Matheus Pinheiro Ferreira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9686528152912455
  • Última atualização do currículo em 10/12/2018


Matheus Pinheiro Ferreira é graduado em Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) com formação complementar na Universidade de Freiburg/Alemanha, Mestre e Doutor em Sensoriamento Remoto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Sua Tese de Doutorado foi premiada com Menção Honrosa pelo Prêmio CAPES de Tese 2018. Sua linha atual de pesquisa se concentra na utilização de imagens de sensoriamento remoto para o monitoramento de recursos florestais e mudanças de uso e cobertura da terra. Foi bolsista de pós-doutorado no INPE com bolsa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Tem experiência na área de sensoriamento remoto hiperespectral e modelagem de transferência radiativa. Atualmente é Professor Adjunto da Seção de Engenharia Cartográfica do Instituto Militar de Engenharia (IME). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Matheus Pinheiro Ferreira
Nome em citações bibliográficas
FERREIRA, M. P.;FERREIRA, MATHEUS P.;FERREIRA, MATHEUS PINHEIRO;PINHEIRO FERREIRA, MATHEUS

Endereço


Endereço Profissional
Instituto Militar de Engenharia, Seção de Engenharia Cartográfica.
Praça General Tiburcio
Urca
22290270 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Telefone: (12) 25467080
URL da Homepage: www.ime.eb.mil.br


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2017
Doutorado em Sensoriamento Remoto.
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
com período sanduíche em Territoires, Environnement, Télédétection et Information Spatiale (Orientador: Jean-Baptiste Féret).
Título: Detecção de espécies arbóreas em Floresta Estacional Semidecidual por sensoriamento remoto hiperespectral e modelagem de transferência radiativa, Ano de obtenção: 2017.
Orientador: Yosio Edemir Shimabukuro.
Coorientador: Carlos Roberto de Souza Filho.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Sensoriamento Remoto Hiperespectral; Mata Atlântica; Processamento de Imagens; Química do dossel florestal.
2010 - 2012
Mestrado em Sensoriamento Remoto.
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
Título: Análise da dinâmica da cobertura florestal no Oeste do Estado de São Paulo utilizando imagens de satélite,Ano de Obtenção: 2012.
Orientador: Diogenes Salas Alves.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: imagens multitemporais; regeneração florestal; dinâmica de uso e cobertura da terra.
Grande área: Ciências Agrárias
2004 - 2009
Graduação em Engenharia Florestal.
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
com período sanduíche em Fakultät für Umwelt und Natürliche Ressourcen - Universität Freiburg (Orientador: Dieter R. Pelz).
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.


Pós-doutorado


2017 interrompida
Pós-Doutorado.
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Ano de interrupção: 2018


Formação Complementar


2013 - 2013
Summer School. (Carga horária: 16h).
IEEE Geoscience and Remote Sensing Society, GRSS, Estados Unidos.
2013 - 2013
LSMA of Hyperspectral Images using Viper Tools. (Carga horária: 16h).
XVI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, XVI SBSR, Brasil.
2011 - 2011
Escuela Forestal Internacional Guadalajara 2011: Forest Management for REDD. (Carga horária: 80h).
Universidad Autónoma de Guadalajara, UAG, México.
2010 - 2010
Curso de Inverno DAAD. (Carga horária: 160h).
Universidade de Freiburg, UNI-FREIBURG, Alemanha.
2009 - 2009
Implantação de Sistemas Agroflorestais. (Carga horária: 8h).
Sociedade Brasileira de Sistemas Agroflorestais, SBSAF, Brasil.
2009 - 2009
Treinamento Técnico-Científico. (Carga horária: 120h).
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
2008 - 2008
Estágio na Área de Pesquisa. (Carga horária: 168h).
Empresa Brasileira de Pesquisa Agopecuária - Roraima, EMBRAPA RORAIMA, Brasil.
2006 - 2006
Curso de ArcGIS 9.0 (ArcView). (Carga horária: 20h).
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
2004 - 2004
Treinamento em ArcView 8.3 - Básico. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2018
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador Pós-doutorando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2013 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutorando em Sensoriamento Remoto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrando em Sensoriamento Remoto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Bolsista recém-mestre, Enquadramento Funcional: Bolsista DTI-2 FAPERGS, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

08/2013 - Atual
Treinamentos ministrados , Centro Estadual de Pesquisas em Sensoriamento Remoto e Meteorologia, .

Treinamentos ministrados
Espectroscopia de Campo - Princípios e Aplicações (Carga Horária: 08 horas)
07/2012 - 12/2012
Ensino, Engenharia Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sensoriamento Remoto Aplicado à Engenharia (Carga Horária: 30 horas)
03/2012 - 07/2012
Ensino, Geografia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Processamento Digital de Imagens (Carga Horária: 60 horas)

Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2009
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Estudante, Carga horária: 40

Atividades

09/2009 - 09/2009
Treinamentos ministrados , Departamento de Ciências Florestais, .

Treinamentos ministrados
Capacitação de Estudantes para Realização de Atividades do Sistema de Manutenção, Recuperação e Proteção da Reserva Florestal Legal e Áreas de Preservação Permanente (SISLEG) em Propriedades Rurais
09/2006 - 03/2007
Serviços técnicos especializados , Laboratório de Inventário Florestal, .

Serviço realizado
Zoneamento Ecológico Econômico dos municípios pertencentes a Associação dos Municípios do Sul do Paraná (AMSULPAR) - Participação como Auxiliar Técnico.
06/2005 - 03/2007
Extensão universitária , Programa de Educação Tutorial (PET) - Floresta, .

Atividade de extensão realizada
Montagem de estrutura para educação ambiental - TRILHA DA FLORESTA.
08/2006 - 09/2006
Treinamentos ministrados , Setor de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Florestais.

Treinamentos ministrados
Treinamento da metodologia para análise da evolução da cobertura florestal na área de abrangência do Programa Pró-Atlântica
01/2006 - 07/2006
Serviços técnicos especializados , Laboratório de Inventário Florestal, .

Serviço realizado
Desenvolvimento de metodologia para a análise da evolução da cobertura florestal na área de abrangência do programa Pró-Atlântica - Subsídios para um programa de monitoramento (Participação como Auxiliar Técnico).
03/2005 - 03/2005
Serviços técnicos especializados , Setor de Ciências Agrárias, Departamento de Ciências Florestais.

Serviço realizado
Reflorestamento e Enriquecimento da Faixa Ciliar dos Reservatórios das Usinas Hidrelétricas da Companhia de Energia Elétrica do Paraná (COPEL) - Participação como Auxiliar Técnico.

Instituto Militar de Engenharia, IME, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

10/2018 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Seção de Engenharia Cartográfica, .



Linhas de pesquisa


1.
Processamento digital de imagens
2.
Mudanças de uso e cobertura da terra
3.
Monitoramento de recursos naturais
4.
Modelagem de transferência radiativa
5.
Sensoriamento remoto hiperespectral
6.
Sensoriamento remoto da vegetação


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Mapeamento e extração de atributos químicos de espécies arbóreas da Mata Atlântica por meio de imagens hiperespectrais e modelagem de transferência radiativa
Descrição: A conservação e manejo da Mata Atlântica, um dos biomas mais ameaçados do Brasil, depende de informações de alta qualidade sobre seus recursos florestais. A maior parte do nosso conhecimento sobre a Mata Atlântica advém de medidas de campo realizadas ao nível de parcelas (≤ 1ha). Entretanto, dados que envolvam grandes tratos são necessários para melhor compreender a estrutura e função desse importante bioma. O sensoriamento remoto é largamente empregado para generalizar e extrapolar informações obtidas por estudos de campo para o nível de paisagem. Em particular, o sensoriamento remoto hiperespectral provou ser uma tecnologia promissora para o estudo de florestas tropicais. Sensores hiperespectrais são capazes de mensurar a radiação solar refletida pelo dossel florestal em um elevado número de bandas estreitas, permitindo assim, a detecção de espécies arbóreas e extração de atributos químicos relacionados a processos ecossistêmicos. Essas aplicações encontram uma série de desafios em ambientes tropicais devido ao fato de que o dossel é espectralmente e estruturalmente muito complexo, mas podem ser aprimoradas pela utilização de Modelos de Transferência Radiativa (MTR). Buscando preencher a lacuna de conhecimento existente em relação à extração de atributos químicos funcionais e informações sobre a biodiversidade de florestas tropicais, são objetivos deste projeto: (i) simular a resposta espectral do dossel de florestas tropicais utilizando um MTR; (ii) validar com dados de campo, estimativas de atributos químicos funcionais do dossel obtidas por inversão das simulações e (iii) aprimorar métodos de discriminação e mapeamento de espécies que utilizam sensoriamento remoto hiperespectral. Esses objetivos serão alcançados por meio de uma base de dados única composta por imagens hiperespectrais e dados de características químicas funcionais de folhas, que será estabelecida pela recente cooperação NERC-FAPESP dentro do projeto aprovado BIO-RED (2015/50484-0). A abordagem inovadora que será desenvolvida neste projeto irá permitir a caracterização química do dossel da Floresta Atlântica em grandes áreas, bem como, o monitoramento de espécies arbóreas a longo prazo. Os resultados da pesquisa irão contribuir para o debate atual sobre os impactos de atividades humanas e mudanças globais sobre as florestas tropicais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Diversidade funcional dos biomas Amazônia, Mata Atlântica e Cerrado nos ambientes intactos e em regeneração por meio de imagens hiperspectrais
Descrição: Especificamente, este projeto Jovem Pesquisador objetiva responder as seguintes perguntas: A espectroscopia a bordo de um veículo aéreo não tripulado (VANT) pode caracterizar a química do dossel adequadamente? Seriam os fluxos biogeoquímicos da matéria orgânica quantificáveis por meio de imagens hiperespectrais? Até que ponto os dados hiperespectrais de dosséis permitem estimativas de produção de biomassa e estocagem ao longo de três biomas e vegetações intactas e em regeneração? Será que a elevada diversidade confere resiliência a distúrbios ambientais? Ainda, com o uso de dados Landsat e MODIS, perguntamos quais são as principais mudanças sofridas pela vegetação presente entre os biomas Amazônia e Cerrado? Nossos resultados da avaliação por sensoriamento remoto hiperspectral aerotransportado para reconhecimento de espécies e espectroscopia do dossel deverá prover novos métodos para descrever e explorar serviços ecossistêmicos em grande-escala, e como estes estão relacionados a biodiversidade funcional. Dado a falta de conhecimento sobre o papel da diversidade funcional em manter os serviços ecossistêmicos frente às mudanças globais, estes resultados trarão um avanço substancial no estado da arte da pesquisa nos biomas brasileiros. Estes resultados são de grande relevância para dar suporte ao planejamento ambiental no Brasil, objetivando a mitigação dos impactos das mudanças climáticas, a manutenção dos estoques de carbono e a proteção da biodiversidade e serviços ecossistêmicos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2017
Estudo da diversidade química e espectral de espécies arbóreas da Floresta Atlântica: implicações para o monitoramento por sensoriamento remoto
Descrição: Investigações sobre a composição florística e ciclos biogeoquímicos de florestas tropicais são de grande importância para sua conservação e manejo sustentável. Neste contexto, o sensoriamento remoto hiperespectral vem sendo utilizado na identificação de espécies arbóreas e estudos de química do dossel. Apenas recentemente estudos desta natureza tornam-se possíveis em regiões de floresta tropical, devido à aquisição de imagens hiperespectrais adquiridas a bordo de aeronaves. Por isso, metodologias e técnicas para explorar estes dados nas mencionadas aplicações estão em estágios iniciais de desenvolvimento. A recente obtenção de imagens hiperespectrais de alta resolução espacial sobre áreas de Floresta Atlântica, abriram novas oportunidades de pesquisa relacionadas ao seu monitoramento. No entanto, é necessário conhecer em detalhe a diversidade química e espectral das espécies arbóreas desta floresta. Sendo assim, o objetivo principal deste projeto de doutorado é estudar a diversidade química e espectral de espécies arbóreas da Reserva de Santa Genebra, localizada no município de Campinas/SP, por meio de análises químicas, espectroscopia de reflectância de folhas e imagens hiperespectrais do sensor ProSpecTIR-VS. Os objetivos específicos incluem: (i) Explorar o potencial de imagens hiperespectrais do sensor ProSpecTIR-VS no reconhecimento remoto de espécies arbóreas; (ii) Estudar a dinâmica química e espectral ao longo de um ano das espécies arbóreas; (iii) Avaliar a capacidade de dados hiperespectrais em estimar a concentração de substâncias químicas de folhas e do dossel de espécies arbóreas. Espera-se com esta pesquisa contribuir para o avanço de investigações sobre a diversidade biológica do Bioma Mata Atlântica, bem como, subsidiar estudos sobre o reconhecimento remoto de espécies arbóreas e química do dossel a nível orbital..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Matheus Pinheiro Ferreira - Integrante / Yosio Edemir Shimabukuro - Coordenador / Carlos Roberto de Souza Filho - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
2010 - 2014
Gestão Integrada da Bacia do Rio dos Sinos
Descrição: A Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos é considerada a mais poluída do Estado, apresentando trechos impróprios para banho e consumo humano. Entretanto, o Rio dos Sinos fornece água para abastecimento público da região com maior índice de urbanização do Rio Grande do Sul: a região metropolitana de Porto Alegre. Associado a isso, mesmo com eventos extremos como o ocorrido em 2006, que culminou na mortandade de 80 toneladas de peixes, ainda não existe um sistema implantado para a gestão integrada dessa bacia. A deficiência de articulação para a gestão da bacia está associada, entre outros fatores, à carência de informações sobre sua qualidade ambiental e sobre os pontos de maior degradação. Frente a isso, este projeto de pesquisa tem como objetivo fornecer subsídios técnico-científicos para gestão integrada da Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos, com a utilização de novas ferramentas de diagnóstico ambiental integrado e com a realização de previsões e simulações de cenários, de forma a contribuir significativamente para a construção de políticas públicas que visem melhorar da qualidade ambiental da Bacia e consolidar o Núcleo de Excelência em Qualidade Ambiental. Os resultados obtidos no projeto alimentarão uma base de dados on-line, a que órgãos públicos e privados terão acesso, o que representa uma transferência direta dos resultados do projeto para a sociedade..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2012
Análise da dinâmica da cobertura florestal no Oeste do Estado de São Paulo utilizando imagens de satélite
Descrição: A Floresta Atlântica Brasileira (FAB) cobria originalmente uma área de 1,3 milhões de km², dos quais, devido à expansão da fronteira agrícola, restam menos de 10 %. Essa situação motivou o monitoramento contínuo desse Bioma. A Fundação SOS Mata Atlântica, em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), têm utilizado há mais de uma década imagens do satélite Landsat Thematic Mapper (TM) para mapear regularmente a FAB e observaram perda na cobertura florestal em diversas regiões do Brasil, inclusive no Estado de São Paulo. Não obstante à esta perda contínua de florestas, algum grau de recuperação da vegetação natural tem sido postulado como parte da dinâmica da cobertura florestal dentro do domínio da Mata Atlântica. O levantamento de áreas de regeneração florestal impõe desafios técnicos e, ao mesmo tempo, pode contribuir para um melhor entendimento da evolução dos sistemas de uso da terra. Nesse contexto, o sensoriamento remoto devido à suas características espaciais, espectrais e temporais oferece importantes subsídios para o estudo da dinâmica da cobertura florestal. O presente estudo foi motivado pela observação da perda contínua de florestas acompanhada de algum grau de regeneração florestal em uma região altamente antropizada do Oeste do Estado de São Paulo, indicando que imagens de sensoriamento remoto podem contribuir para melhorar nossa compreensão da dinâmica da cobertura florestal no domínio da Mata Atlântica..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Matheus Pinheiro Ferreira - Coordenador / Diógenes Salas Alves - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.


Projetos de extensão


2006 - 2009
Trilha da Floresta
Descrição: A proposta deste projeto é promover o exercício da Extensão aos alunos de graduação da Universidade Federal do Paraná (UFPR) através de atividades de educação ambiental ao público externo. Os acadêmicos participantes do projeto têm como objetivo geral monitorar estudantes de escolas do Ensino Básico e Fundamental da Rede Pública e Privada, durante uma excursão numa trilha localizada na UFPR, realizando atividades de educação ambiental com crianças. Homepage: http://www.trilhadafloresta.ufpr.br/index.html.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Revisor de periódico


2015 - Atual
Periódico: ISPRS Journal of Photogrammetry and Remote Sensing
2015 - Atual
Periódico: Land Use Policy
2016 - Atual
Periódico: International Journal of Applied Earth Observation and Geoinformation
2016 - Atual
Periódico: Remote Sensing of Environment
2016 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Geofísica (Impresso)
2016 - Atual
Periódico: Scientific Reports - Nature
2017 - Atual
Periódico: African Journal of Agricultural Research
2017 - Atual
Periódico: CONSERVATION BIOLOGY
2017 - Atual
Periódico: FLORESTA (UFPR. IMPRESSO)
2017 - Atual
Periódico: INTERNATIONAL JOURNAL OF REMOTE SENSING
2018 - Atual
Periódico: IEEE Transactions on Geoscience and Remote Sensing
2018 - Atual
Periódico: FORESTRY STUDIES
2018 - Atual
Periódico: BOLETIM DE CIÊNCIAS GEODÉSICAS (IMPRESSO)
2018 - Atual
Periódico: RBC. REVISTA BRASILEIRA DE CARTOGRAFIA (ONLINE)
2018 - Atual
Periódico: ISPRS International Journal of Geo-Information
2018 - Atual
Periódico: Remote Sensing
2018 - Atual
Periódico: REVISTA MILITAR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal.
2.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: GEOPROCESSAMENTO/Especialidade: Geoprocessamento.
3.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Sensoriamento Remoto.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia.
5.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Engenharia Cartográfica.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Alemão
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2018
Menção Honrosa - Prêmio CAPES de Tese 2018, CAPES.
2017
Outstanding reviewer - International Journal of Applied Earth Observation and Geoinformation, Elsevier.
2011
Travel Grant (Summer School 2011: Forest Management for REDD+), Universidad Autonoma de Guadalajara/Deutscher Akademischer Austauschdienst (DAAD).


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:8
Total de citações:31
Fator H:4
Pinheiro Ferreira, Matheus P  Data: 08/05/2018

Artigos completos publicados em periódicos

1.
LACERDA SILVA, ALINDOMAR2018LACERDA SILVA, ALINDOMAR ; SALAS ALVES, DIÓGENES ; PINHEIRO FERREIRA, MATHEUS . Landsat-Based Land Use Change Assessment in the Brazilian Atlantic Forest: Forest Transition and Sugarcane Expansion. Remote Sensing, v. 10, p. 996, 2018.

2.
FERREIRA, MATHEUS PINHEIRO2018 FERREIRA, MATHEUS PINHEIRO; FÉRET, JEAN-BAPTISTE ; GRAU, ELOI ; GASTELLU-ETCHEGORRY, JEAN-PHILIPPE ; SHIMABUKURO, YOSIO EDEMIR ; DE SOUZA FILHO, CARLOS ROBERTO . Retrieving structural and chemical properties of individual tree crowns in a highly diverse tropical forest with 3D radiative transfer modeling and imaging spectroscopy. REMOTE SENSING OF ENVIRONMENT, v. 211, p. 276-291, 2018.

3.
WAGNER, FABIEN HUBERT2018WAGNER, FABIEN HUBERT ; FERREIRA, MATHEUS PINHEIRO ; SANCHEZ, ALBER ; HIRYE, MAYUMI C.M. ; ZORTEA, MACIEL ; GLOOR, EMANUEL ; PHILLIPS, OLIVER L. ; DE SOUZA FILHO, CARLOS ROBERTO ; SHIMABUKURO, YOSIO EDEMIR ; ARAGÃO, LUIZ E.O.C. . Individual tree crown delineation in a highly diverse tropical forest using very high resolution satellite images. ISPRS JOURNAL OF PHOTOGRAMMETRY AND REMOTE SENSING, v. 147, p. 1, 2018.

4.
ZANOTTA, DANIEL CAPELLA2018ZANOTTA, DANIEL CAPELLA ; ZORTEA, MACIEL ; FERREIRA, MATHEUS PINHEIRO . A supervised approach for simultaneous segmentation and classification of remote sensing images. ISPRS JOURNAL OF PHOTOGRAMMETRY AND REMOTE SENSING, v. 142, p. 162-173, 2018.

5.
FERREIRA, M. P.;FERREIRA, MATHEUS P.;FERREIRA, MATHEUS PINHEIRO;PINHEIRO FERREIRA, MATHEUS2016 FERREIRA, M. P.; ZORTEA, MACIEL ; ZANOTTA, Daniel Capella ; SHIMABUKURO, Y. E. ; DE SOUZA FILHO, CARLOS ROBERTO . Mapping tree species in tropical seasonal semi-deciduous forests with hyperspectral and multispectral data. REMOTE SENSING OF ENVIRONMENT, v. 179, p. 66-78, 2016.

6.
FERREIRA, MATHEUS PINHEIRO2015 FERREIRA, MATHEUS PINHEIRO; ALVES, DIÓGENES SALAS ; SHIMABUKURO, YOSIO EDEMIR . Forest dynamics and land-use transitions in the Brazilian Atlantic Forest: the case of sugarcane expansion. Regional Environmental Change, v. 15, p. 365-377, 2015.

7.
FERREIRA, M. P.;FERREIRA, MATHEUS P.;FERREIRA, MATHEUS PINHEIRO;PINHEIRO FERREIRA, MATHEUS2013FERREIRA, M. P.; GRONDONA, A. E. B. ; ROLIM, S. B. A. ; SHIMABUKURO, Y. E. . Analyzing the spectral variability of tropical tree species using hyperspectral feature selection and leaf optical modeling. Journal of Applied Remote Sensing, v. 7, p. 073502-073502-13, 2013.

8.
MORAES, E. C.2011MORAES, E. C. ; PEREIRA, G. ; CARDOZO, F. S. ; OLIVEIRA, G. ; FERREIRA, M. P. . Spectral response of vegetation covered surface subject to flooding due to viewing geometry. Geografia (Rio Claro. Impresso), v. 36, p. 187-199, 2011.

9.
KOPROSKI, L.2011KOPROSKI, L. ; FERREIRA, M. P. ; GOLDAMMER, G. J. ; BATISTA, A. C. . Modelo de zoneamento de risco de incêndios para unidades de conservação brasileiras: O caso do Parque Estadual do Cerrado (PR). Floresta (UFPR. Impresso), v. 41, p. 551-562, 2011.

Capítulos de livros publicados
1.
FERREIRA, M. P.; AMARAL, C. H. ; VAGLIO LAURIN, G. ; KOKALY, R. ; SOUZA FILHO, C. R. ; SHIMABUKURO, Y. E. . Characteristics of tropical tree species in hyperspectral and multispectral data. In: Prasad S. Thenkabail. (Org.). Hyperspectral Remote Sensing of Vegetation. 2ed.: Tylor and Francis Inc.\CRC Press, 2018, v. , p. 1-30.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FERREIRA, M. P.; SHIMABUKURO, Y. E. ; SOUZA FILHO, C. R. . Tropical tree species discrimination using very high-resolution satellite images and texture analysis. In: XVIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2017, Santos. Anais do XVIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2017.

2.
FERREIRA, M. P.; ZORTEA, MACIEL ; ZANOTTA, DANIEL C. ; SHIMABUKURO, Y. E. ; SOUZA FILHO, C. R. . Mapeamento de Espécies Arbóreas em Florestal Tropical Utilizando Imagens Hiperespectrais. In: XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2015, João Pessoa. Anais do XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2015.

3.
FERREIRA, M. P.; ZORTEA, MACIEL ; ZANOTTA, D. C. ; FERET, J. ; SHIMABUKURO, Y. E. ; SOUZA FILHO, C. R. . On the use of shortwave infrared for tree species discrimination in tropical semideciduous forest. In: ISPRS Geospatial Week 2015, 2015, La grande Motte. The International Archives of the Photogrammetry, Remote Sensing and Spatial Information Sciences, 2015. v. XL-3/W. p. 473-476.

4.
FERREIRA, M. P.; SHIMABUKURO, Y. E. ; SOUZA FILHO, C. R. . Efeitos da anisotropia na identificação de espécies em floresta tropical com imagens hiperespectrais. In: XI Seminário de Atualização em Sensoriamento Remoto e Sistemas de Informações Geográficas Aplicados à Engenharia Florestal, 2014, Curitiba. Anais do XI SenGef, 2014. v. 11. p. 1-790.

5.
FERREIRA, MATHEUS P.; ZANOTTA, DANIEL C. ; ZORTEA, MACIEL ; KORTING, THALES S. ; FONSECA, LEILA M. G. ; SHIMABUKURO, YOSIO E. ; FILHO, CARLOS R. SOUZA . Automatic tree crown delineation in tropical forest using hyperspectral data. In: IGARSS 2014 2014 IEEE International Geoscience and Remote Sensing Symposium, 2014, Quebec City. 2014 IEEE Geoscience and Remote Sensing Symposium, 2014. p. 784.

6.
ZANOTTA, DANIEL C. ; FERREIRA, MATHEUS P. ; ZORTE, MACIEL ; SHIMABUKURO, YOSIO . A statistical approach for simultaneous segmentation and classification. In: IGARSS 2014 2014 IEEE International Geoscience and Remote Sensing Symposium, 2014, Quebec City. 2014 IEEE Geoscience and Remote Sensing Symposium, 2014. p. 4899.

7.
FERREIRA, M. P.; GRONDONA, A. E. B. ; ROLIM, S. B. A. . Spectral discrimination of Brazilian Atlantic Forest tree species. In: XVI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2013, Foz do Iguaçu. Anais do XVI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2013. v. XVI. p. 8964-8971.

8.
GRONDONA, A. E. B. ; ROLIM, S. B. A. ; FERREIRA, M. P. ; VEETTIL, B. K. ; IGLESIAS, M. L. . Avaliação da propagação de erros ao utilizar a aproximação de Wien na linearização da lei de Planck. In: XVI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2013, Foz do Iguaçu. Anais do XVI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2013. v. XVI. p. 8807-8814.

9.
SCOTTA, F. C. ; EVANGELISTA, F. M. ; FONSECA, E. L. ; FONTANA, D. C. ; FERREIRA, M. P. . Alterações da resposta espectral da Azaleia (Rhododendron indicum) para diferentes proporções de floração. In: XVI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2013, Foz do Iguaçu. Anais do XVI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2013. v. XVI. p. 3010-3015.

10.
FERREIRA, MATHEUS P.; GRONDONA, ATILIO E. B. ; ROLIM, SILVIA B. A. ; SHIMABUKURO, YOSIO E. . Spectral variability of atlantic forest species. In: IGARSS 2013 2013 IEEE International Geoscience and Remote Sensing Symposium, 2013, Melbourne. 2013 IEEE International Geoscience and Remote Sensing Symposium - IGARSS. p. 2756-2758.

11.
FERREIRA, M. P.; ZANOTTA, D. C. ; KOPROSKI, L. . Uma abordagem fuzzy no zoneamento de risco de incêndio. In: XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2011, Curitiba. Anais do XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2011. v. 15. p. 4555-4562.

12.
FERREIRA, M. P.; OLIVEIRA, F. C. ; ZANOTTA, D. C. . Detecção automática de mudanças em áreas de reflorestamento. In: XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2011, Curitiba. Anais do XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2011. v. 15. p. 7690-7697.

13.
CARDOZO, F. S. ; OLIVEIRA, G. ; FERREIRA, M. P. ; MORAES, E. C. . Função de Distribuição de Reflectância Bidirecional (FDRB) de uma superfície vegetada sob diferentes geometrias de visada e condições de alagamento. In: XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2011, Curitiba. Anais do XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2011. p. 8516-8523.

14.
MORAES, E. C. ; PEREIRA, G. ; CARDOSO, S. F. ; FERREIRA, M. P. ; OLIVEIRA, G. . Influência do ângulo de visada na resposta espectral de superfície vegetada com simulação de inundação. In: 3º Simpósio de Geotecnologias no Pantanal, 2010, Cáceres-MT. Anais 3º Simpósio de Geotecnologias no Pantanal, 2010. p. 922-930.

15.
SANQUETTA, C. R. ; FERREIRA, M. P. ; CORTE, A. P. D. ; WEBER, K. S. . Uso do solo no interior e entorno das novas unidades de conservação do Paraná. In: VII Seminário de Atualização em Sensoriamento Remoto e Sistemas de Informações Geográficas Aplicados à Engenharia Florestal, 2006, Curitiba. Anais do VII Seminário de Atualização em Sensoriamento Remoto e Sistemas de Informações Geográficas Aplicados à Engenharia Florestal. Curitiba: Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná - FUPEF, 2006. v. VII. p. 364-371.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
FERREIRA, M. P.; FERET, J. ; GRAU, E. ; GASTELLU-ETCHEGORRY, J. ; SHIMABUKURO, Y. E. ; SOUZA FILHO, C. R. . Simulating the spectral response of tropical tree species with 3D radiative transfer modeling. In: ForestSAT 2016, 2016, Santiago. Proceedings of the ForestSAT 2016, 2016.

2.
CAMPOS, F. ; FERREIRA, M. P. ; JASKIU, E. ; MICALOSKI, G. M ; SILVA, I. C . Percepção de Pequenos Produtores Rurais sobre Sistemas Agroflorestais da Área de Proteção Ambiental de Guaratuba - PR. In: VII Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais, 2009. Anais do VII Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais, 2009.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FERREIRA, M. P.; SANTOS, A. ; PIRES, P. T. L. . Evolución de la cobertura forestal en la Área de Protección Ambiental (APA) de Guaratuba-Paraná-Brasil. In: XIIIº World Forestry Congress, 2009, Buenos Aires. Proceedings of the XIIIº World Forestry Congress, 2009.

2.
KOPROSKI, L. ; FERREIRA, M. P. ; GOLDAMMER, G. J. . Fire: A Threat to Conservation in the Tri-National Biodiversity Corridor (Argentina, Brazil, Paraguay). In: XIIIº World Forestry Congress, 2009, Buenos Aires. Proceedings of the XIIIº World Forestry Congress, 2009.

3.
KOPROSKI, L. ; FERREIRA, M. P. ; GOLDAMMER, G. J. ; BATISTA, A. C. . Zoneamento de Risco de Incêndios para o Parque Estadual do Cerrado, Paraná ? Brasil. In: IV Simpósio Brasil-Alemanha para o Desenvolvimento Sustentável, 2009, Curitiba. Anais do IV Simpósio Brasil-Alemanha para o Desenvolvimento Sustentável, 2009.

4.
CAMPOS, F. ; FERREIRA, M. P. ; SILVA, I. C . Threats and Opportunities of Brazil?s National Plan for Native Species Forestry and Agroforestry Systems. In: 2nd World Congress of Agroforestry, 2009, Nairobi. Proceedings of the 2nd World Congress of Agroforestry, 2009.

5.
FERREIRA, M. P.; CAMPOS, F. ; JASKIU, E. ; MICALOSKI, G. M ; HIGA, A. R. ; SILVA, I. C . Smallholder farmer´s perception of agroforestry systems in the Brazilian Atlantic forest region. In: 2nd World Congress of Agroforestry, 2009, Nairobi. Proceedings of the 2nd World Congress of Agroforestry, 2009.

6.
FERREIRA, M. P.. Percepção de produtores rurais sobre sistemas agroflorestais com eucalipto no litoral norte de Santa Catarina. In: 16º Evento de Iniciação Científica da Universidade Federal do Paraná, 2008, Curitiba. Livro de Resumos do 16° EVINCI. Curitiba: UFPR, 2008. v. 16.

7.
FERREIRA, M. P.. Análise Temporal da Cobertura Florestal na Área de Abrangência do Programa Pró-Atlântica. In: 14° Evento de Iniciação Científica da Universidade Federal do Paraná, 2006, Curitiba. Livro de Resumos do 14° EVINCI. Curitiba: UFPR, 2006. p. 46-46.

8.
FERREIRA, M. P.. Uso do Solo e Extensão das Florestas no Interior e Entorno das Novas Unidades de Conservação no Paraná. In: 13° Evento de Iniciação Científica da Universidade Federal do Paraná, 2005, Curitiba/PR. Livro de Resumos do 13° EVINCI. Curitiba: UFPR, 2005. v. 13. p. 42-42.

Apresentações de Trabalho
1.
FERREIRA, M. P.. Simulating the spectral response of tropical tree species with 3D radiative transfer modeling. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
FERREIRA, M. P.. Mapeamento de Espécies Arbóreas em Florestal Tropical Utilizando Imagens Hiperespectrais. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
FERREIRA, M. P.. On the Use of Shortwave Infrared for Tree Species Discrimination in Tropical Semideciduous Forest. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
FERREIRA, M. P.. A statistical approach for simultaneous segmentation and classification. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
FERREIRA, M. P.. Percepção de produtores rurais sobre sistemas agrolforestais com eucalipto no litoral norte de Santa Catarina. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
FERREIRA, M. P.. Análise Temporal da Cobertura Florestal na Área de Abrangência do Programa Pró-Atlântica. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

7.
FERREIRA, M. P.. Uso do Solo no Interior e Entorno das Novas Unidades de Conservação do Paraná. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
FERREIRA, M. P.. Desenvolvimento de metodologia para o monitoramento do crescimento da vegetação em áreas afetadas pelo rompimento da barragem do Fundão no município de Mariana, Minas Gerais.. 2017.

2.
KIRCHNER, F. F. ; ARCE, J. E. ; SANQUETTA, C. R. ; FERREIRA, M. P. . Desenvolvimento de metodologia para a análise da evolução da cobertura florestal na área de abrangência do Pró-Atlântica - Subsídios para um programa de monitoramento (Participação como auxiliar técnico). 2006.

Trabalhos técnicos

Demais tipos de produção técnica
1.
FERREIRA, M. P.. Espectroscopia de Campo - Princípios e Aplicações. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
FERREIRA, M. P.. Capacitação de Estudantes para Realização de Atividades do Sistema de Manutenção, Recuperação e Proteção da Reserva Florestal Legal e Áreas de Preservação Permanente (SISLEG) em Propriedades Rurais. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
FERREIRA, M. P.. Capacitação de Estudantes para Realização de SISLEG em Propriedades Rurais. 2009. .

4.
FERREIRA, M. P.; PAULINO, M. B. . Produzir x Preservar : O Desafio do Engenheiro Florestal. 2008. (Palestra).

5.
FERREIRA, M. P.; OLIVEIRA, F. C. ; JASKIU, E. . Uso da Madeira na Contrução Civil. 2008. (Palestra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
VOLOTAO, C. F. S.; FEITOSA, R. Q.; PARENTE JUNIOR, J. W. C.; FERREIRA, M. P.. Participação em banca de Isabel Cristina de Oliveira Silva. Utilização de RNA em imagens na classificação de uso e cobertura do solo como alternativa ao Terraclass. 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Cartográfica) - Instituto Militar de Engenharia.

2.
FERREIRA, M. P.; ALVES, D. S.; SANCHES, I. D.; KORTING, T. S.; SILVA, R. F. B.. Participação em banca de Alindomar Lacerda Silva. Transição florestal e dinâmica de uso e cobertura da terra no Centro-Sul Paulista. 2018. Dissertação (Mestrado em Sensoriamento Remoto) - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
PRINTES, R. C.; ANDRADES FILHO, C. O.; CLASEN, B. E.; HERMANN, J. M.; FERREIRA, M. P.. Participação em banca de Iuri Buffon. Subsídio metodológico para o licenciamento do uso do fogo visando a manutenção da pecuária tradicional e conservação da paisagem dos Campos de Cima da Serra. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Educação para Sustentabilidade) - Universidade Estadual do Rio Grande do Sul.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
FERREIRA, M. P.; COUTINHO, A. D. S.; VOLOTAO, C. F. S.. Participação em banca de Renan Fabres Dalmonech.Implantação de um código na plataforma Google Earth para detecção de desmatamento na Amazônia. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Cartográfica) - Instituto Militar de Engenharia.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
MATOS, J. L. M; SILVA, I. C; FERREIRA, M. P.; OIKAWA, L. T.; DEDA, E.. Seleção de Bolsistas do Programa de Educação Tutorial do Curso de Engenharia Florestal. 2009. Universidade Federal do Paraná.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ForestSAT 2016. Simulating the spectral response of tropical tree species with 3D radiative transfer modeling. 2016. (Congresso).

2.
ISPRS Geospatial Week 2015. On the Use of Shortwave Infrared for Tree Species Discrimination in Tropical Semideciduous Forest. 2015. (Congresso).

3.
XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto.Mapeamento de espécies arbóreas em floresta tropical utilizando imagens hiperespectrais. 2015. (Simpósio).

4.
2014 IEEE International Geoscience and Remote Sensing Symposium. Automatic tree crown delineation in tropical forest using hyperspectral data. 2014. (Congresso).

5.
XI Seminário de Atualização em Sensoriamento Remoto e Sistemas de Informações Geográficas Aplicados à Engenharia Florestal.EFEITOS DA ANISOTROPIA NA IDENTIFICAÇÃO DE ESPÉCIES EM FLORESTA TROPICAL COM IMAGENS HIPERESPECTRAIS. 2014. (Seminário).

6.
2013 IEEE International Geoscience and Remote Sensing Symposium. Spectral variability of atlantic forest species. 2013. (Congresso).

7.
XVI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto.Spectral discrimination of Brazilian Atlantic Forest tree species. 2013. (Simpósio).

8.
XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto.Uma abordagem fuzzy no zoneamento de risco de incêndio. 2011. (Simpósio).

9.
Cooperação Técnica entre Países em Desenvolvimento Brasil - Moçambique. 2009. (Outra).

10.
IV Simpósio Brasil-Alemanha para o Desenvolvimento Sustentável.Zoneamento de Risco de Incêndios para o Parque Estadual do Cerrado, Paraná ? Brasil. 2009. (Simpósio).

11.
VII Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais. Percepção de Pequenos Produtores Rurais sobre Sistemas Agroflorestais na Área de Proteção Ambiental de Guaratuba - PR. 2009. (Congresso).

12.
VII Congresso Latino Americano de Direito Florestal Ambiental. 2009. (Congresso).

13.
XIIIº World Forestry Congress. Evolución de la cobertura forestal en la Área de Protección Ambiental (APA) de Guaratuba-Paraná-Brasil. 2009. (Congresso).

14.
16° Evento de Iniciação Científica da Universidade Federal do Paraná. Percepção de produtores rurais sobre sistemas agroflorestais com eucalipto no litoral norte de Santa Catarina. 2008. (Congresso).

15.
1st Eurasian Symposium on the Use of Prescribed Fire. 2008. (Simpósio).

16.
III Simpósio Brasil-Alemanha para o Desenvolvimento Sustentável.Programa UNIBRAL. 2007. (Simpósio).

17.
14° Evento de Iniciação Científica da Universidade Federal do Paraná. Análise temporal da cobertura florestal na área de abrangência do Programa de Proteção da Floresta Atlântica. 2006. (Congresso).

18.
VII Seminário de Atualização em Sensoriamento Remoto e Sistemas de Informações Geográficas Aplicados a Engenharia Florestal.Uso do Solo no Interior e Entorno das Novas Unidades de Conservação no Paraná. 2006. (Seminário).

19.
XI Encontro Nacional de Grupos PET.Semana do Meio Ambiente. 2006. (Encontro).

20.
13° Evento de Iniciação Científica da Universidade Federal do Paraná. Uso do solo e extensão das florestas nas novas unidades de conservação do Paraná. 2005. (Congresso).

21.
UFPR: Cursos e Profissões. 2005. (Oficina).

22.
II Semana do Meio Ambiente. 2004. (Seminário).

23.
V Congresso de Sistemas Agroflorestais. 2004. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FERREIRA, M. P.; PET FLORESTA . II Seminário de Políticas Públicas Florestais. 2009. (Outro).

2.
FERREIRA, M. P.. VII Congresso Latino Americano de Direito Florestal Ambiental. 2009. (Congresso).

3.
FERREIRA, M. P.; PET FLORESTA . Seminário de Políticas Públicas Florestais. 2008. (Outro).

4.
FERREIRA, M. P.; Global Fire Monitoring Center - GFMC . 1st Eurasian Symposium on the Use of Prescribed Fire. 2008. (Congresso).

5.
FERREIRA, M. P.. UFPR: Cursos e Profissões. 2005. (Exposição).

6.
PET FLORESTA ; FERREIRA, M. P. . III Semana do Meio Ambiente. 2005. (Outro).

7.
PET FLORESTA ; FERREIRA, M. P. . IV Semana do Meio Ambiente. 2005. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Raissa Brand Theobald. Mapeamento da regeneração de florestas nativas no Estado do Espírito Santo utilizando técnicas de aprendizado profundo e imagens de satélite. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Engenharia Cartográfica) - Instituto Militar de Engenharia. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Alindomar Lacerda Silva. Transição florestal e dinâmica de uso e cobertura da terra no Centro-Sul Paulista. 2018. Dissertação (Mestrado em Sensoriamento Remoto) - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Matheus Pinheiro Ferreira.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
FERREIRA, M. P.. Espectroscopia de Campo - Princípios e Aplicações. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
FERREIRA, M. P.. Capacitação de Estudantes para Realização de Atividades do Sistema de Manutenção, Recuperação e Proteção da Reserva Florestal Legal e Áreas de Preservação Permanente (SISLEG) em Propriedades Rurais. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/12/2018 às 12:12:04