Marcos Vinicius Santos Dias Coelho

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2570326510398665
  • Última atualização do currículo em 28/05/2018


Sou professor Adjunto da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), ministrando disciplinas relacionadas a Área de História da África. Tenho doutorado em História da África pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), mestrado pelo Programa Multidisciplinar em Estudos Étnicos e Africanos (Pós-Afro) e graduação em História, sendo as últimas habilitações pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). No doutorado, investiguei o universo da caça e dos caçadores no sul de Moçambique durante o período colonial (c1895-c1930). No mestrado analisei os discursos sobre a natureza produzidos em Moçambique durante o período colonial (1876-1918). Atualmente, estou desenvolvendo uma pesquisa bibliográfica sobre as relações entre as concepções acerca do sagrado e a natureza, tendo como foco as ideias dos povos do sul de Moçambique sobre o mundo animal. Desde de junho de 2017, ocupo o cargo de Coordenador de Arte e Cultura da Pró-reitoria de Extensão, Arte e Cultura (PROEX-UNILAB) desenvolvendo atividades e ações voltadas para a promoção dos aspectos artísticos e culturais da universidade. No âmbito da divulgação para o publico mais amplo, ou em apoio à educação básica, desenvolvi uma série de podcasts denominado África Livre, por meio do qual disponibilizei conhecimentos históricos e geográficos do continente africano usando a produção musical africana como mote de divulgação. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marcos Vinicius Santos Dias Coelho
Nome em citações bibliográficas
Dias Coelho, Marcos


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2015
Doutorado em Doutorado em História.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
com período sanduíche em Universidade Pedagógica - Moçambique (Orientador: Alda Saide Saúte).
Título: Maphisa & Sportsmen: a caça e os caçadores no sul de Moçambique sob o domínio do colonialismo - c1895-c1930, Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Lucilene Reginaldo.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: África; Moçambique; Caça; Caçadores; Colonialismo.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da África.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da África / Especialidade: História de Moçambique.
2007 - 2009
Mestrado em Estudos Étnicos e Africanos.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Título: O humano, o selvagem e o civilizado: discurso sobre a natureza em Moçambique colonial, 1876-1918.,Ano de Obtenção: 2009.
Orientador: Valdemir Donizette Zamparoni.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, FAPESB, Brasil.
2002 - 2006
Graduação em História.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2008 - 2008
Matamorfoses da(s) Cidadania(s) Africana(s). (Carga horária: 15h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2007 - 2007
Seminário Internacional Fabrica de Ideias. (Carga horária: 27h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2007 - 2007
São Tomé e Príncipe: história colonial e insular. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2006 - 2006
Os paradoxos de uma dupla consciência - África e Africanos. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2005 - 2005
Intercambio Fipse/Capes. (Carga horária: 180h).
Winston-Salem State University, WSSU, Estados Unidos.


Atuação Profissional



Fundação Educacional Duque de Caxias, FEUDUC, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 8
Outras informações
Aulas de História da África I e II para graduação em História


Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professor Formador, Carga horária: 20
Outras informações
Professor formador do módulo de História da África no Curso de Formação para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira Turma 2012, na modalidde EAD.

Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Tirocinio docente, Enquadramento Funcional: Estágio, Carga horária: 4
Outras informações
Estagio na disciplina História da Africa


Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professor Pesquisador, Carga horária: 8

Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professor Formador


Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, UNILAB, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Coordenador de Arte e Cultura, Carga horária: 20
Outras informações
Gestão das ações e projetos artísticos e culturais desenvolvidos pela Pró-reitoria de Extensão, Arte e Cultura da UNILAB (Proex) desde de junho de 2017. Entre as ações culturais desenvolvidas pela Proex que coordenei, destaco a realização do II e III Festival das Culturas. Este é um evento cultural anual da Universidade, as edições que coordenei ocorreram entre os dias 18 e 21 de julho de 2017 e 23 e 25 de Maio de 2018. O evento envolve a apresentação de diferentes linguagens artísticas e culturais como espetáculo musicais, teatrais, de dança, exposições de fotografias e artes plásticas.

Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto 1A, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.



Membro de corpo editorial


2010 - Atual
Periódico: Revista de História (Salvador)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da África.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da África/Especialidade: História de Moçambique.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
Dias Coelho, Marcos2016Dias Coelho, Marcos. ?Sem dispêndio para a Fazenda?: estratégias e finalidades da ocupação colonialista do interior no sul de Moçambique, 1895-1903. Revista Perspectiva Histórica, v. 5, p. 111, 2016.

2.
Dias Coelho, Marcos2014Dias Coelho, Marcos. O Regulamento de Caça de Lourenço Marques de 1910: um instrumento do domínio colonial. Revista de Ciências Humanas (Viçosa), v. 14, p. 373-391, 2014.

3.
Dias Coelho, Marcos2013Dias Coelho, Marcos. A comissão de caça de Lourenço Marques e seu papel no Esatdo Colonial em Moçambique, 1903-1910. Africana Studia, v. 21, p. 107-113, 2013.

4.
Dias Coelho, Marcos2012Dias Coelho, Marcos. João Albasini e o seu discurso sobre a ?civilização? selvagem em Moçambique colonial. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores(as) Negros(as) - ABPN, v. 4, p. 126, 2012.

5.
Dias Coelho, Marcos2011 Dias Coelho, Marcos. A religião e as possibilidades para uma abordagem histórica sobre a visão de natureza entre os tsonga através do discurso de Henri Junod. Métis (UCS), v. 10, p. 117-138, 2011.

6.
Dias Coelho, Marcos2009 Dias Coelho, Marcos. O Mundo Natural: visões sobre uma 'nova tradição' portuguesa no colonialismo na África. Estudos Afro-Asiáticos (UCAM. Impresso), v. 2009-1/2/3, p. 155-174, 2009.

Apresentações de Trabalho
1.
Dias Coelho, Marcos. A sacralidade da natureza na percepção tsonga no sul de Moçambique no tempo os Inkossi. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
Dias Coelho, Marcos. Os Maphisa no Mananga: saber sagrado e interdição entre os caçadores no sul de Moçambique no tempo dos inkosi. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
Dias Coelho, Marcos. ?Rastos d?hontem?, história de hoje: correspondência administrativa, leões e um historiador no Arquivo Histórico de Moçambique. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
Dias Coelho, Marcos. Rastreando práticas da caça em Moçambique no periodo colonial. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
Dias Coelho, Marcos. Colonialismo, o período colonial no continente africano? Indagações acerca de um conceito. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
Dias Coelho, Marcos. Apontamentos para uma História Social da Caça. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
Dias Coelho, Marcos. João Albasini: o discurso sobre a natureza selvagem da civilização. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
Dias Coelho, Marcos. Natureza, sociedade e a implementação do colonialiso em Moçambique. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
Dias Coelho, Marcos. O mundo natural dos tsongas no discurso de Henri Junod. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
Dias Coelho, Marcos. Visão de natureza entre os tsongas a partir do discurso de Junod. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
Dias Coelho, Marcos. Moçambique e as conseqüências da visão de mundo natural para a implantação do colonialismo. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
Dias Coelho, Marcos. História da África, Ensino Universitário e Movimento Estudantil. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
Dias Coelho, Marcos. Parecer para a Revista de História (ISSN 1984-6894). 2013.

2.
Dias Coelho, Marcos. Parecer para a Revista de História (ISSN 1984-6894). 2012.

3.
Dias Coelho, Marcos. Parecer para a Revista de História (ISSN 1984-6894). 2012.

4.
Dias Coelho, Marcos. Parecer para a Revista de História (ISSN 1984-6894). 2012.

5.
Dias Coelho, Marcos. Parecer para a Revista de História (ISSN 1984-6894). 2011.

Redes sociais, websites e blogs
1.
Dias Coelho, Marcos. Pós-Afrikas - Especialização em História da África - UFJF. 2015; Tema: Pós- Graduação Lato Sensu em História da África - UFJF. (Site).

2.
Dias Coelho, Marcos. Africa Livre. 2012; Tema: Cultura, música e informações sobre o continente africano. (Blog).


Demais tipos de produção técnica
1.
Dias Coelho, Marcos; LUZ, Itacir Marques da . GT2 - Religiões na África. 2018. (Coordenação de Grupo de Trabalho).

2.
Dias Coelho, Marcos. Colonialismo e resistência - 08 horas. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

3.
Dias Coelho, Marcos. O processo de hominização e a África nilótica - 08 horas. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

4.
Dias Coelho, Marcos. Raça, Racialismo e Racismo - 08 horas. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

5.
Dias Coelho, Marcos. Imaginários Sobre a África no Brasil - 04 horas. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

6.
Dias Coelho, Marcos; FIGUEIREDO, F. B. . História da África 1. 2013. (Curso de Formação para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras. 2012.).

7.
Dias Coelho, Marcos. Módulo I - História da África. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Curso de Formação para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras).

8.
Dias Coelho, Marcos. História da África, Ensino Universitário e Movimento Estudantil. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Qualificações de Mestrado
1.
Dias Coelho, Marcos; THOMAZ, F. N.; DAIBERT JUNIOR, R.. Participação em banca de Eduardo Augusto Vieira Ferraz. Crimes e acusações de feitiçaria entre os ajáuas, debruçando sobre processos criminais coloniais 1920 a 1940. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade Federal de Juiz de Fora.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
Dias Coelho, Marcos. Comissão Avaliadora do Processo Seletivo da Pós-Graduação Latu Senso em História da África. 2015. Universidade Federal de Juiz de Fora.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
III Simpósio África: Movimentos, Territórios e Contextos.Diálogo sobre África II - Colonialismo, luta de libertação e historiografia. 2016. (Simpósio).

2.
Dia da Consciencia Negra.Africa-Brasil e as relações etnico-raciais. 2008. (Oficina).

3.
Semana de História da Universidade Federal da Bahia.Uma visão portuguesa sobre o mundo natural. 2008. (Seminário).

4.
Calourada de História da Universidade Católica do Salvador.História da África, Ensino Universitário e Movimento Estudantil. 2007. (Outra).

5.
Congresso Fipse/Capes: Diáspora Africana e Escravidão. Quando explode a sexualidade: linguagem, música e dança no ambiente universitário - uma análise comparada entre a Universidade Federal da Bahia e a Winston Salem State University.. 2006. (Congresso).

6.
History, Memory, Heritage, and Politics: The legacy of the Transatlantic Slave Trade in Present-Day Republic of Benin.. 2005. (Oficina).

7.
Curso Pensamentos Subalternos: Colonialidad del poder, filosofia de liberación y epistemologias froterizas.. 2004. (Outra).

8.
Mini-curso: Literaturas Africanas de língua portuguesa: textos e contextos. 2004. (Outra).

9.
Seminário PROCAD ? UFBA, UNICAMP e UFC: Conflitos sociais, interétnicos, inter-regionais e formação de identidades: Bahia, Fortaleza, Rio de Janeiro e São Paulo (Séculos XVIII, XIX e XX). 2004. (Seminário).

10.
Simpósio de História - O Golpe de 64.A Seca em Moçambique - notícias de pesquisa. 2004. (Simpósio).

11.
?Um território negro: comida e moradia em Novos Alagados. 2003. (Seminário).

12.
A imprensa e a produção do discurso. 2003. (Seminário).

13.
História e literatura ? abordagens e contextos. 2003. (Seminário).

14.
II Seminário da Análise do Discurso. 2003. (Seminário).

15.
Mini curso: ?A histórioa do Islã na África Ocidental e no Brasil. 2003. (Outra).

16.
Mini Curso: Pós ? colonialismo, nação e conflito: Dilemas identitários no sul de Moçambique e no Haiti. 2003. (Outra).

17.
Seminário África ? Bahia: Interlocussões, Literatura e Trocas Culturais. 2003. (Simpósio).

18.
Visões sobre a morte na Bahia do século XIX. 2003. (Seminário).

19.
A África na imprensa. 2002. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MOREIRA, Rafaella P ; Dias Coelho, Marcos . III Festival das Culturas: Arte, Cultura Popular e Resistência. 2018. (Festival).

2.
Dias Coelho, Marcos; MOREIRA, Rafaella P ; MELO FILHO, A. L. M. ; ARAUJO, N. G. M. . II Festival das Culturas da UNILAB - Artes da Terra. 2017. (Festival).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
JANAINA DE PAULA ALMEIDA. OS PROCESSOS DE INDEPENDÊNCIA DOS PAÌSES DE LÍNGUA OFICIAL PORTUGUESA: PENSANDO SOBRE UM MATERIAL DIDÁTICO. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História da África) - Universidade Federal de Juiz de Fora. Orientador: Marcos Vinicius Santos Dias Coelho.

2.
SHIRLEY DA SILVA OLIVEIRA. Religiosidades africanas e suas relações com as diversas áreas sociais. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História da África) - Universidade Federal de Juiz de Fora. Orientador: Marcos Vinicius Santos Dias Coelho.

3.
VANESSA LUIZ DE OLIVEIRA. RELIGIOSIDADES AFRICANAS. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História da África) - Universidade Federal de Juiz de Fora. Orientador: Marcos Vinicius Santos Dias Coelho.

4.
Thiago de Paula Carvalho. Nossa origem africana: a História antes da História. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História da África) - Universidade Federal de Juiz de Fora. Orientador: Marcos Vinicius Santos Dias Coelho.

5.
ROBERTA FRANCISCO MOKDECI. CURSO VIRTUAL ?PAÍSES DA ÁFRICA?. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História da África) - Universidade Federal de Juiz de Fora. Orientador: Marcos Vinicius Santos Dias Coelho.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Paulo Jorge dos Santos Renner Cardoso. Fetxicêlu: a análise de um relato sobre a Feitiçaria em São Tomé e Príncipe. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Humanidades) - Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira. Orientador: Marcos Vinicius Santos Dias Coelho.

2.
Jardeson de Lima Araújo. TORCIDAS COLONIZADAS: O APREÇO PELO FUTEBOL EUROPEU EM MOÇAMBIQUE. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Humanidades) - Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira. Orientador: Marcos Vinicius Santos Dias Coelho.



Outras informações relevantes


1) Colaboração profissional com a Universidade Pedagógica, em Maputo entre setembro e novembro de 2011. Desenvolveu-se atividades complementares com estudantes de graduação, tais como oficinas teórico metodológicas e reflexões sobre o colonialismo e a História da África no Brasil.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 21/10/2018 às 15:40:37