Gilberto Fillmann

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1A

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4400010660858457
  • Última atualização do currículo em 05/11/2018


Possui graduação em Oceanologia (1986) e mestrado em Oceanografia Biológica pela Universidade Federal do Rio Grande (1990), doutorado em Ciências do Mar - University of Plymouth (2001) e Pós-Doc no RECETOX da República Tcheca (2017-18). Atualmente é Professor Titular da Universidade Federal do Rio Grande e orientador de mestrado e doutorado dos Programas de Pós-Graduação em Oceanografia Física, Química e Geológica (OcFQG) e de Química Tecnológica e Ambiental (QTA). É sócio efetivo SETAC-Globe, Sociedade Brasileira de Ecotoxicologia, Sociedade Brasileira de Química e Associação Brasileira de Oceanografia. Entre 2006 e 2012 atuou como editor chefe da Journal of the Brazilian Society of Ecotoxicology (JBSE). É consultor ad-hoc de agências de fomento estaduais (FAPESP, etc.) e nacionais (CAPES, CNPq) e revisor de diversas revistas científicas, tais como Environmental Science & Technology, Analytica Chimica Acta, Chemosphere, Science of the Total Environment, dentre outras. De 2011 a 2016 foi membro do Chemical Review Committee (CRC), como representante do Brasil na Convenção de Roterdã (UNEP/FAO/UN). É líder dos grupos de pesquisa "Rede nacional de estudos em anti-incrustantes" e "Microcontaminantes orgânicos e ecotoxicologia aquática" e coordenador de projetos de pesquisa em rede a nível Nacional e Internacional (Latino-América). Atua na área de contaminação ambiental, com enfoque em microcontaminantes orgânicos, geoquímica orgânica e ecotoxicologia em matrizes como sedimento, água, biota e atmosfera adjacente. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Gilberto Fillmann
Nome em citações bibliográficas
FILLMANN, G.;Fillmann, Gilberto;GILBERTO, FILLMANN

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio Grande, Instituto de Oceanografia, Laboratório de Microcontaminantes Orgânicos e Ecotoxicologia Aquática.
Av. Italia, km 8 s/No
Carreiros
96211100 - Rio Grande, RS - Brasil - Caixa-postal: 474
Telefone: (53) 32336738
Fax: (53) 32336601
URL da Homepage: http://www.furg.br


Formação acadêmica/titulação


1997 - 2001
Doutorado em Ciências do Mar.
Plymouth University, PLYMOUTH, Inglaterra.
Título: Appraisal and validation of rapid, integrated chemical and biological assays of environmental quality, Ano de obtenção: 2001.
Orientador: James W Readman.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Contaminantes Orgânicos Sintéticos; Imunoensaio; Hidrocarbonetos; Biomarcadores; Técnicas para avaliação rápida da contaminação; Lagoa dos Patos e região costeira adjacente.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Contaminação e Poluição Aquática / Especialidade: Hidrocarbonetos de Petróleo.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Contaminação e Poluição Aquática / Especialidade: Químiomarcadores.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado; Educação.
1987 - 1990
Mestrado em Oceanografia Biológica.
Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.
Título: Caracterização Química das Massas de Água da Plataforma Continental do Sul do Brasil,Ano de Obtenção: 1990.
Orientador: Luis Felipe Hax Niencheski.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Nutrientes; Massas de Água; Oceanografia Química; Elementos maiores; Plataforma Continental; Rio Grande do Sul.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Oceanografia Química / Especialidade: Elementos Maiores.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Oceanografia Química / Especialidade: Caracterização Química de Massas de Água.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado; Educação.
1995 - 1996
Especialização em Training developed on the research center for environmental quality control. (Carga Horária: 800h).
Kyoto University, KYOTO, Japão.
Título: Levels of organochlorine compounds in fish tissue from Camaquã River, RS, Brazil.
Orientador: Saburo Matsui.
1983 - 1986
Graduação em Oceanologia.
Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.


Pós-doutorado


2017 - 2018
Pós-Doutorado.
Masarykóva Univerzita, MUNI CZ, República Tcheca.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Contaminação Atmosférica.


Formação Complementar


2018 - 2018
14th Summer School on Toxic Substances in the Environment. Topic: Smart and. (Carga horária: 40h).
Masarykóva Univerzita, MUNI CZ, República Tcheca.
2017 - 2017
13th Summer School on Toxic Substances in the Environment at RECETOX. (Carga horária: 40h).
Masarykóva Univerzita, MUNI CZ, República Tcheca.
2005 - 2005
Química dos Hidrocarbonetos e o Meio Ambiente. (Carga horária: 24h).
Cenpes Petrobrás, CENPES/PETROBRÁS, Brasil.
2005 - 2005
Sistema de Qualidade Em Laboratórios de Ecotoxicol. (Carga horária: 16h).
Cenpes Petrobrás, CENPES/PETROBRÁS, Brasil.
2004 - 2004
Estatística Aplicada a Ecotoxicologia. (Carga horária: 16h).
Cenpes Petrobrás, CENPES/PETROBRÁS, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto Tecnológico de Costa Rica, ITCR, Costa Rica.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaboração em projeto de pesquisa


Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado IV, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado III, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado II, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado I, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente IV, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto IV, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2003 - 2005
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto III, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2001 - 2003
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto II, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1999 - 2001
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto I, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1997 - 1999
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente IV, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1995 - 1997
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente III, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1993 - 1995
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente II, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1991 - 1993
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente I, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

02/2018 - Atual
Direção e administração, Reitoria, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação.

Cargo ou função
Membro do Comitê Gestor da Proposta de Internacionalização da FURG, Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação.
2003 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Oceanografia, Departamento de Oceanografia.

Atividade realizada
Revisor da Environmental Science & Technology.
8/2002 - Atual
Ensino, Oceanografia Física, Química e Geológica, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Poluição Aquática
Ecotoxicologia como Intrumento de Avaliação Ambiental
Processos em Contaminantes Orgânicos
3/2002 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Oceanografia, Departamento de Oceanografia.

Atividade realizada
Revisor da Revista Atlântica.
1/2002 - Atual
Ensino, Oceanologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Poluição Marinha
Poluição Ambiental
Ecotoxicologia Aquática
2002 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Oceanografia, Departamento de Oceanografia.

Atividade realizada
Revisor da Brazilian Journal of Oceanography.
12/2001 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Oceanografia, Laboratório de Microcontaminantes Orgânicos e Ecotoxicologia Aquática.

2001 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Oceanografia, Departamento de Oceanografia.

Atividade realizada
Revisor da Revista Chimica Analitica Acta.
01/2015 - 02/2017
Direção e administração, Instituto de Oceanografia, Programa de Pós-graduação em Oceanografia Física, Química e Geológica.

Cargo ou função
Membro da Comissão de Curso do Programa de Pós-Graduação em Oceanografia Física, Química e Geológica.
04/2009 - 01/2013
Direção e administração, Instituto de Oceanografia, Programa de Pós-graduação em Oceanografia Física, Química e Geológica.

Cargo ou função
Presidente do Comitê de Seleção do Programa de Pós-Graduaçào em Oceanografia Física, Química e Geológica..
3/2006 - 12/2011
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Oceanografia, Departamento de Oceanografia.

Atividade realizada
Editor-Chefe da Revista Journal of the Brazilian Society of Ecotoxicology.
1/2002 - 01/2011
Ensino, Ecologia Aquática Costeira, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Poluição Ambiental
6/1991 - 12/2010
Direção e administração, Departamento de Oceanografia, Laboratório de Ecologia de Sistemas.

Cargo ou função
Membro de conselho de unidade.
3/2005 - 02/2009
Direção e administração, Departamento de Oceanografia, Laboratório de Microcontaminantes Orgânicos e Ecotoxicologia Aquática.

Cargo ou função
Coordenador Substituto da Comissão de Curso de Pós-Graduação em Oceanografia Física, Química e Geológica.
8/2004 - 07/2006
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Oceanografia, Laboratório de Microcontaminantes Orgânicos e Ecotoxicologia Aquática.

Cargo ou função
Membro do Comitê Científico.
1/2002 - 12/2004
Ensino, Geografia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Poluição Ambiental
1/2002 - 12/2004
Ensino, Biologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Poluição Ambiental
7/1993 - 11/2001
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Oceanografia, Laboratório de Ecologia de Sistemas.
9/1996 - 10/1997
Direção e administração, Departamento de Oceanografia, Laboratório de Ecologia de Sistemas.

Cargo ou função
Coordenador de curso (substituto).
11/1993 - 10/1997
Direção e administração, Departamento de Oceanografia, Laboratório de Ecologia de Sistemas.

Cargo ou função
Membro de comissão de curso.
3/1993 - 10/1997
Ensino, Ecologia Aquática Costeira, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Poluição
Fundamentos de Ecologia
3/1991 - 10/1997
Ensino, Oceanologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Poluição Marinha
Poluição Ambiental
Limnologia
Técnicas de Mergulho Submarino
7/1997 - 8/1997
Serviços técnicos especializados , Departamento de Oceanografia, Laboratório de Ecologia de Sistemas.

Serviço realizado
Parecer Técnico 004/97 do Laboratório de Ecologia de Sistemas - FURG. Assunto: Atendimento ao ofício GAB/PRM/RG/RS No 034/97 da Promotoria de Defesa Comunitária da Comarca de Rio Grande que trata do tráfego de cargas tóxicas no âmbito da estação ecológica.
7/1993 - 6/1995
Direção e administração, Departamento de Oceanografia, Laboratório de Ecologia de Sistemas.

Cargo ou função
Membro de comissão permanente.
7/1993 - 6/1995
Direção e administração, Departamento de Oceanografia, Laboratório de Ecologia de Sistemas.

Cargo ou função
Representante do Departamento na SUPEST.
1/1994 - 12/1994
Serviços técnicos especializados , Departamento de Oceanografia, Laboratório de Ecologia de Sistemas.

Serviço realizado
Membro da Comissão de elaboração da Proposta de "Enquadramento dos Recursos Hídricos da Parte Sul do Estuário da Lagoa dos Patos, R.S., Brasil", apresentada em audiência pública à comunidade em 09.12.94..
4/1993 - 12/1993
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Oceanografia, Departamento de Oceanografia.

Atividade realizada
Organização de Evento Científico (III Encontro de Ecotoxicologia).
2/1991 - 5/1993
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Oceanografia, Laboratório de Hidroquímica.
1/1992 - 4/1993
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Oceanografia, Departamento de Oceanografia.

Atividade realizada
Organizacao de Evento Científico (II Encontro de Ecotoxicologia).

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul, FAPERGS, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor Ad-Hoc


Universidade Federal do Maranhão, UFMA, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaboração em projeto de pesquisa


Fundação de Amparo à Pesquisa ao Desenvolv. Científico e Tecnológico - MA, FAPEMA, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor Ad-Hoc


Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaboração em projeto de pesquisa


United Nations Environmental Programe, UNEP, Quênia.
Vínculo institucional

2013 - 2016
Vínculo: Vice-coordenador do CRC, Enquadramento Funcional: Vice-chair do Chemical Review Committee, Carga horária: 1

Vínculo institucional

2011 - 2016
Vínculo: Membro de comitê técnico, Enquadramento Funcional: Membro do Chemical Review Committee, Carga horária: 1
Outras informações
Especialista técnico indicado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) representando o Governo Brasileiro no Comite de Revisao Química da Convenção de Roterdã da UNEP/FAO/UN


Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor Ad-Hoc

Atividades

2011 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, CAPES, .

Cargo ou função
Consultor Ad-Hoc.

Universidad Nacional de Mar Del Plata, UNMDP, Argentina.
Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaboração em projeto de pesquisa, Carga horária: 2


Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor Ad-Hoc

Atividades

2009 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, FAPESP, .

Cargo ou função
Consultor Ad-Hoc.

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Consultor Ad-Hoc


Sociedade Brasileira de Ecotoxicologia, SETAC-BRASIL, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - Atual
Vínculo: Membro Efetivo da Sociedade, Enquadramento Funcional: Menbro Efetivo, Carga horária: 0
Outras informações
Membro Efetivo da Sociedade

Atividades

1/2006 - 1/2012
Outras atividades técnico-científicas , Sociedade Brasileira de Ecotoxicologia, Sociedade Brasileira de Ecotoxicologia.

Atividade realizada
Editor chefe da revista científica Journal of the Brazilian Society of Ecotoxicology (ISSN 1809-8401).
1/2005 - 1/2010
Outras atividades técnico-científicas , Sociedade Brasileira de Ecotoxicologia, Sociedade Brasileira de Ecotoxicologia.

Atividade realizada
Tesoureiro da Sociedade.

Sociedade Brasileira de Química, SBQ, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - Atual
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Sócio efetivo, Carga horária: 0
Outras informações
Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Química, junto a Divisão de Química Ambiental (DAB)

Atividades

11/2003 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Sociedade Brasileira de Química, Sociedade Brasileira de Química.

Atividade realizada
Sócio efetivo.

Society Of Environmental Toxicology And Chemistry, SETAC, Estados Unidos.
Vínculo institucional

1999 - Atual
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Sócio efetivo, Carga horária: 0
Outras informações
Membro como sócio efeitvo da Sociedade de Toxicologia e Química Ambiental, uma sociedade global com sede nos Estados Unidos.

Atividades

1/1999 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Society Of Environmental Toxicology And Chemistry, Society Of Environmental Toxicology And Chemistry.

Atividade realizada
Sócio efetivo.

University Of Plymouth, UOP, Grã-Bretanha.
Vínculo institucional

1997 - 2001
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Aluno de Doutorado, Carga horária: 40


Kyoto University, KYOTO, Japão.
Vínculo institucional

1995 - 1995
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador Visitante, Carga horária: 40


Ehime University, EHIME U*, Japão.
Vínculo institucional

1995 - 1995
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Visitante, Regime: Dedicação exclusiva.


Associação Brasileira de Oceanografia, AOCEANO, Brasil.
Vínculo institucional

1994 - 2003
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Sócio efetivo, Carga horária: 0
Outras informações
Membro da Associasção Brasileira de Oceanografia

Atividades

1/1994 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Associação Brasileira de Oceanografia, Associação Brasileira de Oceanografia.

Atividade realizada
Sócio efetivo.

Masarykóva Univerzita, MUNI CZ, República Tcheca.
Vínculo institucional

2017 - 2018
Vínculo: Pos-Doc, Enquadramento Funcional: pesquisador, Carga horária: 40
Outras informações
Trabalho de pesquisa no Research Centre for Toxic Compounds in the Environment (RECETOX) envolvendo a contaminação atmosférica da América Latina por POPs, novos POPs, compostos emergentes e praguicidas de uso atual.


International Panel on Chemical Pollution, ICPC, Suiça.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 1
Outras informações
The goal of the IPCP is to collect scientific knowledge about issues of chemical pollution and to provide summaries and interpretations of the available knowledge for decision makers and the public.


Rotterdam Convention, RC, Itália.
Vínculo institucional

2011 - 2016
Vínculo: Especialista indicado pelo MMA, Enquadramento Funcional: Membro do Chemical Review Committee, Carga horária: 2



Linhas de pesquisa


1.
Contaminação e Poluição Marinha

Objetivo: Identificar, avaliar e monitorar a contaminação por hidrocarbonetos, poluentes orgânicos persistentes, biocidas anti-incrustantes e resíduos sólidos (microplásticos) nos compartimentos água, sedimento e biota de ambientes costeiros e oceânicos, bem como a sua biodisponibilidade e efeitos a biota..
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
2.
Marcadores Moleculares Orgânicos

Objetivo: Identificar e monitorar os aportes de matéria orgânica e contaminantes de origem antrópica através de marcadores moleculares de hidrocarbonetos, esteroides fecais e naturais, e razões isotópicas..
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
3.
Biogeoquímica Orgânica Marinha

Objetivo: Estudar as transformações dos compostos orgânicos biogênicos e antropogênicos no ambiente marinho, originadas a partir de processos biológicos, fotoquímicos e químicos..
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
4.
Ecotoxicologia Marinha

Objetivo: Avaliar a toxicocinética, toxicodinâmica e o efeito de contaminantes orgânicos na biota de ambientes aquáticos..
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
5.
Oceanografia Química

Objetivo: Estudar a influência dos parâmetros físico-químicos no comportamento de microcontaminantes orgânicos nos ambientes aquáticos, bem como suas interações com a matéria orgânica..
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
6.
Contaminação Atmosférica

Objetivo: Avaliar as fontes e tendências espaço-temporais da contaminação atmosférica do continente sul americano empregando amostradores passivos na avaliação de poluentes orgânicos persistentes, hidrocarbonetos poliaromáticos, praguicidas de uso atual e compostos emergentes..
Grande área: Ciências Exatas e da Terra


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Papel do intemperismo na poluição por microplásticos no ecossistema marisma: uma abordagem integrada (Bolsa Pos-DOC Sanye ? FAPERGS)
Descrição: Materiais poliméricos, popularmente conhecidos como plásticos, são materiais com propriedades específicas como grande durabilidade, grande resistência, plasticidade e estabilidade. São industrialmente produzidos e largamente empregados em muitas áreas de consumo há 70 anos, alcançando uma produção mundial de 311 milhões de toneladas de polímeros plásticos no ano de 2014, mantendo um crescimento constante de 4% nos últimos 10 anos. Este aumento global anual na produção e uso tem levado ao acúmulo de enormes quantidades de detritos plásticos nos ambientes marinhos. Devido as suas características de fácil processamento, alta durabilidade e baixo custo, os plásticos ganharam espaço e utilidade em diversas áreas da sociedade. No entanto, sua alta durabilidade faz com que os plásticos descartados de forma inapropriada sejam significativamente danosos ao meio ambiente e à biota. Nos ambientes costeiros e marinhos, os plásticos de maior tamanho podem se fragmentar em partículas menores, sendo denominados microplásticos aqueles com tamanho igual ou inferior a 5 mm. Além disso, micro esférulas de plástico virgem utilizadas na manufatura de produtos plásticos ou diretamente aplicadas em produtos (como cosméticos e produtos de limpeza), podem chegar aos ambientes costeiros através do manuseio, transporte, bem como por sistemas de drenagem de esgotos. Esses fragmentos menores representam uma classe emergente de contaminantes marinhos que tem recebido especial atenção da comunidade científica internacional. Os plásticos são considerados um material quimicamente estável, permanecendo no ambiente por muitos anos e sua degradação, ou seja, a quebra química das moléculas do polímero com consequente mudanças nas propriedades do material, pode acontecer por rotas bióticas ou abióticas. Geralmente, a degradação abiótica precede a biodegradação e é iniciada termicamente, por hidrólise, ou pela radiação UV no ambiente. De forma geral, no meio ambiente, pode-se relacionar a degradação abiótica com o intemperismo ao qual o resíduo polimérico é exposto. Como característica molecular essencial, os materiais poliméricos possuem em geral uma estrutura molecular apolar, ou seja, pobre em grupos eletronegativos. Esta estrutura confere a baixa reatividade do material, e consequentemente leva a alta estabilidade quando descartado. A superfície do material é o primeiro ponto de contato com microrganismos, e se esta não possui características adequadas que levem o microrganismo a reconhece-la como possível fonte de carbono, a biodegradação será retardada. O intemperismo leva a superfície a adquirir grupos hidrolisáveis, e uma vez estes grupos presentes, o material começa a sofrer quebras químicas iniciais, levando a fissuras de superfície), que novamente irão expor a superfície interna a nova ação de intemperismo e consequentemente diminuindo o tamanho de partícula e aumentado a superfície de contato do material. Esta nova superfície, envelhecida, possui uma dinâmicade interação química, totalmente diferente do material original. Um estudo recente explorou este tema, mostrando que interações entre microplásticos, efeitos metereológicos (radiação solar e temperatura) e marinhos (temperatura da água, salinidade e turbulência) levam a alterações nas propriedades físico-químicas dos plásticos. No entanto, este estudo foi restrito a observações no oceano aberto, deixando ainda uma enorme lacuna sobre a relação entre plásticos e o intemperismo e, por consequência, temas ainda mais complexos, como a interação dos plásticos com outros contaminantes ambientais, bem como a toxidade desses plásticos para os organismos aquáticos.Neste contexto, microplásticos podem interagir com certos contaminantes no Nessa região, estão presentes 24 ambientes de Marisma (Costa, 1998) os quais podem ser classificados de acordo com a zonação carcacterizada por taxas diferentes de alagamento.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Grasiela Lopes Leaes Pinho - Coordenador / SOROLDONI, SANYE - Integrante / Felipe Kessler - Integrante / Vanessa Ochi Agostini - Integrante / Lara Mesquita Pinheiro - Integrante.Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.
2018 - Atual
Dynamic mass flow and emissions model to estimate emissions of PCBs for South America
Descrição: Polychlorinated biphenyls (PCBs) are persistent organic compounds that are ubiquitously found in the environment. Their use and manufacture were restricted or banned in many countries in the 1970±1980s, however, they still persist in the antroposphere, the environment and in biota worldwide today. Conventions such as Stockholm Convention and the Convention on Long-range Transboundary Air Pollution encourage or bind the member parties to submit emission inventories of regulated air pollutants. Unfortunately, several member states have not yet reported PCB emissions. The identification and quantification of stocks and emissions sources is, however, an important precondition to handle and remove the remaining reservoirs of PCBs and, thus, to be able to reduce emissions and, subsequently, environmental exposure. Thus, the present project aim to estimate past, present, and future emissions of PCBs to air in South America and provide emission factors for all relevant emission categories. South America represents a typical developing industrial area, and most of the assumptions and parameters that might be estimated here can be used to calculate PCB emission also for other countries. PCB emissions to air are going to be calculated using a dynamic mass flow and emissions model for South America. The results will probably point out the importance of the use of PCBs in open applications, which have largely been previously overlooked, and that PCBs will persist in applications during the coming decades with ongoing emissions..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Sthefen Fernando Andrade da Ronch - Integrante / Martin Scheringer - Integrante.Número de orientações: 1
2017 - Atual
Atmospheric concentrations of siloxanes in the Group of Latin America and Caribbean (GRULAC) region
Descrição: The Latin American Passive Atmospheric Network (LAPAN) is deploying XAD-based passive samplers all over the GRULAC region for the monitoring of spatial and temporal trend in levels of many chemicals, such as legacy POPs, new POPs and contaminants of emerging concern. Among those chemicals, siloxanes are going to be appraised by means of a cooperation between Dr Nuno Ratola from the University of Porto (Portugal), who has the expertise of analyzing these chemicals, and Dr Gilberto Fillmann from FURG, Brazil, who is the coordinator running LAPAN..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Karina S.B. Miglioranza - Integrante / Ricardo Barra - Integrante / Boris Gabriel Johnson-Restrepo - Integrante / Gabriela Eguren-Iriarte - Integrante / Nadia Rosa Gamboa-Fuentes - Integrante / Carola Resabala - Integrante / Frank Wania - Integrante / Sheila Marques - Integrante / Beatriz Aristizabal - Integrante / Floria Roa Gutierrez - Integrante / Amaro de Azevedo - Integrante / Isabel Moreno-Rivadeneira - Integrante / Nuno Ratola - Integrante / Malverve P. Spencer - Integrante / Yaris Jamilette Zavala-Rodriguez - Integrante.
2017 - Atual
Estudio Preliminar de Contaminantes Orgánicos Persistentes en aire en Costa Rica
Descrição: Persistent Organic Pollutants (POPs) are toxic substances with slow degradation and a high bioaccumulation potential as well as long range transport. They usually present highly toxic effects at very low environmental concentrations and therefore are considered a risk to human health and ecosystems. Many studies have demonstrated the use of passive samplers as an effective technique to monitor POP exposition towards the evaluation of the risk to wildlife and humans at a regional and global level. There are no reports on the levels of POPs in air for Costa Rica that could allow to determine the impacts of non sustainable agriculture practices such as the use of chlorinated pesticides and the open burning of the fields to remove residual biomass after the crop. There are no reports either on urban POPs emissions and the impact on protected wildlife areas also impacted through the mobility of POPs in air. This project will use two passive air sampling techniques: styrene-divinylbenzene copolymer passive air sampler (PAS-XAD-2) and polyurethane foam passive air sampler (PUF-PAS). The sampling time for the PAS-XAD-2 wil be of 365 days due to the higher absorption capacity, while the PUF-PAS sampling time will be 120 days. The later will allow data generation at intermediate intervals to evaluate the influence of climatic conditions and the dynamics of POPs in time. The absorbent materials will be extracted and analyzed by gas chromatography with mass spectrometer detector to determine the levels of POPs in 5 sites in the national territory. These preliminary results are expected to show a first glimpse of the national spectrum of POPs in air, setting up a starting point for discussion on actions and regulations that require modifications in order to contribute to a better compliance to the Stockholm Convention in reference to the effective minimization of POPs in the Environment. It is foreseen that additional sampling sites must be included in a future stage of this project towards a National POPs Monitoring Programme..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Floria Roa Gutierrez - Integrante / Andrés Sánchez - Integrante.Financiador(es): Instituto Tecnológico de Costa Rica - Auxílio financeiro.
2016 - Atual
Análise da sensibilidade de moluscos ao Tributilestanho (TBT) por meio de imposex (Gastropodes), ciclo reprodutivo (Bivalves) e de alterações ultraestruturais em conchas de moluscos (Gastropodes e Bivalves) no litoral do Espirito Santo
Descrição: Os compostos organoestânicos (OTs), especialmente o Tributilestanho (TBT), usados em tintas anti-incrustantes levam à masculinização de fêmeas de moluscos, síndrome conhecida como imposex, e são considerados uma ameaça à vida marinha em áreas portuárias. Devido à alta toxicidade desses compostos, seu uso foi internacionalmente regulado desde 2008. Entretanto, em países onde a regulação não se efetuou, muitas espécies de gastrópodes continuam sendo afetados por esses compostos. Diversos estudos sobre imposex foram e ainda são realizados no mundo. Atualmente se conhecem cerca de 250 espécies bioindicadoras de TBT. No Brasil, a espécie Stramonita haemastoma é a mais utilizada e no litoral do Espírito Santo outras espécies, como Leucozonia nassa tem se mostrado bastante sensível ao TBT e vem sendo utilizada em um extenso programa de monitoramento desse contaminante há cerca de 8 anos no nosso litoral, mas a prospecção de novas espécies bioindicadoras é importante, principalmente em ambientes impactados, nos quais a ocorrência de espécies pode estar comprometida. Além disso, diferentes enfoques nos estudos dos efeitos de contaminantes ambientais, tais como os estudos do ciclo reprodutivo em bivalves e das alterações ultraestruturais em conchas de moluscos devem ser desenvolvidos. Dessa forma, a presente proposta pretende dar continuidade ao monitoramento biológico da ocorrência de impactos por OTs por meio do imposex (gastrópodes), verificar alterações no ciclo reprodutivo e na estrutura das conchas (bivalves) e propor novas espécies com potencial para bioindicação desse contaminante em áreas próximas a portos e marinas no litoral do Espírito Santo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Mercia Barcellos da Costa - Coordenador / Italo Braga de Castro - Integrante / Glória Maria de Farias Viégas Aquije - Integrante / Nyam Florencio da Silva - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo - Auxílio financeiro.
2016 - Atual
Aquatic Global Passive Sampling (AGUA-GAPS)
Descrição: Aqua-gaps is a network of scientists active in passive sampling monitoring.The aim is to obtain insight of the global distribution of POPs without discrepancies caused by individual or local approaches. More aims are to follow concentrations change over time and detect new pollutants. Passive sampling will be applied for the monitoring of spatial and temporal trend in levels of POPs on a global scale. Passive samplers and deployment cages are centrally prepared and exposed annually in representative fresh and marine water bodies. Network partners like agencies or institutes, active in the area of interest. Analyses will initially be performed in a single laboratory but will include multiple labs when quality assurance is further advanced..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Foppe Smedes - Coordenador / Italo Braga de Castro - Integrante / Rainer Lohmann - Integrante / Derek Muir - Integrante / Eddy Zeng - Integrante.Financiador(es): European Council - Council of the European Union - Auxílio financeiro.
2014 - 2016
Estudo ecotoxicológico de micropoluentes utilizados em sistemas anti-incrustantes
Descrição: Tintas utilizando biocidas como princípio ativo têm sido amplamente utilizadas no mundo visando proteger estruturas submersas e embarcações. No entanto, tais substâncias acabam sendo liberadas no ambiente, a partir das superfícies que receberam pintura, e podem causar efeitos tóxicos e riscos sobre a biota não alvo presente em ambientes com maior movimentação de embarcações. O presente projeto visa realizar uma avaliação ecotoxicológica de três princípios ativos usados em tintas anti-incrustantes, a saber: clorotalonil, diclorofluanida e TBT, considerando organismos de diversas regiões do litoral brasileiro e laboratórios integrantes da Rede Nacional de Estudos de Anti-incrustantes (RNEA) ? UNESP, FURG, UFPA, UNIFESP e UFPE. Serão realizados ensaios de toxicidade crônica e aguda com microalgas, invertebrados e peixes, nos diferentes laboratórios, visando estabelecer um baseline para espécies nativas do Brasil. Também serão realizados experimentos com peixes e bivalves, para medidas de efeitos bioquímicos e genotóxicos. Experimentos serão realizados com presença de matéria orgânica, visando avaliar o efeito protectivo provocado pela matéria orgânica dissolvida na água do mar. Serão também realizados experimentos avaliando comportamento de peixes expostos aos contaminantes, visando correlacionar alterações comportamentais com efeitos bioquímicos. Pretende-se, desta forma, estabelecer informações novas sobre os potenciais riscos ecológicos dos princípios ativos avaliados, considerando as espécies características das diferentes regiões costeiras do Brasil, fornecendo bases para o desenvolvimento de tintas ambientalmente mais amigáveis..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Paulo S M Carvalho - Integrante / Juliana Zomer Sandrini - Integrante / Fernando Cesar Perina - Integrante / Grasiela Lopes Leaes Pinho - Integrante / Lucas Moreira Buruaem - Integrante / Camila Martinez Gaspar Martins - Integrante / Denis Moledo de Souza Abessa - Coordenador / Italo Braga de Castro - Integrante / Augusto Cesar - Integrante / Igor Dias Medeiros - Integrante / Carlos Eduardo da Rosa - Integrante / Lilian Lund Amado - Integrante / Rodrigo Brasil Choueri - Integrante / Paloma Kachel Gusso Choueri - Integrante.
2014 - Atual
Micropoluentes orgânicos empregados em sistemas anti-incrustantes: comportamento ambiental, toxicidade e biorremediação (AIBRASIL 2)
Descrição: O uso de tintas anti-incrustantes é mandatório para embarcações e estruturas submetidas ao contato direto e prolongado com a água do mar, visando diminuir a corrosão do casco e inibir a fixação de organismos aquáticos. Em contato com a água do mar, ocorre um acelerado processo de corrosão, afetando a embarcação. Além disso, a fixação de organismos aquáticos aumenta o atrito e o peso das embarcações, gerando maior demanda por manutenção, produção de mais resíduos e aumento no consumo de combustível, e levando ao aumento dos custos do transporte naval. As tintas anti-incrustantes têm em sua composição biocidas que evitam o estabelecimento de organismos incrustantes. Esses biocidas acabam sendo liberados para a água, produzindo efeitos negativos sobre os organismos aquáticos. Esses riscos tendem a ser mais severos nos locais com grande fluxo de embarcações, como áreas portuárias e marinas, pois tais áreas acabam contaminadas pelas tintas. Estudos realizados em portos e estaleiros do mundo comprovam o impacto dessas tintas. No Brasil, até recentemente, havia pouco conhecimento sobre a contaminação e efeitos das tintas anti-incrustantes nas regiões costeiras e marinhas. O projeto Impacto da Utilização de tintas anti-incrustantes nos principais terminais portuários brasileiros (MCT/FINEP) criou uma rede nacional de estudos sobre anti-incrustantes, que iniciou diagnósticos desse tipo de contaminação no litoral brasileiro. O projeto permitiu a implantação de infraestrutura analítica, produziu panorama sobre a contaminação por biocidas de tintas anti-incrustantes na costa brasileira, além da formação de recursos humanos e publicação de artigos. Pelo seu caráter inicial, gerou poucas informações sobre riscos ambientais. Portanto, há necessidade de se compreender aspectos como aportes dessas substâncias para o meio aquático, biodisponibilidade, condições de exposição dos organismos, toxicidade de cada micropoluente e seu comportamento ambiental. Este conhecimento será importante para o aprimoramento do Plano de Gestão sobre Uso de Sistemas Anti-Incrustantes nos Portos Brasileiros (produto do projeto anterior); e também para o aprimoramento da legislação nacional relacionada à qualidade de águas e sedimentos. A consolidação da rede nacional para estudos dos aspectos ambientais das tintas anti-incrustantes suprirá demandas e contribuirá para a adoção de práticas ambientais superiores, melhorando o desenvolvimento econômico e a competitividade nacional neste setor..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (40) / Mestrado acadêmico: (20) / Doutorado: (20) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Monica Wallner-Kersanach - Integrante / Juliane Lima Ventura - Integrante / Fabio Andrei Duarte - Integrante / Paulo S M Carvalho - Integrante / Marcos Antonio dos Santos Fernandez - Integrante / Eliete Zanardi Lamardo - Integrante / Cristina de Almeida Rocha-Barreira - Integrante / Ana Flavia Locateli Godoy - Integrante / Gilvan Takeshi Yogui - Integrante / Mary Rosa Rodrigues de Marchi - Integrante / Juliano Zanette - Integrante / Juliana Zomer Sandrini - Integrante / Grasiela Lopes Leaes Pinho - Integrante / Monica Maria Pereira Tognella - Integrante / Mercia Barcellos da Costa - Integrante / Ricardo Luvizotto Santos - Integrante / Leticia Veras Costa-Lotufo - Integrante / Camila Martinez Gaspar Martins - Integrante / Denis Moledo de Souza Abessa - Integrante / Italo Braga de Castro - Integrante / Augusto Cesar - Integrante / Teresa Cristina Rodrigues dos Santos Franco - Integrante / Igor Dias Medeiros - Integrante / Camilo Dias Seabra Pereira - Integrante / Carlos Eduardo da Rosa - Integrante / Andreia Barcelos Passos Lima Gontijo - Integrante / Carlos Meirelles - Integrante / Cesar Serra Bonifácio Costa - Integrante / Erico Marlon de Moares Flores - Integrante / Lilian Lund Amado - Integrante / Rodrigo Brasil Choueri - Integrante / Paloma Kachel Gusso Choueri - Integrante / Rochele Sogari Picoloto - Integrante / Paola de Azevedo Mello - Integrante / Wilma Montagnolli - Integrante.Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro.
2014 - Atual
Toxicocinética de biocidas utilizados em sistemas anti-incrustantes
Descrição: O Brasil como um país em plena expansão econômica demanda cada vez mais de novas tecnologias de produção, processamento e distribuição de produtos. Um dos setores em crescimento no país é o setor portuário, que tem contato direto com sistemas hídricos, muitas vezes impactando negativamente os ecossistemas aquáticos. A utilização crescente de biocidas anti-incrustantes em embarcações, aliada ao aumento do uso do sistema hidroviário, tem gerado uma série de danos ecológicos, uma vez que muitos biocidas são tóxicos e apresentam efeitos em animais aquáticos. Visando à proteção das comunidades marinhas, se torna necessário o diagnóstico da contaminação/poluição de ecossistemas costeiros e marinhos por biocidas oriundos de sistemas anti-incrustantes. Tal preocupação é especialmente relevante em áreas sob a influência de portos, marinas e estaleiro, onde os aportes são mais intensos. Além disso, essas regiões apresentam geralmente alta relevância ecológica, por se localizarem em zonas estuarinas que servem como berçário e áreas de alimentação e proteção para muitos organismos aquáticos. Sendo assim, a presente proposta tem como objetivo principal o desenvolvimento e aplicação de ferramentas para avaliação da qualidade ambiental, como aprimoramento de métodos analíticos, avaliação toxicocinética destes contaminantes no interior de organismos, e aplicação de biomarcadores para verificação dos efeitos biológicos gerados. Adicionalmente, a presente proposta pretende apontar uma espécie de peixe de ampla distribuição nacional, para padronização com relação a esse tipo de avaliação ambiental. Para que os objetivos sejam atingidos, o projeto pretende concentrar esforços na formação e aperfeiçoamento de recursos humanos, através da integração entre as diferentes equipes (vinculadas a três programas de pós-graduação e a uma instituição de pesquisa estrangeira) envolvidas na proposta. Nesse sentido, a oferta de bolsas em todos os níveis, bem como e a realização de missões de estudo, pesquisa e docência, contribuirão ainda para o fortalecimento e consolidação dos programas de pós-graduação envolvidos. Portanto, o trabalho conjunto das equipes dá a proposta um caráter inter e transdisciplinar, permitindo a transmissão do conhecimento gerado para a comunidade científica, órgãos envolvidos com políticas públicas de meio ambiente, e para a sociedade..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Ednei Gilberto Primel - Integrante / Sergiane Souza Caldas - Integrante / Samantha Eslava Gonçalves Martins - Integrante / Maristela Barnes Cerqueira - Integrante / Grasiela Lopes Leaes Pinho - Integrante / Ricardo Luvizotto Santos - Integrante / Lia Gracy Rocha Diniz - Integrante / Italo Braga de Castro - Integrante / Teresa Cristina Rodrigues dos Santos Franco - Integrante / Karina Lotz Soares - Integrante / Thiessa Maramaldo de Almeida Oliveira - Integrante / Damia Barcelo - Integrante / Nathalia Athan Jorge - Integrante / Marinela Ferre - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.
2013 - 2016
Assimilação, acumulação e degradação do TBT por Spartina alterniflora
Descrição: Embora o uso do Tributilestanho (TBT) como princípio ativo de tintas anti-incrustantes esteja mundialmente proibido desde 2008, resultados de estudos recentes sugerem que este composto continua sendo utilizado em tintas anti-incrustantes de algumas regiões portuárias do Brasil e da América do Sul, sendo encontrados no ambiente em níveis semelhantes aos que causam efeitos toxicológicos. Sendo assim, a avaliação e a otimização de bioindicadores da contaminação por esse composto são ações extremamente desejáveis. Na presente proposta o potencial da halófita aquática Spartina alterniflora acumular TBT a partir de sedimentos contaminados será avaliado. Para isso, inicialmente serão coletadas no estuário da Lagoa dos Patos amostras de sedimentos e indivíduos adultos completos de S. alterniflora (raízes e folhas) a fim de se caracterizar áreas impactadas e não impactadas pela contaminação por TBT. Posteriormente, mudas de S. alterniflora produzidas em viveiro sem a presença de TBT serão cultivadas por seis meses em sedimentos previamente contaminados e homogeneizados com 3 diferentes concentrações de TBT ambientalmente relevantes. Para a avaliação do potencial bioacumulador, ao longo dos cultivos serão analisadas quimicamente amostras de sedimentos e de partes das plantas (raiz e folhas) quanto à presença de TBT bem como de seus principais produtos de degradação. Sendo assim apresente proposta pretende não somente verificar o potencial bioindicador de TBT da espécie S. alterniflora como avaliar preliminarmente a viabilidade do seu emprego como elemento biorremediador de sedimentos contaminados por esse composto..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Vanda Artifon Pereira - Integrante / Julia Nunes Rabelo - Integrante / Italo Braga de Castro - Coordenador / Cesar Serra Bonifácio Costa - Integrante / Lais Belsito Pestana - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2013 - 2016
Circulación atmosférica de POPs, trazadores isotópicos y edades en agua subterránea como herramienta de validación de modelos globales
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Karina S.B. Miglioranza - Coordenador / Ricardo Barra - Integrante / Paola Mariana Ondarza - Integrante / Frank Wania - Integrante / Mariana Gonzalez - Integrante.Financiador(es): Agencia Nacional de Promoción Científica y Tecnológica - Auxílio financeiro.
2012 - 2018
Identificação de fontes de poluentes orgânicos persistentes (POPs) e praguicidas em megacidades e área rurais empregando amostradores atmosféricos passivos (PAS)
Descrição: O tema da contaminação atmosférica envolvendo megacidades (> 5 milhões de habitantes) e agroecossistemas adjacentes vem recebendo especial atenção pela sua crescente relevância. Apesar do seu potencial em afetar a qualidade ambiental numa escala regional, há uma carência muito grande no que se refere ao conhecimento das fontes, níveis e interações entre os vários contaminantes atmosféricos oriundos destas áreas. A América Latina possui vários centros urbanos com uma população que excede os 5 milhões de habitantes (São Paulo e Rio de Janeiro - Brasil, Buenos Aires ? Argentina, Cidade do México ? México; Lima ? Peru, Bogotá - Colômbia, Santiago - Chile, Caracas ? Venezuela). Dentre os inúmeros contaminantes que afetam os ecossistemas, os Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs) são citados na literatura como um dos principais grupos. Devido as suas propriedades físico-químicas (ampla distribuição, persistência, bioacumulação e toxicidade), esforços internacionais (Convenção de Estocolmo sobre POPs; 17 de maio de 2004) vêm tentando reduzir as emissões de POPs para o ambiente. Além disso, a América do Sul é um dos maiores consumidores de praguicidas do planeta. Desta forma, em razão da carência de informação, este projeto pretende avaliar a contribuição de megacidades, e áreas rurais adjacentes, no aporte de POPs (praguicidas clorados, PCBs e PBDEs) e outros 55 praguicidas ao ambiente utilizando amostradores atmosféricos passivos (PAS). Sendo assim, entre 9 a 12 pares de amostradores atmosféricos passivos (PAS) serão instalados radialmente em zonas agrícolas (de produção hortifruticola, cana de açucar e soja) adjacentes a megacities (Buenos Aires, São Paulo e, tentativamente, Bogotá e Lima). Este sistema passivo tem a vantagem de ter baixo custo de instalação e manutenção, possibilitanto um aumento significativo na resolução espacial e temporal do estudo. Como a contaminação não obedece a fronteiras políticas, principalmente a atmosférica, as cooperações de cunho interna.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Karina S.B. Miglioranza - Integrante / Boris Gabriel Johnson-Restrepo - Integrante / Nadia Rosa Gamboa-Fuentes - Integrante / Frank Wania - Integrante / Patricia Gomes Costa - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas - Cooperação.
2012 - 2017
Amostradores passivos no estudo de aportes recentes de biocidas anti-incrustantes
Descrição: Embora o uso do Tributilestanho (TBT) como princípio ativo de tintas anti-incrustantes esteja mundialmente proibido desde 2008, os poucos resultados de estudos recentes sugerem que este composto continua sendo utilizado em tintas anti-incrustantes de algumas regiões portuárias do Brasil, sendo encontrados no ambiente em níveis semelhantes aos que causam efeitos. Além disso, são incipientes as informações sobre a utilização e a ocorrência ambiental dos biocidas que são utilizados como substitutos ao TBT. Sendo assim, o emprego de amostradores passivos de coluna de água (a base de borracha de silicone) está sendo proposto no presente projeto como uma técnica inovadora capaz de identificar melhor as fontes atuais de biocidas anti-incrustantes a sua biodisponibilidade em ecossistemas aquáticos. Os amostradores passivos reduzem significativamente a variabilidade temporal em comparação com amostragens de lotes de água, facilitando a identificação de aportes recentes e possibilitando estudos de tendências temporais. Além disso, os resultados são comparáveis aos monitoramentos empregando ostras ou mexilhões, com a vantagem de não depender da ocorrência dos organismos indicadores no local de estudo e não ser influenciado por variáveis biológicas. Sendo assim, esta técnica será otimizada e validada para avaliar contaminantes como butilestânicos (TBT, DBT - dibutilestanho e MBT - monobutilestanho), Irgarol, SeaNine (DCOIT), Diclorofluanide, Clorotalonil e Busan (TCMTB) na coluna de água de regiões sob a influência dos terminais portuários de Rio Grande (RS) e Itaquí (MA). Essa iniciativa tem um carácter de inovação tecnológica e multiplicador do conhecimento, uma vez que amplia a abrangência da Rede Nacional de Pesquisa em Anti-incrustantes (RNPA), com a inclusão da UFMA. O avanço no conhecimento científico, com estudos na coluna de água mais representativos, subsidiará ações no sentido de adequar a legislação vigente a fim de restringir a comercialização dos compostos formula.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Nilson Maurente Dias - Integrante / Ednei Gilberto Primel - Integrante / Sergiane Souza Caldas - Integrante / Lia Gracy Rocha Diniz - Integrante / Foppe Smedes - Integrante / Vanda Artifon Pereira - Integrante / Rafael Camargo Souza - Integrante / Viviane de Lemos Pardo - Integrante / Italo Braga de Castro - Integrante / Teresa Cristina Rodrigues dos Santos Franco - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2012 - 2017
Oceanografia integrada e usos múltiplos de plataforma continental e oceano adjacente.Rede Temática 4 ? Transferência de conhecimento para a sociedade. Sub-Proposta 4.6: Contaminação por compostos orgânicos persistentes e fragmentos e esférulas plásticas.

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Luis Felipe Hax Niencheski em 05/03/2013.
Descrição: O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Mar (INCT Mar) Centro de Oceanografia Integrada (COI), INCT-Mar COI tem como objetivo maior implantar e consolidar uma rede de instituições para desenvolverem pesquisas oceanográficas em mar aberto atuando na vanguarda do conhecimento e contribuindo para a formação de recursos humanos, transferência de conhecimento para a sociedade e para a geração de políticas publicas. A estratégia adotada para atingir este objetivo é composta de sete linhas integradas de pesquisa: (1) Valorização dos recursos vivos (2) Conhecimento dos fundos marinhos: geodiversidade e biodiversidade (3) Papel dos oceanos nas mudanças climáticas (4) Formação e Capacitação de Pessoal Qualificado (5) Transferência de Conhecimento para a Sociedade para o Setor Empresarial e para o Governo; (6) Formulação de Políticas Publicas e, (7) Grandes equipamentos e infraestrutura O INCT-Mar COI está sediado no Instituto de Oceanografia da Universidade Federal do Rio Grande (IO-FURG), e é formado por quase uma centena de pesquisadores distribuídos por 9 estados brasileiros (RS, SC, PR, SP, RJ, ES, BA, PE e AL), que englobam 15 instituições de ensino superior, 2 institutos de pesquisa e 1 instituto federal de educação tecnológica. Para a formação de recursos humanos, o INCT-Mar COI conta com uma rede de instituições acadêmicas, responsáveis por 1 (um) curso técnico profissionalizante (integrado ao Ensino Médio) e vários cursos de Graduação e Programas de Pós-Graduação. O INCT-Mar COI conta com apoio de inúmeras instituições internacionais de renome, muitas delas já engajadas com os temas científicos do INCT-Mar COI, confirmando a sua abrangência, influência e excelência técnico-científica. O INCT-Mar COI atende os objetivos do Programa dos INCTs de mobilizar e agregar, de forma articulada, com atuação em redes, os melhores grupos de pesquisa em áreas de fronteira da ciência e em áreas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do País.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2015
Estabelecer cooperação acadêmica inter-regional entre grupos de pesquisa em Química da FURG, UFSM e UNESP, de maneira a complementar suas competências e infra-estrutura permitindo o fortalecimento e a consolidação das linhas de pesquisa do PPGQTA/FURG (CA
Descrição: Essa proposta tem por objetivo o fortalecimento e a consolidação das Linhas de Pesquisa que envolvem estudos em Química Analítica e em Química Analítica Ambiental do PPGQTA/FURG, através da cooperação inter-regional de grupos de pesquisadores vinculados aos Programas de Pós-Graduação em Química, consolidados, da UFSM e da UNESP. O fortalecimento e a consolidação dar-se-á através de missões de estudo, missões de docência e missões de pesquisa, as quais foram planejadas de forma a assegurar a implementação das ações e de estimular a formação pós-graduada e a mobilidade docente e discente entre os grupos vinculados aos Programas de Pós-Graduação em Química. Para promover, fortalecer e consolidar essa interação as missões de estudo e pesquisa enfocam em: i) desenvolver novos métodos empregando técnicas analíticas (cromatográficas, espectrométricas, entre outras) para análise de compostos orgânicos e/ou metais em amostras do meio ambiente; ii) estudos de aspectos relevantes da ocorrência, impactos e tecnologias de abate de contaminantes orgânicos e de metais no meio ambiente; iii) determinação da ocorrência de pesticidas, toxinas, micotoxinas, hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs), bifenil policlorados (PCBs), fármacos, produtos de higiene pessoal e limpeza (PPCPs), entre outros contaminantes emergentes; iv) desenvolver novas tecnologias de abate de contaminantes em efluentes como, por exemplo, processos oxidativos avançados; Para promover, fortalecer e consolidar essa interação inter-regional, o objetivo é desenvolver um projeto envolvendo as áreas de Química Analítica e de Química Ambiental reunindo competências complementares entre os pesquisadores do Grupo PPGQTA, com aqueles dos Programas de Pós Graduação em Química da UFSM e do Programa de Pós-Graduação em Química da UNESP. Esta ação levará ao fortalecimento e a consolidação das Linhas de Pesquisa do Programa QTA com foco no desenvolvimento de métodos de análise com aplicação em Química Ambiental para o de.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2015
Determinação de compostos orgânicos presentes na água do canal São Gonçalo antes e após o tratamento para abastecimento público.

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Patrícia Gomes Costa em 24/09/2012.
Descrição: A qualidade da água é um importante passo a ser dado quando se objetiva alcançar odesenvolvimento sustentável. O estudo sobre a qualidade dos corpos de água há alguns anosabrangia apenas a avaliação da contaminação por via microbiológica e resíduos sólidos. Atualmente,este estudo está se tomando cada vez mais complexo, pois nos deparamos com a contaminação daságuas por contaminantes orgânicos, como por exemplo, produtos farmacêuticos, cosméticos, dehigiene pessoal (PPCPs, do inglês "PharmaceuticalsandPersonalCareProducts"), pesticidas,retardantes de chama bromados (PBDEs, PBBs) e outros compostos orgânicos sintéticos(perfluorados, bisfenol A, etc.) além dos hidrocarbonetos policic1icosaromáticos (HPAs) oriundos dequeimadas e derivados de petróleo. Todos estes compostos são substâncias que vem sendo utilizadashá décadas e seus efeitos sobre a biota são reconhecidos como uma importante área de pesquisa.Sendo assim, o presente trabalho objetiva traçar um panorama da atual situação em termos dacontaminação ambiental por compostos orgânicos gerando e divulgando dados em congressoscientíficos e artigos em periódicos nacionais e internacionais da área..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Nilson Maurente Dias - Integrante / Ednei Gilberto Primel - Integrante / Sergiane Souza Caldas - Integrante / Fabio Andrei Duarte - Integrante / Liziara da Costa Cabrera - Integrante / Giovany de Ávila Araujo - Integrante / Maryene Coelho Claudino - Integrante / Carlos Francisco Ferreira Duarte - Integrante / Patricia Gomes Costa - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.
2012 - 2015
Avaliação química e ecotoxicológica de biocidas utilizados em tintas anti-incrustantes, identificadas na região portuária da ilha de São Luís, Maranhão
Descrição: O projeto objetiva avaliar, com base na determinação dos níveis ambientais e do efeito ecotoxicológico sobre organismos nativos, o impacto causado pela presença de biocidas anti-incrustantes em áreas sob a influência do Complexo Portuário de São Luís, MA.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Eny Maria Silveira - Integrante / Lia Gracy Rocha Diniz - Integrante / Virgínia Janusa Castro Mendes - Integrante / Paulo Max Vieira Marques - Integrante / Italo Braga de Castro - Integrante / Teresa Cristina Rodrigues dos Santos Franco - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa ao Desenvolv. Científico e Tecnológico - MA - Auxílio financeiro.
2012 - 2014
Desenvolvimento de métodos empregando SPE, DLLME, USAEME e LC-MS/MS para determinação de produtos farmacêuticos, cosméticos e de higiene pessoal em água
Descrição: Trata-se de um projeto de pesquisa cientifica com caráter inovador que visa desenvolver e validar novos métodos analíticos empregando SPE, DLLME, USAEME e LC-ESI-MS/MS para determinação simultânea de produtos farmacêuticos e de higiene pessoal (PPCPs, do inglês Pharmaceuticals and Personal Care Products) em água, que permitirão investigar e avaliar a qualidade da água para consumo humano..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Ednei Gilberto Primel - Coordenador / Sergiane Souza Caldas - Integrante / Fábio Ferreira Gonçalves - Integrante / Fabio Andrei Duarte - Integrante / Ana Laura Venquiaruti Escarrone - Integrante / Maristela Barnes Cerqueira - Integrante / Liziane Vaz Cardoso - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2012 - 2014
Avaliação do impacto ambiental em solos de áreas onde foram aplicados fertilizantes recobertos por óleo combustível através da presença e níveis de HPAs

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Patrícia Gomes Costa em 17/01/2013.
Descrição: Os fertilizantes granulados possuem a tendência a se solidificarem, tanto a granel como acondicionados em sacas, para eliminar tais inconvenientes numerosos agentes antiaglutinantes são utilizados para recobrir o grão. Outro problema é o de gerar poeira durante sua manipulação desta forma os grãos dos fertilizantes são tratados com produtos oleosos, que ?colam? esta poeira nos grãos além de reduzir o atrito entre eles. Quanto maior a quantidade de poeira que pode ser gerada, maiores dosagens serão requeridas para se obter uma cobertura completa do grão. O óleo mais comumente utilizado é um óleo combustível tipo 1A (BPF) PETROBRAS®. Desta forma, um estudo que avalie a possível introdução de hidrocarbonetos a solos que utilizam fertilizantes recobertos com óleo combustível é importante, pois é sabido que dentre o grupo de hidrocarbonetos existem compostos com propriedades carcinogênicas, mutagênicas e teratogênicas e o conhecimento dos níveis que estão sendo transferidos dos grãos para o solo é de extrema importância do ponto de vista ambiental. Para a avaliação será determinada a distribuição dos 16 HPAs considerados compostos poluentes prioritários pela US-EPA em cada amostra. As concentrações determinadas serão comparadas aos níveis ambientais aceitáveis, principalmente pelas normas brasileiras (NBR, CETESB e ANVISA), que tratam da legislação para HPAs em testes de lixiviação, em solos agrícolas, águas subterrâneas e água potável..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Nilson Maurente Dias - Integrante / Ednei Gilberto Primel - Integrante / Sergiane Souza Caldas - Integrante / Liziara da Costa Cabrera - Integrante / Emanuele dos Santos Carvalho - Integrante / Giovany de Ávila Araujo - Integrante / Maiara Macedo Dutra - Integrante / Maryene Coelho Claudino - Integrante / Patricia Gomes Costa - Coordenador.
2011 - 2015
Impacto da utilização de tintas anti-incrustantes nos principais terminais portuários brasileiros (AIBRASIL)
Descrição: O objetivo do projeto é estruturar e consolidar uma rede nacional para avaliar o impacto de utilização de tintas anti-incrustantes de segunda e de terceira gerações nas áreas sob influência dos 22 maiores terminais portuários da costa brasileira.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Dione Kitzman - Integrante / Paulo Roberto Tagliani - Integrante / Ednei Gilberto Primel - Integrante / Paulo S M Carvalho - Integrante / Alexander Turra - Integrante / Marcos Antonio dos Santos Fernandez - Integrante / Eliete Zanardi Lamardo - Integrante / Cristina de Almeida Rocha-Barreira - Integrante / Ana Flavia Locateli Godoy - Integrante / Adriana Neves Dias - Integrante / Lucia Socooviski de Anello - Integrante / Gilvan Takeshi Yogui - Integrante / Jose Roberto Botelho de Souza - Integrante / Carlos Augusto Oliveira de Meireles - Integrante / Aline Alves Fernandes de LIma Previtera - Integrante / Liana Rodrigues Queiroz - Integrante / Wilson Franklin Junior - Integrante / Juliana Assuncao Ivar do Sul - Integrante / Grasiela Lopes Leaes Pinho - Integrante / Italo Braga de Castro - Integrante / Monica Ferreira da Costa - Integrante.Financiador(es): Financiadora de Estudos e Projetos - Auxílio financeiro / Financiadora de Estudos e Projetos - Bolsa.
2011 - 2014
Biomonitoramento e uso de biomarcadores em Spartina densiflora no estudo da contaminação de estuários do Brasil, Chile e Argentina
Descrição: Estudar as respostas bioquímicas à contaminação costeira utilizando a macrófita Spartina densiflora como a biomonitor de contaminação em áreas de estuarinas previamente identificadas nos países participantes (Argentina, Brasil e Chile)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (3) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Karina S.B. Miglioranza - Integrante / Ricardo Barra - Integrante / Mirta Luján Menone - Integrante / German Lukaszewicz - Integrante / Francesca Mitton - Integrante / Mariana Gonzalez - Integrante / Solange Elena Jara Carrasco - Integrante / Daniela Soledad Garanzini - Integrante / Mauricio Diaz-Jaramillo - Integrante / Julia Nunes Rabelo - Integrante / Patricia Gomes Costa - Integrante.Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Auxílio financeiro / Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas - Auxílio financeiro.
2010 - 2014
Uso de amostradores atmosféricos passivos na América do Sul: um balanço entre fontes locais e globais de poluentes orgânicos persistentes - PROSUL II
Descrição: A presente proposta propõe o estudo da ocorrência, distribuição e transporte de poluentes orgânicos persistentes (POPs) na América do Sul através do uso de amostradores atmosféricos passivos (PAS). O transporte e dispersão de poluentes orgânicos persistentes (POPs), tais como praguicidas clorados, PCBs e difenis éter polibromados (PBDEs), ocorre principalmente através do transporte atmosférico, processo conhecido como destilação global. O processo de destilação global tem como via preferencial o transporte de POPs das regiões de ascendências das células de circulação atmosférica, como o Equador, para as áreas de descendência dessas células, como os Pólos e regiões temperadas. Conseqüentemente, qualquer alteração climática que mude o padrão de circulação dessas células poderá no futuro afetar a distribuição global dos POPs. Devido as suas propriedades físico-químicas, os POPs são amplamente distribuídos, persistem no ambiente, bioacumulam através da cadeia trófica e exibem efeitos tóxicos. Sendo assim, esforços internacionais (Convenção de Estocolmo sobre POPs; 17 de maio de 2004) vêm tentando reduzir as emissões de POPs para o ambiente. Sendo assim, aproximadamente 100 amostradores atmosféricos passivos (PAS) serão instalados a fim de cobrir gradientes latitudinais (do equador ao pólo) e longitudinais (da costa oeste a leste), em áreas urbanas, rurais e remotas da América do Sul e Continente Antártico. O objetivo é estudar as fontes locais e globais e a distribuição espaço-temporal destes contaminantes orgânicos persistentes. As vantagens deste sistema passivo são o baixo custo de instalação e manutenção desta rede de monitoramento atmosférico, além do aumento significativo da sua resolução espacial e temporal. Além disso, será suprida em parte a exigência da Convenção de Estocolmo aos países signatários (como Brasil e outros da América do Sul) de que estabeleçam condições para gerar dados comparáveis de monitoramentos dos POPs..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Karina S.B. Miglioranza - Integrante / Ricardo Barra - Integrante / Boris Gabriel Johnson-Restrepo - Integrante / Gabriela Eguren-Iriarte - Integrante / Nadia Rosa Gamboa-Fuentes - Integrante / Carola Resabala - Integrante / Ethel Ejarrat - Integrante / Wanderley Rodrigues Bastos - Integrante / Frank Wania - Integrante / Sandra de Souza Hacon - Integrante / Sergia de Souza Oliveira - Integrante / Gary Martins - Integrante / Roberto Carlos Quiroz-Munõz - Integrante / Raiza Fernández-Malavé - Integrante / Patricia Gomes Costa - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2010 - 2014
Diagnóstico da contaminação, efeitos endócrinos e tecnologia de abate de compostos emergentes em mananciais e água de abastecimento público
Descrição: A qualidade da água é um importante indicativo da habilidade de uma nação alcançar o desenvolvimento sustentável. Há alguns anos a água abrangia apenas duas formas de contaminação: a microbiológica e os dejetos industriais. Atualmente as nações industrializadas se deparam com outro tipo ? a contaminação das águas por contaminantes emergentes, como por exemplo produtos farmacêuticos, cosméticos, de higiene pessoal (PPCPs, do inglês ?Pharmaceuticals and Personal Care Products?), pesticidas, retardantes de chama bromados (PBDEs, PBBs) e outros compostos orgânicos sintéticos (perfluorados, bisfenol A, etc.). Estas são substâncias bioativas que vem sendo utilizadas há décadas e seus efeitos sobre a biota são agora reconhecidos como uma importante área de pesquisa. Sendo assim, o presente trabalho envolve pesquisa em diversas áreas do conhecimento como Ciências da Vida e Ciências Exatas e da Terra com atuação de três IFES Gaúchas (FURG, UFSM e UFRGS), visando traçar um panorama da atual situação regional em termos da contaminação ambiental por compostos emergentes. Como não existem estudos com relação à ocorrência da maioria desses contaminantes em águas do Rio Grande do Sul, o projeto implementará um protocolo englobando a investigação da situação atual da contaminação, a avaliação da atividade endócrina dos principais compostos e o desenvolvimento de tecnologias de abate in situ dos contaminantes. Esse protocolo poderá ser adotado por estações de tratamento de água, tanto do Rio Grande do Sul quanto do restante do Brasil, caracterizando uma transferência de tecnologia que garantirá a melhoria no tratamento de água de abastecimento público, representando um avanço significativo na qualidade de vida e da saúde da população. Outro aspecto importante do desenvolvimento da pesquisa será a capacitação de pesquisadores e a formação de profissionais qualificados em nível de graduação e pós-graduação. Esse aspecto atingirá diretamente quatro Programas de Pós-Graduação da FURG (P.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Adalto Bianchini - Integrante / Pablo Martinez - Integrante / Elton Colares - Integrante / Nilson Maurente Dias - Integrante / Ednei Gilberto Primel - Integrante / Michelle Conti Pieroni - Integrante / Sergiane Souza Caldas - Integrante / Samantha Eslava Gonçalves Martins - Integrante / Luiz Eduardo Maia Nery - Integrante / Renato Zanella - Integrante / Fábio Ferreira Gonçalves - Integrante / Valderi Luiz Dressler - Integrante / Fabio Andrei Duarte - Integrante / Martha Bohrer Adaime - Integrante / Ana Laura Venquiaruti Escarrone - Integrante / Maristela Barnes Cerqueira - Integrante / Luis Fernando Fernandes Marins - Integrante / Mariane Bueno Cansian - Integrante / Janice Goris Garcia - Integrante / Josiane dos Santos Farias - Integrante / Karina Kammer Attisano - Integrante / Carlos Francisco Ferreira de Andrade - Integrante / Liziara da Costa Cabrera - Integrante / Rudinei Milano Ribeiro - Integrante / Lúcia Helena Bohmer - Integrante / Arlindo Vilar Fortes Gonçalves - Integrante / Juliana Zomer Sandrini - Integrante / Luis Felipe Hax Niencheski - Integrante / Juliana Leonel - Integrante / Marcio Milani - Integrante / Luis Alberto Echenique Dominguez - Integrante / Patricia Gomes Costa - Integrante / Erico Marlon de Moares Flores - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2010 - 2013
Contaminação ambiental por compostos orgânicos persistentes e fragmentos e esférulas plásticos na Ilha de Trindade e em seu entorno
Descrição: Os compostos orgânicos persistentes (COPs) são contaminantes com alta persistência e ampla distribuição no ambiente, podendo bioacumular através da cadeia trófica e causar efeitos deletérios aos organismos. Sendo assim, esforços internacionais vêm tentando reduzir as emissões de COPs para o ambiente (Convenção de Estocolmo e Resolução da Organização Marítima Internacional - IMO). Da mesma forma, micro-partículas plásticas têm sido amplamente encontradas no ambiente marinho. Entre os diversos problemas associados à presença de plásticos no ambiente marinho, destacam-se a potencial ingestão destes por grandes vertebrados, como peixes, aves, tartarugas e mamíferos marinhos, e o seu conseqüente envenenamento devido à presença de compostos orgânicos persistentes (COPs) adsorvidos aos plásticos. Logo, a presente proposta tem como objetivo investigar a presença de micro-plásticos e contaminantes orgânicos persistentes (pesticidas clorados, PCBs, PBDEs, TBT) na Ilha da Trindade e seu entorno. Este projeto servirá também como base para que medidas de conservação sejam realizadas na Ilha de Trindade, já que vários tipos de contaminantes e diferentes matrizes (biota e atmosfera) serão analisadas. Além disso, devido ao seu isolamento, a Ilha poderá ser usada como local de estudo de deposição atmosférica de POPs, bem como um ponto de referência para futuros trabalhos ecotoxicológicos.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Fernanda Poleza - Integrante / Juliana Assuncao Ivar do Sul - Integrante / Amanda Lucena Fernandes - Integrante / Italo Braga de Castro - Integrante / Patricia Gomes Costa - Integrante / Monica Ferreira da Costa - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2010 - 2013
Biogeoquímica do Mercúrio em Ambientes Costeiros: Lagoas Costeiras do Rio Grande do Sul, Brasil, e Golfo de Trieste, Adriático Norte
Descrição: A pesquisa sobre a biogeoquímica do mercúrio justifica-se pela bem conhecida toxidade do metilmercúrio, sua acumulação em organismos e biomagnificação na cadeia alimentar. O conhecimento dos níveis de concentração, transporte e dinâmica do metilmercúrio nos ecossistemas aquáticos são importantes para avaliar o impacto sobre os organismos aquáticos e humanos.O objetivo desse projeto inclui investigações analíticas, microbiológicas e geoquímicas sobre a formação e degradação de metilmercúrio no Golfo de Trieste (Adriático Norte) e no complexo Lagunar Patos-Mirim (Brasil). O estabelecimento de um gradiente de concentração de mercúrio e metilmercúrio permitrá comparar locais contaminados e não-contaminados. Esse projeto estabelecerá uma cooperação entre pesquisadores brasileiros e eslovenos que estudarão a biogeoquímica do mercúrio em dois ecossistemas particulares. A execução do projeto prevê a participação de acadêmicos de todos os níveis (graduação,mestrado e doutorado) dos países participantes, ao mesmo tempo em que será oportunizada a transferência de métodos analíticos, geoquímicos e microbiológicos aplicados à ciência ambiental..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Janice Goris Garcia - Integrante / Karina Kammer Attisano - Integrante / Carlos Francisco Ferreira de Andrade - Integrante / Milena Horvat - Integrante / David Kokman - Integrante / Joze Kotnik - Integrante / Luis Felipe Hax Niencheski - Integrante / Marcio Milani - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2010 - 2012
Ecotoxicologia e alterações morfo-funcionais em gastrópodes marinhos expostos a contaminação por TBT em zonas costeiras da Patagônia e do Brasil
Descrição: Estudar a resposta da contaminação por TBT em cenogastrópodes marinhos afetados pela contaminação portuária em Golfo Nuevo e na região Sul da costa brasileira mediante estudos reprodutivos, fisiológicos, bioquímicos, anatômicos e histológicos que permitam conhecer o funcionamento e a bioacumulação destes disruptores endócrinos no sistema reprodutivo e outros órgãos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Nilson Maurente Dias - Integrante / Martina Rossato - Integrante / Aline Sartório - Integrante / Gregorio Bigatti - Integrante / Marta Commendatore - Integrante / Monica Primost - Integrante / Federico Del Brio - Integrante / Grasiela Lopes Leaes Pinho - Integrante / Patricia Gomes Costa - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2009 - 2015
Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Toxicologia Aquática
Descrição: A presente proposta trata da implantação do Instituto Nacional de Toxicologia Aquática (INCT-TA) e foi elaborada em conformidade com as diretrizes estabelecidas no Edital 15/2008 - MCT/CNPq/FNDCT/CAPES/FAPEMIG/FAPERJ/FAPESP - Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia. O INCT-TA tem um programa bem definido, com metas quantitativas e qualitativas, compreendendo quatro missões: pesquisa, formação de recursos humanos, transferência de conhecimentos à sociedade e transferência de conhecimentos para o governo, com vistas ao estabelecimento de políticas públicas voltadas à preservação do meio ambiente. O referido Instituto tem como sede a Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e conta com as parcerias da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade Estadual de Londrina (UEL), Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) e Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). A Instituição sede se caracteriza pela excelência de sua produção científica e tecnológica, alta qualificação de recursos humanos, capacidade de atração de recursos de diversas agências financiadoras e infra-estrutura de vanguarda para atuação na área de conservação de recursos hídricos, tanto dulcícolas quanto costeiros e marinhos. Por sua vez, os grupos de pesquisa associados também possuem perfil semelhante ao apresentado acima, tendo suas atividades acadêmicas focadas em áreas que convergem para o tema central abordado pelo Instituto. Desta forma, a consolidação do Instituto ora proposto trará um benefício inestimável à comunidade científica e à sociedade brasileira em geral, tendo em vista que as atividades desenvolvidas pelos diferentes grupos parceiros se complementam de forma harmônica e espontânea, potencializando assim a geração e difusão de conhecimentos de vanguarda e formação de recursos humanos altamente capacitados na área tema do Instituto. O Instituto proposto tem como tema central a Toxicologia Aquática, com abordagem focada no uso de f.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Adalto Bianchini - Coordenador / Pablo Martinez - Integrante / Elton Colares - Integrante / Luiz Eduardo Maia Nery - Integrante / Luis Fernando Fernandes Marins - Integrante / Afonso Celso D Bainy - Integrante / Marco A. F. Randy - Integrante / Helena C S Assis - Integrante / Paulo S M Carvalho - Integrante / Grasiela Lopes Leaes Pinho - Integrante.Financiador(es): Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2009 - 2011
Avaliação de Risco Ambiental para as principais tintas antiincrustantes utilizadas nos estaleiros de Rio Grande
Descrição: A atividade portuária é um importante fator de Risco Ambiental para a zona costeira, tanto pela sua realização em ambientes sensíveis quanto por seus aspectos operacionais. As embarcações presentes em regiões portuárias contribuem de forma expressiva para essa degradação ambiental. Dentre as formas de impacto oriundas das embarcações, pode-se ressaltar a liberação de compostos presentes em tintas antiincrustantes. Ao longo das últimas 5 décadas estas tintas apresentaram diferentes composições, sendo agrupadas de forma geral em três Gerações. As tintas consideradas da Primeira Geração possuíam uma composição principalmente a base de óxidos de cobre, tendo sido largamente utilizadas até a década de 1960. A partir deste período, tintas a base de compostos orgânicos de estanho passaram a ser amplamente aplicadas, sendo conhecidas como a Segunda Geração. Apesar da sua elevada eficiência, em função de sua alta toxicidade para organismos não-alvo, foi proposto o banimento do seu uso para o ano de 2008. Sendo assim estes biocidas estão sendo gradativamente substituídos pelos chamados de Terceira Geração. Estas novas tintas também apresentam misturas compostas por até quatro diferentes biocidas, e a avaliação dos seus níveis e efeitos no ambiente aquático têm sido de crescente importância. Uma forma de expressar estes níveis e efeitos no ambiente aquático é através da Avaliação de Risco Ambiental, que se utiliza de ferramentas biológicas (ecotoxicologia), analíticas (química), bem como teóricas (matemática e física) para retratar numericamente as condições de um determinado ambiente. A avaliação ecotoxicológica, por sua vez, pode ser realizada visando efeitos em diferentes níveis de organização, como letalidade, reprodução e danos bioquímicos/fisiológicos, produzindo assim dados de Avaliação de Risco Ambiental Agudo, Crônico e Subletal, respectivamente. Levando em consideração o exposto acima, o presente projeto tem por objetivo realizar esta Avaliação de Risco Ambiental em.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Adalto Bianchini - Integrante / Monica Wallner-Kersanach - Integrante / Nilson Maurente Dias - Integrante / Elisa Helena Leão Fernandes - Integrante / Luiza Dy Fonseca Costa - Integrante / Grasiela Lopes Leaes Pinho - Coordenador / Italo Braga de Castro - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2009 - 2011
Prevención y remediación de la contaminación por Compuestos Organoclorados (COCs) y Bifenilos de Ésteres Polibrominados (PBDEs) en la Patagonia
Descrição: O projeto visa avaliar os niveis de organoclorados e organobromados em amostras ambientais do sul da Argentina. As analises de polibromados serão realizados no lab de microcontaminantes organicos da FURG, envolvendo o desenvolivmento e validacao da metodologia..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Karina S.B. Miglioranza - Coordenador / Mirta Luján Menone - Integrante / Mariana Gonzalez - Integrante.Financiador(es): Agencia Nacional de Promoción Científica y Tecnológica - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2009 - Atual
Rede regional de monitoramento atmosférico de compostos orgânicos persistentes (COPs)
Descrição: A presente proposta propõe o estabelecimento de uma rede de monitoramento atmosférico regional permanente de compostos orgânicos persistentes (pesticidas clorados, PCBs e PBDEs), através de amostradores passivos e bioindicadores (acículas de coníferas). Atualmente, devido as suas propriedades físico-químicas, os POPs são amplamente distribuídos, persistem no ambiente, bioacumulam através da cadeia trófica e exibem efeitos tóxicos. Sendo assim, esforços internacionais (Convenção de Estocolmo sobre POPs; 17 de maio de 2004) vêm tentando reduzir as emissões de POPs para o ambiente. Desta forma, aproximadamente 200 amostradores atmosféricos passivos (PAS) serão instalados a fim de cobrir gradientes latitudinais (do equador ao pólo) e longitudinais (da costa oeste a leste), em áreas urbanas, rurais e remotas da América do Sul e Continente Antártico. As vantagens são o baixo custo de instalação e manutenção desta rede de monitoramento atmosférico, além do aumento significativo da sua resolução espacial e temporal, que atualmente se resume a 6 locais de coleta. Além disso, será suprida em parte a exigência da Convenção de Estocolmo aos países signatários (como Brasil e outros da América Latina) de que estabeleçam condições para gerar dados comparáveis de monitoramentos dos POPs..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Karina S.B. Miglioranza - Integrante / Ricardo Barra - Integrante / Boris Gabriel Johnson-Restrepo - Integrante / Gabriela Eguren-Iriarte - Integrante / Nadia Rosa Gamboa-Fuentes - Integrante / Carola Resabala - Integrante / Frank Wania - Integrante / Sheila Marques - Integrante / Beatriz Aristizabal - Integrante / Floria Roa Gutierrez - Integrante / Amaro de Azevedo - Integrante / Isabel Moreno-Rivadeneira - Integrante / Karla Pozo - Integrante / Malverve P. Spencer - Integrante / Yaris Jamilette Zavala-Rodriguez - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Rio Grande - Auxílio financeiro.
2008 - 2010
Ecotoxicologia aplicada à nanotecnologia: fulereno (C60) como indutor de neurotoxicidade e hepatotoxicidade em organismos aquáticos
Descrição: Avaliação dos possiveis efeitos neurotoxicos e hepatotóxicos do nanocompostos fulereno em organismos aquaticos (peixes) e vertebrados terrestres (ratos)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Ednei Gilberto Primel - Integrante / Daniela Marti Barros - Integrante / Laura Alicia Geracitano - Integrante / Jose Maria Monserrat - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2
2008 - 2010
Indução do imposex em laboratório: TBT como desruptor endócrino no molusco Stramonita haemastoma
Descrição: No início da década de 1980, efeitos deletérios do uso de compostos orgânicos de estanho (COEs: principalmente TBT e TPT) começaram a ser observados em diversas partes do mundo. O mais bem estudado efeito da exposição de organismos a COEs é o imposex. Este consiste no surgimento de órgãos sexuais secundários masculinos (pênis e vaso deferente) em fêmeas de moluscos prosobrânquios. Em termos ecológicos, o imposex em estágios mais adiantados, pode acarretar a esterilização das fêmeas provocando o declínio das populações das espécies afetadas. Até o momento, o fenômeno imposex foi descrito na literatura como sendo resultante do desequilíbrio endócrino causado pela exposição aos COEs. Para maioria das espécies de moluscos estudadas, a via de ação desses compostos se dá através da inibição do complexo multienzimático P450 aromatase. Como esse complexo atua na conversão do hormônio testosterona em estradiol, a inibição do mesmo leva ao acumulo de testosterona nos tecidos dos animais com conseqüente virilização das fêmeas. Entretanto os mecanismos bioquímicos que atuam nesse processo ainda são desconhecidos para diversas espécies incluindo Stramonita haemastoma, a qual vem sendo utilizada na costa brasileira como bioindicadora da contaminação por compostos orgânicos de estanho. Sendo assim, o presente projeto tem por objetivo otimizar a utilização da espécie S. haemastoma como bioindicador da contaminação por COEs, bem como estabelecer uma relação dose-resposta entre as concentrações de TBT e os níveis de imposex induzidos. Adicionalmente, se busca um melhor entendimento das alterações hormonais provocadas pelo TBT nessa espécie, uma vez que o imposex é um produto desse desequilíbrio. Para tanto, serão realizados ensaios em laboratório, onde a espécie S. haemastoma será exposta à diferentes níveis de TBT. A partir desses organismos expostos, serão feitas as seguintes investigações: a) determinação das concentrações de TBT e seus derivados nos organismos expostos, a fim de.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Elton Colares - Integrante / Nilson Maurente Dias - Integrante / Ednei Gilberto Primel - Integrante / Fernando Cesar Perina - Integrante / Grasiela Lopes Leaes Pinho - Coordenador / Italo Braga de Castro - Integrante / Luis Alberto Echenique Dominguez - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 3
2008 - 2009
Otimização e Validação de metodologia analítica empregando SPE, HPLC-DAD e LCMS/MS para investigar a ocorrência de agrotóxicos em águas de abastecimento público, de superfície e de poços artesianos
Descrição: Desenvolvimento e otimização de metodologia analíticas para a análises de pragucidas utilziando cromatografia liquida e detector de espectrometria de massas.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Marcelo Montes Gonçalves D´Oca - Integrante / Ednei Gilberto Primel - Coordenador / Eliana Badiale Furlong - Integrante / Rosilene Maria Clementin - Integrante / Marcio Milani - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2007 - 2010
Problemas de contaminação e poluição em ecossistemas terrestres e aquáticos no cone sul: utilização de bioindicadores e biomarcadores
Descrição: Geral: Desenvolver grupos de pesquisa interdisciplinar no cone sul que permitam avaliar problemas de contaminação e poluição em ecossistemas terrestres e aquáticos empregando bioindicadores e biomarcadores. Específicos: 1. Desenvolver, padronizar e aplicar metodologias que possibilitem avaliar a contaminação por PBDEs e organoclorados através de bioindicadores de ecossistemas terrestres e aquáticos. 2. Desenvolver e padronizar metodologias que permitam utilizar respostas a nível de biomarcadores para avaliar a qualidade ambiental em ecossistemas terrestres e aquáticos, considerando especificamente respostas antioxidantes e de dano oxidativo em função da capacidade de resposta que estas variáveis apresentam para uma ampla gama de compostos químicos.. 3. Capacitar teórica e metodologicamente alunos de cursos de pós-graduação de diferentes programas (Biologia, Ciências Ambientais, Ciências Fisiológicas-Fisiologia Animal Comparada, Oceanografia Física, Química e Geológica e Química Tecnológica Ambiental), através do intercâmbio de alunos entre os grupos de pesquisa que possibilite a formação de recursos humanos atuantes na área de poluição ambiental..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Gabriela Martinhão Ignácio - Integrante / Karina S.B. Miglioranza - Integrante / Michelle Conti Pieroni - Integrante / Ricardo Barra - Integrante / Mirta Luján Menone - Integrante / Paola Mariana Ondarza - Integrante / German Lukaszewicz - Integrante / Fernando Nogueira Calmon Sobral - Integrante / Alessandra Martins Rocha - Integrante / Mariana Gonzalez - Integrante / Mauricio Diaz-Jaramillo - Integrante / Juliana Leonel - Integrante / Josencler L. Ribas-Ferreira - Integrante / Fernando R. de la Torre - Integrante / Jose Maria Monserrat - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Universidad de Concepción - Cooperação / Universidad Nacional de Mar Del Plata - Cooperação / Universidad Nacional de Lujan - Cooperação / Universidade de São Paulo - Cooperação.
2007 - 2010
Impacto do uso de tintas anti-incrustrantes nos principais ecossistemas portuários do Sul do Brasil
Descrição: No início da década de 1980, efeitos deletérios do uso de compostos orgânicos de estanho (principalmente TBT e TPT) começaram a ser observados em diversas partes do mundo (i.e. imposex), originando uma forte pressão internacional para o seu banimento e substituição por anti-incrustrantes de terceira geração como o Irgarol 1051 e o Diuron, dentre outros. No entanto, a literatura especializada já começa a reportar contaminação ambiental por parte destes novos compostos, inclusive no Brasil. O presente projeto objetiva avaliar a contaminação por compostos oriundos de tintas anti-incrustrantes tais como o TBT, TPT, Irgarol 1051 e Diuron, bem como de seus derivados, nas áreas sob a influência dos principais terminais portuários do sul do Brasil (Paranaguá-PR, São Francisco do Sul-SC, Itajaí-SC e Rio Grande-RS). Para tanto, será inicialmente realizado um monitoramento biológico em áreas ?controle? e sob a influência das atividades portuárias. Serão utilizadas espécies de gastrópodes conhecidas no biomonitomento do imposex (Stramonita haemastoma), bem como novas espécies potencialmente úteis como bioindicadoras. Para determinação das concentrações de organoestânicos serão analisadas amostras de sedimentos e de tecidos dos moluscos gastrópodes através de cromatografia de fase gasosa. Irgarol 1051 e Diuron serão analisados em amostras de água e sedimento, coletadas nos mesmos pontos utilizados para os organoestânicos, sendo preparadas por extração em fase sólida (SPE) e analisadas por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE), utilizando CLAE/MS para confirmação. Por fim, a sensibilidade relativa de moluscos gastrópodes aos compostos orgânicos de estanho e de outros organismos da fauna brasileira aos compostos anti-incrustrantes, será avaliada através de testes de toxicidade agudos (CL50) e crônicos (CEO e CENO) e comparada com os níveis ambientais encontrados, a fim de avaliar o risco da exposição a estes compostos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Ednei Gilberto Primel - Integrante / Lucas Freitas Cordeiro - Integrante / Bianca Fell Marques - Integrante / Fernando Cesar Perina - Integrante / Italo Braga de Castro - Integrante / Luis Alberto Echenique Dominguez - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Rio Grande - Auxílio financeiro.
2007 - 2009
Avaliação do risco ecotoxicológico e para a saúde humana de compostos emergentes utilizados em nanotecnologia (fulereno, C60)
Descrição: A utilização de nanomateriais vem se incrementando nos últimos anos em função de suas variadas aplicações tecnológicas devido a sua grande relação superfície/volume, favorecendo sua utilização como catalisadores, como agentes que liberam fármacos e como protetores solares e cosméticos. Porém, existe preocupação dos possíveis efeitos tóxicos que possam exercer nos ecossistemas e ainda nos seres humanos. Existem trabalhos que relatam a capacidade de compostos utilizados na nanotecnologia, como o fulereno (C60), de se acumular no cérebro e induzir estresse oxidativo. Visto a potencial toxicidade destes compostos, a presente proposta visa: (a) estabelecer as concentrações seguras de fulereno (que não sejam deletérias) para organismos aquáticos em termos de estresse oxidativo e alterações comportamentais (memória de curta e longa duração), (b) analisar a periculosidade deste composto em termos de capacidade de induzir estresse oxidativo no cérebro e alterações na memória de curta e longa duração em mamíferos, e (c) através da execução dos objetivos (a) e (b), possibilitar a formação de recursos humanos, técnicas analíticas e respostas toxicológicas a nível bioquímico e fisiológico que possibilitem a formação de um grupo de pesquisa no campo da nanotoxicologia, com o intuito de analisar os possíveis efeitos tóxicos de nanomateriais em nível ambiental e humano..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Paula S. Tourinho - Integrante / Ednei Gilberto Primel - Integrante / Samile Seber - Integrante / Marileni de Souza Sallaberry Lopes - Integrante / Daniela Marti Barros - Integrante / Laura Alicia Geracitano - Integrante / Jose Maria Monserrat - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2
2007 - 2009
Biodiversidade e os Pinipedes nas Shetlands do Sul (BIOSS)
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Ronald Buss de Souza - Integrante / Monica Mathias Costa Muelbert - Coordenador / Italo Braga de Castro - Integrante / Julio Jose Reynoso - Integrante / Gerson de Oliveira Norberto - Integrante / A Rus Hoelzel - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2006 - 2011
Ampliação do laboratório de ecotoxicologia para avaliação da toxicidade através de testes utilizando organismos marinhos
Descrição: Implantação e validação de metodologias para: - testes de toxicidade com matrizes sólidas e líquidas oriundas das atividades da indústria de petróleo e gás empregando organismos marinhos; - análise de contaminantes orgânicos (i.e. hidrocarbonetos e fenóis) relacionados às amostras a serem testadas quanto à toxicidade; - avaliação da toxicidade de efluentes oriundos das atividades da indústria de petróleo e gás através de novas metodologias ecotoxicológicas, a partir de intercâmbio com centros de pesquisa na Inglaterra e Noruega..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Nilson Maurente Dias - Integrante / Priscilla Mieko Ihara - Integrante / Luciara Ibia dos Santos Machado - Integrante / Gabriela Angonese Kolb - Integrante / Martina Rossato - Integrante / Fernando Nogueira Calmon Sobral - Integrante / Fernando Cesar Perina - Integrante / Grasiela Lopes Leaes Pinho - Integrante / Italo Braga de Castro - Integrante.Financiador(es): Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguêz de Mello - Auxílio financeiro.Número de orientações: 3
2006 - 2009
Desenvolvimento de estratégias para o manejo sustentável de portos brasileiros - DESPORT
Descrição: O Brasil possui mais de 35 portos ao longo dos 8.500 km da sua costa atlântica (Figura 1). Apesar das diferentes modalidades de carga, infra-estrutura e ambientes, problemas comuns relacionados com as operações portuárias, seu crescimento, assoreamento e dragagens, etc., e suas conseqüências na qualidade ambiental e das águas, assim como na degradação dos ambientes naturais, são observados com freqüência. O principal objetivo do projeto é desenvolver estratégias para a administração ambiental sustentável dos portos brasileiros. Este projeto visa atender os seguintes objetivos do presente edital: Portos de modo geral e específico, assim como manejo costeiro, poluição marinha e recursos vivos de forma integrada. O trabalho será levado a cabo com métodos transdisciplinares inovadores, baseados em práticas científicas de última geração com estratégias específicas para a transferência do conhecimento gerado para a sociedade. Para alcançar as metas do projeto, observações de campo serão combinadas com modelagem numérica, sensoriamento remoto, estratégias de tecnologia da informação (IT) e dados socio-econômicos. O trabalho será realizado por uma rede de instituições da Alemanha e de universidades brasileiras, instituições de pesquisa e agências governamentais, além de companhias privadas em ambos os lados. O projeto foi construído com base em estudos prévios e integra as experiências dos participantes, em particular do Centro de Estudos do Mar (CEM) da Universidade Federal de Paraná, e da Fundação Universidade do Rio Grande (FURG), e pretende ampliar e levar esta experiência a outros locais. Durante a primeira fase do projeto, cobrindo um período de três anos, as atividades se concentrarão em locais pilotos com uma extensiva gama de condições e problemas. A seleção dos locais para estudos piloto foi feita com base na diversidade de tamanho, tipo de carga, ambiente e mercados. Quatro portos foram selecionados, inicialmente, cobrindo um amplo espectro de sistemas, ao.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Paulo Roberto Tagliani - Integrante / Ana Teresa Lombardi - Integrante / Eduardo Marone - Coordenador / Elisa Helena Leão Fernandes - Integrante / Sambassiva Patchineelan - Integrante / Lauro Júlio Calliari - Integrante / Luiz Parente - Integrante / Paulo da Cunha Lana - Integrante / Carlos Roberto Soares - Integrante / Patricia Sfair Sunye - Integrante / Hamilton Justino Vieira - Integrante / Carlos Augusto Schettini - Integrante / Eunice C. Machado - Integrante / Luis Felipe Hax Niencheski - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2006 - 2008
Biodiesel a partir de microalgas cultivadas em água de produção / salobra
Descrição: Através deste projeto esperamos obter os seguintes produtos: 1) Identificar um número significativo de espécies de microalgas da região de Mossoró/RN e Sergipe que apresentem elevadas taxas de produção primária e altos teores de lipídeo/ácidos graxos; 2) Obter algumas espécies resistentes e altamente produtivas que consigam crescer em água de produção / salobra. 3) Cultivo de microalgas em larga escala em água de produção / salobra visando a produção de ácidos graxos para a síntese de biodiesel. 4) Produção de biodiesel de microalgas em pequena (100 mL) e média escala (5000 mL). 5) Avaliação da viabilidade do cultivo de microalgas ao tratamento da água de produção. 6) Avaliação financeira do cultivo de microalgas para produção de biodiesel..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Marcelo Montes Gonçalves D´Oca - Coordenador / Paulo Cesar O. V. de Abreu - Integrante / Jorge Alberto Costa - Integrante / Joaquín Ariel Morón-Villarreyes - Integrante / Ednei Gilberto Primel - Integrante / Bianca Hartwig Seyffert - Integrante.Financiador(es): Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguêz de Mello - Auxílio financeiro.
2005 - 2007
Implementação de metodologias para testes de toxicidade com produtos da indústria de petróleo
Descrição: Implementar metodologia para a realização de testes de toxicidade utilizando sistema de fluxo contínuo com o misidáceo Mysidopsis juniae. Etapas: o realizar testes de toxicidade aguda com M. juniae, utilizando sistema de fluxo contínuo, com quatro dispersantes químicos, três óleos e a mistura combinada óleo/dispersante; o realizar testes de toxicidade aguda com M. juniae, em sistema estático, com a fração solúvel e dispersa de três diferentes tipos de petróleo; 2 - Implementar metodologias com diferentes organismos para a realização de testes com sedimentos marinhos. Etapas: o Identificar áreas de referência para coleta de sedimento natural; o Identificar áreas de referência para coleta de organismos-teste; o Selecionar organismos bentônicos e implementar cultivo; o Avaliar a sensibilidade dos organismos selecionados a substâncias de referência; o Implementar o cultivo de K. schubartii e T. viscana; o Avaliar a qualidade e adaptação de organismos a sedimentos formulados; o Realizar testes com amostras de ambientes contaminados; o Realizar testes de toxicidade utilizando fluidos não aquosos com sedimentos marinhos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Andre Schmidt Filgueras - Integrante / Nilson Maurente Dias - Integrante / Marcia Vieira Reynier - Coordenador / Priscilla Mieko Ihara - Integrante.Financiador(es): Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguêz de Mello - Auxílio financeiro.
2003 - 2009
Avaliação da contaminação em mamíferos marinhos com ocorrência no litoral do Brasil - banco de amostras do Rio Grande do Su
Descrição: A necessidade de um maior número de estudos com contaminantes, principalmente vertebrados, esbarra na dificuldade em se obter amostras. Visando suprir essa necessidade foi criado, no segundo semestre de 1999, o Banco de Amostras de Mamíferos, Aves e Quelônios Marinhos (BAMM) da região sul do Brasil. Bancos de amostras biológicas vêm sendo desenvolvidos com sucesso ao longo dos últimos anos em vários países: The Jülich Environmental Specimen Bank (Alemanha), National Biomonitoring Specimen Bank (EUA), National Institute for Environmental Studies (Japão). O BAMM tem como objetivos: -coletar e armazenar amostras biológicas de ambientes naturais; -incentivar a realização de análises de contaminantes em tempo real e em estudos retrospectivos; -incentivar estudos futuros de monitoramento ambiental; -possibilitar futuras análises de contaminantes que atualmente são desconhecidos e; -possibilitar o re-exame futuro de uma mesma amostra empregando equipamentos mais avançados e/ou por pesquisadores diferentes..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Kléber Campos Miranda Filho - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Rio Grande - Outra.Número de orientações: 5
2003 - 2008
Contaminação por resíduos sólidos no litoral sul do Rio Grande do Sul e sua relação com o conteúdo estomacal da biota local
Descrição: Os resíduos sólidos tem a sua origem no fomento do consumo pela humanidade, podendo causar efeitos deletérios sobre a biota dos ecossistemas aquáticos e terrestres. Por resíduos sólidos, entendem-se os materiais que podem ser subdivididos em categorias como plásticos, vidros, borrachas, metais, tecidos, isopor, matéria orgânica e madeira antropogênica. Em estudos realizados em vários países sobre a composição dos resíduos sólidos, os plásticos representaram cerca de 75% do total observado. No caso específico das praias do sul do Rio Grande do Sul, o problema da contaminação por resíduos sólidos representa uma problema concreto, tendo sido documentado por Wetzel (1995) e Pianoswski (1997). Além do prejuízo econômico que pode advir da redução do turismo local, outras conseqüências já foram identificadas devido a contaminação por resíduos sólidos. Especificamente para a praia do Cassino, há registros de ingestão de plásticos e esférulas pela fauna que habita a praia, como várias espécies de aves marinhas que utilizam o local para a alimentação, tartarugas e mamíferos marinhos. Além disso, danos diretos a saúde daqueles que freqüentam a praia, a partir de cortes por vidros e metais, foram registrados em grande número pelo Posto de Saúde do Cassino. OBJETIVOS - avaliar quali-quantitativamente os resíduos sólidos nas praia do litoral sul do Rio Grande do Sul, determinando os padrões de distribuição espaço-temporal e a origem do material; - registrar a ocorrência específica de esférulas plásticas, avaliando sua concentração, composição, variação espaço-temporal, bem como determinar as principais fontes de aporte; - comparar a contaminação por resíduos sólidos atual com dados obtidos entre os anos de 1995 e 1997; - monitorar o conteúdo estomacal de organismos encontrados mortos na praia (aves, tartarugas e mamíferos marinhos) a fim de avaliar o risco potencial da biota quanto a ingestão de resíduos sólidos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Camila Cavalini Pedroso - Integrante / Arthur Antonio Machado - Integrante / Priscilla Rezende Arevalo - Integrante / Juliana Assuncao Ivar do Sul - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Rio Grande - Outra.
Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 2
2003 - 2007
Ampliação e capacitação do Laboratório de Microcontaminantes Orgânicos da FURG para análise de hidrocarbonetos em amostras ambientais. Financiado pela Petrobras/Cenpes
Descrição: Ampliar a capacidade do Laboratório para realização de análise de hidrocarbonetos traços (BTEX, TPH, hidrocarbonetos alifáticos - n-alcanos/UCM, hidrocarbonetos poliaromáticos - HPAs/UCM e, marcadores moleculares do tipo terpenos, esteranos e hopanos) em amostras de água e sedimentos. Desenvolvimento e implementação de técnicas de avaliação e monitoramento de impactos causados por hidrocarbonetos de petróleo e/ou derivados. Implementação de um grupo de pesquisa formado por professores/ pesquisadores da FURG interessados/comprometidos em estudos ambientais relacionados aos hidrocarbonetos. Treinamento e formação de professores, pesquisadores e alunos para a análise de resíduos e interpretação de dados de hidrocarbonetos no meio ambiente. Qualificação analítica do Laboratório através da participação em programas de controle de qualidade e intercalibração. Credenciamento do Laboratório junto aos órgãos ambientais (FEPAM, IBAMA) e empresas (PETROBRÁS) para a realização de análise de hidrocarbonetos traços em amostras de água e sedimento..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Clarissa Del Roso Barbosa - Integrante / Luana Carla Portz - Integrante / Luiz Henrique Capotorto Barbosa - Integrante / Gustavo Goulart Moreira Moura - Integrante / Marcelo Montes Gonçalves D´Oca - Integrante / Kléber Campos Miranda Filho - Integrante / Marina Reback Domingues Garcia - Integrante / Gabriela Martinhão Ignácio - Integrante / Bianca Hartwig Seyffert - Integrante.Financiador(es): Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguêz de Mello - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2
2003 - 2006
Teste de toxicidade de sedimentos marinhos com o Kallipseudes schubartii para determinação de efeitos de fluídos e cascalho de perfuração
Descrição: O tanaidáceo Kalliapseudes schubartii está sendo considerado como um organismo-teste. Este trabalho teve como objetivo avaliar em condições de laboratório a sobrevivência de organismos adultos, fêmeas ovígeras e sua prole (F1) bem como as taxas de eclosão, tempo necessário para geração de uma nova prole (F2) e a sensibilidade em testes de toxicidade aguda de organismos coletados em campo e cultivados em laboratório. Em recipientes contendo água e sedimento, os organismos adultos mostraram maior sobrevivência em relação ao tratamento sem sedimento. Testes de toxicidade em fase líquida não devem exceder 10 dias, pois a mortalidade torna-se acentuada. Entretanto, os organismos mantidos em sedimento e água em salinidades altas (27±5) durante 60 dias apresentaram uma sobrevivência maior (80%) do que quando mantidos em salinidades baixas (7±3) (67%). A comparação entre os diferentes experimentos com fêmeas ovígeras mantidas individualmente ou em grupos, com ou sem sedimento por períodos de manutenção distintos, não mostrou diferença entre o número médio de filhotes eclodidos por fêmea. Isso indica que as fêmeas ovígeras podem ser mantidas juntamente com os filhotes, facilitando a manutenção dos cultivos. Os organismos recém-eclodidos mantidos em diferentes salinidades mostraram diferença na sobrevivência durante 90 dias, sendo os maiores valores encontrados em salinidades altas (74%), assim como os adultos. Os testes com substância de referência, cádmio e zinco, foram realizados em duas salinidades, 15 e 30, avaliando este fator na biodisponibilidade dos contaminantes para organismos adultos coletados em campo. O zinco apresentou menor toxicidade em relação ao cádmio, e ambos mostraram aumento na toxicidade em salinidade 15. As médias das CL50 (96h) estimadas para zinco foram 6,86 e 11,18 mg Zn/L em salinidade 15 e 30, respectivamente. E para cádmio foram 1,17 e 2,42 mg Cd/L. Testes com organismos cultivados, com idade entre 45-90 dias, mostraram maior sensibilidade ao.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Igor Gonçalves Medvedovsky - Integrante / Carolina Gonçalves do Nascimento - Integrante / Andre Schmidt Filgueras - Integrante / Nilson Maurente Dias - Integrante.Financiador(es): Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguêz de Mello - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 2
2003 - 2005
Avaliação Rápida da Exposição à Hidrocarbonetos Poliaromáticos através da urina de carangueijos
Descrição: Os hidrocarbonetos poliaromáticos (HPAs) estão entre os principais contaminantes encontrados em regiões costeiras e estuarinas. Sua forma usual de avaliação em amostras biológicas é através de análises complexas, demoradas e de alto custo. O desenvolvimento deste projeto visa a implantação de uma metodologia de baixo custo e de rápida resposta, que possa indicar a fração realmente absorvida pela biota e os efeitos causados a nível celular e metabólicos desta exposição em ambientes contaminados por hidrocarbonetos de petróleo. De forma geral, crustáceos apresentam uma boa capacidade de metabolização de HPAs, possibilitando avaliar sua assimilação e excreção. Dentre as espécies testadas, o Siri Azul Callinectes sapidus apresenta as características mencionadas, associada à viabilidade de coleta de um considerável volume de urina e à representatividade no local de estudo. Organismos coletados no Estuário da Lagoa dos Patos (RS, Brasil), foram aclimatados e depurados por um período de uma semana em condições controladas (salinidade 15, temperatura 20 ± 1°C, fotoperíodo 12L:12E) e posteriormente expostos a concentrações de Pireno (200, 100, 50, 25, 10 e 0 (controle) µg.L-1) tendo sido coletadas amostras de urina nos períodos de 12, 24, 48 e 96 horas, quando foram retiradas amostras de brânquias e hepatopâncreas. Nesta etapa inicial do trabalho, foi verificada a capacidade de eliminação de compostos através dos metabólitos (urina) apresentando, um padrão de fluorescência relativo às diferentes concentrações de exposição nos diferentes tempos. Esta luminescência está associada a capacidade de detoxificação apresentada pelo organismo testado diante a exposição do HPA testado. Em uma etapa seguinte, serão estabelecidos os padrões de Dose/Resposta para Pireno e Fenantreno, e as amostras de brânquias e hepatopâncreas (mantidas congeladas a -80°C) fornecerão informações relativas aos danos causados por esta exposição através de biomarcadores (atividade de enzimas antioxidantes.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Luiz Henrique Capotorto Barbosa - Integrante / Hebert Arruda Broedel - Integrante / Jose Maria Monserrat - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Rio Grande - Remuneração.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2
2003 - 2004
Avaliação da contaminação por compostos organoclorados em Pontoporia blainvillei e Sotalia fluviatilis com ocorrência no litoral do Paraná, Brasil - complexo estuarino baía de Paranaguá e região costeira adjacente
Descrição: Nas últimas décadas tanto as águas continentais quanto o ambiente marinho tem sido contaminados por diversas fontes antropogênicas. Os ambientes costeiras são os mais afetadas e os mamíferos marinhos dentre as espécies mais vulneráveis à contaminação. Por esta razão preocupam devido aos longos períodos de exposição às substância tóxicas e seus efeitos adversos. Sendo assim, este projeto se propõem a determinar os níveis de contaminação por organoclorados em amostras pré-existentes de mamíferos marinhos (Pontoporia blainvillei e Sotalia fluviatilis) com ocorrência no complexo estuarino baía de Paranaguá e região costeira do Paraná. Estas duas espécies são citadas pela IUCN como vulnerável e insuficientemente conhecida, respectivamente. Os organoclorados, tanto de origem agrícola (DDT, Lindano, etc.) como industrial (PCBs, HCB), afetam de forma significativa os ecossistemas do planeta. Como conseqüência da sua afinidade a lipídeos e resistência a biodegradação, acumulando-se facilmente em espécies de elevado nível trófico, como os mamíferos marinhos. Disfunções imunológicas, reprodutivas e teratogênicas têm sido notadas na biota como resultado da contaminação por compostos organoclorados. Entretanto, a dificuldade na obtenção de amostras dificulta a execução de estudos. Ciente disto, este projeto objetiva também a coleta sistemática de amostras de mamíferos marinhos encontrados mortos no litoral do Rio Grande do Sul, visando a formação um banco de amostras que possibilitará a realização de estudos futuros.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Natsuko Kajiwara - Integrante / Fernando Cesar Weber Rosas - Integrante / Shinsuke Tanabe - Integrante.Financiador(es): Ehime University - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 1
2002 - 2006
Sub-projeto Contaminação Orgânica / Projeto Uso e apropriação de recursos costeiros (RECOS)
Descrição: A Zona Costeira Brasileira é uma região com dinâmica natural bastante intensa, a qual caracteriza um local de alta prioridade para as populações, comércio e indústria. Considerando os problemas ambientais presentes na costa brasileira, decorrentes, sobretudo, de obras inadequadas e ocupação desordenada, é fundamental que os estudos bioecológicos e levantamentos da biodiversidade sejam integrados de forma multi e interdisciplinar, para desta forma obter um diagnóstico e uma relação de causa e efeito entre variações naturais da biodiversidade e as ações antrópicas. Em 2002 teve início o projeto multi-institucional denominado Uso e Apropriação de Recursos Costeiros - RECOS - junto ao programa Instituto do Milênio/CNPQ. No Sub-Projeto Qualidade Ambiental e Biodiversidade (QA&B) vem sendo desenvolvido, em cinco estuários distribuídos ao longo da costa brasileira (RS, PR, ES, PE e PA), análises de contaminantes orgânicos (hidrocarbonetos e organoclorados) e inorgânicos (metais) em compartimentos bióticos (peixe, craca e ostra) e abióticos (sedimento) ao longo de um gradiente de contaminação (controle até supostamente contaminado), os quais serão correlacionados aos estudos de biomarcadores e biodiversidade. Esta estratégia adotada pelo Sub-Projeto dá uma nova conotação/aplicação às análises químicas, integrando os resultados essencialmente químicos a questão dos efeitos (resposta biológica), na tentativa de estabelecer as relações dose-efeito nos diversos níveis da complexidade biológica (nível molecular até comunidade)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Clarissa Del Roso Barbosa - Integrante / Luana Carla Portz - Integrante / Luiz Henrique Capotorto Barbosa - Integrante / Gustavo Goulart Moreira Moura - Integrante / Kléber Campos Miranda Filho - Integrante / Renato Shoji Koike - Integrante / Bianca Hartwig Seyffert - Integrante / Juliana Aguiar Fuhrmann Braun - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 13 / Número de orientações: 2
2001 - 2004
Avaliação da contaminação por compostos orgânicos sintéticos em mamíferos marinhos com ocorrência no litoral sul do Brasil: ii) organoestanho
Descrição: Este projeto tem como objetivo avaliar a contaminação por compostos organoestanhos em mamíferos marinhos coletados na costa do Paraná. Cabe destacar que as amostras foram coletadas pelo projeto ?Interações com a pesca e bioecologia de Pontoporia blainvillei e Sotalia fluviatilis no litoral do Paraná, Brasil - complexo estuarino baía de Paranaguá e região costeira adjacente, PR?, financiado pela Fundação O Boticário.Os compostos organoestanho são os ingredientes ativos (tóxico) das tintas anti-encrustantes que revestem os cascos de embarcações. Uma vez aplicadas aos cascos estes compostos passam a ser lentamente liberados ao ambiente aquático sendo rapidamente incorporadas à cadeia trófica. Graças as suas características, os organoestanhos podem acabar biomagnificando e chegando a concentrações bastante elevadas em organismos de topo de cadeia (mamíferos marinhos). Dentre os efeitos atribuídos à contaminação por organoestanho destaca-se as alterações endocrinológicas (hormonais) que levam a disfunções reprodutivas, comportamentais, de crescimento, etc..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador.
2001 - 2003
Concentração e Distribuição de Contaminantes Organoclorados nos Tecidos de Arctocephalus australis com Encalhe na Costa do RS.
Descrição: Os compostos organoclorados causam grande impacto na natureza devido as suas características como: persistência ambiental, bioacumulação e alta toxicidade. Os mamíferos marinhos, além de serem vulneráveis à toxicidade crônica dos compostos orgânicos persistentes, apresentam as maiores concentrações destes compostos dentre os organismos marinhos, podendo ainda transferir para a prole parte de sua carga de contaminantes através do leite materno e da gestação. O presente estudo foi conduzido para elucidar a distribuição dos compostos organoclorados em vários tecidos (gordura, pele, músculo, fígado, rim, coração, glândula adrenal e bexiga) de juvenis do lobo-marinho sul-americano (Arctocephalus australis) do sul do Brasil. No protocolo utilizado, as amostras foram extraídas em Soxhlet (12h) utilizando uma mistura de hexano e acetona (1:1). As etapas de purificação foram feitas com cromatografia de adsorção (FlorisilÒ) e tratamento ácido. O extrato final foi analisado em cromatógrafo gasoso equipado com detector de captura de elétrons (ECD)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Luciano Hermanns - Integrante / Juliana Leonel - Integrante.Financiador(es): Fundação O Boticário de Proteção a Natureza - Auxílio financeiro / Universidade Federal do Rio Grande - Outra.
Número de produções C, T & A: 8 / Número de orientações: 1
2001 - 2003
Resíduos Sólidos e Piche na Praia do Cassino, Município de Rio Grande, R.S., Brasil
Descrição: A crescente introdução de materiais sintéticos persistentes e resíduos de petróleo no ambiente constitui ameaça que desperta atenções internacionais. Os ambientes costeiro e oceânico constituem importante alvo destes contaminantes, que produzem efeitos sobre diversos componentes da biota e atividades humanas, como turismo e navegação. Por meio de perfis transversais, foram coletadas amostras mensais de resíduos sólidos e piche ao longo de 35 Km na praia do Cassino, de dezembro de 1994 a novembro de 1995, em quatro estações selecionadas (#1, #2, #3 e #4). Embora tenha apresentado as menores concentrações em número de itens de resíduos sólidos, quando comparada a outros locais, a praia do Cassino mantêm-se contaminada por estes materiais ao longo de todo o ano, em função da dinâmica da praia e do aporte por turistas. Para esta praia, as concentrações médias anuais encontradas foram de 6,95 itens m-1 e de 240 g m-1, sendo a m\'e1xima mensal de 17,4 itens m-1 e 517 g m-1 em janeiro, e a m\'ednima mensal de 1,02 itens m-1 e 102 g m-1 em maio. Considerando-se as estações separadamente, a maior média anual foi de 13,1 itens m-1 (#2) e 347 g m-1 (#2) enquanto a menor média anual foi de 2,29 itens m-1 (#4) e 68,9 g m-1 (#4). As maiores médias mensais encontradas foram de 39,7 itens m-1 (#2) e 1,2 Kg m-1 em janeiro (#3), enquanto as menores foram de 0,27 itens m-1 em junho (#4) e 3,99 g m-1 em maio (#4). Os resíduos sólidos apresentaram origens distintas, conforme a época do ano, sendo predominantemente turística no verão e marinha do outono e primavera, possivelmente a partir de embarcações e aportes continentais. Quanto a composição, os plásticos foram os principais contaminantes encontrados na praia do Cassino, sendo os papéis, material de pesca e matéria orgânica também relevantes. O piche apresentou baixas concentrações.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Camila Cavalini Pedroso - Integrante / Arthur Antonio Machado - Integrante / Juliana Assuncao Ivar do Sul - Integrante.
1999 - 2014
Lixo marinho e contaminação por plásticos em ambientes costeiros e marinhos
Descrição: caracterização quali-quantitativa do lixo marinho, especialmente itens e fragmentos plasticos em praias, estuários, águas costeiras e oceanicas. caracterização de variações sazonais desses contaminates; determinação das fontes mais prováveis e das suas consequencias para o ambiente marinho. Relaões entre a contaminação ambiental por lixo marinho e plásticos com variáveis oceanográficas e outras variáveis abióticas e humanas. Sugestão de ações gerenciais para prevenção e abatimento do problema. Comparações das variáveis estudadas entre diferentes áreas geográficas em colaboração com pesquisadores da FURG e da UFPR-Litoral..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Paula S. Tourinho - Integrante / Fernanda Poleza - Integrante / Juliana Assuncao Ivar do Sul - Integrante / Monica Ferreira da Costa - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Universidade Federal do Rio Grande - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 27 / Número de orientações: 7
1999 - 2002
Banco de amostras de mamíferos, aves e quelônios marinhos (BAMM) com ocorrência no litoral sul do Brasil
Descrição: Nas últimas décadas tanto as águas continentais quanto o ambiente marinho tem sido contaminados por diversas fontes antropogênicas. A demanda de materiais novos e o desenvolvimento da química industrial nas civilizações modernas têm resultado na produção de um grande número de diferentes composto nocivos ou não aos organismos terrestres e aquáticos (Tanabe et al., 1994). Entre os principais grupos de microcontaminantes tóxicos que afetam os ecossistemas aquáticos e terrestres do planeta estão os organoclorados, organoestanhos, metais pesados e hidrocarbonetos poliaromáticos. (Clark, 2001). Uma vez no meio, a maioria desses compostos apresentam processos de bioacumulação e biomagnificação ao longo da cadeia trófica, como conseqüência da sua afinidade a lipídeos e resistência a biodegradação, acumulando-se principalmente em espécies de elevado nível trófico, tais como os mamíferos (Tanabe & Tatsukawa, 1992; Watanabe et al., 1996; Iwata et al., 1997; Tanabe et al., 1998), aves (Guruge & Tanabe, 1997, Guruge et al., 2000) e quelônios marinhos (Iwata et al., 1997). Por isso, estudos de contaminação em mamíferos, aves e quelônios marinhos tornam-se cada vez mais necessários. Todavia, esta necessidade esbarra numa dificuldade operacional, a extrema dificuldade de obtenção de amostras. Em geral, as amostras são obtidas de animais mortos encontrados na praia. Entretanto, a extensão do nosso litoral e a baixa incidência de indivíduos dificulta a recuperação das amostras em razoável estado de conservação. Isto sugere que, a fim de serem viabilizados, os estudos de contaminação em mamíferos, aves e quelônios marinhos devem ser planejados com vários anos de antecedência. Visando suprir essa necessidade foi criado, no segundo semestre de 1999, o Banco de Amostras de Mamíferos, Aves e Quelônios Marinhos (BAMM) da região sul do Brasil (Leonel et al., 2002). Bancos de amostras biológicas vêm sendo desenvolvidos com sucesso ao longo dos últimos anos em vários países: Nationa.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Luciano Hermanns - Integrante / Carolina Ferreira do Lago - Integrante / Juliana Leonel - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Rio Grande - Outra.
Número de produções C, T & A: 17 / Número de orientações: 4
1999 - 2001
Desenvolvimento e aplicação de técnicas não destrutivas para a avaliação rápida do nível de contaminação/poluição na biota em ambientes costeiros brasileiros empregando técnicas de imunoensaio ambiental
Descrição: Este projeto tem por objetivo desenvolver e aplicar uma metodolgia não destrutiva para a avaliação dos níveis de contaminação e de poluição em organismos pertencentes a comunidade de ambientes aquáticos costeiros do Brasil. Como proposta inicial será investigada a aplicabilidade de análises de tecidos/fluídos biológicos após lyse celular seguida de uma centrifugação/filtração e quantificação empregando técnicas de imunoensaio no subrenatante/filtrado. O fato das técnicas serão não destrutivas significa que os organismos não necessitam ser mortos para a avaliação e estudo, podendo ser retornados ao ambiente ou mesmo serem utilizados em experimentos de longa duração objetivando o estudo da biodisponibilidade/efeitos e processos de bioacumulação. Concomitantemente serão aplicadas técnicas de marcadores biológicos para avaliar os efeitos ecotoxicológicos dos níveis observados. O emprego da técnica de imunoensaio tem a vantagem de possibilitar a detecção dos contaminantes a partir de volumes reduzidos de amostra (< 200 ml), ser de baixo custo, dar uma resposta rápida e ser de simples aplicação. Estas vantagem possibilitam uma ampla aplicação, facilitando o manejo ambiental dos ambientes aquáticos do Brasil. As técnicas pretendidas oferecem alternativas sensivelmente vantajosas na realização de estudos de amplo espectro (scrennings) comparado aos procedimentos analíticos convencionais. Uma vez estabecida, esta técnica e os kits de imunoensaio relevantes serão empregados em condições de campo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Michael H. Depledge - Integrante / James William Readman - Integrante.Financiador(es): World Wild Fundation - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 10
1999 - 2000
Avaliação da contaminação em mamíferos marinhos com ocorrência no litoral do Brasil - banco de amostras do Rio Grande do Su
Descrição: A necessidade de um maior número de estudos com contaminantes, principalmente vertebrados, esbarra na dificuldade em se obter amostras. Visando suprir essa necessidade foi criado, no segundo semestre de 1999, o Banco de Amostras de Mamíferos, Aves e Quelônios Marinhos (BAMM) da região sul do Brasil. Bancos de amostras biológicas vêm sendo desenvolvidos com sucesso ao longo dos últimos anos em vários países: The Jülich Environmental Specimen Bank (Alemanha), National Biomonitoring Specimen Bank (EUA), National Institute for Environmental Studies (Japão). O BAMM tem como objetivos: -coletar e armazenar amostras biológicas de ambientes naturais; -incentivar a realização de análises de contaminantes em tempo real e em estudos retrospectivos; -incentivar estudos futuros de monitoramento ambiental; -possibilitar futuras análises de contaminantes que atualmente são desconhecidos e; -possibilitar o re-exame futuro de uma mesma amostra empregando equipamentos mais avançados e/ou por pesquisadores diferentes..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Luciano Hermanns - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Rio Grande - Outra.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1
1997 - 2001
Implementação e validação de marcadores químicos e biológicos para a avaliação rápida da qualidade ambiental
Descrição: Durante vários anos as técnicas de imunoensaio tem sido usadas na medicina. Recentemente, entretanto, esta tecnologia foi direcionada para a avaliação da contaminação ambiental, com ótimos resultados. O imunoensaio mais comumente empregado em estudos ambientais é o ELISA (enzyme-linked immunoasorbent assay), monoclonal, competitivo e heterogêneo. Este projeto prevê que o ELISA seja testado e calibrado contra técnicas analíticas tradicionais (incluindo GC-MS, LC-MS, GC-MS/MS e LC-MS/MS), e desenvolvido a fim de implementar sua sensibilidade através do emprego simultâneo de outros protocolos como a Extração de Fase Sólida (SFE). As técnicas serão empregadas na Lagoa dos Patos e oceano adjacente (sul do Brasil) na investigação da contaminação, transporte e destino de relevantes poluentes tais como PAHs, PCBs, Hidrocarbonetos de Petróleo e alguns pesticidas. Tais contaminantes tem sido identificados como importantes poluentes ambientais mas, até então, praticamente inexistem informações sobre os seus níveis e efeitos na região. Concomitantemente serão empregadas técnicas de avaliação de efeitos biológicos através de testes com marcadores biológicos como o ?Neutral Red Lysosomal Assay? e o de atividade de colinesterase. A hipótese de que os imunoensaios possibilitam a avaliação da biodisponibilidade (os contaminantes com ligações estáveis não reagem aos testes) será experimentalmente investigada, assim como se a teoria da energia linear livre pode realmente descrever a partição dos xenobióticos no ambiente..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 16


Projetos de extensão


2014 - Atual
Monitoramento Ambiental para o Canal de Acesso ao Porto de Rio Grande, Bacia de Evolução do Porto Novo e da Área de Descarte do Material Dragado ? Subprojeto Bioindicadores
Descrição: Monitoramento de microcontaminantes orgânicos (Hidrocsarbonetos Policiclicos Aromáticos, praguicidas organoclorados, bifenilas policloradas e butil estânicos) em bioindicadores (peixes e camarão) da região sob influência do Porto de Rio Grande (Rio Grande, RS).
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Coordenador / Nilson Maurente Dias - Integrante.Financiador(es): Superintendência do Porto de Rio Grande - Auxílio financeiro.
2010 - 2011
Monitoramento Ambiental da Dragagem de Aprofundamento do Canal do Porto de Rio Grande, RS
Descrição: Acompanhamento do processo de aprofundamento do Porto de Acesso ao Porto de Riuo Grande,conforme CONAMA 344.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2005 - 2014
Programa de Monitoramento Ambiental para o Canal de Acesso ao Porto de Rio Grande, Bacia de Evolução do Porto Novo e da Área de Descarte do Material Dragado
Descrição: O presente projeto propõe ações desenvolvidas pela Fundação Universidade Federal do Rio Grandes (FURG), necessárias ao estabelecimento de um Programa de Monitoramento Ambiental para o Canal de Acesso ao Porto de Rio Grande, Bacia de Evolução do Porto Novo e da Área de Descarte do Material Dragado, sob responsabilidade da Superintendência do Porto de Rio Grande. As ações propostas dariam base a um programa permanente de monitoramento ambiental portuário, além de monitorarem as condições ambientais em áreas eventualmente dragadas e de seus locais de descarte. Para isso será adotado um desenho amostral que dá base a uma estratégia de monitoramento baseada em dois elementos principais: (1) a amostragem de parâmetros ambientais em pontos fixos do estuário, representativos dos diferentes setores da área portuária e (2) nos casos de dragagem, a amostragem de parâmetros ambientais junto a draga quando esta realizar as operações de dragagem e de descarte de sedimentos. Os parâmetros a serem monitorados (metodologia especificada mais a frente) serão: padrão de circulação (correntes), qualidade ambiental dos sedimentos, qualidade ambiental da água, avaliação do nível de microcontaminantes orgânicos, nível de toxicidade através de testes toxicológicos, composição e estrutura da comunidade de macroinvertebrados bentônicos. As informações do monitoramento deverão compor um sistema de informação geográfico (SIG) representativo da qualidade ambiental da zona portuária e da zona de descarte da dragagem. Os subprojetos sob responsabvilidade do Prof Fillmann compreendem a avaliação do nível de microcontaminantes orgânicos (hidrocarbonetos e organoclorados) e nível de toxicidade através de testes toxicológicos de água e sedimento..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Gilberto Fillmann - Integrante / Monica Wallner-Kersanach - Integrante / Milton Lafourcade Asmus - Coordenador / Paulo Roberto Baisch - Integrante / Carlos Emilio Bemvenuti - Integrante / Luis Felipe Hax Niencheski - Integrante.Financiador(es): Superintendência do Porto de Rio Grande - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1


Membro de corpo editorial


2013 - 2017
Periódico: Ecotoxicology and Environmental Contamination
2006 - 2013
Periódico: Journal of the Brazilian Society of Ecotoxicology


Membro de comitê de assessoramento


2011 - Atual
Agência de fomento: Nações Unidas


Revisor de periódico


2001 - Atual
Periódico: Environmental Science & Technology
2002 - Atual
Periódico: Brazilian Journal of Oceanography
2000 - Atual
Periódico: Analytica Chimica Acta
2010 - Atual
Periódico: Environmental Pollution (London)
2012 - Atual
Periódico: Química Nova (Online)
2003 - Atual
Periódico: Marine Pollution Bulletin.
2007 - Atual
Periódico: Science of the Total Environment
2013 - Atual
Periódico: Ecotoxicology and Environmental Safety
2010 - Atual
Periódico: Chemosphere (Oxford)
2011 - Atual
Periódico: Journal of Environmental Monitoring (Print)
2011 - Atual
Periódico: Marine Environmental Research
2013 - Atual
Periódico: Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso)
2016 - Atual
Periódico: Environmental Science and Pollution Research International
2016 - Atual
Periódico: Environmental Science and Pollution Research International


Revisor de projeto de fomento


2016 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco
2012 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul
2012 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas
2013 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
2010 - Atual
Agência de fomento: MMinisterio de Educacion, Ciencia y Tecnologia
2009 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
2006 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Ambiental de Traços.
2.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Contaminação Atmosférica.
3.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Geoquímica Orgânica.
4.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Marcadores Moleculares.
5.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Microcontaminantes Orgânicos.
6.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Ecotoxicologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Lê Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2016
Prêmio de Melhor Poster do Evento, 18o Encontro Nacional de Química Analítica (ENQA).
2016
Prêmio de melhor Apresentação em Sessão oral, XIV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (XIV ECOTOX).
2012
Certificado de Melhor Poster, IV Congreso Argentino de la Sociedad de Toxicología y Química Ambiental. SETAC Argentina.
2011
Certificado de Melhor Poster, X Congreso LatinoAmericano de Toxicología y Química Ambiental. I Congreso de Ecotoxicología de Venez.
2008
Pesquisador Homenageado, Sociedade Brasileira de Ecotoxicologia.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:75
Total de citações:2475
Fator H:23
Fillmann G  Data: 12/07/2016

SCOPUS
Total de trabalhos:75
Total de citações:2475
Fillmann, G.  Data: 12/07/2016

Artigos completos publicados em periódicos

1.
1ARTIFON, V.2019ARTIFON, V. ; ZANARDI-LAMARDO, ELIETE ; FILLMANN, G. . Aquatic organic matter: Classification and interaction with organic microcontaminants. SCIENCE OF THE TOTAL ENVIRONMENT, v. 649, p. 1620-1635, 2019.

2.
9BATISTA-ANDRADE, JAHIR ANTONIO2018BATISTA-ANDRADE, JAHIR ANTONIO ; CALDAS, SERGIANE SOUZA ; BATISTA, RODRIGO MOÇO ; CASTRO, ITALO BRAGA ; Fillmann, Gilberto ; PRIMEL, EDNEI GILBERTO . From TBT to booster biocides: Levels and impacts of antifouling along coastal areas of Panama. ENVIRONMENTAL POLLUTION, v. 234, p. 243-252, 2018.

3.
8MACIEL, DANIELE CLAUDINO2018MACIEL, DANIELE CLAUDINO ; CASTRO, ÍTALO BRAGA ; DE SOUZA, JOSÉ ROBERTO BOTELHO ; YOGUI, GILVAN TAKESHI ; Fillmann, Gilberto ; ZANARDI-LAMARDO, ELIETE . Assessment of organotins and imposex in two estuaries of the northeastern Brazilian coast. MARINE POLLUTION BULLETIN, v. 126, p. 473-478, 2018.

4.
10DA SILVA BARRETO, JULIANO2018DA SILVA BARRETO, JULIANO ; DE MELO TAROUCO, FABIO ; DE GODOI, FILIPE GUILHERME ANDRADE ; GEIHS, MÁRCIO ALBERTO ; ABREU, FIAMMA EUGENIA LEMOS ; Fillmann, Gilberto ; SANDRINI, JULIANA ZOMER ; DA ROSA, CARLOS EDUARDO . Induction of oxidative stress by chlorothalonil in the estuarine polychaete Laeonereis acuta. AQUATIC TOXICOLOGY, v. 196, p. 1-8, 2018.

5.
11MARTINS, SAMANTHA ESLAVA2018MARTINS, SAMANTHA ESLAVA ; Fillmann, Gilberto ; LILLICRAP, ADAM ; THOMAS, KEVIN V. . Review: ecotoxicity of organic and organo-metallic antifouling co-biocides and implications for environmental hazard and risk assessments in aquatic ecosystems. BIOFOULING, v. 34, p. 34-52, 2018.

6.
6SOROLDONI, SANYE2018SOROLDONI, SANYE ; CASTRO, ÍTALO BRAGA ; ABREU, FIAMMA ; DUARTE, FABIO ANDREI ; CHOUERI, RODRIGO BRASIL ; MÖLLER, OSMAR OLINTO ; Fillmann, Gilberto ; LEÃES PINHO, GRASIELA LOPES . Antifouling paint particles: sources, occurrence, composition and dynamics. WATER RESEARCH, v. 137, p. 47-56, 2018.

7.
7Caldas, Sergiane Souza2018Caldas, Sergiane Souza ; SOARES, BRUNO MEIRA ; ABREU, FIAMMA ; CASTRO, ÍTALO BRAGA ; FILLMANN, G. ; PRIMEL, Ednei Gilberto . Antifouling booster biocide extraction from marine sediments: a fast and simple method based on vortex-assisted matrix solid-phase extraction. Environmental Science and Pollution Research, v. 25, p. 7553-7565, 2018.

8.
5CASTRO, ITALO B.2018CASTRO, ITALO B. ; IANNACONE, J. ; SANTOS, S. ; FILLMANN, G. . TBT is still a matter of concern in Peru. CHEMOSPHERE, v. 205, p. 253-259, 2018.

9.
4RAUERT, CASSANDRA2018RAUERT, CASSANDRA ; HARNER, TOM ; SCHUSTER, JASMIN K ; ENG, ANITA ; Fillmann, Gilberto ; CASTILLO, LUISA EUGENIA ; FENTANES, OSCAR ; VILLA IBARRA, MARTIN ; MIGLIORANZA, KARINA S.B. ; MORENO RIVADENEIRA, ISABEL ; POZO, KARLA ; ARISTIZÁBAL ZULUAGA, BEATRIZ HELENA . Atmospheric concentrations of new POPs and emerging chemicals of concern in the Group of Latin America and Caribbean (GRULAC) region. ENVIRONMENTAL SCIENCE & TECHNOLOGY, v. 52, p. 7240-7249, 2018.

10.
3ABESSA, D.M.S.2018ABESSA, D.M.S. ; BICEGO, M.C. ; DEPLEDGE, M.H. ; SOUSA, E. ; RACHID, B.R.F. ; ZARONI, L. P. ; ARNALOT, E. C. ; FILLMANN, G. ; READMAN, J.W. . Using rapid assessment of marine pollution (RAMP) techniques to assess the quality of marine sediments. ECOTOXICOLOGY AND ENVIRONMENTAL CONTAMINATION, v. 13, p. 99-106, 2018.

11.
2RAUERT, CASSANDRA2018RAUERT, CASSANDRA ; HARNER, TOM ; SCHUSTER, JASMIN K. ; ENG, ANITA ; Fillmann, Gilberto ; CASTILLO, LUISA EUGENIA ; FENTANES, OSCAR ; IBARRA, MARTÍN VILLA ; MIGLIORANZA, KARINA S.B. ; RIVADENEIRA, ISABEL MORENO ; POZO, KARLA ; ARISTIZÁBAL ZULUAGA, BEATRIZ HELENA . Air monitoring of new and legacy POPs in the Group of Latin America and Caribbean (GRULAC) region. ENVIRONMENTAL POLLUTION, v. 243, p. 1252-1262, 2018.

12.
16PIERONI, M.C.2017PIERONI, M.C. ; LEONEL, J. ; FILLMANN, G. . Retardantes de chama bromados: uma revisão. QUIMICA NOVA, v. 40, p. 317-326, 2017.

13.
14MOREIRA, LUCAS B.2017MOREIRA, LUCAS B. ; CASTRO, ÍTALO B. ; HORTELLANI, MARCOS A. ; SASAKI, SILVIO T. ; TANIGUCHI, SATIE ; PETTI, MÔNICA A.V. ; Fillmann, Gilberto ; SARKIS, JORGE E.S. ; BÍCEGO, MÁRCIA C. ; COSTA-LOTUFO, LETICIA V. ; ABESSA, DENIS M.S. . Effects of harbor activities on sediment quality in a semi-arid region in Brazil. Ecotoxicology and Environmental Safety, v. 135, p. 137-151, 2017.

14.
12VIEIRA, CARLOS EDUARDO DELFINO2017VIEIRA, CARLOS EDUARDO DELFINO ; COSTA, PATRÍCIA GOMES ; CABRERA, LIZIARA COSTA ; PRIMEL, EDNEI GILBERTO ; Fillmann, Gilberto ; BIANCHINI, ADALTO ; BUENO DOS REIS MARTINEZ, CLAUDIA . A comparative approach using biomarkers in feral and caged Neotropical fish: Implications for biomonitoring freshwater ecosystems in agricultural areas. Science of the Total Environment, v. 586, p. 598-609, 2017.

15.
13MATTOS, YASNA2017MATTOS, YASNA ; STOTZ, WOLFGANG B. ; ROMERO, MARÍA SOLEDAD ; BRAVO, MANUEL ; Fillmann, Gilberto ; CASTRO, ÍTALO B. . Butyltin contamination in Northern Chilean coast: Is there a potential risk for consumers?. Science of the Total Environment, v. 595, p. 209-217, 2017.

16.
15IVAR do SUL, J. A.2017IVAR do SUL, J. A. ; COSTA, M. ; FILLMANN, G. . Occurrence and characteristics of microplastics on insular beaches in the Western Tropical Atlantic Ocean. PeerJ PrePrints, v. 5, p. e2901v1, 2017.

17.
22CHIVITTZ, C. C.2016CHIVITTZ, C. C. ; PINTO, D. P. ; FERREIRA, R. S. ; SOPEZKI, M. S. ; FILLMANN, G. ; ZANETTE, J. . Responses of the CYP1A biomarker in Jenynsia multidentata and Phalloceros caudimaculatus and evaluation of a CYP1A refractory phenotype. Chemosphere (Oxford), v. 144, p. 925-931, 2016.

18.
21VIEIRA, CARLOS EDUARDO DELFINO2016VIEIRA, CARLOS EDUARDO DELFINO ; COSTA, PATRÍCIA GOMES ; LUNARDELLI, BRUNA ; DE OLIVEIRA, LUCIANA FERNANDES ; DA COSTA CABRERA, LIZIARA ; RISSO, WAGNER EZEQUIEL ; PRIMEL, EDNEI GILBERTO ; MELETTI, PAULO CÉSAR ; Fillmann, Gilberto ; BUENO DOS REIS MARTINEZ, CLAUDIA . Multiple biomarker responses in Prochilodus lineatus subjected to short-term in situ exposure to streams from agricultural areas in Southern Brazil. Science of the Total Environment, v. 542, p. 44-56, 2016.

19.
18LAITANO, M.V.2016LAITANO, M.V. ; SILVA BARNI, M.F. ; COSTA, P.G. ; CLEDÓN, M. ; FILLMANN, G. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; PANARELLO, H.O. . Different carbon sources affect PCB accumulation by marine bivalves. Marine Environmental Research, v. 113, p. 62-69, 2016.

20.
23ROSSATO, M.2016ROSSATO, M. ; CASTRO, I. B. ; PAGANINI, C. L. ; COLARES, E. P. ; FILLMANN, G. ; PINHO, G. L. L. . Sex steroid imbalances in the muricid Stramonita haemastoma from TBT contaminated sites. Environmental Science and Pollution Research International, v. 23, p. 7861-7868, 2016.

21.
20BATISTA, RODRIGO MOÇO2016BATISTA, RODRIGO MOÇO ; CASTRO, ITALO BRAGA ; Fillmann, Gilberto . Imposex and butyltin contamination still evident in Chile after TBT global ban. Science of the Total Environment, v. 566-567, p. 446-453, 2016.

22.
25RAUERT, C.2016RAUERT, C. ; HARNER, T. ; SCHUSTER, J. K. ; FILLMANN, G. . Towards a regional passive air sampling network and strategy for new POPs in the GRULAC region: Perspectives from the GAPS Network and first results for organophosphorus flame retardants. Science of the Total Environment, v. 573, p. 1294-1302, 2016.

23.
17BATISTA-ANDRADE, J. A.2016BATISTA-ANDRADE, J. A. ; CALDAS, S. S. ; ARIAS, J. L. O. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. ; PRIMEL, E.G. . Antifouling booster biocides in coastal waters of Panama: First appraisal in one of the busiest shipping zones. Marine Pollution Bulletin., v. 112, p. 415-419, 2016.

24.
19DEL BRIO, FEDERICO2016DEL BRIO, FEDERICO ; COMMENDATORE, MARTA ; CASTRO, ITALO B. ; COSTA, PATRICIA GOMES ; Fillmann, Gilberto ; BIGATTI, GREGORIO . Distribution and bioaccumulation of butyltins in the edible gastropod. Marine Biology Research (Print), v. 12, p. 1-13, 2016.

25.
24ARTIFON, VANDA2016ARTIFON, VANDA ; CASTRO, ÍTALO BRAGA ; Fillmann, Gilberto . Spatiotemporal appraisal of TBT contamination and imposex along a tropical bay (Todos os Santos Bay, Brazil). Environmental Science and Pollution Research International, v. 23, p. 16047-16055, 2016.

26.
31PAZ-VILLARRAGA, C.A.2015PAZ-VILLARRAGA, C.A. ; CASTRO, I.B. ; MILOSLAVICH, P. ; GILBERTO, FILLMANN . Venezuelan Caribbean Sea under the threat of TBT. Chemosphere (Oxford), v. 119, p. 704-710, 2015.

27.
26SCHUSTER, J. K.2015SCHUSTER, J. K. ; HARNER, T. ; FILLMANN, G. ; AHRENS, L. ; ALTAMIRANO, J. C. ; ARISTIZABAL, B. ; BASTOS, W. ; CASTILLO, L. E. ; CORTES, J. ; GUSEV, A. ; HERNANDEZ, M. ; IBARRA, M. V. ; LANA, N. B. ; LEE, S. C. ; MARTINEZ, A. P. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; PUERTA, A. P. ; SEGOVIA, F. ; SIU, M. ; TOMINAGA, M. Y. . Assessing Polychlorinated Dibenzo- -dioxins and Polychlorinated Dibenzofurans in Air across Latin American Countries Using Polyurethane Foam Disk Passive Air Samplers. Environmental Science & Technology, v. 49, p. 3680-3686, 2015.

28.
30KEHRIG, H.2015KEHRIG, H. ; HAUSER-DAVIS, R.A. ; SEIXAS, T.G. ; Fillmann, Gilberto . Trace-elements, methylmercury and metallothionein levels in Magellanic penguin (Spheniscus magellanicus) found stranded on the Southern Brazilian coast. Marine Pollution Bulletin., v. 5, p. 1, 2015.

29.
28LAITANO, M. V.2015LAITANO, M. V. ; CASTRO, I.B. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. ; CLEDON, M. . Butyltin and PAH Contamination of Mar del Plata Port (Argentina) Sediments and Their Influence on Adjacent Coastal Regions. Bulletin of Environmental Contamination and Toxicology, v. 95, p. 513-520, 2015.

30.
27COMMENDATORE, M.2015COMMENDATORE, M. ; FRANCO, M. A. ; COSTA, P.G. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. ; BIGATTI, G. ; ESTEVES, J. L. ; NIEVAS, M.L. . BTs, PAHs, OCPs and PCBs in sediments and bivalve mollusks in a mid-latitude environment from the Patagonian coastal zone. Environmental Toxicology and Chemistry, v. 34, p. 2750-2763, 2015.

31.
29CASTRO, I.B.2015CASTRO, I.B. ; COSTA, P.G. ; PRIMEL, E.G. ; FILLMANN, G. . Effect of environmental matrices in butyltin determinations by GC/MS. Ecotoxicology and Environmental Contamination, v. 10, p. 47-53, 2015.

32.
36ONDARZA, P.M.2014ONDARZA, P.M. ; GONZALEZ, M. ; FILLMANN, G. ; MIGLIORANZA, K.S.B. . PBDEs, PCBs and organochlorine pesticides distribution in edible fish from Negro River basin, Argentinean Patagonia. Chemosphere (Oxford), v. 94, p. 135-142, 2014.

33.
37DOMINGUEZ, L.A.E.2014DOMINGUEZ, L.A.E. ; CALDAS, S. S. ; PRIMEL, E.G. ; Fillmann, Gilberto . The Influence of Salinity and Matrix Effect in the Determination of Antifouling Biocides in Estuarine Waters of Patos Lagoon (Southern Brazil). Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso), v. 25, p. 1-1310, 2014.

34.
34BALLESTEROS, M. L.2014BALLESTEROS, M. L. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; GONZALEZ, M. ; Fillmann, Gilberto ; WUNDERLIN, D. A. ; BISTONI, M. . Multimatrix measurement of persistent organic pollutants in Mar Chiquita, a continental saline shallow lake. Science of the Total Environment, v. 490, p. 73-80, 2014.

35.
33IVAR DO SUL, J.A.2014IVAR DO SUL, J.A. ; COSTA, M.F. ; FILLMANN, G. . Microplastics in the pelagic environment around oceanic islands of the Western Tropical Atlantic Ocean. Water, Air and Soil Pollution (Dordrecht. Online), v. 225, p. 1, 2014.

36.
35LEONEL, J.2014LEONEL, J. ; SERICANO, J.L. ; SECCHI, E.R. ; BERTOZZI, C. P. ; Fillmann, Gilberto ; MONTONE, R.C. . PBDE levels in franciscana dolphin (Pontoporia blainvillei): Temporal trend and geographical comparison. Science of the Total Environment, v. 493, p. 405-410, 2014.

37.
32DINIZ, L. G. R.2014DINIZ, L. G. R. ; JESUS, M.S. ; DOMINGUEZ, L.A.E. ; Fillmann, Gilberto ; VIEIRA, E. M. ; FRANCO, T. C. R. S. . First Appraisal of Water Contamination by Antifouling Booster Biocide of 3 Generation at Itaqui Harbor (São Luiz - Maranhão - Brazil). Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso), v. 25, p. 380-388, 2014.

38.
38MIGLIORANZA, K.S.B.2013MIGLIORANZA, K.S.B. ; GONZALEZ, M. ; ONDARZA, P.M. ; SHIMABUKURO, V. ; ISLA, F. I. ; FILLMANN, G. ; AIZPUN, J. E. ; MORENO, V. J. . Assessment of Argentinean Patagonia pollution: PBDEs, OCPs and PCBs in different matrices from the Río Negro basin. Science of the Total Environment, v. 452-453, p. 275-285, 2013.

39.
39LIMA, A. S.2013LIMA, A. S. ; ESPIRITO SANTO, M. L. P. ; GONCALVES, C. I. ; FILLMANN, G. . Avaliação do residual de bifenilos policlorados em atum (Katsuwonus pelamis) congelado e lombo cozido congelado de atum. Revista do Instituto Adolfo Lutz, v. 72, p. 25-33, 2013.

40.
42BORGES, C. L. L.2013BORGES, C. L. L. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. ; FERNANDEZ, M. A. S. . Organotin pollution from pleasure craft at Paraty, a touristic area in Southeastern Brazil: amelioration or interference?. Brazilian Journal of Oceanography (Impresso), v. 61, p. 177-186, 2013.

41.
41BURUAEM, L.M.2013BURUAEM, L.M. ; CASTRO, I.B. ; HORTELLANI, M.A. ; TANIGUCHI, S. ; SASAKI, S.T. ; PETTI, M.A.V. ; FILLMANN, G. ; SARKIS, J.E.S. ; BICEGO, M.C. ; DAVANSO, M.B. ; CESAR, A. ; COSTA-LOTUFO, L.V. ; ABESSA, D.M.S. . Integrated quality assessment of sediments from harbour areas in Santos-São Vicente Estuarine System, Southern Brazil. Estuarine, Coastal and Shelf Science (Print), v. 130, p. 179-189, 2013.

42.
43THEIL, C.M.I.2013THEIL, C.M.I. ; NIENCHESKI, L.F.H. ; Fillmann, Gilberto ; MILANI, M. . Removal of traces of mercury from a carrier gas for analytical purpose. Journal of Analytical Science and Technology, v. 4, p. 19-23, 2013.

43.
40RIBAS-FERREIRA, J.L.2013RIBAS-FERREIRA, J.L. ; LONNE, M.N. ; THIAGO, A.F. ; MAXIMILLA, N.R. ; LUGOKENSKI, T.H. ; COSTA, P.G. ; GILBERTO, FILLMANN ; SOARES, F. A. ; de la TORRE, F.R. ; MONSERRAT, J.M. . Co-exposure of the organic nanomaterial fullerene C60 with benzo[a]pyrene in Danio rerio (zebrafish) hepatocytes: Evidence of toxicological interactions. Aquatic Toxicology, v. 147, p. 76-83, 2013.

44.
44CASTRO, I.B.2012CASTRO, I.B. ; ARROYO, M.F. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. . Butyltin Compounds and Imposex Levels in Ecuador. Archives of Environmental Contamination and Toxicology (Print), v. 62, p. 68-77, 2012.

45.
49CASTRO, I.B.2012CASTRO, I.B. ; PERINA, F.C. ; FILLMANN, G. . Organotin contamination in South American coastal areas. Environmental Monitoring and Assessment (Print), v. 184, p. 1781-1799, 2012.

46.
47RIBAS-FERREIRA, J.L.2012RIBAS-FERREIRA, J.L. ; BARROS, D. M. ; FOSSA, C.E. ; GERACITANO, L.A. ; FILLMANN, G. ; ALMEIDA, E.A. ; PRADO, M.C. ; NEVES, B.R.A. ; PINHEIRO, M.V.B. ; MONSERRAT, J.M. . In vitro exposure to fullerene C60 influences redox state and lipid peroxidation in brain and gills from Cyprinus carpio (Cyprinidae). Environmental Toxicology and Chemistry, v. 31, p. 961-967, 2012.

47.
48ONDARZA, P.M.2012ONDARZA, P.M. ; GONZALEZ, M. ; FILLMANN, G. ; MIGLIORANZA, K.S.B. . Increasing levels of persistent organic pollutants in rainbow trout (Oncorhynchus mykiss) following a mega-flooding episode in the Negro River basin, Argentinean Patagonia. Science of the Total Environment, v. 419, p. 233-239, 2012.

48.
46CASTRO, I.B.2012 CASTRO, I.B. ; ROSSATO, M. ; FILLMANN, G. . Imposex reduction and residual butyltin contamination in southern Brazilian harbors. Environmental Toxicology and Chemistry, v. 31, p. 947-954, 2012.

49.
45CASTRO, I.B.2012CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . High tributyltin and imposex levels in the commercial muricid Thais chocolata from two Peruvian harbor areas. Environmental Toxicology and Chemistry, v. 31, p. 955-960, 2012.

50.
57TOURINHO, P.S.2011TOURINHO, P.S. ; FILLMANN, G. . Temporal trend of litter contamination at Cassino beach, Southern Brazil. Revista da Gestão Costeira Integrada, v. 11, p. 97-102, 2011.

51.
55ONDARZA, P.M.2011ONDARZA, P.M. ; GONZALEZ, M. ; FILLMANN, G. ; MIGLIORANZA, K.S.B. . Polybrominated diphenyl ethers and organochlorine compound levels in brown trout (Salmo trutta) from Andean Patagonia, Argentina. Chemosphere (Oxford), v. 83, p. 1597-1602, 2011.

52.
58CASTRO, I.B.2011CASTRO, I.B. ; WESTPHAL-ALVES, E. ; FILLMANN, G. . Tintas anti-incrustantes de terceira geração: novos biocidas no ambiente aquático. Química Nova (Impresso), v. 34, p. 1021-1031, 2011.

53.
53MARTINS, C.C.2011MARTINS, C.C. ; SEYFFERT, B.H. ; BRAUN, J.A.F. ; FILLMANN, G. . Input of organic matter in a large south american tropical estuary (Paranaguá Estuarine System, Brazil) indicated by sedimentary sterols and multivariate statistical approach. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso), v. 22, p. 1585-1594, 2011.

54.
51BARAJ, B.2011BARAJ, B. ; NIENCHESKI, L.F.H. ; FILLMANN, G. ; MARTINS, C.M.G. . Assessing the effects of Cu, Cd, and exposure period on metallothionein production in gills of the Brazilian brown mussel Perna perna by using factorial design. Environmental Monitoring and Assessment (Print), v. 179, p. 155-162, 2011.

55.
50DIAZ-JARAMILLO, M.2011DIAZ-JARAMILLO, M. ; RIBAS-FERREIRA, J.L. ; ROCHA, A.M. ; BAY-SMITH, E. ; FILLMANN, G. ; BARRA, R. ; MONSERRAT, J.M. . Antioxidant responses in the polychaete. Chemistry in Ecology (Print), v. 27, p. 43-48, 2011.

56.
52PERINA, F.C.2011PERINA, F.C. ; ABESSA, D.M.S. ; PINHO, G.L.L. ; FILLMANN, G. . Comparative toxicity of antifouling compounds on the development of sea urchin. Ecotoxicology (London), v. 20, p. 1870-1880, 2011.

57.
54IVAR DO SUL, J.A.2011IVAR DO SUL, J.A. ; SANTOS, I.R. ; FRIEDRICH, A.C. ; MATTHIENSEN, A. ; FILLMANN, G. . Plastic Pollution at a Sea Turtle Conservation Area in NE Brazil: Contrasting Developed and Undeveloped Beaches. Estuaries and Coasts, v. 34, p. 814-823, 2011.

58.
56NAKAZAWA, E.2011NAKAZAWA, E. ; IKEMOTO, T. ; TERADA, Y. ; HOKURA, A. ; KUNITO, T. ; YAMAMOTO, T. ; YAMADA, T.K. ; ROSAS, F.C.W. ; FILLMANN, G. ; TANABE, S. ; NAKAI, I. . Silver speciation in liver of marine mammals by synchrotron X-ray absorption fine structure and X-ray fluorescence spectroscopies. Journal of Environmental Monitoring (Print), v. 13, p. 1678, 2011.

59.
63AVILA, T.R.2010AVILA, T.R. ; BERSANO, J.G.R. ; FILLMANN, G. . Lethal and Sub-Lethal Effects of the Water-Soluble Fraction of a Light Crude Oil on the Planktonic Copepod Acartia tonsa. Journal Of The Brazilian Society Of Ecotoxicology, v. 5, p. 19-25, 2010.

60.
62TOURINHO, P.S.2010TOURINHO, P.S. ; IVAR DO SUL, J.A. ; FILLMANN, G. . Is marine debris ingestion still a problem for the coastal marine biota of southern Brazil?. Marine Pollution Bulletin., v. 60, p. 396-401, 2010.

61.
64LEONEL, J.2010LEONEL, J. ; SERICANO, J.L. ; FILLMANN, G. ; SECCHI, E.R. ; MONTONE, R.C. . Long-term trends of polychlorinated biphenyls and chlorinated pesticides in franciscana dolphin (Pontoporia blainvillei) from Southern Brazil. Marine Pollution Bulletin., v. 60, p. 412-418, 2010.

62.
60IHARA, P.M.2010IHARA, P.M. ; PINHO, G.L.L. ; FILLMANN, G. . Avaliação do Copépodo Acartia tonsa (Dana, 1849) como Organismo-Teste para Ensaios de Toxicidade Crônica. Journal Of The Brazilian Society Of Ecotoxicology, v. 5, p. 27-32, 2010.

63.
59MARTINS, C.C.2010MARTINS, C.C. ; BRAUN, J.A.F. ; SEYFFERT, B.H. ; MACHADO, E.C. ; FILLMANN, G. . Anthropogenic organic matter inputs indicated by sedimentary fecal steroids in a large South American tropical estuary (Paranaguá estuarine system, Brazil). Marine Pollution Bulletin., v. 60, p. 2137-2143, 2010.

64.
61MACHADO, A.A.2010MACHADO, A.A. ; FILLMANN, G. . Estudo da contaminação por resíduos sólidos na ilha do Arvoredo, reserva biológica marinha do Arvoredo - SC, Brasil. Revista da Gestão Costeira Integrada, v. 10, p. 381-393, 2010.

65.
66PINHO, G.L.L.2009PINHO, G.L.L. ; IHARA, P.M. ; FILLMANN, G. . Does light-stick content pose any threat to marine organisms?. Environmental Toxicology and Pharmacology, v. 27, p. 155-157, 2009.

66.
65BARAJ, B.2009BARAJ, B. ; NIENCHESKI, L.F.H. ; FILLMANN, G. ; HERMANNS, L. . Biochemical normalization of trace metals in Arctocephalus australis. Brazilian Journal of Oceanography (Impresso), v. 57, p. 1-6, 2009.

67.
68IVAR DO SUL, J.A.2009IVAR DO SUL, J.A. ; RODRIGUES, O. ; SANTOS, I.R. ; FILLMANN, G. ; MATTHIENSEN, A. . Skin irritation and histopathologic alterations in rats exposed to lightstick contents, UV radiation and seawater. Ecotoxicology and Environmental Safety, v. 72, p. 2020-2024, 2009.

68.
67MOREIRA, I.2009MOREIRA, I. ; SEIXAS, T.G. ; KEHRIG, H. ; FILLMANN, G. ; Di BENEDITO, A.P.M. ; SOUZA, C.M.M. ; MALM, O. . Selenium and Mercury (Total and Organic) in Tissues of a Coastal Small Cetacean, Pontoporia blainvillei. Journal of Coastal Research, v. 56, p. 866-870, 2009.

69.
70SANTOS, I.R.2008SANTOS, I.R. ; COSTA, R.C. ; FREITAS, U. ; FILLMANN, G. . Influence of effluents from a wastewater treatment plant on nutrient distribution in a coastal creek from southern Brazil.. Brazilian Archives of Biology and Technology, Brasil, v. 51, n.No Prelo, p. 153-162, 2008.

70.
69LEONEL, J.2008LEONEL, J. ; KANNAN, K. ; TAO, L. ; FILLMANN, G. ; MONTONE, R.C. . A baseline study of perfluorochemicals in franciscana dolphin and subantarctic fur seal from coastal waters of Southern Brazil. Marine Pollution Bulletin, v. 56, p. 770-797, 2008.

71.
71SEIXAS, T.G.2008SEIXAS, T.G. ; KEHRIG, H. ; COSTA, M.F. ; FILLMANN, G. ; Di BENEDITO, A.P.M. ; SECCHI, E.R. ; SOUZA, C.M.M. ; MALM, O. ; MOREIRA, I. . Total mercury, organic mercury and selenium in liver and kidney of a South American coastal dolphin.. ENVIRONMENTAL POLLUTION, v. 154, p. 98-106, 2008.

72.
77FILLMANN, G.;Fillmann, Gilberto;GILBERTO, FILLMANN2007FILLMANN, G.; BICEGO, M.C. ; ZAMBONI, A. ; FILEMAN, T.W. ; DEPLEDGE, M.H. ; READMAN, J.W. . Validation of immunoassay methods to determinate hydrocarbon contamination in estuarine sediments.. Journal of the Brazilian Chemical Society, Inglaterra, v. 18, n.No Prelo, p. 774-781, 2007.

73.
74MARTINS, C.C.2007MARTINS, C.C. ; FILLMANN, G. ; MONTONE, R.C. . Natural and anthropogenic sterols inputs to surface sediments of Patos Lagoon, Brazil.. Journal of the Brazilian Chemical Society, Brasil, v. 18, n.1, p. 106-115, 2007.

74.
72FILLMANN, G.;Fillmann, Gilberto;GILBERTO, FILLMANN2007FILLMANN, G.; HERMANNS, L. ; FILEMAN, T.W. ; READMAN, J.W. . Accumulation patterns of organochlorines in juveniles of Arctocephalus australis found stranded along the coast of Southern Brazil.. Environmental Pollution (Barking), Inglaterra, v. 146, n.1, p. 262-267, 2007.

75.
75FILGUEIRA, D.M.V.B.2007FILGUEIRA, D.M.V.B. ; FREITAS, D.P.S. ; VOTTO, A.P.S. ; FILLMANN, G. ; MONSERRAT, J.M. ; GERACITANO, L.A. ; TRINDADE, G.S. . Photodynamic Action of Benzo[a]pyrene in K562 Cells. Photochemistry and Photobiology, Estados Unidos, v. 83, n.No Prelo, p. 1358-1363, 2007.

76.
76CASTRO, I.B.2007CASTRO, I.B. ; BEMVENUTI, C.E. ; FILLMANN, G. . Preliminary Appraisal of Imposex in Areas Under the Influence of Southern Brazilian Harbors. Journal Of The Brazilian Society Of Ecotoxicology, São Paulo, SP, v. 2007, n.1, p. 73-79, 2007.

77.
73SEIXAS, T.G.2007SEIXAS, T.G. ; KEHRIG, H. ; FILLMANN, G. ; Di BENEDITO, A.P.M. ; SOUZA, C.M.M. ; SECCHI, E.R. ; MOREIRA, I. ; MALM, O. . Ecological and biological determinants of trace elements accumulation in liver and kidney of Pontoporia blainvillei. Science of the Total Environment, v. 385, n.Submetido, p. 208-220, 2007.

78.
78UENO, D.2006UENO, D. ; ALAEE, M. ; MARVIN, C. ; MUIR, D.C.G. ; MACCINIS, G. ; REINER, E. ; CROZIER, P. ; FURDUI, V.I. ; SUBRAMANIAN, A.N. ; FILLMANN, G. ; LAM, P.K.S. ; ZHENG, G.J. ; MUCHTAR, M. ; RAZAK, H. ; PRUDENTE, M. ; CHUNG, K-H ; TANABE, S. . Distribution and transportability of hexabromocyclododecane (HBCD) in the Asia-Pacific region using skipjack tuna as a bioindicator.. Environmental Pollution (Barking), Inglaterra, v. 144, p. 238-247, 2006.

79.
79TAO, L.2006TAO, L. ; KANNAN, K. ; KAJIWARA, N. ; COSTA, M.F. ; FILLMANN, G. ; TAKAHASHI, S. ; TANABE, S. . Perfluorooctanesulfonate and Related Fluorochemicals in Albatrosses, Elephant Seals, Penguins, and Polar Skuas from the Southern Ocean. Environmental Science & Technology, Estados Unidos, v. 40, p. 7642-7648, 2006.

80.
85READMAN, J.W.2005READMAN, J.W. ; FILLMANN, G. ; TOLOSA, I. ; BARTOCCI, J. ; MEE, L.D. . The use of steroid markers to assess sewage contamination of the Black Sea. Marine Pollution Bulletin, Inglaterra, v. 50, p. 310-318, 2005.

81.
84MEDEIROS, P.M.2005MEDEIROS, P.M. ; BICEGO, M.C. ; CASTELAO, R.M. ; BARBOSA, C.D.R. ; FILLMANN, G. ; ZAMBONI, A. . Natural and anthropogenic hydrocarbon inputs to sediments of Patos Lagoon Estuary, Brazil. Environment International, Inglaterra, v. 31, n.1, p. 77-87, 2005.

82.
83MARTINS, L.K.P.2005MARTINS, L.K.P. ; NASCIMENTO, I.A. ; FILLMANN, G. ; KING, R. ; EVANGELISTA, A.J.A. ; READMAN, J.W. ; DEPLEDGE, M.H. . Lysosomal responses as a diagnostic tool for the detection of chronic petroleum pollution at Todos os Santos Bay, Brazil. Environmental Research (New York), Inglaterra, v. 99, n.3, p. 387-396, 2005.

83.
80EVANGELISTA, A.J.A.2005EVANGELISTA, A.J.A. ; NASCIMENTO, I.A. ; PEREIRA, S.A. ; LOPES, M.B.N.L. ; MARTINS, L.K.P. ; FILLMANN, G. . Assessing the potential toxicity of marine sediments found in petroleum industry areas: A new approach based on responses of postlarval shrimp. Ciencias Marinas, Mexico, v. 31, n.1A, p. 31-55, 2005.

84.
81UENO, D.2005UENO, D. ; WATANABE, M. ; SUBRAMANIAN, A.N. ; TANAKA, H. ; FILLMANN, G. ; LAM, P.K.S. ; ZHENG, G.J. ; MUCHTAR, M. ; RAZAK, H. ; PRUDENTE, M. ; CHUNG, K-H ; TANABE, S. . Global pollution monitoring of polychlorinated dibenzo-p-dioxins (PCDDs), furans (PCD/Fs) and coplanar polychlorinated biphenyls (coplanar PCBs) using skipjack tuna as bioindicator. Environmental Pollution (Barking), Inglaterra, v. 136, n.2, p. 303-313, 2005.

85.
82SANTOS, I.R.2005SANTOS, I.R. ; FRIEDRICH, A.C. ; WALLNER-KERSANACH, M. ; FILLMANN, G. . Influence of socio-economic characteristics of beach users on litter generation. Ocean & Coastal Management, Inglaterra, v. 48, p. 742-752, 2005.

86.
87KAJIWARA, N.2004KAJIWARA, N. ; MATSUOKA, S. ; IWATA, H. ; TANABE, S. ; ROSAS, F.C.W. ; FILLMANN, G. ; READMAN, J.W. . Contamination by Persistent Organochlorines in Cetaceans Stranded along Brazilian Coastal Waters. Archives of Environmental Contamination and Toxicology, Inglaterra, v. 46, n.1, p. 124-134, 2004.

87.
91WETZEL, L.2004WETZEL, L. ; FILLMANN, G. ; NIENCHESKI, L.F.H. . Litter contamination processes and management perspectives on the southern Brazilian coast. International Journal of Environment and Pollution, Londres, v. 21, n.2, p. 153-164, 2004.

88.
93Fillmann, Gilberto2004 Fillmann, Gilberto; WATSON, G.M. ; HOWSAM, M. ; FRANCIONI, E. ; DEPLEDGE, M.H. ; READMAN, J.W. . Urinary PAH Metabolites as Biomarkers of Exposure in Aquatic Environments. Environmental Science & Technology, Washington, v. 38, n.9, p. 2649-2656, 2004.

89.
89UENO, D.2004UENO, D. ; INOUE, S ; TAKAHASHI, S. ; IKEDA, K ; TANAKA, H. ; SUBRAMANIAN, A.N. ; FILLMANN, G. ; LAM, P.K.S. ; ZHENG, G.J. ; MUCHTAR, M. ; PRUDENTE, M. ; CHUNG, K-H ; TANABE, S. . Global pollution monitoring of butyltin compounds using skipjack tuna as a bioindicator. Environmental Pollution (Barking), Inglaterra, v. 127, p. 1-12, 2004.

90.
88SANTOS, I.R.2004SANTOS, I.R. ; FRIEDRICH, A.C. ; FILLMANN, G. ; WALLNER-KERSANACH, M. ; SCHILLER, R. V. ; COSTA, R.C. . Geração de resíduos sólidos pelos usuários da praia do Cassino, RS, Brasil.. Revista da Gestão Costeira Integrada, Itajai, v. 3, p. 12-14, 2004.

91.
86KUNITO, T.2004KUNITO, T. ; NAKAMURA, S. ; IKEMOTO, T. ; ANAN, Y. ; KUBOTA, R. ; TANABE, S. ; ROSAS, F.C.W. ; FILLMANN, G. ; READMAN, J.W. . Concentration and subcellular distribution of trace elements in liver of small cetaceans incidentally caught along the Brazilian coast. Marine Pollution Bulletin, Inglaterra, v. 49, n.7, p. 574-587, 2004.

92.
90UENO, D.2004UENO, D. ; KAJIWARA, N. ; TANAKA, H. ; SUBRAMANIAN, A.N. ; Fillmann, Gilberto ; LAM, P.K.S. ; ZHENG, G.J. ; MUCHTAR, M. ; RAZAK, H. ; PRUDENTE, M. ; CHUNG, K-H ; TANABE, S. . Global Pollution Monitoring of Polybrominated Diphenyl Ethers Using Skipjack Tuna as a Bioindicator. Environmental Science & Technology, Washington, v. 38, n.8, p. 2312-2316, 2004.

93.
92KANNAN, K.2004KANNAN, K. ; CORSOLINI, S. ; FALANDYSZ, J. ; Fillmann, Gilberto ; KUMAR, K.S. ; LOGANATHAN, B.G. ; MOHD, M.A. ; OLIVERO, J. ; WOUWE, N.V. ; YANG, J.H. ; ALDOUS, K.M. . Perfluorooctanesulfonate and Related Fluorochemicals in Human Blood from Several Countries. Environmental Science & Technology, Washington, v. 38, p. 4489-4495, 2004.

94.
94FRANCIONI, E.2003FRANCIONI, E. ; FILLMANN, G. ; HAMACHER, C. ; WAGENER, A.L.R. ; DEPLEDGE, M.H. ; READMAN, J.W. ; MENICONI, M.F.G. . Evaluation of a commercially available ELISA kit as a tool to determine BTEX in groundwater. Environmental Technology, Inglaterra, v. 24, p. 665-670, 2003.

95.
95UENO, D.2003UENO, D. ; TAKAHASHI, S. ; TANAKA, H. ; SUBRAMANIAN, A.N. ; FILLMANN, G. ; NAKATA, H. ; LAM, P.K.S. ; ZHENG, G.J. ; MUCHTAR, M. ; PRUDENTE, M. ; CHUNG, K-H ; TANABE, S. . Global pollution monitoring of PCBs and organochlorine pesticides using skipjack tuna as a bioindicator. Archives of Environmental Contamination and Toxicology, Inglaterra, v. 45, n.3, p. 378-389, 2003.

96.
98FILLMANN, G.;Fillmann, Gilberto;GILBERTO, FILLMANN2002 FILLMANN, G.; READMAN, J.W. ; TOLOSA, I. ; BARTOCCI, J. ; VILLENEUVE, J. P. ; CATTINI, C. ; MEE, L.D. . Persistent Organochlorine Residues in Sediments from the Black Sea. Marine Pollution Bulletin, Inglaterra, v. 44, n.2, p. 122-133, 2002.

97.
97READMAN, J.W.2002 READMAN, J.W. ; FILLMANN, G. ; TOLOSA, I. ; BARTOCCI, J. ; VILLENEUVE, J. P. ; CATTINI, C. ; MEE, L.D. . Hydrocarbons Residues in Sediments from the Black Sea.. Marine Pollution Bulletin, Inglaterra, v. 44, n.1, p. 48-62, 2002.

98.
96FILLMANN, G.;Fillmann, Gilberto;GILBERTO, FILLMANN2002FILLMANN, G.; WATSON, G.M. ; FRANCIONI, E. ; READMAN, J.W. ; DEPLEDGE, M.H. . A non-destructive assessment of the exposure of crabs to PAH using ELISA analyses of their urine and haemolymph. Marine Environmental Research, Inglaterra, v. 54, n.3-5, p. 823-828, 2002.

99.
100FILLMANN, G.;Fillmann, Gilberto;GILBERTO, FILLMANN2002FILLMANN, G.; GALLOWAY, T.S. ; SANGER, R.C. ; DEPLEDGE, M.H. ; READMAN, J.W. . Relative performance of immunochemical (enzyme-linked immunosorbent assay) and gas chromatography-electron-capture detection techniques to quantify polychlorinated biphenyls in mussel tissues. Analytica Chimica Acta (Print), Inglaterra, v. 461, n.1, p. 75-84, 2002.

100.
99GALLOWAY, T.S.2002 GALLOWAY, T.S. ; SANGER, R.C. ; SMITH, K.L. ; Fillmann, Gilberto ; READMAN, J.W. ; FORD, T.E. ; DEPLEDGE, M.H. . Rapid Assessment of Marine Pollution Using Multiple Biomarkers and Chemical Immunoassays. Environmental Science & Technology, Washington, v. 36, n.10, p. 2219-2226, 2002.

101.
101CIOTTI, A.M.1995CIOTTI, A.M. ; ODEBRECHT, C. ; FILLMANN, G. ; MOLLER, O. O. . Freshwater outflow and Subtropical Convergence influence on phytoplankton biomass on the southern Brazilian continental shelf. Continental Shelf Research, v. 15, n.14, p. 1737-1756, 1995.

102.
102WEBER, R. R.1994WEBER, R. R. ; KNOPPERS, B.A. ; FILLMANN, G. . Diagnóstico ambiental oceânico e costeiro das regiões Sul e Sudeste do Brasil - Oceanografia química. Boletim Técnico da Petrobrás, Rio de Janeiro, v. 3, p. 254-363, 1994.

103.
103FILLMANN, G.;Fillmann, Gilberto;GILBERTO, FILLMANN1988FILLMANN, G.; AUGUSTO-RUIZ, W. ; OLIVEIRA, R. . Determinação do LLORAM para Cobre, Cádmio, Zinco, Chumbo, Cromo e Manganês por A.A.S.. Vetor (FURG), Rio Grande, v. 2, p. 85-97, 1988.

104.
104NIENCHESKI, L.F.H.1988NIENCHESKI, L.F.H. ; MOLLER, O. O. ; ODEBRECHT, C. ; FILLMANN, G. . Distribuição espacial de alguns parâmetros físico-químicos na Lagoa dos Patos - Porto Alegre a Rio Grande.. Acta Limnologica Brasiliensia, São Paulo, v. 2, p. 79-97, 1988.

105.
105NIENCHESKI, L.F.H.1986NIENCHESKI, L.F.H. ; BAPTISTA, J. R. ; HARTMANN, C. ; FILLMANN, G. . Caracterização hidrológica e estrutural de três regiões distintas no estuário da Lagoa dos Patos-RS.. Acta Limnologica Brasiliensia, São Paulo, v. 1, p. 47-64, 1986.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
LANA, P.C. ; BIANCHINI, A. ; RIBEIRO, C.A.O. ; NIENCHESKI, L.F.H. ; FILLMANN, G. ; SANTOS, C.S.G. . Avaliação Ambiental de Estuários Brasileiros: Diretrizes Metodológicas.. 1. ed. Rio de Janeiro: Museu Nacional, 2006. v. 1. 156p .

2.
FILLMANN, G.; YUNES, J.S. (Org.) . Resumos do II Encontro de Ecotoxicologia. Rio Grande: FURG, 1993. v. 1. 102p .

Capítulos de livros publicados
1.
BIGATTI, G. ; AVERBUJ, A. ; CASTRO, I.B. ; PRIMOST, M. ; CARRANZA, A. ; COMMENDATORE, M. ; FILLMANN, G. ; DELGADO, E. ; SCARABINO, F. ; DEL BRIO, F. ; FRANCO, M.A. ; LETAMENDIA, M. ; MARTINEZ, G. ; SAUCO, S. ; PENCHASZADEH, P. . Situación de contaminación en las costas del sur de Brasil, Uruguay y Argentina luego de la prohibición mundial de TBT. In: Cesar Goso. (Org.). Nuevas miradas a la problemática de los ambientes costeros. 1ed.Montevideo: DIRAC, 2014, v. 1, p. 277-302.

2.
MIGLIORANZA, K.S.B. ; GONZALEZ, M. ; ONDARZA, P.M. ; MITTON, F. ; GRONDONA, S. ; SHIMABUKURO, V. ; BARRA, R. ; FILLMANN, G. . Assessment of persistent organic pollutant in the atmosphere of Latin America. In: Laura L. McConnell; Jordi Dachs; Cathleen J. Hapeman. (Org.). Occurrence, fate and impacts of atmospheric pollutants. 1ed.Washington DC: ACS Simphosium Series, 2013, v. 1149, p. 183-199.

3.
FILLMANN, G.; LEONEL, J. . Contamination profiles and possible trends of persistent organic compounds in the Brazilian aquatic environment. In: Bommanna G. Loganathan; Paul Kwan-Sing Lam. (Org.). Global Contamination Trends of Persistent Organic Chemicals. 1ed.: CRC Press, 2011, v. 1, p. 413-428.

4.
ASMUS, M.L. ; BAISCH, P.R. ; BAUMGARTEN, M. G. Z. ; BEMVENUTI, C.E. ; FERNANDES, E.H.L. ; FERREIRA, W.L.S. ; FILLMANN, G. ; NIENCHESKI, L.F.H. ; SECCHI, E.R. ; TAGLIANI, P.R. ; WALLNER-KERSANACH, M. . Programa de monitoramento ambiental do Porto de Rio Grande (RS). In: Boldrini, E.B.; Soares, C.R.; de Paula, E.V.. (Org.). Dragagens portuárias no Brasil: engenharia, tecnologia e meio ambiental. 1aed.Curitiba: Josimar Marchiorato, 2008, v. 1, p. 114-135.

5.
MIRANDA FILHO, K.C. ; MONTONE, R.C. ; FILLMANN, G. . Compostos Organoclorados. In: Baptista Neto, J. A.; Wallner-Kersanach, M. & Patchineelam, S. M.. (Org.). Poluição Marinha. 1aed.Rio de Janeiro: Interciência, 2008, v. 1, p. 97-160.

6.
BICEGO, M.C. ; SEYFFERT, B.H. ; MARTINS, C.C. ; FILLMANN, G. . Poluição por Petróleo. In: Baptista Neto, J. A.; Wallner-Kersanach, M. & Patchineelam, S. M.. (Org.). Poluição Marinha. 1aed.Rio de Janeiro: Interciência, 2008, v. 1, p. 77-96.

7.
FILLMANN, G.; MACHADO, E.C. ; MARTINS, C.C. ; SÁ, F. . Poluentes orgânicos persistentes nos sedimentos dos canais de acesso aos portos de Paranaguá e Antonina (PR). In: Boldrini, E.B.; Soares, C.R.; de Paula, E.V.. (Org.). Dragagens portuárias no Brasil: licenciamento e monitoramento ambiental. 1aed.Curitiba: Josimar Marchiorato, 2007, v. 1, p. 264-275.

8.
NIENCHESKI, L.F.H. ; BAUMGARTEN, M. G. Z. ; FILLMANN, G. ; WINDOM, H. L. . Nutrients and Suspended Matter Behavior in the Patos Lagoon Estuary (Brazil).. In: Perillo, G.M.E.; Piccolo, M.C.,; Pino-Quivira, M.. (Org.). Estuaries of South America - their geomorphology and dynamics. 1ed.Berlin: Springer-Verlag, 1999, v. , p. 67-81.

9.
NIENCHESKI, L.F.H. ; FILLMANN, G. . Características Químicas - Ambientes costeiros e marinhos e sua biota. In: Seeliger, U.; Odebrecht, C.; Castello, J.P.. (Org.). Os Ecossistemas Costeiro e Marinho do Extremo Sul do Brasil. 1ed.Rio Grande: Ecoscientia, 1998, v. , p. 107-109.

10.
READMAN, J.W. ; FILLMANN, G. ; TOLOSA, I. ; BARTOCCI, J. ; VILLENEUVE, J. P. ; CATTINI, C. ; COQUERY, M. ; AZEMARD, S. ; HORVAT, M. ; WADE, T. ; DAUROVA, Y. ; TOPPING, G. ; MEE, L.D. . The Black Sea: a comprehensive survey of contamination.. In: Mee, L.D.; Topping, G.. (Org.). Black Sea Pollution Assessment. 1ed.New York: United Nations Publications, 1998, v. , p. 171-252.

11.
NIENCHESKI, L.F.H. ; FILLMANN, G. . Chemical Characteristics. Coastal and Marine Environments and their Biota.. In: Seeliger, U.; Odebrecht, C.; Castello, J.P.. (Org.). Subtropical Convergence Regions - The coast and sea in the southwestern Atlantic. 1ed.Berlin: Springer-Verlag, 1997, v. , p. 96-98.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
KUGLER, H. ; FILLMANN, G. ; CASTRO, ITALO B. ; FERNANDEZ, M. A. S. . No silêncio dos mares: substancia altamente tóxica é usada de forma ilegal na costa brasileira.. Ciência Hoje, Rio de Janeiro, p. 33 - 37, 11 fev. 2014.

2.
FILLMANN, G.; HERMANNS, L. . Agrotóxicos proibidos ameaçam lobos-marinhos. Zero Hora, Porto Alegre, , v. 13412, 13 maio 2002.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FILLMANN, G.; MACHADO, E.C. ; MARTINS, C.C. ; SÁ, F. . Poluentes orgânicos persistentes nos sedimentos dos canais de acesso aos portos de Paranaguá e Antonina (PR). In: II Seminário Nacional sobre Dragagem: Mercado, Licenciamento e Monitoramento Ambiental, 2007, Antonina. Anais do II Seminário Nacional sobre Dragagem: Mercado, Licenciamento e Monitoramento Ambiental. Curitiba, PR: Josimar Marchiorato (jmarchiorato@globo.com), 2007. v. 1. p. 264-275.

2.
PORTZ, L.C. ; SEYFFERT, B.H. ; FILLMANN, G. . Hidrocarbonetos alifáticos naturais e antrópicos nos sedimentos do complexo estuarino de Paranaguá (PR, Brasil).. In: Rio Oil & Gas Expo and Conference 2006, 2006, Rio de Janeiro, RJ. Anais do Rio Oil & Gas Expo and Conference 2006. Rio de Janeiro. v. 1. p. 153-158.

3.
UENO, D. ; ALAEE, M. ; MARVIN, C. ; MUIR, D.C.G. ; MACCINIS, G. ; REINER, E. ; FURDUI, V.I. ; CROZIER, P. ; SUBRAMANIAN, A.N. ; FILLMANN, G. ; LAM, P.K.S. ; ZHENG, G.J. ; MUCHTAR, M. ; RAZAK, H. ; PRUDENTE, M. ; CHUNG, K-H ; TANABE, S. . Global monitoring of hexabromocyclododecane (HBCD) and other organochlorines using skipjack tuna.. In: 25th International Symposium on Halogenated Environmental Organic Pollutants and POPs (Dioxin 2005)., 2005, Toronto. Organohalogen Compounds, 2005. v. 67. p. 1327-1330.

4.
UENO, D. ; KAJIWARA, N. ; TANAKA, H. ; SUBRAMANIAN, A.N. ; FILLMANN, G. ; NAKATA, H. ; LAM, P.K.S. ; ZHENG, G.J. ; MUCHTAR, M. ; PRUDENTE, M. ; TANABE, S. . Global pollution monitoring of polybrominated diphenyl ethers (PBDEs) using skipjack tuna as a bioindicator. In: 23nd International Symposium on Halogenated Environmental Organic Pollutants and POPs (Dioxin 2003)., 2003, Boston. Organohalogen Compounds, 2003. v. 61. p. 37-40.

5.
FILLMANN, G.; GALLOWAY, T.S. ; SANGER, R.C. ; DEPLEDGE, M.H. ; READMAN, J.W. . The relative performance of immunochemical (ELISA) and GC-ECD techniques to quantify PCBs in mussel tissues. In: 22nd International Symposium on Halogenated Environmental Organic Pollutants and POPs (Dioxin 2002), 2002, Barcelona. Organohalogen Compounds, 2002. v. 59. p. 5-8.

6.
FILLMANN, G.; HERMANNS, L. ; FILEMAN, T.W. ; READMAN, J.W. . Accumulation pattern of organochlorines in juveniles of Arctocephalus australis found stranded along the coast of Southern Brazil. In: 22nd International Symposium on Halogenated Environmental Organic Pollutants and POPs (Dioxin 2002), 2002, Barcelona. Organohalogen Compounds, 2002. v. 55. p. 131-134.

7.
UENO, D. ; TAKAHASHI, S. ; SUBRAMANIAN, A.N. ; FILLMANN, G. ; NAKATA, H. ; LAM, P.K.S. ; ZHENG, G.J. ; MUCHTAR, M. ; TANABE, S. . Global pollution monitoring of PCBs and organochlorine pesticides using skipjack tuna as a bioindicator. In: 22nd International Symposium on Halogenated Environmental Organic Pollutants and POPs (Dioxin 2002), 2002, Barcelona. Organohalogen Compounds, 2002. v. 57. p. 423-426.

8.
KAJIWARA, N. ; MATSUOKA, S. ; WATANABE, M. ; IWATA, H. ; TANABE, S. ; TAKAHASHI, S. ; ROSAS, F.C.W. ; FILLMANN, G. ; READMAN, J.W. . Contamination of persistent organochlorines in small cetaceans stranded along Brazilian coastal waters. In: 22nd International Symposium on Halogenated Environmental Organic Pollutants and POPs (Dioxin 2002), 2002, Barcelona. Organohalogen Compounds, 2002. v. 58. p. 485-488.

9.
MOORE, M. N. ; READMAN, J.W. ; FILLMANN, G. . Rapid chemical & ecotoxicological tests as tools for environmental risk assessment.. In: UNIDO Forum on Sustainable Industrial Development., 1999, Bangkok. Proceedings of UNIDO Forum on Sustainable Industrial Development.. Bangkok, 1999. v. 1. p. 74-85.

10.
CASTELAO, R.M. ; YOGUI, G.T. ; PIMENTA, F. M. ; FILLMANN, G. . Impacto causado pela estação de tratamento de efluentes ao arroio Vieira, Rio Grande (RS, Brasil).. In: Semana Nacional de Oceanografia, 1997, Itajai. Anais da X Semana Nacional de Oceanografia. Itajai: UNIVALI, 1997. v. 1. p. 106-108.

11.
FILLMANN, G.. Sistema Aquático do Sul do Brasil: aspectos hidrológicos e possíveis problemas de contaminação por compostos orgânicos. In: Seminário Internacional Água: seu conhecimento como base para o uso e manejo sustentável., 1997, Santa Maria. Proceedings do Seminário Internacional Água: seu conhecimento como base para o uso e manejo sustentável.. Buenos Aires: Editorial Universitaria de Buenos Aires, 1997. v. 1. p. 347-363.

12.
FILLMANN, G.; WETZEL, L. . Litter Pollution along Cassino Beach, Brazilian Southern Coastline: A primary approach. In: International Conference on Pollution Processes in Coastal Environments., 1996, MAr del Plata. Proceedings do International Conference on Pollution Processes in Coastal Environments.. Mar del Plata. v. 1. p. 42-45.

13.
CASTELLO, J. P. ; DUARTE, A. ; MOLLER, O. O. ; NIENCHESKI, L.F.H. ; ODEBRECHT, C. ; WEISS, G. ; HABIAGA, R. P. ; BELLOTTO, V.R. ; KITZMAN, D. ; SOUTO, C. ; SOUZA, R. B. ; CIOTTI, A.M. ; FILLMANN, G. ; SCHWINGEL, P. R. ; BERSANO, J.G.R. ; CIRANO, M. ; FREIRE, K. ; LIMA, I. ; MELLO, R. ; MONTEIRO, A. ; RESGALLA, C. ; SUZUKI, M. . On the Importance of Coastal and Subantartic Waters for the Shelf Ecossystem Off Rio Grande do Sul.. In: Simpósio de Ecossistemas da Costa Sul e Sudeste Brasileira: Estrutura, Função e Manejo., 1990, Àguas de Lindóia. Anais do II Simpósio de Ecossistemas da Costa Sul e Sudeste Brasileira: Estrutura, Função e Manejo.. Águas de Lindóia, 1990. v. 1. p. 112-129.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
ARRIETA, A. D. ; COSTA, C. S. B. ; FILLMANN, G. . Cultivo da halófita Sarcocornia ambigua para avaliação de tolerância a diferentes concentrações de tributilestanho (TBT) em sedimento contaminado. In: X ENCOGERCO- Encontro Nacional de Gerenciamento Costeiro, 2017, 2017, Rio Grande. Anais do X ENGERCO. Rio Grande: FURG, 2017. v. 1. p. 342-343.

2.
SANDRINI, M. ; TOGNELLA, M.M.P ; FILLMANN, G. ; LIMA, A. B. P. ; SILVA, A. C. ; BARCELOS, U. D. ; FERNANDES, A. A. . Cultivo ex situ de Rhizophora mangle. In: 17° Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar ? COLACMAR? 2017, 2017, Balneário Camboriú. Anais do 17° Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar ? COLACMAR? 2017. Balneário Camboriú: AOCEANO, 2017. v. 1. p. 755-756.

3.
RAUERT, CASSANDRA ; HARNER, TOM ; SCHUSTER, JASMIN K ; FILLMANN, G. ; CASTILLO, LUISA EUGENIA ; FENTANES, OSCAR ; VILLA IBARRA, MARTIN ; MIGLIORANZA, KARINA S.B. ; MORENO RIVADENEIRA, ISABEL ; POZO, KARLA ; ARISTIZÁBAL ZULUAGA, BEATRIZ HELENA . New and emerging POPs in the Group of Latin America and Caribbean (GRULAC) Region. In: Environmental Organic Pollutants and POPs (Dioxin 2017), 2017, Vancouver, Canadá. Organohalogen Compounds. canada: DIOXIN, 2017. v. 79. p. 537-540.

4.
Fillmann, Gilberto; MIGLIORANZA, K.S.B. ; ONDARZA, P.M. ; BARRA, R. ; COSTA, PATRÍCIA GOMES ; WANIA, F. . Latin american passive atmospheric sampling network of persistent organic pollutants and emerging contaminants: an overview and first results of LAPAN. In: XIV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (XIV ECOTOX), 2016, Curitiba - PR. Anais de resumos do XIV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (XIV ECOTOX). Curitiba: SBE, 2016. v. 1. p. 656-658.

5.
FILLMANN, G.; MIGLIORANZA, K.S.B. ; ONDARZA, P.M. ; BARRA, R. ; GAMBOA-FUENTES, N. R. ; JOHNSON-RESTREPO, B. G. ; RESABALA, C. ; FERNANDEZ-MALAVE, R. ; EGUREN-IRIARTE, G. ; COSTA, P.G. ; WANIA, F. . Latin American Passive Atmospheric Sampling Network (LAPAN) of Persistent Organic Pollutants and Emerging Contaminants. In: 35th International Symposium on Halogenated Persistent Organic Pollutants (Dioxin2015), 2015, São Paulo. Organohalogen Compounds. EUA: Dioxin, 2015. v. 77. p. 627-630.

6.
BARRA, R. ; QUIROZ-MUNOZ, R. C. ; COSTA, P.G. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; FILLMANN, G. . Air passive sampling of persistent organic pollutants in the southern Patagonia, Chile: Baker river basin. In: 35th International Symposium on Halogenated Persistent Organic Pollutants (Dioxin2015), 2015, São Paulo. Organohalogen Compounds. EUA: Dioxin, 2015. v. 77. p. 35-38.

7.
COSTA, P.G. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; DUTRA, M. M. ; WILLE, T. ; COSTA, J. S. ; FILLMANN, G. . Air pollution involving megacities and adjacent agroecosystems of South America using PAS-XAD. In: 35th International Halogenated Persistent Organic Pollutants (Dioxin2015), 2015, São Paulo. Organohalogen Compounds. EUA: Dioxin, 2015. v. 77. p. 1-4.

8.
DUTRA, M. M. ; COSTA, PATRÍCIA GOMES ; Fillmann, Gilberto . LAPAN: Monitoramento atmosférico de poluentes orgânicos persistentes através de amostradores atmosféricos PAS. In: 14ª Mostra de Produção Universitária (MPU), 2015, Rio Grande. Anais de Resumos da 14ª Mostra de Produção Universitária (MPU). Rio Grande: FURG, 2015. v. 1. p. 1-2.

9.
COSTA, J. S. ; COSTA, PATRÍCIA GOMES ; PRIMEL, E.G. ; Fillmann, Gilberto . Avaliação da contribuição de megacidades e zonas rurais adjacentes no aporte de poluentes orgânicos persistentes utilizando amostradores atmosféricos passivos. In: 14ª Mostra de Produção Universitária (MPU), 2015, Rio Grande. Anais de resumos da 14ª Mostra de Produção Universitária (MPU). Rio Grande: FURG, 2015. v. 1. p. 1-2.

10.
WILLE, T. ; COSTA, PATRÍCIA GOMES ; FILLMANN, G. . Determinação da concentração de HPAs em sedimentos e em raízes e folhas de S. densiflora de estuários da Argentina, Brasil e Chile. In: 14ª Mostra de Produção Universitária (MPU), 2015, Rio Grande. Anais de resumos da 14ª Mostra de Produção Universitária (MPU). Rio Grande: FURG, 2015. v. 1. p. 1-2.

11.
VENTURA, J. L. ; ARTIFON, V. ; Fillmann, Gilberto . Avaliação da contaminação por compostos butilestânicos em peixes e camarões no estuário da Lagoa dos Patos. In: 14ª Mostra de Produção Universitária (MPU), 2015, Rio Grande. Anais de resumos da 14ª Mostra de Produção Universitária (MPU). Rio Grande: FURG, 2015. v. 1. p. 1-2.

12.
DUTRA, M. M. ; COSTA, PATRÍCIA GOMES ; CALDAS, S. S. ; PRIMEL, E.G. ; Fillmann, Gilberto . Monitoramento atmosférico de poluentes orgânicos persistentes (POPs) através de amostradores atmosféricos passivos (PAS). In: 13ª Mostra de Produção Universitária (MPU, 2014, Rio Grande. Anais de resumos da 13ª Mostra de Produção Universitária (MPU. Rio Grande: FURG, 2014. v. 1. p. 1-2.

13.
ELIAS, D. M. ; BATISTA, R. M. ; Fillmann, Gilberto . Amostradores passivos no estudo de aportes recentes de biocidas anti-incrustantes. In: 13ª Mostra de Produção Universitária (MPU), 2014, Rio Grande. Anais de resumos da 13ª Mostra de Produção Universitária (MPU). Rio Grande: FURG, 2014. v. 1. p. 1-2.

14.
WILLE, T. ; COSTA, PATRÍCIA GOMES ; PRIMEL, E.G. ; Fillmann, Gilberto . Uso de Spartina densiflora como biomonitora no estudo da contaminação de estuários do Brasil, Chile e Argentina. In: 13ª Mostra de Produção Universitária (MPU), 2014, Rio Grande. Anais de resumos da 13ª Mostra de Produção Universitária (MPU). Rio Grande: FURG, 2014. v. 1. p. 1-2.

15.
DUTRA, M. M. ; COSTA, PATRÍCIA GOMES ; PRIMEL, E.G. ; Fillmann, Gilberto . Identificação de fontes de poluentes orgânicos persistentes (POPs) e praguicidas em megacidades e áreas rurais empregando amostradores atmosféricos passivos (PAS). In: 12ª Mostra de Produção Universitária (MPU), 2013, Rio Grande. Anais de Resumos da 12ª Mostra de Produção Universitária (MPU). Rio Grande: FURG, 2013. v. 1. p. 1-2.

16.
ARAUJO, G. A. ; COSTA, PATRÍCIA GOMES ; PRIMEL, E.G. ; Fillmann, Gilberto . Estabelecimento de uma rede regional de monitoramento atmosférico de poluentes orgânicos persistentes (POPs). In: 12ª Mostra de Produção Universitária (MPU), 2013, Rio Grande. Anais de Resumos da 12ª Mostra de Produção Universitária (MPU). Rio Grande: FURG, 2013. v. 1. p. 1-3.

17.
LORENTE, T. C. ; PIERONI, M.C. ; TOURINHO, P.S. ; IGNÁCIO, G.M. ; LEONEL, J. ; FILLMANN, G. . Níveis de organoclorados em tecidos da tartaruga verde Chelonia mydas coletadas no litoral do Rio Grande do Sul. In: IV Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO 2010), 2010, Rio Grande-RS. Resumos do IV Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO 2010). Rio Grande-RS, 2010. v. 1. p. 3424-3426.

18.
LEONEL, J. ; FILLMANN, G. . POPs in Pontoporia blainvillei (franciscana dolphin) from Brazilian coast: past, present and future trends. In: 30th International Symposium on Halogenated Persistent Organic Pollutants (POPs) - DIOXIN, 2010, San Antonio-TX-EUA. Proceedings do 30th International Symposium on Halogenated Persistent Organic Pollutants (POPs) - DIOXIN. EUA: Dioxin, 2010. v. 72. p. 801-803.

19.
SALLABERRY-LOPES, M.S. ; COSTA, P.G. ; PRIMEL, E.G. ; FILLMANN, G. . Fulereno C60 em Matriz Aquosa. Validação de Metodologia por EFS e CLAE-UV. In: 33a Reuniao Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2010, Águas de Lindóia-SP. Livro de Resumos do 33RASBQ. São Paulo: SBQ, 2010. v. 1. p. ANA099-ANA099.

20.
SALLABERRY-LOPES, M.S. ; COSTA, P.G. ; PRIMEL, E.G. ; FILLMANN, G. . Otimização do Preparo da Solução do Nanocomposto Fulereno C60 em Água. In: 33a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2010, Águas de Lindóia-SP. Livro de Resumos do 33RASBQ. `São Paulo: SBQ, 2010. v. 1. p. AMB055-AMB055.

21.
COSTA, P.G. ; de la ROCHA, M.R. ; CASTRO, I.B. ; WESTPHAL-ALVES, E. ; DEL BRIO, F. ; FILLMANN, G. . Avaliação do efeito de matriz na determinação de compostos orgânicos de estanho em tecidos de moluscos. In: XVIII Encontro de Química da Região Sul, 2010, Curitiba - PR. Anais do XVIII Encontro de Química da Região Sul, 2010. v. 1. p. 1-1.

22.
COSTA, P.G. ; de la ROCHA, M.R. ; CASTRO, I.B. ; DEL BRIO, F. ; FILLMANN, G. . Avaliação do efeito de matriz na determinação de compostos orgânicos de estanho em sedimentos marinhos e estuarinos. In: XVIII Encontro de Química da Região Sul, 2010, Curitiba - PR. Anais do XVIII Encontro de Química da Região Sul, 2010. v. 1. p. 1-1.

23.
SALLABERRY-LOPES, M.S. ; CALDAS, S. S. ; PRIMEL, E.G. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. . Validação de método empregando DLLME e HPLC UV-Vis para a determinação de C60 em água. In: XVIII Encontro de Química da Região Sul, 2010, Curitiba - PR. Anais do XVIII Encontro de Química da Região Sul, 2010. v. 1. p. 1-1.

24.
SALLABERRY-LOPES, M.S. ; PRIMEL, E.G. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. . Avaliação da solução aquosa de C60 sob as variáveis tempo e temperatura em relação à concentração e tamanho dos agregados. In: XVIII Encontro de Química da Região Sul, 2010, Curitiba - PR. Anais do XVIII Encontro de Química da Região Sul, 2010. v. 1. p. 1-1.

25.
GONZALEZ, M. ; ONDARZA, P.M. ; MITTON, F. ; FILLMANN, G. ; MIGLIORANZA, K.S.B. . Polybrominated Diphenyl Ethers (PBDEs) in the atmosphere of the center- Patagonian region of Argentina: assessment using pine needles and epiphytes. In: SETAC Europe 20th Annual Meeting, 2010, Sevilla - Espanha. Anais do SETAC Europe 20th Annual Meeting, 2010. v. 1. p. 1-1.

26.
TOURINHO, P.S. ; IGNÁCIO, G.M. ; LORENTE, T. C. ; FILLMANN, G. . Correlation between plastic ingestion and organochlorine in green turtle (Chelonia mydas) in Southern Brazil. In: SETAC Europe 20th Annual Meeting, 2010, Sevilla - Espanha. Anais do SETAC Europe 20th Annual Meeting, 2010. v. 1. p. 1-1.

27.
LOURENTE, T. ; PIERONI, M.C. ; TOURINHO, P.S. ; IGNÁCIO, G.M. ; LEONEL, J. ; FILLMANN, G. . Níveis dos congêneres policlorados em fígado e músculo de pingüim (Spheniscus magellanicus) coletados no litoral do Rio Grande do Sul. In: IV Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO 2010), 2010, Rio Grande - RS. Anais do IV Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO 2010), 2010. p. 3619-3620.

28.
SALLABERRY-LOPES, M.S. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. . Comparação entre diferentes tipos de solubilização em água do nanocomposto fulereno C60. In: IV Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO 2010), 2010, Rio Grande - RS. Anais do IV Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO 2010),, 2010. p. 3619-3620.

29.
SALLABERRY-LOPES, M.S. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. . Determinação da concentração de fulereno C60 em matriz aquosa por CLAE-UV. Comparando os métodos ELL e EFS para aplicação em testes ecotoxicológicos.. In: IV Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO 2010), 2010, Rio Grande - RS. Anais do IV Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO 2010), 2010. p. 3614-3615.

30.
KOLB, G.A. ; FILLMANN, G. . Tríade da qualidade dos sedimentos: uma nova abordagem. In: IV Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO 2010), 2010, Rio Grande - RS. Anais do IV Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO 2010), 2010. p. 440-443.

31.
PIERONI, M.C. ; FILLMANN, G. . Difenis éter polibromados (PBDEs) em mexilhão Perna perna (Linnaeus, 1758) da costa do Rio Grande do Sul. In: IV Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO 2010), 2010, Rio Grande - RS. Anais do IV Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO 2010),, 2010. p. 604-606.

32.
de la ROCHA, M.R. ; COSTA, P.G. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Validação de um método para determinação de compostos butilestânicos em sedimentos. In: IX Mostra de Prod~ção Universitária (MPU), 2010, Rio Grande. Anais da IX Mostra de Prod~ção Universitária (MPU). Rio Grande: EDIFURG, 2010. v. 1. p. 1-1.

33.
LORENTE, T. C. ; PIERONI, M.C. ; TOURINHO, P.S. ; IGNÁCIO, G.M. ; FILLMANN, G. . Importância de banco de amostras biológicas e avaliação da contaminação por organoclorados em glândulas uropigianas na espécie Spheniscus magellanicus.. In: VIII Mostra de Produção Universitária, 2009, Rio Grande, RS. Anais da VIII Mostra de Produção Universitária. Rio Grande, RS: FURG, 2009. v. 1. p. 1-1.

34.
GUSMAO, E. P. ; RODRIGUES, R.V. ; MOREIRA, C.B. ; SEYFFERT, B.H. ; IGNÁCIO, G.M. ; FILLMANN, G. ; SAMPAIO, L. A. ; MIRANDA FILHO, K.C. . Effects of acute and chronic exposition on larvae of pejerrey Odontesthes argentinensis to water soluble fraction (WSF) of crude oil. In: RIO OIL & GAS Expo and Conference, 2008, Rio de JAneiro,RJ. RIO OIL & GAS Expo and Conference. Rio de Janeiro, 2008. v. 1. p. 240-240.

35.
IHARA, P.M. ; PINHO, G.L.L. ; FILLMANN, G. . Determinação da toxicidade da água produzida através de ensaios ecotoxicológicos com diferentes organismos-teste. In: Atividade de Avaliação dos Programas PRH/ANP ? RAA, 2008, Gramado,RS. Resumos (Expandido) da Reunião dos Programas PRH/ANP ? RAA. Gramado, RS. 2008. Gramado, RS, 2008. v. 1. p. 1-1.

36.
PORTZ, L.C. ; SEYFFERT, B.H. ; FILLMANN, G. . Distribuição de hidrocarbonetos em sedimentos superficiais em 5 estuários da costa brasileira (Projeto RECOS - instituto do milênio). In: XII Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar, 2007, Florianópolis. Anais do XII Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar. Florianópolis, SC, 2007. v. 1. p. 1-3.

37.
HERNANDES, J.C. ; NEVES, P.A. ; de la ROCHA, M.R. ; COSTA, P.G. ; MACHADO, E.C. ; FILLMANN, G. . Avaliação da contaminação por hidrocarbonetos na coluna sedimentar sob influência do porto de Paranaguá. In: XV SBQ Sul. Ponta Grossa, PR, 2007, Ponta Grossa. Anais do XV SBQ Sul. Ponta Grossa, 2007. v. 1. p. 1-1.

38.
IGNÁCIO, G.M. ; SEYFFERT, B.H. ; MACHADO, E.C. ; FILLMANN, G. . Avaliação da contaminação por hidrocarbonetos em água, sedimento e ostras do Complexo Estuarino da Baía de Paranaguá (Paraná - Brasil). In: Atividade de Avaliação dos Programas PRH/ANP ? RAA, 2007, Campinas. Resumos RAA. Campinas, SP. 2007. Campinas, 2007. v. 1. p. 1-1.

39.
IHARA, P.M. ; FILLMANN, G. ; RESGALLA, C. . Avaliação do impacto de produtos derivados da indústria do petróleo através de testes de toxicidade.. In: Atividade de Avaliação dos Programas PRH/ANP ? RAA, 2007, Campinas. Resumos (Expandido) da Reunião dos Programas PRH/ANP ? RAA.. Campinas, SP, 2007. v. 1. p. 1-1.

40.
PORTZ, L.C. ; SEYFFERT, B.H. ; FILLMANN, G. . Hidrocarbonetos alifáticos naturais e antrópicos nos sedimentos do complexo estuarino de Paranaguá (PR, Brasil).. In: Rio Oil & Gas Expo and Conference 2006 - Instituto Brasileiro do Petróleo (IBP), 2006, Rio de Janeiro. Anais da Rio Oil & Gas Expo and Conference 2006, 2006. v. 1. p. 1-6.

41.
PORTZ, L.C. ; ALMUDI, T. ; ASEFF, C. ; FILLMANN, G. . Monitoramento do Arroio Vieira, receptor dos efluentes da estação de tratamento de esgotos de Rio Grande, RS. In: II Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2005, Vitória, ES. Resumos do II Congresso Brasileiro de Oceanografia. Vitória, ES: Tec Art Editora LTDa, 2005. v. 1. p. 1-3.

42.
BARBOSA, L.H.C. ; BROEDEL, H.A. ; FILLMANN, G. . O uso da espécie Callinectes sapidus na avaliação da contaminação da fração biodisponível de hidrocarbonetos poliaromáticos (HPAs). In: II Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2005, Vitória, ES. Resumos do II Congresso Brasileiro de Oceanografia. Vitória, ES: Tec Art Editora LTDa, 2005. v. 1. p. 1-3.

43.
BARBOSA, L.H.C. ; BROEDEL, H.A. ; FILLMANN, G. . AREHPA - Avaliação Rápida da Exposição a Hidrocarbonetos. In: IV Workshop de Avaliação do Programa de Recursos Humanos da ANP PRH-27 FURG/ANP/MCT, 2004, Rio Grande. Resumos do IV Workshop de Avaliação do Programa de Recursos Humanos da ANP PRH-27 FURG/ANP/MCT. Rio Grande: Editora da FURG, 2004. v. 1. p. 22-25.

44.
SANTOS, I.R. ; FREITAS, U. ; ODA, S. E. ; COSTA, R.C. ; FILLMANN, G. . Qualidade hidroquímica do arroio receptor dos efluentes de uma estação de tratamento de esgoto em Rio Grande (RS). In: IX Congresso Brasileiro de Geoquímica, 2003, Belém. Livro de resumos expandidos do IX Congresso Brasileiro de Geoquímica, 2003. v. 1. p. 137-139.

45.
FILLMANN, G.; HERMANNS, L. ; ROSAS, F.C.W. ; LAMMARDO, M.P. ; BARRETO, A. ; LEONEL, J. . Banco de amostras de mamíferos marinhos do litoral sul do Brasil: Primeiros resultados. In: IV Reunião Anual da SETAC Latino-Americana, 2003, Buenos Aires, Argentina. Toxicología y Química Ambiental: contribuciones para un desarrollo sustentable. Buenos Aires, Argentina: Stilcograf S.R.L., 2001. v. 1. p. 29-31.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
AZEVEDO, A. ; FILLMANN, G. . Latin American Passive Atmospheric Sampling Network (LAPAN) of POPs and Emerging Contaminants. In: Seminário de Apoio ao Plano de Monitoramento Global de Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs) da Convenção de Estocolmo ? Fase 2: Amostragem e Análise de Novos POPs no Brasil, 2018, São Paulo. Anais do Seminário de Apoio ao Plano de Monitoramento Global de Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs) da Convenção de Estocolmo ? Fase 2: Amostragem e Análise de Novos POPs no Brasil. São Paulo: Cetesb, 2018. v. 1. p. 1-1.

2.
AZEVEDO, A. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; BARRA, R. ; COSTA, PATRÍCIA GOMES ; AMARANTE, O. P. ; WANIA, F. ; FILLMANN, G. . Spatial distribution of gas-phase Polycyclic Aromatic Hydrocarbons along South America and Antarctica. In: SETAC Europe 28th Annual Meeting, 2018, Roma. Proceedings of SETAC Europe 28th Annual Meeting. Pensacola: SETAC, 2018.

3.
Fillmann, Gilberto. Latin American Passive Atmospheric Sampling Network (LAPAN). In: Taller intermedio del Proyecto ONU Medio Ambiente/GEF ?Continuación del Apoyo Regional en la Implementación del Plan de Vigilancia Mundial de Contaminantes Orgánicos Persistentes COPs en los países de América Latina y el Caribe, 2018, Medellin, Colombia. Proceedings of Taller intermedio del Proyecto ONU Medio Ambiente/GEF ?Continuación del Apoyo Regional en la Implementación del Plan de Vigilancia Mundial de Contaminantes Orgánicos Persistentes COPs en los países de América Latina y el Caribe. Geneva: GMP/UNEP, 2018. v. 1. p. 1-1.

4.
PRIMEL, E.G. ; SOARES, K. L. ; SOARES, B. M. ; CALDAS, S. S. ; FILLMANN, G. . Desenvolvimento de método para determinação de compostos organoestânicos em sedimento empregando MSPD e GC-MS. In: 19º ENQA (Encontro Nacional de Química Analítica) e 7º CIAQA (Congresso Iberoamericano de Química Analítica), 2018, Caldas Novas, GO. Anais do 19º ENQA (Encontro Nacional de Química Analítica) e 7º CIAQA (Congresso Iberoamericano de Química Analítica). Caldas NOvas: SBQ, 2018. v. 1. p. 1-1.

5.
MATTOS, YASNA ; STOTZ, WOLFGANG B. ; ROMERO, MARÍA SOLEDAD ; BRAVO, MANUEL ; Fillmann, Gilberto ; CASTRO, ÍTALO B. . Environmental implications and potential human risk linked to Tributyltin contamination in Northern Chile. In: SETAC Europe 27th Annual Meeting, 2017, Bruxelas, Bélgica. Proceeding of SETAC Europe 27th Annual Meeting, Brussels. Bruxelas: SETAC Europe, 2017. v. 1. p. 186-186.

6.
FILLMANN, G.. Latin America Passive Atmospheric Sampling Network (LAPAN). In: Expert Meeting to Update the Global Monitoring Plan (GMP) Guidance Document, Stockholm Convention, UNEP, 2017, brno. Report of the Expert Meeting to Update the Global Monitoring Plan (GMP) Guidance Document, Stockholm Convention, UNEP, 2017. v. 1. p. 1-1.

7.
MARTINS, SAMANTHA ESLAVA ; LILLICRAP, ADAM ; FILLMANN, G. ; THOMAS, KEVIN V. . Estimating Environmental Quality Standards of antifouling booster biocides.. In: SETAC Latin America 12th Biennial Meeting, 2017, Santos. Proceedings of SETAC Latin America 12th Biennial Meeting. Santos: SETAC LA, 2017. v. 1. p. 52-52.

8.
ABREU, FIAMMA ; CASTRO, ÍTALO B. ; FILLMANN, G. . Evaluation of matrix effect on booster biocides in sediments: first results. In: SETAC Latin America 12th Biennial Meeting, 2017, Santos. Proceedings of SETAC Latin America 12th Biennial Meeting. Santos: SETAC LA, 2017. v. 1. p. 70-70.

9.
RIBEIRO, D. ; CASTRO, ÍTALO B. ; FILLMANN, G. ; AMADO, L. L. . Imposex in Thaisella coronata: a study case in Amazon. In: SETAC Latin America 12th Biennial Meeting, 2017, Santos. Proceedings of SETAC Latin America 12th Biennial Meeting. Santos: SETAC LA, 2017. v. 1. p. 30-30.

10.
SOARES, K. L. ; ROMBALDI, C. ; FILLMANN, G. ; SOARES, B. M. ; CALDAS, S. S. ; PRIMEL, E.G. . Desenvolvimento de métodos de preparo de amostra para a determinação de espécies de estanho em matrizes ambientais. In: 16º Mostra de Produção Universitária (MPU), 2017, Rio Grande. Anais da 16º Mostra de Produção Universitária (MPU). Rio Grande: FURG, 2017. v. 1. p. 1-1.

11.
RIBEIRO, D. ; CASTRO, ÍTALO B. ; FILLMANN, G. ; AMADO, L. L. . Butyltin contamination in sediments from Pará state, Amazon, Brazil. In: SETAC Latin America 12th Biennial Meeting, 2017, Santos. Proceedings of SETAC Latin America 12th Biennial Meeting. Santos: SETAC LA, 2017. v. 1. p. 30-30.

12.
MIGLIORANZA, K.S.B. ; Fillmann, Gilberto ; ONDARZA, P.M. ; BARRA, R. ; COSTA, PATRÍCIA GOMES ; WANIA, F. . Contaminación atmosférica por Poluentes Orgânicos Persistentes em Latinoamérica: uso de muestradores passivos.. In: XIV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (XIV ECOTOX), 2016, Curitiba - PR. Anais de resumos do XIV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (XIV ECOTOX). Curibita: SBE, 2016. v. 1. p. 35-36.

13.
COSTA, J. S. ; Fillmann, Gilberto ; COSTA, PATRÍCIA GOMES . Estudo do comportamento dos siloxanes no meio ambiente. In: 15ª Mostra da Produção Universitária (MPU) da FURG, 2016, Rio Grande. Anais da 15ª Mostra da Produção Universitária (MPU) da FURG. Rio Grande: FURG, 2016. v. 1. p. 1-1.

14.
DINIZ, M. S. ; FRANCO, T. C. R. S. ; VIANA, J. L. M. ; AMARANTE, O. P. ; CHAVES, M. J. S. ; MENDES, V. J. C. ; Fillmann, Gilberto . Monitoramento dos anti-incrustantes irgarol em águas da area costeira ilha de São Luis ? MA. In: XIV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (XIV ECOTOX), 2016, Curitiba, PR. Anais do XIV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (XIV ECOTOX). Curitiba: Ecotox, 2016. v. 1. p. 452-453.

15.
SILVA, J. N. L. ; ARTIFON, V. ; Fillmann, Gilberto . Avaliação da contaminação por tributilestanho em espécies de peixes comercializados na cidade de Rio Grande - RS. In: XXIII Encontro de Química da Região Sul (SBQ Sul), UFSM, 22 a 24 de outubro de 2016., 2016, Santa Maria - RS. Anais do XXIII Encontro de Química da Região Sul (SBQ Sul),. Santa Maria - RS: SBQ, 2016. v. 1. p. 1-1.

16.
ABREU, F. E. L. ; CASTRO, ITALO B. ; Fillmann, Gilberto . Biocidas anti-incrustantes de 3º geração em sedimentos da costa brasileira. In: XIV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (XIV ECOTOX), 2016, Curitiba, RS. Anais do XIV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (XIV ECOTOX). Curitiba: Ecotox, 2016. v. 1. p. 693-694.

17.
CASTRO, ITALO B. ; Fillmann, Gilberto . Why TBT contamination still matters in South America. In: 7th SETAC World Congress / North America 37th Annual Meeting, 2016, Orlando, EUA. Proceedings of 7th SETAC World Congress / North America 37th Annual Meeting. Pensacola, FL: SETAC, 2016. v. 1. p. 63-63.

18.
MENONE, M. L. ; DIAZ-JARAMILLO, M. ; MITTON, F. ; GARANZINI, D. S. ; COSTA, PATRÍCIA GOMES ; LUPI, L. ; LUKASZEWICZ, G. ; GONZALEZ, M. ; CARRASCO, S. E. J. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; Fillmann, Gilberto ; BARRA, R. . Organic pollutants, metals and biochemical biomarkers in Spartina densiflora in estuaries from Argentina, Brazil and Chile. In: 7th SETAC World Congress / North America 37th Annual Meeting, 2016, Orlando. Proceedings of 7th SETAC World Congress / North America 37th Annual Meeting, 2016. v. 1. p. 380-380.

19.
ACOSTA, L. P. ; ARTIFON, VANDA ; AMARANTE, O. P. ; Fillmann, Gilberto . Comportamento do tributilestanho na presença da matéria orgânica de origem antropogênica e comercial.. In: 15ª Mostra da Produção Universitária (MPU) da FURG, 2016, Rio Grande. Anais do 15ª Mostra da Produção Universitária (MPU) da FURG. Rio Grande: FURG, 2016. v. 1. p. 1-1.

20.
CARVALHO, A. P. N. ; COSTA, C. S. B. ; FILLMANN, G. . Resposta foliar de Spartina alterniflora ao TBT. In: VII Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO 2016), 2016, Salvador, BA. Anais do VII Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO 2016). Itajai, SC: AOCEANO, 2016. v. 1. p. 1-1.

21.
FILLMANN, G.. Micropoluentes orgânicos empregados em sistemas anti-incrustantes: comportamento ambiental, toxicidade e biorremediação. Sessão Especial: Panorama atual das pesquisas relacionadas às tintas anti-incrustantes no Brasil. In: XIV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (XIV ECOTOX), 2016, Curitiba, PR. Anais do XIV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (XIV ECOTOX). São Paulo, SP: ECOTOX, 2016. v. 1. p. 56-56.

22.
VIEIRA, A. A. ; CALDAS, S. S. ; ESCARRONE, A. L. V. ; CASTRO, ITALO B. ; FILLMANN, G. ; PRIMEL, E.G. . Desenvolvimento de método para quantificação de biocidas anti-incrustantes em tecido de peixe.. In: 18o Encontro Nacional de Química Analítica (ENQA), 2016, Florianopolis, SC. Anais do 18o Encontro Nacional de Química Analítica (ENQA). São Paulo, SP: SBQ, 2016. v. 1. p. 1-1.

23.
BATISTA-ANDRADE, J. A. ; VIEIRA, A. A. ; CALDAS, S. S. ; ARIAS, J. L. O. ; CASTRO, ITALO B. ; FILLMANN, G. ; PRIMEL, E.G. . Estudo de método para determinação de biocidas anti-incrustantes em sedimentos marinhos. In: 18o Encontro Nacional de Química Analítica (ENQA), 2016, Florianopolis, SC. Anais do 18o Encontro Nacional de Química Analítica (ENQA). São Paulo, SP: SBQ, 2016. v. 1. p. 1-1.

24.
BATISTA-ANDRADE, J. A. ; TAVELLA, R. A. ; CALDAS, S. S. ; ARIAS, J. L. O. ; CASTRO, ITALO B. ; FILLMANN, G. ; PRIMEL, E.G. . Antifouling booster biocides in coastal waters of Panama. In: 18o Encontro Nacional de Química Analítica (ENQA), 2016, Florianopolis, SC. Anais do 18o Encontro Nacional de Química Analítica (ENQA). São Paulo, SP: SBQ, 2016. v. 1. p. 1-1.

25.
FILLMANN, G.; CASTRO, I.B. . Marinas as source of fresh TBT in South America. In: SETAC Europe 25th Annual Meeting, 2015, Barcelona. Proceedings of SETAC Europe 25th Annual Meeting. Barcelona: SETAC, 2015. v. 1. p. TH175-TH175.

26.
VIEIRA, C. E. D. ; COSTA, P.G. ; OLIVEIRA, L. F. ; RISSO, W. E. ; FILLMANN, G. ; MELETTI, P. C. ; MARTINEZ, C. B. R. . Multiple biomarkers response in the fish Prochilodus lineatus caged in rivers in agricultural areas: a case study in Parana state (Southern Brazil). In: SETAC Europe 25th Annual Meeting, 2015, Barcelona. Proceedings of SETAC Europe 25th Annual Meeting. Barcelona: SETAC, 2015. v. 1. p. TH005-TH005.

27.
COSTA, P.G. ; DUTRA, M. M. ; WILLE, T. ; CALDAS, S. S. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; WANIA, F. ; PRIMEL, E.G. ; FILLMANN, G. . First appraisal of atmospheric organic contaminants in Brazil using XAD-2 resin-based passive samplers. In: SETAC Europe 25th Annual Meeting, 2015, Barcelona. Proceedings of SETAC Europe 25th Annual Meeting. Barcelona: SETAC, 2015. v. 1. p. WE416-WE416.

28.
MIGLIORANZA, K.S.B. ; ONDARZA, P.M. ; COSTA, P.G. ; GONZALEZ, M. ; MITTON, F. ; GRONDONA, S. ; BARNI, M. F. S. ; WANIA, F. ; BARRA, R. ; FILLMANN, G. . Occurrence of Persistent Organic Pollutants in Argentina, South America: use of passive atmospheric sampler (PAS) vs. pine needles. In: SETAC Europe 25th Annual Meeting, 2015, Barcelona. Proceedings of SETAC Europe 25th Annual Meeting. Barcelona: SETAC, 2015. v. 1. p. TU143-ty143.

29.
KEHRIG, H. ; HAUSER-DAVIS, R. A. ; SEIXAS, T.G. ; FILLMANN, G. . Metallothionein, trace-elements and methylmercury in hard and soft tissues of Spheniscus magellanicus found stranded on the Southern Brazilian coast. In: SETAC Latin America 11th Biennial Meeting, 2015, Buenos Aires. Abstract book of SETAC Latin America 11th Biennial Meeting, 2015. v. 1. p. 79-79.

30.
FILLMANN, G.; MIGLIORANZA, K.S.B. ; BARRA, R. ; COSTA, P.G. ; ONDARZA, P.M. ; GAMBOA-FUENTES, N. R. ; JOHNSON-RESTREPO, B. G. ; RESABALA, C. ; FERNANDEZ-MALAVE, R. ; EGUREN-IRIARTE, G. ; WANIA, F. . Levels of Persistent Organic Pollutants and Emerging Contaminants in Latin American Atmosphere. In: SETAC Latin America 11th Biennial Meeting, 2015, Buenos Aires. Abstract book of SETAC Latin America 11th Biennial Meeting, 2015. v. 1. p. 62-62.

31.
ELIAS, D. M. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. . Determinação da presença e níveis de HPAS em fertilizantes recobertos e não recobertos por óleo combustível. In: 14ª Mostra de Produção Universitária (MPU), 2015, Rio Grande. Anais da 14ª Mostra de Produção Universitária (MPU). Rio Grande, RS: FURG, 2016. v. 1. p. 1-1.

32.
VELHO, F. C. ; ABREU, F. E. L. ; FILLMANN, G. . Validação de método para determinação de biocidas anti-incrustantes em sedimentos. In: 14ª Mostra de Produção Universitária (MPU), 2015, Rio Grande, RS. Anais da 14ª Mostra de Produção Universitária (MPU). Rio Grande, RS: FURG, 2015. v. 1. p. 1-1.

33.
ACOSTA, L. P. ; ARTIFON, V. ; FILLMANN, G. . Comportamento do tributilestanho na presença da matéria orgânica natural e comercial. In: 14ª Mostra de Produção Universitária (MPU), 2015, Rio Grande. Anais da 14ª Mostra de Produção Universitária (MPU). Rio Grande: FURG, 2015. v. 1. p. 1-1.

34.
FILLMANN, G.. Rede Nacional de Estudos em Anti-incrutantes: situação atual e perspectivas futuras.. In: XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2014, Guarapari - ES. Anais do XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX).. Vitoria - ES: ECOTOX, 2014. v. 1. p. 883-883.

35.
MACIEL, D. C. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. ; YOGUI, G.T. ; LAMARDO, E. Z. . Contaminação por organoestânicos em sedimentos do Sistema Estuarino do Rio Capibaribe, Pernambuco.. In: XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2014, Guarapari - ES. Anais do XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX).. Vitoria - ES: ECOTOX, 2014. v. 1. p. 416-416.

36.
COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. ; PRIMEL, E.G. ; ONDARZA, P.M. ; DUTRA, M. M. ; WANIA, F. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; BARRA, R. ; GAMBOA-FUENTES, N. R. ; JOHNSON-RESTREPO, B. G. ; RESABALA, C. ; EGUREN-IRIARTE, G. ; FERNANDEZ-MALAVE, R. ; CALDAS, S. S. . Rede latino americana de monitoramento atmosférico passivo (PAS-XAD2): primeiros resultados.. In: XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2014, Guarapari - ES. Anais do XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX).. Vitoria - ES: ECOTOX, 2014. v. 1. p. 379-379.

37.
ARTIFON, V. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Avaliação temporal da contaminação por butilestânicos na baía de Todos os Santos.. In: XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2014, Guarapari - ES. Anais do XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX).. Vitoria - ES: ECOTOX, 2014. v. 1. p. 890-890.

38.
ARTIFON, V. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Distribuição espacial da contaminação por butilestânicos na baía de Todos os Santos.. In: XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2014, Guarapari - ES. Anais do XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX).. Vitoria - ES: ECOTOX, 2014. v. 1. p. 892-892.

39.
FILLMANN, G.; COSTA, P.G. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; BARRA, R. ; GAMBOA-FUENTES, N. R. ; JOHNSON-RESTREPO, B. G. ; RESABALA, C. ; FERNANDEZ-MALAVE, R. ; EGUREN-IRIARTE, G. ; WANIA, F. . Latin American Atmospheric Passive Sampling Network (LAPAN): First outcomes. In: SETAC Europe 24nd Annual Meeting, 2014, Basel - Suiça. Proceedings of SETAC Europe 24nd Annual Meeting. Basel: SETAC, 2014. v. 1. p. Code TH 062-Code TH 062.

40.
FILLMANN, G.; TURRA, A. ; GODOY, A.F.L. ; ROCHA-BARREIRA, C. A. ; ROSA FILHO, J. S. ; LAMARDO, E. Z. ; CASTRO, I.B. ; FERNANDEZ, M. A. S. ; MARCHI, M. R. R. ; COSTA, M. B. ; TAGLIANI, P.R. ; FRANCO, T. C. R. S. . Improvements on the Brazilian Antifouling Research Network (BARN).. In: SETAC Europe 24nd Annual Meeting, 2014, Basel - Suiça. Proceedings of SETAC Europe 24nd Annual Meeting. Basel: SETAC, 2014. v. 1. p. Code WE 298-Code WE 298.

41.
VIEIRA, C. E. D. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. ; PRIMEL, E.G. ; CABRERA, L. C. ; RISSO, W. E. ; MARTINEZ, C. B. R. . Respostas de múltiplos biomarcadores em Prochilodus lineatus expostos in situ para avaliação da contaminação aquática em áreas agrícolas.. In: XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2014, Guarapari - ES. Anais do XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX).. Vitoria - ES: ECOTOX, 2014. v. 1. p. 238-238.

42.
ROLA, R. C. ; GUERREIRO, A. S. ; ROSA, C. E. ; BATISTA, R. M. ; FILLMANN, G. ; SANDRINI, J. Z. . Uso de biomarcadores na análise dos efeitos do anti-incrustante clorotalonil em um organismo não-alvo (mexilhão Perna perna).. In: XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2014, g. Anais do XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX).. Vitoria - ES: ECOTOX, 2014. v. 1. p. 276-276.

43.
RABELO, J.N. ; COSTA, P.G. ; BATISTA, R. M. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Efeitos da exposição a solos contaminados com tributilestanho (TBT) nos pigmentos fotossintéticos da grama de marismas Spartina alterniflora.. In: XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2014, Guarapari - ES. Anais do XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX).. Vitoria - ES: ECOTOX, 2014. v. 1. p. 934-934.

44.
VIEIRA, C. E. D. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. ; PRIMEL, E.G. ; CABRERA, L. C. ; MARTINEZ, C. B. R. . Análise integrada de biomarcadores em Astyanax altiparanae ao longo de um gradiente de contaminação por agrotóxicos. XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX).. In: XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2014, Guarapari. Anais do XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX).. Guarapari: SBE, 2014. v. 1. p. 1197-1197.

45.
BATISTA, R. M. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Amostradores passivos no estudo de aportes recentes de biocidas anti-incrustantes. XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX).. In: . XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2014, Guarapari. Anais do XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2014. v. 1. p. 878-878.

46.
MIGLIORANZA, K.S.B. ; GONZALEZ, M. ; ONDARZA, P.M. ; MENONE, M. L. ; MITTON, F. ; LUKASZEWICZ, G. ; SHIMABUKURO, V. ; FILLMANN, G. . Can the oxidative stress responses in pine needles be used as reliable biomarkers to assess exposure to POPs?. In: IUPAC International Congress of Pesticide Chemistry., 2014, San Francisco. IUPAC International Congress of Pesticide Chemistry., 2014. v. 1. p. 770-770.

47.
FILLMANN, G.. International Monitoring Networks. In: Workshop sobre o Estado da Arte do Monitoramento Global de Poluentes Orgânicos Persistenstes (POPs) da Convenção de Estocolmo., 2013, São Paulo. Anais do Workshop sobre o Estado da Arte do Monitoramento Global de Poluentes Orgânicos Persistenstes (POPs) da Convenção de Estocolmo.. São PAulo: CETESB, 2013. v. 1. p. 1.

48.
ROMBALDI, C. ; PRIMEL, E.G. ; ARIAS, J. L. O. ; CALDAS, S. S. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . A vortex-assisted MSPD method for the extraction of biocides residues from sediment with determination by LC-ESI-MS/MS. In: International Symposium on Advances in Extraction Technology (ExTech 2013), 2013, João Pessoa. Proceedings of International Symposium on Advances in Extraction Technology (ExTech 2013).. João Pessoa, 2013. v. 1. p. 1.

49.
FILLMANN, G.; MIGLIORANZA, K.S.B. ; BARRA, R. ; EGUREN-IRIARTE, G. ; RESABALA, C. ; GAMBOA-FUENTES, N. R. ; JOHNSON-RESTREPO, B. G. ; FERNANDEZ-MALAVE, R. ; COSTA, P.G. ; ONDARZA, P.M. . Improvements on the Latin American Atmospheric Passive Sampling Network (LAPAN). In: SETAC North Amertica 34nd Annual Meeting, 2013, Nashville. Proceedings of the SETAC North Amertica 34nd Annual Meeting. Pensacola: Setac, 2013. v. 1. p. 1-1.

50.
PAZ-VILLARRAGA, C.A. ; CASTRO, I.B. ; MILOSLAVICH, P. ; FILLMANN, G. . Imposex en Plicopurpura patulla en las costas de Venezuela. In: Congreso Venezuelano de Ecologia., 2013, Merida Venezuela. Congreso Venezuelano de Ecologia., 2013. v. 1. p. 850-850.

51.
MIGLIORANZA, K.S.B. ; GONZALEZ, M. ; ONDARZA, P.M. ; MENONE, M. L. ; MITTON, F. ; LUKASZEWICZ, G. ; SHIMABUKURO, V. ; FILLMANN, G. . Can the oxidative stress responses in pine needles be used as reliable biomarkers to assess exposure to POPs?. In: American Chemical Society (ACS) National Meeting, 2013, Indianapolis. American Chemical Society (ACS) National Meeting, 2013. v. 1. p. 562-562.

52.
FILLMANN, G.; JOHNSON-RESTREPO, B. G. ; RESABALA, C. ; WANIA, F. ; EGUREN-IRIARTE, G. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; GAMBOA-FUENTES, N. R. ; COSTA, P.G. ; FERNANDEZ-MALAVE, R. ; BARRA, R. ; ONDARZA, P.M. . Improvements on the Latin American Atmospheric Passive Sampling Network (LAPAN). In: Proceedings of SETAC North Amertica 34nd Annual Meeting, 2013, Nashville. Proceedings of SETAC North Amertica 34nd Annual Meeting, 2013. v. 1. p. 652-652.

53.
CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Organotin and imposex contamination in south american coastal areas: an updated review Proceedings of SETAC. In: North Amertica 34nd Annual Meeting, 2013, Nashville. North Amertica 34nd Annual Meeting, 2013. v. 1. p. 589-589.

54.
FILLMANN, G.; CASTRO, I.B. ; ARTIFON, V. . Spatiotemporal evaluation of TBT and Imposex occurrence in Todos os Santos bay, Northeast Brazil.. In: Proceedings of SETAC North Amertica 34nd Annual Meeting, 2013, Nashville. Proceedings of SETAC North Amertica 34nd Annual Meeting, 2013. v. 1. p. 478-478.

55.
FERNANDES, M. N. ; MARTINS, L. P. A. ; FERREIRA, J. F. ; BIANCHINI, A. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. ; FERNANDES, J. B. . Sublethal exposure to phenanthrene causes osmo-ionic imbalance and oxidative stress in tropical freshwater fish species.. In: SETAC Europe 23rd Annual Meeting, 2013, Glasgow. SETAC Europe 23rd Annual Meeting, 2013. v. 1. p. 654-654.

56.
CODUGNELLO, N. ; FILLMANN, G. ; COSTA, P.G. ; de la TORRE, F.R. . Evaluación de la calidad ambiental de un arroyo de la cuenca alta del río reconquista a través de respuestas in situ de la carpa (Cyprinus carpio) a estrés oxidativo.. In: VII Congreso de ecología y manejo de ecosistemas acuáticos., 2013, Río Cuarto (Córdoba). VII Congreso de ecología y manejo de ecosistemas acuáticos., 2013. v. 1. p. 852-852.

57.
CASTRO, I.B. ; PAZ-VILLARRAGA, C.A. ; MILOSLAVICH, P. ; FILLMANN, G. . Are TBT sources migrating from harbors to marinas in Latin America?. In: SETAC Europe 2nd Annual Meeting/6th SETAC World Congress, 2012, Berlin. Abstract book of SETAC Europe 2nd Annual Meeting/6th SETAC World Congress. Berlin: SETAC, 2012. v. 2. p. 74-74.

58.
FILLMANN, G.; POLEZA, F. . Microplastics in personal care products from Brazil: is this source relevant to the aquatic contamination?. In: SETAC Europe 2nd Annual Meeting/6th SETAC World Congress, 2012, Berlin. Abstract book of SETAC Europe 2nd Annual Meeting/6th SETAC World Congress. Berlin: SETAC, 2012. v. 2. p. 17-17.

59.
PIERONI, M.C. ; LEONEL, J. ; FILLMANN, G. . PBDEs accumulation in muscle of Whitemouth Croaker (Micropogonias furnieri) exposed to BDE 99 and BDE 153. In: SETAC Europe 2nd Annual Meeting/6th SETAC World Congress, 2012, Berlin. Abstract book of SETAC Europe 2nd Annual Meeting/6th SETAC World Congress. Berlin: SETAC, 2012. v. 2. p. 83-84.

60.
ONDARZA, P.M. ; GONZALEZ, M. ; FILLMANN, G. ; MIGLIORANZA, K.S.B. . Increasing levels of PBDEs, PCBs and organochlorine pesticides in fish following a mega-flooding episode in the Negro River basin, Argentinean Patagonia. In: SETAC Europe 2nd Annual Meeting/6th SETAC World Congress, 2012, Berlin. Abstract book of SETAC Europe 2nd Annual Meeting/6th SETAC World Congress. Berlin: SETAC, 2012. v. 2. p. 65-65.

61.
MIGLIORANZA, K.S.B. ; GONZALEZ, M. ; ONDARZA, P.M. ; MITTON, F. ; BARRA, R. ; FILLMANN, G. . Assessment of persistent organic pollutant in the atmosphere of Latin America. In: SETAC Europe 2nd Annual Meeting/6th SETAC World Congress, 2012, Berlin. Abstract book of SETAC Europe 2nd Annual Meeting/6th SETAC World Congress. Berlin: SETAC, 2012. v. 1. p. 29-29.

62.
SCARCIA, P. ; CODUGNELLO, N. ; FILLMANN, G. ; COSTA, P.G. ; de la TORRE, F.R. . Respuestas de biomarcadores hepáticos de una especie nativa (Prochilodus lineatus) capturados en la zona costera de punta lara (Río de la Plata). In: Reunión Argentina de Ecologia (RAE 2012), 2012, Buenos Aires. Livro Resumos de Reunión Argentina de Ecologia, 2012. v. 1. p. 1-1.

63.
CODUGNELLO, N. ; FILLMANN, G. ; COSTA, P.G. ; de la TORRE, F.R. . Exposición in situ de la carpa (Cyprinus carpio) en jaulas en la cuenca baja del río luján: respuestas de biomarcadores de estrés oxidativo. In: Reunión Argentina de Ecologia (RAE 2012), 2012, Buenos Aires. Livro Resumos de Reunión Argentina de Ecologia, 2012. v. 1. p. 1-1.

64.
IGNÁCIO, G.M. ; FERNANDES, A. L. ; FILLMANN, G. . Exposição de juvenis de corvina (Micropogonias furnieri) a HPAs via água e via alimentação: cinética de acumulação e depuração. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 738-738.

65.
IGNÁCIO, G.M. ; FILLMANN, G. . Caracterização da contaminação por hidrocarbonetos em amostras ambientais do estuário da Lagoa dos Patos (RS, Brasil). In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 710-710.

66.
POLEZA, F. ; FILLMANN, G. . Micropláticos em produtos cosméticos comercializados no Brasil: Uma fonte relevante para a contaminação aquática. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia. v. 1. p. 548-548.

67.
DINIZ, L. G. R. ; JESUS, M. S. ; FRANCO, T. C. R. S. ; VIEIRA, E. M. ; FILLMANN, G. . Identificação dos anti-incrustantes diuron e irgarol em amostras de água da Baía de São Marcos, Maranhão, Nordeste do Brasil. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 259-259.

68.
CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Imposex reduction butyltin contamination in Southern Brazilian harbors. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 620-620.

69.
CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Tintas anti-incrustantes de terceira geração: Novos biocidas no ambiente aquático. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 623-623.

70.
CASTRO, I.B. ; PAZ-VILLARRAGA, C.A. ; MILOSLAVICH, P. ; FILLMANN, G. . Are TBT sources migrating from harbors to Marinas in Latin América?. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 619-619.

71.
CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Organotin contamination in South Americam Coastal Areas. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 621-621.

72.
BURUAEM, L.M. ; CASTRO, I.B. ; HORTELLANI, M.A. ; TANIGUCHI, S. ; FILLMANN, G. ; BICEGO, M.C. ; SARKIS, J.E.S. ; COSTA-LOTUFO, L.V. ; ABESSA, D.M.S. . Combining multivariate analysis and triad approach asses the recent status of sediments quality in the porto f Santos, Brazil. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 236-236.

73.
ROSSATO, M. ; SARTORIO, A. ; CASTRO, I.B. ; PAGANINI, C.L. ; COLARES, E. ; FILLMANN, G. ; PINHO, G.L.L. . Avaliação do gastrópode Stramonita haemastoma como bioindicador da contaminação por tributilestanho. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 677-677.

74.
ROSSATO, M. ; SARTORIO, A. ; CASTRO, I.B. ; COLARES, E. ; FILLMANN, G. ; PINHO, G.L.L. . Avaliação dos mecanismos de bioacumulação do tributilestanho e indução do imposex em Stramonita haemastoma (Grastropoda:Muricidae). In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 678-678.

75.
ARTIFON, V. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Determinação de anti-incrustantes de terceira geração: um desafio analítico. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 774-774.

76.
PERINA, F.C. ; SEBER, S. ; CASTRO, I.B. ; PINHO, G.L.L. ; FILLMANN, G. . Utilização de espécies neotropicais para avaliar a toxicidade de biocidas utilizados em tintas anti-incrustantes. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 818-818.

77.
PERINA, F.C. ; ABESSA, D.M.S. ; PINHO, G.L.L. ; FILLMANN, G. . Toxicity antifouling compounds on the development of the sea urchin Lytechinus variegatus. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 826-826.

78.
POLEZA, F. ; ABESSA, D.M.S. ; PINHO, G.L.L. ; FILLMANN, G. . Ensaios de toxicidade aguda em sedimentos fortificados com biocidas anti-incrustantes: TBT e TPT. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 845-845.

79.
RABELO, J.N. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Efeitos interativos entre biocidas utilizados como compostos ativos de tintas anti-incrustantes ? Revisão. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 827-827.

80.
PEREIRA, R. L. ; COSTA, P.G. ; FERNANDES, A. L. ; IGNÁCIO, G.M. ; FILLMANN, G. . Avaliação do potencial do camarão cinza (Litopenaeus vannamei) como um bioindicador da contaminação por petróleo. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 736-736.

81.
CLAUDINO, M. C. ; COSTA, P.G. ; PRIMEL, E.G. ; FILLMANN, G. . Avaliação da presença e níveis de HPAs em fertilizantes recobertos por óleo combustível. In: XIV Congresso Latino-Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO), 2012, Florianópolis - SC. Livro de resumos do XIV Congresso Latino-Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO)., 2012. v. 1. p. 417-417.

82.
ARAUJO, D. A. ; DUTRA, M. M. ; CLAUDINO, M. C. ; COSTA, P.G. ; PRIMEL, E.G. ; FILLMANN, G. . Avaliação do uso da Spartina densiflora como biomonitora no estudo da contaminação de estuários do Brasil, Chile e Argentina. In: XIV Congresso Latino-Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO), 2012, Florianópolis - SC. Livro de resumos do XIV Congresso Latino-Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO)., 2012. v. 1. p. 417-417.

83.
ARAUJO, G. A. ; CALDAS, S. S. ; COSTA, P.G. ; PRIMEL, E.G. ; FILLMANN, G. . Monitoramento atmosférico de Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs) através de Amostradores Atmosféricos Passivos (PAS). In: XIV Congresso Latino-Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO), 2012, Florianópolis - SC. Livro de resumos do XIV Congresso Latino-Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO)., 2012. v. 1. p. 418-418.

84.
ARAUJO, G. A. ; CALDAS, S. S. ; COSTA, P.G. ; PRIMEL, E.G. ; FILLMANN, G. . Avaliação da ocorrência de Poluentes Orgânicos Pesistentes (POPs) em elefante-marinho do Sul, Mirounga leonina, em amostras do banco de amostras de mamíferos, aves e quelônios marinhos (BAMM). In: XIV Congresso Latino-Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO), 2012, Florianópolis - SC. Livro de resumos do XIV Congresso Latino-Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO)., 2012. v. 1. p. 419-419.

85.
CARVALHO, E. S. ; COSTA, P.G. ; PRIMEL, E.G. ; FILLMANN, G. . Avaliação da contaminação ambiental por POPs na América Latina usando manteiga como matriz indicadora. In: XIV Congresso Latino-Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO), 2012, Florianópolis - SC. Livro de resumos do XIV Congresso Latino-Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO)., 2012. v. 1. p. 420-420.

86.
CLAUDINO, M. C. ; COSTA, P.G. ; PRIMEL, E.G. ; FILLMANN, G. . Avaliação da presença e níveis de HPAs em fertilizantes recobertos por óleo combustível. In: 11ª Mostra de Produção Universitária ? MPU - FURG, 2012, Rio Grande. Livro de Resumos 11ª Mostra de Produção Universitária ? MPU - FURG, 2012.

87.
FILLMANN, G.. O legado ambiental das tintas anti-incrustantes. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012, Porto de Galinhas - Pernambuco. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 887-888.

88.
CARVALHO, E. S. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. . Manteiga como matriz para a avaliação ambiental dos padrões de distribuição de POPs na América Latina. In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 820-820.

89.
IGNÁCIO, G.M. ; FERNANDES, A. L. ; FILLMANN, G. . Micropogonias furnieri como bioindicador de contaminação por hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs). In: XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX 2012), 2012. Livro de resumos do XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2012. v. 1. p. 739-739.

90.
SCARCIA, P. ; FILLMANN, G. ; COSTA, P.G. ; de la TORRE, F.R. . Evaluación de biomarcadores hepáticos de Cyprinus carpio luego de la exposición in situ y de laboratorio com sedimentos de Punta Lara. In: IV Congreso Argentino de la Sociedad de Toxicología y Quimica Ambiental ? SETAC Argentina, 2012, Buenos Aires. Libro de resúmenes IV Congreso Argentino de la Sociedad de Toxicología y Quimica Ambiental, 2012. v. 1. p. 257-257.

91.
DUTRA, M. M. ; COSTA, P.G. ; PRIMEL, E.G. ; FILLMANN, G. . Uso de Spartina densiflora como biomonitora no estudo da contaminação de estuários do Brasil, Chile e Argentina. In: 11ª Mostra de Produção Universitária ? MPU - FURG, 2012. Livro de Resumos 11ª Mostra de Produção Universitária ? MPU - FURG, 2012.

92.
ARAUJO, G. A. ; CARVALHO, E. S. ; COSTA, P.G. ; PRIMEL, E.G. ; FILLMANN, G. . Estabelecimento de uma rede regional de monitoramento atmosférico de Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs). In: 11ª Mostra de Produção Universitária ? MPU - FURG, 2012, Rio Grande. Livro de Resumos 11ª Mostra de Produção Universitária ? MPU - FURG, 2012.

93.
ARAUJO, D. A. ; DUTRA, M. M. ; PEREIRA, R. L. ; COSTA, P.G. ; PRIMEL, E.G. ; FILLMANN, G. . Utilização do camarão cinza do Pacífico (Litopenaeus vannamei) como bioindicador de contaminação. In: 11ª Mostra de Produção Universitária ? MPU - FURG, 2012, Rio Grande. Livro de Resumos 11ª Mostra de Produção Universitária ? MPU - FURG, 2012.

94.
CARVALHO, E. S. ; COSTA, P.G. ; PRIMEL, E.G. ; FILLMANN, G. . Utilização de manteiga como matriz para avaliação ambiental dos padrões de distribuição de POPs na América Latina. In: 11ª Mostra de Produção Universitária ? MPU - FURG, 2012, Rio Grande. Livro de Resumos 11ª Mostra de Produção Universitária ? MPU - FURG, 2012.

95.
FILLMANN, G.; CASTRO, I.B. . O legado ambiental das tintas anti-incrustantes. In: IX Latin American Symposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry, 2011, Salvador - BA. Proceedings of IX Latin American Symposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry. Santa Maria - RS: UFSM, 2011. v. 1. p. 25-25.

96.
COSTA, P.G. ; CASTRO, I.B. ; PRIMEL, E.G. ; DOMINGUEZ, L.A.E. ; BIGATTI, G. ; FILLMANN, G. . Irgarol, diuron e compostos butilestânicos em zonas costeiras da América do Sul. In: IX Latin American Symposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry, 2011, Salvador-BA. Proceedings of IX Latin American Symposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry. Santa Maria - RS: UFSM, 2011. v. 1. p. 128-128.

97.
SALLABERRY-LOPES, M.S. ; CALDAS, S. S. ; PRIMEL, E.G. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. . Avaliação do modificador iônico (NaCl e Mg(ClO4)2) na extração de nC60 em matriz aquosa por MEDLL. In: IX Latin American Symposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry, 2011, Salvador - BA. Proceedings of IX Latin American Symposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry. Santa Maria - RS: UFSM, 2011. v. 1. p. 83-83.

98.
LEONEL, J. ; FILLMANN, G. . Latin American atmospheric passive sampling network (LAPAN) of POPs. In: SETAC Europe 21st Annual Meeting, 2011, Milão. SETAC Europe 21st Annual Meeting, 2011. v. 1. p. 297-297.

99.
MITTON, F. ; MENONE, M. L. ; LUKASZEWICZ, G. ; MONSERRAT, J.M. ; FILLMANN, G. ; GONZALEZ, M. ; MIGLIORANZA, K.S.B. . Biomarkers of oxidative stress in pine needles as a tool for the assessment of atmospheric pollution in Patagonia, Argentina. In: SETAC Europe 21st Annual Meeting, 2011, Milão. SETAC Europe 21st Annual Meeting, 2011. v. 1. p. 297.

100.
CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Butyltin compounds and imposex levels in Ecuador. In: X Congresso Setac Latino Amética, 2011, Cumaná. Livros de Resumos do X Congresso SETAC Latino-America. Cumaná, 2011. v. 1. p. 42-42.

101.
CODUGNELLO, N. ; FILLMANN, G. ; COSTA, P.G. ; de la TORRE, F.R. . Respuestas subletales de biomarcadores de estrés oxidativo en branquias de Cyprinus carpio promovidas por la exposición a sedimento del río Reconquista. In: X Congresso Setac Latino Amética, 2011, Cumaná. Livros de Resumos do X Congresso SETAC Latino-America. Cumaná, 2011. v. 1. p. 41-42.

102.
CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . High TBT and imposex levels in commercial muricid Thais chocolata from two Peruvian harbors areas. In: X Congresso Setac Latino Amética, 2011, Cumaná. Livros de Resumos do X Congresso SETAC Latino-America. Cumaná, 2011. v. 1. p. 42-43.

103.
CASTRO, I.B. ; ROSSATO, M. ; FILLMANN, G. . Imposex reduction and reminiscent butyltin contamination in Southern Brazilian harbors. In: X Congresso Setac Latino Amética, 2011, Cumaná. Livros de Resumos do X Congresso SETAC Latino-America. Cumaná, 2011. v. 1. p. 47-48.

104.
SCARCIA, P. ; FILLMANN, G. ; COSTA, P.G. ; GONZALEZ, M. ; ONDARZA, P.M. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; de la TORRE, F.R. . Efectos del benzo(a)pireno sobre las respuestas de biomarcadores hepaticos de una especie nativa (Hoplosternum littorale): exposición a sedimentos fortificados. In: X Congresso Setac Latino Amética, 2011, Cumaná. X Congresso SETAC Latino-America. Cumaná, 2011. v. 1. p. 51-5.

105.
BARNI, M. F. S. ; GONZALEZ, M. ; ONDARZA, P.M. ; MEIJIDE, F. ; da CUNA, R. ; GROSMAN, F. ; SANZANO, P. ; LO NOSTRO, F. ; FILLMANN, G. ; MIGLIORANZA, K.S.B. . Presencia de plaguicidas organoclorados (POCs), eteres polibrominados (PBDEs) y bifenilos policlorados (PCBs) en pejerreyes (Odontesthes bonariensis) y sábalos (Prochilodus lineatus) de una laguna pampásica (Buenos Aires, Argentina). In: X Congresso Setac Latino Amética, 2011, Cumaná - Venezuela. X Congresso SETAC Latino-America. Cumaná, 2011. v. 1. p. 68-68.

106.
BALLESTEROS, M. L. ; GONZALEZ, M. ; BISTONI, M.A. ; WUNDERLIN, D. A. ; FILLMANN, G. ; MIGLIORANZA, K.S.B. . Dinámica de compuestos orgánicos persistentes y alteraciones histomorfológicas en el pejerrey (Odontesthes bonariensis) de la reserva provincial laguna mar Chiquita (Córdoba, Argentina). In: X Congresso Setac Latino Amética, 2011, Cumaná-Venezuela. X Congresso de SETAC Latino-America. Cumaná, 2011. v. 1. p. 89-89.

107.
SCARCIA, P. ; FILLMANN, G. ; COSTA, P.G. ; de la TORRE, F.R. . Respuestas de biomarcadores hepaticos de juveniles de Cyprinus carpio luego de la exposicion in situ en el río de La Plata, Argentina. In: X Congresso Setac Latino Amética, 2011, Cumaná-Venezuela. X Congresso SETAC Latino-America. Cumaná, 2011. v. 1. p. 91-92.

108.
RIBAS-FERREIRA, J.L. ; GERACITANO, L.A. ; BARROS, D. M. ; FOSSA, C.E. ; FILLMANN, G. ; ALMEIDA, E.A. ; PRADO, M.C. ; NEVES, B.R.A. ; MONSERRAT, J.M. . In vitro exposure to fullerene C60 influences redox state and lipid peroxidation in brain and gills from Cyprinus carpio (cyprinidae). In: X Congresso Setac Latino Amética, 2011, Cunamá. X Congresso SETAC Latino-America. Cunamá, 2011. v. 1. p. 116-117.

109.
DEL BRIO, F. ; COMMENDATORE, M. ; FILLMANN, G. ; CASTRO, I.B. ; BIGATTI, G. . Determinación deTBT, factores de acumulación e imposex en el volútido Odontocymbiola magellanica en la bahía Nueva, Chubut. In: VIII Congresso Latino Americano de Macologia (CLAMA), 2011, Puerto Madryn. Livro de Resumos VIII Congresso Latino Americano de Macologia (CLAMA). Buenos Aires, 2011. v. 1. p. 133-133.

110.
FRANCO, M.A. ; COMMENDATORE, M. ; BIGATTI, G. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. ; NIEVAS, M.L. ; ESTEVES, J. L. . Niveles de TBTs en sedimentos y bivalvos e incidencia de imposex en gasterópodos de la zona norte del golfo San Jorge. In: VIII Congresso Latino Americano de Macologia (CLAMA), 2011, Puerto Madryn. Niveles de TBTs en sedimentos y bivalvos e incidencia de imposex en gasterópodos de la zona norte del golfo San Jorge. Buenos Aires, 2011. v. 1. p. 156-156.

111.
CASTRO, M.R. ; PRADO, M.C. ; GERACITANO, L.A. ; FILLMANN, G. ; MONSERRAT, J.M. ; BARROS, D. M. . Oxidant properties of fullerene (C60) in hippocampus homogenates from rats. In: 6º Encontro da Rede Nacional de pesquisa em Nanotubos de Carbono & 3º Encontro do INCT-Nanomateriais de Carbono, 2011, Santa Maria-RS. Livro de Resumos 6º Encontro da Rede Nacional de pesquisa em Nanotubos de Carbono & 3º Encontro do INCT-Nanomateriais de Carbono, 2011. v. 1. p. 1-1.

112.
SALLABERRY-LOPES, M.S. ; CASTRO, M.R. ; FILLMANN, G. . Otimização e Validação de um Método para o Preparo de Suspensões e Determinação de Fulereno n-C60 em Matriz Aquosa. In: 6º Encontro da Rede Nacional de pesquisa em Nanotubos de Carbono & 3º Encontro do INCT-Nanomateriais de Carbono, 2011, Santa Maria - RS. Livro de Resumos . 6º Encontro da Rede Nacional de pesquisa em Nanotubos de Carbono & 3º Encontro do INCT-Nanomateriais de Carbono, 2011. v. 1. p. 1-1.

113.
MIGLIORANZA, K.S.B. ; GONZALEZ, M. ; ONDARZA, P.M. ; SHIMABUKURO, V. ; MITTON, F. ; FILLMANN, G. . Dynamics of polybrominated diphenyl ethers (PBDEs), organochlorine pesticides (OCPs) and polychlorinated biphenyls (PCBs) the Río Negro basin, Patagonia Argentina: Use of willow as phytorremediation strategy. In: 43rd IUPAC World Chemistry Congress, 2011, San Juan. Livro de Resumos Dynamics of polybrominated diphenyl ethers (PBDEs), organochlorine pesticides (OCPs) and polychlorinated biphenyls (PCBs) the Río Negro basin, Patagonia Argentina: Use of willow as phytorremediation strategy, 2011. v. 1. p. 1-1.

114.
CODUGNELLO, N. ; FILLMANN, G. ; COSTA, P.G. ; de la TORRE, F.R. . Respuestas bioquímicas y moleculares de biotransformación de la carpa (Cyprinus carpio) promovidas por la exposición in situ en jaulas en la cuenca baja del río Lujan. In: XVII Congreso Argentino de Toxicologia, 2011, Tandil. Livro de Resumos XVII Congreso Argentino de Toxicologia, 2011. v. 1. p. 1-1.

115.
FILLMANN, G.. The environmental legacy of antifouling paints. In: X Congresso Setac Latino Amética, 2011, Cumanã. Livro de Resumos do X Congresso de SETAC-LA. Cumanã, 2011. v. 1. p. 1-1.

116.
FILLMANN, G.. Rede latino americana de monitoramento atmosférico passivo de POPs. In: X Congresso Setac Latino Amética, 2011, Cumanã. Livro de Resumops do X Congreso SETAX-LA. Cumanã, 2011. v. 1. p. 35-35.

117.
FILLMANN, G.. Atividades do CONECO no monitoramento de hidrocarbonetos. In: I Semana acadêmica de Toxicologia Ambiental e suas aplicações, 2011, Rio Grande. I Semana acadêmica de Toxicologia Ambiental e suas aplicações, 2011. v. 1.

118.
FILLMANN, G.. Controle de Qualidade em Amostras de POPs. In: Seminário sobre a Padronização de Metodologias para Amostragem e Análise de POPs de Amostras de Ar Ambiente e Leite Materno no Brasil, 2011, São Paulo. Livro de Resumos do Seminário sobre a padronização de metodologias para amostragem e análise de POPs em amostras de ar ambiental e leite materno no Brasil, 2011. v. 1.

119.
FILLMANN, G.. Rede de amostragem atmosférica passiva (XAD2) de POPs na América Latina. In: Seminário sobre a Padronização de Metodologias para Amostragem e Análise de POPs de Amostras de Ar Ambiente e Leite Materno no Brasil, 2011, São Paulo. Livro de Resumos do Seminário sobre a padronização de metodologias para amostragem e análise de POPs em amostras de ar ambiental e leite materno no Brasil, 2011. v. 1.

120.
ROSSATO, M. ; CASTRO, I.B. ; PAGANINI, C.L. ; COLARES, E. ; FILLMANN, G. ; PINHO, G.L.L. . Imposex, acumulação de butiestânicos e alterações hormonais em Stramonita haemastoma (gastropoda: muricidae) da baía da Babitonga, SC, Brasil. In: XIV Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar - COLACMAR, 2011, Balneário de Camboriú - SC. Livro de Resumos do XIV Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar - COLACMAR, 2011. v. 1. p. 1-1.

121.
ROSSATO, M. ; SARTORIO, A. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. ; PINHO, G.L.L. . Indução de imposex e mecanismos de toxicidade a partir de injeções de TBT em Stramonita haemastona. In: XIV Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar - COLACMAR, 2011, Balneário de Camboriú - SC. Livro de Resumos do XIV Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar - COLACMAR 2011, 2011. v. 1. p. 1-1.

122.
COSTA, P.G. ; HOFF, M. L. ; PRIMEL, E.G. ; BIANCHINI, A. ; FILLMANN, G. . Determinação da concentração real de exposição a atrazina e fenantreno por EFS e CG-EM para avaliação de lipoperoxidação induzida (LPO) e micronúcleos (MC) em Poecilia vivipara como ferramenta para avaliação ambiental. In: 4o Congresso BrMass, 2011, Campinas, SP. Anais do 4o Congresso BrMass. Campinas, 2011. v. 1.

123.
PIERONI, M.C. ; LEONEL, J. ; FILLMANN, G. . Dietary Exposure of Juvenile Whitemouth Croaker to PBDEs: Uptake, Biotransformation and Depuration Kinectics. In: SETAC North America 32nd Annual Meeting, 2011, Boston. Abstract Book SETAC North America 32nd Annual Meeting, 2011. v. 1. p. 1-347.

124.
FILLMANN, G.; LEONEL, J. . Rede latino-americana de monitoramento atmosférico de POPs. In: XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2010, Bombinhas-SC. Anais do XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia - ECOTOX. Itajai, 2010. v. 1. p. 376-376.

125.
LEONEL, J. ; LORENTE, T. C. ; PIERONI, M.C. ; FILLMANN, G. . PBDEs no Sul do Brasil: uma revisão. In: XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2010, Bominhas-SC. Resumos do XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia - ECOTOX. Itajai_SC, 2010. v. 1. p. 378-378.

126.
PIERONI, M.C. ; LEONEL, J. ; FILLMANN, G. . Retardantes de chama bromados: uma visão geral do uso atual. In: XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2010, Bombinhas-SC. Resumos do XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicoligia (ECOTOX). Itajai-SC, 2010. v. 1. p. A191-A191.

127.
POLEZA, F. ; LEONEL, J. ; FILLMANN, G. . Microplásticos: seriam eles os cavalos de tróia do meio marinho?. In: XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2010, Bombinhas-SC. Resumos do XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia - ECOTOX. Itajaí-SC, 2010. v. 1. p. 154-154.

128.
IGNÁCIO, G.M. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. . Métodos analíticos para determinação de metabólitos de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPA) em bile de peixe. In: XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2010, Bombinhas-SC. Resmo do XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia - ECOTOX. Itajaí-SC, 2010. v. 1. p. A157-A157.

129.
IGNÁCIO, G.M. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. . Metabólitos de alquilfenóis em bile de peixes como biomarcadores para exposição à água de produção de plataformas de petróleo. In: XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2010, Bombinhas-SC. Resumos do XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia - ECOTOX. Itajaí-SC, 2010. v. 1. p. A156-A156.

130.
SCARCIA, P. ; FILLMANN, G. ; COSTA, P.G. ; GONZALEZ, M. ; ONDARZA, P.M. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; de la TORRE, F.R. . Biomarcadores hepáticos de juveniles de Cyprinus carpio expuestos a sedimentos fortificados con benzo(a)pireno. In: XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2010, Bombinhas-SC. Resumos do XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia - ECOTOX. Itajai-SC, 2010. v. 1.

131.
CASTRO, I.B. ; ARROYO, M.F. ; FILLMANN, G. . Butyltin compounds and imposex occurrence in Guayaquil Gulf, Equator. In: XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2010, Bombinhas-SC. Resumos do XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia - ECOTOX. Itajaí-SC, 2010. v. 1.

132.
COSTA, P.G. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Identificação de biocidas orgânicos presentes nas principais tintas anti-incrustrantes de terceira geração utilizadas no pólo naval de Rio Grande/RS. In: XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2010, Bombinhas-SC. Resumos do XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia - ECOTOX. Itajaí-SC, 2010. v. 1.

133.
WESTPHAL-ALVES, E. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Tintas anti-incrustrantes de terceira geração: novos biocidas no ambiente aquático. In: XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2010, Bombinhas-SC. Resumos do XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia - ECOTOX. Itajaí-SC, 2010. v. 1.

134.
SALLABERRY-LOPES, M.S. ; CASTRO, M.R. ; FILLMANN, G. . Influência da temperatura na formação dos agregados n-C60 em matriz aquosa. In: XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)., 2010, Bombinhas-SC. Resumos do XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia - ECOTOX. Itajaí-SC, 2010. v. 1.

135.
CASTRO, I.B. ; PERINA, F.C. ; FILLMANN, G. . Imposex and organotin in South America: you will find it wherever you go. In: 31st SETAC US, 2010, Portland. Proceedings of 31st SETAC US. Pensacola: SETAC US, 2010. v. 1. p. TP072-TP072.

136.
LEONEL, J. ; LORENTE, T. C. ; PIERONI, M.C. ; FILLMANN, G. . PBDEs in Southern Brazil: an overview. In: 31st SETAC US, 2010, Portland. Proceedings of 31st SETAC US. Pensacola: Setac US, 2010. v. 1. p. TP072-TP072.

137.
LEONEL, J. ; FILLMANN, G. . Latin American Atmospheric Passive Sampling Network (LAPAN) of POPs. In: 31st SETAC US, 2010, Portland. Proceedings of 31st SETAC US. Pensacola: SETAC US, 2010. v. 1. p. WP013-WP013.

138.
CASTRO, I.B. ; ARROYO, M.F. ; FILLMANN, G. . First evidence of imposex and butyltin compounds in Ecuador. In: 31st SETAC US, 2010, Portland. Proceedings of 31st SETAC US. Pensacola: SETAC US, 2010. v. 1. p. TP051-TP051.

139.
ONDARZA, P.M. ; GONZALEZ, M. ; FILLMANN, G. ; MIGLIORANZA, K.S.B. . Size matters on Polybrominated Diphenyl Ethers, Organochlorine Pesticides and Polychlorinated Biphenyls levels in brown trout from Argentinean Patagonia. In: 31st SETAC US, 2010, Portland. Proceedings of 31st SETAC US. Pensacola: SETAC US, 2010. v. 1. p. WP023-WP023.

140.
CASTRO, M.R. ; DUMMER, N.S. ; PRADO, M.C. ; NEVES, B.R.A. ; FILLMANN, G. ; MONSERRAT, J.M. ; BARROS, D. M. . Efeito do fulereno (C60) sobre aquisição, consolidação e evocação da memória de curta e longa duração e inducão de peróxidação lipídica em homogenados de hipocampo. In: 5º Encontro da Rede Nacional de Pesquisa em Nanotubos e 2º Encontro do INCT de Nanomaterial de Carbono, 2010, Fortaleza. Anais do 5º Encontro da Rede Nacional de Pesquisa em Nanotubos e 2º Encontro do INCT de Nanomaterial de Carbono. Fortaleza, 2010. v. 1. p. 163-163.

141.
SALLABERRY-LOPES, M.S. ; CASTRO, M.R. ; FILLMANN, G. . Solução aquosa de C60: Influência da temperatura na concentração e na formação de agregados. In: . 5º Encontro da Rede Nacional de Pesquisa em Nanotubos e 2º Encontro do INCT de Nanomaterial de Carbono, 2010, Fortaleza - CE. Anais do 5º Encontro da Rede Nacional de Pesquisa em Nanotubos e 2º Encontro do INCT de Nanomaterial de Carbono. Fortaleza, 2010. v. 1. p. 154-154.

142.
WESTPHAL-ALVES, E. ; COSTA, P.G. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Avaliação da eficiência de derivatização do diuron utilizando CLAE-UV, para posterior determinação simultânea de biocidas em matrizes ambientais por CG-EM. In: XVIII Encontro de Química da Região Sul (SBQ Sul), 2010, Curitiba-PR. Anais do XVIII Encontro de Química da Região Sul (SBQ Sul). Curitiba: SBQ, 2010. v. 1. p. 1-1.

143.
DIAZ-JARAMILLO, M. ; RIBAS-FERREIRA, J.L. ; ROCHA, A.M. ; BAY-SMITH, E. ; FILLMANN, G. ; MONSERRAT, J.M. . Oxidative stress responses of the estuarine polychaeta Perinereis gualpensis (Nereididae) face to fullerene C60 exposure via sediment. In: SETAC Europe 20th Annual Meeting, 2010, Sevilla. Abstract book of SETAC Europe 20th Annual Meeting, 2010. v. 1. p. 1-1.

144.
CASTRO, M.R. ; DUMMER, N.S. ; FILLMANN, G. ; MONSERRAT, J.M. ; BARROS, D. M. . Efeito do fulereno na memória e sistema de defesa antioxidante de ratos. In: XXIV Reunião anual da federação de sociedades de biologia (FeSBE), 2009, Águas de Lindóia. Anais da FeSBE 2009, 2009. v. 1. p. 145-145.

145.
FILLMANN, G.; PINHO, G.L.L. . Estudos de nanotoxicologia ambiental desenvolvidos no Laboratório de Microcontaminantes Orgânicos e Ecotoxicologia Aquática (CONECO) da FURG. In: 4o Encontro da Rede Nacional de Pesquisa em Nanotubos e 1o Encontro do INCT de Nanomateriais de CArbono, 2009, Niteroi. Anais do 4o Encontro da Rede Nacional de Pesquisa em Nanotubos e 1o Encontro do INCT de Nanomateriais de CArbono. Rio de Janeiro: Impresso pelos organizadores, 2009. v. 1. p. 120-120.

146.
MIGLIORANZA, K.S.B. ; GONZALEZ, M. ; ONDARZA, P.M. ; MITTON, F. ; FILLMANN, G. . Assessment of the spatial distribution of organochlorine pesticides and PCBs in the air of Patagonia Argentina by means of pine needles study. In: SETAC USA, 2009, New Orleans. Proceedings of the 30th SETAC Meeting. Pensacola: SETAC US, 2009. v. 1. p. 358-358.

147.
GONZALEZ, M. ; PIERONI, M.C. ; FILLMANN, G. ; MIGLIORANZA, K.S.B. . Levels and body distribution of polybromintated diphenyl ethers (PBDEs) in fishes from Negro River, Patagonia Argentina. In: SETAC USA, 2009, New Orleans. Proceedings of the 30th SETAC Meeting. Pensacola: SETAC US, 2009. v. 1. p. 301-302.

148.
CASTRO, M.R. ; DUMMER, N.S. ; FILLMANN, G. ; MONSERRAT, J.M. ; BARROS, D. M. . Efeito do Nanocomposto Fulereno (C60) sobre a memória e parâmetros de estresse oxidativo em cérebro de ratos. In: 4º Encontro da Rede Nacional de Pesquisa em Nanotubos e 1º Encontro do INCT de Nanomaterial de Carbono, 18-20 de outubro 2009, Niterói, RJ., 2009, Niterói. Anais do 4º Encontro da Rede Nacional de Pesquisa em Nanotubos e 1º Encontro do INCT de Nanomaterial de Carbono, 18-20 de outubro 2009, Niterói, RJ.. Belo Horizonte: UFMG, 2009. v. 1. p. 47-47.

149.
RIBAS-FERREIRA, J.L. ; BARROS, D. M. ; GERACITANO, L.A. ; FILLMANN, G. ; FOSSA, C.E. ; ALMEIDA, E.A. ; PRADO, M.C. ; NEVES, B.R.A. ; PINHEIRO, M.V.B. ; MONSERRAT, J.M. . Influence of in vitro exposure to fullerene C60 in redox state and lipid peroxidation of brain and gills of carp Cyprinus carpio (Cyprinidae). In: 4º Encontro da Rede Nacional de Pesquisa em Nanotubos e 1º Encontro do INCT de Nanomaterial de Carbono, 18-20 de outubro 2009, Niterói, RJ., 2009, Niterói. Anais do 4º Encontro da Rede Nacional de Pesquisa em Nanotubos e 1º Encontro do INCT de Nanomaterial de Carbono, 18-20 de outubro 2009, Niterói, RJ.. Belo Horizonte: UFMG, 2009. v. 1. p. 45-45.

150.
LEONEL, J. ; SERICANO, J.L. ; MONTONE, R.C. ; FILLMANN, G. ; SECCHI, E.R. . Trends in Persistent Organic Pollutants (POPs) concentrations in Franciscana (Pontoporia blainvillei) from Southern Brazilian Waters (1994-2004). In: 30th SETAC US, 2009, New Orleans. Proceedings of the 30th SETAC Meeting. Pensacola: SETAC US, 2009. v. 1. p. 356-356.

151.
FILLMANN, G.; LEONEL, J. . Specimen banking of marine organisms in the southern Brazil: status and outcomes. In: ESB Symposium 2009, 2009, Matsuyama. Proceedings of the Environmental Specimen Banking (ESB) Symposium. Matsuyama: Ehime University, 2009. v. 1. p. 18-18.

152.
SEBER, S. ; PINHO, G.L.L. ; FILLMANN, G. . Avaliação de um composto emergente utilizado em nanotecnologia (Fulereno - C60) através de ensaios ecotoxicológicos com organismos marinhos. In: IX Congress of the Society of Environmental Toxicology and Chemistry (SETAC LA) and the II Peruvian Congress of Ecotoxicology Y Environmental Chemistry (SETAC PERU), 2009, Lima. The Biologist (Lima). LIma, Peru: SETAC PE, 2009. v. 7. p. 30-31.

153.
SEBER, S. ; PINHO, G.L.L. ; FILLMANN, G. . Interação Toxicológica entre o Nanocomposto Fulereno (C60) e o Organometal TBT. In: VII Jornadas Nacionales de Ciencias del Mar, 2009, Bahia Blanca. VII Jornadas Nacionales de Ciencias del Mar - 2009. Bahia Blanca, 2009. v. 1. p. 1-1.

154.
PERINA, F.C. ; SEBER, S. ; CORDEIRO, L. F. ; MARQUES, B. F. ; PINHO, G.L.L. ; FILLMANN, G. . Ensaios ecotoxicológicos utilizando o copépodo Acartia tonsa (Dana, 1849) para avaliar a toxicidade aguda dos compostos utilizados em tintas anti-incrustantes: TBT, TPT, Diuron e Irgarol 1051. In: IX Congress of the Society of Environmental Toxicology and Chemistry (SETAC LA) and the II Peruvian Congress of Ecotoxicology Y Environmental Chemistry (SETAC PERU), 2009, Lima. The Biologist (Lima). Peru, LIma: SETAC PE, 2009. v. 7. p. 31-31.

155.
CASTRO, I.B. ; NAKAMURA, S. ; KAJIWARA, N. ; TAKAHASHI, S. ; TANABE, S. ; ROSAS, F.C.W. ; FILLMANN, G. . Organotin compounds and total tin in coastal cetaceans from Southern Brazil. In: SETAC LA, 2009, Lima. The Biologist (Lima). Lima, Peru: SETAC PE, 2009. v. 7. p. 16-16.

156.
CASTRO, I.B. ; PERINA, F.C. ; FILLMANN, G. . Environmental contamination by organotins in South America: a review. In: SETAC LA, 2009, Lima. The Biologist (Lima). Lima, Peru: SETAC PE, 2009. v. 7. p. 16-16.

157.
ROSSATO, M. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. ; PINHO, G.L.L. . Indução do Imposex em laboratório: TBT como desruptor endócrino no molusco Stramonita haemastoma. In: SETAC LA, 2009, Lima. The Biologist (Lima). Lima, Peru: SETAC PE, 2009. v. 7. p. 60-60.

158.
SALLABERRY-LOPES, M.S. ; FILLMANN, G. . Otimização e Validação de Metodologia para o Nanocomposto Fulereno (C60) em Matriz Aquosa por CLAE-UV. In: 17º SBQ Sul, 2009, Rio Grande. Resumo do 17º SBQ Sul. Rio Grande, 2009. v. 1. p. 1-1.

159.
TOURINHO, P.S. ; FILLMANN, G. . Polyethylene plastic pellets for monitoring fullerene C60 nanoparticles. In: IX Congreso de la Sociedad de Toxicología Y Química Ambiental (Setac LA) Y II Congreso Peruano de Ecotoxicología Y Química Ambiental (Setac PERU), 2009, Lima. The Biologist (Lima). Lima, Peru: SETAC PE, 2009. v. 7. p. 18-19.

160.
TOURINHO, P.S. ; FILLMANN, G. . Polyethylene plastic pellets as a monitoring tool for fullerene C60 nanoparticles. In: XV Euroanalysis, 2009, Innsbruck. Euroanalysis 2009, 2009. v. 1.

161.
FILLMANN, G.. POPs and emerging compounds in South America: from almost to totally unknown. In: IX Congreso de la Sociedad de Toxicologia y Quimica Ambiental Latinoamerica (SETAC LA), 2009, Lima, Peru. The Biologist (Lima). Lima, Peru: SETAC PE, 2009. v. 7. p. 1-1.

162.
FILLMANN, G.; LORENTE, T. C. . Banco de Amostras de Organismos Marinhos na região Sul do Brasil: Status e tendências. In: IX Congreso de la Sociedad de Toxicologia y Quimica Ambiental Latinoamerica (SETAC LA, 2009, Lima, Peru. The Biologist (Lima). LIma, Peru: SETAC PE, 2009. v. 7. p. 63-63.

163.
ROSSATO, M. ; IHARA, P.M. ; AVILA, T.R. ; RESGALLA, C. ; FILLMANN, G. ; PINHO, G.L.L. . Avaliação do copépode Acartia tonsa como organismo-teste em ensaios ecotoxicológicos. In: SETAC LA, 2009, Lima. The Biologist (Lima). Lima, 2009. v. 7. p. 32-32.

164.
MACHADO, L.I.S. ; FILLMANN, G. ; PINHO, G.L.L. . Otimização de ensaios ecotoxicológicos para sedimentos marinhos e estuarinos. In: SETAC LA, 2009, Lima. The Biologist (Lima). Lima: SETAC PE, 2009. v. 7. p. 33-33.

165.
SARTORIO, A. ; ROSSATO, M. ; PERINA, F.C. ; FILLMANN, G. ; PINHO, G.L.L. . Impacto do uso de tintas anti-incrustantes nos principais ecossistemas portuários do sul do Brasil. In: VIII Mostra da Produção Universitária - XVIII Congresso de Iniciação Científica da FURG, 2009, Rio Grande. Anais do VIII Mostra da Produção Universitária - XVIII Congresso de Iniciação Científica da FURG. Rio Grande: FURG, 2009. v. 1. p. 1-1.

166.
MARTINS, C.C. ; MACHADO, E.C. ; SÁ, F. ; LAMOUR, M. R. ; FILLMANN, G. . Using sediment quality guidelines for dredged material management in commercial ports of Paranaguá Bay, Brazil. In: SETAC Europe 19th Annual Meeting, 2009, Gotenburgo. Proceedings of SETAC Europe 19th Annual Meeting. Gotemburgo: Setac Europe, 2009. v. 1. p. 1-1.

167.
RIBAS-FERREIRA, J.L. ; RAMOS, P.B. ; SOCOOWSKI, B. R. ; BARROS, D. M. ; GERACITANO, L.A. ; FILLMANN, G. ; MONSERRAT, J.M. . Effect of particle size of fullerene (C60) in lipid peroxidation in brain and gills of fish Cyprinus carpio (Cyprinidae).. In: IX Congreso de la Sociedad de Toxicologia y Quimica Ambiental Latinoamerica (SETAC LA), 2009. The Biologist (Lima). Lima, Peru: ASEFIM. v. 7. p. 59-59.

168.
DIAZ-JARAMILLO, M. ; RIBAS-FERREIRA, J.L. ; ROCHA, A.M. ; BAY-SMITH, E. ; FILLMANN, G. ; BARRA, R. ; MONSERRAT, J.M. . Respuestas de estrés oxidativo en el poliqueto estuarino Perinereis gualpensis (Nereididae) frente a la exposición del nanocompuesto Fulereno (C60) en sedimentos. In: IX Congreso de la Sociedad de Toxicologia y Quimica Ambiental Latinoamerica (SETAC LA),, 2009, Lima, Peru. The Biologist (Lima). Lima, Peru: ASEFIM, 2009. v. 7. p. 68-68.

169.
IHARA, P.M. ; FILLMANN, G. . Ensaios de toxicidade crônica com o copépodo Acartia tonsa.. In: X Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2008, Bento Gonçalves, RS. Resumos do X Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX). Porto Alegre, 2008. v. 1. p. 11-11.

170.
CASTRO, M.R. ; DUMMER, N.S. ; MONSERRAT, J.M. ; MONSERRAT, J.M. ; GERACITANO, L.A. ; FILLMANN, G. ; BARROS, D. M. . O efeito neurotóxico de um composto emergente em nanotecnologia, fulereno (C60) em Rattus norvegicus (Mammalia: Rodentia). In: X Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2008, Bento Gonçalves, RS. Resumos do X Congresso de Ecotoxicologia (ECOTOX). Porto Alegre, 2008. v. 1. p. 72-72.

171.
ROSSATO, M. ; AVILA, T.R. ; FILLMANN, G. ; BERSANO, J.G.R. ; RESGALLA, C. ; PINHO, G.L.L. . Avaliação da sensibilidade do copépode Acartia tonsa exposto a diferentes grupos de contaminantes. In: X Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2008, Bento Gonçalves. Resumos do X Congresso de Ecotoxicologia (ECOTOX). Porto Alegre, 2008. v. 1. p. 160-160.

172.
IGNÁCIO, G.M. ; SEYFFERT, B.H. ; MACHADO, E.C. ; FILLMANN, G. . Bioacumulação de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPA) em ostras Crassostrea rhizophorae do complexo estuarino da baía de Paranaguá (PR ? Brasil).. In: X Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2008, Bento Gonçalves, RS. Resumos do X Congresso de Ecotoxicologia (ECOTOX). Porto Alegre, 2008. v. 1. p. 169-169.

173.
KOLB, G.A. ; FILGUERAS, A.S. ; PINHO, G.L.L. ; FILLMANN, G. . Avaliação da região submetida às atividades de dragagem no porto de Rio Grande (RS) através da tríade da qualidade do sedimento - TQS. In: X Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2008, Bento Gonçalves, RS. Resumos do X Congresso de Ecotoxicologia (ECOTOX). Porto Alegre, 2008. v. 1. p. 148-148.

174.
PERINA, F.C. ; CASTRO, I.B. ; DOMINGUEZ, L.A.E. ; FILLMANN, G. . Utilização de espécies nativas na avaliação da toxicidade de compostos anti-incrustantes. In: X Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2008, Bento Gonçalves, RS. Resumos do X Congresso de Ecotoxiclogia (ECOTOX). Porto Alegre, 2008. v. 1. p. 157-157.

175.
MACHADO, L.I.S. ; SOBRAL, F.N.C. ; IGNÁCIO, G.M. ; SEYFFERT, B.H. ; DIAS, N.M. ; PINHO, G.L.L. ; FILLMANN, G. . Avaliação ecotoxicológica e dos níveis de contaminantes orgânicos no sedimento da área portuária de Rio Grande (RS-Brasil). In: X Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2008, Bento Gonçalves, RS. Resumo do X Congresso de Ecotoxicologia (ECOTOX). Porto Alegre, 2008. v. 1. p. 191-191.

176.
TOURINHO, P.S. ; IVAR DO SUL, J.A. ; FILLMANN, G. . Freqüência de ingestão e tipos de resíduos sólidos em tartarugas-verdes na costa do Rio Grande do Sul, Brasil: distribuição e fragmentação no trato gastrointestinal. In: III Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2008, Fortaleza, CE. Anais do III CBO 2008. Fortaleza, EC, 2008. v. 1. p. 1-1.

177.
ROSSATO, M. ; AVILA, T.R. ; FILLMANN, G. ; BERSANO, J.G.R. ; RESGALLA, C. ; PINHO, G.L.L. . O copépode Acartia tonsa como organismo-teste em ensaios toxicológicos. In: III Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2008, Fortaleza, CE. Anais do III CBO 2008. Fortaleza, CE, 2008. v. 1. p. 1-1.

178.
HERNANDES, J.C. ; NEVES, P.A. ; de la ROCHA, M.R. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. . Otimização e validação de metodologia de cromatografia em fase gasosa acoplada a espectrômetro de massas para identificação e quantificação de LABs em testemunhos sedimentares do complexo estuarino de Paranaguá ?PR-Brasil. In: XII Congresso Latino Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO XII), 2008, Florianopolis-SC. Resumos do XII Congresso Latino Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO XII). Florianoplois-SC, 2008. v. 1. p. 1-1.

179.
DEMOLINDER, A. ; CASTRO, I.B. ; CALDAS, S. S. ; FILLMANN, G. ; PRIMEL, E.G. . Validation of the method using SPE and LC-ESI-MS/MS for determination of Triorganotin species in sea water. In: XII Congresso Latino Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO XII), 2008, Florianópolis. Resumos do XII Congresso Latino Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO XII). Florianópolis, SC, 2008. v. 1. p. 1-1.

180.
NEVES, P.A. ; HERNANDES, J.C. ; de la ROCHA, M.R. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. . Análise de hidrocarbonetos em testemunhos sedimentares do banco de lama da praia do Cassino-RS por cromatografia em fase gasosa acoplada a espectrômetro de massas e detector de ionização em chama. In: XII Congresso Latino Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas, 2008, Florianóplis,SC. Resumos do XII COLACRO. Florianóplis,SC, 2008. v. 1. p. 1-1.

181.
MARQUES, B. F. ; PERINA, F.C. ; CORDEIRO, L. F. ; CASTRO, I.B. ; PINHO, G.L.L. ; FILLMANN, G. . Avaliação da toxicidade do organoestânico TBT sobre o copépodo Acartia tonsa. In: 17º Congresso de Iniciação Científica, 7ª Mostra de Pós-Graduação e 4ª Mostra de Extensão, 2008, Pelotas,RS. Anais da 17º Congresso de Iniciação Científica, 7ª Mostra de Pós-Graduação e 4ª Mostra de Extensão. Pelotas,RS, 2008. v. 1. p. 1-1.

182.
PERINA, F.C. ; MARQUES, B. F. ; CORDEIRO, L. F. ; DOMINGUEZ, L.A.E. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. . Toxicidade do diuron ao tanaidáceo estuarino Kalliapseudes schubartii - avaliação ecotoxicológica com um substituto dos organoestânicos. In: III Workshop de Ecotoxicologia, 2008, Rio Claro, SP. Anais do III Workshop de Ecotoxicologia. Rio Claro,SP, 2008. v. 1. p. 1-1.

183.
TOURINHO, P.S. ; IVAR DO SUL, J.A. ; FILLMANN, G. . Status da ingestão de resíduos sólidos por tartarugas e aves marinhas na costa do Rio Grande do Sul. In: XX Semana Nacional de Oceanografia, 2008, Arraial do Cabo,RJ. Anais da XX Semana Nacional de Oceanografia. Arraial do Cabo,RJ, 2008. v. 1. p. 1-1.

184.
KOLB, G.A. ; PINHO, G.L.L. ; FILLMANN, G. . Uso da tríade da qualidade do sedimento (TQS) na avaliação da área submetida à dragagem no porto de Rio Grande. In: XX Semana Nacional de Oceanografia, 2008, Arraial do Cabo,RJ. Anais da XX Semana Nacional de Oceanografia. Arraial do Cabo,RJ, 2008. v. 1. p. 1-1.

185.
SOBRAL, F.N.C. ; TOURINHO, P.S. ; LOURENTE, T. ; IGNÁCIO, G.M. ; FILLMANN, G. . Análise da contaminação por compostos organoclorados em tartarugas da espécie Chelonia mydas coletadas no litoral sul do Rio Grande do Sul. In: XX Semana Nacional de Oceanografia, 2008, Arraial do Cabo, RJ. Anais da XX Semana Nacional de Oceanografia. Arraial do Cabo, RJ, 2008. v. 1. p. 1-1.

186.
PIERONI, M.C. ; FILLMANN, G. . Diagnóstico da contaminação por compostos organoclorados nos estuários da região sul do brasil (Paranaguá - PR e Lagoa dos Patos - RS). In: XX Semana Nacional de Oceanografia, 2008, Arraial do Cabo, RJ. Anais da XX Semana Nacional de Oceanografia. Arraial do Cabo, RJ, 2008. v. 1. p. 1-1.

187.
BRITTO, R.S. ; RAMOS, P.B. ; GARCIA, M.L ; RIBAS-FERREIRA, J.L. ; BARROS, D. M. ; GERACITANO, L.A. ; FILLMANN, G. ; MONSERRAT, J.M. . Efeitos do nanocomposto fulereno (C60) sobre a lipoperoxidação e geração de espécies reativas de oxigênio em peixes de água doce. In: VII MPU. FURG, 2008, Rio Grande,RS. Livro de resumos da VII MPU. FURG. Rio Grande,RS, 2008. v. 1. p. 1-1.

188.
HERNANDES, J.C. ; NEVES, P.A. ; de la ROCHA, M.R. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. . Otimização e revalidação de metodologia por GC-MS para quantificação de esteróides em testemunhos sedimentares do Complexo Estuarino de Paranaguá-PR. In: VII Mostra de Produção Universitária (VII MPU) e X Encontro de Pós-graduação, 2008, Rio Grande,RS. Livro de resumos da VII MPU. FURG. Rio Grande,RS, 2008. v. 1. p. 1-1.

189.
IGNÁCIO, G.M. ; FILLMANN, G. . Avaliação do impacto do lançamento de água de produção utilizando bioindicadores e biomarcadores específicos. In: VII Mostra de Produção Universitária, 2008, Rio Grande,RS. Livro de resumos da VII MPU. Rio Grande,RS, 2008. v. 1. p. 1-1.

190.
SOBRAL, F.N.C. ; TOURINHO, P.S. ; LOURENTE, T. ; IGNÁCIO, G.M. ; FILLMANN, G. . Banco de amostras de mamíferos, aves e quelônios marinhos (BAMM) com ocorrência no litoral sul do Brasil. In: VII Mostra de Produção Universitária (VII MPU) e X Encontro de Pós-graduação, FURG, 2008, Rio Grande,RS. Livro de resumos da VII MPU. Rio Grande,RS, 2008. v. 1. p. 1-1.

191.
SALLABERRY-LOPES, M.S. ; FILLMANN, G. ; PRIMEL, E.G. . Implantação e validação de metodologia analítica para fulereno C60. In: VII Mostra de Produção Universitária (VII MPU) e X Encontro de Pós-graduação, 2008, Rio Grande,RS. Livro de resumos da VII MPU. Rio Grande,RS, 2008. v. 1. p. 1-1.

192.
IGNÁCIO, G.M. ; FILLMANN, G. . Avaliação do impacto do lançamento de água de produção utilizando bioindicadores e biomarcadores específicos. In: V Seminário da Pós-Graduação em Oceanografia Física, Química e Geológica, 2008, Rio Grande,RS. Anais do V Seminário da Pós-Graduação em Oceanografia Física, Química e Geológica. Rio grande,RS, 2008. v. 1. p. 57-61.

193.
NEVES, P.A. ; FILLMANN, G. . Estudo das taxas e fontes de hidrocarbonetos alifáticos e poliaromáticos em testemunhos sedimentares do banco de lama da praia do Cassino, Rio Grande/RS. In: V Seminário da pós graduação em Oceanografia Física, Química e Geológica, 2008, Rio Grande,RS. Resumos do V Seminário da pós graduação em Oceanografia Física, Química e Geológica. Rio Grande,RS, 2008. v. 1. p. 77-81.

194.
RIBAS-FERREIRA, J.L. ; RAMOS, P.B. ; BRITTO, R.S. ; BARROS, D. M. ; GERACITANO, L.A. ; FILLMANN, G. ; MONSERRAT, J.M. . Induction of lipid peroxidation in brain and gills of the fish Cyprinus carpio (Cyprinidae) exposed to different fractions of fullerene (C60). In: III Workshop em Nanociências, 2008, Santa Maria, RS. III Workshop em Nanociências. Santa Maria,RS, 2008. v. 1. p. 1-1.

195.
MONSERRAT, J.M. ; FILLMANN, G. . Avaliação do efeito de um nanocomposto (fulereno, C60) em parâmetros biológicos de mamíferos e organismos aquáticos. In: III Workshop em Nanociências, 2008, Santa Maria,RS. III Workshop em Nanociências. Santa Maria,RS, 2008. v. 1. p. 1-1.

196.
DUMMER, N.S. ; CASTRO, M.R. ; MONSERRAT, J.M. ; GERACITANO, L.A. ; FILLMANN, G. ; BARROS, D. M. . O efeito neurotóxico do fulereno (C60) em córtex e hipocampo de Rattus norvegicus (Mammalia: Rodentia). In: XVI Encontro de Química da Região Sul (SBQ Sul), 2008, Blumenau. Anais do XVI Encontro de Química da Região Sul (SBQ Sul). Blumenau, 2009. v. 1. p. 72-72.

197.
DUMMER, N.S. ; CASTRO, M.R. ; MONSERRAT, J.M. ; GERACITANO, L.A. ; FILLMANN, G. ; BARROS, D. M. . O efeito neurotóxico do fulereno (C60) em córtex e hipocampo de Rattus norvegicus (Mammalia: Rodentia). In: XVI Encontro de Química da Região Sul (SBQ Sul), 2008, Blumenau. Anais do XVI Encontro de Química da Região Sul (SBQ Sul). Blumenau, 2009. v. 1. p. 72-72.

198.
HERNANDES, J.C. ; de la ROCHA, M.R. ; NEVES, P.A. ; COSTA, P.G. ; FILLMANN, G. . Desenvolvimento e validação de metodologia para análise de cafeína em testemunhos sedimentares do Complexo Estuarino de Paranaguá-PR/Brasil, utilizando cromatografia em fase gasosa acoplada a espectrômetro de massas. In: XII Congresso Latino Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO XII), 2008, Florianópolis. Resumos do XII Congresso Latino Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO XII). Florianópolis, 2008. v. 1. p. 32-32.

199.
FILLMANN, G.. Contaminantes e Toxicidade: A experiência com o Porto de Rio Grande. In: II Seminário Nacional sobre Dragagem: Mercado, Licenciamento e Monitoramento Ambiental, 2007, Antonina. Anais do II Seminário Nacional sobre Dragagem: Mercado, Licenciamento e Monitoramento Ambienta. Curitiba, PR: Josimar Marchiorato (jmarchiorato@globo.com), 2007. v. 1. p. 1-1.

200.
FILLMANN, G.. Biomonitoring of organochlorine pesticides in the Brazilian Coast. In: 1st Latin American Pesticide Residue Workshop 2007 - Food and Environment (LAPRW), 2007, Santa Maria, RS. Proceedings of 1st Latin American Pesticide Residue Workshop 2007 - Food and Environment (LAPRW). Santa Maria, RS, 2007. v. 1. p. 40-40.

201.
IVAR DO SUL, J.A. ; RODRIGUES, O. ; SANTOS, I.R. ; FILLMANN, G. ; MATTHIENSEN, A. . Skin irritation and histopathologic alterations in rats exposed to lightstick contents, UV radiation and seawater. In: 5th International Conference on Marine Pollution and Ecotoxicology, 2007, Hong Kong. Proceedings of 5th International Conference on Marine Pollution and Ecotoxicology. Hong Kong, 2007. v. 1. p. 1-1.

202.
TOURINHO, P.S. ; IVAR DO SUL, J.A. ; FILLMANN, G. . Marine debris ingestion by sea turtles in Rio Grande do Sul state, Brazil.. In: XIX Semana Nacional de Oceanografia 2007, 2007, Rio Grande. Anais da XIX Semana Nacional de Oceanografia 2007. Rio Grande, RS, 2007. v. 1. p. 250-250.

203.
TOURINHO, P.S. ; IVAR DO SUL, J.A. ; FILLMANN, G. . Long term assessment of marine debris at Cassino Beach, Rio Grande do Sul, Brazil.. In: XIX Semana nacional de Oceanografia 2007, 2007, Rio Grande. Anais da XIX Semana nacional de Oceanografia 2007. Rio Grande, RS, 2007. v. 1. p. 221-221.

204.
IGNÁCIO, G.M. ; KOIKE, R.S. ; RIZZI, J. ; SEYFFERT, B.H. ; MIRANDA FILHO, K.C. ; MACHADO, E.C. ; FILLMANN, G. . Avaliação da contaminação por hidrocarbonetos e organoclorados em ostras Crassostrea rhizophorae do Complexo Estuarino da Baía de Paranaguá (Paraná - Brasil). In: XIX Semana Nacional de Oceanografia, 2007, Rio Grande. Anais da XIX Semana Nacional de Oceanografia. Rio Grande, 2007. v. 1. p. 1-1.

205.
PIERONI, M.C. ; SOBRAL, F.N.C. ; KOIKE, R.S. ; MIRANDA FILHO, K.C. ; FILLMANN, G. . Avaliação da contaminação por pesticidas clorados em amostras de biota e sedimento do estuário da Lagoa dos Patos (RS). In: Anais da XIX Semana nacional de Oceanografia, 2007, Rio Grande. Anais da XIX SNO. Rio Grande, RS. Rio Grande, RS, 2007. v. 1. p. 1.

206.
KOIKE, R.S. ; IGNÁCIO, G.M. ; SEYFFERT, B.H. ; MIRANDA FILHO, K.C. ; MACHADO, E.C. ; FILLMANN, G. . Avaliação da contaminação por hidrocarbonetos e organoclorados em sedimento do Complexo Estuarino da Baía de Paranaguá (Paraná - Brasil). In: XIX Semana Nacional de Oceanografia., 2007, Rio Grande. Anais da XIX Semana Nacional de Oceanografia. Rio Grande, 2007. v. 1.

207.
FILLMANN, G.. Distribuição espaço-temporal dos microcontaminantes orgânicos. In: XIX Semana nacional de Oceanografia 2007, 2007, Rio Grande. Anais da XIX Semana nacional de Oceanografia 2007. Rio Grande, RS, 2007. v. 1. p. 1-1.

208.
HERNANDES, J.C. ; NEVES, P.A. ; de la ROCHA, M.R. ; COSTA, P.G. ; MACHADO, E.C. ; FILLMANN, G. . Avaliação histórica da contaminação por hidrocarbonetos de origem antrópica através de marcadores moleculares em sedimentos da Baía de Paranaguá-PR.. In: VI Mostra de Produção Universitária, 2007, Rio Grande. Anais da VI Mostra de Produção Universitária.. Rio Grande, RS, 2007. v. 1. p. 98-98.

209.
MANZOLLI, R.P. ; TOURINHO, P.S. ; FILLMANN, G. . Avaliação da contaminação por organoclorados em pingüins de Magalhães (Sphenicus magellanicus) que ocorrem na costa do Rio Grande do Sul. In: Livro de resumos do VI Mostra de Produção Universitária, 2007, Rio Grande. Anais da VI Mostra de Produção Universitária-Livro de resumos da VI MPU.. Rio Grande, RS, 2007. v. 1. p. 1-1.

210.
PIERONI, M.C. ; KOIKE, R.S. ; FILLMANN, G. . Avaliação da contaminação por organoclorados em amostras ambientais do estuário da Lagoa dos Patos (RS). In: VI Mostra de produção universitária, 2007, Rio Grande. Livro de resumos da VI MPU. Rio Grande, RS. Rio Grande, RS, 2007. v. 1. p. 1-1.

211.
de la ROCHA, M.R. ; MIRANDA FILHO, K.C. ; KOIKE, R.S. ; FILLMANN, G. . Avaliação da contaminação de Catrops sp e Crassostrea rhizophora por organoclorados no Complexo Estuarino da Baia de Paranaguá-PR. In: VI Mostra de Produção Universitária. Rio Grande, RS, 2007, Rio Grande. Livro de resumos da VI MPU. Rio Grande, 2007. v. 1. p. 1-1.

212.
SOBRAL, F.N.C. ; KOIKE, R.S. ; FILLMANN, G. . Caracterização do Estado de Contaminação por Organoclorados em Sedimento do Complexo Estuarino da Baía de Paranaguá (Paraná-Brasil). In: VI Mostra de Produção Universitária, 2007, Rio Grande. Livro de resumos da VI MPU. Rio Grande. Rio Grande, RS, 2007. v. 1. p. 1-1.

213.
KOLB, G.A. ; FILLMANN, G. . Avaliação do possível impacto das atividades de dragagem no Porto de Rio Grande (RS) através de testes de toxicidade, análises químicas e tríade de qualidade de sedimento.. In: VI Mostra de Produção Universitária, 2007, Rio Grande. Livro de resumos da VI MPU. Rio Grande. Rio Grande, RS, 2007. v. 1. p. 1-1.

214.
MARTINS, C.M.G. ; BARAJ, B. ; NIENCHESKI, L.F.H. ; LANGSTON, W.J. ; FILLMANN, G. . É possível biomonitorar a contaminação por metais através da indução de metalotioneína em Perna perna?. In: IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2006, São Pedro, SP. Anais do IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX). Ipiranga, SP: Editora e Gráfica Vida e Consciência, 2006. v. 1. p. 144-144.

215.
FILGUEIRA, D.M.V.B. ; FREITAS, D.P.S. ; VOTTO, A.P.S. ; FILLMANN, G. ; MONSERRAT, J.M. ; GERACITANO, L.A. ; TRINDADE, G.S. . Ação fotodinâmica do Benzo(a)pireno em células K563.. In: IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2006, São Pedro, SP. Anais do IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX). Ipiranga, SP: Editora e Gráfica Vida e Consciência, 2006. v. 1. p. 115-115.

216.
KOIKE, R.S. ; MIRANDA FILHO, K.C. ; MACHADO, E.C. ; FILLMANN, G. . Avaliação da contaminação por PCBs em sedimento na baía de Paranaguá.. In: Avaliação da contaminação por PCBs em sedimento na baía de Paranaguá., 2006, São Pedro, SP. Anais do Avaliação da contaminação por PCBs em sedimento na baía de Paranaguá.. Ipiranga, SP: Editora e Gráfica Vida e Consciência, 2006. v. 1. p. 128-128.

217.
PORTZ, L.C. ; SEYFFERT, B.H. ; FILLMANN, G. . Avaliação da contaminação por hidrocarbonetos de petróleo no complexo estuarino de Paranaguá, PR, Brasil.. In: IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2006, São Pedro, SP. Anais do IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX). Ipiranga, SP: Editora e Gráfica Vida e Consciência, 2006. v. 1. p. 123-123.

218.
PORTZ, L.C. ; SEYFFERT, B.H. ; FILLMANN, G. . Origem da contaminação por hidrocarbonetos em sedimentos do estuário da lagoa dos Patos (RS, Brasil).. In: IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2006, São Pedro, SP. Anais do IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX). Ipiranga, SP: Editora e Gráfica Vida e Consciência, 2006. v. 1. p. 122-122.

219.
BRAUN, J.A.F. ; SEYFFERT, B.H. ; MACHADO, E.C. ; FILLMANN, G. . Esteróides como marcadores da contaminação urbana no complexo estuarino da baía de Paranaguá, PR.. In: IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2006, São Pedro, SP. Anais do IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX). Ipiranga, SP: Editora e Gráfica Vida e Consciência, Ipiranga. v. 1. p. 120-120.

220.
LAGO, C.F. ; FILLMANN, G. ; MIRANDA FILHO, K.C. ; FRUET, P. ; ROSA, L.D. . Análise da contaminação por organoclorados no cetáceo Tursiops truncatus (Montagu, 1821) do extremo sul do Brasil.. In: IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2006, São Pedro, SP. Anais do IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX). Ipiranga, SP: Editora e Gráfica Vida e Consciência, 2006. v. 1. p. 113-113.

221.
IHARA, P.M. ; FILGUERAS, A.S. ; DIAS, N.M. ; FILLMANN, G. . Sensibilidade do tanaidáceo Kalliapseudes schubartii (Mañé-Garzon, 1949) à amônia.. In: IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2006, São Pedro. Anais do IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX). Ipiranga, SP: Editora e Gráfica Vida e Consciência, 2006. v. 1. p. 98-99.

222.
IVAR DO SUL, J.A. ; MATTHIENSEN, A. ; SANTOS, I.R. ; RODRIGUES, O. ; FILLMANN, G. . Alterações epicutâneas e histopatológicas em ratos expostos ao conteúdo de atratores luminosos (lightsticks).. In: IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2006, São Pedro, SP. Anais do IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX). Ipiranga, SP: Editora e Gráfica Vida e Consciência, 2006. v. 1. p. 79-80.

223.
FILLMANN, G.. Compostos emergentes - o risco da contaminação ambiental pelo desconhecido.. In: IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX), 2006, São Pedro, SP. Anais do IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX). Ipiranga, SP: Editora e Gráfica Vida e Consciência, 2006. v. 1. p. 6-6.

224.
SEIXAS, T.G. ; KEHRIG, H. ; COSTA, M. ; Di BENEDITO, A.P.M. ; FILLMANN, G. ; MALM, O. ; MOREIRA, I. . Mercury and Selenium in the Liver and Kidney of Dolphin from Two Different Brazilian Coast Areas.. In: VIII International Conference on Mercury as Global Pollutant (Mercury 2006)., 2006, Madison, WI. Proceedings of VIII International Conference on Mercury as Global Pollutant (Mercury 2006)., 2006. v. 1. p. 1-1.

225.
KEHRIG, H. ; SEIXAS, T.G. ; FILLMANN, G. ; MALM, O. . Total and Methyl Mercury, Selenium, Arsenic and Cadmium in Tissues of Magellanic Penguins (spheniscus magellanicus - Forster, 1781).. In: VIII International Conference on Mercury as Global Pollutant (Mercury 2006)., 2006, Madison, WI. Proceedings of VIII International Conference on Mercury as Global Pollutant (Mercury 2006).. v. 1. p. 1-1.

226.
FILLMANN, G.. Compostos emergentes. A cromatografia com instrumento de avaliação do desconhecido.. In: 2o Simpósio Brasileiro de Cromatografia (SIMCRO 2006), 2006, São Pedro, SP. Anais do 2o Simpósio Brasileiro de Cromatografia (SIMCRO 2006), 2006. v. 1. p. 22-22.

227.
IGNÁCIO, G.M. ; SEYFFERT, B.H. ; MACHADO, E.C. ; FILLMANN, G. . Avaliação da contaminação por HPAs no complexo estuarino da Baia de Paranaguá utilizando organismos indicadores.. In: Encontro de PRHs Região Sul da ANP, 2006, Curitiba. Anais do Encontro de PRHs Região Sul da ANP, 2006. v. 1. p. 1-1.

228.
IGNÁCIO, G.M. ; SEYFFERT, B.H. ; MACHADO, E.C. ; FILLMANN, G. . Hidrocarbonetos antrópicos e naturais em águas e sedimento do complexo estuarino da Baia de Paranaguá (Paraná, Brasil).. In: III Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2006, São Paulo, SP. Anais do III Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2006. v. 1. p. 1-1.

229.
TOURINHO, P.S. ; AREVALO, P.R. ; FILLMANN, G. . Contaminação por Resíduos Sólidos no Litoral Sul do Rio Grande do Sul: principais fontes e conseqüências. In: V Mostra da Produção Universitária, 2006, Rio Grande. Anais da V Mostra da Produção Universitária. Rio Grabde, RS, 2006. v. 1. p. 1-1.

230.
FILLMANN, G.. Paradigmas da avaliação do impacto ambiental por contaminantes químicos. In: II Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2005, Vitória, ES. Resumos do II Congresso de Oceanografia. Vitória, ES: Tec. Art Editora LTDa, 2005. v. 1. p. 1-1.

231.
BARBOSA, L.H.C. ; BROEDEL, H.A. ; FILLMANN, G. . Urinary PAH Metabolites in Blue Crab (Callinectes sapidus) as Biomarkers of Exposure. In: VII Congresso SETAC Latino-America, 2005, Santiago, Chile. Resumenes del VII Congresso SETAC Latino-America. Santiago, Chile: Gestion Universitaria, 2005. v. 1. p. 65-65.

232.
PORTZ, L.C. ; IVAR DO SUL, J.A. ; FILGUERAS, A.S. ; IHARA, P.M. ; MATTHIENSEN, A. ; FILLMANN, G. . Determinação da toxicidade do conteúdo de sinalizadores luminosos (lightsticks) ao tanaidáceo Kalliapseudes schubartii em sedimento estuarino. In: VII Congresso SETAC Latino-America, 2005, Santiago, Chile. Resumenes del VII Congresso SETAC Latino-America. Santiago, Chile: Gestion Universitaria, 2005. v. 1. p. 44-44.

233.
IVAR DO SUL, J.A. ; FILGUERAS, A.S. ; IHARA, P.M. ; PORTZ, L.C. ; FILLMANN, G. ; MATTHIENSEN, A. . Avaliação da toxicidade do conteúdo de sinalizadores luminosos (lightsticks) ao microcrustáceo planctônico Artemia sp. In: VII Congresso SETAC Latino-America, 2005, Santiago, Chile. Resumenes del VII Congresso SETAC Latino-America. Santiago, Chile: Gestion Universitaria, 2005. v. 1. p. 33-33.

234.
IVAR DO SUL, J.A. ; SANTOS, I.R. ; MATTHIENSEN, A. ; FILLMANN, G. . Efeitos dérmicos observados em ratos expostos ao conteúdo de sinalizadores luminosos utilizados em pesca de espinhel. In: Resumos do VII Congresso SETAC Latino-America, 2005, Santiago, Chile. Resumenes del VII Congresso SETAC Latino-America. Santiago, Chile: Gestion Universitaria. v. 1. p. 33-33.

235.
MEDVEDOVSKY, I.G. ; FILLMANN, G. ; CALAZANS, D. ; NASCIMENTO, C. G. . Uso de Kalliapseudes schubartii Mañe-Garzón, 1949 (Crustacea-Tanaidacea) na ecotoxicologia de sedimentos. In: VII Congresso SETAC Latino-America, 2005, Santiago, Chile. Resumenes del VII Congresso SETAC Latino-America. Santiago, Chile: Gestion Universitaria, 2005. v. 1. p. 66-66.

236.
FILLMANN, G.. Avaliação da qualidade de ecossistemas marinhos por meio de mamíferos e animais bentônicos. In: VII Congresso de Ecologia do Brasil, 2005, Caxambú, MG. Resumos do VII Congresso de Ecologia do Brasil. Caxambú, MG: Sociedade de Ecologia do Brasil, 2005. v. 1. p. 1-1.

237.
PEDROSO, C.C. ; IVAR DO SUL, J.A. ; MACHADO, A.A. ; FILLMANN, G. . Ocorrência de resíduos sólidos no conteúdo estomacal de aves na praia do Cassino (RS).. In: II Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2004, São Paulo. II Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2004. v. 1. p. 128.

238.
IVAR DO SUL, J.A. ; PEDROSO, C.C. ; MACHADO, A.A. ; FILLMANN, G. . Caracterização dos resíduos plásticos na Praia do Cassino (RS) em 2003/2004. In: II Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2004, São Paulo. II Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2004. v. 1. p. 124.

239.
SANTOS, I.R. ; FRIEDRICH, A.C. ; WALLNER-KERSANACH, M. ; FILLMANN, G. . Geração de resíduos sólidos associada às atividades turísticas na praia do Cassino, RS. In: II Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2004, São Paulo. II Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2004. v. 1. p. 59.

240.
MACHADO, A.A. ; FILLMANN, G. . A contaminação por resíduos sólidos pode ser um problema à Reserva Biológica Marinha do Arvoredo (SC)?. In: Congresso Brasileiro de Oceanografia e XVI Semana Nacional de Oceanografia, 2004, Itajaí. Livro de resumos do Congresso Brasileiro de Oceanografia e XVI Semana Nacional de Oceanografia. Itajaí: UNIVALI, 2004. v. 1. p. 334-334.

241.
FILLMANN, G.; IVAR DO SUL, J.A. ; TOURINHO, P.S. ; SANTOS, I.R. ; FRIEDRICH, A.C. ; WALLNER-KERSANACH, M. . Geração de resíduos sólidos na praia do Cassino (RS) durante o verão e a percepção dos seus usuários frente a esse problema. In: Congresso Brasileiro de Oceanografia e XVI Semana Nacional de Oceanografia, 2004, Itajaí. Livro de resumos do Congresso Brasileiro de Oceanografia e XVI Semana Nacional de Oceanografia. Itajaí: UNIVALI, 2004. v. 1. p. 353-353.

242.
HERMANNS, L. ; FILLMANN, G. . Distribuição de organoclorados persistentes na água superficial da Lagoa dos Patos e região costeira adjacente. In: VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil), 2004, Florianópolis. Resumos dos VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil). São José, SC: Gráfica Paper Print, 2004. v. 1. p. 16-16.

243.
HERMANNS, L. ; FILLMANN, G. . Os organoclorados representam um risco de contaminação à Lagoa dos Patos (RS)?. In: VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil), 2004, Florianópolis. Resumos do VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil). São José, SC: Gráfica Paper Print, 2004. v. 1. p. 15-15.

244.
FILLMANN, G.. Compostos perfluorados em amostras de sangue humano. In: VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil), 2004, Florianópolis. Resumos do VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil). São José, SC: Gráfica Paper Print, 2004. v. 1. p. 17-17.

245.
FILLMANN, G.. O risco da contaminação pelo desconhecido. In: VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil), 2004, Florianópolis. Resumos do VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil). São José, SC: Gráfica Paper Print, 2004. v. 1. p. 17-17.

246.
LEONEL, J. ; GIORDANO, P. ; FILLMANN, G. . Monitoramento da qualidade hidroquímica do arroio receptor dos efluentes de uma estação de tratamento de esgoto em Rio Grande (RS). In: VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil), 2004, Florianópolis. Resumos do VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil). São José, SC: Grafica Paper Print, 2004. v. 1. p. 21-21.

247.
FILGUERAS, A.S. ; DIAS, N.M. ; FILLMANN, G. . Avaliação preliminar comparada da sensibilidade de juvenis e adultos de Kalliapseudes schubartii (Tanaidáceo, Mané-Garzon, 1949) para análise de viabilidade em testes de toxicidade. In: VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil), 2004, Florianópolis. Resumos do VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil). São José, SC: Gráfica Paper Print, 2004. v. 1. p. 46-46.

248.
BARBOSA, L.H.C. ; BROEDEL, H.A. ; MONSERRAT, J.M. ; FILLMANN, G. . Avaliação rápida da exposição a hidrocarbonetos poliaromáticos - AREHPA. In: VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil), 2004, Florianópolis. Resumos do VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil). São José, SC: Gráfica Paper Print, 2004. v. 1. p. 69-69.

249.
BARBOSA, C.D.R. ; FRANCIONI, E. ; FILLMANN, G. . Bioacumulação de hidrocarbonetos poliaromáticos (HPAs) em mexilhões Perna perna da costa adjacente à desembocadura da Lagoa dos Patos (RS, BRASIL). In: VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil), 2004, Florianópolis. Resumos do VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil). São José, SC: Gráfica Paper Print, 2004. v. 1. p. 162-162.

250.
HERMANNS, L. ; FILLMANN, G. . Contaminação por organoclorados no molusco bivalve, Perna perna, na Lagoa dos Patos, 7 anos após o International Mussel Wacht. In: VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil), 2004, Florianópolis. Resumo do VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil). São José, SC: Gráfica Paper Print, 2004. v. 1. p. 167-167.

251.
LEONEL, J. ; HERMANNS, L. ; FILLMANN, G. . Análise da contaminação por organoclorados no lobo marinho subantártico (Arctocephalus tropicalis). In: VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil), 2004, Florianópois. Resumo do VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil). São José, SC: Gráfica Paper Print, 2004. v. 1. p. 166-166.

252.
PORTZ, L.C. ; FILLMANN, G. . Avaliação da contaminação por hidrocarbonetos em amostras ambientais no estuário da Lagoa dos Patos (RS) e Paranaguá (PR), Brasil.. In: IV Workshop de Avaliação do Programa de Recursos Humanos da ANP PRH-27 FURG/ANP/MCT, 2004, Rio Grande. Resumos do IV Workshop de Avaliação do Programa de Recursos Humanos da ANP PRH-27 FURG/ANP/MCT. Rio Grande, RS: Editora da FURG, 2004. v. 1. p. 35-36.

253.
FILGUERAS, A.S. ; FILLMANN, G. . Testes ecotoxicológicos da região do canal de acesso ao porto do Rio Grande e da área de descarte do material dragado. In: III Mostra da Produção Universitária da FURG, 2004, Rio Grande. Resumos da III Mostra da Produção Universitária da FURG. Rio Grande, RS: Editora da FURG, 2004. v. 1. p. 9-9.

254.
FILLMANN, G.; IVAR DO SUL, J.A. . Caracterização dos resíduos sólidos na praia do Cassino (RS) em 2003/2004. In: III Mostra da Produção Universitária da FURG, 2004, Rio Grande. Resumos da III Mostra da Produção Universitária da FURG. Rio Grande, RS: Editora da FURG, 2004. v. 1. p. 34-34.

255.
SPENGLER, A. ; FILLMANN, G. . Banco de amostras biológicas e avaliação da contaminação por organoclorados em mamíferos marinhos com ocorrência no litoral do Rio Grande do Sul. In: III Mostra da Produção Universitária da FURG, 2004, Rio Grande. Resumos da III Mostra da Produção Universitária da FURG. Rio Grande, RS: Editora da FURG, 2004. v. 1. p. 34-34.

256.
MACHADO, A.A. ; FILLMANN, G. . Avaliação da contaminação por resíduos sólidos na reserva biológica marinha do Arvoredo (SC). In: III Mostra da Produção Universitária da FURG, 2004, Rio Grande. Resumos da III Mostra da Produção Universitária da FURG. Rio Grande, RS: Editora da FURG, 2004. v. 1. p. 9-9.

257.
PORTZ, L.C. ; FILLMANN, G. . Estratégia para avaliação da contaminação por hidrocarbonetos no estuário da Lagoa dos Patos (RS) e Paranaguá (PR), Brasil. In: III Mostra da Produção Universitária da FURG, 2004, Rio Grande. Resumos da III Mostra da Produção Universitária da FURG. Rio Grande, RS: Editora da FURG, 2004. v. 1. p. 9-9.

258.
SANTOS, I.R. ; COSTA, R.C. ; ODA, S. E. ; FREITAS, U. ; FILLMANN, G. . Nutrientes dissolvidos no Arroio Vieira, receptor de efluentes de uma estação de tratamento de esgotos em Rio Grande, RS. In: IX Congresso Brasileiro de Limnologia, 2003, Juiz de Fora - MG. Anais dos IX Congresso Brasileiro de Limnologia, 2003. v. 1. p. 1-1.

259.
LEONEL, J. ; SPENGLER, A. ; HERMANNS, L. ; FILLMANN, G. . Experiences in environmental specimen bank. In: VI Reunião Anual da SETAC Latino-Americana, 2003, Buenos Aires. Livro de resumos da VI Reunião Anual da SETAC Latino-Americana, 2003. v. 1. p. 219-219.

260.
BARBOSA, C.D.R. ; BICEGO, M.C. ; FILLMANN, G. . Aplicação de marcadores moleculares para a identificação de fontes de contaminação por hidrocarbonetos de petróleo em sedimentos da Lagoa dos Patos (Rio Grande, RS, Brasil). In: VI Reunião Anual da SETAC Latino-Americana, 2003, Buenos Aires. Livro de resumos da VI Reunião Anual da SETAC Latino-Americana, 2003. v. 1. p. 109-109.

261.
HERMANNS, L. ; FILLMANN, G. . Organochlorine in sediment and biota of Camaquã River, RS (Brazil). In: VI Reunião Anual da SETAC Latino-Americana, 2003, Buenos Aires. Livro de resumos do VI Reunião Anual da SETAC Latino-Americana. Buenos Aires, 2003. v. 1. p. 243-243.

262.
FILLMANN, G.; HERMANNS, L. . Organoclorados no Sedimento e na Biota do Rio Camaquã, RS, Brasil). In: XI Encontro de Química da Região Sul, 2003, Pelotas. Livro de resumos do XI Encontro de Química da Região Sul, 2003. v. 1. p. QA154-QA154.

263.
BARBOSA, C.D.R. ; BICEGO, M.C. ; FILLMANN, G. . Uso de marcadores moleculares para a identificação de fontes de contaminação por hidrocarbonetos de petróleo em sedimentos da Lagoa dos Patos (Rio Grande, RS, Brasil). In: XI Encontro de Química da Região Sul, 2003, Pelotas. Livro de resumos do XI Encontro de Química da Região Sul, 2003. v. 1. p. QA135-QA135.

264.
PORTZ, L.C. ; MOURA, G. G. M. ; FILLMANN, G. . Um novo enfoque para estudos da contaminação por hidrocarbonetos de petróleo e organoclorados em amostras ambientais (Projeto RECOS/Milênio. In: XV Semana Nacional de Oceanografia, 2003, São Paulo. Livro de resumos do XV Semana Nacional de Oceanografia, 2003. v. 1. p. OcQ04-OcQ04.

265.
LEONEL, J. ; SPENGLER, A. ; HERMANNS, L. ; FILLMANN, G. . Por que criar um Banco de Amostras?. In: XV Semana Nacional de Oceanografia, 2003, São Paulo. Livro de resumos do XV Semana Nacional de Oceanografia, 2003. v. 1. p. OcB75-OcB75.

266.
BARBOSA, L.H.C. ; FILLMANN, G. ; NASCIMENTO, I.A. . Avaliação Rápida de Exposição a Hidrocarbonetos Aromáticos (AREHPA).. In: III Workshop de Avaliação do Programa PRH-27 FURG/ANP/MCT, 2003, Rio Grande. Resumos do III Workshop de Avaliação do Programa PRH-27 FURG/ANP/MCT, 2003. v. 1. p. 32-33.

267.
MEDVEDOVSKY, I.G. ; NASCIMENTO, C. G. ; FILLMANN, G. . Desenvolvimento experimental de Kalliapseudes schubartii Mañe-Garzón, 1949 (crustacea-tanaidacea) em laboratório com vistas a obtenção de organismo-teste. In: II Mostra da Produção Universitária - PROPESP - Fundação Universidade Federal do Rio Grande, 2003, Rio Grande. Resumos da II Mostra da Produção Universitária - PROPESP - Fundação Universidade Federal do Rio Grande, 2003. v. 1. p. 245-245.

268.
LEONEL, J. ; FILLMANN, G. ; HERMANNS, L. . Estratégias para a Criação de um Banco de Amostras de Mamíferos, Aves e Quelônios Marinhos (BAMM). In: Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2002, São Paulo. Anais do Simpósio Brasileiro de Oceanografia (SBO), 2002. p. OCB72.

269.
HERMANNS, L. ; FILLMANN, G. ; FILEMAN, T.W. ; READMAN, J.W. . Análise do equivalente tóxico (TEQS) dos PCBs coplanares acumulados em diferentes tecidos do lobo-marinho sul-americano (Arctocephalus australis).. In: VII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia e V Reunião da SETAC Latino-Americana, 2002, Vitória. Anais do VII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia e V Reunião da SETAC Latino-Americana, 2002. v. 1. p. 197-197.

270.
FILLMANN, G.; READMAN, J.W. ; FRANCIONI, E. ; LANGSTON, W.J. ; BARAJ, B. ; NIENCHESKI, L.F.H. ; WAGENER, A.L.R. ; SCOFIELD, A. L. ; DEPLEDGE, M.H. . Avaliação rápida da poluição utilizando biomarcadores e imunoensaios químicos. In: VII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia e V Reunião da SETAC Latino-Americana, 2002, Vitória. VII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia e V Reunião da SETAC Latino-Americana, 2002. v. Único. p. 179-179.

271.
BARBOSA, L.H.C. ; HERMANNS, L. ; NIENCHESKI, L.F.H. ; FILLMANN, G. . Uso do tanaidáceo Kalliapseudes shubartii na avaliação da toxidade agúda causada por petróleo bruto e sua fração solúvel: estudo preliminar. In: VII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia e V Reunião da SETAC Latino-Americana, 2002, Vitória. Anais do VII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia e V Reunião da SETAC Latino-Americana, 2002. v. Único. p. 310-310.

272.
NAKAMURA, S. ; TAKAHASHI, S. ; TANABE, S. ; ROSAS, F.C.W. ; FILLMANN, G. ; READMAN, J.W. . Contamination and Specific Accumulation of Organotin Compounds in Small Cetaceans Stranded along Brazilian Coastal Waters. In: The 5th annual meeting of Japan Society of Endocrine Disrupters Research e International Symposium on Endocrine Disrupters, 2002, Hiroshima. Proceedings fo the 5th annual meeting of Japan Society of Endocrine Disrupters Research e International Symposium on Endocrine Disrupters, 2002. v. 1. p. 35-35.

273.
FILLMANN, G.; WATSON, G.M. ; FRANCIONI, E. ; READMAN, J.W. ; DEPLEDGE, M.H. . Immunoassays of crab urine to monitor exposure to PAH.. In: Annual Meeting of SETAC Europe, 2001, Madrid. Eleventh Annual Meeting of SETAC Europe. Brussels, 2001. v. 1. p. 99-99.

274.
FILLMANN, G.. Pesticide usage in the Patos Lagoon (Southern Brazil).. In: Annual Meeting of SETAC Europe, 2001, Madrid. Eleventh Annual Meeting of SETAC Europe. Brussels, 2001. v. 1. p. 252-252.

275.
HERMANNS, L. ; FILLMANN, G. ; ROSAS, F.C.W. ; LAMMARDO, M.P. ; BARRETO, A. . Banco de amostras de mamíferos marinhos do litoral sul do Brasil: Primeiros resultados. In: XIV Semana Nacional de Oceanografia, 2001, Rio Grande. Anais da XIV Semana Nacional de Oceanografia. Rio Grande, 2001. v. 1. p. 170-170.

276.
HERMANNS, L. ; BARAJ, B. ; FILLMANN, G. ; NIENCHESKI, L.F.H. . Avaliação de Metais no Lobo Marinho (Arctocephalus australis) com Encalhe no Sul do Brasil. In: XIV Semana NAcional de Oceanografia, 2001, Rio Grande. Anais da XIV Semana NAcional de Oceanografia. Rio Grande, 2001. v. 1. p. 171-171.

277.
HERMANNS, L. ; FILLMANN, G. ; FILEMAN, T.W. ; READMAN, J.W. . Accumulation pattern of organochlorines in Arctocephalus australis found stranded along coastal Rio Grande do Sul, southern Brazil. In: 4th Annual Meeting of SETAC Latin America, 2001, Buenos Aires. Proceedings of 4th Annual Meeting of SETAC Latin America. Buenos Aires, 2001. v. 1. p. SQ4.

278.
FILLMANN, G.; HERMANNS, L. ; ROSAS, F.C.W. ; LAMMARDO, M.P. ; BARRETO, A. . Marine mammal tissue bank - First trial in southern Brazil. In: 4th Annual Meeting of SETAC Latin America. Buenos Aires, Argentina, 2001, Buenos Aires. Proceddings of 4th Annual Meeting of SETAC Latin America. Buenos Aires, Argentina. Buenos Aires, 2001. v. ER15.

279.
HERMANNS, L. ; BARAJ, B. ; FILLMANN, G. ; NIENCHESKI, L.F.H. . Trace element accumulation in South American fur seal (Arctocephalus australis) from southern Brazil. In: 4th Annual Meeting of SETAC Latin America, 2001, Buenos Aires. Proceedings of 4th Annual Meeting of SETAC Latin America. Buenos Aires, 2001. p. SQ3.

280.
FILLMANN, G.; ZAMBONI, A. ; BICEGO, M.C. ; READMAN, J.W. ; DEPLEDGE, M.H. . Validation of immunoassay methods for environmental monitoring of total petroleum hydrocarbons (TPH) and polycyclic aromatic hydrocarbons (PAHs).. In: SETAC World Congress/Annual Meeting of SETAC Europe., 2000, Brighton. Third SETAC World Congress/Tenth Annual Meeting of SETAC Europe.. Brussels, 2000. v. 1. p. 165-165.

281.
FILLMANN, G.. Application of Immunoassay to Assess Environmental Contamination.. In: Workshop on Rapid Assessment of Marine Pollutants - IOC PESTICIDE WORKSHOP, 1999, San Jose. Workshop on Rapid Assessment of Marine Pollutants - IOC PESTICIDE WORKSHOP. Paris, 1999. v. 1.

282.
FILLMANN, G.. Pesticide usage in the Guaíba river watershed, Lagoa dos Patos, RS, Brazil.. In: 2nd International Conference on Marine Pollution and Ecotoxicology, 1998, Hong Kong. Proceedings of the 2nd International Conference on Marine Pollution and Ecotoxicology. Hong Kong, 1998. v. 1. p. 36-36.

283.
WETZEL, L. ; FILLMANN, G. ; NIENCHESKI, L.F.H. . Contaminação por Resíduos Sólidos e Piche da Praia do Cassino, Município de Rio Grande, RS, Brasil.. In: Congresso de Iniciação Científica, 1995, Rio Grande. IV Congresso de Iniciação Científica. Rio Grande: Grafica da FURG, 1995. v. 1. p. 36-36.

284.
DIAS, L.M.S. ; FILLMANN, G. . Influência da Variação Sazonal da Água Costeira na Constituição Química das Águas da Plataforma Continental do Sul do Brasil.. In: Congresso de Iniciação Científica, 1993, Rio Grande. II Congresso de Iniciação Científica. Rio Grande: Editora da FURG, 1993. v. 1. p. 32-32.

285.
HOLLAND, C. E. ; FILLMANN, G. . Praguicidas na Bacia de Drenagem da Lagoa dos Patos.. In: Congresso de Iniciação Científica, 1993, Rio Grande. II Congresso de Iniciação Científica. Rio Grande: Editora da FURG. v. 1. p. 3-3.

286.
DIAS, L.M.S. ; FILLMANN, G. . Composição Química das Águas da Plataforma Continental do Sul do Brasil no Verão de 1990.. In: Congresso de Iniciação Científica, 1992, Pelotas. I Congresso de Iniciação Científica. Pelotas: Editora da UFPEL, 1992. v. 1. p. 56-56.

287.
KRAUSPENHAR, J. Z. ; LORENZO, M. ; FILLMANN, G. . Diagnóstico do Uso de Biocidas na Bacia da Lagoa dos Patos.. In: Congresso de Iniciação Científica, 1992, Pelotas. I Congresso de Iniciação Científica. Pelotas: Editora da UFPEL, 1992. v. 1. p. 33-33.

288.
FILLMANN, G.; NIENCHESKI, L.F.H. . Suspended Matter Behavior Off Southern Brazilian Continental Shelf (Winter 1988).. In: International Environmental Chemistry Congress in Brazil, 1991, Salvador. Proceedings of the 3rd International Environmental Chemistry Congress in Brazil. Salvador, 1991. v. 1. p. 24-24.

289.
FILLMANN, G.; NIENCHESKI, L.F.H. . Major Elements Distribution Off the Southern Brazilian Continental Shelf (Winter 1988).. In: International Environmental Chemistry Congress in Brazil, 1991, Salvador. Proceedings of the 3rd International Environmental Chemistry Congress in Brazil. Salvador, 1991. v. 1. p. 18-18.

290.
FILLMANN, G.; NIENCHESKI, L.F.H. . Comportamiento del material en suspensión en la plataforma continental del sur de Brasil (invierno de 1988).. In: Simposio Cientifico de la Commisión Técnica Mixta del Frente Maritimo, 1990, Mar del Plata. Anales del Septimo Simposio Cientifico de la Commisión Técnica Mixta del Frente Maritimo. Buenos Aires. v. 1. p. 55-55.

291.
FILLMANN, G.; NIENCHESKI, L.F.H. . Comportamiento de elementos mayores en la plataforma continental del sur de Brasil (invierno de 1988). In: Simposio Cientifico de la Commisión Técnica Mixta del Frente Maritimo, 1990, Mar del Plata. Anales del Septimo Simposio Cientifico de la Commisión Técnica Mixta del Frente Maritimo. Buenos Aires, 1990. v. 1. p. 56-56.

292.
FILLMANN, G.; NIENCHESKI, L.F.H. . Caracterización Quimica de las Masas de Aguas de la Región Sur del Brasil. In: Simpósio Cientifico de la Commisión Técnica Mixta del Frente Maritimo, 1990, Montevideo. Anales del Sexto Simpósio Cientifico de la Commisión Técnica Mixta del Frente Maritimo. Buenos Aires, 1990. v. 1. p. 42-42.

293.
GHISOLFI, R. D. ; FILLMANN, G. ; NIENCHESKI, L.F.H. . Revisión de las Condiciones Oceanograficas en la Región Sudoeste del Brasil. In: Anales del Simposio Cientifico de la Commisión Técnica Mixta del Frente Maritimo, 1989, Montevideo. Sexto Simposio Cientifico de la Commisión Técnica Mixta del Frente Maritimo. Buenos Aires, 1989. v. 1. p. 41-41.

294.
NIENCHESKI, L.F.H. ; FILLMANN, G. ; GHISOLFI, R. D. ; SOUZA, R. B. . Uma tentativa de caracterização das massas d'água da região sul do Brasil através de parâmetros químicos. In: Simpósio sobre Oceanografia, 1989, São Paulo. I Simpósio sobre Oceanografia. São Paulo, 1989. v. 1. p. 167-167.

295.
NIENCHESKI, L.F.H. ; MOLLER, O. O. ; ODEBRECHT, C. ; FILLMANN, G. . Distribuição espacial de alguns parâmetros físico-químicos na Lagoa dos Patos - Porto Alegre a Rio Grande, RS (verã0 de 1986).. In: Congresso Brasileiro de Limnologia, 1986, Belo Horizonte. I Congresso Brasileiro de Limnologia, 1986. v. 1. p. 55-55.

296.
FILLMANN, G.; AUGUSTO-RUIZ, W. . Determinação do LLORAMpara Cobre, Cádmio, Zinco, Chumbo, Cromo e Manganês por A.A.S.. In: Semana Universitária de Oceanografia., 1986, Rio Grande. II Semana Universitária de Oceanografia.. Rio Grande: Editora da FURG, 1986. v. 1. p. 20-20.

297.
FILLMANN, G.; OLIVEIRA, R. ; AUGUSTO-RUIZ, W. . Determinação do LLORAM para Cádmio e Cobre por A.A.S.. In: Encontro de Debates sobre o Ensino de Química., 1985, Caxias do Sul. VI Encontro de Debates sobre o Ensino de Química., 1985. v. 1. p. 32-32.

298.
BAPTISTA, J. R. ; FILLMANN, G. . Avaliação Estatística da Determinação Refratométrica da Salinidade.. In: Encontro Brasileiro de Oceanólogos, 1985, Rio Grande. II Encontro Brasileiro de Oceanólogos. Rio Grande: Editora da FURG, 1985. p. 78-78.

Artigos aceitos para publicação
1.
SILVA BARNI, M.F. ; SMEDES, F. ; FILLMANN, G. ; MIGLIORANZA, K.S.B. . Silicone rubber passive sampling for measuring pesticides and polychlorinated biphenyls (PCBs) in an agricultural watershed. ENVIRONMENTAL TOXICOLOGY AND CHEMISTRY, 2019.

Apresentações de Trabalho
1.
Fillmann, Gilberto. Latin American Passive Atmospheric Sampling Network (LAPAN). 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
AZEVEDO, A. ; MIGLIORANZA, KARINA S.B. ; BARRA, R. ; COSTA, PATRÍCIA GOMES ; AMARANTE, O. P. ; Fillmann, Gilberto . Spatial distribution of gas-phase Polycyclic Aromatic Hydrocarbons along South America and Antarctica. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
FILLMANN, G.. Latin America Passive Atmospheric Sampling Network (LAPAN). 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
FILLMANN, G.. Latin America Passive Atmospheric Sampling Network (LAPAN). 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

5.
FILLMANN, G.. Experiencia internacional sobre la preparación y notificación de medidas reglamentaria firme en virtud del Convenio de Rotterdam. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

6.
CASTRO, ITALO B. ; Fillmann, Gilberto . Why TBT contamination still matters in South America. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
FILLMANN, G.. Micropoluentes orgânicos empregados em sistemas anti-incrustantes: comportamento ambiental, toxicidade e biorremediação. Sessão Especial: Panorama atual das pesquisas relacionadas às tintas anti-incrustantes no Brasil. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
FILLMANN, G.. International Monitoring Networks. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
FILLMANN, G.. Rede Latino-Americana de Monitoramento Atmosférico de POPs. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

10.
FILLMANN, G.. Programa de Monitoramento Ambiental do Porto de Rio Grande. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

11.
FILLMANN, G.. A importância da participação brasileira na Convenção de Roterdã e seus impactos na formação de profissionais qualificados. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
MENONE, M. L. ; MITTON, F. ; DIAZ-JARAMILLO, M. ; GONZALEZ, M. ; LUKASZEWICZ, G. ; GARANZINI, D. S. ; BARRA, R. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; FILLMANN, G. . Uso de biomarcadores em la macrófita Spartina densiflora em el estúdio de la contaminación estuarial de Brasil, Chile y Argentina. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
FILLMANN, G.. Rede latino americana de monitoramento atmosférico passivo de POPs. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
FILLMANN, G.. The environmental legacy of antifouling paints. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
FILLMANN, G.. Atividades do CONECO no monitoramento de hidrocarbonetos. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
FILLMANN, G.. Controle de Qualidade em Amostras de POPs. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

17.
FILLMANN, G.. Rede de amostragem atmosférica passiva (XAD2) de POPs na América Latina. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
FILLMANN, G.. Rede Latino-America de Amostradores Passivos. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

19.
FILLMANN, G.. Projeto Impacto da utilização de tintas anti-incrustantes nos principais terminais portuários brasileiros (AIBRASIL). 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

20.
FILLMANN, G.. Processos químicos de interação entre plásticos e contaminantes orgânicos. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
FILLMANN, G.; PINHO, G.L.L. . Estudos de nanotoxicologia ambiental desenvolvidos no Laboratório de Microcontaminantes Orgânicos e Ecotoxicologia Aquática (CONECO) da FURG. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

22.
SARTORIO, A. ; ROSSATO, M. ; PERINA, F.C. ; FILLMANN, G. ; PINHO, G.L.L. . Impacto do uso de tintas antiincrustantes nos principais ecossistemas portuários do sul do Brasil.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
FILLMANN, G.. Microcontaminantes Orgânicos. Workshop da área temática Qualidade Ambiental e Biodiversidade do Projeto RECOS/Milênio/CNPQ/MCT. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
FILLMANN, G.; MONSERRAT, J.M. ; LEONEL, J. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; MENONE, M. L. ; BARRA, R. ; de la TORRE, F.R. . Problemas de contaminação e poluição em ecossistemas terrestres e aquáticos no cone sul: criação de redes temáticas pelo projeto Prosul/CNPq. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
FILLMANN, G.; BARRA, R. ; MENONE, M. L. ; MIGLIORANZA, K.S.B. ; MONSERRAT, J.M. ; de la TORRE, F.R. . Redes de investigação da contaminação/poluição em ecossistemas terrestres e aquáticos no cone sul. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
RIBAS-FERREIRA, J.L. ; RAMOS, P.B. ; BRITTO, R.S. ; SOCOOWSKI, B.R. ; BARROS, D. M. ; TRINDADE, G.S. ; GERACITANO, L.A. ; FILLMANN, G. ; MONSERRAT, J.M. . Induccion de peroxidacion lipidica y especies reactivas de oxigeno en cerebro del pez Cyprinus carpio y hepatocitos de zebrafish (Danio rerio) por diferentes fracciones dek nanocomposto fulereno (C60). 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

27.
KOLB, G.A. ; PINHO, G.L.L. ; FILLMANN, G. . Utilização da tríade da qualidade do sedimento (TQS) na avaliação da área submetida à dragagem no canal de acesso ao porto de Rio Grande. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

28.
FILLMANN, G.; MACHADO, L.I.S. ; SOBRAL, F.N.C. ; IGNÁCIO, G.M. ; SEYFFERT, B.H. ; DIAS, N.M. ; PINHO, G.L.L. . Monitoramento continuado dos contaminantes orgânicos e toxicidade dos sedimentos do porto de rio grande (RS - Brasil). 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
ROSSATO, M. ; AVILA, T.R. ; IHARA, P.M. ; FILLMANN, G. ; BERSANO, J.G.R. ; RESGALLA, C. ; PINHO, G.L.L. . Avaliação da sensibilidade de organismos marinhos para aplicação em ensaios ecotoxicológicos. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
FILLMANN, G.. Programa de Monitoramento Ambiental Continuado do Porto de Rio Grande. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

31.
FILLMANN, G.. O risco da contaminação por compostos orgânicos não-prioritários. 2004. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

32.
FILLMANN, G.; HERMANNS, L. . Organoclorados no Sedimento e na Biota do Rio Camaquã, RS, Brasil. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

33.
FILLMANN, G.. O risco da contaminação ambiental. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

34.
BARBOSA, C.D.R. ; BICEGO, M.C. ; FILLMANN, G. . Aplicação de marcadores moleculares para a identificação de fontes de contaminação por hidrocarbonetos de petróleo em sedimentos da Lagoa dos Patos (Rio Grande, RS, Brasil). 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

35.
FILLMANN, G.; GALLOWAY, T.S. ; SANGER, R.C. ; DEPLEDGE, M.H. ; READMAN, J.W. . The relative performance of immunochemical (ELISA) and GC-ECD techniques to quantify PCBs in mussel tissues. 2002. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

36.
FILLMANN, G.; HERMANNS, L. ; FILEMAN, T.W. ; READMAN, J.W. . Accumulation pattern of organochlorines in juveniles of Arctocephalus australis found stranded along the coast of Southern Brazil. 2002. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

37.
FILLMANN, G.; WATSON, G.M. ; FRANCIONI, E. ; READMAN, J.W. ; DEPLEDGE, M.H. . Immunoassays of crab urine to monitor exposure to PAH.. 2001. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

38.
FILLMANN, G.. Pesticide usage in the Patos Lagoon (Southern Brazil).. 2001. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

39.
FILLMANN, G.; ZAMBONI, A. ; BICEGO, M.C. ; READMAN, J.W. ; DEPLEDGE, M.H. . Validation of immunoassay methods for environmental monitoring of total petroleum hydrocarbons (TPH) and polycyclic aromatic hydrocarbons (PAHs).. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

40.
FILLMANN, G.. Pesticide usage in the Guaíba river watershed, Lagoa dos Patos, RS, Brazil.. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

41.
FILLMANN, G.; WETZEL, L. . Litter Pollution along Cassino Beach, Brazilian Southern Coastline: A primary approach.. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
FILLMANN, G.. Editor chefe da Journal of the Brazilian Society of Ecotoxicology (JBSE). 2006.

2.
FILLMANN, G.. Parecer Técnico referente à Proposta de Resolução CONAMA sobre o descarte contínuo de água produzida em plataformas de petróleo e gás. 2006.

3.
FILLMANN, G.; D´OCA, M.M.G. . Ampliação e capacitação do Laboratório de Microcontaminantes Orgânicos da FURG para análise de hidrocarbonetos em amostras ambientais. 2003.

4.
FILLMANN, G.; TANABE, S. ; ROSAS, F.C.W. . Avaliação da contaminação por organoestanho em mamíferos marinhos com ocorrência no litoral do Paraná. 2002.

5.
FILLMANN, G.; LEONEL, J. . Banco de amostras de mamíferos, aves e quelônios marinhos (BAMM) com ocorrência no litoral sul do Brasil. 2002.

6.
FILLMANN, G.. Teste de toxicidade de sedimentos marinhos com o Kallipseudes schubartii para determinação de efeitos de fluídos e cascalho de perfuração. 2002.

7.
FILLMANN, G.. Contaminação por resíduos sólidos no litoral sul do Rio Grande do Sul e sua relação com o conteúdo estomacal da biota local. 2002.

8.
FILLMANN, G.; READMAN, J.W. ; HERMANNS, L. . Concentração e Distribuição de Contaminantes Organoclorados nos Tecidos de Arctocephalus australis com Encalhe na Costa do RS. 2001.

9.
FILLMANN, G.; ROSAS, F.C.W. . Avaliação da contaminação por compostos organoclorados em Pontoporia blainvillei e Sotalia fluviatilis com ocorrência no litoral do Paraná, Brasil - complexo estuarino baía de Paranaguá e região costeira adjacente.. 2000.

10.
FILLMANN, G.; READMAN, J.W. . Desenvolvimento e aplicação de técnicas não destrutivas para a avaliação rápida do nível de contaminação/poluição na biota em ambientes costeiros brasileiros empregando técnicas de imunoensaio ambiental.. 1999.

11.
FILLMANN, G.; ROSAS, F.C.W. ; HERMANNS, L. . Avaliação da contaminação em mamíferos marinhos com ocorrência no litoral do Brasil - banco de amostras do Rio Grande do Sul. 1999.

12.
TAGLIANI, P.R. ; FILLMANN, G. . Tráfego de cargas tóxicas no âmbito da estação ecológica do Taim.. 1997.

13.
FILLMANN, G.. Implementação e validação de marcadores químicos e biológicos para a avaliação rápida da qualidade ambiental.. 1997.

14.
FILLMANN, G.. Levantamento dos Recursos Vivos do Ambiente Pelágico da ZEE, Região Sul (ARGO). Sub-projeto: Contaminação. 1995.

15.
FILLMANN, G.. Resíduos Sólidos e Piche na Praia do Cassino, Município de Rio Grande, R.S., Brasil. 1994.

16.
FILLMANN, G.. Diagnose, Caracterização e Planejamento da Bacia de Drenagem do Rio Camaquã. Sub-projeto: Investigação de Microcontaminantes Orgânicos. 1992.

17.
FILLMANN, G.. Diagnóstico do Uso de Biocidas na Bacia da Lagoa dos Patos. 1992.

18.
CASTELLO, J. P. ; NIENCHESKI, L.F.H. ; ODEBRECHT, C. ; MOLLER, O. O. ; HAIMOVICI, M. ; VOOREN, C. M. ; WEISS, G. ; DUARTE, A. ; HABIAGA, R. P. ; FILLMANN, G. . Estudo do Ecossistema Pelágico do Extremo Sul do Brasil.. 1988.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
FILLMANN, G.; COSTA, M. B. ; MARCHI, M. R. R. ; LIMA, R. J. C. . O legado ambiental das tintas anti-incrustantes. 2012. 2012. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
FILLMANN, G.; COSTA, P.G. ; PIERONI, M.C. . Relatório Final do Projeto de Caracterização Ambiental Regional da Bacia do Espírito Santo e Parte Norte da Bacia de Campos (PCR-ES/AMBES). Anexo II.2.2-3 ? Hidrocarbonetos em águas de subsuperfície da Bacia do Espírito Santo e Porção Norte da Bacia de Campos.. 2015. (Relatório de pesquisa).

2.
FILLMANN, G.. Air Quality at the Interface: Megacities and Agroecosystems - Pan-American Advanced Studies Institute. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
FILLMANN, G.; CASTRO, I.B. . Biocidas Anti-Incrustantes e Imposex. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
FILLMANN, G.. Avaliação da contaminação por compostos organoclorados em Pontoporia blainvillei e Sotalia fluviatilis com ocorrência no litoral do Paraná, Brasil - complexo estuarino baía de Paranaguá e região costeira adjacente.. 2001. (Relatório de pesquisa).

5.
DEPLEDGE, M.H. ; READMAN, J.W. ; FILLMANN, G. ; GALLOWAY, T.S. ; LOWE, D. . Application of Immunoassay to Assess Environmental Contamination. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

6.
FILLMANN, G.. Application of Immunoassay to Assess Environmental Contamination. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
FILLMANN, G.. Contaminação por organoclorados nos peixes pelágicos.. 1999. (Relatório de pesquisa).

8.
FILLMANN, G.. Rapid Assessment of Organic Contamination by Immunoassay technique. 1998. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

9.
FILLMANN, G.. Rapid Assessment of Organic Contamination by Immunoassay technique. 1998. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

10.
FILLMANN, G.; KING, R. ; LOWE, D. ; READMAN, J.W. ; DEPLEDGE, M.H. . Rapid Environmental Techniques (Bio and Quimiomarkers) to Investigate Environmental Quality. 1998. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

11.
FILLMANN, G.; AUGUSTO-RUIZ, W. . Investigação de Microcontaminantes Orgânicos. 1998. (Relatório de pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
PRIMEL, E.G.; CASTRO, ITALO BRAGA; Fillmann, Gilberto; GRASSI, M. T.. Participação em banca de Jahir Antonio Batista Andrade. Biocidas anti-incrustantes de terceira geração nas áreas costeiras do Panamá. 2017. Dissertação (Mestrado em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande.

2.
COSTA, C. S. B.; Fillmann, Gilberto; POERSCH, L. H. S.; COLARES, I.; BONILLA, O.. Participação em banca de Ana Paula Nascimento Carvalho. O uso de halófitas Spartina alterniflora para fitorremediação de tributilestanho (TBT) em sedimentos costeiros. 2017. Dissertação (Mestrado em Aqüicultura) - Universidade Federal do Rio Grande.

3.
AMARANTE, O. P.; PRIMEL, E.G.; CASTRO, I.B.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Rodrigo Moco Batista. Contaminação por compostos butilestânicos em três regiões portuárias do Chile. 2016. Dissertação (Mestrado em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande.

4.
CASTRO, I.B.; FILLMANN, G.; AMARANTE, O. P.; PINHO, G.L.L.. Participação em banca de Fiamma Eugênia Lemos Abreu. Biocidas anti-incrustantes de 3° geração em sedimentos superficiais da costa brasileira. 2016. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

5.
FILLMANN, G.; ZANETTE, J.; BAINY, A.C.D.. Participação em banca de Roger Stacke Ferreira. Identificação do transcrito CYP1A no peixe Phalloceros caudimaculatus e resposta para a exposição a beta-naftoflavona e amostras ambientais de sedimento. 2015. Dissertação (Mestrado em Biologia de Ambientes Aquáticos Continentais) - Universidade Federal do Rio Grande.

6.
FILLMANN, G.; PINHO, G.L.L.; COSTA, C. S. B.; MENONE, M. L.; DEUNER, S.. Participação em banca de Julia Nunes Rabelo. Avaliação da toxicidade do tributilestanho a halófita Spartina alterniflora. 2014. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

7.
MILOSLAVICH, P.; GARCIA, E.; LODEIROS, C.; MARQUES, S.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Cesar Augusto Paz-Villarraga. Imposex en el gasterópodo Plicopurpura patula en las costas de Venezuela. 2013. Dissertação (Mestrado em Posgrado en Biologia) - Universidad Simon Bolivar.

8.
FILLMANN, G.; FERNANDEZ, M. A. S.; GONCALVES, F. F.; CASTRO, I.B.. Participação em banca de Vanda Artifon Pereira. Contaminação por compostos organoestânicos na baía de Todos os Santos. 2013. Dissertação (Mestrado em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande.

9.
FRANCO, T. C. R. S.; FILLMANN, G.; BRITO, N. M.; SANTOS, R. L.. Participação em banca de Marcelle Silva de Jesus. Determinação do anti-incrustante diuron em amostras de água da zona portuária da Ilha de São Luís, MA, e ecotoxicidade aguda sobre Artemia sp.. 2012. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade e Conservação) - Universidade Federal do Maranhão.

10.
FILLMANN, G.; LEONEL, J.; ZANETTE, J.; WALLNER-KERSANACH, M.; YOGUI, G.T.. Participação em banca de Micheli Conti Pieroni. Exposição de juvenis de corvina (Micropogonias furnieri) à PBDEs: Assimilação, biotransformação e depuração. 2012. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

11.
PINHO, G.L.L.; FILLMANN, G.; RESGALLA, C.. Participação em banca de Rafael Camargo Souza. Avaliação de Risco Ambiental para as principais tintas anti-incrustantes utilizadas nos estaleiros de Rio Grande. 2012. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

12.
FILLMANN, G.; PINHO, G.L.L.; UMBUZEIRO, G.. Participação em banca de Samile Seber. Avaliação dos efeitos do fulereno (nC60) em associação com TBT e cobre através de ensaios de toxicidade com organismos marinhos. 2011. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

13.
PINHO, G.L.L.; FILLMANN, G.; COLARES, E.; FERNANDEZ, M. A. S.. Participação em banca de Martina Rossato. Avaliação do gastrópode Stramonita haemastoma como bioindicador da contaminação por tributilestanho. 2011. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

14.
FILLMANN, G.; FERNANDES, L. F. L.; NETO, R. R.. Participação em banca de Thalita Santos Amaral. Toxicidade aguda de um óleo leve sobre larvas de Aratus pisonii (Decapoda, Brachyura, Sesarmidae,) e determinações de padrões para bioensaios. 2011. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Ambiental) - Universidade Federal do Espírito Santo.

15.
FILLMANN, G.; PRIMEL, E.G.; CASTRO, I.B.; MARCHI, M. R. R.. Participação em banca de Eliete Westphal Alves. Método multiresíduo para determinação de biocidas utilizados em tintas anti-incrustantes de terceira geração. 2011. Dissertação (Mestrado em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande.

16.
FILLMANN, G.; MILANI, M.; MARTINS, M.. Participação em banca de Marileni Sallaberry. Lopes. Otimização e validação de metodologia para solubilização e determinação de fulereno n-C60 em matriz aquosa. 2011. Dissertação (Mestrado em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande.

17.
PRIMEL, E.G.; MARTINS, C.C.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Juliana Carriconde Hernandes. Determinação de marcadores orgânicos no perfil sedimentar do Complexo Estuarino de Paranaguá (PR) por CG-EM. 2009. Dissertação (Mestrado em Química Tecnológica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande.

18.
MARTINS, C.C.; NIENCHESKI, L.F.H.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Patricia Andrade Neves. Estudo dos hidrocarbonetos alifáticos e poliaromáticos no sedimento do estuário da Lagoa dos Patos e banco de lama da Praia do Cassino, Rio Grande/RS. 2009. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

19.
FILLMANN, G.; PINHO, G.L.L.; RESGALLA, C.; MARTINS, S.E.G.. Participação em banca de Fernando Cesar Perina. Avaliação da toxicidade de biocidas utilizados em tintas anti-incrustantes. 2009. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

20.
COSTA, M.F.; SANTOS, P. J. P.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Juliana Assunção Ivar do Sul. Implicações da morfodinâmica e de fatores ambientais e temporais na deposição de plásticos no ambiente praial de um ecossistema estuarino. 2008. Dissertação (Mestrado em Oceanografia) - Universidade Federal de Pernambuco.

21.
SANTOS, P. J. P.; FILLMANN, G.; NAVARRO, D. M. A. F.. Participação em banca de Geanne Karla Novais Santos. Hidrocarbonetos e ftalatos em nematoda marinho do litoral de pernambuco. 2008. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal) - Universidade Federal de Pernambuco.

22.
RESGALLA, C.; YUNES, J.S.; PINHO, G.L.L.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Priscila Mieko Ihara. Aplicação de ensaios ecotoxicológicos com diferentes organismos-teste na determinação da toxicidade da água produzida. 2008. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

23.
FILLMANN, G.; YUNES, J.S.; CHIM, M.F.; STENICO, M.E.. Participação em banca de Sheila Bueno Giordano. Estudos sobre a incorporaçlão de microcistinas de cianobactérias em carpa prateada Hypophtalmichtys molitrix (Valencienes, 1844). 2007. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

24.
FILLMANN, G.; FRANCIONI, E.; SEYFFERT, B.H.; MACHADO, M.I.. Participação em banca de Gabriela Martinhão Ignácio. Avaliação da contaminação por hidrocarbonetos em água, sedimento e ostras do complexo estuarino da baía de Paranaguá (Paraná - Brasil). 2007. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

25.
FILLMANN, G.; MILANI, M.; MIRANDA FILHO, K.C.; MIGLIORANZA, K.S.B.. Participação em banca de Renato Shoji Koike. Caracterização do estado de contaminação por organoclorados em água, sedimento e ostras do complexo estuarino da Baía de Paranaguá (Paraná - Brasil). 2007. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

26.
FILLMANN, G.; MARTINS, C.C.; WALLNER-KERSANACH, M.; SEYFFERT, B.H.. Participação em banca de Juliana Aguilar Fuhrmann Braun. Uso de esteróides na avaliação do aporte de matéria orgânica antrópica e natural na Baía de Paranaguá-PR.. 2006. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

27.
FILLMANN, G.; BIANCHINI, A.; MUELBERT, M.M.C.; ROCHA, J.B.T.. Participação em banca de Paulo Henrique Mattos. Concentração de proteínas semelhantes à metalotioneinas (PSM) no sangue do elefante-marinho do sul, Mirounga leonina, da Ilha Elefante, Ilhas Shetland do Sul, Antártica. 2006. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Biológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

28.
FILLMANN, G.; CARREIRA, R.; MOREIRA, M.I.; D´OCA, M.M.G.. Participação em banca de Clarissa Del Rosso Barbosa. Avaliação dos aportes de hidrocarbonetos à Lagoa dos Patos (RS-Brasil). 2005. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

29.
FILLMANN, G.; BELLOTTO, V.R.; BARREIROS, M.A.B.. Participação em banca de Paula Cyrillo de Brito. Avaliação dos efeitos biológicos da contaminação química na Baia de Babitonga (SC), utilizando biomarcadores de efeito (Teste vermelho neutro e micronúcleo) em Perna perna e Mytella guyanensis.. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) - Universidade do Vale do Itajaí.

30.
FILLMANN, G.; MONSERRAT, J.M.; FRANCIONI, E.. Participação em banca de Luiz Capotorto Barbosa. O uso da espécie Callinectes sapidus na avaliação da contaminação da fração biodisponível de hidrocarbonetos poliaromáticos (HPAs). 2005. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

31.
FILLMANN, G.; MIGLIORANZA, K.S.B.; D´OCA, M.M.G.; MIRANDA FILHO, K.C.. Participação em banca de Luciano Hermanns. Diagnóstico da Contaminação por Organoclorados na Lagoa dos Patos (RS) e Costa Adjacente. 2004. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

32.
MONTONE, R.C.; FILLMANN, G.; VAZ, J. M.. Participação em banca de Gilvan Takeshi Yogui. Ocorrência de compostos organoclorados (pesticidas e PCBs) em mamíferos da costa de São Paulo (Brasil) e da Ilha Rei George (Antártica). 2002. Dissertação (Mestrado em Oceanografia (Oceanografia Física)) - Universidade de São Paulo.

33.
NIENCHESKI, L.F.H.; FILLMANN, G.; BARAJ, B.; BEMVENUTI, C.E.. Participação em banca de Celso Elias Corradi. Avaliação das condições do litoral do Rio Grande do Sul através da bioacumulação de metais pesados por mexilhões e, por cracas e camarões no estuário da Lagoa dos Patos. 2002. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Biológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

34.
BICEGO, M.C.; FILLMANN, G.; WEBER, R. R.. Participação em banca de Elisabet Cornet Arnalot. Avaliação das concentrações de hidrocarbonetos de petróleo no canal de São Sebastião, SP: Influência do lançamento de um efluente petroquímico.. 2002. Dissertação (Mestrado em Oceanografia (Oceanografia Física)) - Universidade de São Paulo.

35.
YUNES, J.S.; FILLMANN, G.; LAGOS, N.. Participação em banca de Lélia Pacheco Corrêa Barros. Detecção de neurotoxinas em amostras de cianobactérias utilizabdo métodos enzimáticos. 2002. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

36.
FILLMANN, G.; MELO, S. L. R.; FERNANDEZ, L. G.; QUEIROZ, A. F. S.. Participação em banca de Roberto Pereira dos Santos. Avaliação biogeoquímica de zonas de manguezal da Baia de Aratu: Qualidade da água e sedimento baseada em parâmetros ecotoxicológicos. 2002. Dissertação (Mestrado em Geoquímica e Meio Ambiente) - Universidade Federal da Bahia.

37.
FILLMANN, G.; NASCIMENTO, I.A.; MELO, S. L. R.; PEREIRA, S.A.. Participação em banca de Antônio José Andrade Evangelista. Avaliação da poluição por hidrocarbonetos em sedimentos de área petroleira: abordagem análitica e por imunoensaios. 2002. Dissertação (Mestrado em Geoquímica e Meio Ambiente) - Universidade Federal da Bahia.

Teses de doutorado
1.
MELYMUK, L.; Fillmann, Gilberto; KLANOVA, J.. Participação em banca de Ondrej Audy. Legacy and emerging pollutants: their sampling, determination and risk assessment. 2018. Tese (Doutorado em Environmental Chemistry) - Masarykóva Univerzita.

2.
FERNANDEZ, M. A. S.; LAMARDO, E. Z.; ANDRADE, C. F. F.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Vanda Artifon Pereira. Influência da matéria orgânica na biodisponibilidade de biocidas anti-incrustantes. 2018. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

3.
PINHO, G.L.L.; CASTRO, ITALO B.; Fillmann, Gilberto; MARTINS, S.E.G.; MOLLER, O. O.; CHOUERI, R. B.. Participação em banca de Sanye Soroldoni. Problemática relacionada com a ocorrência ambiental de partículas de tintas anti-incrustantes no estuário da Lagoa dos Patos. 2017. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

4.
PINHO, G.L.L.; COSTA, M. B.; CASTRO, ITALO B.; WALLNER-KERSANACH, M.; Fillmann, Gilberto. Participação em banca de Martina Rossato. Gastrópodes como bioindicadores da poluição por organoestânicos: fatores que influenciam na acumulação dos compostos e indução do imposex. 2017. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

5.
TOGNELLA, M.M.P; BARROSO, G. F.; QUARESMA, V. S.; GOMES, M. L. S.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Gabriela Carvalho Zamprogno. Uso de fatores biológicos e ambientais na avaliação de níveis de vulnerabilidade de bosques do manguezal da Baía de Vitória, ES. 2015. Tese (Doutorado em Oceanografia Ambiental) - Universidade Federal do Espírito Santo.

6.
MATA, M. M.; FILLMANN, G.; MILANI, M.; GIROLDO, D.; OLIVEIRA, M. A.. Participação em banca de Wilson Alves Colvara. Estudo das florações tóxicas envolvendo organismos produtores de toxinas paralisantes (PSTs): caracterização e purificação de PSTs. 2012. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

7.
Fillmann, Gilberto; PINHO, G.L.L.; MARTINS, S.E.G.; MACHADO, M.I.; SANCHES FILHO, P. J.. Participação em banca de Gabriela Martinhão Ignácio. Uso da corvina (Micropogonias furnieri) como bioindicador da exposição a hidrocarbonetos policíclicos aromáticos. 2012. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

8.
FILLMANN, G.; TURRA, A.; LAMARDO, E. Z.; BRANDINI, F.P.; FIGUEIRA, R.C.L.. Participação em banca de Mara Fisner. Grânulos plásticos em praias arenosas: avaliação de um método amostral quantitativo e da contaminação química. 2012. Tese (Doutorado em Doutoramento em Oceanografia Física pelo Instituo Oceanográfico da USP) - Universidade de São Paulo.

9.
NASCIMENTO, I.A.; ANDRADE, M. V. A. S.; PEREIRA, P. A. P.; SANSONE, G.; SILVA, L. A.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Milena Maria Sampaio de Araújo. Avaliação dos efeitos tóxicos e identificação de substâncias presentes em bastões de luz química utilizados em pesca comercial na costa da Bahia. 2011. Tese (Doutorado em Energia e Ambiente) - Universidade Federal da Bahia.

10.
FILLMANN, G.; NIENCHESKI, L.F.H.; PRIMEL, E.G.; PINHO, G.L.L.; FERNANDEZ, M. A. S.; BIGATTI, G.. Participação em banca de Italo Braga de CAstro. Impactos e tendências do uso de tintas anti-incrustantes na América do Sul. 2011. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

11.
FILLMANN, G.; NIENCHESKI, L.F.H.; PRIMEL, E.G.; ZANELLA, R.. Participação em banca de Luís Alberto Echenique Dominguez. Avaliação da contaminação das águas costeiras e do impacto ambiental em espécies nativas da região de Rio Grande (RS) por tintas anti-incrustantes à base de Irgarol-1051 e Diuron. 2010. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

12.
BICEGO, M.C.; WALLNER-KERSANACH, M.; PRIMEL, E.G.; NIENCHESKI, L.F.H.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Patrícia Gomes Costa. Histórico Deposicional de Contaminantes Orgânicos no Complexo Estuarino de Paranaguá (PR). 2009. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

13.
WALLNER-KERSANACH, M.; D´OCA, M.M.G.; MACHADO, M.I.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Bianca Seyffert Hartwig. Distribuição e identificação das principais fontes naturais e antrópicas de hidrocarbonetos nos sedimentos superficiais do Complexo Estuarino de Paranaguá (PR). 2008. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

Qualificações de Doutorado
1.
FILLMANN, G.; LAMARDO, E. Z.; MILANI, M.; DIAS, D.. Participação em banca de Vanda Artifon Pereira. Influência da matéria orgânica na biodisponibilidade de biocidas anti-incrustantes. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

2.
PRIMEL, E.G.; Fillmann, Gilberto; ANDRADE, C. F. F.; CALDAS, S. S.. Participação em banca de Jahir Antonio Batista Andrade. Biocidas anti-incrustantes de 3ª geração nas áreas costeiras do Panamá. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande.

3.
PINHO, G.L.L.; MOLLER, O. O.; MARTINS, S.E.G.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Sanye Saroldoni Guimarães. Avaliação do risco ambiental relacionado à presença de partículas de tintas anti-incrustantes em sedimento estuarino. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

4.
COLARES, E.; MACHADO, E.C.; FILLMANN, G.; PINHO, G.L.L.. Participação em banca de Martina Rossato. Gastrópodes como bioindicadores da contaminação por organoestânicos: possíveis fatores que influenciam na bioacumulação do composto e indução do imposex. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

5.
Fillmann, Gilberto; MARTINS, S.E.G.; PINHO, G.L.L.; WALLNER-KERSANACH, M.. Participação em banca de Fernanda Poleza. Capacidade de acumulação e transporte de contaminantes por microplásticos e seus efeitos tóxicos para organismos aquáticos. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

6.
BIANCHINI, A.; WALLNER-KERSANACH, M.; PRIMEL, E.G.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Gabriela Ignácio Martinhão. Avaliação do impacto do lançamento de água de produção utilizando biondicadores e biomarcadores específicos. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

7.
NIENCHESKI, L.F.H.; WALLNER-KERSANACH, M.; PRIMEL, E.G.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Luis Alberto Echenique Dominguez. Avaliação da contaminação das águas costeiras e do impacto ambiental em espécies nativas da região de Rio Grande (RS) por tintas anti-incrustantes à base de Irgarol-1051 e Diuron. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

8.
NIENCHESKI, L.F.H.; WALLNER-KERSANACH, M.; PRIMEL, E.G.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Contaminação por compostos organoestânicos em regiões portuá. Contaminação por compostos organoestânicos em regiões portuárias do sul do Brasil. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

9.
NIENCHESKI, L.F.H.; WALLNER-KERSANACH, M.; PRIMEL, E.G.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Patrícia Gomes da Costa. Avaliação do histórico deposicional de hidrocarbonetos na região estuarina da Baía de Paranaguá (PR) através de marcadores moleculares. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

10.
NIENCHESKI, L.F.H.; WALLNER-KERSANACH, M.; D´OCA, M.M.G.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Bianca Seyffert Hartiwig. Distribuição e identificação das principais fontes naturais e antrópicas de hidrocarbonetos nos sedimentos superficiais do Complexo Estuarino de Paranaguá (PR). 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
Fillmann, Gilberto; CALDAS, S. S.; SOARES, B. M.. Participação em banca de Juliane Natalia Lima da Silva.Avaliação espacial dos compostos butilestânicos em sedimentos e peixes do sistema estuarino de Santos e São Vicente. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Química) - Universidade Federal do Rio Grande.

2.
PINHO, G.L.L.; ROSSATO, M.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Samantha Vieira da Silva.Avaliação da toxicidade das partículas de tintas anti-incrustantes para organismos bentônicos. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande.

3.
ZANETTE, J.; FILLMANN, G.; SANDRINI, J. Z.. Participação em banca de Roger Stacke Ferreira.Identificação do gene biomarcador citocromo P450 1A em peixes Phalloceros caudimaculatus para o monitoramento ambiental de contaminantes orgânicos. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande.

4.
FILLMANN, G.; PINHO, G.L.L.; CASTRO, I.B.. Participação em banca de Gabriela Kolbe.Avaliação integrada da qualidade dos sedimentos da região de Rio Grande: Uma nova abordagem. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.

5.
FILLMANN, G.; WALLNER-KERSANACH, M.; IGNÁCIO, G.M.. Participação em banca de Michelle Conti Pieroni.Difenil Éter Polibromados (PBDEs) em mexilhão Perna perna (Linnaeus, 1758). 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.

6.
FILLMANN, G.; LEONEL, J.; CARNEIRO, C.. Participação em banca de Thiago de Carvalho Lorente.Diagnóstico da contaminação por organoclorados em tartarugas verdes (Chelonia mydas) coletadas ao longo da costa do Rio Grande do Sul. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.

7.
PINHO, G.L.L.; CASTRO, I.B.; PERINA, F.C.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Bianca Fell Marques.Avaliação da toxicidade aguda de organoestânicos sobre o Mysidopsis juniae. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Pelotas.

8.
PINHO, G.L.L.; CASTRO, I.B.; DOMINGUEZ, L.A.E.; FILLMANN, G.. Participação em banca de Lucas Freitas Cordeiro.Avaliação da toxicidade aguda de irgarol 1051 e diuron sobre o copépodo calanóide Acartia tonsa. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Pelotas.

9.
FILLMANN, G.; MATTHIENSEN, A.; SEYFFERT, B.H.. Participação em banca de André Schmidt Filgueras.Aplicação da tríade de qualidade dos sedimentos na região do canal de acesso ao porto do Rio Grande. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.

10.
FILLMANN, G.; MIRANDA FILHO, K.C.; LEONEL, J.. Participação em banca de Carolina Ferreira do Lago.Organoclorados na população do cetáceo Tursiops truncatus (Montagu, 1821) do extremo sul do Brasil. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.

11.
FILLMANN, G.; GONÇALVES, I.C.; WALLNER-KERSANACH, M.. Participação em banca de Arthur Antônio Machado.Estudo da Contaminação por Resíduos Sólidos na Ilha do Arvoredo: Principal Ilha da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo (RBMA), SC. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.

12.
FILLMANN, G.; WALLNER-KERSANACH, M.; MATTHIENSEN, A.; SANTOS, I.R.. Participação em banca de Juliana Assunção Ivar do Sul.Ocorrência de lixo marinho na área de desova de tartarugas marinhas no litoral norte da Bahia: conseqüências para o meio ambiente e moradores locais. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.

13.
FILLMANN, G.; PRIMEL, E.G.; MIRANDA FILHO, K.C.. Participação em banca de Gustavo Goulart Moreira Moura.Implementação e validação da metodologia de cromatografia de gel permeação em coluna (GPC) para a purificação de extratos biológicos. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.

14.
FILLMANN, G.; SEYFFERT, B.H.; MOREIRA, M.I.. Participação em banca de Luana Carla Portz.Avaliação da contaminação por hidrocarbonetos em amostras ambientais do estuário da lagoa dos patos, RS, Brasil. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.

15.
FILLMANN, G.; MONSERRAT, J.M.; BEMVENUTI, C.E.. Participação em banca de Fernanda Reinhardt Piedras.Determinação de dano oxidativo e capacidade antioxidante total em diferentes regiões do corpo do poliqueto Laeonereis acuta (Nereididae): aplicação no biomonitoramento da poluição aquática. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.

16.
FILLMANN, G.; MATTHIENSEN, A.; WALLNER-KERSANACH, M.; SANTOS, I.R.. Participação em banca de Juliana Assunção Ivar do Sul.Ocorrência de lixo marinho na área de desova de tartarugas marinhas do litoral norte da Bahia: conseqüências para o meio ambiente e moradores locais. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.

17.
FILLMANN, G.; BEMVENUTI, C.E.; ANGONESI, L.. Participação em banca de Hebert Arruda Broedel.Análise experimental dos efeitos do petróleo sobre os macroinvertebrados bentônicos de uma marisma do estuário da Lagoa dos Patos-RS. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.

18.
FILLMANN, G.; MONSERRAT, J.M.; D´OCA, M.M.G.. Participação em banca de Juliana Leonel.Contaminação por organoclorados em Arctocephalus tropicalis com encalhes na costa do RS. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.

19.
FILLMANN, G.; BERSANO, J.G.R.; BIANCHINI, A.. Participação em banca de Tatiana Ramos Ávila.Determinação da CL50 e efeitos subletais da fração solúvel do petróleo e de um dispersante no copépode planctônico. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.

20.
FILLMANN, G.; AUGUSTO-RUIZ, W.; NIENCHESKI, L.F.H.; COLARES, E.. Participação em banca de Luciano Hermanns.Concentração e Distribuição de Contaminantes Organoclorados nos Tecidos de Arctocephalus australis com Encalhe na Costa do RS. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.

21.
BIANCHINI, A.; FILLMANN, G.; MARTINEZ, P.. Participação em banca de Isabela Coelho Gomez.Importância da lactação como via de exposição de filhotes de elefante-marinho do Sul (Mirounga leonina) a metais. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Professor titular
1.
KLANOVA, J.; CASLAVSKY, J.; SCHAFFER, A.; MCKONE, T.; FILLMANN, G.. Banca examinadora do Professorship do Dr Martin Scheringer pela Faculdade de Ciências da Universidade Masaryk. 2018. Masarykóva Univerzita.

Concurso público
1.
WALLNER-KERSANACH, M.; YUNES, J.S.; MACHADO, E.C.; CARREIRA, R.; FILLMANN, G.. Concurso público para provimento da vaga de Professor Adjunto, 40h, DE, matéria: Oceanografia Química do Instituto de Oceanografia, FURG. 2014. Universidade Federal do Rio Grande.

2.
MONTES, M. J. F.; FILLMANN, G.; HATJE, V.. Concurso público para provimento da vaga de Professor Adjunto, 40h, DE, matéria: Oceanografia Química do Departamento de Oceanografia, UFPE. 2009. Universidade Federal de Pernambuco.

3.
PINHO, G.L.L.; WALLNER-KERSANACH, M.; FILLMANN, G.. Concurso público para provimento da vaga de Professor Substituto, graduação, 40h, matéria: Poluição Marinha, Poluição Aquática, do Instituto de Oceanografia, FURG. 2009. Universidade Federal do Rio Grande.

4.
BIANCHINI, A.; BOHMER, M. B.; FILLMANN, G.. Concurso público para provimento da vaga de Professor Adjunto, 40h, DE, matéria: Ecotoxicologia Aquática do Departamento de Oceanografia, FURG. 2008.

5.
FILLMANN, G.; NIENCHESKI, L.F.H.; YUNES, J.S.. Concurso público para provimento da vaga de Professor Substituto, graduação, 40h, matéria: Poluição Marinha, Poluição Aquática, do Departamento de Oceanografia, FURG. 2006. Universidade Federal do Rio Grande.

6.
FILLMANN, G.; KNOPPERS, B.A.; MACHADO, E.C.; LOMBARDI, A.T.; KOLM, H.. Concurso público para provimento da vaga de Professor Adjunto, Doutor, 40h, DE, matéria: Oceanografia Química, do Centro de Estudos do Mar, UFPR. 2005. Universidade Federal do Paraná.

7.
FILLMANN, G.; NIENCHESKI, L.F.H.; WALLNER-KERSANACH, M.. Concurso público para provimento da vaga de Professor Substituto, 40h, matéria: Poluição Marinha do Departamento de Oceanografia, FURG. 2005. Universidade Federal do Rio Grande.

8.
FILLMANN, G.; NIENCHESKI, L.F.H.; WALLNER-KERSANACH, M.. Concurso público para provimento da vaga de Professor Substituto, 40h, matéria: Poluição Marinha do Departamento de Oceanografia, FURG. 2004. Universidade Federal do Rio Grande.

9.
FILLMANN, G.; NIENCHESKI, L.F.H.; YUNES, J.S.. Concurso público para provimento da vaga de Professor Adjunto, Doutor, 40h, DE, matéria: Hidroquímica, do Departamento de Química, FURG. 2002. Universidade Federal do Rio Grande.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Meeting of the regional organization groups and the global coordination group for the global monitoring plan for persistent organic pollutants.Atmospheric concentrations of new POPs and emerging chemicals of concern in the Group of Latin America and Caribbean (GRULAC) region. 2018. (Oficina).

2.
SETAC Europe 28th Annual Meeting. Spatial distribution of gas-phase Polycyclic Aromatic Hydrocarbons along South America and Antarctica. 2018. (Congresso).

3.
Taller intermedio del Proyecto ONU Medio Ambiente/GEF ?Continuación del Apoyo Regional en la Implementación del Plan de Vigilancia Mundial de Contaminantes Orgánicos Persistentes COPs en los países de América Latina y el Caribe?,.Latin American Passive Atmospheric Sampling Network (LAPAN). 2018. (Oficina).

4.
XV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia. Distribuição espacial de hidrocarbonetos poliaromáticos (HPAs) em fase gasosa em megacidades (São Paulo - Brasil e Bogotá - Colômbia). 2018. (Congresso).

5.
Expert Meeting to Update the Global Monitoring Plan (GMP) Guidance Document, Stockholm Convention, UNEP.Latin America Passive Atmospheric Sampling Network (LAPAN). 2017. (Oficina).

6.
7th SETAC World Congress / North America 37th Annual Meeting. Why TBT contamination still matters in South America. 2016. (Congresso).

7.
Taller de Formación sobre el Convenio de Rotterdam na Colombiabia.Experiencia internacional sobre la preparación y notificación de medidas reglamentaria firme en virtud del Convenio de Rotterdam. 2016. (Oficina).

8.
XIV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (XIV ECOTOX). Micropoluentes orgânicos empregados em sistemas anti-incrustantes: comportamento ambiental, toxicidade e biorremediação.. 2016. (Congresso).

9.
11th Chemical Review Committee (CRC) Meeting of the Rotterdam Convention (UNEP/FAO).Chemical Review Committee member. 2015. (Oficina).

10.
35th International Symposium on Halogenated Persistent Organic Pollutants (Dioxin2015).. Latin American Passive Atmospheric Sampling Network (LAPAN) of Persistent Organic Pollutants and Emerging Contaminan. 2015. (Congresso).

11.
SETAC Europe 25th Annual Meeting. Marinas as source of fresh TBT in South America. 2015. (Congresso).

12.
10 th Chemical Review Committee (CRC) Meeting of the Rotterdam Convention (UNEP/FAO).Chemical Review Committee Member. 2014. (Oficina).

13.
SETAC Europe 24nd Annual Meeting. Latin American Atmospheric Passive Sampling Network (LAPAN): First outcomes. 2014. (Congresso).

14.
Workshop for members of the Chemical Review Committee (CRC) of the Rotterdam Convention (UNEP/FAO).Chemical Review Committee member. 2014. (Oficina).

15.
XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX).. Biocidas Anti-Incrustantes: Contaminação e Saúde Ambiental e Humana. 2014. (Congresso).

16.
9th Chemical Review Committee (CRC) Meeting of the Rotterdam Convention (UNEP/FAO).Chemical Review Committe Member. 2013. (Oficina).

17.
SETAC North America 34th Annual Meeting. Organotin and imposex contamination in south american coastal areas: an updated review. 2013. (Congresso).

18.
Workshop "O Estado da Arte do Monitoramento Global dos POPs?,.International Monitoring Networks. 2013. (Oficina).

19.
11ª Mostra de Produção Universitária ? MPU - FURG. 2012. (Encontro).

20.
8th Chemical Review Committee Meeting (CRC) of the Rotterdam Convention.Participação em decisões do 8th CRC Meeting. 2012. (Outra).

21.
IV Congreso Argentino de la Sociedad de Toxicología y Quimica Ambiental ? SETAC Argentina. Evaluación de biomarcadores hepáticos de Cyprinus carpio luego de la exposición in situ y de laboratorio com sedimentos de Punta Lara. 2012. (Congresso).

22.
IV Simpósio de Biomonitoramento Ambiental e Ecotoxicologia. 2012. (Simpósio).

23.
IV Simpósio de Biomonitoramento Ambiental e Ecotoxicologia.Rede Latino-Americana de Monitoramento Atmosférico de POPs. 2012. (Simpósio).

24.
Semana de Química da IFRJ na Rio+20.A importância da participação brasileira na Convenção de Roterdã e seus impactos na formação de profissionais qualificados.. 2012. (Outra).

25.
SETAC Europe 22nd Annual Meeting/6th SETAC World Congress. Are TBT sources migrating from harbors to marinas in Latin America?. 2012. (Congresso).

26.
Workshop for members of the Chemical Review Committee (CRC) of the Rotterdam Convention. 2012. (Oficina).

27.
XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia. O legado ambiental das tintas anti-incrustantes. 2012. (Congresso).

28.
XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia. O legado ambiental das tintas anti-incrustantes. 2012. 2012. (Congresso).

29.
XIV Congresso Latino-Americano de Cromatografia e Técnicas Relacionadas (COLACRO). Monitoramento atmosférico de Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs) através de Amostradores Atmosféricos Passivos (PAS). 2012. (Congresso).

30.
1o Workshop Projeto Impacto da utilização de tintas anti-incrustantes nos principais terminais portuários brasileiros (AIBRASIL).Projeto Impacto da utilização de tintas anti-incrustantes nos principais terminais portuários brasileiros (AIBRASIL). 2011. (Outra).

31.
1st Workshop do projeto Uso de amostradores atmosféricos passivos na América do Sul: um balanço entre fontes locais e globais de poluentes orgânicos persistentes (PROSUL II).Rede Latino-Americana de Amostradores Passivos. 2011. (Outra).

32.
4th International Passive Sampling Workshop and Symposium (IPSW 2011). 2011. (Simpósio).

33.
I Semana acadêmica de Toxicologia Ambiental e suas aplicações.Atividades do CONECO no monitoramento de hidrocarbonetos. 2011. (Outra).

34.
IX Latin American Symposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry.O legado ambiental das tintas anti-incrustantes.. 2011. (Simpósio).

35.
Seminário sobre a Padronização de Metodologias para Amostragem e Análise de POPs de Amostras de Ar Ambiente e Leite Materno no Brasil.Controle de Qualidade em Amostras de POPs. 2011. (Seminário).

36.
SETAC Europe 21st Annual Meeting. Latin American atmospheric passive sampling network (LAPAN) of POPs.. 2011. (Congresso).

37.
X Congresso SETAC Latino-América. Rede latino americana de monitoramento atmosférico passivo de POPs. 2011. (Congresso).

38.
XIV Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar - COLACMAR. Imposex, acumulação de butiestânicos e alterações hormonais em Stramonita haemastoma (gastropoda: muricidae) da baía da Babitonga, SC, Brasil. 2011. (Congresso).

39.
31st SETAC US. Imposex and organotin in South America: you will find it wherever you go. 2010. (Congresso).

40.
II Workshop do Projeto Problemas de contaminação e poluição em ecossistemas terrestres e aquáticos no cone sul: utilização de bioindicadores e biomarcadores ? Prosul.Progressos do Projeto Problemas de contaminação e poluição em ecossistemas terrestres e aquáticos no cone sul: utilização de bioindicadores e biomarcadores. 2010. (Oficina).

41.
IV Congresso Brasileiro de Oceanografia. Processos químicos de interação entre plásticos e contaminantes orgânicos. 2010. (Congresso).

42.
XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX).. Rede latino-americana de monitoramento atmosférico de POPs. 2010. (Congresso).

43.
30th SETAC US. Assessment of the spatial distribution of organochlorine pesticides and PCBs in the air of Patagonia Argentina by means of pine needles study. 2009. (Congresso).

44.
4o Encontro da Rede Nacional de Pesquisa em Nanotubos e 1o Encontro do INCT de Nanomateriais de CArbono.Estudos de nanotoxicologia ambiental desenvolvidos no Laboratório de Microcontaminantes Orgânicos e Ecotoxicologia Aquática (CONECO) da FURG. 2009. (Encontro).

45.
ESB Symposium 2009.Specimen banking of marine organisms in the southern Brazil: status and outcomes. 2009. (Simpósio).

46.
IX Congresso SETAC Latino-America. POPs and emerging compounds in South America: from totally to almost unknown. 2009. (Congresso).

47.
II Congreso Argentino de SETAC (VI Reunion SETAC Argentina). Redes de investigação da contaminação/poluição em ecossistemas terrestres e aquáticos no cone sul: projeto PROSUL/CNPQ. 2008. (Congresso).

48.
I Workshop do Projeto Problemas de contaminação e poluição em ecossistemas terrestres e aquáticos no cone sul: utilização de bioindicadores e biomarcadores.Estruturação do Projeto Problemas de contaminação e poluição em ecossistemas terrestres e aquáticos no cone sul: utilização de bioindicadores e biomarcadores. 2008. (Oficina).

49.
X Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX). Ensaios de toxicidade crônica com o copépodo Acartia tonsa.. 2008. (Congresso).

50.
1st Latin American Pesticide Residue Workshop 2007 - Food and Environment (LAPRW).Biomonitoring of Organochlorine Pesticides in the Brazilian Coast. 2007. (Oficina).

51.
2nd Conference on the Environmental Effects of Nanoparticles and Nanomaterials. 2007. (Congresso).

52.
II Seminário Nacional sobre Dragagem: Mercado, Licenciamento e Monitoramento Ambiental.Monitoramento ambiental - A Experiência com o Porto do Rio Grande. 2007. (Seminário).

53.
XIX Semana Nacional de Oceanografia. Distribuição espaço-temporal dos microcontaminantes orgânicos nos ambientes aquáticos. 2007. (Congresso).

54.
2o Simpósio Brasileiro de Cromatografia (SIMCRO 2006).COMPOSTOS EMERGENTES: A CROMATOGRAFIA COMO INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DO DESCONHECIDO. 2006. (Simpósio).

55.
I Seminário Nacional Assoreamento, Contaminantes, Dragagens e Licenciamento Ambiental nos Portos do Brasil.Programa de Monitoramento Ambiental Continuado do Porto de Rio Grande. 2006. (Seminário).

56.
IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX). Contaminantes Emergentes: O Risco da Contaminação Ambiental pelo Desconhecido. 2006. (Congresso).

57.
II Congresso Brasileiro de Oceanografia. II Congresso Brasileiro de Oceanografia. 2005. (Congresso).

58.
VI Congresso de Ecologia do Brasil. VI Congresso de Ecologia do Brasil. 2005. (Congresso).

59.
VII Congresso SETAC Latino-America. VII Congresso SETAC Latino-America. 2005. (Congresso).

60.
II Simpósio Brasileiro de Oceanografia.II Simpósio Brasileiro de Oceanografia. 2004. (Simpósio).

61.
VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (Ecotoxil). VIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (SETAC Brasil). 2004. (Congresso).

62.
VI Reunião Anual da SETAC Latino-Americana.VI Reunião Anual da SETAC Latino-Americana- Encontro bianual da Sociedade de Toxicologia e Química Ambiental da América Latina (SETAC LA). 2003. (Encontro).

63.
XI Encontro de Química da Região Sul.XI Encontro de Química da Região Sul. 2003. (Encontro).

64.
22nd International Symposium on Halogenated Environmental Organic Pollutants and POPs (Dioxin 2002. 22nd International Symposium on Halogenated Environmental Organic Pollutants and POPs (Dioxin 2002. 2002. (Congresso).

65.
VII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia e V Reunião da SETAC Latino-Americana. VII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia e V Reunião da SETAC Latino-Americana. 2002. (Congresso).

66.
11th International Symposium on Pollutant Responses in Marine Organisms.11th International Symposium on Pollutant Responses in Marine Organisms. 2001. (Simpósio).

67.
Eleventh Annual Meeting of SETAC Europe. Eleventh Annual Meeting of SETAC Europe. 2001. (Congresso).

68.
Third SETAC World Congress/Tenth Annual Meeting of SETAC Europe. Third SETAC World Congress/Tenth Annual Meeting of SETAC Europe. 2000. (Congresso).

69.
4th Workshop on Biosensors and Biological Techniques in Environment Analysis.4th Workshop on Biosensors and Biological Techniques in Environment Analysis. 1999. (Encontro).

70.
IOC Pesticide Workshop.IOC Pesticide Workshop. 1999. (Oficina).

71.
Progress in Chemical Oceanography (PICO).Progress in Chemical Oceanography (PICO). 1999. (Encontro).

72.
2nd International Conference on Marine Pollution and Ecotoxicology. 2nd International Conference on Marine Pollution and Ecotoxicology. 1998. (Congresso).

73.
Workshop do Projeto "Rapid Environmental Techniques (Bio and Quimiomarkers) to Investigate Environmental Quality..Workshop do Projeto Rapid Environmental Techniques (Bio and Quimiomarkers) to Investigate Environmental Quality.. 1998. (Outra).

74.
International Conference on Pollution Processes in Coastal Environments. International Conference on Pollution Processes in Coastal Environments. 1996. (Congresso).

75.
Seminário Internacional Água: seu conhecimento como base para o uso e manejo sustentável.Seminário Internacional Água: seu conhecimento como base para o uso e manejo sustentável. 1996. (Seminário).

76.
6th International Conference on the Conservation and Management of Lakes-Kasumigaura '95. 6th International Conference on the Conservation and Management of Lakes-Kasumigaura '95. 1995. (Congresso).

77.
Congresso Regional de Iniciação Científica e Tecnológica em Engenharia. Determinação do "LLORAM" para Cádmio e Cobre por A.A.S.. 1986. (Congresso).

78.
Encontro de Debates sobre o Ensino de Química.Determinação do "LLORAM" para Cádmio e Cobre por A.A.S.. 1985. (Encontro).

79.
II Encontro Brasileiro de Oceanólogos.Avaliação Estatística da Determinação Refratométrica da Salinidade. 1985. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CASTRO, I.B. ; ABESSA, D.M.S. ; CESAR, A. ; PEREIRA, C. D. S. ; MEDEIROS, I. D. ; CHOUERI, R. B. ; Fillmann, Gilberto . 12th SETAC Latin America Biennial Meeting. 2017. (Congresso).

2.
FILLMANN, G.. XIV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia. 2016. (Congresso).

3.
FILLMANN, G.. SETAC Latin America 11th Biennial Meeting. 2015. (Congresso).

4.
FURLEY, T. ; ESPINDOLA, E. G. ; COSTA, M. B. ; GILBERTO, FILLMANN . XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX). 2014. (Congresso).

5.
CARVALHO, P. S. M. ; LAMARDO, E. Z. ; FILLMANN, G. . XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX). 2012. (Congresso).

6.
FILLMANN, G.. IV SETAC Capítulo Argentina. 2012. (Congresso).

7.
ZANELLA, R. ; PRIMEL, E.G. ; TAVARES, T. M. ; CAMPOS, V. P. ; ADAIME, M. B. ; PRESTES, O. D. ; BOTEGA, M. P. ; FILLMANN, G. . IX Latin American Symposium on Environmental and Sanitary Analytical Chemistry. 2011. (Congresso).

8.
FILLMANN, G.; LEONEL, J. ; MIGLIORANZA, K.S.B. . 1st Workshop do projeto Uso de amostradores atmosféricos passivos na América do Sul: um balanço entre fontes locais e globais de poluentes orgânicos persistentes (PROSUL II). 2011. (Outro).

9.
FILLMANN, G.; CASTRO, I.B. . 1o Workshop do projeto Impacto da utilização de tintas anti-incrustantes nos principais terminais portuários brasileiros (AIBRASIL). 2011. (Outro).

10.
FILLMANN, G.. XI Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX). 2010. (Congresso).

11.
BOHMER, M. B. ; ALMEIDA, M. T. ; VARGAS, V. ; FILLMANN, G. . III Encontro de Ecotoxicologia. 1993. (Congresso).

12.
YUNES, J.S. ; FILLMANN, G. ; BAUMGARTEN, M. G. Z. ; ALMEIDA, M. T. ; NIENCHESKI, L.F.H. . II Encontro de Ecotoxicologia. 1992. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Daiana Kaminski. Identificação de fontes de poluentes orgânicos persistentes (POPs) em megacidades empregando amostradores atmosféricos passivos (PAS). Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Química Tecnológica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Juliane Natalia Lima da Silva. Amostradores passivos de água como ferramenta para avaliar a biodisponibilidade de microcontaminantes orgânicos. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Carmen Hellen da Silva Rocha. Toxicocinética de biocidas anti-incrustantes. Início: 2018. Tese (Doutorado em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande. (Orientador).

2.
Russel Giovanni Uc Peraza. Biocidas anti-incrustantes na Peninsula de Yucatan: ocorrência, distribuição e risco a saúde pública. Início: 2017. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

3.
Sthefen Fernando Andrade da Ronch. Dynamic mass flow and emissions model to estimate emissions of PCBs for South America. Início: 2017. Tese (Doutorado em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande. (Orientador).

4.
Fiamma Eugênia Lemos Abreu. Toxicocinética de biocidas anti-incrustantes em plantas halófitas. Início: 2016. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

5.
Amaro de Azevedo. Comparação entre os níveis de poluentes orgânicos persistentes (POPs) e praguicidas em duas megacidades sul-americanas empregando amostradores atmosféricos passivos (PAS). Início: 2016. Tese (Doutorado em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande. (Orientador).

6.
Danielle Regina Gomes Ribeiro. Avaliação do potencial da aninga Montrichardia linifera (Lilliopsida: Araceae) como organismo biomonitor de poluição com enfoque em elementos traço e biocidas usados em sistemas anti-incrustantes de 2ª e 3ª gerações.. Início: 2016. Tese (Doutorado em Ecologia Aquática e Pesca) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Coorientador).

7.
Cesar Augusto Paz-Villarraga. Toxicocinética de biocidas anti-incrustantes. Início: 2015. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Supervisão de pós-doutorado
1.
Sanye Soroldoni Guimaraes Goes. Início: 2018. Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul.

Iniciação científica
1.
Jean Luc Richon. Níveis ambientais de biocidas usados em sistemas anti-incrustantes na Lagoa dos Patos, Rio Grande, RS. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Eduarda da Silva Garcia. Monitoramento Atmosférico de Poluentes Orgânicos Persistentes (LAPAN). Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
Rodrigo Moço Batista. Amostradores passivos no estudo de aportes recentes de biocidas anti-incrustantes. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Federal do Rio Grande. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Jair Antonio Batista Andrade. Biocidas anti-incrustantes de terceira geração nas áreas costeiras do Panamá. 2017. Dissertação (Mestrado em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

2.
Ana Paula Carvalho. O uso da halófitas brasileiras para fitorremediação de Tributilestanho (TBT) em sedimentos costeiros. 2017. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Biológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Gilberto Fillmann.

3.
Rodrigo Moço Batista. Amostradores passivos de silicone para avaliação de aportes recentes de TBT em água. 2016. Dissertação (Mestrado em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande, . Orientador: Gilberto Fillmann.

4.
Fiamma Eugênia Lemos Abreu. Toxicocinética de biocidas utilizados em sistemas anti-incrustantes. 2016. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

5.
Julia Nunes Rabelo. Fitorremediação de tributilestanho (TBT) utilizando Spartina alterniflora e avaliação de stress oxidativo. 2014. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Gilberto Fillmann.

6.
Lais Belsito Pestana. Estudo do particionamento de biocidas anti-incrustantes. 2014. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Gilberto Fillmann.

7.
Vanda Artifon Pereira. Contaminação por compostos organoestânicos na baía de Todos os Santos. 2013. Dissertação (Mestrado em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

8.
Cristina Maria Iepsen Theil. Avaliação das concentrações de mercúrio reativo e dissolvido gasoso no Estuário da Lagoa dos Patos. 2013. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Gilberto Fillmann.

9.
Cesar Augusto Paz-Villarraga. Imposex en el gasterópodo Plicopurpura patula en las costas de Venezuela. 2013. Dissertação (Mestrado em Posgrado en Biologia) - Universidad Simon Bolivar, . Coorientador: Gilberto Fillmann.

10.
Micheli Conti Pieroni. Exposição de juvenis de corvina (Micropogonias furnieri) à PBDEs: Assimilação, biotransformação e depuração. 2012. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, . Orientador: Gilberto Fillmann.

11.
Samile Seber. Avaliação de um composto emergente utilizado em nanotecnologia (fulereno c60) através de ensaios ecotoxicológicos com organismos marinhos. 2011. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

12.
Marileni de Souza Sallaberry Lopes. Otimização e validação de metodologia para solubilização e determinação de fulereno n-C60 em matriz aquosa. 2011. Dissertação (Mestrado em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Gilberto Fillmann.

13.
Eliete Westphal Alves. Método multiresíduo para determinação de biocidas utilizados em tintas anti-incrustantes de terceira geração. 2011. Dissertação (Mestrado em Química Tecnológica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

14.
Paula da Silva Tourinho. Estudo da adsorção de contaminantes orgânicos na superfície de esférulas plásticas. 2010. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, . Orientador: Gilberto Fillmann.

15.
Fernando Cesar Perina. Avaliação da toxicidade de biocidas utilizados em tintas anti-incrustantes. 2009. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

16.
Patrícia Andrade Neves. Estudo dos hidrocarbonetos alifáticos e poliaromáticos no sedimento do estuário da Lagoa dos Patos e banco de lama da Praia do Cassino, Rio Grande/RS. 2009. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

17.
Juliana Carriconde Hernandes. Determinação de marcadores orgânicos no perfil sedimentar do Complexo Estuarino de Paranaguá (PR) por CG-EM. 2009. Dissertação (Mestrado em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

18.
Priscilla Ihara. Avaliação simultânea da toxicidade empregando espécies de diferentes níveis tróficos. 2008. 0 f. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Agência Nacional de Petróleo e Gás. Orientador: Gilberto Fillmann.

19.
Renato Shoji Koike. Caracterização do estado de contaminação por organoclorados em água, sedimento e ostras do complexo estuarino da baía de Paranaguá (Paraná - Brasil). 2007. 88 f. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

20.
Gabriela Martinhão Ignácio. Avaliação da contaminação por hidrocarbonetos em água, sedimento e ostras do complexo estuarino da baía de Paranaguá (Paraná - Brasil). 2007. 82 f. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Agência Nacional de Petróleo e Gás. Orientador: Gilberto Fillmann.

21.
Juliana Carriconde Hernandes. Determinação de marcadores orgânicos no perfil sedimentar do Complexo Estuarino de Paranaguá (PR) por CG-EM. 2007. 0 f. Dissertação (Mestrado em Química Tecnológica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

22.
Juliana Aguilar Fuhrmann Braun. Uso de esteróides na avaliação do aporte de matéria orgânica antrópica e natural na Baía de Paranaguá-PR. 2006. 91 f. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, . Orientador: Gilberto Fillmann.

23.
Clarissa Del Roso Barbosa. Avaliação dos Aportes de Hidrocarbonetos à Lagoa dos Patos (RS - Brasil). 2005. 96 f. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

24.
Luiz Henrique Capotorto Barbosa. Avaliação Rápida da Exposição à Hidrocarbonetos Poliaromáticos através da urina de carangueijos. 2005. 64 f. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Agência Nacional de Petróleo e Gás. Orientador: Gilberto Fillmann.

25.
Luciano Hermanns. Diagnóstico da Contaminação por Organoclorados na Lagoa dos Patos (RS) e Costa Adjacente. 2004. 96 f. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Gilberto Fillmann.

Tese de doutorado
1.
Vanda Artifon Pereira. Influência da matéria orgânica na biodisponibilidade de biocidas anti-incrustantes. 2018. Tese (Doutorado em Quimica Tecnologica e Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Gilberto Fillmann.

2.
Juliana Assunção Ivar do Sul. Contaminação ambiental por microplásticos em Fernando de Noronha, Abrolhos e Trindade. 2014. Tese (Doutorado em Oceanografia) - Universidade Federal de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Gilberto Fillmann.

3.
Gabriela Martinhao Ignacio. Uso da corvina (Micropogonias furnieri) como bioindicador da exposição a hidrocarbonetos policíclicos aromáticos. 2012. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Gilberto Fillmann.

4.
Italo Braga de Castro. Impactos e tendências do uso de tintas anti-incrustantes na América do Sul. 2011. 0 f. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

5.
Luís Alberto Echenique Dominguez. Anti-incrustrantes em águas costeiras do sul do Brasil. 2010. 0 f. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, . Orientador: Gilberto Fillmann.

6.
Patricia Gomes Costa. Histórico Deposicional de Contaminantes Orgânicos no Complexo Estuarino de Paranaguá (PR). 2009. 0 f. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

7.
Bianca Hartwig Seyffert. Distribuição e identificação das principais fontes naturais e antrópicas de hidrocarbonetos nos sedimentos superficiais do Complexo Estuarino de Paranaguá (PR). 2008. 0 f. Tese (Doutorado em Oceanografia Física, Química e Geológica) - Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Gilberto Fillmann.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Marcio Alberto Geihs. 2018. Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Gilberto Fillmann.

2.
Marcio Alberto Geihs. 2017. Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Gilberto Fillmann.

3.
Juliana Assunção Ivar do Sul. 2017. Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Gilberto Fillmann.

4.
Marcio Alberto Geihs. 2016. Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Gilberto Fillmann.

5.
Juliana Assunção Ivar do Sul. 2016. Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Gilberto Fillmann.

6.
Patricia Gomes Costa. Desenvolvimento, validação e aplicação de metodologias de monitoramento de lançamentos de efluentes da indústria de óleo e gás. 2014. Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Gilberto Fillmann.

7.
Italo Braga de Castro. 2014. Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Gilberto Fillmann.

8.
Micheli da Rosa Castro. 2014. Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Gilberto Fillmann.

9.
Juliana Leonel. 2011. Universidade Federal do Rio Grande, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Gilberto Fillmann.

10.
Kleber Campos Miranda Filho. 2005. Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Gilberto Fillmann.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Juliane Natalia Lima da Silva. Avaliação espacial dos compostos butilestânicos em sedimentos e peixes do sistema estuarino de Santos e São Vicente. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

2.
Michelle Conti Pieroni. Difenil Éter Polibromados (PBDEs) em mexilhão Perna perna (Linnaeus, 1758) da costa do Rio Grande do Sul. 2010. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Gilberto Fillmann.

3.
Gabriela Angonese Kolb. Avaliação integrada da qualidade dos sedimentos da região de Rio Grande: Um nova abordagem.. 2010. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

4.
Thiago de Carvalho Lorente. Diagnóstico da contaminação por organoclorados em tartarugas verdes (Chelonia mydas) coletadas ao longo da costa do Rio Grande do Sul. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

5.
Lucas Freitas Cordeiro. Avaliação da toxicidade do diuron a organismos aquáticos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Gilberto Fillmann.

6.
Bianca Fell Marques. Avaliação da toxicidade do TBT e TPT a organismos aquáticos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Pelotas. Orientador: Gilberto Fillmann.

7.
Carolina Ferreira do Lago. Organoclorados na população do cetáceo Tursiops truncatus (Montagu, 1821) do extremo sul do Brasil. 2007. 57 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

8.
André Schmidt Filgueras. Aplicação da tríade de qualidade dos sedimentos na região do canal de acesso ao porto do Rio Grande. 2007. 42 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

9.
Camila Cavalini Pedroso. Contaminação por resíduos sólidos no litoral sul do Rio Grande do Sul e sua relação com o conteúdo estomacal da biota local. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

10.
Paula da Silva Tourinho. Ingestão de resíduos sólidos por juvenis de tartaruga-verde (Chelonia mydas) na costa do Rio Grande do Sul, Brasil. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

11.
Arthur Antônio Machado. Estudo da Contaminação por Resíduos Sólidos na Ilha do Arvoredo: Principal Ilha da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo (RBMA), SC.. 2006. 43 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

12.
Luana Carla Portz. Avaliação da contaminação por hidrocarbonetos em amostras ambientais do estuário da Lagoa dos Patos,RS, Brasil. 2005. 88 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Agência Nacional de Petróleo e Gás. Orientador: Gilberto Fillmann.

13.
Gustavo Goulart Moreira Moura. Implementação e validação da metodologia de cromatografia de gel permeação em coluna (GPC) para a purificação de extratos biológicos. 2005. 35 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Gilberto Fillmann.

14.
Juliana Assunção Ivar do Sul. Ocorrência de lixo marinho na área de desova de tartarugas marinhas no litoral norte da Bahia: conseqüências para o meio ambiente e moradores locais. 2005. 56 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

15.
Juliana Leonel. Análise da Contaminação por Organoclorados no Lobo marinho Subantártico (Arctocephalus tropicalis). 2004. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

16.
Igor Gonçalves Medvedovsky. Desenvolvimento experimental de Kalliapseudes schubartii Mañe-Garzón, 1949 (crustacea-tanaidacea) em laboratório com vistas à obtenção de organismo-teste. 2003. 28 f. Trabalho de Conclusão de Curso - Universidade Federal do Rio Grande, Cenpes Petrobrás. Orientador: Gilberto Fillmann.

17.
Luciano Hermanns. Concentração e Distribuição de Contaminantes Organoclorados nos Tecidos de Arctocephalus australis com Encalhe na Costa do RS.. 2002. 61 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

18.
Camila Cavalini Pedroso. Contaminação por resíduos sólidos no litoral sul do Rio Grande do Sul e sua relação com o conteúdo estomacal da biota local. 2002. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

19.
Fabiane Pianoswki. Contaminação por Resíduos Sólidos nas zonas de Praia das Unidades de Conservação Costeiras do Estado do Rio Grande do Sul e na Praia do Cassino (Rio Grande, R.S.). 1997. 74 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

20.
Chelen S dos Santos. Potabilidade da água consumida pelos moradores de alguns bairros da cidade de Rio Grande, RS, Brasil. 1997. 58 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

21.
Lilian Wetzel. Contaminação por Resíduos Sólidos e Piche: uma perspectiva da Praia do Cassino, Município de Rio Grande, R.S., Brasil.. 1995. 82 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

22.
Luciana Mendes de Sales Dias. Caracterização Química das Águas da Plataforma Continental do Sul do Brasil: verão de 1990 e outono de 1991.. 1994. 53 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

Iniciação científica
1.
Juliê Silveira da Costa. Identificação de fontes de poluentes orgânicos persistentes (POPs) e praguicidas em megacidades e área rurais empregando amostradores atmosféricos passivos (PAS). 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Universidade Federal do Rio Grande/Contrato de bolsa de ensino, pesquisa. Orientador: Gilberto Fillmann.

2.
Leonardo de Paula Acosta. Influência da matéria orgânica na biodisponibilidade de biocidas anti-incrustantes. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Financiadora de Estudos e Projetos. Orientador: Gilberto Fillmann.

3.
Victor Georges Santos Elgamal. Biocidas anti-incrustantes de 3° geração em sedimentos. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

4.
Filipe Velho Costa. Influência da matéria orgânica na biodisponibilidade de biocidas anti-incrustantes. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

5.
Juliane Natália Lima da Silva. Contaminantes Organicos em Peixes e Camarão da Região Portuária do Rio Grande. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

6.
Julie Silveira da Costa. Identificação de fontes de poluentes orgânicos persistentes (POPs) em megacidades e área rurais empregando amostradores atmosféricos passivos (PAS). 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

7.
Leonardo de Paula Acosta. Influência da matéria orgânica na biodisponibilidade de biocidas anti-incrustantes. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Gilberto Fillmann.

8.
Maiara Macedo de Dutra. Uso de amostradores atmosféricos passivos na rede regional de monitoramento de poluentes orgânicos persistentes (POPs) e outros contaminantes. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Gilberto Fillmann.

9.
Thaila Pereira Wille. Biomonitoramento e uso de biomarcadores em Spartina densiflora no estudo da contaminação de estuários do Brasil, Chile e Argentina. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Universidade Federal do Rio Grande/Permanência. Orientador: Gilberto Fillmann.

10.
Bianca Donati. Amostradores passivos de água a base de borracha de silicone. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

11.
Juliane Natalia Lima da Silva. Contaminantes Organicos em Peixes e Camarão da Região Portuária do Rio Grande. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

12.
Leonardo de Paula Acosta. Influência da matéria orgânica na biodisponibilidade de biocidas anti-incrustantes. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Gilberto Fillmann.

13.
Julie Silveira da Costa. Identificação de fontes de poluentes orgânicos persistentes (POPs) em megacidades e área rurais empregando amostradores atmosféricos passivos (PAS). 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

14.
Denise Marques Elias. Amostradores passivos de silicone na avaliação de bioicdas anti-incrustantes de 3a geração. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Bioquímica) - Universidade Federal do Rio Grande, Universidade Federal do Rio Grande/Permanência. Orientador: Gilberto Fillmann.

15.
Daniela Oppelt. Influência da matéria orgânica na biodisponibilidade de biocidas anti-incrustantes. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

16.
Juliana Batista Silva. Determinação de compostos orgânicos presentes na água do canal São Gonçalo antes e após o tratamento para abastecimento público. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Bioquímica) - Universidade Federal do Rio Grande, Universidade Federal do Rio Grande/Contrato de bolsa de ensino, pesquisa. Orientador: Gilberto Fillmann.

17.
Rodrigo Moço Batista. Análise da capacidade de acumulação e transporte de contaminantes por microplásticos e seus efeitos tóxicos para organismos aquáticos. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

18.
Marcos Augusto Tomasini. Amostradores passivos no estudo de aportes recentes de biocidas anti-incrustantes. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

19.
Alessandra Duarte Ávila. Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs) em Elefante-marinho (Mirounga leonina) da Antártica. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

20.
Giovany de Ávila Araujo. Amostradores Atmosfericos Passivos. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Gilberto Fillmann.

21.
Maryene Coelho Claudino. Recobrimento de pellets de fertilizantes com óleo (HPAs). 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Universidade Federal do Rio Grande/Contrato de bolsa de ensino, pesquisa. Orientador: Gilberto Fillmann.

22.
Maiara Macedo de Dutra. HPAs em pinguins. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Universidade Federal do Rio Grande/Permanência. Orientador: Gilberto Fillmann.

23.
Lais Belsito Pestana. Impactos e tendências do uso de tintas anti-incrustantes na América do Sul. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

24.
Danielly de Ávila Araujo. Determinação de compostos orgânicos presentes na água do canal São Gonçalo antes e após o tratamento para abastecimento público.. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Universidade Federal do Rio Grande/Permanência. Orientador: Gilberto Fillmann.

25.
Juliana Medina de Moura. Identificação de fontes de poluentes orgânicos persistentes (POPs) e praguicidas em megacidades e área rurais empregando amostradores atmosféricos passivos (PAS). 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Universidade Federal do Rio Grande/Permanência. Orientador: Gilberto Fillmann.

26.
Melissa Rodrigues de la Rocha. Monitoramento Atmosferico Passivo. 2011. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

27.
Gisele Kila. Estabelecimento de uma rede regional de monitoramento atmosférico de POPs. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Química) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Gilberto Fillmann.

28.
Amanda Lucena Fernandes. PBDEs em músculo de corvina. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

29.
Thiago de Carvalho Lorente. Banco de amostras de mamíferos, aves e quelônios marinhos (BAMM) com ocorrência no litoral sul do Brasil. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

30.
Gabriela Angonese Kolb. Monitoramento do Porto -Teste de toxicidade de sedimentos marinhos com o Kallipseudes schubartii. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

31.
Michelle Conti Pieroni. Avaliação da contaminação por organoclorados e PBDEs em amostras ambientais do estuário da Lagoa dos Patos. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Gilberto Fillmann.

32.
Melina Chiba Galvão. Avaliação da contaminação por organoclorados em amostras ambientais do Estuário da Lagoa dos Patos (RS). 2007. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Gilberto Fillmann.

33.
Fernando Nogueira Calmon Sobral. Banco de amostras de mamíferos, aves e quelônios marinhos (BAMM) com ocorrência no litoral sul do Brasil. 2007. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

34.
Rogério Portantiolo Manzolli. Banco de amostras biológicas e avaliação da contaminação por organoclorados em mamíferos marinhos com ocorrência no litoral do Rio Grande do Sul. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

35.
Luciara Ibia dos Santos Machado. Programa de Monitoramento Ambiental para o Canal de Acesso ao Porto de Rio Grande, Bacia de Evolução do Porto Novo e da Área de Descarte do Material Dragado. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

36.
Paula S Tourinho. Contaminação por resíduos sólidos no litoral sul do Rio Grande do Sul e sua relação com o conteúdo estomacal da biota local. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

37.
Luciano Hermanns. Concentração e Distribuição de Contaminantes Organoclorados nos Tecidos de Arctocephalus australis com Encalhe na Costa do RS.. 2000. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação O Boticário de Proteção a Natureza. Orientador: Gilberto Fillmann.

38.
Luciana Mendes de Sales Dias. Composição Química das Águas da Plataforma Continental do Sul do Brasil no Verão de 1990. 1993. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

39.
Cassio Eduardo Holland. Praguicidas na Bacia de Drenagem da Lagoa dos Patos.. 1993. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Gilberto Fillmann.

40.
Mariangela De Lorenzo. Diagnóstico do Uso de Biocidas na Bacia da Lagoa dos Patos. 1992. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

41.
Jackson Z Krauspenhar. Diagnóstico do Uso de Biocidas na Bacia da Lagoa dos Patos. 1991. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

Orientações de outra natureza
1.
Marta dos Santos Diniz. Amostradores passivos no estudo de aportes recentes de biocidas anti-incrustantes. 2018. Orientação de outra natureza - Instituto Federal do Maranhão, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

2.
Fernando Perina. Micropoluentes orgânicos empregados em sistemas anti-incrustantes: comportamento ambiental, toxicidade e biorremediação (AIBRASIL 2). 2018. Orientação de outra natureza - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Financiadora de Estudos e Projetos. Orientador: Gilberto Fillmann.

3.
Bruno G. Campos. Micropoluentes orgânicos empregados em sistemas anti-incrustantes: comportamento ambiental, toxicidade e biorremediação (AIBRASIL 2). 2018. Orientação de outra natureza - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Financiadora de Estudos e Projetos. Orientador: Gilberto Fillmann.

4.
Rodrigo Moço Batista. Amostradores passivos no estudo de aportes recentes de biocidas anti-incrustantes. 2017. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

5.
Rodrigo Moço Batista. Amostradores passivos no estudo de aportes recentes de biocidas anti-incrustantes. 2016. Orientação de outra natureza. (Oceanologia) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

6.
Lucas Martins. Bioicidas anti-incrustantes de terceira geração em sedimentos de São Luis (MA). 2016. Orientação de outra natureza. (Química Industrial) - Universidade Federal do Maranhão. Orientador: Gilberto Fillmann.

7.
Marta dos Santos Diniz. Amostradores passivos no estudo de aportes recentes de biocidas anti-incrustantes. 2016. Orientação de outra natureza. (Química) - Universidade Federal do Maranhão. Orientador: Gilberto Fillmann.

8.
Danielle Regina Gomes Ribeiro. Contaminação por compostos organoestânicos na região costeira do Pará. 2016. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Pará, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Gilberto Fillmann.

9.
Fiamma Eugênia Lemos Abreu. Micropoluentes orgânicos empregados em sistemas anti-incrustantes: comportamento ambiental, toxicidade e biorremediação (AIBRASIL 2). 2016. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande, Financiadora de Estudos e Projetos. Orientador: Gilberto Fillmann.

10.
Carlos Eduardo D. Vieira. Hidrocarbonetos em mananciais do Paraná. 2015. Orientação de outra natureza - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Gilberto Fillmann.

11.
Micheli Rosa de Castro. Amostradores passivos no estudo de aportes recentes de biocidas anti-incrustantes. 2015. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

12.
Rodrigo Moço Batista. Amostradores passivos no estudo de aportes recentes de biocidas anti-incrustantes. 2015. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

13.
Marileni Sallaberry Lopes. Apoio a produção da Revista 'Journal of the Brazilian Society of Ecotoxicology. 2014. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

14.
Vanda Artifon Pereira. Análise de biocidas anti-incrustantes de terceira geração em amostras de regiões portuárias da costa Brasileira. 2014. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

15.
Leonardo Lupi. Biomonitoramento e uso de biomarcadores em Spartina densiflora no estudo da contaminação de estuários do Brasil, Chile e Argentina (PCPP 017/11). 2014. Orientação de outra natureza - Universidad Nacional de Mar Del Plata, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Gilberto Fillmann.

16.
Michelle Conti Pieroni. Amostradores passivos no estudo de aportes recentes de biocidas anti-incrustantes. 2014. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

17.
Marileni Sallaberry Lopes. Amostradores passivos no estudo de aportes recentes de biocidas anti-incrustantes. 2014. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

18.
Michelle Conti Pieroni. Projeto AMBES. 2013. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

19.
Paola Mariana Ondarza. Identificação de fontes de poluentes orgânicos persistentes (POPs) e praguicidas em megacidades e área rurais empregando amostradores atmosféricos passivos (PAS). 2013. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

20.
María Florencia Silva Barni. Amostradores passivos no estudo de aportes recentes de biocidas anti-incrustantes. 2013. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

21.
Gabriela Zamprogno. Vulnerabilidade dos manguezais frente às intervenções humanas na Baía de Vitótia, ES.. 2013. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

22.
Ana Carina Matos Silva. Ecotoxicologia de sedimento de manguezal durante aplicação de Agregado Óleo-Material Particulado em Suspensão (OSA). 2013. Orientação de outra natureza - Universidade Federal da Bahia, Agência Nacional de Petróleo e Gás. Orientador: Gilberto Fillmann.

23.
Sergiane Souza Caldas. Análise de biocidas anti-incrustantes de terceira geração em amostras de regiões portuárias da costa Brasileira. 2013. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande, Financiadora de Estudos e Projetos. Orientador: Gilberto Fillmann.

24.
Rafael Camargo Souza. Impacto da utilização de tintas anti-incrustantes nos principais terminais portuários brasileiros: Avaliação da contaminação por biocidas anti-incrustantes Bolsa: Projeto Aquaviário FINEP. 2013. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande, Financiadora de Estudos e Projetos. Orientador: Gilberto Fillmann.

25.
Lais Belsito Pestana. Elefantes Marinhos. 2012. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Gilberto Fillmann.

26.
Francesca María Mitton. Biomonitoramento e uso de biomarcadores em Spartina densiflora no estudo da contaminação de estuários do Brasil, Chile e Argentina (CAPES/Mercosul). 2012. Orientação de outra natureza. (Biologia) - Universidad Nacional de Mar del Plata. Orientador: Gilberto Fillmann.

27.
Cesar Augusto Paz-Villarraga. Amostradores passivos de POPs e Imposex e TBT na costa da Venezuela. 2012. Orientação de outra natureza. (Quimica) - Universidad Central de Venezuela. Orientador: Gilberto Fillmann.

28.
Paola Mariana Ondarza. Uso de amostradores atmosféricos passivos na América do Sul: um balanço entre fontes locais e globais de poluentes orgânicos persistentes (Prosul II). 2012. Orientação de outra natureza. (Biologia) - Universidad Nacional de Mar del Plata. Orientador: Gilberto Fillmann.

29.
Sergiane Souza Caldas. Análise de biocidas anti-incrustantes de terceira geração em amostras de regiões portuárias da costa Brasileira. 2012. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande, Financiadora de Estudos e Projetos. Orientador: Gilberto Fillmann.

30.
Italo Braga de Castro. Impacto da utilização de tintas anti-incrustantes nos principais terminais portuários brasileiros: Avaliação da contaminação por biocidas anti-incrustantes. 2012. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande, Financiadora de Estudos e Projetos. Orientador: Gilberto Fillmann.

31.
Monica Angelina Primost. Ecotoxicologia e alterações morfo-funcionais em gastrópodes marinhos expostos a contaminação por TBT em zonas costeiras da Patagônia e do Brasil (CAPES/MINCYT). 2011. Orientação de outra natureza. (Biologia) - Universidad Nacional de La Plata y CONICET. Orientador: Gilberto Fillmann.

32.
Marcos Antonio Franco. Ecotoxicologia e alterações morfo-funcionais em gastrópodes marinhos expostos a contaminação por TBT em zonas costeiras da Patagônia e do Brasil (CAPES/MINCYT). 2011. Orientação de outra natureza. (Engenharia Quimica) - Universidad Nacional de La Plata y CONICET. Orientador: Gilberto Fillmann.

33.
Marta Commendatore. Ecotoxicologia e alterações morfo-funcionais em gastrópodes marinhos expostos a contaminação por TBT em zonas costeiras da Patagônia e do Brasil (CAPES/MINCYT). 2011. Orientação de outra natureza. (Biologia) - Universidad Nacional de La Plata y CONICET. Orientador: Gilberto Fillmann.

34.
Bárbara Milene Silveira Machado. Apoio a produção da Revista 'Journal of the Brazilian Society of Ecotoxicology'. 2010. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande, Fundação de Apoio à Universidade do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

35.
Federico Del Brio. Ecotoxicologia e alterações morfo-funcionais em gastrópodes marinhos expostos a contaminação por TBT em zonas costeiras da Patagônia e do Brasil (CAPES/MINCYT). 2010. Orientação de outra natureza. (Biologia) - Universidad Nacional de La Plata y CONICET. Orientador: Gilberto Fillmann.

36.
Mariana Gonzalez. Problemas de contaminação e poluição em ecossistemas terrestres e aquáticos no Cone Sul: utilização de bioindicadores e biomarcadores. 2009. Orientação de outra natureza. (Biologia) - Universidad Nacional de Mar del Plata. Orientador: Gilberto Fillmann.

37.
Cláudia Alves Bonow. Ampliação e capacitação do Laboratório de Microcontaminantes Orgânicos da FURG para análise de hidrocarbonetos em amostras ambientais. 2007. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

38.
Luana Carla Portz. Avaliação da contaminação por hidrocarbonetos em amostras ambientais do estuário da Lagoa dos Patos. 2005. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

39.
Luiz Henrique Capotorto Barbosa. Uso do tanaidáceo Kalliapseudes shubartii na avaliação da toxidade agúda causada por petróleo bruto e sua fração solúvel. 2003. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.

40.
Angela Spengler. Banco de amostras de mamíferos, aves e quelônios marinhos (BAMM) com ocorrência no litoral sul do Brasil. 2003. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande. Orientador: Gilberto Fillmann.



Inovação



Projetos de pesquisa

Projeto de extensão


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
38MIGLIORANZA, K.S.B.2013MIGLIORANZA, K.S.B. ; GONZALEZ, M. ; ONDARZA, P.M. ; SHIMABUKURO, V. ; ISLA, F. I. ; FILLMANN, G. ; AIZPUN, J. E. ; MORENO, V. J. . Assessment of Argentinean Patagonia pollution: PBDEs, OCPs and PCBs in different matrices from the Río Negro basin. Science of the Total Environment, v. 452-453, p. 275-285, 2013.

2.
39LIMA, A. S.2013LIMA, A. S. ; ESPIRITO SANTO, M. L. P. ; GONCALVES, C. I. ; FILLMANN, G. . Avaliação do residual de bifenilos policlorados em atum (Katsuwonus pelamis) congelado e lombo cozido congelado de atum. Revista do Instituto Adolfo Lutz, v. 72, p. 25-33, 2013.

3.
42BORGES, C. L. L.2013BORGES, C. L. L. ; CASTRO, I.B. ; FILLMANN, G. ; FERNANDEZ, M. A. S. . Organotin pollution from pleasure craft at Paraty, a touristic area in Southeastern Brazil: amelioration or interference?. Brazilian Journal of Oceanography (Impresso), v. 61, p. 177-186, 2013.

4.
41BURUAEM, L.M.2013BURUAEM, L.M. ; CASTRO, I.B. ; HORTELLANI, M.A. ; TANIGUCHI, S. ; SASAKI, S.T. ; PETTI, M.A.V. ; FILLMANN, G. ; SARKIS, J.E.S. ; BICEGO, M.C. ; DAVANSO, M.B. ; CESAR, A. ; COSTA-LOTUFO, L.V. ; ABESSA, D.M.S. . Integrated quality assessment of sediments from harbour areas in Santos-São Vicente Estuarine System, Southern Brazil. Estuarine, Coastal and Shelf Science (Print), v. 130, p. 179-189, 2013.

5.
37DOMINGUEZ, L.A.E.2014DOMINGUEZ, L.A.E. ; CALDAS, S. S. ; PRIMEL, E.G. ; Fillmann, Gilberto . The Influence of Salinity and Matrix Effect in the Determination of Antifouling Biocides in Estuarine Waters of Patos Lagoon (Southern Brazil). Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso), v. 25, p. 1-1310, 2014.

6.
33IVAR DO SUL, J.A.2014IVAR DO SUL, J.A. ; COSTA, M.F. ; FILLMANN, G. . Microplastics in the pelagic environment around oceanic islands of the Western Tropical Atlantic Ocean. Water, Air and Soil Pollution (Dordrecht. Online), v. 225, p. 1, 2014.


Livros e capítulos
1.
MIRANDA FILHO, K.C. ; MONTONE, R.C. ; FILLMANN, G. . Compostos Organoclorados. In: Baptista Neto, J. A.; Wallner-Kersanach, M. & Patchineelam, S. M.. (Org.). Poluição Marinha. 1aed.Rio de Janeiro: Interciência, 2008, v. 1, p. 97-160.

2.
BICEGO, M.C. ; SEYFFERT, B.H. ; MARTINS, C.C. ; FILLMANN, G. . Poluição por Petróleo. In: Baptista Neto, J. A.; Wallner-Kersanach, M. & Patchineelam, S. M.. (Org.). Poluição Marinha. 1aed.Rio de Janeiro: Interciência, 2008, v. 1, p. 77-96.

3.
FILLMANN, G.; LEONEL, J. . Contamination profiles and possible trends of persistent organic compounds in the Brazilian aquatic environment. In: Bommanna G. Loganathan; Paul Kwan-Sing Lam. (Org.). Global Contamination Trends of Persistent Organic Chemicals. 1ed.: CRC Press, 2011, v. 1, p. 413-428.


Apresentações de Trabalho
1.
FILLMANN, G.. International Monitoring Networks. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
FILLMANN, G.. Air Quality at the Interface: Megacities and Agroecosystems - Pan-American Advanced Studies Institute. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
FILLMANN, G.; CASTRO, I.B. . Biocidas Anti-Incrustantes e Imposex. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Outras informações relevantes


Membro do Comitê Gestor da Proposta de Internacionalização da FURG, Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação da FURG.
]Início/Término: 02/2018 - Atual

Coordenador Substituto do Programa de Pós-Graduação em Oceanografia Física, Química e Geológica.
Início/Término: 11/07/2016 - 30/07/2016

Membro da Comissão de Curso de Pós-graduação em Oceanografia Física, Química e Geológica.
Início/Término: 01/01/2015 - 01/01/2017

2013-2016: Vice-Chair do Chemical Review Committee (CRC) da Convenção de Roterda (UNEP/FAO/UN). www.pic.int

2006-2011: Editor Chefe da Journal of the Brazilian Society of Ecotoxicology (JBSE), meio de divulgação científica oficial da Sociedade Brasileira de Ecotoxicologia. INSS. 1809-8401. Desde Janeiro de 2006 a Dezembro 2011.

2011-2016: Membro do Chemical Review Committee (CRC) como representante do Brasil na Convenção de Roterdã (UNEP/FAO/UN). www.pic.int

2016-atual: Responsável na FURG pelo Convênio de cooperação técnica e científica estabelecido entre a FURG e o Instituto Tecnológico de Costa Rica (ITCR) - Costa Rica. Inicio: 08/2016. Responsável na CR: Profa. Dra. Floria Roa Gutierrez (froa@itcr.ac.cr) da Escuela de Quimica

Lider do Grupo de Pesquisa: Microcontaminantes orgânicos e ecotoxicologia aquática.

Líder de Grupo de Pesquisa do CNPq: Rede nacional de estudos em anti-incrustantes.

Presidente do Comitê de Seleção do Curso de Pós-graduação em Oceanografia Física, Química e Geológica. Portaria No 256/2009
Início/Término: 01/2009-01/2013

Tesoureiro da SBE (2006-2010)

Coordenador Substituto da Comissão de Curso de Pós graduação em Oceanografia Física, Química e Geológica. Portaria No 323/2007-Gabinete do Reitor
Início/Término: 01/04/2007-31/03/2009

Coordenador Substituto da Comissão de Curso de Pós-graduação em Oceanografia Física, Química e Geológica. Portaria No 719/2005-Gabinete do Reitor
Início/Término: 09/03/2005-31/03/2007

Membro da Comissão de Curso de Pós-graduação em Oceanografia Física, Química



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/11/2018 às 23:23:06