasceram com maior peso e idade gestacional, receberam menos surfactante exógeno, ventilação mecânica e oxigenoterapia. após regressão logística, o uso pré-natal de corticosteróides manteve fr ofrma independente o efeito protetor para as condições de nascimento e para a diminuição do tempo de ventilação mecânica e esteve associado com aumento na ocorrência de sepse neonatal. Conclusão: o uso do corticosteróide antenatal foi associado a melhor atendimento pré-natal. As crianças nasceram em melhores condições e tiveram melhor evolução, porém com maior risco de infecção. Premio Academia Brasileira de Pediatria - Um dos três melhores artigos originais de 2004. .

41.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2004BENTLIN, M. R.. [co-autora].REDE BRASILEIRA DE PESQUISAS NEONATAIS. Uso antenatal de corticosteróide e condições de nascimento de pré-termos nos Hospitais da Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais. RBGO. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, v. 26, n.3, p. 177-184, 2004
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01007203
Objetivos: avaliar o uso de corticosteróide antenatal (CA) nas mães e as suas repercussões nas condições de nascimento das crianças nascidas pré-termo nas oito unidades neonatais universitárias da Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais. Métodos: estudo observacional do tipo coorte prospectivo. foram avaliadas 463 gestantes com idade gestacional (IG) enre 23 e 34 semanas e seus 514 recém-nascidos no período de 1 de agosoto a 31 de dezembro de 2001. Os dados foram obtidos por entrevista materna, análise de prontuário e acompanhamento dos recém-nascidos, e analisados pelos testes do x2, Mann-Whitney, ANOVA e regressão logística múltipla, com nível de significância de 0,05. Resultados: ,60,1% (282/463) das gestantes (variação de 12,5 a 87,3% entre as unidades) receberam ao menos uma dose de CA. A freqüência do uso de CA foi diretamente associada ao número de consultas de pré-natal, hipertensão materna e uso antenatal de tocolíticos. Quando as gestantes foram tratadas, os RN apresentaram maior peso de nascimento (1379±421 vs 1244± 543g), idade gestacional mais avançada (30,9±2,0 vs 29,5±3,5 semanas), melhores valores do escore de Apgar no 1º e 5º minuto e menor freqüência de intervenção na sala de parto. O uso de CA, a IG e o fato de ser pequeno para a IG melhoraram, de forma independente, as condições de nascimento. XConclusões: o uso de CA, na maioria dos centros, foi feito em freqüência abaixo da desejada e em metade das vezes de forma inadequada. O tratamento foi mais aplicado a mães com melhor acompanhamento durante o pré-natal e foi associado com melhores condições de nascimento.. .

42.
RUGOLO, L M S S2004RUGOLO, L M S S ; BOTTINO, J ; SCUDELER, S R M ; BENTLIN, M. R. ; PEROSA, G B ; RUGOLO JUNIOR, A . Sentimentos e percepções de puérperas com relação à assistência prestada pelo serviço materno-infantil de um hospital universitário. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, v. 4, n.4, p. 423-433, 2004
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 15193829
Objetivos: avaliar percepções e sentimentos de puérperas adultas e adolescentes relacionados ao filho e a assistência materno-infantil, em hospital universitário de nível terciário. Métodos: estudo transversal, envolvendo 180 puérperas, no Alo0jamento Conjunto (AC) e no Berçário Interno (BI) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu, entrevistadas no segundo e terceiro dia pós-parto e distribuídas em três grupos: adultas primíparas, adultas multíparas e adolescentes. Para comparação entre grupos e locais de internação utilizou-se o x2 ou teste de Fisher. Resultados: ultrasom obstétrico e cardiotocografia tiveram impacto positivo na emoção materna. Houve pouca diferença entre os grupos quanto aos sentimentos antes e após o parto, sendo felicidade, amor, responsabilidade, ansiedade e medo os mais freqüentes. A culpa predominou nas adolescentes do BI. As percepções relacionadas ao filho, a avaliação da assistência e equipe, não diferiram entre adultas e adolescentes. Nas duas enfermarias o relacionamento entre mães e cuidadores foi bom, as mães mostraram-se satisfeitas com a equipe e a assistência, mas o aleitamento materno foi pouco valorizado e poucas mães conheciam o médico. Conclusões> está ocorrendo um processo de humanização na assistência materno-infantil deste hospital universitário, mas alguns aspectos precisam ser melhorados, especialmente a valorização do aleitamento materno e a individualização no contato médico-paciente. .

43.
RUGOLO, L1999RUGOLO, L ; BENTLIN, M. R. ; CURI, P. ; RUGOLO JUNIOR, A ; HASHIMOTO, M . A function to predict the risk for death In the neonatal sepsis. International Proceeding Division, USA, p. 647-651, 1999
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Meio de divulgação: Impresso.

44.
SOUZA, L. M. S.1996SOUZA, L. M. S. ; BENTLIN, M. R. ; ABREU, E. S. ; BACHI, C. E. . Systemic congenital lymphangiomatosis. BMJ. British Medical Journal, São Paulo, v. 114, n.5, p. 1278-1281, 1996
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 0959535X.

45.
ESCOLANO, PAULO1989ESCOLANO, PAULO ; LIPORACI, NELSON ; MANZAN, CÉSAR ; BARBOSA, ANDRÉ ; ALVES, VALQUÍRIA ; TEIXEIRA, REGINA ; AFONSO, POLIANA ; BUFFULIN, LÚCIA ; BENTLIN, MARIA REGINA ; MORAIS, CÉSAR ; MORAES-SOUSA, HÉLIO ; TAVARES-NETO, JOSÉ . Prevalência da infecção chagásica em Catolândia-Bahia. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso), v. 22, p. 159-160, 1989; Meio de divulgação: Digital. Homepage: ; Série: 3; ISSN/ISBN: 00378682.

Capítulos de livros publicados
1.
FEKETE, S. M. W. ; CARVALHO, S. M. ; BENTLIN, MARIA REGINA . Estratégias de cuidados mínimos no recém-nascido pre-termo. PRO RN. 1ed.Porto Alegre: Artmed/Panamericana Editora Ltda, 2018, v. 3, p. 63-98.
Palavras-chave: Recém-nascido; Prematuro; hemorragia periintraventricular; cuidados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Série: 15; Número da revisão: 1; ISBN: 9788551403730.

2.
RUGOLO, L. M. S. S. ; KIY, A. ; BENTLIN, MARIA REGINA . Prevenção de infecção fúngica em unidade de terapia intensiva neonatal. In: Renato S. Procianoy e Cléa R. Leone. (Org.). Programa de Atualização em Neonatologia. 13ed.Porto Alegre: Artmed Panamericana, 2015, v. 1, p. 59-78.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Série: 1; Número da revisão: 13; ISBN: 9788583226215.

3.
MARIA REGINA BENTLIN; LYRA, J C ; SILVA, G H S ; RUGOLO, L. M. S. S. . Evolução na adolescência do recém-nascido pré-termo muito extremo. In: Renato S. Procianoy e Cléa R.Leone. (Org.). PRORN - Programa de Atualização em Neonatologia. 12ed.Porto Alegre: Artmed, 2015, v. 3, p. 27-70.
Referências adicionais: Brasil/Português; Número da revisão: 12; ISBN: 9788583224457.

4.
Bentlin, M. R.; SILVA, G. H. S. . Sepse mecocee estreptococo do grupo B. In: REGINA HELENA G. MARTIN; SILVANA ARTILI SCHELLINI. (Org.). Condutas em Urgências e Emergências da Faculdade de Medicina de Botucatu-UNESP. 1ed.: , 2014, v. 2, p. 388-393.
Referências adicionais: Brasil/Português; Número da revisão: 1; ISBN: 9788565318037.

5.
SOARES, G H ; BENTLIN, M. R. . Sepse tardia e meningite. In: REGINA HELENA G. MARTIN; SILVANA ARTILI SCHELLINI. (Org.). Condutas em Urgências e Emergências da Faculdade de Medicina de Botucatu-UNESP. 1ed.: , 2014, v. 2, p. 394-399.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 1; ISBN: 9788565318037.

6.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO,L.M.S.S. . Crises de apneia no prematuro extremo: Significado e conduta. In: Renato S. Procianoy e Cléa R.Leone. (Org.). PRORN- Program de Atualização em Neonatologia. 9ed.São Paulo - SP: Artmed, 2012, v. 1, p. 9-37.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Série: 4; Número da revisão: 9; ISBN: 9771679473006.

7.
RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. ; LYRA,J.C. . Monitorização do desenvolvimento do recém-nascido pré-termo. In: Renato S. Procianoy e Cléa R.Leone. (Org.). PRORN- Program de Atualização em Neonatologia. 9ed.São Paulo - SP: Artmed, 2012, v. 1, p. 105-151.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Série: 4; Número da revisão: 9; ISBN: 9771679473006.

8.
BENTLIN, M. R.. Sepse Neonatal. O Recém-nascido de muito baixo peso. 1ed.São Paulo-SP: Atheneu, 2010, v. 1, p. 311-330.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 1; ISBN: 9788538801115.

9.
RUGOLO JUNIOR, A. ; BENTLIN, M. R. . Infecção Fúngica. In: Cláudio Ribeiro Aguiar; Helenica P.F.Costa; Ligia Maria S.S. Rugolo; Lilian dos Santos R. Sadeck; Maria Teresa Zulini da Costa; Paulo Roberto Pachi; Sergio T.M. Marba. (Org.). O Recém-nascido de muito baixo peso. 2ªed.São Paulo-SP: Atheneu, 2010, v. 1, p. 331-346.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 2ª; ISBN: 9788538801115.

10.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO JUNIOR, A. . Derrame Pleural no Recém-nascido: Diagnóstico e Conduta - PRORN - Programa de Atualização em Neonatologia. Sistema de Educação Médica Continuada a Distância. Porto Alegre: Artmed Editora, 2009, v. 1, p. 09-43.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISBN: 9999999999.

11.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L. M. S. S. ; LYRA, J C . Controle térmico do recém-nascido pré-termo.. Prorn - Programa de Atualização em Neonatologia.. 1ed.Porto Alegre: Artmed/Panamericana Editora Ltda, 2008, v. 1, p. 39-77.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 1; ISBN: 1679-4737.

12.
BENTLIN, M. R.; DAHER, S R . Assistência em sala de parto e reanimação neonatal. In: Departamento de Pediatria, Faculdade de Medicina de Botucatu. (Org.). Pediatria Clínica. Rio de Janeiro: EPUB-Editora de Publicações Biomédicas, 2006, v. , p. 45-47.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISBN: 8587098624.

13.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L M S S . Rotura prematura de membranas e infecções bacterianas no RN. In: Departamento de Pediatria, Faculdade de Medicina de Botucatu. (Org.). Pediatria Clínica. 1ªed.Rio de Janeiro: EPUB-Editora de Publicações Biomédicas, 2006, v. , p. 83-86.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 1ª; ISBN: 8587098624.

14.
BENTLIN, M. R.. Sepse e meningite bacteriana. In: Helenilce de Paula Fiod Costa; Sergio Tadeu Marba. (Org.). O recém-nascido de muito baixo peso. : Atheneu, 2003, v. , p. 279-310.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISBN: 6189201.

15.
BENTLIN, M. R.. Enterocolite necrosante. In: Departamento de Pediatria - Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP. (Org.). Condutas em Pediatria. 2ed.Rio de Janeiro: Editora de Publicações Biomédicas - EPUB, 1999, v. , p. -.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 2.

16.
BENTLIN, M. R.. Onfalite. In: Departamento de Pediatria - Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP. (Org.). Condutas em Pediatria. 2ed.Rio de Janeiro: Editora de Publicações Biomédicas - EPUB, 1999, v. , p. -.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 2; ISBN: 85-87098-0.

17.
BENTLIN, M. R.. Sepse Neonatal e Meningite. In: Dep. de Pediatria FM de Botucatu-UNESP. (Org.). Condutas em Pediatria. 2ed.Rio de Janeiro-RJ: EPUB, 1999, v. , p. -.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 2; ISBN: 85-87098-0.

18.
RUGOLO, L. M. S. S. ; RUGOLO JUNIOR, A. ; BENTLIN, M. R. . Critérios de internação na UTI neonatal: FMB - UNESP.. In: Departamento de Pediatria - Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP. (Org.). Condutas em Pediatria. 2ed.Rio de Janeiro: Editora de Publicações Biomédicas - EPUB, 1999, v. , p. -.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 2; ISBN: 85-87098-0.

19.
RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. . Rotura prematura de membranas (RPM). In: Departamento de Pediatria - Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP. (Org.). Condutas em Pediatria. 2ed.Rio de Janeiro: Editora de Publicações Biomédicas - EPUB, 1999, v. , p. -.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 2; ISBN: 85-87098-0.

20.
TRINDADE, C. E. P. ; BENTLIN, M. R. . Síndrome do pulmão úmido/ taquipnéiatransitória do recém- nascido. In: Departamento de Pediatria - Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP. (Org.). Condutas em Pediatria. 2ed.Rio de Janeiro: Editora de Puplicações Científicas - EPUB, 1999, v. , p. -.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 2; ISBN: 85-87098-0.

21.
BENTLIN, M. R.. Drogas no período neonatal. In: D Pediatria; FMB-UNESP. (Org.). Condutas em Pediatria. Rio de Janeiro-RJ: Editora de Publicações Biomédicas - EPUB, 1999, v. , p. 195-201.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISBN: 8587098098.

22.
BENTLIN, M. R.. Apêndices. In: DEP PEDIATRIA; FMB-UNESP. (Org.). Condutas em Pediatria. 4a.ed.Rio de Janeiro-RJ: Editora de Publicações Biomédicas - EPUB, 1999, v. , p. 334-353.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 4a.; ISBN: 8587098098.

23.
RUGOLO, L ; BENTLIN, M. R. ; CURI, P. ; RUGOLO JUNIOR, A ; HASHIMOTO, M ; VOTO, L. S. . A function to predict the risk for death In the neonatal sepsis. In: Voto L S; Margulies M; Cosmi E V. (Org.). 4º World Congress Perinatal Medicine. Itália: Monduzzi Editore, 1999, v. , p. 647-651.
Referências adicionais: Argentina/Inglês; Meio de divulgação: Impresso; ISBN: 883230418.

24.
RUGOLO, L ; HASHIMOTO, M ; PERAÇOLI, J. ; DAHER, S. ; RUGOLO JR, A ; BENTLIN, M. R. . The perinatal outcome of Pregnancy-induced hypertension. In: L S Voto; M Margulies; E V Cosmi. (Org.). 4º World Congresss Perinatal Medicine. Itália: Monduzzi Editore, 1999, v. , p. -.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISBN: 883230418.

25.
BENTLIN, M. R.. Taquipnéia transitória do recém-nascido.. In: B F Kopelman; M R Bentlin. (Org.). Distúrbios respiratórios no período neonatal. São Paulo - SP: Editora Atheneu, 1998, v. , p. 89-96.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso.

26.
TRINDADE, C E P ; BENTLIN, M. R. . Síndrome do Pulmão Úmido/Taquipnéia Transitória do Recém-Nascido. In: B Kopelman. (Org.). Distúrbios Respiratórios no Período Neonatal. Diagnóstico e Abordagem Terapêutica. : Livraria Atheneu, 1998, v. , p. 89-96.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BENTLIN, MARIA REGINA. Importancia do seguimento no tratamento da sifilis congênita. Pediatra Atualize-se, são paulo, p. 9 - 10, 03 set. 2018.
Palavras-chave: sifilis; sifilis congenita; seguimento; Recém-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 03/09/2018; ISBN: 24484466.

2.
BENTLIN, M R. Importância do seguimento no tratamento da sifilis congenita. Atualize-se. Sociedade de Pediatria de São Paulo, São Paulo, p. 9 - 10, 03 set. 2017.
Palavras-chave: sifilis congenita; tratamento; seguimento.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 03/09/2017; ISBN: 24484666.
Atualize-se ano 2, número 5, set 2017.

3.
BENTLIN, M R. O desafio da prevenção da hipotermia no pré-termo. Boletim da Sociedade de Pediatria de São Paulo -Pediatria Informe-se, p. 1 - 1, 10 jul. 2015.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 10/07/2015.

4.
BENTLIN, M. R.. Partos antes da hora, 24 de janeiro. Jornal Diário da Serra de Botucatu -SP, p. a6 - a6, 24 jan. 2010.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 24/01/2010.

5.
BENTLIN, M. R.. Pediatra apóia aumento da licença gestante. Diário Cotidiano, Botucatu, p. A8, 10 jan. 2006.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 10/01/2006.

6.
BENTLIN, M. R.. Septicemia neonatal - UTI Neonatal do HC apresenta taxas de infecções comparáveis às de 1o mundo. Medicina em Notícias - UNESP, p. 3, 01 nov. 1997.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 01/11/1997.

7.
BENTLIN, M. R.. UTI Neonatal - Berçário do HC alcança índices de 1o mundo de sobrevida de prematuros. Medicina em Notícia - UNESP, , v. 3/14, p. 3, 10 mar. 1996.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 10/03/1996.

8.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO JUNIOR, A. . Bebê prematuro sobrevive no HC de Botucatu. Jornal da Cidade, Bauru, p. 23.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MARBA, S T M ; RUGOLO, L M S S ; ALMEIDA, M F B ; GUINSBURG, R ; ZIMMERMAN, F ; SUZUKI, E K ; SONNEWEND, J P A S ; SILVA, M G F ; SAKAE, P O ; SADECK, L R S ; RUGOLO JR, A ; ROSSI, C ; PACHI, P R ; OSHIRO, C G S ; MORAIS, M M G ; MACHADO, M B ; MACHADO, A P C ; HOLZER, S ; FERLIN, M L S ; COSTA, M T Z ; CIANCIARULLO, M A ; BENTLIN, M. R. ; AGUIAR, C R . Necessidade de reanimação neonatal em sala de parto em hospitais universitários do Estado de São Paulo. In: II Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2006, São Paulo. Anais do II Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2006.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: As maternidades de hospitais universitários geralmente são centros de referência de nível terciário onde se concentram gestantes e nascimentos de alto risco, aumentando a probabilidade de asfixia perinatal. Objetivo: avaliar a freqü^^encia dos procedimentos de reanimação neonatal, os fatores associados à necessidade de reanimação em sala de parto e a mortalidade neonatal precoce em hospitais universitários do Estado de São Paulo. Métodos: estudo observacional, de corte transversal, multicêntrico, envolvendo 15 hospitais universitários do Estado de São Paulo. Após aprovação do Comitê de Ética da Instituição, um coordenador local preencheu o protocolo de estudo, com dados sobre gestação, assistência ao nascimento e recém-nascido. Foram incluídos todos os nascidos vivos no mês de setembro de 2003. Utilizou-se o Qui-quadrado para avaliar a associação dos fatores maternos e perinatais com a realização de reanimação em sala de parto, p<0,05. Resultados: Houveram 2590 nascidos vivos nos 15 hospitais universitários, com idade gestacional média de 38 semanas e peso médio de 3000g. Destes, 14% apresentaram líquido amniótico meconial, 46% nasceram por cesárea, 17% eram recém-nascidos de baixo peso e 3,5% de muito baixo peso. Uso de oxigênio inalatório ocorreu em 48%, ventilação com balão e máscara em 10%. Foram intubados 5%, receberam massagem cardíaca 0,8% e medicações 0,8% dos recém-nascidos. Foram fatores de risco para a necessidade de reanimação: Idade materna < 20 anos (p=0,002), síndrome hipertensiva na gestação (p<0,001), rotura de membranas > 18 horas (p<0,001), líquido amniótico não claro (p=0,026), apresentação não cefálica (p=0,001), uso de anestesia no parto (p=0,001), cesárea (p<0,001), baixo peso ao nascer (p<0,001) e muito baixo peso (p<0,001). Evoluíram para óbito na primeira semana 1,2% e em média o [obito ocorreu com 46 horas de vida. Não houve associação entre necessidade de reanimação e evolução para óbito (p=0,658). Conclusão: Fatores de risc.

2.
BENTLIN, M. R.; HASHIMOTO, M ; MARIN, A H ; QUESSADA, A ; RUGOLO, L M S S ; RUGOLO JR, A ; TRINDADE, C E P . Treinamento para auxiliares da reanimação neonatal: experiência satisfatória em um centro terciário. In: II Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2006, São Paulo. Anais do II Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2006.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: O treinamento dos profissionais que atuam na recepção do recém-nascido em sala de parto é fundamental para redução da asfixia e da morbimortalidade neonatal. O treinamento específico para auxiliares da reanimação iniciou no final de 2003 com programa desenvolvido pela SPSP e SBP. Objetivo: carcterizar o perfil dos profissionais que fizeram o curso para auxiliares da reanimação e avaliar o seu desempenho e dificuldades. Métodos: estudo retrospectivo de corte transversal, realizado em um centro universitário, envolvendo todos os cursos de treinamento para auxiliares da reanimação, ministrados por instrutores credenciados no período de novembro de 2003 a março de 2005. Foram selecionados todos os alunos que participaram dos Cursos e excluídos os que não completaram a carga horária de 8 horas. O Curso para auxiliar contempla 2 aulas teóricas e 5 práticas, iniciando com pré-teste e finalizando com o pós teste, de acordo com as Normas do Programa de Reanimação Neonatal da SPSP e SBP, de outubro de 2003. O desfecho estudado foi a aprovação ou não do curso, e as variáveis analisadas foram: profissão, sexo, acertos no pré e pós teste, porcentagem de erros em cada questão, segundo os temas das aulas e avaliação co curso. Foi realizada análise descritiva e para a comparação do desempenho no pré e pós-teste foi utilizado o teste de Mc Nemars com significância estatística de 5%. Resultados: Foram minsitrados 7 cursos, com 122 alunos inscritos e 121 aprovados, sendo 33 (27%) enfermeiros e 89 (73%) auxiliares ou técnicos de enfermagem. Todos, exceto dois, eram do sexo feminino (98%). Apenas 21 alunos (17%) tiveram nota > 70 no pré-teste, enquanto que no pós-teste esta porcentagem aumentou para 91% (111 alunos). No pré e no pós-teste a maior taxa de acertos ocorreu nas questões sobre medicações (70% no pré e 95% no pós) e a maior taxa de erros nas questões referentes à massagem cardíaca (52% no pré e 46% no pós). A questão com maior número de erros no pré-teste foi r.

3.
RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. ; CURI, P. R. ; RUGOLO JUNIOR, A. ; HASHIMOTO, M. . A function to predict the risk for diath in the neonatal sepsis.. In: 4o. World Congress of Perinatal Medicine, 1999, Buenos Aires. Anais do 4o. World Congress of Perinatal Medicine. v. 1. p. 647-5.
Referências adicionais: Classificação do evento: Argentina/ Inglês; Meio de divulgação: Impresso.

4.
RUGOLO, L. M. S. S. ; HASHIMOTO, M. ; BENTLIN, M. R. ; PERAÇOLI, J. C. ; DAHER, S. R. ; RUGOLO JUNIOR, A. . The perinatal outcome of pregnancy-induced hypertension. In: 4º World Congress of Perinatal Medicine, 1999, Buenos Aires. Anais do 4º World Congress of Perinatal Medicine. v. 4. p. 1115-5.
Referências adicionais: Classificação do evento: Argentina/ Inglês; Meio de divulgação: Impresso.

5.
BENTLIN, M. R.. Prevalência da infecção chagásica em Catolândia - Bahia. In: III Congresso Médico dos ex-alunos da FMTM, 1989, Uberaba-MG. Anais do III Congresso Médico dos ex-alunos da FMTM, 1989.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Tabuchi, PA ; SILVEIRA, S. L. A. ; LYRA, J. C. ; BENTLIN, MR . Estudo Epidemiológico da Sífilis Congênita: A Realidade de um Hospital Universitário Terciário.. In: XII Jornada de Pediatria, 2017, BOTUCATU. Anais eletronicos, 2017.
Palavras-chave: Recém-nascido.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Bretão; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://www.inscricoes.fmb.unesp.br/anais_completo.asp#%20A108.
Premio de 1º lugar.

2.
Tabuchi, PA ; SILVEIRA, S. L. A. ; LYRA, J. C. ; BENTLIN, MR . Estudo Epidemiológico da Sífilis Congênita: A Realidade de um Hospital Universitário Terciário.. In: XXIX Congresso de iniciação cientifica da UNESP (1ª fase), 2017, BOTUCATU. anais do XXIX Congresso de iniciação cientifica da UNESP, 2017.
Palavras-chave: Recém-nascido.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Bretão; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://prope.unesp.br/cic_isbn/busca.php.

3.
SILVEIRA, S. L. A. ; Tabuchi, PA ; ANSAI, R. S. ; LYRA, J. C. ; BENTLIN, MR . Estudo Epidemiológico da Sífilis Congênita: A Realidade de um Hospital Universitário Terciário.. In: 38º Congresso Brasileiro de Pediatria, 2017, Fortaleza. Anais do 38º congresso Brasileiro de Pediatria, 2017.
Palavras-chave: Recém-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

4.
SANTANA, G. O. ; BENTLIN, MR . Prognóstico de crescimento do prematuro de muito baixo peso (<1500g) até os 5 anos de idade.. In: XII Jornada de Pediatria, 2017, Botucatu. Anais eletronicos da XII Jornada de Pediatria, 2017.
Palavras-chave: prognóstico; crescimento; prematuridade.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://www.inscricoes.fmb.unesp.br/anais_completo.asp#%20A307.

5.
DOURADO, B. M. R. ; Takita SY ; FONSECA, C. R. B. ; BENTLIN, MR ; Figueiredo MGOP ; Mendes HS ; PERAÇOLI, J C . DOENÇA PERIODONTAL NA GESTAÇÃO: AUMENTO DE RISCOS GESTACIONAIS?. In: XII Jornada de Pediatria, 2017, BOTUCATU. Anais eletronicos da XII Jornada de Pediatria, 2017.
Palavras-chave: doença periodontal; gestante; Recém-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Bretão; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://www.inscricoes.fmb.unesp.br/anais_completo.asp#%20A304.

6.
DOURADO, B. M. R. ; Figueiredo MGOP ; FONSECA, C. R. B. ; BENTLIN, MR ; Takita SY ; Mendes HS ; PERAÇOLI, J C . DOENÇA PERIODONTAL NA GESTAÇÃO E SUAS REPERCUSSÕES AO RECÉM-NASCIDO.. In: XII Jornada de Pediatria, 2017, BOTUCATU. Anais eletronicos da XII Jornada de Pediatria, 2017.
Palavras-chave: doença periodontal; gestante; Recém-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://www.inscricoes.fmb.unesp.br/anais_completo.asp#%20A305.

7.
FRANCO, A. C. ; LYRA, J. C. ; BENTLIN, MR ; RUGOLO, L. M. S. S. . MORBIDADE RESPIRATÓRIA DE RECÉM-NASCIDOS DE MUITO BAIXO PESO. In: XII Jornada de Pediatria, 2017, BOTUCATU. Anais eletronicos da XII Jornada de Pediatria, 2017.
Palavras-chave: distúrbio respiratório; síndrome do desconforto respiratório]; displasia broncopulmonar.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Bretão; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://www.inscricoes.fmb.unesp.br/anais_completo.asp#%20A303.

8.
BERRIEL, L. D. ; DOURADO, B. M. R. ; Jurema NL ; SAKAMOTO, A. T. ; BENTLIN, MR ; RUGOLO, L. M. S. S. ; LYRA, J. C. . PERFIL DE PREMATUROS DE MUITO BAIXO PESO: UMA ANÁLISE DE SETE ANOS. In: XII Jornada de Pediatria, 2017, Botucatu. Anais eletronicos da XII Jornada de Pediatria, 2017.
Palavras-chave: prematuridade; Muito baixo peso; morbidade; mortalidade.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://www.inscricoes.fmb.unesp.br/anais_completo.asp#%20A308.

9.
ANSAI, R. S. ; BENTLIN, MR ; Martin JG . ANÁLISE DA SEPSE NEONATAL TARDIA EM PREMATUROS DE MUITO BAIXO PESO APÓS A IMPLANTAÇÃO DO PROTOCOLO DE SEPSE NA UNIDADE. In: XII Jornada de Pediatria, 2017, Botucatu. Anais eletronicos da XII Jornada de Pediatria, 2017.
Palavras-chave: Choque séptico; Prematuro; Protocolo; sepse.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://www.inscricoes.fmb.unesp.br/anais_completo.asp#%20A311.

10.
ANSAI, R. S. ; SILVEIRA, S. L. A. ; Martin JG ; BENTLIN, MR . Análise da sepse neonatal tardia em prematuros de muito baixo peso após implantação do protocolo de sepse na Unidade.. In: 38º Congresso brasileiro de pediatria, 2017, Fortaleza. Anais do 38º Congresso Brasileiro de Pediatria, 2017.
Palavras-chave: Choque séptico; Prematuro; Protocolo.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

11.
ANSAI, R. S. ; SILVEIRA, S. L. A. ; HASHIMOTO, M. ; LYRA, J. C. ; NOGUEIRA, M. L. P. ; SOUZA, I. P. ; Mustafe MFQ ; DOURADO, B. M. R. ; Martin JG ; BENTLIN, M R . CHOQUE SÉPTICO EM PREMATUROS DE MUITO BAIXO PESO: MORTALIDADE EM FUNÇÃO DE CONDUTA SISTEMATIZADA. In: 38º Congresso Brasileiro de Pediatria, 2017, Fortaleza. Anais do 38º congresso Brasileiro de Pediartria, 2017.
Palavras-chave: Choque séptico; Prematuro; Muito baixo peso.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

12.
ANSAI, R. S. ; LYRA, J C ; NOGUEIRA, M. L. P. ; ALLOUFA, S. L. ; Bentlin MR ; RUGOLO, L. M. S. S. . Prognóstico em curto prazode RNMBP intubados em sala de parto. In: 6º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2016, BELO Horizonte- MG. Anais do 6º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2016. v. 1. p. 1-1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

13.
ALLOUFA, S. L. ; LYRA, J C ; FRANCO, A. C. ; DUTRA, D. C. ; Bentlin MR ; RUGOLO, L. M. S. S. . Indicação de intubação em prematuros na sala de parto. Uma análise de 3 anos. In: 6º Simpósio Internacional de reanimação neonatal, 2016, BELO Horizonte- MG. Anais do 6º Simpósio Internacional de reanimação neonatal, 2016. v. 1. p. 1-1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

14.
ANSAI, R. S. ; SILVEIRA, S. L. A. ; SOUZA, I. P. ; LUCA, A K C ; LYRA,J.C. ; RUGOLO, L ; BENTLIN, MR . Choque séptico em prematuros de muito baixo peso: aplicação sistematizada de protocolo melhora o prognóstico?. In: 23º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2016, Gramado-RS. Anais do 23º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2016. v. 1. p. 1-1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

15.
SILVEIRA, S. L. A. ; Bentlin, M. R. ; LYRA,J.C. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; CARVALHO, S. M. ; ANSAI, R. S. . Estudo epidemiológico da sífilis congênita na realidade de um hospital universitário terciário. In: 23º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2016. Anais do 23º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2016. v. 1. p. 1-1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

16.
ANSAI, R. S. ; ALLOUFA, S. L. ; NASCIMENTO, C. B. ; KIY, A. ; LYRA,J.C. ; RUGOLO, L ; BENTLIN, M R . Choque séptico tardio: importante causa de diminuição do prognóstico de prematuros de muito baixo peso. In: 23º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2016, Gramado-RS. Anais do 23º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2016. v. 1. p. 1-1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

17.
SILVEIRA, S. L. A. ; BANDEIRA, L. F. ; OSHIRO, D. K. ; BERRIEL, L. D. ; GRIZZO, A. ; PASCHOAL, F. C. ; BONATTO, R. C. ; DE LUCA, A K C ; Bentlin MR ; RUGOLO, L . Coarctação de aorta grave recorrente - relato de caso. In: 37º Congresso Brasileiro de Pediatria, 2015, Rio de Janeiro. Anais do 37º Congresso Brasileiro de Pediatria, 2015. v. 1. p. 1-1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

18.
ALLOUFA, S. L. ; ANSAI, R. S. ; BERRIEL, L. D. ; DOURADO, B. M. R. ; DE LUCA, A K C ; LYRA,J.C. ; BENTLIN, M R ; RUGOLO, L. M. S. S. . Oclusão traqueal fetal endoscópica (feto) Na hérnia diafragmática congênita grave à direita. In: 37º Congresso Brasileiro de Pediatria, 2015, Rio de Janeiro. Anais do 37º Congresso Brasileiro de Pediatria, 2015. v. 1. p. 1-1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

19.
CURTOLO, A. ; SILVEIRA, S. L. A. ; ANSAI, R. S. ; NASCIMENTO, C. B. ; BENTLIN, MR ; LYRA,J.C. ; RUGOLO, L. M. S. S. . Trombocitopenia e ausência de rádio - Síndrome Tar: Relato de caso. In: 37º Congresso Brasileiro de Pediatria, 2015, Rio de Janeiro. Anais do 37º Congresso Brasileiro de Pediatria, 2015. v. 1. p. 1-1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

20.
LYRA, J C ; SILVA, D. C. C. D. ; GALLO, S. B. ; SAITO, A ; KIY, A. ; BENTLIN, M R ; RUGOLO, L. M. S. S. . Impacto das novas condutas de reanimação no prognóstico em curto prazo de recém-nascido de muito baixo peso. In: 5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2014, Gramado-RS. Anais do 5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2014. v. 1. p. 30-30.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

21.
Brazilian Network on Neonatal Research. Prática da Reanimação em sala de parto de prematuros de muito baixo peso em unidades universitárias: mudanças após 2010.. In: 5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2014, Gramado-RS. Anais do 5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal. v. 1. p. 30-30.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

22.
Brazilian Network on Neonatal Research. Assistência respiratória em sala de parto de prematuros nascidos nas 20 unidades da Rede Brasileira de pesquisas neonatais. In: 5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2014, Gramado-RS. Anais do 5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2014. v. 1. p. 30-30.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

23.
RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M R ; SAITO, A ; BOSSOLAM, G. ; LYRA, J. C. ; RUGOLO JÚNIOR, A. ; KIY, A. . Fatores associados à intubação traqueal em sala de parto e prognóstico de recém-nascidos de muito baixo peso. In: 5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2014, Gramado-RS. Anais do 5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2014. v. 1. p. 46-46.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; Série: 1.

24.
ALLOUFA, S. L. ; ANSAI, R. S. ; CAVALCANTI, P. A. ; NASCIMENTO, C. B. ; FEKETE, S. M. W. ; Bentlin, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; LYRA,J.C. . Hipotermia terapêutica protetora em recém-nascidos- indicações e complicações em um Hospital Universitário. In: 5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2014, Gramado-RS. Anais do 5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2014. v. 1. p. 46-46.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

25.
BENTLIN, M. R.; NEONATAIS, R. B. P. . Fatores de risco para hemorragia peri-intraventricular em recém-nascidos de muito baixo peso: Estudo multicêntrico. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Vários.

26.
BENTLIN, M. R.; NEONATAIS, R. B. P. . Fatores associados à recuperação da vitalidade no 5º minuto em prematuros de muito baixo peso com apgar 0/1 no 1º minuto. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Vários.

27.
BENTLIN, M. R.; NEONATAIS, R. B. P. . Fatores associados à hipotermia com 5 minutos de vida e à admissão na uti neonatal em recém-nascidos com idade gestacional <34 semanas: coorte prospectiva multicêntrica. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Vários.

28.
BENTLIN, M. R.; NEONATAIS, R. B. P. . Hiportermia na primeira hora de vida aumenta o risco de óbito neoatal precose: coorte prospectiva multicêntrica. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Vários.

29.
BENTLIN, M. R.; NEONATAIS, R. B. P. . PCA em recém-nascido de extremo baixo peso: Qual a melhor conduta?. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Vários.

30.
BENTLIN, M. R.; NEONATAIS, R. B. P. . Efeitos de fatores perinatais sobre a evolução neoantal de recém-nascidos pré-termo < 1000g com persistência de canal arterial. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Vários.

31.
BENTLIN, M. R.; NEONATAIS, R. B. P. . Reanimação avançada e chance de óbito ou sequelas em nascidos vivos com idade gestacional entre 23 e 30 semanas. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Vários.

32.
BENTLIN, M. R.; NEONATAIS, R. B. P. . Análise comparativa da frequênciade indicações de transfusões de hamácias em dois períodos em 8 unidades neonatais Brasileiras. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Outro.

33.
BENTLIN, M. R.; NEONATAIS, R. B. P. . Fatores associados ás indicações de transfusões de hemácias em prematuros de muito baixo peso em unidades neoantais brasileiras. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Vários.

34.
BENTLIN, M. R.. Procedimentos dolorosos e analgesia em unidades de terapia intensiva neonatal universitárias: O que mudou na opinião ena prática profissional em dez anos?. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

35.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L. M. S. S. . Impacto das novas condutas de reanimação sobre a assistência ventilatória de recém-nascidos de muito baixo peso. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

36.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L. M. S. S. ; RUGOLO JÚNIOR, A. . O ressurgimento da sífilis congênita: A realidade de um Hospital Universitário Terciário. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

37.
BENTLIN, M. R.. Avaliação do serviço de triagem auditiva neoantal em uma maternidade pública do Estado de SP.. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

38.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L. M. S. S. . Colonização fúngica em rn muito baixo peso: Problema emergente em uti neoantal. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

39.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO JUNIOR, A. . Sepse fúngica no período neonatal: 8 anos de experiência em um centro Universitário Terciário. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

40.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L. M. S. S. . Vigilância do desenvolvimento de crianças prematuras em idade escolar: A hipótese diagnósticada de atraso do desenvolvimento realizada pelo pediatra. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

41.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L. M. S. S. . Fatores que influenciam a coerência dos médicos na avaliação da dor e uso de analgésicos em procedimentos dolorosos realizados em recém-nascidos. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

42.
BENTLIN, M. R.. Associação do desenvolvimento mental e motor de prematuros muito baixo peso com variáveis clinicas e socio-demograficas, aos dois anos de idade. In: 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012, Curitiba-PR. Anais do 21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2012. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

43.
MARIA REGINA BENTLIN; PEREIRA, P. G. D. ; RUGOLO JUNIOR, A ; H.SILVA, .. . Sepse fungica no período neonatal:uma década de experiência em um centro universitário terciario. - BOLSA PIBIC. In: XXIV Congresso de Iniciação Científica da UNESP, 1ª Fase, 10 e 11 de setembro, 2012, Botucatu-SP. Anais XXIV Congresso de Iniciação Científica da UNESP, 2012. v. 1. p. 1-1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Regional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

44.
RUGOLO JUNIOR, A. ; MARIA REGINA BENTLIN ; H.SILVA, .. ; PEREIRA, P. G. D. . Sepse fungica no período neonatal:uma década de experiência em um centro universitário terciario. - BOLSA PIBIC. In: XXIV Congresso de Iniciação Científica da UNESP, 12 Fase, 06 e 09 de novembro, 2012, São Pedro-SP. Anais XXIV Congresso de Iniciação Científica da UNESP, 2012. v. 1. p. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

45.
DAMASCENO, M. R. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO JÚNIOR, A. ; BOSSOLAM, G. ; FERNANDES, G. R. ; FEKETE, S. M. W. ; RODRIGUES, L. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; LINO, T. R. . Evolução de recém-nascido com idade gestacional maior ou igual a 34 semanas provenientes de centros com e sem padronização das normas de reanimação neonatal. In: 4º Simpósio Internacinal de Reaminação Neonatal, 2011, São Paulo. Anais do 4º Simpósio Internacinal de Reaminação Neonatal, 2011. v. 1. p. 25-25.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

46.
HASHIMOTO, M ; SAITO, A ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; LUCA, A. K. ; KIY, A. ; LYRA, J C . Fatores associados à intubação traqueal em sala de parto e prognósticos de recém-nascido de muito baixo peso. In: 4º Simpósio Internacinal de Reaminação Neonatal, 2011, São Paulo. Anais do 4º Simpósio Internacinal de Reaminação Neonatal. v. 1. p. 26-26.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

47.
BOSSOLAN, G ; RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. ; SAITO, A ; HASHIMOTO, M. ; RUGOLO JUNIOR, A ; LINO, T. R. . Assistências em sala de parto a recém-nascidos macrossômicos. In: 4º Simpósio Internacinal de Reaminação Neonatal, 2011, São Paulo. Anais do 4º Simpósio Internacinal de Reaminação Neonatal, 2011. v. 1. p. 26-26.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

48.
ABADE, J. F. ; VILLAS BOAS, P. F. ; BENTLIN, M. R. . Percentile curve of knowledge gain for self assessment in the progress testing. In: Was presented at AMEE 2011, 2011, Viena. Was presented at AMEE 2011, 2011. v. 1. p. 280-280.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Itália/ Inglês; Meio de divulgação: Impresso.

49.
UEBARA, C. S. ; MERIGHI, C. T. ; BENTLIN, M. R. ; LYRA, J C . Analise clínica da sepse com hemocultura positiva em recém-nascido internados em unidade de terapia intensiva neonatal durante 5 anos.. In: Congresso de Iniciação Científica da UNESP, 2011, Botucatu. Anais do Congresso de Iniciação Científica da UNESP, 2011.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

50.
MERIGHI, C. T. ; UEHARA, C. ; LYRA, J C ; BENTLIN, M. R. . Análise microbiologica da sepse com hemocultura positiva em UTI neonatal 2004 a 2008. In: Congresso de Iniciação Científica da UNESP, 2011, Botucatu. Anais do Congresso de Iniciação Científica da UNESP, 2011.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

51.
MENDONCA, V. C. ; MORASSI, B. S. ; MAESTÁ, I. ; RUGOLO, L ; BENTLIN, M. R. ; COSTA, R. A. A. ; PERAÇOLI, J. C. ; CUNHA, M L R S . Avaliação do programa de hierarquização do atendimento ao partoe nascimento no Município de Botucatu, triênio 2007-2009. In: 19º Congresso Médico Acadêmico de Botucatu, 2010, Botucatu-SP. 19º Congresso Médico Acadêmico de Botucatu, 2010. v. 1. p. 55-55.
Referências adicionais: Classificação do evento: Regional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

52.
KIY, A. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; BOSOLAN, G. ; DE LUCA, A K C ; COELHO, K. I. R. . Febre amarela congênita: Descrição do primeiro caso na literatura. In: XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2010, Rio de Janeiro-RJ. Revista de Pediatria SOPERJ, 2010. v. 01. p. 137-137.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 16761014.

53.
BENTLIN, M. R.. Condutas pró-ativas em prematuros extremos: Discordâncias entre obstetras e pediatras. In: XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2010, Rio de Janeiro-RJ. Revista de Pediatria SOPERJ, 2010. v. 1. p. 05-05.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 16761014.

54.
BENTLIN, M. R.. Persistências de canal arterial e evolução neonatal de recém-nascidos de muito baixo peso. In: XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2010, Rio de Janeiro. Revista de Pediatria SOPERJ, 2010. v. 1. p. 10-10.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 16761014.

55.
BENTLIN, M. R.. Frequência de colonização e de infecção de corrente sanguínea relacionada a cateter central de inserção periférica em recém-nascidos. In: XX Congresso de Brasileiro de Perinatologia, 2010, Rio de Janeiro-RJ. Revista de Pediatria SOPERJ, 2010. v. 1. p. 20-20.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 16761014.

56.
BENTLIN, M. R.. O uso de surfactante é fator preditivo independente para hemorragia intraventricular grau IV - Estudo multicêntrico caso controle. In: XX Congresso de Brasileiro de Perinatologia, 2010, Rio de Janeiro-RJ. Revista de Pediatria SOPERJ, 2010. v. 1. p. 26-26.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 16761014.

57.
BENTLIN, M. R.. Persistência do canal arterial nas unidades neonatais da Rede Brasileira de pesquisas neonatais (RBPN): Prevalência e evolução. In: XX Congresso de Brasileiro de Perinatologia, 2010, Rio de Janeiro-RJ. Revista de Pediatria SOPERJ, 2010. v. 1. p. 29-29.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 16761014.

58.
BENTLIN, M. R.. Fatores associados à ligadura cirurgica do canal arterial nas unidades neonatais da Rede Brasileira de Pesquisaa Neonatais ( RBPN). In: XX Congresso de Brasileiro de Perinatologia, 2010. Revista de Pediatria SOPERJ, 2010. v. 1. p. 56-56.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 16761014.

59.
BENTLIN, M. R.. Procedimentos dolorosos e analgesia em unidades de terapia intensiva neonatal universitárias: O que mudou na o. In: XX Congresso de Brasileiro de Perinatologia, 2010. Revista de Pediatria SOPERJ. v. 1. p. 62-62.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 16761014.

60.
BENTLIN, M. R.. Fatores que influenciam a coerência dos médicos na avaliação da dor e uso de analgésicos em procedimentos dolorosos realizados em recém-nascidos. In: XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 21 a 24 de novembro, 2010, Rio de Janeiro -RJ. Anais do XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2010.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

61.
BENTLIN, M. R.. Sobrevida sem morbilidades : Dados da Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais ( RBPN). In: XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 21 a 24 de novembro, 2010, Rio de Janeiro - RJ. Anais do XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2010.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

62.
BENTLIN, M. R.. Late-onset sepsis in very low birth weight infants: The Brasilian Neonatal Research network experience. In: Vncouver PAS 2010- Pediatric Academic Societies, 2010, Vancouver - Canada. Annual Meeting - Pediatric Academic Societies. Vancouver - Canada, 2010. v. 1. p. 1-1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Canadá/ Inglês; Meio de divulgação: Impresso.

63.
RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. ; SAITO, A ; BOSSOLAN, G ; RUGOLO JUNIOR, A. ; HASHIMOTO, M. ; DAHER, S. R. ; RODRIGUES, L. R. ; PERAÇOLI, J. C. . Necessidade de intubação traqueal na reanimação do prematuro de muito baixo peso e fatores associados. In: III Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 27 a 29 de agosto, 2009, Rio de Janeiro- RJ. III Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2009. v. 1. p. 28-28.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; Série: 1.

64.
RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO JR, A ; HASHIMOTO, M. ; FEKETE, S. M. W. ; LYRA, J C ; DE LUCA, A K C ; SOARES, G. H. ; KIY, A. ; FERNANDES, G. R. . Evolução neonatal de prematuros de muito baixo peso reanimados e intubados em sala de parto. In: III Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 27 a 29 de agosto, 2009, Rio de Janeiro- RJ. III Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2009. v. 1. p. 28-28.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

65.
MAESTÁ, I. ; CALDERON, I. M. P. ; PERAÇOLI, J. C. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; RUDGE, M. V. C. . Hierarquização da assistência ao parto e recém-nascido no municipio de Botucatu.. In: 1ª Expo-Extensão - Botucatu - UNESP, 18 e 19 de agosto, 2009, Botucatu-SP. 1ª Expo-Extensão - Botucatu - UNESP, 2009. v. 1. p. P- 50.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

66.
RUGOLO, L. M. S. ; MARBA, S ; ALMEIDA, M F B ; GUINSBURG, R ; AGUIAR, C R ; BENTLIN, M. R. ; CIANCIARULLO, M A ; COSTA, M T Z ; FERLIN, M L S ; HOLZER, S ; SADEK, L R S ; SAKAE, P O ; SILVA, M G F ; SONNEWEND, J. P. R. ; SUZUKI, E K . Avaliação e comparação das necessidades de reanimação neonatal em sala de partoe os fatores de risco associados em recém-nascidos com peso < e >= que 1500 gramas em hospitais universitários do Estado de São Paulo. In: 11º Congresso Paulista de Pediatria, 2007, São Paulo. Anais do 11º Congresso Paulista de Pediatria, 2007.
Referências adicionais: Classificação do evento: Brasil/ Português; Meio de divulgação: Digital.

67.
RUGOLO, L. M. S. S. ; MARBA, S ; ALMEIDA, M F B ; GUINSBURG, R ; AGUIAR, C R ; PACHI, P R ; COSTA, M T Z ; OSHIRO, C G S ; MACHADO, M B ; SILVA, M G F ; SUZUKI, E K ; MACHADO, A P C ; ZIMMERMAN, F ; ROSSI, C ; BENTLIN, M. R. . e col. Avaliação do material disponível para reanimação neonatal em hospitais universitários do Estado de São Paulo. In: 11º Congresso Paulista de Pediatria, 2007, São Paulo. Anais do 11º Congresso de Pediatria, 2007.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Digital.

68.
KUROKAWA, C. S. ; HASHIMOTO, M ; BENTLIN, M. R. ; SILVA, M G F ; PERAÇOLI, J C ; RUGOLO, L. M. S. S. . Preterm premature rupture of membranes (PPROM): IL-8, IL-10 and TNF-alpha levels in umbilical cord blood and preterm infants. In: 13th International Congress of Immunology, 2007, Rio de Janeiro. Anais do 13th International Congress of Immunology, 2007.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

69.
AGUIAR, A. S. ; DAMASCENO, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. ; PERAÇOLI, J C ; BENTLIN, M. R. . Influência do tipo de parto na morbidade respiratória de recém-nascidos de termo e prematuros tardios. In: 16º Congresso Médico-Acadêmico de Botucatu, 2007, Botucatu. Anais do 16º Congresso Médico-Acadêmico de Botucatu, 2007. p. 35.
Referências adicionais: Classificação do evento: Regional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

70.
OLIVEIRA, A. M. ; SILVA, S. B. G. ; MOURA, P. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. ; MAESTÁ, I. ; CALDERON, I. M. P. ; RUDGE, M. V. C. . Programa de Hierarquização do atendimento ao parto e mascimento no Município de Botucatu, 2006. In: 16º Congresso Médico Acadêmico de Botucatu, 2007, Botucatu. Anais do 16º Congresso Médico Acadêmico de Botucatu, 2007. p. 50.
Referências adicionais: Classificação do evento: Regional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

71.
HAIKEL, A. ; SAITO, A ; LYRA, J C ; BENTLIN, M. R. ; COELHO, K. I. R. ; MARINS, L. V. . Linfagiectasia pulmonar congênita primária em recém-nascido prematuro. In: XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia , XVI Reunião de Enfermagem Perinatal e I Reunião Multidisciplinar Perinatal, 2007, Fortaleza. Anais do XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2007.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português.

72.
SILVA, G. H. S. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; RUGOLO JUNIOR, A. ; FERREIRA, G. L. ; MONDELLI, A. L. . Meningite neonatal em Centro Universitário: uma década de experiência. In: XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, XVI Reunião de Enfermagem Perinatal e I Reunião Multidisciplinar Perinatal, 2007, Fortaleza. Anais do XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2007.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

73.
HASHIMOTO, M ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; KUROKAWA, C. S. ; TRINDADE, C. E. P. . Rotura premtura de membrana de pré-termo (RPM-PT): níveis de IL-8, IL-10 e TNF em cordão umbilical e soro de recém-nascidos prematuros. In: XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, XVI Reunião de Enfermagem Perinatal e I Reunião Multidisciplinar Perinatal, 2007, Fortaleza. Anais do XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2007.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

74.
SILVA, G. H. S. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO JUNIOR, A. ; FERREIRA, G. L. ; MONDELLI, A. L. . Meningite neonatal por gram-positivos e gram-negativos. Existe diferença na evolução?. In: XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, XVI Reunião de Enfermagem Perinatal e I Reunião Multidisciplinar Perinatal, 2007, Fortaleza. Anais do XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2007.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

75.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO JUNIOR, A. ; SOARES, G. H. ; SILVA, G. H. S. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; MONTELLI, A C ; FERNANDES, G R ; LYRA, J C . Sepse com hemocultura positiva em UTI neonatal: análise crítica da sepse precoce versus tardia. In: XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, XVI Reunião de Enfermagem Perinatal e I Reunião Multidisciplinar Perinatal, 2007, Fortaleza. Anais do XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2007.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

76.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO JUNIOR, A. ; XAVIER, M. V. ; CARMONA, G. R. ; SOMA, D. ; ANDRADE, M. F. C. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; SAITO, A . Escores CRIB, SNAP PE e NTISS na avaliação do risco de morte neonatal em recém-nascidos de muito baixo peso. In: XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, XVI Reunião de Enfermagem Perinatal e I Reunião Multidisciplinar Perinatal, 2007, Fortaleza-CE. Anais do XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2007.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

77.
BENTLIN, M. R.; SOMA, D. ; ANDRADE, M. F. C. ; CARMONA, G. R. ; XAVIER, M. V. ; RUGOLO JUNIOR, A. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; HASHIMOTO, M ; SAITO, A . Escores SNAP e NTISS na avaliação do risco de morte neonatal em recém-nascidos maiores que 1500g. In: XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, XVI Reunião de Enfermagem Perinatal e I Reunião Multidisciplinar Perinatal, 2007, Fortaleza. Anais do XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2007.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

78.
BENTLIN, M. R.; BOSSOLAM, G. ; RUGOLO JUNIOR, A. ; SILVA, G. H. S. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; VILLAS BOAS, P. F. . Sepse por gram-positivos, gram-negativos e fungos. Há como diferenciar?. In: XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, XVI Reunião de Enfermagem Perinatal e I Reunião Multidisciplinar Perinatal, 2007, Fortaleza. Anais do XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 2007.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

79.
MARBA, S T M ; ALMEIDA, M F B ; GUINSBURG, R ; AGUIAR, C R ; BENTLIN, M. R. ; CIANCIARULLO, M A ; COSTA, M T Z ; FERLIN, M L S ; HOLZER, S ; MACHADO, A P C ; MACHADO, M B ; MORAIS, M M G ; OSHIRO, C G S ; PACHI, P R ; ROSSI, C ; RUGOLO JR, A ; SADEK, L R S ; SAKAE, P O ; SILVA, M G F ; SONNEWEND, J P A S ; SUZUKI, E K ; ZIMMERMAN, F . Ensino de reanimação neonatal em hospitais universitários do Estado de São Paulo. In: II Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2006, São Paulo. Anais do II Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2006.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: O Estado de São Paulo concentra grande número de Hospitais Universitários, que constituem território fértil para o ensino de reanimação neonatal. Objetivo: Avaliar a abrangência e o modelo do ensino de Reanimação Neonatal em Hospitais Universitários do Estado de São Paulo. Métodos: estudo observacional de corte transversal, multicêntrico, envolvendo 15 Hospitais Un iversitários do Estado de São Paulo, em junho de 2003. Após aprovação do Comitê de Ética da Instituição, um coordenador local preencheu o protocolo de estudo , com dados sobre a participação dos alunos residentes e estagiários de medicina e enfermagem em sala de parto, bem como o que esses recebiam de ensinamento teórico e treinamento prático em reanimação neonatal. Foi realizada análise descritiva dos dados. Resultados: alunos do 5º ano de medicina atuavam em sala de parto em 8 hospitais, dos quais, apenas 3 realizavam treinamento formal em reanimação neonatal e 4 hospitais ofereciam curso teórico. Em 8 hospitais participavam os alunos do 6º ano médico, que recebiam treinamento formal em reanimação em 6 hospitais. Residentes de 1º e de 2º ano em Pediatria participavam do atendimento ao recém-nascido em sala de parto em 14 hospitais, e em 13 destes, recebiam treinamento formal em reanimação em 6 hospitais. Residentes de 1º e de 2º ano em Pediatria participavam do atendimento ao recém-nascido em sala de parto em 14 hospitais, e em 13 destes, recebiam treinamento formal em reanimação. Nos 9 hospitais que contavam com especializandos em neonatologia, estes eram treinados e atuavam em sala de parto. Em apenas um hospital havia participação de alunos de Enfermagem, que recebiam curso teórico sobre reanimação. A carga horária média dos cursos teóricos foi de 2 horas. O treinamento formal foi relativamente homogêneo com média de 2,5 - 3,5 horas de aula teórica e 5 - 6,5 horas de prática. Em um hospital não havia treinamento formal em reanimação neonatal para os alunos de medicina e residentes de.

80.
RUGOLO, L M S S ; MARBA, S T M ; GUINSBURG, R ; ALMEIDA, M F B ; AGUIAR, C R ; BENTLIN, M. R. ; CIANCIARULLO, M A ; COSTA, M T Z ; FERLIN, M L S ; HOLZER, S ; MACHADO, A P C ; MACHADO, M B ; MORAIS, M M G ; OSHIRO, C G S ; PACHI, P R ; ROSSI, C ; RUGOLO JR, A ; SADECK, L R S ; SAKAE, P O ; SILVA, M G F ; SONNEWEND, J P A S ; SUZUKI, E K ; ZIMMERMAN, F . Qualificação dos profissionais que atuam em sala de parto nos hospitais universitários do Estado de São Paulo. In: II Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2006, São Paulo. Anais do II Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2006.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: a recomendação da presença de pelo menos um profissional capacitado em reanimação neonatal em todo nascimento assume significado especial em Hospitais Universitários, pois a assistência está intimamente vinculada ao ensino. Objetivo> Avaliar a experiência profissional e o grau de capacidade em Reanimação Neonatal da equipe médico-enfermagem que atende recém-nascidos em sala de parto de Hospitais Universitários do Estado de São Paulo. Métpdps: Estudo observacional, de corte transversal, multicêntrico, envolvendo 15 hospitais universitários do Estado de São Paulo, em junho de 2003. Após aprovação do Comitê de Ética da Instituição, um coordenador local preencheu o protocolo de estudo, com dados sobre o tempo de formação e de atuação em sala de parto, o grau de especialização, número e freqüência de cursos de reanimação neonatal realizados pelos profissionais médicos e de enfermagem. Foi realizada análise descritiva dos dados. Resultados: A equipe que atua em sala de parto nos 15 hospitais universitários é composta por 275 médicos e 352 profissionais da enfermagem. Dos médicos, 76% são contratados como plantonistas, a idade média é de 36 anos, formados há 12 anos e com 11 anos de atuação em sala de parto. Todos, exceto um, fizeram residência em Pediatria, 41% realizaram especialização em neonatologia e 46% obtiveram o título de especialista em Neonatologia, porém 7% nunca realizaram curso teórico-prático de reanimação neonatal. Os que têm treinamento em reanimação realizaram em média 2 crsos, sendo o primeiro em 1998, e 25% são instrutores do Programa de Reanimação Neonatal. Na equipe de enfermagem 20% são enfermeiras, 21% técnicas de enfermagem e as demais auxiliares, com idade média de 36 anos, 10 anos de formatura e 7 anos de atuação em sala de parto. Apenas 23% realizaram curso completo teórico-prático de reanimação neonatal (em média 2 cursos); 34% tiveram alguma aula teórica sobre reanimação (média de 5,6h) e 24% receberam treinamento prático com méd.

81.
MARBA, S T M ; RUGOLO, L M S S ; ALMEIDA, M F B ; GUINSBURG, R ; AGUIAR, C R ; BENTLIN, M. R. ; CIANCIARULLO, M A ; COSTA, M T Z ; FERLIN, M L S ; HOLZER, S ; MACHADO, A P C ; MACHADO, M R ; MORAIS, M M G ; OSHIRO, C G S ; PACHI, P R ; ROSSI, C ; RUGOLO JR, A ; SADECK, L R S ; SAKAE, P O ; SILVA, M G F ; SONNEWND, J P A S ; SUZUKI, E K ; ZIMMERMAN, F . Disponibilidade de material para reanimação neonatal em hospitais universitários do Estado de São Paulo. In: II Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2006, São Paulo. Anais do II Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2006.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: O material necessário para a reanimação neonatal é simples, de baixo custo, fácil aquisição e classicamente recomendado: deve estar disponível para uso imediato. Objetivo: Investigar a diponibilidade e a adequação do material necessário para reanimação neonatal em sala de parto nos hospitais universitários do Estado de São Paulo. Métodos: estudo observacional, de corte transversal, multicêntrico, envolvendo 15 hospitais universitários do Estado de São Paulo, em junho de 2003. Após aprovação do Comitê de Ética da Instituição, um coordenador local preencheu o protocolo de estudo, com dados sobre a quantidade e características do material permanente e descartável, equipamento e medicamentos disponíveis para a reanimação neonatal na sala de parto. Foi realizada análise descritiva dos dados. Resultados: o total de mesas de reanimação nos 15 hospitais universitários foi 41 mesas, todas com calor radiante, fonte de oxigênio com fluxômetro e fonte de vácuo com manômetro. O fluxo grama de reanimação, a lista de material e a tabela de medicações estavam fixados em local visível em todos os Hospitais. Material para aspiração estava disponível conforme recomendado em todas as mesas. Mais que 90% das mesas dispunham de balão auto-inflável de 500ml com válvula pop-off porém em 7 mesas o balão não tinha reservatório. Houve grande variabilidade nas características das máscaras, principalmente para prematuros. Em 39 mesas havia material completo para intubação. Nem todas as mesas dispunham das medicações prontas para uso, sendo a adrenalina 1:10.000 a mais disponível (em 34 mesas) e o soro fisiológico em seringa o menos disponível (em 24 mesas). Em 3 hospitais não havia incubadora de transporte no centro obstétrico. Conclusão: Os hospitais universitários do Estado de São Paulo estão bem equipados e dispõem de material adequado para reanimação neonatal, mas o material para ventilação com balão e máscara e a disponibilidade das drogas, bem como as condições do transport.

82.
RUGOLO, L M S S ; MARBA, S T M ; GUINSBURG, R ; ALMEIDA, M F B ; ZIMMERMAN, F ; SUZUKI, E K ; SONNEWEND, J P A S ; SILVA, M G F ; SAKAE, P O ; SADECK, L R S ; RUGOLO JR, A ; ROSSI, C ; PACHI, P R ; OSHIRO, C G S ; MORAIS, M M G ; MACHADO, M B ; HOLZER, S ; FERLIN, M L S ; COSTA, M T Z ; CIANCIARULLO, M A ; BENTLIN, M. R. ; AGUIAR, C R . Muito baixo peso ao nascer: importante fator de risco para reanimação neonatal em sala de parto nos hospitais universitários do Estado de São Paulo. In: II Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2006, São Paulo-SP. Anais II Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2006.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: Prematuros de muito baixo peso (MBP) são de especial risco para asfixia ao nascimento e há controvérsias quanto aos procedimentos de reanimação nestes recém-nascidos. Objetivo: Avaliar a freqüência dos proce3dimentos de reanimação neonatal e os fatores associados à necessidade de reanimação para prematuros MBP em sala de parto de hospitais universitários do Estado de São Paulo. Métodos: Estudo observacional, de corte transversal, multicêntrico, em 15 hospitais universitários do Estado de São Paulo. Após aprovação do corte transversal, multicêntrico, em 15 hospitais universitários do Estado de São Paulo. Após aprovação do Comitê de Ética da Instituição, um coordenador local preencheu o protocolo de estudo, com dados maternos, gestacionais do nascimento e do recém-nascido. Foram incluídosw todos os nascidos vivos no mês de setembro de 2003. Não houve critério de exclusão. Realizada análise estatística com o teste do qui-quadrado, cálculo do risco relativo e seu intervalo de confiança 95% (RR e IC95%). Resultados: Houveram 2590 nascidos vivos nos 15 hospitais universitáios, dos quais 87 (3,5%) foram prematuros MBP. Todos os procedimentos de reanimação foram significativamente mais freqüentes nos MBP comprarados aos maiores que 1500g (p<0,001). Uso de oxigênio inalatório ocorreu em 70% X 47% (RR=1,5; IC 95% 1,3 - 1,7), ventilação com balão e máscara em 49% X 9% (RR = 5,9; IC 95% 4,6 - 7,6), massagem cardíaca em 15% X 0,3% (RR = 46,9; IC 95% 20 - 110), administração de drogas em 14% X 0,4% (RR = 38,4; IC 95% 16,6 - 88,6). Não houve associação entre presença de fatores de risco maternos, do parto e do recém-nascido com a necessidade de reanimação nos MBP. Conclusão: O MBP é importante fator de risco para a realização dos procedimentos de reanimação em sala de parto; aumenta 6 vezes a necessidade de ventilação e de forma ainda mais expressiva a realização de massagem cardíaca e o uso de drogas. Nos MBP a necessidade de reanimação não está associada à pr.

83.
FERNANDES, G R ; HASHIMOTO, M ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L M S S ; RUGOLO JR, A ; DAHER, S R ; TRINDADE, C E P ; LYRA, J C ; BOSSOLAN, G ; SOARES, G H ; SAITO, A ; LUCA, A K C . Papel da asfixia perinatal na morbimortalidade neonatal em RN >= 34 semanas. In: II Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2006, São Paulo. Anais do II Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 2006.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: A despeito dos avanços das últimas décadas nos cuidados neonatais a asfixia contínua sendo um problema freqüente e grave na assistência neonatal. Objetivo: Investigar a importância da asfixia perinatal como causa de internação em UTI neonatal e de morbimortalidade em RN >= 34 semanas. Métodos: estudo retrospectivo, caso controle, realizado em UTI Neo, no período de março de 2005 a março de 2006. Foram incluídos todos os RN >= 34 semanas encaminhadas de outros serviços para nossa UTI nas primeiras 72 horas de vida. RN com malformações foram excluídos. O desfecho de interesse foi a presença de asfixia, caracterizada por: Apgar de 5º min >= 6 ou síndrome de aspiração de mecônio ou encefalopatia hipóxico-isquêmica (EHI) ou síndrome hipóxico-isquêmica (SHI) definida por alterações clínico-laboratoriais no momento da admissão. as variáveis estudadas foram: peso de nascimento, idade gestacional, sexo, tipo de parto, Apgar de 1º min, tempo de permanência em UTI, uso de assistência ventilatória e óbito durante a internação. Realizada estatística descritiva e comparação entre os 2 grupos com teste t e qui-quadrado, com significância de 5%. Resultados: No período estudado ocorreram 327 internações na UTI Neo, sendo 116 RN provenientes de outros Serviços, dos quais 82 (71%) preencheram os critérios de inclusão e destes 25 (30%) foram excluídos. Dos 57 RN estudados, 29 (51% internaram por asfixia e 28 (49%) por outras causas. A média do peso de nascimento e idade gestacional foi de 3000+/-600g e 37,7 +/-2,5 sem; 67% eram masculinos, 44% nasceram por cesárea, 76% necessitaram de assistência ventilatória (53% ventilação mecânica e 23% CPAP nasal). As médias de Apgar de 1º e 5º min foram 5,4+/-3 e 7,2+/-5,0. O tempo de internação de 9+/-8 dias. A mortalidade foi de 5,3% (3RN). Dentre os 29 RN asfíxicos, 48% (14RN) tiveram Apgar de 5º min <= 6 e 10 RN não tiveram assistência médica em sala de parto; 1005 evoluíram com SHI (alterações de enzimas hepáticas, musc.

84.
ZANCHETTA, S ; BOSSOLAN, G ; RESENDE, L A L ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L M S S ; TRINDADE, C E P . Hearing loss and hearinf development in very low birth weight infants: A cohort prospective study. In: 2005 Pediatric Academic Societies´Annual Meeting, 2005, Washington - DC. Anais do 2005 Pediatric Academic Societies´Annual Meeting, 2005.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Estados Unidos/ Inglês; Meio de divulgação: Impresso.
Background: very low birth weight (VLBW) infnats have a high risk for hearing loss (HL) due to factors inherent to premature birth. However, normal hearing related to development of speech and language skills are not well established. Objective: to evaluate and characterize hearing status and the developmental profile of hearing in VLBW infants from 0 to 24 months of adjusted age (AA). Design/Methods: Fifity-four VLBW indNRA (MEAN+-sd: bw, 1153+-233G; ga 29.8+-2.2) born from November 1999 to October 2000, were evaluated until 24 months of AA in a follow-up program. Hearing acuity was determined in all infants through Brainstem Evoked Auditory Response (BEAR). Only infants with normal hearing acuity were evaluated for hearing development according to the auditory behavior index (Nortern and Downs. In: Hearing in Children, 2002) at 3, 6, 9, 12, 15, 18 and 24 months of age. Infants with retinopathy of prematurity (4) or encephalopathy (2) were excluded. Results: sensorineural HL was observed in5,5% (3/54) and was associated with severe respiratory distress syndrome p=0.006) and surfactant administration (p=0.015). Conductive HL was found in infants with external ear anomalies, 1,8% (1/54) and in infants with middle ear effusion, 14,8% (8/54). Only thirty-six infnats were qalified for the study of hearing development. The percentage of VLBW infants that have hearing impairment that could not directly localize sound below or above ear level (expected to be normal at 12 and 16 months) was 33.4% and 54.8%, respectively. evaluation at 24 months showed that 23.1% were still impaired. Conclusions: The follow-up of VLBW infants showed 5.5% of sensorineural HL and the evidence of delay in hearing performance that could be indicative of future problems in speech and language development.

85.
RUGOLO, L M S S ; TRINDADE, C E P ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO JÚNIOR, A ; DALBEN, I . Growth outcome of extremely low birth weight (ELBW) infants during the first three years of life. In: 2005 Pediatric Academic Societies´Annual Meeting, 2005, Washington,DC. Anais do 2005 Pediatric Academic Societies´Annual Meeting, 2005.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Background: the increased survival of ELBW infants has led to concern about their growth and developmental outcomes. Objective: to evaluate growth patern and the influence of bronchopulmonary dysplasia (BPD) on growth of ELBW infants from birth to 36 months of adjusted age (AA). Design/Methods: a prospective cohort study of ELBW infants included all singleton infants, birth weight < 1000g., without congenital disorders, discharged less than 3 months AA, an born at School of Medicine of Botucatu - UNESP, from 1990 to 2000. Infants that lost the follow-up before 12 months AA and those who were assessed less than 4 times in the first 2 years, were excluded. Weight, lentgth and head circunference measurements were converted to z-scores and evauated at 40 weeks, and 3, 6, 9, 12, 18, 24, 36 months AA. Catch-up growth was defined as a change in z-score of >= 0.66 and failure to thrive when the weight for age was below the fifth percentile of the NCHS growth chart. Sevently infants (85%) from the total of 82 ELBW survivors (mean + - SD: BW, 850 +-107 g; GA, 28 +-weeks), 44% SGA, were qulified for the study and divided in two groups: BPD (n=41) and no-BPD (n=29). Statistical analysis was performed using qui square test, ANOVA and stepwise regression analysis. Results: in both groups, z-scores for weight, length and head circumference were substantially below zero at birth; the weight z-score showed a catch-down from birth to 40 weeks AA. The no -BPD group showed early catch-up in head circumference and length reaching z-scores values between - 2 and zero, at one year of age, although weight catch-up was more gradual. However BPD group had lower mean z-scores for weight, length, and head circumference than the no-BPD group, durinf the first year of life. This group showed weight catch-up only from 6 to 9 years. Regression analysis showed that failure to thrive was associated with catch-down in weight z-score at 40 weeks AA and BPD. Conclusions: ELBW infants had catch-up d.

86.
BENTLIN, M. R.; MARCONI, C ; BATALHA, J E N ; LYRA, J C ; BENTLIN, M R ; RUGOLO, L M S S ; CORRENTE, J E ; SUGIZAKI, M F ; CUNHA, M L R S . Avaliação da cultura semiquantitativa de cateter para o diagnóstico de sepse relacionada a acateter em neonatos. In: XXIII Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2005, Santos. Anais do XXIII Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2005.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

87.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L M S S ; LYRA, J C ; BOSSOLAN, G ; RUGOLO JÚNIOR, A ; TRINDADE, C E P . Determinação dos níveis séricos e urinários interleucina 8 em prematuros com sepse tardia. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 256.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: sepse tardia é doença de alta morbimortalidade em prematuros, com diagnóstico clínico e laboratorial inespecífico e demora na positividade de culturas. Interleucinas (IL) atual na patogênese da infecção podendo ser úteis no diagnóstico. Objetivo: determinar níveis séricos e urinários da IL-8 em prematuros com sepse tardia e avaliar se estes níveis são úteis no diagnóstico da sepse. Métodos: Estudo de coorte, realizado na UTI Neonatal no anoo de 2001, após aprovação pelo CEP da Instituição e do consentimento dos pais. Sangue e urina foram obtidos de 53 prematuros no momento da suspeita despse tardia, desde que preenchessem os seguintes critérios: suspeita clínica de sepse, idade pós-natal entre 3 e 28 dias, idade gestacional entre 25 e 36 semanas completas, peso de nascimento maior que 750g, sem malformações ou evidências de infecção congênita. Sepse tardia foi definida como clínica de infecção e cultura positiva em sangue, líquor ou urina, após 48h de vida. Foram constituídos 3 grupos: G1: 19 RN com sepse confirmada, G2: 17 RN com infecção localizada, G3: 17 RN não infectados, nos quais foi afastado o diagnóstico de infecção. IL-* foi dosada por ELISA e a IL-8 urinária foi ajustada pela creatinina urinária. Resultados foram expressos em média e desvio-padrão ou mediana e percentis. Diferenças entre grupos foram avaliadas pelos testes de Mann-Whitney, Wilcoxon e Kruskal-Wallis e consideradas significantes se p<0.05. Ponto de corte da IL-8 foi obtido pela curva ROC, acurácia foi calculada por sensibilidade (S) e especificidade (E) com IC a 95%. Resultados: não ocorreram diferenças entre os grupos quanto ao peso de nascimento (1,35 X 1,47 X 1,51Kg, p=0,629), idade gestacional (30,8 X 30,8 X 31 sem, p=0,885), idade pós-natal (9 X 5 X 7 dias, p=0,061). Índice neutrofílico, escore de Rodwell e PCR foram significativamente maiores em G1. Houve diferença entre os níveis séricos da IL-8 nos 3 grupos (929 X 906 X 624 pg/ml, p=0,037). A IL-8 foi detectada na uri.

88.
PRESTES, A C Y ; GUINSBURG, R ; BALDA, R C X ; RUGOLO, L M S S ; PACHI, P R ; MARBA, S T M ; BENTLIN, M. R. ; MENDES, A J C . Epidemiologia da dor aguda em unidades de terapia intensiva neonatal universitária: freqüência de procedimentos dolorosos. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 80.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: o estímulo doloroso agudo provoca efeitos dletérios a curto e amédio prazo, que aumentam a morbidade e a mortalidade neonatal. Durante sua internação na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTI), os recém-nascidos (RN) necessitam de vários procedimentos potencialmente dolorosos. OBJETIVO: avaliar a freqüência de realização de procedimentos potencilamente dolorosos em RN sob cuidados intensivos. Método: Coorte prospectiva avaliada entre 1º a 31 de outubro de 2001 de todos os RN internados em 4 UTIs neonatais universitárias. Dados coletados: características gerais das 4 unidades, dados demográficos dos RN internados; morbidade clínica durante a internação; número de procedimentos potencialmente dolorosos e suas tenativas durante a internação em UTI. Realizou-se a análise estatística descritiva dos procedimentos potencialmente dolorosos (punções arteriais, venosas, capilares e lombares, período pós-operatório, inserções de cânulas traqueais, de cateteres centrais e de drenos de tórax) no período do estudo nas 4 instituições. Resultados: no período do estudo foram internados 91 RN, que contabilizaram 1025 pacientes-dia nas quatro instituições em conjunto. A média do peso de nascimento foi de 1889g, de idade cronológica à entrada no estudo de 15 dias e da idade gestacional 34 semanas , sendo que as doenças respiratórias e as infecciosas as mais prevalentes nas 4 instituições. Somaram-se 3716 procedimentos potencialmente dolorosos no mês analisado, ressaltando que um RN chegou a receber 147 procedimentos potencialmente dolorosos durante o período avaliado. O número médio de procedimentos por RN por dia variou de 3 a 5. Foram feitas , em média, 1,4 punções capilares, 1 punção venosa e3 1 arterial, 0,2 intubações traqueais, 0,1 inserções de cateteres centrais, 0,04 punções lombares e 0,01 inserções de drenos de tórax por paciente por dia do estudo, nas 4 instituições analisadas. Conclusão: observa-se neste estudo que, em pacientes com peso médio acima de.

89.
BALDA, R C X ; GUINSBURG, R ; MIYOSHI, M H ; BORROZZINO, R ; SALZEDAS, C Z F ; FIORI, R M ; PROCIANOY, R ; SILVEIRA, R C ; MARBA, S T M ; BONFIM, O ; LOPES, J M ; MARTINEZ, F E ; TRINDADE, C E P ; RUGOLO, L M S S ; BENTLIN, M. R. ; LEONE, C R ; SADECK, L S R . Procedimentos dolorosos agudos na UTI Neonatal: opinião de neonatologistas formados e em formação a respeito da intensidade da dor e da necessidade de seu alívio em centros universitários brasileiros. In: XVII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XIV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XIV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 81.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: A dificuldade em reconhecer e avaliar a dor no RN constitue-se em um dos amiores obstáculos ao tratamento adequado da mesma no período neonatal. Objetivo: Verificar como os neonatologistas (NEO) e os residentes/especializandos (RES) em neonatologia avaliam a intensidade da dor em procedimentos dolorosos realizados no RN e com que freqüência acham necessário trat-a-la. Métodos: Estudo transversal que incluiu NEO e RES que atuam em 8 centros universitários brasileiro e que consentiram em participar. Distribuiu-se um questionário com dados pessoais, profissionais e opiniões acerca da dor no RN. Para cada um, dentre 15 procedimentos potencialmente dolorosos freqüentes em UTI neonatal, solicitou-se que cada entrevistado assinalasse em uma linha horizontal de 10 cm (escla analógica visual) quanto de dor ele achava que o RN sentia (considerou-se dor intensa escore > 7cm, dor moderada entre 4-6cm e dor leve < 3cm). Os entrevistados assinalavam também com que freqüência (sempre, freqüente, às vezes, raro ou nunca) achavam necessário administrar analgesia para cada procedimento. a análise estatística comparou os NEO e os RES com relação aos escores de dor obtidos e a freqüência com que achavam necessário dar analgesia para cada procedimento, por meio do teste t e qui-quadrado, com o SPSS 12,0®. Resultados: foram distribuídos 242 questionários e, destes, 177 NEO e 45 RES responderam (92%). Verificou-se que a maioria dos entrevistados era branca e com parceiro fixo, sendo os RES mais jovens (neo 39+/-9 X RES 27 +/-1; p<0,001), com predomínio de mulheres (NEO 71% X RES 91%; p = 0,005), sem filhos (NEO 42% X RES 96%: p<0,001), com menor número de hospitalizações anteriores (NEO 1,5+/-1,4 X RES 0,6+/-0,9: p<0,001). A presença de dor foi considerada, em média, como intensa por NEO e RES nos seguintes procedimentos: passagem de cateter de diálise, drenagem torácica, fraturas ósseas e o pós-operatório (PO) de laparotomia. Mais de 96% dos entrevistados achavam necessário.

90.
MERENDA, F C ; DE LUCA, A K C ; SILVA, G H S ; LYRA, J C ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L M S S . Seguimento ambulatorial de recém-nascidos de alto risco. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 85.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: recém-nascidos submetidos a cuidados intensivos constituem um grupo de pacientes com elevados índices de morbidade após a alta, sendo necessário acompanhamento ambulatorial multidisciplinar por tempo prolongado. Objetivo: Mostrar o seguimento ambulatorial de RN de alto risco, egressos da UTI Neonatal de centro universitário, com ênfase nos pacientes com peso de nascimento (PN)<=1000g. Material e Métodos: Estudo de coorte, retrospectivo, realizado através de fichas de pacientes, do ambulatório de RN de alto risco, oriundos de UTI Neonatal, no período de setembro de 2000 a junho de 2004. Esse ambulatório acompanha todos os RN<1500g (MBP) até 8 anos e os maiores que 1500g (asfísxicos graves, insuficiência respiratória grave e sepese com meningite) até 8 anos para os entre 1500-2000g e até 2 anos para os > 2000g, com equipe constituída por neonatologistas, fisioterapeuta, fonoaudiólogos, nutricionistas, psicólogos, assistente social e oftalmologistas. Foram avaliados os indicadores ambulatoriais de assistência (relação entre o número de casos novoe, retornos, faltas e extras e o número total de consultas) do ambulatório de RN de alto risco, e as características dos pacientes com PN<= 1000g: PN, idade gestacional (IG). Apgar e morbidades do MBP: déficits de audição e linguagem, atraso no desenvolvimento neurpsicomotor (SDNPM, hemorragia periventricular (HPIV), retinopatia (ROP), displais broncopulmonar (DBP), doença metabólica óssea (DMO) e refluxo gastro-esofágico (RGE). Os resultados são apresentados em média,desvio-padrão e porcentagem. resultados: foram agendadas 2152 consultas, sendo 1673 retornos (78%). 244 casos novos (11%). 235 exras (11%) e 574 faltas (27%). Foram seguidos 424 pacientes, entre eles, 71 (17%) com PN <= 1000g. 171 (40%) entre 1001-1500g e 182 (43%) com PN >= 1501g. Dentre os RN com peso de nascimento <= 1000g a média do PN foi de 843±106g e a IG de 28±25 no 5º minuto. HPIV I e II foi diagnosticada em 17,4%, III e IV em 7,2% e l.

91.
BALDA, R C X ; GUINSBURG, R ; MIYOSHI, M H ; BORROZZINO, R ; SALZEDAS, C Z F ; FIORI, R M ; PROCIANOY, R ; SILVEIRA, R C ; MARBA, S T M ; BONFIM, O ; LOPES, J M ; MARTINEZ, F E ; TRINDADE, C E P ; RUGOLO, L M S S ; BENTLIN, M. R. ; LEONE, C R ; SADEK, L S R . Procedimentos dolorosos agudos na UTI Neonatal: há coerência na opinião de neonatologistas entre a intensidade da dor a intenção de aliviá-la?. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 105.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: a opinião dos médicos a respeito da importância e intensidade da dor no RN é determinante para o seu tratamento. Objetivo: Verificar como os neonatologistas que trabalham exclusivamente com RN e os que trabalham também com outras faixas pediátricas avaliam a intensidade da dor em procedimentos dolorosos realizados no RN e com que freqüência consideram necessário tratá-la. Métodos: estudo transversal realizado em 8 centros universitários brasileiros com neonatologistas que trabalham exclusivamente com RN e com os que trabalham também com outras faixas pediátricas. Distribuiu-se um questionário com dados pessoais, profissionais e opiniões a respeito da dor no RN. Para cada um dentre 15 procedimentos dolorosos freqüentes em UTI Neonatal, solicitou-se que cada entrevistado assinalasse em uma linha horizontal de 10cm (escla analógica visual) quanto de dor ele achava que o RN sentia (dor intensa > 7cm, dor moderada entre 4-6cm e dor leve < 3cm). Os entrevistados assinalavam também com que freqüência (sempre, freqüente, às vezes, raro ou nunca) achavam necessário administrar analgesia para cada procedimento. Comparou-se os 2 grupos de neonatologistas com relação aos exores de dor obtidos e a freqüência com que achavam necessário dar analgesia para cada procedimento por meio do teste t e do qui-quadrado, com o SPSS 12,0®. Resultados: foram distribuídos 197 questionários e, destes, 177(90%) responderam (108 trabalhavam só com RN e 69 atuavam em outras faixas pediátricas). Os enrevistados dos 2 grupos tinham em média 40+/-9anos, sendo 71% mulheres, 88% brancos, com 16+/-9 anos de formado, sendo que 99% tinham residência em pediatria e 86% especialização em neonatologia. Não foram observadas diferenças entre os grupos em relação aos escores médios de dor nos 15 procedimentos analisados. Os 2 grupos avaliaram a dor como intensa em:m punção arterial, passagem de cateter de diálise, drenagem torácica, fratura óssea e pós-operatório (PO) de laparotomia. 90% dos gru.

92.
MARTINS, A R S ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L M S S ; TAKIGAWA, L M ; MIRA, K Z S ; CARVALHO, S M . Nível sérico de amicacina no período neonatal: vale a pena monitorar?. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 136.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Nível sérico de amicacina no período neonatal: vale a pena monitorizar? Introdução: aminoglicosídeos, especialmente Amicacina sao utilizados com freqüência no tratamento de infecções no período neonatal. Considerando a imaturidade de órgãos como rins e fígado, doses e intervalos devem ser ajustados de acordo com o nível sérico, principalmente em prematuros. Objetivos: avaliar se o nível sérico de Amicacina é adequado com as doses e os intervalos preconizados na literatura. Método: Estudo piloto, prospectivo, na UTI Neonatal de Hospital Universitário, durante 4 meses, com determinação da concentração sérica do pico e vale de Amicacina. Critérios de inclusão: recém-nascidos (RN) que utilizaram Amicacina, sem alteração prévia de função renal. As doses e intervalos foram inicialmente prescritas em conformidade com o Pediatric Dosage Handbook 2002-2003. O pico de concentração foi determinado pela coleta de sangue 30 minutos após termino da infusão da 1ª dose de Amicacina, considerando normal a variação de 20 a 30 mcg/ml. O vale foi determinado à partir da 2ª dose, 10 minutos antes da infusão, com variação adequada entre 2 a 5 mcg/ml. Conforme a idade gestacional foram constituídos 2 grupos de estudo: G1: RN<34 semanas e G2 RN > 34 semanas. Variáveis estudadas: peso de nascimento (PN), ida gestacional (IG), sexo, Apgar < 6 no 5º minuto, persistência do canal arterial (PCA), uso associado de Amicacina e Vancomicina. Amicacina e furosemida, concentração inadequada do pico e do vale mudanças de doses e/ou intervalos, alteração da função renal, dosagem na 1ª e à partir da 2ª semana de vida. Estatística: média e desvio-padrão, teste exato de Fischer ou teste t, com significância em 5%. Resultados: Dos 19 RN estudados, a média de PN e IG foi de 1880g e 33 sem, respectivamente, 32% dos RN apresentaram inadequação do pico de concentração da Amicacina e 32% do vale, sendo necessárias mudanças nas doses e intervalos. Ao compararmos os grupos, G1 10 RN < 34 sem e G2 9 RN > 34 sem.

93.
MARTINS, A R S ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L M S S ; SILVA, G H S ; SAITO, A ; BOSSOLAN, G . Monitorização da concentração sérica de vancomicina no período neonatal. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 137.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Vancomicina é utilizada para tratamento de infecções por estafilococos multirresistentes, no período neonatal. Doses e intervalos variam de acordo com idade gestacional e pós-ntal. Objetivos: Avaliar se a dose e o intervalo pré-estabelecidos de Vancomicina, permitem uma adequada concentração terapêutica. Método: Estudo piloto, prospectivo, na UTI Neonatal de Hospital universitário, durante 4 meses, com determinação da cocncentração sérica do pico e vale de Vancomicina. Critérios de inclusão: recém-nascidos (RN) que utilizaram Vancomicina, sem alteração prévia de função renal. As doses e intervalos foram inicialmente prescritos em conformidade com o Neofax 2003. O pico de concentração foi determinado pela coleta de sangue 1 hora ap´so término da infusão da 1ª dose de Vancomicina, considerando normal a variação de 20 a 40 mcg/ml. O vale foi determinado à partir da 2ª dose, 10 minutos antes da infusão da droga, com variação adequada entre 5 e 10mcg/ml. Variáveis estudadas: peso de nascimento (PN), idade gestacional (IG), sexo, Apgar < 6 no 5º minuto, persistência de canal arterial (PCA), alteração de função renal, uso concomitante de Amicacina e furosemida, concentração inadequada de pico e vale, mudança de doses e/ou intervalos. Estatística: análise descritiva com cálculo de média e desvio padrão, tabelas de freqüência e associação. Resultados: Do total de 7RN avaliados, a média de RN e IG foi de 2178g e 33 semanas respectivamente, 86% eram do sexo masculino, 14% apresentaram apgar < 6 no 5º minuto. 57% evoluíram com PCA. O uso associado de Vancomicina e Amicacina ocorreu em 43% dos casos e de Vancomicina e furosemida em 14%. Alteração da função renal foi observada em 28% dos RN estudados.Ao avaliarmos a adequação da concentração sérica de Vancomicina frente as doses e intervalos prescritos, constatamos que 57% apresentaram pico inadequado e 71% vale inadequado, sendo necessário ajustes de doses e intervalos. Conclusões: Muito embora este estudo seja um piloto r.

94.
PRESTES, A C Y ; GUINSBURG, R ; BALDA, R C X ; MENDES, A J C ; PACHI, P R ; RUGOLO, L M S S ; MARBA, S T M ; BENTLIN, M. R. . Epidemiologia da dor aguda em unidades de terapia intensiva neonatal universitária: freqüência do emprego de analgésicos. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 167.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: embora o alívio da dor seja um dos princípios básicos da medicina, na prática, o subtratamento da dor, especialmente em neonatos, ainda é freqüente. Objetivo: Verificar a freqüência com que são empregados analgésicos para o alívio da dor desencadeada por procedimentos invasivos em recém-nascidos (RN) internados em unidades de terapia intensiva (UTI) universitárias e verificar o perfil de uso de medicamentos para o alívio da dor: droga escolhida, critérios de indicação e fatores associados ao emprego sistêmico de analgésicos. Método: coorte prospectiva avaliada entre 1º a 31 de outubro de 2001 de todos os RN internados em quatro UTI universitárias neonatais. Dados coletados características gerais das unidades: dados demográficos dos RN internados; morbidade clínica durante a internação em UTI: a presença e a freqüência do emprego de analgésicos. Realizou-se a análise estatística descritiva e a seguir a regressão logística para verificar os fatores associados ao uso de analgesia nesta população. Resultados: No pe´riodo do estudo foram internados 91 RN, que comntabilizaram 1025 pacientes dia. A média do peso de nascimento foi de 1889g, da idade cronológica na entrada do estudo de 15 dias e da idade gestacional 34 semanas. Dos 91 RN, 63% estavam sob ventilação mecânica sistêmica. Não foi administrada nenhuma medicação específica para o alívio da dor aguda durante os seguintes eventos dolorosos: intubações traqueais, punções arteriais venosas, capilares e lombares. Os RN já estavam sob analgesia sistêmica em 41% das punções arteriais em 29% das venosas, em 27% das capilares, em 40% das lombares e em 28% das intubações traqueais. Na inserção de dreno de tórax, 100% dos RN receberam analgesia específica. Para a passagem de cateteres centrais (flebotomia e/ou PICC), 37% dos RN receberam analgésicos. Dos 17 RN nos três primeiros dias de pós-operatório, apenas 9 receberam alguma dose de analgésico e, dos 10 RN com enterocolite necrosante, 8 não receberam.

95.
BALDA, R C X ; GUINSBURG, R ; ALMEIDA, M F B ; BORROZZINO, R ; SALZEDAS, C G F ; FIORI, R M ; PROCIANOY, R ; SILVEIRA, R C ; MARBA, A T M ; BONFIM, O ; LOPES, J M ; MARTINEZ, F E ; TRINDADE, C E P ; RUGOLO, L M S S ; BENTLIN, M. R. ; LEONE, C R ; SADEK, L R . Quais são os fatores que influenciam os neonatologistas a achar que um procedimento comum em UTI neonatal leva à dor intensa e que é necessário aliviar esta dor?. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 169.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: a inflência de fatores relacionados ao profissional que avalia a presença e a intensidade da dor no que se refere a decisão terapêutica é um problema adicional à já complicada abordagem da dor nas UTI neonatais. Objetivo: verificar os fatores relacionados aos neonatologistas que interferem na internação de uso sistemático de analgesia para procedimentos que causam dor intensa. Métodos> estudo transversal que incluiu 177 neonatologistas e 45 residentes/especializandos em neonatologia que atuam em 8 centros universitários brasileiros e que consentiram em participar. Distribuiu-se um questionário com dados pessoais, profissionais e opiniões acerca da dor no RN. Para cada um dos 15 procedimentos dolorosos freqüentes em UTI neonatal, solicitou-se que cada entrevistado assinalasse em uma linha horizontal de 10 cm (escala analógica visual) quanto de dor ele achava que o RN sentia (dor intensa escore > 7cm, dor moderada entre 4-6cm e dor leve < 3cm). Os entrevistados assinalavam também com que freqüência (sempre, freqüente, às vezes, raro ou nunca) achavam necessário administrar analgesia para cada procedimento. Para a análise, utilizou-se a técnica de regressão logística com a estratégia stepwise selection, com o SPSS 12.0®. assim, no universo de 3330 procedimentos analisados (222 entrevistados vezes 15 procedimento) escolheu-se como variável resposta a situação na qual o profissional assinalava o procedimento com escore > 7cm e respondia que raramente ou nunca, para este procedimento, o RN deveria receber analgesia. Definiu-se como variáveis independentes as seguintes: sexo, filhos (presente/ausente), anos de formado, anos de residência em pediatria, anos de especialização em neonatologia, trabalho exclusivo com RN (sim/não) e trabalho exclusivo em UTI (sim/não). Resultados: Dos 3330 procedimentos analisados, em 1378 os neonatologistas pontuaram a dor como intensa. Em 1319 destes procedimentos, os profissionais achavam que a dor deles derivada deveria ser.

96.
BENTLIN, M. R.; CUNHA, M L R S ; LYRA, J C ; BATALHA, J E N ; MARCONI, C ; RUGOLO, L M S S . Culturas de pontas de cateteres e infecção relacionada a cateteres no período neontal. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 172.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: Catetreres vasculares são utilizados com freqüência em prematuros e uma das principais complicações do uso é a infeção relacionada a cateter (IRC). Culturas de cateteres podem auxiliar no diagnóstico de IRC. Objetivos: Determinar a positividade das culturas de cateteres., fatores associados à colonização, associação com IRC. Obetivos: determinar a positividade das culturas de cateteres, fatores associados à colonização, associação com IRC, principais agentes e acurácia das culturas. Métodos: estudo prospectivo, realizado na UTI Neonatal, após aprovação do CEP, no período de junho de 2001 a maio de 2003. Foram encaminhadas para cultura todas as pontas de cateteres de RN com suspeita ou não de IRC. Foram excluídos os casos sem descrição de dados clínicos ou aqueles que não tiveram coleta de hemocultura no período de 7 dias antes ou após a retirada do cateter. Em todos os cateteres foram realizadas culturas qualitative (imersão de pontas em BHI) e semi-quantitativa (rolagem de segmentos do cateter em Apgar sangue com contagem de colônias ao detectar-se crescimento). Considerou-se colonização a presença de 315 Unidades Formadoras de Colônias (UFC). IRC foi definida como sinais e sintomas de infecção na presença de pelo menos uma hemcultura positiva em RN com cateter vascular. Para análise de fatores associados à colonizaçao pela cultura semi-quantitativa. RN foram divididos em 2 grupos: G1 RN com < 15UFC (cateter negativo) e G2 RN com 315 UFC (cateter positivo) e estudados quanto a: peso nascimento (PN), idade gestacional (IG), idade pós-natal, tipo de cateter e tempo de permanência, uso de antibióticos (ATB) e NPP, tempo de internação. Foram identificados microorganismos isolados de culturas de cateteres e sangue. Diferenças entre grupos foram avaliadas pelo qui-quadrado com significância estatística se p<0,05. Acurácia das culturas foi determinada por sensibilidade(S) e especificidade (E). Resultados: foram estudados 85 cateteres de 63 RN, destes, 40.

97.
BENTLIN, M. R.; CUNHA, M L R S ; LYRA, J C ; BATALHA, J E N ; MARCONI, C ; CORRENTE, J E ; RUGOLO, L M S S . É a cultura semi-quantitativa da ponta de catéter útil no diagnóstico de infecção relacionada a cateteres em recém-nascidos?. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 173.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: a cultura semi-quantitativa das pontas de cateteres tem sido utilizadas para detectar infecção relacionada a cateteres (IRC). Isolamento 315 Unidades Formadoras de Colônicas (UFC) sugere IRC. Entretanto, o ponto de corte baseado no número de UFC que melhor se corrlaciona com infecção, permanece por ser melhor investigado. Objetivos: Determinar número de UFC que melhor se correlaciona com a presença de IRC em recém-nascidos. Métodos: estudo prospectivo realizado na UTI Neonatal de Hospital Universitário, após aprovação do CEP, no período de junho de 2001 a maio de 2003. Para realização da cultura semi-quantitativa os segumentos de cateteres foram relados em Agar sangue e as placas incubadas a 37ºC/72h, com contagem das colônias ao detectar-se crescimento. IRC foi definida como sinais e sintomas de infecção na presença de pelo menos uma hemocultura positiva em RN com cateter vascular, com o mesmo agente isolado em hemocultura periférica. Foram incluídas no estudo todas as pontas de cateteres encaminhadas para realização de cultura, e excluídos os casos sem descrição de dados clínicos ou aqueles que não tiveram coleta de hemocultura no período de 7 dias antes ou após a retirada do catéter. Os microorganismos isolados das culturas de cateteres e sangue foram identificados e submetidos à antibiograma. Para análise estatística o ponto de corte foi determinado pela curva de operação resposta "Receiver Operator Characteristic" - Curva ROC. O padrão ouro correspondeu ao diagnóstico de certeza de IRC com islamento do mesmo agente (espécie e antibiograma) em sangue e catéter. Acurácia da cultura foi obtida pelo cálculo de sensibilidade (S) e especificidade (E), e a probabilidade da IRC foi calculada a partir do valor preditivo positivo (VPP) e valor preditivo negativo (VPN). Resultados: foram estudados 85 cateteres provenientes de 63RN, sendo o tamanho amostral adequado para a determinação dos pontos de corte estudados. Dos 85 cateteres estudados, 41(48,2%) não a.

98.
BENTLIN, M. R.; HASHIMOTO, M ; RUGOLO, L M S S ; RUGOLO JÚNIOR, A ; PERAÇOLI, J C . Zinco sérico na pré-eclâmpsia: valores em mães, cordão umbilical e recém-nascidos. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 204.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: nos países em desenvolvimento, a deficiência de nutrientes como zinco, parece ser relevante na incidência de distúrbios hipertensivo na gravidez. Entretanto, o status do zinco materno como mediador de resultados perinatais é controverso. Objetivos> Analisar os níveis de zinco em soro materno, de cordão umbilical e do recém-nascido (RN) em gestações complicadas pela pr-eclâmpsia. Métodos: Estudo prospectivo, tipo coorte, realizado após aprovação do CEP, entre agosto de 1995 e julho de 1996, envolvendo RN de mães com pré-eclâmpsia diagnosticada nbo serviço, que preencheram os critérios de inclusão: feto único, nascido vivo no serviço, obtenção de amostra sanguínea de mãe, cordão umbilical e RN no 2º dia de vida. As gestantes que evoluíram pra eclâmpsia iminente receberam sulfato de magnésio (MgSO4), que foram comparados com um grupo controle (G3) constituído por filhos de mães normotensas, nascidos neste período e pareados pela idade gestacional. Variáveis independentes: idade gestacional, peso de nascimento, adequação peso/idade gestacional, tipo de parto, Apgar de 1º e 5º minutos. Variáveis dependentes: níveis séricos de zinco. O zinco foi dosado por espectrofotometria de absorção atômica. Estatística: análise de variância (ANOVA) com teste de Tukey ou Kruskal-Wallis seguida pelo método de Dunn; teste do qui-quadrado ou exato de Fisher; correlação linear para os valores de zinco em mãe e cordão. Nível de significâncai 5%. Resultados: foram estudados 44 RN de mães com pré-eclâmpsia distribuídos em G1 (n=20) e G2(n=24), comparados com 14 RN controle (G3). Em G1 houve maior proporção de cesárea (p=0,011): a idade gestacional (G1= 32,5 X G2=37 sem) e o peso de nascimento (G1=1763 X C2=2509 X C3=2740g) foram menores (p=0,002). 50% dos RN foram pequenos para idade gestacional enquanto nos demais grupos esta ocorrência foi de 25% (p=0,113). A mediana do Apgar de 1º minuto foi 7(G1) X 8(G2) X 8(G3), p=0,058 e no 5º minuto foi 9 nos 3 grupos. Os níveis sérico.

99.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO JÚNIOR, A ; HASHIMOTO, M ; TRINDADE, C E P ; RUGOLO, L M S S . Análise clínica e laboratorial da sepse tardia em prematuros. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 252.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: sepse tardia é doença freqüente e grave em prematuros, com quadro clínico e laboratorial inespecífico, o que dificulta o diagnóstico. Objetivos> avaliar parâmetros clínicos e laboratoriais da sepse tardia em prematuros. Métodos: Estudo prospectivo, tipo coorte, realizado na UTI Neonatal em 2001, após aprovação do CEP da Instituição e consentimento dos pais. a casuística foi constituída por 36 prematuros distribuídos em 2 grupos. G1: 19 RN sépticos e G2: 17 RN não infectados. Sepse tardia foi definida como clínica de infecção e cultura positiva em sangue, líquor ou urina, após 48h de vida. Foram incluídos prematuros com suspeita de sepse desde que a idade pós-natal estivesse entre 3 e 28 dias, a idade gestacional entre 25 e 36 semanas completas, peso de nascimento superior à 750g, sem malformações, sem evidência clínica ou sorológica de infecção congênita. Foram excluídos prematuros com infecção localizada. Variáveis clínicas incluíram: caracterização do RN, apgar, reanimação em sala de parto, procedimentos, evolução da sepse. Laboratoriais: hemograma, PCR, glicemia, líquor e culturas. Resultados foram expressos em média e desvio padrão ou mediana e percentis. Diferenças entre os grupos foram avaliadas pelo teste do qui-quadrado, teste exato de Fisher ou teste t, com significância estatística quanto p<0,05. Resultados: 53 RN foram investigados e 17 RN foram excluídos por apresentarem infecção localizada. 36 RN foram íncluídos sendo 19 em G1 (séptico) e 17 em G2 (não infectado). Não houve diferença entre os grupos quanto ao peso de nascimento (1354 X 1514g, p=0,247), idade gestacional (31 X 31 sem. p =0,666) e idade pós-natal (9,7 X6,9 dias, p=0,061). No grupo séptico 75% dos RN eram de muito baixo peso, 53% masculinos, 84% adequados para idade gestacional, 68% nasceram por cesária, 58% necessitaram reanimação, sem diferença em relação ao grupo não infectado. Procedimentos mais freqüentes em G1 X G2: antibioticoterapia (p=0,307), ventilação mecânica.

100.
BENTLIN, M. R.; SOARES, G H ; MONTELLI, A C ; RUGOLO, L M S S ; LUCA, A K C ; SAITO, A ; LYRA, J C ; BOSSOLAN, G . Perfil bacteriológico das infecções de corrente sangüínea em UTI neonatal durante 5 anos. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 233.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: Infecção hospitalar (IH) é problema freqüente e grave em UTI neonatal e uma das principais causas de mortalidade. Com a maior sobrevida de prematuros e uso de procedimentos como cateteres. NPP e a antibioticoterapia, houve mudança no perfil bacteriológico das IH, com surgimento de bactérias multiresistentes. Obetivos: avaliar o perfil bacteriológico das infecções de corrente sanguínea durante 5 anos em UTI Neonatal de Hospital Universitário. Métodos: estudo epidemiológico, retrospectivo, tipo coorte, realizado em UTI neonatal de hospital universitário, por meio de levantamento de todas as hemoculturas realizadas no período de janeiro de 1999 à dezembro de 2003. Foram incluídas todas as hemoculturas positivas no periodo e excluídas aquelas que apresentassem crescimento de mais de um patógeno na mesma cultura. Os dados obtidos, foram analisados por tabelas de frqÜência e associação e cálculo de média e desvio padrão. Resultados: No total de 1921 admissões ocorridas no período, houveram 386 hemoculturas positivas (20/100 admissões) sendo identificados 286 agentes em 225 pacientes (1,27 infeções /RN). Entre os 286 agentes, 49,6% (142) foram bactérias Gram-positivas. 38,2% (109) Gram-negativod 12,2% (35) fungos. Os principais agentes isolados em hemocultura foram: Estafilococos coagulose negativa responsável por 43% das infecções, Klebsiela pneumonia por 13% e Cãndida sp por 12%. Ao analisarmos a distribuição anual dos agentes observamos que em 1999, 48% da infecções foram causadas por bactérias Gram-negativas, atingindo o menor valor em 2001 com 21% e posterior ascenção em 2002 e 2003 situando-se ao redor de 43%. Das 109 bactérias Gram-negativas isoladas as mais freqüentes foram: Klebisiela pneumoniae (33%), Enteribacter sp (16,5%) e Pseudomonas sp (16,5%). Quanto à disbribuição das bactérias Gram-positivas observamos que em 1999 corresponderam a 47%, atingindo seu pico máximo em 2001 com 56%, com queda nos anos subsequentes situando-se em 48% em 2003..

101.
PRIGENZI, M L H ; RUGOLO, L M S S ; BENTLIN, M. R. ; TRINDADE, C E P . Morbimortalidade de recém-nascidos de pré-termo de muito baixo-peso no período de 1995 a 2000. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 246-247.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Embora tenham ocorrido avanços na assistência perinatal a morbimortalidade dos recém-nascidos de muito baixo-peso (RNMBP) permanece elevada. Assim tivemos como objetivo avaliar em RNMBP a ocorrência de doenças e os óbitos relacionados, as melhorias na assistência e os fatores contribuintes comparando dois períodos, 1995 a 1997 e 1998 a 2000. Casuística e Métodos: A população de estudo foi constituída por todos os recém-nascidos, de pré-termo (< 37 semanas de idade gestacional) nascidos no período de 1995 a 2000, com pesos de nascimento < 1500g, tendo resultado em 451 recém-nascidos, assim distribuídos: 210 RN no período 1995-1997 e 241 RN no período 1998-2000. O estudo foi descritivo, retrospectivo, de corte transversal e base populacional. Para estudo das associações entre as variáveis qualitativas utilizou-se o teste de Qui-quadrado de Pearson ou oteste exato de Fisher e para análise multivariável foi realizada a regressão logística com p<0,05. Resultados: O peso de nascimento foi no primeiro período (média +/-DP) 1.064+/- 285g (min.330g, máx.1490g) e no segundo período 1.142 +/- 254g (min.430g máx. 1.495g). A idade gestacional foi de 30.2 +/- 3 semanas e 30.5 +/-2,5 semanas respectivamente. Verificou-se elevada incidência de RNMBP de 5,3%, tendo aumentado de 5,18% para 5,4% no período 1998-2000. Quanto aos óbitos associados às doenças do s RNMBP, observou-se que a mortalidade destes RN foi significativamente elevada para a síndrome do desconforto respiratório - SDR (44,5% e 41,5%) e sepse precoce (51,7% e 54,7%) nos dois períodos e para hemorragia peri-intraventricular (HPIV) no primeiro período (52,5%), sendo mais freqüente nos sobreviventes no segundo período, com p<0,05. Observou-se na regressão logística que a SDR graus III e IV aumentou 17,8 vezes o risco de morte no período de 1995 a 1997, a presença da persistência do canal arterial aumentou em quatro vezes e a sepse precoce 2,7 vezes o risco de óbito no mesmo período. Tanto a sepse precoce como a tardi.

102.
RUGOLO, L M S S ; BENTLIN, M. R. ; HASHIMOTO, M ; RUGOLO JÚNIOR, A ; DALBEN, I ; TRINDADE, C E P ; MERENDA, F C ; WATANABE, M O . Crescimento de prematuros de extremo baixo peso nos primeiros 3 anos de vida. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 253-254.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Introdução: A sobrevida de prematuros menores que 1000g (extremo baixo peso=EBP) tem aumentado, mas o prognóstico de crescimento e desenvolvimento destas crianças, em nosso meio, é pouco conhecido. Objetivos: analisar o padrão de crescimento de prematuros de EBP nos primeiros 3 anos de vida e a influência da displasia broncopulmonar (DBP). Métodos:estudo de coorte, envolvendo prematuros de EBP, nascidos em Centro Universitário, no período de 1990 a 2000 e que preencheram os critérios de inclusão: 4 ou mais consultas no ambulatório de Follow-up nos primeiros 2 anos de vida; ausência de malformação, síndrome genética e infecção congênita. Conforme a presença ou não de DBP, efeinida pro alterações radiológicas e dependência de oxigênio aos 28 dias, foram constituídos os 2 grupos de estudo. A idade gestacional foi corrigida até 2 anos. Crescimento em peso, comprimento e perímetro cefálico foram avaliados pelo escore Z ao nascimento, 40 semanas de idade corrigida, em cada trimestre do 1º ano cada semestre no 2º e 3º asno. Variação no escore Z 30,67 definiu catch-up de peso, comprimento e perímetro cefálico. Estatística: Teste t ou Mann-Whitney e qui-quadrado, com significância em 5%. Resultados: Dos 82 EBP egressos da UTI Neonatal no período, 70 foram estudados , sendo 41 DBP e 29 sem SBP. A idade gestacional foi menor nos DBP (27 X 29 semana; p<0.001), sem diferenças no peso de nascimento (830g X 900g), proporção de pequenos para a idade gestacional (39% X 45%) e de meninas (58% X 79%). Nos 2 grupos o aleitamento materno foi raro (22%) e ocorreu apenas no 1º trimestre: a morbidade respiratória foi elevada até 18 meses, 32% com DBP e 24% sem DBP foram re-internados no 1º ano (p=0,673). Ao nascimento os escores Z nos grupos DBP e sem DBP foram: comprimento:-6,55 e -8,16; peso:-3,97 e -4,04; perímetro cefálico: -8,09 e -8,09, sem diferenças significantes. O grupo DBP teve scores Z significativamente menores para peso e comprimento no 1º semestre e perímetro cefálico no.

103.
ZANCHETTA, S ; REZENDE, L A L ; BENTLIN, M. R. ; BOSSOLAN, G ; RUGOLO, L M S S ; TRINDADE, C E P . Estudo da ocorrência de perda auditiva neurosensorial e do desenvolvimento de habilidades auditivas em crianças nascidas pré-termo e de muito baixo peso dos 2 aos 24 meses de idade corrigida. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 292.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
O presente trabalho investiga perda auditiva neurosensorial e desenvolvimento de habilidades auditivas (localização sonora e reconhecimento de comandos verbais), em crianças de 2 a 24 meses de idade, nascidas pré-termos e de muito baixo peso (RNMBP). A população inicial de estudo foi constituída por 67 crianças nascidas na Maternidade da Instituição. Das 67 crianças iniciais, 45 preencheram os critérios de inclusão pré-estabelecidos e apresentavam peso médio de 1153g e idade gestacional 29 semanas. O estudo doi prospectivo e longitudinal, sendo os primeiros dois anos divididos em 8 trimestres e as crianças avaliadas segundo a idade cronológica (ICr) e corrigida (IC). o procedimento de avaliação quantitativa da acuidade foi o brain evoked response auditory (BERA), realizado nas 45 crianças. as 36 crianças com acuidade auditiva normal, sem retinopatia da prematuridade e encefalopatia infantil, foram avaliadas periodicamente quanto às habilidades auditivas. Os resultados mostraram perda auditiva neurossensorial em 3 (6,6%), associada significativamente com síndrome de desconforto respiratório grausIII/IV (p=0,006) e a terapia de reposição de surfactante (p=0,015). Em relação às habilidades auditivas de localização sonora e reconhecimento de comandos verbais, com utilização da IC, observou-se ocorrência de respostas inadequadas em todos os trimestres. Ao final dos períodos determinados pela literatura como aqueles nos quais as crianças teriam adquirido todos os respectivos comportamentos (16º e 18º meses), as ocorrências de respostas inadequadas foram elevadas para IC e também ICr. Após estas idades, até os 24 meses, houve diminuição das respostas inadequadas. enretanto, 22 a 30% das crianças permaneceram com respostas inadequadas para as duas habilidades e para as duas formas de avaliação das idades. Concluímos que neonatos de MBP avaiados até 24 meses de idade apresentam atraso do desenvolvimento das habilidades auditivas de localização sonora e reconhecimento de.

104.
CARVALHO, S M ; RUGOLO, L M S S ; WATANABE, M O ; MIRA, K Z S ; BENTLIN, M. R. ; RODRIGUES, L R . Colonização fúngica em RN de muito baixo peso: grande problema em UTI neonatal. In: XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004, São Paulo. Anais do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2004. p. 321.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Colonização fúngica é freqüente em prematuros de muito baixo peso (MBP) e fator de risco para a ocorrência de candidíase sistêmica, mas o uso de profiláticos de anti-fúngicos é questionável pelo risco de desenvolvimento de resistência. objetivo: determinar o padrão de colonização fúngica em RN de muito baixo peso, a ocorrência de infecção e os fatores de risco associados. Método: Estudo de coorte na UTI neonatal, durante 6 meses, com prematuros de muito baixo peso, admitidos nas primeiras 48 hoas de vida. Excluídos os RN que não completaram a investigação ou que receberam profilaxia anti-fúngica nas primeiras 3 semans de ida. Os prematuros foram avaliados no 3º, 7º. 14º e 28º dias de vida quanto à: presença de fatores de risco, culturas para fungos de swab anal, de períneo e nasofaringe ou traquéia. Desfechos: candidíase mucocutânea, sistêmica e óbito durante a internação. Foram constituídos 2 grupos: Colonizados e Não colonizados, que foram comparados quanto à: características demográficas, fatores de risco, ocorrência de infeção fúngica e óbito. Foi investigado a época e o sítio de colonização. Na comparação do grupos utilizou-se teste t, Mann-Whitney e teste exato de Fisher, com significância em 5%. Foram avaliados os dados preliminares de maio a junho de 2004. Resultados: Dos 19 pacientes internados no período, 3 foram excluídos por não completarem a investigação. Na amostra de 16 MBP, 43% (7 RN) colonizaram até a 3ª semana de vida, com 5 casos já na 1ª semana. Colonização anal foi a mais freqüente. Cândida albicans foi isolada em 6 casos e parapsilosis em um. Os grupos não diferiram quanto à idade gestacional (média: 30 semanas), peso nascimento (1081 X 1086), uso de corticóide ante-natal (43% X 89% p=0,10), parto cesárea (57% X 67% p=1,0), presença de fatores de risco (71% X 56% p =0,63), mas infecção fúngica ocorreu somente nos colonizados (p<0,001) sendo 3 casos de candidíase mucocutânea e 3 sistêmica (estes últimos em prematuros < 1000g). Houveram 4 óbi.

105.
BOTTINO, J ; RUGOLO, L M S S ; SCUDELER, S R M ; BENZAQUEM, G ; BENTLIN, M. R. . Humanização da assistência materno-infantil em um hospital de nível terciário. In: 12º Congresso Médico Acadêmico de Botucatu, 2003, Botucatu. Anais do 12º Congresso Médico Acadêmico de Botucatu, 2003. p. PO015.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Objetivo: conhecer o perfil materno e avaliar os aspectos positivos e negativos da assistência materno-infantil em hospital universitário terciário. Métodos: estudo de corte transversal com 180 puérperas em 2 enfermarias (Alojamento Conjunto AC: 30 adultas primíparas, 30 adultas multíparas e 30 adolescentes. Berçário interno-BI: 30 adultas primíparas, 30 adultas multíparas e 30 adolescentes) no HC FMB UNESP. A entrevista foi realizada no 2º - 3º dias pós-parto. REsultados: principais dados maternos foram: baixo nível sócio-econômico, muitas gestações complicadas e baixa freqüência de gravidez planejada nas adolescentes. O desejo de ter outro filho foi raro nas adolescentes e adultas primíparas do BI. Não houve aspectos preocupantes quanto aos RN, exceto alta proporção de baixo peso e Apgar baixo no BI. Ansiedade foi sentimento muito freqüente e intenso em todos os grupos antes e depois do parto. Medo e insegurança foram também freqüentes antes do parto, mas diminuíram depois do nascimento. Amor, felicidade e responsabilidade foram presentes em quase toda a amostra, antes e depois do nascimento do bebê. O local de hospitalização influenciou os sentimentos maternos, com maior preocupáo com a saúde do RN e à estar junto dele entre as mães do BI. Respostas a todas as questões a respeito da assistência foram muito positivas de forma geral, mas foram identificados alguns aspectos de preocupação: a amamentação não foi valorizada o suficiente pelas mães; pensamentos de morte do bebê foram comuns; apesar de a maioria das mães conversarem com seus médicos, menos da metade sabia quem eles eram.

106.
BENTLIN, M. R.; BONATTO, R C ; MARTINS, A S ; SAITO, A ; DE LUCA, A K C ; BOSSOLAN, G ; LYRA, J C ; RUGOLO, L M S S ; SOARES, G H ; OLIVEIRA, J G . Sildenafil como vasodilatador pulmonar em cardiopatia congênita com hipertensão pulmonar. In: 32º Congresso Brasileiro de Pediatria, 10º Congresso Paulista de Pediatria, 2003, São Paulo. CD-Rom do 32º Congresso Brasileiro de Pediatria, 10º Congresso Paulista de Pediatria, 2003.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Digital.
A hipertensão pulmonar, doença de alta morbimortalidade no período neonatal é de etiologia multifatorial, podendo associar-se à aspiração de mecônio, hérnia diafrgamática, infecção, asfixia perinatal e as cardiopatias congênitas. O tratamento objetiva a estabilização cardiovascular, oxigenação e a redução na pressão da artéria pulmonar, com vasodilatadores óxido nítrico, antagonistas de canais de cálcio, prostaciclinas. O Sildenafil é potente inibidor da ligação do GMPc-fosfodiesterase-5 específico (PDE-5), aumentando as concentrações de GMPc, que é responsável pelo relaxamento da musculatura lisa vascular. A literatura refere o uso de sildenafil em recém-nascidos com hipertensão pulmonar, para potencializar a ação do óxido nítrico ou na sua retirada, por manter níveis de GMPc na vasculatura pulmonar. Apresentamos um caso de RN de termo, feminino, pesando 2555g, com diagnóstico por ecocardiograma e cateterismo de dupla via de saída de ventrículo direito, hipoplasia de tronco pulmonar e ramos pulmonares e CIV suaórtico. Foi submetida à Blalock na primeira semana de vida. No pós-operatório evoluiu com hipertensão pulmonar (60mmHg), baixo débito cardíaco, hipoxemia persistente mantendo saturação de 70%, não responsiva à terapêutica incluindo óxido nítrico, porém com melhora da oxigenação quando da infusão endovenosa de PGE1, não tolerando a sua retirada. Após várias tentativas de retirada da PGE1 sem sucesso, optou-se pelo uso do sildenafil. Após obtenção do consentimento por escrito dos pais, foi introduzido aos 2 meses o Sildenafil na dose de 0,5mg/kg a cada 6 horas. Houve melhora rápida na oxigenação e 48 horas após foi possível suspender a infusão contínua de.

107.
BENTLIN, M. R.; HADDAD, G R ; MENDES, V M D ; ROMERO, F R ; BORGES, J P G ; RUGOLO, A ; TRINDADE, C E P ; HASHIMOTO, M ; RUGOLO, L M S S . Características da assistência noenatal imediata em um centro terciário. In: 32º Congresso Brasileiro de Pediatria, 10º Congresso Paulista de Pediatria, 2003, São Paulo. CD-Rom do 32º Congresso Brasileiro de Pediatria, 10º Congresso Paulista de Pediatria, 2003.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Digital.
A transição do ambiente intra para o extra uterino é a fase do desenvolvimento em que o homem está mais susceptível à intercorrências. A assistência adequada em sala de parto favorece uma adequada transição e previne a asfixia, importante causa de mortalidade. Objetivo: avaliar a assistência neonatal imediata no HC FMB UNESP, caracterizando as gestantes, os recém-nascidos e a utilização de manobras de ranimação. Metodologia: estudo retrospectivo realizado na Unidade Neonatal deste HC no ano de 2000, por análise de porntuários de 1136RN de um total de 1347 nascimentos. A estatística constou da média e desvio padrão, tabelas de freqüência e associação. Resultados: a média da idade materna foi de 24 anos; paridade de 2,3 filhos. 22% eram tabagistas, 2% etilistas, 1,5% usuárias de drogas. 90% realizaram pré-natal. Principais patologias obstétricas: HIG(24%), ITU(17,5%), diabetes(&%), RPM ocorreu em 2% dos casos. 64% dos partos foram vaginais e o sofrimento fetal foi a principal indicação de cesária (48%). Do total de 1136 RN, 51,6% eram masculinos, a média depeso nascimento foi de 2900g±690 sendo 22,5% < 2500g e da idade gestacional foi de 37,4sem±3,2 com 24% de prematuros. Corticóide antenatal foi utilizado em 40% das gestações < 34sem. 204 RN (18%) necessitaram de manobras de reanimação, entre estes 88% (179)VPP; 44%(90) intubação sendo que destes, 45 foram intubados para aspiração de mecônio; 14,7%(30) drogas sendo 18(60%) antagonista opióide, 6 asrenalina, 4 bicarbonato e 2 expansores de volume; 9,3% (19) massagem cardíaca. Conclusões: a alta incidência de prematuridade e baixo peso justificam-se por ser um hospital terciário que atende gestações de alto risco..

108.
HADDAD, G R ; BORGES, J P G ; MENDES, V M D ; ROMERO, F R ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L . Características da assistência neonatal imediata em um centro terciário. In: XI Congresso Médico Acadêmico de Botucatu, 2003, Botucatu. CD-Rom do XI Congresso Médico Acadêmico de Botucatu, 2003.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Digital.
A transição do ambiente intra para o extra uterino é a fase do desenvolvimento em que o homem está mais susceptível à intercorrências. A assistência adequada em sala de parto favorece uma adequada transição e previne a asfixia, importante causa de mortalidade. Objetivo: avaliar a assistência neonatal imediata no HC FMB UNESP, caracterizando as gestantes, os recém-nascidos e a utilização de manobras de ranimação. Metodologia: estudo retrospectivo realizado na Unidade Neonatal deste HC no ano de 2000, por análise de porntuários de 1136RN de um total de 1347 nascimentos. A estatística constou da média e desvio padrão, tabelas de freqüência e associação. Resultados: a média da idade materna foi de 24 anos; paridade de 2,3 filhos. 22% eram tabagistas, 2% etilistas, 1,5% usuárias de drogas. 90% realizaram pré-natal. Principais patologias obstétricas: HIG(24%), ITU(17,5%), diabetes(&%), RPM ocorreu em 2% dos casos. 64% dos partos foram vaginais e o sofrimento fetal foi a principal indicação de cesária (48%). Do total de 1136 RN, 51,6% eram masculinos, a média depeso nascimento foi de 2900g±690 sendo 22,5% < 2500g e da idade gestacional foi de 37,4sem±3,2 com 24% de prematuros. Corticóide antenatal foi utilizado em 40% das gestações < 34sem. 204 RN (18%) necessitaram de manobras de reanimação, entre estes 88% (179)VPP; 44%(90) intubação sendo que destes, 45 foram intubados para aspiração de mecônio; 14,7%(30) drogas sendo 18(60%) antagonista opióide, 6 asrenalina, 4 bicarbonato e 2 expansores de volume; 9,3% (19) massagem cardíaca. Conclusões: a alta incidência de prematuridade e baixo peso justificam-se por ser um hospital terciário que atende gestações de alto risco..

109.
RUGOLO JÚNIOR, A. ; TRINDADE, C E P ; RUGOLO, L M S S ; BENTLIN, M. R. ; BOSSOLAM, G. ; MIRANDA, A. F. M. ; WEY, M. ; FERREIRA, N. F. . Níveis plasmáticos de vitamina A em recém-nascidos de pré termo de muito baixo peso e relação com a displasia broncopulmonar. In: Congresso Brasileiro de Pesquisa em Saúde da Criança e do Adolescente e Congresso Brasileiro sobre o Ensino em Pediatria, 2002, São Paulo. Anais do Congresso Brasileiro de Pesquisa em Saúde da Criança e do Adolescente e Congresso Brasileiro sobre o Ensino em Pediatria, 2002. p. 42.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Justificativa: A incidência de displasia broncopulmonar (DBP) é alta em prematuros de muito baixo peso e a deficiência de vitamina A tem sido implicada em sua patogênese. Objetivo: Avaliar a condição de vitamina A em prematuros de muito baixo peso e sua relação com a DBP. Material e Métodos: Colhidas amostras de sangue materno, do cordão umbilical e do recém-nascido em 3, 14 e 28 dias, para dosagem do retinol plasmático, por cromatografia líquida de alta resolução. Foram estudados 34 recém-nascidos (peso médio de 1156g+-248 e 30 semanas de idade gestacional), divididos em 2 grupos: Sem DBP (n=24) e com DBP (n=10). Analisou-se: as características materas, aevolução neonatal, os níveis de retinol e a oferta de vitamina A. Utilizou-se o: teste t, Mann-Whitney, teste de Goodman, Wilcoxon, Freedman e o coeficiente de correlação de Pearson. Resultados: As características maternas não diferiram enrtre os grupos, 72% das mães receberam corticóide ante-natal. A síndrome do desconforto respiratório, persistência do canal arterial, infecção neonatal e hemorragia peri-intraventricular associaram-se com DBP. O retinol ao nascimento não diferiu entre os grupos com valores de 26,07 ug/dl em cordão e 53,14ug/dl na mãe. Em ambos os grupos o retinol aumentou do nascimento até o 14o. dia quando ocorreu o pico máximo (sem DBP=40,40ug/dl e com SPB=59,88ug/dl). No 28o. dia o nível de retinol foi maior no grupo co DBP. A oferta de vitamina A diferiu entre os grupos, sendo maior e predominantemente por via enteral no grupo Sem DBP. No grupos com DBP a via predominante foi parenteral. Conclui-se que, com a prática nutricional vigente, os prematuros de muito baixo peso mantém níveis plasmáticos de vitamina A adequados. Os níveis de vitamina A não se relacionam com a ocorrência de DBP..

110.
BOSSOLAN,G. ; RUGOLO,L.M.S.S. ; COSTA,A.B. ; CALDERON,I.M.P. ; BENTLIN, M. R. ; DE LUCA,A.K.C. ; FEKETE,S.M.W. . Resultados perinatais em gestantes diabéticas conforme classificação de GABBE. In: XVII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XIV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2001, Florianópolis-SC. Anais do XVII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XIV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2001. p. 302.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

111.
LYRA,J.C. ; FEKETE,S.M.W. ; BOSSOLAN,G. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO,L.M.S.S. . Diálise peritoneal em recém-nascidos com insuficiência renal aguda em unidade de te-rapia intensiva. In: XVII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XIV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2001, Florianópolis-SC. Anais do XVII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XIV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2001.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

112.
OLIVEIRA,J.G. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO,L.M.S.S. ; RUGOLO JR.,A. ; BOSSOLAN,G. ; LYRA,J.C. ; FEKETE,S. ; DE LUCA,K. ; TRINDADE,C.E.P. . Perfil das infecções hospitalares em unidade de terapia intensiva neonatal. In: XVII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XIV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2001, Florianópolis-SC. Anais do XVII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XIV Reunião de Enfermagem Perinatal, 2001. p. 125.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

113.
BENTLIN, M. R.; RIZZATO, A. B. P. ; PREARO, A. Y. ; FALEIROS, F. T. V. . A aprendizagem baseada em problemas no curso de Semiologia Pediátrica. In: Congresso Brasileiro de Pesquisa em Saúde da Criança e do Adolescente e Congresso Brasileiro sobre o Ensino em Pediatria, 2000, São Paulo - SP. Anais do Congresso Brasileiro de Pesquisa em Saúde da Criança e do Adolescente e Congresso Brasileiro sobre o Ensino em Pediatria, 2000.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

114.
TRINDADE, C. E. P. ; CORRALES, C. M. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO JUNIOR, A. . Morbimortalidade de recém-nascidos de pré-termo de muito baixo peso da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP. Comparação entre os períodos de 1990-1993 e 1994-1997. In: Congresso Brasileiro de Pesquisa em Saúde da Criança e do Adolescente e Congresso Brasileiro sobre o Ensino em Pediatria, 2000, São Paulo-SP. Anais do Congresso Brasileiro de Pesquisa em Saúde da Criança e do Adolescente e Congresso Brasileiro sobre o Ensino em Pediatria, 2000.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

115.
BAIALUNA, P. M. ; KEMP, R. ; TAKIGAWA, B. ; PAULINO, A. C. ; MACHADO, J. L. M. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO JUNIOR, A. . Diagnóstico e acompanhamento dos defeitos diafragmáticos congênitos: experiência no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu. In: IX Congresso Médico Acadêmico de Botucatu, 2000, Botucatu-SP. Anais do IX Congresso Médico Acadêmico de Botucatu, 2000.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

116.
PITANGUEIRA, R. B. ; FEKETE, S M W ; FERRAZ, P. F. ; DE LUCA, A K C ; BENTLIN, M. R. ; PADULA, N. . Complexo Esclerose Tuberosa em Recém-Nascidos - relato de um caso. In: XXXI Congresso Brasileiro de Pediatria, 2000, Fortaleza-CE. Anais do XXXI Congresso Brasileiro de Pediatria, 2000.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

117.
BENTLIN, M. R.; FEKETE, S M W ; DE LUCA, A K C ; RUGOLO, L M S S ; RUGOLO JUNIOR, A ; PITANGUEIRA, R. B. . Análise da colonização microbiana de recém-nascidos internados na UTI Neonatal do HC Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP. In: XXXI Congresso Brasileiro de Pediatria, 2000, Fortaleza-CE. Anais do XXXI Congresso Brasileiro de Pediatria, 2000.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

118.
DE LUCA, A K C ; BENTLIN, M. R. ; FEKETE, S M W ; RUGOLO, L M S S ; PITANGUEIRA, R. B. ; TRINDADE, C E P . Perfil de RN com infecções de corrente sanguínea confirmadas com hemoculturas positivas na UTI Neonatal do HC Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP -. In: XXXI Congresso Brasileiro de Pediatria, 2000, Fortaleza - CE. Anais do XXXI Congresso Brasileiro de Pediatria, 2000.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

119.
BENTLIN, M. R.; FEKETE, S M W ; DE LUCA, A K C ; RUGOLO, L M S S ; RUGOLO JUNIOR, A ; PITANGUEIRA, R. B. . Análise da colonização microbiana de recém-nascidos internados na UTI Neonatal do HC Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP. In: XXXI Congresso Brasileiro de Pediatria, 2000, Fortaleza-CE. Anais do XXXI Congresso Brasileiro de Pediatria, 2000.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

120.
OLIVEIRA, J G ; HASHIMOTO, M ; RUGOLO, L M S S ; GOMES, A. G. L. ; BENTLIN, M. R. ; SALLES, M. A. A. . Avaliação das principais dificuldades nos cuidados de recém-nascidos de termo e prematuros na primeira consulta. In: 5º Congresso Latino Americano de Perinatologia, 2000, Rio de Janeiro-RJ. Anais do 5º Congresso Latino Americano de Perinatologia, 2000.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

121.
PERAÇOLI, J. C. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; CALDERON, I. M. P. ; BENTLIN, M. R. . Maternal outcome in different types of hypertension.. In: Britsh-Dutch Meeting of The International Society for the Study of Hypertension in pregnancy, 1999, Inglaterra. Anais do Britsh-Dutch Meeting of The International Society for the Study of Hypertension in pregnancy. v. 1.
Referências adicionais: Classificação do evento: Estados Unidos/ Inglês; Meio de divulgação: Impresso.

122.
RUDGE, M. V. C. CALDERON, I. M. P. LAPERUTA, A. C. C. SILVA, I. P. VIARO, M. F. MENDONÇA NETO, M. COSTA, R. A. A. MIRAGLIA, E. R. REIS, J. B. S. COLOGESE, J. R. COCENAS, S. A. VIANI JUNIOR, D. TEIXEIRA, M. S. BASTOS, H. D. SILVA, J. F. P. MARCHI, J. A. M. DE LUCA, A K C RUGOLO JR, A ZULIANI, A. BOSOLAN, G. RODRIGUES, L R RUGOLO, L M S S BENTLIN, M. R. BENTLIN, M R HASHIMOTO, M , et al.FEKETE, S M W DAHER, S R MAESTÁ, I. ABBAD, J. F. PERAÇOLI, J C CONSONI, M. PAULETTI, T. A. L. PINAFFI, T. R. P. BORGES, V. T. M. ; Hierarquização da assistência obstétrica e neonatal no Município de Botucatu.. In: 1o. Congresso de Extensão Universitária da UNESP., 1999, São Pedro - SP. Anais do 1o. Congresso de Extensão Universitária da UNESP., 1999. p. 267.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

123.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L. M. S. S. ; RUGOLO JUNIOR, A. ; TREVILATO, C. ; MANOEL, C. ; ONO, N. ; BIAZON, D. . Use of He CRIB (clinical risk index for babies) score in prediction of neonatal mortality in very low birth weight. In: 4º World Congress of Perinatal Medicine, 1999, Buenos Aires - Argentina. Anais do 4º World Congress of Perinatal Medicine, 1999.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Argentina/ Inglês; Meio de divulgação: Impresso.

124.
ABADE, J. F. ; BORGES, V. T. M. ; BENTLIN, M. R. ; CALDERON, I. M. P. ; PERACOLLI, J. C. ; RUDGE, M. V. C. ; CONSONNI, M. . Ultrasound evaluation of intra-uterine growth retardation. In: 4º World Congress of Perinatal Medicine, 1999, Buenos Aires - Argentina. Anais do 4º World Congress of Perinatal Medicine, 1999.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

125.
RIZZATO, A. B. P. ; PREARO, A. Y. ; BENTLIN, M. R. ; RODRIGUES, L R ; MATTOS, M. C. . A aprendizagem baseada em problemas no curso de semiologia pediátrica. In: XXXVII Congresso Brasileiro de Educação Médica e IX Fórum Nacional de Avaliação do Ensino Médico, 1999, Brasília - DF. Anais do XXXVII Congresso Brasileiro de Educação Médica e IX Fórum Nacional de Avaliação do Ensino Médico, 1999.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

126.
BENTLIN, M. R.; CURI, P. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. . Função preditiva do risco de morte na sepse neonatal.. In: XVI Congresso Brasileiro de Perinatologia, 1998, Salvador - BA. XVI Congresso Brasileiro de Perinatologia. v. 1. p. 141-141.
Referências adicionais: Classificação do evento: Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

127.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO JUNIOR, A. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; TRINDADE, C. E. P. . Análise clínica e laboratorial da sepse neonatal tardia.. In: XVI Congresso Brasileiro de Perinatologia, 1998, Salvador - BA. XVI Congresso Brasileiro de Perinatologia. v. 1. p. 145-145.
Referências adicionais: Classificação do evento: Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

128.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L. M. S. S. ; RUGOLO JUNIOR, A. . Uso do CRIB como método de avaliação do risco de morte nos RN de MBP.. In: XVI Congresso Brasileiro de Perinatologia, 1998, Salvador - BA. XVI Congresso Brasileiro de Perinatologia. v. 1. p. 234-234.
Referências adicionais: Classificação do evento: Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

129.
RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. . Estudo da incidência e mortalidade da sepse tardia na UTI Neonatal do HC-FMB-UNESP.. In: XVI Congresso Brasileiro de Perinatologia, 1998, Salvador - BA. XVI Congresso Brasileiro de Perinatologia. v. 1. p. 223-223.
Referências adicionais: Classificação do evento: Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

130.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO JUNIOR, A. ; RUGOLO, L. M. S. S. . Uso do SNAP-PE como escore de gravidade em RN de MBP admitidos na UTI Neonatal.. In: XVI Congresso Brasileiro de Perinatologia, 1998, Salvador - BA. XVI Congresso Brasileiro de Perinatologia. v. 1. p. 157-157.
Referências adicionais: Classificação do evento: Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

131.
MACEDO, D. S. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L M S S ; RUGOLO JR, A . Sepse neonatal por Flavobacterium sp: relato de 4 casos.. In: XVI Congresso Brasileiro de Perinatologia., 1998, Salvador - Bahia. Anais do XVI Congresso Brasileiro de Perinatologia., 1998.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

132.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L M S S ; MACEDO, D. S. . Uso da função preditiva do risco de morte da sepse tardia na UTI Neonatal do HC- FMB-UNESP. In: XVI Congresso Brasileiro de Perinatologia e XIII Reunião de Enfermagem Perinatal, 1998, Salvador-BA. Anais do XVI Congresso Brasileiro de Perinatologia e XIII Reunião de Enfermagem Perinatal, 1998.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

133.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO JUNIOR, A ; BREZ, E. ; RUGOLO, L. M. S. ; HASHIMOTO, M . Sepse fúngica em UTI Neonatal. In: XV Congresso Brasileiro de Perinatologia e XII Reunião de Enfermagem Perinatal, 1996, Belo Horizonte-MG. Anais do XV Congresso Brasileiro de Perinatologia e XII Reunião de Enfermagem Perinatal, 1996.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

134.
RUGOLO, L M S S ; RUGOLO JUNIOR, A ; BENTLIN, M. R. ; DAHER, S R ; TRINDADE, C E P . Síndrome do desconforto respiratório (SRD); racionalizando as opções terapêuticas. In: XV Congresso Brasileiro de Perinatologia e XII Reunião de Enfermagem Perinatal, 1996, Belo Horizonte-MG. Anais do XV Congresso Brasileiro de Perinatologia e XII Reunião de Enfermagem Perinatal, 1996.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

135.
BENTLIN, M. R.; YADA, R. H. ; CARRENO, M. V. ; IGNÁCIO, M. V. ; RUGOLO, L M S S . Assistência respiratória na UTI Neonatal do HC-FMB-UNESP. In: XIX Jornada Científica - Associação dos Docentes - Campus de Botucatu - UNESP, 1995, Botucatu-SP. Anais da XIX Jornada Científica - Associação dos Docentes - Campus de Botucatu - UNESP, 1995.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

136.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L M S S ; TRINDADE, C E P . Uso de surfactante exógeno em RN portadores de hérnia diafragmática congênita com hipoplasia pulmonar: relato de 2 casos. In: VI Congresso Paulista de Pediatria, 1994, São Paulo-SP. Anais do VI Congresso Paulista de Pediatria, 1994.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

137.
BENTLIN, M. R.; ABREU, E. S. ; BACCHI, C. E. ; MALDA, S. A. ; RUGOLO, L M S S . Linfangiomatose sistêmica congênita: relato de 1 caso com estudo de necrópsia. In: VI Congresso Paulista de Pediatria, 1994, São Paulo-SP. Anais do VI Congresso Paulista de Pediatria, 1994.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

138.
ZULIANI, A. ; RUGOLO, L M S S ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO JUNIOR, A . Análise crítica do uso de imunoglobulina endovenosa na sepse neonatal. In: XXIV Congresso Brasileiro de Alergia e Imunologia e II Interasma Sul-Americano, 1994, Foz do Iguaçu-PR. Anais do XXIV Congresso Brasileiro de Alergia e Imunologia e II Interasma Sul-Americano, 1994.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

139.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L M S S ; ZULIANI, A. ; RUGOLO JUNIOR, A. ; HASHIMOTO, M. . Análise crítica do uso de imunoglobulina indovenosa de 3a geração na sepse neonatal. In: XIV Congresso Brasileiro de Pediatria e XI Reunião de Enfermagem Perinatal, 1994, São Paulo-SP. Anais do XIV Congresso Brasileiro de Pediatria e XI Reunião de Enfermagem Perinatal, 1994.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

140.
BENTLIN, M. R.; LAZZARI, A. C. ; RODRIGUES, L R ; RUGOLO, L M S S . Bócio colóide e situs inversus - relato de um caso em recém-nascido. In: XIV Congresso Brasileiro de Perinatologia e XI Reunião de Enfermagem Perinatal, 1994, São Paulo-SP. Anais XIV Congresso Brasileiro de Perinatologia e XI Reunião de Enfermagem Perinatal, 1994.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

141.
BENTLIN, M. R.; AGRELLI, G. S. ; CASTILLO, E. ; TAVARES NETO, J. . Systemic congenital lymphangiomatosis. In: III Congresso Médico dos ex-alunos da Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro, 1989, Uberaba-MG. Anais III Congresso Médico dos ex-alunos da Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro, 1989.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

142.
AGRELLI, G. S. ; BENTLIN, M. R. ; MIZIARA, L. ; GONÇALVES, J. G. ; CASTILLO, E. ; TAVARES NETO, J. . Alcoolismo, parasistemia do Trypanosoma cruzi e cardiopatia. In: III Congresso Médico dos ex-alunos da F.M.T.M, 1989, Uberaba-MG, 1989.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Bolsista CNPq - Iniciação Científica..

Resumos publicados em anais de congressos (artigos)
1.
MARTINEZ, F E2003MARTINEZ, F E ; MUSSI-PINHATA, M.M. ; MARBA, S ; ABIMAEL NETO, A ; PROCIANOY, R ; MIURA, E ; LOPES, J M A ; BOMFIM, O ; GUINSBURG, R ; ALMEIDA, M F B ; FERLIN, M L S ; MIYOSHI, M ; LEONE, C R ; SADECK, L S R ; VAZ, F A C ; FIORI, R M ; GARCIA, T T ; TRINDADE, C E P ; BENTLIN, M. R. . Antenatal corticosteroid therapy and its repercussion at preterm neonates from the brazilian neonatal network. Pediatric Research, Estados Unidos, v. 53, n.4, p. 452A, 2003
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Meio de divulgação: Impresso; Série: Part 2; ISSN/ISBN: 00313998
Background: antenatal corticosteroids administered to women ar risk of preterm deliveru, has shown to decrease the incidence of RDS, IVH, and neonatal mortality. Objective: to describe the use of prenatal corticosteroid ar mothers rrom the Brazilian Neonatal Network (BNN) and it´s repercussions on preterm newborns until discharge. Design/methods: all preterm infants born with GA equal or greater than 23 weeks and less than 35 weeks during the period of august to december of 2001 at the 8 units of the BNN were studied. Data from mothers were collected from hospital charts and by interview. Infants data were collected prospectively until discharge or obit. Results: 514 infants from 499 mothers were studied. 315 mother received and 199 did not receive PNC. PNC use at the different units ranged from 13% to 88%. PNC treated mothers (C) did not differ from non treated mothers (NC) (mean+SD) regarding age (27.4+7.4 vs26.1+26.1+6.6) and number of previous gestations, but did differ regarding prenatal visits (4.3+3.1 vs 2.4+2.6, p<0.001) and tocolytic agent use (89/305 vs 6/194, p<0.001). Comparing C and NC infants, no diference was found in gender distribution, but C group was heavier (BW of 1352g+443g vs 1241g+543g, p<0.01), older (GA of 30.5+2.1 vs 29.6+3.1, p=0.01) and born by e-section on greater frequency (67.9% vs 56.3%, p<0.01). At birth, both groups needed bag and mask omtervemntions (136/315 vs 91/199) but C group needed less tubes (71/315 vs 89/199, p<0.01), cardiac massage (10/315 vs 27/199, p<0.01) and adrenaline use (5/315 vs 24/199, p<0.01). First and t minutes Apgar score were higher at C group.. .

2.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2003BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L M S S ; RUGOLO JR, A ; HASHIMOTO, M ; TRINDADE, C E P ; CROCCI, Adalberto J . Is urine interleukin-8 levels a rellable laboratory test for the diagnosis of late onset sepsis in preterm infants?. Pediatric Research, Estados Unidos, v. 53, n.4, p. 313A, 2003
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Meio de divulgação: Impresso; Série: Part 2; ISSN/ISBN: 00313998
Background: late onset sepsis (LOS) is an important cause of morbidity and mortality in preterm infants. However, the diagnosis of LOS is difficult. A significant increase in serum cytokine levels are observeed during infections and this plays a critical role in the pathogenesis of infections. In terleukin 8 (IL-8) attracts and activates neutrophils which is crucial for the maintenance of the inflammatory process. Objective: The aim of this study was to determine serum and urine IL-8 levels in preterm infants with clinical LOS and/or positive blood culture and to evaluate if urine IL-8 levels can be a useful test for the diagnosis of LOS. Design/methods: blood and urine were obtained from 36 premature babies with clinical signs of LOS and the collection of the samples were repeated after 2 days. Sereum and urine IL-8 levels were determined by ELISA and the urine IL-8 concentration was corrected with the urine creatinine level. Results: Nineteen preterm infants with positive blood culture or clinical LOS (LOS group. GA:31±2.5wk; BW:1.35±0.42wk; postnatal age (PNA): 9.7±5.3d) and seventeen noninfected preterm infant (control group: GA:31±2.1wk; BW:1.51±0.38; PNA: 6.9±4.1d) were studied. The median serm IL-8 levels were not different between groups (LOS vs control 929 x 624pg/ml; p=0.08) but urine IL-8 levels were significantly higher in the LOS group when compared with the noninfected infants (249 x 41: p<0.001). The optimal cut-off point was 304 pg/ml for serum IL-8 with 84% sensitivity (95% CI:60-95%) and 47% specificity (95% CI:23-72%).. .

3.
ALMEIDA, M F B2002ALMEIDA, M F B ; GUINSBURG, R ; COSTA, J O ; FREIRE, L M ; BENTLIN, M. R. . INSTRUCTORS OF THE NEONATAL RESUSCITATION PROGRAM. BRAZILIAN SOCIETY OF PEDIATRICS, BRAZIL. Is brazilian neonatal resuscitation training of ventilation adequate?. Journal Of Perinatology, v. 22, p. 594, 2002
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Meio de divulgação: Impresso
The objective of this study is to evaluate acquision of concepts regarding ventilation of the new born by pediatricians trained by the Brazilian Neonatal Resuscitation Program (NRP). This cross-sectional study gathered data from 44 neonatal rescitation courses done across Brazil, from August 2001 to January 2002. A total of 448 pediatricians were studied: 69% female, 36±8 years, graduated for 11±8 years, 37% with previous NRP training. Pediatricians received a standard 8-hour course, according to AAP 2000 guidelines: 2 hours of theoretical and 5 hours of bands-on activities in 1 day. Prior to and soon after training, trainees answered the same test (PRE and POST) with 12 questions about initial steps (TS), 11 about bag and mask ventilation (B&M), 6 about chest comprssions (CC), 10 about intubation (INT), and 11 about medication (MED). Performance in each block of questions was assessed. The number of correct answers in the posttest for B&M was compared to other blocks. The table expressed conect answers for each block.Trainees improved their knowledge regarding all procedures (Chi-square, p<0.00001 for each block). Compared to other blocks, the chance to obtain correct answers for B&M was B&M versus IS (OR 0.51; 95% CL 0.44-0.59), B & M versus CC (OR 0,69; 0,58-0,82), B&M versus INT (OR 0.76; 0.66-0.88), B&M versus MED (OR 0.95;0.83-1.08). Performance of trainees on the posttest regarding B&M ventilation was not as good as the observed for initial steps, chest comprssions, and intubation.. .

4.
ALMEIDA, M F B2002ALMEIDA, M F B ; GUINSBURG, R ; COSTA, J O ; FREIRE, L M ; BENTLIN, M. R. . INSTRUCTORS OF THE NEONATAL RESUSCITATION PROGRAM: FACTORS THA INTERFERE WITH KOWLEDGE GAIN AFTER TRAINING. Brazilian Neonatal Resuscitation Program: Factors that interfere with knowledge gain after training. Journal Of Perinatology, v. 22, p. 595, 2002
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Meio de divulgação: Impresso
The objetive of this study was to evaluate factors that interfere with optimal posttest performance immediately after neonatal resuscitation (NR) training. This cross-sectional study gathered data from 60 NR courses done across Brazil from August 2001 to January 2002. Study population was 861 traines that received a standard 8-hour theoretical an practical NR training, trainees answered the same test (PRE and POST) with 50 questions about key concepts on NR. Data were analyzed by logistic regression (dependent variable - POST score ³ 90%, and independent variables - profession, gender, age, previous NR training, and PRE score). The table shows distribution of variables. Variables significantly associated with POST³ 90% were: profession, gender, PRE, and interaction between PRE and profession. Probability to achieve POST³90% was: 7% and 40% for male physicians, eith PRE, respectively, of 50% and 70%; 20% and 54% for male nurses with PRE, respectively, of 50% and 70%; 26% and 53% form male students with PRE, respectively, of 50% and 70%; 10% and 48% for female physicians with PRE, respectively, of 50% and 70%; 26% and 62% for female nurses with PRE, respectively, of 50% and 70%; 33% and 62% for female students with PRE, respectively, of 50% and 70%. After immediate NR training, kcowledge gain seems better for undergraduates and nurses compared to physicians, regardless of previous NR training. The Brazilian NRP should be modified in order to address the different health professionals involved in neonatal resuscitation.. .

5.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2001BENTLIN, M. R.; LYRA, J C ; FEKETE, S M W ; DE LUCA, A K C ; RUGOLO, L M S S ; RUGOLO JUNIOR, A . Rotura prematura de membranas: análise clínica de acordo com peso de nascimento e tempo de rotura.. Revista Paulista de Pediatria, SÃO PAULO, v. S2001, p. 29-29, 2001
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01030582.

6.
LYRA, J C2001LYRA, J C ; BENTLIN, M. R. ; BOSSOLAN, G ; FEKETE, S M W ; DE LUCA, A K C ; RUGOLO, L M S S . Avaliação do uso do corticóide ante-natal em recém-nascidos de muito baixo peso.. Revista Paulista de Pediatria, SÃO PAULO, v. S2001, p. 28-28, 2001
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01030582.

7.
RIZZATO, Á. B. P.2000RIZZATO, Á. B. P. ; PREARO, A. Y. ; FALEIROS, F. T. V. ; BENTLIN, M. R. . A aprendizagem baseada em problemas no Curso de Semiologia Pediátrica. Jornal de Pediatria, v. 76, n.Supl 1, p. S101-S101, 2000
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 00217557.

8.
TRINDADE, C. E. P.2000TRINDADE, C. E. P. ; CORRALES, C. M. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO JUNIOR, A. . Morbimortalidade de recém-nascidos de pré-termo de muito baixo-peso da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP. comparação entre os períodos de 1990-1993 e 1994-1997.. Jornal de Pediatria, Rio de Janeiro - RJ, v. 76, n.Supl 1, p. S78-S78, 2000
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 00217557.

9.
PITANGUEIRA, R. B.2000PITANGUEIRA, R. B. ; FEKETE, S. M. W. ; FERRAZ, P. ; LUCA, A. K. ; BENTLIN, M. R. ; PADULA, N. . Complexo esclerose tuberosa em recém-nascidos relato de um caso. Revista de Pediatria do Ceará, v. 1, n.S1, p. 298-298, 2000
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso.

10.
BENTLIN, M. R.;Bentlin, M. R.;BENTLIN, MR;MARIA REGINA BENTLIN;BENTLIN, M R;Brazilian Network on Neonatal Research;BENTLIN, MARIA;BENTLIN, MARIA REGINA;COLLABORATORS, MARIA REGINA BENTLIN;Maria Regina Bentlin, Department of Pediatrics, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, SP, Brazil;Bentlin MR2000BENTLIN, M. R.; FEKETE, S M W ; DE LUCA, A K C ; RUGOLO, L M S S ; RUGOLO JUNIOR, A ; PITANGUEIRA, R. B. . Análise da colonização microbiana de recém-nascidos internados na UTI Neonatal do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP. Revista de Pediatria do Ceará, v. Sup 1, p. 273-273, 2000
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso.

11.
DE LUCA, A K C2000DE LUCA, A K C ; BENTLIN, M. R. ; FEKETE, S M W ; RUGOLO, L M S S ; PITANGUEIRA, R. B. ; TRINDADE, C E P . Perfil de recém-nascidos com infecções de corrente sanguínea confirmadas com hemoculturas popsitivas na UTI Neonatal do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP.. Revista de Pediatria do Ceará, v. Sup1, p. 272-272, 2000
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso.

Artigos aceitos para publicação
1.
ALVES, ALLAN FELIPE FATTORI ; PAVAN, ANA LUIZA MENEGATTI ; GIACOMINI, GUILHERME ; QUINI, CAIO CESAR ; RIBEIRO, SERGIO MARRONE ; MARQUEZ, ROZEMEIRE GARCIA ; BENTLIN, MARIA REGINA ; TRINDADE, ANDRÉ PETEAN ; MIRANDA, JOSÉ RICARDO DE ARRUDA ; PINA, DIANA RODRIGUES DE . Radiographic predictors determined with an objective assessment tool for neonatal patients with necrotizing enterocolitis. Jornal de Pediatria, 2018.
Palavras-chave: Enterocolite necrotizante; Radiografia abdominal; Processamento de imagem; Análises de textura; wavelet.
Grande área: Ciências da Saúde; ISSN/ISBN: 00217557.

Apresentações de Trabalho
1.
RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. ; NEONATAIS, R. B. P. . Impacto da sepse tardia no prognóstico em curto rpazo de prematuros de muito baixo peso na rede brasileira de pesquisas neonatais. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: sepse; Recém-nascido; prognóstico; Prematuro; rede brasileira de pesquisas neonatais.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Centro de convenções; Cidade: Natal - RN; Evento: 24º Congresso Brasileiro de Perinatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatria.
apresentação oral..

2.
SOUZA, I. P. ; BENTLIN, MARIA REGINA ; RUGOLO, L. M. S. S. ; LYRA, J. C. ; Rodrigues VHB ; Ludmila Gerios ; ANSAI, R. S. . Níveis sericos do lactato como preditores de morte no choque séptico em recém-nascidos prematuros- Premio 3º lugar melhor trabalho. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Choque séptico; Recém-nascido; lactato; Prematuro; prognóstico; morte.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: centro de convenções; Cidade: Natal - RN; Evento: 24º Congresso Brasileiro de Perinatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatria.
Apresentação oral: 3º melhor trabalho do 24º congresso brasileiro de perinatologia, premio Nicola Albano..

3.
Ivana Dalcol Rodrigues dos Santos ; BERRIEL, L. D. ; Aline Basseto Jesuino ; LYRA, J. C. ; BENTLIN, MARIA REGINA ; RUGOLO, L. M. S. S. . COMPARAÇÃO DO USO DE SURFACTANTE COM UMA OU DUAS DOSES PARA PREMATUROS DE MUITO BAIXO PESO.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: surfactante; Prematuro; Muito baixo peso.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: centro de convenções; Cidade: Natal - RN; Evento: 24º Congresso Brasileiro de Perinatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatria.
Apresentação na forma de poster comentado.

4.
SOUZA, I. P. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; LYRA, J. C. ; Rodrigues VHB ; Ludmila Gerios ; ANSAI, R. S. . CHOQUE SÉPTICO TARDIO EM RECÉM-NASCIDOS PREMATUROS. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Choque séptico; Prematuro.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Centro de convenções; Cidade: Natal - RN; Evento: 24º Congresso Brasileiro de Perinatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatria.
Apresentação oral.

5.
NOGUEIRA, M. L. P. ; LYRA, J. C. ; BENTLIN, M. R. ; Bossolan G ; RUGOLO, L. M. S. S. . Comparação entre dois escores de risco na predição de morte de recém-nascidos transportados. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).
Palavras-chave: Recém-nascido; transporte; escores de risco.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: hotel bourbon; Cidade: Foz do Iguaçu - PR; Evento: 7 Simpósio internacional de reanimação neonatal; Inst. promotora/financiadora: Sociedade brasileira de Pediatria.
Publicado nos anais do evento.

6.
LYRA, J. C. ; Bossolan G ; BERRIEL, L. D. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. . Efeito do balão auto inflavel com valvula de PEEP sobre os níveis de PaCO2 e pH sanguíneo durante a ventilação pulmonar de coelhos. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).
Palavras-chave: reanimação; balão auot inflavel; coelhos.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Hotel Bourbon; Cidade: Foz do Iguaçu - PR; Evento: 7 Simpósio internacional de reanimação neonatal; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatria.
Publicado nos anais do evento.

7.
SOUZA, I. P. ; Bentlin, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; LYRA, J. C. ; Rodrigues VHB ; Gerios L ; ANSAI, R. S. . Niveis sericos do lactato como preditores de morte no choque séptico em recém-nascidos prematuros. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Recém-nascido; Choque séptico; lactato; prognóstico.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Centro de Convenções; Cidade: Natal - RN; Evento: 24º Congresso Brasileiro de Perinatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatira.

8.
Ivana Dalcol Rodrigues dos Santos ; BERRIEL, L. D. ; Aline Basseto Jesuino ; LYRA, J. C. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. . Comparação do uso de surfactante com uma ou duas doses para prematuros de muito baixo peso. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: surfactante; Prematuro; Muito baixo peso.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Centro de convenções; Cidade: Natal - RN; Evento: 24º Congresso Brasileiro de Perinatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatiria.

9.
SOUZA, I. P. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; LYRA, J. C. ; Rodrigues VHB ; Ludmila Gerios ; ANSAI, R. S. . Choque séptico tardio em recém-nascidos prematuros. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Choque séptico; Prematuro.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Centro de convenções; Cidade: Natal - RN; Evento: 24º Congresso Brasileiro de Perinatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de pediatria.

10.
MARIA REGINA BENTLIN. Sepse tardia: Situação atual. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Sociedade de Pediatria; Cidade: São Paulo; Evento: Reunião do Departamento Científico de Neonatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade de Pediatria de São Paulo.

11.
SANTANA, G. O. ; BENTLIN, MR . Prognóstico de crescimento do prematuro de muito baixo peso até os 5 anos.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Grande área: Ciências da Saúde
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Pediatria.
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Neonatologia.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Salão Nobre da FMB UNESP; Cidade: Botucatu; Evento: XII Jornada de Pediatria; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de Medicina Botucatu - UNESP.
Premio de 1º lugar de trabalho cientifico na XII Jornada de Pediatria, realizada em 23 e 24 de agosto de 2017..

12.
BENTLIN, M R. Taxas de sobrevida ao longo da última década e Condições de alta. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: prematuridade; sobrevida.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Sede da Slociedade de Pediatria de São Paulo; Cidade: Sao Paulo; Evento: Cafe da manha com o professor - Prematuridade extrema; Inst. promotora/financiadora: Sociedade de Pediatria de São Paulo.
Mesa Redonda realizada em 11/03/2017..

13.
BENTLIN, M R. Sepse e Choque séptico. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: sepse; Choque séptico; Recém-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Sede da Sociedade de Pediatiria de São Paulo; Cidade: São Paulo; Evento: Reunião cientifica do Departamento de Neonatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade de Pediatria de São Paulo.
Realizado em 02/08/2017..

14.
BENTLIN, M R. Por que receber bem o prematuro? Impacto da prematuridade no neurodesenvolvimento. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Prematuro; sobrevida.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Auditorio Topazio da UFTM; Cidade: Uberaba - MG; Evento: II Jornada de cuidados ao prematuro; Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal do Triangulo Mineiro.
Mesa redonda: Recebendo bem o prematuro. Realizada em 09/12/2017..

15.
BENTLIN, M R. A importância das primeiras horas de vida. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: prematuridade.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Auditorio Topazio da UFTM; Cidade: Uberaba - MG; Evento: II Jornada de cuidados ao prematuro; Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal do Triangulo Mineiro.
Mesa redonda: Recebendo bem o prematuro. Realizada em 09/12/2017..

16.
BENTLIN, M R. AMPLIANDO OS HORIZONTES NOS CUIDADOS NEONATAIS ? PERSPECTIVA DA ENFERMAGEM. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Bretão; Local: Salão Nobre da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP; Cidade: BOTUCATU; Evento: III Encontro de Neonatotogia; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP.
Coordenadora da mesa redonda, realizada no dia 16/11/2017..

17.
RODRIGUES, J. S. ; POLO, M. C. ; ANSAI, R. S. ; BENTLIN, MR ; LYRA, JOÃO ; RUGOLO, L M S S . Impacto do uso de sulfato de magnésio em gestantes sobre a morbimortalidade de prematuros de muito baixo peso em curto prazo. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Salão Nobre; Cidade: BOTUCATU; Evento: XI Jornada de Pediatria da FMB-UNESP; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria da FMB-UNESP.

18.
ANSAI, R. S. ; MUSTAFE, M. F. Q. ; DOURADO, B. M. R. ; LYRA, J. C. ; SILVA, G. H. S. ; RUGOLO, L. M. S. ; MARIA REGINA BENTLIN . A importância de 2 hemoculturas no diagnóstico de infecção por estafilococos coagulose negativa em UTI neonatal.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: BOTUCATU; Evento: XI Jornada de Pediatria da FMB-UNESP; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria da FMB-UNESP.

19.
BERRIEL, L. D. ; LYRA, J. C. ; RUGOLO, L ; Bentlin, M. R. ; ANSAI, R. S. ; LYON, D. C. C. D. ; OSHIRO, D. K. ; SANCHES, B. M. R. . Mudanças na assistências neonatal e o impacto sobre o prognóstico em curto prazo de prematuros de muito baixo peso. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: BOTUCATU; Evento: XI Jornada de Pediatria da FMB-UNESP; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria da FMB-UNESP.

20.
ANSAI, R. S. ; GERLIN, N. R. ; BENTLIN, MR ; RUGOLO, L. M. S. S. . Não usar antifúngico profilático: uma boa prática. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: BOTUCATU; Evento: XI Jornada de Pediatria da FMB-UNESP; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria.

21.
SANCHES, B. M. R. ; ARAUJO, A. G. A. ; BENTLIN, MR . Estudo epidemiológico da enterocolite necrosante em prematuros de muito baixo peso. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: BOTUCATU; Evento: XI Jornada de Pediatria da FMB-UNESP; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria.

22.
BERRIEL, L. D. ; LYRA, J. C. ; RUGOLO, L ; Bentlin MR ; SANCHES, B. M. R. ; ANSAI, R. S. ; LYON, D. C. C. D. ; OSHIRO, D. K. . Perfil de prematuros de muito baixo peso: análise de 6 anos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: BOTUCATU; Evento: XI Jornada de Pediatria da FMB-UNESP; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria.

23.
ANSAI, R. S. ; DOURADO, B. M. R. ; MUSTAFE, M. F. Q. ; SOARES, G H ; RUGOLO, L. M. S. S. ; MARIA REGINA BENTLIN . Estafilococo coagulose negativa: infecção x contaminação. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: BOTUCATU; Evento: XI Jornada de Pediatria da FMB-UNESP; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria.

24.
SANTANA, G. O. ; Bentlin MR . Prognóstico de crescimento do prematuro de muito baixo peso (< 1500g) até os 5 anos de idade. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: BOTUCATU; Evento: XXVII CIC UNESP; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.

25.
ARAUJO, A. G. A. ; SANCHES, B. M. .. ; BENTLIN, MR . Estudo epidemiológico da enterocolite necrosante em prematuros de muito baixo peso. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: BOTUCATU; Evento: XXVIII CIC -UNESP; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.

26.
BENTLIN, MR. O Comportamento do prematuro. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Evento: Encontro de Neonatologia: Prematuridade: Avanços- sucesso e Desafios.

27.
BENTLIN, MR. Discussão multidisciplinar sobre manejo volêmico do paciente cirúrgico pediátrico. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: BOTUCATU; Evento: 1º Simpósio de Medicina Preparatória da FMB-UNESP, 18 e 19 de março.

28.
BENTLIN, M R. Follow up do recém-nascido prematuro.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: SALÃO NOBRE; Cidade: BOTUCATU; Evento: I Encontro Multiprofissional de Neonatologia, 18 e 19 de novembro; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria - FMB-UNESP.

29.
BENTLIN, MARIA. Problemas frequentes no seguimento do RN no 1º mês de vida - Modulo 3. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Salão Nobre; Cidade: BOTUCATU; Evento: Curso de Educação Continuada em Pediatria 1 - Módulos 1 a 5.; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria - FMB-UNESP.

30.
Bentlin MR. Sepse neonatal. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: BOTUCATU; Evento: Ministrou aula para Residentes do 2º ano de Pediatria,; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria - FMB-UNESP.

31.
BENTLIN, M R. Assistência neonatal imediata em humanos. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Botucatu-SP; Cidade: Botucatu-SP; Evento: Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária; Inst. promotora/financiadora: FMVZ-UNESP.

32.
Bentlin, M. R.. Neonatologia em humanos : do ciclo básico ao avançado. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Botucatu-SP; Cidade: Botucatu-SP; Evento: Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária; Inst. promotora/financiadora: FMVZ-UNESP.

33.
Bentlin, M. R.. Follow up do RN de risco, mesa redonda RNS de risco e a importância do seguimento. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Ribeirão Preto; Evento: 23º Jornada de UTI neonatal e pediátrica da Maternidade Sinhá Junqueira e 6º Jornada de UTI neonatal e pediátrica da Sociedade de Pediatria de SP, 24 e 25 de outubro; Inst. promotora/financiadora: Hospital Materno Infantil Sinhá Junqueira.

34.
BENTLIN, M. R.. Caso clínico difícil-neonatologia. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Evento: XVII Curso Internacional de Atualização em Terapia Intensiva Adulto , Pediátrica e Neonatal, 18 a 19 de outubro.

35.
BENTLIN, M R. Atenção à Saúde do recém-nascido. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Evento: Curso de Atualização na atenção à saúde -.

36.
MARIA REGINA BENTLIN. Neonatologia. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Campos do Jordão -SP; Evento: XIII COPATI - Congresso Paulista de Medicina Intensiva, 19 a 21 de setembro.

37.
BENTLIN, M. R.. Assistência neonatal imediata em humanos. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: FMVZ -UNESP; Cidade: Botucatu-SP; Evento: Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária - Disciplina de Neonatologia Veterinária, 23 de outubro; Inst. promotora/financiadora: FMVZ -UNESP.

38.
BENTLIN, M. R.. Panorama da neonatologia em humanos: do básico ao avançado. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: FMVZ -UNESP; Cidade: Botucatu-SP; Evento: Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária - Disciplina de Neonatologia Veterinária, 23 de outubro; Inst. promotora/financiadora: FMVZ -UNESP.

39.
BENTLIN, M. R.. Coordenou as atividades práticas com o título - Discutindo as evidências. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Botucatu-SP; Evento: Programa de Pós- Gradução em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.

40.
MARIA REGINA BENTLIN; RUGOLO, A ; PEREIRA, P. G. D. ; SILVA, G H S . Sepse fungica no período neonatal:uma decada de experiência em um centro universitário terciario. - BOLSA PIBIC. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: São Pedro-SP; Evento: XXIV Congresso de Iniciação Científica da UNESP, 06 e 09 de setembro; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.

41.
MARIA REGINA BENTLIN; RUGOLO JÚNIOR, A ; SILVA, G H S ; PEREIRA, P. G. D. . Sepse fungica no período neonatal:uma decada de experiência em um centro universitário terciario. - BOLSA PIBIC. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Botucatu-SP; Evento: XXIV Congresso de Iniciação Científica da UNESP, 10 e 11 de setembro - 1ª Fase; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.

Outras produções bibliográficas
1.
RUGOLO JR.,A. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; DAHER, S. R. . Medidas de prevenção para hiperbilirrubinemia grave - Recomendações - Atualização de ondutas em Pediatria. São Paulo: Sociedade de Pediatria de São Paulo, 2011 (Científica).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso.

2.
BENTLIN, M. R.. Imunização em RN prematuro de muito baixo peso. Sociedade de Pediatria de São Paulo, 2009 (Científica).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso.

3.
BENTLIN, M. R.. Avaliação e monitoração nutricional do recém-nascido. Recomendações Atualização de Condutas em Pediatria.. São Paulo-SP: Sociedade de Pediatria de São Paulo- SPSP, 2009 (Científica).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso.
Nº 45 Edição maio/junho 2009.

4.
BENTLIN, M. R.. Estratégias para o controle da sifilis congênita. Recomendações - Atualização de Condutas em Pedaitria, set/out. São Paulo: Sociedade de Pediatria de São Paulo -SPSP, 2009 (Científica).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso.

5.
BENTLIN, M. R.. Colestase Neonatal - Recomendações - Atualização de Condutas em Pediatria nov/dez. São Paulo: Sociedade de Pediatria de São Paulo - SPSP, 2008 (Científica).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso.

6.
BENTLIN, M. R.. DST AIDS: repercussões fetais e neonatais.. São Paulo: Canal Médico de Televisão, 1998 (Entrevista).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso.

7.
BENTLIN, M. R.. Ventilação líquida. São Paulo: Centro de Estudos Hospital Israelita Albert Einstein, 1993 (Científica).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso.

8.
BENTLIN, M. R.. Epidemiologia da escabiose e pediculose. Uberaba: Biblioteca Frei Eugênio da FMTM-, 1988 (Científica).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso.


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
BENTLIN, M R. Visita tecnica a São Manuel - Tema: Sifilis congenita. 2017.
Palavras-chave: sifilis congenita.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Apresentar resultados do projeto fapesp (2016/10681-3) sobre sifilis congenita e pactuar fluxograma de atendimento a crianças expostas a sifilis; Disponibilidade: Irrestrita; Duração do evento: 12; Nº páginas: 0; Cidade: São Manuel; Inst. promotora/financiadora: FAPESP processo 2016/10681-3.
Assessoria e consultoria a gestores de saude, pediatras,obstetras, e também a gestantes sobre sifilis congenita..

2.
BENTLIN, M R. Visita tecnica a Conchas - Tema: Sifilis congenita. 2017.
Palavras-chave: sifilis congenita.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Apresentar resultados do projeto fapesp (2016/10681-3) sobre sifilis congenita e pactuar fluxograma de atendimento a crianças expostas a sifilis; Disponibilidade: Irrestrita; Duração do evento: 12; Nº páginas: 0; Cidade: Conchas; Inst. promotora/financiadora: FAPESP processo 2016/10681-3.
Assessoria e consultoria a gestores de saude, pediatras,obstetras, e também a gestantes sobre sifilis congenita..

3.
BENTLIN, M R. Visita tecnica ao Centro de Saude Escola de Botucatu - Tema: Sifilis congenita. 2017.
Palavras-chave: sifilis congenita.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Apresentar resultados do projeto fapesp (2016/10681-3) sobre sifilis congenita e pactuar fluxograma de atendimento a crianças expostas a sifilis; Disponibilidade: Irrestrita; Duração do evento: 12; Nº páginas: 0; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: FAPESP processo 2016/10681-3.
Assessoria e consultoria a gestores de saude, pediatras,obstetras, e também a gestantes sobre sifilis congenita..

4.
BENTLIN, M R; Galendi RL ; Almeida IM . Membro de Comissão de Sindicância Instituida pela Faculdade de Medicina de Botucatu ? UNESP. 2017.
Palavras-chave: sindicancia.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Reuniões para ouvir pessoas e envolvidas; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 6; Nº páginas: 0; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP.

5.
BENTLIN, M. R.. Revisora temas livres para o 21ºCongresso Brasileiro de Perinatologia , a ser realizado nos dias 14 a 17 de novembro. 2012.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Disponibilidade: ; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatria.

6.
BENTLIN, M. R.. Revisora de 12 temas livres para o Congresso Paulista de Pediatria, a ser realizado em 27 a 30 de março. 2010.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: .

7.
BENTLIN, M. R.. Revisora de artigos científicos da Revista Paulista de Pediatria. 2009.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Disponibilidade: .
Revisora do trabalho_ Profilaxia da infecção por VSR com uso de palivizumase: analise da experiencia do crie da UNIFESP - artigo 61/19474.

8.
BENTLIN, M. R.. Revisora de artigos científicos da Revista Paulista de Pediatria. 2009.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Disponibilidade: .
Revisora do Trabalho - Milagre das inivações tecnologicas em neonatologia: estudo de casos. artigo 066/09.

9.
BENTLIN, M. R.. Revisora de artigos científicos da Revista Paulista de Pediatria. 2009.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Disponibilidade: .
Revisora do trabalho- Grau de disfagia em rn pré-termo atendidos em unidade de terapia intensiva neoatal. artigo 75/20606..

10.
BENTLIN, M. R.. Revisora de artigo científico do Jornal de Pediatria. 2009.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: .
Revisora do trabalho - Práticas alimentares em recem-nascidos de muito baixo peso em uma unidade neoanatal de alto risco - artigo 918-09.

11.
BENTLIN, M. R.. Revisora de artigo científico do Jornal de Pediatria. 2009.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: .
Revisora do trabalho - Maternal periodontal desease and preterm berth: a case control study - artigo 724-09.

12.
BENTLIN, M. R.. Revisora de artigo científico da Revista Therapeutic and clinical risk management. 2009.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: .
Revisora do trabalho - Comparison of umbilical cord interleukin- 8 in low birth weight infants with premature rupture of memhanes and intacts memhames submission- id:6064.

13.
BENTLIN, M. R.. Revisora de artigos científicos da Revista Paulista de Pediatria. 2009.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Disponibilidade: .
Revisora do Trabalho - Efeitos do banho logo após o nascimento sobre a estabilidade térmica, cardiorrespiratória e hemodinâmica do RN de termo - artigo 16/2009.

14.
BENTLIN, M. R.. Revisora de artigos científicos da Revista Paulista de Pediatria. 2008.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: ; Cidade: São Paulo; Inst. promotora/financiadora: Sociedade de Pediatria de São Paulo.

15.
BENTLIN, M. R.. Revisora de artigos científicos da Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil. 2008.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Disponibilidade: ; Inst. promotora/financiadora: Revista de Saúde Materno Infantil.
Revisora de artigos científicos da Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil desde 2006.

16.
BENTLIN, M. R.. Revisora de artigos científicos do Jornal de Pediatria - Sociedade Brasileira de Pediatria. 2008.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Disponibilidade: ; Cidade: São Paulo-SP; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatria.
Revisora de artigos científicos para o Jornal de Pediatria dede 2005.

17.
BENTLIN, M. R.. Revisora de artigos científicos da Revista: São Paulo Medical Journal. 2007.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: .

18.
BENTLIN, M. R.. Revisora de artigos científicos da Revista do Instituto Materno-Intanfil de Pernambuco. 2007.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: .

19.
BENTLIN, M. R.. Revisora de artigos científicos da Revista: Jornal de Pediatria. 2007.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: .

20.
BENTLIN, M. R.. Revisora de artigos científicos da Revista Paulista de Pediatria. 2007.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: .

21.
BENTLIN, M. R.. Membro do Comitê de Neonatologia da Sociedade de Pediatria de São Paulo desde 2001. 2006.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: ; Nº páginas: 0.

22.
BENTLIN, M. R.. Membro do Departamento Científico de Neonatologia da Sociedade Brasileira de Pediatria desde 2004. 2006.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: ; Nº páginas: 0.

23.
BENTLIN, M. R.. Revisora do Jornal de Pediatria em. 2006.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: .

24.
BENTLIN, M. R.. Revisora do Jornal de Pediatria em 2004. 2005.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: ; Nº páginas: 0.

25.
BENTLIN, M. R.. Revisora do Jornal de Pediatria. 2005.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: ; Nº páginas: 0.

26.
BENTLIN, M. R.. Assessorou o Jornal de Pediatria, emitindo parecerde artigo para publicação em outubro. 2004.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: ; Nº páginas: 0.

27.
BENTLIN, M. R.. Assessorou a Prefeitura Municipal de São Paulo - Autarquia Hospitalar Municipal Regional do Tatuapé, realizando prova para Concurso Médico para Neonatologia , em 12 de janeiro. 2004.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: ; Nº páginas: 0.

28.
BENTLIN, M. R.. Assessorou o Hospital Hermelindo Matarazzo de São Paulo , realizando prova para Concurso Médico para Neonatologia , em 10 de maio. 2004.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: ; Nº páginas: 0.

29.
BENTLIN, M. R.. Emitiu parecer médico para perícia judicial, por solicitação da Supervisão do HC FMB UNESP, em agosto. 2003.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: ; Nº páginas: 0.

30.
BENTLIN, M. R.. Emitiu parecer médico para perícia judicial, por solicitação da Supervisão do HC FMB UNESP, em outubro. 2003.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: ; Nº páginas: 0.

31.
BENTLIN, M. R.. Emitiu parecer médico para perícia judicial, por solicitação da Supervisão do HC FMB UNESP, em setembro. 2003.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: ; Nº páginas: 0.

32.
BENTLIN, M. R.. Membro do núcleo regional da SOPATI ( Sociedade Paulista de Terapia Intensiva ) com Sede em Botucatu, fundado em junho de 1999, fazendo parte da atual diretoria, exercendo o cargo de tesoureira, com mandato de dois anos. 1999.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: .

Produtos tecnológicos
1.
SILVEIRA, S. L. A. ; viana S ; FEKETE, S. M. W. ; BENTLIN, M R . Protocolo de seguimento ambulatorial de RN exposotos a sífilis (PRC SNP 001). 2017.
Palavras-chave: sifilis congenita; seguimento.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Bretão; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://prontuario eletronico - sistema MV; Finalidade: fluxograma de atendimento das crianças expostas a sifilis; Disponibilidade: Irrestrita; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP.

2.
ANSAI, R. S. ; BENTLIN, M R . : Protocolo de rotura prematura de membranas e corioamnionite (PRC SNP 002). 2017.
Palavras-chave: infecção precoce; rotura prematura de membranas; corioamnionite; Recém-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Bretão; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://Prontuario eletronico - sistema MV; Finalidade: protocolar o atendimento de recém-nascidos em situação de risco infeccioso; Disponibilidade: Irrestrita; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Hospital das clinicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP.

3.
Tabuchi, PA ; SILVEIRA, S. L. A. ; LYRA, J. C. ; BENTLIN, M R . Panfleto sobre Sifilis congenita. 2017.
Palavras-chave: sifilis congenita; Recém-nascido; gestante.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Esclarecimento as gestantes sobre sifilis e sifilis congenita; Disponibilidade: Irrestrita; Cidade: Botucatu e região; Inst. promotora/financiadora: FAPESP.
Processo FAPESP 2016/10681-3.

4.
ANSAI, R. S. ; BENTLIN, M R . Protocolo de sepse e choque séptico tardio. 2017.
Palavras-chave: sepse; Choque séptico; Recém-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Bretão; Meio de divulgação: Vários; Finalidade: protocolar o atendimento da sepse tardia e do choque em recém-nascidos; Disponibilidade: Irrestrita; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP.

Trabalhos técnicos
1.
BENTLIN, M R. Importancia no seguimento no tratamento da sifilis congenita. 2017.
Palavras-chave: sifilis congenita; tratamento; seguimento.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Esclarecimento aos pediatras sobre a sifilis congenita; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 1; Nº páginas: 2; Cidade: São Paulo; Inst. promotora/financiadora: Sociedade de Pediatria de São Paulo.
Publicado em Atualize-se. Produção cientifica da Sociedade de Pediatria de São Paulo. Ano 2 - nº 5 - set 2017.

2.
BENTLIN, M R. Parecer técnico Conselho Regional de Medicina do Estado de SP Delegacia Regional de Santos. 2017.
Palavras-chave: UTI Neonatal; incubadora.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: esclarecimentos com base em normas técnicas a respeito de troca e higienização com respectivas periodicidades, se houver, de incubadoras e leitos ocupados em UTI Neonatal.; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 1; Nº páginas: 2; Cidade: Santos; Inst. promotora/financiadora: Cconselho Regional de Medicina do estado de Sao Paulo - Sociedade de Pediatria de São Paulo.

3.
BENTLIN, M R. Parecer de projetos cientificos no Comite de Etica em Pesquisa da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP. 2017.
Palavras-chave: etica em pesquisa.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Bretão; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: elaboração de parecer eticos de projetos cientificos; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 12; Nº páginas: 0; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP.

4.
BENTLIN, M R. parecer de trabalho cientificos para XII Jornada de Pediatria. 2017.
Palavras-chave: pediatria.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.inscricoes.fmb.unesp.br/certificado.asp?codUsuario=6081&codModalidade=2&codEvento=8104; Finalidade: Parecer dos trabalhos cientificos apresentados na XII Jornada de Pediatria; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 0; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP.

5.
BENTLIN, MR; GONÇALVES, J. G. ; ANSAI, R. S. . O hematócrito de cordão pode auxiliar no diagnóstico de policitemia neonatal?. 2015.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Disponibilidade: ; Cidade: Botucatu-SP; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP.
O hematócrito de cordão pode auxiliar no diagnóstico de policitemia neonatal? - Renata Sayuri Ansai http://www3.fmb.unesp.br/emv/pluginfile.php/19822/mod_resource/content/5/O%20hemat%C3%B3crito%20de%20cord%C3%A3o%20pode%20auxiliar%20no%20diagn%C3%B3stico%20de%20policitemia%20neonatal_Renata%20Sayuri%20Ansai.pdf.

6.
SILVEIRA, S. L. A. ; BENTLIN, M R ; LYRA, J C . Oclusão traqueal fetal endoscopica (FETO) na hernia diafragmática congênita grave a direita.. 2015.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://www3.fmb.unesp.br/emv/pluginfile.php/15150/mod_resource/contem/1/produção%20diafragmatica%20congenita.pdf; Disponibilidade: ; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de Medicina de Botucatu-UNESP.

7.
BENTLIN, M R. Participou do pregão para aquisição Incubadora microprocessada básica no dia 04 de setembro. 2013.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Disponibilidade: .

8.
MARIA REGINA BENTLIN. Participou do pregão para aquisição de berço aquecido para cuidados básicos e intensivos, berço com rodízio e cesto em acrílico e berço aquecido com leito tipo cesto, no dia 05 de setembro. 2013.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Disponibilidade: .

9.
BENTLIN, MR. Participou do pregão para aquisição de Equipamento para fototerapia para uso em berçário , 26 de agosto. 2013.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Disponibilidade: .

10.
MARIA REGINA BENTLIN. Visita técnica científica na Maternidade Santa Mônica em Maceio - Alagoas, Projeto Capacitação de Maternidades, Convênio Ministério da Saúde e Rede Brasileira de Pesquisa Neonatais, 23 a 25 de setembro. 2013.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Disponibilidade: ; Cidade: Maceio- Alagoas.

11.
MARIA REGINA BENTLIN. Visita técnica científica na Unidade Neonatal do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba- Projeto Capacitação de Maternidades, Convênio Ministério da Saúde e Rede Brasileira de Pesquisa Neonatais, 01 a 03 de outubro. 2013.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Disponibilidade: ; Cidade: Curitiba.

12.
MARIA REGINA BENTLIN. Coordenadora das Reuniões de morbimortalidade da Unidade Neonatal , no ano de 2013. 2013.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Disponibilidade: .

13.
BENTLIN, M. R.. Assessorou a Revista Paulista de Pediatria emitindo parecer em 22 de agosto. 2011.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Disponibilidade: ; Inst. promotora/financiadora: Sociedade de Pediatria de São Paulo.

14.
BENTLIN, M. R.. Elaborou Prova para concurso publico na vaga de médico para a UTI Neonatal. 2010.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Disponibilidade: .

15.
BENTLIN, M. R.. Participou do pregão para compra de equipamentos para UTI Neonatal em maio. 2009.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: .

16.
BENTLIN, M. R.. Emitiu parecer para Revista Paulista de Pediatria, outubro. 2008.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Disponibilidade: ; Cidade: São Paulo; Inst. promotora/financiadora: Revista Paulista de Pediatria.

17.
BENTLIN, M. R.. Emitiu Parecer para Revista de Saúde Materno Infantil. 2008.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Disponibilidade: ; Inst. promotora/financiadora: Revista de Saúde Materno Infantil.

18.
BENTLIN, M. R.. Emitiu Parecer para o Jornal de Pediatria. 2008.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Disponibilidade: ; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatria.

19.
BENTLIN, M. R.. Emitiu parecer médico para perícia judicial de paciente em 14 de agosto de 1999, conforme solicitação da Supervisão do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP. 1999.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: ; Nº páginas: 0.

20.
BENTLIN, M. R.. Emitiu parecer médico para perícia judicial de paciente em 14 de agosto de 1998, conforme solicitação da Supervisão do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP. 1998.
Referências adicionais: Brasil/Português; Disponibilidade: ; Nº páginas: 0.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
BENTLIN, M R. XII Jornada de Pediatria. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).
Palavras-chave: pediatria.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Jornada de Pediatria; Duração do evento: 5; Data de apresentação: 01/08/2017; Emissora: WEB Site.

2.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO JR, A . Entrevista: 30 anos da Neonatologia da FMB-UNESP, para a TV UNESP. 2003. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).
Referências adicionais: Brasil/Português; Data de apresentação: 02/04/2003; Emissora: TV UNESP; Cidade: Botucatu.

3.
BENTLIN, M. R.. Entrevista concedida ao Canal Médico de Televisão. 1998. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Atualização em gestação DST/AIDS - Programa de Educação Médica Continuada "Excelência Médica", do Conselho Federal de Medicina; Duração do evento: 48; Data de apresentação: 15/07/1998; Emissora: Canal Médico de Televisão; Cidade: São Paulo.

Redes sociais, websites e blogs
1.
BENTLIN, M R; SADECK, Lilian dos Santos Rodrigues ; Duque B . Pediatra orienta - Momento Saude - Sociedade de Pediatria de São Paulo. 2018; Tema: Retrospectiva sifilis congenita. (Blog).
Palavras-chave: sifilis congenita; Recém-nascido.
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.pediatraorienta.org.br/retrospectiva-momento-saude-sifilis-congenita.
Publicado em 31/01/2018..

2.
BENTLIN, MARIA REGINA. Blog Pediatra Orienta da Sociedade de Pediatria de São Paulo. 2018; Tema: Março Lilás ? prematuridade e aleitamento materno. (Blog).
Palavras-chave: prematuridade; lleite materno; amamentação; Prematuro.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.pediatraorienta.org.br/marco-lilas-prematuridade-e-aleitamento-materno/.

3.
Tabuchi, PA ; SILVEIRA, S. L. A. ; LYRA, J. C. ; BENTLIN, MARIA REGINA . Sifilis congenita. 2018; Tema: sifilis congenita. (Site).
Palavras-chave: sifilis; sifilis congenita; sifilis gestante.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://https://drive.google.com/file/d/1QnDHL6FebNmofHjXM0W4exbZ3eFxIJbG/view.
Apoio FAPESP vinculado a bolsa de iniciação cientifica, auxilio fapesp projeto regular e mestrado profissional associado a residencia medica.

4.
BENTLIN, M R; SADECK, Lilian dos Santos Rodrigues ; Duque B . Pediatra orienta - Momento Saude - Sociedade de Pediatria de São Paulo. 2017; Tema: O novo é tema sifilis congenita. (Blog).
Palavras-chave: sifilis congenita; Recém-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.pediatraorienta.org.br/momento-saude-novo-tema-e-sifilis-congenita/.
Publicado em 27/09/17.

5.
BENTLIN, M R; SADECK, Lilian dos Santos Rodrigues ; Duque B . Pediatra orienta - Momento Saude - Sociedade de Pediatria de São Paulo. 2017; Tema: O prenatal na prevenção da sífilis congênita. (Blog).
Palavras-chave: sifilis congenita; Recém-nascido; prenatal.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.pediatraorienta.org.br/momento-saude-o-pre-natal-na-prevencao-da-sifilis-congenita.
Publicado em 11/10/2017.

6.
BENTLIN, M R; SADECK, Lilian dos Santos Rodrigues ; Duque B . Pediatra orienta - Momento Saude - Sociedade de Pediatria de São Paulo. 2017; Tema: Tratamento da sífilis congênita. (Blog).
Palavras-chave: sifilis congenita; Recém-nascido; tratamento.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.pediatraorienta.org.br/momento-saude-tratamento-da-sifilis-congenita.
Publicado em 18/10/2017.

7.
BENTLIN, M R; SADECK, Lilian dos Santos Rodrigues ; Duque B . Pediatra orienta - Momento Saude - Sociedade de Pediatria de São Paulo. 2017; Tema: Sifilis congênita, o que é. (Blog).
Palavras-chave: sifilis congenita; Recém-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.pediatraorienta.org.br/momento-saude-o-que-e-sifilis-congenita.
Publicado em 04/10/2017..

8.
BENTLIN, M R; SADECK, Lilian dos Santos Rodrigues ; Duque B . Pediatra orienta - Momento Saude - Sociedade de Pediatria de São Paulo. 2017; Tema: Seguimento das crianças expostas a sífilis congênita. (Blog).
Palavras-chave: sifilis congenita; Recém-nascido; seguimento.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.pediatraorienta.org.br/momento-saude-seguimento-das-criancas-expostas-a-sifilis-congenita.
Publicado em 25/10/2017..

9.
BENTLIN, M R. XII Jornada de Pediatria. 2017; Tema: Jornada de Pediatria. (Rede social).
Palavras-chave: pediatria.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://fmb.unesp.br/#!/instituicao/administrativo/diretoria/assessoria-de-comunicacao-e-imprensa/videos-fmb/.
video instituicional, reallizado e divulgado a partir de agosto de 2017..

10.
SANCHES, B. M. R. ; BENTLIN, MR . Estudo epidemiológico da enterocolite necrosante em prematuros de muito baixo peso- Trabalho de conclusão de curso da residência em Pediatria. 2016; Tema: Estudo epidemiológico da enterocolite necrosante em prematuros de muito baixo peso. (Site).
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://Escola Médica Virtual da FMB-UNESP.

11.
Bentlin MR. Infecção neonatal precoce. 2016; Tema: Infecção neonatal precoce. (Site).
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://Escola Médica Virtual da FMB- UNESP.

12.
Bentlin MR. Cardiomiopatia de takotsubo induzida por norepinefrina em criança. 2016; Tema: Cardiomiopatia de takotsubo induzida por norepinefrina em criança. (Site).
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://Escola Médica Virtual- MEPAREM.

13.
BENTLIN, MARIA REGINA. O Hematócrito de cordão pode auxiliar no diagnóstico de policitemia neonatal. 2016; Tema: O Hematócrito de cordão pode auxiliar no diagnóstico de policitemia neonatal. (Site).
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://lEscola Médica Virtual- MEPAREM.

14.
BENTLIN, MR. Oclusão traqueal fetal endoscópica (feto) na hérnia diafragmática congênita grave à direita. 2016; Tema: Oclusão traqueal fetal endoscópica (feto) na hérnia diafragmática congênita grave à direita. (Site).
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://Escola Médica Virtual/MEPAREM.

15.
CURTOLO, A. ; BENTLIN, MARIA REGINA . Trombocitopenia e ausência de radio: Relato de caso e revisão de literatura- Trabalho de conclusão de curso da residência em Pediatria. 2016; Tema: Trombocitopenia e ausência de radio: Relato de caso e revisão de literatura. (Site).
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://Escola Médica Virtual da FMB-UNESP.

16.
BENTLIN, MARIA REGINA. Sinais e sintomas na avaliação do recém-nascido. 2015; Tema: Sinais e sintomas na avaliação do recém-nascido. (Site).
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://Escola Médica Virtual da FMB-UNESP.

17.
BENTLIN, MR. Problemas frequentes no seguimento do RN no primeiro mês de vida. 2015; Tema: Problemas frequentes no seguimento do RN no primeiro mês de vida. (Site).
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://Escola Médica Virtual da FMB - UNESP.

18.
BENTLIN, MARIA REGINA. Sepse neonata. 2014; Tema: Sepse neonatal. (Site).
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://lEscola Médica Virtual da FMB-UNESP.

19.
BENTLIN, MARIA REGINA. Discussão crítica de artigo científico- Disciplina de neonatolgia. 2014; Tema: Discussão crítica de artigo científico- Disciplina de neonatolgia. (Site).
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://Escola Médica Virtual da FMB.UNESP.

20.
BENTLIN, MARIA. Infecção Neonatal. 2014; Tema: Infecção Neonatal. (Site).
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://Escola Médica Virtual da FMB-UNESP.

21.
BENTLIN, MARIA REGINA. Sinais e sintomas na avaliação do recém-nascido. 2014; Tema: Sinais e sintomas na avaliação do recém-nascido. (Site).
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://Escola Médica Virtual da FMB - UNESP.

22.
BENTLIN, M R. Atenção à saúde do recém-nascido. 2014; Tema: Atenção à saúde do recém-nascido. (Site).
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://Escola Médica Virtua da FMB-UNESP - Videoaula.


Demais tipos de produção técnica
1.
BENTLIN, MARIA REGINA; RUGOLO, L. M. S. S. ; CALIL, R. ; Kleber Giovani Luz . Infecções neonatais relacionadas a assistencia a saude (curso pre congresso). 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).
Palavras-chave: infecção; Recém-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Unidade: horas;
Tipo de participação: Outra; Duração do evento: 4; Local: Hotel Sehrs; Cidade: Natal - RN; Inst. promotora: 24º Congresso Brasileiro de Pediatria.
Curso pre congresso, com 1 aula teorica, 2 casos clinicos e 2 aulas praticas. Participação como organizadora do curso e como instrutora Numero de alunos inscritos 45.

2.
LYRA, J. C. ; Bossolan G ; BERRIEL, L. D. ; Bentlin, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. . Efeito do balão auto inflavel com valvula de PEEP sobre os niveis de PaCO2 e pH sanguíneo durante a ventilação pulmonar mecanica de coehos. 2018. (7 simposio internacional de reanimação neonatal).
Palavras-chave: balão auot inflavel; reanimação; colehos.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Finalidade: Publicação em anais de eventos (sem DOI e sem ISSN); Local: Hotel Bourbon; Cidade: Foz do Iguaçu - PR; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatria.

3.
NOGUEIRA, M. L. P. ; LYRA, J. C. ; BENTLIN, M. R. ; Bossolan G ; RUGOLO, L. M. S. S. . Comparação entre dois escores de risco na predição de morte de recém-nascidos transportados. 2018. (7 simposio internacional de reanimação neonatal).
Palavras-chave: Recém-nascido; transporte; escores de risco.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Finalidade: Publicação em anais de eventos (sem DOI e sem ISSN); Local: Hotel bourbon; Cidade: Foz do Iguaçu - PR; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatiria.

4.
Tabuchi, PA ; SILVEIRA, S. L. A. ; LYRA, J. C. ; BENTLIN, M R . Sifilis congenita. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Panfletos educativos).
Palavras-chave: Recém-nascido; sifilis congenita.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Distribuição do material a gestantes da rede basica de Botucatu e região para esclarecimentos sobre sifilis na gestação e congenita.
Apoio FAPESP processo 2016 / 10681-3.

5.
MARIA REGINA BENTLIN. Prova prática de habilidades da segunda fase do processo seletivo de residência médica 2016 . ch 8h. 2015. (Avaliador - Prova Prática).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Local: Botucatu-SP; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

6.
Bentlin MR. Prova prática de habilidades da segunda fase do processo seletivo de residência médica 2015 . ch 8h. 2014. (Avaliador da Prova Prática).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Local: Botucatu-SP; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
BENTLIN, MARIA REGINA; RUGOLO, L. M. S. S.; CALDAS, JAMIL PEDRO DE SIQUEIRA. Participação em banca de Isadora Pimentel de Souza. Presidente da banca de mestrado: Niveis sericos do lactato como preditores de morte no choque séptico em recém-nascidos prematuros. 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional Associado a residência médica - meparem) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Palavras-chave: Choque séptico; Prematuro; Recém-nascido; lactato; prognóstico; morte.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português.
Presidente da banca de mestrado profissional. orientadora da candidata.

2.
Bentlin, M. R.; JORGE, E. C.; Rodrigues, ACL. Participação em banca de Heitor do Amaral Simões. Membro titular da banca de mestrado: Avaliação do Ropscore como preditor de retinopatia da prematuridade em neonatos prematuros. Estudo comparativo.. 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional Associado a residência médica - meparem) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Palavras-chave: retinopatia da prematuridade; Recém-nascido; Prematuro; ROPscore.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português.

3.
FONSECA, C. R. B.; RUGOLO, L. M. S. S.; LYRA, J. C.; Bentlin, M. R.; Campos, FJ. Participação em banca de Bianca Maria Ramos Dourado. Membro suplente da banca de qualificação de mestrado: Doença periodontal em gestantes e repercussões gestacioanais e ao recém-nascido.. 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional Associado a residência médica - meparem) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Palavras-chave: doença periodontal; Recém-nascido; gestante.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português.
membro suplente.

4.
BENTLIN, MARIA REGINA; Lourenço, MLG; Vannucchi CI. Participação em banca de Keylla Paifico. Membro titular da banca de mestrado: Avaliação de fatores de rsco para viabilidade neonatal canina: clampeamento precoce do cordão umbilical e defeitos congênitos.. 2018. Dissertação (Mestrado em Pós graduação em medicina veterinaria) - FMVZ-UNESP-Botucatu SP.
Palavras-chave: veterinaria; clampeamento precoce; defeitos congenitos.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português.

5.
BENTLIN, M. R.; OLBRICH NETO, J.; BARRETO, A. C. N. G.. Participação em banca de Sarah de Lima Alloufa da Silveira. Presidente da Banca Examinadora da Defesa de Mestrado do Curso de Pós-Graduação em Medicina, 14 de fevereiro. 2017. Dissertação (Mestrado em medicina) - Faculdade de Medicina de Botucatu.
Referências adicionais: Brasil/Português.

6.
JORGE, E. C.; BENTLIN, M. R.; SIQUEIRA, R. C.. Participação em banca de Kellen Cristiane do Vale Lucio. Membro Titular da Banca Examinadora da Defesa de Mestrado do Curso de Pós-Graduação em Bases gerais da cirurgia, 03 de fevereiro. 2017. Dissertação (Mestrado em Bases gerais da cirurgia) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

7.
BENTLIN, M. R.; DE LUCA, A K C; CALIL, R.. Participação em banca de Renata Sayuri Ansai Pereira de Castro. Presidente da Banca Examinadora da Defesa de Mestrado do Curso de Pós-Graduação em Medicina, 12 de abril. 2017. Dissertação (Mestrado em MEDICINA) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

8.
MIRANDA, D. R. P.; BENTLIN, M. R.; HORMAZA, J. M.. Participação em banca de Ana Julia Martins. Membro titular da banca da defesa de mestrado do Programa de Pós-graduação em biologia geral e aplicada, 31 de julho. 2017. Dissertação (Mestrado em BIOLOGIA GERAL E APLICADA) - UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA - JÚLIO DE MESQUITA FILHO -UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

9.
MIRANDA, D. R. P.; RIBEIRO, S. M.; BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Ana Julia Martins Sampaio. Membro Titular da Banca Examinadora do exame de qualificação de Mestrado do Curso de Pós-Graduação em Biologia Geral e Aplicada, 27 de março. 2017. Dissertação (Mestrado em BIOLOGIA GERAL E APLICADA) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

10.
Bentlin, M. R.; CALDAS, JAMIL PEDRO DE SIQUEIRA; DE CÁSSIA XAVIER BALDA, RITA; BARROS, M. C. M.. Participação em banca de Vivien Valente de Souza Perrella. Membro titular da banca de mestrado: Evolução neurocomportamental dos recém-nascidos pre termo e associação com lesões cerebrais na idade pós conceptual de 40 semanas. 2017. Dissertação (Mestrado em Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria) - Universidade Federal de São Paulo.
Palavras-chave: Recém-nascido; desenvolvimento.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português.

11.
BENTLIN, M. R.; TEIXEIRA, D. N. S.; OLIVEIRA, C. C. H. B.. Participação em banca de Pávila Virgínia de Oliveira Nabuco. Membro Titular da Banca Examinadora da Defesa de Mestrado do Curso de Pós-Graduação em Medicina Tropical e Infectologia, 17 de dezembro. 2015. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical e Infectologia) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro.
Referências adicionais: Brasil/Português.

12.
BENTLIN, M. R.; OLIVEIRA, A. G.; OLIVEIRA, C. C. H. B.. Participação em banca de Débora Aparecida Aleixo de Lellis Oliveira. Membro Titular da Banca Examinadora da Defesa de Mestrado do Curso de Pós-Graduação em Medicina Tropical e Infectologia, 17 de dezembro. 2015. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical e Infectologia) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro.
Referências adicionais: Brasil/Português.

13.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Danilo Flavio Moraes Riboli. Membro da Banca Examinadora da Defesa de Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Biologia Geral, em 31 de julho. 2013. Dissertação (Mestrado em Biologia Geral) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

14.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Tycha Bianca Pavan. Membro da Banca Examinadora da Defesa de Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente da FCM- UNICAMP, em 30 de agosto. 2013. Dissertação (Mestrado em Saúde da Criança e do Adolescente) - Faculdade de Ciências Médicas- UNICAMP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

15.
RUGOLO, L. M. S. S.; BENTLIN, M. R.; PACHI, P R. Participação em banca de Alice Maria Kiy. Membro da Banca Examinadora da Defesa de Mestrado, da pós-graduanda Alice Maria Kiy no Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, obstetricia e mastologia, em 28 de fevereiro. 2012. Dissertação (Mestrado em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

16.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Juliana Aparecida Martini. Membro da Banca Examinadora da Defesa de Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, em 17 de agosto. 2012. Dissertação (Mestrado em SAÚDE COLETIVA) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

17.
RUGOLO, L; BENTLIN, M. R.; SADEK, L R S. Participação em banca de Thaís Giorgeto Pereira Lucheta. Membro da Banca Examinadora para a Defesa da Dissertação de da pós-graduanda Thaís Giorgeto Pereira Lucheta no Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, obstetricia e mastologia, em 25 de fevereiro. 2011. Dissertação (Mestrado em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

18.
PERAÇOLI, J. C.; BENTLIN, M. R.; FRANCA, P. S.. Participação em banca de Artur da Rocha Moreira Neto. Membro da Banca Examinadora para a Defesa da Dissertação de do pós-graduando Artur da Rocha Moreira Neto no Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, obstetricia e mastologia, em 26 de agosto. 2011. Dissertação (Mestrado em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

19.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Maria Cristina Abrão Aued Perin. Membro da Banca Examinadora para a Defesa da Dissertação de Mestrado da pós-graduanda Maria Cristina Abrão Aued Perin no Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Ciências Aplicadas a Pediatria , em 21 de de setembro. 2011. Dissertação (Mestrado em Pediatria e Ciências Aplicadas a Pediatria) - Universidade Federal de São Paulo.
Referências adicionais: Brasil/Português.

20.
RUGOLO, L. M. S. S.; BENTLIN, M. R.; DE LUCA, A K C. Participação em banca de Alice Maria Kiy. Membro da Banca Examinadora do Exame de Qualificação ao Mestrado, da pós-graduanda Alice Maria Kiy no Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, obstetricia e mastologia, em 29 de novembro. 2011. Dissertação (Mestrado em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

21.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Dóris Silvia Barbosa de Souza. Membro da Banca Examinadora da Dissertação de Mestrado da pós-graduanda Doris Silvia Barbosa de Souza, do Programa de Pós-Graduação Bases Gerais da Cirurgia , em 23 de fevereiro. 2010. Dissertação (Mestrado em Bases Gerais de Cirurgia) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

22.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Milene Piorkowsky de Almeida. Membro da Banca Examinadora do Exame de Qualificação ao Mestrado, da pós-graduanda Milene Piorkowsky de Almeida no Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, obstetricia e mastologia, em 23 de abril. 2010. Dissertação (Mestrado em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

23.
RUGOLO, L. M. S. S.; BENTLIN, M. R.; ANTUNES, L. C. O.. Participação em banca de Thais Giorgeto Pereira Lucheta. Membro da Banca Examinadora do Exame de Qualificação ao Mestrado, da pós-graduanda Thais Giorgeto Pereira Lucheta no Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, obstetricia e mastologia, em 30 de novembro. 2010. Dissertação (Mestrado em Ginecologia, Obstetricia e Mastologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.
Referências adicionais: Brasil/Português.

24.
RUGOLO, L. M. S. S.; PERAÇOLI, J. C.; BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Milene Piorkowsky de Almeida. Membro da Banca Examinadora para a Defesa da Dissertação de da pós-graduanda Milene Piorkowsky de Almeida no Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, obstetricia e mastologia, em 27 de Julho. 2010. Dissertação (Mestrado em Ginecologia, Obstetricia e Mastologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.
Referências adicionais: Brasil/Português.

25.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L. M. S. S.; VITTA, F. C. F.. Participação em banca de Sandra Cristina Pizzocaro Volpi. Membro Titular da Comissão Examinadora da Defesa de Dissertação de Mestrado, 27 de fevereiro. 2009. Dissertação (Mestrado em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

26.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Doris Silva Barbosa. Membro da Banca Examinadora do Exame de Qualificação ao Mestrado, da pós-graduanda Doris Silva Barbosa no Programa de Pós-Graduação em Bases Gerais de Cirurgia da FMB-UNESP, em 16 de dezembro. 2009. Dissertação (Mestrado em Bases Gerais de Cirurgia) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

27.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Sheila de Lima Kallas. Pós-Graduanda do Programa de Pós-Graduação: Saúde da Criança e do Adolescente da UNICAMP, dissertação em 22 de fevereiro. 2008. Dissertação (Mestrado em Saúde da Criança e do Adolescente) - Universidade Estadual de Campinas.
Referências adicionais: Brasil/Português.

28.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L. M. S.; PADULA, N.. Participação em banca de Sandra Cristina P. Volpi. Membro da Banca Examinadora do Exame de Qualificação ao Mestrado, da pós-graduanda Sandra Cristina P. Volpi do Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, Obstetricia e Mastologia da FMB-UNESP, em 01 de dezembro. 2008. Dissertação (Mestrado em Ginecologia, Obstetricia e Mastologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.
Referências adicionais: Brasil/Português.

29.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Adriana Saito. Pós-graduanda do Programa de Pós-Graduação em Pediatria da FMB-UNESP, em 22 de junho. 2007. Dissertação (Mestrado em Pediatria [Botucatu]) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

30.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Maria Stela Lessa Paganelli. Pós-graduanda do Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde da UEL, em Londrina -PR, em 30 de março. 2006. Dissertação (Mestrado em Pediatria [Botucatu]) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

31.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Jamil Pedro de Siqueira Caldas. Aluno do Curso de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente da UNICAMP, realizada em 06 de fevereiro. 2006. Dissertação (Mestrado em Saúde da Criança e do Adolescente) - Universidade Estadual de Campinas.
Referências adicionais: Brasil/Português.

32.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Elaine Renata Tutes. Pós-graduanda do Programa de Pós-Graduação em Pediatria da FMB-UNESP, em 8 de maio. 2006. Dissertação (Mestrado em Pediatria [Botucatu]) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

33.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de adriana Saito. Pós-Graduanda do Programa de Pós-Graduação em Pediatria da FMB-UNESP, exame de qualificação em 15 de dezembro. 2006. Dissertação (Mestrado em Pediatria [Botucatu]) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

34.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Allethéa Roberta Souza e Silva. Pós-graduanda do Curso de Pós-Graduação em Pediatria da USP-Ribeirão Preto, em 07 de junho. 2005. Dissertação (Mestrado em Medicina Pediatria) - Universidade de São Paulo Ribeirão Preto.
Referências adicionais: Brasil/Português.

35.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Kátia Cristina Álvares Kreling. Pós-graduanda do Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde da Universidade Estadual de Londrina, realizado em 03 de março. 2005. Dissertação (Mestrado em Medicina e Ciências da Saúde) - Universidade Estadual de Londrina.
Referências adicionais: Brasil/Português.

36.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Andréa de Cássia Stefano Albertoni. Membro da Banca Examinadora da Dissertação de Mestrado da pós-graduanada Andréa de Cássia Stefano Albertoni, do Programa de Pós-Graduação em Pediatria da UNIFESP - Escola Pauloista de Medicina, em São Paulo, em novembro. 2004. Dissertação (Mestrado em Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria) - Universidade Federal de São Paulo.
Referências adicionais: Brasil/Português.

37.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Deise Helena de Souza. Membro da Dissertação de Mestrado da pós-graduanda Deise Helena de Souza, do Curso de Pós-Graduação em Pediatria da FMB-UNESP, em 05 de dezembro. 2003. Dissertação (Mestrado em Pediatria [Botucatu]) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

38.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Salma Saraty Malveira. Membro da Banca Examinadora da Dissertação de Mestrado da pós-graduanda Salma Saraty Malveira, do Curso de Pós-Graduação em Pediatria da UNIFESP-Escola Paulista de Medicina, realizada em 8 de outubro. 2002. Dissertação (Mestrado em Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria) - Universidade Federal de São Paulo.
Referências adicionais: Brasil/Português.

Teses de doutorado
1.
RUGOLO, L. M. S. S.; BENTLIN, M. R.; LYRA, J. C.; MARBA, S; BARROS, M. C. M.. Participação em banca de Simone Manso de Carvalho Pelicia. Membro titular da Banca da tese de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, obstetrícia e mastologia - 20 de fevereiro. 2017. Tese (Doutorado em GINECOLOGIA, OBSTETRÍCIA E MASTOLOGIA) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

2.
RUGOLO, L. M. S. S.; PERACOLLI, J. C.; SANTOS, D. C. D.; MATALOUN, M. M. B.; OSHIRO, C. G. S.; BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Adriana Saito Jasper. Membro Suplente da Banca da defesa de tese doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, obstetrícia e mastologia - 16 de agosto. 2016. Tese (Doutorado em GINECOLOGIA, OBSTETRÍCIA E MASTOLOGIA) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

3.
MARBA, S. T. M.; MARQUES, A. A.; ROSA, I. R. M.; BICALHO, G. G.; KOSOUR, C.; BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Mariana Almada Bassani. Membro Suplente da Banca Examinadora da tese de doutorado do Curso de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente, 23 de julho. 2015. Tese (Doutorado em Saúde da Criança e do Adolescente) - Faculdade de Ciências Médicas- UNICAMP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

4.
RUGOLO, L. M. S. S.; ALMEIDA, Maria Fernanda Branco de; BENTLIN, M. R.; GUINSBURG, R; MARBA, S. Participação em banca de Rossiclei de Souza Pinheiro. Membro Titular da Banca Tese de Doutorado, do Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia , em 16 de setembro. 2013. Tese (Doutorado em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

5.
BENTLIN, M. R.; MARTINEZ, F E. Participação em banca de Walusa Assad Gonçalves Ferri. Membro Titular da Banca Tese de Doutorado, do Programa de Pós-Graduação Saúde da Criança e do Adolescente , em 15 de fevereiro. 2011. Tese (Doutorado em Saúde da Criança e do Adolescente) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.
Referências adicionais: Brasil/Português.

6.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Salma Saraty Malveira. Membro da Banca Examinadora para Tese de Doutorado da pós-graduanda Salma Saraty Malveira no Programa de Pós-Graduação Pediatria e Ciências Aplicadas a Pediatria em 18 de outubro. 2011. Tese (Doutorado em Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria) - Universidade Federal de São Paulo.
Referências adicionais: Brasil/Português.

7.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Marina Wey. Pós-Graduanda do Programa de Pós-Graduação em Pediatria da FMB-UNESP, defesa em 28 de abril. 2008. Tese (Doutorado em Pediatria [Botucatu]) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

8.
RUGOLO, L. M. S.; BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Celeste Gomez Sardinha. Pós-Graduanda do Programa de Pós-Graduação em Pediatria da FMB-UNESP, defesa em 04 de julho. 2008. Tese (Doutorado em PEDIATRIA) - Faculdade de Medicina de Botucatu.
Referências adicionais: Brasil/Português.

9.
RUGOLO, L. M. S.; TRINDADE, C E P; PERACOLLI, J. C.; ALMEIDA, M F B; SADECK, L S R; BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Miriam Hashimoto. Pós-Graduanda do Programa de Pós-Graduação em Pediatria da FMB-UNESP, defesa em 01 de agosto. 2008. Tese (Doutorado em PEDIATRIA) - Faculdade de Medicina de Botucatu.
Referências adicionais: Brasil/Português.

10.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Ana Karina Cristiuma de Luca. Pós-Graduanda o Programa de Póes Graduação em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia da FMB-UNESP, em 27 de agosto. 2007. Tese (Doutorado em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

11.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Letícia Cláudia de Oliveira. Pós-graduanda do Programa de Pós-Graduação em Pediatria da FMB-UNESP, defesa da tese em 12 de novembro. 2007. Tese (Doutorado em Pediatria [Botucatu]) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

12.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Sthella Zanchetta. Pós-graduanda, do Programa de Pós-Graduação em Pediatria da FMB-UNESP, em 30 de janeiro. 2004. Tese (Doutorado em Pediatria [Botucatu]) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

13.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Grasiela Bossolan. Pós-graduanda do Programa de Pós-Graduação em Pediatria da FMB-UNESP, em 02 de setembro. 2004. Tese (Doutorado em Pediatria [Botucatu]) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

Qualificações de Doutorado
1.
RUGOLO, L; PERAÇOLI, J. C.; BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Adriana Saito Jasper. Membro titular da Banca do Exame de qualificação para doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, obstetrícia e mastologia - 10 de maio. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em GINECOLOGIA, OBSTETRÍCIA E MASTOLOGIA) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

2.
GOLDBERG, T. B. L.; DIAS, A.; NAHAS, E. A. P.; CALDERON,I.M.P.; BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Anapaula da Conceição Bisi Rizzo. Membro Suplente da Banca Exame de qualificação para doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, obstetrícia e mastologia - 22 de novembro. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em GINECOLOGIA, OBSTETRÍCIA E MASTOLOGIA) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

3.
RUGOLO, L. M. S.; LYRA, J. C.; GOLDBERG, T. B. L.; BENTLIN, M. R.; KUROKAWA, C. S.. Participação em banca de Simone Manso de Carvalho Pelicia. Membro suplente da Banca do Exame de qualificação para doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, obstetrícia e mastologia - 28 de novembro. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em GINECOLOGIA, OBSTETRÍCIA E MASTOLOGIA) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

4.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Mitsuo Hashimoto. Membro da Banca Examinadora do Exame de Qualificação Doutorado, no Programa de Pós-Graduação em Bases Gerais da Cirurgia, em 18 de dezembro. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Bases Gerais da Cirurgia) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

5.
RUGOLO, L. M. S. S.; BENTLIN, M. R.; GUINSBURG, R. Participação em banca de Rossiclei de Souza Pinheiro. Membro da Banca Examinadora do exame geral da aula de qualificação para doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia, 04 de julho. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

6.
RUGOLO, L. M. S.; BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Miriam Hashimoto. Pós-graduanda do Programa de Pós-Graduação em Pediatria da FMB-UNESP, exame de qualificação em 30 de abril. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em PEDIATRIA) - Faculdade de Medicina de Botucatu.
Referências adicionais: Brasil/Português.

7.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Letícia Cláudia de Oliveira Antunes. Pós-graduanda do Programa de Pós-Graduação em Pediatrtia da FMB-UNESP, exame de qualificação em 09 de agosto. 2007.
Referências adicionais: Brasil/Português.

8.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Ana Karina Cristiuma de Luca. Pós-Graduanda do Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia, realizado em 25 de maio. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Pediatria [Botucatu]) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

9.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Marina Wey. Pós-Graduanda do Programa de Pós-Graduação em Pediatria da FMB-UNESP, exame geral de qualificação em 18 de dezembro. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Pediatria [Botucatu]) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

10.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Grasiela Bossolan. Membro da Banca Examinadora do Exame de Qualificação ao Doutorado, da pós-graduanda Grasiela Bossolan do Programa de Pós-Graduação em Pediatria da FMB-UNESP, em 12 de março. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Pediatria [Botucatu]) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

Qualificações de Mestrado
1.
BENTLIN, MARIA REGINA; RUGOLO, L. M. S. S.; Martin JG. Participação em banca de Isadora Pimentel de Souza. Presidente da banca de qualificação de mestrado: Acuracia do lactato serico no diagnóstico e prognóstico do choque séptico. 2018 - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Palavras-chave: Choque séptico; lactato; prognóstico; Recém-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português.
O titulo da qualificação foi posteriormente mudado por solicitação da banca examinadora.

2.
LYRA, J. C.; BENTLIN, MARIA REGINA; RUGOLO, L. M. S. S.. Participação em banca de Marina Lucchine Pontes Nogueira. Membro titular da banca de qualificação de mestrado: Perfil do transporte inter-hospitalar de recém-nascidos de alto risco. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado Profissional Associado a residência médica - meparem) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Palavras-chave: Recém-nascido; transporte.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português.

3.
LYRA, J. C.; RUGOLO, L. M. S. S.; BENTLIN, MARIA REGINA. Participação em banca de Abdo Eduardo Guarbim Tannuri. Membro titular da banca de qualificação de mestrado profissional: Mascara laringea como opção para ventilação com pressão positiva de recém-nascidos em sala de parto.. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado Profissional Associado a residência médica - meparem) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Palavras-chave: Recém-nascido; mascara laringea; reanimação.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português.

4.
BENTLIN, M. R.; RUGOLO, L. M. S. S.; LUCA, A. K.. Participação em banca de Renata Sayuri Ansai. Membro Titular da Banca Examinadora do exame de qualificação de Mestrado do Curso de Pós-Graduação em medicina, 11 de janeiro. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em MEDICINA) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

5.
BENTLIN, M. R.; FEKETE, S. M. W.; OLBRICH NETO, J.. Participação em banca de Sarah de Lima Alloufa da Silveira. Membro Titular da Banca Examinadora do exame de qualificação de Mestrado do Curso de Pós-Graduação em mediicna, 21 de outubro. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em MEDICINA) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

6.
JORGE, E. C.; SILVA, M. R. B. M.; BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Kellen Cristiane do Vale Lucio. Membro Titular da Banca Examinadora do exame de qualificação de Mestrado do Curso de Pós-Graduação Bases gerais da cirurgia, 10 de novembro. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Bases Gerais de Cirurgia) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

7.
JORGE, E. C.; SILVA, M. R. B. M.; BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Kellen Cristiane do Vale Lucio. Membro Titular da banca do Exame Geral da aula de qualificação para mestrado no Programa de Pós-graduação em Bases Gerais da Cirurgia, 14 de outubro. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Bases Gerais de Cirurgia) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

8.
RUGOLO, L; BENTLIN, M. R.; FEKETE, S. M. W.. Participação em banca de Natália Alves de Freitas. Membro Titular da Banca Examinadora do exame de qualificação de Mestrado do Curso de Pós-Graduação em Ginecologia, obstetrícia e mastologia, 29 de novembro. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

9.
RUGOLO, L. M. S. S.; PERACOLI, M. T.; LYRA, J. C.; BENTLIN, M. R.; SANTOS, D. C. D. M.. Participação em banca de Luiza TavaresCarneiro Santiago. Membro Suplente da Banca do Exame de qualificação para mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ginecologia, obstetrícia e mastologia - 30 de novembro. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Ginecologia, Obstetricia e Mastologia) - Faculdade de Medicina de Botucatu.
Referências adicionais: Brasil/Português.

10.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Danilo Flavio Moraes Riboli. Membro da Banca Examinadora do exame geral de qualificação para mestrado do Programa de Pós-Graduação Biologia Geral , em 04 de julho. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Biologia Geral) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

11.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Juliana Aparecida Martini. Membro da Banca Examinadora do exame geral de qualificação para mestrado do Programa de Pós-Graduação Saúde Coletiva , em 09 de dezembro. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em SAÚDE COLETIVA) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

Outros tipos
1.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Elaine Renata Tutes. Membro da Comissão Examinadora do Exame Geral de Qualificação da pós-graduanda Elaine Renata Tutes do Curso de Pós-Graduação em Pediatria da FMB-UNESP, em 10 de outubro. 2005. Outra participação, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

2.
BENTLIN, M. R.. Participação em banca de Cesar Antonio Franco Marinho. Pós-graduando do Programa de Pós-Graduação em Pediatria da FMB-UNESP, em 05 de março. 2004. Outra participação, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Professor Substituto na Disciplina de Neonatologia do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP. 2016. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

2.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Professor Substituto na Disciplina de Endocrinologia Pediátrica do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP. 2016. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

3.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Professor Substituto na Disciplina de Nefrologia Pediátrica do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP. 2016. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

4.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Professor Substituto na Disciplina de Imunologia Pediátrica do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP. 2016. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

5.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Professor Substituto na Disciplina de Neonatologia do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP. 2015. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

6.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Professor Substituto na Disciplina de Endocrinologia Pediátrica do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP. 2015. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

7.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Professor Substituto na Disciplina de Nefrologia Pediátrica do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP. 2015. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

8.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Professor Substituto na Disciplina de Imunologia Pediátrica do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP. 2015. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

9.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Professor Substituto na Disciplina de Neonatologia do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP. 2014. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

10.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Professor Substituto na Disciplina de Endocrinologia Pediátrica do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP. 2014. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

11.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Professor Substituto na Disciplina de Nefrologia Pediátrica do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP. 2014. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

12.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Professor Substituto na Disciplina de Imunologia Pediátrica do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP. 2014. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

13.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Residentes do 1º ano, do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP, em dezembro. 2013. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

14.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca Examinadora do Concurso Público para a função de Médico Pediatra (disciplinas de Semiologia em Pediatria e Pediatria I, II eIII junto ao depto de pediatria, 2 de dezembro. 2011. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

15.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Publico para Professor Substituto da Disciplina de Hepatologia Pediátrica, 07 de janeiro. 2010. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

16.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Publico para Professor Substituto da Disciplina da Saúde da Criança e do Adolescente , 18 de junho. 2010. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

17.
BENTLIN, M. R.. Membro Presidente da Banca do concurso publico para vaga de médico na UTI Neonatal - HC, 12 de janeiro. 2010. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

18.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Professor Substituto na Disciplina de Neonatologia do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP, em junho. 2007.
Referências adicionais: Brasil/Português.

19.
BENTLIN, M. R.. Membro da Comissão Examinadora do Concurso Público para a função de Médico Neonatologista pela FAMESP, em 10 e 11 de fevereiro. 2006. Fundação Para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar.
Referências adicionais: Brasil/.

20.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca Examinadora para a seleção dos residentes de Neonatologia do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP em 2001, 2002,2003. 2004. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/.

21.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca Examinadora do Concurso Público para a função de Médico Pediatra (Área de Terapia Intensiva Neonatal), da FAMESP, em maio. 2002. Fundação Para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar.
Referências adicionais: Brasil/.

22.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca Examinadora para a seleção dos residentes de 1º ano de Pediatria da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP no ano. 2001. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

23.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca Examinadora do Concurso de Residência Médica opcional em Pediatria, na disciplina de Neonatologia, em dezembro. 1998. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.
Referências adicionais: Brasil/Português.

Outras participações
1.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca Examinadora do exame de seleção de candidato regular do Programa de Pós-graduação em Medicina , Mestrado Profissional, 20 de junho. 2018. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

2.
FONSECA, C. R. B.; LYRA, J. C.; HASHIMOTO, M.; Martin JG; CARPI, M. F.; MACHADO, N. C.; mary carvalho; FALEIROS, F. T. V.; BENTLIN, MARIA REGINA. membro da banca examinadora do trabalho de conclusão de curso dos residentes de pediatria da FMB UNESP. 2018. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Palavras-chave: pediatria.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português.

3.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca Examinadora do processo seletivo para aluno regular no Programa de Pós-graduação em Medicina , curso de Mestrado Profissional, 28 e 29 de junho. 2017. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

4.
BENTLIN, M. R.. Membro da banca de TCC para Residentes de Pediatria, fevereiro. 2016. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

5.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Residentes do 1º ano, do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP, em dezembro. 2016. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

6.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Residentes do 1º ano, do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP, em dezembro. 2015. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

7.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Residentes do 1º ano, do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP, em dezembro. 2014. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.

8.
BENTLIN, M. R.. Membro da Banca do Concurso Público para Professor Substituto na Disciplina de Endocrinologia Pediátrica do Dep. de Pediatria da FMB-UNESP, setembro. 2013. Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.
Referências adicionais: Brasil/Português.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
24º Congresso Brasileiro de Perinatologia. Sepse precoce: é possivel prevenir? Marcadores de Infecção. 2018. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

2.
24º Congresso Brasileiro de Perinatologia. Comentadora: Sessão poster comentado (PC 077 a PC 080),. 2018. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Avaliador
Forma de participação: Convidado.

3.
24º Congresso Brasileiro de Perinatologia. Infecções neonatais relacionadas a assistencia a saude (curso pre congresso). 2018. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Moderador
Forma de participação: Convidado.

4.
24º Congresso Brasileiro de Perinatologia. 24º congresso brasileiro de perinatologia. 2018. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Outras formas
Forma de participação: Participante.

5.
24º Congresso Brasileiro de Perinatologia. Comentadora: Sessão poster comentado (PC237 a PC 240). 2018. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Avaliador
Forma de participação: Convidado.

6.
2º Seminario Macroregional Sudeste 2 do projeto de aprimoramento e inovação no cuidado e ensino em obstetrica e neonatologia - Apice On.Apice On. 2018. (Seminário).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Outras formas
Forma de participação: Participante.

7.
7 Simpósio internacional de reanimação neonatal. 2018. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

8.
Disciplina de Neonatologia vetetrinaria do Programa de Pós Graduação em Medicina na Veterinaria da Faculdadeedicina Veterinaria e Zootecnia, co Campus de Botucatua de MeM.Assistencia neonatal imediata em humanos. 2018. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

9.
Disciplina de Neonatologia vetetrinaria do Programa de Pós Graduação em Medicina na Veterinaria da Faculdadeedicina Veterinaria e Zootecnia, co Campus de Botucatu de MeM t.Neonatologia em humanos: do básico ao avançado. 2018. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

10.
Seminarios em Neonatologia do Programa de Pós Graduação em Pediatria e Ciencias Aplicadas à Pediatria - Escola Paulista de Medicina UNIFESP.Seminarios em Neonatologia - Estudo caso controle. 2018. (Seminário).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Moderador
Forma de participação: Convidado.

11.
XV Forum Internacional de Sepse - ILAS 31/05 e 01/06 2018.Tratamento antimicrobiano da sepse neonatal precoce. Sou a favor da abordagem quantitativa. 2018. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

12.
21º Simposio Internacional de Neonatologia. 2017. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

13.
38º Congresso Brasileiro de Pediatria, 10 a 14 de outubro. Estudo epidemiológico da sífilis congênita: A realidade de um Hospital Universitário Terciário. 2017. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Outras formas
Forma de participação: Participante.

14.
38º Congresso Brasileiro de Pediatria, 10 a 14 de outubro - ch 40h. 2017. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

15.
Café da Manhã com o Professor -Sociedade de Pediatria de São Paulo, 11 março.Prematuridade Extrema. 2017. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante.

16.
III Encontro de Neonatotogia.AMPLIANDO OS HORIZONTES NOS CUIDADOS NEONATAIS ? PERSPECTIVA DA ENFERMAGEM. 2017. (Encontro).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Moderador
Forma de participação: Convidado.

17.
Investigator Meeting, 10 de february. 2017. (Outra).
Referências adicionais: Argentina
Forma de participação: Ouvinte.

18.
INVESTIGATOR MEETING - MEDI8897 - D5290C00003 , 10 FEBRUARY.Pesquisador Principal de Projeto. 2017. (Outra).
Referências adicionais: Argentina
Tipo de participação: Outras Formas
Forma de participação: Participante.

19.
Semana Mundial da Amamentação, 21 de agosto.Membro da mesa de abertura Semana Mundial da Amamentação. 2017. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Outras formas
Forma de participação: Participante.

20.
Workshop Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais: Melhorando as Boas Práticas Clínicas á Beira do Leito - 21º Simpósio Internacional de Neonatologia, 14 a 16 de setembro.Indicadores de qualidade de assistência na UTIN: como definir , mensurar e interpretar. 2017. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Moderador
Forma de participação: Convidado.

21.
14º Congresso Paulista de Pediatria, 12 a 15 de março. Debatedora do colóquio - Icterícia neonatal: abordagem nos primeiros dias de vida e no setor de emergências. 2016. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Outras formas
Forma de participação: Participante.

22.
23º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de setembro.. Choque séptico em prematuros de muito baixo peso: aplicação sistematizada de protocolo melhora o prognóstico?. 2016. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

23.
23º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de setembro.. Choque séptico tardio: Impostante causa de diminuição do prognóstico de prematuros de muito baixo peso. 2016. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

24.
23º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de setembro.. Estudo epidemiológico da sífilis congênita na realidade de um Hospital Universitário terciário. 2016. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

25.
23º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de setembro. ch 30h. 2016. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

26.
23º Congresso Brasileiro de Perinatologia 14 a 17 setembro. A importância de duas hemoculturas no diagnóstico de infecção por estafilococo coagulase negativa em UTI neonatal. 2016. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

27.
23º Congresso Brasileiro de Perinatologia 14 a 17 setembro. Estafilococo coagulose negativa: infecção x contaminação. 2016. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

28.
6º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 14 a 16 de abril.Perfil do transporte inter-hospitalar de recém-nascidos de alto risco. 2016. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

29.
6º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 14 a 16 de abril.Prognóstico em curto prazo de RNMBP intubados em sala de parto. 2016. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

30.
6º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 14 a 16 de abril.Indicação de intubação em prematuros na sala de parto. uma análise de 3 anos. 2016. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

31.
6º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 14 a 16 de abril - ch 20 h. 2016. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

32.
Curso de Educação Continuada em Pediatria, ch 4 h - 03 de setembro.Coordenação do Modulo 2: Alojamento conjunto: realidade e desafios. 2016. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Outras formas
Forma de participação: Participante.

33.
Programa de Pós-graduação em Medicina Veterinária.Assistência neonatal imediata em humanos e neonatologia em humanos. 2016. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

34.
XXVIII CIC UNESP. Estudo epidemiológico da enterocolite necrosante em prematuros de muito baixo peso. 2016. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante.

35.
37º Congresso Brasileiro de Pediatria, 13 a 16 de outubro. Trombocitopenia e ausência de rádio - Síndrome tar: Relato de caso. 2015. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

36.
Curso capacitação no método canguru - Turma V, 28 a 30 julho, ch 20h h. 2015. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

37.
III Encontro dos Comitês de Ética em Pesquisa, ch 8h - 09 de outubro. 2015. (Encontro).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

38.
Palestra - Estruturação do texto científico- a lógica da redação de artigos,ch 02h no dia 26 de agosto. 2015. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

39.
Seminário de Pesquisa em Neonatologia do PG em Pediatria e Ciências aplicadas à Pediatria, 26 de maio.Comentadora do artigo Can neonatal sepsis be predicted in late preterm premature rupture of membranes? Development of a prediction model. 2015. (Seminário).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Outras formas
Forma de participação: Participante.

40.
Simpósio de Vigilância Epidemiológica: Sifilis Congênita, Tuberculose e Atualização em Imunização 2015, ch 6 horas. 2015. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

41.
XIV COPATI - Congresso Paulista de Medicina Intensiva, 16 a 19 de setembro. Enterocolite necrosante em prematuros de muito baixo peso e sua relação com práticas assistenciais.. 2015. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante.

42.
XXVII Congresso de Iniciação Científica da UNESP. O Ressurgimento da sifiilis congênita: A realidade de um Hospital Universitário Terciário. 2015. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante.

43.
XXVII Congresso de Iniciação Científica da UNESP. Policitenia Neonatal em um hospital universitário terciário. 2015. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante.

44.
XXVII Congresso de Iniciação Científica da UNESP. Importancia das curvas de crescimento bacteriano na diferenciação entre contaminação e infecção por estafilococos coagulase negativa no periodo neonatal. 2015. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante.

45.
21º Congresso Médico Acadêmico de Botucatu, 17 a 22 de setembro. Sobrevida e morbilidades na Rede Brasileira de Pesquisa Neonatais - análise de 2006 a 2013. 2014. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante.

46.
22º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 20 a 22 de novembro. Custo-efetividade do uso de corticoide antenatal em prematuros Brasileiros. 2014. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante.

47.
22º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 20 a 22 de novembro. Estamos alimentando adequadamente os pré-termo da Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais ?. 2014. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

48.
22º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 20 a 22 de novembro. Mortalidade hospitalar, displasia broncopulmonar, hemorragia grave, leucomalácia periventricular e rop cirúrgica em recém-nascidos de muito baixo peso na Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais. 2014. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante.

49.
22º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 20 a 22 de novembro. Desfechos desfavoráveis à saída hospitalar de prematuros classificados por faixa de peso ao nascer: Dados de referência da Rede Brasileira de Pesquisa Neonatais. 2014. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

50.
22º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 20 a 22 de novembro. O uso de antibióticos nas primeiras 72hs de vida interfere na nutrição do pré-termo?. 2014. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

51.
22º Congresso Brasileiro de Perinatologia e IX Simpósio Internacional de Medicina fetal da SGOB, 19 a 22 novembro, ch 30 horas b. 2014. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

52.
23º Jornada de UTI neonatal e pediátrica da Maternidade Sinhá Junqueira e 6º Jornada de UTI neonatal e pediátrica da Sociedade de Pediatria de SP, 24 e 25 de outubro. 2014. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

53.
5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 27 a 29 de março. 2014. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

54.
5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 27 a 29 de março.Fatores associados à intubação traqueal em sala de parto e prognóstico de recém-nascidos de muito baixo peso. 2014. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

55.
5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 27 a 29 de março.Prática da Reanimação em sala de parto de prematuros de muito baixo peso em unidades universitárias: mudanças após 2010.. 2014. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

56.
5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 27 a 29 de março.Hipotermia terapêutica protetora em recém-nascidos- indicações e complicações em um Hospital Universitário. 2014. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

57.
5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 27 a 29 de março.Assistência respiratória em sala de parto de prematuros nascidos nas 20 unidades da Rede Brasileira de pesquisas neonatais. 2014. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

58.
5º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 27 a 29 de março.Impacto das novas condutas de reanimação no prognóstico em curto prazo de recém-nascido de muito baixo peso. 2014. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

59.
Curso de Atualização na atenção à saúde - Atenção à saúde do recém-nascido- 30 de setembro. 2014. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

60.
Journal Club, realizado no Departamento de Pediatria nos meses de maio, agosto e novembro. 2014. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

61.
Reunião Clínicas do Departamento de Pediatria durante o ano. 2014. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

62.
Reunião do Departamento Científico de Neonatologia da SPSP, reuniões mensais durante o ano de 2014 o.O Desafio da prevenção da hipotermia do pré-termo à admissão na UTI neonatal. 2014. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Outras Formas
Forma de participação: Participante.

63.
13º Congresso Paulista de Pediatria, 16 a 19 de março. Neonatologia I. 2013. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante.

64.
13º Congresso Paulista de Pediatria, 16 a 19 de março. Revisora de temas livres. 2013. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Outras formas
Forma de participação: Participante.

65.
13º Congresso Paulista de Pediatria, 16 a 19 de março. Avaliador de Temas Livres. 2013. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Avaliador
Forma de participação: Convidado.

66.
13º Congresso Paulista de Pediatria, 16 a 19 de março. 2013. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

67.
III Encontro Internacional de neonatologia , 07 a 10 de maço. 2013. (Encontro).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

68.
Reunião da Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais, 07 de março. 2013. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

69.
Reunião da Sub Rede de Especialidades da Rede Nacional de Pequisa Clínica - UFMG, 05 de fevereriro. 2013. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

70.
Reunião na Secretaria de Saúde do Município de Botucatu - Sifiles congênita, 16 de abril. 2013. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

71.
XIII COPATI - Congresso Paulista de Medicina Intensiva, 19 a 21 de setembro. 2013. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

72.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Avaliação do serviço de triagem auditiva neoantal em uma maternidade pública do Estado de SP.. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

73.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Efeitos de fatores perinatais sobre a evolução neonatal de recem-nascidos pré-termo< 1000g com persistência de canal arterial. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

74.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Colonização fúngica em rn muito baixo peso: Problema emergente em uti neoantal. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

75.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. O Impacto do leite materno para o prematuro com o tema: Manutenção do aleitamento durante a internação e após- alta. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

76.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Sepse fúngica no pe´ríodo neonatal: 8 anos de experiência em um centro Universitário Terciário. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

77.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. O ressurgimento da sífilis congênita: A realidade de um Hospital Universitário Terciário. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

78.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Análise comparativa da frequênciade indicações de transfusões de hamácias em dois períodos em 8 unidades neonatais Brasileiras. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

79.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Fatores associados à hipotermia com 5 minutos de vida e à admissão na uti neonatal em recém-nascidos com idade gestacional <34 semanas: coorte prospectiva multicêntrica. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

80.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. PCA em recém-nascido de extremo baixo peso: Qual a melhor conduta?. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

81.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Comentadora da Sessão: Posteres comentados. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Avaliador
Forma de participação: Convidado.

82.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Impacto das novas condutas de reanimação sobre a assistência ventilatória de recém-nascidos de muito baixo peso. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

83.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Analgesia do recém-nascido prematuro: Indicações e riscos. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Moderador
Forma de participação: Convidado.

84.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Fatores de risco para hemorragia peri-intraventricular em recém-nascidos de muito baixo peso: Estudo multicêntrico. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

85.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

86.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Procedimentos dolorosos e anagesia em unidades de terapia intensiva neonatal universitárias: O que mudou na opinião ena prática profissional em dez anos?. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

87.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Fatores associados ás indicações de transfusões de hemácias em prematuros de muito baixo peso em unidades neoantais brasileiras. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

88.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Associação do desenvolvimento mental e motor de prematuros muito baixo peso com variáveis clinicas e socio-demograficas, aos dois anos de idade. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

89.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Fatores associados à recuperação da vitalidade no 5º minuto em prematuros de muito baixo peso com apgar 0/1 no 1º minuto. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

90.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Vigilância do desenvolvimento de crianças prematuras em idade escolar: A hipótese diagnósticada de atraso do desenvolvimento realizada pelo pediatra. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

91.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Reanimação avançada e chance de óbito ou sequelas em nascidos vivos com idade gestacional entre 23 e 30 semanas. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

92.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Fatores que influenciam a coerência dos médicos na avaliação da dor e uso de analgésicos em procedimentos dolorosos realizados em recém-nascidos. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

93.
21º Congresso Brasileiro de Perinatologia, 14 a 17 de novembro. Hiportermia na primeira hora de vida aumenta o risco de óbito neoatal precose: coorte prospectiva multicêntrica. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

94.
II Simpósio de Neonatologia Veterinária, 18 de maio.Assistência neonatal imediata em humanos. 2012. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

95.
Seminário de apresentação do edital do programa de pesquisa para o sistema único de saúde - PPSUS/SP. 2012. (Seminário).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

96.
XVI Congresso Internacional de Atualização em Terapia Intensiva Adulto, Pediátrica e Neonatal, 10 a 11 de agosto. Coordenadora de Platéia da Sessão Interativa Decisões Clínicas Difíceis. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

97.
XXIV Congresso de Iniciação Científica da UNESP, 10 e 11 de setembro - 1ª Fase. Comentadora de temas libres. 2012. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Outras formas
Forma de participação: Participante.

98.
1ª Jornada multiprofissional em UTI Neonatal/Pediátrica, 24 a 26 de novembro.Infecção em UTI Neonatal. 2011. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

99.
1ª Jornada multiprofissional em UTI Neonatal/Pediátrica, 24 a 26 de novembro.Ministrou o minicurso Controvérsias em UTI Neonatal, total de 15 horas. 2011. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

100.
4º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 08 a 10 de setembro. Evolução de recém-nascido com idade gestacional maior ou igual a 34 semanas provenientes de centros com e sem padronização das normas de reanimação neonatal. 2011. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

101.
4º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 08 a 10 de setembro.Assistências em sala de parto a recém-nascidos macrossômicos. 2011. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

102.
4º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 08 a 10 de setembro, com carga horária de 24 horas. 2011. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

103.
4º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 08 a 10 de setembro, com carga horária de 24 horas.Fatores associados à intubação traqueal em sala de parto e prognósticos de recém-nascido de muito baixo peso. 2011. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

104.
Ciência ao Cair da Tarde - Medicina Baseada em Evidências: Revisão Sistemáticas e Metanálise, carga horária de 2 horas, 28 de abril. 2011. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

105.
Ciências ao Cair da Tarde - Rumos Atuais da pesquisa do Departamento de Peditria, 07 de outubro. 2011. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

106.
Curso de Saúde Baseada em Evidências para Docentes e Médicos, 02 de maio a 28 de junho, com carga horária de 25 horas. 2011. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

107.
Curso para Instrutores da Reanimação Neonatal, realizado em São Paulo no dia 09 de abril, convenio Programa de Reanimação Neonatal da Sociedade de Pediatria de São Paulo e Sociedade Brasileira de Pediatria. 2011. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

108.
Curso Saúde Baseada em Evidências para Docentes e Médicos, 02 de maio a 28 de junho, carga horária de 25 h. 2011. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

109.
Disciplina e Seminários de Pesquisa em Neonatologia do Programa de Pós- Graduação em Pediatria e Ciências Apicadas à Pediatria da UNIFESP, 07 de outubro.Comentador do Artigo Effectiveness of antenatal corticosteroids in reducing respiratory disorders in late pretern infantis: Randomized clinical trial. 2011. (Seminário).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

110.
Encontro dos centros integrantes de Rede Brasileira de Pesquisa Neonatais, na qual representa a Universidade como um dos coordenadores, 26 e 27 de outubro. 2011. (Encontro).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

111.
II Encontro Científico de Neonatologia do HCPA, 14 a 16 de abril, carga horária de 18 horas. 2011. (Encontro).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

112.
Participou da Reunião da Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais, 14 de abril. 2011. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

113.
Reunião de seleção de questões da Prova do Teste de Progresso 2011, na área de Pediatria, dia 16 de agosto.Participou da Reunião de seleção de questões da Prova do Teste de Progresso 2011. 2011. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Outras Formas
Forma de participação: Participante.

114.
Was presented at AMEE 2011. Percentile curve of knowledge gain for self assessment in the progress testing. 2011. (Congresso).
Referências adicionais: Austria
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

115.
XII COPATI - XII Congresso Paulista Terapia Intensiva- Adulto- Pediátrico- Neonatal, 01 a 03 de setembro. Colonização fúngica em RN muito baixo peso: problema emergente em UTI Neonatal. 2011. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

116.
XXXVI Congress of the Brazilian Society of Immunology, 15 a 19 de october. IL- 6 and IL-8 in preterm premature rupture of membranes (PPROM) as a diagnostic marker of early-onset neonatal infection and choriamnionitis. 2011. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

117.
12 Congresso Paulista de Pediatria, 27 a 30 de março. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

118.
12 º Congresso Paulista de Pediatria, 27 a 30 de março. Debatedora do Colóquio Infecção Precoce e tardia do recém-nascido. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Moderador
Forma de participação: Convidado.

119.
12 º Congresso Paulista de Pediatria, 27 a 30 de março. Comentadora de posters do 12º Congresso Paulista de Pediatria - área de neonatologia. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Avaliador
Forma de participação: Convidado.

120.
12 º Congresso Paulista de Pediatria, 27 a 30 de março. Procedimentos dolorosos e analgesia em unidades de terapia neonatal universitárias: O que mudou na opinião e na prática profissional em cinco anos?. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

121.
19º Congresso Médico Acadêmico de Botucatu, 15 a 22 de setembro. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

122.
21º Oficina de Reestrutuação Curricular da FMB -UNESP, 25 de março. 2010. (Oficina).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

123.
2ª Etapa do Processo de Reestruturação Curricular do Curso de Medicina da FMB-UNESP, Perfil do Médico a ser Formado, 25 de março, carga horária de 4 horas. 2010. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

124.
3ª Etapa do Processo de Reestruturação Curricular do Curso de Medicina da FMB -UNESP, Prioridades de saúde, 30 de agosto , carga horária de 4 horas. 2010. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

125.
3º Oficina de Reestrutuação Curricular da FMB -UNESP, 30 de agosto. 2010. (Oficina).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

126.
Amamentação o melhor começo para a vida, 23 de agosto. 2010. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

127.
III Simpósio de Vigilância Epidemiológica e Imunização: Uma Visão Atual, carga horária de 06 horas, 09 de dezembro. 2010. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

128.
Liga de Medicina Intensiva ( LIGAMI), 25 de outubro.Peculiaridades do recém-nascido. 2010. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

129.
Symposia Cell Inflammation and Disease, 26-28 setembro.IL-1 Beta, IL-6,IL-8, IL-10, IL12p70 levels in cord blood of newborn with preterm premature rupture of membranes (pprom). 2010. (Simpósio).
Referências adicionais: Portugal
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

130.
Vancouver PAS 2010 - Pediatric Academic Societies- Annual Meeting - may 1a 4. Late-onset sepsis in very low birth weight infants: The Brasilian Neonatal Research network experience. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

131.
Vancouver PAS 2010 - Pediatric Academic Societies- Annual Meeting - may 1a 4. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Canadá
Forma de participação: Ouvinte.

132.
VI Reunião do Corpo Clínico do HC -FMB, 08 de setembro.Presidiu a VI Reunião do Corpo Clínico do HC -FMB, promovida pela Diretoria Clínca. 2010. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

133.
VI Reunião do Corpo Clínico do HC - FMB-UNESP, 08 de setembro.Como estão sendo atendidos os nossos óbitos. 2010. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

134.
XV Curso Internacional de Atualização em Terapia Intensiva Pediátrica e Neonatal, 13 a 15 de agosto. Surviving sepsis campaign-pediatric sepsis initiative - Aplicação em neonatologia. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

135.
XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 21 a 24 de novembro. Sepse confirmada por hemocultura: Estudo da incidência e variação microbiológica num período de 5 anos. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

136.
XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 21 a 24 de novembro. Sobrevida sem morbilidades maiores: Dados da Rede Brasileira de pesquisas neonatais ( RBPN). 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

137.
XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 21 a 24 de novembro. Sepse por estafilococos coagulase negativa: Análise de 5 anos em UTI Neonatal. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

138.
XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 21 a 24 de novembro. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

139.
XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 21 a 24 de novembro. Fatores que influenciam a coerência dos médicos na avaliação da dor e uso de analgésicos em procedimentos dolorosos realizadoa em recém-nascidos. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

140.
XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 21 a 24 de novembro. Níveis de óxido nítrico e morbidade neonatal em prematuros de mães com pré-eclâmpsia e normotensas. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

141.
XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 21 a 24 de novembro. Sepse tardia no prematuro de muito baixo peso: Experiência da Rede Brasileira de Pesquisa Neonatais. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Outras Formas
Forma de participação: Participante.

142.
XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 21 a 24 de novembro. Programa de hierarquização da assistência ao parto e recém-nascido em Município do Estado de São Paulo. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

143.
XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 21 a 24 de novembro. Citocinas pró e anti-inflamatórias em soro de cordão umbilical de recém-nascidos de mães com rotura prematura de membranas de pré-termo. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

144.
XXIII Congresso Nipo-Brasileiro de Estudantes de Medicina, 23 e 24 de agosto. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

145.
1ª Etapa do Processo de Reestruturação Curricular do Curso de Medicina da fmb-unesp, Avaliação do Curso de Medicina 25 de novembro, carga horária de 4 horas 09. 2009. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

146.
1º Encontro de Pesquisa da Faculdade de Mediicina de Botucatu, 21 a 23 de Agosto. 2009. (Encontro).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

147.
1º Oficina de Reestrutuação Curricular da FMB -UNESP, 23 de novembro. 2009. (Oficina).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

148.
Curso de Manejo e Promoção do Aleitamento Materno, 4 e 5 de novembro, carga horária de 20 h. 2009. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

149.
Encontro Mineiro da RBPN-Rede Brasielira de Pesquisa Neonatais, 16 de junho.Sepse Tardia. 2009. (Encontro).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

150.
III Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, 27 a 29 de agosto. 2009. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

151.
Investigator Meeting Micafungin Versus Amphotericin B Deoxycholate, 21 de march. 2009. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

152.
Manejo Clínico e Promoção do Aleitamento Materno, 04 e 05 de novembro. 2009. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

153.
Simpósio Internacional de Neonatologia, 12 a 14 de março. 2009. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

154.
XI Congresso Paulista de Terapia Intensiva - XI COPATI, 12 a 15 de agosto. Antibióticoterapia empíriica em sepse neonatal tardia.. 2009. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

155.
XI Congresso Paulista de Terapia Intensiva - XI COPATI, 12 a 15 de agosto. 2009. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

156.
17º Congresso Médico Acadêmico de Botucatu - Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP. Resultados do programa de extensão - Hierarquização do atendimento ao parto e nascimento no município de Botucatu, 1995-2006. 2008. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

157.
6º Simpósio Internacional de Neonatologia. 2008. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

158.
Avaliação Educacional de Competências Clínicas- 02 e 03 de agosto, 16 horas-aula. 2008. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

159.
Avaliação Estruturada de habilidades e Atitudes - 24 e 25 de maio, total de 9 horas-aula. 2008. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

160.
I Simpósio de Pediatria e Neonatologia, realizado em Piracicaba-SP.O Limite da Prematuridade. 2008. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

161.
IV Confiam - Congresso de Física Aplicada à Medicina. Variação do espectro de raios-x para distintos valores de tensões e espessuras de fantomas. 2008. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

162.
IV Confiam - Congresso de Física Aplicada à Medicina. Avaliação da resposta sensitométrica do sistema tela-filme sob influência da variação na energia efetiva do feixe de raios-x em funçao da espessura de pacientes pediátricos. 2008. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

163.
IV Confiam - Congresso de Física Aplicada à Medicina. Algoritmo para quantificação de espessuras de tecidos biológicos e conversão para materiais simuladores. 2008. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

164.
Preceptoria para Residentes de 2º ano de Pediatria, em Botucatu em 29 de fevereiro.Sepse Neonatal e Antibioticoterapia. 2008. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

165.
XI Simpósio Regional de Infecção Hospitalar, 25 e 26 junho, com carga horária de 16 h. 2008. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

166.
XIV Curso Internacional de Atualização em Terapia Intensiva Adulto, Pediátrica e Neonatal, realizado em São Paulo em 19 de outubro.Decisões clínicas difíceis: sepse e meningite em RN. 2008. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

167.
XXXIII Congress of the Brasilian Society for Immunology - II Extra Section of Clinical Immunology. L-1 Beta,IL-6, IL-8, IL-10, IL-12 P70 LEVELS IN CORD BLOOD OF NEWBORN WITH PRETERM PREMATURE RUPTURE OF MEMBRANES (PPROM). 2008. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

168.
11º Congresso Paulista de Pediatria. Curso Teórico-prático: Reanimação neonatal para médicos: Condutas 2006. Aula Prática - Passos iniciais e ventilação com balão e máscara.. 2007. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

169.
11º Congresso Paulista de Pediatria, realizado em São Paulo de 17 a 20 de março. 2007. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

170.
11º Congresso Paulista de Pediatria, realizado em São Paulo de 17 a 20 de março. Comentadora de Posteres - Área: Neonatologia. 2007. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Moderador
Forma de participação: Convidado.

171.
Curso sobre avaliação estruturada de habilidades e atitudes, realizado em Botucatu em 24 e 25 de maio. 2007. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

172.
III Curso de Atualização em Pediatria, realizado em Londrina, em 27 de abril.Hipoglicemia neonatal. 2007. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

173.
III Curso de Atualização em Pediatria, realizado em Londrina em 27 de abril.Repercussões fetais e neonatais das doenças maternas: diabetes, hipertensão, lúpus e alterações tireoidianas.. 2007. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

174.
III Curso de Atualização em Pediatria, realizado em Londrina em 27 de abril.Seguimento ambulatorial do prematuro. 2007. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

175.
III Curso de atulização em Pediatria, realizado em Londrina em 27 de abril.O prematuro tardio. 2007. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

176.
Reunião da Comisão de Farmácia, Seleção e Padronização de Medicamentos do Hospital das Clínicas, em 07 de março. 2007. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

177.
Reunião da Comissão de Planejamento de Simulado de Prova Prática, realizada em 23 de setembro. 2007. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

178.
Treinamento de Avaliadores para Prova Prática de Pediatria, realizado em 31 de agosto. 2007. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

179.
Workshop Pesquisa clínica na Faculdade de Medicina de Botucatu- Perspectivas, paradigmas e propostas, 05 de setembro. 2007. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

180.
XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia, XVI Reunião de Enfermagem Perinatal e I Reunião Multidisciplinar Perinatal, realizado em Fortaleza-CE, de 25 a 28 de novembro. 2007. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

181.
X Simpósio Regional de Infecção Hospitalar, realizado em Botucatu de 24 a 26 de outubro.Participou da Mesa Redonda: Situações Especiais de Infecção Hospitalar, proferindo o tema: Em recém-nascidos.. 2007. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

182.
8ª Jornada de Pediatria, de a 12 de novembro. Palestrante do tema: RN com vômitos: aspectos clínicos e cirúrgicos, na Mesa-Redonda: Neonatologia. 2006. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

183.
8ª Jornada de Pediatria da Unimed de Ribeirão Preto, de 10 a 12 de novembro. 2006. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

184.
Curso de Ingresso da Liga de Medicina Intensiva da FMB-UNESP, em 14 de março.Proferiu o tema: Características do recém-nascido derisco - UTI Neonatal. 2006. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

185.
Curso de Medicina Intensiva, realizado em Botucatu, em 14 e 15 de março.Aspectos atuais em reanimação neonatal.. 2006. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

186.
III Simpósio Estadual de Infecção Hospitalar: Surtos de Infecção Hospitalar, em 15 de maio. 2006. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

187.
III Simpósio Estadual de Infecção Hospitalar: Surtos de Infecção Hospitalar, realizado em São Paulo-SP, em 15 de maio. 2006. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

188.
II Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, de 17 a 19 de agosto. 2006. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

189.
IX Simpósio Regional de Infecção Hospitalar, de 28 a 30 de novembro.Debatedora da palestra: Antibioticoterapia de estafilococcias resistentes à oxacilina. 2006. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

190.
Oficina de Qualificação para o teste do pezinho, realizado pela DIR XI, em 20 de setembro. 2006. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

191.
Reunião: Contratualização entre Hospital das Clínicas-Ministério da Saúde, realizada em 06 de julho. 2006. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

192.
Reunião sobre: Programa de hierarquização do atendimento ao parto e nascimento no Município de Botucatu, realizada em 19 de maio. 2006. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

193.
2005 Pediatric Academic Societies´Annual Meeting , realizado de 14 a 17 de maio, em Washington, DC. 2005. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

194.
Curso de Ingresso da Liga de Medicina Intensiva da FMB-UNESP, realizado em março.Proferiu aula sobre: Peculiaridades do recém-nascido de risco, no. 2005. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

195.
VIII Simpósio Regional de Infecção Hospitalar, em 29 de novembro.Debatedora do tema: O futuro da antibioticoterapia nas infecções hospitalares. 2005. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

196.
XIV Jornada de Neonatologia do Centro de Estudos Santa Joana Pro Matre, realizada em São Paulo-DP, de 08 a 10 de setembro. 2005. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

197.
XIV Jornada de Neonatologia do Departamento de Neonatologia do Centro de Estudos Santa Joana-Pro Matre, realizado em São Paulo-SP, em 08 e 09 de setembro.Participou do Painel: Como eu trato as principais infecções bacterianas neonatais. 2005. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

198.
XIV semana Mundial de Aleitamento Materno, realizada em Botucatu em 31 de agosto.Participou da Mesa Redonda: Aleitamento materno e alimentação complementar - aspectos pediátricos e nutricionais. 2005. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

199.
XXII Congresso da UMEP , 7º Congresso Paulista Médico-Acadêmico e 5º Encontro Local de Iniciação Científica da FM PUC Sorocaba realizado e 19 a 22 de setembro. Proferiu palestra sobre: Peculiaridades do recém-nascido de risco. 2005. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

200.
2004 Pediatric Academic Societies´Annual Meeting, realizado em San Francisco-California-USA, de 1º a 4 de maio. 2004. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

201.
Curso de Reanimação Neonatal da Sociedade de Pediatria de São Paulo, realizado em 06 de março.Instrutor. 2004. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

202.
I Simpósio Internacional de reanimação Neonatal, realizado em Belo Horizonte-MG, de 17 a 20 de março. 2004. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

203.
Jornada de Humanização do Parto e Nascimento, realizada em Botucatu-SP, em 19 de junho. 2004. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

204.
VIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, realizado em São Paulo de 13 a 16 de novembro. Instrutora do Curso de Pré-Congresso: Curso de reanimação neonatal para médicos. 2004. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

205.
VIII Congresso Médico de Piracicaba, 22 de outubro. Tratamento das Complicações no recém-nascido prematuro - Aspectos práticos. 2004. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

206.
VIII Congresso Médico de Piracicaba, em 22 de outubro. Proferiu palestra: Tratamento das complicações no recém-nascido prematuro - aspectos práticos. 2004. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

207.
Visita do Governador do Estado de São Paulo, Doutor Geraldo Alckmin, para inauguração da UTI Coronariana e visita às dependências do Hospital das Clínicas e Hospital Dia da AIDS, em 9 de outubro. 2004. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

208.
V Simpósio Regional de Infecção Hospitalar, realizado em Botucatu-SP, em 16 e 17 de junho.Proferiu o tema: Estratégias para minimizar o problema, na Mesa Redonda: Infecções hospitalares: O Desafio na Neonatologia. 2004. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

209.
XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, realizado em São Paulo, em 16 de novembro. Comentador de 5 temas livres. 2004. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Moderador
Forma de participação: Convidado.

210.
XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, realizado em São Paulo-SP, de 13 a 16 de novembro. Coordenadora do Curso Pré-Congresso: Infecções na Unidade Neonatal: Diagnóstico e tratamento. 2004. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Moderador
Forma de participação: Convidado.

211.
XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, realizado em São Paulo-SP, de 13 a 16 de novembro. 2004. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

212.
XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, realizado em São Paulo-SP, de 13 a 16 novembro. Participante do Colóquio: Sepse Tardia. 2004. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

213.
2003 Annual Meeting Pediatric Academic Societies, realizado em Seattle, Washington-USA. 2003. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

214.
32º Congresso Brasileiro de Pediatria e 10º Congresso Paulista de Pediatria, realizado em São Paulo-SP, de 7 a 11 de outubro. 2003. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

215.
32º Congresso Brasileiro de Pediatria e X Congresso Paulista de Pediatria, realizado em São Paulo-SP, em outubro. Ministrou aulas práticas: Intubação traqueal e Medicação, no Curso teórico-prático de reanimação Neonatal. 2003. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

216.
Curso de Ranimação Neonatal da Sociedade de Pediatria de São Paulo, realizado em 06 de novembro.Instrutora. 2003. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

217.
Curso de Reanimação Neonatal da Sociedade de Pediatria de São Paulo , em 24 de maio.Instrutora. 2003. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

218.
Curso de Reanimação Neonatal da Sociedade de Pediatria de São Paulo, realizado em 07 de novembro.Instrutor. 2003. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

219.
II Encontro dos Instrutores de Reanimação Neonatal da SPSP/SBP, realizado em São Paulo-SP, em 04 de outubro. 2003. (Encontro).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

220.
II Encontro Regional de Infecção Hospitalar, da FMB-UNESP, em 16 de outubro.Debatedora da Mesa Redonda : Uso de antimicrobianos. 2003. (Encontro).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

221.
II Simpósio de Terapia Intensiva em Adulto e Neonatal do Oeste do Paraná, em 04 e 05 de abril.Proferiu palestra: Sepse neonatal. 2003. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

222.
Reanimação Neonatal, realizado em Botucatu-SP, em 24 de maio.Ministrou o Curso. 2003. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

223.
Reanimação Neonatal para Auxiliares de Enfermagem, em 06 de novembro.Ministrou o Curso. 2003. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

224.
Reanimação Neonatal para médicos em Pariqueraçu ? SP em 7 de novembro.Ministrou Curso. 2003. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

225.
II Encontro Regional de Infecção Hospitalar, realizado em Botucatu-SP, em 16 e 17 de outubro. 2002. (Encontro).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

226.
Curso : Escalas Bayley de desenvolvimento infantil - A avaliação do desenvolvimento normal e alterado. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

227.
Curso teórico prático de reanimação neonatal da Sociedade de Pediatria de São Paulo, abril 2001, Jaú, SP.Instrutor. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

228.
Disciplina de Neonatologia e UTI Neonatal do departamento de Pediatria - UNESP, durante o ano. 2001. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

229.
IX Curso de Atualização em Pediatria. V Encontro de ex-residentes. Departamento de Pediatria da FMB - UNESP, Botucatu 5 e 6 de outubro. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

230.
IX Curso de Atualização em Pediatria e V Encontro de Ex-residentes do Departamento de Pediatria da FMB-UNESP,.Proferiu o tema: Rotura prematura de membrana, na Mesa Redonda:Modernas abordagens para clássicas questões em Neonatologia. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

231.
IX Curso de Atualização em Pediatria e V Encontro de Ex-residentes do Departamento de Pediatria da FMB-UNESP, realizado em 05 e 06 de outubro.Colaboradora. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

232.
Participação em reuniões bibliográficas mensais da disciplina de Neonatologia e UTI Neonatal do Departamento de Pediatria - UNESP,. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

233.
Participação em reuniões clínicas mensais do Departamento de Pediatria - UNESP. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

234.
Participação em reuniões clínicas semanais da Disciplina de Neonatologia e UTI Neonatal do Departamento de Pediatria - UNESP, durante o ano. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

235.
Participação em reuniões de óbitos semanais da Disciplina de UTI Neonatal do Departamento de Pediatria - UNESP, durante o ano. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

236.
Participação em reuniões mensais de padronização de condutas da Disciplina de UTI Neonatal do Departamento de Pediatria - UNESP, durante o ano. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

237.
Participação em reuniões mensais de preceptoria dos residentes de Neonatologia e Terapia Intensiva Neonatal. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

238.
Preceptoria da residência médica em Neonatologia e Terapia Intensiva Neonatal, FMB - UNESP, abril.Distúrbios hidroeletrolíticos. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

239.
Preceptoria da residência médica em Neonatologia e Terapia Intensiva Neonatal, FMB - UNESP, fevereiro.Fisiologia da Transição. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

240.
Preceptoria da residência médica em Neonatologia e Terapia Intensiva Neonatal, FMB - UNESP, maio. Drogas vasoativas. 2001. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

241.
Preceptoria da residência médica em Neonatologia e Terapia Intensiva Neonatal, FMB - UNESP, março.Hidratação no RN de muito baixo peso. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

242.
Preceptoria da residência médica em Neonatologia e Terapia Intensiva Neonatal, FMB - UNESP, março.Hidratação no RN de muito baixo peso. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

243.
Preceptoria da residência médica em Neonatologia e Terapia Intensiva Neonatal, FMB - UNESP, setembro.Sepse Neonatal. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

244.
Preceptoria da Residência Médica Opcional em Pediatria - Neonatologia ( 3º ano ) da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, agosto.Nutrição no RN de muito baixo peso. 2001. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

245.
Congresso Brasileiro de Pesquisa em Saúde da Criança e do Adolescente e Congresso Brasileiro sobre ensino em Pediatria, em São Paulo - SP, em 22 a 25 de março. Participou apresentando trabalho. 2000. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

246.
II Congresso Brasileiro de Auditoria Médica Hospitalar, em São Paulo nos dias 29 e 30 de junho. 2000. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

247.
4º Congresso Mundial de Medicina Perinatal, realizado em Buenos Aires - Argentina, no período de 18 a 22 de abril. 1999. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

248.
Curso Intensivo Preparatório em Terapia Nutricional Parenteral e Enteral, realizado no Hospital de Anomalias Crânio - Faciais de Bauru , Centrinho.Terapia Nutricional em Neonatologia .Aspectos Fisiológicos e Dietoterápicos da Nutrição do Período Neonatal. 1999. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

249.
Curso Intensivo Preparatório em Terapia Nutricional Parenteral e Enteral, realizado no Hospital de Anomalias Crânio - Faciais de Bauru ( Centrinho ) , no dia 04 de setembro.Nutrição no Período Neonatal - Mesa redonda com discussão de casos clínicos. 1999. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

250.
Curso Teórico Prático de Reanimação Neonatal para Instrutores, da Sociedade de Pediatria de São Paulo, realizado na sede da Nestlé em São Paulo, em 10 de abril.Instrutora. 1999. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

251.
Faculdade de Medicina de Botucatu-UNESP, fazendo parte das aulas de preceptoria dos residentes de primeiro e segundo ano, em 30 de junho.Sepse Neonatal - Residência Médica em Pediatria. 1999. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

252.
Jornada Multidisciplinar do Pré-Natal, realizado na Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP, em 30 de abril. 1999. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

253.
Participa mensalmente das reuniões do comitê de Neonatologia da Sociedade de Pediatria de São Paulo desde fevereiro. 1999. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

254.
Residência Médica em Pediatria, da Faculdade de Medicina de Botucatu-UNESP, fazendo parte das aulas de preceptoria dos residentes de primeiro e segundo ano, em de abril.Distúrbios Respiratórios no Recém-Nascido. 1999. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

255.
Residência Médica em Pediatria, da Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, fazendo parte das aulas de preceptoria dos residentes de primeiro e segundo ano, em de maio.Assistência Ventilatória no Período Neonatal. 1999. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

256.
VIII Jornada de Pediatria da Faculdade de Medicina de Botucatu e IV Encontro de Ex- Residentes realizados de 16 a 19 de setembro. 1999. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

257.
Curso de Atualização para profissionais de Saúde realizado no Hospital Regional Sorocabana, em Botucatu SP, em 28 de agosto.Assistência ao RN de Muito Baixo Peso. 1998. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

258.
Residência Médica em Pediatria, da Faculdade de Medicina de Botucatu- UNESP, fazendo parte das aulas de preceptoria dos residentes de primeiro e segundo ano, em 04 de agosto.Sepse Neonatal. 1998. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

259.
XVI Congresso Brasileiro de Perinatologia e XIII Reunião de Enfermagem Perinatal, realizados em Salvador- BA, no período de 21 a 26 de novembro. 1998. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

260.
Curso promovido pela Comissão Permanente de combate à infecção hospitalar do HC-FMB-UNESP, 04 a 06 de novembro.Infecções Hospitalares - Mesa redonda sobre Infecções Hospitalares no HC da FMB-UNESP. A visão dos profissionais de saúde do simpósio Lave as Mãos. 1997. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

261.
Jornada de Pediatria - COMEXAFAMU, em Uberaba -MG, em 21 de agosto.Proferiu o tema: Sepse neonatal. 1997. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

262.
V Congresso Médico dos Ex-alunos da Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro,Uberaba, MG, de 21 a 23 de agosto de 1997,. Sepse Neonatal - Conferência proferida. 1997. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

263.
VII Curso de Atualização em Pediatria, promovido pelo Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, Botucatu, SP, 19 e 20 de setembro de 1997.Sepse Neonatal - Mesa redonda sobre Assistência ao Recém-Nascido Prematuro. 1997. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

264.
Participou do Taller sobre Tecnologias Perinatales do Centro Latino-Americano de Perinatologia e Desenvolvimento Humano - CLAP, com o apoio da Organização Pan Americana de Saúde e Organização Mundial de Saúde -OMS, realizado em Botucatu - SP, no período. 1996. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

265.
XV Congresso Brasileiro de Perinatologia e da XII Reunião de Enfermagem Perinatal, realizados em Belo Horizonte- MG, no período de 23 a 28 de novembro. 1996. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

266.
Aula Ministrada para Fisioterapeutas do Setor de Reabilitação da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, 17 de maio.Doença de Membrana Hialina. 1995. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

267.
Curso de Neonatologia Equina, promovido pelo Hospital Veterinário Professor Salles Gomes, Jundiaí, SP., 01 de julho , 1995..Retardo de Crescimento Intra-Uterino - Palestra proferida. 1995. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

268.
I Curso de Neonatologia Equina, Botucatu.Proferiu palestra. 1995. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

269.
I Jornada de Perinatologia Prof. Luis Fernando Braga, Curitiba, PR, de 30 de novembro a 02 de dezembro,.Doenças Pulmonares de Membranas Hialinas - Mesa redonda sobre Prematuridade. 1995. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

270.
I Jornada de Perinatologia Prof. Luiz Fernando Braga, realizada em Curitiba - PR, em dezembro. 1995. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

271.
I Jornada Paranaense de Neonatologia, em Londrina - PR, realizada em junho. 1995. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

272.
I Jornada Paranaense de Neonatologia, promovida pela Sociedade Paranaense de Pediatria, Londrina, PR , 23 de junho de 1995,.Terapia de Reposição de Surfactante. 1995. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

273.
Para Fisioterapeutas do Setor de Reabilitação da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, Botucatu, 20 de setembro.Diplasia Broncopulmonar - Aula Ministrada. 1995. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

274.
XIX Jornada Científica da Associação dos Docentes - Campus de Botucatu - UNESP, realizada no período de 15 a 18 de outubro. 1995. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

275.
VI Congresso Paulista de Pediatria, realizado em São Paulo - SP, em abril. 1994. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

276.
III Jornada de Neonatologia de Ribeirão Preto - SP, realizada em novembro. 1991. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

277.
III Jornada de UTI Neonatal e UTI Pediátrica da Maternidade Sinhá-Junqueira de Ribeirão Preto - SP, realizada em agosto. 1984. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BENTLIN, MARIA REGINA; RUGOLO, L. M. S. S. . Curso pre congresso: Infecções neonatais relacionadas a assistencia a saude. 2018. (Outro).
Palavras-chave: infecção; Recém-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Evento itinerante: Não; Duração do evento: 1; Local: Hotel Sehrs; Cidade: Natal - RN; Inst. promotora/financiadora: 24º Congresso Brasileiro de Perinatologia - Sociedade Brasileira de Pediatria.
coordenação do curso pre congresso , co carga horaria de 4 horas, cotemplando 1 aula teorica, 2 aulas praticas e 2 casos clinicos..

2.
BENTLIN, M. R.; Martin JG ; LYRA, J. C. ; FONSECA, C. R. B. ; CARPI, M. F. . XII Jornada de Pediatria. 2017. (Outro).
Palavras-chave: pediatria.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Evento itinerante: Sim; Duração do evento: 3; Local: Salão Nobre da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP.
http://www.inscricoes.fmb.unesp.br/certificado.asp?codUsuario=6081&codModalidade=3&codEvento=8104 Realizado nos dias 17 e 18 de agosto de 2017..

3.
BENTLIN, M. R.; LYRA, J. C. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; SILVA, G. H. S. . III Encontro de Neonatologia. 2017. (Outro).
Palavras-chave: neonatologia.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Evento itinerante: Sim; Duração do evento: 1; Local: Salão Nobre da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP.
Realizado no dia 16/11/2017..

4.
BENTLIN, M. R.; Martin JG ; MACHADO, N. C. . Curso de Educação Continuada em Pediatria III. 2017. (Outro).
Palavras-chave: pediatria; educação continuada.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Evento itinerante: Sim; Duração do evento: 20; Local: Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP.
Realizado entre os meses de agosto a novembro de 2017..

5.
BENTLIN, M. R.; LYRA, J. C. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; SILVA, G. H. S. . 4. Organização da Campanha Doação de sangue doação de leite. Doando amor.. 2017. (Outro).
Palavras-chave: prematuridade; doação leite; doação de sangue.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Evento itinerante: Sim; Duração do evento: 1; Local: Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP; Cidade: Boutucatu; Inst. promotora/financiadora: Disiciplina de Neonatologia do Departamento de Pediatria da FMB UNESP.
Em comemoração a semana da prematuridade 13 a 17 de novembro de 2017.

6.
BENTLIN, M. R.; LYRA, J. C. ; SILVA, G. H. S. . Organização da Caminhada Primeiros Passos. 2017. (Outro).
Palavras-chave: neonatologia; prematuridade.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Evento itinerante: Sim; Duração do evento: 1; Local: Campus da Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Disiciplina de Neonatologia do Departamento de Pediatria da FMB UNESP.

7.
BENTLIN, M. R.. Evento acadêmico de Introdução a Residência Médica. 2016. (Outro).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Evento itinerante: Não; Duração do evento: 8; Local: FMB-UNESP; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.

8.
BENTLIN, M. R.. Encontro de neonataologia: Prematuridade: Avanços, sucessos e desafios. 2016. (Outro).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Evento itinerante: Não; Duração do evento: 4; Local: FMB-UNESP; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP.

9.
BENTLIN, M. R.. XI Jornada de Pediatria. 2016. (Outro).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Evento itinerante: Não; Duração do evento: 9; Local: FMB-UNESP; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pedaitria - FMB-UNESP.

10.
BENTLIN, M. R.. Curso de Educação continuada em Pediatria - 5 modulos. 2016. (Outro).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Evento itinerante: Não; Duração do evento: 5; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria da FMB-UNESP.

11.
BENTLIN, M. R.; GONÇALVES, J. G. ; FONSECA, C. R. B. ; FIORETTO, J. R. ; CARPI, M. F. . X Jornada de Pediatria,19 e 20 de agosto , ch 06h. 2015. (Outro).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Evento itinerante: Não; Local: Salão Nobre; Cidade: Botucatu-SP; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria- FMB-UNESP.

12.
BENTLIN, M. R.; GONÇALVES, J. G. ; MACHADO, N. C. . Curso de Educação Continuada em Pediatria 1 - 5 módulos. 2015. (Outro).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Evento itinerante: Não; Local: Anfiteatro dos Pediatras; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria -FMB-UNESP.

13.
RUGOLO, L. M. S. S. ; LYRA, J C ; BENTLIN, M. R. ; SOARES, G. H. ; FERMINIANO, R. ; ANTUNES, L. C. O. . I Encontro Multiprofissional de Neonatologia, 18 e 19 de novembro, ch 8h. 2015. (Outro).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Evento itinerante: Não; Local: Anfiteatro dos Pediatras; Cidade: BOTUCATU; Inst. promotora/financiadora: Departamento de Pediatria.

14.
BENTLIN, M. R.. 1º Workshop Internacional de Ensino e Assistência em Pediatria, 27 de agosto. 2014. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Evento itinerante: Não; Local: Faculdade de Medicina de Botucatu -UNESP; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP.

15.
BENTLIN, M. R.. 9º Jornada de Atualização em Pediatria, 20 e 21 de agosto - ch 6hs. 2014. (Outro).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Evento itinerante: Não; Local: Faculdade de Medicina de Botucatu -UNESP; Cidade: Botucatu-SP; Inst. promotora/financiadora: Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP.

16.
BENTLIN, M. R.. Participou da Elaboração do Teste do Progresso Inter-institucional, 09 de agosto. 2010. (Outro).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Evento itinerante: Não; Inst. promotora/financiadora: UNIFESP.

17.
BENTLIN, M. R.. Integrante da Comissão Organizadora como Membro da Comissão Científica do XVIII Congresso Brasilerio de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, realizado em São Paulo de 13 a16 de novembro. 2004. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil/Português.

18.
BENTLIN, M. R.. Membro da Comissão Científica do XVIII Congresso Brasileiro de Perinatologia e XV Reunião de Enfermagem Perinatal, a ser realizado em novembro de 2004. 2003. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil/Português.

19.
BENTLIN, M. R.. Membro da Comissão Organizadora da Jornada Comemorativa dos 30 anos da Neonatologia do Departamento de Pediatria - FMB-UNESP, realizada em 21 e 22 de m arço. 2003. (Concerto).
Referências adicionais: Brasil/Português.



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Ludmila Gerios. Sepse Tardia em prematuros de Muito Baixo Peso: experiência de um centro universitário terciário.. Início: 2018. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado Profissional Associado a residência médica - meparem) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP. (Orientador).
Palavras-chave: sepse; Prematuro; Recém-nascido; Muito baixo peso.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português.

2.
Victor Hugo B Rodrigues. Infecções Primárias de Corrente Sanguínea em UTI Neonatal: análise de três anos.. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado Profissional Associado a residência médica - meparem) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP. (Orientador).
Palavras-chave: infecção; sepse; Recém-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português.
Estudo de coorte que visa determinar a incidência e a mortalidade das infecções primarias de corrente sanguínea em recém-nascidos internados na UTI Neonatal do HC FMB UNESP, num período de 3 anos; caracterizar esses recém-nascidos, investigar os fatores de risco associados a infecção e determinar os principais agente etiológicos..

3.
Sarah de Lima Alloufa da Silveira. O Ressurgimento da sifiilis congênita: A realidade de um Hospital Universitário Terciário. Início: 2016. Dissertação (Mestrado profissional em Pediatria) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP. (Orientador).
Referências adicionais: Brasil/Português.
Mestrado Profissional Associado a Residência Médica -MEPAREM.

4.
Renata Sayuri Ansai. Analise da sepse neonatal tardia em prematuros de muito baixo peso após a implantação do protocolo de sepse na unidade. Início: 2016. Dissertação (Mestrado profissional em Pediatria) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP. (Orientador).
Referências adicionais: Brasil/Português.
Mestrado Profissional Associado a Residência Médica -MEPAREM.

Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Isabela Coan Broca. O hematócrito de cordão pode auxiliar no diagnóstico de policitemia neonatal?. Início: 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residencia em Pediatria) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP. (Orientador).
Referências adicionais: Brasil/Português.

2.
Amanda Terumi Sakamoto. Policitenia Neonatal em um hospital universitário terciário. Início: 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residencia em Pediatria) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP. (Orientador).
Referências adicionais: Brasil/Português.

Iniciação científica
1.
Giuliana de Oliveira Santana. Prognóstico de crescimento do prematuro de muito baixo peso (<1500 g) até os 5 anos de idade. BOLSA PIBIC JR. Início: 2016. Iniciação científica (Graduando em medicina) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP, Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho. (Orientador).
Referências adicionais: Brasil/Português.

2.
Ana Carolina Selzer Pedrote. Interleucina - 6 em sangue de cordão umbilical como marcador de infecção neonatal precoce em recém-nascidos após rotura prematura de membranas de pré-termo s. Início: 2012. Iniciação científica (Graduando em Pediatria) - Faculdade de Medicina de Botucatu, BOLSA - RENOVE. (Orientador).
Referências adicionais: Brasil/Português.

3.
Cristina Nascimento. Importância das curvas de crescimento bacteriano na diferenciação entre contaminação e infecção por estafilococos coagulase negativa no período neonatal. Início: 2012. Iniciação científica (Graduando em medicina) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP. (Orientador).
Referências adicionais: Brasil/Português.
Trabalho em fase de coleta de dados- orientação com inicio em 2011.


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Isadora Pimentel de Souza. Níveis séricos do lactato como preditores de morte no choque séptico em recém-nascidos prematuros. 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional Associado a residência médica - meparem) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP, . Orientador: Maria Regina Bentlin.
Palavras-chave: Choque séptico; Prematuro; llactato.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

2.
Sarah de Lima Alloufa da Silveira. O ressurgimento da sífilis congênita: a realidade de um hospital universitário terciário. 2017. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional Associado a Residencia Médica) - Faculdade de Medicina de Botucatu, . Orientador: Maria Regina Bentlin.
Palavras-chave: sifilis congenita; recémm-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

3.
Renata Sayuri Ansai. Análise da sepse neonatal tardia em prematuros de muito baixo peso após implantação do protocolo de sepse na Unidade. 2017. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional Associado a Residencia Médica) - Faculdade de Medicina de Botucatu, . Orientador: Maria Regina Bentlin.
Palavras-chave: sepse; Choque séptico; Protocolo.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

4.
Thais Alves Barbosa. Incidência de colonização e infecção por micro-organismo Gram -negativo e Gram-positivo em UTI Neonatal. 2016. Dissertação (Mestrado em Doenças Tropicais) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP, . Coorientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Coorientador.

5.
Geraldo Henrique Soares da Silva. Análise clínica e laboratorial da sepse com hemocultura positiva em recém-nascidos internados em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal durante 5 anos. 2007. Dissertação (Mestrado em Pediatria [Botucatu]) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, . Coorientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Coorientador.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Amanda Terumi Araújo de Souza Sakamoto. Policitemia Neonatal em um Hospital Universitário Terciário. 2018. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residencia em Pediatria) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Palavras-chave: policitemia; Recém-nascido.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

2.
Isabela Broca. O hematócrito de cordão pode auxiliar no diagnóstico de policitemia neonatal?. 2018. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residencia em Pediatria) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Palavras-chave: policitemia; Recém-nascido; hematocrito; cordão umbilical.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

3.
Barbara Malafatte R. Sanches. Enterocolite necrosante em prematuros de muito baixo peso e sua relação com práticas assistenciais. Trabalho de conclusão de curso. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residencia em Pediatria) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Trabalho premiado em 2 lugar na IX Jornada de Pediatria da FMB-UNESP e Publicado na Escola Médica Virtual da FMB-UNESP -Proposto no PGA.

4.
Lis Kellen da Costa Birolin. Policitenia Neonatal em um hospital universitário terciário. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residencia em Pediatria) - Faculdade de Medicina de Botucatu. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

5.
Renata Sayuri Ansai. Policitenia Neonatal em um hospital universitário terciário. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residencia em Pediatria) - Faculdade de Medicina de Botucatu. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

Iniciação científica
1.
Patrícia Akemi Tabuchi. Estudo Epidemiológico da Sífilis Congênita: a Realidade de um Hospital Universitário Terciário. 2018. Iniciação Científica - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Palavras-chave: sifilis congenita; sifilis; Recém-nascido.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
2ºlugar: Ressurgimento da sifilis congenita:realidade hospital universitario. Autores: Patricia Tabuchi (bolsista FAPESP);Sara L.ASilveira (Mestrado Profissional ); Maria Regina Bentlin (orientadora), XII jornada de Pediatria - FMB UNESP, Botucatu, 23-24/08.

2.
Giuliana Oliveira Santana. Giuliana Oliveira Santana. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Pediatria) - Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Palavras-chave: crescimento; Prematuro; Muito baixo peso.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

3.
Ana Giulia Azevedo de Araujo. Enterocolite necrosante em prematuros de muito baixo peso e sua relação com práticas assistenciais. BOLSA PIBIC JR. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em medicina) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP, PIBIC- JUNIOR Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Trabalho premiado na IX Jornada de Pediatria da FMB-UNESP e publicado na Escola Médica Virtual da FMB-UNESP - Proposto no PGA.

4.
Michele Jacomin. O Ressurgimento da sifiilis congênita: A realidade de um Hospital Universitário Terciário. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, PIBIC- JUNIOR Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Trabalho apresentado no XXVII Congresso de Iniciação Científica da UNESP - 1º FASE - , Botucatu 2015..

5.
Nathalia Jacomin. Policitenia Neonatal em um hospital universitário terciário. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, PIBIC- JUNIOR Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Trabalho apresentado no XXVII Congresso de Iniciação Científica da UNESP - 1º FASE - , Botucatu 2015..

6.
Gabriela Martins. O Ressurgimento da sifiilis congênita: A realidade de um Hospital Universitário Terciário. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, PIBIC- JUNIOR Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Trabalho apresentado no XXVII Congresso de Iniciação Científica da UNESP - 1º FASE - , Botucatu 2015..

7.
Gabriela Martins. O Ressurgimento da sifiilis congênita: A realidade de um Hospital Universitário Terciário. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Pediatria) - Faculdade de Medicina de Botucatu, PIBIC- JUNIOR Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

8.
Michele Jacomin. O Ressurgimento da sifiilis congênita: A realidade de um Hospital Universitário Terciário. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Pediatria) - Faculdade de Medicina de Botucatu, PIBIC- JUNIOR Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

9.
Nathalia Jacomin. Policitenia Neonatal em um hospital universitário terciário. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em medicina) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP, Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

10.
Gabriela Martins. O Ressurgimento da sifiilis congênita: A realidade de um Hospital Universitário Terciário. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Pediatria) - Faculdade de Medicina de Botucatu, PIBIC- JUNIOR Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

11.
Michele Jacomin. O Ressurgimento da sifiilis congênita: A realidade de um Hospital Universitário Terciário. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Pediatria) - Faculdade de Medicina de Botucatu, PIBIC- JUNIOR Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

12.
Greyce Cristina Ferreira Russo. Interleucina - 8 em sangue de cordão umbilical como marcador de infecção neonatal precose em recém-nascidos após rotura prematura de membranas de pré-termo. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Pediatria) - Faculdade de Medicina de Botucatu, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

13.
Paula Georgia Dias Pereira. Sepse fungica no período neonatal:uma década de experiência em um centro universitário terciario. - BOLSA PIBIC. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em medicina) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP, Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

14.
Greyce Cristina Ferreira Russo. Interleucina - 8 em sangue de cordão umbilical como marcador de infecção neonatal precose em recém-nascidos após rotura prematura de membranas de pré-termo. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em medicina) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

15.
Camila Trevizani Merighi. Analíse laboratorial da sepse com hemocultura positiva em RN internadoa em UTI Neonatal durante 5 anos. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em medicina) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

16.
Camila T. Merighi. Analise microbiologica da sepse com hemocultura positiva em recém-nascidos internados na UTI neonatal de 2004 a 2008.. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em medicina) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

17.
Cintia Suemi Uebara. Análise clínica da sepse com hemocultura positiva em RN internados em UTI Neonatal no periodo de 5 anos. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em medicina) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP, Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

18.
Greyce Cristina Ferreira Russo. Elaboração de Banco de Dados de RN de mais com rotura prematura de menbranas. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em medicina) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Bolsa de Apoio Acadêmico e Extensão -( PAE).

19.
Gabriel Luis Ferreira. Analise da meningite neonatal conforme agente etiologico uma decada de experiência em centro terciario. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em medicina) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

20.
Deborah Soma. Escores de risco em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal: relação com morbidade e mortalidade. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Trabalho apresentado em Congresso Científico - Em fase de redação para publicação.

21.
Maria F. C. Andrade. Escores de risco em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal: relação com morbidade e mortalidade. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

22.
Marcela Vieira Xavier. Escores de risco em RN com peso de nascimento < 1500g na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal: relação com morbidade e mortalidade. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Trabalho apresentado em Congresso Científico -Em fase de redação para publicação.

23.
Gabriela Rebessi Carmona. Escores de risco em RN com peso de nascimento < 1500g na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal: relação com morbidade e mortalidade. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

24.
Mariana F. César de Andrade. Escore de risco em RN com peso de nascimento > 1500g na UTI Neonatal: Relação com morbilidade e mortalidade. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em medicina) - Faculdade de medicina de Botucatu-UNESP. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Trabalho apresentado em Congresso Científico - Em fase de redação para publicação.

25.
Gabriela Rocada Haddad. Avaliação da assistência imediata aos recém-nascido em sala de parto, na Maternidade do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu. 2001. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

Orientações de outra natureza
1.
Yasmin Hambdi Mohamed Elgamasi. Tutora do Estágio na Enfermaria de Pediatria no Hospital das Clínicas de Botucatu/UNESP, 05 a 30 de janeiro. 2015. Orientação de outra natureza. (Medicina) - Alexandria University. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Egito/Inglês; Tipo de orientação: Orientador principal.

2.
BasmaTaibi. Tutora do Estágio na Unidade de Neonatologia no Hospital das Clínicas de Botucatu/UNESP, Programa de Intercambio, 03 a 28 de fevereiro. 2014. Orientação de outra natureza. (GRADUAÇÃO EM MEDICINA) - Universidade Mohammed Premier. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Marrocos/Inglês; Tipo de orientação: Orientador principal.

3.
Jonatan William Camano Cormejo. Tutora do Estágio na Unidade de Neonatologia no Hospital das Clínicas de Botucatu/UNESP, Programa de Intercambio, 03 a 28 de fevereiro. 2014. Orientação de outra natureza. (MEDICINA) - Universidade Católica de Santa Maria Arequipa. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Peru/Inglês; Tipo de orientação: Orientador principal.

4.
Melyssa Sindartiani Suparman. Tutora do Estágio na Unidade de Neonatologia no Hospital das Clínicas de Botucatu/UNESP, Programa de Intercambio, 14 de julho a 11 de agosto. 2014. Orientação de outra natureza - UNIVERSITAS PELITA HARAPAN. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

5.
Anastasia Bogolslovskaya. Tutora do Estágio na Unidade de Neoantologia de Pediatria no Hospital das Clínicas de Botucatu/UNESP, Programa de Intercambio, 04 a 30 de agosto. 2014. Orientação de outra natureza - South Ural State Medical University. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Rússia/Inglês; Tipo de orientação: Orientador principal.

6.
Francesco Binetti. Tutora do Estágio na Unidade de Neonatologia no Hospital das Clínicas de Botucatu/UNESP, Programa de Intercambio, 11 de agosto a 05 de setembro. 2014. Orientação de outra natureza. (MEDICINA) - Università di Bologna. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Itália/Italiano; Tipo de orientação: Orientador principal.

7.
Silvia Aparecida Prodócimo Calore. Distúrbios de deglutição em prematuros de muito baixo peso após alta hospitalar. 2006. Orientação de outra natureza. (Medicina) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Orientador: Maria Regina Bentlin.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.



Inovação



Produto tecnológico
1.
Tabuchi, PA ; SILVEIRA, S. L. A. ; LYRA, J. C. ; BENTLIN, M R . Panfleto sobre Sifilis congenita. 2017.
Palavras-chave: sifilis congenita; Recém-nascido; gestante.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Esclarecimento as gestantes sobre sifilis e sifilis congenita; Disponibilidade: Irrestrita; Cidade: Botucatu e região; Inst. promotora/financiadora: FAPESP.
Processo FAPESP 2016/10681-3.



Educação e Popularização de C & T



Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BENTLIN, MARIA REGINA. Importancia do seguimento no tratamento da sifilis congênita. Pediatra Atualize-se, são paulo, p. 9 - 10, 03 set. 2018.
Palavras-chave: sifilis; sifilis congenita; seguimento; Recém-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 03/09/2018; ISBN: 24484466.


Apresentações de Trabalho
1.
RUGOLO, L. M. S. S. ; BENTLIN, M. R. ; NEONATAIS, R. B. P. . Impacto da sepse tardia no prognóstico em curto rpazo de prematuros de muito baixo peso na rede brasileira de pesquisas neonatais. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: sepse; Recém-nascido; prognóstico; Prematuro; rede brasileira de pesquisas neonatais.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Centro de convenções; Cidade: Natal - RN; Evento: 24º Congresso Brasileiro de Perinatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatria.
apresentação oral..

2.
NOGUEIRA, M. L. P. ; LYRA, J. C. ; BENTLIN, M. R. ; Bossolan G ; RUGOLO, L. M. S. S. . Comparação entre dois escores de risco na predição de morte de recém-nascidos transportados. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).
Palavras-chave: Recém-nascido; transporte; escores de risco.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: hotel bourbon; Cidade: Foz do Iguaçu - PR; Evento: 7 Simpósio internacional de reanimação neonatal; Inst. promotora/financiadora: Sociedade brasileira de Pediatria.
Publicado nos anais do evento.

3.
LYRA, J. C. ; Bossolan G ; BERRIEL, L. D. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. . Efeito do balão auto inflavel com valvula de PEEP sobre os níveis de PaCO2 e pH sanguíneo durante a ventilação pulmonar de coelhos. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).
Palavras-chave: reanimação; balão auot inflavel; coelhos.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Hotel Bourbon; Cidade: Foz do Iguaçu - PR; Evento: 7 Simpósio internacional de reanimação neonatal; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatria.
Publicado nos anais do evento.

4.
SOUZA, I. P. ; Bentlin, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; LYRA, J. C. ; Rodrigues VHB ; Gerios L ; ANSAI, R. S. . Niveis sericos do lactato como preditores de morte no choque séptico em recém-nascidos prematuros. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Recém-nascido; Choque séptico; lactato; prognóstico.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Centro de Convenções; Cidade: Natal - RN; Evento: 24º Congresso Brasileiro de Perinatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatira.

5.
Ivana Dalcol Rodrigues dos Santos ; BERRIEL, L. D. ; Aline Basseto Jesuino ; LYRA, J. C. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. . Comparação do uso de surfactante com uma ou duas doses para prematuros de muito baixo peso. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: surfactante; Prematuro; Muito baixo peso.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Centro de convenções; Cidade: Natal - RN; Evento: 24º Congresso Brasileiro de Perinatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Pediatiria.

6.
SOUZA, I. P. ; BENTLIN, M. R. ; RUGOLO, L. M. S. S. ; LYRA, J. C. ; Rodrigues VHB ; Ludmila Gerios ; ANSAI, R. S. . Choque séptico tardio em recém-nascidos prematuros. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Choque séptico; Prematuro.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Centro de convenções; Cidade: Natal - RN; Evento: 24º Congresso Brasileiro de Perinatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de pediatria.


Cursos de curta duração ministrados
1.
BENTLIN, MARIA REGINA; RUGOLO, L. M. S. S. ; CALIL, R. ; Kleber Giovani Luz . Infecções neonatais relacionadas a assistencia a saude (curso pre congresso). 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).
Palavras-chave: infecção; Recém-nascido.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Unidade: horas;
Tipo de participação: Outra; Duração do evento: 4; Local: Hotel Sehrs; Cidade: Natal - RN; Inst. promotora: 24º Congresso Brasileiro de Pediatria.
Curso pre congresso, com 1 aula teorica, 2 casos clinicos e 2 aulas praticas. Participação como organizadora do curso e como instrutora Numero de alunos inscritos 45.


Redes sociais, websites e blogs
1.
BENTLIN, MARIA REGINA. Blog Pediatra Orienta da Sociedade de Pediatria de São Paulo. 2018; Tema: Março Lilás ? prematuridade e aleitamento materno. (Blog).
Palavras-chave: prematuridade; lleite materno; amamentação; Prematuro.
Grande área: Ciências da Saúde
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.pediatraorienta.org.br/marco-lilas-prematuridade-e-aleitamento-materno/.



Outras informações relevantes


Recebeu Auxílio financeiro da Fundação para o Desenvolvimento da UNESP -FUNDUNESP, para participar do XX Congresso Brasileiro de Perinatologia, 21 a 24 de novembro de 2010- Rio de Janeiro
Recebeu fomento FAPESP com a pesquisa ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DA SÍFILIS CONGÊNITA NA REALIDADE DE UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO TERCIÁRIO, durante os anos de 2016-2018 e bolsa de iniciação cientifica FAPESP no mesmo projeto de pesquisa.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/01/2019 às 19:07:18