Flávia Cartaxo Ramalho Vilar

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9447112150619350
  • Última atualização do currículo em 19/01/2019


Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal da Paraíba (1989), mestrado em Botânica pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1994) e doutorado em Agronomia - UFPB-Centro de Ciências Agrárias (2006). Atualmente é professora titular do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Petrolina Zona Rural. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Ecologia e Taxonomia Vegetal, atuando principalmente nos seguintes temas: sistemática, taxonomia, citogenética, invasão biológica, plantas espontâneas e plantas medicinais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Flávia Cartaxo Ramalho Vilar
Nome em citações bibliográficas
RAMALHO, F. C.;Flávia C. Ramalho

Endereço


Endereço Profissional
Instituto Federal do Sertão Pernambucano, IF SERTÂO PE - Campus Petrolina Zona Rural.
Rodovia BR 235 KM 22, Projeto Senador Nilo Coelho N4
ZONA RURAL
48970-000 - Petrolina, PE - Brasil
Telefone: (87) 21018050
URL da Homepage: http://www.ifsertao-pe.edu.br/reitoria/


Formação acadêmica/titulação


2002 - 2006
Doutorado em Pós-Graduação em Agronomia.
Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.
Título: Impactos da Invasão da Algaroba [Prosopis juliflora (Sw.) DC.] sobre o Estrato Herbáceo da Caatinga: Florística, Fitossocilogia e Citogenética., Ano de obtenção: 2006.
Orientador: Leonaldo Alves de Andrade.
Palavras-chave: NÚMERO CROMOSSÔMICO; INVASÃO BIOLÓGICA; BANCO DE SEMENTES DO SOLO; CARIRI; SERIDÓ; CURIMATAÚ.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ecologia e Meio Ambiente / Especialidade: INVASÃO BIOLÓGICA.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Vegetal / Especialidade: Citogenética de herbáceas.
Setores de atividade: Produção Vegetal; Silvicultura, Exploração Florestal e Serviços Relacionados; Outro.
1991 - 1994
Mestrado em Botânica.
Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.
Título: TAXONOMIA E NÚMEROS CROMOSSÔMICO DE REPRESENTANTES DA FAMÍLIA ARACEAE EM PERNAMBUCO,Ano de Obtenção: 1994.
Orientador: MARCELO GUERRA FILHO.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: CITOGENÉTICA; SISTEMÁTICA; CITOTAXONOMIA.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
1990 - 1990
Especialização em Curso de Especialização Em Briófitas e Pteridófita. (Carga Horária: 492h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: Uso de Pteridófitas indicadoras de poluição nas praças do Recife.
Orientador: Laíse de Holanda Cavalcanti Andrade.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2000 - 2001
Aperfeiçoamento em Formaçõa Empreendedora na Educação Profissional. (Carga Horária: 180h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: Papel Reciclado com Resíduo Vegetal. Ano de finalização: 2001.
1985 - 1989
Graduação em Agronomia.
Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.
1982 - 1984
Ensino Médio (2º grau).
Colégio Pré Universitário, CPU, Brasil.
1974 - 1981
Ensino Fundamental (1º grau).
Colégio Nossa Senhora de Auxiliadora, COLÉGIOAUXILIADO, Brasil.




Formação Complementar


2007 - 2007
VI Curso de Integração do Agronegóci para Exportaç. (Carga horária: 16h).
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, MAPA/DF, Brasil.
2007 - 2007
Capacitação em Agronegócio Frutícola. (Carga horária: 64h).
Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Econômico e Social, IBRADEC, Brasil.
2006 - 2006
Capacitação de Técnicos da Bacia do Rio S. Franc.. (Carga horária: 34h).
Ministério do Meio Ambiente, MMA, Brasil.
1999 - 1999
Curso de Curta Duração.
Escola Agrotécnica Federal de Crato, EAFCRATO, Brasil.
1997 - 1997
Operações no software GEOLINDES. (Carga horária: 40h).
Centro Brasileiro de aperfeilçoamento dos Profissionais de Topografia, CEBRAPROT, Brasil.
1991 - 1991
Curso de Curta Duração.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
1990 - 1990
Extensão universitária.
Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.
1989 - 1989
Curso de Curta Duração.
Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.
1988 - 1988
Curso de Curta Duração.
Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto Federal do Sertão Pernambucano, IF-Sertão PE, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Chefe de Departamento de Ensino

Atividades

2006 - Atual
Ensino, Friticultura Irrigada, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Propagação de Frutíferas
Material de Origem Vegetal
Botânica Sistemática
Melhoramento Vegetal

UFPB-CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS, UFPB-CCA, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisadora, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

2002 - 2003
Pesquisa e desenvolvimento , Programa de Pós-graduação em Agromonia, .


Escola Agrotécnica Federal de Senhor do Bonfim Ba, EAFSB, Brasil.
Vínculo institucional

1995 - 2006
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40

Atividades

11/1995 - Atual
Ensino,

Disciplinas ministradas
CULTURAS ANUAIS
CULTURAS PERMANENTES
JARDINAGEM
CONSTRUÇÕES E INSTALAÇÕES RURAIS
TOPOGRAFIA
1/2000 - 12/2001
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Desenvolvimento de Ensino, .


Royal Botanic Gardens, Kew, RBG-KEW, Inglaterra.
Vínculo institucional

1992 - 1992
Vínculo: ESTAGIÁRIA, Enquadramento Funcional: ESTAGIÁRIA, Carga horária: 40

Atividades

8/1992 - 9/1992
Estágios , Herbaruim Royal Batanic Gardens, .

Estágio realizado
SISTEMÁTICA DA FAMÍLIA ARACEAE.

Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.
Vínculo institucional

1990 - 1990
Vínculo: ESTAGIÁRIA, Enquadramento Funcional: ESTAGIÁRIA, Carga horária: 40

Atividades

7/1990 - 9/1990
Estágios , Centro de Ciências Exatas e da Natureza - Campus I, Departamento de Sistemática e Ecologia.

Estágio realizado
ESTÁGIO EM SISTEMÁTICA VEGETAL.


Linhas de pesquisa


1.
Taxonomia vegetal

Objetivo: Conhecer o potencial fanerogâmico do município de Senhor do Bonfim-Bahia, visado a sua conservação e exploração racional pela cominidade local..
Grande área: Ciências Biológicas
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado; Educação.
Palavras-chave: SISTEMATÍCA; Taxonomia vegetal; monocotiledônea.
2.
Educação Ambiental

Objetivo: Aproveitar os restos de materiais de origem vegetal, originados de setores agrícolas (fruticultura, olericultura e culturas anuais) da EAFSB, na fabricação de papéis e artesanato, objetivando a reutilização dos restos vegetais..
Palavras-chave: Reciclagem de lixo; Materia de origem vegetal.
3.
Taxonomia e citogenética vegetal

Objetivo: Prover as populações rurais do Nordeste de informações que possibilitem o reconhecimento, cultivo e exploração de espécies frutíferas nativas da região e que apresentem potencialidade de exploração econômica ou alimentar, de modo a promover uma via alternativa de sustentabilidade para essas populações..
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ecologia e Meio Ambiente.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: citogenética vegetal.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Palavras-chave: CITOGENÉTICA; CITOTAXONOMIA; NÚMERO CROMOSSÔMICO; TAXONOMIA.
4.
Invasão Biológica

Objetivo: Avaliar os impactos causados pela invasão da algaroba sobre a composição, a estrutura e a fitodiversidade dos estratos arbustivo-arbóreo e herbáceo da caatinga; Estudar possíveis alterações cromossômicas decorrentes do estresse causado pela espécie invasora sobre espécies herbáceas da caatinga; Propor ações de conservação, manejo e recuperação das áreas invadidas, indicando métodos silviculturais que contribuam para redução do avanço da invasora sobre Caatinga..
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ecologia e Meio Ambiente / Especialidade: Fitossociologia das Caatingas.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ecologia e Meio Ambiente / Especialidade: INVASÃO BIOLÓGICA.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura, Exploração Florestal.
Palavras-chave: BANCO DE SEMENTES DO SOLO; INVASÃO BIOLÓGICA; Fitossociologia; Caatinga.


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
O Uso De Metabólicos Secundários das Espécies de Verbenaceae no Controle de Pragas e doenças na Cultura da Manga (Mangifera Indica L.)
Descrição: As espécies da família Verbenaceae, são utilizadas como medicinais, por apresentarem importantes compostos biossintetizados pelo metabolismo secundário, dentre os quais estão os óleos essenciais. Suas espécies apresentam importantes compostos biossintetizados pelo metabolismo secundário, dentre os quais estão os óleos essenciais, esta pesquisa tem como objetivo principal extrair, identificar e quantificar os constituintes químicos do óleo essencial das espécies da família Verbenaceae para o uso em atividade antibacteriana, no controle de pragas e doenças no Vale São Francisco. Para atender o objetivo serão coletadas e identificadas, espécies da família Verbenaceae no horto medicinal orgânico do Campus Petrolina Zona Rural - CPZR, do IFSERTAO PE. O material vegetal para obtenção do óleo essencial será coletado ás pela manhã. A extração do óleo essencial ocorrerá no Laboratório de Química, do CPZR, utilizando o material botânico seco em diferentes temperaturas, os mesmos serão submetidos à hidrodestilação em aparelho tipo Clevenger, método recomendado pela Farmacopeia Brasileira (BRASIL,2010). O óleo essencial obtido será levado ao Laboratório de Química, do Campus Petrolina ? CP, para as análises cromatográficas e conhecer a composição dos princípios ativos de todas as espécies. Posteriormente será testada sua atividade antimicrobiana em fungos e bactérias encontrados na cultura da Mangueira. O mercado consumidor vem se tornando cada dia mais exigente tratando-se de saúde e preservação do meio ambiente. A utilização de compostos orgânicos na agricultura diminuirá os impactos ambientais, reduzindo os resíduos que os inseticidas químicos deixam no produto final, tornando o produto orgânico de uso eficaz, alternativo, natural, sem ônus ao meio ambiente e com baixo custo. O produto final irá beneficiar os produtores e o consumidor final do submédio do Vale São Francisco interessados em comercializar o óleo essencial e seus compostos ativos, contra ação maléfica das pragas e doenças na cultura da mangueira..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Teonis Batista da Silva - Integrante / Luana Batista dos Santos - Integrante.
2017 - Atual
Rendimento do óleo essencial de menta (Mentha arvensis L.) em função do manejo e horário de colheita.
Descrição: Os óleos essenciais de menta são considerados uma ?commodity? e têm seu preço influenciado pela oferta e demanda mundial do óleo essencial mentol, que apesar de ser o componente presente em maior quantidade no óleo essencial, não é a única substância que define sua qualidade. Pesquisas são realizadas para verificar a influência do horário de colheita sobre o teor e a composição química do óleo essencial. O experimento será realizado no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF SERTÃO-PE), Campus Petrolina Zona Rural, na cidade de Petrolina-PE. A espécie utilizada será a Mentha arvensis L. As mudas serão obtidas de matrizes da horta medicinal do IF SERTÃO-PE. Os canteiros serão confeccionados na área de horta medicinal do IF SERTÃO-PE. Cada tratamento em solo será composto por oito blocos, cada bloco com 20 plantas com espaçamento de 0,45mx0,50m, e dentre as 20, as 4 centrais serão avaliadas, dando um total de 32 plantas avaliadas. O cultivo hidropônico será realizado na hidroponia do IF SERTÃO-PE, onde serão avaliadas 32 plantas. Será utilizado o sistema ?NFT?(Técnica do Fluxo Laminar de Nutrientes). As plantas serão colhidas em dois, às 10:00 e às 14:00. A extração do óleo essencial ocorrerá no Laboratório de Química, do CPZR, utilizando o material botânico seco em diferentes temperaturas, os mesmos serão submetidos à hidrodestilação em aparelho tipo Clevenger, método recomendado pela Farmacopeia Brasileira (BRASIL, 2010). O óleo essencial obtido será levado ao Laboratório de Química, do Campus Petrolina ? CP, para as análises cromatográficas e conhecer a composição do óleo essencial da espécie. O principal objetivo deste trabalho é avaliar a interferência do manejo e horário de colheita sobre o rendimento e a qualidade de óleo essencial de menta..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / José Pedro Dias - Integrante / Ianderson pereira de sousa - Integrante / Teonis Batista da Silva - Integrante / Vitor Prates Lorenzo - Integrante / Inaiara de Sousa - Integrante.
2017 - Atual
Teor Médio De Óleo Essencial Das Plantas Medicinais Em Função De Diferentes Temperaturas De Secagem
Descrição: As plantas medicinais culturalmente são consumidas como erva fresca, pois se acredita que assim há garantia de que todos os compostos responsáveis pelo efeito estarão presentes. Contudo, estudos comprovam que a estocagem e comercialização, podem ser realizadas com a erva seca. Para isto, se faz necessário conhecer a temperatura ideal de secagem, que não influencia na qualidade e quantidade dos princípios ativos das ervas. Os óleos essenciais podem ser acumulados em diversos tipos de órgãos, como em raízes, caules, folhas, flores e frutos, além das próprias sementes; o mesmo autor ainda afirma que os óleos essenciais geralmente estão associados a formas especializadas de armazenamento nas plantas. Com esse estudo, pretende-se especificamente ampliar os estudos relativos à secagem de folhas frescas de plantas medicinais, melhorando a condição de obtenção de extratos para melhoramento na preservação dos princípios ativos, visando uma maior eficiência sem comprometimento da qualidade do produto. Serão selecionadas três espécies do gênero no Plectranthus, no horto medicinal orgânico do Campus Petrolina Zona Rural - CPZR, do IFSERTAO PE. As mesmas serão colocadas pra secar em 3 diferentes temperaturas (40, 60 e 80ºC), no laboratório, o material coletado, será identificado, fotografado e pesado, sendo todos os dados colocados em planilha eletrônica. Após pesagem, o material de cada espécie, será colocado em estufa com circulação forçada de ar, sob as temperaturas de 40, 60 e 80ºC. A extração do óleo essencial ocorrerá no Laboratório de Química, utilizando o material botânico seco em diferentes temperaturas, os mesmos serão submetidos à hidrodestilação em aparelho tipo Clevenger, método recomendado pela Farmacopeia Brasileira. As analises estatísticas serão realizadas com auxilio do SISVAR. Pretende-se especificamente ampliar os estudos relativos à secagem de folhas frescas de plantas medicinais, melhorando a condição de obtenção de extratos para melhoramento na preservação dos princípios ativos, visando uma maior eficiência sem comprometimento da qualidade do produto..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Teonis Batista da Silva - Integrante / Vitor Prates Lorenzo - Integrante / Adelmo Carvalho Santana - Integrante / Maycon da Silva Nunes - Integrante.
2015 - 2016
Germinação de Espécies Frutiferas da Flora Da Caatinga
Descrição: As plantas frutíferas mais consumidas no Brasil são, na sua grande maioria, exótica, embora exista um acervo importante e geralmente desconhecido de espécies frutíferas nativas. Muitas dessas espécies são desconhecidas e não exploradas, as quais poderiam constituir uma importante alternativa alimentar e/ou econômica para a população em geral. A população nordestina, especialmente da população rural é de carente, informações e acesso direto a sementes e/ou mudas de novas fontes de alimento. Muitas vezes, esse alimento é disponível no campo e, em alguns casos, poder também ser cultivado e explorado comercialmente, diante disto, presente estudo tem como objetivo conhecer a germinação de espécies frutíferas da caatinga, visando entender a sua dormência para a manutenção destas espécies no bioma. Os frutos coletados serão armazenados no Centro Vocacional de Tecnologia em Agroecologia (CVT) do Campus Petrolina Zona rural, do IFSERTAO PE. As sementes serão extraídas seguindo as normas tradicionais para seleção de sementes, em seguida serão colocadas para germinar em caixas gerbox com papel germitex. O experimento será inteiramente casualizado, com quatro tratamentos (T1-testemunha; T2- Sementes escarificadas com lixa; T3-Sementes escarificadas com lixa e embebida em água por 24h e T4- Sementes embebidas em água por 24h) e cinco repetições, cada caixa gerbox terá 50 sementes. Para cada espécie será avaliado o índice de velocidade de emergência. Para a análise da variância as médias serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro. Estima-se que cerca de 20 espécies de frutíferas nativas pouco conhecidas componha o acervo do banco de sementes que está sendo proposto. Apesar de apenas algumas espécies possuírem potencialidade de utilização comercial imediata como frutífera, espera-se que estudos posteriores possam avaliar mais detalhadamente as qualidades nutricionais dessas espécies, o que em médio prazo ampliará sua utilização..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Thaisi Caroline Tavares de Oliveira - Integrante / Teonis Batista da Silva - Integrante / Fabio Freire - Integrante / Nivaldo Ribeiro Santos - Integrante / Laires Reis Sales - Integrante / Danilo Lourenço Oliveira - Integrante.
2015 - 2016
Uso do gossipol para o controle da mosca branca
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / ALINE FINOTTI - Integrante.
2015 - Atual
LEVANTAMENTO DAS PLANTAS ESPONTÂNEAS E SUAS POTENCIALIDADES FITOTERAPÊUTICAS
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Mary Ann Saraiva Bezerra - Integrante / Ana Rita Leandro dos Santos - Integrante / Manoel Fernandes da Costa - Integrante.
2014 - 2015
Levantamento Florístico das plantas espontâneas e suas potencialidades fitoterapêuticas
Descrição: Este estudo tem como objetivo realizar um levantamento das plantas espontâneas encontradas no Campus Petrolina Zona Rural, IFSERTÃO PE, visando identificar suas potencialidades fitoterápicas, através da medicina popular. A área do Campus Petrolina Zona Rural, IFSERTÃO PE, será utilizada para o levantamento de plantas espontâneas. O levantamento constituirá primeiramente no conhecimento prévio da área de estudo, do uso do solo e posteriormente, será realizadas as atividades de campo e coleta de material botânico. A amostragem de espécies ocorrerá de forma aleatória em locais estratégicos, as espécies coletadas serão transportadas para o Laboratório de Biologia Vegetal, onde serão confeccionadas exsicatas segundo as normas usuais empregadas na taxonomia vegetal. A identificação das espécies será realizada, com base na literatura especializada. Após a identificação das espécies será realizado uma revisão bibliográfica específica, para identificação das espécies espontâneas com potencialidades fitoterápicas. Junto a comunidade será realizada uma entrevista estruturada para verificar o uso popular medicinal das espécies. As espécies identificadas serão plantas em canteiros na Horta Medicinal Orgânica, do referido Campus, conhecendo assim seu método de propagação. O conhecimento do uso dessas plantas espontâneas pelas comunidades tradicionais poderá direcionar a pesquisa na área da bioquímica, o que por sua vez resultará num produto muito mais acessível para a população. As espécies espontâneas identificadas como fitoterápicas neste estudo poderão se transformar em culturas para fins econômicos além de outras finalidades. As plantas espontâneas são plantas conhecidas como um obstáculo a economia rural, porém, talvez possa ser uma alternativa de aproveitamento..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Mary Ann Saraiva Bezerra - Integrante / Jaiane Alves Ferreira - Integrante / Ana Rita Leandro dos Santos - Integrante / Manoel Fernandes da Costa - Integrante / Luciano Costa de Castro - Integrante.
2014 - 2015
Estimativa da captura de carbono da biomassa em variedades de girassol (Helianthus annus L.)
Descrição: Tendo em vista a necessidade de desenvolvimento de tecnologias para a produção de complexos bioenergéticos alternativos, o vale do submédio São Francisco desponta como uma região de grande potencial para exploração de culturas com fins bioenergéticos, pela abundância de terras e água, contribuindo para a geração de emprego e renda em nível regional e, por conseguinte, favorecendo o desenvolvimento de tecnologias alternativas ao sequestro de carbono, e ainda, à produção de biocombustíveis. Portanto busca-se quantificar a capacidade de aporte de C por meio de resíduos vegetais do girassol (helianthus annus ) uma vez que cultura do girassol atua efetivamente no sequestro de captura de carbono atmosférico, contribuindo para o desenvolvimento de tecnologias limpas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Erbs Cintra de Souza Gomes - Integrante / José Pedro Dias - Integrante / Ana Rita Leandro dos Santos - Integrante / Manoel Fernandes da Costa - Integrante / Fabio Freire - Integrante.
2014 - 2015
Trilha ecológica: subsídios para instalação de um laboratório natural de desenvolvimento sustentável e consciência ambiental
Descrição: A área de estudo visa à contribuição cientifica para a região abordada e a construção de trilhas ecológicas, gerando dados que poderá servir de base para um maior conhecimento da Caatinga presente na reserva do IF-Sertão PE que serão expostos e difundidos por meio das trilhas no decorrer da visita ao local..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Mary Ann Saraiva Bezerra - Integrante / Evelyne Cavalcanti Freire Nogueira - Integrante.
2014 - 2015
Estimativa da captura de carbono da biomassa em variedade de girassol (Helianthus annus L.)
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Jaiane Alves Ferreira - Integrante.
2013 - 2014
O uso da fitossociologia como ferramenta para a implantação de uma trilha ecológica em uma área de caatinga bem conservada do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Sertão Pernambucano - Campus Petrolina Zona Rural
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Mary Ann Saraiva Bezerra - Integrante / Afonso Candido - Integrante / Evelyne Cavalcanti Freire Nogueira - Integrante.
2012 - 2013
Efeito alelopático de tiririca sobre germinação de plantas daninhas
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Jaiane Alves Ferreira - Integrante.
Número de orientações: 1
2010 - 2011
USO DE LEGUMINOSAS NATIVAS COMO ADUBO VERDE
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Cícero Antonio de Sousa Araújo - Integrante / Jacqueline Aragão santana - Integrante.
Número de orientações: 1
2010 - 2011
Descrições morfológicas e caracterização químicas de variedades de uvas produzidas no Vale do submédio do São Francisco
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Wilza Carla Oliveira de Souza - Integrante / Mariana Barros Almeida - Integrante.
Financiador(es): Instituto Federal do Sertão Pernambucano - Bolsa.
2009 - 2010
Frutíferas Nativas e Exóticas com Potencial Econômico e Alimentício
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Wilza Carla Oliveira de Souza - Integrante / Mariana Barros Almeida - Integrante / Marcelo Campos Pereira - Integrante / Rosiano Pereira dos Santos - Integrante.
2007 - 2009
Desenvolvimento de Tecnologias para Cultivo Orgânico de Frutícolas no Submédio São Francisco:práticas de manejo e avaliação da sustentabilidade
Descrição: Desenvolver tecnologias para o manejo orgânico de frutícolas, no Submédio São Francisco, e definir índices de sustentabilidade para o sistema orgânico de produção, de forma a suprir a falta alternativas de práticas agroecológicas para os fruticultores.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Especialização: (1) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Integrante / Cícero Antonio de Sousa Araújo - Coordenador / Jane Oliveira Perez - Integrante / Andrea Nunes Moreira - Integrante.
Financiador(es): Banco do Nordeste do Brasil S/A - Auxílio financeiro.
2003 - 2006
Caracterização citológica e anatômica, cultivo e utilização de frutíferas nativas do Nordeste do Brasil
Descrição: Prover as populações rurais do Nordeste de informações que possibilitem o reconhecimento, cultivo e exploração de espécies frutíferas nativas da região e que apresentem potencialidade de exploração econômica ou alimentar, de modo a promover uma via alternativa de sustentabilidade para essas populações..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Integrante / LEONARDO PESSOA FÉLIX - Coordenador.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2002 - 2004
AVALIAÇÃO DOS IMPACTOS CAUSADOS PELA ALGAROBA (Prosopis juliflora (SW) D.C.), SOBRE A FITODIVERSIDADE E A ESTRUTURA DA CAATINGA
Descrição: Avaliar os impactos causados pela invasão da algaroba sobre a composição, a estrutura e a fitodiversidade dos estratos arbustivo-arbóreo e herbáceo da caatinga; Estudar possíveis alterações cromossômicas decorrentes do estresse causado pela espécie invasora sobre espécies herbáceas da caatinga; Propor ações de conservação, manejo e recuperação das áreas invadidas, indicando métodos silviculturais que contribuam para redução do avanço da invasora sobre Caatinga..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Integrante / LEONARDO PESSOA FÉLIX - Integrante / GENARO VIANA DORNELAS - Integrante / Leonaldo A. Andrade - Coordenador / Everardo Sampaio - Integrante / Claudia Pegado - Integrante.
Financiador(es): Fundação O Boticário de Proteção à Natureza - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 10
2000 - 2001
Flora fanerogâmica do municipio de Senhor do Bonfim - BA
Descrição: Conhecer o potencial fanerogâmico do município de Senhor do Bonfim-Bahia, visado a sua conservação e exploração racional pela comuinidade local..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador.
Financiador(es): Escola Agrotécnica Federal de Senhor do Bonfim-BA - Auxílio financeiro.


Projetos de extensão


2017 - 2018
Incentivo Do Uso De Boas Pratícas Agrícolas (Bpas) Na Produção De Mudas De Plantas Medicinais
Descrição: Uma agricultura sustentável do ponto de vista técnico, ambiental, social e econômico é realizada com o uso de boas práticas agrícolas, que visam orientar os produtores sobre as práticas que devem ser adotadas para que seu produto alcance a qualidade exigida pelo mercado, utilizando os recursos naturais racionalmente. As plantas medicinais utilizadas pela tradicionalmente pela população em suas necessidades básicas de saúde, em função da facilidade de acesso e do baixo custo, atualmente vem ocupando espaços em quintais de residências, creche, escolas e associações, com isto há uma grande busca por mudas de espécies medicinais, não há comercialização destas mudas em Petrolina ou cidades próximas. Por isto, este projeto tem como objetivo a produção de mudas plantas medicinais, para distribuição nas comunidades rurais de Petrolina/PE utilizando as Boas Práticas Agrícolas (BPAs,) as quais incentiva ao agricultor a realizar uma agricultura que seja sustentável do ponto de vista técnico, ambiental, social e econômico. As espécies medicinais serão selecionadas no Horto Medicinal Orgânico do Campus Petrolina Zona Rural, IFSERTÃO PE, as quais serão propagadas sexuadamente (sementes) ou assexuadamente (estaquia, divisão de touceira ou mergulhia). Após atingirem tamanho ideal, as plantas medicinais serão distribuídas ao público-alvo. No ato da distribuição será realizado um dia de campo, uma palestra sobre como propagar plantas medicinais com o uso da BPAs, seu plantio, manejo e utilização fitoterápica. Com a distribuição de mudas, o projeto incentivará a criação de hortos locais, com cultivo orgânico de plantas medicinais, por agricultores familiares, promovendo o conhecimento de seu uso. Criando assim, uma alternativa viável economicamente para a diversificação nas pequenas propriedades rurais..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / José Pedro Dias - Integrante / Teonis Batista da Silva - Integrante / Luiz Antonio Gomes Mendes - Integrante.
2017 - 2018
Implantação De Horta Medicinal Agroecológica No Residencial Brasil
Descrição: Uma agricultura sustentável do ponto de vista técnico, ambiental, social e econômico é realizada com o uso de boas práticas agrícolas, que visam orientar os produtores sobre as práticas que devem ser adotadas para que seu produto alcance a qualidade exigida pelo mercado, utilizando os recursos naturais racionalmente. As plantas medicinais utilizadas pela tradicionalmente pela população em suas necessidades básicas de saúde, em função da facilidade de acesso e do baixo custo, atualmente vem ocupando espaços em quintais de residências, creche, escolas e associações, com isto há uma grande busca por mudas de espécies medicinais, não há comercialização destas mudas em Petrolina ou cidades próximas. Por isto, este projeto tem como objetivo a produção de mudas plantas medicinais, para distribuição nas comunidades rurais de Petrolina/PE utilizando as Boas Práticas Agrícolas (BPAs,) as quais incentiva ao agricultor a realizar uma agricultura que seja sustentável do ponto de vista técnico, ambiental, social e econômico. As espécies medicinais serão selecionadas no Horto Medicinal Orgânico do Campus Petrolina Zona Rural, IFSERTÃO PE, as quais serão propagadas sexuadamente (sementes) ou assexuadamente (estaquia, divisão de touceira ou mergulhia). Após atingirem tamanho ideal, as plantas medicinais serão distribuídas ao público-alvo. No ato da distribuição será realizado um dia de campo, uma palestra sobre como propagar plantas medicinais com o uso da BPAs, seu plantio, manejo e utilização fitoterápica. Com a distribuição de mudas, o projeto incentivará a criação de hortos locais, com cultivo orgânico de plantas medicinais, por agricultores familiares, promovendo o conhecimento de seu uso. Criando assim, uma alternativa viável economicamente para a diversificação nas pequenas propriedades rurais..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / José Pedro Dias - Integrante / Ianderson pereira de sousa - Integrante / Teonis Batista da Silva - Integrante / Manoel Fernandes da Costa - Integrante / Vitor Prates Lorenzo - Integrante / Luana Batista dos Santos - Integrante / Nivaldo Ribeiro Santos - Integrante.
2015 - 2016
Implantação De Horta Medicinal Agroecológica No Residencial Brasil
Descrição: Uma grande preocupação da humanidade hoje é com os resíduos sólidos produzidos em alta escala, por uma geração tecnológica. Os resíduos sólidos domésticos vêm ocupando espaço de destaque nesse quadro com o aumento de produtos descartáveis. Esses produtos são descartados de forma inadequada, e por possuir características físicas e químicas complexas, dificulta sua decomposição e aumenta sua contaminação no meio ambiente. Uma ótima aplicação para o uso desses resíduos sólidos domésticos (garrafas PETS) é o cultivo orgânico de olerícolas e medicinais em hortas verticais. Uma fonte de saúde, com alimentos orgânicos e uma alternativa para reciclagem destes resíduos. Para cultivar hortaliças não há necessidade de utilizar uma área extensa. Em casa, na escola ou no trabalho, é possível plantar folhosas e condimentos em pequenos espaços, fornecendo vitaminas, fibras e sais minerais necessários para completar as refeições diárias. Essa prática também é útil como terapia ocupacional para os idosos. O consumo regular de hortaliças é muito saudável e auxilia na prevenção de doenças. Diante deste contexto, este projeto, como objetivo confeccionar uma horta vertical com alunos de creches utilizando garrafas pets. Serão selecionadas, creches da rede municipal ou organização não governamental, para realização de parcerias e reconhecimento das áreas disponíveis para instalação da horta vertical, as garrafas pets serão cortadas e furadas, de acordo com a necessidade de cada espécie (olerícola ou medicinal) e com a área local da creche, as espécies serão selecionadas de acordo com a indicação da creche, para atender as necessidades locais, o substrato utilizado será desenvolvido no CVT (Centro Vocacional Tecnológico Agroecológico), com utilização de material orgânico, após selecionadas, as espécies serão propagadas e plantadas em garrafas pets com tamanho ideal para seu desenvolvimento. Este projeto visa gerar uma alternativa de saúde e alimentação, bem como um modelo para na educação ambiental para os alunos e comunidade..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Marcelo Campos Pereira - Integrante / Teonis Batista da Silva - Integrante / José Batista da Gama - Integrante / Rinaldo Rufino Lopes - Integrante / Leopoldina Francimar Amorim Coelho Diniz - Integrante / Wilson Da Silva Santos - Integrante.
2015 - 2016
Horta Medicinal: Um Resgate dos Saberes Popular ? Parte II: Plantando Saúde: Implantação de Horta Medicinal Orgânica em Escolas Municipais de Petrolina/PE
Descrição: O Projeto HORTA MEDICINAL: UM RESGATE DO SABER POPULAR aprovado em 2013, pelo PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO ? PIBEX, tendo como objetivo principal explorar a riqueza da diversidade da flora medicinal regional, resgatando uso tradicional das plantas medicinais, permitiu a instalação de uma horta medicinal, no Campus Petrolina Zona Rural, que hoje é um laboratório vivo, para aulas práticas nos cursos Técnicos em agricultura e agropecuária, no curso de agronomia e para os programas Mulheres Mil e PRONATEC. A importância da recondução deste projeto, com a instalação de horta medicinal em escolas municipais de Petrolina/PE, é por acreditar na educação como única forma de gerar transformações na sociedade, permitindo aos alunos conhecer melhor as propriedades e formas corretas de usar as plantas medicinais, que muitas vezes são usadas por seus avós e pais. Atualmente, em um País como o nosso, com um grande número de pessoas carentes e sem condições de ter acesso a medicamentos, um trabalho como este ajuda a difundir a utilização das plantas medicinais, como uma forma de diminuir gastos e até, evitar o agravamento de algumas doenças. As práticas agrícolas e as técnicas agroecológicas empregadas na horta medicinal desde suas instalações proporcionarão a comunidade escolar os princípios básicos de considerar o meio ambiente e o ser humano, como parte de um único organismo vivo, entendo o solo e sua conservação como parte deste. Alguns temas ambientais, como lixo, água, solo e desmatamento, surgirão no desenvolvimento das atividades, e serão ampliados, de acordo com as necessidades de cada grupo. Certamente, o tema que mais chamará atenção será o uso de plantas medicinais, que será amplamente discutido e trabalhado. As escolas municipais serão selecionadas com ajuda da GERE, e as espécies indicadas para compor a horta serão selecionadas de acordo com as principais necessidades terapêuticas da comunidade escolar (gripes, resfriados, verminose, dores abdominais e outras)..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Mary Ann Saraiva Bezerra - Integrante / José Pedro Dias - Integrante / Teonis Batista da Silva - Integrante / Iandersson Pereira Sousa - Integrante / Vitor Prates Lorenzo - Integrante / José Batista da Gama - Integrante / Teodora Batista da Silva - Integrante / Ana Lúcia Nogueira Guivares - Integrante.
2015 - 2016
Multiplicando Saúde
Descrição: A utilização de plantas medicinais, tanto na farmacopeia como medicina caseira, é praticada desde os primórdios da civilização humana. As plantas medicinais utilizadas pela tradicionalmente pela população em suas necessidades básicas de saúde, em função da facilidade de acesso e do baixo custo, atualmente vem ocupando espaços em quintais de residências, creche, escolas e associações, com isto há uma grande busca por mudas de espécies medicinais, não há comercialização destas mudas em Petrolina ou cidades próximas. Por isto, este projeto tem como objetivo a produção de mudas plantas medicinais para distribuição nos Campi do IFSERTAO PE (Campus, Ouricuri, Floresta, Salgueiro e Petrolina), e no assentamento Três Conquista. Será realizada uma visita aos locais de distribuições das plantas medicinais, par que se possa conhecer o perfil do público-alvo e suas necessidades medicinais, através de uma entrevista semiestruturada, As espécies medicinais serão selecionadas no Horto Medicinal Orgânico do Campus Petrolina Zona Rural, IFSERTÃO PE, de acordo com o resultado da entrevista ao público-alvo, separando pela sua ação fitoterápica. De acordo com a espécie selecionada, elas poderão ser propagadas sexuadamente (sementes) ou assexuadamente (estaquia, divisão de touceira ou mergulhia). Após atingirem tamanho ideal, as plantas medicinais serão distribuídas ao público-alvo. No ato da distribuição será realizada uma palestra sobre o plantio, manejo e uso das plantas medicinais doadas. Com a distribuição de mudas nos Campus do IFSERTÃO PE e na comunidade do assentamento Três Conquista, o projeto incentivará a criação de hortos locais, com cultivo orgânico de plantas medicinais, por alunos e agricultores familiares, promovendo o conhecimento de seu uso. Criando assim, uma alternativa viável economicamente para a diversificação nas pequenas propriedades rurais e nos Campus, a implantação de um laboratório vivo para realização das aulas práticas, servindo como um agente multiplicador..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Marcelo Campos Pereira - Integrante / Teonis Batista da Silva - Integrante / Manoel Fernandes da Costa - Integrante / João Otávio Alves Da Silva - Integrante / José Batista Gama - Integrante / Rinaldo Rufino Lopes - Integrante / Paulo Nogueira - Integrante / Leopoldina Francimar Amorim Coelho Diniz - Integrante.
2014 - 2015
RESGATE E VALORIZAÇÃO DAS PLANTAS MEDICINAIS: CAATINGA ? ?FARMÁCIA VIVA DOS INDÍOS DO SERTÃO PERNAMBUCANO?
Descrição: Este projeto tem como objetivo principal, resgatar informações sobre as plantas medicinais e seu uso pela comunidade indígena, visando conhecer a flora medicinal deste local, permitindo gerar estratégias de preservação. Serão selecionadas tribos do sertão pernambucano, onde uma entrevista semiestruturada será realizada aos pajés da tribo, para obter informações sobre o uso das plantas medicinais. Diante dos dados etnobotânicos. Serão instalados canteiros e produzidos fitoterápicos com as espécies indicadas pelo pajé. Plantas nativas indicadas pelos indígenas serão colecionadas em um banco de germoplasma, para preservarão dos conhecimentos e saberes populares..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Mary Ann Saraiva Bezerra - Integrante / José Pedro Dias - Integrante / Marcelo Henrique Santos Pires Alves - Integrante / Lairla Oliveira Costa - Integrante.
2014 - 2015
HORTA MEDICINAL: UM RESGATE DOS SABERES POPULAR ? Parte II: PLANTANDO SAÚDE: IMPLANTAÇÃO DE HORTA MEDICINAL ORGÂNICA EM ESCOLAS MUNICIPAIS DE PETROLINA/PE.
Descrição: A importância da recondução deste projeto, com a instalação de horta medicinal em escolas municipais de Petrolina/PE, é por acreditar na educação como única forma de gerar transformações na sociedade, permitindo aos alunos conhecer melhor as propriedades e formas corretas de usar as plantas medicinais, que muitas vezes são usadas por seus avós e pais. Atualmente, em um País como o nosso, com um grande número de pessoas carentes e sem condições de ter acesso a medicamentos, um trabalho como este ajuda a difundir a utilização das plantas medicinais, como uma forma de diminuir gastos e até, evitar o agravamento de algumas doenças. As práticas agrícolas e as técnicas agroecológicas empregadas na horta medicinal desde suas instalações proporcionarão a comunidade escolar os princípios básicos de considerar o meio ambiente e o ser humano, como parte de um único organismo vivo, entendo o solo e sua conservação como parte deste. Alguns temas ambientais, como lixo, água, solo e desmatamento, surgirão no desenvolvimento das atividades, e serão ampliados, de acordo com as necessidades de cada grupo. Certamente, o tema que mais chamará atenção será o uso de plantas medicinais, que será amplamente discutido e trabalhado. As escolas municipais serão selecionadas com ajuda da GERE, e as espécies indicadas para compor a horta serão selecionadas de acordo com as principais necessidades terapêuticas da comunidade escolar (gripes, resfriados, verminose, dores abdominais e outras)..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Mary Ann Saraiva Bezerra - Integrante / José Pedro Dias - Integrante.
2014 - 2015
Introdução da comunidade de Rajada, distrito de Petrolina, em feiras livres com plantas medicinais e Produtos Derivados
Descrição: . Este projeto tem por objetivo principal explorar a riqueza da diversidade da flora medicinal regional das comunidades do distrito de Rajada, Petrolina-PE, resgatando uso tradicional das plantas medicinais, fortalecendo esta cultura com a criação e instalação de uma horta medicinal nas comunidades e oferecer mini-cursos de preparo de cosméticos e produtos naturais, para que com isso as pessoas afetadas pelo projeto tenham um incremento de renda para suas famílias. O projeto conta com a parceria do IPA- Instituto Agronômico de Pernambuco- Gerencia regional de Petrolina, escritório de ATER, que é de suma importância devido à região abordada tratar de um grupo de agricultores assistido pelo o IPA no plano Brasil sem Miséria (BSM) do governo federal, que visa o resgate das famílias brasileiras que estão abaixo da linha da miséria. Esse projeto será uma ferramenta que poderá promover essas mudanças, os agricultores recebem um incentivo financeiro do governo para a implantação de um projeto que lhes gere renda, essa proposto de horto medicinal lhes serão apresentada como tal opção a comunidade, que é ciente da iniciativa e mostra-se bastante receptível.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Mary Ann Saraiva Bezerra - Integrante / Evelyne Cavalcanti Freire Nogueira - Integrante.
2013 - 2014
Horta Medicinal: Um Resgate aos Saberes Populares
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (1) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Integrante / José Pedro Dias - Coordenador / Ianderson pereira de sousa - Integrante / Teonis Batista da Silva - Integrante / Luciano Casto de Castro - Integrante.
Número de orientações: 1


Projetos de desenvolvimento


2017 - Atual
O Uso do Óleo Essencial das Lamiaceae em Atividades Antimicrobianas
Descrição: As espécies da família Lamiaceae, são utilizadas como medicinais, por apresentarem importantes compostos biossintetizados pelo metabolismo secundário, dentre os quais estão os óleos essenciais. Suas espécies apresentam importantes compostos biossintetizados pelo metabolismo secundário, dentre os quais estão os óleos essenciais, esta pesquisa tem como objetivo principal extrair, identificar e quantificar os constituintes químicos do óleo essencial das espécies da família Lamiaceae para o uso em atividade antibacteriana, no controle de doenças das fruteiras irrigadas. Para atender o objetivo serão coletadas e identificadas, espécies da família Lamiaceae no horto medicinal orgânico do Campus Petrolina Zona Rural - CPZR, do IFSERTAO PE, e confeccionadas exsicatas e identificadas de acordo com as normas usuais da taxonomia vegetal. O material vegetal para obtenção do óleo essencial será coletado ás 10h da manhã. A extração do óleo essencial ocorrerá no Laboratório de Química, do CPZR, utilizando o material botânico seco em diferentes temperaturas, os mesmos serão submetidos à hidrodestilação em aparelho tipo Clevenger, método recomendado pela Farmacopeia Brasileira (BRASIL, 2010). O óleo essencial obtido será levado ao Laboratório de Química, do Campus Petrolina ? CP, para as análises cromatográficas e conhecer a composição dos princípios ativos de todas as espécies. Posteriormente será testada sua atividade antimicrobiana em fungos e bactérias encontrados na cultura das fruteiras irrigadas. O mercado consumidor vem se tornando cada dia mais exigente tratando-se de saúde e preservação do meio ambiente. A utilização de compostos orgânicos na agricultura diminuirá os impactos ambientais, reduzindo os resíduos que os inseticidas químicos deixam no produto final, tornando o produto orgânico de uso eficaz, alternativo, natural, sem ônus ao meio ambiente e com baixo custo. O produto final irá beneficiar desde empresas interessadas em comercializar o óleo essencial e seus compostos ativos com ação antimicrobiana na fruticultura irrigada até o consumidor final e o pequeno produtor..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador / Vitor Prates Lorenzo - Integrante / Adelmo Carvalho Santana - Integrante / Maria Aniele dos Santos Lopes - Integrante / Inaiara de Sousa - Integrante.


Outros Projetos


2000 - 2002
Utilização de materia de origem vegetal para reciclagem
Descrição: Aproveitar os restos de materiais de origem vegetal, originados de setores agrícolas (fruticultura, olericultura e culturas anuais) da EAFSB, na fabricação de papéis e artesanato, objetivando a reutilização dos restos vegetais..
Situação: Desativado; Natureza: Outra.

Integrantes: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar - Coordenador.
Financiador(es): Escola Agrotécnica Federal de Senhor do Bonfim-BA - Auxílio financeiro.


Revisor de periódico


2008 - Atual
Periódico: Acta Tecnológica
2009 - 2009
Periódico: CONNEPI
2010 - Atual
Periódico: CONNEPI 2010


Revisor de projeto de fomento


2018 - Atual
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2018 - 2018
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2018 - 2018
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2018 - 2018
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2016 - 2016
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2015 - 2015
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2015 - 2015
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2015 - 2015
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2015 - 2015
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2014 - 2014
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2014 - 2014
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2014 - 2014
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2013 - Atual
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2013 - 2013
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2013 - 2013
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2013 - 2013
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2013 - 2013
Agência de fomento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
2011 - 2011
Agência de fomento: embrapa


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Botânica Vegetal/Especialidade: Sistemática E Citogenética de Araceae.
2.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ecologia e Meio Ambiente/Especialidade: Fitossociologia das Caatingas.
3.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ecologia e Meio Ambiente/Especialidade: INVASÃO BIOLÓGICA.
4.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Botânica Vegetal/Especialidade: Citogenética vegetal.
5.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ecologia e Meio Ambiente.
6.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Floricultura, Parques e Jardins/Especialidade: Parques e Jardins.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2008
Láurea Acadêmica, SESC.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
RAMALHO, F. C.2017 RAMALHO, F. C.; FELIX, L. P. ; MAYO, S. ; SILVA, A. E. B. E. ; GUERRA, M. . IOPB Column. Taxon, v. 66, p. 275-295, 2017.

2.
PITREZ, S. R.2014 PITREZ, S. R. ; Flávia C. Ramalho ; ANDRADE, L. A. ; CORDEIRO, J. M. ; ASSIS, F. N. M. ; FELIX, L. P. . IAPT/IOPB chromosome data 18. Taxon, v. 63, p. 1390-1391, 2014.

3.
PARENTE, R. G.2011PARENTE, R. G. ; BARBOSA, L. G. ; SOUZA, O. C. ; RAMALHO, F. C. . Composição Florística do Banco de Sementes do Solo da Caatinga em Perímetro Irrigado de Petrolina - Pernambuco. Revista Semiárido De Visu, v. 1, p. 18-31, 2011.

4.
ALMEIDA, M.B.2011ALMEIDA, M.B. ; Wilza Carla Oliveira de Souza ; RAMALHO, F. C. . Descrição morfológica do fruto e semente do jatobá (Hymenaea courbaril L.). Revista Semiárido De Visu, v. 1, p. 106-115, 2011.

5.
ALMEIDA, M. B.2011ALMEIDA, M. B. ; SOUZA, W. C. O. ; BARROS, J. R. A. ; BARROSO, P. A. ; RAMALHO, F. C. . Caracterização física e química dos frutos de carambola (Averroa carambola L.) produzidos em Petrolina- PE. Revista Semiárido De Visu, v. 01, p. 116-125, 2011.

6.
SANTANA, J. A. S.2009 SANTANA, J. A. S. ; RAMALHO, F. C. ; Carneiro, P .S. ; Andrade, L. A. . ACÚMULO DE SERRAPILHEIRA EM PLANTIOS PUROS E EM FRAGMENTOS DE MATA ATLÂNTICA NA FLORESTA NACIONAL DE NÍSIA FLORESTA-RN. Revista Caatinga (Online), v. 22, p. 59-66, 2009.

7.
Gomes, E. C. S.2008Gomes, E. C. S. ; RAMALHO, F. C. ; PEREZ, J. ; Ramalho, R. C. . Plantas da Caatinga de uso terapêutico: Levantamento Etnobotânico.. Engenharia Ambiental (UNIPINHAL. Impresso), v. 5, p. 2-5, 2008.

Capítulos de livros publicados
1.
MAYO, S. ; Gonçalves, E. G. ; Sakuragui, C.M. ; COELHO, M. A. N. ; Soares, M.L.C ; Andrade, I.M ; RAMALHO, F. C. ; Lins, A ; Barros, C. . . Refuges, fragmentation and biodiversity conservation: The case of the Araceae.. In: Taciana Barbosa Cavalcanti; Bruno Machado Teles Walter. (Org.). Tópicos atuais em botânica. Brasíla: EMBRAPA, 2000, v. , p. 326-331.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SOUZA, M. R. ; SILVA, L. O. S. ; Flávia C. Ramalho ; LORENZO, V. P. ; SOUZA, M. P. C. ; SILVA, T. B. ; TAVARES, Y. K. S. C. . O USO DO OLÉO ESSENCIAL DE EUCALIPTO NA GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE FEIJÃO DE CORDA. In: I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018, Petrolina-PE. I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018.

2.
SANTOS, J. N. L. ; SILVA, L. T. ; CEZAR NETO, N. A. ; Flávia C. Ramalho ; LORENZO, V. P. . ORGANOGRAFIA VEGETAL E TEOR DE ÓLEO ESSENCIAL DE FALSA-MENTA(RHAPHIODON ECHINUS SCHAUER). In: I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018, Petrolina-PE. I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018.

3.
SILVA, T. B. ; RAMALHO, F. C. ; Matias, J. R. ; PEREIRA, M.C. ; Ramalho, R. C. ; FOUYER, A. C. G. ; DIAS, J. P. . Germinação de sementes orgânica de alfavacacravo (ocimum gratissimum L.) recém colhidas e submetidas ao armazenamento.. In: I Congresso Internacional Interdisciplinar em Extensão Rural e Desenvolvimento, 2017, Juazeiro Bahia. I Congresso Internacional Interdisciplinar em Extensão Rural e Desenvolvimento, 2017.

4.
DIAS, J. P. ; SOUSA, I. P. ; HASEGAWA, K. T. ; SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho ; LORENZO, V. P. ; Ramalho, R. C. . Composição química do óleo essencial do confrei (symphytum officinale L.) cultivado sob condições de manejo orgânico. In: I Congresso Internacional Interdisciplinar em Extensão Rural e Desenvolvimento, 2017, Juazeiro Bahia. I Congresso Internacional Interdisciplinar em Extensão Rural e Desenvolvimento,, 2017.

5.
SANTOS, L. B. ; SANTOS, V. N. ; SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho ; SANTANA, A. C. ; DIAS, J. P. . Composição florística de plantas espontâneas no cultivo da acerola orgânica (malpighia glabra l.). In: I Congresso Internacional Interdisciplinar em Extensão Rural e Desenvolvimento, 2017, Juazeiro Bahia. I Congresso Internacional Interdisciplinar em Extensão Rural e Desenvolvimento, 2017.

6.
BORGES, A. L. O. ; RAMALHO, F. C. ; LORENZO, V. P. ; PEIXOTO, R. M. . Estudo Etnofarmacológico Relacionado ao Uso de Plantas na Terapia de Enfermidades em animais de Produção no Submédio São Francisco. In: Ix Encontro Nordestino de Etnobiologia e Etnoecologia, 2017. Ix Encontro Nordestino de Etnobiologia e Etnoecologia.

7.
SILVA, T. B. ; RAMALHO, F. C. ; PEREIRA, M.C. ; SANTANA, A. C. ; COELHO, B. E. S. ; Ramalho, R. C. . GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE Psidium guajava L. ORGÂNICA SOB DIFERENTES TRATAMENTOS DE QUEBRA DE DORMÊNCIA. In: III Congresso Brasileiro de Educação Ambiental Interdisciplinar, 2017, Juazeiro Bahia. III Congresso Brasileiro de Educação Ambiental Interdisciplinar, 2017.

8.
Wilza Carla Oliveira de Souza ; RAMALHO, F. C. ; PEREZ, J. ; Gomes, E. C. S. . Caracterização das perdas de manga "Tommy" em Petrolina/PE. In: V Congresso Norte-Nordeste de Pesquisa e Inovação, 2010, Maceió. V Congresso Norte-Nordeste de Pesquisa e Inovação, 2010.

9.
Matias, J. R. ; RAMALHO, F. C. ; Wilza Carla Oliveira de Souza . Caracterização do fruto e curva de embebição de Annona cf. montada Macfad (Maraticum do mato). In: V CONNEPI, 2010, Maceió. V CONNEPI - Congresso Norte-Nordeste de Pesquisa e Inovação, 2010.

10.
ALMEIDA, M.B. ; Wilza Carla Oliveira de Souza ; RAMALHO, F. C. . Morfologia de frutos exóticos com potencial econômico para a região semiárida brasileira. In: V CONNEPI, 2010, Maceió. V CONNEPI - Congresso Norte-Nordeste de Pesquisa e Inovação, 2010.

11.
ALMEIDA, M.B. ; Wilza Carla Oliveira de Souza ; RAMALHO, F. C. ; BARROS, J. R. A. ; BARROSO, P. A. . Descrição Morfológica e caracterização química do Noni (Morinda citrifolia L.). In: IV CONNEPI, 2009, BELÉM-PA. Anais do IV CONNEPI, 2009.

12.
Wilza Carla Oliveira de Souza ; ALMEIDA, M.B. ; RAMALHO, F. C. ; MAIA, L.D.M. ; REIS, A.A. . CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA DO FRUTO E SEMENTE DO JATOBÁ(Himenaea coubaril L.). In: IV CONNEPI, 2009, BELÉM-PA. Anais do IV CONNEPI, 2009.

13.
ALMEIDA, M.B. ; Wilza Carla Oliveira de Souza ; RAMALHO, F. C. ; BARROS, J. R. A. ; BARROSO, P. A. . Características Qualitativas das variedades de uva italia e italia melhorada. In: IV CONNEPI, 2009, BELÉM-PA. Anais do IV CONNEPI, 2009.

14.
ALMEIDA, M.B. ; Wilza Carla Oliveira de Souza ; RAMALHO, F. C. ; BARROS, J. R. A. ; BARROSO, P. A. . CARACTERIZAÇÃO FISICA E QUIMICA DA CARAMBOLA(Averroa cintrifolia L.). In: IV CONNEPI, 2009, BELÉM-PA. Anais do IV CONNEPI, 2009.

15.
PARENTE, R. G. ; RAMALHO, F. C. ; SOUZA, O. C. ; BARBOSA, L. G. . Composição Florística do Parque Josepha Coelho-Petrolina/Pe. In: III Coneppi, 2008, Fortaleza-CE. III Coneppi, 2008.

16.
Gomes, E. C. S. ; Barbosa, J. ; RAMALHO, F. C. ; PEREZ, J. ; Ramalho, R. C. . Plantas da caatinga de uso terapêutico: levantamento etnobotânico. In: II CONNEPI, 2007, João Pessoa. II CONNEPI 2007, 2007.

17.
OLIVEIRA, T. C. T. ; Silva, M. G. ; RAMALHO, F. C. . LEVANTAMENNTO FLORISTICO DAS PLANTAS DANINHAS NO PARREIRAL (VITIS VINIFERA CV. FESTIVAL) DO CEFET/PETROLINA.. In: I Jornada Universitaria Academica de Garanhuns,, 2007, Garanhus. I Jornada Universitaria Academica de Garanhuns,. Recife/PE: UFPE, 2007.

18.
MAYO, S. ; Gonçalves, E. G. ; Sakuragui, C.M. ; COELHO, M. A. N. ; Soares, M.L.C ; Andrade, I.M ; RAMALHO, F. C. ; Lins, A ; Barros, C. . Refuges, fragmentation and biodiversity conservation: the case of the araceae.. In: 51 Congresso Nacional de Botânica, 2000, 2000, Brasília. 51 Congresso Nacional de Botânica, 2000. Brasília, 2000. p. 326-331.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
ALMEIDA, M.B. ; Wilza Carla Oliveira de Souza ; RAMALHO, F. C. . Morfologia de frutos nativos do semiárido brasileiro. In: XXI Congresso Brasileiro de Fruticultura, 2010, Natal. XXI Congresso Brasileiro de Fruticultura, 2010.

2.
ALMEIDA, M.B. ; Wilza Carla Oliveira de Souza ; RAMALHO, F. C. . Descrição morfológica e caracterização química do noni (Morinda citrifloia). In: XXI Congresso Brasileiro de Fruticultura, 2010, Natal. XXI Congresso Brasileiro de Fruticultura, 2010.

3.
ALMEIDA, M.B. ; Wilza Carla Oliveira de Souza ; RAMALHO, F. C. . Estudo da comercialização de banana nas cidades de Petrolina/PE e Juazeiro/BA. In: XXI Congresso Brasileiro de Fruticultura, 2010, Natal. XXI Congresso Brasileiro de Fruticultura, 2010.

4.
Wilza Carla Oliveira de Souza ; ALMEIDA, M.B. ; RAMALHO, F. C. . Morfologia de frutos exóticos com potencialidade econômica. In: XXI Congresso Brasileiro de Fruticultura, 2010, Natal. XXI Congresso Brasileiro de Fruticultura, 2010.

5.
Wilza Carla Oliveira de Souza ; ALMEIDA, M.B. ; RAMALHO, F. C. ; BARROSO, P. A. ; BARROS, J. R. A. . Estudo da comercialização de bananas nas cidades de Petrolina-PE e Juazeiro-BA. In: III Encontro de Biologia, 2009, Petrolina-PE. Anais do III Encontro de Biologia, 2009.

6.
RAMALHO, F. C.; ALMEIDA, M.B. ; Wilza Carla Oliveira de Souza ; PEREIRA, M.C. ; SANTOS, R. P. dos . Frutíferas Nativas e Exóticas com Potencial Econômico e Alimentício. In: IV JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA E TECNOLOGICA E III MOSTRA DE DISSERTAÇÕES E TESES DO IF SERTÃO-PE, 2009, Petrolina. Anais..., 2009.

7.
Andrade, L. A. ; RAMALHO, F. C. ; FÉLIX, L. P. . Influência da Invasão de Prosopis juliflora (Sw.) DC. na Composição e na Diversidade do Banco de Sementes do Estrato Herbáceo do Solo da Caatinga, no Município de Barra de Santa Rosa, Paraíba, Brasil. In: IX CONGRESSO LATINOAMERICANO DE BOTÂNICA, 2006, Santo Domingo. IX CONGRESSO LATINOAMERICANO DE BOTÂNICA.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho ; SANTANA, A. C. ; PEREIRA, M.C. ; Ramalho, R. C. . INFLUENCIA DO SUBSTRATO NO CRESCIMENTO DE MUDAS DE GOIABEIRA. In: I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018, Petrolina-PE. I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018.

2.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho ; PEREIRA, M.C. ; SANTANA, A. C. ; Ramalho, R. C. . GERMINAÇÃO E VIGOR DE SEMENTES DE PINHA SOB DIFERENTES TRATAMENTOS. In: I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018, Petrolina-PE. I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018.

3.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho ; SANTANA, A. C. ; PEREIRA, M.C. ; Ramalho, R. C. . PRODUÇÃO DE MUDAS DE ROMÃ ORGÂNICAS EM DIFERENTES SUBSTRATOS. In: I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018, Petrolina-PE. I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018.

4.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho ; SOUZA, M. R. ; SOUSA, I. P. . GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE ALFAVACA-CRAVO SUBMETIDAS AO ARMAZENAMENTO. In: I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018, Petrolina-PE. I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018.

5.
SILVA, T. B. ; LOPES, M. A. S. ; Flávia C. Ramalho ; LORENZO, V. P. ; TAVARES, Y. K. S. C. ; LIMA, G. A. B. ; GOMES, B. S. R. ; SOUZA, E. E. M. . TEOR DO ÓLEO ESSENCIAL DE COLÔNIA CULTIVADA EM CONDIÇÕES AGROECOLÓGICAS. In: I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018, Petrolina-PE. I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018.

6.
COSTA, E. E. N. G. ; AMORIM SOBRINHO, G. A. ; TAVARES, Y. K. S. C. ; OLIVEIRA, M. S. ; Flávia C. Ramalho ; LORENZO, V. P. . INFLUÊNCIA DO HORÁRIO DE COLHEITA NO TEOR DO ÓLEO ESSENCIAL DE EUCALIPTO NO SEMIÁRIDO NORDESTINO. In: I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018, Petrolina-PE. I Congresso Nacional Interdisciplinar do Vale do São Francisco, 2018.

7.
Wilza Carla Oliveira de Souza ; Matias, J. R. ; SANTOS JUNIOR, G. P. ; NEVES, C. M. L. ; RAMALHO, F. C. . Entomofauna visitante da acerola (Malpighia glabra L.) em uma área do Vale do São Francsco, Petrolina-Pe. In: II Encontro de Biologia, 2008, Petrolina. II Encontro de Biologia, 2008.

8.
BARROSO, P. A. ; SILVESTRE, F. G. ; BARROS, J. R. A. ; NEVES, C. M. L. ; RAMALHO, F. C. . Ocorrência de Insetos no Cultivo da Anacardium occidentale L. (Anacardaceae) no CEFETPetrolina-PE. In: II Encontro de Biologia, 2008, Petrolina. II Encontro de Biologia, 2008.

9.
OLIVEIRA, T. C. T. ; SILVA, J. R. ; BORGES, P. S. B. ; NEVES, C. M. L. ; RAMALHO, F. C. . Registro da Entomofauna Associada às Plantas Daninhas em duas áreas de Plantio de Videira (Vitis vinifera cv. Festival) no CEFET Petrolina, Pernambuco. In: II Encontro de Biologia, 2008, Petrolina. II Encntro de Biologia, 2008.

10.
BARBOSA, L. G. ; PARENTE, R. G. ; SOUZA, O. C. ; NEVES, C. M. L. ; RAMALHO, F. C. . Levantamento Entomofaunístico de Parque Municipal Josepha Coelho no Município de Petrolina, PE. In: II Encontro de Biologia, 2008, Petrolina. II Encontro de Biologia, 2008.

11.
BORGES, P. S. B. ; JESUS, W. ; NASCIMENTO, R. O. ; SANTOS, W. ; RAMALHO, F. C. . Composição Florística das áreas arborizadas do CEFET de Petrolina da Unidade Agrícola. In: II Encontro de Biologia, 2008, Petrolina. II Encontro de Biologia, 2008.

12.
RAMALHO, F. C.; Andrade, L. A. ; DORNELAS, G. V. ; FÉLIX, L. P. ; Bezerra, D. M. ; Marques, F. J. . ANÁLISE FITOSSOCIOLOGICA DO BANCO DE SEMENTES DO ESTRATO HERBÁCEO NO SOLO, EM UM REMANESCENTE DE CAATINGA EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO E EM UMA AREA DE CAATINGA INVADIDA POR Prosopis juliflora DC. NO MUNICÍPIO DE TAPEROÁ-PARAÍBA. In: XXVIII REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA, 2005, Teresina. XXVIII REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA- Diversidade vegetal do Nordeste: Formações nativas e ecotonais.

13.
RAMALHO, F. C.; FÉLIX, L. P. ; DORNELAS, G. V. ; Andrade, L. A. . NÚMERO CROMOSSÔMICO DAS ASTERACEAE DO CARIRI PARAIBANO.. In: XXVIII REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA, 2005, Petrolina. Diversidade vegetal do Nordeste: Formações nativas e ecotonais.

14.
Monte, H ; DORNELAS, G. V. ; RAMALHO, F. C. ; FÉLIX, L. P. . A FAMÍLIA ORCHIDACEAE JUSS. DO HERBÁRIO PROF. JAYME COELHO DE MORAES (EAN)/UFPB. In: XXVIII REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA, 2005, Teresina. XXVIII REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA.

15.
RAMALHO, F. C.; Andrade, L. A. ; DORNELAS, G. V. ; FÉLIX, L. P. . FLORISTICA E FITOSSOCIOLOGIA DO ESTRATO HERBÁCEO EM UM REMANESCENTE DE CAATINGA EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO E EM UMA AREA DE CAATINGA INVADIDA POR Prosopis juliflora DC. NO MUNICÍPIO DE CARNAÚBA DOS DANTAS - RIO GRANDE DO NORTE. In: XXVIII REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA, 2005, Teresina. XXVIII REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA - Diversidade vegetal do Nordeste: Formações nativas e ecotonais.

16.
RAMALHO, F. C.; FÉLIX, L. P. ; GUERRA, M. . Nothoscordum pulchellum Kunth (Alliaceae) um excelente material para aulas práticas de meiose. In: XXVI Reunião Nordestina de Botânica, 2003, Fortaleza. XXVI Reunião Nordestina de Botânica - Biodiversidade e Consevação. Fortaleza: UFC, 2003.

17.
Santana, J. A. da S. ; Souto, P. C. ; RAMALHO, F. C. ; Andrade, L. A. . Acúmulo de serrapilheira em plantios puros e vegetação nativas na Floresta de Nísia Floresta-RN. In: Acúmulo de serrapilheira em plantios puros e nativos da Floresta de Nísia Floresta-RN, 2003, Fortaleza. XXVI Reunão Nordestina de Botânica. Fortaleza, 2003.

18.
RAMALHO, F. C.; FÉLIX, L. P. ; BARACHO, G. S. . LISTAGEM PRELIMINAR DA FLORA FANEROGÂMICA DO MUNICÍPIO DE SENHOR DO BONFIM, BA-MONOCOTILEDÔNEAS. In: LIII CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA, 2001, JOÃO PESSOA -PB, 2001.

19.
RAMALHO, F. C.; FÉLIX, L. P. ; BARACHO, G. S. . Listagem preliminar da flora fanerogâmica do município de Senhor do Bonfim-BA, monocotiledôneas. In: LIII CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA E XXIV REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA, 2001, João Pessoa. LIII CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA E XXIV REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA, 2001.

20.
RAMALHO, F. C.; GUERRA, M. ; MAYO, S. . NÚMERO CROMOSSÔMICO DE ALGUMAS ESPÉCIES DA FAMÍLIA ARACEAE. In: IX ENCONTRO DE GENÉTICA DO NORDESTE, 1993, TERESINA - PI. IX ENCONTRO DE GENÉTICA DO NORDESTE, 1993.

21.
RAMALHO, F. C.. ARACEAE DE PERNAMBUCO. In: II ENCONTRO DE BOTÂNICOS DE PERNAMBUCO, 1993, RECIFE-PE, 1993.

22.
RAMALHO, F. C.. CITOGENÉTICA E CITOTAXONOMIA DE REPRESENTANTES DA FAMÍILIA ARACEAE EM PERNAMBUCO. In: XLIII CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA, 1992, ARACAJU. XLIII CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA, 1992.

23.
RAMALHO, F. C.; BARROS, K. R. . MORFOLOGIA DOS ESPOROS DE Asplenium serratum L.. In: XLIII CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA, 1992, ARACAJU -SE. XLIII CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA, 1992.

24.
RAMALHO, F. C.. ESTUDO DE ANATOMIA FOLIAR E DO CARIÓTIPO DE Anthurium gracile SCHOTT. In: XVI REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA, 1992, CRATO -CE. XVI REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA, 1992.

25.
RAMALHO, F. C.; RAMALHO, F. C. . ESTUDOS DE PTERIDÓFITAS EPÍFITAS BIOINDICADORAS DE POLUIÇÃO EM PRAÇAS DO RECIFE - PE. In: XLREUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA, 1991, MACEIÓ - AL, 1991.

26.
RAMALHO, F. C.. Estudo de pteridófitas epifíticas bioindicadoras de poluição em praças do Recife _ PE. In: XV REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA, 1991, Recife. XV REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA, 1991.

27.
RAMALHO, F. C.; FÉLIX, L. P. ; DORNELAS, G. V. . Leguminosae-caesalpinoideae do Herbário Profº Jaime Coelho de Moares. In: XL CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA, 1989, CUIABÁ, 1989.

28.
RAMALHO, F. C.; FÉLIX, L. P. ; DORNELAS, G. V. . Leguminosae-caesalpinioidea do Herbario Professor Jaime Coelho de Moraes. In: XI CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA, 1989, Cuiabá. XI CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA, 1989.

Apresentações de Trabalho
1.
Flávia C. Ramalho; SILVA, T. B. . Plantas Medicinais e Fitoterapia do Cultivo ao Medicamento Fitoterápico. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
Wilza Carla Oliveira de Souza ; Matias, J. R. ; SANTOS JUNIOR, G. P. ; NEVES, C. M. L. ; RAMALHO, F. C. . Entomofauna Visitante da Acerola (Malpighia glabra L.) em uma área do Vale do São Francisco, Petrolina, PE. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
BARROSO, P. A. ; SILVESTRE, F. G. ; BARROS, J. R. A. ; NEVES, C. M. L. ; RAMALHO, F. C. . Ocorrência de Insetos no cultivo da Anacardium occidentale L. (Anacardiaceae). 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
OLIVEIRA, T. C. T. ; SILVA, J. R. ; BORGES, P. S. B. ; NEVES, C. M. L. ; RAMALHO, F. C. . Registro da Entomofauna Associada às Plantas Daninhas em duas áreas de plantio de Videira (Vitis vinifera cv. "Festival") no Cefet Petrolina. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
BORGES, P. S. B. ; JESUS, W. ; NASCIMENTO, R. O. ; SANTOS, W. ; RAMALHO, F. C. . Composição Florística das áreas arborizadas do CEFET Petrolina, PE - Unidade Sede. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

6.
PARENTE, R. G. ; RAMALHO, F. C. . II CONNEPI. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
BARBOSA, L. G. ; PARENTE, R. G. ; SOUZA, O. C. ; NEVES, C. M. L. ; RAMALHO, F. C. . Levantamento Entomofaunístico de Parque Muncipal Josepha Coelho do Município de Petrolina-PE. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

8.
Gomes, E. C. S. ; Barbosa, J. ; RAMALHO, F. C. ; PEREZ, J. ; Ramalho, R. C. . Plantas da caatinga de uso terapêutico: levantamento etnobotânico. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
Andrade, L. A. ; RAMALHO, F. C. ; FÉLIX, L. P. . Influência da Invasão de Prosopis juliflora (Sw.) DC. na Composição e na Diversidade do Banco de Sementes do Estrato Herbáceo do Solo da Caatinga, no Município de Barra de Santa Rosa, Paraíba, Brasil. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
RAMALHO, F. C.; Andrade, L. A. ; DORNELAS, G. V. ; FÉLIX, L. P. ; Bezerra, D. M. ; Marques, F. J. . ANÁLISE FITOSSOCIOLOGICA DO BANCO DE SEMENTES DO ESTRATO HERBÁCEO NO SOLO, EM UM REMANESCENTE DE CAATINGA EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO E EM UMA AREA DE CAATINGA INVADIDA POR Prosopis juliflora DC. NO MUNICÍPIO DE TAPEROÁ-PARAÍBA. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
RAMALHO, F. C.; FÉLIX, L. P. ; DORNELAS, G. V. ; Andrade, L. A. . NÚMERO CROMOSSÔMICO DAS ASTERACEAE DO CARIRI PARAIBANO. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
RAMALHO, F. C.; Andrade, L. A. ; DORNELAS, G. V. ; FÉLIX, L. P. . FLORISTICA E FITOSSOCIOLOGIA DO ESTRATO HERBÁCEO EM UM REMANESCENTE DE CAATINGA EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO E EM UMA AREA DE CAATINGA INVADIDA POR Prosopis juliflora DC. NO MUNICÍPIO DE CARNAÚBA DOS DANTAS - RIO GRANDE DO NORTE. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
Monte, H ; RAMALHO, F. C. ; FÉLIX, L. P. . A FAMÍLIA ORCHIDACEAE JUSS. DO HERBÁRIO PROF. JAYME COELHO DE MORAES (EAN)/UFPB. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
Santana, J. A. da S. ; Souto, P. C. ; RAMALHO, F. C. ; Andrade, L. A. . Acúmulo de Serrapilheira em plantios puros e nativos na Floresta Nacional de Nísia Floresta-RN. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
RAMALHO, F. C.; FÉLIX, L. P. ; GUERRA, M. . Nothoscordum pulchellum Kunth (Alliaceae) um excelente material para aulas práticas de meiose. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
RAMALHO, F. C.; FÉLIX, L. P. ; BARACHO, G. S. . Listagem preliminar da flora fanerogâmica do municipio de Senhor do Bonfim, BA-Monocotiledônea. 2001. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
MAYO, S. ; Gonçalves, E. G. ; Sakuragui, C.M. ; COELHO, M. A. N. ; Soares, M.L.C ; Andrade, I.M ; RAMALHO, F. C. ; Barros, C. . Refuges, fragmentation and biodiversity conservation: the case of the araceae.. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
RAMALHO, F. C.; GUERRA, M. ; MAYO, S. . Araceae de Pernambuco. 1993. (Apresentação de Trabalho/Outra).

19.
RAMALHO, F. C.; GUERRA, M. ; MAYO, S. . NÚMERO CROMOSSÔMICO DE ALGUMAS ESPÉCIES DA FAMÍLIA ARACEAE. 1993. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
RAMALHO, F. C.. ESTUDO DE ANATOMIA FOLIAR E DO CARIÓTIPO DE Anthurium gracile SCHOTT. 1992. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
RAMALHO, F. C.; BARROS, K. R. . MORFOLOGIA DOS ESPOROS DE Asplenium serratum L.. 1992. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
RAMALHO, F. C.; GUERRA, M. ; MAYO, S. . CITOGENÉTICA E CITOTAXONOMIA DE REPRESENTANTES DA FAMÍILIA ARACEAE EM PERNAMBUCO. 1992. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
RAMALHO, F. C.. ESTUDOS DE PTERIDÓFITAS EPÍFITAS BIOINDICADORAS DE POLUIÇÃO EM PRAÇAS DO RECIFE - PE. 1991. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
RAMALHO, F. C.; FÉLIX, L. P. ; DORNELAS, G. V. . Leguminosae-caesalpinoideae do Herbário Profº Jaime Coelho de Moares. 1989. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Redes sociais, websites e blogs
1.
Flávia C. Ramalho; SILVA, T. B. ; SANTOS, L. B. ; MENDES, L. A. G. ; SANTANA, A. C. . Projeto com plantas medicinais é apresentado em feira em Lagoa Grande. 2018. (Blog).

2.
Flávia C. Ramalho; SILVA, T. B. ; SANTOS, L. B. . PROJETO COM PLANTAS MEDICINAIS É APRESENTADO NA FEIRA DE AGRICULTURA FAMILIAR EM LAGOA GRANDE. 2018. (Blog).

3.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho ; SANTOS, L. B. ; SANTANA, A. C. ; DIAS, J. P. . Projeto com plantas medicinais é apresentado na Feira de Agricultura Familiar em Lagoa Grande. 2018. (Blog).

4.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho ; SANTANA, A. C. ; SOUSA, I. P. ; SANTOS, L. B. . Projeto com plantas medicinais é apresentado na Feira de Agricultura Familiar em Lagoa Grande. 2018. (Blog).

5.
RAMALHO, F. C.; SILVA, T. B. ; DIAS, J. P. ; SANTOS, L. B. ; SOUSA, I. P. . Conheça o projeto que promove distribuição de medicinais e orientações sobre o seu uso. 2017; Tema: Plantas Medicinais. (Blog).

6.
Flávia C. Ramalho; SOUSA, I. P. ; SILVA, T. B. . Dia de Campo sobre Medicinais. 2017; Tema: Plantas Medicinas Orgânicas. (Site).

7.
Flávia C. Ramalho; SILVA, T. B. ; SANTOS, L. B. ; DIAS, J. P. ; SOUSA, I. P. . Em Santa Maria da Boa Vista, pesquisadores do IF Sertão-PE de Petrolina distribuem mudas medicinais orgânicas,. 2017. (Blog).

8.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho . Pesquisadores do IF ? Sertão Campus Petrolina Zona Rural realiza distribuição de mudas medicinais orgânicas e orienta sobre seu uso correto no Projeto de Assentamento Catalunha no Município de Santa Maria da Boa Vista- PE. 2017. (Blog).

9.
SILVA, T. B. ; RAMALHO, F. C. ; SOUSA, I. P. ; DIAS, J. P. ; SANTOS, L. B. . Pesquisadores do IF ? Sertão Campus Petrolina Zona Rural realiza distribuição de mudas medicinais orgânicas e orienta sobre seu uso correto no Projeto de Assentamento Catalunha no Município de Santa Maria da Boa Vista- PE. 2017. (Blog).

10.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho . PESQUISADORES DO IF SERTÃO DISTRIBUEM MUDAS MEDICINAIS ORGÂNICAS E ORIENTAM SOBRE SEU USO CORRETO NO PROJETO DE ASSENTAMENTO CATALUNHA EM SANTA MARIA DA BOA VISTA-PE. 2017. (Blog).

11.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho . Pesquisadores realizam distribuição de mudas medicinais em assentamento de Santa Maria da Boa Vista,. 2017. (Site).

12.
Flávia C. Ramalho; SILVA, T. B. . Plantas Medicinais. 2017. (Rede social).

13.
SILVA, T. B. ; RAMALHO, F. C. . Projeto do IF Sertão-PE promove distribuição de medicinais e orientações sobre seu uso. 2017. (Blog).

14.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho ; DIAS, J. P. ; SANTOS, L. B. . Projeto do IF Sertão-PE promove distribuição de medicinais e orientações sobre seu uso. 2017. (Blog).

15.
SILVA, T. B. ; RAMALHO, F. C. ; DIAS, J. P. ; SANTOS, L. B. . Projeto do IF Sertão-PE promove distribuição de medicinais e orientações sobre seu uso. 2017. (Blog).

16.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho . Projeto do IF Sertão-PE promove distribuição de medicinais e orientações sobre seu uso. 2017. (Blog).

17.
SILVA, T. B. ; RAMALHO, F. C. . Projeto do IF Sertão-PE promove distribuição de medicinais e orientações sobre uso. 2017. (Site).

18.
SILVA, T. B. ; RAMALHO, F. C. . Projeto do IF Sertão-PE promove distribuição de medicinais e orientações sobre uso. 2017. (Site).

19.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho . Projeto estimula o uso de plantas medicinais no tratamento de doenças em Petrolina, PE Iniciativa é desenvolvida com o auxílio de estudantes do IF Sertão-PE e realiza distribuição de ervas e mudas, criação de hortas e orientações à comunidade.. 2017. (Site).

20.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho ; DIAS, J. P. ; SANTOS, L. B. . Projeto promove distribuição de medicinais e orientações sobre seu uso. 2017. (Blog).

21.
Flávia C. Ramalho; SILVA, T. B. ; DIAS, J. P. ; SOUSA, I. P. ; SANTOS, L. B. . Campus Petrolina do IF Sertão promove o projeto ?Plantas medicinais: Multiplicando Saúde. 2017; Tema: Plantas Medicinais. (Blog).


Demais tipos de produção técnica
1.
BARBOSA, L. G. ; RAMALHO, F. C. . Ecosssistema Semiárido. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
RAMALHO, F. C.. Qualidade para o Mercado Frutícola no 1 curso sobre plano de Negócio para gestão Empresarial. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
RAMALHO, F. C.. Sistemáticas de Fruteiras Irrigadas. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
RAMALHO, F. C.. Fruteiras Nativas. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
RAMALHO, F. C.. Participação em banca de Flávio Eloi pereira cerqueira. Levantamento de ocorrência de pragas do tomateiro nos polos produtores de Irecê-BA e Juazeiro-BA. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Futicultura no Semiárido) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano.

2.
RAMALHO, F. C.. Participação em banca de Flávio Eloi Pereira Cerqueira. Levantamento de ocorrência de pragas do tomateiro nos polos produtores de Irecê-BA e Juazeiro-BA. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós graduação Latu Sensu Fruticultura no Semi- árido) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano.

3.
RAMALHO, F. C.. Participação em banca de Rubens Silvio de Souza. Composição florística de plantas daninhas em sistemas de manejo na cultura da Goiabeira. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós graduação Latu Sensu Fruticultura no Semi- árido) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano.

4.
Flávia C. Ramalho. Participação em banca de Mariana Barros de Almeida. Caracterização morfológica de frutos nativos e Exóticos com potencial econômico.. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós graduação Latu Sensu Fruticultura no Semi- árido) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
Flávia C. Ramalho; ROCHA, A.. Participação em banca de José Pedro Dias.RENDIMENTO DO ÓLEO ESSENCIAL DE MENTA (MENTHA ARVENSIS L.) EM FUNÇÃO DO MANEJO E HORÁRIO DE COLHEITA. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano.

2.
Flávia C. Ramalho; LORENZO, V. P.. Participação em banca de Antonio Carlos Gomes Fouyer.Uso Terapêutico das Plantas Medicinais: Indicação popular X Indicação com subsidio cientifico. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano.

3.
RAMALHO, F. C.. Participação em banca de Janete Rodrigues Matias.Métodos de superação de dormência de sementes de Araticum do mato. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano.

4.
RAMALHO, F. C.. Participação em banca de Thaisi Caroline Tavares de Oliveira.Composição Florística de Plantas Espontâneas em parreral de uvas de mesa no IF Sertão PE. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano.

5.
RAMALHO, F. C.. Participação em banca de Evelyne Cavalcanti Freire Nogueira.Fitossociologia do Extrato Arbóreo de Caatinga-Petrolina PE. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano.

6.
RAMALHO, F. C.. Participação em banca de Jaiane Alves Ferreira.Diagnóstico da qualidade do solo em áreas de cultivo do IF Sertão Pernambucano por meio da ocorrência de vegetal espontânea como indicador biológico. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano.

7.
RAMALHO, F. C.. Participação em banca de Magda Mirella Paiva Nogueira.Desenvolvimento de espécies nativas em áreas de recaatinganmento no Sertão Pernambucano. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano.

8.
RAMALHO, F. C.. Participação em banca de Geanderson Nascimento da Silva.Decomposição de retos culturais de videiras. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso Superior de Tecnologia em Horticultura) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano.

9.
RAMALHO, F. C.; PEREZ, J.; CAVALCANTI, L.. Participação em banca de Jéssica de Souza Lima.Produção de extrato de plantas nativas da caatinga, no controle in vitro de Lasiodiploidia theobromae e Colletotrichum gloeosporioides da videira (vitis vinifera). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso Superior em Tecnologia em Fruticultura Irrig) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Professor titular
1.
RAMALHO, F. C.. Comissão de Avaliação da Solicitação de Promoção docente de Titular"B" para Pleno do Docente DR.Valtemir Gonçalves Ribeiro. 2017. Universidade do Estado da Bahia.

2.
RAMALHO, F. C.. Comissão e avaliação de mudança de classe de docente. 2014. Universidade do Estado da Bahia.

3.
RAMALHO, F. C.; PEIXOTO, A. R.; SILVA, G. F.. Avaliação do desempenho acadêmico. 2013. Universidade do Estado da Bahia.

Concurso público
1.
RAMALHO, F. C.; FÉLIX, L. P.; GOMES, V. S.. CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROFESSOR EFETIVO DA UNIVASF EDITAL Nº. 42 DE 08 DE NOVEMBRO DE 2012. 2012. Universidade Federal do Vale do São Francisco.

2.
RAMALHO, F. C.; ALMEIDA, M. J.; PEREIRA, M. C. T.. PROCESSO DE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA PARA PROFESSOR SUBSTITUTO EDITAL 32/2011. 2011. Universidade Federal do Vale do São Francisco.

3.
RAMALHO, F. C.; MELO, J. I. M.; RODAL, M. J. N.. CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROFESSOR EFETIVO DA UNIVASF. 2010. Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Outras participações
1.
RAMALHO, F. C.. Feira de Ciência e Tecnologia do Pantanal de Corumbá -FECIPAN. 2017. IF Mato Grosso do Sul Campus Corumbá.

2.
RAMALHO, F. C.. VI Jornada de iniciação cientifica da Embrapa semiárido. 2011. EMBRAPA SEMIÁRIDO.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Congresso Internacional em Extensão Rural e Desenvolvimento. Oficina de plantas medicinais para tratamento de doenças de caprinos e ovinos. 2017. (Congresso).

2.
I Congresso Internacional em Extensão Rural e Desenvolvimento. I Congresso Internacional em Extensão Rural e Desenvolvimento. 2017. (Congresso).

3.
I Congresso Internacional em Extensão Rural e Desenvolvimento. Mesa- Redonda Violência no Campo e Direitos das Comunidades Tradicionais. 2017. (Congresso).

4.
IX Encontro Nordestino de Etonobilogia e Etnologia e I Encontro de Etonobilogia.Estudo Etnofarmacológico Relacionado ao Uso de Plantas na Terapia de Enfermidades em animais de Produção no Submédio São Francisco. 2017. (Encontro).

5.
VI Agrolnt- Curso de Integração do Agonegócio para Exportação.Curso de Integração do Agonegócio para Exportação. 2017. (Outra).

6.
Avaliação da aprendizagem no Ensino Superior. 2010. (Encontro).

7.
III Semana dos Polinizadores. 2010. (Simpósio).

8.
II Mostra de Inciação Científica.Frutas Nativas e Exótica com potencial econômico. 2009. (Outra).

9.
II Mostra de Inciação Científica. 2009. (Outra).

10.
II Semana de Polinizadores. 2009. (Outra).

11.
II CONNEPI. Composição Florística do Parque Josepha Coelho - Petrolina/PE. 2008. (Congresso).

12.
II Encontro de Biologia. Composição Florística do Parque Josepha Coelho-Petrolina/Pe. 2008. (Congresso).

13.
III CONNEPI e VIII Encontro de pesquisa e pós graduação. III CONNEPI. 2008. (Congresso).

14.
I Simpósio sobre Mudanças Climáticas e Desertificação no semi Arido.I Simpósio sobre Mudanças Climáticas e Desertificação no semi Árido. 2008. (Simpósio).

15.
I Simpósio sobre mudanças climáticas e desertificação no semi-árido. 2008. (Seminário).

16.
II CONNEPI. Plantas da caatinga de uso terapêutico: levantamento etnobotânico. 2007. (Congresso).

17.
II CONNEPI.PLANTAS DA CAATINGA DE USO TERAPÊUTICO: LEVANTAMENTO ETNOBOTÂNICO. 2007. (Outra).

18.
II CONNEP Membro do comitê cientifico.II CONNEP Membro do comitê cientifico. 2007. (Outra).

19.
I Jornada Universitaria Academica de Garanhuns,.LEVANTAMENNTO FLORISTICO DAS PLANTAS DANINHAS NO PARREIRAL (VITIS VINIFERA CV. FESTIVAL) DO CEFET/PETROLINA.. 2007. (Outra).

20.
Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.Mini curso Fruteiras Nativas. 2007. (Outra).

21.
Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.Mini curso Sistemática das Fruteiras irrigadas. 2007. (Outra).

22.
Capacitação de Técnico da Bacia do Rio São Francisco para Elaboração de cobertura vegetal.apacitação de Técnico da Bacia do Rio São Francisco para Elaboração de cobertura vegetal. 2006. (Outra).

23.
I seminário Internacional da Biosfera de Regiões áridas e Semi-árida.minário Internacional da Biosfera de Regiões áridas e Semi-árida. 2006. (Seminário).

24.
I seminário Internacional de Reservas da Biosfera de Regiões Áridas e Semi-áridas.Reservas de Regiões Semi-áridas do Brasil. 2006. (Seminário).

25.
XXVIII REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA. FLORISTICA E FITOSSOCIOLOGIA DO ESTRATO HERBÁCEO EM UM REMANESCENTE DE CAATINGA EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO E EM UMA AREA DE CAATINGA INVADIDA POR Prosopis juliflora DC. NO MUNICÍPIO DE CARNAÚBA DOS DANTAS - RIO GRANDE DO NORTE. 2005. (Congresso).

26.
XXVIII REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA. A FAMÍLIA ORCHIDACEAE JUSS. DO HERBÁRIO PROF. JAYME COELHO DE MORAES (EAN)/UFPB. 2005. (Congresso).

27.
XXVIII REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA. ANÁLISE FITOSSOCIOLOGICA DO BANCO DE SEMENTES DO ESTRATO HERBÁCEO NO SOLO, EM UM REMANESCENTE DE CAATINGA EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO E EM UMA AREA DE CAATINGA INVADIDA POR Prosopis juliflora DC. NO MUNICÍPIO DE TAPEROÁ-PARAÍBA. 2005. (Congresso).

28.
XXVIII REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA. NÚMERO CROMOSSÔMICO DAS ASTERACEAE DO CARIRI PARAIBANO. 2005. (Congresso).

29.
XXVI Reunião Nordestina de Botânica. Acúmulo de serrapilheira em plantios puros e nativos da Floresta de Nísia Floresta-RN. 2003. (Congresso).

30.
XXVI Reunião Nordestina de Botânica. Nothoscordum pulchellum (alliaceae) um excelente material para aulas práticas de meiose. 2003. (Congresso).

31.
LIII CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA E XXIV REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA. Listagem preliminar da flora fanerogâmica do município de Senhor do Bonfim,BA-monocotiledôneas. 2001. (Congresso).

32.
I Semana Nacional da Topografia. 1997. (Encontro).

33.
I ENCONTRO DE ESPECIALISTA DE ARACEAE.Araceae de Pernambuco. 1993. (Encontro).

34.
II ENCONTRO DE BOTÂNICOS DE PERNANBUCO.ENCONTRO DE BOTÂNICOS DE PERNAMBUCO. 1993. (Encontro).

35.
IX ENCONTRO DE GENÉTICA DO NORDESTE.ENCONTRO DE GENÉTICA. 1993. (Encontro).

36.
XLIV CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA. Araceae de Pernambuco. 1993. (Congresso).

37.
XLIII CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA. Morfologia de Asplenium serratum L.. 1992. (Congresso).

38.
XVI REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA.Estudo de anatomia foliar e do cariótipo de Anthurium gracille Schott. 1992. (Outra).

39.
XV REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA. Estudos de pteridófitas epifíticas bioindicadoras de poluição em praças do Recife - PE. 1991. (Congresso).

40.
II CONGRESSO BRASILEIRO DE FITOTERAPIA EM SERVIÇO PÚBLICO. 1990. (Congresso).

41.
XI SIMPÓSIO DE PLANTAS MEDICINAIS. 1990. (Simpósio).

42.
XLI CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA. 1990. (Congresso).

43.
SIMPÓSIO PANTANAL MATO GROSSENSE. 1989. (Simpósio).

44.
XI CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA. Leguminosae-caesalpinioidea do Herbário Professor Jaime Coelho de Moraes. 1989. (Congresso).

45.
VII CONGRESSO BRASILEIRO E ENCONTRO DE PESQUISA SOBRE CONSERVAÇÃO DE SOLOS. 1988. (Congresso).

46.
XII REUNIÃO NORDESTINA DE BOTÂNICA. 1988. (Congresso).

47.
30º CONGRESSO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE AGRONOMIA. 1987. (Congresso).

48.
II ENCONTRO DA HORTALIÇAS DA REGIÃO NORDESTE. 1987. (Encontro).

49.
VII CONGRESSO BRASILEIRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS. 1987. (Congresso).

50.
I APRESENTAÇÃO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA DE CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIASDUÇÃO. 1986. (Outra).

51.
I SEMANA DE ZOOTECNIA. 1985. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
RAMALHO, F. C.. Dia de Campo "Biofortificação de batata-doce". 2010. (Outro).

2.
RAMALHO, F. C.. Curso sobre plano de negocio para gestão Empresarial: Mercado Fruticola. 2008. (Outro).

3.
RAMALHO, F. C.. Curso: Plano de negócio para gestão empresarial: Mercado Frutícola. 2008. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Iniciação científica
1.
Maria Aniele Santos Lopes. O USO DO ÓLEO ESSENCIAL DAS LAMIACEAE EM ATIVIDADES ANTIMICROBIANAS. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano. (Orientador).

2.
José Pedro Dias. RENDIMENTO DO ÓLEO ESSENCIAL DE MENTA (MENTHA ARVENSIS L.) EM FUNÇÃO DO MANEJO E HORÁRIO DE COLHEITA. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano. (Orientador).

3.
Luana Batista dos Santos. O USO DE METABÓLICOS SECUNDÁRIOS DAS ESPÉCIES DE VERBENACEAE NO CONTROLE DE PRAGAS E DOENÇAS NA CULTURA DA MANGA (Mangifera indica L.). Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano. (Orientador).

4.
Maycon Silva Nunes. TEOR MÉDIO DE ÓLEO ESSENCIAL DAS PLANTAS MEDICINAIS EM FUNÇÃO DE DIFERENTES TEMPERATURAS DE SECAGEM. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Tecnico em agropecuária) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
RUBEM SILVIO SANTOS DE SOUZA. COMPOSIÇÃO FLORÍSTICA DE PLANTAS DANINHAS EM SISTEMAS DE MANEJO NA CULTURA DA GOIABA (Pisidium guajava L.). 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Futicultura no Semiárido) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

2.
Mariana Barros de Almeida. Caracterização morfológica de frutos nativos e exóticos com potencial econômico. 2010. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Fruticultura no semiárido) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
José Pedro Dias. Rendimento do óleo essencial e produção de biomassa de menta (Mentha arvensis L) Em função do manejo e horário de colheita .. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

2.
Antonio Carlos Gomes Fouyer. Uso Terapêutico das Plantas Medicinais: Indicação popular X Indicação com subsidio cientifico. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

3.
Janete Rodrigues Matias. MÉTODOS DE SUPERAÇÃO DE DORMÊNCIA DE SEMENTES DE ARATICUM DO MATO (Annona cf. montana Macfad). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciêmcia e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

4.
Thaise Caroline Tavares de Oliveira,. Composição florística de plantas espontâneas em parreiral de uvas de mesa do IFSERTAO. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

5.
Jaiane Alves Pereira. DIAGNÓSTICO DE QUALIDADE DE SOLO POR MEIO DA OCORRÊNCIA DA VEGETAÇÃO ESPONTÂNEA COMO INDICADOR BIOLÓGICO.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciêmcia e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

6.
EVELYNE CAVALCANTI FREIRE NOGUEIRA. FITOSSOCIOLOGIA DO EXTRATO ARBÓREO DE UM FRAGMENTO DE CAATINGA - PETROLINA-PE. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciêmcia e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

7.
Evelyne Cavalcanti Freire Nogueira. . FITOSSOCIOLOGIA DO EXTRATO ARBÓREO DE UM FRAGMENTO DE CAATINGA - PETROLINA-PE. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

Iniciação científica
1.
José Pedro Dias. Desempenho agronômico da cultura da mandioca submetida a diferentes manejos de plantas daninhas. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

2.
Luana Batista dos Santos. Levantamento florístico das plantas tóxicas do IFSERTAO PE. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

3.
Luana Batista dos Santos. Levantamento florístico de plantas tóxicas do Campus Petrolina Zona Rural. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciêmcia e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

4.
Luciano de Castro. evantamento das plantas espontâneas e suas potencialidades fitoterapêuticas. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Tecnico em agropecuária) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

5.
Jaiane Alves. ? Estimativa da captura de carbono da biomassa em variedade de girassol (helianthus annus L.). 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

6.
Evelyne Cavalcanti Freire Nogueira. ? Trilha ecológica: subsídios para instalação de um laboratório natural de desenvolvimento sustentável e consciência ambiental. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

7.
Aline Finnot. Uso de Gossipol para o controle de mosca branca. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

8.
Evelyne Cavalcanti Freire nogueira. ? O uso da fitossociologia como ferramenta para a implantação de uma trilha ecológica em uma área de caatinga bem conservada do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Sertão Pernambucano. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

9.
Jaiane Alves. Efeito alelopático de tiririca sobre germinação de plantas daninhas. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

10.
Evelyne Cavalcanti Freire Nogueira. O uso da fitossociologia como ferramenta para a implantação de uma trilha ecológica em uma área de caatinga bem conservada do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Sertão Pernambucano - Campus Petrolina Zona Rural.. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Agrononia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

11.
Jaiane Alves Ferreira. Efeito alelopático do extrato aquoso do bulbo de tiririca (Cyperus rotundus L.) sobre a germinação e crescimento de plantas invasoras. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

12.
Jaiane Alves. Efeito alelopático de tiririca sobre germinação de plantas daninhas. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

13.
Jacqueline Aragão Santana. USO DE LEGUMINOSAS NATIVAS COMO ADUBO VERDE. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Tecnologia em Horticultura) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

14.
Daynara Aparecida Rodrigues Gonçalves. Descrição morfológica e caracterização química de variedades de uvas produzidas no Vale do Submédio São Francisco. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Friticultura Irrigada) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

15.
Márcia Silva de Souza. Levantamento qualitativo da arborização viária da cidade de Petrolina-PE. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Tecnico em agropecuária) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

16.
Wilza Carla de Oliveira. Fruteiras Nativas e Exóticas com Potecial Econômico. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Curso Superior em Tecnologia em Fruticultura Irrig) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

17.
Rosiano dos Santos. Propagação de fruteiras nativas e exótica com potencial econômico. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Friticultura Irrigada) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

18.
Rosineide Gonçalves Parente. Banco de Sementes de Solo de plantas abórea arbustiva de areas de cultivo de VItis. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Tecnologia em Fruticultura Irrigada) - Centro de Educação Federal TEcnológica de Petrolina, Centro de Educação Federal TEcnológica de Petrolina. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

19.
Erbs Cintra de Souza Gomes. Plantas da caatinga de uso terapêutico: levantamento etnobotânico. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Friticultura Irrigada) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

20.
THAISI CAROLINE TAVARES DE OLIVEIRA. LEVANTAMENNTO FLORISTICO DAS PLANTAS DANINHAS NO PARREIRAL (VITIS VINIFERA CV. FESTIVAL) DO CEFET/PETROLINA. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Friticultura Irrigada) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

Orientações de outra natureza
1.
José Otavio. Multiplicando Saúde. 2015. Orientação de outra natureza. (Técnico em Agricultura) - Instituto Federal de Educação, Ciêmcia e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

2.
Wilson José. Hortas verticais com uso de material reciclado em creches de Petrolina/PE. 2015. Orientação de outra natureza. (Técnico em Agricultura) - Instituto Federal de Educação, Ciêmcia e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

3.
Eduardo dos Santos. Distribuições de mudas de ervas medicinais. 2015. Orientação de outra natureza. (Técnico em Agropecuária) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

4.
Aline Finnott. A Educação Ambiental como Instrumento de formação da Eco cidadania em escola publica de Petrolina. 2015. Orientação de outra natureza. (Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

5.
Antonio Carlos Gomes Fouyer. IMPLANTAÇÃO DE UMA HORTA MEDICINAL AGROECOLÓGICA NO PROJETO PONTAL ZONA RURAL DE JUAZEIRO-BA.. 2015. Orientação de outra natureza. (Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

6.
José Pedro Dias. Horta Medicinal: um Resgate dos saberes populares parte II: Plantando Saúde. 2015. Orientação de outra natureza. (Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

7.
José Pedro Dias. Horta Medicinal: Um Resgate aos Saberes Populares. 2013. Orientação de outra natureza. (Agronomia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

8.
Alice Cristina Braga Brito. Estágio supervisionado em processamento de uvas. 2011. Orientação de outra natureza. (Tecnologia em Viticultura e Enologia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

9.
João Paulo Ribeiro Lima. Estágio Obrigatório Supervisionado. 2010. Orientação de outra natureza - Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

10.
Eveline Barros Soares. Estágio Curricular - melhoramento genético de videiras. 2010. Orientação de outra natureza. (Tecnologia em Viticultura e Enologia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.

11.
Suzana do Vale Santos. Melhoramento de videiras. 2010. Orientação de outra natureza. (Tecnologia em Viticultura e Enologia) - Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Orientador: Flávia Cartaxo Ramalho Vilar.



Inovação



Projetos de pesquisa

Projeto de desenvolvimento tecnológico

Projeto de extensão


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
PARENTE, R. G.2011PARENTE, R. G. ; BARBOSA, L. G. ; SOUZA, O. C. ; RAMALHO, F. C. . Composição Florística do Banco de Sementes do Solo da Caatinga em Perímetro Irrigado de Petrolina - Pernambuco. Revista Semiárido De Visu, v. 1, p. 18-31, 2011.

2.
RAMALHO, F. C.2017 RAMALHO, F. C.; FELIX, L. P. ; MAYO, S. ; SILVA, A. E. B. E. ; GUERRA, M. . IOPB Column. Taxon, v. 66, p. 275-295, 2017.


Redes sociais, websites e blogs
1.
RAMALHO, F. C.; SILVA, T. B. ; DIAS, J. P. ; SANTOS, L. B. ; SOUSA, I. P. . Conheça o projeto que promove distribuição de medicinais e orientações sobre o seu uso. 2017; Tema: Plantas Medicinais. (Blog).

2.
Flávia C. Ramalho; SOUSA, I. P. ; SILVA, T. B. . Dia de Campo sobre Medicinais. 2017; Tema: Plantas Medicinas Orgânicas. (Site).

3.
Flávia C. Ramalho; SILVA, T. B. ; SANTOS, L. B. ; DIAS, J. P. ; SOUSA, I. P. . Em Santa Maria da Boa Vista, pesquisadores do IF Sertão-PE de Petrolina distribuem mudas medicinais orgânicas,. 2017. (Blog).

4.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho . Pesquisadores do IF ? Sertão Campus Petrolina Zona Rural realiza distribuição de mudas medicinais orgânicas e orienta sobre seu uso correto no Projeto de Assentamento Catalunha no Município de Santa Maria da Boa Vista- PE. 2017. (Blog).

5.
SILVA, T. B. ; RAMALHO, F. C. ; SOUSA, I. P. ; DIAS, J. P. ; SANTOS, L. B. . Pesquisadores do IF ? Sertão Campus Petrolina Zona Rural realiza distribuição de mudas medicinais orgânicas e orienta sobre seu uso correto no Projeto de Assentamento Catalunha no Município de Santa Maria da Boa Vista- PE. 2017. (Blog).

6.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho . PESQUISADORES DO IF SERTÃO DISTRIBUEM MUDAS MEDICINAIS ORGÂNICAS E ORIENTAM SOBRE SEU USO CORRETO NO PROJETO DE ASSENTAMENTO CATALUNHA EM SANTA MARIA DA BOA VISTA-PE. 2017. (Blog).

7.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho . Pesquisadores realizam distribuição de mudas medicinais em assentamento de Santa Maria da Boa Vista,. 2017. (Site).

8.
Flávia C. Ramalho; SILVA, T. B. . Plantas Medicinais. 2017. (Rede social).

9.
SILVA, T. B. ; RAMALHO, F. C. . Projeto do IF Sertão-PE promove distribuição de medicinais e orientações sobre seu uso. 2017. (Blog).

10.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho ; DIAS, J. P. ; SANTOS, L. B. . Projeto do IF Sertão-PE promove distribuição de medicinais e orientações sobre seu uso. 2017. (Blog).

11.
SILVA, T. B. ; RAMALHO, F. C. ; DIAS, J. P. ; SANTOS, L. B. . Projeto do IF Sertão-PE promove distribuição de medicinais e orientações sobre seu uso. 2017. (Blog).

12.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho . Projeto do IF Sertão-PE promove distribuição de medicinais e orientações sobre seu uso. 2017. (Blog).

13.
SILVA, T. B. ; RAMALHO, F. C. . Projeto do IF Sertão-PE promove distribuição de medicinais e orientações sobre uso. 2017. (Site).

14.
SILVA, T. B. ; RAMALHO, F. C. . Projeto do IF Sertão-PE promove distribuição de medicinais e orientações sobre uso. 2017. (Site).

15.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho . Projeto estimula o uso de plantas medicinais no tratamento de doenças em Petrolina, PE Iniciativa é desenvolvida com o auxílio de estudantes do IF Sertão-PE e realiza distribuição de ervas e mudas, criação de hortas e orientações à comunidade.. 2017. (Site).

16.
SILVA, T. B. ; Flávia C. Ramalho ; DIAS, J. P. ; SANTOS, L. B. . Projeto promove distribuição de medicinais e orientações sobre seu uso. 2017. (Blog).

17.
Flávia C. Ramalho; SILVA, T. B. ; DIAS, J. P. ; SOUSA, I. P. ; SANTOS, L. B. . Campus Petrolina do IF Sertão promove o projeto ?Plantas medicinais: Multiplicando Saúde. 2017; Tema: Plantas Medicinais. (Blog).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 23/01/2019 às 19:14:25