Helena Cristina Ferreira Franz

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1758735359552241
  • Última atualização do currículo em 07/11/2018


Possui graduação em Farmácia Análises Clínicas pela Universidade Federal de Santa Catarina (1986), mestrado em Biologia Celular e Molecular pela Fundação Oswaldo Cruz (1994) e doutorado em Biologia Parasitária pela Fundação Oswaldo Cruz (2002). Atualmente é professora Titular da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Microbiologia, com ênfase em Microbiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: IST, HIV, AIDS, sífilis e hepatites virais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Helena Cristina Ferreira Franz
Nome em citações bibliográficas
Franz, H. C. F.;Vasconcelos H C F F;FRANZ, HELENA CRISTINA F.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde.
Campus Universitário
Trindade
88040900 - Florianópolis, SC - Brasil
Telefone: (48) 37213467


Formação acadêmica/titulação


1999 - 2002
Doutorado em Biologia Parasitária.
Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Título: Prevalência e Diversidade Genética dos Novos vírus Humanos TTV e TLMV em Florianópolis, Santa Catarina., Ano de obtenção: 2002.
Orientador: Chistian Maurice Gabriel Niel.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Novos Vírus Humanos; TTV; TLMV; Epidemiologia Molecular.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Virologia Molecular.
Setores de atividade: Saúde Humana.
1989 - 1994
Mestrado em Biologia Celular e Molecular.
Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Título: Soroepidemiologia das Hepatites B e C, em Doadores de Sangue de Florianópolis, Santa Catarina,Ano de Obtenção: 1994.
Orientador: Hermann Gonçalves Schatzmayr.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Hepatite B; Hepatite C; Doadores de Sangue.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Virologia / Especialidade: Hepatites Virais.
Setores de atividade: Saúde Humana.
1982 - 1986
Graduação em Farmácia Análises Clínicas.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
1979 - 1981
Ensino Médio (2º grau).
Colégio Barddal, BARDDAL, Brasil.
1971 - 1978
Ensino Fundamental (1º grau).
Colégio Normal Governador Ivo Silveira, CNGIS, Brasil.




Formação Complementar


1988 - 1988
III CURSO DE CULTURA DE CÉLULAS PARA PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR A NÍVEL DE E. (Carga horária: 80h).
Instituto Adolfo Lutz, IAL, Brasil.
1986 - 1986
1º CURSO DE CAPACITAÇÃO DE PESSOAL EM DIAGNÓSTICO DE HEPATITES VIRAIS. (Carga horária: 40h).
Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado IV, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

05/2006 - Atual
Direção e administração, Revista Ciências da Saúde- CCS/UFSC, .

Cargo ou função
referee.
05/2005 - Atual
Direção e administração, Departamento de Análises Clínicas, .

Cargo ou função
Supervisor de Disciplina- Microbiologia Clínica.
04/1996 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências da Saúde, .

Linhas de pesquisa
Virologia molecular
04/1996 - Atual
Ensino, Farmácia Análises Clínicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
microbiologia Clínica
07/2013 - 08/2013
Direção e administração, Departamento de Análises Clínicas, .

Cargo ou função
Subchefe do Departamento de Análises Clínicas.
07/2011 - 07/2013
Direção e administração, Departamento de Análises Clínicas, .

Cargo ou função
subchefe do Departamento de Análises Clínicas.
08/2012 - 08/2012
Direção e administração, Departamento de Análises Clínicas, .

Cargo ou função
Substituir a Chefe do Departamento de Análises Clínicas, em férias, no período de 08 a 22 de agosto de 2012..
04/2010 - 08/2010
Outras atividades técnico-científicas , UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - UFSC, UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - UFSC.

Atividade realizada
Participante do Grupo de Trabalho, criado com o objetivo de desenvolver estratégia para imunizar todos os integrantes da Comunidade Universitária na faixa dos 20 aos 29 anos, contra a Gripe H1N1. 2010..
07/2007 - 07/2009
Direção e administração, Membro do Colegiado do Curso de Graduação em Farmácia, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado do Curso de Graduação em Farmácia, na condição de representante suplente..
02/2007 - 03/2007
Direção e administração, Departamento de Análises Clínicas, .

Cargo ou função
Presidente da Comissão para analisar possibilidade de até 66 alunos se matricularem nas disciplinas obrigatórias oferecidas pelo Departamento de Análises Clínicas ao Curso de Farmácia..
07/2003 - 07/2005
Direção e administração, Departamento de Análises Clínicas, .

Cargo ou função
Sub chefe de Departamento.
07/2003 - 07/2005
Direção e administração, Departamento de Análises Clínicas, .

Cargo ou função
membro do Colegiado do Curso de Graduação em Farmácia.
05/2005 - 06/2005
Direção e administração, Departamento de Análises Clínicas, .

Cargo ou função
Membro da Comissão receptora e apuradora de votos para eleição de Chefe e Subchefe do Departamento de Análises Clínicas, que se realizará no dia 30/05/2005..
05/2005 - 05/2005
Direção e administração, Departamento de Análises Clínicas, .

Cargo ou função
Comissão Receptora e Apuradora de votos para eleição de Chefe e sub-chefe do departamento.
05/2005 - 05/2005
Direção e administração, Departamento de Análises Clínicas, .

Cargo ou função
emitir Parecer sobre o Plano de Atividades do departamento, semestre 2005-2 e o Relatorio de atividades, do semestre 2004-2.
04/2005 - 05/2005
Direção e administração, Departamento de Análises Clínicas, .

Cargo ou função
Membro da Comissão para analisar e emitir parecer sobre o Plano de Atividades do Departamento, Semestre 2005.2 (PAD 2005.2) e o Relatório de Atividades do Departamento, Semestre 2004.2 (RAD 2004.2)..
09/2003 - 09/2003
Direção e administração, Departamento de Análises Clínicas, .

Cargo ou função
Membro da comissão para Analisar e emitir Parecer sobre os planos de Ensino das Disciplinas do departamento de Análises Clínicas.
06/2003 - 06/2003
Direção e administração, Departamento de Análises Clínicas, .

Cargo ou função
Membro da Comissão para analisar e emitir Parecer sobre o Plano de Atividades (PAD 2003-2) e Relatório de Atividades (RAD 2002-2) do Departamento de Análises Clínicas.
08/1996 - 04/1999
Extensão universitária , Centro de Ciências da Saúde, .

Atividade de extensão realizada
Aprimoramento das Metodologias para Diagnósticos em Microbiologia. Controle de Qualidade em Microbiologia - Preparação de Bacterioteca.
04/1996 - 04/1999
Direção e administração, Centro de Ciências da Saúde, .

Cargo ou função
Supervisor de disciplina.

Centro de Hematologia E Hemoterapia de Santa Catarina, HEMOSC, Brasil.
Vínculo institucional

1991 - 1996
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Bioquímico, Carga horária: 40
Outras informações
Bioquímica do setor de Sorologia

Atividades

2/1991 - 4/1996
Outras atividades técnico-científicas , Setor de Sorologia, Setor de Sorologia.

Atividade realizada
Exames sorológicos de doadores de sangue e de pacientes ambulatoriais.
2/1985 - 2/1991
Pesquisa e desenvolvimento , Setor de Sorologia, .

Linhas de pesquisa
Hepatites B e C

Departamento Autônomo de Saúde Pública, DASP, Brasil.
Vínculo institucional

1985 - 1991
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Bioquímico, Carga horária: 40

Atividades

2/1985 - 2/1991
Pesquisa e desenvolvimento , Setor de Virologia, .

2/1985 - 2/1991
Serviços técnicos especializados , Departamento Autônomo de Saúde Pública, .

Serviço realizado
Participação no Programa de Erradicação da Poliomielite.
2/1985 - 2/1991
Outras atividades técnico-científicas , Setor de Virologia, Setor de Virologia.

Atividade realizada
Diagnóstico de Hepatites Virais.


Linhas de pesquisa


1.
Virologia molecular
2.
Hepatites B e C
3.
Gastroenterites Virais
4.
Hepatites Virais
5.
Poliomielite


Projetos de pesquisa


2013 - 2016
Investigação molecular de resistência aos antimicrobianos em bactérias grampositivas e gram-negativas
Descrição: A descrição de novos métodos moleculares para detecção, tipagem e caracterização de patógenos microbianos e/ou de seus genes de resistência tem sido publicada na em todas as revistas científicas relevantes. Estes métodos incluem, mas não são limitados, à PCR simplex e multiplex, PCR em tempo real, sequenciamento de DNA e várias técnicas baseadas em hibridização (macro e microarranjos de DNA). A emergência e a propagação da resistência aos antimicrobianos são um problema de saúde pública global. Este problema contínuo reflete a adaptabilidade da bactéria, e todos os novos fármacos introduzidos na prática clínica tem somente uma limitada ?eficácia máxima? antes do espectro de resistência emergir. Os mecanismos responsáveis por esta resistência são diversos, e centenas de genes de resistência têm sido caracterizados em espécies Gram-positivas e Gram-negativas. Os genes de resistência aos antibióticos são um importante alvo para técnicas de detecção molecular, mas quais vantagens estes testes oferecem sobre os ensaios manuais ou automatizados de detecção fenotípica de suscetibilidade? Claramente, a detecção rápida de um mecanismo específico de resistência em um teste molecular poderia permitir aos clínicos inicialmente evitar opções potencialmente inapropriadas de tratamento. Entretanto, as bactérias que dão resultados positivos em testes genotípicos podem permanecer fenotipicamente suscetíveis a antibióticos relevantes (o resultado pode ser um falso-positivo, ou o teste pode ter detectado um gene parcial ou não expresso). Há um grande potencial para métodos moleculares incrementar os testes de suscetibilidade, detectando isolados resistentes mais rapidamente, definindo a base genética precisa do fenótipo que pode ser conferido por muitos possíveis mecanismos e por fornecer explicações para antibiogramas complexos e não usuais que são compostos por múltiplos mecanismos de resistência. Além disto, os estudos de epidemiologia molecular fornecem a médio e longo prazo um perfil de surgimento e distribuição de resistência em uma determinada região geográfica. Assim, o objetivo do presente projeto é desenvolver métodos moleculares baseados em amplificação gênica e sequenciamento de DNA para detectar genes de resistência em bactérias Gram-positivas e negativas. Além disso, o projeto também objetiva treinar estudantes de graduação e pós-graduação nas ferramentas utilizadas no estudo. Os resultados do projeto foram amplos e a parceria com a empresa Neoprospecta viabilizou um dos maiores projetos de microbioma hospitalar do Brasil e do mundo. Foram formados 6 mestres, 1 doutor e orientados 8 trabalhos de conclusão de curso no escopo do projeto. Os genes de resistências detectados em maior frequência foram: blaSHV, blaOXA-23, blaCTX-M-1, blaCTX-M-8 e blaKPC. As análises de alfa e beta-diversidade permitiram observar que não há diferenças significativas na riqueza e abundância das espécies bacterianas nos diferentes grupos de amostras, como as unidades hospitalares e fontes de coleta. O estudo revelou que há ampla disseminação de bactérias associadas às IRAS no ambiente hospitalar, indicando que os profissionais da saúde, os equipamentos e superfícies do hospital são fatores chaves na disseminação de bactérias multirresistentes, estando associada a práticas não adequadas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2014
Produção de material instrucional para educação permanente na modalidade de ensino à distância.
Descrição: O Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, do Ministério da Saúde possui um Sistema de Educação Permanente, para ensino a distância na área de Diagnóstico Laboratorial de Doenças Sexualmente Transmissíveis. A Universidade Federal de Santa Catarina, por intermédio de Professores lotados no Departamento de Análises Clínicas desenvolve o Sistema desde a sua criação. Para o ano de 2013, o Departamento do Ministério da Saúde irá novamente alocar recursos para o desenvolvimento de metodologias para a ampliação do público alvo que poderá participar do referido Sistema..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2014
Detecção fenotípica de mecanismos de resistência em bactérias Gram-negativas envolvidas em casos de infecção hospitalar no Hospital Universitário.
Descrição: infecção hospitalar pode ser considerada um eficiente indicador da qualidade no que diz respeito aos cuidados com o paciente, e está associada a um grande aumento nas taxas de morbidade e mortalidade. As UTI concentram os pacientes clínicos e cirúrgicos mais graves da instituição hospitalar. Existe uma forte relação entre casos de infecção hospitalar e resistência a antimicrobianos. O controle da transmissão de bactérias resistentes a antimicrobianos nas UTIs dos hospitais constitui a principal preocupação do ponto de vista da saúde pública. O presente estudo visa contribuir para a redução e o controle dos casos de infecção hospitalar, analisando o perfil de resistência aos antimicrobianos de bactérias Gram-negativas isoladas de pacientes do Hospital Universitário de Florianópolis/SC. Para isso serão utilizadas técnicas fenotípicas de detecção de resistência a antimicrobianos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2011
Efeito de lipídios dietéticos sobre as bifidobactérias e o pH intestinal e suas relações com o desenvolvimento de lesões pré-neoplásicas induzidas pela DMH em ratos
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2011
Prevalência de staphylococcus aureus resistente à meticilina - MRSA, em quatro hospitais da Grande Florianópolis.
Descrição: S taphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA) é uma importante causa de morbidade e mortalidade sendo um dos principais agentes de IH em todo o mundo, causando 50% ou mais das IHs por S. aureus. Algumas linhagens de MRSA tornam-se rapidamente dominantes em situações de surto ou mostram a capacidade de disseminarem-se por longas áreas geográficas durante anos, tendo sido denominadas linhagens epidêmicas. O gen mecA, responsável pela resistência à meticilina, está localizado em um cassete (SCCmec) do cromossomo bacteriano que pode levar outros genes de resistência, desse modo, estas estirpes são resistentes não só à meticilina, mas também a todos os outros antibióticos betalactâmicos da família e são, freqüentemente, resistentes a antibióticos de outras classes. Quando comparadas com infecções causadas por linhagens de S. aureus suscetível à meticilina, as infecções por MRSA têm sido associadas com maiores taxas de mortalidade, períodos mais longos de permanência e maior custo hospitalar. A epidemiologia de MRSA evolui rapidamente. Novas estirpes emergem e substituem estirpes previamente predominantes. Contudo, essa dinâmica não é uniforme, e mesmo em escala regional, a epidemiologia de MRSA evoluiu diferentemente de um local para outro. A vigilância contínua, com o auxílio de métodos moleculares de tipificação é de grande importância para a compreensão da epidemiologia local de MRSA. Nessa pesquisa pretende-se estabelecer a prevalência de MRSA em quatro imp ortantes hospitais da Grande Florianópolis, utilizando o método da disco-difusão de Kirby e Bauer e o método de triagem para detecção de resistência à oxacilina, que são métodos padronizados pelo Clinical and Laboratory Standards Institute (CLSI) e recomendados pela ANVISA..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2009
A valiação da qualidade dos discos para testes de suscetibilidade à antimicrobianos disponíveis no mercado brasileiro
Descrição: O tratamento das infecções piogênicas é realizado com maior eficácia e segurança, se baseado no resultado da cultura microbiológica. Acredita-se que o crescimento da resistência está ligado diretamente ao uso incorreto de antimicrobianos e é um grande desafio enfrentado pelos serviços de saúde no Brasil e em todo o mundo. Através das informações a respeito da suscetibilidade do microorganismo, obtidos pelo Teste de Suscetibilidade aos Antimicrobianos (TSA) ou antibiograma, escolhe-se o fármaco adequado ao tratamento de uma infecção. É reconhecida a necessidade do monitoramento do perfil de sensibilidade dos principais patógenos em nosso país e do uso racional de antimicrobianos como medidas principais para o controle da resistência microbiana. O teste de disco-difusão em ágar (Kirby-Bauer) que usa o princípio de metodologia padronizada e medidas do diâmetro do halo de inibição correlacionados às concentrações inibitórias mínimas (CIMs) com cepas reconhecidamente sensíveis e resistentes a diversos agentes antimicrobianos. Esse método é qualitativo, ou seja, permite classificar a amostra bacteriana em suscetível (S), intermediária (I) ou resistente (R) ao antimicrobiano. Sua praticidade, baixo custo e facilidade operacional facilitam a implantação deste método nos laboratórios de microbiologia clínica. Na utilização do teste disco-difusão, pequenas variações no procedimento ou na qualidade do material utilizado podem levar a resultados falsos, e, portanto, se faz necessário um controle periódico de qualidade para garantir a confiabilidade do teste. O resultado do antibiograma influencia diretamente na escolha da terapêutica, e, por isso, a realização do teste sem controle adequado de qualidade poderá determinar o uso de um antimicrobiano inadequado, com conseqüente falha terapêutica e risco para o paciente. Erros como a baixa qualidade dos insumos utilizados pelo laboratório de microbiologia pode interferir na qualidade dos resultados. Assim, considera-se de extrema importância o objetivo deste trabalho que é avaliar da qualidade dos discos contendo antibióticos utilizados nos ensaios de antibiogramas disponíveis no mercado brasileiro..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2007
Isolamento e quantificação de bifidobactérias em pacientes portadores de neoplasias hematológicas, submetidos à quimioterapia, após uso de prebiótico
Descrição: Isolamento e determinação da concentração de Bifidobactérias em amostras de fezes dos pacientes com neoplasias hematológicas submetidos a doses agressivas de quimioterapia, relacionadas a mielosupressão intensa, internados na Unidade de TMO do CEPON, serão coletadas e analisadas antes do início e no dia posterior ao último dia da suplementação com prebiótico FOS. O cultivo dos microrganismos presentes no material fecal deve ser realizado no período máximo de 8 horas e mantidas em jarro com atmosfera anaeróbica. Será adotado como base, o meio Reinforcer Clostridial Agar. Será utilizado, o sistema comercial de anaeróbica. O pH das fezes será avaliado por meio de fita de pH..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2003 - 2005
Avaliação da identidade de diversos isolados do vírus TTV (Torque teno Virus), pertencentes aos cinco diferentes grupos genômicos descritos frente aos diversos primers existentes.
Descrição: O DNA de TTV é usualmente detectado por PCR no soro e em outros fluidos biológicos. A escolha dos primers pode influenciar de maneira significativa o nível de detecção do vírus. Na reação de PCR, o uso de diferentes condições de ensaios e diferentes conjuntos de primers ussados na determinação da prevalência de TTV, tem conduzido a diferentes resultados O ensaio de PCR considerado o mais eficiente para detecção de TTV, utiliza o sistema de prlmers T801/ T935. designado da extremidade 3' da região mais conservada do genoma. chamada UTR A seqüência dos przmers T801 e T935 usado no sistema UTR -- PCR. foi comparado com 59 sequências de isolados de TTV pertencendo aos grupos genómicos 1-5, que estão disponíveis nos bancos de genomas (GenBank) O Primer antisenso T935, não apresenta mismafch com nenhuma das sequências. No entanto, a setuência do primar senso T801, apresenta identidade perfeita somente com 12 das 59 seqüências analisadas, sugerindo que o sistema UTR-PCR não é capaz de detectar todos os isoladosd e TTV.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2003 - 2004
Avaliação do perfil de susceptibilidade e detecção de betalactamases de espectro estendido (ESBI ) em bacilos Gram negativos não fermentadores, de pacientes do Hospital Universitário.
Descrição: 0 tratamento com antimicrobianos tem reduzido a mortalidade, mas não a prevalência de doenças infecciosas. O uso indiscriminado de agentes antimicrobianos estimula a evolução de bactérias à resistência, resultando em frequente fracasso terapêutico. Essa evolução deve-se ao surgimento de novos mecanismos de resistência e da sua propagação para a maioria das espécies bacterianas. A detecção dos diversos mecanismos emergentes de resistência aos antimicrobianos constitui-se numa das tarefas mais importantes do Laboratório de Microbiologia Clínica, sendo que alguns deles são de difícil detecção pelas metodologias laboratoriais de rotina. A inatívação de drogas antimicrobianas por enzimas produzidas por microorganismos é, provavelmente, o principal mecanismo molecular de resistência. A denominação de betatalactamases é genérica e utilizada para nomear as enzimas atiras contra os antibióticos betalactâmicos. As betalactamases são frequentemente produzidas por bactérias Gram-positivas e Gram-negativas e hidrolizam a ligação amida do anel betalactâmico, causando a inativação irreversível desses antimicrobianos. A partir de 1983, um novo grupo de potentes enzimas mediadas por genes localizadas em plasmódios, denominadas Betalactamases de Espectro Estendido (E$BL), capazes de agir contra novos betalactâmicos como ceftriaxona, cefotaxima, ceftazidima. cefoxitina, cefotetan, aztreanam e monobactam começou a surgir em publicações científicas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2017 - Atual
Desenvolvimento e produção de materiais instrucionais para prevenção, assistência, diagnostico, tratamento e controle de IST, AIDS e hepatites virais.
Descrição: Num país de dimensões continentais, como o Brasil, a disponibilização de uma ferramenta de educação permanente a distância veio suprir as necessidades de disseminação e constante atualização de conhecimentos, reduzindo os custos, facilitando a padronização de procedimentos e tornando viável a implantação de políticas públicas de saúde de combate a epidemias, como a da AIDS. Os avanços na área da tecnologia da informação e comunicação e a rápida produção de conhecimento, só terão reflexos na situação epidemiológica do país e nos serviços de saúde prestados à população, se houver respostas ágeis para as demandas contínuas de adequações tecnológicas, metodológicas e de legislação. A política adotada pelo Departamento de DST/AIDS e Hepatites virais do Ministério da Saúde e implementada com os materiais instrucionais desenvolvidos e produzidos pela UFSC, representa um grande avanço no sentido de promover melhorias nas ações de saúde e na qualidade de vida da população. Objetivos - Produzir materiais instrucionais para o Sistema de Educação Permanente da série TELELAB do Ministério da Saúde. Pesquisar e desenvolver novas formas para o ensino a distância, para aprimorar o atual sistema educacional, visando aos profissionais que atuam em saúde, no Brasil. Sistematizar e avaliar o material produzido e sua utilização pelos usuários no Brasil e no exterior, como forma de aprimorar continuamente o TELELAB..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2017 - Atual
Desenvolvimento e Produção de Objetos de Aprendizagem a Distância, Multidisciplinar, na Forma de
Descrição: O TELELAB é uma ferramenta de ensino a distância que vem sendo utilizada pelo Departamento de IST/AIDS e Hepatites Virais do Ministério da Saúde em parceria com o Departamento de Análises Clínicas da UFSC (ACL/UFSC) como estratégia para o controle das infecções sexualmente transmissíveis (IST). Num país de dimensões continentais, como o Brasil, a disponibilização de uma ferramenta desta natureza veio suprir as necessidades de capacitação em todo o território nacional e constante adequação dos conteúdos, assegurando a educação continuada, com baixo custo e tornando viável a implantação de políticas públicas de saúde de combate a epidemias, como a da AIDS. Os resultados apresentados pelo TELELAB, desde o início de sua parceria com a UFSC, mostram que este Programa de extensão universitária (representado por vários projetos de extensão) vem ultrapassando as metas idealizadas. O número de visualizações do portal TELELAB foi cerca de 13,5 milhões, observando-se o registro de mais de 330.000 usuários neste sitio disponibilizado na Internet, com a realização e certificação de mais de 120.000 indivíduos em seus cursos massivos on line (MOOCs) disponibilizados. Dentre esses usuários, mais de 100 mil são profissionais que atuam na saúde e mais de 80 mil são estudantes de graduação na área de saúde. Buscando entender o impacto do TELELAB no SUS, foram realizados estudos epidemiológicos do tipo ecológico para avaliar a associação entre os dados de acesso e indicadores epidemiológicos relevantes para o controle das IST/AIDS, Hepatites virais e Tuberculose no Brasil, como taxas de mortalidade, números de internações, números de casos novos e de óbitos por tais patologias e também, com os serviços de saúde oferecidos à população, nas esferas municipal, estadual e nacional, ficando evidente a importância desse programa como ferramenta de uma política nacional de educação pública disponibilizada. Visando à sua manutenção e continuidade o presente projeto tem como objetivo geral, capacitar profissionais da área da saúde para atuarem no SUS, na prevenção, assistência, diagnóstico, tratamento e controle das IST/AIDS e hepatites virais..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2016 - Atual
Monitoramento das infecções relacionadas à assistência à saúde e proposições de medidas de controle, nos hospitais da Rede Municipal de Saúde de Florianópolis.
Descrição: Contexto: ESTABELECER PARCERIA COM A DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DE FLORIANÓPOLIS PARA MONITORAR AS INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA À SAÚDE E PROPOR MEDIDAS DE CONTROLE, NOS HOSPITAIS DA REDE MUNICIPAL DE SAÚDE. Objetivos(Gerais e Específicos): ASSESSORAR A DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DE FLORIANÓPOLIS NA ELABORAÇÃO DE UM SISTEMA DE MONITORAMENTO DAS IRAS, NOS HOSPITAIS DA REDE DE SAÚDE DE FLORIANÓPOLIS. FAZER UM DIAGNÓSTICO DA ATUAL SITUAÇÃO DOS HOSPITAIS, PRINCIPALMENTE NO QUE DIZ RESPEITO ÀS TAXAS DE INFECÇÃO E DE LETALIDADE, AGENTES CAUSADORES E TOPOGRAFIA DAS IRAS E SUA DISTRIBUIÇÃO E MODO DE DISSEMINAÇÃO INTRA E INTER- HOSPITALAR. ANALISAR O PERFIL DE SUSCETIBILIDADE DE MICRO-ORGANISMOS CAUSADORES DE IRAS FRENTE AOS ANTIMICROBIANOS, PRIORITARIAMENTE, DOS MULTIRRESISTENTES. PROMOVER A ATUALIZAÇÃO TEÓRICA DOS PROFISSIONAIS ENVOLVIDOS NA INVESTIGAÇÃO E CONTROLE DAS IRAS SOBRE EVOLUÇÃO E GENÉTICA BACTERIANA, MECANISMOS E ELEMENTOS DE RESISTÊNCIA A ANTIMICROBIANOS E DISSEMINAÇÃO DESSES ELEMENTOS. ESTABELECER UMA CURVA EPIDÊMICA E AVALIAR SE AS AÇÕES SISTEMATIZADAS ESTÃO ATINGINDO A META DE REDUZIR A GRAVIDADE E A INCIDÊNCIA DAS IRAS PARA AS TAXAS POSSÍVEIS NAS SITUAÇÕES CONTROLADAS..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2013 - 2013
Elaboração de prova para concurso público- cargo farmacêutico-Bioquímico
Descrição: Objetivos: Elaborar questões de prova para concurso público, referente ao cargo de farmacêutico-Bioquímico. Metodologia: Elaborar 20 questões objetivas, com cinco alternativas de resposta ao cargo de farmacêutico-Bioquímico . Elaborar análise dos recursos..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2012 - 2012
Avaliação de artigo científico
Descrição: Avaliação de artigo científico para a Revista Ciências da Saúde..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2011 - 2011
Participação como Docente no Modulo de Virologia Clínica do Curso de Epecialização em análises clínicas e Toxicologia da Unidade de Chapecó- UNINGA
Descrição: Ministrar o módulo de Virologia Clínica no Curso de Especialização em Analises Clínicas da UNINGA organizado pela na cidade de Chapecó/SC. Serão abordados na forma de exposição dialogada, discussão em grupos dos seguintes conteúdos: 1-Definição e classificação dos vírus que infectam o ser humano. 2- Estrutura da partícula viral e seus componentes.3- Replicação viral. 4-Principais infecções virais humanas. 5- Vírus emergentes. 6- Diagnóstico laboratorial das viroses..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (30) .
Integrantes: Helena Cristina Ferreira Franz - Coordenador.
2011 - 2011
ATUALIZAÇÃO EM DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS:LABORATORIAL: DIAGNÓSTICO LABORATORIAL
Descrição: CAPACITAR ALUNOS DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE FARMÁCIA EM DIAGNOSTICO LABORATORIAL DE DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2010 - 2013
MATERIAL DIDÁTICO E EDUCATIVO: ATLAS DE PARASITOLOGIA E DOENÇA INFECCIOSAS ASSOCIADAS AO SISTEMA DIGESTIVO
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2010 - 2010
Campanha de vacinação contra a gripe H1N1 na comunidade universitária
Descrição: Objetivo: Vacinar todos os integrantes da comunidade universitária na faixa dos 20 aos 29 anos contra a gripe H1N1, que pode ter uma segunda onda pandêmica nos meses frios que se aproximam..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2009 - 2010
Campanha de vacinação da comunidade do CCS
Descrição: Objetivo: Vacinar os estudantes de graduação e pós graduação, professores e servidores do CCS que não tenham recebido as vacinas contra hepatite B (três doses), tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) e a vacina dupla (tétano e difteria) em dose única..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2009 - 2009
Simpósio: Doenças de Notificação compulsória
Descrição: Informação e atualização profissional sobre o tema..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (80) .
Integrantes: Helena Cristina Ferreira Franz - Coordenador.
2009 - 2009
Curso: Hepatites Virais
Descrição: Informação e atualização profissional sobre as hepatites virais.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2009 - 2009
Conferência: Vírus Emergentes
Descrição: Informação e atualização profissional sobre o tema..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2009 - 2009
Campanha de vacinação da comunidade do CCS
Descrição: Objetivo: Vacinar os estudantes de graduação e pós graduação, professores e servidores do CCS que não tenham recebido as vacinas contra hepatite B (três doses), tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) e a vacina dupla (tétano e difteria) em dose única..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2008 - 2009
MATERIAL DIDÁTICO E EDUCATIVO: ATLAS DE PARASITOLOGIA E DOENÇA INFECCIOSAS ASSOCIADAS AO SISTEMA DIGESTIVO
Descrição: COM AS NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO, OS COMPUTADORES E AS COMUNICAÇÕES TEM PROGRESSIVAMENTE INFLUENCIADO A MANEIRA DO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM, ABRINDO NOVAS DIMENSÕES..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2008 - 2009
Avaliação de artigo científico
Descrição: Avaliação de artigo científico para a Revista Ciências da Saúde..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2008 - 2008
QUESTÕES DE PROVA PAAR CONCURSOS DA COMPANHIA CATARINENSE DE ÁGUAS E SANEAMENTO
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2008 - 2008
Caldo Urease- Produção e controle de qualidade na utilização para diagnóstico de H.piylori em biópsia gástrica
Descrição: 1- produzir caldo urease que será fornecido a gastroenterologistas de Florianópolis, que o utilizarão no diagnóstico de Helicobacter pylori, em biópsia gástricas. 2- Realizar o controle de esterilidade do caldo produzido..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2007 - 2008
QUESTÕES DE PROVA PAAR CONCURSOS PÚBLICOS
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2007 - 2008
EMENTA E QUESTOES DE PROVA
Descrição: ANALISAR A EMENTA E QUESTÓES DE PROVA.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2006 - 2006
Seminario de acompanhamento e avaliação de pesquisas- programa Pesquisa para o SUS-PPSUS/SC
Descrição: Apresentar os projetos de pesquisa aprovados pelo Programa de Pesquisa para o SUS-PPSUS- 2004. Acompanhar a execução das pesquisas Avaliar os projetos de Pesquisa.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Revisor de periódico


2006 - 2006
Periódico: Revista Ciências da Saúde


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Saúde Humana.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Virologia Molecular.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Saúde Humana/Especialidade: Novos Vírus Humanos Ttv e Tlmv.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:10
Total de citações:176

SciELO
Total de trabalhos:10
Total de citações:60
Franz, H. C. F.;Vasconcelos H C F F;FRANZ, HELENA CRISTINA F.  Data: 21/07/2018

SCOPUS
Total de trabalhos:8
Total de citações:147
Franz, H. C. F.;Vasconcelos H C F F;FRANZ, HELENA CRISTINA F.  Data: 03/09/2018

Artigos completos publicados em periódicos

1.
SPITZ, NATÁLIA2017SPITZ, NATÁLIA ; MOREIRA, ALINE S. ; MELLO, FRANCISCO C. A. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. ; GOMES, SELMA A. ; ARAUJO, NATALIA M. . Complete genome sequence of a hepatitis B virus isolate of genotype D2, subtype adrq+, from Brazil. ARCHIVES OF VIROLOGY, v. 6, p. 1695-1700, 2017.

2.
FRANCA, F. S.2016FRANCA, F. S. ; CORA, R. Z. ; Franz, H. C. F. ; MARTINELLO, F. . Hypercholesterolemic Diet: Its Effect on Colorectal Precancerous Lesions Induced by Dimethylhydrazine.. International Journal of Pathology and Clinical Research, v. 2, p. 40, 2016.

3.
Claudia P. FIGUEIREDO2007 Claudia P. FIGUEIREDO ; Vasconcelos H C F F ; gabriella di GIUNTA ; TANIA L MAZZUCO ; THIAGO CAON ; ANDRE L M FERNANDES ; CLAUDIA M O SIMÕES ; VICTOR L S ANTUNES ; NIEL, C. ; BARARDI, C. R. M. . Detection of Torque teno virus in Epstein-Barr virus positive and negative lymph nodes of patients with Hodgkin lymphoma. LEUKEMIA & LYMPHOMA, v. 48, p. 731-735, 2007.

4.
Telma Burigo2007Telma Burigo ; Regina LM Fagundes ; Erasmo B S M Trindade ; Vasconcelos H C F F ; Ires H B Massau ; Marco Antônio S Rotolo . Ação do prebiótico sobre as proteínas de fase aguda de pacientes com neoplasia hematológica.. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, v. 29, p. 130-135, 2007.

5.
Telma Burigo2007Telma Burigo ; Regina L. M. Fagundes ; Erasmo B S M Trindade ; Franz, H. C. F. . Efeito bifidogênico do frutooligossacarídeo na microbiota intestinal de pacientes com neoplasia hematológica.. Revista de Nutrição, v. 20, p. 491-497, 2007.

6.
Mello Francisco CA2007Mello Francisco CA ; Francisco JD Souto ; Leticia C Nabuco ; CRISTIANE A, V. ; Henrique Sergio M Coelho ; Franz, H. C. F. ; Saraiva João Carlos P ; VIRGULINO, H. A. ; MOTTA-CASTRO, A. R. ; MELO, M. M. M. ; MARTINS, R. M. B. ; GOMES, S. A. . Hepatitis B virus genotypes circulating in Brazil: molecular characterization of genotype F isolates.. BMC MICROBIOLOGY, v. 7, p. 1-9, 2007.

7.
Vasconcelos H C F F2003 Vasconcelos H C F F; GOMES, S. A. ; CATALDO, M. ; NIEL, C. . Prevalence and Diversity of TT virus genotype 21 (YONBAN virus) in Brazil.. ARCHIVES OF VIROLOGY, Austria, v. 148, p. 517-529, 2003.

8.
CATALDO, M.2002 CATALDO, M. ; NIEL, C. ; Vasconcelos H C F F . Mixed Infection of adults and Chidren With Multiple TTV-Like Mini Virus Isolates.. JOURNAL OF MEDICAL VIROLOGY, Estados Unidos, v. 68, n.2, p. 291-298, 2002.

9.
Vasconcelos H C F F2001 Vasconcelos H C F F; MENEZES, M. E. ; NIEL, C. . TT Virus Infection in Chidren and Adults who Visited a General Hospital in the South of Brazil for Routine Procedure. MEMORIAS DO INSTITUTO OSWALDO CRUZ, Rio de Janeiro, v. 96, n.(4), p. 519-522, 2001.

10.
YOSHIDA, C. F. T.1994 YOSHIDA, C. F. T. ; VANDERBORGHT, B. ; SCHATZMAYR, H. G. ; Vasconcelos H C F F . Hepatitis B and C Prevalences Among Blood Donors in the South Region of Brazil.. MEMORIAS DO INSTITUTO OSWALDO CRUZ, Rio de Janeiro, v. 89, n.(4), p. 503-507, 1994.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
PARUCKER, L. M. B. B. ; Franz, H. C. F. . O cuidado da PVHIV na Unidade Básica de Saúde. Módulo 1. 1. ed. florianópolis: UFSC, 2017. v. 3. 17p .

2.
PARUCKER, L. M. B. B. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. . O cuidado da PVHIV na Unidade Básica de Saúde. Módulo 2. 1. ed. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2017. v. 3. 13p .

3.
PARUCKER, L. M. B. B. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. . O cuidado da PVHIV na Unidade Básica de Saúde. Módulo 3. 1. ed. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2017. v. 3. 14p .

4.
PARUCKER, L. M. B. B. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. . Infecções sexualmente transmissíveis: cuidados na execução dos testes rápidos: módulo I: compreendendo os testes rápidos.. 1. ed. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2017. v. 3. 24p .

5.
PARUCKER, L. M. B. B. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. . Infecções sexualmente transmissíveis: cuidados na execução dos testes rápidos: módulo II: orientações pré e pós testes. 1. ed. FLORIANOPOLIS: UFSC, 2017. v. 3. 29p .

6.
PARUCKER, L. M. B. B. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. . Infecções sexualmente transmissíveis: cuidados na execução dos testes rápidos: módulo III: cuidados na testagem para diferentes IST. 1. ed. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2017. v. 3. 20p .

7.
LIMA, L. M. ; Franz, H. C. F. ; SANTOS, J. I. . Atlas de Parasitologia Clínica e Doenças Infecciosas Associadas ao Sistema Digestivo. 2. ed.. 2. ed. , 2012.

8.
Lima LM ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. ; SANTOS, J. I. . Atlas de Parasitologia Clínica e Doenças Infecciosas Associadas ao Sistema Digestivo.. 1. ed. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2008. v. 1.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
C, B. C. F. ; P, A. E. S. ; R, C. ; TELMA, B. ; GENILDA, S. ; Thais C M Sincero ; Franz, H. C. F. . Isolamento e quantificação de bifidobactérias em pacientes com neoplasias hematológicas, submetidos à quimioterapia, após uso de prebiótico, apresentado no 33º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. In: 33º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2006, Curitiba. RBAC (Suplemento),. Goiania: SBAC, 2006. v. 38. p. 78-78.

2.
LIZ, R. ; CECILIA, K. ; PATRICIA, K. ; GENILDA, S. ; Thais C M Sincero ; Franz, H. C. F. . Perfil de susceptibilidade aos antimicrobianos em bactérias isoladas de pacientes com infecção do trato urinário atendidos no Hospital Universitário de Forianópolis (HU/UFSC. In: 33º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2006, Curitiba. RBAC (Suplemento). Goiania: Sbac, 2006. v. 38. p. 79-79.

3.
Franz, H. C. F.; AMADO, Livia ; PAULA, Vanessa de ; COIMBRA, Ana Maria Gaspar . Evaluation of hepatitis A Antibody Testing in Saliva Specimens collected by Two Different Systems.. In: XIV National Meeting of Virology, 2003, Florianópolis, 2003.

4.
Franz, H. C. F.; DEVALLE, Silvie ; NIEL, C. . Development of a Multiplex PCR Assay for the Detection of Human TT Virus Isolates of the Five Nain Genomic Groups. In: XIV National Meeting of Virology, 2003, Florianópolis, 2003.

5.
Franz, H. C. F.; NIEL, C. . TT (Virus) TTV and TTV-Like Mini Virus Infection in Chidren and adults who Visited a General Hospital in South of Brazil. In: ssDNA Viruses of Plants, Birds, Pigs and Primates ., 2001, Saint Malo. ss DNA Viruses of Plants, Birds, Pigs and Primates, 2001. p. 65-65.

6.
Franz, H. C. F.; CATALDO, M. ; NIEL, C. . Prevalence of TTV-Like Mini Virus (TLMV) and Yonban Virus (Paracircoviridade) in the south of Brazil and Evidence for Multiple Infection of single Individuals with Multiple TLMV Isolates.. In: 12th National Meeting of Virology and 4th mercosul Meeting of Virology, 2001, Caldas Novas. Virus Reviews and Research, 2001. v. 06. p. 115-115.

7.
Franz, H. C. F.; NIEL, C. G. . Prevalence of TT Virus (TTV) and TTV-Like Mini Virus Infection in the South of Brazil.. In: Encontro Nacional de Virologia, 2000, São Lourenço, 2000.

8.
Franz, H. C. F.; VANDERBRGT, B. ; YOSHIDA, C. F. T. . Soroepidemiologia das Hepatites b e C em doadores de sangue de Florianópolis, SC.. In: XXI Congresso Brasileiro de Hematologia e Hemoterapia - HEMO 94, 1994, São Paulo, 1994.

9.
Franz, H. C. F.. Soroepidemioloy of the Hepatitis B, hepatitis C and Aids in blood donors of the HEMOSC, Santa Catarina, Brazil.. In: Virológica 91, 1991, Belém. Anais do Virológica 91, 1991.

10.
Franz, H. C. F.; GASPAR, A. M. C. ; OLIVEIRA, J. M. ; YOSHIDA, C. F. T. . Subtypes by Enzime immunoassay with Monoclonal Antibodies determination of Subtypes of HBV in Acute Infection. In: V Encontro Nacional de Virologia, 1990, São Lourenço, 1990.

11.
Franz, H. C. F.; GANDOLFI, V. ; FEREIRA, L. A. P. . Rotavírus e outros Enteropatógenos na Etiologia de Gastroenterites infantis Agudas em Florianópolis, santa Catarina. In: Virológica 87, 1987, Maceió, 1987.

12.
Franz, H. C. F.; GANDOLFI, V. ; FEREIRA, L. A. P. . Estudo Etiológico das Gastroenterires Infantis agudas, em Florianópolis, Santa Catarina.. In: III Encontro Nacional de Virologia, 1986, São Lourenço, 1986.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MARTINELLO, F. ; Franz, H. C. F. ; CORA, R. Z. . ANÁLISE DAS VERIFICAÇÕES DE CALIBRAÇÃO DE MICROPIPETAS DE UM DEPARTAMENTO DE ANÁLISES CLÍNICAS. In: 47º CONGRESSO BRASILEIRO DE PATOLOGIA CLINICA/MEDICINA LABORATORIAL, 2013, SÃO PAULO. J Bras Patol Med Lab,, 2013.

2.
MARTINELLO, F. ; Franz, H. C. F. . ANÁLISE DOS RESULTADOS DE CONTROLE DE QUALIDADE DE ÁGUA REAGENTE DE UM LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS. In: 47º CONGRESSO BRASILEIRO DE PATOLOGIA CLINICA/MEDICINA LABORATORIAL, 2013, SÃO PAULO. J Bras Patol Med Lab,, 2013.

3.
Franz, H. C. F.; Martinello, F ; FRANCA, F. S. ; CORA, R. Z. . INFLUENCIA DE DIFERENTES LIPÍDEOS DIETÉTICOS SOBRE LESÕES PRE-NEOPLÁSICAS EM RATOS TRATADOS COM DIMETILHIDRAZINA. In: 46º CONGRESSO BRASILEIRO DE PATOLOGIA CLINICA/MEDICINA LABORATORIAL, 2012, SALVADOR. J Bras Patol Med Lab,, 2012. v. 48. p. 16.

4.
Franz, H. C. F.; PARUCKER, L. M. B. B. ; ANDRADE, A. ; PRIM, R. ; FERREIRA, B. . PREVALENCIA DE PORTADORES DE STAPHILOCOCCUS SPP. COAGULASE-NEGATIVA RESISTENTE À METICILINA EM TRABALHADORES DO HOSPITAL NEREU RAMOS.. In: 26º congresso de microbiologia CBM 2011, 2011, Fóz do iguaçu. SBM, 2011.

5.
Franz, H. C. F.; MARASLIS, F. ; PARUCKER, L. M. B. B. . PORTADORES DE MRSA: ESTUDO DE PREVALÊNCIA EM MÉDICOS, ENFERMEIROS, TÉCNICOS E AUXILIARES DE ENFERMAGE, DO HU/UFSC. In: 26º congresso de microbiologia CBM 2011, 2011, Fóz do iguaçu. ANIS DO 26ª CONGRESSO DE MICROBIOLOGIA, 2011.

6.
Franz, H. C. F.; MARTINELLO, F. ; PARUCKER, L. M. B. B. . EPIDEMIOLOGIA DA INFLUENZA PANDÊMICA (H1N1) 2009.. In: 44º CONGRESSO BRASILEIRO DE PATOLOGIA CLINICA/MEDICINA LABORATORIAL, 2010, RIO DE JANEIRO. J Bras Patol Med Lab,, 2010. v. 46. p. 438.

7.
Franz, H. C. F.; Martinello, F ; PARUCKER, L. M. B. B. ; DAMASCENO JUNIOR, W. N. . ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DA HANTAVIROSE NO ESTADO DE SANTA CATARINA NO PERÍODO DE 1999 A 2008. In: 44º CONGRESSO BRASILEIRO DE PATOLOGIA CLINICA/MEDICINA LABORATORIAL, 2010, RIO DE JANEIRO. J Bras Patol Med Lab,, 2010. v. 46. p. 439.

8.
Franz, H. C. F.; MULLER, S. P. ; DAMASCENO JUNIOR, W. N. ; MARTINELLO, F. . ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DA HANTAVIROSE NO ESTADO DE SANTA CATARINA. In: 25º Congresso Brasileiro de microbiologia CBM, 2009, PORTO DE GALINHAS. ANIS DO 25ª CONGRESSO DE MICROBIOLOGIA, 2009.

9.
Franz, H. C. F.; RODRIGUES, P. D. ; RODRIGUES, S. S. . INDICADORES EPIDEMIOLÓGICOS DA HANSENÍASE NO ESTADO DE SANTA CATARINA, NO PERÍODO DE JANEIRO DE 1999 A DEZEMBRO DE 2008. In: 25º Congresso Brasileiro de microbiologia CBM, 2009, PORTO DE GALINHAS. ANIS DO 25ª CONGRESSO DE MICROBIOLOGIA, 2009.

10.
Franz, H. C. F.; DAMASCENO JUNIOR, W. N. ; MULLER, S. P. . Estudo epidemiológico da Hantavirose no Estado de Santa Catarina, no período de 1999 a dezembro de 2008. In: 25º Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2009, Porto de galinhas PE. 25º Congresso Brasileiro de Microbiologia- CD room, 2009.

11.
RODRIGUES, P. D. ; Rodrigues S.S., ; Franz, H. C. F. . EPIDEMIOLOGICAL PROFILE OF HANSEN´S DISEASE IN THE SANTA CATARINA STATE, BRAZIL. In: IFCC- WorldLab Fortaleza 2008, 2008, Fortaleza. Clin Chem Lab Med ,, 2008. v. 46,.

12.
Frasseto, C ; Martinello, F ; Franz, H. C. F. . EPIDEMIOLOGICAL PROFILE OF THE MENINGITIS IN SANTA CATARINA STATE, BRAZI. In: IFCC- WorldLab Fortaleza 2008,, 2008, Fortaleza. Clin Chem Lab Med, 2008. v. 46.

13.
Franz, H. C. F.; LIMA, L. M. . ATLAS OF PARASITOLOGY AND INFECTIONS DISEASES ASSOCIATES TO DIGESTIVE SYSTEM.. In: 20th International Congresso f Clinical Chemistry and Laboratory Medicine, 35th Brazilian Congresso f Clinical Analysis and 8th Brazilian Congresso f Clinical Citology,, 2008, FORTALEZA. CLIN CHEM LAB MED, 2008. v. 46. p. 5368.

14.
Vasconcelos H C F F; TELMA, B. ; C, B. C. F. ; SINCERO, T. C. M. ; GENILDA, S. . ISOLAMENTO E QUANTIFICAÇÃO DE BIFIDOBACTÉRIAS EM PACIENTES COM NEOPLASIAS HEMATOLÓGICAS , SUBMETIDAS A QUIMIOTERAPIA, APÓS USO DE PREBIÓTICO.. In: 33º CONGRESSO BRASILEIRO DE ANÁLISES CLÍNICAS, 2006, CURITIBA. REVISTA BRASILEIRO DE ANÁLISES CLÍNICAS - RBAC (SUPLEMENTO), 2006. v. 38. p. 78.

15.
LIZ, R. ; GENILDA, S. ; SINCERO, T. C. M. ; Vasconcelos H C F F . PERFIL DE SUSCEPTIBILIDADE AOS ANTIMICROBIANOS EM BACTÉRIAS ISOLADAS COM INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO ATENDIDOS NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE FLORIANÓPOLIS (HU/UFSC). In: 33º CONGRESSO BRASILEIRO DE ANÁLISES CLÍNICAS, 2006, CURITIBA. REVISTA BRASILEIRO DE ANÁLISES CLÍNICAS - RBAC (SUPLEMENTO), 2006. v. 38.

16.
Franz, H. C. F.; FEREIRA, L. A. P. ; PARUCKER, L. M. B. B. . Produção de material educativo para o diagnóstico laboratorial de bacilos Gram negativos, utilizando tecnologia digital. In: 5ª Semana de Ensino, Pesquisa e extensão, 2005, Florianópolis. http://www.sepex.ufsc.br/anais_5/trabalhos/741.html, 2005.

17.
Franz, H. C. F.; PARUCKER, L. M. B. B. ; FEREIRA, L. A. P. ; LEITE, A. H. ; GOMES, M. C. ; SANTOS, S. A. . Análise da qualidade de discos de antimicrobianos utilizando cepas-padrão de bactérias e espectofotômetro SL 2KO para padronização de inóculo. In: 5ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2005, Florianópolis. http://www.sepex.ufsc.br/anais_5/trabalhos/972.html, 2005.

18.
Vasconcelos H C F F; PARUCKER, L. M. B. B. ; FEREIRA, L. A. P. . PRODUÇÃO DE MATERIAL EDUCATIVO PARA O DIAGNÓSTICO LABORATORIAL DE BACILOD GRAM NEGATIVOS, UTILIZANDO TECNOLOGIA DIGITAL.. In: 5 º SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO., 2005, FLORIANOPOLIS. ANAIS DA 5 º SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO., 2005.

19.
Vasconcelos H C F F; PARUCKER, L. M. B. B. ; FEREIRA, L. A. P. ; LEITE, A. H. . ANÁLISE DA QUALIDADE DE DISCOS DE ANTIBIMICROBIANOS UTILIZANDO CEPAS PADRÃO DE BACTÉRIAS E ESPECTOFOTÕMETRO SL2KO PARA PADRONIZAÇÃO DE INÓCULO.. In: 5 º SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO., 2005. ANAIS DA 5 º SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO., 2005.

20.
NIEL, C. G. ; DEVALLE, Silvie ; GOMES, S. A. ; Franz, H. C. F. . Detection and Amplification of the Complete TT Virus Genome from Human Serum.. In: XVII Congreso Latinoamericano de Microbiologia - X Congreso Argentino de Microbiologia,, 2004, Buenos Aires. CD- ROM do congresso- 2004, 2004.

21.
Franz, H. C. F.; LIMA, L. M. ; SANTOS, J. I. . Produção de material instrucional para o processo ensino-aprendizagem na disciplina de Parasitologia Clínica. In: 4ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2004, Florianópolis. http://www.sepex.ufsc.br/anais_4/trabalhos/886.html, 2004.

22.
Franz, H. C. F.; CATALDO, M. ; NIEL, C. . Frequent Presence of Multiple TTV-Like Mini Virus Isolates in Blood and Saliva Samples of Children and Adults. In: Xth International Congress of Bacterioloy and Applied Microbiology; Xth International Congress of Mycology and XII International Congress of Virology, 2002, Paris. The Word of Microbes - Abstracts, 2002. p. 387-387.

23.
Franz, H. C. F.; CATALDO, M. ; NIEL, C. . TTV-Like Mini Virus: High Prevalence Rates and Multiple Isolates Infecting Healthy Brazilian People. In: FeSBE 2002, XVII Reunião da Federação de Sociedades de Biologia Experimental., 2002, Salvador. Anais do Congresso FeSBE 2002, 2002. p. 145-145.

24.
Franz, H. C. F.; CATALDO, M. ; NIEL, C. . High Prevalence and High Rate of Coinfection of Children an Adults with Numerous Isolates of the Newly Discovered TTV-Like Mini Virus. In: XII Encontro Nacional de Virologia, 4º Encontro de Virologia do Mercosul, 2002, Águas de Lindóia. Virus Reviews and Research, 2002. p. 61-61.

25.
Franz, H. C. F.; CATALDO, M. ; NIEL, C. . TT Virus genotype 21 (YONBAN Virus) Infection Rates and Genetic Divergence Between Isolates from Brazilian Indians and Non Indians.. In: Xii Encontro Nacional de Virologia, 4º Encontro de Virologia do Mercosul, 2002, Águas de Lindóia. Virus Reviws an Research, 2002. p. 110-110.

Outras produções bibliográficas
1.
FRANZ, HELENA CRISTINA F.; PARUCKER, L. M. B. B. . INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS - Cuidados na Execução dos Testes Rápidos. ?Compreendendo os Testes Rápidos - MÓDULO I?. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2017 (VÍDEO).

2.
PARUCKER, L. M. B. B. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. . O Cuidado Integral da PVHIV na Unidade Básica de Saúde. ?MÓDULO II?.. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2017 (VÍDEO).

3.
PARUCKER, L. M. B. B. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. . O Cuidado Integral da PVHIV na Unidade Básica de Saúde. ?MÓDULO III. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2017 (VÍEO).

4.
PARUCKER, L. M. B. B. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. . . INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS - Cuidados na Execução dos Testes Rápidos. ?Orientações Pré e Pós Testes - MÓDULO II. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2017 (VÍDEO).

5.
PARUCKER, L. M. B. B. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. . INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS - Cuidados na Execução dos Testes Rápidos. ?Cuidados na testagem para diferentes IST. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2017 (VÍDEO).

6.
PARUCKER, L. M. B. B. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. . O Cuidado Integral da PVHIV na Unidade Básica de Saúde. ?MÓDULO I?. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2017 (VÍDEO).

7.
PARUCKER, L. M. B. B. ; Franz, H. C. F. . Doença Falciforme- Conhecer para Cuidar.. Florianópolis: UFSC, 2016 (VÍDEO).


Produção técnica
Programas de computador sem registro
1.
Franz, H. C. F.. Diagnóstico Laboratorial de bacilos Gram Negativos. 2008.


Demais tipos de produção técnica
1.
Franz, H. C. F.; Telma Burigo . Isolamento e quantificação de bifidobactérias em pacientes portadores de neoplasias hematológicas, submetidos à quimioterapia, após uso de prebiótico no período de 01/06/2005 á 30/06/2007.. 2007. (Relatório de pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Franz, H. C. F.; Erasmo B. S. M. Trindade. Participação em banca de Bruna Teles Soares Bezerra. Avaliação da Microbiota Intestinal e sua Relação com Parâmetros Metabólitos em Mulheres com Obesidade Morbida.. 2014. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
Franz, H. C. F.; BARARDI, C. R. M.; RODRIGUES, R.. Participação em banca de Dayse Locateli. Subtipagem e caractreização do HIV em indivíduos soropositivos: Um estudo parcial da epidemiologia do HIV em Santa Catarina. 2006. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
Franz, H. C. F.; PERES, M. A. A.; BLANK, V. L.. Participação em banca de Patrícia carsten. Hepatite C em doadores de sangue em Florianópolis, Santa Catarina: Prevalência e fatores associados no período de 2000-2004.. 2005. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Teses de doutorado
1.
Franz, H. C. F.; NOGUEIRA, M. C. L.; CARVALHO, M. A. R.; SANTOS, S. G.; FERREIRA, P. C. P.. Participação em banca de Lucy Maria Bez Birolo Parucker. Epidemiologia das Infecções Relacionadas a Assistência à Saúde na Grande florianópolis, com énfase em Pseudomonas aeruginosa. Staphilococcus aureus e escherichia coli.. 2010. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Microbiologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Luiza Gabriela de Souza Pessoa..Métodos Point-of-care em bacteriologia clínica. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Gabriela Richetti Paunescu..Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde em hospital de referência em infectologia no município de Florianópolis, SC. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Juliana Cristina Marcon..Infecção hospitalar relacionada a procedimentos invasivos e sua associação com o roteiro padrão de conformidades da DVS/SC, em hospitais de Santa Catarina, nos anos de 2015 e 2016,. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
Franz, H. C. F.; DALMARCO, E. M.. Participação em banca de Gisélle dos S Cordeiro, Jade G dos Santos e Laura L Munari.Fusobacterium necrophorum: Estudo de Caso e Revisão da literatura.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
Franz, H. C. F.; BAZZO, M. L.. Participação em banca de Alessandra de A schinaider e Elieser Angelo dell 'agnolo.1,3-B-D Glucana: Alternativa para Auxílio do Diagnóstico Laboratorial da sepse fúngica.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Carolina P Tavares Botelho e Louise D Chiardia Delatorre.determinantes Genéticos da Resistência aos carbapenêmicos em Klebsiella pneumoniae. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
Vasconcelos H C F F; SANTOS, J. I.. Participação em banca de Bárbara Imhof, Geison Vicent e Larissa Defrein,.enterococcus spp. Resistente à Vancomicina, no Hospital Universitário da UFSC. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
Vasconcelos H C F F; MONTEIRO, F. B. F.. Participação em banca de Paula Alves de souza e Luciana Brasil Canto.Gestão da Qualidade no Diagnóstico Molecular por Meio da Reação em Cadeia da Polimerase. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Ingrid B da Silva, Ricardo A Dalena e Vanessa C Schimidt.Bacteriocinas: Revisão da Literatura. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de fernanda Alves Cruz, Giuliana Costa e Kiuanne Lobo.Caracterização Fenotípica e Molecular da Resistência aos Carbapenêmicos em Isolados de Acinetobacter spp.. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

11.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Cristian Rafael Kleemann e Priscila Pansera.Pseudomonas spp. e Enterococcus spp. Multirresistentes em Infecçoes Relacionadas aos Serviços de Saúde (IRAS). 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

12.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Andressa Vi Rodrigues, Bruna T Borille e Renata Gonçalves.Meningite Tuberculosa: Relato de Caso.. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

13.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Clarissa Feltrin.Aplicação e Sistemas Repórteres para Diagnóstico de Doenças Virais em Pacientes Submetidos a transplante Hepático.. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

14.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Sheila Souza Silva.Prevalência de Portadores de MRSA entre profissionais de Saúde: Utilização de Meio Cromogênico para Detecção de MRSA.. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

15.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Flora Troina Maralis, Franciele Dassoler e Maria Izabel Goul.Portadores de MRSA: Estudo de Prevalência em Médicos, Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem do HU/UFSC. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

16.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Chandra Chiappin Cardoso, Cristiane Lavado e Dayana Holz.. Métodos Laboratoriais Aplicáveis ao Diagnóstico da Tuberculose Pulmonar Empregados em Artigos Científicos Publicados no Período de 2008 a 2010. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

17.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Priscila Menegazzo e Elaine Vieira.Hepatite Auto-imune - Caso clínico. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

18.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Marcos Kaoru Mori e Raquel de Campos Gomes da Silva.Acinetobacter spp. e sua incid~encia no Hospital Universitário da USP. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

19.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Franciani Turra Costella e Manuela Cesconetto Neves ..Estratificação do Risco Cardiovascular pelo Escore de Framingham em Amostra Populacional da Comunidade Visitante da 7ª SEPEX,. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

20.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Ana Paula Zanatta e Gabriela Pelegrini..Infecção Hospitalar por MRSA: Prevalência em Hospitais de Florianópolis.. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

21.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Franciele C. Machado e Karin Scheschowitsch..Potencial de Interferência Analítica dos Medicamentos Anfotericina B, Citrato de Fentanila, Furosemida e Midazolam nos Exames Laboratoriais.. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

22.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Ezequiel Peyerl , Helen Cristina D Guedin.Análise da distribuição dos marcadores das hepatites B e C nos doadores de sangue no Hemocentro de Santa Catarina.. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

23.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Marcelo Goulart Dário.Avaliação da qualidade dos discos utilizados em testes se suscetibilidade a antimicrobianos pelo método de disco difusão.. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

24.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Arthur Belém Buendgens, Camila Mirian da Silva.testes de sucetibilidade a antifúngicos. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

25.
Franz, H. C. F.; FRODE, T. S.. Participação em banca de Carolina Simone de Souza, Mariana Sancho Moreira.Avaliação de teste iminocromatográfico para pesquisa de Antigeno Streptococcus pneumoniae em urinas com intensa flora bacteriana e grande quantidade de leucócitos.. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

26.
Franz, H. C. F.; Denise Raquel Werlich; Katia Spaniol; JURGENSEN, S.. Participação em banca de Denise Raquel Werlich, Katia Spaniol e Sofia Jurgensen.Gardnerella vaginalis , principal agente causador de vaginose bacterianas; revisão da literatura e prevalência em exames colpocitológicos. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

27.
Franz, H. C. F.; FEREIRA, L. A. P.. Participação em banca de Rafael de Liz.PERFIL DE SUSCEPTIBILIDADE AOS ANTIMICROBIANOS EM BACTÉRIAS ISOLADAS DE PACIENTES COM INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO ATENDIDOS NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE FLORIANÓPOLIS (HU/UFSC). 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

28.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Denys Schulz.Doença dos Legionários: uma revisão. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

29.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Carlos Nyander Theiss.Prevalência e avaliação do perfil de susceptibilidade de bactérias causadoras de sepse, no Hospital regional Homero de Miranda Gomes, São José- SC.. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

30.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Ana Claúdia Campos.Pesquisa de Beta-lactamase de espectro estendido(ESBL) em bacilos Gram negativos não fermentadores isolados de pacientes do Hospital Universitário. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

31.
DONAIDA MARIA MOUSE, ROBERTA MOURA ORTIGA; Franz, H. C. F.. Participação em banca de Donaida maria Mouse, Roberta Moura Ortiga.Avaliação da metodologia empregada na identificação de cocos Gram positivos. 1997. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

32.
ALESSANDRA ROSA, DANIEL ANGELONI ROVARIS E JOSÉ AUGUSTO HEIL; Franz, H. C. F.. Participação em banca de Alessandra Rosa, Daniel Angeloni Rovaris e José Augusto Heil.Frequência de helicobacter pylori em amostras de biopsias gastro-duodenais analisadas no Laboratório Médico santa Luzia. 1997. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

33.
GRASSO JÚNIOR, H.; Franz, H. C. F.. Participação em banca de Hénio Grasso Júnior.Toxoplasmose. 1996. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

34.
Franz, H. C. F.. Participação em banca de Andréa Nuremberg, Karina Munhoz de Paula e Luciana May.Perfil dos doadores soro reagentes para hepatites B e C atendidos no serviço de Hemoterapia do Hospital Universitário de Florianópolis. 1996. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

35.
ADRIANO SÁVIO HEUSSER, EDUARDO COMELI GOULART E MÁRCIO FRIT; Franz, H. C. F.. Participação em banca de Adriano Sávio Heusser, Eduardo Comeli Goulart e Márcio Frit.Estudo retrospectivo das hemoculturas realizadas no Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina. 1995. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
Franz, H. C. F.; RODRIGUES, D. P.; Kroon, EG; SANTOS, J. I.; Martinello, F. Participação como membro da Banca Examinadora do Concurso Público para Professor Adjunto do Departamento de Análises Clínicas do Centro de Ciências da Saúde/CCS/UFSC. Campo de Conhecimento: Farmácia, Processo:23080.009628/2010-11. 2010. Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
Franz, H. C. F.; FEREIRA, L. A. P.; PINHEIRO, J. T.. Processo seletivo Simplificado para Contratação de Professor substituto. 2005. Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
Franz, H. C. F.; FERREIRA, L. A. P.; PINHEIRO, J. T.. Participação como Membro da Banca Examinadora do Proceso Seletivo para contratação de Professor Efetivo da Disciplina de Microbiologia Clínica.. 1998. Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
Franz, H. C. F.. Membro da Banca do Proceso Seletivo Simplificado para Contaratação de Professor substituto da Disciplina de Microbiologia. 1996. Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
Franz, H. C. F.. Membro na Banca do Proceso Seletivo para contratação de professor substituto da disciplina de Estágio supervisionado.. 1996. Universidade Federal de Santa Catarina.

Outras participações
1.
Franz, H. C. F.; LIMA, L. M.; SANTOS, J. I.. Comissão de Avaliação de Progressão Funcional de BEATRIZ GARCIA BORBA, do Departamento de Análise Clínicas, de Professor Adjunto III para Adjunto IV.. 2016. Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
Franz, H. C. F.; MARTINELLO, F.; SANTOS, J. I.. Comissão de acompanhar, orientar e avaliar a docente Maria Rita Pimenta Rolim em Estágio Probatório no Departamento Análises Clínicas. (Portaria nº 007ACL/2010). 2012. Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
Franz, H. C. F.; FEREIRA, L. A. P.; SANTOS, J. I.. Comissão de acompanhar, orientar e avaliar a docente Maria Madalena Canina Pinheiro em Estágio Probatório no Departamento Análises Clínicas. (Portaria nº 007ACL/2010). 2012. Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
Franz, H. C. F.. Comissão de acompanhar, orientar e avaliar a docente Maria Rita Pimenta Rolim em Estágio Probatório no Departamento Análises Clínicas. (Portaria nº 007ACL/2010). 2011. Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
Franz, H. C. F.. Portadores de MRSA: Estudo de Prevalência em Médicos, Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem do HU/UFSC,. 2010. Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
Franz, H. C. F.. Métodos Laboratoriais Aplicáveis ao Diagnóstico da Tuberculose Pulmonar Empregados em Artigos Científicos Publicados no Período de 2008 a 2010. 2010. Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
Franz, H. C. F.. hepatite Auto-imune- Caso Clínico. 2010. Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
Franz, H. C. F.. Acinetobacter spp. e sua incidência no Hospital Universitário USP. 2010. Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
Franz, H. C. F.; SANTOS, J. I.; SOUZA, L. C.. Comissão de Avaliação de Progressão Funcional de Maria Luiza Bazzo, do Departamento de Análise Clínicas, de Professor Adjunto II para Adjunto III.. 2010. Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
Franz, H. C. F.; MARTINELLO, F.; SANTOS, J. I.. Comissão de orientar e avaliar a docente Maria Rita Pimenta Rolim, em estágio probatório no Departamento de Análise Clínicas.. 2010. Universidade Federal de Santa Catarina.

11.
Franz, H. C. F.. Estratificação do Risco Cardiovascular pelo Escore de Framingham em Amostra Populacional da Comunidade Visitante da 7ª SEPEX,. 2009. Universidade Federal de Santa Catarina.

12.
Franz, H. C. F.. Infecção Hospitalar por MRSA: Prevalência em Hospitais de Florianópolis.. 2009.

13.
Franz, H. C. F.. Comissão de avaliação de Progressão Funcional de Lucy Maria Bez Birolo Parucker, do Depto. de Análises Clínicas, de Professor Assisente III para Prof. Assistente IV., 2009. Universidade Federal de Santa Catarina. (Portaria nº 010/ACL/2009). 2009. Universidade Federal de Santa Catarina.

14.
Franz, H. C. F.. Comissão de avaliação de Progressão Funcional Vertical de Lucy Maria Bez Birolo Parucker, do Depto. de Análises Clínicas, de Professor Assisente IV para Prof. Adjunto I., 2009. Universidade Federal de Santa Catarina. (Portaria nº 172/CCS/2009). 2009. Universidade Federal de Santa Catarina.

15.
Franz, H. C. F.. Comissão de avaliação de Progressão Funcional de Lucy Maria Bez Birolo Parucker, do Depto. de Análises Clínicas, de Professor Adjunto I para Prof. Adjunto II, 2009. Universidade Federal de Santa Catarina (Portaria nº 011/ACL/2009). 2009. Universidade Federal de Santa Catarina.

16.
Franz, H. C. F.. Comissão de avaliação de Progressão Funcional de Lucy Maria Bez Birolo Parucker, do Depto. de Análises Clínicas, de Professor Adjunto II para Prof. Adjunto III., 2009. Universidade Federal de Santa Catarina (Portaria nº 012/ACL/2009). 2009. Universidade Federal de Santa Catarina.

17.
Franz, H. C. F.. Potencial de Interferência Analítica dos Medicamentos Anfotericina B, Citrato de Fentanila, Furosemida e Midazolam nos Exames Laboratoriais.. 2008. Universidade Federal de Santa Catarina.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
11ª Congresso de HIV/AIDS e 4ª de Hepatites Virais. X. 2017. (Congresso).

2.
46ª CONGRESSO BRASILEIRO DE PATOLOGIA CLÍNICA / MEDICINA LABORATORIAL. INFLUENCIA DE DIFERENTES LIPÍDEOS DIETÉTICOS SOBRE LESÕES PRE-NEOPLÁSICAS EM RATOS TRATADOS COM DIMETILHIDRAZINA. 2012. (Congresso).

3.
26] CONGRESSO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA- CBM 2011. PREVALENCIA DE PORTADORES DE STAPHILOCOCCUS SPP. COAGULASE-NEGATIVA RESISTENTE À METICILINA EM TRABALHADORES DO HOSPITAL NEREU RAMOS.. 2011. (Congresso).

4.
I ENCONTRO DE INTEGGRAÇÃO DOS PROFESSORES DO CURSO DE GRADUAÇÃO.X. 2011. (Encontro).

5.
II ENCONTRO NACIONAL DE PROFESSORES DE MICROBIOLOGIA.X. 2011. (Encontro).

6.
44º CONGRESSO BRASILEIRO DE PATOLOGIA CLÍNICA / MEDICINA LABORATORIAL. EPIDEMIOLOGIA DA INFLUENZA PANDÊMICA (H1N1) 2009.. 2010. (Congresso).

7.
14º FARMAPÓLIS, XIV ENCONTRO ESTADUAL DE FARMACÊUTICOS BIOQUÍMICOS, VI ENCONTRO DE FARMAC~EUTICOS DO MERCOSUL E I ENCONTRO NACIONAL DE FARMACÊUTICOS CONSELHEIROS DE SAÚDE.DOENÇAS DE NOTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA. 2009. (Encontro).

8.
14º FARMAPÓLIS, XIV ENCONTRO ESTADUAL DE FARMACÊUTICOS BIOQUÍMICOS, VI ENCONTRO DE FARMAC~EUTICOS DO MERCOSUL E I ENCONTRO NACIONAL DE FARMACÊUTICOS CONSELHEIROS DE SAÚDE.VÍRUS EMERGENTES. 2009. (Encontro).

9.
14º FARMAPÓLIS, XIV ENCONTRO ESTADUAL DE FARMACÊUTICOS BIOQUÍMICOS, VI ENCONTRO DE FARMAC~EUTICOS DO MERCOSUL E I ENCONTRO NACIONAL DE FARMACÊUTICOS CONSELHEIROS DE SAÚDE.X. 2009. (Encontro).

10.
IV SEMANA ACAD~EMICA DO CURSO DE BIOMEDICINA NA UNOESC.HEPATITES VIRAIS. 2009. (Encontro).

11.
Participou do IFCC- WorldLab Fortaleza 2008,. EPIDEMIOLOGICAL PROFILE OF HANSEN´S DISEASE IN THE SANTA CATARINA STATE, BRAZIL. 2008. (Congresso).

12.
I Encontro Catarinense de Gestão de Laboratórios Clínicos. 2007. (Encontro).

13.
I Encontro Catarinense de Microbiologia Clínica. 2007. (Encontro).

14.
33º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. 2006. (Congresso).

15.
6º Congresso Brasileiro de Citologia Clínica. 2006. (Congresso).

16.
Farmapólis 12ª edição - X Congresso Catarinense de Farmacêuticos e Bioquímicos XII Encontro de farmacêuticos e Bioquímicos. X Congresso Catarinense de Farmacêuticos e Bioquímicos XII Encontro de farmacêuticos e Bioquímicos. 2004. (Congresso).

17.
XII FARMAPÓLIS, X CONGRESSO CATARINENSE DE DE FARMACÊUTICOS E BIOQUÍMICOS, IV ENCONTRO DE FARMACÊUTICOS DO MERCOSUL E I ENCONTRO NACIONAL DE FARMACÊUTICOS DO SUS. ESTUDOS DE CASOS CLÍNICOS: HEPATITES B E C E HIV. 2004. (Congresso).

18.
XVII Congreso latinoamericano de Microbiologia - x Congreso Argentino de Microbiologia. XVII Congreso latinoamericano de Microbiologia - x Congreso Argentino de Microbiologia. 2004. (Congresso).

19.
XIV National Meeting of Virology.XIV National Meeting of Virology. 2003. (Encontro).

20.
XIII Encontro Nacional de Virologia.X. 2002. (Encontro).

21.
XV Congresso Latinoamericano de Bioquímica Clínica. XXVIII Congresso Brasileiro de Análises Clínicas.. X. 2001. (Congresso).

22.
Virológica 99 - Décimo Encontro nacional de Virologia e Segundo Encontro de Virologia do Mercosul.X. 1999. (Encontro).

23.
III simpósio Internacional sobre HTLV no Brasil.X. 1994. (Simpósio).

24.
XXI Congresso Brasileiro de Hematologia e Hemoterapia - HEMO 94. X. 1994. (Congresso).

25.
Simpósio nacional sobre a Sindrome da Imunodeficiencia Adquirida - AIDS..X. 1992. (Simpósio).

26.
II Simpósio internacional sobre Arbovírus dos Trópicos.II Simpósio internaconal sobre Arbovírus dos Trópicos. 1991. (Simpósio).

27.
Simpósio Internacional em Hepatite C.x. 1991. (Simpósio).

28.
Virológica 91. SEROEPIDEMIOLOGY OF THE HEPATITIS B, HEPATITIS C AND AIDS IN BLOOD DONORS OF THE HEMOSC, SANTA CATARINA , BRAZIL.. 1991. (Congresso).

29.
V Encontro Nacional de Virologia.Subtypes by enzime imunnoassy with monoclonal antibodies: Deretmination of subtypes of HBV in acute infection. 1990. (Encontro).

30.
I Encontro Regional Sul de virologia - Virológica 89.x. 1989. (Encontro).

31.
III seminário da laboratórios de Saúde pública.III seminário da laboratórios de Saúde pública. 1989. (Seminário).

32.
II Jornada Sul - Brasileira de Patologia e Análises Clínicas. x. 1989. (Congresso).

33.
I Seminário sobre Diagnóstico Laboratorial das Meningites. A importância da Interação Laboratório - Viglância Epidemiológica na Identificação e Controle das Meningites..Meningites virais. 1989. (Seminário).

34.
XXV Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. x. 1989. (Congresso).

35.
Jornada Sul-Brasileira de patologia e Análises Clínicas. x. 1988. (Congresso).

36.
IX ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE FARMÁCIA.x. 1985. (Encontro).

37.
Terceiro Congresso Brasileiro dos sindicatos farmacêuticos. Terceiro Congreso Brasileiro dos Sindicatos farmacêuticos. 1983. (Congresso).

38.
III SECAF.X. 1982. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Franz, H. C. F.; BARARDI, C. R. M. ; CLAUDIA M O SIMÕES . XIV ENCONTRO NACIONAL DE VIROLOGIA. 2003. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
ADROALDO ANDRADE, BRUNO FERREIRA E RODRIGO PRIM. PREVALENCIA DE PORTADORES DE STAPHILOCOCCUS SPP. COAGULASE-NEGATIVA RESISTENTE À METICILINA EM TRABALHADORES DO HOSPITAL NEREU RAMOS.. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

2.
fabiola Bagatini, Bárbara Lorenzi, Thalyta Indja Dittert Cab. Aspectos epidemiológicos das hepatites a, B e C no Estado de Santa Catarina. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

3.
Cristina Frassetto. Comportamento Epidemiológico das meningites no Estado de Santa Catarina.. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

4.
Henrique Senna de Carvalho, Liziane Covatti e Monique Philip. PREVALÊNCIA DE HEPATITE B E C EM DOADORES DE SANGUE DO SERVIÇO DE HEMOTERAPIA DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA, HU/UFSC.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

5.
Marcelo Eduardo da Silva. ISOLAMENTO MICROBIOLÓGICO DE HELICOBACTER PYLORI. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

6.
CARLOS FREDERICO CARNEIRO BUCHELE. ISOLAMENTO E QUANTIFICAÇÃO DE BIFIDOBACTÉRIAS. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

7.
Bruna Zanete Dutra. Infecção Hospitalar no Hospital Universitário- UFSC, causada por Escherichia coli.. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

8.
Luciano Melo. SOROPREVALÊNCIA DOS MARCADORES DAS HEPATITES B e C, EM DOADORES DE SANGUE DO HU/UFSC.. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

9.
Christiane Nunes dos Santos. Prevalencia de Helicobacter pylori em pacientes de uma clínica partcular em Florianópolis SC. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

10.
Donaida Maria Mouse. Avaliação da metodologia empregada na identificação de cocos Gram Positivos. 1997. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

Orientações de outra natureza
1.
Kelly Kroth. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2018. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

2.
Fernanda Padilha. Orientação de Estágio não obrigatório. 2017. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

3.
Mariana Felipe. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2017. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

4.
Kelly Kroth. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2017. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

5.
Mariana Felipe. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2017. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

6.
Tatiane Barbosa. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2016. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

7.
Guilherme Augusto Rodrigues dos Santos. Orientação de Estágio não obrigatório. 2016. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

8.
Diana da Silva Bernardo. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2016. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

9.
jhulie Thaise de Amorim. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2015. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

10.
Ane Francyne da Costa. Orientação de Estágio não obrigatório. 2015. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

11.
Arthur Scheveitzer Ferreira. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2015. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

12.
Juliana Coutinho Machado. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2014. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

13.
Paulo Ricardo Wernkle Theiss. Orientação de Estágio não obrigatório. 2014. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

14.
Joesa Rosa da Silveira. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2014. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

15.
Giuliana Oliveira Ruas Costa. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2013. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

16.
Keny da Silva. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2012. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

17.
Grazziella Gadoti. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2012. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

18.
Caetana Paes Zamparete. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2011. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

19.
Livia Bringhenti. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2011. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

20.
Anita Maurício Camillo Duarte.. Benefícios das Bifidobactérias e Prebióticos na Saúde: Uma Justificativa para a Implantação da Quantificação na Rotina Laboratorial.. 2010. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

21.
Flávia Fornara Nohatto. Atividades práticas em laboratório clínico. 2010. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

22.
Karina Stahelin Moscheta. Orientação de Monitoria na Disciplina de Microbiologia Clínica. 2010. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

23.
Hellen Tiffany Geremias e Tiffany Floriano de Andrade.. Epidemiologia da Influenza pandêmica (H1N1) 2009 no Estado de Santa Catarina. 2009. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

24.
Regiane Gutjahr Wachholz. Orientação de Monitoria na disciplina de Microbiologia Clínica.. 2009. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

25.
Gabriela Pelegrino.. Orientação de Monitoria na disciplina de Microbiologia Clínica.. 2009. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

26.
ADRIANA KLEIST CLARK NUNES. ORIENTAÇÃO DE MONITORIA. 2009. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

27.
Bruna Scarpalo, Ana Augusta Ferreira Freitas e Daiane Bozza.. Avaliação de um Método de Controle de Qualidade Disco-a-disco em Teste de Sensibilidade a Antimicrobianos.. 2008. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

28.
Wellington Nunes Damaceno Júnior e Samuel Paulo Muller.. Estudo epidemiológico da Hantavirose no Estado de Santa Catarina, no período de 1999 a dezembro de 2008.. 2008. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.

29.
Adriana Kleist Clark Nunes.. Orientação de Monitoria na disciplina de Microbiologia Clínica.. 2008. Orientação de outra natureza. (Farmácia Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Helena Cristina Ferreira Franz.



Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
PARUCKER, L. M. B. B. ; Franz, H. C. F. . O cuidado da PVHIV na Unidade Básica de Saúde. Módulo 1. 1. ed. florianópolis: UFSC, 2017. v. 3. 17p .

2.
PARUCKER, L. M. B. B. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. . O cuidado da PVHIV na Unidade Básica de Saúde. Módulo 2. 1. ed. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2017. v. 3. 13p .

3.
PARUCKER, L. M. B. B. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. . O cuidado da PVHIV na Unidade Básica de Saúde. Módulo 3. 1. ed. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2017. v. 3. 14p .

4.
PARUCKER, L. M. B. B. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. . Infecções sexualmente transmissíveis: cuidados na execução dos testes rápidos: módulo I: compreendendo os testes rápidos.. 1. ed. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2017. v. 3. 24p .

5.
PARUCKER, L. M. B. B. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. . Infecções sexualmente transmissíveis: cuidados na execução dos testes rápidos: módulo II: orientações pré e pós testes. 1. ed. FLORIANOPOLIS: UFSC, 2017. v. 3. 29p .

6.
PARUCKER, L. M. B. B. ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. . Infecções sexualmente transmissíveis: cuidados na execução dos testes rápidos: módulo III: cuidados na testagem para diferentes IST. 1. ed. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2017. v. 3. 20p .

7.
Lima LM ; FRANZ, HELENA CRISTINA F. ; SANTOS, J. I. . Atlas de Parasitologia Clínica e Doenças Infecciosas Associadas ao Sistema Digestivo.. 1. ed. FLORIANÓPOLIS: UFSC, 2008. v. 1.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/01/2019 às 15:35:22